Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHOTOS RECORDAM COM SAUDADE QUANDO A CRUZ ERA DATA A BEIJAR POR OCASIÃO DO COMPASSO PASCAL QUE SE REALIZAVA NA EX-CASA DO MINHO EM LOURENÇO MARQUES (MOÇAMBIQUE)

Sócios e amigos da Ex-Casa do Minho em Lourenço Marques voltam a reunir-se no próximo dia 26 de abril, em Barcelos

Para onde quer que vá, o minhoto leva consigo a Fé e a alegria, fazendo reviver as tradições mais genuínas da nossa região. Era o que sucedia em Moçambique, nomeadamente por ocasião das festividades da Páscoa, mais concretamente entre a comunidade que se reunia em torno da ex-Casa do Minho de Lourenço Marques, atual cidade do Maputo.

10246619_10200970665868448_3206099960279488663_n

À semelhança do que se verifica nas nossas vilas e aldeias, os minhotos realizavam o compasso pascal e a cruz era dada a beijar a todos quantos compareciam à festa. E não faltavam sequer as moças com os seus trajes domingueiros.

Há quarenta anos, o processo histórico então vivido na sequência do golpe militar do 25 de abril deu início a uma descolonização dos territórios ultramarinos que trouxe de regresso à metrópole os nossos conterrâneos e, consequentemente, à extinção da Casa do Minho em Lourenço Marques e outras congéneres existentes na Beira e em Luanda.

No próximo dia 26 de abril, os minhotos e amigos que fizeram parte da extinta Casa do Minho de Lourenço Marques, vão reunir-se em Barcelos para mais um almoço anual de confraternização. Trata-se do XVIII Convívio que assinala simultaneamente o 59º aniversário da fundação daquela instituição regionalista em terras de Moçambique, à época consideradas parte integrante de Portugal.

Fotos: António Barreira

10264334_10200970675188681_6251230313521465251_n