Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE A LOURES

O Rancho Folclórico e Etnográfico “Verde Minho”, leva a efeito no próximo dia 28 de Maio, na cidade de Loures, mais uma grandiosa edição do Encontro de Culturas Verde Minho.

O festival tem como cenário a magnífica réplica das ruínas de S. Paulo, em Macau, a qual serviu de fachada ao Pavilhão de Macau na Expo’98. Naquele local vão desfilar os usos e costumes das nossas gentes, exibindo as suas tradições, as danças e cantares, ao som da concertina e do cavaquinho e ao ritmo dos bombos e dos reco-recos, das castanholas e dos ferrinhos, mostrando como se canta e dança o vira e o malhão, a chula a rusga e a cana-verde.

Pelas 16 horas no Parque da Cidade, serão abertos os pavilhões, com artesanato e gastronomia do Minho, animados por vários grupos de tocadores em concertina.

Às 17,30 horas terá lugar a entrega de lembranças e imposição de insígnias nos estandartes dos grupos, em cerimónia solene a ter lugar nos Paços do Concelho onde serão recebidos pelos autarcas do município de Loures. Às 18,00 horas, dar-se-á início ao Desfile Etnográfico a partir do largo fronteiro aos Paços do Concelho, rumo ao Jardim da Cidade. Às 19,00 horas, os grupos realizam um Jantar convívio no Restaurante CopaCabana. E, finalmente, às 21,00 horas, ocorrerá a exibição em palco, no Jardim da Cidade, dos grupos participantes.

Além do anfitrião Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho – (Minho), sediado em Loures, participam ainda no evento o Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, de Olival, o Grupo de Bombos Zés Pereiras os Baionenses – Baião (Alto Douro); o Grupo de Bombos da Associação de Melhoramentos das Mercês – Mem Martins, Sintra (Região Saloia); o Rancho Folclore da Aguçadoura - Póvoa de Varzim (Douro Litoral); o Rancho Folclórico As Vendedeiras Saloias de Sintra – Mem Martins, Sintra (Região Saloia) e o Rancho Folclórico D. Nuno Alvares Pereira -Leça do Balio – Matosinhos (Douro Litoral).

Constituído por minhotos e seus descendentes, o Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho conta mais de duas décadas de existência a representar na região de Lisboa os usos e costumes das gentes do Minho, contribuindo simultaneamente para a preservação da sua identidade.

JORNAL “CARDEAL SARAIVA” ASSINALA 116 ANOS DE EXISTÊNCIA

O semanário limiano “Cardeal Saraiva” assinalou recentemente – 15 de fevereiro – 116 anos de publicação ininterrupta, pautando-se sempre ao longo da sua existência como um órgão de informação ao serviço do concelho de Ponte de Lima e da região e ainda como uma tribuna de opinião livre e pluralista.

O aparecimento da Imprensa regional encontra-se intimamente ligado à necessidade de difusão das ideias liberais e republicanas. Foi sobretudo, a partir dos finais do século XIX, que apareceram à luz do dia numerosos jornais regionais, a par das sociedades recreativas e bandas musicais, entre outras obras de benemerência ligadas ao republicanismo e, não raras as vezes, patrocinadas pelas lojas maçónicas implantadas nas respetivas regiões.

Com a instauração do Estado Novo, muitos jornais foram extintos, tendo os que continuaram a publicar-se, adaptado às novas circunstâncias, continuando a pugnar pelos melhoramentos locais e, não raras as vezes, acudido a situações de pobreza e outras necessidades de pessoas que tomaram sob sua proteção humanitária.

Apesar dos novos desafios que atualmente se colocam à imprensa escrita, o semanário “Cardeal Saraiva” constitui um exemplo de luta e sobrevivência, mantendo os referenciais de pluralismo e liberdade legados pelo seu próprio patrono, o ilustre ponte-limense Frei Francisco de São Luís Saraiva, vulgo Cardeal Saraiva, e tendo durante muito tempo, junto ao cabeçalho, mantido a divisa “no dizer de Castilho, o Cardeal Saraiva foi o maior filósofo do século passado e um dos introdutores da liberdade em Portugal”.

CENTRO GALEGO DE LISBOA PROMOVE CICLO DE CONFERÊNCIAS “(DES)ENCONTROS GALEGO-PORTUGUESES

(Des)Encontros galego-portugueses: Ciclo de eventos | Marzo, Abril e Maio de 2016

Organización: Centro de Estudos Galegos (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa) e Xuventude de Galicia – Centro Galego de Lisboa

O obxectivo deste ciclo é programar unha serie de conferencias, debates e outros eventos sobre as relacións históricas e actuais entre as sociedades e as culturas galega e portuguesa, atendendo a diferentes aspectos.

O ciclo constará de seis sesións, que terán lugar nos meses de marzo, abril e maio nas instalacións da Xuventude de Galicia – Centro Galego de Lisboa.

CABECEIRAS DE BASTO REFORÇA PROTEÇÃO CIVIL

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto reforça Serviço de Proteção Civil com viatura de emergência

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras Basto, Francisco Alves, entregou esta manhã, dia 29 de fevereiro, as chaves da nova viatura da Proteção Civil ao Comandante Operacional Municipal, Duarte Ribeiro.

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto reforça

A Câmara Municipal equipou o Serviço Municipal da Proteção Civil com uma viatura oficial de emergência para apoio aos principais agentes da Proteção Civil, destinando-se este veículo a auxiliar situações de socorro, salvamento e proteção de pessoas, bens e meio ambiente, bem como para apoio logístico e para comando de operações.

Pelas suas características e equipamento que inclui, é considerada também uma viatura operacional de apoio, podendo realizar pequenas intervenções de primeira linha em diversos tipos de risco. A viatura 4x4 está equipada com os meios necessários para acudir a situações de primeira emergência, tais como pequenas cheias e inundações, primeira intervenção em incêndios, comunicações de emergência e pequenos resgates de viaturas ligeiras.

O veículo está, assim, equipado com guincho elétrico, gancho de reboque, ponte de luzes de emergência e trabalho, entre outros. A Câmara Municipal adquiriu também um gerador que a própria viatura da Proteção Civil rebocará para o teatro de operações sempre que for necessário.

A aquisição desta nova viatura da Proteção Civil permite reforçar as competências previstas na lei em relação ao Serviço Municipal de Proteção Civil, estando disponível para todas as deslocações que exijam uma estrutura de comando, bem como para deslocações a diversos tipos de ocorrências no território Cabeceirense.

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto reforça

MUNICÍPIO DE BARCELOS ATRIBUI SUBSÍDIOS ÀS FREGUESIAS

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária do executivo, realizada no dia 29 de fevereiro, a atribuição de um conjunto de subsídios, no valor de cerca de 138 mil euros, às freguesias, e também a algumas entidades de cariz social, educativo e desportivo.

No caso dos subsídios às freguesias foram contemplados investimentos em obras e na melhoria da rede viária, e ao desporto foram atribuídos subsídios para obras de melhoramento das instalações desportivas e manutenção e conservação de espaços. Na educação, foi aprovado o acordo de colaboração entre o Município e a Universidade do Minho para a concretização de uma parceria para a participação de jovens estudantes em cursos de verão na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho.

Ainda na reunião de executivo foram aprovados apoios ao arrendamento habitacional a pessoas com dificuldades económicas, com o acréscimo de mais cinco processos para comparticipação, e apoios para refeições escolares a alunos do primeiro ciclo e pré-escolar.

As propostas foram todas aprovadas por unanimidade, à exceção da proposta 23 e 40, que foram aprovadas por maioria.

CAÇADORES DE FAFE FAZEM MONTARIA AO JAVALI

Montaria ao Javali em Fafe mobiliza cerca de 80 caçadores. Serras de Fafe foram o palco escolhido para a iniciativa

Decorreu, no passado sábado, a II Montaria ao Javali nas Serras de Fafe, promovida pela Câmara Municipal, com o apoio da Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe e do Clube de Caça e Pesca de Fafe.

DCS_9901A

A iniciativa contou com a participação de cerca de 80 caçadores (não só de Fafe, mas de outros concelhos), reunindo mais de 100 pessoas no jantar de encerramento, por volta das 17h00, incluindo organização e matilheiros.

O dia iniciou-se com a concentração dos caçadores na Câmara Municipal, pelas 08h00, para sorteio das 80 portas e para o pequeno-almoço, servido na cantina do edifício. O Município disponibilizou estacionamento gratuito para os participantes, na Praça Mártires do Fascismo, e ofereceu ainda os coletes refletores.

DCS_9894A

Por volta das 11h00, os caçadores e organização deslocaram-se para a Mancha, nas Serras de Fafe, entre Barbosa e o Confurco, junto à conhecida “Casa do Penedo” e à divulgada zona do “salto”, das provas de Rali.

A Mancha definida tinha uma área de 310 hectares e 9200m de perímetro, tendo sido abatidos dois exemplares de javali, que foram, mais tarde, leiloados.

Apesar da chuva e da neve, o balanço da II Montaria ao Javali é muito positivo. Organização e participantes mostraram-se muitos satisfeitos com a adesão e resultado da iniciativa.

António Augusto Peixoto, do Clube de Caça e Pesca de Fafe, sublinhou a importância do apoio que o Município de Fafe tem prestado à caça no concelho.

“O Clube não tem meios para a realização de uma Montaria deste género, nem no que diz respeito à logística, nem no que concerne aos meios humanos.

A Vereadora Helena Lemos, em nome da Câmara Municipal, tem sido incansável na promoção da caça no nosso concelho.

De resto, temos, em Fafe, excelentes zonas para a prática de caça e somos, desde sempre, um dos concelhos do distrito de Braga e até do país com mais caçadores, que investem muito na caça.

Por isso este apoio do Município faz todo o sentido. É muito importante este envolvimento dos caçadores na gestão da caça e na organização de iniciativas como é o caso da Montaria, que sentimos que tem acontecido com a liderança deste pelouro pela Vereadora.”

Miguel Barros, Presidente da Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe, concorda com a “necessidade de cooperação entre a Câmara Municipal e as Associações na gestão da caça do concelho.”

“O resultado está à vista: mais de 100 pessoas reunidas à mesa neste jantar de encerramento. A caça tem potencialidade para ser explorada no nosso concelho e tem capacidade para mobilizar pessoas de outros concelhos.

Sentimos, da parte do Município, muito mais abertura, a Câmara ouve mais os caçadores, o que só contribui para uma maior promoção dos bons montes que tem o concelho para a prática da caça.”

A Vereadora do Ambiente, Helena Lemos, agradeceu o empenho de todos, “Associações e funcionários da Câmara envolvidos na Organização e Logísitica, nomeadamente o Paulo Gonçalves e Paulo Costa.”

“O Município de Fafe investe e pretende continuar a investir na caça em Fafe, tão importante para o concelho, que tem condições excelentes para mobilizar caçadores de vários pontos. Estamos atentos a estas potencialidades e pretendemos explorá-las da melhor forma.

Esta Montaria, que encerra a época venatória, traduziu-se numa reunião de esforços de vários amigos e queremos repetir a iniciativa para o ano, mas com mais pessoas.”

DCS_9880A

PONTE DE LIMA APRESENTA PRODUTOS DE EXCELÊNCIA DO SETOR AGRO-ALIMENTAR

I Feira 100% Agrolimiano revelou-se um êxito

A Feira 100% Agrolimiano, que captou milhares de visitantes este fim-de-semana a Ponte de Lima, afirmou-se como um meio de desenvolvimento que fomenta e dinamiza a economia local.

100% Agrolimiano

Lançada pelo Município de Ponte de Lima, com o objetivo de promover todo o setor agroalimentar do concelho, um território onde a produção de qualidade é uma marca distintiva e um fator de promoção e atração, motivou o interesse de diversos parceiros, que se revelaram imprescindíveis na organização do certame.

Esta aposta passa pela seleção e potencialização de um conjunto de atributos específicos do nosso concelho, cujo reconhecimento permite definir as vantagens competitivas sustentáveis e baseadas em recursos endógenos e únicos.

Feira 100% Agrolimiano

Assim, em colaboração com os parceiros, produtores, expositores e empresários presentes nesta 1ª edição da feira, foi possível apresentar uma mostra de excelência do mundo rural, com venda e exposição de Vinho Loureiro e Vinhão, Enchidos e Fumados, Leite, Carne de Raças Autóctones, Cavalos, Fruta, Sidra, Mel, Cogumelos, Caracóis, e outros produtos 100% limianos! Realizaram-se vários workshops e showcookings, alusivos à temática, nomeadamente sobre, “Produção de cogumelos”, pela Engª Adelina Reis e “Produção de Mel”, pelo Dr. Paulo Garrido, ambos promovidos pela Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima. “Poda de Mirtilos”, apresentado pela empresa limiana Fragâncias Vermelhas, e “O Loureiro – da Viticultura à Enologia” apresentado pela Blue Wine, completaram o painel.

Feira Agrolimiano

Os temas em debate despertaram o interesse de profissionais e do público em geral, com “Novas Culturas/Novas Oportunidades” da responsabilidade do Engº Nelson Lima do Viveiro Lima, os “Subsídios Agrícolas RPB, MZD, MAA e Animais”, foi apresentado pela CAP – Confederação de Agricultores entre Douro e Minho; e a temática sobre “Bolsa Nacional de Terras” esteve a cargo da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Pescas do Norte.

As atividades equestres e a exposição de animais concluíram um programa que enalteceu o melhor de Ponte de Lima, reforçando a promoção do concelho.

Horticolas

MUSEU DO ALVARINHO EM MONÇÃO SUPERA 11 MIL VISITANTES NO PRIMEIRO ANO DE VIDA

Equipamento dedicado à história e cultura do Vinho Alvarinho é uma aposta consolidada e um trunfo valioso na defesa e divulgação daquela casta singular e suporte da nossa identidade coletiva. Inaugurado no dia 28 de fevereiro de 2015, recebeu cerca de mil pessoas por mês.

Museu 01

O Museu do Alvarinho, localizado na Casa do Curro, imóvel do século XVII, foi inaugurado no dia 28 de fevereiro do último ano, contabilizando, no primeiro ano de vida, a visita de 11.129 pessoas de diferentes idades e nacionalidades. Destes, 8.712 são de nacionalidade portuguesa e 2.610 são estrangeiros dos cinco continentes.

Estes números revelam que aquele equipamento, situado em pleno centro histórico da localidade, representa, no dia de hoje, uma aposta consolidada e um trunfo valioso na defesa e divulgação do Vinho Alvarinho, potenciando as suas características endógenas e as empresas locais dedicadas à sua produção.

Com um investimento próximo dos 150 mil euros com comparticipação PRODER de 90 mil euros, o Museu do Alvarinho assume-se, cada vez mais, como um espaço de promoção e degustação daquele produto demarcado e singular com elevada importância na economia de muitas famílias monçanenses.

Distribuído por diferentes áreas, este espaço proporciona aos visitantes uma autêntica viagem pelo mundo deste famoso néctar, disponibilizando informação sobre a origem, evolução e empresas dedicadas à produção deste verdadeiro suporte da identidade cultural e histórica do concelho.

As empresas de Vinho Alvarinho com produto rotulado, tantas e tantas vezes premiadas em concursos nacionais e internacionais, encontram neste espaço “uma porta de acesso” para a valorização dos seus produtos, bem como um “ponto de encontro” para provas comentadas, encontros promocionais e estabelecimento de parcerias negociais.

Museu 03

PORTUGAL RECEBE "VERDES" EUROPEUS

Verdes Europeus em Lisboa - Encontros e iniciativas

A Eurodeputada Verde Ska Keller, a Secretária Geral do Partido Verde Europeu, Mar Garcia, e Gwendolina Delbos-Corfield, membro do Comité Executivo dos Verdes Europeus, visitarão Portugal, a convite do Partido Ecologista Os Verdes, nos próximos dias 2 e 3 de Março, para várias iniciativas, encontros e reuniões.

A Família Verde Europeia, a qual o Partido Ecologista Os Verdes integra desde meados dos anos 80 do século passado, integra cerca de 40 partidos da Europa.

CABECEIRAS DE BASTO QUER ALTERAR IMI PARA EDIFICAÇÕES AGRÍCOLAS

Assembleia Municipal sugere alteração de IMI para edificações agrícolas

Sob a presidência do Eng.º Joaquim Barreto, reuniu na sexta-feira, dia 26 de Fevereiro, a Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto. Da agenda de trabalhos desta 1.ª sessão ordinária do ano 2016, destaque para a aprovação de uma proposta/recomendação à Câmara - apresentada pelo Grupo Municipal do PS - para «no âmbito das suas competências legais e quando o considerar oportuno isentar ou reduzir a taxa de IMI para os edifícios (construções) ligados com a agricultura, com a pecuária e com a floresta e demais atividades similares associadas ao setor primário, designadamente estábulos, armazéns agrícolas, florestais e outras».

O documento agora aprovado por unanimidade tem em conta: que na atividade económica e social do concelho, o setor primário, nomeadamente a agricultura, a pecuária, a floresta e outras atividades complementares associadas, têm uma importância muito significativa na vida dos cabeceirenses; que nos territórios do interior de baixa densidade populacional tem-se feito sentir também a crise que atravessa o país de alguns anos a esta parte, com resultados dramáticos de uma forte emigração e consequente desertificação com a saída de pessoas das nossas aldeias que as deixam muito despovoadas; que essa emigração decorre essencialmente da falta de meios de sustento dos agregados familiares, situação que também se verifica em muitas famílias do nosso concelho com o encerramento de explorações agro-pecuárias/florestais, pela falta de rendimentos económico-financeiros; que se torna imperioso e urgente travar este êxodo emigratório, fixar as pessoas na nossa terra e combater a desertificação, implementando para o efeito medidas ativas de apoio que estimulem e incentivem os produtores agrícolas a permanecer no nosso concelho; que o Município cabeceirense tem vindo ao longo dos anos, de forma direta e indireta, a criar mecanismos ao nível das infra-estruturas (acessos, abastecimento de água, saneamento), criação e manutenção de serviços públicos e outras ações de índole socioeconómico, tais como bolsas de estudo, apoios sociais diversos como a dinamização do Posto Móvel da Atendimento ao Cidadão (apoiando nomeadamente os residentes mais idosos e mais distantes da sede do concelho na área social, administrativa e da saúde), incentivos à natalidade, entre outras, apostando na melhoria e qualidade de vida dos cidadãos; e que também ao nível dos impostos municipais será possível atenuar, reduzir e até isentar a carga das contribuições que incidem diretamente sobre os agricultores e outras pessoas que vivem da agricultura, proporcionando-lhes mais rendimentos e melhores condições de vida em Cabeceiras de Basto.

Trata-se por isso de uma proposta/recomendação que a ser aplicada trará certamente benefícios para os agricultores, contribuirá para a sua fixação na terra e a valorização dos produtos locais genuínos.

Nesta reunião, o plenário tomou ainda conhecimento do ‘Retorno de Informação Personalizada aos Municípios’, das ‘Declarações no âmbito da Lei dos Compromissos e Pagamentos em Atraso (LCPA)’ e do ‘Relatório Anual de Atividades e Avaliação 2015 da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens’.

Aprovado por unanimidade foi também o ‘Regulamento Municipal de Concessão de Apoio Financeiro Destinado ao Fomento da Produção Pecuária’ que tem por objeto estabelecer as condições gerais de acesso às comparticipações financeiras a fundo perdido a conceder pelo Município de Cabeceiras de Basto, aos titulares de exploração agro-pecuárias existentes no concelho, visando o apoio à fixação e rejuvenescimento da força de trabalho, motor do desenvolvimento rural e ainda à sustentabilidade em tempo de crise global, atenuando o impacto negativo do aumento de custos de exploração, sem correspondente aumento de receitas dos seus efetivos bovinos, ovinos, caprinos e suínos.

MODA "NAMORAR PORTUGAL" TEM MUITO AMOR

Mil e uma formas de utilizar a cortiça na apresentação da linha de produtos “Namorados”

A numerosa família Namorar Portugal deu hoje (29 fevereiro) as boas-vindas a mais um parceiro da zona do Grande Porto, um exemplo claro do alcance cada vez maior da marca territorial que está a conquistar corações dentro e fora de portas. A empresa Ecoemotion, da Maia, apresentou no Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde, um leque variado de produtos de cortiça inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados. Das molduras aos guarda-chuvas, das bolsas aos cadernos, entre muitos outros, não faltam opções deslumbrantes, amigas do ambiente e carregadas de sentimentos e afetos na coleção “Namorados.

DSC_0553

Uma história de amor que começou em 2010

A matéria-prima é nacional e foi trabalhada de mil e uma formas até se chegar ao resultado final, uma coleção de grane beleza que vai dar um encanto acrescido ao seu quotidiano. A Ecoemotion afigura-se como um parceiro de peso para a marca territorial vilaverdense, com uma posição consolidada no mercado, que lhe garante presença em quatro centenas de lojas dos CTT em todo o país e em dezenas de espaços turísticos de referência. “A Ecoemotion é uma empresa criada em 2009, com um conceito de sustentabilidade ambiental e social. Este é um dos motivos para termos escolhido a cortiça, um produto 100% português”, começou por referir Carlos Maia, avançando de seguida com uma revelação interessante.

DSC_0539

Apesar de se associar este ano pela primeira vez à marca Namorar Portugal, a história de amor entre empresa e os Lenços de Namorados já começou há alguns anos. “Todos os temas das nossas coleções são muito ligados à portugalidade. Já em 2010 tínhamos lançado uma coleção com os desenhos dos Lenços de Namorados, talvez pela força que vi neste elemento cultural”, referiu Carlos Maia, que encontrou na marca territorial uma forma de piscar o olho a novos mercados. “Também temos algum mercado internacional. Esta oportunidade de ligação à marca Namorar Portugal vai com certeza ajudar-nos a ganhar ainda mais notoriedade e a criar novas oportunidades de negócio. Muito obrigado por nos receberem”, rematou o responsável pela empresa portuense.

“Ajudar os parceiros a conquistarem novos mercados”

O presidente do Município de Vila Verde, presente na sessão, fez questão e dar as boas-vindas ao novo parceiro, sublinhando que esta é uma empresa de sucesso e que a linha “Namorados” não terá dificuldade em impor-se nos mercados nacionais e internacionais, onde até já tem feito bastante furor. “Um dos nossos objetivo consiste em ajudar os parceiros a conquistarem novos mercados e aumentarem o seu volume de negócios”, frisou António Vilela, acrescentando que além das notórias potencialidades económicas, o valor cultural e simbólico dos motivos dos Lenços de Namorados granjeia um reconhecimento crescente em todo o país e a cada dia conquista novos e fervorosos adeptos.

Produto de sucesso no mercado. Se a marca o puder ajudar a conquistar novos mercados e aumentar o volume de negócios é para nós uma grande satisfação, esse é o nosso objetivo. “Os motivos já eram utilizados pelo senhor Carlos, que na altura viu nos Lenços de Namorados uma forma de fortalecer os seus produtos. Isso para nós é um orgulho. Simboliza o reconhecimento do trabalho de preservação e promoção que tem sido desenvolvido ao longo dos anos e que faz com que este elemento da cultura local e nacional consiga conquistar muitos corações, resultando em produtos finais de grande beleza”, concluiu o edil.

DSC_0493

VALENÇA SERVE A MELHOR LAMPREIA DO MUNDO

Em Valença a Melhor Lampreia do Mundo no Festival Gastronómico “Sabores da Lampreia”

A 7ª edição do Festival Gastronómico “Sabores da Lampreia” prepara-se para acolher os apreciadores desta iguaria, em São Pedro da Torre, no fim de semana de 11 a 13 de março.

As iguarias da lampreia do rio Minho, considerada a melhor do mundo, tem neste festival a oportunidade para se dar a conhecer, a 10 euros a dose.

 Pescada, como há séculos, sobretudo, pelos pescadores de São Pedro da Torre e Cristelo Côvo, nas redadas, no rio Minho, é nesta época que ela se apresenta divina à mesa, com a plenitude dos seus sabores.

As lampreias apuram-se já, em tanques da Associação Sabores do Rio Minho, para ser confecionadas neste festival. A técnica de “apurar” a lampreia, em tanques de água corrente, é antiquíssima e conhecida por “bater a lampreia”. Uma técnica que faz a lampreia apurar a sua carne, enrijecendo-a, o que permitirá, aquando da sua confeção, pratos de excelência.

Os segredos da arte e da tradição de a confecionar, em Valença, são seculares e passaram de geração para geração,guardados pelas mãos sabias dos cozinheiros deste festival especializadas na confeção da lampreia.

Lampreia à Bordalesa, Arroz de Lampreia, Fumada/Grelhada, Assada no Forno, Recheada ou o prato dos cinco sabores, são os tipos de lampreia possíveis de saborear. Como prato alternativo os tradicionais Rojões. Acompanham o caldo verde, bem como os bons vinhos verdes da região e as sobremesas típicas.

Sabores da Lampreia é uma genuína festa gastronómica valenciana que, este ano, para além das cinco formas tradicionais de saborear a lampreia em Valença. vai apresentar uma área exclusiva destinada à degustação de novas formas de confecionar este produto. Esta área estará a cargo do curso de hotelaria da escola profissional EPRAMI.

Uma área dedicada à doçaria regional, aos vinhos e licores e à exposição de instituições locais e regionais completará o certame.

A iniciativa é da Câmara de Valença, Junta de São Pedro da Torre e da Associação Sabores do Rio Minho e da Comissão de Festas de São Pedro da Torre.

Esta é uma oportunidade única para comer uma boa lampreia em Valença. Séculos de tradição a apurar receitas resultam em 5 pratos que são um convite a deliciar-se com estes manjares. Saboreá-la é uma experiência gustativa que proporciona uma viajem pelos sabores mais genuínos desta região raiana.

MUNICÍPIO DE CAMINHA DESOBSTRUÍU CANAL DE NAVEGAÇÃO DE ACESSO AO CAIS DE RUA

Intempéries provocaram alterações no rio que afetavam a atividade piscatória

A Câmara Municipal realizou uma intervenção de urgência no final da passada semana, no “Cais da Rua”, em Caminha, procedendo à desobstrução do canal de navegação de acesso. O Município fez todas as diligências no sentido de que fossem repostas as condições para que os pescadores pudessem trabalhar em segurança e a operação fez-se com autorização e acompanhamento de diversas entidades.

IMG_0107

Os trabalhos aconteceram na assada quinta feira, dia 25 de fevereiro. A intervenção, que como referimos teve caráter de urgência, foi solicitada pela Associação de Pescadores de Caminha, de forma a que a atividade piscatória, a partir daquele cais, pudesse ter as condições de navegação em segurança.

As últimas intempéries levaram a uma anormal descarga das barragens com o consequente aumento de caudal do rio Minho. Este facto provocou a alteração da morfologia fluvial, modificando o local de deposição dos sedimentos, provocando a obstrução do canal de circulação das embarcações.

De imediato o Município contactou a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que autorizou a intervenção. A operação foi acompanhada pela Associação de Pescadores, pelos técnicos do Município de Caminha, pela Polícia Marítima e pela APA.

Na oportunidade, para além da desobstrução do canal de acesso ao cais, foi ainda desobstruída a área a montante do mesmo cais, onde atracam os barcos, melhorando a navegabilidade e aumentando as condições de segurança.

“A desobstrução nos pontos críticos é uma necessidade. Caso contrário, as embarcações não podem navegar”, explicou o presidente da Associação de Pescadores, Augusto Porto. Deste modo foi possível evitar que as embarcações tivessem de sair duas horas mais cedo e de regressar uma hora mais cedo, evitando a baixa-mar para navegar em segurança.

IMG_0103

CELORICO DE BASTO COMBATE O DESEMPREGO

CLDS 3G em Celorico de Basto ajuda a definir perfil profissional de desempregados

Estão a ser promovidas sessões de divulgação do CLDS 3G junto de desempregados. As primeiras ações decorreram nas instalações da Câmara Municipal de Celorico de Basto e permitiram dar a conhecer um programa que trabalha baseado sobretudo, em três eixos de intervenção, sendo que, nestas ações o destaque incidirá no eixo 1 que se direciona ao emprego, formação e qualificação.

_DSC1307

A abertura das sessões é da responsabilidade da Coordenadora da Ação Social e Saúde do Município de Celorico de Basto, Helena Martinho, que apresenta todos os serviços sociais do município incidindo na necessidade de programas inclusivos e facilitadores na procura de emprego. “Estamos muito bem apetrechados no que respeita a serviços de proximidade de cariz social e de saúde. Procuramos dar respostas céleres aos mais desprotegidos e temos como objetivo principal a inclusão. Este programa que hoje vos será apresentado, o CLDS 3G, é o reflexo dessa necessidade, é um programa que procura “dotar de competências” os desempregados para as melhores técnicas de procura de emprego” disse.

A apresentar o CLDS 3G, Manuel Maria Afonso, Coordenador do Programa, salientou a necessidade de cada desempregado dispor de um Perfil Profissional atualizado. “Temos muitos desempregados com capacidades que os mesmos desconhecem. São, muitas vezes, capacidades intrínsecas que não são valorizadas e que podem, na hora da apresentação, fazer toda a diferença. É nosso objetivo, depois destas apresentações coletivas, desenvolver atendimentos individuais onde cada um terá a oportunidade de definir o seu Perfil Profissional. O CLDS 3G procurará atuar por forma a munir os desempregados com várias competências para que seja mais fácil inseri-los no mercado de trabalho” disse.

Os dados recolhidos destes desempregados serão inseridos numa base de dados o que facilitará a contratação junto das empresas.

Estas ações acontecem em parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional e o Gabinete de Inserção Profissional (GIP) sedeado no edifício da Câmara Municipal.

Antes das ações individuais estão previstas mais sessões de apresentação coletiva pelo concelho mais propriamente nas instalações das juntas de freguesia.

CABECEIRAS DE BASTO PARTICIPA NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

O Município de Cabeceiras de Basto participa na 28ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa que se realiza de 2 a 6 de março na FIL – Parque das Nações.

Maratona de Desportos Individuais (3)

Na próxima quinta-feira, dia 3 de março, entre as 17h30 e as 18h00, no Pavilhão 1, o Município Cabeceirense apresenta ‘Cabeceiras de Basto: Terra de Cores, Sabores e Emoções… que encanta’, que consiste numa apresentação do território através da visualização de um vídeo com o objetivo de estimular sensações agradáveis e convidar a viver experiências positivas em Cabeceiras de Basto. Em complementaridade, estarão as mulheres de Bucos a trabalhar a lã e mostrar os seus produtos. Mas e porque Cabeceiras de Basto é, também, terra de sabores pretendemos levar à BTL os cheiros, a cor e o palato dos melhores produtos locais.

Maratona de Desportos Individuais (2)

Também na quinta-feira, entre as 18h30 e as 19h00 o município apresenta a ação ‘Conheça, Experimenta e Divirta-se em Cabeceiras de Basto’, uma organização do Município e do Minho In.

A BTL é o salão referência para a indústria do Turismo Nacional, sendo os três primeiros dias do evento dedicados a profissionais e os últimos dois dias ao público em geral.

A BTL é um evento cheio de desafios e propostas. Para os profissionais ligados ao setor do turismo é uma oportunidade para encontrar compradores profissionais e para conhecer a concorrência. Para o público, constitui a oportunidade de conhecer novos destinos e soluções, de comparar propostas e comprar a preços altamente competitivos. Tudo isto num ambiente de festa, cor e alegria, onde a música e a gastronomia marcam presença assídua.

Maratona de Desportos Individuais juntou miúdos e graúdos no Pavilhão Desportivo do Arco de Baúlhe

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras Basto, Francisco Alves, participou no sábado, dia 27 de fevereiro, na Maratona de Desportos Individuais, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal no Pavilhão Desportivo do Arco de Baúlhe. Durante a manhã, miúdos e graúdos praticaram diversas modalidades desportivas, entre as quais badminton, ténis de mesa, jogos de tabuleiro, jogos tradicionais, snagolf, entre outros.

Acompanharam o presidente da Câmara nesta iniciativa os vereadores, Dra. Isabel Coutinho e Alfredo Magalhães, assim como a presidente da Junta da União de Freguesias do Arco de Baúlhe e Vila Nune, Dra. Carla Lousada.

Presidente da Câmara no convívio dinamizado pelo Arco Rotações Clube

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras Basto, Francisco Alves, marcou presença no sábado à noite, 27 de fevereiro, no jantar-convívio promovido pelo Arco Rotações Clube que marcou o encerramento do 16º Passeio de Motos TT que juntou mais de 430 amantes de todo o terreno em Cabeceiras de Basto, entre os quais dezenas de espanhóis, suíços e franceses.

Acompanharam o presidente da Câmara nesta iniciativa o presidente da Junta da União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, e o secretário da Junta da União de Freguesias do Arco de Baúlhe e Vila Nune, Carlos Teixeira.

Maratona de Desportos Individuais (1)

BARCELENSES VISITAM À NOITE ESTAÇÕES ARQUEOLÓGICAS

Arqueologia à Noite está de volta. Dia 4 de março, às 21h, em Vila Cova

O pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Barcelos, através do Gabinete de Arqueologia, vai dinamizar mais uma sessão do programa Arqueologia à Noite, com a visita às ruínas do Mosteiro de Banho, em Vila Cova, no próximo dia 4 de março, a partir das 21h00.

Arqueologia_à_noite3-2

Esta será a quarta edição do Arqueologia à Noite, depois de se terem visitado as gravuras rupestres da Laje dos Sinais (Carvalhas), das gravuras de Paranhos (Remelhe) e das ruínas do Castelo de Faria (Gilmonde e Milhazes).

A atividade tem a duração de 1 hora e a participação é livre. A concentração far-se-á diante do portal do mosteiro (Rua de São Salvador, Vila Cova; GPS: 41.541438º/ -8.715768º) a partir das 21h00, realizando-se uma curta caminhada até às ruínas da igreja, seguida da interpretação do sítio arqueológico. Aconselha-se o uso de calçado confortável e vestuário adequado às baixas temperaturas.

O Mosteiro de São Salvador de Banho era o centro da antiga paróquia com o mesmo nome, à volta do qual se estruturou uma comunidade monástica da regra dominicana desde os finais do século XI, tendo sido extinto no século XV; a igreja subsistiu como sede da paróquia de Banho até aos inícios do século XIX, altura em que foi anexa à de Santa Maria de Vila Cova.

As ruínas do mosteiro resumem-se à abside do altar-mor da igreja, onde se podem admirar as frestas decoradas com impostas românicas, de motivos vegetalistas e algumas alegorias com figuração humana.

Próximas edições:

6 de maio – Balneário Castrejo de Galegos Sta. Maria

8 de julho – Gravuras Rupestres do Monte de S. Gonçalo

PARTIDO PAN QUESTIONA TAUROMAQUIA

PAN lança o segundo ciclo de conferências sobre "Políticas Públicas de Bem-Estar Animal”. Primeira Sessão a 5 de Março: “O impacto da tauromaquia nas crianças e jovens”

Nos próximo dia 5 de Março o PAN – Pessoas – Animais – Natureza lança o segundo ciclo de conferências "Políticas Públicas de Bem-Estar Animal".

Uma iniciativa, lançada em Março do ano passado, que reúne vozes com interesse nesta causa. Estas conferências, de participação gratuita e acessível a todos, convidam à participação de representantes de organismos públicos, investigadores, professores universitários, representantes de outras forças políticas, representantes de poder central e local, oradores estrangeiros, entre outras personalidades relevantes nestas áreas.

No próximo Sábado, 5 de Março, pelas 15h00, a sede do PAN (Av. Almirante Reis 81)

O Deputado André Silva vai abrir a primeira conferência deste ciclo subordinada ao tema: “O impacto da tauromaquia nas crianças e jovens”. Neste encontro participam representantes da Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens em Risco (Armando Leandro), da Universidade de Lisboa (Fernando Araújo), da Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária (Mariana Crespo), da Plataforma Basta (Sérgio Caetano) e da Fundação Franz Weber (Anna Mulà).

Este novo ciclo pretende dar continuidade ao trabalho de proximidade com os cidadãos já iniciado pelo PAN, promover o debate das questões relacionadas com os direitos dos animais, dar conhecimento das políticas comunitárias, locais ou nacionais, consciencializar a população e estimular os participantes a reflectir sobre o papel de todos nós na protecção dos animais.

CERVEIRA LEVA CROCHET E DANÇA À BTL

É mais um passo na promoção das potencialidades turísticas de Vila Nova de Cerveira. O concelho vai estar representado, no próximo sábado, na Feira Internacional de Turismo – BTL 2016, em Lisboa, a promover ‘O Crochet Sai à Rua’ e o DANCERVEIRA. Presença cerveirense propõe um atelier de crochet ao vivo, um espetáculo de dança e algumas surpresas.

Integrado no stand da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, o Município de Vila Nova de Cerveira vai divulgar dois eventos culturais que integram a programação de verão deste ano, além de dar a conhecer todo o património natural, arquitetónico e cultural. Com a tarde de sábado reservada, ‘Cerveira, Vila das Artes’ apresenta dois certames repletos de cor e movimento, e com enorme potencial turístico.

Após o sucesso em 2014, ‘O Crochet Sai à Rua’ tem regresso marcado para este verão, ornamentando as ruas e edifícios públicos do centro histórico com adornos em crochet. Para promover a segunda edição, algumas artesãs vão proporcionar aos presentes um atelier de crochet ao vivo, para além de uma exposição com algumas peças de vestuário em crochet. Por sua vez, a ADEIXA - Escola de Dança do Eixo Atlântico - leva à BTL cerca de 20 bailarinos para uma demonstração do DANCERVEIRA, um evento perfeitamente consolidado e em crescimento que, anualmente, traz a Vila Nova de Cerveira mil bailarinos e milhares de pessoas a assistir.

Considerada a maior feira do setor em Portugal, a Feira Internacional de Turismo - BTL apresenta-se como uma excelente oportunidade para o Município de Vila Nova de Cerveira mostrar o que de melhor tem para oferecer, procurando despertar o interesse dos mercados e agentes presentes, de forma a alavancar o desenvolvimento do concelho, tornando-o cada vez mais um destino turístico. Para que os presentes recordem Vila Nova de Cerveira após a BTL, o Município vai distribuir algum material promocional do concelho, e ainda uma pequena surpresa em crochet a quem visitar o stand na tarde de sábado.

A 28ª edição da BTL 2016 – Feira Internacional de Turismo a decorrer, entre quarta-feira e domingo, na FIL, Parque das Nações, conta com mais de 1.000 expositores oriundos de 40 destinos. Em 2015 atingiu valores recorde alcançando 72.000 visitantes, dos quais 35.000 foram profissionais do setor.

GUIMARÃES DIVULGA QUADRO DE PESSOAS DE INSTITUIÇÕES EQUIPARADAS A EMPRESAS MUNICIPAIS

INFORMAÇÃO NA PÁGINA DE INTERNET DO MUNICÍPIO

Câmara de Guimarães disponibiliza quadro de pessoal de instituições onde tem participação pública

Com a alteração da Lei 50/2012, cooperativas são equiparadas a empresas municipais. Informação poderá ser acedida na página de internet da Câmara.

O Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, vai disponibilizar toda a informação relativa à composição dos quadros de recursos humanos das entidades onde a Câmara Municipal participa nos seus Órgãos Sociais, designadamente, data de admissão, vínculo profissional, categoria e remuneração.

A informação será atualizada na página de internet da Autarquia, à medida que forem rececionados os dados já solicitados por Domingos Bragança aos responsáveis das diferentes cooperativas, empresas municipais ou associações com participação do Município de Guimarães.

A informação mencionada anteriormente estará disponível para consulta e será atualizada na seguinte ligação: http://www.cm-guimaraes.pt/frontoffice/pages/991?news_id=2485

XXXIX RALI À LAMPREIA ENCHEU PRAÇA DEU-LA-DEU E RESTAURANTES DE MONÇÃO

O tempo não estava de feição mas a paixão pelo motor e pela gastronomia falou mais alto. A lampreia sobre rodas, juntando cozinha tradicional e perícia automóvel, voltou a revelar-se uma receita de sucesso. Ontem, Monção encheu-se de visitantes numa das provas de perícia automóvel em circuito urbano (não competitiva) mais antigas do norte de Portugal e da Galiza.

rali 26 (Large)

Apesar do tempo adverso, com frio e chuva miudinha, muito público, de ambas as margens do rio Minho, marcou presença na Praça Deu-la-Deu para assistir às duas provas (11h00 e 16h00) de uma das perícias automóveis em circuito urbano (não competitiva) mais antigas do noroeste peninsular.

Na presente edição, inscreveram-se 45 concorrentes de diferentes localidades de Portugal e da Galiza, tendo participado 42. Mais uma vez, a organização esteve a cargo do Sport Clube do Porto. A inscrição, no valor de 100 euros, englobou a participação na prova, pagamento do seguro e almoço da lampreia para duas pessoas.

rali 21 (Large)

A adrenalina própria deste género de provas, complementada pelo barulho, aceleração e cheiro a pneu queimado, teve pontuação positiva. O público vibrou com a habilidade dos concorrentes e, entre uma prova e outra, os restaurantes aderentes à iniciativa encheram-se de comensais para degustarem uma lampreia do rio Minho, bem batida e deliciosa, e os vinhos da região, bons em qualquer parte do mundo.

A lampreia sobre rodas, juntando gastronomia e perícia automóvel, voltou a revelar-se uma receita de sucesso. Na restauração, todos passarem com distinção. A autarquia local agradeceu o esforço e o profissionalismo de todos. Na perícia, uns tiveram melhores tempos que outros. Rivalidade? Não. O convívio e camaradagem marcaram toda a jornada.

rali 18 (Large)

O vencedor absoluto da prova foi Manuel Sousa, em Austin Mini, com o tempo global de 1.32,269 minutos. Os melhores monçanenses foram Alex Pereira, em Honda S 800, terceiro classificado do grupo 1, com 1.34.753 minutos, e Sérgio Fernandes, em Ford Escort 1.3 Guia, segundo classificado do grupo 2, com 1.37.781 minutos. A prova do grupo 2 foi ganha por Luis Silva, em Caterham Super Seven, com o tempo de 1.33.092 minutos.

Na entrega dos prémios, o autarca monçanense, Augusto de Oliveira Domingues felicitou a organização e os concorrentes, agradeceu o apoio da empresa patrocinadora, Galp, e dos empresários de restauração, e realçou a importância desta prova como motor da economia local ligada aos setores do alojamento e restauração.

Rali 11 (Large)

“Gostei de ver a casa cheia como um ovo e o convívio dos participantes e familiares no almoço. Sem dúvida, uma jornada de promoção da nossa gastronomia e do nosso concelho. Com o tempo adverso, o meu coração fica pequenino com algo que possa acontecer. Correu tudo muto bem. Parabéns a todos e fica o convite para regressarem no próximo ano” salientou.

A XXXIX edição do Rali à Lampreia enquadrou-se na programação “Monção 2016: Promoção à Lampreia”. Na presente edição, participaram 28 restaurantes do concelho que apresentaram aos visitantes uma ementa com diversas formas de confecionar a lampreia (arroz, bordalesa….) a preços convidativos. A iniciativa prossegue no próximo fim de semana com trilho pedestre, radio modelismo, trial bike e visitas guiadas.

Rali 08 (Large)

Rali 07 (Large)

rali 06

Rali 03 (Large)

FAMALICÃO ESTREIA NA CASA DAS ARTES PEÇA "ONDE O FRIO SE DEMORA"

Peça da jornalista do Público Ana Cristina Pereira estreia esta semana na Casa das Artes de Famalicão

Ensaio aberto da peça “Onde o frio se demora”

“Três mulheres de diferentes idades, de diferentes estratos sociais, com diferentes graus de instrução, na intimidade das suas casas, nas suas cozinhas, a falar sobre a vida, a de cada uma delas”. Assim é “Onde o frio se demora”, a peça da jornalista do Público Ana Cristina Pereira, que estreia esta semana no grande auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

Em cena de 3 a 5 de março, a peça contará com um ensaio aberto à comunicação social já nesta terça-feira, dia 1, pelas 15h00, no espaço cultural famalicense, numa oportunidade única para assistir, em primeira mão, a esta criação de teatro documental.

Com encenação de Luísa Pinto, interpretação a cargo de Margarida Carvalho, música do guitarrista Peixe (Ornatos Violeta e Pluto) e imagens do fotógrafo Paulo Pimenta, “Onde o frio se demora” fala sobre violência de género, rutura, solidão e incapacidade para amar e surge como resultado de conversas longas e sem filtros tidas com três pessoas residentes na Área Metropolitana do Porto e a repórter do Público Ana Cristina Pereira.  

Refira-se que depois da Casa das Artes, a peça segue para o Rivoli – Teatro Municipal, no Porto, a 18 e 19 de março, para o Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, de 25 a 27 de março, e para o Teatro Municipal de Bragança, a 6 de abril.

A entrada tem o custo de 8 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

“ONDE O FRIO SE DEMORA” | FICHA TÉCNICA

Texto: Ana Cristina Pereira

Encenação, cenografia e figurinos: Luísa Pinto

Interpretação: Margarida Carvalho

Musica original e interpretação ao vivo: Peixe

Desenho de luz: Bruno Santos

Fotografia vídeo: Paulo Pimenta

Assistente de Produção: Cláudia Pinto

Produção: Narrativensaio

VILA VERDE REALIZA DESFILE DE MODA

Mês do Romance: Desfile de moda e workshop de chocolate artesanal preencheram o domingo

O último domingo, 28 de fevereiro, ficou marcado por dois tipos de eventos que têm deixado marca na programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, os workshops e os desfiles de moda. Ao início da tarde, o Centro de Artes e Cultura de Vila Verde, recebeu o Desfile de Moda Sénior, que contou também com a participação de modelos de palmo e meio, que ajudaram a abrilhantar a iniciativa. Em simultâneo, decorria no Espaço Namorar Portugal o workshop "Conquista o teu chocolate", que fez, literalmente, as delícias dos participantes.

DSC_0081

As portas do Centro de Artes e Cultura, em plena sede de concelho, abriram de para em par para voltar a receber um evento de elegância e glamour, em que perto de quatro dezenas de modelos seniores desfilaram charme, carisma e, como não poderia deixar de ser, propostas de vestuário de seis estabelecimentos comerciais vilaverdenses. A iniciativa, organizada AMUTER – Associação dos Amigos Museu Terras de Regalados com o apoio da Creative Zone, contemplou ainda o momento “D’Avó With Love”, projeto sediado em Amares, que levou os mais novos a desfilarem roupas produzidas pelos “avós”.  

DSC_0047

Programa abrangente e transversal

Presenta no evento, o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, sublinhou a abrangência da programação, que não exclui qualquer vilaverdense e tem atividades programadas para todas faixas etárias e também para diferentes gostos e feitios, com iniciativas desenvolvidas em áreas tão diversificadas como a arte e o desporto, a natureza e a moda, o empreendedorismo e a dinamização económica, entre outras. Por seu turno, o presidente da AMUTER, José Pinto, revelou que houve uma ligeira alteração no processo de seleção, que contou este ano com o envolvimento dos lares, com a participação de utentes do Centro Social do Vale do Homem, da Casa do Povo do Pico de Regalados, do Lar São Salvador e do Lar da Misericórdia.

DSC_0019

Um festim para o palato

Em simultâneo, o Espaço Namorar Portugal acolhia um autêntico festim para o palato. O mestre pasteleiro vilaverdense responsável pelos enormes sucessos da marca chocolate com Pimenta, Pedro Sousa, ensinou ao público alguns truques sobre o processo de confeção das suas iguarias, numa atividade que fez, literalmente, as delícias dos participantes. Sob o lema "Conquista o teu chocolate" os aprendizes puderam beber da sabedoria do mestre para replicarem alguns dos famosos chocolates inspirados nos motivos da tradição minhota. Uma tarde muito doce, em que os participantes também tiveram a oportunidade de imprimir o seu cunho pessoal nos doces confecionados, produzindo e decorando algumas figuras a gosto.

DSC_0224

DSC_0196

DSC_0406

JOVENS BRACARENSES PARTICIPAM NO "PARLAMENTO DOS JOVENS"

Ricardo Rio na abertura da sessão distrital do ‘Parlamento dos Jovens’: Jovens devem ser cada vez mais vigilantes e interventivos

Os jovens devem ser cada vez mais vigilantes e interventivos, dando o seu contributo nas diversas esferas da vida em sociedade. A opinião foi deixada pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, na abertura da sessão distrital do ‘Parlamento dos Jovens – Ensino Básico’ que teve lugar hoje, dia 29 de Fevereiro, no Auditório do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), em Braga.

CMB29022016SERGIOFREITAS000000865

Na ocasião, o Autarca Bracarense sublinhou a importância do ‘Parlamento dos Jovens’, como espaço de excelência de participação juvenil, destacando ainda o trabalho que o Município tem realizado em ligação com as escolas, as associações juvenis e com o Conselho Municipal da Juventude, “dando voz aos jovens e a desenvolver projectos que vão ao encontro dos seus anseios e dos seus objectivos de vida”.

Sobre o tema deste ano do ‘Parlamento dos Jovens’ – Racismo, Preconceito e Discriminação – o edil alertou para a necessidade das sociedades “serem capazes de acolher, incluir e de trabalhar em conjunto apesar das diferenças”. “É assim que as cidades, as regiões e os países se tornam mais ricos e mais desenvolvidos”, acrescentou.

CMB29022016SERGIOFREITAS000000862

A iniciativa ‘Parlamento dos Jovens’, que celebra os 20 anos de existência, é uma iniciativa da Assembleia da República, através da Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, dirigida aos jovens do 2.º e 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, que culmina com a realização de duas sessões nacionais no Parlamento.

Incentivar o interesse dos jovens pela participação cívica e política, sublinhar a importância da sua contribuição para a resolução de questões que afectam o seu presente e o futuro individual, dar a conhecer o significado do mandato parlamentar e o processo de decisão da Assembleia da República, e incentivar as capacidades de argumentação na defesa das ideias, com respeito pelos valores da tolerância são os principais objectivos do ‘Parlamento dos Jovens’.

Depois da sessão distrital dirigida aos alunos do básico, amanhã, dia 1 de Março, será a vez dos alunos do ensino secundário participarem no ‘Parlamento dos Jovens’. As sessões nacionais, a realizar na Assembleia da República, estão agendadas para os dias 2 e 3 de Maio.

CMB29022016SERGIOFREITAS000000867

VIZELA RECORDA CRIAÇÃO DO MUNICÍPIO

‘A Causa de um Povo’ regressa às escolas do Concelho

Inserida nas comemorações do 18.º aniversário do Município de Vizela, a Câmara Municipal volta a levar a exposição documental sobre a criação do concelho de Vizela às escolas do Concelho.

cartaz exp. Causa povo 2016

A exposição itinerante “A Causa de um Povo” voltará, assim, a circular pelas escolas do Concelho de 29 de fevereiro a 18 de março, a saber:

- 29 fevereiro a 4 de março – Escola EB Caldas de Vizela;

- 7 a 11 de março – Colégio de Vizela;

- 14 a 18 de março – EBS Infias;

O objetivo da exposição é levar às escolas as comemorações do 19 de março, dando a conhecer aos mais jovens a história da luta autonómica do Concelho.

            Trata-se de uma exposição documental (fotografias, recortes de jornais, cartas, filmes) ilustrativa do processo que conduziu à criação do concelho de Vizela em 19 de Março de 1998.

Poderão ser apreciadas imagens dos momentos mais marcantes da luta pela autonomia, como o levantamento da linha férrea; o “5 de Agosto” de 1982; os boicotes às eleições; ofícios do Movimento para a Restauração do Concelho de Vizela (MRCV) dirigidos às altas individualidades políticas do país (governos, presidentes da República, presidentes da Assembleia da República, líderes partidários) a solicitar apoios para a causa vizelense e/ou de resposta às solicitações e denuncias apresentadas.

Contributos:

Adérito Sousa Costa

Agostinho Ribeiro

António João Azevedo

Aurora Pacheco

Júlio César Ferreira

Manuel Campelos

Maria Luzia Freitas (esposa de Luís Mário Portocarrero)

Maria José Pacheco

PONTE DE LIMA COMEMORA MÊS DO TEATRO

Ponte de Lima promove descentralização cultural: Correlhã, Beiral de Lima, Sandiães, Ribeira e Refoios de Lima. 5 a 19 de Março

Na prossecução das actividades de descentralização cultural, que se iniciaram no presente ano com Festivais de Folclore e que terão continuidade com outras áreas artísticas, no próximo mês de Março, em que no dia 27 se comemora o Dia Mundial do Teatro, o Município de Ponte de Lima organiza cinco espectáculos, com entradas gratuitas, da peça “Morro de Amores”, uma co-produção da companhia profissional de teatro Fértil Cultural, da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão e do Teatro Diogo Bernardes, em tantas outras freguesias do concelho, finalizando a apresentação desta digressão, com a sexta e última apresentação, no dia 19 de Março, às 22h00, no Teatro Diogo Bernardes.

morro_de_amores96

“Perto da aldeia há uma árvore com um pequeno banco, que de tão pequeno quando se sentam duas pessoas elas ficam muito juntas. Acredita-se que a árvore tem poderes. Essa árvore fica bem lá em cima, no Morro de Amores, como todos o chamam. Nesse morro sentem-se histórias de amor que se perpetuam no tempo e fazem crescer esse morro de dia para dia.

morro_de_amores80

O espectáculo “Morro de Amores” surge inspirado por conversas com um grupo sénior com quem a Fértil desenvolveu um projecto artístico e comunitário sobre o tema amor.”

Ficha Artística: Texto Rui Alves Leitão | Encenação Neusa Fangueiro | Interpretação Alexandre Sá, Isabel Costa e Rui Alves Leitão | Cenografia Migvel Tepes | Música Rui Alves Leitão | Costureira Carmo Alves | Desenho de Luz Paulo Neto | Fotografia Margarida Ribeiro | Vídeo Rúben Marques

Os espectáculos serão levados a efeito, para além do mencionado, de acordo com a seguinte calendarização:

Correlhã | Centro Paroquial e Social – 5 de Março – 22h00

Beiral de Lima | Centro Paroquial e Social – 6 de Março – 15h00

Sandiães | Sede do Grupo de Danças e Cantares do Neiva de Sandiães – 11 de Março – 22h00

Ribeira | Sede da ADERIR – 12 de Março – 22h00

Refoios de Lima | Salão da Sede da Junta de Freguesia – 13 de Março | 15h00

Mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

morro_de_amores57

morro_de_amores13

morro_de_amores85

 

BRAGA COMEMORA DIA MUNDIAL DA PROTEÇÃO CIVIL

Amanhã, Terça-feira, dia 01 de Março, pelas 10h00, na Praça da República, Braga

O Município de Braga leva amanhã a efeito as celebrações do Dia Mundial da Protecção Civil, Terça-feira, dia 1 de Março, pelas 10h00, na Praça da República, junto à Arcada, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

O Dia Mundial da Protecção Civil é comemorado todos os anos a 01 de Março, dia em que entrou em vigor a Constituição da OIPC – Organização Internacional de Protecção Civil. Esta iniciativa visa sensibilizar todos os países do mundo para a importância dos temas associados à Protecção Civil.

A Câmara Municipal de Braga pretende assinalar a efeméride, através da Exposição de alguns dos meios de Protecção e Socorro de Instituições ligadas à temática da Protecção Civil, com vista a uma maior aproximação aos cidadãos, prestando-lhes informações e orientações sucintas quanto aos meios expostos e suas finalidades.

CENTRO DE ESTUDOS REGIONAIS DE VIANA DO CASTELO PROMOVE DEBATE SOBRE ARTE E INCLUSÃO

O Centro de Estudos Regionais de Viana do Castelo e a sua Academia Sénior, promovem no próximo dia 2 de Março (quarta-feira), uma sessão, de acesso livre, para a apresentação de projetos e debate de ideias sobre a arte e a inclusão. A iniciativa, que se realiza no âmbito do ciclo de estudos “Arte, da criação à fruição”, tem lugar na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, às 17.00 horas, e conta com a colaboração de um conjunto de convidados institucionais.

12802874_1026565830699205_3298958306035380897_n

No encontro, estará presente a terapeuta Conceição Cunha, em representação da APPACDM, que partilhará algumas das experiências desenvolvidas pela referida associação na área da arte como fator de inclusão.

Isabel Barciela, em nome da Íris Inclusiva, associação que promove a plena inclusão comunitária e social das pessoas cegas e com baixa visão, apresentará o trabalho que tem vindo a realizar no sentido de aproximar as pessoas à cultura e à arte.

Por sua vez, Joana Laranjeira apresentará VINDINÓS, um projeto de vídeo-dança, que dirigiu e coreografou, numa co-produção entre o Dançando com a Diferença, companhia de dança contemporânea dirigida por Henrique Amoedo, e a Escola de Dança da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Brasil).

CELORICO DE BASTO PROMOVE FESTA INTERNACIONAL DAS CAMÉLIAS NA FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO EM LISBOA

Destacar o património Natural é o grande objetivo de divulgação do Município de Celorico de Basto que aproveita a oportunidade para mostrar também o vinho verde e a doçaria tradicional. Celorico de Basto marcará presença na BTL no dia 5 de março com várias ações promocionais.

z1

 

À semelhança do ano passado, Celorico de Basto participará ativamente no salão de referência para a indústria do Turismo Nacional, a BTL, acoplado à Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa e ao Turismo Porto e Norte de Portugal

“A BTL é sempre um local de promoção estratégico relevante, com oportunidade de negócio, sobretudo, para o setor do turismo. Um espaço por onde passam milhares de pessoas ansiosas por conhecer novos destinos” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O edil celoricense reforçou que “a aposta no turismo é cada vez mais consistente e bem delineada. Vivemos num concelho que cresce exponencialmente no que respeita aos espaços de alojamento, com um hotel a ser inaugurado a meados de maio e com outros projetos de relevo em agenda que tornarão Celorico de Basto ainda mais apelativo para os turistas. Promover este destino é cada vez mais necessário e urgente”, concluiu.

O material informativo e promocional estará disponível para os visitantes durante todos os dias de feira de 2 a 6 de março. No entanto, Celorico de Basto marcará presença com atividades promocionais no stand do TPNP e da CIM no dia 5 de março, onde será apresentado o programa das camélias, alguns produtos de relevo local como o vinho verde e a doçaria conventual. Estará ainda presente uma empresas de organização de atividades que incide na vivência de experiencia e aventuras onde se dá primazia ao contacto com a natureza.

De forma estratégica cada dia de feira é dedicado a um tema por forma a chegar a todos os nichos de mercado voltados para o setor do turismo.

z2

MAIS DE 4 MIL ATLETAS CORREM NA MEIA MARATONA DE BRAGA

Primeira edição da prova com inscrições esgotadas

As ruas da Cidade foram hoje, dia 28 de Fevereiro, palco da primeira edição da Meia Maratona de Braga, um evento que contou com a participação de mais de 4 mil atletas e que pretende transformar-se num marco no panorama desportivo nacional.

A prova teve um percurso de 21 quilómetros e 97 metros, integrando também uma caminhada/corrida de seis quilómetros para quem não estava preparado para cumprir a distância da Meia Maratona.

O vencedor masculino foi o Espanhol Hassan Lekhili (Ourenrunning), com o tempo de 01:08:18, seguido por Rui Muga (CD Mogadouro) e Artur Rodrigues (GDC Guilhovai). Na vertente feminina a primeira classificada foi Filomena Costa (ACD Jardim da Serra), com 01:17:55, tendo o pódio sido completado por Cláudia Pereira (SC Salgueiros e Joana Costa (SL Benfica).

De acordo com Sameiro Araújo, vereadora do Desporto do Município, a Cidade ´reclamava´ pela realização desta prova e a participação excedeu as expectativas.

“Atendendo a que é a primeira edição, é de sublinhar a adesão das pessoas, o que prova que a população de Braga cada vez tem mais gosto em correr e caminhar, o que nos deixa evidentemente satisfeitos. Acredito que daqui por três ou quatro anos podemos ter 10 mil pessoas a participar na Meia Maratona de Braga e ombrear com as melhores provas nacionais nesta distância”, disse, garantindo que o facto de o número de inscrições ter esgotado antes do prazo final é um sinal claro da muita procura que existe para o evento. No próximo ano, a Meia Maratona de Braga realiza-se no dia 26 de Fevereiro.

A Vereadora do Desporto enalteceu também o facto de a prova ter atraído muitos atletas de Espanha, mais concretamente da região da Galiza. “Temos o objectivo de associar ao incentivo à prática desportiva a componente turística. Braga tem um património riquíssimo que merece ser divulgado e conhecido, pelo que esta união entre desporto e turismo vem beneficiar este tipo de eventos”, realçou.

Braga tem um grande historial na modalidade e a realização da Meia Maratona veio reconhecer o enorme contributo os atletas Bracarenses prestaram ao atletismo Português”, referiu, garantindo que se trata de “uma prova de excelência e que vem responder aos anseios de muitos Bracarenses que sistematicamente reclamavam a realização desta prova”.

Atletas e dirigentes Bracarenses homenageados

O evento serviu ainda para homenagear atletas e dois dirigentes Bracarenses que marcaram o atletismo nacional nas décadas de 80 e 90 e que levaram o nome de Braga ao mais alto nível. Os homenageados foram Albertina Machado, Conceição Ferreira, Fátima Novais, Fernanda Marques, Helena Lobo, Manuela Machado, Rosa Oliveira, Tinoco Marques e José Guimarães.

Segundo Sameiro Araújo, o sucesso alcançado por este grupo de atletas e dirigentes representou um alicerce para o trabalho imprescindível de criação das condições necessárias para que o atletismo e as performances dos atletas se expressassem nos momentos certos, fruto do trabalho de directores altamente competentes e profissionais em todos os momentos.

“É com imensa honra e sentido de gratidão que o Município de Braga, com uma simples homenagem, reconhece os anos de dedicação à modalidade e à Cidade de Braga de todos estes atletas e dirigentes”, afirmou.

ESCOLA PROFISSIONAL DE FELGUEIRAS DESLUMBRA NO ENCONTRO PROFISSIONAL DE CRIADORES DE MODA

A elegância dos desfiles de moda voltou a deixar uma marca de sofisticação e glamour na densa e emotiva programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, promovida pelo Município de Vila Verde. O ‘VI Concurso Internacional de Acessórios de Moda’ afigurou-se como uma oportunidade soberana para os jovens criadores apresentarem o seu talento num palco privilegiado. Os designers e estilistas responderam ao repto lançado pela edilidade vilaverdense e apresentaram um total de 35 propostas, 25 a título individual e 10 em representação de estabelecimentos de ensino, que integraram o Desfile de Acessórios de Moda, que decorreu ontem (27 fevereiro), na Quinta de Sara, em Sabariz, Vila Verde.

Escola Profissional de Felgueiras em grande destaque

A Escola Profissional de Felgueiras acabou por se destacar na edição deste ano do concurso, conquistando o primeiro e o terceiro prémios, com acessórios de moda modernos e inovadores inspirados nos motivos de um dos maiores ícones da tradição minhota, os Lenços de Namorados. O segundo lugar do pódio foi conquistado pela sobejamente conhecida criadora Marta Chambel, que se intrometeu entre as hostes de Felgueiras. Todos os concorrentes receberam um certificado de participação. O vencedor levou para casa um prémio de 500 euros e o segundo e terceiro classificados receberam, respetivamente, 300 e 200 euros.

Os participantes foram desafiados a criar acessórios inspirados na temática ‘Lenços de Namorados, escritas de amor’, numa aliança majestosa entre tradição e modernidade, que tem dado excelentes resultados e voltou a dar o mote para um serão extremamente interessante. Ao desfile de moda dos acessórios a concurso, juntaram-se na passerelle os coordenados vencedores da Gala Namorar Portugal 2016, as propostas elaboradas por estilistas de renome no panorama nacional e internacional da moda (Nuno Baltazar, Anabela Baldaque, Katy Xiomara e Natália Mil-Homens Pereira) e ainda as novas coleções de três parceiros Namorar Portugal. Todas as propostas foram desfiladas pelos vencedores do Casting de Jovens Modelos, iniciativa promovida com o intuito de revelar o potencial de jovens manequins.

Disseminar e promover as escritas de amor

 Com apresentação do carismático Luís Filipe Pereira, o evento foi abrilhantada pelos espetáculos musicais protagonizados pelos jovens e talentosos Rogério Braga, Luana, Ana Rita Caldas e Ana Catarina Rodrigues que foram intercalando com os desfiles. Durante a noite, foram também conhecidos os vencedores do Concurso de Montras organizado pela Associação Empresarial de Vila Verde. Um serão de magia e glamour que voltou a trazer a Vila Verde a elegância e o requinte dos desfiles de moda, assumindo-se como mais uma estrela cintilante da enorme constelação que é a programação ‘Fevereiro, Mês do romance’, com largas dezenas de iniciativas dedicadas ao sentimento mágico que faz os corações palpitarem mais forte e aos motivos da tradição vilaverdense, como lembrou a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes.

Uma programação que já extravasou o mês de fevereiro e que se estende ao longo de 39 dias, graças uma dinâmica intensa e extremamente interessante que se gerou em torno do programa e da marca territorial vilaverdense. No final desta programação serão 51 os parceiros Namorar Portugal, com diferentes e variadas linhas de produtos no mercado, todos inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados. “Hoje vivemos aqui mais uma noite de sonho e espero que nos possamos todos sentir enamorados por estas propostas. Apesar de a programação terminar no dia 5 de março, espero que possamos durante todo o ano Namorar Portugal, trabalhar os motivos dos Lenços e continuar a mandar estas mensagens, as escritas de amor dos Lenços de Namorados, para o país e para o mundo”, concluiu Júlia Fernandes.

 A criatividade ao serviço da cultura e da tradição

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, saudou todos os participantes por colocarem a sua criatividade ao serviço da cultura e da tradição, num evento que se assume como uma verdadeira montra de talentos. “Gostaria de saudar e agradecer a presença todos os concorrentes e patrocinadores, tanto do Concurso Internacional de Criadores de Moda como deste Concurso Internacional de Acessórios de Moda. Estes concursos dão grande visibilidade a muitos trabalhos que de outra forma não seriam tão publicitados”, referiu, sublinhando a importância económica, cultural e até turística do Mês do Romance para o concelho de Vila Verde.

O nome do concelho e do país fez eco pelos quatro cantos do mundo

“Caminhamos para o final desta programação, vamos entrar na última semana, e já é possível fazer um balanção Extremamente positivo. Vila Verde viveu um conjunto alargado e diversificado de atividades, com eventos de grande qualidade em áreas como a música, dança, desporto, atividades de natureza, saraus culturais e apresentação de produtos, entre outros”, afirmou António Vilela, recordando também as parcerias estabelecidas com gigantes empresariais como a TAP, a SIC e a Delta, entre outros, que levaram o nome do concelho e do país aos quatro cantos do mundo.

 “Durante este mês Vila Verde conquistou corações no país e no mundo através dos motivos dos lenços de Namorados. Gostaria de deixar uma palavra de grande reconhecimento a todos os parceiros, 51 no final deste mês, porque a sua criatividade e talento foi fundamental para o crescimento deste projeto”, afirmou o presidente do Município de Vila Verde, deixando ainda uma palavra de louvor para todas as bordadeiras e também para duas das maiores embaixadoras da tradição minhota, Maria do Carmo Rocha e Conceição Pinheiro, “duas grandes mulheres, com um contributo enorme para a preservação dos motivos dos Lenços de Namorados”.

BRAGA DESTACA-SE NAS ROTAS INTERNACIONAIS DO TURISMO RELIGIOSO

A Câmara Municipal de Braga marcou presença no IV Workshop Internacional de Turismo Religioso, que se realizou em Fátima. A presença deveu-se a um convite endereçado pela Câmara Municipal de Ourém e a ACISO (Associação Empresarial de Ourém-Fátima).

António Barroso e Paulo Fonseca

O workshop teve como principais objectivos a promoção de uma bolsa de contactos de negócio entre os participantes, a divulgação internacional de Portugal enquanto destino privilegiado de Turismo Religioso, a potenciação da importância do Turismo Religioso no contexto do sector turístico mundial e a reflexão sobre as novas tendências para melhor atrair turistas.

Este evento contou com mais de 500 participantes, com destaque para os operadores turísticos provenientes de mercados como: Brasil, Espanha, França, Irlanda, Itália, Polónia, Alemanha, Coreia do Sul, Indonésia, Israel, Filipinas, Colômbia, Canadá, Estados Unidos da América, Uruguai, Bolívia, Vietname, Argentina, Bélgica, Senegal, República Checa, India e Hungria, entre outros.

António Barroso, em representação do Município Bracarense, afirmou que ´existe um potencial enorme nos roteiros internacionais do turismo religioso onde Braga tem que reforçar a sua notoriedade´. “Esta nossa acção deve-se a um trabalho que temos vindo a executar com responsáveis de Fátima para que Braga e Fátima se afirmem como destinos complementares. Aqui há um papel preponderante que cabe também aos nossos agentes privados e à Arquidiocese para articularmos a nossa oferta para conseguirmos através deste género de turismo combatermos a sazonalidade e incrementarmos cada vez mais a nossa relevância nos circuitos turísticos internacionais”, disse..

Segundo António Barroso, apesar de, relativamente ao ano transacto, já serem evidentes novas operações turísticas em Braga, ainda existe muito mercado turístico a conquistar, nomeadamente no circuito do turismo religioso. “O facto de estarmos estrategicamente no meio do percurso entre Fátima e Santiago de Compostela, e vice-versa, tem que ser constantemente promovido e divulgado para que se consiga atrair e cativar todo o fluxo turístico e de peregrinação que estes dois grandes centros religiosos têm”, afirmou.

Com todos os atractivos culturais, patrimoniais e cultuais, Braga é um destino ímpar. “Temos o património e a história que Fátima, sendo um local de peregrinação com apenas 99 anos, não oferece. Estamos assim empenhados em trabalhar conjuntamente para aumentarmos a permanência de turistas nos nossos territórios.”

Presidente da Câmara de Ourém visita espaço de Braga

Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, foi presenteado com um farricoco de Braga, mostrando-se empenhado em continuar o estreitar de relações para contribuir para o reforço da notoriedade e atractividade dos dois Concelhos, nomeadamente no âmbito do turismo religioso, mostrando-se também aberto a outras parcerias para o desenvolvimento de Ourém e de Braga.

No espaço promocional de Braga estava em destaque a Semana Santa, o São João, a Sé Catedral, a mais antiga de Portugal, os Caminhos de Santiago, a cruz da primeira missa realizada no Brasil que se encontra no tesouro-museu da Sé, o Bom Jesus, o Mosteiro de Tibães e o segundo maior santuário mariano nacional depois de Fátima, o do Sameiro.

Operadores estrangeiros visitam Braga

Durante este fim-de-semana e na Segunda-feira, operadores estrangeiros inscritos no IV Workshop Internacional de Turismo Religioso fazem uma visita a Braga, onde terão oportunidade de ver e sentir in loco as riquezas turísticas, a localização e acessibilidades, o atraente comércio e o acolhimento que os Bracarenses proporcionam.

Para António Barroso, estas acções inserem-se na estratégia do Município de estimular e desenvolver a economia do Concelho através do turismo. “A nossa afirmação internacional e o estabelecimento de parcerias com parceiros estratégicos são fundamentais para fortalecer a nossa atractividade a todos os níveis”, salientou.

20160226_151744

CERCA DE 80 CAÇADORES FIZERAM MONTARIA AO JAVALI NAS SERRA DE FAFE

Decorreu, hoje, a II Montaria ao Javali nas Serras de Fafe, promovida pela Câmara Municipal, com o apoio da Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe e do Clube de Caça e Pesca de Fafe.

DCS_9901A

A iniciativa contou com a participação de cerca de 80 caçadores (não só de Fafe, mas de outros concelhos), reunindo mais de 100 pessoas no jantar de encerramento, por volta das 17h00, incluindo organização e matilheiros.

O dia iniciou-se com a concentração dos caçadores na Câmara Municipal, pelas 08h00, para sorteio das 80 portas e para o pequeno-almoço, servido na cantina do edifício. O Município disponibilizou estacionamento gratuito para os participantes, na Praça Mártires do Fascismo, e ofereceu ainda os coletes refletores.

DCS_9894A

Por volta das 11h00, os caçadores e organização deslocaram-se para a Mancha, nas Serras de Fafe, entre Barbosa e o Confurco, junto à conhecida “Casa do Penedo” e à divulgada zona do “salto”, das provas de Rali.

A Mancha definida tinha uma área de 310 hectares e 9200m de perímetro, tendo sido abatidos dois exemplares de javali, que foram, mais tarde, leiloados.

Apesar da chuva e da neve, o balanço da II Montaria ao Javali é muito positivo. Organização e participantes mostraram-se muitos satisfeitos com a adesão e resultado da iniciativa.

António Augusto Peixoto, do Clube de Caça e Pesca de Fafe, sublinhou a importância do apoio que o Município de Fafe tem prestado à caça no concelho.

“O Clube não tem meios para a realização de uma Montaria deste género, nem no que diz respeito à logística, nem no que concerne aos meios humanos.

A Vereadora Helena Lemos, em nome da Câmara Municipal, tem sido incansável na promoção da caça no nosso concelho.

De resto, temos, em Fafe, excelentes zonas para a prática de caça e somos, desde sempre, um dos concelhos do distrito de Braga e até do país com mais caçadores, que investem muito na caça.

Por isso este apoio do Município faz todo o sentido. É muito importante este envolvimento dos caçadores na gestão da caça e na organização de iniciativas como é o caso da Montaria, que sentimos que tem acontecido com a liderança deste pelouro pela Vereadora.”

Miguel Barros, Presidente da Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe, concorda com a “necessidade de cooperação entre a Câmara Municipal e as Associações na gestão da caça do concelho.”

“O resultado está à vista: mais de 100 pessoas reunidas à mesa neste jantar de encerramento. A caça tem potencialidade para ser explorada no nosso concelho e tem capacidade para mobilizar pessoas de outros concelhos.

Sentimos, da parte do Município, muito mais abertura, a Câmara ouve mais os caçadores, o que só contribui para uma maior promoção dos bons montes que tem o concelho para a prática da caça.”

A Vereadora do Ambiente, Helena Lemos, agradeceu o empenho de todos, “Associações e funcionários da Câmara envolvidos na Organização e Logísitica, nomeadamente o Paulo Gonçalves e Paulo Costa.”

“O Município de Fafe investe e pretende continuar a investir na caça em Fafe, tão importante para o concelho, que tem condições excelentes para mobilizar caçadores de vários pontos. Estamos atentos a estas potencialidades e pretendemos explorá-las da melhor forma.

Esta Montaria, que encerra a época venatória, traduziu-se numa reunião de esforços de vários amigos e queremos repetir a iniciativa para o ano, mas com mais pessoas.”

DCS_9880A

GUIMARÃES RECEBE SEMINÁRIO SOBRE ARTE E PAISAGEM

Entre 7 e 9 de abril, Guimarães recebe “Seminário Internacional de Arte e Paisagem” no Laboratório da Paisagem

Evento contará com alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais da área em debate. Inscrições estão abertas até ao dia 18 de março.

Laboratorio_Paisagem

O Laboratório da Paisagem de Guimarães vai acolher, entre 07 e 09 de abril, um Seminário Internacional de Arte e Paisagem, onde se pretende apresentar e discutir as abordagens emergentes entre as diversas formas de arte e paisagem. Em discussão estará a forma como a paisagem é hoje entendida, fruto da ação e interação dos recursos naturais, humanos e o seu entendimento na qualidade de vida dos cidadãos e nas mais variadas manifestações artísticas.

Para este seminário internacional, estarão presentes alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais na área, como é o caso da docente da Universidade do Minho, Ana Francisca de Azevedo, Doutorada em Geografia e autora de diversas publicações versadas sobre paisagem, ou de Frederico Meireles, Doutorado em Arquitetura Paisagista e docente na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Estarão igualmente presentes Joan Nogué, professor catedrático de Geografia Humana da Universidade de Girona e Diretor do Observatori del Paisatge de Catalunha, e ainda Nuno Faria, Curador e Diretor Artístico do CIAJG - Centro Internacional das Artes José de Guimarães.

Os interessados em participar em formato poster ou por comunicação oral devem fazer chegar o resumo dos seus trabalhos até ao dia 18 de março, através da seguinte ligação: <http://www.labpaisagem.pt/index.php/seminar>. A Comissão Científica encarregue de avaliar os trabalhos inclui expertos de Universidades Portuguesas (UTAD e UMinho), bem como membros internacionais de Universidades do Brasil e de Espanha (UdG).

ROGÉRIO BRAGA REALIZA CONCERTO EM VILA VERDE

Fim-de-semana começou com concerto de Rogério Braga e workshop de Verónica Teixeira

À medida que caminhamos a passos largos para a reta final da programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’ já não conseguimos contar pelos dedos das mãos o número de eventos culturais, dedicados às mais variadas artes que enriqueceram o programa de fim semana de vilaverdenses e visitantes. A música assume de facto lugar de destaque neste capítulo e o serão de ontem reservou-nos mais um espetáculo de grande qualidade, protagonizado pelo carismático Rogério Braga. Hoje, a tarde começou com o Workshop "Flores com Amor by Verónica Teixeira", dirigido pela criadora dos famosos Bouquets inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, Verónica Teixeira.

DSC_0077

O talentoso e multifacetado músico Rogério Braga já não é nenhum estreante nestas andanças e, apesar da tenra idade, conta com muitas horas de palco e inúmeros espetáculos ao vivo. Ontem, trouxe até ao Centro de Artes e Cultura de Vila Verde um espetáculo intimista de enorme qualidade, em que deambulou entre canções originais e alguns dos mais emblemáticos temas da música nacional. A solo ou em dueto, Rogério Braga apresentou um repertório que transmitiu amor e afeto, encarnando na perfeição o espírito da ´Terra onde o amor acontece!’ e o conceito subjacente à programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, do Município de Vila Verde. Um autêntico desfile de temas que puseram os corações vilaverdenses a palpitar mais forte e cativaram a plateia do primeiro ao último minuto.

DSC_0010

Hoje, 27 de fevereiro, a tarde foi dedicada aos mais pequenos. A criadora dos famosos Bouquets inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, Verónica Teixeira, esteve no Espaço Namorar Portugal a dirigir uma iniciativa que espicaçou a criatividade da pequenada, revelando ao mundo autênticos artistas de palmo e meio. Munidos de marcadores e tesouras, entre outros materiais, deram asas à imaginação e criaram belos trabalhos manuais com as cores, os motivos e os afetos da tradição minhota. O Workshop "Flores com Amor by Verónica Teixeira" levou os participantes numa autêntica pelo imaginário dos Lenços de Namorados, inspirando-se nesta prática ancestral para as suas criações.

F (1)

Mais logo, pelas 21h30, a elegância dos desfiles de moda volta dar brilho à programação alargada ‘Fevereiro, Mês do Romance’. Os jovens criadores têm nesta altura uma oportunidade soberana para apresentarem ao mundo o seu talento e um palco privilegiado para o alcançarem, o ‘VI Concurso Internacional de Acessórios de Moda’, que culmina numa noite de elegância e glamour. O Desfile de Acessórios de Moda Namorar Portugal é uma iniciativa do Município de Vila Verde, promovida pela Cooperativa Aliança Artesanal, que se realiza hoje, pelas 21h30, na Quinta de Sara, em Sabariz.

F (2)

F (3)

BARCELOS ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO AOS ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

"Encarem este gesto simbólico que o Município fez para vos apoiar e incentivar, criando responsabilidade. Este é o objetivo. Façam o vosso caminho!", foi o repto deixado hoje pelo Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, na cerimónia de entrega das bolsas de estudo a 59 estudantes do ensino superior, admitidos à primeira fase das candidaturas.

DSC_8069

 O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, entregou hoje as bolsas de estudo a 59 estudantes do ensino superior, admitidos à primeira fase das candidaturas, numa cerimónia que decorreu na Sala de Reuniões do edifício dos Paços do Concelho.

O Presidente  abriu a sessão dizendo  que "O ensino é estruturante para qualquer sociedade. Traz-nos inovação, uma sociedade melhor e forma-nos enquanto cidadãos", e dirigindo-se aos estudantes presentes, disse-lhes "Vocês são o futuro. E é esse futuro que nós, Município, estamos a apostar." No final do discurso, lançou-lhes um repto "Encarem este gesto simbólico que o Município fez para vos apoiar e incentivar, criando responsabilidade. Este é o objetivo. Façam o vosso caminho!".

No presente ano letivo, foram admitidas 105 candidaturas, distribuídas pelos diferentes escalões, com base no seu rendimento per capita, segundo os critérios constantes do Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo do Município de Barcelos.

Estas bolsas destinam-se a apoiar os estudantes residentes no concelho há mais de dois anos, matriculados em curso que confere grau académico de licenciatura, mestrado integrado ou curso técnico superior profissional com aproveitamento escolar no último ano letivo que frequentaram, com uma média igual ou superior a 13 valores, que solicitaram bolsa de estudo no Estabelecimento de Ensino Superior que frequentam, e que não possuam um rendimento mensal per capita superior a 85% do Indexante aos Apoios Sociais (IAS).

A atribuição de bolsas de estudo do ensino superior, por parte do Município de Barcelos, tem como objetivo suprimir as necessidades das famílias mais vulneráveis, minimizando o seu esforço na sua nobre e difícil missão de educar.

O valor da bolsa, é variável por escalões, tendo como montante máximo a atribuir 300,00€ mensais, sendo complementar com a bolsa de estudo do Estabelecimento de Ensino Superior que frequentam.

As listas dos candidatos à primeira fase das bolsas de estudo no ensino superior para o ano letivo 2015/2016 encontram publicadas e podem ser consultadas no site do Município, em http://cm-barcelos.pt/servicos/accao-social-qualidade-de-vida-e-saude-publica/bolsas-de-estudo-do-ensino-superior.

GRUPO DE DANÇAS E CANTARES BESCLORE HÁ 29 ANOS A DANÇAR EM LISBOA O FOLCLORE DO MINHO

O Grupo de Danças e Cantares Besclore assinala hoje mais um ano de existência a representar o folclore do Minho na região de Lisboa.

Fundado há vinte e nove anos e maioritariamente constituído por funcionários do grupo BES e seus familiares, o Grupo de Danças e Cantares Besclore representa as danças, os cantares e os trajes de várias regiões do Minho, com referência aos finais do século XIX e começos do século XX. Como ele próprio refere, a sua representação incide na “exibição da policromia dos trajes de Viana do Castelo, do requinte dos trajes de Braga, da elegância das modas dos vales dos rios Ave e Este, e da vivacidade e alegria contagiante das modas da Ribeira Lima e Serras d'Arga e Soajo”.

GUIMARÃES PROJETA SOLUÇÕES INOVADORAS NO MODELO DE GOVERNANÇA DAS CIDADES

“Smart Cities” visam territórios mais atrativos

Jornadas geraram partilha de experiências para o desenvolvimento de projetos ambientalmente sustentáveis e incorporação de novas tecnologias. Objetivo é consolidar a posição de Guimarães enquanto cidade inteligente.

As jornadas europeias sobre “Smart Cities” (Cidades Inteligentes), que decorreram no Palácio de Vila Flor, em Guimarães, esta sexta-feira, 26 de fevereiro, permitiram recolher novos contributos para a elaboração de candidaturas comunitárias que o consórcio europeu liderado pela Câmara Municipal de Guimarães está a preparar juntamente com mais duas cidades classificadas como Património Cultural da UNESCO, a croata Dubrovnik e a eslovena Koper, ambas com uma forte polarização universitária no contexto das cidades fundadoras, constituindo uma cooperação triangular entre comunidade, empresas e universidades.

A realização destas ações tem como objetivo fomentar a produção de soluções urbanas inovadoras, realçando temas como o desenvolvimento, a inovação, a sustentabilidade, o financiamento, a competitividade e o crescimento. O objetivo global é contribuir para melhorar a capacidade de projeção e integração europeia de projetos e iniciativas. A expansão internacional e a criação de novas ideias e parceiros são alguns dos fatores-chave para o “smart development”.

«Estamos a construir uma cidade de futuro, com um modelo de desenvolvimento que passa pela economia criativa, a fim de tornar o território mais atrativo», disse Ricardo Costa, Vereador do Município de Guimarães. «A candidatura tem que valorizar o passado e acrescentar uma nova camada de inteligência e atratividade que construa uma cidade que crie oportunidades para todos», acrescentou o responsável pela Divisão de Desenvolvimento Económico da Autarquia.

O evento, orientado para todos os interessados em alargar conhecimento e desenvolver capacidades nas áreas do desenvolvimento regional, criação de valor e programas internacionais, contou com a representação de Câmaras Municipais, agências de energia, Comunidades Intermunicipais, profissionais, empresas, investigadores e estudantes. «É fundamental criar pontes entre a forte identidade histórica e cultural e a dimensão da inovação, da comunicação e das novas tecnologias», considerou António M. Cunha, Reitor da Universidade do Minho.

Sustentabilidade urbana como desígnio

As oportunidades no período 2014-2020 são vastas e integram um diferente número de programas que pretendem fomentar novas oportunidades de negócio. O projeto “1000Smart”, em Guimarães, foi desenvolvido com o objetivo de «responder, identificar, desenvolver e replicar soluções integradas» nas áreas da energia, transportes e TIC, através de parcerias entre municípios e indústrias, como defendeu o diretor da Rede Europeia de Regiões Inovadoras (ERRIN), Richard Tuffs, especialista em política europeia, mais precisamente nas áreas da investigação, desenvolvimento e inovação, bem como na coesão territorial e estratégia EU2020.

As cidades participantes têm por objetivo demonstrar à escala real soluções inovadoras pré-comerciais de tecnologias de informação, otimização de infraestruturas, mobilidade e eficiência energética, de acordo com uma visão que alinha, simultaneamente, com as prioridades da Comissão Europeia, desenvolvidas através dos seus programas H2020, Interreg, Urbact, Erasmus Plus ou COSME, entre outros. «Têm de ser criados mecanismos que permitam às pessoas tomar iniciativas, desenvolver propostas ou ter novos negócios, criando novas áreas de atividades económicas que possam gerar oportunidades de emprego», referiu Marcos Nogueira, sócio-gerente da IrRADIARE, entidade organizadora do evento.

O consórcio liderado por Guimarães privilegia a partilha de conceitos, sistemas, modelos, métodos e processos de suporte à inovadora governança de cidades e regiões que incorporam a sustentabilidade urbana nos seus desígnios estratégicos, cumprindo um programa de partilha de ferramentas de gestão e planeamento, além de serem desenvolvidas candidaturas conjuntas a programas, iniciativas e projetos europeus.

GISELA JOÃO ATUA EM ARCOS DE VALDEVEZ

MÚSICA/FADO:

27 de Fevereiro

sábado às 22h00

GISELA JOÃO

Auditório da Casa das Artes

Pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 22 de Fevereiro.

Preço único: €15,00. (com lugar marcado)

Limite de reservas: 4 bilhetes/pessoa | Limite venda directa: 8 bilhetes/pessoa

gisela

O ano em que se estreou com um disco que depois de ter sido entusiasticamente recebido pela crítica, especializada e não só, foi considerado o melhor álbum nacional do ano por publicações de referência como a Blitz, o Expresso, o Público, a Time Out, o site musical Cotonete e mesmo os Globos de Ouro tendo atingido vendas que já lhe valeram um Disco de Ouro.

Em 2014, depois de ter começado o ano a esgotar a Casa da Música e o Centro Cultural de Belém, já ninguém duvida que este primeiro disco de Gisela João revela uma fadista de excepção e que é um marco na História do Fado contemporâneo. Nascida em Barcelos, Gisela viveu seis anos no Porto para, finalmente, o canto impor a sua vontade e a levar para Lisboa. Numa pequena casa “emprestada” na Mouraria debateu-se com o peso imenso da solidão, pensou várias vezes em desistir, mas resistiu. Conquistou primeiro meia Lisboa e depois Lisboa inteira, das Casas de Fado à mítica discoteca Lux e do Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém ao Teatro São Luiz.

Faltava gravar um disco, esse grande desafio. Encontrou em Frederico Pereira o cúmplice ideal e iniciaram as gravações. O disco saiu a 01 de Julho de 2013, duas semanas depois alcançou o primeiro lugar no Top de vendas nacional e foi considerado pela grande maioria dos críticos nacionais o mais importante disco de estreia de um artista português no século XXI, valendo-lhe o prémio revelação Amália, com quem o seu talento já foi comparado várias vezes.

No início de 2015 Gisela João brindou os portugueses com dois espetáculos em duas das mais emblemáticas salas de Portugal: Coliseu dos Recreios e Coliseu do Porto.

ARCOS DE VALDEVEZ RECEBE CONCERTO DE MÚSICA POP ROCK

MÚSICA/ POP ROCK:

26 de Fevereiro

sexta às 23h00

EMMY CURL +

A JIGSAW & THE GREAT MOONSHINERS BAND

Inserido no SONS DE VEZ!

14º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

Pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 22 de Fevereiro.

Preço único: €6,00. (sem lugar marcado)

Limite de reservas: 4 bilhetes/pessoa | Limite venda directa: 8 bilhetes/pessoa

Auditório da Casa das Artes

Emmy Curl é o alter-ego de Catarina Miranda, nascida em 1990 em Vila Real. Começou pelo nome emmy e agregou Curl (caracol), pois desde sempre que desenha espirais. Criada no seio de uma família de artistas, emmy Curl complementa a sua música, sonhadora e colorida, com a paixão que tem por outras áreas, como a fotografia, a arte e a moda, tendo criado uma oficina de costura que a ajudou a financiar as suas criações musicais. Aos onze anos compôs a sua primeira canção, e com apenas quinze anos começou a produzir sozinha as suas próprias músicas no estúdio do seu pai.

emmy Curl é uma artista que nos últimos anos tem construído um lugar muito especial na indie pop nacional, e gosta de assumir o controlo de todas as fases de gravação das suas músicas, desde a produção ao trabalho gráfico. Promete vencer a prova de fogo do primeiro álbum, concretizando as preciosas indicações que vem apresentando nos EP’s e nos palcos, bem como no primeiro single “Come Closer”, e “Amory”, segundo single do novo álbum “Navia”. O seu percurso tranquilo, mas sólido, foi enriquecido com o lançamento deste seu disco de estreia. emmy Curl tem o que todas as mentes criativas de todas as idades aspiram ter: um universo próprio, perfeitamente desenhado e cheio de som e imagem. É no palco que ela combina todas as suas vocações, e que nos transporta numa travessia musical… um encontro de cumplicidade com todos os que entram no espírito de “Navia” e da sua comandante emmy, uma figura delicada e luminosa, que enche o palco e orienta a travessia. 

Uma viagem incrível, a não perder.

Em 2012, a revista francesa Les Inrockuptibles afirmava que a Jigsaw era uma banda a seguir. Dois anos depois, a mesma revista volta a colocá-los juntos de nomes como Tom Waits e Leonard Cohen, reforçando a ideia de que o duo conimbricense não deveria ser perdido de vista. E não é para menos. Três anos depois da edição do seu último trabalho de estúdio, “Drunken Sailors & Happy Pirates”, os multi-instrumentistas Jorri e João Rui regressaram com o novo álbum “No True Magic”. A dupla mantém-se fiel à sonoridade que a distingue no panorama musical português e internacional, e as raízes são as mesmas: o folk, o blues, a literatura e um conceito: “a imortalidade”. À semelhança dos trabalhos anteriores, enraizados na literatura e estruturados em torno de conceitos como a “perda da inocência” e a “construção da identidade”, os a Jigsaw falam-nos agora da “imortalidade”. “No True Magic” aborda a questão da suspensão da mortalidade, a possibilidade de até ao fim acreditarmos na promessa dos milagres, ou no milagre maior da imortalidade, mesmo que saibamos e aceitamos os termos da nossa mortalidade. O álbum conta com a presença feminina da norte-americana Carla Torgerson (The Walkabouts, Tindersticks), que junta a sua voz à de João Rui no dueto “Black Jewelled Moon”. Nos concertos de apresentação do novo álbum, a Jigsaw fazem-se acompanhar por “The Great Moonshiners Band” (nome que recorda os produtores de whisky ilegal, destilado durante a noite, nos tempos da Lei Seca), uma banda de suporte criada especificamente para o efeito, que é composta por Guilherme Pimenta, Maria Côrte, Pedro Serra e Vitor Torpedo.

BRAGA É REFERÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO CÍVICA DOS CIDADÃOS

Livro sobre ‘Jovens e a Política’ apresentado na CIAJ

‘A Cidade de Braga é uma referência nacional pelo comportamento e pela participação cívica dos seus cidadãos”. A opinião foi manifestada por José Miguel Bettencourt, durante a apresentação pública do seu livro ‘Jovens e a Política’, que teve lugar hoje, 26 de Fevereiro, em Braga, numa cerimónia realizada no âmbito da Capital Ibero-Americana da Juventude (CIAJ) Braga 2016.

foto 5

Na sessão, realizada no gnration e que contou com a participação de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal, José Miguel Bettencourt sublinhou que “Braga é o melhor local” para falar sobre questões de Juventude e sobre participação cívica. “Além de ser um exemplo nacional das boas práticas de gestão e governação autárquica, Braga é uma das cidades mais jovens do país e tem liderado a criação de jovens empresas”, referiu, sublinhando ainda o facto de “Braga estar a despertar a consciência cívica e a participação dos cidadãos no país”.

foto 4

Por seu turno, o Autarca Bracarense congratulou-se com o facto do autor escolhido Braga para a apresentação da sua obra, que ajuda a reflectir e a formar uma opinião mais fundamentada e alargada sobre a Política e a sua relação com os cidadãos, em particular com os jovens.

“Desde há muitos anos venho lutando para que os jovens tenham uma participação plena e intensa na vida pública, para que se sintam ouvidos, mas responsabilizados por essa mesma participação. Neste sentido, foi com muito gosto que aceitamos o repto que o José Miguel Bettencourt nos fez para apresentar aqui o seu livro, pouco tempo depois de Braga ter sido designada como Capital Ibero-Americana da Juventude 2016”, afirmou Ricardo Rio

A par de dirigentes associativos de Juventude nacional e regional, a cerimónia contou com a participação de Rolando Silva, em representação do director Regional do Instituto Português da Juventude e Desporto (IPDJ), de Hugo Carvalho, presidente do Conselho Nacional de Juventude, e de Júlio Oliveira, da Federação Nacional de Associações Juvenis FNAJ. 

O livro ‘Jovens e a Política’ conta com prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República eleito, com Nota de Apresentação de Mota Amaral e posfácio de Jaime Gama. A obra reúne ainda depoimentos inéditos de personalidades dos mais variados quadrantes políticos portugueses, como: Adriano Moreira, João Carlos Espada, João Dias da Silva, Luís Campos e Cunha, Miguel Morgado, Mota Amaral, Paulo Almeida Sande, Paulo Teixeira Pinto, Pedro Magalhães e Rui Oliveira e Costa.

José Miguel Bettencourt faz um “retracto da Juventude Política, do passado à actualidade, abordando essencialmente a relação entre a Política e as Novas Gerações. O autor analisa dados e estudos sobre a participação cívica e partidária dos portugueses, em geral, e, em particular, dos mais jovens, tentando entender aspectos importantes como o dos preocupantes índices de abstenção. 

Pretendendo fazer uma reflexão sobre o sistema político, partidário e eleitoral português, este estudo apresenta as perspectivas críticas e diferentes soluções para a realização de uma reforma eleitoral e partidária, em Portugal.

foto 1

PRIMEIRO-MINISTRO PRESIDE ÀS COMEMORAÇÕES DO DIA DE PONTE DE LIMA

CIPVV – Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde. 4 de Março

O Primeiro-ministro, António Costa, é o convidado de honra das cerimónias oficiais do Dia de Ponte de Lima, que se celebram no próximo dia 4 de Março.

Esta efeméride que comemora a entrega da Carta de Foral pela Rainha D. Teresa e seu filho a Ponte de Lima no ano de 1125, ficará assinalada com a inauguração do CIPVV - Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde.

O Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, localizado no Centro Histórico de Ponte de Lima, terá dimensão Regional. Será uma estrutura abrangente de molde a incorporar elementos alusivos à diversidade e identidade das nove Sub-regiões em que atualmente se subdivide a Região Demarcada dos Vinhos Verdes, na perspetiva da promoção do vinho e divulgação do património vitivinícola.

Ademais, está instalado num dos mais emblemáticos edifícios da história limiana e característico da arquitetura urbana da Região Minhota: a Casa Torreada dos Barbosa Aranha, classificada como IIP - Imóvel de Interesse Público desde 1977.

O investimento associado à reconstrução do edifício, foi objeto de uma candidatura infraestrutural, aprovada pelo ON.2 no âmbito da Valorização Económica dos Recursos Específicos – Bolsa de Mérito à Execução Municipal, a uma taxa de 85% FEDER.

Ainda ao abrigo de uma candidatura apresentada pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes em parceria com o Município de Ponte de Lima à Estratégia de Eficiência Coletiva - PROVERE Minho IN, foi aprovada pela Comissão Diretiva do ON.2 – O Novo Norte, o projeto Enoturismo Minho IN II, que tem como principais objetivos potenciar e melhorar o funcionamento da Rota dos Vinhos Verdes, bem como, transformar o Minho no primeiro destino enoturístico nacional, com relevância internacional, tendo como mote a cultura do vinho e da vinha e o seu património.

A abertura oficial está marcada para as 17 horas, no CIPVV e precede a sessão Solene do Dia de Ponte de Lima, às 18 horas no Auditório Municipal, e o Concerto pela Orquestra de Câmara da Guarda Nacional Republicana, às 22 horas no Teatro Diogo Bernardes.

O programa das comemorações do Dia de Ponte de Lima prolonga-se pelo fim-de-semana, com as seguintes ações:

5 de Março

16h00 Inauguração da Exposição “Caminhos – O encaixe (bilros) e os bordados no Caminho Português de Santiago”

Torre da Cadeia Velha

21h00 Encontro Concelhio de Tocadores de Concertina

Centro Histórico e Largo de Camões (Auditório Rio Lima em caso de chuva)

Org. Associação de Folclore de Ponte de Lima | Apoio MPL

22h00 Teresa Salgueiro

Teatro Diogo Bernardes

6 de Março

10h00 Encontro Concelhio de Bombos

Centro Histórico e encerramento no Largo de Camões

10h00 III Maratona Limiana em BTT

Org. Batotas e ACM | Apoio MPL

15h00 Desfile da Tradição, com a participação de todos os Grupos de Folclore do Concelho

Zona Ribeirinha

Org. Associação de Folclore de Ponte de Lima | Apoio MPL

MELGAÇO DEBATE INTERNACIONALIZAÇÃO E FINANCIAMENTO NO SETOR AGROALIMENTAR

BICMINHO DISCUTIU AS PRINCIPAIS OPORTUNIDADES, APOIOS E INCENTIVOS QUE AS PME DA EURO-REGIÃO NORTE DE PORTUGAL - GALIZA TÊM AO SEU DISPOR

MELGAÇO DEBATEU A INTERNACIONALIZAÇÃO E O FINAN

O BICMINHO, em cooperação com a Câmara Municipal de Melgaço, a ANFACO-CECOPESCA, a Confederación de Empresarios de Lugo e o Centro Tecnolóxico da Carne, reuniu vários convidados nacionais e galegos de áreas como o apoio ao financiamento e investimento, governo e internacionalização, em Melgaço. O evento que decorreu esta tarde (26 de fevereiro), no Salão Nobre da Câmara Municipal de Melgaço, marcou o encerramento do projeto LANPYMEXPORT.

«É ESSENCIAL PARA O TECIDO EMPRESARIAL TER O PODER NAS SUAS MÃOS E SÓ TERÁ ESSE PODER SE ADQUIRIR CONHECIMENTO DAS FERRAMENTAS CERTAS» - MANOEL BATISTA, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MELGAÇO

MELGAÇO DEBATEU A INTERNACIONALIZAÇÃO E O FINAN

No momento da abertura dos trabalhos, o Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, sublinhou que «a autarquia tem a noção clara que é essencial para o tecido empresarial ter o poder nas suas mãos e só terá esse poder se adquirir conhecimento. Conhecimento das ferramentas certas e adequadas para fazer a atividade crescer». Referiu ainda que«a Câmara Municipal de Melgaço traz, através destas ações, esse conhecimento ao tecido empresarial para que as empresas possam crescer e garantir riqueza e desenvolvimento para a região, para que sejam motores de crescimento. Traz esse conhecimento em duas áreas essenciais: o financiamento e a internacionalização». A abertura do seminário esteve igualmente a cargo do Presidente do BICMINHO, André Vieira de Castro, e do Adjunto a Secretaria General de ANFACO-CECOPESCAO.

A tendência para a crescente globalização da concorrência e dos mercados, o número cada vez mais vasto de setores e de atividades e a explosão da Internet fazem com que a Internacionalização faça parte integrante das preocupações estratégicas das empresas. Surgem novos desafios e é necessário definir com clareza uma estratégia sustentável. Foi nesse sentido que o evento, intitulado “Indústria Agroalimentar – Desafios e Soluções para o Financiamento e a Internacionalização”, veio dar a conhecer às empresas as principais soluções de financiamento e internacionalização que estão ao seu dispor, bem como identificar e dinamizar um conjunto de contactos comerciais que se concretizem em vendas e oportunidades de negócio.

Assim, e pelas 15h00, foi debatido o «Setor Agroalimentar na Euro-região Norte de Portugal – Galiza: desafios e oportunidades», com as intervenções de Mário João de Sousa Barbosa Araújo e Silva, Diretor Regional Adjunto de Agricultura e Pescas do Norte, e Higinio Mougán Bouzón, Director-Gerente de AGACA - Unión de Cooperativas Asociación Gallega de Cooperativas Agrarias. O momento foi moderado por D. Xosé Lago, Secretario, Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia-Norte de Portugal. 

Cerca de uma hora depois falou-se de «Como exportar com sucesso no sector agroalimentar: Case study “Projeto LANPYME Export”», com a moderação de Nuno Gomes, Administrador Executivo do BICMINHO, e com as intervenções de Xosé Ramón Vázquez Pérez, Coordinador OTRI de ANFACO-CECOPESCA, António de La Cruz, Partner da EOSA CONSULTORES, e João Paulo Ferreira, Diretor Internacionalização BICMINHO.

Pelas 17h15 o debate foi aberto a todos os presentes para trocas de ideias e dúvidas, com o encerramento a acontecer pelas 17h30.

Programa aqui.

MELGAÇO DEBATEU A INTERNACIONALIZAÇÃO E O FINAN

PONTE DE LIMA APOSTA NOS PRODUTOS DE EXCELÊNCIA

I Feira 100% Agrolimiano

O Município de Ponte de Lima promove nos dias 27 e 28 de fevereiro a I Feira 100% Agrolimiano – certame que visa promover todo o setor agroalimentar do concelho, um território onde a produção de qualidade é uma marca distintiva e um fator de promoção e atração.

Visite a excelência do mundo rural de Ponte de Lima, onde pode encontrar a venda e exposição de Vinho Loureiro e Vinhão, Enchidos e Fumados, Leite, Carne de Raças Autóctones, Cavalos, Fruta, Sidra, Mel, Cogumelos, Caracóis, e outros produtos 100% limianos! Vai ser apresentada uma mostra dos diversos produtos endógenos, de prestadores de serviços para o mundo rural, atividades equestres, workshops, showcookings, degustações, entre outros.

Assim, em colaboração com os parceiros deste evento, estão agendadas sessões de esclarecimento sobre “Subsídios Agrícolas RPB, MZD, MAA e Animais”, às 15 horas do dia 27, promovido pela CAP – entre Douro e Minho; segue-se a temática sobre “Bolsa Nacional de Terras” a cargo da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Pescas do Norte. Para o primeiro dia estão ainda programados três workshops sobre “Produção de Cogumelos”, pela Engª Adelina Reis e “Produção de Mel”, pelo Dr. Paulo Garrido, ambos promovidos pela Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima.

Novas Culturas/Novas Oportunidades” é o terceiro workshop do dia, será às 18h45, da responsabilidade do Engº Nelson Lima do Viveiro Lima.

O programa do dia 28 inclui a apresentação da “Poda de Mirtilos”, um workshop que está sob a chancela da empresa limiana Fragâncias Vermelhas. Segue-se mais um tema, sobre um produto de excelência do concelho e da região, “O Loureiro – da Viticultura à Enologia” apresentado pela Blue Wine.

Em análise estarão ainda os queijos com o tema “Queijo fresco e iogurte de leite de vaca Minhota” promovido pela APACRA – Associação Portuguesa dos Criadores de Bovinos de Raça Minhota.

O Shwcooking sobre “Caracóis” pelo Chef Daniel Pinheiro, da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural está marcado para as 16h30 de domingo, seguindo-se às 17h30 “Variedades Regionais de Macieira: Recuperando um Património Perdido”, a cargo do Dr. Raul Rodrigues, da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima. A temática dos workshops termina com a degustação de Sidra, pela marca Sidra Corrupia.

Com um programa abrangente, dirigido a profissionais e ao público em geral, com exposição de animais e atividades equestres, esta I Feira 100% Agrolimiano, pretende cativar profissionais, distribuidores, empresários e consumidores para a excelência do mundo rural de Ponte de Lima.

BRAGA APOSTA NA NANOTECNOLOGIA

 

Semana dedicada à arquitectura viva decorreu de 22 a 26 de Fevereiro. ´Algae Folly´ aproximou a comunidade da ciência e do INL

O INL - Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, em parceria com a Câmara Municipal de Braga e o Centro de Investigação de Biologia Molecular e Ambiental da Universidade do Minho, promoveu durante esta semana diversas aulas abertas à comunidade escolar sobre o Urgan Algae Folly.

2

Ao longo destes cinco dias, foram seis as Escolas que aderiram ao projecto e conheceram melhor a importância que este tipo de estruturas terá no nosso futuro. Cada aula teve a duração aproximada de uma hora, com cerca de 25 participantes cada.

O tema destas aulas abertas, leccionadas por investigadores do INL e professores da Universidade do Minho, foi “Cidades bio-inspiradas e alavancadas pela Nanotecnologia - Detectar, alimentar e comunicar são algumas das características distintivas de organismos vivos”. Os participantes tiveram oportunidade de recolher amostras no local e visualizá-las, percebendo, assim, o contexto físico destas estruturas.

3

A última aula desta iniciativa, leccionada a uma turma de Química do 12º ano do Colégio D. Diogo de Sousa, contou com a presença de Ricardo Rio presidente da Câmara Municipal de Braga, e de Lars Montelius, director do INL. Na ocasião, o Edil salientou a importância de aproximar os cidadãos à ciência, em especial os mais novos.  “O Algae Folly é um foco de disseminação da ciência e um factor de ligação entre o INL e a comunidade. Em ambas as perspectivas os Bracarenses têm vindo a desfrutar de forma muito interessente desta estrutura viva bio-digital, potenciando ao máximo o investimento efectuado”, afirmou.

5

Por seu turno, Lars Montelius garantiu que é muito importante criar interesse pela ciência nos alunos, levando a que estes, no futuro, optem por exercer a sua actividade profissional nessa área. Sobre a presença do Algae Folly no centro da Cidade, o director do INL sublinhou que a experiência foi um tremendo sucesso, gerando um enorme interesse na comunidade.

6

MUNICÍPIO DE CAMINHA VAI EXECUTAR QUATRO PROJETOS ESCOLHIDOS PELOS CIDADÃOS

Orçamento Participativo de Caminha é percentualmente o segundo mais votado do país, dentro do grupo de municípios que recorre apenas à votação presencial.

Recuperação do espaço envolvente ao Dólmen da Barrosa (Vila Praia de Âncora); Adaptação do Centro Cultural de Gondar para Unidade de Apoio Domiciliário (Gondar); Reparação do Cais da Rua e Colocação de Guindaste para embarcações (Caminha) e Rede Wi-Fi para as freguesias das Argas, são os 4 projetos vencedores do 1º Orçamento Participativo de Caminha. Os projetos escolhidos pelos caminhenses foram hoje anunciados por Miguel Alves.

apresentação vencedores OP

A cerimónia de apresentação dos projetos vencedores do 1º Orçamento Participativo de Caminha decorreu hoje, ao final da tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho e contou com a presença da maioria dos proponentes das propostas.

O Orçamento Participativo de Caminha assenta num modelo de participação inovador, através do qual os participantes apresentaram propostas e decidiram os projetos que consideram ser os mais prioritários, até 180 mil euros. A verba contemplada no Orçamento Participativo ultrapassa o valor de IRS que os munícipes do concelho pagaram durante o ano de 2015, porque foram selecionados quatro e não três projetos.

Assim, dos 14 projetos a votação, os votantes escolheram com em primeiro lugar, com 715 votos, a Recuperação do espaço envolvente ao Dólmen da Barrosa (Vila praia de Âncora); em segundo lugar, com 648 votos, a Adaptação do Centro Cultural de Gondar para Unidade de Apoio Domiciliário; em terceiro lugar, com 628 votos, a Reparação do Cais da Rua e Colocação de Guindaste para embarcações (Caminha) e em quarto lugar com 578 votos, a Rede Wi-Fi para as freguesias das Argas.

A Recuperação do espaço envolvente ao Dólmen da Barrosa (Vila Praia de Âncora) é um projeto avaliado em 60 mil euros e prevê intervenção nos muros, plantação de espécies autóctones, instalação de mobiliário urbano e remoção da pista de skate.

A Adaptação do Centro Cultural de Gondar para Unidade de Apoio Domiciliário é um projeto orçado em 60 mil euros e prevê a requalificação e adaptação do edifico onde atualmente funciona o Centro Cultural de Gondar para unidade de apoio domiciliário, destinada à população das freguesias do interior do concelho.

A Reparação do Cais da Rua e Colocação de Guindaste para embarcações (Caminha) é um projeto avaliado em 35 mil euros e prevê a reabilitação estrutural e a melhoria das condições de utilização do cais da Rua, em Caminha e a instalação de um guindaste para elevação de embarcações.

A Rede Wi-Fi para as freguesias das Argas e Dem é um projeto orçado em 40 mil euros e prevê a criação de rede internet para todos na área da União de Freguesia de Arga e Dem através da implementação de rede WI-Fi, gratuita para todo a população.

Os resultados deste 1º Orçamento Participativo são bastante satisfatórios. Um universo de 2.122 pessoas escolheu os quatro projetos que querem ver concretizados no concelho de Caminha, o que equivale a 4.244 votos. Verifica-se ainda que os 4 projetos vencedores arrecadaram 2.569 dos votos, o que representa 60,5% do total de votantes no Orçamento Participativo.

Tendo em conta que o universo de votantes do Orçamento Participativo (pessoas com 16 e + anos (INE)) era de 14.481, conclui-se que no concelho de Caminha votaram 14,65% das pessoas que integram o universo de potenciais votantes do Orçamento Participativo, o que faz de Caminha o segundo Orçamento Participativo percentualmente mais votado do país, dentro do grupo de municípios que recorre apenas à votação presencial. O mais votado foi o da Lousã, em 2015, com 15,1%. Também se conclui que é a terceira percentagem mais elevada de votantes numa primeira edição do Orçamento Participativo, em Portugal, independentemente do sistema de votação adotado (presencial, internet ou SMS); e é a quarta percentagem mais elevada de sempre, verificada nos Orçamento Participativo em Portugal, independentemente do sistema de votação (apenas atrás da Lourinhã, Cascais e Lousã).

Recorda-se que o Orçamento Participativo começou com os encontros de participação que decorreram em outubro de 2015 e nos quais os cidadãos disseram o que querem que a Câmara faça com os seus impostos. No total, esses encontros mobilizaram mais de 250 cidadãos, que trabalharam com equipas da Câmara Municipal, formadas por funcionários que se ocuparam da organização e moderação dos seis encontros. Posteriormente foram analisados pela equipa técnica do Município. De 18 de janeiro a 11 de fevereiro, os 14 projetos selecionados estiveram a votação e foram escolhidos por 2.122 pessoas.

ESPOSENDE CONVIDA JOÃO RIBEIRO PARA PARTICIPAR NA ENTREGA DOS GALARDÕES COSME DAMIÃO

João Ribeiro convidado para a cerimónia Galardões Cosme Damião

João Ribeiro foi convidado a participar na cerimónia de entrega dos galardões Cosme Damião, que serão entregues no próximo domingo, dia 28, no teatro Camões em Lisboa.

“É com muita satisfação que estarei presente nesta cerimónia onde o mérito será reconhecido e onde o meu clube comemora mais um ano de existência. É um enorme orgulho pertencer à família do Sport Lisboa e Benfica.”

Nesta noite serão conhecidas as figuras, equipas e projetos, que se destacaram no Universo Benfica no ano de 2015. Formação, Atleta de Alta Competição, Treinador do Ano, Inovação, Modalidade, Revelação do Ano, Futebolista, são as 7 categorias que estiveram em votação e por atribuição direta serão ainda atribuídos os galardões "Carreira", "Homenagem", "Mérito e Dedicação", "Projeto do Ano", "Parceiro" e "Casas do Benfica".

Para além da entrega dos galardões a cerimónia assinala também o 112 º aniversário da fundação do clube.

CABECEIRAS DE BASTO HOMENAGEIA PILOTO HÉLDER MIRANDA E NAVEGADOR RUI TEIXEIRA

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto aprova Voto de Louvor ao piloto Hélder Miranda e ao navegador Rui Teixeira

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou por unanimidade hoje, dia 26 de fevereiro, em reunião camarária, um Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo à dupla de cabeceirenses Hélder Gonçalves Miranda (piloto) e Rui Miguel Pacheco Teixeira (navegador) que se sagrou, em 2015, campeã regional FPAK Norte ao volante de um Seat Ibiza de duas rodas motrizes ao vencer na classe X2 o Rali Serras de Fafe e o Rali de Amarante/Baião e ao obter um segundo lugar no Rali Cidade de Guimarães.

Mosteiro de S. Miguel de Refojos

O piloto Hélder Miranda, de 35 anos de idade, e o seu navegador Rui Teixeira, de 30, ambos naturais de Refojos de Basto, demonstraram, apesar das dificuldades e dos elevados custos na preparação e manutenção do carro de competição, uma apaixonada dedicação pelo desporto automóvel com resultados francamente positivos, motivos que levaram a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto a aprovar um voto de louvor, congratulação e regozijo ao piloto e navegador pelo êxito conseguido ao sagrarem-se campeões regionais FPAK Norte, na classe X2, no ano de 2015, feito que contribuiu para reforçar o prestígio e a imagem de Cabeceiras de Basto.

Tendo em vista a integração do Museu das Terras de Basto na Rede Portuguesa de Museus, o executivo municipal aprovou por unanimidade a abertura de procedimentos para a elaboração do Regulamento Interno do Museu das Terras de Basto; do Regulamento de Política de Incorporação do Museu das Terras de Basto; bem como das Normas e Procedimentos de Conservação Preventiva do Museu, documentos necessários à credenciação do Museu das Terras de Basto naquela Rede. Para o efeito, foi fixado o prazo de dez dias para a constituição de interessados e para a apresentação de contributos para a elaboração dos referidos projetos de regulamento.

De salientar que o Museu das Terras de Basto foi inaugurado em 23 de maio de 2004, sendo hoje composto por três núcleos museológicos – o Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe, o Núcleo de Arte Sacra e a Casa da Lã.

São objetivos do Museu inventariar, estudar, conservar o acervo à sua guarda, preservar e valorizar o património cultural material e imaterial do concelho de Cabeceiras de Basto, expor e divulgar as coleções com fins científicos, educativos e lúdicos, procurando chegar a diversificado tipo de público.

Nesta reunião foi analisada a proposta dos vereadores do Grupo Independentes por Cabeceiras para “livrar as Escolas de Cabeceiras de Basto do amianto”, tendo em vista “eliminar situações de perigo para a saúde dos alunos e adultos”, lê-se no documento.

A Câmara Municipal deliberou aprovar a presente proposta tendo, na oportunidade, sido referido que o levantamento já se encontra em elaboração e que a Câmara Municipal tudo fez junto da CIM do Ave para candidatar as intervenções necessárias à substituição do amianto mas que, infelizmente, não foi contemplada, nesta fase, com qualquer apoio financeiro. Espera-se que eventualmente através de outros programas se possa obter o financiamento para estas obras.

Foi também aprovada por unanimidade nesta reunião a abertura de concursos para a elaboração de projetos que visam o restauro das coberturas do Mosteiro, bem como a resolução de patologias da fachada principal da Igreja e das torres sineiras, projetos que têm em vista a preparação das candidaturas a fundos comunitários.

A Câmara Municipal tem vindo a investir na conservação e restauro do Mosteiro, designadamente, no órgão de tubos, coro alto, telhados, claustros, núcleo museológico de arte sacra na antiga sacristia, entre muitas outras intervenções, sendo seu objetivo continuar a trabalhar no sentido de defender o Património e valorizar este Mosteiro que queremos ver inscrito na Lista Indicativa do Património Cultural da Humanidade da UNESCO.

"NAMORAR PORTUGAL" ESTÁ NA MODA

Fernando Pereira juntou a arte do tear aos deslumbrantes motivos da tradição minhota

O aboinobrense Fernando Pereira apresentou hoje ao público uma linha de vestuário elegante e sofisticada, em que aliou a arte do tear aos deslumbrantes motivos dos Lenços de Namorados. A união sublime entre duas das mais carismáticas tradições nacionais serviu de inspiração para a criação de uma linha de vestuário elegante e sofisticada, numa aliança harmoniosa entre tradição e modernidade. A apresentação dos produtos da ‘Tearte’ Decorreu durante a manhã de hoje, 26 de fevereiro, no Espaço Namorar Portugal, localizado no Centro de Dinamização Artesanal de Vila Verde.

DSC_0861

Prémio na Gala Namorar Portugal permite antever futuro auspicioso

Uma linha deslumbrante a que não ficaram indiferentes especialistas de reputação nacional, já que um dos coordenados inseridos na Tearte arrecadou o terceiro prémio da Gala Namorar Portugal 2016, como lembrou a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde. “Como podemos ver, está aqui o coordenado que foi terceiro classificado na Gala Namorar Portugal, atribuído pelo nosso júri que, como sabem, era composto por estilistas e também por representantes das universidades do Minho e do IPCA” afirmou Júlia Fernandes, deixando fortes elogios a uma linha constituída por cachecóis, ponchos, capas, casacos e saias, produzida por “um vilaverdense de gema”.

“Um homem de Aboim da Nóbrega, uma das freguesias onde foram recolhidos mais Lenços de Namorados. É um trabalho excecional feito pela doutora Maria do Carmo, que queria aqui de certa forma relembrar”, afirmou a vereadora da Cultura, antevendo um futuro auspicioso para o projeto. “Esta coleção conquista-nos logo pela beleza, por todo o colorido dos seus coordenados e, acima de tudo, porque é um produto feito à mão com muito amor e portanto vai fazer com certeza as delícias do público”, frisou.

DSC_0779

Um namoro de longa data que foi agora consumado

Depois de as vicissitudes da vida se terem encarregue de colocar Fernando Pereira no desemprego, o vilaverdense não se conformou e encontrou nas suas paixões a solução para trilhar um caminho que, para já se tem revelado recheado de êxitos e conquistas. O criador assume-se com um apaixonado pelas tradições minhotas e, como seria de esperar, foi só uma questão de tempo até a paixão virar um relacionamento mais sério. “Em Maio do ano passado fiquei desempregado e isso fez-me pensar na vida e no que poderia fazer de futuro. Gosto muito das nossas tradições, ando ‘envolvido’ com os Lenços de Namorados há quase trinta anos”, confessou, com o despudor de quem gosta genuinamente do que faz.

O incentivo de alguns amigos e do Município de Vila Verde foi o tónico que faltava para consumar um namoro antigo e passar a integrar a marca territorial vilaverdense. “Tenho tido muitas encomendas mais ligadas à área da tecelagem artesanal e ao folclore, que também é uma área de que gosto bastante. Adoro os Lenços de Namorados, em Aboim da Nóbrega tenho cerca de noventa identificados. Foi esse trabalho que me levou a passar para a tecelagem, entrelaçando as técnicas que aprendi com os motivos dos Lenços”, afirmou Fernando Pereira, acrescentando ainda que “este trabalho é inspirado no Lenço de Ponto Cruz Colorido, como lhe chamamos em Aboim”.

DSC_0629

“É claramente um projeto ganhador”

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, enalteceu uma linha de produtos de “altíssima qualidade”, que “não chama a atenção apenas pela grande beleza mas também pela forma como são fabricados, com o recurso ao tear”. O edil prosseguiu desafinado desde já o novo parceiro Namorar Portugal a continuar a inovar e quem sabe apresentar novas propostas dentro do magnífico trabalho que vem desenvolvendo numa freguesia vilaverdense intimamente ligada ao processo de recuperação de revitalização desta tradição Minhota. “Aboim é uma terra riquíssima em tradições e ajudou de uma forma muito consistente a que este património viesse ao de cima. A Doutora Júlia já falou da dona Maria do Carmo Pereira Rocha, que foi uma das mentoras deste processo, em conjunto com a dona Conceição”, afirmou.

O edil voltou a sublinhar a qualidade e beleza de artigos que “vão colocar as nossas meninas e mulheres ainda mais bonitas”. “Gosto muito dos padrões utilizados, são muito interessantes, é claramente um projeto ganhador e a marca Namorar Portugal sai valorizada. Gostaria de lhe dar as boas vindas e demonstrar a nossa satisfação por o acolhermos nesta numerosa família”, concluiu.

DSC_0603

VIZELA RECEBE DIRETOR NACIONAL DO CENTRO DE ESTUDOS E APOIO MÉDICO, PSICOLÓGICO E SOCIAL

Presidente da Câmara recebeu Diretor Nacional do CEAMPS

No âmbito da reunião-conferência, promovida pelo Núcleo de Vizela da Liga dos Combatentes, o Presidente da Câmara Municipal de Vizela recebeu ontem o Diretor Nacional do Centro de Estudos e Apoio Médico, Psicológico e Social (CEAMPS), António Correia, Coronel do Exército.

Receção CEAMPS

Nesta visita, António Correia foi acompanhado pelos membros da direção da Liga de Combatentes – Núcleo de Vizela, José Manuel Oliveira e Júlio César Ferreira.

De lembra que o Diretor Nacional do Centro de Estudos e Apoio Médico, Psicológico e Social (CEAMPS) esteve em Vizela para realizar um debate sobre os problemas específicos que afetam milhares de combatentes portugueses que estiveram na Guerra Colonial, bem como os seus familiares.

EXECUTIVO BRACARENSE REALIZA REUNIÃO DESCENTRALIZADA

Reunião descentralizada do Executivo Municipal realiza-se na próxima Segunda-Feira, 29 de Fevereiro, 18h30, na sede da União de freguesias de Merelim S. Pedro e Frossos, Braga

O Município de Braga leva a efeito a Reunião descentralizada do Executivo Municipal, a realizar às 18h30 de Segunda-feira, dia 29 de Fevereiro, na sede da União de freguesias de Merelim S. Pedro e Frossos, na Rua da Escola, nº 2 - 4700-861 Merelim (S. Pedro), Braga.

Em análise estarão, entre outros assuntos, os contrato interadministrativos de delegação de competências em diversas Freguesias do Concelho, a constituição do direito de superfície de uma parcela de terreno a favor do Centro Cultural e Social de Santo Adrião e o contrato de comodato de bem imóvel, a celebrar entre o Município de Braga e Associação de Moradores das Parretas.

A ordem de trabalhos desta Reunião, bem como a acta da Reunião anterior, está disponível para download, em:http://www.cm-braga.pt/pt/0502/municipio/camara-municipal/reunioes

AMIGOS DA MARINHA DO BRASIL ABREM DELEGAÇÃO EM BRAGA

Protocolo reforça ‘mentalidade marítima’ na Região. SOAMAR instala em Braga primeira delegação fora do Brasil

O Município de Braga assinou um protocolo de colaboração com a Sociedade de Amigos da Marinha (SOAMAR) do Brasil em Portugal. A cerimónia, que decorreu esta Sexta-feira, dia 26 de Fevereiro, nos Paços do Concelho, ficou ainda marcada pela tomada de posse dos delegados e vice-delegados da instituição brasileira no Minho.

O protocolo irá contribuir para difundir e reforçar a mentalidade marítima nos jovens e na população em geral, encorajando o investimento em indústrias relacionadas com os assuntos do Mar, energia hídrica e marítima, gestão de plataformas logísticas de armazenamento e distribuição desde os portos do litoral.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, este acordo reveste-se de especial importância, uma vez que existe muito potencial de crescimento económico nos assuntos relacionados com o mar. “Este é um momento importante na história da Cidade, pois em termos económicos e mesmo ao nível do conhecimento e dos recursos, ainda existe muito a explorar nos assuntos relacionados com o mar”.

A Universidade do Minho, “através dos seus centros de investigação” e o tecido empresarial sediado em Braga, “têm aqui uma oportunidade de aproveitar a maritimidade em ligação a uma associação com uma forte ligação à marinha brasileira”, salientou o Autarca.

Com este acordo, a SOAMAR irá instalar a sua sede administrativa regional em Braga, facto que irá permitir uma maior proximidade aos agentes da Região. Este foi um dado realçado por Artur Vitória, presidente da SOAMAR Brasil, lembrando que “é a primeira vez que a associação se instala fora do território brasileiro”.

Segundo o responsável, a localização geográfica da Cidade de Braga foi um factor decisivo para a instalação de uma delegação em Portugal. “Temos sido abordados por vários municípios portugueses, mas demos preferência a Braga por considerarmos que é uma Cidade estratégica pela sua localização, pela sua história e pela dinâmica que possui”, sustentou Artur Vitória.

Para a assinatura deste acordo contribuíram, ainda, a existência permanente e regular, na Universidade do Minho, de Oficiais da Marinha do Brasil, que durante períodos de dois anos habitam em Braga, convivendo com a sociedade Bracarense, assim como o apoio à actividade da SOAMAR Brasil em Portugal, Europa e CPLP por parte da Federação das Câmaras de Comércio e Industria da América do Sul, que engloba nove países, o que resulta em reflexos positivos no relacionamento interinstitucional das entidades envolvidas.

MELGAÇO PRESERVA A MEMÓRIA

CADERNOS DOS ANTIGOS ALUNOS DAS ESCOLAS DE CHAVIÃES, PRADO E PADERNE PODEM SER RECOLHIDOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE MELGAÇO

Com o objetivo de preservar a memória que as escolas primárias encerram, a Câmara Municipal tem vindo desde 2004 a resgatar os arquivos dos estabelecimentos de ensino primário desativados. Desta iniciativa recolheram-se conjuntos documentais das escolas primárias de Vila, Chaviães, Cristóval, núcleos de Cristóval e de S. Gregório, Fiães – núcleos de Adedela e do Terreiro, Paderne – núcleos de Além, do Peso, e de Cabeceiras, Paços, Prado e os jardins de infância de Alvaredo, Chaviães e Santo Cristo.

Cadernos escolares

Desta recolha resultou essencialmente um conjunto de registos diários da frequência com informações relativas às presenças, faltas e movimento dos alunos, alguns copiadores de correspondência, atas, livros de ponto, registo de visitas respeitantes ao serviço de inspeção e disciplina, bem como de orientação pedagógica e aperfeiçoamento de ensino, entre outros da Caixa Escolar nomeadamente livros de registo de sócios, atas, bem como os estatutos publicados e registos de receita e despesa.

Esta iniciativa possibilitou a recuperação de um conjunto significativo de cadernos dos antigos alunos das Escolas Primárias de Chaviães - núcleo da Portela, Prado e Paderne - núcleo do Peso.

Após a avaliação da documentação recolhida entendemos que os cadernos dos alunos não têm valor informativo que justifique a guarda no Arquivo, todavia, consideramos que os proprietários destes documentos deveriam ter oportunidade de os reaver. Neste sentido, aqueles que estiverem interessados em recuperar os seus cadernos deverão consultar as listas de cadernos para devolução no portal do Município em www.cm-melgaco.pt e dirigir-se ao Arquivo Municipal para os reaver.

AMARES LEVA LARANJAS À FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO – BTL

Amares produz as mais apreciadas laranjas em Portugal

Amares dá mais um passo na promoção do concelho, fazendo-se representar no dia 3 de março na Feira Internacional de Turismo – BTL 2016. Este será mais um ponto alto de divulgação através do qual o Município dará a conhecer o potencial turístico da região, nomeadamente através de uma prova de Vinhos Verdes, acompanhada por uma degustação de doces feitos à base de laranja de Amares.

O Município de Amares vai estar representado, através de um stand da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, numa área reservada ao Consórcio Minho IN, promovendo simultaneamente o seu património natural, arquitetónico e cultural.

Despertar o interesse dos mercados e agentes turístico de forma a alavancar o desenvolvimento e o crescimento do concelho, naquela que é considerada a maior feira do setor em Portugal, é um dos principais objetivos desta participação.

A 28ª edição da BTL 2016 – Feira Internacional de Turismo decorre entre os dias 2 e 6 de março na FIL, Parque das Nações, e conta com mais de 1.000 expositores oriundos de 40 destinos. Em 2015 atingiu valores recorde alcançando 72.000 visitantes, dos quais 35.000 foram profissionais do setor, o que reforça a importância da presença do Município amarense neste evento de tamanha dimensão.

O Município de Amares vai estar representado, através de um stand da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, numa área reservada ao Consórcio Minho IN, promovendo simultaneamente o seu património natural, arquitetónico e cultural.

Despertar o interesse dos mercados e agentes turístico de forma a alavancar o desenvolvimento e o crescimento do concelho, naquela que é considerada a maior feira do setor em Portugal, é um dos principais objetivos desta participação.

A 28ª edição da BTL 2016 – Feira Internacional de Turismo decorre entre os dias 2 e 6 de março na FIL, Parque das Nações, e conta com mais de 1.000 expositores oriundos de 40 destinos. Em 2015 atingiu valores recorde alcançando 72.000 visitantes, dos quais 35.000 foram profissionais do setor, o que reforça a importância da presença do Município amarense neste evento de tamanha dimensão.

TERRAS DE BOURO SENSIBILIZA PARA A PRESERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS

Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro realiza Peça de Teatro sobre a "A poluição da água e do meio ambiente"

No dia 24 de fevereiro o Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro apresentou uma peça de teatro sobre a "A poluição da água e do meio ambiente" para os alunos dos Jardins-de-infância de Moimenta, Carvalheira e Chorense.

A representação teve por objeto a sensibilização das crianças para problemática que envolve a poluição da água e o meio ambiente e ainda alertar para necessidade de poupar água, pois trata-se de um bem essencial à vida e um recurso cada vez mais escasso.

A atividade foi realizada no âmbito de uma parceria estabelecida entre o Centro Municipal de Valências e Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro para a organização de atividades no contexto da Área de Projeto definida para o Ano Escolar 2015/2016 e que aborda a temática da "Água como bem essencial à vida".

No final foi distribuído um folheto com um conjunto de atividades lúdicas sobre a temática.

 

CELORICO DE BASTO VAI TER GRANDE EMPREENDIMENTO TURÍSTICO

AGRA Wine Eco Resort, um projeto ambicioso apresentado em Celorico de Basto

Celorico de Basto prevê, nos próximos anos, dispor de um mega empreendimento turístico onde é enfoque um hotel 5 estrelas. A cerimónia de apresentação deste importante empreendimento decorreu ontem, 25 de fevereiro, no centro Cultural da Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.

_DSC1472

“Trata-se de um projeto de grande ambição e de grande realismo que prevê um hotel 5 estrelas em Celorico de Basto. Será, por certo, um empreendimento que irá cativar muitos clientes, para o concelho que por consequência irão fortalecer a economia local” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, durante o discurso protocolar. O autarca disse ainda que “sempre foi objetivo transformar o nosso concelho num destino turístico, suportado por programas de animação bem delineados, com os investimentos públicos desenvolvidos em sintonia como o investimento privado, criando sinergias”. No que concerne propriamente a este investimento, fruto de uma parceria entre três entidades, a Câmara Municipal, a Qualidade de Basto, EM, e a Tamus-Palace Resort, lda, o autarca salientou a importância do mesmo para a região e para o país. “Com este empreendimento são criados de imediato 80 postos de trabalho diretos e muito trabalho de forma indireta, o maior investimento privado alguma vez feito em Celorico de Basto, não apenas de interesse público local, mas regional e nacional. Um projeto muito bem planeado onde tudo foi previamente estudado para verificação da sustentabilidade do projeto e viabilidade”. Joaquim Mota e Silva e Silva realçou a importância do município em todo o processo criando condições para o investimento. “Não é fácil atrair investimento desta dimensão para Celorico de Basto mas temo-nos esforçado para criar as condições para cativar os investidores em termos de licenças, isenções e outras condições de apoio ao investimento, porque temos que apoiar ao máximo estas empresas” concluiu.

Este empreendimento irá passar por 5 fases distintas. A primeira e a segunda fase dizem respeito à definição da vinha e à implantação do Hotel 5 estrelas, composto por 60 quartos, restaurante, um pátio lounge que liga à piscina exterior, bar, sala de conferências, entre outras valência. A terceira fase é respeitante à implantação do restaurante, varandas do Tâmega e caminhos pedestres. A quarta fase visa a implantação do Alojamento Turístico (T3 e T0) e a quinta fase é referente à implantação de vilas Residence.

O representante do investimento privado da Tamus – Palace Resort, lda, Gonçalo Meireles, referiu tratar-se de “um projeto ambicioso para nós e para o concelho. Temos uma equipa de parceiros que apresenta este protejo, resultante de um ano e meio de trabalho, que se prevê construído ao longo dos próximos anos”. Gonçalo Meireles salientou a preocupação ambiental na conceção de todo o projeto. “Olhamos muito para o meio ambiente e um jardim produtivo é uma vinha. O turismo do vinho ultrapassou o turismo praia e sol, estamos no timing certo. Será um turismo de qualidade que vai mexer com a parte económica do concelho, melhorando tudo o que existe. Um projeto sempre apoiado pelo município, nas licenças, no apoio logístico, entre outros”. O representante da Tamus concluiu a sua intervenção afirmando tratar-se de um projeto “faseado em 5 partes, com um hotel 5 estrelas com uma bandeira internacional, fazer uma coisa com peso. Um restaurante que terá um chefe conhecido que irá valorizar a nossa gastronomia local, os vinhos, os pequenos produtores. Um investimento finalizado com as vilas residence” finalizou.

Um protejo turístico que teve a preocupação de procurar o equilíbrio entre a proposta construção/edifício e a paisagem natural bem patente com a implantação de uma vinha com 130.000m2.

A apresentação do projeto foi da responsabilidade de Armando Oliveira, o arquito empreendimento. Durante a apresentação explicou o porque da escolha do nome “AGRA Wine Eco Resort” e mostrou as várias valências, materiais utilizados, entre outros aspetos inerentes ao projeto.

_DSC1475

BRAGA HOMENAGEIA ATLETAS

1.ª Meia Maratona de Braga. Domingo, dia 28 de Fevereiro, pelas 12h00, na Av. João Paulo II, Braga

O Município de Braga promove a 1.ª Meia Maratona de Braga, que terá lugar Domingo, dia 28 de Fevereiro, com início às 10h00, na Av. João Paulo II, junto ao Complexo Desportivo da Rodovia, em Braga.

No próximo Domingo, Braga volta a entrar no mapa das grandes provas nacionais de atletismo. A primeira edição da Meia Maratona de Braga será um marco no panorama desportivo nacional e vem dignificar um Concelho que já formou atletas de grande valor nacional e internacional, especificamente na área do meio fundo e fundo.

Este será ainda o momento para o Município de Braga homenagear, pelas 11h30 junto ao Pódio da Meia Maratona de Braga, a nobre geração de atletas que, das décadas de 80 e 90,fizeram enaltecer o nome de Braga ao mais alto nível. Esses feitos alcançados, muito se deve ao historial que o Sporting Clube de Braga logrou obter ao longo da sua história, mais concretamente de um grupo de extraordinários atletas que ainda hoje residem na memória de muitos portugueses em geral, e de muitos Bracarenses em particular, face aos resultados de altíssimo nível que foram atingidos, nomeadamente com performances que culminaram com a conquista de 14 títulos europeus.

Atletas homenageados:

Albertina Machado, Conceição Ferreira, Fátima Novais, Fernanda Marques, Helena Lobo, Manuela Machado, Rosa Oliveira, Tinoco Marques, José Guimarães.

GNR REGRESSA EM MARÇO À CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO

Banda apresenta-se em Famalicão num formato acústico, com o espetáculo “Afectivamente”

No ano em que comemoram 35 anos de carreira, os GNR têm regresso marcado à Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. A banda de Rui Reininho atua no grande auditório do espaço cultural famalicense a 19 de março e é um dos principais destaques da programação do próximo mês.

GNR

“Afectivamente” é o nome do espetáculo que traz os GNR de volta a Famalicão. Um formato mais intimista e acústico, onde o baixo elétrico dá lugar ao baixo acústico, a guitarra elétrica passa as cordas ao violino, os teclados rendem-se ao piano e onde os clássicos do Grupo Novo Rock soam de forma bem diferente.

Um concerto imperdível para os amantes da banda nortenha, que atuaram em Famalicão em setembro de 2014, no anfiteatro do Parque da Devesa, mas cujo último concerto na Casa das Artes remonta ao ano de 2012.

Onde o Frio se demora@PauloPimenta

Mas o mês de março do espaço cultural famalicense traz mais espetáculos em agenda. É o caso da estreia da peça “Onde o Frio se Demora”, em cena no grande auditório de 3 a 5 de março, naquela que é a primeira aventura da jornalista do Público Ana Cristina Pereira na escrita para teatro. Com encenação de Luísa Pinto, interpretação de Margarida Carvalho e música ao vivo do guitarrista Peixe, “Onde o Frio se Demora” é uma coprodução da Narrativensaio e da Casa das Artes e resulta de conversas longas e sem filtros tidas com três mulheres residentes na Área Metropolitana do Porto. “Três mulheres de diferentes idades, de diferentes estratos sociais, com diferentes graus de instrução, na intimidade das suas casas, nas suas cozinhas, a falar sobre a vida, a de cada uma delas”.

Ainda no teatro, destaque para duas peças da companhia Baú dos Segredos: “É Urgente o Amor”, nos dias 17 e 18 de março, e “Um Clarão nas Estrelas”, em cena a 23 e 24 de março.

Na música há ainda a referir dois momentos. Primeiro, o concerto de Valter Lobo, a 12 de março, no café-concerto. Acompanhado por Jorge Moura, nas guitarras e teclados, e Tiago Borges, no feliscorne, o cantautor apresenta em Famalicão os temas do novo disco, “Mediterrâneo”, com lançamento previsto para os próximos meses. Também no café-concerto, mas no dia 19, Pedro Carneiro apresenta o espetáculo “Travelling Sounds”, um projeto de originais que mistura a música clássica, com a música eletrónica, Pop, Rock e o Chillout.

O cinema continua a ser também uma das grandes apostas do espaço cultural famalicense. “O Caso Spotlight”, “O Renascido”, “Zootrópolis” e “Que Horas Ela Volta?” são algumas das propostas cinematográficas para este mês de março.

De referir ainda que a partir do dia 5 o Foyer da Casa das Artes recebe a exposição de pintura “Impressões Urbanas &…”. Uma mostra da autoria de Helena Romão, patente até 30 de abril.

Recorde-se que para os portadores do Cartão Quadrilátero Cultural, e em alguns casos para estudantes, o preço dos espetáculos na Casa das Artes reduz para metade. Mais informações no site oficial do espaço cultural famalicense, em www.casadasartes.org.

VILA VERDE É AMOR

Marca Namorar Portugal volta a tocar no coração da capital do Minho

Os produtos inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados voltam a fazer o coração de Braga palpitar mais forte. A fragrância do romance adensou-se na capital do Minho, com um ponto de venda, promoção e divulgação da marca Namorar Portugal. A inauguração da Casa dos Namorados, localizada na Praça Conde Agrolongo (na zona do Campo da Vinha), em Braga, decorreu ao início da tarde de ontem, 25 de fevereiro. O novo espaço comercial encontra-se aberto ao público de 25 de fevereiro a 16 de março, com funcionamento diário, 10h às 12h30 e das 15h00 às 18h00. O novo espaço comercial resulta de uma parceria entre o Município de Vila Verde, o Município de Braga e a empresa vilaverdense Stattus.

F (1)

Esta ação surge na senda de expansão e desenvolvimento seguida pelo Município de Vila Verde em conjunto com os parceiros Namorar Portugal, numa estratégia delineada com o intuito de garantir mais projeção e visibilidade à marca. Depois das ações que se prolongaram no tempo em locais estratégicos da cidade, como o centro comercial Braga Parque e a loja Interativa de Turismo de Braga, os produtos inspirados nos Lenços de Namorados vão conquistar corações numa das mais movimentadas praças da capital do Minho. A estas iniciativas, juntam-se ainda diversas ações promocionais um pouco por todo o país (com principal incidência no Porto e em Lisboa) e parcerias com gigantes comerciais como a TAP, a Delta e a SIC, que levaram os motivos da tradição minhota aos 4 cantos do planeta.

F (2)

António Vilela, Presidente do Município de Vila Verde

“Agradeço à Câmara Municipal de Braga nos permitir ceder temporariamente a utilização deste espaço e pelas parcerias que tem desenvolvido connosco, acolhendo-nos sempre com a amizade que é tão característica dos Lenços dos Namorados e das gentes do Minho. Este é um projeto que integra parceiros de todo o país que têm valorizado a marca com a sua capacidade criativa e inovadora. Os produtos que temos aqui representam apenas uma pequena mostra da vasta panóplia existente. Isto significa que há uma grande capacidade de inovação e criatividade, muito talento entre os nossos parceiros. Já percorremos um longo caminho, granjeando notoriedade e reconhecimento, mas queremos continuar a crescer e a evoluir.”

F (3)

Júlia Fernandes, Vereadora da Cultura do Município de Vila Verde

“É com grande satisfação que inauguramos este espaço comercial e, principalmente, de divulgação e promoção dos produtos Namorar Portugal, artigos inspirados nos Lenços de Namorados, que estará aberto ao público até ao dia 16 de março. Gostaria de agradecer à Câmara Municipal de Braga, que se mostra sempre de portas abertas, recorde-se que o arranque oficial da programação ‘Fevereiro, Mês de Romance’ foi no Posto de Turismo de Braga. É um momento excecional de promoção da marca num espaço excecional da cidade.”

Macedo Barbosa, Presidente da Associação Comercial de Braga “A Associação comercial de Braga está sempre disponível para estabelecer este tipo de parcerias, uma vez que o nosso papel, o nosso desígnio, é a defesa das empresas, dos empresários e do seu negócio. Penso que este espaço traz novos e diferenciadores produtos para o comércio de Braga, acrescentando valor, por isso, é com muito bons olhos que vemos estas iniciativas e estes projetos.”

Cláudia Pinto, representante da Stattus

“A Stattus é a empresa vilaverdense, sedeada no Parque Industrial de Gême, que produz estas casas modelares, tal como a que recebe agora a Casa dos Namorados. Gostaria de agradecer esta oportunidade e esta excelente parceria que se desenvolveu. Aproveito também para frisar que temos aqui produtos lindíssimos. É de louvar o empreendedorismo de vários artesãos e empresas, que conseguiram adaptar motivos dos lenços de Namorados e dar-lhe uma nova visibilidade, criando produtos de grande beleza.”

F (5)

Firmino Marques - Vice-presidente do Município de Braga

“Quando há uns anos se voltou a falar, em Vila Verde, sobre a criação de uma marca em torno dos motivos dos Lenços de Namorados, estávamos muito longe de imaginar a dimensão que este projeto viria a adquirir. Gostaria de felicitar todos os artesãos e empresários pela ousadia e criatividade, bem como o Município, que soube dizer presente, apoiar os empreendedores e impulsionar o empreendedorismo. É precisamente nesta hora inicial que os empresários precisam de um ‘empurrãozinho’ para desenvolver o seu negócio, é por isso que estamos aqui hoje, para a apoiar e ajudar a dar visibilidade. Aceitem os nossos parabéns e respeito pelo trabalho desenvolvido que orgulha não só vila verde, mas os minhotos e os portugueses no geral.”

F (6)

PONTE DE LIMA PRESTA TRIBUTO ÀS ESCRITORAS PORTUGUESAS

Município de Ponte de Lima lança exposição de tributo a escritoras portuguesas

São oito as escritoras de Língua Portuguesa homenageadas numa mostra biobibliográfica evocativa do papel das mulheres nas Letras, que decorrerá de 01 de março a 31 de maio de 2016, na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

Intitulada 8 mulheres, 8 autoras: exposição de literatura no feminino, a mostra pretende dar a conhecer a vida e a obra de Florbela Espanca, Ilse Losa, Maria Judite de Carvalho, Matilde Rosa Araújo, Natália Correia, Fernanda Botelho, Maria Teresa Horta e Laurinda Fernandes de Carvalho Araújo. Esta última - pedagoga, escritora e poetisa limiana, natural de São Julião do Freixo - verá o seu legado, que passa pela escrita literária, por projetos de filantropia e pela divulgação da etnografia local, ser objeto de uma palestra orientada pelo também escritor e poeta, Cláudio Lima.

Além da autora limiana, valerá a pena passar em revista os painéis biográficos e as obras das escritoras homenageadas, cujas vidas e património literário assumem uma posição de relevo na história da cultura nacional.

MINHO PARTICIPA EM LISBOA NA FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO

Decorre de 2 a 6 de março, em Lisboa, aquele que é já considerado um dos maiores certames de turismo do mundo, a Feira Internacional de Turismo – BTL. O evento realiza-se nos pavilhões da Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações, e como é habitual, conta com a participação de vários expositores da nossa região ligados ao turismo, artesanato e ainda grupos folclóricos e outras representações da cultura tradicional.

12507320_1032531223476554_1059293345444389275_n

Desde a paisagem e a gastronomia ao artesanato e ao património histórico, sem esquecer as festas e romarias tradicionais, procura-se promover as potencialidades da nossa região utilizando os mais diversos meios, desde as provas de sabores à realização de conferências, da distribuição de folhetos e a recriação de figuras históricas e outras demonstrações da cultura tradicional.

Destinada a “Potenciar novos contactos e promover os melhores negócios é uma das premissas da organização”, a Feira Internacional de Turismo de Lisboa constitui um espaço privilegiado de “negocio e networking de todos os profissionais do Turismo e também um palco aberto ao debate e discussão do sector” e, simultaneamente, um local de “de animação e promoção turística para o público”.

MUNICÍPIO DE CAMINHA ADERE AO DESAFIO GULBENKIAN “NÃO À DIABETES!”

A Câmara Municipal de Caminha aderiu ao Desafio Gulbenkian “Não à Diabetes!” com o objetivo de combater a Diabetes, considerada pela Organização Mundial de Saíde como pandemia do século XXI, no concelho. Este projeto vai permitir identificar a nível nacional e concelhio os diabéticosque desconhecem ser portadores da doença, promovendo a sua inclusão no Sistema nacional de Saúde e prevenir que os indivíduos com elevado risco (pré-diabéticos) desenvolvam a doença, através de um plano dirigido à promoção da saúde e da adoção de estilos de vida saudáveis.

O Desafio Gulbenkian "Não à Diabetes!" é um projeto tripartido entre o Município de Caminha, a Associação Nacional de Municípios Portugueses e a Fundação Calouste Gulbenkian. Trata-se de um projeto que pretende desenvolver programas conjuntos entre municípios, unidades de saúde, instituições locais e população, integrados nas áreas da promoção da saúde, de estilos de vida saudáveis e de prevenção da diabetes.

Deste modo, até ao final do mês, o Município de Caminha vai criar uma equipa multidisciplinar constituída por elementos da Câmara Municipal, que inclui o designado gestor de Prevenção da Diabetes, e das instituições locais de saúde, ou seja, uma equipa composta por elementos da área do desporto, saúde e da psicologia.

O projeto “Não à Diabetes!” tem dois objetivos: prevenir, isto é, evitar que 50 mil pré-diabéticos desenvolvam a doença nos próximos cinco anos e identificar, no mesmo período, 50 mil diabéticos que desconheçam ser portadores da doença.

Cada município fará o rastreio de 25 por cento da sua população adulta, encaminhando os indivíduos identificados como potencialmente diabéticos ou pré-diabéticos para os Centros de Saúde, onde serão desenvolvidos programas educativos para promover a adoção de estilos de vida saudáveis.

Recorda-que que Portugal é o país europeu com a taxa mais alta de prevalência de diabetes: 13 por cento da população com idade entre os 20 e os 79 anos, segundo o relatório de Saúde da OCDE de 2014. O tratamento da doença e das suas complicações representa atualmente cerca de 10 por cento da despesa de saúde no nosso país. Em 20 ou 25 anos, esta percentagem poderá chegar aos 15 por cento, com gastos diretos com a diabetes em mais de três mil milhões de euros, se não houver uma intervenção integrada dirigida à mudança dos hábitos de vida e à identificação dos indivíduos em risco.

Mais de um milhão de portugueses tem diabetes, e destes, um pouco menos de metade desconhece ter a doença que, por isso, progride silenciosamente. Por outro lado, está provado que a diabetes tipo 2, a que mais tem aumentado, pode ser prevenida ou, pelo menos, o seu aparecimento pode ser atrasado de modo significativo.

“LET’S MOVE” EM BRAGA DESTACA GINÁSTICA E DANÇAS DE SALÃO

Actividades desportivas gratuitas para toda a família

As danças de salão e a ginástica localizada são as actividades em destaque na quarta sessão do ‘Let’s Move’, um projecto realizado no âmbito do Orçamento Participativo Jovem ‘Tu Decides!’, que tem como principal objectivo a promoção de hábitos de vida saudável junto da população Bracarense.

Estas actividades desportivas de acesso gratuito têm lugar no Domingo, 28 de Fevereiro, entre as 10h00 e as 12h00, nas instalações da Academia Synergia, no Braga Shopping (Loja 138). Esta sessão vai contar com a participação da ‘Escola Pé de Dança’ e da ‘Companhia de Dança 77’.

Além de promover actividades gratuitas de ginásio e de dança, o projecto ‘Let’s Dance’ pretende promover diversas modalidades desportivas através de sessões experimentais, acções de sensibilização de educação para a saúde e para o desporto junto da comunidade escolar, realizar palestras e workshops sobre a importância de um estilo de vida saudável aberto à comunidade, e ainda promover rastreios de saúde junto da população, sensibilizando para hábitos diários mais saudáveis.

Mais informações sobre o programa podem ser obtidas através do e-mail academiasynergia@gmail.com.

ARCOS DE VALDEVEZ RECOLHE "MONSTROS"

Recolha gratuita de resíduos volumosos (monstros)

O Pedido prévio terá de ser feito por uma das seguintes vias:

Telefone: 258 520 500

Correio postal ou E-mail: geral@cmav.pt

Site do Município: www.cmav.pt

Presencialmente, nos balcões de atendimento do Município.

Ciente da crescente sensibilidade ambiental da população e preocupação com a garantia da salubridade no espaço público, o Município de Arcos de Valdevez disponibiliza, gratuitamente, um serviço de recolha de objetos volumosos, vulgo “monstros” ou “monos” (eletrodomésticos, móveis velhos ou outros resíduos) que pelo seu tamanho não podem, nem devem, ser depositados nos ecopontos ou contentores de lixos.

monos2

No entanto, verifica-se que frequentemente não estão a ser cumpridas as normas referentes à sua correta deposição por parte dos munícipes.

Assim, para que se possa contribuir para uma maior eficiência no serviço prestado, e em prol de um melhor Ambiente, solicita-se à população que sempre que pretender desfazer-se de um objeto volumoso o faça mediante pedido prévio junto do Município.

Após formalização do pedido, deverá aguardar posterior contacto dos serviços municipais para agendamento do dia da recolha, devendo os interessados, acondicionar e transportar os objetos para o local indicado, segundo as instruções dadas pelos serviços.

Para que esta recolha seja eficaz e eficiente, o Municipio encontra-se a levar a cabo uma campanha de sensibilização que apela aos munícipes para requererem previamente este serviço, a fim de ser agendada a recolha, evitando que se acumulem resíduos domésticos de grande volume junto dos contentores.

Este é um desafio não só do Município, mas de toda a população, pois a colaboração de todos é fundamental para mantermos o espaço público atrativo e um ambiente limpo.

“MARIA…EM JEITO DE FADO” NO CINE TEATRO JOÃO VERDE EM MONÇÃO

27 de fevereiro, sábado, pelas 21h30. Espetáculo, onde as guitarras são substituídas pela sonoridade do acordeão e violoncelo, conduz o público pelos maiores sucessos do fado, património oral e material da humanidade pela UNESCO. As entradas, no valor de 8,00 € cada, podem ser adquiridas na Loja Interativa do Turismo (T. 251 649 013) ou, uma hora antes, no local do espetáculo.

O projeto “Maria …em jeito de Fado” sobe ao palco do Cine Teatro João Verde este sábado, 27 de fevereiro, pelas 21h30. As entradas, no valor de 8,00 € cada, podem ser adquiridas na Loja Interativa do Turismo (T. 251 649 013) ou, uma hora antes, no local do espetáculo.

Idealizado e produzido por Miguel Bello, o espetáculo " Maria... em jeito de Fado" é uma viagem pelos grandes sucessos do fado, recorrendo a um conceito e estética invulgar, onde as guitarras são substituídas pela sonoridade do acordeão (Gabriel da Fonseca ) e pelo violoncelo (João Paulo da Silva ).

Joana Maria Ferreira, uma fadista tradicional à qual foi lançado este desafio alternativo há uns anos, é conduzida pela voz de Eládio Clímaco nas narrações que antecedem cada tema e pelas harmonias corporais dos bailarinos Rita Pombal e Vadim Potapov.

Neste concerto, o público é conduzido aos maiores sucessos desse estilo mundialmente respeitado que, entre histórias e contos, o guiará por velhos e novos apeadeiros da música e da dança. Maria traz os sons…preto…branco…cor… luz…fado.

JOSÉ MIGUEL BETTENCOURT APRESENTA EM BRAGA LIVRO “JOVENS E A POLÍTICA

Amanhã, Sexta-feira, 26 de Fevereiro, às 18h30, no gnration, em Braga

O Município de Braga apresenta o livro ‘Jovens e a Política’, da autoria de José Miguel Bettencourt, em sessão que se terá lugar amanhã, sexta-feira, 26 de Fevereiro, às 18h30, no gnration, em Braga.

A iniciativa, que se realiza no âmbito da Capital Ibero-Americana da Juventude Braga 2016, contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, do autor da obra, de Hector Saz Rodréguez, do Conselho da Juventude de Espanha, Samuel Vilela, do Conselho Nacional de Juventude, entre outros convidados.

O livro conta com o Prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa, Nota de Apresentação de Mota Amaral e o Posfácio de Jaime Gama, reunindo dez depoimentos inéditos de personalidades políticas e pensadores da Política contemporânea, sobre Portugal, a Política, os Políticos e as Novas Gerações.

RUSGA DE S. VICENTE PROMOVE TERTÚLIA SOBRE O DESPORTO BRACARENSE

"Alice Machado Torres e José Ribeiro (Cabeça Negra) representam os Clãs desportistas bracarenses, na 80ª edição dos "Serões/Tertúlias"

Alice Machado Torres e José Ribeiro (Cabeça Negra), serão os convidados que representarão os Clãs desportistas bracarenses, na 80ª edição dos "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras", a levar a efeito amanhã, sexta, pelas 21h30, na sede social da Rusga de São Vicente, sita na Av. Artur Soares (Palhotas), nº 73, em Braga.

O Clã 'Machados' composto por dez irmãos, tiveram os seus nomes ligados ao atletismo, voleibol, badminton, quer na modalidade de equipas (ABC e SCB),  quer individualmente. O casal de professores Alice Machado e Torres, serão nomes incontornáveis no incremento do desporto bracarense, a meados do século passado.

Os 'Cabeças Negras' oito irmãos, herdaram do Pai Joaquim Ribeiro, jogador do Atlético Club de Braga em 1933, o gosto pelo futebol. A participação dos 'Cabeças Negras' em torneios de Futebol de Salão, Futebol e onze, foram mais que muitos. Individualmente, arrecadaram taças e medalhas em modalidades como o atletismo, basquete, andebol, ténis de mesa.

Este 'Serão/Tertúlia' insere-se no âmbito do programa comemorativo do 50º aniversário da Rusga (1965/2015), sob a designação - "50 anos 05 temas 50 iniciativas". Para o ano em curso, agendamos alguns "Serões/Tertúlias", dedicados a Clãs bracarenses que deixaram de alguma forma gravados, os seus 'nomes/marcas', em meados do século passado, por ocasião da data da nossa fundação. Desde a participação em movimentos cívicos e/ou de intervenção política, passando pelos movimentos associativos de natureza sócio-cultural, recreativa, artística, desportiva, entre outros.

Convidamos alguns desses protagonistas, a partilhar connosco as suas memórias e histórias e as dos seus. Momentos de alegrias, vitórias alcançadas, angustias, sofrimentos, e, porque não, as peripécias, de fazer rir e chorar.

Enfim..., uma vez mais - 'Vidas cruzadas, experiências partilhadas'.

BRAGA CELEBRA PROTOCOLO COM OS AMIGOS DA MARINHA DO BRASIL EM PORTUGAL

Amanhã, Sexta-feira, 26 de Fevereiro, às 11h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, Braga

O Município de Braga celebra um protocolo de colaboração com a SOAMAR-Brasil Portugal, cuja cerimónia de assinatura terá lugar Amanhã, Sexta-feira, 26 de Fevereiro, às 11h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho em Braga.

1656129_262410590593544_2017200378_n

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e de Artur Vitória, presidente da SOAMAR – Sociedade de Amigos da Marinha do Brasil em Portugal.

A par da assinatura do protocolo, a cerimónia ficará marcada pela tomada de posse dos delegados e vice-delegados da instituição brasileira no Minho.

CERVEIRA RECUPERA OBRA DE ARTE

Tela de José Lebrão e imagem da Senhora do Leite restauradas e devolvidas à Santa Casa

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira entregou, esta quarta-feira, aos membros da Mesa da Santa Casa da Misericórdia, a tela do benemérito Manuel José Lebrão e a imagem de Nossa Senhora do Leite, alvo de um minucioso trabalho de restauro em prol da preservação da memória histórica da instituição e do concelho.

IMG_1865

Em abril do ano passado, o Arquivo Municipal, ao abrigo de um protocolo de colaboração com a Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, promoveu a exposição “Misericórdias de Cerveira: Religião, Caridade e Hospital” que despoletou a necessidade imediata para uma intervenção de conservação de duas peças de inestimável valor patrimonial e histórico.

Após identificação dos principais problemas, a autarquia cerveirense, em estreita colaboração com os órgãos sociais da Santa Casa, assumiu o compromisso de avançar com o restauro do quadro daquele que foi o grande benemérito local, Manuel José Lebrão, e da imagem da Senhora do Leite – peça antiga e rara.

Para o edil cerveirense, o resultado deste esforço e intervenção rigorosa orgulha e honra/enriquece/valoriza não só uma instituição secular com um papel determinante no seio da comunidade, como o concelho. Fernando Nogueira agradece a disponibilidade da Santa Casa da Misericórdia ao longo deste processo, bem como a partilha destas memórias com a população através da exposição no Arquivo.

Propriedade da Santa Casa, a tela de Manuel José Lebrão, datada do século XX, década de 20 ou 30, recorda o homem que, com o fim de auxiliar os doentes desprotegidos, mandou erigir, em 1926, um grandioso hospital na sede do Concelho de Vila Nova de Cerveira, inaugurado em 1929, e que ofereceu à Misericórdia de Cerveira dotado com mais mil contos. Por sua vez, a imagem da Senhora do Leite, que se encontra num oratório nas instalações do Lar Maria Luísa da Santa Casa, é uma das mais antigas do concelho, sendo contemporânea da fundação da própria Misericórdia em Vila Nova de Cerveira.

DRONES SOBREVOAM BRAGA

iDroneExperience de 22 a 24 de Abril. Braga recebe o maior evento de Drones do País

Braga vai receber o maior evento de drones do País. O iDroneExperience contará com mais de 500 participantes oriundos de vários Países que, de 22 a 24 de Abril, vão trazer toda a emoção e adrenalina ao Parque de Exposições de Braga (PEB).

6

O evento terá diversas competições de robótica autónoma e ao longo de três dias irá reunir em Braga escolas, empresas, profissionais do sector, startups e prestadores de serviços de veículos aéreos não tripulados (Drones).

As competições que se irão realizar durante o iDroneExperience fazem parte do campeonato mundial da modalidade e permitem aos pilotos concorrentes pontuarem para a final Europeia do Campeonato, a Aerial World Cup Europe.

5

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, esta é mais uma forma de colocar a Cidade na vanguarda dos grandes eventos. “Trata-se de um evento inovador e diferenciador que reflecte o espírito Bracarense. É mais uma oportunidade para Braga se tornar um palco privilegiado de um evento de dimensão internacional numa área em claro crescimento”, refere o Autarca, sublinhando que, uma vez que a iniciativa envolve vários agentes, “ajusta-se na perfeição ao ecossistema empreendedor que o Município pretende fomentar para a Região”.

A componente pedagógica está bem patente no iDroneExperience, cujo objectivo é ensinar a construir e programar drones autónomos de uma forma simples e divertida. Durante o evento as equipas terão acompanhamento de elementos da organização com conhecimento para ajudar na construção e programação do seu drone.

Segundo João Carvalho, presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), “este evento pretende divulgar o conhecimento tecnológico avançado desenvolvido no IPCA e estimular o tecido empresarial na produção de produtos e serviços numa área emergente”.

A iDroneCup é outra competição que faz parte deste evento. Trata-se de uma prova de robótica autónoma, que realiza a sua terceira edição em 2016, e é organizada pelos cursos de Licenciatura e Mestrado em Engenharia Electrónica e de Computadores da Escola Superior de Tecnologia do IPCA, tendo como objectivo incentivar a educação da robótica.

Este é um evento que conta com o apoio da AIMinho e para António Marques, presidente da Associação Empresarial, “o maior evento de drones em Portugal tem a capacidade de sinalizar novas oportunidades de negócio para as nossas empresas, contribuindo, ainda, para a criação de novas empresas tecnológicas”.

Durante o evento haverá uma competição de mini drones autónomos controlados remotamente. Aqui, cada equipa terá que construir o seu drone utilizando um kit disponibilizado no evento, podendo depois utilizar o seu drone para participar nas diferentes competições: provas autónomas, corrida e dança. No decorrer do iDroneExperience serão realizados diferentes workshops de apoio, que ajudarão as equipas a dar vida e inteligência aos seus drones: construção, electrónica, controlo e programação.

O preço para o público varia desde os 3€ (bilhete para os três dias) e 1,5€ (bilhete de um dia). Os visitantes até aos 12 anos de idade têm entrada livre e haverá ainda um Pack Família com preço especial. As escolas com visitas programadas ao iDroneExperience terão também entrada livre.

3

MONÇANENSES ESCOLHEM DATA DO FERIADO MUNICIPAL

“QUAL A MELHOR DATA PARA A CELEBRAÇÃO DO FERIADO MUNICIPAL?”

Em apenas dois dias, o inquérito online lançado no portal municipal www.cm-moncao.pt superou a votação de cada um dos 9 inquéritos anteriores, cuja duração variava entre 1 e 2 meses. Em 48 horas, contabilizaram-se 837 votos. Inquérito, apenas consultivo e sem valor vinculativo, prolonga-se até 31 de março. Decisão final, vigente em 2017, cabe à Assembleia Municipal após deliberação no Executivo Municipal. Este ano, o feriado municipal coincide com o feriado nacional do Corpo de Deus (quinta-feira, 26 de maio).  

O inquérito “Qual a melhor data para a celebração do feriado municipal?”, lançado no portal municipal www.cm-moncao.pt às 00h00 da última terça-feira, contabilizou, em apenas 48 horas, 837 votos, superando, por margem confortável, cada um dos 9 inquéritos anteriores, cuja duração variava entre 1 e 2 meses.

Das quatro opções disponibilizadas, as que tem merecido mais atenção e vontade popular são o dia 12 de março, data da atribuição do foral afonsino a Monção em 1261, e a sexta-feira após o Corpo de Deus. O resultado global da votação está sempre disponível, podendo ser acompanhado em tempo real.

A abertura do inquérito foi comunicada publicamente em sessão do executivo municipal, realizada na tarde de segunda-feira. Apesar de a promoção apenas ter sido feita em suportes digitais, o interesse tem sido bastante. Tanto da população como da imprensa generalista.

A autarquia local reafirma a precaridade universal desta consulta, onde apenas pode votar quem tem equipamentos digitais e acesso à internet, e reforça o argumento meramente consultivo da iniciativa. Acrescenta que o sistema é falível, ressalvando, no entanto, que o seu valor é apenas indicativo. A decisão final, esclarece, cabe à Assembleia Municipal após deliberação no Executivo Municipal.

No presente ano, o feriado municipal coincide com o feriado nacional do Corpo de Deus (quinta-feira, 26 de maio). Este foi fixado pela Assembleia Municipal no dia 28 de novembro de 2014, sob proposta do Executivo Municipal, aprovada em reunião ordinária do dia 17 de novembro de 2014.

ARCOS DE VALDEVEZ CELEBRA PROTOCOLO COM UNIVERSIDADE DO PORTO PARA PROMOVER O EMPREGO

Promoção do Emprego - Câmara de Arcos de Valdevez e Universidade do Porto celebram protocolo

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e a Universidade do Porto assinaram o protocolo destinado a estimular os estudantes a terem uma perspetiva real do mundo do trabalho; a construir parcerias entre a Universidade e as empresas e a aperfeiçoar a experiência dos estudantes candidatos, de modo a apresentar-lhes os requisitos das profissões, ajudando-os a prepararem-se para o mercado de trabalho do século XXI.

assinatura_protocolo_UP (2)

Desta feita, foi no passado dia 19 de fevereiro que o reitor da UP e o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, firmaram o estabelecimento de uma relação de parceria com vista a agilizar a procura de emprego pelos jovens, fomentar a aproximação entre o meio empresarial e a universidade, de forma a permitir uma cada vez maior convergência entre a saída dos jovens do mundo académico e a entrada da vida profissional, bem como o desenvolvimento de atividades conjuntas em prol da sensibilização e promoção da empregabilidade.

De referir que ao longo dos anos o Municipio arcuense tem investido muito ao nível da captação de investimento empresarial para o concelho e, com este protocolo, espera-se ir de encontro às necessidades das empresas ao nível da formação especializada e parcerias para desenvolver novos produtos, contribuindo para que consigam inovar e aumentar as suas taxas de produção e, consequentemente alargar os seus horizontes.

Para o Presidente da Câmara Municipal esta relação com a Universidade do Porto “é uma grande mais-valia, pois a Universidade é um polo de conhecimento e formação e contribui para enriquecer e transmitir saber e dinâmica aos territórios, às empresas e instituições, contribuindo ainda para a formação da população e melhoria da qualidade de vida”.

PONTE DE LIMA COMEMORA DIA DA INTERNET MAIS SEGURA

Ponte de Lima - Espaço Internet

O Espaço Internet do Município de Ponte de Lima está a organizar, no âmbito do Dia da Internet Mais Segura 2016, ações de formação/sensibilização sobre o tema “Faz a tua parte por uma Internet Melhor”, destinada, sobretudo, a crianças e jovens com idades compreendidas entre os 8 e 15 anos.

IMG_7033 (Small)

Foram convidadas as escolas EB 1 de Ponte de Lima e a EB 2 e 3 de António Feijó – Ponte de Lima para participarem nas referidas ações.

As sessões irão decorrer no Espaço Internet de Ponte de Lima, Avenida António Feijó, n.º 16 – Ponte de Lima até ao dia 4 de março, nos seguintes horários: manhã – 10:30 às 11:30 horas / tarde – 14.30 às 15:30 horas.

IMG_7037 (Small)

Também estão disponíveis para todos os utilizadores do Espaço Internet vários folhetos informativos sobre Internet Segura; Dicas de Segurança para os jogos online; Navegar na Net sem Problemas; e Conselhos de utilização para a internet adequados para toda a família.

IMG_7038 (Small)

CERVEIRA E TOMIÑO APRESENTAM PROJETO DE COOPERAÇÃO E AMIZADE TRANSFRONTEIRIÇA

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, e a Alcaldesa de Tomiño, Sandra Gonzalez, realizam uma sessão de apresentação pública do projeto ‘Agenda de Cooperação Transfronteiriça Amizade Cerveira-Tomiño”, candidatado ao programa INTERREG V-A Portugal/Espanha, a qual terá lugar no próximo dia 1 de março (terça-feira), pelas 12h00 locais, no Mercado Tomiño, 1º andar, em Tomiño.

10659271_1490764007857007_7679266631295254780_n

O projeto da ‘Agenda de Cooperação Transfronteiriça - Amizade Cerveira-Tomiño’ tem como objetivo a procura de um crescimento sustentável do território, baseado nas potencialidades de um recurso comum como é o rio Minho, na preservação e promoção inteligente dos seus valores naturais, culturais e etnográficos, na partilha e otimização dos equipamentos e serviços públicos de utilização, e dos recursos humanos económicos num programa de cooperação virado ao futuro.

ARTESÃ CAMILA SILVA APRESENTA “A POMBA E O CORAÇÃO DE VILA VERDE”

A sobejamente conhecida artesã Camila Silva, uma autêntica embaixadora dos Lenços de Namorados, encontrou em dois dos mais famosos ícones da tradição minhota, o coração e a pomba, uma forma de reinventar e reinterpretar os belos motivos da tradição minhota. A linha de produtos “A Pomba e o Coração de Vila Verde”, apresentados hoje (25 fevereiro) de manhã, na Loja Mi-Linha, na Loureira (Vila Verde), trouxe até ao grande público um leque variado de artigos adornados com os bordados de pombas e os corações, que se assumem coo veículos privilegiados de transmissão de sentimentos e afetos e que vão dar ao seu lar um encanto redobrado.

DSC_0887

A apresentação da sessão ficou a cargo da vereadora da Cultura, Júlia Fernandes, que felicitou uma parceira de longa data, que todos os anos surpreende o público com coleções inovadoras que têm conquistado adeptos de Norte a Sul do país e também no estrangeiro. “Como sabem esta marca Namorar Portugal é uma marca registada pelo município de Vila Verde desde 2009 e tem ao longo destes anos conseguido angariar muitos parceiros. No final deste mês seremos cinquenta, já é uma grande família”, afirmou, passando de seguida a palavra à anfitriã do evento.

“Os produtos têm quadras e dedicatórias originais”

Camila Silva começou por notar a extraordinária beleza destes dois elementos e resolveu lançar uma deslumbrante linha de produtos inspirados na pomba e no coração. “Às vezes achamos que está tudo feito, mas, quando menos se espera surge uma nova ideia, como foi o caso. Pensei juntar as pombinhas e os corações, peguei no lápis e fiz uns esboços, a ideia foi evoluindo e amadurecendo e surgiu esta linha. Os produtos têm quadras e dedicatórias originais, que falam sobre o coração de Vila Verde”, afirmou, revelando ainda que optou desta vez por elaborar trabalhos em cortiça, “uma material nobre, adoro estas pombinhas, estas miniaturas que parecem estar prontas a voar”.

DSC_0941

Legado cultural assume-se como âncora de desenvolvimento

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, felicitou uma parceira de longa data por continuar, ano após ano, a surpreender o público pela positiva e a apresentar propostas inovadoras inspiradas nos motivos dos Lenços de Namorados. “Felicito uma das primeiras criadoras de produtos com os motivos dos Lenços, que cedo percebeu que iriam conquistara o coração de muita gente, como acabou por acontecer. Parabéns pela persistência, inovação, criatividade e talento. Temos aqui uma salvaguarda do nosso património, utilizamos o legado cultural que herdámos dos nossos antepassados como âncora para desenvolver o nosso território”, referiu.

“Vamos criar estruturas ainda mais profissionais”

O edil agradeceu à artesã por “colocar o seu talento e criatividade ao serviço dos Lenços de Namorados e da marca Namorar Portugal”, uma marca que tem crescido a olhos visto e que pretende continuar a evoluir. “Vamos criar estruturas ainda mais profissionais para ajudar a comercializar os produtos de uma marca que já se impôs no mercado com uma diversidade de produtos que cresce de dia para dia. São de lamentar certas posições que têm apenas o objetivo de destruir uma marca e grande sucesso, mas podemos garantir que continuaremos a fazer crescer a marca Namorar Portugal e a valorizar os motivos dos Lenços de Namorados. Vamos conquistar novos parceiros e mercados, vamos continuar a valorizar as nossas empresas nos mercados nacionais e internacionais”, vincou.

DSC_0034

Pág. 1/6