Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA ENTREGA PRÉMIOS DO CONCURSO CONCELHIO DE LEITURA

Sessão de entrega de prémios do Concurso Concelhio de Leitura na Biblioteca Municipal

O Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal em cooperação com as Bibliotecas Escolares dos diversos Agrupamentos de Escolas do concelho, dinamizou durante o mês de março o Concurso Concelhio de Leitura, direcionado para alunos do 3.º e 4.º ano do 1.º ciclo e do 2.º ciclo do Ensino Básico.

DSCN9785.jpg

A sessão de entrega de prémios decorreu na Biblioteca Municipal, no dia 27 de abril e contou com as presenças do Vereador da Educação, Dr. Paulo Barreiro de Sousa, do Diretor do Agrupamento de Freixo, Prof. Luís Henrique Fernandes, e dos Professores Bibliotecários do Agrupamento de Freixo, de Arcozelo e de Ponte de Lima, designadamente Ana Barbosa, Ana Júlia Marques e Benjamim Sousa, que procederam à entrega de prémios e certificados, felicitando os vencedores, participantes, professores e demais comunidade educativa pela participação na iniciativa e empenho demonstrado ao longo do concurso.

O vencedor do 1.º ciclo foi Letícia Martins, aluna da EB1 de Poiares. No 2.º lugar ficou Rafael Pedro aluno do Centro Educativo de Refoios. E o 3.º lugar foi conquistado por seis alunos que obtiveram o mesmo resultado, verificando-se um empate entre os seguintes concorrentes: Afonso Sousa, do Centro Educativo de Refoios; Ana Rita Costa, da EBI de Freixo; Diana Alves, do Centro Educativo de Arcozelo; Clarisse Ribeiro, da EB de Ponte de Lima; Luana Pinheiro, da EB de Ponte de Lima e Maria Cunha, do Centro Educativo das Lagoas.

Relativamente ao 2.º ciclo posicionou-se em 1.º lugar: Ana Silva, da EB 2/3 de Freixo.
O 2.º lugar foi laureado pelo aluno Pedro Santos, pertencente à EB 2/3 de Arcozelo e o 3.º lugar foi granjeado por Cristina Alves, aluna da EB 2/3 António Feijó.

A todos os nossos parabéns!

FESTIVAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA É UM DOS MELHORES DA EUROPA... E DO MUNDO!

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima reconhecido como um dos Festivais “notáveis” da Europa com a atribuição do EFFE Label 2017-2018

O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima (FIJ) foi selecionado para receber o Europe for Festivals, Festivals for Europe - EFFE Label 2017-2018. A candidatura, apresentada pelo Município, foi aprovada pelo Júri Internacional após uma avaliação bem-sucedida realizada por uma equipa de exigentes especialistas.

Festival Internacional de Jardins _ Fot_Rui_Lima02 (Medium).JPG

O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima faz agora parte da comunidade do Festival EFFE, promovido pela Associação Europeia de Festivais, baseada em festivais que representam a qualidade artística e têm um impacto significativo a nível local, nacional e internacional.

A candidatura do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima mereceu os seguintes comentários do Júri Internacional:

“Um evento bastante singular que tem desempenhado um papel significativo na educação ambiental e na consciencialização, sustentabilidade e planeamento paisagístico. Este Festival reuniu positivamente os três critérios considerados para a fase de avaliação das candidaturas ao EFFE Label, embora não corresponda integralmente ao formato tradicional do festival.”

As informações sobre o FIJ estarão agora facilmente acessíveis a públicos de festivais, artistas, organizações artísticas, conjuntos, orquestras, companhias de teatro e dança, autoridades públicas a todos os níveis, patrocinadores e empresas privadas e media através da plataforma EFFE.

BRAGA LANÇA CONCURSO ARTÍSTICO

Lançamento do Concurso Artístico Noite Branca Braga 2017. Amanhã, Quarta-feira, dia 5 de Abril, pelas 15h30, no gnration

O Município de Braga realiza amanhã a cerimónia de lançamento do Concurso Artístico Noite Branca Braga 2017, que terá lugar amanhã, Quarta-feira, dia 5 de Abril, pelas 15h30, no pátio interior do gnration

Concurso Artístico NB.jpg

A sessão contará com as presenças de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga. Sameiro Araújo, presidente da Fundação Bracara Augusta, e André Nunes, da Orquestra de Paus e Cordas, um dos projectos vencedores da edição 2016 desta iniciativa.

O concurso tem por objectivo enriquecer culturalmente a edição 2017 da Noite Branca da Cidade de Braga, que se realiza de 1 a 3 de Setembro, e é lançado pela Fundação Bracara Augusta (FBA), em parceria com a Câmara Municipal de Braga, sendo aberto a toda a comunidade na procura de actividades culturais complementares ao evento. Este concurso pretende atrair participações nas áreas da Media Arts (Arte digital e Multimédia), Teatro, Dança, Música, Artes Visuais, Arquitectura, Design e Arte Urbana.

COMISSÃO DA SEMANA SANTA DE BRAGA LANÇA 9ª EDIÇÃO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA

Foi inaugurada hoje, pelas 16h, a exposição de fotografia dos trabalhos premiados na anterior edição deste Concurso de Fotografia. A entrada é gratuita e está disponível para visita de 3 a 18 de abril, de segunda a sexta-feira, das 9h30-13h00 / 14h00-17h30 e aos sábados das 11h00-17h30. Recorda-se que esta exposição está inserida no programa oficial da Semana Santa de Braga 2017.

image001fotogbrag.jpg

Na mesma ocasião, foi lançada a 9ª edição do Concurso de Fotografia “A Semana Santa de Braga”. Esta é uma iniciativa profundamente enraizada na habitual programação cultural que a Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga leva a efeito e aguardada com enorme expectativa.

PRINCIPAIS NOVIDADES

  • Inscrições limitadas a 250 concorrentes
  • Obrigatoriedade de inscrição prévia. O período de inscrição é entre as 00h01 de 3 de abril e as 23h59 de 19 de abril de 2017

 

DETALHES IMPORTANTES A TER EM CONTA

  • A pré-inscrição e a submissão de trabalhos é feita exclusivamente online, no sítio oficial emwww.semanasantabraga.com, em formulário próprio e único a disponibilizar com a abertura do período de pré-inscrição e do período de submissão de trabalhos (dois formulários diferentes).
  • Só serão aceites a concurso as obras dos participantes previamente e devidamente inscritos.
  • Os concorrentes devem obrigatoriamente apresentar um mínimo de 4 (quatro) e um máximo de 6 (seis) fotos a concurso;
  • As fotografias devem ser entregues em formato JPEG, resolução de 300 dpi, formato 20x30 cm., a preto e branco ou a cores;
  • O nome dos ficheiros de cada foto deve cumprir a seguinte regra: NumeroBI_01.jpg. Exemplo: 123456_01.jpg, 123456_02.jpg, 123456_03.jpg, 123456_04.jpg
  • O cumprimento destas regras deve ser da responsabilidade de cada um. A Organização não se responsabilizará por os trabalhos não cumprirem as regras e, eventualmente, não serem aceites a concurso.
  • Aconselha-se a todos a leitura atenta do Regulamento, já disponível no sítio oficial.

PRÉMIOS

  • 1º Prémio: EOS 80D 18-55 IS STM (no valor de 1.369 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho
  • 2º Prémio: EOS M3 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho
  • 3º Prémio: PowerShot G9 X SL PACK (no valor de 429 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho
  • Menções Honrosas: Assinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *
  • Todos os concorrentes terão direito a vale de desconto de 10% em equipamentos Canon
  • Todos os premiados terão direito a Diploma de Participação

* exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

PRINCIPAIS DATAS

  • Pré-inscrição: entre as 00h01 de 3 de abril e as 23h59 de 19 de abril de 2017
  • Submissão de trabalhos: entre as 00h01 de 21 de abril e as 23h59 de 26 de abril de 2017
  • Conferência de imprensa do anúncio de resultados: 10 de maio, 21h30, loja FNAC de Braga

Mais informações e Regulamento disponível no sítio oficial da Semana Santa de Braga.

VIZELA REALIZA CONCURSO DE VELHAS GIGANTES

Jardim de Infância de S. João venceu Concurso de Velhas Gigantes

O Centro Escolar de S. João (Jardim de Infância de S. João) foi o vencedor do Concurso de Velhas Gigantes, com o prémio de 100€ em material didático.

1.º Prémio - .jpg

O segundo prémio - 60 € em material didático - foi entregue à Escola Básica de Lagoas – Santo Adrião, e o terceiro prémio - 30€ em material didático, foi arrecadado por Carolina e Joana (mãe e filha).

Os prémios foram entregues esta manhã pelo Presidente da Câmara Municipal de Vizela.

De lembrar que a atividade foi promovida pela Câmara Municipal de Vizela e pela Fundação Jorge Antunes.

Durante o mês de março foram promovidas diversas atividades pensadas para perpetuar e fazer crescer a tradição da ‘Serra-a-velha’, com a parceria da Universidade Sénior do Rotary Club de Vizela, dos Escuteiros de São João, da Coração Azul, do escritor Hélder Magalhães e da ACIV.

2.º Prémio.jpg

3.º Prémio .jpg

entrega 1.º prémio.jpg

entrega 2.º prémio.jpg

entrega 3.º prémio.jpg

PONTE DA BARCA ORGANIZA CONCURSO DE LEITURA

Ponte da Barca organiza a 2ª fase do Concurso Nacional de Leitura

Iniciativa vai decorrer no dia 02 de maio, na Biblioteca Municipal e na Epralima e envolve mais de uma centena de alunos

CNL.jpg

Ponte da Barca organiza, pela primeira vez, a 2ª fase do Concurso Nacional de Leitura. A iniciativa, que vai decorrer no dia 02 de maio, na Biblioteca Municipal e na Epralima, é promovida pelo Plano Nacional de Leitura (PNL), em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), o Camões IP – Instituto da Cooperação e da Língua, a Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE) e a RTP 1, e integra a 11ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL), à qual a Câmara Municipade Ponte da Barca, através da Biblioteca Municipal se associam na qualidade de responsáveis pelas provas a aplicar aos Agrupamentos de Escolas dos concelhosque integram a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho. Para a realização do evento, muito tem contribuído a colaboração do Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca, no apoio prestado tanto a nível logístico como técnico.

Ao todo são 112 alunos que vão realizar as provas e ditar quem vai à final nacional, num Concurso que tem como objetivo estimular a prática da leitura como forma de conhecimento e de lazer entre os alunos do 3º Ciclo e do Ensino Secundário, desafiar os adolescentes para a leitura de obras literárias efavorecer o convívio entre leitores.

BRAGA REALIZA CONCURSO JOVENS CRIADORES

Concurso Jovens Criadores com inscrições até 31 de Março

Continuam abertas até 31 de Março, as inscrições para a segunda edição do ‘Concurso Jovens Criadores’. Promovido pelo Município de Braga, o concurso tem como tema o ‘Bom Jesus - Património da Humanidade’, desafiando os jovens Bracarenses a darem largas à sua imaginação na criação de peças de vestuário inspiradas no Sacro Monte Bracarense.

cc2017.jpg

Esta segunda edição conta com o apoio da estilista bracarense Elsa Barreto, que será a mentora dos concorrentes e, juntamente com outros profissionais da área, irá orientar e auxiliar durante todo o processo de elaboração dos trabalhos.

O concurso destina-se a jovens naturais ou residentes no Concelho de Braga, ou estudantes em instituições de ensino do Concelho, com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, com ou sem formação na área da criação de moda.

O regulamento do concurso está disponível no site do Município (https://goo.gl/a9Shml) e as inscrições deverão ser efectuadas através do endereço electrónico juventude@cm-braga.pt até 31 de Março.

Após esta fase, segue-se a selecção dos concorrentes até 14 de Abril, passando, posteriormente, à fase de elaboração dos projectos e preparação do Desfile Final. Esta segunda fase decorre de 1 de Maio e 30 de Junho e os candidatos seleccionados terão direito a um apoio monetário no valor de 100 euros, para ajuda com os custos de produção dos trabalhos.

O desfile final, que encerra este projecto, terá lugar a 7 de Julho, na Colunata de Eventos do Bom Jesus. Neste desfile os concorrentes irão apresentar os seus trabalhos e o júri determinará os jovens vencedores, cabendo ao primeiro lugar o prémio de 1.500 euros, 1.000 euros para o segundo lugar e 750 euros para o terceiro classificado.

PONTE DE LIMA LANÇA CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO

Lançamento oficial do Concurso de Ideias de Negócio, iniciativa promovida pelo Município de Ponte de Lima

O Concurso de Ideias de Negócio é uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Ponte de Lima, em parceria com a Associação Empresarial de Ponte de Lima e o CLDS 3G de Ponte de Lima, no âmbito do projeto Ponte de Lima Empreende.

cartaz_concursodeideias_publicogeral.png

As inscrições e candidaturas ao concurso estão abertas até dia 2 de maio, sendo direcionado para todos os cidadãos do concelho limiano, que tenham interesse em desenvolver a sua ideia e atitude empreendedora, mediante a conceção de um projeto pessoal, que pode consistir numa ideia de empresa/negócio, um produto/ serviço inovador ou projeto social/local.

No dia 24 de março será realizada uma ação de apresentação do Concurso, onde, entre outros aspetos, será disponibilizada a seguinte informação: Regulamento do Concurso, Formulário de Inscrição e Candidatura e Orientações específicas de preenchimento do formulário de candidatura.

Todos/as os/as munícipes que estejam interessados em obter mais informação sobre o Concurso de Ideias de Negócio ou pretendam inscrever-se nesta ação de apresentação, devem dirigir ao Gabinete Terra (Largo Dr. António Magalhães, 740 Ponte de Lima) ou contactar através deste telefone ou endereço de e-mail: Tel. 258 900 401 | terra-formar@cm-pontedelima.pt.

FAMALICÃO INSTITUI GRANDE PRÉMIO DE CONTO CAMILO CASTELO BRANCO

Abertas candidaturas para Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco. Período decorre até 7 de abril. O regulamento está disponível em www.vilanovadefamalicao.org

Estão abertas até 7 de abril, as candidaturas ao Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE) e patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. O Prémio destina-se a galardoar anualmente uma obra em português, de autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro em primeira edição no ano de 2016.

Teresa Veiga recebeu Grande Prémio do Conto em Seide S. Miguel.jpg

De acordo com o regulamento do prémio disponível no site do município em www.vilanovadefamalicao.org  “de cada livro concorrente, devem ser enviados cinco exemplares para a sede da APE”, destinados aos membros do júri e à biblioteca. Não serão admitidos a concurso livros póstumos, nem de índole infanto-juvenil. O valor pecuniário do prémio é de 7.500 euros.

Instituído em 1991, o galardão distinguiu já escritores como Hélia Correia, Mário de Carvalho, Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa, Maria Judite de Carvalho, Miguel Miranda, Luísa Costa Gomes, José Jorge Letria e José Eduardo Agualusa. José Viale Moutinho, António Mega Ferreira, Teolinda Gersão, Urbano Tavares Rodrigues, Manuel Jorge Marmelo, Paulo Kellerman, Gonçalo M. Tavares, Ondjaki, Afonso Cruz, A.M. Pires Cabral e Eduardo Palaio foram também distinguidos com o prémio.

CONCURSO NACIONAL DE TEATRO NA PÓVOA DE LANHOSO TERMINOU EM FESTA

Terminou em festa o XIII Concurso Nacional de Teatro (CONTE) da Póvoa de Lanhoso. A cerimónia de encerramento realizou-se em ambiente emotivo, tendo contado com a presença do patrono do Certame, o consagrado ator Ruy de Carvalho, a quem a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso prestou reconhecimento, na mesma semana em que completou 90 anos e em que foi condecorado pelo Senhor Presidente da República. “É, e será sempre, uma honra recebê-lo na Póvoa de Lanhoso na cerimónia de Encerramento do concurso que pretende mostrar o que de melhor se faz em Portugal ao nível do teatro não profissional”, referiu o Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, André Rodrigues.

Foto de Grupo 2.jpg

O encerramento aconteceu no dia 4 de março. Para o Vereador “o CONTE é muito mais do que um concurso de teatro, é um projeto de promoção, divulgação, defesa e valorização do teatro não profissional, que muito contribui para a formação e desenvolvimento sociocultural das comunidades”. A este respeito, André Rodrigues lembrou ainda a aposta que o Municipio tem vindo a fazer “na formação de crianças e jovens, para que num futuro próximo estejam preparados para expressar, num grande evento como o CONTE, as suas qualidades artísticas”.

De lembrar que a XIII edição do CONTE decorreu no palco do Theatro Club entre os dias 28 de janeiro e 25 de fevereiro. “Nove espetáculos, com companhias de todo o país, que evidenciaram um aperfeiçoamento da qualidade cénica e estética que reforçou a fidelização dos públicos proporcionando-lhes uma grande satisfação na fruição dos espetáculos. Uma forte razão para o Município se orgulhar em receber nesta belíssima sala de teatro os agentes culturais que se dedicam à arte de Talma”, salientou o mesmo responsável.

O certame é promovido pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso em parceria com a Federação Portuguesa de Teatro e com o apoio da Fundação INATEL. A associação do município a estas entidades é sinal, no entender do Vereador André Rodrigues, “de quererem contribuir para apoiar, estimular e valorizar o teatro, a cultura e as artes em geral como fatores de coesão e desenvolvimento sociocultural e de identidade local”.

Numa breve, mas emotiva intervenção, Ruy de Carvalho reafirmou que tem cada vez mais orgulho em ser “amador profissional. Sou profissional de teatro, mas sou amador no coração. Amo aquilo que faço. Sofro por aquilo que faço”, destacou. O ator considerou ainda que, no nosso país, “só os amadores conseguem manter viva esta chama maravilhosa que é o teatro.” Em seu entender, “o teatro faz falta não só àqueles que o praticam, mas àqueles que o veem e que o ouvem”.

Presentes na cerimónia estiveram ainda em representação da Federação Portuguesa de Teatro, Tânia Falcão, e da Fundação INATEL, Carla Raposeira, assim como o Presidente da Assembleia Municipal da Póvoa de Lanhoso, Amândio Oliveira, de entre outras individualidades.

Consagração de “Palco de Babel”

Já no capítulo das distinções, o Prémio Ruy de Carvalho para o Melhor Espetáculo foi entregue à peça "Palco de Babel" apresentada pelo Grupo Dramático e Recreativo da Retorta. Esta produção arrecadou, para além deste, mais sete galardões, tendo sido a grande vencedora do certame. 

O Prémio Maria da Fonte, atribuído pelo público que acompanhou os diversos espetáculos do certame, distinguiu o Associação Recreativa e Cultural de Aveleda e o seu "Leandro, Rei de Helíria".

A Gala de Encerramento do Concurso Nacional de Teatro 2017 foi apresentada por Rafa Leite e viu ainda ser atribuído a Dantas Lima o Prémio Prestigio Personalidade Fundação INATEL, como tributo a uma vida dedicada ao teatro e à cultura.

O Júri desta XIII edição do Concurso Nacional de Teatro foi composto por Maria Torcato Baptista (Município de Póvoa de Lanhoso), Rui Sérgio (Fundação INATEL) e Emílio Gomes (Federação Portuguesa de Teatro).

Premiados do XIII CONTE

Prémio Orlando Worm para Melhor Iluminação
João Pereira
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Prémio para Melhor Ambiente Sonoro:
Flávio Oliveira
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Prémio para Melhor Cenografia:
João Paulo Pereira e Octávio Pereira
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta 

Prémio para Melhor Guarda-Roupa:
Ana Sousa
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Menção Honrosa:
Pedro Miguel Dias e Teresa Vieira
"Esta noite improvisa-se"
Os Plebeus Avintenses

Prémio para Melhor Interpretação Secundária Feminina:
Ana Sousa
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Menção Honrosa:
Marta Madureira
"Esta noite improvisa-se"
Os Plebeus Avintenses

Prémio para Melhor Interpretação Secundária Masculina:
Sousa Mouta
"Esta noite improvisa-se"
Os Plebeus Avintenses

Prémio para Melhor Interpretação Principal Feminina:
Paula Vieira
"Esta noite improvisa-se"
Os Plebeus Avintenses

Menção Honrosa:
Joana Vilar
"Yerma"
Associação Cultural e Artística Lourocoop

Prémio para Melhor Interpretação Principal Masculina:
Eduardo Moura
"Esta noite improvisa-se"
Os Plebeus Avintenses

Prémio para Melhor Encenação:
Pedro Miguel Dias
"Esta noite improvisa-se"
Os Plebeus Avintenses

Menção Honrosa:
Laura Ferreira
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Prémio Ruy de Carvalho para o Melhor Espetáculo:
"Palco de Babel"
Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Vereador no Discurso.jpg

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA DINAMIZA CONCURSO “RETRATOS DE FEIJÓ”

No ano em que se assinala o centenário da morte de António Feijó, o Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal (BMPL), vai dinamizar o concurso “Retratos de Feijó” que visa promover a maior personalidade da cultura literária local.

ConcursoPintura_RetratosFeijo_final-01 (Small).jpg

Com esta ação pretende-se lançar o desafio às escolas locais e a artistas nacionais para fazerem a representação criativa de António Feijó, sob a forma de pintura, desenho, escultura, etc., cujo resultado dará origem a uma exposição na Feira do Livro de Ponte de Lima e, concluído o certame, na BMPL, ou em qualquer outro espaço a determinar para o efeito.

O concurso decorrerá de 01 de março a 31 de maio de 2017 e destina-se à população escolar e ao público em geral.

São admitidos a concurso trabalhos de autoria individual ou coletiva e entregues na Biblioteca Municipal (Largo da Picota – 4990-090 Ponte de Lima), pelos próprios autores ou seus representantes, com o limite de um desenho por autor(es), ou enviados via CTT, devidamente acondicionado.

A entrega dos prémios do concurso decorrerá em data a definir após a receção de todos trabalhos.

MÉDICA FAFENSE VENCE PRÉMIO MAXIMINO DE MATOS

Jovem médica Marta Filipa Mendes venceu Prémio Maximino de Matos 2016

A jovem médica Marta Filipa Lemos Mendes, natural e residente na freguesia de Regadas, do concelho de Fafe, venceu a edição de 2016 do Prémio Dr. Maximino de Matos, instituído pelo Município de Fafe.

IMG_4495.JPG

Concorreram quatro jovens médicos fafenses, tendo vencido o que apresentou média final superior. Marta Filipa Mendes concluiu o Mestrado Integrado em Medicina na Universidade Nova de Lisboa, com média superior a 16 valores.

Com o patrocínio da autarquia e em cumprimento do legado deixado por D. Laura Summavielle Soares de Matos, o Prémio Dr. Maximino de Matos tem como objetivo galardoar anualmente o aluno do concelho que melhor classificação obtenha no mestrado integrado de medicina.

Podem concorrer ao Prémio, no valor de 750 Euros e instituído todos os anos, os recém-mestrados de qualquer dos ramos das diversas faculdades e institutos do país que ministram Cursos Superiores de Medicina, desde que comprovem o seu nascimento ou residência há mais de um ano no concelho de Fafe.

O Prémio é entregue à vencedora no próximo dia 25 de Abril, no âmbito das comemorações do "Dia da Liberdade".

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE FAMALICÃO ANUNCIA VENCEDORES DE CONCURSO

Trinta ideias para revitalizar e repensar património industrial de Riba de Ave

Cerca de trinta concorrentes participaram no concurso de ideias Desafios Urbanos’16, lançado em outubro de 2016, pelo portal Espaço de Arquitetura, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, com o objetivo de recolher ideias e contributos para a revitalização da histórica Fábrica Sampaio Ferreira, implantada em Riba de Ave.

Na próxima segunda-feira, dia 20, pelas 17h00, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, vai divulgar os vencedores do concurso e abrir a exposição com todos os trabalhos participantes.

A mostra vai ficar patente na Fábrica Sampaio Ferreira, no Edifício do Canudo até 10 de março.

Ainda antes, pelas 15h00, decorre uma conferência, dedicada ao território do Vale do Ave com a partilha de boas práticas relacionadas com a valorização e gestão do património industrial, com as presenças do professor Álvaro Domingues e a arquiteta Graça Correia. Álvaro Domingues é doutorado em Geografia Humana pela Faculdade de Letras, Universidade do Porto, docente do mestrado integrado e do curso de doutoramento e investigador do Centro de Estudos de Arquitetura e Urbanismo da FAUP. Por sua vez Graça Correia é doutorada em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Catalunha, professora auxiliar convidada na FAUP e integra a Direção do novo Curso de Arquitetura da Universidade Lusófona do Porto.

O objetivo do concurso era repensar de que forma se pode revitalizar um imóvel, de carater industrial, que pela sua história, localização e dimensão merece ser alvo de reflexão. Refira-se que a fábrica Sampaio Ferreira em Riba de Ave foi uma das primeiras unidades fabris do Vale do Ave construída pelo empresário Narciso Ferreira e implantada numa área de cerca de 35 mil metros quadrados.

BRAGA ORGANIZA CONCURSO DE JOVENS CRIADORES DE MODA

Apresentação do II Concurso Jovens Criadores. Amanhã, Sexta-feira, dia 10 de Fevereiro, pelas 14h30, no Hotel do Parque, Bom Jesus

O Município de Braga apresenta amanhã, Sexta-feira, dia 10 de Fevereiro, pelas 14h30, o II Concurso Jovens Criadores, no Hotel do Parque, no Bom Jesus, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Sameiro Araújo, vereadora da Juventude da Câmara Municipal de Braga, e da estilista bracarense Elsa Barreto.

Subordinado ao tema ‘Bom Jesus – Património da Humanidade’ o concurso tem como objectivo incentivar e promover o espirito criativo e inovador dos jovens criadores bracarenses na área da moda, nomeadamente vestuário. A esta edição podem concorrer jovens naturais ou residentes no Concelho de Braga, ou estudantes em instituições de ensino do Concelho, com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, com ou sem formação na área da criação de moda.

BRAGA REALIZA EXPOSIÇÃO DO XIII CONCURSO MUNICIPAL DE FOTOGRAFIA

Amanhã, Quarta-feira, dia 8 de Fevereiro, pelas 17h00, na Fonte do Ídolo, em Braga

O Município de Braga convida o vosso órgão de Comunicação Social a marcar presença na inauguração da exposição dos trabalhos do XIII Concurso Municipal de Fotografia, que terá lugar Amanhã, dia 8 de Fevereiro, pelas 17h00, na Fonte do Ídolo, em Braga.

A cerimónia irá contar com as presenças da vereadora Lídia Dias e do vereador Miguel Bandeira.

De referir que Rune Storetvedt foi o grande vencedor deste XIII Concurso Municipal de Fotografia, que teve como tema ‘O Património Azulejar do Centro Histórico de Braga’. O júri atribuiu menções honrosas a Gabriela Filipa Lopes Ribeiro e a Eduarda Ribeiro Vilares, renovando ainda o voto de reconhecimento e louvor à participação no concurso dos utentes do Centro D. João Novais e Sousa.

A exposição estará patente ao público até 26 de Fevereiro.

PONTE DE LIMA REALIZA CONCURSO LITERÁRIO

Biblioteca Municipal de Ponte de Lima promove Concurso “Carta à Rainha D. Teresa” dedicado a António Feijó

No ano em que se assinala o primeiro centenário da morte do poeta-diplomata António Feijó (1917-2017), o Município de Ponte de Lima consagra a edição do Concurso “Carta à Rainha D. Teresa” a uma das figuras cimeiras da cultura local. Sob o lema “Dar a conhecer Feijó”, a competição inserida no âmbito do programa comemorativo do 4 de março – Dia de Ponte de Lima - pretende estimular o gosto pela escrita criativa, despertar o interesse pelo legado literário ponte-limense e promover a valorização do importante património imaterial da região.

concurso_carta_cartaz.jpg

Os participantes no concurso - dirigido a alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos - deverão redigir uma carta à Rainha D. Teresa - responsável pela outorga do foral à vila em 1125 – com o propósito de realçar o fundamental legado do autor de “Sol de Inverno”, através da evocação em linguagem acessível da sua vida e obra. Os concorrentes poderão privilegiar um dos livros de António Feijó ou simplesmente recontar de forma original a vida do célebre poeta.

A divulgação dos vencedores do Concurso “Carta à Rainha D. Teresa”, que decorre de 1 a 27 de fevereiro de 2017, está prevista para o dia 6 de março, realizando-se a cerimónia de entrega dos galardões nas bibliotecas escolares de cada aluno premiado.

De ressalvar que todas as cartas recebidas no âmbito da competição serão expostas na Sala Infanto-Juvenil da BMPL, merecendo as vencedoras publicação online nos diferentes meios de comunicação do Município de Ponte de Lima.

O regulamento do concurso encontra-se disponível para consulta na página oficial da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL).

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE GUIMARÃES QUER VIMARANENSES ENVOLVIDOS EM “CONCURSO DE IDEIAS”

PROPOSTA DE ÂMBITO CONCELHIO COMEÇA EM FEVEREIRO

Iniciativa com início no dia 06 de fevereiro vai terminar com um seminário, onde serão debatidas as três melhores propostas. Ideias serão premiadas em julho numa sessão pública.

Guimaraes_Concurso_Ideias.jpg

Um concurso de ideias e propostas para Guimarães, alargado a todo o território municipal e a toda a população, sobre o modo como se deve alicerçar e potenciar o crescimento e desenvolvimento do concelho, sempre na correspondência da procura da melhor urbanidade, é um dos objetivos da iniciativa apresentada publicamente pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, esta segunda-feira, 23 de janeiro.

Com esta medida, Domingos Bragança pretende homenagear o espírito crítico e interventivo da comunidade vimaranense, convocando-a para participar e influenciar o pensamento e desenvolvimento sobre e da cidade, reunindo propostas capazes de contribuir para o crescimento e aprofundamento de uma estratégia urbana «mais assertiva, dinâmica e atenta», bem como fomentar a participação pública, envolvendo um conjunto de pessoas que agem sobre o território, chegando a todo o concelho.

«Desejo muito que os vimaranenses participem neste concurso! A cidadania ativa é fundamental e a participação pública é, cada vez mais, um pilar indispensável de um desenvolvimento urbano dinâmico e assertivo, na resposta às necessidades e vontades da nossa comunidade». Estão todos convocados para construir o futuro de Guimarães», afirmou o Presidente da Autarquia, que anunciou, em paralelo, a encomenda de um estudo ao arquiteto Fernando Seara de Sá, tendo em vista a discussão pública da pedonalização e do aparcamento no centro da cidade.

Calendário da iniciativa

A publicação do regulamento na página de internet da Câmara e o início do concurso será no dia 06 de fevereiro e a entrega das propostas decorre até 12 de maio, enquanto no dia 15 será feita a publicitação das ideias e das propostas entregues. Até 30 de junho, decorrerá a avaliação e seleção das propostas e no dia 07 de julho são publicados os resultados. Para julho, está marcado também um seminário e a respetiva entrega dos prémios.

«A comunidade vimaranense possui um sentido de pertença e identidade com o território que habita, expressando e reclamando ciclicamente espaço e oportunidade para participar e influenciar o desenvolvimento de Guimarães, que fervilha de projetos, ideias, perspetivas de investimento que importa conhecer e conjugar, aproveitar e rentabilizar para depois optar, sintetizar e concretizar», disse Filipe Fontes, Diretor do Departamento de Urbanismo e de Promoção do Desenvolvimento.

Em formato digital ou papel, toda a população, entidades e empresas naturais e sedeadas em Guimarães podem participar. O concurso terá três momentos: reflexão, ideia e a intervenção de modo a permitir diferentes abordagens e aprofundamentos. O júri é constituído por três elementos: gestor político, representante técnico municipal e Universidade do Minho. Haverá prémios pecuniários para a melhor ideia proposta nas três formas de participação. O endereço de email para obter esclarecimentos adicionais é o seguinte: <concursodeideias@cm-guimaraes.pt>

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES APRESENTA "CONCURSO DE IDEIAS"

ESTA SEGUNDA-FEIRA, 23 DE JANEIRO (14H30)

Termos da iniciativa serão conhecidos esta segunda-feira. Encontro com os jornalistas marcado para o início da tarde.

Guimaraes_Concurso_Ideias.jpeg

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Guimarães recebe esta segunda-feira, 23 de janeiro, às 14:30 horas, a sessão pública de apresentação do “Concurso de Ideias”, uma nova proposta do Município que será dada a conhecer em conferência de imprensa.

Esta iniciativa, com diferentes formas e níveis de desenvolvimento, será aberta a toda a população municipal de modo a que todos, individual ou em grupo, possam participar e construir um território cada vez mais desenvolvido.

No concelho ganha destaque a projeção adquirida pela cidade que, fruto da sua riqueza patrimonial, atividade cultural e projeção turística, reúne hoje um conjunto de características e qualidades singulares no contexto nacional e internacional onde se insere.

A apresentação pública do programa “Concurso de Ideias” contará com a presença de Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães.

JOSÉ CARLOS PEIXOTO É O VENCEDOR DO PRÉMIO MANUEL MONTEIRO

“Memórias do Couto de Tibães” é a obra distinguida

O Município de Braga anuncia hoje, 18 de Janeiro, dia do aniversário do falecimento de Manuel Monteiro, o vencedor do Prémio de História Local, que pretende honrar a memória deste ilustre escritor, arqueólogo, etnólogo, magistrado, diplomata e crítico de arte bracarense.

José Carlos Peixoto.jpg

O bracarense José Carlos Gonçalves Peixoto, com a obra “Memórias do Couto de Tibães”, é o galardoado com a primeira edição deste prémio que nasceu com o propósito de “fomentar o interesse dos investigadores pela história de Braga”.

O júri, constituído por Maria do Carmo Franco Ribeiro, Miguel Sopas Bandeira e Armando Malheiro da Silva, deliberou ainda nomear três menções honrosas para os trabalhos “A vivência da Morte e a Salvação da Alma na Braga Setecentista” de Norberto Ferraz, “Entre a Clausura e o século: O recolhimento de Santo António do Campo da Vinha sob a administração da Misericórdia de Braga (séculos XVII-XVIII)” de Manuela Machado e à obra “Os focos que nos desunem” da autoria conjunta de Joaquim Martins e José Soares.

Recorde-se que o valor deste prémio é de 2.500 euros, ao qual acresce a publicação da obra vencedora. Por sua vez, os trabalhos distinguidos com menção honrosa terão reservada a possibilidade de publicação na Revista Bracara Augusta.

A I edição deste prémio bienal, que contou com treze trabalhos a concurso, destinou-se a cidadãos de nacionalidade portuguesa, maiores de idade, residentes ou não na área do Município de Braga. As temáticas a apresentar deveriam ser de teor historiográfico relativos a Braga – a nível administrativo, antropológico, patrimonial, político, económico, cultural, artístico, religioso ou outros.

A cerimónia de entrega do Prémio Manuel Monteiro decorrerá numa sessão pública agendada para 28 de Março, Dia dos Centros Históricos.

Memórias do Couto de Tibães.jpg

PONTE DE LIMA INSTITUI GRANDE PRÉMIO DE POESIA ANTÓNIO FEIJÓ

Grande Prémio de Poesia António Feijó | Regulamento do prémio para 2017

O Grande Prémio de Poesia António Feijó é instituído pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Ponte de Lima e da Caixa de Crédito Agrícola e destina-se a galardoar a cada ano um livro em português e de autor português, publicado integralmente e em 1.ª edição no ano de 2016.

_imagem_Grande Prémio António Feijó.png

 

O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 10.000,00 (dez mil euros), não se admitindo obras póstumas.

De cada livro concorrente deverão ser enviados cinco exemplares para a sede da Associação Portuguesa de Autores (Rua de São Domingos à Lapa, 17 – 1200 – 832 Lisboa) até 24 de fevereiro de 2017.

Aproveite esta oportunidade e participe.

FAMALICÃO REALIZA CONCURSO DE ARTE VICENTINA

Inscrições para concurso de Arte Vicentina decorrem até sábado

Decorrem até ao próximo sábado, 14 de janeiro, as inscrições para participar no concurso de Arte Vicentina, promovido pelo Município de Vila Nova de Famalicão, através do Gabinete do Associativismo, em parceria com a União das Freguesias de Arnoso Santa Maria, Arnoso Santa Eulália e Sezures.

Arte Vicentina.jpg

O concurso que põe à prova a criatividade da população, desafiando-a a apresentar réplicas do grande arco das festas de S. Vicente, resulta numa exposição que terá lugar durante o dia 22 de janeiro, no Monte de S. Vicente.

Os arcos a concurso devem ter uma altura máxima de 1,5 metro, e podem ser criados com qualquer material, sendo contudo condição de participação que as obras incorporem materiais/resíduos provenientes da terra ou que esta esteja simbolicamente representada.

Dado que as obras selecionadas serão expostas ao ar livre, em local público junto à Capela de S. Vicente, os artistas deverão ter em consideração a sua facilidade de instalação e remoção. A divulgação dos premiados e respetiva entrega de prémios será feita no dia 22, na “Mostra Associativa”. Todos os artistas serão contemplados com certificado de participação e aos primeiros classificados serão entregues diplomas e troféus.

Refira-se que as inscrições realizam-se na Junta de Freguesia de Sezures através do preenchimento de ficha própria, sendo a data limite para receção das mesmas o dia 14 de janeiro de 2017.

CONCURSOS DE NATAL EM BRAGA PREMEIAM CRIATIVIDADE DA COMUNIDADE ESCOLAR

Entrega de prémios decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho

Em pleno Dia de Reis, o Município de Braga procedeu à entrega de prémios dos vários concursos de Natal destinados à comunidade educativa e às famílias, tendo por base a época natalícia.

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004606.jpg

Nesta cerimónia, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, foram premiados os participantes dos concursos ‘Liga-te’, ‘[re]Nascer’ e Eco-Natal, tendo-se procedido igualmente à atribuição dos diplomas de participação nos presépios solidários ‘Sagrada Família’.

O concurso “Liga-te” contou com a participação de 1.640 alunos de 23 escolas do Concelho que, através de um processo de criação artística, elaboraram 23 velas, sendo este um dos símbolos de Natal que representa a luz e a esperança num mundo melhor. A iniciativa teve como objectivo a dinamização do espaço público, bem como a envolvência dos mais jovens no espírito desta quadra com a realização de um projecto de criação artística.

Neste concurso, o primeiro prémio coube à Escola Básica (EB1) e Jardim de Infância (JI) da Garapôa, ficando a EB1 das Enguardas e a EB1 e JI do Coucinheiro na segunda e terceira posição, respectivamente. O júri atribui, ainda, uma Menção Honrosa ao Centro Escolar do Fujacal.

Para o ‘[re]Nascer’, foram realizados 19 presépios através de uma intervenção livre e criativa pela comunidade escolar e movimento associativo do Município de Braga. Nesta 25ª edição, o primeiro prémio foi atribuído à EB 2,3 de Palmeira. O segundo lugar, em igualdade pontual, foi atribuído à Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de Palmeira e à Associação Nacional para o Estudo e Intervenção na Sobredotação (ANEIS Braga). A terceira posição também foi ocupada por duas instituições, designadamente, a EB 2,3 André Soares e o Centro Social e Paroquial de S. Victor.

Já a acção solidária, ‘Sagrada Família’, resultou numa exposição de presépios realizados por 32 famílias do concelho. Estes presépios expostos no Hospital de Braga encontravam-se à venda com o intuito de apoiar o Serviço de Voluntariado do Hospital de Braga, tendo sido angariados 460€.

Lídia Dias, vereadora da Cultura e Educação do Município de Braga, realçou a qualidade dos projectos apresentados e o envolvimento de toda a comunidade. “Estas iniciativas tiveram uma adesão muito interessante e foram apresentados trabalhos artísticos de grande beleza. Tivemos uma comunidade muito participativa e esse facto deixa-nos extremamente satisfeitos”, referiu a Vereadora, dando os parabéns a todos os participantes “pela criatividade apresentada nos trabalhos desenvolvidos”.

Este foi também o momento para a entrega dos prémios referentes à XIII edição do Concurso Eco-Natal, uma iniciativa desenvolvida com o intuito de estimular a criatividade e a consciência ambiental das crianças e jovens do Concelho em idade escolar.

O concurso teve como público-alvo as escolas do 1.º, 2.º e 3.º ciclos e instituições com Actividades de Tempos Livres (ATL). Foram submetidos a concurso 25 trabalhos de 21 instituições.

Os prémios dividiram-se por três categorias. Na categoria EB1, a escola de Real ficou em primeiro lugar com um centro de mesa natalício, seguindo-se o Jardim-Escola João de Deus que elaborou uma árvore de Natal e, em terceiro lugar, com um Pai Natal com trenó e rena, novamente a EB1 de Real.

Já na categoria EB 2,3, a escola de Cabreiros ficou em primeiro lugar com a apresentação de uma árvore de Natal. Em segundo lugar ficou a EB 2,3 de Celeirós, com um sapatinho e em terceiro lugar o Externato Infante D. Henrique, com uma árvore de Natal.

Por fim, na categoria ATL, o Centro Social e Paroquial de Sobreposta alcançou o primeiro lugar com uma árvore de Natal com caixas de madeira. Já o segundo prémio foi atribuído ao Patronato de Nossa Senhora da Luz, que desenvolveu uma árvore de Natal e o terceiro prémio foi atribuído à Casa do Povo de Este S. Pedro, também com uma árvore de Natal.

Altino Bessa, vereador do Ambiente, sublinhou que está a ser feito, junto dos jovens, um esforço de sensibilização para as questões ambientais, sendo este o intuito principal do Concurso Eco-Natal. “Comparativamente com o ano anterior, não só tivemos um aumento de trabalhos e de participantes, mas, também, um aumento em termos de qualidade dos trabalhos apresentados”. Segundo o Vereador, este concurso “incute preocupações ambientais nos alunos, nomeadamente em termos de reciclagem e reaproveitamento de diversos materiais que podem ser utilizados para ornamentação nesta quadra natalícia”, concluiu.

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004591.jpg

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004596.jpg

CMB06012017SERGIOFREITAS0000004598.jpg

CAMINHA E PONTAULT-COMBAULT PROMOVEM CONCURSO DE FOTOGRAFIA

Concurso dirige-se a amadores de fotografia dos municípios de Caminha e Pontault-Combault e termina a 15 de março

Os Municípios de Caminha e Pontault-Combault, cidade francesa geminada com a vila de Caminha, e a Associação Portuguesa Cultural e Social (A.P.C.S.) estão a promover o concurso de fotografia “Olhar sobre a minha cidade, natureza humana e urbana”. O objetivo é destacar momentos, ruas, aspetos da natureza, de ambos os locais. O concurso termina a 15 de março e podem concorrer amadores de fotografia de ambos os municípios. O concurso tem duas etapas: serão selecionadas 30 fotografias, que estarão em exposição nas duas localidades e selecionadas as quatro melhores fotografias entre as 30, a quem serão atribuídos três prémios: júri, público e especial jovem.

concurso de fotografia Caminha.jpg

Caminha é geminada com a cidade francesa de Pontault-Combault desde 1978. O Protocolo de Amizade foi assinado em França, sob a égide da "Federação Mundial das Cidades Geminadas - Cidades Unidas" que promove os laços de amizade entre os dois países, em especial entre as populações das duas vilas. A geminação tem como objetivo o desenvolvimento das relações de âmbito cultural, turístico, social e económico.

O concurso de fotografia “Olhar sobre a minha cidade, natureza humana e urbana” divide-se em duas etapas. Numa primeira etapa, o júri composto por elementos das duas localidades selecionará 30 fotografias. Numa segunda etapa serão escolhidas apenas quatro entre as 30 fotografias. Todas as fotografias selecionadas farão parte de uma exposição que estará patente nas duas localidades em datas ainda a designar.

Este concurso dirige-se a todos os amadores de fotografia dos municípios de Caminha e de Pontault-Combault.  Cada participante poderá enviar até três fotografias, a cor ou a preto e branco, com ou sem efeito, em formato JPEG, com indicação do apelido e nome do autor, numerados de 1 a 3 e com título da fotografia e o concorrente deverá preencher e assinar o formulário de inscrição. As candidaturas poderão ser remetidas por correio eletrónico paraconcoursphotopontault@gmail.comou através da página na rede social Facebookhttps://www.facebook.com/Concours-PhotosPontaultCaminha, por mensagem privada. O prazo termina a 15 de março.

Serão atribuídos os prémios do júri, do público e especial jovem. O prémio do júri será o respetivo júri do concurso a escolher; o prémio do público será o público que visitar as exposições a selecionar mediante um boletim do voto e o prémio especial jovem será atribuído a um cidadão com idade inferior a 18 anos.

Os resultados serão publicados na página da internet ConcoursPhotographies, no portal da cidade de Pontault-Combault em http://www.pontault-combault.fr.

Consultar regulamento especifico em www.cm-caminha.pt

CONCURSO DE FOTOGRAFIA DE BRAGA JÁ TEM VENCEDORES

Conhecidos os vencedores do XIII Concurso Municipal de Fotografia. Trabalhos estarão em exposição na Fonte do Ídolo

Rune Storetvedt foi o grande vencedor do XIII Concurso Municipal de Fotografia, que teve como tema ‘O Património Azulejar do Centro Histórico de Braga’. Desenvolvido pelo Município de Braga, esta iniciativa visou aproximar os cidadãos do património da Cidade.

1º Prémio - Rune Storetvedt F1000017.jpg

Após analisar o trabalho dos cinquenta concorrentes, o júri decidiu, também, atribuir menções honrosas a Gabriela Filipa Lopes Ribeiro e a Eduarda Ribeiro Vilares, reconhecendo que os seus trabalhos corporizavam significativo mérito e qualidade.

Nesta edição o júri seleccionou uma foto de cada um dos trabalhos a concurso, para posteriormente integrar uma exposição pública que terá lugar na Fonte do Ídolo, em data a anunciar.

O júri entendeu também renovar o voto de reconhecimento e louvor à participação no concurso dos utentes do Centro D. João Novais e Sousa, instituição que acolhe e apoia pessoas com deficiência mental e cuja participação vem conferindo uma verdadeira dimensão social, genuinamente inclusiva, na medida em que proporciona uma experiência sociocultural em paralelo e harmonia com os demais cidadãos.

O concurso teve por base a utilização de máquinas descartáveis com flash, uma por concorrente, disponibilizadas de forma gratuita aos participantes. O período para captação de imagens iniciou-se no dia 26 de Novembro, decorrendo até ao dia seguinte.

Este concurso visou despertar o interesse e a sensibilidade dos cidadãos relativamente ao património azulejar que reveste e decora diversos edifícios do Centro Histórico da Cidade.

Menção Honrosa - Eduarda Ribeiro Vilares F1000015.jpg

Menção Honrosa - Gabriela Filipa Lopes Ribeiro F1000018.jpg

"JARDIM DAS DESCOBERTAS" É O TEMA DA EDIÇÃO DO PRÓXIMO ANO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA

“Jardim das Descobertas”. 13 º Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima decorre de Maio a Outubro 2017. “Jardim das Descobertas” é o tema da edição 2017 do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima.

Evento distinguido com o título Garden Tourism awards – prémio internacional atribuído a organizações mundiais, que se destacam no desenvolvimento e promoção dos jardins enquanto atração turística, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, mantém a originalidade e a criatividade, como referência ao nível da inovação e na preservação da natureza.

FestivalInternacionalJardins_SusanaMatos.jpg

A 13ª edição reúne candidaturas de oito nacionalidades diferentes, apresentando-se Portugal e Espanha com duas propostas cada e os restantes com uma candidatura, nomeadamente a Argentina; Brasil; Áustria; Itália; Holanda e Japão.

Eis as propostas para a edição 2017:

- A Globalização das Plantas - Casa Comum - Instituto S.João de Deus – Casa de Saúde S. José e Aroma do Vale – Portugal 

- A Viagem das Descobertas – Carina Esteves e Maria José Cachaço – Portugal

- Um Jardim para Descobrir – Pablo Torralba e Maria Rosa Pina Burón – Espanha

- Novaterra – Jose Souto – Espanha

- El Secreto – Melisa Duque Fernández e Agustina Bazán – Espanha / Argentina

- Inventionem Arcus –The Discovery of the Rainbow – Lea Rutz e Xenia Hofmann – Alemanha

- A Descoberta dos Sentidos – DRIADES Paisagismo - Daniele Costa e Regiane Freitas  - Brasil

- Jardim dos Sete Continentes  - Mara David Lalic, Michal Gajkowski, Petra Muller, Roland Wuck – Boku University – Austria

- Descobre a Desoberta – LoStudioQ – Ilaria Tabarani, Lollo Decembrini e Carlo Giannone – Itália

- Intersezione Ponte de Lima – Aris de Bakker e Karola Pezarro – Holanda

- El Jardin del Circulo – Masayuki Tanaka – Japão

O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima 2017, abre no dia 26 de maio e prolonga-se até a outubro, revelando uma crescente notoriedade a nível internacional.

“ O Clima nos Jardins” é o tema escolhido pelo júri para a edição 2018.

Fot_Miguel_Costa.jpg

BARCELOS DOCE FECHA EM GRANDE OS “7 PRAZERES DA GASTRONOMIA” 2016

O Concurso Barcelos Doce realizou-se este fim de semana, 3 e 4 de dezembro, e colocou o concelho, mais uma vez, na rota da gastronomia regional. Estiveram a concurso 11 padarias e pastelarias produtoras de Bolo-Rei, Pão de Ló e Tronco de Natal do território barcelense, num concurso que tem como objetivo dar conhecer o que de melhor se faz, nesta quadra natalícia, no concelho, e que já se realiza há sete anos.

doçaribarcel.jpg

No sábado de manhã, o júri do concurso, composto pelo Chefe Cândido Mendes, o Chefe Feliciano Silva e pela empresária de restauração Natividade Lourenço, distinguiu a qualidade das composições a concurso, em especial no que concerne ao respeito pelo receituário tradicional do Pão de Ló e Bolo-Rei.

Quanto ao Tronco de Natal, registaram-se incursões mais criativas e diversas que atestam a criatividade dos pasteleiros locais.
O Barcelos Doce marca o culminar de um conjunto de eventos devotados aos 7 prazeres da gastronomia promovido pelo Município de Barcelos, que se inicia em fevereiro com a Lampreia, passa pela Semana Gastronómica do Galo e das Papas, pelos petiscos tradicionais, pelo Bacalhau, pelo Ciclo do Galo até à doçaria tradicional.

O programa de gastronomia, que se desenrola ao longo de todo o ano, posiciona o concelho como um dos principais dinamizadores dos produtos locais, nomeadamente do Vinho Verde, no Norte do país. Particularmente importante em 2016, ano que a região do Minho foi agraciada com a distinção da Região Europeia da Gastronomia.

O júri deliberou atribuir a seguinte lista de classificação por categorias:

Categoria Bolo-Rei:

1º Lugar – Padaria Pacheco

2º Lugar – Rosa Cintilante

3º Lugar – Chá e Nata

Categoria Pão de Ló:

1º Lugar – Pastelaria Lina

2º Lugar – Mercado do Pão

3º Lugar – Pacheco

Categoria Tronco de Natal:

1º Lugar – Rosa Cintilante

2º Lugar – Regresso

3º Lugar – Flor de Durrães

VILA VERDE ABRE INSCRIÇÕES PARA O CONCURSO INTERNACIONAL DE CRIADORES DE MODA

Começou a contagem decrescente para o mês mais romântico do ano, ‘Fevereiro – Mês do Romance’. Inscrições estão abertas para o XIV Concurso Internacional de Criadores de Moda de Vila Verde

Estão oficialmente abertas as inscrições para o XIV Concurso Internacional de Criadores de Moda, uma iniciativa do Município de Vila Verde, promovida pela Cooperativa Aliança Artesanal. A organização deixa o desafio a jovens designers e criativos, alunos de escolas de moda nacionais e internacionais, e concorrentes a título individual, para criarem propostas de moda inspiradas no mote ‘Lenços de Namorados Escritas de Amor’.

B (82).JPG

Os coordenados admitidos a concursos integrarão posterior mente o elegante desfile de moda da sumptuosa Gala Namorar Portugal. A 14 de fevereiro, em Dia de S. Valentim, figuras de renome nacional do mundo da moda, da música e da televisão chegam ao concelho para dar um brilho ainda mais especial a um evento que junta centenas de casais enamorados no Jantar de Namorados mais romântico do país. Um serão de glamour e sofisticação, com música ao vivo e desfile de moda protagonizados por várias celebridades nacionais… um autêntico conto de fadas!

Mais de três mil euros em prémios

Além do prestígio de verem os seus coordenados como estrelas maiores de uma iniciativa de renome no panorama nacional, os participantes têm como motivação adicional os nove prémios bastante atrativos (1º, 2º, 3º Lugares, Jovem Revelação, Público, Impacto Visual, Best Fite, BMCar e Delta Café) , que perfazem um total de mais de três mil euros para os vencedores. O regulamento e as fichas de inscrição estão disponíveis através do endereço eletrónico www.namorarportugal.pt, no menu ‘Concursos’, onde deverão também ser submetidas as fichas de inscrição devidamente preenchidas e os projetos a concurso. As inscrições terminam a 06 de janeiro de 2017.

‘Vila Verde, onde o amor acontece!’

O XIV Concurso Internacional de Criadores de Moda integra uma vasta e diversificada programação turístico-cultural, ‘Fevereiro – Mês do Romance’. Durante todo o mês de fevereiro, sucedem-se iniciativas um pouco por todo o país, com maior incidência no concelho de Vila Verde, de promoção desse sentimento mágico que “se rege por razões que aa própria razão desconhece” e de afirmação perentória do lema ‘Vila Verde, onde o Amor acontece!’.

cartaz_concurso_pt_(3).jpg

DSC_0752 (1).JPG

DSC_0798.JPG

BRAGA REALIZA CONCURSO DE BANDAS FILARMÓNICAS

III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga

O III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga decorre este fim-de-semana, dias 26 e 27 de Novembro, no Grande Auditório do Parque de Exposições de Braga.

O Concurso inicia-se amanhã, 26 de Novembro, pelas 14h00, com a entrada das Bandas no Centro Histórico da Cidade, seguindo-se as actuações no Auditório do PEB. A sessão solene de encerramento e entrega de prémios está agendada para Domingo, 27 de Novembro, às 18h30.

Este III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga, que irá contar com a participação de 15 bandas filarmónicas provenientes de diversas regiões do país e de também de Espanha, é uma organização do Município de Braga, em colaboração com a InvestBraga, Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e Associação de Festas de S. João.

PROGRAMA

SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO

Praça da República

14h00 – Entrada das Bandas Filarmónicas no Centro Histórico

Grande Auditório do PEB

14h30 – Banda de Música de Belinho (Esposende)

15h30 – Sociedade Filarmónica de Vilarchão (Vieira do Minho)

16h30 – Banda Musical de Fajões (Oliveira de Azemeis)

17h30 – Banda Marcial do Vale (Santa Maria da Feira)

18h30 – Unión Musical de Valladares (Vigo – Espanha)

21h00 – Associação Cultural e Musical de Avintes (V. N. Gaia)

22h00 – Banda Musical de Lagares (Penafiel)

23h00 – Banda Musical de Arouca

DOMINGO, 27 DE NOVEMBRO

Grande Auditório do PEB

10h00 – Banda União Musical Paramense (Espinho)

11h00 – Banda Filarmónica de Angeja (Albergaria-a-Velha)

12h00 – Banda Musical de Cabreiros (Braga)

Praça da República

14h00 – Entrada das Bandas Filarmónicas no Centro Histórico

Grande Auditório do PEB

14h30 – Banda Musical Leverense (V. N. Gaia)

15h30 – Banda de Música dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso

16h30 – Banda de Música de S. João da Madeira

17h30 – Banda dos Arcos de Valdevez

18h30 – Sessão Solene de Encerramento e entrega dos prémios

PONTE DE LIMA ENTREGA PRÉMIO DE INCENTIVO AO ESTUDO DA HISTÓRIA MEDIEVAL PORTUGUESA

Ponte de Lima - Cerimónia de Entrega do Prémio A. de Almeida Fernandes. 26 de novembro, 17 horas – Salão Nobre

O Município de Ponte de Lima realiza no próximo dia 26 de novembro a cerimónia de entrega do Prémio A. Almeida Fernandes – 2016, atribuído à obra “Da representação documental à materialidade do espaço: Território da diocese de Braga (sécs. IX-XI)", da autoria de André evangelista Marques (Edições Afrontamento).

a3693cc6aaf7c4788cd3a45d9f0427cc.jpg

O Prémio A. Almeida Fernandes resulta de uma parceria estabelecida entre o Município de Ponte de Lima e o Município de Viseu, e destina-se a reconhecer e incentivar estudos de investigação em História Medieval Portuguesa e homenagear Armando de Almeida Fernandes, investigador e autor de uma notável obra histórica, desejando que sirva de estímulo e exemplo aos vindouros, bem como incentive o estudo das áreas a que dedicou a sua vida.

Deliberou o júri do Prémio A. de Almeida Fernandes 2016, destinado a trabalhos editados e/ou obras publicadas nos dois anos anteriores, versando História Medieval Portuguesa - Prof. Doutor José Augusto Sotto Mayor Pizarro (Universidade do Porto),  Prof. Doutora Hermínia Vasconcelos Vilar (Universidade de Évora), Prof. Doutora Maria Teresa Nobre Veloso (Universidade de Coimbra) e, ainda, Drª Flávia Fernandes (filha do Doutor A. de Almeida Fernandes) - atribuir o 1º prémio à obra "Da representação documental à materialidade do espaço: Território da diocese de Braga (sécs. IX-XI)", da autoria de André evangelista Marques (Edições Afrontamento).

Mais deliberou o júri atribuir a menção honrosa à obra "Rota do românico", coordenado por Lúcia Maria Cardoso Rosas.

A cerimónia de entrega do Prémio A. de Almeida Fernandes terá lugar no Salão Nobre, sito nos Paços do Concelho, às 17 horas do próximo sábado, 26 de novembro.

Cartaz_premio_almeida_fernandes (Medium).jpg

CABECEIRAS DE BASTO PREMEIA VENCEDORES DE CONCURSO LITERÁRIO

Presidente da Câmara Municipal entregou prémios aos vencedores do Concurso Literário – Conto Infantil

Durante a sessão foi apresentado ao público o livro ‘Júlio Dinis - As Pupilas do Senhor Escritor’ de Joaquim Jorge Carvalho

Momento cultural com Prof. Joaquim Jorge.JPG

Decorreu quarta-feira, dia 16 de novembro, na Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto a entrega de prémios aos vencedores do XI Concurso Literário Nacional – Um Conto Infantil, cujo primeiro prémio foi entregue à cabeceirense Eduarda Bernardo e Manuel Oliveira com o trabalho intitulado ‘Beliote, o diabrete’.

Em segundo lugar classificou-se Diana Piedade Venda, de Porto de Mós, com o conto ‘Concha – coração’ e em terceiro lugar Patrícia Teixeira com o trabalho ‘Pepito, o menino da canoa’, cabeceirense que ganhou também a Menção Honrosa para Jovem Escritora.

Felicitando os autores premiados, o júri reconheceu o trabalho de todos os concorrentes que, à medida das suas capacidades e talentos pessoais, “cultivaram a arte do conto infantil e contribuíram para o sucesso e brilho de mais uma edição deste concurso literário”.

Presidente da Câmara Municipal entregou 1.º Prémio a Eduarda Bernardo.JPG

O presidente da autarquia Cabeceirense, Francisco Alves, que presidiu a esta sessão, saudou as vencedoras desta 11ª edição do Concurso Literário Nacional – Um Conto Infantil, salientando que a Câmara Municipal, ao promover a literatura, investe nas gerações futuras.

De referir que nesta sessão que ficou também marcada pela apresentação do livro ‘Júlio Dinis - As Pupilas do Senhor Escritor’ de Joaquim Jorge Carvalho, estiveram também presentes os vereadores Dra. Isabel Coutinho e Alfredo Magalhães, assim como o presidente da União de Freguesias de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, a direção do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, professores, outros convidados e público em geral.

Apresentação do livro ‘Júlio Dinis - As Pupilas do Senhor Escritor’

Depois de felicitar o professor Joaquim Jorge Carvalho pelo lançamento do livro. ‘Júlio Dinis - As Pupilas do Senhor Escritor’, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves fez uma breve apresentação do currículo do autor mas também da Dra. Inês Castro Silva, que fez a apresentação da obra.

Considerando a publicação de Joaquim Jorge, uma “obra simples e cativante que nos traz uma visão moralizante e otimista para resgatar os alunos da falência de um sentido do percurso escolar”, Inês Castro Silva – licenciada em Ensino de Português e Mestre em Teoria da Literatura e Literatura Portuguesa pela Universidade do Minho –afirmou que o livro apresenta “de uma forma tão aprofundada e cientificamente fundamentada quanto clara e acessível à leitura de especialistas e não especialistas na obra de Júlio Dinis e da literatura, as inúmeras potencialidades de uma literatura um tanto esquecida na voragem contemporânea do tempo; e aponta à escola o papel que lhe cabe na abertura à pluralidade quanto à qualidade, basta termos, todos, a “amabilidade” de reivindicar e praticar essa ação transformadora. E, nesse sentido, não posso deixar de sublinhar, testemunho do professor por detrás do investigador, que dá conta de um percurso de questionamento e de participação ativa na reflexão de dentro e por dentro da escola, única dinâmica capaz de gerar a mudança”.

Agradecendo a presença de todos em especial ao presidente da Câmara Municipal pelo apoio dado à edição desta obra, Joaquim Jorge disse “acreditar na utilidade e no interesse da literatura”, confessando que o seu “primeiro grande amor literário foi Júlio Dinis”. Desafiou, por isso, toda a plateia e sobretudo o professores a “lerem mais Júlio Dinis para que este autor possa regressar à atualidade”, pois “nós precisamos de narrativas que são os motivos para termos esperança. Sem esperança não se vive”.

No final, os presentes foram brindados com um momento cultural protagonizado pelo professor Joaquim Jorge e pela professora Olívia Sofia Coutinho.

Presidente da Câmara Municipal entregou prémios aos vencedores do Concurso Literário – Conto Infantil (2).JPG

ESSÊNCIA DO SOALHEIRO CAPTADA PELAS OBJETIVAS DE AMANTES DA FOTOGRAFIA

Já são conhecidos os vencedores do concurso de fotografia “Terroir único, terroir soalheiro”

A Quinta de Soalheiro viu, através destes trabalhos, a valorização do seu terroir e por isso vai expor a partir de janeiro 2017 na adega em Melgaço as mais de 50 fotografias que estiveram a concurso.

1º Lugar Mundo de Carlos Elísio.JPG

Já são conhecidos os vencedores do concurso de fotografia “Terroir único, terroir soalheiro”, promovido pela Quinta de Soalheiro. A fotografia intitulada "Mundo" de autoria de Carlos Elísio conquistou o primeiro lugar. O 2º lugar foi atribuído à fotografia “Vassalagem à serra” de Lídia Faria. No 3ª lugar deu-se um empate técnico pelo que foram atribuir dois prémios: um à fotografia “O Segredo do Néctar” de Carolina Macedo e outro à fotografia “Contra-luz outonal” de Lídia Faria. A marca acolheu com prazer a visita dos amantes da fotografia e deixa a porta aberta para que mais apaixonados pela fotografia visitem a quinta e seu terroir. A Quinta de Soalheiro viu, através destes trabalhos, a valorização do seu terroir e por isso vai expor as mais de 50 fotografias que estiveram a concurso na Sala de Provas da adega em Melgaço. A exposição arrancará em janeiro de 2017 e ficará patente nos primeiros seis meses do ano.

O papel do júri não foi fácil,cerca de meia centena de fotografias estiveram a concurso e mostraram as belezas do terroir da sub-região de Monção e Melgaço (DO Vinho Verde), dos pormenores desta terra mãe que faz do alvarinho que ali nasce algo único. A avaliação foi feita por Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Dr. Manuel Pinheiro, Presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes; Prof. Ana Rodrigues do Vale, Diretora da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Anabela Trindade, fotografa "oficial" Soalheiro e Luís Cerdeira, da Quinta de Soalheiro.

2º lugar Vassalagem à serra de Lídia Faria.JPG

O concurso destinava-se a todos os fotógrafos amadores e profissionais, bem como alunos de escolas da especialidade e afins e tinha como objetivo valorizar a fotografia como forma de expressão artística, valorizar o terroir da região e a sua biodiversidade, valorizar o terroir Soalheiro, onde nasceu a primeira marca de alvarinho de Melgaço, promover a paisagem vitícola e a temática associada ao alvarinho (terra, vinha, vinificação, envelhecimento, casta, vinho, enoturismo, etc.), estimular a criatividade e contribuir para a valorização e projeção da região e da casta alvarinho.

AS DIMENSÕES DO SOALHEIRO

O Soalheiro é considerado um especialista em Alvarinho pelos líderes de opinião internacional e nacional, pelo que na sua gama de vinhos se destacam várias dimensões: o Soalheiro clássico, efetivamente um clássico e o vinho com maior presença internacional; o Soalheiro Primeiras Vinhas, uma referência nos Alvarinhos e, por quatro vezes consecutivas, considerado o Melhor Vinho Branco Português; oSoalheiro Reserva, a expressão máxima da casta alvarinho com a fermentação em barrica; os dois espumantes Soalheiro, o clássico Bruto e o Bruto Rosé; não esquecendo ainda os inovadores ALLO e o Soalheiro 9%, que se distinguem pelo teor alcoólico moderado com enorme elegância e frescura, e que procuraram explicar que o álcool moderadamente baixo também está associado a vinhos de grande qualidade; e também a Aguardente Velha, produzida com destilação tradicional a partir de bagaços selecionados da casta Alvarinho.

A Quinta de Soalheiro tem ainda na sua gama de vinhos o Soalheiro Oppaco, cujo lançamento aconteceu em 2015. O Soalheiro Oppaco, com um lote de Vinhão e Alvarinho, marcou um novo capítulo da história da primeira marca de Alvarinho em Melgaço ao apresentar o seu primeiro vinho tinto, também pioneiro por se tratar de um vinho tinto da região com lote de uvas tintas (Vinhão) e uvas brancas (Alvarinho). Em 2015, à família juntou-se ainda o Terramatter que se afirma como um Soalheiro ‘integralmente diferente’. Um Soalheiro que pode ser interpretado como um regresso às origens e que poderá ser, simultaneamente, um olhar para o futuro. O Terramatter é um vinho diferente feito com uvas biológicas.

Em maio de 2016 nasceu o Soalheiro Granit, que revela uma dimensão mais mineral da casta Alvarinho. É um Alvarinho que sai de uma seleção específica de vinhas plantadas acima dos 150 metros de altitude, revelando a mineralidade que relaciona o solo de origem granítica do ‘terroir’ de Monção e Melgaço e da casta Alvarinho, aprimorado com a batonage e o estágio nas borras finas.

3º lugar Contra-luz outonal de Lídia Faria.JPG

PRÉMIOS 2016

Em 2016, a primeira marca de Alvarinho de Melgaço recebeu vários prémios nacionais e internacionais além das referências que pode encontrar no site permanentemente atualizado e que conta todos os detalhes da história, vinhos e notícias. Uma visita a não perder em www.soalheiro.com.

  • Soalheiro Clássico e Soalheiro ALLO nas ‘Melhores Compras’pela Revista de Vinhos
  • Soalheiro Reserva 2014 recebeu prémio de Excelência: distinção máxima na gala dos "Óscares dos Vinhos" da Revista de Vinhos
  • Soalheiro Primeiras Vinhas 2014 recebeu Medalha de Ouro no Japan Women’s Wine Award “SAKURA” 2016, um concurso internacional de vinhos no Japão.
  • Soalheiro Oppaco - o novo tinto do Soalheiro foi nomeado pela revista WINE – A Essência do Vinho para os “Melhores do Ano”
  • Soalheiro Terramatter 2014 está nos “Melhores do Ano” da revista WINE – A Essência do Vinhoe nos “Melhores de Portugal da Região Vinho Verde Alvarinho” pela Revista de Vinhos
  • Soalheiro Alvarinho Primeiras Vinhas no TOP 10 Vinhos Portugueses da Revista Wine
  • Soalheiro Clássico 2015 recebeu medalha de Ouro no Mundus Vini Spring Tasting 2016
  • Soalheiro Primeiras Vinhas 2014 no TOP 50 Vinhos Portugueses(reconhecido e selecionado por 3 Master Sommeliers dos USA)
  • Soalheiro Clássico 2015 atingiu os 94 pontos Parker
  • Allo 2015 com medalha de prata no Concours Mondial de Bruxelles 2016
  • Alvarinho Soalheiro Reserva 2014 conquista medalha de prata no Concurso Vinhos de Portugal 2016
  • Soalheiro Primeiras Vinhas e Soalheiro Reserva no Top Ten 2016, na categoria melhor Vinho Branco do Norte de Portugal, pela Vinino ‘Wine Style Awards 2016’
  • Soalheiro Primeiras Vinhas com a melhor classificação no Top Ten 2016, na categoria Vinho Verde Branco, pela Vinino ‘Wine Style Awards 2016’
  • Soalheiro Clássico 2015 recebe prémio Platinium no Decanter World Wine Awards 2016
  • Revista Wine&Spirits: Soalheiro pelo segundo ano consecutivo (2015 e 2016) no top 100 das melhores adegas mundiais.

27 MERCADOS DE EXPORTAÇÃO

O vinho Soalheiro tem registado um crescimento internacional gradual e constante inclusive no mercado nacional. A presença do Soalheiro em 27 mercados contribui para que um conjunto de amantes do vinho continue a descobrir o Vinho Verde de Monção e Melgaço - A Origem do Alvarinho e o grande potencial dos Vinhos Portugueses. É de salientar que em Portugal a presença nos locais de referência tem-se feito sentir, com maior notoriedade, em estabelecimentos de restauração, garrafeiras e winebars e na exportação em estabelecimentos de restauração e lojas da especialidade nomeadamente na Alemanha, Angola, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Coreia do sul, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Letónia, Luxemburgo, Noruega, Nova Zelândia, Polónia, Suécia, Suíça, Singapura, e mais recentemente na Bulgária e na República Trindade e Tobago.

SOALHEIRO, UM REGISTO FAMILIAR

Foi nos anos 70, nomeadamente em 1974, que João António Cerdeira, com o apoio de seu pai, António Esteves Ferreira, plantou a primeira vinha de Alvarinho, criando, em 1982, a primeira marca de Alvarinho em Melgaço. A Quinta de Soalheiro tem um perfil profundamente familiar cuja dedicação aos vinhos se expressa em vinhos elegantes e vibrantes, sendo atualmente Maria Palmira Cerdeira e seus filhos, Maria João Cerdeira e António Luís Cerdeira, a orientar os trabalhos. As sucessivas gerações, com a sua experiência, têm-se empenhado em apurar os conhecimentos e a capacidade de produzir vinhos cada vez melhores. É uma ligação clara entre o passado, o presente e o futuro. As gerações trabalham lado a lado para, juntas, olharem para o futuro deste sector e desta região. Tudo têm feito para implementar as melhores tecnologias vitícolas e enológicas, de forma a potenciar a expressão dos seus “terroirs” criando várias dimensões da casta Alvarinho.

3º Lugar O Segredo do Néctar de Carolina Machado.jpg

ARMANDO CARVALHO RECEBE PRÉMIO ANTÓNIO FEIJÓ

Armando Silva Carvalho recebe Grande Prémio de Poesia António Feijó no Auditório Rio Lima

O Município de Ponte de Lima entregou, na passada sexta-feira, 04 de novembro, o Grande Prémio de Poesia António Feijó ao poeta, ficcionista e tradutor, Armando Silva Carvalho, pela obra “A sombra do mar”.

fotofeij.JPG

 

A cerimónia, que decorreu no Auditório Rio Lima, teve casa cheia naquela que foi a primeira edição de um galardão que pretende distinguir – por unanimidade ou maioria - a melhor produção poética publicada no ano que precede o prémio, projetando ao mesmo tempo a grandeza literária de Feijó para lá das fronteiras regionais. Uma feliz associação do escritor ponte-limense a uma distinção de dimensão nacional, sublinhada por José Manuel Mendes, presidente da Associação Portuguesa de Escritores (APE), que enalteceu a escolha de Armando Silva Carvalho para arranque do prémio literário, que resulta de uma parceria tripartida entre a APE, o Município de Ponte de Lima e a Caixa Agrícola, representada na cerimónia por Carvalhido da Ponte.

José Cândido de Oliveira Martins, porta-voz do júri do concurso, lembrou as razões que justificaram a atribuição do galardão à obra “A sombra do mar” - título que evidencia um “rigoroso domínio da arquitetura poética, considerada quer ao nível da composição de cada poema, quer na organicidade da sequência de poemas que constitui o livro” e que aborda um “dos temas mais dramáticos da existência humana – a passagem do tempo – sob uma perspetiva simultaneamente grave e irónica”.

O prémio no valor de 10 mil euros foi entregue a Armando Silva Carvalho pelo Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Vítor Mendes, que destacou a importância histórica de um galardão que homenageia uma das mais notáveis personalidades da cultura local e nacional, constituindo essa a melhor herança a deixar às gerações vindouras.

A sessão solene, que contou com a presença de centenas de estudantes das escolas do concelho de Ponte de Lima, ficou ainda marcada por dois momentos musicais, proporcionados por alunos da Academia de Música Fernandes Fão de Ponte de Lima, e pela leitura, a cargo de alunos da EB2/3 António Feijó, dos poemas “O amor e o tempo”, “Aforística”, “Ideal” e “Canção do outono”, do autor limiano - patrono da escola - cujo centenário em 2017 será assinalado pelo Município com um conjunto de iniciativas de tributo. 

Sobre o autor:

http://www.dglb.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/PesquisaAutores1.aspx?AutorId=10245

JARDIM "96 POR CENTO" FOI O MAIS VOTADO PELOS VISITANTES DA ÚLTIMA EDIÇÃO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE PONTE DE LIMA

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima – Jardins Do Conhecimento. 96 Por Cento - o mais votado em 2016

96 Por Cento foi o jardim mais votado pelos visitantes da 12ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima.

5 (1) (Custom).jpg

Proveniente de um gabinete de arquitetura paisagista de Inglaterra, mereceu a preferência do público, destacando-se assim dos restantes jardins possíveis de votação. 

Como o mais votado, vai manter-se em exposição na 13ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, em 2017.

96 Por Cento convida a uma reflexão sobre a beleza do conhecimento e o percurso para o obter, bem como, sobre a grandeza do desconhecido.

candidatura2017_2 (Small).jpg

 “Quanto é que sabemos verdadeiramente? Quanto há por conhecer? Será que alguma vez saberemos tudo?

Os cientistas acreditam que tudo o que sabemos sobre nós próprios, o nosso planeta e o universo não passa de 4% do que deve existir. Os outros 96% são desconhecidos! O nosso jardim pretende representar estas ideias duma maneira poética, atraente e contemplativa. O carácter do jardim é enigma e mistério; descoberta e iluminismo.

A cena é definida por um grande ponto de interrogação mesmo à entrada do jardim. Um monólito comprido, intensamente preto, domina o espaço seguinte. Em silhueta contra o monólito estão três oliveiras retorcidas. O som de água a cair atrai o visitante a três colunas de ferro enferrujado dos quais jorram três fontes. Verdade, Crença e Justificação: os três pilares do conhecimento. Os materiais têm uma ressonância local e as oliveiras falam-nos da idade, sabedoria e renovação.

Vê-se uma fresta estreita no monólito: uma frincha, um espaço. É um espaço de luz de 4% no comprimento total do monólito preto. É o espaço pelo qual a luz flui e pelo qual a água brota das três fontes do conhecimento. Do outro lado, um espaço verde tranquilo, dominado por um espelho de água escuro do qual emergem as intensas cores das flores dos nenúfares, símbolos do iluminismo.

Local ideal para o visitante descansar e contemplar a água serena, com a luz e as pequenas ondulações refletidas e bailando na parede preta. As margaridas brancas representam a verdade; junto com os íris azuis e roxos, simbolizando o conhecimento, enchem os canteiros.

A concepção da ideia é da autoria de Les Baker, director e arquiteto do gabinete de arquitetura paisagista Reckless Orchard, de Scott Farlow, artista e arquiteto paisagista e Winifred Baker também ela diretora da Reckless Orchard.

Por sua vez, a segunda edição do “Jardins Escolinhas” ditou como o mais votado o Galo Pedrês vale por três, da autoria dos alunos do Jardim de Infância do Centro Educativo da Facha. Integrando o programa Eco-Escolas, os alunos elegeram o Galo Pedrês para dar a conhecer à comunidade esta raça galinácea autóctone portuguesa. A Galinha Pedrês Portuguesa está classificada no grau 1 de risco de extinção e é vítima da absorção genética, por inúmeras raças exóticas de maior rendimento creatopoiético. Esta raça faz parte do quotidiano escolar dos alunos, que estão empenhados a dar a conhecer a graciosidade da sua plumagem de aspeto mosqueado, matizado de cinzento em fundo branco, a sua vitalidade e a resistência a doenças e a fatores ambientais adversos.

As crianças criaram uma réplica do galinheiro da escola e com a colaboração dos pais apresentaram um galinheiro feito em madeira, com ninhos interiores para a postura dos ovos. O espaço exterior foi vedado por uma sebe. No interior, as galinhas exploram a terra, esgravatam e procuram alimentos. Os comedouros e bebedouros são manuseados diariamente pelos alunos proporcionando a alimentação destas aves. A recolha dos ovos é o momento mais esperado e apreciado pelos alunos. As laranjeiras são as árvores de fruto onde as galinhas encontram a sombra e o seu bem-estar…

Até 15 de novembro está aberto o período de receção de candidaturas para a edição 2017, do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, subordinada ao tema “Jardim das Descobertas”. Para mais informações consulte: www.festivaldejardins.cm-pontedelima.pt ou através do email: festivaldejardins@cm-pontedelima.pt.

h) 96 Por Cento (2) (Small).jpg

h) 96 Por Cento (4) (Small).jpg

PONTE DE LIMA ENTREGA PRÉMIO ANTÓNIO FEIJÓ

GRANDE PRÉMIO DE POESIA ANTÓNIO FEIJÓ APE/C.M. DE PONTE DE LIMA

Entrega do prémio – 4 de novembro – 15h00

Realiza-se amanhã, 4 de novembro, às 15h00, no Auditório Rio Lima, em Ponte de Lima, a entrega do Grande Prémio de Poesia António Feijó.

Cartaz_ant_feijo (Small) (1).jpg

Um júri constituído por Cândido Oliveira Martins, José Manuel Mendes e Rita Patrício decidiu, por unanimidade, atribuir o Grande Prémio de Poesia António Feijó APE/C.M. de Ponte de Lima ao livro "A Sombra do Mar", de Armando Silva Carvalho (Assírio & Alvim).

A acta sublinha que “… A Sombra do Mar" destaca-se pelo rigoroso domínio da arquitectura poética, considerada quer ao nível da composição de cada poema, quer na organicidade da sequência de poemas que constitui o livro.

Num diálogo constante com vozes tutelares da poesia em língua portuguesa, muito em particular Pessoa, a poesia de Armando Silva Carvalho caracteriza-se pela permanente ironia, a vigiar um lúcido e comovido olhar sobre o tempo, pessoal mas que também reconhecemos como nosso.

Poesia do quotidiano, nele Armando Silva Carvalho descobre a matéria possível para a leitura do mundo, feito de terror e alegria.

Nesta 1.ª edição do Grande Prémio de Poesia António Feijó, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Ponte de Lima e da Caixa de Crédito Agrícola, foram concorrentes as obras publicadas no ano de 2015.

O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 10.000,00 (dez mil euros).

CONCURSO FLORESTAL TEM INSCRIÇÕES ABERTAS

A floresta espera por ti, aparece!

Estão abertas, até dia 10 de março de 2017, as inscrições para a participação na 7ª Edição do Concurso Florestal YPEF - Young People  in European Forests, promovido pela Forestis - Associação Florestal de Portugal.

forestis.jpg

Desenhado para alunos entre os 15 e os 19 anos que desejam conhecer melhor a floresta, a biodiversidade e o setor florestal, enquanto visitam áreas protegidas nacionais e europeias, o Concurso Florestal Europeu YPEF cria vários momentos de interação entre os jovens e a floresta.

No dia 17 de março de 2017 todas as escolas inscritas na 7ª Edição do Concurso YPEF vão apurar qual é a melhor equipa da sua escola que, nos dias 27 e 28 de abril de 2017 numa área protegida nacional, competirá pelo prémio de melhor Equipa Nacional e representará Portugal na Final Europeia, em setembro de 2017, na Hungria.

A equipa vencedora da 6ª Edição do Concurso YPEF deixa o seguinte conselho “a empenharem-se em todas as fases e a arranjar estratégias em equipa de modo a facilitar o estudo do booklet.”. Recordam ainda, “Lembro-me de ter lido um dos conselhos que a equipa vencedora do ano anterior deu e do qual nunca mais me esqueci, pode ser cansativo estudar o booklet mas a fase europeia faz tudo valer a pena.”

Consulta o regulamento no site www.forestis.pt

BARCELOS ATRIBUI GALO DE OURO A 7 RESTAURANTES NO 11º CONCURSO GALO ASSADO

Galo de Ouro supera as demais categorias

Chegou hoje ao fim o 11º Concurso Galo Assado que se realizou ao longo deste fim-de-semana em catorze restaurantes do concelho.

Galliano - Galo de Barcelos.JPG

O júri, composto pelos conceituados Chefes Hernâni Ermida, Chefe Vinagre e pelo Eng. Alfredo Pereira, especialista em Certificação de Produtos Alimentares, atestou da excelência das composições com Galo Assado colocadas a concurso pelos restaurantes barcelenses, no âmbito do 11º concurso do Galo Assado.

Várias foram as unidades que este ano elevaram a fasquia e conquistaram o título de Galo de Ouro, foram sete as que atingiram um nível considerado de excelência, em termos gastronómicos, atendendo à qualidade da peça, sabores, recriação do Galo da Lenda. Por sua vez, na categoria imediatamente a seguir foram seis os restaurantes que arrecadaram o Galo de Prata e apenas uma unidade ficou na categoria de Galo de Bronze.

É a primeira vez que o número de Galos de Ouro supera as demais categorias, o que demonstra o forte investimento que as unidades de restauração têm efetuado neste prato. Nenhuma unidade desceu de categoria relativamente ao ano transato.

O Galo Assado tem vindo a afirmar-se como um parto de exceção. O facto de estar associado a um contexto histórico e simbólico ímpar, Lenda do Galo de Barcelos e a peregrinação a Santiago de Compostela, tem potenciado a sua cada vez maior implementação e aposta por parte das unidades de restauração que têm afirmado o “ galo assado à moda de Barcelos” como uma das iguarias chave do território barcelense.

O júri distinguiu ainda o restaurante Galliano com o Prémio da Melhor Figuração alusiva à Lenda do Galo, face à composição apresentada; o Restaurante Pedra Furada com o Prémio Especial do Júri, pela excelência da peça; e uma menção Honrosa ao Restaurante Manhoso pela mesma razão.

Prémios:

CATEGORIA: GALO de OURO

Galliano

Galo de Barcelos

Pedra Furada

Galo Recheado Assado à moda de Barcelos

Vera Cruz

Galo à nossa moda

Manhoso

Galo Assado

  1. Carlos

Galo Recheado no Forno

Casa Dos Arcos

Galo Recheado no Forno

Chuva

Galo à Tia Alice

ATEGORIA: GALO DE PRATA

Pérola

Galo assado em forma de Barro

Três Marias

Galo enforcado com farofa

Babette

Galo Assado com recheio e puré de Maça

Muralha

Galo Assado recheado com castanhas à peregrino

Cantinho d´Armanda

Galo no forno com recheio de castanha e arroz de chouricinho

Solar Real

Galo recheado à Solar

CATEGORIA:  GALO DE BRONZE

Taberna do Armindo

Galo à Taberna

ESCRITORA TERESA VEIGA RECEBE PRÉMIO DE CONTO CAMILO CASTELO BRANCOEM AMBIENTE CAMILIANO

Cerimónia de entrega da 24.ª edição do prémio decorreu durante a realização dos Encontros Camilianos em Seide S. Miguel

“Um perfeito domínio da arte do pouco que é o conto” valeu a Teresa Veiga a vitória na 24.ª edição do Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco pelo livro “Gente Melancolicamente Louca”, que foi entregue sábado, 8 de outubro,  à autora pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, e pelo presidente da Associação Portuguesa de Escritores, José Manuel Mendes, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel.

Teresa Veiga recebeu Grande Prémio do Conto em Seide S. Miguel.jpg

A cerimónia decorreu durante a realização da 3.ª edição dos Encontros Camilianos e consagrou pela terceira vez a autora, depois de “História da Bela Fria” (1992) e de "Uma aventura secreta do marquês de Bradomín" (2008).

Isabel Cristina Mateus, porta voz do júri, justificou a unanimidade da escolha “pela elegância despojada da sua escrita e pela mestria da autora na arte da narrativa, revelando um notável domínio do tempo, espaço e ritmo narrativos, incorporando várias leituras e sintetizando-as fulgurantemente na sua voz.”

Parca em palavras, a autora, de quem pouco se sabe para além do pseudónimo literário, mostrou-se reconhecida pelo prémio porque, disse, “vai fazer com que mais pessoas leiam o livro” .

Editado pela Tinta da China em 2015, “Gente Melancolicamente Louca” transporta-nos para um universo psicológico intenso onde o que parece quase nunca é, e onde os desvios contra-intuitivos do enredo desconcertam sistematicamente o leitor. Com uma escrita encantatória, acompanhamos o fluxo de consciência das personagens, cujas vidas se desdobram em episódios cada vez mais inusitados.

Instituído em 1991, ao abrigo de um protocolo entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e a Associação Portuguesa de Escritores, o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco destina-se a galardoar, anualmente, uma obra em língua portuguesa de um autor português ou de um país africano de expressão portuguesa, com um prémio de 7 500 euros.

O galardão distinguiu já escritores como Hélia Correia, Mário de Carvalho, Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa, Maria Judite de Carvalho, Miguel Miranda, Luísa Costa Gomes, José Jorge Letria e José Eduardo Agualusa. José Viale Moutinho, António Mega Ferreira, Teolinda Gersão, Urbano Tavares Rodrigues, Manuel Jorge Marmelo, Paulo Kellerman, Gonçalo M. Tavares, Ondjaki, Afonso Cruz, A.M. Pires Cabral e Eduardo Palaio foram também distinguidos com o prémio..

ANTIGOS ALUNOS DO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO RECEBEM MENÇÃO HONROSA PELA PARTICIPAÇÃO EM CONCURSO DO LICOR BEIRÃO

Jovens Empreendedores da ESCE-IPVC recebem menção honrosa em prémio da Licor Beirão

Antigos estudantes da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo receberam uma menção honrosa após a participação no concurso Carranca Redondo, da bebida Licor Beirão.

Um século depois do seu nascimento, o Prémio Carranca Redondo quis honrar a criatividade dos que fossem capazes de fazer o mesmo que ele fez pela divulgação do Licor Beirão, a nível comercial, publicitário ou de relação com os clientes. Estes jovens empreendedores, que se encontram a preparar a abertura de uma start-up, com o apoio da ESCE-IPVC, através das suas salas de incubação, decidiram arriscar e o resultado foi receber uma menção honrosa pelo trabalho elaborado.

O projeto denominado Loading – Marketing Consulting é responsabilidade de três jovens que estudaram na ESCE-IPVC. Cláudio Cunha, Soraia Lopes e José Raposo decidiram avançar com esta ideia de negócio por, segundo Soraia Lopes, “querermos aplicar o que aprendemos na licenciatura e mestrado, e porque no Alto Minho existe uma lacuna muito grande face à gestão de marketing, já que, frequentemente, apenas se evidência e valoriza a sua vertente comercial restringindo todo o potencial de otimização dos negócios empresariais.”

A ideia que conquistou a menção honrosa representava um propósito de divulgar a marca Licor Beirão em todos os restaurantes do país e bares, tornando-a uma bebida que pudesse marcar presença nos mais variados pratos e bebidas de Portugal.

O próximo passo destes jovens é levar a Loading – Marketing Consulting a tornar-se uma empresa de sucesso no Alto Minho e ser um exemplo para outras start-ups que possam aparecer na ESCE-IPVC.

MELGAÇO COMEMORA CENTENÁRIO DO CONCURSO TRADICIONAL DO CÃO DE CASTRO LABOREIRO

COMEMORAÇÃO DOS 100 ANOS DO CONCURSO TRADICIONAL DO CÃO DE CASTRO LABOREIRO NO PESO, 3 E 4 DE SETEMBRO. 1ª CÃOMINHADA E ACÃOPAMENTO ENTRE “SERRAS” NO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS

Com o objetivo de comemorar os 100 anos do Concurso Tradicional do Cão de Castro Laboreiro nas Termas do Peso vai ser organizada a 1ª Cãominhada e Acãopamento Entre “Serras” a decorrer entre 3 e 4 de setembro, no Parque Nacional da Peneda-Gerês, numa organização da Associação Portuguesa do Cão de Castro Laboreiro.

Foto 04 Concurso.jpg

Para este encontro das duas raças mais antigas de Portugal estão já confirmadas duas dezenas de animais das duas raças.

Está prevista a saída de Castro Laboreiro às 10h00, sendo o ponto de encontro no adro da Igreja. Seguir-se-á a passagem pela Ponte das Veigas e por vários lugares de Castro. O Mosteiro de Fiães será outro dos locais do percurso, seguindo-se a cãominhada rumo à Vila e à Câmara Municipal.

Às 14h30 está prevista a chegada às Termas do Peso onde foi o concurso há 100 anos, seguindo-se uma merenda no Peso com Alvarinho de honra.  Será neste local que se realizará a mostra de cães e uma mesa redonda.

Às 17h00 será hora de regressar a Castro Laboreiro e ao Parque de Campismo de Lamas de Mouro para o acampamento. A noite terminará com um jantar convívio.

Foto 12.jpg

FAMALICÃO LANÇA PRÉMIO DE ARQUITETURA JANUÁRIO GODINHO

Famalicão lança Prémio de Arquitetura Januário Godinho

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai avançar com a criação do Prémio de Arquitetura Januário Godinho, com o objetivo de galardoar a melhor reabilitação de edifício no concelho. A proposta para a instituição do prémio, cuja primeira edição se realiza em 2017, foi aprovada recentemente, por unanimidade, em reunião do executivo municipal.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, esta é mais uma forma de promover a reabilitação urbana no concelho.jpg

De periodicidade bianual, o Prémio Januário Godinho terá um valor pecuniário de 7 mil euros, cabendo 2 mil euros ao promotor da obra e 5 mil à equipa projetista.  

Promover a salvaguarda e valorização do património edificado, bem como valorizar e promover a divulgação do trabalho desenvolvido por projetistas e construtores são os principais objetivos deste prémio, aberto a todas as entidades privadas que tenham promovido obras de reabilitação em qualquer edifício localizado nas áreas de reabilitação urbana do concelho ou, no caso das restantes áreas do território famalicense, em edifícios com idade igual ou superior a 30 anos.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, esta é mais uma forma de promover a reabilitação urbana no concelho. “É fundamental inverter a realidade atual e consciencializar os famalicenses da importância da salvaguarda do património edificado no nosso território, tanto ao nível do seu valor arquitetónico, como do seu valor construtivo ou histórico”, refere o autarca, que lembra ainda que com a instituição deste prémio, a Câmara Municipal está a ir ao encontro do seu Plano de Ação para a Regeneração Urbana e de um dos vetores estratégicos do seu Plano Diretor Municipal, relacionado com a salvaguarda e valorização do património edificado.

De referir que apenas serão admitidas a concurso as obras concluídas nos dois anos anteriores ao ano de cada edição do prémio, cujo júri será constituído, entre outros, por um representante da Ordem dos Engenheiros Região Norte, da Direção Regional de Cultural do Norte e da Associação Portuguesa para a Reabilitação Urbana e Proteção do Património.

A escolha do nome do prémio homenageia uma figura incontornável da arquitetura moderna portuguesa, que deixou uma enorme marca no concelho de Vila Nova de Famalicão.

“A vasta obra que Januário Godinho deixou no nosso território e a sua sensibilidade à relevância do património constituem ensinamentos que merecem ser difundidos e homenageados através deste prémio”, disse a propósito Paulo Cunha.

Da obra deixada no concelho por Januário Godinho destaca-se o edifício dos Paços do Concelho e o antigo Tribunal; na freguesia de Antas o edifício para o Banco Português do Atlântico (1953); na freguesia de Brufe a casa Afonso Barbosa (1940-42); na freguesia do Louro várias construções na Quinta de Seara, propriedade do banqueiro Artur Cupertino de Miranda, o mercado, a igreja, a Casa do Povo, o centro paroquial e o cemitério. Na freguesia de Requião, cujo promotor foi o industrial Manuel Gonçalves, destaca-se o projeto da Casa Manuel Gonçalves, a Quinta de Compostela e a Têxteis Manuel Gonçalves.

O Prémio de Arquitetura Januário Godinho será publicamente apresentado no dia 21 de outubro, num colóquio sobre arquitetura moderna intitulado “Famalicão, Marcas de Modernidade”, promovido pela autarquia em parceria com o Centro de Estudos Arnaldo Araújo.

“O JARDIM DAS DESCOBERTAS” É O TEMA DA EDIÇÃO DE 2017 DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA

O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima tem-se vindo a afirmar de ano para ano como uma das grandes atrações turísticas da vila de Ponte de Lima, recebendo a cada ano um maior número de visitantes.

Fot_Amandio_Sousa_Vieira01 (Small).JPG

Sob o mote “Jardins do Conhecimento”, estão em exposição permanente onze novos jardins, provenientes de diversos países, tais como, Áustria, Itália, República Checa, Brasil, Espanha, Suíça e Portugal, aos quais se junta o vencedor da passada edição, “A Casa na Água”.

Integrado ainda neste Festival Internacional de Jardins, os seus visitantes podem ainda usufruir do 2º Festival de Jardins Escolinhas, um projeto que visa o envolvimento de toda a comunidade escolar.

Para a próxima edição, em 2017, já está lançado o desafio, mais uma vez procuram-se projetos inovadores, criativos e interativos com os visitantes, sendo o tema da 13ª edição “O Jardim das Descobertas”.

O período de inscrições já está aberto, podendo submeter a sua candidatura até 15 de novembro de 2016. As candidaturas devem ser enviadas através de painel A1 com a memória descritiva e estimativa orçamental em A4. Pode submeter a candidatura no seguinte formulário: http://www.festivaldejardins.cm-pontedelima.pt/candidaturas2017

O Festival Internacional de Jardins mantém-se em exposição permanente até ao dia 31 de outubro, durante o corrente mês das 10h00 às 20h00, em setembro, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 19h00 e em outubro, encerra às 18 horas. No período da manhã de segunda-feira o Festival de Jardins encontra-se encerrado para se realizar a manutenção do mesmo.

Para mais informações ou envio de propostas comunique através do e-mail: festivaldejardins@cm-pontedelima.pt.

Fot_Amandio_Sousa_Vieira_2 (Small).jpg

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA FELICITA RUSGA TÍPICA DA CORRELHÃ PELA VITÓRIA ALCANÇADA EM FESTIVAL DE ITÁLIA

Município de Ponte de Lima felicita a Rusga Típica da Correlhã vencedora do “primeiro prémio absoluto” no Festival Internacional Rimini Fest - Itália

A Rusga Típica da Correlhã venceu o Festival Internacional Rimini Fest, que decorreu em Itália, numa competição disputada por 18 concorrentes.

Rusga-Tipica-da-Correlha-vence-concurso-em-Italia.jpg

A Rusga Típica da Correlhã apresentou-se com 55 elementos e obteve a melhor pontuação de um júri especializado, que teve em conta a prestação dos dançarinos, músicos e cantadores, bem como a riqueza dos trajes minhotos.

O IX Festival Internacional Rimini Fest organizado pelo Município de Rimini, situada na região da Emília-Romanha, no norte de Itália, contou com a participação de grupos oriundos de países como a China, Portugal, Estónia, Letónia, Lituânia, Palestina, Arménia e Irão, entre outros.

O Município de Ponte de Lima felicita a Rusga Típica da Correlhã pela forma exemplar de representação da nossa cultura e tradição que lhe permitiu obter o “primeiro prémio absoluto” neste evento internacional de folclore.

PAREDES DE COURA: FEIRA DE PADORNELO INCLUI CONCURSO DE PECUÁRIA

Regulamento do II Concurso Pecuário da Feira de Padornelo

Artigo 1.º – Este concurso é organizado pela Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo, Paredes de Coura, em parceria com a Junta de Freguesia de Padornelo. Realizar-se-á no Largo da Feira, freguesia de Padornelo, concelho de Paredes de Coura, no dia 23 de junho de 2015, pelas 09h00, sob a orientação e regulamentação das entidades organizadoras.

Artigo 2.º – Este concurso tem como objetivo promover as raças Barrosã, Cachena e Minhota.

Artigo 3.º – A participação é reservada exclusivamente aos produtores de Paredes de Coura.

Artigo 4.º – Os animais admitidos a concurso têm que estar inscritos no Livro Genealógico da Raça.

Artigo 5.º – A inscrição será efetuada das 9h às 10h no dia 23 de junho, no local do concurso.

Artigo 6.º – O transporte dos animais é da responsabilidade dos produtores proprietários.

Artigo 7.º – A disposição e limpeza do espaço onde decorrerá o concurso é da responsabilidade das entidades organizadoras.

Artigo 8.º – O júri de admissão e de classificação será constituído por pessoas competentes, oficialmente nomeadas pelas entidades organizadoras. A elas compete observar os animais e respetiva documentação, recusando o direito de concorrer aos que não estejam acompanhados dos Boletins Sanitários ou do Passaporte e documento de inscrição no Livro Genealógico.

Artigo 9.º – O Concurso abrange as secções apresentadas no Cartaz em anexo.

Artigo 10.º – A idade dos animais é fixado a partir da inscrição do animal no Livro Genealógico.

Artigo 11.º – Se os animais concorrentes não forem considerados dignos de prémios, poderão estes deixar de ser concedidos, seja qual for a secção a que pertençam.

Artigo 12.º – Não haverá recurso das decisões do júri.

Artigo 13.º – Os prémios atribuídos estão definidos no Cartaz em anexo.

Artigo 14.º – As entidades organizadoras do concurso não se responsabilizam por qualquer acidente que possa ocorrer durante o mesmo.

Feira de Padornelo 2016.jpg

II Concurso Pecuario 2016.jpg

BRAGA PROMOVE CONCURSO DE CURTAS-METRAGENS PARA OS PAÍSES IBERO-AMERICANOS

´Mirrors´ valoriza criação cinematográfica de jovens realizadores

No âmbito da ´Braga 2016 - Capital Ibero-Americana da Juventude´, o Município de Braga apresentou hoje, dia 13 de Julho, o concurso de curtas-metragens Mirrors | Espelhos | Espejos, destinado a jovens realizadores com idade igual ou inferior a 30 anos oriundos dos 21 países da OIJ - Organização Ibero-americana de Juventude.

CMB13072016SERGIOFREITAS0000001093.jpg

As inscrições decorrem até ao dia 2 de Novembro e a sessão de exibição de filmes finalistas e entrega de prémios irá realizar-se no edifício gnration a 10 de Dezembro. Os prémios são de 3.000 euros para o Melhor Filme, 2.000 euros para o Melhor Filme Escolar e 1.000 euros para o Melhor Filme Amador. São admitidos a concurso para os diversos prémios animações, documentários, ficções e filmes experimentais produzidos em 2015 ou 2016.

Mirrors | Espelhos | Espejos tem como principal objectivo o estímulo e o fomento à criação cinematográfica no formato curta-metragem. Para tal, três competições premiarão o melhor filme, melhor filme escolar (produzido em contexto de cursos de cinema) e melhor filme amador (destinado a todo o tipo de produções - caseiras, de ensino secundário, de grupos informais, entre outras). A temática dos filmes a concurso deverá incidir, preferencialmente, mas não exclusivamente, nas ideias de espelho, reflexo, duplicação, expectativa, identidade, ilusão, semelhança, diferença e reflexão.

Como sublinhou Sameiro Araújo, vereadora da Juventude da Câmara Municipal de Braga, esta iniciativa pretende ser mais um ´estímulo a uma criação livre e um concurso que, celebrando o formato curta-metragem, premeia e valoriza a criação cinematográfica feita por jovens realizadores´.

CMB13072016SERGIOFREITAS0000001095.jpg

CMB13072016SERGIOFREITAS0000001097.jpg

VILA VERDE ENTREGA PRÉMIOS AOS VENCEDORES DO CONCURSO DE ARTE JOVEM

Entrega de prémios durante a Sessão de Encerramento da 9ª Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde

A Biblioteca Professor Machado Vilela, em Vila Verde, acolhe no próximo sábado (16 de julho), pelas 17h00, a Cerimónia de Encerramento da 9ª Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde. A sessão, gratuita e aberta ao público em geral, contempla a entrega dos prémios aos vencedores de um concurso em que participaram dezenas de jovens artistas (sub-35) de vários pontos do país e do estrangeiro (Espanha e México). As obras a concurso estão em exposição até ao próximo sábado, pelo que se ainda não teve a oportunidade de visitar a mostra artística tem aqui uma excelente oportunidade, já que a sessão encerramento inclui ainda uma visita guiada pela exposição.

a (1).JPG

O coração do Minho palpita mais forte desde o dia 02 de julho, com uma autêntica lufada de ar fresco, criatividade e inovação. A iniciativa contribui para elevar a cultura e promover o desenvolvimento de jovens artistas (sub-35) e, em simultâneo, permite à população contactar com diversas formas artísticas inovadoras e modernas, aumentando o número motivos de interesse para vilaverdenses e visitante, contribuindo diretamente para a promoção e desenvolvimento do território.

Recorde-se que a jovem artista Alexandra Rafael, de Coimbra, conquistou o Grande Prémio da 9ª Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde, com a sua instalação 'Recolhas'. O segundo prémio foi para Filipe Cortez, com o trabalho 'Collection'. Destaque também para dois primeiros lugares, em ex aequo, no Prémio Jovem Revelação. O júri premiou as obras 'Nem Preto, Nem Branco', da Escola Secundária de Vila Verde, e ‘Poéticas de Luz’, da Escola Monsenhor Elísio de Araújo. Nota de destaque ainda para as 4 Menções Honrosas, atribuídas às obras 'Migrante', de Alexandre Carvalho, 'Ubicácion Água', de Omar SM, '10 Chifres', de Bessa Oliveira, e 'Dissecação', de Joana Couto.

DSC_0015 (1).JPG

DSC_0040 (1).JPG

DSC_0084 (1).JPG

DSC_0670.JPG

ÍRIS INCLUSIVA PROMOVE VISITA AO XXII FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA

No dia 19 de junho (domingo), a Íris Inclusiva promove uma visita ao Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, certame que vai já na 12ª edição e que este ano é dedicado ao tema “Jardins do Conhecimento”.

Este ano foram 34 as candidaturas recebidas, oriundas de 11 países, tendo o júri selecionado 11 propostas que garantem muita originalidade e inovação. Estará ainda em exposição, como é habitual, “A Casa da Água”, por ter sido o jardim mais votado em 2015.

Acompanhe-nos nesta visita, traga boa disposição e, caso queira prolongar o convívio, não esqueça também um almoço simples e prático e fique connosco para um piquenique numa das variadas sombras que a envolvente oferece.

A participação na atividade é gratuita para clientes e sócios da Íris Inclusiva, tendo um custo de 1,00€ para o público em geral.

Pode enviar a sua inscrição para associacao@irisinclusiva.pt até dia 13 de junho.

Para mais informações ou inscrição pode ainda contactar-nos através do telemóvel nº 968 299 344.

FAFE RECEBE FINAL INTERMUNICIPAL DO CONCURSO DE ESCOLAS EMPREENDEDORAS IN.AVE

3.ª edição conta com participação da Escola Profissional de Fafe

Fafe recebe, amanhã, às 14h30, no Teatro Cinema, a final intermunicipal da 3ª edição do Concurso de Escolas Empreendedoras IN.AVE, promovida pela Comunidade Intermunicipal do Ave e que conta com a participação da Escola Profissional de Fafe.

O projeto que os alunos levam à final intermunicipal, Life Path, é o vencedor de um total de quatro, que foram apresentados na final municipal. Da autoria de Daniel Teixeira, Miguel Alves e Rui Gonçalves, LifePath diz respeito a uma inovação relativa às placas de saída de emergência, com recurso a lasers e sensores, que indicam a saída mais segura aos utilizadores de um edifício, em caso de incêndio. O sistema pensado projeta setas nas paredes que substituem as tradicionais placas de saída de emergência.

Amanhã, no Teatro Cinema de Fafe, estarão a concurso projetos dos oito municípios que constituem a Comunidade Intermunicipal do Ave.

PONTE DE LIMA REALIZA CONCURSO DE LEITURA

Alunos do 1.º ciclo da EB de Ponte de Lima e do Centro Educativo de Arcozelo premiados no Concurso Concelhio de Leitura

No âmbito da realização do Concurso Concelhio de Leitura dinamizado pelo Município de Ponte de Lima, o Vereador da Educação da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Paulo Barreiro de Sousa, procedeu à entrega de prémios aos vencedores do 1.º ciclo do Ensino Básico.

Entrega Prémios (Small).JPG

Assim, no dia 24 de maio de 2016 entregou-se o prémio ao aluno Tomás Barbosa do Centro Educativo de Arcozelo que arrecadou o 3.º lugar deste concurso.

O 25 de maio foi o dia escolhido para se entregar os prémios ao 1.º e 2.º lugar, tendo sido os premiados os alunos Nelson Antunes - vencedor desta edição do 1.º ciclo - e o aluno Afonso Meneses que alcanço o 2.º lugar da iniciativa, ambos estudantes da EB1 de Ponte de Lima.

Relembramos que este concurso foi direcionado para o 3.º e 4.º anos do 1.º ciclo e para o 2.º ciclo do Ensino Básico, tendo o 2.º ciclo já recebido os prémios na Biblioteca Municipal.

Premios _ Entrega _Biblioteca (Small).JPG

MINISTRO DO AMBIENTE INAUGURA FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS EM PONTE DE LIMA

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima 2016, com a presença do Ministro do Ambiente, João Pedro Fernandes, na Sexta-feira, 27 de maio, 18 horas

O Ministro do Ambiente, Engº João Pedro Fernandes é o convidado de honra do Município de Ponte de Lima para abertura oficial da 12ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima.

Único em Portugal, o Festival Internacional de Jardins mantém a sua originalidade e inovação, com o objetivo de despertar a criatividade e a imaginação de quem o visita, sendo um verdadeiro ponto turístico, atraindo, progressivamente um maior número de visitantes.

Para 2016 as propostas selecionadas pelo júri são as seguintes:

Em Direcção à Luz – Um Jardim do Conhecimento - Universidade de Boku - Valentina Macchi, Francesca Poloni, Sophie Thiel e Roland Wuck - Áustria

Os Números do Jardim - Matteo Veronese e Martina Mangolini – Itália

ADN – Biblioteca do Conhecimento - Universidade de Mendel - Sebastian Loder – República Checa

A Célula – Biótopo do Conhecimento - Cristina Calheiros e Maria Luís Antas de Barros – Portugal

Conhecimento Exportado – Mónica Gandra, Paulo de Carvalho e Tiago Ferreira – Portugal

Conhecimento Interligado - Cristina Cuevas, Julia Lanza e Danilo Guerra- Espanha

Mundo Claustrum – Instituto S.João de Deus – Casa de Saúde S. José e Aroma do Vale – Portugal

96 Por Cento – Les Beker – Inglaterra

Homenagem às Árvores – Vanda Aranha, Fabio A. da Silveira, Leando Lattes e Florencia Grassi – Brasil

Nucis – Liceu Francês do Porto – Joaquim Luxo, Pelei Zheng, Vincent Beigbeder, Manuel Pimenta, Catarina Teixeira e Kenza Lopes – Portugal

As Pirâmides do Conhecimento – Albert Schrurs, Wendy Gaze, Anne-Sophie Richard, Amélie Ramseyer e Jessica Terrapon – Suíça.

Como o mais votado em 2015, temos o jardim “A Casa da Água” de Espanha, da autoria de Iuliana Pavalan, e Oa Bescos, que continuará em exposição nesta 12ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima.

A abertura oficial está marcada para o dia 27 de maio, às 18horas. Neste contexto convidamos o V/ órgão de comunicação a assistir à cerimónia.

CONCURSO ARTÍSTICO VALORIZA NOITE BRANCA DE BRAGA

Candidaturas de 26 de Maio a 19 de Junho

Com o objectivo de enriquecer culturalmente a edição deste ano da Noite Branca de Braga, a Fundação Bracara Augusta (FBA), em parceria com o Município de Braga, lançou um concurso artístico aberto a toda a comunidade para a realização de actividades culturais durante o evento.

2

O concurso, que vai na sua terceira edição, pretende atrair participações no domínio das ‘Media Arts’ (arte digital e multimédia), Teatro, Dança, Música, Artes Visuais, Arquitectura, Design e Arte Urbana, com o foco na candidatura de Braga a 'Cidade Criativa da UNESCO'. A Fundação Bracara Augusta apoiará os projectos com financiamento até 5.000€, 2.000€ e 500€, num apoio total de 25.000€.

Ao concurso podem concorrer pessoas singulares ou colectivas, independentemente da sua naturalidade. As candidaturas decorrem de 26 de Maio a 19 de Junho e podem ser efectuadas online em www.fbracaraugusta.org. Os vencedores serão anunciados a 4 de Julho.

Segundo Sameiro Araújo, presidente da Fundação Bracara Augusta, este concurso tem sido ‘um sucesso’, uma vez que vem registando uma forte adesão de artistas nacionais e internacionais. “Nas edições anteriores, esta iniciativa contou com certa de 300 candidaturas, resultando em 26 projectos seleccionados que enriqueceram a programação da Noite Branca”, referiu.

“Estamos a reforçar a componente cultural da programação da Noite Branca através de projectos artísticos nacionais e internacionais que, de acordo com a sua especificidade, serão distribuídos por diferentes espaços da Cidade durante o evento”, explicou Sameiro Araújo.

A Noite Branca de Braga irá decorrer de 2 a 4 de Setembro e é um evento que atrai milhares de pessoas à Cidade fruto de uma programação intensa e diversificada. O regulamento do concurso artístico está disponível no site da FBA.

3

FAMALICÃO PROMOVE CONCURSO ABERTO PARA GRANDE PRÉMIO DE ENSAIO EDUARDO PRADO COELHO

Obras devem ser enviadas para a APE até sexta-feira, 20 de maio

Está aberto o concurso para o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores e patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. O prémio destina-se a galardoar anualmente uma obra de ensaio literário, em português e de autor português, publicada em livro, em primeira edição, no ano anterior ao da sua entrega. Assim, os concorrentes com livros publicados em 2015, devem enviar cinco exemplares, até sexta-feira, 20 de maio para a Associação Portuguesa de Escritores, sita na Rua de São Domingos à Lapa, 17, 1200-832 Lisboa.

Manuel Frias venceu a edição de 2014

De acordo com o regulamento, o valor monetário do Grande Prémio é de 7.500 euros. Refira-se que o Prémio já consagrou vários autores e obras, sendo que em 2009, o vencedor foi Vítor Aguiar e Silva com a obra "Jorge de Sena e Camões - Trinta Anos de Amor e Melancolia". Em 2010 Manuel Gusmão, com “Tatuagem Palimpsesto - da poesia em alguns poetas e poemas”. Em 2011, João Barrento com "O Mundo está cheio de Deuses - Crise e Crítica do Contemporâneo". Em 2012, Rosa Maria Martelo e “O Cinema da Poesia”. Em 2013, José Gil com “Cansaço, Tédio, Desassossego”, e em 2014, Manuel Frias Martins com "A espiritualidade clandestina de José Saramago".

Os objetivos do prémio são por um lado contribuir para perpetuar o nome de Eduardo Prado Coelho, recordando a sua importância no debate de ideias o seu papel na promoção da cultura e o seu exemplo de cidadania, e por outro incentivar a criação de trabalhos na área do ensaio literário, mobilizando os meios académicos e literários do País.

O regulamento pode ser consultado no portal oficial da Biblioteca Municipal em http://www.bibliotecacamilocastelobranco.org/

VIZELA REALIZA CONCURSO DE IDEIAS

III Concurso de Ideias Municipal de Vizela dia 16 de maio na Casa das Coletividades

A Câmara Municipal de Vizela, em parceria com a Comunidade Intermunicipal do Ave, promove o III Concurso de Ideias Municipal de Vizela, no próximo dia 16 de maio, às 14.30h, na Casa das Coletividades.

III Concurso Ideias

Quase uma dezena de projetos de negócio, desenvolvidos por mais de vinte alunos serão apresentados no Concurso de Ideias de Vizela, já na próxima segunda-feira.

As ideias a concurso foram desenvolvidas por alunos do ensino secundário e profissional da Escola Secundária de Vizela e do Cenatex de Vizela que, à semelhança das anteriores edições, irão, certamente, surpreender todos os presentes pela sua criatividade e inovação.

A Câmara Municipal de Vizela, promotora do concurso, em parceria com a Comunidade Intermunicipal do Ave, deseja boa sorte a todos os candidatos e felicita-os, desde já, pela adesão a esta iniciativa, bem demonstrativa do espírito empreendedor dos jovens vizelenses!

PONTE DA BARCA PROMOVE RAÇAS BOVINAS AUTÓTONES

Concurso Pecuário de Raça Barrosã e Cachena contou com mais de uma centena de exemplares

Integrado na Festa das Tradições e depois de alguns anos de interregno, o concurso promovido pela autarquia barquense voltou a engalanar o concelho, naquele que é já considerado o mais expressivo de sempre.

Mais de uma centena de exemplares de gado de raça barrosã e cachena marcaram presença no Concurso Pecuário que a Câmara Municipal de Ponte da Barca promoveu no passado sábado. Animais de belo porte estiveram em exibição na praça Terras da Nóbrega para gáudio dos muitos presentes que, mesmo com a chuva que se fazia sentir, não deixaram de marcar presença.

'Depois de uma paragem de cerca de três anos, é com muito agrado que vemos que o regresso deste concurso superou largamente as expectativas', salientou na ocasião a Vereadora da Cultura, Sílvia Torres. 'Com as más condições climatéricas, termos aqui mais de cem animais de extraordinária beleza só nos pode deixar muito orgulhosos e com a certeza de que este concurso é uma aposta a repetir anualmente', concluiu.

O concurso integrou a Festa das Tradições que decorreu ao longo de todo o fim de semana no Centro de exposição e Venda de Produtos Regionais e reuniu no mesmo espaço, pelo 10º ano consecutivo, o artesanato, as danças e cantares regionais com Ranchos Folclóricos, Rusgas, Grupos de Bombos e Encontro de Concertinas, um Feirão de produtos locais, o reviver da tradição dos Romeirinhos à Santinha da Barca e a gastronomia onde não faltaram os tradicionais petiscos como o caldo verde, o caldo de farinha, o bacalhau frito, o chouriço assado, a massa à lavrador ou o arroz de feijão, regados pelo distinto vinho verde da região. Promover os usos e costumes de Ponte da Barca, que aliados ao verde das suas paisagens e aos inúmeros monumentos, fazem deste concelho um destino de eleição, foi o capital objetivo da iniciativa que animou as terras barquenses durante três dias.

FAFE PROMOVE CONCURSO DE ESCOLAS EMPREENDEDORAS

3ª Edição do Concurso de Escolas Empreendedoras IN.AVE decorreu no Auditório Municipal de Fafe. Mais de 100 alunos assistiram à Final Municipal

Decorreu, hoje, no Auditório da Câmara Municipal de Fafe, a Final Municipal da 3ª Edição do Concurso de Escolas Empreendedoras IN.AVE, cujo vencedor foi o projeto LifePath.

DSA_0765A

Da autoria de Daniel Teixeira, Miguel Alves e Rui Gonçalves, LifePath diz respeito a uma inovação relativa às placas de saída de emergência, com recurso a lasers e sensores, que indicam a saída mais segura aos utilizadores de um edifício, em caso de incêndio. O sistema pensado projeta setas nas paredes que substituem as tradicionais placas de saída de emergência.

O encontro, que reuniu mais de 100 alunos da Escola Profissional de Fafe, contou a abertura por Pompeu Martins, Vereador da Cultura de Fafe, por Gabriel Pontes, Secretário Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave, e por Joana Oliveira, representante da Geslearning.

DCS_4526A

Resultante de uma parceria entre o Município de Fafe e a CIM do Ave, envolvendo todos os Municípios que compõe a Comunidade, o Concurso de Escolas Empreendedoras conta com uma sessão de apresentação por cada concelho, tendo sido apresentados hoje em Fafe quatro projetos.

A sessão contou ainda com a presença de Vera Lima, da empresa Vinhos Norte, que falou sobre a criação do negócio familiar até à sua estruturação e implantação no mercado.

Os quatro projetos apresentados pelos alunos da Escola Profissional de Fafe (LifePath, Bright Handle – relativo a um puxador de porta luminoso, Safe Pick – correspondente a um suporte para palhetas que se coloca na guitarra através de ventosas, e On Time Life Data – uma caixa com sensores para medição dos sinais vitais que transmite informação ao 112 em tempo real) foram avaliados por um júri composto por Ana Preciosa, da Câmara Municipal de Fafe, Venina Rodrigues, da CIM do Ave, Joana Oliveira, da Geslearning, e Luís Carvalho, da Associação Empresarial de Fafe.

A avaliação foi feita segundo um conjunto de critérios, entre os quais o grau de inovação, a exequibilidade, o impacto na CIM do Ave, a estruturação da ideia e seu desenvolvimento.

Pompeu Martins agradeceu a presença de todos os alunos da Escola Profissional de Fafe.

“Esta sala cheia só pode ser um bom sinal, revelando o interesse dos alunos e solidariedade dos colegas para com quem hoje apresenta aqui o seu projeto, na Final Municipal. É com muito gosto que a Câmara recebe esta iniciativa.

Esta é uma atividade com lugar em contexto educativo e tem contribuído, como outras, para que haja melhores resultados educativos na CIM do Ave. Falamos de projetos que nos beneficiam a todos e que nos têm permitido chegar a lugares onde nunca pensámos chegar, com uma boa cooperação intermunicipal.

O Concurso de Escolas Empreendedoras promove a capacidade criativa e inventiva dos alunos.”

Gabriel Pontes, da CIM do Ave, reconheceu “a excelência das ideias apresentadas”, admitindo a difícil tarefa do júri.“Encaramos o desafio empreendedor como algo estratégico para a Comunidade e por isso apelo a todos que nunca desistam, antes persistam.”

A Final Intermunicipal realizar-se-á no próximo dia 2 de Junho, em Fafe. Os alunos do projeto vencedor mostraram-se muito satisfeitos com o resultado.

Rui Gonçalves, do grupo vencedor, admitiu que “não estava à espera do resultado, até porque todos os projetos eram muito bons.”

DCS_4496A

CAVALEIRO BRASILEIRO CENCE PRÉMIO DO CONCURSO DE SALTOS INTERNACIONAL EM PONTE DE LIMA

Concurso de Saltos Internacional - CSI PONTE DE LIMA 2016

O Concurso de Saltos Internacional de Ponte de Lima, 9º edição, que este fim-de-semana reuniu várias dezenas de cavaleiros, na Expolima, revelou-se como um evento equestre internacional de características únicas.

Felipe Guinato

O Grande Prémio, que contou com o patrocínio do Município de Ponte de Lima teve como vencedor o brasileiro Felipe Ramos Guinato, ao fazer 31,45segundos com Quidam´s Grey Lady, seguido do Português João Pedro Gomes, em 32,65segundos com o cavalo Ame Moi o Sandor e em 3º lugar o Espanhol Francisco de Assis Arango Lasaosa, com Camblin Arizona, em 34,58segundos

Na prova de 1,30m, que recebeu o apoio do BPI, o primeiro lugar foi para o Espanhol Francisco de Assis Arango Lasaosa, com Desdecasa Gilda de Sauco percorreu o percurso em 63,65segundos. Em segundo lugar ficou o cavaleiro português Joel Pedro Monteiro com Anna e em terceiro o Espanhol Jesus Bamonde com Clindo.

O recinto da EXPOLIMA esteve cheio de espectadores durante os três dias do concurso.

csi

PONTE DA BARCA REALIZA CONCURSO DE RAÇA BARROSÃ

Concurso pecuário de Raça Barrosã integra edição deste ano da Festa das Tradições de Ponte da Barca

O concurso pecuário de Raça Barrosã, que tem no município de Ponte da Barca o maior número de exemplares, vai ser a novidade na Festa das Tradições deste ano, em Ponte da Barca, que cumpre a sua 10ª edição entre 6 e 8 de maio, no Centro de Exposição e Venda de Produtos Regionais.

y1sp6jdVbWCczMAjRzJm

A iniciativa da autarquia, em colaboração com associações, artesãos e ranchos folclóricos locais pretende promover os usos e costumes minhotos e estimular a sua preservação, com uma programação que reúne gastronomia, artesanato, danças e cantares regionais e um concurso inédito de gado barrosão.

A iniciativa vai integrar, durante três dias, um espaço com diversas iniciativas que promovem o comércio local e dão a conhecer a cultura do concelho, aberto a partir de sexta-feira, dia 6, às 17 horas.

O caldo verde, o caldo de farinha, o bacalhau frito, o chouriço assado, a massa à lavrador ou o arroz de feijão, regados pelo vinho verde da região, são alguns dos petiscos típicos a servir nas tasquinhas, onde não vai faltar a animação com atuações dos ranchos folclóricos, das rusgas, dos grupos de bombos ou do encontro de concertinas.

PONTE DE LIMA RECEBE CONCURSO HÍPICO

Concurso de Saltos Internacional de Ponte de Lima. Expolima de 29 de abril a 1 de maio

Ponte de Lima volta atrair as atenções, com mais uma edição do Concurso Internacional de Saltos.

A 9ª edição deste evento equestre de características únicas acontece no próximo fim-de-semana, de 29 de abril a 1 de maio, na Expolima.

Esta prova Internacional, com presenças já asseguradas de cavaleiros do Brasil, França, Irlanda, Espanha, entre muitos outros, é já uma forte referência no panorama nacional e internacional.

As entradas gratuitas, as excelentes previsões meteorológicas previstas, as animações paralelas, as tasquinhas regionais e os póneis serão certamente motivos suficientes para atrair aficionados do mundo equestre e público em geral.

ESCOLA DAS TAIPAS VENCE CONCURSO NACIONAL COM VÍDEO VIMARANENSE ANTI-CORRUPÇÃO

PRÉMIO ENTREGUE ESTA QUARTA-FEIRA

Filme com mensagem simples e objetiva sobre o tema “Corrupção” valeu primeiro lugar nacional. Presidente do Município de Guimarães felicita distinção, cuja cerimónia de entrega decorreu esta quarta-feira, 27 de abril, em Lisboa.

Escola_Taipas_Premio_Prevencao_Corrupcao

A Escola Secundária de Caldas das Taipas, em Guimarães, venceu o concurso nacional de vídeo “Imagens Contra a Corrupção”, promovido pela Prevenção Portuguesa da Corrupção e pelo Tribunal de Contas. Elaborado pela turma do 11º ano do Curso Profissional de Técnico de Multimédia, o trabalho audiovisual teve a coordenação da diretora do curso, Dalila Durães, e do docente Pedro Ferreira.

O filme “Sê Cidadão e bate o pé à Corrupção” envolveu a participação de mais quatro turmas da escola nas filmagens realizadas durante três semanas, num total de mais de 40 horas de trabalho. A ideia do slogan “Sê cidadão e bate o pé à corrupção”, surgiu como forma de evoluir sobre a recorrente frase “Diz não à corrupção”, que emerge em muitas pesquisas sobre o tema.

O curso de Multimédia da Escola Secundária das Taipas já participou em duas edições anteriores deste concurso, obtendo sempre menções honrosas, contudo, este ano conquistou o 1º prémio. Estes vídeos serão posteriormente traduzidos pela Prevenção Portuguesa contra a Corrupção e serão colocados na página das Nações Unidas.

O concurso teve por objetivos criar espaços de reflexão dentro da comunidade escolar sobre questões relacionadas com a corrupção, a ética e a cidadania, promover leituras no âmbito das temáticas relacionadas com o tema do concurso, estimular a imaginação e a criatividade, além de envolver os jovens num conjunto articulado de saberes, que passam pela língua portuguesa, pelas tecnologias e pela arte.

CAMINHA ACOLHE PROVA DISTRITAL DE VIANA DO CASTELO DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2016

Concurso decorre no dia 27 de abril

Caminha vai acolher o Concurso Nacional de Leitura (CNL) 2016 /Prova Distrital de Viana do Castelo na próxima quarta-feira, dia 27. A prova conta com 103 alunos de 24 escolas do distrito. A representar o concelho estarão 12 alunos das escolas Ancorensis Cooperativa de Ensino e Escola Básica e Secundária Sidónio Pais. Daqui sairão dois finalistas a nível distrital; um concorrente do 3º ciclo e outro do secundário.

O CNL é a principal iniciativa do Plano Nacional de Leitura em que a Direção – Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) participa na qualidade de entidade coordenadora das Provas Distritais, realizadas por Bibliotecas Públicas Municipais.

É de referir que a (DGLAB) convidou o município de Caminha para realizar a 10ª prova distrital do Concurso Nacional de Leitura em 2016. Deste modo, a Biblioteca Municipal de Caminha, em articulação com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e a Cooperativa de Ensino Ancorensis, planeou toda a atividade, isto é, a seleção das obras a concurso; o contacto com todas as escolas concorrentes; o contacto com os patrocinadores; o convite ao Júri da prova oral; a elaboração das provas, etc.

Este Concurso de âmbito nacional desenvolve-se em três fases distintas. Durante a 1ª. fase, os concorrentes do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Secundário candidatam-se através das respetivas escolas. No início do 2º. trimestre, cada escola designa os três alunos vencedores em cada Ciclo e são esses os candidatos às Provas Distritais.

Assim, a 10ª prova distrital terá lugar durante todo o dia, sendo que a prova escrita será no edifício Paços do Concelho e a prova oral no Valadares, Teatro Municipal. Estas provas “obedecem a um formato o mais possível semelhante ao da Prova Nacional, ou seja, detêm uma forte componente de espetáculo, que integra um apresentador, prestações em palco por parte dos jovens concorrentes, um momento artístico (dança, teatro ou música) oferecido pelos jovens do concelho responsável pela Prova Distrital, um lanche ou um almoço de convívio entre adultos e adolescentes, e a distribuição de prémios, para além do diploma de participação”.

PROGRAMA

10h00 - Receção e registo dos participantes

10h30 - Distribuição dos alunos pelas salas (1 e 2) 

            e apresentação do programa do dia

11h00 - Início da prova escrita (duração 35 minutos)

11h35 - Final da Prova escrita

12h00 - Almoço na Escola 2,3/ Secundária de Caminha

13.00 - Percurso até ao Valadares-Teatro Municipal

13h30 - Filme sobre Caminha

13h35 - Apresentação dos elementos do júri (prova oral)

13h45 - Nomeação dos vencedores da prova escrita do      

            Ensino Secundário e do Terceiro ciclo 

          - Prova oral para os finalistas do Ensino Secundário 

            e Terceiro Ciclo

14h45 - Espetáculo musical

15h00 - Mensagens de Cristina Carvalho e Afonso Cruz

15h15 - Apreciação do júri e entrega de certificados às           

            escolas presentes

15h30 - Anúncio dos vencedores e entrega dos prémios

15h35 - Lanche e despedida

Os Livros do CNL do distrito de Viana do Castelo de 2016

3º Ciclo do Ensino Básico

O Alienista de Machado de Assis

Quem é louco em Itaguaí? Esta é a grande questão que se propõe neste livro. Conto extenso, quase uma novela, o Alienista é considerado o primeiro conto realista brasileiro. Uma obra-prima da nossa literatura, onde o autor de Dom Casmurro, Quincas Borba, Memórias póstumas de Brás Cubas conta a história do eminente doutor Simão Bacamarte, dedicado estudioso da mente humana que decide construir a Casa Verde --- um hospício para tratar os doentes mentais na pequena cidade de Itaguaí. Num final surpreendente, Machado de Assis mostra ao leitor que tudo é relativo e a normalidade nem sempre é aquilo que a ciência e os fatos atestam de forma absoluta.

O Gato de Uppsala de Cristina Carvalho

Esta é uma história de amor entre dois jovens, Elvis e Agnetta, uma história feliz de iniciação, de descoberta e sonho: a viagem, a pé, desde Uppsala até Estocolmo, movidos pelo desejo de descobrir o mistério do mar e de ver uma das maravilhas do seu tempo - o grande e rico Vasa - navio de guerra mandado construir por Gustavus II Adolphus, rei da Suécia. Quis o destino que, no dia 10 de agosto de 1628, dia da viagem inaugural, a vida de Elvis e Agnetta fosse salva por um gato.

Ensino Secundário 

O Pintor Debaixo do Lava-Loiças de Afonso Cruz

A liberdade, muitas vezes, acaba por sobreviver graças a espaços tão apertados quanto o lava-loiças de um fotógrafo. Esta é a história, baseada num episódio real (passado com os avós do autor), de um pintor eslovaco que nasceu no final do século XIX, no império Austro- Húngaro, que emigrou para os EUA e voltou a Bratislava e que, por causa do nazismo, teve de fugir para debaixo de um lava-loiças.

O Senhor Ibrahim e as Flores do Alcorão de Eric-Emmanuel Schmitt

Com uma escrita simples, emocionante e cheia de humor, Eric-Emmanuel Schmitt narra a história de um menino judeu e de um velho merceeiro árabe. Momo, o menino judeu, vive sozinho com um pai frio e distante. O senhor Ibrahim, o velho merceeiro árabe, é acolhedor, simpático e disponível. Juntos, vivem uma série de aventuras e constroem uma amizade que ultrapassa todas as fronteiras.

O Senhor Ibrahim e as flores do Alcorão é um livro para ler e reler, uma lição de sabedoria, de tolerância, de fatalismo e de bondade.

EMPRESA VIANENSE CONQUISTA MEDALHA DE OURO EM CONCURSO DE ERVAS AROMÁTICAS

A Aromáticas Vivas ganha Medalha de Ouro e o Prémio “O Melhor dos Melhores”

A Empresa AROMÁTICAS VIVAS, com sede em Viana do Castelo, acaba de vencer a Medalha de Ouro e o PRÉMIO “O MELHOR DOS MELHORES” no 3º Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas, com o produto Manjericão em vaso. Pelo 3º ano consecutivo o Manjericão em vaso Aromáticas Vivas é premiado neste concurso, tendo em 2014 e 2015 obtido a Medalha de Ouro, na categoria de ervas aromáticas frescas.

A Aromáticas Vivas também foi premiada neste concurso com a Medalha de Prata no produto Hortelã-menta em vaso, na mesma categoria.

Este concurso é realizado e avaliado pelo CNEMA e a Qualifica/ Origin Portugal. O júri é composto por um mínimo de 5 elementos, com origem geográfica diversificada, sendo escolhidos designadamente de entre personalidades dos meios académico, profissional, da restauração, da gastronomia, da distribuição e da comunicação social.

O objetivo principal do Concurso é premiar, promover, valorizar e divulgar as Ervas Aromáticas Tradicionais, genuínas e exclusivamente produzidas em Portugal.

Os prémios serão entregues durante a próxima Feira Nacional da Agricultura em Santarém, no início de Junho.

Trata-se de um momento particularmente importante para a Empresa e todos os seus colaboradores que diariamente produzem cerca de 16 variedades de plantas aromáticas para o mercado Ibérico, sendo que mais de 30% são exportadas para Espanha.

De modo a acompanhar as tendências do mercado a marca sofreu recentemente um rebranding, onde o seu logotipo e embalagens foram alterados de forma a tornarem-se mais próximas da preferência do consumidor.

A Empresa AROMÁTICAS VIVAS é em Portugal a maior produtora de ervas aromáticas em vaso, produzindo, embalando e vendendo também plantas cortadas para os mais diversos clientes espalhados pelos dois países. As suas instalações estão equipadas com a mais alta tecnologia de produção, amiga do ambiente e da mais elevada qualidade, tendo capacidade para produzir mais de 5 milhões de plantas ao longo de todo o ano.

CONCURSO DE FOTOGRAFIA DA SEMANA SANTA DE BRAGA JÁ TEM VENCEDORES

Ocorreu ontem, dia 15 de abril, pelas 21:30h, na loja FNAC do shopping Braga Parque, de Braga, o anúncio dos premiados e entrega de prémios nesta que foi a 8ª edição do Concurso de Fotografia subordinado ao tema “A Semana Santa de Braga”, iniciativa da Comissão da Semana Santa de Braga, com o apoio à divulgação da entidade regional de turismo do Porto e Norte de Portugal e da loja FNAC de Braga, como media partner o jornal “Diário do Minho”, e com o patrocínio da prestigiada marca Canon.

1premio_BrunoMartins_01

O júri atribuiu os principais prémios aos seguintes concorrentes:

1º prémio: Bruno Martins, 34 anos, de Braga

2º prémio: João Miguel Gomes Silva, 24 anos, de Braga

3º prémio: Luis Filipe Gomes Silva, 25 anos, de Braga

Também todas as 10 Menções Honrosas previstas no Regulamento foram atribuídas a:

Alexandre Ribeiro, 22 anos, de Braga

Bruno Gabriel Ferreira Silva, 28 anos, de Braga

Carlos Manuel Cunha Ferreira, 43 anos, de Braga

João Paulo Morais Caldas Moreira da Costa, 49 anos, de Braga

Jorge Manuel Rocha Pimenta, 47 anos, de Braga

José Carvalho, 24 anos, de Braga

José Rodrigo de Carvalho Faria Lima, 42 anos, de Braga

Luís Filipe Gomes Vilaça, 25 anos, de Braga

Silvino Jorge Rodrigues, 47 anos, de Braga

Tiago Araújo, 26 anos, de Braga

Recordamos os prémios que estavam a concurso:

1º Prémio:

Canon EOS 70D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 1.299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

2º Prémio:

Canon EOS M3 + 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

3º Prémio:

Canon PowerShot S120 Pack (no valor de 299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

Para todas as Menções HonrosasAssinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *

* Exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

Todos os concorrentes têm direito ainda a um vale de 10% de desconto em equipamentos Canon e recebem um Diploma de Participação.

1premio_BrunoMartins_02

Para quem não esteve presente na cerimonia de ontem, os vales de impressão de fotos FNAC, o vale de 10% de desconto Canon e os Certificados de Participação podem ser levantados na secção de fotografia da loja FNAC de Braga, mediante apresentação do BI ou Cartão de Cidadão.

Esta edição foi, sem dúvida, a maior e mais participada de sempre: 231 das 250 pré-inscrições foram preenchidas (um aumento de 14% relativamente à edição anterior) tendo submetido trabalhos a concurso 133 concorrentes, um aumento de 32% relativamente ao ano anterior.

Alguns dados estatísticos:

um total de 757 fotos a concurso

um total de 21 fotos premiadas

média de idades: 38 anos

mais novo: 18 anos

mais velho: 70 anos

participantes masculinos: 96 = 72% dos concorrentes

participantes femininos: 37 = 28% dos concorrentes

O júri foi composto pelas seguintes personalidades:

Presidente: Hugo Delgado

Representante da Comissão: José Alberto de Sousa Ribeiro

Representante da Canon: Domingos Araújo

Representante do Diário do Minho: Luis Carlos Fonseca

Sérgio Freitas, convidado

Todos os trabalhos serão alvo de exposição, esta no âmbito do programa cultural da Semana Santa de Braga de 2017.

2premio_JoaoMiguelGomesSilva_01

2premio_JoaoMiguelGomesSilva_02

3premio_LuisVilaca

CONCURSO DE FOTOGRAFIA "A SEMANA SANTA DE BRAGA" JÁ TEM VENCEDORES

Tal como previsto, o júri reuniu ontem e as fotos premiadas, relativas à 8ª edição do Concurso de Fotografia “A Semana Santa de Braga”, com o 1º, 2º e 3º prémios, bem assim como as Menções Honrosas, estão já escolhidas!

O anúncio dos premiados e a entrega de prémios ocorre na loja FNAC do Shopping Braga Parque, na sexta-feira, dia 15, pelas 21:30h.

image001

NOVIDADE este ano: o Diário do Minho sorteia uma assinatura digital anual do jornal entre todos os presentes!

Recordamos os excelentes prémios a atribuir:

1º Prémio:

Canon EOS 70D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 1.299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

2º Prémio:

Canon EOS M3 + 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

3º Prémio:

Canon PowerShot S120 Pack (no valor de 299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

Para todas as Menções Honrosas: Assinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *

* Exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

TODOS OS CONCORRENTES têm direito a um vale de 10% de desconto em equipamentos Canon e Diploma de Participação.

Esta é uma iniciativa da Comissão da Semana Santa de Braga, com o apoio à divulgação da entidade regional de turismo do Porto e Norte de Portugal e da loja FNAC de Braga, como media partner o jornal “Diário do Minho”, e com o patrocínio da prestigiada marca Canon.

PONTE DE LIMA DINAMIZA CONCURSO CONCELHIO DE LEITURA

O Município de Ponte de Lima vai dinamizar mais uma edição do Concurso Concelhio de Leitura direcionado para alunos do 3.º e 4.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico e para alunos do 5.º e 6.º ano de escolaridade, do 2.º Ciclo do Ensino Básico.

A realização deste evento, da responsabilidade da Biblioteca Municipal em cooperação com os Agrupamentos de Escolas do concelho, desenvolve-se em duas fases distintas.

A primeira fase do concurso decorre nas escolas e a 2.ª fase realiza-se na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, com a participação dos alunos que ficaram apurados no 1.º momento do concurso.

Assim, a Biblioteca Municipal contará com a presença dos alunos que já efetuaram a primeira fase do concurso a nível de escolas e transitaram para esta fase, que irão realizar uma prova escrita e uma prova de leitura sobre obras literárias selecionadas antecipadamente pelos professores e disponibilizadas posteriormente aos alunos para conhecimento e leitura dos livros, contos ou poemas.

Este concurso terminará com a entrega de prémios a decorrer no dia 05 de maio, às 10h30, na Biblioteca Municipal, cujo objetivo principal é estimular a leitura e desenvolver competências de expressão escrita e oral.

BRAGA FLORIDA DÁ MAIS COR AO CENTRO HISTÓRICO

´Braga Florida 2016´ alarga número de floreiras e ruas aderentes

Decorreu hoje, dia 7 de Abril, junto ao Arco da Porta Nova, a apresentação da iniciativa ´Braga Florida 2016´, que nesta edição terá um ´novo impulso´ com a oferta de mil floreiras, a somar às 800 já entregues nos dois anos transactos, e um alargamento significativo no número de ruas, de 25 para 40.

CMB07042016SERGIOFREITAS0000001687

O objectivo da actividade passa por dinamizar as ruas do Centro Histórico e obter uma Cidade ´mais alegre, colorida e embelezada´ com a ajuda dos comerciantes e moradores do centro histórico. “Este ano vamos dar uma maior dimensão ao projecto. Esperamos que os aderentes utilizem este período da Primavera para decorar as suas fachadas, varandas e janelas e tratar das suas flores com todo o carinho que merecem para que tenhamos uma Cidade cada vez mais atractiva para os munícipes e visitantes”, afirmou, Altino Bessa, Vereador do Ambiente.

O Vereador sublinhou que as flores dão um ambiente mais agradável às ruas, melhorando a qualidade de vida das pessoas que as frequentam. “A Cidade torna-se bem mais atractiva e dinâmica deste modo, pelo que desafiamos todos os moradores e comerciantes a associarem-se e contribuírem para ´transformar as ruas num jardim´”, referiu.

A iniciativa ´Braga Florida´ é também, graças ao seu modelo de sucesso, um exemplo para outro projecto que pretende juntar várias Autarquias e ter dimensão nacional, denominado ´Florir Portugal´. “Ficamos satisfeitos por ver o projecto replicado para o resto do país”, referiu.

O projecto ‘Braga Florida’ é organizado conjuntamente pela Câmara Municipal de Braga, pela Associação Comercial de Braga e Juntas de Freguesia da Sé, Maximinos e Cividade, S. João do Souto e S. Lázaro, S. Victor e S. Vicente. As inscrições podem ser efectuadas até dia 27 de Maio na respectiva sede de freguesia ou na Câmara Municipal, junto do Pelouro do Ambiente, Energia e Desenvolvimento Rural ou através do email ambiente@cm-braga.pt. A inscrição é gratuita e a distribuição das floreiras terá lugar a 3 de Junho, Dia Mundial do Ambiente.

CONCURSO DE POESIA DE PONTE DE LIMA JÁ TEM VENCEDORES

Vencedores do Concurso de Poesia 2016. Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

Ontem, 21 de março - Dia Mundial da Poesia, o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, acompanhado pelo Vereador da Educação, procederam à entrega de prémios do Concurso de Poesia.

DSCN6374 (Small)

Este concurso dinamizado pelo Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal, teve como principal objetivo incentivar a expressão literária em língua portuguesa e contou com a participação de mais de 60 candidatos.

Este ano apuraram-se dois vencedores, de acordo com a modalidade Geral e Prémio Revelação, que foram premiados com um conjunto de publicações do Município de Ponte de Lima e de autores limianos.

Os poemas vencedores são de autoria de Tatiana Silva – referente à Modalidade Prémio Revelação - e de Gustavo Pimenta, na Modalidade Geral.

Os participantes foram agraciados com o certificado de participação e com a oferta de um livro.

DSCN6357 (Small)

podeis

tirar

o macio cheiro da hortelã

o prurido leve da urtiga

o aroma breve da maçã

que amadura à moda antiga

a preguiça langorosa da manhã.

podeis

esconder as flores do pessegueiro

roubar do café o gosto

privar de prazer o caminheiro

deixar do vinho só o mosto

podeis

levar para longe o mar

proibir de o amar

podeis

até

esconder do sol a claridade

extinguir os dias que hão de vir

capar a fé na humanidade

enquanto

seu sorriso amanhecer os dias

o riso dos seus olhos

a cada piscadela

anunciar uma alvorada

podeis tirar-me tudo

não me tirais nada

Gustavo Pimenta

DSCN6372 (Small)

Amor

O meu Amor,

está enterrado,

nas profundezas,

do teu coração,

volta a desenterrá-lo,

e dá-me a tua paixão!

És o meu Amor sem fim,

um pudim de chocolate,

uma flor de jasmim,

que no meu coração bate!!

Queria dar-te um beijo,

de água salgada,

para depois nos afogarmos,

num sonho azulado,

que o mar, vai baloiçar…

Tatiana Silva

DSCN6355 (Small) (2)

CONCURSO DE MONTRAS EM PÓVOA DE LANHOSO JÁ TEM VENCEDORES

Revelados os vencedores do I Concurso de Montras de S. José

Já são conhecidos os estabelecimentos vencedores da primeira edição do Concurso de Montras de S. José, atividade promovida pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, em parceria com a Associação de Turismo da Póvoa de Lanhoso (ATPL), com o objetivo de contribuir para a dinamização e enriquecimento do comércio local.

Assim, na votação do júri, em primeiro lugar ficou a Farmácia Matos Vieira com 149 pontos; em segundo lugar, ficou a Óptica 1 com 138,5 pontos; e, em terceiro lugar, ficou a Cabeleireira e Estética Paula Cristina com 132 pontos. Na votação do público, através do facebook, também saiu vencedora a Farmácia Matos Vieira com 727 gostos.

“Esta iniciativa visa a promoção do comércio local. É importante que os nossos comerciantes se envolvam nas suas festas de uma forma ativa”, considera o Vereador para a Cultura e Turismo da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Armando Fernandes.

Nesta primeira edição participaram cerca de duas dezenas de estabelecimentos localizados na Vila da Póvoa de Lanhoso. “Estou convencido de que, no próximo ano, iremos ter uma participação mais alargada. De qualquer forma, contámos com duas dezenas de estabelecimentos, o que considero muito bom”, afirma o mesmo responsável.

O tema das montras foi alusivo ao S. José, já que esta iniciativa se inseriu no âmbito do programa das Festividades Concelhias. A pontuação foi atribuída tenda em conta a adequação ao tema, a mensagem, a originalidade e criatividade, a harmonia estética do conjunto e os materiais utilizados.

O júri foi constituído por um representante da ATPL, Ilda Conceição, por uma decoradora, Ana Mota, por um arquiteto, Vasco Fernandes, e por um representante da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Liliana Fernandes, com voto de qualidade, o qual não foi necessário. “Esta parceria com ATPL será para manter. Esta associação tem assumido connosco a promoção do serviço público de turismo. E todos temos a ganhar com esta relação de proximidade”, afirma, ainda.

O 1º classificado no concurso de montras de S. José receberá quatro publicações a cores num jornal local (meia página); um mês de publicidade no LED (na Praça Eng.º Armando Rodrigues); e uma placa para colocar no seu estabelecimento com a designação “1º Classificado do concurso de montras de S. José 2016”.

O 2º classificado terá duas publicações a cores num jornal local (meia página); 15 dias de publicidade no LED (na Praça Eng.º Armando Rodrigues) e uma placa para colocar no seu estabelecimento com a designação “2º Classificado do concurso de montras de S. José de 2016”.

O 3º classificado terá direito a uma publicação a cores num jornal local (meia página), a oito dias de publicidade no LED (na Praça Eng.º Armando Rodrigues) e a uma placa para colocar no seu estabelecimento com a designação “3º Classificado do concurso de montras de S. José 2016”.

O vencedor do prémio do público receberá oito dias de publicação no LED (na Praça Eng.º Armando Rodrigues). Esta iniciativa teve o apoio da empresa Ledisplay.

BRAGA REALIZA CONCURSO DE FOTOGRAFIA

A Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga anuncia a 8ª Edição do Concurso de Fotografia “A Semana Santa de Braga”. Com o patrocínio da Canon, o apoio à promoção da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal e do jornal Diário do Minho e também da loja Fnac de Braga.

image001

Lembramos as principais novidades e alguns detalhes que os participantes devem ter em conta na inscrição e submissão de trabalhos a concurso:

  • Há um número máximo de participantes– limitado a 250 concorrentes.
  • Mantém-se a obrigação de pré-inscrição. A pré-inscrição deverá ser feita entre as 00:00h de 17 de março e as 23:59h de 27 de março de 2016 e é feita exclusivamente onlineaqui.
  • O período de submissão de trabalhos é entre as 00h00 de 28 de março e as 23h59 de 4 de abril também em formulário que será disponibilizado oportunamente (apenas durante o período de submissão de trabalhos).
  • Os concorrentes devem obrigatoriamente apresentar um mínimo de 4 (quatro) e um máximo de 6 (seis) fotos a concurso;
  • As fotografias devem ser entregues em formato JPEG, resolução de 300 dpi, formato 20x30 cm.,a preto e branco ou a cores;
  • O nome dos ficheiros de cada foto deve cumprir a seguinte regra: NumeroBI_01.jpg. 
    Exemplo: 123456_01.jpg, 123456_02.jpg, 123456_03.jpg, 123456_04.jpg
  • O cumprimento destas regras deve ser da responsabilidade de cada um. A Organização não se responsabilizará por os trabalhos não cumprirem as regras e, eventualmente, não serem aceites a concurso.
  • Aconselha-se a todos a leitura atenta do Regulamento, já disponível no sítio oficial.

Os prémios, como habitual são excelentes e este ano até substancialmente melhorados:

PRÉMIOS

1º Prémio:

Canon EOS 70D C/ 18-135 IS Pack (no valor de 1.299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

2º Prémio:

Canon EOS M3 + 18-55 STM Accessory kit (no valor de 699 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

3º Prémio:

Canon PowerShot S120 Pack (no valor de 299 €) + assinatura digital anual do Diário do Minho

Para todas as Menções Honrosas: Assinatura digital anual do Diário do Minho + impressão gratuita de 50 fotos na FNAC *

* Exclusivamente para impressões em papel fotográfico até ao formato 20x30

Todos os concorrentes terão direito a um vale de 10% de desconto em equipamentos Canon e Diploma de Participação.

PRINCIPAIS DATAS a ter em conta

– Pré-inscrição: entre as 00h00 de 17 de março e as 23h59 de 27 de março de 2016

– Submissão de trabalhos: entre as 00h00 de 28 de março e as 23h59 de 4 de abril de 2016

– Conferência de imprensa do anúncio de resultados: 17 de abril 2016, 21h30, loja FNAC de Braga

Qualquer dúvida deve ser colocada via email para concursofoto@semanasantabraga.com.

Por fim, recordamos que está patente, desde o passado dia 3, na sala de exposições temporárias da Fonte do Ídolo, a exposição dos trabalhos premiados da 7ª edição (2015), que pode ser visitada até ao dia 29 de março.

PONTE DE LIMA ENTREGA PRÉMIOS AOS VENCEDORES DO CONCURSO "CARTA À RAINHA D. TERESA"

Entrega de Prémios do Concurso “Carta à Rainha D. Teresa” decorreu na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

Realizou-se no dia 15 de março, na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, a entrega de prémios do concurso “Carta à Rainha D. Teresa”.

DSCN6168 (Small)

Coube ao Vereador da Educação da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Dr. Paulo Sousa, a entrega de prémios à aluna vencedora e aos participantes do Concurso ‘Carta à Rainha D. Teresa', na EB1 de Ponte de Lima, manifestando a sua satisfação pelo empenho, dedicação e participação nesta ação.

Recorde-se que esta iniciativa foi dinamizada pela Biblioteca Municipal de Ponte de Lima e pretendeu estimular o gosto pela escrita criativa, pelo património, pela história e cultura local, consolidando múltiplos conhecimentos.

Este ano a iniciativa teve como temática “Gastronomia Local”, colocando em relevo esta expressão de diferenciação cultural, cuja participação foi ativa e reveladora de grande criatividade e conhecimentos das nossas tradições gastronómicas.

A vencedora do Concurso, Beatriz Cerqueira de Oliveira, recebeu como prémio um conjunto de livros e oferta de bilhetes família para visitar os Museus de Ponte de Lima e os participantes foram brindados com um kit lúdico-pedagógico.

CONCURSO YPEF: APROVEITA AS FÉRIAS E APRENDE SOBRE A FLORESTA

Faltam 3 dias para as férias da Páscoa. Período que podes aproveitar para conhecer melhor o Booklet e participar no maior Concurso Florestal Europeu.

image004

As inscrições no Concurso YPEF terminam a 08 de Abril, mas estas férias da Páscoa são uma boa oportunidade para aprenderes sobre a floresta e te preparares para as provas escritas.

Não te esqueças, este ano as perguntas de escolha múltipla incidirão apenas na informação dos países participantes. Qualquer dúvida, poderás contar com o apoio do teu professor e com a Comissão Nacional do Concurso YPEF. Estamos sempre disponíveis para ti.

Contamos contigo e com a tua equipa para representar Portugal na final nacional e europeia. Os teus colegas estão à tua espera!

Participa!

Para mais informação e participação consulta o site www.forestis.pt e o Facebook

CONCURSO DE FOTOGRAFIA PROMOVE PATRIMÓNIO DE VIZELA

“Igreja de S. João” e “Condizente” venceram quinta edição do concurso “Vizela Sentida”

José António Freitas Guimarães, de Vizela, foi o vencedor da melhor fotografia na categoria do Concurso Tema Vizela com o título “Igreja de S. João”. Na categoria Tema Livre, o vencedor foi Manuel António Pereira Fernandes, de Guimarães, com o tema “Condizente”.

IGREJA S. JOÃO - 1º TEMA VIZELA

De relembrar que a Câmara lançou em outubro transacto o 5.º Concurso de Fotografia “Vizela Sentida”, com o objetivo de envolver a comunidade local e de outras regiões do país e do mundo, numa recolha original de fotografias. Foram apresentadas 27 fotografias a concurso.

O concurso comportou duas vertentes: a primeira direcionada para o tema “Vizela”, e a segunda para um tema “Livre”.

O concurso destinou-se a fotógrafos amadores e profissionais, sem qualquer restrição de idade, podendo participar no concurso pessoas residentes no Concelho de Vizela ou de outras localidades.

Aqui ficam os vencedores das melhores fotografias do 5.º Concurso de Fotografia “Vizela Sentida”:

TEMA VIZELA

1º CLASSIFICADO - Igreja de S. João

José António Freitas Guimarães

VIZELA

Prémio, 1 almoço ou jantar – Frango à Merendeiro (prato típico de Vizela), para 2 pessoas, no restaurante Adega Avelino

2º CLASSIFICADO - Janela Fechada

Maria da Graça da Silveira Cortez Antas

VILA NOVA DE FAMALICÃO

Prémio, 1 Circuito Turkish Spa no Mourisco Hamman Turkish Spa, para 2 pessoas

3º CLASSIFICADO - Espelho Meu

Anabela da Silva Ramos

GUIMARÃES

Prémio, 1 cabaz com produtos regionais de Vizela (1 bolinhol da Pastelaria Fina, 1 garrafa de vinho verde das Caves Casalinho, 1 frasco de mel e 1 peça de artesanato da Associação de Artesãos de Vizela)

TEMA LIVRE

1º CLASSIFICADO – Condizente

Manuel António Pereira Fernandes

GUIMARÃES

Prémio, 1 almoço ou jantar – Frango à Merendeiro (prato típico de Vizela), para 2 pessoas, no restaurante Adega Avelino

2º CLASSIFICADO - Descanso

Anabela da Silva Ramos

GUIMARÃES

Prémio, 1 Circuito Turkish Spa no Mourisco Hamman Turkish Spa, para 2 pessoas

3º CLASSIFICADO - Por do Sol

Anabela da Silva Ramos

GUIMARÃES

Prémio, 1 cabaz com produtos regionais de Vizela (1 bolinhol da Pastelaria Fina, 1 garrafa de vinho verde das Caves Casalinho, 1 frasco de mel e 1 peça de artesanato da Associação de Artesãos de Vizela)

PÓVOA DE LANHOSO REALIZA CONCURSO DE FOTOGRAFIA

Concurso de Fotografia + Igualdade sobre Cidadania, Igualdade e Oportunidades com inscrições a decorrer

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através dos Serviços de Ação Social, nomeadamente na resposta SIGO – Serviço para a Promoção da Igualdade de Género, e da Comissão “+ Igualdade + Cidadania”, já tem abertas as inscrições para o Concurso de Fotografia, que visa assinalar o Dia Municipal para a Igualdade (23 de março).

As fotografias devem obedecer às temáticas da Cidadania, Género e Oportunidades. O prazo para entrega, na Divisão de Gestão Administrativa da Câmara Municipal, nos Paços do Concelho, termina a 18 de março. Os prémios serão entregues no dia 15 de maio, Dia Internacional da Família.

De lembrar que a Autarquia da Póvoa de Lanhoso instituiu o 23 de março - data do início da revolta da Maria da Fonte - como Dia Municipal para a Igualdade, isto no seguimento da sua missão e em favor da Cidadania, como boa prática no âmbito do projeto LocalDiguais - Plano Municipal para a Igualdade, que decorreu entre 2011 e 2013.

Desde então, no âmbito do SIGO, todos os anos o dia tem vindo a ser assinalado das mais variadas formas. Em 2016, a data será assinalada através da promoção deste concurso de fotografia, designado "+ Igualdade", com base numa ideia surgida no seio da Comissão "+ Igualdade, + Cidadania".

Lembre-se que esta Comissão, que oficialmente foi apresentada na passada Semana Municipal para a Igualdade (anualmente assinalada de 19 a 25 de novembro), é constituída por vários elementos - internos e externos ao Município, tentando ser heterogéneo em termos de formação e atividade profissional dos seus elementos - e tem como vocação analisar e ponderar a execução das políticas locais no âmbito da Igualdade, Cidadania e Direitos Humanos, propondo a realização de ações no âmbito das referidas temáticas, vindo desta forma reforçar um serviço da Autarquia, que foi e continua a ser reconhecido, dentro e fora do país, ou seja, o SIGO - Serviço para a Promoção da Igualdade de Género, resposta dos Serviços de Ação Social e Saúde.

CAMINHA DOCE PARA VISITAR ATÉ AMANHÃ

Vencedores do concurso Arte Doce já são conhecidos

Termina amanhã mais uma edição da Caminha Doce – Feira de Doçaria. A qualidade dos bolos a concurso, a afluência de visitantes, as vendas, os workshops, e as demonstrações “A Hora do Meu Bolo” estão a marcar mais uma edição do certame. Para além da tentação dos bolos, ainda pode usufruir de vários workshops. O evento que está a transformar Caminha na capital dos doces encerra amanhã com a entrega de prémios do concurso Arte Doce.

A Caminha Doce abriu portas na passada sexta-feira com a atuação a Tuna da Universidade Sénior do Rotary club de Caminha. Guilherme Lagido, vice-presidente do Município, deu as boas vindas a todos os expositores que estão a contribuir para a história do certame. Foram ainda conhecidos os vencedores do concurso Arte Doce, subordinado ao tema “Folia Doce”. Em primeiro lugar ficou a Camipão S. A com o bolo “O Circo”, em segundo a ETAP Escola Profissional com o bolo “Baile de Máscaras” e em terceiro lugar a Petinga Doce com o bolo “Folia de Caminha”. A pastelaria Caminhense obteve uma menção honrosa pela participação com o bolo “Palhaço do Sorriso Amarelo”.

Esta edição está a superar as expectativas. Na verdade, nem o mau tempo tem demovido as pessoas de visitarem o certame, comprarem as muitas tentações doces que se encontram à venda e de participarem nos workshops e demonstrações. É de realçar que os workshops continuam a ser a atração, com destaque para a novidade na programação, as demonstrações “A Hora do Meu Bolo” levadas a cabo por pessoas do concelho que quiseram associar-se ao certame e demonstrar as suas habilidades doceiras. Hoje ainda pode assistir às seguintes demonstrações: “A Hora do Meu Bolo”: bolo de caramelo e bolinhos dos santos, pela irmã Maria Henriqueta e bolo bom de Caminha, por Isabel Sousa. Amanhã, a tarte merengada de lima e limão, por Nádia Fernandes Mealha, fecha a “A Hora do Meu Bolo”. No que respeita aos workshops, Daniela Amorim vai surpreender com “compota banana kiwi” e “compota abóbora courgette e cardamomo”.

FONTE DO ÍDOLO EM BRAGA RECEBE TRABALHOS DO XII CONCURSO MUNICIPAL DE FOTOGRAFIA

Exposição estará patente até dia 28 de Fevereiro

Foi inaugurada ontem, dia 03 de Fevereiro, a Exposição dos trabalhos do XII Concurso Municipal de Fotografia. Composta por mais de 50 fotografias, a exposição estará patente ao público até dia 28 de Fevereiro, na Fonte do Ídolo.

DSCF4534

Subordinado ao tema “Vistas, perspectivas e postais sobre o Centro Histórico”, o XII Concurso Municipal de Fotografia teve como novidade o facto de as fotografias terem sido reveladas a Preto e Branco. Esta opção técnica e artística, conjugada com o tema escolhido, despertou o interesse e a sensibilidade dos concorrentes relativamente ao Centro Histórico nas suas múltiplas dimensões. O período para captação de imagens prolongou-se por cerca de 24 horas, com início no dia 20 de Dezembro de 2015.

DSCF4493

Segundo Miguel Bandeira, vereador do Planeamento, Ordenamento e Urbanismo, o concurso tem por objectivo a divulgação, conhecimento e atracção pelo património histórico e cultural de Braga, mais concretamente o centro histórico, a área alvo deste concurso. “Temos fotografias de nível profissional, sendo que o uso de máquinas descartáveis condiciona a tipologia das imagens e vem relançar a importância da fotografia para além do que o digital oferece. Trata-se de uma expressão artística que merece ser compreendida e contemplada”, afirmou.

Por seu turno, Lídia Dias, vereadora da Cultura, sublinhou que o facto de as fotografias estarem expostas na Fonte do ídolo vem dar um brilho ainda maior ao concurso. “A exposição está localizada num espaço único da Cidade e permite aos visitantes terem a oportunidade de verem a Cidade a preto e branco e apreciarem, apo mesmo tempo, um núcleo museológico ímpar do nosso legado romano”, afirmou.

DSCF4538

O júri atribuiu o Primeiro Prémio ao concorrente Nuno Miguel Silva Costa e Menções Honrosas aos concorrentes Pedro Emanuel Sardo Alvim e Marcelo Gonçalves Marques, registando que estes trabalhos corporizavam significativo mérito e qualidade.

O júri entendeu também deixar registado um voto de reconhecimento e louvor à participação no concurso de utentes do Centro D. João Novais e Sousa, instituição que acolhe e apoia pessoas com deficiência mental e cuja participação vem conferindo a esta iniciativa uma verdadeira dimensão social, genuinamente inclusiva, na medida em que proporciona uma experiência sociocultural em paralelo e harmonia com os demais cidadãos.

Cada concorrente deixou-se inspirar pelas mais de 110 Ruas, Largos, Campos, Praças e Avenidas, que compõem o Centro Histórico de Braga, bem como pelos mais de 2500 edifícios que o integram, de entre os quais se destacam mais de 40 imoveis classificados como Bens Culturais, e teve a oportunidade de captar as mais belas e extraordinárias vistas, perspectivas e postais sobre o Centro Histórico.

Ao longo das suas 12 edições, o Concurso Municipal de Fotografia teve, no total, 617 participantes, 15.829 fotos reveladas e 716 fotos expostas publicamente que passaram a integrar o acervo do Museu da Imagem.

DSCF4559

PÓVOA DE LANHOSO REALIZA CONCURSO LITERÁRIO

Já está a decorrer o Concurso Literário António Celestino

Decorre até ao dia 29 de fevereiro, o prazo de entrega de trabalhos referentes ao Prémio Literário António Celestino, escritor da Póvoa de Lanhoso, autor de inúmeros escritos.

Criar e consolidar hábitos de leitura, fortalecer práticas de escrita criativa e valorizar a expressão literária nas camadas jovens e nos adultos, envolvendo a comunidade escolar e a população em geral, são os objetivos do Concurso Literário António Celestino, escritor nascido na Póvoa de Lanhoso (1917-2013).

Esta iniciativa é promovida pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através da Biblioteca Municipal, e pela Rede de Bibliotecas Escolares da Póvoa de Lanhoso.

Os concorrentes deverão produzir um texto em prosa, original e inédito, em língua portuguesa, sobre o tema “O feminino…”, e os trabalhos deverão ser entregues junto de qualquer das Bibliotecas promotoras (Biblioteca Municipal, na Casa da Botica; Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio; e Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso).

Na edição de 2016, o Regulamento prevê algumas alterações, respeitantes, por exemplo, às categorias previstas.

Assim, este ano, são cinco os escalões: A – alunos do 3º e 4º anos de escolaridade – 1º ciclo; B – alunos do 5º e 6º anos de escolaridade – 2º ciclo; C – alunos do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade – 3º ciclo; D – alunos do 10º, 11º e 12º anos de escolaridade – ensino secundário; E – público em geral (residentes no concelho da Póvoa de Lanhoso).

Os vencedores serão conhecidos durante a realização de duas cerimónias (uma para os escalões A, B e C e outra para os escalões D e E) a realizar no Dia Mundial do Livro, a 23 de abril de 2016, no Theatro Club.

Os trabalhos serão apreciados e seriados por um júri e os vencedores de cada escalão irão receber prémios pecuniários.

O “Concurso Literário António Celestino” tem um Regulamento próprio que deverá ser consultado.

António Celestino é autor de obras como “Gentes da Terra”, prefaciada por Jorge Amado, “Antigamente era san johan de rei”, “…às vezes fico pensando se isto será poesia”, “Contos (mal) falados”, “Poemas de cera perdida” e “Contos em forma de cereja”. Em 2006, publicou as suas memórias: “uma vida em si menor”. Muito jovem emigrou para o Brasil.

Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique, Grande Oficial da Ordem de Benemerência, Medalha de Mérito Cultural Castro Alves, Cidadão Honorário da Cidade de Salvador, Curador da Fundação do Infante Dom Henrique, Conselheiro da União das Comunidades Portuguesas, Membro da Academia de Letras da Bahia e Sócio Honorário da Sociedade Santa Cruz e do Terreiro de Candomblé Axé Apó Afonjá.

Era de S. João de Rei, onde veio passar seus últimos anos, na companhia de sua esposa, Sãozinha.

Deu-nos o prazer da sua existência entre 24 de maio de 1917 e 21 de abril de 2013.

BARCELOS VIRA CIDADE PRESÉPIO

Moradores da Fonte de Baixo vencem IV Concurso “Barcelos Cidade Presépio”

Os Moradores da Fonte de Baixo foram os vencedores do IV Concurso “Barcelos Cidade Presépio”. A edição deste ano contou com a participação de 11 conjuntos de moradores, associações, instituições e artesãos que, com a representação do presépio tradicional, encheram as praças, largos e ruas da cidade, transportando o espírito de construção familiar para a rua, construindo o presépio de grandes dimensões.

A cultura de construção artística do presépio tradicional nos locais-chave da área urbana foi o mote para promover e dinamizar a interação e partilha entre o comércio, a comunidade e o turismo, concretizando, deste modo, o conceito e o espírito de cidade “presépio”. Este concurso contribui para a dinamização do centro histórico, e marca decisivamente a afirmação de Barcelos enquanto espaço cultural e turístico ligado ao “presépio”, em complemento às demais ações de natureza artística realizadas durante esta quadra.

Segue lista com todos os participantes.

Artesã Fátima Miranda

Largo Dr. José Novais

Artesão João Baptista Rego

Praça de Pontevedra

Moradores Rua Miguel Bombarda

Largo do Bonfim

Associação A Nossa História

Urbanização de S. José

Moradores Fonte de Baixo

Largo da Fonte de Baixo

ACIB

Largo Dr. Martins Lima

Bombeiros V. de Barcelinhos

Travessa Sr. Do Galo

Escuteiros - 13 Alcaides de Faria

Largo Lord Baden Powell

Associação CRD Quinta do Aparício

Rua Silva Vieira

Bombeiros V. de Barcelos

Avenida Dr. Sidónio Pais

Santa Casa da Misericórdia

Campo da República

 

FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA RECEBE CANDIDATOS DE 8 PAÍSES DIFERENTES

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima 2016: “Jardins do Conhecimento”

Em 2016, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, evento distinguido com o título Garden Tourism awards – prémio internacional atribuído a organizações mundiais, que se destacam no desenvolvimento e promoção dos jardins enquanto atração turística, será representado por 8 nacionalidades diferentes, que irão compor a 12ª edição deste certame.

O conceituado Festival Internacional de Jardins, continua a ser uma forte referência ao nível da inovação e da natureza. Todos os anos, é selecionado um tema e são escolhidos os autores daqueles que serão os jardins apresentados a público. A beleza destes jardins está na variedade cultural que representam, na forma como várias pessoas, completamente diferentes, olham para determinado tema e o representam em forma de um moderno e surpreendente jardim.

Assim, o tema do próximo ano “Jardins do Conhecimento” recebeu 34 candidaturas oriundas de 11 países, com o maior número de propostas nacionais (13), seguindo-se a vizinha Espanha e Áustria com 5; Brasil, Itália e França, 2 propostas cada, e as restantes, com uma cada, são provenientes da Inglaterra, Republica Checa, Suíça, Alemanha e Polónia.

Mantendo a sua originalidade e inovação, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, visa despertar a criatividade e a imaginação de quem o visita, sendo um verdadeiro ponto turístico, atraindo, progressivamente um maior número de visitantes.

Para 2016 as propostas selecionadas pelo júri são as seguintes:

Into the Light – Universidade de Boku - Valentina Macchi, Francesca Poloni, Sophie Thiel e Roland Wuck - Áustria

Garden’s Numbers – Matteo Veronese e Martina Mangolini – Itália

DNA – Universidade de Mendel - Sebastian Loder – República Checa

A Célula – Cristina Calheiros e Maria Luís Antas de Barros – Portugal

Conhecimento Exportado – Mónica Gandra, Paulo de Carvalho e Tiago Ferreira – Portugal

Connecting Knowledge- Cristina Cuevas, Julia Lanza e Danilo Guerra- Espanha

Mundo Claustrum – Instituto S.João de Deus – Casa de Saúde S. José e Aroma do Vale – Portugal

96 Percent – Les Beker – Inglaterra

Homenagem ás Árvores – Vanda Aranha, Fabio A. da Silveira, Leando Lattes e Florencia Grassi – Brasil Nucis – Liceu Francês do Porto – Joaquim Luxo, Pelei Zheng, Vincent Beigbeder, Manuel Pimenta, Catarina Teixeira e Kenza Lopes– Portugal

Les Pyramides de la Connaissance – Albert Schrurs, Wendy Gaze, Anne-Sophie Richard, Amélie Ramseyer e Jessica Terrapon – Suíça.

Como o mais votado em 2015, temos o jardim “A Casa da Água” de Espanha, da autoria de Iuliana Pavalan, e Oa Bescos, que continuará em exposição na 12ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, em 2016.

BARCELOS PROMOVE DOÇARIA

Doçaria barcelense a concurso este fim-de-semana. Avaliação do júri acontece na manhã de sábado, 5 de dezembro, no Posto de Turismo

A Câmara Municipal de Barcelos promove já este fim-de-semana, 5 e 6 de dezembro, a sexta edição do concurso “Barcelos Doce”, uma iniciativa integrada na programação de Natal “Barcelos Cidade Presépio”, com a qual se pretende valorizar e fomentar o trabalho e a criatividade nesta área. Este ano aderiram onze pastelarias e confeitarias do concelho.

O concurso arranca durante a manhã de sábado, no Posto de Turismo, com a apresentação de todos os doces a concurso e que contará com a avaliação do júri nas categorias de bolo-rei, no pão-de-ló e tronco de Natal.

Durante dois dias, a doçaria tradicional pode ser apreciada nos estabelecimentos aderentes.

CELORICO DE BASTO REALIZA CONCURSO PECUÁRIO DE RAÇAS AUTÓCTONES

Concurso pecuário de raças autóctones voltou a ser destaque na Sta. Catarina em Celorico de Basto

A Feira Anual de Sta. Catarina terminou em beleza com o concurso pecuário de raças autóctones a juntar mais de 100 cabeças de gado das diferentes raças no recinto do Mercado Municipal. A feira esteve nas ruas de Celorico durante quatro dias e voltou a ser motivo de atração para população e turistas.

_DSC8976

“A Feira Anual de Santa Catarina é um certame que tem vindo a crescer de forma considerável fruto do investimento concertado da Câmara Municipal. As tradições inerentes a esta feira mantêm-se inalteradas mas temos vindo a aprimorar para criar as melhores condições aos feirantes, aos produtores de gado, e por conseguinte a tornar esta feira atrativa também para turistas, uma vez que estamos a investir amplamente neste setor”, disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

_DSC8921

O autarca reforçou ainda tratar-se de um certame “onde se vendem alfaias agrícolas, árvores de fruto e outros artefactos agrícolas mas é também uma feira que em tempos, serviu para que as pessoas se apetrechassem com cobertores e outros adereços quentes para passar o inverno” recordou. “O concurso pecuário das raças Autóctones é uma atividade de referência desta feira que permite aos produtores mostrarem alguns dos seus melhores exemplares de gado bovino e por conseguinte valorizar a atividade. Neste setor não posso deixar de ressalvar a inovação desta feira com o I concurso Inter escolas Agrícolas da raça frísia, razões mais que muitas para tornar esta feira cada vez mais atrativa aos visitantes” concluiu.

_DSC8787

A feira anual de Sta. Catarina decorreu de 22 a 25 de novembro com atividades múltiplas a atrair os visitantes. No último dia, hoje, foi destaque o Concurso Pecuário das raças Autóctones para produtores locais que permitiu premiar os melhores exemplares de gado bovino das diferentes raças e respetivas classes. Em concurso estiveram a raça Minhota, a raça Barrosã e a raça Maronesa.

Segundo o presidente da Casa do Agricultor, Paulo Mota, umas das entidades parceiras na organização do Concurso pecuário, este concurso “serve como estimulo para os produtores de gado bovino”. Um concurso muito participativo por produtores e população.

_DSC8998

Destaque também para o corta mato da Santa Catarina com os alunos do Agrupamento de Escolas e os alunos da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto, a disputarem os lugares no pódio nas diferentes categorias. Um corta mato característico da Sta. Catarina que percorre troços previamente estipulados pela vila de Celorico de Basto.

Em dia de encerramento da Santa Catarina os presentes puderam assistir à apresentação dos cavalos de raça garrana.

Este ano a Santa Catarina decorreu de 22 a 25 de novembro pelas ruas de Celorico de Basto.

_DSC9104

CONCURS "DIA DA FLORESTA AUTÓCTONE" EM VIANA DO CASTELO JÁ TEM VENCEDORES

CMIA de Viana do castelo dá a conhecer a lista de classificação final dos trabalhos recebidos no âmbito do Concurso “Dia Nacional da Floresta Autóctone”.

Todas as turmas participantes irão receber uma espécie autóctone para plantar na sua escola ou outro espaço que entendam pertinente.

Na próxima 2ª feira, dia 23 de novembro, iremos assinalar este dia temático com a reflorestação de uma área no Monte de St.ª Luzia com a turma vencedora.

Os trabalhos realizados ficarão expostos no CMIA até ao dia 31 de dezembro – consultar aqui horário do CMIA.

FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS EM PONTE DE LIMA JÁ TEM VENCEDOR

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima 2015: “A Água no Jardim”

“A Casa da Água” foi o jardim mais votado na edição do corrente ano do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, evento distinguido com o título Garden Tourism awards – prémio internacional atribuído a organizações mundiais, que se destacam no desenvolvimento e promoção dos jardins enquanto atração turística.

0245 (8) (Small)

Proveniente de Espanha, o jardim preferido pelo público, é da autoria Iuliana Pavalan, e Oa Bescos - ambas Arquitetas Paisagistas.

O jardim Espanhol mostra que em “qualquer jardim, a água representa um elemento muito singular, transformando sobremaneira a sua envolvente e adiciona-lhe uma dimensão diferente, originando um efeito muito preponderante sobre a forma como lemos e entendemos um jardim, uma vez que estimula os nossos sentidos e possibilita uma abertura mental para tudo que nos circunda.”

0245 (14) (Small)

Como o mais votado, o jardim “A Casa da Água” vai manter-se em exposição na 12ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, em 2016.

De realçar que a presente edição contou pela primeira vez com o Festival de Jardins Escolinhas de Ponte de Lima, ação dinamizada pelo Serviço Educativo da Área Protegida e pela Câmara Municipal de Ponte de Lima, e que resulta numa nova medida de estimular o envolvimento dos pontelimenses, permitindo-lhes compreender a dimensão da sua importância na promoção e no desenvolvi­mento sustentável do concelho. O Festival de Jardins Escolinhas de Ponte de Lima visou ainda concretizar um dos principais objetivos do Festival, conferindo-lhe um contributo pedagógico, de mobilização e de sensibilização da população, especialmente das camadas mais jovens, para a arte dos jardins e da preservação ambiental.

Desfolhada_CEFacha

No total estiveram expostos 12 jardins, um por cada Centro Educativo do concelho, sendo o mais votado a proposta da Eco Escola Centro Educativo da Facha com o jardim “A Desfolhada é uma Festa”.

O jardim retratou o ambiente associado a uma tarefa agrícola desenvolvida, cada vez mais, com o objetivo da sua perpetuação no tempo, já que a produção de milho para grão tem registado uma diminuição contínua.

“A desfolhada, pese embora implique um trabalho árduo, ao ser participada por adultos, jovens e crianças, familiares e vizinhos, dentro de um verdadeiro espírito de comunitarismo e de amizade, acaba sempre por ser uma festa.”

O jardim foi ainda enriquecido com vários utensílios e alfaias agrícolas, associados à cultura do milho.

Em 2016 o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima apresenta-se com o tema “Jardins do Conhecimento”. Para mais informações consulte o site www.festivaldejardins.cm-pontedelima.pt ou contacte através do email festivaldejardins@cm-pontedelima.pt.

Desfolhada_CEFacha_maquete

CABECEIRAS DE BASTO REALIZA ENCONTRO DE QUADRAS POPULARES

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupos

Vinte e sete grupos apresentaram-se ontem, dia 15 de novembro, ao 15º Encontro de Quadras de S. Martinho, uma iniciativa organizada pela Basto Vida e pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, em colaboração com a União de Freguesias de Arco de Baúlhe e Vila Nune, um convívio de S. Martinho repleto de animação, onde não faltaram as castanhas assadas e o vinho novo.

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

Mais de 400 cantadores/tocadores em representação das associações, coletividades e instituições do concelho de Cabeceiras de Basto subiram ao palco do Pavilhão Desportivo do Arco de Baúlhe e interpretaram músicas e letras originais ou adaptadas alusivas à época, revivendo a tradição e estimulando a defesa do património cultural que são as cantigas populares.

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

O encontro que juntou, assim, centenas de pessoas teve como principal objetivo a apresentação de cantares de quadras inspiradas em São Martinho, nas suas formas mais genuínas e autênticas, proporcionando ao mesmo tempo uma jornada de convívio entre as associações/coletividades do concelho e o público em geral.

Ao evento não faltaram o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, o presidente da direção da Basto Vida, também ele presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, os vereadores e presidentes das Juntas de Freguesia, entre outros autarcas do município e das freguesias e público em geral.

No final da tarde, realizou-se o já típico magusto com castanhas assadas, caldo verde e vinho novo para todos os presentes.

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

Encontro de Quadras de S. Martinho juntou 27 grupo

CENTRO DE MONITORIZAÇÃO E INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL DE VIANA DO CASTELO PROMOVE CONCURSO

O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Viana do Castelo leva a efeito uma iniciativa integrada no próximo Feirão de Natal, a dinamizar no Mercado Municipal, direcionado ao ensino pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico.

Conforme regulamento em anexo destacamos o seguinte:

  1. Podem candidatar-se a este concurso todas as turmas de qualquer escola do Ensino Pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho de Viana do Castelo;
  2. Cada turma deverá construir decorações de Natal feitas em materiais reutilizados/reciclados e inspirados preferencialmente em elementos característicos da nossa etnografia e trajes regionais;
  3. A turma vencedora participará numa visita de estudo a uma exploração agrícola do concelho de Viana do Castelo, durante o ano letivo 2015/2016, em data a consensualizar posteriormente;
  4. calendarização do concursoserá da seguinte forma:
  5. Inscrição até 20 de novembro de 2015 através do email: cmia@cm-viana-castelo.ptou através do contacto telefónico: 258 809 362;
  6. Entrega dos trabalhos até 4 de dezembro de 2015 no CMIA;
  7. Comunicação do vencedor no dia 12 de dezembro de 2015, às 12h30, no Mercado Municipal.
  8. Exposição dos trabalhos entre 12 de dezembro a 6 de janeiro de 2016 no Mercado Municipal de Viana do Castelo.

BRAGA PROMOVE CONCURSO DE PRESÉPIO

Município de Braga promove I Concurso 'Presépio em Família'

Reúna a sua família, dê azo à criatividade e construa o mais belo presépio em família. O desafio é feito pelo Município de Braga que promove o I Concurso 'Presépio em Família'.

A iniciativa, desenvolvida em parceria com o Braga Parque, tem como principal objectivo manter viva a tradição do presépio e fomentar a imaginação e criatividade, assim como os momentos de partilha no seio familiar.

Resultantes da interpretação livre, criativa e diversificada sobre esta simbologia secular da época natalícia, os dez melhores presépios serão alvo de uma exposição no Braga Parque, a realizar de 1 a 20 de Dezembro. A exposição completa, que englobará todos os trabalhos a concurso, decorrerá na Casa dos Crivos, de 22 de Dezembro e 6 de Janeiro de 2016.

Em jogo estão prémios no valor de 300 (1.º lugar), 200 (2.º lugar) e 100 (3.º lugar) euros em cartão 'Mundicenter Gift Card - Braga Parque'. Os classificados entre o 4.º e o 10.º lugar recebem cartões no valor de 10 euros.

As famílias interessadas em participar nesta iniciativa devem inscrever-se através do link http://goo.gl/forms/Jveclnb1pe

O regulamento pode ser consultado em https://goo.gl/wkYoMn

BARCELOS REALIZA CONCURSO DO GALO ASSADO

Excelência e equilíbrio marcam décimo concurso do Galo Assado

Terminou ontem, 18 de outubro, a décima edição do concurso Galo Assado que premiou com o Galo de Ouro os restaurantes Dom Carlos (Galo Recheado No forno), Galliano (Galo à peregrino) e Pedra Furada (Galo recheado no forno à moda de Barcelos). 

Dom Carlos (Galo Recheado No forno), Galliano (Galo à peregrino) e Pedra Furada (Galo recheado no forno à moda de Barcelos) foram os grandes vencedores da décima edição do concurso Galo Assado conquistando a categoria de Galo de Ouro, face à excelência das composições apresentadas a concurso.

O júri do concurso composto pelo Chefe Eduardo Vinagre, pelo Chefe Feliciano Silva e pelo famoso João Carlos Silva, que veio propositadamente de S. Tome e Príncipe para integrar a equipa de jurados deste concurso, visitou e avaliou os restaurantes atribuindo ainda a categoria de Galo de Prata ao restaurante Solar Real, Vera Cruz, Muralha e Chuva, enquanto com o titulo de Galo de Bronze, ficaram Babette, Casa dos Arcos, Papas da Língua, Sonho do Cavado e Pérola da Avenida. O júri entendeu ainda distinguir o restaurante Pedra Furada com o Prémio Especial do Júri, pela categoria e excelência apresentada, bem como o restaurante Galliano com o prémio inovação pela criatividade e junção de conceitos, imagem e sabores presentes no prato “O galo peregrino”.

Em termos gerais, os jurados, exaltaram a qualidade da totalidade das composições, que acabam por ser distinguidas em pormenores em sede de concurso, mas que apresentam uma base comum, elencada nos produtos de excelência da região e que rememoram a tradição do Galo. Cada vez mais o Galo Assado é uma iguaria identificativa do quadro gastronómico local, cabimentam-se como uma iguaria que retrata a excelência dos produtos da terra e da culinária de excelência, bem como o simbolismo ligado à história e identidade dos caminhos de Santiago que são um legado cultural dos barcelenses. É já uma referência do quadro gastronómico do Porto e Norte de Portugal, promovendo a movimentação de centenas de amantes do turismo gastronómico.

HORTA PEDAGÓGICA DE GUIMARÃES É FINALISTA DO GREEN PROJECT AWARDS 2015

Adiada cerimónia de entrega de prémios

Anúncio dos vencedores da 8ª edição estava inicialmente marcado para esta terça-feira, 15 de setembro, em Lisboa. Horta Pedagógica de Guimarães, com 10 hectares de terreno no coração da cidade, é projeto finalista.

Green_Project_Awards_2015

A organização alterou a data da entrega dos troféus aos vencedores da 8ª edição do Green Project Awards, iniciativa de âmbito ambiental na qual Guimarães é uma das cidades finalistas, tendo candidatado a Horta Pedagógica à categoria “Consumo Sustentável”, à qual concorrem mais seis projetos a nível nacional. Os vencedores serão conhecidos durante a realização de uma cerimónia cuja data será oportunamente divulgada pela entidade promotora.

O Green Project Awards é um projeto internacional, com edições em Portugal, no Brasil e em Cabo Verde. Após a receção de mais de 1000 candidaturas e a distinção de mais de 80 projetos e iniciativas, este concurso, que já vai na sua 8ª edição, mantém o seu propósito inicial de reconhecer as boas práticas em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

Premiar e reconhecer boas práticas como complemento ao movimento de sensibilização para as temáticas da sustentabilidade, alertando e consciencializando a sociedade civil para a importância do equilíbrio ambiental, económico e social, são alguns dos objetivos do Green Project Awards Portugal 2015, que procura uma repercussão positiva no comportamento dos cidadãos e decisores em geral, fazendo da inovação e eficácia um caminho para a sustentabilidade.

A Horta Pedagógica de Guimarães, uma das primeiras do país, está inserida numa área agrícola por excelência, na Veiga de Creixomil, a uma altitude média de 152 metros, inserida na sub-bacia hidrográfica do rio Selho, sendo atravessada pela Ribeira de Couros. 525 utentes ocupam um total de 6,5 hectares de terreno no coração da cidade, num espaço privilegiado de lazer e convívio com a natureza, juntando aos 3,5 hectares para projetos inovadores da base agrícola. Os solos da Horta Pedagógica estão classificados na Reserva Agrícola Nacional, Reserva Ecológica Nacional e Domínio Hídrico.

HORTA PEDAGÓGICA DE GUIMARÃES É FINALISTA DO GREEN PROJECT AWARDS

Vencedores anunciados na próxima semana

Candidatura vimaranense enaltece um total de 10 hectares de terreno no coração da cidade. Património ambiental de elevada qualidade e importância é, também, um espaço privilegiado de lazer e convívio com a natureza.

Horta_Pedagogica_Social

Guimarães é uma das cidades finalistas da edição deste ano do Green Project Awards, tendo candidatado a Horta Pedagógica à categoria “Consumo Sustentável”, à qual concorrem mais seis projetos a nível nacional, cujos vencedores serão conhecidos na cerimónia de entrega de prémios que terá lugar em Lisboa, na próxima terça-feira, 15 de setembro.

O Green Project Awards é um projeto internacional, com edições em Portugal, no Brasil e em Cabo Verde. Após a receção de mais de 1000 candidaturas e a distinção de mais de 80 projetos e iniciativas, este concurso, que já vai na sua 8ª edição, mantém o seu propósito inicial de reconhecer as boas práticas em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

Premiar e reconhecer boas práticas como complemento ao movimento de sensibilização para as temáticas da sustentabilidade, alertando e consciencializando a sociedade civil para a importância do equilíbrio ambiental, económico e social, são alguns dos objetivos do Green Project Awards Portugal 2015, que procura uma repercussão positiva no comportamento dos cidadãos e decisores em geral, fazendo da inovação e eficácia um caminho para a sustentabilidade.

A Horta Pedagógica de Guimarães, uma das primeiras do país, está inserida numa área agrícola por excelência, na Veiga de Creixomil, a uma altitude média de 152 metros, inserida na sub-bacia hidrográfica do rio Selho, sendo atravessada pela Ribeira de Couros. 525 utentes ocupam um total de 6,5 hectares de terreno no coração da cidade, num espaço privilegiado de lazer e convívio com a natureza, juntando aos 3,5 hectares para projetos inovadores da base agrícola. Os solos da Horta Pedagógica estão classificados na Reserva Agrícola Nacional, Reserva Ecológica Nacional e Domínio Hídrico.

Novas formas de ocupação do solo

Com um diversificado programa de atividades pedagógicas, culturais e sociais, visando sensibilizar a adoção de boas práticas agrícolas associadas à agricultura biológica, com a atribuição de talhões às escolas, a Horta Pedagógica apresenta um conjunto de iniciativas de educação ambiental, nomeadamente um espaço dedicado à compostagem, eventos relacionados com as boas práticas de cultivo, celebração de datas comemorativas do calendário rural e ambiental, entre outras iniciativas com temáticas de proximidade.

Ao mesmo tempo, a Horta Social e Pedagógica de Guimarães desenvolveu uma base de inovação e experimentação relacionada com as práticas agrícolas, novas formas de ocupação do solo, nomeadamente a implementação recente de um laboratório de experimentação horto-florícola/frutícola, e projetos inovadores incorporando novas experiências e novas fileiras, considerando-se o início de uma incubadora de empresas de base agrícola.

A Horta Pedagógica de Guimarães, cuja 3ª e última fase foi inaugurada a 20 de dezembro de 2014, é um espaço de domínio público onde se possibilita a melhoria da qualidade de vida das populações e o aumento da experiência prática e sensorial na ligação com a natureza, que se traduz na possibilidade de contacto entre a população e as espécies agrícolas utilizadas na alimentação, através do envolvimento das pessoas nas mais diversas atividades. A agricultura periurbana e urbana assume um papel fulcral de interesse cultural, social, recreativo e económico, na medida em que, além do abastecimento da família, se foca na ocupação sadia dos tempos livres.

INATEL PROMOVE CONCURSOS

O INATEL leva a efeito a edição de 2015 do “Concurso de Artes Plásticas”, “Concurso de Vídeo” e “Concurso Novos Textos”.

INATEL TEATRO NOVOS TEXTOS (19ª EDIÇÃO)

Entrega de Trabalhos: Até dia 14 de Outubro de 2015

Envio dos trabalhos:

Fundação INATEL

Direção de Cultura

Calçada de Sant’Ana, 180

1169 – 062 Lisboa

Mais informações: cultura@inatel.pt | 210 027 150

CONCURSO DE ARTES PLÁSTICAS (11ª EDIÇÃO)

Entrega de Trabalhos: Até dia 31 de Outubro de 2015

Envio dos trabalhos:

Fundação INATEL

Direção de Cultura

Calçada de Sant’Ana, 180

1169 – 062 Lisboa

cultura@inatel.pt | 210 027 148

CONCURSO DE VÍDEO (10ª EDIÇÃO)

Entrega de Trabalhos: Até dia 2 de Novembro de 2015

Envio dos trabalhos:

Fundação INATEL

Direção de Cultura

Calçada de Sant’Ana, 180

1169 – 062 Lisboa

cultura@inatel.pt | 210 027 148

JÁ É CONHECIDO O VENCEDOR DO PRÉMIO LITERÁRIO DO MUNICÍPIO DE BARCELOS 2015

O trabalho intitulado “O quarto ao lado do alpendre”, de Tiago Correia, foi o vencedor do Prémio Literário do Município de Barcelos 2015. O júri constituído por Elisabete da Cruz Coelho Gonçalves, em representação da Câmara Municipal de Barcelos, José Manuel Mendes, Presidente da Associação Portuguesa de Escritores e Bruno Pires Pacheco, secretário-geral da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros decidiu atribuir o prémio por unanimidade.

Foram apresentados a concurso três trabalhos na modalidade de ficção em prosa ou poesia, não tendo sido apresentado nenhum trabalho na modalidade de investigação.

O trabalho vencedor é um texto em prosa para o público infanto-juvenil onde os protagonistas são um conjunto de animais cuja missão é encontrar o tesouro da avó Joaquina. Esse tesouro é constituído pelas recordações de infância onde avultam a velha harmónica e várias de fotografias do seu tio-avô.

Tiago Correia tem 31 anos de idade e possui a licenciatura em Arqueologia pela Universidade do Minho e o mestrado em Ciências e Tecnologias do Ambiente pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.