Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE MAIS E MELHOR AMBIENTE

A higiene e salubridade são temáticas de bastante atenção por parte da autarquia que se preocupa em dotar o concelho de equipamentos de recolha de resíduos modernos, bem como aumentar a oferta e a periodicidade da recolha dos mesmos.

ambiente_contentores_higienização (1).JPG

Atualmente encontra-se a instalar na zona urbana 20 novos ecopontos de superfície, com novo design, 2 ecopontos enterrados novos, bem como a substituir os marcos dos ecopontos existentes. De igual modo reforçará a rede de contentores de superfície nas freguesias, no total de 60 contentores, tendo já sido substituídos 28 que se encontravam em mau estado e colocados mais 32 novos.

Também procedeu ao embelezamento de vários moloks na zona urbana através da colocação de cintas decorativas com imagens alusivas ao concelho.

De notar que estes equipamentos ficarão perfeitamente enquadrados no meio envolvente, permitindo minimizar o impacto aos habitantes e visitantes que este concelho recebe frequentemente.

ambiente_contentores_higienização (2).JPG

Ao nível da limpeza, a autarquia encontra-se a investir na higienização e na lavagem dos contentores enterrados, bem como da sua envolvente, estando agendada para breve a higienização de 475 contentores de superfície.

Por outro lado, de forma a responder mais eficazmente ao nível da recolha de resíduos na época de verão, foi implementado o aumento da periodicidade nas zonas com mais ecopontos.

A autarquia adquiriu ainda carrinhos de varredura manuais novos, também eles com imagem apelativa, para poder substituir os existentes que já se encontram bastante usados.

Estas intervenções vão de encontro às boas práticas de salubridade e visam manter o concelho mais limpo e convidativo, melhorar o aspeto visual  dos pontos de recolha de resíduos, bem como assegurar uma correta deposição de resíduos, respeitando a saúde pública e o ambiente.

ambiente_contentores_higienizaçao_.JPG

SOAJO MOSTRA ARTES E OFÍCIOS

Feira das Artes e Ofícios Tradicionais de Soajo realiza-se de 21 a 23 de julho

Soajo promove a Feira de Artes e ofícios Tradicionais a partir da próxima sexta-feira, dia 21 de julho, e até domingo. A vila de Soajo, característica nas suas formas particulares de vivência e organização social e económica, é provavelmente um dos destinos concelhios mais divulgados e conhecidos e é famoso pelo vasto conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granítica.

fao_soajo_PUBJN_pag.jpg

Terra de tradição e integrante do Parque Nacional da Peneda Gerês, um dos ex-libris da região, declarado como Reserva Mundial da Biosfera pela Unesco, chama à atenção pela sua riqueza cultural e natural.

Assim, de 21 a 23 de julho, decorrerá mais uma edição da Feira das Artes e Ofícios Tradicionais de Soajo que, tal como em anos anteriores, conta com a organização da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, da ARDAL – Associação Regional para o Desenvolvimento do Alto Lima e da Junta de Freguesia de Soajo, e o apoio da Casa do Povo de Soajo, Assembleia de Compartes dos Baldios de Soajo, do Centro Social e Paroquial de Soajo, do Rancho Folclórico da Associação de Vilarinho das Quartas – Soajo e do Rancho Folclórico Camponesas de Soajo.

Com este evento pretende-se promover os produtos, as artes e ofícios tradicionais, o folclore, os usos e costumes tradicionais e as manifestações espontâneas da cultura popular.

O certame é composto por uma exposição de produtos locais e artesanato, associado a um vasto programa de animação. Na componente exposição, dá-se destaque ao espaço ocupado pelas tasquinhas que terão à disposição dos visitantes um sem número de petiscos e iguarias de sabores excecionais, bem como aos pratos servidos pelos restaurantes aderentes no âmbito das jornadas gastronómicas, acompanhados pelo vinho verde da região. Produtos que reúnem as potencialidades, riquezas e especificidades do mundo rural, permitindo construir uma oferta integrada e a promoção de um território de excelência.

O programa de animação é variado, assente na música tradicional, com destaque para a atuação de Cláudia Martins & Minhotos Marotos, rusgas; ranchos folclóricos; cantares ao desafio; grupos de bombos e concertinas.

Venha a Soajo! Venha desfrutar da nossa cultura, das nossas tradições, da boa gastronomia e do ar puro do Parque Nacional Peneda Gerês, os quais compõem um leque de boas opções que não o vão desiludir.

ARCOS DE VALDEVEZ: SISTELO É FINALISTA DO CONCURSO “7 MARAVILHAS DE PORTUGAL – ALDEIAS”

O passado domingo foi dia de festa para o concelho arcuense que viu a aldeia de Sistelo ser apurada para a final do concurso “7 Maravilhas de Portugal – Aldeias”, na categoria aldeias rurais.

sistelo_aldeias_rurais_maravilhas.jpg

Nesta gala da escolha das duas finalistas decorrida em Paderne, no Algarve, estavam também a concurso Paderne (Algarve), a outra finalista, Alegrete (Portalegre), Cachopo, (Tavira), Casal de S. Simão (Figueiró dos Vinhos), Faial (Santana/Madeira) e Manhouce (São Pedro do Sul).

A cerimónia foi transmitida pela RTP1 e RTP Internacional, tendo sido Sistelo a única na categoria Aldeia Rural, a representar o Norte de Portugal.

A 27 de agosto a RTP transmite um programa com as 14 finalistas apuradas nas Galas anteriores (duas em cada Gala), dando início a uma semana inteira de votação até ao domingo seguinte.

No dia 3 de Setembro, Sistelo precisa de si para ser declarada oficialmente uma das 7 Maravilhas de Portugal®.

O presidente da Câmara Municipal agradeceu o apoio de todos os que contribuíram para que esta seleção se tivesse torado realidade, tendo deixado uma mensagem na sua página do Facebook, mal terminou o programa: “Obrigado a TODOS. Parabéns Sistelo. Vamos em Frente Arcos de Valdevez onde Portugal se fez.”

A candidatura de Sistelo é apadrinhada pelo fadista Marco Rodrigues, também ele fortemente ligado familiarmente e por vivência a Arcos de Valdevez, sendo hoje uma das vozes de referência do género maior da música portuguesa. Marco já gravou 5 álbuns, que contaram com a participação de vozes como Mafalda Arnauth ou Carlos do Carmo, e prepara novo trabalho que tem já single promocional, intitulado “Fado do Cobarde”.

Esta distinção trará ainda maior destaque e popularidade a Sistelo, algo que a povoação vem conhecendo de forma crescente sobretudo a partir do importante processo de classificação nacional como Paisagem Cultural/Monumento Nacional, em fase final de reconhecimento pelo Ministério da Cultura, e será também uma mais-valia na promoção turística, desenvolvimento económico e fixação de população.

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ EFETUA “AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A GUILHADESES (MÓ DA LOMBA/FONTÃO COVO)”

Dando continuidade às obras realizadas no âmbito da ampliação da rede de saneamento, a Câmara Municipal consignou recentemente, à empresa Martins & Filhos, S.A., a obra de “Ampliação da Rede de Saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba/Fontão Covo)”, no valor de 204.792,44€ (sem IVA incluído)

ampliação da rede saneamento guilhadeses.JPG

Com esta empreitada, pretende-se dotar, de rede pública de drenagem de águas residuais domésticas, a área da freguesia a poente da EN 202, nomeadamente aos lugares de Mó da Lomba e Fontão Covo, que ainda não se encontram servidos, drenando para a rede existente, e daí ao coletor em alta das Aguas do Norte.

O sistema de drenagem proposto considera a interligação e ampliação com a rede existente, prevendo-se a instalação de coletores gravíticos de 200mm, numa extensão de cerca de 3.0 km. Prevê-se ainda a instalação de 90 ramais domiciliários.

Esta obra insere-se num plano de alargamento da rede de saneamento no valor cerca de 2 M€, que teve início em 2016 e se prolongará até 2018, abrangendo 10 freguesias.

ARCOS DE VALDEVEZ TESTA PLANO MUNICIPAL DE EMERGÊNCIA DE PROTECÇÃO CIVIL

A Câmara Municipal realizou um exercício municipal no âmbito do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Arcos de Valdevez, cujo cenário escolhido foi um grande incêndio florestal e no qual houve necessidade de evacuar um lugar.

simlucaro_teste_plano_municial_emergencia4.jpg

Participaram neste exercício a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez (Órgão Executivo) + serviços municipais (Serviço Municipal de Proteção Civil, Ação Social, bem como o Serviço da Qualidade do Municipio de Arcos de Valdevez), a Junta de Freguesia de Soajo, os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, a Guarda Nacional Republicana (Posto Territorial), o Comando Distrital de Operações e Socorro de Viana do Castelo, o INEM, o Centro de Saúde de Arcos de Valdevez, o ICNF.

Nesta ação foi desenvolvida de forma exaustiva uma descrição do cenário e foram geradas mensagens e comunicações que circularam entre os diversos intervenientes, com vista a promover uma dinâmica e envolver os jogadores na emergência simulada.

simlucaro_teste_plano_municial_emergencia6.jpg

O exercício “PMEPC Arcos de Valdevez 2017” é um exercício ao nível da coordenação de elementos de comando, tratando-se de um exercício planeado e conduzido com a finalidade de testar e ativar a CMPC, emitir a Declaração de Estado de Alerta no município e testar e ativar o PMEPC de Arcos de Valdevez e em que a emergência escolhida para cenário é simulada da forma mais realista possível.

Pretendeu-se igualmente testar a resposta dos Agentes de Proteção Civil e Entidades que cooperam nesta matéria.

Os exercícios são uma das mais importantes ferramentas de treino na área da proteção civil permitindo testar, em ambiente simulado, procedimentos de nível tático, operacional e estratégico, essenciais ao cabal cumprimento da missão de todas as forças e serviços com competência na matéria, identificando falhas e constrangimentos que, a verificarem-se em situação real, teriam quase sempre efeitos bastante negativos. Os exercícios de proteção civil permitem assim criar oportunidades de melhoria no planeamento da resposta a situações de acidente grave ou catástrofe.

simlucaro_teste_plano_municial_emergencia7.jpg

EMPRESA ARCUENSE PARTICIPA NO DESENVOLVIMENTO DE AVIÃO

 

A MPV- Mecânica de Precisão do Vez, especiali­zada em mecânica de alta precisão que tem como atividade a ma­quinação de peças mecâ­nicas para uso no setor da defesa, aeronáu­tica, espacial, médico e telecomunicações, é notícia pelos melhores motivos já que participou no desenvolvimento do novo avião Dassault ( FALCON 5X), dos fabricantes Dassault e SAFRAN, o qual deverá entrar em circulação em 2020.

aviao_falconx (2).jpg

Os Parques Empresariais do concelho acolhem setores de ponte e empresas de grande dinamismo. Prova disso são os projetos em que se envolvem, como é exemplo a conceção deste modelo da aviação.

O investimento por parte do município nos parques empresariais não pára, realizando esforços para trazer para o concelho cada vez mais empresas, criando mais emprego, promovendo o rendimento e o desenvolvimento, de forma a melhorar a qualidade de vida dos seus munícipes.

aviao_falconx (1).jpg

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 10 DE JULHO DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

Foi aprovado um voto de louvor pela organização do Revolution Cup, levado a cabo pelo Atlético dos Arcos e Associação Recreativa e Cultural de Guilhadezes, o qual envolveu mais de 600 atletas, realçando a dimensão da prática desportiva e projetando o nome de Arcos de Valdevez a nível nacional.

De igual modo foi aprovado um voto de louvor pela participação e chegada à final da arcuense Milay Lagarto no programa Just Duet. Mais um exemplo de um talento arcuense, que levou o nome de Arcos de Valdevez a nível nacional.

Também foi aprovado um voto de louvor à equipa feminina de atletismo do Agrupamento de Escolas de Valdevez, a qual se sagrou campeã a nível nacional de desporto escolar de atletismo.

O Sr. Presidente informou que está a desenvolver contatos com a Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural para dinamizar o projeto de Bolsas de Terras no concelho.

Por último deu conhecimento dos contatos realizados com a Fundação AEP no sentido da Câmara Municipal aderir ao projeto Empreender 2020 – Regresso de uma Geração Preparada, o qual tem como objetivo estimular o espírito empreendedor no seio da diáspora portuguesa, com o foco dirigido aos jovens qualificados que emigraram.

O projeto responde a uma estratégia clara de criar as condições necessárias para o seu regresso e incorporação dos seus níveis de conhecimento no tecido empresarial, nomeadamente através da criação de empresas inovadoras e competitivas, sustentadas numa rede de networking à escala internacional.

Também informou que no âmbito do projeto Eco-label da Quercus, será feita uma apresentação na sexta-feira, às 10h00, no Paço de Giela, com a presença do Sr. Ministro da Economia.

O Sr. Presidente também informou que na quinta-feira, reuniria com as Águas do Norte.

De igual modo deu conta que no próximo dia 16 decorrerá em Paderne, no Algarve, a gala das 7 Maravilhas de Portugal, categoria Aldeias rurais, onde se inclui Sistelo.

O Sr. Presidente da Câmara informou que está cá de visita o Presidente da Câmara Municipal de S. Miguel, Cabo Verde.

O Sr. Presidente agradeceu à Divisão Sociocultural pela excelente realização do Recontro de Valdevez. Um grande evento que envolveu muitos arcuenses e atraiu muitos visitantes.

NOVAS ARU – Áreas de REABILITAÇÃO URBANA

A Câmara Municipal tomou conhecimento dos estudos que estão a ser desenvolvidos com vista à delimitação de novas Áreas de Reabilitação Urbana nas freguesias de Soajo, Ermelo e Sistelo, relativamente às áreas que foram já objeto da definição de outros instrumentos de gestão do território e salvaguarda do património.

OBRAS MUNICIPAIS

EDIFÍCIO DO MERCADO MUNICIPAL - ALTERAÇÃO DE FACHADAS: foi aprovado adjudicar a obra à empresa Carpintaria Pinto & Pintos, Lda. pelo valor de 69.969,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).  

Pavimentação de sobrelarguras e bermas em zonas de contentores, ecopontos e transportes coletivos: foi aprovado dar início ao procedimento concursal para execução de obras na EN  101, pelo valor base de 60.000,00 euros;

EDUCAÇÃO

Reabilitação de pavimentos em parques infantis escolares dos jardins de infancia de Giela, PaçÔ, Vilafonche e Távora: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 25.000,00 Euros;

Aquisição de Serviços de Assistentes Operacionais - Estabelecimentos de Ensino municipais - Setembro de 2017 a Junho de 2018: foi aprovado abrir processo concursal por concurso público denominado "Aquisição de Serviços de Assistentes Operacionais- Estabelecimentos de Ensino municipais/Setembro de 2017 a Junho de 2018", no valor de 103.952,00,00 euros (valores sem IVA).

TRANPORTES ESCOLARES - ZONA DE SISTELO E CABREIRO: foi aprovado adjudicar à firma Fernandes & Cardoso, Lda., pelo valor de 121,23 €/dia, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

TRANPORTES ESCOLARES - ZONA DE CARRALCOVA: foi aprovado adjudicar à firma Melo & Cª., Lda., pelo valor de 121,23 €/dia, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

CLIMATIZAÇÃO DA PRÉ PRIMÁRIA DE VILA FONCHE: foi aprovada a abertura de procedimento por fornecimento, pelo valor base de 12.500,00 euros, sem iva;

AQUISIÇÃO DA PLATAFORMA COLABORATIVA GEOPORTAL MUNICIPAL: foi deliberado adjudicar à empresa ESRI Portugal, S.A., pelo valor de 25.790,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

REORGANIZAÇÃO VIÁRIA E FUNCIONAL DO LARGO DO EIRÓ: foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa J. S. Gomes, Lda., pelo valor de 23.795,00 euros, com prazo de execução de 45 dias,

APOIOS

Foi deliberado apoiar em 750,00€ a Juventude Associada de Rio de Moinhos, para ajudar a fazer face aos custos com a contratação de um autocarro para a deslocação a Rio de Moinhos – Abrantes, tendo em vista a participação no XIII Encontro Nacional de Rio de Moinhos de Portugal, a realizar nos dias 1 e 2 de Julho.

Idem o Rancho Folclórico de Santa Marinha de Prozelo, no valor de 400,00 euros para apoiar a realização do XV Festival Folclórico que vai ter lugar no dia 15 de agosto.

PEDIDOS DE APOIO PARA RECUPERAÇÃO HABITACIONAL:

Foi aprovado apoiar, ao abrigo do regulamento de apoio à recuperação habitacional de estratos sociais desfavorecidos, 3 agregadoS familiarES, no valor de cerca de 30 mil euros.

PEDIDO DE APOIO ECONÓMICO:

Foi deliberado apoiar um agregado residente na Unidade Habitacional de Vila Fonche, através da atribuição de um apoio económico no valor de 186,01€ (cento e oitenta e seis euros e um cêntimo), para pagamento da dívida da água.

PEDIDO DE REVISÃO DE RENDA DE HABITAÇÃO SOCIAL: foi aprovada a revisão de renda de um agregado, residente na Unidade Habitacional do Couto, sendo o valor revisto, calculado em função do rendimento mensal corrigido do agregado familiar, de 4,21€ (quatro euros e vinte e um cêntimos).

Requalificação urbana e reorganização funcional do miolo do quarteirão junto à Igreja da Misericórdia - reparação de anomalias: foi deliberado homologar a conta final da empreitada, no montante de 14.498,03 euros (com IVA: 15.367,91 euros)

PORTA DO MEZIO - CENTRO DE PROMOÇÃO E VALORIVAÇÃO DE PRODUTOS LOCAIS: foi autorizada a liberação de mais 30% da caução inicial (o que totaliza 60% da caução total), por terem decorrido 2 anos completos desde a receção provisória.

PARQUE DA VILA - REQUALIFICAÇÃO DE PARQUE INFANTIL: foi aprovada a prorrogação a título gracioso do prazo de execução da obra por mais 27 dias, ou seja, até 30/06/2017.             

Beneficiação do Pavimento da EN 101 entre o Km 45+700 e o Km 50+450: foi aprovado o plano de trabalhos ajustado ao plano final de consignação e o correspondente plano de pagamentos.     

Bloco XXXV - Ligação de Vilaboa - Gondoriz a Carralcova – Pavimentação: foi aprovada a homologação do auto, a não liberação da caução e a notificação ao empreiteiro para correção dos defeitos, no prazo de 30 dias.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA

REABILITAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - FAQUELO - UF DE ARCOS DE VALDEVEZ (S.PAIO E GIELA): foi homologado o auto de vistoria para efeitos de receção provisória da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa TERRA E PEDRA - Terraplanagens, Lda

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - FREGUESIA DE EXTREMO (CASTANHEIRA/PEREIRA): foi homologado o auto de vistoria para efeitos de receção provisória da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa HABIMONÇÃO CONSTRUÇÕES, Lda.

Ampliação do Sistema de Abastecimento de`Água a Arcos de Valdevez - Setor Nascente - Sistema 2 (Mezio) - Fase 1: foi aprovada a receção definitiva assim como a restituição dos depósitos de garantia da obra e cancelamento das respetivas garantias bancárias para garantia do contrato.

ampliação da rede de abastecimento de água - Álvora, Loureda e Aboim das Choças: foi aprovada a conta final da empreitada referida em epígrafe, no montante de 48.000,00 euros

DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

P-ESTABELECIMENTOS INDUSTRIAIS: A Câmara Municipal procedeu à aprovação do projeto de especialidades respeitante às alterações no estabelecimento industrial da empresa Mora Portugal – Sociedade por Quotas, Lda., sita no Parque Empresarial de Mogueiras – Tabaçô, neste concelho.

P-OPERAÇÃO DE LOTEAMENTO: foi aprovada a receção provisória e a correspondente liberação de caução das obras de urbanização do loteamento urbano sito em Prova – Paçô, da IMOVALDEVEZINTER - Sociedade de Gestão Imobiliária, Lda., com sede no lugar de Ataúde, freguesia de Paçô, deste concelho.     

corte de trânsito

Foi autorizado o pedido do Restaurante O Lagar, de Pereira Amorim & Vieira, Lda., para se proceder ao corte de trânsito na Rua Dr. Vaz Guedes, nesta vila, do dia 1 de julho 2017 até ao dia 30 de setembro 2017, durante a semana das 20:00 horas às 24:00 horas, e ao fim de semana das 12:00 horas às 16:00 horas e das 19:30 horas até ao encerramento dos estabelecimentos, para promoção da restauração.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS  (AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PARA A DIVISÃO DEDESENVOLVIMENTO SOCIOCULTURAL/ ANO 2016): foi aprovado o reajuste ao referido contrato em virtude do salário mínimo nacional ter aumentado, de 505,00€ (quinhentos e cinco euros) para 530,00€ (quinhentos e trinta euros) no primeiro dia do ano de 2016, tendo a empresa direito à prestação, pelo contraente público, da indemnização correspondente ao agravamento dos encargos previstos com a execução do contrato, e que teve de suportar e que se encontram devidamente documentados, no valor de 4.132,12 €

TRESPASSE DO ESTABELECIMENTO DESIGNADO POR BAR CAFÉ DA CASA DAS ARTES: foi aprovado o pedido para proceder ao trespasse daquele espaço, a Daniel Costa da Silva, pelo valor de 35.000,00 euros.

FEIRA QUINZENAL

TRANSFERÊNCIA DE LOTE: foi aprovada a transferência do Lote D15, para o nome de Marli Peixoto de Faria da Silva,, devido ao falecimento do marido Francisco José Oliveira da Silva.

Foi aprovada a alteração da data da feira quinzenal do dia 23 de agosto, ficando essa data em Arcos de Valdevez, e o dia 30 de agosto em Ponte da Barca, devido às festividades concelhias de Ponte da Barca – Romaria de S. Bartolomeu, que decorrem entre os dias 19 e 24 de agosto de 2017.           

CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (GeADAP): foi aprovado o contrato de prestação de serviços a celebrar com a EsPAP - Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública com vista à disponibilização da plataforma informática GeADAP  - sistema integrado de gestão da avaliação de desempenho na administração pública.

            A referida plataforma permite gerir de forma integrada todo o SIADAP, através dos módulos SIADAP 1 e SIADAP 2 e 3, mediante a criação de login para todos os avaliadores e avaliados do Município.

MINHOTOS APOIAM CANDIDATURA DE SISTELO A "7 MARAVILHAS DE PORTUGAL ALDEIAS"

No dia 16 de Julho acompanhe a emissão da RTP1 e Internacional e vote em SISTELO

No próximo domingo à noite, decorre a gala da escolha das duas finalistas na categoria de Aldeia Rural do concurso "7Maravilhas de Portugal Aldeias", em Paderne, no Algarve. A cerimónia será transmitida pela RTP1 e RTP Internacional. Sistelo é a única na categoria Aldeia Rural, a representar o Norte de Portugal.

7 MARAVILHAS - SISTELO - JORNAL ARCOENSES - Cópia.jpg

A candidatura de Sistelo é apadrinhada pelo fadista e músico Marco Rodrigues, também ele fortemente ligado familiarmente e por vivência a Arcos de Valdevez, sendo hoje uma das vozes de referência do género maior da música portuguesa. Marco já gravou 5 álbuns, que contaram com a participação de vozes como Mafalda Arnauth ou Carlos do Carmo, e prepara novo trabalho que tem já single promocional, intitulado “Fado do Cobarde”.

A votação nas pré-finalistas 7 Maravilhas de Portugal® - Aldeias, é realizada através de chamada telefónica para números de tarifa plana (760).

O período de votação nas pré-finalistas termina no final de cada gala em direto e às vozes dos apresentadores (aproximadamente 15 minutos antes do final da Gala). Não há restrição nem limite de votos por participante.

Esta distinção trará ainda maior destaque e popularidade a Sistelo, algo que a povoação vem conhecendo de forma crescente sobretudo a partir do importante processo de classificação nacional como Paisagem Cultural/Monumento Nacional, recentemente reconhecida pela tutela.

ARCOS DE VALDEVEZ LANÇA LIVRO DE BANDA DESENHADA "ERMELO, O CAMINHO DE SÃO BENTO"

A Igreja do Mosteiro de Ermelo, Arcos de Valdevez, recebe, no próximo dia 10 de Julho, véspera da comemoração do dia de São Bento, segunda-feira, às 22:00horas, o lançamento do livro de banda desenhada “Ermelo, O Caminho de São Bento”.

convite (2).png

Escrito por Teresa Guimarães e ilustrado por A. Dantas, é uma obra editada em 2017 pela Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria de Ermelo, com o apoio do Município de Arcos de Valdevez.

Dedicado ao público infantojuvenil, é um livro de banda desenhada que recorda e honra a História do Mosteiro de Ermelo. É uma edição que representa o amor das gentes da pequena aldeia de Ermelo pelo seu velhinho Mosteiro, hoje Monumento Nacional.

A apresentação do livro e dos autores estará a cargo do Pároco da Paróquia de Ermelo, Padre Belmiro Esteves de Amorim.

No lançamento da obra estarão presentes os autores e o Presidente do Município de Arcos de Valdevez, Dr. João Manuel Esteves.

A entrada é livre e o lançamento será acompanhado por um Verde de Honra.

Resumo sobre os autores:

Teresa Guimarães

É contadora de Histórias e Narradora Oral. Em 2014 criou a Cerra Livros, uma Associação Cultural sem fins lucrativos dedicada à promoção da literatura infantil e juvenil. É autora dos livros infantis “A Floresta Perlimpimpim” e “A Menina de Papel”, editados em 2008 e 2010, respetivamente,  pela editora Trinta por Uma Linha  e,  do livro “Ermelo no voo de um pássaro”, editado em 2016 pela Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria de Ermelo.

A.Dantas

Depois de concluir os estudos superiores artísticos no Porto, A. Dantas trabalhou em ilustrações escolares e tem feito várias exposições de aguarela no Minho, principalmente em  Viana do Castelo e Arcos de Valdevez. Esta é a sua primeira Banda Desenhada mas promete não se ficar por aqui.

ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA ROTA CISTERCIENSE EM ERMELO

Arcos de Valdevez e Melgaço apresentaram, no passado sábado, em Ermelo, a Rota Cisterciense, percurso pelo noroeste peninsular que liga os vales do Lima e Minho à Galiza, através das montanhas.

rota_cisterciense (2).JPG

 A Rota Cisterciense do Alto Minho-Galiza pretende dar visibilidade ao Património material e imaterial; reconhecer o valor dos conjuntos monacais no desenvolvimento do turismo cultural e religioso; lançar um olhar humanista e místico sobre 900 anos de História; dar um contributo para o Itinerário Cultural Europeu dos Caminhos de Cister; ligar o Vale do Lima ao Vale do Minho pela montanha, contribuir para o seu desenvolvimento; fortalecer os laços transfronteiriços, tendo referências memoriais e registos raianos.

A rota que se inicia no Mosteiro de Santa Maria do Ermelo, em Arcos de Valdevez, passa também pelo Mosteiro de Santa Maria de Fiães (Melgaço), pelo Mosteiro de Santa Maria de São Clódio, em Leiro, na Galiza, culminando na abadia de Santa Maria de Oseira, na província de Ourense.

O caminho transfronteiriço poderá ser percorrido futuramente a pé, a cavalo ou em motociclo.

Para o Municipio arcuense esta é uma ação que irá contribuir para enriquecer a oferta turística no concelho, bem para dinamizar economicamente o território ao nível da restauração, hotelaria e comércio local.

rota_cisterciense (3).JPG

RECONTRO DE VALDEVEZ – RECRIAÇÃO HISTÓRICA

RECONTRO 2017 - poster.jpg

PROGRAMA

DIA 7 DE JULHO (sexta)
20h00 Abertura de Portas, da Praça dos Mercadores e dos Ofícios, do Largo do Sustento e do Castelo dos Infantes e Petizes;
20h30 Repasto e Banquete com D. Afonso Henriques, e por sua mercê;
22h00 Espetáculo de Teatro de Fogo “Valdevez, Onde Portugal se Fez”;
22h45 Concerto Musical com Bailias e Folias;
24h00 Fecho de Portas.
DIA 8 DE JULHO (sábado)
18h00 Abertura de Portas, da Praça dos Mercadores e dos Ofícios, do Largo do Sustento e do Castelo dos Infantes e Petizes;
Cortejo dos recrutados e guerreiros acampados nas colinas do castelo;
19h00 Investidura dos Cavaleiros Petizes (crianças até aos 12 anos);
Espetáculos diversos e atividades no acampamento militar;
20h00 Animação e comedorias nas Tabernas do Largo do Sustento
22h00 RECRIAÇÃO HISTÓRICA: “O RECONTRO DE VALDEVEZ: O ÚLTIMO DIA DO CONDADO E O PRIMEIRO DIA DO REINO” (Torneio d’Armas a Cavalo);
23h00 Bailias Animadas e Sons dos Trovadores;
02h00 Fecho de Portas.
DIA 9 DE JULHO (domingo)
17h00 Abertura de Portas, da Praça dos Mercadores e dos Ofícios, do Largo do Sustento e do Castelo dos Infantes e Petizes;
Atividades diversas;
18h00: Artistas animam as Terras de Valdevez;
Tabelião faz o Assentamento das Perícias dos Cavaleiros;
20h00 Animação e comedorias nas Tabernas do Largo do Sustento;
22h00 RECRIAÇÃO HISTÓRICA: “O RECONTRO DE VALDEVEZ: O ÚLTIMO DIA DO CONDADO E O PRIMEIRO DIA DO REINO” (Torneio d’Armas a Cavalo);
23h00 Concerto Musical e Espetáculo de Encerramento;
24h00 Fecho de Portas.
Atividades para a Infância | Castelo dos Infantes e Petizes:
• Estórias de Cavaleiros, Fadas e Dragões
• Mini-liça de Torneios de Armas a Cavalo
• Mini Tendas Medievais
• Hora de Brincar e Jogar
• Pinturas Faciais
• Estórias para não adormecer, e que não deixam dormir…
Atividades diversas no espaço do evento (Paço de Giela):
• Animação Itinerante
• Recriação Histórica e Artes Performativas
• Personagens
• Rábulas e Estórias
• Música e Dança
• Vivência castrense
• Oficinas de formação
• Prática de esgrima e dança
• A Arte do Calígrafo e do Malheiro

RECONTRO 2017 - programa (2).jpg

RECRIAÇÃO HISTÓRICA DO RECONTRO DE VALDEVEZ DE 1141 FOI A LISBOA SURPREENDER E PROMOVER

Na passada quinta-feira, dia 29 de Junho, a Rua Augusta, em Lisboa, foi palco da recriação do episódio histórico Recontro de Valdevez. 

11 (1).JPG

A apresentação, que  contou com mais de quatro dezenas de atores que representaram D. Afonso Henriques, futuro rei de Portugal, D. Afonso VII de Leão e Castela, respetivos escudeiros e guardas e ainda músicos, surpreendeu as centenas de pessoas de várias nacionalidades que circulavam nesta artéria tão importante de Lisboa.

Esta ação em Lisboa foi o prelúdio da Recriação Histórica do Recontro de Valdevez, que ocorrerá em Arcos de Valdevez nos dias 7 a 9 de Julho, trazendo assim até à atualidade esse momento referencial da História portuguesa, utilizando para o efeito o cenário do Paço de Giela, notável Monumento Nacional recentemente reabilitado, que acolherá uma verdadeira viagem à idade média e ao século XII.

O Recontro de Valdevez aconteceu em 1141 quando os exércitos de Afonso Henriques, futuro primeiro rei de Portugal, e os de seu primo Afonso VII de Leão e Castela se encontraram em Arcos de Valdevez, protagonizando um dos momentos mais importantes da fundação da nacionalidade, uma contenda/torneio medieval que evitou uma batalha quase certa, dando uma importante vantagem aos portucalenses e às ambições autonomistas do seu jovem monarca.

14.JPG

17.JPG

19.JPG

ARCOS DE VALDEVEZ: MINISTRO DO AMBIENTE VISITA PORTA DO MEZIO

Ministro do Ambiente apresentou na Porta do Mezio projeto-piloto para o PNPG no valor de 8,4 ME

Parque Nacional da Peneda Gerês conta com mais 10 brigadas de sapadores florestais, constituídas por 50 elementos

apresentacao_projeto_piloto_mezio3.jpg

O Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, esteve esta sexta-feira na Porta do Mezio para apresentar o Projeto-piloto para o Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), o qual prevê o reforço das equipas e dos equipamentos dos agentes florestais.

Deste Projeto-Piloto composto por 11 medidas, faz parte a colocação no terreno de 50 elementos, num total de 10 equipas, que vão passar a trabalhar na prevenção e também no combate aos fogos florestais, contratados, parte deles pelo Instituto de Conservação da Natureza (ICNF) e outra parte pela Adere - Peneda Gerês (Associação de Desenvolvimento de Desenvolvimento Regional) que integra os cinco municípios do PNPG.

Para além da contratação das brigadas, este plano engloba ações como o restauro da mata do Ramiscal, de Matas do Mezio, programa de prevenção estrutural e conservação de mata no PNPG e a melhoria da cobertura da rede móvel, encontrando-se já ativas antenas na zona do Parque.

De referir que este documento foi elaborado na sequência dos incêndios que no ano transato consumiram cerca de sete mil hectares, 10% dos 70 mil hectares do Parque nacional Peneda Gerês, sendo que a sua maior parte é referente à zona do Mezio, Soajo e Cabana Maior.

Será suportado pelo Fundo Ambiental e implementado ao longo de 10 anos, com metas a 8anos, 3 e 1 ano. No caso de Arcos de Valdevez prevê-se a rearborização de quase 500 hectares de área florestal no Mezio.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, relevou a importância da colocação das brigadas no terreno, uma medida solicitada no ano transato ao Governo após os incêndios no concelho, e avançou que esta é fundamental pois “é necessário mais presença humana no território de forma a aumentar as ações de prevenção e reduzir os potenciais incêndios”.

Desde 2014 que a autarquia tem realizado esforços no sentido de valorizar o PNPG, bem como mantido contacto com o Ministério do Ambiente para se conseguirem levar avante algumas medidas, como é exemplo a atual melhoria das comunicações móveis. Mas, para além disso, o Municipio investe na defesa da floresta contra incêndios através da celebração anual de protocolos no valor de mais de 200 mil euros com as Associações de Baldios, faz limpezas, encontra-se a implementar um projeto de rede primária, apoia os Bombeiros Voluntários e mantém um papel ativo com ANPC.

O autarca solicitou ao Governo que se comecem a usar novas tecnologias, nomeadamente, drones ao nível da prevenção e combate aos incêndios.

João Esteves também referiu ao governante a necessidade de se concretizar o Plano de Valorização do PNPG, pois contém um conjunto de intervenções que contribuirão para a valorização dos produtos e do património natural e cultural do mesmo.

apresentacao_projeto_piloto_mezio5.jpg

apresentacao_projeto_piloto_mezio8.jpg

apresentacao_projeto_piloto_mezio9.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ RECRIA ENCONTRO HISTÓRICO

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez levará a feito, nos dias 7 a 9 de Julho, a Recriação Histórica do Recontro de Valdevez, trazendo assim até à atualidade esse momento referencial da História portuguesa, utilizando para o efeito o cenário do Paço de Giela, notável Monumento Nacional recentemente reabilitado, o qual acolherá uma verdadeira viagem à idade média e ao século XII.

O Recontro de Valdevez aconteceu em 1141 quando os exércitos de Afonso Henriques, futuro primeiro rei de Portugal, e os de seu primo Afonso VII de Leão e Castela se encontraram em Arcos de Valdevez, protagonizando um dos momentos mais importantes da fundação da nacionalidade, uma contenda/torneio medieval que evitou uma batalha quase certa, dando uma importante vantagem aos portucalenses e às ambições autonomistas do seu jovem monarca.

Neste sentido, o município arcuense leva a efeito a apresentação do evento, que terá lugar amanhã, dia 6 de julho, pelas 12h00, no Centro Municipal de Informação e Turismo de Arcos de Valdevez, seguindo-se o almoço.

OPOSIÇÃO EM ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA PARA EXPLICAR CASO DAS ALEGADAS AGRESSÕES FÍSICAS NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

De acordo com informação recebida da Federação de Viana do Castelo do Partido Socialista, vão os representantes do PS, CDS-PP e CDU na Assembleia Municipal de Arcos de Valdevez realizar hoje uma conferência de imprensa destinada a abordar o tema das agressões físicas e verbais ao Senhor Presidente da União de Freguesias de Távora (Santa Maria e São Vicente) na última Assembleia Municipal dos Arcos de Valdevez.

A conferência realiza-se pelas 18H00, na Residencial D. António, sita na Rua Padre Luiz Gonzaga Azevedo, em Arcos de Valdevez.

ARCOS DE VALDEVEZ RECRIA EM LISBOA O HISTÓRICO RECONTRO DE VALDEVEZ

Decorridos quase 9 séculos desde o recontro de Valdevez, acontecimento decisivo na formação da nacionalidade portuguesa, o Município de Arcos de Valdevez levou hoje à capital uma recriação do histórico torneio medieval. Este espectáculo destinou-se a divulgar a recriação histórica que vai ter lugar junto ao Paço da Giela, em Arcos de Valdevez, de 7 a 9 de Julho.

DSCF4035 (1).JPG

O espectáculo decorreu na rua do Ouro, junto ao Arco da rua Augusta. E, perante o olhar curioso e interessado de dezenas de transeuntes, defrontaram-se os cavaleiros de D. Afonso Henriques com os de Afonso VII de Leão, segundo as regras da cavalaria, num bafúrdio que evitou uma batalha que se adivinhava certa e sangrenta, acabando a sorte por recair aos cavaleiros portucalenses, e que resultou em vantagem para as aspirações autonomistas do nosso primeiro rei. Uma recriação na qual não faltaram sequer s guardas e os esudeiros, vestidos à moda da época, os bombos e as gaitas-de-foles, os estandantes dos vários reinos em presença e, como não podia deixar de suceder, a luta de espadas que historicamente determinou a vitória portuguesa.

Pretende-se com esta iniciativa “potenciar o evento e, de igual modo, assinalar a ligação umbilical entre Arcos de Valdevez e a formação da nacionalidade, bem como a importância futura que teve na vida de Afonso Henriques e nas suas futuras conquistas, como o caso de Lisboa.”. A acompanhar esta representação, deslocou-se propositadamente a Lisboa o Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, Dr. João Manuel Esteves, com quem o Administrador do BLOGUE DO MINHO teve oportunidade de trocar algumas impressões.

DSCF4007 (1).JPG

DSCF4008 (1).JPG

DSCF4009 (1).JPG

DSCF4013 (1).JPG

DSCF4011 (1).JPG

DSCF4014 (1).JPG

DSCF4021 (1).JPG

DSCF4022 (1).JPG

DSCF4023 (1).JPG

DSCF4024 (1).JPG

DSCF4029.JPG

DSCF4030.JPG

DSCF4031.JPG

DSCF4032.JPG

DSCF4033.JPG

DSCF4035 (2).JPG

DSCF4037.JPG

DSCF4038.JPG

DSCF4041.JPG

DSCF4042.JPG

DSCF4043.JPG

DSCF4044.JPG

DSCF4045.JPG

DSCF4046.JPG

DSCF4047.JPG

DSCF4048.JPG

DSCF4049.JPG

DSCF4050.JPG

DSCF4052.JPG

DSCF4053.JPG

DSCF4054.JPG

DSCF4058.JPG

DSCF4072.JPG

DSCF4004.JPG

Na imagem, Carlos Gomes, Administrador do BLOGUE DO MINHO, e o Dr. João Manuel Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez

S. JOÃO DA VALETA 2017: MARCHAS SANJOANINAS REVELARAM-SE NOVAMENTE O MOMENTO ALTO DAS FESTIVIDADES EM ARCOS DE VALDEVEZ

No dia 23, o S. João da Valeta voltou a levar até ao “Marchódromo” arcuense centenas de espetadores ávidos por uma noite bem passada.

Tradição, cor, alegria, som e luz, foram alguns dos ingredientes da edição deste ano, em que participaram as marchas da Miranda, “Olhar Encantador” de Padreiro Santa Cristina, Padre Himalaya de Cendufe, Marcha da Valeta e, por fim, a Marcha de Aguiã, as quais espelharam a grandiosidade de uma das mais importantes celebrações populares de Arcos de Valdevez.

Estas festividades começaram, como habitualmente, logo pela manhã de sexta-feira, com o desfile das Marchas das crianças dos infantários e IPSS`s de Arcos de Valdevez, e, à noite, antes da atuação das Marchas dos mais graúdos, teve lugar a atuação do Grupo Infantil Padre Himalaya.

Este primeiro dia terminou com o grande espetáculo de Carlos Rodrigues. Já a programação de sábado reservou a atuação do Grupo Microsom.

A FOLIA e Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, entidades organizadoras do S. João da Valeta, fazem um balanço muito positivo da edição deste ano, pois as Festas Sanjoaninas voltaram a atrair muitos espetadores e foliões à zona histórica da vila, e proporcionaram à população arcuense muita animação e divertimento.

ARCUENSES CAMINHAM PELO TRILHO PERTINHO DO CÉU

Preparados para trepar até à Branda de Bosgalinhas? O ponto mais alto do percurso a 1070 metros?

Daí até avistar a Branda de S. Bento do Cando é um instantinho, sempre com a Natureza no estado puro, aldeias rurais e a montanha para admirar.

trilho_pertinho_ceu.jpg

Mais perto de nós a paisagem é composta por campos cultivados com centeio, rodeados por toscos muros de pedra solta.

Venha conhecer a Branda de S. Bento do Cando conhecida pelas suas romarias à imagem do S. Bento. 

Inscreva-se nesta caminhada da iniciativa “12 Trilhos 12 Experiências” e venha com a Ardal-Porta do Mezio vivenciar mais uma experiência única e diferente!

O som e o movimento dos animais e as excecionais panorâmicas alcançadas do alto da Serra, são apenas alguns dos ingredientes presentes neste atividade!

Características do Trilho:

Data da realização: 2 de Julho de 2017

Local de encontro: 8h30 - Nature4 (Coordenadas GPS - 41°53`05``N; 8°18`48´´W)

Hora de saída: 9h00 – Porta do Mezio

Localização do Trilho: Serra do Soajo

Distância aproximada: 6 km

Âmbito do percurso: Paisagístico/Ecossistema de Montanha

Duração: 3h30

Dificuldade: Fácil a moderado

Inscrições: www.portadomezio.pt/portadomezio@ardal.pt/258510100

Almoço (servido na Porta do Mezio)

(inscrições até às 18h00 do dia 30 de Junho)

Ementa: entrada, sopa, arroz de pato, sobremesa, bebidas e café.

Inscrições: www.portadomezio.pt / 258510100 / portadomezio@ardal.pt

Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado adequado, reforço alimentar e água.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 26 DE JUNHO DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No período antes da ordem do dia a Câmara aprovou um voto de pesar pelo falecimento das vítimas do incendio de Pedrogão Grande, bem como aprovou remetê-lo às Câmaras Municipais das localidades afetadas.
  • o Sr. Presidente informou da realização do exercício teste ao Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Arcos de Valdevez - Plano de Operações que irá decorrer no dia 28 Junho, às 14h na Escola Básica de Arcos de Valdevez. 
  • O Sr. Presidente relembrou a realização da Recriação Histórica do Recontro de Valdevez, nos próximos dias 7,8 e 9 julho.
  • Também deu conta que na quinta-feira, dia 29 de junho, será feita na baixa de Lisboa uma apresentação da recriação histórica do Recontro de Valdevez
  • De igual modo informou que na próxima sexta-feira, às 10h, será feita na Porta do Mezio a apresentação das equipas de sapadores florestais para a área do PNPG, com a presença do Sr. Ministro do Ambiente.
  • Também informou da programação ligada à iniciativa Noites no Paço, a qual tem início no próximo dia 1 de julho, pelas 22h00, com o concerto de Dan Riverman e termina no dia 26 de agosto com The Partisan Seed.
  • O Sr. Presidente deu conta também que no próximo dia 1 de julho vai ser feita em Ermelo a apresentação da rota de Cister.
  • O autarca deu conta igualmente da apresentação da Banda desenhada sobre Ermelo no próximo dia 10 de julho, às 21h30, bem como da execução do trilho “Romeiros de S. Bentinho de Ermelo”.
  • No período antes da Ordem do Dia foram também apresentados os novos desdobráveis com informação turística sobre o concelho
  • Foi aprovado um voto de congratulação pela classificação do atleta Gonçalo Amorim, no olímpico Jovem, o qual se sagrou campeão nacional nos 1000metros, e ao próprio Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez pelo excelente trabalho que tem desenvolvido junto dos jovens.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - FREGUESIA DE MIRANDA (ZONA ALTA): foi aprovado adjudicar a obra à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 495.406,12 €, mais IVA.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA AO SISTEMA NASCENTE (MEZIO) - CABANA MAIOR: foi aprovado o PROJETO para a execução da empreitada referida em epígrafe, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 860.000,00 euros;

Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação da rede de abastecimento de água à freguesia de Cabana Maior, que ainda não se encontra servido de rede pública de abastecimento de água, a partir do Sistema Nascente (Mezio).

Assim, o projeto preconiza a instalação de condutas de distribuição a partir do Reservatório do Mezio, ao longo da Estrada Nacional 202 e aos lugares de Boimo, Vilela de Lages, Portela e Igreja, na referida freguesia, numa extensão de cerca de 10km.

A intervenção prevê ainda a instalação de 150 ramais domiciliários, 7 redutoras de pressão, 4 ventosas e hidrantes.             

Ampliação da rede de Abastecimento de Água - Freguesia de Sabadim (Cestães/Passo/Souto/Outeiro/Trogal): foi aprovada a liberação de caução, nos termos do D.L. n.º 190/2012, de 22 de Agosto.

SANEAMENTO

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A GUILHADESES (MÓ DA LOMBA/FONTÃO COVO): foi aprovado homologar o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 204.762,44 euros, com prazo de execução de 240 dias.

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO - UF DE SOUTO E TABAÇÔ - COVELA, PORTELA E IGREJA: foi aprovado adjudicar a obra à firma Habimonção, Construções, Lda., pelo valor de 137.243,27 €, mais IVA.

 

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A PROZELO (SUCÃES/LAGOA) E AGUIÃ (VILA NOVA/BAIRRO NOVO): foi aprovado adjudicar a obra à empresa Sebastião da Rocha Barbosa, Lda., pelo valor de 197.361,40 €, mais IVA.

DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E URBANISMO

  • – Parque Empresarial de Álvora - Operação de Loteamento: foi aprovado autorizar a abertura de procedimento relativo à referida operação urbanística, fixando o prazo de 15 dias para o período de discussão pública, e de 8 dias para o período de anúncio

PEDIDOS DE APOIO PARA RECUPERAÇÃO HABITACIONAL: foram aprovados 6 pedidos de apoio para a recuperação habitacional ao abrigo do regulamento de apoio à recuperação habitacional de estratos sociais, no montante global de 50 638,90€

APOIOS

  • Foi aprovado apoiar em 1,155,00 €, o Clube de Rugby de Arcos de Valdevez, para ajudar a fazer face às despesas com o acolhimento do estágio da Seleção Nacional de Rugby Sub17 a decorrer nos próximos dias 7, 8 e 9 de julho.
  • Idem, o Agrupamento de Escolas de Valdevez no valor de 481,00 euros para a atividade intitulada “Troféu a minha Escola, a minha Turma”, a realizar no dia 27 de junho.
  • A Câmara aprovou o orçamento no valor de 371,06€ (IVA incluído) para a aquisição do material necessário ao funcionamento do Jardim de Infância de Távora, solicitado pelo Agrupamento de Escolas.
  • Foram aprovados pedidos de pagamento de água às prestações e de ramal de drenagem de águas residuais.

DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS

Protocolos Sapadores Florestais -   Foi aprovada a prorrogação do período de vigência dos protocolos sapadores florestais até dezembro de 2017, com 5 entidades, nomeadamente as Assembleias de compartes de Cabreiro, Gavieira e Soajo e Associação Florestal Atlântica e Associação Florestal do Lima. O valor global dos protocolos é de 67.500€.

REDE VIÁRIA FLORESTAL DE ACESSO A PONTOS DE ÁGUA DE 1.ª ORDEM: - foi aprovado homologar o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa AMBIFLORA – Serviços de Silvicultura e Exploração Florestal, Lda., pelo valor de 180.203,00 euros, com prazo de execução de 120 dias.

OBRAS MUNICIPAIS

REQUALIFICAÇÃO DE PERCURSOS PEDONAIS E ZONA DE ESTACIONAMENTO (ARCOS S. PAIO E GIELA): foi aprovado o encerramento do procedimento e autorizou a abertura deste procedimento.

INFRAESTRUTURAÇÃO DE ESPAÇOS PARA EVENTOS NO PAÇO DE GIELA: foi aprovado o encerramento do procedimento e autorizou a abertura deste procedimento.

Aquisição de serviços de Fiscalização e Coordenação de Segurança em Obra da empreitada: Centro Interpretativo do Barroco/Igreja do Espírito Santo - Obras de reabilitação, conservação e restauro: foi aprovado adjudicar a aquisição de serviços à firma concorrente JRTorres – Consultores de Engenharia, Lda., pelo valor de 55.349,00 €, mais IVA.

parque de diversões na Ínsua do Vez

Foi aprovada a renovação do contrato com a PUBLIVALDEVEZ, Lda., para a “Concessão de uso privativo para a instalação e exploração sazonal de um parque de diversões em terreno de domínio público municipal, sito em Ínsua do Vez, concelho de Arcos de Valdevez”.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESINFEÇÃO EM VÁRIOS EDIFÍCIOS MUNICIPAIS – PAÇOS DO CONCELHO E EDIFÍCIO DA ANTIGA BIBLIOTECA (RUA PADRE MANUEL HIMALAIA) – 2017/2018: foi deliberado adjudicar os serviços à empresa B. B. Facility Services, Unipessoal, Lda., pelo valor de 15.000,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

CONTRATO DE AUXÍLIO FINANCEIRO NO ÂMBITO DO FUNDO DE EMERGÊNCIA MUNICIPAL (FEM): a Câmara aprovou o quadro síntese, enviado pela CCDRN, do investimento elegível, previsto para os anos de 2016 e 2017, com escalonamento financeiro das intervenções propostas pelo município, no âmbito da candidatura apresentada ao Fundo de Emergência Municipal (FEM), e que prevê uma comparticipação total em 2017 de € 17.829,00, para efeitos de celebração do contrato de auxílio financeiro ao abrigo do FEM.

DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO SOCIOCULTURAL -_PEDIDO DE REAJUSTE AO CONTRATO DE Aquisição de serviços de Assistentes Operacionais - Estabelecimentos de ensino municipais / setembro de 2015 a junho de 2016: foi aprovado o reajuste ao referido contrato em virtude do salário mínimo nacional ter aumentado, de 505,00€ (quinhentos e cinco euros) para 530,00€ (quinhentos e trinta euros) no primeiro dia do ano de 2016.

Fundo de Apoio Municipal,

A Câmara tomou conhecimento que a primeira tranche de 2017, no valor de 68 033,00€, deverá ser paga no corrente mês de junho.

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA TERAPIA COM ANIMAIS

Balanço positivo para o projeto "Despertar Emoções/Intervenções Assistidas por Animais. Câmara Municipal apoiou projeto de terapias assistidas por animais visando a melhoria de vida de pessoas com necessidades especiais

Chegou ao fim na passada semana o Projeto "Despertar Emoções/Intervenções Assistidas por Animais 2017, implementado pela Dogs Training Concept/Arcos de Valdevez, com o apoio da Câmara Municipal.

reuniao_projeto_dogs_training.JPG

Este projeto de terapias assistidas por animais teve por objetivo principal o desenvolvimento de atividades que visassem a melhoria da qualidade de vida de crianças/adultos com necessidades especiais, a partir de uma ação lúdica, motivacional e educativa.

Com a presença do animal, as pessoas mostram-se muito mais motivadas e disponíveis para as atividades pedagógicas e terapêuticas propostas, o que resultou em passos importantes para a promoção da socialização; o afastamento da solidão, da ansiedade, do stress e da depressão. Nestas sessões foram também promovidos aumentos da autoestima e a autoconfiança, melhorias na saúde física, psicológica e emocional, coordenação motora e desenvolvimento da memória dos assistidos. Trabalhou-se a coordenação motora e estabilizou-se a frequência cardíaca.

Os animais são catalisadores de comunicação; estimulam a memória e a atenção, não julgam, são afetuosos, mantêm os alunos/participantes ocupados, são um foco de atenção e permitem a estimulação táctil.

Da reunião de avaliação final destaca-se o sucesso deste projeto de boas práticas em que os animais foram fatores de motivação e aprendizagem, bem como o forte impacto junto dos utentes na área emocional, social, psicomotora e cognitiva.

Envolveu o CAO e o Lar Residencial da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez e a APPACDM de Ponte da Barca.

Ao apoiar este projeto a Câmara Municipal quis proporcionar momentos agradáveis e lúdicos aos beneficiários.

ARCOS DE VALDEVEZ CRIA CENTRO INTERPRETATIVO DO BARROCO

1 milhão de euros para criar porta de entrada do Barroco em Arcos de Valdevez

A Câmara Municipal procedeu recentemente à consignação da obra do Centro Interpretativo do Barroco, a levar a efeito na Igreja do Espírito Santo, em Arcos de Valdevez. Um ato cerimonial que contou com a presença do Sr. Bispo de Viana, D. Anacleto Cordeiro Gonçalves de Oliveira e do Sr. Diretor Regional Da cultura do Norte, Dr. António Ponte.

Nesta cerimónia foi explicado a todos os presentes o objetivo da intervenção, bem como todas as suas características funcionais.

De referir, que o projeto trata-se de uma plataforma de dinâmica turística e de conhecimento do Barroco na região do Alto-Minho, servindo de porta de entrada para o Barroco nos 10 concelhos e permitirá lançar conhecimentos sobre este período da cultura na região, bem como, simultaneamente explorar as características únicas e importantíssimas do templo do Espirito Santo, imóvel de interesse público e um dos mais importantes na região Norte do país;

Este Centro Interpretativo do Barroco incorporará novas tecnologias de realidade aumentada e virtual para interpretar os monumentos da região, o período do Barroco e o próprio monumento; será alvo de reabilitação do seu riquíssimo e referencial espólio artístico, de valor nacional, sendo igualmente potenciado o seu uso cultural, pedagógico e turístico, desenvolvidas temáticas como a Sociedade e o Pensamento na época Barroca Cultura e Arte no Barroco e um momento relativo ao próprio monumento, intitulado Igreja do Espírito Santo: da origem à consagração para além da descoberta dos principais monumentos barrocos da região.

Tanto o Sr. Bispo de Viana, D. Anacleto Cordeiro Gonçalves de Oliveira como o Sr. Diretor Regional Da cultura do Norte, Dr. António Ponte, enalteceram a importância do projeto, o qual releva a parte cultural, nunca esquecendo a religiosa, realçando a interesse que o mesmo terá para a comunidade local e turística, como também ao nível da reabilitação e conservação do património para os vindouros.

A intervenção divide-se em duas grandes rubricas, já adjudicadas, nomeadamente a de ARQUITETURA E ESPECIALIDADES, ESTUDO HISTÓRICO E ARQUEOLÓGICO, CONTEÚDOS E EQUIPAMENTOS TECNOLOGÍCOS E INTERPRETATIVOS E FISCALIZAÇÃO E COORDENAÇÃO DE SEGURANÇA, no valor de 392.000,00 EUROS e as OBRAS DE REABILITAÇÃO, CONSERVAÇÃO E RESTAURO, orçadas em 588.000,00 EUROS.

Este projeto insere-se na operação “NORTE-04-2114-FEDER-000114 - Centro Interpretativo do Barroco - Igreja do Espírito Santo / Arcos de Valdevez”, cofinanciada pelo Fundo Europeu, Programa Operacional NORTE 2020, Eixo Prioritário 4 - Qualidade Ambiental e conta com um Investimento Elegível de 978.467,62 € e Comparticipação Comunitária de 831.697,48 €. Esta candidatura contou o apoio da Direção Regional de Cultura Norte, através da inserção do projeto no modelo de rotas do Barroco, e com a parceria da Fábrica da Igreja de Arcos Valdevez (salvador).

MELGAÇO E ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTAM ROTA CISTERCIENSE DO ALTO MINHO-GALIZA

Sábado, 1 de Julho: Trilhos pelo noroeste peninsular vão ligar o Vale do Lima e o Vale do Minho, através das montanhas

Os municípios de Melgaço e Arcos de Valdevez organizam, no próximo dia 1 de julho, uma visita cultural para apresentarem a Rota Cisterciense do Alto Minho- Galiza. Os dois concelhos assumiram a realização do percurso com marcas culturais do Noroeste Peninsular contribuindo para a conservação, divulgação e promoção do Património que a Ordem de Cister legou à Europa, e que está bem evidenciado na zona transfronteiriça: «os caminhos monacais estão enriquecidos pela história, arquitetura, antropologia, música e mística, onde se respira o legado secular do ‘ora et labora’.», considera o antropólogo e promotor de educação para o património, José Rodrigues Lima.

Mosteiro de San Clódio de Leiro.png

Os participantes ficarão fascinados pela diversidade cultural, verificando ‘lugares da memória’ e descobrindo ‘a alma dos lugares’ no território do infinito. Os trilhos serão apresentados em vários pontos-âncora do itinerário cultural e místico como o Mosteiro de Santa Maria do Ermelo (Arcos de Valdevez), o Mosteiro de Santa Maria de Fiães (Melgaço), rumando terras da Galiza pelo Mosteiro de Santa Maria de São Clódio (Leiro), atingindo a grande abadia de Santa Maria de Oseira, na província de Ourense. O caminho transfronteiriço, que poderá ser percorrido futuramente a pé, a cavalo ou em motociclo, terá início no mosteiro de Ermelo e terminará na abadia de Oseira, na Galiza.

A Rota Cisterciense do Alto Minho-Galiza pretende dar visibilidade ao Património material e imaterial; concretizar leituras multidisciplinares na Rota Cisterciense; reconhecer o valor dos conjuntos monacais no desenvolvimento do turismo cultural e religioso; lançar um olhar humanista e místico sobre 900 anos de História; dar um contributo para o Itinerário Cultural Europeu dos Caminhos de Cister; valorizar o legado ‘Ora et Labora’; ligar o Vale do Lima ao Vale do Minho pela montanha, contribuindo para o seu desenvolvimento; fortalecer os laços transfronteiriços, tendo referências memoriais e registos raianos; e constatar a existência de laços antigos entre os cistercienses do Alto Minho e Galiza.

O projeto conta, entre outros, com a colaboração dos párocos Manuel Domingues, do Mosteiro de Fiães; Belmiro Amorim, do Mosteiro do Ermelo; Raúl Fernandes, de Parada do Monte; César Maciel, de Castro Laboreiro; Custódio Branco, do Soajo; e de João Paulo Torres, arcipreste de Melgaço.

Mosteiro de Santa Maria de Fiães.png

Sobre a Ordem de Cister

Fixada em Portugal desde o século XII, a Ordem de Cister acompanhou a formação do território e a a­rmação política da primeira dinastia.

Ordem contemplativa na sua essência, os cistercienses, enquanto beneditinos reformados, não deixaram de valorizar a oração e o trabalho (ORA ET LABORA) como um binómio basilar na sua vivência comunitária. Procurar Deus e orar era melhor em silêncio, o que motivou a busca de lugares afastados das grandes cidades. Os mosteiros tinham designações baseadas na natureza, obedeciam, quando criados de origem, a um modelo-tipo: respondiam às exigências de funcionalidade e economia de espaço e de movimento abolindo o supérfluo. O conjunto monacal articula a vida e as obrigações distintas de monges, noviços e conversos. Eram caracterizados pela racionalidade na articulação dos espaços e despojamento de elementos decorativos. Usavam soluções locais com materiais disponíveis e tradições culturais existentes. O seu revestimento era branco. Na abadia os monges oravam, ilustravam-se na Lectio Divina, geriam a propriedade monástica no seu todo, celebravam e ensinavam (por vezes).

Este esquema de organização foi um dos motivos do êxito de Cister, principalmente em termos económicos. A hidráulica, a metalurgia, a mineração, muitas técnicas agrícolas, a piscicultura, entre outras inovações muito devem ao labor dos monges brancos.

Mosteiro de Santa Maria do Ermelo.png

Mosteiro Santa Maria de Oseira.png

RECONTRO DE VALDEVEZ DE 1141: ARCOS DE VALDEVEZ DIVULGA EM LISBOA RECRIAÇÃO HISTÓRICA DESTE IMPORTANTE MOMENTO HISTÓRICO

Lisboa, Arco da Rua Augusta, 29 de Junho às 17:30

Em 1141 os exércitos de Afonso Henriques, futuro primeiro rei de Portugal, e os de seu primo Afonso VII de Leão e Castela encontra-se em Arcos de Valdevez, protagonizando um dos momentos mais importantes da fundação da nacionalidade, o Recontro de Valdevez, uma contenda/torneio medieval que evitou uma batalha quase certa, dando uma importante vantagem aos portucalenses e às ambições autonomistas do seu jovem monarca.

RECONTRO 2017 - poster2.jpg

Quase 900 anos depois, o Município de Arcos de Valdevez leva a efeito uma Recriação Histórica do Recontro de Valdevez, que ocorrerá nesta vila minhota nos dias 7 a 9 de Julho, trazendo assim até à atualidade esse momento referencial da História portuguesa, utilizando para o efeito o cenário do Paço de Giela, notável Monumento Nacional recentemente reabilitado, que acolherá uma verdadeira viagem à idade média e ao século XII.

No sentido de divulgar de forma alargada o Recontro, o Município arcuense leva a efeito uma apresentação pública deste evento em Lisboa, utilizando para o efeito a área do Arco da Rua Augusta, numa cidade ligada à vida do primeiro monarca português, com a sua conquista aos mouros em 1147. Desta forma ficam associados dois momentos fundamentais para a formação de Portugal e uma viva homenagem ao nosso primeiro rei Afonso Henriques.

A apresentação decorrerá de forma muito original e dinâmica, uma vez que será realizada uma performance de animação de época que contará com as personagens medievais de Afonso Henriques, Afonso VII, respetivas guardas e escudeiros, que farão uma alegoria do Recontro, num momento que contará igualmente com música e dança de época, num momento de comunicação diferente para todos os presentes.

Este momento de divulgação da Recriação Histórica do Recontro de Valdevez procura, assim, potenciar o evento e, de igual modo, assinalar a ligação umbilical entre Arcos de Valdevez e a formação da nacionalidade, bem como a importância futura que teve na vida de Afonso Henriques e nas suas futuras conquistas, como o caso de Lisboa.

RECONTRO 2017 - programa.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE REABILITAÇÃO URBANA

Reabilitação urbana - obras em curso. A Câmara Municipal encontra-se a levar a cabo obras de reabilitação urbana na sede do concelho.

Atualmente está em curso a obra de “Reabilitação de espaços urbanos no Centro Histórico -1ªfase - Rua Dr. António José Pimenta Ribeiro”, adjudicada à empresa Plano Minho Lda. pelo valor de 209 164,98€.

arranjo_s-bento.jpg

Esta obra refere-se à reabilitação da Praceta do Vez e espaço confinante ao Mercado Municipal, que irá permitir aumentar os lugares de estacionamento. Através dela estão a ser realizadas intervenções ao nível do revestimento dos pavimentos, das estruturas verdes, da iluminação pública e da drenagem de águas pluviais, com o objetivo premente de melhorar o funcionamento e condições de fruição do centro urbano e em particular ao centro histórico. Perspetiva-se assim, a qualificação do espaço público, designadamente dos espaços de circulação pedonal.

Estas obras inserem-se no âmbito das ações do PARU.

Com este Plano, com investimentos no valor total de 2 075 743€, a Câmara Municipal pretende desenvolver um conjunto de projetos, nomeadamente ao nível da Reabilitação de Espaço Público do Centro Histórico, da Oficina de Inovação Padre Himalaya e da Experimentação e Inovação Comercial.

Pretende-se incentivar e facilitar a reabilitação do edificado com valor patrimonial e histórico e dinamizar a reabilitação do tecido urbano degradado; promover a revitalização e a atratividade económica; fomentar o turismo, a cultura e o lazer; qualificar o espaço público; reforçar a centralidade urbana de Arcos Valdevez a nível municipal; bem como aumentar a sua atratividade regional e internacional.

A Câmara Municipal também adquiriu uma casa na Rua de S. Bento, junto ao antigo Posto da GNR, a qual estrangulava a circulação, estando neste momento a proceder ao alargamento da faixa de circulação, bem a dar continuidade ao passeio pedonal e estacionamento.

A melhoria da qualidade de vida da população e o objetivo de manter Arcos de Valdevez um Concelho bom para viver, investir e visitar, são as premissas da Câmara Municipal ao realizar estes investimentos.

arruamento_junto_ao_mercado.jpg

arruamento_junto_ao_mercado2.jpg

arruamento_junto_ao_mercado3.jpg

FESTIVINHÃO É O FESTIVAL ENOTURÍSTICO DE ARCOS DE VALDEVEZ

Grande Prémio FESTIVINHÃO’17 foi entregue ao CERQUEIRAL VINHÃO 2016, que também arrecadou a Selecção do Ano e Vinho Arcos de Valdevez do Ano ambos na classe “Tinto”

Encerrou no domingo a segunda edição do FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez, numa organização da Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez e do Município de Arcos de Valdevez onde foi possível provar, comprar e beber os melhores vinhos da Região dos Vinhos Verdes, acompanhados por petiscos tradicionais na terra Onde Portugal se Fez.

A organização, solidária com a da tragédia da comunidade de Pedrógão Grande cancelou toda a animação na tarde de domingo. A componente expositiva, seguiu a sua programação, apenas foram excluídas as restantes actividades.

No sábado apesar das temperaturas terem rondado os 40 graus, a Vila de Arcos de Valdevez encheu-se de visitantes e de população local que animaram as tasquinhas e as bancas dos produtores. O público aderiu mais em força logo que a temperatura começou a reduzir e a noite se aproximou, tendo as pessoas saído para a rua para matarem a sede com um vinho fresquinho.

As atividades tiveram início logo pela manhã com uma vista guiada, degustação e prova a três quintas de vitivinicultores associados na Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez. A animação começou de forma tradicional com um grupo de bombos a anunciar a festa e seguiu-se de meia em meia hora, alternando pelos 3 palcos do evento. As bandas e o teatro de rua animaram as ruas do centro histórico e permitiram aos populares cantar e dançar em conjunto com os profissionais. Foram momentos altos de entusiasmo que sempre agradam a quem assiste e torna os eventos mais hospitaleiros.

Os concertos encerraram a sua programação pela meia-noite, mas começou um espectáculo de DJ no Largo da Lapa, o tradicional centro social da Vila Arcuense. Foi o convite à dança, acompanhada por um bom copo e um petisco para retemperar energias.

Na sexta-feira além do Seminário FESTIVINHÃO com duas componentes, uma dedicada à Cultura da Vinha, outra à Relação Turismo e Gastronomia e Vinhos, decorreu o jantar de gala da entrega de diplomas aos vinhos seleccionados em prova cega e premiados nas categorias de Selecção do Ano (qualquer vinho da Região dos Vinhos Verdes, a concurso), Vinho de Arcos de Valdevez do Ano (vinho de vitivinicultor com sede em Arcos de Valdevez) e o Grande Prémio FESTIVINHÃO’17, destinado exclusivamente ao melhor vinho tinto da casta Vinhão a concurso na Selecção do Ano.

O Grande Prémio FESTIVINHÃO’17 foi entregue ao CERQUEIRAL VINHÃO 2016, que também arrecadou a Selecção do Ano e Vinho Arcos de Valdevez do Ano ambos na classe “Tinto”. A Quinta do Cerqueiral, Lda arrecadou ainda mais um diploma pelo Vinho de Arcos de Valdevez do Ano na classe “Rosé”. Dois grandes vencedores da noite a acumular diplomas, foram: a Adega Cooperativa de Ponte da Barca que conseguiu vencer a Selecção do Ano nas classes de “Rosé”, “Espumante de Vinho Verde Branco” e “Espumante de Vinho Verde Tinto” ; e a Casa dos Borralhais com os Vinhos de Arcos de Valdevez do Ano nas classes de “Branco” e “Espumante de Vinho Verde”.  Por último, outro grande vencedor na Selecção do Ano na classe “Branco” foi Leonor da Conceição Rodrigues com o “Terras de Real Alvarinho 2016”.

ARCOS DE VALDEVEZ CELEBRA DIA DO CONCELHO

Câmara Municipal homenageia autarcas que, nos últimos 40 anos, participaram ativamente no desenvolvimento de Arcos de Valdevez

No dia maior do Concelho, assinalado a 11 de julho, e no âmbito das comemorações dos “40 anos do Poder Local Democrático”, a Câmara Municipal vai homenagear, os autarcas que, nos últimos 40 anos, participaram ativamente no desenvolvimento de Arcos de Valdevez e trabalharam dedicadamente em prol do bem-estar de todos os Arcuenses;

O Poder Local é responsável pela profunda mudança social, económica e cultural que se operou em Portugal, sendo unânime o reconhecimento do serviço prestado pelas Autarquias à consolidação da democracia e ao desenvolvimento dos concelhos em todo o País.

Neste dia será ainda atribuída a Insígnia Municipal comemorativa dos 40 anos do Poder Local Democrático aos autarcas que, ao longo dos onze mandatos que decorreram desde as primeiras eleições para as autarquias locais de dezembro de 1976, tomaram posse como membros da Câmara Municipal, da Assembleia Municipal e como Presidentes de Junta de Freguesia.

Da programação das Cerimónias do Dia do Concelho, fazem parte o hastear das bandeiras na Praça Municipal, o descerrar de Placas, com a inscrição dos membros que tomaram posse nos órgãos autárquicos da Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Presidentes de Junta de Freguesia (entrada do Salão Nobre da Câmara Municipal), bem como a cerimónia de entrega, aos Autarcas, de Insígnia Municipal comemorativa dos 40 anos do Poder Local Democrático (Jardim dos Centenários).

Programa

  • 9h00 - Hastear das Bandeiras (Praça Municipal);
  • 9h30 - Descerrar de Placas, com a inscrição dos membros que tomaram posse nos órgãos autárquicos da Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Presidentes de Junta de Freguesia (entrada do Salão Nobre da Câmara Municipal);
  • 10h30 - Cerimónia de entrega, aos Autarcas, de Insígnia Municipal comemorativa dos 40 anos do Poder Local Democrático (Jardim dos Centenários).

ARCUENSES FAZEM CÃOMINHADA NA ECOVIA DO VEZ

A 24 de Junho, a Nature4 vai realizar uma Cãominhada na Ecovia do Vez. Um percurso curto e descontraído para que os nossos amigos possam usufruir de um passeio ao ar livre.

Adopte!.jpg

Um dos principais objetivos desta atividade passa por sensibilizar as pessoas para a problemática do abandono destes animais e promover a adoção. Para tal teremos connosco o Canil Intermunicipal do Alto Minho.

O Canil Intermunicipal é um espaço de acolhimento de animais, localizado na freguesia de Fornelos, em Ponte de Lima, que está a ser gerido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), abrangendo a área geográfica dos concelhos do Alto Minho (Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Vila Nova de Cerveira e Viana do Castelo) e os municípios de Esposende, Barcelos, Terras de Bouro e Amares.
Os animais alojados no Canil Intermunicipal que não sejam reclamados, podem ser cedidos através de adopção, após parecer favorável do médico veterinário intermunicipal.
Vai ser uma manhã muito divertida e se não tiver cão, leve a passear um do canil. Junte-se a nós nesta iniciativa.

Cãominhada.png

Características da Cãominhada:

Data da realização: 24 de Junho de 2017
Local de encontro: 9h - Nature4 (Coordenadas GPS - 41°53`05``N; 8°18`48´´W)
Hora de saída: 10h
Localização da Cãominhada: Ecovia do Vez (Caminhada ida e volta)
Distância aproximada: 3 km
Dificuldade: Fácil
Preço: 3€ (inclui seguro de acidente pessoal e responsabilidade civil)
Inscrição: geral@nature4.pt | 258 523 336 | 924 454 680

we´re pet friendly.png

GALIZA COMEMORA DIA DE PORTUGAL

Arcos de Valdevez voltou a integrar comemorações do Dia de Portugal em Vigo

À semelhança do ocorrido no ano transato, numa iniciativa promovida pelo consulado de Portugal em Vigo, o 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, voltou a ser assinalado na Galiza, em estreita colaboração com os municípios do norte de Portugal.

dia_portugal_vigo_2017.JPG

Este ano, as celebrações ocorreram a 9 e 10 de junho na cidade de Ourense, nomeadamente na Praça Bispo Cesáreo e na Praça Maior de Ourense, a zona mais atraente da cidade, no centro histórico.

Considerando a atração económica e turística que a Galiza exerce sobre os turistas e as empresas portuguesas, bem como a deslocação constante de galegos ao norte de Portugal, em turismo, Arcos de Valdevez voltou a integrar as comemorações, através da promoção turística do concelho, dos produtos locais, dos vinhos e da “Recriação Histórica do Recontro de Valdevez” a decorrer entre os dias 7 e 9 de julho. No âmbito da animação foi integrada a atuação da rusga do Povo de Távora Sta. Maria e São Vicente.

Esta foi mais uma ação de promoção ao concelho realizada pela Autarquia com a intenção de captar mais turismo e consequentemente dinamizar economicamente Arcos de Valdevez, dando a conhecer as suas potencialidades ao nível da gastronomia, vinhos, produtos locais, alojamento, comércio e oferta cultural.

dia_portugal_vigo_2017 (4).JPG

dia_portugal_vigo_2017 (10).JPG

dia_portugal_vigo_2017 (12).JPG

ALUNOS ARCUENSES CUIDAM DO AMBIENTE

No âmbito do programa Eco-Escolas, um programa internacional da, que pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas escolas, foi realizado nas escolas do concelho um concurso/campanha para incentivar os alunos na recolha de resíduos, envolvendo os alunos do 1º ciclo e 2º e 3º ciclo dos centros escolares da sede, de Távora e de Sabadim.

porta_mezio_eco_escolas.jpg

Todos os alunos se deveriam esforçar o mais possível ao longo do ano letivo por arrecadar o máximo de resíduos, como tampinhas de garrafas, eletrodomésticos e pilhas.

Deste concurso saíram vencedoras 10 turmas do ensino, os quais tiveram como premio passarem um dia em pleno na Porta do Mezio a usufruir de todas as atividades lúdicas e recreativas que este espaço tem para oferecer, como por exemplo fazer slide, rapel ou trilhos.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, esteve presente na Porta do Mezio para dar os parabéns pela iniciativa, agradecer o esforço a todas as crianças, bem como incentiva-las a continuarem a cuidar de um ambiente que é de todos nós. Solicitou ainda que apoiassem na sensibilização junto de outras pessoas.

Já Fernanda Araújo, a coordenadora do programa Eco Escolas em Arcos de Valdevez, também fez questão de demonstrar o orgulho sentido por esta iniciativa e deixou palavras de estímulo aos jovens para que incentivem os seus familiares e amigos a continuaram a ter atitudes responsáveis relativamente ao Ambiente e à floresta.

porta_mezio_eco_escolas3.jpg

porta_mezio_eco_escolas6.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ INVESTE NO TRANSPORTE ESCOLAR

610 mil euros para transportes escolares

A Câmara Municipal está atenta às necessidades das famílias e joven , promovendo anualmente medidas que visam a integração, bem-estar e igualdade de oportunidades para todas as crianças.

Ao nível dos Transportes Escolares, aprovou recentemente em reunião do executivo municipal o Plano de Transportes Escolares para o ano letivo 2017/2018,o qual contará com 63 circuitos, dos quais 21 são de carreira pública e 20 são circuitos especiais.

Este investimento na Educação, que é essencial ao desenvolvimento dos jovens e do concelho, é também realizado ao nível da aquisição de livros e material didático, dos transportes e das refeições escolares, do desenvolvimento de atividades de apoio à família e de enriquecimento curricular, da aquisição de equipamento básico e da conservação e manutenção dos vários equipamentos e edifícios escolares distribuídos pelo concelho é uma realidade permanente ao nível daquilo que é a Educação e o apoio à família.

Serão transportados diariamente cerca de 1000 alunos, prevendo-se um custo estimado de cerca de 610 mil euros.

Através destas medidas a Câmara Municipal pretende continuar a contribuir para o aumento do sucesso escolar no concelho.

ARCOS DE VALDEVEZ PREVINE DEFESA DA FLORESTA

Defesa da floresta Contra Incêndios. Iniciou obra da “Rede viária florestal de acesso a pontos de água de 1.ª ordem”

A Defesa da floresta contra incêndios é uma área à qual o Municipio tem dado especial atenção, por aquilo que a floresta representa para a população em geral e o concelho em particular. Para além de toda a importância que encerra ao nível ambiental, ela é promotora de desenvolvimento económico e dinamização do território.

consignacao_rede_viaria_florestal.JPG

Neste caso específico, através do investimento de 191.015,18€, serão beneficiados 70km de rede nas freguesias de Soajo; Gavieira; Sistelo; União de Freguesias de Álvora e Loureda; União de Freguesias do Extremo e Portela; Sabadim; Rio Frio; Miranda; Cabreiro; Gondoriz; Cabana Maior; e União de Freguesias de S. Jorge e Ermelo e Vale.

Neste sentido, foi a pensar neste todo que procedeu a mais uma medida de ajuda ao combate dos incêndios, nomeadamente da consignação da intervenção de Rede viária florestal de acesso a pontos de água de 1.ª ordem”.

A Rede de Defesa da Floresta é constituída por um conjunto de infraestruturas, nomeadamente pela rede de faixas de gestão de combustível, mosaico de parcelas de gestão de combustível, rede viária florestal, rede de pontos de água, a rede de vigilância e deteção de incêndios e a rede de infraestruturas de combate.

A conservação e operacionalidade de todas as componentes da rede de defesa da floresta, é condição necessária para permitir uma boa coordenação e gestão de meios (humanos, materiais e financeiros) e uma maior eficiência na defesa de pessoas e bens e ambiente em caso de incêndio.

Também estão a decorrer ações de limpeza de vias, numa extensão de 200km, no âmbito dos protocolos assinados entre a Câmara Municipal e as 5 associações de baldios, no montante global de 135 mil euros.

Está prevista a regularização da plataforma do caminho, sempre que necessário, com limpeza e abertura de valetas, limpeza e recuperação de bocas de aquedutos e regularização da plataforma.

ARCOS DE VALDEVEZ É TERRA DE OPORTUNIDADES

Oportunidades Profissionais – Bolsa de Emprego e Qualificação RH

Decorreu no passado no passado dia 5 de junho, no Auditório da Casa das Artes, um Encontro sobre Oportunidades Profissionais – Bolsa de Emprego e Qualificação RH, uma iniciativa organizada pela ACIBTM/In.Cubo em parceria com a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, o Agrupamento de Escolas de Arcos de Valdevez, a Escola Profissional do Alto Lima, o Centro de Formação Cenfim e várias empresas localizadas nos Parques Empresariais do Concelho. 

bolsa de emprego2.jpg

Esta iniciativa visou dar conhecer, junto da população jovem, as oportunidades de emprego no seu concelho, possibilitando uma escolha que permita que o seu percurso profissional possa ser efetuado na sua terra, assim como as oportunidades de qualificação profissional após a conclusão da escolaridade obrigatória.

A abertura da sessão ficou a cabo do Presidente da Incubo e Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Esteves, do Coordenador Geral da In.Cubo, Francisco Araújo, do Presidente do Agrupamento de Escolas de Arcos de Valdevez, Carlos Alberto Costa e do Diretor Delegado da Escola Profissional do Alto Lima, Rui Vieito.

A Diretora Adjunta do Centro de Emprego do Alto Minho, Maria de Jesus Barros fez uma breve “Caraterização do Mercado de Emprego e Mediadas Ativas de Apoio ao Emprego”.

Posteriormente interveio o Diretor do CENFIM - Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica em Arcos de Valdevez, António Luís, sobre a “Formação Contínua de Ativos e Especialização Tecnológica de Jovens”.

Num outro momento, “Oportunidades Profissionais e Qualificações no Mercado de Emprego de Arcos de Valdevez”, intervieram as empresas MPV - Mecânica de Precisão do Vez, Coindu - Componentes para a indústria automóvel, Mora Portugal - Indústria de plásticos, Sarreliber - Transformação de plásticos, Acco Brands Portuguesa - Fabrico de máquinas de encadernação e plastificação, Luna Arcos Hotel, Lda - Instalações hoteleiras e Poligal Portugal - Fabricação de plásticos, dando conta da sua atividade empresarial e das suas necessidades de mão-de-obra.

Por fim, decorreu um momento de contacto mais direto entre os jovens e as empresas, onde foi possível a estes jovens recolherem mais informações ou proceder à sua inscrição nas bolsas de emprego das empresas do Centro de Emprego de Arcos de Valdevez. 

Para João Esteves, estas iniciativas servem para que a população jovem fique a conhecer melhor a oferta laboral existente no seu concelho, bem como as suas necessidades, para que se consiga adequar melhor a oferta à procura, e, consequentemente, criar emprego, gerar rendimento e aumentar a qualidade de vida dos arcuenses.

*Fotos Incubo

bolsa de emprego 5.jpg

bolsa de emprego.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 12 DE JUNHO DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No período antes da ordem do dia o Sr. Presidente informou que no próximo fim de semana irá decorrer o Festivinhão e que o jantar de entrega dos prémios do Concurso "FESTIVINHÃO'17 Seleção Vinho Verde do Ano" se realizará na sexta-feira dia 16, pelas 20h00, na Quinta de Campos de Lima. A abertura do certame será no sábado, pelas 17h00.
  • Também informou que no próximo dia 17 decorrerá a cerimónia de inauguração das obras de requalificação da sede da Junta de Freguesia de Monte Redondo.
  • O Sr. Presidente também informou a Câmara de que as Marchas de S. João ocorrerão no próximo dia 23 de junho pelas 22h30 na Avenida Marginal.
  • De igual modo deu conta que teve início um programa de revitalização dos agronegócios na área do PNPG que envolve todos os municípios do Parque, o ICNF, bem como outras associações de desenvolvimento local.
  • Também informou que a Câmara Municipal irá receber do Governo o montante de 17 829€ para ajudar com as despesas relativas aos prejuízos com as intempéries do início do ano de 2016.
  • Por último informou que na sequência das obras da envolvente ao Mercado Municipal o trânsito irá sofrer alterações. Será autorizada até ao dia 30 de junho a circulação nos dois sentidos na Rua Dr. António José Pimenta Ribeiro.

EDUCAÇÃO

AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO E MOBILIÁRIO PARA A EB 2,3/S DE ARCOS DE VALDEVEZ: foi aprovado o Relatório Final de Análise das Propostas, do procedimento referido em epígrafe, no valor total de 268 927,92€,  bem como autorizado adjudicar:

1- Adjudicação do LOTE 1 à proposta apresentada pelo concorrente NAUTILUS, S.A. pelo valor de 31.973.00 euros, valor que acresce IVA;

2- Adjudicação do LOTE 2 à proposta apresentada pelo concorrente AREAL EDITORES, S.A.. pelo valor de 39.777.00 euros, valor que acresce IVA;

3- Adjudicação do LOTE 3 à proposta apresentada pelo concorrente LABORIAL DIDÁTICA, LDA. pelo valor de 129.993,72 euros, valor que acresce IVA;

4- Adjudicação do LOTE 4 à proposta apresentada pelo concorrente NOVEDUC- MATERIAL DIDÁTICO, LDA. pelo valor de 67.184,20 euros, valor que acresce IVA;

Transportes Escolares 2017/2018

Os transportes escolares têm para a autarquia um custo global de 609 200,00€ repartidos por carreiras públicas, circuitos especiais e protocolos com associações.

procedimento concursal Transportes Escolares - foi aprovado autorizar a abertura de procedimento concursal com vista à aquisição de serviços de transporte escolar, no valor de 104 mil euros.

Transportes Escolares 2017/2018 - protocolos com associações locais: foi aprovado proceder ao estabelecimento de protocolos com associações locais, conforme o previsto no Plano de Transportes Escolares 2017/2018, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor de, 48.461,00€ (17.722,88€ em 2017 e 30.738,12€ em 2018).

 Celebração de contratos para realização dos seguintes protocolos:

  1. Associação Amigos de Oliveira

            Circuito: 1-F EB1 - Prova (Paço) para EB Arcos

            Nº alunos:5

            Valor diário: 23,00€

  1. Associação Recreativa e Cultural Juventude de Vila Fonche

Circuito: 1-A EB1 - Morilhões para a EB Arcos; 2-O EB1- Figueiredo -Azere para EN

            Nº alunos:6

            Valor diário: 46,92€

  1. Associação Cultural de Teatro - Grupo Alerta

            Circuito: 2-B EB1 Casas Novas/Enxerto (Rio Frio) para EB de Sabadim

            Nº alunos:5

            Valor diário: 46,00€

  1. Associação Desportiva e Cultural Aboim/Sabadim

            Circuito: 2-E EB1 - Travassos, Senharei; 2-D EB1 - Portelinha Sabadim para EB de Sabadim

            Nº alunos:22

            Valor diário: 105,80€

  1. Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses

            Circuito: 1-C EB1 - Cadorcas Guilhadeses para EB Arcos; 1-D EB1 - Casas Novas Guilhadeses para EB Arcos

            Nº alunos:16

            Valor diário: 55,20€

Transportes Escolares 2017/2018 - protocolos com Juntas de Freguesia: foi aprovado autorizar o estabelecimento de protocolos com juntas de freguesia, informando que, considerando, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor de, 24.675,00€ (9.024,00€ em 2017 e 15.651,00€ em 2018);

Juntas de Freguesia:

  1. Junta de Freguesia de Soajo

            Circuito: 18-A Vilarinho das Quartas para a EN; 18-C Vilar Suente para a EN; 3-A EB1Vilar Suente;

            Nº alunos:7

            Valor diário:60,00€

  1. Junta de Freguesia de Prozelo

            Circuito: 2-A EB1 Vilafranca /Rio Frio Para EB Sabadim

            Nº alunos:3

            Valor diário: 56,00€

  1. Junta de Freguesia de Paçô

            Circuito: 1-E EB1 - Igreja (Paço) para EB Arcos

            Nº alunos:7

            Valor diário: 25,00€.

            TRANSPORTES ESCOLARES 2017/2018 – TRANSPORTE PARA JARDINS DE INFÂNCIA – PROTOCOLOS COM ASSOCIAÇÕES LOCAIS: foi aprovado autorizar o estabelecimento de protocolos com associações locais, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor total de76.032,00€ (24.192,00€ em 2017 e 51.840,00€ em 2018). 

  1. Associação Desportiva e Cultural Aboim/Sabadim

            Circuito: JI- Padroso, Eiras, Mei, Senharei, Aboim e Sabadim

            Nº Alunos:5

            Valor diário: 48,00€

  1. Centro Social Recreativo e Cultural Betânia do Vez

            Circuito: JI - Jolda Madadela, Jolda S.Paio, Rio Cabrão, Cendufe e Padreiro

            Nº Alunos:20

            Valor diário: 60,00€

  1. Centro Recreativo e Cultural de Távora Stª. Maria

            Circuito: Souto, Tabaço, Guilhadeses, Monte Redondo, Tavora S.Vicente e Tavora Sta. Maria

            Nº Alunos:11

            Valor diário: 60,00€

  1. Associação Recreativa Cultural de Arcos S. Paio

            Circuito: Sistelo, Cabreiro, Loureda, Alvora, Portela e Extremo

            Nº Alunos:10

            Valor diário: 115,20€

  1. Clube de Rugby de Arcos de Valdevez ¿ CRAV

            Circuito: Azere, Couto, Gondoriz, S. Cosme, Vilela e Sá

            Nº Alunos:5

            Valor diário: 48,00€

  1. Associação Recreativa e Cultural Amigos de Oliveira

            Circuito: S. Jorge e Oliveira

            Nº Alunos:5

            Valor diário: 14,40€.

TRANSPORTES ESCOLARES 2017/2018 – TRANSPORTE PARA JARDINS DE INFÂNCIA – PROTOCOLOS COM JUNTA DE FREGUESIA DE PAÇÔ: foi aprovado autorizar o estabelecimento de protocolo com a Junta de Freguesia de Paçô, estimando-se que o respetivo preço contratual não deverá exceder o valor total de 3168,00€ (1.008,00€ em 2017 e 2.160,00€ em 2018);

ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA – PROPOSTA DE ESCALÕES DE COMPARTICIPAÇÃO DAS FAMÍLIAS PARA O ANO LETIVO 2017/2018: a Câmara tomou conhecimento e aprovou a proposta de escalões de comparticipação das Atividades de Animação e Apoio à Família para o pré-escolar (AAAF), apresentada pelo Serviço de Educação deste Município.

Escalões

Designação

Valor diário da refeição

Valor mensal

(base 22 dias)

Total

 

 

 

 

1

Rendimento per-Capita < 159 €

 

 

 

 

 

7,92 €

Refeições

0,20 €

4,40 €

Prolongamento de horário tarde (mensal)

 

1,76 €

Acolhimento matinal (mensal)

 

1,76 €

Prolongamento de horário tarde + manhã

 

3,52 €

 

 

 

 

 

2

Rendimento per-Capita > 159€ até 265 €

 

 

 

 

 

 

21,34 €

Refeições

0,50 €

11,00 €

Prolongamento de horário tarde (mensal)

 

5,17 €

Acolhimento matinal (mensal)

 

5,17 €

Prolongamento de horário tarde + manhã

 

10,34 €

 

 

 

 

 

3

Rendimento per-Capita > 265€ até 371€

 

 

 

 

 

 

32,12 €

Refeições

0,75 €

16,50 €

Prolongamento de horário tarde (mensal)

 

7,81 €

Aconhimento matinal (mensal)

 

7,81 €

Prolongamento de horário tarde + manhã

 

15,62 €

 

 

 

 

4

Rendimento per-Capita > 371€ até 530€

 

 

 

 

 

 

42,90 €

Refeições

1,00 €

22,00 €

Prolongamento de horário tarde (mensal)

 

10,45 €

Aconhimento matinal (mensal)

 

10,45 €

Prolongamento de horário tarde + manhã

 

20,90 €

 

 

 

5

Rendimento per-Capita > 530€ até 795€

 

 

 

 

 

 

52,36 €

Refeições

1,20 €

26,40 €

Prolongamento de horário tarde (mensal)

 

12,98 €

Acolhimento matinal (mensal)

 

12,98 €

Prolongamento de horário tarde + manhã

 

25,96 €

 

 

6

Rendimento per-Capita > 795 €

 

 

 

 

 

63,14 €

Refeições

1,46 €

32,12 €

Prolongamento de horário tarde (mensal)

 

15,51 €

Acolhimento matinal (mensal)

 

15,51 €

Prolongamento de horário tarde + manhã

 

31,02 €

AMBIENTE

EXECUÇÃO DE OBRAS DE MANUTENÇÃO/RECUPERAÇÃO DE PAVIMENTOS NA ECOVIA III: foi aprovado adjudicar a obra à empresa J. S. Gomes, Lda., pelo valor de 59.999,88 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

Requalificação arbórea da área envolvente da zona ribeirinha do Vez: foi aprovado manter o relatório preliminar e a adjudicação à empresa Ambiflora, Lda., pelo valor de 12.951,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

AMPLIAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA A VILAR SUENTE – SOAJO - RELATÓRIO FINAL:  foi aprovado adjudicar a obra à empresa Carlos Florêncio – Estuques Projetados, Unipessoal, Lda., pelo valor de 22.300,00 euros, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

LAVAGEM E DESINFECÇÃO DE 475 CONTENTORES DE SUPERFICIE:- foi autorizada a abertura de procedimento concursal para a lavagem e desinfeção de 475 contentores de superfície, pelo valor base de 13.490€

Kit's Ecopontos

Foi autorizada a abertura de procedimento de ajuste direto para aquisição de 20 kits ecopontos, com a finalidade de renovar a funcionalidade e imagem da recolha seletiva na área urbana e em simultâneo permitir o reforço de ecopontos fora da área do PU, pelo valor de 22.560 Euros.

PROTOCOLOS

  • Foi aprovado celebrar um protocolo de colaboração no valor 3.655,94 euros com a União de Freguesias de Portela e Extremo, para apoiar a execução de pavimentação e construção de muro de suporte no lugar de Cimo de Vila, no valor de 5300,00€.
  • Idem com a Junta de Freguesia de Cabreiro, no valor de 30 000,00€ para apoiar a beneficiação de vários caminhos em lugares daquela freguesia: Barreirô - 14.990,00€, Vilela Seca - 9.178,75€, Avelar - 7.950,00€, Sobreira - 3.150,00€, Lordelo - 8.791,70€; perfazendo um total de 44.060,45 sem IVA.

APOIOS

  • Foi deliberado apoiar em 2 500,00 euros a Associação Recreativa e Cultural de Paçô, no âmbito da realização de um "Torneio Distrital de Veteranos", no Estádio Municipal da Coutada
  • Idem a Associação Cultural Recreativa e Desportiva Miranda, no valor de 4,640.79€, para aquisição de materiais, necessários para a renovação do telhado e dos tetos do edifício em que está sediada a associação, na Antiga Escola de Agrochão.
  • Foi aprovado apoiar o Rancho Folclórico e Cultural das Lavradeiras de S. Pedro do Vale através da atribuição de 1025€, para ajudar a fazer face aos custos com o transporte do grupo nos dias 3 e 4 de Junho.
  • Idem a Associação Musical Meninos do Vez, no valor de 500€, para apoiar a gravação do videoclip do hino e marcha de Arcos de Valdevez.
  • ARCOSFINICIA – EMISSÃO DE PARECER: foi aprovado apoiar em € 7.850,00, no âmbito do Fundo Local ArcosFinicia, a empresa Sabores do Vez – Fumeiro Tradicional Unipessoal, Ldª, para a atividade de fabricação de produtos à base de carne, com um investimento total previsto de € 55.000,00, e um total de oito postos de trabalho.
  • Idem a ARDAL - Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima, para ajudar a levar a cabo o Centro de Promoção de Produtos Locais, a instalar na Porta do Mezio. A implementação do projeto tem um orçamento associado de 36.900 euros, que se referem ao equipamento para a cozinha, equipamento para o bar, mobiliário para o bar e sala de refeições, informática e decoração, entre outros, tendo a Camara aprovado um apoio no valor de 50% do valor do equipamento através de protocolo.
  • Idem a ARDAL no valor de 28 700€ ajudar a fazer face às despesas com a organização da Festa da Montanha
  • Idem a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, em 18 450€, para apoiar com as despesas relacionadas com a Festa da Montanha
  • Idem a Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, em 27 772€, para apoiar a organização do Festivinhão 2017

Proposta para manutenção dos relvados sintéticos: foi aprovada a abertura de procedimento concursal, para aquisição dos serviços de manutenção dos relvados sintéticos de futebol de 11, da Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses e da Associação Recreativa e Cultural de Paçô, pelo valor base de 6,250 euros, S/IVA ano

Piscina Municipal

Em conformidade com os protocolos efetuados com as empresas do concelho, foi aprovada a realização de um protocolo de utilização das piscinas municipais, com desconto de 30%, para os colaboradores da firma MPV – Mecânica de Precisão do Vez, Unipessoal, Lda.

OBRAS MUNICIPAIS

Ampliação da Rede de Abastecimento de Água: União de Freguesias de Eiras e Mei (Pinheiro, Eirado, Andevizo e Barco) e Freguesia de Rio de Moinhos (Cem, Nogueiras, Vinha Nova e Breia): foi deliberado aprovar o Valor final da empreitada, no montante de 95.480,78 Euros.

Fornecimento de Gás Natural Canalizado aos Equipamentos Municipais de Arcos de Valdevez no âmbito do Acordo Quadro da CIM Alto Minho: foi aprovada a abertura de um procedimento de contratação pública, regulado pelo Acordo Quadro assinado no âmbito da Central de Compras da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, para o fornecimento de Gás aos edifícios municipais, pelo valor base de 99.000,00 euros, sem iva;

Ampliação Parque Empresarial de Mogueiras: foi aprovado executar  um procedimento por empreitada, dado a especificidade dos trabalhos, pelo valor base de 23.128,50 euros, sem iva;

RETIFICAÇÃO DO TRAÇADO DE UM TROÇO DO CM 1308 - TABAÇÔ: foi deliberado homologar o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa Pedreira da Franqueira, Lda., pelo valor de 14.081,50 euros, com prazo de execução de 60 dias.

CONSTRUÇÃO DE PARQUE INFANTIL NO SOAJO: foi aprovado adjudicar a obra à empresa Concretos Vez – Construção Civil e Obras Públicas, Lda., Lda., pelo valor de 14.672,72 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

Porta do Mezio - Infraestruturas de Sonorização, Infraestruturas de Eletricidade  Telecomunicações de Apoio: - foi aprovado homologar o auto de vistoria para efeitos de receção definitiva da empreitada em causa.        

 REABILITAÇÃO DA REDE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - FAQUELO - UF DE ARCOS DE VALDEVEZ (S.PAIO) E GIELA: foi aprovado o auto de consignação da empreitada referida em epigrafe, adjudicada à empresa Terra & Pedra – Terraplanagens, Lda.

BENEFICIAÇÃO DAS FACHADAS DAS LOJAS DO R/C DO MERCADO MUNICIPAL: foi aprovado homologar o auto de vistoria para efeitos de receção provisória da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa EXOTIKVALOR – Engenharia e Ambiente, Lda.

Ampliação da rede de saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba/Fontão Covo) - Aprovação da minuta do contrato da empreitada -: foi aprovada a minuta do contrato de empreitada em epígrafe, nos termos do n.º 1 do art.º 98.º do Código dos Contratos Públicos, após a comprovação da prestação da caução pelo adjudicatário bem como os restantes documentos de habilitação.

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE EMPREITADA DE “REABILITAÇÃO DE ESPAÇOS URBANOS – CENTRO HISTÓRICO – 1.ª FASE – RUA DR.º ANTÓNIO JOSÉ PIMENTA RIBEIRO” ADJUDICADA À EMPRESA PLANO MINHO - UNIPESSOAL, LDA.: foi aprovada a minuta do contrato de empreitada relativo à obra em epígrafe.   

AQUISIÇÃO DA PLATAFORMA COLABORATIVA GEOPORTAL MUNICIPAL : - foi aprovado autorizar a abertura de um procedimento administrativo de Ajuste Direto, para a "AQUISIÇÃO DA PLATAFORMA COLABORATIVA GEOPORTAL MUNICIPAL" com o preço base no valor de 25.800,00Euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA DO mercado municipal, centro de transportes e sanitários públicos do trasladário e alameda: foi aprovada a abertura de procedimento concursal para a respetiva aquisição de serviços com a duração de 12 meses.

O procedimento a adotar será de concurso público com um valor base de 19.320,00 mais IVA.

Serviços limpeza edifícios afetos Divisão de Desenvolvimento Sociocultural 2017-2018: foi aprovada a abertura de concurso público pelo valor de referência máximo de 64.397,00 euros, acrescido de IVA.

LICENCIAMENTOS

LICENC. EMPREEND. TURÍSTICO: foi aprovado o projeto de arquitetura do empreendimento turístico de Casas de Campo, sito em Gração – São Jorge, neste concelho.

RECONSTRUÇÂO  E AMPLIAÇÃO DE MOÍNHO PARA TURISMO EM ESPAÇO RURAL: foi aprovado o licenciamento da operação urbanística de reconstrução e ampliação de um moinho para a instalação de empreendimento de Turismo em Espaço Rural – Casa de Campo, no lugar de Hospital, freguesia de Rio Frio.

CONSTRUÇÃO DE UM EDIFICIO  DE CULTO (CAPELA MORTUÁRIA): foi aprovado o licenciamento de um edifício – Capela Mortuária, no lugar de Igreja, freguesia de Jolda São Paio,  apresentado pela Fábrica da Igreja Paroquial de S. Paio de Jolda.

AUTOPROVA - Reparação de Automóveis Lda. Com sede na Zona Industrial de Paçô: foi autorizada a alienação, nos termos do artigo 3º do Regulamento da cedência do direito de propriedade dos lotes da Zona Industrial de Paçô, do imóvel correspondente ao prédio urbano, composto por uma unidade industrial, inscrito na matriz sob o artigo 600 da Freguesia de Paçô; bem como dar permissão para celebração de um contrato de arrendamento para fim industrial entre os adquirentes e outra empresa do mesmo ramo- reparações auto.

AÇÃO SOCIAL

            Pedido de realojamento:

  • foi aprovado o realojamento de uma família do concelho numa habitação social, ao abrigo do disposto no art.º 14 da lei nº 81/2014 de 19 de dezembro que estabelece o novo regime do arrendamento apoiado, republicada em anexo à lei 32/20126 de 24 de agosto, o qual, refere que têm acesso à atribuição de habitações em regime de arrendamento apoiado os indivíduos e os agregados familiares que se encontrem em situação de necessidade habitacional urgente, designadamente situações de vulnerabilidade e emergência social e perigo físico.
  • Idem, uma residente na Estrada de Selim, porta 243, freguesia do Couto, numa habitação social, em virtude de possuir dificuldades económicas e estar numa situação de alojamento temporário;

PEDIDOS DE Apoio para recuperação habitacional:

  • foi deliberado apoiar em 2400€ um residente em Costa – Loureda, neste concelho, ao abrigo do regulamento de apoio à recuperação habitacional de estratos sociais desfavorecidos, para realização de diversos trabalhos na sua habitação.
  • Idem, um residente em Pomarinho – S. Jorge, neste concelho, no valor de 10.000,00€, ao abrigo do regulamento de apoio à recuperação habitacional de estratos sociais desfavorecidos, para a realização de diversos trabalhos na sua habitação:
  • Idem, um residente em Laranjeira – Loureda, neste concelho no valor de 8.900,00€ (oito mil e novecentos euros), para realização de diversos trabalhos de melhoria na sua habitação
  • Idem, um residente em Paredes – Vale, no valor de 9.880,00€ (nove mil oitocentos e oitenta euros), para realização de diversos trabalhos de melhoria na sua habitação:

Pedido de apoio económico: considerando as evidentes dificuldades financeiras de um agregado do concelho foi aprovado atribuir-lhe de um apoio económico no valor de 260,82€ (duzentos e sessenta euros e oitenta e dois cêntimos), para pagamento da divida da água.

PAGAMENTO DE RENDA DE HABITAÇÃO SOCIAL EM PRESTAÇÕES: foi aprovado que o inquilino da habitação social nº 2 do Vale pague a divida em prestações mensais de 250 euros.

DívidaS de rendas de habitação social        

  • Foi aprovado que o inquilino da habitação social do Couto, casa nº 2; pague a divida no valor de 2.481,87€ (dois mil quatrocentos e oitenta e um euros e oitenta e sete cêntimos), seja fracionada em horas de trabalho comunitário.
  • Idem que o inquilino da habitação social de Vila Fonche, entrada nº 16, R/Chão Esqº, integrando o seu agregado familiar a esposa, pague a dívida do no valor de 2.730,20€ (dois mil setecentos e trinta euros e vinte cêntimos), em horas de trabalho comunitário;

DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CONSOLIDADAS RELATIVAS AO EXERCÍCIO DE 2016: A Câmara tomou conhecimento que o Município de Arcos de Valdevez apresenta contas consolidadas com as entidades detidas ou participadas, relativas ao exercício de 2016.

FESTIVINHÃO’17 FESTIVAL ENOTURÍSTICO DE ARCOS DE VALDEVEZ SELECCIONOU O VINHO VERDE DO ANO

Concurso “FESTIVINHÃO’17 Seleção Vinho Verde do Ano” decorreu no dia 31 de Maio

O FESTIVINHÃO’17 Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez que decorrerá nos dias 16, 17 e 18 de Junho, terá lugar nas ruas do centro histórico da Vila de Arcos de Valdevez, contando com workshops técnicos, espaço de exposição (vinhos, gastronomia, artesanato alimentar, etc.), espaço de provas de vinhos, tasquinhas de petiscos, espetáculos de palco, animação de rua, curso de iniciação à prova de vinhos, percursos turístico-gastronómicos pela vila, visitas a Quintas/Adegas para além de uma de programação musical forte.

festivinhao_.jpg

O Concurso “FESTIVINHÃO’17 Seleção Vinho Verde do Ano” decorreu no dia 31 de Maio, no laboratório da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes seguindo as regras da OIV Organização Internacional da Vinha e do Vinho. Foram premiados 10 vinhos, cujos vencedores serão conhecidos no jantar de gala do dia 16 de Junho que decorrerá na Estação Vitivinícola Amândio Galhano, propriedade da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes. O jantar será desenhado para fazer brilhar os vinhos, proporcionando um casamento feliz entre os vinhos vencedores e uma ementa desenhada e confecionada a preceito sob a batuta do Professor Chef Manuel Viana da Epralima. O jantar é aberto ao público, mas com inscrição prévia.

Mas a festa do vinhão começa na sexta-feira dia 16, logo pela manhã, com uma palestra vocacionada para os produtores de vinha e vinho, sob coordenação técnica e científica da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. O primeiro painel será dedicado à cultura da vinha e aos problemas da atualidade, com novidades do ponto de vista técnico e prático. O segundo painel decorrerá em ambiente mais descontraído e de tertúlia no café mais antigo da vila de Arcos de Valdevez, o Café Arcuense. Embora dedicado aos operadores de Hotelaria, Alojamento local, Turismo em Espaço Rural, Restauração e Cafetaria está aberto ao público em geral e trará a debate a “Relação Turismo-Gastronomia e Vinhos”.

No sábado inicia-se a programação enoturística logo pela manhã, com uma visita guiada a três quintas e adegas do Vale do Lima. Em cada quinta, haverá lugar à degustação de vinhos e produtos alimentares artesanais locais. À noite haverá lugar a um jantar itinerante, experiência gastroturística e cultural com 4 “estações” correspondendo cada uma delas a uma das partes da refeição: entradas, sopa, prato principal e sobremesa. Em cada uma destas haverá uma harmonização específica com Vinhos de Arcos de Arcos de Valdevez. Pelo meio, haverá lugar a uma visita guiada a edifícios e monumentos do património arcuense. No domingo haverá uma outra visita a três quintas do Vale do Vez. Para quaisquer destes eventos há necessidade de marcação prévia, já que a lotação é limitada.

Ainda no sábado realizar-se-á um Curso de Iniciação à Prova de Vinhos, oferecido pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes e pela VINÁLIA. Trata-se de um curso de lotação limitada e inscrição prévia, em que com a ajuda de um especialista é possível aprender a identificar os aromas e os sabores dos vinhos. Depois de se passar por uma experiência destas o vinho passa a ter outras subtilezas.

Ainda no sábado haverá no “Espaço Provas” duas sessões de provas comentadas pelo jornalista e Enófilo João Oliveira sobre os principais vinhos presentes na exposição. No domingo, os produtores presentes farão as suas provas comentadas, também no mesmo espaço.

O evento terá três palcos, onde de meia em meia hora haverá bandas a tocar, espectáculos de teatro de rua, coros, palhaços, etc.. No sábado a noite encerra às 2 da manhã com As Noites Loucas dos Anos 20”. Vista-se a preceito!

Programa

Sexta-feira, 16 de Junho

09:30 Seminário FESTIVINHÃO - Palestras de Viticultura*

(Auditório do Turismo)

15:30 Seminário FESTIVINHÃO - Tertúlia 'Relação Turismo-Gastronomia e Vinhos' *

(Café Arcuense)

20:00 Jantar de Celebração dos Vinhos Premiados na Selecção do 'FESTIVINHÃO'17 Vinho do Ano'

(Estação Vitivinícola Amândio Galhano)

Sábado, 17 de Junho

10:00 Enoturismo: Rota dos Vinhos de Arcos de Valdevez - Roteiro FESTIVINHÃO 1 *

Visitas guiadas às Quintas com provas de vinhos e produtos locais

(Ponto de Encontro no Turismo)

15:00 Abertura da Exposição e das Tasquinhas

15:00 - 00:00 Animação de Rua e de Palco

15:30 Curso de Iniciação à Prova de Vinho*

(Biblioteca Municipal)

18:00 - 19:00 Provas Comentadas

(Espaço Provas)

19:00 Enoturismo: Jantar Itinerante no Centro Histórico de Arcos de Valdevez*

(Ponto de Encontro no Turismo)

22:00 - 23:00 Provas Comentadas

(Espaço Provas)

00:00 Fecho da Exposição

00:00 - 02:00 Noite dos Loucos Anos 20

02:00 Fecho das Tasquinhas

Domingo, 18 de Junho

10:00 Enoturismo: Rota dos Vinhos de Arcos de Valdevez - Roteiro FESTIVINHÃO 2*

Visitas guiadas às Quintas com provas de vinhos e produtos locais

 (Ponto de Encontro no Turismo)

15:00 Abertura da Exposição e das Tasquinhas

15:00 - 18:00 Animação de Rua e de Palco

17:00 - 18:00 Provas Comentadas

(Espaço Provas)

19:00 Encerramento FESTIVINHÃO'17

Inscrições e informações no Turismo, através do e-mail vinhos.avvez@gmail.comtlm. 934901967 ou na página do Facebook https://www.facebook.com/festivinhao 

festivinhao_programa.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ: FESTIVAL DESENCAMINHARTE DIVULGA BELEZA NATURAL DE SISTELO

De 1 a 4 de Junho decorreu em Sistelo o Festival Desencaminharte

Arcos de Valdevez, mais propriamente a localidade de Sistelo, foi um dos locais escolhidos para a primeira edição do festival desencaminharte, o qual abrangeu 10 municípios, 10 lugares únicos, 10 intervenções de arte pública e mais de meia centena de experiências e tentações que desencaminharam visitantes e turistas para redescobrir valores e paisagens do Alto Minho natural e rural.

desencaminharte_sistelo (1).JPG

Este tratou-se do primeiro festival de arte pública do país em espaço natural e rural, entre serras, rios e mar.

Para Sistelo foi “desencaminhado” o artista Pascal Ferreira, o qual, nascido em Paris, vive e trabalha na cidade do Porto e atualmente desenvolve trabalho artístico nas áreas da Instalação, Escultura, Desenho e Ilustração.

Pascal desenvolveu o seu projeto, “Medeira”, monte de palha em forma de cone que pontua a paisagem dos socalcos, que surge como ponto de partida para erguer uma estrutura construída por intermédio de madeiras recicladas encontradas no meio envolvente., sendo de referir que a forma será encontrada ao longo do processo criativo, adaptada ao conjunto dos materiais reunidos.

Ao longo de 4 dias decorreram em Sistelo uma série de atividades, entre as quais, exposições, trilhos, “geogoating”, acampamento ou oficinas.

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Criança 50 crianças de duas turmas do 4º Ano do Ensino Básico estiveram em Sistelo, para poderem acompanhar de perto o processo criativo do artista plástico Pascal Ferreira. Assim, o contacto com a natureza e as tradições ganhou destaque nas propostas do festival.

Para as crianças este dia foi especial, já que puderam acompanhar e participar no processo criativo de um artista, rodeados de natureza e arte.

ARCOS DE VALDEVEZ DÁ A CONHECER TRILHO DO GARRANO

Garranos…conhece?

E a branda de Cova?

E a magnífica serra do Soajo? Lugar único onde cada visita nos transporta para algo mágico e encantado.

No próximo dia 11 de Junho, venha com a Ardal-Porta do Mezio, caminhar por caminhos de pastores em pleno território do lobo ibérico, observar algumas manadas de cavalos garranos em liberdade e as espécies de fauna e flora características do local.

Venha sentir o ecossistema de montanha!

Venha descobrir o encanto destes locais, onde o silêncio profundo apenas é quebrado pelas nossas conversas e pelo som das águas a correr!

Após o trilho, poderá desfrutar de um excelente almoço convívio.*

Características do Trilho:

Data da realização: 11 de Junho de 2017

Local de encontro: 8h30 – Porta do Mezio (Coordenadas GPS - 41°53`05``N; 8°18`48´´W)

Hora de saída: 9h00 – Porta do Mezio

Localização do Trilho: Serra do Soajo

Distância aproximada: 7 km

Âmbito do percurso: Paisagístico e Natural

Duração: 3h30

Dificuldade: Fácil a moderado

Almoço (servido na Porta do Mezio)

(inscrições até às 18h00 do dia 9 de Junho)

Ementa: entradas variadas, sopa, massa à lavrador, sobremesa, bebidas e café.

Inscrições: www.portadomezio.pt / 258510100 / portadomezio@ardal.pt

Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado adequado, reforço alimentar e água.

trilho_garrano.jpg

AGÊNCIA PORTUGUESA DO AMBIENTE CLASSIFICA “BOA” QUALIDADE DA ÁGUA NA PRAIA DA VALETA EM ARCOS DE VALDEVEZ

Os dados são da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e revelam que a água balnear do Pontilhão da Valeta – área classificada como zona balnear - obteve a classificação de BOA, com base em resultados analíticos de pelo menos três anos, que corresponde ao período mínimo requerido pela Diretiva Europeia relativa à gestão da qualidade das águas balneares.

praia_valeta2.JPG

O Município de Arcos de Valdevez congratula-se com o resultado da classificação que atesta que o controlo efetuado regularmente pela APA, pela Autoridade de Saúde e pela Autarquia demonstra estar perante uma água compatível com a prática balnear e de boa qualidade.

Na presente época balnear, que inicia a 15 de junho e termina a 15 de setembro, o Município vai providenciar, como tem sido prática habitual, ações e equipamentos de apoio de praia para reduzir o risco de poluição e a saúde pública, vigilância da praia com a presença de nadadores-salvadores, manutenção das infraestruturas de apoio à praia e limpeza do areal e envolvente.

Esta praia encontrada no decorrer do Rio Vez, no centro da Vila de Arcos de Valdevez, é um património de todos os arcuenses, por isso a Autarquia solicita a colaboração de todos nesta tarefa de preservação e valorização da mesma, sendo de extrema importância adotarem comportamentos responsáveis, nomeadamente colocando o lixo em locais próprios e não fazendo descargas ilegais para o rio, de forma a preservarem este bem que é de todos.

Água de boa qualidade, bons acessos e infraestruturas, segurança e um enquadramento paisagístico notável fazem desta uma excelente alternativa às praias marítimas. Esta é uma das praias fluviais mais procurada e ideal para um mergulho quando os dias aquecem e passar um momento de prazer na companhia de amigos e família!

valeta2.JPG

REVISTA "CRISTINA" REALIZA SESSÃO FOTOGRÁFICA EM SOAJO, ARCOS DE VALDEVEZ

A Revista Cristina, da conhecida apresentadora de televisão Cristina Ferreira, realizou uma sessão fotográfica em Soajo intitulada "Reinventar a Tradição em Soajo, Arcos de Valdevez", para a edição da revista do mês de junho.

revista_cristina_1.jpg

Esta sessão teve a particularidade de ter como modelos mulheres de Soajo, nomeadamente Rosa Capela, de 90 anos, Maria do Rosário, 84 anos, e Maria Rana de 78 anos.

Durante a produção, as modelos viveram experiencias únicas, pois nunca tinham feito nada do género e tão pouco alguma vez se tinha produzido tanto, ao nível de maquiagem, roupas, cabelos e acessórios.

 O objetivo desta sessão era escolher pessoas com idade avançada, habituadas a uma vida simples e do campo, tendo o resultado final atingido o principal objetivo. Uma sessão original, bonita e cheia de significados, onde a cultura e a tradição foram os principais temas.

Esta iniciativa contou com o envolvimento/apoio da Câmara Municipal, que viu novamente Arcos de Valdevez destacado na comunicação social pelas suas paisagens, cultura e gentes simpáticas e acolhedoras.

revista_cristina_2.jpg

revista_cristina_3.jpg

revista_cristina_10.jpg

ENVELHECIMENTO ATIVO: DESAFIOS E ESTRATÉGIAS PARA AS INSTITUIÇÕES

O Município de Arcos de Valdevez, em parceria com a EAPN Portugal – Rede Europeia Anti Pobreza/Viana do Castelo, promoveram uma ação de formação “Envelhecimento Ativo: desafios e estratégias para as instituições”, dinamizada pela Socióloga, Paula Cruz, Técnica do Departamento de Investigação e Projetos da EAPN Portugal.

sessao_envelhecimento_ativo.jpg

Promover a partilha de conhecimentos e experiencias de práticas e orientações que visem a promoção de um envelhecimento ativo de qualidade foi um dos principais objetivos da sessão que contou com a participação de técnicos e responsáveis das várias instituições locais de apoio aos idosos, bem como, cidadãos que se interessaram pela temática.

Durante a sessão foram vários os temas abordados, desde o aprofundamento da noção de envelhecimento ativo e os desafios do envelhecimento na atualidade, passando pelo o debate em torno dos mitos ainda existente sobre o envelhecimento e as potencialidades das pessoas idosas, até à reflexão em torno de algumas estratégias passiveis de serem colocadas em prática nas organizações e serviços que trabalham com as pessoas idosas.

Na sessão de abertura, João Manuel Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, deixou a garantia de que esta é uma área prioritária para o Município, sublinhando que envelhecer com qualidade, prolongando a autonomia e independência, constitui um desafio para todos e, a necessidade de responder a este desafio, tem levado à realização de um trabalho concertado com as diversas entidades locais. Nesse sentido oi revelado que o Plano Municipal do Idoso, que congrega um conjunto de atividades das quais destacou, o apoio à recuperação habitacional, oprojeto Séniores + Ativos, as Olimpíadas Séniores o Festival Sénior e a recém criada Comissão de Apoio à População Idosa, que em breve iniciará as suas funções, e através da qual se pretende como principal missão a intervenção junto de idosos em situação de vulnerabilidade social; a melhoria dos cuidados prestados no domicílio, nomeadamente, a criação de uma bolsa de ajudantes domiciliários qualificados, bem como a criação de serviços de apoio temporário para cuidadores informais; a eliminação de barreiras arquitetónicas nos espaços públicos e nos domicílios e ainda, a aposta na criação de serviços de transporte que facilitem a mobilidade dos idosos.

sessao_envelhecimento_ativo2.jpg

SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO VISITA ARCOS DE VALDEVEZ

Secretário de Estado da Educação, João Costa no Ciclo de Conferências do CENFIPE

João Esteves, presidente da Câmara Municipal, aproveitou a vinda do Secretário de Estado a Arcos de Valdevez para fazer algumas solicitações ao Governo no que toca à Educação

cenfipe_a_beira_ataque_nervos (1) (1).jpg

Decorreu em Arcos de Valdevez, o Ciclo de Conferências do CENFIPE “À Beira de um ataque de nervos”, o qual debateu medos e anseios dos pais e educadores e trouxe até ao concelho oradores e moderadores de diversas áreas, nomeadamente o Sr. Secretário de Estado da Educação, Dr. João Costa, Jorge Rio Cardoso, Adelino Calado, Helena Canhão, Carlos Neto, Rute Sousa Vasco, Marta Cunha, bem como as Jornalistas Ana Guedes Rodrigues (Porto Canal) e Fátima Araújo (RTP).

Neste encontro, com mais de 260 Inscritos, o presidente da Câmara Municipal, João Esteves, aproveitando a presença do Secretário de Estado da Educação, João Costa, referiu que a “educação é um pilar fundamental do processo de desenvolvimento da nossa terra, por isso a Câmara Municipal investiu 5,5 milhões de euros ao nível educativo nos últimos 3 anos (obras, transportes escolares, apoios escolares, AEC’s, alimentação); e solicitou ao Governo a redução do número de alunos por turma, em territórios de baixa densidade, de forma a aumentar a oferta educativa e criar igualdade de oportunidades de estudo; bem como a possibilidade de se criar um Simplex para a educação, de maneira a desburocratizar o sistema, simplificar a vida administrativa do professor, do aluno e da comunidade escolar.

Estes desafios são para o autarca o caminho para melhorar a educação e formação, pois darão ferramentas à população para enfrentar os desafios e contribuirão para fixar população e melhorar a qualidade de vida.

Já o secretário de Estado deu razão ao autarca em diversos aspetos, tendo resultado desta troca de deias a certeza de que se deverá apostar na adequação da oferta à procura e numa formação de qualidade, para que daí resulte a diminuição do desemprego.

O Ciclo de conferencias “À Beira de um ataque de nervos”, serviu para se refletir sobre a educação e o tipo de pessoas/cidadãos que a escola está a formar, já que muitos especialistas alertam para o facto de as crianças terem atividades em excesso, as quais não permitem o desenvolvimento do informal, do lazer, e da brincadeira, base importante da criatividade.

cenfipe_a_beira_ataque_nervos (2).jpg

cenfipe_a_beira_ataque_nervos (3).jpg

cenfipe_a_beira_ataque_nervos (4).jpg

ARCOS DE VALDEVEZ INTEGRA PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DOS SECTORES PRODUTIVOS E TRADICIONAIS DO PNPG

Arcos de Valdevez integra a Comissão de acompanhamento do Projeto de Revitalização dos Sectores Produtivos e Tradicionais do PNPG (RevitAGRI - PNPG), recentemente constituída com a ESA – Escola Superior Agraria e a ESCE - Escola Superior de Ciências Empresarias do IPVC (entidade coordenadora do projeto); DRAPN; ICNF; os Municípios que integram o PNPG e as associações de desenvolvimento local ADRIL, ADRMINHO, ADER e ATAHCA.

PNPG_020

Este projeto é coordenado pela ESA e visa a revitalização dos setores produtivos tradicionais do PNPG, centrada na área do agronegócio.

 Tem ainda como objetivos realizar uma análise das empresas alvo, relativamente ao seu potencial de inovação, à melhoria dos circuitos de comercialização e à identificação de redes de cooperação que visem uma maior rentabilização dos recursos e um aumento de escala para posicionamento dos produtos no mercado.

Paralelamente a estas ações serão implementadas ações de demonstração, recorrendo a casos de sucesso existentes na Europa, em territórios idênticos ao do PNPG. Estas ações visam uma aprendizagem prática e uma capacitação das entidades e associações com intervenção no PNPG, permitindo ainda o desenvolvimento de redes de cooperação com estes casos bem-sucedidos.

Também serão realizadas ações de demonstração são igualmente aplicadas aos produtores/empresários, quer em seminários organizados para apresentação de projetos análogos, quer através de uma missão à Galiza, onde a aprendizagem no terreno se mostra valiosa para o conhecimento de experiências e de projetos implementados e bem-sucedidos, que aportaram dinâmicas no território e que contribuíram para a fixação de jovens e para o desenvolvimento económico.

FESTA DA MONTANHA ATRIU MILHARES DE VISITANTES A ARCOS DE VALDEVEZ

O Mezio recebeu no passado fim de semana a Festa da Montanha, um certame que reuniu na Porta do Mezio mais de 100 expositores com diversos produtos da região, desde charcutaria a queijos, compotas, doces, pão, mel, ervas aromáticas e artesanato.

Para a autarquia esta feira é uma aposta na valorização dos produtos da região, uma forma de promover os produtos e empresas e de estimular o aparecimento de novos negócios, permitindo ao mesmo tempo que os habitantes desenvolvam a sua atividade e tenham qualidade de vida na sua terra.

O autarca, João Esteves, aproveitou a presença da Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, na sessão de abertura, para solicitar ao Governo apoio para as iniciativas que as pessoas querem desenvolver nos territórios, nomeadamente através de apoios financeiros específicos para as atividades a desenvolver e uma maior agilização dos processos, seguindo a criação de um simplex para evitar muita da carga burocrática e custos dos licenciamentos, já que a burocracia dificulta o desenvolvimento das atividades nas diversas áreas do turismo (empresas de animação turística, recuperação de casas para turismo, melhorias em pequenos espaços para a venda de artesanato ou fumeiro). Por outro lado defendeu a equidade no acesso aos serviços públicos, na educação e saúde, bem como relativamente à área social, pois referiu serem necessários incentivos ao aparecimento de serviços e equipamentos de apoio na área social aos idosos.

A Secretária de Estado deixou a promessa de um maior envolvimento do Estado no que concerne às áreas protegidas e adiantou que estão em curso projetos de vários milhões de euros para salvaguardar a floresta e ajudar as populações.

A comitiva visitou a feira, tendo constatado o dinamismo das entidades, empresas e produtores presentes.

Do programa da feira fizeram parte atividades de natureza, atuações de grupos folclóricos, de dança, exposições, demonstrações da equipa cinotécnica da GNR, concursos, caminhadas, seminários, passeios a cavalo e de burro, tiro ao alvo, subidas

ao rio Adrão, escalada, arborismo, rappel, e ainda a transmissão em direto do programa Somos Portugal, da estação televisiva TVI o qual ajudou a fazer uma maior divulgação do certame e contribuiu para atrair ainda mais visitantes para a Porta do Mezio e o PNPG.

ARCUENSES DEBATEM SOBRE O ENVELHECIMENTO ACTIVO

Envelhecimento Ativo: desafios e estratégias para as instituições :: Auditório do posto de turismo de Arcos de Valdevez :: 6 junho 2017 - 15.00h.

Refletir nos desafios do envelhecimento e na noção de envelhecimento ativo é fundamental nos dias de hoje. O número de pessoas idosas está a aumentar consideravelmente e as projeções falam-nos no aumento da população nos próximos anos e no envelhecimento da mesma. Nunca a noção de envelhecimento ativo, tal como foi definida pela Organização Mundial de Saúde foi tão importante: Processo de otimização das oportunidades para a saúde, participação e segurança no sentido de reforçar a qualidade de vida à medida que as pessoas forem envelhecendo. São necessárias medidas políticas para lidar com esta situação, mas todos nós também temos um papel a desempenhar no processo de promoção do envelhecimento ativo, não só como cidadãos, mas também como pessoas que querem envelhecer com qualidade, numa sociedade que esteja aberta, de forma igualitária, a todas as idades.

OBJETIVO GERAL

Promover a partilha de conhecimentos e experiências de práticas e orientações que visem a promoção de um envelhecimento ativo de qualidade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Aprofundar conhecimentos sobre a noção do envelhecimento ativo e os desafios do envelhecimento na atualidade.
  • Debater os mitos ainda existentes sobre o envelhecimento e sensibilizar para as potencialidades das pessoas idosas.
  • Refletir em torno de algumas estratégias passíveis de serem colocadas em prática nas Organizações/serviços que trabalham com pessoas idosas.

DIA 6 Junho 2017                                                      

HORÁRIO 14.30h.:17.00h.

LOCAL Auditório do posto de turismo de Arcos de Valdevez

INSCRIÇÃO Gratuita mas obrigatória para os seguintes contactos: imafonso@cmav.pt

PÚBLICO-ALVO Técnicos/as de intervenção social; Técnicos/as de saúde; comunidade em geral

DINAMIZADORA Paula Cruz: Socióloga e Técnica do Departamento de Investigação e Projetos da EAPN Portugal.

REDE DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ EM EXECUÇÃO

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez aprovou recentemente a abertura de concurso público internacional para a abertura de rede primária e secundária de faixas de gestão de combustíveis, nas freguesias de Senharei, Sabadim, União de Freguesias de Eiras e Mei, Padroso, União de Freguesias de Portela e Extremo, União de Freguesias de Álvora e Loureda e Sistelo, para proceder à limpeza de 360 há, pelo valor base de 302.000,00 euros.

limpezas_florestas (3)

Esta ação vem na sequência de candidatura denominada “Instalação da Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Arcos de Valdevez”, efetuada ao abrigo do Aviso PO SEUR 10 - 2015 - 24, cofinanciada pelo Fundo de Coesão, Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), Portugal2020, Eixo Prioritário 2: Promover a adaptação às alterações climáticas e a prevenção e a gestão de riscos, com um investimento elegível de 764 645,16 € e comparticipação comunitária de 649 948,39 €.

Está em concurso público a Construção de Rede Viária Florestal de acesso a pontos de água de 1ª ordem.

Esta rede, no valor de 180.203,00 €, contemplará uma extensão de 70 km ao longo das freguesias de Sistelo; UF Álvora e Loureda; UF Extremo e Portela; Sabadim; Rio Frio; Miranda; Cabreiro; Gondoriz; Cabana Maior; Soajo; Gavieira; UF S. Jorge e Ermelo e Vale.

Esta candidatura foi submetida em 24/11/2015, tendo obtido a sua aprovação por parte do POSEUR em 29/04/2016. As ações previstas são a abertura de rede primária e secundária de faixas de gestão de combustível, assim como, a adaptação da rede viária florestal existente de acesso a pontos de água de 1.ª ordem.

Num território onde há grandes incêndios florestais, a instalação da rede primária de faixas de gestão de combustíveis, aprovada pela Comissão Distrital da Defesa da Floresta, é fundamental. Parte da Rede Primária está desenhada na cumeada separando o concelho de Arcos de Valdevez com Ponte de Lima, Paredes de Coura e Monção, onde o histórico dos incêndios é também muito grande.

Este traçado é definido estrategicamente, de forma a criar uma “barreira” à eventual progressão dos grandes incêndios florestais, proporcionando oportunidades de combate e consequentemente, diminuição a área ardida; reduzir os efeitos de passagem dos grandes incêndios, protegendo de forma passiva vias de comunicação; isolar os focos potenciais de ignição de incêndios; operacionalizar o apoio ao combate, nomeadamente ao nível da rede viária florestal de acesso aos pontos de água de 1ª ordem de forma a facilitar o reabastecimento de água entre viaturas.

MUNICÍPIO ARCUENSE AFETA LOTES A PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PARA TRANSITAREM PARA AS ZONAS INDUSTRIAIS

A Câmara Municipal procedeu esta segunda-feira à celebração de acordos de afetação de 6 lotes, nos Parques Empresariais de Paçô, Padreiro e Mogueiras, no total de 8000m2, a 6 pequenas e médias empresas do concelho, ligadas à carpintaria, serralharia e oficinas que querem ampliar ou expandir a sua atividade, e que encontram nos Parques Empresariais excelentes condições para avançarem com os seus projetos de desenvolvimento.

afetação de lotes

Para além das grandes multinacionais, os Parques empresariais já começam a ser bastante procurados por parte de pequenas e médias empresas nacionais, nomeadamente, arcuenses, e, neste sentido, a autarquia encontra-se a alargar e a modernizar os mesmos.

De referir que o Municipio tem realizado esforços para atrair cada vez mais empresas para os parques empresariais, disponibilizando, um conjunto de incentivos ao investimento no concelho. Em Arcos de Valdevez os investidores podem usufruir de isenção de derrama, da redução de IMI e IMT, nomeadamente na instalação de investimentos empresariais, no turismo e na reabilitação de edifícios; da redução de 50% nas licenças de atividades económicas; entre outras.

Com esta dinâmica empresarial a Câmara Municipal pretende criar emprego, gerar rendimento e fixar pessoas.

afetação de lotes2

afetação de lotes3

PAREDES DE COURA REALIZA FESTA DA TRUTA

fado : Maura Aires | concerto : Virgem Suta | showcooking : chef Hélio Loureiro

2, 3 e 4 junho | Paredes de Coura

Este fim de semana, 2, 3 e 4 de junho, está dedicado à Festa da Truta e a esta deliciosa iguaria do Alto Minho, que Aquilino Ribeiro, em ‘A Casa Grande de Romarigães”, ilustrou de forma inegualável: “(…) em Paredes de Coura, e à hora do almoço vêm para a mesa as trutas do rio Coura, o rio mais truteiro do universo, azeitonas e bogas de escabeche, pão de milho e as demoradas conversas dos amigos que se encontram outra vez”.

13322184_1200429029990929_544585144933221110_n

Sessenta anos depois de ser lançada a obra maior de Aquilino Ribeiro, descubra ou redescubra os prazeres de uma boa mesa tendo por referência um dos ícones gastronómicos desta bonita vila do Alto Minho, onde a truta continua a ser elemento incontornável na riquíssima e farta gastronomia courense.

É a partir desta referência que o Município de Paredes de Coura dedica o fim de semana de 2, 3 e 4 de junho à Festa da Truta, com sessões de ‘showcooking’ com o chef Hélio Loureiro, chefe de cozinha do Douro Royal Valley Hotel & Spa e Restaurante Terrella, e as novas abordagens à confeção de singulares pratos com recurso a este peixe de rio, mas também os já habituais convívios de pesca, concertos e animação infantil para um fim de semana que se quer preenchido.

Filete de truta panado em amêndoas sobre migas de grelos

Na edição deste ano da Festa da Truta o fado tem espaço de eleição com a jovem Maura Aires, que no ano passado venceu o concurso “O meu fado”, da Rádio Sim, do Grupo Renascença. A fadista da margem sul do Tejo promete um espetáculo que se antevê cativante, tal como a participações dos Virgem Suta.

A banda de Nuno Figueiredo e Jorge Benvida traz novas músicas, mas também a incontornável “Linhas Cruzadas”, agora com nova roupagem, mas que há anos lançou este grupo pop-rock de Beja para a fama através da telenovela ‘Olhos nos olhos’.

IMG-20160531-WA0002

Print

ARCOS DE VALDEVEZ AMPLIA REDE DE SANEAMENTO

Câmara Municipal continua a investir na ampliação da rede de saneamento

A Câmara Municipal continua a dar grande relevância à ampliação do saneamento básico, investindo no aumento da rede.

saneamento_s_paio2017_2

De momento está prestes a iniciar a obra de Ampliação da rede de saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba / Fontão Covo) à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 204.792,44 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

Com esta empreitada a Câmara Municipal pretende proceder à ampliação da rede de saneamento na área da freguesia a poente da EN 202, nomeadamente aos lugares de Mó da Lomba e Fontão Covo, que ainda não se encontram servidos, drenando para a rede existente, e daí ao coletor em alta das Aguas do Norte.

O projeto preconiza a instalação de coletores gravíticos, numa extensão de cerca de 3,0 km, uma Estação Elevatória e 90 ramais domiciliários.

No entanto também vai abrir concurso pelo valor base de 244.000,00 euros para a ampliação da rede de saneamento a Vila Fonche (Tourim/Outeiro/Igreja) e Paçô (Paço Velho).

Com este projeto pretende proceder à ampliação da rede de saneamento nas referidas freguesias, nomeadamente aos lugares de Tourim, Outeiro e Igreja, em Vila Fonche, e a Poente da EN303, bem como ao lugar de Paço Velho, em Paçô, drenando para a rede existente, e daí ao coletor em alta das Aguas do Norte.

A intervenção preconiza a instalação de coletores gravíticos, numa extensão global de cerca de 3,0 km e 115 ramais domiciliários.

Estas obras inserem-se num plano de alargamento da rede de saneamento no valor cerca de 2 M€, que teve início em 2016 e se prolongará até 2018, abrangendo 10 freguesias.

É intenção da Câmara Municipal conseguir abranger o maior número de habitações no concelho, em prol da melhoria da qualidade de vida  dos seus habitantes.

Capturararc

ARCOS DE VALDEVEZ AJUDA ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez entregou 21 Bolsas de Estudo a estudantes do ensino superior

Estando a Câmara Municipal permanentemente atenta ao sucesso escolar e às dificuldades dos alunos do concelho, empenha-se em ajudar aqueles que pretendem seguir com os seus estudos através da atribuição de bolsas de estudo, para os alunos que frequentem o ensino superior, acreditando que as dificuldades económicas não podem ser fatores impeditivos do acesso à formação.

entrega_bolsas_estudo_2017

Neste sentido o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, entregou 21 bolsas de estudo aos alunos do ensino superior, atribuídas pela Câmara Municipal relativas ao ano letivo 2016/2017, no valor global de 15 mil euros.

Neste ato simbólico, o autarca frisou a importância dos jovens prosseguirem com os seus estudos de forma a poderem vir a alcançar uma carreira promissora, dizendo também que a educação é a melhor ferramenta que se pode deixar aos jovens e que, por isso, o Município procura dar o seu contributo para ajudar as famílias a darem um futuro melhor aos seus filhos.

ARCOS DE VALDEVEZ MELHORA AMBIENTE URBANO

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez celebrou Contrato de Financiamento de Aquisição de Viaturas Elétricas de Serviços Urbanos Ambientais

A Câmara Municipal celebrou com o Fundo Ambiental o contrato de financiamento de Aquisição de Viaturas Elétricas de Serviços Urbanos Ambientais, numa cerimónia que contou com a presença do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, do Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel e do Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes.

JV0A1635 - Cópia

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez candidatou-se ao Fundo Ambiental para aquisição de uma Viatura ligeira elétrica de mercadorias e passageiros, 100% elétrica, que permitirá o apoio dos serviços da divisão de ambiente, designadamente para transporte / distribuição de mercadorias e/ou pessoal no cumprimento das tarefas designadas para este serviço, de uma estação de carregamento que economiza espaço, com um design atrativo, fácil de usar, com cabos ou tomadas diferentes para caberem todas as marcas de carros elétricos; um aspirador de resíduos móvel, capaz de aspirar todo o tipo de resíduos que passem por um tubo com um diâmetro de 125 mm; bem como uma Viatura elétrica com sistema de lavagem e aspiração, adaptável para o lixo ou a recolha de resíduos orgânicos, manutenção de parques e jardins, manutenção de edifícios, entre outros. Este veículo permitirá a lavagem da rede viária, contentores, assim como, ajudar na recolha de todo o tipo de resíduos existentes na via pública, funcionando como complemento da aspiradora.

Este equipamento terá um custo de aquisição de 94.970,65 € e um financiamento de 40.816,92€.

Com esta iniciativa a Autarquia arcuense pretende dar mais um contributo para a redução de emissão de CO2 e para um desenvolvimento ambiental sustentável.

Capturarcmcmcmcmcmcm

PAÇO DA GIELA EM ARCOS DE VALDEVEZ ATRAI CADA VEZ MAIS VISITANTES

Paço de Giela recebeu cerca de 1500 alunos entre Março e Maio de 2017

No âmbito do plano de sensibilização para a preservação e conhecimento do Património Histórico concelhio, cerca de 1500 alunos passaram pelo Paço de Giela, um dos mais importantes Monumentos Nacionais e um local de visitação obrigatória no concelho e na região, o qual, para além de turistas, tem ao nível da comunidade escolar um forte impacto e interesse.

visitas_escolas_marco_maio (1)

Pelo Monumento não só passaram turmas do Agrupamento de Escolas de Valdevez, como também de outros concelhos, nomeadamente Maia, Felgueiras e Gondomar.

Este ano, além da visita guiada ao monumento e aos seus recursos pedagógicos e de interpretação, alunos e professores tiveram também atividades complementares, pensadas de forma cuidada e rigorosa, destinas exclusivamente para grupos escolares, alusivas ao Recontro de Valdevez, contando eventos e contextos deste marco histórico ocorrido em 1141 e decisivo na fundação da nacionalidade; ficaram também a conhecer equipamentos bélicos usados no século XII, através de uma mostra de armas, e disfrutaram igualmente de uma aula de esgrima e combate medieval.

visitas_escolas_marco_maio (2)

visitas_escolas_marco_maio (4)

visitas_escolas_marco_maio (5)

visitas_escolas_marco_maio (6)

visitas_escolas_marco_maio (7)

ARCOS DE VALDEVEZ PARTICIPA EM FRANÇA NA "FESTA DO TERRITÓRIO"

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez participou na 4ª edição da feira do território em Dammarie-lès-Lys, vila geminada na região de Paris

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, representada pelo vereador Hélder Barros, esteve nos dias 19, 20 e 21 de maio em Dammarie-lès-lys, vila geminada com Arcos de Valdevez, para participar na Festa do Território. Um certame que serviu para dar a conhecer os produtos locais arcuenses ao nível da gastronomia, vinhos e artesanato, bem como para reunir todos os municípios geminados com esta vila francesa, nomeadamente Eppelheim (Alemanha), Tata (Hungria) e Montebelluna (Itália).

Ao longo de três dias a feira recebeu mais de 4000 visitantes expectantes para degustarem a gastronomia das várias localidades presentes, assistirem a conferencias e exposições, assim como divertirem-se com a variada animação programada.

Estas iniciativas contribuem para a troca de conhecimentos, promovem as boas relações entre ambos e estreitam os laços com a comunidade arcuense que aí se encontra.

fete_terroir_dammarie_2017 (3)

fete_terroir_dammarie_2017 (5)

fete_terroir_dammarie_2017 (6)

fete_terroir_dammarie_2017 (7)

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA ENSINO DE INVESTIGAÇÃO

InCubo celebra protocolo com a TecMinho/ Universidade do Minho

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, na qualidade de Presidente da Direção da ACIBTM/In.Cubo, procedeu esta quinta-feira à assinatura do Protocolo de Colaboração com a TecMinho – Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento. Uma entidade da Universidade do Minho.

.

Este Protocolo tem por objeto a disponibilização de instalações e do laboratório de prototipagem rápida, Fab Lab Alto Minho, da ACIBTM/In.Cubo, aos empreendedores universitários, apoiados pela TecMinho, nomeadamente professores, alunos e ex-alunos da Universidade do Minho.

Para o autarca este protocolo é deveras importante porque reforça a presença da Universidade do Minho em Arcos de Valdevez, reforça a ligação da Incubo ao Ensino Superior e promove o desenvolvimento de projetos e empresas por parte de professores e alunos desta universidade, nomeadamente os de Arcos de Valdevez.

.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FESTA DA MONTANHA NA PORTA DO MEZIO NOS DIAS 3 E 4 DE JUNHO

Organizada pela Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e ARDAL/Porta do Mezio, em parceria com várias entidades do território, vai decorrer nos próximos dias 3 a 4 de Junho, na Porta do Mezio, em Arcos de Valdevez, a Festa da Montanha, a qual contará com a presença da Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Dr.ª Célia Ramos na abertura.

festa da montanha2

Com o objetivo de promover os produtos agropecuários, a gastronomia, as tradições, o turismo de natureza e a paisagem do PNPG e do concelho de Arcos de Valdevez contará com a presença de cerca de 100 expositores.

Da programação, entre outras atividades, farão parte seminários, atividades de Natureza, demonstração de garranos e concurso de gado, demonstração de Cães da GNR, Cães de Intervenções assistidas por Animais, mostras gastronómicas e animação variada com atuações de Ranchos Folclóricos e Rusgas Populares, atuação de grupos musicais, coros infantis e atuações de dança.

Durante a feira decorrerá também o Festival de Atividades de Natureza com várias atividades como, trilhos, visitas guiadas, arborismo/slide/escalada/rappel, tour tt, passeios a cavalo, de burro, tiro ao alvo, Kart Cross, subidas ao Rio Adrão, entre outras atividades No dia 4 de Junho decorrerá a transmissão em direto no dia do Programa "Somos Portugal", da TVI.

Venha ao Mezio, em Arcos de Valdevez e fique a conhecer melhor o nosso concelho e todas as suas potencialidades!

Estamos a menos de uma hora do Porto Vigo e a meia hora de Braga!

Programa em http://www.cmav.pt/agenda.php?id=1994

www.portadomezio.pt

ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA "LAUREADOS SAKHAROV"

Alunos do Agrupamento de Escolas apresentam “Laureados Sakharov”

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, esteve ontem, no Centro Municipal de Informação e Turismo do concelho, para, a convite das professoras Ângela Codeço, Fernanda Araújo, Fernanda Lima e Alexandrina Martins, Embaixadoras do Parlamento Europeu, assistir à apresentação dos Laureados Sakharov, pelos alunos do 11º ano do curso profissional de Turismo ambiental e Rural.

laureados3

Nesta mostra elaborada no âmbito do projeto Escola Embaixadora do Parlamento Europeu, para assinalar o dia da Europa e dar a conhecer à comunidade educativa alguns dos laureados e os seus contributos em prol dos Direitos Humanos, os alunos encarnaram alguns dos laureados, fazendo uma breve descrição dos seus feitos em prol da liberdade, democracia e direitos Humanos.

Desde Nelson Mandela, Xanana Gusmão, Kofi Annan, passando também por Guillermo Fariñas ou Malala Yousafzai, foram vários os laureados escolhidos pelos alunos para subirem ao palco do CMIT neste breve apresentação.

 De referir que o prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, batizado assim em honra do dissidente e cientista soviético Andrei Sakharov, foi atribuído pela primeira vez em 1988, pelo Parlamento Europeu, a Nelson Mandela e Anatoli Marchenco. Trata-se do maior tributo prestado pela União Europeia ao trabalho desenvolvido por pessoas ou organizações que dedicaram as suas vidas ou ações à defesa dos direitos humanos e à liberdade.

O prémio é concedido anualmente e entregue, pelo presidente do Parlamento Europeu em sessão plenária, em 10 de dezembro, o dia em que se assinou a Declaração Universal dos Direitos Humanos das Nações Unidas.

laureados

laureados4

laureados7

ARCOS DE VALDEVEZ DIVULGA-SE NA CIDADE FRANCESA DE CENON

Feira de Cenon voltou a atrair milhares de visitantes

Entre os dias 19 e 21 Maio, o Município arcuense, representado pelo Presidente da Câmara, João Manuel Esteves, e a Ardal voltaram a participar na 8ª edição da Feira Anual de Artesanato e Gastronomia Portuguesa de Cenon, organizada pela Associação Alegria Portuguesa de Gironde e pelo município de Cenon, e que este ano contou com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

João Manuel Esteves realçou a importância da realização deste certame, que anualmente envolve milhares de portugueses e luso-descentes, no reforço dos laços culturais, na realização de negócios pelos produtores e empresas arcuenses, na promoção do turismo e na atração de investimento.

Ao nível empresarial é de referir ainda o encontro com o diretor Geral da Câmara do Comércio de Bordéus, onde se abordaram questões relativas à promoção empresarial nesta região de França.

Para a comunidade emigrante também é especial, visto ter a oportunidade de matar as saudades da sua terra natal através das rusgas da Associação da Miranda e da de Sta. Eulália de Gondoriz, dos ranchos folclóricos e grupos musicais, das nossas delícias gastronómicas e dos bons vinhos verdes, bem como de adquirir produtos e serviços expostos.

No decorrer do certame ocorreu um convivo com várias associações portuguesas, na área de Bordéus, que também contou com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro. Aqui foi possível estreitar laços e debater questões relativas às associações e comunidade portuguesa no estrangeiro.

De destacar são também os contactos realizados com o Presidente da Câmara de Cenon, Alain David, no âmbito de uma receção à comitiva na Câmara Municipal.

Dirigindo-se aos milhares de visitantes da feira, o presidente da Câmara Municipal começou por endereçar as mais vivas felicitações à Associação Alegria Portuguesa de Gironde e ao Municipio de Cenon pela organização do certame.

O autarca adiantou também que através deste envolvimento, troca de experiencias e conhecimento,  todos contribuem para que o nome de Arcos de Valdevez vá mais longe.

“A feira é uma oportunidade de valorização e divulgação da nossa cultura, dos nossos produtos e das nossas empresas. È uma mostra das potencialidades do nosso concelho, contribuindo para o aumento da atração de Arcos de Valdevez como um concelho para viver, investir e visitar.”, referiu.

MUNICÍPIO ARCUENSE OFERECE JOGO ÀS CRIANÇAS PARA CONHECEREM A BIODIVERSIDADE DO RIO VEZ

Município arcuense oferece Jogo da Memória “Biodiversidade do Rio Vez

No âmbito de uma atividade inserida no plano de atividades extra curriculares proporcionadas pelo Município nos jardins-de-infância, foi criado o Jogo da memória da Biodiversidade do rio Vez.

jogo_memoria (1)

Este jogo é uma  ferramenta pedagógica que permite a aprendizagem de alguns nomes de plantas e animais do rio Vez, direcionado para crianças a partir dos 3 anos. Através dele é permitido o contacto com imagens de 20 exemplares da biodiversidade do rio Vez, facilitando a sua memorização. A Câmara Municipal acolheu a iniciativa e, com o envolvimento de Bernardete Amorim (fotógrafa), Sara Simões (responsável pela conceção) e Sónia Pinto (ilustradora do jogo), foi oferecido um exemplar a todas as crianças do ensino pré-escolar (cerca de 400), esperando com esta iniciativa levar a um maior reconhecimento da conservação do rio Vez.

jogo_memoria (2)

jogo_memoria3

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 24 DE MAIO DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No período antes da ordem do Dia o Sr. Presidente informou que no dia 25 de maio, pelas 10h, seria assinado um protocolo de colaboração entre a Incubo e a Tec Minho;
  • Também informou que no sábado, dia 27 de maio, decorrerá na Casa das Artes o Ciclo de conferencias CENFIPE - Centro de Formação e Inovação dos profissionais de Educação/Escolas Associadas do Alto Lima e Paredes de Coura, com a temática “Pais e Professores À Beira de Um Ataque de Nervos : Porque o Melhor do Mundo – NEM SEMPRE – são as Crianças II MOMENTO. A sessão de abertura está marcada para as 9h e contará com a presença do Secretário  de Estado da Educação, Dr. João Costa
  • Também deu conta que no próximo dia 3 de Junho será feita a inauguração oficial do certame Festa da Montanha, na Porta do Mezio, com a presença da Secretária de Estado da Natureza e do Ordenamento do território, Dra. Célia Ramos e que no domingo estará lá presente o programa Somos Portugal da TVI;

MUSEU DA ÁGUA AO AR LIVRE

  • Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez: considerando a aprovação da candidatura “Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez” foi aprovado dar início ao procedimento concursal para execução do respetivo projeto de execução, designadamente Vias, acessos, instalações de apoio, sinalética, Zonas fluviais de lazer e recuperação de açudes, pelo valor base de 333.000,00 euros;
  • Produção de conteúdos e elaboração de estratégia de comunicação, identidade gráfica e sinalética - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez: tendo em consideração a aprovação da candidatura "Museu da Água ao Ar Livre do rio Vez" foi aprovado proceder à abertura de procedimento concursal tendente à adjudicação da prestação de serviços com a designação de " Produção de conteúdos e elaboração de estratégia de comunicação, identidade gráfica e sinalética - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez" , pelo valor base de 33.000,00 euros;

Oficinas de Criatividade Himalaya

  • Oficinas de Criatividade Himalaya. Projetos de Arquitetura e Especialidades: foram aprovados os Projetos de Arquitetura e Especialidades do referido processo para efeito de candidatura ao programa Norte 2020 - Reabilitação Urbana
  • Oficinas de Criatividade Himalaya: foram aprovados os Termos de Referencia das seguintes Ações, inclusas neste processo, para efeito de candidatura ao programa Norte 2020:

 - Oficinas de Criatividade Himalaya - Fornecimento de Conteúdos, Equipamentos, Material Didático/Pedagógico e de Comunicação para o Núcleo Interpretativo Himalaya (Salas 1 a 3);

            - Oficinas de Criatividade Himalaya- Fornecimento e colocação de equipamento de projeção e som no espaço Himalaya 360;

            - Oficinas de Criatividade Himalaya- Fornecimento e conceção do Labirinto Himalaya.

  • Himalaya o Eco Cidadão. Termos de Referencia: - Do Chefe de Divisão a informar que, considerando a obrigatoriedade definida pelo Programa POSEUR - Plano de Valorização do PNPG e as necessidades do projeto “Himalaya o Eco Cidadão”, vem solicitar a submissão à digníssima Câmara, para aprovação, dos Termos de Referência da seguinte Ação, inclusa neste processo:

- Himalaya o Eco Cidadão - Fornecimento de Conteúdos e Equipamentos para o Núcleo Interpretativo Himalaya (Sala 4).

PROMOÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DE SISTELO E DO RIO VEZ: foi deliberado aprovar os termos de referência para o procedimento concursal “PROMOÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DE SISTELO E DO RIO VEZ”, para feitos de candidatura ao POSEUR.

ROCHAS QUE CONTAM HISTÓRIAS - ARCOS DE VALDEVEZ: foi deliberado aprovar os termos de referência referentes ao processo concursal “ROCHAS QUE CONTAM HISTÓRIAS - ARCOS DE VALDEVEZ”, para feitos de candidatura ao POSEUR.

EDUCAÇÃO

PLANO DE TRANSPORTES ESCOLARES 2017/2018: foi deliberado aprovar o Plano de Transportes Escolares 2017/2018.

APOIOS

  • Foi deliberado apoiar a AVVEZ – Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, em 10,000 €. A referida Associação tem por objetivo promover, desenvolver e defender a produção vitivinícola e os produtos artesanais locais.
  • Foi aprovado o pagamento à ADRIL – Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Lima, no valor de 10.000,00 euros, correspondente a quotas suplementares.
  • Foi aprovado o protocolo de colaboração, no valor de 20.000,00€, a celebrar com a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Paio de Jolda, para apoiar a construção da Casa Mortuária.

SANEAMENTO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA

  • AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A VILA FONCHE (TOURIM/OUTEIRO/IGREJA) E PAÇÔ (PAÇO VELHO): foi aprovada a abertura de procedimento concursal pelo valor base de 244.000,00 euros.

Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação da rede de saneamento nas referidas freguesias, nomeadamente aos lugares de Tourim, Outeiro e Igreja, em Vila Fonche, e a Poente da EN303, bem como ao lugar de Paço Velho, em Paçô, drenando para a rede existente, e daí ao coletor em alta das Aguas do Norte.

            Assim, o projeto preconiza a instalação de coletores gravíticos, numa extensão global de cerca de 3,0 km e 115 ramais domiciliários.

  • Ampliação da rede de saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba / Fontão Covo): foi deliberado adjudicar a obra à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 204.792,44 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).
  • Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - Freguesia de Extremo (Castanheira/Pereira): foi aprovada a prorrogação do prazo até 14.06.2017, isto é, de 35 dias, a fim de o empreiteiro concluir a execução dos trabalhos.
  • AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO - FREGUESIAS DE PROZELO E AGUIÃ AO LONGO DA EN 101: foi aprovado homologar o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, respeitante à empreitada em epígrafe, adjudicada à empresa Terra & Pedra – Terraplanagens, Lda

FLORESTA

  • REDE DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ - ABERTURA DE REDE PRIMÁRIA e SECUNDÁRIA DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL (Senharei, Sabadim, União de Freguesias de Eiras e Mei, Padroso, União de Freguesias de Portela e Extremo, União de Freguesias de Álvora e Loureda e Sistelo: foi aprovada a abertura de concurso publico para a aquisição de serviços pelo valor base de 302.000,00 euros.
  • Rede viária florestal de acesso a pontos de água de 1.ª ordem: - foi deliberado adjudicar a intervenção ao concorrente AMBIFLORA, Lda., pelo valor de 180.203,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA

REABILITAÇÃO de espaços urbanos no Centro HistÓrico -1ªfase – Rua Dr.AntÓnio José Pimenta Ribeiro: Foi aprovado adjudicar a obra à empresa Plano Minho Lda. pelo valor de 209 164,98€.

Renovação do relvado natural e do sistema de rega do Estádio Municipal DA COUTADA: foi deliberado adjudicar a obra ao concorrente SPORTRELVA – Construção e Manutenção de Relvados de Obras Públicas, Lda., pelo valor de 142.189,40 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA)

Construção de Passeio e Redimensionamento de Caldeiras – Parque de Estacionamento da Ponte Nova: foi aprovado o PROJETO para a execução da empreitada referida em epígrafe, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 15.750,00 euros.

Reconstrução de muro na Rua Henrique Oliveira Codeço: foi aprovado abrir procedimento concursal pelo valor base de 11.500,00 Euros;

BENEFICIAÇÃO DO PAVIMENTO DA E.N. 101 ENTRE O KM 45+700 E O KM 50+400: foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa DST – Domingos da Silva Teixeira, S.A., pelo valor de 204.268,65 euros, com prazo de execução de 60 dias.

RENOVAÇÃO DE PAVIMENTOS BETUMINOSOS EM CAMINHOS MUNICIPAIS: - foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa PREDILETHES – Construções, Lda., pelo valor de 489.027,08 euros, com prazo de execução de 90 dias.

Parque da vila - requalificação do parque infantil: foram aprovados trabalhos não executados do contrato inicial no valor de 30.734,00 euros; a execução de trabalhos de quantidades não previstas no contrato inicial no valor de 4.102,00 euros; a execução de trabalhos de espécie não prevista no contrato inicial no valor de 15.154,10 euros.

Remodelação do Mercado Municipal: foi aprovada a substituição das retenções efetuadas na obra supracitada para reforço da garantia prestada no valor total de 26.020,63 euros por garantia bancária de igual valor, bem como a libertação das retenções já realizadas nos autos já faturados, no valor de 16.405,79€.

Aquisição de serviços para projeto expositivo e museológico do Espaço Valdevez: foi deliberado adjudicar os serviços à firma Evk Experiences Unipessoal, Unipessoal, Lda., pelo valor de 26.450,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

LICENC. INSTALAÇÃO COMBUSTÍVEIS: foi aprovado o licenciamento de um posto de abastecimento de combustíveis, sito no lugar de Ataúde, da freguesia de Paçô, deste concelho.

Aquisição de serviços de limpeza - edifÍcios DAF - ano 2017/2018: foi aprovada a abertura de um procedimento concursal do tipo Concurso Público, sem publicidade internacional, com um prazo de execução de um (1) ano, com o preço base de € 16.000,00;

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA DE RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO E TRANSIÇÃO PARA A NORMA ISO 9001:2015: a Câmara aprovou a celebração do contrato de "AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA DE RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO E TRANSIÇÃO PARA A NORMA ISO 9001:2015", bem como a sua publicitação no BaseGov.

Caminho de Acesso à Branda de Gorbelas - Trabalhos de Manutenção: foi aprovada a homologação do auto e liberação da caução.

reabilitação do Complexo das Piscinas Municipais: foi aprovada a prorrogação do prazo até 21.06.2017, isto é, de 60 dias, a fim de o empreiteiro concluir a execução dos trabalhos.

DECLARAÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA PARA EFEITOS DE EXPROPRIAÇÃO DE PARCELAS NECESSÁRIAS À EXECUÇÃO DO “CAMINHO QUE INTERLIGA O CM 1311-1 DE ACESSO AO LUGAR DE NOVAIS E PAÇO DA GLÓRIA E O CM 1311-1 VALINHA – UNIÃO DE FREGUESIAS DE JOLDA (MADALENA) E RIO CABRÃO” - RETIFICAÇÃO: foi aprovada a retificação da deliberação de 12-12-2016, que aprovou a Resolução de requerer a declaração de utilidade pública da expropriação.

ARCOS DE VALDEVEZ É CAPITAL DO VINHÃO

FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez

Depois do sucesso alcançado em 2016, regressa o FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez, nos dias 16, 17 e 18 de Junho, numa organização Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez e do Município de Arcos de Valdevez. São ainda parceiros na organização a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, a EPRALIMA – Escola Profissional do Alto Lima, a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e a AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

festivinhao_2017_2

Como na edição anterior, o evento terá lugar nas ruas do centro histórico da Vila de Arcos de Valdevez, contando com espaço de exposição de vinhos e produtos locais, espaço provas, tasquinhas de petiscos, espetáculos de palco, animação de rua, workshops técnicos, curso de iniciação à prova de vinhos, percursos turístico-gastronómicos pela Vila, visitas a Quintas/Adegas para além de uma de programação musical forte.

Antecedendo o evento propriamente dito, está já em curso a seleção do ‘FESTIVINHÃO’17 Vinho do Ano’, com um Grande Prémio para o Vinho da Casta Vinhão e a Seleção do Ano para as categorias de Vinhos Verdes Tintos, Brancos, Rosé, Espumantes Tintos e Espumantes Brancos. Haverá ainda uma Seleção para os Vinhos de Arcos de Valdevez nas mesmas categorias (exceção dos espumantes, que apenas tem uma categoria genérica).

É na relação entre a gastronomia tradicional e a diversidade dos vinhos que melhor se potencia a riqueza da atividade turística na Região Norte de Portugal, em particular na região dos Vinhos Verdes. A harmonização entre o património natural, construído e imaterial, o alojamento e as atividades de animação turística, potenciam a criação de valor económico para a região e para os agentes envolvidos. Será sob esta temática de fundo, que dia 16 de Junho decorrerá um seminário, coordenado pela Escola Superior Agrária do IPVC, com dois painéis: na parte da manhã dedicado à vinha e ao vinho; na parte da tarde dedicado ao marketing, ao turismo, gastronomia e vinhos. Este segundo painel decorrerá no ambiente especial do café mais antigo de Arcos de Valdevez, o “Café Arcuense”.

Este festival enoturístico pretende celebrar a Casta Vinhão e a sua fabulosa evolução em termos técnicos e produtivos. Agora, a casta vinhão é a rainha. É ela que melhor se relaciona com as iguarias gordas como a lampreia, o sarrabulho, o cozido à portuguesa, o arroz de cabidela, o cabrito mamão da serra, etc.. Arcos de Valdevez, com o seu “terroir”, soube manter uma reserva de qualidade e tradição na produção de Vinhão e também inovar sem nunca descurar a relação harmónica com a gastronomia.

Mas o Festival apresenta outros vinhos verdes, com destaque para os brancos Loureiros e Alvarinhos, rosados e espumantes. 

Arcos de Valdevez teve o primeiro produtor com uma marca dedicada exclusivamente ao vinhão. Aqui existe a Estação Vitinícola Amândio Galhano, da Comissão de Viticultura dos Vinhos Verdes, onde está o repositório de castas regionais e onde se faz a investigação e experimentação fundamental.

Arcos de Valdevez afirma-se como a capital do vinhão.

CRAV TERMINA ÉPOCA EM ÉVORA

O CRAV deslocou-se até ao Alentejo, no passado dia 20 de maio, para disputar a meia-final do campeonato frente ao Évora. Esta foi uma despedida amarga para o CRAV que perdeu o jogo por 0-66.

equipacrav

Foi um jogo sem grande história, onde os arcuenses não conseguiram reagir a um mau começo de jogo, em que os alentejanos se colocaram, cedo, na frente do marcador devido a erros defensivos da equipa visitante. Aos 20 minutos de jogo o CRAV perdia por 19-0. Durante esse período os minhotos tiveram largos minutos no meio campo alentejano e tiveram pelo menos duas oportunidades para marcar ensaios, uma numa formação ordenada a 5 metros da linha de ensaio e outra numa jogada coletiva. Mas quem obteve pontos em todas as visitas ao meio campo adversário foi o Évora.

Num dia excecionalmente quente em Évora, que afetou mais claramente os minhotos, o CRAV não teve a força coletiva, anímica e física, para conseguir dar a volta ao jogo. Na segunda parte o CRAV não existiu e o Évora castigou, chegando a números que, apesar de não refletirem a real diferença de potencial entre as duas equipas, refletem perfeitamente o que se passou no jogo.

A equipa técnica do coletivo arcuense alega que “este jogo foi o reflexo de uma época em que o CRAV, apesar de ter andado pelos primeiros lugares e se ter apurado para as meias finais, deixou ficar sempre a sensação de que poderia e deveria ter feito algo mais, nomeadamente na obtenção de um lugar classificativo que lhe permitisse jogar em casa este jogo decisivo”.

Agora, finda a temporada de XV é altura de analisar o que foi feito, reorganizar, corrigir eventuais erros e começar a pensar na próxima época. “Muito obrigado a todos, atletas, diretores, sócios e patrocinadores pelo apoio durante estes meses”, rematam os técnicos do CRAV.

SUB-14 DO CRAV MARCARAM PRESENÇA EM MAIS UM CONVÍVIO REGIONAL

Decorreu no Campo do INATEL, no Porto, no dia 20 maio 2017, o 2º Convívio Regional de Rugby de 13 no escalão de Sub-14.

sub 14 porto 1

Estiveram presentes 5 equipas de 6 clubes da ARN: CRAV, CDUP, Sport, Braga e ER Porto/GRUFC.

Estes convívios têm sido um sucesso, com um crescente aumento de clubes e atletas participantes, bem como uma melhoria na qualidade dos jogos.

sub 14 Porto

MINHOTOS PARTICIPAM NA FESTA DAS CASAS REGIONAIS

A III Festa das Colectividades e Casas Regionais em Lisboa que se realiza na Alameda D. Afonso Henriques está prestes a terminar, encontrando-se neste momento prestes a subir ao palco o Rancho Folclórico da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez. O Minho fez-se representar através da actuação de grupos folclóricos e ainda de stands das casas regionais de Arcos de Valdevez, Valença e Vila Nova de Cerveira.

DSCF3192

A iniciativa é da Associação das Casas Regionais de Lisboa, única entidade do género que congrega dezenas de associações de carácter regionalista sem distinção da área geográfica de abrangência: concelhia, comarcã e provincial.

DSCF3197

DSCF3193

DSCF3182

DSCF3183

DSCF3198

DSCF3199

DSCF3200

DSCF3201

ALTO MINHO DESENCAMINHA VISITANTES DA NATUREZA

Alto Minho desencaminha visitantes para descobrir arte e natureza, de 1 a 4 de Junho

Desencaminharte é o primeiro festival de arte pública do país em espaço natural e rural com escala intermunicipal

desencaminharte

10 municípios, 10 lugares únicos, 10 intervenções de arte pública e mais de meia centena de experiências e tentações prometem desencaminhar, já este mês de Junho, visitantes e turistas para redescobrir valores e paisagens do Alto Minho natural e rural.

Do nascer-do-sol de 1 de junho ao pôr-do-sol do dia 4, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) organiza o primeiro festival de arte pública do país em espaço natural e rural, entre serras, rios e mar.

Fazendo justiça à região mais verde de Portugal, morada do único parque nacional do país, o Desencaminharte propõe experiências artísticas, culturais, turísticas e lúdicas de mãos dadas com a natureza e tradições seculares, em lugares de características únicas dos concelhos do Alto Minho.

Sistelo (Arcos de Valdevez), Lugar dos Poços (Caminha), Lamas de Mouro(Melgaço), Penha da Rainha (Monção), Praia de Taboão (Paredes de Coura),Espigueiros do Lindoso (Ponte da Barca), Quinta de Pentieiros (Ponte de Lima), Mosteiro de Sanfins (Valença), Monte de Santo António (Viana do Castelo) e a Casa do Artista Jaime Isidoro (Vila Nova de Cerveira) são os locais do festival, nesta primeira edição, para onde se desencaminharam, respetivamente, os artistas ou coletivos Pascal FerreiraCarlos Pinheiro, Dário CannatáSofia LeitãoJoão Pais FilipeMariana BarroteMeroficina, Oficina AraraIva Viana Ana Torrie.

Sobre as intervenções e os artistas, toda a informação está disponível aqui.

Situados fora das sedes dos concelhos e de áreas urbanas, estes lugares propõem um roteiro alternativo aos lugares comuns da região, contribuindo para a diversificação dos tópicos de interesse num destino que vê crescer os seus indicadores turísticos acima da média nacional, mas também para a educação para o património ambiental e cultural.

No Desencaminharte, que elege a serpente por signo e o serpentear por prática, haverá muito mais para fazer nos locais de intervenção do que acompanhar e visitar as criações artísticas.

Constituída por oficinasconcertos performancesatividades de ar livre, desporto e turismo ativo, concursosmercados jogos tradicionais, parte substancial da programação está já acessível em www.desencaminharte.altominho.pt .

A iniciativa lança ainda um concurso dirigido aos artesãos do Alto Minho que os desafia a criarem propostas de uma mascote do Desencaminharte, entre cobras e lagartos, com recurso a ofícios de cerâmica, madeira, têxtil, couro, estuque ou cestaria, entre outros.

A 1 de junho, Dia Mundial da Criança, o festival promove ainda oficinas educativas, em diversas expressões artísticas, que porão alunos de escolas da região em contacto com os artistas convidados e as suas intervenções.

O Desencaminharte aposta ainda na organização de uma exposição coletiva dos 10 artistas convidados, na Casa do Artista Jaime Isidoro, em Vila Nova de Cerveira, dedicada aos “ovos de serpente”. A exposição dará origem a uma experiência de geocaching, sendo as peças criadas escondidas em cada um dos 10 locais de intervenção.

O contacto com a natureza e as tradições ganha destaque nas propostas de desencaminhar. Estão disponíveis caminhadas por trilhos diversos que desencaminham ao encontro dos artistas, passeios de bicicleta e de barco, uma oficina de pão castrejo ou o espreitar da tradição do estuque em Afife.

O Alto Minho é a única sub-região de Portugal integralmente certificada com a Carta Europeia de Turismo Sustentável, marca que pretende consolidar através deste festival.

Todas as iniciativas integradas na programação, com as respetivas condições de realização e subscrição, serão publicadas no site www.desencaminharte.altominho.pt.

O Desencaminharte está também presente no Facebook e no Instagram.

A iniciativa conta com o cofinanciamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, ao abrigo do NORTE 2020/Portugal 2020.

ARCOS DE VALDEVEZ À MESA SERVE BACALHAU À LAVRADOR

Arcos de Valdevez é hoje em dia uma referência ao nível da oferta de turismo de natureza, gastronomia, vinhos, programação cultural e de animação desenvolvida durante todo o ano. O Município pretende atrair cada vez mais visitantes ao concelho, de forma a incentivar a atividade económica local, nomeadamente o turismo, o comércio e a restauração.

Cartaz - Bacalhau à Lavrador 2017

Assim, no fim de semana de 20 e 21 de maio o evento Arcos à Mesa retorna, desta vez dedicado ao prato gastronómico “Bacalhau à Lavrador”. A acompanhar este prato estarão os excelentes vinhos verdes de produtores e engarrafadores locais, bem como os doces da região, os quais certamente trarão à região os amantes da boa comida e da boa mesa, dada a originalidade e sabor únicos destas iguarias regionais. O prato está associado ao mês de maio e às lavradas, altura em que o lavrador, acompanhado de toda a família, se dirige ao campo e consigo leva o arado, a grade, o timão, as sementes, a cabaça com o vinho e o cesto da indispensável merenda.

É uma oportunidade única para fazer um roteiro gastronómico singular e genuíno pelos sabores tradicionais de Arcos de Valdevez, contando com a participação de 14 restaurantes aderentes.

A animação não foi descurada, estando agendada a realização da “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”, onde os visitantes poderão encontrar artigos de artesanato e produtos locais, a iniciativa Rota dos Vinhos de Arcos de Valdevez, uma Oficina de Cogumelos Silvestres, na Porta do Mezio, momentos musicais com a atuação de rusgas, o concerto da conhecida cantora portuguesa Mafalda Veiga e ainda o Duo Ofir Show”.

Restaurantes aderentes: A Floresta | Alto da Prova | Cantinho do Fernando | Caxena - Restaurante | Churrasqueira do Mercado | Churrasqueira O Braseiro | Churrasqueira Ponte Nova | D. Isabel | Foral de Valdevez | Manjar das Hortas | O Barriguinhas | O Lagar | O Pote | O Videira

 

 

PROGRAMA

20 de Maio: Sábado

             10h00 - Abertura da “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”

                            Campo do Trasladário

10h00 -* Rota dos Vinhos de Arcos de Valdevez
* Inscrições na Loja de Turismo, Tlm. 934 901 967), Email (vinhos.avvez@gmail.com)

14h30 – 17h30 -  Oficina de Cogumelos Silvestres - Porta do Mezio
                       
Inscrições: www.portadomezio.pt/258510100/portadomezio@ardal.pt
15h30
Rusga da Associação Cultural e Desportiva Unidos do Couto

                Campo do Trasladário

              23H00 – Música Pop/Rock: Mafalda Veiga

               (Compra e reservas de ingressos: 258 520 520 | Preço único: 10.00€)

            Auditório da Casa das Artes  

21 de Maio: Domingo

  10h00 - Abertura “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”   

               Campo do Trasladário

  15h30 - Baile “Duo Ofir Show”

               Campo do Trasladário

   19h00 - Encerramento da “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”       

MAFALDA VEIGA ATUA EM ARCOS DE VALDEVEZ

Mafalda Veiga apresenta no próximo dia 20 de maio o seu mais recente trabalho,"Praia", ao vivo no Auditório da Casa das Artes em Arcos de Valdevez.

mafaldveigarc

“Praia” é um espetáculo em que (quase) tudo se renova: nova banda, novo alinhamento, novas canções e um novo projeto de  palco, som, luz e vídeo, este com pequenos filmes inéditos realizados pela própria Mafalda.

O disco novo é tocado na íntegra, mas o público pode também contar com as canções mais emblemáticas e incontornáveis da artista, agora com arranjos que se aproximam da sonoridade deste mais recente trabalho.

Os bilhetes já estão à venda na Casa das Artes de Arcos de Valdevez e custam 10€.

Mafalda Veiga conta-nos: “É um espetáculo mais solto e mais direto, com o mesmo conceito que definiu a produção do disco “Praia”, em que quero transportar para o palco a liberdade com que componho e ensaio. Essa atitude tem uma grande energia, e essa foi a intenção que me levou a convidar estes músicos que integram a minha nova banda. Neste espetáculo toco outros instrumentos para além da guitarra, tal como faço ao compor, e todos os músicos colaboram nesse sentido, de forma a criar ambientes que servem o que queremos transmitir em cada canção. O Diogo (piano) toca percussão ou guitarra nalguns temas, assim como o Riquier(guitarra) tocará teclado noutros, e essa abertura torna o espetáculo mais orgânico e mais rico musicalmente.”

Ficha Técnica do concerto de Arcos de Valdevez:

Mafalda Veiga – Voz, guitarra acústica, elétrica, melódica e teclado;

Fred – Bateria e percussão;

Marco Nunes – Guitarra elétrica;

Miguel Barros – Baixo;

Ricardo Riquier – Guitarra elétrica, guitarra acústica e voz;

Diogo de Almeida Ribeiro – Piano, teclados, guitarra acústica, percussão e voz;

João Bessa – Som frente;

Joca – Som palco;

Leocádia Silva – Luz e vídeo;

Daniel Mestre e Paulo Ricardo – Backline;

Ana Moitinho – Booking e Management;

20 DE MAIO, ARCOS DE VALDEVEZ – AUDITÓRIO DA CASA DAS ARTES | 22H00
PREÇO ÚNICO - 10,00€

BILHETES: À venda na Casa das Artes de Arcos de Valdevez

INFO/BILHETES:+351 258 520 520 / casadasartes@cmav.pt

Joana Lima Rocha – Road Manager

ARCUENSES PESCAM À PLUMA

Arcos de Valdevez recebe o XXIII Campeonato Europeu de Pesca à Pluma. Competição decorre entre os dias 14 a 21 de Maio de 2017

Arcos de Valdevez foi a localidade eleita para a realização do XXIII Campeonato Europeu de Pesca à Pluma.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No passado domingo, dia 14, decorreu a chegada dos participantes, a cerimónia de abertura, que contou com o desfile das 12 seleções inscritas pelas ruas da vila e mais de 70 participantes.

Este campeonato será disputado por seleções europeias vindas da Bélgica, Eslováquia,

Espanha Finlândia, França. Holanda, Irlanda, Itália, Polónia, República Checa, Suécia e Portugal que, até ao próximo sábado vão rodar pelos seguintes cenários de pesca: rio Vez com dois cenários distintos, um de águas mais calmas e outro de águas mais selvagens, rio Coura, rio Olo e lago da Falperra, na serra de Alvão.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Nos dias 15 e 16 decorrem sessão de treinos, e nos dias 17, 18 e 19 a competição para a classificação final dos países e dos vencedores individuais.

Os cenários selecionados, além das belezas naturais que possuem, têm rios de alta qualidade e bem conhecidos no nosso país como sendo destinos de escolha para a pesca à mosca de salmonídeos.

O rio Vez, em Arcos de Valdevez onde Portugal se Fez, tem o seu curso natural ainda intacto. Além da sua truta selvagem também tem água cristalina, na parte mais alto do seu curso, sem qualquer poluição e que ainda se pode beber. Atravessa montanhas do Alto Minho que foram ao longo dos séculos cultivadas em terraços, o que confere uma paisagem única para o vale do rio. Por sua beleza e características, esta região é conhecida como o "Pequeno Tibete Português". Nas águas deste rio de montanha, considerado um paraíso de pesca, são ainda capturadas as seguintes espécies: truta marrom selvagem, truta de mar e salmões. 

Se a tudo isto juntarmos uma excelente gastronomia, vinhos únicos e o prazer de saber receber bem aqueles que nos visitam, estão reunidas as condições para que este evento tenha sucesso.

Com esta iniciativa pretende-se promover a pesca e Arcos de Valdevez como um destino europeu de pesca, a restauração, o alojamento, o turismo e o comércio, contribuindo assim, para também dinamizar o emprego, o rendimento e a fixação de pessoas.

Este evento é realizado em parceria pela Federação Internacional de Pesca à Pluma, Federação Portuguesa de Pesca Desportiva, Associação Regional de Pesca Desportiva de Viana do Castelo e conta com os apoios da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, da Câmara Municipal de Paredes de Coura, de Mondim de Basto e de Vila Pouca de Aguiar, a Associação de Pesca de Arcos de Valdevez, Paredes de Coura, Mondim de Basto e Vila Pouca de Aguiar e do ICNF.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

ASSOCIAÇÃO ROTA DOS VINHOS DE PORTUGAL ESCOLHE ARCOS DE VALDEVEZ PARA CELEBRAR TERCEIRO ANIVERSÁRIO

Associação Rotas dos Vinhos de Portugal celebra terceiro aniversário em Arcos de Valdevez

A Associação Rotas dos Vinhos de Portugal escolheu Arcos de Valdevez para, nos próximos dias 19 e 20 de Maio, levar a cabo as comemorações do seu III Aniversário.

aniversario_aasociacao_rotas_vinhos.jpg

No dia 19 terá lugar pelas 11h00, a Assembleia Geral da ARVP (reservada a Associados da ARVP) no Centro Municipal de Turismo; às 13h00 terá o almoço na Estação Vitivinícola Amândio Galhano; pelas 15h00 será organizada uma visita à quinta dos vinhos Casa da Senra; às 16h30 terá lugar uma palestra e às 17h30 serão encerrados os trabalhos.

As comemorações coincidem com a realização da iniciativa Arcos à Mesa, dedicada ao prato gastronómico Bacalhau à Lavrador. Assim, os participantes vão ter a oportunidade de poder degustar o prato num dos restaurantes aderentes e de fazerem o “Roteiro do Vez”, o qual engloba uma visita às quintas de Santa Marinha (Ânfora de Sta. Marinha) e Torre de Aguiã (Aguião) e degustação de vinhos e produtos artesanais locais, no sábado de manhã, organizada pela Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez.

De referir que a Câmara Municipal, para além de integrar há já algum tempo a Confraria dos Vinhos Verdes, aderiu à Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, e tem reforçado o apoio ao setor vitivinícola do concelho através do incremento da participação em feiras e eventos vínicos e incentivou à constituição da Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez.

ARCUENSES VÃO ÀS ESTRELAS

Visita guiada às Estrelas na Porta do Mezio

No próximo dia 3 de Junho, a ARDAL – Porta do Mezio, em parceria com a empresa “Borealis on Trekking”, irá organizar uma “Visita Guiada às Estrelas”, no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

cartaz_visita_guiada_estrelas.jpg

A visita guiada às estrelas, proporcionará uma viagem de conhecimento e descoberta para desvendar os mistérios das noites estreladas, conhecer pelo nome as principais estrelas e as constelações noturnas, compreender as fases do ciclo de vida das mesmas e estabelecer contacto com a magia das noites consteladas do norte de Portugal.

Entre outras curiosidades poderemos também apreender noções e métodos de orientação baseados nas estrelas e dicas de leitura de um mapa celeste.

Uma experiência para ser desfrutada por todos, em família, numa perfeita noite de Verão, onde a Lua, Vénus, Júpiter e Saturno estarão na mira do telescópio.

Inclui formação teórica e prática, que lhe permitirá conhecer pelo nome as principais estrelas e constelações noturnas, compreender as fases do ciclo de vida das estrelas, estabelecer contacto com as principais teorias físicas que regem o Cosmos a grandes escalas (Teoria da Relatividade, teorias de grande unificação), apreender noções e métodos de orientação baseados nas estrelas, e muito mais.

Neste evento é disponibilizado:

  • Um programa de astronomia e observação de estrelas e planetas com telescópio;
    • Acompanhamento técnico especializado por formador da área;
  • Mapa celeste individual e dicas de leitura;
  • Seguro de acidentes pessoal;
  • Reportagem fotográfica digital.

Os pontos de encontro são os seguintes:

20h20 - saída do Parque de estacionamento do Instituto Ibérico de Nanotecnologia (antiga Bracalândia), Braga.

21h30 - Porta do Mezio, Mezio (EN 202), Arcos de Valdevez (Coordenadas GPS: 41.883992, -8.313955);

Nota: os participantes devem trazer roupa confortável e adequada ao clima e lanterna

Inscrições através do formulário existente no endereço: http://www.borealis.pt/visita-guiada-estrela/

Para mais informações através do correio eletrónico portadomezio@ardal.pt ou dos telefones 258 510 100 e 258 522 157.

ARCOS DE VALDEVEZ DIVULGA TRILHOS PARA CAMINHADAS

Trilhos em Arcos de Valdevez têm site informativo

Atenta à procura crescente por parte dos amantes dos desportos de natureza no que toca à realização de trilhos e caminhadas nos vários espaços do concelho criados para o efeito, a Câmara Municipal desenvolveu um novo site totalmente dedicado a estas atividades.

trilhos_site_4.jpg

Arcos de Valdevez possui uma grande diversidade de paisagens e locais de extrema beleza e mais de 300 quilómetros de trilhos, quer pedestres, quer em bicicleta.

A partir de agora, basta clicar no link http://trilhos.arcosdevaldevez.pt/ para que os utilizadores fiquem a par de todos os trilhos existentes no concelho, bem como ver onde se pode fazer canoagem, passeios de carro, escalada, informação sobre o Centro de Marcha e corrida, entre outros.

Trata-se de uma ferramenta extremamente útil nos dias que correm e uma forma simples de pesquisar e filtrar toda a informação. No site é ainda possível descarregar a informação diretamente para os GPS ou telemóveis.

Foi a apensar no desenvolvimento turístico do concelho e no bem informar que este site foi criado, tratando-se de mais um grande impulso a este nível em Arcos de Valdevez, e que reforça a sua posição em termos de destino emergente em Portugal ao nível do turismo de natureza.

CRAV VAI À ESCOLA

O CRAV efetuou mais uma sessão de dinamização do rugby no passado dia 8 de maio. No Estádio Municipal da “Vila do Rugby”, em parceria com o Agrupamento de Escolas de Arcos de Valdevez, reuniram-se cerca de 80 crianças dos 8 aos 9 anos que durante toda a manhã “brincaram” ao rugby.

rugby na escola (2).jpg

Enquadrados por quatro técnicos do clube, os catraios divertiram-se de tal forma com aquela bola esquisita que nem deram conta da passagem das horas.

Ficou a promessa de continuarmos com estas manifestações de rugby e a vontade de ter muitas crianças a praticarem este desporto nas escolinhas do CRAV.

rugby na escola (3).jpg

rugby na escola (4).jpg

rugby na escola (5).jpg

rugby na escola.jpg

CRAV APOVA RELATÓRIO E CONTAS E PLANO DE ACTIVIDADES

Assembleia Geral do CRAV

“Aprovados Relatório de Contas 2016 e Plano de Atividades 2017”

Na passada sexta-feira, dia 12 de maio, realizou-se uma Assembleia Geral do CRAV no Auditório do Posto de Turismo de Arcos de Valdevez. Esta reunião teve como objetivo a apresentação do Relatório de Contas do Exercício de 2016 e o Plano de Atividades para o ano de 2017.

Ambos os documentos foram aprovados por unanimidade.

Maio_0012.jpg

Maio_0017.jpg

Maio_0025.jpg

ANDRÉ ESTEVES: O RUGBY DEVIA SER MAIS PASSADO NAS TELEVISÕES PORTUGUESAS

Entrevista a André Esteves, talonador dos sub- 18 do CRAV, nascido em Arcos de Valdevez no ano 2000. Estudante de excelência, espera concorrer à Universidade no próximo ano, mas sempre com o rugby no horizonte.

Andre_Esteves.jpg

Começaste a jogar com que idade?

Comecei com 6 anos no CRAV. O meu pai jogava a formação e eu jogo a talonador ou pilar. Quando jogo a pilar, gosto mais de pilar direito. Eu tinha alguma curiosidade em conhecer o desporto e depois os amigos do meu pai também queriam que eu fosse, achavam que eu tinha a estatura necessária. Fui uma vez e fui ficando…

Actualmente jogas nos sub-18?

Sim, ficamos em segundo lugar do Grupo B. Primeiro, tivemos uma fase de apuramento e conseguimos ficar nos dois primeiros lugares e assim ficamos apurados para ir a nível nacional. Competimos e ficamos atrás do Évora.

E agora, ainda há mais jogos ou só em Outubro?

Para já, ainda temos um jogo em atraso e também temos direito a ir ao playoff de acesso ao grupo A, em Setembro.

Quem treina os sub-18 e quais são os vossos objectivos?

O “Coças” e o Renzo. Este ano, queríamos garantir um lugar no playoff e conseguimos.

E chamadas à Selecção?

Já fui várias vezes à Selecção do Norte dos sub-16. Comecei a ser chamado pelos 14/ 15 anos.

Andre_Esteves (3).jpg

Vais concorrer à Universidade? E como vai ser nessa altura, para jogar?

Vou concorrer para o ano. Queria Engenharia e Gestão Industrial; estou a pensar na UM ou Técnico. A minha média no 11ª é 17. Acho que é possível conciliar.

Estudos, pais e desporto, com dois treinos semanais, é complicado?

Eles gostam que eu faça desporto; tudo é importante, estudos e desporto. Acho que há preconceito em relação ao rugby, têm muitas vezes uma ideia errada, mas os meus pais sempre me apoiaram.

Há juventude que chegue, a jogar rugby?

Acho que fazia falta mais gente; eu acho que se devia incutir nas pessoas um espírito diferente porque a maior parte das pessoas pensa que é muito violento, associa a lesões e problemas, mas isso é desconhecimento. O rugby devia ser mais passado nas televisões portuguesas, há pouco rugby para o público em geral. Por exemplo, o CRAV já tem feito isto, que é fazer palestras nas escolas mas ainda faltava mais. Podemos sempre fazer mais! Por exemplo, rugby de toque, touch rugby, poder-se-ia implementar nas escolas.

Como vês o estado actual das selecções nacionais de rugby?

Estão a apostar mais nas camadas jovens, como se vê com os resultados do sub-20, que foram campeões da europa e os sub-18 não estiveram mal, ganharam aos Estados Unidos e perderam com a França e o Japão.

O rugby é um desporto especial?

Eu acho que sim, é muito diferente de todos os outros desportos. Vê-se que há muito companheirismo, tudo no rugby é fantástico! Há união.

Como vês a incursão dos mais novos na equipa sénior?

Acho que há um bom entrosamento. O “Tenente, por exemplo, treinou quase desde o início do ano com os séniores, vais a todos os treinos, é um jogador exemplar e merece ser chamado. O primeiro jogo dele foi com o Vila da Moita, jogou frente ao Caldas e São Miguel.

Salvado, Júlia, Antónia, Lago. São alguns exemplos de jogadores do CRAV que com a universidade foram para outros clubes, como o CDUL, Sporting, AAC, como vês isso?

Acho que se tenta conciliar mas se foram para outras cidades é porque não havia outra hipótese e o importante é continuar a praticar a modalidade.

Porquê talonador? Que é preciso para se ser um bom talonador e quais as tuas referências?

Sempre joguei na primeira linha, gosto da posição. Gosto muito do Dylan Hartley. Ele é um bom líder, treina imenso, horas e horas a lançar bolas! É preciso treinar muito a resistência e ele é excelente.

A primeira linha é basicamente uma barreira de protecção do pack. Se a primeira linha cai, os restantes colegas vão atrás ou sentem muitas dificuldades. Também gosto do jogo aberto e  dos offloads do Dane Coles, mas no fundo é um jogador típico do hemisfério sul; é um placador nato, “entra” como poucos; tem uma boa técnica aliada a uma força bruta. A nível nacional, gosto do Nuno Mascarenhas.

Andre_Esteves (2).jpg

CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO: CRAV ESTÁ NA MEIA-FINAL

No dia 13 de maio, a sorte também sorriu ao CRAV que venceu o Santarém por 22-3 e garantiu o acesso à meia-final do Campeonato Nacional da 1ª Divisão.

playoff crav vs santarem (2).jpg

Ambas as equipas tinham as expectativas em alta para este encontro, pois se por um lado o CRAV veio a crescer de forma ao longo da competição, por outro o Santarém saiu vitorioso nos dois embates contra a equipa arcuense na fase de apuramento.

Mas, no sábado passado, no Estádio de Municipal de Rugby de Arcos de Valdevez, a equipa da casa confirmou mais uma vez o seu valor ao vencer os escalabitanos, num jogo em que o domínio do CRAV não deixou margem para dúvidas de superioridade da equipa.

Os atletas do CRAV entraram muito bem no jogo e chegaram ao ensaio logo nos minutos iniciais. A partir daqui o CRAV esteve sempre à frente do marcador e os visitantes só conseguiram pontuar ao beneficiar de uma penalidade.

No dia 20 de maio, o CRAV ruma a Évora para disputar a meia-final do campeonato, num jogo que se adivinha difícil, mas em que se espera muita garra e entrega dos jogadores da equipa arcuense. É de referir que o vencedor deste próximo jogo pode festejar não só o acesso à final, mas também a subida à Divisão de Honra.

playoff crav vs santarem (3).jpg

playoff crav vs santarem (4).jpg

playoff crav vs santarem.jpg

SUB-14 DO CRAV NA PRIMEIRA JORNADA DO CIRCUITO NACIONAL DE SEVENS

A equipa sub-14 do CRAV esteve presente na primeira jornada do Circuito Nacional de Sevens do escalão, que ocorreu a 14 de maio na freguesia da Moita, concelho da Anadia.

sub-14 sevens (2).jpg

Estiveram presentes cerca de 400 atletas, que ocuparam dois campos durante cerca de cinco horas, com os principais clubes nacionais em atividade.

Os jovens do CRAV realizaram cinco jogos, nomeadamente contra o Belenenses, St Julians, Académica de Coimbra e São Miguel, que valeram sobretudo pelo contacto​ com equipas que têm outra realidade competitiva.

Foi também durante este evento que o CRAV recebeu o troféu de segundo classificado no Torneio Innter-Regional Norte-Centro de Inverno. Com efeito, numa competição realizada a quatro jornadas, entre os clubes do norte e do centro, o CRAV ia logrando a vitória final, que coube ao RC Lousã.

sub-14 sevens (3).jpg

sub-14 sevens.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ ATRAI NOVAS EMPRESAS

Parques Empresariais acolhem Pequenas e Médias Empresas

A Câmara Municipal tem realizado esforços para atrair cada vez mais empresas para os parques empresariais, promovendo atualmente, um conjunto de incentivos ao investimento no concelho, que se tem revelado abonatórios.

pme_mogueiras.jpg

A autarquia encontra-se a alargar e a modernizar os parques empresariais. Neles estão sedeadas empresas, de alta tecnologia e setores de ponta, líderes internacionais nos seus sectores de atividade, estando a ser realizados investimentos pelas empresas nos 3 parques empresariais no valor de vários milhões de euros.

Para além das grandes multinacionais, já começam a ser bastante procurados por parte de pequenas e médias empresas nacionais, nomeadamente, arcuenses. Ainda recentemente o Município aprovou a instalação a seis empresas ligadas à carpintaria, serralharia ou oficinas que querem ampliar ou expandir a sua atividade, as quais veem nos Parques Empresariais excelentes condições para avançarem com os seus projetos de desenvolvimento.

Em Arcos de Valdevez os investidores podem usufruir de isenção de derrama, da redução de IMI e IMT, nomeadamente na instalação de investimentos empresariais, no turismo e na reabilitação de edifícios; da redução de 50% nas licenças de atividades económicas; entre outras.

Com esta dinâmica empresarial a Câmara Municipal pretende criar emprego, gerar rendimento e fixar pessoas.

ARCOS DE VALDEVEZ COMBATE INCÊNDIOS FLORESTAIS

Presidente da Câmara na apresentação do DECIF 2017

O Presidente da Câmara, João Esteves, marcou presença na apresentação pública do PLANOP (Plano Operacional Distrital), no âmbito do DECIF 2017 (Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais). Foram referenciadas várias medidas a implementar no combate aos incêndios, nomeadamente o reforço de equipas de bombeiros no distrito de Viana do Castelo, e mais especificamente em Arcos de Valdevez.

apresentacao_DEcif (1).jpg

Esta sessão contou ainda com a presença do Secretário de Estado da Administração Interna, do Presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil, do Comandante Operacional Nacional, CODIS e segundo CODIS do Distrito de Viana do Castelo, do Presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil, Presidentes de Câmaras do distrito, elementos da GNR, dos Gips, da PSP, do Exército, da Marinha, do ICNF, dos GTF's, de Associações de Bombeiros, da Federação Distrital de Bombeiros, bem como Comandantes dos Bombeiros.

Com este plano pretende-se implementar uma estratégia integrada de combate aos fogos florestais no distrito.

A partir do dia 1 de julho, no início da chamada "fase Charlie", que termina a 30 de setembro, existirão no distrito 59 equipas de combate, 18 equipas logísticas, 77 recursos técnicos terrestres e 331 recursos humanos.

Serão 25 as equipas de vigilância, 15 as de vigilância e ataque inicial e sete os postos de vigia, somando-se seis máquinas de rasto, três técnicos especializados em fogo de supressão e quatro especializados em fogo controlado.

Quanto a meios aéreos, o distrito do Porto terá um meio aéreo de ataque inicial entre 1 de junho e 15 de outubro no centro de meios aéreos de Baltar.

De referir que a Câmara Municipal tem realizado investimentos nesta matéria, nomeadamente através da criação da Rede Primária, do apetrechamento do Gabinete Técnico Florestal e do Serviço de Proteção Civil Municipal, bem como da celebração de protocolos com Comissões de Compartes. Estes investimentos ascendem a 1 milhão de euros.

apresentacao_DEcif (2).jpg

ARCOS DE VALDEVEZ IMPLEMENTA EDUCAÇÃO PARA A PAZ

Câmara Municipal celebrou com o Governo protocolo para implementação do Referencial de Educação para a Segurança e a Paz

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez assinou, recentemente, com os Ministérios da Educação e da Defesa Nacional, um protocolo para a implementação do Referencial de Educação para a Segurança e a Paz, cujo objetivo é o de implementar nas escolas conteúdos relacionados com a Defesa Nacional e a Segurança.

O programa pretende desenvolver competências para a prevenção de conflitos e promover a igualdade de direitos, bem como formar professores para desenvolverem as noções de segurança, de defesa e da paz.

A cerimónia contou ainda com a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade.

Fotos: Jornal Alto Minho

protocolo referencial de educação para a segurança e paz.jpg

ARCUENSES CAMINHAM PELO TRILHO DO NARCISO TROMBETA

Sabia que em Padroso existe uma das maiores populações de narciso trombeta? E que, esta planta encontra-se protegida por legislação comunitária e nacional, devido à sua escassez?

trilho_narciso_trombeta.jpg

No próximo dia 14 de Maio, venha com a Ardal-Porta do Mezio, percorrer os campos, os prados e os bosques autóctones à descoberta desta singular planta.

Venha conhecer e deslumbrar-se também com os vales verdejantes, os regadios, os encantos da aldeia, os arrebatadores miradouros e a frescura das ribeiras.

Entusiasme-se e venha viver e desfrutar de uma experiência única e saborear um delicioso almoço no final da caminhada.

Mais um trilho encantador que não vai querer perder!

Características do Trilho:

Data da realização: 14 de Maio de 2017
Local de encontro: 8h30 - Nature4 (Coordenadas GPS - 41°50`43.94``N; 8°25`02.76``O)
Hora de saída: 9h00 – Nature 4
Localização do Trilho: Padroso
Distância aproximada: 8 km
Âmbito do percurso: Paisagístico e Natural
Duração: 3h30
Dificuldade: Fácil
Almoço (servido pela Associação Amigos da Terra de Padroso)

(inscrições até às 17h00 do dia 11 de Maio)
Ementa: entradas variadas, carne assada em forno de lenha acompanhada com arroz e batata assada, sobremesa, bebidas e café.
Preço: Adultos – 12€; Crianças (até aos 12 anos) – 6€
Inscrições: www.portadomezio.pt / 258510100 / portadomezio@ardal.pt
Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado adequado, reforço alimentar e água.

ARCUENSES COMBATEM VESPAS DAS GALHAS DO CASTANHEIRO

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez continua a apoiar produtores na luta biológica contra a vespa das galhas do castanheiro

De forma a ajudar os agricultores a combater a vespa das galhas do castanheiro, a DRAPN e a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, com o apoio da Câmara Municipal, voltaram a proceder ao tratamento biológico das culturas, através de 8 largadas do inseto Torymus sinensis em várias localidades do concelho.

combate_vespa_castanheiro (1).jpg

A Vespa das galhas do castanheiro (Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu) é um inseto minúsculo, originário da China, que ataca as plantas do género Castanea, causando a formação de galhas nos gomos e nas folhas. Provoca a diminuição do crescimento dos ramos e impede a frutificação, podendo conduzir ao declínio e morte dos castanheiros, constituindo assim uma séria ameaça à sustentabilidade de soutos, pomares e castinçais. Este ano, até ao momento, já foram investidos por parte da Câmara Municipal mais de 2000,00€ no combate a esta praga.

De referir que as quebras de produção podem atingir os 60%-80% nas regiões atingidas caso não se intervenha eficazmente.

combate_vespa_castanheiro (3).jpg

combate_vespa_castanheiro (4).jpg

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA FREGUESIAS

Mais 243 mil euros para apoiar freguesias do concelho

A Câmara Municipal celebrou esta quarta-feira protocolos com 9 Juntas de Freguesia do concelho, no valor global de 243 mil euros, para as apoiar na execução de várias obras nas suas localidades.

IMG_8175.JPG

Estes protocolos, celebrados com as Juntas de Freguesia de Ázere, a União de Freguesias de Guilhadeses e Santar, União de Freguesias de Padreiro (Salvador) e Padreiro (S. Cristina), Cendufe, Prozelo, União de Freguesias de Souto e Tabaçô, Oliveira, União de Freguesias de Álvora e Loureda, e União de Freguesias de Grade e Carralcova, juntam-se a outros já celebrados entre o Municipio e outras Juntas de Freguesia, no montante de mais de 1 milhão de euros. Verbas destinadas a financiar obras nas localidades, onde se destacam as benfei­torias nos caminhos, arranjos urbanísti­cos, requalificação de sedes da Junta de Freguesia, entre outras intervenções, bem referente ao contrato que delega competências para a limpeza de Caminhos Municipais entre o Município e 30 Juntas de Freguesias do concelho.

Através destes apoios o Municipio pretende contribuir para o conforto e bem-estar das populações e consequentemente melhorar a qualidade de vida no concelho.

IMG_8176.JPG

IMG_8178.JPG

NOVA FÁBRICA EM CONSTRUÇÃO EM ARCOS DE VALDEVEZ

Nova fábrica da Coindu Couture, de artigos de viagem e pessoal, irá criar mais 200 postos de trabalho em 3 anos.

O Municipio arcuense tem apostado fortemente na captação investimento para o concelho, pois um dos grandes objetivos da Câmara Municipal é conseguir um concelho mais criativo e próspero, que gera emprego, cria rendimento e fixa população.

visita_lote_coindu_couture.jpg

Neste sentido está a alargar e a modernizar os parques empresariais que albergam empresas de alta tecnologia e setores de ponta. Há empresas líderes internacionais nos seus sectores de atividade, estando a ser realizados investimentos pelas empresas nos 3 parques empresariais no valor de vários milhões de euros.

Atualmente tem novas empresas a sedearem-se no Parque Empresarial das Mogueiras, entre as quais uma nova unidade do grupo Coindu, dedicada a artigos de viagem, uso pessoal, marroquinaria, correeiro e seleiro, prevendo criar duas centenas de postos de trabalho nos próximos três anos, num investimento que ascende a 1,1 milhão de euros.   

De referir que a autarquia reforçou um conjunto de incentivos à economia, dos quais se destacam: isenção de derrama, a redução de IMI e IMT, nomeadamente na instalação de investimentos empresariais, no turismo e na reabilitação de edifícios; a redução de 50% nas licenças de atividades económicas; entre outras.

Este reforço do investimento por parte da Coindu Couture em Arcos de Valdevez deixou a Câmara Municipal satisfeita, uma vez que consolida a sua presença no concelho, criará mais duas centenas de empregos, dinamizará economicamente o Municipio, e, ao mesmo tempo, promoverá o desenvolvimento.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, esteve recentemente com elementos da empresa, no Parque Empresarial das Mogueiras, para abordar questões relacionadas com o arranque da obra, demonstrando a total disponibilidade e apoio por parte da Câmara Municipal no desenrolar do processo, que tal como outros, tem contribuído para a criação de emprego e fixação de população, bem como para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

visita_lote_coindu_couture2.jpg

PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS TEM MAIOR COBERTURA DE REDE MÓVEL

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez celebrou recentemente com o Governo o protocolo referente ao Projeto de Melhoria da Cobertura de Telecomunicações no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Projeto de Interesse Público para a Melhoria da Cobertura de Telecomunicações (32) - Cópia.jpg

Esta medida há muito que era reivindicada pelos municípios do Parque Nacional Peneda Gerês, no sentido de melhorar a rede de comunicação que em muitos locais é inexistente.

Através de um investimento do Fundo Ambiental, serão investidos no período de dois anos, 600 mil euros em infraestruturas para acabar com a falta de rede para comunicações móveis, que afeta a área do PNPG.

Permitir a comunicação entre forças de segurança, especialmente na época crítica de incêndios, e melhorar as condições para a visitação nos trilhos do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) são os grandes objetivos do projeto apresentado.

De referir que a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez promoveu diversas diligências junto do Governo, da ANACOM e das operadoras das redes móveis para que houvesse uma melhoria significativa nesta área do PNPG e na restante área do concelho no que às redes de comunicações móveis e de dados digitais diz respeito.

Para o Presidente da Câmara Municipal este foi um grande passo já que se tratam de questões muito importantes para a população e toda a dinâmica que envolve o desenvolvimento do PNPG.

ARCOS DE VALDEVEZ É DESTINO DE NATUREZA E CULTURA

Trivago diz que Arcos de Valdevez é o terceiro destino emergente de Natureza e Cultura em Portugal

A Trivago, plataforma global de pesquisa de hotéis, publicou na revista online Room5, um artigo sobre os Destinos de Natureza e Cultura Emergentes em Portugal. Com base nos quatro milhões de pesquisas diárias realizadas no serviço de comparação de preços da Trivago, este estudo analisou o crescimento do número de pesquisas (em termos percentuais) dos vários destinos portugueses nos últimos dois anos (de janeiro de 2015 a janeiro de 2017).

Santuário de Nossa Senhora da Peneda.01 - Cópia.JPG

O site destaca a localização privilegiada do concelho, no complexo montanhoso do Parque Nacional da Peneda-Gerês, bem como a excelente oportunidade que será para os visitantes passearem nas margens do Vez e desfrutarem da beleza da arquitetura da vila. “Castelos, igrejas e pontes são apenas alguns monumentos que tem que incluir na sua list”, pode ler-se.

Santuário da Nossa Senhora da Peneda também tem especial destaque, sendo descrito como “ um cenário arrebatador onde a natureza e a arquitetura se fundem – é paragem obrigatória”.

Foi com satisfação que a Câmara Municipal constatou que Arcos de Valdevez está em terceiro lugar!

Este resultado dá mais um impulso ao trabalho de promoção e divulgação dos recursos turísticos do concelho, nomeadamente do património natural, histórico e construído, bem como da gastronomia e vinhos, que os agentes do turismo têm realizado em Arcos de Valdevez.

ARCOS DE VALDEVEZ RENOVA PAVIMENTOS BETUMINOSOS

500 mil euros para Renovação de pavimentos betuminosos em Arcos de Valdevez

A Câmara Municipal continua a dar grande atenção à mobilidade em segurança e conforto, estando a realizar várias obras de renovação e conservação das vias municipais.

consignacao_renovacao_betuminosos.jpg

Ainda recentemente consignou a obra de Renovação de pavimentos betuminosos em Caminhos Municipais de várias freguesias do concelho, a qual abrange as localidades de Álvora, Padroso, S. Cosme e S. Damião, Vilela e Sá, Couto, Gondoriz, Aguiã, Guilhadeses e Santar, Rio Frio, Cendufe, Jolda Madalena e Rio Cabrão, Padreiro (Salvador e Santa Cristina), Paçô, Oliveira, Grade e Carralcova.

 A intervenção será feita em 14 Caminhos Municipais, numa área total de pavimento de 55 m2 e uma extensão de cerca de 11,5 km.

Será feito o reforço em betão betuminoso, a aplicar na generalidade dos troços, a reconstrução de pavimento em semipenetração; revestimento superficial simples e a colocação de sinalética vertical e horizontal.

A obra foi adjudicada por 489.027,08€ (s/IVA), à empresa Predilethes–Construções, Lda. e conta com um prazo de execução de 90 dias.

Com estas intervenções na rede viária municipal, que na totalidade ascendem a mais de 3 milhões de euros, a Autarquia pretende melhorar o conforto e o bem-estar dos arcuenses.

consignacao_renovacao_betuminosos2.jpg

consignacao_renovacao_betuminosos3.jpg

consignacao_renovacao_betuminosos4.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Camara_municipal (2) - Cópiaarc (1).JPG

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 8 DE MAIO DE 2017

            PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No período antes da Ordem do Dia o Sr. Presidente informou que na passada sexta-feira foi assinado com o Governo o protocolo referente ao Projeto de Interesse Público para a Melhoria da Cobertura de Telecomunicações no Parque Nacional da Peneda-Gerês.
  • De igual modo informou que os 10 municípios do distrito de Viana do Castelo assinaram com os ministérios da Educação e da Defesa Nacional, protocolos para implementação do Referencial de Educação para a Segurança e a Paz. Os acordos têm como finalidade implementar nas escolas conteúdos relacionados com a Defesa Nacional e a Segurança.
  • O Sr. Presidente também se congratulou pelo sucesso com que decorreu a Expovez, a qual contou com a presença de 150 expositores e milhares de visitantes durante os três dias em que decorreu.
  • Também informou que na próxima sexta-feira, dia 19 de maio, terá lugar pelas 10h00, no CMIT, a Assembleia Geral da Associação Rotas do Vinho de Portugal.
  • Por último foi aprovado um voto de louvor pela internacionalização do jovem futebolista arcuense Tomás Lago Pontes Esteves.

EDUCAÇÃO

BOLSAS DE ESTUDO 2016/2017 – PROPOSTA DE ATRIBUIÇÃO: foi aprovada a atribuição de 21 bolsas de estudo, no valor global de 15.000,00€ (quinze mil euros).

Estudo de enquadramento na Aldeia de Sistelo: foi aprovado adjudicar o estudo à firma concorrente Gabinete Técnico das Aldeias, Arquitetura e Serviços, Unipessoal, Lda., pelo valor de 10.000,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

RECRIAÇÃO HISTÓRICA DO RECONTRO DE VALDEVEZ E MERCADO MEDIEVAL - 2017: foi deliberado adjudicar a recriação à firma Companhia de Teatro Viv’Arte – Laboratório de Recriação Histórica, Associação Privada, Lda., pelo valor de 37.750,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA O CENTRO INTERPRETATIVO DO BARROCO/IGEJA DO ESPIRITO SANTO – CONTEUDOS, EQUIPAMENTOS TECNOLÓGICOS E INTERPRETATIVOS”: foi deliberado adjudicar o serviço à empresa Edigma, S.A., pelo valor de € 159.115,00, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

BENEFICIAÇÃO DE FACHADAS DAS LOJAS DO R/C DO MERCADO MUNICIPAL: foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa EXOTIKVALOR – Engenharia e Ambiente, Lda., pelo valor de 11.999,00 euros, com prazo de execução de 15 dias.

Ampliação da Rede de Abastecimento de Água: União de Freguesias de Eiras e Mei (Pinheiro, Eirado, Andeviso e Barco), Freguesia de Rio de Moínhos (Cem, Nogueiras, Vinha Nova e Breia): foi aprovado o cálculo provisório da revisão de preços da obra referida em epígrafe, no valor de - 1.185,83 euros (menos mil, cento e oitenta e cinco euros e oitenta e três cêntimos), valor este, a ser restituído ao Município.

MERCADO MUNICIPAL: foi deliberado abrir procedimento para se proceder ao arranjo da fachada do edifício do Mercado Municipal, pelo valor base de cerca de 70 mil euros.

PROTOCOLOS

  • Foi aprovado apoiar a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Miguel de Loureda, em 12.000,00€ para fazer face às despesas com as obras de "Arranjo Urbanístico da Zona Envolvente à Igreja Paroquial de Loureda", cujo orçamento ascende a 40.400,00 euros.
  • Idem a Fábrica da Igreja Paroquial do Divino Salvador da Gavieira, em 000,00€ para apoiar a realização das obras de "Recuperação da Capela de São Bento do Cando e arranjo do espaço envolvente", cujo orçamento ascende a 197.393,53 euros.
  • Idem, a Fábrica da Igreja Paroquial de Arcos de Valdevez (Salvador), em 9 000,00€ para apoiar a execução de obras na Capela de Nossa Senhora do Castelo, no recinto exterior, cujo orçamento ascende a 27.335,25 euros.
  • Foi aprovado apoiar a Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Eulália de Gondoriz,em 4000,00€ para a construção de estruturas de apoio na Capela de S. Lourenço, Lombadinha.
  • Foi aprovado apoiar em 21.500,00€ a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Martinho de Soajo na execução de diversas obras.
  • Foi aprovado apoiar em 12 500,00€ a Fábrica da Igreja de Ermelo, na execução de obras de iluminação.

APOIOS

  • Foi aprovado apoiar em 10,000€ o Conselho Diretivo dos Baldios de Cabana Maior para ajudar a fazer face às obras de recuperação do Parque de Campismo da Travanca que ascenderam a 17.500,00 euros.
  • Foi aprovado apoiar a Assembleia de Compartes dos Baldios da Freguesia da Gavieira, em 65,000€, para ajudar a concluir as obras de Beneficiação do Caminho de Acesso à Branda de Bosgalinhas no valor de cerca de 140.000,00 euros.
  • foi deliberado apoiar em 1250,00€ a Associação Cultural e Desportiva da Miranda para assegurar o transporte necessário para a sua deslocação a Cenon, no âmbito da realização do Marché Portugais d'Art, d'Artisanat et de Gastronomie à Cenon 2017.

FEIRA QUINZENAL - PEDIDOS DE PAGAMENTO DE LOTES EM PRESTAÇÕES: foram aprovados vários pedidos de pagamento em prestações

EXPOVEZ MOSTRA DINAMISMO EMPRESARIAL DA REGIÃO

Expovez 2017: Parceria de sucesso resultou em certame brilhante

A 18ª edição da Expovez decorreu no passado fim-de-semana, dias 5,6 e 7 de maio, tendo sido milhares as pessoas que afluíram ao recinto do Centro de Exposições para conhecerem o dinamismo empresarial de cerca de 150 expositores, nomeadamente a indústria, o artesanato, a oferta turística e a gastronomia, e ainda desfrutar de uma animação variada.

Organizada em parceria pela Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, a ACIAB – Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a In.Cubo e a ARDAL - Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima, contou na sua inauguração com a presença do secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira, e no encerramento com a presença do  Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes.

Na sessão inaugural o presidente da Câmara Municipal, João Esteves, solicitou ao Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, apoios para a fixação e desenvolvimento do comércio de proximidade, quer em espaço urbano, quer nos espaços rurais, já que, se nas áreas urbanas ele pode ser um importante fator de dinamização e reabilitação urbana, nas aldeias o comércio local é uma mais-valia para o turismo e facilita a venda do artesanato e dos produtos locais, contribuindo para a fixação da população e a dinâmica das localidades. O autarca lançou ainda o desafio para a criação de incubadoras comerciais para apoiarem o empreendedorismo comercial e, consequentemente, ajudarem os jovens a darem os primeiros passos na criação de comércios inovadores, ao nível do apoio no pagamento de rendas, modernização dos negócios e da aposta na qualificação e adoção das novas tecnologias.

A edição da Expovez 2017 foi um verdadeiro sucesso e, para além de ter contribuído para a promoção dos produtos e das empresas da região, também contribuiu para dinamizar o comércio e o turismo.

ARCOS DE VALDEVEZ ALARGA ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA

Alargamento da Área de Reabilitação Urbana (ARU) da sede do concelho de Arcos de Valdevez

Passados dois anos da aprovação da Área de Reabilitação Urbana (ARU) da Sede do Concelho, para agilizar e dinamizar a reabilitação urbana, a Câmara Municipal considerando as dinâmicas, públicas e privadas verificadas, as alterações que aprovou ao Plano de Urbanização e ao Plano de Pormenor de S. Paio, bem como o protocolo assinado com o IRHU, procedeu ao alargamento da ARU original, integrando áreas urbanas periféricas a esta.

Arcos_Valdevez2 (3).jpg

Com esta aprovação da 1ª alteração, ficam agora integradas a Zona de Valverde e Pedrosas, Zona de Novelhos, Zona de Faquelo, Zona de Igreja Velha, Zona de Sobreiro, Zona da Lamela, Zona de Santa Bárbara e a Zona da Quinta da Capela.

Está subjacente a esta estratégia a implementação de um conjunto de incentivos dos quais se destacam, a isenção ou redução do IRS, IMI, IMT;; a redução em 50% das taxas municipais relativas a processos de reabilitação de edifícios e ainda nas empreitadas de reabilitação urbana a passagem do IVA da taxa normal (23%) para a taxa reduzida (6%).

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez pretende consolidar a estratégia urbana de dinamização urbana, tendo aprovado o PARU – Plano de Ação para a Reabilitação Urbana, o qual visa a concretização dos seguintes objetivos estratégicos: dinamizar a reabilitação do tecido urbano degradado, nomeadamente o edificado; promover a revitalização e atratividade económica; fomentar o turismo, a cultura e o lazer; qualificar o espaço público e reforçar a unidade, a identidade e a imagem urbana; e aumentar a sua atratividade Regional.

No âmbito desta estratégia de dinamização urbana, a Câmara Municipal apresentou o PARU, que prevê um conjunto de investimentos, tendo a Câmara Municipal obtido financiamento para a 1ª fase no valor de 2 milhões de euros.

É numa ótica de cooperação para a reabilitação que a CMAV, através da criação de um quadro fiscal favorável, conjugado com outros tipos de apoio ao investimento, pretende mobilizar os arcuenses a intervir na qualificação, revalorização do espaço público e na reabilitação urbana.

vista_aerea_vila.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FÓRUM DO ASSOCIATIVISMO

Encontro contou com a presença de 45 associações e 120 participantes

O Fórum do Associativismo voltou a realizar-se este sábado,dia 29 de abril, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez.

Este é um espaço de encontro e de promoção do associativismo de Arcos de Valdevez com a particularidade de mostrar o grande dinamismo que o associativismo arcuense possui e também um espaço de debate, onde a Câmara Municipal e as Associações abordam assuntos de interesse para sua atividade anual.

A sessão deste ano contou com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves e de Vitor Dias, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) na sessão de abertura, os quais destacaram a importância do associativismo junto dos Jovens por contribuir para a sua boa formação psicológica e física, bem como ao nível da criação de laços de amizade entre eles.

Seguidamente decorreu a palestra “Financiamento Associativo”, pela Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro do Instituto Português do Desporto e Juventude de Viana do Castelo, através da qual as associaçoes presentes tiveram a oprtunidade de ficar melhor informadas relativamente aos tipos de financiamento a que poderão candidatar-se.

Foi também apresentada uma mostra das atividades realizadas no ano transato, bem como o novo website Trilhos Arcos de Valdevez, onde se encontra disponível toda a informação sobre os Trilhos existentes no concelho, para percorrer a pé ou de bicicleta, ou mesmo roteiros para realizar percursos de carro (http://trilhos.arcosdevaldevez.pt/).

Do programa constou também a assinatura do protocolo referente à “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”, pelo Atlético dos Arcos, Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim, Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses, Associação Recreativa e Cultural de Paçô e Centro Recreativo e Cultural de Távora, para concretizar a reorganização de toda a orgânica dos respetivos clubes, mais concretamente na formação de futebol 11.

Foi também inaugurado o “Centro de Marcha e Corrida” de Arcos de Valdevez, o qual é detentor de 5 estrelas por possuir WC, balneários, bebedouros, zona de repouso e centro de apoio técnico. Esta é uma parceria entre a autarquia, a Federação Portuguesa de Atletismo e o Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez, onde a Câmara Municipal se propõe a disponibilizar à população um técnico e um espaço para poderem fazer atividades físicas a determinadas horas da semana com todo o apoio. Qualquer cidadão pode usufruir destes momentos de uma forma completamente gratuita.

O Presidente da Câmara Para João Manuel Esteves destacou o trabalho realizado pelas Associações e toda a atividade desenvolvida por elas, pois através delas, e conjuntamente com a Câmara Municipal, é possível fazer com sucesso a dinamização social, cultural e desportiva no concelho. O autarca destacou ainda que o Municipio, para além do apoio para a melhoria das instalações e aquisição de equipamento, apoia as atividades das associações em mais de 230 mil euros por ano.

ARCOS DE VALDEVEZ VAI CRIAR CENTRO MUNICIPAL DE MARCHA E CORRIDA

O Município de Arcos de Valdevez está empenhado, a nível da prática da atividade física em geral e da marcha e corrida em particular, em dar resposta às aspirações, necessidades e motivações da população do seu concelho, colaborando com outras entidades, complementando de forma adequada as suas ações e atividades, por forma a rentabilizar os seus meios e recursos.

centro de marcha e corrida.jpg

Foi neste sentido que celebrou recentemente um protocolo com a Federação Portuguesa de Atletismo e o centro de Atletismo de Arcos de Valdevez, com o objetivo de criar o Centro Municipal de Marcha e Corrida.

O Programa Nacional de Marcha e Corrida é uma iniciativa conjunta do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. e da Federação Portuguesa de Atletismo, que visa a promoção da prática da marcha e da corrida com uma forte preocupação na implementação de estilos de vida mais saudáveis.

Neste âmbito, o Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez, o qual é detentor de 5 estrelas por possuir WC, balneários, bebedouros, zona de repouso e centro de apoio técnico, tem como objetivo complementar o circuito bio saudável e prestar apoio a quem caminha ou pratica marcha, desde os que agora a iniciam, aos que regularmente a praticam, mas de forma não orientada e que pretendem ser aconselhados de modo a tirar mais proveito do seu treino.

O Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez disponibiliza aos seus praticantes um enquadramento técnico, constituído por técnicos com experiência desportiva e com uma formação técnica específica que garante uma intervenção qualificada.

Os interessados poderão realizar 3 percursos, nomeadamente, o Percurso Entre Pontes, de dificuldade fácil, o Percurso do Vez, de dificuldade moderado e o Percurso do Centro Histórico, moderado a difícil.

Ao celebrar este protocolo as partes comprometeram-se a promover e incentivar a prática desportiva em geral e da prática da marcha e da corrida de forma regular em particular, junto da população; Combater os hábitos de sedentarismo e contribuir para a melhoria dos níveis de saúde da população através de uma prática desportiva regular muito eficaz na obtenção deste objetivo; envolver e desenvolver mecanismos de cooperação entre diferentes instituições (autarquias, organizações de provas, clubes, associações desportivas, escolas, entre outras) para se constituir um verdadeiro projeto nacional no âmbito da prática da marcha e corrida; disponibilizar um conjunto de serviços de apoio a uma prática consciente, orientada e regular da marcha e da corrida; criar iniciativas locais que aumentem as oportunidades para a prática individual ou em grupo da marcha e da corrida; e desenvolver e reforçar junto da comunidade local um ambiente social e encorajador de um estilo de vida ativo.

O Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez situa-se no Complexo das Piscinas Municipais e funciona segunda e quarta das 19h30 às 20h30; à terça e quinta das 09h30 às 10h30 e ao sábado das 09h30 às 12h00, podendo ser contactado através do telefone 258 520 500 e do e-mail desporto@cmav.pt ou do número de telefone 258 520 525 e do e-mail marchaecorrida@cmav.pt

forum-associativismo2017_9.jpg