Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CAVAQUINHOS DA RAPOSEIRA VENCEM CONCURSO DE CANTARES DAS JANEIRAS DE CABECEIRAS DE BASTO

Cavaquinhos da Raposeira vencem Concurso de Cantares das Janeiras de Cabeceiras de Basto

A Associação Cavaquinhos da Raposeira venceu ontem, dia 21 de janeiro, o XXII Concurso/Encontro de Cantares das Janeiras de Cabeceiras de Basto com uma canção original da autoria de Manuel Carneiro que, pela sua singularidade, melodia e letra perfeitamente enquadradas no espírito das Janeiras, cativou o público mas também o júri do concurso.

Cavaquinhos da Raposeira vencem Concurso de Cantares das Janeiras

O evento contou com a participação de 23 grupos, sete dos quais que estiveram a concurso e os restantes 16 que marcaram presença no encontro, proporcionando, assim, ao público presente um verdadeiro encontro intergeracional e cultural.

Em segundo lugar classificou-se a Paróquia de S. Martinho do Arco de Baúlhe e, em terceiro lugar, a Escolinha ‘A Guitarra e os Amigos’, num evento que teve como palco o Pavilhão Desportivo de Refojos.

Os três primeiros classificados receberam, respetivamente, os montantes de 300 euros (1º classificado), 250 euros (2º classificado) e 200 euros (3º classificado) enquanto os restantes grupos participantes receberam prémios de presença no valor de 60 euros, verba destinada ao associativismo local que desta forma incentiva a participação neste como noutros eventos.

A iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto pretendeu reviver a tradição e estimular a defesa do património cultural imaterial como são os Cantares das Janeiras, promovendo a sua recolha e recriação, revelando-se desta forma, também, a vivacidade e vigor do movimento associativo local.

Trajados a rigor, de boinas e lenços na cabeça e candeias nas mãos, perto de meio milhar de cantadores e tocadores exibiram em palco os mais variados instrumentos, interpretando os mais genuínos cantares das Janeiras.

Na oportunidade, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado por vereadores, membros da Assembleia Municipal e presidentes das Juntas de Freguesia, felicitou todos os grupos participantes que protagonizaram um belo espetáculo ao público presente. Francisco Alves agradeceu ao júri - constituído por Prof. João Soares, Dr. Gil Santos e Dr. Vítor Ferreira Silva - a quem coube a tarefa de selecionar os vencedores desta 22ª edição do Concurso/Encontro de Cantares das Janeiras de Cabeceiras de Basto. Agradeceu também a todos os que direta ou indiretamente contribuíram com o seu trabalho e a sua presença num espetáculo que uma vez mais afirmou as tradições e a cultura das gentes desta terra de Basto.

JOVENS DE CABECEIRAS DE BASTO CANTARAM AS JANEIRAS

Crianças das Escolas cantaram os Reis e desejaram um feliz Ano Novo

Um magnífico espetáculo musical foi esta tarde, dia 19 de janeiro, protagonizado por cerca de 800 crianças do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto naquele que foi o XIX Encontro de Cantares de Reis das Escolas que se realizou no Pavilhão Desportivo de Refojos, onde os petizes cantaram os reis para professores, funcionários, pais e encarregados de educação e demais familiares que se associaram à iniciativa promovida pela Câmara Municipal e pelo Agrupamento de Escolas.

Crianças das Escolas cantaram os Reis (1)

De vozes bem afinadas, trajadas à moda antiga, de cestas na mão e cabaças às costas, as crianças cantaram e encantaram o numeroso público que se associou ao evento, interpretando os mais genuínos cantares dos reis, levando o público a recordar memórias de outrora ao som das violas, tambores, ferrinhos e cavaquinhos. A plateia vibrou com o brilhante espetáculo, aplaudindo as atuações com grande entusiasmo.

A iniciativa teve como objetivo reviver a tradição e estimular a defesa do património cultural, promovendo a recolha e recriação dos cantares dos reis por parte das escolas e dos seus alunos. Pretendeu-se também preservar a memória coletiva do passado, enriquecer o presente e solidificar o futuro.

Cabeceiras de Basto viveu, assim, momentos de grande alegria e animação com as atuações de 14 grupos constituídos pelas crianças do pré-escolar e pelos alunos da Escola Básica do Arco de Baúlhe, da Escola Básica Padre Dr. Joaquim dos Santos, da Escola Básica Profª. Filomena Mesquita, da Escola Básica de Cavez, da Escola Básica de Pedraça e da Escola Básica da Faia.

De destacar o grande envolvimento das crianças, pais, professores, educadores e funcionários neste evento de grande sucesso.

O XIX Encontro de Cantares de Reis das Escolas contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, da vereadora Dra. Carla Lousada, do presidente da Junta de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, da diretora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Dra. Céu Caridade, familiares dos pequenos reis das escolas e público em geral.

De salientar que todos os grupos participantes receberam um prémio de presença no valor de 60 euros para a aquisição de material didático-pedagógico.

Crianças das Escolas cantaram os Reis (2)

CABECEIRAS DE BASTO REGOZIJA-SE PELO AUMENTO DE NÚMERO DE CAMAS NA REDE NACIONAL DE CUIDADOS DE SAÚDE

Câmara Municipal regozija-se com aumento do número de camas na Rede Nacional de Cuidados Continuados

Presidente da Câmara em visita recente à Unidade de Internamento Pública

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou, por unanimidade, esta manhã, dia 12 de janeiro, em reunião camarária, uma tomada de posição de regozijo relativa ao aumento do número de camas na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) para o concelho, com o seguinte teor:

“Foi publicado no passado dia 29 de dezembro, o despacho conjunto da Secretaria de Estado do Orçamento, da Secretaria de Estado da Segurança Social e da Secretaria de Estado Adjunta e da Saúde que prevê a celebração de contratos-programa com as entidades integradas ou a integrar a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados no âmbito do funcionamento e implementação desta Rede.

Cabeceiras de Basto foi, assim, contemplada com a criação de 50 novas camas integradas na referida Rede. Para a Régie Cooperativa Basto Vida o acordo contempla 30 camas na Unidade de Cuidados Continuados Integrados a Pessoas Dependentes de Média Duração e Reabilitação; a Santa Casa da Misericórdia de S. Miguel de Refojos vê esta resposta alargada a mais 9 camas na sua Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Longa Duração e Manutenção; e, por sua vez, a Unidade de Internamento Pública de Cabeceiras de Basto, gerida pelo Hospital Senhora da Oliveira de Guimarães, volta a ter inscritas na Rede 11 camas para internamentos de Curta Duração.

Esta decisão permitirá expandir e melhorar a Rede Nacional de Cuidados Continuados, disponibilizando em Cabeceiras de Basto respostas de qualidade na área dos cuidados continuados integrados a pessoas em situação de dependência, abrangendo internamentos de curta (até 30 dias), média (internamento de 30 dias a 90 dias) e longa duração (internamento superior a 90 dias).

A criação destas respostas em Cabeceiras de Basto assume, assim, uma extrema relevância na área da saúde mas também um importante impacto no apoio social e dinamização económica do concelho.

A Câmara Municipal, hoje reunida, congratula-se com a decisão do XXI Governo Constitucional que, desta forma, dá cumprimento ao seu programa para a Saúde que estabelece como prioridade expandir e melhorar a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI)”.

De referir que, com este despacho, Cabeceiras de Basto passará a disponibilizar nas diferentes Unidades de Internamento 72 camas na Rede.

CANTARES DAS JANEIRAS ANIMAM CABECEIRAS DE BASTO

Reis das Escolas e Cantares das Janeiras animam Cabeceiras de Basto

Centenas de crianças do 1º Ciclo e jardins de infância do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto cantam os Reis no Pavilhão Desportivo de Refojos no próximo dia 19 de janeiro. O ‘XIX Encontro de Cantares dos Reis das Escolas’ organizado pela Câmara Municipal e pelo Agrupamento proporcionará um magnífico espetáculo com os petizes trajados a rigor, de boinas e lenços na cabeça, cabaças às costas e cestas e candeias nas mãos, apresentando em palco os mais variados instrumentos e interpretando os mais genuínos cantares de Reis.

Reis das Escolas - Arquivo 2014

Também o movimento associativo, representado por dezenas de grupos, levará ao palco do Pavilhão Desportivo centenas de pessoas neste ‘XXII Concurso/Encontro de Cantares das Janeiras’ que terá lugar no dia 21 de janeiro.

Cabeceiras de Basto assistirá a momentos de grande alegria e animação com as atuações dos cantadores e tocadores em representação das associações, um evento que pretende preservar a memória coletiva do passado, enriquecendo o presente e solidificando o futuro. Os cantares das Janeiras que proporcionam anualmente um verdadeiro encontro intergeracional e cultural visam igualmente estimular a defesa do património cultural imaterial, promovendo a sua recolha e recriação, revelando-se desta forma, também, a vivacidade e vigor do movimento associativo.

Cabeceiras de Basto viverá, assim, um fim de semana dedicado às tradições dos cantares dos Reis e das Janeiras, iniciativas que anualmente atraem centenas de pessoas.

Foto: Reis das Escolas - Arquivo 2017

CABECEIRAS DE BASTO APOSTA NA QUALIDADE AMBIENTAL

Câmara continua a apostar forte na melhoria da qualidade ambiental

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, que reuniu no passado dia 22 de dezembro, aprovou cinco novos projetos a candidatar a fundos comunitários para a ampliação das redes de drenagem de águas residuais que servirão as freguesias de Alvite e Faia e, ainda, as localidades de Chacim, Sra. de Fátima e Outeiro na freguesia de Refojos, Outeiro e Painzela, mais uma aposta do Município na melhoria da qualidade ambiental e na melhoria da qualidade de vida das populações.

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

Os projetos de execução agora aprovados para a ampliação das redes de saneamento darão origem a duas candidaturas – ‘Ampliação das Redes de Drenagem de Águas Residuais nas freguesias de Alvite e Faia’ e ‘Ampliação das Redes de Drenagem de Águas Residuais em Chacim, Sra. de Fátima e Outeiro’ – que serão submetidas ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), Portugal 2020, uma vez que, já em abril deste ano, a Câmara Municipal havia garantido 1,5 milhões de euros de financiamento comunitário para obras desta natureza.

De referir que, para além destas importantes obras que se iniciarão no próximo ano, estão, neste momento, em curso duas empreitadas com um montante de investimento de cerca de dois milhões de euros, uma de ampliação da rede de saneamento entre a Cumieira, freguesia de Cabeceiras de Basto, passando por Painzela e ligação à ETAR de Refojos; e outra de ampliação da rede entre Alvite, passando por Paçô, Olela e ligando à ETAR do Arco de Baúlhe, estação de tratamento que, por sua vez, será totalmente renovada. Trata-se de obras também financiadas pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), Portugal 2020.

Do conjunto destas intervenções resultará a selagem de quatro estações de tratamento –

Chacim, Portela de Alvite, Olela e Cumieira – equipamentos que já não respondem às atuais necessidades, evidenciando-se, deste modo, as preocupações ambientais da Câmara Municipal que se tem preocupado com a implementação de medidas de sustentabilidade ambiental, medidas estas que se encontram previstas na Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável.

Durante a mesma reunião, o Executivo Cabeceirense aprovou por unanimidade vários pedidos de cedência de transporte e cedência de equipamentos públicos quer a associações quer a outras instituições, ao mesmo tempo que aprovou também diversos protocolos de cooperação e contratos-programa para a execução de planos de desenvolvimento desportivo, recreativo, social e educativo, medidas bem demonstrativas da importância que a Câmara Municipal dá às parcerias que vai estabelecendo com o movimento associativo concelhio.

Entre outros assuntos, na reunião camarária do passado dia 22, foram ainda aprovadas, por unanimidade, as normas de participação na XXII Festa da Orelheira e do Fumeiro que vai decorrer entre 9 e 12 de fevereiro próximo, no Pavilhão Desportivo de Refojos, em Cabeceiras de Basto, evento que reunirá dezenas de produtores de fumeiro do concelho e da região e onde se poderão encontrar outros produtos locais.

CABECEIRAS DE BASTO HOMENAGEIA MÁRIO CAMPILHO

Assembleia Municipal aprova voto de pesar pelo falecimento do antigo Presidente da Câmara Mário Campilho

Sob a presidência do Eng.º Joaquim Barreto, reuniu no dia 14 de dezembro, na sala de sessões dos Paços do Concelho, a Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto.

Capturarcabbas

Dos assuntos tratados, destaque para a aprovação, por unanimidade de um voto de pesar pelo falecimento no passado dia 12 de Outubro, do antigo Presidente da Câmara Municipal, Senhor Mário Campilho.

Um voto que distingue a figura de «um singular cidadão cabeceirense, ligado ao poder local democrático, à causa pública, à cidadania, ao associativismo e ao voluntariado, o que representa uma perda para o concelho».

Recorde-se que o cidadão cabeceirense Mário Campilho Gonçalves Pereira, antigo presidente da Câmara Municipal, ocupou o cargo de Presidente da Câmara de 1979 a 1993.

No voto de pesar pode ler-se o seguinte:

«Mário Campilho, como era comummente tratado, foi ao longo da sua vida um ativista da cidadania e uma permanente figura deste concelho. Foi professor de Educação Física no Externato de S. Miguel de Refojos, ao longo de vinte anos, entre 1956 e 1976.

Na sua terra foi também funcionário da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Chefe dos Serviços Administrativos dos Serviços Federados da Região - organismo responsável pela produção, transporte e distribuição de energia elétrica – e, mais tarde, foi Chefe de Departamento da EDP.

Mário Campilho Gonçalves Pereira dedicou grande parte da sua vida à ação política, tendo desempenhado inúmeros cargos partidários no Partido Social Democrata, força política pela qual foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, cargo que exerceu durante 14 anos. Da sua atividade autárquica, sobressaiu a sua dedicação ao serviço público, que se distinguiu pela afirmação pública de valores e convicções, próprias dos homens que promovem, lutam e defendem as causas coletivas em que acreditam.  

Nessa condição de autarca foi também representante em diversos organismos da Administração Pública tais como a Comissão de Coordenação da Região Norte, a Direção Regional da Agricultura ou a Comissão Regional de Turismo da Serra do Marão, e, ainda, noutras Instituições como a Associação Nacional de Municípios Portugueses ou a Probasto de que foi Presidente da Direção.

Da sua participação na sociedade civil, destaca-se a sua passagem pelos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, Associação Humanitária onde, para além de bombeiro, foi ajudante de comando e comandante operacional, Vice-presidente da Direção e Presidente da Assembleia Geral. Entre muitas outras atividades de voluntariado e participação cívica, foi também Presidente da Direção e da Assembleia Geral da Banda Cabeceirense e Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Misericórdia de S. Miguel de Refojos, entidades a quem ficou fortemente ligado.

Em sinal de reconhecimento pela ação desempenhada enquanto cidadão e autarca, e pelos serviços relevantes e distintos de carácter cívico e político que prestou ao concelho, Mário Campilho foi homenageado pela Câmara Municipal em 31 de agosto de 2015, com a atribuição da Medalha de Ouro de Cabeceiras de Basto, distinção que veio a receber no dia 29 de Setembro, Dia do Município.

Aquando da sua morte, o Município de Cabeceiras de Basto, decretou dois dias de luto municipal, tendo a bandeira do Município ficado a meia haste no edifício dos Paços do Concelho em sinal de reconhecimento e homenagem ao antigo autarca cabeceirense.

Uma homenagem renovada aquando da Instalação dos Órgãos Autárquicos do Município para o mandato 2017-2021, realizada a 15 de Outubro, no início da qual foi guardado um minuto de silêncio em sua memória.»

Aprovado o Plano de Atividades e Orçamento Municipal para 2018

Nesta que foi a 2.ª reunião ordinária do mandato 2017-2021, destaque ainda para a aprovação, por maioria, do Plano de Atividades e Orçamento do Município para 2018, no montante global de 18,5 milhões de euros, que evidencia um equilíbrio orçamental, que prevê investimentos em todos os setores da atividade municipal e que é financiado com receitas próprias no montante de 4,5 milhões de euros, beneficiando de transferências do Estado e de fundos comunitários no valor de 14 milhões de euros.

O Orçamento que prevê a diminuição da dívida em 700 mil euros, dá continuidade à senda do dinamismo e crescimento, tendo como eixos prioritários a qualidade ambiental, o abastecimento público de água, a solidariedade e o apoio social, a cooperação, a requalificação urbanística, a melhoria dos estabelecimentos escolares, o movimento associativo, o desporto, assim como, entre outros, várias ações em torno do projeto da Candidatura do Mosteiro de S. Miguel de Refojos a Património da Humanidade.

Nesta reunião, o plenário aprovou ainda por unanimidade: o Pedido de Autocarro feito pela Junta de Freguesia de Cavez; a alteração do Plano Diretor Municipal – segunda alteração; e os acordos de Execução a celebrar com as Juntas de Freguesia – ano 2018.

Por maioria a Assembleia Municipal aprovou a Fixação de taxas – receitas fiscais. Tomou ainda conhecimento: da Homologação da Conta Relativa ao Exercício de 2014 – Recomendações; das Demonstrações Financeiras Semestrais Dois Mil e Dezassete; das Demonstrações Financeiras Semestrais 2017 – Basto Vida.

Nesta reunião foi também designado representante do Município de Cabeceiras de Basto no Conselho da Comunidade do ACES do Alto Ave – Guimarães/Vizela/Terras de Basto, o Presidente da União de Freguesias de Arco de Baúlhe e Vila Nune, Carlos Eduardo de Magalhães Pimenta Teixeira.

Cabeceiras de Basto, 18 de Dezembro de 2017

CABECEIRAS DE BASTO INAUGURA FÁBRICA DE ESTOFAGEM DE VOLANTES

O Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira, visitou no passado sábado, dia 16 de dezembro, a fábrica de estofagem de volantes ‘EstofaBasto’ no momento em que a mesma foi inaugurada. Acompanharam o Secretário de Estado, os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Francisco Alves e Eng. Joaquim Barreto, os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, presidentes de Junta de Freguesia, entre outras individualidades e demais convidados.

Fábrica de estofagem de volantes inaugurada em Cabeceiras de Basto (3)

Constituída em junho de 2017, a EstofaBasto Lda. é uma sociedade por quotas que se dedica à estofagem de volantes e cuja produção atual atinge os 220 volantes por dia. A empresa conta com mais de 60 trabalhadores, quase na sua totalidade jovens do concelho Cabeceirense alguns que concluíram já a formação específica e outros que continuam a tê-la através do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), formação de capacitação para a atividade, praticamente artesanal, de estofagem de volantes.

A EstofaBasto surgiu para dar resposta às necessidades da multinacional ZF/TRW, com sede em Vila Nova de Cerveira, que necessitava de parceiros para a produção (estofagem) de volantes de automóvel. Assim nasceu a EstofaBasto que alugou instalações no Parque Industrial da Ranha, na freguesia de Abadim, onde labora desde junho deste ano.

Durante a visita à empresa, o Secretário de Estado Paulo Ferreira enalteceu a capacidade empreendedora dos sócios da EstofaBasto que procurou especializar-se na estofagem de componentes automóvel, dando um impulso ao emprego jovem na região.

Os autarcas do Município, elogiando o empenho e a vontade dos empreendedores Cabeceirenses que abraçaram uma indústria inovadora no concelho e muito exigente que se destacará pela qualidade e pelo nível de produtividade, fizeram votos de sucessos à empresa, desejando que possa crescer em dimensão e volume de negócios, destacando e enaltecendo também a confiança depositada pela multinacional em Cabeceiras de Basto e nos Cabeceirenses.

O diretor da multinacional ZF/TRW, Jorge Castro, por sua vez, felicitou os jovens empresários Cabeceirenses desejando-lhes sorte e sucesso para o futuro, desafiando os trabalhadores desta empresa a aproveitarem esta oportunidade de trabalho na sua terra.

De referir que esta empresa tem um potencial de crescimento expectável, no médio prazo, que poderá atingir os 170 trabalhadores.

Durante a passagem por Cabeceiras de Basto, onde foi recebido no edifício dos Paços do Concelho pelo presidente da Câmara Municipal e onde assinou o livro de honra, o Secretário de Estado Adjunto e do Comércio visitou também o Mercadinho de Natal, na Praça da República, iniciativa que se destacou este fim de semana do programa de Natal do Município ‘Cabeceiras de Basto: um lugar mágico’ que decorre até janeiro.

Durante a visita ao Mercadinho, a comitiva assistiu à bela atuação de alguns dos alunos da Academia de Música de Cabeceiras de Basto e de músicos da Banda Cabeceirense.

Fábrica de estofagem de volantes inaugurada em Cabeceiras de Basto (1)

Fábrica de estofagem de volantes inaugurada em Cabeceiras de Basto (2)

CABECEIRAS DE BASTO INCENTIVA A NATALIDADE NO CONCELHO

Presidente da Câmara entregou mais 23 apoios à natalidade

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, entregou hoje, dia 15 de dezembro, 23 subsídios à natalidade num montante global de 11.500 euros.

Presidente da Câmara entregou mais 23 apoios à natalidade (1)

Acompanharam o presidente da Câmara nesta cerimónia os vereadores Dr. Mário Oliveira, Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa.

O Salão Nobre da Câmara Municipal acolheu esta tarde tantos bebés acompanhados dos seus pais para receberem o incentivo à natalidade que, desde 2016, a Câmara Municipal tem v indo a atribuir às crianças naturais deste concelho.

Desde 2016 até à presente data, a Câmara Municipal atribuiu já 126 apoios financeiros.

Os incentivos à natalidade revestem a forma de atribuição de um apoio financeiro de 500 euros sempre que ocorra o nascimento ou a adoção de uma criança. Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no Município.

Presidente da Câmara entregou mais 23 apoios à natalidade (2)

Presidente da Câmara entregou mais 23 apoios à natalidade (3)

CABECEIRAS DE BASTO RECEBE SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DO COMÉRCIO

Secretário de Estado Adjunto e do Comércio visita sábado o ‘Mercadinho de Natal’ em pleno centro da vila

O Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira, visita este sábado, dia 16 de dezembro, às 15h00, o Mercadinho de Natal, na Praça da República, mais uma iniciativa que se destaca do programa de Natal do Município intitulado ‘Cabeceiras de Basto: um lugar mágico’.

Mercadinho Natal - arquivo 2016

O Mercadinho de Natal acontece nos dias 16 e 17 de dezembro na Praça da República, uma iniciativa que pretende valorizar o comércio tradicional com uma campanha intitulada ‘Neste Natal compre no Comércio Local!’, promovendo a venda de produtos locais de qualidade.

Neste Mercadinho 2017 estarão presentes 20 expositores de produtos hortícolas, artesanato, mel, azeite, fumeiro, doces regionais e produtores de framboesa. Num ambiente de mercadinho, aliado à decoração natalícia, pretende-se que as pessoas possam adquirir vários produtos, sempre com animação de rua e espetáculos, uma ação que conta com a colaboração da Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto.

Pretende-se igualmente aproximar o comércio e a produção local dos consumidores, contribuindo todos para o desenvolvimento da economia local e, por consequência, para o bem-estar de todos.

De salientar que o vasto programa de Natal é organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto em conjunto com diversos parceiros económicos e sociais, designadamente a Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, um programa preparado a pensar em todos os gostos.

Sob o mote ‘Cabeceiras de Basto: um lugar mágico’, o programa natalício estende-se entre os dias 30 de novembro e 7 de janeiro. Uma exposição de Presépios do Mundo, o Natal Solidário, concertos de Natal, música ambiente e iluminação natalícia, patinagem, o Mercadinho de Natal, entrega de Cabazes de Natal, almoço solidário, visitas às instituições, escolas e Espaços de Convívio e Lazer, passeios de comboio e ainda o ‘Cabeceiras Trail – O Trilho do Guerreiro’ integram o vasto programa natalício que visa abranger as diferentes faixas etárias e atrair diferentes públicos.

Trata-se de um conjunto de iniciativas culturais e lúdicas, bem como atividades de cariz solidário dirigidas a toda a comunidade local, com especial destaque para as crianças.

Neste Natal, Cabeceiras de Basto torna-se num verdadeiro ‘lugar mágico’.

CABECEIRAS DE BASTO APROVA ORÇAMENTO MUNICIPAL

Orçamento da Câmara de Cabeceiras de Basto para 2018 aprovado por maioria

O Orçamento da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto para 2018, no montante global de 18,5 milhões de euros, foi aprovado por maioria na reunião do executivo municipal do passado dia 7 de dezembro, com quatro votos a favor (PS) e três votos contra (IPC), sendo agora apreciado pela Assembleia Municipal no próximo dia 14 de dezembro. Trata-se de um orçamento que prevê investimentos em todos os setores da atividade municipal e que é financiado com receitas próprias no montante de 4,5 milhões de euros, beneficiando de transferências do Estado e de fundos comunitários no valor de 14 milhões de euros.

Imagem do futuro Campo do Seco em Cabeceiras de Basto

O orçamento 2018 evidencia um equilíbrio orçamental no montante global de 102.929,41 euros, com as despesas correntes a serem inferiores às receitas correntes. O Orçamento prevê a diminuição da dívida em 700 mil euros. Com o significativo esforço de redução da dívida, que se mantém há já vários anos, prevê-se que no final de 2018 a dívida global do Município seja de 4,4 milhões, o que representa um decréscimo de 12,2% em relação ao ano de 2017.

De acordo com dados disponibilizados pela DGAL, este Município apresentava no final do 3º trimestre de 2017 uma margem absoluta de endividamento de 11,7 milhões de euros e uma margem utilizável para endividamento de 2,9 milhões de euros, pagando aos fornecedores a 10 dias e não tendo pagamentos em atraso, indicadores que representam bem a ‘boa saúde’ financeira desta Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

Na senda do dinamismo e crescimento que queremos para Cabeceiras de Basto e para o qual continuamos a trabalhar, a Câmara Municipal vai investir na melhoria da qualidade ambiental através da construção de novas redes de saneamento e da reabilitação das ETAR’s existentes, bem como na melhoria do serviço de limpeza e recolha de resíduos. Vamos continuar a aposta no reforço do serviço de abastecimento público de água, investimento que temos vindo a promover especialmente neste último ano e que apesar da seca que vivemos, nos tem permitido disponibilizar este bem de primeira necessidade à população sem problemas, falhas ou faltas que ponham em causa o abastecimento às populações.

O Plano de Atividades para 2018 dará também especial atenção à solidariedade e ao apoio social, continuando a conceder, nos termos do regulamento aprovado e em vigor, subsídios à natalidade.

A Câmara Municipal vai continuar a cooperação que iniciou em 2017 com a Fundação A. J. Gomes da Cunha para apoiar os utentes e respetivas famílias do Centro de Atividades Ocupacionais, através da atribuição de um montante financeiro para custear despesas do transporte de e para a instituição.

A autarquia manterá também a sua aposta no projeto da Candidatura do Mosteiro de S. Miguel de Refojos a Património da Humanidade, através da participação de Cabeceiras de Basto na Rede de Mosteiros e Paisagens Culturais Beneditinas que integrámos no decurso do corrente ano e que agrega, para além do Nosso Mosteiro, o Mosteiro de S. Bento da Vitória, no Porto, o Mosteiro de S. Bento, em Santo Tirso, o Mosteiro de Rendufe, de Amares, o Mosteiro de Pombeiro, em Felgueiras e o Mosteiro de Tibães, em Braga.

Pelo terceiro ano consecutivo, será submetida à Assembleia Municipal a proposta de celebração de Acordos de Execução com as Juntas de Freguesia para limpeza das vias e espaços públicos ao longo do próximo ano.

A edilidade Cabeceirense concluirá, em 2018, obras e iniciará outras de relevante importância para o concelho e que foram ou serão financiadas por Fundos Comunitários conseguidos durante o último mandato, designadamente a entrada em funcionamento dos ‘ecopontos subterrâneos nas três vilas de Cabeceiras de Basto’ de recolha seletiva de resíduos sólidos; a entrada em funcionamento do novo espaço do SAU – Serviço de Atendimento Único no rés do chão do edifício da Câmara Municipal; a conclusão da obra de ampliação da rede de saneamento entre a Cumieira, na freguesia de Cabeceiras de Basto, passando por Painzela e ligando à ETAR de Refojos; a construção da ETAR no limite das freguesias do Arco de Baúlhe e Basto; bem como a rede de drenagem e tratamento de águas residuais nos lugares de Sra. de Fátima e Chacim (Refojos), em Alvite, Faia e Outeiro, o que reflete, a este propósito, a grande preocupação da Câmara Municipal com a melhoria da qualidade ambiental e da qualidade de vida das populações.

Ao longo de 2018 terão também continuidade as ações previstas na candidatura ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’, nomeadamente a conclusão da obra de reabilitação das coberturas da Igreja e ala nascente do Mosteiro e reabilitação dos vãos e pinturas de fachadas, a conclusão da obra de restauro da antiga livraria do Mosteiro, o desassoreamento e limpeza da ribeira de Penoutas na área de influência do Mosteiro, o lançamento da obra de conservação e restauro da fachada principal da Igreja e torres sineiras do Mosteiro e instalação de sistema eletroestático de afastamento de aves, a execução do coletor pluvial na Rua Dr. Francisco Botelho (envolvente ao Mosteiro), a criação do percurso de visitação do Mosteiro, entre outras.

Dar-se-á igualmente início às obras de requalificação urbanística do Campo do Seco em Cabeceiras de Basto e da Av. Capitão Elísio de Azevedo, na vila do Arco de Baúlhe.

Na verdade, a Câmara Municipal conseguiu financiamentos para investimentos de mais de 10 milhões de euros que não poderia deixar de concretizar.

Para além da manutenção da parceria com o Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/Tribunal Arbitral, a Câmara Cabeceirense irá avançar com a criação do CIAC – Centro de Informação Autárquica ao Consumidor proporcionando assim aos consumidores um atendimento e encaminhamento mais próximo, no âmbito da Defesa do Consumidor.

A Câmara Municipal continuará a investir na melhoria dos estabelecimentos escolares e na sua segurança, prevendo para o próximo ano a instalação do sistema de videovigilância na Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto. Irá igualmente acompanhar o Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar.

Apoiar o movimento associativo, parceiros fundamentais para a promoção do desenvolvimento do concelho; apoiar o início da atividade agrícola, pecuária e florestal e fomentar a produção pecuária através dos regulamentos de apoio em vigor são também objetivos da Câmara Municipal para 2018.

Para além das obras já evidenciadas, a Câmara Municipal irá avançar com a construção do novo Arquivo Municipal; com a conclusão da ligação da Rua do Mirante à Alameda do Carvalhal no Arco de Baúlhe; com a construção das adutoras de ligação aos depósitos construídas neste ano em Abadim; com a beneficiação das captações de água de Tarímbola, Portela e Vinhal, em Passos; com a remodelação da rede na Rua dos Pinheiros, no Arco de Baúlhe; com a ampliação da rede na Seara, em Vila Nune; com a ampliação da rede em Casares, Bucos; com a beneficiação de adutoras e captações em Cabeceiras de Basto; com a beneficiação da ETA (estação de tratamento de água) do Vau, em Pedraça; e com a remodelação da rede no lugar da Cernadela, em Refojos.

O desporto voltará também a ter grande destaque em 2018 com a realização do Rally de Portugal, no mês de maio; uma nova Especial Sprint/Racing Festival com rali em terra batida e uma super especial urbana na vila de Cabeceiras de Basto; a organização do Troféu X-Trophy, prova de resistência TT e Quad; e ainda uma nova edição Urban Race, prova urbana de BTT.

O Plano e Orçamento para 2018 foram elaborados com o contributo de muitos cidadãos. Foram ouvidos o Partido Socialista e, no cumprimento do Estatuto da Oposição, o Grupo de Cidadãos ‘Independentes por Cabeceiras’. Foram ouvidos também todos os presidentes de Junta de Freguesia.

A legalidade, a transparência, o rigor e a integridade do serviço público continuam, assim, a ser privilegiados no Plano e Orçamento para 2018.

NATAL CHEGA A CABECEIRAS DE BASTO

‘O NATAL está a chegar...’ a Cabeceiras de Basto

Na tarde do passado sábado, dia 9 de dezembro, com a presença da tão desejada chuva, a Praça da República foi palco para o arranque de diversas iniciativas que integram o Programa ‘Cabeceiras de Basto - Um Lugar Mágico’ que decorre até janeiro.

‘O NATAL está a chegar...’ a Cabeceiras de Basto (1)

O vice-presidente da Câmara Municipal, Dr. Mário Machado Oliveira, acompanhado pela vereadora Dra. Carla Lousada, pelo vereador Eng. Pedro Sousa e pelo representante da Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, José Mendes, recebeu o Pai Natal, inaugurou o presépio e acendeu a iluminação de Natal da vila.

Foram muitas as crianças e seus familiares que, apesar da chuva, receberam o Pai Natal na sua casinha, montada junto do cruzeiro, na Praça da República.

Houve gorros, rebuçados, balões, neve e muita alegria naquela tarde de inverno que despertou em todos os mais belos valores e espírito de NATAL.

A iniciativa contou com a participação da Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto.

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto deseja a todos Festas Felizes e aconselha - faça compras no comércio local.

‘O NATAL está a chegar...’ a Cabeceiras de Basto (2)

‘O NATAL está a chegar...’ a Cabeceiras de Basto (3)

‘O NATAL está a chegar...’ a Cabeceiras de Basto (4)

NATAL CHEGOU A CABECEIRAS DE BASTO

Cabeceiras de Basto: Programa de Natal abre com inauguração de Presépios do Mundo

Ontem à noite, dia 30 de novembro, na Casa do Tempo, Centro UNESCO, foi inaugurada a Exposição de Presépios do Mundo – coleção particular de Maria Helena Sacadura Cabral Simões, dando assim início a um vasto programa de Natal, iniciativa designada – “Cabeceiras de Basto, Um Lugar Mágico” que o Município organiza em parceria com muitas instituições e associações concelhias e se prolonga até ao próximo dia 7 de janeiro de 2018.

Aspeto de parte da exposição de presépios do mundo

A inauguração contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, que se fez acompanhar dos vereadores e onde se encontravam também vários presidentes de Junta de Freguesia, entre outros autarcas e muitos convidados.

O momento foi abrilhantado pelas Guias de Cabeceiras de Basto que deram um colorido muito bonito à sessão inaugural interpretando seis músicas de Natal.

Maria Helena Sacadura Cabral Simões, nasceu na Beira Alta, no concelho de Almeida, vive em Lisboa e foi funcionária de missões diplomáticas de língua espanhola em Portugal, durante mais de trinta anos.

Conta, assim, como nasceu esta ideia de colecionar, - “juntar” como a própria gosta de dizer - presépios de origens tão diversas como da Mongólia, do Chile, do Egipto e de tantas outras partes do mundo:

“Num ano ofereceram-me um presépio da Colômbia. Para o primeiro Natal do nosso filho mais velho compramos um presépio de bonitas figuras clássicas policromadas.

Recebi um segundo presépio da Colômbia. Comecei a gostar de ver presépios nas feiras e nas nossas viagens. Além do seu significado admirei a imaginação, a criatividade, o humor e a ternura que nos transmitem essas figuras, a maior parte delas artesanais. Um dia vi um presépio e gostei, comprei um e mais outro. Começaram a oferecer-me presépios. Achámos engraçado, eu e o meu marido, comprar alguns presépios nas nossas viagens. E assim os fui juntando. O meu marido não só me tem acompanhado neste gosto apoiando-o, como tem sido o meu grande “ofertante”. E foi assim como a coleção que não foi programada, aconteceu.”

O Presidente da Câmara agradeceu à colecionadora a cortesia que teve de vir expor a Cabeceiras de Basto os seus presépios e desejou que os visitantes possam admirar os cerca de oitenta presépios expostos, até ao próximo dia 28 de janeiro de 2018. O Presidente da Câmara não esqueceu também as meninas Guias de Portugal – 1ª Companhia de Cabeceiras de Basto que tão bem interpretaram canções de Natal.

É caso para dizer: Chegou o Natal a Cabeceiras de Basto!

Presidente da Câmara e autora da exposição na sessão inaugural

PROGRAMA DE NATAL VAI TRANSFORMAR CABECEIRAS DE BASTO NUM LUGAR MÁGICO

Francisco Alves apresentou vasto programa natalício sob o mote ‘Cabeceiras de Basto: um lugar mágico’

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado dos vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, apresentou à comunicação social o vasto programa de Natal organizado em conjunto com diversos parceiros económicos e sociais, designadamente a Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto. Associaram-se também à iniciativa representantes das entidades parceiras da Câmara Municipal na organização deste evento.

Apresentação do Programa de Natal 2017 (2)

Na oportunidade, o presidente da autarquia salientou a importância do Natal para a comunidade, sobretudo para as crianças, afirmando que o programa 2017 foi preparado a pensar em todos os gostos.

Sob o mote ‘Cabeceiras de Basto: um lugar mágico’, o programa natalício estende-se entre os dias 30 de novembro e 7 de janeiro. Uma exposição de Presépios do Mundo, o Natal Solidário, concertos de Natal, música ambiente e iluminação natalícia, patinagem, o Mercadinho de Natal, entrega de Cabazes de Natal, almoço solidário, visitas às instituições, escolas e Espaços de Convívio e Lazer, passeios de comboio e ainda o ‘Cabeceiras Trail – O Trilho do Guerreiro’ integram o vasto programa natalício que visa abranger as diferentes faixas etárias e atrair diferentes públicos. Trata-se de um conjunto de iniciativas culturais e lúdicas, bem como atividades de cariz solidário dirigidas a toda a comunidade local, com especial destaque para as crianças.

Apresentação do Programa de Natal 2017 (1)

Amanhã à noite, 30 de novembro, a partir das 21h00, é inaugurada na Casa do Tempo a

Exposição de Presépios do Mundo – Coleção Particular de Maria Helena Sacadura Cabral Simões, com apontamento musical da 1.ª companhia Guias de Cabeceiras de Basto. A mostra que integra mais de meia centena de peças originárias de vários pontos do globo estará patente ao público na Casa do Tempo, espaço este que é um Centro UNESCO que tem como objetivo a difusão da cultura, dos valores e dos objetivos prosseguidos pela UNESCO.

A partir de amanhã e até ao dia 23 de dezembro, decorre a ação ‘Natal Solidário - uma árvore de Natal por um presente’ na Praça da República, uma iniciativa que tem como objetivo oferecer um pinheirinho natural a quem entregar um presente/bem alimentar. Há 100 árvores para oferecer aos Cabeceirenses que entregarem brinquedos ou bens alimentares.

A iniciativa é acompanhada pelo ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, através do Gabinete Técnico-Florestal que coordena e orienta o corte dos pinheiros, tendo em vista a preservação e conservação do ambiente. O corte dos pinheiros é supervisionado por técnicos especialistas florestais, garantindo-se assim que a natureza não sai prejudicada.

No domingo, dia 3 de dezembro, realiza-se o Cabeceiras Trail – O Trilho do Guerreiro, uma iniciativa organizada pelo Projeto Raízes com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto. O Trilho do Guerreiro é uma prova com percursos que cruzam as magníficas paisagens e trilhos da Serra da Cabreira, com passagem obrigatória na levada da Víbora. Esta terceira edição conta com percursos renovados de beleza ímpar, que convidam à contemplação, ao desafio, à aventura e à plena comunhão com a natureza serrana. Neste mês de dezembro, tempo de Natal, tempo de encontro e de solidariedade.

No dia 9 de dezembro, dia grande do programa natalício, decorre a ação ‘O Natal está a chegar…’. As crianças e as suas famílias são convidadas a participar nas inúmeras atividades que irão decorrer no centro da vila, com a música ambiente a dar as boas-vindas a todos os visitantes. Para além da inauguração da Casa do Pai Natal, momento que será de grande frenesim, magia e alegria, está também prevista a inauguração do Presépio de Natal que foi elaborado pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) no âmbito das suas oficinas.

A iniciativa ‘Cabeceiras de Basto ilumina-se!’ que consiste na inauguração da iluminação de Natal no centro da vila será acompanhada por uma singela sessão de fogo de artifício. Os centros das três vilas do concelho de Cabeceiras de Basto iluminam-se, enchendo-se de cor e brilho, proporcionando momentos mágicos a todos aqueles que nos visitem para partilhar a verdadeira magia de natal.

No dia 10 de dezembro, domingo, tem lugar o evento solidário ‘Recolha de Sorrisos - passeio de bicicleta e experiências científicas em troca de um brinquedo’, uma ação dinamizada pelo Lions Clube de Cabeceiras de Basto que decorre no Campo do Seco.

De 11 a 15 de dezembro, realiza-se o Natal nos Espaços de Convívio e Lazer e nas Escolas, iniciativas às quais se associarão o presidente da Câmara e vereadores, deixando votos de Bom Natal e Feliz Ano Novo a todos os utentes dos ECL´s, bem como a todas as crianças, professores e auxiliares.

De 1 a 16 de dezembro decorre a entrega de cerca de 500 cabazes de Natal a centenas de famílias economicamente mais débeis do concelho, uma iniciativa que tem como objetivo ajudar os mais necessitados, proporcionando-lhes um Natal mais caloroso.

A distribuição dos cabazes representa um investimento nas famílias, sendo personalizada em função do número de crianças e adultos que compõem o agregado familiar.

Sinalizadas pelos Serviços de Ação Social da autarquia, as famílias vão receber no cabaz o tradicional bacalhau e bolo-rei, azeite, aletria, sortido e açúcar.

De salientar que a Câmara Municipal, que muito se empenha nesta ação específica, não limita as suas ajudas às famílias economicamente vulneráveis a esta época.

Também ao longo do ano, através do Banco Local de Voluntariado e da sua Loja Social, e em colaboração com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e com a Comissão Municipal de Proteção de Pessoas Idosas de Cabeceiras de Basto (CMPICB), a Câmara Municipal tem vindo a apoiar essas famílias, dentro daquilo que são as suas responsabilidades e possibilidades.

À semelhança do que aconteceu no ano passado, de 1 a 23 de dezembro, o presidente da Câmara e vereadores visitam as instituições do concelho – infantário, creches e lares – desejando Boas Festas a todos os utentes, funcionários e dirigentes.

O Mercadinho de Natal acontece nos dias 16 e 17 de dezembro na Praça da República, uma iniciativa que pretende valorizar o comércio tradicional com uma campanha intitulada ‘Neste Natal compre no Comércio Local!’, promovendo a venda de produtos locais de qualidade. Neste Mercadinho 2017 estarão presentes 20 expositores de produtos hortícolas, artesanato, mel, azeite, fumeiro, doces regionais e produtores de framboesa. Num ambiente de mercadinho, aliado à decoração natalícia, pretende-se que as pessoas possam adquirir vários produtos, sempre com animação de rua e espetáculos, uma ação que conta com a colaboração da Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto. Pretende-se aproximar o comércio e a produção local dos consumidores, contribuindo todos para o desenvolvimento da economia local e, por consequência, para o bem-estar de todos.

No dia 16 de dezembro, a partir das 15h30, a Academia de Música de Cabeceiras de Basto brindará o público na Praça da República com um espetáculo musical informal de Natal e no dia 17, domingo, no mesmo local e à mesma hora, a Escola de Patinagem Artística de Basto atuará para o público presente, presenteando-o com magníficas coreografias.

De 18 a 23 de dezembro realizam-se passeios de comboio natalício pela vila de Cabeceiras de Basto, sendo que para o dia 23 está agendado o Concerto de Natal, a partir das 21h30, na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, um espetáculo protagonizado pela Banda Cabeceirense.

A Comissão Municipal de Proteção de Pessoas Idosas, em colaboração com a associação Amigos SOS, organiza na véspera de Natal, dia 24, um Almoço Solidário para um grupo restrito de pessoas sinalizadas por aquela Comissão Municipal. São pessoas que se encontram em situação de isolamento e de maior vulnerabilidade social.

Um programa rico e variado que tornará certamente Cabeceiras de Basto num lugar mágico nesta quadra natalícia.

São parceiros da Câmara Municipal na organização do programa de Natal a Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, Régie Cooperativa Basto Vida, Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, CTCMCB - Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto , Lions Clube de Cabeceiras de Basto, BastoEmpreende – Núcleo Associativo de Empresas, Projeto Raízes, Academia de Música de Basto, Banda Cabeceirense, Escola de Patinagem Artística de Basto – EPAB, Amigos SOS, Banco Local de Voluntariado e a CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens.

Apresentação do Programa de Natal 2017 (3)

JOVENS DE CABECEIRAS DE BASTO APRENDEM A CONHECER SERTES VIVOS ESTUDADOS ATRAVÉS DO SISTEMA ELETROPRODUTOR DO TÂMEGA

Iberdrola promoveu ação de cariz ambiental e educativo em Cabeceiras de Basto

A Iberdrola e a Biosfera, em colaboração com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, promoveram ontem, dia 23 de novembro, no auditório do Centro Hípico, o workshop ‘Fauna e Flora’ onde as crianças e jovens tiveram a oportunidade de conhecer as várias espécies de seres vivos estudados no contexto ambiental do Sistema Eletroprodutor do Tâmega – um dos maiores projetos hidroelétricos levados a cabo na europa nos últimos 25 anos – sistema que integra a construção das barragens do Alto Tâmega, de Gouvães e Daivões com implicações no território de Cabeceiras de Basto.

Iberdrola promoveu ação de cariz ambiental e educativo em Cabeceiras de Basto (1)

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, e a vereadora Dra. Carla Lousada acompanharam as crianças do Agrupamento de Escolas na visita à exposição de dezenas de plantas, invertebrados, peixes, mamíferos, aves e anfíbios, espécies que estiveram expostas ao longo de seis pontos de paragem, num percurso cheio de surpresas preparado pela Biosfera.

Iberdrola promoveu ação de cariz ambiental e educativo em Cabeceiras de Basto (2)

Os mais pequenos ficaram a conhecer ao vivo a margaritífera - espécie ameaçada de mexilhão-de-rio, presente no rio Beça; várias espécies de peixes, tais como a enguia como espécie protegida ou o escalo, espécie presente no rio Beça; também as árvores mais abundantes da zona norte de Portugal como é exemplo o pinheiro, o sobreiro ou a nogueira e ainda alguns macroinvertebrados como os insetos aquáticos em fase larvar; também a conhecida vaca-loura e a lagarta, mais tarde borboleta, da couve.

Esta é uma iniciativa que surge da aposta da Iberdrola em ações de cariz ambiental, cultural, educativo e social que visam dinamizar e promover o conhecimento relativos à fauna e flora da região, junto dos municípios mais envolvidos na construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

Este empenho traduz-se na aposta da Iberdrola em promover a integração e envolvimento da população mais jovem da região do Tâmega, nomeadamente do Município de Cabeceiras de Basto no que diz respeito aos temas relacionados com as ações de monitorização, levantamento e minimização de impactos junto das espécies e dos seus habitats realizados pela Biosfera, empresa responsável pelos trabalhos de fauna e flora, no âmbito dos estudos ambientais do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

Iberdrola promoveu ação de cariz ambiental e educativo em Cabeceiras de Basto (3)

CABECEIRAS DE BASTO RECEBE COMPANHIA TEATRAL DO BRASIL NOS PAÇOS DO CONCELHO

Presidente da Câmara recebeu Companhia brasileira no Salão Nobre

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado do vice-presidente da Câmara, Dr. Mário Oliveira, e dos vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, recebeu ontem, dia 20 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Companhia brasileira Etc que está em digressão ao longo deste mês em Portugal e esta semana, mais concretamente, em Cabeceiras de Basto.

Companhia brasileira Etc surpreendeu na feira semanal (1)

A Cia. (Companhia) Etc. está no nosso concelho por intermédio do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) que acolhe os artistas brasileiros até à próxima sexta-feira, dia 24 de novembro.

Depois de dar as boas vindas ao grupo do Brasil, composto por sete pessoas, o presidente da Câmara desejou uma boa estadia, realçando a importância e impacto dos intercâmbios culturais na comunidade.

Por seu turno, os elementos da Companhia agradeceram a receção que tiveram em Cabeceiras de Basto, enaltecendo a aposta da Câmara Municipal na Cultura e mais concretamente na implementação e dinamização do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto no concelho.

Presidente da Câmara recebeu companhia brasileira no Salão Nobre

Companhia brasileira Etc surpreendeu cabeceirenses na feira semanal

Os cabeceirenses foram surpreendidos ontem de manhã, dia 20 de novembro, na feira semanal com a intervenção urbana ‘Involuntário’ protagonizada pela Companhia brasileira Etc que completa 17 anos de existência com uma digressão internacional, em Portugal, mais concretamente nos municípios de Coimbra, Braga, Cabeceiras de Basto e Lisboa, entre 10 e 30 de novembro. O grupo congrega dança, performance, mostra de videodanças e workshops nas suas apresentações.

Ontem o público cabeceirense assistiu à intervenção urbana ‘Involuntário’ criada para ser apresentada em espaços públicos abertos, e hoje poderá apreciar, às 17h30, o espetáculo ‘Os Superficiais’ na Praça da República. Amanhã, dia 22 de novembro, os cabeceirenses serão convidados a assistir a uma mostra de videodanças da companhia, especificamente de videodanças de Maxixe, Bokeh, Rebu e Dança Macabra.

Espetáculo ‘Os Superficiais’ decorre hoje na Praça da República

Dedica-se à investigação dos tipos de relações estabelecidas com o mundo pós-moderno marcado pela velocidade e superficialidade nas interações sociais, partindo das memórias pessoais de seus artistas criadores Elis Costa, José W Júnior, Marcelo Sena e Renata Vieira. Com direção de Marcelo Sena, o espetáculo inspira-se nas redes sociais virtuais para propor uma obra, um jogo ou uma brincadeira que aposta na tão recorrente exposição pessoal, na cópia compartilhada como original, na velocidade e volume da informação, na superficialidade do conteúdo, na interrupção das ação e na dificuldade de manter um só foco de atenção.

De salientar que o projeto Cia. Etc. descobrindo Portugal tem o incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura - FUNCULTURA, com a produção de Hudson Wlamir e conta com os apoios do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Teatrão, Mosaico - Plataforma de Projetos Inclusivos Artísticos e Educativos, Fundação Bracara Augusta e do Festival InShadow – Vídeo, Performance e Tecnologia, do qual a Cia. Etc. integra a programação do festival na cidade de Lisboa.

Companhia brasileira Etc surpreendeu na feira semanal (2)

Companhia brasileira Etc surpreendeu na feira semanal (3)

Companhia brasileira Etc surpreendeu na feira semanal (4)

CABECEIRAS DE BASTO RECEBE COMPANHIA BRASILEIRA ETC

O Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) acolhe na próxima semana, de 20 a 22 de novembro, a Cia. Etc, companhia brasileira que apresenta a sua arte universal por quatro cidades de Portugal ao longo deste mês.

os-superficiais

A Cia. Etc completa 17 anos de existência com uma digressão internacional, desta vez em Portugal. O grupo congrega dança, performance, mostra de videodanças e workshops nas suas apresentações. As cidades que serão contempladas com a passagem do grupo em 2017 são Coimbra, Braga, Cabeceiras de Basto e Lisboa, entre os dias 10 e 30 de novembro.

A companhia leva nesta circulação por Portugal, o espetáculo ‘Os Superficiais’, a intervenção urbana ‘Involuntário’, ambos criados para serem apresentados em espaços públicos abertos, e uma mostra de videodanças da companhia, que vem investindo desde 2008, ainda no Brasil, nas pesquisas que envolvem o diálogo entre a dança e o cinema. A companhia apresenta também as suas mais recentes criações de videodanças. Esta é uma linguagem que está presente na companhia há quase 10 anos e que já gerou diversas pesquisas, cursos, intercâmbios e participação em muitos festivais de cinema e videodança do mundo. Para Portugal, especificamente, Cia. Etc leva videodanças de Maxixe, Bokeh, Rebu e Dança Macabra. De referir que a itinerância internacional conta com o incentivo do Funcultura (Brasil).

os-superficiais 2

Enquanto projeto cultural de Cabeceiras de Basto, o CTCMCB, que acolhe a companhia brasileira na próxima semana, pretende através desta iniciativa acrescentar uma dinâmica ainda maior ao concelho, com uma programação que extrapola as fronteiras e expande a cultura local conectando-a com pensamentos artísticos contemporâneos de diferentes partes do mundo. Com cinco anos de existência, o Centro de Teatro, para além da programação com os artistas locais, já conseguiu desenvolver projetos com o Brasil e com a Grécia, num constante fortalecimento de uma rede de contactos e de parcerias que envolve diversos segmentos das artes e que promove uma efervescência cultural ativa, trazendo à população local uma programa rico e promovendo fora do concelho a cultura cabeceirense.

dancamacabra

OS SUPERFICIAIS

Dedica-se à investigação dos tipos de relações estabelecidas com o mundo pós-moderno marcado pela velocidade e superficialidade nas interações sociais, partindo das memórias pessoais de seus artistas criadores Elis Costa, José W Júnior, Marcelo Sena e Renata Vieira. Com direção de Marcelo Sena, o espetáculo inspira-se nas redes sociais virtuais para propor uma obra, um jogo ou uma brincadeira que aposta na tão recorrente exposição pessoal, na cópia compartilhada como original, na velocidade e volume da informação, na superficialidade do conteúdo, na interrupção das ação e na dificuldade de manter um só foco de atenção.

INVOLUNTÁRIO

Na intervenção urbana os artistas estão envoltos numa bolha vermelha e interagem com os passantes dos espaços públicos de grande movimentação do centro urbano, além de gerar posteriormente uma versão em vídeo com a duração de 1 minuto, que fica disponibilizado na internet. A intervenção foi inicialmente criada para ser unicamente uma videodança feita com celular, mas extrapolou os limites da tela, encontrando sua própria trajetória independente em seu formato presencial. Involuntário conta com quatro performers, Elis Costa, José W Júnior, Marcelo Sena e Renata Vieira, que traçam um caminho em meio à cidade buscando aguçar a sensibilidade das pessoas para o momento presente.

O projeto Cia. Etc. descobrindo Portugal tem o incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura - FUNCULTURA, com a produção de Hudson Wlamir e conta com os apoios do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Teatrão, Mosaico - Plataforma de Projetos Inclusivos Artísticos e Educativos, Fundação Bracara Augusta e do Festival InShadow – Vídeo, Performance e Tecnologia, do qual a Cia. Etc. integra a programação do festival na cidade de Lisboa.

PROGRAMAÇÃO

20 de novembro, 10h

INVOLUNTÁRIO

Local: Feira semanal do Concelho

21 de novembro, 17h30

OS SUPERFICIAIS

Local: Praça da República (próximo ao Posto de Turismo)

22 de novembro, 21h30

MOSTRA DE VIDEODANÇAS

Local: Casa do Tempo

FICHA TÉCNICA DA CIRCULAÇÃO

Coordenação do projeto: Marcelo Sena

Dança: Elis Costa, José W Júnior, Marcelo Sena e Renata Vieira

Produção e administração: Hudson Wlamir

Assistência de produção: Júnior Bandeira

Assessoria de Imprensa: Aline Galvão

Fotografia e vídeo: Filipe Marcena

Identidade visual: Raul Kawamura

Tradução dos textos em inglês: Filipe Marcena

Assessoria contábil: Embraccon

Site: Alux Net

Realização: Cia. Etc.

Incentivo: Funcultura

Apoio: CTCMCB - Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

Companhia Brasileira ETC (cartaz 2017) (2)

CABECEIRAS DE BASTO INVESTE NO MOSTEIRO DE S. MIGUEL DE REFOJOS

Câmara Municipal continua a investir fortemente Mosteiro de S. Miguel de Refojos

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto continua a investir fortemente no Mosteiro de S. Miguel de Refojos, contando para o efeito com apoios comunitários. No próximo ano de 2018 continuam a ser desenvolvidos projetos de valorização e preservação do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, ex-líbris do concelho Cabeceirense, alguns deles iniciados em 2016.

Novas coberturas dos Paços do Concelho e Igreja

Novo Serviço de Atendimento Único/Espaço do Cidadão

Em fase de conclusão estão as obras de Remodelação do Piso Térreo da ala poente do Mosteiro onde se localizam alguns serviços da Câmara Municipal e onde estão a ser criadas as condições para a instalação de um novo Balcão Único de Atendimento/Espaço do Cidadão de acordo com a tipologia definida pela Agência de Modernização Administrativa, eliminando barreiras arquitetónicas e permitindo acessibilidade para todos e, no âmbito da eficiência energética, melhorando as condições térmicas e de iluminação.

Considerando a relevância e valor patrimonial do edifício do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, o projeto foi executado sob a supervisão da Direção Regional da Cultura do Norte, sendo a execução da obra acompanhada e monitorizada pelos mesmos serviços e contando também com acompanhamento arqueológico.

O projeto, com um investimento global de 370 mil euros, foi objeto de uma candidatura designada ‘Município Mais’, apresentada ao Aviso NORTE-50-2016-12 - Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos, Programa Norte 2020, sendo financiado por este programa comunitário através do FEDER no montante de 223 mil euros.

A empreitada arrancou em junho e implicou a transferência do Serviço de Atendimento Único, do Posto de Atendimento ao Cidadão e da Tesouraria para o Posto de Turismo, onde é atualmente e provisoriamente feito o atendimento aos munícipes, enquanto decorrem as obras de beneficiação do rés-do-chão do edifício dos Paços do Concelho.

Obras de Remodelação do Piso Térreo da ala poente do Mosteiro

Novas coberturas dos Paços do Concelho e Igreja

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto viu aprovada em agosto de 2016 uma candidatura de 2 milhões de euros, designada ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’, para a afirmação do património histórico-cultural como produto turístico de afirmação do território de Cabeceiras de Basto na oferta turística da região, contando também com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte.

A candidatura, aprovada no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020), prevê a concretização de projetos e diversos estudos que visam, entre outras, a execução de obras de beneficiação das coberturas da Igreja e da ala nascente do Mosteiro, reabilitação de vãos e pinturas das fachadas; conservação e restauro da fachada principal da Igreja e torres sineiras; a reabilitação do espaço onde antigamente funcionou a livraria; o desassoreamento da Ribeira de Penoutas que visa baixar o nível freático na envolvente ao Mosteiro; bem como a construção de um coletor de águas pluviais.

A candidatura prevê, ainda, estudos diversos sobre patologias e outros problemas estruturais que afetam o imóvel, sobre a antiga Botica e sobre o sistema hidráulico do Mosteiro, entre outros, para a melhoria do conhecimento científico e histórico deste bem.

Neste momento encontra-se em curso a empreitada de reabilitação das coberturas da igreja e ala nascente do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, obra de substituição dos telhados, bem como da beneficiação das fachadas nascente e sul do Mosteiro. O projeto é cofinanciado no âmbito do Aviso Norte-04-2114-FEDER-000132 do Programa NORTE2020.

Restauro da antiga livraria do Mosteiro

Está também a ser recuperado o espaço onde antigamente funcionou a livraria do Mosteiro, uma intervenção que está a ser efetuada com recurso a obras de minúcia que estão a ser executadas pelas Oficinas Santa Bárbara, empresa altamente qualificada na conservação e restauro do património cultural, com uma equipa de profissionais de formação superior e técnica, com largos anos de experiência e conhecimentos acumulados. No futuro este será um espaço visitável.

De referir que esta intervenção é também cofinanciada pelo Programa NORTE2020.

Fachada principal e torres da igreja reabilitada

Em 2018 serão executadas as obras de conservação e restauro da fachada principal e torres sineiras, incluindo sistemas de afastamento de aves da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, decorrendo nesta altura o procedimento concursal para a apresentação de propostas.

A defesa deste património é uma responsabilidade coletiva e apesar da igreja, parte do Mosteiro, ser património do Estado, a Câmara Municipal assume esta responsabilidade de zelar pela conservação deste imóvel que consideramos um bem único, de caráter excecional.

A obra vai beneficiar de um apoio comunitário ao abrigo do Programa NORTE2020.

A Câmara Municipal continuará a fazer tudo para ver este Mosteiro inscrito na Lista Indicativa de Portugal ao Património da UNESCO, agora como bem em série, tendo para tal aderido em junho passado à Rede de Mosteiros e Paisagens Culturais Beneditinas que inclui o Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, Felgueiras; o Mosteiro de Santo André de Rendufe, Amares; o Mosteiro de São Bento da Vitória, Porto; o Mosteiro de São Bento, Santo Tirso; o Mosteiro de São Martinho de Tibães, Braga; e o Mosteiro de São Miguel de Refojos, Cabeceiras de Basto, sob a coordenação da Direção Regional de Cultura do Norte.

Cabeceiras de Basto e os Cabeceirenses acreditam no sucesso desta candidatura e, por isso, a Câmara Municipal continua a trabalhar na conservação, restauro e valorização deste património histórico-cultural de excelência e que tanto diz aos Cabeceirenses.

Restauro da antiga livraria do Mosteiro

CABECEIRAS DE BASTO INCENTIVA NATALIDADE

Câmara Municipal tomou conhecimento do Impacto Económico do Rally de Portugal no concelho. Aprovou também mais oito incentivos à natalidade

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto que reuniu no passado dia 10 de novembro tomou conhecimento do Estudo de Impacto Económico direto do WRC Vodafone Rally de Portugal 2017, que decorreu em maio último, na economia do concelho, estudo esse elaborado pelo Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo da Universidade do Algarve em colaboração com a Universidade do Minho e que indica que este evento terá assegurado entre 1,3 e 1,5 milhões de euros de retorno económico direto em Cabeceiras de Basto.

Câmara Municipal tomou conhecimento do Impacto Económico do Rally de Portugal no concelho

De acordo com as conclusões do estudo, “o concelho de Cabeceiras de Basto tem no WRC Vodafone Rally de Portugal 2017 um instrumento estratégico de marketing turístico que concretiza o seu contributo ativo para a prossecução de quatro objetivos regionais: aumentar a atratividade do destino e elevar os seus níveis de notoriedade; harmonizar e consolidar transversalmente a qualidade da oferta; melhorar os indicadores do turismo e reduzir as assimetrias entre os destinos; estimular o espírito colaborativo entre os stakeholders para a adoção de uma abordagem alinhada ao nível do desenvolvimento e promoção do destino”.

“O WRC Vodafone Rally de Portugal possui um peso absoluto incontornável a nível nacional, potenciado e sustentado pela ligação que estabelece com os agentes locais e regionais ao nível da economia, do turismo e da identidade”, lê-se no mesmo documento.

Durante o período de antes da ordem do dia, o executivo cabeceirense tomou também conhecimento de alguns agradecimentos feitos à Câmara Municipal, designadamente da Unidade de Saúde Familiar O Basto do ACES Ave I – Terras de Basto pela colaboração prestada no âmbito das Jornadas de Hemocromatose que decorreram no nosso concelho; bem como do agradecimento da viúva e família do Sr. Mário Campilho pelo Voto de Pesar pelo falecimento do antigo presidente de Câmara e também pela edilidade ter decretado dois dias de Luto Municipal. O executivo tomou também conhecimento do ofício do presidente da Assembleia Municipal a felicitar o executivo municipal pelo início de funções neste novo mandato, desejando os maiores sucessos e reiterando a sua “disponibilidade para uma cooperação que seja cada vez mais profícua em prol do bem comum”.

De entre outros assuntos, foi ainda dado conhecimento do relatório da atividade desenvolvida pela Câmara Municipal no mês de setembro.

Durante a reunião camarária do passado dia 10, a Câmara Municipal deliberou ratificar o despacho do presidente de aprovação de qualificação das empresas de construção de obras públicas para a empreitada de conservação e restauro da fachada principal, torres sineiras, incluindo sistemas de afastamento de aves da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Encontrando-se escolhidas as empresas com qualificação, estão agora reunidas as condições para a abertura do procedimento concursal para a execução de mais uma importante obra de beneficiação do ex-líbris do concelho cabeceirense – o Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

O executivo municipal deliberou, ainda, por unanimidade, atribuir mais oito apoios à natalidade no montante global de 4 mil euros. Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no Município. De salientar que o incentivo à natalidade reveste a forma de atribuição de um apoio financeiro de 500 euros sempre que ocorra o nascimento ou a adoção de uma criança.

Das principais deliberações tomadas, destaque também para a aprovação, por unanimidade, do pedido de isenção de taxas da Fundação António Joaquim Gomes da Cunha para os seus utentes frequentarem a piscina municipal durante o ano letivo 2017/2018, designadamente 17 utentes do Centro de Atividades Ocupacionais e 14 utentes do Lar Residencial. A Câmara Municipal sensível às necessidades das populações especiais, já em reunião anterior, havia aprovado a isenção de taxas para sete alunos da Educação Especial do Agrupamento de Escolas de Mondim de Basto, designadamente para a frequência de hidroterapia na piscina municipal.

No decurso desta reunião, os vereadores do IPC presentes – Dra. Laura Magalhães, Eng. Hélder Vaz e Dr. Marco Gomes – apresentaram diversos requerimentos aos quais a Câmara Municipal dará em tempo a resposta devida.

CABECEIRAS DE BASTO INAUGURA ESPAÇO MULTIUSOS EM GONDIÃES

Inaugurado Espaço Multiusos da ADIG em Gondiães

Foi inaugurado no passado sábado à tarde, dia 11 de novembro, o Espaço Multiusos da ADIG - Associação para o Desenvolvimento dos Interesses de Gondiães, onde serão dinamizadas inúmeras atividades de caráter lúdico, recreativo, cultural e social, destinadas à população da aldeia.

Inaugurado Espaço Multiusos da ADIG em Gondiães (1)

Coube ao presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, ao presidente da ADIG, Domingos Antunes, e ao presidente da Junta de Freguesia de Gondiães e Vilar de Cunhas, Eng. Manuel António Ramos, descerrar a placa alusiva ao ato inaugural.

Marcaram também presença nesta cerimónia o vice-presidente da Câmara, Dr. Mário Oliveira e os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, entre outros autarcas da freguesia e do município, aos quais se juntaram inúmeros populares.

Depois do Monsenhor José Augusto Ribeiro, pároco da freguesia, ter procedido à bênção do novo espaço que resulta do restauro de um edifício que antigamente foi a escola da aldeia, o presidente da ADIG mostrou-se muito satisfeito pela conclusão desta obra que contou com o apoio de várias entidades, designadamente da Câmara Municipal, informando que, sendo um espaço da associação, estará sempre disponível para a realização das iniciativas que o povo de Gondiães promover.

Por sua vez, o presidente da Câmara destacou a perseverança do presidente da associação, salientando que foi graças a essa forte vontade que foi possível juntar os apoios necessários à concretização deste anseio de transformar ruínas em espaço útil à comunidade.

Depois de em agosto último ter sido, nesta mesma casa, inaugurada a capela mortuária, no passado sábado foi colocado ao serviço da população um salão polivalente e uma sala onde a associação pretende, agora, recriar o ambiente da antiga escola e aí instalar também a sua sede.

Gondiães é uma aldeia iminentemente rural do concelho de Cabeceiras de Basto que se localiza no extremo nordeste deste concelho, fazendo fronteira com os concelhos de Montalegre, Boticas e Ribeira de Pena. Foi sede da antiga freguesia de Gondiães, integrando atualmente a União de Freguesias de Gondiães e Vilar de Cunhas. Por aqui se realiza, nos anos pares, a famosa Festa das Papas no Dia de S. Sebastião, em 20 de janeiro, alternando a sua realização, nos anos ímpares, com a aldeia do Samão, desta mesma freguesia.

Inaugurado Espaço Multiusos da ADIG em Gondiães (2)

CABECEIRAS DE BASTO ABRE CENTRO ESCOLAR PADRE DR. JOAQUIM SANTOS

Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos abriu hoje com toda a normalidade

Abriu hoje, dia 13 de novembro, com toda a normalidade o Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos, depois de 33 dias encerrado pelos motivos já amplamente divulgados, relacionados com pequenos focos de incêndios, cujas causas foram já apuradas pelas entidades competentes e cujo caso está, agora, a ser devidamente tratado pelas autoridades judiciais.

Presidente da Câmara reuniu com pais e encarregados de educação

A vereadora da Educação, Dra. Carla Lousada, teve a oportunidade de visitar esta manhã o Centro Escolar, onde falou com professores e funcionárias, a quem agradeceu todo o trabalho, dedicação e compreensão durante este período em que tiveram de trabalhar noutras escolas para que as aulas, a aprendizagem e o ensino não fossem prejudicados.

Já na passada sexta-feira, dia 10 de novembro, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado da vereadora da Educação, da diretora do Agrupamento de Escolas, Dra. Céu Caridade, e do presidente da Associação de Pais, Prof. Luís Santos, teve a oportunidade de reunir com os pais e encarregados de educação, reunião na qual foram acertados todos os pormenores para o arranque das aulas no Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos, com toda a normalidade e nas devidas condições.

Vereadora da Educação visitou Centro Escolar