Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MONÇÃO INSTALA NOVOS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS

ATO DE INSTALAÇÃO DOS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS

(CÂMARA MUNICIPAL E ASSEMBLEIA MUNICIPAL)

21 de Outubro, sábado, 16h00, Cine Teatro João Verde

Devido à possibilidade de aguaceiros durante o dia de sábado, o ato de instalação dos novos órgãos autárquicos (Câmara Municipal de Monção e Assembleia Municipal de Monção) para o quadriénio 2017/2021, inicialmente previsto para o Largo de Camões, vai realizar-se no Cine Teatro João Verde, à mesma hora, 16h00.

www

Para a Câmara Municipal de Monção, tomam posse quatro elementos do PSD e três do PS. António Barbosa será o novo presidente da autarquia monçanense, substituindo Augusto de Oliveira Domingues que liderou o município nos últimos quatro anos.

A Assembleia Municipal de Monção será constituída por 12 deputados do PSD, 11 do PS e 2 do CDS/PP. Nas eleições, a força politica com maior número de votos foi o PSD, encabeçado por Armando Fontainhas.

Após a cerimónia de tomada de posse, abrangendo também os 24 presidentes de união/junta de freguesia eleitos no passado dia 1 de outubro(10 PSD, 8 Independentes e 6 PS)decorre, igualmente no Cine Teatro João Verde, a primeira reunião daquele órgão.

Fernando Silva

INCÊNDIOS DESTRUÍRAM 35% DO TERRITÓRIO DO CONCELHO DE MONÇÃO

Numa primeira avaliação, embora provisória, os incêndios do último fim de semana, que tiveram início no sábado à noite e estabilizaram na manhã de ontem, destruíram 6 mil hectares do território concelhio, o equivalente a 35 por cento da totalidade do nosso concelho.

Ao todo, foram atingidas 20 das 33 freguesias. A contabilização é feita recorrendo à antiga denominação administrativa (atualmente são 24 juntas/uniões de freguesia) porque, em alguns casos, foi atingida uma freguesia e não as outra(s) de determinada união.

As consequências são nefastas e trágicas em várias vertentes, estando, neste momento, a decorrer o respetivo levantamento pormenorizado das situações detetadas para entregar às autoridades no âmbitodo estado de calamidade pública decretado pelo governo português.

O Plano Municipal de Proteção Civil foi acionado ao final da manhã de domingo, procedendo-se, de imediato, à proibição e condicionamento de circulação nas estradas nacionais e municipais, prevenindo-se eventuais situações de perigosidade junto dos automobilistas.

Os utentes dos lares de idosos de Barbeita e Merufe foram evacuados, tendo passado a noite no pavilhão desportivo da vila. Regressaram a “casa” na manhã e início da tarde de ontem após “luz verde” das autoridades. Um trabalho feito pelos funcionários dos lares, APPACDM, Cruz Vermelha, Agrupamento de escuteiros, corporação de bombeiros e muitos trabalhadores municipais.

O Município de Monção reafirma a solidariedade com as vítimas deste flagelo e agradece a todas as instituições e associações locais e regionais (não enumeramos porque são muitas e podemos esquecer alguma) pelo forte empenhamento demonstrado nesta situação difícil e penalizadora para o nosso concelho.

Uma palavra particular, cheio de orgulho, para os nossos bombeiros que, mais uma vez, foram um exemplo de voluntarismo, altruísmo e coragem. Um reconhecimento enorme a toda a população pelo esforço partilhado e sentido de entreajuda neste momento delicado.

Fernando Silva

PORTUGUESES PROTESTAM CONTA OS INCÊNDIOS

Estão a ser convocadas um pouco por todo o país, para o próximo dia 21 de outubro, manifestações silenciosas de protesto contra a vaga de incêndios que está a assolar todo o país. De Viana do Castelo, Barcelos e Guimarães até à Ilha Terceira, milhares de pessoas vão descer à rua “para que as medidas de prevenção de combate a incêndios sejam realmente executadas” exigindo um “planeamento de defesa e protecção florestal”. Basta de passividade! – Apelam os seus promotores.

22656508_1826657907375492_443543256_n (1)

De acordo com a divulgação feita nas redes sociais por parte dos organizadores do protesto, “A ideia de fazermos esta demonstração pública vem de um sentimento comum a tantos de nós: o pesar pelas vítimas dos incêndios deste ano. Queremos com esta união pública, pacífica, silenciosa e, sobretudo apartidária, mostrar que estamos atentos. E que queremos ver mudanças na maneira como o país se prepara. Num momento em que temos imagens terríveis na cabeça e depois de vermos tantas iniciativas individuais fazerem a diferença nas vidas de quem tudo perdeu, parece-nos necessário seguir o repto lançado no Porto e, sábado, 21 de Outubro, às 16h, juntarmo-nos, em massa, neste protesto silencioso, em Lisboa. Repetimos: não temos qualquer associação política e não temos o objectivo de dar uma cor política a este encontro. Esta manifestação é contra a inoperância de todos os governos. Não de um governo em particular. Convidamos todos a juntarem-se.”

As convocatórias estão a ser anunciadas nos seguintes endereços:

Eventos a ocorrer noutros pontos do país no mesmo dia e hora:

Porto: https://www.facebook.com/events/1806226839669449

Lisboa: https://www.facebook.com/events/1527568884002451

Viseu: https://www.facebook.com/events/145862889358844

Viana do Castelo: https://www.facebook.com/events/125029628196779

Castelo Branco: https://www.facebook.com/events/348051965606849

Vila Real: https://www.facebook.com/events/478863439164467

Coimbra: https://www.facebook.com/events/879213072228365

Barcelos: https://www.facebook.com/events/155832831682473

Leiria: https://www.facebook.com/events/1951098121770405

Bragança: https://www.facebook.com/events/511621955844392

Ilha terceira: https://www.facebook.com/events/497743663924820

Eventos a ocorer em restantes dias:

Guimarães: https://www.facebook.com/events/125111568194934/ (17 de Outubro)

Foto: Gonçalo Delgado / Jornal de Notícias

CÂMARA DE CAMINHA OFERECE LIVROS DE FICHAS A MAIS DE DUAS CENTENAS DE ALUNOS

Investimento em refeições, transportes, atividades de animação e apoio à família atinge os 340 mil euros

A Câmara de Caminha ofereceu os livros de fichas aos alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho, beneficiários de ação social escolar (alunos com escalões A e B). No total, foram abrangidos 218 alunos, o que se traduz num investimento que ultrapassa os 7 mil euros.

Oferecer um ensino de qualidade a cada um dos alunos que frequenta as escolas do concelho é uma prioridade para o executivo camarário. No presente ano letivo, o Município ofereceu 777 livros de fichas, designadamente de inglês, matemática, português e estudo do meio, a 218 alunos. Recorda-se que os manuais escolares são oferecidos pelo Governo.

O investimento na educação é grande. Para além da gratuidade dos livros de fichas para os alunos com escalões A e B, o Município vai investir cerca de 340 mil em refeições, transportes escolares e atividades de animação e apoio à família.

Recorde-se também que o ano letivo 2017/2018 começou com excelentes novidades em matéria de desporto. Os alunos do 2º e 3º ciclos do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais têm nas aulas de Educação Física, pela primeira vez, as modalidades de SUP (Stand UpPaddle) e Canoagem. O Surf vai também, brevemente, ser uma realidade.

FAMALICÃO LIDERA NO AVE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA

Instituto Nacional de Estatística divulga Retrato Territorial de Portugal

Vila Nova de Famalicão é o concelho do Ave com “maior proporção” de empresas em sectores de alta e média-alta tecnologia no triénio 2013-2015. A informação consta do Retrato Territorial de Portugal, publicação do Instituto Nacional de Estatística (INE), recentemente divulgada.

centi

Num capítulo designado “A competitividade e a inovação nas regiões portuguesas”, que analisa vários indicadores, Vila Nova de Famalicão surge a liderar na NUT III Ave com a maior concentração de empresas de base tecnológica, segundo a localização da sede, nesse período de três anos.

Na verdade, o tecido empresarial do concelho famalicense é cada vez mais caracterizado pela forte integração tecnológica. Aliás, uma vertente que, aliada à componente de inovação, é bem evidente em muitos produtos das empresas sediadas ou instaladas em Famalicão. Além disso, as duas universidades (Lusíada e CESPU) e os dois centros tecnológicos (CITEVE e CeNTI), sediados em Vila Nova de Famalicão, fomentam o conhecimento, a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação.

De acordo com o INE, os sectores de alta e média-alta tecnologia compreendem as empresas classificadas nas indústrias de alta tecnologia, indústrias de média-alta tecnologia e os serviços intensivos em conhecimento de alta tecnologia.

Em Portugal, no triénio 2013-2015, os sectores de alta e média alta tecnologia, correspondiam a 1,8% do total das empresas portuguesas, sendo responsáveis por 5,4% do pessoal ao serviço e por 11,4% do VAB gerado pelo tecido empresarial português.

MUNICÍPIO DE AMARES INCENTIVA HÁBITOS DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL JUNTO DOS MAIS NOVOS

Para assinalar o Dia Mundial da Alimentação, que se comemorou ontem (dia 16 de outubro), o Município de Amares deu início à distribuição de sementes de salsa por todas as crianças que frequentam os centros escolares do concelho.

DSC08107

O objetivo primário desta iniciativa é sensibilizar os mais novos e os seus encarregados de educação para a redução do consumo de sal, incentivando o cultivo de ervas aromáticas em casa.

A vereadora da Educação e Saúde do Município de Amares, Cidália Abreu, lembra que esta iniciativa vem ao encontro da política municipal já praticada nos refeitórios escolares onde é disponibilizada uma ementa cuidadosamente preparada e equilibrada com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida e saúde da comunidadedesde tenra idade, prevenindo o aparecimento de eventuais doenças causadas por uma alimentação menos cuidada”.

Cidália Abreu acrescenta que o Município de Amares vai continuar a apostar em medidas que incentivem a formação de hábitos saudáveis e que contribuam para a promoção da saúde dos amarenses.

DSC08116

DSC08127

DSC08130

DSC08141

ABERTA HOJE A 5ª CONVOCATÓRIA DO PROGRAMA IACOBUS

Candidaturas Online na Plataforma IACOBUS. As candidaturas poderão ser apresentadas desde o dia 23de outubroaté ao 19 de novembro de 2017. Com um financiamento de 150 mil euros, o IACOBUS irá apoiar projetos de intercâmbio a realizar entre 1 de fevereiroe 30 de junho de 2018.

15390847_1251833888198364_7096865291309450857_n

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galiza-Norte de Portugal (GNP, AECT) abre a 5ª convocatória do programa IACOBUS, sendo as candidaturas submetidas via uma plataforma electrónica que o GNP, AECT disponibiliza para este efeito.

O Programa IACOBUS é um programa de cooperação cultural, científica e pedagógica que surge com o objetivo de dar mais um passo mais na configuração de um autêntico espaço de integração inter-regional entre as Universidades e outras instituições de Ensino Superior da Euroregião Galicia-Norte de Portugal. O IACOBUS é uma ação promovida pela Comunidade de Trabalho Galicia-Norte de Portugal, baseada nas prioridades definidas no PIC - Plano de Investimentos Conjuntos da Euroregião e nas estratégias estabelecidas pela RIS3-T, contando com o apoio da União Europeia, tendo financiamento do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

IACOBUS tem como objetivo principal fomentar a cooperação e o intercâmbio entre os recursos humanos das instituições de Ensino Superior da Euroregião Galicia-Norte de Portugal, visando o desenvolvimento conjunto de atividades formativas, de investigação e de divulgação, através de um sistema de intercâmbio transfronteiriço de professores, investigadores e pessoal administrativo e de serviços, entre as instituições de Ensino Superior da Euroregião Galicia-Norte de Portugal que assinaram o “Protocolo de Cooperação Cultural, Científica e Pedagógica entre as Universidades e as Instituições de Ensino Superior da Euroregião Galicia-Norte de Portugal” em Vigo, no dia 11 de abril de 2014.

Fazem parte do Programa IACOBUS as Universidades da Corunha, Santiago de Compostela, Vigo, Porto, Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro e a Católica Portuguesa, para além dos Institutos Politécnicos do Porto, Bragança, Viana do Castelo e Cávado.

Os participantes devem ter contrato/vínculo de investigação em vigor durante o período de realização do intercâmbio, assim como estar em condições de poder trabalhar no país para o qual solicita a estadia.

A elaboração e apresentação das candidaturas efetuar-se-ão unicamente através da plataforma que o Programa IACOBUS dispõe na sua página Web (iacobus.gnpaect.eu), desde o dia 23 de outubroaté ao dia 19 de novembro de 2017. As candidaturas e a documentação exigida pela plataforma Web, só poderão ser apresentadas unicamente em idioma galego, castelhano ou português.

As candidaturas serão apreciadas por uma Comissão de Avaliação da qual fazem parte 1 Presidente: designado pela direção do GNP, AECT e 3 Vogais: Um representante designado pelo Director-Geral de Relações Exteriores da Xunta de Galicia; Um representante designado pelo Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte de Portugal (CCDR-N) e um representante designado pela Fundação Centro de Estudos Euroregionais (FCEER), em representação da rede de Universidades da Euroregião. O Secretariado ficará a cargo do GNP, AECT.

As quatro convocatórias realizadas nos anos lectivos de 2014-2017 tiveram uma grande adesao a nível de candidaturas e de projetos aprovados. Na 1ª, com 190 candidaturas, foram aprovados 118 projetos, na 2ª apresentaram-se a concurso 223 candidaturas, tendo sido selecionados 119 projetos, na 3ª selecionaram-se 130 candidaturas num total de 203 apresentadas. Na 4º convocatória o GNP, AECT rececionou 311 candidaturas, superando as expectativas e aprovou 127 projetos.

Este programa financia os intercâmbios (de 1 ou 2 semanas para Professores, 1 semana para os PAS e de 1 a 3 meses para Investigadores). Estes intercâmbios serão realizados de 1 de fevereiroa 30 de junho de 2018.

Todas as informações e as bases da 5ª Convocatória do Programa IACOBUS já estão disponíveis na Web do IACOBUS iacobus.gnpaect.eu, sendo que ficaremos a conhecer os projetos selecionados no final do ano de 2017 e que os projetos se realização no 1º semestre do ano de 2018.

DESTACAMENTO DA GNR DE FAFE ENTRA AMANHÃ EM FUNCIONAMENTO

O Destacamento da GNR de Fafe entra em funcionamento esta quarta-feira, 18 de Outubro,  conforme compromisso anunciado pela Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e pelo Comandante da GNR, General Silva Couto, aquando da inauguração novas instalações do Destacamento Territorial de Fafe.

DSA_5347A

Este Destacamento da GNR, que servirá a área territorial de intervenção dos concelhos de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, entra em funcionamento após um compasso de espera, desde a inauguração em Março, que se deveu ao facto de se estar a aguardar que terminasse a formação dos militares que aqui vão prestar serviço.

O novo destacamento da GNR de Fafe, cujo processo de execução do projeto sofreu vários avanços e recuos nos últimos 20 anos, devolveu condições dignas aos militares que, até então, trabalhavam em instalações, com uma localização desarticulada, que não apresentavam as condições adequados, nem aquelas exigíveis para que fosse prestado o serviço público de qualidade. Este novo espaço permitiu também a todos os cidadãos que aqui recorrem melhores condições de acolhimento, atendimento e sensibilidade.

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, revela grande satisfação com a notícia.

Depois de termos inaugurado as novas instalações do Quartel da GNR, uma obra já há tanto desejada, esta era a notícia que esperávamos e pela qual sempre lutei desde que tomei conhecimento e contacto com este dossier.

Estamos muito satisfeitos por receber o Destacamento num edifício novo, com excelentes condições de trabalho. A vinda do Destacamento para Fafe foi um compromisso assumido pela Sra. Ministra que agora se viu cumprido, deixando-nos muito satisfeitos. 

A construção do novo Quartel representou um grande investimento para Fafe. Era uma obra já há muito desejada e que veio devolver dignidade aos militares que operam no concelho.”

Recorde-se que estas novas instalações foram inauguradas no passado dia 3 de Março, tendo representado um investimento na ordem dos dois milhões de euros, fruto de um protocolo entre o Município de Fafe, a Direcção Geral de Infraestruturas e Equipamentos do Ministério da Administração Interna e a Guarda Nacional Republicana. 

O Primeiro Ministro, António Costa, que presidiu à cerimónia de inauguração, garantiu ser “uma marca da excelente cooperação entre o Governo e a Administração Local”.

PROGRAMA "5 AO DIA" ARRANCA AMANHÃ EM BRAGA

Abertura da 8.ª edição do Programa ‘5 ao Dia’, Quarta-feira, 18 de Outubro, às 09h30, no Mercado Abastecedor da Região de Braga, em Celeirós

O Município de Braga prepara o arranque da 8.ª edição do Programa ‘5 ao Dia’, que terá lugar amanhã, Quarta-feira, dia 18 de Outubro, às 09h30, no Mercado Abastecedor da Região de Braga (MARB), em Celeirós, Braga.

A iniciativa irá contar com a presença de Lídia Dias, Vereadora da Educação.

O ‘5 ao Dia’ é um programa visa a promoção do consumo diário de 5 porções de frutas e/ou hortícolas junto de crianças em idade escolar, de modo a potenciar uma alimentação saudável.

O arranque desta edição irá contar com a participação de meia centena de crianças do 4.º ano das EB1 Cruz e EB1 Garapôa, ambas pertencentes ao Agrupamento de Escolas de Celeirós.

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS VAI A LOURES FALAR DO FUTURO DO MOVIMENTO FOLCLÓRICO NACIONAL

O Presidente da Direcção da Federação do Folclore Português, Dr. Daniel Café, vai a Loures no próximo dia 21 de Outubro para, a partir das 15 horas, proferir uma palestra subordinada ao tema “40 Anos da Federação do Folclore Português: O Presente, o Passado e o Futuro do Movimento do Folclore Nacional”. A iniciativa é do Grupo Folclórico Verde Minho e conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures, devendo ter lugar no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, local onde habitualmente se reúne a Assembleia Municipal de Loures. Aguarda-se a participação de muitos representantes de grupos folclóricos da região de Lisboa entre outras entidades ligadas ao folclore que para o efeito foram convidadas.

CapturarDCafeUltimaVersao

Daniel Calado Café nasceu no lugar de Gouxaria, freguesia de Alcanena, em 1966. É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, para além de possuir outras habilitações académicas noutras áreas, tendo exercido a docência no ensino básico e secundário e leccionado diversos cursos de educação e formação de adultos e ensino recorrente. Pertence ao quadro de professores de nomeação definitiva da Escola Dr. Anastácio Gonçalves, em Alcanena.

Desempenhou o cargo de Vereador da Câmara Municipal de Alcanena com os Pelouros de Educação e Cultura, para além de outros, desde 2002 a 2005, sendo, actualmente, Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Alcanena. Cedo mostrou um grande interesse pela história, as memórias colectivas e as identidades comunitárias do seu concelho, desenvolvendo investigação nestas áreas desde os seus dezassete anos de idade. Resultante da sua investigação, a Região de Turismo do Ribatejo publicou diversos estudos efectuados entre 1988 e 2007, neste âmbito.

É Director Fundador de algumas associações culturais tanto ao nível local, regional como nacional dos quais se destacam o Grupo Etnográfico de Gouxaria; Elos Clube de Alcanena; Homo Taganus – Associação de Estudo e Defesa da Etnografia e do Folclore do Ribatejo (possuindo também o cargo de Conselheiro Técnico da Região do Ribatejo) e a Academia de Letras e Artes da Lusofonia. Foi membro do Conselho Consultivo para a Cultura e Desporto do Município de Alcanena, tendo assumido a sua coordenação desde 2002.

Nas últimas eleições para os órgãos directivos da Federação do Folclore Português foi eleito Presidente da Direcção daquela entidade, única representante do movimento associativo do folclore português.

PONTE DE LIMA APRESENTA OBRA DO ESCRITOR JOSÉ LUÍS DA COSTA SOUSA

Município de Ponte de Lima promove obra de estreia de José Luís da Costa Sousa

O romance “A casa de Real”, da autoria de José Luís da Costa Sousa, vai ser apresentado no próximo dia 28 de outubro, pelas 15h00, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima. Trata-se da produção literária de estreia do escritor vianense que tem dedicado a sua vida profissional à área das Ciências da Educação, exercendo em diversas escolas do ensino secundário e superior, no país e no estrangeiro.

acasadereal_poster_web (1) (1) (Medium)

Celebre a literatura regional e venha conhecer a obra “A casa de Real”, cuja apresentação estará a cargo do professor ponte-limense, Vítor Araújo.

Esperamos por si!

Sobre o autor:

José Luís da Costa Sousa nasce a 20 de setembro de 1948 em Viana do Castelo. Finaliza o Curso Geral dos Liceus no Liceu Nacional vianense e, em 1966, conclui o Curso de Professores de Educação Física do INEF. Depois do Mestrado em Ciências da Educação – Metodologia da EF (1994) -, obtém o grau de Doutor em Ciências da Educação – Formação de Professores (2000) -, lecionando em escolas secundárias e em instituições do ensino superior, com destaque para o Instituto Superior de Educação Física, a Escola Superior de Educação de Lisboa e a Escola Náutica Infante D. Henrique. Também exerce funções na Escola de Educação Física e Desporto da Guiné-Bissau e no Instituto Nacional de Educação Física de Luanda, Angola.

Sinopse da obra:

Sebastião Correia de Matos foi o nome pedido em batismo no ano em que a criança nasceu, supostamente 1870, tendo por cenário a capela paroquial, singela e em estilo românico e por isso mais admirada, de Santa Eulália, Refojos do Lima. Aceitaria partilhar vida consigo até à morte Angélica Maria Correia de Matos. Depois... Depois o tempo correu, e seguiram-se outras gerações de naturais altos e baixos. Até que em 1939, a apreensão pelo que pudesse acontecer na sociedade e na aldeia atingiu o auge: a Alemanha Nazi tinha invadido a Polónia.

RÁDIO DO FOLCLORE PORTUGUÊS ENTREVISTA PRESIDENTE DO RANCHO FOLCLÓRICO VERDE MINHO

RÁDIO DO FOLCLORE PORTUGUÊS DIVULGA CONFERÊNCIA DO DR DANIEL CAFÉ EM LOURES A CONVITE DO GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO

Presidente do Grupo Folclórico Verde Minho entrevistado pela Rádio do Folclore Português

Teotónio da Silva Gonçalves, Presidente do Grupo Folclórico Verde Minho, vai estar á conversa com Sérgio da Fonseca no programa Conversas ao Serão da Rádio do Folclore Português, no próximo dia 18 de Outubro, às 21 horas.

CapturarTeotGonçalves

Nesta Conversa ao Serão, Teotónio Gonçalves vai falar do Grupo Etnográfico Danças e Cantares Verde Minho, de todo o seu programa de actividades, incluindo a próxima edição do FolkLoures, dando ênfase à Conferência a ser proferida pelo Presidente da Federação do Folclore Português, Dr. Daniel Café, no dia 21 de Outubro próximo, a partir das 15 horas, subordinada ao tema :”40 Anos da Federação do Folclore Português: O Passado, o Presente e o Futuro do Movimento do Folclore Nacional”.

A conferência tem lugar no local onde se reúne a Assembleia Municipal de Loures, no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, em pleno Parque da Cidade de Loures. Existe bom estacionamento.

Entretanto, a Rádio do Folclore Português pode ser sintonizada on-line através dos endereços www.rfpfolclore.com e https://www.radios.com.br/aovivo/radio-do-folclore-portugues/32075, podendo ainda ser descarregado para android em https://tunein.com/radio/Rdio-do-Folclore-Portugus-s208888/ e http://www.radioonline.com.pt/regiao/centro/#radio-do-folclore-portugues

Clique e descarregue 

App para android

Sintonize e acompanhe a entrevista na Rádio do Folclore Português, uma estação na internet ao serviço do nosso folclore!

ARCUENSES VENCEM O S. MIGUEL NO CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO DE RUGBY

Campeonato Nacional da 1ª Divisão: Com Mais Posse de Bola e Defesa Mais Organizada CRAV Vence com Ponto de Bónus

Tiago Pereira foi o Homem do Jogo

Depois do peso da derrota por um ponto frente ao Guimarães RUFC, na primeira jornada, o CRAV venceu o CR S. Miguel por 27-6, no Estádio Municipal de Rugby de Arcos de Valdevez.

crav vs smiguel

Relativamente a este encontro da 2ª jornada, a equipa técnica do CRAV esclarece que a equipa da casa entrou melhor em campo, um facto que se fez notar no marcador após um ensaio convertido pelos arcuenses nos primeiros 10 minutos de jogo. O CRAV teve sempre o domínio de jogo na primeira parte e o RC S. Miguel só conseguiu fazer pontos ao beneficiar de duas penalidades. Até aos 40 minutos de jogo o CRAV dilatou a vantagem no marcador através da transformação de um pontapé de penalidade e um ensaio de penalidade após uma placagem sem bola sobre o médio formação arcuense Lino Sá. Ao intervalo o CRAV vencia por 17-6.

A equipa sénior do CRAV conseguiu manter o domínio de jogo na segunda parte, marcando mais dois ensaios não convertidos. “A equipa esteve bem defensivamente, não sofreu ensaios e conquistou o ponto de bónus”, destaca a equipa técnica arcuense.

No rescaldo da jornada, o treinador Renato Rodrigues declara que, em relação ao primeiro jogo, “a equipa melhorou a posse de bola e a defesa foi mais organizada”.

Tiago Pereira foi eleito “Homem do Jogo” por demonstrar ser um jogador completo e estar ativamente em quase todos os momentos importantes da equipa. Na jornada anterior, o “Homem do Jogo” foi Luís Tenente que se destacou individualmente na defesa.

No próximo sábado, dia 21 de outubro, o CRAV recebe o Santarém.

crav vs grufc

equipasenior

CRAV ORGANIZA CONVÍVIO DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO

600 Atletas no Convívio Nacional de Abertura dos Escalões de Formação

As equipas sub-8, sub-10 e sub-12 do CRAV deslocaram-se às instalações da Agros, em Vila do Conde, para participarem no convívio nacional de abertura no escalão.

escaloesformacao_viladoconde

Num evento onde estiveram presentes 42 equipas, perfazendo um total de cerca de 600 atletas, o bom tempo fez-se sentir, dando condições aos atletas para um excelente dia de Rugby em grande ambiente desportivo.

Os jogos programados foram todos realizados, com dois grandes vencedores, o desporto e o rugby, que viram os seus valores respeitados e consagrados.

FAMALICÃO ATRIBUIU GRANDE PRÉMIO DE CONTO CAMILO CASTELO BRANCO

Galardão foi atribuído pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e APE a Teolinda Gersão. Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco a consagrar escritores há 25 anos

Do alto dos seus 77 anos, Teolinda Gersão apresentou-se, sábado, na Casa de Camilo com a naturalidade e o à-vontade próprio das escritoras consagradas. A autora de "Prantos, amores e outros desvarios" foi contemplada com o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, atribuído pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e pela Associação Portuguesa de Escritores (APE).

image54959

Num discurso bastante eclético, a escritora falou do país e da literatura. Disse que “os portugueses não podem ser um povo sem voz” e confessou-se como grande admiradora da obra de Camilo. “É uma alegria enorme ver o meu trabalho reconhecido e é uma grande honra estar aqui porque eu também sou uma grande leitora de Camilo Castelo Branco” salientou, referindo que “Camilo é um autor que escreve com carne e com sangue, com experiências de vida do que vê e do que o rodeia”.

Teolinda Gersão recebeu o prémio das mãos do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, na presença do presidente da APE, José Manuel Mendes, naquela que foi a 25.ª edição do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco.

Isso mesmo salientou José Manuel Mendes que enalteceu “os 25 anos de união com o município de Famalicão”. Também Paulo Cunha destacou a “cultura de compromisso” desenvolvida com a APE, corporizada neste prémio que “é a pedra angular do projeto camiliano”.

Sobre Teolinda Gersão, José Manuel Mendes salientou “a escritora singularíssima”,acrescentando que o seu nome está “entre os maiores da contemporaneidade”.

De resto, a porta-voz júri do prémio, Raquel Camacho realçou que “Teolinda é uma escritora que escreve a vida” e que revela um "domínio total das características do conto". A “língua cuidada, elegante, erudita" e a “capacidade de surpreender sucessivamente no conto seguinte, sendo que o anterior parecia ter sido, indubitavelmente, magistral", foram outras das caraterísticas sublinhadas pelo júri a propósito dos contos reunidos obra, editada pela Porto Editora.

Esta é a segunda vez que Teolinda Gersão recebe este prémio, tendo conquistado pela primeira vez em 2002 com "Histórias de ver e andar".

O Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, no valor de 7.500 euros, foi criado em 1991 pela APE em parceria com a autarquia de Vila Nova de Famalicão e distingue um autor português ou de um país africano de expressão portuguesa.

A entrega do Grande Prémio Camilo Castelo Branco integrou a 4.ª edição dos Encontros Camilianos de São Miguel de Seide, que decorreu durante os dias de sexta-feira e sábado, na Casa de Camilo, e que ficou também marcada por uma homenagem ao investigador e biógrafo camiliano Alexandre Cabral.

image54968

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE DISTRIBUI PELOUROS

Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão apresentou distribuição de pelouros. Política de proximidade e internacionalização são apostas de Paulo Cunha para o mandato

Relação com o Munícipe, Governança e Participação Cidadã, e Internacionalização são dois dos novos pelouros criados pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, para o mandato 2017-2021. O autarca que tomou posse, este domingo, em cerimónia pública que se realizou na Casa das Artes, apresentou esta manhã, aos jornalistas, a distribuição dos pelouros pelos oito vereadores eleitos.

AFS_6673

De acordo com Paulo Cunha, “o reforço da relação com os famalicenses, com a promoção de uma política de proximidade e de uma cidadania ativa é uma tarefa que surge no seguimento de uma aposta encetada durante o último mandato, com o atendimento ao munícipe que se realizava todas as quartas-feiras e que resultava na apresentação de problemas, mas também propostas e soluções diversas”. “Foram mais de três mil atendimentos” explicou o autarca. O pelouro da Relação com o Munícipe, Governança e Participação Cidadã ficará, por isso, sob a alçada do presidente da Câmara Municipal.

E, se por um lado, Paulo Cunha aposta no reforço da relação com os munícipes, por outro lança o pelouro da Internacionalização, projetando Famalicão no exterior, “uma tarefa muito relevante, com propósitos ambiciosos e almejando outros patamares”, conforme explicou. Este novo pelouro ficará a cargo do vereador Augusto Lima, que é ele próprio uma estreia no executivo municipal. Esta foi, de resto, outra das novidades apresentadas pelo presidente da Câmara Municipal, esta manhã, aos jornalistas.

O autarca não escondeu a satisfação com que recebeu os resultados eleitorais do passado dia 1 de outubro, que permitiram o reforço da equipa da vereação, com mais um vereador. “Os famalicenses brindaram-me com uma votação muito expressiva que, de certa forma, me surpreendeu e permitiu avançar com mais uma pessoa na minha equipa”.

Para além de Augusto Lima, mantêm-se na vereação com pelouros atribuídos Ricardo Mendes, que ocupa também o cargo de vice-presidente, Sofia Fernandes, José Santos, Leonel Rocha, Pedro Sena e Mário Passos. Os vereadores sem pelouro são: Nuno Sá, Ivo Sá Machado e Célia Castro.

Sobre a equipa de vereação com pelouros atribuídos, Paulo Cunha salientou que uma das exigências para ocupar o cargo tem a ver com a disponibilidade total. “Uma das condições que imponho a todos os elementos da minha equipa é a da disponibilidade a tempo inteiro” afirmou, explicando que este requisito acabou por influenciar a entrada de Augusto Lima na equipa.

Entre os novos pelouros criados, destaque ainda para a Estratégia Concelhia de Desenvolvimento Integrado, cujo objetivo é, de acordo com Paulo Cunha, “aproveitar o trabalho desenvolvido pelas Comissões Sociais InterFreguesias, atribuindo-lhes um novo protagonismo e novas competências de forma a conseguir um desenvolvimento harmonioso de todo o concelho, respeitando a diversidade”.

Neste registo de novos pelouros, referência ainda para a Defesa dos Animais, Promoção da Igualdade de Género, e Gestão, Conservação e Manutenção do Espaço Urbano, entre outros.

Os pelouros ficam assim distribuídos da seguinte forma:

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL – Paulo Alexandre Matos Cunha

Pelouro Administrativo e Financeiro;

Pelouro do Planeamento Estratégico;

Pelouro do Ordenamento do Território, Urbanismo e Fiscalização;

Pelouro dos Recursos Humanos;

Pelouro das Obras Municipais;

Pelouro da Contratação Pública;

Pelouro da Solidariedade Social;

Pelouro dos Seniores;

Pelouro das Relações Institucionais e Cooperação;

Pelouro da Relação com o Munícipe, Governança e Participação Cidadã;

Pelouro da Modernização Administrativa e Sociedade de Informação.

VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL – Ricardo Jorge Costa Mendes

Pelouro dos Assuntos Jurídicos e Contencioso;

Pelouro do Património;

Pelouro da Proteção Civil;

Pelouro da Segurança;

Pelouro dos Mercados e Feiras;

Pelouro da Defesa do Consumidor.

VEREADORA – Sofia Manuela Cadeias Machado Fernandes

Pelouro da Família;

Pelouro da Juventude;

Pelouro da Saúde Pública;

Pelouro do Voluntariado;

Pelouro da Igualdade de Género;

Pelouro da Mobilidade e Segurança Rodoviária.

VEREADOR – José Manuel Leitão dos Santos

Pelouro da Habitação;

Pelouro da Energia;

Pelouro da Gestão, Conservação e Manutenção de Equipamentos Públicos;

Pelouro da Gestão, Conservação e Manutenção do Espaço Urbano.

VEREADOR – Leonel Agostinho Azevedo Rocha

Pelouro da Educação e Conhecimento;

Pelouro da Cultura.

VEREADOR – José Pedro Carvalho de Macedo Ferreira Sena

Pelouro do Ambiente, Salubridade e Higiene Pública;

Pelouro da Ocupação do Espaço Público;

Pelouro da Defesa dos Animais;

Pelouro da Gestão Cemiterial.

VEREADOR – Mário de Sousa Passos

Pelouro do Desporto;

Pelouro das Freguesias;

Pelouro do Associativismo.

VEREADOR – Alfredo Augusto Azevedo Morais Lima

Pelouro da Economia, Empreendedorismo e Inovação;

Pelouro do Turismo;

Pelouro da Internacionalização;

Pelouro do Desenvolvimento Territorial Integrado. 

Vereadores sem pelouro:

Nuno André Araújo Santos Reis Sá

Silvestre Ivo Sá Machado

Célia Cristina Maia Meneses Castro