Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CONFRARIA LEVA ARROZ DE SARRABULHO DE PONTE DE LIMA A FRANÇA

A Confraria do Sarrabulho de Ponte de Lima esteve recentemente em Paris para promover esta especialidade da gastronomia minhota. Durante um fim-de-semana, foram muitos franceses e os nossos compatriotas que tiveram a oportunidade de deliciar-se com uma das maravilhas da nossa cozinha tradicional – o arroz de sarrabulho à moda de Ponte de Lima!

O jornal “Portugal Sempre” que se publica quinzenalmente no seio da comunidade portuguesa radicada em França deu especial destaque à iniciativa. Com a devida vénia, transcrevemos a reportagem que o referido periódico dedicou ao evento.

capture1

Marathon de la gastronomie régionale

Confraria do Sarrabulho de Ponte de Lima em Paris

O arroz de sarrabulho foi rei durante um fim-de-semana no restaurante Sinfonia

A Confraria do Sarrabulho de Ponte de Lima veio a Paris, mais precisamente ao restaurante de Jorge Almeida, o Sinfonia, em Montrouge, para um Fim-de-semana especial Sarrabulho.

Este evento, que ocorreu no fim-de-semana 24, 25 e 26 de Fevereiro, inscreve-se no esforço que no Sinfonia tem vindo a ser feito pela divulgação da gastronomia regional portuguesa e, segundo Jorge Almeida avançou ao Portugal Sempre, outras iniciativas do género se seguirão.

“Se já fizemos, cada uma em seu tempo, as promoções de Trás-os-Montes, de Braga e do Porto e agora este festival do Sarrabulho de Ponte de Lima, estas acções de divulgação são para continuar.

Portugal tem uma gastronomia variada ao infinito e cada uma das suas especialidades merece ser conhecida por outros povos. Quem fora de Portugal conhece o sarrabulho, a carne de porco à alentejana, as ameijoas à Bulhão Pato, as inúmeras especialidades de bacalhau e outras interessantíssimas especialidades portuguesas? Portugal tem uma gastronomia fabulosa e nós temos o dever de a divulgar”.

Jorge Almeida explica que se o evento teve lugar no seu restaurante, foi a própria confraria que confeccionou o sarrabulho e tudo quanto dizia respeito aos acompanhamentos. Até as doçarias, a saber: Pastéis de nata, Margaridas, Caprichos do cardeal, Limianas, Doce de Gema e Pão-de-ló vieram de Portugal.

A representar a direcção da Confraria estiveram os doutores Tito de Morais e Vítor Monteiro, vice-presidentes e Miguel Pires da Silva, confrade e vereador da Câmara de Ponte de Lima, no Pelouro do turismo e juventude.

Para a confecção do que nestes três dias se comeu no Sinfonia, vieram os confrades Sofia Lemos, proprietária do restaurante sabores do Lima, Fátima Amorim, do restaurante Fátima Amorim, Cassilda Quesado, do restaurante Solar do Taberneiro e Lúcia Soares, do Café Rio Lima, que teve a seu cargo as entradas. Estas especialistas do sarrabulho deram à patroa da casa, a chefe Manuela, o certificado do sarrabulho, uma especialidade que no Sinfonia já faz furor.

Segundo Adelino Tito de Morais, “A Confraria do Sarrabulho de Ponte de Lima tem como principal objectivo a divulgação do sarrabulho e não é raro que faça intercâmbio com outras confrarias de Portugal ligadas à gastronomia ou aos vinhos, tanto a Sul como a Norte”.

Adelino Tito de Morais esclarece os menos entendidos em sarrabulho que a diferença entre o sarrabulho de Ponte de Lima e o de outras regiões está no facto de o de Ponte de Lima ser Arroz de sarrabulho e os outros Papas de sarrabulho, o que quer dizer que em vez de levar arroz leva farinha.

Por aquilo que me toca, já provei as duas coisas e única diferença está na maciez da farinha em relação ao arroz. Praticamente a mesma coisa.

António de Oliveira

Fonte: http://www.portugalsempre.fr/