Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

TERRABOURENSES DEBATEM EFEITOS DA POLUIÇÃO NA VIDA DOS OCEANOS

Sessão sobre a “A vida nos Oceanos, Rios, Ribeiros e Lagoas – Causas e Consequências da Poluição”

O Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro promoveu, no dia 24 de maio, uma atividade sobre “A vida nos Oceanos, Rios, Ribeiros e Lagoas – Causas e Consequências da Poluição” para alunos do Pré-Escolar do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro.

CAPAocean

Os alunos dos Jardins de Infância de Moimenta, Carvalheira e Chorense tiveram assim oportunidade de participar num workshop que teve por objetivo demostrar que a água é fundamental para a vida no planeta e que por isso, manter uma boa qualidade da água (água potável) deve ser uma das principais preocupações da sociedade. O uso irracional e a poluição de rios, oceanos, mares e lagos, podem ocasionar, muito em breve, a falta de água potável, caso não ocorra uma mudança drástica na forma como o ser humano usa e trata este bem tão precioso.

Durante a atividade as crianças foram sensibilizadas para os principais fatores de poluição dos rios, mares, lagos e oceanos, designadamente a poluição e contaminação por produtos químicos, esgotos, lixo, etc.

Por último, explicou-se e frisou-se o facto de milhões de pessoas no mundo não terem acesso a água potável, ficando por isso, expostas a diversas epidemias e doenças como a diarreia, leptospirose, esquistossomose, hepatite e febre tifoide, que matam mais de 5 milhões de pessoas por ano.

IMG_0572_Copy

IMG_0578_Copy

IMG_0581_Copy

IMG_0584_Copy

IMG_0598_Copy

ARTE E NATUREZA DIALOGAM EM CERVEIRA

‘Vila das Artes’ integra‘Percurso Lusitano’ de Robert Schad

É sob o conceito de perfeito diálogo arte/natureza e, em particular, com o rio Minho, que o reconhecido escultor alemão Robert Schadescolheu três espaços simbólicos de Vila Nova de Cerveira para expor três esculturas da sua autoria. A iniciativa integra a exposição nacional ‘Percurso Lusitano’ apresentada em 15 concelhos do Norte a Sul do país, e que vai estar patente na ‘Vila das Artes’ até abril de 2018.

20170522_115702

Robert Schad regressa ao país, onde no início da década de 1980, iniciou a sua carreira artística, para apresentar uma vasta exposição de esculturas.‘Percurso Lusitano’ revela-se como um momento único, tanto no número de esculturas expostas, como também na própria distribuição espacial, já que estão espalhadas em zonas de cariz histórico e ambiental de Portugal. As linhas que determinam as suas esculturas constituem um fio condutor que atravessa o país, permitindo novos pontos de vista sobre os locais em que as esculturas se encontram.

Aproveitando a especificidade de cada concelho, em Vila Nova de Cerveira, o escultor expõe, a partir de hoje, três esculturas em ferro em três locais distintos, mas com a natureza e o rio Minho como o elemento consensual. Assim, no Parque de Lazer do Castelinho foi colocada a escultura “HAN”,no Parque de Merendas de Montorrosé possível apreciar a escultura “Enfime” e no Monte do Espirito Santo a escultura intitulada “Volok”.

Segundo Robert Schad, “o ferro vem da natureza e o objetivo desta exposição é reintegrar este material no seu local de origem, através de formas que se prendem com a natureza, transmitindo a energia interior existente nas árvores e plantas”. Trabalhadas em ferro maciço e partilhando o mesmo diâmetro, as esculturas de Robert Schad caraterizam-se por uma contradição muito interessante, isto é, uma leveza visual que não pressupõe o peso físico de 1,5 tonelada. “É o sonho da leveza, em que sobressai o jogo da construção e do crescimento da escultura conjugado com a natureza”, explica o escultor alemão.

A exposição ‘Percurso Lusitano’ em Vila Nova de Cerveira decorre entre esta quarta-feira, prolongando-se até abril de 2018. A inauguração formalestá agendada para o dia 25 de agosto, pelas 18h00, no Fórum Cultural de Cerveira, integrando o programa da XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira.

Com uma carreira artística amplamente reconhecida, Robert Schad tem vários prémios nacionais e internacionais, entre os quais, em 1982, o Prémio de Desenho da IIIBienal de Arte Contemporânea de Vila Nova de Cerveira.No ano de 2007, Robert Schad realizou no novo complexo da Santíssima Trindade, do Santuário de Fátima, a Cruz Alta, peça com 34 metros, e que ocupa um lugar central na obra de Robert Schad,

Robert Schad reside e trabalha em Larians (França) e em Chamosinhos (Portugal), onde desde 1988 tem a sua segunda residência.

20170522_161142

20170523_182831

SECRETÁRIO DE ESTADO DA INDÚSTRIA VISITA BRAGA

InvestBraga apoiou e acompanhou 548 ME de investimento

Braga compreendeu há muito que a inovação é a prioridade fundamental, diz Secretário de Estado da Indústria

O secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, defendeu ontem que “a prioridade fundamental é a inovação (…), porque a chave do sucesso da nossa indústria está na preparação para a era digital” e que “Braga compreendeu esse facto há muito”. João Vasconcelos participou no Fórum Económico, organizado pela InvestBraga no âmbito da Semana da Economia, que assinala o 3.º aniversário da agência para a dinamização económica de Braga.

O Fórum Económico, que contou ainda com as participações do presidente do Millennium BCP, Nuno Amado, do administrador Executivo da CGD, Francisco Ravara Cary, de Vítor Fernandes, membro da Comissão Executiva do Novo Banco, de Pedro Reis, presidente do BCP Capital, do ex-ministro da Economia, Carlos Tavares da Silva, e do secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, trouxe a debate temas relevantes para o financiamento do investimento das empresas.

Durante o evento, a InvestBraga apresentou um balanço de toda a atividade e os resultados alcançados nas diversas áreas de atuação – Dinamização Económica, Startup Braga e Parque de Exposições de Braga.

Ao longo dos três anos de atividade, a InvestBraga apoiou e acompanhou 548 milhões de euros de investimento, resultantes de mais de 300 projetos, dos quais 37 são de origem internacional e 21 de multinacionais em Portugal.

“Só no último ano, conseguimos captar três grandes investimentos para Braga. A Fujitsu, que inaugurou há um ano o seu centro de competências, já disse que vai superar as expetativas e criar 350 postos de trabalho até ao final deste semestre; a Bosch Car Multimédia vai criar mil postos de trabalho, através da expansão da sua unidade em Braga, num investimento de 38 milhões de euros; e a Accenture vai inaugurar, muito brevemente, o novo centro de aplicações de tecnologias de informação, criando 100 postos de trabalho”, afirma Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga.

Desde 2014, o número de desempregados em Braga diminuiu em um terço, o equivalente a cerca de 5.000 postos de trabalho. Em 2016, Braga registou o maior aumento real de exportações do país (176 milhões de euros, mais 19% do que em 2015) e é já o 10º maior concelho exportador do país - à frente de Oeiras e do Porto.

Na sua intervenção na sessão de encerramento do Fórum Económico, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, afirmou que Braga vai “continuar a trabalhar para captar novos projetos nas áreas da saúde, da biotecnologia e na área da nanotecnologia”.

Recorde-se que a Startup Braga já apoia uma percentagem significativa de projetos nas áreas das tecnologias médicas e da saúde e da nanotecnologia, tendo parcerias com o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, o Hospital de Braga, a Escola de Medicina da Universidade do Minho, o CeNTI - Centro Nanotecnologia Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, entre outras instituições.

A Semana da Economia é organizada pela InvestBraga, de 22 a 26 de maio, e tem como grandes objetivos constituir uma mostra do potencial económico de Braga, que é já um dos principais motores da economia nacional, assinalar o crescimento económico registado no concelho e debater temas relevantes da área económica. A InvestBraga pretende, também, prestar contas do trabalho efetuado nas suas diversas áreas de atuação, Dinamização Económica, Startup Braga e Parque de Exposições de Braga, por ocasião do seu terceiro aniversário.

GALIZA: CORUNHA COMEMORA DIA DA MUINHEIRA

A Asociación Folclórica y Cultural Orballo que congrega diversas associações e agrupamentos culturais, leva a efeito no próximo dia 28 de Maio, a 34ª edição do Dia da Muinheira. A iniciativa tem lugar na Praça do Conde de Pontedeume, na província da Corunha, com início às 18 horas.

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n1t0

A muinheira é uma dança do folclore galego e tem a sua origem nos momentos de diversão, junto aos moinhos. Enquanto aguardavam pelo fim da moagem, as mulheres cantavam e bailavam ao som da pandeireta e da gaita-de-foles, até que o moleiro lhes fizesse a entrega da farinha.

A pandeiretada, assim era designada a muinheira velha, é a dança genuína das gentes galegas que tem na muinheira nova a sua versão mais erudita, com autor identificado. A dança é executada por pares mistos que, com elevado ritmo e rapidez, fazem o “passeio” de braços erguidos, numa coreografia e vistosa que anima as mais alegres festas e romarias da Galiza.

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n2t0

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n3t0

xxxiv-día-da-muiñeira-pontedeume_img2333n4t0

GALIZA: VIGO REALIZA FESTA DA CEREJA

Nueva edición de la Festa - Feira da Cereixa que tendrá lugar desde el 2 al 4 de Junio en la parroquia viguesa de Beade. Los asistentes a esta fiesta, que se celebra al aire libre, podrán degustar, un año más, las primeras cerezas de temporada y disfrutar con las actividades lúdicas programadas para público de todas las edades.

xxxii-festa-feira-da-cereixa-de-beade-vigo_img1636n1t0

COMINHOS | DUPLAFACE COMPANHIA DAS ARTES / GACEL / PEQUENOS ACTORES DO LIMA / TEATRO AMADOR DA FACHA – DIRECÇÃO: FÉRTIL CULTURAL

EXERCÍCIO/ESPECTÁCULO DO CURSO DE TEATRO PARA AMADORES PROMOVIDO PELOS SERVIÇOS EDUCATIVOS DO TEATRO DIOGO BERNARDES

28 de Maio – 18h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Após o desafio lançado a todos os grupos de teatro amador do concelho, em Novembro passado, deu-se início à acção inserida nos Serviços Educativos do Teatro Diogo Bernardes com a denominação de Curso de Teatro para Amadores, tendo respondido à chamada membros dos Grupos Duplaface Companhia das Artes, Gacel, Pequenos Actores do Lima e Teatro Amador da Facha, a que se juntaram duas funcionárias do Município que laboram em áreas em que os ensinamentos podem ser devidamente aplicados.

cominhos_mupi_

Sob a direcção da Fértil Cultural, estrutura profissional de teatro, desde então realizaram-se mais de duas dezenas de sessões de trabalho, em horário pós-laboral, numa primeira fase com a periodicidade quinzenal, a qual passou a semanal na recta final da acção.

Extremamente motivados e dedicados, todos os elementos encararam os trabalhos e exercícios com extrema responsabilidade, criando-se um verdadeiro espírito de grupo, com partilhas contínuas de saberes e de conhecimentos.

Atendendo aos excelentes resultados obtidos, o exercício/espectáculo final de apresentação do Curso de Teatro para Amadores, obrigatoriamente, teria que ser apresentado ao público no local que o acolheu e viu nascer – o Teatro Diogo Bernardes, que abre as suas portas no dia 28 de Maio, a partir das 18h00, para apresentar Cominhos, título escolhido para o referido exercício/espectáculo de teatro.

Nas Comemorações dos 120 Anos do Teatro Diogo Bernardes, este equipamento municipal lançou, durante a temporada 2016-2017 que praticamente coincidiu com o ano lectivo escolar, os seus Serviços Educativos, com formadores profissionais de teatro, através deste Curso de Teatro para Amadores e do Curso de Longa Duração de Teatro, desenvolvido com a turma 12 do 4.º ano da Escola Básica de Ponte de Lima ao longo de cerca de duas dezenas de sessões de trabalho, na escola e no Teatro Diogo Bernardes, em horário escolar, também com excelentes resultados que serão apresentados no dia 21 de Junho no Teatro Diogo Bernardes, às 17h30, com o espectáculo denominado A Flôr n.º 12, o qual divulgaremos oportunamente.

Para o espectáculo Cominhos, bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

TERRABOURENSES DEBATERAM FORNECIMENTO DE ENERGIA

Terras de Bouro recebeu Seminário sobre “O que é importante os consumidores saberem sobre o fornecimento de energia”

A Câmara Municipal de Terras de Bouro, em colaboração com a ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos) e o CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo, promoveram, no dia 24 de maio, um seminário sobre a temática: “O que é importante os consumidores saberem sobre o fornecimento de energia”.

.

O Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Dr. Joaquim Cracel, procedeu à introdução dos trabalhos e respetiva sessão de boas vindas, com um especial agradecimento dirigido à direção do CIAB pela seleção de Terras de Bouro para a realização deste encontro e aproveitou igualmente a ocasião para formular o convite de, numa futura ocasião, se realizar um périplo pelo concelho no intuito de divulgar junto das entidades convidadas as potencialidades de Terras de Bouro.

No que diz respeito à sessão suscitou o maior interesse, já que o Salão Nobre da Câmara Municipal registou uma assinalável presença de público, que pôde assim, ao longo do dia, inteirar-se das principais atribuições e competências da ERSE, assim como adquirir conhecimento e formação sobrea qualidade do serviço comercial no fornecimento de eletricidade e gás natural, o relacionamento comercial com os consumidores, a liberalização do mercado energético e ainda os apoios sociais ao consumidor de energia (Tarifa social).

.

.

.

.

EX-CHEFES DE ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO DE FRANÇA, DA ALEMANHA E DE PORTUGAL VISITAM PONTE DE LIMA

O Centro de Interpretação de História Militar e o CIPVV - Centro de Interpretação do Vinho Verde são os locais a visitar

O encontro que traz a solo nacional os Generais “EX-CEME” de França e da Alemanha tem paragem obrigatória na vila mais antiga de Portugal, a 27 de maio.

Ponte de Lima, que desde o período romano se assume como ponto de grande importância geoestratégica, inaugurou, em setembro passado, um Centro De Interpretação De História Militar (CIHM).

O recente núcleo museológico surgiu na sequência de um protocolo de colaboração, firmado a 25 de maio de 2011, entre o Município de Ponte de Lima e o Exército Português, representado pela Direção de História e Cultura Militar. Este mereceu já o elogio da Presidência da República, na pessoa de Marcelo Rebelo de Sousa, que inaugurou a exposição permanente.

O Executivo Municipal de Ponte de Lima vai acompanhar o General Elrick Irastorza, o General Hans-Otto Budde, e o General José Luís Pinto Ramalho, respetivamente ex-Chefes de Estado-Maior do Exército de França, Alemanha e Portugal, numa visita ao espaço museológico supra mencionado. A visita está sob a coordenação do Coronel António Feijó e terá início pelas 10h30.

Seguir-se-á uma passagem pelo Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, espaço que tem como principal missão contribuir para a promoção Vinho Verde através da investigação e divulgação do seu lastro patrimonial. A visita terminará com um percurso pelo Centro Histórico de Ponte de Lima, de fortes influências romanas e medievais.

Ponte de Lima foi um dos três locais escolhidos a nível nacional para esta visita, pela qualidade e pelo potencial das suas infraestruturas, naturais, históricas e humanas. O incentivo a este tipo de projetos, visitas e iniciativas constitui uma aposta contínua do Município de Ponte de Lima.

CAMINHA PROMOVE XI SEMANA DOS DIREITOS DA CRIANÇA DE 29 DE MAIO A 2 DE JUNHO COM MÚLTIPLAS ATIVIDADES

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Caminha em parceria com a Câmara Municipal está a organizar a Semana dos Direitos da Criança. Exposição de fotografia, ‘GNR por um dia’, tertúlia, conferência com o Juiz Joaquim Manuel Silva, Dia Mundial da Criança e Assembleia Municipal de Crianças e Jovens vão marcar esta XI edição certame. O objetivo desta semana é chamar à atenção para o direito da audição da criança.

XI Semana dos Direitos da Criança

De 29 de maio a 2 de junho, a criança e os seus direitos vão estar em destaque no concelho de Caminha com a realização da XI Semana dos Direitos da Criança.  Esta semana tem uma mensagem associada e que se prende com o direito à audição da criança, ou seja, toda a criança tem direito a ser ouvida, a participar nos projetos e as suas ideias devem ser respeitadas.

A semana arranca a 29 de maio, com a inauguração da exposição de fotografia ‘Ser Feliz”, no Museu Municipal de Caminha. Esta mostra é constituída por 18 fotografias, que resultam do concurso “Ser Feliz”. A inauguração está agendada para as 14H30. Aqui, vão ser conhecidos os vencedores do concurso. Esta exposição vai estar patente ao público até 30 de junho.

No dia 30, os alunos do 4º ano da Escola Básica de Caminha vão ser ‘GNR por um dia”. Esta atividade conta com o apoio da Guarda Nacional Republicana.

Ainda, no dia 30 vai decorrer a tertúlia “Direito de audição da criança”. Para este momento foram convidadas várias pessoas da comunidade,nomeadamente o presidente da Câmara Municipal de Caminha, um dirigente desportivo, um médico, um educador de infância, um professor e pais, para partilharem a sua experiência no que respeita ao contacto com as crianças.

No dia 31, terá lugar a conferência “Direito de audição da criança” dinamizada pelo juiz Joaquim Manuel Silva, um defensor acérrimo da escuta ativa das crianças nos processos em que estão integradas, nomeadamente no divórcio dos pais. Para este momento, a CPCJ de Caminha convida a população em geral.

No dia 1 de junho, dia em que se comemora o Dia Mundial da Criança, o dia vai ser preenchido com múltiplas atividades relacionadas com a arte circense, na Quinta da Barrosa, em Vila Praia de Âncora.

A XI Semana dos Direitos da Criança encerra com a Assembleia Municipal de Crianças e Jovens, durante a qual a comunidade escolar vai opinar e dar o seu contributo para um concelho melhor ou até mesmo questionaros presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, ou até mesmo os presidentes das respetivas Juntas de Freguesia, sobre as matérias que consideram pertinentes.

Programa:

SEG 29 | 14H30

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA “SER FELIZ”

INAUGURAÇÃO

Local: Museu Municipal de Caminha

TER 30

GNR POR UM DIA

Organização: CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Caminha e Guarda Nacional Republicana

TER 30 | 21H30

“DIREITO DE AUDIÇÃO DA CRIANÇA”

TERTÚLIA

Local: Museu Municipal de Caminha

QUA 31 | 09H30

“DIREITO DE AUDIÇÃO DA CRIANÇA”

CONFERÊNCIA DINAMIZADA PELO JUIZ JOAQUIM MANUEL SILVA

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

QUI 01

COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Local: Quinta da Barrosa-Dólmen da Barrosa, Vila Praia de Âncora

SEX 02 | 14H30

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CRIANÇAS E JOVENS

Local: Valadares, Teatro Municipal de Caminha

HOJE É DIA DA ESPIGA NAS TERRAS DO SUL!

Hoje é Quinta-feira da Ascensão. Assim se denomina este dia em virtude de no calendário litúrgico se comemorar a ascensão de Jesus Cristo ao Céu, encerrando um ciclo de quarenta dias que se seguem à Páscoa. Mas, este dia tem a particularidade de se celebrar também o "dia da espiga" ou "quinta-feira da espiga". Manhã cedo, rapazes e raparigas vão para o campo apanhar a espiga e flores campestres. Formam um ramo com espigas de trigo, rosmaninho, malmequeres e folhagem de oliveira que pode incluir centeio, cevada, aveia, margaridas, pampilhos e papoilas. Depois, o ramo é guardado ao longo de um ano, pendurado algures dentro de casa.

dia da espiga

Crê-se que este costume, com mais incidência nas regiões a sul de Portugal, tenha as suas raízes num antigo ritual cristão que consistia na bênção dos primeiros frutos, mas as suas características fazem-nos adivinhar origens bem mais remotas, muito provavelmente em antigas tradições pagãs naturalmente associadas às festas consagradas à deusa Flora que ocorriam por esta altura e a que a tradição dos maios e das maias também não é alheia.

É crença do povo que a espiga apanhada na quinta-feira da Ascensão proporciona felicidade e abundância no lar. Aliás, a espiga de trigo propriamente dita representa a abundância de pão, o ramo de oliveira simboliza a paz, as flores amarelas e brancas respetivamente o ouro e a prata que significam a fartura e a prosperidade.

Noutros tempos, era costume na cidade, as moças que estavam de criadas de servir, ainda arreigadas a antigas usanças das suas terras de origem, pedirem às patroas para que lhes concedessem licença nesse dia para irem apanhar a espiga... Não raras as vezes, um bom pretexto para irem ao encontro do namorico, pois quase sempre apenas tinham permissão de folga ao domingo. Aliás, devido em grande medida à liberdade que a festa proporcionava aos jovens nesse dia, a apanha da espiga adquiriu bem depressa um sentido mais malicioso sempre que as pessoas a ela se referem.

Atualmente, algumas ruas de Lisboa enchem-se de vendedeiras de ramos de espigas, as quais são cada vez mais solicitadas inclusivamente por pessoas cujas raízes culturais já nada tem a ver com tais costumes mais próprios do meio rural. Provavelmente, atraídas pela beleza com que se apresentam os ramos. Em todo o caso, procurando cumprir um ritual que ajuda a preservar uma tradição!

ENCONTRO TEAM DE REGRESSO APÓS LONGA PARAGEM

O próximo fim de semana vai marcar o regresso da "Encontro Team" de Cláudio Ornelas à competição. Depois de uma paragem de quase 3 meses, o piloto de Vila Praia de Ancora voltará aos comandos do Subaru Impreza no Rali de Santo Tirso partindo com o número 23 nas portas, sendo esta a 4ª prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis - Norte e terceira ronda do Troféu Inter Municípios 2017.

Como habitualmente navegado por Miguel Castro, Cláudio Ornelas encara este Rali de Santo Tirso com natural entusiasmo: "Estivemos parados desde o Rali de Mondim de Basto que disputamos no início de Março e por isso este regresso há muito que era mais que esperado", afirma o piloto adiantando que "o principal objectivo será sempre o de terminar o rali continuando na nossa aprendizagem com este carro que exige muita habituação. Claro está que vamos dar o nosso melhor sempre olhando à classificação final e aos pontos para os campeonatos em disputa.

Este é um rali do qual gostamos muito, quer pela imensa 'aficion' que normalmente acompanha a prova criando um extraordinário ambiente de festa, quer pela parte organizativa do CAST, a quem desde já damos os parabéns pelo trabalho feito e que merece o nosso aplauso."

RN01Mondim17052

Cláudio Ornelas e Miguel Castro vão neste Rali de Santo Tirso estrear as novas cores do Subaru Impreza que os irão acompanhar ao longo da restante temporada e esperam contribuir para o grande espetáculo que se adivinha: "Queremos uma vez mais agradecer a todos os nossos patrocinadores por acreditarem em nós e tudo faremos para dignificar a sua aposta neste projecto", conclui o piloto.

Press00002

A Encontro Team conta para a presente temporada com os apoios de Assistransvi, Pneus Gama, Encontro de Margens, Gym Valença, Lara Inspeções, Luziauto, Cashback Card, Sá Cunha Alumínios, MonçãoTir, Aluxport, Encontro Auto, Talina Publicidade, Glassdrive, Mobilub, NatConta, Rodiauto, Multipreço Brindes Publicitários, Recirosa Lda e Chemistry Bar.

O Rali de Santo Tirso arranca na noite de sexta feira com dupla passagem pela Super Especial realizada na zona ribeirinha da cidade enquanto no dia seguinte as classificativas de Mourinha / Hortal e Assunção serão percorridas por 3 vezes pelos mais de 80 inscritos neste rali.

Press00001

MOLDÁVIA CANTA E DANÇA NO FOLKLOURES’17

O Grupo de Folclore da Associatia Miorita Portugalia vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

18700059_419210881788284_2864025486841518766_n

Formado por moldavos e seus descendentes imigrados no nosso país, a Associatia Miorita Portugalia está sediada no Barreiro e representa os usos e costumes tradicionais das gentes da Moldávia.

Situada na Europa oriental, a Moldávia possui fronteiras com a Ucrânia e a Roménia. No século XV, a Moldávia – oficialmente República Moldova – ocupou toda a região da Bessarabia, Moldávia Ocidental e Bucovina, constituindo à época uma importante potência regional.

Em consequência da sua história atribulada que incluiu o período feudal, o Tratado de Bucareste em 1812 que retalhou o seu território, submetendo a Bessarabia à Rússia e, mais tarde, a independência da Roménia e a sua unificação com a Moldávia Ocidental, é actualmente controversa a definição de identidade étnica e linguística entre moldavos e romenos.

Além do grupo de folclore da Associatia Miorita Portugalia em representação da comunidade moldava radicada no nosso país, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda com representações da Estremadura e Brasil que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Mais do que qualquer outra manifestação de índole cultural e desportiva, é o Folclore a forma de expressão cultural que melhor contribui para a paz entre os povos, no respeito das suas diferenças e identidade.

18582552_419211248454914_2119400223560042035_n

18622415_419211478454891_3370637211286566065_n

18670753_419211081788264_3529647880802839024_n

18670895_419210921788280_7126892578996939302_n

18671073_419211601788212_9112914614278618041_n

18698185_419210431788329_7662472454484004270_n

Cartaz2017Novo.jpg

‘DESENCAMINHARTE’ A DESCOBRIR O ALTO MINHO

10 municípios, 10 lugares únicos, 10 intervenções de arte pública e mais de meia centena de experiências e tentações prometem desencaminhar, este mês de junho, visitantes e turistas para redescobrir valores e paisagens do Alto Minho natural e rural.

Capturarmellllg1

Do nascer-do-sol do dia 1 de junho ao pôr-do-sol do dia 4, quem visitar o Alto Minho é ‘desencaminhado’ a descobrir a arte e a natureza. A proposta é da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho que organiza o primeiro festival de arte pública do país em espaço natural e rural, entre serras, rios e mar. Desencaminharte é o nome do evento ao qual o Município de Melgaço se associou, juntamente com os restantes municípios do Alto Minho, e que propõe experiências artísticas, culturais, turísticas e lúdicas de mãos dadas com a natureza e tradições seculares, em lugares de características únicas dos concelhos do Alto Minho.

Situados fora das sedes dos concelhos e de áreas urbanas, os lugares propostos propõem um roteiro alternativo aos lugares comuns da região, contribuindo para a diversificação dos tópicos de interesse num destino que vê crescer os seus indicadores turísticos acima da média nacional, mas também para a educação para o património ambiental e cultural. Lamas de Mouro foi o local desencaminhado em Melgaço, com o artista Dário Cannatá. Sistelo (Arcos de Valdevez), Lugar dos Poços (Caminha), Penha da Rainha (Monção), Praia de Taboão (Paredes de Coura), Espigueiros do Lindoso (Ponte da Barca), Quinta de Pentieiros (Ponte de Lima), Mosteiro de Sanfins (Valença), Monte de Santo António (Viana do Castelo) e a Casa do Artista Jaime Isidoro (Vila Nova de Cerveira) são os restantes locais do festival, nesta primeira edição, para onde se desencaminharam, respetivamente, os artistas ou coletivos Pascal Ferreira, Carlos Pinheiro, Dário Cannatá, Sofia Leitão, João Pais Filipe, Mariana Barrote, Meroficina, Oficina Arara, Iva Viana e Ana Torrie. Virgínia Valente é a curadora artística do Festival, com a organização executiva da EMERGE.

O Alto Minho é a única sub-região de Portugal integralmente certificada com a Carta Europeia de Turismo Sustentável, marca que se pretende consolidar através deste festival. Segundo a organização, ‘as práticas e criações artísticas respeitam a identidade dos lugares e serão um modo de revitalizar valores, imaginários e tradições’. Do programa constam oficinas, concertos e performances, atividades de ar livre, desporto e turismo ativo, concursos, mercados e jogos tradicionais. Programa disponível em www.desencaminharte.altominho.pt.

No dia de apresentação pública, 1 de junho, a iniciativa lança um concurso dirigido aos artesãos do Alto Minho que os desafia a criarem propostas de uma mascote do Desencaminharte, entre cobras & lagartos, com recurso a ofícios de cerâmica, madeira, têxtil, couro, estuque ou cestaria, entre outros. Neste dia, Dia Mundial da Criança, o festival promove ainda oficinas educativas, em diversas expressões artísticas, que colocarão alunos de escolas da região em contacto com os artistas convidados e as suas intervenções.

Desencaminharte aposta ainda na organização de uma exposição coletiva dos dez artistas convidados, na Casa do Artista Jaime Isidoro, em Vila Nova de Cerveira, dedicada aos ‘ovos de serpente’. A exposição dará origem a uma experiência de geocaching, sendo as peças criadas escondidas em cada um dos dez locais de intervenção. Saiba-se que o Desencaminharte elege a serpente por signo e o serpentear por prática: ‘haverá muito mais para fazer nos locais de intervenção do que acompanhar e visitar as criações artísticas’, considera a organização. O contacto com a natureza e as tradições ganha destaque nas propostas de desencaminhar. Estão disponíveis caminhadas por trilhos diversos que desencaminham ao encontro dos artistas, passeios de bicicleta e de barco, uma oficina de pão castrejo ou o espreitar da tradição do estuque em Afife.

Para o Presidente da CIM do Alto Minho, José Maria Costa, ‘o projeto Desencaminharte representa um desvio no sentido de uma descentralização da criação artística nacional, mas também no sentido de uma descentralização cultural e turística para as nossas periferias naturais e rurais’, afirmando que ao juntar dez municípios, ‘esta iniciativa é fruto de uma maturidade de cooperação intermunicipal’.

O festival Desencaminharte insere-se no projeto da CIM Alto Minho “COOLTIV’ART – Programação Cultural em Rede”, aprovado no âmbito do PO “Norte 2020”/FEDER.

PROGRAMA EM LAMAS DE MOURO

INTERVENÇÕES DE ARTE PÚBLICA

  • Pintura aos deuses II // Dário Cannatá // PORTA DE LAMAS DE MOURO

OFICINAS

  • 1 de junho: CAL É COISA… // 15h00 – 17h00 // Dário Cannatá // PORTA DE LAMAS DE MOURO

«A oficina será parte integrante da intervenção. Com base na transmissão de conhecimento relativamente à tinta de cal, as suas propriedades e benefícios relativamente a outras tintas, os participantes serão convidados a participar na primeira fase do projeto marcando o trilho e um muro de pedra pré-existente na base da serra.

Cada participante deverá receber 2L de tinta de cal, suficiente para pintar 1m cúbico de pedra, um par de luvas de pano e uma trincha para caiar.»

  • 2 de junho: OFICINA PÃO CASTREJO // 10h00 – 13h00 // PORTA DE LAMAS DE MOURO // MONTES DE LABOREIRO

«Em Castro Laboreiro existe um grande número de fornos e moinhos comunitários que guardam uma das tradições mais emblemáticas da região: o Pão Castrejo.

Terá oportunidade de aprender como moer a farinha num moinho a água, amassar a farinha e cozer o pão num forno comunitário. Conheça a tradição do pão castrejo na primeira pessoa e passe um dia único.

No final provará o pão acompanhado pelo fumeiro regional e vinho Alvarinho.»

Mais informações aqui!

NATUREZA E TRILHOS

  • 1 de junho: Trilhos para passar na intervenção de pedra e cal do Dário, em Melgaço. // PORTA DE LAMAS DE MOURO

Mais informações aqui!

  • 1 de junho: SAUDAÇÃO AO SOL // 06h13 – 06h30 // PORTA DE LAMAS DE MOURO

«O festival desencaminharte nasce com o sol em Lamas de Mouro, no dia 1 e acaba com o pôr do sol de dia 4 de Junho, em Caminha.»

ANIMAÇÃO CULTURAL

  • JOGOS TRADICIONAIS – MALHA E PETANCA // 04 de junho // 09h30 – 19h00 // PARQUE CAMPISMO DE LAMAS DE MOURO // MONTES DE LABOREIRO

«O Jogo da malha é um desporto onde se lançam discos de ferro em direcção a um pino com a intenção de derrubá-lo ou deixar a malha o mais próximo possível deste pino. No jogo da Petanca o objectivo é jogar as bolas de metal tão perto quanto possível de uma pequena bola de madeira chamado de bouchon.

Ambos os jogos, normalmente, são praticados em terra batida ou cascalho, mas também pode ser jogado na relva ou areia.

Dispomos de ambos os jogos para crianças e adultos.»

Mais informações aqui!

MERCADOS

  • Em cinco dos dez Municípios vão decorrer mercados com produtos locais. Não se faz arte nem caminhadas sem farnel ou recordação. Este ano, sábado e domingo, são dias de mercado em Porta de Lamas de Mouro, Espigueiros do Lindoso, Penha da Rainha, Monte de Sto. António e Lugar dos Poços.

Melgaço, Ponte da Barca, Monção, Viana do Castelo e Caminha aguardam por mercados animados.

Mais informações aqui!

Capturarmellllg2

PORTA DE LAMAS DE MOURO

A Porta de Lamas de Mouro é uma estrutura do Município de Melgaço, vocacionada para a receção, recreio e informação dos visitantes do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). As portas são estruturas de receção ao visitante, localizadas nas principais entradas da área protegida, em relação com a rede viária.

Inaugurada em maio de 2004, esta foi a primeira das cinco ‘Portas’ previstas para o PNPG. Correspondente a uma área com cerca de dez hectares, esta Porta, cujo tema é ‘Ordenamento do território’, é composta por três edifícios construídos e diversos espaços ao ar livre.

O visitante pode visitar uma exposição onde são apresentados aspetos genéricos da região, bem como informação sobre percursos pedestres e valores naturais e culturais do PNPG. Pode ainda visitar a exposição temática ‘Ordenamento do Território’, onde se abordam as especificidades naturais e culturais do território de Melgaço, com especial incidência para a história, organização e ocupação dos solos na emblemática freguesia de Castro Laboreiro.

O espaço exterior presta-se a descanso e a passeios onde é possível deslumbrar magníficas paisagens e estar em perfeito contacto com a natureza. Ao longo do percurso poderá ser possível encontrar garranos e cães Castro Laboreiro que circulam livremente pela zona.

MUNICÍPIO ARCUENSE OFERECE JOGO ÀS CRIANÇAS PARA CONHECEREM A BIODIVERSIDADE DO RIO VEZ

Município arcuense oferece Jogo da Memória “Biodiversidade do Rio Vez

No âmbito de uma atividade inserida no plano de atividades extra curriculares proporcionadas pelo Município nos jardins-de-infância, foi criado o Jogo da memória da Biodiversidade do rio Vez.

jogo_memoria (1)

Este jogo é uma  ferramenta pedagógica que permite a aprendizagem de alguns nomes de plantas e animais do rio Vez, direcionado para crianças a partir dos 3 anos. Através dele é permitido o contacto com imagens de 20 exemplares da biodiversidade do rio Vez, facilitando a sua memorização. A Câmara Municipal acolheu a iniciativa e, com o envolvimento de Bernardete Amorim (fotógrafa), Sara Simões (responsável pela conceção) e Sónia Pinto (ilustradora do jogo), foi oferecido um exemplar a todas as crianças do ensino pré-escolar (cerca de 400), esperando com esta iniciativa levar a um maior reconhecimento da conservação do rio Vez.

jogo_memoria (2)

jogo_memoria3

ESTUDANTES CERVEIRENSES COMBATEM POLUIÇÃO DO RIO MINHO

Estudantes do 8º ano avaliaram qualidade da água e do lixo das margens

É mais um projeto escolar que contou com uma colaboração muito próxima do Aquamuseu do rio Minho. No passado dia 18 de maio, os alunos do 8ºano do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira procederam a uma avaliação da qualidade da água, complementada com uma recolha de lixo das margens do rio Minho.

20170518_162311

Esta ação integra o trabalho que estão a desenvolver no âmbito do Projeto Rios, no qual o Ribeiro de São Gonçalo é o principal objeto de estudo. Desta forma, e em estreita colaboração com os técnicos do Aquamuseu, foi efetuada uma qualidade da água em diferentes pontos do ribeiro analisando os macroinvertebrados, bem como se procedeu a um registo do perfil das margens, nomeadamente tipo de vegetação, caudal, construções e problemas que possam ter relevância para o estado do ribeiro.

Aproveitando esse estudo foi ainda dinamizada uma recolha de lixo encontrado nas margens do ribeiro junto das zonas em estudo. Desta intervenção, foi retirado um total de 24 kgs de lixo entre plásticos, metal e um pneu.

Com este estudo, e consequentes resultados, consegue-se demonstrar que ainda existem comportamentos que podem ser melhorados por parte das pessoas, de forma a não destruir/contaminar o meio ambiente.

MUNICÍPIO DE VIZELA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO A ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR

NÃO PERCAS A OPORTUNIDADE!

A Câmara Municipal de Vizela  vai iniciar brevemente o período de candidaturas para e acesso a Bolsas de Estudo a Alunos do Ensino Superior.

Para te candidatares vai precisar dos seguintes documentos:

ü  Fotocópia do certificado de matrícula no ano letivo 2016/2017;

ü  Fotocópia do cartão de cidadão ou Bilhete de Identidade e Número de Identificação Fiscal;

ü  Atestado da Junta de Freguesia com data do ano corrente, a comprovar a respetiva morada e a residência na freguesia há três ou mais anos (deverão ser descriminados os nomes, idades, parentesco e situação profissional) de cada elemento do agregado familiar;

ü  Certidão ou outro documento comprovativo da matrícula no corrente ano letivo, no curso ministrado pelo estabelecimento de ensino superior, especificando o curso;

ü  Documento comprovativo da titularidade do curso do ensino secundário e da respetiva média final, para os alunos que ingressam pela primeira vez num estabelecimento do ensino superior;

ü  Plano do curso que frequenta, autenticado pelo estabelecimento de ensino superior, com discriminação das cadeiras por ano letivo;

ü  Documento discriminando as disciplinas concluídas por ano, com menção da respetiva nota e créditos obtidos, autenticado pelo estabelecimento de ensino;

ü  Documentos comprovativos de todos os rendimentos auferidos pelo agregado familiar (declaração de IRS e IRC, com a respetiva nota de liquidação referente ao ano fiscal 2016; no caso de a declaração de IRS/IRC não descriminar as despesas com educação, saúde e habitação do agregado familiar deverá ser apresentado o(s) documento(s) comprovativo(s) obtido(s) nos serviços das Finanças;

ü  Declaração comprovativa da situação de desemprego dos elementos do agregado familiar, emitido pelos serviços da Segurança Social, se for o caso, e de inscrição atualizada no Instituto de Emprego e Formação Profissional.

NÃO PERCAS A OPORTUNIDADE!

Prepara a tua candidatura. Em breve terás mais novidades.

MUNICÍPIO DE PONTE DA BARCA APOIA INSTITUIÇÕES PARTICULARES DE SOLIDARIEDADE SOCIAL

Protocolos de colaboração: Autarquia de Ponte da Barca disponibiliza verbas para apoio a IPSS's locais

O presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca rubricou, na semana passada, protocolos de colaboração financeira com duasInstituições Particulares de Solidariedade Social locais, designadamente o Centro Social e Paroquial de Lavradas e a Associação Social e Cultural Os Amigos da Barca. A finalidade destes acordos de colaboração prendem-se com o apoio à execução de obras de conservação do património, bem como substituição de equipamentos fundamentais que se encontram num estado obsoleto. O apoio agora concedido e a repartir até 2018, reflete-se financeiramente no montante total de 178 mil euros.

P1500136

Importa referir que as duas Ipss's têm desenvolvido, ao longo dos últimos anos, uma série de atividades dirigidas à população idosa e respetivas famílias, desenvolvendo atualmente várias respostas sociais importantes no concelho, designadamente ao nível de Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário e, no caso da Associação Social e Cultural Os Amigos da Barca, também creche.

Os termos protocolados foram subscritos em sessão que decorreu no edifício dos Paços do Concelho pelo Presidente da Câmara Municipal, Vassalo Abreu e pelos Presidentes das referidas Instituições, nomeadamente, o Padre Filipe Sá, do Centro Social e Paroquial de Lavradas, e José Amorim, da Associação Social e Cultural Os Amigos da Barca.

P1500147

PONTE DE LIMA INAUGURA OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO NO FREIXO

Obras de Requalificação do Largo Domingos Pereira de Araújo e Centro Cívico de Freixo – Ponte de Lima. Inauguração, 28 de maio, 11 horas no Largo da Feira

O Município de Ponte de Lima inaugura no próximo domingo, 28 de maio, as obras de Requalificação do Largo Domingos Pereira de Araújo e o Centro Cívico de Freixo, uma intervenção que se enquadra na política de Reabilitação Urbana em zonas centrais das freguesias com espaços de cariz coletivo e social que se encontrem degradadas e urbanisticamente mal definidas, que o Município de Ponte de Lima está a dinamizar.

Largo_Freixo

A obra cujo investimento ascendeu aproximadamente aos 800.000,00€, contemplou a construção e conservação de passeios e outros espaços públicos, no centro da freguesia, ponto de encontro da população e palco de eventos festivos, bem como a requalificação de passeios na EN 306, via de acesso importante entre o centro da freguesia de Freixo e o centro da Vila de Ponte de Lima.

Desta forma, aumentou-se o espaço destinado às pessoas, totalmente acessível e livre de barreiras arquitetónicas, favorecendo-se a circulação, através da redefinição das faixas de circulação automóvel e pedonal, o ordenamento dos lugares de estacionamento e a beneficiação da iluminação pública e do mobiliário urbano.

MONÇÃO REALIZA 9ª CAMINHADA SOLIDÁRIA “PASSO A PASSO PELA VIDA”

Este domingo, 28 de maio, pelas 17h30, com saída da Ecopista do Rio Minho, na Lodeira, e chegada à Senhora da Cabeça, em Cortes. Aberta à população, a iniciativa procura sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, alertando-a para a importância da componente preventiva.

image002monçaaa (2)

Com organização conjunta do Centro de Saúde de Monção e Grupo de Auto-Ajuda Deu-la-Deu Vida e colaboração da Rede Social de Monção, realiza-se, este domingo, 28 de maio, pelas 17h30, a 9ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”,

A iniciativa, cujo objetivo consiste em sensibilizar a comunidade local para a problemática do cancro e doenças cardiovasculares, consta de um passeio pela Ecopista do Rio Minho desde o Parque da Lodeira, junto à Ponte Internacional entre Monção e Salvaterra, até à Senhora da Cabeça, em Cortes.

Aberta a quem pretender participar, a 9ª Caminhada Solidária “Passo a Passo pela Vida”, não implica pagamento obrigatório, contudo, quem pretender uma t-shirt alusiva à iniciativa e água terá de pagar 3,00 € que reverterão a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (Núcleo Regional do Norte).

De acordo com a organização, a caminhada deverá aproximar-se de meio milhar de pessoas de todas as idades. O objetivo geral passa por estimular a atividade física e sensibilizar a comunidade local para estas problemáticas, alertando-a para a importância da componente preventiva.

PONTE DE LIMA INAUGURA FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS

Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima inaugura na próxima sexta-feira. Certificado com a EFFE Label 2017-2018 o FIJ comemora o seu 13º aniversário

Passados 13 anos desde a sua estreia como projeto pioneiro em toda a Península Ibérica, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, é nos dias de hoje, referência a nível mundial.

fij2017_cartaz (Large)

Das suas mais de cinco centenas de candidaturas, registadas ao longo da última década, estiveram patentes no espaço do Festival, quase duas dezenas de nacionalidades.

Este ano, sob o tema “Jardim das Descobertas”, o FIJ acolhe jardins de três continentes, estando em exposição permanente, projetos da Argentina, do Brasil, da Áustria, da Itália, da Holanda e ainda do Japão, apresentando-se Portugal e Espanha com duas propostas cada.

Na vanguarda internacional no tópico do Ecoturismo, e da Sustentabilidade, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, continua a dar frutos. Galardoado no presente ano, com a distinção “Europe for Festivals, Festivals for Europe” - EFFE Label 2017-2018, o FIJ foi, mais uma vez, alvo do elogio internacional.

Este é "Um evento bastante singular que tem desempenhado um papel significativo na educação ambiental e na consciencialização, sustentabilidade e planeamento paisagístico”, considerou o Júri Internacional, ao integrar o FIJ na comunidade do Festival EFFE que, promovida pela Associação Europeia de Festivais, distingue espetáculos com grande qualidade artística, de impacto significativo a nível local, nacional e internacional.

Esta não é a primeira distinção do Festival, que anualmente recebe mais de 105 mil visitantes, e que foi já galardoado também com o Prémio Garden Tourism Awards, integrado no evento internacional “2013 North American Garden Tourism Conference”, em Toronto, Canadá.

A edição deste ano, “Jardim das Descobertas”, inaugura a 26 de maio, numa cerimónia presidida por Célia Ramos, Secretária de Estado do Território e da Conservação da Natureza, pelas 16h00, no recinto próprio do FIJ.

O Município de Ponte de Lima convida o V. órgão de comunicação social a assistir à supra dita inauguração.

Como chegar ao Recinto do FIJ

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS 

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 25 de maio de 2017

30 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

A adjudicação da empreitada de construção do Parque de estacionamento de Camões é um dos assuntos que serão apreciados pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 25 de maio, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Com uma ordem de trabalhos preenchida por 30 pontos, será também apreciada a proposta de adjudicação para a requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal, uma atribuição de subsídio à União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino para a centralidade de S. Faustino e, entre outros assuntos, uma proposta para o início de procedimento tendo em vista a aprovação do Regulamento de Sistema de Incentivos da Incubadora de Base Rural de Guimarães.  

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Expropriação do direito ao arrendamento do prédio situado na Rua da Ramada – Requalificação Urbanística da Zona de Couros

02 - Ecovia-Ciclovia de Guimarães - aquisição de terrenos - Parcelas A71, F30, G11, G11A e G10

03 - Aquisição de prédio necessário à reabilitação da Torre da Alfândega

04 - Aprovação da ata da reunião ordinária de 11 de maio

05 - "Requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal 2017" - Repartição de Encargos - Ratificação

06 - Requalificação e beneficiação de arruamentos da rede viária municipal - 2017 - Adjudicação

07 - Parque Estacionamento de Camões - Repartição de Encargos - Ratificação

08 - Parque de estacionamento de Camões - Adjudicação

09 - Alteração da menção das obras no mapa de repartição de apoios a conceder às freguesias para o ano de 2017 - União de Freguesias de Arosa e Castelões 

10 - União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino – Atribuição de Subsídio – Centralidade de S. Faustino

11 - União de Freguesias de Serzedo e Calvos - Oferta de bandeira.

12 - Processo de Licenciamento de Unidade Industrial Nº 534/14 - Ecoibéria Reciclados Ibéricos SA - Freguesia de Pencelo

13 - Regulamento Municipal - Início de Procedimento para Aprovação do Regulamento de Sistema de Incentivos da Incubadora de Base Rural de Guimarães

14 - Aquisição de serviços de fornecimento continuado de gás natural - Triénio 2018/2020

15 - Aquisição de serviços de fornecimento contínuo de gás propano a granel - Triénio 2018/2020

16 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais – Aprovação da Minuta do Contrato a celebrar - SOCOROMA – SOCIEDADE COMERCIAL DE PRODUTOS ALIMENTARES, LDA

17 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais – Aprovação da Minuta do Contrato a Celebrar - J.P.Z. – CARTONAGEM S.A 

18 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais – Aprovação da Minuta do Contrato a celebrar - MENDES DE MACEDO & MACEDO, LDA - : MARCANDE – PRODUTOS QUÍMICOS, LDA - F. MODA – INDÚSTRIA TÊXTIL, S.A - CLOTHE - UP 

19 - Pedido cedência autocarro-Agrup.Escolas Briteiros-Dias 8 e 15 maio

20 - Pedido cedência autocarro-Escola Sec. Martins Sarmento-23 maio

21 - Realização de Sarau Cultural do Agrupamento de Escolas Gil Vicente - atribuição de subsídio

22 - Pedido cedência autocarro-Irmandade Santa Casa Misericórdia

23 - Pedido cedência autocarro-Aces Alto Ave-Agrup. Centro Saúde

24 - Convívio Associação Cultural - realização de concertos em colaboração com a Embaixada da Áustria - atribuição de subsídio

25 - Sociedade Musical de Guimarães - apoio ao GUIMARAMUS 2017

26 - Casa de Sarmento - Centro de Estudos do Património - Revisão do Protocolo de Colaboração com a Universidade do Minho e a Sociedade Martins Sarmento; pagamento da subvenção municipal

27 - Lions Clube de Guimarães - Oferta de bandeiras. 

28 - Pedido cedência autocarro-Centro At.Rec.Taipense-12,13,14 maio

29 - Pedido cedência autocarro-Ass.Futebol Popular Guimarães-20 maio

30 - Aprovação da ata em minuta        

FAMALICENSES CORREM PARA O GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO BERNARDINO MACHADO

Inscrições abertas para o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado. Prova realiza-se a 11 de junho, pelas 10h00, inserida nas Festas Antoninas

É já no próximo dia 11 de junho, domingo, a partir das 10h00, que irá realizar-se uma das provas mais aguardadas do calendário concelhio de atletismo de Vila Nova de Famalicão – o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado. A competição, que está inserida na programação das Festas Antoninas, tem inscrições abertas até dia 8 de junho.

Inscrições abertas para o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado....

Organizado pela autarquia famalicense, com os apoios da Associação de Atletismo de Braga e da Associação Comercial e Industrial de Famalicão, o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado é de participação livre e terá uma extensão de 10km com partida e chegada do Parque da Juventude, na Rua Padre Benjamim Salgado.

A prova será disputada nos escalões de juniores, seniores e veteranos (mais de 35 anos), em masculinos e femininos. As inscrições podem ser feitas gratuitamente até ao dia 8 de junho no portal do Município de Famalicão, em www.vilanovadefamalicao.org, ou presencialmente na Casa da Cultura, até às 18h00 do dia 7. Às inscrições de última hora será aplicada uma taxa de 5 euros por cada atleta e só poderão efetuar-se no secretariado da prova que funcionará no Parque da Juventude.

No final, serão entregues prémios de presença a todos os participantes, troféus para os três melhores classificados de cada escalão e género e ainda prémios por equipas às três primeiras equipas da geral.

Recorde-se que a prova está inserida no projecto “Corre Famalicão”, um calendário concelhio de atletismo, cujo objetivo é organizar no tempo e no espaço as provas promovidas anualmente no concelho, através das diversas associações e clubes desportivos.

Festas Antoninas com forte vertente desportiva

Para além dos habituais momentos culturais e de animação popular, o programa deste ano das Festas Antoninas é novamente marcado pela realização de vários eventos desportivos.

É o caso do Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado, mas de tantas outras iniciativas organizadas pelas associações do concelho famalicense.

A famosa “Descida Mais Louca” é um desses exemplos. Organizada pela ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Antas, a quinta edição da iniciativa está agendada para o dia 10 de junho, trazendo mais uma vez a loucura e adrenalina de uma corrida de carros artesanais à Alameda Caminhos de Santiago.

Destaque também para a XII Caminhada Camiliana, que no dia 10 de junho convida os famalicenses a percorrerem o caminho habitualmente feito por Camilo Castelo Branco, entre Famalicão e a sua casa na freguesia de Seide S. Miguel. A tradicional Corrida de Galgos, no dia 10, o Raid Todo-o-Terreno, nos dias 9 e 10, e o Grande Prémio “Tiro aos Pratos Antoninas 2017”, no domingo, dia 11, são outros dos eventos desportivos que marcam o programas deste ano das Festas Antoninas.

Programa completo em www.vilanovadefamalicao.org/_festas_antoninas_17.  

FAMALICÃO ADERE AO PROGRAMA DA UNICEF “CIDADE AMIGA DAS CRIANÇAS”

Proposta é debatida esta quinta-feira, em reunião do executivo municipal

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de ver aprovada a candidatura de adesão ao programa Cidades Amigas das Crianças, promovida pela UNICEF. A celebração do respetivo protocolo será apresentada na reunião do executivo municipal, agendada para esta quinta-feira, 25 de maio, a partir das 10h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

AFS_6116

O programa Cidades Amigas das Crianças, relançado pelo Comité Português para a Unicef em 2015, tem como propósito promover a aplicação dos direitos das crianças nas cidades portuguesas. O programa insere-se na iniciativa internacional Cidades Amigas das Crianças, liderada pela Unicef, na qual colaboram governos nacionais, administrações locais, organizações não-governamentais e outras entidades.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, “o processo de construção de uma Cidade Amiga das Crianças baseia-se na aplicação dos direitos da criança nas decisões políticas e programas do município, como já sucede, por exemplo, com a elaboração dos projetos educativos, construídos de forma participada por todos os agentes e numa perspetiva de educação ao longo da vida, com a oferta gratuita dos manuais escolares a todas as crianças do 1.º ciclo ou ainda com a promoção das Férias Desportivas e Recreativas, entre muitas outras medidas”.

O autarca lembra mesmo o sábio provérbio que diz que para educar uma criança é preciso toda uma aldeia, para salientar que a autarquia trabalha diariamente “no sentido de motivar e mobilizar todos os agentes educativos para o empenho na tarefa de tornar, cada vez mais, Vila Nova de Famalicão num “Município Educador”. Neste sentido, o programa Cidades Amigas das Crianças constitui “uma oportunidade para os municípios desenvolverem estratégias para pôr em prática os direitos dos cidadãos mais jovens no território de uma forma articulada e concertada”.

Refira-se que após a aprovação da candidatura, a autarquia deve apresentar nos próximos seis meses um Plano de Ação Local, enviando depois um relatório de progresso à Comissão Coordenadora do Programa. Os municípios que demonstrarem cumprir os requisitos do programa receberão então o reconhecimento, através da atribuição de Selo de Cidade Amiga das Crianças, conferido por um período de quatro anos renovável.

A Unicef é a principal organização mundial que tem como missão defender e proteger os direitos e o bem-estar das crianças e adolescentes. A sua ação rege-se pela Convenção sobre os Direitos da Criança, o tratado do direito internacional mais amplamente ratificado de sempre, pois a ele aderiram quase todos os Estados do mundo.

Criada em 1946 por decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a UNICEF trabalha atualmente em mais de 150 países em desenvolvimento através das suas representações permanentes no terreno e em 34 países industrializados, mediante a sua rede de Comités Nacionais. Os fundamentos para construir uma “Cidade Amiga das Crianças” assentam em quatro princípios base da Convenção: não discriminação, interesse superior da criança, sobrevivência e desenvolvimento e respeito pelas decisões das crianças.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 24 DE MAIO DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • No período antes da ordem do Dia o Sr. Presidente informou que no dia 25 de maio, pelas 10h, seria assinado um protocolo de colaboração entre a Incubo e a Tec Minho;
  • Também informou que no sábado, dia 27 de maio, decorrerá na Casa das Artes o Ciclo de conferencias CENFIPE - Centro de Formação e Inovação dos profissionais de Educação/Escolas Associadas do Alto Lima e Paredes de Coura, com a temática “Pais e Professores À Beira de Um Ataque de Nervos : Porque o Melhor do Mundo – NEM SEMPRE – são as Crianças II MOMENTO. A sessão de abertura está marcada para as 9h e contará com a presença do Secretário  de Estado da Educação, Dr. João Costa
  • Também deu conta que no próximo dia 3 de Junho será feita a inauguração oficial do certame Festa da Montanha, na Porta do Mezio, com a presença da Secretária de Estado da Natureza e do Ordenamento do território, Dra. Célia Ramos e que no domingo estará lá presente o programa Somos Portugal da TVI;

MUSEU DA ÁGUA AO AR LIVRE

  • Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez: considerando a aprovação da candidatura “Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez” foi aprovado dar início ao procedimento concursal para execução do respetivo projeto de execução, designadamente Vias, acessos, instalações de apoio, sinalética, Zonas fluviais de lazer e recuperação de açudes, pelo valor base de 333.000,00 euros;
  • Produção de conteúdos e elaboração de estratégia de comunicação, identidade gráfica e sinalética - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez: tendo em consideração a aprovação da candidatura "Museu da Água ao Ar Livre do rio Vez" foi aprovado proceder à abertura de procedimento concursal tendente à adjudicação da prestação de serviços com a designação de " Produção de conteúdos e elaboração de estratégia de comunicação, identidade gráfica e sinalética - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez" , pelo valor base de 33.000,00 euros;

Oficinas de Criatividade Himalaya

  • Oficinas de Criatividade Himalaya. Projetos de Arquitetura e Especialidades: foram aprovados os Projetos de Arquitetura e Especialidades do referido processo para efeito de candidatura ao programa Norte 2020 - Reabilitação Urbana
  • Oficinas de Criatividade Himalaya: foram aprovados os Termos de Referencia das seguintes Ações, inclusas neste processo, para efeito de candidatura ao programa Norte 2020:

 - Oficinas de Criatividade Himalaya - Fornecimento de Conteúdos, Equipamentos, Material Didático/Pedagógico e de Comunicação para o Núcleo Interpretativo Himalaya (Salas 1 a 3);

            - Oficinas de Criatividade Himalaya- Fornecimento e colocação de equipamento de projeção e som no espaço Himalaya 360;

            - Oficinas de Criatividade Himalaya- Fornecimento e conceção do Labirinto Himalaya.

  • Himalaya o Eco Cidadão. Termos de Referencia: - Do Chefe de Divisão a informar que, considerando a obrigatoriedade definida pelo Programa POSEUR - Plano de Valorização do PNPG e as necessidades do projeto “Himalaya o Eco Cidadão”, vem solicitar a submissão à digníssima Câmara, para aprovação, dos Termos de Referência da seguinte Ação, inclusa neste processo:

- Himalaya o Eco Cidadão - Fornecimento de Conteúdos e Equipamentos para o Núcleo Interpretativo Himalaya (Sala 4).

PROMOÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DE SISTELO E DO RIO VEZ: foi deliberado aprovar os termos de referência para o procedimento concursal “PROMOÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DE SISTELO E DO RIO VEZ”, para feitos de candidatura ao POSEUR.

ROCHAS QUE CONTAM HISTÓRIAS - ARCOS DE VALDEVEZ: foi deliberado aprovar os termos de referência referentes ao processo concursal “ROCHAS QUE CONTAM HISTÓRIAS - ARCOS DE VALDEVEZ”, para feitos de candidatura ao POSEUR.

EDUCAÇÃO

PLANO DE TRANSPORTES ESCOLARES 2017/2018: foi deliberado aprovar o Plano de Transportes Escolares 2017/2018.

APOIOS

  • Foi deliberado apoiar a AVVEZ – Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, em 10,000 €. A referida Associação tem por objetivo promover, desenvolver e defender a produção vitivinícola e os produtos artesanais locais.
  • Foi aprovado o pagamento à ADRIL – Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Lima, no valor de 10.000,00 euros, correspondente a quotas suplementares.
  • Foi aprovado o protocolo de colaboração, no valor de 20.000,00€, a celebrar com a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Paio de Jolda, para apoiar a construção da Casa Mortuária.

SANEAMENTO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA

  • AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO A VILA FONCHE (TOURIM/OUTEIRO/IGREJA) E PAÇÔ (PAÇO VELHO): foi aprovada a abertura de procedimento concursal pelo valor base de 244.000,00 euros.

Com o projeto de execução em referência, pretende-se a ampliação da rede de saneamento nas referidas freguesias, nomeadamente aos lugares de Tourim, Outeiro e Igreja, em Vila Fonche, e a Poente da EN303, bem como ao lugar de Paço Velho, em Paçô, drenando para a rede existente, e daí ao coletor em alta das Aguas do Norte.

            Assim, o projeto preconiza a instalação de coletores gravíticos, numa extensão global de cerca de 3,0 km e 115 ramais domiciliários.

  • Ampliação da rede de saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba / Fontão Covo): foi deliberado adjudicar a obra à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 204.792,44 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA).
  • Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - Freguesia de Extremo (Castanheira/Pereira): foi aprovada a prorrogação do prazo até 14.06.2017, isto é, de 35 dias, a fim de o empreiteiro concluir a execução dos trabalhos.
  • AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO - FREGUESIAS DE PROZELO E AGUIÃ AO LONGO DA EN 101: foi aprovado homologar o auto de vistoria para efeitos de receção provisória, respeitante à empreitada em epígrafe, adjudicada à empresa Terra & Pedra – Terraplanagens, Lda

FLORESTA

  • REDE DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ - ABERTURA DE REDE PRIMÁRIA e SECUNDÁRIA DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL (Senharei, Sabadim, União de Freguesias de Eiras e Mei, Padroso, União de Freguesias de Portela e Extremo, União de Freguesias de Álvora e Loureda e Sistelo: foi aprovada a abertura de concurso publico para a aquisição de serviços pelo valor base de 302.000,00 euros.
  • Rede viária florestal de acesso a pontos de água de 1.ª ordem: - foi deliberado adjudicar a intervenção ao concorrente AMBIFLORA, Lda., pelo valor de 180.203,00 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA

REABILITAÇÃO de espaços urbanos no Centro HistÓrico -1ªfase – Rua Dr.AntÓnio José Pimenta Ribeiro: Foi aprovado adjudicar a obra à empresa Plano Minho Lda. pelo valor de 209 164,98€.

Renovação do relvado natural e do sistema de rega do Estádio Municipal DA COUTADA: foi deliberado adjudicar a obra ao concorrente SPORTRELVA – Construção e Manutenção de Relvados de Obras Públicas, Lda., pelo valor de 142.189,40 €, não incluindo o imposto sobre o valor acrescentado (IVA)

Construção de Passeio e Redimensionamento de Caldeiras – Parque de Estacionamento da Ponte Nova: foi aprovado o PROJETO para a execução da empreitada referida em epígrafe, com o intuito de se dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação, pelo valor base de 15.750,00 euros.

Reconstrução de muro na Rua Henrique Oliveira Codeço: foi aprovado abrir procedimento concursal pelo valor base de 11.500,00 Euros;

BENEFICIAÇÃO DO PAVIMENTO DA E.N. 101 ENTRE O KM 45+700 E O KM 50+400: foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa DST – Domingos da Silva Teixeira, S.A., pelo valor de 204.268,65 euros, com prazo de execução de 60 dias.

RENOVAÇÃO DE PAVIMENTOS BETUMINOSOS EM CAMINHOS MUNICIPAIS: - foi homologado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa PREDILETHES – Construções, Lda., pelo valor de 489.027,08 euros, com prazo de execução de 90 dias.

Parque da vila - requalificação do parque infantil: foram aprovados trabalhos não executados do contrato inicial no valor de 30.734,00 euros; a execução de trabalhos de quantidades não previstas no contrato inicial no valor de 4.102,00 euros; a execução de trabalhos de espécie não prevista no contrato inicial no valor de 15.154,10 euros.

Remodelação do Mercado Municipal: foi aprovada a substituição das retenções efetuadas na obra supracitada para reforço da garantia prestada no valor total de 26.020,63 euros por garantia bancária de igual valor, bem como a libertação das retenções já realizadas nos autos já faturados, no valor de 16.405,79€.

Aquisição de serviços para projeto expositivo e museológico do Espaço Valdevez: foi deliberado adjudicar os serviços à firma Evk Experiences Unipessoal, Unipessoal, Lda., pelo valor de 26.450,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

LICENC. INSTALAÇÃO COMBUSTÍVEIS: foi aprovado o licenciamento de um posto de abastecimento de combustíveis, sito no lugar de Ataúde, da freguesia de Paçô, deste concelho.

Aquisição de serviços de limpeza - edifÍcios DAF - ano 2017/2018: foi aprovada a abertura de um procedimento concursal do tipo Concurso Público, sem publicidade internacional, com um prazo de execução de um (1) ano, com o preço base de € 16.000,00;

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA DE RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO E TRANSIÇÃO PARA A NORMA ISO 9001:2015: a Câmara aprovou a celebração do contrato de "AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA DE RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO E TRANSIÇÃO PARA A NORMA ISO 9001:2015", bem como a sua publicitação no BaseGov.

Caminho de Acesso à Branda de Gorbelas - Trabalhos de Manutenção: foi aprovada a homologação do auto e liberação da caução.

reabilitação do Complexo das Piscinas Municipais: foi aprovada a prorrogação do prazo até 21.06.2017, isto é, de 60 dias, a fim de o empreiteiro concluir a execução dos trabalhos.

DECLARAÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA PARA EFEITOS DE EXPROPRIAÇÃO DE PARCELAS NECESSÁRIAS À EXECUÇÃO DO “CAMINHO QUE INTERLIGA O CM 1311-1 DE ACESSO AO LUGAR DE NOVAIS E PAÇO DA GLÓRIA E O CM 1311-1 VALINHA – UNIÃO DE FREGUESIAS DE JOLDA (MADALENA) E RIO CABRÃO” - RETIFICAÇÃO: foi aprovada a retificação da deliberação de 12-12-2016, que aprovou a Resolução de requerer a declaração de utilidade pública da expropriação.

PONTE DO MOURO MEDIEVAL - RECRIAÇÃO HISTÓRICA DO ENCONTRO E DA CEIA DE D. JOÃO I E O DUQUE DE LENCASTRE EM 1386

Dias 2, 3 e 4 de junho. A recriação histórica daquele encontro, o qual definiu as condições de cooperação militar entre os dois países e estabeleceu os pormenores do casamento entre o monarca português e D. Filipa de Lencastre, filha do Duque, compreende animações e recriações do tempo medieval e a degustação de iguarias típicas daquela época.

Outdoor2_7900_2900 (Large)

Do programa, diverso, apelativo e fiel à época medieval, destaque para a ceia medieval, sábado à noite, 21h00, e para o encontro do Rei D. João I com o Duque de Lencastre, onde definiram a parceria militar e os pormenores do casamento, domingo à tarde, 15h00. A abertura oficial, com a presença de D. Duarte Pio, Duque de Bragança, realiza-se na sexta-feira, pelas 18h00.

Recriação, feita por empresa especializada na realização de eventos medievais, conta com meia centena de pessoas das duas freguesias e elementos da Associação “Buraca da Moura”. Oportunidade única para “viajar” até à época medieval, revivendo um dos episódios históricos daquele período.

Nos dias2, 3 e 4 de junho, realiza-se em Ponte do Mouro, Barbeita/Ceivães, Monção, a Recriação Histórica do Encontro e da Ceia de D. João l e o Duque de Lencastre em 1386. Denominada Ponte do Mouro Medieval, a iniciativa consta de um conjunto de atividades alusivas à época promovidas por uma empresa especializada com a colaboração de meia centena de pessoas das duas freguesias e elementos da Associação “Buraca da Moura”.

Em Ponte do Mouro, estabeleceram-se as condições de cooperação militar entre os dois países, acertando-se os pormenores do casamento entre o Rei D. João I e D. Filipa de Lencastre, filha do Duque.Os visitantes poderão apreciar e viver todo o contexto histórico da época, participando nasanimações e recriações do tempo medieval e a degustação de iguarias típicas daquela época.

Nestes três dias, Ponte do Mouro, lugar das freguesias de Barbeita e Ceivães,recebevárias recriações medievais alusivas àquele período histórico: música e danças da época, torneios, animadores de rua, espetáculos de fogo, falcoaria, cânticos à capela, demonstrações de ofícios e mercado medieval.

Desta forma, será frequente a presença de mercadores, músicos, artesãos, malabaristas, jograis, almocreves, cavaleiros, bailarinas, mendigos, bem como diversos pontos de entretimento como teatro com bobos, dançarinos medievais e equilibrismos de saltimbancos e acrobatas.

Do programa, diverso, apelativo e fiel à época medieval, destaque para a ceia medieval, sábado à noite, 21h00, e para o encontro do Rei D. João I com o Duque de Lencastre, onde definiram a parceria militar e os pormenores do casamento, domingo à tarde, 15h00.

No primeiro dia, sexta-feira, pelas 21h00, está prevista a conferência “D. Filipa de Lencastre, a noiva escolhida por D. João I”, da autoria de Manuela Santos Silva, especialista da época. Antes, pelas 18h00, ao som de rufos de tambores em arruadas pelo recinto, realiza-se o auto de abertura do mercado com a presença de D. Duarte Pio, Duque de Bragança. 

Conforme relatam documentos históricos, este encontro entre D. João l e o Duque de Lencastre possui caraterísticas únicas, sabendo-se que se tratou de um acampamento militar e que o monarca português trazia consigo uma comitiva superior a 2000 homens.

No momento do encontro, na ponte sobre o rio mouro, cumprimentaram-se com delicadeza e cortesia, conversaram durante alguns momentos e, de seguida, dirigiram-se para o pavilhão de D. João I, onde conversaram amigavelmente e estabeleceram compromissos, A tradição acrescenta que comeram iguarias saborosas e beberam o maravilhoso néctar, fruto das vinhas desta terra.

Vídeo: https://www.facebook.com/PontedoMouroMedieval/videos/961286617346423/

FAFE COMEMORA DIA DA CRIANÇA

Atividades vão decorrer no Parque da Cidade

Fafe celebra, na próxima quinta-feira (1 de Junho), o Dia Mundial das Criança, com um conjunto de atividades, centradas no Parque da Cidade.

DCS_6933A

Música, Jogos Tradicionais, cerca de 10 insufláveis, Oficinas de Arte e Ciência, Karaoke e Palhaços vão animar os mais novos que, durante várias horas, vão celebrar o seu dia.

São esperadas cerca de 3000 crianças das várias escolas e instituições do concelho que vão, desta forma, passar uma manhã diferente e especial.

DCS_6939A

DCS_6954A

DCS_6992A

DCS_7041A

DCS_7048A

DSA_3192A

PARQUE NATURAL DA PORTELA EM FAMALICÃO ESTÁ AO ABANDONO

Nuno Sá lamenta não poder celebrar o Dia Europeu dos Parques Naturais em Vila Nova de Famalicão

O Parque Natural da Portela, no concelho de Vila Nova de Famalicão, onde nasce o rio Pelhe, um afluente do rio Ave, está completamente ao abandono, sendo visíveis mesas e bancos partidos ou muito degradados no parque de merendas que o antigo presidente da autarquia, Armindo Costa, criou no local, há mais de 10 anos.

Famalicão_Parque Natural da Portela ao abandono

Localizado junto à estrada de ligação entre os concelhos de Vila Nova de Famalicão e Braga, a centenas de metros do conhecido Restaurante Ferrugem, na Portela, o parque natural é muito solicitado por pessoas que vão lá diariamente recolher água da fonte, tanto moradores como camionistas, mas a Câmara Municipal não disponibiliza no local qualquer informação sobre os parâmetros de qualidade da água. Também não existe classificação botânica da flora autóctone existente no parque.

“Neste dia 24 de maio celebramos o Dia Europeu dos Parques Naturais, mas, infelizmente, não podemos celebrar a existência de um parque natural na nossa terra, porque a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão tem o Parque Natural da Portela ao abandono”, afirma Nuno Sá, candidato à presidência da Câmara Municipal nas eleições do próximo dia 1 de outubro.

Nuno Sá lembra ainda que “o Parque de Merendas, criado no tempo do presidente Armindo Costa, está absolutamente degradado, com bancos e mesas partidas”, pelo que, observa o candidato socialista, “está tudo abandonado, o que, mais do que uma vergonha ambiental para Famalicão, é sintoma de um ambiente muito mal tratado”.

Nuno Sá tem uma explicação para o que está a acontecer na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão: “Já são muitos anos de maioria de direita no poder em Famalicão e os vereadores estão acomodados, estão cansados e já perderam o gás. E isso transmite-se aos funcionários municipais, que, embora sejam zelosos, acabam por ser ‘contaminados’ com a preguiça e o laxismo de quem está por cima. É o chamado desgaste político. É triste, mas é a realidade.”

O candidato do PS afirma, por isso, que Vila Nova de Famalicão “precisa de uma nova Câmara para trabalhar com entusiasmo por Famalicão e pelos famalicenses”. E quanto ao Parque Natural da Portela, deixa a sua expectativa: “Daqui a um ano, espero poder celebrar o Dia Europeu dos Parques Naturais em Vila Nova de Famalicão.”

Parque Natural da Portela ao abandono

ARCOS DE VALDEVEZ É CAPITAL DO VINHÃO

FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez

Depois do sucesso alcançado em 2016, regressa o FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez, nos dias 16, 17 e 18 de Junho, numa organização Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez e do Município de Arcos de Valdevez. São ainda parceiros na organização a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, a EPRALIMA – Escola Profissional do Alto Lima, a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e a AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

festivinhao_2017_2

Como na edição anterior, o evento terá lugar nas ruas do centro histórico da Vila de Arcos de Valdevez, contando com espaço de exposição de vinhos e produtos locais, espaço provas, tasquinhas de petiscos, espetáculos de palco, animação de rua, workshops técnicos, curso de iniciação à prova de vinhos, percursos turístico-gastronómicos pela Vila, visitas a Quintas/Adegas para além de uma de programação musical forte.

Antecedendo o evento propriamente dito, está já em curso a seleção do ‘FESTIVINHÃO’17 Vinho do Ano’, com um Grande Prémio para o Vinho da Casta Vinhão e a Seleção do Ano para as categorias de Vinhos Verdes Tintos, Brancos, Rosé, Espumantes Tintos e Espumantes Brancos. Haverá ainda uma Seleção para os Vinhos de Arcos de Valdevez nas mesmas categorias (exceção dos espumantes, que apenas tem uma categoria genérica).

É na relação entre a gastronomia tradicional e a diversidade dos vinhos que melhor se potencia a riqueza da atividade turística na Região Norte de Portugal, em particular na região dos Vinhos Verdes. A harmonização entre o património natural, construído e imaterial, o alojamento e as atividades de animação turística, potenciam a criação de valor económico para a região e para os agentes envolvidos. Será sob esta temática de fundo, que dia 16 de Junho decorrerá um seminário, coordenado pela Escola Superior Agrária do IPVC, com dois painéis: na parte da manhã dedicado à vinha e ao vinho; na parte da tarde dedicado ao marketing, ao turismo, gastronomia e vinhos. Este segundo painel decorrerá no ambiente especial do café mais antigo de Arcos de Valdevez, o “Café Arcuense”.

Este festival enoturístico pretende celebrar a Casta Vinhão e a sua fabulosa evolução em termos técnicos e produtivos. Agora, a casta vinhão é a rainha. É ela que melhor se relaciona com as iguarias gordas como a lampreia, o sarrabulho, o cozido à portuguesa, o arroz de cabidela, o cabrito mamão da serra, etc.. Arcos de Valdevez, com o seu “terroir”, soube manter uma reserva de qualidade e tradição na produção de Vinhão e também inovar sem nunca descurar a relação harmónica com a gastronomia.

Mas o Festival apresenta outros vinhos verdes, com destaque para os brancos Loureiros e Alvarinhos, rosados e espumantes. 

Arcos de Valdevez teve o primeiro produtor com uma marca dedicada exclusivamente ao vinhão. Aqui existe a Estação Vitinícola Amândio Galhano, da Comissão de Viticultura dos Vinhos Verdes, onde está o repositório de castas regionais e onde se faz a investigação e experimentação fundamental.

Arcos de Valdevez afirma-se como a capital do vinhão.

JOVENS DE BRAGA PARTICIPAM EM DEBATE NACIONAL

Iniciativas Bracarenses vistas como exemplo a seguir. Experiências Participativas Jovens de Braga em debate Nacional

A Rede de Autarquias Participativas (RAP) realizou mais uma acção de formação de âmbito nacional descentralizada que se realizou em Águeda. O Município de Braga foi convidado a participar no painel subordinado ao tema: “Orçamentos Participativos Jovens”, onde além de apresentar o Orçamento Jovem “Tu Decides!” foram abordadas todas as iniciativas de dinamização da participação com especial enfoque nas direccionadas e dinamizadas para e com os Bracarenses mais jovens.

Águeda

Em representação do Município de Braga, António Barroso demonstrou o dinamismo, a diversidade Bracarense e, sobretudo, o empenho do Executivo Municipal, em estimular a participação cívica dos cidadãos desde tenra idade. Iniciativas como o Orçamento Jovem “Tu decides”, o “Nós Propomos”, o Orçamento Participativo Escolar, o “Parlamento Concelhio Jovem”, a auscultação de diversos “conselhos consultivos”, com destaque para o Conselho Municipal da Juventude, um dos poucos a nível nacional com actividade e dinâmica. Mas esta foi também uma oportunidade para abordar outras acções como o Orçamento Participativo, o lançamento de “concursos de ideias”, a realização de diversas “sessões públicas de esclarecimento”, a disponibilização da “Provedoria do Munícipe”, e a realização de sessões da Assembleia Municipal e de reuniões de Câmara Municipal descentralizadas pelo Concelho.

“Uma vez mais as iniciativas dinamizadas pela Câmara Municipal de Braga recebem o reconhecimento do seu valor e são vistas como exemplo para partilharmos com as demais autarquias. Estas são também excelentes oportunidades para afinarmos o nosso trabalho bebendo das experiências das nossas congéneres sobretudo as metodologias, formas de promoção e o modo de agilização e mobilização” afirmou António Barroso, acrescentando que “a Democracia Participativa é uma das marcas distintivas desta nova gestão municipal e apraz-nos registar que o Governo replique estas iniciativas dinamizando um Orçamento Participativo Nacional e agora um Orçamento Participativo Jovem”.

Orçamento Participativo 2018 está a decorrer

A edição de 2018 do Orçamento Participativo de Braga está a decorrer e “é importante que os Bracarenses demonstrem a sua vontade e expressem os seus desejos em contribuírem para um concelho melhor e mais desenvolvido onde todos têm voz e da forma mais directa podem decidir o destino de 650.000 euros”, referiu António Barroso, apelando à participação de todos nesta nova edição do Orçamento Participativo de Braga com o seguinte calendário:

2 a 28 de Maio – Apresentação de propostas

Os cidadãos são convidados a apresentar propostas sobre o que pretendem ver promovido ou executado pela Câmara Municipal.

29 de Maio a 5 de Junho – Análise técnica pelos serviços municipais

As propostas serão objecto de análise técnica fundamentada pelos serviços municipais, que verificarão se são ou não elegíveis. Se o forem, adaptam-nas a projectos que serão sujeitos a votação no portal do Orçamento Participativo.

6 a 9 de Junho – Período de reclamações

Os cidadãos podem reclamar no momento em que for publicada a lista provisória de projectos.

12 a 16 de Junho – Decisão sobre as reclamações

Durante este período os serviços municipais analisam e respondem às reclamações apresentadas.

20 de Junho a 18 de Julho – Votação dos projectos

Os projectos serão submetidos à votação dos cidadãos do município.

20 de Junho a 3 de Julho – 1.ª Fase de votação dos projectos

Na primeira fase da votação, cada cidadão vota em seis projectos, escolhendo o projecto considerado mais importante em cada uma das seis áreas em que as propostas podem ser apresentadas.

4 a 18 de Julho – 2.ª Fase de votação dos projectos

Na segunda fase, cada cidadão escolhe um projecto entre os trinta apurados na primeira fase.

Entre 19 e 21 de Julho - Apresentação pública dos projectos vencedores

VILA VERDE: VILELA QUER VALORIZAR PATRIMÓNIO HISTÓRICO, RELIGIOSO E NATURAL ASSOCIADO AO TURISMO

«Vila Verde é, seguramente, uma terra de tradições e de património histórico, religioso e etnográfico com potencial turístico enorme e o Vale do Homem é um bom exemplo a explorar ainda mais»

A aposta no desenvolvimento turístico, assente no potencial de algumas áreas e zonas do Concelho, é uma das linhas fortes do programa de acção do (re)candidato do PSD à câmara de Vila Verde, António Vilela. Neste domínio, ganham destaque os roteiros turísticos do património, a valorização do património natural e paisagístico (praias e zonas fluviais, espaços de lazer, rota dos miradouros, entre outros), a construção da ecovia do Cávado-Homem, a instalação das ciclovias urbanas de Vila Verde e Vila de Prado, a expansão das zonas de lazer e praias fluviais, «associadas ao inigualável património gastronómico, histórico-etnográfico e promoção dos produtos locais». 

Valdreu 1

«Vila Verde é, seguramente, uma terra de tradições e de património histórico e etnográfico com potencial turístico enorme», destacou o candidato António Vilela, nas suas incursões pelo Vale do Homem. «O potencial turístico das paisagens, locais e património religioso do Vale do Homem, alargado a outras ofertas do Concelho e com a enorme mais-valia de ter o Gerês mesmo à porta deste vale, têm que ser ainda mais valorizados», referiu António Vilela, que ainda foca «o potencial agrícola, dos produtos locais, das tradições ligadas ao campo e à fundação religiosa de muitos espaços».

Entende que «é importante promover e enriquecer a região em gentes e vivências».

ECOVIA CÁVADO-HOMEM

VALORIZAÇÃO DAS ZONAS FLUVIAIS E PATRIMÓNIO NATURAL E RELIGIOSO

E aponta projectos âncora que «ajudarão a consolidar estes destinos, a gerar oportunidades e riqueza e, por inerência, a fixar a sua população».

Dá como exemplo mais recente, a construção da Ecovia do Cávado-Homem, uma ligação entre o litoral e o interior do Vale do Homem, pelos rios Cávado e Homem, entre Esposende-Vila Verde-Braga-Amares-Terras de Bouro-Gerês-Espanha. «Daremos projecção à zona norte, que tem vindo a apostar na componente turística cada vez mais. A biodiversidade existente por terras minhotas, mais concretamente o Gerês, é também um factor de enorme importância para o desenvolvimento da região, pois possui todo um potencial localizado, capaz de satisfazer as exigências e experiências que o turismo comporta».

Vilela assinala ainda a importância de valorizar e projectar ainda mais o potencial do património histórico e religioso, dando como exemplo o lançamento da “Rotas dos Patrimónios Natural e dos Miradouros”.

As requalificações executadas em S. Frutuoso (Sande), Sra da Conceição (Oriz Sta Marinha), Santa Ana (Passô) e Mixões da Serra (Valdreu/Aboim), a juntar ao Santuário do Alívio (Soutelo), S. Miguel-o-Anjo (Prado S. Miguel), Bom-Despacho (Cervães), entre outras, vieram dar «qualidade aos espaços e torná-los em referências para quem visita o Concelho e a própria Região». 

«O Município quer avançar com a criação da Rota dos Miradouros, espaços de observação da paisagem e desfrute do ambiente e património natural e histórico edificado em zonas altas do concelho».

A aposta no turismo de natureza, «que coloca já Vila Verde no 6º lugar nacional dos concelhos emergentes nesta área», já está a dar os primeiros passos.

Valdreu 3

PRAIAS E ZONAS FLUVIAIS (Homem, Cávado e Neiva)

Os recursos hidrográficos, «de excelência e com potencial enorme de desenvolvimento para aproveitamento turístico», servem de base à «expansão e criação» de novas zonas de lazer fluvial».

«Depois das intervenções na Ponte Nova (Loureira), Malheira (Sabariz), rio Homem (Oriz Sta Marinha)  e Faial (Vila de Prado), que «trouxeram um importante incremento à qualidade dos espaços», o candidato manterá a aposta na valorização das zonas ribeirinhas. «Estão em programa a requalificação das zonas  fluviais e de lazer do Gaião (Cabanelas), Porto Carrero (Soutelo) e  interiores do rio Homem (Oriz) e Neiva (Azões-Goães)», revela.

«Em muitos casos, basta apenas ajustar os espaços naturalizados, com algumas infra-estruturas de apoio», assinala. «E encaminhar para esses locais, que valem pela qualidade do património natural envolvente», remata.  

Não obstante o que já foi realizado, o candidato espera também «obter bandeira azul da Praia Fluvial do Faial, em 2018, aquando da realização do campeonato do mundo de canoagem. De acordo com a APA (Agência Portuguesa do Ambiente) é uma das praias fluviais mais frequentadas do País».

ALOJAMENTO TURÍSTICO E GASTRONOMIA

Todas estas vertentes, «que obedecem a um plano estruturado de turismo que o município tem vindo a desenvolver nos últimos anos», entroncam no apoio ao desenvolvimento de projectos de alojamento turístico, um bom meio de entrada de capital e valorização da região. Bem como a organização de eventos «que trazem forasteiros e projectam o nome do concelho para o exterior, como a Rota das Colheitas, Namorar Portugal, Festa das Colheitas e as próprias Festas Concelhias.

A gastronomia vilaverdense, «cujo cardápio preenche os requisitos dos mais exigentes comensais», é outro factor de atracção e valorização do território. «Traz visitantes e carrega consigo uma importante mais-valia económica, para além de ser complemento indispensável ao desenvolvimento da componente turística», refere António Vilela.

«Completam o cardápio os produtos locais, o artesanato e as aldeias históricas e da saudade», remata.

Valdreu

MUNICÍPIO DE BRAGA PROMOVE ALFABETIZAÇÃO PARA IMIGRANTES

No âmbito da candidatura efectuada ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), o Município de Braga está a promover uma acção de formação de alfabetização para imigrantes.

FOTO ALFABETIZAÇÃO

Segundo o vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, a iniciativa “é uma forma de promover a integração plena destes cidadãos na comunidade portuguesa, uma vez que a língua é um dos principais veículos de comunicação entre povos”.

Firmino Marques realça ainda o facto de os portugueses perceberem o que é ser emigrante e enfrentar desafios como cultura e línguas diferentes nos países de acolhimento.

Na ocasião, este responsável sublinhou igualmente a importância do Gabinete de Apoio ao Imigrante, criado pelo Município, que todos os dias acolhe e promove estratégias de integração na nossa sociedade e cultura.

FAFE RECEBE FINAL FOUR DA TAÇA DE PORTUGAL DE ANDEBOL

Fafe recebe Final Four de Andebol no primeiro fim-de-semana de Junho

Fafe vai acolher, no fim-de-semana de 3 e 4 de Junho, a Final Four da Taça de Portugal de Andebol, competição que terá lugar, no Pavilhão Multiusos de Fafe.

Capturarfinal4

O sorteio da Final Four Feminina ditou que, a primeira meia final será disputada entre a a Madeira SAD e o Alavarium Love Tiles, às 11h00 de Sábado; o segundo jogo irá opôr o Colégio de Gaia à Assomada, a partir das 13h15.

No campeonato masculino, o primeiro jogo das meias finais disputar-se-á entre o AA Avanca e o Sporting CP, no Sábado, às 15h45, sendo que a outra meia final será entre FC Porto e o ABC Uminho, com início marcado para as 18h00.

Os jogos das meias finais realizam-se no Sábado, apurando aqui as equipas para a final que decorrerá no Domingo.

Pompeu Martins, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Fafe, revelou “o orgulho e alegria com que Fafe recebe esta Final Four. Fafe tem já uma tradição vincada no que ao andebol diz respeito, não só porque o ACF está, neste momento, na mais alta divisão, mas também por todo o esforço e trabalho demonstrados.”

Esperamos que nos dias 3 e 4 de Junho possamos estar todos juntos a assistir a mais uma fantástica competição de andebol e que, quem não é de cá, aproveite para conhecer esta terra maravilhosa”, rematou.

O bilhete para cada dia tem o custo de cinco euros e já estão à venda na Loja Intercativa de Turismo, sendo que podem também ser adquiridos no Pavilhão Multiusos, antes dos jogos.

BARQUENSES DEBATEM PATRIMÓNIO IMATERIAL

01 de junho | 21h30 | Casa da Cultura

Última sessão das “Quintas na Barca” debaterá o 'Património Imaterial – A Romaria de S. Bartolomeu'

'Património Imaterial – A Romaria de S. Bartolomeu' é a temática que vai dar por encerrada na próxima quinta-feira, 01 de junho, a VIII edição das “Quintas na Barca”, sessão que contará com a presença de António Ponte, Diretor Regional de Cultura Norte, Álvaro Campelo, Docente da Universidade Fernando Pessoa, e Hugo Morango, Antropólogo.

18620942_1036344949799821_5725421721199067901_o

Como salienta a Vereadora da Cultura, Sílvia Torres, 'as gentes de Ponte da Barca têm muito orgulho nas suas tradições e nesta Romaria em particular. E como estamos em fase de preparação de candidatura ao Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, motivo pelo qual lançámos o projeto de recolha de memórias e registo dos elementos distintivos da Romaria 'Ó Meu S. Bartolomeu', faz todo o sentido dedicar-lhe uma sessão de debate e reunir um leque de convidados em torno do mesmo. O património imaterial é um bem a ser promovido mas sobretudo a ser preservado para a posteridade.'

Recorde-se que, com três sessões distribuídas pelos meses de maio e junho, a iniciativa visa promover ciclos de debate informais, contando com a participação de conceituados especialistas em vários domínios.

RANCHO DA BOBADELA REPRESENTA A REGIÃO SALOIA NO FOLKLOURES’17

O Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela – Loures vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

48156_158805134273898_1093445292_n.png

Como não podia deixar de suceder, os usos e costumes das gentes da região saloia em geral e do concelho de Loures em particular não poderiam deixar de estar presentes. As tradições saloias constituem a matriz etnográfica de um concelho que acolheu de braços abertos os minhotos, beirões, transmontanos, alentejanos e as mais variadas gentes de todo o país, dos países de expressão portuguesa e de todo o mundo. Por essa via, Loures tornou-se porventura um dos concelhos mais cosmopolitas do nosso país. Eis a razão pela qual o FolkLoures – Encontro de Culturas adquiriu um novo formato, mais abrangente e inclusivo, inédito no domínio do folclore e da cultura tradicional cujo modelo em breve inspirará outras organizações de eventos semelhantes. Por conseguinte, o Rancho da Bobadela representará na edição deste ano os usos e costumes da região saloia e do concelho de Loures.

969870_209986322489112_234369670_n.jpg

O Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela iniciou a sua actividade etnográfica com as marchas dos santos populares em Junho de 1983.

Nos primeiros anos, este rancho foi uma secção de uma outra colectividade da freguesia até que, a 26 de Fevereiro de 1987, se celebrou a escritura pública que deu corpo à União Cultural e Folclórica da Bobadela, o que o torna mais antigo do que a colectividade a que actualmente pertence.

Localizada na zona oriental do concelho de Loures, a freguesia da Bobadela era banhada pelos rios Tejo (a leste) e Trancão (a sul e a oeste), sendo que este último a separava das freguesias de Unhos (a oeste) e de Sacavém (a sul e sudoeste); a norte e noroeste fazia fronteira com a freguesia de São João da Talha, da qual se desmembrou. Pelo facto da Vila da Bobadela pertencer ao Concelho de Loures, o qual se encontra inserido na zona Saloia, e ainda junto ao Ribatejo e às “portas” de Lisboa, as danças e cantares são o espelho do cruzamento das três zonas acima descritas, bem como das actividades económicas que se viveram por aquelas bandas.

Sendo a etnografia desta zona bastante rica e diversificada, o rancho da Bobadela tem no seu repertório musical bailaricos, fadinhos, viras, valsas e os famosos verde-gaios.

Quanto aos trajes, inicialmente no Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela, os homens usavam trajes Saloios Domingueiros e as mulheres o traje Usual no Ribatejo. Ou seja, as raparigas usavam saias e lenços vermelhos, camisa e meias brancas, chapéu e cesto de palha. E os rapazes vestiam camisa branca e calças, colete, cinta e barrete preto.

No entanto, no princípio do ano de 1997, a Direcção decidiu iniciar a mudança dos trajes para a representação da etnografia saloia. Esta representação é mantida até hoje e dela se destacam os Trajes de Abastados, Trabalho de Cocheiro, de Lavadeira, de Ceifeira, de Carroceiro, de Aguadeira, de Leiteira e de Campino das Lezírias Saloias.

“O folclore é a tradição e usos populares, constituído pelos costumes e tradições transmitidos de geração em geração. O rancho da Bobadela procura viver e transmitir sempre melhor e de forma feliz essa cultura tão sua.

Além do Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela – Loures, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do grupo de folclore da Associatia Miorita Portugalia em representação da comunidade moldava radicada no nosso país, a Associação Tira-me da Rua (ATR) – Brasil que apresentará a tradicional dança da capoeira, o Grupo de Danças e Cantares da Madeira, Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda mais uma representação da Estremadura que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Mais do que qualquer outra manifestação de índole cultural e desportiva, é o Folclore a forma de expressão cultural que melhor contribui para a paz entre os povos, no respeito das suas diferenças e identidade.

Cartaz2017Novo.jpg

CERVEIRA ACOLHE ENCONTRO EMPRESARIAL DO VALE DO MINHO

Autarcas, empresários, formadores, técnicos, entidades e associações reúnem, esta sexta-feira, no Centro de Apoio às Empresas de Vila Nova de Cerveira, numa jornada de trabalho que visa analisar o desenvolvimento empresarial do Vale do Minho, aprofundar parcerias estratégicas futuras e definir um plano de ações concertado para o território.

Este Encontro Empresarial do Vale do Minho apresenta-se como um espaço de debate entre os diversos intervenientes com responsabilidades diretas na dinamização empresarial. O objetivo é auscultar a visão política, institucional e associativa sobre oestado atual do setor, procurando projetar e alavancar o futuro da região do Vale do Minho.

“Além de dispormos das condições ideais para receber uma iniciativa desta natureza, o Município de Vila Nova de Cerveira tem dado uma especial atenção ao setor empresarial, motor do recente desenvolvimento concelhio, procurando consolidar a posição de Cerveira nas principais rotas de projetos e redes internacionais, sem descurar a hipótese de colaboração com os concelhos vizinhos”, explica o autarca cerveirense, Fernando Nogueira. E assegura: “Estão a ser dados passos muito incisivos em prol de uma atuação mais integrada, eficiente e eficaz, numa lógica de proximidade com os empreendedores e empresários, para a qual a aliança estratégica protocolada em fevereiro já está a dar resultados”.

Do programa consta a sessão de abertura a cargo dos presidentes das Câmaras municipais de Vila Nova de Cerveira, Arcos deValdevez, Paredes de Coura, Valença e de Monção. Segue-se um conjunto de painéis mais técnico e associativo, nomeadamente “Caraterização da região, em ternos de indústria metalúrgica e metalomecânica, condições para o investimento” pela CIM Alto Minho; “Apoio ao Empreendedorismo e ao desenvolvimento empresarial no Alto Minho“ pela ACIBTM/In.Cubo, “A importância do associativismo no desenvolvimento económico e o apoio associativo ao tecido empresarial” pela AIMMAP, “Oferta formativa para a região, visando cobrir as necessidades das empresas” pelo CENFIM e “Apoio Tecnológico disponível” pelo CATIM. A sessão de trabalhos é encerrada com um espaço de debate e o estabelecimento de um plano de ações.

Numa organização do Município de Vila Nova de Cerveira, em parceria com a CIM Alto Minho, a In.Cubo, o CENFIM, a AIMMAP e o CATIM, o Encontro Empresarial do Vale do Minho decorre esta sexta-feira, 26 de maio, entre as 09h00 e as 13h00, no Centro de apoio às Empresas de Vila Nova de Cerveira.

CERVEIRA REALIZA EXPO CASA, JARDINS E LAZER

II Expo Casa, Jardins e Lazer apresenta últimas tendências num ambiente animado

O Pavilhão Multiusos de Cerveira volta a ser palco de um evento que conjuga a vertente empresarial ao cariz familiar. Depois do sucesso do ano passado, a AncorEventos com o apoio do Município de Vila Nova de Cerveira, reforça a aposta na II Expo Casa, Jardins e Lazer para este fim-de-semana. Com entrada e estacionamento livre, a Exposição Internacional de Orquídeas e o Mercadito Encantado são dois atrativos que convidam a uma visita conciliada de pais e filhos.

0001 (88)cervvv

Cerca de 50 expositores afetos à construção/renovação de casas, decoração de interiores e jardins vão apresentar, ao longo de três dias, as últimas tendências, através de um ambiente interativo e de contato direto com os fabricantes e representantes de empresas fornecedoras de produtos, além de receber orientações de consultores em diversas áreas para montar ambientes com beleza, conforto e modernidade.

Para quem pensa em comprar ou remodelar a sua casa, ao longo de uma área de 1.350m2, este evento expõe uma ampla oferta de materiais de construção e acabamentos, complementada com um conjunto diversificado de serviços e produtos na área de jardins.

Este ano, a entidade organizadora - AncorEventos- conferiu uma maior aposta na vertente lúdica, de forma a criar um ambiente ainda mais familiar, com o alargamento da Exposição Internacional de Orquídeas que atrai centenas de visitantes e a diversidade das atividades propostas pelo Mercadito Encantado, nomeadamente workshops para grávidas e pais com filhos pequenos, e animação desde a chegada do Panda, insufláveis gratuitos, música e dança.

A II Expo Casa, Jardins e Lazer arranca esta sexta-feira, 26 de maio, entre as 18h00 e as 23h00, no sábado das 10h00 às 23h00 e no domingo das 10h00 às 18h00.A entrada e estacionamento é gratuito.

INVESTIMENTO EM TRANSPORTES ESCOLARES AUMENTA 23% NO PRÓXIMO ANO LETIVO

Agrupamento Sidónio Pais poderá receber mais 160 alunos no próximo ano

Para o ano letivo de 2017/2018, a Câmara Municipal prevê investir 402.500 euros em transportes escolares, o que corresponde a um aumento de 23% em relação ao ano letivo em curso. Tendo em conta o ano de 2013, o apoio duplicou, mas esta é apenas uma parte da aposta do Município na Educação. Nos próximos dias, por exemplo, serão entregues às escolas novos computadores e, antes do novo período escolar, serão realizadas importantes obras na Escola EBS de Vila Praia de Âncora, de ampliação, por forma a responder ao aumento da procura, prevendo-se um acréscimo de alunos no Agrupamento superior à centena e meia.

fotografia 2017

O trabalho conjunto que tem vindo a ser desenvolvido pelo Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e pelo Município de Caminha, com forte apoio do Ministério da Educação, traduz-se em excelentes resultados e na previsão do crescimento da procura das escolas públicas do concelho.   

Para o próximo ano letivo, há uma perspetiva de crescimento de 160 alunos novos no Agrupamento que terão que ser transportados e, para acautelar essa situação, o presidente da Câmara propôs ao Executivo o aumento do investimento nos transportes escolares, que ficarão num valor superior aos 400 mil euros. Como referimos, para o ano letivo 2017/18 a Câmara prevê investir 402.500 euros, sendo que, em 2016/2017. a Câmara investiu 310.298,16 euros, ou seja, o aumento é de 23%. Desde a tomada de posse deste Executivo, foi sempre incrementado o apoio no transporte dos estudantes. Há quatro anos atrás, em 2012/2013, a Câmara investiu 197.210,06 euros – agora investe o dobro

Recorde-se que a Câmara alargou este apoio, assegurando transporte escolar também aos alunos do ensino secundário,a partir do ano letivo de 2015/2016, escalão que antes não era abrangido.

O trabalho excecional do Agrupamento na componente pedagógica deverá levar também a um previsível acréscimo de estudantes. Para o próximo ano letivo, a perspetiva é de um crescimento da ordem dos 160 alunos novos.

Entretanto, já nos próximos dias, deverá ser entregue às escolas novo material informático, tendo a Câmara adquirido computadores, num investimento de 12 mil euros. 

Entretanto, a Câmara garantiu já junto do Governo a ampliação da EBS de Vila Praia de Âncora,com mais três salas, num investimento de cerca de 120 mil euros. Recorde-se que esta escola foi alvo de obras de beneficiação ainda antes do início deste ano letivo, num investimento próximo dos 200 mil euros.

O forte investimento na Educação por parte do Executivo desta Câmara materializou-se em muitas outras obras, como a da ampliação da Escola Básica e JI de Venade (que impediu que os meninos fossem para Moledo), as obras que decorreram em várias escolas básicas do concelho, e o financiamento já garantido para a Escola Básica e Secundária Sidónio Pais, na ordem dos três milhões de euros. A requalificação da escola prevê a ampliação de todo o complexo escolar, sem prejuízo dos espaços ao ar livre, dotando-o de mais 15 salas de aula, sendo que duas delas serão laboratórios.

MOLEDO É DESTINO COCA-COLA NA NOVA CAMPANHA DE VERÃO

A Coca-Cola acaba de lançar uma nova campanha de Verão através da qual promovem 30 destinos de eleição em Portugal e no estrangeiro. Entre eles encontra-se a praia de Modelo, no concelho de Caminha, que desse modo passa a beneficiar da promoção nas imagens das suas latas e garrafas.

A campanha, designada por “Partilha uma Coca-Cola bem Gelada em”, de corre até ao próximo mês de Agosto e vai oferecer férias de verão nestes destinos, além de ingressos em festivais de música e muitos outros prémios.

Campanha-d-Coca-Cola

18519907_1334757723227401_1331582444821428844_n 

JOSÉ CARVALHIDO NO RALI DE SANTO TIRSO: “TENTAR ACABAR COM OS AZARES”

Sendo este um dos seus ralis preferidos, o piloto José Carvalhido vai este ano alinhar uma vez mais à partida do Rali de Santo Tirso. Vindo de uma série de sucessivos pequenos azares mecânicos, os objetivos do piloto de Viana do Castelo passam por tentar terminar o rali sem que desta vez surjam contratempos permitindo que a equipa consiga explorar ao máximo as potencialidades do competitivo Peugeot 106, depois das melhorias técnicas introduzidas.

Carvalhido_Noia_2017

“Infelizmente, nos últimos ralis que fizemos temos vindo a ser traídos por pequenos problemas mecânicos que, embora sem gravidade, têm conseguido deitar por terra as nossas aspirações a um bom resultado”, começa por referir José Carvalhido.

“Em Noia desistimos mesmo a terminar o rali com uma transmissão partida e no Rali Rota do Folar apenas conseguimos efectuar a primeira classificativa depois de um pequeno tubo plástico da agua ter cedido, por isso estamos com muita vontade de enfrentar este rali para nos redimirmos e testarmos a nossa capacidade e a capacidade do carro depois das melhorias que introduzimos. Este é um rali que me dá imenso gozo disputar, muito bem organizado e onde somos sempre bem acolhidos quer pela organização, quer pelo muito público que nunca se cansa de nos apoiar por isso, um ano mais, iremos marcar presença”, afirma.

Para Santo Tirso, José Carvalhido vai ainda contar com uma novidade na equipa: Leandro Parreira, afastado das lides da competição há alguns meses devido a problemas de saúde, voltará às funções de navegador agora ao lado do piloto vianense: “Fiquei bastante lisonjeado com o convite feito pelo Carvalhido e obviamente que para mim será um prazer navegar este grande amigo.

Será também uma experiência nova já que, apesar de já ter disputado por uma vez esta prova, acabei por abandonar ainda numa fase inicial e por isso tudo vai ser novidade para mim. Estou bastante expectante por voltar à competição e muito motivado para dar o meu melhor e ajudar o piloto a conseguir atingir os objetivos. Quero desde já agradecer ao Carvalhido pela oportunidade de regresso nesta que será uma nova experiência para ambos, uma vez que nunca fizemos qualquer rali juntos”, resume Leandro Parreira.

O Rali de Santo Tirso decorre nos dias 26 e 27 de Maio, sendo que na noite de sexta feira se disputará a habitual super especial, este ano em dupla passagem, enquanto no sábado as classificativas de Mourinha / Hortal e Assunção vão ser percorridas por 3 vezes.

DSC_0080

MINISTRO DA CIÊNCIA E ENSINO SUPERIOR LANÇA EM GUIMARÃES O THE DISCOVERIES CENTRE

Projeto tem condições únicas para atrair talento científico internacional. Pode tornar-se rapidamente no maior e mais produtivo centro de investigação baseado em Portugal.

Guimaraes_AvePark

O The Discoveries Centre for Regenerative and Precision Medicine, um megacentro de investigação europeu liderado pela Universidade do Minho, foi lançado esta terça-feira no auditório do AvePark, em Guimarães. A aprovação pela Comissão Europeia de uma candidatura para o financiamento da sua criação vai permitir a instalação no Parque de Ciência e Tecnologia de um novo edifício denominado Instituto Cidade de Guimarães, numa parceria com a Câmara Municipal de Guimarães.

A sessão desta terça-feira reuniu o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, o diretor-adjunto para a Investigação e Inovação da Comissão Europeia (CE), Patrick Child, a embaixadora do Reino Unido, Kirsty Hayes, o Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, o reitor da UMinho, António M. Cunha, o Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira, o presidente da CCDR-N, Fernando Freire de Sousa, e o coordenador do The Discoveries Centre, vice-reitor da UMinho e diretor do Grupo 3B’s, Rui L. Reis, entre outros reitores e responsáveis.

O The Discoveries Centre reúne cinco universidades nacionais – Minho, Porto, Aveiro, Lisboa, Nova de Lisboa – e a University College London (UCL, Reino Unido), uma das líderes mundiais na área da saúde. Terá sede no AvePark, polos em Aveiro, Porto e Lisboa e um campus de suporte em Londres. A sede será instalada num novo edifício da UMinho, a construir ligado ao atual do Grupo 3B’s, num investimento de 10.8 milhões de euros no âmbito do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de interesse estratégico, constituindo assim uma “TERM Research Hub” (hub de investigação em engenharia de tecidos e medicina regenerativa) com características únicas na Europa.

Este centro multidisciplinar, que tem como fundadores alguns dos principais institutos de investigação portugueses e a UCL, deverá ter um efeito estruturante na ciência portuguesa, desenvolvendo métodos inovadores na prevenção e no tratamento de doenças músculo-esqueléticas, neuro-degenerativas e cardiovasculares, com abordagens personalizadas para cada paciente. O projeto conta com 15 milhões de euros da CE, recentemente aprovados no âmbito do exigente programa europeu Teaming, e deve ter apoio adicional da FCT e das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regionais do Norte, do Centro e de Lisboa e Vale do Tejo.

JOAQUIM TENREIRA MARTINS APRESENTA EM GUIMARÃES LIVRO SOBRE A EMIGRAÇÃO PORTUGUESA

Guimarães recebe apresentação de livro dedicado à emigração portuguesa

No próximo dia 27 de maio (sábado), é apresentado em Guimarães o livro “Rostos da Emigração”, da autoria do escritor e antigo responsável do serviço social da Embaixada de Portugal em Bruxelas, Joaquim Tenreira Martins.

18447560_1369636533129893_5145006417157779300_n

A obra, um relato comovente de experiências de vida de mulheres e homens marcados pelo percurso migratório, é apresentada às 18h00 na Galeria de Arte 9 Séculos, em pelo centro histórico da cidade que viu nascer Portugal.

A apresentação do livro com chancela da Editora Orfeu, e que conta com prefácio da reputada investigadora Maria Manuela Aguiar, estará a cargo do historiador Daniel Bastos, cujo percurso literário tem sido alicerçado junto das comunidades portuguesas.

Segundo Daniel Bastos, o livro “Rostos da Emigração” mergulha no fenómeno migratório português desvendando no seio da dignidade humana a experiência da emigração e a forma como se reflete na vida das famílias.

Capa do livrotenreira

RAMOS HORTA PROFERE CONFERÊNCIA EM GUIMARÃES

DIA 31 DE MAIO (21H30)

Arquivo Municipal Alfredo Pimenta recebe conferência de Ramos-Horta no final deste mês

“A construção de uma democracia” é o nome da sessão promovida pelo Núcleo de Estudos 25 de Abril. Entrada livre.

Guimaraes_Ramos_Horta

José Ramos-Horta, Prémio Nobel da Paz em 1996 e um dos protagonistas da independência de Timor-Leste, vai estar em Guimarães no próximo dia 31 de maio para participar na conferência “A construção de uma democracia”, que decorrerá no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, a partir das 21:30 horas. O segundo Chefe de Estado do seu país, entre 2007 e 2012, é o convidado de uma iniciativa promovida em parceria com o Núcleo de Estudos 25 de Abril (NE25A).

Em 2017, 43 anos volvidos sobre a Revolução dos Cravos, o NE25A continua a comemorar a data e os valores do «dia inicial e límpido». A conferência, possível num país que viu a Liberdade recuperada em Abril de 1974, terá como orador um dos símbolos maiores da luta de um povo pela sua autonomia, pela sua liberdade e pela construção de um “novo” país inclusivo, tolerante e democrático.

TEATRO EXPERIMENTAL DO PORTO VAI A VIANA DO CASTELO REPRESENTAR A PEÇA "NÃO DÁ TRABALHO NENHUM"

TEATRO | "Não Dá Trabalho Nenhum" - TEP Teatro Experimental do Porto | 26 e 27 maio | 21h30 | Teatro Municipal Sá de Miranda | Viana do Castelo

image002teatrvia

CICLO A 4 MÃOS | “Não Dá Trabalho Nenhum”

26 e 27 de maio | 21h30

Teatro Municipal Sá de Miranda

Ingresso: 5€

Bilhetes à venda: Teatro Municipal Sá de Miranda - tlf.:258 809 382 | tmsm@cm-viana-castelo.pt

            Horários habituais da bilheteira - segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00;

     Dias de espetáculo: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 22h00;

     Sábado e domingos em dias de espetáculos, (2 horas antes).

Produção: TEP – Teatro Experimental do Porto

Organização: Teatro do Noroeste – CDV / Câmara Municipal de Viana do Castelo

Apoio: Câmara Municipal de Viana do Castelo

CELORICO DE BASTO REQUALIFICA ECOPISTA

Ecopista de Celorico de Basto com obras de requalificação

O Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, visitou, no dia 19 de maio, o decurso das obras de manutenção da ecopista num pequeno troço de Celorico de Basto que, devido às condições meteorológicas se encontrava em mau estado de conservação.

_DSC8589

“Este troço cedeu sobretudo devido às condições meteorológicas sentidas no inverno. Estas obras de manutenção tornaram-se necessárias e urgentes para criar as condições indicadas para a circulação em segurança dos utilizadores desta ecopista” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. O autarca referiu ainda que “esta ecopista recebe milhares de visitantes durante o ano e é já uma referência no que concerne à prática desportiva, por isso temos muita atenção à manutenção deste espaço para que os utilizadores usufruam dele da melhor forma”.

O troço em causa cedeu efetivamente, tendo comprometido as condições de segurança dos utilizadores. As obras de restauro daquele troço estão a ser executadas e estarão concluídas dentro de alguns dias. A ecopista foi inaugurada em 2013 e está em manutenção constante para salvaguardar a segurança e o conforto dos utilizadores.

_DSC8596

FAMALICÃO: PAULO CINHA E RICARDO MENDES RENOVAM “VOTOS” AUTÁRQUICOS

Coesão e cultura de compromisso norteiam coligação “Mais Ação, Mais Famalicão” 

“Um momento simbólico e relevante que marca o início de um novo percurso”. Foi desta forma que o presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, definiu a renovação do acordo da coligação “Mais Ação, Mais Famalicão” para o ciclo autárquico 2017-2021. Lado a lado com o presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Vila Nova de Famalicão, Ricardo Mendes, o líder social-democrata salientou a forma como “a coligação tem funcionado na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e nas freguesias”, sublinhando que “tem havido uma vocação para a coesão, uma cultura de compromisso e uma concentração fácil de vontades pelo que tem sido muito simples encontrar entendimentos para fazer face às dinâmicas no concelho”.

Renovação da coligação (2)

A renovação da coligação “Mais Ação, Mais Famalicão”, que irá a votos no próximo dia 1 de outubro, aconteceu no auditório da Fundação Cupertino de Miranda, local emblemático do centro da cidade e chamou à sessão várias centenas de pessoas, que lotaram o espaço, preenchendo o interior e exterior da Fundação.

Para Ricardo Mendes, “trata-se de um acordo com um passado, com um presente e com um futuro, que tem como único partido, Vila Nova de Famalicão”. “É uma coligação que consubstancia o sucesso de Famalicão”, afirmou.

Mostrando-se em sintonia com o líder centrista, Paulo Cunha aproveitou a oportunidade para fazer um balanço dos últimos quase quatro anos de coligação. “Os votos que renovamos servem essencialmente para sinalizar a boa execução do mandato que estamos prestes a cumprir, sem qualquer reserva mental, de olhos postos no futuro, com o semblante positivo para o que aí vem”, referiu.

Renovação da coligação (3)

O também presidente da Câmara Municipal lembrou que durante estes anos “tivemos muitos desafios, mas no dia-a-dia não tivemos adversários, porque os famalicenses quiseram sempre que tudo corresse bem para Famalicão”. E neste âmbito, esclareceu que é um autarca “que gere as forças do concelho, que gere as dinâmicas, que congrega vontades, que é convocante, desafiante e estimulante mas que também tem respostas

para os desafios. E se hoje podemos dizer que a avaliação é positiva, a razão maior são os famalicenses.”

Sobre o êxito desta governação a dois, o autarca disse ainda que procurou sempre “ler as dinâmicas e os ativos dos famalicenses, colocando os cidadãos como atores das políticas e não apenas como mero objeto de políticas”, referindo-se a uma governança partilhada com os cidadãos e responsabilizante.

“A sensação que temos é não só de dever cumprido, mas de dever superado”, afirmou visivelmente orgulhoso do trajeto realizado e recordou que durante estes anos “estivemos permanentemente no meio das pessoas, ao lado das instituições e empresas, ajudamos a vencer as suas dificuldades e temos resultados para mostrar”, referindo-se, em especial, à criação de emprego, ao combate à exclusão social, às políticas educativas, ao empreendedorismo, à infraestruturação das freguesias e ao nível do envolvimento com as juntas e autarcas locais.

“Proximidade, disponibilidade e diálogo são caraterísticas essenciais deste mandato que está em curso e que estamos prestes a concluir”, sublinhou ainda.

Durante o discurso marcado pelo otimismo e confiança no futuro, Paulo Cunha não esqueceu o passado e realçou que quando chegou à autarquia encontrou “uma Câmara com uma boa saúde financeira, que estava bem governada e bem gerida pelo Arq. Armindo Costa”. E acrescentou: “Herdamos um legado responsabilizante e quase quatro anos depois podemos dizer que respeitamos esse mesmo legado”.

 Depois do balanço dos últimos anos, o social-democrata, em nome da coligação renovou os votos com os famalicenses “num claro compromisso de que estas estruturas continuam disponíveis e comprometidas com o futuro deste concelho”.

“A missão por estar cumprida não significa que não devemos fazer algo mais pela nossa comunidade, muito pelo contrário, o facto de termos superado a fasquia, cria em nós a responsabilidade de continuar um projeto, uma trajetória e condições para que o nosso concelho tenha as melhores razões para ser notado”, destacou.

Paulo Cunha adiantou ainda que agora irá iniciar-se “um processo de escolha de políticas e de políticos, mas são mais importantes as políticas que os políticos” e no que diz respeito à escolha dos políticos há um critério que considerou fundamental: “Nós queremos pessoas que tenham os dois pés em Vila Nova de Famalicão, disponíveis a tempo integral. O nosso concelho merece ser representado por homens e mulheres que todos os dias os anos pensem em Famalicão”, concluiu.

Renovação da coligação (1)

FAFENSES VIGIAM A FLORESTA

Eu Sou Vigilante da Floresta: Iniciativa sensibiliza mais novos para proteção ambiental

No próxima sexta-feira, dia 26 de Maio, o Lions Clube de Fafe, em parceria com a Câmara Municipal de Fafe, o Agrupamento de Escolas de Fafe e os Bombeiros Voluntários de Fafe, promove a iniciativa “Eu Sou Vigilante da Floresta”.

cartaz-a3-LION

Do programa constam diversas atividades: durante a manhã, as crianças vão ter oportunidade de visitar o Parque de Viaturas de Bombeiros, seguindo, depois, em direção ao Parque da Cidade, onde vão plantar diversas árvores.

Antes do almoço, alguns membros dos Bombeiros Voluntários vão promover uma Palestra sobre incêndios.

Durante a tarde, a animação está garantida com música e divertimentos.

Estas atividades procuram sensibilizar os mais jovens para a proteção ambiental, alertando-os do perigo do flagelo dos incêndios florestais.

OBRAS CONDICIONAM TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos à normal circulação de trânsito

O Município de Braga informa que, por motivo da realização de obras no pavimento, haverá restrições de circulação de veículos no próximo dia 25 de Maio, a partir das 09h00, na Avenida Padre Júlio Fragata e na Avenida de Real.

Na Avenida Padre Júlio Fragata, a intervenção irá ocorrer no sentido Norte-Sul, faixa da direita, na saída para a Avenida João Paulo II. Neste local, estima-se que o condicionamento à circulação automóvel se prolongue até às 11h00.

Já na Avenida de Real, a intervenção terá lugar na rotunda de intersecção com a Avenida S. Frutuoso, sendo que o condicionamento deverá prolongar-se até às 16h00.

AMANTES DO TRAIL ELOGIARAM PERCURSOS DO III MELGAÇO ALVARINHO TRAIL

Cerca de 900 atletas participaram nesta edição

O Município Mais a Norte de Portugal encantou os cerca de 900 amantes do trail que participaram no domingo passado, 21 de maio, na terceira edição do Melgaço Alvarinho Trail (MAT). ‘Os percursos eram espetaculares e as paisagens magníficas…as pessoas são muito simpáticas’, foram elogios que a organização recebeu do evento que este ano triplicou o número de participantes. Nesta edição a prova aconteceu novamente no Rio Minho, mas com novos locais de passagem, como o PNPG: outras Montanhas, nas Freguesias de Prado, Vila, Remoães, Paderne, S. Paio, Cubalhão, Lamas de Mouro e Roussas, superando também os 1.200 metros de altitude.

Capturarmelg1

De ano para ano, a adesão tem sido extraordinária. O MAT nasceu em 2015, numa iniciativa pioneira que tinha como objetivo aliar a prática desportiva ao contacto com a natureza e as populações locais: a primeira edição contou com cerca de 250 atletas e a segunda com cerca de 300 atletas, mas, este ano, o MAT triplicou o número de participantes.

Melgaço tem excelentes locais para o Trail Running, desde o Rio Minho, a menos de 40 metros de altitude, até ao Planalto de Castro Laboreiro onde se superam os 1.300 metros de altitude: ‘desde as Pesqueiras Milenarias do Rio Minho, Caminhos e Pontes Romanas, Aldeias Típicas, Trilhos, Paisagens deslumbrantes sobre os Vales dos Rios, Minho, Trancoso e Mouro, sobre a vizinha Espanha até ao Planalto Castrejo onde se encontram dezenas de Dolmens, contamos também com o Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), onde se encontra a Porta de Lamas de Mouro, com vários Monumentos onde se destacam os Castelos de Melgaço e Castro Laboreiro, Conventos e Igrejas Centenários, Museus, Termas, etc.’, sustenta a organização, ressalvando que o evento tem impacto no tecido económico local e que é impulsionador de novas transações comerciais, gerando um sentimento de identidade da parte dos participantes, para que regressem num futuro próximo.

Capturarmelg2

Na primeira edição, as provas desenvolveram-se entre o Rio Minho e os Montes da Freguesia de Fiães, até aos 820 metros de altitude. A segunda edição desenvolveu-se entre o Rio Minho e o Parque Eólico dos Picos, superando os 1.200 metros de altitude.

Quatro provas integraram o evento que percorreu vários locais de Melgaço: Ultra Trail de 48Km, um Trail Longo de 28Km, um Trail Curto de 17km e uma Caminhada de 14Km

 

Classificações:

Ultra Trail

MSUB23

1º João Ramos (ADE Trail Runnig)

 

MSEN Ultra Trail

1º Francisco Fernandes (Águias de Alvelos)

2º Domingos Freitas (Dr. Merino/4 Moovie)

3º Bruno Pinto (Dr. Merino/4 Moovie)

 

M40 Ultra Trail

1º Stephane Simões (EDV Viana trail)

2º Marco Caraux (Cerveira team running/Clube Celtas do Minho)

3º Pedro Caldas (EDV Viana Trail)

 

M45 Ultra Trail

1º Manuel Rios (Amigos da Montanha)

2º Adriano Sá (Águias de Alvelos)

3º Fernando Garcia (Korpore Arenteiro Trail)

 

M50 Ultra Trail

1º Pedro Marques (Dr. Merino/4 Moovie)

2º Paulo Domingues (Olímpico Vianense Trail)

3º José Santos (EDV Viana Trail)

 

M55 Ultra Trail

1º Fernando Oliveira (SIMECQ)

 

FSEN Ultra Trail

1º Olga Martins (GTTarmazem do caffe)

2º Natália Amoedo        

3º Núria Ferreira (NAST)

 

F40 Ultra Trail

1º Paula Lage (Dr. Merino/4 Moovie)

2º Sofia coelho

3º Gisela pereira (Desnivel positivo)

 

F45 Ultra Trail

1º Ana Pissarra  (Ginásio fit 4 fun)

 

F50 Ultra Trail

1º Conceição Ferreira    (Ginásio fit 4 fun)

 

Trail Longo

MSUB23 T. Longo

1º António Rocha (Oralklass Amigos do Trail)

 

MSEN T. Longo

1º Paulo Costa (A.D.Amarante Trail Running)

2º Paulo Oliveira (Oralklass Amigos do trail)

3º Nuno Alves (Oralklass Amigos do trail)

 

M40 T. Longo

1º Nuno Cardoso             

2º Vitor Costa  (A.D.Amarante Trail Running)

3º Sérgio Gomes            

 

M45 T. Longo

1º Adriano Oliveira (Lusitanos)

2º Domingos Rocha (EDV Viana Trail)

3º Paulo Barbosa (Team Lantemil)

 

M50 T. Longo

1º Juan Martul   (Xesteiras)

2º Paulo Pinheiro            

3º Jesus Lemos (Galiza Trail Team)

 

M55 T. Longo

1º Durbalino Ferreira (Ginásio fit 4 fun)

2º Manuel Vez (Terras do Vez)

3º Rui Quinta (Moinhos Run ADRM)

 

M60 T. Longo

1º Lino Moreira (Os Turbomula)

 

FSEN T. Longo

1º Inês Moreira (Moinhos Run ADRM)

2º Márcia Lourenço      

3º Rita Loureiro (Oralklass Amigos do Trail)

 

F40 T. Longo

1º Elisabete Santos (Team Lantemil)

2º Mónica Moreira (NAST)

3º Susy Costa (Minho Aventura)

 

F45 T. Longo

1º Silvia Rodriguez (Esprintes Ourense)

2º Maria Marinho (Viana Running)

3º Mónica Montenegro (IPDT/ fit 4 fun)

 

F50 T. Longo

1º Cidália Martins (Toughs Trail Alenquer)

 

Trail Curto

MSEN T. Curto

1º Roberto Sousa           

2º José Costa    

3º Tiago Subtil  (Afifense Trail)

 

M40 T. Curto

1º César                (ADN Runner Telmo Peluqueros)

2º António Fernández  

3º César Goncalves (Olímpico Vianense trail)

 

M50 T. Curto

1º Javier Iglesias              

2º Carlos Vinha  (Nocturnos de Paredes)

3º Manuel Garcia            

 

FSEN T. Curto

1º Vanessa Rodriguez   

2º Laura Costa  

3º Catarina Amorim (G D Castelense)

 

F40 T. Curto

1º Cristina Iglesias (Viana Running)

2º Mara Garrido (CD Ria de Arousa)

3º Isabel Cunha (Runners Caminha)

 

F50 T. Curto

1º Maria Lemos

2º Albertina Sousa (Palmeira Runners)

3º Ma Gonzalez              

 

Todos os resultados em www.cyclonessports.com.

Os atletas inscritos tiveram a oportunidade de usufruir de uma entrada em cada um dos museus de Melgaço: Museu de Cinema de Melgaço – Jean Loup Passek, Espaço Memória e Fronteira, Núcleo Museológico de Castro Laboreiro e o Núcleo Museológico da Torre de Menagem. E, para lhe compensar o esforço, os participantes receberam, no final das provas, serviços de massagem oferecidos pela Saúde Constante e pela EPRAMI; serviços de Enfermagem e Osteopatia, pela Clínica CURAE; e também serviços de enfermagem pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE (ULSAM).

O evento foi uma organização da Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer EM e da Solopisadas e este ano as provas de Ultra Trail e Trail Longo pontuaram para o Prozis Campeonato Nacional 2017 da ATRP- Associação de Trail Running de Portugal. A prova Trail Longo pontuou também parte da Taça Lacatoni.

A iniciativa contou ainda com o apoio do Município de Melgaço, da Melgaço Radical, da ATRP - Associação de Trail Running de Portugal, dos Bombeiros Voluntários de Melgaço, e ainda com o patrocínio de diversas entidades.

Capturarmelg3

PONTE DA BARCA EVOCA APARIÇÕES NO BARRAL

No Centenário das Aparições de Nossa Senhora da Paz, no Barral, Câmara de Ponte da Barca promove a edição do livro de Luís Arezes

Dois dias antes das aparições de Fátima em 1917, o pastorinho Severino Alves tem a visão que ficou conhecida pelas aparições de Nossa Senhora da Paz, no Barral, em Ponte da Barca. Na passagem dos 100 anos deste momento histórico, o município recorda e afirma a sua identidade com a edição do livro de Luís Arezes, “Centenário das Aparições da Nossa Senhora da Paz no Barral”.

Depois da caminhada pelo percurso da história que levou os participantes até ao local da aparição e uma exposição alusiva ao centenário, que se encontra em exibição no átrio dos Paços do Concelho, até ao dia 5 de junho, o Município de Ponte da Barca promove a edição do livro de Luís Arezes, no dia 26 de maio, às 21h30, na Igreja do Imaculado Coração de Maria no Barral – Vila Chã de S. João a propósito do centenário das Aparições da Nossa Senhora da Paz. As comemorações contam ainda com um encontro de coros marianos e as as habituais celebrações eucarísticas.

Vassalo Abreu, Presidente da Câmara Municipal, reforça a importância desta edição, “a par de outras iniciativas, é nossa intenção preservar este acontecimento religioso e dar-lhe um maior reconhecimento, celebrando as aparições de uma forma digna, naquele que é um local idílico do concelho de Ponte da Barca”.

Por sua vez, Sílvia Torres, Vereadora da Cultura da Câmara Municipal, enfatiza a importância de “honrar um legado precioso que é o património material e imaterial do concelho”.

A Capela de Nª Sª da Paz foi erguida em 1969 no local das aparições de 1917. Construída em cima do maior bloco de quartzo cristalizado que existe em Portugal, a cripta tem recebido um número crescente de peregrinos. O acolhimento dos visitantes tem sido possível graças à ampliação do Santuário de Nossa Senhora da Paz, que conta com o apoio de diversos voluntários da freguesia. Os barquenses têm agora um local habilitado para receber quem visita o local que faz memória das aparições de Nossa Senhora da Paz ao pastorinho Severino Alves.

Sobre o Autor:

Docente do Ensino Básico e Secundário, Luís Arezes é ainda autor e coautor de várias obras literárias. Integrou, durante oito anos, o departamento de informação da Rádio Renascença – Voz do Minho, foi correspondente, dirigiu e coordenou publicações escolares e colabora regularmente com os periódicos Diário do Minho, Notícias da Barca e Minho Digital. Nos últimos anos prefaciou e apresentou várias obras, publicou em revistas especializadas dezenas de recensões e vários artigos de investigação sobre Teologia e Literatura.

MONÇÃO PROMOVE ESCOLA DO ROCK TOUR 2017

Dia 28 de maio, domingo, pelas 16h00, no Cine Teatro João Verde. A entrada tem o valor de 2,50 €.

Na sequência da 3ª edição da Escola do Rock, iniciativa promovida pelo município de Paredes de Coura, quarenta músicos andam na estrada para a segunda digressão deste projeto musical. Este domingo, 28 de maio, pelas 16h00, atuam no Cine Teatro João Verde. A entrada tem o valor de 2,50 €.

Neste espetáculo, os monçanenses “Areia nos Calções” serão os responsáveis pelos primeiros acordes desta “Escola de Rock”, abrindo espaço para uma tarde muito animada protagonizada por vários jovens ligados por um sentimento comum: paixão pela música. 

Escola Rock (Large)

MONÇÃO REQUALIFICA EN 101/202 ENTRE A ROTUNDA DE CORTES/MAZEDO E A ROTUNDA DE ACESSO AO CENTRO URBANO/PONTE INTERNACIONAL

Contrato de empreitada, no valor de 477 242,44 €, imposto incluído, assinado com a empresa construtora “Duque & Duque, Terraplanagens, Lda”.O presente investimento é o ponto de partida de um projeto estruturante para Monção que terá continuidade até à futura rotunda de S. Pedro.

EN 01 (Large)

O projeto de reabilitação da Estrada Nacional 101 entre a rotunda de Cortes e a rotunda de acesso ao centro urbano/ponte internacional, numa extensão aproximada de 700 metros, passou da discussão e votação para a concretização no terreno.

No dia 18 de maio, na Casa do Loreto, foi assinado o contrato de empreitada entre o presidente da autarquia monçanense, Augusto de Oliveira Domingues, e a sócia gerente da empresa “Duque & Duque, Terraplanagens, Lda”, Maria do Sameiro Pereira. No ato, marcou presença o presidente da União de Freguesias de Mazedo e Cortes, Vítor Rodrigues.

A intervenção, cujo prazo de execução é de 365 dias, contados a partir da data do auto de consignação, foi adjudicada por 477 242,44 €, imposto incluído, após realização do respetivo concurso público, tendo sido aprovada por deliberação camarária na reunião ordinária de 24 de abril deste ano.

O projeto, que corresponde à 1ª fase de um investimento global que terá continuidade até à futura rotunda de S. Pedro, prevêa criação de separador central, beneficiação do pavimento, zonas verdes e arborização, passeios em ambos os lados e reforço da iluminação pública.

A presente intervenção constitui uma mais-valia em termos de segurança para veículos e pessoas, otimização económica daquela zona e valorização estética da entrada no centro histórico, permitindo dar continuidade à empreitada realizada na chamada “reta da lagoa”.

Este projeto estruturante para o concelho de Monção será complementado com um forte investimento na regeneraçãourbanística do centro histórico com a requalificação da Praça da Republica e zona envolvente. Os trabalhos, no valorde 580.995,18 €, mais imposto, foram entregues à empresa “Limabuild, Engenharia & Construções, Lda”.

“Estou certo que este investimento vai constituir uma vantagem competitiva para o nosso concelho, permitindo a dinamização económica daquela zona e uma entrada condigna no acesso ao centro urbano”, afirmou Augusto de Oliveira Domingues.

EN 02 (Large)

EN 03 (Large)

DEPUTADO NUNO SÁ VISITA EMPRESA RIOPELE

Presidente da Riopele anuncia investimento de 8,5 milhões de euros

Nuno Sá não podia ter escolhido melhor data para inaugurar o programa “Deputado em Ação”, precisamente o dia em que Portugal recebeu a boa notícia de Bruxelas da saída do procedimento por défice excessivo. E, se o dia foi bem escolhido, a visita de trabalho à fábrica têxtil Riopele, em Pousada de Saramagos, no concelho de Vila Nova de Famalicão, também assume um momento de destaque por ser em ano em que a empresa fundada em 1927, por José Dias de Oliveira, comemora 90 anos. Uma vida inteira ao serviço da economia de uma região e de um país, em nome do que melhor se faz na indústria têxtil por esse mundo fora.

Capturarnunosa

Sob a presidência de José Alexandre Oliveira, que em novembro de 2013 assumiu uma profunda reestruturação e passou a deter 90% da empresa, “a Riopele continua a ser uma referência na produção de tecidos de qualidade elevada”, com “uma capacidade produtiva superior a 700 mil metros de tecido por mês”. Apoiada no valor e conhecimento de mais de mil colaboradores, a empresa que ainda tem ligações afetivas ao deputado Nuno Sá exporta cerca de 97% da sua produção, realizando um volume de negócios na ordem dos 70 milhões de euros, egundo dados de 2016.

“Escolhi a Riopele por razões afetivas, na medida em que me unem laços familiares e de amizade à família que fundou e desenvolveu a Riopele e que ainda hoje tem a enorme responsabilidade e o mérito de trabalhar e gerir incansavelmente essa grande empresa”, começou por destacar Nuno Sá, que convidou para esta reunião de trabalho os autarcas António José Oliveira, presidente da Junta de Freguesia de Joane, e Teresa Pinto, também uma “ilustre jurista” da freguesia de Pousada de Saramagos, uma das localidades que serve e é servida por uma das mais antigas empresas têxteis do país.

Destacando ser “uma obrigação estar sempre em contacto com as populações locais e com as empresas da região”, o deputado parlamentar socialista fez questão de dizer que também estava na Riopele para “perceber como é que o país real está a reagir às medidas do Governo e a viver os tempos de recuperação económica e social neste momento pós-Troika”. Mostrando-se “disponível para ajudar”, Nuno Sá ouviu com muita atenção todo o processo de reestruturação contado na primeira pessoa pelo atual responsável máximo da empresa. Um processo que, nos últimos 40 anos, tem sido praticamente contínuo, em função das mudanças tecnológicas e da inovação.

José Alexandre Oliveira, que ainda se recorda “do menino Nuno”, filho da Clarinha da avó Micas – “lembro-me de te ver com cinco anitos”, realçou o lado familiar da empresa para explicar a paixão por aquilo que considera ser um dos fatores principais para o sucesso atual da Riopele, “os seus trabalhadores”. Revelando que “em 2010, a fábrica não fechou por um milagre”, o presidente conseguiu sair da crise “sem grandes tumultos”, alertando as pessoas para “a realidade que se estava a passar” e conseguindo assim recuperar a empresa quando muita gente já a dava como condenada.

NOVOS INVESTIMENTOS ATÉ 2019

Assumindo uma postura “frontal e direta”, fiel aos seus princípios, o atual presidente da Riopele quer continuar a sua demanda: “A minha vida é o têxtil. Estamos aqui para criar emprego e para continuar a crescer. Esta é a minha obrigação, esta é a minha paixão. Lutar pela Riopele, ponto.”

Colocando-se à margem da política, diz que o seu partido é “o trabalho” e a preocupação geral para com os seus 1070 colaboradores. “Para se fazer um bom tecelão demora-se cerca de três anos”, revela José Alexandre, alertando para a necessidade de formação especializada e destacando “o amor à camisola” dos seus trabalhadores, máxima que também foi sublinhada pelo administrador Bernardino Carneiro.

Continuando a responder às questões levantadas por Nuno Sá, José Alexandre realçou a fórmula que nada tem de mágica: “Todos se empenharam ao máximo para seguir o conhecimento e para dar a volta por cima. Eu dei o exemplo e toda a gente o seguiu.”

Perante um especialista em questões laborais e com grande experiência parlamentar como é o deputado Nuno Sá, o presidente da Riopele continuou a explicar o passo em frente: “As pessoas têm de sentir que há liderança e que há objetivos a cumprir e metas a atingir. Com os trabalhadores motivados é mais fácil alcançar o sucesso. Eu venho para aqui por prazer e as pessoas têm que perceber a nossa realidade, que passa por gerir para construir.”

“Em 2012-2014 investimos perto de 14 milhões de euros e agora vamos aprovar, no próximo Conselho de Administração, um novo investimento de cerca de 8,5 milhões de euros, para o período 2017-2019, no âmbito do ‘Portugal 2020’”, revela ainda José Alexandre, que teve logo na hora “o compromisso” de Nuno Sá para tudo fazer no sentido de ajudar a canalizar esses e outros apoios que possam ser possíveis por parte dos governantes de Portugal e da União Europeia. “Comprometo-me a falar com os membros do Governo nesse sentido”, assegurou.

“Quando conhecemos o terreno ficamos capacitados para decidir melhor e fazer leis adequadas ao país real. Por isso, é com muito prazer que inicio este programa ‘Deputado em Ação’ em termos económicos pela Riopele, realçando que se trata uma das primeiras indústrias têxteis a nível nacional e com uma história de muitas décadas que muito orgulha Vila Nova de Famalicão e a região do Vale do Ave”, disse Nuno Sá, destacando por último a importância de uma empresa em que o seu espaço físico está assente em quatro pilares fundamentais do concelho famalicense: Pousada, Joane, Vermoim e Castelões.

PONTE DA BARCA ABRE OFICIALMENTE CENTRO DE MARCHA E CORRIDA

Centro Municipal de Marcha e Corrida de Ponte da Barca

Abertura no dia 29 de maio

O Centro de Marcha e Corrida de Ponte da Barca vai abrir oficialmente no dia 29 de maio. A nova valência visa a prática da marcha e corrida e vai disponibilizar sessões semanais com apoio técnico e opções por quatro percursos, todos com partida nas piscinas municipais, onde funciona o gabinete de atendimento e onde os interessados deverão fazer a inscrição que tem um custo de 10 euros (para efeito de seguro de acidentes pessoais dos praticantes amadores).

Percursos

O Centro Municipal de Marcha e Corrida de Ponte da Barca funcionará na ciclovia, Zona Ribeirinha e ecovia de Ponte da Barca, estando definidos 4 percursos.

Horário de funcionamento

O Centro Municipal de Marcha e Corrida de Ponte da Barca terá o seguinte horário de funcionamento:

Segunda e Quinta-feira, das 18h00 às 20h00

Informações:

Segunda a Sexta 13h00 às 21h00

Sábado 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 20h00

Ou através dos seguintes contactos:

Câmara Municipal de Ponte da Barca

Telf: 258480180 | geral@cmpb.pt

Telf: 258 455 337 | desporto@cmpb.pt

http://www.marchaecorrida.pt/

Equipamento

Para realizar esta atividade, o praticante deverá usar fato de treino, calções ou t-shirt (de acordo com as condições meteorológicas), calçado desportivo confortável, garrafa de água e, sempre que necessário, boné/chapéu.

Cartaz CMMCPB

BRACARENSES REVIVEM BRACARA AUGUSTA

Abertura da 14.ª edição da ‘Braga Romana - Reviver Bracara Augusta’. Amanhã, Quarta-feira, dia 24 de Maio, pelas 11h00, na Praça do Município, Braga

O Município de Braga procede amanhã à abertura da 14.ª edição da ‘Braga Romana - Reviver Bracara Augusta’ pelas 11h00, na Praça do Município, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e de Lídia Dias, vereadora da Cultura.

O cortejo ‘Ludi Litterarii’ abre a 14.ª edição da ‘Braga Romana - Reviver Bracara Augusta’, juntando as crianças das escolas do Concelho, que, a partir das 10h00, irão percorrer as ruas da Cidade, terminando na Praça do Município. Após o cortejo, o programa de abertura contempla uma visita pelo Mercado, seguindo-se um Almoço Romano no Largo das Carvalheiras, para o qual estão convidados os jornalistas que irão acompanhar esta abertura.

De 24 a 28 de Maio, Braga volta a celebrar o legado Romano. A XIV edição desta recriação histórica integra a reconstituição ao vivo de actividades económico‑sociais alusivas à época, através da instalação de um mercado romano. Nas ruas do Centro Histórico o público encontrará variadíssimas propostas de animação com cortejos, espectáculos, representações teatrais de época e a actuação de artistas ambulantes de música e circo.

O programa completo da Braga Romana 2017 pode ser consultado através do link https://goo.gl/uQX4h1

CELORICO DE BASTO REALIZA FEIRA DO LIVRO

VI Feira do Livro em Celorico de Basto

De 25 a 27 de maio, Celorico de Basto apresenta autores, escritores, ilustradores, exposições, música e teatro na VI Feira do Livro, que abre oficialmente ao público no dia 25, às 14h30, no Centro Cultural prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.

cartaz da feira

“Durante esta edição da Feira do livro apresentaremos uma programação direcionada a todas as idades, valorizando o livro na sua essência. Vários autores apresentarão os seus livros, direcionados a temáticas diferentes, que irão, por certo, cativar o público presente em cada intervenção” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “A nossa Feira do livro é tradicionalmente uma atividade repleta de atividades culturais e que acontece, pela 1ª vez, num espaço dedicado à cultura, o centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa”.

Em dia de abertura, a 25 de maio, será lançada a II edição do concurso Tâmega e Sousa Empreendedor com a sessão de divulgação do Sistema de Incentivo ao Empreendedorismo – SI2E. No dia 26 a Feira do Livro apresentará, durante todo o dia, o ilustrador Sebastião Peixoto, à noite, pelas 21h00, o escritor Alberto S. Santos apresentará algumas das suas obras.

No dia 27, último dia de feira, será apresentado o livro de Avelina Silva e o livro de Silvia Oliveira e João Magalhães, “Super Reijinho” e “Reiki para crianças”. Há noite, num espaço diferente, mas integrado na Feira do Livro, será apresentado o livro “o meu coração é Celorico – Carvalhinho, o Homem do Povo e da Cidadania”.

VILA DE PRADO PRESTA TRIBUTO A ZECA AFONSO

Cantigas de Maio: Concerto tributo a Zeca Afonso

A margem direita do Cávado prepara-se para receber mais um espetáculo de música ao vivo com a chancela de qualidade da Escola de Música da Junta de Freguesia da Vila de Prado, com o concerto ‘Cantigas de Maio’ que se afigura um hino à liberdade e à democracia. Alunos e professores voltam a dividir o palco num espetáculo em que a beleza melódica dos acordes se entrelaça com a força das palavras e o simbolismo dos poemas, criando a atmosfera perfeita para um espetáculo eletrizante. O concerto vai decorrer no próximo sábado (27 de maio), pelas 21h30, no auditório da sede da Junta de Freguesia da Vila de Prado.

Para os mais, velhos, as Cantigas de Maio prometem uma viagem ao passado e uma oportunidade soberana para recordar os temas que se celebrizaram na luta contra a ditadura e para reviver momentos marcantes na história do país. Para os mais novos, será uma oportunidade de conhecerem de forma mais lúdica os pergaminhos dos lutadores pela liberdade e contactarem de perto com a música que se fazia na altura em Portugal. A todos aguarda um serão interessante e animado. A entrada é gratuita.

Capturarzecamaio

BRAGA COMEMORA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Dias 3 e 4 de Junho o evento dirige-se ao público em geral

Comemorações do Dia Mundial da Criança no Parque da Ponte

O Município de Braga assinala o Dia Mundial da Criança com a realização dos 'Dias de Festa', uma iniciativa que terá lugar no Parque da Ponte.

Dias de Festa no Parque da Ponte

Teatro, música, dança, artes visuais e circenses, animação, parque aventura, xadrez e cinema são as actividades que integram as mais de 50 horas de programação.

Em todos os espaços do Parque da Ponte, actores, músicos, personagens ambulantes e contadores de histórias proporcionam um novo mundo de magia onde a natureza está presente com toda a sua energia.

Nos dias 31 de Maio, 1 e 2 de Junho o evento dirige-se ao público escolar. Já nos dias 3 e 4, os 'Dias de Festa' destinam-se ao público em geral.

A entrada é livre. Venha celebrar connosco Família e viver a criança que há em si!

MONÇÃO FESTEJA CORPO DE DEUS E REALIZA FESTA DA COCA 2017

O povo recolhe-se nos momentos religiosos e anima-se nas iniciativas mais descontraídas. Este ano, entre 14 e 18 de junho, as festas concelhias prometem encher o centro histórico e revitalizar a atividade comercial. O momento alto será a procissão solene e o "combate" entre S. Jorge e a Coca, na quinta-feira, dia 15. Que o cavaleiro do reino esteja à altura e ganhe o “combate” para termos bom vinho Alvarinho nas adegas e nas mesas.

CORPO DE DEUS_Final

O Corpo de Deus/Festa da Coca decorre entre 14 e 18 de junho. O programa, como habitual, reserva um conjunto variado de iniciativas recreativas e solenes com acentuada componente religiosa. O objetivo, como sempre, é trazer gente ao concelho, proporcionando a dinamização dos setores ligados à restauração e hotelaria.

O programa “abre” na quarta-feira à noite, dia 14, pelas 21h30, com Noite de Fados, no Largo de Camões, conhecendo, no dia seguinte, quinta-feira, feriado nacional e municipal, dois dos momentos mais marcantes destas festividades: Eucaristia e Procissão Solene do Corpo de Deus e tradicional “combate” entre S. Jorge e a Coca.

Combate 07

O dia começa com entrada dos grupos de bombos de Pias e de Mazedo (9h30), arruada da Coca (10h00) e entrega de condecorações e títulos honoríficos a cidadãos e instituições de mérito, cerimónia que decorrerá no Cine Teatro João Verde (11h00).

Este ano, a proposta da comissão de parecer para cidadão de mérito/medalha de prata recaiu emAmílcar Vasques Dias, compositor e pianista. Com o título de serviços distintos/medalha de ouro serão distinguidos José Miguel Dantas Rodrigues, músico da Banda Musical de Monção, e Agostinho Rodrigues Roquinho, músico da Banda Musical da Casa do Povo de Tangil, ambos com 50 anos de atividade nas referidas filarmónicas.

Cortejo 16

Como instituições de mérito serão reconhecidas quatro empresas/associações: Foto Ideal, Lda (medalha de ouro), com 100 anos de atividade, e o Centro Social, Cultural e Recreativo das Freguesias de Messegães, Valadares e Sá, o Coca Hipermercados, Lda, e a Rádio Ecos da Raia (medalha de cobre), as três com 25 anos de atividade. 

A Fanfarra Deu-la-Deu de Monção “entra” pelas 16h30, seguindo-se a Eucaristia e Procissão Solene do Corpo de Deus (17h00), o espetáculo S. Jorge e a Coca (18h30) e o tradicional combate entre S. Jorge e a Coca, no anfiteatro do Souto (19h00).Que o cavaleiro do reino esteja à altura e ganhe o “combate” para termos bom vinho Alvarinho nas adegas e nas mesas.

DSCF0898 (Large)

O terceiro dia de festa, sexta-feira, está dedicado aos alunos do pré-escolar com o ateliê “A Coca vai à escola”, entre as 9h00 e as 16h00, nos estabelecimentos de ensino. À noite, pelas 22h00, o programa compreende atuação do Grupo Paralelos, na Praça Deu-la-Deu Martins.

No sábado, o dia começa pelas 11h00 com a entrega de prémios do Concurso de Escrita “Era uma vez ….o poeta João Verde”, na Biblioteca Municipal de Monção.Pelas 15h00, tem lugar o desfile pelo centro histórico das bandas participantes no Festival Internacional de Bandas Filarmónicas que decorre pelas 21h30, na Praça Deu-la-Deu Martins.

Procissão 07 (Large)

Este ano, a organização pertence à Banda Musical da Casa do Povo de Tangil. Pelas 18h30, realiza-se a III edição da Coca in Festa com concertos de grupos emergentes na cena musical. O dia termina, pelas 23h30, com espetáculo de fogo-de-artifício.

O último dia das festividades, que todos os anos encaminha milhares de pessoas à Terra de Deu-la-Deu, Alvarinho e Termas, está inteiramente dedicado ao cortejo etnográfico das freguesias, Com início às 16h00, percorre as ruas do centro histórico num verdadeiro repositório dos usos e costumes da população monçanense.

Procissãomon

APROVADA CANDIDATURA PARA MELHORAR REDE VIÁRIA FLORESTAL DE AMARES

No seguimento de uma candidatura apresentada ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, no âmbito do Aviso POSEUR – 10 – 2016 – 75, a Câmara Municipal de Amares vai melhorar os acessos rodoviários ao ponto de água do Penedo do Rebolão. A operação POSEUR-02-1810-FC-000449, designada por “RDFI – Adaptação de rede viária florestal Amares 2017”, já foi aprovada.

DSC01556

A intervenção, que comporta um montante elegível no valor de 109.336,45€, comparticipado a 85%, integra um conjunto de ações que objetivam adaptar a rede viária florestal de acesso ao ponto de água do Penedo Rebolão, o qual abrange a área de influência do Perímetro Florestal da Abadia e Baldios de Bouro Santa Marta e Bouro Santa Maria, aos critérios definidos no Regulamento das normas técnicas e funcionais relativas à classificação, cadastro, construção e manutenção da rede viária florestal, infraestruturas integrantes das redes de defesa da floresta contra incêndios, aprovado pelo Despacho n.º 5712/2014, de 16 de abril, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 83, de 30 de abril de 2014.

Dos trabalhos a realizar destacam-se: o reperfilamento dos caminhos, por forma a garantir uma largura mínima útil de 4m, incluindo a requalificação de pavimentos por forma a eliminar rodeiras causadas pela circulação na plataforma de águas pluviais; a construção de pontos de entrecruzamento e zonas de viragem, o reperfilamento /abertura de valetas e pavimentação destas em calçada à portuguesa assente sobre almofada de areia, bem como, a pavimentação, em calçada à portuguesa, dos troços de caminho com maior declive e a construção de aquedutos em tubos de betão vibrocomprimido Ø 200 mm e caixas para recolha de águas pluviais.

FÁTIMA MIRANDA EXPÕE “MAR E REFLEXO” NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE BARCELOS

A exposição pode ser visitada até ao dia 17 de junho

“Mar e Reflexo” é o tema da exposição que a artista plástica barcelense Fátima Miranda vai inaugurar no próximo sábado, dia 27 de maio, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos.

Nesta exposição tudo se joga na relação com a sua realidade mais próxima e na qual se recolhe - o mar. Essas realidades e a forma como revive o passado e o transporta para as suas obras, os ritmos cromáticos que dispõe a seu bel-prazer, funcionam para a artista como uma catarse.

A arte, que sempre fez parte do seu universo onírico, é por ela interpretada através da pintura, da escultura e do artesanato com utilização de materiais inusitados, reciclados, reaproveitados: alumínio, plástico, pinhas, folha de milho, palha e pasta de papel.

Tornaram-se famosos os seus galos forrados com tela e posteriormente pintados a óleo e acrílico, com cenas diversas, numa reinterpretação inédita e inspirada.

A terra que a viu nascer e o mar são as duas principais fontes inspiradas. Denota-se ainda no seu trabalho um esforço de pesquisa sobre as panorâmicas de Barcelos no período medieval, que a fascina e nos encanta.

O trabalho de Fátima Miranda  situa-se na confluência e na interação das contingências da experiência e da experimentação. Ambas se confundem dando a perceber como o trabalho é uma reação vivencial e sensível às coisas e oportunidades que vão surgindo e que a artista vai, intuitivamente, seguindo.

Para a concretização no plano real das ideias que lhe fervilham numa velocidade estonteante, contribui muito a orientação do pintor e seu professor David Bastos.

A exposição pode ser visitada até ao dia 17 de junho no seguinte horário: de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00 e, aos sábados, das 9h30 às 12h30.

NUNO SÁ HOMENAGEIA AUTARCA “QUE SOUBE ESTAR AO LADO DE TODOS”

População de Vilarinho das Cambas não esquece António Vinhas

 “O senhor António Vinhas foi um presidente de Junta que soube estar ao lado de todos.” Foi assim que Nuno Sá, candidato à presidência da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, definiu a figura de António Vinhas, “um grande presidente de Junta” eleito pelo Partido  Socialista, que foi homenageado a título póstumo por um grupo de amigos e admiradores da freguesia de Vilarinho das Cambas. Na ocasião, Nuno Sá deslocou-se à sepultura de António Vinhas, no cemitério local, onde, tendo a seu lado a viúva do autarca, depôs uma coroa de flores.

Nuno Sá depondo uma coroa de flores no túmulo de António Vinhas2

Perante mais de uma centena de pessoas, incluindo a familiares, amigos e colegas do primeiro autarca eleito da freguesia de Vilarinho das Cambas, a homenagem prosseguiu num almoço realizado no último dia 14 de maio, Nuno Sá sublinhou o contributo de “um homem notável e de um autarca exemplar”, que serviu a freguesia durante mais de duas décadas, sendo “o seu trabalho em prol da comunidade e de apoio efetivo às populações” reconhecido pela generalidade das pessoas.

Para Nuno Sá, não há dúvida que António Vinhas foi e será sempre “um exemplo de socialismo a seguir”, um presidente ativo e presente, que “soube estar ao lado de todos” e que nunca será esquecido pelas gerações mais novas, não só da freguesia de Vilarinho das Cambas, como de todo o concelho de Vila Nova de Famalicão.

Reforçando “o espírito de união e de vitória”, Nuno Sá recordou o antigo presidente, “com o orgulho de ser famalicense e de ser socialista”, deixando a promessa de lhe “dedicar uma vitória do PS” em Vilarinho e em Vila Nova de Famalicão.

Luís Moniz, presidente da concelhia do Partido Socialista de Famalicão, frisou “o orgulho do PS nesta iniciativa”, destacando que o partido vai apoiar de forma significativa todos os seus candidatos à presidência das juntas de freguesia. “Estamos felizes por esta homenagem e pelo que ela representa para todos nós. Podem contar com o empenho dos militantes do PS para que o sucesso em Vilarinho de Cambas e em todo o concelho seja uma realidade”, destacou Luís Moniz.

FAFE RECEBE TORNEIO DE ANDEBOL

Fafe recebe Final Four de Andebol no primeiro fim-de-semana de Junho

Fafe vai acolher, no fim-de-semana de 3 e 4 de Junho, a Final Four da Taça de Portugal de Andebol, competição que terá lugar, no Pavilhão Multiusos de Fafe.

Capturarfinal4

O sorteio da Final Four Feminina ditou que, a primeira meia final será disputada entre a a Madeira SAD e o Alavarium Love Tiles, às 11h00 de Sábado; o segundo jogo irá opôr o Colégio de Gaia à Assomada, a partir das 13h15.

No campeonato masculino, o primeiro jogo das meias-finais disputar-se-á entre o AA Avanca e o Sporting CP, no Sábado, às 15h45, sendo que a outra meia final será entre FC Porto e o ABC Uminho, com início marcado para as 18h00.

Os jogos das meias finais realizam-se no Sábado, apurando aqui as equipas para a final que decorrerá no Domingo.

Pompeu Martins, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Fafe, revelou “o orgulho e alegria com que Fafe recebe esta Final Four. Fafe tem já uma tradição vincada no que ao andebol diz respeito, não só porque o ACF está, neste momento, na mais alta divisão, mas também por todo o esforço e trabalho demonstrados.”

“Esperamos que nos dias 3 e 4 de Junho possamos estar todos juntos a assistir a mais uma fantástica competição de andebol e que, quem não é de cá, aproveite para conhecer esta terra maravilhosa”, rematou.

O bilhete, que dá acesso aos jogos dos dois dias, tem o custo de cinco euros e já está à venda na Loja Intercativa de Turismo, sendo que podem também ser adquiridos no Pavilhão Multiusos, antes dos jogos.

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO DISPONIBILIZA ASSISTENTE VIRTUAL ATRAVÉS DO CANAL MESSENGER

Facebook Messenger do município presta informações instantâneas e permite interação com serviços municipais

Está aberto um novo canal de comunicação entre o Município de Vila Nova de Famalicão e os cidadãos. Com a  abertura do canal Facebook Messenger do município, os famalicenses têm agora um assistente digital da Câmara Municipal que lhes responde de forma imediata a diversos pedidos de informação, como contactos úteis, agenda de eventos e farmácias de serviço, e lhes permite requerer de forma prática e simples um vasto conjunto de serviços, como pedir o agendamento de uma audiência com o Presidente da Câmara Municipal, enviar a leitura do consumo de água, solicitar a recolha de “monstros” (lixo de grandes proporções) e entrar em contacto com o Balcão Único de Atendimento, pedindo esclarecimentos, informações sobre processos e atendimento técnico. Para além disso, é possível acompanhar a par e passo a informação do município através da subscrição de notícias de acordo com as áreas de preferência do utilizador.

Câmara de Famalicão disponibiliza assistente virtual através do canal Me...

Além desta interação digital, o Município de Vila Nova de Famalicão poderá também enviar informações, notícias e convites para os seus seguidores, sendo que para o futuro estão também previstas novas funcionalidades.

O Chatbot Facebook Messenger do Município de Vila Nova de Famalicão pode ser subscrito a partir de qualquer plataforma eletrónica com ligação à internet, através da aplicação Messenger ou acedendo à mesma ferramenta através da página oficial do Facebook do Município de Vila Nova de Famalicão. O Chatbot é, assim, um colaborador da Câmara Municipal de Famalicão que está disponível no mundo inteiro, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, esta nova plataforma comunicativa do município “é mais um passo importante na aproximação dos serviços municipais aos cidadãos, simplificando-lhes o acesso a informação e a serviços autárquicos, e um passo mais em frente no desenvolvimento tecnológico municipal”.  E sintetiza: “queremos uma Câmara próxima e moderna que aproveite todas as tecnologias possíveis para bem servir os cidadãos”.

VALENÇA DÁ A PROVAR OS PALADARES DA GASTRONOMIA SERRANA

Petiscar é nos Sabores Serranos em Valença Festival Gastronómico Dedicado ao Porco

Petiscos de fazer crescer água na boca tem festival, em São Julião, Valença, no fim de semana de 27 e 28 de maio. Sabores Serranos convidam a deliciar-se com as iguarias do porco, preparadas com os segredos e os temperos dos nossos avós.

sabserrvalen

Os Sabores Serranos do Porco

Os sabores do porco, como o presunto, o chouriço, os rojões, o leitão e a orelha serão algumas das iguarias que poderá apreciar neste festival. Acompanham o tradicional bolo do tacho, os queijos e a broa de milho cozida nos antigos fornos a lenha e o caldo verde de Valença, uma das 7 Maravilhas Gastronómicas de Portugal. A doçaria local e os vinhos verdes marcam, também, presença neste certame. Dois dias para petiscar, comprar, apreciar e deliciar-se com vários pratos e petiscos serranos.

Festa Minhota

As tradicionais desgarradas e cantares ao desafio, a queimada serrana, à noite e a mostra de folclore local prometem dois dias de uma autentica festa minhota.

Petiscar produtos locais, provar os vinhos da região e divertir-se numa festa animada é nos Sabores Serranos.

Os Sabores Serranos são uma iniciativa da Câmara Municipal de Valença, da Junta da União das Freguesias de São Julião e Silva e do Rancho Folclórico de São Julião.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CAMINHA ACOLHE A I FESTA DO LIVRO DE 24 A 27 DE MAIO

Iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais

De 24 a 27 de maio, o livro vai estar em destaque na Biblioteca Municipal de Caminha, com a promoção da I Festa do Livro. Venda de livros, leituras dramatizadas, animação de leitura, apresentação de livros, cinema, atelier de artes plásticas, lançamento de livro e animação musical, vão dar o mote a esta primeira edição. Esta festa arranca já na quarta-feira, com um vasto programa: leitura dramatizada, animação de leitura e apresentação do livro ‘Segredos do jardim da casa grande de barras amarelas’, de Raquel Ramos.

Biblioteca Municipal de Caminha

A I Festa do Livro é organizada pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais.

Ao longo de quatro dias, o exterior da Biblioteca Municipal de Caminha vai ‘transformar-se numa livraria’, onde estarão disponíveis para venda livros das diferentes áreas literárias, com destaque para os infantojuvenis.

Com um vasto programa, a animação nesta Festa do Livro está também garantida. A animação da leitura vai ser constante ao longo dos vários dias, com a leitura dramatizada de ‘A Chiquilina no Reino do Rei Lambão’, uma adaptação de parte da história de‘O Rei Lambão’, de José Vaz, pela Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho; com a leitura dramatizada do ‘Auto de Mofina Mendes’, de Gil Vicente (adaptação de Ana Luísa Amaral), pela turma 10ºC da EBS Sidónio Pais (orientação da Prof. Alcinda Magalhães); com a poesia dramatizada ‘O Mundo e a Poesia’, pelaturma de teatro 7ºD da EBS do Vale do Âncora, e com a poesia dramatizada ‘Poesias do Mar’, pela turma de teatro 7ºA da EBS Sidónio Pais (orientação Prof. Fernando Borlido). Pela biblioteca vão passar todos os alunos dos 1º e 2º ciclos do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais. O transporte será assegurado pelo Município de Caminha.

Os dias vão ser marcados pela apresentação ou lançamento de livros. No primeiro dia, vai ser apresentado o livro "Segredos do jardim da casa grande de barras amarelas", de Raquel Ramos.Na sexta-feira, dia 26, vai ser apresentado o livro de poesia ‘Pétalas de vida’, da poetiza Isabel Marouço. No último dia, decorrerá o lançamento do livro com CD musical ‘Basta Imaginar’, de João Lóio, com ilustrações de Maria João Castro.

O Cinema estará também presente neste programa com a exibição da curta metragem ‘Desesperadamente à procura de um filme 2017’, realizada num Workshop de Cinema, pelos alunos do Ensino Secundário do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais, seguida da exibição do filme ‘Cartas da Guerra’ com Miguel Nunes e Margarida Vila-Nova nos principais papéis, realizado por Ivo Ferreira.

Esta I Festa do livro vai encerrar ao som do Coro da Academia de Música Fernandes Fão.

ARTESÃOS DO MINHO PARTICIPAM NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

A 30ª Edição da Feira Internacional de Artesanato (FIA) Lisboa 2017 arranca já no próximo dia 24 de Junho, nos pavilhões da FIL, em Lisboa. O certame prolonga-se até ao dia 2 de Julho. Trata-se da maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa. A iniciativa é organizada pela Fundação AIP e conta com o apoio do IEFP.

17862667_1545018588844676_3543821657668317681_n.jpg

Ao longo da sua história, este evento tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico.

A Feira Internacional de Artesanato assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 30 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

Em destaque, estarão áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros. Contará ainda com a Semana da Gastronomia Tradicional.

FIA2016 033 (2).JPG

A edição do ano anterior contou com um vasto programa que incluiu exposições temáticas, prémios e concursos, ateliês, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA trouxe à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural.

FIA2016 037 (1).JPG

TERRAS DE BOURO ASSINALA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA E DO AMBIENTE

O Município de Terras de Bouro em parceria com o Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, a Unidade de Cuidados Continuados na Comunidade de Terras de Bouro, os Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, a GNR, o Núcleo Rio Homem e contando ainda com o apoio das empresas BRAVAL, SUMA e Águas do Fastio, assinalará o Dia Mundial da Criança (1 de Junho) e, simultaneamente, o Dia Mundial do Ambiente (5 de Junho).

dia mundial da criança-01

No recinto localizado junto à Piscina Municipal decorrerão, ao longo de todo o dia, ateliers pedagógicos e dramáticos, ações de sensibilização, destacando-se ainda os insufláveis e a “hora do conto”. No final, acontecerá uma fantástica largada de cerca de 500 balões biodegradáveis que contêm no seu interior uma semente lá colocada pelas crianças.

MADEIRA DANÇA O BAILINHO NO FOLKLOURES'17

O Grupo de Danças e Cantares da Madeira vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

15669943_kl80v (1).jpeg

Constituído há mais de três décadas por madeirenses radicados na região de Lisboa, este grupo folclórico está sediado no vizinho concelho da Amadora e é o único que no continente representa os usos e costumes tradicionais das gentes do Arquipélago da Madeira, actualmente constituída como Região Autónoma.

Além do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda com representações da Estremadura, Brasil e Moldávia que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Cartaz2017Novo.jpg

CRAV TERMINA ÉPOCA EM ÉVORA

O CRAV deslocou-se até ao Alentejo, no passado dia 20 de maio, para disputar a meia-final do campeonato frente ao Évora. Esta foi uma despedida amarga para o CRAV que perdeu o jogo por 0-66.

equipacrav

Foi um jogo sem grande história, onde os arcuenses não conseguiram reagir a um mau começo de jogo, em que os alentejanos se colocaram, cedo, na frente do marcador devido a erros defensivos da equipa visitante. Aos 20 minutos de jogo o CRAV perdia por 19-0. Durante esse período os minhotos tiveram largos minutos no meio campo alentejano e tiveram pelo menos duas oportunidades para marcar ensaios, uma numa formação ordenada a 5 metros da linha de ensaio e outra numa jogada coletiva. Mas quem obteve pontos em todas as visitas ao meio campo adversário foi o Évora.

Num dia excecionalmente quente em Évora, que afetou mais claramente os minhotos, o CRAV não teve a força coletiva, anímica e física, para conseguir dar a volta ao jogo. Na segunda parte o CRAV não existiu e o Évora castigou, chegando a números que, apesar de não refletirem a real diferença de potencial entre as duas equipas, refletem perfeitamente o que se passou no jogo.

A equipa técnica do coletivo arcuense alega que “este jogo foi o reflexo de uma época em que o CRAV, apesar de ter andado pelos primeiros lugares e se ter apurado para as meias finais, deixou ficar sempre a sensação de que poderia e deveria ter feito algo mais, nomeadamente na obtenção de um lugar classificativo que lhe permitisse jogar em casa este jogo decisivo”.

Agora, finda a temporada de XV é altura de analisar o que foi feito, reorganizar, corrigir eventuais erros e começar a pensar na próxima época. “Muito obrigado a todos, atletas, diretores, sócios e patrocinadores pelo apoio durante estes meses”, rematam os técnicos do CRAV.

SUB-14 DO CRAV MARCARAM PRESENÇA EM MAIS UM CONVÍVIO REGIONAL

Decorreu no Campo do INATEL, no Porto, no dia 20 maio 2017, o 2º Convívio Regional de Rugby de 13 no escalão de Sub-14.

sub 14 porto 1

Estiveram presentes 5 equipas de 6 clubes da ARN: CRAV, CDUP, Sport, Braga e ER Porto/GRUFC.

Estes convívios têm sido um sucesso, com um crescente aumento de clubes e atletas participantes, bem como uma melhoria na qualidade dos jogos.

sub 14 Porto

MONÇÃO PROMOVE CONFERÊNCIA SOBRE O SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DOS MILAGRES

Conferência de Ernesto Português decorre no dia 26 de maio, sexta-feira, pelas 21h30, no Arquivo Municipal de Monção.

O Arquivo Municipal de Monção recebe no dia 26 de maio, sexta-feira, pelas 21h30, uma conferência sobre o “Santuário de Nossa Senhora dos Milagres, em Cambeses”, da autoria de Ernesto Português, licenciado em história e autor de diversas publicações sobre temas variados de Monção.

Santuário (Large)

Com estilo maneirista, o santuário foi mandado construir nos finais do século XVI em resultado do cumprimento de uma promessa de Francisco Pereira de Castro, senhor da Quinta do Sopegal. No exterior, a fachada revela uma cuidada decoração escultórica de feição clássica.

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE FAMALICÃO PEDE A ATENÇÃO DO GOVERNO PARA A SAÚDE NO CONCELHO

Presente da cerimónia a vereadora da Saúde da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Sofia Fernandes,  aproveitou a presença do Secretário de Estado para chamar a atenção da Administração Central da Saúde para as carências no território ao nível da saúde.

“Nos últimos anos foram encerradas em Vila Nova de Famalicão três extensões de saúde e diminuídos os serviços médicos em outras. Mais recentemente, por decisão da Administração Regional, os serviços médicos que eram disponibilizados aos jovens na Casa de Juventude foram retirados”, realçou a vereadora, salientando que“são equipamentos e serviços muitos importantes, que fazem falta às pessoas”. E acrescentou: “Precisamos de mais médicos, e isso só se resolve com a intervenção dos serviços centrais e regionais de saúde”.

DSC_4854

Sofia Fernandes lembrou ainda que Famalicão foi “dos primeiros municípios do país a manifestar publicamente a disponibilidade para assumir competências na área da saúde, nomeadamente ao nível da gestão dos equipamentos e do pessoal administrativo.”

Neste âmbito, o secretário de estado disse que o governo está empenhado em conseguir do ponto de vista legal, meios, fundos e medidas para delegar, acompanhados dos apoios necessários, no poder local diversas competências.

“As autarquias estão mais próximas das pessoas e conseguirão em muitas áreas uma gestão mais efetiva e dar uma resposta com mais qualidade aos cidadãos”referiu.

DSC_4962

GOVERNO QUER REPLICAR NO PAÍS EXEMPLO DE RIBA DE AVE

Hospital Narciso Ferreira vai ter centro de apoio à demência pioneiro e de referência pronto em 2019

Já está no terreno a construção do novo Centro de Investigação, Diagnóstico, Formação e Acompanhamento à Demência (CIDFAD) da Santa Casa da Misericórdia de Riba de Ave,“uma estrutura de saúde com condições únicas no país, inovadora e serviços de excelência”. Isso mesmo salientou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, que presidiu, sábado, à cerimónia de lançamento da primeira pedra. Para o responsável governamental “este será seguramente um projeto de referência a nível nacional que enquadra várias vertentes não só assistencial que é importante e faltam-nos respostas nesta área no país, mas também a vertente de investigação e de formação”. O secretário de Estado foi ainda mais longe ao afirmar que  “queremos muito acompanhar este projeto, queremos tirar daqui resultados para depois poder replicar noutros pontos do país. Portanto, será uma experiência-piloto e um local de excelência para testar novos conceitos”, referiu.

DSC_4846

A estrutura que resulta de um protocolo celebrado, com o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto, testará novos pareceres de tratamento de demências e apoio a cuidadores e familiares.

Reconhecendo que faltam respostas nesta área a nível nacional, Fernando Araújo adiantou que o Governo está também a ultimar a estratégia nacional para a área das demências, que deverá ser pública em junho, seguindo-se a discussão pública. “A demência traz problemas e novas exigências, não há soluções simples, mas queremos encontrar boas soluções para dar respostas de qualidade às pessoas e familiares”, acrescentou.

O responsável avançou ainda que com o envelhecimento da população, aumenta o número de pessoas com demências em Portugal, o que tem custos elevadíssimos para o país.

Localizado num terreno com 44 mil metros quadrados, anexo às atuais instalações da instituição, a estrutura deverá ficar concluída no início de 2019, implicando um investimento superior a 8,5 milhões de euros.

Este Centro será, assim, um equipamento multipolar, com investigação e estudo, formação e diagnóstico, unidade de alojamento temporário, internamento e tratamentos paliativos, e uma unidade de dia e apoio domiciliário. “Vai aliar a investigação à formação de profissionais de saúde e cuidadores informais, com estadia para pessoas com demência, permitindo o descanso também aos cuidadores e familiares, além de acompanhamento e supervisão ajustados aos doentes” explicou o provedora da Santa Casa da Misericórdia Fernando Guedes.

De destacar ainda que com a abertura desta estrutura serão criados 120 postos de trabalho diretos, em áreas como a psicologia, a assistência social, a enfermagem, fisioterapia, entre outras.

MONÇÃO REALIZA 7ª FEIRA DO VINHO TINTO EM TANGIL

Com organização da Casa do Povo de Tangil, certame gastronómico decorre no próximo fim de semana, dias 27 e 28 de maio, com apresentação de produtos locais e animação musical. Programa engloba ainda Raid Rota da Pedra Solta, provas de vinho e entronização de novos confrades da Real Confraria do Vinho Verde Tinto.

cartazmonççça (2)

Tangil, freguesia de montanha do concelho de Monção, promove no próximo fim de semana, dias 27 e 28 de maio, a 7ª Feira do Vinho Tinto. Além de expositores dispersos pelo espaço exterior da Casa do Povo de Tangil, entidade organizadora, o certame apresenta produtos locais, como presunto, chouriça ou broa, e um programa diversificado com animação musical e provas de vinho.

No primeiro dia, sábado, após a sessão de abertura, marcada para as 15h00, decorre a atuação dos grupos de bombos “Amigos do Bombinho de Fontoura”, de Valença, e “Bombásticos de Segude”, de Monção, seguindo-se as concertinas dos “Amigos de Sá”, de Arcos de Valdevez, e “Os Magníficos”, de Monção. 

A partir das 17h00, realizam-se as provas de vinhos, demonstração de zumba, nova atuação dos grupos de concertinas, e entrada da “Charanga Salceda”, da Galiza. Com início às 23h00, verbena com o grupo “Roconorte”. Neste dia, está igualmente previsto, a partir das 08h00, a realização do Raid Rota da Pedra Solta pelos principais lugares das freguesias do Vale do Mouro.

No domingo, o certame abre às 10h30, prevendo-se, pelas 11h00, a cerimónia de entronização de novos confrades da Real Confraria do Vinho Verde Tinto e, pelas 12h00, degustação de vinhos verdes tintos. A parte de tarde abre ao som dos “Gaiteiros Rio Mouro” da Gave, Melgaço, continuando com tarde folclórica com agrupamentos de Longos Vales, Merufe e Moreira. Antes da sessão de encerramento, marcada para as 20h00, decorre a entrega de prémios aos melhores vinhos.

Com este certame, a organização procura a divulgação dos produtos locais, a criação de um fim de semana animado para os residentes e visitantes e a valorização de um espaço de montanha com património secular e paisagens naturais admiráveis e relaxantes. 

cartazmonççça (1)