Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE TEM SALDO POSITIVO

Relatório de Contas de 2013 do Município de Esposende reflete situação financeira exemplar

O Município de Esposende fechou o ano de 2013 com um resultado líquido positivo de quase 3 milhões de euros, de acordo com o Relatório de Contas hoje aprovado em reunião de Câmara, com os votos favoráveis do PSD e do CDS/PP e o voto contra do PS.

CME

Ao contrário de outros municípios que apresentam défice nas contas, a Autarquia de Esposende exibe resultados bastante equilibrados e uma situação financeira saudável, tendo transitado de ano com um saldo orçamental de cerca de 1,6 milhões de euros e de níveis de execução bastante elevados, 92,3% no orçamento da receita, 85,4% no orçamento da despesa e 85,4% no Plano Plurianual de Investimentos.

No que respeita à capacidade de endividamento, o Município apresenta margens bastante confortáveis face aos limites fixados, tendo aumentado a margem do endividamento líquido em 2013, o que lhe permite adaptar-se, de uma forma confortável, aos novos limites impostos pela nova Lei das Finanças Locais

Esposende transitou, mais uma vez, de ano sem dívidas de curto prazo, e com um rácio de liquidez bastante positivo, o que significa que o Município dispunha de meios financeiros para fazer face a todos os encargos assumidos a 31 de Dezembro de 2013.

“Apesar da conjuntura económica, financeira e social que o país atravessa e que se reflete também ao nível dos Municípios, Esposende ostenta uma excelente situação financeira, reflexo da elaboração de documentos previsionais bastante realistas e de uma gestão financeira pautada pelo rigor”, refere o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, assinalando que, “à semelhança de 2011 e de 2012, também o ano de 2013 foi um ano de grandes dificuldades e de grandes desafios ao nível da gestão financeira do Município”.

Benjamim Pereira realça que, na continuidade da gestão que tem vindo a nortear o Município, o orçamento para 2014 é pautado pelo equilíbrio, pelo rigor e, acima de tudo, pela defesa da sustentabilidade financeira, permitindo encarar o futuro com bastante otimismo, na medida em que estão criadas as condições para a implementação de medidas de apoio na área social e de impulso e incentivo ao sector económico do concelho.

Manifestando-se muito satisfeito e orgulhoso com o Relatório de Contas de 2013, o Autarca agradeceu aos Vereadores, às Juntas de Freguesia, aos Membros da Assembleia Municipal e aos colaboradores da Autarquia, sem esquecer os munícipes, o apoio, a colaboração e o trabalho que têm desenvolvido, e que tornaram possível a apresentação de tais resultados.