Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHOTOS LEVAM A FESTA AO CONCELHO DE OEIRAS

A localidade da Ribeira da Lage, no Concelho de Oeiras, despertou hoje ao som das mais alegres rapsódias do folclore minhoto – as nossas gentes radicadas naquela região levaram consigo as concertinas, os cavaquinhos, os reque-reques e sobretudo a alegria e a sua maneira tão genuína de fazer a festa.

O Rancho Folclórico “Os Minhotos” da Ribeira da Lage, agrupamento sediado no Concelho de Oeiras no qual pontificam numerosos courenses, levou a efeito uma “Tarde de Folclore” tendo como palco o Centro Cultural da Ribeira da Lage, localidade da Freguesia de Porto Salvo. Para o efeito convidaram também o Rancho Folclórico “As Florinhas do Alto Minho”, grupo sediado em Mem Martins, no Concelho de Sintra, e ainda o Rancho Etnográfico de Borbela, Vila Real; o Rancho Infantil e Juvenil de Ventosa do Bairro, da Mealhada e o Rancho Folclórico e Cultural da Rinchoa, do Concelho de Sintra, representando este os usos e costumes das gentes da região saloia.

Ribeira Laje 311

Ascende a mais de uma dezena o número de agrupamentos folclóricos minhotos sediados na região de Lisboa, refletindo a dinâmica associativa e o apego às tradições das nossas gentes que, apesar da distância, não esquecem por um momento as suas origens e identidade. De resto, o Minho constitui a região do país melhor representada na capital do país, não apenas pela quantidade de grupos folclóricos como ainda de associações regionalistas. Bem poderia, pois, construir um elo de solidariedade e entreajuda de modo a tornar ainda melhor e mais visível a presença da nossa região em Lisboa!

Ribeira Laje 252

Ribeira Laje 044

Ribeira Laje 036

Ribeira Laje 010

Ribeira Laje 247

Ribeira Laje 077

Ribeira Laje 270

Ribeira Laje 022

Ribeira Laje 254

Ribeira Laje 275

Ribeira Laje 289

Ribeira Laje 321

Ribeira Laje 365

Ribeira Laje 148

Ribeira Laje 151-2

Ribeira Laje 110

GUIMARÃES COMEMORA DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Município de Guimarães comemora Dia Mundial da Criança durante uma semana

Programa começa esta segunda-feira de manhã no Multiusos. Na quarta-feira, há festa no Parque da Ínsua, em Ponte, e na sexta-feira em Pevidém. No sábado, realiza-se o Mercadinho da Pequenada no centro da cidade.

Guimaraes_Dia_Crianca

A Câmara Municipal de Guimarães promove entre esta segunda-feira, 01 de junho, e sábado, dia 06, as comemorações do Dia Mundial da Criança, numa organização da Divisão de Ação Social do Município, em parceria com várias entidades do concelho, tendo sido elaborado um programa diversificado alusivo à criança, com atividades formativas, culturais, desportivas e recreativas.

A semana de comemorações principia esta segunda-feira, pelas 10 horas, no Multiusos de Guimarães, com a realização da primeira parte de um programa de animação infantil, onde atuarão a Tuna Infanto-juvenil da Casa do Povo de Fermentões e a Fermentuna do Centro Social da Paróquia de Fermentões. A sessão de abertura, que contará com a presença de Domingos Bragança, Presidente do Município, inclui ainda a realização de uma Feira do Desporto e de Mini Olimpíadas para todas as crianças participantes.

Das 12 às 14 horas, as instituições organizam um piquenique e até às 17 horas decorrerá a segunda parte da animação infantil, com a atuação musical de Marco Génio, a leitura de contos infantis, a organização de jogos intergeracionais, modelagem de balões, pinturas faciais, insufláveis e uma sessão de sensibilização para a segurança rodoviária, promovida pela GNR de Guimarães no âmbito do programa Escola Segura.

Na quarta-feira, 03 de junho, entre as 09:30 e as 16:30 horas, no Parque da Ínsua, na vila de Ponte, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens Guimarães (CPCJ) organiza um conjunto de atividades relacionadas com o teatro, dança, música, desporto, jogos tradicionais, insufláveis, entre outras diversões, repetindo-se igual iniciativa na sexta-feira, 05 de junho, no Agrupamento de Escolas de Pevidém, também entre as 09:30 e as 16:30 horas.

O Mercadinho da Pequenada encerra no sábado, 06 de junho, o programa de comemorações do Dia Mundial da Criança em Guimarães. Entre as 10 e as 18 horas, a praça exterior da Plataforma das Artes e da Criatividade será palco de uma exposição e venda de produtos confecionados pelas instituições. O espaço público será animado com modelagem de balões, pinturas faciais, jogos tradicionais, insufláveis, entre outros motivos de interesse para as crianças.

A semana de comemorações, organizada pela Câmara Municipal de Guimarães, conta com os apoios de A Oficina, Biblioteca Municipal Raul Brandão, Borboletas de Asas Pretas, Casa da Juventude de Guimarães, Guarda Nacional Republicana de Guimarães (Escola Segura), Tempo Livre e das seguintes 29 instituições participantes:

ADCL, Associação de Apoio à Criança, Associação de Reformados de Lordelo, Casa do Povo de Creixomil, Casa do Povo de Fermentões, Centro Infantil de Pevidém, Centro Paroquial de Moreira de Cónegos, Centro Paroquial de S. Romão (Mesão Frio), CSCDR Vila Nova Sande, Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, Centro Social Paróquia Fermentões, Centro Social Paróquia Pencelo, Centro Social Paróquia Polvoreira, Centro Social Brito, Centro Social S. Pedro Azurém, Centro Social e Paroquial Mascotelos-Santiago, Centro Social e Paroquial S. Cristóvão Selho, Centro Social Paróquia de Nespereira, Centro Social Paroquial S. Lourenço Selho, Centro Social Paroquial S. Martinho Candoso, Fraterna, Grupo Desportivo e Recreativo "Os Amigos de Urgeses", Infantário Nuno Simões, Lar Santa Estefânia, Obra Social Sagrado Coração Maria (Vila Pouca), Patronato Oliveira, Patronato S. Sebastião, Salgueiral SARC e Venerável Ordem Terceira S. Francisco.

 

DANIEL BASTOS APRESENTA LIVRO DE POESIA “TERRA” EM GUIMARÃES

Galeria de Arte 9 Séculos foi palco de apresentação do livro “Terra”

No passado dia 30 de maio (sábado), a Galeria de Arte 9 Séculos em Guimarães serviu de palco para a apresentação do livro de poesia “Terra” da autoria de Daniel Bastos.

10

A apresentação da obra, uma edição bilingue em Português e Francês, foi realizada em parceria com o mestre-pintor Orlando Pompeu, artista plástico que concebeu a ilustração do livro, e que é detentor de uma carreira ímpar que consta de coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai.

13

No decurso da sessão cultural, que se encheu de amigos e conterrâneos do escritor e historiador natural do concelho de Fafe, o tradutor Paulo Teixeira, responsável pela tradução do livro, destacou o telurismo poético inspirado no apego à terra de Daniel Bastos, cujo percurso literário está intrinsecamente ligado às comunidades lusófonas, assim como o facto dos desenhos de Orlando Pompeu, concebidos a partir dos poemas, criarem uma simbiose entre a linguagem artística da poesia e pintura.

Esta sessão cultural na galeria de arte – compras & vendas a retalho situada no centro histórico da cidade que viu nascer Portugal, incluiu uma prova de vinho verde espumante, promovida pelos Vinhos Norte, um dos maiores produtores nacionais de vinho verde, empresa que é um dos principais patrocinadores do livro e que passará a ter à venda na Galeria 9 Séculos o vinho verde espumante Miogo.

2

Refira-se que estão previstas ao longo dos próximos meses novas apresentações oficiais do livro em território nacional, designadamente na Livraria Ferin em Lisboa, e na Livraria Lello no Porto, duas das mais importantes livrarias portuguesas da atualidade, frequentemente reconhecidas por diversas personalidades e entidades como das mais belas livrarias do mundo.

6

MINHOTOS INVADEM LOURES

- O Minho é Verde – Folclore é Verde Minho!

As gentes do Minho radicadas na região de Lisboa invadiram hoje a cidade de Loures, levando a esta localidade a alegria e exuberância do folclore da nossa região. Por um dia, Loures virou terra minhota, esquecendo por breves instantes as suas tão genuínas tradições saloias.

Situado na periferia de Lisboa, Loures é sede de um concelho com origens predominantemente rurais onde os fluxos migratórios não foram ainda suficientes para apagar as marcas da sua identidade. A partir da década de sessenta do século passado, os planos de construção de novas urbanizações em Santo António dos Cavaleiros atraíram para esta região gentes oriundas dos mais diversos pontos do país, muitas das quais já se encontram fixadas na própria capital. Na sequência da descolonização dos antigos territórios ultramarinos, passou ainda a receber pessoas provenientes dos mais diversos pontos do mundo, transformando-se num autêntico mosaico de gentes e culturas.

Verde Minho - Loures 154

Hoje foi dia dos minhotos se juntarem no Parque da Cidade de Loures, tendo como cenário a magnífica réplica das ruínas de S. Paulo, em Macau, a qual serviu de fachada ao Pavilhão de Macau na Expo’98. E ali exibiram os seus trajes caraterísticos, as suas danças e cantares e sobretudo a sua alegria, cantando e dançando o vira e a chula ao som da concertina, bem ao jeito das mais alegres romarias do Minho. Tratou-se do XXII Encontro de Culturas Verde Minho.

Verde Minho - Loures 186

Antes, porém, foram recebidos nos Paços do Concelho de Loures onde, em representação do Presidente da edilidade, a vereadora Maria Eugénia Coelho deu as boas-vindas a todos os grupos folclóricos participantes, ali calorosamente recebidos também pelos demais autarcas e representantes de outras entidades locais.

Seguiu-se um animado desfile etnográfico pelas ruas do centro histórico da cidade de Loures rumo ao Parque da Cidade- o Grupo de Bombos Zés Pereiras Os Baionenses, de Baião fizeram uma autêntica arruada, anunciando a festa com o rufar dos seus bombos bem à maneira das nossas mais genuínas e alegres romarias, tendo o Grupo de Bombos Zés Pereiras das Mercês, de Sintra, fechado o cortejo com o rufar dos seus bombos. Seguiu-se o anfitrião Grupo Folclórico e Etnográfico Danças e Cantares Verde Minho, o Rancho Folclórico e Etnográfico Palmeiras, de Braga; o Rancho Folclórico de Meãs do Campo em representação do Baixo Mondego; o Rancho Folclórico de Alvarelhos, da Trofa; o Grupo de Danças e Cantares do Clube Novo Banco e as Escolas de Concertina Filipe Oliveira.

Verde Minho - Loures 055

Verde Minho - Loures 054

Verde Minho - Loures 091

De referir que, apesar do concelho da Trofa se encontrar inserido do distrito do Porto e, por conseguinte, fazendo parte da província do Douro Litoral, aquele concelho é parte integrante da mesma região etnográfica do Minho coincidente com a antiga Comarca d’Entre o Douro e Minho.

No final, ficou a nostalgia de quem revive à distância a alegria e a exuberância dos usos e costumes da sua terra – o Minho!

Verde Minho - Loures 099

Verde Minho - Loures 145

Verde Minho - Loures 171

Verde Minho - Loures 156

Verde Minho - Loures 152-2

Verde Minho - Loures 017

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE SEMINÁRIO “EBOOKS EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS E ESCOLARES: OS MEUS OUTROS LIVROS”

A Biblioteca Municipal Tomaz de Figueiredo realizou no dia 28 de Maio com o apoio da BAD  - Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, o seminário “EBOOKS EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS E ESCOLARES: OS MEUS OUTROS LIVROS”.

O seminário a cargo de Bruno Duarte Eiras, bibliotecário na Biblioteca Municipal de Oeiras, teve como objetivo refletir sobre a utilização de ebooks em bibliotecas públicas e escolares, identificando as suas principais vantagens e desafios, reconhecendo que este suporte é uma tendência de futuro.

Compreender o universo dos ebooks implica identificar os principais dispositivos de leitura e formatos de ebooks; conhecer os dispositivos de proteção legal e, bem entendido, estar a par das mudanças tecnológicas ocorridas no sector editorial.

Aberto a bibliotecários, mediadores de leitura, professores, e outras pessoas com interesse em adquirir conhecimentos nesta matéria, o seminário contou com a presença de profissionais provenientes de bibliotecas municipais e escolares do norte do País.

À semelhança de algumas bibliotecas que já disponibilizam coleções de ebooks aos seus leitores, a Biblioteca Municipal de Arcos de Valdevez pretende acompanhar a tendência e começar a emprestar ebooks aos seus leitores a partir do Outono 2015.

CONDICIONAMENTOS À NORMAL CIRCULAÇÃO DE TRÂNSITO EM BRAGA

Final da Taça de Portugal

O Município de Braga vem por este meio informar que, devido à instalação de um ecrã gigante na Praça Municipal para transmissão da Final da Taça de Portugal em Futebol, que terá lugar Domingo, dia 31 de Maio, com início às 17h15, foram determinados os seguintes condicionamentos à normal circulação de trânsito.

Praça Municipal

Praça do Município – Proibição da circulação automóvel, desde as 02h30 de Domingo (dia 31 de Maio) às 07h00 do dia seguinte (1 de Junho). Proibição de estacionamento automóvel desde as 12h30 de Domingo (31 de Maio) até às 07h00 do dia seguinte (1 de Junho).

Praça da República (Tramo compreendido entre o Banco de Portugal e o Centro Comercial Avenida) – Proibição do estacionamento automóvel do lado esquerdo no Domingo (31 de Maio) desde as 02h00 até às 07h00 do dia seguinte (1 de Junho).

Agradecemos a melhor divulgação possível para estas informações.

Pelo transtorno causado, desde já, pedimos desculpas.

Pág. 1/26