Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILA VERDE DEBATE REQUALIFICAÇÃO URBANÍSTICA

Seminário "A Nova Regulamentação Urbanística Municipal"

O Município de Vila Verde vai realizar, no próximo dia 6 de maio, um seminário intitulado: "A Nova Regulamentação Urbanística Municipal".

O seminário vai decorrer no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Vila Verde, a partir das 9h30m, e tem por objetivo dar a conhecer o Novo Regime Jurídico de Urbanização e Edificação (RJUE), o Novo Plano Diretor Municipal (PDM) de Vila Verde e o Novo Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação (RMUE).

Assim, e dada a importância e o interesse de que esta iniciativa se reveste, convidamos todos os interessados a participar neste seminário.

FAFE DOTA PARQUE DA CIDADE COM NOVOS INVESTIMENTOS E INFRAESTRUTURAS

Câmara Municipal vai instalar Parque infantil já preparado para crianças com mobilidade reduzida. Parque bio saudável e mais iluminação pública também estão previstos

Depois de se ter avançado, como prometido, com a terraplanagem, modelação do terreno, criação de drenos para desvio das águas de nascente, criação de percursos pedonais e plantação de árvores, o Parque da Cidade entra agora numa nova fase, que prevê a demolição parcial de alguns muros de betão e remoção da “casa dos pássaros”.

parque da cidade

O Parque da Cidade de Fafe está cada vez mais apelativo e, este verão, vai já contar com um Parque Infantil, umginásio ao ar livremais iluminação e sem trânsito na via que liga atualmente o Pavilhão Multiusos ao parque de estacionamento de Sá, interligando assim, as duas áreas de lazer.

Além dos novos equipamentos e iluminação dos novos percursos entretanto criados, arrancará também a fase de sementeira de prado e de alguma relva, bem como colocação de mais rede de rega.

Parque infantil

O parque infantil, com uma área de 425 m2, será composto por diversos equipamentos destinados a crianças também com mobilidade reduzida, tratando-se de um espaço com todas as condições para que os mais novos possam usufruir de momentos de lazer e diversão.

Parque Bio Saudável

Até ao verão será ainda construído o parque Bio Saudável junto aos percursos pedonais, composto por seis equipamentos desportivos, formando um pequeno ginásio ao ar livre, que vai permitir complementar as atividades físicas no parque.

Mais iluminação, percursos pedonais

No âmbito desta intervenção, está prevista a instalação de iluminação pública de todos os percursos pedonais criados recentemente. No total, serão colocados 48 conjuntos de luminárias, com quatro metros de altura, com tecnologia led, uma obra que irá possibilitar a utilização dos referidos percursos de noite com mais conforto e segurança. Ainda no que respeita a iluminação, serão implantadas 3 colunas de 15 metros de altura para uma iluminação geral de toda a área.

Serão ainda colocados bebedouros e papeleiras na nova área.

Alterações de trânsito

No que respeita ao trânsito, nesta fase, serão efetuadas também algumas alterações, com o objetivo de consolidar e unir o jardim central e a área de lazer do Parque da Cidade. A via automóvel que liga o parque de estacionamento de Sá, ao Pavilhão Multiusos deixará de ser transitável, sendo reconvertida num percurso pedonal e ciclável, com 3 de metros de largura.

Assim, para além de possibilitar a ligação das duas áreas de lazer, vai permitir também ampliar os circuitos pedonais combinados com os já existentes, bem como melhorar os níveis de segurança para os utilizadores.

No que se refere ao trânsito automóvel na direção da Avenida Tenente Coronel Melo Antunes, este será encaminhado, junto à Escola Montelongo, para a esquerda em direção à Rua de Sá, sendo que o acesso ao Pavilhão Multiusos será exclusivamente de acesso aos dois parques de estacionamento situados nas imediações.

Com mais esta intervenção no Parque da Cidade, que deverá estar concluída em três meses, estarão criadas todas as condições para que os munícipes utilizem e usufruam de um espaço com melhores condições, quer seja, como área de lazer ou de desporto. As intervenções no parque da cidade continuarão em 2016 e 1017 (fase 3) .

Para o presidente da câmara municipal, Raul Cunha, esta é mais uma obra com objetivo de dignificar um espaço nobre da cidade.

“Este é mais um passo para andar com o parque da cidade para a frente, transformando-o num espaço melhor e para todos, o que de resto é desde a primeira hora um dos meus compromisso com os fafenses.

Por se trata de uma obra ansiada, estamos empenhados em lhe dar uma nova vida e transformá-lo num local procurado por todos”.

De resto, esta é também a opinião partilhada pelo vereador responsável pelo pelouro das obras na câmara municipal de Fafe, Vítor Moreira, que destaca a importância das mesmas.

“Estas obras vão criar todas as condições para que se possa usufruir de uma zona verde e um espaço de lazer no centro da cidade”, disse Vítor Moreira, salientando também que “com esta intervenção em termos também de supressão de via a zona de lazer aumentará, garantindo mais e melhores condições de segurança para os utilizadores do Parque.”

Refira-se que o Parque tem vindo a ser alvo de várias intervenções, no sentido de o transformar, num local mais aprazível e com melhores condições para todos os que o procurem.

Já foram plantadas árvores, introduzidos percursos pedestres e infraestruturas de drenagem e iluminação, no sentido de permitir, entre outros, a prática desportiva.

Na sequência da plantação de árvores autóctones no parque, pretende-se agora a introdução de prado e de arbustos, concluir o coberto vegetal do parque. Será ainda introduzido um sistema de rega que vai permitir gerir de forma mais rigorosa os recurso hídricos naturais e ajudar à preservação e manutenção do seu coberto vegetal.

 

PRIMEIRA RONDA DAS REUNIÕES PÚBLICAS DESCENTRALIZADAS TERMINOU ONTEM EM CAMINHA E VILARELHO

No total intervieram 125 munícipes e as reuniões foram participadas por aproximadamente 1000 pessoas

Terminou ontem, na Junta de Freguesia de Caminha/Vilarelho, em Vilarelho, a primeira ronda das reuniões públicas descentralizadas. Durante um ano e meio aproximadamente, o executivo rumou a todas as juntas de freguesia do concelho para ouvir as preocupações e os desafios de cada um dos munícipes inscritos. No total intervieram 125 munícipes e as reuniões foram participadas por aproximadamente 1000 pessoas.

3M1A8929

Em jeito de balanço desta primeira ronda, Miguel Alves manifestou a sua satisfação pelos números e resultados alcançados: “Estas reuniões são de saudar e marcam a diferença. Estou satisfeito com o modo como têm corrido. Estas reuniões são momentos complementares a todos os outros fóruns de debate político que nós temos”.

Sobre as marcas já deixadas por este executivo Miguel Alves lembrou durante a cerimónia do 25 de abril: “abriram-se as portas aos cidadãos, facilitando o acesso direto ao núcleo de decisão municipal: no atendimento direto da Presidência agendado para cada segunda-feira, ora em Caminha, ora em Vila Praia de Âncora, foram feitas quase 500 entrevistas individuais desde o início do mandato; a Assembleia Municipal passou a ser transmitida em direto via internet, conta com milhares de visualizações e teve um efeito multiplicador na presença de pessoas em cada sessão; foram criadas as Reuniões Descentralizadas da Câmara Municipal e criou-se a figura do Provedor do Munícipe como cargo independente e intermediário entre o cidadão e a administração municipal. Mudamos para aumentar o escrutínio público”.

Recorde-se que as reuniões públicas descentralizadas são uma marca deste executivo liderado por Miguel Alves e tiveram início em janeiro de 2014, em Dem. Depois disso, o executivo esteve em Vila Praia de Âncora, Lanhelas, Gondar e Orbacém, Cristelo e Moledo, Argela, Vilar de Mouros, Riba de Âncora, Vile, Argas, Seixas, Âncora, Caminha e Vilarelho e Venade e Azevedo. No total foram 125 as pessoas que quiseram partilhar com o executivo as suas preocupações e nestes encontros entre executivo e munícipes participaram cerca de mil pessoas.

Os temas mais abordados ao longo destas 14 reuniões foram: acessibilidades, saneamento, PDM, iluminação, educação, transportes, desporto, cultura, entre muitos outros.

Miguel Alves lembrou em Vilarelho que estas reuniões públicas descentralizadas são a inovação deste mandato: “são importantes porque trazem ao executivo de forma mais direta as preocupações das populações”. De facto, as sessões públicas descentralizadas são um instrumento de participação que as pessoas têm à disposição para dialogar diretamente com os decisores políticos do concelho. Além de favorecerem a proximidade junto da população, estas reuniões permitem ao executivo ouvir, esclarecer e prestar contas da gestão municipal, contribuindo assim para a criação de elos de ligação mais fortes entre as pessoas e o executivo e para uma democracia local mais participativa.

3M1A8952

TERRABOURENSES COMEMORAM DIA DA DANÇA

Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro assinala a 4 de maio o Dia Mundial da Dança

Como forma de assinalar o Dia Mundial da Dança, o Pólo do Gerês do Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro irá realizar uma Mega Aula de Zumba, aberta ao público e com entrada gratuita, no próximo dia 4 de maio, pelas 20h30, no Centro de Animação Turística (CAT) do Gerês.

Deste modo, o Município de Terras de Bouro convida todos os interessados a participarem nesta atividade que promete trazer muita animação à Vila do Gerês.

BARCELOS TRAVA BATALHA DAS FLORES

Milhares de pétalas enchem as ruas de Barcelos na Batalha das Flores. Dia 1 de maio na grandiosa Batalha das Flores em Barcelos

Centenas de cestos repletos de milhares de flores colhidas nos melhores campos e jardins de todo o concelho são sexta-feira, 1 de maio, o espelho vivo de uma batalha amistosa. Pelas 15 horas, as principais artérias da cidade ver-se-ão repletas de flores lançadas por diversos carros enfeitados que irão colorir a cidade. Nas ruas vão chover flores e as dezenas de milhares de pessoas que marcarem presença irão assistir a um espetáculo ímpar de cor e perfume que permanecerá na memória.

Batalha das Flores 2

 A verdadeira Batalha ocorrerá na Avenida da Liberdade, local onde se cruza o cortejo e ninguém conseguirá alhear-se de um espetáculo único, com o entrecruzar de pétalas de todas as cores, cobrindo o céu e perfumando o ar.

Este ano, a afamada Batalha das Flores terá também uma massiva participação: são 23 as associações que desfilarão pelas ruas de Barcelos, numa batalha “sem dor”. A Festa das Cruzes prossegue com o dia dedicado aos peregrinos, no dia 2 de maio, este ano com especial importância, dada a recente inauguração do Help Point instalado na Casa da Azenha.

Já o dia 3 de maio, o ponto alto da primeira grande romaria do Minho, é reservado à Procissão da Invenção da Santa Cruz, uma procissão única no país com a participação das 89 cruzes das 89 paróquias do concelho. A procissão sai à rua às 17h e termina no Templo do Bom Jesus da Cruz, lugar especial onde nasceu a lenda do Milagre das Cruzes, motivo pelo qual se celebra a Festa das Cruzes.

Batalha das Flores 1

VIZELA PROMOVE LITERATURA INFANTIL

Sábados na Biblioteca

‘Quando a mãe era pequena’, de Joana Cabral   

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 2 de maio, às 15.30h, a atividade ‘Quando a mãe era pequena’, de Joana Cabral.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca (Hora do conto + oficina), das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Sábados na biblioteca

2 de maio, 15h30

Hora do conto + Brincadeiras de outrora

‘Quando a mãe era pequena’, de Joana Cabral   

Quando a mãe era pequena de Joana Cabral

"Por exemplo, quando a mãe era pequena, não havia telemóveis. Havia um telefone fixo na entrada da casa que servia para toda a família. Ou seja, quando as pessoas saíam para a rua, o telefone ficava em casa."

Uma história para fazer recordar e partilhar, em família. No final, vamos experimentar brincadeiras de outros tempos.

Atividade gratuita para crianças e famílias.

ARCUENSES APOIAM CRIAÇÃO DE EQUIPA DE INTERVENÇÃO ERMANENTE

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apoia a criação de uma Equipa de Intervenção Permanente no concelho

Na última reunião de Câmara foi aprovada a celebração de um protocolo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, no valor de 25 mil euros, para apoiar a constituição da EIP - Equipa de Intervenção Permanente, cuja implementação e funcionamento passa pela congregação de esforços entre estas entidades.

As EIP visam assegurar, em permanência, o socorro às populações, designadamente nos seguintes casos:

  1. a) Combate a incêndios;
  2. b) Socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes;
  3. c) Socorro a náufragos;
  4. d) Socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar, não podendo substituir -se aos acordos com a autoridade nacional de emergência médica;
  5. e) Minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave;
  6. f) Colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

Os elementos que constituem as EIP desempenham, ainda, outras tarefas de âmbito operacional, incluindo planeamento, formação, reconhecimento dos locais de risco e das zonas críticas, preparação física e desportos, limpeza e manutenção de equipamento, viaturas e instalações, sem prejuízo da prontidão e socorro.

Com esta iniciativa a Autarquia pretende disponibilizar mais uma equipa de apoio à população em alturas de necessidade, bem como ter mais uma ferramenta no combate aos incêndios.

ARCUENSES APOIAM CRIAÇÃO DE EQUIPA DE INTERVENÇÃO PERMANENTE

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apoia a criação de uma Equipa de Intervenção Permanente no concelho

Na última reunião de Câmara foi aprovada a celebração de um protocolo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, no valor de 25 mil euros, para apoiar a constituição da EIP - Equipa de Intervenção Permanente, cuja implementação e funcionamento passa pela congregação de esforços entre estas entidades.

As EIP visam assegurar, em permanência, o socorro às populações, designadamente nos seguintes casos:

  1. a) Combate a incêndios;
  2. b) Socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes;
  3. c) Socorro a náufragos;
  4. d) Socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar, não podendo substituir -se aos acordos com a autoridade nacional de emergência médica;
  5. e) Minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave;
  6. f) Colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

Os elementos que constituem as EIP desempenham, ainda, outras tarefas de âmbito operacional, incluindo planeamento, formação, reconhecimento dos locais de risco e das zonas críticas, preparação física e desportos, limpeza e manutenção de equipamento, viaturas e instalações, sem prejuízo da prontidão e socorro.

Com esta iniciativa a Autarquia pretende disponibilizar mais uma equipa de apoio à população em alturas de necessidade, bem como ter mais uma ferramenta no combate aos incêndios.

VIZELA ADIA FESTA PARA 10 DE MAIO

O evento “Vizela em Festa” foi adiado para o próximo dia 10 de maio, tendo em consideração as condições atmosféricas previstas para este fim-de-semana.

Organizada pela Fundação Jorge Antunes, Câmara Municipal de Vizela e Liga dos Combatentes Vizela, a 3ª edição do “Vizela em Festa” realiza-se assim no próximo dia 10 de maio, no Parque das Termas, das 10h00 às 19h00, e conta com a colaboração de vários parceiros.

Vizela em festa é um evento para toda a família, promovido durante um dia, o primeiro domingo de maio, no Parque das Termas.

Nasceu em 2013, com o envolvimento de 17 associações e 4900 pessoas participaram.

Em 2014, os números duplicaram, tendo sido 30 as associações e grupos informais que participaram no Vizela em Festa e cerca de 10000 pessoas marcaram presença.

Em 2015, voltamos a fazer a festa, a 3 de Maio, no Parque das Termas, uma celebração do melhor que Vizela e as associações vizelenses têm para mostrar. Das 10h às 19h vamos festejar com todos quantos nos visitarem. Contamos consigo!

A 3ª edição do Vizela em festa terá música, dança, teatro, oficinas para crianças e famílias, comes e bebes, artesanato, exposições, desportos radicais, zumba, insufláveis, feira de brinquedos usados, jogos tradicionais e muito mais. 

Organização:

Fundação Jorge Antunes, Câmara Municipal de Vizela, Liga dos Combatentes de Vizela

Parceiros:

Agrupamento de Escolas de Infias – Vizela

Agrupamento de Escolas de Vizela 

Agrupamento de escuteiros 1043 São João – Vizela

Airev – Associação para a Integração e reabilitação de Crianças e Jovens

Amas – associação de mergulho

Associação de Artesãos de Vizela

Associação de pais EB de Vizela

Associação de pais Centro Escolar São Miguel

Associação de pais Jardim de Infância São João

Associação de pais EB Joaquim Pinto

Avicella – Associação Cultural

Casa do Povo Vizela

Centro Social Paroquial Santa Eulália

Centro Social Paroquial São Miguel

Cittaslow Kids Vizela

Confraria de São Bento das Pêras

Comissão de Proteção Crianças e Jovens 

Coração Azul

Desportivo Jorge Antunes

Fanfarra de Majoretes de Vizela

Futebol Clube Vizela 

Liga dos amigos das Termas

Luís Piloto

Musicanima

Rádio Vizela

Rancho Folclórico de Santa Eulália 

Resinorte

Rotary Kids Vizela 

Santa Casa da Misericórdia de Vizela

Secção de Programas Especiais da GNR – Vizela

Sedarf

Sociedade Filarmónica de Vizela 

Usquê

Via – Vizela Imaginativa 

Vizela Fitness Clube

CERVEIRENSES CAMINHAM PELO TRILHO DAS GÂNDARAS

Domingo percorra a história e cultura do Trilho das Gândaras

O Município de Vila Nova de Cerveira e o Clube Celtas do Minho dinamizam, este domingo, 03 de maio, o Trilho das Gândaras pelas freguesias de Gondar e Mentrestido. Trata-se da segunda iniciativa integrada no ‘Caminhar em Cerveira 2015’, num ciclo de percursos pedestres que se prolonga até Novembro. Participação gratuita.

O Trilho das Gândaras é um percurso com 9 km’s, de grau de dificuldade fácil e caraterísticas histórico-culturais. O ponto de encontro está marcado para a Igreja Paroquial de Gondar, às 09h00 e o início para as 09h30, numa duração estimada de 03h30. A caminhada será orientada por monitores que proporcionarão uma interpretação detalhada dos vários pontos de interesse.

Para além de dinamizar a Rede Municipal de Percursos Pedestres de Vila Nova de Cerveira, o ‘Caminhar em Cerveira’ veio reforçar o surgimento de um novo conceito turístico baseado em critérios de sustentabilidade, integração e preservação do meio, promovendo pontos de interesse de Montanha junto da comunidade local e turística.

Na sua primeira edição, em 2014, cerca de duas centenas de pessoas oriundas não só de Cerveira, mas também de Coimbra, Porto, Oliveira de Azeméis e, principalmente, Galiza, participaram na iniciativa, revelando vontade de repetir. Desta forma, a autarquia cerveirense apresentou um programa de caminhadas para este ano de 2015, e que prossegue com a seguinte calendarização: 03 de maio, Trilho das Gândaras; dia 04 de julho, o percurso será noturno pelo Alto da Pena; 06 de setembro é proposto o Trilho Monte das Minas; a 04 de outubro, o Trilho Vale das Donas e, para finalizar, a 01 de novembro, o Trilho do Cervo.

O público em geral pode participar gratuitamente, sendo necessário efetuar a respetiva inscrição através do Clube Celtas do Minho via online, ou por email e/ou telefone: celtasdominho@gmail.com ou 934 440 770/916 531 313. Podem ainda consultar o Portal do Município de Vila Nova de Cerveira, bem como o Facebook em ‘Caminhar em Cerveira’.

VALENÇA RECEBE BIG RIDE–OPEN DE ESPANHA DE ENDURO BTT

A Eurocidade Valença Tui marca o início do Open de Espanha de Enduro BTT, no próximo fim de semana, de 2 e 3 de Maio, com provas entre o Monte do Faro (Valença) e o Monte Aloia (Tui). Este será o primeiro enduro, a nível mundial, com caráter internacional, realizado em dois países.

A prova contará com a participação de 225 atletas profissionais de Portugal, Espanha e Inglaterra, femininos e masculinos. Os melhores atletas portuguesas e espanhóis da modalidade vão lutar pelo podium numa prova que contará com sete circuitos cronometrados.

Os montes de Valença e Tui são considerados pelos aficionados ao btt autênticos paraísos do “overmountain”, pelas características dos traçados que proporcionam e os enquadramentos paisagísticos únicos.

Na sexta-feira realizam-se os treinos e o reconhecimento dos percursos, no sábado os percursos decorrerão no Monte do Faro, em Valença e no domingo no Monte Aloia, em Tui. A quilometragem e a morfologia dos percursos serão semelhantes nos dois dias. O início das provas está marcado para sábado, 2 de maio, no Monte do Faro, às 8h (PT), desenvolvendo-se até às 13h (PT) numa extensão de 31.5 Kms. Domingo o protagonista será o Monte Aloia, com o início das provas às 7h30 (PT), desenvolvendo-se até às 13h15 (PT) por uma extensão de 33 Km's.

O paddock, estrutura de apoio à prova, estará instalado na zona conhecida como La Macoca, no início da subida do Monte Aloia. O secretariado de prova, para facilitar a recolha do chip e dorsal, assim como os diferentes serviços de apoio técnico das marcas que acompanham esta edição e os stands de apresentação das mais recentes novidades na área do btt estarão instalados em La Macoca.

Para o Presidentea Câmara de Valença, Jorge Salgueiro Mendes “A Eurocidade é hoje um destino referência para os praticantes do BTT, provado com o número e a qualidade das provas que temos acolhido e pelos muitos praticantes que de toda a Península vem à nossa região descobrir os percursos fantásticos, sobretudo, dos montes do Faro e Aloia. Esta é uma aposta clara no turismo dos desportos de aventura”.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TERRAS DE BOURO APROVA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2014

No passado dia 24 de abril, a Assembleia Municipal de Terras de Bouro assinalou o 41º Aniversário da “Revolução dos Cravos” e realizou a sua segunda sessão ordinária de 2015.

Prestação de Contas de 2014 - apresentação

No período inicial da sessão, além do Presidente da Assembleia Municipal, Guilherme Alves, todos os grupos partidários usaram da palavra para aludir à importância do “25 de abril”, das suas repercussões na vida nacional e de como esse momento marcou definitiva e significativamente a existência dos portugueses em geral e dos terrabourenses em particular nas últimas quatro décadas.

Seguidamente e ainda antes do período da ordem do dia registaram-se intervenções sobre variados assuntos da atualidade terrabourense, nomeadamente: a Saúde em Terras de Bouro com o facto de estarem agora mais médicos destacados para o concelho, o ponto da situação da intervenção na Piscina Municipal com reabertura prevista para muito em breve, o PDM em fase final de discussão pública e que tem a sua aprovação agendada para a próxima sessão da assembleia municipal , os Centros Interpretativos do Garrano e dos Moinhos, obras rodoviárias e de saneamento, as preocupações manifestadas com a redução das áreas de pastoreio e ainda a potencialização dos recursos naturais, entre outros. Como é usual, todos os temas mereceram também esclarecimentos por parte do Presidente da Câmara Municipal, Dr. Joaquim Cracel Viana, que aproveitou igualmente a ocasião para enaltecer o espírito e os objetivos alcançados com a “Revolução dos Cravos”.

De seguida e já na Ordem de Trabalhos, além da apresentação usual da atividade do Município, foi aprovada, por maioria, uma segunda revisão ao orçamento, resultante de um reforço financeiro decorrente de impostos diretos e receitas do FEDER e, por maioria, com cinco abstenções, (dos deputados eleitos pela Coligação PSD/PP) e o voto contra do deputado do MPT, os Documentos de Prestação de Contas relativos a 2014. De salientar que a conta de gerência de 2014 apresenta uma taxa de execução de 84% e que já havia sido aprovada em reunião de executivo por maioria, sublinhando-se o aumento da receita em 114.000,00 euros e a redução da dívida a médio e longo prazo em cerca de 10%.

PRAIAS DE CAMINHA, MOLEDO, VILA PRAIA DE ÂNCORA E FORTE DO CÃO GALARDOADAS COM A BANDEIRA AZUL DA EUROPA

É a primeira vez que as quatro praias vão ter a Bandeira Azul em simultâneo

A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) anunciou hoje as praias contempladas com o galardão Bandeira Azul da Europa em 2015. Os esforços do município foram reconhecidos e, pela primeira vez na história do concelho, as quatro praias vão hastear, na próxima época balnear, a distinção de qualidade: Caminha, Moledo, Vila Praia de Âncora e Forte do Cão.

VPA

O galardão é atribuído desde 1989 e, pela primeira vez, o município de Caminha recebe, como referimos, as quatro bandeiras azuis. Tal nunca tinha acontecido e, no caso de Vila Praia de Âncora, a última vez que a praia foi galardoada aconteceu em 2011.

moledo

Para o município, este desfecho era esperado, quer em relação a Caminha, Moledo e Forte do Cão quer mesmo a Vila Praia de Âncora. Neste caso, conforme explica o vice - presidente da Câmara, Guilherme Lagido, foi feito um grande esforço e a ABAE compreendeu que existia uma mudança real de condições e procedimentos, aplicando uma exceção, prevista nos regulamentos.

De outra forma, teriam de se verificar, em três anos sucessivos, resultados excelentes em termos de qualidade da água. A cumprirem-se esses critérios, sem a intervenção específica do município, Vila Praia de Âncora ficaria mais um ano sem Bandeira Azul.

Mas a exceção está prevista e basta, para isso, que se comprove que os excelentes resultados conseguidos (embora não respeitantes aos tais três anos) são fruto de mudanças estruturais e consolidadas. Foi esse o caso. O executivo tomou como prioridade a recuperação da Bandeira Azul e fez um esforço acrescido, implementando um conjunto de medidas que denotam a mudança, nomeadamente ao nível do sistema de comportas e do rigoroso controlo no estuário do rio Âncora. A ABAE compreendeu os argumentos do município e aplicou o estatuto de exceção.

caminha

As quatro bandeiras azuis do concelho integram, na Região do Norte, um conjunto de 65 praias galardoadas. Recorde-se que o Programa Bandeira Azul apresenta três vertentes: praias, portos de recreio e embarcações de recreio, tendo como instrumento o galardão Bandeira Azul da Europa.

O galardão é atribuído anualmente às praias e portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes e de informação e sensibilização ambiental.

Forte do cão

ALUNOS DE CABECEIRAS DE BASTO VENCEM CONCURSO LITERÁRIO

Escola Básica da Ferreirinha vence Concurso ‘Uma Aventura… Literária 2015’

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto congratula-se com a atribuição do 1º Prémio Nacional do Concurso ‘Uma Aventura… Literária 2015’ aos alunos do 3º e 4º ano – Turma C 2 – da Escola Básica da Ferreirinha, da freguesia e vila de Cavez.

O texto original intitulado ‘Uma Aventura no Mosteiro de S. Miguel de Refojos’ destacou-se de entre os mais de 10 mil trabalhos individuais e de grupo, num total de centenas de escolas do ensino básico e secundário espalhadas por todo o país.

De destacar que em nove anos, a EB1 da Ferreirinha conquistou dois primeiros prémios e um segundo prémio no concurso patrocinado pela Editorial Caminho.

O trabalho dos alunos orientados pela professora Maria da Glória Sousa mereceu rasgados elogios do júri do concurso que enalteceu não só a “qualidade do trabalho”, como reconheceu “a dedicação e empenho” de todos os professores envolvidos neste concurso.

Como prémio, as crianças de Cavez verão a sua história/aventura publicada num dos livros da coleção ‘Uma Aventura’ escrito pelas autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada.

A cerimónia pública de entrega dos prémios está agendada para o dia 2 de junho na Feira do Livro em Lisboa (Parque Eduardo VII).

Esta é a terceira vez que a EB1 da Ferreirinha alcança um lugar de destaque no concurso ‘Uma Aventura... Literária’. Em 2012, os alunos do 2º e 4º anos classificaram-se em segundo lugar a nível nacional e, em 2006, a EB1 de Cavez viu o seu texto intitulado ‘Uma Aventura Mágica’ ser merecedor do primeiro prémio do concurso, cuja história foi publicada no livro ‘Uma Aventura no Labirinto Misterioso’.

Esta é mais uma distinção que engrandece a Escola de Cavez e o Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, que continuarão a fomentar a criatividade nos seus alunos.

O texto ‘Uma Aventura no Mosteiro de S. Miguel de Refojos’ foi criado com base numa visita guiada ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, candidato a Património Cultural da Humanidade da UNESCO.

De acordo com a professora Glória, o objetivo principal é fomentar a criatividade dos alunos, levando-os a escolher personagens e espaços e a criar uma história que cative o leitor.

“Este prémio é um estímulo” para os alunos continuarem a inovar, considerou a professora.

Estão pois de parabéns todos os alunos, a professora e a escola que alcançaram, com êxito, os seus objetivos e ajudaram a promover o concelho de Cabeceiras de Basto além-fronteiras.

VINHO VERDE TEM FESTA EM PONTE DE LIMA

Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais 2015 em Ponte de Lima de 12 a 14 de junho

Sendo Ponte de Lima um concelho afamado pela produção do Vinho Verde, uma herança que herdou dos seus antepassados, com o cultivo de diversas castas de vinho, com destaque para o Loureiro e o Vinhão, e um microclima propício a esta atividade vinícola, justifica-se a aposta neste sector e na realização anual da Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais.

cartaz_VV_2015_final_2-2

Numa parceria conjunta entre o Município de Ponte de Lima, a Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima e a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana Castelo, há 25 anos que em Ponte de Lima se celebra a Festa do Vinho Verde.

A XXV Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais, mantém a aposta que a tem diferenciado ao longo destes anos, ao promover e divulgar o afamado vinho verde e os melhores sabores que compõem a cozinha regional.

O evento promove a mostra de Produtos Regionais, organizando em simultâneo o Concurso de Vinhos Verdes de Ponte de Lima, dirigido a produtores, garrafeiras, engarrafadores e distribuidores, ação que permite aos produtores obter condições especiais para apresentar os seus vinhos a segmentos de mercado estratégicos, traduzindo-se seguramente numa boa oportunidade de negócio.

A Festa do Vinho Verde promove em paralelo outros produtos endógenos, típicos do concelho, como os Enchidos e Fumados, que aliados à confeção tradicional, contribui para promoção dos sabores tradicionais.

O programa da Feira inclui ainda a promoção de Shows Cookings, Workshops, 13º Concurso de Vinhos Verdes, VII Concurso de Leite-Creme, VII Concurso Regional da Raça Frísia do Alto Minho e uma Jornada do Campeonato Regional de Ensino.

As inscrições estão abertas até ao dia 5 de junho. Consulte o regulamento em www.festadovinhoverde.pt.

CERVEIRA CELEBRA TRADIÇÃO DAS MAIAS

Roteiro das ‘maias’ naturais e em crochet

Vila Nova de Cerveira dá as boas-vindas ao mês de maio com um ambiente colorido e floral. Duas ‘maias’ em crochet ornamentam a varanda do Município e a fachada da Loja Interativa de Turismo. Os restantes edifícios públicos expõem ‘maias’ de flores naturais e criativas. Sugestões complementares para uma visita em família ao concelho.

IMG_1143

Em cada efeméride, a ‘Vila das Artes’ tem-se afirmado pela elaboração de um programa de atividades familiar, acompanhado de trabalhos artesanais em matéria de ornamentação que convidam o residente ou turista a partir à descoberta de um concelho que conjuga uma beleza natural ímpar com a forte componente artístico-cultural.

Maio é por excelência o mês das flores, e o Município cerveirense presta-lhe uma merecida receção: com empenho, dedicação e muita imaginação, um grupo de colaboradoras municipais criou duas ‘maias’ em grandes dimensões, com requisitos comuns dos tons amarelos e verdes e de ser ornamentada em crochet. Á varanda da Câmara Municipal pode apreciar-se uma ‘maia’ constituída por 30 tradicionais jarros todos minuciosamente trabalhados em crochet, acompanhados pela também tradicional giesta. Na fachada da Loja Interativa de Turismo, cerca de 50 pampulhos dos campos e urze do monte em crochet criam mais um atrativo turístico.

Um pouco por todo o centro histórico da vila, vários edifícios públicos e particulares ganham outra vida com a colocação de arranjos florais, fruto do envolvimento de escolas, IPSS’s e comerciantes, promovendo um roteiro das ‘maias’.

Valorizar as tradições, fomentar a recriação e costumes de hábitos populares e estimular a participação e criatividade artística e cultural são os objetivos subjacentes a esta iniciativa amplamente alcançados pelo envolvimento de toda a comunidade, a quem a autarquia cerveirense deixa um agradecimento público.

IMG_1116

PONTE DE LIMA RECEBE CONGRESSOS INTERNACIONAIS DE PARQUES E JARDINAGEM

World Urban Parks em Ponte de Lima de 26 a 30 de maio

Ponte de Lima recebe o Congresso Mundial da World Urban Parks e o 9º Congresso Ibero-Americano de Parques e Jardins Públicos de 26 a 30 de maio, evento internacional que acontece durante a semana de inauguração do 11º Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima.

O Congresso Mundial da World Urban Parks resulta de uma parceria entre a IFPRA – International Federation of Parks and Recreation Administration, uma organização mundial e a Associação Espanhola de Parques e Jardins Públicos - AEPJP que realiza o seu 9º Congresso Ibero-Americano de Parques e Jardins Públicos, realizando-se assim um único Congresso.

Este evento marca o nascimento da World Urban Parks, momento este que se traduz na transição da IFPRA para uma organização mundial de espaços verdes urbanos, que manterá como missão o contributo para um desenvolvimento mais harmonioso do território.

De destacar as temáticas do programa sobre a Conceção Inteligente; a Manutenção Inteligente e a Promoção Inteligente, a apresentar por congressistas considerados especialistas na área dos Parques, Espaços Verdes e Planeamento Urbano, oriundos de diversas nacionalidades, como Espanha, Colômbia, Moçambique, Estados Unidos da América, Austrália, Marrocos e Portugal.

Deste conjunto de oradores, referência para o Diretor Executivo da World Urban Parks, Dr. Digby Whyte, Drª Gloria Aponte Garcia, Dr. Peter Dalkeith Scott, Dr. Stephen A. Wolter, Dr. Saïd Zarrou, Dr. António Simão Jr., Drª. Tariana Torre, Dr. José Arrieta León e o Dr. Paulo Farinha-Marques.

O congresso contará ainda, com as apresentações orais e exposições de posters por participantes de vários países. China, Austrália, Turquia, Brasil e Suécia são alguns dos vários exemplos de culturas que vão marcar presença em Ponte de Lima nos últimos dias do mês de maio.

O número de inscrições no Congresso é limitado, no entanto o Município de Ponte de Lima deliberou aprovar descontos extraordinários a aplicar aos parceiros e participantes das autarquias locais portuguesas.

Com o alto patrocínio do Presidente da República Portuguesa, o Congresso tem confirmada a presença do 1º Ministro da Guiné Bissau, na cerimónia de abertura, no dia 26 de maio. Após este momento, está agendada a assinatura do protocolo de geminação da Região de Cachéu com a CIM - Comunidade Internacional do Alto Minho.

Em paralelo ao Congresso Mundial, realiza-se a 1ª Feira de Espaços Verdes que vai decorrer na área de exposição da Expolima, sendo de realçar ainda a abertura da 11ª edição do Festival Internacional de Jardins, na sexta-feira, 29 de maio, este ano subordinado à temática a “Água no Jardim”.

A Vila Mais Antiga de Portugal apresenta-se como um destino privilegiado de milhares de amantes dos jardins e da arte a estes associada, fazendo deste evento palco distinto de comunicação para questões globais, nomeadamente, do ambiente da sociedade.

Consulte o programa do Congresso em:

HTTP://CONGRESSO2015.CM-PONTEDELIMA.PT/?PAGE_ID=839.

Para mais informações ou outros esclarecimentos sobre o Congresso contacte: urbanparks@cm-pontedelima.pt ou consulte o site: http://congresso2015.cm-pontedelima.pt/

CERVEIRA PROMOVE MÚSICA CLÁSSICA

Concerto de música clássica num ambiente de riqueza histórica

A Igreja da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira foi o espaço escolhido para acolher, este sábado à noite, um concerto emblemático, centrado no período barroco. Com entrada livre, o espetáculo “Alto Minho Ensemble” carateriza-se pela simbiose perfeita entre música e património.

“Alto Minho Ensemble” é uma iniciativa promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), que consiste na realização de dez concertos entre março e maio de 2015, em espaços históricos ou classificados dos concelhos do Alto Minho, criando um festival de música e vivência do património. O conceito deste ciclo de concertos pretende demarcar-se em absoluto de outras manifestações de caráter musical, na medida em que, pela primeira vez, reúne diferentes gerações de artistas (intérpretes, solistas e diretores musicais).

O repertório do “Alto Minho Ensemble” centra-se no período barroco, época da qual datam uma grande parte dos espaços monumentais. Com produção e coordenação artística a cargo de David Martins e direção artística de Sergey Arutyunyam, trata-se de um dia de “património aberto” em cada concelho, tendo em vista a valorização do património arquitetónico identitário.

O “Alto Minho Ensemble” corresponde a uma das ações do projeto CRIARTE - Promoção da Criatividade Territorial do Alto Minho, que está a ser desenvolvido pela CIM, sendo cofinanciado pelo Programa Operacional da Região Norte – ON.2.

O concerto em Vila Nova de Cerveira têm início às 22h00, na Igreja da Misericórdia, e é de entrada livre.

CERVEIRA ENSINA A FAZER FLORES EM CROCHET

Porque o crochet tornou-se um caso de sucesso em Vila Nova de Cerveira, e porque este é o fim-de-semana dedicado ao Primaveraemcerveira.come, a Loja Interativa de Turismo dinamiza um Workshop de Flores em Crochet. De participação gratuita, a atividade decorre este sábado, entre as 10h00 e as 17h30, com a artesã Maria Miká.

Trata-se de mais uma iniciativa que visa a preservação da arte secular de fazer crochet, desmistificando que este seja apenas um hobbie para pessoas mais velhas. A mensagem a transmitir é a de que o crochet pode ser adaptado aos tempos modernos, bem como ser encarado como uma atividade profissional rentável.

O Workshop de Flores em Crochet é de participação gratuita e vai ser ministrado pela artesã Maria Miká, que já é uma marca inteiramente portuguesa, com todas as peças feitas à mão, baseada nas tradições portuguesas, como o crochet e os bordados regionais. As técnicas básicas do crochet e como elaborar uma bela e colorida flor são os passos que constituem esta iniciativa.

Participe, aprenda e faça uma flor… em crochet! Quem sabe, uma sugestão criativa e única para oferecer no Dia da Mãe, que se assinala este domingo, 3 de maio.

PORTAL DO ASSOCIATIVISMO DE ARCOS DE VALDEVEZ É EXEMPLO DE BOAS PRÁTICAS

Portal do Associativismo reconhecido pela Agência para a Modernização Administrativa como um exemplo de Boas Práticas Nacionais

A Câmara Municipal releva o trabalho realizado pelas Associações e toda a atividade desenvolvida, pois são um parceiro fundamental na dinamização social, cultural e desportiva no concelho.

portal_associativismo

Neste sentido, e de forma a ajudá-las em várias questões do dia-a-dia foi criado pelo município o Gabinete de Apoio ao Associativismo, situado nas piscinas municipais. Neste local têm acesso à disponibilização de informações, articulação de agendas e apoio ao nível das candidaturas a programas de apoio.

Ligado à criação deste Gabinete de Apoio está a criação do Portal do Associativismo, o qual foi recentemente reconhecido pela Agência para a Modernização Administrativa como um exemplo de Boas Práticas Nacionais. Nesta plataforma eletrónica está acessível toda a informação necessária para as associações. Foi-lhes disponibilizado espaço para alojamento para os seus sites e duas contas de correio eletrónico.

Este reconhecimento deixa a Autarquia bastante satisfeita e orgulhosa, pois revela que está no caminho certo naquilo que é o apoio dado ao Movimento Associativo do concelho.

Em suma, este portal tem como principais objetivos fortalecer a intervenção social, cultural, recreativa e desportiva do associativismo arcuense, incentivar um maior envolvimento das populações na vivência comunitária, promover o intercâmbio entre a autarquia e as associações do concelho e da diáspora, estimular, desenvolver e divulgar os valores do associativismo e valorizar o empenho e a dedicação dos dirigentes associativos que, a título voluntário, dedicam parte das suas vidas e do seu tempo livre às atividades públicas e ao bem comum.

De realçar que, para além deste tipo de apoios, a autarquia celebra anualmente protocolos com estas entidades. Em 2014 foram entregues ao movimento associativo mais de 760 mil euros.

OS MAIOS E AS MAIAS: O MINHO MANTÉM A TRADIÇÃO!

Com a entrada do mês de Maio, enfeitam-se de giestas floridas as janelas das casas nas vilas e aldeias do Minho anunciando a chegada da Primavera em todo o seu esplendor e, com ela as flores que contribuem para alegrar a nossa existência, perfumar e dar colorido ao ambiente que nos rodeia. São as maias feitas de ramos de giestas com as suas flores amarelas as quais, por tradição, são colocadas nas portas e carros agrícolas, constituindo este costume uma forma de celebrar o renascimento da vida vegetal.

10302385_773054989393004_4414026659280074106_n

Atualmente pouco divulgada, a festa das maias foi noutras épocas celebrada em todo o país, tendo caído em desuso devido a sucessivas proibições devidas a rixas originadas pelo despique entre localidades ou ainda por motivos religiosos, como sucedeu em 1402 por imposição régia a qual determinava "nõ cantassem mayas, ne Janeiras, e outras cousas q eram contra a ley de deus". A sua origem perde-se nos tempos e corresponde às Florálias celebradas entre os romanos e dedicadas a Flora, deusa das flores e da Primavera, a quem consagravam os jogos florais. Durante três dias consecutivos, as mulheres dançavam ao som de trombetas, sendo coroadas de flores as que logravam ganhar os jogos, adornando-se desse modo à semelhança da própria divindade a que prestavam culto. Aliás, é precisamente aos romanos que se atribui a implantação de tal costume na Península Ibérica, tendo a mesma alcançado especial aceitação na região do Algarve.

16907185_bzJGu

Também entre nós houve em tempos idos o costume de, por esta ocasião, coroar-se de flores uma jovem vestida de branco, prestes a entrar na primavera da vida, qual maia adornada de joias, fitas e flores que nos trazem à lembrança as fogaceiras de Santa Maria da Feira e as moças que levam à cabeça os característicos tabuleiros das festas de Tomar. E, tal como Flora entre os romanos, a jovem maia sentava-se num trono florido a cujos pés o povo dançava durante todo o dia, venerando desse modo a esbelta divindade pagã e celebrando os seus atributos que se permitiam o retorno dos vegetais. Conta ainda uma lenda antiga que em Lagos, no Algarve, tal costume incidia sobre um homem da terra que era adornado com as melhores joias, o qual percorria as ruas da cidade montado num asno. Sucedeu que, em certa ocasião, terminada que foi a volta pela cidade, o maio dirigiu-se para os campos junto da cidade e desapareceu para nunca mais ser visto. Em virtude do ocorrido, o povo que ainda espera o seu regresso com as joias que consigo levou passou a designar o Maio como "o mês que há-de vir…

E, enquanto o Maio não chega para as gentes de Lagos, é altura de festejarmos as maias, alegrando as janelas com ramos de giestas floridas. Em breve virá a celebração do Corpus Christi e a Vaca das Cordas em Ponte de Lima, as festas do Espírito Santo e a Coca em Monção, a festa das fogaceiras em terras de Santa Maria da Feira e as fogueiras pelo S. João a evocar o solstício do Verão. A seu tempo chegarão as colheitas e as malhadas, as vindimas e as adiafas e, pelo S. Miguel as desfolhadas ou descamisadas. Para trás fica o entrudus e as festas equinociais e pascais, a Serração da Velha e a Queima do Judas.

Assegurámos através do rito a ininterrupção do ciclo da natureza, participando desse modo na ação criadora dos deuses. Pela tradição, preservamos usos e costumes que chegaram até aos nossos dias e fazem parte do nosso folclore. Festejemos, pois, as maias, fazendo-as ressurgir com o mesmo colorido, alegria e pujança como nos tempos antigos!

16907184_j5K1r

GUIMARÃES PROMOVE COMBATE AO RUÍDO

Câmara de Guimarães prepara Plano Municipal de Redução de Ruído

Documento pretende fazer a caracterização das principais fontes de ruído e lançar medidas para a sua redução. O objetivo é promover a qualidade de vida dos vimaranenses, diminuindo incómodos sonoros e problemas de saúde associados ao ruído.

Guimaraes_Dia_Sensibilizacao_Ruido

A elaboração de um Plano Municipal de Redução de Ruído é uma das medidas que a Câmara Municipal de Guimarães está a preparar para identificar áreas com níveis de exposição à poluição sonora que ultrapassem os limites estabelecidos no Regulamento Geral do Ruído.

O desenvolvimento de uma estratégia, inserida no âmbito da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia, visa selecionar e implementar medidas prioritárias tendo em vista a redução dos índices sonoros e a definição de necessidades de diminuição de ruído. Algumas das medidas do plano encontram-se já em vigor, como é o caso da implementação do novo regulamento dos horários de estabelecimentos, a beneficiação de vias e melhoria de pavimentos, a criação de “Zonas 30”, dissuasoras de velocidade, a emissão de licenças de ruído com limitação de horário, o estreitamento de vias na cidade e no Centro Histórico para a redução de velocidade das viaturas ou a plantação de árvores junto às principais vias como barreira acústica natural.

Considerando como principais fontes de ruído os grandes eixos viários, como autoestradas e vias rápidas, as linhas férreas e as principais fontes de ruído industrial, 72% da população urbana do concelho de Guimarães encontra-se em níveis recomendáveis de exposição ao ruído no período diurno-entardecer-noturno.

MONITORIZAÇÃO DO RUÍDO NA ALAMEDA

O Município de Guimarães assinalou esta quarta-feira, 29 de abril, o Dia Internacional de Sensibilização para o Ruído, com a realização de um conjunto de monitorizações na Alameda de São Dâmaso, entre as 09 e as 17 horas. Durante este tempo, os valores mantiveram-se abaixo dos 65 decibéis, resultado que se enquadra nos níveis estipulados nas zonas urbanas em período diurno, cuja média aceitável varia entre os 63 e 65 decibéis. Nas oito horas em que durou o exercício de monitorização, o valor apenas foi ultrapassado em oito ocasiões, quando o sino da Basílica de São Pedro anunciava ciclicamente a alteração horária, chegando a atingir nesse momento os 72 decibéis.

A ação, que teve por objetivo sensibilizar a população para os efeitos do ruído na sua saúde e bem-estar, foi organizada em parceria com a Unidade Operacional Acústica Ambiental da Universidade do Minho, Laboratório da Paisagem e com a empresa de estudo e controlo ambiental “Ambergo” e “MRA”, empresa de medição e testes em Portugal. Além de medições do ruído em tempo real, a iniciativa promovida pela Câmara de Guimarães foi visitada por mais de uma centena de alunos de estabelecimentos de ensino do centro da cidade. Os trabalhos realizados por estudantes foram afixados em expositores onde decorreram publicamente as medições.

PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA 25 DE ABRIL

As comemorações da revolução de 1974 na Póvoa de Lanhoso envolveram agentes políticos, associações e centenas de participantes no programa que foi marcado pelas atividades desportivas. 

P1410977

O dia iniciou-se com o ato solene e simbólico do hastear das bandeiras nos Paços do Concelho, onde marcaram presença os eleitos da Câmara Municipal, da Assembleia Municipal e vários autarcas das freguesias. Um momento abrilhantado pela Banda de Musica de Calvos.

Seguiu-se ao longo do dia um conjunto vasto de provas desportivas de várias modalidades onde participaram mais de 700 atletas. “este ano decidimos envolver o mais possível as associações locais pois só com estas parcerias é que poderemos motivar genuinamente a comunidade” referiu Manuel Baptista. “Quero deixar um agradecimento a todos que nos ajudaram a realizar as provas desportivas e os rastreios médicos, permitindo que esta data histórica fosse assinalada de uma forma positiva e saudável no nosso concelho”.

P1420061

Registar a forte participação de atletas que provieram de vários concelhos e equipas do distrito e que participaram em várias modalidades. As provas de andebol, a cargo da Associação de Andebol da Póvoa de Lanhoso envolveram 45 atletas. Nos 12 jogos de basquetebol, coordenadas pela secção de basquetebol do Sport Clube Maria da Fonte participaram 180 atletas. A Academia Fintas organizou o torneio de futebol com a participação de 100 atletas em vários escalões. Realçar ainda as aulas de hidroginástica, Zumba e Spinning, realizadas pela Piscina Municipal e pelo ginásio Killer Kilo envolvendo mais de 100 praticantes destas modalidades. Por último uma referência às atividades desenvolvidas pelo Centro de convívio da Póvoa de Lanhoso e pela Associação de Invisuais do Distrito de Braga e aos rastreios médicos que estiveram a cargo do núcleo de estudantes de medicina da Universidade do Minho.

P1420024

ASSOCIAÇÃO DE APOIO OS DEFICIENTES NASCE EM CELORICO DE BASTO

Nasceu em Celorico de Basto a Associação “Amar e Partilhar 21”

Com o intuito de apoiar “pessoas especiais” nasceu em Celorico de Basto a Associação “Amar e Partilhar 21” fundada por um grupo de amigos todos eles, de alguma forma, habituados a conviver com pessoas portadoras de deficiência.

A Câmara Municipal de Celorico de Basto na pessoa do presidente da autarquia, Joaquim Mota e Silva, apoia o projeto e reforça a necessidade de desenvolver mecanismos cada vez mais sólidos e concertados que respondam às necessidades das pessoas portadoras de deficiência. “Estas instituições são muito importantes para apoiar, valorizar e integrar as pessoas portadoras de deficiência na sociedade. Uma sociedade, muitas vezes, incapaz de responder por si só, às necessidades inerentes às pessoas especiais. Para que este trabalho seja bem executado contará com o apoio imprescindível de voluntários, técnicos especializados de diferentes áreas de intervenção, que minimizarão algumas das dificuldades sentidas pelas pessoas portadoras de deficiência”, disse.

Objetivamente esta associação de apoio a Pessoas Especiais, sem fins lucrativos e única no concelho, pretende promover a integração sensibilizando a população para a inclusão das pessoas com deficiência. Criar atividades educativas, culturais, sociais e desportivas de modo a permitir a interação destas pessoas com a sociedade em geral e prestar apoio nas mais diversas áreas.

“As pessoas especiais contarão connosco para as ajudar a ter melhor qualidade de vida. Iremos promover o apoio ao estudo, fisioterapia, psicologia, terapia da fala, terapia ocupacional, ginástica, música e muito mais. Pretendemos sobretudo, que a comunidade se una e, em uníssono, crie as melhores condições para apoiar efetivamente, as pessoas especiais”, referiu Paulo Silva, presidente da Associação.

Para que as atividades decorram em conformidade, esta associação conta com o apoio da Câmara Municipal, do Agrupamento de Escolas, dos voluntários que se queiram associar, dos sócios e da comunidade em geral.

Genericamente as atividades de “Amar e Partilhar 21” terão lugar no Centro Escolar da Vila de Celorico de Basto, aos sábados, com a participação possível mediante inscrição.

NUNO PRATA ATUA EM PONTE DE LIMA

Nuno Prata. 1 de Maio – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes

Nuno Prata, nome muito familiar à generalidade do público, conhecido baixista da banda Ornatos Violeta, é a oferta do Teatro Diogo Bernardes para 1 de Maio, às 22h00, acompanhado por Nicolas Tricot e Nicolau Fernandes, numa noite que será garantia de muita e excelente música cantada em português.

Depois da enorme aventura dos Ornatos Violeta, lançou o seu 1.º disco de originais em 2006, onde deu a conhecer a sua vertente de cantautor, com as letras acutilantes e melodias cativantes. O 2.º disco de originais saiu em 2012 pela Valentim de Carvalho.

Neste novo ciclo da sua carreira, conta com Nicolas Tricot e com Nicolau Fernandes nas apresentações ao vivo deste novo disco, de nome homónimo, que teve o apoio da Fnac Cultura e da GDA, editado em Novembro de 2014.

"O brilho das histórias simples.

Ao terceiro disco dá o seu nome e confirma uma identidade que se vem cimentando a solo, sem rejeitar passado e influências.

Há uma cadência que lembra Ornatos Violeta (a sua antiga banda), mesmo se Manel Cruz não tivesse uma breve participação em “Simplesmente é isso”, um dos primeiros temas a sobressair neste trabalho, que tem tanto de discreto como de luminoso e aconchegante. Por outro lado, as narrativas das canções trazem, novamente, a influência do estilo da pena de Sérgio Godinho.

Um álbum em moldes acústicos, mas com ornamentos variados, que adquire em temas como “Julgava estar resolvido (Inventa agora um refrão)”, “Hoje é feriado” e “Às voltas (Fiz por me lembrar de ti)” um brilho especial.

“Nuno Prata”, o disco, é feito de melodias simples, no que o termo tem de melhor, e lança chão para se irem descobrindo as nuances de um compositor que merece as melhores atenções." (Ana Tomás, in Jornal i).

Atente-se às palavras de João Bonifácio (in Público / Ipsilon – Cultura): "Neste momento diz estar a zero, isto é, não tem canções na gaveta e até anda com vontade de fazer uma nova banda em que só tenha de tocar um instrumento em vez de compor. Por amor à santa, façam favor de ir aos concertos deste homem e dar-lhe amor, que é para ele se sentar e parir um disco antes de 2018."

Bilhetes à venda e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

MULTINACIONAL FRANCESA INVESTE EM ARCOS DE VALDEVEZ

Eurocast Portugal prevê abrir portas já no segundo semestre de 2015

A multinacional francesa Eurocast Portugal do sector automóvel vai investir, até 2017, cerca de 23,4 milhões de euros numa fábrica que será instalada em Arcos de Valdevez e criará 130 postos de trabalho.

A construção da unidade de produção e comercialização de fundição injetada de alumínio para componentes automóveis já começou, devendo iniciar a laboração no próximo mês de agosto.

Como esta fábrica empregará pessoas com formação da metalurgia, da metalomecânica e da fundição, foi realizada uma sessão de apresentação da empresa a desempregados do concelho, inscritos no Centro de Emprego, para que fizessem uma pré-inscrição nas formações que darão o passaporte para um lugar na multinacional.

Estas formações decorrerão no Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica (CENFIM), em Arcos de Valdevez, e no CINFU - Centro de Formação Profissional da Indústria de Fundição.

Para João Manuel Esteves este investimento no concelho é visto com muito bons olhos, pois contribuirá para reduzir o desemprego e para o crescimento e dinamização da economia local.

Neste sentido apelou a todos os presentes para que aproveitem esta oportunidade, agradecendo também toda a disponibilidade do Centro de Emprego e Centros de Formação neste processo.

apresentacao_eurocast5

BANDA POP ATUA EM PONTE DE LIMA

Cochaise. 2 de Maio – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes

Uma das maiores revelações dos últimos tempos no denominado pop português, os Cochaise sobem ao palco do Teatro Diogo Bernardes no próximo sábado, dia 2 de Maio, às 22h00, num concerto que garante surpreender todos os espectadores, tendo em conta estarmos perante uma das bandas mais promissoras no panorama musical nacional e a apresentação do novo disco, editado no presente mês de Abril, ou seja, o segundo concerto com interpretações dos temas que fazem parte do mais recente trabalho.

cochaise[1]

"Finalizámos agora o nosso terceiro longa duração, ao qual decidimos chamar 'Cochaise'. É um conjunto de dez canções trabalhadas no sentido e ao encontro da palavra e estamos inteiramente felizes por vos podermos apresentar o resultado. Letras cuidadas sobre pessoas e sentimentos, harmonias coloridas, ritmos pegajosos para danças dolorosas" (Cochaise).

Os Cochaise são Cláudia Sambado (voz), Filipe Sambado (guitarra e voz), Alexandre Pereira (guitarra e voz), Luís Barros (bateria) e Adriano Fernandes (baixo) e lançaram os discos «Mini-Homónimo», «Se Amanhã não Chovesse» e «Já Te Digo Qualquer Coisa» (EP) em 2011, 2013 e 2014, respectivamente. O novo disco (homónimo), acabado de sair, é de Abril de 2015.

Há mais coerência na trágica condição amorosa dos Cochaise. Sofre-se por ignorância e por se saber demais. A maturidade não é sapiência, mas a vacinação e a catarse encontram-se à distância de uma garrafa de vinho.

Paulo Cecílio (bodyspace.net), em relação à “banda com raízes em seis localidades diferentes (a saber: Lagos, Lisboa, Albufeira, Porto, Amadora, Bobadela)”, afirma que “desde Mini Homónimo, de 2011, que por aqui estamos certos de estar na presença de uma das grandes revelações do pop rock nacional, capaz de compor canções orelhudas aliadas a letras espertas – uma espécie de Clã sem sotaque do norte. No entanto, a visibilidade é escassa: para além do grupo de amigos que os vai acompanhando, onde se encontram todos os grandes da Cafetra e todo o grande Diego Armés, os Cochaise ainda são uma mina escondida na floresta que é a música portuguesa.”

Bilhetes à venda e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

VACA DAS CORDAS TEM AMIGOS EM PONTE DE LIMA

Associação dos Amigos da Vaca das Cordas apresentou o Cartaz da Vaca das Cordas 2015

A Associação dos Amigos da Vaca das Cordas apresentou publicamente o cartaz da tradicional Corrida da Vaca das Cordas 2015.

A cerimónia que decorreu ontem ao final da tarde, contou com a presença do Executivo Municipal, liderado pelo Sr. Vice-Presidente, Gaspar Martins. Este ano, a Corrida da Vaca das Cordas realiza-se no dia 5 de junho, a partir das 18 horas.

Mantendo a tradição, a Associação dos Amigos da Vaca das Cordas promove esta secular tradição que atrai à Vila mais Antiga de Portugal milhares de pessoas. Ao final da tarde, as atenções concentram-se no Centro Histórico, e na Rua do Arrabalde, em frente ao portão da Casa de Nossa Senhora de Aurora, onde começa a corrida da Vaca das Cordas, seguindo em direção à Matriz, para as tradicionais três voltas à igreja. É um dia de festa, que mostra a alma e a tradição do povo.

O Cartaz, que apresenta vários elementos que simbolizam esta tradição limiana, é da autoria de um estudante de artes plásticas, natural de Freixo, Leonardo Santos Silva.

MINHOTOS EM ANDORRA ORGANIZAM FESTIVAL DE FOLCLORE

Grupo de Folclore Casa de Portugal comemora 19 anos de existência

O “Grupo de Folclore Casa de Portugal” no Principado de Andorra, leva a efeito nos próximos dias 1 e 2 de Maio, a quinta edição do Festival de Folclore Ibérico – Principado de Andorra. Trata-se de uma iniciativa que visa celebrar o 19º aniversário daquela entidade cultural, fundada a 1 de Maio de 1996.

XIX CARTAZ FESTIVALc

Nesta edição, a cultura tradicional da Península Ibérica estará a cargo, em representação de Andorra, pelo Esbart Dansaire d’Andorra la Vella, em representação de Espanha, pela Agrupación Virgen de las Nieves de Tanos – Torrelavega (Cantabria), e pelo Rancho Regional Recordar é Viver de Paramos – Espinho (Portugal) que juntamente com o Grupo anfitrião representarão o folclore lusitano.

No dia 1 de Maio, terá lugar a Sessão Solene no Comú d’Escaldes-Engordany (Câmara Municipal), onde os Grupos serão recebidos pela Cònsol Major (Presidente da Câmara), Sra. Trini Marín e à qual assistirá também o Sr. Manuel Dias, Presidente da Junta de Freguesia de Paramos. Na cerimónia serão impostas a fitas comemorativas e será feita a entrega de lembranças alusivas ao Festival.

No dia 2 de Maio, sábado, a partir das 21 horas realiza-se o desfile pelas ruas de Escaldes-Engordany, coincidindo com o evento de rua “Nit Vivand”, um espaço comercial e de lazer para os turistas que visitam o país.

Após o desfile, a Sala do Prat del Roure será o palco principal das celebrações onde, a partir das 22 horas, mais de 150 folcloristas apresentam as danças e cantares tradicionais ao enumero publico que tradicionalmente assiste ao encontro ibérico de culturas, com entrada gratuita.

A realização deste Festival, não seria possível sem a colaboração do tecido empresarial português e andorrano que anualmente tem apostado na sua concretização, e que este ano será transmitido via internet pela Rádio Ondas de Portugal.

TERRABOURENSES COMEMORAM 25 DE ABRIL

Terras de Bouro assinalau “25 de abril” com apresentação de “Olhares in Versos”

Com o Salão Nobre dos Paços do Concelho de Terras de Bouro completamente cheio de muitos amigos, familiares, admiradores e figuras públicas do concelho e não só, coube ao Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Dr. Joaquim Cracel, a apresentação, diga-se, emocionada e muito elogiosa da obra do “seu amigo de infância” como o próprio fez questão de sublinhar.

1

“Olhares in Versos” assim se chama o último livro do ilustre poeta terrabourense João Luís Dias, uma “realização literária repleta de sentimento e da comunhão com a natureza”, características aliás fundamentais e marcantes na escrita do autor. A sessão ficou ainda marcada por um momento musical e pela presença da artista plástica, Marlene Soares, autora das ilustrações (em azulejo) que surgem também na obra.

P4270094

2.2

2

3.1

3

5

“SE EU FOSSE…”, DE RICHARD ZIMLER VAI SER APRESENTADO NA BIBLIOTECA DE CAMINHA

Apresentação do livro vai ter lugar sábado, dia 2 de maio, pelas 10h30

“Se eu fosse …”, de Richard Zimler é o livro que vai ser apresentado na Biblioteca Municipal de Caminha já no sábado, dia 2 de maio, pelas 10h30. Ilustrado por Aurélie de Sousa, este livro é uma obra que desafia e estimula a imaginação das crianças. Esta é mais uma das atividades promovidas pela autarquia que visa a promoção do livro e da leitura.

Richard Zimler é um reconhecido romancista, mas também se tem destacado a escrever livros infantis. Não é a primeira vez que Zimler visita a Biblioteca de Caminha. Recorda-se que Zimler esteve aqui no passado mês de agosto onde apresentou outro dos seus livros “A Sentinela”.

Quanto ao livro “Se eu fosse …”, na sinopse lê-se: “Imagine ser capaz de voar como uma borboleta, saltar como um canguru ou espreitar o cimo das árvores como uma girafa. Todos sabemos que as crianças, frequentemente, fantasiam que conseguem adquirir as características extraordinárias dos animais, desde os mais pequenos aos mais majestosos. E é bom que o façam! Porque os mais jovens têm de "viver" estas transformações e ter aventuras libertadoras para se tornarem adultos criativos e imaginativos, capazes de realizarem os seus sonhos”.

Na verdade, este livro “encoraja as crianças (e talvez os seus pais também!) a ultrapassarem as suas limitações. Este livro convida os mais jovens a nadarem como um peixe tropical ou a cantarem como um melro – ou até mesmo afastarem os banhistas da praia com o “sorriso” de um tubarão!”.

Richard Zimler nasceu em 1956 em Roslyn Heights, um subúrbio de Nova Iorque, trocou a "big apple" pelo Porto, a cidade que o encantou, mas em Caminha passa também largas temporadas.  

Fez um bacharelato em Religião Comparada na Duke University e um mestrado em Jornalismo na Stanford University. Trabalhou como jornalista durante oito anos, principalmente na região de São Francisco. Em 1990 foi viver para o Porto, onde lecionou Jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Tem atualmente dupla nacionalidade, americana e portuguesa. Desde 1996, publicou dez romances, uma coletânea de contos e dois livros para crianças. A Sétima Porta, A Sentinela, O Último Cabalista de Lisboa e Os Anagramas de Varsóvia são alguns dos seus títulos, considerados best sellers.

CIÊNCIA EM PONTE DE LIMA É DIVERTIDA

“Ciência Divertida” – Município de Ponte de Lima vai abrir mais três Espaços

O Município de Ponte de Lima inaugura a 5 de maio os três últimos Espaços “Ciência Divertida”, cujas salas visam promover um espaço de saber polivalente em termos de conhecimento e saber.

O projeto, lançado pelo Serviço Educativo da Área Protegida, abriu em outubro de 2012, com a 1ª sala no Centro Educativo das Lagoas. Desde então já abriram mais 8 salas de Ciência Divertida, nomeadamente nos Centros Educativos de Arcozelo, Ribeira, Feitosa, Gandra, Refoios; Eb1 de Ponte de Lima, Freixo e Vitorino dos Piães.

Com a inauguração dos três últimos espaços, na EB1/JI da Correlhã (09h30) e nos Centros Educativos do Trovela (11h00) e da Facha (14h00), o Município encerra o processo de instalação de um Espaço “Ciência Divertida” em cada Centro Educativo do Concelho.

Com os Espaços “Ciência Divertida” propõem-se impulsionar pedagogicamente a cultura científica e tecnológica, com especial ênfase nas camadas mais jovens da população. Os professores, para acompanhar os trabalhos, têm ao seu dispor um Caderno orientador de ensino, em função do equipamento e material que o espaço dispõe.

Convidamos o V/ órgão de Comunicação a presenciar a abertura dos três últimos Espaços “Ciência Divertida”, no dia 5 de maio, na EBI/JI da Correlhã e nos Centros Educativos do Trovela e Facha.

ARCOS DE VALDEVEZ REQUALIFICA ÁREA ENVOLVENTE AO CENTRO DE SAÚDE

Envolvente ao Centro de Saúde praticamente concluída

  • Parque de estacionamento com capacidade para cerca de 50 veículos foi formalmente aberto ao público na passada sexta-feira
  • ULSAM consignou a “Requalificação da envolvente do Centro de Saúde de Arcos de Valdevez”

A empreitada levada a cabo pela Câmara Municipal de "Requalificação Urbana da envolvente ao Centro de Saúde", adjudicada à empresa JRVEZ, Unipessoal, Lda., por 147.350,00 € (s/ IVA),encontra-se praticamente concluída.

Esta empreitada teve como objetivo a requalificação urbana junto ao centro de saúde, numa parceria com a ULSAM.

consignacao_ULSAM

A Autarquia melhorou os acessos ao Centro de Saúde e fez um parque de estacionamento, o qual foi formalmente aberto ao público na passada sexta-feira, dia 24 de abril, pelo Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, e pela vogal executivo do Conselho de Administração da ULSAM, Manuela Duarte.

A ULSAM também consignou, neste mesmo dia, a empreitada de “Requalificação da envolvente do Centro de Saúde de Arcos de Valdevez”, a qual conta com um prazo de execução de 60 dias e foi adjudicada por 91.587,43€.

A proposta de intervenção procurou melhorar funcionalmente a acessibilidade e mobilidade rodoviária ao Centro de Saúde, destacando-se deste projeto, duas ações distintas, mas complementares. Uma assegura a ligação pública, e a outra, garantiu um parque de estacionamento público de apoio com capacidade para cerca de 50 veículos ligeiros, incluindo lugares para pessoas com mobilidade condicionada.

No que diz respeito ao arruamento, à ligação pública da Rua Eng.º Adelino Amaro da Costa à Rua Dr. Germano Amorim foi melhorado o arruamento e introduzidos novos passeios, bem como diferenciados os acessos, viário e pedonal, aos diferentes equipamentos de saúde ali instalados, nomeadamente, ao centro de saúde, à Cruz Vermelha e ao Hospital de S. José.

Com a obra consignada pela ULSAM o exterior do Centro de Saúde também ficará completamente renovado brevemente. As duas obras contribuirão para a melhoria da acessibilidade dos utentes e dos profissionais de saúde, repercutindo-se numa melhoria no acesso aos serviços de saúde e no apoio à população.

 

VIZELA ESCLARECE MUNÍCIPES SOBRE AS MUDANÇAS NO MERCADO ENERGÉTICO

Sessão "Mudanças do Mercado Energético e os Descontos Sociais"

A Câmara Municipal de Vizela, através do CIAC, irá colaborar com a Direção Geral de Energia e Geologia no âmbito da “Campanha de Informação e Esclarecimento aos Consumidores de Eletricidade e Gás Natural”.

Neste sentido, irá realizar uma sessão promovida pela ADENE, subordinada ao tema “Mudanças do Mercado Energético e os Descontos Sociais”, que visa esclarecer sobre o processo de extinção das tarifas reguladas, a mudança para o mercado liberalizado e a aplicação das tarifas sociais de eletricidade e gás natural.

A referida sessão é aberta à população em geral, embora seja especialmente dirigida aos técnicos e funcionários das entidades do Concelho que intervém na comunidade e que possam ter um papel ativo na informação, esclarecimento e apoio aos consumidores.

A iniciativa irá realizar-se na Casa das Coletividades, no próximo dia 6 de maio, pelas 10h30.

ARCOS DE VALDEVEZ COMEMORA DIA MUNDIAL DO LIVRO

Dia Mundial do Livro trouxe a Arcos de Valdevez os escritores António Mota e Pedro Seromenho

O município de Arcos de Valdevez comemorou o Dia Mundial do Livro nos dias 23 e 24 de Abril, tendo para tal organizado um alargado conjunto de atividades.  Encontros com escritores nas escolas e nos jardins de Infância das IPSS, implementação de pontos Bookcrossing em vários locais do concelho e alargamento do Projeto FACILITA a mais uma empresa, foram as atividades de relevo.

Dia_mundial_livro_4

António Mota e Pedro Seromenho, dois escritores que se dedicam à criação literária para a infância e juventude marcaram presença, respetivamente no dia 23 e no dia 24 de abril. António Mota, escritor que tem muitos dos seus livros referidos no Plano Nacional de Leitura e o seu livro "Pedro Alecrim" faz parte da restrita seleção de obras de leitura obrigatória das Metas Curriculares de Português, apadrinhou duas iniciativas em torno do livro: o arranque do Projeto Facilita  (iniciativa do município arcuense, iniciada em Abril de 2010, cujo objetivo principal é aproximar os adultos trabalhadores dos livros e da leitura. Quinzenalmente um colaborador da biblioteca municipal dirige-se a uma das unidades industriais aderentes para levar livros, DVDS, jornais, informação sobre programação cultural do município e outras informações) na empresa de Produção de Vestuário  - Afonso, localizada na Zona Industrial de Paçô e o início do Bookcrossing (iniciativa internacional que pretende fomentar a troca gratuita, anónima e informal de livros usados por cidadãos de todo o mundo. No fundo trata-se de mais uma rede social,  fundada nos Estados Unidos, cujo principal objetivo é incentivar as pessoas a "libertar", a encontrar e a ler livros) no nosso concelho. Aqui também fez as delícias dos operários com um momento brilhante e envolvente de leitura de alguns trechos de obras suas, em que a mulher foi a estrela.

Ainda no mesmo dia, António Mota deslocou-se à Escola Básica de Távora e ao Centro Escolar Manuel C. Brandão (Sabadim) para conversar com os alunos e professores sobre as descobertas que só a leitura permite.

Pedro Seromenho que escreve, desenha e ilustra os seus livros foi o autor convidado para falar de livros, no dia seguinte 24 de Abril, com as crianças dos Jardins-de-infância das IPSS  - Centro Social e Paroquial de Arcos de Valdevez, Centro Social e Paroquial de Guilhadeses (Cantinho Alegre); Santa Casa da Misericórdia e Associação Juventude de Vila Fonche (Pousadinha). Já no final das sessões Pedro Seromenho apadrinhou o ponto Bookcrossing que ficou situado na Central Coordenadora de Transportes.

O Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, realçou a importância que o livro e a leitura têm no desenvolvimento e expressividade das pessoas, relevando as iniciativas Bookcrossing e FACILITA no concelho. Duas ações inovadoras, implementadas pelo município, que pretendem promover a leitura, tanto nos jovens como nos adultos.

Dado ter-se verificado uma aposta ganha, o autarca demonstrou ainda a intenção de alargar o projeto FACILITA a outras unidades empresariais do concelho.

VILA PRAIA EM FLOR TEM NOVA CALENDARIZAÇÃO

Previsão de mau tempo obrigou organização a alterar programa

A edição do Vila Praia em Flor 2015, que estava prevista para o período entre a próxima quinta-feira, dia 30 de abril e domingo, dia 3 de maio, sofreu várias modificações derivadas das previsões atmosféricas para o fim-de-semana. Face à previsão de chuva intensa, a organização decidiu alterar as datas. Pedimos a melhor atenção para o programa abaixo.

Vila Praia em Flor 2015 3 (3)

A organização, Câmara Municipal de Caminha, Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora e Grupo dos Amigos das Maias, reuniu-se para analisar os constrangimentos que poderiam advir da confirmação das previsões de mal tempo para o fim-de-semana. Tendo em conta que a maioria dos eventos decorre ao ar livre foi decidido proceder à alteração da programação mantendo praticamente tudo o que estava previsto mas em novas datas.

A Caminhada Florida teve que der agendada para o dia 17 der maio para não coincidir com a outra atividade semelhante.

A programação agendada para amanhã, dia 30 de abril, mantem-se inalterada.

NOVO PROGRAMA:

30 DE ABRIL A 17 DE MAIO

ATELIÊ “Faz a tua Maia”

30 abril | 10H00 - 18H00

Local: Praça da República

Traga flores e venha compor a sua própria Maia!

EXPOSIÇÕES

“As Maias”

30 de abril a 08 de maio

Local: Praça da República

“As Flores que a Natureza nos oferece”

09 | Sábado | 10H00 - 24H00

10 | Domingo | 10H00 - 20H00

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

MERCADO DA FLOR

Venda de flores, plantas e produtos associados

09 | Sábado | 10H00 - 22H00

10 | Domingo | 10H00 - 20H00

Local: Praça da República

MERCADO PROMOCIONAL DAS COLETIVIDADES

Decoração do espaço público pelas Associações Desportivas, Culturais e Recreativas do Vale do Âncora e Comunidade Escolar

09 | Sábado | 10H00 – 24H00

10 | Domingo | 10H00 – 20H00

Local: Avenida Dr. Ramos Pereira

ARTESANATO EM FLOR

Feira de Artesanato do Concelho de Caminha

09 e 10 | Sábado e domingo | 10H00 - 20H00

Local: Rua Cândido dos Reis

FEIRA DO LIVRO “A NATUREZA E A ALEGRIA DA PRIMAVERA EM FLOR”

08 | Sexta-feira| 20H00 - 24H00

09 | Sábado | 10H00 - 24H00

10 | Domingo | 10H00 - 20H00

Local: Parque Dr. Ramos Pereira

Organização: “Baunilha & Chocolate” Livraria

ANIMAÇÃO

QUI 30 de ABRIL

18H00 - Colocação das MAIAS antes do pôr-do-sol

21H30Noite das Maias

Arruada de Cantares e Concertinas “Entre Amigos”

Local: Praça da República

23H00 – Encenação do Roubo das Maias

Organização: Associação de Estudantes da Ancorensis Cooperativa de Ensino

Local: Praça da República

SEX 08 de MAIO

21H00 – Arruada de Bombos pelas principais artérias de Vila Praia de Âncora, pelo Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

21H30 Sketch de Animação com a Universidade Sénior de Caminha

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

Colaboração: CLDS + Caminha

22H00 – Atuação da Tuna da Universidade Sénior de Vila Nova de Cerveira

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

Colaboração: CLDS + Caminha

22H45 – Atuação da Tuna da Universidade Sénior de Caminha

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

Colaboração: CLDS + Caminha

SÁB 09 de MAIO

09H30 – 12H00 – Pelas Margens do Rio Âncora

Percurso Interpretativo sobre flora autóctone, sob orientação de Carlos Venade

Inscrição obrigatória: cisa@cm-caminha.pt | 258 721 708 e 91 44 76 461

Custo 3 euros

Local de concentração: Parque Dr. Ramos Pereira

10H00 – Arruada de Bombos pelas principais artérias de Vila Praia de Âncora, pelo Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

10H30 – Atividade Intergeracional: Hora do Conto “O Nabo Gigante” de Alexis Tolstoi e Niamh Sharkey

Organização: Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

Colaboração: CLDS+ Caminha

TARDE EM MOVIMENTO

15H00 - Aula de

Instrutora ZIN Gabriela Duarte

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

Colaboração: CLDS + Caminha

16H00 – “Venha Dançar Connosco” Danças de Salão – Ritmos Latinos e Clássicos

“JUCAMINHA” – Judo Clube de Caminha

Escola de Dança do Orfeão de Vila Praia de Âncora

“SIRA” – Sociedade Instrução e Recreio Ancorense

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

Colaboração: CLDS + Caminha

22H00DEALEMA

Concerto

Local: Praça da República

DOM 10 de MAIO

15H00 – I Encontro de Bombos Vila Praia de Âncora

Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

Grupo de Bombos Vira a Bombar - Azevedo

Grupo de Bombos São Gonçalo de Dem

Grupo de Bombos de Sopo - Vila Nova de Cerveira

Grupo de Bombos São Jorge dos Arcos de Valdevez

Grupo de Bombos Zabumbas de Alpedrinha - Fundão

Grupo de Bombos da Pedra de Portunhos - Cantanhede

Local: Meia-Laranja, Av. Dr. Ramos Pereira

DOM 17 de Maio

Caminhada Florida

Vista-se a rigor e venha caminhar connosco… haverá inúmeras surpresas pelo caminho!

Principais artérias de Vila Praia de Âncora

Inscrições gratuitas e obrigatórias - Posto de Turismo e Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora

8H30 - Secretariado

9H00 - Concentração

9H30 - Partida

Local de concentração: Praça da República

VIZELA COMEMORA SEMANA DA JUVENTUDE

Semana Europeia da Juventude com 250 participantes em Vizela

Decorrerão nos dias 4, 5 e 6 de maio na Escola Básica e Secundária de Vizela – Infias, Escola Secundária de Vizela e Espaço Jovem de Vizela uma série atividades no âmbito do evento Semana Europeia da Juventude 2015.Este evento conta com a participação de 250 jovens e pretende trazer até às associações e jovens locais mais informação acerca das oportunidades Erasmus+, potenciando a dinâmica local das organizações de juventude.

template_FB_JA_SEJ

A Semana Europeia da Juventude conta, em Portugal, com parceiros estratégicos como o Instituto Português do Desporto e Juventude, IP, os Governos das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, o Conselho Nacional de Juventude e a Federação Nacional das Associações Juvenis, para além de autarquias, associações locais, escolas e universidades por todo o país.

A nível local, nomeadamente para este evento, conta ainda com o apoio da Câmara Municipal de Vizela e Agrupamentos de Escolas de Vizela.

A Semana Europeia da Juventude 2015 realizar-se à em Vizela através da dinamização de três eventos/ações:

  1. Sessão de disseminação Erasmus + - 4 de maio, das 15:30 às 17:15.

Auditório da Escola Básica e Secundária de Vizela – Infias

Turmas 10º A e 11º A - Total de alunos 55

  1. Sessão de disseminação Erasmus + - 5 de maio, das 09:30 às 11:15.

Auditório da Escola Secundária de Vizela

Total de alunos 50

  1. Youth Labs - Laboratório de Ideias - 6 de maio, das 09:30 às 12:30 e das 14:30 às 17:30

Espaço Jovem e Espaço Internet

25 alunos representantes das escolas Básica e Secundária de Vizela-Infias e Escola Secundária de Vizela.

ALTO MINHO É MÚSICA E PATRIMÓNIO

O “Alto Minho Ensemble – Música & Património” é uma iniciativa promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), que engloba a realização de dez concertos entre março e maio de 2015, em espaços históricos ou classificados dos concelhos do Alto Minho.

Todos os concertos têm início às 22h00 e são de entrada livre

VALENÇA VESTE-SE DE FLORES CAMPESTRES

Valença celebra a entrada em Maio com a maior Mostra de Maias de Portugal, distribuídas pelas portas, janelas e fachadas da cidade, entre 30 de abril e 3 de Maio. Durante 4 dias Valença vai-se apresentar colorida, de flores campestres, revivendo uma tradição secular.

Nos comércios, edifícios públicos, rotundas, jardins e portas da Fortaleza as maias (coroas de flores) com os mais diversos tamanhos e arranjos artísticos vão dar um colorido especial à cidade, completado pelos tapetes floridos, com flores campestres, na Praça da República, na Fortaleza.

 Quem visitar Valença pode, também participar na campanha “Compras com Maias” que habilita a vales de compras no comércio tradicional, com prémios de 250, 150 e 50 euros, para que quem fizer compras, superiores a 20 euros, entre 30 de Abril e 31 de maio, nos estabelecimentos aderentes.

As giestas, os verdes, as flores campestres e alguns materiais recicláveis vão dar uma cor primaveril às principais ruas de Valença. Por todo o concelho muitas outras Maias e raminhos de giesta vão enfeitar as varandas, os portões e as viaturas.

Valença revive há já alguns anos, assim, a mais antiga festa de celebração da Primavera e do novo ano agrícola, com as “Maias”. Uma expressão viva da tradição e cultura popular que Valença tem vindo a recuperar nos últimos anos.

A par da mostra de Maias decorrerá a Feira de Artesanato Urbano, na Praça da República, em 3 de maio, a exposição Reptigália, no Museu do Bombeiro, entre 1 e 18 de maio, a Feira de Antiguidades e Velharias, no Mercado Municipal, em 3 de maio, entre outras atividades desportivas e recreativas.

PÓVOA DE LANHOSO REQUALIFICA AVENIDA DE VÁRZEAS EM SOBRADELO DA GOMA

Avenida de Várzeas em Sobradelo da Goma requalificada

O Presidente da Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista e o Presidente da Junta Abílio Rodrigues visitaram as obras de requalificação da avenida de Várzeas, na freguesia de Sobradelo da Goma.

Avenida de Várzeas em Sobradelo da Goma requalifi

Correspondendo a uma ambição da população, a Câmara Municipal delegou na Junta de Freguesia a competência de realizar esta obra no montante de aproximado de 140.000€.

A intervenção prevê o alargamento parcial desta acessibilidade, construção de muros e pavimentação em betuminoso de toda a sua extensão.

Manuel Baptista reforçou a “importância desta intervenção, pois era uma necessidade e um compromisso que tinha assumido com a população e com o Presidente da Junta.

Esta obra vai melhorar os acessos internos desta freguesia contribuindo para o seu desenvolvimento”. Estima-se que a requalificação esteja concluída em meados do mês de Maio.

GUIMARÃES REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

Agenda do Executivo Municipal para a reunião do dia 30 de abril de 2015

15 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião do Executivo Municipal de Guimarães, agendada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Uma proposta para a criação de duas áreas de intervenção prioritária ao nível da reabilitação urbana no centro da vila das Taipas e no centro da cidade de Guimarães é um dos quinze pontos que serão apreciados esta quinta-feira, 30 de abril, em reunião do Executivo Municipal, programada para as 10 horas, no edifício da Câmara de Guimarães.

A área de regeneração urbana do centro das Taipas foi definida entre a Avenida da República e a rua da Charneca, enquanto o perímetro de reabilitação no centro da cidade está delimitado da rua D. João I à Zona de Couros. A memória descritiva e justificativa global, incluindo os critérios subjacentes à delimitação e planta da área abrangida, os objetivos estratégicos a prosseguir e o quadro com os benefícios fiscais associados a impostos municipais fazem parte do conteúdo da proposta a ser analisada durante a reunião.

Da ordem de trabalhos consta igualmente uma proposta no âmbito do regulamento de atribuição de subsídios às atividades das entidades que prossigam fins culturais, artísticos, recreativos ou humanitários do Município de Guimarães, relativamente a eventos a decorrer no segundo semestre de 2015.

Entre outros assuntos, a Vereação irá ainda apreciar uma proposta de aquisição de serviços destinados à Feira Afonsina para a conceção do projeto de ambientação cenográfica, performance artística e apoio ao envolvimento comercial e comunitário. A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 - VITRUS - Execução Orçamental 4.º Trimestre 2014

02 - VITRUS - Relatório e Contas 2014

03 - VITRUS - Execução Orçamental 1.º Trimestre 2015

04 - Turipenha - Prestação de Contas Exercício 2014

05 - Tempo Livre - Relatório e Contas 2014

06 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 16 de abril de 2015

07 - Freguesia de Gonça - Alteração ao Contrato de Atribuição de Subsídio – Primeiro Aditamento - Ano de 2014

08 - Delimitação de áreas de reabilitação urbana para duas áreas urbanas localizadas no centro da cidade e vila das Taipas

09 - Ajuste direto nº 14-15: Fornecimento de refeições em refeitórios escolares, abril a julho de 2015.

10 - Contratação de serviços – Pedido de parecer prévio – Feira Afonsina 2015 - Aquisição de serviços para a conceção do projeto de ambientação cenográfica, aquisição de performance artística e apoio ao envolvimento comercial e comunitário.

11 - Atribuição de subsídio à Associação Pais de Serzedo

12 - Subsídios no âmbito do Regulamento de Atribuição de Subsídios às Atividades das Entidades que Prossigam Fins Culturais, Artísticos, Recreativos ou Humanitários do Município de Guimarães – atividades a decorrer no 2º semestre de 2015

13 - Constituição de Fundo de Maneio para a Divisão de Cultura e Turismo

14 - Contratação de um empréstimo de longo prazo no montante de €7.000.000,00

15 - Aprovação da Ata em Minuta 

GUIMARÃES SENSIBILIZA PARA O RUÍDO URBANO

Monitorizações em Guimarães evocam Dia Internacional de Sensibilização para o Ruído

Ação de sensibilização decorre na Alameda de São Dâmaso. Iniciativa envolve escalões etários mais jovens e destina-se a sensibilizar comunidade escolar para o ruído em ambiente urbano.

Alameda_Sao_Damaso

A Câmara Municipal de Guimarães vai proceder a um conjunto de monitorizações de ruído em alguns locais da cidade, esta quarta-feira, 29 de abril, no âmbito do Dia Internacional de Sensibilização para o Ruído.

O objetivo é sensibilizar a população para os efeitos do ruído na sua saúde e bem-estar, numa iniciativa organizada em parceria com a Unidade Operacional Acústica Ambiental da Universidade do Minho, Laboratório da Paisagem e com a empresa de estudo e controlo ambiental “Ambergo” e “MRA”, empresa de medição e testes em Portugal. 

Durante o dia desta terça-feira, estará instalado um expositor na Alameda de São Dâmaso, com vários equipamentos de cálculo que vão medir, em tempo real, variáveis do ruído. Além das medições no espaço público, foram organizadas ações de sensibilização junto dos mais novos, mais precisamente, estudantes do ensino básico.

As ações incluem medições de ruído nas escolas, palestras temáticas, além de ter sido lançado um desafio aos alunos para o desenvolvimento de um poster alusivo ao tema. Os trabalhos serão afixados no stand onde decorrerão as medições.

FAFE REQUALIFICA IGREJA PAROQUIAL DE CEPÃES

Cepães em peso na inauguração das obras de requalificação da Igreja Paroquial de S. Mamede

No passado domingo (26 de Abril), foram inauguradas as obras de requalificação da Igreja Paroquial de S. Mamede de Cepães, do arciprestado de Fafe, que contaram com a presença na cerimónia inaugural com a presença das forças vivas da União de Freguesias de Cepães e Fareja, e do concelho de Fafe.

1

A cerimónia de inauguração das obras de requalificação da Igreja Paroquial de S. Mamede de Cepães, na qual a comunidade local compareceu em peso, foi presidida pelo Arcipreste do concelho de Fafe, Pe. Pedro Daniel, e contou com a presença do presidente do Município de Fafe, Raul Cunha, e do anterior presidente da edilidade, José Ribeiro, antigo autarca natural de Cepães.

2

No decurso da eucaristia dominical, o Pe. José Marques Domingues, pároco de Cepães, enalteceu o contributo da comunidade local na conclusão dos arranjos de melhoramento do templo católico, sendo que o Pe. Pedro Daniel, Arcipreste do concelho de Fafe, exortou os presentes a serem pedras vivas da Igreja.

3

Refira-se que no final da cerimónia de inauguração, o escritor e historiador Daniel Bastos, em conjunto com o mestre – pintor Orlando Pompeu, ambos naturais de Cepães, apresentaram no Salão Paroquial o seu mais recente livro de poesia “Terra”. A sessão de apresentação, a cargo do investigador José Emídio Lopes, computou ainda uma cerimónia de homenagem da Paróquia de Cepães à realização do evento “Terra Justa” que decorreu entre os dias 8 e 11 de Abril no concelho de Fafe, e ao empresário Casimiro Pereira, ao longo dos últimos anos um dos principais responsáveis pela manutenção dos espaços verdes locais.

4

5

6

7

ARCOS DE VALDEVEZ COMEMORA O 25 DE ABRIL

Apesar do mau tempo que se fez sentir, a população aderiu em força às iniciativas que compuseram o programa

Arcos de Valdevez não deixou passar em branco as comemorações do Dia da Liberdade, e, tal como em anos transatos a Câmara Municipal preparou uma programação especial para assinalar a data.

25_abril_2015

No sábado, dia 25, decorreu a Cerimónia Oficial do hastear das Bandeiras na Praça Municipal, após a Salva de Morteiros, que contou com guarda de honra efetuada pelos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, o Corpo Nacional de Escutas – Agrupº214 e a Banda da Sociedade Musical Arcuense.

Após este momento decorreu na Câmara Municipal a atuação do grupo coral Meninos do Vez, que brindou todos os presentes com temas ligados à Revolução e à mística vivida em Abril de 1974.

Apesar do tempo chuvoso que se fez sentir, foram muitos os arcuenses que se deslocaram para testemunharem o assinalar do Dia da Liberdade.

À noite teve lugar o concerto musical de António Chainho. A Casa das Artes arcuense encheu para acolher a digressão nacional do músico, conhecido como "Mestre da Guitarra Portuguesa", com a apresentação do disco "Cumplicidades", o qual inclui a colaboração, entre outros, de Rão Kyao e Filipa Pais, que o acompanharam neste concerto de Arcos de Valdevez, numa verdadeira homenagem à cultura e à música portuguesa.

Já no domingo teve lugar o Trail Solidário do Vez. Uma iniciativa organizada pela Carlos Sá Nature Events®, com o apoio e colaboração do município dos Arcos de Valdevez e da Associação Viver Peneda-Gerês que juntou mais de 1200 inscritos. Este trail contou com duas provas (uma com cerca de 16 km's e outra com cerca de 28 km's), e ainda uma caminhada (com cerca de 8 km's). O valor da totalidade das inscrições reverteu a favor da Cáritas.

FAFE INSTALA COBERTURA JUNTO À ESCOLA DO SANTO E ABRIGO NA ESCOLA MONTELONGO

Município de Fafe avança com melhorias em pequenas obras fundamentais para alunos

A escola do Santo tem, desde há cerca de duas semanas, uma cobertura metálica de acesso dos alunos às salas de aula, protegendo os alunos em dias de chuva.

DCS_9570

A necessidade de construção da cobertura ficou a dever-se a uma alteração solicitada pela câmara municipal à escola, no que respeita à entrada dos alunos no estabelecimento da parte da manhã, de forma a libertar o trânsito na Avenida das Forças Armadas.

Refira-se que a entrada para a escola era feita pela Avenida das Forças Armadas, uma das principais vias de acesso à cidade e que, diariamente, na hora de receção das crianças, se tornava praticamente intransitável.

No sentido de eliminar um dos pontos negros da cidade, em termos de trânsito, depois do pedido de um grupo de pais daquela escola, a autarquia tentou encontrar, juntamente com a mesma, uma solução que passou pelo encaminhamento das crianças, no horário da manhã, para a parte de trás da escola, ou seja, pela Praceta 1º de Maio.

Para possibilitar melhores condições, principalmente em dias de chuva, a autarquia construiu uma cobertura metálica, desde a entrada até às salas de aula.

Abrigo de passageiros junto à escola Montelongo

A construção de um abrigo de passageiros era uma necessidade junto à escola de Montelongo que foi agora executada.

DCS_9517

Trata-se de uma infraestrutura há muito reclamada quer pelos alunos, quer pelos encarregados de educação, pelo facto de grande parte dos alunos que frequentam aquele estabelecimento utilizarem o autocarro como meio de transporte.

“Fazia todo o sentido existir uma estrutura destas junto àquela escola. Grande parte dos alunos que a frequentam são de fora da cidade, fazendo-se transportar de autocarro. Por isso, o abrigo era mais que necessário, assim como o coberto na escola do Santo.”, explicou o vereador José Baptista.

Para o Vereador da Educação, Pompeu Martins, estas duas pequenas obras são importantes e refletem a política de proximidade do executivo.

“O cuidado com o parque escolar tem sido uma das nossas prioridades. Um trabalho em colaboração com as escolas que tem permitido que haja, em Fafe, boas condições para estudar, ensinar e conviver.

Estas obras estão associadas à segurança rodoviária e são um sinal de que o executivo continua  interveniente e atento às várias solicitações que nos chegam”.

CELORICO DE BASTO FAZ-SE REPRESENTAR NA APRESENTAÇÃO DO PAPE

O I fórum da Comunidade Intermunicipal Tâmega e Sousa decorreu no dia 22 de abril, em Lousada, e teve como tema principal a apresentação do Plano de Ação para a Promoção da Empregabilidade.

PAPE

Celorico de Basto fez-se representar pelo vereador da Cultura, Fernando Peixoto, numa ação que engloba os 11 municípios integrados na Comunidade Intermunicipal. “Tendo em conta a diversidade do território estou certo que este plano de ação irá atuar por forma a evidenciar as potencialidades de cada município. Nós, em Celorico de Basto, estamos a trabalhar no sentido de resolver o problema do desemprego potenciando os setores que mais influenciam a nossa economia. Este plano deriva de um trabalho de concertação entre diversas entidades no sentido de atingir os melhores resultados para o território”, disse.

Com este plano pretende-se diagnosticar em profundidade as necessidades de formação das empresas, melhorar a qualidade da aprendizagem, apostar na valorização social das profissões, apostar em estratégias de reconversão e requalificação de ativos e por fim investir na consolidação de uma marca territorial da CIM, valendo-se de uma estratégia que engloba os jovens, a capacidade operacional instalada e os setores de atividades fortes.

Segundo Gonçalo Rocha, presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade do Tâmega e Sousa, é preciso “ter confiança neste Tâmega Empreendedor”.

Após a apresentação do PAPE, vários intervenientes dissertaram sobre vários temas como o Capital Humano onde foi referido o papel da escola, de nível médio e superior, na preparação dos jovens para a vida ativa. Qual a importância da formação ao longo da vida e como preparar a população adulta sem qualificações. O Emprego que destacou o papel das organizações, públicas e privadas, na oferta do emprego. E o Capital Inclusivo com enfase para os caminhos a seguir para o combate à pobreza e exclusão social.

“INFÂNCIA ADIADA” ENCERRA CAMPANHA LAÇO AZUL EM CAMINHA

Espetáculo “Infância Adiada” vai decorrer no dia 30 de abril, pelas 22 horas, no Valadares, Teatro Municipal de Caminha

Infância Adiada é o espetáculo que vai encerrar a Campanha Laço Azul em Caminha, no dia 30 de abril. Este mês, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Caminha está a assinalar com várias atividades o mês da prevenção dos maus tratos na infância. O objetivo é consciencializar a comunidade para a problemática dos maus tratos na infância. A Campanha termina no Valadares, Teatro Municipal de Caminha, pelas 22 horas.

Coordenado por Carla Magalhães, Infância Adiada, “é um espetáculo que mostra histórias e situações que comprometem a estrutura familiar e a vida de crianças e jovens que vêm os seus direitos violados e a sua infância perdida. No culminar de um conjunto de iniciativas que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Caminha desenvolveu, no âmbito das comemoração do mês da prevenção dos maus tratos na infância, o espetáculo Infância Adiada pretende alertar para uma realidade que é dura, mas que definitivamente todos devemos saber enfrentar, promovendo um maior envolvimento na denúncia destas situações e no reconhecimento da proteção dos Direitos da Criança”.

A direção de atores está a cargo de Jéssica Moreira. Do elenco fazem parte: Andreia Filipa, Avelina Fernandes, Carolina Pereira, Cristiana Geraldes Lima, Fábio Araújo, Gabriela Oliveira, Graça Meira, Hermínio Freitas, Joana Oliveira, João Moreira, Maria Meixeiro, Marisa Silva, Miguel Amorim, Paula Geraldes Lima e Paulo Gonçalves. O espetáculo conta ainda com a participação da Banda Brantner e do pianista Alex Costa.

Para além deste espetáculo, a Campanha Laço Azul englobou a distribuição de laços azuis e flyers informativos nos estabelecimentos comerciais, instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e serviços públicos do concelho e a pintura de painéis alusivos à prevenção dos maus tratos na infância por artistas do concelho.

A CPCJ de Caminha pretende com esta ação envolver e responsabilizar toda a comunidade na prevenção dos maus tratos, chamando à atenção para o papel ativo que se espera de cada cidadão.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 27 DE ABRIL DE 2015

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

  • O Sr. Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, informou que decorrerá no próximo dia 10 de maio, o almoço de aniversário da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez em Lisboa;
  • Também deu conta que terá lugar nos próximos dias 22,23 e 24 de maio a Expovez;
  • Por último, informou a Câmara que irá estar presente na VI Feira de Artesanato e Gastronomia Portuguesa de Cenon, Bordéus, a qual decorrerá nos próximos dias 1, 2 e 3 de maio.

EDUCAÇÃO

BOLSAS DE ESTUDO 2014/2015 – PROPOSTA DE ATRIBUIÇÃO: foi deliberado aprovar a atribuição de 13 bolsas de estudo aos alunos do ensino superior, no valor global de €8650.

DESPORTO E ASSOCIATIVISMO

Foi aprovado o protocolo a celebrar com a Casa do Concelho de Arcos de Valdevez, prevendo a transferência da verba de € 3 500,00, destinada às atividades correntes da mesma.

Foi deliberado apoiar o Rancho Folclórico de S. Paio de Arcos de Valdevez em € 1750 para fazer face às despesas com as deslocações do mesmo ao Mónaco no próximo mês de Junho.

Foi deliberado apoiar o Clube de Rugby de Arcos de Valdevez na realização de dois Torneios Internacionais no Complexo Desportivo Municipal, no valor de € 1 855,00.

VI FEIRA DE ARTESANATO E GASTRONOMIA PORTUGUESA – CENON – FRANÇA – A Autarquia irá participar na próxima Feira de Artesanato e Gastronomia portuguesa de Cenon que se realiza nos próximos dias 1,3 e 3 de maio. Neste sentido, a Câmara Municipal aprovou os custos com a participação no valor de €7 800,00.

AÇÃO SOCIAL

ATUALIZAÇÃO DAS RENDAS DE HABITAÇÃO SOCIAL PARA 2015:

Foi deliberado proceder à atualização das rendas em regime de arrendamento apoiado para vigorar durante o ano de 2015.

Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez – foi aprovada a celebração de um protocolo no valor de 25 mil euros para fazer face às despesas com a constituição da EIP - Equipas de Intervenção Permanente. A implementação e o funcionamento das EIP passa pela congregação de esforços entre a ANPC, Camaras Municipais e as Associações Humanitárias de Bombeiros.

A EIP visa assegurar, em permanência, o socorro às populações, designadamente nos seguintes casos:

  1. a) Combate a incêndios;
  2. b) Socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes;
  3. c) Socorro a náufragos;
  4. d) Socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré -hospitalar, não podendo substituir -se aos acordos com a autoridade nacional de emergência médica;
  5. e) Minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave;
  6. f) Colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

Os elementos que constituem as EIP desempenham, ainda, outras tarefas de âmbito operacional, incluindo planeamento, formação, reconhecimento dos locais de risco e das zonas críticas, preparação física e desportos, limpeza e manutenção de equipamento, viaturas e instalações, sem prejuízo da prontidão e socorro.

OBRAS MUNICIPAIS

RECONSTRUÇÃO E ADAPTAÇÃO DE EDIFICIO NA RUA DO ESPIRITO SANTO/ RUA CARLOS CUNHA (VALETA) – TRABALHOS DE DEMOLIÇÃO E CONTENÇÃO PERIFERICA: foi aprovado o relatório final respeitante à análise das propostas da obra em epígrafe e decidido manter a adjudicação à empresa Capta Formas, Ldª pelo valor de € 19 000,00.

BLOCO XLVII – CAMINHO DA VEIGA – LIGAÇÃO DE EIRÓS A COUCIEIRO – PROZELO: foi aprovado o auto de consignação da obra em epígrafe, adjudicado à firma Dinâmica Secreta, Ldª, no valor de € 99 903,21.

REABILITAÇÃO ENERGÉTICA DA PISCINA MUNICIPALfoi deliberado aprovar a conta final no valor de €57 055,65.

REQUALIFICAÇÃO DO CAMPO DE RUGBY – CONSTRUÇÃO DE BALNEÁRIOS: foi autorizada a liberação dos depósitos retidos, bem como a sua substituição por garantia bancária.

EXPEDIENTE

CIM ALTO MINHO – foi deliberado aprovar o pagamento de €9 896,64 relativo à comparticipação de projetos da CIM no período de 31 de julho a 31 de Dezembro de 2014.

PONTE DE LIMA REALIZA MARATONA

II Maratona Limiana. 3ª Etapa do Campeonato do Minho de BTT/XCM. 7 de junho 2015

Realiza-se em Ponte de Lima, no dia 7 de junho a II Maratona Limiana.

Com o apoio do Município de Ponte de Lima, a organização é do Batotas, Clube de Desportos Radicais de Ponte de Lima, em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho, sendo disputada em trilhos da vila mais antiga de Portugal, começando e terminando junto à Ponte Medieval de Ponte de Lima.

As inscrições já estão abertas. A prova destina-se à participação de todos os interessados, independentemente de serem ou não atletas federados, prevendo esta Maratona Limiana a inscrição nas habituais categorias de competição, de lazer e paraciclismo, estando contemplados percursos de Meia-Maratona e de Maratona.

A pontuar para a terceira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCM - Arrecadações da Quintã, a iniciativa dirige-se ainda a praticantes desportivos informais que participam em atividades numa perspetiva de lazer.

A participação na Maratona e na Meia-Maratona tem o custo de 10 euros (gratuita para atletas de paracilismo), havendo também a possibilidade de inscrição com jersey oficial (acresce 15 euros).

As inscrições podem ser formalizadas através do site www.classificacoes.net.

Maratona 2015

Maratona Limiana 2015

TROMPETISTA CABECEIRENSE SELECIONADO PARA INTEGRAR ORQUESTRA DE JOVENS DA UNIÃO EUROPEIA

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto congratula-se com a escolha do jovem cabeceirense Carlos Leite para integrar a Orquestra de Jovens da União Europeia.

O trompetista Carlos Leite foi um dos cinco jovens músicos portugueses selecionados para integrar aquela Orquestra como membro efetivo, sendo este o segundo ano consecutivo em que é chamado.

Carlos Leite, 21 anos, natural da freguesia de Refojos de Basto, iniciou o seu percurso musical na Banda Cabeceirense tinha apenas 11 anos de idade, altura em que ingressou na Escola Profissional Artística do Vale do Ave, na classe de trompete. Em 2011 completou o 12º ano na ARTAVE com a classificação de 19 valores, encontrando-se hoje a concluir a Licenciatura em Música na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo (ESMAE) do Porto. Neste momento encontra-se em Espanha, a estudar na Escola Superior de Música da Catalunha, em Barcelona, ao abrigo do Programa ERASMUS.

O jovem trompetista já participou em diversos concursos nacionais e internacionais, tendo obtido, em 2013, o 1º prémio no IV Concurso de Trompete na Póvoa de Varzim e ganho a bolsa para a ‘38Th Annual Conference of the International Trumpet Guild’.

Desenvolve atividades com a Banda Sinfónica Portuguesa e com Orquestra Sinfónica de Barcelona e Nacional da Catalunha.

É com “enorme satisfação” que o jovem músico regressa à Orquestra de Jovens da União Europeia, uma experiência que considera muito positiva e, acima de tudo, “uma oportunidade de contactar com pessoas muito influentes do meio da Música”, realçou Carlos Leite.

Refira-se que a Orquestra de Jovens da União Europeia foi fundada há 31 anos e tem como objetivo juntar os talentos instrumentistas dos diferentes Estados-Membros. Portugal faz parte desta Orquestra desde 1986, ano em que se tornou membro da EU.

De salientar, ainda, que as audições foram organizadas pela Direção-Geral das Artes e tiveram como júri o professor Rieu de Deede, representantes da OUJE, a musicóloga Dulce Brito, presidente do júri e responsável da DGArtes pela coordenação das audições em Portugal, o maestro Vasco Pearce de Azevedo, e ainda os antigos membros da orquestra Paulo Barros e António Figueiredo.

ALUNOS DE CELORICO DE BASTO VISITAM CITEVE

CLDS+, Celorico + Social, promoveu visita de Alunos do Agrupamento de Escolas ao CITEVE

Os alunos do 11º ano do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto visitaram, na semana transata, as instalações do CITEVE - Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário de Famalicão. Uma ação inserida no plano de atividades do Eixo 1- Emprego, Formação e Qualificação, do CLDS+, Celorico+Social, e enquadrado nas ações de Apresentação e Orientação Vocacional e Workshop do Mundo do Trabalho.

visita ao citeve (2)

Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, assegura a necessidade de formação, com experiências novas e apelativas, que visem de forma concreta, cativar para profissões, muitas vezes, declinadas por fatores vários. “Dar aos alunos do nosso agrupamento a hipótese de conhecer realidades diferentes e profissões emergentes, é uma forma de os ajudar a encontrar o caminho para a vida ativa. Este Centro Tecnológico é a prova de que o mundo têxtil e do vestuário está cada vez mais inovador. É urgente desmistificar a ideia de que este mercado de trabalho é precário, com profissões pouco valorizadas socialmente, pelo contrário, é um mercado repleto de potencialidades, com profissões bem remuneradas. O CLDS+ tem aqui um papel preponderante na orientação e apresentação vocacional”, disse.

No mesmo sentido, a coordenadora da Ação Social e Saúde da Câmara Municipal, Helena Martinho Costa, reforçou a importância de orientar os jovens para o futuro. “Estas oportunidades são muito importantes e fulcrais para a formação e posterior integração no mercado de trabalho. É preciso criar mecanismos contínuos que valorizem a formação fora da sala de aula. Ter experiências concretas pode fazer a diferença na hora de escolher qual o ciclo de estudos a seguir”, referiu.

Os 40 alunos do agrupamento visitaram uma organização de referência no panorama nacional e europeu, em matéria de promoção da inovação e desenvolvimento da indústria Têxtil e do Vestuário, a missão do CITEVE é apoiar o desenvolvimento das capacidades técnicas e tecnológicas das indústrias têxtil e do vestuário, através do fomento e da difusão da inovação, da promoção da melhoria da qualidade e do suporte instrumental à definição de politicas industriais para o sector.

visita ao citeve (1)

MUNICÍPIO DE FAFE APOIA A COOPFAFE

Banco Alimentar e Loja Social vão ter mais um espaço

A Câmara Municipal de Fafe cedeu mais um espaço, no Bairro da Cumieira, à Coopefafe, Cooperativa de Solidariedade Social de Fafe. Com mais esta sala, a cooperativa vai conseguir alargar a Loja Social e o Banco Alimentar.

Consciente das necessidades, cada vez maiores, dos munícipes, a câmara municipal de Fafe procura apoiar as instituições de solidariedade social do concelho. Nesse sentido, a autarquia fez obras numa das salas ao lado da de onde funciona atualmente a Loja Social da Coopfafe, no Bairro da Cumieira e cedeu o espaço à instituição para que possa alargar os seus serviços.

Com esta nova sala, a instituição terá melhores condições para acondicionar, quer os bens alimentares para distribuição, quer os materiais da loja social.

Para o presidente da câmara municipal de Fafe, Raul Cunha, que entregou, esta quinta-feira, as chaves do novo espaço ao presidente da instituição, Parcidio Summavielle, é necessário apoiar as estruturas existentes de apoio social. O importante é a causa pública devendo-se sempre distinguir as questões politicas. O interesse comum é o mais importante,

“A área social, como é do conhecimento de todos, é uma das prioridades deste executivo. Nesse sentido, tentamos criar todas as condições para ajudar. Se temos uma instituição disponível e que tem feito um bom trabalho nesta área, temos de apoiar. Tínhamos um espaço, ao lado do já cedido à instituição, decidimos disponibilizá-lo para mais pessoas possam encontrar apoio.”

“A atual crise, a atual conjuntura levou a que as dificuldades das pessoas aumentassem e, neste momento, sabemos que a procura por estes serviços, é cada vez maior. A autarquia está atenta e tenta ajudar de todas as formas, mas é impossível chegar a todos. Por isso, criamos condições para que as instituições de solidariedade possam também dar uma ajuda e esta, em particular tem-no feito”, disse o autarca.

GUIMARÃES REÚNE ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Assembleia Municipal de Guimarães reúne quinta-feira à noite no Auditório da UMinho

Sessão volta a realizar-se no polo de Azurém da Universidade do Minho. Principia esta quinta-feira e deverá continuar no início da próxima semana.

Auditorio UM_Azurem

Os deputados da Assembleia Municipal de Guimarães, nos termos do nº 1 do artigo 27º da Lei nº 75/2013, de 12 de setembro, vão reunir em sessão ordinária esta quinta-feira, 30 de abril de 2015, pelas 21 horas, com possível continuação na segunda-feira, 04 de maio, no Auditório da Universidade do Minho. 

Composta por 21 pontos, a Ordem de Trabalhos, além da análise da atividade da Câmara Municipal, inclui deliberações sobre o Relatório e Contas 2014, Revisão do Plano Diretor Municipal, acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e da realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

Entre outros pontos, será ainda deliberada uma proposta para transferência das oficinas gerais da Câmara Municipal. A sessão ordinária da Assembleia Municipal de Guimarães, a principiar nesta última quinta-feira de abril, tem a seguinte Ordem de Trabalhos:

DIVERSOS

– Aprovação da Ata da sessão ordinária de 28 de fevereiro de 2015.

DOCUMENTOS PREVISIONAIS

– Relatório e Contas 2014.

– Análise da Certificação legal das contas.

– Análise do relatório e parecer do Auditor Externo.

– Análise da atividade da Câmara Municipal de Guimarães.

CÂMARA

– Revisão Orçamental.

ESTATUTO DO DIREITO DE OPOSIÇÃO

– Análise do relatório de avaliação do cumprimento do Estatuto do Direito de Oposição – Ano 2014.

REGULAMENTOS

– Alteração ao Regulamento de Antiguidades e da Segunda Mão.         

CULTURA

– Cedência da Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade ao Centro Juvenil de S. José – Isenção de taxas.

FREGUESIAS

– Apoio às freguesias através da formação de eleitos.

– Alteração ao contrato interadministrativo de delegação de competências – Freguesia de Barco – Ano de 2014 – Primeiro aditamento.

– Acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e da realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

– Atribuição de subsídio à freguesia de Ponte – Ampliação do cemitério.

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS

– Seguro de acidentes de trabalho – Agosto a dezembro de 2015, 2016 e 2017.

– Transporte escolar aos alunos do 1º ciclo do Ensino Básico – Ano letivo 2015/2016 – Aprovação do pedido de parecer prévio e repartição de encargos.

– Transporte escolar em carreira pública – Ano letivo 2015/2016.

PATRIMÓNIO

– Afetação de domínio público de terreno destinado à ampliação do cemitério de Gondar.

– Arrendamento de prédio sito em Polvoreira – Transferência das oficinas gerais da Câmara Municipal.

URBANISMO

– Revisão do Plano Diretor Municipal.

TRÂNSITO

– Alteração de trânsito na freguesia de Arosa.

APROVAÇÃO DA ATA EM MINUTA

– Aprovação da Ata em Minuta da sessão

MUNICÍPIO DE FAFE RECEBE VOTO DE LOUVOR

Câmara Municipal de Fafe recebe voto de louvor. Coordenadoras de Educação felicitam Município pelas medidas implementadas

As coordenadoras do departamento da educação Pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Fafe, Agrupamento de Escolas Professor Carlos Teixeira e Agrupamento de Escolas Montelongo apresentaram um voto de louvor à Câmara Municipal de Fafe pelas medidas implementadas no início do presente ano letivo, em prol da educação Pré-escolar pública no nosso concelho.

A educação é uma das grandes apostas deste executivo que implementou já, este ano, novas medidas de apoio que passam pela atribuição de subsídios, transportes e refeições.

Recordar que cerca de quinhentos alunos do pré-escolar beneficiam, este ano letivo, dos lanches escolares, uma medida da câmara municipal, inserida no pacote de investimento de três milhões de euros, feito na área da educação.

Os mais pequenos, do pré-escolar para além do lanche grátis, vão ter ainda acesso ao prolongamento de horário gratuito e atividades no período de interrupção letiva, destinadas a crianças cujo agregado familiar não tenha possibilidade de acompanhar os seus educandos.

No que se refere ao transporte escolar, as comparticipações foram alargadas ao ensino secundário, com transporte gratuito para os alunos que pertençam ao escalão A, da Segurança Social.

Ao todo beneficiam de transporte escolar 620 alunos do secundário, adolescentes que vivem a uma distância de 4 km ou mais do estabelecimento de ensino.

Destes, 97 pertencem ao escalão A, tendo transporte gratuito, 142 ao escalão B, com comparticipação de 75% do passe escolar e 381 sem escalão, que beneficiam de 50% de desconto no transporte.

Ainda no que respeita ao transporte, este é gratuito para os alunos do pré-escolar.

 Refira-se ainda que no pacote de investimento em educação, no que se refere ao primeiro ciclo, a câmara aprovou a proposta de Auxílios Económicos para aquisição de livros e material escolar, através de um protocolo com os agrupamentos de escolas.

À semelhança do que vem acontecendo em anos anteriores, os alunos mais carenciados, em que os escalões da segurança social o comprovem, têm ainda refeições gratuitas.

Recorde-se que todas estas medidas se vão prolongar ao longo deste ano letivo, estando contempladas no investimento de três milhões de euros, feito pela Câmara Municipal, na área da Educação.

PARTIDO “OS VERDES” QUER PROIBIR PESTICIDA GLIFOSATO

“Os Verdes” querem interdição do uso de pesticida glifosato – iniciativa em discussão no Parlamento a 30 de Abril

“Os Verdes” entregaram na Assembleia da República um Projeto de Resolução que recomenda ao Governo a interdição do uso do glifosato, o pesticida mais usado em Portugal e, de acordo com a OMS, «Carcinogéneo provável para o ser humano». O PEV pretende ainda que se promovam, junto de agricultores e autarquias, esclarecimentos sobre os efeitos do glifosato na saúde humana.

1003141_139756409564853_38033895_n

Assim que foi tornada pública a classificação do glifosato como «carcinogéneo provável para o ser humano», “Os Verdes” questionaram o Primeiro-ministro, num debate no Parlamento, sobre as medidas a tomar pelo Governo perante a evidência de ameaça à saúde pública e ao ambiente. Em resposta ao PEV, num debate posterior, Passos Coelho afirmou não haver evidência de que possa haver contaminação e que se iniciaria uma investigação sobre esta matéria. Para o PEV, é evidente a existência de contaminação do glifosato e é a própria existência de legislação que lhe impõe limites de presença nos alimentos. Para além disso, a investigação anunciada pelo Primeiro-ministro já está feita pela Organização Mundial de Saúde: resultados preocupantes que relacionam o glifosato com tipos de cancro tornam urgente a implementação de medidas que salvaguardem a saúde pública e o ambiente.

É com esse propósito que o PEV apresenta o Projeto de Resolução em causa que recomenda a promoção urgente de formas de esclarecimento sobre os resultados relativos aos efeitos do glifosato sobre a saúde humana e que se tome como objetivo urgente a interdição do uso do glifosato. “Os Verdes” recomendam ainda o alargamento da interdição à escala da União Europeia e que se apoiem, fundamentalmente os agricultores na fase de transição para o uso de outros meios alternativos livres de glifosato.

O Projeto de Resolução do PEV vai ser discutido na Assembleia da República na próxima quinta-feira, dia 30 de Abril, a partir das 15.00h.

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º1450/XII/4ª

SOBRE A INTERDIÇÃO DO USO DO GLIFOSATO

Nota justificativa

«Carcinogéneo provável para o ser humano» - é esta a classificação que a Organização Mundial de Saúde, por intermédio da sua Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro, faz do glifosato, o pesticida mais usado em Portugal, tendo aqui sido vendidas, só no ano de 2012, mais de 1400 toneladas e assistindo-se a uma tendência crescente do seu uso, nos últimos anos.

Está, assim, declarado um efeito perigoso do glifosato para a saúde humana, estabelecendo-se designadamente uma relação entre este herbicida e um cancro do sangue - o Linfoma não Hodgkin. Esta relação não se faz de ânimo leve, mas sim com base na existência e no reconhecimento de provas científicas credíveis e suficientes. Curiosamente, ou não, em Portugal todos os anos surgem cerca de 1700 novos casos deste tipo de cancro, apresentando uma taxa de mortalidade superior à média da União Europeia.

O glifosato apresenta uma ligação próxima aos organismos geneticamente modificados (OGM), na medida em que estes são resistentes ao herbicida em causa. Não por acaso, a Monsanto comercializa quer o glifosato (sob a marca comercial Roundup) quer as variedades transgénicas. Eis um, para além de outros, dos grandes problemas dos OGM - mais de 80% das plantas transgénicas no mundo foram modificadas no sentido de resistir às aplicações do herbicida.

Para além disso o glifosato tem utilização muito alargada na agricultura em geral (e.g. produção de arroz e muitas outras); pode também ser encontrado à venda em grandes superfícies abertas ao público, para usos mais domésticos; é também amplamente usado na limpeza de vias públicas e também em linhas de água para controlo de infestantes.

Para obtenção de informação relevante sobre esta questão do glifosato, recomenda-se a consulta do sítio da internet da Plataforma Transgénicos Fora (www.stopogm.net)

Assim, que foi tornada pública a classificação do glifosato como «carcinogéneo provável para o ser humano», os Verdes colocaram na Assembleia da República, num debate quinzenal com o Primeiro Ministro (de 1 de abril de 2015), a questão de saber o que pensaria o Governo fazer perante tal evidência de ameaça à saúde pública e ao ambiente.

Já sem tempo para intervenção nesse debate, o Primeiro Ministro guardou, contudo, resposta para o debate quinzenal seguinte (realizado em 17 de Abril de 2015), referindo o seguinte: Não existe evidência de que possa haver contaminação, embora haja sido sinalizado, por parte da Organização Mundial de Saúde, o risco provável de que isso possa acontecer. A Comissão Europeia ainda não tomou nenhuma posição, mas vamos iniciar uma investigação sobre esta matéria e, se concluirmos que é caso disso, não deixaremos de tomar medidas que protejam a saúde pública, nesta matéria

Face a esta resposta importa referir a evidência de que existe contaminação do glifosato é a da própria existência de legislação que lhe impõe limites de presença nos alimentos, havendo contudo muitos aspetos onde nem sequer é analisada a sua presença (como na água). Isto para já não falar da pulverização a céu aberto e em grandes quantidades. Partir do pressuposto de que pode não haver contaminação é, no mínimo, estranho.

Para além disso, a investigação anunciada pelo primeiro-ministro está feita pela Organização Mundial de Saúde. Agora, a partir desses resultados preocupantes, que relacionam o glifosato com tipos de cancro o passo responsável é tomar medidas que salvaguardem a saúde pública e o ambiente.

Com essa convicção e com esse propósito, o Grupo Parlamentar Os Verdes apresenta o seguinte Projeto de Resolução:

Ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, a Assembleia da República delibera recomendar ao Governo que:

1.Promova urgentemente formas de esclarecimento, designadamente a agricultores e a autarquias, sobre os resultados relativos aos efeitos do glifosato sobre a saúde humana, apontados pela Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro.

2.Tome como objetivo urgente a interdição do uso do glifosato.

3.Assuma a proposta urgente e a defesa intransigente para que essa interdição se dê à escala da União Europeia.

4. Apoie, fundamentalmente os pequenos e médios agricultores, na fase de transição para o uso de outros meios alternativos livres de glifosato.

Assembleia da República, Palácio de S. Bento, 24 de abril de 2015

Os Deputados,

Heloísa Apolónia                                                                  José Luís Ferreira

CERVEIRENSES PROMOVEM GALO DE CABIDELA

Galo de Cabidela para degustar à mesa cerveirense

Dez restaurantes do concelho apresentam, entre 01 e 03 de maio, a excelência dos seus serviços e os sabores irresistíveis do Galo de Cabidela e do Biscoito de Milho. O ‘Fim de Semana Gastronómico’ de Vila Nova de Cerveira combina a gastronomia genuína a um programa de animação diversificado e… primaveril.

Durante o mês de maio, Vila Nova de Cerveira celebra a gastronomia, convidando residentes e turistas para uma degustação de produtos ricos em identidade e história com forte ligação ao cultivo da terra e ao rio. O Galo de Cabidela pela contínua criação de animais e aves em casa, e o sável como peixe símbolo do rio Minho.

Associando-se uma vez mais ao Turismo do Porto e Norte de Portugal E.R. na promoção de um evento enogastronómico com o objetivo comum de consolidar o produto “Gastronomia e Vinhos” como uma realidade da região, dez estabelecimentos de restauração cerveirenses apresentam, durante o primeiro fim de semana de maio, o tradicional Galo de Cabidela, acompanhado pelo bom vinho da região e, no final, um delicioso café harmonizado pelo biscoito de milho.

Para tornar o fim-de-semana mais convidativo, os restaurantes aderentes - Abrigo das Andorinhas, Braseirão do Minho, Casa Lau, Central, Costa Verde, Glutão, Lavrador, Luso-Galaico, Sol Nascente, Casa das velhas - vão fazer um desconto de 10% no jantar de sexta-feira, e as unidades hoteleiras oferecem 15% de desconto nas dormidas de sexta e sábado: Hotel Turismo do Minho, Boega Hotel, Hotel Minho Belo, Hotel Rural Quinta da Malaposta, Quinta de S. Roque e Costa Verde.

Depois de experimentar a gastronomia local, não pode perder a oportunidade de vivenciar um ambiente primaveril contagiante com a II edição do PRIMAVERAEMCERVEIRA.COME. O Centro Histórico apresenta-se ornamentado a rigor com as cores primaveris, transformado num mercado repleto de doçaria tradicional, de licores, de flores e com jardins artísticos. O vasto programa dirigido para famílias é complementado com workshops de doçaria, ateliers de pintura para os mais novos, concertos de música, animadores de rua e muita dança, tudo aliado à ímpar beleza natural de Vila Nova de Cerveira.

Maio é o mês da gastronomia na ‘Vila das Artes’. Venha visitar-nos e deliciar-se.

TRAIL ADVENTURE ANIMA VILA DO GERÊS

De 30 de abril a 03 de maio, tem lugar, na Vila do Gerês, o II Gerês Trail Adventure.

Na sua segunda edição, este evento de Trail Running é composto por várias provas, em várias etapas e com diferentes distâncias, percorrendo aquele que é o único Parque Nacional de Portugal -  o Parque Nacional da Peneda Gerês, levando os participantes a calcorrear os mais belos e inóspitos recantos do Parque, sempre emoldurados por uma fauna e flora únicas!

Os seus trilhos, repletos de apontamentos históricos, preenchidos por uma moldura humana formada por gente local acolhedora e ávida de partilhar os seus usos e costumes, vão proporcionar uma experiência cultural inesquecível!

A prova Gerês Trail Adventure® poderá ser realizada por equipas (de 2 ou 3 elementos) e a solo**. A prova Gerês Trail Adventure® Starter pode ser realizada a solo.

Gerês Trail Adventure® - 4 dias - 4 etapas - 130 km's. É possível realizar uma versão com 105 km's em 4 dias, 4 etapas (prova sem prémios, para os atletas que não queiram ou, por qualquer motivo, não consigam terminar a etapa longa do 3º dia - estes atletas terão direito a prémio de finalista).

Limite de inscrições - 200 equipas.

Gerês Trail Aventure® Starter - 4 dias - 4 etapas - 70 km's.

Limite de inscrições - 200 atletas.

Escolhe o teu desafio ... e supera-te, no único Parque Nacional de Portugal (Peneda-Gerês)!

Vídeo promocional da prova

http://www.youtube.com/embed/GCq7SNSob7Y

BANDAS FILARMÓNICAS DÃO FESTIVAL EM TERRAS DE BOURO

1.º Festival de Bandas Filarmónicas decorreu na vila de Terras de Bouro

Realizou-se, na tarde do dia 26 de abril de 2015, na vila de Terras de Bouro, o 1.º Festival de Bandas Filarmónicas de Terras de Bouro. Este Festival foi organizado pela Banda Musical de Carvalheira e contou com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

1

Participaram no Festival, além da Banda Musical de Carvalheira, a Banda Musical de Parafita, da freguesia de Veade, concelho de Montalegre e a Associação Filarmónica União Verridense, da freguesia de Verride, concelho de Montemor-o-Velho.

2

As três Bandas Filarmónicas atuaram durante cerca de três horas, animando a tarde na sede do concelho de Terras de Bouro.

Tratou-se de um evento cultural de grande valor artístico, que contou com a presença de uma numerosa assistência. O intercâmbio, a aprendizagem e o convívio entre todos os músicos são aspetos importantes deste evento que contribuiu para o reforço da motivação e dedicação de todos aqueles que trabalham ou que integram as três bandas musicais.

3

A Câmara Municipal de Terras de Bouro agradeceu às duas Bandas convidadas a sua participação empenhada e à Banda Musical de Carvalheira o excelente contributo que sempre tem dado para a divulgação de Terras de Bouro e da sua cultura artística.

4

5

6

7

CELORICO DE BASTO: SPORT CLUB FERMILENSE COMEMORA 90 ANOS DE EXISTÊNCIA

O Clube mais antigo de Celorico de Basto comemorou, em dia de revolução, 25 de abril, 90 anos de vida. Uma existência feita de histórias que marcam o percurso do clube.

_DSC7615

Na cerimónia de comemoração do nonagésimo aniversário Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, sublinhou a importância do clube ser uma grande família que se vai apoiando e tornando o sonho possível. “É a força desta família, grande e coesa, que mantém este clube na linha da frente deste concelho e da AF Braga no que respeita ao futebol. O Sport Clube Fermilense vive do amor à camisola, do fair-play, do companheirismo e vai fazendo história. A nós resta-nos colaborar para que consigam as condições ideais para a prática do futebol. Temos feito o nosso trabalho e o sonho agora, passa pelo tapete verde” disse.

_DSC7554

Durante a cerimónia várias individualidades homenagearam o clube com discursos emocionados que comoveram os presentes.

Franklim Moura, Presidente do SCF, salientou o quão importante é para o clube ter a “família” toda reunida. “Este dia é memorável, comemoramos 90 anos de vida e conseguimos juntar toda esta gente em volta de um clube cheio de histórias, mais ou menos gloriosas. É para mim uma honra presidir um clube que dispensa apresentações e que tem uma massa associativa, uma equipa técnica e um grupo de jogadores como não há igual”.

O Sport Clube Fermilense, fundado em 1925, veste de amarelo e preto, e joga na I Divisão da AF Braga.  O último jogo antes desta comemoração foi disputado com o Fareja com a vitória do SCF por 5 bolas a 2.

VILA PRAIA EM FLOR ARRANCA QUINTA-FEIRA

Os Dealema vão subir ao palco da Praça da República, no dia 2 de maio, pelas 22 horas

Quinta-feira, dia 30 de abril, arranca mais uma edição do Vila Praia em Flor. Até domingo, dia 3 de maio, Vila Praia de Âncora vai transformar-se num grande jardim de flores, onde vai ser possível ver exposições, visitar o mercado da flor, o mercado promocional das coletividades, o artesanato em flor, a feira do livro e ainda assistir a várias iniciativas de animação cultural com destaque para o concerto com os Dealema. O certame tem início às 18h00, com a colocação das Maias antes do pôr-do-sol. A primeira noite é consagrada às Maias, com a arruada de cantares e concertinas “Entre Amigos” e a encenação do Roubo das Maias.

Vila Praia em Flor 2014

O Vila Praia em Flor estende-se a várias ruas e locais, isto é, este certame vai dinamizar a Praça da República, o Parque e a Avenida Dr. Ramos Pereira. Esta edição do Vila Praia em Flor aposta num programa de animação variado a cargo das associações, coletividades, instituições e grupos do concelho.

Assim, durante quatro dias, a Praça da República vai transformar-se num jardim florido onde vai estar patente a exposição “As Maias” e o Mercado da Flor. Neste mercado de venda de flores, plantas e produtos associados os produtores são maioritariamente do concelho de Caminha. Aqui também vai estar exposta uma maia gigante, elaborada pelo Grupo dos Amigos da Maia.

Na Avenida Dr. Ramos Pereira, a decoração do espaço público está a cargo de 14 Associações Desportivas, Culturais e Recreativas do Vale do Âncora e Comunidade Escolar. Na Avenida, o visitante vai encontrar 14 expositores onde vão promover as respetivas instituições e vender determinados artigos para angariação de fundos.

A Rua Cândido dos Reis vai transformar-se numa grande feira de artesanato do concelho de Caminha com a promoção do “Artesanato em Flor”. Aqui, o visitante vai encontrar todo o tipo de artesanato, com destaque para os lenços dos namorados, flores em tecidos, rendas, bijuteria, caixas decoradas com flores e bordados, acessórios de moda e ainda compotas e licores.

No Parque Dr. Ramos Pereira, vai estar patente a exposição fotográfica “As flores que a natureza nos oferece” e a feira do livro “A natureza e a alegria da primavera em flor”.

O Vila Praia em Flor apresenta um cartaz muito variado e com algumas novidades. Durante quatro dias, o certame conta com teatro; música com a atuação de tunas e dos Dealema; arruadas de bombos e de cantares e concertinas; encontros de bombos e de folclore; atividades desportivas como a zumba, a dança e a caminhada florida; atividades ambientais com um percurso interpretativo sobre a flora autóctone pelas margens do Rio Âncora.

No dia 30 de abril, dia de abertura, o certame tem início às 18h00 com a colocação das Maias antes do pôr-do-sol. Às 21h30, vai decorrer na Praça da República, a Noite das Maias com a Arruada de Cantares e Concertinas “Entre Amigos”, seguida da Encenação do Roubo das Maias, pela Associação de Estudantes da Ancorensis Cooperativa de Ensino.

No dia 1 de maio, o dia começa cedo. Às 10h00. Vai decorrer a arruada de bombos a cargo do Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora. Às 15h00, vai ter lugar o Encontro de Folclore, com a participação do Grupo de Danças e Cantares do Orfeão de Vila Praia de Âncora, do Grupo Folclórico das Lavradeiras de Orbacém e do Rancho Folclórico de Dem. O dia fecha, com a atuação da Tuna da Universidade Sénior de Caminha e de Vila Nova de Cerveira, na Meia-Laranja, Avenida Dr. Ramos Pereira. Às 21h30, está programado um sketch de animação com a Universidade Sénior de Caminha; às 22h00, entra em palco a Tuna da Universidade Sénior de Vila Nova de Cerveira, seguida da de Caminha.

O dia 2 de maio começa às 9h30, com o Percurso interpretativo sobre flora autóctone “Pelas Margens do rio Âncora”, sob orientação de Carlos Venade. Às 10h00, está agendada mais uma arruada de bombos, a cargo do Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora. Às 10h30, vai decorrer a atividade intergeracional: hora do conto “O nabo gigante”, de Tolstoi e Niamh Sharkey. Esta atividade é da responsabilidade co Cento Social e Cultural de Vila Praia de Âncora. A tarde vai ser dedicada ao desporto. Pelas 15h00, vai decorrer uma aula de zumba, com a instrutora Zin Gabriela Duarte e às 16h00, a SIRA e o Jucaminha vão promover danças de salão – ritmos latinos e clássicos “Venha dançar connosco”. Estas atividades desportivas contam com a colaboração do CLDS+ Caminha. O ponto alto da noite é o concerto com os Dealema, pelas 22 horas, na Praça da República.

No dia 3 de maio, pelas 9h30, terá lugar a Caminhada Florida. A concentração está agendada para a Praça da República e já conta com cerca de uma centena de inscritos. O certame encerra com o I Encontro de Bombos Vila Praia de Âncora, com a participação dos Grupos de Bombos de Vila Praia de Âncora, Vira a Bombar – Azevedo, São Gonçalo de Dem, de Sopo - Vila Nova de Cerveira, São Jorge dos Arcos de Valdevez, Zabumbas de Alpedrinha – Fundão e da Pedra de Portunhos – Cantanhede.

Este evento é organizado pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com a Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora e pelo Grupo dos Amigos das Maias.

ESCRITOR DANIEL BASTOS APRESENTA EM GENEBRA LIVRO DE POESIA “TERRA”

No próximo dia 2 de Maio (sábado), o escritor português Daniel Bastos apresenta às 18h00, na Livraria Camões em Genebra, o seu mais recente livro de poesia “Terra”.

A apresentação da obra, uma edição bilingue em Português e Francês, que conta com ilustrações do artista plástico português Orlando Pompeu, cuja obra consta de variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai, e prefácio do fotógrafo, poeta e pintor francês Gérald Bloncourt, será apresentada por Benjamim Ferreira, antigo Consultor das Nações Unidas e Diretor da Fundação OISTE.

Os poemas do escritor e historiador natural do concelho de Fafe, cujo percurso literário tem sido alicerçado junto das comunidades lusófonas, são marcados por um sentimento telúrico que se reflete numa relação umbilical com a sua terra e na procura do sentido da vida. Segundo Gérald Bloncourt, recentemente condecorado cavaleiro da Ordem Nacional da Legião de Honra francesa, o livro de estreia do autor minhoto no campo da poesia, perscruta as profundezas da humanidade, e os desenhos de Orlando Pompeu, concebidos a partir dos poemas, criam uma simbiose entre a linguagem artística da poesia e pintura.

Refira-se que esta apresentação na livraria portuguesa em Genebra, centro cultural por onde já passaram nomes como Saramago, Fernando Campos, Nuno Júdice ou Vasco Graça Moura, enquadra-se num conjunto de apresentações oficiais do livro “Terra” no espaço francófono europeu, particularmente junto das comunidades lusófonas, no seguimento das apresentações que decorreram nos meses transatos em Paris e Bruxelas. Sendo que esta sessão cultural na Livraria Camões incluirá uma prova de vinho verde, promovida pelos Vinhos Norte, um dos maiores produtores nacionais de vinho verde que procura aliar a tradição de fazer vinho com a inovação no sector.

CENTRO DE ESTUDOS REGIONAIS DO ALTO MINHO PROMOVE CONFERÊNCIA SOBRE A ÁGUA E MINERAÇÃO NO NOROESTE PENÍNSULAR

Conferência_30.04.2015

Conferência sobre a água e mineração no Noroeste de Portugal no ciclo de estudos da Academia Sénior do Centro de Estudos Regionais

No próximo dia 30 de Abril, na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, às 17 horas, Carla Martins apresenta uma comunicação intitulada “A água na mineração do Noroeste de Portugal”, no ciclo de estudos “Água – património, território e sociedade”, promovido pelo Centro de Estudos Regionais, no âmbito das atividades da sua Academia Sénior.

Carla Maria Braz Martins é docente convidada da Universidade do Minho (Instituto de Ciências Sociais) e colaboradora externa do Departamento de Química da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Investigadora do Lab2 PT – Laboratório de Paisagens, Património e Território da Universidade do Minho, tem desenvolvido projectos na área da mineração e metalurgia romanas, desde 2000. Publicou vários livros e artigos em revistas nacionais e internacionais. Tem, também, investigação sobre a Idade do Ferro e interesse na área da ourivesaria da Idade do Ferro e romana.

A entrada nas sessões do ciclo de estudos é livre

PONTE DE LIMA É DESTINO EQUESTRE INTERNACIONAL

A união entre a tradição, a cultura, o turismo e a economia são fatores decisivos para o desenvolvimento de uma região.

z

Tendo a tradição equestre raízes bem vincadas na região do Minho, Ponte de Lima apresenta-se como um “Destino Equestre Internacional“, dinamizando um projeto lançado há nove anos e que tem colocado Ponte de Lima na linha da frente do circuito mundial equestre, sendo em simultâneo um verdadeiro motor de desenvolvimento social e económico, impulsionando as potencialidades turísticas e ambientais do concelho e de toda a região.

Considerando a Feira do Cavalo de Ponte de Lima como o evento maior deste projeto, recordamos que Ponte de Lima tem sido um destino de excelência para cavaleiros e Coudelarias que fazem questão em participar nos eventos equestres que aqui se realizam, como o Concurso de Saltos Internacional de Ponte de Lima, Campeonatos de Horseball entre outros.

O projeto “Ponte de Lima – Destino Equestre Internacional” vai ser apresentado publicamente, na próxima quarta-feira, 29 de abril, às 18 horas, no Edifício Clara Penha – Casa dos Sabores.

GUIMARÃES REPARA PAVIMENTO NO CENTRO DA CIDADE

Reparação de pavimento encerra trânsito no centro de Guimarães durante duas noites, entre segunda e terça-feira

Retificações de abatimentos, depressões no estado do piso e caixas de águas pluviais na Alameda, Toural e Rua de Santo António. Intervenções com início às 21 horas desta segunda e terça-feira.

Guimaraes_Centro_Piso

A zona norte da Alameda São Dâmaso, Largo do Toural e Rua de Santo António, no centro de Guimarães, vão estar encerradas ao trânsito entre esta segunda e terça-feira, 27 e 28 de abril, das 21 às 06 horas da madrugada, estando salvaguardado o acesso ao Largo Condessa Juncal.

A interdição rodoviária, articulada com a Polícia Municipal e com a PSP de Guimarães, deve-se a uma intervenção que será efetuada no pavimento pela empresa responsável pela construção da obra, ao abrigo da garantia da empreitada relacionada com a requalificação do espaço público.

Durante estes horários noturnos, períodos escolhidos para minimizar constrangimentos aos automobilistas, os técnicos da empresa, com a fiscalização do Departamento de Obras da Autarquia, vão proceder a retificações de abatimentos e depressões existentes no estado do piso e nas caixas de águas pluviais que se encontram localizadas nestas ruas do centro de Guimarães.

FAFE HOMENAGEIA MIGUEL TORGA

Negrilho – Homenagem a Miguel Torga esta quinta-feira na Biblioteca Municipal de Fafe

O Município de Fafe e o Núcleo de Artes e Letras de Fafe promovem a sessão de apresentação da obra Negrilho – Homenagem a Miguel Torga, organizada por Maria da Assunção Anes Morais, a qual terá lugar na Biblioteca Municipal de Fafe, esta quinta-feira, dia 30 de Abril, às 21h30.

Negrilho_Livro 3D

A apresentação da obra está a cargo do escritor Carlos Afonso.

O evento conta ainda com a participação da pianista Luciana Sousa, de jovens músicos da Academia de Música José Atalaya e da Banda de Revelhe, bem como a encenação de um conto de Torga por alunos de Literatura Portuguesa da Escola Secundária. Serão ainda declamados poemas de Miguel Torga por elementos do Núcleo de Artes e Letras.

A obra Negrilho – Homenagem a Miguel Torga surge no âmbito da evocação dos 20 anos da morte do Poeta.

O livro integra 37 entusiastas da obra de Miguel Torga, estudiosos, investigadores, admiradores, que nos presentearam com os seus textos e reflexões/análises sobre vários temas torguianos e sobre diferentes perspetivas das obras do Escritor de Novos Contos da Montanha. Alguns textos são éditos, publicados em obras ou revistas pouco conhecidas do público em geral, enquanto outros são inéditos, fruto da vontade de evocar o grande escritor transmontano.

A leitura deste Negrilho permitirá a todos os leitores reacender autênticas apreciações da obra torguiana e convida-nos a ler ou a reler as páginas do autor de Portugal.

MUNICÍPIO AUMENTA O NÚMERO DE AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NAS INSTITUIÇÕES PARA A TERCEIRA IDADE DO CONCELHO DE CAMINHA

Desporto Sénior não para nos meses de verão

O bem-estar das pessoas idosas do concelho de Caminha é uma prioridade para o executivo caminhense, liderado por Miguel Alves. A Câmara Municipal aumentou o número de aulas de educação física semanal nos Centros de Dia, Lares e Convívio do Concelho de Caminha. Agora, a prática desportiva faz parte da programação semanal de 200 idosos duas vezes por semana. À semelhança do ano passado, o Desporto Sénior continua nos meses de verão.

O Município promove o Desporto Sénior, uma iniciativa dirigida para os utentes dos Centros de Dia, Lares e Convívio do concelho de Caminha, bem como para as pessoas com 65 anos de idade ou mais. Este programa desportivo inclui aulas de educação física nas instituições e de hidroginástica nas Piscinas Municipais – Vila Praia de Âncora, com acompanhamento de profissionais habilitados.

Desde o início de abril, as pessoas institucionalizadas no concelho de Caminha passaram a ter aulas de educação física nas instituições duas vezes por semana, ou seja, o técnico da autarquia passou a dar duas aulas por semana em cada uma das instituições envolvidas. A atividade engloba cerca de 200 pessoas dos vários centros de dia, lares e convívio do concelho.

Para além das aulas de educação física nas instituições, o Desporto Sénior também engloba aulas de hidroginástica mas Piscinas Municipais – Vila Praia de Âncora. As aulas de hidroginástica também se dirigem a todos os beneficiários do cartão 65+ e de forma gratuita.

À semelhança do ano passado, o Desporto Sénior não vai ser interrompido nos meses de agosto e setembro. Assim, as aulas de hidroginástica nas Piscinas Municipais - Vila Praia de Âncora e as aulas de atividade física nas instituições vão continuar a fazer parte das rotinas dos utentes dos Lares, Centros de Dia e Convívio do concelho. Para o executivo a prática desportiva é fundamental na terceira idade. Por isso, os mais idosos devem ser incentivados à prática desportiva durante todo o ano, sem interrupções.

Recorda-se que os munícipes com Cartão Caminha 65+ podem usufruir gratuitamente do Desporto Sénior. O Cartão 65+ é uma medida de apoio que pretende dar condições especiais para os munícipes do concelhio de Caminha que tiverem maiores carências.

PROFESSORES DE CERVEIRA FORMAM-SE EM SOCORRISMO

Município de Cerveira colabora com Centro de Formação para dotar professores de competências em socorrismo

Cerca de 25 professores do pré-escolar, 1º,2º e 3º ciclo dos concelhos de Vila Nova de Cerveira, Caminha e Valença estão a receber formação na área dos Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida. Ação formativa, que decorre até dia 30 de abril em Vila Nova de Cerveira, conta com a colaboração da autarquia.

IMG_0705

Com o propósito de dotar os docentes de alguns conhecimentos e competências, no âmbito dos primeiros socorros que possam vir a ser necessários em contexto escolar, esta ação pretende transmitir noções básicas de auxílio a situações de emergência. Não obstante, a introdução no próximo ano letivo de novas metas nos programas de Ciências Naturais do 9º ano faz com que esta temática formativa seja pertinente para os docentes da disciplina explorarem os seguintes conteúdos: Sistema Integrado de Emergência Médica; Exame Geral da Vítima; Suporte Básico da Vida; Asfixia e obstrução da via aérea; Hemorragias; Feridas e Queimaduras; Intoxicações; Lesões músculo-esqueléticas; Alterações do conhecimento.

Organizada pelo Centro de Formação do Vale do Minho, esta ação “Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida” conta com a parceria do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira e do Programa de Emergência Social. A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira também se apresenta como um parceiro direto na concretização desta iniciativa, através da cedência de um técnico superior da autarquia com amplas competências e conhecimentos em socorrismo, enquanto formador há alguns anos e voluntário na corporação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira.

A ação formativa desenvolve-se ao longo de 25 horas de conteúdos teórico-práticos, tendo conclusão prevista para o dia 30 de abril.

TERRABOURENSES COMEMORAM DIA DO LIVRO

Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro comemora o Dia Mundial do Livro

O Pólo do Gerês do Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro para assinalar o “Dia Mundial do Livro” encontra-se a promover uma atividade intitulada “Livro que dura dá muita leitura” que decorrerá do dia 23 de abril até ao dia 21 de maio, e que tem por objeto desenvolver junto das crianças, jovens e adultos do concelho, o gosto pela leitura.

Para o efeito, foi criada no Pólo do Gerês do Centro Municipal de Valências uma pequena biblioteca temporária com livros doados e emprestados que podem ser requisitados por quem estiver interessado na sua leitura. As pessoas que tenham livros em casa que já leram, podem também empresta-los para que outras pessoas os possam ler. No final da atividade os livros serão novamente devolvidos aos seus donos.

TAÇA IBÉRICA DE TRAIL UNE O MINHO À GALIZA

Contagem decrescente para a I Taça Ibérica de Trail Cerveira-Tomiño

Já são cerca de 200 os inscritos na I Taça Ibérica de Trail Cerveira-Tomiño agendada para 10 de maio, no rio Minho, com a distância de 20km a ser a mais procurada, revelou a organização durante a apresentação oficial que decorreu, sábado ao final da tarde, na Biblioteca Municipal. Inscrições estão abertas até 04 de maio, via on-line em www.cyclonessports.com ou presencial no Pavilhão Municipal de Desporto de Vila Nova de Cerveira. Pedro Caprichoso é o padrinho da prova.

trail 016

A Vereadora, Aurora Viães, o Presidente da EDV, Rui Silva, e o responsável da seção de Trail da EDV, José Carlos Alcobia, abordaram a excelente recetividade que o evento desportivo está a ter junto de portugueses e espanhóis, prevendo-se que, até ao dia da prova, o número de participantes ultrapasse as três centenas. Constituída por três provas – 50km trail; 20km trail e caminhada 10km –, a distância mais procurada tem sido os 20km.

Por outro lado, a organização reforçou as notáveis condições e potencialidades que o Concelho oferece para a prática desta modalidade em crescimento, numa conjugação perfeita da paisagem com as caraterísticas técnicas do percurso. Apesar de ser a primeira edição, não há dúvidas de que a Taça Ibérica de Trail Cerveira-Tomiño “tem potencial para vir a ser uma referência a nível nacional”.

A I Taça Ibérica de Trail constitui-se como mais uma oferta de desporto em contacto com a natureza, com o rio Minho como elemento de ligação. O evento desportivo, apadrinhado por Pedro Caprichoso, é constituído por três provas: o Trail 50km percorre caminhos e trilhos do Concelho de Vila Nova de Cerveira, numa distância aproximada de 50 km e 3.100 metros de desnível acumulado positivo, com início às 08h00 do Cais de Goián e fim em Vila Nova de Cerveira; o Trail 20km, com partida às 10h00, tem um carácter competitivo e desnível acumulado positivo de aproximadamente 1500 metros; e a Caminhada 10km, com partida às 10h00. Estas duas provas têm ponto de partida do Parque de Lazer do Castelinho de Vila Nova de Cerveira.

As inscrições estão abertas até ao dia 04 de maio, podendo ser realizadas via on-line, através do portal www.cyclonessports.com, ou então junto de um técnico de desporto que se encontra no Pavilhão Municipal de Desporto de Vila Nova de Cerveira.

PRESIDENTES DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMINHA E DA JUNTA DE FREGUESIA DE VILAR DE MOUROS VISITAM VÁRIAS OBRAS NA FREGUESIA

Freguesia de Vilar de Mouros vai oferecer este verão mais espaços de lazer qualificados e de elevada qualidade

Miguel Alves visitou várias obras em Vilar de Mouros, acompanhado por Carlos Alves e outros elementos da Junta de Freguesia. Trata-se maioritariamente de intervenções finalizadas ou em curso, algumas delas executadas em colaboração com a Câmara Municipal e que, já este verão, vão proporcionar aos residentes e visitantes espaços de grande qualidade na belíssima freguesia caminhense.

Vilar de Mouros 2015 (4)

Um dos locais que estão a ser recuperados pela Junta de Freguesia diz respeito ao espaço adjacente ao rio Coura, onde em breve poderão ser realizados piqueniques, com todas as condições exigíveis. Neste cenário idílico tinha-se acumulado grande quantidade de terra, por ação das cheias, soterrando bancos e mesas. O excesso de terra já foi retirado, a Junta requalificou mesas e bancos, e procedeu à plantação de relva, que em breve deverá começar a tingir de verde toda a área.

No Largo do Casal, os autarcas analisaram as possibilidades de reconstrução da cobertura do palco, destruído pelas intempéries. A Câmara está a analisar o problema, uma vez que o espaço deverá concentrar algumas atividades importantes já este verão.

Vilar de Mouros 2015 (3)

O presidente da Junta apresentou também a Miguel Alves o projeto que vai ser implementado no Largo de Santo Amaro, que vai beneficiar todo o espaço circundante à Igreja, onde já estão mesmo a ser efetuados alguns melhoramentos.

Outro espaço que já oferece condições bastante melhores é o Caminho do Agrêlo, onde foram realizadas obras de alargamento, ficando agora a pavimentação a cargo da Câmara Municipal. O caminho era estreito e ficava impraticável com as chuvas mais fortes.

O grupo apreciou ainda, nas imediações, o Largo Dr. António Barge, onde a Junta procedeu à plantação de várias árvores, assinalando da melhor forma os dias da Floresta Autóctone e da Árvore. As atividades foram levadas a cabo com o auxílio de voluntários e das crianças do Centro Escolar, que ajudaram ainda a implementar o projeto chapim, que consiste na colocação de 17 caixas-ninho, através dos quais de pretende atrair estas aves, resolvendo assim, de uma forma ecológica e natural, uma praga relacionada com a lagarta dos pinheiros.

Vilar de Mouros 2015 (2)

Junta motivada e criativa

A freguesia vai ainda beneficiar, em breve, de mais um espaço de lazer, no Largo do Funchal, aliás uma solução criativa concebida pela Junta de Freguesia, que permitirá, com baixo custo, colocar ao serviço da comunidade vilarmourense mais uma área de fruição e recreio. A obra foi executada pelos funcionários da Junta de Freguesia, com ajuda de alguns voluntários, utilizando materiais acessíveis e devidamente integrados na paisagem.

Neste momento só falta praticamente colocar uma pérgula. O presidente da Câmara mostrou-se bastante agradado e elogiou esta solução, considerando-a um excelente exemplo de como, em tempos difíceis mas com vontade, se conseguem fazer obras quase sem custos, beneficiando as populações.

Noutro contexto, os autarcas visitaram o caminho de Campos, onde terminaram já os trabalhos de instalação de infraestruturas básicas e que a Câmara vai agora pavimentar devidamente.

Outro dos espaços visitados foi o caminho da Ranha, onde foram executadas obras de forma deficiente, pouco tempo antes das últimas eleições, e que a atual Junta de Freguesia se viu obrigada a corrigir, nomeadamente construindo um muro de sustentação que restitui segurança ao local, impedimento por exemplo a deslocação de terras quando chove.

Maior capacidade de acolhimento turístico

Subindo no sentido Norte de Vilar de Mouros, os autarcas estiveram também no Largo do Encontro, mais um local a que a Junta devolveu condições de fruição, requalificando o espaço, trabalhos que incluíram a colocação de um banco e a relocalização do púlpito de pedra, com a anuência da Igreja que concordou na deslocação do púlpito para um local mais apropriado.

A visita terminou junto do aldeamento turístico que, a partir do próximo mês, deverá trazer a Vilar de Mouros maior capacidade de acolhimento turístico de elevada qualidade. Recorde-se que estão a ser finalizadas as obras neste aldeamento turístico, de 4 estrelas, onde foram investidos 5 milhões de euros, e que terá capacidade para 140 camas, criando 15 postos de trabalho diretos e 30 indiretos.

Entretanto, junto às azenhas está também em fase adiantada outro empreendimento turístico, obra no valor de um milhão de euros, cuja evolução foi possível também apreciar nesta visita.

Vilar de Mouros 2015 (1)

CELORICO DE BASTO COMEMORA 25 DE ABRIL COM MÚSICAS DA REVOLUÇÃO

Em consonância com anos transatos, Celorico de Basto voltou a levar ao palco do Cineteatro do Bombeiros Voluntários Celoricenses, no dia 24 de abril, os grupos locais que interpretaram algumas das músicas mais marcantes da Revolução de 25 de Abril de 1974.

_DSC7191

Este ano o espetáculo teve inicio com uma pequena encenação sobre os direitos das crianças. Uma ação da CPCJ local que teve por objetivo, em noite de revolução, sensibilizar a população para a problemática.

“A revolução sente-se quando as pessoas não ficam amorfas mas lutam pelos seus direitos e hoje, iniciamos este espetáculo com a história de Bonnie Finney e os direitos das crianças. Direitos esses que deveriam ser dados adquiridos mas que se vêm muitas vezes, comprometidos” referiu o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, no discurso de abertura das “Músicas da revolução”. Sublinhou ainda que “ a sociedade não pode ficar indiferente a esta problemática”. Ao mesmo tempo salientou que “a revolução também se faz com música, com canções bem conseguidas e letras que retratam o estado das coisas. A liberdade de expressão adquirida aquando da revolução é hoje uma “arma” que usada da forma mais correta, permite a evolução”, disse.

_DSC7206

Pelo palco das “Músicas de Revolução” passou a Coopertartes que interpretou a música “o Amor é Portugal” de Enio Morriconi, com arranjo do professor Bruno Fernandes. A Universidade Sénior, com as músicas “Entre Sodoma e Gomorra” de José Mário Branco e “Maio Maduro Maio” de Zeca Afonso, António Pedroso que interpretou a música “Não Há Machado que Corte” de Zeca Afonso, o Grupo de Música de Ourilhe e Vale de Bouro com “Somos Livres” de Ermelinda Duarte e “o Que Faz Falta” de Zeca Afonso, O Clube de Música.com que interpretou a música “Parva que Sou” dos Deolinda e “a Cantiga é uma Arma” de José Mário Branco. O grupo Omnis marcou presença com “Vampiros” e “Venham mais Cinco” de Zeca Afonso e “Trova do Vento Passa” de Adriano Correia de Oliveira, a última atuação foi da autoria dos Amigos do Improviso que interpretaram “Cantares da Emigração”, “Venham mais cinco” de Zeca Afonso e “Tourada” de Fernando Tordo.

O espetáculo contou ainda com a recitação de um poema intitulado “Sou Português Aqui” de José Fanha, uma ação a cargo do Grupo de Teatro Celoricense.

O espetáculo terminou com a “Grândola, Vila Morena” de Zeca Afonso cantada por todos os presentes.

Recordar ainda que as comemorações do 25 de Abril contaram com uma prova desportiva de Gira-Volei que decorreu durante a manhã do dia 25 de abril, no Pavilhão Gimnodesportivo da EB 2,3/S de Celorico de Basto.

_DSC7262

_DSC7275

_DSC7348

_DSC7454

MIÚDOS DO CRAV PARTICIPAM NO CONVÍVIO DE GUIMARÃES

Numa manhã inesperadamente de sol, as equipas sub-8, sub-10 e sub-12 do CRAV deslocaram-se a Guimarães para participar no convívio regional aí organizado.

miudos crav no convivio guimaraes

Assim, as pequenas grandes promessas do rugby do norte juntaram-se e aí atingiram em pleno os objetivos: jogaram e divertiram-se.

Cerca de 200 atletas oriundos de 6 clubes (CRAV, CDUP, Braga, Guimarães, Sport Clube do Porto e Cercarte) estiveram presentes, com destaque para o excelente convívio entre atletas, pais, treinadores e dirigentes que aproveitaram a ocasião para proporcionar às crianças presentes uma atividade saudável e salutar.

Relativamente aos resultados, todas as equipas ganharam e perderam. Não se sabe, porque não houve, classificações. O objetivo foi jogar, e não ganhar. Todos ganharam porque deram o seu tempo por bem empregue.

CRAV SUB-18 VENCE TÉCNICO EM CASA

Após uma fase menos feliz, os jogadores do escalão sub-18 do CRAV voltaram às vitórias. O triunfo aconteceu frente ao Técnico, no passado dia 19 de abril, no Estádio Municipal de Arcos de Valdevez.

crav-tecnico(1)

O resultado final favorável à equipa local, por uns escassos 29-24, demonstram o equilíbrio de ambas as partes. O CRAV sabia de antemão que este seria um jogo difícil, devido à superioridade da equipa adversária, mas a determinação e vontade dos jovens arcuenses foi mais forte e fez com que estes saíssem do desafio com uma vitória surpreendente.

No próximo dia 2 de maio, o CRAV disputará a última jornada da fase final do campeonato nacional frente ao Caldas. O jogo terá início às 15 horas, no Estádio Municipal de Arcos de Valdevez.

crav-tecnico(2)

crav-tecnico(3)

crav-tecnico(4)

CRAV SUB-16 VENCE BRAGA YOUTH RUGBY CUP 2015

Nos dias 18 e 19 de abril, o CRAV marcou presença no Braga Youth Rugby Cup 2015, no complexo desportivo da rodovia. O CRAV fez-se representar neste torneio com duas equipas, nomeadamente uma equipa sub-15 e uma equipa sub-16.

sub-16 braga rugby cup(1)

A equipa de sub-16 classificou-se em 1.º lugar do torneio, tendo obtido vitórias em todos os jogos disputados. Quanto aos sub-15, uma equipa composta por sub-16 de primeiro ano, após se terem classificado em 1.º lugar na fase de grupos, perderam o acesso à final frente à equipa do Loulé e acabaram por se classificar em 4.º lugar.

Pela equipa sub-15 alinharam: Diogo Gil, Sérgio Castro, Eduardo Fernandes, Nuno Leitão, André Esteves, Rui Miguel Dias, Nuno Rodrigues, Diogo Ferreira, Hugo Pereira, Kevin Pereira, António Diogo Rodrigues, Alex Veloso, Rui Alves

Pela equipa sub-16 alinharam: Tomás Oliveira, Nelson Galvão, Pedro Pita, Tiago Tenente, Bernardo Machado Cruz, Simão Freitas, Tiago Veloso, João Miguel, Bruno Gomes, Miguel Costa.

Treinadores: Eduardo Gameiro, Paulo Galvão e Miguel Azevedo.

Classificação Geral do Torneio:

1.º CRAV (Sub16)

2.º Loulé

3.º CDUP

4.º CRAV (Sub15)

5.º Braga

6.º ERPorto

7.º Prazer de Jogar

8.º Ourense

sub-16 braga rugby cup(2)

VIMARANENSES CELEBRAM O 25 DE ABRIL

Guimarães comemorou 41 anos do 25 de abril com sessão solene na Plataforma das Artes. Jovens músicos de Pevidém abrilhantaram a cerimónia

Um debate sobre a Revolução dos Cravos encerra o programa de comemorações da Câmara Municipal, em parceria com o movimento associativo. Iniciativa realiza-se esta segunda-feira à noite no Círculo de Arte e Recreio.  

Guimaraes_Sessao_Solene_25abril

A Assembleia Municipal de Guimarães comemorou o 41º aniversário do 25 de abril de 1974, com a realização de uma sessão solene evocativa da efeméride, abrilhantada pela participação do Coro Infantil e Juvenil da Escola de Música da Sociedade Musical de Pevidém, numa cerimónia realizada este sábado, na Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade, em Guimarães.

Seguiram-se intervenções dos deputados pertencentes aos grupos parlamentares do Movimento Partido da Terra (Rita Caldas), Bloco de Esquerda (Joaquim Mendes Teixeira), Centro Democrático e Social – Partido Popular (João Moça), Pedro Ribeiro (Coligação Democrática Unitária), Tiago Laranjeiro (Partido Social Democrata) e Nelson Felgueiras (Partido Socialista).

Pedro Vilhena Roque, em representação da mesa da Assembleia Municipal de Guimarães, procedeu ao encerramento da sessão da cerimónia evocativa dos 41 anos do 25 de abril de 1974. De tarde, o centro da cidade foi palco de um variado programa de eventos, com a Rádio Universitária do Minho (RUM) a realizar uma emissão especial em Guimarães, a partir da Casa da Memória.

Noutro âmbito, os grupos de teatro amador Jovidém, TERB e OsMusiké recriaram performances sobre episódios e momentos relacionados com a ditadura, realizando-se em seguida a iniciativa “A Literatura e os Autores ao Vivo”, onde António Ferreira esteve à conversa com o escritor Tiago Patrício sobre o seu mais recente livro “1975”.

PROGRAMA DE COMEMORAÇÕES ATÉ ESTA SEGUNDA-FEIRA

O programa de comemorações da Câmara Municipal de Guimarães, no dia 25 de abril, terminou com um novo espetáculo no Centro Cultural Vila Flor. A criação artística “Tripla Personalidade”, de Alberto Fernandes, subiu ao palco do Pequeno Auditório, num concerto que explorou três personalidades distintas, pertencentes ao mesmo ser, onde as novas tecnologias aplicadas às sonoridades convencionais criaram um resultado inovador.

Este domingo, a Casa da Memória recebeu Arnaldo Trindade, principal editor discográfico de José Afonso, para uma conversa sobre “A perspetiva editorial na resistência”, enquanto na noite desta segunda-feira, 27 de abril, pelas 21:30 horas, decorre um debate no CAR – Círculo de Arte e Recreio, a partir do livro “Guimarães, Daqui Houve Resistência”, coordenado por César Machado. “As associações de Guimarães na Resistência à ditadura – o caso particular do Círculo de Arte e Recreio” é o tema da sessão.

FAFE COMEMORA O 25 DE ABRIL

“Estou firmemente ao serviço de Fafe”

- afirmou Raul Cunha na sessão Solene evocativa do  41º aniversário do 25 de Abril

“Estou firmemente ao serviço de Fafe, ao serviço de uma causa que acredito, determinado a fazer o melhor por esta terra”. Foi desta forma que Raul Cunha se dirigiu aos fafenses na cerimónia que evoca mais um aniversário do 25 de Abril.

DSC_7607

No seu discurso, o presidente da Câmara falou dos valores da liberdade e da necessidade de se consolidar um direito conseguido há quarenta e um anos, lembrando que “hoje mais que uma crise económica, vivemos numa crise de valores que é necessário travar”.

“O mais preocupante na nossa sociedade continua a ser a crise de valores que vemos crescer um pouco por toda a europa e que faz, nomeadamente, com que muitos cidadãos coloquem em causa a própria democracia”.

No entanto, Raul Cunha frisou que a sociedade não se pode deixar influenciar pela falta de valores e de dignidade, mas deve apostar na discussão do que faz falta, dos valores e das causas da humanidade e apontar caminhos de desenvolvimento, de progresso.

“Temos de  travar esta inércia, esta crise de valores e foi a pensar nisso que há 15 dias tivemos aqui o encontro internacional Terra Justa, precisamente porque os valores  e também as grandes causas da humanidade são pequenos elos que, unidos, são mais fortes”.

DSC_7585

Recordando algumas das frases mais marcantes dos convidados desse encontro, Raul Cunha recordou que foi com a liberdade que se conseguiram grandes feitos, que se conseguiu colocar Portugal no mapa do mundo, que o país se deu a conhecer. Agora, segundo o autarca, “é necessário não esquecer a importância da liberdade e da democracia”.

“Com o 25 de Abril conseguimos grandes conquistas, uma delas, o poder local autárquico ativo e participativo. Planear, semear e ver crescer ideias e projetos para o bem comum é algo que não tem preço”, disse, salientando ainda que “estar ao serviço da causa pública é a uma forma de retribuirmos tudo o que esta nação representa para nós”.

O autarca aproveitou ainda a ocasião para falar do trabalho que tem sido realizado pelo executivo a que preside, um trabalho que tem por base as pessoas, os cidadãos.

“Temos em cima da mesa diversos eixos de atuação, que passam pelas políticas sociais ativas, maximização do aproveitamento de fundos comunitários, implementação empresarial e turístico, aliado à promoção territorial”, deixando ainda alguns exemplos do trabalho que tem vindo a ser executado.

“Em termos sociais, estamos a ajudar dezenas de famílias no apoio à renda, transportes de doentes, bolsas de estudo para universitários, apoios às famílias endividadas, em termos empresariais, estamos com a revisão do PDM a criar novas zonas industriais, lançamos um programa de apoio ao empreendedor”, lembrou, revelando ainda que “disponibilizaremos o fundo FINICIA para apoiar financeiramente micro e pequenas empresas”.

Entre os muitos projetos apontados por Raul Cunha no discurso, destaque ainda para as obras de restauro da Escola Secundária e ampliação da escola Carlos Teixeira, reabilitação do Quarteirão da Casa da Cultura ou a construção do novo mercado municipal.

O Teatro-Cinema foi o palco escolhido para esta cerimónia evocativa do 41º aniversário de Abril, e, durante cerca de duas horas, ouviram-se também os discursos do presidente da Assembleia Municipal (AM), Laurentino Dias, dos líderes dos partidos políticos com assento na AM e de um representante da Associação 25 de Abril.

Todos recordaram e falaram da importância da data para Portugal e para os portugueses, com o presidente da Assembleia Municipal a lembrar que “a liberdade não tem raça, nem cor, todos somos livres”.

Refira-se que na cerimónia, foram ainda entregues os prémios Dr. Maximino de Matos (2014), a Petra Andresa da Cunha Alves, o prémio de História Local à câmara municipal e a João Nuno Machado, o prémio A. Lopes de Oliveira/Câmara Municipal de Fafe (2013-2014) a Manuel Joaquim Martins de Freitas, Daniel Bastos e José Pedro Fernandes e foram distribuídas as distinções a funcionários municipais.

Esta manhã, depois do hastear da Bandeira nos Paços do Concelho, foi ainda prestada homenagem aos combatentes da Guerra Colonial.

De tarde, do programa das comemorações do 25 de abril realiza-se o Torneio de Veteranos UDF e XXIX Torneio de Futebol Juvenil.

Na Arcada haverá animação musical, com o grupo Água Viva e a Orquestra de Fafe, trazendo à rua as festividades que envolveram o dia da liberdade.

As comemorações terminam com a estreia nacional do documentário sobre emigração “Fronteiras e Memórias – a Emigração”, na sala Manoel de Oliveira, às 17H00.

DCS_9695

UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS INAUGURA EM GUIMARÃES POLO DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA PARA O MUNDO

Ministro Miguel Poiares Maduro acredita que a «excelência do Campus de Couros» permitirá gerar em Guimarães «um cluster europeu no domínio da governação eletrónica». Centro Avançado de Formação Pós-Graduada passa a ser um dos 12 locais no mundo onde serão desenvolvidas boas práticas para a modernização digital de serviços públicos.

Guimaraes_UNU_Inauguracao

A Unidade Operacional em Governação Eletrónica da Universidade das Nações Unidas (UNU-EGOV), em Guimarães, foi inaugurada esta sexta-feira à tarde, 24 de abril, no Centro de Pós-Graduação do Campus de Couros da Universidade do Minho, numa cerimónia presidida pelo Ministro Adjunto para o Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, pelo Subsecretário da ONU e Reitor da Universidade das Nações Unidas, David Malone, pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e pelo Reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha.

Reconstruído em 2013, o edifício da UNU-EGOV faz parte do projeto de regeneração urbana que tem como objetivo transformar a antiga indústria de curtumes, localizada em Couros, num espaço dedicado ao ensino, à investigação e à criatividade. «Guimarães acolhe-vos com enorme orgulho e uma vontade firme de provar que este é o sítio certo para a Universidade das Nações Unidas. O quarteirão de Couros é a síntese perfeita de Guimarães: prezamos tanto o nosso passado que não imaginamos o futuro sem ele», disse Domingos Bragança, empenhado em construir uma «região de inovação e de criação, que acolhe talento e génio para disseminar conhecimento. Guimarães é, a partir de hoje, a vossa casa», indicou o Presidente do Município, acompanhado no teor do discurso por Miguel Poiares Maduro.

«Este é um campus extraordinário que conjuga tradição e modernidade! Como académico, é um local muito interessante para os investigadores darem vida e significado a este projeto no domínio da governança eletrônica, a fim de melhorar a cultura de funcionamento da Administração Pública, talvez a reforma mais importante do Estado. É, também, uma oportunidade para Portugal se relacionar com o mundo, sobretudo com países de língua portuguesa», referiu o Ministro Adjunto para o Desenvolvimento Regional, apreciador do «centro de excelência» que, na sua opinião, reúne condições para se transformar num «cluster europeu na governança eletrónica, cooperando com o mundo ao nível da simplificação de novas ferramentas administrativas e da digitalização de procedimentos que ajudam a colocar o cidadão no centro das políticas públicas».

Unidade da AMA (também) inaugurada

Durante a cerimónia, que assinalou também a inauguração em Guimarães da Unidade Operacional da Agência de Modernização Administrativa (AMA), foi realçada a importância dos projetos estarem interligados, tendo sido assinado um protocolo, no Auditório da Fraterna, entre David Malone, Reitor da Universidade das Nações Unidas, e Paulo Neves, Presidente do Conselho Diretivo da AMA, numa sessão onde também marcaram presença o Secretário de Estado da Modernização Administrativa, Joaquim Cardoso da Costa, e os Embaixadores da Áustria e da Polónia, Thomas Stelzer e Bronislaw Misztal, respetivamente.

«Queremos trazer novos players quer do setor público, quer do privado, pois o futuro é promissor. A área de abordagem para o desenvolvimento deste projeto é multidisciplinar. Este é um passo muito importante para a consolidação do Campus de Couros», salientou António M. Cunha, Reitor da Universidade do Minho, «uma das mais dinâmicas do País», como elogiou David Malone, responsável pela palestra sobre desenvolvimento “Post-2015 Development Goals”, que encerrou o programa de inauguração da Unidade Operacional da Universidade das Nações Unidas, em Guimarães.

GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS PARTICIPA EM TERTÚLIA DA PASTORAL UNIVERSITÁRIA DE BRAGA

O presidente do Tribunal de Contas e do Centro Nacional de Cultura, Guilherme d'Oliveira Martins, vai participar numa Tertúlia organizada pelo Fórum Interdisciplinar da Pastoral Universitária de Braga.

A iniciativa realiza-se na próxima quarta-feira, 29 de abril, às 15h00, e terá lugar no Centro Pastoral Universitário (CPU), junto à Universidade do Minho, onde Guilherme d'Oliveira Martins vai partilhar o seu olhar sobre a sociedade moderna e o papel da Igreja como referencial de valores e agente de intervenção social e cultural.

Enquadrada no 19º Fórum Interdisciplinares de Professores, a Tertúlia contará com a moderação do Professor Sérgio Machado dos Santos, ex-Reitor da Universidade do Minho.

FIP 2015_29 Abril

MUNICÍPIO DE BARCELOS APOIA A CULTURA E O DESPORTO

Câmara Municipal de Barcelos aprova apoios a nível social, cultural e desportivo

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária do executivo, realizada no dia 24 de abril, a renovação do Acordo de Colaboração entre o Município e o Centro Social de Arcozelo para a concretização do projeto Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP).

O CAFAP é um serviço de apoio  especializado às famílias com crianças e jovens, vocacionado para a prevenção de situações de risco  psicossocial, mediante o desenvolvimento de competências  parentais, pessoais e sociais das famílias. O sucesso deste projeto  pressupõe, para além de meios necessários, uma cooperação entre entidades diversas onde a Câmara Municipal de Barcelos e o Centro Social da Paróquia de Arcozelo se aliam, de forma a promover quotidianamente o bem estar e a melhoria da qualidade de vida das crianças e jovens, bem como das suas famílias. A intervenção desenvolvida pelo CAFAP assenta na avaliação familiar e na situação de risco psicossocial das  famílias e concretiza-se mediante projetos ou programas  estruturados em função da situação particular de cada família, privilegiando uma abordagem sistémica, intensiva e dinâmica que, numa perspetiva de complementaridade, tem em conta a proximidade e o caráter integrado e regular da intervenção, por forma a permitir um conhecimento e uma visão global da estrutura e da dinâmica  familiar.

O executivo municipal aprovou ainda mais de 250 mil euros em forma de subsídios às Freguesias, Associações Culturais e Desportivas, mantendo, assim, a aposta na melhoria das infraestruturas e rede viária como fundamental para o desenvolvimento das localidades e bem estar das comunidades.

PONTE DE LIMA PREPARA EQUIPAS DE INTERVENÇÃO PERMANENTE

Câmara Municipal de Ponte de Lima Aprova Protocolo para o Enquadramento de Pessoal Destinado a Integrar as Equipas de Intervenção Permanente

A Câmara Municipal de Ponte de Lima deliberou na reunião realizada a 13 de abril, garantir a prontidão na resposta às ocorrências que impliquem intervenções de socorro às populações e de defesa dos seus bens, ao aprovar a celebração do protocolo para o enquadramento de pessoal destinado a integrar as Equipas de Intervenção Permanente – EIP.

vila 2003 ctr 2

O referido protocolo a celebrar entre a Câmara Municipal de Ponte de Lima, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários destina-se a regular as condições de contratação e manutenção pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima que integrarão as Equipas de Intervenção Permanente.

Neste contexto, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima cria e mantém, uma EIP, com a exclusiva missão de assegurar, em permanência, serviços de socorro às populações, designadamente em caso de incêndio, inundações, desabamentos, abalroamentos, naufrágios ou outras intervenções no âmbito da proteção civil.

A EIP é constituída por cinco bombeiros em regime de permanência e assegura o socorro, de forma permanente, em todos os dias úteis, por um período semanal de 40 horas, de acordo com um plano de horário elaborado pelo Comandante do Corpo de Bombeiros.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Câmara Municipal comparticipam em partes iguais nos custos decorrentes da remuneração dos elementos da EIP, atribuindo à Associação, mensalmente e a título de subsídio, por cada elemento contratado, o respetivo valor, bem como demais encargos relativos ao regime de segurança social e seguros de acidentes de trabalho.

CERVEIRA CRIA ESPAÇOS DO CIDADÃO

Município assina protocolo para avançar com Espaços do Cidadão

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, subscreveu, esta manhã, o protocolo para a instalação de Espaços do Cidadão no concelho. A cerimónia, que decorreu em Vila Praia de Âncora, foi presidida pelo Secretário de Estado para a Modernização Administrativa, Joaquim Pedro Cardoso, e contou com a presença dos municípios de Vila Nova de Cerveira e Caminha.

5

A autarquia cerveirense tem em cima da mesa dois pontos territoriais prioritários para a instalação destes espaços únicos de atendimento ao público: a Zona Industrial pólo II, pela maior concentração de pessoas com interesses diversificados, e a freguesia de Covas, pela distância à sede da vila. A proposta foi apresentada pelo Município à Agência para a Modernização Administrativa e consolidada com assinatura deste protocolo. Segue-se a fase de execução física do projeto com a adaptação de espaços existentes e a formação dos colaboradores prevendo-se, até ao final do ano, a entrada em funcionamento de uma das duas valências.

O edil da ‘Vila das Artes’ explicou que a instalação destes espaços de cidadão traduz-se em benefícios de desburocratização, desmaterialização e oferta de um excelente serviço de proximidade aos munícipes cerveirenses, empresas instaladas e trabalhadores. Fernando Nogueira sublinhou ainda que o protocolo, para além de permitir gerir sinergias, constituiu-se como um potencial desenvolvimento para o concelho, possibilitando a capacitação do cidadão a interagir digitalmente com a Administração Pública.

Enquadrada na Estratégia de Reorganização dos Serviços de Atendimento da Administração Pública, através do Programa Aproximar, a criação de uma rede de Espaços do Cidadão tem por objetivo “fazer a racionalização do território, aproveitando as potencialidades da tecnologia”. Concretizados no conceito de atendimento digital assistido, nos Espaços do Cidadão é possível tratar de assuntos como requisitar certidões, renovar a carta de condução ou mudar a residência no Cartão do Cidadão, entre outros.

CORO DOS PEQUENOS CANTORES DE ESPOSENDE ATUA NO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

Coro de Pequenos Cantores de Esposende participa no VII Encontro de Coros Infantis do Santuário de Fátima

O Coro de Pequenos Cantores de Esposende (CPCE) vai participar amanhã, dia 25 de abril, no VII Encontro de Coros Infantis, promovido e organizado pelo Santuário de Fátima.

IMG_0447

O Encontro realiza-se às 15h30, no Centro Pastoral de Paulo VI, e contará igualmente com a participação dos coros Schola Cantorum Pastorinhos de Fátima, Pequenos Cantores da Paróquia de S. Salvador de Grijó e Schola Infantil do Santuário de Fátima.

Sob direção de Helena Venda Lima, o Coro de Pequenos Cantores de Esposende interpretará obras de compositores como W. A. Mozart, J. Rutter e G. Caccini, destacando-se o “Magnificat” de Fernando Lapa, escrito e dedicado ao coro.

O Encontro, que tem como objetivos promover e estimular o envolvimento das crianças na vida musical e artística das paróquias e dioceses, culminará com a apresentação de uma obra em conjunto.

A anteceder o Encontro, os quatro coros farão a animação musical da celebração das 11h00, no Recinto do Santuário.

IMG_0463

GABINETE DE APOIO AO MUNÍCIPE DE VILA PRAIA DE ÂNCORA VAI ALBERGAR “ESPAÇOS DO CIDADÃO”

Dentro de alguns meses, o Gabinete de Apoio ao Munícipe de Vila Praia de Âncora vai disponibilizar mais um serviço às pessoas - o “Espaços do Cidadão”. Hoje, foi dado o primeiro passo com a assinatura do protocolo, nos próximos meses vão decorrer as obras necessárias para que se passe do papel à ação. “É um momento de grande importância de descentralização e de colocação ao serviço das pessoas, aqui em Vila Praia de Âncora e no coração da vila, um serviço que normalmente era prestado longe daqui e que se afastava das pessoas”, sublinhou Miguel Alves na cerimónia de assinatura do protocolo “Espaços do Cidadão”.

3M1A8676

O protocolo para a instalação de um “Espaços do Cidadão” em Vila Praia de Âncora foi celebrado e assinado esta manhã, por Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha e Joaquim Pedro Cardoso Costa, Secretário de Estado para a Modernização Administrativa (AMA). A cerimónia contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, que também assinou um protocolo para instalação de um “Espaços do Cidadão” na freguesia de Covas.

Miguel Alves lembrou o esforço que o Município de Caminha fez junto dos representantes do Governo para conseguir este “Espaços do Cidadão” em Vila Praia de Âncora: “Desde o primeiro momento quisemos transmitir ao Governo a vontade de fazer um trabalho de aproximação, de descentralização de competências e da descentralização da aproximação do Estado às pessoas. Lutamos e pugnamos para que isso fosse uma realidade”.

Joaquim Pedro Costa agradeceu a Miguel Alves “a confiança que o Município depositou neste projeto” e realçou: “este projeto seria impossível se não houvesse esta colaboração com os municípios”.

Na verdade, este espaço vai trazer benefícios em termos de desburocratização e poupança de tempo útil para a população de Vila Praia de Âncora e de todo o Vale do Âncora, já que na vila mais populosa do concelho verá colmatada uma lacuna na prestação do serviço público. Outra das vantagens deste espaço é a promoção da literacia digital da população, isto é, capacitar o cidadão a interagir digitalmente com a Administração Pública.

Tendo em conta a proximidade da data que se celebra amanhã, para Miguel Alves “é também a proximidade que estes espaços querem simbolizar. Hoje há desafios que a nossa comunidade tem pela frente e que as instituições, especialmente os políticos, tem de saber assumir. E um dos grandes desafios é a proximidade, a proximidade da linguagem, do cuidado, da atenção e do serviço. Acho que foi uma coincidência, mas que não podia ser mais perfeito, em vésperas de 25 de abril assinarmos um protocolo que de algum modo consolida esta visão que há 41 anos outros tiveram antes de nós, uma visão de melhor servir, de melhor prestar serviço público”.

Dentro de alguns meses, em Vila Praia de Âncora vai ser possível realizar serviços de várias entidades públicas, nomeadamente Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), Direção Geral de Proteção Social aos Funcionários e Agentes da Administração Pública (ADSE), Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas Públicas (DGLAB), Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, Direção Geral do Consumidor (DGC), Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Agência para a Modernização Administrativa (AMA – Portal do Cidadão), entre outros.

A multiplicidade e a proximidade de serviços que o “Espaços Cidadão” vai disponibilizar a todas as pessoas foram algumas das valências deste serviço apontadas pelo Secretário de Estado: “a população passa a ter duas valências: a administração local e a administração central. E podemos chegar mais perto das pessoas”.

3M1A8649

VIZELA REALIZA WORKSHOP SOBRE “RISCOS PSICOSSOCIAIS”

No próximo dia 28 de abril comemora-se o “Dia Nacional da Prevenção e Segurança no Trabalho”, sendo que este ano a campanha levada a cabo pela Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho está subordinada ao tema “Locais de trabalho saudáveis contribuem para a gestão do stresse”.

Como forma do Município de Vizela se associar à comemoração deste dia, a Autoridade para as Condições de Trabalho irá realizar uma exposição alusiva ao tema “Segurança no Trabalho” e um workshop, subordinado ao tema “Riscos Psicossociais”, que terá lugar na Sala Polivalente da Casa das Coletividades no dia 28 de abril, pelas 14h30m.

Assim, os interessados em frequentar este workshop devem, inscrever-se através do email formacao@cm-vizela.pt.

“RAPAZES DOS TANQUES” PARTILHAM EM CAMINHA LIÇÕES DE VIDA E DE INCONFORMISMO

Alfredo Cunha, Adelino Gomes e militares de Abril emocionaram o Salão Nobre

Eram muito jovens, pouco mais de 20 anos. Há 41 anos tiveram nas mãos a vida de centenas de pessoas e o sucesso ou o insucesso da Revolução de 25 de Abril. Ontem à noite, os “rapazes dos tanques” estiveram em Caminha, nos Paços do Concelho, para contar na primeira pessoa as suas experiências, ao lado dos dois jornalistas que imortalizaram, em livro, o seu contributo determinante para a Democracia. Foram “rapazes” que souberam tomar decisões, como salientou Miguel Alves, sublinhando a importância da memória e de não deixarmos de decidir quando é preciso, sob pena de outros tomarem as decisões por nós.

3M1A8594

Alfredo Cunha tinha 20 anos em 1974. Era repórter fotográfico do “Século”. Adelino Gomes era jornalista da “Seara Nova”. Tinha 29 anos e estava proibido pelo regime de trabalhar para a Rádio Renascença. Estiveram lado a lado com outros jornalistas no Terreiro do Paço. O fotógrafo destacado pelo jornal e mandado para a cobertura da Revolução às 06h45, enquanto Adelino Gomes foi levado pela curiosidade e chegou mais tarde, pelas 10h00, acabando por relatar para os microfones da mesma Rádio Renascença a conferência de imprensa de Salgueiro Maia.    

3M1A8505

O livro que nasceu de madrugada

Os dois jornalistas passaram o dia 25 de abril de 1974 lado a lado, na rua, sem se conhecerem, mas o livro “Os rapazes dos tanques”, que dizem ter nascido nesse dia, é fruto do amadurecimento de uma relação profissional e de amizade de muitos anos e da partilha das experiências da Revolução. Procuraram os heróis menos conhecidos, ouviram as suas histórias, e trouxeram-nos às páginas do livro e a diversos locais, desta vez a Caminha. Salão Nobre cheio, até de madrugada, para ouvir a simplicidade das vivências desse dia, em que correu tudo bem, mas podia não ser assim, bastava que um ou dois dos “rapazes” que estiveram ontem em Caminha, a quem foram dadas ordens para disparar a partir dos tanques, as tivesses cumprido.  

3M1A8394

O que mais impressionou na apresentação de ontem à noite foi a simplicidade e a humildade com que os acontecimentos foram recordados, pela voz dos protagonistas presentes, alferes Fernando Sottomayor, cabo apontador José Alves Costa, furriel miliciano Manuel Correia da Silva e o caminhense Fausto Gonçalves.

Sottomayor, o “rapaz” mais qualificado na altura recusou disparar e foi detido pela Polícia Militar. Transferida ordem idêntica para Alves Costa, este respondeu que iria ver o que podia fazer. Fechou-se no tanque com os colegas e não disparou. Mas estes eram os tanques que tinham capacidade para destruir o Terreiro do Paço e destruir também, pelo menos por mais alguns longos anos, o sonho da Liberdade e da Democracia.

Emoção e esperança tomou conta da audiência

No Salão Nobre dos Paços do Concelho, a abarrotar, houve emoção e esperança. Miguel Alves destacou o momento especialmente importante, especialmente bonito, que foi também de reflexão e agradecimento.

O presidente da Câmara de Caminha deixou duas notas: a primeira que tem a ver com a importância da memória. Citando o filósofo Arthur Schopenhauer, disse que “a memória age como a lente convergente na câmara escura: reduz todas as dimensões e produz, dessa forma, uma imagem bem mais bela do que o original. É bom que nos recordemos disso todos os dias”.

A segunda, para o presidente, relaciona-se com o motivo que o leva a querer estar na política ativa e que partilhou: “a memória é passado mas é também futuro. As decisões, grandes e pequenas, têm o poder de mudar o mundo. Estes homens mudaram o mundo porque tomaram decisões. Das duas uma – ou tomamos decisões ou outros tomam-nas por nós”.

Miguel Alves agradeceu também à Biblioteca e aos seus responsáveis, ao fotógrafo António Garrido, que sugeriu esta atividade para, em simultâneo, assinalar o Dia Mundial do Livro e o aniversário da Revolução, e ao historiador Paulo Bento, que foi o moderador da noite. “Este é um grande momento: 25 de Abril sempre”, concluiu Miguel Alves.

IDOSOS DE TERRAS DE BOURO REALIZAM ATIVIDADES EM VILA VERDE

Terras de Bouro - Projeto Bem Envelhecer III promove atividades em Vila Verde

No âmbito do Projeto Bem Envelhecer III foi realizada uma visita a Vila Verde, por várias Instituições sociais do concelho de Terras de Bouro e os restantes parceiros do projeto.

IMG_0743

A deslocação a Vila Verde, que aconteceu no dia 22 de abril, proporcionou uma interessante atividade dinamizada pelo Centro Social de Cervães com a parceria da Escola Secundária de Vila Verde em que, os alunos do Curso Técnico de Saúde apresentaram uma sessão sobre a prevenção de acidentes na 3.ª idade e os alunos do Curso Técnico de Apoio Psicossocial dinamizaram uma atividade musical.

IMG_0753

Da parte da tarde, os séniores puderam visitar o espaço museológico do Museu Terras de Regalados, na qual tiveram oportunidade de conhecer aquele espólio religioso, através de uma visita guiada.

Parceiros do projeto presentes na atividade: ADCL, SC Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, SC Misericórdia de Vieira do Minho, SCM de Barcelos, Centro Social e Paroquial de Cervães, Centro Social e Paroquial de Cibões, Centro Social e Paroquial de Chorense, Centro Social e Paroquial de Vilar, Centro Social e Paroquial de Covide, Centro Social e Paroquial de Souto, Centro Social e Paroquial de Vilar da Veiga, Centro Social e Paroquial de Rio Caldo, Cruz Vermelha Portuguesa / Delegação de – Lar de Terras de Bouro, Município de Terras de Bouro e EAPN Portugal.

IMG_0754 - Cópia

IMG_0760

IMG_0765

IMG_0777

IMG_0785

VALENÇA ACOLHE IIº SEMINÁRIO IBÉRICO DE METROLOGIA

Valença recebe o II º Seminário Ibérico de Metrologia, na Escola Superior de Ciências Empresariais, em 8 de maio, subordinado ao tema “Metrologia e o Futuro”. Especialistas portugueses e espanhóis, na área da metrologia, vão trocar experiências, comparar metodologias e métodos de trabalho, no âmbito da metrologia legal, cientifica e aplicada.

O Seminário contará com um amplo leque de intervenções de especialistas portugueses e espanhóis na área da metrologia, nomeadamente: Alejandro Pereira Dominguez da Universidade de Vigo, António Silveira do ISEP, Paulo Cabral do IEP, José Luís Prieto Calviño do LOMG, Hugo Silva da BorgWarner, Juan Lago Giraldez da TRW, Isabel Nuñez do Grupo Antolin, António Bruno Rodrigues da BOSH CAR Multimédia, Ricardo Fernandes do IPQ, Ricardo Robles Montaña do CEM e ainda representantes da PSA e do CITEVE.

A metrologia, enquanto ciência da medição, fornece o suporte material fiável aos sistemas de medição, fundamentais nas sociedades contemporâneas, quer seja na saúde, na economia, na segurança e no ambiente.

Este seminário tem por objetivo promover o desenvolvimento e a implementação de novas competências metrológicas, dar a conhecer o ponto da situação da metrologia ibérica e o estabelecimento de parcerias e projetos conjuntos entre os dois países.

A segunda edição do Seminário Ibérico de Metrologia de Valença dará uma atenção especial ao mundo empresarial. O seminário terá um espaço que proporcionará às empresas da área a oportunidade de divulgar e dar a conhecer os seus produtos e serviços.

A organização é da Eurocidade Valença-Tui, conjuntamente com a E.S.C.E.-Escola Superior de Ciências Empresariais de Valença.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES RECRUTA ASSISTENTES OPERACIONAIS

Concurso aberto para a contratação de 40 assistentes operacionais para escolas do concelho de Guimarães decorre até ao próximo dia 11 de maio

Candidaturas podem ser apresentadas até ao dia 11 de maio. Formulário para respetivo preenchimento está disponível no website da Câmara Municipal de Guimarães. Constitui requisito de candidatura a escolaridade obrigatória.

Guimaraes_Concurso_Assistentes_Operacionais

O procedimento para o recrutamento de 40 assistentes operacionais para os estabelecimentos de educação e de ensino do concelho de Guimarães foi aberto esta sexta-feira, 24 de abril. As candidaturas têm de ser efetuadas num prazo de dez dias úteis através, exclusivamente, de um formulário que está disponível na página de internet do Município, no seguinte endereço eletrónico: http://www.cm-guimaraes.pt/frontoffice/pages/698?announcement_id=6

O concurso destina-se a suprir necessidades das escolas nas suas múltiplas competências. Os assistentes operacionais terão de participar em ações que visem o desenvolvimento pessoal e cívico de crianças e favoreçam um crescimento saudável, exercendo tarefas de apoio à atividade docente de âmbito curricular e de enriquecimento do currículo.

De acordo com a caracterização dos postos de trabalho, estão também contempladas tarefas de enquadramento e acompanhamento de crianças, designadamente no âmbito da animação sócio-educativa e de apoio à família, apoio específico a crianças portadoras de deficiência, tarefas de apoio elementares, indispensáveis ao funcionamento dos órgãos e dos serviços, podendo comportar esforço físico, além de assegurar a limpeza, arrumação, conservação e boa utilização das instalações.

Tal como refere o artigo 36º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, os candidatos que estejam a executar a atividade serão selecionados mediante avaliação curricular e entrevista de avaliação de competências, sendo os restantes submetidos a prova de conhecimentos e avaliação psicológica. Todos os candidatos aprovados nestes métodos serão ainda submetidos a uma entrevista profissional de seleção.

PROJETO INOVADOR NO ENSINO PRÉ-ESCOLAR EM 2016

As Atividades de Animação e Apoio à Família, que pressupõem o acompanhamento dos alunos no período do almoço e o desenvolvimento de atividades em prolongamento de horário para as crianças que frequentam o ensino pré-escolar da rede pública, serão assumidas pela Autarquia, a partir de janeiro de 2016, com um projeto integrado e inovador, de apoio à família, mas também de estímulo e desenvolvimento das crianças entre os 3 e os 6 anos, numa lógica integrada, inclusiva e equitativa para todo o concelho, articulado com os objetivos estratégicos do Município e com os projetos educativos dos agrupamentos de escolas.

A Câmara Municipal de Guimarães assumiu, no dia 1 de janeiro de 2009, a gestão do pessoal não docente das escolas básicas e de educação pré-escolar. Desde o ano de 2011, o número de trabalhadores afetos àqueles estabelecimentos de educação e de ensino, especialmente ao nível da carreira de assistente operacional, tem vindo a reduzir-se progressivamente, registando-se nos últimos dois anos 43 saídas por aposentação.

Verificando-se um aumento do número de alunos em cada sala e do número de alunos com necessidades educativas especiais, os assistentes operacionais têm exercido, igualmente, a função de co-educadores. A alteração de equipamentos, a redução do número de professores nas escolas e o aumento da diversificação da oferta educativa têm contribuído para o desenvolvimento de novas exigências, que tornam, no seu conjunto, mais complexa a gestão dos espaços escolares.

FESTA DAS CRUZES COMEÇA HOJE EM BARCELOS

Tapetes de Pétalas Naturais, Batalha das Flores e Procissão da Invenção da Santa Cruz são os pontos altos da primeira grande romaria do Minho

Batalha das Flores (2)

Arranca esta noite, na Avenida da Liberdade, às 22h, a grandiosa Festa das Cruzes com um espetáculo imemorável da Banda Musical de Oliveira juntamente com o Coro de Câmara de Barcelos, com temas de Fernando Lopes Graça, Zeca Afonso, entre outros, já a evocar o dia que se avizinha - o 25 de abril. Amanhã, o dia é dedicado às Comemorações do 41.º Aniversário do 25 de Abril, com a cerimónia oficial a ter lugar no Largo Martins Lima, às 15h, e mais tarde, às 18h, será inaugurada uma exposição na Galeria Municipal de Arte, sob o tema “Olhares sobre o Galo”, de Mário Rocha. Na Biblioteca, uma hora antes será aberta uma exposição de pintura de Paula Berteotti, no âmbito do Dia Mundial do Livro, que se celebrou no dia 23 de abril.Os pontos altos da Festa das Cruzes são a inauguração dos Tapetes de Pétalas Naturais, a Batalha das Flores e a Majestosa Procissão da Invenção da Santa Cruz. Os Tapetes são inaugurados no dia 28 de abril, às 18h00, no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz. Por sua vez, a Batalha das Flores terá lugar no dia 1 de maio, às 15h00. Já a Procissão da Invenção da Santa Cruz, como é tradição, realiza-se no dia 3 de maio, às 17h00, num espetáculo único e emocionante com a presença das 89 cruzes a representar as 89 paróquias do concelho.

programa Festa das Cruzes1

GUIMARÃES RECEBE REITOR DA UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS

Reitor da Universidade das Nações Unidas em Guimarães enaltece parcerias entre Câmara e UMinho

Unidade Operacional em Governação Eletrónica da Universidade das Nações Unidas é inaugurada em Couros, esta sexta-feira (15h). Cerimónia terá a presença do Ministro Adjunto para o Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro.

Rececao_David_Malone_UNU

A boa relação entre o Município de Guimarães e a Universidade do Minho, associada às condições oferecidas pelo Campus de Couros, foram fundamentais para a instalação em Portugal da Unidade Operacional em Governação Eletrónica da Universidade das Nações Unidas no Centro Avançado de Formação Pós-Graduada, em Guimarães. Recebido na Câmara Municipal por Domingos Bragança, Presidente da Autarquia, David Malone, Reitor da Universidade das Nações Unidas, destacou a harmonia da cidade histórica com a contemporaneidade.

«Estou encantado por poder participar, de forma modesta, no reforço da imagem da Universidade do Minho, instituição que será muito útil para o trabalho que será desenvolvido pelo Tomasz Janowski e pelos seus colaboradores. Estou também impressionado com a excelência do trabalho realizado na cidade de Guimarães. É notável a forma como esta Câmara, de forma muito harmoniosa, conseguiu combinar a história antiga da cidade com a contemporaneidade. O Presidente está de parabéns pelo sucesso de todas as obras que tem desenvolvido nesta cidade», realçou Malone.

Defendendo uma alteração do paradigma dominante na Europa em relação à governança eletrónica, o Reitor da Universidade das Nações Unidas considera ser necessário «analisar muito bem o meio onde a pretendemos desenvolver e, assim, adaptá-la de acordo com a sociedade-alvo, elemento chave na governança eletrónica. Os fatores económicos e sociais são fundamentais e têm de garantir uma base de sustentabilidade. Sem sustentabilidade, não poderemos alcançar o sucesso», acrescentou David Malone, durante a receção oficial no Salão Nobre da Câmara Municipal.

EXEMPLO(S) DE BOAS PRÁTICAS

Domingos Bragança afirmou que «Guimarães vai demonstrar que foi a melhor escolha» para receber a Universidade das Nações Unidas. «Esta Unidade Operacional tem uma importância excecional para Guimarães e deve-se, também, à excelência da Universidade do Minho. Sabemos que é uma enorme responsabilidade, mas Guimarães gosta de abraçar grandes desafios. Aqui, serão desenvolvidos modelos de políticas públicas no âmbito da boa governação eletrónica, que poderão ser aplicados e adotados por organizações públicas mundiais», disse o Presidente do Município, preconizador de um «território inteligente e ambientalmente de excelência».

«Um dos próximos projetos de Guimarães é a apresentação da candidatura a Capital Verde Europeia, em 2017, para que possamos ser reconhecidos em 2020 com um dos melhores locais da Europa para se viver. O caminho a percorrer é tão importante como a meta a alcançar. Temos connosco personalidades de renome mundial e estamos a trabalhar no sentido de fomentar uma forte consciência ecológica dos cidadãos, apostando no desenvolvimento sustentável e na inclusão social», especificou Domingos Bragança, ladeado na mesa pelos Vice-Reitores Rui Vieira de Castro e Rui Reis, além de Tomasz Janowski, coordenador da Unidade de Guimarães da Universidade das Nações Unidas. «Esta receção exprime o carinho que os vimaranenses sempre demonstram para com a Universidade do Minho. A relação entre o Município e a UM é exemplar em áreas tão diversificadas como a investigação, o planeamento de território, a cultura ou a educação. A instalação desta Unidade Operacional não deixa de ser mais um bom exemplo da qualidade desta relação. Estes são momentos particularmente empolgantes e históricos para a afirmação internacional de um território e de uma Universidade, que agradece o empenhamento, a disponibilidade e o comprometimento da Câmara Municipal de Guimarães em processos tão relevantes para o País», referenciou o Vice-Reitor da UMinho para a área da Educação, Rui Vieira de Castro.

Pág. 1/5