Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE RECEBE CAMPEÃO DO ATLÉTICO VOLEIBOL CLUBE

Na próxima segunda-feira, 2 de maio, pelas 18h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, recebe na próxima segunda-feira, 2 de maio, pelas 18h00, no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho, a equipa vencedora do campeonato nacional feminino de Voleibol – o Atlético Voleibol Clube.

AVC

Recorde-se que a equipa famalicense sagrou-se, pela primeira vez, campeã feminina, ao vencer por 3-0, a formação do Porto Vólei no quarto jogo do ‘playoff’ da I Divisão Elite, disputado no passado domingo, 24 de abril, no Pavilhão das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão.

Com esta vitória, o Atlético Voleibol Clube fez o pleno esta época, depois de ter vencido a Supertaça 2015 e a Taça de Portugal 2016, frente ao mesmo adversário.

FAMALICÃO INCENTIVA EMPREENDEDORISMO

Roteiro Famalicão Made IN dá a conhecer trabalho de empresa LBJ Wash, segunda-feira, 2 de maio, pelas 10h30, na Rua D. Maria II, loteamento do Olheiro, Pavilhão 1, 4760-485, em Fradelos.

O sundo de desemprego foi a alavanca para a criaç

Empresários improváveis depois de desemprego forçado

O fato de empresários ainda lhes é estranho mas têm que o vestir diariamente depois de muitos anos como empregados por conta de outrem. O Bruno, 41 anos, o Carlos, 51, o Álvaro, 40, e o Luís, 46, viram “a vida a andar para trás”, quando a lavandaria industrial de ganga onde trabalhavam fechou portas em 2013, sem mais nem menos. Não entenderam as razões do encerramento, “havia trabalho dentro de portas todos os dias”, mas de um dia para o outro viram-se a braços com o desemprego e um futuro sombrio. O conhecimento dos clientes e do mercado, o saber-fazer adquirido pela experiência e o apoio que o Gabinete de Apoio ao Empreendedor da Câmara Municipal lhes deu, foram motivos suficientes para, dizem, “arriscar tudo”. Pediram a antecipação do pagamento do subsídio de desemprego e um empréstimo ao banco e montaram a LBJ Wash.

Hoje fazem o mesmo que sempre fizeram com duas grandes diferenças: trabalham mais, mas trabalham para eles próprios. Por isso, a motivação é outra e o brilho nos olhos de cada um reflete bem o que lhes vai na alma – “um enorme orgulho”.

O projeto dos quatro improváveis empresários vai ser conhecido durante a próxima jornada do roteiro Famalicão Made IN, na segunda-feira, 2 de maio, pelas 10h30, com uma visita do Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, à LBJ Wash, localizada na Rua D. Maria II, loteamento do Olheiro, Pavilhão 1, 4760-485, em Fradelos.

A empresa iniciou a atividade em junho de 2014 e em 2015 já faturou 200 mil euros. Para este ano, a fasquia dos 300 mil euros é o alvo a atingir. “Temos a certeza absoluta de que o que fazemos é bem feito”, dizem em uníssono antecipando a conquista dos objetivos. Sabem que o que fazem “é que dá o ser às calças de ganga” e por isso preferem fazer bem do que crescer “à toa” para deixar os clientes que têm bem servidos e impressionados. Os novos clientes que os procuram “todos os dias” têm que esperar.

O subsídio de desemprego foi a alavanca para a cr

FAMALICÃO REQUALIFICA SEDE DA JUNTA DE FREGUESIA DE BAIRRO

Este sábado, 30 de abril, pelas 11h00, Paulo Cunha inaugura requalificação da sede da Junta de freguesia de Bairro

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, inaugura amanhã, sábado, 30 de abril, pelas 11h00, a requalificação da sede da Junta de Freguesia de Bairro. As obras que implicaram um investimento municipal de 35 mil euros incluíram a pintura interior e exterior do edifício, a substituição do telhado e da iluminação interior e exterior.

Paulo Cunha retoma assim o périplo de visitas de trabalho pelas freguesias do concelho, concentrando-se desta vez na freguesia de Bairro. A jornada culmina com a inauguração das obras de requalificação da sede da Junta de Freguesia.

DEAD COMBO REGRESSA À CASA DAS ARTES EM FAMALICÃO

Atuação da banda portuguesa e regresso de Olga Roriz marcam a programação do próximo mês do espaço cultural famalicense. Dead Combo regressam em maio à Casa das Artes

É com um espetáculo inteiramente novo que no próximo dia 13 de maio os Dead Combo vão subir ao placo do grande auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. O concerto, que marca o regresso da banda portuguesa à sala de espetáculos do concelho famalicense, é um dos principais destaques da programação de maio da Casa das Artes.

Desta vez, Tó trips e Pedro Gonçalves apresentam-se em palco acompanhados por um naipe de cordas (violoncelo, viola de arco e violino), para um espetáculo que musicalmente vai desconstruir e despir as músicas dos Dead Combo para um formato acústico.

Um concerto que convida os admiradores da banda a mergulharem num imaginário único, num espetáculo que promete ser também marcante e prometedor do ponto de vista cénico.

Mas o rol de concertos para maio não se esgota aqui. O mês abre com a atuação de Chris Eckman. O vocalista da banda norte-americana “Walkabouts” atua no café-concerto da Casa das Artes a 6 de maio, sexta-feira, e prepara-se para apresentar em Famalicão o seu primeiro registo a solo – “Harney County”. Na mesma sala, mas no dia 14, destaque para o concerto dos Dan Riverman, banda portuense composta por Dan Alves, Rui Materazzi, Mike Peixoto, Bruno Macedo e Jonas Araújo.

Na música destaque ainda para o fado de Ricardo Ribeiro, que atua na Casa das Artes a 21 de maio. Na bagagem, o fadista traz o seu quarto álbum de originais, “Hoje É Assim, Amanhã Não Sei”, editado pela Warner Music no início de abril. Antes do concerto, refira-se que o fadista falará sobre “O sucesso da internacionalização do fado”, numa conferência marcada para as 21h00, no grande auditório.

A apresentação de “Antes que matem os elefantes” de Olga Roriz é outro dos pontos altos da programação de maio do espaço cultural famalicense. A conceituada coreógrafa portuguesa regressa a Famalicão no dia 28 de maio, com um espetáculo de dança que criou como alerta para uma reflexão coletiva sobre o conflito na Síria.

No teatro, destaque para a apresentação da peça “Coro dos Maus Alunos”. Um espetáculo de Tiago Rodrigues, coproduzido pela ACE Famalicão e a Casa das Artes, em cena no grande auditório nos dias 6 e 7 de maio.

Por fim, o cinema, que continua a ser uma das grandes apostas do espaço cultural famalicense. “A força da verdade”, “O Panda do Kung Fu 3” e “Batman VS Super-Homem: O despertar da justiça”, são algumas das propostas cinematográficas para este mês de maio.

Recorde-se que para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural, e em alguns casos para estudantes, o preço dos espetáculos na Casa das Artes reduz para metade. Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, em www.casadasartes.org

FAMALICÃO ASSINALA ANO INTERNACIONAL DAS LEGUMINOSAS

Pequeno auditório da Casa das Artes esgota para falar sobre leguminosas

Vila Nova de Famalicão vai assinalar o Ano Internacional das Leguminosas, com uma conferência que já esgotou o pequeno auditório da Casa das Artes. “Leguminosas com todos”, assim se chama o fórum que este sábado, dia 30, vai por todos a falar sobre os benefícios nutricionais deste tipo de alimentos.

Leguminosas

A conferência arrancará com a palestra “Sementes Nutritivas para um Futuro Sustentável”, com a presença de Hélder Muteia, representante em Portugal da FAO.

Pelas 10h15, o professor da Faculdade de Ciências da Nutrição da Universidade do Porto, Nuno Borges, e a nutricionista Cátia Borges falarão sobre “As leguminosas na alimentação portuguesa”.

Seguem-se depois as palestras “As leguminosas: onde a gastronomia se cruza com o ambiente” por Ricardo Novais, da empresa Erva Limão, e “A importância das leguminosas na agricultura”, por António Strecht, diretor da revista de agricultura biológica “ O Segredo da Terra”.

As leguminosas estarão também presentes no encerramento da iniciativa, que terminará com um momento de degustação preparado pelo conceituado chef de cozinha e proprietário do restaurante Ferrugem, Renato Cunha.

Refira-se que a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) declarou o ano de 2016 como o Ano Internacional das Leguminosas. Aumentar a consciência pública para os benefícios nutricionais das leguminosas, dar a conhecer o impacto positivo que estes alimentos podem ter nas questões de segurança alimentar e na redução da fome a nível mundial, bem como abordar o seu importante papel na agricultura, no ambiente e na gastronomia, são os principais objetivos desta conferência, inserida na agenda nacional do Ano Internacional das Leguminosas.

FAMALICÃO CELEBRA DIA MUNDIAL DA DANÇA

Esta sexta-feira, dia 29 de abril, celebra-se o Dia Mundial da Dança e Vila Nova de Famalicão não vai deixar passar a data em branco. Para tal, conta com a preciosa ajuda de vários grupos e escolas de dança do concelho que amanhã vão pôr os famalicenses a dançar.

A iniciativa vai dividir-se entre a Praça 9 de Abril, a Central de Camionagem e o Parque da Juventude, com um vasto programa de exibições e espetáculos, entre dança flamenca, danças de salão, dança contemporânea, Hip Hop, danças Afro-Latinas e Ragga, a partir das 18h00.

Gindança, grupo Groove Spot, Andança e Associação de Moradores das Lameiras são alguns dos grupos envolvidos nesta iniciativa.

JOVENS TALENTOS DO FUTEBOL REVELAM-SE NA TAÇA COCA-COLA

14.ª edição do torneio realiza-se este domingo, dia 1, no Estádio Municipal de Famalicão

O maior torneio de futebol juvenil não-federado do país está de regresso a Vila Nova de Famalicão. A Taça Coca-Cola joga-se este domingo, dia 1 de maio, no Estádio Municipal, e promete revelar jovens talentos do futebol famalicense.

Taça Coca-Cola (1)

Depois do arranque no Funchal, a prova segue agora para a sua segunda etapa no concelho de Famalicão, num torneio que conta já com mais de 1000 atletas inscritos.

O pontapé de saída da prova está marcada para as 10h00, num dia que promete ser totalmente dedicado ao fairplay e à celebração do futebol com família e amigos, com muito desporto e animação.

As inscrições decorrem até dia 29, sexta-feira, e os atletas interessados em inscrever a sua equipa poderão fazê-lo através do número 218 594 122. Os jovens deverão ter entre 13 e 15 anos.

Refira-se que esta é já a 14.ª edição da prova, que volta mais uma vez a percorrer todas as regiões de Portugal. Depois desta segunda etapa, o torneio segue para Oeiras, Viseu, Ribeira Grande, Silves, com a final agendada para junho, em Setúbal, a Cidade Europeia do Desporto 2016.

fairplay é um valor chave em toda o torneio, com a existência de um Cartão Branco para reforçar positivamente atitudes de desportivismo durante a competição, seja dos jogadores, seja junto do público.  

Taça Coca-Cola (2)

TEATRO DA DIDASCÁLIA LEVA AO PALÁCIO DO BOLHÃO A PEÇA “ONE MAN ALONE”

Dias 29 e 30 de abril, o Teatro da Didascália apresenta o seu espectáculo "One Man Alone", no salão nobre do Palácio do Bolhão no Porto.  

unnamed

"One Man Alone" é um espetáculo a solo, literalmente a solo. Sem contracena, operador de luz ou som, o ator vê-se assim obrigado a prosseguir o seu espetáculo interpretando e operando ao mesmo tempo a própria luz que o ilumina e a música que acompanha a cena.

A peça retrata a vida de um padeiro, solitário, que a altas horas da noite, nos intervalos de cozedura do pão, se diverte a brincar com os seus instrumentos de trabalho, numa tentativa de escape ao quotidiano do seu ofício monótono e repetitivo.

Bruno Martins, o diretor artístico da companhia, único ator da peça e simultaneamente operador de luz e som, salienta que o facto de o espetáculo ser todo ele conduzido por uma só pessoa, funciona como uma espécie de metáfora à criação artística contemporânea. Uma metáfora às condições de trabalho, na maioria das vezes precárias, em que os artistas se vêm obrigados a trabalhar, agravadas com a atual conjuntura socioeconómica.

O espetáculo é uma comédia divertida que assenta no virtuoso jogo físico do ator, na capacidade de se multiplicar nas várias personagens que dão vida às suas fantasias, e na sua capacidade de surpreender através dum espetáculo onde a magia é aliada da simplicidade.

A peça estará em cena nos dias 29 e 30 de Abril, às 23h no salão nobre do Palácio do Bolhão, no âmbito do programa Vaga – mostra de artes e ideias, organizado pela ACE – Escola de Artes, que irá apresentar até dia 18 de Junho alguns trabalhos artísticos de ex-alunos desta escola.

Bilheteira:

- Reservas: bilheteira@ace-tb.com | 222 089 007  | 917 939 020

- Bilhete normal 6 euros

- Cartão de Amigo*, Protocolos*, Seniores*, Profissionais de Teatro, Estudantes* 4 euros

- Estudantes da ACE e Artes do Espetáculo 3 euros

*Mediante apresentação de documento comprovativo

Link da bilheteira: http://ace-tb.com/bilheteira/

FAMALICÃO TRAVA BATALHA DAS FLORES

Concelho une-se em torno de eventos emblemáticos e repletos de história. Flores & Trocas animam Famalicão de 6 a 8 de maio

Depois do sucesso da primeira edição da Festa de Maio Flores & Trocas, que decorreu em 2015, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão volta a apostar no evento que reúne estas duas tradições seculares do concelho. No fim-de-semana de 6 a 8 de maio, Famalicão promove uma das feiras mais emblemáticas da sua história, coroando-a com toda a beleza, perfume e esplendor das flores.

Batalha das flores é ponto alto da festa de maio

A Praça D. Maria II, bem no coração da cidade, é o palco desta festa que vai reunir no total perto de uma centena de expositores. Com um programa de animação popular intenso, onde não vão faltar as concertinas e os cantares ao desafio, a festa de maio culmina com o desfile-batalha das flores.

A festa de maio é, no fundo, uma viagem no tempo para recordar costumes de outrora à boleia do artesanato, doçaria, licores e dos produtos da terra, mas também das flores que marcam a identidade e a memória coletiva de Famalicão.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “o convívio entre as flores e as trocas é acertado porque proporciona uma imagem inteira da história e das tradições do nosso concelho”.

Refira-se que a Feira das Trocas, ordenada pelo Rei D. Sancho I, em 1205, também conhecida como Feira do Burro recria algumas das maiores tradições históricas do concelho como a exposição de gado bovino, o mercado dos enchidos, com as populares tabernas e o vinho verde na malga, entre outros momentos, animados pelo ambiente festivo próprio das feiras do início do século XX. Por sua vez, a Festa da Flor tem como expoente máximo a Batalha das Flores.

PROGRAMA

06 DE MAIO (SEXTA-FEIRA)

09h00 Abertura

15h00 Oficina de Trabalhos Manuais “As Flores e a Primavera”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitora: Alcina Gonçalves. N.º limite: Até 30 crianças . Público-alvo: Crianças do1.º CEB

16h00 Atelier de Olaria “Flores de Cerâmica”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Escola de Cerâmica Artística da Fundação Castro Alves . N.º limite: 30 pessoas

17h00 Workshop de Arte Floral

Local Praceta Cupertino de Miranda . Monitorização: Estrelícia Flores . N.º limite: 30 pessoas

20h00 Cantares ao Desafio

Colaboração: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

22h00 Exibição “Grupo Musical 4 Claves”

Local Praceta Cupertino de Miranda

07 DE MAIO (SÁBADO)

10h00 às 18h00 Exposição de Orquídeas

Local Fundação Cupertino de Miranda

Colaboração: Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

14h30 Atelier de Pintura “Flores sobre Azulejo”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Associação Cultural Nozes de Prata . N.º limite: 40 pessoas

15h00 Workshop “O Cultivo do Dendrobium e a sua montagem em árvores”

Local Fundação Cupertino de Miranda

Graziela Meister, da Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

16h00 Arruada de Concertinas e Cantares ao Desafio

Colaboração: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

17h00 Atelier de bordados “Ponto Margarida”

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Isaura Matias . N.º limite: 15 pessoas

18h00 Workshop: Flores de Papel

Local Praceta Cupertino de Miranda

Monitorização: Cátia Cruz e Andreia Cruz . N.º limite: 30 pessoas

21h30 Exibição “FOLK 5 - Associação Cultural Sons do Mundo”

Local Praceta Cupertino de Miranda

24h00 Animação Noturna

Local Alameda D. Maria II (topo sul)

08 DE MAIO (DOMINGO)

10h00 às 18h00 Exposição de Orquídeas

Local Fundação Cupertino de Miranda

Colaboração: Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

14h00 Animação de Rua por Grupos Folclóricos

15h00 Workshop O Cultivo de Cymbidium

Local Fundação Cupertino de Miranda

José Costa, da Associação Portuguesa de Orquidofilia (Lusorquídeas)

15h30 Desfile-Batalha de Flores

Percurso Rua Manuel Pinto de Sousa, Rua Adriano Pinto Basto; Alameda D. Maria II; Rua Lourenço da Silva Oliveira até ao Topo Norte da Praça D. Maria II

PARTICIPANTES NO DESFILE

Abertura: Zés P'reiras “Os Divertidos” Associação Musical e Recreativa

Grupo Infantil e Juvenil Danças e Cantares de Joane

Grupo Infantil e Juvenil Santiago de Gavião

Associação Cultural S. Pedro de Riba D'Ave

Confraria de Bicicletas Antigas de Seide S. Paio

CNE de Landim, Agrupamento n.º 261

Clube de Bicicletas Antigas de Cavalões

Associação Recreativa e Cultural de Antas

Associação Cultural São Salvador da Lagoa

Associação Desportiva e Cultural S. Martinho de Brufe

Instituto São José de Oliveira S. Mateus

Grutaca, Grupo Teatro Amador Camiliano (Seide S. Miguel)

Associação Amigos dos Cavalos (Vila Nova de Famalicão)

Encerramento: Banda Marcial de Arnoso Santa Maria

17h30 Exibição Musical da Banda Marcial de Arnoso Santa Maria

Local Praceta Cupertino de Miranda

18h30 Arruada de Concertinas e Cantares ao Desafio

Colaboração: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

21h00 Encerramento com a Exibição Musical da TUSEFA - Tuna Sénior de Vila Nova de Famalicão

Local Praceta Cupertino de Miranda

FAMALICÃO APRESENTA NOITE DE “FANDANGO” E DE “BALLET STORY” NA CASA DAS ARTES

Música e dança no último fim-de-semana de abril do espaço cultural famalicense

O mês de abril vai terminar em grande na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, com o concerto de “Fandango” e a dança de “A Ballet Story” a encerrarem a programação deste mês do espaço cultural famalicense. 

BalletStory©Susana_Neves_2024

Tomando como ponto de partida a obra "Zephyrtine", de David Chesky, o coreógrafo Victor Hugo Pontes apresenta "A Ballet Story". Um espetáculo de dança que sobe este sábado, dia 30, ao palco do grande auditório, inserido nas comemorações do Dia Mundial da Dança, data que se assinala esta sexta-feira, dia 29.

Encomendado por Guimarães 2012 ― Capital Europeia da Cultura, “A Ballet Story” foi um dos pontos altos do festival GUIdance 2012, contando com uma receção entusiasta por parte do público e da crítica.

O espetáculo na Casa das Artes está marcado para as 21h30. Os bilhetes têm o custo de 10 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

No mesmo dia, mas no café-concerto da Casa das Artes, há “Fandango” - o mais recente projeto musical de Gabriel Gomes (Sétima Legião e Madredeus) e Luís Varatojo (Naifa, Peste & Sida e Despe e Siga).

O projeto, que nasce de uma mistura exótica de melodias portuguesas com beats de eletrónica, resulta numa diversidade de ritmos que capta a essência da música portuguesa, numa colorida harmonia entre linhas de sintetizadores e batidas de caixas de ritmos.

O concerto está marcado para as 23h00. Os bilhetes têm o custo de 6 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, em www.casadasartes.org

FAMALICÃO QUER HISTÓRIA DE ABRIL BEM CONTADA

Presidente da Câmara anunciou que estudo e recolha testemunhal e documental sobre período da consolidação democrática no concelho vai prosseguir

O projeto “Conta-me a História” de recolha documental e testemunhal que a Câmara Municipal está a desenvolver sobre o processo de consolidação democrática em Portugal vai estender-se no tempo. A novidade foi avançada pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, depois da apresentação do documentário “O Filme do 25 de Abril em Famalicão”, que decorreu ontem, 25 de abril, no Arquivo Histórico Alberto Sampaio, revelando a um auditório cheio imagens inéditas sobre a forma como os famalicenses saíram à rua e viveram o 25 de abril de 1974.

Artur Sá da Costa coordena o projeto Cona-me a Hi

“O trabalho desenvolvido ao longo deste processo tem trazido à luz do dia novos documentos e tem despertado o interesse e a adesão de importantes testemunhas que viveram e tiveram participação ativa nos principais acontecimentos políticos e sociais que ocorrerem em Portugal entre 1974 e 1976”, adiantou o edil. E acrescentou: “isso cria em nós a responsabilidade de prosseguirmos com este trabalho, de forma a legarmos à História a narrativa factual de um período importante e determinante para Portugal e para os seus cidadãos”

O anúncio do Presidente da Câmara Municipal recebeu uma onda de reconhecimento que atravessou todos os quadrantes políticos concelhios, merecendo também palavras elogiosas da geração que foi a principal protagonista do processo revolucionário em Portugal.

Dirigido pelo historiador Artur Sá da Costa, a iniciativa “Conta-me a História”, já contou com a realização de uma mesa redonda em 25 de Novembro de 2015, dia associado ao final do PREC – Período Revolucionário em Curso, e com uma conferência por Diogo Freitas do Amaral no dia 3 de abril último, sobre os 40 anos da Constituição da República Portuguesa. O documentário agora produzido foi realizado pelo jornalista Paulo Couto da Fama TV sob direção de Artur Sá da Costa e investigação de Amadeu Gonçalves. O vídeo está disponível para visualização a partir do portal do município em www.vilanovadefamalicao.org

O projeto insere-se no plano maior “25 de abril – Memória e Futuro”, que arrancou em 2015 com a criação da “Biblioteca Digital – Fundo Local da Oposição Democrática”, que disponibiliza online através do site da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco documentos exclusivos das lutas pela liberdade no concelho e no país.

O Filme do 25 de Abril em Famalicão foi apresenta

ATOR JOAQUIM DE ALMEIDA DÁ NOME A PRÉMIO DE CINEMA JOVEM EM FAMALICÃO

2.ª edição do YMOTION - Concurso e Mostra de Cinema Jovem - arranca em maio

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai dar o nome de Joaquim de Almeida ao Grande Prémio do YMOTION, o galardão que será atribuído à melhor curta-metragem do concurso de cinema jovem promovido pela autarquia, através do pelouro da Juventude. O mais internacional dos atores portugueses esteve no passado sábado, 23 de abril, em Famalicão para a apresentação do festival, que tem como objetivo distinguir os melhores trabalhos produzidos por jovens cineastas portugueses.

YMOTION (1)

Uma iniciativa muito aplaudida pelo ator português. “É bom ver que em Portugal há hoje apoios que não haviam na minha altura”, recordou Joaquim de Almeida, que aproveitou ainda para desafiar os jovens cineastas a agarrarem as oportunidades que vão surgindo. “O mais importante é acreditar. Eu acreditei sempre e fui o primeiro português a conquistar um lugar em Hollywood”.

Presente esteve também o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que considerou importante “espicaçar” os jovens para a criatividade. “Queremos jovens irreverentes, que não se conformem com aquilo que têm à disposição e que estejam disponíveis para produzir e não apenas para consumir”.

O período de inscrições do YMOTION arranca já no próximo mês de maio e termina a 30 de setembro, data limite para a receção de candidaturas e submissão das curtas a concurso. A inscrição poderá ser feita online, através de formulário próprio disponível em www.ymotion.org, ou através de email, para ymotion.mostra@gmail.com.

As curtas selecionadas irão depois integrar uma mostra cinematográfica. Ao todo serão atribuídos oito prémios: “Grande Prémio Joaquim de Almeida”, no valor de 1000 euros, “Prémio Escolas”, no valor de 500 euros, e ainda os prémios de “Melhor Argumento”, “Melhor Realização”, “Melhor Direção de Fotografia”, “Melhor Banda Sonora Original”, “Melhor Curta de Animação” e “Prémio Público”, todos no valor de 150 euros.

Refira-se ainda que o festival é dirigido aos jovens entre os 12 e os 35 anos. Promover a criação, produção e divulgação do cinema jovem português e fomentar sinergias entre escolas secundárias e instituições de ensino superior são alguns dos objetivos do festival, este ano dedicado ao tema “O meu lugar no mundo”.

A segunda edição do concurso e mostra contará com o apoio de várias instituições educativas do ensino secundário com cursos profissionais de audiovisual e multimédia e com a parceria de cerca de uma dezena de instituições de ensino superior, de norte a sul do país.

YMOTION (2)

FAMALICÃO SENSIBILIZA CONTRA MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA

Paulo Cunha junta-se às crianças na operação Stop aos maus tratos. Ação de sensibilização realiza-se amanhã, dia 27, pelas 11h30, em Delães

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, e a presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Elsa Rocha, vão participar amanhã, quarta-feira, dia 27 de abril, na campanha de sensibilização para a prevenção de maus tratos infantis, que vai decorrer pelas 11h30, junto à Escola E. B. 1 de Delães.

A campanha conta com a participação das crianças da turma do 1.º ano, que fardadas de agentes da autoridade e acompanhadas por militares da GNR vão participar numa Operação Stop, sensibilizando os automobilistas para os direitos das crianças.

A ação de sensibilização já arrancou no dia 21 de abril e envolve no total perto de meio milhar de crianças do 1.º ciclo do concelho. A ação insere-se na campanha “Pare! Mude Vidas” lançada neste mês de abril pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em colaboração com a CPCJ de Famalicão. A iniciativa tem como objetivo consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção do abuso infantil, bem como promover nas famílias o exercício de uma parentalidade positiva, sem recurso à violência verbal ou física. A campanha insere-se no âmbito do mês Internacional da Prevenção de Maus Tratos na Infância e está nas ruas do concelho através de outdoors e muppies, prolongando-se durante o ano. A iniciativa conta com os apoios de várias entidades como a PSP, a GNR e o CLDS Famalicão 3G, entre outras.

PAULO CUNHA, PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE, APELA A CONSENSOS NA POLÍTICA CONCELHIA

Autarca aproveitou sessão solene do 25 de abril para pedir o envolvimento de todos na solução para a nacional 14

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, apelou hoje aos partidos políticos para que se unam em torno do bem comum para o concelho.

AFS_6989

“Como é possível haver tão largos consensos em tantas matérias da nossa sociedade e haver tanta disputa partidária, tanta divergência do ponto de vista político-partidário. Há aqui uma clara desadequação entre aquilo que a sociedade civil quer para o futuro do concelho e a abordagem de alguns partidos políticos. É este divórcio que não ajuda ao fortalecimento da democracia, que não estimula a participação democrática e que não contribui para o desenvolvimento do concelho”.

Foi esta a principal mensagem que Paulo Cunha deixou na sessão solene comemorativa do 42.º aniversário do 25 de abril, que decorreu no Salão Nobre da Assembleia Municipal e contou com a presença e intervenção de representantes das várias cores políticas.

O autarca apelava aos consensos nomeadamente em torno da intervenção que que deve ser feita da Estrada Nacional 14, uma reivindicação antiga dos empresários, dos municípios de Famalicão, Maia e Trofa e da população, que tem uma solução em cima da mesa apresentada pelo anterior Governo. “É preciso que os partidos políticos não fiquem indiferentes a este projeto que já conseguiu uma esmagadora maioria de apoio dos agentes empresariais, autarcas, as forças da sociedade civil e dos próprios cidadãos. Os partidos políticos não podem ignorar o grande consenso deste projeto que é um desígnio concelhio”, afirmou Paulo Cunha. E acrescentou: “É preciso coragem, é preciso deixarmos de lado enquadramentos ideológicos que estão subjacentes à formação dos partidos políticos para que possamos de forma genuína abraçar este tipo de desígnios concelhios. Temos que erguer a bandeira do concelho. Não podemos ser indiferentes aos consensos dos famalicenses”

Relembrando outros projetos que têm tido a aprovação dos famalicenses, no âmbito da política educativa, social e económica levada a cabo pela autarquia, o presidente da Câmara deixou um desafio aos partidos com assento na assembleia municipal: “Para que abracem de uma forma mais generosa, mais genuína e mais comprometida o futuro de Famalicão”.

Perante uma sala composta na grande maioria por pessoas que viveram o 25 de abril de 1974, o presidente da Assembleia Municipal, Nuno Melo, afirmou que os partidos devem “dar às novas gerações muito mais do que discursos políticos. Celebrar Abril é afirmar o estado democrático e neste âmbito os políticos devem ser sérios e imanar democracia”.

De resto, o discurso de Nuno Melo foi de encontro à intervenção de Paulo Cunha, referindo que “todos os políticos devem conseguir interpretar o bem-comum”. O eurodeputado aproveitou ainda a oportunidade para afirmar que“Portugal devia ser para a Europa o que Famalicão é para o país”.

Para além do presidente da Câmara Municipal e do Presidente da Assembleia Municipal, a sessão contou com as intervenções de José Luis Araújo (BE), de Domingos Costa (CDU), Paulo Coelho (CDS/PP), Jerónimo Pereira (PS) e Álvaro Oliveira (PSD). Refira-se que a CDU, CDS/PP, PS e PSD contaram-se também com intervenções das Jotas.

AFS_6933

FAMALICÃO: RUSGA DE JOANE PROMOVE 5º ENCONTRO DE AMIGOS FOLCLORISTAS

Sábado, 30-ABR-2016

No seguimento das comemorações do N/ 25º aniversário do N/ Grupo Etnográfico Rusga de Joane, vimos por este meio enviar uma breve nota informativa do "5º Encontro de Amigos Folcloristas", que este ano se realizará no sábado, 30 de abril, no Largo 3 de Julho (antigo Campo da Feira), na Vila de Joane. Segue em anexo o cartaz do evento.

DESCRIÇÃO: O  Encontro de Amigos Folcloristas, trata-se de um dia onde se celebra o folclore nacional de modo descontraído, sem trajes e num espirito festivo de aprendizagem e de confraternização.

DATA: Sábado, 30-ABR-2016

LOCALLargo 3 de Julho (antigo campo da feira), Vila de Joane. Em caso de chuva o encontro será todo na Escola Padre Benjamim Salgado

PÚBLICO ALVO: Folcloristas e todos interessados em se divertir ao som, ritmos e labores da tradição popular e tradicional portuguesa.

PROGRAMA:

9h – Abertura do Encontro

9h30 - Início das Oficinas de Dança pelos grupos:

  • Grupo Associativo de Divulgação Tradicional de Forjães – Esposende
  • Grupo Folclórico da Corredoura - Guimarães
  • Rancho Folclórico “Os Camponeses de Santana do Mato” - Coruche
  • Grupo Folclórico As Lavradeiras da Meadela – Viana do Castelo

12h30 - Almoço de convívio;

14h30 – Oficinas de Dança pelos grupos:

  • Grupo Etnográfico Rusga de Joane – V.N.Famalicão
  • Rancho Típico da Amorosa – Leça da Palmeira

16h – Oficinas variadas (na Escola Secundária Padre Benjamim Salgado)

  •     Jogos Tradicionais: Grupo Etnográfico Região de Coimbra
  •    Bordados: Grupo Etnográfico Rusga de Joane
  • Violão: Grupo Folclórico Santa Marta de Portuzelo
  •       Canto: Grupo Folclórico da Universidade do Minho
  •         Concertina: Grupo de Folclore das Terras da Nóbrega (a confirmar)

18h – Sessão final (na Escola Secundária Padre Benjamim Salgado)

19h - Encerramento do 5º Encontro de Amigos Folcloristas (na Escola Secundária Padre Benjamim Salgado)

PROGRAMA EXTRA: 21h - “Arraial, Rusga e Cantorias”, na Escola Secundária Padre Benjamim Salgado.

ORGANIZAÇÃO 2016:

Grupo Etnográfico Rusga de Joane (no ano de 2016), no âmbito das comemorações do 25º aniversário.

CONTACTOS: rusgadejoane@gmail.com | 932 325 278 |www.facebook.com/grupoetnograficorusgadejoane |www.rusgadejoane.blogspot.com

HISTORIAL da organização do encontro:
02-05-2015 - Coruche. Organizado pelo Rancho Folclórico "Os Camponeses" de Santana do Mato.

05-04-2014 - Santa Marta de Portuzelo (Viana do Castelo). Organizado pelo Grupo Folclórico Santa Marta de Portuzelo e Gadt Forjães.

13-04-2013 - Coimbra. Organizado pelo Grupo Etnográfico Região de Coimbra.

24-03-2012 - Leça da Palmeira. Idealizado, fundado e organizado por André Marcos, João Teixeira e Rancho Típico da Amorosa.

FAMALICÃO REVIVE 25 DE ABRIL DE 1974

Comemorações iniciam nos Paços do Concelho, com o hastear da bandeira, pelas 10h00

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, convida os órgãos de comunicação social a participar nas comemorações do 42.º aniversário do 25 de abril, que decorrem na próxima segunda-feira, a partir das 10h00, nos Paços do Concelho com um vasto conjunto de iniciativas de grande simbologia, que pretendem, acima de tudo, evocar os valores de Abril, tais como a liberdade, a igualdade e a democracia.

Do rol de atividades, destaque para a sessão solene da Assembleia Municipal, que acontecepelas 10h00, nos Paços do Concelho, com a tradicional intervenção dos vários partidos políticos. Antes disso, assiste-se ao hastear da bandeira ao som do Hino Nacional interpretado pelo Grupo Recreativo e Musical Banda de Famalicão.

O dia ficará ainda marcado pela apresentação de imagens inéditas da revolução nas ruas da cidade. A pelicula  que estava guardada no arquivo dos estúdios da RTP, foi agora resgatada pela autarquia para o domínio público. Os filmes são desconhecidos da maior parte dos famalicenses e vão ser projetados pelas 17h00, de segunda-feira, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio.

 “São imagens únicas e marcantes que demostram bem a forma como os famalicenses saíram à rua e viveram o 25 de abril de 1974”, refere a propósito o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, adiantando que a aquisição da pelicula insere-se no âmbito do projeto “25 de abril – Memória e Futuro”, que visa recolher e preservar as fontes históricas sobre a Revolução do 25 de abril. O projeto arrancou em 2015 com a criação da “Biblioteca Digital – Fundo Local da Oposição Democrática”, que disponibiliza online através do site da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco documentos exclusivos das lutas pela liberdade no concelho.

O filme do 25 de abril em Famalicão será ainda enriquecido com imagens  exclusivas captadas por particulares e será acompanhado de uma tertúlia que promete desvendar muitos dos episódios daquele dia libertador e dos que se seguiram.

Entre a multiplicidade de iniciativas culturais que vão atravessar as várias freguesias do concelho destaca-se ainda os Versos e Sons de Abril, que vão decorrer este sábado, no Museu Bernardino Machado, o recital de Poesia Dita e Cantada, no Café-Concerto da Casa das Artes, na noite de 24 e claro a tradicional sessão solene comemorativa do 25 de abril, que junta as diferentes forças partidárias no Salão Nobre da Assembleia Municipal, nos Paços do Concelho.

Para Paulo Cunha “a liberdade artística e cultural foi, sem dúvida, uma das grandes conquistas de abril e neste âmbito não vão faltar espetáculos musicais, cinema e teatro.”Ao todo são mais de dezena e meia de eventos para celebrar abril. “Com estas iniciativas queremos também transmitir às novas gerações o verdadeiro sentido do que foi o 25 de Abril de 1974”, acrescenta o autarca.

ATOR JOAQUIM DE ALMEIDA LANÇA EM FAMALICÃO YMOTION

Apresentação da 2.ª edição do concurso e mostra de cinema jovem, sábado, 23 de abril, às 15h00, na Casa da Juventude

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão convida os órgãos de comunicação social para a cerimónia de apresentação do YMOTION – 2º Concurso e Mostra de Cinema Jovem, a realizar no sábado, 23 de abril, pelas 15h00, na Casa da Juventude, com a presença do ator Joaquim de Almeida e de outras personalidades ligadas ao universo da sétima arte, que vão apadrinhar o evento.

Joaquim-de-Almeida-1

A iniciativa é organizada pelo Município de Vila Nova de Famalicão, através do pelouro da Juventude, dirigindo-se aos jovens dos 12 aos 35 anos.  Promover a criação, produção e divulgação do cinema jovem português e fomentar sinergias entre escolas secundárias e instituições de ensino superior são alguns dos objetivos que se pretende atingir com o YMOTION.  

A segunda edição do concurso e mostra será dedicada ao tema “O meu lugar no mundo” e contará com o apoio de várias instituições educativas do ensino secundário com cursos profissionais de audiovisual e multimédia e com a parceria de cerca de uma dezena de instituições de ensino superior, de norte a sul do país.

CRIANÇAS DE FAMALICÃO FAZEM STOP AOS MAUS TRATOS

Presidente da Câmara Municipal participa na ação de sensibilização, no dia 27, pelas 11h30

E se uma criança fardada de polícia lhe fizer uma Operação Stop na rua: “Pare e Mude Vidas”! É este o mote da campanha de sensibilização que a Câmara Municipal de Famalicão, em conjunto com a Comissão de Proteção de Crianças de Jovens e as forças policiais da PSP e da GNR estão a desenvolver por estes dias na ruas do concelho.

DSC_5370

Ao todo, perto de meio milhar de crianças do 1.º ciclo do ensino básico do concelho participam nesta campanha. As crianças devidamente fardadas da força policial correspondente e com o apoio dos agentes abordam os condutores explicando os objetivos da campanha de sensibilização para a prevenção dos maus tratos infantis, relembrando alguns dos direitos que lhes assistem.

DSC_5385

De acordo com o Chefe Silva da PSP, responsável do projeto “Escola Segura”, trata-se de “uma iniciativa muito importante, porque são as próprias crianças que interpelam os adultos para esta problemática. As pessoas ficam sensibilizadas e mais atentas para o problema dos maus tratos”, refere.

Nesta quinta-feira, 21 de abril, a Operação Stop Maus Tratos decorreu em conjunto com a PSP, na periferia da Escola Básica Conde S. Cosme da parte da manhã, e da tarde na periferia do Centro Escolar Luís de Camões. Nesta sexta-feira, 22 de abril, a ação decorre entre as 9h30 e as 12h00, na periferia da Escola Dr. Nuno Simões. Entre as 14h00 e as 16h00, a iniciativa decorre na periferia da Escola Básica Conde S. Cosme.

DSC_5391

As ações regressam nos dias 27 e 28 com o apoio da GNR.

No dia 27 a ação de sensibilização conta com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha e da presidente da CPCJ, Elsa Rocha, entre as 10h00 e as 12h00 na periferia da Escola E. B. 1 de Delães. À tarde entre as 14h30 e 16h30, a iniciativa decorre no mesmo local. No dia 28, entre as 10h00 e as 12h00 e as 14h30 e as 16h30, a ação decorre na Periferia do Externato Delfim Ferreira.

DSC_5397

FAMALICÃO RECEBE PROVA INTERNACIONAL DE KICKBOXING

Antevisão da competição amanhã, pelas 17h30, no café-concerto da Casa das Artes

O concelho de Vila Nova de Famalicão recebe este fim-de-semana mais uma prova desportiva internacional, desta vez na modalidade de Kickboxing. O “II Torneio Internacional Unition” realiza-se este sábado, 23 de abril, no Pavilhão Municipal, numa competição que vai colocar frente-a-frente as seleções de Portugal e Marrocos.

A prova contará amanhã, sexta-feira, dia 22, com uma conferência de imprensa de antevisão, que terá lugar a partir das 17h30, no Café-Concerto da Casa das Artes, com a presença dos atletas e do vereador do Desporto da autarquia famalicense, Mário Passos.

Ao todo serão 11 os duelos entre a seleção portuguesa e marroquina, com destaque para a presença de três famalicenses nos eleitos do selecionador luso: Adriana Meira (-48 kg), Sofia Lobo (-52 kg) e Ricardo Cunha (- 75 kg), da equipa Tyger Gym.

FAMALICÃO COMEMORA 25 DE ABRIL

Programa comemorativo da Revolução dos Cravos com diversas iniciativas. Exibição de imagens inéditas do 25 de abril nas ruas de Famalicão marca as comemorações

É já na próxima segunda-feira que se assinala o 42.º aniversário da Revolução do Cravos em Portugal. Em Vila Nova de Famalicão, a data será celebrada com inúmeras iniciativas com destaque para a apresentação de imagens inéditas da revolução nas ruas da cidade. A pelicula que estava guardada no arquivo dos estúdios da RTP, foi agora resgatada pela autarquia para o domínio público. Os filmes são desconhecidos da maior parte dos famalicenses e vão ser projetados pelas 17h00, de segunda-feira, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio.

“São imagens únicas e marcantes que demostram bem a forma como os famalicenses saíram à rua e viveram o 25 de abril de 1974”, refere a propósito o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, adiantando que a aquisição da pelicula insere-se no âmbito do projeto “25 de abril – Memória e Futuro”, que visa recolher e preservar as fontes históricas sobre a Revolução do 25 de abril. O projeto arrancou em 2015 com a criação da “Biblioteca Digital – Fundo Local da Oposição Democrática”, que disponibiliza online através do site da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco documentos exclusivos das lutas pela liberdade no concelho.

O filme do 25 de abril em Famalicão será ainda enriquecido com imagens exclusivas captadas por particulares e será acompanhado de uma tertúlia que promete desvendar muitos dos episódios daquele dia libertador e dos que se seguiram.

Do programa comemorativo referência também para a inauguração da mostra documental: “25 de abril na literatura, no cinema e na música”, nesta sexta-feira na Biblioteca Municipal.

Entre a multiplicidade de iniciativas culturais que vão atravessar as várias freguesias do concelho destaca-se ainda os Versos e Sons de Abril, que vão decorrer no dia 23, no Museu Bernardino Machado, o recital de Poesia Dita e Cantada, no Café-Concerto da Casa das Artes, na noite de 24 e claro a tradicional sessão solene comemorativa do 25 de abril, que junta as diferentes forças partidárias no Salão Nobre da Assembleia Municipal, nos Paços do Concelho.

Para Paulo Cunha “a liberdade artística e cultural foi, sem dúvida, uma das grandes conquistas de abril e neste âmbito não vão faltar espetáculos musicais, cinema e teatro.” Ao todo são mais de dezena e meia de eventos para celebrar abril. “Com estas iniciativas queremos também transmitir às novas gerações o verdadeiro sentido do que foi o 25 de Abril de 1974”, acrescenta o autarca.

PARQUE DA JUVENTUDE EM FAMALICÃO TEM VOCAÇÃO DESPORTIVA RENOVADA

Câmara requalificou campo de ténis e campo de futebol de cinco de utilização livre no centro da cidade

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão está a reforçar a vocação desportiva do Parque da Juventude com a requalificação das infraestruturas desportivas existentes. Depois de uma intervenção de requalificação do campo de ténis, foi mais recentemente concluída um acção da mesma natureza no campo de futebol de cinco, através da colocação de um piso de relva sintético e da substituição das balizas. Entretanto, a autarquia está a preparar uma nova intervenção para a renovação do campo de basquetebol.

Câmara reforça vocação desportiva do Parque da

Construído em 1997, o Parque da Juventude é um espaço central da cidade famalicense que está localizado nas imediações do parque escolar e desportivo da cidade. Marcadamente urbano, o parque é composto por um relvado extenso e zona arborizada, maioritariamente composta por choupos, plátanos, pinheiros e castanheiros da India. Para além das valências desportivas e de lazer, os cafés e as esplanadas à volta do parque reforçam a sua vocação jovem.

O parque está servido pela rede Famalicão WI-FI que proporciona aos frequentadores navegação livre e gratuita da internet, sendo apenas necessário um registo prévio e consequente validação.

Funcionando como um ponto de encontro e de convívio por excelência da juventude famalicense, o espaço é desfrutável de forma livre e espontânea, incluindo os seus equipamentos desportivos que podem ser utilizados sem marcação prévia dentro do seguinte horário: de 1 de outubro a 31 de maio, das 9h00 às 23h00, e de 1 de junho a 30 de setembro, das 9h00 à 1h00.

Câmara reforça vocação desportiva do Parque da

FAMALICÃO TRANSPORTA DOENTES AOS CENTROS DE SAÚDE

Carrinha com capacidade para oito lugares começa a circular em maio. Transporte personalizado leva utentes da antiga Extensão de Saúde de Arnoso até Nine

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em parceria com a Engenho – Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este vai disponibilizar a partir do próximo mês de maio, um meio de transporte único e personalizado aos utentes que estavam inscritos na antiga Extensão de Saúde de Arnoso Santa Maria e que passaram para a Unidade de Saúde de Nine.

AFS_1552

O veículo com capacidade para oito lugares fará o transporte de passageiros às terças-feiras de manhã e às quintas-feiras à tarde, no horário estipulado pela Unidade de Saúde de Nine para as consultas programadas destes utentes.

“É um serviço público de proximidade que vai, de facto, dar uma resposta eficaz às necessidades destes utentes”, refere a propósito o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha. “Queremos proporcionar a todos os famalicenses um acesso facilitado à saúde, num concelho harmonioso e socialmente equilibrado”,acrescenta.

O meio de transporte irá percorrer as freguesias de Jesufrei, Arnoso Santa Maria, Arnoso Santa Eulália e Nine beneficiando os utentes que estavam inscritos na Extensão de Saúde de Arnoso Santa Maria.

Refira-se que já em outubro de 2015,  face à reorganização dos serviços da Unidade de Saúde de Arnoso de Santa Maria na UCSP (Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados) de Nine, decidido pela Administração Regional de Saúde (ARS-N) a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão reforçou o transporte público rodoviário na zona, com a introdução de uma nova carreira de autocarros com ligação direta de Arnoso Santa Maria à UCSP de Saúde de Nine. No entanto, passados quase seis meses o serviço revelou-se desproporcionado em relação à procura. Em alternativa a autarquia em parceria com a Engenho decidiu criar este meio de transporte com capacidade mais reduzida, mais próximo das populações e ambivalente de forma a dar resposta às necessidades das pessoas.

FAMALICENSES VENCEM O PORTO EM FUTEBOL ADAPTADO

Campeonato Nacional de Futebol de 7 adaptado: FC Porto 3 X 4 ABLS. Associação Boccia Luís Silva vence e fica apenas a dois pontos da liderança

No passado Domingo, dia 6 de Março, a Associação de Boccia Luís Silva (ABLS) foi ao campo da Constituição, no Porto, vencer a equipa local, o Futebol Clube do Porto, por 3-4, num jogo bastante emotivo e de grande qualidade. Com esta vitória, a ABLS entra novamente na luta pelo título nacional.

Relativamente ao jogo, este adivinhava-se muito difícil para a ABLS. Os primeiros minutos foram extremamente equilibrados, tendo o FC Porto inaugurado o marcador aos 10 minutos, através da marcação de um livre directo em que a bola sofreu um ligeiro desvio na barreira.

A equipa visitante teve uma reacção forte e apenas 2 minutos depois, na marcação de uma grande penalidade, Hugo Pinheiro repôs a igualdade. Aos 15 minutos, José Eduardo Faria marcou o segundo golo para a ABLS, concluindo com sucesso uma bela jogada colectiva.

Com a reviravolta no marcador a equipa do FC Porto ficou mais insegura, facto que foi aproveitado pela ABLS para voltar a colocar a bola no fundo das redes, chegando ao intervalo a vencer por 1-4 com um hat-trick de José Eduardo Faria.

Na segunda parte, o FC Porto entrou melhor e, num lance dividido entre o seu atacante e o guarda-redes da ABLS, o árbitro assinalou grande penalidade a favor dos dragões. Na sequência deste lance, o guarda-redes da ABLS teve de ser substituído para receber tratamento hospitalar.

Na cobrança da grande penalidade o FC Porto reduziu para 2-4. Passados 10 minutos foi marcada nova grande penalidade, desta feita por mão na bola de um defesa da ABLS, reduzindo os portistas para o 3-4 que se fixou como resultado final da partida.

É de salientar o espírito de solidariedade e a experiência demonstrados pela ABLS nos últimos momentos de jogo e que foram fundamentais para assegurar esta importante vitória.

A ABLS agradece a todos os que apoiam a equipa e compareceram para assistir a este jogo.

Convocatória para selecção Nacional

Na passada semana saiu a convocatória para o estágio da selecção nacional a realizar no próximo fim-de-semana, onde se destacam as presenças de seis atletas da Associação Boccia Luís Silva: Nuno Bogas, Cláudio Nóvoa, Hugo Pinheiro, Carlos Silva, Nuno Freitas e Paulo Edgar Carvalho.

FAMALICÃO REALIZA TORNEIO DE GIRA-VOLEI

Torneio Municipal de Gira-Volei reuniu mais de meia centena de participantes

A Escola Secundária Camilo Castelo Branco foi o local escolhido para a realização de mais uma edição do Torneio Municipal de Gira-Volei, que se realizou neste sábado, 16 de abril, com a participação de mais de meia centena de alunos das escolas do 1.º ciclo do ensino básico do concelho famalicense.

Gira-Volei

Em competição estiveram as duplas femininas e masculinas apuradas da primeira fase do torneio, que decorreu nas escolas, ao longo do 2.º período do ano letivo.

As duplas Sofia Castro/Matilde Faria (EB 1, 2, 3 de Pedome), Juliana Oliveira/Beatriz Cunha (EB1 de Delães), Maria Freitas/Ana Marques (EB1 de V. S. Cosme), Pavlo Pyatkovskyy/Tomás Sousa (EB1 de Gavião), Eduardo Guimarães/Gonçalo Nogueira (EB1 de Souto Sapugal Fradelos) e Diogo Pereira/Francisco Carvalho (EB1 de Gavião), foram as apuradas para a Fase Regional da competição, que contará com a organização da Federação Portuguesa de Voleibol e terá lugar no próximo dia 23 de abril, em Celorico de Basto.

FAMALICÃO DEBATE CENSURA DO ESTADO NOVO AO "JORNAL DE NOTÍCIAS"

Isabel Forte fala em Famalicão sobre “A censura do Estado Novo no Jornal de Notícias”

O Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão, acolhe no próximo dia 29 de abril, sexta-feira, a conferência “A Censura do Estado Novo no Jornal de Notícias”.

Inserida no ciclo de conferências do museu que, recorde-se, decorre este ano decorre sob o tema “A Censura na Ditadura Militar e no Estado Novo”, a iniciativa contará com a participação da jornalista Isabel Salazar, autora do livro “A Censura de Salazar no Jornal de Notícias”, lançado em 2000 pelas Edições Minerva Coimbra.

FAMALICENSES CONVERSAM COM REGINA DUARTE

Atriz estará à conversa com a comunicação social na próxima terça-feira, 19, pelas 18h00

À conversa com…Regina Duarte

Regina Duarte está de regresso à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão com o espetáculo “Bem-Vindo Estranho”, em cena no grande auditório do espaço cultural famalicense de quinta, 21 de abril, a domingo, dia 24.

A conceituada atriz brasileira estará disponível para apresentar pessoalmente aos jornalistas o seu novo espetáculo, numa conversa que decorrerá na próxima terça-feira, dia 19, pelas 18h00, na Casa das Artes de Famalicão.

CAMINHADAS CONCELHIAS DE FAMALICÃO ESTÃO DE REGRESSO

Primeira jornada decorre já no dia 30 de abril. Inscrições já estão a decorrer

É já no próximo dia 30 de abril, a partir das 14h30, que regressam as Caminhadas Concelhias de Vila Nova de Famalicão. A primeira jornada de 17 quilómetros vai percorrer as freguesias de Famalicão, Antas, Calendário e Brufe.

Caminhadas estão de regresso

Com um grau de dificuldade médio, a caminhada resulta numa atividade desportiva, onde a cultura, o convívio e a aventura também marcam presença.

O percurso local circular misto onde o urbano e o rural se fundem tem como ponto de partida e de chegada no Parque da Devesa, atinge uma altura de 244 metros alcançando o monte de Santa Catarina e desce até ao vale do rio Pelhe com uma cota altimétrica de 75m, junto ao lugar de Ribaínho.

Pelo Caminho visita-se então o Parque da Devesa, ex-libris natural do concelho, a Igreja de Antas, edifício de estilo românico tardio, classificado como Imóvel de Interesse Público, desde 1958, várias casas seculares, os Castro de S. Miguel do Ângelo e Santa Catarina, parque verdes e urbanos e edifícios públicos.

A concentração está agendada para o Parque da Devesa, do lado central de Camionagem. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site do município em www.vilanovadefamalicao.org, na Casa da Cultura ou nas Piscinas Municipais.

Com estas caminhadas a Câmara Municipal pretende dar a conhecer o concelho e os pontos de interesse aos caminhantes, mas também homologar estes percursos pedestres pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

Refira-se que a primeira série de Caminhadas Concelhias decorreu entre 2010 e 2013, com oito percursos que atravessaram o concelho de lés a lés.

REGINA DUARTE REGRESSA A FAMALICÃO COM “BEM-VINDO ESTRANHO”

Novo espetáculo da atriz brasileira estará em cena na Casa das Artes de 21 a 24 de abril

Uma peça de contrastes, em que o humor e o riso se misturam com o drama e o suspense. Assim é “Bem-Vindo Estranho”, o espetáculo que traz Regina Duarte de regresso a Portugal e que na próxima semana vai instalar-se na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, de 21 a 24 de abril.

Esta é já a segunda vez que a conceituada atriz brasileira pisa o palco do grande auditório do espaço cultural famalicense, depois de aqui se ter estreado corria o ano de 2004.

Baseado na obra “Be Mine”, da britânica Angela Clerkin, “Bem-Vindo Estranho” leva-nos numa viagem até à capital londrina para conhecer a conturbada relação de Jaki e Elaine, mãe e filha de classe trabalhadora, interpretadas por Regina Duarte e Mariana Loureiro. Uma relação alternada entre o afeto e a manipulação, que “entra em erupção” com a chegada de Joseph (Kiko Bertholini), o misterioso namorado de Elaine.

Numa entrevista concedida recentemente à RTP, Regina Duarte desvendou alguns pormenores daquilo que o público famalicense pode esperar deste seu novo espetáculo. “Há uma fase lua-de-mel da peça em que o público diverte-se, mas que a partir de um certo ponto se transforma num ambiente de grandes tensões, em que o público se apercebe que um crime está para acontecer”, disse.

Dirigido pelo brasileiro Murilo Pasta, “Bem-Vindo Estranho” vai estar em cena no grande auditório de quinta, 21, a domingo, 24. As sessões de quinta, sexta e sábado estão marcadas para as 21h30, enquanto a sessão de domingo está agendada para as 17h00.

O espetáculo tem o custo de 22 euros, reduzindo para metade para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, emwww.casadasartes.org

BEM-VINDO ESTRANHO | FICHA TÉCNICA

21, 22, 23 e 24 de abril

Quinta, Sexta e Sábado: 21h30 | Domingo: 17h00

Grande Auditório

Entrada: 22 euros

Cartão Quadrilátero Cultural: 11 euros

M/12 Anos

Duração: 90 minutos

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO DISTRIBUI LANCHES ESCOLARES SAUDÁVEIS

Lanches saudáveis chegam a duas mil crianças em Famalicão. Autarquia investe mais de 90 mil euros

Cerca de dois mil alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo do concelho de Vila Nova de Famalicão estão a beneficiar de lanches escolares saudáveis, com a inclusão de pão fresco com recheio variado (que pode ser manteiga, queijo, marmelada, etc.). A medida que tem como principais objetivos incutir hábitos de alimentação saudáveis nas crianças – evitando o consumo dos bolos, bolachas e outros doces – e promover a equidade social, surge de um desafio lançado no ano letivo anterior pela autarquia famalicense a todas as Juntas de Freguesia do concelho.

AFS_0322

“Depois do lançamento do projeto piloto, no ano letivo anterior, este ano dezasseis freguesias responderam positivamente ao nosso desafio, procedendo à distribuição de lanches saudáveis pelos estabelecimentos de ensino numa medida de grande relevância e equidade social, já que não existe diferenciação nos lanches, combatendo ainda a obesidade infantil”, refere a propósito o vereador da Educação da Câmara Municipal, Leonel Rocha. De acordo com o responsável, “o objetivo é chegar a todas as crianças”.

Neste âmbito, foi aprovada uma proposta na última reunião do executivo municipal para a atribuição de um apoio financeiro no valor de 32.641, 50 euros para comparticipar os lanches escolares para o presente ano letivo. A autarquia atribui o valor de 10 cêntimos diários por aluno, destinado à comparticipação dos bens alimentares (pão e recheio). O pão de um tamanho apropriado aos mais novos tem um custo de 5 cêntimos, sendo que a autarquia atribuiu mais cinco cêntimos para o recheio.

Recorde-se que além disso, a autarquia financia também a distribuição de fruta em todas as escolas do pré-escolar e 1.º ciclo do concelho, num investimento que chega muito perto dos 60 mil euros por ano. Por sua vez, o leite escolar é suportado pelo Ministério da Educação.

AFS_0311

FAMALICÃO ASSOCIA-SE AO ANO INTERNACIONAL DAS LEGUMINOSAS

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) declarou o ano de 2016 como o Ano Internacional das Leguminosas. Vila Nova de Famalicão não vai deixar passar a efeméride em branco e tem já agendada para o próximo dia 30 de abril, sábado, a conferência “Leguminosas com todos”.

Leguminosas

A iniciativa, que decorrerá na Casa do Território, é de entrada gratuita, mas de inscrição obrigatória, através do portal do Parque da Devesa, em www.parquedadevesa.com, até ao dia 22 de abril.

A conferência arrancará com a palestra “Sementes Nutritivas para um Futuro Sustentável”, com a presença de Hélder Muteia, representante em Portugal da FAO.

Pelas 10h15, o professor da Faculdade de Ciências da Nutrição da Universidade do Porto, Nuno Borges, e a nutricionista Cátia Borges falarão sobre “As leguminosas na alimentação portuguesa”.

Seguem-se depois as palestras “As leguminosas: onde a gastronomia se cruza com o ambiente” por Ricardo Novais, da empresa Erva Limão, e “A importância das leguminosas na agricultura”, por António Strecht, diretor da revista de agricultura biológica “ O Segredo da Terra”.

As leguminosas estarão também presentes no encerramento da iniciativa, que terminará com um momento de degustação preparado pelo conceituado chef de cozinha e proprietário do restaurante Ferrugem, Renato Cunha.

Aumentar a consciência pública para os benefícios nutricionais das leguminosas, dar a conhecer o impacto positivo que estes alimentos podem ter nas questões de segurança alimentar e na redução da fome a nível mundial, bem como abordar o seu importante papel na agricultura, no ambiente e na gastronomia, são os principais objetivos desta conferência, inserida na agenda nacional do Ano Internacional das Leguminosas.

ESCRITOR FAMALICENSE JORGE REIS SÁ REGRESSA A CASA

Jorge Reis Sá ‘regressa a casa’ para participar em “Um Livro, Um Filme”

O escritor famalicense Jorge Reis Sá é o convidado da sessão deste mês da iniciativa “Um Livro, Um Filme”, que decorre já no próximo dia 29 de abril, pelas 21h30, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel, em Vila Nova de Famalicão.

Jorge Reis Sá

Para exibir e comentar, o escritor e atual editor da Glaciar escolheu o mais recente filme de Ridley Scott - “Perdido em Marte” – com Matt Damon no papel principal.

Jorge Reis Sá nasceu em Vila Nova de Famalicão, em 1977. Licenciado em Biologia, fundou, em 1999, as Quasi Edições, que editou até 2009. Foi, entre 2010 e 2013, editor na Babel. É, desde 2013, editor da Glaciar e consultor editorial de várias instituições e editoras.

Estreou-se, em 1999, com um livro de poemas. Desde aí, publicou poesia, contos, crónicas e romances. Colabora, desde essa altura, com a comunicação social, tendo sido cronista das revistas LER e SÁBADO, entre outras publicações.

Reuniu a sua poesia, em 2013, no volume "Instituto de Antropologia" e, em coautoria com Henrique Cymerman, publicou pela Guerra & Paz "Francisco, de Roma a Jerusalém". Coorganizou, com Rui Lage, a maior antologia de poesia portuguesa alguma vez feita, "Poemas Portugueses – Antologia da Poesia Portuguesa do Séc. XIII ao Séc. XXI". Publicou, em 2015, o seu segundo romance, "A Definição do Amor", acompanhado pela reedição de "Todos os Dias", ambos na Guerra & Paz. "A Definição do Amor" será publicado, em breve, no Brasil pela editora Tordesilhas.

A iniciativa é de entrada livre.

FAMALICÃO: CABEÇUDOS RECEBE MOSTRA ASSOCIATIVA

A freguesia de Cabeçudos, em Vila Nova de Famalicão, é, este domingo, 17 de abril, palco de uma mostra associativa. A iniciativa, que decorrerá na Alameda da Igreja, dará a conhecer o trabalho das associações e movimentos informais desta freguesia famalicense.

O dia de festa arranca às 09h00 com um passeio de BTT promovido pelo Sporting Clube Cabeçudense, que pelas 11h00, promoverá também uma aula de ginástica. O desporto continua a dominar as atividades da parte da tarde. Pelas 15h00 terá lugar uma aula de Zumba, sendo que pelas 16h00 haverá uma demonstração de capoeira, ambas promovidas pela Associação Espaço em Movimento.

Refira-se que as mostras associativas, promovidas pelo município em parceria com as Juntas de Freguesia, têm como objetivo dar a conhecer o trabalho e a força das associações, instituições, artesãos e produtores locais.

FAMALICÃO INCENTIVA JOVENS PARA A ARTE URBANA

Jovens de Famalicão incentivados a intervirem com arte em espaços urbanos

A juventude de Vila Nova de Famalicão está a ser desafiada para dar asas à criatividade artística e para a plasmar em espaços públicos urbanos com recurso às mais variadas técnicas e materiais como o grafite, a azulejaria e a pintura. “Urban Youth” é um projeto de arte urbana desenvolvido pelo pelouro da Juventude, em parceria com a Escola de Artes Plásticas - A Casa ao Lado, que visa estimular a expressão artística da juventude famalicense e simultaneamente revitalizar espaços urbanos através da arte.  São também objetivos do projeto, incentivar o diálogo e o pensamento crítico dos jovens, transformando a educação através da arte numa educação para a cidadania.

O projeto vai ser desenvolvido através da organização de uma residência artística destinada a jovens dos 12 aos 35 anos, que incluirá ações de formação e workshops a desenvolver na Casa da Juventude, no Museu de Cerâmica da Fundação Castro Alves e em espaços urbanos a intervencionar.

O pontapé de saída para a primeira edição do projeto tem início marcado para o próximo dia 16 de abril e prolongar-se-á até dia 9 de julho, data escolhida para a apresentação do resultado da primeira intervenção artística. As sessões práticas decorrerão aos sábados, das 14h às 18h, entre a Casa da Juventude, a Fundação Castro Alves e o Parque de Sinçães.

A inscrição é gratuita e poderá ser realizada através do Portal da Juventude, emwww.juventudefamalicao.org.

CLDS – 3G discute comunicação dentro da rede

“Na Rede. Como Comunicamos?” É este o título do seminário que vai decorrer na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão no próximo dia 19 de abril, no âmbito do novo Contrato Local de Desenvolvimento Social – CLDS 3G. A entrada é livre.  

Promovido pelas entidades que integram o projeto – A Câmara Municipal, a CIOR, Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão, a Engenho – Associação para o Desenvolvimento do Vale do Este e a PASEC - Plataforma de Animadores Socioeducativos e Culturais, em parceria com a Universidade do Minho, o seminário posiciona-se como uma plataforma de reflexão sobre a comunicação dentro de uma rede interinstitucional, muito concretamente no âmbito social.

A comunicação organizacional em rede e os desafios sociais, pela investigadora e professora universitária Teresa Ruão e o contributo da comunicação estratégica para o Desenvolvimento Social, pela presidente do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, são alguns dos temas que vão estar em debate.

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO CRIA PROGRAMA INOVADOR NA EDUCAÇÃO

“Acompanhar” para combater o insucesso e o abandono escolar

Cativar os alunos para a escola através do teatro, dos clubes aventura e outras atividades, envolver professores, alunos e instituições neste processo de contaminação positiva pela escola, fomentar o gosto pelo estudo e pela formação. É este o segredo do sucesso do programa piloto “Acompanhar”, implementado em finais de 2015 pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em várias escolas do concelho e que já conta com uma adesão de mais de 300 alunos e 16 instituições parceiras envolvidas.

image47399

O “segredo” foi desvendado esta segunda-feira, pelo vereador da Educação da autarquia, Leonel Rocha, durante o primeiro Encontro Concelhio de Partilha de Boas Práticas de Projetos de Inclusão em Contexto Escolar que decorreu na Escola Secundária Camilo Castelo Branco.

De acordo com o responsável trata-se de um “programa criado em Vila Nova de Famalicão com o objetivo de colmatar as falhas que as escolas apontavam no contexto de insucesso de alguns alunos”. E explica: “Não quisemos pegar num programa já existente e dá-lo como receita para todas as escolas, o que fizemos primeiro foi conhecer bem a realidade de cada escola, aproveitar bem essa realidade numa lógica de partilha entre escolas e depois caso a caso desenvolver a metodologia considerada mais adequada”.

Neste sentido, o que diferencia o programa “Acompanhar” de outro é precisamente a  metodologia que passa por “dar uma resposta menos académica ou menos curricular, saindo daquelas ações mais voltadas para o estudo acompanhado e mais aulas de apoio, para conseguir cativar os alunos para a escola e potenciar o seu sucesso”.

É neste âmbito, que estão a ser implementadas diversas ações, conforme o contexto e que vão desde a ‘Sala Mais’, na Escola de Gondifelos, que se traduz num espaço mais atrativo para os jovens, ao programa ‘ADN’ que desenvolve a tutoria de jovens, ou seja, grupos de alunos que se ajudam mutuamente, através de áreas como o teatro e a filosofia, mas também a mentoria com professores ou pessoas significativas da comunidade.

Toda a comunidade escolar está envolvida no programa, não apenas os alunos em risco, mas também os outros alunos, que trabalham no sentido de ajudar a alavancar as potencialidades e as mais-valias que quem está prestes a desistir da escola.

Leonel Rocha assegura que os resultados positivos do “Acompanhar” já se sentem e exemplifica com os cursos vocacionais que estão a funcionar em quatro escolas - três profissionais mais a escola de Pedome - que tiveram esta metodologia implementada desde o início do ano e cujos resultados estão à vista. “Nota-se um interesse pela escola, uma melhoria e o consequente sucesso desses alunos nos cursos que frequentam” refere.

O Programa Acompanhar tem uma Equipa Técnica Multidisciplinar própria com autonomia pedagógica que está responsável pela implementação das respostas educativas previstas no  programa. Além disso, cada estabelecimento de ensino nomeia o seu Comissário, que se responsabiliza pela implementação e supervisão do programa no seu estabelecimento de Ensino em estreita colaboração com a Equipa Pedagógica do Programa Acompanhar.

image47396

FAMALICÃO REALIZA ESPETÁCULO DE BAILADO

Música Indie e bailado marcam o terceiro fim-de-semana de abril do espaço cultural famalicense. Hot Air Balloon e “Contrapassos” este fim-de-semana na Casa das Artes

Este sábado e domingo há bailado e música Indie para ver e ouvir na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. A atuação dos Hot Air Balloon e o bailado “Contrapassos” são os espetáculos que prometem animar o terceiro fim-de-semana de abril do espaço cultural famalicense.

Hot Air Balloon

É para o café-concerto da Casa das Artes que está agendado o concerto dos Hot Air Balloon. O duo com raízes irlandesas e portuguesas prepara-se para apresentar em Famalicão o seu primeiro trabalho discográfico - “Behind the Walls”, numa performance harmoniosa, íntima e delicada, marcada para este sábado, 16 de abril, para as 23h00.

Gravado ao vivo nos estúdios Rangel e produzido por Hugo Correia, o disco de estreia da banda canta histórias, sonhos, lugares e memórias das vidas de Sarah-Jane (vocalista) e Tiago (guitarrista).

Para este concerto, o duo vai se fazer acompanhar por Samuel Coelho, no violino, Pedro Oliveira, na bateria, e David Terceiro Viegas no baixo.

No mês em que se celebra o Dia Mundial da Dança, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão vai também associar-se às comemorações da data e o primeiro momento decorre já neste fim-de-semana, no sábado e domingo, com a apresentação do espetáculo “Contrapassos”.

Um bailado coproduzido pelo espaço cultural e pela Crescer Além Dança – Associação para o Ensino e Desenvolvimento da Dança, baseado no conto de Hans Christian Anderson - “Os Sapatos Vermelhos” - e levado à cena por 60 bailarinos. O espetáculo de sábado está agendado para as 21h30, sendo que o de domingo arranca às 18h00.

Ambos os espetáculos têm o custo de 6 euros, reduzindo para metade para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, em www.casadasartes.org.

Contrapassos

FAMALICÃO INTERVÉM NA PREVENÇÃO DOS MAUS-TRATOS INFANTIS

Câmara Municipal e CPCJ lançam campanha de sensibilização

Desde o início deste ano, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Vila Nova de Famalicão (CPCJ) já registou 122 casos de crianças e jovens em risco no concelho. Neste momento estão ativos 276 processos, sendo que 262 transitaram do ano anterior. Entretanto, 96 casos foram já arquivados e 12 foram remetidos para o Tribunal de Família e Menores.

Campanha

Os números são dados a conhecer no mês em que se assinala em vários países do mundo a Prevenção de Maus Tratos na Infância. Este ano, a autarquia famalicense associa-se à efeméride colocando nas ruas uma campanha de base concelhia que tem como objetivos consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção do abuso infantil, bem como promover nas famílias o exercício de uma parentalidade positiva.

De acordo com os dados da CPCJ de Famalicão, as principais problemáticas sinalizadas desde janeiro são a violência doméstica (39 casos), o absentismo escolar (27 casos), jovens que assumem comportamentos desviantes (15 casos) e a negligência (11), mas há ainda abandono escolar, casos de criança entregues a si próprias, o mau trato físico e/ou psicológico e dois casos de abuso sexual.

“É uma realidade que nos preocupa bastante, mas que na grande maioria dos casos temos conseguido intervir atempadamente, e de uma forma positiva”, refere a propósito a presidente da CPCJ, Elsa Rocha, acrescentando que “quando surge uma sinalização, a CPCJ faz o diagnóstico, com o consentimento dos pais, e quando se comprova a situação de perigo, aplica as medidas de promoção e proteção que estão tipificadas na Lei de Proteção de Crianças e Jovens em Perigo, as quais se dividem em dois grandes grupos: medidas em meio natural de vida, como apoio junto dos pais, apoio junto de outro familiar, confiança a pessoa idónea e apoio para a autonomia de vida, ou medidas de colocação como acolhimento familiar e acolhimento residencial”.

As fontes sinalizadoras são na maior parte das vezes as escolas e as autoridades policiais, mas há também casos de anónimos e familiares a fazerem a denúncia. E é aqui que Famalicão quer chegar com esta campanha de sensibilização. “Queremos envolver toda a comunidade nesta luta contra os maus tratos infantis, queremos despertar consciências e chamar toda a gente à responsabilidade cívica”, acrescenta a responsável.

Neste âmbito, esclarece que “qualquer pessoa que tenha conhecimento de situações que ponham em perigo a segurança, a saúde, a educação ou o desenvolvimento de uma criança devem comunicá-las às entidades competentes, seja as comissões de proteção de crianças ou autoridades policiais”.

A campanha com o slogan “Pare! Mude Vidas” vai estar na rua durante vários meses, sendo acompanhada de várias ações de sensibilização, com destaque para uma “Operação Stop maus tratos”, desenvolvida pelas crianças do 1.º ciclo do concelho, em parceria com as forças policiais da PSP e da GNR, nos dias 21 e 22 de abril e nos dias 27 e 28 de abril. As crianças irão vestir fardas características de ambas as forças policiais e desenvolverão uma Operação STOP, fazendo paragem aos automobilistas e entregando meios de sensibilização.

Refira-se que as CPCJ exercem a sua competência na área do município onde têm sede. Sendo instituições oficiais não judiciárias com autonomia funcional, visam, promover os direitos da crianças e do jovem prevenir ou pôr termo a situações suscetíveis de afetar a sua segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral.

FAMALICÃO DESTACA PATRIMÓNIO DESPORTIVO NAS COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Património desportivo em destaque nas celebrações do Dia dos Monumentos e Sítios. Município de Famalicão assinala a data já neste sábado, dia 16 de abril

O desporto dá este ano o mote para as celebrações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios em Portugal. A data assinala-se na próxima segunda-feira, dia 18 de abril, sob o tema “Desporto, um Património Comum”, e Vila Nova de Famalicão vai antecipar as comemorações, com a tarde de sábado a ficar marcada por um vasto programa de atividades.

Dia termina com uma visita às instalações do Es

A iniciativa começa com uma visita, pelas 14h30, à exposição permanente da Casa do Território - “Tempo, Espaço & Ser”. Uma mostra reveladora, que dá a conhecer a evolução do território famalicense como nunca se viu.

O desporto dá depois o mote para as duas outras iniciativas do programa das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios no município famalicense, com a realização, pelas 15h15, de uma visita à sala de troféus do Futebol Clube de Famalicão e de uma visita, pelas 16h00, às instalações do Estádio Municipal 22 de junho.

Refira-se que o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi criado pelo ICOMOS (Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios) a 18 de abril de 1982, e aprovado pela UNESCO no ano seguinte, com o objetivo de sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para o esforço envolvido na sua proteção e valorização.

Em Portugal, as celebrações da data são promovidas pela Direção-Geral do Património Cultural em colaboração com o ICOMOS Portugal. Este ano a iniciativa promove o tema “Desporto, um Património Comum”, com a finalidade de enaltecer a importância cultural e social do desporto, destacar o papel insubstituível, ao longo da história, de inúmeras associações, clubes, autarquias, museus e outras organizações, públicas e privadas, na formação e consolidação da identidade de comunidades locais, regionais e nacionais, e também fazer ressaltar as diferentes formas de expressão do património associado ao desporto, seja em edifícios, em tradições ou em registos de diferente natureza.

Todas as atividades são de entrada gratuita.

FAMALICÃO APRESENTA PROGRAMA “ACOMPANHAR”

Leonel Rocha intervém no primeiro Encontro Concelhio de Partilha de Boas Práticas de Projetos de Inclusão em Contexto Escolar, pelas 14h00

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão realiza o primeiro Encontro Concelhio de Partilha de Boas Práticas de Projetos de Inclusão em Contexto Escolar, que vai decorrer na próxima segunda-feira, dia 11 de abril, a partir 10h00, na Escola Secundária Camilo Castelo Branco.

O vereador responsável pelo pelouro da educação da Câmara Municipal, Leonel Rocha, abre os trabalhos da parte da tarde, pelas 14h00, com a conferência “A Pedagogia Participativa e Colaborativa em Contexto Escolar”. A intervenção será aproveitada para apresentar o Programa Acompanhar, que está a decorrer desde o final de 2015 em várias escolas do concelho.

O programa tem como objetivos potenciar e apoiar as escolas na implementação de projetos de boas práticas na área do acompanhamento e inclusão inteligente de alunos em especial situação de risco ou que não estão integrados em qualquer tipo de resposta socioeducativa complementar e ainda criar processos potenciadores da melhoria do rendimento escolar e processo de inclusão social dos alunos com o recurso a soluções complementares de educação não formal e capacitação ao nível da inteligência emocional.

CASA DA JUVENTUDE DE FAMALICÃO RECEBE CONCERTOS MUSICAIS

Workshops e concertos marcam o mês de abril na Casa da Juventude

Não faltam motivos para que em abril os jovens visitem a Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão. Para além dos habituais momentos musicais, com a realização dos “Ensaios Abertos”, o mês de abril do espaço jovem do concelho famalicense conta ainda com a realização de vários workshops e com o arranque do projeto artístico “Urban Youth”.

 Casa da Juventude

São então três os “Ensaios Abertos” agendados para os próximos dias. “Televisors”, no dia 15, “Sete Pedras na Mão”, a 22, e “Broke Addiction”, no dia 29, são os projetos musicais que este mês se dão a conhecer na Casa da Juventude, numa iniciativa com entrada gratuita.

Abril marca também o arranque do projeto “Urban Youth”. Um programa de intervenção urbana, dinamizado pelo projeto “A Casa ao Lado”, que pretende promover a atividade artística como instrumento de desenvolvimento económico, social e cultural. A ideia passa por valorizar alguns dos espaços urbanos da cidade, através de intervenções artísticas, com recurso a técnicas como o grafite e a azulejaria.

Esta primeira edição do projeto decorre até ao próximo mês de julho e consistirá num conjunto de sessões práticas, com vista à requalificação de um dos muros do Parque de Sinçães. A inscrição é gratuita, limitada a 20 participantes, através do email criajovem@vilanovadefamalicao.org.

De resto, destaque ainda para os três workshops agendados para este mês. O primeiro dedicado à procura de emprego - “Experimenta Procura Ativa de Emprego” - nos dias 20 e 21 de abril, o segundo à cozinha saudável – “Alimenta a Tua Saúde” – no dia 23, e, por fim, um último workshop, no dia 28 de abril, sobre Personal Branding.

Mais informações sobre estas iniciativas no Portal da Juventude de Vila Nova de Famalicão, emhttp://www.juventudefamalicao.org/.

"A GUERRA DOS CEREAIS" CHEGA A FAMALICÃO

“Ambientar-se” exibe documentário “A Guerra dos Cereais”

O uso das sementes agrícolas vai dar o mote para a sexta sessão do ciclo de cinema “Ambientar-se”, que decorre já na próxima sexta-feira, 15 de abril, na Casa do Território, em Vila Nova de Famalicão. A sessão contará com a exibição do documentário “A Guerra dos Cereais”, realizado em 2014, por Clément Montfort and Stenka Quillet. 

A Guerra dos Cereais

“São as sementes um bem comum ou uma mercadoria? Devem ser partilhadas, trocadas como um recurso natural ou comercializadas em toda a linha e patenteadas?”, são algumas das questões levantadas pelo filme, escolhido pelo Grupo Famalicão em Transição.

Como já vem sendo habitual, depois da visualização do filme haverá ainda lugar para um momento de debate, que contará com a presença de dois convidados que têm dedicado uma boa parte da sua vida à preservação do património genético de variedades regionais - o professor da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, Raúl Rodrigues, e Elsa Aroso, do movimento Atimati, formadora em agricultura urbana e guardiã de sementes.

Refira-se que as sessões “Ambientar-se” são organizadas, todos os meses, pela autarquia famalicense em parceria com instituições locais ligadas à proteção do ambiente, e pretendem promover o debate sobre temas ambientais. A entrada na iniciativa é gratuita. 

FAMALICÃO CRIA HINO À ALEGRIA

Câmara Municipal e ArtEduca dão música às famílias famalicenses

“Somos família, temos uma voz. Somos família, nunca estamos sós”. O refrão já anda na ponta da língua das famílias famalicenses, que afinam a voz para o grande concerto, a decorrer a 15 de maio – Dia Internacional da Família – no anfiteatro do parque da Devesa. A iniciativa é o ponto alto de um programa vasto e diversificado promovido pela Câmara Municipal de Famalicão e a ArtEduca – Conservatório de Música de Famalicão para assinalar a efeméride.

familia

Durante várias semanas, serão propostos uma serie de desafios às famílias famalicenses, como concursos e outras atividades de forma a envolver toda a comunidade num encontro e partilha de afetos.

Assim, para além do grande concerto, estão também a ser preparadas outras iniciativas, como os concursos “Dá a cara pela tua família!”; “As famílias têm talento!” e ainda uma campanha de solidariedade,  a decorrer nos dias 6, 7 e 8 de maio, com a recolha de bens alimentares e de higiene, no Hipermercado Jumbo de Famalicão. Por cada alimento ou produto de higiene que contribuir, habilita-se a ganhar um cheque vale em compras no valor de 100€, na mesma superfície comercial, a ser revelado o número vencedor sorteado, no dia 15 de maio, no decorrer do evento na Concha Acústica no Parque da Devesa.

Para já foi criado um site em http://www.familiafamalicao.com/, onde as famílias poderão acompanhar o evoluir das iniciativas.

Para a vereadora responsável pelo pelouro da Família da Câmara Municipal,  Sofia Fernandes, o objetivo principal do programa é “sensibilizar a população para as questões da família e para a proteção dos valores da união, do amor, do respeito e da solidariedade”.

Refira-se que em 1993 a ONU proclamou o dia 15 de maio Dia Internacional da Família, refletindo a sua importância na comunidade internacional. Desde 1994 que pelo mundo fora se celebra a data com diversos eventos, focando temas centrais para a vida das famílias.

QUADRILÁTERO BRAGA-BARCELOS-GUIMARÃES-FAMALICÃO APRESENTA PLATAFORMA DIGITAL PARA PÚBLICO ESCOLAR

‘+Cidadania’ reforça ligação entre Municípios e Cidadãos

Desenvolver competências e valores que ajudem as crianças a desempenhar um papel activo na comunidade é o objectivo da Plataforma +Cidadania apresentada hoje, 5 de Abril, no Instituto de Educação da Universidade do Minho, em Braga. Esta plataforma, que resulta da parceria entre a Universidade do Minho e o Quadrilátero, encontra-se actualmente numa fase piloto na qual participam mais de dez mil alunos e 639 docentes de 187 escolas dos Municípios de Braga, Barcelos, Guimarães e Famalicão.

2

Para o presidente do Conselho Executivo do Quadrilátero, Ricardo Rio, este é um projecto que “tem tudo para crescer e para ser, cada vez mais, uma plataforma de ligação entre os municípios e os seus cidadãos”.

“Com esta qualidade, o projecto +Cidadania poderá ser até disponibilizado fora do contexto escolar. Temos aqui matéria para ir ao encontro de todo o tipo de públicos, nomeadamente das famílias, ajudando-as a conhecer melhor a realidade dos seus Concelhos”, referiu o Autarca Bracarense numa cerimónia que, além dos alunos da EB1 do Fujacal, contou ainda com as presenças do presidente da Câmara Municipal de Barcelos e dos vereadores da Educação dos Municípios de Famalicão e Guimarães.

5

Na ocasião, Ricardo Rio sublinhou a mais-valia projecto para a “criação de uma cidadania mais saudável, mais participada e interessada”, destacando o envolvimento que os municípios do Quadrilátero tiveram no desenvolvimento da plataforma, sem esquecer os professores, “elementos cruciais para o sucesso da iniciativa”. O Edil salientou igualmente o papel da Universidade do Minho que, uma vez mais, “mostra oportunidades de colaboração que servem o interesse de todos”.

Com recurso às tecnologias, a plataforma promove o desenvolvimento dos níveis de cidadania participativa em crianças, mobilizando a rede social e comunitária para a construção de uma sociedade mais solidária, mais responsável e interdependente.

Uma das áreas diferenciadoras do projecto “+Cidadania” consiste na criação de um currículo de base local. Com base no património material e imaterial de cada Concelho, foram criadas diversas actividades que permitem aos alunos, de uma forma divertida e lúdica, conhecer o seu Concelho, a sua história e as suas instituições.

4

FAMALICÃO PROMOVE SOLIDARIEDADE

HZ Events entrega bens alimentares à Loja Social de Famalicão

Perto de quinhentas unidades de géneros alimentares desde arroz, massa, azeite, leite, enlatados, entre outros, foram entregues nesta terça-feira, 5 de abril, à Loja Social de Vila Nova de Famalicão pela empresa HZ Events.

Donativos resultaram de parte da receita do _Fama

Os donativos resultaram de parte da receita do “Fama Zumba Event”, uma mega aula de Zumba que decorreu no final do passado mês de janeiro, no Pavilhão Municipal.

“Poder aliar ao sucesso de um evento o apoio a uma causa é sempre bom”, disse André Alves, um dos promotores da iniciativa. No horizonte está agora a realização de mais eventos do género. “Ficamos muito contentes com o resultado e queremos continuar a ajudar, fazendo aquilo que mais gostamos - dançar”.

O adjunto do Presidente da Câmara Municipal para a área da Ação Social, Ademar Carvalho, agradeceu os donativos entregues e espera que a atitude da HZ Events se replique às demais instituições e empresas do concelho.

Refira-se ainda que, atualmente, a Loja Social de Famalicão apoia em média cerca de 100 famílias por mês.

FAMALICÃO ENSINA A TOCAR GUITARRA PORTUGUESA

Inscrições gratuitas para Master Class de Guitarra Portuguesa

Estão abertas as inscrições para a Master Class de Guitarra Portuguesa, com o guitarrista Miguel Amaral, que vai decorrer no sábado, dia 16 de abril, das 10h00 às 22h00, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco. As inscrições são gratuitas, mas estão limitadas à capacidade de 15 pessoas e são obrigatórias através do email animacaocultural@vilanovadefamalicao.org

A iniciativa insere-se no âmbito das Oficinas de Experimentação, promovidas pela autarquia famalicense mensalmente há mais de um ano e que têm abarcado diferentes instrumentos musicais e atividades culturais.

A recente mediatização do Fado, no contexto da sua classificação como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, mas sobretudo aquando do surgimento de uma difundida "renovação" deste estilo musical (desde finais dos anos 90 do séc. XX), trouxe para esta música de raiz tradicional muitos ouvintes, intérpretes e guitarristas que, maioritariamente, são influenciados pelos artistas surgidos nestes anos. Tem-se vindo a notar um crescente interesse pela aprendizagem musical do Fado, mais precisamente da Guitarra Portuguesa.

Propõe-se com esta Master Class de Guitarra Portuguesa e alicerçada à experiência e formação do guitarrista Miguel Amaral, ajudar todos os que estão genuinamente interessados na experimentação e exploração deste instrumento musical tão português.

FAMALICÃO APOIA O ASSOCIATIVISMO

Autarquia famalicense cedeu, em regime de comodato, as salas das antigas instalações da APPACDM a nove associações do concelho

A casa do presidente da Associação de Xadrez do Distrito de Braga vai deixar de receber as reuniões semanais desta coletividade famalicense. A partir de hoje, esta e outras oito associações do concelho passam a ter sede própria, cedida pela Câmara Municipal.

image47363

As várias salas das antigas instalações da APPACDM, localizadas na Rua da Estação, vão agora dar lugar àquilo que o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, apelidou de uma verdadeira“incubadora social”, onde para além da Associação de Xadrez está também sediada a Federação Concelhia das Associações de Pais de Vila Nova de Famalicão, a Vento Norte - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação de Tempos Livres, a Refood de Vila Nova de Famalicão, a TUSEFA – Associação Recreativa e Cultural; a associação desportiva Sport Kratchabal Clube,  os Free Hugs – Abraços Grátis, o Núcleo de Árbitros de Futebol de Vila Nova de Famalicão e ainda a PSI-ON - Associação para a Educação, Desenvolvimento e Intervenção nas Comunidades.

Na cerimónia de assinatura do protocolo de cedência do espaço, que decorreu esta terça-feira à tarde, o edil famalicense referiu que mais do que representar um momento marcante na atividade de cada uma destas associações, o dia de hoje é sobretudo importante para o concelho de Vila Nova de Famalicão e para o sucesso da sua comunidade.

Haver associações com atividade é muito importante para a coesão social e o papel da autarquia é o de criar condições para que as nossas coletividades possam continuar a desenvolver os seus projetos”, referiu.  

Como estas oito associações, Paulo Cunha lembrou também que foram já vários os movimentos formais e informais do concelho que contaram com o apoio da Câmara Municipal para a criação da sua sede.

Para o edil esta é apenas uma das várias facetas do apoio que a autarquia tem dado às associações famalicenses. Paulo Cunha deu o exemplo do périplo pelas freguesias que o leva a reunir, todas as semanas, com o tecido associativo do concelho e também as mostras associativas, que têm dado a conhecer a força e dinâmica das associações.

image47360

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO CEDE ESPAÇO A NOVE ASSOCIAÇÕES DO CONCELHO

Assinatura do protocolo de cedência das antigas instalações da APPACDM, amanhã, terça-feira, 5 de abril, pelas 15h00

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, convida os órgãos de comunicação social para a cerimónia de assinatura do protocolo de cedência das antigas instalações da APPACDM, localizadas junto à Estação da CP de Famalicão, a nove associações do concelho. O momento decorrerá amanhã, terça-feira, dia 5 de abril, pelas 15h00.

AFS_8836

As várias salas do espaço serão cedidas, em regime de comodato, às seguintes coletividades: Federação Concelhia das Associações de Pais de Vila Nova de Famalicão (FECAPAF); Vento Norte - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação de Tempos Livres; Associação de Xadrez do Distrito de Braga; Refood de Vila Nova de Famalicão; TUSEFA – Associação Recreativa e Cultural; Sport Kratchabal Clube;  Free Hugs – Abraços Grátis; Núcleo de Árbitros de Futebol de Vila Nova de Famalicão e PSI-ON - Associação para a Educação, Desenvolvimento e Intervenção nas Comunidades.

FAMALICÃO LANÇA CAMPANHA DE PREVENÇÃO DE MAUS TRATOS NA INFÂNCIA

Iniciativa visa assinalar o mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, mas vai prolongar-se ao longo do ano

“Páre! Mude Vidas” é o slogan da campanha de prevenção de maus-tratos na infância que vai ser lançada neste mês de abril pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em colaboração com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Famalicão. A iniciativa tem como objetivo consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção do abuso infantil, bem como promover nas famílias o exercício de uma parentalidade positiva, sem recurso à violência verbal ou física.

Campanha

A campanha insere-se no âmbito do mês Internacional da Prevenção de Maus Tratos na Infância e estará nas ruas do concelho a partir da próxima semana, através de outdoors e muppies, prolongando-se durante o ano.

As imagens acompanhadas pela assinatura “Agir hoje para salvar amanhã” para além de apelarem à sensibilização, fornecem também dados sobre os maus tratos infantis no concelho, assim como, as freguesias mais afetadas, os principais sinais de perigo e as fontes sinalizadoras.

Será ainda lançado um calendário de afetos, que promove a parentalidade positiva, com pequenos conselhos para todos os dias do ano. São gestos simples e fáceis de adotar pelos pais e familiares, como, por exemplo elogiar uma tarefa desempenhada, brincar ao jogo preferido, atribuir uma tarefa de responsabilidade, abraçar e verbalizar o seu amor.

Entretanto, o mês de abril será preenchido com atividades diversas envolvendo o tema, com destaque para uma “Operação Stop maus tratos”, desenvolvida pelas crianças do 1.º ciclo do concelho, em parceria com as forças policiais da PSP e da GNR, nos dias 21 e 22 de abril e nos dias 27 e 28 de abril. As crianças irão vestir fardas características de ambas as forças policiais e desenvolverão uma Operação STOP, fazendo paragem aos automobilistas e entregando meios de sensibilização.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a autarquia decidiu assumir esta campanha como um responsabilidade cívica, procurando despertar consciências e contribuir para a prevenção dos maus tratos na infância”.

Refira-se que as CPCJ exercem a sua competência na área do município onde têm sede. Sendo instituições oficiais não judiciárias com autonomia funcional, visam, promover os direitos da crianças e do jovem prevenir ou pôr termo a situações suscetíveis de afetar a sua segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral.

De acordo com os dados da CPCJ de Famalicão em final de 2015 havia 262 processos ativos, o que corresponde ao número de crianças em risco. Destas 33 por cento estavam em risco devido à violência doméstica.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE FAMALICÃO ASSINALA DIA MUNDIAL DO LIVRO INFANTIL

O Dia Internacional do Livro Infantil celebra-se neste sábado, dia 2 de abril, e a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, vai assinalar a data com o lançamento do livro “O coelho que queria ser artista”. A apresentação da obra, da autoria do escritor José Francisco Rica, irá decorrer no auditório da Biblioteca Municipal, pelas 16h00 e é de entrada livre.

Lançado no passado mês de fevereiro, pela Chiado Editora, o livro faz parte da coleção “Contos com Sabor”, uma coletânea apaixonante que pretende ir ao encontro de crianças que gostam de histórias e desafios.

“O Tó orelhudo imaginava que todos ainda o iam admirar e reconhecera sua arte de verdadeiro Artista de palco (…) Um belo dia, cheio de coragem e muito decidido levantou-se, saiu da sua toca e partiu à aventura pelo monte abaixo”, pode ler-se na sinopse do livro.

Refira-se ainda que José Francisco Rica nasceu em 1953 na cidade de Lamego, onde passou a sua infância e juventude. Posteriormente, a residir na cidade do Porto, começou a desenvolver uma série de atividades culturais, com destaque para a pintura e fotografia, com diversas exposições realizadas em Portugal e no estrangeiro. Na área literária, dedica-se à poesia e contos infantis e juvenis, com obras já publicadas por conceituadas editoras, realizando sessões de dinamização e sensibilização em diversas bibliotecas e escolas, com o objetivo de motivar e entusiasmar as crianças e jovens para o gosto da leitura.

“Vaivém do Oceanário” aterra em Famalicão

De 5 a 9 de abril, o Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, vai receber o “Vaivém do Oceanário”, um projeto de responsabilidade social do Oceanário de Lisboa, que nos últimos tempos tem percorrido Portugal de lés-a-lés.

De 5 a 8 de abril, o “Vaivém do Oceanário” dá-se a conhecer ao público escolar do concelho, enquanto que no dia 9 de abril, sábado, abrirá portas para o público em geral, com sessões entre 09h30 e as 12h30 e as 14h00 e as 16h00.

Refira-se que através de um programa sustentado de educação ambiental, com uma série de ações de acesso livre e gratuito, o projeto pretende consciencializar os cidadãos, sobretudo os mais novos, para a necessidade urgente de mudarmos as nossas atitudes, com vista à conservação e sustentabilidade dos recursos naturais.

BOSSARENOVA TRIO ATUA EM FAMALICÃO

Projeto de Paula Morelenbaum, Joo Kraus e Ralf Schmid atua esta sexta-feira na Casa das Artes em Vila Nova de Famalicão

O grande auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão foi o local escolhido pelos Bossarenova Trio para o único concerto no norte do país. A banda, composta por uma das maiores vozes da música brasileira e dois dos melhores músicos europeus da atualidade – Paula Morelenbaum, o pianista Ralf Schmid e o trompetista Joo Kraus – atua esta sexta-feira, dia 1, no espaço cultural famalicense.

Bossarenova

Na bagagem o trio traz “Samba Prelúdio”, um espetáculo unanimemente aplaudido pela crítica, que reúne interpretações, entre outros, de Schubert, Schumann, Tom Jobim e Villa-Lobos. Um concerto único, com a criação de pontes culturais nunca antes estabelecidas entre a Bossa Nova, o Jazz e o Clássico.

Formado em 2009, a propósito das comemorações dos cinquenta anos da Bossa Nova, o projeto é constituído pela brasileira Paula Morelenbaum, a grande voz da Bossa Nova que, entre outros, trabalhou com Tom Jobim e nos aclamados projetos “Jobim – Morelenbaum” e “Morelenbaum2/Sakamoto”. A acompanhar a cantora brasileira estão dois músicos alemães de exceção: o conceituado pianista Ralf Schmid, que nos EUA trabalhou com Diane Warwick, Natalie Cole e Herbie Hancock, e Joo Kraus, vencedor de um Grammy e um dos melhores trompetistas de jazz europeus.

O concerto do grupo na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão está marcado para as 21h30, no grande auditório da Casa das Artes. A entrada tem o custo de 12 euros, reduzindo para metade para portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO APROVA RELATÓRIO DE GESTÃO

Relatório de Gestão aprovado hoje por maioria em reunião extraordinária da Câmara Municipal. Câmara de Famalicão fecha contas de 2015 com “saúde de ferro”

Paulo Cunha

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão manteve em 2015 o grau de autonomia financeira acima dos 70% o que significa uma forte independência da autarquia face a capitais alheios e uma robusta capacidade para fazer face aos seus compromissos financeiros através dos capitais próprios. A “saúde de ferro” das finanças municipais de Famalicão é também bem visível no baixo recurso à capacidade de endividamento que lhe é conferido por lei e que teve um rácio de utilização de apenas 38,3%.

Os números que fecham as contas do município de Vila Nova de Famalicão em 2015 foram hoje, quinta-feira, aprovados por maioria na reunião extraordinária do executivo municipal que se debruçou sobre o Relatório de Gestão 2015 apresentado pelo Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

O edil classifica o exercício de 2015 como “um bom ano para Vila Nova de Famalicão”. E explica:“asseguramos o equilíbrio das contas municipais, conseguimos avanços muito consideráveis nas diversas áreas de atuação do município e demos passos seguros na salvaguarda do futuro de Vila Nova de Famalicão”.

A propósito deste último aspeto, Paulo Cunha lembra os acordos que foi possível estabelecer entre a Câmara e os proprietários de terrenos que foram integrados no Parque da Devesa e da urbanização do Talvai e que colocaram um ponto final em antigos processos judiciais  acionados contra a autarquia e cujo desenvolvimento poderia significar um custo  de muitos milhões de  euros para a Câmara. “Para além da eliminação deste risco de indemnização, os terrenos passaram definitivamente para o domínio público ficando salvaguardado um parque verde que já é um ex-libris do concelho e da região no caso da Devesa. Já no processo de Talvai, os terrenos adquiridos vão permitir a construção de um importante equipamento para os famalicenses, que será anunciado muito brevemente”.

“É verdade que com a solução encontrada exigimos mais do presente mas aliviamos o futuro”, adianta o autarca explicando desta forma a passagem da dívida a terceiros do município de 33,3 para 36,7 milhões de euros. Nada que retire o sono do autarca: “as contas municipais estão de tal forma equilibradas que a Câmara Municipal ainda há pouco tempo anunciou uma nova frente de obras na ampliação das redes de abastecimento de água e saneamento no valor de 5,5 milhões de euros a custas próprias e sem garantia do financiamento comunitário”. Recorde-se que foi também esse equilíbrio financeiro que permitiu um abatimento dos encargos dos famalicenses com a fatura ambiental desde o início do ano, através da redução das taxas de abastecimento de água e recolha de saneamento e resíduos.

“rigor e a responsabilidade” são os adjetivos utilizados por Paulo Cunha para justificar esta dinâmica de investimento que atravessa o concelho, tanto na dimensão material como imaterial, ao mesmo tempo que são resolvidos processos jurídicos complexos que poderiam hipotecar o futuro das novas gerações. “Com a gestão que estamos a fazer, sabemos que a saúde financeira do município é boa e que terá todas as condições para continuar a respirar saúde no futuro”, conclui Paulo Cunha.

Para além do novo plano de obras anunciado para a vertente ambiental,  está também anunciado uma nova frente de trabalhos na modernização do parque escolar, enquanto prosseguem no terreno  mais de vinte quilómetros de obras na rede viária do concelho em dez intervenções que abrangem mais de uma dezena de freguesias e um investimento total de cerca de oito milhões de euros. Isto para além do reconhecido trabalho do município nas mais diferentes áreas como a Cultura, o Desporto, a Educação, a Juventude, o Ambiente e a Solidariedade Social, com dinâmicas fortes de apoio às crianças, jovens, seniores e famílias de Famalicão.

O grau de execução orçamental em 2015 foi de 91,1 por cento na parte da receita e de 84,2 por cento na parte da despesa.

ATRIZ REGINA DUARTE SOBE AO PALCO EM FAMALICÃO

Atriz brasileira Regina Duarte apresenta “Bem-Vindo Estranho” no grande auditório da Casa das Artes, em Famalicão, de 21 a 24 de abril

O mês de abril marca o regresso de um dos maiores nomes da representação brasileira à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. “Bem-Vindo Estranho”, assim se chama a peça que traz Regina Duarte de volta ao espaço cultural famalicense - uma casa que a atriz conhece bem, depois de aqui se ter apresentado, pela primeira vez, em 2004.

A peça, que ficará pelo grande auditório de 21 a 24 de abril, leva-nos numa viagem até à capital londrina para conhecer a conturbada relação de Jaki e Elaine, mãe e filha de classe trabalhadora, interpretadas por Regina Duarte e Mariana Loureiro. Uma relação alternada entre o afeto e a manipulação, que “entra em erupção” com a chegada de Joseph (Kiko Bertholini), o misterioso namorado de Elaine.

Baseado na obra “Be Mine”, da britânica Angela Clerkin, “Bem-Vindo Estranho” conta com a direção do também brasileiro Murilo Pasta. Os bilhetes para as quatro sessões do espetáculo já se encontram à venda e têm o custo de 22 euros, reduzindo para metade para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

Mas o regresso de Regina Duarte é apenas um dos muitos destaques da programação do próximo mês da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

Na música, incontornável referência para o concerto dos Hot Air Balloon, que se preparam para apresentar em Famalicão o seu primeiro trabalho discográfico - “Behind the Walls”. Uma performance harmoniosa, íntima e delicada, agendada para o dia 16 de abril, no café-concerto.

No dia 30, sábado, o café-concerto recebe também o mais recente projeto musical de Gabriel Gomes (Sétima Legião e Madredeus) e Luís Varatojo (Naifa, Peste & Sida e Despe e Siga) –Fandango. Um projeto que nasce de uma mistura entre a música eletrónica e instrumentos acústicos e que resulta numa mistura exótica de melodias portuguesas com beats de eletrónica.

Ainda na música, destaque para a atuação, no dia 3 de abril, da Orquestra de Jazz da Escola Profissional de Música de Espinho, e para o recital de canto e piano de Carla Caramujo (soprano) e João Paulo Santos (piano), no dia 9 de abril.

No mês em que se celebra o Dia Mundial da Dança, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão vai também associar-se às comemorações da data. Primeiro com a apresentação, nos dias 16 e 17, do bailado “Contrapassos” e ainda com espetáculo “A Ballet Story”, de Victor Hugo Pontes, no dia 30.

E porque abril é também o mês em que se assinala a “Revolução dos Cravos”, a Casa das Artes apresenta, no dia 24, “E um dia fez-se Abril”, um recital de poesia dita e cantada, sob o signo da liberdade.

Por fim, destaque ainda para o cinema que continua a ser uma das grandes apostas do espaço cultural famalicense. “Alvin e os Esquilos: A Grande Aventura”, “Salve, César!”, “O Amor é Lindo…Porque Sim!” e “Os Oito Odiados” são algumas das propostas cinematográficas para este mês de abril.

Recorde-se que para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural, e em alguns casos para estudantes, o preço dos espetáculos na Casa das Artes reduz para metade. Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, em www.casadasartes.org.

ASSOCIAÇÃO TEATRO DE CONSTRUÇÃO ABRE GABINETE DE APOIO AO DESEMPREGADO

Nova resposta social para desempregados entra em funcionamento na zona nascente de Famalicão

Um parceiro para olhar os desempregados olhos nos olhos e ajudá-los a superar o problema,  combatendo o isolamento e evitando a exclusão. São estes em traços gerais os objetivos do Gabinete de Apoio aos Desempregados da Associação Teatro de Construção (ATC), de Joane, que entrou hoje, 29 de março, em funcionamento para ajudar os desempregados da vila joanense e freguesias vizinhas.  

Paulo Cunha e Custódio Oliveira no Gabinete de Ap

A abertura desta nova resposta social de combate ao desemprego contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de V.N. de Famalicão, Paulo Cunha, do Delegado Regional do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional, António Leite, do Presidente da Junta de Freguesia, António Oliveira, e do Presidente da direção da ATC, Custódio Oliveira.

Todos os responsáveis foram unânimes acerca da importância da iniciativa da ATC, associação que vem desenvolvendo uma importante, abrangente e muitas vezes pioneira resposta social na zona nascente do concelho famalicense. “Torna o concelho mais capaz na resposta a um problema que é decisivo para a vida das pessoas”, afirmou Paulo Cunha, enquanto António Leite sublinhava a“importância do acompanhamento pessoalizado de cada desempregado, tratando-o como pessoa e não como simples número.” Já o autarca local, António Oliveira, lembrou as cerca de 3200 apresentações anuais obrigatórias por lei que são registadas na junta de Freguesia e que correspondem em muitos casos a desempregados de longa duração que precisam de apoio.

“É mais alguém para ajudar”, apresentou Custódio Oliveira, falando no desenvolvimento de uma  “metodologia personalizada e de proximidade, para ajudar as pessoas no desemprego ou busca do primeiro emprego, para que possam combater a inércia e o desânimo provocados pela desocupação e ausência de respostas e para apoio e orientação para a formação, qualificação e requalificação profissional.”

Para este projeto a ATC disponibiliza espaço, meios e recursos próprios. Para além da coordenadora do projeto, no gabinete colaborarão os três psicólogos colaboradores da ATC. O GAD funcionará numa das salas do Centro Cultural, junto à Universidade Sénior D. Dinis.

Paulo Cunha elogiou nova resposta social do ATC

FAMALICÃO APRESENTA IMAGENS INÉDITAS DO 25 DE ABRIO DE 1974

Programa comemorativo da Revolução dos Cravos arranca já este domingo

Imagens inéditas da Revolução dos Cravos nas ruas de Vila Nova de Famalicão vão ser projetadas no próximo dia 25 de abril, pelas 17h00, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, no âmbito das comemorações do 42.º aniversário da Revolução. Os filmes, desconhecidos da maior parte dos famalicenses, estavam guardados no arquivo dos estúdios da RTP, sendo agora resgatado pela autarquia para o domínio público.

Luta pela liberdade em Famalicão (1)

“São imagens únicas e marcantes que demostram bem a forma como os famalicenses saíram à rua e viveram o 25 de abril de 1974”, refere a propósito o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, adiantando que a aquisição da pelicula insere-se no âmbito do projeto “25 de abril – Memória e Futuro”, que visa recolher e preservar as fontes históricas sobre a Revolução do 25 de abril. O projeto arrancou em 2015 com a criação da “Biblioteca Digital – Fundo Local da Oposição Democrática”, que disponibiliza online através do site da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco documentos exclusivos das lutas pela liberdade no concelho.

O filme do 25 de abril em Famalicão será ainda enriquecido com imagens  exclusivas captadas por particulares e será acompanhado de uma tertúlia que promete desvendar muitos dos episódios daquele dia libertador e dos que se seguiram.

As comemorações do 42.º aniversário da Revolução dos Cravos coincidem este ano com o 40.º aniversário da Constituição da República Portuguesa, o que motiva, desde logo, a organização da conferência “Conta-me a História”, que vai decorrer também no Arquivo Municipal, já no próximo domingo, dia 3, com a presença de Diogo Freitas do Amaral que irá recordar o que está por detrás da redação e aprovação da Lei Fundamental da República Portuguesa.

No dia 22 inaugura-se na Biblioteca Municipal a mostra documental: “25 de abril na literatura, no cinema e na música”, que vai estar patente até ao final do mês.

Entre a multiplicidade de iniciativas culturais que vão atravessar as várias freguesias do concelho destaca-se ainda os Versos e Sons de Abril, que vão decorrer no dia 23, no Museu Bernardino Machado, o recital de Poesia Dita e Cantada, no Café-Concerto da Casa das Artes, na noite de 24 e claro a tradicional sessão solene comemorativa do 25 de abril, que junta as diferentes forças partidárias no Salão Nobre da Assembleia Municipal, nos Paços do Concelho.

Para Paulo Cunha “a liberdade artística e cultural foi, sem dúvida, uma das grandes conquistas de abril e neste âmbito não vão faltar espetáculos musicais, cinema e teatro.”Ao todo são mais de dezena e meia de eventos para celebrar abril. Citando a música de Vítor Espadinha, “Recordar é Viver”, Paulo Cunha acrescenta que “com estas iniciativas queremos também transmitir às novas gerações o verdadeiro sentido do que foi o 25 de Abril de 1974”.

Luta pela liberdade em Famalicão (2)

FAMALICÃO APOIA JOVENS NA ÚLTIMA ETAPA DO PERCURSO EDUCATIVO

Paulo Cunha entregou bolsas de estudo a 265 alunos do ensino superior no valor global de 165 mil euros

“De nada adiantaria ao município apoiar as crianças dos vários graus de ensino, do pré-escolar ao secundário, se depois não fosse capaz de dar o último impulso para que os jovens conseguissem concluir o seu percurso escolar”. Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, justificou, esta quinta-feira a atribuição de 265 bolsas de estudo a alunos do concelho, que frequentam o ensino superior. E numa analogia ao atletismo, Paulo Cunha explicou: “vamos imaginar uma maratona, onde os atletas beneficiam de apoios em todas as etapas da corrida e quando estão quase a chegar à meta, quando lhes falta o último impulso, não têm qualquer apoio. Não faz sentido, a Câmara Municipal tem de estar presente ao longo de todo o processo, incentivando os jovens e motivando-os a concretizarem os seus projetos de vida, a serem felizes aqui”.

image47219

O autarca falava durante a cerimónia de entrega dos cheques que decorreu hoje, Dia do Estudante, na Casa das Artes e que contou com a presença dos jovens bolseiros, mas também de familiares e amigos, transformando esta cerimónia simples, num ato de marcante para o município e para os estudantes.

Ao todo, a atribuição das bolsas de estudo implicou, este ano, um investimento municipal superior a 165 mil euros na formação dos famalicenses, o que representa um reforço da verba em 5 mil euros em relação ao ano anterior. De resto, desde a tomada de posse do executivo liderado por Paulo Cunha, em 2013, houve um aumento de 82 por cento no número de alunos beneficiados e um reforço da verba na ordem dos 40 por cento.

Este ano, o valor médio das bolsas rondou os 700 euros, sendo que o valor mais alto foi de 1000 euros e o mais baixo de 500 euros.

“Este aumento significa uma maior coesão social, mas é também um voto de confiança no futuro dos nossos jovens. Com esta medida queremos demonstrar-lhes que todo o concelho está unido e está a investir no concelho todo”, acrescentou Paulo Cunha.

A plateia agradeceu o voto de confiança com aplausos. À conversa com duas bolseiras irmãs, Maria Padrão e Tatiana Padrão, fica-se a perceber melhor o alcance deste apoio. “Com esta bolsa conseguimos particamente pagar as propinas da universidade, sendo que ainda temos as despesas com o alojamento, alimentação, transportes e outros”. “É um grande alívio orçamental para os nossos pais, que com duas filhas a estudar têm de fazer muita ginástica financeira”, afirma a irmã mais velha, Tatiana Padrão, que estuda engenharia, na Universidade do Porto.

A sessão foi animada pela atuação do poeta e ator João Negreiros & Companhia e também pela atuação da Escola de Instrumentos Musicais Portugueses, um projeto da Câmara Artística na área da música, que decorre na Casa da Juventude.

image47222

BOSSARENOVA TRIO ESCOLHE FAMALICÃO PARA O ÚNICO CONCERTO A NORTE

Projeto de Paula Morelenbaum, Joo Kraus e Ralf Schmid atua na Casa das Artes na próxima sexta-feira, 1 de abril

Quando uma das maiores vozes da música brasileira e dois dos melhores músicos europeus da atualidade se juntam, o resultado só pode ser, no mínimo, surpreendente. Assim é com Paula Morelenbaum, o pianista Ralf Schmid e o trompetista Joo Kraus, que juntos dão corpo e som ao Bossarenova Trio. O projeto está prestes a estrear-se em palcos portugueses e escolheu a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão para a única data no norte do país.

Bossarenova

O grande auditório do espaço cultural famalicense foi o local escolhido para a terceira atuação do grupo em solo nacional, num concerto marcado para a próxima sexta-feira, dia 1 de abril.

Na bagagem o trio traz “Samba Prelúdio”, um espetáculo unanimemente aplaudido pela crítica, que reúne interpretações, entre outros, de Schubert, Schumann, Tom Jobim e Villa-Lobos. Um concerto único, com a criação de pontes culturais nunca antes estabelecidas entre a Bossa Nova, o Jazz e o Clássico.

Formado em 2009, a propósito das comemorações dos cinquenta anos da Bossa Nova, o projeto é constituído pela brasileira Paula Morelenbaum, a grande voz da Bossa Nova que, entre outros, trabalhou com Tom Jobim e nos aclamados projetos “Jobim – Morelenbaum” e “Morelenbaum2/Sakamoto”. A acompanhar a cantora brasileira estão dois músicos alemães de exceção: o conceituado pianista Ralf Schmid, que nos EUA trabalhou com Diane Warwick, Natalie Cole e Herbie Hancock, e Joo Kraus, vencedor de um Grammy e um dos melhores trompetistas de jazz europeus.

Antes da passagem por Vila Nova de Famalicão, os Bossarenova Trio apresentam-se em Lisboa, no Centro Cultural de Belém, e em Coimbra, no Auditório do Conservatório, seguindo depois para o Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, onde terminarão a sua passagem por Portugal.

O concerto do grupo na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão está marcado para as 21h30, no grande auditório da Casa das Artes. A entrada tem o custo de 12 euros, reduzindo para metade para portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

FAMALICÃO LIBERTA-SE DE CARROS ABANDONADOS

Polícia Municipal conclui remoção de viaturas até junho

“Cerca de 60 por cento dos proprietários dos carros abandonados na via pública, no concelho de Vila Nova de Famalicão, já procederam à sua recolha”, segundo avança o Comandante da Polícia Municipal, António Magalhães. São os primeiros efeitos positivos da campanha lançada no início do mês de março pela Polícia Municipal famalicense, tendo em vista a remoção das viaturas.  

AFS_4034

De acordo com o Comandante “o processo está agora numa fase imparável e até junho deveremos ter a cidade e o concelho limpos de carros abandonados”. Para já, o primeiro efeito positivo é mesmo “a iniciativa dos proprietários de retirarem eles próprios os carros abandonados da via pública” destaca, acrescentando que “entretanto, a Polícia Municipal já iniciou a recolha das restantes viaturas através de reboque”.

Recorde-se que durante a primeira semana de março, os agentes da Polícia Municipal colocaram um autocolante nas cerca de cem viaturas abandonadas no concelho, como forma de notificação aos proprietários para a remoção do veículo em 10 dias úteis.

Com a remoção das viaturas, a autarquia pretende em primeiro lugar, melhorar a imagem paisagística do concelho, devolvendo os lugares para estacionamento e requalificando o espaço público. Para além de melhorar a qualidade ambiental, com esta medida pretende-se também beneficiar a mobilidade dos transeuntes e aumentar a sua segurança, não permitindo a ocupação dos veículos pelos sem-abrigo ou para a prática de comportamentos desviantes.

FAMALICÃO ASSINALA DIA DO ESTUDANTE COM ENTREGA DE BOLSAS DE ESTUDO

Cerimónia realiza-se amanhã, quinta-feira, dia 24 de março, na Casa das Artes

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, convida os órgãos de comunicação social para a cerimónia de atribuição de bolsas de estudo aos alunos famalicenses que frequentam o ensino superior, que vai decorrer esta quinta-feira, 24 de março, Dia do Estudante, pelas 15h00, na Casa das Artes.

Alunos do superior recebem bolsas de estudo

Ao todo serão entregues 265 bolsas a outros tantos jovens, num investimento de mais de 165 mil euros, o que representa um reforço da verba em relação aos anos anteriores.

A sessão será animada pela atuação de João Negreiros & Companhia e ainda pela atuação da Escola de Instrumentos Musicais Portugueses, um projeto da Câmara Artística na área da música, que decorre na Casa da Juventude, durante o ano letivo de 2015/2016. Este projeto musical tem como intuito não só dar a conhecer aos jovens alguns dos instrumentos musicais portugueses, preservando, desta forma, o legado cultural do país, mas também aliar a sua sonoridade e tradição a outros estilos e ritmos mais contemporâneos.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE FAMALICÃO VISITA HOSPITAL EM DIA DE COMUNHÃO PASCAL

Paulo Cunha leva votos de feliz Páscoa ao Hospital de Famalicão

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, marcou esta tarde presença na tradicional Comunhão Pascal do Hospital de Famalicão.

Visita Pascal

Acompanhado pela equipa médica e responsáveis dos vários serviços da unidade de saúde, o autarca famalicense fez questão de levar, pessoalmente, os votos de uma feliz Páscoa aos doentes internados nas várias enfermarias hospitalares, deixando uma palavra de conforto a todos os utentes e entregando uma lembrança simbólica.

Refira-se que a Comunhão Pascal no Hospital de Famalicão é já uma tradição de longa data, à qual se associa o Presidente da Câmara Municipal.

FAMALICENSES FESTEJAM 100 ANOS DO PROFESSOR FRANCISCO

Professor Francisco celebra 100.º aniversário cheio de vitalidade e muita música

Francisco Ferreira da Silva, mais conhecido como Professor Francisco completou esta terça-feira, 22 de março, o seu 100.º aniversário e o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, fez questão de marcar presença neste momento, que decorreu na Engenho, Associação de Desenvolvimento Local de Vale do Este.

image47195

Apaixonado pela música e tocador de clarinete, Francisco da Silva foi o fundador da Banda Marcial de Arnoso Santa Maria, que surgiu da extinção da Banda de Sezures. Ensinou música a aproximadamente 80 pessoas. Com dois filhos, 6 netos e 7 bisnetos, quase todos ligados à música, Francisco da Silva orgulha-se de pertencer a uma família com várias gerações de músicos.

Com uma vitalidade e uma alegria contagiante, o professor Francisco foi homenageado com a categoria de associado honorário da Engenho. Paulo Cunha enalteceu o seu exemplo para a sociedade, principalmente perante os mais jovens, confessando ser um admirador do trabalho desenvolvido pelo professor Francisco.

As comemorações do 100 aniversário terão continuidade no sábado, dia 26, com uma festa a cargo da família, junta de freguesia e Banda Marcial de Arnoso.

O evento é composto por um concerto no auditório da sede da banda às 15h30 e posteriormente um jantar convívio na quinta do Outeirinho no Louro.

FREITAS DO AMARAL ASSINALA EM FAMALICÃO 40º ANIVERSÁRIO DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA

Conferência no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, 3 de abril, pelas 17h00, com entrada livre

No próximo dia 2 de abril a Constituição da República Portuguesa faz 40 anos e o município de Vila Nova de Famalicão vai assinalar a data recordando, na primeira pessoa, a história que está por detrás da redação e aprovação da Lei Fundamental da República Portuguesa.

A primeira pessoa é Diogo Freitas do Amaral que estará em Famalicão no dia 3, domingo, pelas 17h00, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, na conferência "Conta-me a História: 40.º aniversário da Constituição da República Portuguesa 1976-2016".

A iniciativa insere-se no projeto de recolha de testemunhos e documentação que a autarquia famalicense tem vindo a desenvolver de há uns anos a esta parte, com o objetivo de registar, preservar e divulgar as fontes históricas, os testemunhos vivos do processo de conquista e consolidação democrática em Portugal. “Trata-se de ajudar a escrever a História de um período de maior relevância para o país que consagrou os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos”, assinala Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal.

A Constituição da República Portuguesa de 1976 foi redigida pela Assembleia Constituinte, eleita na sequência das primeiras eleições legislativas realizadas em Portugal no período democrático, em 25 de abril de 1975, um ano depois da revolução. Foi a 2 de abril de 1976 que os deputados terminaram a elaboração do texto e o sujeitaram a aprovação.

Natural da Póvoa de Varzim, Freitas do Amaral foi membro do Conselho de Estado, de 1974 a 1982, e deputado à Assembleia Constituinte, eleito em 1975, e à Assembleia da República, entre 1976 e 1983, e, novamente, de 1992 a 1993.

Formado em Direito, em 1963, ascendeu a professor catedrático em 1984. Tem uma numerosa bibliografia científica publicada. Foi fundador e primeiro presidente do CDS e seu presidente durante 12 anos. Foi deputado, ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa Nacional, vice-primeiro-ministro e primeiro-ministro interino. No plano internacional, foi presidente da União Europeia das Democracias Cristãs (1981-1983) e presidente da 50.ª Assembleia Geral da ONU (1995-1996). É director da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

A conferência é de entrada livre e contará com as presenças do Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha e do historiador Artur Sá da Costa, um dos autores do livro “Os Democratas de Braga: Testemunhos e Evocações”, recentemente editado pelo Conselho Cultural da Universidade do Minho. A iniciativa abre as comemorações do 25 de Abril em Vila Nova de Famalicão.

FAMALICÃO APOSTA NO DESPORTO

Famalicão investe meio milhão de euros no desporto. 50 associações desportivas beneficiadas

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai apoiar 50 coletividades desportivas do concelho com um investimento muito próximo do meio milhão de euros. Na próxima reunião do executivo municipal agendada para esta quinta-feira, 24 de março, serão analisadas as últimas 12 propostas deste pacote de investimentos no desporto, sendo que as restantes foram já aprovadas por unanimidade nas últimas duas reuniões do executivo municipal.

Câmara aposta no desporto

Os apoios que serão atribuídos de acordo com a disponibilidade financeira do município destinam-se essencialmente ao desenvolvimento das atividades de formação desportiva das coletividades, abrangendo neste âmbito 31 associações e um investimento de 360 mil euros. Dez clubes serão beneficiados com a celebração de contratos-programa para a manutenção de relvado, implicando a transferência de cerca de 40 mil euros. Cerca de 6.500 euros destinam-se a apoios para participação desportiva internacional, de quatro clubes. Três novas associações recebem apoios para a sua constituição, no valor total de 750 euros. O Barrimau Futebol Clube irá receber 40 mil euros para apoio às obras.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “as associações desportivas de Famalicão desenvolvem um valioso trabalho em prol do bem-estar da população e da formação cívica dos nossos jovens”. Por isso, a autarquia “estará sempre disponível para apoiar financeiramente projetos e atividades que nos são apresentadas”, acrescentou o autarca.

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO CONCLUI INTERVENÇÃO EM IMÓVEL EM NOME DA SEGURANÇA

Edifício com interesse patrimonial intervencionado pela autarquia

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão investiu mais de 150 mil euros com as obras que executou no edifício privado situado no gaveto da avenida Narciso Ferreira com a rua Adriano Pinto Basto, no centro da cidade. A intervenção da autarquia foi decidida após uma vistoria técnica realizada às condições de segurança do edifício - fortemente fragilizadas após um incêndio em 2012 -, que comprovou o perigo de derrocada eminente do imóvel que está localizado à face da rua.  

Câmara interviu para assegurar segurança dos cid

A obra foi realizada depois da ausência de resposta do usufrutuário do edifício à notificação enviada para o efeito pelos serviços jurídicos da autarquia e teve o intuito de repor as condições de segurança dos transeuntes e de salvaguardar um imóvel identificado no Plano Estratégico de Reabilitação Urbana como sendo de relevante interesse patrimonial. O mesmo usufrutuário será agora intimado a pagar a intervenção efetuada, seguindo-se os procedimentos jurídicos adequados.

No respeito pelo quadro legal em que foi feita, a intervenção apenas abrangeu aspetos essenciais à preservação da integridade do imóvel, como fundações e estrutura, trabalhos de impermeabilização e revestimento da cobertura, de paredes e construção de rede de águas pluviais. Os azulejos da fachada foram cuidadosamente retirados para restauro e recolocação no quadro de uma futura reabilitação.

Asseguradas as condições de segurança, a Câmara Municipal está agora a estudar a melhor forma de minimizar o impacto visual da obra, dentro daquilo que a lei permite.

Este procedimento será para alargar a outros edifícios devolutos de Vila Nova de Famalicão que representem um perigo para os cidadãos, respeitando-se sempre o quadro legal vigente sobre a matéria.

JOSÉ GIL REGRESSA A FAMALICÃO PARA COMENTAR “MACBETH”

O ensaísta e filósofo José Gil, que em 2014 venceu o Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Prado Coelho”, é o convidado da sessão deste mês da iniciativa “Um Livro, Um Filme”, que decorre já nesta sexta-feira, dia 25, pelas 21h30, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel, em Vila Nova de Famalicão.

José Gil

Para exibir e comentar, José Gil escolheu “Macbeth”, um filme realizado em 1948 por Orson Welles, na adaptação para cinema da reconhecida tragédia do dramaturgo inglês William Shakespeare.

Recorde-se que a iniciativa “Um Livro, Um Filme” decorre desde 2006 e conta todos os meses com a presença de uma figura da cultura e das artes para apresentar um filme, preferencialmente baseado numa obra literária.

José Gil nasceu em Moçambique e doutorou-se em Filosofia na Universidade de Paris, em 1982, com um estudo sobre “O corpo como campo do Poder”, sob orientação de François Châtelet. Ensinou na Universidade Nova, onde foi Professor Catedrático. Foi “Directeur de Programme do Collège International de Philosophie” de Paris, ensinou estética da dança na Holanda e dirigiu seminários no Brasil. Atualmente colabora com revistas portuguesas e estrangeiras de várias áreas e é autor de algumas entradas na enciclopédia Einaudi. Publicou obras sobre estética, filosofia do corpo, Fernando Pessoa e filosofia política – algumas das quais estão publicadas no Brasil, e traduzidas em Espanha, Itália, França, Sérvia e nos EUA.

A iniciativa é de entrada livre.

Grande Prémio de Conto aceita candidaturas até 15 de abril

A Associação Portuguesa de Escritores (APE) abriu candidaturas para o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco. A presente edição destina-se a galardoar obras publicadas em livro, de autor português ou país africano de expressão portuguesa, em primeira edição, no ano de 2015.

O prazo termina no dia 15 de abril e o regulamento pode ser consultado em www.apescritores.pt. Instituído a 1 de junho de 1991, ao abrigo de um protocolo entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e a APE, refira-se que o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco premiou na sua última edição Hélia Correia, pela obra “Vinte Degraus e Outros Contos”, da editora Relógio D'Água. A escritora foi o 23º nome premiado com este galardão, depois de Pires Cabral, Mário de Carvalho, Maria Isabel Barreno, Luísa Costa Gomes, José Eduardo Agualusa, Afonso Cruz, entre muitos outros.

FAMALICENSES VENDEM ROSQUINHAS E TREMOÇOS

No seguimento das comemorações do 25º aniversário do Grupo Etnográfico Rusga de Joane, realiza-se na 5ª Feira Santa, dia 24 de março, entre as 8h e as 16h, no Largo 3 de Julho, antigo Campo da Feira, a "5ª Feira Santa - Venda de Rosquinhas e Tremoços".

Trata-se de uma tradição exclusiva da Vila de Joane, que remonta às primeiras décadas do século XX, na 5ª Feira Santa as mini rosquinhas (conforme fotografia do cartaz) e os tremoços eram presença obrigatória nas casas dos Joanenses. Ao longo destes anos, várias foram as pessoas que montavam as suas bancas neste dia, no Largo 3 de Julho (antigo Campo da Feira), ultimamente esse hábito ficou limitado a alguns estabelecimentos que mantiveram esse costume. Dessa forma, a Rusga de Joane, decide apostar e reforçar na dinamização desta tradição tão joanense, colocando uma banca de venda de Rosquinhas e Tremoços na 5ª feira Santa (24-MAR), tentando que chegue ao conhecimento das gerações mais novas e reafirmá-la junto das gerações mais velhas, que tão bem conhecem este costume exclusivo da Vila de Joane.

FAMALICÃO REQUALIFICA CENTRO ESCOLAR DE CRUZ

Obras de requalificação do espaço resultam de um investimento municipal na ordem dos 63 mil euros. Freguesia de Cruz orgulhosa da ‘nova’ escola

Apesar das suas raízes centenárias, o Centro Escolar de Cruz, em Vila Nova de Famalicão, de velho nada tem. O edifício foi recentemente alvo de uma intervenção e está agora de cara lavada, com novas e melhores condições para servir os seus cerca de 90 alunos.

Obras  de requalificação do espaço resultam de

A conclusão das obras de requalificação do espaço foi assinalada esta quinta-feira, 17 de março, pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que sentiu de perto o orgulho e a alegria contagiante dos alunos, professores e pais desta instituição educativa do concelho.

A intervenção, que resulta de um investimento municipal na ordem dos 63 mil euros, diz essencialmente respeito ao espaço do 1.º ciclo e consistiu na pintura do edifício, na substituição de tetos falsos e no melhoramento das instalações sanitárias. Já no exterior, espaço comum às crianças do 1.º Ciclo e Pré-Escolar, as obras consistiram na remodelação do recreio coberto e ainda na colocação de relva sintética.

“O bem-estar das crianças é prioritário e era importante avançar com esta intervenção, que apesar de pequena, vem trazer mais conforto a todos quantos frequentam esta escola”, disse o autarca famalicense, que na companhia do vereador da Educação, Leonel Rocha, aproveitou a visita a Santiago da Cruz para almoçar na cantina deste estabelecimento escolar, dando assim continuidade ao ciclo de visitas pelas escolas do concelho.

A felicidade era também visível no rosto da presidente da Associação de Pais, Sara Silva. “Estamos todos muito satisfeitos e sentimos que os miúdos estão muito felizes e orgulhosos da escola que frequentam”. Satisfeita estava também a diretora do Agrupamento de Escolas D. Maria II, Cândida Pinto, que aproveitou para agradecer o “apoio decisivo” da autarquia.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia, António Simões, espera que com estas obras de melhoramento a escola de Cruz consiga atrair novos alunos e aproveitou para anunciar que a partir do próximo ano letivo, a juntar aos manuais escolares já oferecidos pela Câmara Municipal, a Junta de Freguesia irá também oferecer um kit de material didático a todos os alunos do 1.º Ciclo da escola.

Espaço exterior do edifício também foi alvo de

FAMALICÃO EVOCA CAMILO CASTELO BRANCO

Famalicão evoca Camilo Castelo Branco no 191.º aniversário do seu nascimento. Lançamento do Boletim da Casa de Camilo marcou comemorações

“Quando a Acácia do Jorge ainda outra vez inflore, chamai-me, que eu de Abril nas auras voltarei”. Jorge, o "filho louco" de Camilo Castelo Branco, plantou em 1871, tinha então 8 anos, uma árvore junto à escadaria de pedra no terreiro da casa de S. Miguel de Seide, a que Camilo se referia constantemente. A Acácia dificilmente voltará a florir, no entanto, o romancista de Seide continua a ser evocado, mantendo-se vivo e cada vez mais presente na literatura portuguesa.

Casa de Camilo apresentou Boletim

Nesta quarta-feira, 16 de março, dia em que se assinalou o 191.º aniversário do nascimento do escritor, Camilo foi mais uma vez chamado, para junto da sua Casa, em S. Miguel de Seide, e dos seus amigos. Evocou-se a sua presença e também a sua obra, em dois momentos de grande relevância cultural.

A apresentação do Boletim da Casa de Camilo, a mais antiga publicação da Câmara Municipal com continuidade, com 52 anos de existência, foi sem dúvida um dos momentos altos das comemorações.

Ao longo de mais de 370 páginas, a publicação apresenta a dinâmica da Casa Museu e do Centro de Estudos Camilianos nos últimos anos, com a descrição das várias iniciativas promovidas. Para além disso, o livro divulga textos científicos sobre temas relacionados com a vida e a obra de Camilo, apresenta uma entrevista com Maria de Loudes A. Ferraz, uma profunda conhecedora da obra camiliana e uma “sentida” homenagem a Aníbal Pinto de Castro, antigo diretor da Casa-Museu. As folhas vêm acompanhadas de um retrato avulso do professor catedrático de Coimbra.

Na apresentação do Boletim, José Manuel Oliveira, Diretor da Casa de Camilo, lembrou o romancista e o trabalho desenvolvido em prol da sua memória. “Uma das originalidades e singularidades da Casa de Camilo provém do facto de os seus responsáveis se terem apercebido, bem cedo, de que lhes competia diversificar as funções do Museu.” O responsável traçou um breve resumo sobre os conteúdos do Boletim, destacando o facto da Câmara Municipal assumir a herança camiliana como uma aposta estratégica da sua política cultural.

“Há mais de meio século que o Boletim acompanha o pulsar da instituição e contribui para manter acesa a griseta do culto camiliano. Sabemos que nem sempre se pôde cumprir a regularidade desejada por quem a dirigiu e satisfazer os prazos exigidos”, salientou José Manuel Oliveira, adiantando que “de futuro procuraremos, sem promessas harmonizar possibilidades e vontades”.

Por sua vez, o vereador da Educação e do Conhecimento da autarquia, Leonel Rocha realçou“o trabalho e o empenho de todos os camilianos na divulgação e valorização da obra de Camilo”.

Ainda antes da apresentação do Boletim, foi inaugurada uma exposição de homenagem ao Padre Benjamim Salgado, que foi diretor da Casa de Camilo, entre 1972 e 1978, ano da sua morte. A exposição reúne fotografias do Museu antes das obras de que foi objeto, em meados dos anos 70 do século XX, doações camilianas (livros, correspondência, iconografia…) no tempo em que Benjamim Salgado desempenhou o cargo de Presidente da Câmara Municipal e, posteriormente, as funções de Diretor do Museu, livros, de sua autoria ou da responsabilidade de outros autores, editados pela Casa de Camilo durante o seu mandato de Diretor do Museu, entre outros bens culturais.

QUEIMA DAS FITAS JÁ TEM CARTAZ EM FAMALICÃO

Famalicão já conhece cartaz da Queima das Fitas

HMB, David Carreira e o brasileiro Marcus Machado são apenas alguns dos nomes que vão agitar a edição deste ano da Queima das Fitas de Vila Nova de Famalicão. O evento, que decorrerá de 20 a 24 de abril, foi apresentado ontem, quarta-feira, na Casa da Juventude de Famalicão.

David Carreira

O espaço comercial Lago Discount é, mais uma vez, o local escolhido para receber a festa maior dos estudantes. Organizada pelas associações académicas da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e da Universidade Lusíada de Famalicão, a Queima das Fitas promete agitar a reta final do ano letivo nas duas instituições universitárias do concelho famalicense. 

Os concertos arrancam na noite do dia 20, quarta-feira, com os ritmos quentes do brasileiro Marcus Machado e do trio de dj’s Meninos do Rio. A segunda noite, quinta-feira, dia 21, tem como cabeça de cartaz os portugueses HMB. O Hip-Hop marca a terceira noite da Queima de Famalicão, no dia 22, com as atuações, entre outros, de Dillaz, Mundo Segundo e Dj Overule. Para o dia 23 de abril, sábado, está reservada a atuação de David Carreira, sendo que o último dia, dia 24, véspera de feriado, ficará marcado pela música eletrónica.

Entre os presentes na conferência de imprensa de ontem de apresentação do cartaz do evento estava o vereador da Juventude da autarquia, Mário Passos. Para o autarca, o cartaz deste ano da Queima das Fitas de Famalicão “vai mais uma vez ao encontro de todos os gostos”, fator que Mário Passos considera ser decisivo para que o evento capte ainda mais público. O responsável autárquico aproveitou ainda para lançar o convite a todos os famalicenses para que se envolvam e participem nas várias atividades da semana académica do concelho. “É um momento de encontro entre a comunidade estudantil e a comunidade local”, disse.

Este ano, e para além dos habituais autocarros gratuitos rumo ao recinto dos concertos, a organização avançou ainda com uma parceria com a CP – Comboios de Portugal, que permitirá que estudantes e público em geral possam vir até à Queima das Fitas de Famalicão pelo preço reduzido de dois euros, ida e volta. A promoção é válida para as linhas de Braga, Guimarães, Aveiro e Marco de Canaveses, mediante apresentação do ingresso.

Por fim, refira-se ainda que a Queima das Fitas de Famalicão fica também marcada pelas tradicionais atividades académicas. É o caso da Serenata, marcada para sábado à noite, dia 16, pelas 00h00, da Missa de Finalistas, no dia 17 e ainda do tão esperado Cortejo Académico que promete animar as ruas da cidade na tarde do dia 20 de abril. 

Scream of the Soul lançam álbum de estreia, esta sexta-feira, na Casa da Juventude

Os Scream of the Soul, uma jovem banda famalicense de hard rock, escolheram a Casa da Juventude de Famalicão para o lançamento do seu álbum de estreia – Children of Yesterday.

A apresentação do primeiro registo sonoro do grupo decorre já amanhã, sexta-feira, 18 de março, num evento aberto a toda a comunidade, com início marcado para as 22h00 e com entrada gratuita.

Criada em 2007, a banda de Famalicão composta por Cristiano Silva, André Silva, Rudi Silva, Alexandre Vale e Ana Silva, tem, desde então, apostado em reinventar o hard rock, desenvolvendo um estilo mais pessoal e único, com fortes influências musicais como os Deep Purple, The Doors, Black Sabbath e Scorpions. Este primeiro álbum de estúdio marca uma nova fase da banda famalicense, que o descreve como um marco na sua história.

FAMALICÃO FESTEJA A PRIMAVERA

Parque da Devesa dá as boas-vindas à Primavera

Neste domingo, dia 20, quando o relógio apontar as 04h30, o Inverno vai dar lugar à Primavera. É o regresso da estação das temperaturas suaves, das flores e da natureza, tempo em que o escuro e o cinzento dão lugar à alegria contagiante das cores vivas e alegres.

Parque da Devesa dá as boas-vindas à Primavera

Para assinalar a data, o Parque da Devesa quer proporcionar a todos os seus visitantes um dia agradável, saudável, tranquilo e em harmonia com a natureza, com a realização de uma série de atividades para toda a família.

Shiatsu, aromaterapia, auriculoterapia, massagens e rastreios de osteopatia são apenas algumas das iniciativas previstas para este domingo, num dia de festa que arranca logo pelas 10h00, com um workshop de balsámos naturais e plantas medicinais. Pelas 11h30, há lugar para a dança, com “A vivência Tribal Dance”, uma experiência promovida pela clínica “Caminho Violeta”, com “movimentos espontâneos, descontraídos e muito feeling”.

Da parte da tarde, pelas 14h30, terá lugar o “5.º Encontro Troca de Sementes de Famalicão”. Pelas 15h00, realiza-se o “Bioblitz Primavera”, numa iniciativa em que os visitantes do parque são desafiados a descobrir o maior número de espécies presentes na Devesa. O dia termina com um “Concerto Meditativo com Taças Tibetanas”, pelas 18h00, num momento calmo e harmonioso.

Promover o bem-estar, a saúde e a proteção e respeito pela natureza é o principal objetivo deste vasto programa de iniciativas, todas elas de participação gratuita.

Cabana promove a troca de livros em Famalicão

Neste sábado, 19 de março, vai realizar-se na praça D. Maria II em Famalicão a primeira Feira do Livro “Troca por Troca”. Inspirados no conceito norte-americano BookCrossing, que define a prática de deixar um livro num local público, para que outros o encontrem e possam ler, os responsáveis da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, lançaram recentemente o projeto Troca por Troca: deixe um livro, leve outro.

Na sequência da primeira campanha, que terminou no passado dia 12, realiza-se agora a Feira Troca Por Troca, em conjunto com a Unidade de Gestão do Centro Urbano que colaborará com a “Cabana do livro”, estrategicamente instalada em plena Praça D. Maria II. Em simultâneo a Feira decorre também na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco e nos Polos de Riba de Ave, Ribeirão, Joane, Lousado e Pousada de Saramagos.

A Cabana do Livro estará aberta este sábado das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h30 e depois entre 21 e 24 de março com um programa de atividades de promoção do livro e da leitura direcionado às instituições do concelho.

Este projeto municipal de leitura, que integra o programa + Leitura + Comunidade, tem por objetivo envolver a comunidade famalicense numa campanha de oferta e troca de livros usados que ficarão, posteriormente, disponíveis para troca por outros livros.

Se uma das mais importantes missões da Biblioteca Pública é a formação de leitores, o desafio constante é o de encontrar estratégias para chegar aqueles que ainda não as frequentam ou, por outro lado, ir ao encontro dos que continuam distantes delas.

Informe-se e participe!

http://www.bibliotecacamilocastelobranco.org/

https://www.facebook.com/bibliotecacamilocastelobranco/

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA CABANA DO LIVRO

19 de março | das 10h.00 às 12h.30 e 14h.30 às 17h.30

21 de março | das 14h.30 às 16h.30

22 a 24 de março | das 10h.30 às 12h.00 e das 14h.30 às 16h.30

HORÁRIO DAS ATIVIDADES

19 de março | das 10h.00 às 12h.30 e 14h.30 às 17h.30

Feira do Livro “Troca por Troca: deixe um livro, leve outro”

21 de março | 14h.30

Comemoração do Dia da Primavera do Dia Mundial da Poesia: oficina de construção de marcadores de livro

22 de março | 10h.30 e 14h.30

Oficina: Histórias sem Letras

23 de março | 10h.30 e 14h.30

Hora do Conto “Arturo”, de Davide Cali

24 de março | 10h30 e 14h30

Hora do Conto “Quem está na casa de banho”, de Jeanne Willis

FAMALICÃO ADERE À "HORA DO PLANETA"

Este sábado, 19 de março, quando o relógio apontar as 20h30, vários espaços de Vila Nova de Famalicão irão ficar às escuras, por uma hora. Tudo, por causa da “Hora do Planeta”, que pelo décimo ano consecutivo volta a alertar o mundo para a questão das alterações climáticas.

Hora do Planeta

Este ano, e à semelhança do ano anterior, a “Hora do Planeta” vai para além do simples desligar das luzes. No âmbito da evolução do movimento, o Fundo Mundial para a Natureza voltou a desafiar as cidades aderentes a assinalarem uma medida sustentável para colocarem em prática durante este ano.

Nesse sentido, o município famalicense comprometeu-se a continuar a promover a utilização racional e sustentável dos recursos energéticos, prosseguindo com medidas de modernização energética dos edifícios e equipamentos municipais e melhorar a eficiência energética na iluminação pública no concelho com a implantação de até 6 mil lâmpadas LED.

Os Paços do Concelho, a Casa das Artes, o Centro de Estudos Camilianos, o Palacete Barão da Trovisqueira onde está instalado o Museu Bernardino Machado, a Casa da Cultura e o Largo dos Eixidos, a Casa do Território, a Praça 9 de Abril e o Mosteiro de Landim são os espaços municipais que no próximo sábado ficarão iluminados apenas com a luz das estrelas.

FAMALICÃO DEBATE VIOLÊNCIA

No próximo dia 22 de março, terça-feira, a Casa do Território, em Vila Nova de Famalicão, recebe a palestra “Violência – crime publico, que caminhos?”. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal, através do pelouro da Família, decorrerá entre as 15h00 e as 16h30 e é de participação livre.

Debater e refletir sobre esta problemática, particularmente sobre a violência de género, é o principal objetivo deste encontro, cuja abertura estará a cargo da responsável pelo pelouro da Família da autarquia, Sofia Fernandes, e pela Conselheira Local para a Igualdade, Maria Manuela Martins. O evento terminará com uma palestra da fundadora e presidente do movimento cívico feminino “Lírio Azul”, Odete Costa

SEMANA DA CAMÉLIA ENCANTA FAMALICÃO

Pertence à Quinta de Penso, em Avidos, a “Camélia Mais Bonita” de Vila Nova de Famalicão. Esta foi a decisão do júri do “Concurso de Camélias”, que este fim-de-semana marcou a reta final da II Semana da Camélia do concelho.

O prémio da Camélia Mais Bonita foi para a Quint

Depois de sete dias repletos de iniciativas, o evento terminou neste domingo, 13 de março, e o balanço não podia ser mais positivo: Vila Nova de Famalicão está rendido à beleza desta bela e frágil flor de inverno.

A concurso estavam cerca de uma dezena de casas e quintas do concelho, cuja beleza das suas camélias surpreendeu todos aqueles que não quiseram perder a oportunidade de visitar o Mercado Municipal e os jardins da Praça D. Maria II, por estes dias transformado em jardins “D. Maria Camélia”.

O prémio da “Camélia Mais Perfeita” foi atribuído à Quinta da Granja, enquanto que o de “Melhor Arranjo de Camélias” foi para a Quinta da Lameira.

Quanto aos prémios do “Photo Tour Camellia”, a foto vencedora é da autoria de André Borges. Pedro Couto e Sara Barros arrecadaram o segundo e terceiro lugares da iniciativa, respetivamente.

Por fim, destaque ainda para a caminhada “A Camélia na Cidade”, que no domingo juntou mais de uma centena de participantes.

FAMALICÃO PROMOVE FÉRIAS PARA CRIANÇAS DEFICIENTES

Crianças e Jovens famalicenses beneficiam de férias divertidas. Famalicão alarga Férias Desportivas e Recreativas da Páscoa a crianças com deficiência

As Férias Desportivas e Recreativas da Páscoa, que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão promove todos os anos por esta altura para as crianças do 1.º ciclo do concelho vai ser alargada às crianças e jovens com deficiência.

Crianças divertem-se nas férias desportivas e re

A iniciativa que conta habitualmente com a participação entusiástica de várias centenas de crianças tem, este ano, pela primeira vez, um programa adaptado com atividades lúdico-desportivas ajustadas às necessidades dos participantes com deficiência.

O evento, promovido através do pelouro do desporto decorre entre 21 e 24 de março e envolve inúmeras atividades, desde o desporto, teatro, oficinas criativas e workshops de expressão dramática e ainda um passeio até ao Parque Aventura de Azurara.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a promoção das Férias Desportivas e Recreativas para as crianças do concelho tem sido uma das grandes apostas do município, que este ano decidimos alargar às crianças portadoras de deficiência, com um programa adaptado às diferentes necessidades”. Segundo o autarca “através desta iniciativa vários milhares de crianças têm acesso a umas férias diferentes, com um conjunto diversificado de iniciativas, promovendo o desporto e o conhecimento, mas também o divertimento e a partilha de experiências”.

CAMPO DE FÉRIAS PARA OS JOVENS

Para os jovens famalicenses, com idades entre os 12 e os 16, anos, o Município através do seu Pelouro da Juventude, organiza o campo de férias “Aventura na Páscoa 2016” nos dias 21, 22, 23 e 24 de Março. As atividades realizam-se entre a cidade de Aveiro, Casa da Juventude e diversas freguesias do município.

As inscrições decorrem no site da Juventude (http://www.juventudefamalicao.org/) e têm o custo de 15€, que inclui transporte, seguro, almoço, lanche. O segundo irmão paga apenas 50% da inscrição e a inscrição é gratuita para o terceiro irmão.

FAMALICÃO PROMOVE OFERTA EDUCATIVA

Paulo Cunha abre Mostra de Oferta Educativa e Formativa. Iniciativa arranca amanhã, terça-feira, pelas 15h00, no Pavilhão Municipal de Famalicão

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, abre amanhã, terça-feira, pelas 15h00, a Mostra de Oferta Educativa e Formativa, no Pavilhão Municipal da cidade famalicense.

A iniciativa, inserida na Quinzena da Educação, vai decorrer até quinta-feira, 17 de março proporcionando aos jovens um maior conhecimento das alternativas escolares e formativas do ensino secundário concelhio, tornando-se uma mais-valia no processo de tomada de decisão vocacional. A edição deste ano conta com a participação de cerca de 15 entidades de formação e educação  da Rede Local de Educação e Formação, incluindo cursos profissionais, cursos de aprendizagem e cursos cientifico-humanísticos. Destina-se, sobretudo, aos alunos a frequentar o 9º ano de escolaridade, pais, encarregados de educação, professores e comunidade em geral.

Durante a mostra, haverá espaço para atividades, demonstrações, apresentações da oferta formativa e educativa das escolas participantes, mediante uma programação definida em conjunto com a organização.

Programa / Horário de Funcionamento

15 de março: 10H30 – 12H45 e das 14H00 – 17H00

15H00 – Visita do Sr. Presidente da Câmara Municipal, Dr. Paulo Cunha

16 de março: 9H30 às 12H45 e das 14H00 às 21H00

(O alargamento de horário neste dia, tem como objetivo proporcionar a possibilidade das famílias visitarem a Mostra)

17 de março: 9H30 – 12H45 e das 14H00 – 17H00

Escolas Participantes: Agrupamentos de Escolas: Camilo Castelo Branco, D. Sancho I e Padre Benjamim Salgado; Escolas Profissionais: FORAVE, CIOR, Bento Jesus Caraça, OFICINA Escola Profissional do INA e ACE – Academia Contemporânea do Espetáculo; Instituto Nun’Alvres; Escola Cooperativa Didáxis; Externato Delfim Ferreira e Externato Infante D. Henrique.

CASA DO TERRITÓRIO EM FAMALICÇÃO EXIBE DOCUMENTÁRIO “URBANIZADO”

A complexidade das cidades e os problemas que atualmente enfrentam, como é o caso das alterações climáticas e do aumento demográfico, vão estar no centro do debate da próxima sessão do ciclo de cinema “Ambientar-se”, que decorre já nesta sexta-feira, 18 de março, com a exibição do filme “Urbanizado”, na Casa do Território.

Urbanized

Realizado em 2011, por Gary Hustwit, “Urbanizado” é o documentário escolhido pela associação YUPI para aquela que é a quinta sessão da iniciativa, organizada todos os meses pela autarquia famalicense em parceria com instituições locais ligadas à proteção do ambiente, e que, recorde-se, pretende promover o debate sobre temas ambientais. 

Para além da visualização do filme, a iniciativa contemplará ainda um espaço de discussão que contará com a presença de duas entidades ligadas a este assunto: a MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta e a APPLA – Associação Portuguesa de Planeadores do Território.

“Urbanizado” alerta-nos para o facto de mais de metade da população mundial viver atualmente em áreas urbanas. “Enquanto algumas cidades estão a vivenciar um crescimento explosivo, outras estão a encolher. Os desafios do equilíbrio entre habitação, mobilidade, espaço público, participação cívica, desenvolvimento económico e política ambiental estão rapidamente a tornar-se preocupações universais”, pode ler-se na sinopse do filme.

A iniciativa está marcada para as 21h30 e é de entrada gratuita. 

FUNDADOR DO MOVIMENTO “REFOOD” ELOGIA NÚCLEO DE FAMALICÃO

O mentor do movimento “Refood”, Hunter Halder, disse ontem que o núcleo de Vila Nova de Famalicão da organização é “um bom exemplo” de boas práticas. O norte-americano marcou presença na inauguração do centro de operações do grupo famalicense, numa tarde de festa à qual se associou também o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Refood (2)

Hunter Halder não escondeu o orgulho que sente pelo trabalho realizado pela equipa de Famalicão, que considera ser “um modelo de como as coisas devem ser feitas e de como o projeto deve crescer”.

Situadas perto da Estação da CP de Famalicão, mais propriamente na Rua da Estação, refira-se que as novas instalações do Refood Famalicão foram cedidas pela Câmara Municipal.

O presidente da autarquia felicitou o movimento local pela concretização deste sonho e lembrou que este tipo de respostas são sempre bem-vindas para a comunidade.

“É um projeto virtuoso, quer pelo resultado, pelo apoio que é prestado às famílias, mas sobretudo pelo envolvimento intuitivo e espontâneo das pessoas, que numa lógica totalmente informal, criaram uma dinâmica exemplar do ponto de vista social”, disse Paulo Cunha, para quem o Refood Famalicão é um “magnífico exemplo de cidadania”.

De resto, refira-se que o Refood é um movimento sem fins lucrativos criado para reaproveitar excedentes alimentares com o intuito de alimentar quem mais precisa. Atualmente o núcleo de Famalicão do movimento apoia 35 pessoas, conta com cerca de 190 voluntários e 20 fontes de alimentos.

Refood (1)

AUTARCA FAMALICENSE FELICITA GOVERNO PELA INICIATIVA DA GRATUITIDADE DOS MANUAIS ESCOLARES

Paulo Cunha abriu Jornadas Municipais da Educação. Autarca de Famalicão felicita Governo pela gratuitidade dos manuais escolares para o 1.º ciclo

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, felicitou o Governo de Portugal pela decisão de distribuir gratuitamente os manuais escolares pelos alunos do 1.º ano de escolaridade já a partir do próximo ano letivo, recordando que o município famalicense já o faz desde 2002.

Paulo Cunha abriu Jornadas da Educação

O autarca falava, sábado, durante a abertura das Jornadas Municipais da Educação, um evento que reuniu especialistas da pedagogia, educadores, responsáveis municipais, empresários, alunos e encarregados de educação na Casa das Artes de Famalicão.

Perante comunidade educativa presente no evento, Paulo Cunha mostrou-se “muito satisfeito” com a novidade do Ministério da Educação, afirmando que a Câmara de Famalicão foi a primeira no país a implementar a gratuitidade dos manuais escolares para o primeiro ciclo, uma iniciativa tomada no executivo liderado por Armindo Costa, sendo depois seguida por outras autarquias do país. “Há 14 anos que oferecemos livros escolares, uma medida que nem sempre foi apoiada por outros projetos políticos, mas em que insistimos sempre em prol da democratização da educação e das nossas crianças”, afirmou o autarca, lembrando que nestes 14 anos a autarquia investiu cerca de três milhões de euros em livros escolares.

Paulo Cunha aproveitou ainda a oportunidade para anunciar que a Câmara Municipal vai avançar em breve com conclusão do Plano de Modernização dos edifícios escolares do 1.º ciclo e do pré-escolar do concelho. “É um investimento que vai incluir um conjunto de escolas onde falta intervir e que vai ser anunciado já durante esta semana”, sublinhou.

No que diz respeito aos 2.º e 3.º ciclos e ao secundário, o edil mostrou-se muito satisfeito com o trabalho que tem sido desenvolvido no âmbito do programa “Aproximar”. “Já passaram seis meses desde o arranque do programa no concelho e o balanço é manifestamente positivo”, referiu, acrescentando que “ainda há muito trabalho pela frente para os resultados e as opiniões são manifestamente animadoras”.

Subordinadas ao tema “Novos Paradigmas da Educação – Inovação e Metodologias Pedagógicas”, as Jornadas Municipais da Educação deram a conhecer a política educativa municipal mas promoveram também o debate e a reflexão crítica.

A iniciativa marcou ainda o arranque da Quinzena da Educação, uma ação organizada pela Câmara Municipal de Famalicão que decorre até 22 de março. São quinze dias repletos de atividades que envolvem toda a comunidade educativa, na promoção, divulgação e valorização do projeto educativo concelhio.

MINISTRO DA ECONOMIA VISITA FAMALICÃO

Ministro da Economia ouviu preocupação de empresários e mostrou-se solidário com o problema. Gigantes da exportação sensibilizam governo para o estrangulamento da Estrada Nacional 14

O Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, disse ontem em Vila Nova de Famalicão que o Governo de Portugal “está consciente e solidário com os empresários locais” sobre o problema do estrangulamento da Estrada Nacional 14 que afeta importantes zonas industriais dos concelhos de Vila Nova de Famalicão, Trofa e Maia.

Gigantes da exportação sensibilizam governo para

De visita ao concelho famalicense para conhecer de perto o trabalho da autarquia na área da economia, a inovação dos dois centros tecnológicos sediados no concelho (CITEVE E CeNTI) e a força exportadora do município através de uma visita à Continental Mabor, em Lousado, e de um encontro com empresários da zona sul do concelho, o governante, que se fez acompanhar pelo Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, ouviu, da parte dos empresários, manifestações de grande preocupação pelo facto de as infraestruturas rodoviárias não estarem a corresponder às necessidades das empresas, estando mesmo a comprometer investimentos desejados e planeados.

A este propósito, Pedro Carreira, Presidente do Conselho de Administração da Continental Mabor, a quarta maior empresa exportadora do país e que diariamente debita para esta Estrada Nacional 400 camiões TIR, procurou sensibilizar o responsável pela pasta da Economia para a necessidade dos governantes olharem para as empresas que já cá estão e que querem crescer. “Saúda-se a preocupação dos governos em procurar atrair novos projetos empresariais estrangeiros, mas é igualmente importante não esquecer os que já cá estão e dar-lhes condições de crescimento”, disse o responsável pela Continental, adiantando que a empresa está a preparar um conjunto de novos  investimentos para Lousado, “como o tem feito desde que se instalou em Portugal, já no longínquo ano de 1948, na altura como MABOR”.

Atualmente a unidade fabril de Lousado da Continental tem uma faturação superior a 800 milhões de euros e produz mais de 700 milhões de pneus ao ano. Para chegar até aqui foi preciso um investimento que já chega aos 600 milhões de euros nas últimas duas décadas, principalmente desde que a multinacional alemã Continental se tornou acionista único da empresa.  

Para além da Continental, estão sediadas na mesma zona empresas como a Leica, Cup&Saucer, Grupomar, Caixiave, Tiffosi, Salsa, Tesco, Arga Tintas, entre muitas outras.

Aos empresários o Ministro da Economia lembrou que o atual quadro comunitário, o Portugal 2020, não reserva grande margem para investimento nas infraestruturas rodoviárias, mas, disse, “isso não significa que não possa ser feito”.

O Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, aproveitou a deixa para sinalizar a consciência e a sensibilidade que sente que o atual Governo do país tem para com o problema, evidenciado no facto de ter dado luz verde para a abertura de concurso publico para fundos comunitários para projetos onde encaixa a solução apresentada para a Nacional 14 pelo Governo e que viabiliza a candidatura às duas intervenções que são responsabilidade do município e que complementam a intervenção prevista pela Administração Central.

GLACIAR LANÇA OBRAS DE CAMILO CASTELO BRANCO NO ANIVERSÁRIO DO SEU NASCIMENTO

Primeiro volume junta os romances “Anátema” e “Vingança” e estará à venda a partir de 16 de março

Se Camilo Castelo Branco fosse vivo, completaria no próximo dia 16 de março 191 anos. Dita assim, a afirmação parece sem sentido, mas a verdade é que o romancista de S. Miguel de Seide e os seus livros estão cada vez mais vivos e presentes no panorama literário nacional.

Prova disso mesmo é a nova publicação das Obras de Camilo Castelo Branco, a cargo da Glaciar, que chega às livrarias já na próxima semana. Aproveitando, as comemorações do 191.º aniversário do nascimento do escritor, a editora dá à estampa o primeiro volume que junta os romances “Anátema” e “Vingança”. Prefaciado por Francisco José Viegas, a publicação tem fixação de texto de Sérgio Guimarães de Sousa e João Paulo Braga. Na capa, reproduz-se Camilo pela mão do mestre Júlio Pomar.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, “Camilo Castelo Branco é um escritor que através da sua obra conseguiu libertar-se da lei da morte. A qualidade da sua escrita imortalizou-o no tempo, mas o trabalho da Câmara Municipal e da sua Casa-Museu à volta da preservação e valorização da sua memória tem dado um contributo decisivo para a divulgação e valorização do seu legado. Por isso, o lançamento desta obra é uma boa notícia para Famalicão, mas também para a literatura portuguesa”, refere ainda o autarca.

Até 2025, ano em que se celebrará o bicentenário do nascimento de Camilo, a Glaciar propõe-se publicar a totalidade das suas obras. Em volumes que se querem irrepreensíveis a todos os níveis – de fixação de texto, grafismo ou acabamento editorial – com um prefácio de uma personalidade de reconhecido mérito.

Até Outubro, serão publicados mais dois volumes. O primeiro reunindo “Coração, Cabeça e Estômago” e as “Aventuras de Basílio Fernandes Enxertado”, e o segundo “Carlota Ângela” e o “Retrato de Ricardina”.

Para além das livrarias, também será possível adquirir as Obras de Camilo Castelo Branco, na Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide ou através da Livraria Municipal.

FAMALICÃO INAUGURA AMANHÃ JORNADAS MUNICIPAIS DA EDUCAÇÃO

Paulo Cunha abre Jornadas Municipais da Educação amanhã, pelas 09h30. Iniciativa decorre ao longo de todo o dia na Casa das Artes

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, abre amanhã, sábado, pelas 9h30, na Casa das Artes, as Jornadas Municipais da Educação. Subordinada ao tema “Novos Paradigmas da Educação – Inovação e Metodologias Pedagógicas”, a iniciativa que pretende por um lado dar a conhecer a política educativa municipal e por outro lado promover o debate e a reflexão crítica, contando com a presença de especialistas da pedagogia, educadores, responsáveis municipais, empresários e alunos.

As Jornadas Municipais de Educação marcam o arranque da Quinzena da Educação, uma ação organizada pela Câmara Municipal de Famalicão que decorre até 22 de março. São quinze dias repletos de atividades que envolvem toda a comunidade educativa, na promoção, divulgação e valorização do projeto educativo concelhio.

Para além das jornadas de educação, destaque para a realização da Mostra de Teatro Escolar, que decorre na Casa das Artes, de 8 de março a 15 de maio. A iniciativa que conta todos os anos com casa cheia envolve a participação de doze grupos de teatro escolar, num total cerca de 500 alunos e professores.

Entre 15 e 17 de março decorre no Pavilhão Municipal a Mostra de Oferta Formativa com a participação dos agrupamentos de escolas e das escolas profissionais do concelho. A mostra tem como objetivo tornar-se uma mais-valia no processo de tomada de decisão vocacional dos alunos que frequentam o 9.º ano de escolaridade, proporcionando-lhes um maior conhecimento dos cursos profissionais e cientifico-humanísticos existentes.

A Quinzena da Educação é também o momento escolhido para homenagear os professores que terminaram a sua carreira docente no último ano letivo 2014-2015. No dia 17 de março, a Câmara Municipal distingue nove docentes com a medalha de reconhecimento municipal.

Entretanto, no dia 18 decorre o Encontro Concelhio de Associações de Pais, na Escola Básica Integrada de Gondifelos, pelas 17h30, sob o tema “Resiliência Vencer a Adversidade”. Este encontro tem como objetivo principal proporcionar um momento de reflexão, análise e debate com as diversas Associações de Pais. No dia 22, a encerrar a Quinzena da Educação realiza-se a PALESTRA “Autismo, The Son-Rise Program”, no auditório da CESPU, pelas 18h00. A iniciativa é organizada pela autarquia famalicense em conjunto com o Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado e a Associação Vencer Autismo e está sujeita a inscrições através do site vencerautismo.org/famalicao

FAMALICÃO PAROU… PARA LER!

A unanimidade pela Leitura marcou o arranque da reunião ordinária do executivo municipal de Vila Nova de Famalicão, nesta quinta-feira, dia 10, pelas 10h15.

Alunos leram para os vereadores da autarquia

Associando-se à ação “Famalicão a Ler” os vereadores da autarquia famalicense seguiram atentamente a leitura de excertos das obras “Infante”, de Fernando Pessoa; “Pensar”, de Vergílio Ferreira e “Os livros”, de José Jorge Letria, intercalados como momentos musicais, a cargo dos alunos do agrupamento de Escolas D. Maria II.

A iniciativa “Famalicão a Ler” insere-se na Semana da Leitura e tem como objetivo sensibilizar a população para a leitura e para o livro. Neste âmbito, propõe que durante 15 minutos todas as pessoas parem para ler um excerto de um livro, o jornal ou uma revista.

A 7.ª edição da Semana da Leitura está a decorrer até dia 12 de março, com diversas iniciativas, sendo promovida pelo Município de Vila Nova de Famalicão, através da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, e a Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares. A iniciativa é lançada anualmente pelo Plano Nacional de Leitura, este ano, centra-se no tema Elos de Leitura.

Scream of the Soul lançam álbum de estreia na Casa da Juventude

Os Scream of the Soul, uma jovem banda famalicense de hard rock, escolheram a Casa da Juventude de Famalicão para o lançamento do seu álbum de estreia – Children of Yesterday.

A apresentação do primeiro registo sonoro do grupo está agendada para a próxima sexta-feira, 18 de março, num evento aberto a toda a comunidade, com início marcado para as 22h00 e com entrada gratuita.

Criada em 2007, a banda de Famalicão composta por Cristiano Silva, André Silva, Rudi Silva, Alexandre Vale e Ana Silva, tem, desde então, apostado em reinventar o hard rock, desenvolvendo um estilo mais pessoal e único, com fortes influências musicais como os Deep Purple, The Doors, Black Sabbath e Scorpions. Este primeiro álbum de estúdio marca uma nova fase da banda famalicense, que o descreve como um marco na sua história.

Scream of the Soul

FAMALICÃO AVANÇA COM INVESTIMENTO DE 5,5 MILHÕES DE EUROS EM ÁGUA E SANEAMENTO

Novos investimentos no ambiente vão beneficiar diretamente alguns milhares de famalicenses

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai lançar um novo plano de obras no terreno, no valor de 5,5 milhões de euros, para a construção de novas redes de abastecimento de água e saneamento básico, que vão beneficiar sobretudo as zonas norte e poente do concelho, atualmente as mais deficitárias destas infraestruturas básicas.

Famalicão vai avançar com nova frente de obras n

As primeiras propostas para a abertura dos respetivos concursos públicos foram aprovadas por unanimidade na reunião desta quinta-feira do executivo municipal.

Esta nova frente de obras irá abranger 17 freguesias, abrangendo as bacias hidrográficas do Ave, do Pele, do Pelhe e do Este. São cerca de 30 quilómetros de rede de água e 60 quilómetros de rede de saneamento básico, que irão servir diretamente mais de três mil habitantes com água potável e perto de sete mil habitantes com saneamento. “São muitos quilómetros de tubos que vão levar maior conforto, comodidade e qualidade de vida até à casa de milhares de famalicenses”, assinala o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

O investimento, que corresponde ao cumprimento de uma das principais medidas do projeto autárquico apresentado aos famalicenses por Paulo Cunha no decurso da campanha das Autárquicas 2013, será realizado independentemente do eventual apoio europeu. “Assumimos o compromisso com os famalicenses e vamos cumprir. A saúde financeira do município permite-nos avançar para a realização destas obras essenciais à qualidade de vida dos famalicenses”, assinala o Presidente da Câmara Municipal, não escondendo, contudo, a expectativa de vir a conseguir financiamento comunitário para as obras. “Isso será naturalmente importante, porque nos permitirá ir ainda mais longe no incremento das melhores condições de vida para os famalicenses.”

Para já, avançam os concursos públicos para as obras de ampliação da rede de drenagem de águas residuais no Vale do Rio Este (Gondifelos, Cavalões e Outiz; e Louro) no Vale do Rio Pele (Requião) e no Vale do Rio Ave (Vilarinho das Cambas e Fradelos). Na reunião de 24 de março, seguem as propostas para a abertura de concurso público para ampliação da rede de drenagem de águas residuais no Vale do Rio Este (Arnoso Santa Eulália, Arnoso Santa Maria e Sezures; Nine; Mouquim Lemenhe e Jesufrei) e no Vale do Rio Pele (Vale S. Cosme, Telhado e Portela).

Para além destas freguesias, muitas outras têm vindo a beneficiar dos investimentos do município ao nível ambiental nos últimos dois anos, principalmente no âmbito da requalificação das  estradas municipais do concelho, intervenções acompanhadas pela colocação de redes de abastecimento de água e de saneamento básico, quando em falta, e através de protocolos com as juntas de freguesia. Esta estratégia do município tem-se revelado importante na ampliação da rede das infraestruturas básicas e, associada a estes novos investimentos, vai permitir que em 2017 a cobertura de água no concelho atinja os 95,9 por cento do território enquanto que a cobertura de saneamento vai chegar aos 82,7 por cento. Em 2013, no início do atual ciclo autárquico, o concelho tinha uma taxa de cobertura de água de 93% e de saneamento de 74%.

No conjunto, o município vai registar entre 2013 e 2017 um investimento global em água e saneamento superior a 6 milhões de euros.

“São números muito animadores, que nos motivam a continuar a fazer esforços para que a qualidade de vida ambiental chegue a todo o concelho no mais curto espaço de tempo”, sublinha ainda Paulo Cunha. E acrescenta: “são obras que não se veem. São obras que causam transtornos a quem vive ou trabalha nas zonas intervencionadas, mas são obras que trazem qualidade de vida e que as pessoas sentem e valorizam”.

Famalicão vai avançar com nova frente de obras n

ASSOCIAÇÃO DE BOCCIA LUÍS SILVA EMPATA EM FAMALICÃO COM O FUTEBOL CLUBE DO PORTO

Campeonato Nacional de Futebol de 7 adaptado. ABLS 2 X 2 FC Porto. Empate em casa da Associação de Boccia Luís Silva no primeiro jogo da temporada

No passado Domingo, dia 6 de Março, a Associação de Boccia Luís Silva (ABLS) fez a sua estreia no Campeonato Nacional de Futebol Adaptado 7 frente ao Futebol Clube do Porto, num jogo que terminou empatado, com o resultado final de 2-2.

ABLS 2 X 2 FCPorto_2

A equipa da ABLS entrou no jogo desconcentrada e a cometer erros individuais, pelo que foi com naturalidade que o F. C. Porto chegou a meio da primeira parte a vencer por 2-0.

Pouco antes do término da primeira parte, a ABLS, por intermédio de Cláudio Nóvoa, reduziu num lance de bola parada e graças a um remate fantástico, colocando-se novamente na disputa por um resultado positivo.

Após o intervalo, a ABLS voltou para o terreno de jogo com um espirito mais competitivo, maior dinâmica e tranquilidade, o que teve reflexos na melhoria da qualidade de jogo.

Assim, no segundo tempo, a ABLS equilibrou o duelo e criou várias oportunidades de golo, tendo a 15 minutos do final do jogo conseguido chegar à igualdade. O tento foi da autoria de José Eduardo Faria, que fez o 2 -2 que acabaria por ser o resultado final da partida.

Após o jogo, Bruno Gonçalves, técnico da ABLS, referiu que já previa bastantes dificuldades e frente a um adversário muito competitivo. “A equipa entrou bastante ansiosa e precipitada nos momentos de decisão, cometendo erros técnicos, principalmente ao nível do passe, e definindo mal em muitos momentos de jogo. É de referir que após o intervalo entramos entrou mais seguros e concentrados a defender e com maior confiança e dinâmica a atacar. Conseguimos criar excelentes jogadas e chegamos com justiça ao empate. Com maior eficácia nos últimos 5 minutos podíamos até ter chegado à vitória”, defendeu.

A ABLS agradece à Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão a cedência do espaço desportivo, o Campo de Jogos de Cavalões, à Câmara Municipal de Braga, pelos espaços de treino, e a todos os que apoiam a equipa e compareceram para assistir este jogo.

ABLS 2 X 2 FCPorto

FAMALICÃO APRESENTA LAURUS NOBILIS MUSIC 2016

Conferência de imprensa de apresentação do festival, amanhã, pelas 15h00, no café-concerto da Casa das Artes de Famalicão

O café-concerto da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão acolhe amanhã, quinta-feira, 10 de março, pelas 15h00, a conferência de imprensa de apresentação do Festival Laurus Nobilis Music 2016. A sessão contará com a presença do coordenador da organização do festival, José Aguiar, e do Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Aurea e Moonspell são apenas alguns dos nomes já avançados para o cartaz da edição deste ano do festival, que decorre na freguesia do Louro, em Vila Nova de Famalicão, de 22 a 24 de julho.

Organizado pela Associação Ecos Culturais do Louro, em parceria com a autarquia famalicense, recorde-se que o Laurus Nobilis Music foi, em 2015, responsável pelo regresso a Portugal dos The Waterboys, banda incontornável das últimas décadas do século XX.

A primeira edição do festival terminou com balanço positivo. A Associação Ecos do Louro prometeu-se a realizar uma grande “Festa da Música” em Famalicão e a criar um evento digno de figurar nas agendas dos festivais de verão do país e a avaliar pela primeira edição, não se exagera quando se diz que as bases estão lançadas.

ESCOLAS PROFISSIONAIS DE FAMALICÃO APOSTAM NA INOVAÇÃO

Paulo Cunha visitou na passada quinta-feira a Didáxis de Vale S. Cosme e a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça

Um microcontrolador que permitirá que o suporte de soro acompanhe o doente sem que este tenha que o arrastar, uma pizza para celíacos e um chocolate com baixo índice glicémico são apenas alguns exemplos de projetos e produtos inovadores da autoria dos alunos da Didáxis de Vale S. Cosme e da Escola Profissional Bento de Jesus Caraça. A aposta na inovação destas duas escolas foi testemunhada pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, na visita que efetuou na passada quinta-feira, 3 de março, a estes estabelecimentos educativos do concelho.

Didáxis de Vale S. Cosme

A tarde de trabalho, que deu continuidade ao périplo de visitas que tem levado Paulo Cunha e o vereador da Educação da autarquia, Leonel Rocha, às escolas profissionais e com contrato de associação do concelho, começou no pólo de Vale de S. Cosme da Didáxis, que com quase 30 anos de existência e com mais de 1500 alunos, apresenta uma taxa de empregabilidade a rondar os 100 por cento em quase todos os cursos.

É o caso do curso profissional de Electrónica, Automação e Computadores – “todos os nossos alunos têm emprego garantido. Neste momento temos aqui alunos que já têm emprego assegurado nas empresas onde estão a fazer estágio”, referiu o docente Carlos Vale – e também do curso profissional de Restauração, cuja maioria dos alunos acaba por integrar as equipas das grandes unidades hoteleiras do país, como é o caso do grupo Pestana.

A visita à Didáxis, guiada pelo presidente da direção, José Fernandes, e pela diretora pedagógica, Isabel Matos, ficou ainda marcada pela apresentação dos novos espaços desportivos da escola - um novo pavilhão multidesportivo e três novas salas de dança, ginásio e ténis de mesa.

Paulo Cunha seguiu depois para Pedome, para a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça, que para além do pólo de Famalicão conta ainda com mais cinco delegações, em Lisboa, Seixal, Porto, Beja e Barreiro.

Entre ensino vocacional e profissional - Técnico de Transportes, Informática de Gestão e Processamento e Controlo de Qualidade Alimentar - o pólo famalicense conta atualmente com cerca de 150 alunos e também aqui a taxa de empregabilidade dos três cursos profissionais é alta.  

Refira-se ainda que a visita contou com a presença da diretora da escola, Cláudia Dias, e do diretor pedagógico nacional da instituição, José Rui Ferreira, que aproveitou a presença do edil famalicense para agradecer “o apoio ímpar” que a autarquia tem dado à delegação de Famalicão da escola.

Escola Profissional Bento de Jesus Caraça

FAMALICÃO REALIZA JORNADAS MUNICIPAIS

Jornadas Municipais abrem Quinzena da Educação em Famalicão. Iniciativa decorre até dia 22 de março com múltiplas atividades

Os “Novos Paradigmas da Educação – Inovação e Metodologias Pedagógicas” dão o mote para as Jornadas Municipais de Educação, que decorrem no próximo sábado, dia 12, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. A iniciativa que pretende por um lado dar a conhecer a política educativa municipal e por outro lado promover o debate e a reflexão crítica, conta com a presença de especialistas da pedagogia, educadores, responsáveis municipais, empresários e alunos.

Escolas mostram mais valias

As Jornadas Municipais de Educação marcam o arranque da Quinzena da Educação, uma ação organizada pela Câmara Municipal de Famalicão que decorre até 22 de março. São quinze dias repletos de atividades que envolvem toda a comunidade educativa, na promoção, divulgação e valorização do projeto educativo concelhio.

De acordo com o vereador da Educação, Leonel Rocha, a Quinzena tem como objetivos “valorizar o trabalho desenvolvido por todos os parceiros da rede de educação e formação do concelho, partilhando experiências de boas práticas, de modo, a beneficiar todas as crianças e jovens com condições de excelência para a sua formação”.

Assim, para além das jornadas de educação, destaque para a realização da Mostra de Teatro Escolar, que decorre na Casa das Artes, de 8 de março a 15 de maio. A iniciativa que conta todos os anos com casa cheia envolve a participação de doze grupos de teatro escolar, num total cerca de 500 alunos e professores.

“Este ano, optámos por prolongar a Mostra de Teatro Escolar até maio, espaçando as sessões no tempo de forma a possibilitar ao público assistir às diversas peças”, explica Leonel Rocha.

Entre 15 e 17 de março decorre no Pavilhão Municipal a Mostra de Oferta Formativa com a participação dos agrupamentos de escolas e das escolas profissionais do concelho. A mostra tem como objetivo tornar-se uma mais-valia no processo de tomada de decisão vocacional dos alunos que frequentam o 9.º ano de escolaridade, proporcionando-lhes um maior conhecimento dos cursos profissionais e cientifico-humanísticos existentes.

A Quinzena da Educação é também o momento escolhido para homenagear os professores que terminaram a sua carreira docente no último ano letivo 2014-2015. No dia 17 de março, a Câmara Municipal distingue nove docentes com a medalha de reconhecimento municipal.

Entretanto, no dia 18 decorre o Encontro Concelhio de Associações de Pais, na Escola Básica Integrada de Gondifelos, pelas 17h30, sob o tema “Resiliência Vencer a Adversidade”. Este encontro tem como objetivo principal proporcionar um momento de reflexão, análise e debate com as diversas Associações de Pais. No dia 22, a encerrar a Quinzena da Educação realiza-se a PALESTRA “Autismo, The Son-Rise Program”, no auditório da CESPU, pelas 18h00. A iniciativa é organizada pela autarquia famalicense em conjunto com o Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado e a Associação Vencer Autismo e está sujeita a inscrições através do site vencerautismo.org/famalicao.

FAMALICÃO LANÇA “A MINHA BIBLIOTECA”

Aplicação móvel foi apresentada esta segunda-feira, no arranque da 7ª Semana da Leitura

Um leitor da Biblioteca Municipal de Famalicão que queira pesquisar o seu catálogo bibliográfico, renovar o empréstimo de um livro ou colocar-se em lista de espera para a requisição de uma determinada obra, já poderá fazê-lo com o simples recurso a um smartphone ou tablet, através da aplicação “A Minha Biblioteca”.

Abertura da 7.ª Semana da Leitura de Famalicão

A novidade foi avançada esta segunda-feira, 7 de março, pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, durante a sessão de abertura da 7.ª Semana da Leitura, que decorre até 12 de março, no concelho famalicense.

Disponível gratuitamente, em Android e Windows Phone, para todos os leitores da Rede de Bibliotecas de Famalicão, onde se incluem a Biblioteca Municipal e os seus pólos e as bibliotecas escolares, esta aplicação assume-se como mais uma ferramenta de aproximação às bibliotecas do concelho, permitindo que os seus leitores acedam de forma rápida, fácil e cómoda a vários serviços.“É mais um passo no trabalho permanente que temos tido para criar condições para que a biblioteca possa interagir com toda a comunidade”, explicou Paulo Cunha.

Com esta aplicação, referiu o edil, “qualquer leitor pode ter acesso à biblioteca”. E acrescenta:“queremos chegar a cada vez mais pessoas, porque sabemos que é assim que cumprimos a nossa missão de fazer da biblioteca um espaço de leitura”.  

Para interagir com a aplicação o utilizador tem de estar já registado como leitor na biblioteca e terá de usar o seu código e password de leitor para configurar a aplicação no seu telemóvel ou tablet.

Promovida pelo Município de Famalicão, através da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, e a Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares, refira-se ainda que a 7.ª Semana da Leitura de Famalicão centra-se, este ano, no tema “Elos de Leitura” e tem como “madrinha” a escritora e jornalista Ana Margarida Carvalho, que esta segunda-feira fez também questão de marcar presença no arranque do evento. “As crianças não vão sair daqui a correr para ler um livro, mas este tipo de iniciativas despertam sempre a sua curiosidade. Espero que este encontro sirva para se ver que um livro é uma coisa banal, uma coisa para ser mexida, folheada e não um objeto sagrado”, disse a autora.

Para além da atividade “Famalicão a Ler”, que esta quinta-feira, dia 10, vai parar o concelho, durante 15 minutos, para a leitura de um excerto de um livro, jornal ou revista, do programa da 7.ª Semana da Leitura de Famalicão destaca-se ainda os Encontros com escritores – que serão quase uma dezena –, as oficinas para miúdos e graúdos, as leituras criativas e as letrinhas para bebés, entre muitas outras iniciativas.

FAMALICÃO: RUSGA DE JOANE COMEMORA 25 ANOS COM MUITO ENCANTO E ELEGÂNCIA

No seguimento das comemorações do 25º aniversário do Grupo Etnográfico Rusga de Joane, este grupo realizou o seu “Jantar de Gala” no passado sábado, dia 5 de março. Celebrará também a Missa de 25º Aniversário no próximo domingo, dia 13 de março.

03 Marco (1)

Na noite de sábado passado, juntaram-se cerca de duas centenas de pessoas num jantar de gala comemorativo do 25º aniversário da Rusga de Joane. Tratou-se de uma noite cheia de encanto e elegância, com direito a animação musical que incluiu um concerto de fado e uma banda de baile musical.

A festa imperou-se e fez-se valer pelas homenagens que efetuadas aos atuais elementos, fundadores, ex-elementos e amigos do grupo, que ao longo destes 25 anos contribuíram para definir o caminho efetuado pela Rusga de Joane.

Igreja_Joane(1)

MISSA DE 25º ANIVERSÁRIO:

Data: Domingo, 13-MAR-2016

Hora: 8h (da manhã)

Local: Igreja Paroquial da Vila de Joane

Breve nota: Missa de celebração do 25º aniversário. Após a eucaristia far-se-á uma homenagem aos elementos falecidos do grupo, com uma romagem aos respetivos cemitérios.  (ver: foto em anexo do mês de março do nosso calendário de 2016 e da igreja de Joane)

Igreja_Joane(2)

Jantar_Gala(1)

Jantar_Gala(2)

Jantar_Gala(3)

PERTO DE UM MILHAR DE ATLETAS PARTICIPAM NO DUATLO DE FAMALICÃO

Mais de 800 atletas participaram ontem na prova organizada pela Associação Amigos do Pedal com o apoio da autarquia

A passagem do tempo não esmorece a força do Duatlo de Famalicão. A 6.ª edição da prova, que se  realizou neste domingo, 6 de março, comprovou isso mesmo, tendo-se afirmado como uma das mais participadas e empolgantes edições do evento organizado pela associação Amigos do Pedal e pela Federação Portuguesa de Triatlo, com o apoio da Câmara Municipal.

Sofia Figueiredo

Mais de 800 atletas, a esmagadora maioria amadores, simples simpatizantes da prática desportiva, divertiram-se, competiram e festejaram a passagem pela meta com a mesma intensidade do vencedor.

Um dos que assim fez foi o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que cumpriu o duplo desafio de atletismo e BTT com dupla satisfação: a do atleta que cumpre com distinção uma prova fisicamente exigente e a de um autarca que vê a sua cidade a render-se à festa do desporto e à prática desportiva.

VI Duatlo (1)

O imenso Parque da Devesa foi mais uma vez o principal cenário da prova que, refira-se, é composta por uma primeira corrida de 5 quilómetros, a que se segue um percurso de BTT de 20 quilómetros e uma última corrida de 2,5 quilómetros.

O primeiro atleta a cortar a meta do 6.º Duatlo de Famalicão foi Pedro Santos, da “McDonalds/TriBraga”, com o tempo de uma hora, doze minutos e treze segundos. Na classificação individual feminina destaque para a vitória de Sofia Figueiredo, atleta da “Crudebtteam”, com o tempo de uma hora, trinta e nove minutos e quinze segundos.

O pódio masculino

As classificações finais do VI Duatlo de Famalicão estão disponíveis para consulta no site da Federação de Triatlo de Portugal, em http://www.federacao-triatlo.pt/ftp2015/resultados/.Reportagem fotográfica do evento na página de Facebook do Município de Famalicão, emwww.facebook.com/municipiodevnfamalicao

VI Duatlo (2)

FAMALICÃO REALIZA SEMANA DA CAMÉLIA E DA LEITURA

Segunda-feira, 7 de março, pelas 15h00 e 16h00. Abertura da semana da camélia e da leitura em Famalicão

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, abre na próxima segunda-feira, 7 de março, a II edição da Semana da Camélia, com uma visita, pelas 16h00, ao “Jardim D. Maria Camélia”, na Praça D. Maria II, junto à Fundação Cupertino de Miranda. Antes, pelas 15h00, o autarca famalicense marca presença na sessão de abertura da 7.ª Semana da Leitura de Famalicão, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco.

A II Semana da Camélia arranca com toda a beleza desta flor frágil e única que floresce ao sol de inverno. Nos jardins da Praça D. Maria II serão “plantadas” durante a madrugada de segunda-feira cerca de quatro mil “camélias” criadas pelas crianças e utentes das escolas e instituições do concelho, que depois de receberem da organização um molde de uma camélia, foram desafiadas a criarem a sua própria flor com materiais recicláveis. O Mercado Made IN Camélia, no próximo fim-de-semana, é outro dos pontos altos do evento, que decorre até 13 de março, em Vila Nova de Famalicão, com um vasto programa de iniciativas.

Já a 7.ª Semana da Leitura, promovida pelo Município de Famalicão, através da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, e a Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares decorre entre 7 e 12 de março, no âmbito de uma iniciativa lançada anualmente pelo Plano Nacional de Leitura e que se centra, este ano, no tema Elos de Leitura. Para além da atividade “Famalicão a Ler”, que no próximo dia 10, vai parar o concelho, durante 15 minutos, para a leitura de um excerto de um livro, jornal ou revista, destaca-se ainda os Encontros com escritores – que serão quase uma dezena –, as oficinas para miúdos e graúdos, as leituras criativas e as letrinhas para bebés, entre muitas outras iniciativas.

FREITAS DO AMARAL ASSINALA EM FAMALICÃO 40º ANIVERSÁRIO DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA

Conferência no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, 2 de Abril, pelas 10h00, com entrada livre

No próximo dia 2 de Abril a Constituição da República Portuguesa faz 40 anos e o município de Vila Nova de Famalicão vai assinalar a data recordando, na primeira pessoa, a história que está por detrás da redação e aprovação da Lei Fundamental da República Portuguesa.

Freitas do Amaral

A primeira pessoa é Diogo Freitas do Amaral que foi membro do Conselho de Estado, de 1974 a 1982, e deputado à Assembleia Constituinte, eleito em 1975, e à Assembleia da República, entre 1976 e 1983, e, novamente, de 1992 a 1993. O espaço é no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, onde o fundador e primeiro presidente do CDS, e presidente da 50ª Assembleia Geral da ONU, vai proferir, a partir das 10h00 do dia 2 de abril, a conferência “Conta-me a História – 40.º Aniversário da Constituição da República Portuguesa”.

A iniciativa insere-se no projeto de recolha de testemunhos e documentação que a autarquia famalicense tem vindo a desenvolver de há uns anos a esta parte, com o objetivo de registar, preservar e divulgar as fontes históricas, os testemunhos vivos do processo de conquista e consolidação democrática em Portugal. “Trata-se de ajudar a escrever a História de um período de maior relevância para o país que consagrou os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos”, assinala Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal.

A Constituição da República Portuguesa de 1976 foi redigida pela Assembleia Constituinte, eleita na sequência das primeiras eleições legislativas realizadas em Portugal no período democrático, em 25 de abril de 1975, um ano depois da revolução. Foi a 2 de abril de 1976 que os deputados terminaram a elaboração do texto e o sujeitaram a aprovação.

Diogo Freitas do Amaral é natural da Póvoa de Varzim. Formado em Direito, em 1963, ascendeu a professor catedrático em 1984. Tem uma numerosa bibliografia científica publicada. Foi fundador e primeiro presidente do CDS e seu presidente durante 12 anos. Foi deputado, ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa Nacional, vice-primeiro-ministro e primeiro-ministro interino. No plano internacional, foi presidente da União Europeia das Democracias Cristãs (1981-1983) e presidente da 50.ª Assembleia Geral da ONU (1995-1996). É director da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

A conferência é de entrada livre e contará com as presenças do Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha e do historiador Artur Sá da Costa, um dos autores do livro “Os Democratas de Braga: Testemunhos e Evocações”, recentemente editado pelo Conselho Cultural da Universidade do Minho. A iniciativa abre as comemorações do 25 de Abril em Vila Nova de Famalicão.

PEÇA “ONDE O FRIO SE DEMORA” SOBE Á CENA NA CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO

“Onde o frio se demora” estreia amanhã e dá cena à história real de três mulheres portuguesas. O (des)amor no palco da Casa das Artes

A história das personagens Susana, Ana e Graça é a história de três vidas reais. Três vidas distintas, mas todas elas ligadas por um elo comum: o amor, ou neste caso, a ausência dele. É sobre isso que se fala na peça “Onde o frio se demora”, que estreia esta quinta-feira, 3 de março, no grande auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

A atriz Margarida Carvalho

Uma peça escrita, dirigida e interpretada no feminino, sobre o universo feminino, mas que “é contada para todos, sejam eles homens ou mulheres”.

Essa é, pelo menos, a convicção da encenadora do espetáculo, Luísa Pinto, que inspirada num conjunto de entrevistas da jornalista do Público Ana Cristina Pereira, resolveu levar à cena a história real destas três mulheres residentes na Área Metropolitana do Porto. Susana tem 30 anos e foi vítima de violência doméstica. Ana, de 44, é o retrato de uma mulher cuja insegurança nunca deixou que vivesse a plenitude de um amor. E, por fim, Graça, de 73, uma mulher solitária, a quem foi diagnosticado Alzheimer, e que durante mais de trinta anos foi amante de um homem casado.

“É uma história muito feminina mas que, ao mesmo tempo, é de todos. Os homens também se revêm na vida destas três mulheres. As questões da violência de género, da solidão e da insegurança não dizem só respeito às mulheres. Também dizem respeito aos homens”, explicou.

Na opinião da encenadora, “Onde o frio se demora” é, acima de tudo, uma peça sobre direitos humanos e como tal, Luísa espera agitar consciências.

“Acho que com estas três mulheres conseguimos tocar em questões que a sociedade portuguesa tem medo de falar. A violência de género faz ainda muitas vítimas em Portugal. Este é um espetáculo para nos pôr a refletir sobre o assunto, sobre esta verdade quotidiana”.

Em palco e a dar corpo ao drama singular destas três mulheres está a atriz Margarida Carvalho, acompanhada pela música ao vivo do guitarrista Peixe, ex-Ornatos Violeta e Pluto.

A peça estará em cena na Casa das Artes de Famalicão de 3 a 5 de março, seguindo depois para o Rivoli – Teatro Municipal, no Porto, a 18 e 19 de março, para o Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, de 25 a 27 de março, e para o Teatro Municipal de Bragança, a 6 de abril.

A entrada para o espetáculo na Casa das Artes tem o custo de 8 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

“ONDE O FRIO SE DEMORA” | FICHA TÉCNICA

Texto: Ana Cristina Pereira

Encenação, cenografia e figurinos: Luísa Pinto

Interpretação: Margarida Carvalho

Musica original e interpretação ao vivo: Peixe

Desenho de luz: Bruno Santos

Fotografia vídeo: Paulo Pimenta

Assistente de Produção: Cláudia Pinto

Produção: Narrativensaio

Peça estreia esta quinta-feira na Casa das Artes

ASSOCIAÇÃO BOCCIA LUÍS SILVA ESTREIA-SE FRENTE AO FUTEBOL CLUBE DO PORTO

Campeonato Nacional de Futebol de 7 adaptado

A Associação Boccia Luís Silva (ABLS) realiza este Domingo, dia 6 de Março, pelas 15H30, o seu primeiro jogo oficial em 2016 contra a estreante equipa do Futebol Clube do Porto (FCP). O jogo será realizado no Campo do Grupo Desportivo de Cavalões, em Vila Nova de Famalicão.

Em 2015, a ABLS sagrou-se Vice- campeã Nacional de Futebol de 7 adaptado, na sua primeira época de participação no campeonato da PCAND (Paralisia Cerebral Associação Nacional de Desporto).

De acordo com Bruno Gonçalves, técnico da ABLS, apesar de esta ser uma partida contra uma equipa a estrear-se na competição, adivinha-se um ´jogo equilibrado, já que alguns jogadores da equipa visitante (FCP) sagraram-se campeões o ano passado ao serviço de outro clube´.

O treinador mostra-se confiante para este desafio, referindo que, apesar de o adversário ser uma equipa com uma boa estrutura e organização, com vários jogadores de qualidade e que representam a selecção nacional, a ABLS está ´totalmente preparada para disputar e vencer este duelo´.

“Ao longo da pré-época a equipa trabalhou muito bem e assimilou com sucesso todas as ideias e comportamentos a ter em cada momento do jogo. Saliento a evolução mental, técnica e táctica de todos os jogadores, que revelam mais experiência e agressividade. E destaco acima de tudo o forte espirito de grupo, a solidariedade e a entrega nos treinos e jogos por parte de todos os atletas. Acredito que o grupo está preparado para este desafio e para enfrentar a temporada, onde temos como objectivo lutar pelo título nacional”, afirmou Bruno Gonçalves.

A ABLS convida todos a assistiram a este encontro e a apoiarem atletas que fazem das limitações a sua maior força e que proporcionam espectáculos de enorme qualidade, com jogos disputados e competitivos.

FAMALICÃO REALIZA SEMANA DA CAMÉLIA

Semana da Camélia decorre de 7 a 13 de março com muitas e variadas iniciativas. Chocolates, compotas, chás e até vinho com travo a camélia destacam-se em Famalicão

Dos irresistíveis chocolates da Casa Grande com travo a camélia, às saborosas compotas caseiras Camellia Collection da Casa do Marquês, passando pelos chás ricos e variados da Meia Dúzia, até ao vinho camélia proveniente do ancestral Mosteiro de Landim. Estes são apenas alguns dos inovadores produtos que vão estar presentes no Mercado Made In Camélia, um dos pontos altos da II edição da Semana da Camélia que decorre entre 7 e 13 de março, em Vila Nova de Famalicão.

Na próxima segunda-feira, dia 7, Vila Nova de Famalicão vai despertar com toda a beleza desta flor frágil e única que floresce ao sol de inverno. Nos jardins da Praça D. Maria II serão “plantadas” durante a madrugada cerca de 3.500 “camélias” criadas pelas crianças e utentes das escolas e instituições do concelho. Depois de receberem da organização um molde de uma camélia, as instituições foram desafiadas a criarem a sua própria flor com materiais recicláveis. O resultado é verdadeiramente deslumbrante, prova da criatividade e imaginação dos mais novos, e marca o arranque do evento, que acontece pelas 16h00, com as presenças das crianças e do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

As atividades em torno desta flor, originária do sudeste asiático e também conhecida por Japoneira prolongam-se por toda a semana com cerca de duas dezenas de eventos. “São sete dias de muitas e diversificadas iniciativas onde a literatura, a pintura, a música, o canto, as artes performativas, os trabalhos manuais e até a culinária marcam presença. Sete dias dedicados à camélia, considerada já um ex-libris do nosso território”, como afirma a propósito o presidente da autarquia, Paulo Cunha.

Um dos grandes momentos da programação é a II Exposição de Camélias de Vila Nova de Famalicão que se realiza durante o fim-de-semana no mercado municipal, com a presença de cerca de uma dezena de casas e quintas do concelho que prometem surpreender pela beleza das suas camélias antigas portuguesas.

Do programa destaca-se ainda as visitas às Quintas de Tarrio e de Penso, que abrem os portões dos seus jardins aos apaixonados por camélias para apreciarem os muitos exemplares que florescem nestes lugares com séculos de história. A iniciativa decorre no sábado, dia 12 e os interessados devem efetuar as suas inscrições através do mail semanadacamelia@vilanovadefamalicao.org.

No sábado, a cidade será também invadida pelo grupo dos Urban Sketchers que vão percorrer vários espaços munidos de lápis, canetas e aguarelas pintando nos seus cadernos as camélias que vão encontrando pelo caminho.

Referência também para o espetáculo musical “A Dama das Camélias”, no sábado, pelas 21h00, no Mercado Municipal. Segue-se o Flower Power Camellia e Gin com Chá, com os bares da cidade Classe Bar e Caffé Caffé a juntarem-se à iniciativa.

Uma caminhada, workshops, oficinas, exposições e leituras são outras das atividade que completam o programa.

Consulte o programa completo em http://www.vilanovadefamalicao.org/_semana_da_camelia

FAMALICÃO ESTREIA NA CASA DAS ARTES PEÇA "ONDE O FRIO SE DEMORA"

Peça da jornalista do Público Ana Cristina Pereira estreia esta semana na Casa das Artes de Famalicão

Ensaio aberto da peça “Onde o frio se demora”

“Três mulheres de diferentes idades, de diferentes estratos sociais, com diferentes graus de instrução, na intimidade das suas casas, nas suas cozinhas, a falar sobre a vida, a de cada uma delas”. Assim é “Onde o frio se demora”, a peça da jornalista do Público Ana Cristina Pereira, que estreia esta semana no grande auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

Em cena de 3 a 5 de março, a peça contará com um ensaio aberto à comunicação social já nesta terça-feira, dia 1, pelas 15h00, no espaço cultural famalicense, numa oportunidade única para assistir, em primeira mão, a esta criação de teatro documental.

Com encenação de Luísa Pinto, interpretação a cargo de Margarida Carvalho, música do guitarrista Peixe (Ornatos Violeta e Pluto) e imagens do fotógrafo Paulo Pimenta, “Onde o frio se demora” fala sobre violência de género, rutura, solidão e incapacidade para amar e surge como resultado de conversas longas e sem filtros tidas com três pessoas residentes na Área Metropolitana do Porto e a repórter do Público Ana Cristina Pereira.  

Refira-se que depois da Casa das Artes, a peça segue para o Rivoli – Teatro Municipal, no Porto, a 18 e 19 de março, para o Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, de 25 a 27 de março, e para o Teatro Municipal de Bragança, a 6 de abril.

A entrada tem o custo de 8 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

“ONDE O FRIO SE DEMORA” | FICHA TÉCNICA

Texto: Ana Cristina Pereira

Encenação, cenografia e figurinos: Luísa Pinto

Interpretação: Margarida Carvalho

Musica original e interpretação ao vivo: Peixe

Desenho de luz: Bruno Santos

Fotografia vídeo: Paulo Pimenta

Assistente de Produção: Cláudia Pinto

Produção: Narrativensaio

GNR REGRESSA EM MARÇO À CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO

Banda apresenta-se em Famalicão num formato acústico, com o espetáculo “Afectivamente”

No ano em que comemoram 35 anos de carreira, os GNR têm regresso marcado à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. A banda de Rui Reininho atua no grande auditório do espaço cultural famalicense a 19 de março e é um dos principais destaques da programação do próximo mês.

GNR

“Afectivamente” é o nome do espetáculo que traz os GNR de volta a Famalicão. Um formato mais intimista e acústico, onde o baixo elétrico dá lugar ao baixo acústico, a guitarra elétrica passa as cordas ao violino, os teclados rendem-se ao piano e onde os clássicos do Grupo Novo Rock soam de forma bem diferente.

Um concerto imperdível para os amantes da banda nortenha, que atuaram em Famalicão em setembro de 2014, no anfiteatro do Parque da Devesa, mas cujo último concerto na Casa das Artes remonta ao ano de 2012.

Onde o Frio se demora@PauloPimenta

Mas o mês de março do espaço cultural famalicense traz mais espetáculos em agenda. É o caso da estreia da peça “Onde o Frio se Demora”, em cena no grande auditório de 3 a 5 de março, naquela que é a primeira aventura da jornalista do Público Ana Cristina Pereira na escrita para teatro. Com encenação de Luísa Pinto, interpretação de Margarida Carvalho e música ao vivo do guitarrista Peixe, “Onde o Frio se Demora” é uma coprodução da Narrativensaio e da Casa das Artes e resulta de conversas longas e sem filtros tidas com três mulheres residentes na Área Metropolitana do Porto. “Três mulheres de diferentes idades, de diferentes estratos sociais, com diferentes graus de instrução, na intimidade das suas casas, nas suas cozinhas, a falar sobre a vida, a de cada uma delas”.

Ainda no teatro, destaque para duas peças da companhia Baú dos Segredos: “É Urgente o Amor”, nos dias 17 e 18 de março, e “Um Clarão nas Estrelas”, em cena a 23 e 24 de março.

Na música há ainda a referir dois momentos. Primeiro, o concerto de Valter Lobo, a 12 de março, no café-concerto. Acompanhado por Jorge Moura, nas guitarras e teclados, e Tiago Borges, no feliscorne, o cantautor apresenta em Famalicão os temas do novo disco, “Mediterrâneo”, com lançamento previsto para os próximos meses. Também no café-concerto, mas no dia 19, Pedro Carneiro apresenta o espetáculo “Travelling Sounds”, um projeto de originais que mistura a música clássica, com a música eletrónica, Pop, Rock e o Chillout.

O cinema continua a ser também uma das grandes apostas do espaço cultural famalicense. “O Caso Spotlight”, “O Renascido”, “Zootrópolis” e “Que Horas Ela Volta?” são algumas das propostas cinematográficas para este mês de março.

De referir ainda que a partir do dia 5 o Foyer da Casa das Artes recebe a exposição de pintura “Impressões Urbanas &…”. Uma mostra da autoria de Helena Romão, patente até 30 de abril.

Recorde-se que para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural, e em alguns casos para estudantes, o preço dos espetáculos na Casa das Artes reduz para metade. Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, em www.casadasartes.org.

RUSGA DE JOANE PROMOVE DEBATE SOBRE "CANTIGAS TRADICIONAIS NOS GRUPOS FOLCLÓRICOS"

No seguimento das comemorações do 25º aniversário, o Grupo Etnográfico Rusga de Joane leva a efeito a tertúlia “Cantigas Tradicionais nos Grupos Folclóricos”, de acordo com os seguintes detalhes:

Tertúlia: CANTIGAS TRADICIONAIS NOS GRUPOS FOLCLÓRICOS

Oradores: Carlos Rego (Joane) e José Pinto (Braga)

Moderador: Ricardo Carneiro

Dia: 20 de fevereiro

Hora: 21h30

Local: Joannem Auditorium (antiga Sede de Junta de Vila de Joane), Rua de Telhado / Praça da República, Vila de Joane

Entrada Livre

RUSGA DE JOANE PROMOVE DEBATE SOBRE "CANTIGAS TRADICIONAIS NOS GRUPOS FOLCLÓRICOS"

No seguimento das comemorações do 25º aniversário, o Grupo Etnográfico Rusga de Joane leva a efeito a tertúlia “Cantigas Tradicionais nos Grupos Folclóricos”, de acordo com os seguintes detalhes:

Tertúlia: CANTIGAS TRADICIONAIS NOS GRUPOS FOLCLÓRICOS

Oradores: Carlos Rego (Joane) e José Pinto (Braga)

Moderador: Ricardo Carneiro

Dia: 20 de fevereiro

Hora: 21h30

Local: Joannem Auditorium (antiga Sede de Junta de Vila de Joane), Rua de Telhado / Praça da República, Vila de Joane

Entrada Livre