Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FLORES SILVESTRES DÃO COR A VALENÇA

Valença Compras com Maias

Valença celebra a entrada em Maio com a Mostra de Maias distribuídas pelas fachadas dos comerciais, edifícios públicos e principais praças da cidade, entre 30 de abril e 4 de Maio. Durante 5 dias Valença apresenta-se colorida de flores campestres revivendo uma tradição secular.

Durante 5 dias Valença vai proporcionar uma experiência única, a oportunidade de fazer boas compras, numa cidade fortificada, candidata a Património da Humanidade, num ambiente florido.

Quem visitar Valença pode, também participar na campanha “Compras com Maias” que habilita a vales de compras no comércio tradicional para que quem fizer compras, superiores a 20 euros, entre 30 de Abril e 31 de maio, nos estabelecimentos aderentes.

As giestas, os verdes, as flores campestres e alguns materiais recicláveis vão dar uma cor primaveril às principais ruas de Valença. Por todo o concelho muitas outras Maias e raminhos de giesta vão enfeitar as varandas, os portões e as viaturas.

Valença revive, assim, a mais antiga festa de celebração da Primavera e do novo ano agrícola, com as “Maias”. Uma expressão viva da tradição e cultura popular que Valença está a recuperar.

A par da mostra de Maias decorrerá a Feira da Flor em 3 e 4 de Maio, no Largo do Bom Jesus, na Fortaleza, com mostra e venda de flores, arranjos florais e artesanato com motivos florais. Na Praça da República decorrerá a Feira dos Licores no mesmo fim-de-semana. Atividades enriquecidas com muita animação de rua e uma ampla programação cultural.

Para Jorge Salgueiro Mendes, “Este é um excelente convite para fazer compras no comércio tradicional, saborear a  gastronomia genuína onde se destaca o bacalhau de Valença e apreciar as centenas de maias que engalanam a cidade”.