Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES, TERRAS DE BOURO E VILA VERDE VÃO CRIAR A ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO VALE DO HOMEM

AEVIVER vai formalizar alargamento a todo o Vale do Homem

Já estão feitos os primeiros contactos oficiais tendentes ao alargamento do âmbito de acção da AEViVer aos restantes Municípios do Vale do Homem, Amares e Terras de Bouro. O Conselho de Administração da Associação Empresarial de Vila Verde acaba de concluir a ronda de contactos com as duas autarquias, agora aliadas de Vila Verde neste processo, e junto do tecido empresarial dos dois concelhos.

20170523_095004

Estão lançados os “alicerces” para a “fundação” da futura Associação Empresarial do Vale do Homem, devendo a formalização oficial acontecer a 10 de Julho, por altura da revisão estatutária e dos procedimentos legais que permitirão dar consequência à decisão da estrutura liderada pelo arquitecto Jorge Pereira.

Esta formalização acontece depois de reuniões com os Municípios de Amares e de Terras de Bouro, assim como com o tecido empresarial de ambos os concelhos. A associação empresarial vai, por isso, avançar com a alteração dos Estatutos já na próxima Assembleia Geral, que decorrerá no dia 10 de Julho.

CONSELHO CONSULTIVO

Nessa altura, reunirá pela primeira vez o novel Conselho Consultivo da futura Associação Empresarial do Vale do Homem, que será presidido pelo presidente da ATAHCA, Prof. José da Mota Alves. O órgão de consulta do Conselho de Administração deverá integrar as Misericórdias de Vila Verde e Amares, uma IPSS de cada concelho, os três arciprestes e dez empresas representativas do território do Vale do Homem, entre outros organismos e instituições com papel de relevo no território.

«UNIR E TORNAR MAIS FORTE O VALE DO HOMEM»

Nos contactos mantidos, o presidente do Conselho de Administração da AEViVer, Jorge Pereira, tem assinalado que este alargamento da esfera de acção da associação empresarial visa «unir e tornar mais forte o Vale do Homem, dando um impulso às dinâmicas empresariais desta região».

Vinca que «o objectivo é contribuir para a atracção de investimento e melhoria das condições das zonas industriais, áreas de comércio e serviços, quer no domínio da agricultura e florestas, mesmo da designada economia social, uma área emergente e com grande relevância neste território».

Jorge Pereira pretende ainda que a associação «seja um importante apoio aos seus associados», disponibilizando serviços de assessoria jurídica e fiscal e apoio à instalação de empresas e ao aproveitamento de fundos destinados ao desenvolvimento e inovação nas áreas da indústria, comércio, agricultura, desenvolvimento rural, economia social, entre outras».

Em simultâneo, vinca «alguns compromissos e sugestões já assumidos junto dos interlocutores dos últimos dias, como o apoio à realização de eventos comuns ao Vale do Homem associados às áreas da indústria, comércio, serviços, agricultura e florestas e economia social, entre outros».

O responsável da associação mostra-se satisfeito pela «abertura demonstrada pelos dois Municípios», no sentido de permitir uma «promoção externa comum do Vale do Homem».

SONY DSC

MUNICÍPIO DE AMARES PASSA A SER ABRAÇADO PELA AEVIVER

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, esteve reunido, ontem, com a AEVIVER – Associação Empresarial de Vila Verde, dirigida por Jorge Pereira, que alargará a sua área de intervenção a todo o Vale do Homem, nomeadamente ao concelho de Amares, passando a adotar a designação de Associação Empresarial do Vale do Homem.

DSC06715

Para o presidente da Câmara Municipal de Amares, o alargamento da área de ação da associação empresarial é uma atitude que corrobora uma ideia desde sempre por si defendida e que se prende com o facto de “desenvolver sinergias entre os municípios e as diversas entidades que atuam no terreno para criar dinâmicas de crescimento e desenvolvimento do tecido empresarial e da economia local”.

O autarca acredita, por isso, que “esta será mais uma força impulsionadora das dinâmicas empresariais existentes no concelho e um incentivo ao investimento económico de novas ideias e novos negócios”.

A mesma ideia é comungada pelo presidente da AEVIVER, Jorge Pereira, que considera que este alargamento da esfera de acção da associação empresarial visa “unir e tornar mais forte o Vale do Homem, dando um impulso às dinâmicas empresariais desta região”.

“O objetivo é contribuir para atracção de investimento e melhoria das condições das zonas industriais, áreas de comércio e serviços, agricultura-florestas, alargando a acção à economia social”, frisa.

Jorge Pereira pretende ainda que a associação colabore com os associados no sentido da assessoria jurídica e fiscal e no apoio à instalação de empresas e ao aproveitamento de apoios à indústria e comércio.

Projeta a realização de eventos comuns ao Vale do Homem associados às áreas da indústria, comércio, serviços, agricultura e florestas e economia social, entre outras.

O alargamento vai ser formalizado no próximo dia 10 de julho e abrange, ainda, o Município vizinho de Terras de Bouro.  Esta formalização acontece depois de reuniões com os Municípios de Amares e de Terras de Bouro, assim como com o tecido empresarial de ambos os concelhos.

A associação empresarial vai, por isso, avançar com a alteração dos Estatutos já na próxima Assembleia Geral, que decorrerá no dia 10 de Julho, em Amares.

Nessa ocasião, reunirá pela primeira vez o Conselho Consultivo, que será presidido pelo líder da ATAHCA, José Mota Alves, e integrará as Misericórdias de Vila Verde e Amares, uma IPSS de cada concelho, os três arciprestes e dez empresas representativas do território do Vale do Homem, entre outros organismos representativos dos concelhos.

DSC06719

DSC06723

APROVADA CANDIDATURA PARA MELHORAR REDE VIÁRIA FLORESTAL DE AMARES

No seguimento de uma candidatura apresentada ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, no âmbito do Aviso POSEUR – 10 – 2016 – 75, a Câmara Municipal de Amares vai melhorar os acessos rodoviários ao ponto de água do Penedo do Rebolão. A operação POSEUR-02-1810-FC-000449, designada por “RDFI – Adaptação de rede viária florestal Amares 2017”, já foi aprovada.

DSC01556

A intervenção, que comporta um montante elegível no valor de 109.336,45€, comparticipado a 85%, integra um conjunto de ações que objetivam adaptar a rede viária florestal de acesso ao ponto de água do Penedo Rebolão, o qual abrange a área de influência do Perímetro Florestal da Abadia e Baldios de Bouro Santa Marta e Bouro Santa Maria, aos critérios definidos no Regulamento das normas técnicas e funcionais relativas à classificação, cadastro, construção e manutenção da rede viária florestal, infraestruturas integrantes das redes de defesa da floresta contra incêndios, aprovado pelo Despacho n.º 5712/2014, de 16 de abril, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 83, de 30 de abril de 2014.

Dos trabalhos a realizar destacam-se: o reperfilamento dos caminhos, por forma a garantir uma largura mínima útil de 4m, incluindo a requalificação de pavimentos por forma a eliminar rodeiras causadas pela circulação na plataforma de águas pluviais; a construção de pontos de entrecruzamento e zonas de viragem, o reperfilamento /abertura de valetas e pavimentação destas em calçada à portuguesa assente sobre almofada de areia, bem como, a pavimentação, em calçada à portuguesa, dos troços de caminho com maior declive e a construção de aquedutos em tubos de betão vibrocomprimido Ø 200 mm e caixas para recolha de águas pluviais.

DESPORTO E PATRIMÓNIO PROMOVEM LARANJA DE AMARES

O desporto, a solidariedade e o património de Amares de mãos dadas na “10ª Rota da Laranja”

Foi ontem para a estrada a 10ª edição do passeio de BTT "Rota da Laranja", iniciativa através da qual os participantes percorreram alguns dos locais mais belos e emblemáticos do concelho de Amares. O arranque para este passeio foi dado logo ao início da manhã pelo presidente Manuel Moreira que se fez acompanhar pelo vice-presidente, Isidro Araújo. A Ponte de Porto, Monumento Nacional e onde se encontra situado a poucos metros de distância o novo monumento em homenagem à laranja do concelho, serviu de ponto de partida para os cerca de 300 apaixonados pela modalidade.

Rota da Laranja (1)

A promoção do desporto, nomeadamente do BTT, e dar a conhecer o concelho de Amares, nas suas vertentes turísticas, vínicas, gastronómicas, agrícolas (laranja) e empresariais, entre outras, estiveram na base desta iniciativa”, que recebeu betetistas de Espanha, França, Luxemburgo e Venezuela, “que vieram propositadamente para participar”, conforme explicou Pabelo Marques, do Pedalares – Clube de BTT de Amares, entidade que organiza, anualmente, o passeio.

Este ano, novos trilhos apresentaram um novo desafio físico, pessoal e novas aventuras, num percurso de 40 quilómetros que contemplou, entre outras, novidades a passagem por algumas das quintas vitivinícolas do concelho (Quinta de Amares, Terras de Amares e Solar das Bouças), uma forma de promover um dos símbolos mais marcantes da economia local - o vinho verde da região.

De destacar, ainda, cariz solidário desta prova, que contou com o apoio do Município de Amares, já que 1€ do valor de cada inscrição reverterá a favor da Delegação de Amares da Cruz Vermelha Portuguesa.

Laranja de Amares tem monumento evocativo na Rotunda da Ponte do Porte

O dia da Rota da Laranja ficou, também, marcado pela edificação de um monumento em homenagem à laranja do concelho, colocado na rotunda da Ponte do Porto, uma escultura que figura um dos produtos mais emblemáticos do concelho de Amares. Com sete metros de altura e cinco de largura, esta escultura é já um símbolo marcante do concelho e acarinhado pelos amarenses.

Rota da Laranja (2)

Rota da Laranja (3)

Rota da Laranja (4)

Rota da Laranja

AMARES PROMOVE “2º ENCONTRO UCC AMARES EDUCAÇÃO, SAÚDE E CIDADANIA”

Dar visibilidade ao trabalho desenvolvido no âmbito da Saúde e Educação em contexto comunitário, mobilizando conhecimentos de diferentes disciplinas: enfermagem, educação, comunicação, ciências humanas e sociais foi o objetivo do “2º Encontro UCC Amares Educação, Saúde e Cidadania”, que decorreu nos dias 19 e 20 de maio no Auditório Conde de Ferreira, em Amares. A iniciativa juntou vários profissionais das áreas da saúde e educação e trouxe ao concelho, entre outros testemunhos distintos, o de Francisco George, Diretor Geral da Direção Geral da Saúde.

Encontro UCC (1)

Na sessão de abertura, o Presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, deu as boas vindas a todos os participantes envolvidos nesta iniciativa e congratulou-se com a qualidade do programa proposto para reflexão e debate ao longo desta iniciativa que considerou “um importante momento de partilha de experiências e conhecimento que enriquecerá todos os intervenientes”. O autarca elogiou também os profissionais da saúde do concelho “que trabalham de forma abnegada em prol do bem-estar da população amarense”.

A iniciativa organizada pela Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Amares do ACeS Gerês/ Cabreira, em parceria com o Agrupamento de Escolas de Amares, o Município de Amares e a Secção Regional do Norte da Ordem dos Enfermeiros, pelo segundo ano consecutivo, pretendeu contribuir para o desenvolvimento da enfermagem em Cuidados de Saúde Primários, promover a partilha de experiências em contexto comunitário e a reflexão sobre os Cuidados de Saúde de Proximidade face a novas exigências do Cidadão.

Os primeiros painéis a marcar o arranque deste encontro foram: “As UCC na Reforma dos Cuidados de Saúde Primários” e “Pensar… e Aplicar as Políticas de Saúde. ONDE… QUANDO… E COMO?”. Este painel contou com a intervenção da Vereadora da Ação Social do Município, Cidália Abreu, que abordou as medidas implementadas pela Autarquia tendo em conta a promoção da saúde, dividindo o momento com Francisco George, Diretor Geral da Direção Geral da Saúde, com Pimenta Marinho, Presidente do Conselho Diretivo da ARS e Laurinda Ladeiras, da Direção Geral da Educação.

O encontro prosseguiu com as intervenções dedicadas aos temas: “AE Amares…uma escola atenta à diferença”; “Boas práticas na Escola”;“A Minha Casa enquanto Unidade de Cuidados” e, finalmente, “O Domicilio enquanto Unidade de Cuidados Paliativos”.

Encontro UCC (2)

Encontro UCC (3)

Encontro UCC (4)

AMARES PROMOVE-SE NO PORTO WELCOME CENTER

Porto Welcome Center serviu de montra ao concelho de Amares

O Município de Amares deu a conhecer o que de melhor o seu território tem para oferecer num ação promocional realizada pela CIM Cávado, entre os dias 12 e 14 de maio, no Porto Welcome Center, a convite da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal .

IMG_9527 (1).JPG

Nesta ação promocional, os visitantes deste espaço privilegiado de divulgação do potencial turístico natural, patrimonial, cultural e gastronómico, puderam apreciar algumas das riquezas e produtos emblemáticos do concelho de Amares, como a laranja e seus derivados, o vinho verde e o artesanato.

Esta iniciativa contou com a presença de produtores dos seis municípios do Cávado que tiveram oportunidade de expor e comercializar os seus produtos. Para alavancar esta presença a CIM Cávado ofereceu um programa de animação muito completo, que contemplou a realização de workshops temáticos, provas de vinho e gastronomia, apresentação dos vídeos promocionais do território da NUT III Cávado e momentos musicais que incluíram, no caso de Amares, a participação de um músico da AECA – Associação Educação Cultura e Artes.

Note-se que o Porto Welcome Center trata-se da maior loja interativa de turismo do país, localizada na baixa, junto à Estação de S. Bento e pertença da Região de Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

IMG_9527 (3).JPG

IMG_9529 (3).JPG

IMG_9530 (3).JPG

IMG_9532 (2).JPG

IMG_9536 (2).JPG

IMG_9543 (2).JPG

ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE VILA VERDE ALARGA INTERVENÇÃO AOS MUNICÍPIOS DO VALE DO HOMEM

Instalação do Conselho Consultivo deve acontecer a 10 de Julho

Conselho de Administração da AEViVer delibera avançar com alargamento territorial ao Vale do Homem (Amares, Vila Verde e Terras de Bouro)

AEViVer - CA (1ª reunião).jpg

O Conselho de Administração da AEViVer- Associação Empresarial de Vila Verde acaba de deliberar sobre o alargamento do âmbito de acção/intervenção aos restantes municípios do Vale do Homem, Amares e Terras de Bouro. 

«Os primeiros contactos preliminares, junto dos responsáveis municipais, já foram feitos e há uma ideia comum: Amares e Terras de Bouro precisam de uma dinâmica comercial e empresarial mais forte», avança o recém-empossado presidente da instituição, Jorge Pereira. «Vamos formalizar as propostas e pôr o processo em andamento», revela.

O processo de alargamento ao Vale do Homem inicia-se de imediato e deve ficar formalizado «até ao próximo mês de Julho», decidiu o Conselho de Administração, na primeira reunião ordinária do órgão, realizada esta quarta-feira (03 de Maio).

«Vamos unir os diferentes intervenientes locais de Amares e Terras de Bouro, juntá-los e dar mais força à intervenção conjunta em prol do desenvolvimento e afirmação económica dos dois concelhos», refere Jorge Pereira. «Unidos seremos mais fortes», assinala.

CONSELHO CONSULTIVO

A primeira reunião do órgão executivo da AEViVer serviu ainda para deliberar no sentido da instituição e instalação do Conselho Consultivo, um órgão de consulta e apoio ao CA.

O novo órgão deverá ser igualmente instalado até ao próximo dia 10 de Julho, altura em que será realizada uma Assembleia-Geral Extraordinária da AEViVer, que deliberará sobre a revisão dos Estatutos (que privilegiará já o alargamento ao Vale do Homem) e outras decisões internas.

O Conselho Consultivo deve reunir algumas das forças vivas dos três municípios do Vale do Homem (Amares, Vila Verde e Terras de Bouro) e uma representação alargada do tecido comercial e empresarial da área de abrangência, assim como os presidentes dos órgãos nos dois mandatos anteriores.

CANDIDATURA PARA FORMAÇÃO

A candidatura para formação de desempregados de longa duração, recentemente aprovada, a rondar os 400 mil euros, já mereceu uma avaliação técnica do Conselho de Administração. «Vamos abrir o processo a entidades parceiras e avançar com o mesmo nos mais curto espaço de tempo, de acordo com a determinação imposta», assinala Jorge Pereira.

A ordenação da listagem de associados, bem como a distribuição de pelouros ocupou ainda parte da primeira reunião do CA da AEViVer.

AMARENSES VIAJAM AO SANTURÁRIO DE FÁTIMA

Alegria e emoção marcaram passeio convívio a Fátima para cerca de 2000 amarenses

No ano em que se comemora o Centenário das Aparições de Fátima, aquele que é um dos santuários mais emblemáticos de Portugal – o Santuário de Nossa Senhora de Fátima – foi o local eleito pelo Município de Amares para a realização do passeio convívio concelhio anual, realizado com a colaboração das juntas de freguesias locais. A iniciativa reuniu cerca de 2000 pessoas num belo dia de partilha, alegria, encontros e reencontros.

DSC05689.jpg

“Foi uma grande jornada de convívio entre os amarenses que reflete o carinho do Município para com a população sénior”, sublinhou o presidente da Autarquia, Manuel Moreira.

“Para muitos esta é uma oportunidade única de passearem, conviverem e de se encontrarem com amigos e, por isso, é com muita satisfação que proporcionamos mais um momento único de confraternização. O nosso objetivo era fazer estas pessoas felizes e quem vê esta alegria, esta satisfação, percebe que essa missão foi alcançada”, acrescentou o autarca, traçando um balanço muito positivo desta iniciativa.

E de facto, a alegria e a emoção era visível entre os seniores que deixavam transparecer, entre o ambiente de fraterno convívio que se viveu durante o almoço e o bailarico, um profundo sentimento religioso pela visita ao Santuário de Fátima que havia sido antecedida com uma celebração eucarística na Basílica da Santíssima Trindade.

“ A escolha deste local não foi feita ao acaso. Sabemos que o Santuário de Nossa Senhora de Fátima é um local muito acarinhado pela população sénior e que este ano teria uma simbologia ainda maior para muitas pessoas e, por esse motivo, entendemos que seria uma boa forma de mostrar o afeto e a atenção para com a nossa população sénior”, referiu a vereadora da Ação Social, Cidália Abreu.

“Estamos muito felizes pela adesão em massa da população sénior neste que foi o passeio com o maior número de participantes de sempre”, salientou, Cidália Abreu.

Reconhecendo o apoio “incondicional” de todos os que colaboraram nesta iniciativa, fazendo deste “um dia muito especial”, Cidália Abreu não quis deixar de endereçar alguns agradecimentos, nomeadamente às juntas de freguesias locais, aos colaboradores do Município de Amares, à Delegação de Amares da Cruz Vermelha Portuguesa, aos Bombeiros Voluntários e aos párocos do concelho que também estiveram presentes na celebração da eucaristia.

DSC05697.jpg

DSC05743.jpg

DSC05748.jpg

DSC05836.jpg

DSC05844.jpg

DSC05859.jpg

DSC05869.jpg

DSC05893.jpg

AMARES: CENTENAS DE PARTICIPANTES AVENTURARAM-SE NA X EDIÇÃO DO ULTRA TRAIL DA GEIRA

O Ultra Trail Geira / Via Nova Romana – uma corrida de trail em ambiente de montanha – continua a captar, anualmente, a atenção de centenas de participantes, nacionais e estrangeiros. A 10 ª edição da prova realizou-se este fim de semana numa numa distância de 50 km pelos trilhos da antiga Via Romana, que fazia a ligação entre Bracara Augusta (Braga) e a Asturica Augusta (Astorga), e contou com a presença de cerca de 400 participantes.

DSC06033.JPG

A partida para esta mítica prova teve início no Museu da Geira, no Campo do Gerês, e terminou na Vila Termal de Caldelas, permitindo aos participantes apreciar as belas paisagens envolventes que atravessam parte dos concelhos de Amares e Terras de Bouro.

Na cerimónia de atribuição de prémios desta edição a vereadora Cidália Abreu, em representação do Município de Amares, felicitou todos os participantes “pela coragem e determinação com que agarraram o desafio não se deixando intimidar pelo grau de dificuldade nem pelas adversas condições climatéricas que se fizeram sentir”. Cidália Abreu destacou, ainda, o contributo deste género de iniciativas para a promoção do património turístico, paisagístico e cultural do concelho.

Simultaneamente, decorreu a Corrida da Geira, numa distância de 20km, com a partida em S. Sebastião da Geira e chegada também em Caldelas. Da parte da manhã realizou-se, ainda, um trilho, numa distância de 10km.

A Ultra Trail da Geira/ Via Romana foi organizada numa parceria entre o Clube Orientação do Minho e a Confraria Trota Montes, com os principais apoios dos municípios de Amares e Terras de Bouro.

Note-se que a Via Nova Romana constitui um património histórico, cultural e turístico único. As ruínas, as pedreiras ou os muitos marcos miliários da região – quantidade incomparável a outras áreas do Império Romano – são apenas alguns dos atrativos da Via Nova Romana.

Resultados da prova:

https://lap2go.com/pt/event/ultra-geira-romana-2017/timetable.

DSC06045.JPG

DSC06081.JPG

DSC06114.JPG

AMARES E O PATRIMÓNIO SOBRE RODAS NA 10ª ROTA DA LARANJA

A Ponte de Porto, Monumento Nacional, vai servir de local de partida à Rota da Laranja que comemora, este ano, uma década. O passeio de BTT, de cariz não competitivo, corre-se no dia 21 de maio, a partir de 9h00,  e vai contar com a participação de 300 participantes apaixonados pela modalidade, num percurso de 40 kms de dificuldade média /alta por alguns dos locais mais belos e emblemáticos do concelho.

DSC05664.JPG

Na conferência de imprensa de apresentação do evento à comunicação social, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, sublinhou que esta “é uma prova de referência do concelho” e que se reveste de “grande importância pela forma como promove o concelho além fronteiras através do desporto aventura”.

O autarca congratulou-se com o número de participantes vindos de dentro e de fora do concelho/país e felicitou, ainda, a organização pela continuidade e sucesso da Rota da Laranja que, nesta edição, tem não só a laranja mas também os vinhos – dois dos produtos âncora de Amares – associados a esta iniciativa.

DSC05670.JPG

“A promoção da prática do BTT, desporto e dar a conhecer o Concelho de Amares, nas suas vertentes turísticas, vínicas, gastronómicas, agrícolas (laranja), empresariais, entre outras, são objetivos desta iniciativa”, com lotação do número de participantes já esgotada a cerca de seis semanas da prova, conforme explicou Pabelo Marques, do Pedalares – Clube de BTT de Amares, entidade que organiza o passeio.

Este ano, novos trilhos apresentam um novo desafio físico, pessoal e novas aventuras, num percurso que contempla, entre outras, novidades a passagem por algumas das quintas vitivinícolas do concelho (Quinta de Amares, Terras de Amares e Solar das Bouças), uma forma de “chamar a atenção” para um dos símbolos mais marcantes da economia local - o vinho verde da região.

Todos os participantes vão receber um Jersey e uma medalha comemorativos da 10ª Rota da Laranja e haverá, também, um almoço convívio, com porco no espeto, lembrou Pabelo Marques, destacando, ainda, o cariz solidário desta prova já que 1€ do valor de cada inscrição reverterá a favor da Delegação de Amares da Cruz Vermelha Portuguesa.

“Por motivos de organização do passeio as inscrições estão fechadas. Apenas podemos receber 300 participantes. Temos muitos que vieram de França, Luxemburgo e Espanha de propósito para estarem connosco, referiu Pabelo Marques.

Laranja de Amares homenageada pelo Município com monumento evocativo

O dia da Rota da laranja vai ficar marcado pela inauguração de um monumento em homenagem à laranja do concelho, colocado na rotunda da Ponte do Porto.

“Esta era uma ideia que o presidente da Câmara tinha já há muitos anos e que será agora concretizada. Achámos que este seria o dia ideal para a sua inauguração. Trata-se de um monumento simbólico à laranja de Amares que deixará certamente a sua marca para o concelho e para quem nos visita”, adiantou o vice-presidente da Autarquia, Isidro Araújo, que revelou que a escultura, com sete metros de altura e cinco de largura, está a ser construída por vários escultores de renome nacional.

Referindo-se à Rota da Laranja, o vice-presidente não tem dúvidas de que tudo foi pensado e organizado para que a 10ª edição deixe “marcas e uma memória sobre o concelho de Amares”, em todos os betetistas.

DSC05676.JPG

AMARENSES PASSAM O MINHO A CAMINHAR

Dia 6 de Maio – Caminhada Nocturna, organizada pela Associação de Festas de Amares. (Caminhada Solidária)

Inscrições: Até ao dia 2 de Maio na sede da União de Freguesias Ferreiros, Proselo e Besteiros.

Preço: 4 euros com oferta de t-shirt e seguro

Saída: 20h30m

 

Caminhada Nocturna 6 maio.jpg

Dia 7 de Maio – Caminhada Entre Mosteiros, organizada pela Associação Amigos do Mosteiro de Rendufe.

Inscrições: Até dia 3 de Maio

Preço: 3,5 euros com transporte e seguro

Distancia: 16Km

Grau Dificuldade: Médio/Alto

Link Inscrições: https://goo.gl/forms/tpcFK1FWgy5wML2P2

Caminhada Entre Mosteiros 7 maio (1).jpg

Dia 14 de Maio – Caminhada Trilho Dom Gualdim Pais, organizada pelo CAO SER IGUAL.(Caminhada Solidária)

Inscrições: Até ao dia 14 de Maio

Preço: 3 euros

Distancia: 10km

Grau Dificuldade: Médio

Link Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/1NhWd-gM3jhcL2tdERmCMUY3I-hMPxyGWAq2Nn8esSWw/edit

trilho amares.jpg

MINHOTOS CAMINHAM PELA GEIRA ROMANA

Ultra Trail da Geira  Romana a 30 de abril

Com o apoio dos Municipios de Terras de Bouro e Amares, a Confraria Trotamontes e o Clube Orientação do Minho vão realizar no dia 30 de abril, pelas 8 horas, a 10ª Ultra Trail Geira Romana.

O evento será composto por duas provas competitivas que integram o Campeonato Nacional de Ultra Trail, Serie 150 com a distância de 50 km / 1540m D+ e outra na distância de 18 km / 700m D+ que integra o Campeonato Nacional de Trail, Serie 100. Haverá também uma caminhada com 10 km de extensão.

A prova principal Ultra Geira Romana 50km terá partida no Museu da Geira, no concelho de Terras de Bouro e meta em Caldelas, no concelho de Amares. O percurso de 50 km decorrerá na via romana que ligava Bracara Augusta e a Astúrica Augusta. O Trail da Geira Romana 18 km terá partida em S. Sebastião da Geira e chegada em Caldelas. A caminhada terá princípio e fim em Caldelas junto ao Posto de Turismo.

Ultra Geira Romana - 30 de abril.jpg

AMARES: ESPETÁCULO ASSOCIATIVO MUSICAL "SABOREAR AMARES" MARCOU EM GRANDE ARRANQUE DA II SEMANA DO ASSOCIATIVISMO

“Saborear Amares”, foi esta a proposta do Município para a noite do passado sábado, que brindou a população com o "Espetáculo Associativo Musical" a marcar em grande o início da II Semana do Associativismo de Amares, que decorre até ao dia 1 de maio.

DSC05294.jpg

“Este é um sinal de que o associativismo em Amares está em grande, tem muita vitalidade e muita dinâmica. Somos um concelho com grande força e dinamismo”, destacou o presidente da Câmara, Manuel Moreira, na abertura do espetáculo.

A iniciativa, que teve lugar no Mosteiro de Rendufe, contou com a colaboração da Paróquia de Rendufe e envolveu mais de 200 participantes de diversas associações concelhias, num momento único pensado para reviver e reavivar as memórias da cultura do povo amarense, da cultura do vinho, um dos símbolos mais marcantes do concelho, as suas raízes e identidade, através da apresentação de diversas vertentes artísticas dinamizadas por terras de António Variações, Dom Gualdim Pais e Sá de Miranda.

DSC05305.jpg

Associações participantes: Associações participantes:Grupo de Teatro de Bouro; Animares-CRDC Amarense; Associação de Fomento Amarense; ARCCairense ; Escuteiros de Lago; Escuteiros de Rendufe; AECA; Grupo Folclórico “AS Lavradeiras da casa do Povo de Amares”; Grupo Coral APEA,Grupo Teatro Fantoches Humanos Torre e Amigos do Mosteiro de Rendufe

Motivos não vão faltar para se deixar seduzir por Amares e pelas dinâmicas associativas do concelho, sendo que a programação prossegue no dia 24 de abril com o já tradicional teatro alusivo ao 25 Abril (CDRCAmarense), a decorrer às 21h30, em Amares. No mesmo dia, terá lugar a "Noite Arte e Cultura": ON BECK, na Sede da Banda de Amares, em Ferreiros (22h).

DSC05332.jpg

O dia da Revolução dos Cravos, 25 de abril, fica reservado às comemorações oficiais da efeméride que terão lugar a partir das 10h00, no Largo do Município. À noite há "Jantar Convívio Associativo", organizado pela Associação Movimenta Besteiros.

Já de 29 abril a 1 de maio a cor e a alegria vão invadir a freguesia de Lago, com o evento “Lago em Flor”, organizado pela ALAREC, com o apoio da Junta de Freguesia de Lago. Na mesma altura o Centro Interpretativo da Geira – Lago recebe a exposição “Raízes e tradições: O traje e o folclore”, numa iniciativa promovida pelo CDDS Valor Humano 3G.

O dia 30 de abril e 1 de maio ficam reservados ao desporto com UltraTrail da Geira – Caldelas que, este ano, compete para o campeonato nacional de modalidade e para o Raid 4x4 – Amares.

Recorde-se que a  II Semana do Associativismo de Amares é organizada pela  Câmara Municipal de Amares em parceria com diversas associações do concelho.

DSC05383.jpg

DSC05392.jpg

EXPOSIÇÃO "AMARES NA 1ª GUERRA" PATENTE NA GALERIA DE ARTES E OFÍCIOS DE AMARES

O vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo, e o autor do livro “Amarenses na 1.ª Grande Guerra (1914-1918)", publicado pelo Município de Amares no âmbito das Comemorações do Centenário da Primeira Guerra Mundial, Manuel Penteado Neiva, inauguraram, no passado sábado, a exposição "AMARES NA 1.ª GRANDE GUERRA". A data de abertura (22 de abril) coincidiu, simbolicamente, com o dia de embarque dos combatentes de Amares rumo a Flandres, frente europeia, na época. 

DSC05168.JPG

Patente até ao dia 8 de maio na Galeria de Artes e Ofícios de Amares, na Praça do Comércio, em Ferreiros, a exposição retrata, através de 14 painéis, a história desses amarenses que combateram defendendo as cores da bandeira portuguesa e do concelho,o ambiente social, económico e político à época, individualizando alguns filhos da terra que tiveram mais destaque. 

Materiais de uso corrente, como máscaras e cantis, correspondência particular e condecorações são alguns dos elementos que podem ser vistos também nesta exposição e que pode ser visitada no horário de funcionamento da Galeria de Artes e Ofícios: às segundas, entre as 14h00 e as 18h00; às terças, quartas, quintas e sextas, entre as 9h00 e as 12h00, da parte da manhã, e as 14h00 e as 18h00, da parte da tarde e aos sábados entre as 10h00 e as 13h00.

DSC05193.JPG

DSC05204.JPG

AMARES COMEMORA 25 DE ABRIL

No âmbito da II Semana do Associativismo de Amares, a Banda Filarmónica de Amares apresenta: "BFA - ARTE E CULTURA". Dias 22 e 24 de abril, com varias exposições de artesanato regional, fotografia, arquitetura e artes plásticas. As portas abrem as 21.00H e durante a noite haverá dj's locais que irão proporcionar um bom ambiente musica !

24 abril.jpg

“SOU LÍDER” ENSINA CONCEITOS DE EMPREENDEDORISMO AOS PEQUENOS AMARENSES

Os alunos do 1.º ciclo dos centros escolares de Amares assistiram, recentemente, a uma peça de teatro alusiva ao livro infantil “Sou Líder!”, uma obra da autoria de Narciso Moreira, ilustrada por Ana Sofia e que aborda de forma simples e apelativa conceitos associados ao empreendedorismo.

Sem título5.bmp

A iniciativa resulta de uma série de ações implementadas pelo Gabinete de Empreendedorismo da Câmara Municipal de Amares, em parceria com a Betweien Challenge and Success, com o objetivo de incutir, desde tenra idade, uma atitude empreendedora.

Em “Sou Líder!” a narrativa recai sobre a competência empreendedora “Liderança”, com o intuito de explicar aos/às jovens leitores/as o que é e porque é tão importante ser um/a bom/boa líder. Com recurso a exemplos simples e práticos, facilmente identificáveis pelos/as alunos/as e que abrangem quer o contexto pessoal quer o contexto profissional, o enredo da história explora eventos de vida em que esta competência é essencial.

“Sou Líder!” integra a coleção “Histórias de Empreender” da Betweien, Lda. e é uma ferramenta pedagógica de Educação para o Empreendedorismo com um enorme potencial, o que propiciou o apoio do Secretário de Estado da Indústria, através do prefácio que redigiu e que apresenta o tema e a obra.

Sem título2.bmp

Sem título4.bmp

AMARES DIVULGA TEATRO AMADOR

A Câmara Municipal de Amares promove a terceira iniciativa do Festival de Teatro Sá de Miranda, com o intuito de divulgar o teatro amador e fomentar hábitos culturais entre os amarenses.

No próximo dia 5 de maio, pelas 21h00, no Auditório da Junta de Freguesia da Torre, em Amares, assista à próxima peça apresentada pelo Grupo de Teatro de Bouro.

O Festival de Teatro Sá de Miranda conta com o apoio das juntas de freguesia e associações locais.

festival de teatro_v6.jpg

AMARES FESTEJA O ASSOCIATIVISMO

Espetáculo Associativo Musical: "Saborear Amares" marca arranque da II semana do Associativismo de Amares

“Saborear Amares”, é esta a proposta do Município para o dia 22 de abril, que reserva uma noite em grande com o Espetáculo Associativo Musical a marcar o início da II Semana do Associativismo de Amares, que decorre até ao dia 1 de maio. A iniciativa, que terá lugar no Mosteiro de Rendufe, às 21h30, conta com a colaboração da Paróquia de Rendufe e vai envolver cerca de 200 participantes de diversas associações concelhias, num momento único pensado para reviver e reavivar as memórias da cultura do povo amarense, da cultura do vinho, um dos simbolos mais marcantes do concelho, as suas raizes e identidade, através da apresentação de diversas vertentes artísticas dinamizadas por terras de António Variações, Dom Gualdim Pais e Sá de Miranda.

CARTAZ ESPETACULO-03amaresss (1).JPG

Motivos não vão faltar para se deixar seduzir por Amares e pelas dinâmicas associativas do concelho, sendo que a programação prossegue no dia 24 de abril com o já tradicional teatro alusivo ao 25 Abril (CDRCAmarense), a decorrer às 21h30, em Amares. No mesmo dia, terá lugar a "Noite Arte e Cultura": ON BECK, na Sede da Banda de Amares, em Ferreiros (22h).

O dia da Revolução dos Cravos, 25 de abril, fica reservado às comemorações oficiais da efeméride que terão lugar a partir das 10h00, no Largo do Município. À noite há "Jantar Convívio Associativo", organizado pela Associação Movimenta Besteiros.

Já de 29 abril a 1 de maio a cor e a alegria vão invadir a freguesia de Lago, com o evento “Lago em Flor”, organizado pela ALAREC, com o apoio da Junta de Freguesia de Lago. Na mesma altura o Centro Interpretativo da Geira – Lago recebe a exposição “Raízes e tradições: O traje e o folclore”, numa iniciativa promovida pelo CDDS Valor Humano 3G.

O dia 30 de abril e 1 de maio ficam reservados ao desporto com UltraTrail da Geira – Caldelas que, este ano, compete para o campeonato nacional de modalidade e para o Raid 4x4 – Amares.

Recorde-se que a  II Semana do Associativismo de Amares é organizada pela  Câmara Municipal de Amares em parceria com diversas associações do concelho.

CARTAZ ESPETACULO-03amaresss (2).jpg

ORQUESTRA AECARTES E CORO AECA BRILHARAM EM CONCERTO DE PÁSCOA

A Orquestra AECARTES e Coro AECA protagonizaram, ontem, um bonito espetáculo musical, inserido nas celebrações pascais. O evento, que teve casa cheia, contou com a participação especial de três solistas: José Silveira (guitarra), Alfredo Macedo (trompa) e Telmo Sousa (voz).

DSC05042.JPG

"Espírito Olímpico", "Con te Partiró", "Hallelujah" e “Estou Além”, em jeito de homenagem ao ilustre filho da terra, António Variações, foram alguns dos temas interpretados e que mereceram os calorosos aplausos do público.

Numa noite em que a cultura foi evocada através da música, o jovem maestro João Ferreira Júnior, sublinhou que “uma sociedade sem cultura é uma sociedade sem identidade”, endereçando, nesse sentido, uma palavra de apreço aos pais que apostam na formação musical/cultural dos filhos, contribuindo para o progresso do concelho.

O vereador da Cultura e vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo, subscreveu as palavras de João Ferreira Júnior, destacando a importância de “construiruma sociedade culturalmente instruída” e incentivando os amarenses a “consumirem” iniciativas de cariz cultural.

Promovido pela AECA - Associação Educação Cultura e Artes, o concerto contou com o apoio do Município de Amares, da Junta de Freguesia de Ferreiros Prozelo e Besteiros, dos Bombeiros Voluntários de Amares e do Agrupamento de Escolas de Amares.

DSC05050.JPG

DSC05051.JPG

DSC05062.JPG

DSC05097.JPG

DSC05105.JPG

AMARES HOMENAGEIA FILHOS DA TERRA NO DIA DO MUNICÍPIO

No dia em que se assinalaram os 503 anos do foral de Amares, o Município homenageou 184 amarenses que estiveram a defender as cores da bandeira portuguesa na 1ª Grande Guerra, dignificando o concelho, numa cerimónia em que foi apresentado o livro "Amarenses na 1ª Grande Guerra (1914-1918): Os seus combatentes", da autoria de Manuel Penteado Neiva, uma obra que resgatou do esquecimento os heróisfilhos da terra.

DSC04949.JPG

“É um gesto bonito e uma justa homenagem recordar todos aqueles amarenses que serviram o país em defesa da nossa honra”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira”.

“O nosso concelho constrói-se a partir de uma passado e de pessoas que construíram a história e, nesse sentido, quero destacar o importante papel de cada cidadão que contribuiu para o progresso desta terra”, acrescentou o autarca, dizendo que “o Município de Amares tudo fará para honrar esse legado”.

O vice-presidente da Autarquia, Isidro Araújo, manifestou o seu profundo contentamento pela data evocativa a estes amarenses. “Estava por fazer esta homenagem a estes 184 amarenses que com oseu esforço enorme representaram Amares na 1ªGrande Guerra”, frisou.“A Câmara estará sempre disponível para fazer jus à sua memória e mostrar gratidão aos seus antepassados”, acrescentou Isidro Araújo.

Referindo-se à própria obra, o autor, Manuel Penteado Neiva, mencionou que o livro tem como missão “cumprir o dever de cidadão e, neste caso, é a paga de um tributo dos amarenses aos seus heróis”.

Manuel Penteado Neiva sublinhou a necessidade de recordar esses homens. “É importante trazê-los à nossa memória e nada melhor do que expor peças que pertenceram a esses combatentes e fixar em livro abiografia de mais de uma centena e meia de combatentes que partiram das terras de Amares, para Flandres, para Angola e Moçambique”.

Apresentada pelo coronel Luís Coutinho de Almeida, a obra destaca três homens de Amares na história da Grande Guerra: o ex-ministro das Colónias, Augusto Soares, que liderou o processo de entrada de Portugal na 1ª Grande guerra e, no fim da guerra, integrou a comissão de paz que culminou com assinatura da declaração de paz;o general Barbosa que foi comandante do esquadrão do Minho e, finalmente, Porfírio Paiva que se destacou pela criação do comité de apoio aos prisioneiros de guerra portugueses.

Para além da apresentação da obra, a cerimónia evocativa a estes heróis amarenses e comemoração dos 503 anos do foral contemplou, ainda, uma mostra bibliográfica e documental sobre a Grande Guerra e culminou com um concerto sublime pelos VoxAngelis, no Santuário de Nossa Senhora da Abadia. O momento musical em tributo ao centenário das aparições de Fátimafoi protagonizado pelos cantores Pedro Miguel Nunes e Liliana Bolyakova, pelos violinistas Serguey Arutiunian e Larissa Shomina, pela violoncelista Katerina Mikusova e pelo guitarrista Artur Caldeira.

DSC04960.JPG

DSC04971.JPG

DSC04995.JPG

ASSOCIATIVISMO EM GRANDE DE 22 DE ABRIL A 1 DE MAIO EM AMARES

O movimento associativo do concelho volta a estar em destaque na II semana do Associativismo de Amares, iniciativa que vai decorrer entre 22 de abril e 1 de maio, apelando ao espírito interventivo e participativo das associações concelhias que vão unir-se à Câmara Municipal de Amares para levar até à população uma programação especial.

DSC04896.jpg

“Esta será uma semana abrangente e aberta, preenchida por várias iniciativas distintas e que tem por objetivo dinamizar o tecido associativo, promover as associações concelhias e a participação juvenil, envolvendo, simultaneamente, toda a população”, explicou, esta manhã, em conferência de imprensa o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, que acredita que “um concelho é muito mais rico quanto mais capacidade tiver de incentivar as associações a criar vitalidade e dinamismo”.

O vice-presidente e vereador do Associativismo, Isidro Araújo, lembrou que esta iniciativa surge, pelo segundo ano consecutivo, "como forma de criar um espaço de interação abrangente e participado por todas as associações, para que se envolvam e mostrem também um pouco daquilo que é o seu trabalho em prol do concelho”. Nas palavras de Isidro Araújo, “este será um momento de vida e pujança para o nosso concelho”, que arrancará da melhor forma com o espetáculo em jeito de musical “Saborear Amares”, uma iniciativa que vai juntar cerca de 200 participantes de várias associações concelhias.

Motivos não vão faltar então para que a população se sinta atraída a sair de casa e juntar-se às diversas iniciativas espalhadas pelos mais variados espaços do concelho de Amares, a começar pelo momento de abertura: o Espetáculo Associativo Musical: “Saborear Amares”, que terá lugar no Mosteiro de Rendufe, às 21h30, do dia 22. A iniciativa, que conta com a colaboração da Paróquia de Rendufe, vai envolver as seguintes associações: Grupo de Teatro de Bouro; Animares-CRDC Amarense; Associação de Fomento Amarense; Escuteiros de Lago; Escuteiros de Rendufe; AECA; Grupo Folclórico “AS Lavradeiras da casa do Povo de Amares”; Grupo Coral APEA e Grupo Teatro Fantoches Humanos Torre.

A programação prossegue no dia 24 de abril com o já tradicional teatro alusivo ao 25 Abril (CDRCAmarense), a decorrer às 21h30, em Amares. No mesmo dia, terá lugar a "Noite Arte e Cultura": ON BECK, na Sede da Banda de Amares, em Ferreiros (22h).

O dia da Revolução dos Cravos, 25 de abril, fica reservado às comemorações oficiais da efeméride que terão lugar a partir das 10h00, no Largo do Município. À noite há "Jantar Convívio Associativo", organizado pela Associação Movimenta Besteiros.

Já de 29 abril a 1 de maio a cor e a alegria vão invadir a freguesia de Lago, com o evento “Lago em Flor”, organizado pela ALAREC, com o apoio da Junta de Freguesia de Lago. Na mesma altura o Centro Interpretativo da Geira – Lago recebe a exposição “Raízes e tradições: O traje e o folclore”, numa iniciativa promovida pelo CDDS Valor Humano 3G.

O dia 30 de abril e 1 de maio ficam reservados ao desporto com UltraTrail da Geira – Caldelas que, este ano, compete para o campeonato nacional de modalidade e para o Raid 4x4 – Amares.

DSC04899.jpg

JOVENS DE AMARES "PINTAM O CÉU"

“Pintar o Céu II” reúne talento para escrita e desenho dos pequenos amarenses

“Esta compilação espelha a qualidade do ensino que se pratica em Amares”. É desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, se refere à publicação “Pintar o Céu II”, uma coletânea que reúne uma diversidade de poemas elaborados pelos alunos do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas de Amares (AEA).

DSC04444.JPG

A par da visita a todos os Centros Escolares do concelho para oferta dos livros a todos os meninos que fizeram parte deste projeto, o autarca e a vereadora da Educação, Cidália Abreu, que se fizeram acompanhar por Sérgio Silva adjunto do diretor do AEA, congratularam-se com o resultado final “brilhante” deste trabalho, cuja publicação foi apadrinhada pela Autarquia, deixando uma palavra de agradecimento e apreço “a todos os alunos pelo empenho na criação dos trabalhos e aos docentes que os orientaram na conceção do mesmo com toda a dedicação e carinho”.

A obra “Pintar o Céu II” surgiu no âmbito do Plano Anual de Atividades do Departamento do 1º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Amares para o ano letivo 2016/2017. Através desta iniciativa todas as turmas foram desafiadas a escrever poemas com autoria individual ou coletiva, dispondo de toda a liberdade criativa. A seleção dos poemas foi fruto das escolhas de cada turma, respeitando integralmente a forma e o conteúdo definido pelos autores. As representações gráficas, criadas pelos alunos, serviram como ilustração dos temas abordados.

A edição deste livro teve na sua génese, mais uma vez, a motivação para o desenvolvimento da escrita criativa e a valorização dos saberes dos alunos deste nível de ensino, bem como, a melhoria das competências de escrita.

DSC04453.JPG

DSC04457.JPG

DSC04578.JPG

AMARENSES RECOLHEM ALIMENTOS

Amarenses contribuíram para a “Arca dos Sonhos”

O banco de recursos da divisão de Ação Social da Câmara Municipal de Amares, a “Arca dos Sonhos”, promoveu, este fim-de-semana, mais uma campanha de recolha alimentar, em duas superfícies comerciais do concelho (Intermarché e Mini Preço).

IMG_20170402_151932.jpg

Os amarenses juntaram-se a esta nobre causa, contribuindo com diversos bens alimentares que vão permitir dar resposta às emergências de carência alimentar das famílias do concelho sinalizadas pelos técnicos da Rede Social do concelho.

Nesta iniciativa, a Autarquia contou com a colaboração do grupo de voluntariado da Escola Secundária de Amares, ao qual endereça o seu agradecimento pelo apoio prestado.

AMARES REALIZA FEIRA DO LIVRO

Feira do Livro de Amares promoveu encontro entre a cultura e os amarenses

Um espaço de divulgação, promoção e partilha de cultura assim foi a edição de 2017 de Feira do Livro de Amares/IX Mostra Pedagógica que encerrou portas, no passado sábado. Ao longo de uma semana a Galeria de Artes e Ofícios foi o ponto de encontro de várias gerações neste que é já um evento cultural com tradição no concelho, organizado pela Câmara Municipal em parceria com o Agrupamento de Escolas de Amares.

DSC04253.JPG

Em jeito de balanço, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, lembra que o grande objetivo deste evento era promover a leitura e fomentar os hábitos culturais, considerando que esse objetivo “foi alcançado”.

“Segundo sei, através da equipa que esteve responsável pela organização, passou por lá muita gente e a venda de livros também correu bem, pelo que essa aproximação que pretendíamos fazer entre o público e a cultura foi bem sucedido”.

DSC04622.JPG

Momentos musicais, teatro, leitura de contos, apresentações de livros e encontros com escritores, entre outras iniciativas, constantes de um programa abrangente, marcaram a iniciativa e fizeram com que a mesma perpassasse diversos públicos e gerações.

“Ao longo de uma semana foram realizadas várias atividades que envolveram toda a comunidade, cada uma delas com o seu brilho e a devida importância, mas quero realçar a apresentação do livro Poder Pintar o Céu II – uma obra de poesia publicada no âmbito da Mostra Pedagógica do 1.º Ciclo/Pré-Escolar, com o apoio do Município de Amares, referiu Manuel Moreira.”Trata-se de uma compilação extraordinária que reúne os trabalhos dos meninos do nosso Agrupamento de Escolas e que espelha a qualidade do nosso ensino”, sublinhou o edil.

DSC04590.JPG

Pedro Chagas Freitas também se encontrou com os amarenses

Muito não falharam ao encontro com Pedro Chagas Freitas. A Galeria de Artes e Ofícios encheu para ouvir o escritor revisitar aquele que tem sido um dos livros mais conhecidos e mais procurado pelos leitores, “Prometo Falhar”.

Numa noite em que Pedro Chagas Freitas se definiu como um “gajo que escreve cenas variadas” e para quem “o amor é a coisa mais importante da vida”, o escritor levou o público a “viajar” por outras das suas obras, entre elas, “Eu sou Deus”, “Prometo Perder”, “Queres casar comigo todos os dias, Bárbara”, ou “Envelhenescer”, entre outras. As palavras simples, afáveis, desafiantes e, em ocasiões, até ousadas do autor contagiaram os presentes que não resistiram em comprar um dos exemplares das suas publicações para ser autografado.

A iniciativa integrada na Feira do livro de Amares contemplou, ainda, ainda um momento musical protagonizado pelo projeto 5ª Corda.

DSC04247 (1).JPG

 

MUNICÍPIO DE AMARES APOIA PERCURSO ACADÉMICO ATRAVÉS DA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO

A Câmara Municipal de Amares procedeu à atribuição de bolsas de estudos a 20 estudantes universitários do concelho. O apoio concedido totaliza um investimento num montante global de cerca de 20 mil euros e representa a aposta na formação académica e qualificação profissional dos jovens amarenses.

DSC04436.JPG

Integrada no âmbito das políticas de educação e ação social e do Município de Amares, esta medida pretende promover a igualdade de oportunidades de acesso ao ensino superior a todos os alunos do concelho, representando, simultaneamente, um investimento no desenvolvimento, crescimento e no futuro de Amares.

Nas palavras do presidente Manuel Moreira, “esta foi a forma que este executivo encontrou de apoiar os jovens amarenses, incentivando a frequência de cursos superiores, fomentando, desta forma, a melhoria da qualificação profissional e até pessoal dos candidatos, dotando-os de competências técnicas e suporte humano fundamental para o desenvolvimento socioeconómico do concelho”.

“Aliás esta era uma medida que já vinha do anterior executivo e que entendemos por bem manter dada a importância que a concessão destas bolsas representa no apoio social concedido aos agregados familiares e aos jovens, permitindo a continuidade do seu percurso formativo, tendo em consideração que, algumas famílias, dada a sua situação económica, não teriam possibilidade de assegurar, sublinhou o autarca.

AMARES ESTÁ ENTRE OS 20 PROJETOS NACIONAIS ESCOLHIDOS PELO CREATOUR

Após ter-se candidatado ao projeto CREATOUR “Desenvolver Destinos de Turismo Criativo em Cidades de Pequena Dimensão e Áreas Rurais”, com as residências artísticas do ENCONTRARTE AMARES, o Município de Amares, ficou entre os 20 projetos selecionados a nível nacional para desenvolver iniciativas-piloto na área do turismo criativo, nos próximos três anos.

_MG_1160.JPG

A chamada foi dirigida a diversas organizações, da cultura e do turismo, localizadas nas regiões Norte, Centro, Alentejo, e Algarve, que pretendessem desenvolver e concretizar projetos na área do turismo criativo e foram escolhidos 5 projetos de cada região, num total de 20, entre 138 candidaturas.

As experiências de Turismo Criativo dizem respeito a oportunidades de co-criação e desenvolvimento pessoal nos destinos turísticos, e costumam estar associadas à identidade e cultura do destino visitado. Amares quer assim ser pioneira no Turismo Criativo e terá oportunidade de trabalhar com 5 universidades do país e desenvolver as Residências do ENCONTRARTE como um atrator de turismo e promoção do território.

16321_creatour_.jpg

Este projeto procura promover o desenvolvimento deste tipo de propostas de qualificação do turismo fora dos grandes centros urbanos e assim contribuir para o florescimento de novas ofertas em turismo. Estas iniciativas poderão trazer em simultâneo um valor para o tecido empresarial regional e para a revitalização de atividades relacionadas com a identidade local e regional.

O projeto é coordenado pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e tem como parceiros o Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora, o Centro de Investigação sobre o Espaço e as Organizações da Universidade do Algarve, o DINÂMIA'CET-IUL, Centro de Estudos Sobre a Mudança Socioeconómica e o Território do ISCTE-IUL e o Laboratório de Paisagens, Património e Território da Universidade do Minho. Das 138 candidaturas recebidas foram selecionadas as 5 que mais se destacaram em cada região.

O CREATOUR é financiado pelo PACPrograma de Atividades Conjuntas do Portugal 2020, através dos Programas Operacionais COMPETE 2020, POR Lisboa, CRESCAlgarve 2020 e da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

454425287e543ea6a3c5c46ebb65fe85.JPG

DSC_5857.JPG

RAR2015015D23075788.jpg

RAR2015015D24076359.jpg

MUNICÍPIO DE AMARES MANTÉM CONTAS EQUILIBRADAS

Relatório de Contas de 2016 reflete equilíbrio financeiro do Município de Amares
A Câmara Municipal de Amares aprovou o Relatório de Prestação de Contas referente ao ano de 2016, um documento que demonstra, segundo o presidente Manuel Moreira, que “a atuação do executivo municipal foi de encontro aos grandes eixos estratégicos definidos: a Coesão Social, a Economia e o Emprego, a Educação, a Cultura e o Turismo, com uma política de planeamento e rigor na gestão municipal”.

amaresss.PNG

As medidas de incentivo à criação e fixação de novas empresas, através do Gabinete do Empreendedorismo e dos apoios constantes nos regulamentos próprios, representaram um investimento de cerca de 200 mil euros (18% do valor total das transferências correntes). 

Em termos sociais e ao nível da saúde, o investimento representou 11% do valor das transferências correntes. Já os gastos ao nível da aquisição de bens na área da Educação ascenderam a 900 mil euros (67% dos custos totais).
Manuel Moreira destaca, também, a aposta “na construção de um concelho que respeita e zela pelo património ambiental e pela promoção de políticas de desenvolvimento sustentável”, reforçando “o investimento realizado no tratamento das águas residuais e na preparação da candidatura para alargamento da rede de saneamento (já aprovada em 2017), que se refletiu no aumento no fornecimento de serviços externos”.
O Município apresenta taxas de execução da receita e da despesa perto dos 100% (de 98% e 94% respetivamente). A divida total a terceiros diminuiu em 800 mil euros, cerca 10% comparativamente com 2015. Ao nível das despesas com pessoal houve uma redução de 0,4%.
No ano 2016, o Município de Amares registou um resultado líquido negativo na ordem de 1,3 milhões de euros relacionado com a diferença resultante entre o valor patrimonial das ETARS e o valor da sua venda, com a constituição de provisões e com o aumento do fornecimento de serviços externos.
O Município transitou para 2017 sem dívidas a fornecedores (excluindo os décimos de garantias de empreitadas) e com um saldo de gerência a rondar os 847 mil euros.
Em todos os meses do ano registaram-se fundos disponíveis positivos. Para além disso, o Município transita com uma margem de endividamento para utilizar na ordem dos 2,5 milhões.
O documento foi analisado e votado na reunião do órgão executivo do dia 27 de março com 3 votos a favor e duas abstenções.

AMARES DÁ A CONHECER A MELHOR LARANJA DO MINHO

A laranja de Amares e seus derivados, o vinho verde, o azeite e o artesanato, produtos emblemáticos do concelho, vão estar em exposição na AGRO - Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, que decorre de 23 a 26 de março de 2017, no Parque de Exposições de Braga.

DSC00563.JPG

Uma excelente oportunidade para divulgar aquilo que de melhor o nosso concelho tem para oferecer naquela que é a principal feira agrícola do país e que tem na sua longevidade uma das garantias da sua relevância enquanto montra da agricultura portuguesa.

Visite o stand de Amares!

CASA DO MINHO DE LOURENÇO MARQUES REÚNE-SE EM AMARES E PÓVOA DE LANHOSO

O Encontro dos minhotos que viveram em Moçambique vai este ano ter lugar em Amaresn e na Póvoa de Lanhoso, no próximo dia 30 de Abril.

Todos os anos, os minhotos que viveram naquela antiga província ultramarina, promovem um encontro de confraternização por ocasião do aniversário da sua associação regionalista – a Casa do Minho em Moçambique – entretanto extinta por ocasião da independência política daquele país e o regresso da à metrópole comunidade portuguesa. Este ano, Amares é o concelho eleito para se reencontrarem.

16700704_10212033803350737_9169834254383365237_o.jpg

Durante duas décadas consecutivas, a Casa do Minho foi na capital do Índico o elo de ligação das nossas gentes em terras moçambicanas. Ali se construíram novas amizades e mantinham as suas tradições. A constituição de um Rancho Folclórico no seio da Casa do Minho constituiu um dos melhores exemplos do seu apego às origens.

Os antigos territórios ultramarinos portugueses foram o destino de muitos minhotos que decidiram ali construir as suas vidas. Rumando diretamente a partir da metrópole ou fixando-se após o cumprimento do serviço militar naquelas paragens, Angola e Moçambique vieram a tornar-se a segunda terra para muitos dos nossos conterrâneos que assim trocavam a estreita courela pela desafogada machamba ou simplesmente empregavam-se na atividade comercial das progressivas cidades de Luanda e Lourenço Marques, atual Maputo.

484396_10200262053808057_30167815_n

Porém, a recordação do Minho distante não os abandonou e permaneceu sempre nos seus corações. E, a provar esse amor filial, criaram as suas próprias associações regionalistas a fim de manterem mais viva a sua portugalidade e as raízes minhotas. E, em Lourenço Marques, fundaram a Casa do Minho em 1955, já lá vão 62 anos!

Muitos foram os minhotos e outros portugueses que em Moçambique construíram as suas vidas. Contudo, o seu curso tranquilo e próspero veio a ser abruptamente interrompido em consequência do processo de descolonização do território e a guerra civil que se seguiu, determinando o seu regresso à metrópole e consequente extinção da Casa do Minho.

Não obstante, muitos dos minhotos e amigos da Casa do Minho, que dela fizeram parte ou de alguma forma por lá passaram, não esquecem esses tempos saudosos e continuam a reunir-se todos os anos em alegre e amistosa confraternização, partilhando recordações e revivendo a terra que continuam a amar – Moçambique!

Fotos: Rui Aguilar Cerqueira / Ex-Casa do Minho em Lourenço Marques - Moçambique

185877_1423411604007_1794247948_799532_5195073_n

1947359_10200671839557977_1646839287_n

72988_423897237640394_1534119699_n

576619_423897494307035_1762840828_n

10991171_10202563334284163_1027646422323654939_n

564261_423897964306988_35367262_n

574452_423897624307022_548572634_n

406045_3673232088987_1838913705_n

199253_1423410883989_1794247948_799529_2194903_n

394941_3673229928933_1438602030_n

189169_1423410603982_1794247948_799528_3909355_n

O MELHOR DE AMARES NA MAIOR FEIRA NACIONAL DE TURISMO

O Município de Amares voltou a estar representado na BTL 2017 – Feira Internacional de Turismo, que está a decorrer até ao dia 19 de março, no Parque das Nações, em Lisboa, dando a conhecer a oferta turística natural, patrimonial, cultural e religiosa

DSC03933.jpg

do concelho e, em particular, os seus produtos locais mais emblemáticos como forma de atrair as atenções de novos turistas, investidores e visitantes.

A enogastronomia do concelho foi, durante a tarde de ontem, presença marcante e motivo de atração para os visitantes daquele que é considerada a maior e mais importante mostra do setor turístico a nível nacional, numa happyhour realizada com uma prova de vinhos verdes, acompanhada por uma degustação de doces confecionados à base de laranja de Amares. O momento, que contou com a presença do vereador do Turismo e vice-presidente da Câmara de Amares, Isidro Araújo, serviu, também, para divulgar os grandes eventos desportivos de Amares, tudo numa lógica de afirmação das potencialidades do concelho como destino turístico diferenciador e de qualidade.

O Município de Amares apresentou-se na BTL integrando o espaço Consórcio Minho IN, no Stand do Turismo do Porto e Norte de Portugal.

 

DSC03936.jpg

DSC03909.jpg

DSC03916.jpg

DSC03931.jpg

AMARES REGRESSA AO PASSADO

O Solar da Levada, em Prozelo, Amares, foi o local escolhido pela Associação de Festas Antoninas de Amares para uma noite de regresso ao passado, com a iniciativa Flashback.

O evento, que irá decorrer no dia 24 de abril, pelas 20h00,  prevê um jantar requintado, seguido de uma festa onde a música dos anos 70, 80 e 90 será rainha.

Os bilhetes podem ser adquiridos na sede de junta de freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, pelo valor de 25 euros.

flashback.png

AMARES ACOLHEU SESSÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE EMER-N – EMPREENDEDORISMO EM MEIO RURAL NA REGIÃO

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares acolheu, esta manhã, uma sessão de divulgação do projecto EMER-N - Empreendedorismo em Meio Rural na Região, um instrumento de alavancagem dos micros e pequenos negócios, adaptado aos condicionalismos e particularidades do meio rural, com a finalidade de criar uma envolvente positiva, de suporte ao aparecimento e crescimento das empresas e do emprego na região norte do país. A iniciativa foi promovida pela ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem.

20170316_101501.jpg

O projecto, que intervém em 85 municípios da região Norte, nos quais se incluem os do Cávado (Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde), área de ação da ATAHCA, visa o reforço da competitividade das PME, a valorização e promoção das economias locais, a revitalização do conhecimento e dos saberes locais e regionais e contribuir para fixar a população local.

A este propósito, a vereadora da Ação Social e Educação do Município de Amares, Cidália Abreu, a quem coube a abertura da sessão (juntamente com o presidente da ATAHCA, José Mota Alves), destacou a importância de agarrar este género de incentivos “para dinamizar e impulsionar a economia local” e lembrou que o Gabinete de Emprendedorismo do Município de Amares fará a ponte esta associação para apoiar esta iniciativa.

O EMER-N, que decorre até 2018, vai incluir atividades de apoio aos empreendedores e micro e pequenos empresários, através de mentoria e acompanhamento permanente por técnicos de competência e experiência comprovada, definição de um plano personalizado de avaliação e intervenção para cada promotor, consultoria especializada por investigadores das entidades de ensino superior, acesso a ações de promoção e divulgação própria, integração numa rede regional de negócios única, acesso a opções de financiamento próprias, utilização do label EMER-N nos seus produtos e serviços.

O projeto é financiado pelo Programa Operacional Regional NORTE 2020 através do FEDER, que arrancou no início de Setembro de 2016. Com um custo total elegível de quase 2 milhões de euros, conta com um apoio de cerca de 1,7 milhões de euros em Fundos da União Europeia.

Os interessados podem inscrever-se gratuitamente através do site: http://www.emern.pt/inscricao/

20170316_101543.jpg

AMARES APOSTA NA CRIATIVIDADE ARTÍSTICA

Encontrarte Amares estimula capacidade criativa através de concursos internacional de desenho e de cinema de animação experimental

Amares volta a receber entre os dias 27 e 30 de julho o Festival de Artes Plásticas e Cinema de Animação Encontrarte. “Património em Trânsito” será o mote para a 5ª edição da bienal que abrirá portas para que artistas nacionais e internacionais, das mais variadas áreas, criem laços de diálogo com Amares, propondo um olhar autoral capaz de refletir a realidade atual da região.

Concurso de cinema de animação experimental.jpg

Assente numa pluralidade de discursos decorrentes de práticas artísticas diversificadas, objetiva a construção de um espírito crítico capaz de projetar, valorizar e promover as dinâmicas da região.

Transformação, movimento, transpiração e trânsito vão ser as palavras-chave para estudar a complexidade do território.

Inscrições abertas até 10 de junho

Promover, fomentar e estimular o interesse pelo Cinema de Animação ao nível local, nacional e internacional e o interesse pelo desenho, enquanto disciplina autónoma, bem como, valorizar artistas e estudantes da área, quer nacionais quer internacionais, são os objetivos centrais dos concursos de cinema de animação experimental e concurso internacional de desenho promovidos no âmbito do Encontrarte Amares 2017. As inscrições estão abertas e decorrem até ao dia 10 junho 2017.

Concurso Internacional de Cinema de Animação Experimental 

A Edição 2017 do Encontrarte Amares propõe uma reflexão em torno da multiplicidade e contemporaneidade no cinema de animação.

O principal objetivo deste festival passa por traçar uma abordagem transescalar, que hierarquiza e acompanha os vários estádios da produção cinematográfica e seus agentes, e pela qual as diferentes formas de pensar e fazer cinema de animação contemporâneas se manifestam.

O Concurso Internacional de Cinema de Animação Experimental promove a divulgação de obras e autores nacionais e internacionais, valorizando a originalidade, a componente visual e as narrativas não convencionais, e assume-se como um incentivo à criação de novas abordagens cinematográficas de carácter experimental.

Regulamento e inscrições disponíveis no site: http://encontrarte.pt/portuguese/edio-2017/concurso-de-cinema-animao-experimental/sobre.html.

Concurso Internacional de Desenho

O Concurso Internacional de Desenho, a realizar-se no âmbito do Encontrarte Amares 2017, visa a criação de uma plataforma de desenvolvimento e consolidação do que se entende como a dimensão artística do desenho.

“É nosso objetivo promover a reflexão em torno do papel do desenho na contemporaneidade e o potencial inerente à sua autonomização em relação ao processo de criação artística. Isto é, o desenho já não é visto apenas como um método auxiliar, mas também como um processo criativo independente. E é essa a dimensão do desenho que nos interessa”, refere a equipa do Encontrarte.

Por isso, serão valorizadas as ferramentas (intelectuais e físicas) que, hoje em dia, alicerçam a singularidade desta disciplina, como também, a procura de novos caminhos e significados face à sua autonomia e no sentido do seu crescimento e afirmação.

Regulamento e inscrições disponíveis no site: http://encontrarte.pt/portuguese/edio-2017/concurso-de-desenho/sobre.html

Concurso de desenho.jpg

AMARES VOLTA A MARCAR PRESENÇA NA BTL

O Município de Amares vai estar presente na BTL 2017 – Feira Internacional de Turismo, que decorre de 15 a 19 de março, no Parque das Nações, em Lisboa, dando mais um marcante passo para promover o potencial turístico do concelho naquele que é o mais importante certame turístico a nível nacional.

Amares.JPG

Integrado no espaço Consórcio Minho IN, no Stand do Turismo do Porto e Norte de Portugal, o Município de Amares vai promover, no dia 16 de março (quinta-feira) a enogastronomia do concelho, numa happyhour marcada por prova de vinhos verdes, acompanhada por uma degustação de doces confecionados à base de laranja de Amares. O Município de Amares estará também a divulgar eventos desportivos emblemáticos do concelho, bem como, a impulsionar o potencial turístico natural, patrimonial, cultural e religioso numa lógica de afirmação da região como destino turístico de excelência e atração de novos turistas e visitantes, fundamentais para alavancar o desenvolvimento e o crescimento desta região.

Com 1.200 expositores, a BTL 2017 será a maior montra dos diferentes players do turismo, desde as agências de viagens e operadores turísticos, hotelaria, transportes, unidades de turismo rural, entidades regionais de turismo, entre muitos outros. Na BTL 2017 estarão representadas todas as entidades regionais de turismo nacionais e 30 municípios que se representam individualmente, 42 destinos internacionais, o que constitui, uma vez mais, uma excelente oportunidade para o Município de Amares mostrar aquilo que tem de melhor.

SÁ DE MIRANDA INSPIRA FESTIVAL DE TEATRO EM AMARES

A peça de teatro "Doutor cura tudo...", protagonizada pelo Grupo de Teatro de Bouro inaugurou, no Auditório da Junta de Freguesia do Bico, o Festival de Teatro Sá de Miranda, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Amares que evoca o nome do grande poeta português que faleceu em Amares, em 1558, na Quinta da Tapada, para onde se retirara com sua esposa por não se ter adaptado à vida da corte.

DSC03814.JPG

A comédia que retrata várias situações do quotidiano de um consultório médico foi a primeira de um conjunto de iniciativas que vão decorrer entre os meses de março e julho, com o apoio das juntas de freguesia e associações locais, e que têm por objetivo divulgar o teatro amador e fomentar hábitos culturais entre os amarenses.

O Festival de Teatro Sá de Miranda homenageia e eterniza a figura singular do poeta quinhentista e filho adotivo do concelho de Amares – Francisco de Sá de Miranda (Coimbra,  28 de agosto de 1481 — Amares15 de março de 1558), que viveu os últimos anos da sua vida na Casa da Tapada, local onde redigiu parte importante da sua obra. Imóvel de Interesse Público, construído no século XVI, na freguesia de Fiscal, a Casa da Tapada foi mandada construir pelo próprio poeta e pertence à arquitetura civil residencial, maneirista e barroca, constituindo um dos importantes exemplos do património construído de Amares.

DSC03822.JPG

DSC03828.JPG

DSC03838.JPG

DSC03865.JPG

AMARES ORGANIZA IV TERTÚLIA DESPORTIVA: "VIVER O DESPORTO NO CONCELHO E NO DISTRITO: DESAFIOS FUTUROS"

A Galeria de Artes e Ofícios de Amares acolheu a IV Tertúlia Desportiva: "Viver o Desporto no Concelho e no Distrito: Desafios Futuros", promovida pela ADDVH – Associação de Desenvolvimento Desportivo Vale do Homem. O momento de partilha e troca de conhecimentos, entre autarcas, agentes desportivos, presidentes de clubes e coletividades começou com uma abordagem à realidade atual do desporto em Amares, Vila Verde e Terras de Bouro, na qual foi destacada a necessidade de trabalhar em rede, com planeamento estratégico.

DSC03799.JPG

“Para onde caminhamos” e “Braga Cidade Europeia do Desporto 2018” foram outros dos assuntos que estiveram em destaque nesta tertúlia que contou com a presença do vereador do Desporto do Município de Amares, Isidro Araújo, que destacou a importância deste género de iniciativas para o enriquecimento e desenvolvimento desportivo dos concelhos.

A tertúlia desportiva contou, ainda, com o vereador do Desporto dos Município de Terras de Bouro, Patrício Araújo, e como a vereadora do Desporto do Município de Braga, Sameiro Araújo, bem como, com a participação de Inácio Anjos, do IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude.

João Abel (GD Caldelas), João Pinto (CD Lago), Marcelino Peixoto (AAAESA/Amares Vólei), Miguel Gomes (GD Prado), Horácio Lima (CN Prado), José Lezón (Clube Karaté WADO), Francisco Araújo (AbouAboua), Edgar Gonçalves (FC Amares), Monarca (Vilaverdense FC), Martinho Antunes (CDRC Amarense) e José Pedro Pereira (ADDVH) foram os outros dos intervenientes da noite, aos quais de juntaram outros apaixonados pelo desporto.

DSC03802.JPG

AMARES PROMOVE FESTIVAL DE TEATRO

A Câmara Municipal de Amares promove entre os meses de março e julho o Festival de Teatro Sá de Mirandahttps://www.facebook.com/events/975567865878418/, com o intuito de divulgar o teatro amador e fomentar hábitos culturais entre os amarenses.

A primeira iniciativa do programa acontece já no próximo dia 11 de março, pelas 21h00, no Auditório da Junta de Freguesia do Bico, com uma peça apresentada pelo Grupo de Teatro de Bouro.

O Festival de Teatro Sá de Miranda conta com o apoio das juntas de freguesia e associações locais.

Entrada livre!

image001TEATROAMARES.jpg

AMARENSES VÃO A FÁTIMA

A Câmara Municipal de Amares promove, com a colaboração das juntas de freguesia locais, mais um passeio convívio concelhio destinado à população sénior com mais de 60. As inscrições decorrem até ao dia 24 de março e podem ser efetuadas nas respetivas juntas de freguesia.

Este ano, o passeio convívio concelhio vai realizar-se no dia 28 de abril rumo ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, proporcionando mais um momento de partilha e confraternização entre os participantes.

DSC03585.JPG

MUNICÍPIO DE AMARES ASSINA PROTOCOLO COM A CAVAGRI PARA APOIAR ATIVIDADE PECUÁRIA DO CONCELHO

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, e o presidente da direção da Cavagri, Cooperativa Agrícola do Alto Cávado – entidade protocolada com a Autoridade Veterinária Nacional, responsável pela execução das ações previstas no Programa Nacional de Saúde Animal (PNSA) – Custódio Costa, acabam de formalizar a assinatura de um protocolo de colaboração para regular os termos de subvenção municipal no programa sanitário obrigatório para detentores de ovinos, caprinos e bovinos legalmente registados no concelho de Amares. Através desta medida, o Município de Amares passará a atribuir um apoio que cobre o custo integral da componente variável devida pelos detentores dos respetivas espécies animais para a concretização anual das ações de campo do referido programa sanitário.

DSC03623.JPG

A comparticipação municipal no programa de sanidade resultante do respetivo protocolo implica um investimento, por parte da Autarquia, na ordem dos 16 mil euros e reflete “a preocupação do Município de Amares em valorizar as suas atividades agrícolas e afins e os produtos locais, assente na lógica de que salvaguardar a ruralidade que tão caracteriza o concelho corresponde à defesa de princípios importantes para o desenvolvimento local”, conforme sublinha o presidente, Manuel Moreira.

“Este é um passo em frente no sentido de ajudar os nossos agricultores a manter vivas as suas atividades. Reconhecemos que se vivem tempos difíceis e que este incentivo, de valores ainda significativos, vai contribuir para que possam cumprir aquela que é uma exigência imposta à prossecução da atividade pecuária aliviando os seus encargos, o que nos parece um apoio muito importante”, acrescenta a autarca.

António Martins, técnico director geral adjunto da Cavagri congratula-se com esta medida de apoio detentores de ovinos, caprinos e bovinos, que considera “pioneira na região”.

“Este apoio representa primeiro a assunção por Parte da Autarquia da importância da agricultura e, por outro lado, do ponto de vista mais pragmático, a possibilidade de mantermos um serviço ativo”, admite. “O serviço sanitário é muito importante para os agricultores e manter a atividade pecuária dos concelhos com os custos sanitários que isso implica e que são elevados é muito difícil e, portanto, a Autarquia assumir parte desse custo é fundamental, quer para a progressão do serviço, quer para a sua continuidade”, destaca.

DSC03634.JPG

FESTIVAL DE PAPAS DE SARRABULHO DE AMARES BATE RECORDE DE VISITANTES

O certame foi uma verdadeira montra daquilo que de melhor há no concelho

O XV Festival de Papas de Sarrabulho de Amares, que ontem encerrou portas, é apontado pela organização como “a melhor edição de sempre”, após ter registado um crescimento entre os 15 a 20% no que diz respeito à afluência de visitantes, superando significativamente os resultados alcançados no ano anterior.

DSC02399.jpg

“O balanço é extremamente positivo. Se o ano passado foi o melhor ano de sempre, até então, este ano superámos todas as expetativas ao atingir números nunca antes registados” refere Manuel Moreira, presidente da Câmara Municipal de Amares – entidade que organiza o certame em parceria com ACB (Associação Comercial de Braga) – congratulando-se com o sucesso da iniciativa, que decorreu na Escola EB 2,3 de Amares.

“Isto é sinal de que Amares e sua projeção estão no caminho certo. A nossa gastronomia e os produtos locais: como os produtos da terra, o nosso vinho verde, a nossa laranja (única) e artesanato (produtos exclusivos na sua qualidade) assumem-se cada vez mais como produtos de excelência e motivo de atracão, e, este certame é a prova viva disso”, destacou, o autarca referindo-se aos milhares de visitantes, entre amarenses e forasteiros vindos dos pontos mais diversos e longínquos, que acorreram ao certame, não só para a degustação do legendário prato em evidência – as Papas de Sarrabulho – mas também para “provarem” outros sabores e saberes do concelho.

DSC02542.jpg

O autarca congratulou-se, ainda, com um aumento de clientes nas unidades de alojamento do concelho durante os quatro dias do Festival, contribuindo para aquele que é um objetivo que ultrapassa o certame e que é a promoção turística do concelho, como destino de excelência.

Em diversos momentos, os cerca de 600 lugares disponíveis na praça da alimentação do recinto ficaram lotados, o que na opinião do vice-presidente da Câmara, Isidro Araújo, comprova, precisamente, o sucesso deste evento.

“Superou as expetativas e mostrou também a consolidação deste projeto. Há muito tempo que este festival gastronómico é conhecido na região norte e mesmo no país e, portanto, houve pessoas que vieram de todo o lado, contribuindo para que tivéssemos sempre casa cheia”, começou por referir Isidro Araújo.

Isidro Araújo lembra também que o certame tem uma marca muito própria por ser suportado nos seus bastidores por “prata da casa”.

 “É um bom exemplo na organização, na gestão e na execução e mostra um planeamento atempado por parte de uma equipa técnica muito bem preparada e muito competente que confere uma solidez naquilo que é Amares e na imagem que as pessoas vão tendo do concelho”, sublinhou, acrescentando: “Havia um trabalho que estava muito por fazer e que era promover o concelho fora de portas, mostrando os nossos pergaminhos na gastronomia mas também nos vinhos, que são cada vez mais uma marca muito forte, e que agora começa a dar frutos”.

Confirmado que está o sucesso desta edição, e dado o crescimento significativo do número de visitantes que sugere um aumento do espaço reservado à zona da praça da alimentação, a organização vai começar a perspetivar a edição a edição de 2018 e a possibilidade de aumentar a capacidade de acolhimento.

DSC02658.jpg

Expositores satisfeitos com o volume de vendas e promoção

Decorrida que está a XV edição do Festival de Papas de Sarrabulho de Amares, os oito restaurantes que se fizeram representar no certame: a Churrasqueira de Caldelas; o Restaurante A Rival - O Rei do Leitão; o Restaurante Carias; o Restaurante Casa Gil; o Restaurante Vale do Homem; a Quinta do Fernando; Recanto da Minhota, e o Restaurante A Tapada, foram unânimes ao reconhecer, também, o êxito desta edição, que se refletiu no volume de vendas.

“Foi muito positivo, um verdadeiro sucesso. Para mim correu a 100%, já participo neste certame há 14 anos e, sem dúvida alguma, posso dizer que este foi o melhor, ano de sempre, quer em termos de vendas, quer em termos de projeção, admitiu Manuela Silva.

A participar pela primeira vez no Festival de Papas de Sarrabulho, também Bruno Cunha reconheceu que foi uma “excelente forma de promover o seu restaurante e servir como rampa de lançamento à sua casa”.

Entre os representantes dos stands dos mais variados produtos em exposição: vinho verde de Amares, doces, licores, fumeiro, entre outros petiscos, que fizeram as delícias dos milhares de visitantes, Cristina Rodrigues, diz que “correu muito bem e que as pessoas aderiram muito”. “Estou aqui há quatro anos e esta foi a edição em que mais gostei de participar”.

DSC02776.jpg

Artesanato e produtos da terra em grande destaque

O Festival de Papas de Sarrabulho foi também uma montra daquilo que de melhor se faz e produz em Amares. A XIV edição veio dar o seu contributo para a dinamização de vários setores da economia local, nomeadamente os produtos da terra e o artesanato que contaram com um espaço especial situado numa tenda gingante logo à entrada do recinto reservada à venda e exposição de artigos de artesanato, produtos agrícolas e locais como forma de dar a conhecer, promover e valorizar aquilo que é da terra.

Festival de Papas juntou 700 seniores em bonito momento de convívio

Na tarde de segunda-feira, o recinto do Festival de Papas de Sarrabulho foi contagiado pela alegria e vivacidade de seniores utentes de diversas instituições de Amares e de concelhos limítrofes, num momento de convívio que juntou cerca de 700 pessoas.

À boa gastronomia, servida num almoço com um menu económico, juntou-se um concurso de máscaras com a atribuição de prémios individuais e de grupo e um baile de máscaras com animação ao vivo. “Todos os dias são importantes mas este foi, sem dúvida, um dos momentos altos e mais bonitos do Festival de Papas se Sarrabulho de Amares”, frisou Manuel Moreira, referindo-se à iniciativa que pretendeu proporcionar um dia diferente e repleto de alegria a esta faixa etária da população.

DSC02802.jpg

Amares “casou” Papas de Sarrabulho e Carnaval 

Para além de se ter enchido de gente por estes dias para apreciar a tão deliciosa gastronomia, Amares vestiu-se de cor para acolher outro dos maiores atrativos por esta altura no concelho – o corso carnavalesco.

‘Geringonça’ foi a palavra que serviu de inspiração para o desfile de Carnaval de Amares, que ontem saiu à rua trazendo alegria a uma verdadeira multidão que se juntou para assistir à passagem do corso que brincou, entre outras coisas, com a situação política nacional, na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos da América, bem como, com a vitória de Portugal no Campeonato da Europa de Futebol, ou ainda, com a sátira ao ´Brexit ou impulsão`. 

Organizado pelo CDRC Amarense - Clube Desportivo, Recreativo e Cultural Amarense o desfile percorreu as principais artérias, entre o campo de futebol do Amarense e a Câmara Municipal de Amares, num alegre momento protagonizado por 9 carros alegóricos e mais de 200 participantes.

“Correu muito bem e destaco, sobretudo, a participação da equipa de trabalho, a dinâmica, o empenho dos jovens na construção dos carros e das senhoras que confecionaram as roupas com toda a dedicação”, referiu Martinho Antunes, lembrando o contributo deste momento para “a dinamização da população em torno de um projeto da comum”, antes de deixar uma palavra de agradecimento a todas as entidades/pessoas que dão o seu contributo para que o desfile de Carnaval de Amares se concretize.

DSC02901.jpg

DSC03005.jpg

DSC03139.jpg

DSC03226.jpg

DSC03256.jpg

DSC03601.jpg

JORNALISTAS VIVEM E RETRATAM EXPERIÊNCIAS ÚNICAS EM AMARES

Um grupo de jornalistas nacionais e internacionais, especializados ou ligados à área do turismo, ficaram a conhecer, no passado sábado, um pouco mais do concelho de Amares e dos seus encantos para que possam promovê-los junto dos seus leitores, numa ´press trip` pensada para mostrar um destino autêntico e de excelência turística, num menu de experiências em que a gastronomia e os vinhos, associados à natureza, ao património, à cultura, e ao artesanato assumiram um papel de destaque.

IMG_9014.JPG

A iniciativa, promovida numa parceira entre a CIM Cávado, o Turismo do Porto e Norte de Portugal e a Câmara Municipal de Amares contemplou uma tour pelos locais turísticos mais emblemáticos do concelho, como sendo o Santuário de Nossa Senhora da Abadia e o Mosteiro de uma Rendufe. Ao longo do dia a comitiva de jornalistas familiarizou-se com a história de Amares e tomou contacto com as mais-valias do território ao visitar os principais símbolos do património natural, cultural, religioso, material e imaterial do concelho, para além de ficar a conhecer também algumas das estruturas vitivinícolas existentes, onde se deleitaram com provas de vinho e degustação de produto locais (compotas, licores, bolachas, entre outros). Uma jornada que incluiu, ainda, a apresentação de um roteiro gastronómico de Amares, um passeio a cavalo de charrete pelas vinhas do concelho e um jantar com petiscos regionais.

“Ficamos muito satisfeitos por termos sido o concelho escolhido pela CIM Cávado e pelo Turismo do Porto e Norte de Portugal para acolher este grupo de jornalísticas nesta iniciativa que pretendia dar a conhecer as potencialidades do nosso concelho e reafirmar a imagem do nosso território como destino de excelência, associado ao turismo”, referia o presidente na Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, na ocasião.

“Estou certo de que estes jornalistas através dos seus testemunhos vão mostrar aquilo que de bom o nosso concelho tem para oferecer, despertando o interesse junto do seu público para que nos visitem e desfrutem desta terra cheia de encanto”, sublinhou o autarca.

Esta ´press trip` decorreu no âmbito dos Fins de Semana Gastronómicos de Amares (uma iniciativa conjunta do Turismo do Porto e Norte de Portugal e dos Municípios da região que pretende dar a conhecer os produtos de excelência da gastronomia local, servindo também de alavanca ao setor do turismo) associada também à promoção do 15º Festival de Papas de Sarrabulho de Amares que decorre entre os dias 25 e 28 de fevereiro. A iniciativa contou com o apoio de vários empresários locais ligados ao setor turístico, gastronómico e vitivinícola a quem o Município de Amares agradece pela colaboração.

DSC01710.JPG

DSC01778.JPG

IMG_8889.JPG

IMG_8929.JPG

IMG_8968.JPG

ASSOCIAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO MUNICÍPIO DE AMARES CELEBRA 20º ANIVERSÁRIO

A Associação de Funcionários do Município de Amares - AFMA promoveu, ontem ao final do dia, um lanche convívio para assinalar o seu 20º aniversário.

DSC02163.JPG

Felicitando a AFMA pela data comemorativa e pelo trabalho que tem desenvolvido ao longo de duas décadas em prol dos colaboradores, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, destaca a importância deste organismo “na promoção do bem-estar e confraternização entre os seus associados, contribuindo, simultaneamente, para um ambiente de trabalho salutar e produtivo, bem como, na representação e salvaguarda dos seus interesses individuais e coletivos”.

Também a presidente da associação, Maria da Luz Fernandes, lembrou a importância da AFMA “na promoção de momentos de convívio social e interação entre os funcionários na assistência social prestada, através de um apoio que lhes permite fazer face a algumas despesas de saúde que não cobertas pela ADSE”.

Fundada a 18 de fevereiro de 1997, a AFMA nasceu pelas mãos de um grupo de onze colaboradores do Município de Amares e tem atualmente cerca 130 associados.

DSC02166.JPG

DSC02168.JPG

AMARES ALARGA REDE DE SANEAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS

Aprovada candidatura para alargamento de sistema de saneamento de águas residuais em Amares

Acaba de ser aprovada a candidatura submetida pelo Município de Amares ao POSEUR (Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos), para extensão e fecho de sistemas de saneamento de águas residuais. A intervenção cujo investimento total elegível ascende aos 3.366.759,41 € será comparticipada em 85% pela União Europeia.

san.JPG

O alargamento da rede concelhia de saneamento de águas residuais sempre foi considerado uma prioridade estratégica para o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, que recebeu a notícia da aprovação com muita satisfação.

“Esta era uma intervenção muito necessária para o nosso concelho e esta candidatura vai permitir resolver uma lacuna que há muito tempo me preocupava, possibilitando cobrir toda a rede em baixa desde a freguesia de Figueiredo até Caldelas, o que me deixa muito feliz e com um sentimento de dever cumprido”, sublinhou Manuel Moreira.

“Foi uma luta muito forte que travamos com o objetivo de fazer chegar este serviço de vital importância a uma parte muito significativa do nosso território que agora terá, sem dúvida, melhor qualidade de vida.

A operação que deriva do eixo prioritário “Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos” incidirá assim sobre o sistema de saneamento de águas residuais, através da construção de coletores e intercetores, construção de instalações elevatórias, acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida equipadas com painéis foltovoltaicos para auxiliar no funcionamento dos equipamentos, bem como, na construção de travessias no Rio Homem para proceder à entrega no efluente no emissário Cávado/Homem.

FINS-DE-SEMANA GASTRONÓMICOS COMEÇAM HOJE EM AMARES

O Município de Amares volta a estar representado nos “Fins de Semana Gastronómicos", uma ação conjunta do Turismo do Porto e Norte de Portugal e dos Municípios da região que promove o turismo através da gastronomia e dos vinhos. Em Amares, a iniciativa decorre entre os dias 17, 18 e 19 de janeiro de 2017, ou seja, no fim de semana que antecede o Festival das Papas de Sarrabulho, dando a saborear as melhores iguarias, nomeadamente as pataniscas de bacalhau, como entrada, as papas de sarrabulho, como prato principal, ficando o pudim de laranja reservado para a sobremesa.

Com a participação neste guia gastronómico, o Município de Amares pretende, por um lado, dinamizar as atividades económicas, promover o seu património gastronómico, turístico e cultural e, por outro lado, contribuir para a preservação e valorização de um prato típico da região feito à base de carnes de porco e pão de trigo.

Para além da boa gastronomia, os “Fins de Semana Gastronómicos” de Amares englobam um programa de animação que assenta, essencialmente, na oferta de música tradicional / popular portuguesa, representativa do concelho. A complementar este programa de animação, o Município de Amares coloca à disposição do visitante, na “Galeria de Artes e Ofícios”, localizada na Praça do Comércio – Ferreiros, uma exposição de artesanato emblemático do concelho, bem como, visitas a alguns dos locais mais simbólicos do concelho, como por exemplo, o Museu do Santuário da Nª Sr.ª da Abadia (Bouro Santa Maria).

Restaurantes: Oferta de um copo de vinho de Amares.
Alojamento: 20% de desconto nas noites de sexta e sábado.

Mais informações: http://www.cm-amares.pt/noticias/fins-de-semana-gastronomicos-de-amares-dias-17-18-e-19-de-fevereiro-de-2017

PROGRAMA DE APOIO AOS JOVENS “EMPREENDE JÁ” APRESENTADO EM AMARES

O Gabinete do Empreendedorismo do Município de Amares e o Espaço Emprego Já do CLDS Valor Humano 3G, da Valoriza, promoveram, hoje, uma sessão de esclarecimento em que foi dado a conhecer o programa “Empreende Já”. Promovido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ, IP) este programa tem como objetivo apoiar a criação e o desenvolvimento de empresas e de entidades da economia social,  bem como, a criação de postos de trabalho, por e para jovens.

Desenhado para apoiar a empregabilidade de jovens NEET (Neither in Emplyment nor in Education or Training) – que não trabalham, não estudam e não se encontram em formação – conforme explicou Glória Teixeira do IPDJ, o programa destina-se a candidatos com idades compreendidas entre os 18 aos 29 anos, com escolaridade mínima obrigatória, sendo que as inscrições decorrem até 06 de março de 2017.

O programe é composto por duas ações distintas: a ação 1 traduz-se no apoio ao desenvolvimento de projetos, centrada na aquisição de competências por parte dos jovens (250h de formação e 30h de tutoria). A ideia é apresentar uma proposta de negócio, que não tem necessariamente de ser implementada e que pode ser individual ou conter até um número máximo de três pessoas e que depois será avaliada e aprovada ou não. A ação 2apoia a sustentabilidade de entidades e de postos de trabalho criados ao abrigo do programa, resultantes de projetos desenvolvidos por jovens empreendedores da ação 1.

O IPDJ pretende envolver, na primeira ação deste programa, 630 jovens e apoiar a integração e a sustentabilidade de 180 postos de trabalho. Os jovens empreendedores terão, durante 6 meses uma bolsa de apoio financeiro equivalente a 1,65 do IAS (Indexante de Apoio Social). Os que passarem para a segunda ação receberão 10.000,00 euros para apoio à constituição e sustentabilidade da empresa ou entidade de economia social criada. Este segundo apoio financeiro implica o compromisso de manter a entidade em atividade durante 2 anos.

Sabe mais e candidata-te em https://eja.juventude.gov.pt.

MUNICÍPIO DE AMARES LANÇA PLATAFORMA DE GESTÃO DE OCORRÊNCIAS

A Câmara Municipal de Amares acaba de disponibilizar uma Plataforma de Gestão de Ocorrências designada MobWeDo, um serviço que permite a todos os cidadãos amarenses reportar distintas situações relacionadas com os espaços públicos do concelho e, simultaneamente, desencadear o processo de análise e resolução, em tempo real. A plataforma visa sobretudo um modelo de participação cívica com um maior envolvimento dos cidadãos na gestão do Município.

Concebida para agilizar o processo de resolução de uma ocorrência, a mobWeDo.oc – Plataforma de Gestão de Ocorrências é uma ferramenta de comunicação entre a comunidade e os agentes decisores que pode ser acedida de forma fácil, cómoda e eficaz através da App Store ou do Google Play.

Esta ferramenta, de simples utilização, permite, por um lado, ao cidadão através de uma aplicação móvel registar ocorrências e acompanhar a evolução do estado dos processos desde o registo até à sua resolução e, por outro lado, facilita à autarquia a receção e validação das ocorrências e o seu respetivo encaminhamento para os serviços adequados, bem como, a realização do planeamento de intervenções, de forma a agilizar e facilitar a resolução das situações identificadas.

A submissão de ocorrências poderá ser feita via smartphone ou tablet com ligação à internet, efetuando um registo na aplicação informática ou indicando simplesmente alguns dados pessoais. A partir daí, o Município de Amares assinala e responde às ocorrências registadas, filtrando por tipologia e encaminhando a informação técnica para o respetivo setor.

Com este novo modelo de gestão de ocorrências, a Câmara Municipal de Amares pretende não só promover a participação colaborativa dos munícipes envolvendo-os na administração do espaço público mas também aumentar a eficácia na resolução de ocorrências, melhorando o serviço prestado aos cidadãos.

SÓCIOS E AMIGOS DA EX-CASA DO MINHO EM LOURENÇO MARQUES (MOÇAMBIQUE) CONFRATERNIZAM EM AMARES

O Encontro dos minhotos que viveram em Moçambique vai este ano ter lugar no concelho de Amares, no próximo dia 30 de Abril. O BLOGUE DO MINHO espera em breve pode divulgar o programa do convívio e o grupo folclórico que irá animar o evento.

Todos os anos, os minhotos que viveram naquela antiga província ultramarina, promovem um encontro de confraternização por ocasião do aniversário da sua associação regionalista – a Casa do Minho em Moçambique – entretanto extinta por ocasião da independência política daquele país e o regresso da à metrópole comunidade portuguesa. Este ano, Amares é o concelho eleito para se reencontrarem.

484396_10200262053808057_30167815_n

Durante duas décadas consecutivas, a Casa do Minho foi na capital do Índico o elo de ligação das nossas gentes em terras moçambicanas. Ali se construíram novas amizades e mantinham as suas tradições. A constituição de um Rancho Folclórico no seio da Casa do Minho constituiu um dos melhores exemplos do seu apego às origens.

Os antigos territórios ultramarinos portugueses foram o destino de muitos minhotos que decidiram ali construir as suas vidas. Rumando diretamente a partir da metrópole ou fixando-se após o cumprimento do serviço militar naquelas paragens, Angola e Moçambique vieram a tornar-se a segunda terra para muitos dos nossos conterrâneos que assim trocavam a estreita courela pela desafogada machamba ou simplesmente empregavam-se na atividade comercial das progressivas cidades de Luanda e Lourenço Marques, atual Maputo.

1525551_10200518721930132_592918424_n

Porém, a recordação do Minho distante não os abandonou e permaneceu sempre nos seus corações. E, a provar esse amor filial, criaram as suas próprias associações regionalistas a fim de manterem mais viva a sua portugalidade e as raízes minhotas. E, em Lourenço Marques, fundaram a Casa do Minho em 1955, já lá vão 62 anos!

Muitos foram os minhotos e outros portugueses que em Moçambique construíram as suas vidas. Contudo, o seu curso tranquilo e próspero veio a ser abruptamente interrompido em consequência do processo de descolonização do território e a guerra civil que se seguiu, determinando o seu regresso à metrópole e consequente extinção da Casa do Minho.

Não obstante, muitos dos minhotos e amigos da Casa do Minho, que dela fizeram parte ou de alguma forma por lá passaram, não esquecem esses tempos saudosos e continuam a reunir-se todos os anos em alegre e amistosa confraternização, partilhando recordações e revivendo a terra que continuam a amar – Moçambique!

Fotos: Rui Aguilar Cerqueira / Ex-Casa do Minho em Lourenço Marques - Moçambique

185877_1423411604007_1794247948_799532_5195073_n

1947359_10200671839557977_1646839287_n

72988_423897237640394_1534119699_n

576619_423897494307035_1762840828_n

10991171_10202563334284163_1027646422323654939_n

564261_423897964306988_35367262_n

574452_423897624307022_548572634_n

406045_3673232088987_1838913705_n

199253_1423410883989_1794247948_799529_2194903_n

394941_3673229928933_1438602030_n

189169_1423410603982_1794247948_799528_3909355_n

AMARES PROMOVE EMPREENDEDORIsMO

O Gabinete do Empreendedorismo do Município de Amares e o Espaço Emprego Já do CLDS Valor Humano 3G, da Valoriza, promovem, na próxima quinta-feira, dia 16 de fevereiro, a Sessão de esclarecimento EMPREENDE JÁ – APOSTA EM TI! Dinamizada por Glória Teixeira do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), a iniciativa decorre na Biblioteca Municipal Francisco de Sá de Miranda, a partir das 16h00.

O Programa EMPREENDE JÁ destina-se a apoiar a criação e o desenvolvimento de empresas e de entidades da economia social, assim como a criação de postos de trabalho, por jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 29 anos com a escolaridade mínima obrigatória, que não trabalham, não estudam e não se encontram em formação.

cartaz           divulgaçãoamar.JPG

AMARES DIVULGA FESTIVAL DAS PAPAS DE SARRABULHO

O Festival de Papas de Sarrabulho de Amares vai sair à rua para abrir o apetite para aquela que será a 15ª edição deste certame têm vindo a cativar, anualmente, milhares de visitantes, entre amarenses e forasteiros, vindos dos pontos mais diversos e longínquos, para a degustação deste legendário prato.

A primeira ação promocional decorre já este sábado, a partir das 15h00, em Vila Nova de Gaia.

Post      ações geral.jpg

Post      ações_1.jpg

AMARES APRESENTA FESTIVAL DAS PAPAS DE SARRABULHO

Falar de Amares é falar de tradição, de uma gastronomia forte e enraizada, de um concelho que apresenta produtos exclusivos na sua qualidade e excelência e, neste contexto, surge a 15ª edição daquela que veio a revelar-se a sua maior marca, interna e externamente, o Festival de Papas de Sarrabulho, que regressa a Amares de 25 a 28 de fevereiro, no pavilhão gimnodesportivo da EB 2/3 de Amares. O certame, fruto de uma organização conjunta entre a Câmara Municipal de Amares e a Associação Comercial de Braga (ACB), foi apresentado, esta manhã, no Salão Nobre dos Paços do Concelho à comunicação social.

Cartaz A3pap.jpg

A conferência de imprensa de apresentação contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, do presidente da Associação Comercial de Braga, Macedo Barbosa, e do director geral, Rui Marques. A ocasião contou, ainda, com Melchior Moreira, presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Silva, representante de um dos parceiros do evento, a CAMPE – Centro Médico de Braga e Martinho Antunes, presidente do Clube Desportivo, Recreativo e Cultural Amarense, entidade que organiza o Carnaval de Amares.

De 25 a 28 de fevereiro não perca então este certame que, para além das melhores Papas de Sarrabulho, conjuga a presença condigna do artesanato e dos produtos locais, de que se destaca o indispensável vinho verde, branco ou tinto, produzido no concelho e corporizando outra das suas bandeiras mais ricas e emblemáticas, bem como, a laranja de Amares e seus derivados, sobretudo traduzidos nos doces à base deste citrino.

O desfile de Carnaval, outro dos grandes atrativos por essa altura, sai para a rua no dia 28 de fevereiro, com a palavra “geringonça”, como tema central.

DSC01377.JPG

DSC01411.JPG

DSC01418.JPG

DSC01424.JPG

MUNICÍPIO DE AMARES LANÇA MEDIDA DE APOIO PARA DETENTORES DE OVINOS, CAPRINOS E BOVINOS NO CONCELHO

O Município de Amares vai avançar com um protocolo de colaboração com a Cavagri, Cooperativa Agrícola do Alto Cávado, para regular os termos de subvenção municipal no programa sanitário obrigatório para detentores do concelho de Amares de ovinos, caprinos e bovinos. A proposta apresentada e aprovada, ontem, em reunião de Câmara reflete, de acordo com o Presidente Manuel Moreira “a preocupação do Município de Amares em valorizar as suas atividades agrícolas e afins e os produtos locais, assente na lógica de que salvaguardar a ruralidade que tão caracteriza o concelho corresponde à defesa de princípios importantes para o desenvolvimento local”.

Look-IMG_1390.JPG

A comparticipação municipal no programa de sanidade resultante do respetivo protocolo destina-se aos detentores de ovinos, caprinos e bovinos legalmente registados no concelho de Amares.O Município de Amares passará a atribuir uma subvenção que cobre o custo integral da componente variável devida pelos detentores do concelho de Amares de ovinos, caprinos e bovinos para a concretização anual das ações de campo do referido programa sanitário.

A Cavagri, por sua vez, desenvolverá todos os procedimentos de execução do programa sanitário de modo zeloso e de acordo com as regras da legisartis e somente cobrará aos detentores de ovinos, caprinos e bovinos do concelho Amares a componente fixa devida pela inspeção sanitária.

A subvenção à comparticipação dos produtores do concelho para o programa sanitário é calculada através de um sistema de modulação dos animais elegíveis por exploração e por ano, com valores diferenciados em função de escalões predefinidos de efetivos, de acordo com as tabelas vigentes.

Note-se que a Cavagri, através da sua secção de organização de produtores pecuários (OPP), é a entidade protocolada com a Autoridade Veterinária Nacional, responsável pela execução das ações previstas no Programa Nacional de Saúde Animal (PNSA) que se consubstancia, designadamente na execução do programa sanitário anual aprovado pela DGAV para os efetivos de bovinos e pequenos ruminantes (ovinos e caprinos) no que diz respeito ao concelho de Amares, pelo que, anualmente, fica incumbida de atualizar a listagem dos detentores dessas espécies e comunicá-la ao Município de Amares para validação.

ASSOCIATIVISMO E JUVENTUDE DE AMARES MARCAM A DIFERENÇA

Associativismo e juventude com papel de destaque nas dinâmicas do concelho de Amares

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares acolheu, na passada sexta-feira, a 5ª Reunião Ordinária do Plenário do Conselho Municipal da Juventude (CMJ), um órgão consultivo criado em 2015 que reúne, periodicamente, para pensar políticas voltadas para a juventude. A ocasião ficou marcada também pela assinatura de protocolos de colaboração com as diversas associações locais para atribuição de subsídios para execução do Plano de Atividades 2017 e apresentação da programação geral para o ano.

CMJ.jpg

“Pretendemos continuar a trabalhar de mãos dadas com todas as associações do concelho em prol do dinamismo e desenvolvimento”, começou por referir o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, na assinatura dos respetivos protocolos, reconhecendo o papel das associações para a dinâmica local e desenvolvimento das freguesias e do concelho.

No Plano Anual de Atividades do Município destaca-se a aposta na II Semana do Associativismo (que vai decorrer entre 22 de abril a 1 de maio), a Semana Europeia da Juventude que será assinalada entre os dias 1 e 7 de maio e a II Semana do Desporto e da Juventude (de 17 a 24 de Setembro). O Dia Internacional da Juventude, que se celebra a 12 de agosto, será também registado com uma série de atividades orientadas para os mais jovens. O calendário anual das atividades apresenta, ainda, algumas novidades como o “Dia dos Rios”, uma iniciativa que pretende valorizar a riqueza natural do concelho de Amares, banhado pelos Rios Homem e Cávado.

CMJ2.jpg

Jovens têm lugar à palavra em Amares

Cumprindo aquele que é o seu objetivo – funcionar como um espaço privilegiado de diálogo e análise dos problemas da juventude, tendo como princípio a promoção de atividades/iniciativas de e para os jovens –  a 5ª Reunião Ordinária do Plenário do Conselho Municipal de Juventude ficou marcada pela apresentação do protocolo CMJ Amares com a Lab2PT – Universidade do Minho, que tem por objetivo produzir um diagnóstico de caraterização da juventude do Município de Amares, pela nomeação de um grupo de trabalho de apoio para “Aplicação dos Questionários – Inquérito à Juventude”, no âmbito do mesmo protocolo e, ainda, pela discussão e aprovação do plano anual de atividades 2017 para a juventude do Município de Amares.

-    Associações.jpg

-    Associações3.jpg

Associações      (2).jpg

MUNICÍPIO DE AMARES INTERVÉM EM SITUAÇÕES PROVOCADAS PELO MAU TEMPO

Os ventos fortes e as chuvas intensas que se fizerem sentir esta madrugada provocaram estragos em diversas freguesias do concelho de Amares, exigindo uma pronta intervenção no sentido de repor a normalidade na via pública. O Município de Amares informa que estão a ser tomadas as devidas medidas para resolver todas as situações identificadas, salvaguardando a segurança da população, com a maior brevidade possível.

20170203_080134.jpg

Caldelas, Dornelas, Ferreiros, Amares, Bouro Santa Marta, Paranhos, Portela, Bouro Santa Maria, Sequeiros, Barreiros e Seramil foram,até ao momento, as freguesias fustigadas por estas intempéries, que conduziram, entre outras situações, à queda de diversas árvores para a via pública.

O Serviço Municipal de Proteção Civil está atento ao evoluir da situação meteorológica e recomenda comportamentos e medidas preventivas a todos os munícipes, como não atravessar zonas inundadas, para evitar o arrastamento de pessoas e viaturas, manter uma condução atenta e defensiva, ter cuidado com a formação de lençóis de água e estradas escorregadias, ter atenção à fixação de estruturas soltas, como andaimes, evitar circular ou permanecer junto a zonas arborizadas.

20170203_080222.jpg

20170203_093922.jpg

 

LAR DAS TERMAS TRAZ RESPOSTA NA ÁREA SOCIAL A AMARES JÁ NO MÊS DE JUNHO

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, evidenciou, ontem, a importância e a necessidade do novo equipamento social que está a nascer, a bom ritmo, no concelho de Amares, durante uma visita promovida ao espaço para avaliar o andamento das obras, pela direção do Centro Social do Vale do Homem – CSVH. O Lar das Termas – estrutura com capacidade para 31 utentes em contexto de lar e 30 de serviço de apoio domiciliário – abre portas no mês de junho, em Sequeiros, e deverá ter todas as vagas preenchidas até setembro.

DSC01177.JPG

“É de facto com muito bons olhos que vejo o dinamismo implementado na prossecução deste projeto. Eu não queria que as pessoas tivessem que sair do nosso concelho e sabemos que as respostas, muitas vezes, são poucas para responder à realidade da nossa população, por isso, esta nova valência constitui uma resposta fundamental para colmatar as lacunas sentidas no que diz respeito a este segmento particular da população”, sublinhou Manuel Moreira.

“A Câmara de Amares está de alma e coração neste projeto e é assim que pretendemos continuar porque consideramos essencial contribuir para um envelhecimento ativo e com qualidade de vida dos nossos munícipes”.

A direcção do Centro Social do Vale do Homem adiantou que as obras deverão estar concluídas antes do prazo previsto (ainda durante o mês de maio), abrindo ao público em junho com o objetivo principal de oferecer “condições de excelência”, quer para utentes, quer para colaboradores. A garantia foi dada pelo presidente da própria instituição, Jorge Pereira, a par da visita às obras, numa breve sessão que decorreu com o propósito de apresentara direção técnica e o departamento médico do novo equipamento, bem como, divulgar a estratégia de recrutamento de colaboradores.

De acordo com Jorge Pereira os colaboradores previstos para o Lar das Termas vão ser contratados de forma faseada nos próximos meses e será dada prioridade àssuas “qualidades humanas e profissionais”, bem como, será dada preferência aos naturais/residentes em Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, concelhos abrangidos pela estrutura.

No dia 11 de fevereiro, o Auditório de Caldelas acolhe a primeira fase de seleção dos candidatos, com a realização de testes psicotécnicos e de aptidão profissional. Os selecionados cumprirão duas semanas de voluntariado antes de integrarem os quadros de pessoal da instituição e a partir daí têm a possibilidade de “garantir um emprego para a vida, desde que sejam competentes, leais e cumpram os objetivos definidos pela instituição”, garantiu o responsável.

A formação dos novos colaboradores do Lar das Termas vai ser assegurada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional de Braga, conforme corroborou o próprio diretor, Carlos Menezes.

A direção Técnica do Lar das Termas, escolhida para valorizar os colaboradores que já pertenciam ao CSVH, será composta por Marta Soares, natural de Terras de Bouro – que já se encontra a trabalhar na organizaçãoda valência – e pelo amarense Tiago Gonçalves. Zélia Lopes é a diretora geral, ficando também o amarense Eduardo Pereira como médico assistente da nova valência e Alberto Leite como coordenadordo departamento médico e de enfermagem, médico assistente, do Centro Social.

As inscrições já se encontram abertas as inscrições para utentes e para colaboradores. 

DSC01190.JPG

DSC01202.JPG

DSC01204.JPG

DSC01217.JPG

AMARES REALIZA CAMINHADA DO AMOR

cartazjpgmares.bmp

 

Em fevereiro o amor vai estar no ar na “Caminhada do Amor”, uma iniciativa organizada pela AFAA – Associação das Festas Antoninas de Amares, com o apoio do Município de Amares, da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, da Farmácia Marques Rego e da Fotograf´art , com o intuito de angariar fundos para as festividades em honra de Santo António 2017.

As inscrições já estão abertas e podem ser efetuadas na Junta de Freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, pelo valor de 4€, incluindo oferta de t-shirt.

Convide a sua cara-metade, familiares e amigos e juntem-se a esta caminhada, celebrando o amor e mantendo em forma o seu coração, através do exercício físico.

Espera-o uma tarde com muita animação e surpresas!

AMARES AUMENTOU AS EXPORTAÇÕES EM 24,7% ENTRE 2013 E 2015

Manuel Moreira, Presidente da Câmara Municipal de Amares, recebeu com muita satisfação os dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao período entre 2013 e 2015 no que se refere ao volume de exportações do país. De acordo com estes dados, as exportações na NUT III Cávado registaram um crescimento significativo seguindo a tendência nacional de melhoria de performance na venda de bens ao exterior, tendo o concelho de Amares registado um aumento de 24,7% nas exportações no referido período.

DSC01107 (1).JPG

Segundo Manuel Moreira, que tem defendido a importância do setor empresarial para alavancar a economia local, estes dados refletem “a enorme capacidade” dos empresários instalados em Amares. “As empresas vivem diariamente desafios enormes a vários níveis. Num mundo tão competitivo o crescimento só é possível com muita determinação, suor e entrega. Reconheço este valor às nossas empresas. São parceiros fundamentais no objetivo comum de potenciarmos o crescimento e o desenvolvimento local”, sublinhou.

O Presidente destacou também o papel dos trabalhadores e a importância da sua ação diária: “nenhuma empresa cresce sem bons recursos humanos”, encarando com muita esperança o futuro já que as previsões indicam que em 2017 se mantém uma tendência para aumentar as exportações.

AMARES PROMOVE PATRIMÓNIO CONCELHIO

Município de Amares reforça promoção aos trilhos e património (i)material do concelho

O Município de Amares mantém em 2017 a forte aposta no programa “Amares a Caminhar”, uma iniciativa de promoção dos trilhos do concelho que conjuga a valorização do património natural, turístico, religioso e cultural local e, ao mesmo tempo, pretende fomentar hábitos de vida saudáveis entre os participantes.

DSC09057.JPG

“Em 2016 a iniciativa foi um verdadeiro sucesso, envolvendo 1840 amantes do pedestrianismo, num total de cerca de 20 caminhadas”, sublinha o vice-presidente da Câmara Municipal de Amares e vereador do desporto Isidro Araújo, garantindo a sua continuidade.

“Foi um projeto novo iniciado em 2016 que tinha dois objetivos fundamentais, por um lado promover os trilhos e a beleza natural e patrimonial do concelho de Amares e, por outro, fazermos a nossa parte naquilo que é a promoção da saúde e do bem-estar. O programa de caminhadas foi muito bem acolhido, pelo que nos sentimos motivados para continuar.”

Quanto ao sucesso desta iniciativa, Isidro Araújo não tem dúvidas de que se deveu ao empenho e dedicação de um vasto conjunto de pessoas envolvidas na sua concretização.

“Os excelentes resultados devemo-los, sobretudo, ao GADJ – Gabinete de Associativismo Desporto e Juventude da Câmara Municipal, aos 1840 participantes que aderiram positivamente e partiram à descoberta de Amares e ainda aos parceiros locais, instituições, juntas de freguesias e associações que connosco promoveram a iniciativa”, refere o vice-presidente, reforçando a importância da envolvência de todos os parceiros.

“Todos eles foram excelentes e são a prova do dinamismo e da motivação que está criada em termos associativos no nosso concelho”, concluiu.

A primeira caminhada do ano 2017 aconteceu já durante o mês de janeiro, com o Trilho dos Presépios, participada por cerca de 180 caminhantes.

Toda a informação sobre os trilhos sinalizados e ainda do programa para 2017, pode ser consultada no site da Câmara Municipal de Amares: www.cm-amares.pt e qualquer esclarecimento sobre a iniciativa pode ser obtido junto do GADJ : associativismo@municipioamares.pt.

AMARENSES CAMINHAM POR AMOR

Em fevereiro o amor vai estar no ar na “Caminhada do Amor”, uma iniciativa organizada pela AFAA – Associação das Festas Antoninas de Amares, com o apoio do Município de Amares, da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, da Farmácia Marques Rego e da Fotograf´art , com o intuito de angariar fundos para as festividades em honra de Santo António 2017.

As inscrições já estão abertas e podem ser efetuadas na Junta de Freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, pelo valor de 4€, incluindo oferta de t-shirt.

Convide a sua cara-metade, familiares e amigos e juntem-se a esta caminhada, celebrando o amor e mantendo em forma o seu coração, através do exercício físico.

Espera-o uma tarde com muita animação e surpresas!

cartazjpg.bmp

MUNICÍPIO DE AMARES QUER CRIAR UM ECO TRILHO NA RIBEIRA DA ABADIA

Considerando a aposta no Turismo, o Município de Amares quer continuar a desenvolver faróis de atratividade ao concelho. Nesse sentido, o presidente, Manuel Moreira, levou hoje a reunião de Câmara uma proposta para Reconhecimento de Interesse Municipal do projeto “ECO TRILHO DA ABADIA”.

DSC00307.JPG

Este projeto de intervenção na Ribeira da Abadia vai ser candidatado pelo Município a fundos comunitários e pretende estabelecer a circulação pedonal ao longo deste curso de água e, ao mesmo tempo, disponibilizar a sua exuberância natural ao público.

“O objetivo é implementar um eco trilho ao longo da ribeira. Começará na sua foz no Rio Cávado (Praia Fluvial do Barquinho), passando por baixo da ponte da Estrada Nacional EN308, seguindo até ao Santuário de Nossa Senhora da Abadia, ao longo de um percurso de 2700 m. O projeto prevê a dignificação das ruínas dos muitos moinhos e demais engenhos hidráulicos e abre portas à recuperação de alguns deles (levadas, tanques e moinhos)“, explicaram Ricardo Nascimento e Elsa Costa, autores do projeto.

O eco trilho prevê 2 tipos de intervenções, que se reportam às diferentes condições geográficas e geomorfológicas existentes ao longo do curso d’água. O trilho será definido ao longo da ribeira e a sua resultante terá em consideração o aproveitamento de levadas, caminhos já existentes e a definição de passagens sobre a ribeira e passadiços de madeira. O trilho desenvolve-se sobre estruturas de madeira compostas por pilares, traves e forras.

A criação deste eco trilho ribeirinho objetiva a preservação, valorização e promoção das ribeiras, transformando-o num ativo de desenvolvimento local, conectando o património natural com o arquitetónico, cultural e religioso.

Manuel Moreira considerou que estes projetos são extremamente importantes na medida em que visam “o aumento da competitividade territorial concelhia, assegurando a preservação da identidade e cultura, a circulação de pessoas e a empregabilidade”.

O projeto mereceu voto favorável de todo o executivo.

AMARES PROMOVE COMÉRCIO TRADICIONAL

Município dá as mãos ao cartão "VALORIZAR AMARES" para promover o COMÉRCIO TRADICIONAL do concelho

“Venha fazer seu o que é nosso!” foi o desafio lançado aos amarenses na apresentação pública do novo cartão do comércio “Valorizar Amares”, criado com o intuito de incentivar ao consumo local, fomentando a compra de bens, produtos e serviços concelhios. A iniciativa promovida pelo CLDS 3 G, da Valoriza, conta com o Município de Amares como entidade parceira, que assume como grande aposta a promoção e valorização do tecido económico local, através da divulgação das empresas e dos produtos regionais/tradicionais.  

16112662_708906002602747_247685946459062511_o.jpg

“Queremos dinamizar o comércio local. Vocês (comerciantes) têm um papel importante, mas a Câmara de Amares tem também a obrigação de ajudar, incentivar e dinamizar e, por isso, nos associamos a este projeto com toda a alma”, sublinhou o vice-presidente da Câmara de Amares, Isidro Araújo, lembrando que o Município de Amares tem vindo a implementar estratégias para “revitalizar e impulsionar” o comércio tradicional epretende criar novas dinâmicaspara a sua “contínua valorização, crescimento e vitalidade”.

Isidro Araújofelicitou, neste sentido, o CLDS 3G da Valoriza pela iniciativa que simboliza o início de uma “identidade própria”para o comércio de Amares e mostrou-se igualmente contente com as primeiras adesões ao cartão. “A vossa presença é simbólica, mas mostra essa vontade de trazer algo de novo e melhor para o comércio amarense”, destacou.

“Tendo em consideração que os desafios da atualidade são constantes, com este projeto pretende-se unir os comerciantes, valorizando o consumo local e criando diferentes iniciativas em que todos possam promover e beneficiar do trabalho em rede, através deste cartão que se pretende que represente uma identidade comum e uma imagem forte”, conforme explicaram o presidente da Valoriza,Pedro Costa, e a coordenadora do CLDS 3G,Susana Cordeiro.

Na apresentação pública do cartão “Valorizar Amares” marcaram presença alguns dos comerciantes que já aderiam ao cartão, formalizando-se uma nova etapa, com o comércio local mais valorizado e com muitas vantagens para os consumidores. O projeto conta já com a adesão de cerca de 20 espaços comerciais e a oportunidade está aberta aos restantes empresários do concelho. Para aderir basta contatar o CLDS 3 G, através da técnica Sofia Ribeiro, pelo endereço eletrónico: sofia@valoriza.pt, ou através do número 915497736.

DSC01067.JPG

Vantagens de comprar no comércio tradicional

O cartão “Valorizar Amares” destina-se às empresas/entidades com sede no concelho de Amares. Por cada compra igual ou superior a 10€ nos estabelecimentos aderentes, o cliente recebe uma vinheta – uma “laranjinha”, que vai acumulando no cartão, até o máximo de 10 vinhetas (100€). Os cartões que atingem o valor máximo (10 vinhetas/100€) deverão ser entregues pelo consumidor na Galeria de Artes e Ofícios de Amares, em Ferreiros – Amares, e colocados numa tômbola disponível, habilitando a um prémio. Bimensalmente, serão sorteados dois cartões premiados.

Os empresários aderentes ao cartão “Valorizar Amares” responsabilizam-se, rotativamente, por assegurar os prémios sorteados com o valor mínimo de 25€ cada constituído pelos seus bens/produtos/serviços. A atribuição dos dois prémios do 1º sorteio do cartão “Valorizar Amares” fica a cargo do Município de Amares erealiza-se no XIV Festival de Papas de Sarrabulho de Amares, já no final do mês de fevereiro. Cada prémio é constituído por uma noite de alojamento em Turismo Rural e a oferta de vinhos de Amares.

DSC01069.JPG

Sylvie Castro produziu identidade do cartão

A designer amarense Sylvie Castro produziu a logomarca e toda a imagem gráfica associada ao projeto. O logótipo consiste no coração cercado de laranjas, sobreposto por um azulejo que é ligeiramente visível,o nome é constituído por um grupo de letras da mesma “família” formando, respetivamente as palavras “SENTIR AMARES”.

DSC01079.JPG

DSC01081.JPG

PRESIDENTE MANUEL MOREIRA QUER OUVIR JOVENS DE AMARES

A Câmara Municipal de Amares tem vindo a adotar políticas orientadas para os jovens, no sentido de apoiar e fomentar a participação ativa dos mesmos na vida em sociedade, e mais um exemplo disso é o protocolo de cooperação que acaba de ser assinado com a Universidade do Minho, com o objetivo de produzir um diagnóstico de caraterização da juventude do Município de Amares.

DSC01038.JPG

“Este é um passo determinante para conhecer os nossos jovens, saber quais as suas motivações, as suas preocupações e os seus anseios, para que possamos trabalhar em proximidade e com eles desenhar um futuro melhor”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal, Manuel Moreira, durante a assinatura do protocolo, destacando a importância da auscultação da juventude: “Temos de ser capazes de ouvir os nossos jovens e construir com eles um concelho onde seja bom viver. ”

O respetivo diagnóstico vai ter por base um inquérito por questionário realizado pelo Laboratório de Paisagens, Património e Território, Lab2PT da Universidade do Minho, que conduzirá à caraterização da população jovem do Município de Amares (dos 14 anos aos 30 anos), nomeadamente, dos seus hábitos de lazer, práticas culturais, opiniões, necessidades e prioridades, bem como, permitirá obter informações sobre o grau de conhecimento acerca de equipamentos culturais e personagens históricas do concelho.

Esta ideia nasceu no Conselho Municipal da Juventude de Amares, um órgão consultivo criado em 2015 que reúne periodicamente para pensar políticas voltadas para a juventude.

BANDA FILARMÓNICA DE AMARES ENCANTOU PÚBLICO NO CONCERTO DE ANO NOVO

A Igreja do Mosteiro de Santo André, de Rendufe, voltou a ser espaço privilegiado de mais um grande momento cultural e musical proporcionado pela Banda Filarmónica de Amares, no tradicional Concerto de Ano Novo.

DSC00974.jpg

De forma entusiástica e calorosa, os aplausos sucederam-se a cada interpretação, prestando reconhecimento à qualidade musical que a banda evidenciou nos temas “Fanfare for theCommon Man”, Aaron Copland, “A JoyfulJourney”, Robert Sheldon e “La PérieFanfare”, Paul Dukas, de entre um repertório vasto, conjugando uma perfeita harmonia entre a música e um dos espaços mais emblemáticos do concelho de Amares.

O espetáculo, que teve casa cheia, contou com a presença da vereadora da Ação Social/Educação, Cidália Abreu e do presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, que se congratulou com “este bonito momento cultural, representativo da qualidade musical que se produz em Amares, um concelho que se vai tornando uma referência no panorama filarmónico nacional e internacional”.

A Banda Filarmónica de Amares, cuja fundação remonta a 1853, é atualmente constituída por 60 elementos estando a direção artística entregue ao maestro Hélder Vales desde 2016.

DSC01020.jpg

DSC01024.jpg

"PASSEIOS NATALÍCIOS" DÃO A CONHECER PRESÉPIOS DE RUA EM AMARES

A manhã e o início de tarde de domingo em Amares ficaram marcados por uma longa e diferente caminhada, “Passeios Natalícios”, pelos presépios de rua criados pela comunidade paroquial de São Paio de Seramil, São Tiago de Goães, Santa Marta de Bouro e Santa Maria de Bouro.

DSC00932.jpg

A iniciativa, fruto de um repto lançado à população pelo grupo de jovens ACReditar de Santa Marta de Bouro e o seu pároco, Pe. Paulo Alexandre Neiva, para motivar e envolver a comunidade na construção de presépios de rua,juntou cerca de 180 participantes, entre eles, todos os presidentes de junta envolvidos e o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira.

Reconhecendo a importância destas ações “para criar laços e fortalecer o espírito de partilha entre os amarenses”, Manuel Moreira, enalteceu“o esforço e a dedicação da comunidade na construção destes presépios, bem como, de todos os responsáveis por esta iniciativa”.

DSC00951.jpg

Este roteiro de visitaspelos presépios de rua que teve como intuito, “engrandecer e valorizar o esforço que a comunidade, alegre e orgulhosamente, empregou na construção dos presépios, ajudando os participantes a contemplar a arte rural”, conforme explicou o Grupo de Jovens ACReditarde Santa Marta de Bouro, contou com a colaboração da Câmara Municipal de Amares, das diferentes paróquias envolvidas, com as juntas de freguesias de Seramil, Goães, Bouro Santa Marta e BouroSanta Maria, com a Associação Recreativa Desportiva e Cultural “os Camponeses de Goães” e o Grupo de Catequistas de Bouro Santa Maria.

Note-se que nos últimos anos, o Grupo de Jovens ACReditarde Santa Marta de Bouro e o seu pároco têm vindo a motivar e a envolver a comunidade de SantaMarta de Bouro na construção de presépios de rua, de forma “a estimular e envolver cada um no espírito de entrega, alegria e jubilo”, tão própria da época natalícia. Tendo em conta elevada adesão, este natal decidiu estender o projeto às restantes comunidades paroquiais para produzir, nos diferentes lugares, os presépios de rua.

DSC00953.jpg

DSC00958.jpg

AMARES ABRE PORTAS À HIPOTERAPIA NA QUINTA DE LAMOSO

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, e o vice-presidente Isidro Araújo, estiveram, esta manhã, de visita à Quinta de Lamoso – Turismo Equestre, que se prepara para avançar com sessões de hipoterapia, um método terapêutico e educativo que procura promover a reabilitação física (construção da perceção de movimentos tridimensionais, coordenação motora, etc.) e psicossocial (melhoria da autoestima, da socialização, entre outras) de pessoas com necessidades especiais, através de diferentes exercícios de contacto físico e vinculação afetiva que implicam a ato de montar a cavalo.

DSC00892.JPG

Reconhecendo o importante contributo desta abordagem terapêutica e educacional para o desenvolvimento e estímulo de pessoas com necessidades especiais, o presidente da Câmara, manifestou a disponibilidade por parte do Município em cooperar na implementação deste projeto, cujos utentes do Ser Igual – Centro de Atividades Ocupacionais de Amares foram os primeiros a experimentar. “A Câmara de Amares está recetiva em colaborar com a Quinta do Lamoso para que todos estes jovens tenham acesso à hipoterapia porque facilmente identificamos os benefícios que poderá trazer às suas vidas, até porque neste pequeno período de tempo em que visualizamos o seu primeiro contacto com os cavalos é evidente a sua alegria e a forma como vão adquirindo autoconfiança à medida que se vão familiarizando com o animal e com o meio ambiente”, sublinhou Manuel Moreira.

“Louvamos o gesto deste empresário que fez um grande investimento em termos turísticos no nosso concelho e que agora o coloca ao serviço da comunidade, para ajudar aqueles que mais precisam”, acrescentou.

João Oliveira, proprietário do espaço, explicou a Quinta do Lamoso se trata de um local que está sobretudo vocacionado para turismo equestre para que os turistas e amarenses possam desfrutar dos seus cavalos, nomeadamente, com passeios a cavalo e de pónei, aulas de equitação, mas que surgiu a ideia de alargar este conceito a novos horizontes.

“Decidimos avançar para a hipoterapia e fizemos um contacto com o CAO de Amares para que trouxessem cá os seus utentes. As terapeutas desta IPSS´s passaram por cá antes para terem alguma aprendizagem e algum contacto com os cavalos e estamos numa fase de experiência”, começou por referir.

“Se tudo correr como previsto vamos avançar para que possam regularmente usar estas instalações para sessões de hipoterapia, que é uma terapia fundamental para o seu desenvolvimento, e precisaremos naturalmente do apoio das famílias para que este projeto vá para a frente”.

A Quinta de Lamoso localiza-se na bonita Vila Termal de Caldelas em Amares. Com mais de 80 000 m2, em ambiente natural, com uma paisagem deslumbrante, junto do Rio Homem, cavalos, póneis e charretes para passeios dentro e fora da quinta.

DSC00903.JPG

DSC00904.JPG

DSC00920.JPG

AMARES CUMPRIU A TRADIÇÃO NO “XVI CANTAR DE REIS E AO MENINO”

Uma plateia repleta de gente assistiu, esta tarde, a uma das mais enraizadas tradições culturais do concelho de Amares naquela que foi a XVI edição do “Cantar de Reis e ao Menino”. O evento, que já conquistou um lugar de destaque no programa de animação cultural dos amarenses por esta época, contou com a participação de onze grupos e associações locais, que brindaram o público com brilhantes atuações, a marcar o fim das celebrações natalícias.

DSC00819.jpg

Na abertura do espetáculo, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, lembrou que o “Cantar deReise ao Menino”“é já uma tradição com 16 anos que faz parte da memória e da identidade das gentes de Amares” e congratulou-se com a sua continuidade e vitalidade. O autarca agradeceu, ainda, a todos os participantes que abrilhantaram o evento pelo seu “precioso” contributo para a preservação das raízes e saberes concelhios.

O Centro de Estudos Musicais Luís Capela, a Associação de Fomento Amarense, o Grupo de Cantares de Bouro Santa Marta, o Grupo Coral de Ferreiros, o Rancho Folclórico de Vilela, a Associação de Professores e Educadores de Amares, o Rancho Folclórico de São Vicente do Bico, o Grupo de Cantares Amigos de Fiscal, o Grupo Folclórico de Lago, o Grupo Amigos da Ramboia e Grupo Cantares de Reis da Comunidade de Dornelas e Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro, foram os grupos e associações que subiram ao palco e cumpriram de forma honrosa e entusiástica a tradição de cantar os Reis.

DSC00822.jpg

DSC00829.jpg

DSC00832.jpg

DSC00857.jpg

MUNICÍPIO DE AMARES FELICITA AE AMARES PELA BRILHANTE PRESTAÇÃO NA VIANA VOLLEY CUP 2016

Depois de em meados do mês de Dezembro os minis do Projeto de Formação Desportiva Voleibol Amares do AE Amares terem vencido a competição destinada “aos mais jovens”, foi a vez das equipas de infantis, iniciados e juvenis mostrarem em campo aquilo que valem, conquistando, recentemente, os primeiros lugares nos três escalões em que participaram na Viana Volley CUP 2016.

00Arbitros.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, visivelmente orgulhoso, felicita o Agrupamento de Escolas de Amares, e de forma muito especial, os professores e alunos envolvidos neste projeto: “Felicito esta grande equipa de gente dedicada ao Desporto agradecendo, em nome de Amares, o empenho que esteve na origem dos resultados alcançados. É mais um bom exemplo do valor dos nossos jovens!”

A Viana Volley Cup 2016 decorreu entre os dias 26 e 29 de dezembro e contou com a presença de cerca de um milhar de participantes e sessenta e sete equipas em representação de 22 clubes.

00Equipas e arbitros.jpg

00Equipas vencedoras.jpg

66.jpg

78.jpg

79.jpg

AMARES RECEBE EM GRANDE NOVO ANO COM FESTA NA PRAÇA

A Praça do Comércio, em Ferreiros, foi o ponto de encontro para muitos amarenses passarem a noitede réveillon.Com entrada livre e muita animação motivos não faltaram para que a despedida ao ano de 2016 fosse feita em beleza e Amares entrasse em grande, e de forma memorável, em 2017.

15781642_1822701144653602_8986760077739770047_n (1).jpg

Jonh Maize e Miguel Faria, Echo Sound, Kaiser, Rasec e convidados garantiram animação, festa e excelentes momentos de convívio entre as centenas de pessoas que se juntaram na tenda montada para este grande evento. As doze badaladas foram assinaladas com um grande espetáculo de fogo de artifício e coma oferta de champanhe e uvas passas para todos.

O Município de Amares agradece a todos aqueles que aceitaram o convite e deram as boas vindas a 2017 numa grande festa de Passagem de Ano e a todos aqueles que contribuíram para o sucesso desta iniciativa, nomeadamente, ao Sintomas Bar, e Autocarro Bar, bem como, à Junta de Freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros e ao Flash Stage.

15871635_1822706121319771_6970102661948526956_n.jpg

15873334_1822705377986512_1154689761502025270_n.jpg

CPCJ DE AMARES RECEBEU BRINQUEDOS PARA DISTRIBUIR PELAS CRIANÇAS CARENCIADAS DO CONCELHO

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens – CPCJ de Amares recebeu, esta época natalícia, pelas mãos das crianças que participam no projeto de Atividades de Férias do EducativaMente, brinquedos usados para distribuir pelas crianças em situação de vulnerabilidade social do concelho.

P1110238.JPG

A entrega destes brinquedos resulta de uma campanha de recolha de brinquedos usados, levada a cabo durante o mês de dezembro, através da qual se apelava à doação de brinquedos que já não fossem muito utilizados e que ainda estivessem em boas condições, para tornar outras crianças felizes. A adesão a esta campanha foi bastante positiva e recolheu especial atenção da parte dos mais novos. Foram muitas as crianças que quiseram entregar algum ou alguns dos seus brinquedos ou jogos para que estes pudessem chegar a outras crianças. Depois de entregues à CPCJ de Amares, esta equipa fará com que estes brinquedos cheguem junto de crianças em situação desfavorecida.

Para além de poder contribuir diretamente para a alegria de outras crianças, esta iniciativa pretendeu desenvolver nas crianças participantes o sentido de solidariedade e altruísmo, uma vez que o convite feito consistia, não em comprar um brinquedo novo para entregarem, mas sim doarem um dos seus.

AMARES VIVE MAGIA DO NATAL

Banda Filarmónica de Bouro brilhou em Concerto de Natal

Na noite de hoje, os amarenses puderam, novamente, encantar-se com a magia do Natal, num bonito e surpreendente momento musical proporcionado pela Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro, sob a direção do novo maestro Fábio Oliveira.

DSC00749.jpg

“Um Grande Natal”, “A Swinkling Christmas” e “Jingle Bells Goes Rio” foram algumas das melodias interpretadas pela Banda Filarmónica, à qual se juntou o Grupo de Teatro de Bouro para apresentar aos presentes a peça “Uma noite de Natal”.

O espetáculo, que teve casa cheia, contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira.

DSC00754.jpg

DSC00786.jpg

DELEGAÇÃO DE AMARES DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA ASSINALA 30 ANOS DE EXISTÊNCIA

Município de Amares felicita a Delegação de Amares da Cruz Vermelha pelos 30 anos de existência

A Cruz Vermelha de Amares esteve, ontem, em festa para assinalar os 30 anos da delegação. Numa noite que juntou os voluntários, que dedicam as suas vidas em prol da comunidade, os principais responsáveis da instituição, autarcas, e demais população, o presidente da Câmara Municipal, Manuel Moreira, felicitou publicamente a corporação pelas três décadas de dedicação ao serviço dos amarenses.

DSC00694.jpg

“É com enorme satisfação que a Autarquia comemora com a delegação de Amares da Cruz Vermelha Portuguesa estes 30 anos de vida. De facto, têm sido três décadas sempre a crescer e Amares tem orgulho nesta casa construída por tantos homens e mulheres sempre dispostos a trabalhar em prol dos outros”, sublinhou Manuel Moreira, deixando uma palavra muito especial de apreço a todos aqueles que ao longo dos anos fizeram parte da Cruz Vermelha, particularmente, aos socorristas, “pela paixão com que desempenham esta missão”, e ao comandante António Brandão “que têm feito um trabalho excelente, pelo seu empenho e dedicação”.

Reconhecendo a nobreza do trabalho prestado pela Delegação de Amares da Cruz Vermelha, o presidente da Câmara Municipal entregou, ainda, uma verba, contribuindo com a recente aquisição de três novas ambulâncias, benzidas durante a cerimónia das comemorações.

DSC00733.jpg

Manifestando “um profundo gosto” por assinalar os 30 anos da instituição, António Brandão destacou que “a Cruz Vermelha de Amares é hoje uma referência a nível nacional”. Em 30 anos, formámos 270 voluntários e temos milhares de pessoas socorridas, o que nos dá imensa satisfação”.

“Só sabe o que isto é quem passa por estas experiências. Quando se socorre alguém sobretudo de uma paragem cardio respiratória é uma sensação inexplicável e única”, frisou o comandante, lembrando a importância de socorrer com qualidade, cumprindo todos os protocolos de emergência para ter mais sucesso. “A Cruz Vermelha é isto, é dedicação, este entusiasmo, esta vitalidade e isto só é possível porque temos um grupo enorme de voluntários que dão o corpoe aalma a esta instituição”.

Já o presidente da delegação, Mário Mendes, lembrou que “a Delegação de Amares não se desvia um milímetro de ter socorristas com boa formação e ambulâncias em bom estado de conservação e segurança”.

Visivelmente emocionado, o Delegado Regional da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco Alvim, foi agraciado com uma recordação, especialmente elaborada por um ex-socorrista para assinalar a data.

Para além da bênção das novas viaturas e do bolo de aniversário, a cerimónia comemorativa contemplou as condecorações de Jorge Azevedo da Silva – a título póstumo – e Dionísio Pinheiro pela permanência na instituição ao longo dos anos, e, ainda, a atribuição do título de zeladora da Cruz Vermelha, designadamente na freguesia de Goães, a Maria de Lurdes Rodrigues, que passará a servir de elo de ligação entre a Cruz Vermelha e a população.

DSC00662.jpg

AMARES FOI NATAL PARA TODAS AS IDADES

Para que todos comemorassem esta época de alegria e convívio – o Natal, a Câmara Municipal de Amares, em parceria com a Farmácia e comerciantes do Mercado, proporcionou dois momentos de partilha dedicados a duas gerações distintas mas, de igual modo, especiais.

DSC00476.JPG

Anteontem, a tarde foi inteiramente dedicado aos mais novos, com a “Festa da Criança” a proporcionar aos pequenos uma matiné muito animada, com insufláveis, dança, pinturas faciais e animação musical. Ontem, foi a vez de os seniores fazerem a festa, num bonito momento de convívio que juntou cerca de 200 pessoas de várias IPSS´s do concelho de Amares e de zonas limítrofes para uma grande festa, que culminou com um lanche partilhado.

“O Natal é uma época mágica carregada de simbolismo especialmente para as crianças e para a população sénior e momentos como estes têm como missão única tornar esta celebração especial, proporcionando a todos um espaço de convívio, alegria, harmonia e paz, promovendo, simultaneamente, laços de afeto entre a população”, sublinha o executivo municipal de Amares, destacando o seu “cuidado em realizar atividades que cheguem a toda a população”.

A festa das crianças e dos idosos foram duas iniciativas inseridas no programa “Animação do Comércio Amarense”, promovido pelo Município de Amares durante a época natalícia. O programa termina com a Festa de Ano Novo agendada para este sábado, na Praça do Comércio, aberta a toda a população.

DSC00514.JPG

DSC00565.JPG

DSC00640.JPG

DSC00658.JPG