Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

EXPO SAÚDE EM PONTE DE LIMA RECEBE 3 CONCERTOS MUSICAIS

CAPITÃO FAUSTO – 17 DE MARÇO / 21H30. FIRST BREATH AFTER COMA + YOU CAN’T WIN, CHARLIE BROWN – 18 DE MARÇO / 21H30. III EXPO SAÚDE / JUVENTUDE – EXPOLIMA – PONTE DE LIMA

Integrados na programação da III Expo Saúde / Juventude, a decorrer na Expolima, em Ponte de Lima, de 16 a 19 de Março de 2017, serão realizados três concertos, com entradas gratuitas, que envolvem nomes vanguardistas da actual música portuguesa: Capitão Fausto, às 21h30 do dia 17 de Março e, no dia seguinte, sábado, cabe aos First Breath After Coma abrir a noite que encerrará com os You Can’t Win, Charlie Brown.

capitao_ycwcb_fbac_mupi_.jpg

A produção está a cargo do Teatro Diogo Bernardes e serão um dos vários concertos a efectivar no exterior, dando continuidade, de várias formas, às Comemorações dos 120 Anos do Teatro Diogo Bernardes, a decorrerem até 19 de Setembro de 2017.

2016 confirmou que os Capitão Fausto são, finalmente, uma aposta segura. Uma aposta no bom gosto musical e na sensibilidade apurada. Uma aposta na criatividade e no fulgor de uma banda que parece imparável. “Amanhã Tou Melhor” será seguramente um dos refrões mais cantados de 2016.

Em 2017 os Capitão Fausto apresentam o novo álbum. A mostrar a banda que renasce a cada disco, que se renova com o cuidado de quem quer construir uma carreira sólida, de uma forma aparentemente galopante mas sem o torpor do deslumbramento.

"Drifter" marcou, em 2016 o regresso dos First Breah After Coma aos discos, com salas cheias em Leiria, Porto, Coimbra e Lisboa. Contou com a colaboração de convidados como Noiserv e André Barros e, depois de aclamado pela crítica, valeu-lhes novas digressões onde pontuam passagens por salas como o Theatro Circo, CCB, Casa da Música e um palco principal no Festival Paredes de Coura. Lá fora marcam cidades como Madrid, Paris, Berlim, Amsterdão e Londres e são seleccionados para representar Portugal nos festivais Reeperbahn e Eurosonic.

Há dias atrás “Drifter” foi selecionado como candidato a melhor “Álbum Independente Europeu do Ano 2016 pela IMPALA, a associação que representa o sector da música indie na Europa”, cuja lista integra trabalhos como “A Moon Shaped Pool” dos Radiohead e “Freetown Sound” de Blood Orange.

Os You Can’t Win, Charlie Brown chegam a Ponte de Lima para apresentar o mais recente trabalho que lhes valeu os lugares cimeiros em variadíssimas listas de melhores do ano, nomeadamente o melhor disco nacional para a Rádio Radar, terceiro melhor disco para a Antena 3, 5º melhor para a Glam Magazine, entre tantas outras listas.

Por altura da edição de “Marrow”, o mesmo entrou para a liderança do top nacional de discos vendidos, lugar habitualmente tomado por outras sonoridades, revelando assim o potencial da banda lisboeta.