Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO INAUGURA ESCOLA DE RESTAURO AUTOMÓVEL

Esta sexta-feira, dia 22, pelas 11h00, no Museu do Automóvel, no Lago Discount, em Ribeirão

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, inaugura esta sexta-feira, dia 22 de setembro, pelas 11h00, a Escola de Restauro Automóvel, um projeto inovador que junta o Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão (MAVNF) e a Cooperativa de Ensino CIOR, através dos alunos do curso de Mecatrónica Automóvel. A Escola de Restauro Automóvel está sedeada nas instalações do MAVNF sitas no Complexo Comercial Lago Discount, em Ribeirão.

A iniciativa insere-se na Semana Europeia da Mobilidade que o município está a assinalar desde o dia 16, com inúmeras atividades.

Para além da inauguração desta estrutura, o presidente da Câmara Municipal irá ainda visitar a Escola de Educação Rodoviária que está em fase de conclusão, destinada às crianças do concelho. A iniciativa promovida através de uma parceria entre a Câmara Municipal e o Museu do Automóvel tem como objetivo sensibilizar os mais novos para a segurança rodoviária.

O projeto instalado no Museu do Automóvel apresenta uma abordagem de cariz pedagógico, mas com uma envolvente lúdica, onde são proporcionadas aulas teóricas e práticas sobre Educação Rodoviária.

Os participantes têm ao seu dispor uma cidade com uma área aproximada de 1000m2, onde circulam peões, automóveis, bicicletas que devem seguir as regras de circulação e segurança rodoviária pelas estradas, passeios, passadeiras, rotundas, cruzamentos, túneis. O percurso é efetuado com carrinhos de pedal.

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS: CANDIDATO NUNO SÁ QUER ENSINO SUPERIOR EM FAMALICÃO

Candidato do PS com propostas para a educação, economia e emprego

“No Quadrilátero Urbano do distrito de Braga, o concelho de Vila Nova de Famalicão é o único que não possui ensino superio público. É preciso corrigir essa lacuna para atrair cérebros e bons quadros a Famalicão e proporcionar na nossa terra oportunidades para todos na educação”, afirma o candidato do PS à presidência da município famalicense, Nuno Sá, destacando como uma das sua prioridades a criação do Instituto Politécnico de Vila Nova de Famalicão, bem como empreender esforços para a instalação de um polo da Universidade do Minho no concelho.

Nuno Sá em visita ao Citeve

Nuno Sá lembra que “foi com o PS na liderança da Câmara Municipal que Famalicão foi capaz de atrair o ensino superior privado”, através da Universidade Lusíada e da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, instituições que “transformaram a cidade para melhor”. Foi também com o PS na Câmara Municipal que“conseguimos atrair” o Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (Citeve), organismo“importantíssimo na qualificação das nossas empresas têxteis e nos seus projetos de investigação e desenvolvimento de novos produtos”.

Porém, observa Nuno Sá, “a coligação de direita, no poder há 16 anos, foi incapaz de atrair o ensino superior público para Famalicão, ao contrário de Guimarães, onde a Universidade do Minho continua a crescer”.

O candidato do PS sublinha ainda que, recentemente, a Câmara de Famalicão “perdeu o Centro Tecnológico das Carnes para o Alentejo” e “perdeu a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça para Guimarães”, cuja autarquia ofereceu melhores condições de acolhimento.

“É preciso travar estas perdas, este declínio. É preciso uma nova ambição”, sustenta Nuno Sá, cujo programa eleitoral, no capítulo “Educação, Economia e Emprego” coloca o ensino superior e o ensino politécnico públicos como prioridades para o futuro de Vila Nova de Famalicão, concelho onde vivem 135 mil pessoas.

Também no âmbito do ensino superior, o candidato do Partido Socialista considera que a existência de uma residência universitária em Vila Nova de Famalicão ajudará na consolidação do potencial do município como pólo de ensino superior.

Essas e várias outras propostas fazem parte do programa de trabalho para 2017-2021, intitulado “Famalicão Mais Forte”, no âmbito das iniciativas que visam a promoção da educação e o crescimento do emprego em Vila Nova de Famalicão.

Nuno Sá quer manuais escolares gratuitos até ao 12º ano de escolaridade. O candidato socialista propõe também a apoio “no acesso à frequência de explicações” aos alunos pré-universitários de famílias com poucos recursos económicos  e apoio nas despesas com material escolar aos agregados familiares mais desfarecidos.

“Precisamos de promover a proximidade e a interligação entre o meio escolar de nível técnico-profissional e superior com as instituições e as empresas famalicenses”, salienta Nuno Sá, defendendo apoios municipais à instalação de empresas condicionados à qualidade do emprego, à responsabilidade social e ao compromisso com a comunidade famalicense.

FAMALICÃO AFIRMA-SE COMO CONCELHO FORMADOR DAS ARTES

ACE- Escola de Artes beneficia de obras e lança projeto-piloto para crianças no âmbito do teatro

Depois da instalação do Instituto Nacional das Artes do Circo (INAC), em Vila Nova de Famalicão, que aconteceu recentemente e da consolidação da Artave (Escola Profissional Artística do Vale do Ave) no ensino da música que tem conquistado cada vez mais crianças, é agora a vez da ACE – Escola de Artes do teatro solidificar a sua presença no concelho com a aprovação do estatuto de polo por parte do Ministério da Educação e o lançamento de um projeto-piloto para as crianças do 1º e 2º ciclo do ensino básico. A escola irá ainda beneficiar de obras de reabilitação.

Alunos da ACE na Casa das Artes (1)

“Queremos afirmar Vila Nova de Famalicão como um concelho formador das artes, em todas as suas vertentes”, assumiu o vereador Leonel Rocha, durante a conferência de imprensa da ACE, Escola de Artes para apresentação dos novos projetos, que decorreu na passada sexta-feira.

“Já não é segredo para ninguém a aposta forte e genuína na educação do município”, referiu o responsável acrescentando que “a formação não é só para nos ensinar a fazer coisas, mas para nos ensinar a apreciar o belo e a sermos melhores cidadãos”.

E é a pensar nisso mesmo que os responsáveis da ACE decidiram avançar com um projeto piloto inovador que pretende criar no sistema educativo português uma vertente do ensino articulado vocacionada para as Artes Performativas, em crianças do 1º e 2º ciclo.

Segundo a coordenadora pedagógica do projeto, Sílvia Correia o Curso Básico de Teatro pretende proporcionar "formação académica na área do teatro e o aperfeiçoamento da expressão artística do aluno, preparando-o para prosseguir estudos ao nível profissional".

O Curso irá iniciar no ano letivo que se inicia como projeto-piloto, mas o objetivo é "entregar ao Ministério da Educação um plano de estudos para que deixe de funcionar em regime livre e passe a integrar o ensino articulado, como acontece, por exemplo, com a música".

Segundo Sílvia Correia, uma das finalidades do curso é "facultar ao aluno ferramentas essenciais para ser uma pessoa mais segura, criativa e comunicativa".

Para além deste projeto, a ACE irá apostar num plano de atividades onde sai reforçada a articulação já existente com a Casa das Artes.

Neste momento, a escola tem três turmas do curso de interpretação com um total de 60 alunos, provenientes de várias localidades do país.

No encontro com os jornalistas, os diretores da Escola de Artes, António Capelo e Pedro Aparício, deram a conhecer ainda constituição formal, aprovada pela DGEstE, (Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares) e pelo Ministério da Educação, do Polo da ACE Escola de Artes, em Famalicão. No fundo, trata-se da formalização e reforço da presença da ACE que, desde há dois anos, ocupa um espaço na Escola Básica das Lameiras para o ensino do curso de Interpretação.

OBRAS DE REABILITAÇÃO AVANÇAM

A conferência de imprensa ficou ainda marcada pela apresentação do projeto de requalificação e adaptação da Escola. As obras que implicam um investimento municipal de 73 mil euros envolvem ainda a ampliação da Escola Básica das Lameiras onde se insere a ACE.

A proposta passa pela reorganização de todo o espaço escolar, de forma a ser possível o bom funcionamento entre as duas escolas. Assim será criada uma divisória no átrio de entrada, entre as duas escolas, a escola primária funciona no piso 0 e a academia no piso 1. Não colidindo, o acesso a espaços comuns como o refeitório e a biblioteca.

Será criada uma sala estúdio e uma biblioteca e serão requalificadas as instalações sanitárias. O projeto prevê ainda a reorganização no piso 0, para melhor autonomia dos espaços, tais como, receção, secretaria e gabinete do diretor.

Alunos da ACE na Casa das Artes (2)

FAMALICÃO RECORDA O ENGENHEIRO PINHEIRO BRAGA NO CENTENÁRIO DO SEU NASCIMENTO

Exposição fotográfica comemorativa é inaugurada sexta-feira, pelas 18h00, no Museu Bernardino Machado

“Pinheiro Braga: O Engenheiro regressa a casa” é o título da exposição fotográfica que vai ser inaugurada esta sexta-feira, 22 de setembro, pelas 18h00, no Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão.

1

A mostra composta por trinta imagens da autoria da fotógrafa famalicense Diana Correia é comissariada por Artur Sá da Costa. O objetivo é assinalar o Centenário de Nascimento de António Pinheiro Braga, que foi Presidente da Comissão Administrativa da Câmara Municipal após a Revolução de 25 de Abril de 1974. O democrata que esteve apenas 17 meses à frente dos destinos da Câmara, demitindo-se em 27 de Outubro de 1975, desenvolveu nesse curto período de tempo com grande eficácia um plano de ação inovador, concretizando alguns anseios, há muito desejados pelos famalicenses.

No entanto, apesar do importante papel desempenhado enquanto político, a exposição dá a conhecer uma outra faceta desconhecida de Pinheiro Braga, o profissional liberal de engenharia e obras.

Depois de obtida a licenciatura em engenharia civil, na Universidade do Porto, Pinheiro Braga concebeu durante décadas inúmeros projetos e concretizou numerosas obras de habitação familiar e de outras tipologias arquitetónicas, que polvilham ainda hoje as ruas da cidade Famalicão e arredores. Pinheiro Braga foi o primeiro Engenheiro Civil a montar Gabinete em Vila Nova de Famalicão. Os primórdios da sua atividade profissional estão ligados às obras de remodelação da Igreja Matriz (Velha), lideradas, na década de 50, do século passado por Monsenhor Joaquim Fernandes. Os anos seguintes foram de intensa atividade, na elaboração de projetos de engenharia e de arquitetura de habitações de grande qualidade, as quais espelham um estilo próprio, inconfundível e inovador.

Refira-se que a homenagem a Pinheiro Braga, promovida pela Câmara Municipal insere-se num projeto de preservação e valorização da memória coletiva, desenvolvida nos últimos anos através da recolha de testemunhos orais e de documentação escrita de cidadãos que participaram e vivenciaram acontecimentos políticos e sociais da história local recente. No 40º aniversário do 25 de Abril, foi realizado um registo de testemunhos de protagonistas da Revolução de Abril, produzindo um vídeo e colocando online a Biblioteca Digital da Oposição Democrática. Com vista a comemorar o 40º Aniversário da Constituição da República Portuguesa de 1976, e celebrar o 40º Aniversário das Primeiras Eleições Democráticas do Poder Local, foi aprovado, em 2015, o projeto “Conquista e Consolidação Democrática”, que permitiu realizar um colóquio com o Professor Freitas do Amaral, e homenagear os primeiros autarcas eleitos do município, inscrevendo os seus nomes no salão da Assembleia Municipal.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, trata-se de um “projeto de grande importância para a comunidade”. E acrescenta: “É indiscutível a importância da recolha e organização das fontes históricas orais e documentais para o estudo da história local, a qual dá um forte contributo para o reforço da identidade local e da coesão social da comunidade municipal”.

Dentro desta linha de ação, insere-se a comemoração em 2016 do Centenário de Nascimento de Monsenhor Joaquim Fernandes, a personalidade famalicense mais marcante do século XX, e, este ano, as comemorações dos Centenários de Nascimento de Lino Lima (1917-1998) e de Pinheiro Braga (1917-1986).

A mostra comemorativa está patente até 12 de novembro e pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 17h30, e aos sábados e domingos das 14h30 às 17h30. A entrada é livre.

4

3 HORAS BTT DE FAMALICÃO SUPERAM EXPECTATIVAS

Daniel Santos e Raquel Cunha foram os grandes vencedores da quarta edição da prova, organizada com o apoio da Câmara Municipal

“Excelente organização”, “grande percurso”, “ambiente espetacular”, “pista muito bem desenhada”, são algumas das palavras de reconhecimento dos atletas que este sábado à noite pedalaram nas 3 Horas BTT de Vila Nova de Famalicão, prova que contou com cerca de meio milhar de participantes e que consagrou como vencedores Daniel Santos e Raquel Cunha.

AFS_2461

O desafio consistia em dar o maior número de voltas ao circuito nas três horas de duração da competição. No masculino, Daniel Santos arrecadou o primeiro lugar do pódio com 10 voltas. No feminino, a grande vencedora foi a famalicense Raquel Cunha, com um total de 8 voltas.

À semelhança das outras provas organizadas ao longo do ano pela Associação Amigos do Pedal, a festa das 3 Horas BTT não foi apenas vivida pelos atletas que nela participaram, tendo sido muitos os curiosos que se dirigiram até à envolvente do Mosteiro de Antas para assistir ao espetáculo proporcionado pela competição.

O presidente da Associação Amigos do Pedal, Paulo Machado Ruivo, fala num “estrondoso sucesso”. “Esta já é a quarta edição da prova e somos sempre surpreendidos com o ambiente que aqui se vive. Do público, aos atletas, passando por todos quantos nos ajudaram a desenhar esta festa, estão todos de parabéns”, referiu.

Paulo Machado Ruivo disse ainda que 2017 “está a ser o melhor ano de sempre” da associação, que já começa a colher frutos: em 2018, a Associação Amigos do Pedal vai organizar, em Famalicão, o Campeonato Nacional de Duatlo.

AFS_2873

image54584

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS EM FAMALICÃO: CANDIDATO DO PS DEFENDE DESAGRAVAMENTO FISCAL

Nuno Sá propõe devolução de 2% do IRS às famílias famalicenses

Redistribuir e equilibrar as receitas das famílias e das empresas é uma das estratégias do programa apresentado pelo candidato do PS à presidência da Câmara Municipal, Nuno Sá, tendo em vista a construção de um concelho de Vila Nova de Famalicão mais forte, social e economicamente.

Nuno Sá _ Apresentação do programa eleitoral02

“Faremos tudo o que for necessário para uma governação municipal eficaz, transparente e amiga das famílias e das empresas”, destaca Nuno Sá, acrescentando que a “Câmara de Famalicão deve envolver os cidadãos na tomada de decisões políticas municipais e se adaptar às exigências do século XXI”.

Nesse sentido, na primeira das 10 ideias estratégicas do seu programa, intitulada “Governação municipal eficaz, transparente e amiga das famílias”, o candidato socialista tem um conjunto de 16 medidas, parte das quais visam aliviar a carga fiscal sobre as famílias famalicenses.

Assim, o candidato do PS à presidência da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão propõe a devolução de 2% do IRS, a redução da taxa de IMI para todas as famílias com pelo menos um dependente, a redução da tarifa ambiental (água, saneamento básico e recolha de resíduos sólidos).

A devolução de 2% do IRS às famílias é uma proposta antiga do PS, na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, que a maioria de direita tem chumbado. Refira-se que, do total do IRS cobrado aos cidadãos pelo Ministério das Finanças, os municípios têm direito a 5%, podendo devolver ou não aos agregados familiares, total ou parcialmente, o montante dessa receita fiscal. Em Vila Nova de Famalicão, Nuno Sá e o PS defendem a devolução de 2% do valor do IRS pago por cada agregado, no quadro de uma política municipal de desagravamento fiscal amigo das famílias e das empresas.

A aposta na formação profissional, na valorização dos trabalhadores municipais e na progressiva eliminação de vínculos precários dos trabalhadores do Município são medidas que visam melhorar a situação laboral dos trabalhadores municipais, para aumentar a eficácia do seu serviço à população.

Para aumentar a capacidade de atração de investimentos para o concelho e diminuir o desemprego, Nuno Sá irá reduzir a Derrama (imposto municipal sobre as empresas).

Também fazem parte do programa de trabalho para 2017-2021 ações que visam aumentar a participação e a proximidade da gestão municipal com a população. A criação do Balcão Único Móvel irá levar os serviços municipais às freguesias mais afastadas da cidade, para um bom atendimento a toda a população, em especial aos idosos.

O lançamento do Programa Famalicão Simplex, o Orçamento Participativo e a transmissão em direto das reuniões públicas da Câmara Municipal são outras formas de aproximação entre Câmara e cidadãos que serão implementadas na futura gestão socialista no Município de Vila Nova de Famalicão.

Descarregue o programa de Nuno Sá, na íntegra, para o seu computador ou telemóvel: http://www.nunosa.pt/programa-eleitoral.html.

TEATRO DA DIDASCÁLIA APRESENTA EM FAMALICÃO CONTOS D'AVÓ

Contos d’Avó. De 28 a 30 de Setembro, a freguesia de Joane em Vila Nova de Famalicão, será palco de uma viagem sensorial pelos caminhos da sua memória coletiva

Os Contos d’ Avó promovidos pelo Teatro da Didascália, regressam a Joane, V. N. de Famalicão. O festival arranca já no dia 28 de setembro e ao longo de três dias consecutivos, público e narradores convidados percorrerão três caminhos: o caminho da sabedoria, o caminho da intuição e o caminho da celebração.

unnamed

No dia 28 – o caminho da sabedoria – o público será convocado para uma concentração no Largo 3 de Julho (Joane), de onde partirá, a pé, para a Casa da Igreja, acompanhado pelos sons da CAISA – Cooperativa de Artes, Intervenção Social e Animação, sob direção de Alberto Fernandes. A Casa da Igreja, edifício icónico em Joane, tem as suas origens nos finais do século XIV (dizem que talvez até antes) e pertenceu, durante largos anos, à Ordem de Cristo, ordem religiosa que substituiu a extinta Ordem dos Templários, expulsa da Europa no início do século XIV. Para além da sua longa história, o edifício albergou a famosa papelaria Cindinha, que encerrou as portas em 1995 mantendo, até hoje, e no mesmo estado, todo o seu recheio. É uma viagem aos anos 80 e 90, onde podemos encontrar brinquedos, material escolar, postais e outros tesouros ainda mais antigos. O público será convidado a visitar a casa, acompanhado por uma instalação sonora evocativa dos mistérios templários, onde a voz de Mauro Amaral, músico algarvio, o transportará para rituais de iniciação. No final da visita, seremos brindados com uma sessão de contos igualmente místicos, pelas vozes dos narradores Cláudia Fonseca (Lisboa), Jorge Serafim (Beja) e Luzia do Rosário (Beja).

O segundo dia de festival (29/09) – o caminho da intuição – levará o público até ao cimo do monte, onde podemos encontrar a Capela dos Santos Passos, uma capela que andou de local em local, até se fixar definitivamente na parte alta da vila de Joane. No adro da capela teremos a maravilhosa oportunidade de assistir à versão de câmara do espetáculo «Prelúdio: a mulher selvagem», dirigido por Bruno Martins, onde as delicadas, mas potentes vozes das atrizes Catarina Gomes, Cláudia Berkeley e Daniela Marques nos transportarão para o mundo interior feminino. Ao espetáculo segue-se uma sessão de narração, com Cláudia Fonseca e Jorge Serafim, que explorarão este universo feminino tão apetecível quanto belo e, por vezes, tenebroso.

O festival termina em festa, na esplêndida Quinta da Bemposta (Joane), no sábado, 30 de setembro – o caminho da celebração.As actividades começarão às 15h, com um workshop de danças tradicionais, por Ricardo Carneiro, diretor da Rusga de Joane, seguido por um workshop de percussão (às 16h), por Alberto Fernandes, coordenador da CAISA. Após os workshops, o público será convidado para um passeio pela quinta, onde encontrarão, pelo caminho, contadores de histórias que darão uma outra cor à paisagem verde. A viagem terminará num arraial, animado pelos joviais membros da Rusga de Joane, com baile e cantigas. O público é desafiado a trazer a sua merenda, para que se possa fazer um piquenique partilhado, entre cantos, contos e danças.

O festival sai, assim, da esfera exclusiva do espaço privado, como foi usual nas três primeiras edições, e entra num misto de espaço privado e espaço público. Dinamizar espaços icónicos de Joane, estimular a viagem metafórica dos sentidos e da imaginação, promover o sonho, o riso e a partilha, continuam a ser os grandes objetivos deste evento.

Uma viagem sensorial, onde a narração se alia a espaços não convencionais, na busca dessa partilha maior que se chama memória coletiva. Este ano os Contos d’ Avó prometem!

FAMALICÃO ESTÁ NA LINHA DA FRENTE DA FORMAÇÃO DESPORTIVA

Paulo Cunha inaugurou os novos pisos sintéticos e infraestruturas de apoio do Ribeirão FC e da ADJ de Mouquim

O Ribeirão Futebol Clube e a Associação Desportiva Juventude de Mouquim já podem começar a projetar o seu futuro. Este fim-de-semana, os dois clubes do concelho de Vila Nova de Famalicão inauguraram novos equipamentos desportivos que os colocam agora em melhores condições para apostarem nas suas camadas de formação. 

ADJ Mouquim (1)

A inauguração das obras de requalificação do Centro de Formação do clube de Ribeirão decorreu no passado sábado, dia 16 de setembro. A intervenção contou com um apoio municipal de 210 mil euros e implicou a colocação de um relvado sintético, a construção de um bar e de uma sala de apoio à direção do clube, o melhoramento dos balneários e da iluminação exterior.

Também a Associação Desportiva Juventude de Mouquim inaugurou este domingo, dia 17, o seu novo relvado sintético, numa intervenção que contou um apoio municipal de 190 mil euros.

O Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, fez questão de marcar presença em ambos os momentos.

Com estes novos investimentos na área desportiva, o edil famalicense acredita que estão a ser criadas condições para que se reforce a aposta na formação, salientando que “as infraestruturas são essenciais para que os projetos desportivos possam ser bem-sucedidos”.

Paulo Cunha referiu ainda que estes dois novos equipamentos são também “uma boa resposta para as famílias de Ribeirão e Mouquim, que vêm agora reunidas todas as condições para que o desporto seja uma prática entre os mais jovens”.

O presidente do Ribeirão Futebol Clube, Paulo Figueiredo, referiu-se ao novo equipamento como“o mais importante para a concretização do principal objetivo do clube” – a formação. Mário Rui Costa, dirigente da ADJ de Mouquim, disse que “o clube pode agora orgulhar-se de ter um bom campo para receber os seus atletas”. Para além da aposta na formação, estes novos investimentos vêm também dar condições para que os dois clubes avancem com os respetivos projetos de futebol feminino.

Refira-se que a colocação de relvados sintéticos tem sido uma das apostas da autarquia famalicense que tem vindo a desenvolver um Plano Municipal de Apoio ao Arrelvamento de Campos de Futebol, abrangendo já mais de duas dezenas de clubes famalicenses, num investimento superior a três milhões de euros.

ADJ Mouquim (2)

Ribeirão FC  (1)

Ribeirão FC  (2)

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS EM FAMALICÃO: CANDIDATO NUNO SÁ QUER ROTUNDAS NA VIM PARA DAR SEGURANÇA E MOBILIDADE

Xavier Silva (PS) apresentado em Pedome

Nuno Sá, apresentou Xavier Silva como candidato do PS à presidência da Junta de Freguesia de Pedome. Aconteceu no dia 10 de setembro, no salão paroquial de Pedome, que estava cheio para receber os candidatos socialistas. É uma recandidatura, cuja mobilização em torno do candidato sinaliza uma forte possibilidade de vitória socialista, que escapou nas eleições de 2013.

Nuno Sá - Xavier Silva - e a multidão em Pedome

Xavier Silva trabalha numa tinturaria como colorista e o seu contacto com as cores também marca a sua maneira de ser: é alegre, sincero, divertido, amigo do próximo e solidário perante as diversas iniciativas paroquiais e associativas da freguesia. Foi presidente da Associação de Pais e Amigos de Pedome (APAEP) e vice-presidente da Associação Desportiva de Pedome (ADEPE).

Pedome é uma das freguesias mais afastadas da cidade de Vila Nova de Famalicão, fazendo fronteira com o vizinho município de Guimarães, e está a sofrer as consequência da sua distância em relação aos centros de decisão municipal. Foi nesse contexto que a freguesia de Pedome acabou de perder para Guimarães a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça, pela qual o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão não mostrou qualquer interesse em manter no concelho. Ao contrário do vizinho autarca de Guimarães, que ofereceu à escola, na cidade vimaranense, as condições que a Câmara de Famalicão não quis oferecer.

“FAMALICÃO PERDE OPORTUNIDADES”

Nuno Sá, candidato do PS à presidência da Câmara Municipal, ao falar à multidão que encheu o salão paroquial de Pedome ilustrou “a incapacidade e a falta de visão estratégica da maioria de direita que há 16 anos manda na Câmara Municipal de Famalicão” com a perda da Escola Profissional Bento de Jesus Caraça e com o abandono a que a VIM (via intermunicipal) está votada no território do concelho de Famalicão. “Basta entrar no território de Guimarães para ver a diferença de tratamento da VIM. Parece que entramos noutro país”, obervou Nuno Sá.

“Famalicão está a perder oportunidades e Pedome está a ficar para trás. A VIM foi abandonada pela Câmara, pois só se preocupam com a cosmética e com a fotografia. Pedome perdeu o seu jardim de infãncia, como lembrou o nosso candidato à Junta, Xavier Silva. Mas por inércia da coligação de direita também perdemos a Escola Profissional Bento de Jesus Caraça”, enfatizou Nuno Sá, dando exemplos que ilustram bem uma ideia que o candidato do PS não se cansa de difundir por onde passa: “O concelho de Famalicão está a marcar passo e a perder oportunidades porque a maioria de direita está instalada, cansada e sem ideias novas.”

Para contrariar as “obras de cosmética” previstas para a VIM, Nuno Sá defende uma “intervenção a sério”, contemplando rotundas nos acessos a Pedome, Riba de Ave e Mogege. “Será um investimento na mobilidade e na segurança das pessoas”, explicou o candidato do PS, que lembrou ter sido o Governo da coligação PSD-CDS “a castigar os famalicenses com impostos e cortes nos direitos dos trabalhadores”, ante “o silêncio cúmplice” do presidente da Câmara de Famalicão.

FAMALICÃO INAUGURA PARQUE DE LAZER NO LOURO

Paulo Cunha inaugurou Parque de Lazer da Formiga no Louro. Espaço verde com 2500 metros quadrados beneficia a freguesia

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, inaugurou, este domingo, o Parque de Lazer da Formiga, um espaço verde com cerca de 2500 metros quadrados, localizado na freguesia de Louro.

DSC_0675

Contagiado por um ambiente de festa e de grande alegria, Paulo Cunha mostrou-se muito satisfeito com a conclusão das obras e salientou que o parque acrescenta qualidade de vida e bem-estar à população.

De resto, foram muitas as pessoas que atestaram a qualidade do parque e aproveitaram para usufruir do espaço, utilizando a churrasqueira, as mesas de merenda e o circuito pedonal para fazer uma caminhada, embelezada pelo lago e pelo moinho recuperado. Para além, destas valências o parque oferece ainda uma área desportiva constituída por um campo de voleibol, equipamentos de fitness e um espaço para a prática de slide.

A construção do Parque da Formiga resultou de um protocolo estabelecido entre a Junta de Freguesia e a autarquia.

DSC_0667

FAMALICÃO RECEBE CENTRO PORTUGUÊS DE SURREALISMO

Famalicão dá passo decisivo para a instalação no concelho do Centro Português do Surrealismo. Assembleia Municipal ratificou proposta da autarquia para apoio municipal de 300 mil euros

Está mais perto da realidade o futuro Centro Português de Surrealismo que vai nascer em Vila Nova de Famalicão por iniciativa da Fundação Cupertino de Miranda e da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. Naquela que foi a sua última reunião do atual ciclo autárquico, realizada na passada sexta-feira, 15 de setembro, a Assembleia Municipal de Vila Nova de Famalicão aprovou por unanimidade uma proposta do Executivo Municipal liderado por Paulo Cunha para a concessão de um apoio financeiro no valor de 300 mil euros, repartidos por quatro anos, para custear as despesas com as iniciativas que envolvem a implementação e desenvolvimento do projeto.

AFS_4939

Está assim assegurado um passo decisivo para a valorização do Centro Português de Surrealismo cujo objetivo é colocar Famalicão na rede internacional de surrealismo.  O projeto irá nascer na Fundação Cupertino de Miranda que tem atualmente mais de três mil obras ligadas ao surrealismo, nomeadamente de artistas conceituados como Mário Cesariny, Artur Cruzeiro Seixas mas também Paula Rêgo e Vieira da Silva, num total de 130 artistas.

O investimento previsto de 2,5 milhões de euros inclui custos com a obra de reorganização do espaço da Fundação Cupertino de Miranda localizada no centro da cidade, programação e gastos de funcionamento.

A principal transformação face ao desenho atual da fundação é a passagem do espaço museológico, bem como da oferta formativa, para os primeiros andares do edifício - atualmente localiza-se na torre que compõe o espaço - colocando-o na "linha da frente"de forma a "promover o contacto com a comunidade".

Estima-se que venham a ser realizadas entre três a quatro exposições por ano, somando-se projetos de itinerância com outras instituições, visitas guiadas, oficinas e a instalação de uma livraria especializada em surrealismo.

"O projeto de Famalicão Centro Português de Surrealismo pretende envolver os famalicenses numa ação em que todos podem contribuir para que o concelho seja o centro do surrealismo. Acreditamos que haverá impacto a médio e longo prazo nas visitas com muitos benefícios para o concelho e para o país", disse na altura da apresentação do projeto o presidente da Fundação Cupertino de Miranda, Pedro Álvares Ribeiro.

O Presidente da Câmara Municipal descreveu o centro como um "projeto âncora". Paulo Cunha acredita que o Centro Portugûes do Surrealismo em Vila Nova de Famalicão vai criar uma "marca muito forte para concelho" que, acredita, gerará "muitos benefícios"como o desenvolvimento da atividade turística ou o estabelecimento de parcerias com empresas e instituições.

AFS_5862

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS EM FAMALICÃO: SECRETÁRIO DE ESTADO DOS ASSUNTOS PARLAMENTARES, PEDRO NUNO SANTOS, FAZ CAMPANHA EM JOANE E GARANTE QUE “NUNO SÁ É MUITO QUALIFICADO E COMPETENTE”

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, conhecido como homem que faz funcionar a “geringonça” que governa Portugal, esteve no auditório da Associação Teatro Construção (ATC), em Joane, onde viu o PS de Famalicão “unido e mobilizado” e deu o seu “apoio incondicional” ao candidato Nuno Sá, o “homem certo no lugar certo para mudar Famalicão e para devolver aos famalicenses a esperança e um futuro, com menos problemas e dificuldades e melhor qualidade de vida”.

Nuno Sá, Pedro Nuno Santos e António José Oliveira numa selfie no Centro Cultural de Joane

Com o auditório do Centro Cultural de Joane completamente cheio, Pedro Nuno Santos, apontado como um dos novos quadros de topo dos socialistas portugueses, não poupou nos elogios para dizer que Nuno Sá, vai derrotar a direita e devolver a Câmara de Vila Nova de Famalicão aos socialistas. “Nuno Sá é um candidato muito qualificado, competente, com grande capacidade de trabalho e de liderança. Tem muita experiência política, não só a nível autárquico como em termos nacionais. É um grande famalicense, que adora a sua terra, e que também é imensamente respeitado a nível nacional”, realçou Pedro Nuno Santos.

O dirigente nacional do PS, que representa mais um apoio de peso à candidatura de Nuno Sá, depois do antigo presidente da Câmara de Lisboa e ex-ministro da Cultura, João Soares, e do líder do PS e do Governo, António Costa, terem estado em Vila Nova de Famalicão no apoio ao candidato socialista.

Pedro Nuno Santos foi ainda mais longe: “Nas suas intervenções e na sua luta diária na Assembleia da República, Nuno Sá nunca se esqueceu de defender Famalicão e os famalicenses. É mesmo de um candidato com as qualidades e com o carácter de Nuno Sá que Famalicão precisa para sair do marasmo votado pela coligação de direita”, realçou o destacado dirigente nacional do PS.

“O desenho do concelho de Famalicão é obra do PS, é obra de Agostinho Fernandes. Já estamos a marcar passo há muito tempo, porque este executivo camarário e esta coligação de direita já não têm capacidade para fazer, não têm nada para dar. Famalicão está a perder a oportunidade de relançar a sua economia e de se tornar num motor da recuperação financeira de toda uma região”, sublinhou Pedro Nuno Santos, fortemente aplaudido por uma sala cheia de entusiasmo. E o secretário de Estado dos Asuntos Parlamentares acrescentou: “Já temos um bom Governo no país, agora temos o direito de ter um bom governo em Famalicão, para que as pessoas possam voltar a ter orgulho em ser famalicenses.”

“AS PESSOAS ESTÃO FARTAS DE ALDRABÕES”

Nuno Sá, depois de devolver os elogios ao convidado especial – “um dos melhores políticos da minha geração, em quem Portugal deposita as maiores esperanças” –, destacou o propósito da candidatura socialista: “Esta apresentação é mais uma etapa do nosso trabalho de ouvir as pessoas e de apresentarmos as melhores propostas e os melhores candidatos para Famalicão. Somos cada vez mais e a vitória nas próximas eleições está ao nosso alcance.”

Criticando a “política de propaganda e de fotografia” do atual executivo camarário, Nuno Sá fez questão de destacar: “Queremos fazer em Famalicão o que António Costa, Pedro Nuno e o Governo do PS estão a fazer em Portugal”. Ou seja: “Vamos melhorar a vida das pessoas, com igualdade de oportunidades para todos serem felizes, garantindo a boa saúde financeira do município.”

Nuno Sá foi ainda mais afirmativo no seu discurso otimista e de crítica ao poder local de direita  instituído há 16 anos:“As pessoas estão fartas de políticos aldrabões, que prometem e não cumprem. Os famalicenses estão fartos de quem discursa muito bem, mas faz muito pouco.”

Ainda Nuno Sá: “Comigo na presidência, teremos uma Câmara que fará Famalicão mais forte em todos os domínios e para todas as gerações Famalicenses, com um programa de trabalho para quatro anos, com 10 áreas estratégicas e 100 medidas concretas destinadas a melhorar a vida de todos.”

PS UNIDO E MOBILIZADO

Dirigindo-se a António José Oliveira, que se recandidata à presidência da Junta de Joane, Nuno Sá enfatizou: “O PS está unido, forte, dinâmico e mobilizado, como voltamos a ver hoje, para servir Famalicão com uma grande vitória, aqui em Joane e em todo o concelho. Com a força dos votos e com a força do povo famalicense vamos derrotar a coligação de direita que tanto mal fez aos famalicenses quando esteve no Governo.”

O encontro de Joane, que serviu para apresentar publicamente os candidatos do PS à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal, além do candidato à presidência da Junta de Joane, demonstrou que a onda socialista está em crescendo, evidenciando cada vez mais “união e confiança” em torno de um só objetivo, como não acontecia há muitos anos: ganhar as eleições de 1 de outubro e eleger Nuno Sá como presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

FAMALICÃO: MAIS DE 50 MIL VISITANTES PASSARAM PELA FESTA DO ASSOCIATIVISMO E JUVENTUDE

Certame decorreu no fim-de-semana, com a presença de mais de uma centena de associações famalicenses

A Festa do Associativismo e Juventude de Famalicão encerrou este domingo, dia 17 de setembro, e os números da nona edição do certame deixam o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, muito satisfeito.

Espetáculo de humor foi um dos momentos mais participados

Pelo recinto passaram cerca de 50 mil pessoas, que aproveitaram a oportunidade para conhecer as dinâmicas e o historial de mais de uma centena de associações famalicenses. O espetáculo de humor do comediante Nilton, na noite de sábado, foi um dos momentos mais participados do evento.

“São números muito positivos e muito reveladores do reconhecimento, do carinho e do interesse que os famalicenses nutrem pelo trabalho do nosso movimento associativo que, diga-se, é um dos principais motores do dinamismo do município de Vila Nova de Famalicão”, disse Paulo Cunha.  

Do desporto à cultura, às associações recreativas e de solidariedade social, o edil enalteceu "o trabalho notável" desenvolvido pelas coletividades famalicenses, que neste certame "voltaram a dar um sinal claro de que continuam disponíveis para servir a comunidade". 

"Se hoje somos um concelho socialmente mais coeso e mais solidário, muito o devemos às nossas associações que desenvolvem atividades muito enriquecedoras para os nossos concidadãos", disse.

Recorde-se que a 9.ª edição da Festa do Associativismo e Juventude de Famalicão decorreu de sexta a domingo, no antigo campo da feira semanal. O certame contou com um vasto programa de animação, maioritariamente, a cargo do tecido associativo do concelho.

Nilton

Paulo Cunha elogiou o trabalho notável das associações do concelho (1)

Paulo Cunha elogiou o trabalho notável das associações do concelho (2)

FAMALICÃO: CRIANÇAS DA ESCOLA DE CASTELÕES TÊM MAIS ESPAÇO PARA BRINCAR

Paulo Cunha assinalou a conclusão das obras no sábado

Por norma, as escolas não abrem ao fim-de-semana e as crianças ficam em casa a descansar, mas no passado sábado, a Escola Básica de Castelões abriu orgulhosamente as suas portas às crianças e a toda a comunidade para mostrar o trabalho de requalificação realizado nos espaços exteriores. Pais, professores, muitas crianças e muitos populares ocuparam o recreio da escola e com alegria e entusiasmo testemunharam a qualidade do novo espaço.

AFS_1960

A obra realizada pela autarquia através de um investimento de cerca de 60 mil euros implicou a remodelação de todo o espaço exterior com execução de campo desportivo e zona de lazer (relva sintética e betonilha), remodelação de toda rede de drenagem de águas pluviais, substituição da vedação, trabalhos de pinturas, fecho parcial do recreio coberto do edifício centenário, com blocos de vidro, entre outros trabalhos.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a escola não é só sala de aula e as crianças merecem usufruir do seu período de recreio nas melhores condições”. E explicou: “A sala de aula é muito importante para que a aprendizagem seja o mais profícua possível e para que a comunidade docente possa desenvolver bem o seu trabalho, mas é também muito importante o que se faz no logradouro, porque o processo de aprendizagem também se cumpre aqui fora, onde as crianças socializam, convivam, partilham experiências fazer amizades”.

Visivelmente satisfeito com o resultado das obras o autarca afirmou que “as boas condições do recreio somam-se agora às boas condições que já existem dentro da sala de aula”.

Coube à presidente da Associação de Pais, Isabel Gonçalves, fazer as honras da casa. A associação que “muito lutou por estas obras” aproveitou o momento para agradecer o apoio das várias instituições, entre as quais a autarquia, a junta de freguesia, mas também as várias associações sociais e desportivas da freguesia.

Para Isabel Gonçalves, “já algum tempo que desejávamos estas obras, porque estava tudo em terra e quando chovia tornava-se impossível estar no recreio”. E acrescentou: “Este melhoramento é, sem dúvida, uma mais-valia para as nossas crianças, que agora estão mais felizes e seguras”.

Entretanto, o presidente da junta, Bruno Campos, mostrou “um grande orgulho em ver a obra concretizada. É um novo espaço totalmente remodelado, que assegura que as nossas crianças tenham momentos de lazer enriquecedores”. O responsável adiantou ainda que um dos próximos projetos da escola é “aumentar a área coberta da escola, para que a comunidade escolar ganhe mais qualidade”.

AFS_2058

AFS_2080

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS EM FAMALICÃO: PARTIDO SOCIALISTA APRESENTA AMANHÃ CANDIDATOS EM JOANE

Secretário de Estado Pedro Nuno Santos com Nuno Sá em Famalicão

Pedro Nuno Santos, dirigente nacional do PS e secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, estará amanhã, domingo, 17 de Setembro, em Vila Nova de Famalicão para dar o seu apoio à candidatura de Nuno Sá à presidência da Câmara Municipal.

Nuno Sá _ Candidato Presidência CM VN Famalicão

O encontro está marcado para as 18h00, no auditório da Associação Teatro Construção, na vila de Joane, onde o PS de Vila Nova de Famalicão vai apresentar as equipas de candidatos à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal.

Ao mesmo tempo, será apresentada a recandidatura de António José Oliveira à presidência da Junta de Freguesia de Joane. António José Oliveira é o atual presidente daquela que é uma das maiores freguesias do concelho de Vila Nova de Famalicão.

Depois do secretário-geral do PS e primeiro-ministro, António Costa, e do antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, João Soares, Pedro Nuno Santos é mais uma figura nacional do PS a mostrar confiança na candidatura de Nuno Sá à presidência da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, cuja campanha tem privilegiado o contacto de proximidade com as pessoas e ideias concretas para o futuro de Famalicão, mediante um programa que será apresentado na íntegra, na segunda-feira, dia 18..

O candidato do PS à presidência da Asembleia Municipal é Rubim Santos, um antigo vereador dos executivos socialistas de Agostinho Fernandes. Rubim Santos, de 59 anos, é um advogado bem conhecido em Vila Nova de Famalicão, que tem dedicado grande parte da sua vida à causa pública.

Destacou-se como vereador do Ambiente nos executivos municipais do PS liderados por Agostinho Fernandes, na década de 1990, tendo passado pelas suas mãos dossiês importantes como a ampliação das redes de água e saneamento básico e o abastecimento de água a partir do rio Cávado, assim como a resolução de problemas ambientais da época como a despoluição do rio Ave e o processo de recolha e tratamento de resíduos sólidos urbanos.

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS EM FAMALICÃO: CANDIDATO SOCIALISTA NUNO SÁ EXPLICA COMO VAI TORNAR “FAMALICÃO MAIS FORTE”

Conferência de imprensa de apreentação do programa do PS na segunda-feira, dia 18, às 9h30, na sede do PS de Vila Nova de Famalicão

Nuno Sá, candidato do Partido Socialista à presidência da Vila Nova de Famalicão, convida os meios de comunicação para uma conferência de imprensa de apresentação do programa eleitoral “Famalicão Mais Forte 2017-2021”, que vai decorrer na próxima segunda-feira, pelas 9h30, na sede do PS, na Rua S. João de Deus, nº 116, 1º, em Vila Nova de Famalicão.

Nuno Sá _ candidatao do PS CM VIla Nova de Famalicão

Nuno Sá quer ser presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão por “um imperativo de consciência e cívico”. Porque, justifica o candidatao do PS, “num tempo em que Portugal avança e fica melhor, a Câmara de Famalicão dá sinais de esgotamento político”.

Como exemplos desse esgotamento, Nuno Sá menciona algumas promessas não cumpridas pela gestão municipal da coligação de direita, presidida por Paulo Cunha, e a perda de escolas e empresas para concelhos vizinhos: “A redes de água e saneamento continuam longe de ficar terminadas; somos o concelho mais exportador do Norte e não temos ensino superior público; a cultura perdeu o seu departamento municipal e está sem rumo; perdemos a Escola Bento de Jesus Caraça para Guimarães, onde a Câmara ofereceu melhores condições; e agora acabamos de saber uma notícia triste para a economia famalicense com a retirada do centro de logística e distribuição da cadeia de supermercados Lidl, que decidiu abandonar Famalicão para se instalar em Santo Tirso, onde vai investir 40 milhões de euros e criar muitos postos de trabalho.”

Curiosamente, Nuno Sá elogia os antigos presidentes da Cãmara, Agotinho Fernandes (PS) e Armindo Costa (PSD-CDS):“Num passado recente, Famalicão teve presidentes da Câmara que rasgaram horizontes e fizeram obras que ficaram para a história da cidade e das freguesias. Os Presidentes Agostinho Fernandes e Armindo Costa deixaram obras marcantes. Agora temos um Presidente da Câmara que trocou as obras e a capacidade de fazer pelas fotografias.”

Por isso, Nuno Sá considera que “Famalicão precisa de uma nova liderança e de uma nova energia”, com a receita que está a ser aplicada no País: “Sou candidato porque quero melhorar a vida das pessoas, garantindo a boa saúde financeira do município tal como António Costa está a fazer no Governo.”

Na próxima segunda-feira, Nuno Sá vai, por isso, apresentar as medidas que considera adequadas para tornar Famalicão um concelho “mais forte”, como diz o slogan da sua campanha.

Nuno Sá _ Candidato CM Vila Nova de Famalicão

VILA NOVA DE FAMALICÃO: AMANHÃ HÁ FOLCLORE E FEIRA RURAL EM JOANE

36609854340_0ec5dc9e10_b

9ª FEIRA RURAL DE JOANE (VILA NOVA DE FAMALICÃO)

16 e 17 SET 2017

Vimos por este meio enviar uma breve nota informativa da 9ª Feira Rural de Joane, que se realizará.no Parque da Ribeira em Joane (V.N.Famalicão). 

  • Arraial Minhoto– Sábado, 16 setembro 2017
  • PELES – International Drum Fest – Sábado, 16 setembro 2017
  • 9ª FeiraRural de Joane - 17 setembro 2017
  • 9º Encontro de Concertinas- 17 setembro 2017

Organizada pelo Grupo Etnográfico Rusga de Joane a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, a 9ª edição da Feira Rural de Joane (V.N.Famalicão), decorre no dia 17 de setembro, no Parque da Ribeira, em Joane.

Neste certame, serão evidenciados a venda de produtos hortícolas, frutícolas, vinícolas, animais vivos, trajes, artesanato e tasquinhas tradicionais, através das bancas dos grupos folclóricos que recriam as feiras de finais de séc. XIX.

De acordo com o sucesso obtido nas anteriores edições, a Feira Rural de Joane, pretende recuperar esses locais de comércios ancestral, contando com animação de grupos de folclore e encontro de concertinas, onde qualquer habilidoso e interessado pode participar, as inscrições são gratuitas.

No sábado, dia anterior à Feira Rural de Joane, antecede um arraial minhoto com animação tradicional, em que se destaca uma Desfolhada, onde a interação e participação ativa da comunidade é o grande interesse! Bem como, a edição do PELES– International Drum Fest, um festival internacional de grupos de precusão que animarão grande parte do sábado, organizado pelo CAISA e Toca – Centro de Artes.

PROGRAMA:

Sábado, 16 SET

  • Tarde e noite - 2º Festival ‘PELES - International Drum Fest’ (organizado pela CAISA)
  • 21h - Desfolhada Minhota - para a comunidade participar
  • 22h - atuação do Rancho Etnográfico Santa Maria de Touguinha – Vila do Conde
  • 22h30 – concerto no âmbito do ‘Peles

Domingo, 17 SET

  • 9h às 19h - Feira Rural de Joane – mercado à moda antiga
  • 15h – Atuação do Grupo Folclórico Assoc. Cult. Recreativa Senhora da Aparecida – Lousada
  • 16h – 9º Encontro de Concertinas de Joane

PONTE DA LAGONCINHA EM FAMALICÃO INTEGRA ROTA DO ROMÂNICO E VAI BENEFICIAR DE OBRAS

Intervenção arranca até ao final do ano e prevê a conservação e salvaguarda deste património arquitetónico de grande interesse

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de ver aprovada a candidatura da adesão da Ponte da Lagoncinha, na freguesia de Lousado, à Rota do Românico – Ave, integrando assim este importante roteiro turístico de património arquitetónico da região.

DSCF0062

No âmbito da candidatura foi também aprovado o financiamento de um conjunto de obras de conservação e valorização da ponte, que deverão arrancar até ao final deste ano.

“É uma ótima notícia para Vila Nova de Famalicão e para a promoção do nosso património arquitetónico”, afirma a propósito o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha. “A aprovação desta candidatura permite-nos avançar de imediato com as obras de recuperação da Ponte da Lagoncinha, assegurando a sua rápida salvaguarda de modo a proporcionar as condições adequadas para a sua fruição por visitantes e turistas”, acrescenta o autarca.

DSCF0091

A intervenção que implica um investimento total de cerca de 154 mil euros conta com cofinanciamento de cerca de 128 mil euros, pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Com uma duração prevista de 6 meses, o programa de intervenção integra o tratamento e limpeza das cantarias em granito, o restauro e nivelamento do tabuleiro da ponte com pendentes para a drenagem das águas pluviais e consolidações estruturais e pontuais de fissuras existentes nos paramentos e intradorso do tabuleiro da ponte.

No fundo, pretende-se, por um lado, eliminar os fatores de risco e de degradação infraestrutural e melhorar as condições de segurança e, por outro, proteger e salvaguardar os elementos patrimoniais e melhorar as condições de fruição.

Refira-se que a Rota do Românico criada, em 1998, no seio dos concelhos que integram a VALSOUSA - Associação de Municípios do Vale do Sousa - e ampliada, em 2010, aos restantes municípios da NUT III – Tâmega e Sousa, e posteriormente ao Douro, foi recentemente alargada ao território da CIM do Ave através da investigação e validação dos bens patrimoniais do românico no Ave. Este alargamento da Rota implica um estudo e inventariação aprofundada de cada imóvel, validando o seu valor artístico e histórico, e organizando as bases de informação para posteriores conteúdos de promoção e divulgação.

Até 2018, pretende-se reunir as condições para a candidatura da Rota do Românico à Lista Indicativa de Bens Portugueses a Património Mundial, Cultural e Natural da Unesco.

DSCF0094 

FAMALICÃO REALIZA FESTA DO ASSOCIATIVISMO E JUVENTUDE

Paulo Cunha abre amanhã a 9.ª Festa do Associativismo e Juventude. Certame decorre de sexta, 15, a domingo, 17 de setembro, no antigo campo da feira

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, convida os órgãos de comunicação social para a abertura da nona edição da Festa do Associativismo e Juventude, que acontece amanhã, sexta-feira, pelas 19h00, no antigo campo da feira.

Durante este fim-de-semana, mais de uma centena de associações do concelho vão reunir-se no recinto que acolheu recentemente a Feira de Artesanato e Gastronomia.

Ao longo dos três dias do evento, cuja entrada é livre, as associações famalicenses vão dar a conhecer ao público as suas dinâmicas e o seu historial. No recinto será ainda possível provar as iguarias minhotas e apreciar os petiscos mais tradicionais, em tasquinhas e bares que estarão a cargo de diversas associações.

A animação do certame está, maioritariamente, a cargo do tecido associativo do concelho, com várias atuações e demonstrações nas áreas da cultura e do desporto, mas o grande destaque vai para o espetáculo de Stand Up Comedy do comediante português Nilton, agendado para o dia 16, sábado, às 22h00. Referência também para a realização de algumas atividades relacionadas com os vários projetos promovidos pela Casa da Juventude do município, como por exemplo, uma sessão de experimentação de instrumentos musicais portugueses e de fotografia analógica.

Programa completo em www.vilanovadefamalicao.org.