Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

QUINTA DE SANTA CRISTINA EM CELORICO DE BASTO CONVIDA A CAMINHAR DA VINHA AO COPO

3ª Caminhada da vinha ao Copo na Quinta de Santa Cristina

No próximo dia 9 de abril, domingo, realiza-se mais uma edição da Caminhada da Vinha ao Copo. Já na sua terceira edição, a caminhada deste ano conta com um percurso mais longo. Trata-se de uma organização da Quinta de Santa Cristina, com o apoio técnico da Basto Move.te e de Basto ON Trekking.

CAMINHADA 2017_cartaz.png

Na caminhada será efetuado um percurso circular, de 10 km, com início e final na Quinta de Santa Cristina, de dificuldade fácil a moderado e com um desnível positivo de 300 metros.

A inscrição tem um valor de 5 euros/pessoa e inclui acompanhamento por guia, reforço líquido, visita guiada à adega, prova de vinhos Quinta de Santa Cristina e degustação de produtos regionais (broa, enchidos, compotas).

O ponto de encontro é na Quinta de Santa Cristina, localizada na Rua de Santa Cristina, 80 – Veade, 4890-573 Celorico de Basto, com as coordenadas GPS: N 41°24’22.8’’; W 8°00’09.7’’. A abertura do secretariado será pelas 9h00, tendo a caminhada início pelas 9h30. O final está previsto para as 12h30.

As inscrições são obrigatórias até ao dia 7 de abril através dos contactos: enoturismo@garantiadasquintas.comou +351 912 527 396.

Contacto para informações e reservas (obrigatórias):

E-mail: enoturismo@garantiadasquintas.com

Tlf: +351 912 527 396

Sobre a Quinta de Santa Cristina:

A Quinta de Santa Cristina, com cerca de 40 hectares, tem uma história secular, pertencendo à família há várias gerações. Situada em Veade, Celorico de Basto, faz parte da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, sub-região de Basto, uma das maiores e mais antigas regiões demarcadas do mundo. O enoturismo na Quinta de Santa Cristina foi recentemente galardoada com o prémio “Best OF Wine Tourism 2017” na categoria “Experiências Inovadoras de Enoturismo”, pela associação Great Wine Capitals.

Na adega, construída de raiz em 2014 e com uma capacidade instalada de 1 milhão de litros, são atualmente produzidos cerca de 500 mil litros entre vinhos e espumantes brancos, tintos e rosés, que contam já com vários prémios e distinções em concursos nacionais e internacionais. São produzidas 17 referências que são comercializadas em Portugal e países como Brasil, Alemanha ou Luxemburgo, entre outros.

Saiba mais sobre a Quinta de Santa Cristina em:

www.garantiadasquintas.com

https://www.facebook.com/quintadesantacristina 

https://www.facebook.com/events/695147030667556/  à Página do evento

https://instagram.com/quintadesantacristina/

https://twitter.com/Qt_Sta_Cristina

https://www.pinterest.com/qtastacristina/

https://www.youtube.com/channel/UCwcoZxK87dVo52TGOyKTJhA

IMG_5289.JPG

BRAGA RECEBE ALUNOS FRANCESES DE MESTRADO EM ARQUITECTURA

Alunos de Mestrado de Clermont-Ferrand realizam visita de estudo de Braga

Ricardo Rio recebeu esta Sexta-feira, dia 31 de Março, uma turma de alunos de mestrado de arquitectura da Universidade Clermont Auvergne, que na última semana realizaram uma visita de estudo à cidade de Braga. Com o objectivo de conhecer melhor a cidade, nomeadamente as políticas de planeamento, gestão urbanística e regeneração urbana, 18 alunos passaram uma semana em Braga a contactar de perto com a realidade urbanística da cidade.

CMB31032017SERGIOFREITAS0000006034 (1).jpg

Como sublinhou Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o Executivo Municipal tem vindo a encetar esforços no sentido de reatar ligações com Cidades geminadas, pelo que esta actividade se insere na ´relação especial´ que existe entre Braga e Clermont-Ferrand. “Consideramos que é extremamente importante fortalecer as relações com as Cidades com quem já tinhamos relações anteriormente e que estavam ´adormecidas´, como é o caso de Clermont-Ferrand, com quem estamos geminados desde 1999”, realçou.

CMB31032017SERGIOFREITAS0000006035.jpg

A Câmara Municipal de Braga tem vindo também a aumentar o número de geminações com Cidades que possam acrescentar mais-valias para o Município, como foram os casos de Rio de Janeiro, Manaus ou de mais recentemente Veliko Tarnovo da Bulgária ou de Santa Fé, na Argentina.

Por seu turno, Germana Paz Gomes, estudante e tradutora durante a viagem, sublinhou a partilha de boas práticas e as aprendizagens que estão a ser realizadas durante esta iniciativa. “Tem sido muito enriquecedor em vários aspectos, mas especialmente na forma como o espaço público é valorizado em Braga e se dá prioridade à circulação pedestre. Estão muito avançados nesta área”, afirmou.

Do programa desta viagem, apoiada pelo Município de Clermont-Ferrand e logisticamente pelo Município de Braga, constaram diversas aulas e visitas de estudo, que deixaram os alunos franceses bastante impressionados pelo que tem sido alcançado em Braga.

A semana começou com uma reunião de trabalho com o Vereador Miguel Bandeira, que fez uma introdução às políticas urbanísticas de Braga e o que tem sido feito para preservar o património de uma Cidade com mais de dois mil anos de história e que apresenta elevados padrões de qualidade de vida.

De seguida, e durante dois dias, os alunos de Arquitectura “mergulharam” nos serviços municipais e tiveram sessões com as Divisões de Planeamento, de Mobilidade e Trânsito e ainda com a do Património e Centro Histórico, onde ficaram a conhecer o PDM de Braga, a estratégia para a Mobilidade Sustentável e a Estratégia para Regeneração Urbana.

Estas sessões foram conduzidas pelos responsáveis de cada área do Município e ainda uma visita guiada ao Centro Histórico e locais alvo de intervenções no plano de regeneração. Na Quarta-feira à tarde, tiveram uma sessão na Startup Braga, ficando a conhecer melhor a estratégia para a dinamização económica em Braga. Na Quinta-feira, os alunos de Clermont-Ferrand visitaram a Universidade do Minho, onde assistiram a uma aula do Mestrado em Engenharia Urbana, leccionada pelos Professores Paulo Pereira e Rui Ramos da Escola de Engenharia.

CMB31032017SERGIOFREITAS0000006038.jpg

VIA SACRA EM MAXIMINOS CONDICIONA TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos de trânsito em Maximinos

O Município de Braga informa que, por motivo da realização da Via Sacra de Maximinos, haverá restrições de circulação e estacionamento de veículos no próximo dia 9 de Abril na freguesia de Maximinos.

Assim, o estacionamento estará proibido a partir das 00h00 do dia 9 de Abril na Rua Manuel Joaquim Gomes, na Rua do Penedo e Rua Maria Costa.

BARQUENSES DEBATEM NOVAS TENDÊNCIAS DO DESPORTO

06 de abril | 21h30 | Casa da Cultura | Ponte da Barca

Segundo encontro 'Quintas na Barca' traz à discussão as 'Novas Tendências do Desporto - Riscos e Benefícios'

Carlos Sá, Ultramaratonista, José Carlos Ribeiro, Professor de Desporto na FDUP, e Filipe Guimarães, Médico do S.C.Braga são os oradores convidados

barcaaaaa.PNG

É já no próximo dia 06 de abril, às 21h30, na Casa da Cultura de Ponte da Barca que terá lugar a segunda sessão da edição deste ano das tertúlias Quintas na Barca. A temática em discussão será'Novas Tendências do Desporto - Riscos e Benefícios', sessão que terá como oradores convidados Carlos Sá, Ultramaratonista, José Carlos Ribeiro, Professor de Desporto na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, e Filipe Guimarães, Médico do departamento clínico do Sporting Clube de Braga.

'Estes encontros tem como objetivo aprofundar, discutir e debater temas prementes e emergentes de interesse para a comunidade barquense'salienta o autarca de Ponte da Barca Vassalo Abreu, concorrendo para 'umadiscussão ampla, conjunta e participada sobre e para o desenvolvimento do concelho'.

A edição deste ano encerra no dia 01 de junho, com a discussão da temática 'Património Imaterial – A Romaria de S. Bartolomeu'.

PODA DE ÁRVORES EM BRAGA CONDICIONA TRÂNSITO NA VARIANTE DE REAL

Condicionamentos à normal circulação de trânsito

O Município de Braga informa que, devido à necessidade de realizar a poda das árvores existentes em toda a extensão da Variante de Real, é proibido o trânsito automóvel na referida via entre os dias 03 e 7 de Abril e 10 e 11 de Abril, excepto a veículos pesados.

A proibição vigorará entre as 08h30 e as 17h30. Sábado e Domingo (8 e 9 de Abril) a circulação processa-se sem qualquer restrição. 

PONTE DE LIMA RECEBE CAMPEONATO NACIONAL DE BOCCIA

Campeonato Nacional de Boccia - Fase Regional Norte realizou-se em Ponte de Lima

Ponte de Lima acolheu no passado fim-de-semana a Fase Regional Norte do Campeonato Nacional Individual de Boccia _ BC1, BC2, BC4 e BC5, no qual participaram 49 jogadores, entre os quais atletas de nível paralímpico.

DSCN9811 (Small).JPG

O Boccia é uma modalidade exclusiva dos Jogos Paralímpicos, que consiste em lançar bolas tentando deixá-las o mais perto possível de uma bola alvo e é destinada a atletas com deficiência motora.

A organização desta competição esteve a cargo da PCAND – Associação Nacional de Desporto para a Paralisia Cerebral em parceria com o Agrupamento de Escolas de Freixo e do Município de Ponte de Lima.

De realçar o empenho e a colaboração de alunos voluntários do Agrupamento de Escolas de Freixo, na marcação dos campos, no apoio à arbitragem dos jogos (cronometragem e preenchimento dos boletins de jogo) e no acompanhamento dos jogadores participantes, bem como dos já habituais árbitros nacionais da modalidade.

DSCN9863 (Small).JPG

DSCN9886 (Small).JPG

DSCN9971 (Small).JPG

PONTE DE LIMA MELHORA REDE VIÁRIA

Câmara Municipal de Ponte de Lima Aprova Beneficiação da Rede Viária Municipal e Equipamentos Municipais

O Município de Ponte de Lima, dando continuidade ao processo de beneficiação da rede viária municipal e de equipamentos municipais, aprovou no passado dia 13 de março mais um conjunto de empreitadas em algumas freguesias do concelho, nomeadamente na Facha e Gondufe, no valor total de 14.098,00€.

 Assim, para a freguesia da Facha, foi aprovado comparticipar financeiramente 50% até ao montante máximo de 12.614,00€ do custo da obra de “Beneficiação do terreno anexo ao caminho de S. João”, a transferir após a conclusão da obra.

Para a freguesia de Gondufe o Executivo Municipal deliberou apoiar financeiramente 70% até ao montante máximo de 1.484,00€ a obra de reparação do telhado da junta de freguesia.

No âmbito da política de apoio à Ação Social, mais concretamente do Projeto “Ponte Amiga”, foi aprovada a recuperação de uma habitação na rua do Monte da Mó, na freguesia de Brandara, cuja entidade intermediária é o Centro Paroquial e Social de Calheiros.

Ainda, no plano da ação social foi aprovada a alteração do valor de renda de habitação social, no Bairro Social da Poça Grande, na freguesia de Arcozelo e na Urbanização do Castelhão, na freguesia de Ardegão, Freixo e Mato, por se terem verificado alterações aos requisitos propostos no âmbito da habitação social.

Desta forma, a Câmara Municipal de Ponte de Lima continua a proporcionar a todos os munícipes melhores acessos e, por conseguinte melhor qualidade de vida e a auxiliar as famílias mais carenciadas no acesso a um dos bens mais essenciais, a habitação.

CERVEIRA PROMOVE FORMAÇÃO E EMPREGO

1ª Feira de Emprego e Formação do Alto Minho reúne 500 propostas

Os números não enganam: 300 ofertas de trabalho a tempo inteiro, 150 a part-time, 22 empresas em exposição e 25 cursos profissionais. Arranca este sábado, às 10h00, a 1ª Feira de Emprego e Formação do Alto Minho no Pavilhão Multiusos de Vila Nova de Cerveira. Iniciativa decorre até domingo, com entrada livre.

17554028_10211003616299490_506522833737493110_n.jpg

É um fim-de-semana dedicado ao emprego disponível no Alto Minho, reunido num único espaço em Vila Nova de Cerveira. Com organização da Associação Cultural e Recreativa Minho na Vila (ACRMV), e apoio do Município cerveirense, esta iniciativa conseguiu atrair um número muito significativo de empresas e estabelecimentos de ensino representadas nesta primeira edição.

São quase 500 propostas de trabalho, a tempo inteiro e part-time, sendo que 120 destinam-se a quadros intermédios (engenheiros, técnicos, administrativos e gestores). Está confirmada a presença de 22 empresas e 25 cursos profissionais de todo o Alto Minho.

Com entrada livre, a 1ª Feira de Emprego e Formação do Alto Minho decorre nos este sábado e domingo, no Pavilhão Multiusos de Cerveira, entre as 10h00 e as 20h00.

Durante dois dias, Vila Nova de Cerveira será o ponto de encontro entre quem recruta e quem procura emprego na região.

Feira de Empregocerv.jpg

CÂMARA DE CAMINHA E JUNTA DE RIBA DE ÂNCORA VÃO RESOLVER PROBLEMAS ANTIGOS DE OBRAS MAL EXECUTADAS EM RIBA DE ÂNCORA

Reunião descentralizada revelou salto qualitativo da freguesia e abertura ao turismo

A Câmara Municipal e a Junta de Riba de Âncora vão proceder a intervenções no polidesportivo da freguesia e no Largo do Espírito Santo para retificar várias anomalias causadas por obras executadas de forma deficiente há pouco mais de quatro anos. Foram, nas palavras do autarca local, Paulo Alvarenga, obras feitas à pressa, cujos problemas foram identificados na altura e com as quais nunca se conformou, mesmo não sendo, então, o responsável pela Junta. Estes foram alguns dos compromissos assumidos na última reunião descentralizada, que teve lugar na sede da Junta, no final da passada semana.

Reunião Riba de Âncora.jpg

Os problemas relativos às duas intervenções, executadas no mandato anterior, foram levantados na própria reunião. Rosa Dantas queixou-se dos prejuízos causados na sua casa pelas obras do Largo do Espírito Santo, apontando também aspetos que prejudicam o próprio espaço público do Largo. Uma preocupação, aliás, partilhada com Paulo Alvarenga, que informou que o pavimento vai ser levantado e colocado novamente. Miguel Alves tranquilizou a munícipe, adiantando que, logo que estejam terminadas as obras no centro da freguesia, serão iniciadas as obras no Largo, prevendo-se que tudo seja resolvido até ao próximo mês de julho.

O vereador Rui Teixeira respondeu, por sua vez, ao munícipe Vítor Barroso, que reivindicou obras no polidesportivo. O vereador informou que a obra foi rececionada pela Câmara em outubro de 2013 e os problemas foram identificados aquando da chegada deste Executivo que, com a Junta chegou a uma solução.

Para Paulo Alvarenga, a obra, que custou cerca de 100 mil euros, tem “erros de execução monumentais”: “nunca aceitei nem aceito que o polidesportivo fique naquele estado. Ainda não era presidente da Junta e sempre manifestei o meu inconformismo”.

A solução encontrada para erros do passado vai, no entanto, onerar a Câmara, obrigando a um esforço financeiro adicional. O município fornecerá os materiais para que o empreiteiro proceda aos trabalhos de retificação do piso. Os materiais serão entregues à Junta que vai também superintender as obras.

Ainda no campo da resolução de problemas antigos, o munícipe Cesário Feliciano ouviu também uma resposta positiva da parte de Miguel Alves. Este munícipe, com residência num dos limites da freguesia, sente-se discriminado sempre que se executam obras e reclama, há 27 anos, arranjo no caminho de acesso. Pretende transformar um anexo numa unidade de Alojamento Local, propósito que vem, aliás, ao encontro aos objetivos estratégicos da Junta e da Câmara, que pretendem desenvolver as potencialidades turísticas da freguesia. Miguel Alves adiantou que, aquando da intervenção já programada para o caminho das Vieiras, o problema será resolvido, tal como foi resolvido, ainda há pouco e por intervenção da Câmara junto da EDP, a questão da iluminação, que a zona também não tinha.

Procura turística começa a notar-se

As caraterísticas naturais da freguesia e os melhoramentos recentes, que disponibilizaram novos centros de interesse, têm potenciado a procura turística, conforme sublinhou, na reunião, Paulo Alvarenga. O autarca referiu-se sobretudo aos Moinhos D’Apardal e ao Núcleo Museológico da Memória, Arte e Ofícios de Riba de Âncora, ambos intervencionados neste mandato.

Recorde-se que a Junta de Freguesia de Riba de Âncora e a Câmara Municipal, com a colaboração das associações da freguesia, recuperaram os Moinhos D’Apardal, que se encontravam “praticamente destruídos”. A requalificação destes moinhos foi uma das obras mais importantes para a freguesia e uma das metas a que se propôs o autarca local para o ano de 2015. A intervenção consistiu na recuperação de quatro moinhos.

Esta obra veio juntar-se à criação do Núcleo Museológico da Memória Arte e Ofícios de Riba de Âncora, à intervenção da Capela do Espirito Santo, à recuperação dos vários fontanários e lavadouros, entre outras obras.

Recorde-se que o Núcleo Museológico da Memória, Arte e Ofícios de Riba de Âncora, instalado na antiga escola primária, foi a grande obra em 2014. O edifício, neste momento propriedade do Tesouro, foi também focado na reunião por Paulo Alvarenga, mas sobretudo pelo munícipe Domingos Velho; ambos inconformados com a “usurpação” de um bem doado à freguesia há mais de um século. Na resposta, Miguel Alves prometeu continuar a lutar para que a titularidade do imóvel seja restituída à freguesia, e afastou desde já qualquer hipótese de o Estado lançar mão daquele prédio para o vender ou alienar de alguma forma.

Resposta positiva teve ainda o presidente da ARA, Vítor Barroso, que além dois problemas no polidesportivo, pediu à Câmara fardamentos para os alunos da Escola de Música de Cavaquinhos. Miguel Alves pediu que fosse feito o levantamento do que está em causa e prometeu apoio, na medida do que for possível e justo em relação a outras coletividades do concelho, apoiadas na mesma área.

O presidente do Conselho de Baldios, Francisco Tobias, falou dos problemas causados pelos incêndios de agosto do ano passado, que mereceram uma reflexão especial nesta reunião. Guilherme Lagido reafirmou que o incêndio desmentiu uma ideia feita, de que um baldio bem gerido e bem organizado não arde. Sendo o baldio de Riba de Âncora exemplar, a verdade é que sucumbiu às chamas. A prevenção é uma das respostas, mas não chega e em breve serão anunciadas outras medidas de proteção da floresta.

Freguesia deu enorme salto qualitativo

Intervindo no início da reunião, Paulo Alvarenga fez uma espécie de balanço da obra executada neste mandato, sublinhando o excecional relacionamento com a Câmara Municipal e sobretudo com o seu presidente, Miguel Alves.

O autarca local recordou que, graças ao protocolo firmado com o município, a Junta pode ter mais um funcionário e executar numerosas obras, sobretudo melhorando estradas e caminhos. Lembrou também a importância de outros parceiros, como o Conselho de Baldios e a Fábrica da Igreja.

Referiu-se à recuperação do forno comunitário, em curso, destacando que será um importante suporte às visitas, com espaço para realização e pequenas refeições onde poderão ser servidos produtos locais, designadamente a broa cozida no forno.

Miguel Alves salientou o salto qualitativo a freguesia, inclusive na ligação à Câmara, à população e às associações. Referiu-se também à dimensão turística da freguesia e à importância do novo Núcleo Museológico.

Sobre a rede de saneamento, reivindicada pela freguesia, o presidente da Câmara informou que está a ser feito o trabalho de casa, por forma a avançar com uma candidatura comunitária se houver essa oportunidade, uma vez que a Câmara não poderá assumir uma obra de tamanha dimensão sozinha.        

Sendo esta a terceira e última reunião descentralizada deste mandato, tanto Miguel Alves como Paulo Alvarenga manifestaram completa sintonia e contentamento pela forma como a colaboração entre Câmara e Junta decorreu, numa relação pautada pela lealdade e pelo compromisso.

RUSGA DE SÃO VICENTE DE BRAGA MOSTRA "LENÇOS DE AMOR"

A exposição "Lenços de Amor, versos ao PAI: Do Pai da terra, ao Pai do Céu", irá prolongar-se até ao dia 7, sexta, do próximo mês de abril nos 4 pontos expositivos  onde esta se encontra. Atrio da Fundação INATEL em Braga, Av. Central, nº 77, Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica Portuguesa em Braga, sita na Praça da Faculdade de Filosofia (Largo das Teresinhas), nº 1, Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, rua Dr. Domingos Soares e, o edifício 15, Instituto de Ciências Sociais do 'Campus de Gualtar' da Universidade do Minho. Os horários de abertura ao público, dos pontos expositivos, continuam a ser os respetivos horários de funcionamento de cada uma das instituições parceiras.

rsv0317_fts_expo_lenços_agrup_escolas_sá_miranda009.jpg

Novo ponto expositivo

A partir da próxima segunda-feira, dia 3 de abril, a ExproMinho - Escola Profissional do Minho, sita na, Av.do Cávado, nº 48 e 54, S. Vicente, receberá o 5º ponto expositivo, atendendo à especificidade de alguns cursos ligados à área do estilismo/moda, ministrados por aquele estabelecimento de ensino profissional.

Esta exposição resulta, ou melhor, é consequência, do sucesso alcançado, com a realização da primeira exposição sob a designação; “Lenços de Amor, versos à Mãe”, levada a efeito em 2011, também em três espaços públicos da cidade. Das apreciações positivas então recolhidas, foram significativas as inúmeras solicitações de voltar a repor aquele projecto expositivo. Quer pelo carácter inovador que o mesmo apresentava, - ao nível das novas linguagens e abordagens plásticas -, quer na singularidade da reinterpretação da temática dos “Lenços de Amor” e/ou Lenços Temáticos".

rsv0317_fts_expo_lenços_pai0008.jpg

Assim, Dona Esperança, a “bordadeira de serviço”, logo acedeu ao repto lançado. Só que desta vez, em vez da Mãe, quem iria ser  iria ser contemplado seria o Pai. Dito e feito. As peças, ou melhor, os 50 “Lenços de Amor” dedicados ao Pai, mais que um mero produto artístico, traduzem sentimentos e estados d’alma da própria. As quadras, a cor das linhas usadas e os motivos a que recorre, tudo faz parte de um jogo policromático, que tem por único objectivo, enaltecer, reconhecer e agradecer ao seu e, aos restantes Pais do mundo.

Paralelamente à exposição, é sempre levado a efeito uma edição dos nossos "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras", inerente à temática em questão, cujo tema será: - "Lenços de Amor, versos ao Pai - Os afectos no masculino...".

rsv0317_fts_expo_lenços_atrio_f_inatel003.jpg

rsv0317_fts_expo_lenços_edifício_15_i_c_sociais_UM004.jpg

rsv0317_fts_expo_lenços_fac_fil_c_sociais_ucp002.jpg

rsv0317_fts_expo_lenços_pai0004.jpg

PONTE DE LIMA BENEFICIA E AMPLIA EDIFÍCIO DA BANCADA DO CAMPO DO CRUZEIRO

Câmara Municipal de Ponte de Lima aprova a Empreitada de Beneficiação e Ampliação do Edifício da Bancada do Campo Municipal do Cruzeiro no valor de 393.467€+Iva

No âmbito da política de beneficiação e reparação dos equipamentos desportivos municipais, a Câmara Municipal de Ponte de Lima adjudicou a empreitada de “Beneficiação e Ampliação do Edifício da Bancada do Campo Municipal do Cruzeiro” pelo valor de 393.467,86€+Iva, sendo este um investimento significativo do Município, no sentido de proporcionar melhores condições desportivas aos atletas que usufruem deste equipamento.

vila 2003 ctr 2a.jpg

O projeto visa beneficiar e ampliar o edifício das bancadas do Campo Municipal do Cruzeiro, conferindo-lhe uma imagem mais atual e funcional ao nível das instalações existentes sob a bancada.

Espacialmente, o edifício possui um volume inferior em forma de “T” constituído pela sede, compartimento técnico, três blocos de vestiários-balneários para praticantes, dois blocos vestiários-balneários para árbitros/treinadores, sala de massagens, gabinete médico, lavandaria, bar de apoio e secretaria.

A intervenção desenvolvida incluiu ainda a demolição e reconstrução dos edifícios das bilheteiras e arrecadação de material desportivo, ambos situados na entrada principal deste equipamento desportivo.

Neste contexto, a ampliação/reconstrução terá uma área de implantação de 279,30 m2 e o volume a reformular uma área de 412,30 m2.

Relativamente aos acabamentos, a fachada ao nível da bancada será revestida a chapa metálica de cor cinza, sendo a parte inferior rebocada e pintada, também, na cor cinza. O volume que corresponde à ampliação dos balneários é revestido a forra de granito amarelo da região. Exteriormente, prevê-se a aplicação de betuminoso, bloco de encaixe tipo “Pavê”, betonilha e betão afagado nos passeios e acessos às bancadas.

CERVEIRA SENSIBILIZA CONTRA O DALTONISMO

Projeto ColorADD apresentado à comunidade educativa cerveirense

O autor do ColorADD, Miguel Neiva, vai estar, na próxima segunda-feira, em Vila Nova de Cerveira, para uma ação de sensibilização sobre daltonismo. Dirigido à comunidade educativa, este projeto único a nível mundial conta com a parceria do Institutoptico e da Óptica Coimbra na realização de rastreios visuais e de daltonismo às crianças do 4º ano.

ColorAdd-codigos.jpg

Inédito e diversas vezes premiado por todo o mundo, o Código ColorADD, desenvolvido pelo designer português Miguel Neiva, consiste num alfabeto universal das cores que permite, através de símbolos, a integração dos daltónicos em todas as atividades que exigem o reconhecimento da cor.

Nesta ação conjunta, com o apoio do Município e do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira, Miguel Neiva vai apresentar o ColorADD, aos alunos do 4º ano do concelho de Cerveira, enquanto o Institutoptico aborda a importância da deteção precoce das ametropias visuais e promove a realização de rastreios, de forma a identificar casos de crianças daltónicas e enquadrá-las da melhor forma possível na sociedade.

Como forma de assinalar e reconhecer a sua passagem pelas escolas, o projeto ColarADD vai dotar as respetivas bibliotecas escolares com este código, através da catalogação dos livros segundo as normativas da Unesco.

A ideia de Miguel Neiva nasceu quando partiu para a tese de mestrado. Durante oito anos esteve em contacto com médicos e daltónicos para perceber as dificuldades e limitações que enfrentam, mas também para encontrar um caminho para minimizar o obstáculo. A ColorADD nasceu em 2010, dois anos depois de Miguel Neiva defender a tese de mestrado.

O daltonismo é uma limitação que impede a correta identificação das cores, estimando-se que existam 350 milhões de pessoas com este problema no mundo.

MUNICÍPIO DE AMARES APOIA PERCURSO ACADÉMICO ATRAVÉS DA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO

A Câmara Municipal de Amares procedeu à atribuição de bolsas de estudos a 20 estudantes universitários do concelho. O apoio concedido totaliza um investimento num montante global de cerca de 20 mil euros e representa a aposta na formação académica e qualificação profissional dos jovens amarenses.

DSC04436.JPG

Integrada no âmbito das políticas de educação e ação social e do Município de Amares, esta medida pretende promover a igualdade de oportunidades de acesso ao ensino superior a todos os alunos do concelho, representando, simultaneamente, um investimento no desenvolvimento, crescimento e no futuro de Amares.

Nas palavras do presidente Manuel Moreira, “esta foi a forma que este executivo encontrou de apoiar os jovens amarenses, incentivando a frequência de cursos superiores, fomentando, desta forma, a melhoria da qualificação profissional e até pessoal dos candidatos, dotando-os de competências técnicas e suporte humano fundamental para o desenvolvimento socioeconómico do concelho”.

“Aliás esta era uma medida que já vinha do anterior executivo e que entendemos por bem manter dada a importância que a concessão destas bolsas representa no apoio social concedido aos agregados familiares e aos jovens, permitindo a continuidade do seu percurso formativo, tendo em consideração que, algumas famílias, dada a sua situação económica, não teriam possibilidade de assegurar, sublinhou o autarca.

SEMIBREVE REGRESSA A BRAGA ENTRE S DIAS 27 E 29 DE OUTUBRO

Festival reparte-se entre Theatro Circo, gnration e Casa Rolão

O Festival Semibreve tem regresso confirmado a Braga. A sua sétima edição decorrerá de 27 a 29 de Outubro de 2017, repartindo-se entre o Theatro Circo, o gnration e a Casa Rolão.

TDM_1826.jpg

O Festival Semibreve tem-se vindo a afirmar como um evento incontornável no panorama da música electrónica nacional e internacional, proporcionando espectáculos dos artistas mais relevantes da actualidade no domínio da música eletrónica e contribuindo para a divulgação de produção científica no campo das artes digitais produzida por instituições de referência, tais como a Universidade do Minho, Universidade do Porto, Universidade Católica, Fundação Bienal de Cerveira e Digitópia/Casa da Música.

Os passes gerais já se encontram à venda com um número limitado de passes pelo custo de 25 euros. Podem ser adquiridos via online, no site do Semibreve (http://www.festivalsemibreve.com/), nos balcões do Theatro Circo e gnration ou nos locais habituais. Deathprod, Valgeir Sigurðsson, Fis e Kyoka são os primeiros artistas confirmados para o programa de concertos.

Sediado em Oslo, na Noruega, o compositor Helge Sten tem vindo a trabalhar como Deathprod desde o início da década de 90, um minimalismo granular e profundamente atmosférico que atrasa o tempo e explora as mais ínfimas partículas do som. As suas actuações ao vivo são raras, o que reforça a importância da estreia em Portugal com uma performance audiovisual no Semibreve.

Valgeir Sigurðsson é um compositor e produtor islandês. Revela uma apreciação constantemente evolutiva da diversidade da música no mundo. Com um diligente sentido de onde procurar e saber para onde se move a música moderna de género liquefeito, as suas colaborações incluem Björk, Bonnie ‘Prince’ Billy, Feist, Damon Albarn, CocoRosie, Sigur Rós, Jóhann Jóhannsson, Brian Eno, Tim Hecker, Anohni, Oneohtrix Point Never e Alarm Will Sound. No Semibreve terá a colaboração de Yannick Jacquet, do coletico antivj, na componente visual.

Vindo da Nova Zelândia, Fis, uma estreia em território nacional, produz música electrónica física, vibrante e exploratória, fortemente influenciada pelos contextos onde se insere e pela sua relação com o mundo natural. O poeta inglês Rick Holland, que colaborou com Brian Eno e Jon Hopkins, ficou tão comovido pelo trabalho de Fis que escreveu um poema para cada uma das faixas. Música e compositora, Kyoka trabalha entre Berlim e Tóquio. Conhecida por uma abordagem musical caótica e directa e por um som bruto e pesado, a sua música resulta num pop-beat quebrado, com ritmos experimentais mas dançáveis.

TDM_2917.jpg

BARCELOS REÚNE CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL

70 instituições estiveram presentes no Conselho Local de Ação Social de Barcelos 

Decorreu, no dia 29 de março, no Auditório da Biblioteca Municipal, o Conselho Local de Ação Social de Barcelos (CLASB) com elevada participação das instituições.

CLASB.jpg

Neste plenário, foi avaliado o Plano de Ação de 2016, um plano dinâmico e ajustado às necessidades do território e às oportunidades de financiamentos de quadros comunitários, e foi também apresentado o plano para 2017.

No decorrer da sessão, foram também emitidos pareceres favoráveis relativamente a alguns projetos sociais concelhios, como o Centro de Apoio Parental de Aconselhamento Familiar (CAPAF) do Centro Social de Arcozelo, que foi financiado nos últimos dois anos integralmente pelo Município com um valor superior a 100 mil €; um parecer favorável para a candidatura a um projeto de promoção de autonomia de jovens, entre outros.

Na reunião, a Presidente do Conselho Local da Ação Social, Armandina Saleiro, fez uma retrospetiva sobre os projetos que mereceram todo o apoio municipal, estabelecendo parcerias em rede para a resolução de um conjunto de problemas sociais, nomeadamente na área dos sem-abrigo, violência doméstica, combate à discriminação, proteção de crianças e jovens, entre outros.

São vários os projetos que a Câmara Municipal se assume como parceiro estratégico com as instituições do concelho, designadamente “Um Teto para Todos”, em parceria com o GASC, que consiste no financiamento de apartamentos para alojamento de dezasseis pessoas para reabilitação social dos sem-abrigo; o projeto “Sorrir”, também em parceria com o GASC, que conta com o apoio financeiro e logístico do Município para reabilitação de toxicodependentes; o Banco de material escolar da SOPRO, com apoio financeiro da CMB; o Projeto “Canecas”, do Agrupamento Rosa Ramalho, que consiste na inclusão social de alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE); o Projeto Galo Artis, que pretende combater a exclusão social, com particular incidência na comunidade cigana, e numa faixa etária entre os 6 e os 30 anos, projeto em que o Município é o promotor e o Centro Social Abel Varzim o executor; o Open B que apoia a inclusão social na área urbana, onde a CMB é parceira e ATAHCA, ACIB, GASC são os promotores; e a CMB é também entidade parceira num conjunto de eventos de caráter formativo ajustados à realidade e diagnóstico social.

Além destes projetos em parceria, a CMB tem um vasto programa de apoios, nomeadamente hipoterapia para crianças com NEE, no Centro Hípico Ir. Pedro Coelho; férias de verão na Biblioteca Municipal, Museu de Olaria e Casa da Juventude para NEE; formação na área da orientação adaptada; projeto “Empresas socialmente responsáveis”, que se caracteriza pelo apoio dado pelos empresários num apadrinhamento de um projeto de cariz social.

O Município de Barcelos procura promover o bem-estar das populações, em particular daquelas que pela sua condição social e económica estão mais vulneráveis aos fatores de pobreza e exclusão social, dotando-os de recursos/competências que lhe permitam reduzir/suprir as desvantagens sociais.

É neste entendimento que se enquadram os apoios aos munícipes de menores recursos, como os programas de apoio à habitação e à renda de casa, bem como as bolsas de estudo aos estudantes do ensino superior. Inclui-se também neste conceito o apoio e a proteção social à infância, terceira idade e àqueles que, em razão da sua condição física, cultural, social ou de saúde enfrentam dificuldades acrescidas.

É a pensar nesta realidade que o pelouro de Acção Social e Saúde Pública, em conjunto com os parceiros da Rede Social, trabalha no sentido de corrigir algumas desigualdades sociais, alargar as cadeias redistributivas de forma equitativa, promovendo a coesão social do seu território. 

BRAGA UNIDA CONTRA OS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA

Iniciativas de sensibilização ocorrem durante todo o mês de Abril

Abril é o mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e, pelo terceiro ano consecutivo, o Município de Braga associa-se à Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Braga (CPCJ) no sentido de alertar a sociedade para a necessidade premente de combater um flagelo que anualmente vitima dezenas de crianças em Portugal.

CMB31032017SERGIOFREITAS0000006032.jpg

Ao longo do mês serão promovidas diversas acções de sensibilização, nas escolas e na comunidade Bracarense, com o objectivo de despertar a população para esta problemática. “As crianças são aquilo que de mais importante existe no mundo e a sua relação com os adultos deve ser trabalhada diariamente. É responsabilidade dos adultos salvaguardar os direitos das crianças e jovens e, ao aderir a esta causa, o Município de Braga está a dar o exemplo e a alertar a sociedade para um problema crescente e cada vez mais actual”, referiu Firmino Marques, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação do programa, que decorreu esta Sexta-feira, 31 de Março, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, e que contou com a presença dos alunos da EB1 de S. João do Souto.

CMB31032017SERGIOFREITAS0000006030.jpg

Inserido na campanha Laço Azul - imagem alusiva a este tema -, o programa contempla diversas actividades e conta com a adesão dos estabelecimentos de ensino do Concelho. A decoração das escolas e IPPS’s em tons de azul, actividades para pais e filhos, operações STOP em diversas escolas com a colaboração com a Polícia de Segurança Pública (PSP), distribuição de calendários com actividades para cada dia do mês de Abril, assim como o projecto ‘Namorar com Fair Play’ - que alerta para a violência no namoro jovem -, são algumas das iniciativas que pretendem educar crianças e jovens para os seus direitos, assim como sensibilizar a comunidade local para a importância de os adultos respeitarem relações com os mais novos.

Um dos pontos altos acontece a 22 de Abril, com a inauguração da exposição de laços azuis, desenvolvidos pelos alunos das escolas do Concelho. Os três melhores trabalhos serão, posteriormente, instalados no edifício principal da Câmara Municipal de Braga, no edifício do Pópulo e no Posto de Turismo, em Braga.

O programa encerra com a realização das III Jornadas sobre a protecção à Infância e Juventude, que decorrem nos dias 5 e 6 de Maio em parceria com o Centro de Formação Sá de Miranda.

CMB31032017SERGIOFREITAS0000006033.jpg

HORTO MUNICIPAL DE CELORICO DE BASTO RECEBE VISITA DE ALUNOS DO INFANTÁRIO

Cerca de 40 alunos do infantário de Moreira do Castelo, Covas e Carvalho em Celorico de Basto visitaram no dia 29 de março, no horto municipal, numa visita guiada por um espaço que dispõe de variadíssimas espécies de plantas onde se destacam as camélias.

_DSC2271.jpg

“O horto municipal é uma das formas de produzirmos as nossas plantas e assim podermos, a custos reduzidos, ter o nosso concelho florido. Neste momento, e porque somos a Capital das camélias, a produção incide sobretudo, em Camélias”, disse o Vereador do Ambiente, Fernando Peixoto. O autarca salientou importância destas visitas guiadas “para dar a conhecer às nossas crianças todo o processo de desenvolvimento das plantas até serem transportadas para os nossos jardins”.

A visita foi guiada e explicada ao pormenor pela técnica da Divisão de Ambiente do Município de Celorico de Basto e responsável pelo horto e pelos jardins, Teresa Canais Seco.

“É muito interessante ver a curiosidade destas crianças sobre a variedade de plantas que temos no nosso horto. Durante a visita explicamos as dicas e os cuidados a ter com as plantas, assim como os equipamentos que dispomos na nossa estufa, fundamentais para que as plantas cresçam nas melhores condições” disse a técnica.

_DSC2289.jpg

PAÇO DA GIELA É ATRACÇÃO TURÍSTICA DO ALTO MINHO

Paço de Giela recebe mais de 1000 visitantes no mês de Março

O mês de Março ainda não terminou e, no Paço de Giela já são mais de 1000 os visitantes no interior do monumento. Para estes números contribuíram turistas de nacionalidades diversas, desde portugueses, holandeses, espanhóis a americanos, brasileiros e franceses, assim como visitas coletivas de grupos organizados de várias regiões do país e associações concelhias.

MAISDE1000 (1).jpg

O Paço de Giela, monumento nacional com características únicas, atravessando o tempo desde o século XI, é atualmente um verdadeiro espaço de cultura, história, homenagem à memória coletiva e aos alvores da nacionalidade, que se vem consolidando como ex-libris concelhio, sendo cada vez mais solicitado para visitas.

Neste espaço realizam-se periodicamente espetáculos musicais, programas de férias para crianças, workshops, oficinas temáticas para famílias, a Recriação do Recontro de Valdevez, a comemoração do Haloween e bailes de Carnaval, visitas guiadas, apresentações de livros, entre outras.

Venha ao Paço de Giela!

Venha a Arcos de Valdevez Onde Portugal se fez!

Próximas atividades  - ABRIL E MAIO

ABRIL

5 e 6. ABR.  / 14H00 - 17H30 AVENTURAS DE PÁSCOA

9.ABR. DOM. / TRAIL CARLOS SÁ (passagem pela zona envolvente do Paço)

12 e 13. ABR.  / 14H00 - 17H30 AVENTURAS DE PÁSCOA

14 e 15. ABR.  / 10H30 – 12H30 / 14H30 - 17H30  “SAI DA CASCA” E VEM AO PAÇO

Pinturas faciais e esculturas com balões para crianças

Caça ao Ovo

Jogos de ontem para hoje

jogo do arco

jogo da malha

corrida do saco

pintura de azulejos (recriação do painel do recontro de valdevez)

22 e 23. ABR. SÁB. E DOM.  / TODO O DIA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

TEMA: "Desporto, Património Comum"

Visitas guiadas com entrada gratuita

  1. ABR. SÁB. / 16H00 APRESENTAÇÃO DE LIVRO

“Ameaça de um Anjo” de Patrícia Ferreira

VISITAS ESCOLARES: DE 20 DE ABRIL A 2 DE MAIO (Agrupamento de escolas de Valdevez e escolas de outros concelhos)

MAIO

  1. MAI. SÁB. / 15H00 PAÇO EM FAMÍLIA

OFICINA TEMÁTICA: HISTÓRIAS DO PAÇO

“O foto-livro: histórias do Paço de Giela”

MELGAÇO OFERECE ADRENALINA E AVENTURA

‘Pegada Zero – II Jornadas de Turismo de Natureza – PNPG – Melgaço 2017’

De 10 a 14 de maio, na Porta do Parque Nacional da Peneda-Gerês, Lamas de Mouro, Melgaço vai mostrar o que de melhor tem para oferecer

Melgaço vai propor dias de aventura e natureza com o Rio Minho (Rede Natura) e com o Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), consagrado pela UNESCO Reserva Mundial da Biosfera, como pano de fundo para diversas atividades que prometem encantar pequenos e crescidos, ao mesmo tempo que permitem dar a conhecer a região, as suas gentes e costumes. Falamos da segunda edição do Pegada Zero, um evento que acontece no Município Mais a Norte de Portugal de 10 a 14 de maio.

image004melmelmelg (1).jpg

Melgaço tem todas as condições para atividades de Turismo de natureza, não fosse este concelho estar situado na Área Protegida mais importante de Portugal, o PNPG. ‘Pegada Zero’ vai aproveitar todas essas potencialidades,  espalhadas por vários locais de rara beleza, na vertente de turismo de natureza, envolvendo todos os agentes que atuam na região - empresas de Animação, Restauração, Alojamento, Comunidade local, entre outras, mas também pretende que se desenvolvam ações de sensibilização sobre a conservação da natureza, junto das comunidades intervenientes, assim como criar ou reforçar a relação das mesmas com o serviço. Porta de Lamas de Mouro, pela sua contextualização, assim como pela existência de espaços, infraestruturas e equipamentos de apoio (Parque de Merendas; Auditório; Salas para Workshops; Espaços expositivos; Centro de BTT, entre outros) que permitem a realização de múltiplas atividades, é o local escolhido para exposições e algumas atividades.

image004melmelmelg (2).jpg

O PROGRAMA É DIVERSIFICADO E COM MUITA ADRENALINA

Haverá um programa para a Fam Trip e um outro geral - Festa do Desporto de Natureza – com atividades para todas as idades. Exposições Temáticas na Porta de Lamas de Mouro (‘O Regresso da Cabra-montês ao PNPG’ e ‘Flora Emblemática de Melgaço – PNPG’); o Colóquio ‘Turismo de Natureza, Aventura e Segurança’Observação da Cabra-montês, com passeio pedestre de cerca de duas horas (uma espécie rara em Portugal, existindo apenas na Serra do Gerês e na Serra Amarela); atividades para os mais pequenos (6 a 12 anos), com Jogos Tradicionais / Passeios pedestres ‘À Descoberta da Natureza’ / Oficinas de Reutilização; conhecer o néctar da região, o alvarinho, com visita à Quinta de Soalheiro, e o fumeiro, com visita à Quinta de folga; o Workshop ‘Fotografia de Natureza’PaddleBatismo de MergulhoSalto PendularArborismoSlideEscaladaRappelPrimitive RaceEcotuc TourPercurso de BTT; Tiro Desportivo; Kayaks; Orientação; Jogos Tradicionais; e Parapente farão as delícias de quem participar no Pegada Zero. As noites também serão de animação, com a Warm Up Festa do Desporto de Natureza, no Rios Bar.

image004melmelmelg (3).jpg

PROGRAMA: Festa do Desporto de Natureza: dias 12, 13 e 14 de maio

12 de maio (sexta-feira)

22h00 - Warm Up Festa do Desporto de Natureza - com Djs (Rios Bar)

13 de maio (sábado)

09h30 - Rafting no Rio Minho / Caminhada / Paddle / Batismo de Mergulho (Melgaço Radical)

10h00 - Salto Pendular (Melgaço WhiteWaters)

Arborismo / Slide / Escalada e Rappel (Montes de Laboreiro)

14h00 - Primitive Race (Montes de Laboreiro)

15h00 - Ecotuc Tour (Montes de Laboreiro)

22h00 - Warm Up Festa do Desporto de Natureza - com Djs (Rios Bar)

14 de maio (domingo)

09h00 - Rafting no Rio Minho (Melgaço WhiteWaters)

Percurso de BTT ‘Sabores de Melgaço’ (Melsport)

09h30 – Caminhada / Salto pendular / Paddle / Batismo de Mergulho (Melgaço Radical)

10h00 – Canyoning no Rio Laboreiro / Eco-tuc Tour (Montes de Laboreiro)

image004melmelmelg (4).jpg

E ainda:

  • Tiro Desportivo*
  • Kayaks*
  • Orientação*
  • Jogos Tradicionais*
  • Parapente*

Sábado: das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 16h30

Domingo: das 10h00 às 12h30

*No Centro de Estágios de Melgaço - atividades grátis/sem marcação.

Brevemente estarão abertas as inscrições para as restantes atividades. Mais informações através do e-mail pegadazerozero@gmail.com.

Para a Fam Trip (grupo de profissionais – Comunicação social & Operadores Turísticos): CanyoningO Garrano e o Lobo, uma atividade com cavalos onde se abordará o habitat do lobo ibérico e a sua relação com o meio; Rafting no Rio Minho; visitas Culturais ao Museu de Cinema Jean Loup Passek e ao Espaço Memória e Fronteira; e Alvarinho de Honra no Solar do Alvarinho. Aliada a estas atividades estará a degustação de pratos típicos de Melgaço.

A primeira edição aconteceu entre os dias 20 e 23 de outubro de 2016 e foi ‘uma excelente forma de Melgaço se vir a assumir cada vez mais como destino de Natureza’, considerou na altura Manoel Batista, autarca de Melgaço. Na época, a organização garantiu que aquele seria o primeiro de muitos eventos em Melgaço em torno da temática ‘Turismo de Natureza’ e que ‘tudo seria feito para a conservação deste património natural’. Assim acontece: de 10 a 14 de maio o turismo, a natureza e a aventura são em Melgaço!

image004melmelmelg (5).jpg

MELGAÇO, O MUNICÍPIO MAIS A NORTE DE PORTUGAL!

O município de Melgaço é limitado a norte e leste pela região da Galiza, confronta com o Rio Minho e está inserido numa importante região montanhosa, cujos valores patrimoniais e ambientais são referência reconhecida internacionalmente. Região verdejante, tipicamente Minhota, de forte e fértil vegetação, onde se fabrica uma das mais sublimes castas de vinho verde, o famoso Alvarinho, Melgaço orgulha-se do seu bonito património histórico, cultural e arquitetónico, inserido no maravilhoso Parque Nacional da Peneda-Gerês. É uma terra rica em tradições, histórias, lendas e testemunhos de vivências passadas e detentor de uma rica e saborosa gastronomia.

A sua beleza natural, o clima, o património histórico e a gastronomia, são alguns dos motivos pelos quais muitos escolhem Melgaço para descansar, o Município Mais a Norte de Portugal!

image004melmelmelg (6).jpg

image004melmelmelg (7).jpg

image004melmelmelg (8).jpg

 

Pág. 1/38