Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

OS TRABALHADORES FORÇADOS PORTUGUESES DO III REICH

* Crónica de Daniel Bastos

No passado mês de novembro foi inaugurada no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, a exposição Os Trabalhadores Forçados Portugueses no III Reich, que aborda o tema dos portugueses de todas as origens e condições que foram sujeitos a trabalhos forçados no âmbito do sistema concentracionário do III Reich, nomeadamente durante a II Guerra Mundial (1939-1945).

Daniel Bastos

Resultado de um projeto de investigação do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, apoiado pela fundação alemã EVZ – Erinnerung, Verantwortung, Zukunft (Memória, Responsabilidade, Futuro), pelo Goethe-Institut e pela Associação CIVICA (França), a exposição evoca pelo menos 400 portugueses vítimas de trabalhos forçados na Alemanha nazi. Como sustenta o historiador Fernando Rosas, que dirige o projeto desta exposição composta por fotografias e objetos pessoais, “cerca de 400 portugueses, talvez um pouco mais, estiveram confinados durante a Segunda Guerra Mundial em campos de concentração, prisões ou ‘stalag’ [campos de prisioneiros de guerra], sujeitos a brutais condições de trabalho forçado”.

Tratando-se de uma dimensão pouco conhecida da História de Portugal, tanto que durante a II Guerra Mundial o país esteve sob o regime do Estado Novo, dirigido por Salazar, onde imperava a censura prévia e a falta de liberdade. E oficialmente, Portugal declarou em 1939 a neutralidade, a exposição tem o condão de resgatar do esquecimento a memória dos portugueses que foram vítimas da perseguição nazi, e dar a conhecer novos dados sobre a mobilidade lusa no centro da Europa antes da segunda metade do séc. XX.

É que no seio dos protagonistas anónimos portugueses que fizeram trabalho forçado no III Reich ou foram prisioneiros de guerra, avultam essencialmente trajetórias de emigrantes que nesse período estavam em França para onde tinham emigrado, apesar de existirem também casos políticos, e que foram apanhados no turbilhão do conflito e levados para a Alemanha. Segundo a historiadora Cláudia Ninhos, da equipa internacional ligada ao projeto de investigação da exposição, foram ainda apanhados pelo vórtice bélico vários portugueses que nessa época partiram para a Alemanha como voluntários à procura de melhores salários, melhores condições de vida e possibilidade de envio de parte do salário para as famílias.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO VIZELENSE RECEBE ESTUDANTES DE HAMBURGO

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado, recebeu esta manhã um grupo de estudantes de licenciatura e mestrado do curso de design têxtil da Universidade de Hamburgo, Alemanha.

Visita estudantes Hamburgo

Esta visita resultou de um pedido da Universidade de Hamburgo à ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, para que os alunos pudessem conhecer a realidade das empresas portuguesas.

Nesse sentido, a ATP selecionou algumas empresas, entre elas a empresa de Vizela Pereira e Rocha, a qual recebeu também a visita destes alunos alemães.

Deste modo, e com o desígnio de promover Vizela e, em particular, o tecido empresarial vizelense, a Câmara Municipal associou-se a esta iniciativa, na senda do desenvolvimento da diplomacia municipal industrial.

VILAVERDENSES LEVAM ALEMÃES A COMER CALDO DO POTE... E ESTES COMEÇAM A PREFERI-LO EM RELAÇÃO ÀS TRADICIONAIS SALSICHAS!

Mar de gente em Sabariz para a Festa do Caldo do Pote

Os potes de ferro são colocados diretamente sobre o lume de uma fogueira de lenha. Homens e mulheres trajados à moda antiga utilizam os produtos do campo, cultivados pelos agricultores locais, para confecionar os deliciosos caldos minhotos. As pataniscas, a broa e o vinho verde da região completam o menu e a música popular garante alegria e muita animação. Os visitantes pagam apenas três euros e podem provar (e repetir quantas vezes desejarem) as 24 receitas diferentes de caldo. A Festa do Caldo do Pote realizou-se ontem, 17 de setembro, e atraiu a Sabariz mais de duas mil pessoas, que não enjeitaram a possibilidade de degustar os genuínos sabores da tradição minhota.

1 (1)

Ao todo, foram confecionados mais de mil e quinhentos litros de caldo, que fizeram as delícias de visitantes de vários pontos do país e do estrangeiro.  evento de divulgação e promoção da freguesia e do concelho. A iniciativa voltou a receber a visita de uma comitiva estrangeira, já que os famosos caldos minhotos conquistaram uma forte legião de fãs em Dusseldorf (Alemanha). Tudo começou no final de 2015, quando a iniciativa foi replicada na Alemanha por um grupo de emigrantes locais com o apoio de uma comitiva lusitana. Este ano o grupo volta a sair de Sabariz rumo a terras bávaras para ajudar na organização da Festa do Caldo do Pote de Dusseldorf, que se realiza a 14 de outubro.

1 (2)

Caldo do Pote de Sabariz já chegou à Alemanha

Presente no local, o presidente do Município de Vila Verde começou por deixar palavras de forte apreço à organização, aos cozinheiros(as) e aos visitantes por mais um êxito tremendo. António Vilela não escondeu a satisfação pela evolução assinalável de “uma iniciativa local que já se transformou num evento de cariz nacional e até internacional”. “A Festa do Caldo do Pote já foi replicada na Alemanha, em Dusseldorf, numa iniciativa que promove Vila Verde e a cultura minhota”, afirmou o edil, acrescentando que a tradição e os saberes locais são um meio de excelência para valorizar a cultura e dinamizar a economia.

Promover a cultura e dinamizar a economia

A Festa do Caldo do Pote resulta de uma organização conjunta entre a Junta de Freguesia de Sabariz e a Associação Popular de Sabariz e afirma-se já como uma das iniciativas mais emblemáticas da programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde. “Um cartaz turístico do concelho que, do primeiro fim de semana de setembro ao último de novembro, se desdobra em 35 iniciativas de promoção to território vilaverdense e da tradição minhota. Eventos que crescem de ano para ano e se afirmam também como cartazes de valorização das diversas freguesias participantes e de todo o concelho”, concluiu António Vilela.

1 (3)

EX-CHEFES DE ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO DE FRANÇA, DA ALEMANHA E DE PORTUGAL VISITAM PONTE DE LIMA

O Centro de Interpretação de História Militar e o CIPVV - Centro de Interpretação do Vinho Verde são os locais a visitar

O encontro que traz a solo nacional os Generais “EX-CEME” de França e da Alemanha tem paragem obrigatória na vila mais antiga de Portugal, a 27 de maio.

Ponte de Lima, que desde o período romano se assume como ponto de grande importância geoestratégica, inaugurou, em setembro passado, um Centro De Interpretação De História Militar (CIHM).

O recente núcleo museológico surgiu na sequência de um protocolo de colaboração, firmado a 25 de maio de 2011, entre o Município de Ponte de Lima e o Exército Português, representado pela Direção de História e Cultura Militar. Este mereceu já o elogio da Presidência da República, na pessoa de Marcelo Rebelo de Sousa, que inaugurou a exposição permanente.

O Executivo Municipal de Ponte de Lima vai acompanhar o General Elrick Irastorza, o General Hans-Otto Budde, e o General José Luís Pinto Ramalho, respetivamente ex-Chefes de Estado-Maior do Exército de França, Alemanha e Portugal, numa visita ao espaço museológico supra mencionado. A visita está sob a coordenação do Coronel António Feijó e terá início pelas 10h30.

Seguir-se-á uma passagem pelo Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, espaço que tem como principal missão contribuir para a promoção Vinho Verde através da investigação e divulgação do seu lastro patrimonial. A visita terminará com um percurso pelo Centro Histórico de Ponte de Lima, de fortes influências romanas e medievais.

Ponte de Lima foi um dos três locais escolhidos a nível nacional para esta visita, pela qualidade e pelo potencial das suas infraestruturas, naturais, históricas e humanas. O incentivo a este tipo de projetos, visitas e iniciativas constitui uma aposta contínua do Município de Ponte de Lima.

EMBAIXADOR DA ALEMANHA CLASSIFICA FAMALICÃO COMO “BUSINESS FRIENDLY”

Christof Weil apresentou aos empresários famalicenses oportunidades de negócio no mercado germânico

O Embaixador da Alemanha em Portugal não tem dúvidas na hora de classificar Vila Nova de Famalicão quanto à sua capacidade de chamar a si protagonismo económico a nível nacional. Christof Weil considera o concelho como “business friendly (amigo dos negócios)”.

AFS_9056.jpg

O diplomata esteve em Vila Nova de Famalicão, ontem, 23 de março, a convite do Presidente da Câmara Municipal, tendo participado numa conferência do ciclo Famalicão Made INternational sobre as oportunidades de negócio no mercado alemão e que lotou o auditório da Casa do Território. A iniciativa enquadra-se na estratégia de diplomacia económica que Paulo Cunha tem vindo a promover para estimular o fortalecimento da competitividade e internacionalização das empresas famalicenses.

O embaixador germânico não poupou nas palavras para descrever um concelho que diz conhecer pelas suas “grandes empresas” onde se incluem as poderosas alemãs Continental Mabor, Leica e Olbo&Mehler. “Exemplos fortes de exportação, inovação e criatividade”, disse, realçando a atratividade de Famalicão para o investimento empresarial. “Sei o quão amigo dos negócios é. Quero demonstrar o meu apreço por isso e dar os parabéns pelo evidente sucesso que tem.”

O passo seguinte a esta visita, admitiu Christof Weil, passa pelo robustecimento das relações comerciais, colaborando com os empresários famalicenses na entrada ou consolidação dos seus negócios na Alemanha, quarta economia mundial, como é, aliás, desígnio da ação da Câmara Municipal no plano económico. 

“Ecossistema favorável ao investimento”

Paulo Cunha descreveu a visita do Embaixador da Alemanha em Portugal como “mais uma etapa no processo de internacionalização da economia famalicense”, recordando que estas conferências têm o intuito de assumir a vocação internacional de Vila Nova de Famalicão.

“Somos um concelho com marca exportadora, que aposta no desenvolvimento industrial, que faz investimento público a pensar na criação de condições para atrair investimento privado”, sublinhou o edil famalicense. Aliás, Paulo Cunha insistiu na “grande ambição” que Famalicão tem e que passa por criar as condições ótimas para cativar o interesse de empresas e investidores de qualquer quadrante geográfico.

Isso é o “ecossistema favorável ao investimento”, ou seja, “reunir as condições necessárias para que um investidor olhe para nós e nos escolha para fazer investimento”, ilustra Paulo Cunha. O edil lembrou finalmente que estão a ser feitos “enormes investimentos” na formação profissional dos trabalhadores locais para que estejam à altura dos projetos que estão em curso no concelho famalicense.

Embaixadores Empresariais de Famalicão na Alemanha

Ponto alto desta conferência foi a apresentação dos ‘Embaixadores Famalicenses na Alemanha’. Pedro Carreira (Continental Mabor), Paulo Maravalhas (Leica), Marcelo Garcia (Olbo&Mehler) e António Abreu (Deinzer) são os empresários que conhecem bem o mercado germânico e que se disponibilizaram para aconselhar outras empresas famalicenses na entrada ou consolidação dos seus negócios na Alemanha.

Famalicão Made INternational é uma iniciativa da Câmara Municipal que conta com a cooperação da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e da ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional. 

AFS_9097.jpg

AFS_9163.jpg

AFS_9277.jpg

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO NO MERCADO ALEMÃO APRESENTADAS EM FAMALICÃO

Conferência com o Embaixador da Alemanha e as empresas Continental, Leica, Olbo&Mehler e Deinzer, dia 23 de março, na Casa do Território  

Considerada a cidade portuguesa das empresas alemãs, como as incontornáveis Continental Mabor e Leica, com grande peso na economia local e no emprego, Vila Nova de Famalicão vai acolher uma conferência sobre as oportunidades de negócio que o mercado germânico tem para oferecer aos empresários famalicenses.

AFS_3993.JPG

Caberá a Christof Weil, Embaixador da Alemanha em Portugal, as honras da sessão, bem como o protagonismo no principal ponto do programa, desta que é a próxima conferência do ciclo Famalicão Made INternational, agendada para dia 23 de março, a partir das 14h30, na Casa do Território, Parque da Devesa.

Presenças confirmadas também do Diretor Executivo da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, Hans-Joachim Böhmer, e do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

A Alemanha enquanto destino de investimentos para os empresários famalicenses é assim o foco de uma sessão que tem por objetivo capacitar as empresas do concelho no sentido do reforço da sua competitividade e potenciar a vocação exportadora junto das startups e das PME, tendo em vista o alargamento da base exportadora do concelho.

A Continental Mabor, a Leica, a Olbo&Mehler e a Deinzer vão testemunhar as suas experiências e aconselhar outros empresários que pretendam entrar no mercado alemão, assumindo o papel de “embaixadores famalicenses na Alemanha”.

A conferência é promovida pela Câmara Municipal, através do Famalicão Made IN, em parceria com a AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, a ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, e a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã.

O programa da conferência e o calendário das quatro oficinas de exportação, que se lhe seguem, estão disponíveis para consulta em www.famalicaomadein.pt.

AFS_3995.JPG

BRAGA DEBATE ESTRATÉGIA DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL COM PARCEIROS EUROPEUS

Encontro da rede Urbact CityMobilNet decorreu na Alemanha

A Cidade de Braga esteve representada no último encontro internacional da rede Urbact CityMobilNet, que se realizou entre 15 e 17 de Fevereiro, em Bielefeld, na Alemanha, onde apresentou a estratégia municipal para a mobilidade sustentável aos parceiros europeus.

16864129_1451350301562819_7647459228403921946_n.jpg

Neste encontro, que contou com a presença do vereador do Urbanismo da Câmara Municipal de Braga, Miguel Bandeira, foram abordadas questões referentes à repartição modal, aos problemas de mobilidade e aos projectos que estão em desenvolvimento em toda a rede de cidades.

“Este encontro potenciou uma maior partilha de experiências, onde ficou bem patente a necessidade de implementação dos projectos em curso, que visam a promoção da mobilidade sustentável e a descarbonização da Cidade”, referiu Miguel Bandeira, lembrando que “estes objectivos são uma imposição da própria União Europeia e que há muito estão definidos por outras cidades, cujas metas Braga não poderá descurar”.

Braga foi a Cidade escolhida para ser a anfitriã do próximo encontro desta rede de Cidades, que terá lugar em Junho, tendo disputado a organização com as cidades de Gdansk e Agii Anargyri-Kamatero.

A rede CityMobilNet visa a elaboração de Planos de Mobilidade Sustentável um pouco por toda a Europa, com base na troca de conhecimento e experiência das cidades parceiras.

Além da Cidade de Braga, a rede incorpora as cidades de Bielefeld (Alemanha), Székesfehervar (Hungria), Slatina (Roménia), Burgos (Espanha), Agii Anargyri-Kamatero (Grécia), Marselha e Marne a l’Eau (França), Gdansk (Polónia), Palermo (Itália), Valletta (Malta) e Zadar (Croácia).

MULTINACIONAL ALEMÃ INVESTE EM FAMALICÃO

Multinacional alemã lança projeto LousAgro em Lousado para fabrico de pneus agrícolas. Continental investe 50 milhões de euros em Famalicão

O poderoso grupo alemão Continental escolheu Vila Nova de Famalicão para investir 50 milhões de euros numa nova unidade de produção de pneus radiais agrícolas que irá gerar mais de uma centena de empregos. E fê-lo por cinco razões que o seu administrador, Nikolai Setzer, hoje no lançamento do projeto LousAgro, elencou: qualificação dos recursos humanos, custos, qualidade, infraestruturas e localização e o apoio do poder nacional e local (Governo e Câmara Municipal).

Nova unidade industrial da Continental de Lousado vai produzir pneus de ....jpg

“A capacidade instalada em Vila Nova de Famalicão foi decisiva para que a Continental Mabor de Lousado tenha sido a escolhida, entre as vinte unidades que o nosso grupo detém a nível mundial, para desenvolver esta nova área de negócio”, enfatizou o gestor responsável pela divisão de pneus do grupo, por ocasião da assinatura do contrato de investimento, que decorreu na Continental Mabor e que, pelo seu significado e relevo, foi protagonizada pelo Primeiro-Ministro, Ministro da Economia, Secretário de Estado da Indústria, Presidente da AICEP, para além do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. 

A nova unidade, considerada de “última geração para o exigente sector agrícola”, está a ser construída no complexo industrial da Continental Mabor e permitirá a criação de 125 postos de trabalho diretos, 15 dos quais qualificados. O arranque da produção está previsto para 2017.

António Costa sublinhou que este projeto “é um bom exemplo de investimento direto estrangeiro, com capacidade de dinamização da economia local e nacional, e um sinal de grande confiança de um investidor exigente e com anos de experiência acumulada no nosso país”.

E não poupou nas palavras para elogiar a Continental Mabor: “a visão de ambição com que a Continental Mabor encara o futuro é inspiradora para o país. Com este projeto a empresa estima atingir um valor de exportações anual de 855 milhões de euros, o que a manterá como uma das principais exportadoras nacionais”.

Para além deste investimento na fábrica de Lousado, a Continental prepara-se também para investir 2,5 milhões de euros num novo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento com o objetivo de obter um crescimento mais rápido no portfólio de pneus agrícolas, em colaboração estreita com o centro que a multinacional tem na Alemanha.

O projeto LousAgro tem assim, nas palavras do Presidente do Conselho de Administração da Continental Mabor, “um forte conteúdo de inovação produtiva, para além de incluir uma componente importante de formação profissional”. Pedro Carreira classificou este investimento como “crucial para a sustentabilidade da empresa, pois irá dotá-la de uma unidade de negócios completamente nova”.

Por sua vez, o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, reiterou a importância da captação de investimento na dinamização e no crescimento da economia. “O novo projeto internacional da Continental será desenvolvido integralmente no nosso concelho. É mais um grande investimento que vai gerar novos empregos e reforçar a performance exportadora de Vila Nova de Famalicão”, argumentou.

Presente em Famalicão desde 1990, a Continental Mabor é o principal motor da economia deste município, ocupando o primeiro lugar no ranking das exportações. No final de 2015 a empresa teve um volume de vendas de 820,56 milhões de euros.

Novos Pneus Made In Lousado chegam ao mercado em 2017.jpg

ATLETA ESPOSENDENSE JONINHAS VILAR CONQUISTA BERLIN OPEN 2016

Decorreu no dia 20 de fevereiro, em Berlim-Alemanha, o BERLIN OPEN 2016, uma grande competição de karaté, que contou com a presença de cerca de 1.000 atletas oriundos de diversos países europeus e também asiáticos. O atleta da BUSHIDO AK, Joninhas Vilar, voltou a conseguir, mais uma vez, um excelente resultado numa competição internacional de Karaté, sagrando-se campeão no escalão cadetes -52 kg.

PARA QUANDO O ENCONTRO DAS CASAS REGIONAIS DO MINHO ESPALHADAS PELO MUNDO?

Calcula-se em cerca de duas dezenas o número de casas regionais do Minho existentes em todo o mundo, incluindo as que possuem apenas referência concelhia. Não obstante alguns contactos estabelecidos entre algumas dessas associações, não foi possível até ao momento reuni-las num grande encontro com vista a estabelecerem laços de cooperação entre si.

11059898_507372099412332_5922888807708304974_n

Para além da Casa do Minho e das seis casas concelhias existentes em Lisboa referentes a Arcos de Valdevez, Valença, Ponte de Lima, Paredes de Coura, Ponte da Barca e Vila Nova de Cerveira, existem ainda casas regionais do Minho nomeadamente em França, Suíça, Alemanha, Brasil, Estados Unidos da América, Canadá e Venezuela. No Brasil existem pelo menos duas casas do Minho – no Rio de Janeiro e em São Paulo.

No que se refere às casas regionais de âmbito concelhio, destaca-se o concelho de Arcos de Valdevez com diversas representações nomeadamente em França, Estados Unidos e na Venezuela.

Para além das representações já existentes, existem ainda condições excelentes com vista ao aparecimento de novas casas regionais do Minho noutros países, como se verifica na Argentina em cuja capital se encontra uma comunidade minhota bastante unida e dinâmica, organizada sobretudo através de ranchos folclóricos.

São conhecidas as excelentes relações entre as associações regionalistas minhotas nos Estados Unidos da América e Canadá, estabelecendo constantes permutas para a atuação dos respetivos ranchos folclóricos. Também foi estreita a ligação outrora existente entre a Casa do Minho em Lisboa e a Casa do Minho no Rio de Janeiro. Porém, o associativismo regionalista minhoto tem vindo a registar novos desenvolvimentos, sobretudo com o aparecimento de várias casas concelhias, aliás à semelhança do que se verificou em Lisboa.

A promoção de um encontro de casas regionais do Minho permitiria uma maior entreajuda e partilha de informações, contribuindo para uma maior projeção do Minho a nível internacional. A colaboração entre todas as comunidades minhotas, em Portugal e no estrangeiro, poderia inclusive favorecer uma melhoria da representação do nosso folclore e a divulgação mútua, nomeadamente através do estabelecimento de eventuais permutas e outras formas de colaboração.

Também a este respeito, o Minho necessita de falar a uma só voz, superando os condicionalismos naturalmente resultantes da inexistência de uma entidade congregadora de todas as vontades da região. Mas, importa que, com o apoio nomeadamente das autarquias, os regionalistas minhotos saibam construir essa unidade em prol da nossa região.

O BLOGUE DO MINHO será sempre o elo de ligação entre o Minho e todos os minhotos espalhados pelo mundo!

1920417_669077956539989_8000314688441775493_n

1517394_462784153871803_7144135727552206666_n