Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

EM 1880, O DEPUTADO TORRES E SILVA DEFENDEU NA CÂMARA DOS DEPUTADOS A LIGAÇÃO FERROVIÁRIA A PAREDES DE COURA

Na sessão de 10 de abril de 1880 da Câmara dos Senhores Deputados, o deputado Torres e Silva, eleito pelo círculo dos concelhos de Caminha e Paredes de Coura, lembrou a “grande conveniencia de ligar o caminho de ferro do Minho com o concelho de Coura” e requereu da parte do Ministério das Obras Públicas esclarecimentos acerca da construção da estrada então denominada “ramal de Coura”. Transcreve-se do “Diário da Câmara dos Senhores Deputados” o texto respeitante à sua intervenção, respeitando-se a grafia da época.

O sr. Torres e Silva: - Mando para a mesa um requerimento, e peço a v. exa. que lhe dê o destino conveniente.

Os documentos que requeiro são-me necessarios para chamar a attenção do nobre ministro das obras publicas sobre o estado da viação no concelho de Coura, que tenho a honra de representar n'esta casa; mas, como s. exa. está presente, farei desde já algumas considerações.

Diz-se geralmente que a provincia do Minho tem sido muito favorecida com melhoramentos materiaes, e por isso talvez s. exa. e a camara se admirem se eu lhes disser, que no concelho de Coura não ha nem uma unica estrada; e, comtudo, este concelho é importante, tem uma população densa, activa o laboriosa, possua valiosos elementos de riqueza agricola, e é tão abundante em cereaes, que o denominam o celleiro do Alto Minho.

Apesar d'estas favoraveis circumstancias, e da grande conveniencia de ligar o caminho de ferro do Minho com o concelho de Coura, este não tem estradas que o communiquem com os seus vizinhos, que lhe facilitem as relações commerciaes, e proporcionem as commodidades e vantagens a que terá incontestavel direito.

Ha muito tempo que no nosso paiz se construem estradas, só fazem caminhos de ferro, se gasta dinheiro em melhoramentos publicos, e os povos do concelho de Coura tem concorrido para esses melhoramentos, mas ainda não houve mão protectora que lhe dispensasse o mais pequeno beneficio, nem uma voz amiga que se levantasse nesta casa para defender a sua justa causa.

Era do meu direito e mesmo do meu dever, como representante dos povos d'aquelle concelho, levantar aqui a minha voz para defender a causa d'elles. Esta voz é humilde e modesta; não tem os fulgores da eloquencia, mas terá, sendo necessario, a precisa energia para, no cumprimento dos meus deveres, pedir que se faça aquelles povos a devida justiça. (Apoiados.)

Leu-se na mesa o seguinte:

Requerimento

Requeiro que, pelo ministerio das obras publicas, sejam, remettidas a esta camara copias das propostas do director das obras publicas do districto de Vianna, sobre a estrada denominada ramal de Coura, e bem assim das consultas da junta consultiva das obras publicas sobro as mesmas propostas e principalmente de alguma, se porventura a houver, em que se mencione a directriz que deve seguir a referida estrada. = O deputado por Caminha e Coura, Torres e Silva.

Mandou-se expedir.