Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

OS RAPAZES DOS TANQUES VÃO A BARCELOS

Dia 24 de abril, às 18 horas, na Galeria Municipal de Arte de Barcelos, com a presença dos autores Alfredo Cunha, fotojornalista, e Adelino Gomes, jornalista, o furriel Manuel Correia e do cabo-apontador

O livro e a exposição Os Rapazes dos Tanques vão ser apresentados a 24 de abril em Barcelos, para contar as histórias, na primeira pessoa, dos soldados anónimos que em 1974 derrubaram a ditadura. A exposição das 40 fotografias presentes no livro serão apresentadas ao público em telas gigantes, ficando depois patente na Galeria Municipal de Arte de Barcelos até junho. Entre os convidados estarão presentes os autores Alfredo Cunha e Adelino Gomes e dois soldados de abril: o cabo-apontador celebrizado por Salgueiro Maia, e o furriel Manuel Correia, um homem que saiu de Barcelos para "lutar "pela liberdade.

Nos 40 anos do 25 de abril, o livro Os Rapazes dos Tanques, de Alfredo Cunha e Adelino Gomes, oferece imagens e testemunhos exclusivos dos homens que estiveram frente a frente no Terreiro do Paço e no Carmo, em Lisboa, no 25 de abril de 1974. Às fotografias históricas que Alfredo Cunha registou nesse dia, juntam-se as entrevistas conduzidas por Adelino Gomes aos então jovens soldados e o olhar que têm sobre o país, 40 anos depois.

Os Rapazes dos Tanques é uma homenagem a Salgueiro Maia e aos homens da Cavalaria que acabaram com 48 anos de ditadura, cujos rostos as fotografias do livro fixaram para sempre e que agora Barcelos mostra em grandes dimensões.