Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GRUPO EXCURSIONISTA E RECREATIVO “OS AMIGOS DO MINHO” VAI SER DESALOJADO DA SUA SEDE NA RUA DO BEMFORMOSO

O Grupo Excursionista e Recreativo “Os Amigos do Minho” vai deixar a sua sede histórica, na rua do Bemformoso, junto ao Largo do Intendente.

Constituído em 8 de dezembro de 1950, o Grupo Excursionista e Recreativo “Os Amigos do Minho” é uma das mais antigas associações criadas por minhotos em Lisboa. Ao longo de mais de meio século de existência, usufruiu de magníficas instalações ocupando por completo um prédio de três pisos, incluindo magnífico terraço com uma frondosa vinha morangueira.

10151227_977410105607207_803196765865249549_n

Porém, a sua proximidade em relação ao Largo do Intendente, durante muito tempo considerado uma das áreas mais críticas da capital lisboeta, constituiu sempre um obstáculo à adesão de associados minhotos. As constantes rusgas policiais de combate à prostituição e à criminalidade que outrora infestava aquela zona da cidade forçava não raras as vezes os sócios retirarem-se do edifício por um porta existente nas traseiras…

A recente intervenção da Câmara Municipal de Lisboa na reabilitação do local de modo a restituir-lhe a tranquilidade e segurança não veio a tempo: aquela colectividade desde há muito tempo que vinha entrando em acelerada decadência. Aliás, desse facto, o autor destas linhas se deu conta há mais de três décadas quando ali efectuou uma entrevista que então publicou no semanário “Cardeal Saraiva”, de Ponte de Lima.

12931125_1275548272460054_2743130567517658254_n

Não obstante, o Grupo Excursionista e Recreativo “Os Amigos do Minho” deixa um historial. A constituição de grupos excursionistas foi um traço caraterístico da primeira metade do século passado, tendo a fusão de muitos deles ficado na origem da constituição de importantes coletividades de cultura e recreio. Neste caso, mais do que reclamar qualquer espécie de representatividade como é próprio das casas regionais, a atividade de “Os Amigos do Minho” visava sobretudo proporcionar aos minhotos um meio de convívio e simultaneamente dar a conhecer as belezas da nossa região através da atividade excursionista.

295306_488242324523990_270287388_n

Ao longo da sua existência, esta coletividade promoveu ações de benemerência, mormente em relação às crianças mais carenciadas. À semelhança da generalidade das casas regionais e outras sociedades recreativas, vulgo coletividades de cultura e recreio, foi durante muito tempo bastante conhecida pelos seus bailaricos de fim-de-semana, atraindo sempre numeroso público.

Pelas suas caraterísticas, o acesso aos cargos diretivos do Grupo Excursionista e Recreativo “Os Amigos do Minho” não se encontrava restringido a minhotos, procedimento aliás que já vai sendo seguido por algumas casas regionais cujas normas estatutárias a isso obrigavam como forma de assegurar a sua ligação em relação à região de origem.

Fotos: Grupo Excursionista e Recreativo “Os Amigos do Minho”

299393_533880096626879_1082512849_n

561730_533852559962966_2116545850_n

557685_488142091200680_492946889_n

529056_488141941200695_814373545_n

GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DOS TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DE VIANA DO CASTELO COMEMORA 50 ANOS DE EXISTÊNCIA

No âmbito da Comemoração do 50º Aniversário do GDC dos Trabalhadores dos ENVC, que terá lugar no, Centro Cultural de Viana do Castelo, no próximo dia 30 de novembro, às 22h00, houve uma alteração ao programa.

image004

1ª Parte - Custódio Castelo

Por motivos de doença, Pedro Caldeira Cabral não pode estar presente neste espetáculo que o GDCTENVC quer que se apresente como emblemático e grandioso.

No entanto, esta coletividade não perdeu tempo e com a anuência da Câmara Municipal, que presta especial apoio a esta iniciativa, contratou  Custódio Castelo, um artista do mesmo nível.

Custódio Castelo foi distinguido com o prémio Amália Rodrigues para o melhor instrumentista de guitarra portuguesa em 2010. Para além de compositor e professor, como músico é considerado um indiscutível mestre de guitarra portuguesa na atualidade.

Para o musicólogo Rui Vieira Nery, Custódio Castelo “é, sem dúvida, uma das referências indiscutíveis da renovação da guitarra portuguesa, nas últimas duas décadas”.

Custódio Castelo estará também presente na tertúlia sobre a guitarra portuguesa, a realizar na sede do GDCTENVC, no dia 29, às 21h30, para a qual também estava prevista a presença de Pedro Caldeira Cabral.

2ª Parte - Fado com a Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha

Maestro: Francisco Lima

Fadistas: Ana Ferreira e Jorge Nande

Francisco Vieira (Guitarra Portuguesa), João Martins (Guitarra Clássica) e Henrique Rabaçal (Baixo Acústico)

Os bilhetes para o concerto estão disponíveis para venda no:

  • Teatro Municipal Sá de Miranda:

Segunda a sexta-feira: das 9h00 às 19h00.

Dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00.

Sábado e domingos em dias de espetáculos: 2 horas antes.

  • Centro Cultural de Viana do Castelo, no dia do espetáculo, entre as 18h00 e as 22h00, se a lotação não estiver esgotada.

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: M/6 anos

BILHETE: 5€ plateia | bancada

GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DOS TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DE VIANA DO CASTELO COMEMORA 50 ANOS DE EXISTÊNCIA

Espetáculo do Cinquentenário do GDCT ENVC sofre alterações.

Por motivos de doença, Pedro Caldeira Cabral, infelizmente, não vai poder estar presente neste espetáculo que o GDCTENVC quer que se apresente como emblemático e grandioso. No entanto, esta Coletividade não perdeu tempo e com a anuência da Câmara Municipal, que presta especial apoio a esta iniciativa, contratou Custódio Castelo, um artista do mesmo nível.

image004

Custódio Castelo foi distinguido com o prémio Amália Rodrigues para o melhor instrumentista de guitarra portuguesa em 2010. Para além de compositor e professor, este artista foi o mentor da 1ª Licenciatura e Mestrado na Guitarra Portuguesa. Como músico é considerado um indiscutível mestre da guitarra portuguesa na atualidade. Para o musicólogo Rui Vieira Nery, Custódio Castelo “é, sem dúvida, uma das referências indiscutíveis da renovação da guitarra portuguesa, nas últimas duas décadas”. Custódio Castelo estará também presente na tertúlia sobre a guitarra portuguesa, a realizar na sede do GDCTENVC, no dia 29, às 21,30 horas, para a qual também estava prevista a presença de PCC.

1ª Parte - Custódio Castelo

2ª Parte - Fado com a Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha

Maestro: Francisco Lima

Fadistas: Ana Ferreira e Jorge Nande

Francisco Vieira (Guitarra Portuguesa), João Martins (Guitarra Clássica) e Henrique Rabaçal (Baixo Acústico)

Os bilhetes para o concerto estão disponíveis para venda no:

  • Teatro Municipal Sá de Miranda:

Segunda a sexta-feira: das 9h00 às 19h00.

Dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00.

Sábado e domingos em dias de espetáculos: 2 horas antes.

  • Centro Cultural de Viana do Castelo, no dia do espetáculo, entre as 18h00 e as 22h00, se a lotação não estiver esgotada.

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: M/6 anos

BILHETE: 5€ plateia | bancada

CINQUENTENÁRIO DO GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DOS TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DE VIANA DO CASTELO: TERCEIRA FASE DO PROGRAMA COMEMORATIVO

Espectáculos, tertúlias e exposições constam desta terceira fase comemorativa, a realizar nas duas últimas semanas deste mês de Novembro. As Bodas de Ouro só acontecem uma vez na vida de uma colectividade. E, quando tal ocorre, há uma história de meio século que deve ser bem comemorada, na perspectiva de que será ainda melhor a nova história a ser construída, havendo para tal empenho e suficiente disposição.

ESPECT_PCC

Este período de eventos inicia-se com a abertura da exposição “O sonho e a arte - trabalhadores dos ex-ENVC, com abertura no dia 17 – 18,00 horas – e funcionamento até 3 de Dezembro. Trata-se de uma mostra de trabalhos realizados por alguns dos muitos trabalhadores artistas que se revelaram nesta empresa como exímios na produção do mais diverso tipo de arte. Aqui se vão expor miniaturas de navios, instrumentos musicais, pintura, estatuária, trabalhos realizados a partir de escamas de peixes, figuras a partir de material desaproveitado, etc. Não sendo uma iniciativa nova, a mesma já não tinha realização desde há muito tempo. Surge agora substancialmente melhorada.

No dia 29, na sede desta Colectividade, 21,30 horas, haverá mais uma tertúlia, desta vez sobre a guitarra portuguesa, que terá como figura central Pedro Caldeira Cabral, distinguido recentemente com o Prémio Carlos Paredes 2014, um nome bem conhecido no contexto musical português, como músico, compositor e investigador e um grande defensor da guitarra portuguesa. Presentes estarão também outros cultores desta guitarra de cunho bem português. Será uma excelente oportunidade para conhecer o segredo deste instrumento musical, que produz tão harmoniosos sons.

No dia 30, a partir das 22,00 horas, o mesmo Pedro Caldeira Cabral, com uma carreira de mais de 50 anos e um percurso internacional de relevo, com o seu trio, deverá proporcionar um distinto espectáculo no Centro Cultural de Viana. Este evento conta ainda com diversos artistas ligados ao fado e com a Associação Musical de Vila Nova de Anha. Trata-se de uma aposta ousada, mas com o intuito de proporcionar aos vianenses uma noite que marque bem a diferença e assinale relevantemente as comemorações de uma das mais antigas e relevantes instituições vianenses, como é o GDC TENVC.

Gonçalo Fagundes Meira

VIZELA APOSTA NO ASSOCIATIVISMO

Presidente da Câmara avalia necessidades do movimento cultural associativo

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado, reuniu na semana passada, com as associações culturais do Concelho, numa demonstração da importância e do papel fundamental que o movimento associativo cultural tem no desenvolvimento de Vizela.

Estas reuniões realizaram-se com o objetivo de aferir necessidades, assim como tomar conhecimento dos projetos que cada uma das associações de grande importância para o desenvolvimento cultural do Concelho

Com estes encontros, o Presidente da Câmara Municipal de Vizela quis também ter a perceção do relacionamento existente entre a Autarquia e as associações culturais vizelenses, considerando de extrema relevância o trabalho desenvolvido por todo o movimento associativo.

FAMALICÃO REALIZA FESTA DO ASSOCIATIVISMO E JUVENTUDE

Paulo Cunha abre amanhã a 9.ª Festa do Associativismo e Juventude. Certame decorre de sexta, 15, a domingo, 17 de setembro, no antigo campo da feira

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, convida os órgãos de comunicação social para a abertura da nona edição da Festa do Associativismo e Juventude, que acontece amanhã, sexta-feira, pelas 19h00, no antigo campo da feira.

Durante este fim-de-semana, mais de uma centena de associações do concelho vão reunir-se no recinto que acolheu recentemente a Feira de Artesanato e Gastronomia.

Ao longo dos três dias do evento, cuja entrada é livre, as associações famalicenses vão dar a conhecer ao público as suas dinâmicas e o seu historial. No recinto será ainda possível provar as iguarias minhotas e apreciar os petiscos mais tradicionais, em tasquinhas e bares que estarão a cargo de diversas associações.

A animação do certame está, maioritariamente, a cargo do tecido associativo do concelho, com várias atuações e demonstrações nas áreas da cultura e do desporto, mas o grande destaque vai para o espetáculo de Stand Up Comedy do comediante português Nilton, agendado para o dia 16, sábado, às 22h00. Referência também para a realização de algumas atividades relacionadas com os vários projetos promovidos pela Casa da Juventude do município, como por exemplo, uma sessão de experimentação de instrumentos musicais portugueses e de fotografia analógica.

Programa completo em www.vilanovadefamalicao.org.  

FAMALICÃO REALIZA FESTA DO ASSOCIATIVISMO E DA JUVENTUDE

Mais de uma centena de associações fazem a Festa do Associativismo e Juventude em Famalicão. Certame decorre de 15 a 17 de setembro, no antigo campo da feira, e é de entrada livre

As associações do concelho de Vila Nova de Famalicão estão bem, recomendam-se e a sua pujança vai poder ser comprovada na Festa do Associativismo e Juventude que decorre de 15 a 17 de setembro, no antigo campo da feira do município.

image45530 (2)

O certame vai contar com a participação de mais de uma centena de associações, que ao longo dos três dias do evento vão poder dar a conhecer ao público o trabalho que têm vindo a desenvolver ao longo do ano. 

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, refere que “esta é uma das muitas oportunidades que as associações famalicenses têm para mostrarem e promoverem a sua atividade, a par, por exemplo, das mostras associativas” e confessa ser um presidente orgulhoso do seu tecido associativo. “Em Famalicão as associações sabem fazer bem, apresentam propostas, não se limitam a apresentar os problemas e chegam-nos com as soluções, são proactivas, empenhadas, envolvem-se na construção do nosso futuro enquanto comunidade e isso é algo que me deixa bastante satisfeito”, acrescenta.

De resto, refira-se que a animação do certame está, maioritariamente, a cargo do tecido associativo do concelho, com várias atuações e demonstrações nas áreas da cultura e do desporto, mas o grande destaque vai para o espetáculo de Stand Up Comedy do comediante português Nilton, agendado para o dia 16, sábado, às 22h00. Referência também para a realização de algumas atividades relacionadas com os vários projetos promovidos pela Casa da Juventude do município, como por exemplo, uma sessão de experimentação de instrumentos musicais portugueses e de fotografia analógica.

No recinto será ainda possível provar as iguarias minhotas e apreciar os petiscos mais tradicionais, em tasquinhas e bares que estarão a cargo de diversas associações.

PROGRAMA

Dia 15 de Setembro (Sexta)

18h00 | Abertura      

18h30 | Instalação artística (Graffiti): Escola Superpoderes 

Local: Stand da Juventude

21h00 | Artes Marciais: Associação Portuguesa Alex-Ryu Jitsu

22h00 | Música: Orquestra Pentágono

16 de Setembro (Sábado)

14h30 | Arruada de Zés P’reiras “Os Delaenses”

15h00 | Dança: Associação Apolo Famalicão

16h00 | Folclore: Rancho Folclórico da Casa do Povo de Calendário e Rancho Folclórico de S. Miguel o Anjo

16h00 | Sessão de experimentação de fotografia analógica

Local: Stand da Juventude

17h00| Instalação artística (vídeo, fotografia e design de moda)

Local: Stand da Juventude 

17h30 – Encenação de Teatro (Texto Camiliano): Grutaca, Grupo de Teatro Amador Camiliano (Seide S. Miguel) e Projeto Amarcultura

Encenação Épica: Companhia Expressão Corporal (ARENA) da PASEC

18h30 | Folclore: Arruada e exibição do Grupo de Concertinas da Associação Cultural e Desportiva S. Martinho de Brufe 

21h30 | Performance artística_ Frame It

22h00 | Espetáculo Stand Up Comedy – Nilton

00h00 | Danças urbanas pela Groove Spot 

17 de Setembro (Domingo)

14h00 | Arruada de Zés P’reiras “Os Divertidos”

15h00 | Sessão de experimentação de instrumentos musicais portugueses

Local: Stand da Juventude

15h00 | Artes Marciais “Ju Jitsu”: Operário Futebol Clube

15h30 | Dança: FITSTYLE (Grupo Moveloudance e Loubreak)

16h00 | Música: Ensemble de Instrumentos Musicais Portugueses

17h00 | Música: Grupo de Braguesas do Liberdade Futebol Clube

17h30 | Música: Tusefa, Tuna Sénior de Famalicão

18h00 | Dança: An-Dança, Conservatório de Dança de Vila Nova de Famalicão

18h30 | Dança: Casa do Povo de Ribeirão e Associação de Moradores da Lameiras

19h00 | Cantares ao Desafio: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense

19h30 | Dança: Academia Gindança

Imagem 236 

MUNICÍPIO FAMALICENSE CELEBRA PROTOCOLO COM 40 COLECTIVIDADES DO CONCELHO

Cota social desportiva para jovens desfavorecidos em Famalicão

A partir de hoje, todas as crianças e jovens do concelho de Vila Nova de Famalicão que queiram praticar uma modalidade desportiva vão poder fazê-lo, independentemente da sua condição social. Cerca de 40 coletividades do concelho celebraram esta sexta-feira, protocolos com a Câmara Municipal para a instituição da cota social desportiva.

image53876.jpeg

O objetivo é integrar crianças e jovens até aos 18 anos de idade, sem condições financeiras e socialmente vulneráveis, nas atividades desportivas promovidas pelas associações e coletividades do concelho, que promovem as mais diversas modalidades, do futebol, ao andebol, da dança ao atletismo, das artes marciais ao hóquei, e ainda modalidades desenvolvidas especificamente com as pessoas portadoras de deficiência. Pretende-se que a cota atinja os 10 por cento da totalidade de jovens a praticar desporto em cada clube.

“Este programa tem a cara de Famalicão”, começou por realçar o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, mostrando-se muito satisfeito, com “a forte adesão das associações a esta iniciativa municipal”.

“Há uma faixa da nossa comunidade juvenil que não pratica o desporto que gosta por razões económicas”, salientou o autarca. Com esta medida, “estamos a ultrapassar barreiras e a chegar a essa faixa. Queremos chegar a todos os jovens e queremos envolver todas as associações nesta  iniciativa”, adiantou, referindo que “estamos só no início deste percurso”.

Paulo Cunha lembrou ainda a importância do desporto na formação dos cidadãos. “Este projeto contribuiu muito para a inclusão social, para o combate ao abandono escolar e para a formação de cidadãos”, referiu.

Da parte das coletividades, Rui Santos do Riba d’Ave Hóquei Clube elogiou a iniciativa da autarquia e frisou que “o protocolo assinado demonstra que o desporto deve estar ao serviço do povo e deve estar de uma forma plena”. O responsável assinalou ainda que “muitas vezes as questões financeiras são um entrave à formação desportiva e provocam exclusão social e neste âmbito o desporto significa inclusão social”. Também Gouveia Ferreira, presidente do Famalicense Atlético Clube salientou a importância da medida.

A partir de agora, as famílias que queiram inscrever as crianças e jovens na prática de um desporto devem dirigir-se aos serviços da Ação Social, sitos na Rua Camilo Castelo Branco, nº. 94 - 1º. Andar, junto aos Paços do Concelho. Os serviços municipais irão depois fazer a avaliação da carência económica e encaminhar a família para uma coletividade que tenha aderido ao projeto.

image53888.jpeg

MUNICÍPIO BRACARENSE CEDE INSTALAÇÕES AOS "BRAVOS DA BOA LUZ"

Município de Braga cede espaço para instalação da sede da associação ´Os Bravos da Boa Luz´. Prédio cedido provisoriamente localiza-se na Avenida S. Miguel-o-Anjo

O Município de Braga e a Associação Cultural e Recreativa ‘Os Bravos da Boa Luz’ assinaram um protocolo com vista à cedência provisória de um prédio na Avenida S. Miguel-o-Anjo, propriedade da Câmara Municipal, para instalação da sede da associação.

CMB28062017SERGIOFREITAS0000007979.jpg

A cedência, a título gratuito, permitirá à associação, com mais de 120 associados, manter as suas actividades culturais, recreativas e desportivas que visam manter e dar continuidade às tradições dos moradores da zona do Campo das Hortas, Largo da Boa Luz, Rua da Cruz de Pedra, Rua Visconde Pindela e área envolvente das freguesias da Sé e de Maximinos.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o trabalho desenvolvido por esta colectividade é fundamental para reforçar o espírito de comunidade e os laços de amizade entre a população da União de Freguesias. “O Município reconhece o valor das iniciativas que organizam e cumprem um papel importante para a coesão desta população e até para a animação da Cidade, pelo que não poderíamos deixar de apoiar a associação neste momento em que necessitam de um espaço para continuar a desenvolver as suas actividades”, disse.

CMB28062017SERGIOFREITAS0000007980.jpg

Como explicou José do Egipto Silva, presidente ´Os Bravos da Boa Luz’, a associação foi obrigada a abandonar o prédio onde estava instalada a sua sede, situação que poderia pôr em causa a continuidade da actividade da colectividade. “Recorremos à Câmara Municipal e encontramos uma solução que vai perfeitamente ao encontro das nossas necessidades”, afirmou, sublinhando igualmente o apoio que a associação tem recebido da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade.

CMB28062017SERGIOFREITAS0000007983.jpg

FAFE: "OS AMIGOS DE QUINCHÃES" INAUGURA NOVA SEDE

Vai ser inaugurada, no próximo Sábado, dia 24 de Junho, a nova Sede do Grupo Cultural Recreativo e Desportivo ‘Os Amigos de Quinchães’.

A colectividade ainda não dispunha de sede própria, passando agora a contar com este espaço tão importante para a freguesia.

A empreitada que contou com um investimento de 24 mil euros, apoiado pelo Município de Fafe, está localizada junto ao Polidesportivo da freguesia.

A sessão tem início marcado para 15h30 e contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha. 

COLECTIVIDADE FAMALICENSE RECUPERA INSTALAÇÕES DESPORTIVAS APÓS DESPEJO POR ACÇÃO JUDICIAL

CRP Delães recupera instalações desportivas. Paulo Cunha entregou as chaves das instalações ao presidente do Clube durante a mostra associativa

O Centro Recreativo e Popular (CRP) de Delães já pode voltar a utilizar as instalações do Campo de Jogos da Portela para a realização dos seus compromissos desportivos, depois de ter sido alvo de uma ação de despejo por decisão judicial. A garantia foi deixada pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, durante a Mostra Associativa da freguesia, que se realizou no passado fim-de-semana. “O problema está solucionado. Foi encontrada uma solução que vai resolver definitivamente esta situação”, asseverou o autarca, adiantando que “não foi fácil, foi um percurso muito complicado, mas com o esforço de todos vamos chegar a bom porto”.

DSC_9147.jpg

Recorde-se que em outubro do ano passado, o CRP de Delães foi impedido de usar as instalações do Campo de Jogos da Portela, por estas não pertencerem ao clube mas sim a um proprietário privado. Na altura, Paulo Cunha garantiu que a Câmara Municipal em conjunto com a Junta de Freguesia tudo iriam fazer para resolver o problema que já se arrastava há várias décadas. “O CRP de Delães é uma instituição privilegiada, que tem uma relação muito forte com o desporto nesta freguesia e no concelho”, referiu na altura.

Entretanto, o terreno foi já adquirido por um outro proprietário, que está neste momento em negociações com a Câmara Municipal para a transferência de propriedade do terreno para o município.

Como prova de boa-fé, o atual proprietário entregou, no passado fim-de-semana, as chaves das instalações ao presidente da Câmara Municipal, que por sua vez as entregou ao presidente do clube, num momento de grande emoção e alegria.

DSC_9157.jpg

ANTIGOS TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DE VIANA DO CASTELO COMEMORAM 50 ANOS DE EXISTÊNCIA DO SEU GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL

Comemorações do Cinquentenário do GDCTENVC

Conferência/tertúlia com notáveis da Construção Naval

Os Eng. Óscar Mota, Carlos Pimpão e Gonçalves de Brito vão estar presentes como comunicadores numa conferência a realizar no dia 20 do corrente mês, um sábado, às 15,30 horas, para debater a “Construção Naval – passado e futuro”. A iniciativa integra-se no programa comemorativo dos 50 anos do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos ENVC e nas comemorações do dia do mar, com realização no Auditório do Centro de Mar, instalado no navio Gil Eannes.

Capturareestv.PNG

Paralelamente a esta iniciativa, que resulta de uma parceria entre o GDCTENVC e o Centro de Mar, é também inaugurada na Casa da Máquina do Leme deste navio hospital uma exposição de cartoons, subordinada ao tema “Humor no Trabalho”, da autoria de Rui Alpuim e Juvenal Ramos, publicados na revista Roda do Leme, ex-órgão de comunicação dos trabalhadores dos ENVC.

Para as entidades organizadoras, a conferência/tertúlia, que se espera bem concorrida, será da maior importância para se aquilatar do estado da situação da construção naval no país e em Viana do Castelo. Cada um dos oradores, técnicos qualificados (todos eles foram administradores dos ex-ENVC), tratará de assuntos específicos, sabendo-se que serão abordados não só o estado do sector, mas também questões ligadas à produtividade, numa actividade há décadas em crise, bem necessitada por isso de se mostrar cada vez mais eficiente.

Óscar Mota visita o GDCTENVC e torna-se sócio da Colectividade

De passagem por Viana, para eventuais colaborações técnicas no âmbito da Indústria Naval, o Eng. Óscar Mota fez questão de visitar a sede social do Grupo que tão bem conhece, onde se reuniu com o corpo directivo deste. Tratou-se de um encontro familiar, já que todos se conhecem e estimam. A Indústria Naval, naturalmente, foi o tema principal de uma longa conversa, continuando este bem conhecido Especialista Naval a demonstrar grande clarividência, bem patente na obra que recentemente editou, “Engenharia e Arquitectura Naval”, um livro de referência para quem se liga à Construção Naval. Nesta visita, o Eng. Óscar Mota fez questão de se tornar sócio efectivo do GDCTENVC, reconhecendo ser esta Colectividade uma referência viva na cidade, especialmente no plano cultural. 

CABECEIRAS DE BASTO APOIA O ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal atribui 187 mil euros às associações e coletividades

Bombeiros Cabeceirenses, Delegação do Arco de Baúlhe da Cruz Vermelha Portuguesa e Fundação A. J. Gomes da Cunha entre as instituições que mais recebem

Câmara Municipal atribui 187 mil euros às associações.JPG

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou, por unanimidade, na sua última reunião do passado dia 28 de abril, a atribuição de apoios financeiros a associações e instituições que desenvolvem atividades e iniciativas culturais, recreativas, desportivas, sociais, humanitárias, entre outras, no concelho de Cabeceiras de Basto.

Trata-se de uma verba global que ascende aos 101 mil euros, atribuída pela autarquia nesta reunião a 21 associações com o intuito de impulsionar o desenvolvimento das suas atividades, numa perspetiva de cooperação e parceria com o movimento associativo, cuja ação é crucial ao progresso do concelho.

De entre os apoios atribuídos, destaque para os subsídios aos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses (35.000 euros), à Delegação do Arco de Baúlhe da Cruz Vermelha Portuguesa (22.500 euros) e à Fundação António Joaquim Gomes da Cunha (12.750 euros).

Relativamente à Fundação A. J. Gomes da Cunha, de referir que a Câmara Municipal deliberou, pela primeira vez este ano, cofinanciar em 12.750 euros o plano de transportes dos utentes do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), desde a sua residência até à Fundação bem como o seu regresso a casa, um importante apoio às famílias e à própria Fundação, uma vez que a autarquia assume, através da celebração de um protoloco, um terço do custo global deste serviço.

No que se refere aos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses e à Delegação do Arco de Baúlhe da Cruz Vermelha Portuguesa, foram-lhes atribuídos subsídios nos montantes de 35.000 euros e de 22.500 euros, respetivamente, para a execução dos seus respetivos planos de desenvolvimento social a realizar no Município Cabeceirense.

De referir que o apoio atribuído em 2017 aos Bombeiros teve um acréscimo de 2.500 euros em relação ao ano de 2016.

Paralelamente foram aprovados outros apoios a associações para o desenvolvimento dos respetivos planos de desenvolvimento de atividades mas também para apoio a execução de obras como é o caso da ADIG - Associação para o Desenvolvimento dos Interesses de Gondiães, a quem foi destinada uma verba de 7.500 euros para a execução de diversas obras de reconstrução e ampliação da antiga Escola de Gondiães, sede da Associação.

No passado dia 30 de abril, no âmbito do Dia do Associativismo, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, teve oportunidade de entregar cheques a 25 associações e coletividades que compareceram à cerimónia para a qual foram convidadas todas as instituições beneficiárias de apoios deliberados nas últimas reuniões camarárias. Com efeito, para além dos 101 mil euros agora deliberados, a Câmara Municipal atribuiu em anterior reunião 86.300 euros a 16 outras coletividades, o que perfaz o montante global de 187.300 euros de apoio ao movimento associativo.

A Câmara Municipal atribui apoios às associações pelo trabalho que desenvolvem, reconhecendo, deste modo, que a cooperação e parcerias com estas coletividades são fator de desenvolvimento que este município tem privilegiado ao longo dos anos, uma vez que permitem um maior envolvimento das populações na concretização de iniciativas sociais, culturais, económicas, desportivas, humanitárias entre outas, promovendo a identidade, os valores, usos, costumes e tradições desta terra de Basto.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FÓRUM DO ASSOCIATIVISMO

Encontro contou com a presença de 45 associações e 120 participantes

O Fórum do Associativismo voltou a realizar-se este sábado,dia 29 de abril, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez.

Este é um espaço de encontro e de promoção do associativismo de Arcos de Valdevez com a particularidade de mostrar o grande dinamismo que o associativismo arcuense possui e também um espaço de debate, onde a Câmara Municipal e as Associações abordam assuntos de interesse para sua atividade anual.

A sessão deste ano contou com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves e de Vitor Dias, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) na sessão de abertura, os quais destacaram a importância do associativismo junto dos Jovens por contribuir para a sua boa formação psicológica e física, bem como ao nível da criação de laços de amizade entre eles.

Seguidamente decorreu a palestra “Financiamento Associativo”, pela Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro do Instituto Português do Desporto e Juventude de Viana do Castelo, através da qual as associaçoes presentes tiveram a oprtunidade de ficar melhor informadas relativamente aos tipos de financiamento a que poderão candidatar-se.

Foi também apresentada uma mostra das atividades realizadas no ano transato, bem como o novo website Trilhos Arcos de Valdevez, onde se encontra disponível toda a informação sobre os Trilhos existentes no concelho, para percorrer a pé ou de bicicleta, ou mesmo roteiros para realizar percursos de carro (http://trilhos.arcosdevaldevez.pt/).

Do programa constou também a assinatura do protocolo referente à “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”, pelo Atlético dos Arcos, Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim, Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses, Associação Recreativa e Cultural de Paçô e Centro Recreativo e Cultural de Távora, para concretizar a reorganização de toda a orgânica dos respetivos clubes, mais concretamente na formação de futebol 11.

Foi também inaugurado o “Centro de Marcha e Corrida” de Arcos de Valdevez, o qual é detentor de 5 estrelas por possuir WC, balneários, bebedouros, zona de repouso e centro de apoio técnico. Esta é uma parceria entre a autarquia, a Federação Portuguesa de Atletismo e o Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez, onde a Câmara Municipal se propõe a disponibilizar à população um técnico e um espaço para poderem fazer atividades físicas a determinadas horas da semana com todo o apoio. Qualquer cidadão pode usufruir destes momentos de uma forma completamente gratuita.

O Presidente da Câmara Para João Manuel Esteves destacou o trabalho realizado pelas Associações e toda a atividade desenvolvida por elas, pois através delas, e conjuntamente com a Câmara Municipal, é possível fazer com sucesso a dinamização social, cultural e desportiva no concelho. O autarca destacou ainda que o Municipio, para além do apoio para a melhoria das instalações e aquisição de equipamento, apoia as atividades das associações em mais de 230 mil euros por ano.

CABECEIRAS DE BASTO FESTEJA O ASSOCIATIVISMO

Festa do Associativismo junta coletividades na Praça da República. Presidente da Câmara entregou subsídios às associações e coletividades

Dezenas de pessoas juntaram-se esta tarde, dia 30 de abril, na Praça da República para assistir à atuação/apresentação de várias associações do concelho, neste dia dedicado ao associativismo.

Festa do Associativismo junta coletividades na Praça da República (1).JPG

Associações desportivas, culturais, recreativas, humanitárias e sociais juntaram-se à festa, animando o centro da vila cabeceirense com a sua música e os seus cantares, com atividades desportivas e rastreios de saúde, entre outras iniciativas.

No final da tarde, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado pelo vereador Alfredo Magalhães, pelos presidentes de Juntas de Freguesia, entre outros autarcas, procedeu à entrega de apoios financeiros às associações e coletividades que desenvolvem e promovem iniciativas em Cabeceiras de Basto.

Os apoios agora entregues a 25 associações/instituições fazem parte do conjunto de apoios financeiros que têm sido deliberados nas últimas reuniões do executivo municipal.

Receberam os subsídios os Cavaquinhos da Raposeira; a ARDCA – Associação Recreativa, Desportiva e Cultural de Abadim; a Associação Desportiva e Recreativa Nuno Álvares de Pedraça; os ‘Amigos da Faia’; a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Nicolau; a ADIG – Associação Dinamizadora dos Interesses de Gondiães; a LIRA – Associação dos Amigos da Música; o Lions Clube de Cabeceiras de Basto; o GAS – Grupo Associativo do Samão; a Associação Uz em Movimento; a Contacto Futsal Clube; a Associação Cultural e Desportiva Águias de Alvite; a Associação Cultural e Desportiva de S. Nicolau; a Associação Desportiva ‘Roladores de Basto’; a Associação dos Antigos Atletas Cabeceirenses; o Clube de Ténis de S. Miguel de Refojos; o Atlético Cabeceirense; a Associação de Pesca de Cabeceiras de Basto - Amigos Sensas; o Desportivo do Arco de Baúlhe; a Associação Encanto Radical; a Associação de Patinagem; o Clube Desportivo de Cabeceiras de Basto; os Bombeiros Cabeceirenses; a Cruz Vermelha Portuguesa – delegação do Arco de Baúlhe e a ADIB – Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto.

Na oportunidade, o presidente da Câmara, Francisco Alves, agradecendo a presença de todos na comemoração deste Dia do Associativismo, enalteceu o trabalho que o movimento associativo de Cabeceiras de Basto e os seus dirigentes e associados têm vindo a desenvolver na área social, cultural, recreativa, desportiva, entre outras, salientando que as associações/instituições são parceiros privilegiados do Município com os quais a Câmara Municipal contou, conta e continua a contar.

Festa do Associativismo junta coletividades na Praça da República (2).JPG

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FÓRUM DO ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal volta a organizar Fórum do Associativismo

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez vai levar a cabo no próximo dia 29 de Abril (sábado), pelas 9h30m, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez, mais uma edição do “Fórum do Associativismo”, o qual contará com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves e de Vitor Dias, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude  (IPDJ) na sessão de abertura.  

forum_associativo (2).JPG

Seguidamente terá lugar a palestra “Financiamento Associativo”, pela Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro do Instituto Português do Desporto e Juventude de Viana do Castelo; pelas 11h00 decorrerá a apresentação do Website: “Trilhos de Arcos de Valdevez”, por Jorge Torres da empresa Serifa, responsável pela organização e layout dos conteúdos; cerca das 11h20 será celebrado o protocolo referente à “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”, pelo Atlético dos Arcos, Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim, Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses, Associação Recreativa e Cultural de Paçô e Centro Recreativo e Cultural de Távora.

Este protocolo tem como objetivo definir as condições de organização de cada uma das associações desportivas subscritoras, relativamente à constituição das suas equipas de futebol, nos vários escalões, para cada época desportiva. Entrará em vigor no início da época 2017/2018 e terá a validade de seis épocas desportivas, renovando-se automaticamente por iguais períodos; Serão constituídas tantas equipas quantas o número de atletas assim o permita;

 Às 12h00 proceder-se-á à inauguração do “Centro de Marcha e Corrida” de Arcos de Valdevez, o qual é detentor de 5 estrelas por possuir WC, balneários, bebedouros, zona de repouso e centro de apoio técnico.

O Programa Nacional de Marcha e Corrida é uma iniciativa conjunta do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. e da Federação Portuguesa de Atletismo, que visa a promoção da prática da marcha e da corrida com uma forte preocupação na implementação de estilos de vida mais saudáveis. Neste âmbito, o Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez tem como objetivo prestar apoio a todos os interessados na prática destas atividades, desde os que agora a iniciam, aos que regularmente a praticam, mas de forma não orientada e que pretendem ser aconselhados de modo a tirar mais proveito do seu treino.

O Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez disponibiliza aos seus praticantes um enquadramento técnico, constituído por técnicos com experiência desportiva e com uma formação técnica específica que garante uma intervenção qualificada.

A Câmara Municipal releva o trabalho realizado pelas Associações e toda a atividade desenvolvida, pois são um parceiro fundamental na dinamização social, cultural e desportiva no concelho.

O fórum pretende contribuir para melhorar a ação das associações, bem como ser um espaço de debate dos projetos e parcerias em prol do movimento associativo arcuense.

Programa

09h30

- Receção aos convidados

10h00  

- Sessão de Abertura do Fórum Associativo

                Dr. João Manuel Esteves (Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez)

            Dr. Vitor Dias, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude  (IPDJ)

10h15

- Palestra: “Financiamento Associativo”

Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro (IPDJ Viana do Castelo)

11h00

- Apresentação do Website: “Trilhos de Arcos de Valdevez”

                Dr. Jorge Torres (Serifa)

11h20

- Protocolo: “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”

12h00

- Inauguração do “Centro de Marcha e Corrida”

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ARCUENSE MARCA PRESENÇA NO ENCONTRO NACIONAL DE ASSOCIAÇÕES JUVENIS

15º Encontro Nacional de Associações Juvenis juntou mais de mil participantes este fim-de-semana no Centro Cultural da cidade de Viana do Castelo

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Esteves, marcou presença, no passado fim-de-semana em Viana do Castelo, no 15º Encontro Nacional de Associações Juvenis, organizado pela Federação Nacional das Associações Juvenis.

encontro-nacional-associacoes-juvenis.jpg

Este, que é o maior Encontro de Jovens e Dirigentes Associativos Juvenis que se realiza em Portugal, contou com a presença do Presidente da Republica Marcelo Rebelo de Sousa, o qual  presidiu à Sessão de Abertura deste encontro. Nesta cerimónia também estiveram o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo.

O associativismo juvenil arcuense esteve presente pela Associação Juventude de Vilafonche, a qual mostrou a sua atividade e dinamismo. 

AMARES FESTEJA O ASSOCIATIVISMO

Espetáculo Associativo Musical: "Saborear Amares" marca arranque da II semana do Associativismo de Amares

“Saborear Amares”, é esta a proposta do Município para o dia 22 de abril, que reserva uma noite em grande com o Espetáculo Associativo Musical a marcar o início da II Semana do Associativismo de Amares, que decorre até ao dia 1 de maio. A iniciativa, que terá lugar no Mosteiro de Rendufe, às 21h30, conta com a colaboração da Paróquia de Rendufe e vai envolver cerca de 200 participantes de diversas associações concelhias, num momento único pensado para reviver e reavivar as memórias da cultura do povo amarense, da cultura do vinho, um dos simbolos mais marcantes do concelho, as suas raizes e identidade, através da apresentação de diversas vertentes artísticas dinamizadas por terras de António Variações, Dom Gualdim Pais e Sá de Miranda.

CARTAZ ESPETACULO-03amaresss (1).JPG

Motivos não vão faltar para se deixar seduzir por Amares e pelas dinâmicas associativas do concelho, sendo que a programação prossegue no dia 24 de abril com o já tradicional teatro alusivo ao 25 Abril (CDRCAmarense), a decorrer às 21h30, em Amares. No mesmo dia, terá lugar a "Noite Arte e Cultura": ON BECK, na Sede da Banda de Amares, em Ferreiros (22h).

O dia da Revolução dos Cravos, 25 de abril, fica reservado às comemorações oficiais da efeméride que terão lugar a partir das 10h00, no Largo do Município. À noite há "Jantar Convívio Associativo", organizado pela Associação Movimenta Besteiros.

Já de 29 abril a 1 de maio a cor e a alegria vão invadir a freguesia de Lago, com o evento “Lago em Flor”, organizado pela ALAREC, com o apoio da Junta de Freguesia de Lago. Na mesma altura o Centro Interpretativo da Geira – Lago recebe a exposição “Raízes e tradições: O traje e o folclore”, numa iniciativa promovida pelo CDDS Valor Humano 3G.

O dia 30 de abril e 1 de maio ficam reservados ao desporto com UltraTrail da Geira – Caldelas que, este ano, compete para o campeonato nacional de modalidade e para o Raid 4x4 – Amares.

Recorde-se que a  II Semana do Associativismo de Amares é organizada pela  Câmara Municipal de Amares em parceria com diversas associações do concelho.

CARTAZ ESPETACULO-03amaresss (2).jpg