Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES CONTRATA MAIS 50 ASSISTENTES OPERACIONAIS PARA TRABALHAREM NAS ESCOLAS

EM FUNÇÕES A PARTIR DESTA 4ª FEIRA

Entrada em funções está marcada para o início deste mês de fevereiro. Presidente do Município expressou mensagem de boas-vindas.

Guimaraes_Assistentes_Operacionais.jpg

Meia centena de assistentes operacionais entra em funções nas escolas do concelho de Guimarães, a partir desta quarta-feira, 01 de fevereiro. Este novo grupo de colaboradores junta-se aos 100 novos funcionários contratados pela Câmara Municipal na sequência do concurso público aberto em 2015, que permitiu iniciar a respetiva atividade profissional a 1 de setembro de 2016, no arranque do presente ano letivo.

A aposta da Autarquia destina-se a suprir necessidades das escolas nas suas diferentes competências, entre as quais, ações que visam o desenvolvimento pessoal e cívico de crianças e favoreçam um crescimento saudável, exercendo tarefas de apoio à atividade docente de âmbito curricular e de enriquecimento do currículo. «É fundamental entusiasmo e dedicação nas funções que vão desempenhar para que as nossas crianças sejam amanhã boas e bons cidadãos», disse o Presidente do Município na sessão de boas-vindas.

«Passamos muito tempo na nossa ocupação profissional e as atitudes que temos, os sentimentos e os afetos que evidenciamos são muito importantes no nosso bom desempenho. Queremos ser uma referência educativa e tudo depende de nós. Bem-vindos à família, que se dedica à sua terra!», felicitou Domingos Bragança, acompanhado na sessão por Adelina Paula Pinto, Vereadora da Educação, que também saudou os novos colaboradores. «Este é o início de um processo de realização profissional. Estamos a fazer um esforço orçamental, com a aposta na Educação, na qualidade e no apoio do pessoal não docente nas escolas», disse.

A Câmara Municipal de Guimarães assumiu, este ano letivo, as Atividades de Animação e Apoio à Família no âmbito do ensino pré-escolar, sendo responsável pela abertura das escolas desde as 7h30 da manhã às 19 horas. Os postos de trabalho contemplam tarefas de enquadramento e acompanhamento de crianças, designadamente, apoio específico a crianças portadoras de deficiência, tarefas de apoio elementares, indispensáveis ao funcionamento dos órgãos e dos serviços, além de assegurar a limpeza, arrumação, conservação e boa utilização das instalações

ARCUENSES CAMINHAM PELO "TIBETE" DE ARCOS DE VALDEVEZ

Trilho do Pequeno Tibete

Para o mês de Fevereiro, a Ardal-Porta do Mezio tem preparado para si uma nova e empolgante experiência!

Vista do alto da serra, Sistelo é uma das mais belas aldeias de Portugal onde as casas tradicionais, os moinhos e os espigueiros perdem dimensão face à imponência do vale inclinado e encaixado, no fundo do qual corre o rio Vez.

image018.jpg

Apelidada de “o pequeno Tibete português”, a aldeia de Sistelo é famosa pelos seus socalcos que são um verdadeiro postal da Natureza.

Inscreva-se nesta caminhada da iniciativa “12 Trilhos 12 Experiências” e venha vivenciar mais uma experiência única e diferente onde o tempo corre mais devagar!

  No final da caminhada haverá um almoço convívio, com uma ementa onde não faltarão as iguarias tradicionais!*

Características do Trilho:

Data da realização: 5 de Fevereiro de 2017 Local de encontro: 8h30 - Nature4 (Coordenadas GPS - 41°50`43.94``N;

8°25`02.76``O)

Hora de saída: 9h00 – Nature 4

Localização do Trilho: Sistelo

Distância: 6 km

Âmbito do percurso: Paisagístico e Cultural

Duração: 3h00

Dificuldade: Fácil

Inscrições: www.portadomezio.pt/258510100/portadomezio@ardal.pt

Preço: 6€ (adultos); 4€ (crianças até aos 14 anos) *Almoço (opcional mediante marcação prévia até ao dia 02/02): 12,50€

Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado adequado, reforço alimentar e água.

ARCOS DE VALDEVEZ AJUDA FAMÍLIAS CARENCIADAS A RECUPERAR AS SUAS CASAS

Câmara Municipal continua a apoiar famílias carenciadas na recuperação das suas habitações

Considerando as dificuldades vividas por algumas famílias do concelho, a Câmara Municipal disponibiliza um conjunto de respostas, tais como a atribuição de apoio às famílias carenciadas para a realização de pequenas obras de melhoria do conforto habitacional e disponibiliza gratuitamente projetos-tipo para habitações a construir por famílias com dificuldades económicas.

antes_1 - Cópia.jpg

Ainda na última reunião de Câmara, o executivo deliberou apoiar mais dois agregados familiares ao abrigo do regulamento de apoio à recuperação habitacional, no valor global de 18 990,00€.

No total, em 2016, foram prestados apoios ao nível da melhoria das condições de habitabilidade de 17 agregados familiares carenciados, no valor total de 135 mil euros.

Este é mais um exemplo do do empenho do Município com o bem-estar e a qualidade de vida das famílias do concelho.

Para a Câmara Municipal, promover o conforto habitacional daqueles que mais necessitam é uma das prioridades, sendo desejável que todas as famílias possam ter uma habitação condigna e adequada às suas necessidades básicas.

Com estas medidas o Município pretende contribuir para que sejam criadas condições de bem-estar e qualidade de vida e, consequentemente, reforçar a coesão social.

antes_3 - Cópia.jpg

depois_1 - Cópia.jpg

depois_3 - Cópia.jpg

GOD: ESPETÁCULO DIVINAL SOBE AO PALCO DO CINE TEATRO JOÃO VERDE ESTE SÁBADO EM MONÇÃO

Joaquim Monchique, rei do universo e criador do espaço e do tempo, agora também estrela nos palcos, promete momentos hilariantes e doses de gargalhadas. A comédia “God” está a escassos lugares de ficar esgotada. Últimos bilhetes, a 10.00 € cada, podem ser adquiridos na Loja Interativa de Turismo (T. 251 649 013).

Monchique (Large).jpg

 

A comédia “God”, protagonizada por Joaquim Monchique, sobe ao palco do Cine Teatro João Verde este sábado, 4 de fevereiro, pelas 21h30. A sala, com capacidade para 292 lugares sentados, está praticamente completa. Últimos bilhetes, a 10.00 € cada, podem ser adquiridos na Loja Interativa de Turismo (t. 251 649 013).  

Neste espetáculo divinal, com texto original de David Javerbaum (vencedor de 13 emmys e 2 grammys) e encenação de António Pires, Joaquim Monchique, rei do universo e criador do espaço e do tempo, agora também estrela nos palcos, promete proporcionar vários momentos hilariantes e arrancar doses de gargalhadas ao público presente.

Na sinopse, pode ler-se: “No dia e à hora marcada para este espetáculo, Deus vai descer à terra. Para que o público o possa ver e ouvir, através de Joaquim Monchique, vai anunciar o estado das coisas na terra que, como era de esperar, não se encontra de boa saúde.

Chegou pois a hora de Deus e os seus dois anjos, Miguel e Gabriel, mudarem o rumo da humanidade e tornarem a vida terrena mais aprazível. Com um extraordinário sentido de humor, a comédia que fez furor na Broadway está agora em Portugal. Preparem-se. Ele vem aí”.

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

Atenta às necessidades da comunidade estudantil, na última reunião de Câmara, foi aprovado o protocolo relativo à iniciativa IN Bus Alto Minho. Um projeto desenvolvido pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo, em conjunto com a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho.

bus_academico_cab_2.jpg

Com a celebração deste protocolo o Município pretende garantir aos alunos do concelho, que frequentam o IPVC, um serviço de transportes a baixo custo que proporciona viagens diárias de ida e volta para as seis escolas do Instituto Politécnico.

Este projeto inovador ajudará a colmatar as deficiências dos sistemas de transportes públicos existentes e permitir o acesso ao ensino superior de jovens que de outra forma teriam maior dificuldade (promovendo a equidade no acesso à Educação) O autocarro, designado BUS Académico, vem ainda aumentar a probabilidade de permanência no ensino superior, reduzindo o abandono escolar e promover a coesão social.

Esta é mais uma medida tomada pela Câmara Municipal no sentido de promover o incremento da formação dos arcuenses, contribuir para a aquisição de conhecimento e garantir a igualdade de oportunidades a todos os alunos do concelho.

CIAC DE BRAGA ASSINALA 25 ANOS NO APOIO AOS CONSUMIDORES

Serviço sediado no Posto de Turismo

O CIAC – Centro de Informação Autárquico ao Consumidor de Braga, assinala, este ano, 25 anos ao serviço dos consumidores, através da sensibilização e mediação de conflitos. Localizado no Posto de Turismo, esta estrutura, criada a 31 de Janeiro de 1992 pelo Município de Braga, pela Comissão de Coordenação da Região Norte e pelo então Instituto Nacional de Defesa do Consumidor, tem vindo a desempenhar um papel fundamental no auxílio aos consumidores na defesa dos seus legítimos interesses.

CMB31012017SERGIOFREITAS0000004954.jpg

Prestar informação sobre os direitos e deveres do consumidor, receber e encaminhar as suas sugestões e reclamações para as entidades competentes, servir de mediador nos pequenos conflitos de consumo e distribuir material informativo gratuito sobre os mais variados temas, são os principais objectivos do CIAC de Braga.

Em 2016 este serviço avaliou 662 processos de conflitos de consumo. Deste total, 402 foram referentes a processos de informação e mediação de conflitos de consumo, dos quais apenas 78 passaram à fase de mediação. Foram também encaminhados cerca de 260 reclamações para outras entidades com responsabilidades nas diversas matérias, especialmente em questões relacionadas com os Serviços Públicos.

As telecomunicações (telefone e internet) são os serviços que registam um maior número de processos, havendo também, muita procura de informação sobre contratos com novos fornecedores de electricidade e gás natural.

A compra e venda de produtos, assuntos relacionados com as garantias, contratos de empreitada, seguros ou produtos bancários, fazem parte de um vasto leque de matérias de conflitualidade que o CIAC de Braga tem vindo a mediar.

Para além destes dados, o CIAC de Braga continua a informar os consumidores através do programa de rádio (Consumidores Somos Todos Nós) que semanalmente vai mantendo na Rádio Antena Minho, realizando, em 2016, 40 programas informativos. O CIAC está presente também no jornal Correio do Minho, através da rubrica semanal ‘A Voz do Consumidor’ apresentando, no ano transacto, 42 rubricas de informação ao consumidor.

Sempre que solicitado, este serviço realiza diversas acções de sensibilização junto da comunidade escolar, e tem nas parcerias um forte aliado, realizando com a DECO Minho e com a Escola Profissional Profitecla, diversas de sessões de esclarecimento.

Realização de sessões temáticas em todo o concelho na agenda do Município

Numa lógica de maior descentralização e reforço da divulgação deste serviço, estão previstas a realização de sessões temáticas por todo o território do concelho, algo que acontece pela primeira vez em 25 anos de actividade.

Neste contexto, realizar-se-á a campanha ‘CIAC - 25 anos! 25 Sessões de esclarecimento’, onde serão abordadas temáticas como: Direitos e Deveres dos Consumidores; Serviços Públicos Essenciais; Electricidade; Gás Natural; Novos Fornecedores em Regime de Mercado; Comunicações Electrónicas; Contratos e Fidelizações; Crédito ao Consumo; Cartões de Crédito; Taxas de Juros; Contrato Seguro; Seguro Responsabilidade Civil; Seguro Automóvel; Direitos e Deveres dos Condóminos; Fundo Comum de Reserva; Vendas ao Domicilio e por Correspondência; Vendas em Linha – Internet; Regime Legal da Garantia; Conformidade e Não Conformidade do Bem com o Contrato; Reparação, Substituição, Venda Com redução de Preço e Resolução; Cortesia Comercial e Garantias Adicionais e Voluntárias; Arrendamento Urbano; Endividamento Familiar e Entidades RAL – Resolução Alternativa de Conflitos e CIAC de Braga.

CMB31012017SERGIOFREITAS0000004956.jpg

MONÇÃO E SALVATERRA DE MIÑO, DOIS NAMORADOS UNIDOS PELO RIO MINHO

Associações ambientalistas de Portugal e Espanha, ATEARAIA e Lazoiro, assinalam o Dia dos Namorados no dia 12 de fevereiro, domingo, com um passeio apaixonado pelos lugares românticos das duas localidades banhadas pelo Rio Minho. Os quatro quilómetros de caminhada serão preenchidos com momentos para contemplar a paisagem e paragens para interiorizar histórias do relacionamento entre as duas comunidades. Para ouvir com atenção e de mãos dadas. Como dois namorados.

Ponte 01.jpg

A Associação Transfronteiriça de Educação Ambiental – ATEARAIA e a AsociaciónLazoiro promovem no dia 12 de fevereiro, domingo, uma caminhada pelos lugares mais românticos de Monção e Salvaterra de Miño, localidades transfronteiriças banhadas pelo rio Minho e servidas por uma ponte internacional há mais de duas décadas.

Com a colaboração da autarquia monçanense, o percurso tem uma extensão de quatro quilómetros com dificuldade baixa/moderada, iniciando-se, pelas 14h30, junto aos painel de azulejos de João Verde, na Avenida General Humberto Delgado, conhecida como Avenida dos Néris.

Não podia ser melhor escolha, uma vez que o poeta maior das letras monçanenses deixou bem expresso, através do poema “Vendo-os assim tão pertinho”, visível naquele mural, o carinho e afeição pelo povo da outra margem e a certeza que o “casamento” seria uma realidade para os dois “namorados”.

Aqui fica o poema publicado em “Ares da Raya” no ano de 1902:“Vendo-os assim tão pertinho / A Galiza mail`o o Minho / São como dois namorados / Que o rio traz separados / Quasi desde o nascimento / Deixai-os, pois, namorar / Já que os pães para casar / Lhes não dão consentimento”.

O custo de 3,00 € para sócios e de 5,00 € para não sócios inclui seguro, bolo e chá, encontrando-se as inscrições abertas na página oficial da ATEARAIA no Facebook - www.facebook.com/atearaia. A organização aconselha os participantes a trazerem roupa adequada, água e caneca para o chá. 

Com esta iniciativa, pretende-se comemorar o Dia dos Namorados, que se assinala a 14 de fevereiro, terça-feira, e transmitir aos presentes alguns momentos históricos que evidenciamo relacionamento entre duas comunidades ribeirinhas que, nos dias que correm, não vivem uma sem a outra.

Constitui uma oportunidade excelente para conhecer um pouco melhor a envolvência histórica dos dois povos, bem como determinados episódios que marcaram a vida cultural e social de ambas as comunidades. Para ouvir com atenção e de mãos dadas. Como dois namorados.

Ponte 02.jpg

PONTE DA BARCA APRESENTA CALENDÁRIO GASTRONÓMICO DE 2017

Seis iguarias vão ser servidas à mesa dos vários restaurantes deste concelho Alto Minhoto.

Primeiro Domingo Gastronómico acontece a 26 de Fevereiro e destaca o Cozido à Portuguesa

O Calendário Gastronómico 2017 de Ponte da Barca foi hoje apresentado pelo presidente da Câmara, Vassalo Abreu, e pela Vereadora da Cultura, Sílvia Torres, em conferência de imprensa que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Estas iniciativas, que segundo a Vereadora, Sílvia Torres, resultam da 'conjugação de esforços entre o Município e os empresários da restauração local', englobam seis eventos gastronómicos que enriquecem o cardápio dos restaurantes barquenses, designadamente: do Cozido à Portuguesa, que arranca já no dia 26 de fevereiro; da Lampreia, a 12 de Março; do Cabrito à Serra Amarela, a 09 de Abril; fim-de-semana da Posta Barrosã, de 19 a 21 de Maio; do Naco à Terra da Nóbrega, a 08 de Outubro; e do Sarrabulho, a 12 de Novembro.

P1510006.JPG

A acompanhar as várias iguarias o afamado vinho verde e, para terminar, nada como saborear os doces típicos como o Bolo Branco, o Leite-Creme (queimado), as Rabanadas de Mel, as Queijadas de Laranja e o "Magalhães", concebidos em homenagem ao navegador Fernão de Magalhães que aqui teve o seu berço.

A par da gastronomia, Vassalo Abreu, Presidente da Câmara, aproveitou para destacar Ponte da Barca tanto ao nível dos espaços e equipamentos, lembrando “a excelência da gastronomia barquense, o afamado vinho verde e o alojamento de qualidade”, para além das “inúmeras potencialidades deste território inserido no Parque Nacional da Peneda Gerês, Reserva Mundial da Biosfera, classificado pela UNESCO”. Vassalo Abreu salientou ainda “toda a atividade cultural, desportiva e turística promovida ao longo do ano pelo município que concorre para um só objetivo: a promoção e potencialização do nosso concelho e do que ele tem de melhor', dando destaque ao Pai Velho - Entrudo Tradicional do Lindoso, à Festa das Tradições, ao projeto 12xpontedabarca - programa anual de trilhos, ao Festival Folk Celta, que vai este ano para a sua décima edição, à Romaria de S. Bartolomeu, à Festa das Vindimas, e ao Mercado de Natal e ancestral Feira do Mel.

'Em Ponte da Barca há cor, sabor e tradição'. Foi com estas palavras que o autarca, Vassalo Abreu terminou, deixando o desafio a que todos 'partam à descoberta do nosso concelho e da sua oferta gastronómica'.

BARCELOS LEVA TEATRO E MÚSICA AO TEATRO GIL VICENTE

Fevereiro com cinema e música portuguesa no Teatro Gil Vicente

A programação de fevereiro para o Teatro Gil Vicente fica marcada pela presença destacada da produção artística nacional.

A ZOOM - Associação Cultural promove o ciclo de cinema Porto/Post/Doc, no dia 22, com a exibição dos filmes “Vandoma”, de Bernardo Bordalo, Bruno Lança e Rui Oliveira, e “Ama-san”, de Cláudia Varejão, que retrata uma tradição milenar japonesa da apanha de moluscos em apneia por grupos de mulheres.

Antes disso, a 16 de fevereiro, será exibida a premiada longa-metragem “Ornitólogo”, de João Pedro Rodrigues, considerada por muitos como o melhor trabalho do realizador até à data. “É Apenas o fim do mundo” (dia 2), de Xavier Dolan, e “Ela” (dia 23), de Paul Verhoeven, que integra o ciclo dedicado à atriz Isabelle Huppert, completam o cartaz mensal. A Associação dá continuidade ao Programa Sénior, exibindo o clássico “Flor do Equinócio” (dia 8), de Yasujiro Ozu, cuja obra será alvo de um ciclo de programação. Também no âmbito do Programa Sénior, o Instituto Autodidacta de Estudos Superiores do Minho apresenta a peça de teatro “Um Tesouro do tamanho do mundo”, nos dias 15 e 17 de fevereiro.

A dança chegará ao Gil Vicente pelas mãos da Associação Amigos do Ballet, que sobe ao palco com “Sequência: um, dois, três!”, a 4 e 5 de fevereiro, num espetáculo que cruza as danças clássica e contemporânea. Durante o dia 4, o bailarino e coreógrafo Álvaro Ribeiro Santos vai dirigir um workshop técnico no Teatro Gil Vicente. A inscrição custa 5 euros e deverá ser enviada para o e-mail aab.amigosdoballet@gmailc.om

Na terra do rock, a música não pode faltar. Das guitarras elétricas ao cavaquinho, três concertos preenchem a agenda musical: L-Blues (dia 10), Indignu (dia 18) e Daniel Pereira (dia 24). A fechar o mês, o Teatro Experimental de Mortágua sobe até ao Minho, no dia 25 de fevereiro, para apresentar “Péricles”, de William Shakespeare.

MELGAÇO: I ENCONTRO IBÉRICO DE ONCOLOGIA VAI DESMISTIFICAR IDEIAS PRÉ-CONCEBIDAS SOBRE O CANCRO

Dias 3 e 4 de fevereiro, na Casa da Cultura de Melgaço

Os Presidentes das Câmaras Municipais de Melgaço, Manoel Batista, e de Arbo, Horácio Gil, e o Presidente do Centro de Apoio ao Doente Oncológico (CADO), o Enfermeiro Daniel Castro, abrem esta sexta-feira o I Encontro Ibérico de Oncologia, que acontece na vila raiana durante dois dias: 3 e 4 de fevereiro. O Seminário tem início às 09h30, na Casa da Cultura de Melgaço, e vai reunir profissionais de saúde de Portugal e de Espanha para debaterem o tema ‘A Arte de Cuidar’, tendo como propósito o intercâmbio de informação entre os especialistas e o público em geral.

I Encontro Ibérico de Oncologia.png

O evento é organizado pelo CADO e tem o apoio de várias entidades, como forma de assinalar o Dia Mundial de Luta Contra o Cancro. Epidemiologia do Cancro; Alimentação e Bem-Estar físico no utente com cancro; Necessidades do utente com base nos cuidados; Bem-Estar e Qualidade de Vida em Comunidade; Campanhas de sensibilização e notícias sobre o cancro nos meios de Comunicação Social; e Doenças Oncológicas: Vivências, processos e perdas, são os temas em análise durante estes dois dias. Manuela Cerqueira, docente da Escola Superior de Saúde do Instituo Politécnico de Viana do Castelo (ESS-IPVC), Francisco Barón, Médico Oncologista no Centro Hospital de Santiago de Compostela e Paula Sousa, autora do livro ‘Não Desisto de Mim’, que irá apresentar o seu testemunho de superação desta patologia, são alguns dos nomes a destacar no evento. Para além dos especialistas de saúde, o encontro contará também com vários nomes ligados a diferentes áreas, como o jornalismo, a sociologia e medicinas alternativas. Juntos vão desmistificar algumas das ideias pré-concebidas sobre o cancro e informar sobre os fatos reais da doença.

PROGRAMA

Dia 3 de fevereiro, sexta-feira

09h00 | Abertura do Secretariado

09h30 | Sessão de Abertura

- Manoel Batista | Presidente da Câmara Municipal de Melgaço

- Horácio Gil | Presidente da Câmara Municipal de Arbo

- Daniel Castro | Presidente do Centro de Apoio ao Doente Oncológico e Enfermeiro CSSJ-USM

10h00 | Epidemiologia do Cancro

Moderador: Sara Barata | Enfermeira CSSJ-USM

- Drª Manuela Cerqueira | Docente da ESS-IPVC

- Drª Míriam Josa | Presidente Associação de Oncologia Integrativa de Espanha

10h45 – Coffee-Break

11h15 | Alimentação e Bem-Estar físico no utente com cancro

Moderador: Lara Grazina | Terapeuta Ocupacional CSSJ

- Enf. Sara Monteiro | Enfermeira Hospital Senhora de Oliveira de Guimarães

- Drª Ana Costa | Terapeuta Ocupacional no Centro de Medicina de Reabilitação do Alcoitão

12h30 – Almoço

15h00 | Necessidades do utente com base nos cuidados

Moderador: Tatiana Azevedo | Enfermeira CSSJ-USM

- Drº Francisco Barón | Médico Oncologista no Centro Hospitalar de Santiago de Compostela

- Enf.ª Maria Dias | Enfermeira no IPO do Porto

- Enf.ª Natacha Rodrigues | Enfermeira no IPO do Porto

Dia 4 de fevereiro, sábado

09h30 | Bem-Estar e Qualidade de Vida em Comunidade

Moderadora: Andreia Lourenço | Assistente Social CSSJ-USM

- Drª Neuza Fernandes | Socióloga

- Dr. Salvador Ramos | Diretor Medico Talasso Atlantico - Centros Termais

- Drª Cátia Sousa | Terapeuta de Reiki

- Drª Cristina Silva | Terapeuta de Reiki

10h30 – Co­ee Break

11h00 | Campanhas de sensibilização e notícias sobre o cancro nos meios de Comunicação Social

Moderador: Fátima Pereira

- Drª Montse Rekalde | Representante Asociación de Usuario de Servizo de Oncoloxía do CHUS

- Drª Zara Pinto Coelho | Investigadora no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho

- Drª Sandra Marinho | Investigadora no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho

12h30 | Doenças Oncológicas: Vivências, processos e perdas

Moderadora: Stephanie Araújo

- Drª Marta Melo | Psicóloga Clínica e de Saúde

- Drª Marta Gonçalves | Orientadora do Projeto Educação para a Saúde

- Paula Sousa | Testemunho Real e Autora do Livro ‘Não Desisto de Mim’

13h45 – Sessão de Encerramento

As inscrições são gratuitas mas obrigatórias, até ao dia 2 de fevereiro. Também são possíveis no dia, mas sujeitas a disponibilidade.

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico é uma associação pensada com o objetivo principal de dar apoio aos doentes oncológicos, aos seus cuidadores e familiares. Foi constituída em abril de 2016, por um grupo de jovens, na sua maioria profissionais de saúde e da área social.

Pretende tornar-se numa referência na região do Alto Minho no apoio, promoção e proteção da saúde, da educação e do apoio social ao doente oncológico, contribuindo para o bem-estar e qualidade de vida.

RUSGA DE S. VICENTE DE BRAGA LEVA AS JANEIRAS AO CENTRO COMERCIAL "NOVA ARCADA"

Fim das Janeiras - "A tradição vai e vem ao Shopping

Se “Rusgas - é gente que bai, faz e bem das festas…”, é hoje hoje, dia 31, pelas 21h:30, que terminámos a tradição de cantar os Reis e Janeiras 2017. Desta vez no Shopping 'NOVA ARCADA’, da cidade dos arcebispos. As vozes e respetiva tocata da Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho, voltarão aquele espaço comercial - com as sonoridades dos Reis/Janeiras minhotas -, percorrendo os diferentes espaços, divulgando e promovendo as tradições herdadas, alusivas ao términus do 'ciclo natalício', o Cantar da Janeiras.

5679_603802283103918_8604071147621768634_n.jpg

As janeiras já se cantam,

Aos ricos e aos fidalgos.

E também aos pobrezinhos,

Que dão tigelas de caldo.

 

Abram as vossas janelas,

Que a Rusga vai a passar.

Trazei as vossas ofertas,

Pois temos muito que andar.

10644950_603802309770582_3480546704010693091_n.jpg

A iniciativa, "A tradição bai e bem ao shopping", tem por principal propósito, levar as mais diversas manifestações da nossa cultura popular de tradição, às grandes superfícies comerciais, por forma a poder chegar a outros novos públicos. Foi assim que já levamos a efeito, nas ditas superfícies comerciais, exposições temáticas itinerantes, como, a do 'Trajo e o Trajar Popular no Baixo Minho' e 'Presépio - o sentido do Natal', e os espetáculos, 'O Casamento Minho', 'Olha a roda que a saia tem', entre outros.

943872_577719515712195_4748031993410559038_n.jpg

nova_arcada_braga0013.jpg

CERVEIRA APROVA REGULAMENTO PARA ESTERILIZAÇÃO DE ANIMAIS DE COMPANHIA

Aprovada proposta de regulamento para regime especial de esterilização de animais de companhia

Atento ao problema do abandono animal e procurando contribuir para a gestão de animais vadios e errantes na via pública, o Município de Vila Nova de Cerveira aprovou, na reunião de câmara de 25 de janeiro, um mecanismo que privilegia a esterilização gratuita de animais de companhia. A proposta de regulamento vai ser colocada em discussão pública para depois ser submetida à apreciação pela Assembleia Municipal.

Por disposição legal prevista em decretos-lei de 2001 e 2003, cada município deve proceder à captura de cães e gatos vadios ou errantes encontrados na viapública. No entanto, Vila Nova de Cerveira tem estudado abordagens complementarespara tentar atacar este problema na raiz, pelo que recentemente avançou com a elaboração de um regulamento de regime especial que permite a esterilizaçãogratuita, enquanto procedimento médico-veterinário, em animais que satisfaçam um conjunto de requisitos.

Sem prejuízo das atribuições do Canil Intermunicipal da CIM Alto Minho, o objetivo deste mecanismo é implementar medidas de âmbito mais local, nomeadamente sensibilizar a população e apelar à colaboração e ao compromisso de associações zoófilas locais para a importância da esterilização animal, promovendo o resgate de animais das ruas e a sua adoção.

O presidente da Câmara Municipal explica que esta proposta visa “fazer mais e melhor” pela saúde pública dos munícipes. Fernando Nogueira acredita que o combate ao abandono animal tem de ser realizado através de parceriasinstitucionais, mas também pela consciencialização das pessoas, pois “ser amigo dos animais é tratá-los bem, cuidar da sua saúde e bem-estar, e protegê-los de forma responsável”. Nesta linha de atuação, a autarquia vai ainda complementar a atividade da Associação Patas e Patas com a atribuição de um subsídio.

O presente regime é aplicável aos animais de companhia, cães e gatos, mediante alguns requisitos, entre eles que sejam pertença de um agregado familiar com carências económicas e/ou animais resgatados das ruas por populares ou por associações zoófilas legalmente constituídas. Para além destes critérios, os animais sujeitos a este regulamento devem ainda cumprir algumas obrigações legais descritasno documento.

Para já, e após aprovação na reunião de Câmara, a proposta de regulamento para regime especial de esterilização de animais de companhia vai ser colocada em discussão pública, de modo a recolher contributos de melhoria para, posteriormente, ser apreciada e votada em sede de Assembleia Municipal.

UGT ELOGIA DINÂMICA ECONÓMICA DE FAMALICÃO

UGT elogia dinâmica económica de Famalicão e une a voz aos que reclamam obras na EN14. Paulo Cunha reuniu-se com Carlos Silva e Osvaldo Pinho, do SINDEQ, após visita das estruturas sindicais à Continental Mabor

Carlos Silva, Secretário-geral da UGT, está muito bem impressionado com a força económica de Vila Nova de Famalicão, em particular, com os valores do desemprego.

AFS_4969.jpg

“Encontrar neste concelho uma taxa de desemprego muito inferior à média nacional é sinal de que há aqui uma forte industrialização. Reindustrializar é voltar a industrializar e em Famalicão essa questão não se coloca, e muito bem. É um concelho que continua a apostar na indústria, a criar emprego e a permitir que as pessoas se fixem, sejam naturais ou não de Famalicão. Como é que isso é possível? Com investimento, com apoios estruturais, nomeadamente por parte do município, que faz todo o seu trabalho político junto da Administração Central, como nós fazemos”, afirmou esta segunda-feira, 30 de janeiro, precisamente no dia em que o IEFP revelou que o desemprego voltou a recuar em Famalicão. Eram 5.523 os desempregados inscritos em dezembro de 2016, contra os 5.849 em setembro desse ano.

O dirigente sindical esteve em Famalicão para participar numa visita de trabalho à Continental Mabor promovida pelo SINDEQ – Sindicato das Indústrias e Afins, representado por Osvaldo Pinho, com o principal propósito de auscultar os trabalhadores e perceber a realidade laboral do maior fabricante de pneus do país.

Após esta visita, e a convite do Presidente da Câmara Municipal, os responsáveis da UGT e do SINDEQ reuniram-se com Paulo Cunha nos Paços do Concelho – uma reunião em que o edil famalicense deu a conhecer a realidade económica do concelho, abordando temas como as exportações, o desemprego e a qualificação de recursos humanos, em relação aos quais Vila Nova de Famalicão ostenta indicadores muito positivos no contexto nacional, e de que Carlos Silva tomou boa nota.

O líder da UGT falou também do problema das acessibilidades para afirmar que “não é compreensível que este concelho, com fortíssima componente industrial e empresarial, com empresas com grande capacidade exportadora, tenha ainda estradas que são praticamente do início do século XX”.

Voz legítima na defesa dos interesses dos trabalhadores, Carlos Silva disse ainda que “a grande capacidade exportadora do concelho famalicense e até os trabalhadores saem prejudicados” com a ausência de alternativa à Nacional 14. “A Continental Mabor tem centenas de camiões, todos os dias, a passarem por estradas estreitíssimas”, observou, garantindo: “A Câmara de Famalicão tem na UGT mais uma voz para, com o Governo, discutir e aprofundar a necessidade de uma aposta do Estado ao nível das acessibilidades”.

Carlos Silva considerou esta jornada em Famalicão “muito positiva e proveitosa”, até porque “ajudou a preparar melhor os combates sempre difíceis com o governo e as confederações empresariais” em sede da concertação social.

Paulo Cunha destacou igualmente a questão do desemprego. “Pudemos nesta reunião partilhar formas que devem ser utilizadas para uma abordagem direta e positiva ao desemprego no nosso concelho. Felizmente, Famalicão passou a fazer parte do número reduzido de municípios que é notícia por estarem abaixo da média nacional. Nós – concelho, Câmara Municipal, empresas, entidades de formação, trabalhadores, empresários – conseguimos, em apenas três anos, passar de uma taxa de desemprego de 15% em 2013 para cerca de 8% em 2016”.

O autarca disse ainda ter ficado “satisfeito por a UGT partilhar da preocupação da Câmara Municipal”, no que concerne à EN14, constatando a atenção que estas entidades sindicais têm pelos problemas que afetam os trabalhadores. De resto, o Presidente da Câmara de Famalicão felicitou a UGT e o SINDEQ “pela forma positiva e construtiva como exercem ação sindical”.

AFS_5020.jpg

GERAÇÃO CÔTA, UMA EXPOSIÇÃO D’OS DIABOS EM BARCELOS

Pelas Mãos de Côta e Geração Côta, dia 4 de fevereiro, às 18h, no Museu de Olaria

"Geração Côta", uma retrospetiva da obra familiar, estará em exposição na Sala de Exposições Temporárias do Museu de Olaria de Barcelos, a partir do dia 4 de fevereiro, e poderá ser visitada até ao final do ano. Um universo íntimo e próprio com mais de 130 peças, provenientes do acervo do Museu de Olaria e da coleção particular de Prazeres Côta, que cruzam a mitologia sagrada e profana em metamorfoses e cores aguerridas.

côtabarcelos (1).jpg

Paralelamente, na Sala da Capela, é inaugurada uma exposição dedicada exclusivamente à obra de Júlia Côta, "Pelas Mãos de Côta". São 75 peças, na sua maioria da coleção particular da própria barrista, de uma carreira construída ao longo de várias décadas e que se demarca pelo recorrente emprego do apito nas peças decorativas.

Ambas as exposições integram a segunda mostra do ciclo dedicado às famílias mais carismáticas do figurado artesanal barcelense. A primeira mostra, dedicada à ceramista Rosa Ramalho, decorreu entre abril e dezembro de 2016.

côtabarcelos (2).jpg

VILA VERDE: VILA DE PRADO PROMOVE INCLUSÃO SOCIAL E COMBATE O ALCOOLISMO

A Junta de Freguesia da Vila de Prado iniciou uma estreita colaboração com Centro Comunitário da Cruz Vermelha sediado na freguesia, apoiando uma missão inclusão social e combate ao alcoolismo. A partir de hoje, 31 de janeiro, haverá reuniões todas as terças-feiras, às 19h00, monitorizadas e conduzidas pela comunidade Alcoólicos Anónimos de Portugal. Trata-se de uma comunidade de homens e mulheres que partilham entre si a sua experiência, força e esperança para resolverem o seu problema comum e ajudarem outros a recuperarem do alcoolismo.

A privacidade dos participantes é preservada através de uma garantia total de anonimato e, numa fase inicial, as reuniões destinam-se apenas a pessoas com este tipo de problema, que precisem de ajuda e que queiram reencontrar-se. Para isso, basta aparecerem conforme às reuniões data e hora indicada na Junta de Freguesia. Existe também a possibilidade de se fazer o encaminhamento de famílias/familiares que “co-habitem” com problemas de alcoolismo, uma vez que este flagelo afeta emocional, física e espiritualmente o bem estar de qualquer pessoa que conviva com o alcoólico.

O presidente da Junta de Freguesia da Vila de Prado, Paulo Gomes, mostrou desde a primeira hora disponibilidade e interesse para que a Vila de Prado pudesse acolher o “re-encontro interior“ de pessoas que precisam de ajuda para escapar a este flagelo. Salientou ainda que é uma forma de fortalecer a comunidade, prestando um serviço de enorme valia para a sociedade no apoio à reabilitação de cidadãos com esta dependência. Os interessados podem obter mais informações no Centro Comunitário de Prado ou na Junta de Freguesia da Vila de Prado, através do presidente.

PISCINA MUNICIPAL DE CERVEIRA ESTÁ AINDA MAIS ACESSÍVEL A TODAS AS PESSOAS

O Município de Vila Nova de Cerveira acaba de adquirir três cadeiras de rodas adaptadas para facilitar a entrada de pessoas com mobilidade reduzida ao tanque da Piscina Municipal. Melhoria de condições de acessibilidade para todos já cativou 10 utentes da Asociaciónde Persoas com Discapacidade – Vontade, com sede em Tomiño (Galiza),para a realização semanal de sessõesterapêuticas monitorizadas.

IMG_1186.JPG

Apostada na eliminação de barreiras arquitetónicas e promovendo a igualdade de oportunidades, a autarquia cerveirense continua a dotar a Piscina Municipal de condições e de equipamentos necessários para que pessoas com deficiência motora também possamfrequentar as atividades delineadas.

Neste sentido, e integrada na profunda requalificação de que a Piscina Municipal foi alvo entre outubro de 2014 e 2015, a autarquia avançou com a aquisição de três cadeiras de rodas adaptadas que facilitam a circulação dos utentes entre os vestiários e a entrada no próprio tanque pela rampa de acesso entretanto construída para esse efeito.

De sublinhar que este complexo municipal apresenta ainda outras especificidades no âmbito do conceito da acessibilidade para todos, comoas rampas de acesso ao edifício e a instalação de um elevador no seu interior, oferecendo um serviço de maior qualidade a todos sem exceção.

Estas excelentes condições despertaram recentemente o interesse da Asociación de Persoas com Discapacidade – Vontade que promove e defende a luta pela integração social de pessoas com deficiência.Ângela Vidal, uma das responsáveis por esta instituição de Tomiño, explica que “a proximidade e a inexistência de barreiras proporcionaram a celebração de um protocolo com a autarquia para a utilização semanal da piscina”. “Defendemos os direitos destas pessoas e procuramos dar os recursos necessários para que sejam mais autónomas e se autorrealizem, conseguindo assim a integração social, e este equipamento é exemplo disso mesmo”, assegura.

Uma vez por semana, 10 utentes desta instituição usufruem de sessões terapêuticas de natação que contribuem para a melhoria de mobilidade através do estímulo e reflexão muscular, mas também a nível psicológico.

IMG_20170123_110425.jpg

IMG_20170123_110441.jpg

BRAGA ELEITA CIDADE EUROPEIA DO DESPORTO EM 2018

ACES reconhece Braga como exemplo Europeu na promoção do Desporto

A Cidade de Braga acaba de ser eleita Cidade Europeia do Desporto para 2018. A decisão foi anunciada esta Terça-feira, 31 de Janeiro, pela ACES Europe (European Capitals and Cities of Sport Federation), que reconheceu Braga como exemplo a seguir na promoção do Desporto para todos.

Braga Cidade Europeia do Desporto 2018.jpg

O desenvolvimento de programas municipais de incentivo à prática desportiva junto de toda a população, bem como os seus benefícios ao nível da promoção da saúde, integração e educação, foram alguns dos aspectos que contribuíram para que a candidatura Bracarense saísse vencedora.

Para o presidente da Camara Municipal de Braga, Ricardo Rio, esta é uma distinção que muito orgulha a Cidade, que vive o Desporto de forma intensa durante todo o ano. “O Desporto tem um papel cada vez mais importante na sociedade Bracarense, sendo inúmeros os agentes desportivos que elevam o nome de Braga ao mais alto nível, contribuindo para que sejamos conhecidos como uma ‘Cidade de Campeões’”, refere o Autarca.

Após a distinção de Braga como Capital Ibero-Americana da Juventude em 2016, e da escolha da Cidade para organizar a XIII edição dos Jogos do Eixo Atlântico, em 2019, Braga abraça agora um novo desafio. “2018 será mais um ano marcante para Braga e uma oportunidade para mostrar à Europa todo o dinamismo de Braga em termos desportivos”, salienta Ricardo Rio.

Segundo o Autarca, “a par das infra-estruturas existentes na Cidade, e dos muitos praticantes federados nas mais diversas modalidades, Braga é também reconhecida pelos milhares de atletas amadores que diariamente usam o Desporto como forma de promoção da sua qualidade de vida e do seu bem-estar, sendo que esta distinção vem confirmar todo o potencial da Cidade e o trabalho desenvolvido nos últimos anos”.

Esta eleição constitui-se, ainda, como mais um estímulo para que o Município de Braga continue a sua aposta na melhoria das condições para a prática desportiva quer a atletas de alta competição, quer à população em geral. “Já este ano avançaremos com investimentos estratégicos para o desenvolvimento do Concelho em termos desportivos, desde logo com a reabilitação do Complexo Desportivo da Rodovia, a requalificação do Pavilhão Flávio Sá Leite, a reabilitação do Parque de Exposições de Braga e da Ciclovia Urbana”, conclui Ricardo Rio.

O título de Cidade Europeia do Desporto em 2018 será entregue durante a gala do ECES Europe que terá lugar a 15 de Novembro, no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

FAMALICÃO AVANÇA COM OBRAS DE REABILITAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA EB DE RUIVÃES

Intervenções nas Escolas Básicas Conde S. Cosme, em Vila Nova de Famalicão, Esmeriz, Riba de Ave e Ruivães vão custar cerca de 2,5 milhões de euros

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai avançar com as obras de requalificação e ampliação da Escola Básica de Ruivães. A proposta para a abertura de concurso público para a realização da empreitada foi aprovada esta segunda-feira, em reunião do executivo municipal.

AFS_5095.jpg

As obras têm uma valor base de cerca de 900 mil euros e um prazo de execução de um ano. Para além da beneficiação e reabilitação do edifício, o projeto implica ainda a ampliação  e execução de arranjos exteriores.

“Era a obra que faltava para conseguirmos um parque escolar do 1.º ciclo de excelência”, afirmava esta segunda-feira, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, no final da reunião de câmara. Para o autarca “com esta intervenção vamos encerrar o ciclo das grandes obras de requalificação no parque escolar, nomeadamente no ensino pré-escolar e 1.º ciclo.”

Para além da EB de Ruivães, decorrem neste momento os concursos públicos para as intervenções nas Escolas Básicas Conde S. Cosme, em Vila Nova de Famalicão, Esmeriz e em Riba de Ave.

“Estamos a terminar um ciclo de grandes obras no parque escolar do concelho, criando condições para que as todas crianças tenham as mesmas oportunidades de ensino, para uma educação harmoniosa e de qualidade”, salientou ainda Paulo Cunha.

As obras devem arrancar ainda durante este ano letivo e ficar concluídas no próximo. No total, as empreitadas envolvem um investimento estimado de quase três milhões de euros, sendo que está já assegurada a comparticipação de quase de 1,3 milhão de euros, no âmbito dos investimentos previstos no “Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal do Ave, sendo cofinanciadas pelo Programa Operacional Regional, Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

O objetivo geral destas intervenções passa essencialmente por obras de ampliação, remodelação e modernização dos espaços, com a requalificação dos edifícios e zonas exteriores, adequando à atuais necessidades pedagógicas e de segurança e higiene, melhorando as condições de conforto e aumentando a eficiência energética. Para além das remodelações das salas de aula, as diferentes intervenções implicam a instalação ou remodelação de novas salas, salas polivalentes, salas de professores, bibliotecas, refeitórios e copas, recreios cobertos e campos de jogos.

Refira-se que neste ano letivo beneficiaram de requalificação as escolas de Requião, Telhado, Meães e Louredo na freguesia de Calendário num total superior a 700 mil euros, depois de em 2014-2015, a autarquia ter investido mais de dois milhões de euros , nas escolas de Lousado, Oliveira Santa Maria, Bairro, Gondifelos e Pousada de Saramagos.

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

I Feira da Educação, Ciência e Tecnologia em Ponte de Lima realiza-se de 2 a 5 de fevereiro

A I Feira de Educação, Ciência e Tecnologia, a realizar entre os dias 2 e 5 de fevereiro, insere-se num programa que visa contribuir, em plena época baixa, para a dinamização da economia e para a diversificação das atividades culturais e lúdicas do concelho de Ponte de Lima. Pretende constituir-se como um espaço de divulgação de atores, projetos, equipamentos e infraestruturas locais intimamente ligadas a áreas que são determinantes no desenvolvimento de todo e qualquer ser humano, das sociedades e por conseguinte, dos territórios.

16177944_1242654209121993_8045191996402461484_o.jpg

Nesta que é a primeira edição da feira, com a finalidade da interação e da troca de experiências, foram convidadas a participar entidades e empresas ligadas à ciência e tecnologia, que pudessem dar algum contributo na temática do evento.

A inauguração desta I Feira de Educação, Ciência e Tecnologia acontecerá dia 2 (quinta-feira) pelas 15 horas, no espaço da Expolima. O programa deste certame será muito diversificado e pensado na participação de crianças e jovens com interesse nestas áreas. Todos os dias poderemos contar com ateliês de educação, ciência e tecnologia.

Logo no primeiro dia irá comemorar-se o Dia Internacional das Zonas Húmidas, com uma palestra desenvolvida por técnicos da Área Protegida das Lagoas, que versará sobre o rio Lima, com o tema “Projeto Rios/Zonas Húmidas”. Pelas 16h00, Nuno Queiroz do Centro de Investigação de Biodiversidade e Recursos Genéticos, apresenta uma palestra sobre “A tecnologia no estudo da vida selvagem: o caso dos tubarões”.

Vale a pena estudar” é o tema da palestra levada a cabo pela Escola Superior Agrária de Ponte de Lima na manhã de sexta-feira; já ao final da tarde, a Associação Borealis irá proporcionar uma “Observação do céu noturno”, para vermos o céu com outros olhos. Às 20h30, o professor João Carlos Velho será o moderador de um momento de conversas soltas, proporcionado pelas escolas António Feijó, Arcozelo, Freixo e Ponte de Lima, intitulado o “Ambiente educativo ao longo dos tempos”.

No sábado, o dia começa com atividade física para quem queira participar na “Maratona da Saúde”, ou ainda no “Orifotopaper” pela vila de Ponte de Lima dinamizado pelo Centro Aventura, que carece de pré inscrição.

A parte da tarde será dedicada aos mais pequenos, com o “III Workshop Infantil de Ciência” promovido pela Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro d´ Arcos e a colaboração dos Agrupamentos de Escolas António Feijó, Freixo, Ponte de Lima e Arcozelo. Às 18h30 vai ser apresentado uma peça de teatro sobre o corpo humano, intitulado “Bichos-carpinteiros”, pelo Grupo de Teatro Carruagem vai à Escola. Para encerrar a noite, o Prof. Dr. Jorge Rio Cardoso pretende incentivar os jovens a gostar mais da escola através da palestra “Este ano vais ser o melhor aluno. Bora lá?”.

A feira encerra no domingo, com a manhã preenchida por demonstrações e por mais um “Orifotopaper” pela vila de Ponte de Lima, e a partir das 15h00 haverá lugar para várias demonstrações de robótica, com a participação do Agrupamento de Escolas de Freixo, Ponte de Lima, Escola Profissional do Alto Minho e Centro de Formação da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica – Núcleo de Arcos de Valdevez.

Vão estar envolvidas neste certame várias escolas, instituições e empresas de renome, todas dentro da temática, entre as quais: Agrupamento de Escolas António Feijó, Arcozelo, Freixo, Ponte de Lima, EPRALIMA, ESE Viana do castelo, ESA Ponte de Lima, EPPL Ponte de Lima, Universidade Fernando Pessoa, FTCODE, CLA – Universidade, CENFIPE, CENFIM, Direção Geral de Educação, Ipatimut (Instituto de Inovação e Investigação do Porto), CEIIA, Aberta CJR - Energias Renováveis, Centro de Ciência Viva de Guimarães, Núcleo Interativo de Astronomia, Visionarium, Areal Editores, Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, Arrobabit, weproductise, Centro Aventura e a APPACDM Ponte de Lima.

CÂMARA DE CAMINHA LEVA TEATRO ÀS ESCOLAS

“A Dra. Ricágua vai à escola”, da Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho, é a peça de teatro em digressão

“A Dra. Ricágua vai à escola” é a peça de teatro que está em itinerância pelas escolas básicas e jardins-de-infância do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais. Trata-se de mais uma iniciativa da Câmara Municipal de Caminha no âmbito da educação e que consiste em levar o teatro às escolas do concelho. A “A Dra. Ricágua vai à escola”, uma produção da Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho, já passou pelo Centro Escolar de Dem, EB e JI de Seixas, Centro Escolar de Vilar de Mouros e EB de Vilarelho.

Câmara leva teatro às escolas (1).jpg

Até março, todas as crianças que frequentam as escolas básicas e os jardins de infância do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais têm a oportunidade de assistir à peça de teatro “A Dra. Ricágua vai à escola”, uma produção da KRISÁLIDA.  Esta peça insere-se no projeto pedagógico “KrisálidaEduka” cujo objetivo é levar para as salas de aula as técnicas do teatro e aplicá-las na comunicação do conhecimento, ou seja, apresentar um trabalho artístico integrante de uma vertente pedagógica.

Neste caso concreto, a peça de teatro “A Dra. Ricágua vai à escola” insere-se na temática Educação Ambiental, subordinado à água.Quanto à sinopse desta peça sobre a água, avançamos: “Uma cientista muito séria e uma assistente distraída, numa escola, são a combinação perfeita para uma divertida experiência, onde tudo pode acontecer! Recorrendo a diversas técnicas das formas animadas e falando de coisas sérias, de forma lúdica e sensorial, estas duas personagens vão mostrar qual a importância da água na nossa vida. Desde a gestação, aos alimentos, aos órgãos do corpo e na natureza. As crianças terão a oportunidade de perceber que a água está em tudo: no céu, nas nuvens, nos lençóis freáticos, nas lágrimas, no suor, no sangue, nos ossos, na pele e até no cabelo. Serão mostrados os diferentes estados da água – gasoso, líquido e sólido, assim como o ciclo da água e quais as partes do planeta que têm água salgada e água doce. Isto tudo chamando a atenção para a escassez de água potável no mundo, de forma a tomarem consciência do uso da água sem desperdícios”.

A ficha técnica é a seguinte: o texto é da responsabilidade de Carla Magalhães e Maria Meixeiro; a encenação está a cargo de Carla Magalhães; a assistência de encenação de Maria Meixeiro; a interpretação Maria Meixeiro e Filipa Almeida; o dispositivo cénico,figurinos e construção de marionetas são da autoria de Carla Magalhães; o design gráfico é de Filipa Figueiredo; a produção executiva de Carla Magalhães e o secretariado Maria Meixeiro.

“A Dra. Ricágua vai à escola” já foi apresentada no Centro Escolar de Dem, EB e JI de Seixas, Centro Escolar de Vilar de Mouros e na EB de Vilarelho. Em fevereiro, vai continuar em digressão pelo JI de Moledo, EB de Moledo, JI/EB de Venade, EB de Lanhelas, JI/EB de Âncora, JI de Vila Praia de Âncora e Escola Básica e Secundária do Vale do Âncora. A itinerância termina no mês de março, no JI/EB de Caminha.

Câmara leva teatro às escolas (2).jpg

TERRAS DE BOURO ASSINALA DIA DE SÃO VALENTIM

A Câmara Municipal de Terras de Bouro irá assinalar nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro, mais uma edição do “Dia dos Namorados”, proporcionando, aos casais interessados, uma visita grátis ao Núcleo Museológico de Campo do Gerês.

Dia-dos-namorados 2017.png

De salientar, igualmente, a promoção do “Dia de S. Valentim” com respetivo programa alusivo nos seguintes empreendimentos turísticos do concelho e junto dos quais se poderá recolher informação detalhada sobre a oferta existente para o período em questão.

Será, certamente, uma excelente oportunidade de celebrar este momento em Terras de Bouro, onde depois de degustar a excelente gastronomia e desfrutar da hospitalidade tão acolhedora que caracteriza o concelho, poderão percorrer e constatar tudo o que o Museu da Geira, o Museu de Vilarinho da Furna e a Porta do Parque Nacional da Peneda-Gerês têm também para oferecer: os principais símbolos representativos do património histórico, cultural, etnográfico e natural de Terras de Bouro e do Gerês.

Museu da Geira (1).JPG

Museu VF2 (1).jpg

Porta PNPG    _Museu.JPG

Porta PNPG_Museu.JPG

Terras de Bouro Reserva Mundia da Biosfera.jpg

 

PARTIDO SOCIALISTA APRESENTA EM BARCELOS COMISSÃO TÉCNICA ELEITORAL

Apresentação da Comissão Técnica Eleitoral do Partido Socialista e respectiva composição realiza-se hoje, dia 31 de janeiro, às 17h30, na sede do Partido Socialista de Barcelos

 PS - Partido Socialista

A Comissão Política Nacional do Partido Socialista deliberou, no passado dia 16 de janeiro, avocar as competências cometidas aos órgãos políticos concelhios quanto ao processo eleitoral autárquico no concelho de Barcelos, que se realiza este ano.

Neste âmbito, deliberou ainda a Comissão Política Nacional mandatar a Comissão Permanente para a aprovação das linhas programáticas, das listas de candidatos e da composição da Comissão Técnica Eleitoral.

A sessão contará com a presença, ao mais alto nível, de elementos da direção nacional do Partido Socialista, que, após a apresentação da Comissão Técnica Eleitoral, reunirá à porta fechada com os presidentes das juntas eleitos pelo Partido Socialista.

REPRESENTAÇÕES DO BRASIL E MOLDÁVIA PARTICIPAM NO FOLKLOURES’17

A edição deste ano do FolkLoures – Encontro de Culturas vai contar com representações tradicionais do Brasil e da Moldávia cujos nomes divulgaremos em breve. Com nova data e formato, este evento vai apresentar novidades que farão dele um espectáculo único no contexto da divulgação da cultura tradicional.

Cartaz2017Novo.jpg

FolkLoures é mais do que um festival de folclore. Ano após ano, será um ponto de Encontro de Culturas com carácter inclusivo, palco das mais variadas tradições da cultura tradicional, de exposição e de debate das nossas raízes – e das tradições das comunidades que vivem ao nosso lado e com quem diariamente interagimos.

O programa já se encontra praticamente elaborado, aguardando-se apenas o alinhamento de alguns pormenores respeitantes a iniciativas que vão pela primeira vez ter lugar neste Encontro de Culturas.

Sob a égide do Grupo Folclórico Verde Minho, FolkLoures vai seguramente transformar a cidade de Loures num palco privilegiado da cultura tradicional a nível nacional e até internacional.

CRAV ATRIBUI PRÉMIO “CRAV AMIGO” AOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ

O tradicional Jantar de Reis do CRAV reuniu dezenas de pessoas ligadas ao clube no Centro de Exposições de Arcos de Valdevez, no passado dia 21 de janeiro.

Neste convívio foi reservado um momento para a entrega do prémio “CRAV Amigo” este ano atribuído aos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez. O “cravito” foi entregue ao presidente desta associação, Germano Amorim. O prémio “CRAV Mérito” que também costuma ser atribuído por esta ocasião, será apenas entregue no jantar de aniversário do clube que este ano está agendado para o dia 24 de junho.

O jantar foi servido pela Casa Real e animado pela voz de Pedro Gomes e os DJ’s Rui Silva e Marco Amorim.

CRAV ELIMINADO DA TAÇA DE PORTUGAL

No passado sábado, dia 28, o CRAV recebeu o Montemor num jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal. O CRAV perdeu por 13-14 e foi assim afastado da competição.

crav vs montemor.jpg

O resultado até começou por ser favorável aos jogadores da casa que inauguraram o marcador a poucos minutos do início do encontro através da marcação de um ensaio não convertido. No entanto, a equipa arcuense pecou por cometer algumas faltas e foi permitindo aos visitantes a conquista de pontos que viriam a ser cruciais nas contas finais.

A escassos segundos do final da partida o CRAV chegou ao ensaio, mas a não conversão do mesmo ditou a derrota por um ponto.

No próximo sábado, o CRAV desloca-se a Évora para cumprir mais uma jornada do Campeonato Nacional.

SUB-18 DO CRAV VENCEM O SETÚBAL

A equipa de sub-18 do CRAV recebeu e venceu o CR Setúbal no passado dia 21 de janeiro, em mais uma jornada da fase final do campeonato nacional, com um resultado favorável de 34-32.

sub-18 crav vs setubal.jpg

No início do jogo assistiu-se a uma forte pressão por parte dos jovens arcuenses, que surpreenderam a equipa adversária com a marcação de 4 ensaios consecutivos, logo nos primeiros 20 minutos.

O CTAV manteve-se forte saindo para intervalo a vencer por 29-12, um resultado que exprimia a superioridade em movimentos ofensivos.

Com algumas alterações táticas ao intervalo, a equipa local entrou na segunda parte mais fragilizada, acusando alguma quebra de rendimento quer a nível de ataque, quer a nível defensivo, vacilando sobretudo no final do encontro. O Setúbal conseguiu a marcação de pontos através de ensaios, diminuindo assim a desvantagem que tinha até então.

Os jovens do CRAV ainda passaram por um susto, mesmo no instante final, com a possibilidade da equipa adversária poder empatar, mas tal não veio a acontecer.

CRAV FEMININO NA LUTA POR UM LUGAR NA FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL

O Estádio Municipal de Arcos de Valdevez foi palco da 1ª eliminatória da região norte/centro da Taça de Portugal. Este torneio decorreu no passado dia 14 de janeiro e contou com a equipa da casa, a Agrária, o Sport Porto e a Bairrada.

feminino Taça Portugal(1).jpg

Para a equipa feminina do CRAV este foi um regresso à competição e apesar dos resultados dos jogos disputados não terem sido muito favoráveis, o treinador Viriato Teixeira demonstrou grande satisfação pela entrega e espírito de sacrifício das suas atletas que jogaram sem suplentes.

A 2ª eliminatória da Taça de Portugal deverá realizar-se no dia 2 de abril em Coimbra.

Entretanto, a equipa arcuense já está a preparar e a delinear objetivos para a participação no Campeonato Nacional de Sevens, cujo arranque está previsto para o último fim-de-semana de fevereiro.

GUIMARÃES INAUGURA PRIMEIRA ESTAÇÃO DE CARREGAMENTO RÁPIDO DE VEÍCULOS ELÉTRICOS EM PORTUGAL

NA ALAMEDA DR. ALFREDO PIMENTA

Assinatura de contrato permitiu instalação do primeiro Posto de Carregamento Rápido de Veículos Elétricos, a nível nacional, depois de Guimarães ter já 17 pontos de carregamento simples.

Guimaraes_Posto_Carregamento_Rapido_Eletrico2.jpg

O primeiro Posto de Carregamento Rápido (PCR) de veículos elétricos da rede piloto “Mobi.E”, cuja cerimónia de inauguração foi presidida por Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal, e pelo Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, está situado na Alameda Dr. Alfredo Pimenta, em Guimarães.

A iniciativa resulta do compromisso assumido pelo Governo em concluir, no início do ano, a instalação dos 50 Postos de Carregamento Rápido da rede piloto “Mobi.E”, bem como da aposta da Autarquia de Guimarães na promoção de políticas ambientalmente sustentáveis, como é disso exemplo a candidatura a Capital Verde Europeia.

«Este é um dia simbólico, porque é o primeiro de muitos pontos de carregamento. Todos os veículos que estamos a comprar são elétricos e o objetivo será ter uma concessão de transportes públicos urbanos 100% elétrica. É demasiado ambicioso, mas temos de criar todas as condições e infraestruturas para que sejamos bem-sucedidos», considera Domingos Bragança, que aguarda o «apoio do governo e de apoios comunitários estruturais» para a concretização desse objetivo, tendo já apresentado candidaturas ao Fundo Ambiental.

«Queremos que o veículo elétrico seja progressivamente uma das melhores soluções no futuro, porque é aquele que contribui mais para a qualidade do ar a todos os níveis», afirmou, referindo que, este ano, Guimarães terá um autocarro elétrico na frota dos TUG, sendo adquirido um outro para o Serviço Educativo da Câmara Municipal, depois da aquisição de viaturas elétricas para os Serviços Urbanos, Polícia Municipal e Divisão de Informática.

Inspirador para outros municípios

«Esta cidade tem um ambicioso plano de personalização e de criação de percursos ciciáveis. Vale a pena fazer uma leitura diacrónica do percurso de Guimarães, que tem feito um caminho inigualável em Portugal, preservando o património, fazendo reabilitação urbana, apostando agora numa cidade descarbonizada. Como governante, sinto orgulho de Guimarães pelo caminho que tem realizado. Não é todos os dias que ouvimos autarcas dizer que querem investir na mobilidade elétrica. Guimarães é um Município que orgulha o país e é inspirador para outros municípios», disse o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente.

O Posto de Carregamento Rápido vem complementar as instalações que estão a decorrer dos 14 postos de carregamento rápido previstos para as cidades de Aveiro, Braga, Cascais, Coimbra, Évora, Lisboa (2), Loures, Matosinhos, Porto, Valença, Viana do Castelo, Vila Nova de Gaia e Vila Real. Paralelamente, continuam as instalações dos postos de carregamento rápido previstos para as áreas de serviço das autoestradas, estando já em processo de instalação postos na A1, A6, A8, A22 e A23

CELORICENSES CANTAM AS JANEIRAS

Celorico de Basto recebeu o XVII Encontro “Vamos Cantar as Janeiras”: “Tarde de domingo dedicada às tradições”

25 grupos subiram ao palco, em Celorico de Basto, para cantar as “mais belas” músicas das janeiras e assim manter as tradições bem vincadas. Tudo aconteceu no último domingo do mês, ontem, 29 de janeiro, no pavilhão gimnodesportivo da EB 2,3/S de Celorico de Basto.

_DSC2330.jpg

“É fundamental manter as tradições bem enraizadas porque são parte da nossa identidade. São estes usos e costumes que nos realçam enquanto comunidade por isso, tudo faremos para continuar a criar meios de incentivo à participação da população nestas iniciativas” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Vamos já na XVII edição de um evento que atrai cada vez mais participantes, este ano contamos com 25 grupos a mostrar o melhor das janeiras, o que demonstra o dinamismo das associações locais, que participam com brio e empenho. Ao mesmo tempo, atraímos centenas de pessoas que gostam, que valorizam e que aplaudem ações criadas em prol das tradições” realçou.

_DSC2324.jpg

Os 25 grupos participantes tiveram que se cingir às normas impostas no regulamento para participar no encontro “Vamos Cantar as Janeiras”. Normas que tornam o encontro mais rico e mais interessante do ponto de vista musical e visual.

A participar esteve, por ordem de atuação, o Grupo de Catequese de Agilde, o Amar e Partilhar 21, a Universidade Sénior, a Associação Cultural e Recreativa de Caçarilhe e Amigos, o Rancho Recreativo e Cultural de Sta. Maria de Canedo, a ACRSD – Molares com Vida, a Associação Cultural e Recreativa de Ourilhe, o Grupo Coral de S. Pedro Britelo, o Centro Cultural Folclórico de Gandarela, a União de Freguesias de Carvalho, o Grupo Coral do Divino Salvador de Fervença, o Grupo Cultural Recreativo Núcleo Infantil de Gandarela de Basto, os Suspensórios, o rancho Folclórico do rego, o Grupo de Teatro Celoricense – GTC, a Associação de Pais e Encarregados de Educação de Celorico de Basto e Arnoia, o Grupo Coral do Rego, o Grupo de Amigos da Santa Casa da Misericórdia, ADIC – Associação Dinamizadora dos Interesses do Corgo, o Grupo das Cordas, a Junta de Freguesia de Agilde, o Grupo de Cantares da Escola Profissional Fermil e Celorico de Basto, a CRCD amigos do Castelo, o Clube Desportivo Celoricense e o Futebol Clube da Gandarela.

_DSC2353.jpg

Pelo palco passaram variadíssimas músicas de janeiras com letras como “janeiras”, “Vós que estais à janela”, “Cantamos boas festas com alegria”, “Em Belém nasceu”, “Reisadas 2017”, “Janeiras lindas Janeiras”, “Um pastor vindo de longe” e muitas outras que prenderam o público até ao fim do espetáculo.

No final, todos os grupos participantes receberam o diploma e o prémio de participação das mãos do Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, do Vereador da Cultura, Fernando Peixoto, e do Chefe de Gabinete da Presidência, Paulo Mota.

_DSC2494.jpg

FAMALICÃO: PADRE LINO MAIA PARTICIPA EM CONFERÊNCIA DO PSD SOBRE O SECTOR SOCIAL E O PODER LOCAL

Ciclo de Conferência Dr. Carlos Bacelar regressa sexta-feira, 3 de fevereiro

O Padre Lino Maia, Presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, é o próximo convidado do “Ciclo de Conferências Dr. Carlos Bacelar”, iniciativa da Comissão Política Concelhia (CPC) do PSD de Vila Nova de Famalicão que procura contribuir para o debate de ideias, partilhando opiniões e convocando a população para o exercício de uma cidadania ativa.

Padre Lino Maia(2).jpg

“O Terceiro Sector e o Poder Local” foi o tema escolhido para esta terceira conferência que, seguindo uma lógica descentralizadora, terá lugar na Engenho – Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este, em Arnoso Santa Maria, na próxima sexta-feira, dia 3 de fevereiro, pelas 21h00. Marcarão presença o Presidente e o Vice-Presidente da CPC, Paulo Cunha e Jorge Paulo Oliveira, respetivamente, entre outras figuras do partido. 

Comummente entendido como o conjunto das atividades de organizações da sociedade civil criadas por iniciativa dos cidadãos para prestação de serviços públicos em áreas como a solidariedade social, a saúde, a educação ou a cultura, o terceiro sector tem uma forte expressão em Vila Nova de Famalicão, onde as suas 43 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) mobilizam perto de 2 mil trabalhadores, acolhendo, auxiliando e acompanhando cerca de 7800 cidadãos.

Padre Lino Maia(1).jpg

JOVENS BRACARENSES VIAJAM À VELOCIDADE DA LUZ

Inscrições abertas até 10 de Fevereiro

‘Sábados h(á) Ciência’ proporciona viagem à velocidade da luz

A ciência está de volta ao gnration com uma viagem à velocidade da luz. No próximo Sábado, dia 11 de Fevereiro, a partir das 15h30, o Universo com toda a sua imensidão e beleza estará em destaque com actividades que vão despertar a curiosidade nos mais novos.

CARTAZ CIENCIA fev 2017.jpg

Com o projecto ‘Sábados h(á) Ciência’ será possível efectuar uma viagem de 13 mil e 700 milhões de anos e, pelo caminho, será dado a conhecer a história do nosso sistema solar e o seu funcionamento.

Numa sessão prática e interactiva, os participantes serão levados a locais onde o Homem ainda não conseguiu chegar e perceber melhor algumas questões do dia-a-dia terrestre.

A iniciativa é dirigida a crianças e jovens com idades entre os 6 e os 12 anos, que devem fazer-se acompanhar por um adulto. As inscrições devem ser feitas até dia 10 de Fevereiro. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser realizadas presencialmente no gnration. O custo da actividade é de 15 euros para o conjunto de adulto + criança ou de 20€ no caso de levar duas crianças.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES RECEBE O MOREIRENSE NOS PAÇOS DO CONCELHO

DAQUI A POUCO

Moreirense FC recebido na Câmara de Guimarães às 18 horas

A receção aos jogadores, equipa técnica e direção do Moreirense Futebol Clube na Câmara Municipal de Guimarães foi antecipada uma hora.

 Inicialmente agendada para as 19 horas, a homenagem aos vencedores da Taça da Liga 2016/2017 terá início a partir das 18 horas, logo que o autocarro da comitiva chegue ao Largo Cónego José Maria Gomes, em frente ao edifício da Autarquia.

Em seguida, jogadores, equipa técnica e direção do Moreirense serão distinguidos no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Nesta altura, às 16:35 horas, a comitiva está a passar a cidade de Coimbra em viagem para Guimarães, depois do feito histórico conquistado, ontem, no Estádio do Algarve.

MONÇÃO REQUALIFICA LARGOS, ESTRADAS E FONTANÁRIOS EM PIAS

Um mandato de grande investimento na rede viária da freguesia que será complementado no presente ano com a concretização de uma ideia que gemina na cabeça de Agostinho Correia, presidente da junta de freguesia, há alguns anos: A Feira da Foda.

DSC_0007 (Large).JPG

O Presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, acompanhado pela Vice-Presidente, Conceição Soares, e o Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves, deslocou-se, em finais da semana passada, à freguesia de Pias.

Esta visita esteve inserida no périplo pelas 24 uniões/freguesias que o autarca monçanense efetua desde meados do último ano com o propósito de atingir dois objetivos: verificar no terreno os investimentos feitos e auscultar os eleitos locais e populares sobre as necessidades atuais e futuras.

Conduzidos pelo presidente da Junta de Freguesia de Pias, Agostinho Correia, a comitiva percorreu vários lugares da freguesia, tendo a possibilidade de observar o cuidado colocada na limpeza e constatar o forte investimento desenvolvido na rede viária com o melhoramento de caminhos, estradas, largos e fontanários.

Alguns exemplos: Caminho da Fichua, Caminho do Outeiro ao Paço (1ª fase), Estrada do Lamoso, 3ª Fase da Avenida, Estrada do Senhor da Cana Verde, Rua Adriano Gomes, Senhor da Coluna, Caminho da Palma, Caminho de Eirado de Baixo, Caminho Diversos em Pias de Baixo, e Caminho de Pias de Baixo à Ponte do Gadanha.

Em execução encontram-se a construção de casas de banho públicas na envolvente do Largo do Encontro e a segunda fase do Caminho do Outeiro ao Paço, o qual beneficiou de alargamento e construção de muros, faltando apenas os trabalhos de asfaltamento.

Uma obra relevante para a população daquela zona, uma vez que possibilitará um acesso facilitado a outros lugares da freguesia, passando a permitir o acesso e circulação de ambulâncias e veículos de maior porte, algo que não acontece nos dias de hoje.

Investimento importante que marca o atual mandato de Agostinho Correia foi a requalificação do Largo do Cruzeiro, em Cristelo, disponibilizando aos residentes um espaço público atrativo para o descanso e convívio. A inauguração, com bênção do Padre Agostinho Caldas Afonso, decorreu no último dia das Festividades em Honra de S. Tiago.

A recuperação daquele largo constituiu um exemplo perfeito de bom gosto e gestão dos recursos disponíveis. Por um valor inferior a 10 mil euros, recuperou-se o cruzeiro existente e alindou-se a envolvente com colocação de cubo, um banco corrido, jardineiras, três oliveiras e um “comboinho” com treze toros de madeira floridos ligados entre si.

Focado na realização da 1ª Feira da Foda, dias 25 e 26 de março, Agostinho Correia aproveitou a presença do executivo monçanense para abordar o programa previsto e os objetivos inerentes à iniciativa gastronómica. Augusto de Oliveira Domingues congratulou-se com o aparecimento deste certame no Vale do Gadanha e referiu que, dentro dum quadro de razoabilidade financeira, está disponível para apoiar o evento.

DSC_0014 (Large).JPG

DSC_0037 (Large).JPG

DSC_0043 (Large).JPG

DSC_0058 (Large).JPG

DSC_0101 (Large).JPG

DSC_0129 (Large).JPG

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES APRESENTA PROJECTO DO CENTRO CÍVICO DAS TAIPAS

SESSÃO NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA, 03 FEVEREIRO

Taipenses são convidados a conhecer proposta base, que foi objeto de um debate público com o objetivo de recolher diferentes contributos, tornando-o o mais abrangente possível com a envolvência da população e das entidades da vila.

Guimaraes_Taipas_Nova_Centralidade_Proposta.jpg

A Câmara Municipal de Guimarães vai apresentar na próxima sexta-feira, 03 de fevereiro, às 21 horas, o projeto de requalificação do Centro Cívico das Taipas. A sessão pública decorrerá no Centro Pastoral das Taipas e vai contar com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e da equipa do Centro de Estudos da Escola de Arquitetura da Universidade do Minho, que elaborou o projeto.

A proposta inicial contempla a criação de um novo largo entre o Centro Comercial Passerelle e a zona dos atuais semáforos, no cruzamento da rua Professor Manuel José Pereira com o início da rua Comandante Carvalho Crato. Esta nova centralidade devolve o espaço público aos cidadãos, surgindo ali novas esplanadas e uma diferente arborização, e elimina neste local o acesso rodoviário, com os automobilistas a terem de recorrer à Circular, se eventualmente pretenderem seguir a direção de Braga, estando na Avenida da República.

A transformação proposta no centro da vila preserva, contudo, elementos históricos das Taipas, como é o caso da capela de Santo António, demolida em 1917, mas cuja simbologia ficará perpetuada no seu local por um escadario, contíguo ao novo largo público. O programa base prevê, também, que a qualidade do novo Centro Cívico da Vila das Taipas deva recuperar a importância do recurso hídrico preexistente, nomeadamente o rio Ave e a Ribeira da Canhota, assim como o seu papel estruturante na caracterização do espaço.

A requalificação do centro das Taipas apresenta um conjunto de premissas relativas à mobilidade pedonal, à sensibilidade ecológica e ao património. O programa proposto define um centro composto pela configuração de novos espaços com vocação própria que promovem um conjunto de percursos e articulam novas relações entre os equipamentos de proximidade, localizados no próprio centro (Junta de Freguesia, Centro Pastoral, Igreja Matriz, antigo Mercado, Banhos Novos e Velhos) ou numa área de influência mais alargada (Escola Secundária, Feira, Parque das Taipas, rio Ave...).

MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO APROVA INCENTIVOS ÀS FAMÍLIAS E ÀS ACTIVIDADES ECONÓMICAS

Câmara Municipal atribui apoios de mais de 24 mil euros às famílias

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua reunião de 27 de janeiro, um conjunto de apoios às famílias, designadamente ao fomento da produção pecuária, à iniciativa empresarial e económica nas áreas agrícola, pecuária ou florestal, e ainda incentivos à natalidade, apoios que ultrapassam os 24 mil euros.

Praça da República.JPG

Fomento da produção pecuária

Ao abrigo do art.º 7º do Regulamento Municipal de Apoio Financeiro Destinado ao Fomento da Produção Pecuária, foram atribuídos 113 apoios ao fomento da produção pecuária que ultrapassam os 12.700 euros. O concelho de Cabeceiras de Basto vive essencialmente da agropecuária, sendo a ruralidade uma marca distintiva do nosso concelho. O apoio financeiro a ser dado pela Câmara Municipal à produção pecuária justifica-se pela notória insustentabilidade financeira a que a agropecuária está voltada face aos elevados custos associados à produção desta importante atividade, assente na pequena exploração de natureza familiar.

Note-se que a insustentabilidade financeira contribui para que sejam negligenciadas as responsabilidades em termos de saúde pública animal, estando em causa o próprio desaparecimento da atividade. Por isso e para tentar combater também o despovoamento do interior, a Câmara Municipal apoia a produção pecuária, potenciando-se, assim, ganhos económicos e sociais para o concelho, promovendo-se o emprego e a sustentabilidade ambiental.

Neste contexto, a concessão de apoio aos produtores que visa a fixação, o rejuvenescimento e a dinamização da atividade económica local, permitirá o incremento das condições de produtividade, quer em qualidade, quer em quantidade, na medida em que os custos de exploração serão atenuados, encontrando-se tal medida plenamente justificada no âmbito das atribuições autárquicas.

O regulamento prevê a atribuição do valor anual de 5 euros por cada cabeça de gado bovino e 1 euro por cada cabeça de ovinos e caprinos e 2,50 euros por suínos.

Iniciativa empresarial e económica nas áreas agrícola, pecuária ou florestal

No que se refere à iniciativa empresarial e económica nas áreas agrícola, pecuária ou florestal, o Executivo Municipal aprovou a atribuição de seis apoios para início ou reinício da atividade ao abrigo do art.º 9º do Regulamento Municipal de Apoio à Iniciativa Empresarial e Económica nas Áreas Agrícola, Pecuário ou Florestal.

Este apoio tem como objetivo potenciar o desenvolvimento económico e social e contribuir para a criação de emprego e a fixação da população.

Estes apoios agora a conceder no valor global de 6 mil euros, visam promover o empreendedorismo, melhorando a competitividade local e regional, travando a tendência para o despovoamento e a desertificação e para a fragilização, o estreitamento e a dependência de base económica.

Incentivos à natalidade

No decorrer desta última reunião camarária, foram ainda atribuídos mais 11 apoios de incentivo à natalidade no montante de 5.500 euros, apoios estes que se vêm juntar aos 53 subsídios já atribuídos.

O incentivo à natalidade reveste a forma de atribuição de um apoio sempre que ocorra o nascimento ou a adoção de uma criança, sendo 500 euros o valor do subsídio a atribuir. Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no Município.

O Regulamento Municipal de Incentivo à Natalidade resulta de um compromisso assumido no Plano e Orçamento Municipal para 2016 e que se mantêm neste ano de 2017 com o intuito de combater a desertificação.

BRAGA ALINHA ESTRATÉGIA PARA MOBILIDADE URBANA

Estando já oficializada a integração de Braga na Rede CityMobilNet, o Município de Braga promoveu uma sessão de trabalho, no âmbito do programa URBACTIII, com os diversos agentes da Rede Local para a Mobilidade, no sentido de discutir, partilhar e executar as acções previstas.

CMB20012017SERGIOFREITAS0000004757.jpg

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, referiu que a visão para a cidade está vincada, a rede e o local de discussão estão definidos e os projectos de execução estão em curso. “Estamos alinhados e concertados na visão que temos para o Concelho. Até 2025, temos a ambição de duplicar o número de passageiros nos transportes públicos; reduzir em 25% o número de automóveis; atingir os 10 mil utilizadores de bicicleta e proporcionar uma urgente diminuição da velocidade praticada na cidade, assim como intervir na rede pedonal”, referiu

Nesta sessão, que decorreu no edifício gnration, o Município deu início aos trabalhos de desenvolvimento do Plano de Mobilidade Sustentável que, por oportunidade do quadro comunitário vai acompanhar, participar e monitorizar a execução dos projectos previstos pela autarquia no âmbito do PEDU e que envolvem a construção/beneficiação na rede ciclável, pedonal e de transportes públicos.

Já Miguel Bandeira, vereador responsável pela área da Mobilidade, salientou que “todas as intervenções preconizadas prevêem a construção de um Concelho mais sustentável mas também mais inclusivo. Actualmente fazemos projectos para todos, sendo a questão da mobilidade condicionada e a segurança rodoviária transversal a todos os projectos”. 

CMB20012017SERGIOFREITAS0000004759.jpg

O Município tem numa fase já bastante consolidada, em fase de projecto de execução, a intervenção nos principais eixos de mobilidade da cidade. “Estamos fortemente comprometidos com a alteração dos hábitos de circulação e na criação de condições para uma mobilidade mais sustentável. Estamos empenhados para que nos próximos dois anos a Cidade tenha condições para o uso dos modos suaves em detrimento do automóvel”, concluiu Miguel Bandeira.

Na sessão estiveram reunidos os principais agentes, instituições e individualidades, num grupo que incluiu desde técnicos municipais; ACAPO; BragaCiclável; grupos de investigação da Universidade do Minho; forças de segurança (PSP, PM e GNR); Quadrilatero; CIM Cávado e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N). Envolvendo deste modo as autoridades locais, regionais e nacionais responsáveis pela agenda de transportes e mobilidade.

A rede tem por base a aprendizagem e a troca de conhecimento entre cidades participantes que, desta forma, manifestam a vontade de promover um desenvolvimento inclusivo e sustentável. A rede conta com a participação de cidades como Bielefeld (Alemanha); Székesfehervar (Hungria); Slatina (Roménia); Burgos (Espanha) e Agii Anargyri-Kamatero (Grécia) e integram recentemente a mesma a Braga; Merselha e Marne a l´Eau (França) Gdansk (Polónia), Palermo (Itália); Valletta (Malta) e Zadar (Croácia).

CMB20012017SERGIOFREITAS0000004760.jpg

EXECUTIVO CAMINHENSE REÚNE QUARTA-FEIRA NOS PAÇOS DO CONCELHO

O executivo Caminhense vai reunir na próxima quarta-feira, dia 1 de fevereiro. Da ordem de trabalhos fazem parte 15 itens, entre os quais Concurso público para a requalificação do Nó da Erva Verde – 2ª Fase – Vila Praia de Âncora – Aprovação da minuta do contrato; protocolo de desenvolvimento cultural entre o Município e a Krisálida; normas para a participação no Desfile de Carnaval. A reunião de câmara terá lugar pelas 15H00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

A empreitada Nó da Erva Verde é um dos pontos da ordem de trabalhos. O executivo vai pronunciar-se sobre o Concurso público para a requalificação do Nó da Erva Verde – 2ª Fase – Vila Praia de Âncora – Aprovação da minuta do contrato orçado em 631.371,10 €. Recorda-se que o Nó da Erva Verde é uma zona que se encontra degradada e pouco funcional, no que respeita à desorganização viária, ao desgaste de pavimentos, tanto dos passeios como das vias de circulação. Esta zona ainda apresenta deficiências ao nível de infraestruturas de águas pluviais e carência de bolsas de estacionamento.

Da ordem de trabalhos faz parte o protocolo de desenvolvimento cultural a celebrar entre o Município de Caminha e a Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho, com o objetivo de prosseguir objetivos estratégicos de cooperação cultural para o desenvolvimento do gosto pelo teatro; para a estimulação precoce das crianças e jovens para esta arte do espetáculo integrando-a no seu próprio percurso formativo de cidadania; para a afirmação nacional e internacional de Caminha enquanto centro criador e difusor de cultura.

Ao longo dos últimos anos, a Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho- tem desenvolvido um trabalho meritório com a comunidade caminhense no que respeita a valorizar e dinamizar a cultura no concelho. Em 2016, foram muitas as iniciativas por ela levadas a cabo. Destacam-se as atividades culturais desenvolvidas com as comunidades locais na captação dos seus públicos; bem como com as Juntas de Freguesia, Sociedade de Instrução e Recreio Ancorense, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e Casa do Povo de Lanhelas; a encenação da peça de teatro “Piolhos e Atores”, que decorreu nas várias freguesias do concelho e contou com a presença de 773 espectadores; a participação na Feira Medieval, com a apresentação da Oficina de Teatro “Danças Medievais”, no Cancioneiro de Caminha e na animação de Natal com a encenação da peça de teatro “As Elfas do Pai Natal vão de Férias”. Esta Associação ainda organiza a Festa da Marioneta Luso-Galaica – MALUGA, que contou com a presença de 263 espetadores e com a participação de 41 crianças nas oficinais de construção de Marionetas. Assim, mediante este protocolo, a Krisálida compromete-se: a levar um espetáculo às 14 freguesias, de modo a democratizar a fruição teatral e estimular a participação do público nas freguesias; a organizar a Festa da Marioneta Luso-Galaica – MALUGA; a promover um programa de acolhimento de outros grupos nacionais e internacionais; a participar no programa de animação da Feira Municipal de Caminha e, ainda, a desenvolver atividades de apoio à Biblioteca Municipal de Caminha.

BEBÉS E LIVROS CONVIVEM ALEGREMENTE NA BEBÉTECA DE FAMALICÃO

Espaço criado na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco é cada vez mais procurado

Em Vila Nova de Famalicão, nunca é cedo demais para as crianças conhecerem os livros e entre brincadeiras diversas aprenderem a folheá-los, a sentirem o seu cheiro e as suas texturas coloridas. É assim que decorrem as atividades na bebéteca, um espaço de “leitura” para bebés até aos dois anos de idade, criado na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco.

DSC_8582.jpg

É neste espaço atraente, com mobiliário colorido, almofadas, puffs e uma coleção de obras bastante especial que muitas crianças exploram pela primeira vez o livro. E foi aqui que as quase vinte crianças da creche da “Mais Plural” conviveram na quinta-feira, com os livros e as histórias que saíam de dentro deles. Enquanto, Rosário Oliveira e Marta Ribeiro, duas das técnicas da biblioteca iam dando voz e dramatizando a história “Quem conduz?” de Leo Timmers, as crianças muito atentas imitavam os sons e os gestos da história.

DSC_8659.jpg

Para Cátia Araújo, educadora da “Mais Plural”, a bebéteca cumpre uma função “muito importante”. “Nós valorizamos muito o contacto das crianças desde tenra idade com os livros e com a leitura e proporcionar-lhes estes momentos fora da instituição acaba também por ser muito importante, até para eles conhecerem novos espaços”, afirma a responsável, que quando pode faz questão de trazer as crianças até à bebéteca.

“É a primeira vez que estou aqui com este grupo, mas já vim cá diversas vezes com outras crianças, pois nunca é demais regressar para novas aventuras”, salienta, acrescentando que “elas gostam muito deste tipo de atividades, porque lhes desperta muito interesse e curiosidade. É um espaço que lhe diz muito e eles recordam-se mais tarde dos momentos que passaram aqui e de episódios muito específicos como as dramatizações, a questão de pintar as mãos, etc. São experiências muito significativas para eles”, acrescenta ainda.

Refira-se que só em 2016 mais de meio milhar de crianças participaram em atividades da biblioteca municipal.

De acordo com a diretora da Biblioteca Municipal, Carla Araújo, “o objetivo é motivar, desde cedo, as crianças para a linguagem oral e escrita de forma harmoniosa, envolvendo os bebés no contacto com o livro impresso, através da leitura de histórias em voz alta, da exploração de imagens e do manuseamento dos livros”.

As sessões da Bebéteca decorrem uma vez por mês para as instituições do concelho e famílias. Os bebés só podem entrar na Bebéteca acompanhados por um adulto que deve permanecer no espaço no decorrer da atividade. Máximo de 12 bebés por sessão. Mais informações através do número: 252 312 699

DSC_8688.jpg

MINHOTOS CANTAM AS JANEIRAS EM ANDORRA SOB O FRIO E A NEVE DOS PIRINÉUS

“As Janeiras despedem-se desafiando o frio e a neve de Andorra

Este domingo, dia 29, os elementos do Grupo de Folclore ‘Casa de Portugal’ despediram, na paróquia de Escaldes-Engordany, a 12ª edição das Janeiras. Desde o sábado, dia 14, até ao dia 29, cerca de trinta cantadores do Grupo, trajados para a ocasião, percorreram as paróquias de Andorra la Vella, Escaldes-Engordany, Encamp, Ordino e La Massana para levar a tradição portuguesa de cantar de porta em porta e desejar votos de bom ano 2017 em diferentes estabelecimentos comerciais, casas particulares, lares de idosos e nas Igrejas do Principado, Santa Eulália em Encamp, Sant Cornelí e Sant Cebrià em Ordino, Sant Esteve em Andorra la Vella e Sant Pere Mártir em Escaldes-Engordany.

Janeiras_2017 (1).JPG

Durante três fim-de-semanas duas dezenas de espaços no Principado puderam desfrutar dos cânticos das Janeiras e no domingo, dia 22, foi a vez da visita à Catedral de Santa Maria d’Urgell, em Catalunha, onde os cantadores participaram na missa dominical, na presença do Arcebispo e Copríncipe de Andorra, Joan-Enric Vives.

O frio e a neve foram o melhor pretexto para os elementos do Grupo de Folclore ‘Casa de Portugal’ trajar a roupa de linho e de lã  e percorrer as belas estampas nevadas de Andorra recreando um ambiente festivo e de alegria principalmente junto dos idosos dos Lares: El Cedre, Clara Rabassa e Sar Quavitae Salita.

Este ano a entidade cultural prepara-se para celebrar o 21º aniversario e já está a programar o calendário cultural que se iniciará no dia 30 de Abril com a apresentação do 6º Festival de Folclore Ibérico – Principado de Andorra.”

Janeiras_2017 (2).jpg

Janeiras_2017 (4).jpg

Janeiras_2017 (7).jpg

Janeiras_2017 (8).jpg

Janeiras_2017 (9).jpg

GUIMARÃES INAUGURA OBRAS EM PENCELO

INAUGURAÇÃO DECORREU ESTE DOMINGO

Pencelo com sede de Junta renovada vai receber quatro novas obras

Domingos Bragança anunciou a realização de uma «profunda requalificação» no Parque Industrial de Selho S. Lourenço. Projeto será dado a conhecer em breve aos seus empresários.

Guimaraes_Pencelo_Junta_Freguesia.JPG

A ampliação do cemitério de Pencelo, a construção da Casa Mortuária e as requalificações da Rua Engenheiro Duarte Amaral e do Parque Industrial de Selho S. Lourenço são as obras que a Câmara Municipal de Guimarães vai realizar proximamente nesta área territorial do concelho, depois do Presidente do Município, Domingos Bragança, ter inaugurado este domingo, 29 de janeiro, a primeira fase da requalificação do edifício sede da Junta de Freguesia.

«Esta é a casa comum dos nossos concidadãos de Pencelo, que têm hoje um espaço com mais condições e mais conforto, o que reforça também o sentido de pertença e de identidade. Criamos situações de desenvolvimento num espaço de formação cívica e de reunião. A sede de Junta é vossa!», disse o responsável pela Autarquia, que brevemente irá reunir-se com empresários do Parque Industrial no sentido de dar a conhecer o projeto que irá «requalificar profundamente» uma área de indústria que é partilhada, igualmente, por freguesias vizinhas.

A construção da Casa Mortuária, que ocorrerá durante o ano de 2017, terá cerca de 40 lugares sentados e aproximadamente 100 metros quadrados de área. Será dotada de instalações sanitárias independentes e zona de aparcamento de viatura fúnebre, realizando-se em breve, igualmente, a obra a ampliação do cemitério. Esta empreitada, com cerca de 1.150 metros quadrados, vai permitir a criação de mais 130 sepulturas. A nível rodoviário, a Câmara irá proceder à requalificação da Rua Engenheiro Duarte do Amaral, uma via municipal com cerca de 2,2 quilómetros de extensão, estando o projeto em execução.

A realização da obra contempla a repavimentação, construção e requalificação de passeios, bem como a criação de zonas de estacionamento. «Com a concretização destas intervenções, atingiremos um patamar de desenvolvimento muito bom, pois tratam-se de ambições antigas e de importantes investimentos! É uma enorme satisfação ver os compromissos assumidos e honrada a palavra dada pelo senhor Presidente da Câmara às pessoas de Pencelo», referiu Firmino Carneiro, Presidente de Junta, que salientou o «sentido de cooperação» demonstrado pelo Município nos diferentes projetos.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE GUIMARÃES DESEJA SUCESSO AO MOREIRENSE NA FINAL DA TAÇA DA LIGA

JOGO COM O SP.BRAGA APÓS TER DERROTADO O BENFICA

Domingos Bragança acredita na vitória do Moreirense. Responsável pelo Município de Guimarães estará presente no jogo da final deste domingo, no Algarve.

Guimaraes_Presidente_CMG_Moreirense.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães expressa votos do maior sucesso ao Moreirense no jogo da final da Taça da Liga de Futebol, agendado para este domingo, 29 de janeiro, às 20:45 horas, frente ao Sporting de Braga, final que Domingos Bragança irá acompanhar no Estádio do Algarve. O responsável pelo Município associa-se ao sentir global de todos os vimaranenses e expressa a sua congratulação pela brilhante vitória diante do Benfica, felicitando o seu Presidente, Vítor Magalhães, os seus dirigentes, associados, técnicos e atletas, pelo feito alcançado. 

Pela primeira vez nos 78 anos de história do clube, o Moreirense alcança uma presença na final da Taça da Liga (Taça CTT), uma das principais competições organizada pela Liga de Clubes de Futebol Profissional. A proeza desportiva conseguida pelo Moreirense tem ainda maior significado por ter sido disputada em competição direta com o Futebol Clube do Porto (na fase de grupos) e com o Sport Lisboa e Benfica (nas meias finais).

«A presença do Moreirense na Liga de Futebol Profissional era já um grande orgulho para todos os vimaranenses, bem como um exemplo e uma referência no país pelo seu contributo para a representação do Município de Guimarães, com duas equipas no primeiro patamar do futebol em Portugal», refere o responsável pela Câmara Municipal, «orgulhoso» pelo concelho estar representado, uma vez mais, numa grande final desportiva.

«A participação da vila de Moreira de Cónegos neste patamar de competições desportivas constitui um feito inédito, depois de ter alcançado o principal escalão de futebol, pela primeira vez, em 2001. Ao longo destes 16 anos, o Moreirense tem consolidado a sua posição, numa manifestação clara de sustentabilidade de um projeto de gestão desportiva. A presença, agora, na final da Taça da Liga reforça mais ainda o historial do Moreirense Futebol Clube, da vila de Moreira de Cónegos e do Município de Guimarães», conclui Domingos Bragança.

IRMANDADE DE S. VICENTE DE BRAGA DÁ A CONHECER LICORES E DOÇARIA TRADICIONAL

“IIIª Mostra de Moletinhos de São Vicente e Licor Vicentino”

Partindo do sucesso alcançado aos mais variados níveis, vai Irmandade do Mártir São Vicente de Braga, levar a efeito a "3ª Mostra de Moletinhos de São Vicente e, Licor Vicentino", inserida no programa da Romaria em honra do Santo Mártir, a levar a efeito no próximo domingo, 29 do mês em curso.

isv_moletinhos_romaria0011.jpg

Quando: 29 (Domingo) de Janeiro de 2017

Local: Adro da igreja paroquial de São Vicente de Braga (espaço alternativo, salão da Igreja)

Hora: 09:30h - Inauguração da “3ª Mostra 

Hora: 09:45h - Abertura da 'Mostra' ao público 

Lema: “Tradicionais ou inovados, os Moletinhos são amostrados”

Objectivos da Mostra:

Esta “3ª Mostra de Moletinhos de São Vicente” tem por objectivos:

- Preservar este doce típico da Romaria de São Vicente, quer seja na sua versão ‘fina’ (confeccionada e comercializada pelas pastelarias, confeitarias e padarias de Braga e seu termo), quer seja na sua versão ‘parola’ (comercializados pelos ‘vendedores ambulantes’ nas Festas e Romarias);

- Salvaguardar este doce tradicional, associado às festividades do Mártir São Vicente, enquanto legado herdado e transmitido ao longo dos tempos, de geração em geração;

- Divulgar e Promover mais e melhor, a marca ‘Moletinhos de São Vicente’;

- Angariar verbas, no âmbito da campanha ‘Abrigar São Vicente’, cuja finalidade é, a reabilitação dos telhados e respectivos tectos da igreja de São Vicente (classificada como património de interesse público).

- Apresentação do ‘Licor Vicentino’

isv_moletinhos_romaria0019.jpg

Paralelamente à mostra dos Moletinhos, será uma vez mais apresentado o ‘Licor Vicentino’ feito a partir de frutos vermelhos (silvestres). Em termos da simbólica inerente, a cor avermelhada, e respectiva textura/espessura do licor, remete-nos para o martírio de São Vicente. Uma bebida recomendável para acompanhar os Moletinhos.

Chef Vinagre do Grupo 'Amar Terra Verde' e Agostinho Peixoto da 'Confraria Pudim Abade Priscos', são os padrinhos da 3ª Mostra/2017

isv_moletinhos_romaria0033.jpg

A edição deste ano, tem como padrinhos, o Chef José Vinagre da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATAV) e, Agostinho Peixoto, Confrade-Mor da 'Confraria Pudim Abade Priscos'.

Para além das pastelarias e padarias repetentes - Confeitaria Luxa, Pastelaria Bom Jesus, Pastelaria e Padaria Ferreira Capa, Pastelaria Cabanelas, Doçaria de São Vicente, Padaria Pastelaria Cairense, Pastelaria São João, Padaria da Morreira, Padaria e Confeitaria Maximinense -, confirmaram já a sua primeira participação as; Pastelaria Lusitana, Pastelaria Ralha e a 'Casa dos Croissants', uma das finalistas do concurso "best bakery" da estação de televisão sic.

isv_fts_adalberto_0022 (1).jpg

isv_fts_adalberto_0025 (1).jpg

CERVEIRENSES VÃO AOS FADOS... À CASA TORINO!

Noite de Fados continua a encantar Vila Nova de Cerveira

Ano Novo, são tradições portuguesas!

A Torino teve casa cheia no passado dia 21 de Janeiro. Começou um novo ano e a primeira Noite de Fados, na Torino – Restaurante, recebeu Paula Canossa para mais uma noite musical com ótima comida a acompanhar.

foto_capa_reservas.png

Paula Canossa, mais uma vez, encantou os presentes com a sua poderosa voz cheia de garra e vontade, ficando já marcada a sua próxima visita para o dia 18 de Fevereiro de 2017, sempre acompanhado dos tradicionais e saborosas combinações gastronómicas da D. Fernanda.

A Torino orgulha-se de apresentar este espetáculo cheio de emoções e boa energias e espera contar consigo para um delicioso jantar, com os tradicionais sabores que só irá encontrar no nosso espaço. Torino.

A Torino - Casa de Chás e Restaurante está localizada em pleno centro histórico de Vila Nova de Cerveira e aberta ao público há mais de um ano. Venha conhecer-nos e traga um amigo! Visite-nos, todos os dias, e conheça a tradição do Alto Minho, na Torino. Siga-nos também em facebook.com/torino.casadecha. Estamos aqui para o servir.

frase bill clinton-01.jpg

BRAGA PRESTA TRIBUTO A FREI BARTOLOMEU DOS MÁRTIRES

Estátua implantada no Largo de São Paulo

Foi inaugurada hoje, 27 de Janeiro, no Largo de São Paulo, a estátua de D. Frei Bartolomeu dos Mártires, antigo Arcebispo de Braga e figura de referência do Concílio de Trento, que tem a decorrer o seu processo de canonização. A escolha do dia da inauguração inspira-se na datação da bula de nomeação de D. Frei Bartolomeu dos Mártires para a Arquidiocese de Braga – exactamente o dia 27 de Janeiro de 1559.

CMB27012017SERGIOFREITAS0000004927.jpg

Na cerimónia, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio referiu que a inauguração da estátua constitui um “acto de justiça” para com uma figura da Igreja que deixou marcar profundas na Cidade.

“O reconhecimento de figuras de cariz religioso não é por acaso. Braga é conhecida como a Cidade dos Arcebispos e a eles deve, ao longo da sua história, muitos dos impulsos para se tornar uma Cidade pujante na região onde se insere, a crescer em projectos inovadores na área da educação, da valorização patrimonial e do ordenamento urbanístico”, salientou o Edil, na cerimónia que contou com a presença do Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga.

CMB27012017SERGIOFREITAS0000004920.jpg

Ricardo Rio lembrou que o Executivo Municipal tem procurado reforçar a estatuária da Cidade com base no contributo de figuras de proa da sociedade Bracarense. “Começámos por inaugurar um monumento em homenagem a Salgado Zenha, junto ao Pópulo. Hoje evocamos D. Frei Bartolomeu dos Mártires e, no próximo mês de Maio, iremos colocar no Largo Paulo Orósio uma estátua em honra do Imperador César Augusto, fundador da nossa Cidade e que nos tornou numa das mais antigas cidades da Europa”, referiu, avançando que a estátua de D. João Peculiar voltará, brevemente, ao largo com o mesmo nome, junto à Igreja da Misericórdia.

CMB27012017SERGIOFREITAS0000004933.jpg

Já o Arcebispos Primaz, D. Jorge Ortiga, realçou o contributo de D. Frei Bartolomeu dos Mártires na renovação da Igreja e da sociedade, tendo dedicado muito do seu tempo aos doentes e aos mais necessitados. “D. Frei Bartolomeu dos Mártires viveu num tempo de muitas crises, mas foi um homem que nunca se resignou. Foi um homem que privilegiou a formação, tendo contruído o seminário e concluído a obra do Colégio de S. Paulo a quem entregou aos Jesuítas”, recordou o prelado, desejando que o processo de canonização do antigo Arcebispo seja concluído ainda este ano.

A estátua de D. Frei Bartolomeu dos Mártires é da autoria do artista Hélder Carvalho e está colocada num robusto pedestal de granito concebido pelo arquitecto Gerardo Esteves.

Recorde-se que Bartolomeu dos Mártires foi declarado venerável a 23 de Março de 1845, pelo Papa Gregório XVI e a 4 de Novembro de 2001, pelo Papa João Paulo II. A 5 de Fevereiro de 2015, D. Jorge Ortiga entregou, em mãos, ao Papa Francisco um dossiê sobre a vida do antigo Arcebispo de Braga e formulou o pedido de canonização.

CMB27012017SERGIOFREITAS0000004930.jpg

GUIMARÃES INAUGURA OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO

CERIMÓNIA DECORRE ESTE DOMINGO DE MANHÃ (10H30)

Pencelo inaugura obras na sede de Junta e apresenta Casa Mortuária

Ampliação do cemitério e requalificação da Rua Engenheiro Duarte Amaral são as próximas intervenções. Casa Mortuária também fica concluída este ano.

Guimaraes_Pencelo_Casa_Mortuaria.jpg

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, inaugura este domingo, 29 de janeiro, às 10:30 horas, a primeira fase das obras de requalificação do edifício sede da Junta de Freguesia de Pencelo. Durante a cerimónia, serão apresentadas, também, as linhas gerais do projeto de construção da Casa Mortuária, que ficará situada nas imediações da Igreja Paroquial de Pencelo.

«Trata-se de um marco histórico no que diz respeito à concretização de uma necessidade e de um anseio para a população da freguesia. É uma obra muito importante para que os cidadãos tenham condições de dignidade e conforto em momentos particularmente dolorosos», considera Firmino Carneiro, Presidente da Junta de Pencelo.

A construção da Casa Mortuária, que vai ocorrer durante o ano de 2017, terá cerca de 40 lugares sentados e aproximadamente 100 metros quadrados de área. Será dotada de instalações sanitárias independentes e zona de aparcamento de viatura fúnebre, realizando-se em breve, igualmente, a obra a ampliação do cemitério.

Esta empreitada, com cerca de 1.150 metros quadrados, vai permitir a criação de mais 130 sepulturas e «colmatar uma necessidade há muito sentida pela Junta e pela população da freguesia», afirma Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal, que anuncia a requalificação da Rua Engenheiro Duarte do Amaral, uma via municipal com cerca de 2,2 quilómetros de extensão.

A realização desta obra contempla a repavimentação, construção e requalificação de passeios, bem como a criação de zonas de estacionamento. Relativamente a outras intervenções na freguesia de Pencelo, principiou recentemente uma empreitada na Rua Padre Firmino, com a construção de uma via pedonal que permitirá a circulação de peões com mais segurança.

PONTE DE LIMA E EDP DISTRIBUIÇÃO REFORÇAM PARCERIA

Município de Ponte de Lima e EDP Distribuição – Direção Redes e Clientes do Norte reforça parceria

O Município de Ponte de Lima e a EDP Distribuição  – Direção Redes e Clientes do Norte assinaram esta quinta-feira um protocolo de colaboração que assenta num Contrato de Concessão das redes em Baixa Tensão. Esta parceria permite ao Município recorrer à nova tecnologia LED, permitindo a expansão e remodelação da iluminação pública.

IMG_8564 (Medium).JPG

Ao abrigo deste protocolo, a EDP Distribuição inaugurou mais três novos postos de transformação no concelho, nomeadamente dois em Navió e um em Refoios do Lima.

Na freguesia de Navió, a colocação destes dois novos postos de transformação vão melhorar a qualidade de serviço de energia elétrica aos moradores dos lugares de Aldeia, Cachada, Deveza, Ferreira, Fojo, Igreja, Monte e Vilar de Rei.

Em Refoios do Lima serão beneficiados os moradores dos lugares de Casa Nova e Panascal.

De acordo com a EDP Distribuição, estes três postos de transformação têm uma potência instalada total de 420KVA, distribuída por três novos transformadores com uma potência de (160+160) KVA em Navió e 100KVA em Refoios do Lima. Para o efeito foram construídos 1200 metros de rede de Média Tensão, 2000 metros de rede de Baixa Tensão, o que representou um investimento total de 190 mil euros.

As melhorias com estas novas infraestruturas abrangem dezenas de clientes, sendo eliminadas as quedas de tensão provocadas pelo aumento do consumo e pela distância ao antigo posto de transformação, bem como a diminuição das interrupções elétricas.

A inauguração dos três novos postos de transformação contou com a presença do Vice- Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Gaspar Martins e do Diretor de Redes e Clientes Norte, Engº Mário Guimarães.

IMG_8567 (Medium).JPG

BRACARENSES ACOMPANHAM FINAL DA TAÇA DA LIGA ATRAVÉS DE ECRÃ GIGANTE

Animação tem início às 19h00

Ecrã gigante no Flávio Sá Leite transmite Final da Taça da Liga

O Município de Braga irá instalar um ecrã gigante no Pavilhão Flávio Sá Leite para que todos os Bracarenses possam assistir ao encontro da Final da Taça da Liga, entre o Sporting Clube de Braga e o Moreirense Futebol Clube, que se realiza no próximo Domingo, dia 29 de Janeiro.

CMB09012014SERGIOFREITAS0000037.jpg

Deste modo, os adeptos que não se deslocarem ao Estádio do Algarve, têm a oportunidade de acompanhar em directo as incidências da partida e participar em mais um momento histórico para o Clube e para a Cidade.

A animação tem início às 19h00, antecedendo a transmissão do jogo da Final, que está marcado para as 20h45. A entrada é livre, estando limitada à capacidade do Pavilhão.

Os Bracarenses estão, assim, convidados a participar nesta grande festa do Desporto nacional.

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA FREGUESIAS

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez aprovou mais 300 mil euros para as freguesias

Os investimentos nas freguesias têm sido uma constante, tanto autonomamente por parte do Municipio, como pelas Juntas de Freguesia ou mediante parcerias firmadas via protocolo entre estas entidades.

Camara_municipal (2) - Cópiaarc.JPG

Na última reunião do executivo, a Câmara Municipal aprovou mais investimento no montante global de 300 mil euros, para várias localidades do concelho a ser implementado via protocolo com 9 Juntas de Freguesia, nomeadamente, de Cabana Maior, Padroso, Miranda, União de Freguesias de Távora Santa Maria e São Vicente, União de Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador), Vila Fonche e Parada, Couto, União de Freguesias de Eiras e Mei, União de Freguesias de Jolda (Madalena) e Rio Cabrão e Junta de Freguesia de Rio Frio.

Com a Junta de Freguesia de Cabana Maior aprovou celebrar um protocolo no valor de 30 mil euros para apoiar a beneficiação de caminhos na freguesia: Caminho da Fonte; Caminho de Casal Além; e Pavimentação de arruamento no Caminho do Outeiro, em Boímo; Construção de muro em pedra e pavimentação de arruamento no Caminho da Cancela, no lugar da Igreja, cujo valor total das obras ascende a 39.000,00 euros + IVA.

Com a Junta de Freguesia de Padroso também aprovou celebrar um protocolo no valor de 30 mil euros, para apoiar a beneficiação de diversos caminhos da freguesia, cujo orçamento ascende a 46.492,24 euros.

A Junta de Freguesia da Miranda também será apoiada em 30 mil euros, para ajudar financeiramente a beneficiação de diversos caminhos da freguesia, cujo orçamento ascende a 45.214,77 euros.

De igual modo, a Junta da União de Freguesias de Távora Santa Maria e São Vicente, irá ser apoiada em 30 mil euros, para ajudar com a realização de obras em diversos caminhos da União de freguesias, cujo valor total ascende a 38.018,10 euros + IVA.

A Junta da União de Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador), Vila Fonche e Parada, vai beneficiar de um apoio no valor de 30 mil euros, para patrocinar a pavimentação do Caminho do Paraíso - Vilafonche - 1ª e 2ª Fase e pavimentação do Caminho de Tangil aos Carvalhos (S. Slavdor - Vilafonche), no valor de 39.287,50 euros + IVA.

Com Junta de Freguesia do Couto também vai ser celebrado um protocolo no valor de 30 mil euros, para apoiar obras de "Requalificação do Edifício da Sede da Junta de Freguesia" e para "Requalificação do Caminho do Outeiro, no lugar da Aldeia", cujo valor ascende a 55.576,33 euros + IVA.

Idem, com a Junta da União de Freguesias de Eiras e Mei, no valor de 30 mil euros, para apoiar a realização de obras em diversos caminhos da União de freguesias, cujo valor total ascende a 55.610 euros + IVA.

A Junta de Freguesia do Vale também irá receber um apoio no valor de 30 mil euros, para apoiar a execução da 2ª Fase do Caminho da Bouça e para a 1ª Fase dos Caminhos do Penedo, Devesinha e da Costa, cujo valor total ascende a 45.000,00 euros.

A Junta da União de Freguesias de Jolda (Madalena) e Rio Cabrão, vai ser apoiada em 30 mil euros, para ajudar a fazer face às despesas com a Beneficiação de diversos caminhos: Caminho do Penedo (Fase I) - Valinho, Jolda (Madalena); Caminho das Covas/Valinha, Fase II - Jolda (Madalena); Caminho do Reguengo - Jolda (Madalena); Caminho da Escola de Rio Cabrão - Rio Cabrão; Caminho de Pinhô - Rio Cabrão; Caminho de Letrigo - Rio Cabrão; cujo valor total é de 41.465,5 € + IVA.

Por último, com a Junta de Freguesia de Rio Frio, no valor de 30 mil euros para apoiar financeiramente a realização de obras de Beneficiação de Caminhos nos lugares de Gondião, Rodelas e Cachamundinho, cujo orçamento ascende a 40.000,00 euros.

De referir que estes protocolos vêm juntar-se aos aprovados no início do mês no valor de 60 mil euros com a União de Freguesias de Portela e Extremo e com a Junta de Freguesia de Rio de Moinhos.  

Ao realizar estes investimentos o Município, em parceria com as Juntas de Freguesia, está a pensar no bem-estar e na melhoria da qualidade de vida dos seus munícipes.

VIMARANENSES DEBATEM "MÚSICA E DOENÇA DE ALZHEIMER"

NA MANHÃ DESTE SÁBADO, 28 DE JANEIRO

Café Memória de Guimarães debate “Música e Doença de Alzheimer” no início do seu 2º ano

Encontro informal e com entrada livre realiza-se este sábado de manhã, a partir das 10 horas. CCVF recebe iniciativa destinada a pessoas com problemas de memória ou demência, bem como aos respetivos familiares e cuidadores.

Guimaraes_Cafe_Memoria.JPG

“Música e Doença de Alzheimer – Uma Perspetiva das Neurociências” é o tema escolhido para a primeira sessão de 2017 no início do segundo ano do Café Memória de Guimarães, este sábado, 28 de janeiro, entre as 10 e as 12 horas, no Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor. O assunto será apresentado pelo médico Tiago Oliveira, professor e investigador na Universidade do Minho na área das Neurociências, contando com a participação especial do músico Fernando Ribeiro.

A iniciativa, com entrada livre e sem necessidade de marcação prévia, realiza-se todos os quartos sábados de cada mês, das 10 horas ao meio-dia, excetuando em dezembro, que decorrerá no dia 16. O Café Memória pretende contribuir para a melhoria da qualidade de vida e redução do isolamento social das pessoas com problemas de memória ou demência, bem como dos respetivos familiares ou cuidadores. Pretende, ainda, sensibilizar a comunidade para a relevância crescente do tema das demências, reduzindo, assim, o estigma que lhe está associado.

Até agora, o Café Memória de Guimarães, momento de partilha de experiências e de suporte mútuo, tem sido um sucesso, demonstrado na satisfação de todos os que já participaram nas doze sessões já realizadas. Num contexto informal, acolhedor, reservado e seguro, esta ação oferece apoio emocional e informação útil, sempre com o auxílio de profissionais de saúde e de colaboradores que trabalham no âmbito social.

O Café Memória de Guimarães, que nasceu numa parceria estabelecida entre a Câmara Municipal de Guimarães, Lar de Santa Estefânia, Rotary Club de Guimarães, Lions Clube de Guimarães e Hospital Senhora da Oliveira, resulta de uma iniciativa da Alzheimer Portugal e da Sonae Sierra, tendo como parceiros institucionais a Fundação Montepio, Instituto de Ciências da Saúde (Universidade Católica) e a Fundação Calouste Gulbenkian.

PORTUGAL COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Próximo Dia Internacional dos Monumentos e Sítios será assinalado a 18 de Abril de 2017 (Terça-feira)

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios é celebrado a 18 de abril.

A data visa promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e proteção.

O tema de 2017 é " Património Cultural e Turismo Sustentável".

Neste dia decorrem várias iniciativas para celebrar a data, como visitas e entradas gratuitas nos monumentos. Ao longo da semana que integra este dia, também se realizam comemorações por todo o país, todos os anos com um novo tema.

Monumentos e sítios abertos em Portugal

Neste dia estarão abertos ao público locais como:

  • Serralves
  • Museu do Vinho do Porto
  • Casa do Infante
  • Museu Nacional Soares dos Reis
  • Teatro Nacional São João
  • Museu Bordalo Pinheiro
  • Museu Nacional do Azulejo
  • Padrão dos Descobrimentos
  • Palácio de São Bento
  • Panteão Nacional
  • Museu dos Biscainhos

Pode conhecer todo o programa de atividades do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios por localidade no site da Direção-Geral do Património Cultural.

Monumentos mais visitados em Portugal

  1. Mosteiro dos Jerónimos
  2. Torre de Belém
  3. Mosteiro da Batalha

O Palácio Nacional de Mafra é o palácio mais visitado, enquanto que o Museu Nacional dos Coches é o museu mais visitado em Portugal.

Os estrangeiros representam 85% das entradas nos monumentos nacionais, enquanto que 61% das entradas nos museus e palácios são feitas por portugueses.

Origem da data

A data foi instituída a 18 de Abril de 1982 pelo ICOMOS (Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios), uma associação de profissionais da conservação do património, e aprovada pela UNESCO em 1983.

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA POPULAÇÃO IDOSA

Comissão de Apoio à População Idosa de Arcos de Valdevez aberta a consulta pública

Na última reunião do executivo Municipal foi deliberado remeter para consulta pública a proposta de regulamento com vista à criação da CAPI – Comissão de Apoio à População Idosa de Arcos de Valdevez.

festival_senior_2016 (14).JPG

A CAPI é mais uma das medidas implementadas pelo Município para apoiar a população mais carenciada do concelho. Ela terá como principal missão a intervenção junto de idosos em situação de vulnerabilidade social; a melhoria dos cuidados prestados no domicílio, nomeadamente, a criação de uma bolsa de ajudantes domiciliários qualificados, bem como a criação de serviços de apoio temporário para cuidadores informais; a eliminação de barreiras arquitetónicas nos espaços públicos e nos domicílios e ainda, a aposta na criação de serviços de transporte que facilitem a mobilidade dos idosos.

Encontra-se inserida no Plano Municipal do Idoso e vai juntar-se a outros projetos como  “Séniores + Ativos”, o qual prevê a realização de um conjunto de atividades direcionadas para a promoção do envelhecimento ativo, nomeadamente sessões de ginástica geriátrica; Este Plano também inclui a promoção do convívio e lazer, o apoio à recuperação habitacional de agregados desfavorecidos.

A Câmara Municipal está ciente das necessidades desta franja da população, por isso encara-a como um grupo alvo da intervenção municipal implementando várias medidas que ajudem a promover um envelhecimento ativo e com qualidade.

 

BARCELOS DÁ A PROVAR OS SABORES DA LAMPREIA

Município de Barcelos promove 3ª edição do Fim de semana da Lampreia

De 17 a 19 de fevereiro, nos restaurantes aderentes

O "Fim-de-semana da Lampreia" acontece de 17 a 19 de fevereiro e marca o arranque oficial do programa anual “7 Prazeres da Gastronomia”. Uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Barcelos que englobará a Semana Gastronómica do Galo, o Fim de Semana do Bacalhau, o Fim de Semana dos Petiscos Tradicionais, a XII edição do Concurso Galo Assado, o Fim de Semana do Pica no Chão e ainda o concurso de pastelaria, Barcelos Doce.

A terceira edição do Fim de Semana da Lampreia conta com a participação de 18 restaurantes que vão preparar e confecionar esta iguaria, fazendo do concelho de Barcelos uma das mais regiões mais atrativas nesta época do ano no que respeita à gastronomia e a este prato tão tradicional desta zona do país.

Depois de, em 2016, ter arrecadado o título de “Região Europeia de Gastronomia”, a região do Minho reforça agora as intenções de estímulo à inovação e divulgação de culturas e identidades alimentares regionais, promovendo paralelamente o desenvolvimento de outros setores com o económico e social.

Neste sentido, ao longo de todo o ano, são realizadas várias atividades promocionais do produto estratégico “Gastronomia e Vinhos” que vão ao encontro dos principais propósitos desta “Região Europeia da Gastronomia”.

VIZELA PROMOVE LITERATURA

Sábados na biblioteca

‘A Grande Fábrica das Palavras’, de Agnés Lestrade

capa-a-grande-fc3a1brica-de-palavras.jpg

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 4 de fevereiro, às 15.30h, a atividade  ‘A Grande Fábrica das Palavras’, de Agnés Lestrade.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes está aberta todos os sábados, sendo que no primeiro sábado de cada mês realiza-se a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h00.

Sábados na biblioteca:

conto + oficina de beijinhos de côco

‘A Grande Fábrica das Palavras’, de Agnés Lestrade

4 de fevereiro, 15h30

Existe um país onde as pessoas quase não falam. Neste estranho país é preciso comprar e engolir as palavras para pronunciá-las. O peque no Filipe precisa das palavras certas para abrir o seu coração à bela Sara. Mas como fazer? O que ele lhe quer dizer custa uma fortuna ….

Atividade gratuita para famílias.

Galeria Sábados na biblioteca:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.337648579591398.79509.256857874337136&type=3

AMARES REALIZA CAMINHADA DO AMOR

cartazjpgmares.bmp

 

Em fevereiro o amor vai estar no ar na “Caminhada do Amor”, uma iniciativa organizada pela AFAA – Associação das Festas Antoninas de Amares, com o apoio do Município de Amares, da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, da Farmácia Marques Rego e da Fotograf´art , com o intuito de angariar fundos para as festividades em honra de Santo António 2017.

As inscrições já estão abertas e podem ser efetuadas na Junta de Freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, pelo valor de 4€, incluindo oferta de t-shirt.

Convide a sua cara-metade, familiares e amigos e juntem-se a esta caminhada, celebrando o amor e mantendo em forma o seu coração, através do exercício físico.

Espera-o uma tarde com muita animação e surpresas!

VIZELA HOMENAGEIA ANTIGOS AUTARCAS

Câmara de Vizela promove cerimónia de memória e reconhecimento

“Vizela Reconhece” presta homenagem a presidentes de junta de 1998 e ao movimento associativo

A Câmara Municipal de Vizela vai promover o “Vizela Reconhece”, uma cerimónia pública de reconhecimento aos ex-presidentes de junta de freguesia que exerciam funções em 1998, e a todas as associações/coletividades/instituições do Concelho.

Cartaz_vizela reconhece.jpg

Com este reconhecimento público aos ex-presidentes de junta de freguesia que exerciam funções em 1998, a Câmara Municipal pretende homenagear os autarcas que fizeram a história do nosso Poder Local e reconhecer publicamente o trabalho realizado e a dedicação demonstrados no exercício do poder autárquico, numa altura de tempos adversos.

Decidiu também o Presidente da Câmara Municipal que era altura de reconhecer o trabalho que tem sido realizado pelas associações/coletividades/instituições concelhias, quer seja ao nível cultural, desportivo, social ou outro, desenvolvendo com a Autarquia um trabalho de parceria, através da dinamização de várias iniciativas, sempre com o objetivo de apostar na diversidade da oferta de atividades à população vizelense.

Pelas razões enunciadas, a Autarquia vai realizar uma cerimónia pública de reconhecimento - “Vizela Reconhece” -, terá lugar no próximo dia 3 de março de 2017, pelas 20.30h, no museu dos Bombeiros Voluntários de Vizela.

A “TRETA” REGRESSA EM FEVEREIRO À CASA DAS ARTES EM FAMALICÃO

“Filho da Treta” e Sean Riley & The Slowriders são os principais destaques de fevereiro do espaço cultural famalicense

Em fevereiro, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão volta a receber a visita de uma das personagens mais divertidas da comédia portuguesa. O Zezé está de volta e com ele regressa também a genuína conversa da treta.

Filho_da_Treta.jpg

Escrito por Filipe Homem Fonseca e Rui Cardoso Martins, o espetáculo “Filho da Treta” sobe ao palco do grande auditório da Casa das Artes nos dias 17 e 18 de fevereiro.

Na peça, Zezé (José Pedro Gomes) “prossegue a sua luta contra o bom-senso, a solidariedade, o trabalho e outros conceitos primeiro-mundistas”, mas desta vez na companhia de Júnior (António Machado). “Numa comovente irritação entre duas gerações perdidas, discutem-se tascas gourmet, os refugiados, os paus de selfie, as novas famílias e outras pragas que assolam o mundo moderno”.

Mas o mês mais curto do ano traz ainda mais sugestões em agenda.

Na música destaque para o concerto da banda portuguesa Sean Riley & The Slowriders, no dia 11, no grande-auditório, e para o techno e hip-hop de PZ, no dia 18 de fevereiro, no café-concerto.

Nos dias 3 e 4 de fevereiro, a Academia do Espetáculo de Famalicão apresenta a peça“Miséria”. Um espetáculo produzido a partir de “Terror e Miséria do Terceiro Reich” de Bertolt Brecht, sobre a realidade da sociedade alemã sob o domínio nazi.

Entretanto, no dia 10 de fevereiro a Companhia de Dança Contemporânea de Évora sobe ao palco do grande auditório com o espetáculo “In-Shell-Side”, dirigido e coreografado por Nélia Pinheiro.

Por fim, e como estamos em mês de Óscares, a Casa das Artes exibe dois filmes nomeados para os maiores prémios da indústria do cinema - “Silêncio”, de Martin Scorsese, no dia 4, e“La La Land – Melodia de Amor”, no dia 25.

Mais informações em www.casadasartes.org

HISTÓRIAS “CORREM” NA FONTE DO ÍDOLO EM BRAGA

Iniciativa decorre de Fevereiro a Julho

A partir de Fevereiro e até Julho, vai ser possível ouvir histórias na Fonte do Ídolo. ‘Da Fonte Correm as Histórias’ é o tema desta actividade que o Município de Braga promove no âmbito da divulgação e promoção daquele espaço arqueológico musealizado.

Fonte do Ídolo.jpg

A iniciativa conta com a coordenação de António Castanheira e consiste no relato de um conjunto de histórias, sendo algumas delas cantadas e musicadas.

No início decorre uma visita à Fonte do Ídolo e é destinada ao público em geral, sendo privilegiados os alunos do 1º, 2º e 3º ciclo do ensino básico. As actividades realizam-se nos dias 2, 9 e 23 de Fevereiro; 7, 9 e 14 de Março; 20 e 27 de Abril; 9 e 16 de Maio; 6 e 13 de Junho, e em Julho nos dias 4 e 6.

As actividades começam às 10h00 com a duração aproximada de uma hora e meia, sendo necessário a marcação prévia pelo endereço electrónico fonte.idolo@cm-braga.pt ou telefonicamente através do número 253 218 011

AMARES AUMENTOU AS EXPORTAÇÕES EM 24,7% ENTRE 2013 E 2015

Manuel Moreira, Presidente da Câmara Municipal de Amares, recebeu com muita satisfação os dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao período entre 2013 e 2015 no que se refere ao volume de exportações do país. De acordo com estes dados, as exportações na NUT III Cávado registaram um crescimento significativo seguindo a tendência nacional de melhoria de performance na venda de bens ao exterior, tendo o concelho de Amares registado um aumento de 24,7% nas exportações no referido período.

DSC01107 (1).JPG

Segundo Manuel Moreira, que tem defendido a importância do setor empresarial para alavancar a economia local, estes dados refletem “a enorme capacidade” dos empresários instalados em Amares. “As empresas vivem diariamente desafios enormes a vários níveis. Num mundo tão competitivo o crescimento só é possível com muita determinação, suor e entrega. Reconheço este valor às nossas empresas. São parceiros fundamentais no objetivo comum de potenciarmos o crescimento e o desenvolvimento local”, sublinhou.

O Presidente destacou também o papel dos trabalhadores e a importância da sua ação diária: “nenhuma empresa cresce sem bons recursos humanos”, encarando com muita esperança o futuro já que as previsões indicam que em 2017 se mantém uma tendência para aumentar as exportações.

MUNICÍPIO DE FAFE APRESENTA VOTO DE LOUVOR AO GIPS

Foi aprovado, por unanimidade, em Reunião de Câmara desta manhã, um voto de louvor ao Grupo de Intervenção Protecção e Socorro de Fafe.

A proposta, apresentada pelo Vereador Vítor Moreira, procura “destacar o papel fundamental que os GIPS desempenham na protecção civil e defesa da floresta, tendo tido um trabalho meritório no combate aos incêndios no verão passado.

“Os GIPS têm um papel distinto pela autoridade que representam , o que é muito importante nas zonas onde marcam presença. Têm sido muito importantes na sensibilização junto da população para que se cumpram as regras de limpeza das áreas envolventes.”

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, agradeceu o esforço e dedicação destas equipas.

“Queremos agradecer o esforço que estas equipas têm feito. Têm desenvolvido uma acção meritória no combate aos incêndios e na protecção civil, sendo, por isso, justo este reconhecimento público. Devemos ter um reconhecimento e estima muito grandes por estas equipas e pelo trabalho que levam a cabo, não só no Verão, como durante todo o ano.”

DOMINGOS SOUSA FOI VÍTIMA DA PARTIDARIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Tribunal declara que demissão do Diretor do Centro de Emprego de Famalicão, Domingos Sousa, não teve qualquer fundamento

A declaração de ilegalidade na exoneração do ex-diretor do Centro de Emprego de Vila Nova de Famalicão não surpreende o Partido Social Democrata.

Domingos Sousa.jpg

 

Com apenas um mês de vida o novo governo iniciava, desde logo, um feroz processo de estatização e partidarização da administração pública procedendo a demissões em catadupa e subsequentes novas nomeações de pessoas com ligações partidárias explícitas.

Fê-lo, aliás continua a fazê-lo, sem pudor ou parcimónia. O invocado argumento da necessidade de dar uma “nova orientação à gestão dos serviços” na administração pública não basta. Nunca poderia bastar, como agora o decidiu o Tribunal Administrativo e Fiscal de Penafiel.

Mas não foi aí que residiu a verdadeira razão do afastamento do Dr. Domingos Sousa. Na verdade, nunca o ex-diretor do Centro de Emprego foi confrontado com essa alegada necessidade, nem o poderia ser pois as funções de dirigente que desempenhava eram técnicas, não eram políticas. Foi sempre assim que as encaramos e não vemos como o possam ser de outra maneira.

A verdadeira razão do afastamento do Dr. Domingos Sousa adveio da circunstância de ser dirigente no tempo do governo do PSD/CDS-PP. Sim esse foi o seu pecado. Sim esse foi o único e exclusivo fundamento para a sua indecorosa demissão. É a tomada do Estado pelo aparelho do PS, seja a que custo for, que sustenta a vaga de exonerações que tem marcado o último ano da governação do país.

O ex-Diretor do Centro de Emprego foi vítima desta política de saneamento, agora sancionada também judicialmente e concretizada com uma voracidade tal que, no caso do Dr. Domingos Sousa, não cuidou de observar que a sua nomeação para o cargo ocorrera no longínquo mês de maio de 2010, ou seja, no tempo de um governo socialista e nele permanecerá até 2016 por indiscutível mérito.

A estabilidade, a transparência e a competência não escapam ao rolo compressor do governo da união das esquerdas. Assim o exige a gestão partidarizada dos serviços do Estado que esmaga e prescinde de dirigentes, como o Dr. António Sousa que, como legado da sua gestão, nos deixou uma assinalável diminuição da taxa de desemprego no concelho de Vila Nova de Famalicão

EDGAR & PRIETO ESCOLHE NOVO SOFTWARE DE GESTÃO DE TRANSPORTE

A empresa de Guimarães Edgar & Prieto, transportadora referência a nível nacional, decidiu, após consulta de mercado, implementar a solução aTrans para a gestão da sua operação de transporte. Esta reestruturação passará também pela área do ERP, com a adoção do ERP Primavera.

Edgar & Prieto 1.jpg

 

A decisão de adotar soluções de gestão que respondam às atuais conjunturas insere-se no posicionamento de liderança, crescimento e longevidade da Edgar & Prieto.

A empresa de Transportes Edgar & Prieto, com largos anos de experiência e referência no setor, após consulta de mercado para a reestruturação do seu sistema de informação, optou pela aquisição da solução aTrans, em integração com o ERP PRIMAVERA.

A escolha do aTrans, Certified Produtc Primavera, e do Primavera como ERP permitirá à transportadora implementar uma gestão integrada, global e eficiente.

A empresa de transportes teve em conta, na consulta de mercado, a seleção de uma solução que integrasse a gestão operacional, administrativa e financeira da organização.

Foi também uma preocupação dos responsáveis auscultar os clientes referência do aTrans. Após este período de análise, concretiza agora a implementação do software aTrans, para a gestão do Transporte, em integração com o ERP PRIMAVERA.

A empresa ABMN Business Solutions, detentora do aTrans e Premium Partner Primavera, será responsável pelo projeto. Nesta decisão foram fundamentais a cobertura funcional e a fiabilidade e reconhecimento dos produtos.

A solução para gestão da operação de transporte aTrans mantém uma posição sólida em termos de mercado, conquistando um reconhecimento crescente a nível nacional. A Edgar & Prieto vem reforçar o leque de clientes referência aTrans, que continua a crescer em robustez, cobertura funcional e tecnologia.

Edgar & Prieto.jpg

NAVIO HOSPITAL GIL EANNES REGRESSOU A VIANA DO CASTELO HÁ 19 ANOS

Navio Hospital Gil Eannes celebra o 19º Aniversário no 31 de Janeiro

No próximo dia 31 de Janeiro, a Fundação Gil Eannes comemora o 19º aniversário do regresso do Navio Hospital Gil Eannes a Viana do Castelo.

Gil Eannes_ Chegada do sucateiro.jpg

Para assinalar a data, a Fundação Gil Eannes tem programado para esse dia várias atividades:

9H30 às 18H00 - Visitas gratuitas ao navio museu e projeção do documentário “Mais Vale Tarde do que Nunca” do Prof. José Hermano Saraiva

17H30 – Palestra sobre João Álvares Fagundes, pelo historiador Senos da Fonseca, na sala de reuniões do navio museu

Apresentação da linha editorial da Fundação Gil Eannes com lançamento do primeiro livro “João Álvares Fagundes – Um Homem dos Descobrimentos”, autor Senos da Fonseca, na sala de reuniões do navio museu

21H00 – Projeção do vídeo do espetáculo “Anjo Branco”, no Centro Cultural de Viana do Castelo. Este espetáculo que foi gravado a bordo do Navio Hospital Gil Eannes durante a representação da peça de teatro realizada pelo Teatro do Noroeste – CDV.

O Navio Hospital Gil Eannes foi construído nos Estaleiros de Viana do Castelo em 1955, tendo como missão apoiar a frota bacalhoeira portuguesa nos mares da Terra Nova e Gronelândia.

A sua principal função foi prestar assistência hospitalar aos pescadores e tripulantes da frota bacalhoeira. Também foi navio capitania, navio correio, navio rebocador, garantindo abastecimento de mantimentos, redes, isco e combustível aos navios da pesca do bacalhau.

O Gil Eannes encontra-se aberto ao público como navio museu desde agosto de 1998 e ao longo destes anos já foi visitado por mais de 774 mil visitantes.

imagem_19º aniversario_NGE.JPG

CELORICENSES CANTAM AS JANEIRAS

Encontro “Vamos Cantar as Janeiras” é este fim-de-semana em Celorico de Basto

Está tudo preparado para receber o tradicional encontro de janeiras em Celorico de Basto. Uma iniciativa que já conta com 17 grupos inscritos e que acontece no dia 29 de janeiro, domingo, pelas 15h00, no Gimnodesportivo da EB 2,3/S de Celorico de Basto.

janeiras 2017.jpg

 

“Temos plena noção que estas tradições, ao longo dos anos, se vão perdendo no tempo, o que nos preocupa, por isso atuamos por forma a desenvolver iniciativas apelativas que incitem à participação e que mantenham bem vivos estes costumes que fazem parte da nossa identidade” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca realçou ainda que este encontro “demonstra o dinamismo das associações locais que se organizam para participar com brio e empenho deliciando o público com as interpretações apresentadas”.

Estes cantares das janeiras vão na XVII edição tendo sido concurso, até há dois anos a esta parte, que classificava os grupos tendo em conta vários parâmetros de avaliação. Agora, os Cantares das Janeiras são um encontro que procura sobretudo, preservar as tradições das janeiras e promover o convívio entre as várias associações locais.

Neste momento, a organização do evento, Câmara Municipal de Celorico de Basto, conta com 17 grupos inscritos que irão interpretar letras com títulos como “Estrelas que cantam”, “o pastor vindo de longe”, “Ó anjos anunciai”, “Vimos Cantar as Janeiras”, “Janeiras pelas crianças” e muitas outras letras, na sua maioria originais.

Os grupos participantes deverão respeitar as normas impostas no regulamento e, no final do espetáculo, serão agraciados com um diploma de participação e um prémio monetário, igual para todos.

EXPOSIÇÃO RETROSPETIVA 2016 INAUGURA AMANHÃ EM CAMINHA

Inauguração agendada para as 16H00

O Museu Municipal de Caminha tem patente a partir de amanhã a exposição Retrospetiva 2016. Esta mostra reúne as obras cedidas ao Município pelos artistas que escolheram a Galeria de Arte Caminhense para expor o seu trabalho durante o ano de 2016. A exposição inaugura amanhã, dia 28 de janeiro, pelas 16H00.

A exposição Retrospetiva põe em evidência, no início de cada ano, a atividade da Galeria de Arte Caminhense, espaço cedido a vários artistas para exporem a sua obra. Para além de divulgar o trabalho de cada um dos artistas, esta exposição pretende ainda aproximar os públicos das artes plásticas, através das várias atividades desenvolvidas pelos serviços educativos.

Em 2016, foram mais de duas dezenas os artistas que escolheram uma das salas de visita do concelho para divulgarem o seu trabalho: Lúcio Danin Torres, Marcos Viana, ConchiCuadrado, Joel Correia / Diana Pinheiro, José Luís Pais, Santarelli, João Barros, Puskas, Vitor Carneiro, Lucie Esteve, Isa Dora Cruz, João Marrocos, Dacha, Cachi / Tino Riveiro, Isabel Ferreira, Alfonso Vicente Rey, David Lopes / Rosário Pedro, Ricardo Dantas, Maria Mondim Pereira, José Manuel Rocha Pereira e Mário Rebelo de Sousa.

Em Caminha, esta mostra estará patente até dia 5 de março. Depois, rumará até Vila Praia de Âncora, à Galeria Guntilanis, onde poderá ser visitada de 11 de março a 2 de abril.

A exposição Retrospetiva pode ser visitada de terça-feira a domingo das 10H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00.

POETA DANIEL BASTOS LEMBRA AUSCHWITZ

Daniel Bastos.jpg

Relembrar Auschwitz

Vagueiam nus
em Auschwitz,
perdidos no silêncio infame,
os corpos dos nossos irmãos
aguardando disformes
o prenúncio da morte.
Arrastam-se lentamente
presos num corpo despojado
de dignidade que já foi seu.
Imploram aos carcereiros
obreiros da iniquidade,
alivio para a dor lancinante
que dilacera as entranhas
da humanidade.
Erguem-se em Auschwitz
as vozes dos inocentes
que padeceram a crueldade
hedionda do Holocausto.
Repousam em Auschwitz
as cinzas da história
que nunca devíamos
ter deixado acontecer!

Daniel Bastos, “Relembrar Auschwitz” in Terra.

Relembrar Auschwitz - Desenho de Orlando Pompeu in      Terra.jpg

MANUEL SANTOS É O FOTÓGRAFO DA AMADORA E DO FOLCLORE

O Sr Manuel Santos é um fotógrafo bastante conhecido e estimado no concelho da Amadora onde vive e também no meio do associativismo regionalista e do folclore. Não raras as vezes, acompanha os grupos folclóricos em longas viagens a fim de lhes garantir a cobertura fotográfica, incluindo a gravação em vídeo das suas actuações, trabalho que sempre faz generosamente. Além disso, é pessoa de trato afável, com grande facilidade de fazer amigos. E, não há entidade com a qual colabore, a começar pela própria Câmara Municipal da Amadora, onde não crie laços de amizade.

unnamedManuelSantos.jpg

O Sr Manuel Santos é um dos colaboradores do BLOGUE DO MINHO o qual lhe deve excelentes reportagens fotográficas que fazem o gáudio dos seus leitores.

Mas, afinal que é o sr. Manuel Santos a quem todos estão habituados a vê-lo de máquina fotográfica em punho?

Natural de Lisboa, cedo rumou para Angola onde passou a trabalhar como funcionário do Estado Português. Em 1966, aos dezoito anos de idade, começou a fotografar e revelar fotos em laboratório. Em 1975 regressou à Metrópole, continuando na Administração Pública a trabalhar no apoio de desenvolvimento rural, constituindo algumas das áreas mais marcantes a Direcção dos Serviços de Documentação e Informação, o emparcelamento agrícola recuperação e construção de habitações em casas rurais um pouco por todo o país, pontões, açudes, caminhos rurais, estábulos, regadio tradicional, barragens e toda a sorte de equipamentos rurais.

Cobriu em fotografia numerosos eventos como feiras agrícolas em localidades como Santarém, Porto, Golegã, Alter do Chão, Macedo de Cavaleiros e o Algarve. Também figuras conhecidas do clero e políticos dos mais variados quadrantes ideológicos não escaparam à sua objectiva. Mais recentemente, ao Jardim Zoológico de Lisboa e aos animais que ali habitam também lhes dedica um especial carinho, registando os seus gestos de ternura e as suas brincadeiras.

Mas foi sobretudo o contacto com as gentes dos meios rurais que lhe fizeram despertar o gosto pelo folclore, captar o movimento das danças, o colorido dos trajes e a beleza das moças nos seus trajes garridos, das crianças e dos jovens transportando uma herança cultural para os vindouros. E, desde então, abraçou com paixão a causa da sua divulgação, da forma que melhor sabe fazer: fotografar!

14650705_559186367604089_3634786119935311897_n.jpg

GUIMARÃES TEM BOSQUE ERASMUS NA UMINHO COM 30 ÁRVORES DE PAÍSES EUROPEUS

PROGRAMA ERASMUS COMPLETA TRÊS DÉCADAS

Área verde representa diversidade dos países participantes. Entre as várias espécies plantadas destacam-se a azinheira, o abeto azul, o vidoeiro, o freixo europeu e a faia púrpura.

Guimaraes_UM_Bosque_Erasmus.jpg

A Universidade do Minho inaugurou esta quinta-feira, dia 26, no polo de Azurém, em Guimarães, um bosque com três dezenas de árvores oriundas de vários países parceiros do programa de intercâmbio Erasmus. A iniciativa assinalou a abertura oficial das comemorações do 30º aniversário deste programa, que já chegou a mais de três milhões de estudantes da União Europeia.

«Este é um momento simbólico e cheio de substância, que está relacionado com a biodiversidade e também com o âmbito da nossa candidatura a Capital Verde Europeia. Guimarães é uma cidade de cultura, mas também que preserva o seu ambiente e a sua natureza, daí querermos ser uma referência bio-cultural», referiu Domingos Bragança, Presidente do Município, acompanhado pelo Reitor da UMinho, António M. Cunha, pelo Diretor Regional de Braga do Instituto Português do Desporto e Juventude, Vítor Dias, e pela Pró-Reitora Carla Martins, num trabalho paisagístico liderado pela Presidente da Escola de Arquitetura, Maria Manuel Oliveira.

«Este bosque acrescenta qualidade a um caminho que está a ser partilhado, igualmente, pela Universidade do Minho, entidade que mais tem contribuído como fator de união entre as duas principais cidades do Minho», acrescentou ainda o responsável pela Autarquia vimaranense, indicando a internacionalização como fator preferencial para que os «estudantes possam ter mais oferta de alojamento nesta cidade», proporcionando novos intercâmbios de alunos de todas as cidades europeias, a fim de «conhecer melhor» Guimarães. «Estaremos sempre na primeira linha de cooperação com a Universidade do Minho, com políticas transversais que envolvam as nossas comunidades», disse.

30 anos, 30 árvores
A UMinho tem vindo a apostar numa forte política para a internacionalização, que se reflete nos seus principais eixos de ação: ensino, investigação e inovação e interação com a sociedade. Desde 1994, no âmbito do Programa Erasmus, a academia minhota acolheu 4.204 alunos provenientes de 29 países, maioritariamente de Espanha, Itália, França, Turquia e Polónia, e enviou 4.143 universitários para 28 países da União Europeia.

«O programa Erasmus é o mais bem-sucedido no espaço de construção educacional, com um impacto brutal a todos os níveis. Faz-nos ter crença na Europa e no envolvimento de povos europeus. Celebramos com grande dignidade este aniversário e a ideia de construirmos este bosque permite o desenvolvimento paisagístico da zona sul do Campus de Azurém, onde está agora a nova Biblioteca da Universidade do Minho, uma referência europeia na área do ensino superior», disse, por sua vez, António M. Cunha, Reitor da UMinho.

Comemorações prolongam-se até ao final de 2017

À semelhança de outras instituições de ensino superior da Europa, a UMinho associa-se a esta efeméride com inúmeras atividades, nomeadamente um encontro com antigos participantes do Erasmus, um fim de semana aberto para alunos do secundário, semanas internacionais sobre internacionalização para docentes e funcionários, sessões de sensibilização em escolas de Braga e Guimarães, realizadas por alunos Erasmus.

Está ainda em agenda a participação em ações de solidariedade com refugiados, um _power trail _(percurso com pontos de passagem pré-estabelecidos), no âmbito da candidatura do Município de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020, e uma caminhada ao Bom Jesus do Monte. As comemorações encerram em dezembro com a exposição “30 anos do Programa Erasmus na UMinho” e um concerto inédito da Orquestra e do Coro da academia minhota.

SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ELEGE GUIMARÃES COMO EXEMPLO DE BOAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

PROJETO FÉNIX É REFERÊNCIA NACIONAL

Agrupamento Virgínia Moura privilegia Projeto Fénix, onde se efetuam diagnósticos em função das necessidades dos alunos. Elaborado um perfil, são criados ninhos flexíveis ao longo do ano, de acordo com as dificuldades e potencialidades diagnosticadas.

Guimaraes_Sec_Estado_Educacao.JPG

O Secretário de Estado da Educação, João Costa, considerou o Agrupamento de Escolas Virgínia Moura, com sede em Moreira de Cónegos, um exemplo de boas práticas pedagógicas, durante uma visita que realizou a Guimarães esta quinta-feira, 26 de janeiro. Acompanhado pela Coordenadora Nacional do Projeto Fénix, Luísa Moreira, o estabelecimento de ensino foi escolhido a nível nacional como referência no combate ao insucesso escolar.

«A Academia Fénix agrega as escolas que aplicam o programa e os bons exemplos. A importância de termos projetos diferenciadores conduzem-nos ao sucesso, promovendo uma escola pública inclusiva, que sabe trabalhar em conjunto com a comunidade e, neste particular, o Município de Guimarães tem desempenhado um excelente trabalho nos projetos que desenvolve e no apoio que concede às escolas», disse o governante.

No âmbito da implementação do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar no presente ano letivo, o Agrupamento de Escolas Virgínia Moura elaborou um Plano de Ação Estratégica com base nas dificuldades manifestadas pelos alunos, tendo como referência os objetivos e descritores das metas curriculares.

«Os últimos anos têm trazido ganhos enormes para a educação! Hoje, há uma escola pública que responde e o abandono escolar é praticamente inexistente. O desafio, agora, é o do sucesso: os alunos têm de estar na escola, todavia, têm de fazer aprendizagens e adquirir competências. Este é o caminho: fazer com que todos os alunos aprendam, todos possam fazer uma escolaridade normal, de 12 anos, mas 12 anos de sucessos», referiu a Vereadora Adelina Paula Pinto, que enalteceu a dinâmica do Projeto Fénix implementada no Agrupamento de Escolas Virgínia Moura.

No biénio 2016/2018 está a ser executada a medida “Promoção de dinâmicas de ensino-aprendizagem diversificadas e personalizadas” recorrendo à metodologia Fénix, que visa diminuir a taxa de retenção dos alunos, promover o potencial de cada aluno, considerando os diferentes ritmos de aprendizagem, criando grupos de menor dimensão (ninhos), bem como desenvolver dinâmicas de ensino-aprendizagem diversificadas e personalizadas e promover o trabalho colaborativo intra-agrupamento e inter-instituições.

Personalização e espírito de entreajuda no Projeto Fénix

No 1º ciclo, esta dinâmica não excede as seis horas semanais, no apoio às áreas curriculares de Português e Matemática. Os alunos são acompanhados pelo professor titular: num grupo mais restrito, exterior à sala de aula - o ninho - que possibilita realizar um trabalho mais específico ao identificar e colmatar necessidades concretas, consolidando os conteúdos de um modo mais personalizado, diversificando e adequando, quer as estratégias, quer os materiais para cada aluno.

No 2º e 3º ciclo, a turma-mãe e o ninho funcionam ao mesmo tempo e no mesmo horário, nas disciplinas a intervir – Português e Matemática, não havendo sobrecarga no horário escolar dos alunos. O tempo que os alunos passam no ninho depende da evolução de cada um, tendo por base uma avaliação contínua do seu progresso. Semanalmente, num tempo letivo de 45 minutos, são programados momentos de interação entre todos os alunos, promovendo um espírito de interajuda de modo a poderem alcançar-se os objetivos propostos.

IRMANDADE DE S. VICENTE DE BRAGA REALIZA CONFERÊNCIAS DEDICADAS AO MÁRTIR

1ª Conferência

27 | jan.(sex)

Tema: Azulejos entre talha(s)” *

Convidado: Doutor Eduardo Pires de Oliveira, investigador e especialista em História da Arte

Moderação: José Pinto, Juiz Presidente da Irmandade

Local: Igreja paroquial de São Vicente, rua de São Vicente, Braga

Hora: 21:30h

isv_fts_adalberto_0025.jpg

2ª Conferência

03 | fev.(sex)

Tema: “Intervenção arqueológica em espaços religiosos”

Convidado: Prof. Doutor Luís Fontes, arquólogo da Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho (UAUM) e, docente da UMinho

Moderação: José Pinto, Juiz Presidente da Irmandade

Local: Igreja paroquial de São Vicente, rua de São Vicente, Braga

Hora: 21:30h

*No final da conferência, irá a leilão uma fotografia do interior da Igreja de São Vicente, oferecida por Libório Manuel Silva, editor da obra: «Azulejo em Braga - O Largo Tempo do Barroco». Insere-se este leilão, na campanha de angariação de fundos "Abrigar São Vicente". A base de licitação da foto é de: 25,00€. Os interessados, poderão fazer chegar as suas propostas diretamente na sacristia, das 09:30h às 12:00h e das 16:00h às 18:30h, ou através do  email: "irmandadesaovicente@gmail.com", e, ainda no final da Conferência.

Com estas duas conferências temáticas, a Irmandade de São Vicente de Braga encerra o programa de 2017 da festa em honra do seu padroeiro.

isv_fts_adalberto_0022.jpg

1654269_534914086644996_8875194115545053569_n.jpg

10926401_558978184238586_2451275364802925389_n.jpg

BARCELOS REQUALIFICA AVENIDA CENTRAL EM CAMBEZES

Presidente da Câmara Municipal de Barcelos assinou auto de consignação da empreitada na Avenida Central em Cambeses. Obra irá custar cerca de 150 mil euros, acrescidos de IVA, e tem o prazo de execução de 120 dias

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, esteve presente na cerimónia de assinatura do auto de consignação da Empreitada na Avenida Central na freguesia de Cambeses.

image_widebarce.jpg

Trata-se de uma obra que tem um custo de 149.766,80€ acrescido de IVA e tem como prazo de execução 120 dias. A obra será realizada pela empresa Pedreira da Franqueira, Lda.

Esta é uma via estruturante da freguesia, principal acesso ao apeadeiro da  Linha do Minho, que está inserida numa área urbana central da freguesia onde se situam importantes equipamentos, nomeadamente a Igreja Paroquial, o Cemitério Paroquial, o Centro Social, a Sede dos Escuteiros, a Escola Primária e a Sede da Junta de Freguesia.

A empreitada vai intervir num trecho de ligação inter-freguesias com tráfego médio diário razoável integra um nível hierárquico elevado na rede viária municipal numa extensão aproximada de 400 metros e visa sobretudo o alargamento da plataforma, com a criação de uma faixa de rodagem de 6 metros, um passeio com a largura regulamentar, melhorar o sistema de Drenagem de Águas Pluviais e o reforço da sinalização vertical.

PORCO BÍSARO DE TRÁS-OS-MONTES VEM À FEIRA DO PORCO A PONTE DE LIMA

Bísaro Pig Parade – Exposição Itinerante. IX Feira do Porco e as Delícias do Sarrabulho em Ponte de Lima

A IX Feira do Porco e as Delícias do Sarrabulho, a realizar este fim-de-semana em Ponte de Lima, apresenta um projeto artístico proveniente da região de Trás-os-montes, cujo objetivo é o de promover e preservar a raça do porco Bísaro.

15780748_1220772937976787_2243700063470294803_n.jpg

Trata-se de uma exposição itinerante designada “Bísaro Pig Parade” da autoria de 20 artistas plásticos da região transmontana, que pintaram e decoraram 20 maquetes de porcos de dimensão real, em fibra de vidro, com cerca de 50 a 70Kgs. A mostra que tem percorrido diversos concelhos promete suscitar a curiosidade dos visitantes, este fim-de-semana em Ponte de Lima.

O Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, um dos verdadeiros motores do desenvolvimento económico do concelho, enquadra-se nos Fins-de-semana Gastronómicos promovidos pela Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal. Expositores de produtos regionais e artesanato participam neste evento, onde os visitantes poderão encontrar propostas irresistíveis dos vários restaurantes do concelho, degustando as iguarias derivadas do Porco, com destaque para os enchidos e fumados.  

Promovido pelo Município de Ponte de Lima no âmbito do projeto Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta’, dirigido aos agentes locais e aos empresários do setor turístico hoteleiro e da restauração, esta iniciativa abrange as campanhas especiais de alojamento, com 15% de desconto, em Hotéis e Casas de Turismo aderentes, e a oferta do leite-creme por cada dose, nos restaurantes aderentes ao Ponte de Lima em Alta.

Consulte mais informações em: http://www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/ix-feira-do-porco-e-as-delicias-do-sarrabulho/

ARCOS DE VALDEVEZ INVESTE NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Mais de 60 mil euros para reforçar o abastecimento de água na freguesia do Extremo

A Câmara Municipal tem dado continuidade ao investimento realizado ao nível do reforço do Abastecimento de água. Ainda recentemente consignou “Ampliação da Rede de Abastecimento de Água – Freguesia de Extremo (Castanheira/Pereira)”, apoiada por fundos da União Europeia, com a qual se pretende a ampliação da rede de distribuição de água aos lugares de Castanheira e Pereira.

consignação_abastecimento_agua_extremo.jpg

Esta intervenção, no valor de 61.500,58€ +IVA, permitirá aumentar a cobertura local, prevendo-se a instalação de condutas de distribuição numa extensão de cerca de 1,8 km, com instalação de 25 ramais domiciliários e hidrantes.

Esta obra vem juntar-se a outras em curso nas freguesias de Álvora, Aboim das Choças, União de Freguesias de Eiras e Mei, Freguesia de Rio de Moinhos, Freguesia de Cabreiro e Freguesia de Gondoriz, no valor de cerca de 300 mil euros. Investimentos que possibilitarão a criação de mais 155 ramais.

De referir que está ainda previsto um futuro investimento de 540 000.00 €+IVA que criará 110 ramais.

Estas obras são financiadas pelo POSEUR-03-2012-FC-000436 - Ampliação da Rede de Abastecimento de Água do Subsistema Setor Norte, Vila e Sudoeste, cofinanciadas pelo Fundo de Coesão (FC), Portugal2020, através do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR), Eixo Prioritário 3 – Proteger o Ambiente e Promover a Eficiência dos Recursos e com um Investimento Elegível global de 715.656,22€ € e Comparticipação Comunitária de 608.307,77€ €. A operação tem como objetivo fulcral a gestão eficiente dos recursos da reabilitação dos sistemas urbanos de distribuição de água, o controlo e redução de perdas, garantindo a recuperação sustentável de gastos, assegurando a acessibilidade económica das populações aos serviços.

ARCOS DE VALDEVEZ AMPLIA REDE DE SANEAMENTO EM PARADA E GIELA

Consignadas obras de ampliação de saneamento nas freguesias de Parada e Giela

A Câmara Municipal procedeu recentemente à consignação das obras de “Ampliação da Rede de Saneamento a Parada (Soalheiras/Casal)” e “Ampliação da Rede de Saneamento a Giela (Secas/Rochina)”, apoiadas por fundos da União Europeia. Com estas obras no valor global de mais de 354 mil euros (“Ampliação da Rede de Saneamento a Parada (Soalheiras/Casal)”, adjudicada por 141.697,41€ + IVA e “Ampliação da Rede de Saneamento a Giela (Secas/Rochina)”, adjudicada por 212.310,99€ + IVA), pretende-se dotar de rede pública de drenagem de águas residuais domésticas vários lugares das freguesias. No total, a rede irá somar uma extensão de mais 4km e mais 133 ramais domiciliários.

consignação_saneamento_parada.jpg

Estas obras são a continuação do investimento que se encontra a ser realizado ao nível de saneamento no concelho, no valor de mais de 600 mil euros e através do qual ficarão instalados 230 ramais nas freguesias de Arcos de Valdevez (S. Paio), Prozelo e Aguiã, Tabaçô (núcleo central)” e Parada ao longo da EN101. De referir que está ainda previsto um investimento de 888 325. 00€ em várias freguesias do concelho.

Estas empreitadas, as quais contam com um investimento global de 2M€,  encontram-se financiadas pela pelo POSEUR-03-2012-FC-000609 - Ampliação da Rede de Saneamento de Águas Residuais do Subsistema da Vila - Arcos de Valdevez, cofinanciada pelo Fundo de Coesão (FC), Portugal2020, através do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR), Eixo Prioritário 3 – Proteger o Ambiente e Promover a Eficiência dos Recursos, com um investimento elegível no valor de 1.331.953,46 € e uma comparticipação comunitária de 1.132.160,44 € €. Salienta-se ainda que esta operação tem como principal objetivo a otimização e gestão eficiente dos recursos e infraestruturas existentes, garantindo a qualidade do serviço prestado às populações e à sustentabilidade dos sistemas.

consignação_saneamento_giela_aspaio.jpg

BANDA DE MÚSICA DE MOREIRA DO LIMA E GRUPO CANTO D'AQUI ATUAM EM PONTE DE LIMA

29 de Janeiro – 15h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

O primeiro dos quatro concertos das bandas filarmónicas do concelho de Ponte de Lima, agendados para o presente ano no Teatro Diogo Bernardes, estará a cargo da Banda de Música de Moreira do Lima no próximo domingo, 29 de Janeiro, às 15h00, a qual se fará acompanhar, na segunda parte do concerto, pelo grupo Canto d’Aqui.

banda_de_musica_de_moreira_do_lima_mupi_.jpg

Do vastíssimo e histórico currículo da Banda de Música de Moreira do Lima permitimo-nos destacar o seguinte.

Em 2006 a banda gravou o seu primeiro CD e dois anos depois concretizou a sua internacionalização ao visitar a vila francesa de Frontygnan, Montpellier, a convite da Association Portuguaise Culturrelle Frontignaise, aquando das Comemorações do 25 de Abril.

Em Outubro de 2009, Artur António Duarte Cardoso assumiu a direção artística da banda e a entrada de novo maestro traduziu-se em sinónimo de uma renovação musical.

No dia 4 de Março de 2014, Dia de Ponte de Lima, a Banda de Música da Casa do Povo de Moreira do Lima recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Município de Ponte de Lima, pelo trabalho em prol do desenvolvimento cultural do concelho.

Na viragem do ano 2014 para 2015, a batuta da banda muda de novo de dono. Manuel António Barbosa Monteiro é o atual maestro da banda que em 2016 gravou o seu segundo CD.

Programa do Concerto:

1.ª Parte – Banda Moreira do Lima

Ares de Espanha – Ilídio Costa

Persis – James L. Hosay

Irish Tune Country Derry – Percy Grainger

Francisco Magalhães – Luís Cardoso

Zirkus Renz – Arr: Guy Rodenhof

2.ª Parte – Banda Moreira do Lima e Grupo Canto D´Aqui

Boi do Mar – Luís A. Bettencourt. Arr: Filipe Cunha

E depois do adeus – José Nisa e José Calvário. Arr: Filipe Cunha

Cantar de Emigração – Rosalia de Castro e José Nisa Mendes. Arr: Filipe Cunha

Luisinha – Popular. Arr: Filipe Cunha

Oh linda Ana Tirana – Popular. Arr: Filipe Cunha

Hino Ponte de Lima

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

GUIMARÃES HOMENAGEIA RAUL BRANDÃO

EVENTO NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA, 31 DE JANEIRO

Guimarães celebra 150 anos do nascimento de Raul Brandão com música de “Capicua”

Escolas Martins Sarmento e Francisco de Holanda recebem iniciativa “Da Rua para o Papel”. Festival Literário “Húmus” continua, agora com performances musicais.

Capicua.jpg

Ana Matos Fernandes, artista que dá vida ao projeto “Capicua”, estará em Guimarães na próxima terça-feira, 31 de janeiro, às 10 horas, na Escola Secundária Martins Sarmento, e às 15:10 horas, na Escola Secundária Francisco de Holanda, no âmbito da atividade “Da Rua para o Papel”, integrada no programa de comemoração dos 150 anos do nascimento de Raul Brandão, cuja efeméride está a ser assinalada pela Câmara Municipal de Guimarães com a realização de um diversificado conjunto de iniciativas que fazem parte do Festival Literário de Guimarães - Húmus.

A artista portuense que apresenta “Capicua” cresceu a gostar de rimas e de palavras ditas ao contrário. Com 15 anos, descobriu o Hip Hop, primeiro pelos desenhos nas paredes, depois pelas rimas em cassetes, até chegar aos microfones. Algures entre a escola e a universidade, do Porto para Lisboa, estuda sociologia e faz um doutoramento em Barcelona.

Edita dois EPs em grupo (“Syzygy” em 2006 e “Mau Feitio” em 2007), até estar pronta para a primeira aventura solitária em 2008, com a aclamada mixtape “Capicua goes Preemo”. Seguem-se inúmeras colaborações em diversas compilações e mixtapes de alguns dos mais conceituados DJs e produtores de Hip Hop nacionais. Em 2012, edita o seu primeiro álbum em nome próprio, com selo Optimus Discos e consegue atingir novos públicos, surpreender a crítica e ganhar destaque nas mais prestigiadas listas de melhores discos do ano.

Segue-se nova mixtape, desta vez com beats de Kanye West (“Capicua goes West”, 2013), que prepara terreno para um segundo LP, “Sereia Louca”, editado em 2014 pela Norte Sul. Este trabalho precipita uma longa lista de concertos pelos principais palcos e festivais do país, faz crescer um público cada vez mais diverso, consolida e aprofunda o respeito dos pares e da crítica, confirmando o lugar de Capicua como um dos maiores talentos da nova música portuguesa e uma das mais incontornáveis artistas da sua geração.

Para celebrar o trabalho realizado, chega “Medusa” (Norte Sul, 2015), um disco de remisturas com dois temas originais, em que marcam presença alguns dos mais estimulantes projetos de Hip Hop e da atual música urbana de raiz eletrónica. Em 2016, edita “Mão Verde”, um disco/livro de música para crianças, em parceria com Pedro Geraldes (Linda Martini), iniciando uma numa nova tour de concertos para um novo público, com uma clara motivação ecologista.

Cronista da revista “Visão” desde 2015 e conhecida pela sua escrita emotiva e politicamente engajada, pela espontaneidade e por uma clara atitude feminista, conta já com uma longa lista de colaborações, conferências, projetos sociais e workshops, sempre em torno da palavra e da música.

“GREEN KEY” ABRE PORTAS AO TURISMO SUSTENTÁVEL EM BRAGA

Programa ambiental promovido em Braga

O Parque de Campismo e Caravanismo de Braga recebeu esta Quinta-feira, 26 de Janeiro, a visita de uma equipa da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) no âmbito do programa ‘Green Key’, que promove o Turismo Sustentável através do reconhecimento de parques de campismo, estabelecimentos turísticos, alojamento local e restaurantes que implementam boas práticas ambientais e sociais.

keybra (1).jpg

Nesta visita, a representante da ABAE, Fátima Vieira, ficou a conhecer as instalações do Parque e o trabalho que o Município tem realizado na melhoria das infra-estruturas e na divulgação deste equipamento em redes depromoção nacionais e internacionais.

Na ocasião, o vereador Altino Bessa deu conta dos resultados positivos que o Parque de Campismo tem registado desde há três anos. “Em 2016 este equipamento atingiu números recordes, registando um aumento do número de campistas, de dormidas e, consequentemente, da receita”, afirmou Altino Bessa, sublinhando o desejo do Município em continuar a dotar o equipamento de valências e práticas sustentáveis que permitam atrair cada vez mais campistas e caravanistas.

Já António Barroso, do Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara Municipal, realçou o contributo que o Parque de Campismo tem dado para o crescimento do turismo em Braga. “Nos últimos três anos, a Cidade tem vindo a posicionar-se como um destino turístico de excelência e esta tendência é comprovada pelas estatísticas, que dão conta de subidas significativas no número de hóspedes, de dormidas e do número de camas disponíveis”, referiu aquele responsável.

Durante a tarde, na Associação Comercial de Braga, a equipa da ABAE realizou uma acção de divulgação do programa ‘Green Key’, tendo sensibilizado os operadores turísticos para a adopção de práticas e comportamentos sustentáveis, através da educação ambiental para a sustentabilidade.

keybra (2).jpg

keybra (3).jpg

PORTUGAL 2020 FINANCIA OBRAS NA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM FAMALICÃO

Autarquia já tinha avançado com as obras em meados de 2016

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de ver aprovada a candidatura para o “Fecho da rede de drenagem de águas residuais das sub-bacias do Pelhe, Pele e Ave”, em seis freguesias do concelho, representando um investimento total no montante de 1,2 milhão de euros (1.276.160,72 euros) e cofinanciada em 621.829,48 euros pelo Fundo de Coesão (FCOES), no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), do Portugal 2020.

DSC_0139.jpg

As obras que já estão no terreno abrangem as populações residentes nas freguesias de Vale S. Cosme, Telhado e Portela; Fradelos; Vilarinho das Cambas e Requião. Em meados do ano passado, a Câmara Municipal decidiu avançar para a sua concretização mesmo sem a garantia da comparticipação que foi agora aprovada.

Entretanto, a autarquia tem também em andamento mais um conjunto de obras que abrangem o a rede de drenagem de águas residuais e abastecimento de água no Vale do Rio Este, nomeadamente as freguesias de Louro; Gondifelos, Cavalões e Outiz; Nine; Arnoso Santa Eulália, Arnoso Santa Maria e Sezures e Mouquim, Lemenhe e Jesufrei, no montante de 2,5 milhões de euros. Também para este conjunto de obras foi apresentada uma candidatura que está neste momento à espera da respetiva aprovação.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “estas obras são essenciais para as populações e para a sua qualidade de vida. São obras que não podem esperar e, por isso, decidimos avançar para a sua concretização o mais rapidamente possível. Entretanto, as boas notícias começam a chegar”, afirma o autarca.

Refira-se que a autarquia tem neste momento no terreno “um investimento sem precedentes no conforto e na qualidade de vida dos famalicenses”.

A frente de obras abrange 17 freguesias do concelho e cerca de 30 quilómetros de rede de água e 60 quilómetros de rede de saneamento básico, que vão servir diretamente mais de três mil habitações com água potável e perto de sete mil habitações com o saneamento.

Com estes novos investimentos prevê-se que a cobertura de água no concelho passe para 95,9 por cento e a cobertura de saneamento chegue aos 82,7 por cento.

DSC_0153.jpg

POVOA DE LANHOSO ORGANIZA CONCURSO NACIONAL DE TEATRO

XIII Concurso Nacional de Teatro abre este sábado com “Medeia”

Inicia este sábado a XIII edição do Concurso Nacional de Teatro da Póvoa de Lanhoso (CONTE), organizado pelo Município da Póvoa de Lanhoso e pela FPTA - Federação Portuguesa de Teatro e com o apoio da Fundação INATEL.

Theatro Club da Povoa de Lanhoso.jpg

O certame decorrerá entre os dias 28 de janeiro a 4 de março, no Theatro Club, com espetáculos todas as sextas e sábados, pelas 21h45.

A Cerimónia de Encerramento e de Entrega dos Prémios, com especial destaque para o Prémio Ruy de Carvalho para a Melhor Produção, decorrerá no dia 4 de março, no mesmo local, pelas 21h00, e contará com a apresentação de Rafa Leite.

O primeiro espetáculo a concurso vem de Ovar e é apresentado pela Contacto - Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar.

"Medeia" de Mário Ribeiro, a partir de Eurípedes, subirá ao palco do Theatro Club este sábado, dia 28 de janeiro, pelas 21h45.

Com encenação de Manuel Ramos Costa e interpretação de Aurora Gaia, galardoada no CONTE 2016 com o Prémio Prestígio e Personalidade - Fundação INATEL.

SINOPSE:

“Mário Cláudio, a partir do texto de Eurípedes recria, numa versão suavizada, «Medeia», a viver no século XXI. Jasão, amante e marido desta medeia contemporânea, é um homem calculista, vaidoso e preocupado, antes de tudo, com a obtenção da promoção social. Obcecado com o acesso ao poder, não hesita em trocar a vida com restrições, ao lado de uma mulher mais velha, cuja beleza começa já a declinar e não favorece a sua ascensão social. Um pouco como o Jasão clássico que ambicionava casar-se com a filha do rei de corinto e tornar-se o príncipe consorte”.

Género -  Drama

Duração - 90 minutos sem intervalo 

Para maiores de 14 anos 

Texto: Mário Cláudio

Grupo: Contacto - Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar

Cenografia: José Correia / Ambiente Sonoro: Manuel Ramos Costa / Desenho de Luz: Artur Leite / Guarda-roupa: Daniela Fula / Encenação: Manuel Ramos Costa / Elenco: Aurora Gaia

AMARES PROMOVE PATRIMÓNIO CONCELHIO

Município de Amares reforça promoção aos trilhos e património (i)material do concelho

O Município de Amares mantém em 2017 a forte aposta no programa “Amares a Caminhar”, uma iniciativa de promoção dos trilhos do concelho que conjuga a valorização do património natural, turístico, religioso e cultural local e, ao mesmo tempo, pretende fomentar hábitos de vida saudáveis entre os participantes.

DSC09057.JPG

“Em 2016 a iniciativa foi um verdadeiro sucesso, envolvendo 1840 amantes do pedestrianismo, num total de cerca de 20 caminhadas”, sublinha o vice-presidente da Câmara Municipal de Amares e vereador do desporto Isidro Araújo, garantindo a sua continuidade.

“Foi um projeto novo iniciado em 2016 que tinha dois objetivos fundamentais, por um lado promover os trilhos e a beleza natural e patrimonial do concelho de Amares e, por outro, fazermos a nossa parte naquilo que é a promoção da saúde e do bem-estar. O programa de caminhadas foi muito bem acolhido, pelo que nos sentimos motivados para continuar.”

Quanto ao sucesso desta iniciativa, Isidro Araújo não tem dúvidas de que se deveu ao empenho e dedicação de um vasto conjunto de pessoas envolvidas na sua concretização.

“Os excelentes resultados devemo-los, sobretudo, ao GADJ – Gabinete de Associativismo Desporto e Juventude da Câmara Municipal, aos 1840 participantes que aderiram positivamente e partiram à descoberta de Amares e ainda aos parceiros locais, instituições, juntas de freguesias e associações que connosco promoveram a iniciativa”, refere o vice-presidente, reforçando a importância da envolvência de todos os parceiros.

“Todos eles foram excelentes e são a prova do dinamismo e da motivação que está criada em termos associativos no nosso concelho”, concluiu.

A primeira caminhada do ano 2017 aconteceu já durante o mês de janeiro, com o Trilho dos Presépios, participada por cerca de 180 caminhantes.

Toda a informação sobre os trilhos sinalizados e ainda do programa para 2017, pode ser consultada no site da Câmara Municipal de Amares: www.cm-amares.pt e qualquer esclarecimento sobre a iniciativa pode ser obtido junto do GADJ : associativismo@municipioamares.pt.

MONÇÃO VALORIZA REDE VIÁRIA E ALARGAMENTO DO CEMITÉRIO EM BELA

Junto ao rio Minho e atravessada pela EN 202, a freguesia da Bela aposta na qualidade de vida dos seus habitantes. Este sábado, em visita efetuada à freguesia, Augusto de Oliveira Domingues confirmou e enalteceu a estratégia do executivo local.

DSC_0044 (Large).JPG

Dando continuidade às deslocações que vem efetuando às uniões/juntas de freguesia, verificando localmente os investimentos efetuados e as prioridades para os próximos tempos, o autarca monçanense, Augusto de Oliveira Domingues, visitou, no passado sábado, a freguesia da Bela.

Acompanhado pela Vice-Presidente, Conceição Soares, e o Vereador das Atividades Socioculturais, Paulo Esteves, foi recebido pelo executivo local: Gorete Amoedo Luís, presidente, Manuel António Gonçalves, secretário, e Sérgio Gonçalves Caldas, tesoureiro. A acompanhar a visita esteve também a Alto Minho TV.

Após reunião de trabalho, na sede da junta de freguesia, decorreu a visita a vários lugares da freguesia intervencionados ou a intervencionar, começando com uminspirador percurso pelos 21 passos da via-sacra. Um roteiro aconselhável a quem visita a freguesia da Bela, onde foi possível conferir o cuidado da junta na limpeza e beneficiação daquele trajeto religioso.

A comitiva prosseguiu a visita com deslocações a pequenos espaços de lazer e descanso e a caminhos valorizados pela junta de freguesia através da colocação de novo pavimento (cimento ou alcatrão) e, em algum casos, alargamento da via e construção de muros.

Paragens em Marco Furada, da Burnaria a Pousa, Martizes, Arnado, Costa, Giesteira e Recanto da Carvalheda, beneficiado com calçada à portuguesa, verificando-se que o trabalho da junta da freguesia estive direcionado para a valorização da qualidade de vida das pessoas, melhorando a rede viária para as habitações e campos agrícolas.

Referencia ainda para a requalificação da Estada Nacional 202, via que atravessa a freguesia. A junta manifestou alguma preocupação com a condução das águas e as valetas, revelando, contudo, que os trabalhos de beneficiação foram importantes para uma circulação mais segura e fluente.

Com prioridades na defesa e potenciação da zona ribeirinha da freguesia, onde está pensada a criação do trilho pedestre das pesqueiras, a comitiva passou ainda pelo cemitério da freguesia, confirmando a excelência dos trabalhos efetuados no alargamento daquele espaço situado junto à igreja paroquial e à casa mortuária.

DSC_0057 (Large).JPG

DSC_0103 (Large).JPG

DSC_0115 (Large).JPG

DSC_0142 (Large).JPG

BRAGA INAUGURA ESTÁTUA DE D. FREI BARTOLOMEU DOS MÁRTIRES

Amanhã, Sexta-feira, dia 27 de Janeiro, pelas 17h00, no Largo de S. Paulo, Braga

O Município de Braga procede amanhã, Sexta-feira, dia 27 de Janeiro, pelas 17h30, à inauguração da estátua de D. Frei Bartolomeu dos Mártires, em cerimónia que terá lugar no Largo de S. Paulo, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e do Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga.

MUNICÍPIO DE FAFE CELEBRA PROTOCOLO COM A CRUZ VERMELHA PORTUGUESA

Foi assinado, ontem, o Protocolo entre a Câmara Municipal de Fafe e a Cruz Vermelha Portuguesa que prevê a dinamização dos Centros de Convívio nas diversas freguesias do concelho.

DSA_4523A.jpg

O acordo foi, agora renovado, tendo sido estabelecido, inicialmente, no ano 2016.

Esta parceria visa a criação e manutenção de atividades nos centros de convívio, garantindo um trabalho concertado e eficiente na promoção da cidadania e envelhecimento ativo dos residentes nas diversas freguesias.

A equipa responsável pela respectiva dinamização, UNIR (Unidade de Intervenção e Recursos), tem vindo a desenvolver diversas actividades junto dos seniores, de forma a promover o envelhecimento activo e participativo.

A UNIR tem o apoio constante da Câmara Municipal, mas também da ação de um conjunto de voluntários, de agentes locais e entidades parceiras, sempre que se considere pertinente.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, este é um projeto que se justifica pela necessidade de acompanhar a comunidade sénior e promover a sua participação em atividades sócio-recreativas e culturais.

“Este projeto, desenvolvido em parceria com a Delegação de Fafe da Cruz Vermelha Portuguesa, assenta na vontade constante e sempre presente do Município em dar a oportunidade aos nossos séniores de envelhecerem de uma forma saudável e ativa.

Queremos que os centros de convívio tenham um leque de atividades diversificado, promovendo o envelhecimento ativo e a cidadania de todos os idosos.

Pretende-se, deste modo, prevenir a solidão e o isolamento, bem como potenciar a inclusão social e as relações interpessoais desta faixa etária.

Este trabalho tem importância reforçada pelo facto de retardar e até evitar a institucionalização dos idosos do concelho.”

DSA_4524A.jpg

MIGUEL ALVES REALÇA PAPEL DAS INSTITUIÇÕES E EMPRESAS NA DESCIDA DO NÚMERO DE DESEMPREGADOS NO CONCELHO DE CAMINHA

“O número de desempregados no concelho de Caminha em dezembro de 2016 desceu 12.5% face ao mesmo período de 2015. Nos últimos três anos, o número de desempregados no concelho de Caminha diminuiu 40%. Temos menos 400 pessoas inscritas no Instituto de Emprego e Formação Profissional. A ligação que temos feito com as empresas, com as instituições e o próprio trabalho que as empresas e as instituições fazem, tem contribuído em grande parte para a diminuição do desemprego no concelho de Caminha”, divulgou Miguel Alves durante a sessão de abertura do workshop “Responsabilidades Partilhadas para a Inclusão Profissional”, que decorreu esta manhã em Caminha.

workshop responsabilidades partilhadas para a inclusao profissional (1).jpg

O Auditório do Museu Municipal de Caminha acolheu esta manhã, com casa cheia, o workshop “Responsabilidades Partilhadas para a Inclusão Profissional”. O objetivo foi sensibilizar as instituições empregadoras dos concelhos de Caminha e de Viana do Castelo para a importância das parcerias entre as instituições sociais e as empresas, com vista a aumentar as hipóteses de empregabilidade dos cidadãos com maior vulnerabilidade social.

Miguel Alves realçou o trabalho que o Município tem realizado com as instituições e as empresas e os resultados que se obtém com o trabalho em parceria: “o Município de Caminha trabalha com as instituições e privilegia a Rede Social. Individualmente podemos conseguir algumas respostas, mas nunca serão as mesmas respostas que conseguimos em conjunto com as instituições.Esta ligação às empresas e às instituições é fundamental”.

O presidente da Câmara deu a conhecer os resultados do Instituto Nacional de Estatística sobre o desemprego no concelho, ou seja, o número dos desempregados no concelho de Caminha em dezembro de 2016 desceu 12.5% face ao mesmo período de 2015. Salientou ainda que nos últimos três anos, o número de desempregados no concelho de Caminha diminuiu 40%. Sobre esta descida do número de desempregados, Miguel Alves sublinhou que se deve em grande parte ao trabalho que o Município tem realizado em parceria com as instituições: “temos menos 400 pessoas inscritas no Instituto de Emprego e Formação Profissional. O modo como nos temos esforçado por colocar as pessoas nas empresas tem sido extraordinário. Temos ainda 603 problemas, que são os 603 desempregados, mas há menos 400. E tem a ver com esta dinâmica, com a ligação com as empresas, com a criação de microempresas, com o crescimento do turismo, mas tem a ver, sobretudo, com o papel que tem sido feito com as instituições”.

“Responsabilidades Partilhadas para a Inclusão Profissional”  foi organizado pelo Projeto Cria-te em parceria com a Rede Social e Câmara Municipal de Caminha.

O workshop foi composto por dois painéis. O painel 1 intitulado “Modelos de Intervenção Social na Integração Laboral de pessoa com CAD” contou com as seguintes comunicações: “Competências Pré-profissionais e Bolsa de empregadores”, a cargo de Joana Correia e Stéphanie Cunha (Projeto Cria-te); “Mediação Social e Comunitária na Empregabilidade”, por Jorge Barbosa (Coordenador Técnico do CRI Porto Oriental, ARS Norte) e ainda “Grupos Voluntários e Emprego-Um Processo de Cidadania e Co-construção Coletiva”, a cargo de Manuela Coutinho (Centro Distrital de Segurança Social de Viana do Castelo). O painel 2 “A responsabilidade Social Empresarial: experiências Partilhadas” foi constituído pelas seguintes intervenções: “As Políticas Ativas de Emprego na Inclusão dos Grupos Vulneráveis”, por António Leite (Delegado Regional do Norte, IEFP, IP); “Plataforma + Emprego e Projeto Piloto de Formação; Competências para a Integração”, a cargo de Olga Rocha e Renata Neves (NIPSA-CDSS Porto); “Projeto: Responsabilidade Social das Empresas para a Inclusão dos Sem Abrigo pelo Trabalho”, por Jorge Viana (Presidente da Methamorphys – Casulo Abrigo) e “Informar para inserir”, por Odete Araújo (Equipa CLDS 3G Caminha-Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora).

workshop responsabilidades partilhadas para a inclusao profissional (2).jpg

workshop responsabilidades partilhadas para a inclusao profissional (3).jpg

workshop responsabilidades partilhadas para a inclusao profissional (4).jpg

CERVEIRA CONSAGRA JOÃO LEMOS COSTA NA TOPONÍMIA LOCAL

Eng.º João Lemos Costa dá nome a nova rua

No âmbito das comemorações dos 40 anos da implementação do Poder Local Democrático em Portugal, foi aprovada por unanimidade, em reunião de câmara desta quarta-feira, a atribuição do topónimo Eng.º João Lemos Costa, primeiro presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira eleito democraticamente no pós25 de Abril, ao novo acesso da Escola Básica e Secundária do concelho.

Engº Lemos Costa Tomada de posse_ janeiro _ 1977.jpg

Considerando o impacto das primeiras eleições autárquicas no país, a autarquia cerveirense decidiu reconhecer o facto do Eng.º João Lemos Costa ter sido o primeiro presidente do Município, no pós 25 de Abril, cargo que desempenhou entre 1976 e 1982.

Assim, e após a conclusão das obras de beneficiação na envolvente da EB2,3/S de Vila Nova de Cerveira, o executivo municipal apresentou uma proposta para atribuição de topónimo àquele acesso passando a designar-se de Rua Eng.º João Lemos Costa.

No documento apresentado pelo Presidente de Câmara, Fernando Nogueira, lê-se que o Eng.º João Lemos Costa “foi um dos mentores dos primeiros passos das Bienais de Arte, abraçando o conceito de descentralização cultural”, mas também assumiu relevância pelo “trabalho desenvolvido em prol do desenvolvimento do concelho e das suas gentes, nomeadamente na consolidação da eletrificação do concelho”.

Localizada entre as ruas da Pedra Vedra e a Rua das Cortes, a Rua Eng.º João Lemos Costa destaca-se por ficar à entrada da vila e pelo movimento associado, nomeadamente das novas gerações.

MUNICÍPIO DE CAMINHA CONSEGUE GARANTIR APOIO DE 1,5 MILHÕES DE EUROS PARA REABILITAÇÃO URBANA EM CAMINHAE VILA PRAIA DE ÂNCORA

Abrangido o centro histórico de Caminha e a área da Sandia em Vila Praia de Âncora

A candidatura apresentada pela Câmara Municipal para reabilitação urbana do Centro Histórico de Caminha e da zona da Sandia, em Vila Praia de Âncora, foi aprovada, estando assegurado um apoio comunitário de 1,5 milhões de euros. A boa notícia foi transmitida ontem à população, durante a reunião descentralizada do Executivo, que se realizou no Salão Nobre do Cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora. 

reunião descentralizada VPA 2017 (1).jpg

As inundações constantes das habitações e logradouros nas zonas da Sandia e Vista Alegre, em tempo de chuva, foram ontem um dos assuntos mais focados na reunião. Três dos primeiros intervenientes referiram-se precisamente a este problema, muito antigo e agravado na altura da construção da A28. O vice-presidente Guilherme Lagido, explicou que essa situação o impressionou bastante há cerca de quatro anos, quando percorreu mais demoradamente o território ainda como candidato, verificando, ao chegar à Câmara, que não existia qualquer projeto para responder a esse problema, “angustiante”, como o classificaria a seguir Miguel Alves.

Com um quadro comunitário já fechado, em que o Governo que o negociou, entendeu não ser prioritária areabilitação urbana,havia contudo umaexceção, que este Executivo agarrou de imediato, mas que apenas contemplava perímetros urbanos  com  carências  devidamente fundamentadas e de intervenção perfeitamente clarificada.

O Executivo fez aprovar, no final de 2014, a delimitação de duas áreas de reabilitação urbana: do Centro Histórico de Caminha e da Sandia, em Vila Praia de Âncora, elaborando a respetiva candidatura, agora contemplada com 1,5 milhões de euros, dos quais 800 mil serão para a zona da Sandia e Vista Alegre, contemplando uma população da zona alta da freguesia, maioritariamente envelhecida, e que até agora não tinha conseguido fazer ouvir a sua voz junto da Câmara Municipal.

Os problemas da parte alta da freguesia de Vila Praia de Âncora não ficam por aqui, tendo o Executivo sido igualmente questionado sobre a zona do Caminho da Rocha, também fustigada pelas águas pluviais. Guilherme Lagido informou que a Câmara está a preparar a resposta também para esta situação, estando o projeto já elaborado. A intervenção não será imediata, conforme esclareceu o presidente, sobretudo por razões financeiras, uma vez que a obra necessária é bastante onerosa.

Outras obras, o Dólmen da Barrosa, o PDM, o abrigo dos animais e a toponímia, entre outros, constaram também do debate. Sobre a conclusão e/ou início das intervenções de maior envergadura, o presidente da Câmara informou que a primeira fase da intervenção no Dólmen da Barrosa, no âmbito do Orçamento Participativo, deverá ficar concluída até final de março, altura para a qual se aguarda o visto do Tribunal de Contas, para que a Câmara possa avançar com a obra do Nó da Erva Verde, um investimento de cerca de 600 mil euros. Antes do verão deverá também estar pronto o novo troço da Ecovia, entre a Capela de Santo Isidoro e a zona norte das Camboas.

O abrigo dos animaisfoi abordado pela presidente da Associação Selva dos Animais Domésticos, que apelou a uma consciência maior das pessoas em relação à forma como tratam os animais, por forma a diminuir os problemas de abandono, designadamente cumprindo a lei que obriga, desde 2008, a colocar chip nos cães, assim como a proceder ao seu registo. Falou também da importância da esterilização de cães e gatos. O presidente informou depois sobre o processo de contratação do veterinário municipal e elogiou a associação, afirmando que honra o concelho de Caminha.

Logo no início da reunião, o presidente da Junta de Freguesia, Carlos Castro, elogiou estas reuniões descentralizadas e felicitou a Associação de Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora pelo centenário e pela obra executada no Cineteatro, dando ao mesmo tempo os parabéns à Câmara Municipal pelo protocolo realizado com aquela associação.

O responsável elencou também alguns problemas, como foi o caso, entre outros, dos decorrentes da falta de drenagem de águas pluviais em várias zonas da freguesia e as questões decorrentes da construção da A28, não acautelados na altura; as ruas pavimentadas em calçada à portuguesa, e reivindicando maior cuidado com áreas como a Praça da República e a Avenida Ramos Pereira.    

Miguel Alves, a finalizar, congratulou-se por, sendo esta a terceira reunião descentralizada em Vila Praia de Âncora, se verificar que os problemas mais repetidos nos encontros anteriores já não se colocam, porque estão resolvidos ou em vias de resolução. Referiu-se, entre outros, à Bandeira Azul, Dólmen da Barrosa, Nó da Erva Verde, ação das intempéries e riscos para a manutenção da praia e Travessa do Teatro.

reunião descentralizada VPA 2017 (2).jpg

FAMALICÃO INICIA NOVO CICLO DE CONFERÊNCIAS NO MUSEU BERNARDINO MACHADO

Arranque do novo ciclo de conferências e lançamento de obras marcam atividades no Museu

O Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão, preparou para este fim-de-semana, duas grandes iniciativas, relacionadas com o seu patrono.

Museu Bernardino Machado 001.jpg

Esta sexta-feira, dia 27, pelas 21h30, arranca a primeira conferência do novo ciclo dedicado ao tema “Os partidos e as grandes questões da I República”. A sessão decorre na Sala Júlio Machado Vaz e conta com a intervenção do Prof. Doutor Paulo Ferreira da Cunha que vai debater “Os deputados republicanos e a Lei Fundamental de 1911: convergências e divergências”. O colóquio, com entrada livre, está acreditado para os professores dos grupos 200, 300, 400 e 410 que devem inscrever-se, para o efeito, através do email do Centro de Formação cf@esccb.pt.

O conferencista é professor catedrático e diretor do Instituto Jurídico Interdisciplinar da Faculdade de Direito da Universidade do Porto.

Entretanto, no sábado, pelas 15 horas, será lançada a Obra “Política III Tomo 6”, de Bernardino Machado, apresentada pelo Prof. Doutor Norberto Ferreira da Cunha, Coordenador Científico deste museu.

O Tomo VI das Obras Políticas de Bernardino Machado divide-se em 2 partes: A primeira contém uma introdução que sintetiza o pensamento de Bernardino Machado, durante o ano de 1920; a segunda é constituída por um conjunto de textos das suas intervenções parlamentares, desde os fins de 1919, até ao final de 1920. Os temas deste volume subdividem-se em estruturais e centrais, entre os primeiros, salienta-se o poder executivo, o poder legislativo, o poder judicial e as questões socioeconómicas; Entre os segundos, os partidos políticos, o dezembrismo e a revolta monárquica de 1919, a questão colonial e a política externa (a Conferência de Paz, a Sociedade das Nações e as relações com o Brasil). A entrada é livre.

Museu Bernardino Machado 035.jpg

POVOA DE LANHOSO ENTREGA HABITAÇÕES SOCIAIS

Agregados familiares receberam habitações sociais

No dia 24 de janeiro, foram suprimidas necessidades ao nível habitacional de dois agregados familiares da Póvoa de Lanhoso, através da atribuição de fogos sociais.

Entrega de habitacoes 01.jpg 

Através da resposta da Habitação Social dos serviços de Ação Social e Saúde da Autarquia, o IHRU - Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana atribuiu mais duas casas sociais no Bairro existente na Avenida da República, na Vila da Póvoa de Lanhoso.

Para além das pessoas beneficiárias, esta entrega juntou o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, e representantes do IHRU, assim como pessoal técnico da área social da autarquia.

Esta atribuição aconteceu na sequência das sinalizações que os serviços de ação social da Autarquia realizaram junto do IHRU, enquanto entidade proprietária do Bairro Social.

Os dois fogos sociais foram entregues a agregados que se encontravam numa situação de carência habitacional, algo que ficou ultrapassado com o acesso às referidas habitações.

PÓVOA DE LANHOSO HOMENAGEIA ANTÓNIO CELESTINO

Workshop de Escrita Criativa homenageia António Celestino

Termina no próximo sábado, dia 28 de janeiro, o Workshop de Escrita Criativa, integrado nas comemorações do centenário de nascimento do escritor Povoense, António Celestino. Esta ação começou no dia 7 de janeiro com oito formandos.

Workshop de escrita criativa (1).JPG

Na terceira sessão já todas as pessoas participantes estavam a escrever para, como produto final e palpável do seu empenho, ser editado um opúsculo com um conjunto de pequenos contos, cujo mote é: "Um dia conto-te o quanto gostei de ti!". Este opúsculo será divulgado na Feira do Livro, em março próximo.

“Agradeço aos formandos a sua participação e o seu empenho, que, juntamente com o monitor, Dr. José Abílio Coelho, dedicaram à formação”, considera o Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, André Rodrigues, explicando que “este momento marca o arranque das comemorações do centenário de nascimento de António Celestino e tem como objetivo formar os Povoenses e estimular a sua participação no concurso literário municipal, cujos trabalhos devem ser entregues entre 1 de março e 15 de abril”.

No próximo dia 28 de janeiro, última sessão do workshop, serão entregues os certificados de participação a todos/as os/as formandos e formandas. Esta iniciativa foi orientada por José Abílio Coelho.

“A escolha dos temas”; “Os contos têm uma estrutura própria: o conto ao longo dos tempos”; “Como começar e terminar um conto”; “A pontuação e a grafia: a importância da leitura”; “A dimensão do conto”; “A utilização das novas tecnologias na escrita criativa”; “Como publicar um conto em livro, jornal ou revista ou como apresentá-lo a um concurso literário” são os pontos que constituem o programa desta formação, havendo ainda lugar à realização do já referido trabalho prático.

De lembrar que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso encontra-se a promover as comemorações do centenário do nascimento de António Celestino (1917-2017). Falecido há três anos, esta é uma forma de homenagear e de dar a conhecer aquele poeta Povoense.

No dia 18 de fevereiro, realiza-se a Mesa Redonda "Falando de um Homem que fez da Vida um ato poético”, pelas 16h30, no auditório do Centro Interpretativo Maria da Fonte. Serão oradores João Pacheco, que irá falar sobre “O meu Sá de Miranda”; Jorge Cruz, abordando o tema “António Celestino: o amante das artes que contava histórias”; e Alberto Oliveira sobre “António Celestino na intimidade”. A entrada é livre.

Ainda em fevereiro, a Biblioteca Municipal – Casa da Botica apresenta a exposição “As paixões de Celestino”.

PONTE DA BARCA REQUALIFICA CAMINHO MUNICIPAL 1346

Presidente da Câmara de Ponte da Barca em visita de trabalho à Freguesia de Vila Chã S. João. Empreitada de requalificação do Caminho Municipal 1346 vai arrancar em breve

Arrancou na passada terça-feira, 24 de janeiro, à semelhança de anos anteriores, um conjunto de visitas técnicas que o presidente da Câmara Municipal irá realizar às freguesias do Concelho, com o objetivo de, no terreno, inteirar-se da possibilidade de concretização de anseios das populações.

P1460012.JPG

Neste primeiro momento, Vassalo Abreu, acompanhado pelo Presidente da Junta, Paulo Sousa, pelo seu Adjunto, Inocêncio Araújo, e por técnicos municipais, deslocou-se a Vila Chã de S. João para uma visita ao Caminho Municipal 1346, onde se prevê a substituição do pavimento através da colocação de tapete betuminoso e alargamentos pontuais, numa extensão de cerca de um quilómetro. Sendo que este Caminho Municipal faz a ligação a vários pontos da freguesia, pretende-se com esta intervenção melhorar o acesso à Igreja Paroquial, Junta de Freguesia e outros espaços centrais de Vila Chã S. João e, consequentemente, aumentar a segurança rodoviária.

De acordo com o autarca de Ponte da Barca, estas visitas de trabalho  permitirão um conhecimento mais profundo das necessidades e das prioridades, de acordo com o quadro orçamental definido anualmente pelo Município.

Pág. 1/6