Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES PROMOVE AÇÕES DE SOLIDARIEDADE ATRAVÉS DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO

Guimarães programa ações até sábado para assinalar Dia Internacional dos Voluntários

Primeiro evento realiza-se esta terça-feira, 01 de dezembro. Data proclamada em dezembro de 1985 pelas Nações Unidas procura incentivar e valorizar o serviço voluntário.

A Câmara Municipal de Guimarães, através do Banco Local de Voluntariado, preparou um conjunto de atividades com o objetivo de assinalar o Dia Internacional dos Voluntários, cuja data é comemorada no próximo sábado, 05 de dezembro. A programação do leque de eventos visa reforçar a qualificação dos voluntários, mas também retribuir-lhes a generosidade e a disponibilidade que evidenciam na dedicação e nos gestos que diariamente demonstram.

Esta terça-feira, dia 01 de dezembro, pelas 21 horas, no Paço dos Duques de Bragança, terá lugar a apresentação da nova coleção do estilista Stefen Correia, cujo objetivo é a angariação de fundos para o Plano de Ação do Município de Guimarães para o Acolhimento de Refugiados – “Guimarães Acolhe”. Este evento solidário está a ser organizado pela marca FreakchicNY e pela Câmara Municipal de Guimarães, com a colaboração do Banco Local de Voluntariado.

Nos dias 03 e 04 de dezembro, decorrerão duas Ações de Formação Específicas para os voluntários que integram a bolsa de apoio ao processo de acolhimento de refugiados em Guimarães. As ações de sensibilização “Asilo e Refugiados” decorrerão na sala de reuniões do Centro Cultural Vila Flor e a entidade formadora será o Conselho Português para os Refugiados, representado por Mónica Frechaut.

No sábado, o Dia Internacional do Voluntariado será dedicado à promoção e à divulgação do processo de colaboração do Banco Local de Voluntariado nos inúmeros projetos e iniciativas que integram o processo de Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia. À semelhança da Bolsa Específica de Voluntariado de apoio à Cidade Europeia do Desporto 2013, aposta-se, uma vez mais, na criação de uma Bolsa Específica de Voluntários, que possibilitará um melhor aproveitamento dos seus contributos.

Com esta iniciativa, pretende-se reunir um conjunto de voluntários, com motivações e interesses efetivos nas áreas da defesa, da preservação e da sustentabilidade ambiental, dando-lhes a conhecer o espírito e as ações desta candidatura. Para este efeito, decorrerá uma Ação de Sensibilização e de Formação Específica, na manhã do dia 05, sábado, no Laboratório da Paisagem, que contará com a presença e intervenções da Vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, da Coordenadora Executiva da Unidade de Missão da Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia, Isabel Loureiro, e do Diretor do Laboratório da Paisagem, Carlos Ribeiro.

CINECLUBE DE CAMINHA DIVULGA ATIVIDADES

Programação dezembro 2016

04 de dezembro, “Até à eternidade”, Fred Zinnemann, 1953, EUA, Sessão 222 (M/12)

11 de dezembro, “O Falso Profeta”, Richard Brooks, 1960, EUA, Sessão 223

18 de dezembro, “Ninotchka”, Ernst Lubitsch, 1939, EUA, Sessão 224 (M/6)

26 de dezembro, “Anna Karenina”, Clarence Brown, 1935, EUA, Sessão 225 (M/6)

PINTOR EDUARDO VILAÇA EXPÕE EM BARCELOS

Sábado, dia 5 de dezembro, às 16h00, na Biblioteca Municipal

Abre no próximo sábado, dia 5 de dezembro, às 16h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, a exposição de pintura de Eduardo Vilaça.

zzz

A exposição estará patente ao público até 30 de dezembro, podendo ser visitada, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00 e, aos sábados, das 9h30 às 12h30.

Pintor autodidata, Eduardo Vilaça nasceu na freguesia de Priscos do concelho de Braga, no dia 20 de setembro de 1949.

Desde muito cedo se deixa fascinar pelo mundo das artes, mais concretamente pela pintura. Começa então, enquanto estudante, por se documentar e instruir nas visitas frequentes à Biblioteca Municipal de Braga. É também neste período, que realiza os primeiros estudos de desenho e pintura.

Em 1969, conhece o pintor Jerónimo, facto que viria a marcar definitivamente a sua trajetória enquanto artista plástico. Em 1971, parte para a Guiné a fim de cumprir o serviço militar e lá permanece até 1973.

Segundo Francisco Vasconcelos, Eduardo Vilaça:

“Pinta a Vegetação, a trama exata da infância.

É alguém que lhe custa despedir-se das águas e dos melhores afluentes.

Vive o sonho poético de furtar, na pintura, as melhores árvores e os melhores frutos, à natureza.

São, por vezes, geometrizações angelicais, que traçam no número a vocação, a sabedoria dos afetos.

Balanceia entre um feroz expressionismo, um orfismo mediático e um abstracionismo singular de raízes telúricas.

Ama o ver e sinaliza-o como um projeto que o sentimento retém e muito naturalmente expande.

Está perto do mar e tudo que lhe diz, é o rio de Barcelos que o entontece e circula na água como uma declaração de amor.

Afoita ao dizer que o atormenta, sem dar-se por baixo das saias que ofuscam um coração tão belo e único no seu alcance.”

PONTE DE LIMA REQUALIFICA JARDIM DA VIA DO FORAL DE D. TERESA

Município de Ponte de Lima requalifica o Jardim da Via do Foral de D. Teresa e Rua do Sobral

Mantendo a aposta numa política de requalificação urbana e de zonas com espaços de cariz coletivo e social, o Município de Ponte de Lima aprovou e concretizou a obra de Beneficiação do Jardim da Via do Foral de D. Teresa e Rua do Sobral.

A requalificação desta área valoriza um grande espaço verde com uma excelente localização, perto de diversos equipamentos públicos e comerciais, integrado numa zona residencial próxima do centro histórico.

Os espaços verdes contribuem para a melhoria do conforto das pessoas e desempenham um papel determinante enquanto elemento de utilidade social, pelo que, a intervenção consistiu em valorizar uma parcela de terreno plana e coberta por prado verde, criando nesse espaço com mais de 0,5 ha, criando oportunidades de recreio, lazer e convívio da população local, rentabilizando os equipamentos disponíveis capazes de contribuir para benefícios ao nível da saúde física e mental.

Com uma excelente exposição solar e bastante arejado, a área intervencionada tornar-se-á ainda mais agradável, para que as pessoas possam descontraidamente usufruir e praticar atividades lúdicas e desportivas.

A par da beneficiação, que inclui a definição de percursos ciclo-pedonais e recinto para jogos em tout-venant e saibro, foi instalado um Parque Infantil e novos equipamentos geriátricos, bem como a redistribuição dos existentes, e a colocação de tabelas de basquetebol e balizas para street soccer, reforçando-se ainda a arborização e a iluminação pública.

No sentido de conferir os trabalhos efetuados, o Executivo Municipal irá efetuar uma visita ao Jardim da Via do Foral de D. Teresa e Rua do Sobral, na próxima quarta-feira, dia 2 de dezembro, às 11 horas.

FILME DOCUMENTAL SOBRE PAREDES DE COURA CENCE FESTIVAL DE CINEMA EM CABO VERDE

“Fim de um Mundo?” vence II Edição do Plateau - Festival Internacional de Cinema Cidade da Praia

“Fim de um Mundo?”, documentário sobre Paredes de Coura da autoria de Cláudia Freire e Jorge Murteira, ganhou o Prémio para o Melhor Documentário Curta no Festival Internacional de Cinema Cidade da Praia.

JMurteira Paredes de Coura 343t

Filmado e realizado por Jorge Murteira, com produção do Município de Paredes de Coura, este documentário integra a exposição "Impressão Digital em Terras de Coura" inaugurada em Agosto no Museu de Paredes de Coura e centra-se no testemunho dos que ali vivem e daqueles que partiram e que todos os anos regressam à terra.

Paredes de Coura  618

Conhecida no passado como Celeiro do Minho, Paredes de Coura situa-se no norte de Portugal, perto da fronteira com Espanha e foi marcada nas últimas décadas por mudanças na agricultura, na educação e pela emigração, permitindo a este território conhecer “uma dinâmica transformadora muito rápida”.

O documentário “Fim de um Mundo?”, de Cláudia Freire e Jorge Murteira, confronta memórias de um mundo passado com os desafios do presente e do futuro, e acaba por vencer o Prémio para o Melhor Documentário Curta na II Edição do Plateau - Festival Internacional de Cinema Cidade da Praia, que terminou na capital de Cabo Verde neste último fim-de-semana.

“Fim de um Mundo?”

Suporte: HDV 16:9

Duração: 26’ 10’’

Ano: 2015

Veja a promoção do documentário em: https://www.youtube.com/watch?v=fddXUJihrA0

docfoto

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA SIMULACRO DE INCÊNDIO

Heliporto em Tabaçô recebeu exercício de simulação de incêndio da EDP

A ocorrência de incêndios de grande escala, principalmente na altura do verão, pode colocar em risco os trabalhadores das empresas de eletricidade que terão necessidade de operar nas redes de distribuição. Nessa perspetiva, a Painhas, SA e a EDP - Direção de Rede Clientes Norte sentiram que os meios e conhecimentos das suas equipas são insuficientes, caso surja esta situação de emergência numa frente de trabalho.

simulacro_heliporto_tabaçô (2)

Numa parceria com o GIPS - Grupo de Intervenção, Proteção e Socorro da GNR, foi possível adquirir conhecimentos para enfrentar este risco, testando situações de fogo real, preparando os colaboradores para uma eventual situação de incêndio de grande dimensão.

Neste sentido teve lugar no Heliporto situado na freguesia de Tabaçô, Arcos de Valdevez, um exercício de simulação de incendio

No final do simulacro foi feita uma breve análise e consequente sensibilização das questões mais significativas sujeitas a melhoria de modo a serem tomadas em consideração em futuros simulacros ou em emergências reais.

simulacro_heliporto_tabaçô (3)

Este exercício visou fundamentalmente adquirir novos conhecimentos de combate e fuga em caso de incêndio; avaliar a prestação do elemento da equipa com a função de vigia, bem como testar a capacidade do mesmo em avaliar a situação e efetuar uma comunicação eficiente com os serviços externos de socorro; exercitar os procedimentos e meios das equipas; avaliar a dificuldade do combate a incêndio e fuga; testar capacidades dos diferentes sistemas de comunicação; treinar os elementos da equipa com procedimentos de segurança; divulgar e aprofundar uma cultura de proteção e segurança junto dos colaboradores; desenvolver procedimentos de planeamento, de coordenação e de conduta de operações que ajudem a melhorar as condições de atuação em situações de emergência grave.

simulacro_heliporto_tabaçô (4)

VIZELA PROMOVE LITERATURA INFANTIL

Sábados na biblioteca: Natal nas asas do arco-íris, de Sandra Serra

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 5 de dezembro, às 15.30h, a atividade ‘Natal nas asas do arco-íris’, de Sandra Serra.

De lembrar que, desde outubro, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes está aberta todos os sábados, sendo que no primeiro sábado de cada mês realiza-se a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h30.

Sábados na biblioteca

Hora do conto + Caça ao tesouro de natal

Natal nas asas do arco-íris, de Sandra Serra

5 de dezembro, 15h30

Ariela, uma pequena fada de asas transparentes, ficou muito curiosa quando soube da existência de uma cidade cinzenta. Porque teria perdido a cor? Como seriam os seus habitantes? As crianças seriam felizes? 

Descobre o que Ariela e as suas amiguinhas vão fazer para tornar especial o Natal nesta cidade cinzenta... 

Atividade gratuita para famílias

FESTAS NICOLINAS DECORREM ATÉ À PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA EM GUIMARÃES

Doze imagens das ruas de Guimarães mostram desfile do Pinheiro 2015

Seguem-se as Novenas, Posses, Magusto, Pregão, Maçãzinhas, Danças São Nicolau e Baile Nicolino. As Roubalheiras, em dia incógnito, completam o calendário das Festas Nicolinas.

Guimaraes_Pinheiro2015

Milhares de nicolinos, com as suas caixas e bombos, saíram à rua este domingo à noite, 29 de novembro, para participar no desfile do Pinheiro 2015, tradição vimaranense que inaugura anualmente as Festas Nicolinas, conhecidas como os festejos dos estudantes de Guimarães, cuja origem remonta à devoção religiosa dedicada a São Nicolau, oriundo da Ásia Menor que terá vivido nos séculos III e IV.

O culto terá chegado a Guimarães através dos peregrinos de vários pontos do país e do estrangeiro que aqui se deslocavam para venerarem Nossa Senhora de Guimarães (Padroeira de Portugal até ao séc. XVII) e, também, através da passagem de romeiros de/e para Santiago de Compostela, que terão deixado como marca a sua devoção a São Nicolau. Reza a lenda que três crianças em idade escolar foram esquartejadas por um estalajadeiro e, quando São Nicolau se aproximou delas, devolveu-lhes a vida. Talvez, por isso, a sua imagem seja muitas vezes representada com três crianças aos pés.

Inicialmente, as celebrações em honra de São Nicolau eram de cariz exclusivamente religioso. No entanto, com o passar do tempo, foram sendo incluídas manifestações de carácter profano, dado que representavam uma forma de quebrar com o quotidiano. Este culto, desenvolvido entre o povo, foi mais tarde apropriado pelos estudantes que construíram uma capela em honra de São Nicolau, entre 1661 e 1663, na Igreja Nossa Senhora da Oliveira.

Uma semana de Nicolinas

Inicialmente, as festas só eram celebradas a 06 de dezembro, dia que está reservado no calendário religioso a São Nicolau. Nesse dia de manhã, os estudantes participavam na missa com sermão e, de tarde, as celebrações assumiam um carácter profano com a realização de jogos populares. Com o passar dos tempos, verificou-se que um dia para festejos a São Nicolau não era suficiente e incluiu-se também o dia 5, data em que era anunciado o programa do dia 6 através de um pregoeiro que percorria as ruas da cidade. Mais tarde, os festejos foram alargados a oito dias, entre 29 de novembro e 07 de dezembro.

O espírito das festas começa um mês antes com a realização dos ensaios e das tradicionais Moinas nas ruas de Guimarães. Na sexta-feira, 04 de dezembro, realizam-se as Posses e o Magusto, enquanto este ano o Pregão será lido a um sábado. No domingo, dia 06, decorrerá a eucaristia em honra de São Nicolau, as Maçãzinhas e as Danças de São Nicolau. Na segunda-feira, o programa encerra com o Baile Nicolino e o último dia de Novenas, que principiam esta terça-feira. Durante esta semana, em dia incógnito, decorrerão as Roubalheiras.

NATAL EM VALENÇA É UMA DOÇURA!

Natal é em Valença! 40 Dias com Chocolate, Duendelândia e Compras Com Prémios

Fortaleza de Chocolate, Duendelândia, Compras com Prémios, Comboio de Natal e Festa dos Reis marcam a oferta natalícia e de reis de Valença que arranca em 1 de dezembro e prolonga-se até 9 de janeiro. Valença veste-se de tons, sons e sabores natalícios durante 40 dias, proporcionando uma oferta cheia de atrativos.

Compras de Natal com Prémios

A campanha de Natal de Valença arranca a 1 de dezembro com as Compras de Natal, a Valença Cidade Presépio e as iluminações artísticas e prolonga-se até 9 de janeiro.

A maior exposição de presépios do país, nos espaços públicos, serviços e montras encanta pela originalidade e diversidade das instalações, por toda a cidade.

As Compras de Natal com Prémios são um convite a conhecer a oferta do comércio tradicional de Valença, habilitando a cheques compra nos comércios aderentes.

Fortaleza de Chocolate Adoça o Natal

A Fortaleza de Chocolate adoçará o Natal entre 4 e 8 de dezembro. Uma oportunidade para deliciar-se, em Valença, com os os licores, as pizzas, os crepes, os gelados artesanais, as espetadas de fruta, os waffles, os cupcakes e cakepops, o vinho e muito mais, tudo com chocolate.

Duendelândia, o Encanto da Pequenada

A Duendelândia estará em Valença entre 5 e 13 de dezembro. Uma oportunidade para os mais pequenos desfrutarem do mundo mágico da Duendelândia, com a Casa do Pai Natal, o percurso Duendaventura com arborismo suspenso, o Bosque Encantado, as pinturas faciais, a modelagem de balões, os atelier's de manualidades, a carta ao Pai Natal e a oferta de rebuçados.

Comboio de Natal

O comboio turístico percorrerá os centros históricos de Valença e Tui entre 4 de dezembro e 5 de janeiro dando a conhecer os principais encantos patrimoniais da Eurocidade e toda animação programa para esta quadra.

Festa dos Reis

A programação de Natal / Reis ficará marcada pela Festa dos Reis, com transmissão do programa “Somos Portugal” da TVI, em 3 de janeiro. Cavalgata de Reis, Presépio Vivo, Mostra de Reis, com produtos locais, artistas de renome nacional levam a Festa dos Reis de Valença aos quatro cantos do mundo.

Em 5 de janeiro decorrerá a tradicional Cavalgata Internacional de Reis da Eurocidade Valença Tui, com saída dos Bombeiros de Valença, às 16h00.

GENTE MIÚDA TEM FESTA EM PONTE DE LIMA

IV Festa da Gente Miúda e do Livro Infantil realiza-se de 4 a 6 de dezembro

Ateliês, insufláveis e muita animação, são os principais ingredientes da IV edição da Festa da Gente Miúda e do Livro Infantil, que o Município de Ponte de Lima prepara para o fim-de-semana de 4 a 6 de dezembro, na Expolima.

Dirigida a um público infanto-juvenil, o certame apresenta um mundo de magia, aventura e diversos momentos de animação, recreativos e musicais, que prometem dar largas ao sonho e à criatividade.

Por entre apresentações de livros e representações, a Festa vai ter momentos inolvidáveis com destaque para os espetáculos A Bela Adormecida e Era Uma Vez no Reino do Algodão: Mamã Natal e a Bruxa Valquíria.

Os Ateliês complementam o programa, com as atividades dos diversos equipamentos do Município de Ponte de Lima:

Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro de Arcos

A Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro de Arcos marcará presença na IV Festa da Gente Miúda, com ateliês pedagógicos e jogos de dinâmica de grupo, relacionados com o Ambiente e Mundo Rural.

O Pinchas também estará presente para fazer as delícias da pequenada! E para mais tarde recordar, poderão tirar uma fotografia com a mascote das Lagoas…

Diversão e aprendizagem dão as mãos neste evento!

Arquivo Municipal – No Reino da Informação

O Reino da Informação (Arquivo Municipal de Ponte de Lima) estará mais uma vez presente na Festa da Gente Miúda, com atividades lúdicas e pedagógicas que têm o intuito de dar a conhecer aspetos da história de Ponte de Lima e de promover a salvaguarda, valorização e divulgação do património arquivístico, enquanto garante da memória coletiva.

Biblioteca Municipal

O ateliê da Biblioteca Municipal convida as crianças a entrarem no mundo mágico da fantasia através de livros e de brincadeiras.

Com um espaço rico em diversão e aprendizagem podem descobrir novas histórias, jogos, pinturas faciais, modelagem de balões, ateliês de expressão artística e muitas outras atividades concebidas especialmente para os mais pequenos.

O local certo para brincar, conhecer, conviver e explorar! Apareçam!

Museus de Ponte de Lima

O Museu dos Terceiros e o Museu do Brinquedo Português, através dos seus serviços educativos, irão disponibilizar a todas as crianças a oportunidade de construir enfeites de Natal. Este ano as decorações vão ser enriquecidas com materiais reciclados mas com igual brilho e cor.

Os Museus de Ponte de Lima durante a Festa da Gente Miúda terão o ateliê aberto a todos para que possam divertir-se e aprender brincando. Visite-nos!

EMPRESAS DE BRAGA APOIAM PROJETOS SOCIAIS

Bosch e EDP Gás possibilitaram reabilitação do centro da APPACDM em Lomar. Tecido empresarial Bracarense determinante no apoio aos projectos sociais

Decorreu hoje, dia 30 de Novembro, a cerimónia pública de inauguração das reabilitadas instalações da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Braga em Lomar.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002076

O centro - que tem 21 anos de existência e conta com vinte utentes em regime de Lar e trinta na valência de Centro de Actividades Ocupacionais - foi recentemente alvo de obras com o apoio da Bosch Car Multimedia e da EDP Gás, empresas que doaram 25 mil euros a esta instituição. A quantia, angariada na ocasião da II edição da Corrida de S. João de Braga, realizada em Junho, permitiu restaurar o edifício e ainda adquirir algum equipamento de apoio necessário à Associação.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002070

De acordo com Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, deve ser reconhecido o mérito da Bosch e da EDP Gás neste projecto, sendo que foi a actuação destas empresas que tornou possível a sua realização. “Para além das suas actividades empresariais de sucesso e consequente relevância económica, são duas entidades que têm consciência de que é crucial dar algo mais à comunidade onde estão inseridas”, referiu, sublinhando que este é um exemplo que deve ser replicado pelo tecido económico da região: “Cabe também a estes agentes assumir a responsabilidade de apoiar projectos solidários que sirvam as franjas da população que carecem de especial atenção”.

O Edil referiu ainda que é fundamental ter no território instituições como a APPACDM, que desenvolve um ´trabalho de excelência em prol da comunidade e dos que mais precisam´. “Da nossa parte, temos procurado responder às diversas necessidades das instituições locais e colaborar com as mesmas, na medida das nossas possibilidades, em termos materiais e técnicos, criando condições para que possam ser sustentáveis”, afirmou.

Na cerimónia de inauguração do espaço requalificado estiveram também presentes figuras institucionais como o representante da Bosch em Portugal, Carlos Ribas, o administrador comercial da Bosch em Braga, Lutz Welling, o director de Marketing da EDP Gás, José Seyder, e responsáveis, funcionários e utentes da APPACDM.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002066

CERVEIRA SENSIBILIZA PARA A POLUIÇÃO MARINHA

“Lixo … do Rio para o Mar” patente no Aquamuseu

O Aquamuseu do Rio Minho e a Associação Portuguesa de Lixo Marinho (APLM) apresentam, até 30 de Dezembro, em Vila Nova de Cerveira, a exposição “Lixo … do Rio para o Mar”. O objetivo é sensibilizar a comunidade sobre as consequências do lixo sobre os ecossistemas aquáticos.

Esta mostra pretende informar a sociedade sobre a verdadeira dimensão do problema do lixo, em particular do plástico, no rio e no mar. O que é o lixo marinho, de onde vem, como afeta o meio-ambiente e o Homem e quais as ações que podemos tomar para combater este problema.

Alterações simples dos hábitos pessoais, como redução do uso de sacos de plástico, escolha correta da pasta de dentes e cremes de cosmética, podem contribuir para uma relação mais saudável com o Ambiente.

De sublinhar que mais de 70% da superfície do nosso planeta está coberta por oceanos que suportam uma grande variedade de habitats e uma grande biodiversidade. Infelizmente, o meio marinho é utilizado extensivamente como um local de despejo de lixo doméstico e industrial, diretamente ou através dos rios, conduzindo a potenciais impactes negativos nos ecossistemas e economia.

Lixo marinho é qualquer material duradouro, fabricado ou processado que é descartado, eliminado ou abandonado na costa ou no mar. Cerca de 70% de todo o lixo marinho é constituído por plásticos e os restantes 30% correspondem a outros materiais como vidro, papel, metal, têxteis entre outros.

“Lixo … do Rio para o Mar” está patente, até dia 30 de dezembro, no Aquamuseu do rio Minho.

CENTRO DE TEATRO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CABECEIRAS DE BASTO LEVA À CENA “UM MINUTO PARA DIZER QUE TE AMO”

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado pela vereadora da Cultura, Dra. Isabel Coutinho, assistiu no passado sábado, dia 28 de novembro, à apresentação da peça ‘Um minuto para dizer que te amo’ levada à cena pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB). O presidente da União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, também marcou presença.

Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceira

Centenas de pessoas lotaram o auditório da Casa da Juventude para ver um espetáculo que, de uma maneira poética, revelou um pouco da atmosfera que envolve as pessoas com Alzheimer. A apresentação da peça contou, ainda, com uma representação da Delegação Norte da Alzheimer Portugal e com a responsável pelo Gabinete de Cabeceiras de Basto da Alzheimer Portugal, Dra. Rita Teixeira.

Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceira

A abordagem desta forte realidade encontra a poesia do teatro neste texto do premiado autor brasileiro Luiz de Lima Navarro que, inspirado na sua própria história de vida, criou obras que revelam a força e a incessante dedicação no estímulo das memórias das pessoas que enfrentam todos os dias o esquecimento. Um minuto para dizer que te amo conta a história de Lúcio e do seu pai, portador de Alzheimer. Os dois embarcam numa aventura lúdica à procura das melhores lembranças e deparam-se com conflitos e a certeza de que só um amor incondicional é capaz de transformar todas as adversidades.

Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceira

A vontade de construir uma peça à volta deste tema surgiu a partir de uma ideia em conjunto com o Gabinete de Alzheimer de Cabeceiras de Basto e pretende desmistificar este mal que atinge um grande número de pessoas em todo o mundo. O CTCMCB, enquanto projeto cultural e social, abraçou o desafio e viu nele a oportunidade de aproximar a comunidade de um conteúdo tão importante na atualidade, sobretudo pelo considerável envelhecimento da população portuguesa nos últimos anos.

Uma encenação verdadeiramente emocionante!

FICHA ARTÍSTICA

TEXTO: Luiz de Lima Navarro

ENCENAÇÃO: Neto Portela

ELENCO: Roberto Moreira e Tiago Teixeira

DESENHO DE LUZ E SOM: Neto Portela

DIREÇÃO TÉCNICA, CENOGRAFIA E FIGURINOS: Joana Veloso

PRODUÇÃO: CTCMCB – Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto APOIO: Gabinete de Alzheimer de Cabeceiras de Basto, Alzheimer Portugal e CMPPICB - Comissão Municipal de Proteção de Pessoas Idosas de Cabeceiras de Basto.

REALIZAÇÃO: Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceira

BRAGA ILUMINA-SE CONTRA A PENA DE MORTE

O edifício dos Paços do Concelho, em Braga, encheu-se de luz para assinalar o Dia Internacional ‘Cidades Pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte’. Este acto simbólico, que decorreu esta Segunda-feira, 30 de Novembro, foi uma forma de manifestação contra a pena capital com o intuito de despertar consciências e envolver instituições na procura de um sistema judicial que não incite à morte e respeite a vida.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002087

O momento foi acompanhado pela actuação dos alunos da Companhia da Música da Fundação Bomfim e pela récita poética do professor José Miguel Braga.

O Município aderiu à rede ‘Cidades pela Vida’, dinamizada pela Amnistia Internacional Portugal e pela Comunidade de Sant’Egídio, dando o seu contributo para a valorização do papel dos municípios no processo abolicionista, promovendo iniciativas educativas e culturais que mantenham viva a atenção sobre a banalização da violência.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002083

O Dia Internacional ‘Cidades Pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte’ comemora-se no aniversário da primeira abolição da pena de morte no mundo, que ocorreu no Grão-Ducado da Toscana (Itália), a 30 de Novembro de 1786. Neste dia, Cidades de todo o mundo iluminam um monumento ou um local simbólico, de forma a sensibilizar os cidadãos para a abolição da pena de morte.

Desde 2002, data da primeira comemoração, mais de 2.000 cidades de vários pontos do mundo já se declararam “Cidades pela Vida”. Em Braga as luzes acendera-se nos Paços do Concelho, na Praça Municipal.

CMB30112015SERGIOFREITAS0000002079

VIZELA ASSINALA SEMANA EUROPEIA DE PREVENÇÃO DE RESÍDUOS

O município de Vizela e a Resinorte, assinalaram na passada sexta-feira, dia 27 de novembro, a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, com duas peças de teatro, para cerca de 260 alunos, em duas escolas do Concelho.

semana europeia prevenção resíduos 2015

A peça “Arlequim recicla assim” adapta histórias bem conhecidas do público infantil, como a da Branca de Neve, dos Três Porquinhos e da Cigarra e a Formiga, às questões do ambiente e da reciclagem, pretendendo sensibilizar a população mais jovem para a importância da reciclagem, demonstrando como é possível do “velho fazer-se novo”.

Nesta peça, foram igualmente desvendados alguns dos mitos sobre reciclagem ao mesmo tempo que se ensina a separar corretamente.

CABECEIRAS DE BASTO CANDIDATA-SE AO PROGRAMA "ESCOLHAS"

Conselho Local de Ação Social de Cabeceiras de Basto aprovou candidatura ao Programa Escolhas

Realizou-se na passada sexta-feira, dia 27 de novembro, no Auditório da Casa do Tempo, a reunião do Conselho Local de Ação Social, onde foi aprovada a candidatura à 6ª Geração do Programa Escolhas e apreciados outros assuntos de interesse.

Conselho Local de Ação Social de Cabeceiras de B

A reunião foi dirigida pela vereadora da Ação Social da Câmara Municipal, Dra. Isabel Coutinho, que informou os presentes de que a Câmara Municipal irá submeter uma candidatura à 6.ª Geração do Programa Escolhas, apresentando-se enquanto entidade promotora do Projeto Vira-a-Vida.

Depois de uma breve apresentação da candidatura – na qual evidenciou a adequabilidade da proposta de intervenção face ao diagnóstico previamente efetuado e explanado nos documentos estratégicos municipais de intervenção social e educacional – e após abordagem dos vários aspetos da candidatura, o documento foi analisado pelos presentes, tendo obtido parecer favorável por parte de todas as entidades.

Refira-se que o Programa Escolhas tem como objetivo “empoderar as crianças e jovens de Cabeceiras de Basto, com idades compreendidas entre os 6 e os 30 anos, provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, para agir no sentido de alcançar mudanças positivas implicando-os numa ação participada”.

Assim sendo, Cabeceiras de Basto tem como objetivos específicos promover, até dezembro de 2018, a inclusão escolar e a educação não formal, bem como a formação e a qualificação profissional das suas crianças e jovens, através de atividades pedagógicas, lúdicas, culturais, terapêuticas, entre outras, com o recurso a metodologias holísticas; dotar as crianças e jovens do concelho de conhecimentos/competências digitais através do desenvolvimento de atividades teórico/práticas na área das TIC; e apoiar a capacitação e a adoção de comportamentos empreendedores dos jovens de Cabeceiras de Basto.

O consórcio deste projeto é constituído pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto - entidade promotora, pela ADIB – Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto - entidade gestora, e pelos parceiros Basto Vida, CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Externato de S. Miguel de Refojos, Associação ‘No Encalço de Ideias’, Synergia, e IPDJ – Instituto Português de Desporto e Juventude. A pedra angular do funcionamento do consórcio está baseada na conjugação de esforços no sentido de melhor responder às várias necessidades diagnosticadas.

O Programa Escolhas foi criado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 4/2001, de 9 de janeiro, tendo sido sucessivamente renovado desde essa data. Este Programa tem vindo a ser coordenado e tutelado no âmbito do Alto Comissariado para as Migrações, que sucedeu ao Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural.

Pensado com a função de promover a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, particularmente dos descendentes de imigrantes e minorias étnicas, tem em vista, entre outros objetivos, a inclusão escolar, a educação, a formação profissional, o reforço da empregabilidade, dinamização comunitária e cidadania.

O Programa estrutura-se em cinco medidas, sendo que Cabeceiras de Basto apenas pode integrar três, designadamente, contribuir para a inclusão escolar e para a educação não formal, bem como para a formação e qualificação profissional; apoiar a inclusão digital; e apoiar o empreendedorismo e a capacitação dos jovens.

Cumprindo o estipulado pelo Programa, definiram-se como alvos de intervenção prioritários as crianças e jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 30 anos de idade, provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, que se encontrem numa ou mais das seguintes situações: em absentismo escolar, com insucesso escolar, em abandono escolar precoce, em desocupação, em situação de desemprego, com comportamentos desviantes, sujeitos a medidas tutelares educativas, sujeitos a medidas de promoção e proteção e emigrantes em situação de vulnerabilidade.

INATEL REALIZA GALA DE RECONHECIMENTO SOCIAL

Gala de Reconhecimento Social da Fundação INATEL enche Sala Portugal, em Lisboa

A Cerimónia de atribuição de apoios aos selecionados dos projetos da Fundação INATEL decorreu ontem, na Sala Portugal da Sociedade de Geografia de Lisboa.

IMG_8188

A Sala Portugal, da Sociedade de Geografia de Lisboa, recebeu, este domingo, 29 de novembro, pelas 15h00, a gala “Reconhecer – Gala de Reconhecimento Social 2015”, que atribuiu apoios aos selecionados dos projetos sociais da Fundação INATEL, nomeadamente no âmbito do projeto “Mealheiro Solidário” e “Fundo de Inovação Social”.

Fernando Ribeiro Mendes, Presidente da Fundação INATEL, abriu a cerimónia com um discurso de boas vindas ao público presente, relembrando a importância da Fundação no desenvolvimento do bem-estar dos cidadãos e no incentivo de atividades socioculturais e desportivas, tendo em vista princípios como os da solidariedade e da igualdade.

IMG_8150

“É com muito gosto que vejo esta casa, que represento, a assumir um papel muito ativo na promoção de práticas sociais reveladoras desta vontade de fazer mais e melhor, criando mais um estímulo para que estes exercícios, nossos e dos outros, sejam mais vezes reconhecidos, mais visíveis e ajudando a difundir mais a ação que, felizmente, é já desenvolvida por muitos de nós e em todo o país, com base no maior envolvimento e na participação de todos”, sublinhou.

O evento teve início com o reconhecimento público da aldeia histórica da São Miguel do Pinheiro (concelho de Mértola), eleita “Aldeia dos Sonhos” de 2015, no âmbito do projeto com o mesmo nome, uma iniciativa que pretende realizar os sonhos de habitantes de localidades com menos de 100 pessoas.

Um vídeo introdutório sobre o projeto fez menção à aldeia de Ouguela (no concelho de Campo Maior), com cerca de 60 habitantes, que na edição anterior concretizou o sonho de viajar até Lisboa e de conhecer os monumentos mais emblemáticos da cidade.

No mesmo filme, foi apresentada a localidade de São Miguel do Pinheiro pelos representantes da candidatura, que contextualizaram o sonho de visitar a região norte do país, nomeadamente a região do Minho e a cidade do Porto.

A Câmara Municipal de Mértola refere a unanimidade por parte da população de São Miguel do Pinheiro em visitar a zona norte do país pelo facto de ser “a região mais distante geograficamente do seu local de origem e com características paisagísticas bem diferentes do Alentejo”, expondo ainda a importância desta iniciativa dado que “a maioria do grupo nunca gozou férias fora da aldeia”.

Segundo a Fundação INATEL, o projeto tem como objetivo a sensibilização para a importância da salvaguarda do património cultural - material e imaterial - das aldeias históricas portuguesas, assim como a atribuição de maior notoriedade a pequenas localidades, designadamente com visitas turísticas organizadas.

No âmbito do projeto “Conversa Amiga”, uma linha de atendimento telefónico que presta apoio emocional a todos os cidadãos, a nível nacional, subiu a palco a voluntária Andreia Condesso, a quem foi atribuída especial distinção, com base no maior número de horas de atendimento efetuadas ao longo do ano corrente.

O funcionamento desta linha de apoio é assegurado durante todo o ano, entre as 15h e as 22h, por um corpo de voluntários que se disponibilizam para um trabalho especializado de relação de ajuda não profissional.

Posteriormente, foi apresentado o projeto “Fundo de Inovação Social”, que surgiu no âmbito das comemorações dos 80 anos da Fundação INATEL, como forma de apoio excecional a Centros de Cultura e Desporto (CCD) filiados da Fundação INATEL, para a promoção de projetos inovadores no domínio social, que resultem em benefício de pessoas em situação de maior vulnerabilidade e que potenciem, ainda, a melhoria do bem-estar e coesão social.

Assim, foram atribuídos apoios a vinte instituições para a promoção e desenvolvimento dos projetos de inovação social selecionados, sendo elas: Cegada – Grupo de Teatro (Lisboa); Grupo Desportivo e Cultural de Foros do Arrão (Portalegre); Teatro de Carnide – Sociedade Dramática (Lisboa); Casa do Povo de Santo António (Açores); Centro Social, Cultural e Desportivo de Silvares (Braga); Sporting Clube Vinhense (Setúbal); Associação Cultural de Música e Teatro Arte à Parte (Coimbra); Casa do Povo de Relva (Açores); Teatro Metaphora – Associação de Amigos das Artes (Madeira); Associação dos Amigos Unidos pelo Escoural, IPSS (Évora); ACOFA – Associação Cultural Organizadora de Festivais Amadores (Braga); Zero em Comportamento (Lisboa); Centro Social e Polivalente de Ourentã (Coimbra); Liga dos Amigos de Aguada de Cima (Aveiro); Casa do Povo de Válega (Aveiro); Centro Social de São Bento (Açores); Banda Musical Vila Verde da Raia (Vila Real); Grupo de Dança Dream Dancing (Santarém); NACO – Núcleo Juvenil de Animação Cultural de Oliveirinha (Viseu); Rancho Folclórico de São Tiago de Lobão (Aveiro).

Foi depois o momento de apresentar o projeto “Mealheiro Solidário”, que através de campanhas e eventos solidários realizados ao longo do ano, angariou fundos destinados ao apoio de cidadãos individuais em dificuldades.

Este ano, os fundos do projeto foram entregues a Júlio Pereira dos Reis, residente no Marco de Canaveses, para a compra de uma prótese com um novo sistema de encaixe para amputação transtibial, adaptada às suas necessidades.

“Sou eu que ajudo a minha esposa (com 81 anos de idade) que vive numa cadeira de rodas, desde há dois anos, por problemas de coluna, assim como ajudo o meu filho tetraplégico desde 1980, devido a um acidente de viação”, explica Júlio dos Reis.

Dada a carência de apoios sociais e na impossibilidade financeira de contratar serviços domiciliários que o auxiliem, Júlio dos Reis, que se encontra numa situação física limitada e em risco de complicações, confessa: “Cuido de todo o meu agregado familiar (…) e por esta razão tenho de continuar a usar a prótese antiga e desajustada todos os dias, apesar de estar a agravar a minha situação diariamente.”

Segundo o próprio, a nova prótese tem um mecanismo que “alivia toda a zona imediatamente abaixo do joelho, onde tenho uma ferida crónica que não cicatriza e se encontra em estado avançado de degeneração, dificultando em muito o uso da prótese que atualmente possuo”.

Devido à sua condição atual e incapaz de ajudar nas lides domésticas, Júlio dos Reis não sai de casa há cerca de um ano. Apesar disso, sustenta com convicção: “Gosto de pensar que, apesar dos meus 85 anos, tenho ainda muito para dar e viver.”

Por força do número de candidaturas recebidas, a Fundação INATEL desenvolverá novas campanhas para a recolha de fundos do projeto que serão atribuídos a Andreia Cristina Cardoso, Margarida Gonçalves e Pedro Miguel Azevedo, colmatando-se carências a nível da alimentação, medicação, tratamentos e equipamentos que auxiliam na melhoria da qualidade de vida, saúde e bem-estar dos candidatos.

A Sala Portugal aplaudiu ainda o trabalho de Ângelo Valente (animador sociocultural) e Sofia Nunes (gerontóloga), jovens de Aveiro, membros da equipa técnica do Centro Comunitário da Gafanha do Carmo, pelo projeto “Antes de morrer eu quero…”, em que os utentes desta instituição participam num registo fotográfico onde partilham por escrito os sonhos que têm e que pretendem realizar antes de morrer.

No âmbito do reconhecimento do trabalho de entidades coletivas, foi também distinguida a ATLAS, uma ONGD – Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, com o projeto “Velhos Amigos”, que presta apoio à população idosa de Coimbra, com a entrega de refeições quentes semanais e com uma rede de consultas solidárias e de atividades de animação sociocultural.

O encerramento da gala decorreu no Teatro Politeama, com “República das Bananas”, um espetáculo musical de Filipe La Féria, que relembra acontecimentos marcantes dos últimos anos em Portugal, numa crítica “mordaz e divertida” à nossa sociedade e às figuras públicas e políticas do país.

À semelhança de anos anteriores, a Fundação INATEL organizou viagens com partidas dos distritos de Aveiro, Braga, Beja, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

IMG_8124

BANDA DE FAMALICÃO VENCE CONCURSO DE BANDAS FILARMÓNICAS DE BRAGA

Grupo de Famalicão vence Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga pelo segundo ano consecutivo. Iniciativa regressa em 2016 com dois dias de espectáculo

O Grupo Recreativo e Musical - Banda de Famalicão foi o grande vencedor do II Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga que decorreu este Domingo, 29 de Novembro, no Grande Auditório do Parque de Exposições de Braga (PEB), renovando assim o título alcançado em 2014.

A iniciativa distinguiu ainda a Banda de Música de Antas (Esposende) e a Banda Musical de Avintes (Vila Nova de Gaia) com os segundo e terceiro prémios, respectivamente. Além dos prémios monetários de 1.500, 1.000 e 500 euros e de uma escultura da autoria do artista plástico Alberto Vieira, os primeiros três classificados viram assegurada a participação nas Festas de S. João de Braga de 2016.

O júri do concurso, presidido pelo maestro Ilídio Costa, atribuiu ainda o troféu ‘Batuta de Prata’ a Fernando Marinho, maestro da Banda de Famalicão, que venceu o prémio pelo segundo ano consecutivo.

Organizado pelo Município de Braga, em parceria com o Conservatório Calouste Gulbenkian, a InvestBraga, a Associação de Festas de S. João e o portal ‘Música e Músicos’, este II Concurso de Bandas Filarmónicas contou com a participação de seis bandas de vários pontos do país, num espectáculo de oito horas que reuniu mais de 350 músicos em palco.

A vereadora da Cultura do Município de Braga, Lídia Dias, fez um balanço positivo do evento que contribuiu para avalorização da música filarmónica e para a projecção do trabalho das bandas ao nível da formação. “Tivemos momentos únicos em palco, com grandes formações e grandes maestros”, referiu, salientando a qualidade musical apresentada pelas bandas.

A vereadora assegurou que esta é uma iniciativa para continuar e que já em 2016 o concurso vai decorrer durante dois dias. “Este é um evento que tem tudo para crescer e se afirmar no panorama cultural Bracarense”, considerou.

Lídia Dias destacou o apoio da Associação de Festas de S. João, sublinhando o “papel das festas de S. João e a sua capacidade de mobilizar muitas bandas filarmónicas”, e o empenho de Carlos Teixeira, um dos dinamizadores da iniciativa.

GUIMARÃES COMEMORA RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA

Restauração da Independência Nacional assinalada em Guimarães esta segunda-feira à noite. Cerimónia decorre junto à estátua de D. Afonso Henriques

Hino da Restauração cantado no desfile que percorrerá as principais ruas do Centro Histórico de Guimarães. Cerimónia protocolar decorrerá junto à estátua D. Afonso Henriques.

2e31a4f9-b0a0-4491-82c1-f3396978c2af

O aniversário da Restauração da Independência Nacional vai ser comemorado em Guimarães na noite desta segunda-feira, 30 de novembro, a partir das 22:30 horas, pelo Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”.

Depois de hasteadas as bandeiras, o desfile, com início às 22:45 horas, na sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”, irá percorrer as principais ruas do Centro Histórico, com os participantes a entoarem o Hino da Restauração, seguindo em direção à estátua do Rei D. Afonso Henriques.

O percurso do cortejo tem o seguinte itinerário: Rua Gravador Molarinho (Sede dos “20 Arautos”); Rua da Rainha D. Maria II; Rua Alfredo Guimarães; Rua Egas Moniz; Largo Condessa do Juncal; Viela da Arrochela; Largo da Misericórdia; Rua Vale de Donas; Largo dos Laranjais; Rua das Trinas; Largo do Carmo; Rua Conde D. Henrique.

Junto à estátua do Rei D. Afonso Henriques, além dos discursos protocolares, o Grupo Coral de Azurém interpretará o Hino de Guimarães, o Hino da Restauração e o Hino de Portugal. No final deste momento solene, o regresso à sede dos “20 Arautos” será efetuado pelo Largo do Carmo, Rua de Santa Maria, Praça de S. Tiago e Rua Gravador Molarinho. No final, realiza-se a tradicional ceia para todos os participantes.

As comemorações da Restauração da Independência Nacional contam com a participação da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, Grupo Coral de Azurém, Tun'Obebes, Tuna Afonsina, Centro Social Recreativo Cultural de Campelos, Sociedade Musical de Guimarães, Grupo Cultural e Recreativo “Os Trovadores do Cano” e C.N.E. – Corpo Nacional de Escutas.

PROGRAMA

Dia 30 de novembro (2ª feira)

22h30 – Hastear das bandeiras (sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”);

22h45 – Início do desfile pelas ruas da cidade, percorrendo as principais artérias do Centro Histórico, onde irá sendo cantado o Hino da Restauração para que o final decorra por volta das 24 horas. O transporte e a cedência de cavalos para esta cerimónia estão a cargo de Daniel Salgado;

23h30 – Discursos solenes junto à estátua do Rei D. Afonso Henriques;

00h30 – Ceia na sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques” para todos os participantes.

HINO DA RESTAURAÇÃO

Portugueses celebremos

O Dia da Redenção

Saem do pulso as algemas

Ressurge livre a Nação

O Deus de Afonso em Ourique

Dos livres nos deu a Lei

Nossos Braços a sustentem

Pela Pátria Pela Grei

Avante! Avante!

O Ferro empunhar p’ra batalhar

A Pátria nos chama

Convida a lutar

Convida a lutar!

BANDAS FILARMÓNICAS DO MINHO DESFILAM EM LISBOA E EVOCAM DATA HISTÓRICA DA RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

Cerca de milhar e meio de músicos integrando perto de três dezenas de bandas filarmónicas e outros grupos de música tradicional provenientes das mais diversas regiões do país, desfilaram hoje na avenida da Liberdade em direção à Praça dos Restauradores, aplaudidos ao longo de todo o percurso por milhares de pessoas anónimas que dessa forma quiseram manifestar o seu apoio e participar nesta grandiosa jornada patriótica que evoca a data histórica da Restauração da Independência de Portugal em 1640.

Esta manifestação de cultura constitui simultaneamente uma forma de protesto pela forma prepotente com que foi pelo anterior governo eliminado o feriado do dia 1 de dezembro, porventura a data simbólica mais consensual entre todos os portugueses, aguardando-se que no próximo ano o mesmo seja restabelecido de modo a poder ser comemorado no dia correto.

Em representação do Minho participaram, por ordem do desfile, a Sociedade Filarmónica de Vilarchão, de Vieira do Minho, a Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha,d e Viana do castelo e o Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima.

Como é habitual, o Dr José Ribeiro e Castro, Presidente do Movimento 1º de Dezembro, deslocou-se ao longo da avenida da Liberdade para cumprimentar os maestros das bandas filarmónicas participantes.

O desfile teve como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra e desceu até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direção do Maestro Tenente-Coronel Élio Salsinha Murcho, da Banda da Força Aérea.

Ao longo do desfile, foram interpretadas diversas marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

A RTP-Internacional transmitiu em direto esta grande manifestação cultural, cívica e patriótica. A RTP-2 transmitirá, em diferido, no próprio dia 1 de Dezembro, em horário a anunciar.

Para além da importante ação formativa e cívica das bandas filarmónicas ao ponto de serem considerados os verdadeiros conservatórios de música, refira-se ainda que estas possuem uma ligação histórica aos movimentos patrióticos e republicanos que instituíram o feriado do dia 1 de dezembro.

A organização desta iniciativa é da iniciativa do Movimento 1º de Dezembro e conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

BANDA DO GRUPO DE CULTURA MUSICAL DE PONTE DE LIMA DESFILA HOJE NA AVENIDA DA LIBERDADE, EM LISBOA – QUEM NÃO APOIA OS SEUS CONTERRÂNEOS NÃO É BOM LIMIANO!

A Banda do Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima vai desfilar hoje na avenida da Liberdade, em Lisboa, rumo à Praça dos Restauradores, em representação do Distrito de viana do Castelo, no âmbito das comemorações do dia 1º de dezembro, dia da Restauração da Independência Nacional. Além da referida filarmónica, desfilarão ainda a Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha e a Sociedade Filarmónica de Vieira do Minho.

Estas três bandas filarmónicas minhotas participam nestas celebrações em representação dos distritos de Viana do Castelo e Braga, além naturalmente dos respetivos concelhos de proveniência – Viana do Castelo, Ponte de Lima e Vieira do Minho.

A iniciativa que conta com mais de mil e quinhentos músicos, integrando um total de 30 entidades, incluindo 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis, é uma iniciativa do Movimento 1º de Dezembro que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

Vivem na região de Lisboa vários milhares de minhotos e seus descendentes que, naquela tarde de domingo, numa manifestação de patriotismo e apego às suas origens, têm uma oportunidade de acolher na capital, com o seu aplauso, o desfile e a atuação das referidas bandas filarmónicas da nossa região.

Apela-se, pois, a que todos os minhotos se concentrem no lado direito, no sentido descendente, do último quarteirão da avenida da Liberdade, antes da entrada da Praça dos Restauradores, levando consigo elementos identificadores do Minho e das respetivas associações regionalistas.

- Vamos dar o nosso apoio à Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha, ao Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima e à Sociedade Filarmónica de Vieira do Minho!

Restauração 2014 098

OBRAS DA EDP INTERROMPEM PROVISORIAMENTE TRÂNSITO EM GUIMARÃES

Trânsito interrompido na Rua Francisco Agra entre as 13 horas de segunda e terça-feira devido à construção de infraestruturas da EDP

Interdição terá uma duração estimada de 24 horas. Serviços da EDP vão realizar intervenção em Santa Luzia.

Guimaraes_Rua_Francisco_Agra

A Câmara Municipal de Guimarães informa que a Rua Francisco Agra vai estar encerrada ao trânsito a partir das 13 horas desta segunda-feira, 30 de novembro. A interdição irá manter-se por um período previsto de 24 horas, devido à construção de infraestruturas por parte da empresa EDP.

O encerramento de trânsito em Santa Luzia, como também é conhecida, decorrerá entre o nº 100 e o entroncamento com a Rua Padre Puga, logo após o período do almoço de segunda-feira e até às 13 horas de terça-feira, 01 de dezembro.

Enquanto vigorar este condicionamento, os tramos da Rua Francisco Agra que ficarão sem saída, designadamente entre a Travessa dos Bimbais e o referido nº 100 e entre a Rua Padre Puga e a Rua dos Bombeiros Voluntários, terão os dois sentidos de trânsito, por forma a assegurar o acesso local, sendo proibido o estacionamento ao longo destes acessos.

O Município de Guimarães agradece a compreensão de moradores, comerciantes e automobilistas que habitualmente utilizam esta rua do centro da cidade.

 

BRAGA COMEMORA DA NACIONAL DO ENGENHEIRO

Dia Nacional do Engenheiro assinalado no Theatro Circo. Universidade e empresas fazem de Braga uma das cidades mais dinâmicas do país

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, participou hoje, 28 de Novembro, nas comemorações do Dia Nacional dos Engenheiros que teve como palco principal o centenário Theatro Circo.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000408

Numa cerimónia marcada pelas homenagens a Belmiro de Azevedo e António Reis, personalidades a quem a Ordem dos Engenheiros atribuiu a sua Medalha de Ouro, Ricardo Rio sublinhou a forma como a Engenharia está representada na Cidade, não apenas pela “excelência da formação” que é feita na Universidade do Minho (UMinho), que possui uma das melhores escolas de engenharia do país, como também pela “existência de um tecido económico diversificado e inovador”, que atraiu investimentos nacionais e internacionais e transformou “Braga numa das Cidades mais dinâmicas do país do ponto de vista económico”.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000405

O Autarca destacou a importância do Dia Nacional do Engenheiro em termos de valorização e integração dos novos profissionais, dando testemunho do trabalho que Braga tem feito ao nível do reforço da empregabilidade e da reconversão profissional de técnicos, de que é exemplo o programa Qualifica IT.

“Este é um programa desenvolvido em parceria com a UMinho e com o IEFP e que visa apoiar a empregabilidade e o investimento em Braga, por parte de empresas do sector das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), através de um aumento significativo dos recursos humanos qualificados disponíveis”, afirmou, lembrando que o objectivo é que no decurso de 2016 Braga conte com mais 200 novos quadros qualificados.

Ricardo Rio aproveitou ainda para saudar, de forma especial, Belmiro de Azevedo e António Reis. “É um enorme orgulho para Braga ficar associada a esta homenagem a duas pessoas que em muito contribuíram para o desenvolvimento do País”, disse.

Além das homenagens e da atribuição de medalhas e insígnias, o Dia Nacional do Engenheiro, organizado pela Ordem dos Engenheiros, teve o propósito de divulgar as principais actividades e iniciativas que têm vindo a ser desenvolvidas por esta associação profissional tendo em vista a “defesa de uma Engenharia de qualidade, ao serviço do bem-estar e da segurança de pessoas e bens”, como explicou o bastonário Carlos Matias Ramos.

Para este responsável, “a Engenharia tem de ser percebida como um recurso estratégico nacional e persistir na rota de afirmação que tem vindo a prosseguir, junto de órgãos oficiais, agentes sociais e cidadão”.

As comemorações do Dia Nacional do Engenheiro terminam amanhã, 29 de Novembro, com uma visita ao Estádio Municipal de Braga.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000402

BRAGA PROMOVE EMPREENDEDORISMO SOCIAL

Mais de 20 instituições de Braga mostram trabalho no GNRation: Novos fenómenos sociais exigem respostas inovadoras

Contribuir para a promoção do empreendedorismo social e reforçar o incentivo à criação de novas ideias e respostas que garantam a sustentabilidade das associações e instituições sociais do Concelho foi o objectivo da II Mostra de Empreendedorismo Criativo que o Município de Braga promoveu hoje, 28 de Novembro, no edifício do GNRation.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000418

Na abertura da iniciativa, o vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, referiu que a mostra se enquadra num desejo “mais ambicioso” de realizar uma “grande feira social” com a participação de todas instituições de solidariedade social do Concelho.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000419

Firmino Marques considerou que novos problemas sociais “exigem uma intervenção mais inovadora, sustentável e geradora de valor social e económico”. Por isso, acrescentou, a mostra pretende divulgar a “forma sempre criativa com que as instituições sociais de Braga procuram gerar receitas para garantir a sua sustentabilidade e fazer face à crescente complexidade dos fenómenos sociais”.

Na sessão de abertura, animada pelas actuações da ACIJE e da Associação de Reformados e Pensionistas do Centro Histórico, marcaram ainda presença o director do Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga, Carlos Menezes, o representante do IPDJ, Rolando Silva, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga, Bernardo Reis, e o presidente da Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, Armando Osório.

Na ocasião, o director do Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga evidenciou o “o forte dinamismo” que o Município tem incutido na área social, destacando ainda a “revolução silenciosa” que se está a registar no Concelho em termos de emprego. “A Autarquia tem, por um lado, a particularidade de promover a criação de empresas inovadoras e, ao mesmo tempo, de procurar o desenvolvimento sustentado que também ocorre pela via do empreendedorismo social”, disse.

Nesta II Mostra de Empreendedorismo Criativo participaram mais de 20 associações e instituições sociais do Concelho de Braga que, durante todo o dia, deram a conhecer o que de melhor realizam junto dos seus públicos-alvo.

O evento contou ainda com um vasto programa de animação cultural e musical assegurados pela Associação de Reformados e Pensionistas do Centro Histórico, pelo Talentitanto, Projecto SA, ACIJE e pelo Mercadinho Criativo.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000420

PARQUE DE EXPOSIÇÕES DE BRAGA ACOLHE PROVA INTERNACIONAL DE “SLOT CARS”

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, deu esta manhã a partida da prova internacional de mini-modelos automóvel à escala 1/32, conhecidos por ‘Slot Cars’, que decorreu durante todo o dia de hoje, 28 de Novembro, na Grande Nave do Parque de Exposições de Braga.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000413

Esta é uma prova de resistência com a duração de 12 horas, em que as equipas vão trocando os seus carrinhos de calha de acordo com períodos de tempo previamente estipulados e onde a toca dos pilotos é gerida por cada uma das equipas em confronto, em simultâneo com a respectiva troca de calha.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000412

Nesta competição participam oito equipas, entre as quais o ‘GT Team Slot Clube’, formação Bracarense que conta com inúmeros resultados de relevo além-fronteiras.

Alguns dos seus elementos conseguiram já conquistas absolutas nos campeonatos nacionais de Espanha, país onde a modalidade atingiu notoriedade mundial.

CMB28112015SERGIOFREITAS000000417

CABECEIRAS DE BASTO CANDIDATA MOSTEIRO DE S. MIGUEL DE REFOJOS A PATRIMÓNIO DA UNESCO

Comissão Científica da Candidatura de Mosteiro de S. Miguel de Refojos – Cabeceiras de Basto reuniu hoje na Casa do Tempo

A Comissão Científica da Candidatura do Mosteiro de S. Miguel de Refojos a Património da Humanidade da UNESCO reuniu esta manhã, dia 28 de novembro, na Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto. Os trabalhos foram dirigidos pelo presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, e contou com a presença de ilustres personalidades do meio académico ligados ao saber e conhecimento da história, da arqueologia e da arquitetura, investigadores que integram aquela comissão científica.

Comissão Científica reuniu hoje na Casa do Tempo

Nesta reunião de trabalho marcaram também presença os vereadores Dra. Isabel Coutinho e Alfredo Magalhães, bem como a equipa técnica envolvida nesta Candidatura a Património Mundial.

A reunião serviu para que os seus membros tomassem conhecimento do ponto de situação relativo ao processo de candidatura mas, também, para troca de informações e outros dados relevantes para o aprofundamento do conhecimento da história do Mosteiro, bem como das dinâmicas que a sua fundação – de acordo com os historiadores datada do século XII – gerou neste território.

Uma manhã de trabalho que permitiu aprofundar, esclarecer e recolher novos contributos sobre o Mosteiro e a presença dos Beneditinos em Cabeceiras de Basto.

Para Cabeceiras de Basto e para os Cabeceirenses O NOSSO MOSTEIRO é um Bem de Valor Universal que todos gostaríamos de ver reconhecido Património Cultural da Humanidade.

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto continua a trabalhar no processo de candidatura do Mosteiro de S. Miguel de Refojos a Património da UNESCO. Refira-se que a candidatura à lista indicativa a Património da Humanidade foi apresentada em 2014 e oficialmente formalizada em outubro de 2015, cujas motivações assentam por um lado no seu valor patrimonial, histórico e arquitetónico e, por outro, porque se trata de um monumento beneditino diferenciador e de grande referência para as gentes de Basto.

O Mosteiro “é o elemento central da nossa memória e da nossa identidade de povo das Terras de Basto. O nosso Mosteiro continua a ser um espaço vivo. É polo de cultura. É sede do poder civil democrático. É espaço de educação formal. Mantém a função religiosa. Nós sabemos que este Mosteiro tem singularidades excecionais”, palavras do presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, que acredita no sucesso desta candidatura.

A convite do presidente da Câmara Municipal, a diretora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Dra. Céu Caridade, participou também nesta reunião de trabalho.

BANDAS FILARMÓNICAS DESFILAM AMANHÃ EM LISBOA

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha, Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima e Sociedade Filarmónica de Vilarchão, de Vieira do Minho, participam em lisboa nas comemorações do 1º de Dezembro

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste desfile e mobilizou por todo o país diferentes bandas e municípios para o efeito, sendo possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa conta também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro.

Restauração 2014 098

Foi um êxito em 2012, em 2013 e em 2014. Será êxito maior em 2015.

14h30 - Concentração junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade (ao Cinema S. Jorge)

15h00 - Início do Desfile

16h30 - Concentração final, na Praça dos Restauradores, e Apoteose Final com interpretação conjunta por 1.500 músicos dos três hinos: Hino da Maria da Fonte, Hino da Restauração e Hino Nacional.

17h00 - Fecho e desmobilização das bandas

Nesta 4ª edição, desfilarão as seguintes bandas e grupos, aqui ordenados por géneros e por ordem alfabética dos distritos e concelhos respectivos:

GRUPO DE PERCUSSÃO

Tocá Rufar

CANTE ALENTEJANO:

Grupo Coral do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira

BANDA NACIONAL:

Banda da Força Aérea

BANDAS FILARMÓNICAS:

Sociedade Artística Banda Vale de Cambra

Banda Filarmónica de Odemira

Sociedade Filarmónica de Vilarchão

Banda Filarmónica Retaxense

Banda Filarmónica do Paúl

Banda de Música da Liga dos Amigos de Castelo Novo

Filarmónica Idanhense e Adufeiras de Idanha-a-Nova

Banda Filarmónica da União de Aldeia de João Pires (Sociedade Recreativa e Musical)

Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficência Fratelense

Sociedade Filarmónica Sangianense

SUA - Sociedade União Alcaçovense

Sociedade Filarmónica Portimonense

Banda Academia de Santa Cecília (de S. Romão)

Sociedade Filarmónica Maceirense

Banda Recreativa Portomosense

Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora

Banda Musical e Artística da Charneca (Lisboa)

Banda Municipal Alterense

Sociedade Filarmónica União Maçaense

Sociedade Filarmónica Ouriense

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro (Montijo)

Sociedade Filarmónica Palmelense os Loureiros

Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha

Banda Musical da Torre de Ervededo

Será um total de 30 entidades, integrando 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis.

Serão cerca de 1500 músicos, provenientes dos mais diversos pontos do país que irão descer a Avenida da Liberdade, para celebrar Portugal, a Independência e a Restauração através de uma merecida homenagem a esta prática musical e à importante acção formativa e cívica das bandas filarmónicas.

Tendo como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra, o desfile descerá até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direcção do Maestro Tenente-Coronel Élio Salsinha Murcho, da Banda da Força Aérea.

Ao longo do desfile serão interpretadas várias marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

A RTP-Internacional transmitirá em directo esta grande manifestação cultural, cívica e patriótica. A RTP-2 transmitirá, em diferido, no próprio dia 1 de Dezembro, em horário a anunciar.

GUIMARÃES ASSINALA DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Guimarães comemora Dia Internacional das Pessoas com Deficiência com semana de eventos

Uma caminhada inclusiva, um espetáculo solidário, a leitura de um pregão temático e uma largada de pombos fazem parte do programa de comemorações que assinala, em Guimarães, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

Guimaraes_Programa_Social

“Cidades Inclusivas, Acessibilidade e Capacitação para Todos” é o lema proposto pelo Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência para as comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinala na próxima quinta-feira, 03 de dezembro, em Guimarães. O programa deste ano apresenta como inovação a leitura de um pregão elaborado pelos membros do Fórum que, em linguagem satírica, vai chamar a atenção dos cidadãos e das instituições para o quotidiano das pessoas com deficiência.

No dia 03 de dezembro, pelas 10 horas, terá lugar no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor o espetáculo “Diferentes Vozes pela Inclusão”, com apresentações da Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães, da Cercigui, do CAO/Lar Residencial Alecrim da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, da Associação para a Integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens de Vizela e dos Agrupamentos de Escolas de Abação, Fernando Távora e João de Meira. 

As comemorações prosseguem no dia 04 de dezembro, pelas 10:30 horas, com a 3ª edição da Marcha Inclusiva que, como já vai sendo habitual, sairá do Paço dos Duques de Bragança e percorrerá o seguinte circuito: Largo Martins Sarmento, Rua Serpa Pinto, Avenida Alberto Sampaio (Muralha), Alameda São Dâmaso, Largo do Toural, Rua de Santo António, Largo dos Laranjais e Largo Cónego José Maria Gomes (Largo da Câmara).

Na chegada ao edifício municipal, os participantes na Marcha serão recebidos pelo Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, sendo de seguida lido o Pregão e efetuada uma largada de pombos. O programa termina no dia 07 de dezembro com a entrada de crianças e jovens das instituições e escolas participantes com os jogadores no jogo de futebol entre o Vitória e o Rio Ave, no Estádio D. Afonso Henriques.

Cuidar do futuro

«Agradeço a todos que trabalham com estas pessoas tão especiais. Os seus familiares mais próximos têm uma preocupação que inquieta-os, pois sabem que, um dia, deixarão de estar cá para os apoiar. Se têm esta inquietude no presente, temos de trabalhar para que tenham confiança para termos instituições cada vez mais capacitadas e com pessoas de afeto que cuidarão bem dos seus filhos», disse Domingos Bragança, Presidente do Município, acompanhado na sessão pela Vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, que realçou a importância de «mobilizar consciências numa sociedade que se pretende inclusiva para integrar os seus cidadãos».

Maria de Jesus Ramos, em representação dos Agrupamentos de Escolas de Abação, Fernando Távora e João de Meira, ressalvou o «papel da comunidade escolar e dos pais na missão de continuar a mudar atitudes e comportamentos», enquanto Rosa Guimarães, em representação dos membros do Fórum Municipal, enalteceu as «oportunidades que têm de ser concedidas a todos».

As comemorações, que se iniciaram a 23 de novembro na EB 2,3 Santos Simões, decorrendo depois na EB 2,3 de Abação, Arqueólogo Mário Cardoso e Fernando Távora, incluíram sessões para os alunos, dinamizadas pelos membros do Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência, órgão informal de debate que reúne com regularidade no Município e cujo objetivo é apelar para a observação dos direitos das pessoas com deficiência.

ASSOCIAÇÃO RIO NEIVA PRMOVE FEIRA DE USADOS EM ESPOSENDE

A pensar no ambiente, a Rio Neiva irá promover uma feira de usados, no largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, já no próximo dia oito de dezembro (feriado).

Recolhe as coisas que já não usas e monta a tua banca na nossa feira de usados. A Rio Neiva terá uma banca com artigos doados.

Faz a tua inscrição para o mail associacaorioneiva@gmail.com

Divulgue por favor e traga os seus amigos.

MAGIA DO NATAL INVADE BARCELOS

A época natalícia está aí e o Município de Barcelos, depois do sucesso do ano anterior, volta a promover “Barcelos Cidade Presépio”, que arrancou hoje, 27 de novembro, com a inauguração das luzes de Natal, que irão iluminar as ruas, avenidas e entradas da cidade, e contou com a presença de todo o executivo municipal. 

img_2327

Pelas ruas da cidade, a música e os presépios de grandes dimensões, as casas de Natal, o comboio de Natal e os insufláveis farão as delícias dos visitantes. E, nos edifícios Municipais, teremos a acontecer diversas atividades em simultâneo – exposições de presépios, peças de teatro e ateliês infantis, workshops para aprender a trabalhar o barro e a fazer um presépio, espetáculos de dança, concertos, encontro de Coros e muito mais.

Este ano as atividades que integram o programa "Barcelos Cidade Presépio" são bastante diversas, havendo iniciativas para pessoas de todas as idades, com um programa preenchido de atividades que vão animar a época festiva das crianças, das famílias, da população e dos milhares de visitantes que todos os anos fazem do concelho um ponto “obrigatório” de passagem nesta altura do ano.

No fim de semana de 5 e 6 de dezembro, o Concurso “Barcelos Doce” está de volta. Por várias pastelarias do concelho, estarão à disposição os mais variados e deliciosos doces de Natal, estando a concurso o tronco de Natal, o bolo-rei e o pão de ló. Nos mesmos dias, o Teatro Gil Vicente recebe o “Encontro de Coros”, inserido no Projeto Artístico 2015.

Pelas ruas da cidade teremos, de 14 de dezembro a 6 de janeiro, as tão esperadas Rotas de Presépios de Grandes Dimensões. Este ano espera-se que o número de participantes deste concurso aumente, e para os mais pequenos haverá um circuito repleto de brincadeiras de Natal, onde não faltarão as casinhas, os ateliês de pintura, a Aldeia de Natal, na Avenida da Liberdade, o comboio de Natal, os espetáculos de dança e teatro, e muitas outras atividades. No dia 20, na Avenida da Liberdade e Largo da Porta Nova, haverá muitas atividades na maior Festa de Natal do concelho com a visita do Pai Natal que promete surpreender miúdos e graúdos. O passeio de cicloturismo de Pais Natal realiza-se no mesmo dia, durante a manhã.

Nesta quadra festiva, também os edifícios do Município estarão repletos de diversas iniciativas pedagógicas, que têm como objetivo despertar o interesse para a cultura, tradição, educação, criatividade dos mais pequenos, durante as férias de natal. A Biblioteca Municipal, o Museu da Olaria, o Pavilhão Municipal e a Casa da Juventude, mediante inscrição prévia, promovem as férias de Natal com momentos mágicos de leitura de contos de natal, jogos, ilustração, cinema, aprender a fazer presépios e fantoches. E a magia de natal continua, também, no Teatro Gil Vicente, com peças de teatro pensadas especialmente para as crianças – “O Gato das Botas”, no dia 23, com duas sessões, às 16h00 e às 21h30, e a peça “Os Três Porquinhos” pela APACI, nas escolas do concelho e na Biblioteca Municipal, até ao dia 30 de dezembro.

Mas há mais iniciativas pensadas para serem vividas em família! No Museu da Olaria, na Casa da Azenha, na Torre Medieval, no Posto de Turismo, no Teatro Gil Vicente e na Sala Gótica estará em exposição “Presépios, Uma Tradição, Várias Interpretações” que pode ser vista até 10 de janeiro, onde contempla presépios de diferentes artesãos barcelenses e muitos outros artistas.

E porque a quadra também é de passagem de ano, o Município de Barcelos volta a promover, no Pavilhão Municipal, “Barcelos é Mágico, Réveillon 2015/2016” com muita música, cor e animação e uma sessão de fogo-de-artifício no Largo da Porta Nova quando baterem as doze badaladas. No dia 3 de janeiro, a Banda de Musica de Oliveira dá as boas-vindas a 2016 com um concerto no Teatro Gil Vicente, e o Conservatório de Música de Barcelos apresenta, no dia 9, o “Concerto de Ano Novo”.

img_2301

CERVEIRA ATRIBUI SUBSÍDIOS ESCOLARES AO 1º CICLO ACIMA DO ESTIPULADO POR LEI

Para reforçar a ajuda às famílias mais carenciadas no decorrer de mais um ano letivo, o Município de Vila Nova de Cerveira atribui aos alunos do 1º ciclo um montante superior ao definido em Despacho do Ministério da Educação para a aquisição de manuais e materiais escolares. Subsídios foram aprovados por unanimidade na reunião de câmara desta quarta-feira.

Sala Leitura Geral (2)

No total são cerca de 130 os alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho de Vila Nova de Cerveira apoiados pela autarquia que, por sua vez, continua a fazer o esforço de manter os valores acima do estipulado por lei, mesmo verificando-se um aumento de 8% dos beneficiários em comparação com o ano anterior.

Assim, e de acordo com o Despacho 8452-A/2015 que regula as medidas de ação social escolar para o ano letivo 2015/2016, os valores atribuídos pelo Município cerveirense estão acima do que é estipulado pela tutela, descriminando-se da seguinte forma:

Ao nível do 1º escalão, ao 1º e 2º ano atribui 50,00 euros em vez de 39,60 euros; e ao 3º e 4º ano atribui 55,00 euros em vez de 45,80 euros. Relativamente ao 2º escalão, o 1º e 2º ano recebem 27,50 euros em vez de 19,80 euros, e o 3º e 4º ano o valor de 30,00 euros em vez de 22,90 euros.

A vereadora da Educação, Aurora Viães, sublinha um esforço financeiro significativo da autarquia, mas “fundamental para a promoção de igualdade de oportunidades no acesso e sucesso escolar a todos alunos do concelho”.

De salientar que a Ação Social Escolar de Vila Nova de Cerveira é mais abrangente e plasmada num conjunto de medidas de apoio à inserção escolar destinadas a famílias que se encontram em situação de carência económica e/ou vulnerabilidade social, nomeadamente os serviços de refeições escolares e os apoios económicos atribuídos aos estabelecimentos de ensino. Há ainda o caráter gratuito dos transportes escolares que, este ano, foi alargado a todos os alunos que frequentam as escolas do concelho.

CERVEIRENSES REALIZAM CAMPANHA SOLIDÁRIA DE RECOLHA DE ALIMENTOS

Este fim-de-semana ‘ajude a alimentar quem mais precisa’

Cerca de meia centena de voluntários do concelho de Vila Nova de Cerveira vão estar envolvidos, este sábado e domingo, em mais uma recolha de bens alimentares para o Banco Alimentar Contra a Fome. A mensagem é a de partilha com quem podemos ou não conhecer.

Banco alimentar

Os próximos dias 28 e 29 de novembro vão revestir-se de solidariedade um pouco por todo o país, e Vila Nova de Cerveira não é exceção. O Banco Local de Voluntariado associa-se ao Banco Alimentar contra a Fome na campanha saco que decorre nas duas superfícies comerciais sediadas no concelho, com a participação de cerca de 50 voluntários.

Em simultâneo, entre 28 de novembro e 06 de dezembro, acontece ainda a Campanha "Ajuda Vale", que permite a recolha de alimentos sob a forma de vales de seis produtos básicos à alimentação, bem como a campanha Online, através da qual é possível contribuir no Portal Web do Banco Alimentar contra a Fome.

Os alimentos angariados nestes dias serão encaminhados para a delegação do Banco Alimentar contra a Fome, em Viana do Castelo, que os fará chegar às instituições/entidades de todos os concelhos do Alto Minho, de forma a distribuir refeições confecionadas e cabazes de alimentos às pessoas devidamente sinalizadas como carenciadas.

Não há dúvidas de que os cerveirenses têm um forte espírito solidário comprovado pelas doações nas duas campanhas anuais que ascendem às 7 toneladas de bens alimentares (maio e novembro).

Há milhares de famílias portuguesas com carências alimentares e, com o aproximar de mais uma quadra natalícia, todos podemos proporcionar um momento diferente através da partilha. O desafio está lançado, colabore nesta campanha de solidariedade! Todos somos poucos para ajudar!

ARCOS DE VALDEVEZ IMPLEMENTA REDE DE DEFESA DA FLORESTA

Câmara Municipal implementa rede de defesa de floresta contra incêndios em Arcos de Valdevez. Intervenção engloba um investimento na ordem dos 900 mil euros

Num território percorrido por incêndios florestais, a concretização de forma coordenada da Rede de Defesa da Floresta contra incêndios é fundamental para diminuir o potencial dos grandes incêndios. A Rede primária está definida estrategicamente, nos limites do concelho de Arcos de Valdevez, Ponte de Lima, Paredes de Coura e Monção, de forma a criar uma “barreira” à eventual progressão dos incêndios florestais, criar oportunidade de combate e consequentemente diminuir a área ardida.

floresta

Este projeto complementa o trabalho realizado pelas equipas de sapadores e todo o trabalho de gestão do espaço florestal que os baldios têm vindo a realizar, constituindo também a resposta ao trabalho realizado no PMDFCI – Plano Municipal de Defesa Contra Incêndios, onde é proposta a instalação da rede primária como infraestrutura fundamental para a diminuição dos grandes incêndios.

Investir na prevenção será, de certeza, economicamente mais vantajoso no combate, não falando na perda de valor florestal, ecológico e de paisagem, nem no desgaste, frustração e desmotivação que se pode evitar ao investir na Rede de Defesa da Floresta Contra incêndios.

Com a concretização deste projeto, a Câmara Municipal pretende realizar a abertura da rede primária e secundária de faixas de gestão de combustível; e a construção de rede viária florestal de acesso a pontos de água de 1ª ordem, visando diminuir a superfície percorrida pelos grandes incêndios, permitindo criar condições para uma intervenção direta de combate ao fogo; reduzir os efeitos de passagem dos grandes incêndios, protegendo de forma passiva vias de comunicação; isolar os focos potenciais de ignição de incêndios e facilitar o reabastecimento de água entre viaturas.

Este projeto designa-se por “INSTALAÇÃO DE REDE DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DE ARCOS DE VALDEVEZ”, candidatado pelo Município de Arcos de Valdevez ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, PO SEUR 10 - 2015 – 24 - Eixo Prioritário 2: Promover a adaptação às alterações climáticas e a prevenção e a gestão de riscos (Fundo de Coesão), no Domínio de Intervenção Prioritário “Redução dos Incêndios Florestais”

Esta operação apresenta-se em três ações concertadas, com uma execução por um período de 18 meses, no valor global de 687 934,44€.

Só dentro da área do Parque Nacional Peneda Gerês, o concelho tem 150 km de floresta, por isso para o autarca, João Manuel Esteves, “Apostar na prevenção dos fogos florestais é muito importante porque a floresta tem uma grande componente paisagística e é uma importante fonte de riqueza para o concelho”.

De realçar que no âmbito da defesa da floresta contra incêndios o Municipio apoiou 5 equipas de sapadores florestais em 135 mil euros. Recentemente foi constituída uma Equipa de Intervenção Permanente, a qual visa assegurar, em permanência, o socorro às populações, designadamente nos casos de combate a incêndios; socorro às populações em caso de acidentes ou catástrofes e conta com um apoio anual de 25 mil euros.

Para o Município, é muito importante apostar na prevenção dos fogos florestais porque a floresta tem uma grande componente paisagística e é uma fonte de riqueza fundamental para o concelho.

“MAGIA DE NATAL” DINAMIZA COMÉRCIO DE ARCOS DE VALDEVEZ

Foi ontem apresentada no Posto de Turismo de Arcos de Valdevez a Campanha - Magia de Natal 2015 a levar a cabo pela Câmara Municipal e a ACIAB - Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e de Ponte da Barca, ao longo do mês de Dezembro.

campanha_natal_2015

Porque é importante promover o que se faz em Arcos de Valdevez, esta campanha é implementada a pensar na dinamização do comércio local e na população, tanto a mais jovem como a mais adulta.

Para esta campanha, a autarquia aprovou, na última reunião do executivo, um protocolo, ontem assinado, com a ACIAB de 20 mil euros para apoiar as iniciativas previstas para os próximos tempos.

Para além das variadas iniciativas que serão realizadas como a Feira dos Doces e do Chocolate, entre os dias 5 e 8 de Dezembro; a Feira Artesanal de Natal, nos dias 12 e 13 de Dezembro, o Mercado de Natal, nos dias 19 e 20 de Dezembro; a iniciativa NATAL NAS RUAS que levará até várias artérias da vila momentos musicais por grupos corais e musicais, entre os dias 18 e 24 de Dezembro, é de referir o alargamento da iluminação natalícia a um maior número de ruas da zona urbana, sempre tendo em consideração a criação do espírito natalício na população e animação do comércio, bem como programas de férias no Paço de Giela nos dias 22 e 23,29 e 30 Dezembro; o Natal na Porta do Mezio, de 06 de Dezembro a 06 de Janeiro, a Passagem de Ano no Campo do Trasladário e o sorteio de Natal no dia 6 de Janeiro.

Para João Manuel Esteves, presidente da Câmara Municipal, esta iniciativa reveste-se de total importância porque há uma forte aposta na promoção do comércio e dos produtos da terra. Com ela espera-se “gerar dinâmica! Atrair mais visitantes ao concelho e dinamizar a economia local”, revelou.

 

MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO APROVA HORÁRIO DE 35 HORAS SEMANAIS

No passado mês de setembro do corrente ano a Câmara Municipal deu início ao processo de auscultação das estruturas sindicais tendo em vista a celebração de um Acordo Coletivo que, entre outras matérias, viabilizasse a implementação do horário de trabalho de 35 horas semanais. Das reuniões havidas com cinco estruturas sindicais – só um sindicato não compareceu - resultou a proposta de acordo coletivo de empregador público para o Município de Cabeceiras de Basto que hoje mesmo, dia 27 de novembro, foi aprovado, por unanimidade, pelo Executivo Municipal.

Claustros do Mosteiro de S. Miguel de Refojos - ed

Com a recente declaração de inconstitucionalidade proferida pelo Tribunal Constitucional, da norma que dá aos membros do Governo poder para interferir nos acordos coletivos das autarquias, por considerar que tal norma da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas viola o princípio da autonomia do Poder Local, advém que, após a assinatura do Acordo entre a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e os Sindicatos, prevista para o próximo dia 2 de dezembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelas 17h30, e da sua publicação pela Direção Geral da Administração e do Emprego Público, a Câmara Municipal poderá implementar o novo horário de 35 horas semanais que significa uma redução de trabalho numa hora por dia.

Com a declaração de inconstitucionalidade, chegou ao fim um diferendo que se arrastava há dois anos e que levou algumas autarquias a não aplicar a Lei e outras sim. Com o diferendo sanado o processo de entrada em vigor do novo horário será agora muito mais célere. Com efeito, algumas autarquias que há longos meses haviam celebrado os acordos coletivos ainda não tinham visto a sua homologação concretizada pelo Governo, o que nos termos da Lei as impedia de adotar o novo horário de 35 horas.

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, empenhada na maior eficácia e eficiência dos serviços municipais, entendeu que a matéria de organização e duração do tempo de trabalho era merecedora do ajustamento à realidade e especificidades do Município, justificando-se, por isso, a celebração do Acordo que, entre outros aspetos de relevante interesse para a obtenção dos objetivos atrás mencionados, permitirá melhores condições de trabalho e de conciliação entre a vida profissional e pessoal dos seus trabalhadores, elevando, desse modo, os níveis de motivação e de produtividade.

Espera-se que a publicação do referido acordo possa ocorrer nas próximas semanas e a introdução do novo horário de trabalho possa entrar em vigor ainda no decurso do corrente mês de dezembro.

JOVEM VIMARANENSE LUÍS ALVES DESTACA-SE NA MODALIDADE DE KARTING COMO PILOTO AOS 9 ANOS

Jovem piloto de karting oferece luvas de campeão ao Presidente do Município de Guimarães

Vimaranense Luís Alves entregou a Domingos Bragança o par de luvas que lhe valeu, esta época, a conquista do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal, em Karting.

Guimaraes_Karting_Luvas

O piloto vimaranense Luís Alves, de 9 anos, que se sagrou recentemente Campeão Nacional de Karting na categoria de Cadetes, juntando na mesma época a conquista da Taça de Portugal, troféu que conquistou pela segunda vez na sua carreira, ofereceu ao Presidente da Câmara Municipal de Guimarães as luvas de competição que utilizou em todas as finais disputadas no decurso desta época.

«Agradeço e fico extremamente sensibilizado com o gesto de um jovem talento vimaranense, que foi justamente reconhecido pelo Município. O Luís é ainda muito jovem e está a fazer um percurso notável, o que honra Guimarães e as suas gentes», disse Domingos Bragança. «É um gesto simbólico que quis demonstrar depois de uma época bem-sucedida», referiu, por sua vez, Luís Alves, após ter autografado o quadro onde colocou o par de luvas.

Em reunião do Executivo Municipal, realizada no passado dia 12 de novembro, o Município de Guimarães aprovou, por unanimidade, a deliberação de um voto de louvor ao jovem piloto, que iniciou o seu percurso desportivo aos 5 anos, tendo alcançado em 2011, na época de estreia, um 3º lugar na Taça Ibérica Mojo, na categoria “Iniciação”. No ano seguinte, o vimaranense colecionou os primeiros títulos da carreira e, em 2013, sagrou-se Vice-Campeão no Troféu Regional Norte e conquistou um 3º lugar na Taça dos Campeões.

Já em 2014, Luís Alves continuou um percurso de ascensão, sagrando-se Vice-Campeão Nacional, Vice-Campeão da Taça de Portugal e Vice-Campeão da Taça dos Campeões de Karting. Este ano, foi Campeão Nacional a 20 de setembro, no Bombarral e, no recente dia 25 de outubro, venceu a Taça de Portugal em Leiria, ao terminar a prova no 1º lugar à frente de 16 participantes.

Após um ano desportivo memorável, Luís Alves irá competir, em 2016, nas categorias de “Juvenil” (Campeonato Nacional de Karting) e “Mini Max” (Troféu Rotax) em cinco provas cada e Taça de Portugal, podendo também participar no competitivo Campeonato Nacional Espanhol. Por ter sido Campeão Nacional em 2015, beneficia do facto de poder disputar uma categoria superior, apesar de ainda ter idade para participar no escalão de Cadetes.

BRAGA VIVE MAGIA DO NATAL

´Braga é Natal´ leva o espírito da quadra natalícia a todos os Bracarenses

Pelo terceiro ano consecutivo, o Município de Braga promove, durante a quadra natalícia, um conjunto de festividades com o programa “Braga é Natal”, que promete espalhar o espírito e a magia da época um pouco por todo o Concelho, com especial enfâse nas ruas do centro histórico.

CMB27112015SERGIOFREITAS0000002047

São 12 dias repletos de muita animação e com um programa diversificado, que convida os Bracarenses a viverem o Natal de forma diferente. Três concursos, intervenções artísticas colectivas, vinte e dois concertos, espectáculos de dança e patinagem artística, oito grupos de cânticos de reis e janeiras, recriação da Fogueira de Natal, um Bolo-rei Gigante e uma tenda que conta com mais de cinco dezenas de actividades dirigidas ao público infanto-juvenil integram a programação.

CMB27112015SERGIOFREITAS0000002043

Trata-se de uma iniciativa que “tem vindo a afirmar Braga como um dos grandes destinos de Natal a nível nacional”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação da programação, que decorreu esta Sexta-feira, 27 de Novembro.

Segundo o Autarca, o programa assenta em vertentes distintas, prometendo trazer a Braga momentos únicos. “Desde o ambiente natalício, proporcionado pela decoração e pela música, passando pela atractividade do tecido comercial, pela vertente desportiva, chegando à componente cultural e social que se espalha pela Cidade, Braga está a tornar-se um destino preferencial nesta época do ano”.

Personagens do imaginário natalício percorrerão as ruas do centro histórico e irão interagir com miúdos e graúdos em ambiente de grande diversão. O Pai Natal e a Rena Rodolfo, um Circo de Malabares e Magia, Seres do Gelo, Cozinheiros Divertidos, Clowns, Inspectores do N.A.T.A.L., vendedores com a sua animada carroça, comboio de Natal, tele-duendes, cientistas malucos, bailarinas e princesas e, ainda, um Globo de Natal Gigante não vão faltar nas ruas de Braga.

Nesse sentido, Ricardo Rio sublinhou que o Município de Braga quer criar condições para que o comércio local saia favorecido com os grandes eventos que ocorrem ao longo do ano. “Sem colocar em causa a articulação entre a Câmara de Braga e as grandes superfícies comerciais, queremos que o centro da Cidade seja dinamizado, também, pela via comercial”, afirmou o Edil, desafiando os Bracarenses a desfrutarem destes momentos em família.

O ponto alto das comemorações natalícias está reservado para Sábado, 19 de Dezembro, com a iniciativa “Natal na Rua”, que transforma o centro histórico numa grande montra das tradições natalícias da Cidade, trazendo para as ruas os cheiros e coloridos típicos das tradições de Natal.

Lídia Dias, vereadora da Cultura do Município de Braga, lembrou que este é um projecto que tem vindo a conquistar os Bracarenses. “Há três anos este programa resumia-se a um fim-de-semana e hoje apresentamos uma programação ininterrupta de 12 dias. É um programa diversificado e para todos os públicos que vai criar um enorme ambiente natalício e gerar um sentimento de comunidade que é tão característico da Cidade”.

Para esse dia estão previstas actividades desde a música, dança, gastronomia, teatro, poesia, que trarão consigo animação, diversão e muito boa disposição para as pessoas de todas as idades. São 13 horas de programação, onde se destaca o grande concerto “Vozes Da Paz”, protagonizado pelo Decateto Portuguese Brass com o coro de cento e oitenta alunos do Conservatório Gulbenkian de Braga, o já famoso Bolo-rei Gigante, dinamizado pela Associação Comercial de Braga, e a Fogueira de Natal, que vai encerrar esta mágica noite pelas 23h30.

“Este foi um programa desenvolvido com a ajuda de muitos parceiros e entidades que querem que Braga seja Natal e que o Natal se viva na rua” concluiu Lídia Dias, esperando que a população Bracarense saia à rua para celebrar o Natal em comunidade.

No Domingo, dia 20 de Dezembro, pelas 15h00, as ruas abrem-se para assistir a uma inédita Parada de Natal. São mais de 20 instituições que vão trazer às ruas da Cidade mais de 800 participantes. Pelas 18h00, terá início mais uma edição da Corrida de S. Silvestre.

Tal como vem acontecendo nos grandes eventos da Cidade, o “Braga é Natal” conta ainda com a colaboração dos Transportes Urbanos de Braga que, de 19 a 23 de Dezembro, disponibilizam um interface de ligação ao centro histórico, a partir de vários pontos da Cidade, por um euro. Também os Comboios de Portugal se associaram ao evento com um serviço de ligação entre o Porto e Braga a dois euros a viagem de ida e volta. Este serviço estará disponível durante os fins-de-semana em que decorre o “Braga é Natal”.

CMB27112015SERGIOFREITAS0000002045

A programação é vasta e a fruição variada, não faltando os tradicionais presépios movimentados em várias freguesias do Concelho, além do Presépio Vivo de Priscos, cuja fama já atravessa largamente as fronteiras nacionais.

Braga volta a festejar passagem de ano

Uma das novidades apresentadas prende-se com as celebrações de fim de ano. Este ano, Braga irá receber 2016 na rua e em comunidade. O Município de Braga está a preparar, para a noite de 31 de Dezembro, um diversificado programa de celebrações com muita música e fogo-de-artifício, num evento que contará com a presença, como cabeça-de-cartaz, do artista Nélson Freitas.

A festa, que terá lugar na Rua Dr. Gonçalo Sampaio, junto ao Theatro Circo, entre as 22h00 e as 03h00, contará ainda com a animação dos DJ´s Miguel Rendeiro, Nuno Castilho, Pette e muitos outros. A entrada é gratuita e o início do novo ano será assinalado com um espectáculo pirotécnico.

“Respondendo a um anseio de muitos Bracarenses, a Cidade volta a ter uma festa de fim de ano para todos. Esta é uma época que será vivida de forma intensa e estão reunidas todas as condições para que os Bracarenses e aqueles que nos visitam possam celebrar o Natal e o Ano Novo com muita animação nas ruas da Cidade”, concluiu Ricardo Rio.

LIVRO “GÉRALD BLONCOURT – O OLHAR DE COMPROMISSO COM OS FILHOS DOS GRANDES DESCOBRIDORES” VAI SER LANÇADO EM FAFE

Lançamento em Portugal do livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”

No próximo dia 4 de dezembro (sexta-feira), é lançado em Portugal o livro Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”.

A obra, concebida e realizada pelo historiador português Daniel Bastos a partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a história da emigração portuguesa para França nos anos de 1960, é apresentada às 21h30 no Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, cidade que alberga o Museu das Migrações e das Comunidades, uma instituição que tem como missão aprofundar o conhecimento das migrações na diáspora portuguesa.

A apresentação do livro com chancela da Editora Converso, uma edição bilingue traduzida para português e francês pelo docente Paulo Teixeira, que conta com prefácio do multipremiado ensaísta e pensador Eduardo Lourenço, e posfácio de Maria da Conceição Tina, “a menina da boneca” fotografada por Bloncourt no bidonville de Saint Denis na década de 1960, estará a cargo da reputada socióloga das migrações Maria Beatriz Rocha – Trindade.

Além das imagens emblemáticas e históricas que o fotógrafo de 89 anos captou sobre a vida dos emigrantes portugueses nos bairros de lata nos arredores de Paris, conhecidos como bidonvilles, que já integraram várias exposições em Portugal e França, e que fazem parte do arquivo da Cité nationale de l’histoire de l’immigration em Paris, e do Museu das Migrações e das Comunidades em Fafe, a obra reúne memórias, testemunhos e mais de centena e meia de fotografias originais da maior importância para a história portuguesa do último meio século. Designadamente fotografias praticamente inéditas que o fotógrafo francês de origem haitiana realizou durante a sua primeira viagem a Portugal na década de 1960, onde retratou o quotidiano das cidades de Lisboa, Porto e Chaves, assim como as da viagem a “salto” que fez com emigrantes portugueses além Pirenéus, e as das comemorações do 1.º de Maio de 1974 na capital portuguesa que permanecem como a maior manifestação popular da história portuguesa.

Segundo Daniel Bastos, a concretização deste projeto sobre o olhar comprometido de Gérald Bloncourt com os portugueses, que o fotógrafo identifica desde os bancos da instrução primária como os descendentes dos grandes descobridores do mundo, constitui “um justo reconhecimento aos protagonistas anónimos da história portuguesa que lutaram aquém e além-fronteiras pelo direito a uma vida melhor e à liberdade. Todos eles representados por uma personalidade ímpar que durante mais de vinte anos escreveu com luz a vida dos portugueses em França e em Portugal”.

Para Eduardo Lourenço, consagrado intelectual português de grande reputação internacional que assina o prefácio do livro, em pleno drama da nossa emigração de europeus, os portugueses “subiram do lugar sem luz como hoje milhares de outros emigrantes atravessam os vários Mediterrânios da vida para o tombadilho onde o ar do largo lhes restitui ao mesmo tempo a esperança e a dignidade”. Tendo nos anos 60 a sorte de terem tido “como companhia o sorriso aberto de marinheiro de Gérald Bloncourt. E a sua máquina para os lembrar para sempre nos retratos com que os salvou do esquecimento”.

Refira-se que a obra é patrocinada por duas dezenas de empresas representativas do tecido socioeconómico luso-francês, como o Hipermercado E.Leclerc, a Companhia de Seguros Fidelidade em Paris e a cadeia de lojas FNAC, em cujos espaços culturais será comercializado o livro e circulará simultaneamente uma exposição fotográfica evocativa da ligação de Gérald Bloncourt a Portugal. No início de 2016 estão agendadas várias sessões de apresentação da obra junto das comunidades portuguesas residentes no estrangeiro, em particular da numerosa comunidade portuguesa radicada em Paris, uma sessão carregada de grande simbolismo que contará com a presença do fotógrafo que seguiu durante 30 anos a vida dos portugueses em França.

Além de fotógrafo, Gérald Bloncourt é pintor e poeta, tendo participado na criação do Centro de Arte Haitiana (1944) e publicado vários livros, com destaque para “Le Paris de Gérald Bloncourt” (2010), foi no início deste ano condecorado cavaleiro da Ordem Nacional da Legião de Honra francesa, a mais alta distinção civil de França.

Com diversas participações em conferências nacionais e internacionais, assim como livros publicados no domínio da História Local e da História Contemporânea, Daniel Bastos exerce atualmente atividades docentes no Colégio João Paulo II e na Cooperativa de Ensino Didáxis, instituições de referência no campo do ensino particular e cooperativo no distrito de Braga.

O tradutor Paulo Teixeira, especialista em Administração Educacional com experiência profissional no Centro Europeu de Línguas que tem colaborado regularmente na publicação de várias obras com tradução de textos em prosa e verso, integra os quadros de pessoal docente da Escola Secundária de Fafe.

Gérald Bloncourt ladeado pelo historiador Daniel Bastos (dir.) e pelo tradutor Paulo Teixeira (esq.)

PARLAMENTO RECOMENDA AO GOVERNO ENSINO DA CONSTITUIÇÃO NAS ESCOLAS

Ensino da Constituição da República Portuguesa nas escolas por iniciativa dos Verdes

Os Verdes congratulam-se com a aprovação ocorrida hoje no Parlamento do seu Projeto de Resolução que recomenda ao Governo a divulgação da República Portuguesa na escolaridade obrigatória, uma iniciativa que contou com os votos favoráveis da nova maioria Parlamentar e com os votos contra do PSD e do CDS.

Esta é uma medida que levará a que todos os alunos tenham conhecimento dos conteúdos gerais da Constituição da República Portuguesa, uma medida que o PEV considera fundamental para o exercício de direitos e deveres e conhecimento dos órgãos e poderes públicos.

Foi hoje dado um passo determinante para levar os cidadãos portugueses a ganhar consciência dos seus direitos e deveres, assim como os do Estado, levando-os a consolidar o respeito pela preservação e vivência democrática e a sua participação ativa na consolidação desses valores.

AUTARCAS LIMIANOS VISITAM EMPRESA WEPRODUCTISE

Terra Finicia: Weproductise – Recebe Visita do Executivo Municipal de Ponte de Lima

O Executivo Municipal de Ponte de Lima efetuou, no dia 25 de novembro, uma visita de trabalho à empresa Weproductise sediada em Freixo e com oficina em Sandiães, no âmbito da iniciativa que visa conhecer os projetos implementados com apoios do Programa Terra FINICIA.

wp_cptl_1 (Small)

Empresa jovem e inovadora, a Weproductise, em 2013 foi a vencedora do prémio de Empreendorismo e Desenvolvimento Rural, dinamizado pelo Município de Ponte de Lima. A sua atividade centra-se no desenvolvimento de protótipos e produtos de design com marca própria utilizando métodos e tecnologia de ponta exportando já para vários países europeus onde se destacam os mercados de Espanha, França, Reino Unido, Holanda e Alemanha. A empresa, que conta com a experiência profissional do promotor, António Mota Vieira, emprega nove pessoas sendo que sete tem formação superior e espera atingir um volume de faturação superior a 1 milhão de euros nos próximos anos.

wp_cptl_4 (Small)

Sobre o programa TERRA FINICIA, trata-se de um fundo de financiamento, destinado a apoiar projetos de investimento desenvolvidos por micro e pequenas empresas do Concelho de Ponte de Lima. Promovido pela Câmara Municipal de Ponte de Lima disponibiliza um fundo financeiro no montante global de 500.000,00€ sendo 100.000€ assegurados pelo Município de Ponte de Lima, sob a forma de subsídio reembolsável sem juros, e os restantes 400.000,00€ pela Caixa de Crédito Agrícola Mútuo, sob a forma de empréstimo bancário a uma taxa de juro preferencial. A Plataforma FINICIA é gerida pelo IAPMEI com o apoio da Norgarante.

Para mais informações consulte o site do Município de Ponte de Lima em: www.cm.pontedelima.pt.

IMG_6581 (Small)

PARLAMENTO APROVA PLANO FERROVIÁRIO NACIONAL

Por iniciativa dos Verdes Portugal vai ter Plano Ferroviário Nacional, decisão votada por maioria na Assembleia da República

Por iniciativa dos Verdes, Portugal terá, muito em breve, um Plano Ferroviário Nacional, documento estruturante para voltar a erguer uma rede ferroviária que sirva a mobilidade dos passageiros e das mercadorias e que sirva o país, não só numa prestativa interna como também na sua ligação ao país vizinho e ao resto da Europa.

Este Plano Ferroviário Nacional foi hoje aprovado na Assembleia da República pela nova maioria parlamentar e é já um dos primeiros frutos dos acordos que o PEV firmou com o Partido Socialista.

“Comboios a rolar, Portugal a avançar” continua a ser um dos lemas dos Verdes. O PEV considera que este Plano Ferroviário vai dar um contributo fundamental na resposta aos desafios ambientais, nomeadamente às alterações climáticas que vão ser discutidas em breve em Paris no quadro da COP21.

Este Projeto de Lei é um importante contributo para a redução das emissões em Portugal, para a redução do consumo energético, nomeadamente dos combustíveis fosseis, e para o reordenamento do território que leve a uma melhor ocupação do país. Para além disso, é fundamental para a mobilidade das populações e mercadorias.

Este Projeto já tinha sido apresentado pelo Partido Ecologista “Os Verdes” na anterior legislatura e foi chumbado por PSD/CDS que, hoje, votaram novamente contra a proposta do PEV, o que não surpreende os Verdes porque estes partidos estiveram sempre empenhados em desmembrar a Rede Ferroviária Nacional.

Os Verdes relembram ainda que já entregaram, em sede parlamentar, outra iniciativa sobre a ferrovia, um Projeto de Resolução que recomenda ao Governo que “Proceda à reposição do serviço público de transporte de passageiros, na Linha do Leste, em todo o seu percurso”.

VIZELA REALIZA VENDA TRADICIONAL DE NATAL

19 a 23 de dezembro

Venda Tradicional de Natal 2015

A Associação de Artesãos de Vizela, em parceria com a Câmara Municipal, promove mais uma edição da Mostra de Artesanato Local - Venda Tradicional de Natal 2015, com o objetivo de promover o artesanato e gastronomia local, divulgando o trabalho dos artesãos do Concelho.

Este ano, a mostra vai realizar-se na Rua Manuel Faria, junto ao Jardim Manuel Faria, entre os dias 19 e 23 de dezembro.

TRANSPORTES URBANOS DE BRAGA ESTÃO MAIS PRÓXIMOS DO CONHECIMENTO ACADÉMICO

Protocolo de cooperação assinado com o IPCA

A partilha de conhecimento e a realização de projectos promotores de inovação estão na base do protocolo de cooperação assinado hoje, 27 de Novembro, entre os Transportes Urbanos de Braga (TUB) e o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA). Na cerimónia realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, elogiou a estratégia inovadora de aproximação e relacionamento da empresa municipal com as instituições de ensino superior instaladas na Região.

CMB27112015SERGIOFREITAS0000002036

Para o Edil, o “excelente desempenho” dos TUB ao longo dos últimos anos é reflexo não apenas da aplicação de um novo paradigma de gestão, “assente no conhecimento, inovação, planeamento estruturado e visão estratégica”, como também dos inúmeros contributos dados por entidades externas, como é o caso das instituições de ensino superior.

CMB27112015SERGIOFREITAS0000002035

Segundo Ricardo Rio, foi esta estratégia que conduziu ao crescimento do número de passageiros, à melhoria da prestação do serviço e do desempenho financeiro da empresa que tem partilhado experiências com alguns dos melhores sistemas de transportes da Europa, como é o caso de Estrasburgo, e que tem também servido de modelo para a criação de redes de transporte, como a que está a nascer em S. Tomé e Príncipe.

“Os TUB estão cientes das suas competências, da qualidade dos seus recursos, do conhecimento adquirido ao longo do tempo e do papel único que poderão ter no contexto distrital ao nível da gestão de um sistema de transportes de excelência”, sustentou o Autarca, em resposta ao desafio lançado pelo presidente do IPCA em dar aos TUB uma dimensão intermunicipal.

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal assegurou ainda que o IPCA será um parceiro cada vez mais relevante para a Autarquia na concretização de projectos que irão marcar a diferente no Concelho.

Já o presidente do IPCA, João Carvalho, agradeceu ao Município de Braga a oportunidade de colaborar com os TUB, entidade com a qual o instituto partilha os valores da transparência e qualidade na prestação do serviço público. “O IPCA quer estar pelo menos das quatro grandes cidades do Distrito, mas é no Concelho de Braga que queremos ter cada vez mais actividade”, afirmou aquele responsável.

CMB27112015SERGIOFREITAS0000002034

“MAGIA DE NATAL” INVADE ARCOS DE VALDEVEZ

No âmbito da iniciativa “Magia de Natal 2015”, promovida pela ACIAB e pela Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, o concelho vai ser palco de diversas ações para dinamizar o comércio.

image003

Foram apresentadas, ontem, em conferência de imprensa, as ações que se realizarão durante o período natalício onde a aposta se centra na promoção dos produtos e serviços das empresas locais, pois o objetivo é, nas palavras de Francisco Peixoto Araújo, vice-presidente executivo da ACIAB, “dar enfoque às nossas empresas e visibilidade ao concelho para, desta forma, atrair visitantes e promover a economia local”. Assim, durante o mês de dezembro, Arcos de Valdevez vai estar imbuído de ações alusivas ao espirito natalício como animação e espetáculos infantis, concertos musicais, sonorização, decoração de ruas e iluminação de Natal, entre muitas outras ações.

A ACIAB aposta este ano, à semelhança dos anteriores, na iluminação do concelho; na animação de rua com o Pai Natal e as Mães Natais que distribuirão brindes pelas empresas e seus clientes; no sorteio de Natal e no vídeo promocional de Natal. Neste sentido, de 1 de dezembro de 2015 a 4 de janeiro de 2016, quem fizer compras nos estabelecimentos aderentes à iniciativa pode preencher um cupão e está automaticamente habilitado a 30 prémios, patrocinados pelo Comércio Tradicional, que serão sorteados no dia 6 de janeiro de 2016. O vídeo promocional pretende, através de canais de fácil acesso como as redes sociais, lançar, de uma forma simples e divertida, uma mensagem que chegue a um grande número de pessoas mostrando a magia que se vive durante este período de festa que é o Natal.

O presidente da ACIAB, António Campos, salientou a relevância destas iniciativas para o tecido empresarial do concelho, pois “mexe com a economia e cria emoção a quem visita a nossa vila”, evidenciando o papel que os comerciantes assumem na decoração das próprias montras e lojas tornando assim o comércio ainda mais acolhedor. O autarca João Manuel Esteves frisou também que estas atividades criam um “ambiente propício para atrair mais visitantes à vila”, denotando-se, ano após ano, um envolvimento cada vez maior por parte do comércio.

As várias entidades envolvidas nesta iniciativa têm como principal propósito fazer com que esta campanha ponha o concelho “a mexer”, passando a mensagem de que comprando nas nossas empresas está-se a promover a região, a aproximar os clientes do comércio e a contribuir para que as empresas tenham mais vitalidade.

FUNDAÇÃO DA ATEARAIA – ASSOCIAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A RAIA (versão abreviada) visa uma parceria direcionada para a construção de projetos de valorização da raia minhota, intervindo no desenvolvimento de atividades formativas, pedagógicas e lúdicas junto das comunidades locais com destaque para os mais novos.

Uma nova associação ambientalista acaba de nascer em Monção. Chama-se Associação Transfronteiriça de Educação Ambiental (ATEARAIA) e tem como finalidade a proteção e educação ambiental, a valorização do património ribeirinho e o desenvolvimento social sustentável.

A sua intervenção focaliza-se ainda na sensibilização, consciencialização e responsabilização da sociedade para a salvaguarda dos recursos naturais e do património material e imaterial, bem como no desenvolvimento de atividades formativas, pedagógicas e lúdicas junto das comunidades locais com destaque para os mais novos.

Os membros fundadores, reunidos em assembleia geral, já aprovaram os estatutos da associação, tendo iniciado “funções” com a realização de uma ação de educação ambiental intitulada "Bolotário", envolvendo as quatro escolas do 1º ciclo do concelho (Monção, Mazedo, Pias e Tangil).

A RAIA (versão abreviada) conta com várias manifestações de interesse, colaboração e apoio de parceiros locais como o Agrupamento de Escolas de Monção e a Escola Profissional de Monção, bem como relevantes instituições de caráter regional e transfronteiriço.

A saber: Aquamuseu do Rio Minho, de Vila Nova de Cerveira, Asociación Naturalista Baixo Miño, de A Guarda, Galiza, Asociación Lazoiro, de Salvaterra do Miño, Galiza, e Asociación Cientifico-Cultural Zamora Protohistórica, de Zamora, Castela e Leão.

Com página na rede social, em www.facebook.com/atearaia, a direção adianta que, neste projeto aglutinador e protetor, conta ainda com as comunidades de cá e de lá da fronteira que o rio Minho une, visando uma parceria direcionada para a construção de projetos de valorização desta raia tão importante para as nossas vidas.

NOVOS SERVIÇOS NA ÁREA DOS RESÍDUOS ARRANCAM A 1 DE DEZEMBRO EM CAMINHA

Despesa para o Município de Caminha cai em 45%, num contrato que já tem visto do Tribunal de Contas

Os serviços de recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos, fornecimento, manutenção e lavagem de contentores e limpeza urbana no Município de Caminha passam a ser prestados, a partir de um de dezembro, por uma nova empresa. A Luságua venceu um concurso público internacional, com uma proposta que representa para a Câmara uma poupança de 450 mil euros por ano relativamente ao contrato em vigor. Hoje, a empresa apresenta alguns dos veículos, máquinas e material, em Vila Praia de Âncora e Caminha.

Resíduos

Está tudo preparado para o início da nova prestação de serviços, que se prolongará por oito anos. A empresa arrendou um espaço em Seixas, onde montou o seu estaleiro e que será a partir de agora o epicentro das operações no concelho. A proposta da Luságua foi a mais baixa em termos financeiros, cumprindo todo o caderno de encargos, tendo por isso sido a vencedora do concurso, entretanto submetido ao Tribunal de Contas. Este organismo considerou que estão cumpridos todos os requisitos legais e regulamentares, tendo por isso validado o contrato com o necessário visto.

residuos 1

Para esta prestação de serviços, a empresa constituiu e organizou um quadro de pessoal que integra motoristas, cantoneiros de recolha, cantoneiros de varredura, mecânico, encarregado, um gestor de contrato e ainda um diretor de exploração. Ao novo contrato foram também afetados meios mecânicos diversos, entre viaturas de recolha, de varredora, trator, equipamento para limpeza de praias, carrinhas, viatura elétrica para lavagem e pulverização, veículos moto 4 para apoio à limpeza de praias, aspiradores urbanos, carrinhos de varredura, contentores de 800 a 1100 litros e ainda um segway para fiscalização.

A Luságua acredita que “a escolha do melhor equipamento para cada tipo de utilização, a par de um bom planeamento e de equipas motivadas e bem treinadas será a chave do bom desempenho” e está hoje a mostrar nas duas vilas caminhenses (de manhã em Vila Praia de Âncora e à tarde em Caminha) parte do equipamento que vai começar a operar a partir da próxima terça-feira.

Com este contrato a Câmara assegura todos os serviços que eram prestados no âmbito do contrato que agora finda, mas garante também uma poupança significativa, que será da ordem dos 3,6 milhões de euros em oito anos.

Recorde-se que, nos últimos dez anos, o Município de Caminha suportou um encargo anual de cerca de 1,1 milhões de euros para manter o concelho limpo, incluindo as praias. O novo concurso público internacional lançado por este Executivo permite diminuir este valor para cerca de 605 mil euros, o que se traduz num decréscimo anual da despesa de 45 por cento.

O relatório final do concurso público internacional para prestação de serviços de recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos, fornecimento, manutenção e lavagem de contentores e limpeza urbana do Município de Caminha foi aprovado em reunião do Executivo, com os votos a favor da maioria.

Na altura, Miguel Alves salientou a importância estrutural para os cofres do Município, considerando a complexidade do procedimento e os valores envolvidos: "a grande preocupação deste Executivo é procurar o equilíbrio perfeito entre receita e despesa", explicou.

O presidente saudou tambos técnicos envolvidos no concurso público internacional, e o vice-presidente, Guilherme Lagido, que coordenou todos os trabalhos. Ao procedimento lançado pelo Município de Caminha concorreram nove empresas, situando-se o valor médio das propostas nos 625 mil euros anuais, muito longe do valor atual. A proposta mais vantajosa foi a da Luságua, mas a da empresa classificada em segundo lugar implicava mesmo assim uma poupança da ordem dos 35 por cento.

residuos 2

ESCRITOR JOSÉ LUANDINO VIEIRA VIVE EM VILA NOVA DE CERVEIRA

O escritor José Vieira Mateus da Graça, aliás José Luandino Vieira, é natural de Ourém mas adotou Angola como sua pátria e vive atualmente em Vila Nova de Cerveira, no antigo Convento de San Payo.

José Luandino Vieira: “Isto não é um livro. São 12 anos de vida”

O escritor angolano Luandino Vieira apresentou esta terça-feira Papéis da Prisão, um livro que escapa a géneros literários e que foi equiparado, pela experiência que conta, a outras memórias de cárcere. O escritor evita as comparações e não fala dos actuais presos políticos em Angola.

phpThumb

"O que está aqui não é um livro. São 12 anos da vida de uma pessoa multiplicados por cada segundo, e nesses 12 anos eu multiplicava cada segundo por tudo quanto me vinha à cabeça e nem sempre eram coisas recomendáveis.” Foi desta forma que José Luandino Vieira, escritor angolano, vencedor em 2006 do Prémio Camões – que recusou receber – se referiu a Papéis da Prisão: apontamentos, diário, correspondência (1962-1971). Um volume editado pela Caminho que reúne o conjunto da sua produção diarística desde que foi detido pela PIDE no Aljube, em Novembro de 1961, passando por várias cadeias em Luanda, até ao dia em que saiu do Tarrafal, em 1972. Rui Vieira Nery, que apresentou a obra esta terça-feira ao fim da tarde, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, na presença do autor, chamou ao livro um “monumento literário e cívico”

“Ao reler-me encontro em tudo ainda uma pequeníssima fagulha de qualquer coisa que precisa de ser soprada”, disse Luandino Vieira sobre a decisão de tornar agora públicos os 17 cadernos que resultaram desse período da sua vida, e que somam aproximadamente duas mil folhas manuscritas. A essa razão, somou outra: “publicar depois de morto é muito fácil, ninguém assume a responsabilidade”, ironizou, numa curta intervenção onde se confessou várias vezes emocionado.

Ao longo dos cerca de três anos que decorreram desde o dia em que ligou a Zeferino Coelho, o editor da Caminho (onde tem publicada a sua obra), dizendo-lhe que lhe queria “mostrar uma coisa” até ao momento em que se constituiu uma equipa do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, liderada por Margarida Calafate Ribeiro, Mónica V. Silva e Roberto Vecchio, traçou-se um plano que terminou num livro difícil de catalogar.

É Margarida Calafate quem traça a “biografia do livro” que “foge a qualquer classificação de género”. Um livro onde, sublinha a investigadora, está patente a “força de um projecto literário e político”. Ser escritor e “ser Angola independente e livre”.

Natural de Lagoa do Furadouro, perto de Vila Nova de Ourém, onde nasceu em 1935, José Vieira Mateus foi com os pais para Luanda quando tinha três anos. Passou lá a infância e a juventude, estudou, tornou-se cidadão angolano, participou no movimento de libertação nacional – o MPLA, um apoio que manteve até 1978 – e, em homenagem à cidade onde cresceu e aprendeu kimbundu, mudou o nome para Luandino.

Preso pela primeira vez pela PIDE em 1959, justamente pela sua ligação ao MPLA, voltaria à prisão em 1961, desta vez por um longo período durante o qual escreveu alguns dos seus livros mais emblemáticos, entre os quais Luuanda (1963), revelando nesses escritos uma influência do brasileiro Guimarães Rosa. E escreveu ainda estes Papéis da Prisão.

A experiência de cárcere de Luandino Vieira surge num momento quente em relação ao que se passa justamente nas prisões de Angola, com a recente prisão preventiva de 15 activistas acusados de rebelião e tentativa de organizar um golpe de Estado no país e que resultou na greve de fome de um deles, o rapper Luaty Beirão. Os activistas estão actualmente em julgamento. Mantendo o silêncio e a discrição que o caracteriza, Luandino não falou do tema na sua intervenção e evitou os jornalistas e as questões que necessariamente lhe seriam colocadas. "O Luandino sempre foi um homem muito reservado, muito tímido", justifica o seu editor, Zeferino Coelho, apontando a dificuldade que sempre teve para  apresentar um novo livro do Prémio Camões em que ele estivesse presente. Também sobre a sua recusa em receber o Prémio Camões, pouco se sabe além das "razões pessoais" que então invocou, não tendo dado entrevistas nem feito qualquer declaração. Outro mistério de Luandino que permanece é a razão pela qual deixou Angola, na década de noventa, e regressou a Portugal onde vive isolado, num convento do amigo José Rodrigues.

Falar de sofrimento

Os 17 cadernos “meticulosamente datados”, como se lhes referiu Margarida Calafate, tinham por título "Ontem, Hoje, Amanhã..." São compostos por fragmentos de natureza diversa. Anotações diarísticas, correspondência, postais, desenhos, cancioneiros populares recolhidos junto de outros presos, esboços literários e exercícios de tradução, ditos em quimbundo, recortes jornalísticos, apontamentos.

A data de início de escrita não coincide com a entrada na prisão. Foram precisos cerca de seis meses para que Luandino Vieira construísse uma rede que lhe permitiu escrever um livro que os presentes compararam, pela qualidade e força do testemunho, a Cadernos do Cárcere, de António Gramsci, aos escritos de Rosa Luxemburgo, Graciliano Ramos ou Primo Levi.

“A arte da memória perpassa por todos os papéis”, declarou Roberto Vecchio, lembrando precisamente Primo Levi e o dever da memória em momentos extremos. “Como na grande literatura do cárcere, o sofrimento torna-se aqui uma experiência partilhada com o leitor”, disse.

“O tempo falará da importância ou não importância destes papéis. O nome do autor não conta. Aliás, este livro não devia ter autor”, declarou Luandino Vieira, confessando o incómodo por ver o seu nome ao lado dos grandes memorialistas do cárcere, acrescentando: “O meu sofrimento – não gosto nada desta palavra – comparado com os milhões que na nossa terra sofreram e morreram... Falar de sofrimento por ter estado num campo de trabalho de Chão Bom (Tarrafal) para mim seria uma obscenidade.”

O livro é editado quando se comemoram os 40 anos de independência de Angola, mas Luandino Vieira não fez qualquer alusão a esta data. A viver actualmente em Vila Nova de Cerveira, o escritor raramente aparece em público, evita dar entrevistas, “preza a discrição”, como lembrou ainda na apresentação o amigo de infância, o escritor angolano Arnaldo Santos, que quis chamar a atenção para o Luandino poeta, visível em toda a sua prosa.

Também está nestes papéis um lirismo sublinhado por Vieira Nery e Margarida Calafate, que insistem no valor político, literário e histórico deste Papéis da Prisão. “Esta é uma obra sobre a liberdade e sobre o que temos de fazer, o que temos de lutar quando ela falha”, afirmou Margarida Calafate. “Este livro é um retrato de Luandino. É um documento extraordinário que não tem comparação na história da literatura de língua portuguesa”, declarou Zeferino Coelho.

Já Luandino quis homenagear também o kimbundu, a língua onde cresceu. "Em kimbundu,‘não esquece’ diz-se: kujimbé”, escreve Luandino em epígrafe. “Quero continuar a contribuir para a construção da nossa cultura”, disse esta terça-feira Luandino Vieira noutra lembrança, a de uma carta, onde escreveu: "o meu amor por Angola é afinal uma forma do meu amor pela humanidade. Nunca serei um mau nacionalista.”

Fonte: Isabel Lucas /Público

convento vista geral

CERVEIRA SORTEIA LUGARES NA FEIRA SEMANAL

Abertura de Sorteio de Lugares da Feira Semanal

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai proceder à realização do sorteio de seis lugares no terrado da Feira Semanal, através de ato público agendado para 12 de janeiro de 2016, às 14h30, no Cineteatro. Os feirantes interessados têm de preencher o respetivo requerimento até ao próximo dia 30 de dezembro de 2015.

IMG_8123

Os seis lugares disponíveis destinam-se a bancas de vestuário; têxteis-lar; cortinados e tapeçarias; malas, cintos e carteiras; bijuteria e brinquedos; retrosaria; calçado; candeeiros; pão e derivados de pastelaria; cutelarias e/ou ferragens; móveis; e loiças.

Uma das alterações aprovadas na última reunião de Câmara prende-se com o artigo 4ª, ponto 3, em que define que, por cada lugar, serão sorteados três candidatos, sendo o primeiro o candidato efetivo e os dois seguintes os candidatos suplentes, que só poderão exercer o seu direito se o primeiro não cumprir as condições do presente sorteio, e também no caso de abandonar o lugar, independentemente do motivo.

O Regulamento de Feiras do Município Cerveirense pode ser consultado em www.cm-vncerveira.pt e o formulário está disponível nesta plataforma digital ou no Serviço de Atendimento ao Utente, nos Paços do Concelho.

A entrega dos lugares, mediante sorteio em ato público, decorrerá a 12 de janeiro de 2016, pelas 14h30, no Cineteatro de Cerveira. O requerimento deve ser apresentado até dia 30 de dezembro do corrente ano.

Com cerca de 250 feirantes, a Feira Semanal de Vila Nova de Cerveira, uma das maiores da Região Norte, atrai centenas de pessoas todos os Sábados, sobretudo das grandes cidades do Norte de Portugal e da Galiza.

Consulte o Edital.

GUIMARÃES ASSINALA DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Guimarães apresenta em conferência de imprensa programa do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Conjunto de iniciativas será oficialmente conhecido ao início da tarde desta sexta-feira. Sessão contará com a presença do Presidente do Município de Guimarães. 

Guimaraes_Social

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência vai realizar uma Conferência de Imprensa para a apresentação do programa de comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinala anualmente no dia 03 de dezembro. O encontro com os jornalistas está marcado para esta sexta-feira, 27 de novembro, pelas 14:30 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Guimarães.

O Município de Guimarães criou em 2002, no âmbito do Ano Internacional das Pessoas com Deficiência, o Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência, que congrega várias organizações e escolas que intervêm no concelho e se preocupam com as questões da deficiência, designadamente o Alecrim - Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, Agrupamento de Escolas de Abação, Agrupamento de Escolas Fernando Távora, Agrupamento de Escolas João de Meira, Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães, Associação Portuguesa de Deficientes, Cercigui, Tempo Livre e, a título individual, pessoas com deficiência.

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, consulta e informação, que reúne com regularidade no Município e que tem, entre outras funções, dar parecer, sempre que solicitado, sobre iniciativas e matérias que a Câmara Municipal de Guimarães considere relevantes na área da deficiência, promover e organizar debates temáticos, apresentar propostas e sugestões que entenda de interesse no âmbito das iniciativas que prossegue, realizar e acompanhar ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência e convidar pessoas ou instituições com trabalho específico no âmbito da deficiência.

MICROSOFT SHOWCASE SCHOOL DISTINGUE ESCOLA DE CERVEIRA

Agrupamento de Escolas reconhecido como Microsoft Showcase School

Pela excelência na transformação de uma aprendizagem mais personalizada através do recurso à tecnologia em rede, o Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira acaba de ser distinguido como uma Microsoft Showcase School 2015-2016. Autarquia congratula-se com reconhecimento que gera efeitos muito positivos nos alunos do concelho.

microsoft

O Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira passa a integrar uma comunidade exclusiva de mais de 400 escolas em todo o mundo que aplica esforços inovadores na valorização de metodologias ativas e no uso adequado de recursos tecnológicos durante o processo de aprendizagem e avaliação.

A parceria com a empresa Microsoft permitiu o apoio técnico e a formação dos docentes envolvidos no projeto Flipped Classroom que, numa fase inicial, foi implementado apenas numa turma, resultando na oferta de tablets para usufruição dos alunos. Desde então, foram produzidos trabalhos construtivos e criativos que dotam os alunos de mais capacidades para enfrentarem futuros desafios. Reconhecido o sucesso deste projeto, o agrupamento encontra-se a desenvolver esforços para alargar o público-alvo.

“Ser distinguido como uma Microsoft Showcase School é uma grande honra; é o reconhecimento do esforço e empenho dos nossos professores e assistentes operacionais que proporcionaram um excelente ambiente de trabalho no nosso estabelecimento de ensino” disse o diretor do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira, Venceslau Artur Teixeira.

O presidente do Município de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, congratula-se com esta distinção que vem confirmar ainda mais a qualidade do ensino e dos projetos pedagógicos desenvolvidos nas escolas do concelho, proporcionando uma aprendizagem mais personalizada e de sucesso pelo acesso a ferramentas tecnológicas.

Sendo uma Showcase School, o Agrupamento de Vila Nova de Cerveira trabalhará de perto com a Microsoft, na liderança da inovação e na comunicação de uma nova visão para a educação, através do acolhimento e acompanhamento de outras escolas, permitindo uma mudança nas práticas educativas.

ESCOLAS DE BRAGA POUPAM ENERGIA

Programa ‘A Minha Escola é Eficiente’: Braga reduz em 60 mil euros a factura eléctrica das escolas

O Município de Braga conseguiu reduzir em cerca de 60 mil euros a factura eléctrica das escolas do Concelho, através da implementação do programa ‘A Minha Escola é Eficiente’. Os primeiros resultados deste projecto inovador de incentivo à poupança de energia e de promoção da eficiência energética foram conhecidos durante a entrega de prémios às escolas do Concelho que mais se destacaram no cumprimento deste desígnio.

6

O primeiro prémio no valor de mil euros foi atribuído à Escola Bairro Duarte Pacheco. Em segundo lugar ficou a Escola de Merelim S. Paio (750 euros) e em terceiro, a EB1 do Carandá (500 euros). Foram ainda distinguidas cerca de 30 escolas com os prémios ‘Leitura Eficiente’ e ‘Leitura Mensal’.

4

Na sessão realizada na Quinta Pedagógica e marcada pela apresentação do hino oficial do programa ‘A Minha Escola é Eficiente’, elaborado pelo grupo Eco Veiga, o vereador do Ambiente e Energia do Município de Braga referiu que este programa é muito mais do que um projecto de poupança energética. “Trata-se de um programa inovador no universo municipal, com um grau de desafio único em termos educativos e constitui um factor de orgulho para qualquer escola ou comunidade educativa”, referiu Altino Bessa.

Na ocasião, o vereador fez um balanço positivo do projecto, reiterando o compromisso do actual Executivo em reduzir a factura energética no Município. “Com este programa implementado nas escolas do Concelho conseguimos assegurar uma redução na ordem dos 60 mil euros comparativamente ao ano anterior”, referiu Altino Bessa.

A implementação do programa nas escolas incluiu a realização de um conjunto de visitas e mecanismos de interacção com os alunos, dos quais se destaca a criação do ‘Poupas', a mascote do projecto.

Altino Bessa enalteceu igualmente o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Departamento de Electromecânica do Município, assim como o empenho de todas as escolas e dos alunos que conseguiram fazer a diferença no que à poupança de energia diz respeito.

1

TERRAS DE BOURO ASSINALA DIA INTERNACIONAL PARA ELIMINAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

Como forma de assinalar o “Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres”, a 25 de novembro, o Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro promoveu uma ação de sensibilização através da distribuição nos serviços municipais de um folheto com informações importantes sobre esta problemática.

WP_20151125_031 (Copy)

Esta ação de sensibilização teve por objetivo alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente, casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos.

A violência contra mulheres é uma grave violação dos direitos humanos que afeta negativamente o bem-estar geral das mulheres impedindo-as de participar plenamente na sociedade. A violência não tem só consequências negativas para as mulheres, mas também para toda a sua família, para a comunidade e para o país em geral. A violência tem ainda enormes custos para o país, associados a gastos com saúde, despesas legais, perdas de produtividade e no seu desenvolvimento global.

WP_20151125_005 (Copy)

Esta trágica realidade resulta de múltiplas razões sociais, económicas e culturais, tendo contudo uma condição de fundo comum, a desigualdade entre homens e mulheres, que ainda persiste nos nossos dias.

A violência contra as mulheres é um flagelo comum nas várias sociedades globais sendo portanto, variadíssimos as organizações, estados, associações, entre outros, que têm aprovado instrumentos com vista à eliminação deste tipo de violência. Um dos passos mais importes dado neste sentido foi a proclamação pela Assembleia Geral das Nações Unidas na sua resolução 48/104, de 20 de Dezembro de 1993, da DECLARAÇÃO SOBRE A ELIMINAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES, que veio reconhecer a urgente necessidade de uma aplicação universal às mulheres dos direitos e princípios relativos à igualdade, segurança, liberdade, integridade e dignidade de todos os seres humanos, proclamando solenemente a Declaração sobre a Eliminação da Violência contra as Mulheres e instando a que sejam feitos todos os esforços a fim de a tornar universalmente conhecida e respeitada.

WP_20151125_001 (Copy)

Para os fins da referida Declaração, a expressão “violência contra as mulheres” significa qualquer ato de violência baseado no género do qual resulte, ou possa resultar, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico para as mulheres, incluindo as ameaças de tais atos, a coação ou a privação arbitrária de liberdade, que ocorra, quer na vida pública, quer na vida privada.

A violência contra as mulheres abrange os seguintes atos, embora não se limite aos mesmos:

  1. a) violência física, sexual e psicológica ocorrida no seio da família, incluindo os maus tratos, o abuso sexual das crianças do sexo feminino no lar, a violência relacionada com o dote, a violação conjugal, a mutilação genital feminina e outras práticas tradicionais nocivas para as mulheres, os atos de violência praticados por outros membros da família e a violência relacionada com a exploração;
  2. b) violência física, sexual e psicológica praticada na comunidade em geral, incluindo a violação, o abuso sexual, o assédio e a intimidação sexuais no local de trabalho, nas instituições educativas e em outros locais, o tráfico de mulheres e a prostituição forçada;
  3. c) violência física, sexual e psicológica praticada ou tolerada pelo Estado, onde quer que ocorra.

Considerando que, infelizmente, no nosso país ainda se regista um elevado número de mulheres vítimas de violência, pois só este ano em Portugal, até à data, já morreram 41 mulheres vítimas de violência doméstica, todas as instituições têm o dever de unir esforços no sentido de sensibilizar a população para esta problemática consciencializando-a para a necessidade por fim a todo e qualquer ato de violência exercido contra as mulheres.

atividade (Copy)

123

CORTEJO DO RETÁBULO DESFILA AMANHÃ EM GUIMARÃES

Pinheiro dos mais novos desfila esta sexta-feira de manhã no centro de Guimarães

Crianças participam em cortejo antes do início das Festas Nicolinas, que decorrem entre 29 de novembro e 07 de dezembro. Comissão deste ano integra elemento que participou no evento quando frequentava o infantário.

Pinheirinho_Festas_Nicolinas

O Cortejo do Retábulo de São Nicolau, também conhecido por “Pinheirinho”, realiza-se esta sexta-feira, dia 27 de novembro, pelas 10:30 horas, cumprindo-se uma tradição com 15 anos onde centenas de crianças de diversos jardins-de-infância da cidade de Guimarães saem à rua trajadas a rigor e ao som do toque nicolino, associando-se às comemorações das Festas Nicolinas.

A concentração decorrerá no Largo José Maria Gomes, em frente ao edifício da Câmara Municipal. Depois, o cortejo, acompanhando a Comissão de Festas Nicolinas 2015, segue até à Capela de S. Nicolau, onde será recebido pela respetiva Irmandade, que entregará o retábulo de São Nicolau. Dali seguem para a Torre dos Almadas, sede dos Velhos Nicolinos, onde o retábulo ficará exposto durante as Festas Nicolinas.

O Cortejo do Retábulo de São Nicolau é uma organização dos infantários da cidade de Guimarães com a colaboração da Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães - Velhos Nicolinos, Irmandade de São Nicolau e Comissão de Festas, que este ano integra um dos membros que participou no desfile do “Pinheirinho” quando frequentava o infantário.

Festas com tradição secular

Milhares de nicolinos, com as suas caixas e bombos, saem à rua no próximo domingo à noite, 29 de novembro, para participarem no Desfile do Pinheiro, tradição vimaranense que inaugura anualmente as Festas Nicolinas, conhecidas como os festejos dos estudantes de Guimarães, cuja origem remonta à devoção religiosa dedicada a São Nicolau, oriundo da Ásia Menor que terá vivido nos séculos III e IV.

O culto terá chegado a Guimarães através dos peregrinos de vários pontos do país e do estrangeiro que aqui se deslocavam para venerarem Nossa Senhora de Guimarães (Padroeira de Portugal até ao séc. XVII) e, também, através da passagem de romeiros de/e para Santiago de Compostela, que terão deixado como marca a sua devoção a São Nicolau. Patrono dos estudantes, reza a lenda que três crianças em idade escolar foram esquartejadas por um estalajadeiro e, quando São Nicolau se aproximou delas, devolveu-lhes a vida. Talvez, por isso, a sua imagem seja muitas vezes representada com três crianças aos pés.

Inicialmente, as festas só eram celebradas a 06 de dezembro, dia que está reservado no calendário religioso a São Nicolau. Nesse dia de manhã, os estudantes participavam na missa com sermão e, de tarde, as celebrações assumiam um carácter profano com a realização de jogos populares. Com o passar dos tempos, verificou-se que um dia para festejos a São Nicolau não era suficiente e incluiu-se também o dia 5, data em que era anunciado o programa do dia 6 através de um pregoeiro que percorria as ruas da cidade. Mais tarde, os festejos foram alargados a oito dias, entre 29 de novembro e 07 de dezembro. Novenas, Posses, Magusto, Roubalheiras, Pregão, Maçãzinhas, Danças São Nicolau e Baile Nicolino completam o programa, além do Cortejo do Pinheiro.

PÓVOA DE LANHOSO TEM AUTARQUIA FAMILIARMENTE RESPONSÁVEL

Póvoa de Lanhoso renovou bandeira de Autarquia + Familiarmente Responsável

Pelo sexto ano consecutivo, a Póvoa de Lanhoso recebeu a distinção de Autarquia + Familiarmente Responsável. A entrega da bandeira realizou-se no dia 18 de novembro, no Auditório da sede da Associação Nacional de Municípios em Coimbra, sendo que a Vice-Presidente, Gabriela Fonseca, representou a Câmara Municipal Povoense.

Entrega da bandeira em Coimbra 2015

A distinção é atribuída todos os anos pelo Observatório das Autarquias + Familiarmente Responsáveis. A cerimónia contou com a intervenção, de entre outras, do Secretário Geral da Administração Local, José Taborda da Gama.

“É com enorme satisfação e orgulho que, do distrito de Braga, o município da Póvoa de Lanhoso foi o primeiro a receber este tipo de galardão e tem conseguido ‘renová-lo’ ano após ano, pelas políticas de apoio e proximidade às famílias Povoenses. A par desta distinção, é ainda de salientar, o reconhecimento já feito pela OMS”, refere Gabriela Fonseca. “Foi o compromisso que assumimos com os Povoenses e, como sempre referiu o Senhor Presidente da Câmara, é preferível fazer menos obras e apoiar quem mais precisa em momentos particularmente difíceis”, destaca ainda.

A Autarquia da Póvoa de Lanhoso é uma das que recebeu a bandeira com palma, por receber o prémio por três ou mais anos consecutivos, neste caso, seis.  O Observatório tem como objetivos principais acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar.

Medidas como o Naturalanhoso, que apoia a natalidade e o comércio local; como o subsídio de apoio ao pagamento das rendas de casa; as bolsas de estudo para ensino secundário e superior e os prémios de mérito escolar António Lopes e D. Elvira Câmara Lopes; o apoio social escolar; os transportes escolares; os manuais escolares gratuitos para alunos com mais necessidades; os cartões municipais; a rede de Centros de Convívio; o trabalho do Banco de Voluntariado e da Loja Social; e o Serviço para a Promoção da Igualdade de Género, que intervém junto de vítimas de violência doméstica, de entre muitas outras, constituem algumas das respostas sociais existentes no município Povoense.

A construção dos Centros Escolares, a construção e melhoria de equipamentos desportivos, como os relvados sintéticos do campo municipal e do campo de Santo Emilião, a renovação da bandeira de Praia Acessível, como medida de promoção da igualdade de acesso, também são aspetos que contribuem para a consolidação de uma forte política transversal de apoio às famílias da Póvoa de Lanhoso.

POPULAÇÃO DE MOLEDO E CRISTELO APRESENTA AO EXECUTIVO CAMINHENSE AS SUAS PRIORIDADES PARA A UNIÃO DE FREGUESIAS

Reunião descentralizada decorreu ontem ao final da tarde

A freguesia Moledo e Cristelo acolheu ontem mais uma reunião descentralizada. Miguel Alves sublinhou o potencial desta união de freguesias, afirmando que reúne as condições para ser um dos símbolos do concelho de Caminha e lembrou que a missiva deste executivo é “continuar a trabalhar, ouvir as opiniões, como as que aqui foram deixadas, e lutar para encontrar alternativas àquelas que são as nossas dificuldades, sempre dentro das nossas possibilidades”.

descentralizada moledo _ cristelo (1)

Conclusão das obras na zona sul do Paredão de Moledo, a falta de limpeza das linhas de água, dos regos foreiros e Ribeiro das Preces, os resíduos, o fluxo de trânsito em Moledo, a continuação da ecopista do Camarido, a pavimentação de vários arruamentos que se encontram em mau estado de conservação, com destaque para a Avenida de Santana, Caminho do Montanhão, Estrada de Real, Andoreiras e Paracoba foram algumas das preocupações manifestadas pelos munícipes e pelo autarca da freguesia.

descentralizada moledo _ cristelo (3)

Sobre as obras referidas e solicitadas paras as freguesias de Moledo e Cristelo, Miguel Alves deixou claro: “as obras estão condicionadas à capacidade financeira da Câmara Municipal”. Contudo, manifestou a sua vontade em resolver no próximo ano a questão do topo sul do Paredão em Moledo: o topo sul do Paredão de Moledo tem de ser resolvido. A minha ambição é que em 2016 possa ser resolvido”.

Sobre os resíduos e a questão das pessoas continuarem a deixar o lixo em locais inapropriados, Guilherme Lagido, vice-presidente da autarquia, sublinhou que o Município vai promover mais uma campanha de sensibilização e que vai ser colocado um autocolante com o número de telefone da empresa que faz a recolha de “monos” e “monstros” em cada um dos contentores de lixo. Quanto aos verdes e relva, muitas vezes deixados nos contentores, o vereador referiu a hipótese de vir a ser criado um circuito de recolha selecionada.

Relativamente à limpeza das linhas de água, Guilherme Lagido salientou que é também uma preocupação do executivo, adiantando que é intenção da Câmara proceder à limpeza das represas na zona alta de Cristelo.

Sobre a importância das reuniões descentralizadas que todos os meses levam o executivo a uma freguesia diferente, Joaquim Guardão, tal como no primeiro destes encontros, que decorreu em Moledo, reiterou: “acredito ser esta uma boa iniciativa que tem por base, aproximar a população do poder de decisão, dando-lhes desta forma e com esta iniciativa a faculdade de expressarem os seus problemas, as suas preocupações, mas também levantarem ou apresentarem questões e ou soluções, que muitas vezes nos passam a todos à margem”.

descentralizada moledo_cristelo(2)

ARCOS DE VALDEVEZ AMPLIA ABASTECIMENTO DE ÁGUA A CABREIRO

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez continua a ampliar o Abastecimento de Água na Freguesia de Cabreiro

Foi consignada na passada sexta-feira, dia 20 de novembro, a empreitada de “Ampliação da Rede de Abastecimento de Água na Freguesia de Cabreiro (Igreja).

ampliacao_rede_abastecimento_agua_cabreiro_igreja

Uma intervenção que contempla a ampliação da rede de distribuição de água ao lugar de Igreja em Cabreiro e permitirá aumentar a cobertura local, prevendo-se a instalação de condutas de distribuição numa extensão de cerca de 1,8 km, com instalação de 20 ramais domiciliários, uma estação elevatória e hidrantes.

Esta obra foi adjudicada por 72.639,56 € (sem IVA incluído) e conta com um prazo de execução de 150 dias.

De realçar que em Cabreiro já se encontram servidos praticamente todos os lugares.

Esta obra integra o projeto de alargamento da rede de abastecimento de água a norte do concelho. Nesta zona entrarão, brevemente, em curso intervenções nas localidades de Eiras, Rio de Moinhos, Aboim das Choças, Álvora e Gondoriz.

Estas benfeitorias são sinónimo de grande esforço por parte da Câmara Municipal em prol do bem-estar e melhoria da qualidade de vida da população do concelho.

ampliacao_rede_abastecimento_agua_cabreiro_igreja2

ampliacao_rede_abastecimento_agua_cabreiro_igreja4

COMPANHIA DE TEATRO DE SERPA APRESENTA EM PONTE DE LIMA “UMA MENINA BEM GUARDADA”

Uma Menina Bem Guardada. Companhia de Teatro Baal 17, de Serpa. 28 de Novembro – 21h30 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

O teatro volta ao Teatro Diogo Bernardes com o espectáculo “Uma Menina Bem Guardada”, pela Companhia de Teatro de Serpa, Baal 17, numa noite que se prevê lotação esgotada para assistir a mais uma comédia que a sala de espectáculos apresenta ao seu cada vez maior leque de espectadores, num contexto de diversidade de programação em que a qualidade e a variedade dos espectáculos exibidos estão a dar verdadeiros frutos na captação e fixação de públicos diferenciados.

"A Baronesa de Vales Fofos sai para uma festa nocturna e deixa Berta, a sua filha pequena, à guarda de Francisco e Maria, os seus fiéis criados. Estes querem tanto ir ao Baile dos Encalhados que decidem levar a miúda com eles onde esta acabará por se perder no meio da confusão.

Com o regresso antecipado da Baronesa, como esconder o desaparecimento da criança?

Salva por um militar, Berta regressa a casa cheirando a bagaço e a tabaco e com experiências novas para contar."

Trata-se de uma comédia-vaudeville do século XIX onde o autor satirizou os costumes da época, em especial os da burguesia. O género caracteriza-se como sendo uma comédia ligeira, satírica de costumes, baseada na intriga e no equívoco, onde se acentua o movimento das personagens colocadas em situações caricatas.

É reforçada a componente expressiva das interpretações, o ritmo frenético, o trabalho físico e o jogo do actor.

Com uma cenografia engenhosa, mas de aparência simples, são os figurinos inspirados na época e com apontamentos extravagantes da actualidade que caracterizam a imagem apelativa do espectáculo.

Encenação_Rui Ramos / Tradução_Christine Zurbach / Interpretação_Anabela Mira, Filipe Seixas, Hugo Fernandes, Susana Gonçalves e Telma Saião / Cenografia, figurinos e fotomontagem_Bruno Guerra.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Para Dezembro estão agendados o espectáculo de teatro “Sexo Sim, Mas Com Orgasmo”, com Guida Maria, a 5 e o concerto de Os Capitães da Areia, a 12. Para o início do ano, em Janeiro, estão divulgados, até ao momento, dois espectáculos: o concerto dos UHF a 8 e o espectáculo de teatro “Breviário Para um Extermínio Silencioso”, pela Escola de Mulheres (Lisboa), com Carla Chambel, Isabel Medina e Roger Madureira, a 16, todos às 21h30. Ainda para Janeiro, em datas a anunciar oportunamente, estão marcados os concertos de Trêsporcento, do quinteto de jazz de Maria João || OGRE e o espectáculo de teatro “BemMarMeQuer”, baseado no texto de Mia Couto, pelo Teatro Art’Imagem.

MUNICÍPIO ARCUENSE CONSIGNA OBRA DE ACESSO A PARRAL – CABREIRO

A Câmara Municipal consignou recentemente a empreitada do “Bloco XLVIII – Acesso a Parral – Cabreiro”. Com esta obra, adjudicada por 54.740,01 € (s/IVA), pretende-se a execução de trabalhos de alargamento, correção de traçado e pavimentação do caminho.

consignacao_caminho_parral_cabreiro2

A intervenção prevê a substituição do traçado em terra batida por tapete betuminoso, drenagens de águas pluviais, sinalização, muros de suporte e espera e outras obras acessórias.

consignacao_caminho_parral_cabreiro

Esta obra reveste-se de grande importância porque fará servidão de habitações e terrenos , tratando-se de mais uma intervenção levada a cabo pela Câmara Municipal a pensar na qualidade de vida dos habitantes do concelho. Serão melhoradas a circulação viária e pedonal nesta zona, bem como as condições de segurança e comodidade.

É também de referir que já arrancaram as obras protocoladas entre a Câmara Municipal e esta Junta de Freguesia, referentes à pavimentação do Caminho das Cruzes e do Caminho de acesso à Escola de Vilar. Estas duas intervenções contam com um orçamento de 39.225,00€ e um apoio de 25.000,00€ por parte da autarquia.

caminho_acesso_escola

CENTRO DE TEATRO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CABECEIRAS DE BASTO APRESENTA PEÇA DE TEATRO EM TORNO DO ALZHEIMER

O Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) apresenta sábado à noite, 28 de novembro, a peça de teatro ‘Um minuto para dizer que te amo’, um espetáculo que leva ao palco, de uma maneira poética, um pouco da atmosfera que envolve as pessoas com Alzheimer. A apresentação é aberta a toda a comunidade e contará com uma representação da Delegação Norte da Alzheimer Portugal. A encenação tem início previsto para as 21h30 na Casa da Juventude de Cabeceiras de Basto.

Provisório - DEZcentralizar pelas freguesias

A vontade de construir uma peça à volta deste tema surgiu a partir de uma ideia em conjunto com o Gabinete de Alzheimer de Cabeceiras de Basto e pretende desmistificar este mal que atinge um grande número de pessoas em todo o mundo. O CTCMCB, enquanto projeto cultural e social, abraçou o desafio e viu nele a oportunidade de aproximar a comunidade de um conteúdo tão importante na atualidade, sobretudo pelo considerável envelhecimento da população portuguesa nos últimos anos.

A abordagem desta forte realidade encontra a poesia do teatro neste texto do premiado autor brasileiro Luiz de Lima Navarro que, inspirado na sua própria história de vida, criou obras que revelam a força e a incessante dedicação no estímulo das memórias das pessoas que enfrentam todos os dias o esquecimento. Um minuto para dizer que te amo conta a história de Lúcio e do seu pai, portador de Alzheimer. Os dois embarcam numa aventura lúdica à procura das melhores lembranças e deparam-se com conflitos e a certeza de que só um amor incondicional é capaz de transformar todas as adversidades.

Centro de Teatro encerra tournée pelas freguesias

O Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto termina amanhã na freguesia da Faia as apresentações do espetáculo ‘Provisório’, uma tournée que passou por todas as freguesias do concelho e que arrancou no passado dia 23 de outubro em Pedraça.

De referir que a apresentação deste espetáculo surge no âmbito do projecto ‘DEZcentralizar’ que tem por objetivo descentralizar e disseminar a cultura no território.

“Esta é uma sinopse provisória, de um espetáculo provisório. Três mendigos enredam por um caminho provisório. Um trovão provisório anuncia uma tempestade que pode não ser provisória. É necessário protegerem-se, nem que seja provisoriamente. Como? Descobrindo a magia do mais provisório dos mundos: o do lixo. Transformando-o!... Provisoriamente” lê-se na sinopse do espetáculo, cujo elenco é composto por Roberto Moreira, Neto Portela e Tiago Teixeira.

O Centro de Teatro é um projeto inclusivo, intergeracional, envolvente e comunitário, que pretende ser impulsionador de um processo de transformação cultural na sociedade cabeceirense, abrangendo a comunidade e os seus agentes, ancorado ao Município de Cabeceiras de Basto. De referir que este Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto se encontra sediado no edifício da Casa da Juventude, Associativismo, Artes, Ofícios e Gerações, espaço onde dinamiza também, as diferentes oficinas e os diversos projetos em curso.

RALLY DE PORTUGAL 2015 GEROU IMPACTO ECONÓMICO DE 3 MILHÕES DE EUROS EM CAMINHA

Estudo do Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo apresentado ao Executivo

O Rally de Portugal 2015 gerou um impacto económico de 3 milhões de euros no concelho de Caminha, de acordo com o estudo realizado pelo Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo (CIITT) da Universidade do Algarve, em parceria com a Universidade do Minho. O estudo foi apresentado ontem ao Executivo e vem comprovar a importância do investimento, que gerou um efeito multiplicador extraordinário, tendo ao mesmo tempo permitido recuperar quilómetros de caminhos florestais, o que se revelaria determinante para o desempenho dos bombeiros que, cerca de uma semana depois, foram confrontados com um grande incêndio naquela parte do território.

reuniao de câmara 25.11 (2)

Fernando Perna, doutorado em Economia Aplicada e responsável pelo CIITT, explicou ontem ao Executivo, detalhadamente, os pontos essenciais do estudo realizado pelo Centro, que iniciou este tipo de trabalho, de avaliação de eventos, com o Euro 2004.

O CIITT trabalhou durante nove meses nestes estudos, que avaliaram o impacto em cada um dos 13 concelhos e também o impacto global para a região Norte, havendo aqui a registar “um retorno de 127,4 milhões de euros na economia do turismo e imagem do destino”.

Em Caminha os entrevistadores encontraram pessoas de 16 nacionalidades, sendo de destacar a presença de Espanha, com maior peso na Galiza, mas com representação de todo o território espanhol. No concelho, à semelhança dos restantes, os visitantes apreciaram sobretudo a paisagem, a gastronomia e a hospitalidade.

Fernando Perna explicou alguns dos fatores que tornam o Rally de Portugal um evento de enorme projeção e rendibilidade para os locais onde se realizam as provas. Desde logo, o especialista referiu o facto de se tratar de um evento vivido em grupo, as pessoas juntam-se para assistir ao Rally e a estada média nos locais foi de três noites. Relevante é ainda o facto de que, para um em cada cinco inquiridos, esta foi a primeira deslocação à região Norte. Igualmente importante é a intenção em regressar, manifestada por seis a nove pessoas, em cada dez entrevistados.

“A política de eventos é cada vez mais importante para atrair visitantes”, disse Fernando Perna. A nível geral outros dados muito significativos para a Região Norte apontados pelo estudo remetem para o número de turistas e visitantes nacionais e estrangeiros, centenas de milhares, tendo 82% deles classificado o destino como bom ou muito bom, e revelado a intenção de regressar à Região.

É um tipo de turismo que gasta dinheiro na economia local, não é a mesma coisa que uma viagem agendada e paga no país de origem, realçou o professor universitário.

Os números permitem pois consolidar o WRC Vodafone Rally de Portugal como um veículo de projeção nacional e internacional de uma boa imagem do Norte de Portugal e em particular de cada um dos 13 municípios que se uniram para que fosse possível o regresso da prova ao Norte do país, depois do Governo ter retirado o apoio de um milhão de euros.

O investimento na edição 2015, por parte do Município de Caminha, foi da ordem dos 150 mil euros. O efeito multiplicador é indiscutível e, como referimos atrás, permitiu melhorar as condições de mais de 18 quilómetros de caminhos florestais, contribuído dias depois para minimizar os efeitos do incêndio que atingiu sobretudo Riba de Âncora, já que os meios dos bombeiros puderam circular com facilidade pela montanha.

reuniao de câmara 25.11 (1)

BRAGA PROMOVE MOSTRA DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO

Sábado, 28 de Novembro, no GNRation

O Município de Braga promove no próximo Sábado, 28 de Novembro, no edifício do GNRation, a II Mostra de Empreendedorismo Criativo.

A iniciativa pretende contribuir para a promoção do empreendedorismo social e reforçar o apoio à criação de novas ideias e respostas que garantam a sustentabilidade das Instituições.

Reconhecendo o seu trabalho inovador, esta II Mostra do Empreendedorismo Criativo contará com a participação de várias associações e instituições de solidariedade social do Concelho de Braga que irão apresentar um vasto leque de produtos institucionais.

O evento, a decorrer das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00, inclui um programa de animação cultural e musical assegurados pela Associação de Reformados e Pensionistas do Centro Histórico, pelo Talentitanto, Projecto SA, ACIJE e pelo Mercadinho Criativo.

As sociedades actuais enfrentam desafios que “exigem uma intervenção mais inovadora, sustentável e geradora de valor social e económico”, como refere o vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques.

Nesta perspectiva e por forma a desenvolver um Concelho mais empreendedor, o Município de Braga “tem fomentado o espírito de iniciativa e do empreendedorismo como um dos motores de inovação e de resposta eficiente à crescente complexidade dos fenómenos sociais”.

MELGAÇO EXPÕE "O CORÇO"

Até 10 de Janeiro de 2016: EXPOSIÇÃO: ‘O CORÇO’

Recepção Porta de Lamas de Mouro

A Exposição ‘O Corço’, que foi inaugurada no início deste mês de Novembro, está patente até dia 10 de Janeiro de 2016 na Recepção da Porta de Lamas de Mouro, em Melgaço.

‘O Corço’ conta com vários elementos relacionados com a espécie, promovendo as suas características físicas e os seus hábitos sociais. Dos vários elementos desta exibição, destacam-se o esqueleto integral (real) de um Corço e um exemplar embalsamado.

Com o propósito de comparar o Corço com os outros cervídeos existentes em Portugal, como o Veado e o Gamo, estão expostas as hastes das três espécies.

SOBRE A PORTA DE LAMAS DE MOURO

Inaugurada em Maio de 2004, a Porta de Lamas de Mouro é uma estrutura do Município de Melgaço, vocacionada para a recepção, recreio e informação dos visitantes do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG).

A Recepção é um espaço especializado para informação genérica e específica sobre o PNPG, com exposição permanente sobre o contexto histórico-geográfico desta área protegida, os seus principais valores naturais e culturais, o Projecto “Portas” e, em especial, os percursos pedestres.

CELORICO DE BASTO REALIZA CONCURSO PECUÁRIO DE RAÇAS AUTÓCTONES

Concurso pecuário de raças autóctones voltou a ser destaque na Sta. Catarina em Celorico de Basto

A Feira Anual de Sta. Catarina terminou em beleza com o concurso pecuário de raças autóctones a juntar mais de 100 cabeças de gado das diferentes raças no recinto do Mercado Municipal. A feira esteve nas ruas de Celorico durante quatro dias e voltou a ser motivo de atração para população e turistas.

_DSC8976

“A Feira Anual de Santa Catarina é um certame que tem vindo a crescer de forma considerável fruto do investimento concertado da Câmara Municipal. As tradições inerentes a esta feira mantêm-se inalteradas mas temos vindo a aprimorar para criar as melhores condições aos feirantes, aos produtores de gado, e por conseguinte a tornar esta feira atrativa também para turistas, uma vez que estamos a investir amplamente neste setor”, disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

_DSC8921

O autarca reforçou ainda tratar-se de um certame “onde se vendem alfaias agrícolas, árvores de fruto e outros artefactos agrícolas mas é também uma feira que em tempos, serviu para que as pessoas se apetrechassem com cobertores e outros adereços quentes para passar o inverno” recordou. “O concurso pecuário das raças Autóctones é uma atividade de referência desta feira que permite aos produtores mostrarem alguns dos seus melhores exemplares de gado bovino e por conseguinte valorizar a atividade. Neste setor não posso deixar de ressalvar a inovação desta feira com o I concurso Inter escolas Agrícolas da raça frísia, razões mais que muitas para tornar esta feira cada vez mais atrativa aos visitantes” concluiu.

_DSC8787

A feira anual de Sta. Catarina decorreu de 22 a 25 de novembro com atividades múltiplas a atrair os visitantes. No último dia, hoje, foi destaque o Concurso Pecuário das raças Autóctones para produtores locais que permitiu premiar os melhores exemplares de gado bovino das diferentes raças e respetivas classes. Em concurso estiveram a raça Minhota, a raça Barrosã e a raça Maronesa.

Segundo o presidente da Casa do Agricultor, Paulo Mota, umas das entidades parceiras na organização do Concurso pecuário, este concurso “serve como estimulo para os produtores de gado bovino”. Um concurso muito participativo por produtores e população.

_DSC8998

Destaque também para o corta mato da Santa Catarina com os alunos do Agrupamento de Escolas e os alunos da Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto, a disputarem os lugares no pódio nas diferentes categorias. Um corta mato característico da Sta. Catarina que percorre troços previamente estipulados pela vila de Celorico de Basto.

Em dia de encerramento da Santa Catarina os presentes puderam assistir à apresentação dos cavalos de raça garrana.

Este ano a Santa Catarina decorreu de 22 a 25 de novembro pelas ruas de Celorico de Basto.

_DSC9104

PÓVOA DE LANHOSO PROMOVE COLHEITA DE SANGUE

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através do Banco de Voluntariado, vai assinalar o Dia Internacional do Voluntariado (5 de dezembro) com uma ação de recolha de sangue, numa iniciativa conjunta com o Instituto Português de Sangue e da Transplantação (IPST, IP).

Esta recolha vai realizar-se no dia 4 de dezembro, uma sexta-feira, entre as 9h00 e as 12h30, nas instalações do Banco de Voluntariado da Póvoa de Lanhoso (na avenida 25 de Abril, junto ao pavilhão municipal).

De modo a preparar e informar sobre esta ação de recolha, uma equipa técnica do Instituto Português de Sangue e da Transplantação dinamizará previamente, no dia 30 de novembro, pelas 15h00, no auditório da Casa da Botica, uma sessão de informação sobre a importância de ser dador/a de sangue, constituindo ao mesmo tempo uma oportunidade para que quem pretenda ser dador/a, possa ver esclarecidas todas as suas eventuais dúvidas.

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso apela à participação da população nesta sessão informativa, de modo a poder estar convenientemente esclarecida sobre a importância de cada contributo e sobre a realização da própria colheita de sangue para participar ativamente na campanha de recolha do dia 4 de dezembro.

Em 1985, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o 5 de dezembro como o Dia Internacional do Voluntariado, passando a data a constituir um motivo para homenagear e reconhecer a dedicação dos/as voluntários à causa e bem comuns.

Neste sentido e com o objetivo de assinalar convenientemente a importância dos/as voluntários/as que, de uma forma genuinamente altruísta e atuante, contribuem para o bem estar e desenvolvimento das comunidades, decidiu a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, promover a realização desta colheita de sangue, numa iniciativa conjunta com o Instituto Português de Sangue e da Transplantação (IPST,IP).

BARCELOS ASSOCIA-SE A MOVIMENTO CONTRA PENA DE MORTE E COMEMORA DIREITOS DO HOMEM

Iluminação do edifício da Câmara Municipal, segunda-feira, 30 de novembro, às 18h00

Barcelos, como Cidade Educadora, associa-se ao movimento “Cidades pela Vida - Cidades Contra a Pena de Morte” pelo terceiro ano consecutivo, que decorre, anualmente, a 30 de novembro, iluminando, nesse dia, o edifício da Câmara Municipal, pelas 18h00.

Integrando ainda esta temática, a Biblioteca Municipal e a Rede de Bibliotecas de Bibliotecas, à semelhança dos anos anteriores, no dia 10 de dezembro, comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos, através da dinamização, na Biblioteca Municipal, de uma sessão concelhia. Na mesma, estará presente Victória Triães, em representação da Amnistia Internacional Portugal, e ainda alunos dos vários agrupamentos de escolas, que irão entregar à Amnistia as cartas da “Maratona das Cartas”, e que, através da música, da poesia e da dramatização procuram salientar a necessidade do respeito pelos Direitos Humanos.

Desde 2012 que a cidade de Barcelos é uma das cidades portuguesas que integra o movimento que defende a abolição mundial da pena de morte. Este evento surgiu pela primeira vez no ano 2002, por iniciativa da Comunidade de Sant’Egidio italiana, que quis assim assinalar o aniversário da abolição da pena de morte no primeiro estado europeu, o Grão-Ducado da Toscânia, a Norte de Itália, no dia 30 de novembro de 1786. Atualmente a celebração é dinamizada em todo o mundo pela Coligação Mundial Contra a Pena de Morte, da qual a Amnistia Internacional faz parte.

BRAGA SUBSTITUI LUMINÁRIAS

Substituição de Luminárias na Via Pública

Na sequência da implementação do projecto “Mais eficiência Energética na Iluminação Pública do Cávado”, que visa melhorar as condições de visibilidade, segurança e poupança energética, o Município de Braga irá proceder à remodelação e substituição de 3.968 luminárias antigas por novos equipamentos de tenologia LED, ao longo do mês de Dezembro.

Assim, os trabalhos terão início na próxima Segunda-feira, dia 30 de Novembro, conforme a seguinte calendarização:

De 30 de Novembro a 9 de Dezembro, será efectuada substituição das luminárias na Avenida António Macedo; Avenida Pe. Júlio Fragata; Avenida Frei Bartolomeu dos Mártires; Avenida Francisco Salgado Zenha; Avenida Miguel Torga; Avenida Porfírio da Silva; Avenida 31 de Janeiro; Rua Bernardo Sequeira; Rua 25 de Abril; Rua Beato Miguel Carvalho; Rua da Restauração; Rua dos Lusíadas; Rua da Universidade e Avenida Artur Soares.

De 11 a 23 de Dezembro, as intervenções serão na Avenida dos Combatentes; Rua de Damão; Rua St.ª Margarida; Rua Martins Sarmento; Rua Fundação Calouste Gulbenkian; RUA Nova de ST.ª Cruz; RUA do Taxa; Rua S. Domingos; Avenida D. João II; Avenida Robert Smith; Avenida Alfredo Barros, Rua Conselheiro Lobato; Rua Pe. Francisco de Almeida; Rua Quinta da Capela; Rua Cidade do Porto; Rua de Vilar; Rua de Gualtar; Quinta das Fontes; Parretas e EN 101 – Nogueira.

De 26 a 29 de Dezembro a substituição das luminárias será executada na Avenida Imaculada Conceição, na Avenida João XXI e na Avenida João Paulo II.

De 11 a 30 de Dezembro serão substituídas 2.484 luminárias nas Freguesias limítrofes.

Nesse sentido, o Município de Braga solicita a maior compreensão e colaboração de todos os Munícipes, durante desenvolvimento desta empreitada.

BRAGA PROMOVE TURISMO JUNTO DOS DEFICIENTES

Roteiro promove Turismo de Braga junto da população com deficiência. Apresentação decorreu no Posto de Turismo

Foi apresentado hoje, dia 25 de Novembro, no Posto de Turismo de Braga, o Roteiro Acessível ‘Profitecla na Rua’. Desenvolvido por alunos do curso de Turismo da Escola Profissional Profitecla, o Roteiro Acessível consiste num itinerário gratuito especialmente adaptado para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002028

O itinerário pressupõe a passagem por diversos pontos turísticos da Cidade de Braga e será realizado no dia 3 de Dezembro, data simbólica por se tratar do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Os interessados em participar nesta iniciativa, que será dirigida pelos próprios alunos que criaram o roteiro, deverão inscrever-se previamente junto do Posto de Turismo através dos seguintes contactos: 253 262 550 ou turismo@cm-braga.pt. As visitas decorrerão entre as 10h30 e as 12h00 e as 14h30 e 16h00.

Segundo António Barroso, do Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara Municipal de Braga, este é mais um passo no sentido de afirmar Braga como Cidade inclusiva e acessível para receber os turistas e também para quem nela vive. “Este é o fruto de um valioso trabalho em rede entre várias instituições e o objectivo é que este roteiro perdure para além do dia 3 de Dezembro e seja posteriormente utilizado pelos nossos serviços”, afirmou, garantindo que o Município está empenhado em eliminar as barreiras arquitectónicas e criar melhores condições para que esta franja da população possa ´melhor usufruir do riquíssimo património da Cidade´.

António Barroso realçou o carácter pedagógico da iniciativa, garantindo que a elaboração do roteiro confere aos jovens uma ´formação prática extremamente valiosa´. “É importante que os alunos percebam as oportunidades que surgem com o incremento dos visitantes e desenvolvimento do sector turístico no Concelho e consigam, com ideias novas e criativas, preencher as lacunas que existem nesta área”, disse, referindo ainda que é ´essencial´ sensibilizar os empresários do comércio, restauração e hotelaria para a mais-valia que representa adaptarem os seus estabelecimentos às necessidades das pessoas com deficiência.

Por seu turno, Hugo Sá, coordenador do Curso Técnico de Turismo da Profitecla, sublinhou que a ideia da criação do roteiro surgiu do compromisso estabelecido com a Associação Portuguesa de Deficientes (APD) de dar ´maior visibilidade e oportunidades às pessoas com deficiência´. “Desses contactos directos surgiu o repto de pensarmos na criação deste itinerário sem barreiras, que teve a adesão imediata das entidades parceiras. Demonstramos aos alunos que há na região quem acredite nas suas ideias e ajude a materializa-as”, adiantou, referindo também que os jovens estão agora ´muito melhor preparados para lidar com a realidade da deficiência´. 

O projecto conta com a parceria do Município de Braga, da Associação Comercial de Braga, da Associação Portuguesa de Deficientes e do Turismo Porto e Norte.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002029

PÓVOA DE LANHOSO SENSIBILIZA PARA A IGUALDADE E EDUCAÇÃO

Póvoa de Lanhoso sensibilizou para a Igualdade e Educação no âmbito de Semana Municipal

“Igualdade, Género, Educação e Cidadania” é como se designa o seminário que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promoveu terça-feira, 24 de novembro, Dia Mundial da Ciência e Nacional da Cultura Científica. Tratou-se de uma iniciativa no âmbito da V Semana Municipal para a Igualdade e a Educação, que decorreu entre 19 e 25 de novembro.

Seminario Semana Igualdade e Educacao 3

A Vice-Presidente e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca, representou a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso na abertura deste seminário, no Theatro Club. “Durante vários dias temos debatido temáticas associadas à igualdade de género e, este ano, decidiu a Autarquia acrescentar a vertente da Educação, pois é essencialmente através da escola que é desenvolvido grande parte do trabalho nesta área”, começou por referir. De acordo com esta responsável, a igualdade de género e o apoio a vítimas de violência doméstica tem recebido uma atenção especial dos serviços educativos e da ação social da autarquia. “De há uns anos a esta parte, através da criação do serviço para a promoção da igualdade de género, temos realizado um trabalho de sensibilização e de intervenção junto de diversos públicos que tem merecido o reconhecimento de várias entidades”, notou.

Seminario Semana Igualdade e Educacao 2

Gabriela Fonseca falava no início dos trabalhos, sendo que também intervieram por parte da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Rosa Oliveira, e, por parte da Direção Geral de Educação, Maria Teresa Abreu. “Entendemos que esta é uma área à qual um concelho que se quer desenvolvido e humanista não pode deixar de prestar a devida atenção. A promoção de uma cidadania inclusiva, o combate à violência nas relações, o relembrar permanentemente dos direitos dos homens, em geral, e das crianças, em particular, são temas que devem merecer uma permanente reflexão de forma a serem orientadas políticas municipais capazes de os promover e de os defender”, prosseguiu a Vice-Presidente, destacando o reconhecimento da Póvoa de Lanhoso, pelo sexto ano consecutivo, como uma das autarquias mais familiarmente responsáveis do país. “Este galardão é consequência do trabalho social e de educação que diariamente praticamos. Aqui também se inserem as ações promovidas no âmbito do serviço de promoção da igualdade de género, que em muito contribui para o bem estar das famílias que dele beneficiam. Este é um trabalho muito exigente que envolve as escolas, as famílias, o importante apoio da rede social. Toda a comunidade é chamada a participar neste desafio de construirmos uma sociedade mais justa e inclusiva”, considerou.

Apresentado o grupo “+ Igualdade”.

Durante este Seminário foi ainda apresentado o grupo “+ Igualdade - conselho local para a cidadania e igualdade” composto por pessoas internas e externas à autarquia, com diferentes áreas de formação e de atividade profissional. “Percebemos que era importante ter uma equipa de trabalho que nos ajudasse de forma autónoma nos processos que já realizamos a pensar esta temática da procura permanente de novas visões e de como intervir. A ideia é de ter um grupo multidisciplinar de várias sensibilidades e formação que possa questionar, refletir e sugerir caminhos na área da igualdade, constituindo-se assim como uma consciência crítica”, explicou Gabriela Fonseca, para quem o sucesso do trabalho realizado “é essencialmente fruto do envolvimento de vários agentes e muito da dedicação individual quer de técnicos da autarquia quer dos professores e ainda dos técnicos das instituições que são parceiras da autarquia”. Na plateia, estiveram estudantes, professores, técnicos e representantes de diversas entidades locais.

Seminario Semana Igualdade e Educacao 1

BRAGA MELHORA SINALIZAÇÃO JUNTO ÀS ESCOLAS

Sinalização melhora acesso às escolas do Agrupamento Mosteiro e Cávado. Projecto foi um dos vencedores do OP Escolar

O Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado inaugurou hoje, 25 de Novembro, as placas de identificação e sinalização dos seus nove estabelecimentos de ensino. Este foi um dos três projectos vencedores da primeira edição do Orçamento Participativo (OP) Escolar do Município de Braga e o primeiro a ser concretizado.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002025

O momento foi acompanhado pela vereadora da Educação, Lídia Dias, que considerou o projecto uma “mais-valia não só para o Agrupamento, como também para o todo o território”. A vereadora da Educação recordou que o OP Escolar constitui um importante canal de cidadania e participação cívica ao serviço das escolas. “Este projecto teve a capacidade de mobilizar e motivar a comunidade escolar do Concelho para uma participação activa, crítica e consciente”, lembrou Lídia Dias.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002026

Já o director do Agrupamento Mosteiro e Cávado, António Vilaça, agradeceu ao Município de Braga a “oportunidade de participar no OP Escolar e de concretizar um projecto que vem melhorar a sinalização e a identificação das escolas do Agrupamento”.

Segundo António Vilaça, os edifícios escolares estão “implantados numa área geográfica algo confusa, com diversas vias de acesso que dificultam a chegada da grande maioria dos interessados ou dos visitantes menos conhecedores destas localidades”.

Neste sentido, o Agrupamento procedeu à colocação de 50 placas nos diversos cruzamentos e entroncamentos das freguesias da sua área de influência (Padim da Graça, Mire de Tibães, União de Freguesias de S. Paio, Panoias e Parada de Tibães e a União de Freguesias de Frossos e S. Pedro de Merelim), desde a estrada principal até aos edifícios escolares.

Além do Agrupamento do Mosteiro e Cávado, a primeira edição do OP Escolar do Município de Braga contemplou os projectos do Agrupamento de Escolas de Maximinos e do Agrupamento de Escolas Francisco Sanches que se encontram em vias de conclusão.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002027

COMÉDIAS DO MINHO APRESENTA EM CERVEIRA A PEÇA "TRANSPORTADORES"

“Transportadores” rumam a Cerveira para espetáculo

As Comédias do Minho apresentam, entre esta quinta-feira e sábado, em Vila Nova de Cerveira, “Os Transportadores”, projeto vencedor da Bolsa de Criação Isabel Alves Costa, pelo coletivo Radar 360º. Espetáculo sobe ao palco de Lovelhe e do Cineteatro, com entrada gratuita.

Transportadores - Foto 2 Teresa Couto

Com direção artística de António Oliveira, esta é uma iniciativa conjunta do Festival Internacional de Marionetas do Porto e das Comédias do Minho em coprodução com o Teatro Municipal do Porto - Rivoli e Campo Alegre.

“Os Transportadores” propõem-se a viajar por paisagens desconhecidas, correndo os riscos necessários para encontrar uma escrita poética, filosófica e utópica sobre a nossa própria Humanidade. Lê-se na sinopse: “Os Transportadores são nómadas contemporâneos! Passageiros das suas próprias viagens. Constroem narrativas abstratas a partir de percursos poéticos e efémeros e no espaço. Pelo caminho vão encontrando e acumulando… O seu património é material e imaterial. Questionam o excesso, a carência, o desperdício, o alto consumo, a sociedade fabricada, a natureza bruta… a memória individual e a (in)consciência coletiva, da e na, sociedade contemporânea. Passam uma noite, mas seguem viagem…numa deambulação contínua, resultante duma necessidade compulsiva de avançar nesta mobilidade da utopia! (…)”.

O espetáculo, que teve estreia no Porto, anda a percorrer os cinco concelhos do Vale do Minho. Vila Nova de Cerveira recebe duas sessões d ‘ “Os Transportadores”, nomeadamente na sexta-feira e sábado, no Cineteatro, às 21h30, com entrada livre. Para esta quinta-feira, 26 de novembro, está agendada para a sede da Junta de Freguesia de Lovelhe, às 21h30, uma primeira apresentação do espetáculo, com o nome ‘Personagens Paralelas’.

GABRIEL MATOS DÁ ESPETÁCULO EM MELGAÇO

05 DE DEZEMBRO, CASA DA CULTURA DE MELGAÇO

ESPECTÁCULO: GABRIEL MATOS – SPOKEN MEMORIES

21H30, ENTRADA LIVRE

O Município de Melgaço será palco da apresentação do primeiro disco de originais de Gabriel Matos, no dia 5 de Dezembro, às 21h30, na Casa da Cultura.

‘Spoken Memories’ é um álbum de estilo Pop/Rock e «o ponto mais alto» na carreira de Gabriel. Natural de Monção, tem 17 anos e desde os 11 que decidiu investir no mundo da música. Um medley do CD pode ser ouvido aqui.

O espectáculo é de entrada gratuita.

SOBRE A CASA DA CULTURA DE MELGAÇO

A Casa da Cultura de Melgaço é um serviço público que tem por finalidade promover e valorizar o património cultural de Melgaço, tendo em vista a compreensão, permanência e construção da identidade do concelho e a democratização da cultura.

Este espaço de encontro e convívio está aberto à intervenção e dinâmica cultural do concelho, e coloca à disposição do público uma agenda recheada de um conjunto de iniciativas para dinamizar a vida cultural de Melgaço.

BRAGA PREMEIA TALENTO DOS JOVENS CRIADORES DE MODA

Gala decorre a 17 de Janeiro no Theatro Circo

São sete os jovens criadores Bracarenses que a 17 de Janeiro do próximo ano, irão levar as suas peças de vestuário, à gala final do concurso ‘Jovens Criadores’. O concurso, com o tema ‘Theatro Circo: 100 anos de História’ resulta de um desafio proposto pelo Município de Braga aos jovens criadores do Concelho, com o objectivo de incentivar o espirito criativo e inovador na área da moda, nomeadamente no vestuário, calçado e joalharia.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002017

Este projecto, que conta com o apoio da Associação Comercial de Braga (ACB), AIMinho, Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), e do movimento DishMob, apresenta-se como uma ‘rampa de lançamento’ para os jovens criadores Bracarenses. “Esta iniciativa pretende dar um impulso aos jovens do Concelho de Braga, destacando e premiando as suas capacidades criativas e empreendedoras na área da moda”, referiu Eva Sousa, da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação da gala, que decorreu esta Quarta-feira, 25 de Novembro, no Theatro Circo.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002013

Como explicou a responsável, o concurso destina-se a jovens naturais ou residentes no Concelho de Braga, com idades compreendidas entre os 16 e os 35 anos, com ou sem formação de produção de moda. De 12 candidaturas a concurso, foram seleccionadas sete para gala final. “Este será o culminar de um esforço conjunto. Ao longo de alguns meses os jovens estiveram ligados a um plano de mentoria desenvolvido por várias entidades com o intuito de acrescentar valor às suas peças”, sublinhou Eva Sousa.

Esta foi uma iniciativa recebida de ‘braços abertos’ pelos parceiros. António Marques, presidente da Associação Industrial do Minho, valorizou a “excelência do projecto”, que vai permitir que apareçam novos intervenientes numa área que vive da “magia e criatividade” da juventude. “Esta é uma excelente ideia que merece o aplauso ilimitado da AIMinho. Valorizamos muito esta iniciativa e predispomo-nos a apresentar as novas ideias destes criadores às nossas empresas que, apesar de serem tradicionais, têm um grau de inovação e criatividade muito elevado”.

Segundo António Marques, Braga, com as suas ideias e políticas que fomentam a participação e empreendedorismo jovem, está a tornar-se num exemplo a vários níveis. “A Câmara Municipal de Braga está a demonstrar que a liberdade, a cidadania e a afirmação empresarial requerem que tenhamos uma ‘banda larga’ de ideias livres. Só há criatividade e inovação se houver liberdade e valores referentes à economia de mercado. Assim, à semelhança do que acontece no Município de Braga, que percebe e executa bem estes conceitos, espero que o País e a Europa também entendam que este é o caminho a seguir”, afirmou.

Por seu turno, Carla Simões, uma das participantes neste concurso, agradeceu a oportunidade de poder demonstrar sua criatividade, numa área onde espera fazer carreira. “O Município de Braga está a dar um passo muito importante na valorização dos seus jovens criadores. Muitos de nós já fazemos peças há algum tempo e aqui podemos mostrar todas as nossas capacidades”, sublinhou.

A apresentação da gala ‘Jovens Criadores’ contou também com a presença de Manuel Barros, director regional do Norte do IPDJ, de Daniel Vilaça, da ACB e de Paula Carvalho do movimento DishMob.

Na gala, haverá um júri nomeado pelo Município que irá escolher os vencedores. Para além de um prémio monetário, no valor de 500€, 300€ e 250€, atribuído aos três primeiros classificados respectivamente, as peças serão expostas ao público num espaço cedido pelo Liberdade Street Fashion.

CMB25112015SERGIOFREITAS0000002016

GALIZA NÃO ESQUECE MARIA RODRIGUES, LIMIANA ACUSADA DE BRUXARIA E QUEIMADA VIVA EM COMPOSTELA

A comissom de história da Gentalha do Pichel editou para o dia de hoje um novo cartaz da série "Galiza nom esquece". Como sempre ficam à tua disposiçom no centro social. Como di a nossa campanha: Nem vítimas nem submissas, somos mulheres combativas!!!

Maria Rodrigues, Nascida em Ponte de Lima, Portugal, menzinheira viúva. Foi capturada e levada do bispado de Tui ao Tribunal da Inquisiçom de Compostela em 1577 para ser julgada por “delictos de bruxaria”. Mutilada e desfalecida, foi torturada até que “confessou” o que os inquisidores queriam: que tinha trato carnal com o demo.

Conduzida a um estrado na catedral, abjurou. Recebeu 200 lategadas e foi desterrada.

Em Agosto de 1579 voltou a ser sequestrada e torturada até que confesou os mesmos “delictos”.

O dia 30 de Novembro desse ano foi assassinada queimada viva na Praça do Campo, hoje Praça do Pam (Cervantes), de Compostela aos 38 anos de idade.

Fonte: Gentalha do Pichel

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE CICLO GASTRONÓMICO DO COZIDO À MINHOTA

Ciclo Gastronómico do Cozido à Minhota realiza-se nos dias 28 e 29 de Novembro

No próximo fim-de-semana, dias 28 e 29 de Novembro, decorrerá em Arcos de Valdevez mais uma edição dos Ciclos Gastronómicos, desta vez dedicado ao tradicional “Cozido à Minhota”.

Este é um prato de distinção na gastronomia Arcuense, confecionado com produtos locais de qualidade e com um tratamento especial das muitas carnes que o compõe, nomeadamente o presunto, a galinha caseira, a orelheira salgada, o toucinho entremeado, o chouriço de carne, a sanguinha, o entrecosto, entre outras. Para acompanhar esta iguaria, temos para oferecer os excelentes Vinhos Verdes, também produzidos localmente, e como sobremesa, sugerimos o Bolo de discos, o Bolo de Mel do Soajo e os Charutos de Ovos, com Laranja de Ermelo, os quais compõem a tradicional doçaria Arcuense. Esta é uma oportunidade única para fazer um roteiro gastronómico singular e genuíno pelos sabores tradicionais de Arcos de Valdevez, nesta edição que conta com a participação de 16 restaurantes.

Na sua visita a Arcos de Valdevez, ainda terá a oportunidade de passar um fim de semana de convívio e lazer em família num ambiente saudável, onde poderá visitar a Feira do Fumeiro, que decorrerá no Campo do Trasladário, visitar a “Porta do Mezio” e participar em caminhadas, realizar trilhos pedestres e passeios de todo o terreno, usufruindo das paisagens deslumbrantes do Parque Nacional Peneda-Gerês.

Venha até Arcos de Valdevez, abanque num dos nossos restaurantes e experimente um assombro de paladares! “O Cozido à Minhota, fossado, esgravatado e escorneado”.

Restaurantes Aderentes:

A Floresta, Alameda, Casa Real Matadouro, Caxena – Restaurante, Churrasqueira do Mercado, Churrasqueira Ponte Nova, Churrasqueira do Braseiro, Costa do Vez – Grill, Manjar das Hortas, Parmegianna, Minho Verde, O Barriguinhas, O Lagar, O Pote, Foral de Valdevez, Saber ao Borralho.

         FEIRA DO FUMEIRO DE ARCOS DE VALDEVEZ

                     28 e 29 de NOVEMBRO de 2015

PROGRAMA

28 de Novembro : Sábado

10h00 - Abertura “Feira de Fumeiro de Arcos de Valdevez”

           - Campo do Trasladário

12h30 – Ciclo Gastronómico do Cozido à Minhota

               Restaurantes Aderentes

21h30 – Cantares ao Desafio: “Carminda”; “Zé Manel” e “Leiras”

20h00 – Ciclo Gastronómico do Cozido à Minhota

             Restaurantes Aderentes

22h00 - “António Zambujo” – Concerto a Solo

               Música: Fado/Tradicional – Auditório da Casa das Artes

23h00 - Encerramento da “Feira de Fumeiro de Arcos de Valdevez”

         - Campo do Trasladário

29 de Novembro : Domingo

10h00 - Abertura da “Feira de Fumeiro de Arcos de Valdevez”

           - Campo do Trasladário

12h30 – Ciclo Gastronómico do Cozido à Minhota

               Restaurantes Aderentes

15h30 – Atuação do Grupo de Música Tradicional e Popular Portuguesa “Cantares de Outono”

             Campo do Trasladário

19h00 - Encerramento “Feira de Fumeiro de Arcos de Valdevez”

           - Campo do Trasladário

VIZELA APOSTA NO TURISMO

Autarquia sensibiliza alunos do Concelho para a promoção e preservação turística

No passado dia 19 de novembro, os serviços de Turismo da Câmara Municipal de Vizela promoveram uma apresentação aos alunos do curso Vocacional do 9º ano da Escola Secundária de Vizela, iniciando assim uma ação de sensibilização para a importância e preservação dos locais turísticos do Concelho.

Ação ESV

Durante cerca de duas horas, os alunos puderam colocar várias questões sobre as atividades desenvolvidas pelo setor de turismo da Autarquia e sobre qual a influência e as principais atividades que a Câmara Municipal realiza no âmbito da promoção turística.

Foram ainda apresentados aos alunos os principais materiais promocionais distribuídos na Loja Interativa de Turismo, tendo sido efetuado um reconhecimento pormenorizado do mapa turístico de Vizela.

No âmbito desta iniciativa de colaboração, que passará por promover e estreitar uma ligação entre os serviços de Turismo e as escolas locais, está prevista a realização de outras ações futuras, como a organização de visitas guiadas aos alunos, no sentido de lhes ser incutida uma maior valorização do património e de todas as potencialidades turísticas do Concelho.

Conhecer, sensibilizar e preservar, foram as palavras-chave deixadas aos alunos.

PEÇA DE TEATRO “RECORTES DE MIM” ASSINALA DIA INTERNACIONAL PARA A ELIMINAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

Com encenação de Ilídio Castro e texto de Rita Nicolau, a peça sobe ao palco esta sexta-feira, dia 27 de novembro, pelas 21h30, na Escola Profissional de Monção, sendo interpretada pelos alunos da Universidade Sénior de Monção, disciplina de expressão dramática, abordando diversas histórias de mulheres vítimas de violência doméstica. A entrada é gratuita.

Para assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, celebrado hoje, quarta-feira, os alunos da Universidade Sénior de Monção, disciplina de expressão dramática, apresentam, no dia 27 de setembro, sexta-feira, pelas 21h30, na Escola Profissional de Monção, a peça de teatro “Recortes de Mim”. A entrada é gratuita.

Com encenação de Ilídio Castro e texto de Rita Nicolau, a peça aborda diversas histórias de mulheres vítimas de violência doméstica. O objetivo é sensibilizar a população local para a problemática e levar uma mensagem de esperança e coragem às vítimas deste flagelo social. O último ensaio decorre esta tarde, entre as 16h00 e as 18h00, no local do espetáculo.

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres foi criado oficialmente em 1999, estando relacionado com a homenagem a Tereza, Mirabel-Patricia e Minerva, presas, torturadas e assassinadas em 1960, a mando do ditador da República Dominicana, Rafael Trujillo.

De acordo com dados da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), as mulheres representam 85 por cento das pessoas atendidas na rede nacional de apoio à vítima. A celebração desta data visa alertar a sociedade para esta temática, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos.

MUNICÍPIO DE VIZELA PROMOVE AÇÃO DE PARCERIA COM TAXISTAS LOCAIS

No passado dia 17 de novembro, teve lugar na Casa das Coletividades, uma ação de sensibilização, com o objetivo de criar uma parceria entre os serviços de Turismo da Câmara Municipal de Vizela e os taxistas locais.

Ação CMV Taxistas

O objetivo desta parceria é o envolvimento de todos os taxistas num conhecimento mais aprofundado sobre a oferta turística do concelho de Vizela.

Com a dinâmica da Loja Interativa de Turismo é possível perceber que há uma maior procura por parte de turistas que pretendem visitar os principais pontos de interesse, pelo que têm sido encaminhados para o recurso aos nossos taxistas que têm realizado várias viagens, em particular, ao Santuário de S. Bento.

O objetivo dos serviços de Turismo é responder a todas as necessidades dos turistas e visitantes, daí que anualmente são organizadas visitas guiadas nos meses de verão. Contudo, a dinamização da atividade económica local é outros dos pontos chave, pelo que é importante envolver todos os empresários que possam beneficiar da atividade turística.

Deste modo, foi criado um manual turístico específico para ser distribuído por todos os taxistas de Vizela, onde se encontram assinalados, por freguesias, os principais pontos de interesse, bem como as suas descrições relevantes. Foi também distribuído um conjunto de material promocional, onde se incluiu o mapa turístico de Vizela e outras brochuras e flyer’s, com o intuito de que possam estar sempre disponíveis nas viaturas de todos os taxistas. Para além de algum merchandising turístico, foi ainda oferecido a cada taxista uma monografia e um vídeo promocional sobre Vizela.

Acreditamos que, quanto mais informados estiverem todos os trabalhadores desta área, mais facilmente será alcançado o objetivo de agradar aos nossos visitantes e turistas, fazendo-os assim voltar e melhor divulgar a nossa Cidade e Concelho.

Entendemos que o contacto direto com visitantes e turistas capacitam todos os taxistas de informações relevantes para melhorarmos a Cidade e Concelho, tornando-a cada vez mais atrativa.

Por isso, no final da apresentação foi gerado um tempo para debate, onde foram partilhadas algumas sugestões.

GUIMARÃES REÚNE AMANHÃ EXECUTIVO MUNICIPAL

Agenda do Executivo Municipal para a reunião de Câmara de 26 de novembro de 2015

41 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião de Câmara programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Uma informação sobre o início do procedimento para a obra de ligação da rotunda de Mouril à Variante de Creixomil vai ser apreciada esta quinta-feira, 26 de novembro, em reunião ordinária do Executivo Municipal agendada para as 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara de Guimarães.

Entre os pontos da ordem de trabalhos está também um pedido de parecer prévio sobre a aquisição de serviços para a execução integral do projeto de reabilitação e refuncionalização do edifício da fábrica Freitas & Fernandes para novas instalações do Instituto da UNU – Universidade das Nações Unidas e da AMA – Agência para a Modernização Administrativa.

A Vereação apreciará uma proposta de celebração de adenda aos Protocolos de Colaboração com os Agrupamentos de Escolas no âmbito das AEC, referente ao ano letivo 2015/2016, bem como será votada a aquisição de serviços técnicos especializados na área da iniciação musical, atividade física e motora para os jardins de infância de Quinta do Vale e Valinha/Polvoreira e Centro Escolar de Ronfe, no âmbito das Atividades de Animação e Apoio à Família (janeiro a julho de 2016).

Durante a reunião, será deliberada a emissão de certidões de interesse público municipal para seis empresas. Noutro âmbito, o Executivo Municipal votará propostas para a atribuição de subsídios e apoios às Festas Nicolinas 2015, Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães, Associação de Reformados e Pensionistas de Guimarães, Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Guimarães, Centro Social Paroquial de Vila Nova de Sande, Associação de Folclore e Etnografia de Guimarães, Sociedade Martins Sarmento e Instituto de Design.

A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 - Erros e Omissões - Empreitada de “Adaptação da Antiga EB1 do Bairro/Pevidém para Escola de Música

02 - Relatório de Monitorização dos PEIM - Projetos Económicos de Interesse Municipal até 11 de novembro de 2015

03 - Informação Início Procedimento - empreitada “Ligação da rotunda de Mouril à Variante de Creixomil”.

04 - VITRUS - Execução Orçamental - 3.º Trimestre de 2015

05 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 12 de novembro de 2015

06 - União de Freguesias de Sande S. Lourenço e Balazar - Alteração ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências - Ano de 2015 - Primeiro Aditamento

07 - Casa da Penha e terreno associado - Alteração simplificada da delimitação da reserva ecológica nacional.

08 - Contratos a Celebrar com a CASFIG - Coordenação de Âmbito Social e Financeiro das Habitações do Município de Guimarães, EM, Unipessoal Lda – Relativos a 2016

09 - Aquisição de serviços técnicos especializados na área da iniciação musical para os Ji's de Quinta do Vale e Valinha/Polvoreira e Centro Escolar de Ronfe, no âmbito das Atividades de Animação e Apoio à Família - janeiro a julho de 2016.

10 - Aquisição de serviços técnicos especializados na área de atividade física e motora para os Jardins de Infância de Quinta do Vale e Valinha - Polvoreira e de Ronfe, no âmbito das Atividades de Animação e Apoio à Família

11 - Pedido de Parecer Prévio – Aquisição de serviços para a execução integral do projeto de Reabilitação e Refuncionalização do Edifício da Fábrica Freitas & Fernandes para novas instalações do Instituto da U.N.U. e A.M.A.

12 - Comodato - EB1 de Candoso S. Tiago - União das Freguesias de Candoso S. Tiago e Mascotelos

13 - Doação de Tela sobre o Ano Missionário 2015-2016 ao Arciprestado de Guimarães e Vizela

14 - Associação de Municípios do Vale do Ave - Ratificação da comparticipação do Município de Guimarães à candidatura digitAVE – Ave Tecnológico 2013.

15 - Associação para a Promoção do Desenvolvimento Sustentável - Laboratório da Paisagem de Guimarães - Designação dos representantes do Município de Guimarães nos órgãos sociais

16 - Associação Psicologia Universidade do Minho - Designação dos representantes do Município de Guimarães nos órgãos sociais.

17 - Constituição de uma Associação para a Divulgação da Ciência em Guimarães e Aprovação dos Respetivos Estatutos

18 - Alteração de trânsito na Rua Padre Puga, freguesia de Azurém.

19 - Alteração de trânsito na Rua Nossa Srª de Fátima, freguesia de Pencelo.

20 - Só Cubos Granitos Unipessoal Lda. - Emissão da certidão de interesse público municipal para efeitos e âmbito do decreto de lei 165/14 de 5 de novembro

21 - Pinto Brasil, Fábrica de Máquinas Industriais, S.A. - Emissão da certidão de interesse público municipal para efeitos e âmbito do decreto de lei 165/14 de 5 de novembro

22 - Domingos de Sousa & Filhos S.A. - Emissão da certidão de interesse público municipal para efeitos e âmbito do decreto de lei 165/14 de 5 de novembro.

23 - Empresa Industrial SamPedro, S.A. - Emissão da certidão de interesse público municipal para efeitos e âmbito do decreto de lei 165/14 de 5 de novembro

24 - Polopiqué - Comércio de Indústria de Confeções, S.A. - Emissão da certidão de interesse público municipal para efeitos de autorização de construção.

25 - Fábrica de Tecidos do Carvalho, Lda - Emissão da certidão de interesse público municipal para efeitos de autorização de construção.

26 - EB1/JI da Charneca - Cedência de Autocarro

27 - EB1 Salgueiral - Cedência de Autocarro

28 - Proposta de celebração de Adenda aos Protocolos de Colaboração com os Agrupamentos de Escolas no âmbito das AEC - Ano letivo 2015/2016

29 - Atribuição subsídio à Escola Secundária Francisco de Holanda - ciclo de seminários sobre Educação

30 - Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos – Apoios à Habitação ao abrigo da alínea e) do artigo 2º do Regulamento Municipal

31 - Alteração do nome do Espaço Informação Mulher - EIM

32 - Subsídio à Associação de Reformados e Pensionistas de Guimarães – 2015 ao abrigo do n.º 6 do artigo 9º do Regulamento n.º 607/2010 de 15 de julho

33 - Subsídio ao Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Guimarães – 2015 ao abrigo do n.º 6 do artigo 9º do Regulamento n.º 607/2010 de 15 de julho

34 - Subsídio ao Centro Social Paroquial de Vila Nova de Sande – 2015 ao abrigo do n.º 6 do artigo 9º do Regulamento n.º 607/2010 de 15 de Julho

35 - Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães – subsídio para utilização do Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor

36 - Associação de Folclore e Etnografia de Guimarães - atribuição de subsídio

37 - Nicolinas 2015 - apoios

38 - Sociedade Martins Sarmento - atribuição de subsídio

39 - Instituto Design - Subsidio para financiamento da Exposição Era Uma Vez e Atividades em 2016

40 - Associação Académica da Universidade do Minho - Colaboração do Município para a realização do evento Working Ideas - 2015 (LIFTOFF)

41 - Aprovação da Ata em Minuta 

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (26.11.2015): http://we.tl/7Puj28EJvi (link disponível até 01 de dezembro 2015)

TERRAS DE BOURO É MUNICÍPIO PILOTO NA APLICAÇÃO DO SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA

Município de Terras de Bouro integra grupo de entidades piloto para aplicação do SNC-AP

O Município de Terras de Bouro foi convidado, pelo Secretário de Estado Adjunto e do Orçamento, a integrar o grupo de entidades piloto para aplicação em 2016 do Sistema de Normalização Contabilística para as Administrações Públicas (SNC-AP), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 192/2015, de 11 de setembro.

Aplicação SNC-AP

Se por um lado este convite representa um desafio de elevada exigência para os serviços financeiros da autarquia, dadas as significativas alterações que este diploma vem introduzir no sistema contabilístico das Administrações Públicas, é, por outro lado, o reconhecimento, por parte da Administração Central, do mérito, excelência e da valia técnica dos profissionais da área financeira da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

Foto Site

CARNE MINHOTA TEM FESTIVAL EM PONTE DE LIMA

I Festival da Carne Minhota em Ponte de Lima realiza-se de 27 a 29 de novembro na Expolima

Abre sexta-feira, às 15 horas o I Festival da Carne Minhota, numa iniciativa do Município de Ponte de Lima, com o objetivo de promover a Carne Minhota, um produto endógeno de características únicas, proveniente da raça bovina Minhota.

O certame, que vai decorrer na Expolima, centra-se em duas áreas distintas, a parte da mostra de Bovinos de Raça Minhota, a área da exposição/venda, e a zona de restauração, com uma oferta gastronómica baseada na carne de raça Minhota, sendo o “Naco da Minhota” e a “Espetada do Brutus”, as principais sugestões.

Mais uma vez, o Município aposta num evento gastronómico, que abrange toda a restauração aderente ao projeto ‘Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta’, considerado como uma alavanca à dinamização económica do concelho e da região.

O programa desta 1ª edição do Festival da Carne Minhota conta com um conjunto de atividades, relacionadas com a temática, nomeadamente os Showcookings, promovidos pela APETECE – Associação Portuguesa de Turismo de Culinária e Economia e pela APACRA – Associação Portuguesa de Criadores de Bovinos de Raça Minhota; bem como a exibição da equipa limiana, participante no programa da RTP 1 – Cook Off – Duelo de Sabores, vice-campeã nacional desta competição, que percorreu o país, promovendo a gastronomia portuguesa.

Dirigida para um público diversificado, o programa contempla ainda a realização de workshops infantis – “Mini-Chefs – Lanches infantis” e a apresentação do livro “Viagens pelas Receitas de Portugal” da autoria de José Carvalheira, estando a apresentação a cargo do Dr. José Borralho – Presidente da Direção da APETECE.

O I Festival da Carne Minhota, vai ser transmitido em direto pelo programa Aqui Portugal da RTP 1, no sábado entre as 14h00 e as 20h00. De Ponte de Lima, para o Mundo, venha conhecer a riqueza gastronómica do concelho de Ponte de Lima.

Para mais informações consulte o programa em: www.cm-pontedelima.pt

APELO AOS MINHOTOS QUE VIVEM NA REGIÃO DE LISBOA

A Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha, o Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima e a Sociedade Filarmónica de Vieira do Minho vão no próximo dia 29 de novembro, desfilar na avenida da Liberdade, em Lisboa, rumo à Praça dos Restauradores, no âmbito das comemorações do dia 1º de dezembro, dia da Restauração da Independência Nacional.

Estas três bandas filarmónicas minhotas participam nestas celebrações em representação dos distritos de Viana do Castelo e Braga, além naturalmente dos respetivos concelhos de proveniência – Viana do Castelo, Ponte de Lima e Vieira do Minho.

A iniciativa que conta com mais de mil e quinhentos músicos, integrando um total de 30 entidades, incluindo 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis, é uma iniciativa do Movimento 1º de Dezembro que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

Vivem na região de Lisboa vários milhares de minhotos e seus descendentes que, naquela tarde de domingo, numa manifestação de patriotismo e apego às suas origens, têm uma oportunidade de acolher na capital, com o seu aplauso, o desfile e a atuação das referidas bandas filarmónicas da nossa região.

Apela-se, pois, a que todos os minhotos se concentrem no lado direito, no sentido descendente, do último quarteirão da avenida da Liberdade, antes da entrada da Praça dos Restauradores, levando consigo elementos identificadores do Minho e das respetivas associações regionalistas.

- Vamos dar o nosso apoio à Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha, ao Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima e à Sociedade Filarmónica de Vieira do Minho!

Restauração 2014 098

CRAV SUB-18 JOGA À PROCURA DA VITÓRIA

A receção, no passado sábado, à equipa do CDUP não correu da melhor forma para os jogadores sub-18 do CRAV.

sub-18 crav vs cdup(1)

Os jogadores arcuenses aguardavam por um jogo que prometia ser um grande desafio, pois o último confronto tinha sido favorável ao CDUP.

De forma a reverter esta tendência, os jovens do CRAV entraram em campo com o propósito de pressionar o adversário, tendo, numa fase inicial do jogo, conseguido manter a pressão e estar perto de inaugurar o marcador.

Mas a forte oposição do CDUP fez com que o CRAV acabasse por ceder e perder o jogo, com um resultado final de 0-26.

De um modo geral, a equipa técnica considera que a equipa subiu de nível, apesar do resultado desfavorável.

No próximo fim-de-semana, os sub-18 do CRAV deslocam-se a Guimarães, para um encontro a contar para a Taça de Portugal.

sub-18 crav vs cdup(2)

CRAV AGUERRIDO SOFRE MAIS UM DELIZE

No dia 21 de novembro, o Estádio Municipal de Rugby de Arcos de Valdevez foi palco de um confronto entre CRAV e Cascais. Os jogadores do CRAV mostraram-se mais aguerridos nesta jornada, mas acabaram por sucumbir frente aos visitantes por 18-40.

equipa_crav

Na primeira parte do encontro a equipa da casa demonstrou uma enorme atitude e inaugurou o marcador. O jogo foi-se mantendo equilibrado, com as duas equipas a somar pontos ao longo dos 40 minutos. Porém, o Cascais partiu para o intervalo em vantagem, por 15-22, ao marcar mais um ensaio mesmo no último minuto.

Na segunda parte, o CRAV foi perdendo a sua robustez e permitiu que o Cascais dilatasse a sua vantagem.

É de realçar que os dois ensaios do CRAV foram marcados por Sam Steventon.

No dia 28, o CRAV tem mais uma difícil deslocação à capital para um frente a frente com o CDUL.

INATEL REALIZA GALA DE RECONHECIMENTO SOCIAL

Reconhecer – Gala de Reconhecimento Social da Fundação INATEL: Cerimónia de atribuição de apoios aos selecionados dos projetos sociais da entidade.

No próximo dia 29 de novembro, a partir das 15 horas, decorrerá na Sala Portugal, da Sociedade de Geografia de Lisboa, a cerimónia “Reconhecer – Gala de Reconhecimento Social 2015”, um evento que pretende reconhecer publicamente o mérito de cidadãos e entidades que se destacaram no domínio social, assim como atribuir apoios aos selecionados dos projetos sociais da entidade, como sendo: “Mealheiro Solidário” e “Fundo de Inovação Social”.

Através de campanhas e eventos solidários realizados ao longo do ano, o projeto “Mealheiro Solidário”, angariou fundos destinados a: cidadãos individuais em dificuldades.

Neste sentido, serão entregues fundos a Júlio Pereira dos Reis, de 85 anos, para a compra de uma prótese adaptada às suas necessidades.

Será reconhecido o trabalho individual de Ângelo Valente (animador sociocultural) e Sofia Nunes (gerontóloga), jovens de Aveiro, membros da equipa técnica do Centro Comunitário da Gafanha do Carmo, pelo projeto “Antes de morrer eu quero…”, desenvolvido nesta instituição. Inspirados na iniciativa internacional “Before I Die“, os utentes do Centro Comunitário da Gafanha do Carmo participaram num registo fotográfico onde partilham por escrito os sonhos que têm e que pretendem realizar antes de morrer.

No âmbito do reconhecimento do trabalho de entidades coletivas, será destacada a ATLAS, uma ONGD – Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, com o projeto “Velhos Amigos”, que presta apoio à população idosa de Coimbra, com a entrega de refeições quentes semanais, assim como com a organização de uma rede de consultas solidárias e de atividades de animação sociocultural.

Por força do número de candidaturas recebidas, serão ainda desenvolvidas novas campanhas para a recolha de fundos que serão atribuídos a Andreia Cristina Cardoso, Margarida Gonçalves e Pedro Miguel Azevedo, colmatando-se carências a nível da alimentação, medicação, tratamentos e equipamentos que auxiliam na melhoria da qualidade de vida, saúde e bem-estar dos candidatos.

Através do programa “Fundo de Inovação Social”, serão atribuídos apoios a vinte Centros de Cultura e Desporto filiados da Fundação INATEL, para a promoção e desenvolvimento das suas atividades junto das comunidades locais, sendo eles: Cegada – Grupo de Teatro (Lisboa); Grupo Desportivo e Cultural de Foros do Arrão (Portalegre); Teatro de Carnide – Sociedade Dramática (Lisboa); Casa do Povo de Santo António (Açores); Centro Social, Cultural e Desportivo de Silvares (Braga); Sporting Clube Vinhense (Setúbal); Associação Cultural de Música e Teatro Arte à Parte (Coimbra); Casa do Povo de Relva (Açores); Teatro Metaphora – Associação de Amigos das Artes (Madeira); Associação dos Amigos Unidos pelo Escoural, IPSS (Évora); ACOFA – Associação Cultural Organizadora de Festivais Amadores (Braga); Zero em Comportamento (Lisboa); Centro Social e Polivalente de Ourentã (Coimbra); Liga dos Amigos de Aguada de Cima (Aveiro); Casa do Povo de Válega (Aveiro); Centro Social de São Bento (Açores); Banda Musical Vila Verde da Raia (Vila Real); Grupo de Dança Dream Dancing (Santarém); NACO – Núcleo Juvenil de Animação Cultural de Oliveirinha (Viseu); Rancho Folclórico de São Tiago de Lobão (Aveiro).

Este projeto surge no âmbito das comemorações dos 80 anos da Fundação INATEL, como forma de apoio excecional destinado à promoção de projetos inovadores no domínio social que: resultem em benefício de pessoas em situação de maior vulnerabilidade social; potenciem o envolvimento da sociedade civil no encontro de instrumentos para a melhoria do bem-estar social; contribuam para o incremento do espírito de solidariedade e responsabilidade social.

O projeto “Conversa Amiga”, uma linha de atendimento telefónico que presta apoio emocional a todos os cidadãos, a nível nacional, presta reconhecimento público à voluntária Andreia Condesso, com base no maior número de horas prestado ao longo do ano corrente.

O atendimento deste serviço é assegurado durante todo o ano, entre as 15h e as 22h, por um corpo de voluntários que se disponibilizam para um trabalho especializado de relação de ajuda não profissional.

Por fim, será ainda entregue um prémio de notoriedade à aldeia de São Miguel do Pinheiro (Concelho de Mértola) considerada “Aldeia dos Sonhos 2015”, pela Fundação INATEL, num projeto que pretende realizar os sonhos de habitantes de localidades com menos de 100 pessoas.

Este ano, os 87 habitantes de São Miguel do Pinheiro irão visitar a região norte do país, nomeadamente a região do Minho e a cidade do Porto.

O encerramento da iniciativa acontecerá no Teatro Politeama, com o mais recente espetáculo musical de Filipe La Féria, “A República das Bananas”, que relembra os acontecimentos marcantes dos últimos anos em Portugal, numa crítica “mordaz e divertida” à nossa sociedade e às figuras públicas e políticas do país.

À semelhança de anos anteriores, a INATEL organizará viagens com partidas das capitais de distrito e ainda de outras localidades com dez ou mais pessoas inscritas.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES ENTREGA CASAS A FAMÍLIAS CARENCIADAS

Câmara de Guimarães entrega chaves de habitações a mais 10 famílias vimaranenses em sessão agendada para amanhã, às 16 horas.

Em março deste ano, 21 pessoas foram realojadas. Esta quarta-feira à tarde, mais 27 vimaranenses terão nova residência.

Guimaraes_CASFIG

O Município de Guimarães, através da empresa municipal CASFIG, vai proceder à entrega de chaves de dez habitações a famílias vimaranenses, realojando mais 27 pessoas. A cerimónia está agendada para esta quarta-feira, 25 de novembro, às 16 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Guimarães.

Nove agregados familiares serão realojados em habitações convencionais, enquanto uma família unipessoal, masculina, irá residir em modalidade de residência partilhada. As habitações, que foram alvo de obras de requalificação, estão situadas em empreendimentos situados nas freguesias de Urgezes, Creixomil e Fermentões (Coradeiras e Mataduços).

A atribuição de chaves de habitações sociais enquadra-se numa medida tomada ao abrigo do Programa de Realojamento em Habitação Municipal, que estipula que as famílias que residam em situações precárias possam ser alvo de realojamento. A renda a pagar pelos novos inquilinos foi calculada de acordo com os rendimentos de cada agregado familiar.

Recorde-se que, em dezembro de 2014, o projeto “Residências Partilhadas”, apresentado pela empresa municipal CASFIG – Coordenação de Âmbito Social e Financeiro das Habitações do Município de Guimarães, conquistou uma “Menção Honrosa” na 5ª edição do Prémio Manuel António da Mota, destacando-se entre 300 candidaturas pela sua dimensão pioneira e inovadora. A distinção pecuniária atribuída, no valor de 5 mil euros, destinou-se à implementação de novas residências partilhadas.

TIAGO BRANDÃO RODRIGUES, UM MINHOTO NATURAL DE PAREDES DE COURA, É O MINISTRO DA EDUCAÇÃO DO PRÓXIMO GOVERNO

O Secretário-geral do partido Socialista convidou Tiago Brandão Rodrigues para assumir a pasta de Ministro da Educação no próximo governo.

Natural de Paredes de Coura, Tiago Brandão Rodrigues é licenciado em Bioquímica pela Universidade de Coimbra e doutorou-se com uma tese sobre a ressonância magnética aplicada ao metabolismo cerebral. Em 2008, recebeu o prémio António Xavier e, em 2012, nos Jogos Olímpicos de Londres, foi adido da missão portuguesa. Até há relativamente pouco tempo, encontrava-se radicado em Inglaterra, ligado à Universidade de Cambridge.

Os seus estudos e investigação no laboratório Cancer Research UK, procurando desenvolver técnicas de deteção precoce do cancro, levou-o a publicar um artigo científico na revista Nature Medicine, sobre uma nova ferramenta de imagem que permite observar em direto a forma como respiram as células cancerosas. Um avanço que se pode tornar extremamente relevante nos tratamentos contra o cancro. Este trabalho produziu um grande impacto na comunidade científica e, pela esperança que criou no combate à ciência, proporcionou-lhe grande notoriedade a nível nacional e internacional.

Tiago Brandão Rodrigues acredita nas virtualidades da escola pública e no acesso universal ao ensino como pilares fundamentais da democracia.

O BLOGUE DO MINHO deseja-lhe os maiores sucessos na sua nova missão, esperando que com o seu contributo nesta área possa contribuir para o progresso económico e uma maior justiça social.

1504062_10152143989414451_1029270953_n

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE CAMINHA PROPÕE AO EXECUTIVO PACOTE DE MEDIDAS NO ÂMBITO DOS TRANSPORTES E REFEIÇÕES ESCOLARES

Medidas de investimento na área da Educação, em análise na reunião, rondam os 357 mil euros

O forte investimento na Educação e a não subida de impostos às famílias e empresas do concelho são duas áreas em destaque na próxima reunião de Câmara, que terá lugar amanhã, pelas 15 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Miguel Alves vai propor ao executivo a aprovação de vários contratos interadministrativos e a atribuição de subsídios no âmbito do programa de generalização de fornecimento de refeições escolares, animação e apoio às famílias e dos transportes escolares na ordem dos 357 mil euros. Da agenda faz ainda parte a taxa de participação variável no IRS para o ano de 2016 e da derrama relativa aos lucros tributáveis de 2015, que não serão agravadas.

A educação continua a ser uma área prioritária para o executivo caminhense. Disponibilizar a todos os alunos uma refeição com qualidade é uma prioridade. Assim, o presidente vai propor ao executivo a aprovação de contratos interadministrativos no âmbito do programa de generalização de refeições escolares aos alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico e das atividades de animação e apoio às famílias, a celebrar com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais, com a Junta de Freguesia de Dem e a Freguesia Moledo/Cristelo, na ordem dos 208 mil euros.

Neste âmbito, o executivo vai votar a minuta do contrato interadministrativo entre a Câmara Municipal de Caminha e o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais, no montante de 58.741,20 euros para o programa de “Generalização de Refeições Escolares aos Alunos do pré-escolar”.

Vai pronunciar-se sobre a minuta do contrato interadministrativo entre a Câmara Municipal de Caminha e o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais, no montante de 119.658 euros, para o programa de “Generalização de Refeições Escolares aos Alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico”.

Em discussão estarão os contratos interadministrativos a estabelecer entre a Câmara Municipal de Caminha e a Junta de Freguesia de Dem, no montante de 8.015 euros, para o programa de Generalização de Refeições Escolares aos Alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico” da EB1 de Dem e um outro no valor de 4.111,60 euros para os alunos do jardim-de-infância de Dem.

No que diz respeito à atividade de animação e apoio à familiar, estará em discussão o Contrato Interadministrativo entre a Câmara Municipal de Caminha e a Junta de Freguesia de Moledo no valor de 17.900 euros.

Garantir gratuitamente o transporte escolar a todos os alunos do concelho, isto é, aos alunos que frequentam o pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclos, secundário e vocacional, foi uma medida levada a cabo por este executivo. Deste modo, vão ser votados amanhã contratos interadministrativos entre a Câmara Municipal de Caminha e as Juntas de Freguesia de Âncora, Dem, Riba de Âncora, Vilar de Mouros, Argas, Gondar e Orbacém, Moledo e Cristelo e Venade e Azevedo, na ordem dos cem mil euros, para assegurar o transporte escolar.

Assim a votação estarão os contratos interadministrativos a celebrar entre a Câmara Municipal de Caminha e a Junta de Freguesia de Âncora no valor de 12 mil euros; com a Junta de Freguesia de Dem no montante de 12 mil euros; com a Junta de Freguesia de Riba de Âncora no valor de 15 mil euros; com a Junta de Freguesia de Vilar de Mouros na ordem dos 10 mil euros; com a Freguesia de Argas no montante de 6.500 euros; com a Freguesia Gondar e Orbacém no valor de 25 mil euros; com a Freguesia Moledo e Cristelo na quantia de 10 mil euros e com Freguesia de Venade e Azevedo no valor de 10 mil euros.

Ainda no que se refere ao investimento do Município na Educação das crianças e jovens do concelho de Caminha, em apreciação estarão três subsídios a atribuir à Associação de Danças e Cantares da Serra d’Arga ao Centro Social e Paroquial de Âncora e ao Centro Social e Paroquial de Moledo para fornecimento de refeições no âmbito do programa de generalização de fornecimento de refeições escolares, cedência de instalações e desenvolvimento das atividades de animação e apoio às famílias e dos transportes escolares, na ordem dos 48 mil euros.

Em votação estará a atribuição de um subsídio à Associação de Danças e Cantares da Serra D’Arga, no montante de 7 500 euros para o transporte escolar dos alunos das Argas para o Centro Escolar de Dem. O executivo também se irá pronunciar sobre a atribuição de um subsídio ao Centro Social e Paroquial de Moledo, no montante de 23 060,25 € para fornecimento de refeições, no âmbito do programa de “Generalização de Refeições Escolares aos Alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico”; para transportes para as refeições e atividades de enriquecimento curricular e cedência de instalações para o desenvolvimento de atividades extra curricular – alunos da EB1 de Moledo. E por último, vaio votar a atribuição de um subsídio ao Centro Social e Paroquial de Âncora, no montante de 17 993,60 € para fornecimento de refeições, no âmbito do programa de “Generalização de Refeições Escolares aos Alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico”; para atividade de animação e apoio à Família (AAAF) e para cedência de instalações e desenvolvimento da atividade da AAAF – alunos do jardim-de-infância.

Câmara não aumenta impostos

Numa política de continuidade de apoio às famílias caminhenses, em 2016, a Câmara de Caminha quer manter os impostos que incidem sobre as famílias, mantendo a participação variável no IRS relativa ao ano de 2016 em 1,5%. Esta medida vem ao encontro das decisões já tomadas de não aumentar os impostos com os objetivos de apoiar as famílias e dotá-las também de capacidade económica que permita simultaneamente beneficiar o tecido empresarial do Município.

Com o mesmo propósito, de não aumentar os impostos, Miguel Alves também vai propor ao restante executivo o lançamento de derrama de 1,5% e isenção da mesma para as empresas que tenham criação líquida de postos de trabalho; para novas empresas com sede em Caminha e criadas no Município; e sujeitos passivos cujo volume de negócios no ano anterior não ultrapasse os 60 mil euros.

Pág. 1/6