Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDE LIDERA NA EFICIÊNCIA FINANCEIRA

Esposende mantém a liderança na eficiência financeira, entre os municípios do distrito de Braga, tendo subido uma posição no ranking, relativamente ao ano passado, segundo o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, editado pela Ordem dos Contabilistas Certificados.

cme.jpg

Na análise orçamental dos municípios, Esposende surge em primeiro lugar na listagem geral, como aquele que apresenta um menor volume da receita cobrada de passivos financeiros, revelando a saúde financeira da autarquia, decorrente de não ter recorrido a novos empréstimos.

No ranking dos municípios do distrito de Braga com melhor pontuação global, Esposende apresenta uma pontuação de 1205, seguindo-se Guimarães com 1091 pontos, Barcelos em terceiro com 1077 pontos, Fafe com 882 e Vizela com 845 pontos.

A fixação desta ordem obedece a um conjunto de indicadores financeiros, de acordo com a dimensão, no que concerne ao número de habitantes. Por isso, ao nível da região Norte, o Município de Esposende apenas é ultrapassado por Bragança que é capital de distrito.

Ao contrário de outros municípios do distrito, Esposende não figura das listagens que elencam as autarquias com maiores receitas decorrentes da cobrança de IMI, IMT, IUC ou Derrama. Essa é uma das consequências da política encetada pelo atual Executivo Municipal que aposta em medidas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida.

“Neste mandato encetamos uma política verdadeiramente amiga dos munícipes. Em 2013, quando assumi a presidência da Câmara, Esposende ocupava o 21.º lugar entre os municípios de média dimensão, ficando atrás de Fafe, no distrito de Braga e sendo ultrapassado por Bragança e Ponte de Lima, na região Norte. Temos registado melhorias significativas, desagravando a carga fiscal sobre os munícipes e as empresas”, vinca Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende.

O documento divulgado pela Ordem dos Contabilistas Certificados atesta o desempenho dos municípios no que se refere aos indicadores do índice de liquidez, resultado operacional, peso passivo exigível no ativo, passivo por habitante, taxa de cobertura financeira da despesa realizada no exercício, prazo médio de pagamentos, grau de execução do saldo efetivo, índice de dívida total, execução da despesa relativamente aos compromissos assumidos e impostos diretos por habitante.

Para Benjamim Pereira, a divulgação destes resultados “atesta a boa gestão do Município, abrindo portas aos grandes investimentos que se perspetivam para Esposende e revelando a diminuição da carga fiscal sobre os munícipes e empresas”.

BRAGA PARTICIPA NA NORUEGA EM SEMINÁRIO SOBRE DIREITOS HUMANOS

Braga participou no Seminário ´Direitos Humanos nas Cidades Interculturais´. Evento decorreu em Oslo

O Município de Braga participou no Seminário ´Direitos Humanos nas Cidades Interculturais´, que se realizou em Oslo. Em representação do Município esteve presente Cristina Palhares, do Gabinete de Apoio à Presidência, que teve oportunidade de partilhar os projectos que estão a ser desenvolvidos em Braga sobre a temática, bem como de conhecer mais aprofundadamente o que está a ser desenvolvidos por outras Cidades.

Intercultural Cities.jpg

A Rede Europeia de Cidades Interculturais junta diversos Municípios que unem esforços no sentido de garantir que os indivíduos e grupos têm condições para viver na sua diversidade, com pluralismo, tolerância e abertura de espírito. Braga aderiu à Rede de Cidades Interculturais em Março do ano transacto, sendo entendimento do Município que se deve partilhar experiências e boas práticas em prol de um desenvolvimento comum que privilegie a diversidade, a pluralidade e a interculturalidade.

No seminário foram apresentados exemplos de políticas de direitos interculturais e humanos que têm vindo a ser implementados por diversas Cidades Europeias. Também foram discutidas experiências dos movimentos da sociedade civil e organizações no domínio da liberdade de religião e de pensamento, a igualdade de género, direitos LGBT e anti-discriminação. Todas essas contribuições alimentaram o debate e a troca de experiências.

No âmbito deste projecto, Braga pretende promover a consciência para a diversidade positiva, desconstruindo e combatendo os preconceitos e a discriminação, mediando e resolvendo conflitos, promovendo a coesão e inclusão social.

Esta Rede tem permitido o aprofundamento do conhecimento do valor intrínseco da interculturalidade, a partir das actividades desenvolvidas em conjunto com as Cidades integrantes, nomeadamente através do benchmarking, da troca de experiências e boas práticas, dos workshops, reuniões temáticas e intercâmbios realizados; que permitem projectar adequadamente as diversas políticas municipais em curso no Município de Braga.

Neste encontro estiveram também representantes das Cidades de Barcelona, Donostia/San Sebastian, Fuenlabrada (Espanha), Bergen (Noruega), Botkyrka (Suécia), Reggio Emilia, Forli, Senigallia (Itália), Paris (França), Gdańsk (Polónia), Klaksvík (Ilhas Faroé), Reiquejavique (Islânddia), Roterdão (Holanda) e Viena (Áustria).

Intercultural Cities2.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA REEMBOLSA MANUAIS ESCOLARES

Reembolso de Manuais Escolares

O Município de Braga atribui pelo quarto ano consecutivo os manuais escolares do 1º, 2º, 3º e 4º ano de escolaridade aos alunos do Concelho para o ano lectivo de 2017/2018. Este é um apoio que abarca os alunos que não são abrangidos pelo apoio concedido pelo Governo.

SF1_4667.jpg

Os Encarregados de Educação que pretendam beneficiar desta comparticipação devem adquirir os manuais escolares de Português, Matemática, Estudo do Meio e Inglês (este último apenas aplicável aos alunos do 3.º e 4.º ano), nos estabelecimentos comerciais que escolherem e, posteriormente, remeter a factura ao Município, a fim de serem reembolsados.

Os livros de fichas não são comparticipados.

Os pedidos de reembolso poderão ser efectuados entre o dia 6 de Setembro e o dia 30 de Novembro de 2017.

Para solicitar o reembolso, os Encarregados de Educação devem dirigir-se a um dos seguintes locais:

  • Balcão Único do Município de Braga, Praça Conde Agrolongo (Pópulo);
  • Espaço do Cidadão na Junta de Freguesia de Tadim, sita na Rua Guilherme Braga da Cruz, nº 2, 4705 – 671 Tadim – Braga, no respectivo horário de 2.ª e 3.ª feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Contactos: Tel. 253 671 294/ Fax. 253 674 233;
  • Espaço do Cidadão na Junta de Freguesia de Sequeira, sita na rua da Escola, nº 1, 4705 – 629 Sequeira – Braga, no respectivo horário de 3ª a 6ª feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Contacto: 926 304 932.

Para o pedido de reembolso são necessários os seguintes documentos:

  • Impresso Pedido de Reembolso – Manuais Escolares do Município de Braga disponível no site através do link https://goo.gl/KrUsSc
  • Original da factura
  • Fotocópia do Cartão de Cidadão do aluno
  • Fotocópia do Cartão de Cidadão do Encarregado de Educação
  • Indicar contacto telefónico, morada e correio electrónico
  • Comprovativo do número de identificação bancária – NIB (Talão Multibanco)

Na factura devem constar:

  • Nome completo do aluno
  • Número de Identificação Fiscal do aluno (NIF)
  • Número do Cartão de Cidadão do aluno (CC)
  • Nome da Escola
  • Ano de escolaridade do aluno
  • Nome dos manuais escolares

NOITE BRANCA DE BRAGA PROMOVE CRIATIVIDADE GASTRONÓMICA

Noite Branca de Braga 2017: Candidaturas ao espaço de ´Street Food´ até dia 7 de Agosto

À semelhança do sucedido nas duas últimas edições, a Noite Branca de Braga 2017 dará espaço à criatividade gastronómica através da integração no evento de um espaço de ´Street Food´ com oferta alimentar alternativa, interagindo com os conceitos artísticos e criativos do evento.

Street Food NBB.JPG

O espaço de ´Street Food´ estará localizado na Praça do Pópulo. As candidaturas para a exploração desta área alimentar devem ser entregues até dia 7 de Agosto no Balcão Único da Câmara Municipal de Braga.

O regulamento de atribuição dos espaços para actividades de restauração e respectivos anexos, assim como a ficha de candidatura, estão disponíveis para consulta no Balcão Único da Câmara Municipal, entre as 09h00 e as 17h30, e no site institucional do Município de Braga em: https://www.cm-braga.pt/archive/doc/Street_Food_-_NBB_2017.pdf.

BRAGA REVÊ PLANO MUNICIPAL DE EMERGÊNCIA DE PROTECÇÃO CIVIL

O Município de Braga está a proceder à revisão do Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil. O assunto foi analisado na reunião da Comissão Municipal de Protecção Civil (CMPC), um organismo que assegura a articulação entre todas as entidades e instituições de âmbito municipal imprescindíveis às operações de protecção e socorro, emergência e assistência previsíveis ou decorrentes de acidente grave ou catástrofe.

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008308.jpg

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, os últimos quatro anos ficam marcados pela “aposta muito clara na Protecção Civil”. “A par do novo quartel dos Bombeiros Sapadores, reforçámos os meios, estamos a contratar mais bombeiros, mais polícias municipais, qualificamos os meios móveis e estabelecemos novas parcerias, nomeadamente com os Bombeiros Voluntários”, referiu, aludindo ainda à criação da Divisão Municipal de Protecção Civil que “confere à orgânica da Câmara Municipal uma maior envolvência nesta área”.

A par da revisão do Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil, Ricardo Rio deu ainda conta do “trabalho intenso que está a ser realizado para dotar todos os equipamentos escolares de um plano de segurança, que não existiam”.

O Edil aproveitou para enaltecer o trabalho exemplar que tem vindo a ser desenvolvido pelo vice-presidente da Autarquia, Firmino Marques, que possui o pelouro da Protecção Civil, assim como o de todas as estruturas e entidades que integram a CMPC.

A CMPC é constituída pelo coordenador Municipal de protecção Civil, pelo director Municipal de Obras e Serviços Municipais, pelos comandantes dos Bombeiros Sapadores e dos Bombeiros Voluntários, pelo representante da Delegação da Cruz Vermelha, pelos comandantes da PSP, GNR e do RC6, por representantes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Polícia Judiciária, da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Braga, pelo coordenador da Unidade de Saúde Pública, da Polícia Municipal, director executivo do Agrupamento dos Centros de Saúde, director do Hospital de Braga, representantes da Segurança Social, Instituto Nacional de Emergência Média e das Juntas de Freguesia que é designado pela Assembleia Municipal.

Desta comissão fazem ainda parte outras entidades e serviços implantados no Município, cujas actividades e áreas funcionais possam, de acordo com os riscos existentes e as características do concelho de Braga, contribuir para as acções de protecção Civil.

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008309.jpg

Unidade Local de Protecção Civil para S. Victor

A Comissão Municipal de Protecção Civil (CMPC) aprovou a constituição da Unidade Local de Protecção Civil de S. Victor. Trata-se da primeira Unidade Local a ser criada no âmbito da CMPC e que terá como missão a prevenção, a protecção e socorro das populações, dos bens e do património da freguesia de S. Victor, em estreita articulação com a Divisão Municipal de Protecção Civil.

Entre as competências desta Unidade Local estão a criação de mecanismos de articulação e colaboração com todas as entidades públicas e privadas que concorrem para o sistema de protecção civil, a promoção de acções de sensibilização ou o apoio à reposição da normalidade da vida das pessoas em áreas afectadas por acidente grave ou catástrofe.

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008310.jpg

“RODELLUS” DÁ PALCO AOS “MAIS INTERESSANTES” PROJECTOS MUSICAIS DO PAÍS

Evento decorre nos dias 27, 28 e 29 de Julho em Ruílhe

O ‘Rodellus’ volta a fazer parte dos festivais de Verão. Este evento de música urbana, que se realiza nos dias 27, 28 e 29 de Julho, em Ruílhe, mantém a sua matriz e, mais uma vez, dará palco a alguns dos ‘mais interessantes’ projectos musicais do panorama nacional.

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008390.jpg

Na conferência de imprensa de apresentação do evento, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, referiu que este é um festival que marca pela diferença. “O Rodellus diferencia-se pelo local em que se realiza e por valorizar a questão da sustentabilidade”, salientou Ricardo Rio, elogiando o “espírito de iniciativa dos jovens organizadores que mostram que fora dos grandes centros também existem oportunidades para se realizarem manifestações culturais”.

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008394.jpg

A terceira edição do festival vai reunir 22 bandas distribuídas por três palcos por onde vão passar nomes como ‘Fai Baba’, ‘Stone Dead’, ‘Go!zilla’, ‘Conjunto Corona’ ou ‘First Breath After Coma’.

A par da arrojada programação musical, Ruílhe abre as suas portas às culturas e tendências urbanas contando com exposições, residências artísticas, showcases, street food e arte urbana. Este ano o campismo é gratuito e será totalmente auto-sustentável do ponto de vista do consumo energético.

Segundo Jorge Dias, da organização do evento, o Rodellus é um festival que celebra a música e as tradições. “Este é um festival com sérias preocupações ambientais e que dá o seu contributo através de iniciativas de consciencialização ambiental. Uma das mais relevantes é o facto de o seu recinto ser criado de raiz através do aproveitamento de materiais, num trabalho que envolve toda a comunidade”, adiantou, agradecendo o apoio do Município e da União de Freguesias de Arentim e Cunha.

Foi esta abordagem “green e eco friendly” que fez com que o Rodellus fosse nomeado para o prémio ‘Contribute to Sustainability’ por um painel de júris internacionais, no âmbito do Iberian Festival Awards. O festival foi ainda premiado pelo Fundo Ambiental com o ‘Sê-lo Verde’, distinção que destaca as boas práticas ambientais em festivais de Verão.

O Festival é uma iniciativa da Associação Rodellus - que nasceu da primeira edição do evento - e conta com o apoio de vários agentes locais.

Todos os pormenores do evento podem ser consultados em facebook.com/rodellusmusicfest

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008395.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA COLOCA A HASTA PÚBLICA STANDS DE VENDAS DE BEBIDAS PARA A NOITE BRANCA

Hasta Pública de stands de venda de bebidas - Noite Branca de Braga 2017

Torna-se público que irá realizar-se, na próxima Segunda-feira, dia 31 de Julho de 2017, às 14 horas e 30 minutos, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga, sito no Edifício da Câmara Municipal de Braga, na Praça Municipal, a hasta pública para adjudicação do direito de exploração, para o evento designado como Noite Branca Braga 2017, de 14 stands de vendas de bebidas, a colocar em vários pontos da cidade.

NBB.JPG

Apenas poderão ser apresentadas e vendidas bebidas, não sendo permitida a comercialização ou oferta de qualquer produto alimentar.

Todos os interessados poderão consultar as normas do direito de concessão, em hasta pública e respectivos anexos, no Balcão Único da Câmara Municipal de Braga, ou através do seguinte link: https://www.cm-braga.pt/archive/doc/Hasta_Publica_Stands_de_Venda_de_Bebidas_NBB_2017.pdf

BRAGA INCENTIVA DESENVOLVIMENTO RURAL

Município de Braga introduz incentivos para desenvolvimento rural do Concelho

O Município de Braga aprovou hoje, dia 24 de Julho, em sede da Reunião do Executivo Municipal, a introdução de incentivos financeiros destinados ao incremento do desenvolvimento rural do Concelho de Braga.

CMB24072017SERGIOFREITAS0000008382.jpg

Entre as medidas constam a redução de 80% por cento da Taxa Municipal de Urbanização para instalações agrícolas (vacarias, estábulos, salas de ordenha, silos, anexos e estufas agrícolas, entre outros, excluindo habitação) e de 50% das taxas de licenciamento para empreendimentos e unidades de turismo.

Para beneficiar deste último incentivo, o requerente terá de cumprir o Regulamento para a Recuperação do Património Edificado em Espaço Rural e demonstrar a existência de um Plano de Investimento e criação de postos de trabalho no âmbito do turismo em espaço rural, sujeito a avaliação de interesse económico pela InvestBraga.

Neste incentivo consideram-se enquadráveis as unidades de criação ou desenvolvimento de produtos turísticos (ecoturismo, enoturismo, turismo associado a actividades de caça e pesca, turismo equestre, religioso, de saúde, cultural) e de Parques Temáticos localizados nas Unidades de Paisagem intituladas como Vale do Cávado, Encosta dos Santuários e Veigas de Braga, bem como o alojamento turístico de pequena escala integrados nas seguintes tipologias de empreendimentos turísticos: turismo de habitação, turismo no espaço rural no grupo de casas de campo, parques de campismo e caravanismo e de turismo de natureza.

A proposta prevê, igualmente, a celebração de protocolos entre o Município de Braga, a ATHACA, com vista ao desenvolvimento integrado de políticas públicas de proximidade com vista ao incentivo à reabilitação do património rural e à dinamização turística, e com a CAVAGRI, com o objectivo de regular a participação desta cooperativa na concretização da estratégia municipal para o desenvolvimento rural do Concelho de Braga.

As reduções de taxas propostas consubstanciam medidas de descriminação positiva para os residentes nas freguesias rurais e para quem nelas pretenda investir.

A par de reconhecer a importância das fileiras de produção do leite e da carne de bovinos para o desenvolvimento económico do sector primário no Concelho, com esta proposta o Executivo Municipal pretende estimular a agricultura biológica, assumindo maior relevância áreas de inovação agroalimentar, por exemplo, as plantas aromáticas e medicinais, a produção de fruta, o sector vitivinícola, a produção de mel, os cogumelos, os produtos gourmet, bio; incentivar a manutenção da paisagem rural, a promoção turística e a reabilitação patrimonial das áreas rurais, sem descurar a importância do reforço da competitividade das PME.

A proposta visa ainda valorizar as características patrimoniais e elementos de interesse histórico, tendo em vista a melhoria da qualidade de vida e os serviços de apoio económico-social e, atrair o turismo, fomentar e incentivar actividades complementares à agricultura.

BRAGA INVESTE NAS FREGUESIAS

Município bracarense realizou mais de 25 milhões de euros de investimento nas freguesias. Valores reportam-se ao actual mandato e englobam obras delegadas ou executadas por administração directa

Realizaram-se hoje, dia 23 de Julho, na União de Freguesias de Guisande e Oliveira S. Pedro, as inaugurações das obras de alargamento do Cemitério de Oliveira S. Pedro, do Arranjo Urbanístico do Largo da Igreja e de construção da Capela Mortuária. As intervenções tiveram um custo global superior a 225 mil euros.

CMB23072017SERGIOFREITAS0000008363.jpg

Como referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, ao longo deste mandato o Município realizou, em obras delegadas ou executadas por administração directa, mais de 25 milhões de euros de investimento em vários equipamentos de proximidade. “Nestes cerca de quatro anos criamos um ciclo regular de investimentos nas mais diversas freguesias e isso sente-se no terreno, com várias intervenções importantes e equipamentos que ajudam a melhorar a qualidade de vida das populações. Quando assim é, estamos a cumprir a nossa missão”, referiu.

De acordo com o Autarca, as inaugurações na União de Freguesias de Guisande e Oliveira S. Pedro são sintomáticas da relação estabelecida com todas as Juntas de Freguesia neste mandato. “Estas obras eram um natural desejo da população, que agora se concretiza devido à junção de esforços de diversas entidades e da própria comunidade, que se uniu e disponibilizou para colaborar. O resultado final deixa-nos a todos orgulhosos”, afirmou, com Augusto Carvalho, presidente da União de Freguesias, a enfatizar também a ´melhoria do usufruto do local que as intervenções possibilitam´.

CMB23072017SERGIOFREITAS0000008366.jpg

CMB23072017SERGIOFREITAS0000008375.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA VOLTA A REDUZIR IRS AOS BRACARENSES

O Município de Braga vota amanhã, segunda-feira, em sede de reunião do Executivo Municipal, as várias propostas de fiscalidade municipal, nomeadamente através da fixação da taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), lançamento da derrama e a proposta de participação variável no IRS para o ano de 2018.

camara.jpg

Assim, e tendo em consideração a carga fiscal que no contexto nacional já onera os munícipes, considera o actual executivo municipal ser de todo importante continuar a sua estratégia de redução progressiva da carga fiscal dos Bracarenses.

Desta forma o Imposto sobre Imóveis (IMI), cifrar-se-á, em 2018, em 0,35% para prédios urbanos. Os proprietários que exerçam a reabilitação de edifícios degradados terão uma minoração em 20%, incentivando assim a reabilitação urbana, a fixação de população e a atracção de novos residentes para as áreas de reabilitação urbana. Mantêm-se, ainda, as reduções nos impostos em 50%, a contratos de arrendamento celebrados ao abrigo do programa ‘Encaixa-te’, ou semelhante, promovendo a clusterização de actividades culturais e criativas e reforçando a polarização comercial do Centro Histórico.

Em sentido oposto, decidiu o executivo municipal aplicar aos prédios urbanos degradados um agravamento de IMI de 30%, como forma de estimular a reabilitação urbana.

Para além destas medidas haverá ainda lugar à redução da taxa do imposto a aplicar ao prédio ou parte de prédio urbano destinado a habitação própria e permanente, atendendo ao número de dependentes que compõem o respectivo agregado familiar, sendo que existirá uma dedução fixa de 40 euros para quem tem 2 dependentes a cargo e de 70 euros para quem tem 3 ou mais dependentes a cargo.

Estas decisões vêm, segundo Ricardo Rio ao encontro do “compromisso deste Executivo Municipal em seguir uma política progressiva de amenização da carga fiscal que recai sobre empresas e munícipes”, referiu o autarca, garantindo que esta política de redução terá “continuidade, de forma paulatina, ao longo dos próximos anos”.

No que toca ao IRS, os Bracarenses irão pagar menos no próximo ano, cifrando-se a taxa agora proposta em 4,25% dos rendimentos dos contribuintes a cobrar no ano de 2018, ao invés dos 4,40% até aqui praticados, revertendo a diferença entre esta participação e a taxa máxima (5%) a favor dos contribuintes Bracarenses. Esta redução traduz mais uma descida de IRS, perfazendo desde o início do actual mandato uma descida de 0,75% no que toca aos impostos (IRS) dos Bracarenses.

Quanto à derrama sobre o lucro das empresas, o Município de Braga opta por isentar as empresas que tenham um volume de negócios até 150 mil euros, e aplicar uma taxa de 1,5% às empresas que apresentem resultados superiores a 150 mil euros.

BRAGA TEM NOVA APLICAÇÃO WEB QUE REÚNE NUM SÓ ESPAÇO VIRTUAL EMPRESAS E INVESTIDORES

A Portfollium está na fase de pré-lançamento e nasce para facilitar transações financeiras

A Portfollium é uma aplicação web que vai reunir empresas, investidores, bancos e profissionais que auxiliam as transações societárias como contabilistas, consultores, auditores e advogados.

press_release_image_Portfollium.png

“A aplicação facilita a prospeção e triagem de oportunidades de negócios de trespasse, cessão de quotas e ações, aumento de capital, crédito, cessão de exploração, fusão e consórcio para as PME, investidores e consultores”, explica Alex Kelechi, criador e promotor da Portfollium.

O processo, antes demorado, através dos mais variados canais de networking já existentes deixa de ser necessário. A oportunidade de negócio com a Portfollium põe de lado os atrasos e a imprecisão, e permite notificações instantâneas, sobre possibilidades de negócio em todo o país.

“É diferente porque dispõe de ferramentas de pré-análise que permite as PME e investidores oferecerem e encontrarem de forma filtrada e rápida boas oportunidades de negócios em Portugal”, define o criador.

Com a Portfollium, fazer networking também se torna mais fácil. A aplicação dispõe de ferramentas de comunicação em tempo real para empresas, investidores e consultores.

“A Portfollium está desenhada para ser intuitiva, robusta, rápida e dotada de uma tecnologia moderna. Com um simples registo, podemos usar a aplicação a partir de smartphone, tablet e computador. Está arquitetada para ser ágil e escalável, uma vez que será inicialmente implementada em Portugal e, havendo consistência e justificação, introduzi-la paulatinamente em outros mercados”, acrescenta Alex.

Para além do promotor, a equipa é composta atualmente por dois engenheiros de software e duas especialistas em Marketing e Comunicação, todos com passagem pela Universidade do Minho.

A aplicação está na fase de pré-lançamento, fase em que é possível um pré-registo na página web. Os interessados também podem seguir o seu desenvolvimento e interagir com a equipa do projeto através de redes socias, chat e por mail.

A versão Beta da aplicação poderá estar online no final deste verão.

MUNICÍPIO DE BRAGA TRANSFERE 509 MIL EUROS PARA OBRAS NAS FREGUESIAS

Propostas serão analisadas na próxima Reunião do Executivo Bracarense

O Município de Braga vai transferir 509.747 mil euros para a realização de obras a diversas Freguesias do Concelho, dando assim continuidade à política de proximidade em prol do desenvolvimento do território.

CMB21032017SERGIOFREITAS0000005835.jpg

As propostas, em forma de contratos interadministrativos de Delegação de Competências e de apoios financeiros, serão apreciadas na próxima reunião do Executivo Municipal, a realizar na Segunda-feira, dia 24 de Julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

No que se refere aos contratos interadministrativos, a maior fatia, no valor de 354.137, 81 euros, cabe à Freguesia de Tadim para a execução do Auditório da sede da Junta. À União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves, o Executivo irá atribuir o montante de 126.577,72 euros, destinados à obra de requalificação da Rua de Vilar, em Ferreiros. Para a União das Freguesias de Real, Dume e Semelhe será atribuído o valor de 5.083,36 euros para a execução da obra denominada ‘Caminho de acesso à Rua do Sobreiro’.

Quanto aos apoios financeiros, o Executivo Municipal aprecia, igualmente, a atribuição de de 13.950,70 euros à União das Freguesias de Real, Dume e Semelhe, para execução da Requalificação do Espaço Verde em frente ao Pavilhão Gimnodesportivo de Dume. À Junta de Freguesia de Mire de Tibães será atribuída a verba de 10.000 euros para comparticipação da comemoração dos “500 anos da Carta de Foral do Couto do Mosteiro de S. Martinho de Tibães.

Será igualmente votada a atribuição de um apoio de 12.000 euros à Fábrica da Igreja Paroquial de Este S. Mamede para a comparticipação da realização do espaço envolvente da igreja paroquial. Já à Casa do Povo de Tadim será concedido um apoio financeiro no montante de 6.100,00 euros, com vista a comparticipar no pagamento devido pela elaboração dos projetos de especialidades relativos à ampliação das instalações do “Lar de Idosos da Casa de Povo de Tadim”.

Na próxima Reunião será também analisada a proposta de atribuição de apoios financeiros no âmbito dos contratos-programa de desenvolvimento desportivo para a época de 2016-2017.

Os apoios serão atribuídos à Associação de Ténis do Porto, ao Clube Desportivo Recreativo e Cultural de Tebosa e ao Soarense Sport Club, no valor total de 9.118 euros.

Será igualmente votada a proposta de adenda ao contrato-programa celebrado com o Grupo Desportivo de Figueiredo para a construção da nova arrecadação, no valor de 13.022.29 euros. Com este apoio, será possível ao clube substituir a arrecadação que ficou destruída com um incêndio.

REABERTURA DA BICA DAS SETE FONTES VALORIZA ESPAÇO NOTÁVEL DE BRAGA

Cerimónia contemplou um concerto da Orquestra Sinfonietta de Braga

Decorre hoje, dia 21 de Julho, a cerimónia pública de reabertura da Bica das Sete Fontes, que contemplou um concerto da Orquestra Sinfonietta de Braga. A intervenção foi da responsabilidade do Hospital de Braga e contou com a colaboração do Município de Braga e da Junta de Freguesia de S. Victor.

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008359.jpg

Na ocasião, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, referiu que esta intervenção tem um cunho ´essencialmente simbólico´ e que respeita o princípio da intervenção minimalista que se pretende aplicar ao conjunto do Parque, preservando o monumento e sua envolvente natural e criando condições para a sua fruição pública, diminuindo ao máximo o impacto da intervenção humana.

“Saudamos a parceria do Hospital de Braga e a disponibilidade para promover a intervenção, o que é bem ilustrativo de que este é um projecto transversal a toda a sociedade e que deve envolver e mobilizar todos os agentes”, disse, sublinhando que a realização do concerto é também demonstrativo que este património tem as condições ideias para ser usufruído e servir de palco a diversas manifestações que dêem a conhecer este ´espaço notável´ da Cidade.

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008361.jpg

A requalificação da Bica Pública das Sete Fontes e dos arranjos exteriores na sua área envolvente surge na continuidade do projecto do Hospital de Braga, com o propósito de ser efectuada a “reposição” paisagística deste território, promovendo deste modo, a valorização da envolvente da Mãe d’Água Dr. Amorim.

Num terreno com características morfológicas extraordinárias, as preexistências são o ponto de partida para a intervenção. Como testemunhos de uma divisão cadastral e de vivências rurais surgiam muros, pontualmente desmontados, pequenos edifícios em ruína, uma eira, um tanque escondido no silvado e muita água a alimentar um coberto vegetal e uma densa massa arbórea. A partir deste pequeno núcleo rural o olhar capta um outro edifício com um carácter complemente diferente. É a Mãe d’Água Dr. Amorim, uma das mães d’águas ainda existente do sistema de abastecimento de águas à cidade de Braga do século XVIII.

É neste contexto que a proposta de intervenção se desenvolve, tendo por base o princípio do impacto mínimo, procurando ser o menos intrusiva possível.

A excelência da paisagem, aliada a um património natural e cultural, permitiu que intervenção realizada transformasse este pequeno território num magnífico espaço de estar e lazer para usufruto de todos.

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008354.jpg

CMB21072017SERGIOFREITAS0000008356.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA AVANÇA COM EMPREITADAS DO MERCADO MUNICIPAL E DO EIXO DESPORTIVO DA RODOVIA

Propostas serão analisadas na próxima Reunião do Executivo Municipal

Será analisada, na próxima reunião do Executivo Municipal, que se realiza na Segunda-feira, dia 24 de Julho, a proposta de início do procedimento do concurso público internacional para a empreitada de reabilitação e ampliação do Mercado Municipal de Braga, cujo preço contratual estimado, sem IVA, se cifra nos 4 milhões e 500 mil euros. O prazo de execução é de 365 dias e a obra está integrada no novo quadro de apoio comunitário.

5 (2).jpg

O novo Mercado Municipal de Braga será mais seguro, confortável, funcional, atractivo, terá novas valências e melhores infra-estruturas técnicas e logísticas, adequadas às exigências actuais.

O Mercado vai continuar a servir o propósito para o qual foi concebido, actualizando-se de forma a responder às exigências de segurança, higiene e saúde em vigor, quer a dinâmicas de negócio actuais, sendo por este motivo acrescidas algumas valências até agora inexistentes no local.

Nesta Reunião do Executivo será ainda analisada a contratação da empreitada e a minuta do contrato do concurso público para a “Requalificação do Eixo Desportivo da Rodovia”. A empreitada foi adjudicada pelo preço contratual de 2 milhões e novecentos mil euros, ao qual acresce o IVA. O prazo de execução da obra é de 365 dias.

O Complexo Desportivo da Rodovia aumentará em cerca de 40% a sua área (num total de cerca de seis hectares), estendendo-se para a zona ribeirinha em frente à AFBraga. Serão construídos oito novos balneários de raiz - com armários fechados onde os utentes podem deixar os seus pertences - a juntar aos que já existem, o actual campo de futebol de 11 em terra batida será substituído por dois campos de voleibol de praia e um de futebol de praia e haverá um circuito com cerca de 1000 metros em betuminoso e terra batida para os amantes de corrida, assim como novas valências para diversos desportos radicais.

ESCOLA DE EDUCAÇÃO RODOVIÁRIA DE BRAGA ENSINA AS CRIANÇAS A PEDALAR

‘A pedalar estamos a exercitar’

Iniciativa da Escola de Educação Rodoviária regressa em Setembro

A iniciativa ‘A pedalar estamos a exercitar’, organizada pela Escola de Educação Rodoviária de Braga, não se realizará no mês de Agosto devido ao período de férias. A actividade será retomada a 2 de Setembro.

pedalar (1).jpg

Esta é uma iniciativa organizada em parceria com o Clube de Cicloturismo de Braga que tem vindo a ajudar as crianças a andar de bicicleta ou a melhorarem a sua performance.

A acção, dirigida a crianças a partir dos 5 anos e realiza-se no primeiro Sábado de cada mês, das 15h00 e as 17h30.

Ao dispor estão monitores experientes e disponíveis para orientar e apoiar as crianças durante toda a actividade. A participação é gratuita!

Mais informações sobre a actividade podem ser obtidas em escolarodoviariabraga@gmail.com ou pelo telefone 253 624 272.

RUSGA DE SÃO VICENTE DE BRAGA EXPÕE EM BARCELOS SOBRE O TRAJO E A FORMA DE TRAJAR DO POVO

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho e a Câmara Municipal de Barcelos, inauguram amanhã, sexta-feira, dia 21, pelas 21h:30, no Salão Nobre dos Paços do concelho, sito no Largo do Município, a exposição "O Trajo e o Trajar Popular no Baixo Minho - finais do século XIX, primeiras décadas do século XX".

Agenda 2 - Exposição O Trajo e o Trajar (2).jpg

Esta exposição, integra-se no âmbito do programa cultural paralelo da "Feira de Artesanato", promovida pelo município barcelense.

A reposição desta exposição no 'Salão Nobre' dos Paços do concelho, passados que são 10 anos, após a realização da 1ª edição, surge após, a realização da - também ela bem sucedida -, exposição dos "Lenços de Amor, versos à Mãe", levada a efeito no Posto de Turismo daquela cidade, no passado mês de maio.

O regresso deste projeto expositivo a Barcelos, é a consumação de um desejo, em resposta ao interesse manifestado pelos responsáveis do movimento associativo folclórico barcelense. Refira-se a propósito, que esta mostra, conta com uma significativa colaboração, ao nível de cedência de peças, do pujante movimento cultural etnográfico do concelho de Barcelos.

Esta exposição, que agora volta a um dos seus primeiros locais, da sua já longa itinerância, viajou já pelos principais concelhos que compõe a região geo-etnográfica Baixo-minhota, nomeadamente; Braga, Guimarães, Vila Verde, Barcelos, Amares, V. N. de Famalicão, Povoa de Lanhoso, entre outros. Paralelamente, parcelas temáticas da mesma, foram requisitadas por museus, escolas, juntas de freguesia, centros comerciais e outros espaços afins, quer a nível local, nacional e internacional.

Passados estes anos, entendemos que, os propósitos que nos levaram a empreender este projeto expositivo, permanecem válidos​. Do catálogo da exposição então publicado, transcrevemos uma pequena parcela de um dos textos: “Sendo o Trajo há muito considerado “património material”, um outro objectivo desta exposição é o de o elevar à categoria de “património imaterial” – à luz de um conceito mais abrangente e hodierno de “património”… por forma a responsabilizar a promoção deste património que é de todos.”.

Convite - Exposição O Traje e o Trajar (1).jpg

trajes_expo01.jpg

trajes_expo02 (1).jpg

trajes_expo02 (2).jpg

trajes_expo04.jpg

PROGRAMA BOCCIA SÉNIOR BRAGA DISPUTA TROFÉU DA AMIZADE EM SÃO JOÃO DA MADEIRA

2º fase da Edição I realiza-se em Braga no mês de Setembro

17 Participantes do Programa Boccia Sénior Braga participaram, na passada semana, no Troféu da Amizade, que se realizou em S. João da Madeira. A competição incluiu jogos individuais e colectivos contra participantes provenientes da Associação Cultural e Recreativa “É bom viver”, entidade visitada.

IMG_0657.jpg

Esta é uma iniciativa da responsabilidade do Programa Boccia Sénior Braga (em representação do Sporting Clube de Braga – Secção de Desporto e da Câmara Municipal de Braga) e da Associação Cultura e Recreativa “É Bom Viver” (em representação do Município de São João da Madeira), realizada com o intuito de aproximar os dois Concelhos, assim como de promover a competição e a partilha de experiências ao nível da modalidade de Boccia.

O Troféu é disputado por Edições, compostas por provas de equipas e provas individuais, e cada Edição tem duas fases. Esta foi a 1ª fase da Edição I do Troféu da Amizade e, para os Bracarenses, constitui a segunda vez em que participaram numa competição.

Apesar da grande experiência dos participantes da casa, que demonstraram superioridade em momentos cruciais do jogo, a prestação dos Bracarenses, atendendo ao seu curto período de aprendizagem e prática da modalidade, foi positiva e permitiu a realização de jogos estimulantes e desafiantes.

De salientar, a forma calorosa e simpática com que a entidade visitada - Associação Cultural e Recreativa “É Bom Viver” e representantes da Câmara Municipal de S. João da Madeira - receberam a comitiva Bracarense.

O evento contou com a presença do Vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques.

A realização da 2.ª fase da Edição I do Troféu da Amizade, está prevista para Setembro próximo, em Braga. A vitória pertencerá à equipa que conquistar mais pontos nas provas colectivas e individuais realizadas ao longo das duas fases da Edição.

IMG_0670.jpg

IMG_0737.jpg

IMG_0770.jpg

BRAGA RECEBE NOVO CENTRO TECNOLÓGICO

Novo centro tecnológico aposta na qualificação dos recursos humanos. Projecto permite responder às necessidades do mercado de trabalho

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, participou hoje, 20 de Julho, na inauguração do ‘Centro HTEC’ instalado no Centro de Formação Profissional de Mazagão, em Braga. Trata-se de um centro tecnologicamente avançado na área da metalomecânica criado pela empresa ‘Haas Portugal’ e que vai agora formar especialistas em programação de máquinas CNC.

CMB20072017SERGIOFREITAS0000008291.jpg

Na ocasião, Ricardo Rio sublinhou a mais-valia que este centro representa para qualificar a formação ministrada pelo Centro de Mazagão, bem como para ajustar a formação às necessidades do tecido económico da Região. “Desde há vários anos a esta parte, vimos sentindo a necessidade premente de todas as empresas da área da metalomecânica em ter recursos humanos disponíveis e altamente qualificados”, salientou o Edil.

CMB20072017SERGIOFREITAS0000008289.jpg

Segundo o Autarca Bracarense, o objectivo das entidades públicas e do tecido empresarial deve ser o de tornar o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, pelo que “têm que ser encontrados recursos qualificados para satisfazer as necessidades das empresas”. Ricardo Rio destacou ainda o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no Concelho nesta área e que tem dado resultados muito positivos, com “Braga a afirmar-se como terceiro Concelho exportador do Norte do País, registando uma subida de 65 por cento nas vendas ao exterior”.

Já para Carlos Vilas-Boas, director-geral da ‘Haas Portugal’, a criação do Centro HTEC de Braga, que representa um investimento de vários milhares de euros, está intimamente ligado ao crescimento da indústria metalomecânica na região. “Há muito tempo que Braga precisava de um centro activo nesta área no sentido de suprir as necessidades das empresas locais em termos de profissionais qualificados”, explicou aquele responsável.

Também para o vice-presidente do Conselho Directivo do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), Paulo Feliciano, a abertura deste centro assume particular importância pelo facto de dotar Mazagão de um conjunto de recursos tecnologicamente avançados na área da programação CNC. “Esse facto permite-nos formar pessoas com competências mais ajustadas às necessidades das empresas”, sustentou, salientando a mais-valia que o Centro HTEC representa para o trabalho que é desenvolvido pelo IEFP.

De referir que a ‘Haas Portugal’ é o distribuidor da ‘Haas Automation,Inc.’, o maior construtor de máquinas-ferramenta nos Estados Unidos.

CMB20072017SERGIOFREITAS0000008295.jpg

CMB20072017SERGIOFREITAS0000008300.jpg

JOGOS DO EIXO ATLÂNTICO: BRAGA PASSA TESTEMUNHO

Cerimónia de passagem de testemunho dos Jogos do Eixo Atlântico realiza-se amanhã, sexta-feira, 21 de Julho, pelas 12h00, na Avenida Central, junto ao chafariz

O Município de Braga realiza amanhã a cerimónia de passagem de testemunho dos Jogos do Eixo Atlântico, que terá lugar pelas 12h00, na Avenida Central, junto ao chafariz.

Braga irá receber os Jogos do Eixo Atlântico em 2019, sucedendo a Lugo, Monforte de Lemos e Sárria.

Presentes na cerimónia estarão Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, Sameiro Araújo, Vereadora do Desporto, Xoan Mao, Secretário-Geral do Eixo Atlântico, Lara Méndez, Alcaldesa de Lugo, José Tomé, Alcalde Monforte de Lemos, Pilar López, Alcaldesa de Sarria, e Guilherme Aguiar, Presidente do grupo temático de desporto do Eixo Atlántico.

BRAGA REABRE AMANHÃ BICA DAS SETE FONTES

Cerimónia de reabertura da Bica das Sete Fontes tem lugar amanhã, Sexta-feira, dia 21 de Julho, pelas 21h00, nas Sete Fontes, Braga

O Município de Braga, o Hospital de Braga e a Junta de Freguesia de S. Victor levam a efeito a cerimónia de reabertura da Bica das Sete Fontes, que se realiza amanhã, Sexta-feira, dia 21 de Julho, pelas 21h00, nas Sete Fontes, em Braga.

Bica Sete Fontes.jpg

A cerimónia contempla um concerto da Orquestra Sinfonietta de Braga e contará com as intervenções do Presidente do Município de Braga, Ricardo Rio, e do Director do Hospital de Braga, João Ferreira.

A requalificação da Bica Pública das Sete Fontes e dos arranjos exteriores na sua área envolvente surge na continuidade do projecto do Hospital de Braga, com o propósito de ser efectuada a “reposição” paisagística deste território, promovendo deste modo, a valorização da envolvente da Mãe d’Água Dr. Amorim.

É neste contexto que a proposta de intervenção se desenvolve, tendo por base o princípio do impacto mínimo, procurando ser o menos intrusiva possível.

A excelência da paisagem, aliada a um património natural e cultural, permitiu que intervenção realizada transformasse este pequeno território num magnífico espaço de estar e lazer para usufruto de todos.

ART-MAP “PENSAR BARROCO”REÚNE EM BRAGA TRABALHOS DE MAIS DE 80 ARTISTAS

Festival-roteiro das Artes decorre de 22 de Julho até 09 de Setembro

Art-Map “Pensar Barroco” é um projecto artístico que visa mapear Portugal com arte. O projecto organiza anualmente exposições de arte contemporânea de grande escala em diferentes cidades, convidando artistas portugueses e estrangeiros, conhecidos e emergentes, para fascinar-se com a autenticidade das localidades, viver a história e expor nas melhores galerias.

Art-Map.jpg

Este ano, de 22 de Julho a 9 de Setembro, o Art-Map apresenta-se em Braga com 270 obras em nove edifícios históricos da Cidade: pinturas, esculturas, instalações, fotografia e vídeo arte, arte sonora e livros de artistas. O evento inclui também várias residências artísticas, conferências com os artistas, workshops, uma performance do duo teatral espanhol Balázs Várnai e Mercé de Rande e um concerto do lendário Homem do Trigo.

O circuito inaugural do evento decorre este Sábado, dia 22 de Julho, às 15h00, tendo início na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva. O circuito percorre os seguintes locais: 15h30 nas Termas Romanas do Alto da Cividade; 16h00 no Palácio do Raio; 16h30 na Livraria 100.ª Página; 17h00 na Galeria Privada Mestre Alberto Vieira; 17h30 na Casa dos Crivos; 18h00 no Edifício do Castelo/Rua do Castelo; 18h30 no Museu da Imagem e 19h00 na Galeria da Antiga Estação CP.

Os 80 artistas participantes foram seleccionados a partir de 311 propostas recebidas para expor em Braga e são representantes de 21 países, incluindo, além da UE, Israel, Índia, Dubai, EUA, Cuba, Canadá, Brasil e Costa Rica. Entre eles, estão artistas portugueses como Alberto Vieira, Carlos Araújo, Carlos Teixeira, Patrícia Ferreira e Costa Araújo.

“Pensar Barroco” foi o desafio proposto aos artistas para revitalizar nas suas criações os motivos do barroco, estudando o estilo e os seus conceitos e como se pode manifestar na contemporaneidade.

Este Festival-Roteiro das Artes convida os visitantes a orientarem-se pelo mapa e, num dia, visitar os nove espaços no centro da Cidade, usufruindo da exposição da arte contemporânea organizada com curadoria de Madina Ziganshina.

Os nove destinos são: Galeria da Antiga Estação, Museu da Imagem, Largo do Paço, Casa dos Crivos, edifício do Castelo/Rua do Castelo, Palácio do Raio, Biblioteca Lúcio Craveiro, Termas Romanas do Alto da Cividade, Livraria Centésima Página e Edifício INATEL (Avenida Central).

O escultor bracarense Alberto Vieira preparou ainda, especialmente para esta edição de Art-Map, uma obra na entrada da sua galeria, na rua de São Vicente 47.

BRAGA: S. GERALDO SERÁ NOVO EQUIPAMENTO CULTURAL PARA PROJECTO AGLOMERADOR

Espaço vai apoiar as candidaturas de Braga a Cidade Criativa na área das Media Arts e a Capital Europeia da Cultura em 2027

A Câmara Municipal de Braga tem promovido um particular esforço com vista a estimular as iniciativas de regeneração urbana e de reabilitação dos edifícios degradados ou devolutos nas zonas centrais da cidade. Todavia, considera que tal esforço deve resultar em primeira instância de iniciativas dos proprietários privados e não da municipalização de tais imóveis, o que seria financeiramente incomportável e politicamente reprovável.

CMB19072017SERGIOFREITAS0000008240.jpg

Nesse contexto, foi com natural apreensão que os actuais responsáveis do Executivo Municipal assistiram à degradação do antigo Cinema S. Geraldo ao longo de mais de duas décadas de encerramento, pese embora os múltiplos esforços e projectos do seu proprietário com vista à sua revitalização. A iniciativa arrojada de criação de um Mercado Urbano revelava-se um projecto capaz de concretizar a desejada reabilitação física e a ambicionada regeneração económica deste edifício histórico, ainda que sem valor patrimonial relevante.

Foi compromisso expresso do actual Executivo Municipal dotar a Junta de Freguesia da União de Freguesias de São Lázaro e São João de Souto de instalações próprias condignas, consentâneas com as necessidades de uma das maiores autarquias locais do Concelho de Braga no desenvolvimento das suas actividades correntes, no funcionamento dos seus serviços administrativos e no acolhimento de um vasto rol de projectos e instituições parceiras. Foi por este motivo alcançado um acordo inicial com a Arquidiocese de Braga para o arrendamento com opção de compra do vulgarmente designado “Edifício Pé Alado”.

As condicionantes legais e urbanísticas ao desenvolvimento do projecto integral da Arquidiocese – que incluía ainda valências habitacionais e/ou turísticas –, ora por determinação da Câmara Municipal, ora da Direcção Regional de Cultura do Norte, ora por opção do promotor, levaram à introdução de alterações ao projecto original de intervenção no Pé Alado, que comprometeram as necessidades manifestadas desde início pela União de Freguesias, inviabilizando dessa forma a transferência da respectiva sede para o local.  

Em paralelo e na sequência da candidatura de Braga a Cidade Criativa Unesco na área das Media Arts, a Cidade integrou um projecto pioneiro da União Europeia na vertente de desenvolvimento de espaços de incubação criativa e desenvolvimento de residências artísticas em meio urbano, o qual poderá permitir o acesso a linhas de financiamento dedicadas na esfera comunitária. Circunstâncias várias têm condicionada a concretização deste projecto em localizações alternativas.

O Media Arts Centre será um espaço de convergência entre arte, ciência e tecnologia e o meio privilegiado para a criação, experimentação, aprendizagem, apresentação e exposição da produção em Media Arts, constituindo-se como um espaço multipolar, contaminando diferentes locais da Cidade e criando assim uma rede urbana que liga diferentes estruturas com funções e dinâmicas complementares: residências, espaços expositivos, laboratórios, Makerspace, Hackerspace e espaço de cowork entre artistas e empresas.

Complementando as valências já existentes no gnration e reforçando a sua capacidade de resposta, o São Geraldo poderá integrar a rede do Media Arts Center disponibilizando, sobretudo, espaços expositivos e espaço de trabalho para residências artísticas e sendo ainda um espaço de acolhimento do projecto Starts, que permitirá estabelecer ligações entre os artistas e as empresas locais na definição de projectos conjuntos, com ou sem ligação à área do cinema.

Finalmente, o Município de Braga não ficou indiferente ao rol de propostas de parceria e até oportunidades de colaborações mecenáticas formuladas por diversos agentes culturais, no quadro da assunção da candidatura de Braga a Capital Europeia da Cultura em 2027, que apontam para a utilização do S. Geraldo como equipamento cultural de retaguarda em relação a outras valências já existentes e a criar.

A Cidade reclama, assim, a existência de um novo equipamento capaz de acolher um projecto aglomerador que se projecte no futuro, pelo que o S. Geraldo poderá constituir um espaço que contribua para corporizar de forma ainda mais robusta estes projectos.

Um projecto de aproveitamento conjunto pelo Município dos edifícios do S. Geraldo e Pé Alado permitirá assim ir ao encontro desta multiplicidade de fins, assegurando a regeneração urbana de uma parcela importante do Largo Carlos Amarante; dotando a curto prazo a União de Freguesias de instalações modernas e qualificadas; valorizando a participação de Braga na rede Cidades criativas da Unesco e no concomitante projecto da União Europeia; complementando a rede de equipamentos culturais do Concelho no quadro da candidatura a Capital Europeia da Cultura e da programação cultural regular; abrindo porta ao estabelecimento de parcerias orientadas para a sustentabilidade do projecto.

Para o entendimento alcançado – corporizado em dois contratos autónomos de arrendamento dos edifícios S. Geraldo e Pé Alado, ambos com opção de compra – muito contribuiu a disponibilidade da Arquidiocese de Braga, na pessoa do Arcebispo D. Jorge Ortiga, e do promotor privado do Mercado Urbano, cujo projecto poderá ser reorientado para outro local no centro da Cidade.

Submete-se, assim, à apreciação do Executivo Municipal, que se reúne na próxima Segunda-feira, dia 24 de Julho, a minuta do contrato a celebrar, assente no rigor económico e na vontade das partes.

BARCELOS EXPÕE SOBRE O TRAJE E A FORMA DE TRAJAR

Convite - Exposição O Traje e o Trajar.jpg

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho e a Câmara Municipal de Barcelos, inauguram amanhã, sexta-feira, dia 21, pelas 21h:30, no Salão Nobre dos Paços do concelho, sito no Largo do Município, a exposição "O Trajo e o Trajar Popular no Baixo Minho - finais do século XIX, primeiras décadas do século XX".

Esta exposição, integra-se no âmbito do programa cultural paralelo da "Feira de Artesanato", promovida pelo município barcelense.

A reposição desta exposição no 'Salão Nobre' dos Paços do concelho, passados que são 10 anos, após a realização da 1ª edição, surge após, a realização da - também ela bem sucedida -, exposição dos "Lenços de Amor, versos à Mãe", levada a efeito no Posto de Turismo daquela cidade, no passado mês de maio.

O regresso deste projeto expositivo a Barcelos, é a consumação de um desejo, em resposta ao interesse manifestado pelos responsáveis do movimento associativo folclórico barcelense. Refira-se a propósito, que esta mostra, conta com uma significativa colaboração, ao nível de cedência de peças, do pujante movimento cultural etnográfico do concelho de Barcelos.

Esta exposição, que agora volta a um dos seus primeiros locais, da sua já longa itinerância, viajou já pelos principais concelhos que compõe a região geo-etnográfica Baixo-minhota, nomeadamente; Braga, Guimarães, Vila Verde, Barcelos, Amares, V. N. de Famalicão, Povoa de Lanhoso, entre outros. Paralelamente, parcelas temáticas da mesma, foram requisitadas por museus, escolas, juntas de freguesia, centros comerciais e outros espaços afins, quer a nível local, nacional e internacional.

Passados estes anos, entendemos que, os propósitos que nos levaram a empreender este projeto expositivo, permanecem válidos​. Do catálogo da exposição então publicado, transcrevemos uma pequena parcela de um dos textos: “Sendo o Trajo há muito considerado “património material”, um outro objectivo desta exposição é o de o elevar à categoria de “património imaterial” – à luz de um conceito mais abrangente e hodierno de “património”… por forma a responsabilizar a promoção deste património que é de todos.”.

BRACARENSES PARTILHAM EXPERIÊNCIAS COM PARCEIROS EUROPEUS

Experiências participativas Bracarenses partilhadas com parceiros europeus

Uma delegação de cidades europeias que integram o projecto Boostinno – Social Innovation, no âmbito da rede europeia Urbact no qual Braga vem colaborando, esteve recentemente em Braga para aprofundar conhecimentos sobre as iniciativas de participação cívica desenvolvidas pelo Município Bracarense.

projecto Boostinno – Social Innovation.jpg

Os parceiros presentes tiveram a oportunidade de conhecer em detalhe os projectos desenvolvidos pelo Município e perceber de que forma poderão replicá-los nas suas Cidades.

Neste âmbito foram dados a conhecer projectos como o Orçamento Participativo geral e escolar, o ‘Tu Decides!’, a iniciativa ‘Nós Propomos’, o lançamento de concursos de ideias, o Provedor do Munícipe, o ‘Parlamento Concelhio Jovem’, a auscultação dos diversos conselhos consultivos, a realização de sessões da Assembleia Municipal e de reuniões de Câmara Municipal descentralizadas pelo Concelho, assim como o atendimento por assistente virtual e os atendimentos semanais pelo Presidente e Vereadores da Câmara Municipal.

Votação no Orçamento Participativo na recta final

A segunda fase de votação dos projectos do Orçamento Participativo do Município de Braga 2018 está na recta final. Até dia 23 de Julho, os cidadãos inscritos podem escolher um projecto entre os 24 apurados, escolhendo assim o projecto que pretende que a Câmara Municipal promova ou execute em 2018.

De referir que as inscrições no Orçamento Participativo podem ainda ser feitas até às 24h00 do próximo dia 20 de Julho. Aceda ao site http://participe.cm-braga.pt, conheça em pormenor cada um dos 24 projectos em votação e escolha aquele que pretende que o Município promova ou execute em 2018!

Braga é de todos e todos têm uma palavra a dizer na construção de um presente e futuro melhores. Participe e faça ouvir a sua voz!

BRAGA REABRE BICA DAS SETE FONTES

Reabertura da Bica das Sete Fontes decorre esta Sexta-feira. Cerimónia inicia-se às 21h00 e é aberta ao público

O Município de Braga e a Junta de Freguesia de S. Victor convidam todos os interessados a assistir, esta Sexta-feira, dia 21 de Julho, às 21h00, nas Sete Fontes, à cerimónia de reabertura da Bica das Sete Fontes, que contempla um concerto da Orquestra Sinfonietta de Braga.

CMB17072017SERGIOFREITAS0000008176.jpg

A requalificação da Bica Pública das Sete Fontes e dos arranjos exteriores na sua área envolvente surge na continuidade do projecto do Hospital de Braga, com o propósito de ser efectuada a “reposição” paisagística deste território, promovendo deste modo, a valorização da envolvente da Mãe d’Água Dr. Amorim.

Num terreno com características morfológicas extraordinárias, as preexistências são o ponto de partida para a intervenção. Como testemunhos de uma divisão cadastral e de vivências rurais surgiam muros, pontualmente desmontados, pequenos edifícios em ruína, uma eira, um tanque escondido no silvado e muita água a alimentar um coberto vegetal e uma densa massa arbórea. A partir deste pequeno núcleo rural o olhar capta um outro edifício com um carácter complemente diferente. É a Mãe d’Água Dr. Amorim, uma das mães d’águas ainda existente do sistema de abastecimento de águas à cidade de Braga do século XVIII.

É neste contexto que a proposta de intervenção se desenvolve, tendo por base o princípio do impacto mínimo, procurando ser o menos intrusiva possível.

A excelência da paisagem, aliada a um património natural e cultural, permitiu que intervenção realizada transformasse este pequeno território num magnífico espaço de estar e lazer para usufruto de todos.

ASSOCIAÇÃO BANDEIRA AZUL DA EUROPA PREMEIA EXTERNATO INFANTE D. HENRIQUE EM BRAGA

Externato Infante D. Henrique premiado no concurso nacional ´Hortas Bio nas Eco-Escolas´. Escola conquistou 1º lugar na categoria hortas pequenas

A horta do Externato Infante D. Henrique foi a vencedora do concurso nacional ´Hortas Bio nas Eco-Escolas´, na categoria hortas pequenas (até 50m²). O concurso é promovido pelo programa Eco-Escolas da Associação Bandeira Azul da Europa

Hortas Bio nas Eco-Escolas (1).jpg

No início do ano lectivo, e à semelhança do que tem sucedido nos últimos 3 anos, o projecto Eco-Escolas desafiou as turmas do 8º ano de escolaridade, os directores de turma e os professores de Ciências Naturais da Escola a criarem uma pequena horta. O objectivo é passar da teoria à prática, desafiando os alunos a testar, no terreno, os princípios da agricultura biológica aprendidos teoricamente nas aulas de Ciências Naturais do 8º ano.

Os alunos começaram por conhecer o pequeno canteiro que lhes era destinado e a planificar uma horta para aquele espaço. Nesta fase, tiveram que aplicar alguns conhecimentos técnicos, como o recurso a plantas aromáticas, para afastar alguns predadores, a flores para aproximar os polinizadores e até o estabelecimento de consociações. Sendo um desafio biológico, os alunos tiverem que gerir o seu canteiro, sem qualquer recurso a produtos químicos.

No final do ano, depois de já se terem colhido alguns produtos hortícolas, foi anunciada a turma vencedora do concurso “A nossa horta é + FIXE!”, destinada à turma cujo trabalho e resultados se destacaram. Para eleger a melhor horta foi eleito um júri constituído por alunos e professores, que avaliaram o estado da horta, as consociações presentes e o empenho demonstrado pelos alunos.

Este é um projecto já obrigatório na Escola, por envolver de forma tão entusiasmada tantos alunos e professores, além das hortas serem darem um aspecto visual extremamente interessante e com alimentos apetitosos. A horta é, ao longo do ano, o espaço mais visitado de todo o complexo escolar.

Hortas Bio nas Eco-Escolas (2).jpg

CRIANÇAS BRACARENSES GOZAM FÉRIAS FANTÁSTICAS

Programa ´Férias Fantásticas 2017´ envolve cerca de 200 crianças. Iniciativa termina dia 1 de Setembro

Teve início hoje, dia 17 de Julho, no Centro Escolar de Maximinos, mais uma edição do Programa ´Férias Fantásticas´, que visa atender às necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade social e suas crianças, promovendo a ocupação saudável e feliz dos tempos livres.

CMB17072017SERGIOFREITAS0000008191.jpg

A iniciativa envolve cerca de 200 jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 17 anos, referenciados pelos Agrupamentos de Escolas e Juntas de Freguesia do Concelho, e 30 monitores, sendo dividida em três turnos. As ´Férias Fantásticas´ terminam no dia 1 de Setembro.

Constituído por um conjunto de actividades educativas, culturais e recreativas, o programa possibilita a aquisição e aprofundamento de saberes, capacidades e competências, garantindo a ocupação de tempos livres durante as férias de Verão.

Na ocasião, Firmino Marques, Vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, referiu que esta iniciativa potencia a inclusão social, bem como a melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população mais vulnerável. “Esta é uma forma muito positiva de promover a coesão e o desenvolvimento social através da articulação com os vários parceiros locais”, disse, enalteceu igualmente o trabalho e o empenho dos voluntários que tornam possível a realização de mais uma edição das ‘Férias Fantásticas’,

A iniciativa conta com o apoio da BragaHabit, do Banco Alimentar Contra a Fome, do Centro Social de Santo Adrião e da Bosch.

CMB17072017SERGIOFREITAS0000008192.jpg

CMB17072017SERGIOFREITAS0000008196.jpg

BRAGA RECEBE FÓRUM ECONÓMICO DA EUROCITIES EM 2018

Estratégia económica das cidades europeias em discussão

Braga foi a Cidade escolhida para receber o Fórum Económico da Eurocities a ter lugar na Primavera de 2018. A decisão surge depois do Município se ter candidatado a organizar um dos dois fóruns anuais que a Eurocities tem para cada área de trabalho, neste caso o de Economia.

EDF San Sebastian.jpg

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, é uma honra para Braga receber este encontro, sublinhando que a adesão à Eurocities teve como principal objectivo “reforçar o nosso envolvimento com as grandes cidades europeias, partilhar as melhores práticas e aprender com os outros".

Ricardo Rio destacou ainda que "é importante atrair eventos internacionais deste género e ter a oportunidade de receber em Braga representantes de 140 das mais relevantes cidades que fazem parte da Eurocities”, referiu o Edil.

A realização deste fórum em Braga surge depois da participação no último realizado em San Sebastian, onde os contactos e as apresentações efectuadas pelos representantes Bracarenses foram tidos em consideração pelos parceiros europeus, que através da candidatura reconheceram a sua capacidade de realização mas também o interesse em tomar contacto com a realidade Bracarense, nomeadamente o ecossistema empreendedor e empresarial fortalecido pelo conhecimento produzido pelos centros de saber como as Universidades e o INL.

A partir de agora Braga irá definir, em parceria com a Eurocities e as duas cidades que lideram o Fórum (Viena e Nantes), o programa completo do evento que será apresentado no próximo Fórum Económico, a realizar no mês de Outubro em Viena. As datas para a sua realização ainda não estão definidas, mas deverá realizar-se entre Março e Abril do próximo ano. Com uma duração de três dias, terá como tema central: "O papel das cidades na economia do conhecimento" e espera-se a participação de mais de 150 participantes, entre técnicos municipais e políticos de toda a Europa.

BRAGA E GUIMARÃES RECEBEM SESSÕES ESPECIAIS PRÉ-ESTREIA “VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS” A 26 DE JULHO

A EuropaCorp e a NOS Audiovisuais, em parceria com BNP Paribas, apresentam um espetacular evento 3D, de norte a sul do país.

Braga (Cinema NOS Braga Parque), Guimarães (Guimarães Shopping), Porto (Cinema NOS Norteshopping e UCI Arrábida), Coimbra (Cinema NOS Fórum Coimbra), Leiria (Cinemacity Leiria), Lisboa (Cinema NOS Vasco da Gama), Amadora (UCI Dolce Vita Tejo), Loures (Cineplace Loures Shopping), Almada (Cinema NOS Almada Fórum), Cascais (Cinema NOS CascaiShopping), Seixal (Cineplace Seixal), Setúbal (Cinema City Alegro Setúbal), Faro (Cinema NOS Fórum Algarve) e Guia (Cineplace Algarve Shopping) foram os cinemas selecionados para receber este evento especial de Pré-Estreia em 3D de VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS. Dia 26 de julho, às 21h30m, sessão 3D com o preço único de 8,45€, com oferta de pipocas.

image003 (6).jpg

Luc Besson traz para o grande ecrã a lendária série de BD dos anos 60

VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS é o novo e visualmente espetacular filme de Luc Besson, o lendário realizador de Léon, o Profissional, O Quinto Elemento e Lucy, baseado na icónica série de banda desenhada dos anos 60, “VALERIAN E LAURELINE”, que inspirou filmes como o Star Wars e Avatar. Este é um dos filmes mais aguardados do ano, que chegará às salas de cinema nacionais no próximo dia 27 de julho, mas que, no dia 26 de julho, terá uma sessão especial de Pré-Estreia direcionada aos fãs mais impacientes.

Escrita por Pierre Christin, ilustrada por Jean-Claude Mézières, a icónica série VALERIAN E LAURELINE ajudou a criar o género de ficção cientifica, inspirando grandes obras do género desde Star Wars a Avatar. A primeira edição data de 1967, porém os livros desta série foram publicados ao longo de 43 anos, com 10 milhões de cópias vendidas e em 21 línguas. Em julho de 2017, data de estreia do filme, celebram-se os 50 anos destas aventuras.

Luc Besson é um dos grandes realizadores mundiais, que redefiniu o cinema de ação e criou filmes com um estilo único e visualmente surpreendentes. É o autor de um extenso catálogo de filmes consagrado com vários prémios e com grande sucesso comercial, reunindo uma vasta e ativa base de fãs junto dos media e líderes de opinião. “Estive a preparar-me estes anos todos para fazer de Valerian um Evento Cinematográfico. Esta é a aventura da minha vida”, refere Luc Besson.

VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS é uma aventura imaginativa e repleta de ação através do universo mais fantástico e deslumbrante até hoje criado por Luc Besson.

No século 28, Valerian (Dane DeHaan) e Laureline (Cara Delevingne) são dois agentes especiais encarregados de manter a ordem em todos os territórios humanos.

Sob as ordens do Ministro da Defesa, Valérian e Laureline embarcam numa missão até à espetacular cidade de Alpha, uma metrópole em constante expansão para onde espécies de todas as partes do universo convergiram durante séculos para partilharem conhecimento, inteligência e culturas. Mas há um mistério no centro de Alpha, uma força negra que ameaça a pacífica existência da Cidade dos Mil Planetas, e Valerian e Laureline vêem-se obrigados a identificar a fonte desta sinistra ameaça e a salvar não apenas Alpha, mas o futuro do universo.

VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS – Lista de Créditos

Título Original: Valerian and the City of a Thousand Planets

Realizador: Luc Besson

Elenco: Dane Dehaan, Cara Delevingne, Ethan Hawke, Clive Owen, John Goodman, Rihanna, Herbie Hancock.

BRACARENSES SÃO "JOVENS SEM FRONTEIRAS"

´Jovens Sem Fronteiras´ promove convívio entre freguesias do Concelho. Inscrições até dia 31 de Julho

Tendo como base da sua concepção os célebres “Jogos sem Fronteiras”, cuja popularidade se espalhou por toda a Europa na década de 90, o Município de Braga lança os ´Jovens sem Fronteiras´, que tem por objectivo fomentar uma ocupação lúdica e saudável dos tempos livres, bem como um convívio salutar entre os habitantes das várias freguesias do Concelho e do seu associativismo.

A iniciativa é constituída por diversos jogos de equipa, envolvendo várias capacidades (força, velocidade, agilidade, etc.) e perícias, adaptados ao local de realização, cuja forma de pontuação será definida em reunião prévia no local, com a presença de todos os elementos de cada equipa inscrita.

Os “Jovens Sem Fronteiras” destinam-se a jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 30 anos, residentes ou que integrem associações sedeadas em Braga. As equipas devem ser constituídas por 10 elementos, 7 dos quais com idade compreendida entre os 15 e os 22 anos, os restantes 3 com idade compreendida entre os 23 e os 30 anos. As equipas devem ainda contemplar uma distribuição equitativa entre elementos do género feminino e do género masculino, perfazendo 5 elementos femininos e 5 masculinos.

As inscrições deverão ser efectuadas até ao dia 31 de Julho, devendo a ficha de inscrição (disponível em https://goo.gl/FDjsbD) ser remetida para o seguinte endereço de email: desporto.lazer@cmbraga.pt

Os “Jovens Sem Fronteiras” serão realizados em sete locais distintos, aos Domingos à tarde, com início agendado para as 18h00. Na última etapa (Piscina da Rodovia), marcada para 17 de Setembro, estarão presentes as seis equipas vencedoras de cada uma das etapas iniciais, apurando-se assim os vencedores da 1ª edição dos “Jovens Sem Fronteiras”.

O regulamento, formulário de inscrição e toda a informação sobre os Jovens Sem Fronteiras está disponível para consulta emhttps://goo.gl/FDjsbD ou na sua Junta de Freguesia.

JOVENS SEM FRONTEIRAS 1-01.jpg

SÉNIORES DE BRAGA PRATICAM BOCCIA

Braga e São João da Madeira unidos pelo Boccia Sénior. Competição decorre amanhã, 19 de Julho. O Programa Boccia Sénior Braga continua a evoluir e a aspirar chegar cada vez mais longe.

Tendo começado com o propósito de divulgar a modalidade de Boccia e promover a sua aprendizagem e prática por parte da população Sénior do Concelho de Braga, o Programa abraça agora uma nova vertente, a da competição, dando asas ao sonho de formar equipas para participarem, já a partir do próximo ano, nas competições Nacionais da modalidade.

IMG_7173.jpg

Desta forma, para além do caracter lúdico e recreativo, o Boccia Sénior confere a indivíduos com mais de 60 anos, de ambos os géneros, a possibilidade de participarem nas competições da Taça de Portugal e no Campeonato Nacional de Boccia Sénior.

Num caminho cada vez mais claro do que são as suas metas e desafios e depois da sua participação numa 1ª competição - o Torneio Boccia Sénior de São João do Porto -, o Programa avança agora para uma 2ª competição - o Troféu da Amizade Boccia Sénior, que será disputado amanhã, dia 19 de Julho, em São João da Madeira.

Em representação de Braga participarão no evento 17 participantes inscritos no Programa Boccia Sénior, divididos em 3 selecções. O Município de são João da Madeira será representado por participantes provenientes da Associação Cultural e Recreativa “É Bom Viver”.

A ideia da criação deste Troféu Amizade surgiu na sequência das excelentes relações entre os Municípios de Braga e São João da Madeira. 

A Associação Cultural e Recreativa “É Bom Viver” milita há mais de 11 anos nas competições nacionais de Boccia, sendo que a realização do Troféu possibilitará a todos os técnicos desportivos e participantes envolvidos a partilha de conhecimentos e experiências no âmbito da modalidade de Boccia Sénior.

O Troféu será disputado por Edições, tendo cada edição duas fases.

Depois desta 1ª fase disputada em São João da Madeira, já está programada a 2ª fase da Edição, agendada para Setembro, em Braga.

A Equipa vencedora da Edição resultará de um conjunto de pontos que as equipas e participantes individuais vão conquistando ao longo da prova e que resultam do somatório das provas colectivas e individuais.

BRAGA REVALIDA ACESSO AUTOMÓVEL À ÁREA PEDONAL

Revalidação do acesso automóvel à área pedonal

O Município de Braga informa que a revalidação do acesso automóvel à área pedonal da Cidade deve ser efectuada até dia 25 de Julho no Balcão Único, situado no edifício do Pópulo.

Nesse sentido, os interessados que ainda não tenham procedido à respectiva revalidação deverão entregar os seguintes documentos:

  • Fotocópia simples da procuração, se não indicou código de acesso à procuração on-line e se é procurador;
  • Fotocópia simples de comprovativo da Residência e ou Estabelecimento (recibo da AGERE);
  • Fotocópia simples do título do registo de propriedade do veículo ou outro documento, caso o veículo se encontre em outro regime de titularidade (de acordo com o n.º 1, do artigo D-1/39.º do CRMB);
  • Fotocópia simples da carta de condução;
  • Declaração do titular do estabelecimento que ateste que o titular do veículo avençado trabalha no estabelecimento, no caso de comerciante ou trabalhador independente;
  • Declaração do(s) estabelecimento(s) para os quais exige acesso à área pedonal, comprovando o fornecimento/abastecimento por parte do requerente, no caso de comerciante ou trabalhador independente.

Mais se informa que, de acordo com o previsto no artigo D-1/36º, o acesso à área pedonal apenas é permitido nos seguintes termos:

  1. Às pessoas colectivas ou singulares localizadas ou com residência na área compreendida no perímetro pedonal;
  2. Aos titulares de estabelecimentos de venda ao público e de prestação de serviços incluindo profissionais liberais;
  3. à actividade de operações de cargas e descargas de produtos e mercadorias;
  4. Aos veículos em serviço do Município*;
  5. A outros veículos expressamente autorizados pelo Município, em casos excepcionais e devidamente justificados.

De referir que o sistema de controlo de acessos à área pedonal da Rua de S. Vicente será accionado no dia 1 de Agosto.

CMB18072017SERGIOFREITAS0000008222.jpg

BRAGA IMPLEMENTA MODELO PIONEIRO DE GESTÃO PARA OS PARQUES INDUSTRIAIS

Município de Braga implementa modelo de gestão dos parques industriais. Projecto-piloto arranca em Sobreposta

O Município de Braga e a InvestBraga assinaram hoje, dia 18 de Julho, um protocolo com a Associação Industrial do Minho e com uma dezena de empresários de Sobreposta, que prevê a criação de um modelo de gestão profissional do Parque Industrial (PI) localizado naquela freguesia do Concelho.

CMB18072017SERGIOFREITAS0000008235.jpg

Enquadrado na ‘Estratégia +Indústria’, este novo modelo prevê a gestão partilhada de recursos e o desenvolvimento de iniciativas conjuntas, criando um verdadeiro condomínio empresarial e uma dinâmica de valorização do parque e das empresas ali instaladas. O projecto-piloto arranca no Parque Industrial de Sobreposta, mas o objectivo passa por replicar o modelo nas restantes estruturas industriais do Concelho.

CMB18072017SERGIOFREITAS0000008232.jpg

A assinatura do protocolo decorreu durante a inauguração da nova via de acesso ao Parque Industrial de Sobreposta a partir do Alto da Vela, num investimento de cerca de 350 mil euros que vem responder a uma aspiração já muito antiga da população e das empresas ali instaladas.

“Além de criar melhores condições de acesso ao parque, esta nova ligação vem libertar a estrada principal de acesso a Sobreposta e às freguesias vizinhas do intenso tráfego industrial que aqui se verifica diariamente”, constatou o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, lembrando que este não é um investimento isolado.

Segundo adiantou, o Município está neste momento a concretizar uma melhoria substancial do acesso ao Parque Industrial de Navarra e a ligação interior entre os Parques de Pitancinhos e Adaúfe. “Temos ainda projectado para o próximo ano a melhoria dos acessos ao Parque de Padim da Graça, uma zona que também carece deste tipo de intervenção”, acrescentou.

Para Ricardo Rio, a qualificação dos Parques Industriais “é determinante” para a captação de novas empresas e para potenciar o desenvolvimento das que já se encontram instaladas. “O Parque Industrial de Sobreposta é, na óptica do Município de Braga, um pilar fundamental dessa estratégia de crescimento por ser dos parques em que ainda há mais margem de expansão”, sustentou o Edil.

Desenvolvida no âmbito do Plano Estratégico para o Desenvolvimento Económico de Braga 2014-2026, a ‘Estratégia +Indústria’ enquadra os planos de investimento e de regeneração de áreas empresariais do Município de Braga vocacionadas para a indústria, de forma a potenciar a criação de emprego e o aumento de exportações através do incremento da competitividade das empresas.

O projecto conta com o compromisso firme de investimento de 51 empresas, num total de 359 milhões de euros de investimento e potenciará a criação de cerca de 2.413 postos de trabalho até 2020.

A ‘Estratégia +Indústria’ prevê a regeneração de áreas industriais (Adaúfe/Pitancinhos, Sobreposta, Celeirós, Ferreiros e Navarra), de forma a potenciar a valorização de todo o território e o incremento da competitividade das empresas. 

CMB18072017SERGIOFREITAS0000008224.jpg

CMB18072017SERGIOFREITAS0000008226.jpg

CMB18072017SERGIOFREITAS0000008231.jpg

RUSGA DE DÃO VICENTE DE BRAGA CONTINUAR A "BIRAR"

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo levam a efeito a 87ª edição dos "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras", no próximo dia 22, sábado, do mês em curso, pelas 11h:00, na sede da Fundação INATEL em Braga, Av. Central nº 77, Braga, tendo por convidados: Dália Carvalho, Henrique Antunes, Manuel Pinto e Nuno Costa, numa organização do 'Festival), José Ribeiro, com a moderação de José Pinto, presidente da associação.

Convite_87_22julho2017.jpg

CACHAPUZ DISTINGUE ALUNOS DE ECONOMIA E GESTÃO DA UNIVERSIDADE DO MINHO

Cachapuz distingue alunos da EEG-UMinho pelo excelente desempenho no 18º Caso de Gestão

A Escola de Economia e Gestão da UMinho, em parceria com a Cachapuz, recebeu hoje, segunda-feira dia 17 de julho, no campus de Gualtar, em Braga, a Sessão de Encerramento do 18º Caso de Gestão – Cachapuz – Bilanciai Group, o culminar de um semestre de interação entre a UMinho e a Cachapuz, cuja apresentação dos trabalhos das 10 equipas envolvidas no projeto deste ano havia ocorrido no passado dia 16 de junho.

Cachapuz_EEG_1707_1.png

Em 2017, a Cachapuz foi a empresa parceira no Caso de Gestão que constitui uma unidade curricular de projeto, realizado no final de curso, onde os estudantes, trabalhando em equipa, aplicaram de forma integrada os conhecimentos interdisciplinares adquiridos e as competências desenvolvidas ao longo do curso na resolução de um caso/problema de gestão. Este Caso de Gestão tem como objetivo primordial preparar os estudantes para a resolução de problemas reais de gestão, desenvolvendo ainda competências individuais e de equipa, de diagnóstico, análise e apresentação de soluções para esses problemas reais apresentados pelas empresas que se associam a esta ação.

Cachapuz_EEG_1707_2.png

Nesta edição realçou-se a excelência da qualidade dos trabalhos apresentados, meritórios de elogios por parte da Cachapuz e dos docentes envolvidos. Algumas das medidas propostas foram ou serão aplicadas pela empresa, evidenciando a sua qualidade técnica, adequação à cultura da empresa e aplicabilidade à realidade de gestão da mesma. Pelo excelente desempenho desses alunos, a Cachapuz destacou os alunos com a entrega de certificados de excelência, de mérito e de participação. Destacou-se ainda uma equipa de excelência que foi galardoada com um troféu Cachapuz, sendo que dois dos seus alunos foram convidados pela empresa para realizar um estágio remunerado na área da gestão.

A sessão contou com a presença do Presidente da EEG-UMinho, Professor Doutor Rocha Armada, da Direção da Cachapuz, liderada pela Drª Graça Coelho, CEO da empresa, a Diretora do Curso de Gestão, Professora Doutora Carla Freire, o Coordenador do Caso de Gestão, Professor Doutor Joaquim Silva e ainda os docentes-tutores e todos os alunos envolvidos no Caso de Gestão.

Cachapuz_EEG_1707_3.png

Cachapuz_EEG_1707_4.jpg

OBRAS EM BRAGA CONDICIONAM TRÂNSITO

O Município de Braga informa que, devido à realização de trabalhos de conservação e estabilização de pavimentos, a circulação automóvel na Avenida Central e na rua dos Chãos estará interdita na próxima quinta-feira, 20 de Julho, a partir das 21h00.

De referir que a interdição inicia-se na zona do túnel de acesso à Avenida da Liberdade, prolongando-se até ao cruzamento da Rua dos Chãos com a Rua do Carvalhal/Rua St.º André (conforme imagem anexa). Os trabalhos prolongar-se-ão por um período estimado de três horas.

Será apenas autorizada a passagem a veículos pertencentes a moradores da área interditada, assim como a avençados do parque de estacionamento privado existente na Rua dos Chãos. 

Também devido a trabalhos de verificação do sistema de drenagem de águas pluviais, será condicionado o trânsito automóvel no Túnel das Piscinas - ligação entre a Avenida Frei Bartolomeu dos Mártires e a Avenida Padre Júlio Fragata.

O condicionamento de circulação irá acontecer amanhã, Terça-feira, 18 de Julho, entre as 13h30 e as 16h00, hora estimada para o fim dos trabalhos. A intervenção iniciar-se-á no sentido Norte/Sul sendo a circulação automóvel garantida directamente pela faixa esquerda, visto que a intervenção se baseia exclusivamente na faixa direita. Seguidamente proceder-se-á aos trabalhos no sentido Sul/Norte garantindo-se a circulação nos mesmos moldes da faixa contrária.

POLICIA MUNICIPAL EM BRAGA TEM NOVOS MEIOS PARA VIGILÂNCIA FLORESTAL

Motociclos são mais-valia na prevenção de incêndios

O Município de Braga apresentou hoje, dia 14 de Julho, dois motociclos que vão permitir à Polícia Municipal reforçar as acções de vigilância florestal no Concelho durante o período crítico de risco de incêndios.

jalberto.fernandes - proteção civil-9.jpg

Os novos meios vêm assim melhorar a eficácia das operações de vigilância já em curso e que, a par da Polícia Municipal, contam ainda com a participação do Regimento de Cavalaria N.º 6, da GNR, através do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS), da PSP e dos Bombeiros Sapadores de Braga.

Na apresentação dos dois motociclos, realizada junto ao Posto de Vigia instalado na Santa Marta das Cortiças, o vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, adiantou que as acções de vigilância estão a decorrer em áreas sensíveis do Concelho em termos de risco de incêndio, nomeadamente Bom Jesus, Sameiro, Sobreposta, Pedralva, Espinho, Sequeira e Tibães.

“Este reforço da vigilância demonstra a preocupação acrescida por parte do Município de Braga em preservar o seu património florestal. Será uma vigilância contínua e permanente no combate aos incêndios, num espaço florestal de excelência, e que vem complementar o trabalho já desenvolvido no terreno por parte das diferentes forças de segurança”, referiu Firmino Marques.

O vice-presidente da Autarquia Bracarense, que tutela a Protecção Civil, enalteceu o trabalho que está a ser realizado por todas as forças no terreno, sublinhando o contributo da Polícia Municipal que “tem dado uma ajuda de enorme utilidade nesta área, quer no apoio às corporações de bombeiros, quer à própria Autoridade Nacional de Protecção Civil”.

jalberto.fernandes - proteção civil-10.jpg

jalberto.fernandes - proteção civil-18.jpg

jalberto.fernandes - proteção civil-23.jpg

BRAGA ACOLHE COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE PATRIMÓNIO CULTURAL RELIGIOSO

Especialistas reúnem-se no Palácio do Raio

Até amanhã, Sábado, dia 15 de Julho, o Património Cultural Religioso estará em destaque na Cidade de Braga, num colóquio internacional que reúne vários investigadores de renome nacional e internacional de universidades especialistas em diversas áreas, nomeadamente, em História, História de Arte ou Ciências Musicais. Sob o mote ‘A Misericórdia de Braga: devoção, generosidade e arte’, o evento detém-se no património artístico da Igreja Católica em Portugal e em particular no património sacro-artístico da Cidade de Braga e da sua Misericórdia.

1 (5).jpg

O Colóquio contempla uma exposição e um concerto de música sacra a ter lugar esta Sexta-feira, às 21h30, na Igreja de S. Marcos, com entrada livre.

Durante a sessão de abertura, que decorreu esta Sexta-feira, 14 de Julho, no Palácio do Raio, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, reconheceu a “grande relevância do trabalho desenvolvido pela Santa Casa da Misericórdia de Braga na preservação do património da Cidade e da valorização da sua identidade em diversos domínios”.

Segundo o Autarca, “além da dimensão social, o empenho da Misericórdia de Braga tem sido notado ao longo dos últimos anos, com especial destaque para a vertente cultural e patrimonial, com o Centro de Memórias Interpretativas, instalado no Palácio do Raio, a ser o apogeu do esforço e dedicação desta instituição”, sustentou Ricardo Rio.

Os templos e mosteiros, a imaginária sacra, as alfaias litúrgicas, a talha, os livros litúrgicos, os órgãos, as criações literárias, plásticas e musicais constituem expressão do barroco português em que Braga é particularmente rica. Numa abordagem transversal, contextualizada do ponto de vista histórico, religioso e cultural, o colóquio engloba diferentes áreas de conhecimento. Os especialistas abordarão temas ligados à teatralidade do ritual sacro, ao poder retórico da palavra e da música, à arte da talha e do imaginário, à história das instituições nas suas práticas sagradas e de interacção com a sociedade.

O Colóquio é complementado por uma Exposição, dedicada ao património musical da Santa Casa da Misericórdia de Braga, por meio da qual se pretende oferecer ao visitante uma mostra de painéis e fontes documentais manuscritas e impressas alusivas à prática musical na Santa Casa da Misericórdia de Braga desde a sua fundação no século XVI, contando com a colaboração do Arquivo Distrital de Braga, da Biblioteca Pública da Universidade do Minho e do Arquivo da própria Santa Casa da Misericórdia. A exposição acolhe resultados de conhecimento diverso incluindo a iconografia musical, o espólio musical, a prática musical e o seu contexto e ambiciona dar a conhecer, preservar e valorizar o património musical da Santa Casa da Misericórdia de Braga, tornando-o também acessível ao público em geral.

A Exposição está patente ao público no Centro de Memórias Interpretativas da Santa Casa da Misericórdia de Braga – Palácio do Raio, inserindo-se no projecto em curso ‘O Património Musical do Concelho de Braga’.

A iniciativa é organizada por diversos departamentos da Universidade do Minho, pela Misericórdia de Braga e pela Câmara Municipal, com a colaboração da Arquidiocese de Braga, da Associação Suonart e do Grupo de Amigos do Mosteiro de Tibães.

2 (4).jpg

4 (4).jpg

BRAGA INAUGURA PROJECTO DE ARTE URBANA

Inauguração da proposta vencedora do projecto Porta Nova. Quinta-feira, 13 de Julho, pelas 18h00, junto ao Arco da Porta Nova

O Município de Braga inaugura a proposta vencedora do projecto Porta Nova, em cerimónia que terá lugar amanhã, Quinta-feira, dia 13 de Julho, pelas 18h00, junto ao Arco da Porta Nova, em Braga.

Porta Nova é um projecto de Arte Urbana e Educação pela Arte, desenvolvido pelo SEI [Serviço Educativo Integrado] do Município de Braga, em parceria com as escolas do Ensino Secundário do Concelho (curso de Artes Visuais) e com orientação artística do escultor Alberto Vieira.

Durante o ano lectivo 2016/17, foram várias as propostas desenvolvidas por alunos do 12º ano de diferentes escolas secundárias de Braga que, depois de analisadas por júri constituído para o efeito, sairiam vencedoras as seguintes propostas:

1º lugar: PORTAL DE BRAGA [Escola Secundária Dona Maria II - orientação da professora Cidália Freitas];

2º lugar: UMA PORTA NOVA [Escola Secundária Dona Maria II - orientação do professor João Vieira];

3º lugar: BRACORA [Escola Secundária Alberto Sampaio - orientação da professora Cristina Cunha].

EUROPEU DE ROPE SKIPPING TRAZ A BRAGA 650 ATLETAS

Prova decorre de 25 a 31 Julho no Pavilhão da UMinho

Depois de no ano passado ter recebido o Mundial de Rope Skipping, Braga prepara-se agora para o Campeonato da Europa de Selecções da mesma modalidade. Entre 25 e 31 de Julho, o Pavilhão da Universidade do Minho, em Gualtar, será o palco de excelência de um desporto que tem vindo a cativar cada vez mais praticantes em todo o mundo.

3 (2).jpg

“É um privilégio para Braga receber esta prova. Trata-se de uma modalidade com fortes raízes na região e que nos últimos anos tem registado um desenvolvimento e crescimento muito positivo. O ano passado o Campeonato do Mundo foi um sucesso e esperamos que este Europeu seja mais um momento para mostrar todo o dinamismo de Braga”, referiu Sameiro Araújo, vereadora do desporto do Município de Braga, durante a apresentação da prova que decorreu esta Quarta-feira, 12 de Julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

4 (3).jpg

Cerca de 650 participantes, em representação de 13 países, vão disputar o título europeu de uma modalidade que se baseia no gesto ancestral de saltar à corda, ao qual são adicionados a velocidade, as habilidades, as acrobacias e a música.

“O rope skipping é mais uma modalidade que queremos projectar e promover, criando condições para que mais atletas a pratiquem”, explicou a vereadora, adiantando que no próximo ano, no âmbito da programação da Cidade Europeia do Desporto, esta modalidade “terá o seu ‘boom’, uma vez que será praticada nas ruas de Braga de forma a mostrar todo o seu potencial”.

Por seu turno, Nuno Dias, da Associação Nacional de Rope Skipping, referiu que a organização está a registar forte procura na aquisição de bilhetes, sendo esperados mais de 500 acompanhantes das equipas estrangeiras. “Temos vindo a ser contactados por várias pessoas de fora do País para adquirirem os ingressos. Esta é uma prova que vai trazer muitos turistas a Braga e, à semelhança do Mundial, acreditamos que estão reunidas as condições para ser um sucesso”.

Segundo o responsável, existem mais de 500 praticantes federados na região que é a base de recrutamento para a selecção nacional. “Todos os 24 atletas da nossa selecção são desta região, uma vez que aqui existem mais praticantes e com maior qualidade”, referiu Nuno Dias, sustentando que, embora o rope skipping seja utilizado por alguns professores, “esta modalidade tinha tudo a ganhar se fosse integrada no plano das aulas de educação física para podermos competir com outros países, nomeadamente a Bélgica - considerada a grande potência -, mas também a Holanda e a Alemanha, onde o rope skipping está mais evoluído”.

6.jpg

ALMIR CHIARATTI ATUA EM BRAGA

Depois de meses a explorar a obra e a antecipar a visita a Portugal, é por fim chegada a altura de recebermos Almir Chiaratti de braços abertos! O autor de “É o Fim” dará início à sua digressão lusitana com apresentações ao vivo nas FNAC portuguesas, rumando depois para espaços em Lisboa, Braga, Évora e Vila Pouca de Aguiar.

Almir Chiaratti_Flyer Tour Portugal (1).png

Na bagagem o músico do Rio de Janeiro trará as canções de “Bastidores do Sorriso”, mas também do seu sucessor ainda sem título, do qual já foi extraído o intrigante “Triz”. Mais datas serão anunciadas brevemente.

Conheçam os locais e as datas:

07.07 | FNAC Alfragide, Lisboa, 21h30

08.07 | FNAC Vasco da Gama, Lisboa, 17h

12.07 | B.leza, Lisboa, 19h30

13.07 | TOCA, Braga, 22h

14.07 | Club 11, Vila Pouca de Aguiar, 22h

15.07 | Mói-te Bar, Évora, 22h

Almir Chiaratti é um cantor, compositor e multi-instrumentista radicado no Rio de Janeiro nascido no distinto ano de 1988 no Rio Grande do Sul. Desde que se conhece que a música faz parte da sua vida, tendo crescido ao som dos clássicos do rock da década de 70 e do movimento cultural brasileiro que ficou para sempre conhecido como Tropicália.

A sua estreia no exigente mundo da música deu-se em 2015, quando editou o álbum “Bastidores do Sorriso”. Com influências da Música Popular Brasileira (MPB), mas também do rock psicadélico tão característico dos Mutantes, este trabalho registou a sua entrada no mundo adulto e os desafios, dúvidas, problemas e escolhas inerentes a esta fase tão importante da nossa existência.

Em parceria com o cineasta Pedro Freitas concebeu, realizou e filmou o videoclip do primeiro single do disco, “Teu Caminho”. Posteriormente participou em inúmeros festivais e competições, brasileiras e internacionais, tendo inclusivamente vencido o prémio de Melhor Videoclip Internacional no Urban Media Makers Film Festival, em Atlanta (EUA) e sendo escolhido como Melhor Videoclip pelo site DailyMotion no festival Rio Web Fest. Nota ainda para a presença do disco na lista Melhores Discos Brasileiros de 2015, do reputado site brasileiro Tenho Mais Discos Que Amigos.

Almir define este seu primeiro registo discográfico, onde as referências e influências musicais pululam de tema em tema, de forma simples: “As canções transitam por esses sentimentos, por trás do sorriso que envergamos para tocar a vida todos os dias. Acho que isso fica claro no título do disco: o que se passa nos bastidores do sorriso, nos bastidores da dor? Há músicas mais intimistas com temas existencialistas. Mas também há temas sobre amor, seja ele correspondido ou não. Tudo isto se encontra embebido em poesia, ironia e algumas gotas de sarcasmo.”

Almir Chiaratti pode ter a profundidade dos grandes músicos de outrora mas tem na alma a modernidade do presente. Conhecedor da capacidade agregadora da internet, e das comunidades online, recorreu a uma campanha de financiamento colectivo. O objectivo foi alcançado e assim aconteceu o concerto de lançamento do álbum. Seis meses depois Almir surpreende tudo e todos e graças a uma parceria com Luiz Felipe Netto e Luiz Tornaghi é lançado digitalmente o EP “Bastidores ao Vivo”. Este registo sonoro do concerto de apresentação foi mixado por Netto e masterizado por Tornaghi, dando origem a um produto final arrebatador. Este álbum conheceria ainda um segundo single, “Navegantes de Noé”, também ele com direito a videoclip, neste caso realizado pelo próprio em parceria com a Jaé Filmes.

Mas o percurso artístico de Almir não se fica por aqui! Aventurou-se na função de produtor ao acompanhar todo o processo do EP de estreia do cantor, e compositor, Diego Marques, com quem já havia trabalhado anteriormente. E passou também pelos palcos, ao assinar a produção do musical do espectáculo de dança “Cheiro de Manga”, em parceria com a bailarina Laura de Castro, composto por Eduardo Rezende.

A recta final de 2016, e a conturbada realidade política do Brasil, motivou e influenciou Almir, surgindo assim o tema “Terceiro Turno” (com a participação de Felipe Pacheco da banda Baleia, no violino, e do regente Vitor Damiani). A produção daquele que será o seu segundo trabalho de originais está a cargo de Eugenio Dale (reputado profissional que trabalhou anteriormente com Ney Matogrosso e Sergio Mendes).

Para 2017 aguardam-no novos desafios e um caminho nunca antes percorrido: uma digressão em Portugal e a edição do sucessor de “Bastidores do Sorriso”.

OBRAS DE REPAVIMENTAÇÃO CONDICIONAM TRÂNSITO EM BRAGA

O Município de Braga e a AGERE informam que os trabalhos de repavimentação na Avenida Imaculada Conceição, inicialmente previstos para dia 12 de Julho, passarão a ser efectuados no dia seguinte, Quinta-feira, 13 de Julho.

Assim, os condicionamentos de trânsito na referida artéria (no troço indicado na imagem) mantêm-se a partir das 09h00 de Quinta-feira.

BRAGA REALIZA FEIRA SEMANAL

7 (1).jpg

Face às recentes manifestações de desagrado por parte de alguns elementos participantes na Feira Semanal de Braga e de algumas forças políticas da Cidade, o Município de Braga vem esclarecer o seguinte:

- As obras de reabilitação do Parque de Exposições de Braga (PEB), um projecto estruturante para a Cidade e para a dinamização económica da Região, motivaram a mudança temporária do local da Feira Semanal de Braga para a zona do Parque da Ponte.

- Depois de analisadas várias localizações, o Parque da Ponte foi o local que entendemos mais adequado para a Feira Semanal, atendendo à proximidade do local original e ao facto de cumprir os diversos requisitos necessários à realização da mesma.

- A Câmara Municipal de Braga e a InvestBraga têm vindo a proceder, ao longo das últimas semanas, a melhorias no espaço alternativo para a realização da Feira Semanal, nomeadamente no sopé do Monte Picoto, tendo já efectuado intervenções de nivelamento do terreno e, mais recentemente, de compactação dos solos e aplicação de piso ‘tout-venant’ (composto de brita e cimento), eliminado os problemas identificados pelos feirantes, nomeadamente o excesso de pó e terra.

- A Câmara Municipal de Braga procedeu ainda à redução em 20 por cento das taxas municipais aplicadas aos feirantes por um período de cerca de nove meses, prazo estimado para a conclusão das obras de reabilitação do PEB.

- Recorde-se que os lugares atribuídos a todos os feirantes, sem excepção, foi feita por sorteio, de forma transparente e na presença dos interessados.

- Todos os feirantes que assim entenderem poderão suspender a sua presença nas feiras semanais pelo período em que decorrerem as obras de requalificação do PEB, sem prejuízo da sua localização ou licença futuras.

- No local de realização temporária da Feira Semanal estão cerca de 330 feirantes, divididos em quatro áreas distintas:

  • Estrada Nacional N.º101, no troço entre a Rotunda do Parque da Ponte e a nova Rotunda do Picoto, onde estão localizados 116 feirantes;
  • Entrada para a Maratona do Estádio 1.º de Maio, em que se encontram 50 feirantes;
  • Sopé do Monte Picoto, onde está localizada a feira de retalho, com 136 feirantes;
  • Avenida Pires Gonçalves com 35 grossistas.

9.jpg

10 (2).jpg

BRAGA FESTEJA NOITE BRANCA

Noite Branca “é momento de exaltação cultural de Braga”. Evento decorre de 1 a 3 de Setembro

De 1 a 3 de Setembro, Braga volta a realizar a Noite Branca com 48 horas de Música, Arte e Cultura. Mariza, Áurea e Seu Jorge são os nomes mais sonantes de um cartaz que encerrará com a actuação da Orquestra de Paus e Cordas, um projecto que nasceu com a Noite Braga do ano passado e que irá apresentar um espectáculo único com mais de 100 músicos em palco.

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008158.jpg

A par dos concertos no Palco Principal e no Palco gnration, o programa da Noite Branca 2017 inclui instalações, performances inovadoras, actividades para toda a família e muita animação de rua.

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, a Noite Branca será mais um momento de ´grande projecção e exaltação cultural´ da Cidade. “Neste evento procuramos projectar a imagem de uma Cidade jovem, com energia e de uma Cidade com capacidade de acolher espectáculos de grande projecção nacional e internacional”, referiu o Autarca durante a apresentação da Noite Branca 2017, que teve lugar hoje, 10 de Julho, no Museu dos Biscainhos.

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008164.jpg

Mantendo-se fiel ao seu conceito original, a Noite Branca de Braga afirma-se como um ponto de contacto privilegiado da população com os diversos equipamentos culturais da Cidade, que durante os três dias terão um horário mais alargado e propostas para todos os gostos.

“Em qualquer ponto da Cidade será possível encontrar um projecto, uma instalação relacionados com os Laboratórios de Verão e com o Concurso Artístico da Noite Branca que este ano estão muito orientados para a dimensão de Media Arts por força da nossa Candidatura a Cidade Criativa da Unesco”, acrescentou Ricardo Rio.

Também a vereadora Sameiro Araújo salientou o facto da Noite Branca constituir-se como um “factor aglutinador e de mobilização da Juventude”. “Com os Laboratórios de Verão e com o Concurso Artístico contribuímos para qualificar a experiência que é propiciada a quem participa na Noite Branca e, ao mesmo tempo, incentivamos os artistas a conceber manifestações e projectos de qualidade, que representem uma mais-valia para a programação”, sustentou a vereadora.

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008165.jpg

No que se refere ao cartaz musical, o palco principal, localizado na Praça do Município, recebe na Sexta-feira, dia 1 de Setembro, as actuações de Mariza e Áurea. Já no Sábado, dia 2, será a vez de Seu Jorge, Mayra Andrade & Orquestra Jazz de Matosinhos e Dj Ride. No Domingo, dia 3, o palco principal contará com as actuações de Daniel Pereira Cristo e da Orquestra de Paus e Cordas.

O gnration volta a ter palco na Noite Branca de Braga e apresenta um cartaz com a melhor música nacional e internacional. Pelo palco, instalado na Avenida Central, vão passar Orelha Negra e Osso, no dia 1, e Factory Floor, Evian Christ e Niagara, no dia 2.

Para esta edição, são esperadas mais de 300 mil pessoas, estando a ser preparado um plano de mobilidade em articulação com os Transportes Urbanos de Braga e com a CP – Comboios de Portugal.

A Noite Branca 2017 é uma oportunidade única de todos se envolverem na construção da Cidade e das suas vivências, pelo que o Município desafia moradores, trabalhadores, empresários, empresas e visitantes a participarem, vindo para as ruas, aderindo às iniciativas e, em alguns casos mesmo, participando no programa e ajudando a garantir um leque de propostas o mais abrangente possível.

Mais informações sobre a Noite Branca 2017 podem ser consultadas através do site http://noitebrancabraga.com/

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008167.jpg

JORNADAS SOBRE “A LÍNGUA COMO OPORTUNIDADE” REALIZARAM-SE EM SANTIAGO DE COMPOSTELA

Língua Portuguesa é um ´veículo privilegiado´ de ligação entre os povos

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga e do Eixo Atlântico, participou hoje, dia 10 de Julho, nas Jornadas “A Língua como Oportunidade”, organizadas pela União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e pelo Concello de Santiago de Compostela, contando com o apoio da Academia Galega de Língua Portuguesa. O Autarca Bracarense integrou a cerimónia de abertura e um painel dedicado ao tema ´A oportunidade do Camiño Português de Santiago´.

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008144.jpg

Assinalando a entrada do Município de Santiago de Compostela para a UCCLA, como Membro Observador - no dia 19 de Abril, por ocasião da sua XXXIIIª Assembleia Geral, realizada em Luanda - as duas organizações decidiram realizar umas jornadas com o objectivo de abordar a importância da língua, nomeadamente na vertente económica.

Segundo o Edil, este tipo de iniciativas ´corporiza o esforço de abrir portas´ à colaboração entre instituições, cidadãos e Cidades. “Cada vez mais as Cidades são o espaço natural de colaboração e são muitas as redes que, a nível internacional, têm o compromisso de suprimir barreiras, estreitar laços culturais, promover o desenvolvimento das regiões e a partilha de boas praticas para que os resultados sejam os melhores”, referiu.

De acordo com Ricardo Rio, a língua é um veículo privilegiado de ligação entre as Cidades, cidadãos e Estados distantes entre si. “Em todo o mundo temos Cidades com as quais dispomos de um canal de comunicação que deve potenciado. Este é o momento de saudar a iniciativa de Santiago de Compostela de se juntar à UCCLA, um espaço de colaboração que contribui para a união entre os povos e para a promoção do desenvolvimento integrado”, disse.

A proximidade entre o galego e o português permite ser entendido na forma de relacionamentos económicos com as Cidades UCCLA e os mercados em que se inserem, inclusive os mais distantes, como os da China. Os percursos do turismo, nomeadamente o turismo religioso e o arquitectónico a ele ligado são, igualmente, formas de intercâmbio que as jornadas reflectiram.

Sobre o Caminho Português de Santiago, Ricardo Rio realçou a necessidade de uma maior articulação entre os diversos agentes no terreno. “Essa é a dimensão em que estamos mais atrasados. É perceptível a inexistência de uma estrutura que junte o turismo, estruturas regionais e culturais. Esse é um dos grandes desafios que lançamos ao Governo, o de replicar do lado português uma estrutura com as funções do Xacobeo em Espanha, que possa ter uma acção eficiente. Essa é a prioridade das prioridades”, salientou.

Apesar da necessidade de maior articulação, o autarca enfatizou as melhorias e o crescimento da notoriedade do caminho português nos últimos anos, reflectido num aumento considerável de utilizadores. “Passamos de mais de 20 mil visitantes há 5 anos atrás para quase 40 mil em 2016, o que representa já uma parcela próxima dos 20% dos visitantes que chegam a Santiago. Esta realidade tem um elevado valor económico e mobiliza os actores colectivos a responder aos desafios, nomeadamente à muita qualificação física que falta concretizar e à promoção internacional que tem de continuar a ser desenvolvida, sendo a candidatura a classificação do caminho português como património imaterial da humanidade um importante passo nesse sentido”, disse.

Presentes nas Jornadas estiveram personalidades como Vítor Ramalho, Secretário-Geral da UCCLA, Joám Evans Pins, secretário-geral da Academia Galega da Língua Portuguesa, Valentín Garcia Gómez, Secretário-geral de política linguística, Lídia Monteiro, directora-coordenadora do Turismo de Portugal, Gonçalo Mello Mourão, representante permanente do Brasil junto da CPLP, e Martiño Noriega Sánchez, Alcaide-Presidente do Concello de Santiago de Compostela, bem como representantes empresariais portugueses e galegos.

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008148.jpg

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008149.jpg

CMB10072017SERGIOFREITAS0000008151.jpg

BRACARENSES VOTAM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

24 projectos na segunda fase do Orçamento Participativo. Votação decorre até dia 23 de Julho

Foram 24 os projectos que passaram à segunda fase de votação do Orçamento Participativo do Município de Braga 2018. Dos 7.192 cidadãos inscritos, 5.640 Bracarenses votaram na primeira fase, o que representa uma taxa de participação de 92.7%.

Braga OP.JPG

Nesta segunda fase, a decorrer até dia 23 de Julho, cada cidadão escolhe apenas um projecto entre os 24 apurados, escolhendo assim o projecto que pretende que a Câmara Municipal promova ou execute em 2018.

Na área da ‘Cultura e Património (material e imaterial)’ passaram à segunda fase os seguintes projectos: ‘Fi-bra - Filarmonia Juvenil de Braga’; ‘Igreja Matriz Velha de Lomar – recuperação’; ‘Arte por Tadim’; ‘Reactivação do Grupo de Teatro e Remodelação de Espaço’; ‘Valorização do Castelo de Braga e muralhas medievais. O passado na calçada’.

‘Plantação de árvores’, ‘Olha a floresta autóctone’, ‘Sala Expositiva/Interactiva e Observatório Solar do Planetário - Casa da Ciência de Braga’, ‘Das Palhotas a Cabanas’ e ‘Ciência Andante’ foram os projectos apurados na área ‘Ecologia, Ambiente e Energia’.

Já na área dos ‘Equipamentos e Espaços Públicos’ passaram à segunda fase os projectos ‘Cobertura de ringue desportivo (Padim da Graça)’, ‘Salão de apoio às actividades da freguesia (Guisande e Oliveira S. Pedro)’, ‘Ampliação do Rocódromo de Escalada’, ‘Espaço Comunitário e de Culto de S. Martinho’ e Arte e Cidadania (EB 2,3 Frei Caetano Brandão).

Na área da ‘Solidariedade e Coesão Social’ estão em votação as seguintes propostas: ‘Centro Multidisciplinar para Doenças Neurodegenerativas’; ‘’Acolher Melhor – Recuperar o Centro de Alojamento para Sem Abrigo’; ‘+ Saúde + Idade’; ‘Dar asas para voar’; ‘Sala “Snoezelen’.

No ‘Trânsito, Mobilidade, Acessibilidades e Segurança Rodoviária’ passaram os três projectos submetidos ao OP: ‘Rotunda no cruzamento da avenida Robert Smith com as ruas José António Cruz e Padre Vitorino de Sousa Alves’; ‘Estudo para conclusão do anel ferroviário no Minho (Guimarães-Braga-Barcelos)’; ‘Substituição de dissuasores de trânsito por gradeamento’.

Na área do ‘Turismo’ encontra-se em votação o projecto ‘Conta-me como foi’ a implementar no Presépio ao Vivo de Priscos.

Inscrições abertas até dia 20

De referir que estão novamente abertos os registos no Orçamento Participativo, sendo que as inscrições podem ser feitas até às 24h00 do dia 20 de Julho.

Em http://participe.cm-braga.pt conheça em pormenor cada um dos 24 projectos em votação e escolha aquele que pretende que o Município promova ou execute em 2018!

Braga é de todos e todos têm uma palavra a dizer na construção de um presente e futuro melhores. Participe e faça ouvir a sua voz!

MUNICÍPIO BRACARENSE ENTREGA PRÉMIO LITERÁRIO MARIA ONDINA BRAGA

Entrega do Prémio Literário Maria Ondina Braga. Terça-feira, 11 de Julho, pelas 11h00, Salão Nobre dos Paços do Concelho, Braga

O Município de Braga procede amanhã, dia 11 de Julho, pelas 11h00, à cerimónia de entrega do Prémio Literário Maria Ondina Braga, que terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Braga.

O prémio será entregue a Amadeu Baptista, vencedor desta sétima edição do prémio que tem como objectivo honrar a memória desta ilustre escritora Bracarense. O autor de Vila Nova de Gaia concorreu com a obra poética ‘Ondina’ sob o pseudónimo António Rios.

O júri, presidido pela vereadora da Cultura do Município de Braga, Lídia Dias, foi constituído por Maria do Carmo Pinheiro Silva Cardoso, Orlando Alfredo Arnold Grossegesse e João Paulo Braga.

RICARDO RIO É “CHAMPION MAYOR” DA OCDE

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, passou a integrar desde a semana passada o restrito leque de "Champion Mayors" para o Crescimento Inclusivo, uma iniciativa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Fundação Ford destinada a promover o crescimento económico inclusivo nas cidades. Este convite foi feito pelo Secretário-geral da OCDE, José Angel Gurría, devido às políticas sociais estabelecidas pelo Município de Braga no apoio a um desenvolvimento económico sustentável e ao combate às desigualdades.

1 (4).JPG

Ricardo Rio destacou que "estar neste leque de autarcas é, sobretudo, um prestígio para Braga, pois significa que estamos a obter reconhecimento internacional pelo nosso trabalho na área social e económica, mas esta é também uma oportunidade para partilhar as nossas experiências e divulgar o que temos feito nestes últimos quatro anos". O Presidente da Câmara optou por destacar na página da iniciativa da OCDE os projectos "Braga a Sorrir", fundamental para ajudar as populações mais desfavorecidas numa área tão importante e esquecida pelo Serviço Nacional de Saúde, e ainda o "(Re)Escrever o nosso bairro", que está a dar os primeiros passos mas que já suscitou interesse pelo seu carácter inovador e abrangente. O Autarca Bracarense destacou ainda que pretende envolver-se directamente na discussão das políticas a implementar globalmente pelos "Champions Mayors".

Este convite vem totalmente ao encontro do objectivo estratégico delineado há quatro anos de aumentar a notoriedade internacional de Braga e de estar presente em diversos palcos internacionais. "Temos a consciência que para transformar Braga numa cidade relevante no exterior foi fundamental mudar toda a política institucional do Município", afirmou Rio, acrescentando que "este convite para integrar a iniciativa 'Champion Mayors' para o Crescimento Inclusivo, mas também a integração em redes de cidades importantes, como é o caso da Eurocities, ou a participação noutros fóruns internacionais, é a prova que a nossa estratégia internacional está a resultar".

Esta "coligação global" de autarcas teve como fundadores os Presidentes de Paris e Nova Iorque, Anne Hidalgo e Bill Blasio, reunindo actualmente cerca de 50 presidentes de cidades como Seul, Filadélfia, Madrid, Copenhaga ou Los Angeles. De Portugal fazem também parte os autarcas de Lisboa, Porto e Sintra. Os seus membros têm como objectivo trabalhar em conjunto para avançar com uma agenda global de crescimento inclusivo para construir cidades com maior equidade, nomeadamente no apoio à implementação do objectivo 11 da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável da ONU de tornar as cidades inclusivas, seguras e resilientes.

Depois de encontros em Paris e Nova Iorque em 2016, está agendada uma cimeira em Seul para os próximos dias 19 e 20 de Outubro, onde será discutida e aprovada a "Agenda de Implementação de Seul". Este encontro vai também focar-se em duas dimensões críticas para o crescimento inclusivo: interligação entre as alterações climáticas e crescimento inclusivo e as políticas de apoio à sustentabilidade das pequenas e médias empresas.

Mais informações em: http://www.oecd.org/inclusive-growth/champion-mayors/whoarethechampionmayors/

“FINAL FOUR” DA TAÇA DA LIGA DE FUTEBOL DISPUTA-SE EM BRAGA

Estádio Municipal acolhe os jogos das meias-finais e da final

Braga foi a Cidade escolhida para ser o palco da ‘final four’ da Taça da Liga de futebol do próximo ano. O anúncio foi feito pelo presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Pedro Proença, na gala do sorteio da Liga, que se realizou esta Sexta-feira, 7 de Julho, no Terminal de Cruzeiros de Matosinhos. O estádio municipal de Braga vai receber os jogos das meias-finais e da final que irão decorrer entre 20 e 27 de Janeiro.

Finalfour8176.jpg

Num ano em que Braga ostenta o título de Cidade Europeia do Desporto, este será mais um evento que vai contribuir para a contínua afirmação nacional e internacional de Braga e da Região. Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, este será mais um marco na vida da Cidade e o reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos. “Temos vindo a colocar Braga na rota dos grandes eventos desportivos. Ao longo dos últimos anos, a Cidade tem sido palco de diversos acontecimentos que orgulham os Bracarenses e esta será mais uma oportunidade para mostrarmos todo o nosso dinamismo”, referiu o Autarca, esperando que a ‘final four’ da Taça da Liga redunde numa “festa do futebol e que atraia milhares de visitantes à Cidade”.

Após a distinção de Braga como Capital Ibero-Americana da Juventude em 2016, da realização da ‘Braga Street Stage’, a super especial do Rally de Portugal em 2017, da eleição para Cidade Europeia do Desporto em 2018, e da escolha de Braga para organizar a XIII edição dos Jogos do Eixo Atlântico em 2019, a Cidade abraça agora um novo desafio com a realização da ‘final four’ da Taça da Liga. “2018 será mais um ano marcante para Braga e certamente estaremos à altura de uma prova deste prestígio, mostrando ao país e à Europa toda a capacidade de Braga na organização de eventos desportivos”, salientou Ricardo Rio.

Segundo o Autarca, esta distinção é a “prova que a Braga está no rumo certo”, uma vez que a Cidade que vive o Desporto de forma intensa durante todo o ano. “O Desporto tem um papel cada vez mais importante na sociedade Bracarense, sendo inúmeros os agentes desportivos que elevam o nome de Braga ao mais alto nível, contribuindo para que sejamos conhecidos como uma ‘Cidade de Campeões’”, enalteceu Ricardo Rio, considerando que esta eleição vem confirmar todo o potencial da Cidade e o trabalho desenvolvido nos últimos anos.

Por seu turno, o presidente da Liga de Clubes reconheceu que Braga tem todas as condições para organizar a ‘final four’ neste novo formato e explicou a escolha da Cidade para organização do evento. "Este novo modelo permite a descentralização da prova e tem a envolvência com os municípios. Braga já provou que é capaz de organizar eventos de enorme dimensão e dá-nos todas as garantias de sucesso”, esclareceu Pedro Proença, esperando que a prova seja “uma festa para a família”.

Finalfour0538.jpg

Finalfour0543.jpg

MUNICÍPIO BRACARENSE ENTREGA PRÉMIO LITERÁRIO MARIA ONDINA BRAGA

Terça-feira, 11 de Julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho

O Município de Braga procede na próxima Terça-feira, 11 de Julho, à entrega do Prémio Literário Maria Ondina Braga. A cerimónia terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, às 11h00.

Cartaz (3).jpg

Amadeu Baptista é o vencedor desta sétima edição do prémio que pretende honrar a memória desta ilustre escritora Bracarense. O autor de Vila Nova de Gaia concorreu com a obra poética ‘Ondina’ sob o pseudónimo António Rios.

O júri, presidido pela vereadora da Cultura do Município de Braga, Lídia Dias, foi constituído por Maria do Carmo Pinheiro Silva Cardoso, Orlando Alfredo Arnold Grossegesse, João Paulo Braga. Esta sétima edição contou com 59 trabalhos a concurso, e destinava-se a cidadãos de nacionalidade portuguesa.

O Prémio Literário Maria Ondina Braga, instituído pelo Município de Braga, tem como objectivo fomentar o gosto pela leitura e pela escrita e, deste modo, honrar a memória desta insigne escritora bracarense, cuja obra representa um património da mais elevada importância. Este prémio de periodicidade bienal tem o valor de 2.500 euros.

COMPLEXO DAS PISCINAS DA RODOVIA DE BRAGA GANHA NOVAS VALÊNCIAS DESPORTIVAS

Dois campos de padel ao serviço dos Bracarenses

O complexo das Piscinas da Rodovia dispõe agora de novas valências desportivas, com a criação de dois campos de padel. Os novos equipamentos representam uma mais-valia para aquele complexo cuja entrada foi também alvo de melhoramentos significativos.

CMB07072017SERGIOFREITAS0000008124.jpg

Durante uma visita ao local, realizada hoje, 7 de Julho, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, explicou que esta é uma primeira fase de uma intervenção mais abrangente que está prevista para o complexo das Piscinas.

“Vamos criar ainda novas valências de apoio em termos de infra-estruturas para todo o complexo que incluem uma nova bilheteira, um bar para servir de apoio ao interior e ao exterior e ainda novos balneários”, referiu o Autarca, adiantando que estes trabalhos incluem igualmente a cobertura de um dos campos de padel e outro de ténis.

Acompanhado pela vereadora Sameiro Araújo, Ricardo Rio assinalou que, ao longo dos anos, o Município tem vindo a fazer vários melhoramentos no sentido de dotar o espaço de condições de fruição por parte dos utilizadores e da população.

“O arranjo exterior do Complexo das Piscinas agora concluído tornou o espaço muito mais aprazível, dotando-o de uma área de lazer que pode ser utilizada por quem vem ao complexo mas, sobretudo, pelos residentes desta zona densamente habitada”, concluiu.

CMB07072017SERGIOFREITAS0000008127.jpg

CMB07072017SERGIOFREITAS0000008130.jpg

CMB07072017SERGIOFREITAS0000008131.jpg

OBRAS CONDICIONAM TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos à normal circulação de trânsito

O Município de Braga informa que, devido a trabalhos de verificação do sistema de drenagem de águas pluviais, será cortado o trânsito automóvel no túnel de ligação entre a Avenida da Imaculada Conceição e a Rua Cidade do Porto.

A proibição de circulação irá acontecer na próxima Terça-feira, 11 de Julho, entre as 09h00 e as 11h30. Em alternativa, a circulação automóvel será garantida pela rotunda Santos da Cunha.

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE BRAGA PROMOVE EM AMARES WORKSHOP SOBRE PLANEAMENTO COMERCIAL

A Câmara Municipal de Amares recebeu, ao final da tarde de ontem, o Workshop “Como criar um Plano Comercial”, realizado no âmbito do Ciclo de Workshops Empresariais promovido pela ACB - Associação Comercial de Braga.

DSC03454.jpg

Este ciclo, que contabiliza, este ano, a sua 2ª edição, está a ser dinamizado em parceria com as empresas Fortis Consulting e Creative Zone e as entidades BICMINHO, ASAE, IAPMEI e IEFP, com o intuito de levar a formação, a título gratuito, aos demais concelhos de abrangência ACB, que não Braga, preenchendo lacunas formativas identificadas por vários empresários.

DSC03455.jpg

BRAGA REALIZA GALA FINAL II CONCURSO JOVENS CRIADORES

Amanhã, Sexta-feira, dia 07 de Julho, pelas 21h00, na Colunata de Eventos do Bom Jesus, em Braga

O Município de Braga promove a Gala Final II Concurso Jovens Criadores, que terá lugar amanhã, Sexta-feira, dia 7 de Julho, pelas 21h00, na Colunata de Eventos do Bom Jesus, em Braga.

Sob o mote ‘Bom Jesus - Património da Humanidade’, Cassandra Silva, Catarina Anes dos Santos, Juliana Antunes, Leonardo Cunha, Mariana Pinto, Mi Ribeiro, Nuno Magalhães, Rita Rodrigues, Rui Faria e Sofia Costa deram largas à sua imaginação e, com orientação da estilista Bracarense Elsa Barreto, criaram peças de vestuário inspiradas no Sacro Monte Bracarense.

A gala inicia-se com um desfile da responsabilidade de Carla Simões, vencedora da primeira edição. Em seguida, cada um dos finalistas irá apresentar quatro coordenados, num ambiente de glamour que terá como pano de fundo o Bom Jesus. O espectáculo contará ainda com um desfile de Elsa Barreto, que apresentará parte da sua colecção de Inverno, e com um momento musical protagonizado por Diana Martinez.

MUNICÍPIO DE BRAGA DISPONIBILIZA PASSEIOS DE CANOA NO PARQUE DA PONTE

Iniciativa começa este fim-de-semana e prolonga-se até final de Setembro

O Município de Braga vai disponibilizar passeios gratuitos de canoa no lago do Parque da Ponte durante os fins-de-semana de Verão. O programa, que contempla ainda diversas actividades como jogos, ateliers infantis e acções de sensibilização ambiental, inicia-se já este Sábado e prolonga-se até ao final de Setembro, constituindo-se como uma mais-valia para dinamizar ‘o pulmão da Cidade’ e atrair cada vez mais visitantes ao local.

CMB06072017SERGIOFREITAS0000008102.jpg

Durante os dias da semana este serviço apresentará um custo para quem quiser usufruir das actividades, sendo que cada embarcação permite a utilização simultânea de três pessoas.

“Esta é uma iniciativa que vai trazer uma nova vida ao Parque da Ponte. Durante todos os dias da semana este espaço terá esta oferta e aos fins-de-semana será de acesso livre para toda a população, de modo a que as famílias possam desfrutar deste magnífico parque”, explicou Altino Bessa, vereador do Ambiente do Município de Braga.

Segundo o responsável, o Parque da Ponte “tem um potencial enorme” e o Município tem deslocado diversas actividades para este espaço. “Recentemente realizamos aqui as comemorações do Dia da Criança e esta é mais uma forma de dar continuidade à promoção do Parque da Ponte. Os Bracarenses e quem nos visita, podem usufruir de todo o esplendor deste espaço e agora têm mais uma atracção gratuita aos fins-de-semana”, sustentou Altino Bessa.

A requalificação do Parque de Exposições de Braga e toda a zona evolvente irá trazer novas dinâmicas ao Parque da Ponte. “Ao longo dos tempos este foi um espaço algo esquecido. Queremos trazer uma oferta diversificada que possa atrair novas dinâmicas ao Parque da Ponte e, ao mesmo tempo, sensibilizar e desafiar as famílias para que utilizem o Parque de uma forma digna e adequada. Todas estas novas dinâmicas contribuem para a preservação do espaço e fomentam o sentimento de pertença”, concluiu o vereador.

As actividades irão decorrer todos os dias, das 10h00 e às 19h00, com intervalo para almoço dos colaboradores entre as 13h00 e as 14h00.

BRACARENSES DEBATEM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Orçamento Participativo do Município de Braga 2018: Primeira fase de votação termina a 9 de Julho

A primeira fase de votação online dos projectos submetidos ao Orçamento Participativo do Município de Braga termina às 24h00 do próximo dia 9 de Julho. Em votação estão 54 propostas oriundas de diversos pontos do Concelho e que abrangem seis áreas de intervenção.

OP2018.jpg

Nesta primeira fase, a decorrer em http://participe.cm-braga.pt, os cidadãos inscritos têm que votar em seis projectos (um por cada área).

De referir que os registos para a primeira fase de votação do Orçamento Participativo terminam às 24h00 de hoje, dia 6 de Julho. No dia 7 de Julho apenas serão tratadas as correcções de dados dos registos já efectuados. Informa-se ainda que apenas são garantidas as validações dos pedidos de correcções aos dados de registo que cheguem aos serviços até às 24h do próprio dia 7 de Julho. Todos os pedidos que cheguem depois deste horário estão sujeitos à disponibilidade dos serviços.

Os registos voltam a ser abertos às 00h00 do dia 9 de Julho para a segunda fase de votação do Orçamento Participativo, que decorrerá de 10 a 23 de Julho. Nesta fase, cada cidadão poderá escolher um projecto entre os 30 apurados. A apresentação pública dos projectos vencedores decorrerá até 31 de Julho.

Recorde-se que, à semelhança do ano transacto, o montante global do Orçamento Participativo é de 750 mil euros, dos quais 100 mil euros são relativos a projectos do Orçamento Participativo Escolar. O valor que será cabimentado no orçamento da Câmara Municipal para 2018.

Braga é de todos e todos têm uma palavra a dizer na construção de um presente e futuro melhores. Participe e faça ouvir a sua voz!

BRAGA REALIZA FESTIVAL DE VERÃO NA QUINTA PEDAGÓGICA

Festival de Verão na Quinta Pedagógica com actividades para toda a família. Equipamento será alargado e vai acolher novas valências

Por estes dias, a Quinta Pedagógica de Braga apresenta uma dinâmica assinalável. Após o programa ‘Férias na Quinta’, que se estende até amanhã, este equipamento convida agora os Bracarenses a passarem um Sábado diferente com o ‘Festival de Verão’, um evento para ser vivido em família onde não vão faltar muitas diversões.

CMB06072017SERGIOFREITAS0000008092.jpg

Insufláveis, touro mecânico, workshop’s temáticos, espectáculos interactivos, jogos tradicionais, entre muitas outras atracções, vão fazer deste Sábado um dia inesquecível. “Este Festival é mais uma iniciativa que, além de promover a Quinta, visa diversificar a sua oferta, atrair novos públicos e criar novas dinâmicas. Ao longo deste mandato temos vindo a realizar novas actividades e o resultado está à vista com o número de visitantes a crescer consideravelmente ano após ano”, referiu Altino Bessa, vereador do Ambiente do Município de Braga, durante a apresentação do Festival que decorreu esta Quinta-feira, 6 de Julho, na Quinta Pedagógica de Braga.

Com o apoio da associação juvenil SYnergia, as actividades têm início às 16h00 e prolongam-se até às 20h00. Trata-se de mais uma oferta de livre acesso para toda a população e que contribui para que a Quinta Pedagógica de Braga aumente o número de visitantes, algo que tem sido uma constante ao longo dos últimos quatro anos.

“Até 2013 este equipamento recebia em média 21 mil visitantes. Já em 2016 foram cerca de 37 mil visitantes e, este ano, esperamos atingir os 40 mil. Para chegarmos a estes números criámos várias actividades e novas valências direccionadas para todo o tipo de públicos, desde os mais idosos até aos mais novos, passando pelos cidadãos com necessidades especiais. Actualmente este é um equipamento de referência a nível nacional e queremos continuar neste caminho de afirmação e consolidação”, explicou Altino Bessa, convidando as famílias Bracarenses a visitarem a Quinta durante este Festival de Verão.

Alargamento da Quinta Pedagógica será uma realidade

No decorrer da apresentação do Festival de Verão, Altino Bessa anunciou que o Município chegou a um acordo com o proprietário dos terrenos envolventes de forma a alargar a área da Quinta Pedagógica.

“Temos o acordo de cedência dos terrenos adjacentes e vamos aumentar a área da Quinta Pedagógica. Queremos integrar a ribeira de Crasto na Quinta e vamos começar a elaborar o projecto de expansão”, explicou Altino Bessa.

Com este alargamento, a Quinta estará em condições de aumentar a oferta e desenvolver novas actividades para atrair cada vez mais visitantes. “O equipamento irá sofrer alterações para ser dotado de novas valências e dar resposta à grande procura que temos registado ao longo dos últimos anos”, concluiu o vereador.

CMB06072017SERGIOFREITAS0000008093.jpg

CMB06072017SERGIOFREITAS0000008095.jpg

BOM JESUS INSPIRA JOVENS CRIADORES BRACARENSES

Gala Final realiza-se na próxima Sexta-feira na Colunata de Eventos

São dez os jovens Bracarenses que irão apresentar as suas criações na área da moda na Gala Final do II Concurso Jovens Criadores, que o Município de Braga promove na próxima Sexta-feira, dia 7 de Julho, pelas 21h00, na Colunata de Eventos.

CMB05072017SERGIOFREITAS0000008062.jpg

Sob o mote ‘Bom Jesus - Património da Humanidade’, Cassandra Silva, Catarina Anes dos Santos, Juliana Antunes, Leonardo Cunha, Mariana Pinto, Mi Ribeiro, Nuno Magalhães, Rita Rodrigues, Rui Faria e Sofia Costa deram largas à sua imaginação e, com orientação da estilista Bracarense Elsa Barreto, criaram peças de vestuário inspiradas no Sacro Monte Bracarense.

Para a Sameiro Araújo, vereadora da Juventude, o Concurso Jovens Criadores afirma-se como uma rampa de lançamento para os jovens Bracarenses que têm o sonho de serem estilistas. “Este concurso tem permitido promover o talento dos nossos jovens como ficou comprovado na edição anterior”, referiu Sameiro Araújo, na apresentação da gala, que decorreu hoje, dia 5 de Julho, na Colunata de Eventos do Bom Jesus.

Já Elsa Barreto, que acompanhou todo o processo criativo, mostrou-se impressionada com o talento dos jovens Bracarenses. “Estão todos muito empenhados e a seguir o tema que lhes foi proposto. Teremos na passarela propostas que irão surpreender o público”, sustentou a consagrada estilista Bracarense.

A gala inicia-se com um desfile da responsabilidade de Carla Simões, vencedora da primeira edição. Em seguida, cada um dos finalistas irá apresentar quatro coordenados, num ambiente de glamour que terá como pano de fundo o Bom Jesus. O espectáculo contará ainda com um desfile de Elsa Barreto, que apresentará parte da sua colecção de Inverno, e com um momento musical protagonizado por Diana Martinez.

A avaliação dos coordenados será feita por um júri constituído por Sameiro Araújo, Elsa Barreto, Varico Pereira (Confraria do Bom jesus), Manuel Serrão (Portugal Fashion) e Zaira Costa (curso design de moda da Esprominho).

Nesta gala será também conhecido o vencedor do passatempo promovido pela Confiauto junto dos jovens finalistas, que foram desafiados a conceber uma decoração para uma nova viatura da Renault 100% eléctrica. Ao vencedor deste passatempo será atribuído um prémio de 500 euros.

CMB05072017SERGIOFREITAS0000008065.jpg

CMB05072017SERGIOFREITAS0000008066.jpg

CÂMARA DE CAMINHA VAI PROMOVER PERCURSO PEDESTRE INTERPRETATIVO “PLANTAS DA ORLA COSTEIRA”

Atividade vai decorrer no dia 8 de julho, pelas 14H30, em Vila Praia de Âncora

A Câmara Municipal de Caminha vai promover no dia 8 de julho, o percurso pedestre interpretativo “Plantas da Orla Costeira”, em Vila Praia de Âncora. Esta atividade insere-se no programa de atividades de educação ambiental que o município está a realizar durante a época balnear nas praias marítimas do concelho. A participação é gratuita, mas obrigatória.

plantas da orla costeira.JPG

Com concentração marcada para as 14H30, ma Meia Laranja em Vila Praia de Âncora, este percurso interpretativo é organizado pela Câmara Municipal de Caminha, em parceria com Carlos Venade.

Sob orientação de Carlos Venade, durante o percurso pedestre interpretativo “Plantas da Orla Costeira”, os participantes vão aprender a identificar as espécies da orla costeira e a caraterizar o seu potencial.

A participação é gratuita, mas a inscrição na atividade é obrigatória. Neste sentido, os interessados em participar deverão formalizar a inscrição através do endereço eletrónico cisa@cm-caminha.pt.   

Recorda-se que o concelho de Caminha está a viver mais um “Verão Azul”, com as quatro praias marítimas a exibir a Bandeira Azul da Europa, pela terceira vez na história do concelho. O galardão de qualidade está nas praias de Caminha (Foz do Minho), Moledo, Âncora (Forte do Cão) e Vila Praia de Âncora. Tal nunca tinha sucedido antes e, no caso de Vila Praia de Âncora, a última vez que a praia tinha sido galardoada aconteceu em 2011.

Para além deste percurso, este programa da Bandeira Azul inclui a realização de múltiplas atividades, com destaque para as mensagens de sensibilização, percurso pedestre “Plantas Dunares”, documentário “O teu planeta é a tua casa”, exposição “Biodiversidade em espaços naturais”, formação em ambiente de jovens. Programa Nacional de Vigilância da Bandeira Azul,  nas praias do Forte do Cão, Vila Praia de Âncora, Moledo e Foz do Minho, durante os meses de julho, agosto e setembro.

BRAGA INAUGURA EXPOSIÇÃO SOBRE D. RODRIGO DE MOURA TELES

Os Sete Castelos: D. Rodrigo de Moura Teles: Vida e Obra

O Museu Pio XII, em parceria com o Tesouro-Museu da Sé de Braga e o Instituto de História e Arte Cristãs, inauguram a exposição Sete Castelos – D. Rodrigo de Moura Teles: Vida e Obra, que terá lugar a 6 de Julho, às 18 horas, no Museu Pio XII.

image001 (7).jpg

Procurando mostrar de forma particular o património móvel e bibliográfico que D. Rodrigo de Moura Teles legou à Igreja de Braga e a instituições particulares às quais esteve ligado durante a sua prelatura, a exposição Sete Castelos – D. Rodrigo de Moura Teles: Vida e Obra divide-se em dois núcleos: um núcleo expositivo no Museu Pio XII, com peças associadas ao contacto que o arcebispo D. Rodrigo de Moura manteve com as mais diversas instituições bracarenses; e outro núcleo integrado na exposição permanente do Tesouro-Museu da Sé de Braga, que reúne algumas das suas peças mais emblemáticas, como o são os sapatos litúrgicos. 

O Museu Pio XII acolherá esta exposição de 6 de Julho a 29 de Outubro. Poderá ser visitada de Terça-feira a Domingo, no período da manhã entre as 09,30 horas e as 12,30 horas, e no período da tarde das 14,30 horas e as 18,00 horas.

CRIANÇAS BRACARENSES PASSAM FÉRIAS DIFERENTES NA QUINTA PEDAGÓGICA DE BRAGA

Programa decorre até Sexta-feira

Até à próxima Sexta-feira, 7 de Julho, a Quinta Pedagógica de Braga está a proporcionar umas férias diferentes a 25 crianças Bracarenses. Através do programa ‘Férias na Quinta’, que se realiza pela primeira vez, os participantes têm a oportunidade de viver momentos únicos e de realizar diversas actividades lúdicas e pedagógicas. Além do contacto com o meio rural e com os animais da Quinta, este programa de férias permite que as crianças conheçam vários pontos de interesse espalhados pelo Concelho.

CMB04072017SERGIOFREITAS0000008046.jpg

Uma iniciativa que se está a revelar ‘um sucesso’ e que registou uma forte procura por parte das famílias Bracarenses. “Esta é uma iniciativa que acontece pela primeira vez e estamos extremamente satisfeitos com a forte procura, uma vez que logo no primeiro dia de inscrições esgotamos as vagas disponíveis. Com este programa, as crianças estão a ter uma experiência enriquecedora que certamente ficará gravada nas suas memórias”, referiu Altino Bessa, vereador do Ambiente do Município de Braga, agradecendo aos monitores da associação juvenil SYnergia e da EsproMinho que colaboram com a Autarquia na implementação deste programa e acompanham as crianças durante as actividades.

Crianças entre 6 os 12 anos de idade estão desde Segunda-feira a viver momentos únicos e, pela primeira vez, a ter contacto com as actividades da Quinta e a conhecer outros locais como a nascente do rio Este ou a Galeria Mário Sequeira.

“Tentamos criar um programa que fosse além dos muros da Quinta e que contemplasse iniciativas ambientais, culturais, lúdicas e pedagógicas, que permitisse que os participantes tivessem uma experiência única”, explicou Altino Bessa, deixando a hipótese de nas próximas edições “alargar o programa das ‘Férias na Quinta’ a mais semanas envolvendo um maior número de crianças”.

O programa 'Férias na Quinta' inclui visitas ao Bom Jesus (mata e funicular), moinhos do rio Este e do rio Torto, nascente do rio Este, Braval, Mosteiro de S. Martinho de Tibães e Galeria Mário Sequeira; actividades na Quinta: ateliê equestre, alimentação dos animais, confecção de pão, de iogurte, de sopa, saladas e de fidalguinhos; oficinas de reutilização de resíduos, construção de forno solar; jogos e ida à Praia Fluvial de Adaúfe com participação na limpeza Blue Flag Mediterranean Week.

As actividades decorrem das 9h00 às 17h30 e a organização disponibiliza os lanches da manhã e da tarde, bem como almoço.

CMB04072017SERGIOFREITAS0000008047.jpg

CMB04072017SERGIOFREITAS0000008049.jpg

CMB04072017SERGIOFREITAS0000008052.jpg

CRIANÇAS BRACARENSES FAZEM FÉRIAS NA QUINTA PEDAGÓGICA

Visita ao programa ´Férias na Quinta´. Terça-feira, 4 de Julho, pelas 11h00, na Quinta Pedagógica de Braga

O Município de Braga promove o programa ´Férias na Quinta´, que terá lugar amanhã, Terça-feira, dia 4 de Julho, pelas 11h00, na Quinta Pedagógica

Ferias na Quinta.jpg

A Quinta Pedagógica de Braga recebe, de 3 a 7 de Julho, das 9h às 17h30, cerca 25 crianças, dos 6 aos 12 anos, para participarem nas “Férias na Quinta”. O Programa tem como principal objectivo a disponibilização de um serviço de ocupação dos tempos livres às crianças durante uma parte das férias escolares.

O programa inclui visitas ao Bom Jesus (mata e funicular), moinhos do rio Este e do rio Torto, nascente do rio Este, Braval, Mosteiro de S. Martinho de Tibães e Galeria Mário Sequeira; actividades na Quinta: ateliê equestre, alimentação dos animais, confecção de pão, de iogurte, de sopa e saladas e de fidalguinhos; oficinas: de reutilização de resíduos, construção de forno solar; jogos e ida à Praia Fluvial de Adaúfe com participação na limpeza Blue Flag Mediterranean Week.

BRAGA: PADIM DA GRAÇA TEM PISCINA INFANTIL REQUALIFICADA

Ricardo Rio visitou equipamento que abriu ao público este Sábado

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, acompanhado pelo Presidente da Junta de Freguesia de Padim da Graça, João Moreira, visitou este Domingo, dia 2 de Julho, a piscina da Freguesia. As instalações sofreram uma requalificação na piscina infantil que terminou esta Sexta-feira.

CMB03072017SERGIOFREITAS0000008022.jpg

A antiga disposição da piscina, com diversos degraus, provocava quedas entre as crianças, sendo que o equipamento já se encontrava degradado e carecia de uma intervenção. Foi construído, no mesmo local, uma nova piscina para crianças e a restante área em torno da piscina infantil foi pavimentada com materiais iguais ao existente na piscina para adultos. O projecto, da responsabilidade da Câmara Municipal, teve um custo superior a 10 mil euros.

Segundo Ricardo Rio, esta é mais uma zona aprazível no concelho de Braga onde as famílias e os jovens podem desfrutar do seu tempo livre. “Este é um espaço de lazer que, nestes dias de sol intenso, vem contribuir para o convívio e entretenimento da população. Com a intervenção efectuada todos podem desfrutar do espaço em plenas condições de segurança e conforto”, realçou.

A abertura da época balnear da Piscina de Padim da Graça teve lugar este Sábado, dia 1 de Julho.

CMB03072017SERGIOFREITAS0000008024.jpg

CMB03072017SERGIOFREITAS0000008025.jpg

BRAGA PROMOVE CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO

Município celebra protocolo com Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género

O Município de Braga celebrou um protocolo de cooperação com a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género que, entre outras acções, vai permitir a formação dos técnicos municipais, nomeadamente os que exercem funções no Gabinete de Informação e Acolhimento para a Igualdade (GIAPI), para que estes possam da uma resposta adequada às vítimas de violência doméstica em fase avançada de inclusão social. Com este protocolo, a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género passa, igualmente, a ser parte integrante da Rede Social do Município e irá colaborar de forma activa na elaboração do Plano Municipal para a Igualdade.

CMB03072017SERGIOFREITAS0000008015.jpg

“Este é o resultado de um longo caminho. Desde o início do mandato que o actual Executivo se mostra comprometido com esta temática e a incorporar as questões da Igualdade de Género em todas as áreas da gestão municipal, implementando políticas que promovam esses conceitos e essas prioridades”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a assinatura do protocolo que decorreu esta Segunda-feira, 3 de Julho, nas instalações do GIAPI, localizadas em S. Victor.

Braga ganha, assim, mais um aliado na promoção de políticas públicas que defendam uma efectiva igualdade de género. Segundo Ricardo Rio, estas são “matérias fundamentais que não podem ser colocadas em segundo plano”, sugerindo o Edil que as diversas instituições que operam no terreno passem a “trabalhar de forma preventiva no sentido de criar uma cultura transversal na sociedade portuguesa que evite qualquer tipo de discriminação”.

CMB03072017SERGIOFREITAS0000008018.jpg

Já Manuel Albano, director da delegação do Norte da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, enalteceu a abertura e o trabalho desenvolvido pelo Município de Braga nesta área e lembrou que este é mais um passo no sentido de ´encurtar distâncias e dar respostas concretas às vítimas de qualquer tipo de discriminação´.

“Este protocolo é o corolário de um trabalho longo mas estratificado. É um trabalho consolidado e queremos que Braga se constitua como uma verdadeira rede de trabalho nesta matéria ao englobar todas as instituições que operam no terreno para desenvolver o seu próprio modelo de intervenção”, referiu Manuel Albano, explicando que o objectivo deste protocolo é, acima de tudo, “recapacitar, dar uma nova vida e reintegrar as vítimas”, garantindo, dessa forma, o seu princípio de autonomia na sociedade.

Recorde-se que Braga conta com um Centro de Acolhimento para receber vítimas de violência doméstica oriundas de todo o país. O Gabinete de Informação e Acolhimento para a Igualdade (GIAPI), presta todo o apoio a vítimas que se encontrem na fase final de integração social, constituindo-se como uma resposta à reintegração social e profissional das vítimas.

CMB03072017SERGIOFREITAS0000008021.jpg

BRAGA REQUALIFICA LICENCIADOS DESEMPREGADOS

Qualifica IT vai reconverter mais 75 licenciados desempregados

Arrancam na próxima semana as inscrições para a 2.ª edição do programa Qualifica IT, que tem como objetivo formar e facilitar a entrada de licenciados desempregados no mercado de trabalho. Resultante de uma parceria entre a InvestBraga, a Universidade do Minho e o IEFP, a 1.ª edição do Qualifica IT garantiu uma taxa de 65% de empregabilidade, entre os participantes que terminaram a formação.

“O Qualifica IT tem como objetivo dotar licenciados desempregados das competências adequadas às necessidades das empresas da área de desenvolvimento de software, favorecendo a entrada no mercado de trabalho qualificado nas empresas tecnológicas, existentes na região”, explica Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga.

“Os excelentes resultados da 1.ª edição do programa, que contou com 100 participantes, justificam a continuidade deste projeto, que, por um lado, combate o desemprego, e, por outro, garante que existe mão-de-obra altamente qualificada, por forma a responder às necessidades de contratação das empresas do setor locais e atrair ainda mais empresas da área das tecnologias para a Braga”, acrescenta Carlos Oliveira.

O programa envolve ainda o tecido empresarial de Braga. À InvestBraga, à Universidade do Minho e ao IEFP juntam-se mais de 20 empresas presentes na região, entre as quais se destacam a Accenture, a Bosch Car Multimédia, o grupo dst e a Primavera BSS, onde os formandos farão o estágio final de formação.

“Muitos dos formandos da edição anterior acabaram por ficar a trabalhar nas empresas onde realizaram o estágio. Para já, contamos com a participação de 20 empresas, mas estamos ainda a estabelecer protocolos com outras empresas que estejam igualmente interessadas em colaborar”, conclui o presidente da InvestBraga.

Durante a próxima semana a InvestBraga, a UMinho e o IEFP irão realizar sessões de apresentação do programa Qualifica IT e sobre as condições para as candidaturas, aos desempregados licenciados inscritos nos centros de emprego que cumprem os requisitos de acesso. Estas sessões vão decorrer em Guimarães (no dia 3, às 11 horas, no auditório B1.10, no campus de Azurem da Universidade do Minho), em Barcelos (no dia 4, às 14 horas, na Junta de Freguesia de Arcozelo), em Famalicão (no dia 5, às 14 horas, na Escola D. Sancho I) e em Braga (no dia 7, às 9 horas e às 11 horas, no auditório A1, no campus de Gualtar da Universidade do Minho).

CORO DA UNIVERSIDADE DO MINHO REALIZA CONCERTO EM BRAGA

XV Vozes Sobre a Cidade. Concerto de final de ano letivo

O Coro Académico da Universidade do Minho realizará, no próximo dia 8 de julho (sábado), o XV Vozes Sobre a Cidade.

cartazXV_VSC.png

O concerto terá lugar nos Escadório do Bom Jesus, em Braga, pelas 21h30. A décima quinta edição do Vozes Sobre a Cidade contará com o lançamento online do álbum “Na promessa de uma canção”, um disco que surge por ocasião da comemoração dos 10 anos de direção coral do maestro Rui Paulo Teixeira, e que visa marcar uma identidade musical que tem vindo a ganhar forma no CAUM.

Haverá ainda espaço para a apresentação do projeto solidário Prometeu, desenvolvido ao longo do presente ano letivo, que se concretizará entre 13 e 26 de julho, na Ilha de Santiago, em Cabo Verde.

A entrada é livre e gratuita.

XV Vozes Sobre a Cidade: 8 de julho | 21H30 | Escadórios do Bom Jesus

JOVENS BRACARENSES DEBATEM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Orçamento ‘Tu Decides!’ incentiva participação cívica dos jovens. Submissão de propostas entre os dias 1 de Julho e 31 de Agosto

O Município de Braga promove, pelo terceiro ano consecutivo, o Orçamento ‘Tu Decides!’, uma iniciativa que se assume como um dos principais meios da participação cívica dos mais jovens na construção da sua Cidade.

CMB05112014SERGIOFREITAS0000089 (1).jpg

Com a colaboração com o Conselho Municipal de Juventude, o Orçamento ‘Tu Decides!’ é dirigido aos jovens residentes, estudantes, ou trabalhadores do Concelho de Braga, com idades compreendidas entre os 14 e os 35 anos de idade. Trata-se de um processo de carácter participativo que permite que os Jovens coloquem à votação dos seus pares, projectos que incentivem uma participação activa para o desenvolvimento do Concelho.

Para o ano de 2018, o Orçamento “Tu Decides!” contempla uma verba 75 mil euros. Cada proposta não deverá ultrapassar um valor de realização global de 25 mil euros e deverá abranger uma das seguintes áreas temáticas: educação e formação; emprego e empreendedorismo; desporto, saúde e bem-estar; participação cívica; voluntariado e inclusão social; diálogo intergeracional; cultura e criatividade.

O período de inscrições e entrega de propostas decorre de 1 de Julho a 31 de Agosto, seguindo-se a análise técnica e avaliação das propostas apresentadas. Os projectos vencedores será conhecidos após o período de exposição e votação, que irá decorrer entre 3 e 21 de Outubro.

As propostas deverão ser entregues em formato digital, através do endereço electrónico tudecides@cm-braga.pt ou, presencialmente, no Balcão Único da Câmara Municipal de Braga.

O Orçamento “Tu Decides!” pretende aproximar os jovens dos órgãos de decisão autárquicos, promovendo uma maior aproximação das políticas públicas às necessidades e objectivos dos jovens, mas também promover o exercício de uma cidadania activa e participada junto dos jovens, o seu desenvolvimento pessoal e social, fomentando a educação para a cidadania e o diálogo entre os jovens e os órgãos de poder local.

O regulamento do Orçamento ‘Tu Decides!’ pode ser consultado através do link https://goo.gl/HvC3mG

TU DECIDES 2017.jpg

CIM DO CÁVADO PROMOVE SESSÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE SI2E

Linha de financiamento estimula pequenos negócios na região do Cávado

A CIM do Cávado encerrou esta Sexta-feira, dia 30 de Junho, em Braga, um conjunto de sessões de esclarecimentos sobre o Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E), uma linha de financiamento que visa apoiar o empreendedorismo e emprego nas regiões de baixa densidade ou em territórios com elevado índice de desemprego.

CMB30062017SERGIOFREITAS0000007997.jpg

Na sessão, que teve lugar no Museu D. Diogo de Sousa, o presidente da CIM do Cávado, Ricardo Rio, referiu que este é mais um programa de apoio que está à disposição do tecido económico da Região. “Recentemente apresentámos o projecto ‘UP Cávado’, e agora temos ao dispor das micro e pequenas empresas um instrumento com taxas de incentivo que podem ir até 60% e que contemplam a grande generalidade de sectores de actividade e uma vasta gama de tipologias de despesa de investimento”, explicou Ricardo Rio, assinalando que o SI2E será gerido pela CIM do Cávado e pela ATAHCA.

Para o Autarca Bracarense, este é mais um “desafio que a CIM do Cávado abraça de forma responsável e que reforça a colaboração com as estruturas representativas do tecido económico da Região”.

Assente numa lógica de estimular pequenos negócios, o SI2E prevê a aplicação de fundos da União Europeia para a criação de micro e pequenas empresas ou a sua expansão/modernização.

Nesta linha, os investimentos até 100 mil euros serão geridos no território do Cávado pela ATAHCA, Grupos de Ação Local (GAL), responsáveis pela dinamização das Estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC). Os investimentos entre 100 e 235 mil euros são geridos pelos responsáveis pela CIM Cávado, entidade responsável dinamização dos Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT).

De referir que as sessões de esclarecimento decorreram nos seis municípios do território da NUT III Cávado: Vila Verde, Terras de Bouro, em Amares, Barcelos, Esposende e Braga.

CMB30062017SERGIOFREITAS0000008000.jpg

CAMINHADA CONDICIONA TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos à normal circulação de trânsito e estacionamento

O Município de Braga informa que, devido à realização da Corrida e Caminhada CNX RUN 17”, haverá condicionamentos à normal circulação de trânsito e de estacionamento nos dias 1 e 2 de Julho em diversas artérias da Cidade.

Trânsito (1).jpg

Assim, entre as 14H00 do dia 1 de Julho (Sábado) e as 15H00 do dia 2 (Domingo), é proibido o estacionamento automóvel na Rua Andrade Corvo, entre o Campo das Horas e o acesso à Praça Padre Diamantino Martins.

No Domingo, dia 2 de Julho, entre as 10H00 e as 13H00, é proibido o trânsito automóvel nos seguintes arruamentos: Avenida São Miguel o Anjo, Rua D. Paio Mendes, Rua D. Gonçalo Pereira, Largo de S. Tiago, Rua do Anjo, Rua D. Afonso Henriques, Rua do Sardoal, Rua de Guadalupe, Praça Mouzinho de Albuquerque, Rua de 5. Gonçalo, arruamento norte da Avenida Central, Rua D. Frei Caetano Brandão, Largo Paulo Orósio; Rua dos Bombeiros Voluntários, Rua Damião de Góis. Rua Pedro Magalhães Gondavo, Rua Comendador Santos da Cunha e Rua do Caires;

Ainda no Domingo, dia 2 de Julho, entre as 10H00 e as 13H00, o trânsito automóvel é condicionado nos seguintes arruamentos: Rua das Oliveiras, Rua de Camões, Rua de Santa Margarida, Largo Senhora-a-Branca, Rua de São Vitor. Rua D, pedro V, Avenida Padre Júlio Fragata, Avenida João Paulo II, Rua da Fábrica, Rua da Ponte Pedrinha, Rua Dr. Felicíssimo Campos, Rua Madre Deus, Rua Padre Cruz, Rua Direita, Rua da Cruz de Pedra, Rua Cardoso Avelino e Largo da Estação.

RICARDO RIO CANDIDATA-SE À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BRAGA

A Coligação Juntos Por Braga procede no próximo sábado, dia 1 de julho, às 16h30, no Theatro Circo, à apresentação à comunicação social da candidatura de Ricardo Rio à Câmara Municipal de Braga.

Nesta sessão irá intervir o Mandatário da Juventude, Carlos Videira, a Mandatária Política, Isabel Silva, bem como o Presidente da Comissão de Honra, Francisco Carvalho Guerra. A Presidente da Assembleia Municipal, Hortense Santos, e novamente candidata ao mesmo cargo, irá também intervir nesta sessão. Ricardo Rio será o último a discursar.

Durante o evento será apresentado o hino da candidatura, protagonizado por Hugo Torres, tendo também lugar um momento musical protagonizado pelo bracarense Daniel Pereira "Cristo".

BRAGA INAUGURA EXPOSIÇÃO "SETE CASTELOS - D. RODRIGO DE MOURA TELES: VIDA E OBRA"

Os Sete Castelos. D. Rodrigo de Moura Teles: Vida e Obra

O Museu Pio XII, em parceria com o Tesouro-Museu da Sé de Braga e o Instituto de História e Arte Cristãs, levam a efeito a inauguração da exposição Sete Castelos – D. Rodrigo de Moura Teles: Vida e Obra, que terá lugar a 6 de Julho, às 18 horas, no Museu Pio XII.

image001 (5).jpg

Procurando mostrar de forma particular o património móvel e bibliográfico que D. Rodrigo de Moura Teles legou à Igreja de Braga e a instituições particulares às quais esteve ligado durante a sua prelatura, a exposição Sete Castelos – D. Rodrigo de Moura Teles: Vida e Obra divide-se em dois núcleos: um núcleo expositivo no Museu Pio XII, com peças associadas ao contacto que o arcebispo D. Rodrigo de Moura manteve com as mais diversas instituições bracarenses; e outro núcleo integrado na exposição permanente do Tesouro-Museu da Sé de Braga, que reúne algumas das suas peças mais emblemáticas, como o são os sapatos litúrgicos. 

O Museu Pio XII acolherá esta exposição de 6 de Julho a 29 de Outubro. Poderá ser visitada de Terça-feira a Domingo, no período da manhã entre as 09,30 horas e as 12,30 horas, e no período da tarde das 14,30 horas e as 18,00 horas.

JOVENS BRACARENSES LEVAM ARTE URBANA ÀS FREGUESIAS

Projeto Urban Youth, do Pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Famalicão, em Requião e Jesufrei 

A arte urbana chegou às freguesias de Requião e Jesufrei e tem a assinatura de jovens famalicenses. O Urban Youth, projeto de intervenção artística com recurso a técnicas como o grafite e a azulejaria, desenvolvido pelo Pelouro da Juventude da Câmara de Famalicão, em parceria com o centro artístico A Casa ao Lado, concluiu recentemente a sua segunda edição. O local escolhido foi o polidesportivo de Requião, depois de uma primeira experiência na cidade, no Parque de Sinçães, com a elogiada ilustração de escritores famalicenses.

Urban Youth_1.jpg

As imagens ilustradas nos muros do polidesportivo de Requião retratam uma lenda antiga da freguesia, segundo a qual dois jovens primos provenientes de famílias abastadas de Requião cresceram juntos e se apaixonaram. Certo dia, num passeio a cavalo, o jovem perdeu o rubi que lhe havia sido oferecido em criança por um velho do Oriente. E a história feliz transformou-se numa tragédia de doença, morte e saudade.

Esta segunda edição do Urban Youth envolveu doze participantes. Entretanto, está já no terreno a terceira edição, em Jesufrei e com o mesmo número de jovens, que culminará em julho. O mural a ser realizado nesta freguesia tem como base o Arcanjo S. Miguel, que é o arcanjo protetor da localidade, pelo que a intervenção artística irá ilustrá-lo a proteger a povoação.

Urban Youth_2.jpg

Urban Youth_3.jpg

ESCOLA DE EDUCAÇÃO RODOVIÁRIA DE BRAGA ENSINA CRIANÇAS A PEDALAR

Em Julho a actividade realiza-se, excepcionalmente, no segundo Sábado do mês

A Escola de Educação Rodoviária de Braga volta a abrir portas ao público para dar a possibilidade a todas as crianças de aprender a andar de bicicleta ou a melhorar a sua performance.

pedalar.jpg

Em Julho, excepcionalmente, a iniciativa 'A pedalar estamos a exercitar!' realiza-se no segundo sábado do mês, dia 8 de Julho. Nos meses seguintes voltará a realizar-se no primeiro sábado do mês.

Esta é uma actividade promovida em colaboração com a Associação de Cicloturismo que dá a todas as crianças a oportunidade de aprenderem a andar de bicicleta ou a melhorarem a sua performance.

A acção, dirigida a crianças a partir dos 5 anos, decorre entre as 15h00 e as 17h30.

Traz a tua bicicleta para treinares melhor! Se não tiveres, a Escola de Educação Rodoviária empresta as bicicletas até ao máximo de 25 participantes por sessão. Para tal, deves vir acompanhado por um adulto.

Ao dispor estarão monitores experientes e disponíveis para orientar e apoiar as crianças durante toda a actividade. A participação é gratuita!

Mais informações sobre a actividade podem ser obtidas em escolarodoviariabraga@gmail.com ou pelo telefone 253 624 272.

Participe!

MUNICÍPIO BRACARENSE CEDE INSTALAÇÕES AOS "BRAVOS DA BOA LUZ"

Município de Braga cede espaço para instalação da sede da associação ´Os Bravos da Boa Luz´. Prédio cedido provisoriamente localiza-se na Avenida S. Miguel-o-Anjo

O Município de Braga e a Associação Cultural e Recreativa ‘Os Bravos da Boa Luz’ assinaram um protocolo com vista à cedência provisória de um prédio na Avenida S. Miguel-o-Anjo, propriedade da Câmara Municipal, para instalação da sede da associação.

CMB28062017SERGIOFREITAS0000007979.jpg

A cedência, a título gratuito, permitirá à associação, com mais de 120 associados, manter as suas actividades culturais, recreativas e desportivas que visam manter e dar continuidade às tradições dos moradores da zona do Campo das Hortas, Largo da Boa Luz, Rua da Cruz de Pedra, Rua Visconde Pindela e área envolvente das freguesias da Sé e de Maximinos.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o trabalho desenvolvido por esta colectividade é fundamental para reforçar o espírito de comunidade e os laços de amizade entre a população da União de Freguesias. “O Município reconhece o valor das iniciativas que organizam e cumprem um papel importante para a coesão desta população e até para a animação da Cidade, pelo que não poderíamos deixar de apoiar a associação neste momento em que necessitam de um espaço para continuar a desenvolver as suas actividades”, disse.

CMB28062017SERGIOFREITAS0000007980.jpg

Como explicou José do Egipto Silva, presidente ´Os Bravos da Boa Luz’, a associação foi obrigada a abandonar o prédio onde estava instalada a sua sede, situação que poderia pôr em causa a continuidade da actividade da colectividade. “Recorremos à Câmara Municipal e encontramos uma solução que vai perfeitamente ao encontro das nossas necessidades”, afirmou, sublinhando igualmente o apoio que a associação tem recebido da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade.

CMB28062017SERGIOFREITAS0000007983.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA ESCLARECE INTERVENÇÃO EM SANTA EULÁLIA DE TENÕES

COMUNICADO

Relativamente à intervenção em curso de arranjo urbanístico do adro da igreja Paroquial de Santa Eulália de Tenões e de requalificação da Capela Mortuária, da responsabilidade da União de Freguesias de Nogueiró e Tenões, com apoio financeiro da Câmara Municipal de Braga, vem por este meio o Município de Braga esclarecer que o projecto da mesma não preconizava qualquer impacto na vertente de salvaguarda do património em questão.

Tendo o Município de Braga e a DRCN - Direcção Regional de Cultura do Norte sido alertados para desconformidades existentes na execução da obra que não haviam merecido a aprovação destas entidades, solicitaram ao respectivo promotor a reposição da legalidade, mediante projecto a ser validado pela DRCN, o qual se encontra em vias de ser submetido.

O Município de Braga entende que deve ter-se como prioridade a Salvaguarda do imóvel classificado, pelo que se mantém em directa articulação com a DRCN e a União de Freguesias a agilizar todos os procedimentos necessários à reposição integral das intervenções verificadas no terreno, exigindo-se o cumprimento de todos os preceitos legais necessários e obrigatórios.

BRAGA ACOLHE TORNEIO DE ENCERRAMENTO DE BOCCIA SÉNIOR

Torneio de encerramento Boccia Sénior assinala o término de mais uma época desportiva

As actividades programadas pelo Programa Boccia Sénior Braga para a época 2016/2017 terminam amanhã, Quinta-feira, dia 29 de Junho, com a realização do Torneio de Encerramento de Boccia Sénior.

Torneio Encerramento.jpg

O evento decorrerá, durante todo o dia, no Pavilhão Desportivo da Escola Secundária Carlos Amarante, contando com a participação de cerca de 360 participantes, provenientes de várias entidades com adesão formal ao Programa - Instituições de apoio à 3ª Idade e Juntas / Uniões de Freguesia.

À semelhança de eventos desportivos realizados anteriormente, o Torneio permitirá reunir uma série de entusiastas da modalidade que, após mais um ano de treinos e consequente aperfeiçoamento, se encontrarão para jogar, competir e confraternizar.

Estes momentos são extremamente motivadores e desafiantes para os participantes. Os atletas do Programa Boccia Sénior aproveitam este tipo de iniciativas para se por à prova, exibir competências adquiridas, superar dificuldades, comemorar conquistas e, acima de tudo, tirar o máximo prazer do jogo e da competição.

O Torneio cumprirá também o caracter social do Programa Boccia Sénior, uma vez que dará espaço para participantes provenientes de diferentes entidades conviverem e socializarem, unidos pelo gosto pela modalidade. O evento é aberto ao público em geral.

FEIRA DO LIVRO DE BRAGA APOSTA EM PROGRAMA CULTURAL DE EXCELÊNCIA

De 30 de Junho a 16 de Julho, na Avenida Central

Álvaro Laborinho Lúcio, Carlos Fiolhais, Dulce Maria Cardoso, Francisco José Viegas e Mário Cláudio são alguns dos autores que vão passar pela 26.ª edição da Feira do Livro de Braga, que terá lugar de 30 de Junho a 16 de Julho em plena Avenida Central. A inauguração vai contar com a presença do Ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

CMB27062017SERGIOFREITAS0000007969.jpg

Com uma programação eclética, pensada para públicos de várias idades e gostos, a Feira do Livro é organizada pela Câmara Municipal de Braga e pela InvestBraga, com produção executiva a cargo da ‘Booktailors’, com o apoio do grupo dst e da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

Este ano, a Feira do Livro tem como linha orientadora o Futuro, que se reflecte na exposição de ilustrações criadas por Pedro Vieira exclusivamente para este certame, mas também nas citações de pensadores e autores nacionais e estrangeiros que foram inscritas nas passadeiras para peões da Cidade.

Serão 17 dias de Cultura, com uma programação de mais de 150 horas, onde se destacam as apresentações de livros, as tertúlias, as exposições e os concertos. “Esta Feira do Livro não é um evento para Braga, é um evento para toda a Região, que se diferencia não apenas pela qualidade dos autores, mas também pelo programa que proporcionará momentos únicos para o público de todas as idades e gostos”, referiu Humberto Carlos, administrador da InvestBraga, durante a apresentação do certame, realizada hoje, 27 de Junho, na Casa dos Crivos.

Para Lídia Dias, vereadora da Cultura, a Feira do Livro de Braga “procura criar na Cidade um movimento de contínua fruição cultural de excelência que permita ao público conhecer autores de relevância no panorama nacional, de estar em contacto com as livrarias locais e de assistir a um vasto conjunto de concertos e exposições que, de outra forma, não teria acesso”.

A vereadora da Cultura destacou igualmente a aposta na programação infanto-juvenil com a qual se pretende captar cada vez mais público. Sessões de cinema, oficinas, horas do conto, teatro e um acampamento no Museu dos Biscainhos são algumas das propostas que a Feira do Livro possui para os mais novos.

50 pavilhões na Avenida Central

Apesar dos expositores se concentrarem na Avenida Central, num total de 50 pavilhões, os eventos que fazem parte do programa decorrem um pouco por toda a Cidade e incluem, para além da literatura, música, exposições de ilustrações, debates, actividades para os mais novos e muito mais.

Os livros ‘Hoje Estarás Comigo no Paraíso’, de Bruno Vieira Amaral, ‘Demasiado mar para Tantas Dúvidas’, de Miguel Miranda, e ‘O Deslumbre de Cecília Fluss’, de João Tordo, serão apresentados nesta Feira do Livro, que integra também entrevistas de vida aos autores Fernando Dacosta, João de Melo e Mário Cláudio, e masterclasses dirigidas por Afonso Cruz, Carlos Fiolhais e Miguel Real.

Do programa fazem ainda parte mesas de debate: o lugar da memória na literatura, a escrita para o grande público, a saúde na não-ficção e a ligação da escrita com a televisão são os temas que serão debatidos por João Gobern, Karla Suárez, Maria João Lopo de Carvalho, Mário Augusto e Tiago Rebelo, entre outros.

A Feira do Livro inclui ainda na programação concertos de jazz e uma série de conversas/concerto intituladas «Conta-me Histórias», com músicos como Carlos Alberto Moniz, Carlos Tê, Lúcia Moniz e Luís Represas.

No dia 30 de Junho, pelas 18h00, a inauguração e a visita oficial vão contar com a presença de Luís Filipe Castro Mendes, ministro da Cultura. Ainda no mesmo dia, será entregue, no Theatro Circo, o XXII Grande Prémio de Literatura dst. ‘Astronomia’, romance de Mário Cláudio, foi a obra escolhida, por unanimidade, pelo júri, composto pelo investigador Vítor Aguiar e Silva, pelo presidente da Associação Portuguesa de Escritores, José Manuel Mendes, e por Carlos Mendes de Sousa, professor da Universidade do Minho. O romance relata, em registo autobiográfico, as diferentes fases da vida do autor - infância, maturidade e velhice.

A par da entrega do prémio, a gala terá momentos de bailado proporcionados pelo Estúdio Helena Mendonça, a leitura de excertos da obra vencedora pela Companhia de Theatro de Braga e um concerto com Linda Martini.

Mimarte traz nove peças à Cidade

Os primeiros dias da Feira do Livro vão coincidir com mais uma edição do Mimarte – Festival de Teatro de Braga. Segundo Lídia Lidas, o Mimarte vai proporcionar nove peças de companhias de teatro conceituadas, como são a Art’Imagem, o Teatro das Beiras, o Circolando ou o Teatro de Montemuro.

Sete dos espectáculos terão como palco o Rossio da Sé e duas no Theatro Circo.

CMB27062017SERGIOFREITAS0000007970.jpg

TORNEIO INTERNACIONAL DE FUTEBOL FOREST REALIZA-SE EM ESPOSENDE

SC Braga bate Nottingham Forest e vence Esposende Cup 2017

Decorreu de 22 a 25 junho, em Esposende, o Torneio Internacional de Futebol Esposende Cup. Esta iniciativa, da responsabilidade da Câmara Municipal de Esposende, em parceria com a CA Events, mobilizou 100 equipas representando 50 clubes/academias, oriundas de seis países e foi disputada por mais de 2000 atletas.

_DSC1582-001.JPG

A competição foi disputada nos escalões de Traquinas, Benjamins, Infantis e Iniciados e decorreu em cinco estádios do concelho, designadamente Centro Desportivo do CF Fão, Estádio Padre Avelino Peres Filipe, Marinhas, Estádio Padre Sá Pereira, em Esposende, Estádio Horácio Queirós, em Forjães, e Estádio de Vila Chã.

Em termos classificativos, no Escalão de Iniciados, o SC Braga venceu a equipa Inglesa do Nottingham Forest por 2-1, tendo a equipa GD Pescadores Costa da Caparica ficado em terceiro lugar.

IMG_1633.jpg

Já no Escalão de Infantis, a final foi disputada entre as equipas do CC Taipas e Brighton Hove Albion FC, tendo a equipa das Taipas vencido a equipa Inglesa por 3-2. Neste escalão a equipa do FC Marinhas, classificou-se em terceiro lugar.

No escalão de Benjamins, a equipa do FC Porto venceu o Rio Ave por 3-2, através da marcação de grandes penalidades e após um empate a duas bolas, durante o tempo regulamentar. Em terceiro lugar classificou-se a equipa do Fiães SC.

No escalão de Traquinas, o vencedor foi a equipa do Vitória SC, após ter derrotado na final o Fiães Sc por 7-0, sendo que, a Academia Sporting Póvoa de Varzim ficou em terceiro lugar.

A final da competição contou com a presença, entre outras individualidades, do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, do Presidente da Associação de Futebol de Braga, Manuel Machado, do Diretor da Federação Portuguesa de Futebol, Carlos Coutada, do Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e da Juventude, Vítor Dias, de Pedro Neto, padrinho do evento e jogador do SC Braga, e do Campeão Olímpico de Canoagem João Ribeiro.

A animação da cerimónia de encerramento esteve a cargo da Academia de Dança Praxis e do músico Esposendense Nuno Casais.

IMG_1633-001.jpg

BRAGA PROMOVE INCLUSÃO DA COMUNIDADE CIGANA

‘(Re)Escrever o Nosso Bairro’ promove a integração das comunidades de etnia cigana

Projecto de inclusão social traz ‘nova vida’ aos bairros sociais do Concelho

‘(Re)Escrever o Nosso Bairro’ é um projecto que vai trazer uma nova vida aos Bairros de Santa Tecla, Picoto e Enguardas, através de um conjunto de iniciativas e programas inovadores que visam a inclusão social das comunidades de etnia cigana. O projecto, com uma calendarização de três anos, apresenta-se como um complemento às obras de reabilitação física de todo o edificado já anunciadas pelo Município de Braga, assumindo um papel crucial na inclusão de toda a comunidade residente e potenciando a sua ligação à Cidade.

CMB27062017SERGIOFREITAS0000007956.jpg

“Este projecto vai contar uma história diferente daquela que tem sido transmitida pelos bairros sociais à comunidade Bracarense. Foram bairros que se foram degradando não apenas no plano físico, mas também do ponto de vista das condições sociais e humanas. Nesse sentido, este projecto vem conferir mais dignidade a quem ali reside, trazendo todas as condições que, infelizmente, não tiveram ao longo dos últimos anos”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação do projecto que decorreu esta Terça-feira, 27 de Junho, no edifício gnration.

A diversidade, o multiculturalismo e a integração, são elementos fundamentais que estão na base deste projecto desenvolvido em colaboração com diversas entidades e que complementa a visão que o Município tem para os bairros sociais do Concelho.

CMB27062017SERGIOFREITAS0000007957.jpg

“Este projecto vem trazer uma dimensão crucial para consolidar todas as intervenções que forem efectuadas. A juntar à componente da reabilitação física, temos agora a dimensão de integração dos próprios bairros na comunidade, a valorização das populações residentes e a sua consciencialização para zelar pelo espaço", explicou o Autarca, sublinhando a integração social, a componente de expressão artística e animação territorial, assim como a vertente pedagógica e de apoio ao empreendedorismo que este projecto apresenta.

Na implementação deste projecto, liderado pelo Município de Braga, está um conjunto de parceiros como a Bragahabit, a Associação Famílias, a Cruz Vermelha Portuguesa e a Fundação Bomfim que, em conjunto, vão trabalhar na execução das diversas actividades.

CMB27062017SERGIOFREITAS0000007959.jpg

Ao longo de três anos, ‘(Re)Escrever o Nosso Bairro’ vai desenvolver oito propostas integradoras para uma inclusão activa, como:

‘Transcrever’ – um conjunto de seis iniciativas artísticas que darão lugar a uma exposição colectiva, a um fórum de debates e à publicação de um livro; ‘Quem tem Medo?’ – a primeira parte desta acção assenta numa peça de teatro que terá lugar já amanhã, dia 28 de Junho, pelas 21h30 no Theatro Circo. Ao longo do próximo triénio serão desenvolvidas três oficinas contemplando a dança, a música e o teatro, elementos absolutamente estruturantes e identitários desta cultura; ‘Oficina Comunitária - irá criar um espaço para animação cultural, geradoras de dinâmicas sociais, nas Enguardas; ‘Coro e Ensemble Instrumental’ – composto por cerca de 30 elementos da população infantil e juvenil residente no bairro de Santa Tecla; ‘Capacitação de Lideranças Locais’ – visa dotar as comunidades de mediadores locais capacitar mediadores e líderes locais ao nível da dinamização de processos de inclusão inteligente; ‘Contos do Bairro’ – elaboração e ilustração de um livro infantil para ser distribuído pelas escolas do ensino básico do Concelho; ‘(+)Próximo: Percursos para a Empregabilidade’ – uma iniciativa que potencia a empregabilidade e a integração socioprofissional através da criação de um serviço de proximidade (posto de atendimento móvel) que sirva os três bairros sociais; ‘Grupo Activo de Jovens’ – irá levar à constituição de um grupo de jovens entre os 16 e os 30 anos de idade, de etnia cigana, que irão interagir com outros jovens de etnia cigana com experiência em projectos de intervenção e outras iniciativas semelhantes de outras cidades.

Segundo Cristina Palhares, responsável pelo projecto, “este é um trabalho que vai ao encontro das grandes preocupações sociais quando se fala de regeneração, nomeadamente, no edificado social, uma vez que propicia uma efectiva inclusão das comunidades residentes, através de acções que promovem o sentido de identidade e de pertença e permitem uma reconstrução com os residentes e não apenas para os residentes”, explicou.

Por seu turno, Vitor Esperança, administrador da BragaHabit, referiu que este projecto “vai ao encontro das pretensões da empresa municipal e complementa as intervenções já delineadas, juntando a vertente social à reabilitação física do edificado”.

CMB27062017SERGIOFREITAS0000007960.jpg

FEIRA DO LIVRO REGRESSA A BRAGA

De 30 de junho a 16 de julho

Álvaro Laborinho Lúcio, Carlos Fiolhais, Dulce Maria Cardoso, Francisco José Viegas e Mário Cláudio são alguns dos autores que vão passar pela 26.ª edição da Feira do Livro de Braga, que se realiza de 30 de junho a 16 de julho. A inauguração e a visita oficial vão contar com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

Feira do Livro.jpg

Com uma programação diversificada e eclética, pensada para públicos de várias idades e gostos, a Feira do Livro é organizada pela Câmara Municipal de Braga e pela InvestBraga, com produção executiva a cargo da Booktailors e com o apoio do grupo dst.

Apesar dos expositores se concentrarem na avenida Central de Braga, num total de 50 pavilhões, os eventos que fazem parte do programa decorrem um pouco por toda a cidade e incluem, para além da literatura, música, exposições de ilustrações, debates, atividades para os mais novos e muito mais.

Este ano, a Feira do Livro de Braga tem como linha orientadora o Futuro, que se reflete na exposição de ilustrações criadas por Pedro Vieira exclusivamente para este certame, mas também nas citações de pensadores e autores nacionais e estrangeiros que foram inscritas nas passadeiras para peões da cidade.

Os livros Hoje Estarás Comigo no Paraíso, de Bruno Vieira Amaral, Demasiado mar para Tantas Dúvidas, de Miguel Miranda, e O Deslumbre de Cecília Fluss, de João Tordo, serão apresentados nesta edição do evento, que integra também entrevistas de vida aos autores Fernando Dacosta, João de Melo e Mário Cláudio, e masterclasses dirigidas por Afonso Cruz, Carlos Fiolhais e Miguel Real.

Do programa fazem ainda parte mesas de debate: o lugar da memória na literatura, a escrita para o grande público, a saúde na não-ficção e a ligação da escrita com a televisão são os temas que serão debatidos por João Gobern, Karla Suárez, Maria João Lopo de Carvalho, Mário Augusto e Tiago Rebelo, entre outros.

No dia 30 de junho, pelas 18:00, a inauguração e a visita oficial vão contar com a presença de Luís Filipe Castro Mendes, ministro da Cultura. Ainda no mesmo dia, será entregue, no Theatro Circo, o XXII Grande Prémio de Literatura dst. Astronomia, romance de Mário Cláudio, foi a obra escolhida, por unanimidade, pelo júri, composto pelo investigador Vítor Aguiar e Silva, pelo presidente da Associação Portuguesa de Escritores, José Manuel Mendes, e por Carlos Mendes de Sousa, professor da Universidade do Minho. O romance relata, em registo autobiográfico, as diferentes fases da vida do autor - infância, maturidade e velhice.

A Feira do Livro inclui ainda na programação concertos de jazz e uma série de conversas/concerto intituladas «Conta-me Histórias», com músicos como Carlos Alberto Moniz, Carlos Tê, Lúcia Moniz e Luís Represas.

BRAGA PROMOVE PROJECTO DE INCLUSÃO DAS COMUNIDADES CIGANAS

Apresentação do Projecto ‘(Re)Escrever o Nosso Bairro’, amanhã, Terça-feira, dia 27 de Junho, pelas 10h30, no gnration, Braga

O Município de Braga apresenta o projecto ‘(Re)Escrever o Nosso Bairro’, amanhã, Terça-feira, dia 27 de Junho, pelas 10h30, no edifício gnration, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

Desenvolvido pelo Município, o projecto tem uma calendarização de três anos e visa a consolidação de um conjunto de acções, com diversos parceiros, nos Bairros de Santa Tecla, Picoto e Enguardas. Trata-se de um projecto de inclusão das comunidades de etnia cigana com o intuito de valorizar a sua identidade e modos de vida.

O projecto ‘(Re)Escrever o Nosso Bairro’ pretende dar uma nova vida aos Bairros sociais, através de actividades com os residentes e de programas inovadores de experimentação social e animação territorial, pedagógica e artística, que incitem o empreendedorismo, emprego e integração dessas comunidades.

ALMIR CHIARATTI ATUA EM BRAGA

Depois de meses a explorar a obra e a antecipar a visita a Portugal, é por fim chegada a altura de recebermos Almir Chiaratti de braços abertos! O autor de “É o Fim” dará início à sua digressão lusitana a 7 de Julho com um showcase na FNAC Alfragide e um segundo no dia seguinte na FNAC Vasco da Gama. A 12 de Julho apresenta-se ao vivo no B.leza, seguindo depois rumo a Braga para um concerto no Espaço TOCA.

Almir_Flyer Tour Portugal (1) (2).png

Na bagagem o músico do Rio de Janeiro trará as canções de “Bastidores do Sorriso”, mas também do seu sucessor ainda sem título, do qual já foi extraído o intrigante “Triz”. Mais datas serão anunciadas brevemente.

Almir Chiaratti é um cantor, compositor e multi-instrumentista radicado no Rio de Janeiro nascido no distinto ano de 1988 no Rio Grande do Sul. Desde que se conhece que a música faz parte da sua vida, tendo crescido ao som dos clássicos do rock da década de 70 e do movimento cultural brasileiro que ficou para sempre conhecido como Tropicália.

A sua estreia no exigente mundo da música deu-se em 2015, quando editou o álbum “Bastidores do Sorriso”. Com influências da Música Popular Brasileira (MPB), mas também do rock psicadélico tão característico dos Mutantes, este trabalho registou a sua entrada no mundo adulto e os desafios, dúvidas, problemas e escolhas inerentes a esta fase tão importante da nossa existência.

Em parceria com o cineasta Pedro Freitas concebeu, realizou e filmou o videoclip do primeiro single do disco, “Teu Caminho”. Posteriormente participou em inúmeros festivais e competições, brasileiras e internacionais, tendo inclusivamente vencido o prémio de Melhor Videoclip Internacional no Urban Media Makers Film Festival, em Atlanta (EUA) e sendo escolhido como Melhor Videoclip pelo site DailyMotion no festival Rio Web Fest. Nota ainda para a presença do disco na lista Melhores Discos Brasileiros de 2015, do reputado site brasileiro Tenho Mais Discos Que Amigos.

Almir define este seu primeiro registo discográfico, onde as referências e influências musicais pululam de tema em tema, de forma simples: “As canções transitam por esses sentimentos, por trás do sorriso que envergamos para tocar a vida todos os dias. Acho que isso fica claro no título do disco: o que se passa nos bastidores do sorriso, nos bastidores da dor? Há músicas mais intimistas com temas existencialistas. Mas também há temas sobre amor, seja ele correspondido ou não. Tudo isto se encontra embebido em poesia, ironia e algumas gotas de sarcasmo.”

Almir Chiaratti pode ter a profundidade dos grandes músicos de outrora mas tem na alma a modernidade do presente. Conhecedor da capacidade agregadora da internet, e das comunidades online, recorreu a uma campanha de financiamento colectivo. O objectivo foi alcançado e assim aconteceu o concerto de lançamento do álbum. Seis meses depois Almir surpreende tudo e todos e graças a uma parceria com Luiz Felipe Netto e Luiz Tornaghi é lançado digitalmente o EP “Bastidores ao Vivo”. Este registo sonoro do concerto de apresentação foi mixado por Netto e masterizado por Tornaghi, dando origem a um produto final arrebatador. Este álbum conheceria ainda um segundo single, “Navegantes de Noé”, também ele com direito a videoclip, neste caso realizado pelo próprio em parceria com a Jaé Filmes

Mas o percurso artístico de Almir não se fica por aqui! Aventurou-se na função de produtor ao acompanhar todo o processo do EP de estreia do cantor, e compositor, Diego Marques, com

 quem já havia trabalhado anteriormente. E passou também pelos palcos, ao assinar a produção do musical do espectáculo de dança “Cheiro de Manga”, em parceria com a bailarina Laura de Castro, composto por Eduardo Rezende.

A recta final de 2016, e a conturbada realidade política do Brasil, motivou e influenciou Almir, surgindo assim o tema “Terceiro Turno” (com a participação de Felipe Pacheco da banda Baleia, no violino, e do regente Vitor Damiani). A produção daquele que será o seu segundo trabalho de originais está a cargo de Eugenio Dale (reputado profissional que trabalhou anteriormente com Ney Matogrosso e Sergio Mendes).

Para 2017 aguardam-no novos desafios e um caminho nunca antes percorrido: uma digressão em Portugal e a edição do sucessor de “Bastidores do Sorriso”.

SÃO JOÃO PÕE OS BRACARENSES A CORRER

4.ª Corrida de S. João. Domingo, dia 25 de Junho, pelas 10h00, na Avenida João Paulo II, em Braga

O Município de Braga promove a acompanhar a 4.ª Corrida de São João de Braga, que terá lugar no próximo Domingo, dia 25 de Junho, com início às 10h00, na Avenida João Paulo II, em Braga.

aaaaaajalberto.EDP-12.jpg

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e da Vereadora do Desporto, Sameiro Araújo.

Com partida e chegada na Avenida João Paulo II, o percurso de 12 quilómetros possibilita aos atletas conhecer a Cidade e o seu Centro Histórico. À semelhança das edições anteriores, irá decorrer uma caminhada com um trajecto de seis quilómetros.

Esta é uma prova que assume um cariz solidário ‘sem precedentes’ a nível nacional, uma vez que apenas em quatro edições a Corrida de São João de Braga já angariou 75 mil euros para ajudar as missões de diversas instituições de solidariedade social do Concelho.

BRAGA REALIZA PARADA FOLCLÓRICA

Domingo, 25 de Junho, pelas 15h00, entre o Largo da Devesa e a Avenida Central

O Município de Braga promove uma Parada Folclórica, que terá lugar no Domingo, 25 de Junho, a partir das 15h00, em Braga.

10509614_299584816868153_3766490965224105986_n

A Parada Folclórica, integra nas festividades de S. João, tem início no Largo da Devesa, passando pelo Largo de S. João da Ponte, Avenida da Liberdade, rua do Raio, Largo Carlos Amarante, rua de S. Marcos e Avenida Central.

A iniciativa vai reunir mais de duas dezenas de grupos folclóricos e etnográficos de Braga. O objectivo passa pela promoção e divulgação da etnografia local, particularmente dos trajes e costumes associados ao S. João.

MUNICÍPIO DE BRAGA PEDE PARA EVITAR LANÇAMENTO DE BALÕES DE S. JOÃO

Festas de S. João - Recomendação à População

Na sequência da publicação da Portaria nº 195/2017, de 22 de Junho, que estabelece a entrada em vigor do Período Critico de Incêndios Florestais, do dia 22 de Junho a 30 de Setembro (este período pode ser alterado devido a condições meteorológicas excepcionais), o Município de Braga, através da sua Divisão de Protecção Civil, vem por este meio informar que, além de outras medidas especiais de prevenção contra incêndios florestais, está interdito o lançamento de foguetes (foguetes com cana) e de Balões de mecha acesa (tradicionais de Balões de S. João).

A Divisão Municipal de Protecção Civil continuará a acompanhar permanentemente a situação, encontrando-se disponível para qualquer esclarecimento adicional através do número 253 264 077.

O Município reforça o apelo ao bom senso e compreensão de todos, uma vez que “A prevenção começa em cada um de nós!”

BRAGA PROMOVE TURISMO NA GALIZA E TRÁS-OS-MONTES

Braga promove activos turísticos em Ourense e Vila Real

Com o objectivo de reforçar a atractividade e a promoção da Cidade junto de mercados turísticos de proximidade, o Município de Braga participou nas Comemorações do Dia de Portugal, realizadas na cidade galega de Ourense, e na ExpoCidades do Eixo Atlântico, que decorreu em Vila Real.

oureeens (1).jpg

Considerando a atracção económica e turística que a Galiza e o Nordeste Transmontano focados, sobretudo, na captação de turismo de proximidade, Braga apostou na promoção de diversas iniciativas, desde logo das grandiosas Festas de S. João, do Mimarte, da Noite Branca ou da Braga Barroca, da intensa programação do Theatro Circo e do gnration. A gastronomia, o património, o comércio e o alojamento foram outros dos focos destas acções promocionais.

“O turismo de proximidade é um mercado que importa cuidar e incrementar para combater a sazonalidade e potenciar principalmente as estadias de fim-de-semana. Promover os nossos activos turísticos nestes mercados é uma das acções que temos vindo a desenvolver através de parcerias com agentes públicos e privados com o foco em aumentar a notoriedade e importância do destino Braga”, sustenta António Barroso, do Gabinete de Apoio à Presidência do Município.

oureeens (2).jpg

BRAGA PROMOVE HÁBITOS DE VIDA SAUDÁVEL

‘Escola Activa’ envolveu mais de 300 alunos de onze escolas de Braga

Decorreu ontem, 21 de Junho, no gnration, em Braga, a gala de entrega de prémios do Programa ‘Escola Activa!’. Nesta cerimónia foram distinguidos 50 alunos, com destaque para Martinho Borges, aluno da EB1 de Ruílhe, que recebeu o prémio ‘Capitão Saudável’.

Captain 100.jpg

O programa “Escola Ativa!”, que vai na sua terceira edição, enquadra-se no projecto ‘Captain Apple - The Healthiest Film Festival’, uma iniciativa da ALFACOOP - Cooperativa de Ensino, em parceria com o Município de Braga. O programa foi desenhado e implementado por um grupo de professores, nutricionistas, enfermeiros e médicos de Medicina Geral e Familiar, com o objectivo de promover a saúde e combater o excesso de peso e obesidade junto da população escolar do Concelho de Braga.

Neste âmbito, os alunos do 3.º ano foram desafiados pela equipa do “Escola Ativa!” a reflectir sobre hábitos de vida saudáveis, no sentido de se tornarem “capitães saudáveis” na escola e nas suas casas.

A actividade decorreu durante os meses de Maio e Junho e contou com a participação de 301 alunos e de 15 professores de onze escolas. A iniciativa contou ainda com a colaboração de 36 médicos que realizaram sessões de sensibilização nas escolas. A cada aluno foi entregue um “passaporte saudável”, no qual constava um conjunto de actividades práticas na escola, em casa e ao ar livre, relacionadas com a alimentação saudável e a prática de exercício físico.

Na cerimónia realizada no gnration, Sameiro Araújo, vereadora do Desporto e Juventude, destacou o impacto deste programa na qualidade de vida dos mais jovens. “As nossas crianças estão cada vez mais saudáveis e temos que felicitar não só os jovens, que acolhem os conselhos dos técnicos de saúde e professores, mas também os pais e todas as famílias que apoiam estas crianças. Sem dúvida que uma criança saudável é uma criança muito mais feliz”, referiu Sameiro Araújo.

captain102.jpg

captain105.jpg