Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CERVEIRA QUER ESPAÇO DO CIDADÃO EM COVAS

Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira propõe balcão único para Zona Industrial e Freguesia de Covas

Interessada em colaborar na implementação dos Espaços de Cidadão, tirando proveito das potencialidades das tecnologias de informação e comunicação que contribuam para uma melhor relação entre Administração Pública e cidadão, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai apresentar à AMA – Agência para a Modernização Administrativa -, proposta para criação de um Espaço de Cidadão na Zona Industrial e de um micro-balcão na Freguesia de Covas.

Depois de analisar e auscultar as melhores opções para a instalação destes balcões únicos de atendimento ao público, a autarquia cerveirense assinalou duas prioridades: a Zona Industrial pólo II, pela maior concentração de pessoas com interesses diversificados, e a freguesia de Covas, pela distância à sede da vila. A proposta vai ser apresentada pelo Município cerveirense à Agência para a Modernização Administrativa, de forma a puder ser celebrado um protocolo tripartido entre estas duas entidades e a Ceval, Confederação Empresarial do Alto Minho, e a Junta e Freguesia de Covas.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira explica que a instalação e o funcionamento destes espaços de cidadão podem trazer benefícios em termos de desburocratização e poupança de tempo útil aos munícipes cerveirenses, empresas instaladas e trabalhadores, constituindo um potencial desenvolvimento do concelho e permitindo a capacitação do cidadão a interagir digitalmente com a Administração Pública. Fernando Nogueira sublinha que este protocolo permitiria gerir sinergias e levar os serviços da administração pública para próximo dos cidadãos, prestando um melhor serviço.

A rede de espaços de cidadão é coordenada pela AMA e visa a modernização e a simplificação administrativa, constituindo uma iniciativa inovadora de atendimento em balcão único, enquadrada no programa Aproximar, facilitadora da relação com a Administração Pública e visando uma oferta de atendimento complementar aos serviços públicos existentes.

GUIMARÃES REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

Agenda do Executivo Municipal para a reunião de Câmara do dia 02 de abril de 2015

32 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da primeira reunião de Câmara do mês de abril de 2015, agendada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

A apresentação do Relatório e Contas 2014 do Município de Guimarães, uma proposta para a criação do Conselho Consultivo da Casa da Memória e outra para a transferência das Oficinas Gerais da Câmara são três dos 32 pontos que fazem parte da Ordem de Trabalhos da primeira reunião do Executivo Municipal no mês de abril, agendada para as 10 horas desta quinta-feira, 02 de abril.

A Vereação irá também conhecer o Plano de Ação do rio Ave, documento já concluído e articulado com entidades fiscalizadoras, que visa corrigir comportamentos e eliminar focos poluidores. Durante a reunião, será apresentado, ainda, o relatório anual de apoios concedidos pelo Município de Guimarães, em 2014, a instituições de solidariedade social do concelho, além de ser analisada uma proposta para a atribuição de apoios a estratos sociais desfavorecidos.

O acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e de realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico é outro tema a ser apreciado pelo Executivo, que votará a celebração de dois protocolos de cooperação: com a empresa Vimágua e um outro com o Instituto Nacional de Estatística.

Entre outros assuntos, será analisada a alteração ao regulamento do Mercado das Antiguidades e da Segunda Mão, a venda em hasta pública de 13 viaturas abandonadas, a afetação ao domínio público de terreno destinado à ampliação do cemitério de Gondar, a adjudicação de serviços de segurança e de vigilância nas instalações dos equipamentos do Município de Guimarães, a doação do direito de superfície do prédio sito na rua Raul Brandão à Cercigui e uma proposta de apoio aos Bombeiros Voluntários de Guimarães para a aquisição de uma ambulância.

A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 – Ofício remetido ao Secretário de Estado da Administração Local sobre a Lei nº 50/2012.

02 – Apoio a Instituições de Solidariedade Social - Apresentação do Relatório Anual 2014.

03 – Plano de Prevenção de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas - Relatório Anual de acompanhamento relativo ao ano de 2014.

04 – Relatório do Auditor Externo - Certificação Legal das Contas do Município.

05 – Plano de Ação - rio Ave.

06 – Ata da reunião ordinária de 19 de março de 2015.

07 – Relatório de Avaliação do Cumprimento do Estatuto do Direito de Oposição no ano de 2014.

08 – 2015-18-DAG - Empreitada de "Reperfilamento e Beneficiação da Rua S. Torcato e Implantação Placa Giratória da Volta do Pedroso (Azurém) - Aprovação da minuta do Contrato.

09 – Acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e de realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

10 – Protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal e Vimágua - Partilha de serviços e informação.

11 – Protocolo de colaboração entre o Município de Guimarães e Instituto Nacional de Estatística - Atualização da infraestrutura geográfica. 

12 – Alteração ao Regulamento do Mercado das Antiguidades e da Segunda Mão.

13 – Aquisição de Serviços - Transporte escolar em carreira pública – Ano Letivo 2015/2016.

14 – Aquisição de Serviços - Segurança e de vigilância nas instalações equipamentos do Município de Guimarães. Concurso Público n.º 21-14 - Adjudicação. 

15 – Aquisição de Serviços - Seguro de Acidentes de Trabalho – agosto a dezembro de 2015, 2016 e 2017.

16 – Aquisição de Serviços - Transporte escolar de alunos do 1º CEB - Ano letivo 2015/2016 - Aprovação do pedido de parecer prévio e repartição de encargos.

17 – Hasta Pública nº 1-2015 - Venda de 13 viaturas abandonadas na via pública.

18 – Afetação ao domínio público de terreno destinado à ampliação do cemitério de Gondar.

19 – Arrendamento de Prédio sito em Polvoreira – Transferência das Oficinas Gerais da Câmara.

20 – Doação do direito de superfície do prédio sito na rua Raul Brandão à CERCIGUI.

21 – Doação de fotocopiador à Freguesia da Costa.

22 – Turipenha - Cooperativa de Turismo de Interesse Público de Responsabilidade Limitada - designação dos representantes do Município nos órgãos sociais.

23 – Proposta de apoio para aquisição de ambulância aos Bombeiros Voluntários de Guimarães, no âmbito do 138º aniversário.

24 – Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais - Aprovação da candidatura e da minuta do contrato.

25 – AE Abação - Cedência Autocarro.

26 – EB1 Salgueiral - Cedência Autocarro.

27 – Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos – Subsídio de Deslocação para Pessoas Carenciadas com Deficiência.

28 – Criação do Conselho Consultivo da Casa da Memória.

29 – Rally de Portugal 2015 - Automóvel Club de Portugal - Atribuição de subsídio.

30 – Irmandade de São Torcato - Atribuição de Subsídio.

31 – Revisão Orçamental.

32 – Relatório e Contas 2014.  

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (02.04.2015): http://we.tl/Bu7F4NwxGa (link disponível até 07 de abril 2015)

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES APOSTA NA SEGURANÇA DE PESSOAS, BENS E AMBIENTE

Câmara Municipal de Guimarães reforça serviço de Proteção Civil com viatura de emergência

Veículo operacional servirá de apoio às duas corporações de bombeiros do concelho, à PSP e à GNR de Guimarães. Está equipado com os meios necessários para acudir a situações de primeira emergência.

A Câmara Municipal de Guimarães equipou o Serviço Municipal da Proteção Civil com uma viatura oficial de emergência para apoio aos principais agentes da Proteção Civil, como os Bombeiros e as Forças de Segurança. O veículo destina-se a auxiliar situações de socorro, salvamento e proteção de pessoas, de bens e do ambiente, bem como para apoio logístico e para comando de operações.

Pelas suas características e pelo equipamento incluído, é considerada também uma viatura operacional de apoio, podendo realizar pequenas intervenções de primeira linha em diversos tipos de risco. O modelo de viatura 4x4 está equipado com os meios necessários para acudir a situações de primeira emergência, tais como pequenas cheias e inundações em zonas urbanas, primeira intervenção em incêndios urbanos, deteção de fugas de gás, comunicações de emergência (SIRESP) e para pequenos resgates de viaturas ligeiras.

O veículo permite, também, salvaguardar pontuais falhas de energia, disponibilizando alimentação elétrica em situações provisórias ou de socorro que ocorram, por exemplo, em zonas de montanha, no caso de incêndios florestais ou deslizes de terras, constituindo também uma alternativa em vias rodoviárias, no caso de acidentes de viação.

A aquisição da viatura permite reforçar as competências previstas na lei em relação ao Serviço Municipal de Proteção Civil, estando disponível para todas as deslocações que exijam uma estrutura de comando reforçada no teatro de operações, para o planeamento e prevenção de riscos, ações de sensibilização e educação, avisos à população, bem como para deslocações a diversos tipo de ocorrências no território de Guimarães, prestando apoio logístico e operacional aos Bombeiros de Guimarães e de Caldas das Taipas, bem como às Forças de Segurança.

O novo veículo da Proteção Civil está equipado com sistema de comunicação (rádio compatível com o SIRESP, banda alta e frequência 136 - 174Mhz); dois pontos de ligação de equipamentos com 220v; gerador elétrico alternativo incorporado; bomba de água para inundações de baixo nível incorporada; kit de primeira intervenção em incêndios urbanos, compreendendo três extintores de pó químico de 6kg, três extintores de água de 5kg e três extintores de CO2 de 5kg; detetor de gás portátil multigás; quatro máscaras faciais completas com filtro de respiração; guincho elétrico; gancho de reboque; ponte de luzes de emergência e trabalho.

MUNICÍPIO DE BARCELOS APROVA VERBAS PARA OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO NAS FREGUESIAS

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou na sua última reunião ordinária, realizada a 27 de março, um conjunto significativo de verbas para o melhoramento e pavimentação de espaços públicos (em várias freguesias), no valor aproximado de 200.000,00€. No apoio ao desporto, foram disponibilizados 35.000,00€.

Foram ainda atribuídos montantes à Associação Cultural de Monte de Fralães para os “Cursos de Música de Fralães”; à Rimas e Compassos – Associação Coral para participar num concerto em Coimbra. Também foram autorizados pagamentos de refeições escolares a alunos; subsídio para pagamento a tarefeira e pagamento do passe escolar para jovem que frequenta a Associação Recovery.

Nesta reunião de câmara, foi também aprovado  o Protocolo entre a Câmara Municipal de Barcelos e a Universidade do Porto para a realização da Universidade Júnior 2015. A Universidade do Porto desenvolve todos os anos, no período do verão, um projeto designado por Universidade Júnior que tem como finalidade a sensibilização dos jovens à formação superior, nomeadamente, nas áreas da Ciência, das Letras e das Artes. Visa, também reforçar os processos de exploração vocacional e propõe ação de elevada qualidade científica que ajudem os nossos jovens a estruturar os campos profissionais a que poderão aceder.

As atividades são desenvolvidas sob supervisão constante de um monitor, de segunda a sexta-feira, nos espaços das faculdades da Universidade do Porto.

Outras deliberações

A Adenda ao Protocolo de Colaboração entre o Município de Barcelos e a Casa do Povo de Alvito S. Pedro e o Acordo de Colaboração entre o Município de Barcelos e a Associação Comercial e Industrial de Barcelos, tendo em vista a promoção e realização de um programa cultural e de animação, denominado “Animação de Páscoa” foram também aprovados em reunião de executivo.

CRAV ACOLHE SELEÇÃO REGIONAL DE AUVERGNE (FRANÇA)

A seleção regional francesa de Auvergne classificou-se para os quartos-de-final da Taça dos Comitês, campeonato amador real da França. Com vista a uma melhor preparação desse jogo, a equipa francesa deslocou-se a Arcos de Valdevez, nos dias 27 e 28 de março, para a realização de um estágio que incluiu um jogo amigável com a equipa local, o CRAV.

crav-auvergne(1)

O jogo amigável entre o CRAV e Auvergne realizou-se na tarde de sábado, num ambiente de grande desportivismo para as ambas equipas, que aproveitaram para trocar experiências e conhecimentos acerca da modalidade. Os visitantes venceram o jogo por 17-46.

O convívio prolongou-se num jantar no restaurante Casa Real, com troca de lembranças entre os representantes oficiais dos dois clubes. Como salientou um técnico da equipa de Auvergne, o intercâmbio é um ”momento muito importante, quer em termos de preparação desportiva, quer em termos de motivação e de coesão do grupo de jogadores”.

crav-auvergne(4)

crav-auvergne(2)

crav-auvergne(5)

crav-auvergne(3)

crav-auvergne(6)

crav-auvergne(7)

SECRETÁRIO DE ESTADO DA ALIMENTAÇÃO E INVESTIGAÇÃO AGROALIMENTAR VISITA AQUAMUSEU DO RIO MINHO E CONVENTO DE SAN PAYO EM CERVEIRA

Nuno Vieira e Brito visitou Aquamuseu do rio Minho e Convento San Payo

O Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito, deslocou-se, no passado domingo, a Vila Nova de Cerveira para assistir ao encerramento da exposição ‘O Trimestre da Lampreia’, e conhecer dois pontos de relevante interesse turístico local: Aquamuseu do rio Minho e Convento San Payo. Governante deixou alguns desafios para desenvolver no futuro.

ministro 05

Espaço público de promoção e divulgação do património cultural e natural associado ao rio Minho, o Aquamuseu do rio Minho procedeu ao encerramento de uma exposição que, ao longo de três meses, deu a conhecer a safra da lampreia. O Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar elogiou o trabalho desenvolvido por este equipamento municipal com eco a nível regional, nacional e ibérico. Nuno Vieira Brito lançou ainda um repto aos responsáveis do Aquamuseu e Câmara Municipal para que apresentassem propostas no sentido de se desenvolver um centro de monitorização das espécies mais emblemáticas do rio Minho – sável, lampreia e salmão-, de modo a contribuir para uma melhor gestão de recursos, potenciando uma campanha de repovoamento destas espécies.

Acompanhado pelos membros do executivo cerveirense, o governante ainda visitou o Convento San Payo e toda a coleção particular do Mestre José Rodrigues, tomando conhecimento da recente transformação de três alas daquele convento franciscano do séc. XIII em turismo de habitação. Após obras de remodelação, desde o início desta primavera que o Convento San Payo está a aceitar reservas para as oito suites existentes, complementadas com uma cozinha ou copa em cada ala e quatro salas comuns (duas para refeições e jogos de mesa, e duas com lareira para convívio e leitura). Nuno Vieira e Brito enalteceu o espólio artístico existente e o notável equilíbrio entre modernidade e preservação da traça original conseguida na adaptação daquele espaço a turismo de habitação.

ministro 03

JP SIMÕES NA PROGRAMAÇÃO DE ABRIL EM BARCELOS

Teatro, cinema, música e magia no Teatro Gil Vicente 

A programação do Teatro Gil Vicente durante o mês de abril volta a trazer música, teatro, cinema e também magia.

A Associação Zoom abre a programação com o filme “Adeus à Linguagem”, no dia 2, e, no dia 23, apresenta o documentário “Alentejo, Alentejo” de Sérgio Tréfaut - que leva o espectador numa viagem ao interior do Alentejo onde se descobrem as paisagens, tradições e modo de vida dos seus habitantes -, ambos com início às 21h30.

No dia 4, é a vez de JP Simões, cantor e compositor português, trazer música ao Teatro, às 22h. O dia 18 de abril é dedicado ao concerto do artista brasileiro “Ca cau”, às 21h30, já no dia seguinte, 19 de abril, às 15h, a Banda Musical de Oliveira apresenta o seu CD.

O teatro regressa ao palco nos dias 7, 10 e 11 de abril. No dia 7, é a vez da peça "Alípio Pio Passarinho - Fotógrafo das Emoções”, pela APACI; nos dias 10 e 11 de abril estará em cena a peça “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, pela Capoeira - Companhia de Teatro de Barcelos. Todas com início às 21h30.

No dia 17 de abril, José Paulo Viana traz-nos uma noite de magia, “Matemática Mágica”, dedicada aos mais novos, para incentivar o gosto pela disciplina, às 21h30.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

CRAV MARCA PRESENÇA NO RUGBY YOUTH FESTIVAL EM LISBOA

Nos dias 28 e 29 de março, o complexo desportivo do Estádio Universitário foi palco do torneio internacional Rugby Youth Festival que contou com a participação de 80 equipas oriundas de Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Estados Unidos da América, África do Sul, Canadá, Nova Zelândia e Irlanda.

Sub-15 - 1

Destinado à competição em quatro escalões, designadamente sub-13, sub-15, sub-17 e sub-19, este torneio juntou cerca de 1800 atletas da modalidade. O CRAV fez-se representar no escalão sub-15 com uma equipa liderada por Eduardo Gameiro e Miguel Azevedo e no escalão sub-17 por uma equipa comandada por Renzo Draghi e Paulo Galvão.

Sub-15 - 2

Os jogadores sub-15 do CRAV tiveram uma excelente participação neste torneio, somando quatro vitórias e apenas uma derrota frente ao Belenenses, um dos finalistas no respetivo escalão. A jovem equipa classificou-se em 11º lugar, num total de 24 equipas.

Os sub-17 do CRAV alcançaram o 17º lugar, igualmente num total de 24 equipas, após um balanço neutro de três vitórias e três derrotas.

SUB-17 - 1

À parte dos resultados, é de destacar a experiência única de competir num torneio internacional e assim conviver com atletas de várias nacionalidades. A comitiva do CRAV faz um agradecimento muito especial a todos os pais, amigos e adeptos que acompanharam e apoiaram de perto os jogadores arcuenses ao longo dos dois dias de competição.

Alinharam pelo CRAV sub-15: António Rodrigues, Henrique Calheiros, João Carlos Sousa, Rui Alves, André Esteves, Diogo Ferreira, Diogo Gil Machado, Eduardo Fernandes, João Serôdio, Nuno Rodrigues, Rui Miguel Dias, Bernardo Cruz, Gonçalo Quesado, Nuno Leitão, Kevin Pereira, Sérgio Castro, Simão Freitas, Tiago Tenente, Tomás Oliveira e João Miguel Araújo.

Pelos Sub-17 do CRAV jogaram: Nelson Galvão, Pedro Pita, Tiago Veloso, Domingos Gonzalez, Filipe Araújo, Gonçalo Pereira, Guilherme Barros, João Carlos Pereira, João Marcelo da Mota, João Miguel Sá, José Silva, Luís Carlos Rocha, Miguel Albergaria, Pedro Gomes, Rodrigo Cunha, Tiago Pereira, Bruno Gomes, Cristiano Silva, João Couto, João Luís Fernandes, Mário Aguiam.

SUB-17 Equipa

SUB-15 equipa

SECRETÁRIO DE ESTADO DO DESPORTO MARCA PRESENÇA EM FAFE NA FINAL DO CAMPEONATO EUROPEU DE ANDEBOL

"Estamos sempre onde se defende o desporto e onde se defende a dignidade social" – Pompeu Martins na abertura do Campeonato Europeu de Andebol INAS

Secretário de Estado do Desporto vai estar na final na próxima sexta-feira

A cerimónia oficial de Abertura do Campeonato Europeu de Andebol Adaptado decorreu, ontem à noite, no Teatro Cinema.

DCS_6308

Na cerimónia, o vereador do desporto, Pompeu Martins, deu a boas vindas aos atletas e equipa técnica das seleções portuguesa, francesa e polaca, congratulando-se por Fafe acolher um evento tão importante como é o Campeonato Europeu de Andebol Adaptado, realizado pela primeira vez. 

" Há duas razões que nos levaram a acolher este evento. A primeira prende-se com o facto de Fafe ser uma cidade de referência no que ao andebol diz respeito. Temos um histórico longo da prática de andebol. O Andebol Clube de Fafe é uma instituição de respeito e reconhecimento, que já deu mostras do seu enorme valor. Aceitamos também receber este campeonato, pela CerciFaf, que tem um papel preponderante no desenvolvimento do concelho. É uma instituição que nos enche de orgulho pelos resultados até agora obtidos. O trabalho destas duas instituições fez-nos aceitar e apoiar este Campeonato", explicou.

DCS_6299

Pompeu Martins referiu-se ainda à excelência do desporto praticado em Fafe.

"Temos investido muito na prática desportiva e no apoio a causas sociais e é um gosto para nós que gentes de fora venham conhecer esta cidade fantástica, com paisagens belíssimas e uma gastronomia de referência. Podem contar sempre connosco. Estamos sempre onde se defende o desporto e onde se defende a dignidade social", concluiu. 

DCS_6403

Na ocasião, Mário Lopes, Presidente da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, dirigiu as suas palavras de agradecimento a todos os membros da organização e em especial a Fafe por tão bem receber e por apoiar este campeonato.

"Este evento é um exemplo de um processo de aproximação entre associações. O trabalho desenvolvido pela Andi, um dos nossos associados, é um exemplo pela prática desportiva e pelo alto rendimento.  A Federação Portuguesa de Andebol tem também o grande mérito de ter as portas abertas para a prática de andebol por todos"

DCS_6426

Joaquim Escada, representante da Federação Portuguesa de Andebol, aproveitou para falar do Andebol For all.

"Começamos em 2010, e passados quatro anos, há 18 clubes e instituições a praticar andebol por todo o país, há perto de 300 jovens com deficiência intelectual a jogar andebol, foram organizados inúmeros campeonatos nacionais e regionais", destacou. 

Com uma plateia animada e entusiasta, alguns jovens e atletas da Cercifaf abrilhantaram a cerimónia com um momento musical.

DCS_6449

Fausto Pereira, Presidente da INAS Portugal e da Andi-Portugal, finalizou a cerimónia, com a Declaração de Abertura, mas sem antes sublinhar o facto de estarmos perante um evento desportivo organizado pela 1ª vez em todo o mundo. 

"A Andi já organizou vários campeonatos, mas esta é a primeira vez que organiza um evento com a federação da modalidade. Apesar dos tempos difíceis, não tivemos que mudar o rumo, e juntos trabalhamos para a inclusão através do desporto", revelou.

DSC_3535

O 1º Campeonato Europeu de Andebol Adaptado começou esta manhã, com Portugal a vencer a França por 20-9. A final está marcada para sexta-feira, às 16h00, no Pavilhão Municipal de Fafe, e vai contar com a presença do Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, Emídio Guerreiro.

DSC_3533

 

GUIMARÃES APRESENTA ECOVIA

A Sessão pública de apresentação da Ecovia de Guimarães - Plano de Ação de promoção da bicicleta tem lugar no dia 18 de abril, no Laboratório da Paisagem

Município aposta em novas formas de mobilidade. Primeira apresentação da “Ecovia de Guimarães” tem por objetivo envolver no processo todos os vimaranenses.

Ecovia_Guimaraes

A Câmara Municipal vai promover uma sessão pública de apresentação do programa preliminar da “Ecovia de Guimarães e do Plano de Ação de promoção da bicicleta” em Guimarães, aberta a toda a população, no dia 18 de abril, às 15:30 horas, no Laboratório da Paisagem.

O Município de Guimarães está muito empenhado em fomentar novas formas de mobilidade “mais amigas do ambiente e do território”, onde o uso da bicicleta será uma opção válida e central na construção desta mobilidade dita “de modos suaves”. A apresentação deste programa preliminar, que está a ser elaborado pelos serviços técnicos municipais, versará nos seus pressupostos e objetivos a proposta da rede geral de percursos e do traçado dos troços pedocicláveis de suporte da rede e os seus perfis tipo.

Complementarmente, a Autarquia abordará o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo e apresentará um primeiro esboço do “Plano de Ação” de promoção da bicicleta em Guimarães, como veículo de transporte, lazer, trabalho, de viagens circunstanciais e contributivo de um ambiente urbano mais qualificado.

É de assinalar que, deste plano de ação, a “Ecovia de Guimarães” é um projeto emblemático e estruturante na construção de um novo nível de exigência para consolidar o estatuto de Guimarães como uma cidade de excelência.

Com esta sessão, que contará com a presença do Presidente do Município, pretende-se dar nota pública do trabalho desenvolvido e promover a partilha, com todos os vimaranenses interessados, das intenções, da visão e do trabalho feito, chamando a participar, e envolver, a população no processo, assinalando a importância do envolvimento desta mesma população no processo e o impacto do mesmo no território.

MINHO COMEMORA DIA NACIONAL DOS MOINHOS

MOINHOS ABERTOS - 201507 de Abril (Terça Feira) – Dia Nacional dos Moinhos11 (Sábado) e 12 de Abril (Domingo) – Dia dos Moinhos Abertos

Consulte o programa completo em www.moinhosdeportugal.org

É já a seguir à Páscoa: 327 moinhos de portas abertas em todo o País!

Após o sucesso de 2014 voltamos a assinalar o Dia Nacional dos Moinhos e a organizar, em todos o país, a iniciativa Moinhos Abertos de Portugal nos dias 7, 11 e 12 de Abril (terça, sábado e domingo) de forma a permitir a participação de todos.

2015 é um ANO RECORD!

Esta iniciativa realiza-se já pelo oitavo ano consecutivo e a adesão continua a aumentar.

Este ano participam nos Moinhos Abertos 327 moinhos (mais 47% que em 2014) moinhos em 141 núcleos moageiros de 17 Distritos em 64 Municípios do Continente e Região Autónoma dos Açores.

7 de Abril 2015 - kickoff (pré-inscrições e candidaturas de projectos de reabilitação de moinhos workshop “Já – Viveiro de Projectos”)

Maio a Setembro (desenvolvimento conjunto dos projectos a apresentar no encontro)

7 e 8 de Novembro- Realização Painel Molinologia e Workshop “Já – Viveiro de Projectos”

Após uma década de interregno sobre a realização do II Encontro Nacional e do Simpósio Mundial de Molinologia, a Etnoideia organiza o III Encontro Nacional de Molinologia dada a pertinência e urgência do tema na conjuntura actual.

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha é co-organizadora, perspectivando-se um programa de bom nível dado o rico património molinológico local e o dinamismo municipal na sua preservação e valorização. Porquê o Encontro?

Portugal precisa como nunca de desenvolver o seu interior e de qualificar as suas cidades. Os nossos moinhos são importantes activos para o desenvolvimento sustentável, qualificação dos territórios, empreendedorismo ao nível das indústrias criativas e do turismo, por exemplo. Mas também para a construção da designada economia verde e para a qualificação ambiental das regiões e requalificação urbana, não esquecendoas importantes funções educativa, de lazer e de interacção e coesão social. No entanto, o seu declínio acentuado pela crise e pelo envelhecimento dos detentores dos saberes tradicionais coloca em risco este importante património.

O que buscamos?

Por isso, mais do que nunca, é oportuno convocar a cidadania dos portugueses e as suas instituições autárquicas, associativas e económicas para a sua recuperação e valorização numa perspectiva de criação de riqueza e geração de oportunidades, tendo os jovens como prioridade e a estratégia Portugal 2020, em que os moinhos se integram claramente, como oportunidade de financiamento e activação de processos de desenvolvimento comunitário de base local integrando os moinhos tradicionais portugueses nas novas soluções para os territórios.

Como faremos para conseguir acção Já?

Deste modo, o III Encontro Nacional de Molinologia desenvolve-se em duas vertentes. Por um lado, na recolha, aprofundamento e partilha do Saber e do Saber Fazer tradicionais ao nível da Etnotecnologia e da Molinologia Portuguesa. Por outro, na reflecção-acção conjunta através do desenvolvimento de projectos viáveis de reabilitação e valorização de moinhos tendo em vista a intervenção imediata e urgente. Esta segunda vertente desenvolve-se´no âmbito do Workshop “Já – Viveiro de Projectos”, através de uma metodologia inovadora em duas fases.

A primeira tem início no Dia Nacional dos Moinhos e pretende-se que os promotores das iniciativas dos Moinhos Abertos e os seus visitantes discutam este tema, debatam perspectivas e tenham ideias que serão propostas pelos mesmos à organização do Encontro.

Depois de seleccionadas as ideias de projecto irão ser trabalhadas (Maio a Setembro) pela Etnoideia em conjunto com os promotores tendo em vista o seu desenvolvimento ao ponto de poderem ser apresentadas pelos promotores no workshop para buscas de projectos e financiamentos onde serão convidados a participar os GAL- Grupos de Acção local / ADL – Associações de Desenvolvimento Local, CCDRs e Municípios respectivos, bem como empresários e potenciais investidores.

O que é o “Dia dos Moinhos Abertos”?

O conceito desta actividade é extremamente simples:

Fazer funcionar em simultâneo e abrir ao público para acesso livre tantos moinhos quantos for possível em todo o país!

Moinhos Abertos é uma iniciativa de alcance nacional e ampla divulgação com o objectivo de chamar a atenção dos Portugueses para o inestimável valor patrimonial dos nossos moinhos tradicionais, por forma a motivar e coordenar vontades e esforços de proprietários, organizações associativas, autarquias locais, museus, investigadores, molinólogos, entusiastas e amigos dos moinhos.

Esta iniciativa promovida pela Etnoideia tem o apoio da TIMS, Sociedade Internacional de Molinologia, cujos membros não pertencentes à Rede Portuguesa são convidados a aderir e colaborar. A TIMS colabora ainda ao nível da divulgação internacional do evento por todo o mundo.

Os Moinho contam com a participação activa de inúmeros proprietários de moinhos, moleiros, entusiastas, investigadores, empresários, autarquias, museus… em todo o território nacional!

Este dia, além de chamar a atenção para os moinhos tradicionais portugueses serve também para identificar problemas e oportunidades, germinar projectos e ideias, ou mesmo para levar a cabo pequenas beneficiações (limpezas, pinturas, consertos de coberturas, etc) com a participação de activistas e visitantes que o pretendam, preservando os moinhos e criando dinâmicas em torno deles.

Mas este dia constitui também uma oportunidade única para aumentar o número de pessoas e instituições que constituem a Rede Portuguesa de Moinhos reforçando a sua implantação e representatividade nacional e, consequentemente, a sua capacidade de acção a favor dos moinhos tradicionais portugueses.

PONTE DE LIMA PROCEDE AO ALARGAMENTO DA ATUAL REDE DE ESGOTOS NO LOTEAMENTO DE CRASTO EM SÃO JOÃO DA RIBEIRA

O Executivo Municipal de Ponte de Lima visitou hoje as obras de alargamento da atual Rede de Esgotos, no loteamento de Crasto, na freguesia da Ribeira, conhecido pelo Loteamento J. Alves. Localizado na zona urbana de Ponte de Lima, está dotado de 60 lotes e o seu ano de construção data de 1981.

IMG_4383

A obra, que abrange aproximadamente 8.500m2 de pavimentação de arruamentos e 1.650 m2 de passeios, inclui a construção de infraestruturas  ao nível do abastecimento de água, águas residuais, águas pluviais e rede de gás.

A infraestrutura de drenagem construída tinha características de rede unitária, o que se traduz em residuais e águas pluviais misturadas com encaminhamento para fossas coletivas, situação que se corrigiu com a introdução de uma rede separativa em todo o loteamento, culminando com entregas distintas, quer na rede pública de saneamento quer na rede pública de águas pluviais.

IMG_4387

De referir ainda que a rede de abastecimento de água existente, por ser muito antiga, apresentava problemas de roturas frequentes, situação que foi também resolvida com a total substituição de toda a rede de abastecimento de água.

Atendendo a que existe rede de distribuição de gás na proximidade do loteamento, a Câmara Municipal aprovou incluir a instalação da conduta de gás natural para futuro fornecimento aos moradores.

IMG_4391

A população servida por esta obra estima-se em 200 habitantes.

O custo estimado em fase de projeto para a obra foi de 436.720,00 euros, tendo resultado no valor final total de 354.586,32 euros.

O investimento foi submetido a uma candidatura em regime de Overbooking no âmbito do POVT – Plano Operacional Temático Valorização do Território.

Esta intervenção a cargo da Câmara Municipal de Ponte de Lima insere-se no âmbito da política de melhoria continua em todo o concelho, no sentido melhorar as condições de mobilidade e acessibilidade essenciais para toda a comunidade.

IMG_4392

IMG_4393

PÓVOA DE LANHOSO PREMEIA VENCEDORES DE CONCURSO LITERÁRIO

Concurso Literário António Celestino com vencedores encontrados

Já estão entregues os Prémios do Concurso Literário António Celestino. Criar e consolidar hábitos de leitura, fortalecer práticas de escrita criativa e valorizar a expressão literária são os objetivos desta iniciativa, que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promove e organiza, numa parceria entre o Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) da Biblioteca Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares.

Vereadores com Conceicao Oliveira 1

No primeiro escalão, Maria de Fátima da Silva Pereira recebeu o primeiro prémio. No segundo escalão, o júri atribuiu o primeiro prémio a João Pedro Pereira da Silva. Daniela Soares Maia obteve o primeiro prémio referente ao terceiro escalão. Quanto ao escalão Ensino Secundário/Público em geral, o primeiro prémio foi atribuído a Maria Francisca Barroca Bartilloti Matos com o trabalho “Memórias de Antunes Guimarães”.

Esta cerimónia contou com a presença especial da professora Conceição Oliveira, carinhosamente tratada por Sãozinha, que foi a companheira durante anos de António Celestino.

Instituído há alguns anos pelo Município da Póvoa de Lanhoso, o Concurso Literário António Celestino é uma justa homenagem a um artista das letras das Terras de Lanhoso, António Simões Celestino da Silva, poeta, escritor e amante das artes, falecido em 2013.

A cerimónia contou com entrega de certificados de participação a todos os concorrentes e com a animação musical de dois jovens, Ângelo Fernandes e Cristiana Fernandes. E envolveu ainda a apresentação de pequenos excertos dos trabalhos vencedores em cada categoria.

A cerimónia decorreu na noite de 16 de março, no Theatro Club. Elogio da escrita e da leitura.“Na semana em que damos destaque ao trabalho concelhio desenvolvido ao nível da educação, como seja a semana da leitura, é justo que publicamente se reconheça o esforço diário de todos os agentes educativos locais no sentido de disponibilizar aos nossos jovens o acesso a um serviço de educação de qualidade”, referiu a Vice-Presidente da Câmara Municipal e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca.

Salientando que “o trabalho realizado ao nível da rede de bibliotecas escolares só é possível ser concretizado, porque melhorámos as condições físicas das escolas”, anunciou que “é com satisfação que acolhemos a notícia da aprovação de mais uma candidatura para a requalificação de uma das bibliotecas escolares concelhias, a qual irá decorrer com a colaboração de todos, a rede das bibliotecas escolares, o agrupamento Gonçalo Sampaio e a autarquia”.

De acordo com a mesma responsável, o trabalho articulado pela biblioteca municipal e as bibliotecas escolares, os agrupamentos de escolas, através das suas direções, os professores, em particular os professores bibliotecários, “tem sido bastante produtivo, contribuindo para a literacia, para a cidadania participativa e para a formação integral das nossas crianças e jovens”.

Agradecendo aos serviços e técnicos da autarquia e aos professores bibliotecários pelo empenho que têm demonstrado na organização do Concurso e saudando todos aqueles que se associaram a esta iniciativa, Gabriela Fonseca considerou que, “de ano para ano, tem-se verificado uma adesão cada vez maior a este concurso, o que é salutar.

Os textos apresentados foram muitos e de qualidade, dificultando assim o trabalho do júri”. Felicitou ainda os vencedores, esperando que este prémio lhes sirva de incentivo para futuras participações nesta ou noutras áreas. “Para os que não venceram, que não desistam pois a escrita permite-nos voar, sonhar, imaginar, viajar no tempo e no espaço. Permite-nos transpor para o papel os nossos sentimentos. É uma forma de aprendizagem e de libertação. A maior escola para alguém que queira escrever é ter lido. Como e quando começar? Eu diria hoje”.

Gabriela Fonseca agradeceu ainda a presença da companheira de António Celestino, Conceição Oliveira. O mesmo agradecimento foi proferido pelo Vereador para a Cultura, Armando Fernandes, que interveio na abertura da cerimónia de entrega de prémios. Agradeceu ainda aos muitos concorrentes que nos brindaram “com excelentes trabalhos, muito criativos”, aos parceiros e aos patrocinadores.

“Não me atrevo sequer a falar de António Celestino, porque estou na presença do seu maior estudioso, do maior conhecedor da sua teia cultural, do maior entusiasta da sua imortalidade. Sim, porque os artistas não morrem. Os artistas vivem para sempre através da sua obra. E o meu amigo Dr. José Abílio Coelho, tudo tem feito para que a memória de António Celestino permaneça bem viva”, prosseguiu.

Recordou ainda que o concurso literário, “sendo uma iniciativa do Pelouro da Cultura, em parceria com a rede concelhia de bibliotecas escolares, tem como objetivos principais criar e consolidar hábitos de leitura, fortalecer hábitos de escrita criativa e valorizar a expressão literária”. E considerou: “Estes são os alicerces de um projeto que pretendemos valorizar cada vez mais. É nosso objetivo, no próximo ano, envolver mais parceiros nesta iniciativa, relevar de uma forma mais vincada o mecenato cultural a fim de podermos dar a este concurso literário uma outra dimensão, quem sabe até uma dimensão nacional”.

Armando Fernandes adiantou ainda que “é com este objetivo que pretendemos começar a trabalhar de mãos dadas com a rede concelhia de bibliotecas escolares. Haverá necessidade de fazer adaptações ao regulamento do concurso, haverá necessidade de começar a abordar eventuais patrocinadores, mas se todos quisermos que isso aconteça, estou certo que conseguiremos”.

O Vereador aludiu ainda ao trabalho em rede e referiu que naquele dia estiveram dezenas de crianças, naquela mesma sala, a assistir a uma peça em comemoração do Dia Mundial do Teatro. Explicou ainda que os serviços educativos do município têm produzido alguns trabalhos para levar para as escolas, como as leituras encenadas. “Queremos que os meninos e as meninas das nossas escolas conheçam o nosso património edificado. Pensamos que estamos no bom caminho. Queremos ser parceiros na construção de uma consciência cultural coletiva que vise valorizar aquilo que é nosso”, finalizou.

Presente na cerimónia esteve ainda a diretora do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio, Luísa Rodrigues Sousa Dias, que, de entre outras considerações, felicitou a Câmara Municipal “por mais uma iniciativa promotora do livro e da leitura”. Ainda durante a sua intervenção, referiu que “não é por acaso que verificamos que os problemas com a leitura e a escrita têm implicações fortíssimas ao nível das aprendizagens de todas as disciplinas que compõem o currículo”.

Para além de outros aspetos, como a alusão ao trabalho de professores, em especial os bibliotecários, e pais, salientou ainda que “não há um aluno que seja bom aluno se não conseguir ler e escrever corretamente.

O Diretor do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso, José Ramos Magalhães, também interveio, referindo, de entre outras considerações, pretender apenas “homenagear aqueles que tiveram a ousadia de se aventurarem nesse trabalho que é a escrita. Nos tempos que correm é muito difícil as escolas motivarem os alunos para escrita. Por isso, em tudo o que nos fizermos para que eles escrevam, para que eles leiam, estamos a trabalhar para uma sociedade melhor, mais justa, mais equilibrada e mais preparada”.

Lista de vencedores:

1.º escalão

1.º prémio – Maria de Fátima da Silva Pereira - “As roupas da Lua”

2.º prémio – Sara Dias Mota Matos

3.º prémio – Sancler Miguel de Araújo Freitas

2.º escalão

1.º prémio – João Pedro Pereira da Silva -“A caça ao Tesouro”

2.º prémio – Sofia Carolina Lopes Queiroz Pereira

3º Prémio – Francisca Henrique Barros Pereira

3.º escalão

1.º prémio – Daniela Soares Maia - “Só quero 1 explicação!”

2.º prémio – Ana Margarida Cruz Ramos

3.º prémio – Bruno José Ferreira Freitas Escalão Ensino Secundário/Público em geral

1.º prémio – Maria Francisca Barroca Bartilloti Matos - “Memórias de Antunes Guimarães”

2.º prémio – Cunha de Leiradella                 

3.º prémio – Maria Luísa Monteiro de Fonseca

Vencedora do escalao ensino secundario e publico e

GUIMARÃES COMEMORA DIA DO AUTISMO

Guimarães comemora de 1 a 5 de abril o Dia do Autismo com monumentos iluminados com a cor azul

Município de Guimarães associou-se ao movimento mundial “Acendam a Luz Azul”.

Guimaraes_Dia_Autismo

No dia 09 de abril, EB 2,3 João de Meira recebe palestra, de livre acesso, sobre autismo e o The Son-Rise Program. Inscrições abertas.

O Padrão do Salado, situado no Largo da Oliveira, e o edifício da Câmara Municipal de Guimarães vão estar iluminados com a cor azul, entre esta quarta-feira e domingo, 01 e 05 de abril, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, que incluem também a realização de um colóquio no dia 09 de abril, data em que a organização propõe aos vimaranenses a utilização de uma peça de roupa de cor azul como forma simbólica de associação ao evento “Acendam a Luz Azul”. Neste dia, dada a relevância da causa, o Município, juntamente com a Associação Vencer o Autismo (www.vencerautismo.org), vão promover uma palestra na escola EB 2,3 João de Meira, pelas 17:30 horas, cujas inscrições estão abertas, podendo ser efetuadas através de contacto telefónico (914 279 669) ou por correio eletrónico (info@vencerautismo.org).

A ação pretende desenvolver e aumentar o conhecimento sobre o autismo, fornecer mais informação sobre a importância do diagnóstico e intervenção precoce, além de aprofundar os princípios e técnicas do “The Son-Rise Program”, modelo de desenvolvimento que, entre outros objetivos, recria situações sociais num ambiente sem distrações, para que se consigam reproduzir situações sociais e familiares mais comuns.

A Assembleia Geral das Nações Unidas designou o dia 02 de abril como Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, iniciando as comemorações em 2008, ano em que várias entidades se associaram ao movimento “Light it up Blue”, tendo sido instituída a cor azul para identificar esta celebração.

A campanha, promovida em Portugal pela Federação Portuguesa de Autismo e desenvolvida a partir da maior organização americana de autismo - a Autism-Europe e Autism Speaks - apela a que todos os edifícios e monumentos se acendam de azul, como alerta para a consciencialização sobre esta problemática.

O autismo é uma perturbação neurobiológica complexa que influencia a comunicação, o comportamento e as relações sociais, sendo uma fonte de preocupação crescente no domínio da saúde pública a nível mundial, dado que afeta cerca de 67 milhões de pessoas no mundo.

FAFE APOIA FAMÍLIAS CARENCIADAS

Medidas sociais apresentadas em Janeiro, em 3 meses: Mais 200 famílias estão a ser apoiadas pela Câmara Municipal de Fafe

100 alunos do ensino superior beneficiam de Bolsas de Estudo O programa social lançado pela câmara municipal de Fafe apoia, desde que foi lançado, em Janeiro, mais de duzentas pessoas.

Atendendo ao atual cenário económico, cujo desemprego é um dos maiores flagelos que afeta jovens, menos jovens e agregados familiares inteiros, a Câmara Municipal de Fafe lançou, um primeiro pacote de novas medidas sociais, que representam um investimento superior a 200 mil euros e que estão divididas em 4 eixos, destinando-se a apoiar munícipes que se encontram em situação de comprovada carência económica, permanente ou pontual.

Três meses após a entrada em funcionamento, os números falam por si. São mais de duzentas as pessoas que o município está a apoiar, estando cerca de cem pedidos ainda em análise, nas várias áreas.

Os pedidos de atribuição de Bolsas de Estudo a estudantes do Ensino Superior do concelho são os mais frequentes. Com um orçamento de 100 mil euros para o ano de 2015, já foram beneficiados com este programa 106 alunos, num total de cerca de 45 mil euros investidos, estando, neste momento, alguns pedidos em análise.Com este apoio a autarquia pretende incentivar os alunos que revelam capacidades para prosseguirem os estudos, privilegiando aqueles que demonstrem dificuldades económicas e cujo agregado resida no concelho.

Outra das áreas que recebeu um número considerável de pedidos diz respeito ao Fundo Social de Emergência. Ao todo, estão a beneficiar deste apoio 80 pessoas, num investimento de mais de 6 mil euros, sendo o orçamento para esta área em 2015, de 30 mil euros.

Recorde-se que esta medida é destinada a agregados familiares ou indivíduos em situação comprovada de carência económica, e ainda a situações de emergência social, que resultem de insuficiência económica inesperada, ou relacionado com risco social e/ou de saúde, para a qual as entidades competentes nas respetivas áreas de atuação não possam dar resposta em tempo útil.

No que se refere ao Apoio à Renda, embora as candidaturas estejam disponíveis desde o início do ano, os pedidos começaram a ser feitos apenas em março. Neste momento, um mês depois, estão abrangidas pela medida 38 famílias, estando 53 pedidos em análise.

Para esta área está previsto um investimento, em 2015, de 100 mil euros, tendo sido gastos até agora, cerca de 3 200euros.Com este apoio, a autarquia atribui um subsídio a agregados familiares em que um dos elementos esteja desempregado e a pessoas que se encontrem em situação de comprovada incapacidade económica para suportar a totalidade da renda, quer no âmbito de um contrato de arrendamento, quer no âmbito de empréstimo bancário à habitação.Com este conjunto de medidas, a Câmara Municipal de Fafe quer garantir que os Fafenses mais carenciados possam ver aliviadas as suas dificuldades, nomeadamente em termos de alimentação, casa, educação e saúde.

O presidente da câmara municipal de Fafe, Raul Cunha, relembra que a área social é uma das prioridades deste executivo e que neste mandato a ajuda a quem mais precisa será uma constante.“A área social tem sido e vai continuar a ser uma das nossas prioridades. Quando fomos eleitos, fomos escolhidos para orientar o concelho, para ser o fio condutor dos munícipes. Se confiaram em mim e na minha equipa, não posso deixar de criar medidas de apoio, numa altura difícil como a que atravessamos”.

Raul Cunha esclarece ainda que o investimento nesta área é o garante para um concelho melhor.“As pessoas são o passado, o presente e o futuro de um concelho. Por isso, não podemos deixar de as apoiar, sob pena de perdermos o que de melhor temos”, disse, lembrando que “os munícipes serão sempre a prioridade deste executivo”.

Recorde-se que o novo programa social está a ser gerido pelo Serviço Social do Município, onde se devem dirigir as pessoas interessadas.

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO OFERECE SOBREIROS À POPULAÇÃO

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso ofereceu cerca de 80 sobreiros à população, no âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Floresta. Esta atividade, que a Câmara Municipal promoveu através do Gabinete Técnico Florestal do Município teve a colaboração do Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos e de cerca de 20 alunas do Clube da Floresta da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, de professoras e do próprio diretor do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso, José Ramos.

Oferta de sobreiros a população 1

A população foi surpreendida com a oferta, gratuita. Estas comemorações decorreram junto ao Pingo Doce e junto ao Intermarché, na Vila da Póvoa de Lanhoso, no dia 18 de março.

O sobreiro representa uma das espécies florestais mais representativas do nosso país. Os povoamentos de sobreiros podem ser usados somente para produção de madeira e cortiça, mas igualmente com atividades complementares importantes, como pastagem e pastoreio, cogumelos silvestres, produção de plantas aromáticas e medicinais, fauna silvestre a turismo e recreio.

Está sujeita a legislação que a protege de cortes ou podas, pelo que para serem realizadas estas ações a legislação obriga a um pedido de autorização (Decreto-Lei n.º 169/2001, de 25 de maio, com alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 155/2004, de 30 de junho). A primeira extração de cortiça é realizada pelos 20 a 30 anos do sobreiro e as seguintes com um intervalo mínimo de nove anos. No entanto, apenas a partir da 3.ª extração a cortiça atinge elevada qualidade, sendo a chamada cortiça amadia.

A cortiça tem um leque alargado de usos e utilizações, sendo o mais conhecido a utilização de rolhas que promove o envelhecimento e o desenvolvimento de vinhos e aguardentes de elevada qualidade. No entanto, é utlizado igualmente na indústria automóvel, construção civil, aeroespacial, vestuário e uma infinidade de usos e utilizações que vão sendo descobertas.

Sensibilizar para a importância da floresta, para as espécies autóctones e, em especial, do sobreiro como espécie florestal a preservar, e importante na defesa da floresta contra incêndios, foi o objetivo desta ação.

Para além disto, desde 22 de dezembro de 2011, o Parlamento português aprovou, por unanimidade, o Projeto de Resolução que institui o sobreiro como a Árvore Nacional de Portugal.

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA PLANO DE EMERGÊNCIA DE PROTEÇÃO CIVIL

Decorreu esta segunda-feira, dia 30 de março, nos Paços do Concelho a apresentação do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil (PMEPC) à Comissão Nacional de Proteção Civil, a qual deu parecer favorável, sendo agora o mesmo remetido para a ANPC para aprovação definitiva.

apresentacao_plano_Municipal de Emergencia de Prot

O presente Plano, que já não era revisto desde 2009, reflete as preocupações da Autarquia liderada pelo Presidente João Manuel Esteves, no que respeita ao bem-estar e segurança das pessoas e bens.

Pretende antecipar cenários suscetíveis de desencadear acidentes graves ou mesmo de catástrofe, através de procedimentos que aumentem a capacidade organizativa e operativa na resposta à emergência, estabelecendo, assim, a tipificação dos riscos existentes, as medidas preventivas a adotar, a identificação dos meios e recursos disponíveis e mobilizáveis, os critérios de mobilização e os mecanismos de coordenação, a estrutura operacional que garante a unidade de comando, direção e controlo permanente da situação e a definição das responsabilidades dos intervenientes com competências no domínio da proteção civil.

PROGRAMA DA REDE SOCIAL DE ESPOSENDE APOSTA NO ENVELHECIMENTO ATIVO

O Programa “Envelhecimento Ativo 2015”, desenvolvido no âmbito da Rede Social, continua a mobilizar a comunidade idosa do concelho de Esposende em torno de um conjunto variado de atividades.

DSC_0109

Promover uma cultura de envelhecimento ativo baseada numa sociedade para todas as idades é o principal objetivo deste programa, no âmbito do qual decorreu, no passado dia 27 de março, o 3.º Torneio de Boccia promovido pela ASCRA (Associação Social, Cultural e Recreativa de Apúlia), nas suas instalações.

A atividade envolveu a participação de sete Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), num total de 102 jogadores e 34 equipas, tendo proporcionado o convívio entre utentes das instituições participantes.

DSC_0027

Uma das equipas concorrentes do Centro Social da Paróquia de Curvos foi a vencedora deste Torneio, tendo o 2.º e o 3.º lugares sido conquistados pela ACARF (Associação Cultural Artística e Recreativa de Forjães).

Também integrado no Programa “Envelhecimento Ativo” decorreram, no passado dia 11, no Centro Social da Juventude de Belinho, e, no dia 18, na Santa Casa da Misericórdia de Esposende, sessões de “Encontros para a Saúde”, promovidas pelo Centro de Saúde de Esposende. Esta iniciativa visa promover uma maior sensibilização para os especiais cuidados a ter com a saúde da pessoa idosa nas suas diversas componentes, designadamente física, psicológica e social.

DSC_0122

Os idosos das Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho vão ter oportunidade, amanhã, dia 1 de abril, pelas 14h30, no Salão Paroquial de Curvos, de reviver e assistir à Via Sacra encenada pelos idosos do Centro Social da Paróquia de Curvos.

O programa tem privilegiado o trabalho em rede com as IPSS, Juntas de Freguesia e outras instituições locais - públicas ou privadas, Parceiros da Rede Social de Esposende, no sentido de potenciar a implicação dos diferentes atores locais nas dinâmicas sociais desenvolvidas no concelho.

DSC_0127

FAFE ASSINALA DIA DA SAÚDE

Workshops sobre hábitos de vida saudável e aula de zumba animam Praça 25 de abril no próximo dia 7 de abril

Alertar para a necessidade de hábitos e estilos de vida saudável – é o que se pretende com a comemoração do Dia da Saúde, em Fafe.

A iniciativa, organizada em pareceria pela Câmara Municipal, Unidade de Cuidados na Comunidade do Centro de Saúde de Fafe, UCCFafeSaúde, e Delegação de Fafe da Cruz Vermelha Portuguesa, pretende dinamizar um conjunto de atividades junto da comunidade, no sentido de mostrar a importância de haver um preocupação constante com a saúde. Dessa forma, tendo em conta que os hábitos e estilos de vida são os fatores que mais influenciam a saúde da população, a organização considera que deve existir uma aposta na promoção e educação para a saúde, explicando às pessoas o que devem ter em linha de conta para manter o seu bem-estar físico, social e mental. Para o presidente da câmara municipal de Fafe, Raul Cunha, este tipo de iniciativas são cada vez mais importantes, tendo em conta o ritmo de vida das pessoas.

“Hoje as pessoas têm uma vida cada vez mais agitada, sem tempo para nada, nem para prestar atenção à saúde. Por isso, com estas iniciativas pretendemos alertar para a necessidade de se perder um minuto na vida, em vez de perder a vida num minuto, como se costuma dizer”, explicou o autarca que disse ainda “que as pessoas terão oportunidade de fazer alguns rastreios gratuitos, tendo ali uma primeira avaliação sobre a sua saúde e condição física”.

Nesse sentido, no dia 7 de abril, terça-feira, a praça 25 abril vai transformar-se num consultório ao ar livre, onde a informação vai ser transmitida de forma lúdica e divertida com várias atividades.

Do programa, constam desde rastreio de tensão arterial, peso e índice de massa corporal até conselhos práticos sobre alimentação saudável, através de workshops e sketches humorísticos. Haverá ainda demonstrações de primeiros socorros e será apresentada a teleassistência da Cruz Vermelha Portuguesa.

A manhã será ainda animada por uma aula de zumba, alertando para a necessidade de praticar exercício.

A iniciativa decorre das 9H00 às 13H00, no centro da cidade. Em caso de mau tempo, as atividades são encaminhadas para o Pavilhão Multiusos.

MENINAS DE ESPOSENDE CONQUISTAM TROFÉUS EM TORNEIO DE ANDEBOL

Centro Social da Juventude de Mar conquistou três troféus no Torneio de Andebol Feminino Prof. Manuel Ribeiro

Numa organização da Câmara Municipal de Esposende, e com a colaboração do Centro Social da Juventude de Mar e da Associação de Andebol de Braga, decorreu, nos dias 28 e 29 de março, nos Pavilhões Desportivos das Escolas Básica António Correia de Oliveira e Secundária Henrique Medina, o XII Torneio de Andebol Feminino Prof. Manuel Ribeiro.

andebol1

O Torneio contou com a participação de 11 equipas, distribuídas pelos escalões de Infantis, Iniciados e Juvenis, num total de aproximadamente 200 atletas.

De salientar o desempenho das equipas do concelho, concretamente do Centro Social da Juventude de Mar (CSJM), que venceram nos escalões de Infantis e Iniciadas, tendo alcançado o 2.º lugar no escalão de Juvenis.

Assim, no Escalão de Infantis, o 1.º lugar foi conquistado pelo Centro Social da Juventude de Mar e o AC Vermoim foi 2.º classificado.

Em Iniciados, venceu a equipa A do CSJM, o CD Palmilheira ficou em 2.º e a equipa B do CSJM classificou-se em 3.º lugar.

Em Juvenis, o 1.º lugar do pódio foi conquistado pelo ND Santa Joana, em 2.º ficou o CSJ Mar e em 3.º o FC Infesta, seguidos do ABC Braga e do AC Vermoim.

Esta competição enquadra-se no Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo de Esposende e tem como objetivo promover a prática do andebol feminino no concelho, modalidade que é assegurada pelo Centro Social da Juventude de Mar.

andebol

ARCOS DE VALDEVEZ CELEBRA SEMANA SANTA

Arcos de Valdevez comemora, mais uma vez, com toda a emoção e devoção, a sua Semana Santa.

As comemorações religiosas tiveram início no dia 28 de março com um Concerto de Música Sacra pelo Coro da Academia de Música de Viana do Castelo na Igreja da Misericórdia.

semana santa 2015

No dia 29 foi feita a Bênção dos Ramos e decorreu a Eucaristia na Igreja Matriz.

Na próxima quinta-feira, dia 2 de Abril, às 19h00 tem lugar a Missa Vespertina da Ceia do Senhor – lava-pés (Igreja Matriz). Já pelas 21h30 decorrerá a Procissão Ecce Homo (Igreja da Misericórdia). Organizada desde tempos antigos pela Irmandade da Misericórdia, esta procissão evoca o julgamento de Jesus, ao mesmo tempo que celebra a misericórdia por Ele ensinada.

A imagem do Senhor Ecce Homo representa o Cristo tal como Pilatos o apresentou à multidão, dizendo: “Eis o Homem!”.

Na sexta-Feira (3 de Abril) tem lugar pelas 19h00 a Celebração da Paixão do Senhor (Igreja Matriz) e às 21h30 a Via-sacra (Jardim dos Centenários).

A Via Sacra é o mais apreciado exercício de piedade em louvor da Paixão de Jesus Cristo, pelo que se pratica sobretudo no tempo da Quaresma e na Sexta-Feira Santa, dia da Paixão, Morte e Sepultura de Jesus. Consiste em acompanhar espiritualmente o trajeto de Jesus desde a agonia no Jardim das Oliveiras, com momentos de meditação e oração em várias estações.

No Sábado (4 de Abril) decorre pelas 22h00 a Vigília Pascal (Igreja Matriz) e no Domingo (5 de Abril) terá lugar, pelas 12h00, a Eucaristia da Ressurreição do Senhor (Igreja Matriz), bem como às 21h30 o Concerto de Páscoa pelo Alto-Minho Ensemble (Igreja do Espírito Santo).

SEMANA SANTA - ARCOS DE VALDEVEZ

2015

Sábado (28 de Março)

21h30- Concerto de Música Sacra pelo Coro da Academia de Música de Viana do Castelo (Igreja da Misericórdia)

Domingo de Ramos (29 de Março)

10h30- Bênção dos Ramos (Igreja de S. Paio)

11h00- Eucaristia (Igreja Matriz)

Quinta-Feira (2 de Abril)

19h00- Missa Vespertina da Ceia do Senhor – lava-pés (Igreja Matriz)

21h30- Procissão Ecce Homo (Igreja da Misericórdia)

Organizada desde tempos antigos pela Irmandade da Misericórdia, esta procissão evoca o julgamento de Jesus, ao mesmo tempo que celebra a misericórdia por Ele ensinada.

A imagem do Senhor Ecce Homo representa o Cristo tal como Pilatos o apresentou à multidão, dizendo: “Eis o Homem!”.

Sexta-Feira (3 de Abril)

19h00- Celebração da Paixão do Senhor (Igreja Matriz)

21h30- Via-sacra (Jardim dos Centenários)

A Via Sacra é o mais apreciado exercício de piedade em louvor da Paixão de Jesus Cristo, pelo que se pratica sobretudo no tempo da Quaresma e na Sexta-Feira Santa, dia da Paixão, Morte e Sepultura de Jesus. Consiste em acompanhar espiritualmente o trajeto de Jesus desde a agonia no Jardim das Oliveiras, com momentos de meditação e oração em várias estações.

Sábado (4 de Abril)

22h00- Vigília Pascal (Igreja Matriz)

Domingo (5 de Abril)

12h00- Eucaristia da Ressurreição do Senhor (Igreja Matriz)

21h30- Concerto de Páscoa pelo Alto-Minho Ensemble (Igreja do Espírito Santo)

Iniciativa:

Paróquias da Vila de Arcos de Valdevez

Município de Arcos de Valdevez

Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez

Apoio: Publivez

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO APRESENTA ORÇAMENTO PARTICIPATIVO NAS FREGUESIAS

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promoveu ontem a primeira de três sessões de apresentação do Orçamento Participativo. Esta decorreu nas instalações da Junta de Freguesia de Monsul, destinando-se a informar os autarcas e as populações do Baixo Concelho. Esta noite, 31 de março, a Casa da Botica acolhe outra sessão, com início marcado para as 21h00, e amanhã, dia 1 de abril, a sede de Junta de Taíde também recebe esta iniciativa, pela mesma hora.

Apresentacao OP em Monsul 1

Durante o mês de abril, decorre o período para apresentação de propostas, que serão analisadas durante os meses de maio e junho por uma comissão técnica. Entre 29 de junho e 26 de julho decorrem as votações e em agosto são anunciadas as propostas de investimento vencedoras. Está disponível uma verba de 250.000 € para apoiar propostas de investimento: 200.000 € para propostas de investimento de índole material (com um máximo de 50.000 € por proposta de investimento) e 50.000 € para propostas de investimento de índole imaterial (com um máximo de 10.000 € por proposta de investimento).O processo do Orçamento Participativo da Póvoa de Lanhoso é aberto à participação de todos os cidadãos, com mais de 16 anos, que sejam residentes no Município da Póvoa de Lanhoso. O formulário para a apresentação de propostas estará disponível no portal www.op.mun-planhoso.pt

Para serem elegíveis, as propostas devem inserir-se no quadro de competências e atribuições da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso; ser suficientemente específicas e delimitadas no território municipal; não exceder o montante inscrito em orçamento; não ultrapassar os 12 meses de execução; enquadrar-se em pelo menos um dos sete eixos do Plano de Acão do Município da Póvoa de Lanhoso 2013-2017 (intervenção social, crescimento da economia local, educação, património cultural, promoção ambiental, coesão territorial e governo municipal, exceto requalificação de acessibilidades); ser compatíveis com outros projetos e planos municipais ou pelo menos que da sua execução não resulte a inviabilização de qualquer projeto ou iniciativa do Plano de Ação.

A votação pode ser realizada através da plataforma eletrónica (www.op.mun-planhoso.pt), de 29 de junho a 25 de julho, ou presencialmente, no dia 26 de julho, entre as 10h00 e as 17h00, na Junta de Freguesia de Monsul, na Junta de Freguesia de Taíde, na Junta de Freguesia de Campo, na Junta de Freguesia de Rendufinho ou nos Paços do Concelho.

São objetivos do Orçamento Participativo a participação informada, ativa e construtiva dos munícipes, nos destinos do Governo Local; aproximar os munícipes dos órgãos locais de decisão; materializar os contributos de uma comunidade civil dinâmica, na elaboração dos instrumentos anuais de gestão previsional; contribuir para a educação cívica, permitindo aos cidadãos integrar as suas preocupações pessoais com o bem comum, compreender a complexidade dos problemas e desenvolver atitudes, competências e práticas de participação; e incentivar a interação entre eleitos, técnicos municipais e cidadãos na procura de soluções para melhorar a qualidade de vida no Concelho da Póvoa de Lanhoso.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE VISITA FREGUESIAS DE FORJÃES E ANTAS

As freguesias de Forjães e de Antas receberam, ontem, a visita do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, no âmbito do roteiro que Benjamim Pereira está a efetuar às freguesias do concelho.

Antas1

O período da manhã foi dedicado a Forjães. Benjamim Pereira e os vereadores António Maranhão Peixoto, Jaqueline Areias, Rui Pereira e Raquel Vale foram recebidos pelo executivo liderado por Manuel Ribeiro, na sede da Junta de Freguesia de Forjães, onde, em reunião prévia à visita ao terreno, foram abordados, entre vários outros assuntos, temas como a requalificação de algumas ruas e a criação de uma zona de lazer junto ao Rio Neiva.

Antas2

Os autarcas andaram depois no terreno para ver in loco algumas situações, sendo que, no Largo da Santa, foi avaliada a possibilidade de requalificação do espaço, incluindo a instalação de um novo parque infantil.

Da agenda desta visita fez parte também a deslocação à Escola Básica e ao Centro Escolar de Forjães, onde Benjamim Pereira foi recebido pela Diretora do Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio (ex-Agrupamento de Escolas das Marinhas), Paula Cepa, e elementos da direção destes estabelecimentos de Educação e Ensino.

Antas

A jornada de trabalho encerrou com a visita à ACARF – Associação Cultural Artística e Recreativa de Forjães e a reunião com a Direção da instituição, que inteirou os autarcas da necessidade de uma intervenção de requalificação das suas instalações. Benjamim Pereira expressou a disponibilidade do Município para, na medida das suas possibilidades, ajudar a ACARF a concretizar esse objetivo.

Antas3

A jornada de trabalho incluiu a visita a Antas, no período da tarde. Benjamim Pereira e os vereadores reuniram com o executivo de António Cruz, na sede da Junta de Freguesia, tendo estado em cima da mesa um conjunto de questões. A necessidade de intervenção em algumas ruas foi um dos temas abordados, assim como a requalificação prevista para o Parque de Merendas, localizado junto ao Centro Social. O Autarca de Antas aproveitou a reunião com o Presidente da Câmara Municipal para solicitar apoio para a aquisição de um trator e para se inteirar do troço da Ecovia do Litoral a executar na freguesia, um projeto a concretizar no âmbito do Programa Polis Litoral Norte.

Forjaes4

Já na visita ao terreno, os responsáveis autárquicos estiveram no Clube Náutico da Associação Rio Neiva – ADA, que está a ser alvo de obras de requalificação, em virtude do incêndio que, há cerca de ano e meio, ocorreu naquelas instalações, uma intervenção que é suportada pelo Município. Nesta visita, Benjamim Pereira e comitiva foram acompanhados pela Presidente da Rio Neiva, Augusta Almeida, e Sandra Silva, da direção, que expuseram outras necessidades da associação.

Forjães

A visita ao Centro Social de Antas, recentemente inaugurado, fez igualmente parte do roteiro desta visita, que culminou com a avaliação, no terreno, da intervenção prevista para a envolvente da Igreja Paroquial, a executar ao abrigo de um protocolo de cooperação celebrado com a Fábrica da igreja e a Junta de Freguesia.

Forjães1

Nestas visitas, o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, reiterou a disponibilidade do Município para procurar dar resposta às solicitações apresentadas, quer pelas Juntas de Freguesia quer pelas instituições. Vincou, contudo, que dado que os recursos financeiros são limitados, haverá que definir prioridades, no âmbito do plano de investimentos do Município.

Forjães2

Forjães3

TERRAS DE BOURO DEBATE REVISÃO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL

Sessão de esclarecimento do PDM no Salão Nobre da Câmara Municipal de Terras de Bouro

Perante uma numerosa plateia e contando com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Dr. Joaquim Cracel, do responsável da Divisão de Planeamento e Urbanismo, Engenheiro Jerónimo Correia e da empresa Geoatributo, na pessoa do Engenheiro Manuel Miranda, decorreu, na passada sexta-feira, dia 27 de março, a apresentação pública do novo Plano Diretor Municipal de Terras de Bouro.

IMG_0717

O documento, que será ainda submetido à aprovação da assembleia municipal em junho, está em período de discussão pública, sendo que, o prazo para a apresentação de reclamações e ou sugestões termina a 4 de maio.

No intuito de concretizar as referidas reclamações, estão disponíveis formulários em papel e formato digital, que devem ser apresentados no Balcão Único da câmara municipal ou enviados por correio eletrónico para dpu@cm-terrasdebouro.pt, onde serão analisados.

IMG_0716

IMG_0718

GUIMARÃES APRESENTA AMANHÃ ESTUDO SOBRE ACESSO AO AVEPARK

Estudo da UMinho sobre acesso ao AvePark apresentado esta semana em Ponte e Barco

Sessões realizam-se esta terça e quarta-feira à noite. Características da ligação e o traçado mais adequado submetidos a discussão pública, tal como prometeu o Presidente do Município, Domingos Bragança.

Sessoes_Ponte_Barco

O estudo de avaliação que a Universidade do Minho efetuou para melhorar a acessibilidade ao Parque de Ciência e Tecnologia vai ser apresentado esta terça-feira à noite, 31 de março, na vila de Ponte, pelas 21 horas, no Centro Paroquial Paulo VI, situado perto da Igreja.

Na noite seguinte, quarta-feira, decorrerá a terceira e última sessão na freguesia de Barco, mais precisamente no Centro Escolar, também com início às 21 horas. Em ambas as sessões estarão presentes o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e o Coordenador do Estudo, José Mendes, Vice-Reitor da Universidade do Minho.

Entre outras unidades de referência, o AvePark acolhe o Centro de Investigação 3Bs (Biomateriais, Biodegradáveis, Biomiméticos), o Instituto Europeu de Excelência em Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa, a incubadora tecnológica SpinPark e o edifício central do AvePark, que inclui espaços de incubação. Em breve, será instalado o Instituto Cidade de Guimarães.

Entretanto, os contributos dos vimaranenses sobre o estudo apresentado pela Universidade do Minho acerca do acesso ao AvePark podem continuar a ser enviados para o seguinte endereço de email: presidencia@cm-guimaraes.pt

PINTOR JAIME SILVA DOA PINTURAS A GUIMARÃES

Obras doadas pelo pintor Jaime Silva vão integrar Plataforma das Artes e da Criatividade. Município vimaranense e artista plástico oficializam doação

Exposição decorrerá em 2016 e terá por universo o núcleo das obras doadas à Câmara Municipal. Artista quer contribuir para reforçar a importância de Guimarães como uma centralidade de referência no domínio das artes plásticas.

Guimaraes_Jaime_Silva

A Câmara Municipal de Guimarães e o pintor Jaime Silva oficializaram, esta segunda-feira, 30 de março, a oferta de dezasseis obras da autoria do artista plástico, uma delas composta por dezoito desenhos, cujo espólio será exposto publicamente a partir do próximo ano, no Centro Internacional de Artes José de Guimarães, situado na Plataforma das Artes e da Criatividade.

Jaime Silva é um dos mais importantes e reputados pintores da arte contemporânea, tendo granjeado reconhecimento nacional e internacional. Está representado num conjunto significativo de instituições e coleções públicas e privadas. O seu percurso artístico tem sido reconhecido pela maioria dos críticos de arte portuguesa, entre os quais, José Augusto França, Fernando Pernes, Fernando Azevedo, Laura Castro, Egídio Álvaro, Rui Mário Gonçalves, entre outros.

O pintor tem uma forte ligação afetiva a Guimarães, cidade onde viveu alguns anos importantes da sua vida e da vida do país – a transição da ditadura para a Democracia, entre 1972 e 1976. A vontade de Jaime Silva em contribuir para reforçar a importância de Guimarães como centralidade de referência no domínio das artes plásticas vem de encontro às aspirações do Município, que tem desenvolvido uma intensa atividade nas diversas áreas culturais, designadamente através do investimento estratégico em equipamentos vocacionados para locais expositivos.

«Consideramos Jaime Silva um vimaranense e a oferta de parte das suas obras é um ato generoso que a Câmara Municipal de Guimarães agradece. Trata-se de uma memória afetiva, com um grande simbolismo e uma elevada dimensão cultural no âmbito das artes plásticas», afirmou Domingos Bragança, Presidente do Município. O autor, por sua vez, enalteceu a «afirmação cultural e a dedicação de Guimarães», acrescentando que o seu gesto pretendeu associar-se a um concelho «com pessoas interessadas e interessantes».

ARCUENSES FAZEM CAMINHADA COM OS SEUS CÃES DE ESTIMAÇÃO

ECO CÃOMINHADA DOGS TRAINING CONCEPT |19 de Abril 2015

Caminhada de natureza com o seu cão, não acha uma boa ideia? E se for em Arcos de Valdevez - Vila DOG FRIENDLY - Reserva Mundial da Biosfera?

A Escola Canina DOGS TRAINING CONCEPT, num dia aberto à comunidade, convida todos os donos de cães e amantes da Natureza a participar numa ECO CÃOMINHADA desde a PONTE DE VILELA até à Vila de Arcos de Valdevez, num percurso de 9km, ao longo da nova ECOVIA DO VEZ.

Procura-se conciliar o gosto pelos animais, pelas caminhadas e pela natureza em que as estrelas serão os nossos amigos de 4 patas, sensibilizando-se para a necessidade e importância do treino, educação e socialização canina.

Sob um cenário magnífico e sempre com o Rio vez como companheiro de viagem o grande objetivo é dar a conhecer as potencialidades turísticas deste troço da nova ECOVIA, em Arcos de Valdevez, e conviver de forma real e não virtual com amigos que apreciam e cultivam a companhia dos animais e o gosto pela natureza. É uma iniciativa vocacionada sobretudo para as pessoas que incluem os animais como membros da família e os tratam com o respeito que merecem.

A Inscrição, até ao dia 17 de Abril, é gratuita mas obrigatória. Cães que denotem agressividade ou fêmeas com o cio não podem participar. Cada participante deve recolher os dejetos do seu animal, numa atitude cívica que dignifique o evento.

O Convite está formulado: contamos com a vossa presença!

Inscrições obrigatórias em www.dogstrainingconcept.com

Almoço incluído por 10 €

S/almoço = inscrição obrigatória mas gratuita

Grau de dificuldade – Fácil

Distância – 9 Km

Programa

9.00 horas – Concentração junto ao Campo de treino da Dogs Training Concept/Arcos de Valdevez (junto ao campo de Rugby)

9.30 – Partida para o local de início do percurso (Ponte de Vilela)

10.00 – Início da ECOCÃOMINHADA

12.30 – Almoço |Bar do rio em Aguiã

14.30 – Partida em Direção à Vila de Arcos de Valdevez

17.00-Chegada a Arcos de Valdevez

DTC/Escola de Arcos de Valdevez

VIZELA ESCLARE SOBRE SERVIÇOS PÚBLICOS

Sessão de Informação de Proximidade sobre “Serviços Públicos Essenciais”

No próximo dia 21 de abril, pelas 15h00, a Câmara Municipal de Vizela promove uma sessão de informação de proximidade sobre “Serviços Públicos Essenciais”, na Casa das Coletividades. A entrada é livre e gratuita.

A atividade é efetuada em colaboração com o Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/ Tribunal Arbitral (CACCVA/TRIAVE) e tem como objetivo informar o maior número de munícipes sobre questões típicas das relações contratuais designadamente, no que se refere aos serviços públicos essenciais (água, eletricidade, gás, comunicações eletrónicas…).

Para além das relações contratuais, a sessão incidirá sobretudo nos acertos de faturação e nas penalizações por incumprimento dos contratos especialmente, por serem estas situações que mais provocam o endividamento das famílias.

A sessão destina-se a todos os consumidores do concelho particularmente, aqueles que tenham maior dificuldade no acesso à informação.

Relembra-se que o CIAC de Vizela funciona na Câmara Municipal de Vizela (Ação Social) e disponibiliza atendimento entre as 14h00 e as 17h30, aos munícipes com problemas de consumo.

CABECEIRAS DE BASTO COMEMORA 70 ANOS DO COLÉGIO DE S. MIGUEL

Uma centena de pessoas na tertúlia evocativa dos 70 anos do Colégio de S. Miguel de Refojos

Uma centena de pessoas participou no sábado, dia 28 de março, na sétima edição do Ciclo de Tertúlias da Casa do Tempo, dedicada ao tema ‘Colégio de S. Miguel de Refojos – Sete Décadas a Ensinar (1944/45 - 2014/15)’.

Uma centena de pessoas na tertúlia evocativa dos

A tertúlia que foi moderada pela vice-presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Dra. Isabel Coutinho, teve como oradores o Padre Domingos Apolinário (diretor do Colégio entre 1959 e 1969), Mário Campilho (antigo aluno, professor e também presidente de Câmara de 1979 a 1993), Baltazar Mendes (presidente da direção da Associação dos Antigos Alunos do Colégio), Fernanda Carneiro (antiga aluna) e Adriano Teixeira (assessor da atual direção do Externato de S. Miguel de Refojos).

Note-se que para além dos antigos alunos e professores do Colégio, a sessão contou também com a presença dos atuais professores e funcionários da instituição que impulsionou a educação, a cultura e o progresso não só de Cabeceiras de Basto, mas também de uma vasta região que envolve os concelhos de Celorico de Basto, Mondim de Basto, Ribeira de Pena, Boticas, Montalegre e Vieira do Minho.

Nesta tertúlia que pretendeu evocar a passagem do 70º Aniversário da fundação do Colégio de S. Miguel de Refojos, estiveram também presentes o vereador Prof. Mário Leite e o ex-presidente da Câmara Municipal, Dr. Serafim China Pereira, que também deu o seu testemunho enquanto ex-aluno no Colégio.

Depois de cantado o hino, da passagem de um filme evocativo e da leitura de uma resenha histórica sobre o Colégio, a vice-presidente da Câmara Municipal, Dra. Isabel Coutinho, deu as boas-vindas a todos os presentes, realçando a importância do relembrar os tempos de outrora vividos no Colégio de S. Miguel de Refojos.

“O Colégio é para Cabeceiras uma memória coletiva”, disse a vice-presidente da Câmara falando da “emoção alegre” gerada pelo convívio proporcionado por esta tertúlia.

Centrando-se numa das máximas do Colégio “tornar homens os que entram crianças”, Isabel Coutinho deixou, também, sentidas palavras de apreço à família de José Gonçalves Ferreira, fundador do Colégio, bem como aos oradores que aceitaram o convite para participar nesta iniciativa.

Nas suas intervenções, os oradores convidados testemunharam vivências que marcaram a sua passagem pelo Colégio, enquanto alunos e alguns deles professores. Partilharam episódios e peripécias, assim como tantas histórias de relações de amizade e mesmo de namoros, muitas delas que terminaram em casamentos.

A tertúlia foi também enriquecida com uma exposição de fotos, publicações e outro tipo de material que teve como objetivo retratar os primeiros tempos da história do Colégio de S. Miguel de Refojos.

No final, os presentes cantaram os parabéns ao Colégio de S. Miguel de Refojos.

Uma centena de pessoas na tertúlia evocativa dos

A História

A partir de 29 de setembro do longínquo ano de 1944, com a fundação do Colégio de S. Miguel de Refojos, no ano letivo 1944/45, “o saber passou a ocupar espaço” numa parte do Mosteiro Beneditino de Refojos de Basto que, em 1834, com a extinção das ordens religiosas, foi adquirido por João António Fernandes Basto, passando depois para Alexandre José Fernandes Basto, homem da terra e irmão do Barão de Basto, que adaptou o espaço para sua residência.

Em 1944, os herdeiros de Alexandre José Fernandes Basto venderam o vetusto imóvel ao empresário cabeceirense José Gonçalves Ferreira, que ali fundou o Colégio de S. Miguel de Refojos, sendo lecionados os ensinos Primário e Liceal.

Porém, a partir de abril de 1959, esta instituição de ensino passou para a propriedade do Seminário Conciliar de Braga, entidade religiosa que ainda hoje administra o Colégio de S. Miguel de Refojos.

Uma centena de pessoas na tertúlia evocativa dos

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMINHA POUPA 3,4 MILHÕES DE EUROS EM 2014

Documento de prestação de contas demonstra forte esforço de equilíbrio financeiro

A Câmara de Caminha gastou menos 3,4 milhões de euros em 2014 face ao ano anterior. Este esforço de poupança está demonstrado no documento de prestação de contas, que será votado na próxima quarta-feira, em reunião do Executivo. A redução da despesa verificou-se sobretudo na aquisição de bens e serviços, com destaque para os gastos com estudos, pareceres, consultadoria, publicidade, combustíveis e viagens. Pela primeira vez em cinco anos, as receitas correntes superaram as despesas correntes.

A difícil situação financeira da Câmara Municipal de Caminha tornou ainda mais premente, para este Executivo, a prática de uma gestão rigorosa e voltada para a poupança. As contas do exercício de 2014 dão sinais inequívocos de que o esforço de contenção está a ser bem sucedido, sendo praticado essencialmente na máquina municipal, ao mesmo tempo que se conseguiu aliviar a despesa das famílias, mas também investir.

“Num momento tão difícil para a economia do país e para a economia municipal, o Município de Caminha fez o seu trabalho e diminuiu os impostos sobre as populações: o IMI, por duas vezes, e a taxa variável do IRS, também por duas vezes; diminuiu taxas: 50% no caso das ligações à rede de água e saneamento; e diminuiu o preço da fatura da água, através da descida do preço da recolha dos resíduos sólidos, compensando este alívio dado às pessoas com um esforço suplementar de poupança que, em apenas um ano, ficou à vista de todos”, explica o presidente, Miguel Alves.

De destacar também o esforço de amortização dos empréstimos bancários contraídos ao longo dos anos pela Câmara Municipal, uma prática corrente nos últimos 12 anos, até 2013, mas que não se repetiu em 2014. Ao contrário, foi possível diminuir a dívida do Município à banca “num exercício de amortização forte que marca também a atuação da Câmara”, acrescenta Miguel Alves.

O passivo do Município também diminuiu, cifrando-se agora, e apesar de tudo, em mais de 38 milhões de euros. “Na verdade, a situação financeira da Câmara Municipal de Caminha é, ainda, muito grave. A divida de curto prazo herdada em 2013 de cerca de nove milhões de euros, os compromissos assumidos com o pagamento da Parceria Público Privada assumida a propósito das piscinas de Vila Praia de Âncora que consome mais de € 700.000 por ano, a resposta que teve que ser dada aos compromissos assumidos e não pagos em 2013, que ascenderam a 5 milhões de euros (que este orçamento de 2014 teve que pagar) e o súbito aumento de despesa com pessoal que a entrada de mais de 30 pessoas no quadro, nas vésperas das eleições de 2013, tiveram reflexo evidente e negativo no resultado liquido de exercício”, assume Miguel Alves, que aponta como solução para resolver o desequilíbrio das contas herdado “o reforço do trabalho já realizado em 2014 por sublimação da estratégia de contenção assumida”.

Para o presidente, “o documento que agora se analisa é marcado por grande sentido de equilíbrio e de poupança. Exemplo disso é o grau de execução alcançado sobre o orçamento de 2014: se a taxa de execução da despesa prevista para 2014 se cifrou em 74,64%, a taxa de execução da receita prevista superou os 75%”.

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM EXPÕE FOTOGRAFIAS DE CARLOS RELVAS SOBRE TRAJES TRADICIONAIS

Exposição inclui fotografias de trajes do Minho

“Traje encenado” é o tema da exposição temporária que o Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador inaugurou hoje, mostrando fotografias produzidas em ambiente de estúdio retratando diversos trajes tradicionais portugueses, mormente da região do Minho.

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 045

A Chefe da Divisão de Ação Cultural do Município de Ourém, Drª Ana Saraiva, fez a apresentação da exposição e seus objetivos, realçando a riqueza patrimonial do concelho de Ourém dada a sua localização privilegiada na confluência de diferentes regiões geo-etnográficas, anunciando ainda a realização próxima de novas iniciativas a envolver os agrupamentos folclóricos do concelho.

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 031

Além das fotografias, encenados e fotografados em estúdio por Carlos Relvas entre finais do século XIX e inícios do século XX a exposição inclui representações nacionais de trajes que comunicam com indumentárias de trajes de Ourém, recriados por oito grupos de ranchos folclóricos do concelho, exibidos nas suas atuações.

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 029

A exposição conta com a participação da Casa-Estúdio Carlos Relvas, na Golegã, e de todos os ranchos folclóricos ativos em Ourém, concretamente o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Fátima, Rancho Folclórico Lírios do Nabão – Freixianda, Rancho Folclórico Rosas de Portugal – Freixianda, Rancho Folclórico Lírios do Campo – Nossa Senhora da Piedade, Rancho Folclórico Os Moleiros da Ribeira – Olival, Grupo de Danças e Cantares Lagoense – Nossa Senhora das Misericórdias, Rancho Folclórico Os Camponeses – Ribeira do Fárrio e o Rancho Folclórico Verde Pinho – Rio de Couros.

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 026

A exposição poderá ser visitada de terça a domingo das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, na Casa do Administrador - Museu Municipal de Ourém.

Nascido na Golegã em 1838, Carlos Relvas foi além de agricultor, desportista e toureiro um notável fotógrafo que se distinguiu em Portugal e no estrangeiro, possuindo muitos dos seus trabalhos publicados em revistas da época como “O Occidente”, “Branco e Negro” e “Boletim Fotográfico”. Era pai do político José Relvas a quem coube a proclamação do regime republicano, na varanda dos Paços do Concelho, em Lisboa, em 5 de outubro de 1910.

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 050

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 025

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 022

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 016

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 014

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 021

Ourem-ExposiçãoTrajesEncenados 006

HOSPITAL DE ESPOSENDE DISPONIBILIZA NOVOS SERVIÇOS

O Hospital de Esposende – Valentim Ribeiro irá disponibilizar, já a partir do próximo mês de abril, exames de diagnóstico de endoscopia e colonoscopia com recurso a sedação.

unnamed (1)

Os exames agora disponibilizados representam uma técnica segura, que pretende melhorar o conforto e diminuir a ansiedade dos utentes, e que vem reforçar os serviços prestados por esta unidade hospitalar na área da Patologia Digestiva.

Sabendo que o diagnóstico precoce de certas doenças - nomeadamente dos cancros do estômago e do colo-retal - representam uma maior taxa de sucesso no debelar destas enfermidades, torna-se recomendável que estes exames sejam realizados, sobretudo em pessoas com idades superiores aos 50 anos.

Relembra-se que o Hospital de Esposende – Valentim Ribeiro tem acordos com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e com os principais subsistemas de saúde, nomeadamente ADSE, IASFA, SAD/GNR, SAD/PSP, SAMS, CGD e AXA.

A Santa Casa da Misericórdia de Esposende pretende com estas novidades, a implementar no próximo mês, continuar a melhorar os serviços que disponibiliza à comunidade, apostando na variedade e qualidade dos serviços prestados.

Para mais informações e marcações de consultas/exames, os interessados deverão dirigir-se ao Hospital de Esposende ou contatar-nos através do telefone 253 969 480 ou do e-mail hospital@scmesposende.pt.

Certos da Vossa melhor atenção para este assunto, solicitamos a divulgação do mesmo no Vosso Órgão de Comunicação Social.

VIMARANENSES COMEMORAM DIA MUNDIAL DO TEATRO

Dia Mundial do Teatro comemorado em Guimarães por mais de 800 idosos

Três dezenas de instituições marcaram presença no Multiusos de Guimarães. Iniciativa incluiu apresentação de um espetáculo do grupo vimaranense “Os Musiké”.

Guimaraes_Dia_Mundial_Teatro

Mais de oito centenas de idosos, pertencentes a 31 instituições de solidariedade social do concelho, assistiram no Multiusos de Guimarães à exibição da peça musical “A Gata Borralheira”, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro, promovidas pela Câmara Municipal de Guimarães, esta sexta-feira, 27 de março.

O espetáculo, protagonizado pelo grupo vimaranense “Os Musiké”, resultou numa adaptação do clássico conto de Charles Perrault. As vimaranenses Alice Xavier, Ana Maria Bastos, Ana Maria Bourbon, Ana Maria Oliveira, Emília Ribeiro, Jandira Henriques, Manuela Fernandes e Madalena Antunes contaram a história da madrasta gananciosa e das suas filhas que tentaram impedir a ida da Gata Borralheira à festa real, num enredo do qual faz também parte a Fada Madrinha.

A comemoração do Dia Mundial do Teatro, celebrado no âmbito das atividades da Terceira Idade, contou com a colaboração da Fraterna, Rede Social, Tempo Livre e das instituições de apoio a idosos. Promover a arte do teatro como forma de expressão, proporcionando momentos de entretenimento e alegria, foi um dos objetivos desta iniciativa que reuniu mais de três dezenas de entidades de âmbito social, entre as quais, o Infantário de São Francisco, que também marcou presença:

Associação de Reformados e Pensionistas de Guimarães, Casa de Caldelas; Casa do Povo de Briteiros; Casa do Povo de Creixomil; Casa do Povo de Fermentões; Castreja Cooperativa de Apoio Social e Cultural; Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social de Tabuadelo, CRL; Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro; Centro Social da Irmandade de S. Torcato; Centro Social da Paróquia de Santa Eulália de Nespereira; Centro Social de Brito; Centro Social de Guardizela; Centro Social e Paroquial de Mascotelos – Santiago; Centro Social e Paroquial de Polvoreira; Centro Social e Paroquial de Ronfe; Centro Social e Paroquial Nossa Senhora da Conceição; Centro Social Nossa Senhora do Carmo; Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa; Centro Social Paroquial de Gondar; Centro Social Paroquial S. Cristóvão de Selho; Centro Social Recreativo e Cultural de Campelos; Centro Sócio-Cultural Desportivo de Sande S. Clemente; Encontro de Saberes; Fraterna; Fundação Bomfim; Fundação Casa do Paço; Lar de Santo António; Real Irmandade de Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos; Santa Casa da Misericórdia de Guimarães; Venerável Ordem Terceira de S. Domingos; Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO APROVA RELATÓRIO FINAL DO PROJETO MAIS VIDA

Deliberações da última reunião do executivo municipal

Hoje, dia 27 de março, o Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, deliberou, por unanimidade, aprovar o relatório final do Projeto Mais Vida promovido no âmbito do Programa Contratos Locais de Desenvolvimento Social, cujo objetivo previa, entre outros, a promoção da inclusão social dos cidadãos através de ações que permitissem o combate à pobreza e à exclusão social em territórios deprimidos.

A Câmara Municipal decidiu igualmente, nesta reunião, aprovar os pedidos de cedência do Pavilhão Gimnodesportivo de Refojos à Contacto Futsal Clube e à Associação Kenkyukai Karate de Portugal, respetivamente, para a realização do projeto ‘Futsal na Escola’ e do evento desportivo de exames de graduação da modalidade de karaté em Cabeceiras de Basto e, ainda, aprovar um apoio à Probasto – Associação de Desenvolvimento Rural de Basto, da qual a Câmara Municipal é sócia fundadora.

Foram ainda ratificados dois pedidos de cedência de transporte à Associação Contacto Futsal para a sua participação em dois jogos da equipa de juvenis a realizar em Arcos de Valdevez e em Braga e, também, à União de Freguesias de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela para transporte da Banda Cabeceirense que irá acompanhar o Compasso da Páscoa em Refojos, Painzela e Outeiro.

A Câmara Municipal aprovou, ainda, isentar de taxas o Externato de S. Miguel de Refojos no âmbito da obra de reconstrução das antigas casas dos caseiros da Quinta do Mosteiro eu a Arquidiocese de Braga está a levar a efeito.

O presidente Francisco Alves deu, ainda, conhecimento aos restantes membros do executivo municipal de algumas alterações efetuadas ao nível da organização dos serviços camarários.

CERVEIRA E TOMIÑO (GALIZA) CRIAM ECO-PARQUE TRASNFRONTEIRIÇO

Eco-Parque Transfronteiriço de 15ha integra projetos prioritários da cooperação Cerveira-Tomiño

Procurando promover e dinamizar as potencialidades de um território comum, os concelhos de Vila Nova de Cerveira (Portugal) e Tomiño (Galiza) vão avançar com um conjunto de projetos de âmbito transfronteiriço a implementar e candidatar a fundos comunitários, designadamente ao INTERREG V-A.

Jornadas da Amizade Cerveira Tomino 27 março 2015

A constituição do Eco-Parque Transfronteiriço ‘Castelinho-Espaço Fortaleza’ de 15ha, através da ligação de uma ponte pedonal sobre o rio Minho, é uma das prioridades apresentadas, esta manhã, no Auditório de Goian, Tomiño, durante as 1ªs Jornadas da Amizade Cerveira-Tomiño.

Fomentando o conceito de ‘um destino, dois países’, a valorização do rio Minho surge, neste contexto, como um elemento aglutinador de desenvolvimento de diversas vertentes. A existência de dois parques urbanos e de lazer nas margens do rio Minho - “um em frente do outro”, com uma oferta diversificada e complementar de valências -, suscitou a aposta num Eco-Parque Transfronteiriço que resultará da junção do Parque de Lazer do Castelinho (Vila Nova de Cerveira e do Espaço Fortaleza de Goián (Tomiño), com uma área atual de seis ha mas que, a médio prazo, com as ampliações previstas pelos dois Concelhos, corresponderá a uma área total de 15 ha.

A concretização deste projeto só será possível através da ligação das duas margens através de uma ponte pedonal e ciclável sobre o rio Minho numa extensão de 300m, fazendo a ligação entre os dois parques. Os concelhos de Vila Nova de Cerveira e Tomiño vão agora proceder à elaboração dos estudos e projetos necessários para a execução deste projeto, prevendo apresentar uma candidatura ao próximo programa INTERREG V-A durante o segundo semestre de 2015.

Os vários intervenientes nas 1ªs Jornadas da Amizade foram unânimes ao realçar que a materialização desta estratégia a incidir sobre o rio Minho possibilitará uma ampla dinamização de outras áreas, nomeadamente a dinamização do turismo fluvial, com a melhoria de condições de pontões de acostagem para embarcações turísticas, com a beneficiação do Cais de Pesca e da Doca de Recreio de Vila Nova de Cerveira, bem como com a recuperação do cais do ferry de Goián para apoio à pesca e desportos náuticos. Não obstante, a mobilidade transfronteiriça também será alavancada com a ponte pedonal, nomeadamente a estação ferroviária de Vila Nova de Cerveira como nó de transporte no Vale do Minho Transfronteiriço.

Durante a sessão de abertura, a alcaldeza de Tomiño, Sandra Gonzalez, sublinhou “a vontade política de dois governos locais preocupados em alcançar novas fontes de financiamento para desenvolvimento futuro deste território comum”. Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira realçou a existência “de projetos e ambições conjuntas que podem ser enquadrados no novo QREN”, de maneira que “as jornadas não são o fim de um trabalho, mas devem ser encaradas como um capítulo de um grande livro, ou seja, esta cooperação tem de ser dinamizada no dia-a-dia, potenciada para que nunca tenha um final”. Fernando Nogueira destacou ainda a importância da cooperação entre municípios vizinhos preconizada na recente assinatura do Pacto do Rio Minho Transfronteiriço: “Era inquestionável o valor do rio Minho para estas localidades, mas hoje ficou bem vincado que a estratégia tem de passar por este recurso natural”, disse.

Representado pela Diretora do AECT-GNP, Maria Geraldes, o presidente da CCDR-N, Prof. Emídio Gomes, endereçou uma mensagem aos presentes, reconhecendo e valorizando a metodologia utilizada no trabalho iniciado pela dinâmica designada Amizade Cerveira-Tomiño. “O objetivo é definir as prioridades de desenvolvimento deste território onde residem cerca de 23 mil pessoas, e que tem privilegiado a promoção do debate e participação pública, a recolha de sugestões e a auscultação dos agentes locais e as entidades regionais, às quais a CCDR-N também se associou. (…) Por esse motivo, acolhemos com bom grado esta iniciativa, bem como outras, como a do Pacto do Rio Minho Transfronteiriço, recentemente assinado”. Já o Director Geral de Administração Local, D. José Alberto Pazos Couñago, frisou a importância desta cooperação como “exponencial”, e que “o projeto e as jornadas devem implementar-se como um novo passo sem voltar atrás. O Minho, pela vontade destes dois concelhos deixou de ser fronteira de água para concretizar-se em oportunidade para o encontro e para a amizade”.

A realização de quatro Focus Group e destas 1ªs Jornadas resultam na Agenda Estratégica de Cooperação Transfronteiriça Cerveira-Tomiño que estabelece as orientações estratégicas e define as linhas de ações e as prioridades em quatro eixos: o rio Minho, um recurso comum a potenciar; a mobilidade transfronteiriça e desenvolvimento territorial sustentável; gestão partilhada dos serviços e equipamentos públicos locais; o desenvolvimento económico desde a cooperação inteligente.

Recorde-se que a Comissão Europeia adotou, no passado mês de fevereiro, o novo programa de cooperação transfronteiriça – INTERREG V-A - entre Espanha e Portugal, no valor de mais de 288 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

BOLSA DE TERRAS AGROFLORESTAIS DE PONTE DE LIMA AUMENTOU A OFERTA

A Bolsa de Terras Agroflorestais, projeto dinamizado pelo Município de Ponte de Lima acaba de ver aumentada a sua oferta com mais dois novos terrenos.

Atualmente são 20, o número total de terrenos disponíveis, abrangendo uma área de aproximadamente 12 hectares.

É através da implementação deste projeto, que o Município de Ponte de Lima procura combater o abandono das terras, promovendo e incentivando o uso de terras abandonadas e estimulando a especialização de atividades agropecuárias como forma de salvaguarda das paisagens rurais.

Os dois novos terrenos localizam-se nas freguesias da Ribeira e em Refoios do Lima.

Com uma área de 11.780m2, a Leira do Ribadal na Ribeira, é um terreno de cultivo, com pouco desnível, bastante soalheiro e rodeado por dois regadios.

Quanto à área disponível em Refoios do Lima, trata-se de um terreno agroflorestal, bastante grande, com 29.800m2, possui bons acessos, próximo da A27, com energia elétrica próxima, ótima exposição solar e simples de limpar.

Todas estas informações estão disponíveis na plataforma de publicitação de terrenos agroflorestais disponíveis para arrendamento ou venda, sendo uma mais-valia para a base de dados que reúne e divulga um conjunto de informações sobre estes prédios rústicos.

Podem aderir à Bolsa de Terras Agroflorestais de Ponte de Lima, de forma gratuita, todos os proprietários que pretendam arrendar ou vender prédios rústicos com aptidão agrícola ou florestal, localizados no concelho de Ponte de Lima. O pedido de adesão é formulado em requerimento próprio, disponível no Portal da Bolsa de Terras, ou através do GAM - Gabinete de Atendimento ao Munícipe.

CERVEIRA COMEMORA DIA MUNDIAL DO TEATRO

Dia Mundial do Teatro: Óscar Branco encerra ETC.. 2015

Vila Nova de Cerveira associa-se à comemoração do Dia Mundial do Teatro (27 de março) com a apresentação, este sábado, de um espetáculo intitulado “O Último a Sair Apague a Luz”, protagonizado pelo humorista Óscar Branco, no âmbito do ETC…Encontros de Teatro de Cerveira. Faça também a sua homenagem ao teatro, amanhã, pelas 21h30, no Cineteatro de Cerveira, com entrada livre.

A comédia tem sido o género eleito do ETC… pela necessidade e vontade de provocar o riso, a gargalhada, a boa disposição e muito humor no público, que calorosamente tem aplaudido os espetáculos.

Para encerrar a quarta edição deste evento, Óscar Branco representa Portugal e os portugueses, numa louca viagem ao país real em 80 minutos, cheia de desabafos, proclamações e palpites, numa mistura insólita e explosiva que transforma os nossos medos e inquietações num espetáculo de humor corrosivo e quem sabe…numa verdadeira terapia de grupo.

Desdobrando-se em sucessivos personagens, o ator percorre a história do Homo “Tuga” desde o princípio dos tempos até aos nossos dias, explicando as razões da nossa originalidade, desafiando o público a refletir sobre a origem das nossas particularidades, vícios e virtudes, costumes e, claro, “os do costume”. Da política ao desporto, do terrorismo ao jet 7, do WC inteligente à falta de inteligência dos que vão ao WC, nada nem ninguém está a salvo.

Para além de promover e valorizar o teatro através de novos agentes culturais, de forma a contribuir para a descentralização cultural e criação de novos hábitos culturais, incrementando a oferta cultural do Município, numa época de menor dinamização cultural, o ETC… Encontros de Teatro de Cerveira visa assinalar o Dia Mundial do Teatro (27 de março).

A edição de 2015 arrancou a 14 de março, com ‘Fábrica de Nada’ pelo Teatro Experimental de Mortágua; seguindo-se no dia 21 com ‘Shuffle’ interpretado por Instantâneos Impro. O último espetáculo, “O Último a Sair Apague a Luz”, de Óscar Branco, sobe ao palco do Cineteatro, este sábado, às 21h30, com entrada livre, limitada à lotação do recinto.

Nas três últimas edições, já passaram pelo palco do Cineteatro de Cerveira vários grupos, alguns amadores, outros semiprofissionais, onde tiveram a oportunidade de apresentar os seus espetáculos, particularmente comédias, para um público diversificado e oriundo de várias localidades da região.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE PRESENTE NA ABERTURA DA AGRO 2015

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende esteve ontem presente, na sessão de abertura da 48.ª edição da AGRO, a Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, que até domingo decorre no Parque de Exposições de Braga.

Agro_

Convidado a integrar a Comissão de Honra da AGRO 2015, Benjamim Pereira, acompanhou na visita a cada um dos stands presentes no certame o Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, Luís Campos Ferreira, o Embaixador de Itália, e o Presidente do Município de Braga, Ricardo Rio.

No âmbito da sua política de dinamização das atividades económicas, o Município de Esposende está presente neste certame com o intuito de proporcionar um espaço aos agentes locais para a realização de negócios, assim como de promover os produtos endógenos e o setor agroalimentar do concelho.

Considerando que a AGRO é a principal feira agrícola do país organizada no norte de Portugal e constitui uma plataforma privilegiada para o estabelecimento de negócios, a Câmara Municipal convidou a fazerem-se representar neste certame alguns parceiros locais preponderantes, atendendo ao papel que desempenham no desenvolvimento do setor primário local, nomeadamente a Cooperativa Agrícola de Esposende e a Associação de Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende. No stand de Esposende estão igualmente presentes empresas e associações ligadas ao setor florícola, aos lacticínios, vinhos verdes e pastelarias do concelho.

O Presidente Benjamim Pereira assinala que esta ação constitui “mais uma excelente oportunidade para os agentes económicos do nosso concelho promoverem a sua atividade, alargando o seu mercado de negócios”.

A AGRO 2015 está aberta ao público entre as 10h00 e as 23h00, com exceção do último dia em que encerrará às 20h00.

agro

PONTE DE LIMA EVOCA 500 ANOS DA CONVERSÃO DO ESTABELECIMENTO DAS RELIGIOSAS CLARISSAS NO CONVENTO DE VALE DE PEREIRAS

Convento de Vale de Pereiras - 500 anos de Clarissas em Ponte de Lima

Exposição no Museu dos Terceiros - 28 de março a 30 de junho

O Município de Ponte de Lima inaugura sábado às 10h30 a exposição Convento de Vale de Pereiras - 500 anos de Clarissas em Ponte de Lima.

Símbolo de uma era finda, o Convento de S. Francisco de Vale de Pereiras afirmou-se em território limiano desde a Idade Média até à extinção das ordens religiosas no século XIX, ecoando a espiritualidade e a arte franciscana, primeiro através da presença dos frades claustrais e depois por intermédio das clarissas.

Este ano, em que se cumprem cinco séculos sobre a sua passagem de convento de frades para convento de freiras, o Museu dos Terceiros evoca o prestigiado e infelizmente desaparecido cenóbio com uma pequena exposição iconográfica e documental em torno dos seus vestígios.

A mostra vai estar patente até 30 de junho. Visite de terça a domingo, entre as 10h00 e as 12h30 e das 14h00 às 18h00.  

Nesta quadra pascal aproveita para visitar os Museus de Ponte de Lima, que se encontram abertos na sexta-feira santa, dia 3 e no sábado dia 4 de abril. No domingo de pascoa os Museus estão encerrados.

ESPOSENDE RECEBE TEMPORADA DE MÚSICA

Município de Esposende apoia 3.ª edição do evento MusiCórdia – Temporada de Música

O Município de Esposende vai apoiar a terceira edição do MusiCórdia – Temporada de Música. De acordo com deliberação tomada em reunião do executivo, e à semelhança do ano passado, a Câmara Municipal vai atribuir uma comparticipação financeira de 2000 euros para a realização deste evento cultural, organizado pela Santa Casa da Misericórdia de Esposende e Escola de Música de Esposende.

O MusiCórdia MMXV - Temporada de Música tem como objetivos divulgar o património edificado e contribuir para a dinamização cultural local, através de uma programação regular de concertos que, pela sua qualidade artística e dimensão espiritual, aproxime e envolva cada vez mais o público de propostas marcantes e enriquecedoras.

Tal como nas edições anteriores, a MusiCórdia terá como palco a Igreja da Misericórdia de Esposende e pretende trazer a Esposende intérpretes e agrupamentos de grande qualidade artística, reconhecidos no panorama nacional e internacional. O evento assume-se ainda como espaço privilegiado para a promoção dos músicos locais, profissionais ou em processo de formação.

Esta edição prevê a realização de sete concertos, entre março e outubro, com interrupção no mês de agosto. O concerto de abertura terá lugar no dia 29 de março, Domingo de Ramos, às 17h00, com o Coro de Pequenos Cantores de Esposende e o MusiCórdia Ensemble, onde serão interpretadas obras de Palestrina, Mozart, Brahms e Pergolesi, com o seu Stabat Mater.

Considerando a qualidade do evento e o sucesso alcançado nas anteriores edições, o Município de Esposende volta a associar-se à iniciativa, atendendo também a que se constitui como um excelente meio de promoção de Esposende.

DRAGAGENS NO CAIS DE ATRACAÇÃO DO FERRY BOAT DE CAMINHA DECORREM A BOM RITMO E NÃO PARAM NO FIM DE SEMANA

A dragagem no cais de atracação do ferry-boat Santa Rita de Cássia está a decorrer a bom ritmo. Esta garantia foi dada esta manhã por Guilherme Lagido, durante uma visita ao local. A Câmara está a imprimir a maior celeridade aos trabalhos de limpeza do cais de atracação do ferry-boat Santa Rita de Cássia, que vão continuar sem qualquer paragem durante o fim de semana. Esta contratação implicou um investimento de mais 72 mil euros, valor a que acresce IVA.

dragagem cais de atracação ferry boat 2015 (2)

Esta manhã o vice-presidente da Câmara Municipal de Caminha, Guilherme Lagido, o Capitão do Porto e Comandante Local da Policia Marítima de Caminha, Rodrigo Gonzalez dos Paços, e o administrador da Região Hidrográfica do Norte da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Pimenta Machado, visitaram o local onde está a ser extraída a areia do Rio Minho, com o objetivo de verificarem como estão a decorrer os trabalhos de relocalização de areia, de forma a ter o canal de navegação operacional.

dragagem cais de atracação ferry boat 2015 (3)

O presidente da Associação de Pescadores de Caminha, Paulo Alexandre Pinheiro Silva, juntou-se também à comitiva para dar conta das preocupações dos pescadores de Caminha ao administrador da APA e que se prende com a localização da deposição das areias e a necessidade de se realizar a dragagem do canal de acesso aos cais utilizado pelos pescadores, chamado “Cais da Rua”. Pimenta Machado mostrou-se mais uma vez sensível aos argumentos da Câmara Municipal de Caminha e da comunidade piscatória e manifestou abertura para tentar resolver o problema.

A Câmara Municipal de Caminha deu início à operação, com o intuito de resolver os problemas de atracação rapidamente. Esta dragagem, orçada em 72.064 €, prevê a retirada de mais de 19 mil metros cúbicos de areia do cais de atracação da embarcação.

Recorde-se que no passado mês de julho, a Câmara Municipal já havia realizado uma intervenção de remoção de areias no montante de 16.875 € mas que não teve sucesso por incapacidade do empreiteiro, que não conseguiu cumprir o contratualizado de forma satisfatória. A falta de manutenção adequada do cais e do pontão, anos a fio, complicou os trabalhos, tornando-os mais complexos e muito mais demorados do que seria necessário, caso a manutenção regular tivesse ocorrido. Veio com efeito a verificar-se a acumulação de areias em quantidades muito grandes, para além do que seria previsível.

O Município teve ainda de suportar os custos da docagem para manutenção do ferry-boat e do pontão flutuante, em cumprimento da lei, ações que tiveram um preço contratual de mais de 38 mil euros, a que acresceu IVA.

dragagem cais de atracação ferry boat 2015 (1)

QUAL O IMPACTO DAS REDES SOCIAIS NA GESTÃO DAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS?

O estudo realizado por duas investigadoras da Universidade do Minho, intitulado "Social Network Marketing Strategy and SME Strategy Benefits" explora o benefício que as PME podem retirar do desenvolvimento de uma estratégia de marketing para as redes sociais online. O trabalho teve grande reconhecimento tendo sido recentemente publicado no Journal of Transnational Management.

A investigação recaiu sobre quatro PME portuguesas, sob a forma de estudo de caso devido à grande necessidade de se obter significado e em profundidade para se chegar a um cenário mais completo do que ocorre naquele determinado contexto e porquê. As PME foram selecionadas tendo por base vários critérios, entre os quais se destaca o facto de todas as empresas atuarem em diferentes áreas, sendo que duas delas oferecem produtos e as restantes incluem-se na área dos serviços, oferecendo assim uma maior diversidade para o estudo. 

Nesta pesquisa fica bem patente a importância do desenvolvimento de uma estratégia cuidadosamente concebida como forma de colmatar a falta que as PME têm de planos de marketing ou planos de negócios sofisticados, fruto dos seus escassos orçamentos. Assim, as empresas podem obter grandes benefícios se possuírem uma estratégia para as redes sociais, e em particular para o Facebook uma vez que este se mostrou um importante canal que permitiu às pequenas e médias empresas publicitarem as suas marcas sem necessidade de grandes orçamentos.

O estudo levantou cinco hipóteses para serem testadas: H1: As PME beneficiam com o impacto do WOM (word-of-mouth) nas redes sociais; H2: As redes sociais são um bom meio para levar os consumidores a falar sobre o produto/serviço; H3: A comunicação nas redes sociais reflete a relação que as PME mantêm com os consumidores; H4: A presença das PME nas redes sociais tem um impacto direto na familiaridade do consumidor com a marca e H5: O contacto direto com os consumidores através das redes sociais gera maior envolvimento e tem impacto direto nas intenções de lealdade à marca.

Os resultados indicaram que:

H1: As empresas, e particularmente as microempresas, podem beneficiar com o impacto do WOM nas redes sociais pois este apresenta-se como um fator de destaque no Facebook sendo o responsável pelos utilizadores conhecerem as empresas e os seus produtos, através da partilha de informação e da interação imediata que o site possibilita. Contudo, o poder negativo que este pode ter deve ser tido em conta e as empresas devem controlar o que os consumidores dizem sobre as mesmas, particularmente na sua página. De acordo com os casos estudados foi possível verificar que quando o WOM tem contornos negativos estes podem ser minimizados se os conteúdos forem retirados das páginas de forma rápida e eficaz.

H2: Os resultados indiciam que o Facebook é um canal privilegiado para os consumidores falarem sobre as marcas e os seus produtos e serviços. As empresas poderão ajudar a acentuar essa tendência promovendo concursos e sorteios nas suas páginas, o que automaticamente aumentará o número de visitantes e o número de utilizadores a interagirem com a página.

H3: Os resultados indicam que todas as empresas estudadas fazem uma comunicação no Facebook de forma estruturada, ou seja, a estratégia de comunicação neste contexto deve ter por base comunicar com o consumidor de forma a transmitir os valores da marca de forma clara.

H4: Os resultados parecem indiciar que o Facebook desempenha um papel crucial para divulgar a marca no âmbito online, sendo responsável pelo aumento do conhecimento acerca da marca e dos seus produtos/serviços.

H5: Os resultados sugerem que o Facebook gera maior envolvimento com a marca e as intenções de lealdade à mesma são visíveis através de fatores como o aumento das vendas e o aumento dos clientes.

Em suma, os resultados indicam que o Facebook pode facilitar a comunicação entre as PME e os seus clientes e constituir-se como uma ferramenta importante na criação de reconhecimento da marca e de lealdade à mesma.

O Facebook apresenta-se como um ambiente único, que pode permitir às empresas o aumento dos seus clientes e uma relação mais próxima entre os clientes já existentes e a marca. Como tal, o estudo indicou que a presença nas redes sociais pode ter um papel importante para as empresas tanto no desenvolvimento de relacionamento com o cliente como no aumento das vendas.

Daniela Canto Silva

CASA DA JUVENTUDE DE ESPOSENDE PROMOVE WORKSHOP DE GRAFFITI EM ABRIL

No âmbito das “Oficinas na Casa…”, a Casa da Juventude de Esposende vai promover, no próximo dia 15 de abril, às 14h30, um workshop de graffiti, ministrado pelo conceituado graffiter/artista portuense Godmess.

CJ

Nesta oficina será feita uma breve abordagem ao graffiti através da sua história e contextualização atual em Portugal e no Mundo, contrapondo com uma grande vertente prática que vai desde a criação do próprio Tag até aos vários tipos de sprays e métodos de pintura.

Esta ação destina-se a jovens com idades entre os 14 e 30 anos e é de participação gratuita, sendo limitada a 20 participantes. As inscrições devem ser efetuadas até ao dia 14 de abril.

Entre os dias 13 e 30 de abril, a Casa da Juventude apresenta a exposição de fotografia denominada "Olhares de Esposende", da autoria do jovem fotógrafo Ricardo Vale. A mostra poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h30, e, ao sábado, das 9h00 às 13h00.

Em abril, prossegue o Torneio Fifa 2015, com sessões nos dias 15,22 e 29, a partir das 14h30. Esta competição de futebol virtual tem como objetivo dinamizar os tempos livres dos jovens do concelho e tem vindo a apurar mensalmente um jogador, que irá participar na grande finalíssima, a realizar em Junho de 2015. A participação é gratuita e limitada a 20 participantes, devendo as inscrições serem efetuadas até ao dia 14 de abril.

Para mais informações, os interessados deverão contactar a Casa da Juventude, através do telefone 253 960 162 ou do e-mail casa.juventude@cm-esposende.pt

IRMANDADE DO MÁRTIR DE SÃO VICENTE REALIZA AMANHÃ EM BRAGA CORTEJO DOS GUIÕES DOS PASSOS

“III Cortejo dos Guiões dos Passos do Concelho de Braga”

É já amanhã sábado, que a Irmandade do Mártir São Vicente de Braga e respectiva Comunidade Paroquial levam a efeito o ‘III Cortejo de Guiões dos Passos do Concelho de Braga’, que conta com a participação das freguesias de Cabreiros, Celeirós, Crespos, Figueiredo, Real e da Irmandade de Santa Cruz de Braga.

Depois de terem estado expostos na Igreja paroquial de São Vicente, os Guiões seguem amanhã em Cortejo até à Sé Catedral onde ficarão em exposição até ao ‘Domingo de Pascoela’, dia 12 de abril. Com saída marcada para as 16h:00, o cortejo inicia-se no adro da Igreja de São Vicente, seguindo pela rua de São Vicente, Largo dos Penedos, rua dos Chãos, Largo de São Francisco, rua dos Capelistas, rua Justino Cruz, rua do Souto, rua do Cabido até à Sé Catedral.

Quadro_Cristo_Redentor

Com esta iniciativa, a Irmandade do Mártir São Vicente pretende congregar e rematar na cidade, através deste Cortejo de Guiões, o ciclo de procissões de Passos, levado a efeito pelas paróquias do arciprestado/concelho de Braga, durante o período quaresmal, reunindo assim num só cortejo processional, todos os Guiões que abrem as Procissões dos Passos que se realizam no Concelho de Braga, bem como, divulgar e promover  junto dos bracarenses (citadinos e não só), turistas e demais visitantes que, por ocasião da Semana Santa ocorrem a Braga, todo um vasto património - material e imaterial -, inerente a estas manifestações de fé e religiosidade.

Além dos Guiões (estandarte que abre as Procissões) e demais bandeiras alusivas à quadra, cada Irmandade/Paróquia faz-se também representar no Cortejo, com um quadro bíblico mais significativo das suas Procissões e dos respectivos agrupamentos escutistas com as suas fanfarras.

Os Passos e a simbologia das Três cruzes

Este ano, pela primeira vez, o ‘Cortejo de Guiões’ integra ainda um conjunto de três cruzes - no início, a meio e no fim -, que pretendem significar a Paixão a Morte e a Redenção de Cristo.

APRESENTAÇÃO PRESENCIAL DE PROPOSTAS ESTA SEXTA-FEIRA E SÁBADO

Assembleias Participativas 2015 nas vilas de São Torcato, Ronfe e Moreira de Cónegos. Apresentação presencial das propostas tem lugar esta sexta-feira e sábado

Cidadãos convidados a apresentar propostas enquadradas nas áreas da sustentabilidade ambiental e do voluntariado e solidariedade. Edição deste ano alargada à participação dos alunos do concelho de Guimarães.

Orcamento_Participativo

A fase para os vimaranenses esclarecerem dúvidas e apresentarem presencialmente as suas propostas para a terceira edição do Orçamento Participativo de Guimarães termina este fim-de-semana, com a realização de três Assembleias Participativas em mais três vilas do concelho.

Na noite desta sexta-feira, 27 de março, pelas 21:30 horas, o encontro realiza-se na Escola EB 2,3 de São Torcato, enquanto no sábado decorrerá nova sessão dupla. De manhã, pelas 10:30 horas, os projetos e ideias podem ser apresentados na Escola EB 2,3 de Ronfe e, de tarde, a partir das 14:30 horas, a Escola EB 2,3 de Moreira de Cónegos recebe a última Assembleia Participativa.

O Orçamento Participativo 2015, com um montante global de meio milhão de euros, é uma das formas de participação dos cidadãos na governação de Guimarães. Através deste modelo, apresentam propostas para o concelho e votam nos projetos que querem ver concretizados em Guimarães. As Assembleias Participativas são fóruns onde a Câmara Municipal apela à participação e intervenção cívica dos cidadãos e onde podem ser dissipadas todas as dúvidas e clarificados pormenores relativos ao regulamento da edição deste ano, alargada este ano à participação da comunidade escolar.

Entre 06 de abril e 15 de maio, decorrerá a apresentação de propostas através da internet, incluindo os projetos apresentados pelas escolas, cuja verba destinada a financiar propostas de iniciativa e âmbito escolar, abrangendo os 14 agrupamentos escolares e as duas secundárias do concelho, será de 100 mil euros. As propostas devem ser apresentadas por cidadãos em nome individual (até 50 mil euros, com IVA incluído à taxa legal em vigor). No caso do “OP Escolas 2015”, as propostas, com um montante máximo de 6.250 euros, podem ser apresentadas por alunos ou grupos de alunos.

De 18 de maio a 31 de julho, verificar-se-á a análise técnica das propostas e o período para a apresentação de eventuais reclamações vai decorrer entre 03 e 07 de agosto, com a decisão sobre as reclamações a ser apreciada entre 10 e 28 de agosto. No dia 01 de setembro, a Câmara Municipal de Guimarães irá proceder à divulgação da lista final de propostas que serão submetidas a votação online entre 02 de setembro e 2 de outubro. A Assembleia de Voto Presencial e votação no “OP Escolas” decorrerá entre 02 e 30 de setembro. O anúncio público dos projetos vencedores está programado para o dia 09 de outubro.

Podem votar no Orçamento Participativo os cidadãos naturais ou residentes no concelho de Guimarães. O processo de participação e votação requer o registo na plataforma online (http://op.cm-guimaraes.pt). Caso o registo seja válido, será enviado ao cidadão uma password de acesso ao portal e, no ato de votação, será enviada uma senha (PIN) para o telemóvel que permite exercer o voto na proposta desejada. Serão vencedores os projetos mais votados até ao limite da verba definida e que tenham, pelo menos, 500 votos. No “OP Escolas”, serão vencedores os projetos mais votados até ao limite da verba de 6.250 euros.

JÁ COMEÇOU A 2ª FASE DA INTERVENÇÃO NA DUNA DOS CALDEIRÕES EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

Guilherme Lagido sublinhou a importância da obra para o concelho de Caminha e particularmente para Vila Praia de Âncora

A 2ª fase da intervenção na Duna dos Caldeirões, em Vila Praia de Âncora arrancou esta manhã. Guilherme Lagido, e Pimenta Machado estiveram no local para acompanharem o início da obra. “Esta intervenção é fundamental para o concelho de Caminha e, particularmente, para Vila Praia de Âncora e para quem nos visita. A preocupação do Município é a consolidação da duna, para que esta marginal mantenha o aspeto impecável que tem”, realçou Guilherme Lagido sobre a importância da obra. Estima-se que a operação, orçada em 392 mil euros, termine dentro de 120 dias.

Intervenção Duna dos caldeirões 1

Decorreu esta manhã uma visita à praia de Vila Praia de Âncora, que contou com a presença do vice- presidente da Câmara de Caminha, Guilherme Lagido; presidente do Conselho de Administração da Polis Litoral Norte, Pimenta Machado; comandante da Capitania do Porto de Caminha, presidente da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora, representantes da Nuceatres e técnicos da Polis Litoral Norte. O objetivo da deslocação foi verificar in loco o início da empreitada de Reforço e Proteção dos Sistemas Dunares e Renaturalização de Áreas Naturais Degradadas (2.ª fase) Foz do Rio Âncora, que a Polis Litoral começou hoje a executar.

Intervenção Duna dos caldeirões 4

Sobre a intervenção a realizar, Pimenta Machado assegurou: “nós acreditemos que esta intervenção vá naturalmente reforçar a duna. É este o nosso propósito” e acrescentou “esta visita deu-nos algum conforto. A duna está a recuperar”.

Para o vice-presidente do Município esta intervenção “é uma intervenção que particularmente nos agrada, já que é uma intervenção que permite por métodos naturais recuperar a Duna dos Caldeirões”.

Recorda-se que, na primeira fase, foram garantidas as condições imediatas de segurança na zona, através da restituição do curso do rio pelo desassoreamento da sua foz, da deposição dos volumes de areia resultantes daquela escavação no reforço do cordão dunar e da desmontagem de infraestruturas colapsadas, garantindo assim o usufruto daquele espaço durante a época balnear de 2014.

Intervenção Duna dos caldeirões (2)

Esta segunda fase contempla medidas corretivas de erosão superficial e ações de reordenamento de áreas construídas em zonas de risco e consequente reposição das condições de ambiente natural, nomeadamente a consolidação e fixação de margens do rio Âncora, com recurso a técnicas de bioengenharia; a construção de um esporão deflector na margem esquerda do rio Âncora, em enrocamento e estacas com vegetação plantada; a reabertura do leito secundário do Rio Âncora; a movimentação de areias na praia para reforço do cordão dunar; e a colocação de uma cortina de paliçadas na área do anterior rompimento da Duna, por forma a favorecer a retenção de areias nessa zona.

Estão ainda previstas ações como a construção de passadiços sobrelevados de acesso à praia; a construção de observatório da natureza no remate do passadiço sobrelevado da Duna do Caldeirão; diversas limpezas de espécies exóticas infestantes arbóreas e herbáceas; a renaturalização do acesso rodoviário existente na parte terminal da Rua de Águas Férreas; e a colocação de painéis informativos dos valores naturais presentes.

Trata-se de um investimento global no valor de 392 mil euros, financiado pela União Europeia através do Programa Operacional Temático de Valorização do Território em 85% e pelo Estado Português em 15%.

Intervenção Duna dos caldeirões (3)

D. AFONSO DE SANTA MARIA, DUQUE DE BARCELOS E GUIMARÃES, COMPLETOU DEZANOVE ANOS DE IDADE

Sua Alteza Real, D. Afonso de Santa Maria, Príncipe da Beira e Duque de Barcelos e Guimarães, completou anteontem dezanove anos de idade.

11075188_10153128646413503_1533709037198213911_o

Nascido em Lisboa, D. Afonso é o filho mais velho de D. Duarte Pio, Duque de Bragança e de D. Isabel de Herédia, sendo portanto o primeiro a contar na linha ao trono de Portugal caso venha a colocar-se a questão do restabelecimento do regime monárquico.

S.A.R. D. Afonso foi em 1996, batizado na Sé Catedral de Braga por D. Eurico Dias Nogueira, Arcebispo de Braga e Primaz das Espanhas e, em Guimarães, consagrado a Nossa Senhora da Oliveira, seguindo a tradição dos seus antepassados desde a altura em que, D. João I e seu filho D. Afonso, Primeiro Duque de Bragança, foram agradecer pela vitória obtida na Batalha de Aljubarrota. Foram seus padrinhos de batismo a Princesa Helena de Bourbon-Duas Sicílias e o seu tio materno Afonso Miguel de Herédia.

De acordo com o Departamento de Assuntos Jurídicos do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Estado Português reconhece seu pai, D. Duarte Pio de Bragança, como legítimo herdeiro da Casa real Portuguesa pelo “reconhecimento histórico e da tradição do povo Português”, pelas “regras consuetudinárias da sucessão dinástica” e pelo “reconhecimento tácito das restantes casas reais da Europa e do Mundo com as quais a legítima Casa de Bragança partilha laços de consanguinidade”, razão pela qual lhe confere representatividade política, histórica e diplomática.

CELORICO DE BASTO RECEBE COMITIVA FRANCESA DE HOUILLES

Uma comitiva de 16 pessoas oriundas de Houilles, comuna francesa dos arredores de Paris, marcou presença em Celorico de Basto aquando da realização da XII Festa Internacional das Camélias. Esta visita resulta do acordo de geminação entre o município de Celorico de Basto e o município de Houilles, na região de Paris, que proporciona um intercâmbio cultural entre os dois municípios. Um intercâmbio que comemora 10 anos para o próximo ano.

_DSC4547

Desta vez a Festa Internacional das Camélias foi o principal ponto de interesse da visita. “Este intercâmbio é muito interessante e permite-nos partilhar com o município de Houilles a nossa cultura e o que melhor nos identifica. “A festa das camélias é um certame muito atrativo e por certo, uma excelente altura para visitar Celorico de Basto”, disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

Cumulativamente, a comitiva de franceses fez uma visita guiada pelos monumentos da Rota do Românico o que os deixou maravilhados. “É uma forma diferente e muito interessante de ver este estilo arquitetónico. Nunca tinha visitado Celorico de Basto por esta prespetiva e gostei bastante” palavras de Danielle Nahon, da comitiva francês.

_DSC3308

A vinda desta comitiva contou com a organização da Câmara Municipal de Celorico de Basto em parceria com a Universidade Sénior que ofereceu um jantar convívio, cheio de surpresas, na noite de receção.

Emilia Mota, representante da Universidade Sénior, destacou a importância deste intercâmbio na promoção de um concelho cada vez mais apelativo. “A vinda desta comitiva a Celorico de Basto é para nós, Universidade Sénior, motivo de regozijo. Gostamos de poder mostrar o melhor que a nossa terra tem para oferecer e aproveitamos a ação para destacar as atividades promovidas no âmbito da Universidade Sénior. Somos acolhedores por natureza, gostamos de receber bem”.

Recordar que Celorico de Basto é geminado com Houilles desde 13 de agosto de 2006 sendo que, na comemoração dos 10 anos de geminação está prevista uma festa memorável na altura do Pentecostes, no município de Houilles.

_DSC3053

VIZELA PROMOVE VISITA PELO PATRIMÓNIO CULTURAL

Realizou-se ontem, dia 25 de março, a segunda edição da Visita pelo Património Cultural de Vizela, iniciativa inserida nas comemorações do 17.º aniversário do Município de Vizela.

DSCF2435

Participaram nesta visita, um pequeno grupo de pessoas naturais do concelho de Vizela. A visita teve início no Jardim Manuel Faria e foram visitados os seguintes locais do nosso património turístico e cultural: Praça da República, a Capela de Santa Ana e sítio do Monte de Alijó, o Santuário de S. Bento das Peras, a Igreja de Tagilde e o Padrão do Tratado de Tagilde, a Capela e sítio de Nossa Senhora da Tocha e por último o Centro Etnográfico do Grupo Folclórico de Santa Eulália.

CERVEIRA PROMOVE VEADO À D. DINIS COMO NOVA ESPECIALIDADE GASTRONÓMICA

Prove Cerveira: Veado à D. Dinis apresentado como obra de arte gastronómica

Vila Nova de Cerveira viu nascer um novo ícone gastronómico que associa história e tradição à contemporaneidade: o Veado à D. Dinis. O ‘Prove Cerveira’ foi apresentado, esta tarde, no Auditório da Biblioteca Municipal, pelo presidente da Câmara Municipal, pelo presidente da APHORT, pelo Chefe Vinagre e restaurantes aderentes. Trata-se do primeiro concelho a concluir as iniciativas ‘Chave Cerveira’ e ‘Prove Cerveira’, dinamizadas no âmbito da CIM Alto Minho.

Associado à fundação da vila pelo Rei D. Dinis e recriando a lenda do Rei Cervo, o novo prato gastronómico de Vila Nova de Cerveira representa uma homenagem à respeitosa defesa de todo o património natural do concelho, com um toque atual evocando o conceito de ‘Vila das Artes’.

O chefe Vinagre procedeu à apresentação pública do prato, descrevendo-o como “sem fantasias, arrojado, delicioso e que vai ter um enorme sucesso”. O veado apresenta-se como o elemento principal deste prato refinado que combina a nobre carne e a genuína ruralidade alto-minhota, acompanhado por grelos frescos salteados a reportar para os campos verdejantes que rodeiam Vila Nova de Cerveira, pela broa de milho disposta em forma de escultura, por uma coroa de batatas envolvidas em anéis de cebola translúcidos e caramelizados, recordando os produtos endógenos cerveirenses.

Perante uma plateia de agentes de restauração e hotelaria, o autarca de Vila Nova de Cerveira definiu este prato como “uma obra de arte gastronómica”. Agradecendo a colaboração de todos os parceiros, Fernando Nogueira sublinhou que esta iniciativa vai “dignificar o concelho, a gastronomia e promover os produtos endógenos. Em tempos, os cerveirenses foram conhecidos como ceboleiros, e assim também reativamos essa memória”. Por outro lado, o edil cerveirense realçou o facto deste prato contribuir para dinamizar e apoiar a economia local, pois “quem vem a Vila Nova de Cerveira, além da excelente hospitalidade característica da população, fica agradado com a gastronomia, que de certeza será um cartão de visita futura dessa e de outras pessoas”.

O presidente executivo da APHORT começou por contextualizar a implementação, nos municípios do Alto Minho, de duas ferramentas de valorização das pessoas e dos recursos tendo em vista o crescimento das empresas locais, na área da gastronomia. Por um lado, o ‘Chaves Cerveira’ procurou qualificar os agentes locais para prestar um serviço turístico de qualidade no domínio do atendimento e da informação, de modo a orientar o turista na sua tomada de decisão. Por outro lado, sendo a gastronomia um produto turístico fundamental para o país, e em particular para cada localidade, surgiu o Prove Cerveira. “As pessoas procuram novas experiências gastronómicas, novos sabores, e este prato vem acrescentar alguma coisa aos menus, não colocando em causa a gastronomia tradicional de Vila Nova de Cerveira”, frisou António Condé Pinto, confirmando que Vila Nova de Cerveira foi o primeiro concelho a concluir os dois desafios.

Unânimes no bom exemplo de cooperação público-privada, o presidente da Câmara Municipal e o presidente da APHORT desejaram que esta colaboração se mantenha no quotidiano, e que seja dado um grande valor ao prato que será determinante para o seu sucesso.

O ‘Prove Alto Minho’ desenvolvido pela APHORT e a CIM Alto Minho procura respeitar cinco regras simples: o prato é inspirado nas tradições e produtos locais, combinando a novidade e a tradição; é um prato de todos, sendo a receita final sentida por todos como sua; não há uma receita igual em todos os restaurantes, pois os clientes quando vão a um certo restaurante estão habituados ao toque pessoal do cozinheiro; é um prato para todo o ano, só assim pode ser um símbolo do concelho; e é um prato com valor gastronómico.

A apresentação do Veado à D.Dinis iniciou-se com um momento musical interpretado por duas flautistas da Academia de Música Fernandes Fão, e pela exibição de um filme ilustrativo do prato. Procedeu-se ainda á entrega dos certificados de participação dos 35 agentes locais na formação ‘Chaves Cerveira’ e da entrega de uma recordação a cada um também novidade: um prato em louça com o desenho do Cervo e do rio Minho criado no seio da Fundação Bienal de Vila Nova de Cerveira. Para finalizar, uma degustação do Veado à D.Dinis, acompanhada do vinho cerveirense Casal Videiras, e adoçado com os Cerveirenses.

CELORICO DE BASTO ORGANIZA FÉRIAS ATIVAS COM O CLDS+

O programa CLDS+, Celorico+Social, está a promover uma ação designada “Férias Ativas com o CLDS+” durante o período de férias da Páscoa. A ação irá decorrer até ao dia 2 de abril e contempla múltiplas atividades.

_DSC4724

“Esta ação está a colmatar algumas lacunas existentes no que respeita à ocupação dos tempos livres nas férias em algumas áreas do concelho. A falta de respostas nesta área de intervenção, nesta zona do concelho, leva-nos a agilizar todos os meios necessários para ir de encontro às necessidades da população. Neste caso, esta iniciativa é uma mais-valia para as crianças ao proporcionar atividades enriquecedoras e para as famílias que vêm os seus educandos salvaguardados durante o período de férias escolares”, disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

_DSC4716

No mesmo sentido, o coordenador do programa CLDS+, Celorico+Social, salientou a necessidade desta atividade tendo em conta os eixos de intervenção onde CLDS+, Celorico+Social, atua. “As crianças inscritas nesta ação estão a ter a oportunidade de participar em diversas atividades com o acompanhamento devido dos monitores que os orientam e encaminham. De facto, esta atividade pretende apoiar as famílias que não têm onde deixar as suas crianças durante o período de férias por isso, e tendo em conta os nossos eixos de intervenção, verificamos a necessidade emergente de minimizar esta lacuna. Trata-se de uma iniciativa que proporciona múltiplas atividades como estudo acompanhado, visitas a espaços voltados para o conhecimento, atividades desportivas, de lazer, entre outras.”

Refira-se a visita ao Portugal dos Pequenitos, ao Instituto Nacional de Emergência Médica, ao Porto de Leixões, encontros intergeracionais com partilhas de saberes, jogos tradicionais, apoio nos TPC´s...

A ação é direcionada às crianças do primeiro ciclo do Centro Escolar da Mota, mediante inscrição.

_DSC4576

_DSC4552

CORO DE PEQUENOS CANTORES DE ESPOSENDE FOI CONVIDADO A COLABORAR EM PROJETO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MUSICAL

Dois concertos preenchem agenda deste fim de semana

O Coro de Pequenos Cantores de Esposende (CPCE) foi convidado pela Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) a participar num projeto de âmbito nacional, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, que visa a construção de um plataforma digital para a Educação Musical no país.

CPCE

Para o efeito, a APEM convidou vários compositores portugueses para fazerem arranjos de melodias tradicionais portuguesas e composições originais, com textos, entre outros, de autores portugueses, dedicados à infância. O honroso desafio lançado ao CPCE foi o de gravar um ciclo de sete canções, intitulado “Pelo Aroma das Sílabas”, escrito pelo compositor Paulo Bastos, com textos de poetas como Luísa Ducla Soares, Eugénio de Andrade, Miguel Torga, Alice Vieira António Botto e Sidónio Muralha. A gravação decorrerá amanhã, dia 27 de março, sendo que o projeto global será apresentado a nível nacional no final deste ano.

No próximo fim-de-semana, o Coro de Pequenos Cantores vai realizar dois concertos. No sábado, dia 28, às 21h30, apresenta-se em Guimarães, na Igreja de Santo António dos Capuchos, e, no domingo, às 17h00, na Igreja da Misericórdia de Esposende, estará na abertura da terceira edição da MusiCórdia MMXV – Temporada de Música, promovida pela Santa Casa da Misericórdia de Esposende e pela Escola de Música de Esposende, com o apoio da Câmara Municipal de Esposende.

Sob o título “Tempo de ComPaixão”, o programa percorrerá a densidade e elevação ascética do calendário litúrgico da Quaresma e da Semana Santa. O concerto apela à espiritualidade de cada ouvinte, iniciando a viagem com repertório polifónico da renascença, de Palestrina, passando por Mozart, até à polifonia de Brahms. Esta primeira secção do concerto está centrada na riqueza harmónica, pureza sonora da polifonia das vozes brancas, fundamentadas pela profundidade dos textos. O concerto culmina com a apresentação do “Stabat Mater” de G. B. Pergolesi, uma das mais famosas obras-primas do período barroco, que descreve, passo a passo, as dores de Nossa Senhora durante a crucificação e morte de seu filho, Jesus Cristo.

Sob direção de Helena Venda Lima, serão ainda intérpretes o MusiCórdia Ensemble e as solistas Rita Venda (soprano) e Sara Amorim (alto).

ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO AMBIENTE RIO NEIVA PARTICIPA EM CAMPEONATO NACIONAL DE CANOAGEM

De acordo com o já habitual planeamento da Federação Portuguesa de Canoagem, realizou-se a catorze de março do corrente ano de 2015, na localidade de Melres, em Gondomar, o campeonato nacional de fundo.

fundo

Em concordância com o calendário competitivo traçado para esta época, a Rio Neiva- ADA, fez-se representar por um pequeno mas valeroso lote de oito atletas. Coube às atletas Érica Sá e Cintia Costa a primeira representação do clube. Obtendo, na categoria de k1 infantil feminino, um sexto e um décimo sexto lugares, respetivamente, traçaram desde logo uma boa expectativa para a restante competição. Seguiram-se as participações do Diogo Abreu, com um vigésimo quinto lugar na especialmente competitiva categoria k1 cadete, e um sétimo lugar da Cindy Rigor na categoria de k1 Júnior Feminino.

Coube aos atletas sénior masculino, que previamente se apuraram para a regata, a última participação da jornada. Hugo Silva, Vítor Gonçalves, Filipe Abreu e Rafael Abreu demonstraram como nunca o bom trabalho realizado durante os treinos. Salientando, desde logo, que o resultado se deve ao esforço e companheirismo de toda a equipa sénior, o Rafael e o Filipe, com um nono e um décimo quinto lugar, honraram a camisola envergada. A valia destes resultados é claramente demonstrada quando se verifica a sua colocação entre atletas que fazem ou já fizeram parte das seleções nacionais da modalidade e pela sua superioridade face a resultados de anos anteriores.

Da análise póstuma da competição reitera-se o bom nível demonstrado face aos adversários e destaca-se o décimo terceiro lugar na classificação final. 

No dia seguinte, e mantendo o cenário do rio Douro, realizou-se a Taça de Portugal de Tripulações da mesma vertente de fundo. Coube desta vez ao k2 tripulado por Diogo Abreu e Tomé Cruz a abertura das hostilidades. Ao final da manhã, e naquela que se tem vindo a demonstrar como uma das mais espetaculares provas de todo o calendário, a tripulação K4 sénior composta por Vítor Gonçalves, Filipe Abreu, Rafael Abreu e Hugo Silva obteve a medalha de bronze. Numa regata marcada por diversas desistências e desclassificações, esta tripulação demonstrou que a perseverança e fair-play são dignos de admiração. Na mesma regata, a embarcação composta por Luís Morais, Steven Pereira, Luciano Faria e Sérgio Caramalho, este último ainda da categoria Júnior, finalizaram com um décimo primeiro lugar. 

No mesmo dia e no período da tarde, destaque para a boa partida do k2 composto por Cintia Costa e Érica Sá que antevia um bom resultado, mas que, para desânimo de toda a equipa, culminou numa desistência. Para encerrar a participação na competição alinharam 3 embarcações na regata k2 sénior, sendo o décimo primeiro lugar de Vítor Gonçalves e Hugo Silva merecedor de destaque.

Dando por encerrado o fim-de-semana competitivo ficou a satisfação de uma boa preparação e a vontade de continuar a trabalhar em prol dos resultados individuais mas, sobretudo, dos coletivos.

TERRAS DE BOURO COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com visitas gratuitas ao Núcleo Museológico de Campo do Gerês – Inscrições até 16 de abril

O Município de Terras de Bouro assinalará a 18 de abril, como tem sido norma, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios que, em 2015, tem por temática: Conhecer, Explorar, Partilhar

DIMS2015

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi criado pelo ICOMOS (Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios), a 18 de abril de 1982, e aprovado pela UNESCO no ano seguinte. Esta comemoração tem como objetivo sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para o esforço envolvido na sua proteção e valorização.

Loja do Museu de Vilarinho

Este ano, o ICOMOS Internacional - organização não-governamental associada à UNESCO e dedicada à conservação, proteção, usufruto e valorização de monumentos, centros urbanos e sítios - comemora o seu 50º aniversário de existência. Associando-se a esta efeméride, a Direção-Geral do Património Cultural promove, em articulação com o ICOMOS Portugal, a programação do dia 18 de abril, subordinada ao tema Monumentos e Sítios: Conhecer, Explorar, Partilhar, através do convite a todas as entidades públicas e privadas para se associarem a esta celebração fazendo a recolha e a divulgação do programa a nível nacional.

Assim, no âmbito desta comemoração o Município de Terras de Bouro, no dia 18 de abril, proporcionará visitas gratuitas ao Núcleo Museológico de Campo do Gerês com disponibilidade de guia em períodos diferentes, nomeadamente:

1.ª visita guiada: 11h00

2.ª visita guiada: 15h30.

As inscrições para as visitas guiadas, terão de ser efetuadas até ao dia 16 de abril para o telefone 253 351 888 ou através de museu@cm-terrasdebouro.pt / museudevilarinhodafurna@gmail.com

Museu da Geira1

Museu da Geira2

Museu de Vilarinho - Porta do PNPG

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO CONSTRÓI BALNEÁRIOS DE APOIO AO CAMPO DE JOGOS MUNICIPAL

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a CCDR-N assinaram, no passado dia 20 de março, na Fundação Cupertino de Miranda (Porto), um contrato de financiamento do “ON.2 – O Novo Norte” para a construção dos Balneários de Apoio ao Campo de Jogos Municipal. O Presidente Manuel Baptista representou o nosso Município.

Assinatura

A previsão é de que estes trabalhos estejam concluídos em julho de 2015, complementando a requalificação do piso do campo de jogos municipal (colocação de relvado sintético).

De lembrar que, dando cumprimento à sua política desportiva, o Município da Póvoa de Lanhoso candidatou a requalificação do piso do campo de jogos municipal (colocação de relvado sintético), que viu aprovada. Trata-se de um equipamento base de dimensões adequadas quer ao treino e formação desportivos para o qual se prevê um acentuado aumento de utilização, nomeadamente através da operacionalização dos protocolos firmados na sequência da referida candidatura. Esta situação obrigou o Município a repensar o investimento neste equipamento de utilização coletiva e a avançar com o projeto que consiste na construção de novos balneários de apoio ao Campo de Jogos.

Este equipamento já dispõe de edifício de apoio, mas as atuais instalações são já neste momento insuficientes para dar resposta às situações em que se verificam sessões contínuas, quer de treino quer de competição.

Por isso, este projeto visa incrementar a qualidade de resposta do campo de jogos municipal, cujo programa funcional tem prevista a construção de um edifício com dois vestiários/balneários para atletas; dois vestiários/balneários para árbitros; instalações sanitárias públicas para cidadãos com mobilidade condicionada; instalações sanitárias públicas femininas e masculinas; copa de apoio; arrecadação e instalações técnicas.

Contribuir para o desenvolvimento urbano nacional, assente numa estratégia de reforço da centralidade e da estruturação urbana do território com a instalação de infraestruturas, tornando-o mais atrativo e competitivo; promover o desenvolvimento e o equilíbrio entre a procura e a oferta desportivas; corrigir a escassez de infraestruturas ao generalizar a possibilidade de acesso das populações à prática desportiva; minorar a falta de hábitos desportivos dos portugueses incentivando hábitos de prática e continuidade desportivas; promover e desenvolver a atividade física e o desporto enquanto valor de melhoria da qualidade de vida das populações; aumentar a quantidade e qualidade da oferta de condições de treino e formação desportivas; contribuir para o desenvolvimento da igualdade de oportunidades; contribuir para a inclusão e a integração social, nomeadamente dos grupos socialmente desfavorecidos, são os objetivos desta candidatura.

Trata-se de um projeto promovido pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e cofinanciado pelo ON.2 – O Novo Norte e QREN através do Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional. Envolve um investimento total de 153.436,45€; um investimento elegível de 94.339,62€; um financiamento de 85%; e um valor de comparticipação de 80.188,68€.

BARCELOS APRESENTA PROGRAMA DA “FESTA DAS CRUZES” NA CASA DA AZENHA

Apresentação tem lugar no dia 29 de março, às 15h, na Casa da Azenha. Casa da Azenha reabre 30 anos depois como help pointao Peregrino

Fechada há mais de 30 anos, a Casa da Azenha será reaberta no dia em que é também palco da apresentação do programa da primeira grande Romaria do Minho, a Festa das Cruzes 2015. E este será um marco com raízes. Longa é a tradição da moagem em Barcelos. Um concelho provido de um rio e de diversas linhas de água que tornaram possível o funcionamento de várias “rodas”, que, através do seu mecanismo, permitiram alimentar toda uma população. Célebre é a expressão “o rio dá o pão”.

A Casa da Azenha, no século XIX, constava no piso inferior de uma moenda e no superior das instalações do moleiro e da sua família. Ao longo do século XX, foi habitada por uns moleiros que aí deixavam moer os cereais a quem o pedisse. No entanto, já na década de 80 do mesmo século, o engenho deixou de funcionar. Tendo passado de família em família ao longo de dois séculos, em 1993 foi a Câmara Municipal de Barcelos quem comprou o edifício.

Fechada há mais de 30 anos, agora em 2015 abre ao público revigorada e com outro objetivo. No piso de cima, terá lugar um help pointpara acolhimento e apoio aos milhares de peregrinos que todos os anos cruzam o concelho, oriundos do Caminho de Santiago, também provindos de Santiago e a Caminho de Fátima. No piso de inferior, manter-se-á o Ciclo do Pão, uma homenagem válida aos nossos predecessores que contribuíram para o desenvolvimento da atividade da moagem.

No próximo ano letivo, 2015/2016, a Casa da Azenha estará inserida no programa escolar e aberta a visitas escolares.

ARCOS DE VALDEVEZ CRIA PARQUE AVENTURA NA PORTA DO MEZIO

A Porta do Mezio, entrada privilegiada do Parque Nacional Peneda Gerês (PNPG), situada no concelho de Arcos de Valdevez, continua a surpreender pela positiva, ao colocar em funcionamento um moderno e atrativo equipamento vocacionado para aventuras mais “radicais”, destinado a jovens de todas as idades.

1 - P3243150 - Cópia

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, acompanhado pelos membros da Direção da ARDAL, José Carlos Ribas Gonçalves e Francisco Peixoto Araújo e Coordenador José Pedro Teixeira, marcou presença na abertura do “Parque Aventura”, no qual é possível a toda a família praticar com emoção o Arborismo, transpondo obstáculos entre plataformas fixadas nas copas das arvores, que tornam a experiencia fascinante, com recurso a escalada, pontes suspensas, cordas em escada, redes, etc, sendo o término do percurso efetuado num emocionante slide de mais de 100 metros, com toda a segurança, pois cada participante é equipado pelos monitores com cinto de segurança, capacete e arnês.

2 - P3243155 - Cópia

Se até ao presente as “Portas” oferecem serviços e equipamentos com significativo interesse para usufruir e visitar, como o mui útil Centro de Receção e Informação, Núcleo Museológico, Museu Rural, Espaço de Exposições, Oficina Temática, Parque de Biodiversidade, Parque “Complexo Agro-Silvo-Pastoril das Serras da Peneda e Soajo”, oferecem hoje propostas para visitar… e voltar, pois para além do “Parque Aventura” conta ainda com uma estratégica Torre de Observação, Parque de Merendas, Abrigo para Observação de Aves, Estufa para reprodução e manutenção de plantas e arvores autótones, Piscina e, muito brevemente, um funcional restaurante, que certamente se vocacionará para a degustação de ementas de produtos locais.

4 - P3243136 - Cópia

5 - P3243173 - Cópia

GUIMARÃES PROMOVE DOÇARIA CONVENTUAL

Doçaria no Convento e Exposição de Camélias este fim-de-semana na Câmara de Guimarães

Eventos abrem portas ao público esta sexta-feira à noite, a partir das 21 horas, nos Claustros da Câmara. No sábado, podem ser visitados entre as 10h30 e as 23h30, enquanto no domingo de manhã abrem no mesmo horário e encerram às 19 horas. Entrada livre.

Docaria_Conventual

O Município de Guimarães promove nos Claustros da Câmara Municipal, entre esta sexta-feira e domingo, de 27 a 29 de março, as iniciativas “Doçaria no Convento” e a sexta edição da Exposição de Camélias, no âmbito da programação de “Sons e Sabores”, pensada especificamente para as festividades da época pascal e que inclui também eventos como o Ciclo de Concertos de Páscoa e os Fins de Semana Gastronómicos, enquadrando-os com a época pascal.

Vinte expositores, sete vimaranenses e treze provenientes de destinos nacionais com tradição em doces de origem conventual, como Aveiro, Ovar, Tentúgal, Alcobaça, Santo Tirso, Felgueiras, Vizela, Cabeceiras de Basto, Amarante, Lamego, Leiria, Santa Maria da Feira e Montemor-o-Velho, participam numa mostra que pretende reavivar a memória de outros tempos, procurando contribuir para manter viva a tradição da doçaria conventual em território vimaranense. 

Além dos doces e licores, a edição deste ano da “Doçaria no Convento” tem um programa de animação nos três dias em que se realiza. Esta sexta-feira, pelas 21:30 horas, atua o Coro Vilancico, enquanto no sábado à tarde, pelas 17 horas, os claustros da Câmara de Guimarães recebem uma atuação do grupo “Outra Voz – Associação Cultural”. No domingo, dia 29, a feira de doces conventuais é animada pelo “Fórum Ambiente e Cidadania Mosteirô”, com atuações às 11h00, 12h00, 15h00 e 17h00.

Atual sede dos Paços do Concelho, o antigo Convento de Santa Clara, onde as freiras, além dos seus afazeres religiosos, se dedicavam outrora à confeção de doces, acolhe a realização de uma iniciativa durante o período da Páscoa, com entrada gratuita, destinada a diferentes entidades que promovam a venda e/ou demonstração de doces ou licores de origem conventual característicos da região que representam.

CAMÉLIAS NA CÂMARA ENTRE SEXTA E DOMINGO

Em paralelo, o Município de Guimarães, em parceria com a Associação Portuguesa das Camélias /ICS, organiza este fim de semana a sexta edição da Exposição de Camélias de Guimarães. A mostra pretende divulgar esta espécie de plantas, mas também promover a valorização do património natural das camélias, constituindo uma oportunidade para se ficar a conhecer um pouco mais sobre esta espécie, também conhecida por “rosa japónica” ou “japoneira”, considerada por muitos como a flor mais admirável dos nossos jardins.

Durante a exposição, que estará patente nos Claustros da Câmara Municipal, também com entrada livre, decorrerá a venda de exemplares de cameleiras e de produtos confecionados com camélias. Além da mostra botânica, irá realizar-se também um concurso onde serão atribuídos os quatro prémios aos melhores exemplares, cuja cerimónia de entrega aos concorrentes está marcada para a tarde de sábado, pelas 15 horas.

No âmbito da programação “Sons e Sabores”, o Grupo Coral de Azurém e a Orquestra Clássica da Academia de Música Valentim Moreira de Sá atuam este sábado, 28 de março, pelas 21:30 horas, Igreja de S. Francisco. No fim de semana seguinte, o primeiro do mês de abril, o CCVF recebe um concerto da Orquestra de Guimarães, decorre a iniciativa “Fins de Semana Gastronómicos” e haverá visita-guiadas ao Centro Histórico, Património Mundial.

Exposicao_Camelias

VIANA DO CASTELO REALIZA FIM-DE-SEMANA GASTRONÓMICO

27, 28 E 29 DE MARÇO 2015

Restauração aderente – Oferta de Sobremesa (Torta de Viana), desde o jantar de sexta-feira (27 de março) ao almoço de domingo (29 de março).

Esta campanha mantém-se nos fins-de-semana de 20 de março a 6 de abril, no âmbito do programa Páscoa Doce.

Lista de Restaurantes aderentes em anexo.

Empreendimentos Turísticos aderentes – 15% de desconto nas noites de sexta-feira (27 de março) e sábado (28 de março), aos clientes que efetuem reserva no âmbito dos Fim-de-semana Gastronómico.

ESPOSENDE APOSTA NO CREARTE – CRESCIMENTO DA ARTE TEATRAL DE ESPOSENDE

A Câmara Municipal de Esposende quer incentivar o crescimento da arte teatral no concelho. Em sessão realizada ontem, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, o Município apresentou o CREARTE – Crescimento Arte Teatral de Esposende, um projeto a desenvolver ao longo do triénio 2015/2017, junto da comunidade educativa e do público em geral.

DSC04535

Numa primeira fase, o CREARTE vai apostar na formação, com ações junto das escolas e dos quatro grupos de teatro amador em atividade do concelho, nomeadamente o GATERC, a GATA, a JUM e o Grupo de Teatro de Fonte Boa, trabalho que será posteriormente complementado com a apresentação de espetáculos teatrais e/ou de animação teatral. Pretende-se, assim, a revitalização ou formação de novos grupos de teatro amador dando expressão a esta forma de arte no concelho.

Para levar a cabo este projeto de dinamização do teatro o Município convidou o encenador e formador Jorge Alonso, um profissional com um vasto currículo na área, natural de Lisboa mas radicado em Esposende há vários anos, cuja experiência e conhecimento ajudarão os grupos a melhorar o seu trabalho e desempenho.

Jorge Alonso, a quem coube a apresentação do projeto, admitiu estar perante “uma responsabilidade e um desafio”, mas deixou claro que “em Esposende há público e pessoas interessadas no teatro” e enalteceu o trabalho teatral amador, considerando que implica uma maior exigência em termos de paixão e entrega.

O CREARTE prevê a criação de um espaço de partilha e de mostra do teatro concelhio, materializada através da realização do FESTITEATRO – Festa do Teatro de Rua e do FESTIAMA TEATRO – Festival Teatro Amador de Esposende. O FESTITEATRO pretende trazer para as ruas e praças de Esposende uma programação diversificada do ponto de vista artístico, promovendo o comércio local e novas perspetivas sobre a cidade. Com a primeira edição agendada para a última quinzena de novembro, o FESTIAMA TEATRO propõe-se dar a conhecer o trabalho dos grupos teatrais locais.

A Vereadora da Educação e Cultura da Câmara Municipal, Jaqueline Areias, deu nota dos objetivos do CREARTE, enquadrando-o na aposta do Município de promoção e valorização das artes e do trabalho que se vai desenvolvendo no concelho, nas diferentes áreas culturais.

“O nível de desenvolvimento de um Município vê-se pela sua atividade cultural”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, realçando a aposta do Município na Cultura, área que, este ano, viu aumentada a dotação orçamental em 30%. O Autarca destacou a mais valia deste projeto, sob os mais variados aspetos, seja na promoção e dinamização do teatro e como uma oportunidade para uma “maior profissionalização” dos grupos amadores, seja enquanto estímulo à participação cívica, particularmente dos jovens.

Benjamim Pereira salientou, por outro lado, que o Município só tem a ganhar com o desenvolvimento do CREARTE, na medida em que será concretizado um conjunto de manifestações culturais com a “prata da casa”, que, para além de evidenciar o trabalho teatral desenvolvido no concelho, possibilitará à Câmara Municipal canalizar recursos para trazer a Esposende outras produções, numa medida de “boa gestão”.

O Autarca mostrou-se confiante no sucesso do CREARTE, destacou a experiência e profissionalismo de Jorge Alonso e garantiu total disponibilidade e colaboração do Município.

Benjamim Pereira avançou ainda com a ideia da realização de um programa temático com vista a dar visibilidade aos vários projetos culturais concelhios, desde o teatro à dança, passando pela música.

CREARTE

ARCOS DE VALDEVEZ PARTICIPA NA “HORA DO PLANETA”

No próximo sábado, dia 28 de Março, entre as 20h30 e as 21h30 terá lugar a “Hora do Planeta”. A Câmara Municipal aderiu a esta iniciativa da  World Wide Fund for Nature  (WWF). Esta iniciativa é a maior campanha ambiental do mundo, mobilizando milhares de milhões de pessoas em mais de 7 mil cidades e vilas em 162 países, unidos por um objetivo comum: o Combate ao Aquecimento Global do Planeta.

60mais

O Município de Arcos de Valdevez, não ficou indiferente a esta iniciativa, e no próximo sábado, na “Hora do Planeta” serão apagadas as luzes em alguns monumentos e espaços municipais, nomeadamente na iluminação exterior da fachada do Paços do Concelho, na Casa das Artes, no Centro Municipal de Informação e Turismo, na Igreja Matriz, na Igreja da Misericórdia, na iluminação pública do Campo Trasladário e nas Fontes Luminosas, durante 60 minutos. Assumiu de igual modo o compromisso de em 2015, adotar uma iluminação mais eficiente com incidência em tecnologia LED nos edifícios Municipais e em novos arruamentos de perímetro urbano.

Para o Município de Arcos de Valdevez, esta é uma iniciativa que pretende sensibilizar os arcuenses para as consequências das alterações climáticas e uma forma de os consciencializar para a necessidade de ajudar o Planeta na sua sustentabilidade e preservação.

Junte se a nós e desligue as suas luzes em prol de uma planeta mais sustentável.

ARCOS DE VALDEVEZ REFORÇA AÇÃO SOCIAL NO CONCELHO

A problemática do envelhecimento populacional, alerta para a necessidade de encarar a população idosa como um grupo alvo da intervenção municipal. Foi esta necessidade, que levou à criação do Plano Municipal para Idoso, o qual congrega um conjunto de iniciativas, a levar a cabo no período 2015/2017, em áreas tão importantes como a saúde, a ocupação dos tempos livres, as condições habitacionais, as acessibilidades, a segurança, as respostas sociais e os serviços de apoio.

Foto_1

São diversas as ações que constam deste Plano. A começar pelo eixo relacionado com a saúde e o bem-estar destacam-se, atividades relacionadas com a promoção do envelhecimento ativo, em termos desportivos, culturais, de convívio e lazer, estando prevista a organização de um festival Sénior.

Há um outro eixo relacionado com a melhoria das condições de habitabilidade. Está prevista a criação de uma Comissão de Apoio à População Idosa, que terá como principal missão a intervenção junto de idosos em situação de vulnerabilidade social.

O plano destaca a necessidade de investir num conjunto de ações e projetos, que contribuam para a melhoria dos cuidados prestados no domicílio, a criação de uma bolsa de ajudantes domiciliários qualificados e ainda a criação de uma plataforma digital que congregue um conjunto de informação importante, a disponibilizar para os idosos e seus familiares.

O Plano contempla ainda um eixo destinado às questões da acessibilidade e mobilidade em que se destacam um conjunto de ações relacionadas com a eliminação de barreiras arquitetónicas nos espaços públicos e nos domicílios e ainda, a aposta na criação de serviços de transporte que facilitem a mobilidade dos idosos.

Com este Plano estão criadas as condições necessárias para a dignificação do papel da pessoa idosa na sociedade, incentivando o seu envelhecimento ativo e digno.

CAMINHA DEBATE PROCESSO DE REVISÃO DO PDM

“Processo de revisão do PDM está em andamento e de portas abertas” – afirma o Presidente do Município Caminhense

Reunião descentralizada em Âncora com recorde de participações e muitos assuntos debatidos

A sede a Junta de Freguesia de Âncora foi pequena para acolher as muitas pessoas que quiseram participar na reunião pública descentralizada de ontem, onde foi possível esclarecer assuntos como o processo de revisão do PDM, que, como referiu o presidente, “está em andamento e de portas abertas”, mas também colocar problemas que afetam as pessoas todos os dias, numa freguesia com mais de 1000 habitantes, que cresceu sem o cuidado suficiente para acautelar o equilíbrio e as infraestruturas básicas. A nova proposta de PDM, ao contrário, dará a âncora a possibilidade de crescer em harmonia.

Inicialmente havia 34 inscritos, embora o máximo previsto no Regimento da Câmara seja as duas dezenas de inscrições e, em plena reunião, ainda pediram para intervir mais duas pessoas. Como alguns dos temas eram comuns, alguns dos ancorenses retiraram o seu pedido, mas, mesmo assim, Executivo e população só abandonaram as instalações da Junta de Âncora já depois das 21h00, e após cerca de duas horas e meia de reunião.

A primeira intervenção coube, como é habitual, ao autarca local, António Brás, que falou demoradamente, expondo a situação da sua freguesia e as necessidades de intervenção, muitas mesmo, embora reconhecesse que o Executivo está a realizar um trabalho extraordinário em algumas áreas e considerasse esta reunião um “momento histórico “ na vida de Âncora.

Juntas já têm a primeira proposta de PDM

As primeiras intervenções dos ancorenses foram sobre o PDM, em processo de revisão. Foi possível perceber que existe alguma desinformação e as dúvidas foram imediatamente esclarecidas, quer pelo presidente da Câmara quer pelo vice-presidente.

Miguel Alves começou por explicar que o único PDM que existe é o que tem 20 anos, estando em revisão há cerca de uma década. Além do mais, ficou claro que nada está fechado, pelo contrário, “o processo de revisão do PDM está em andamento e de portas abertas e temos total abertura para discutir questões do território”, disse Miguel Alves, convidando os interessados a procurar a Junta ou os técnicos da Câmara.

O presidente explicou que este Executivo encontrou um processo muito atrasado, entregue a uma equipa de técnicos municipais, coordenados por um arquiteto de Barcelos, que foi dispensado, considerando-se a equipa do Município capaz e por isso não havendo necessidade de contratar arquitetos externos “a peso de ouro”.

O presidente deu conta, também neste aspeto, da opção por uma política aberta, transparente e de diálogo com as pessoas. Daí que exista uma primeira proposta que foi entregue às Juntas de Freguesia, para que se pronunciassem se assim entendessem, embora não houvesse qualquer obrigatoriedade deste procedimento nesta fase.

Âncora terá condições para crescer

Guilherme Lagido detalhou depois a questão da revisão do PDM e esclareceu que estes processos nunca são na sua totalidade da responsabilidade das câmaras. Exemplo disso são as servidões, ou seja, a legislação que condiciona o território, por exemplo em termos de reserva agrícola ou rede natura, entre outras.

O vice-presidente informou também que este Executivo recebeu do anterior uma proposta de REN que decidiu não contrariar, para que não se perdesse ainda mais tempo. Guilherme Lagido adiantou duas ideias constantes da atual proposta: uma deles é a do estabelecimento de um limite que não permite a expansão da malha urbana de Âncora, a segunda é de que a proposta do Município permitirá instalar mais 1000 pessoas na freguesia, ou seja, Âncora, com o novo PDM, terá possibilidade de crescer equilibradamente, e poderá praticamente duplicar a sua população.

Seja como for, o processo incluirá uma fase de discussão pública oficial, em que todos poderão manifestar a sua opinião. A abertura atual, suscitando desde já a colaboração e a discussão, foi uma opção do Executivo, que decidiu ouvir as Juntas e através destas as populações, embora não houvesse essa obrigação legal.

Câmara prepara grande investimento

As outras questões debateram lacunas estruturais da freguesia, como piso, ruas sem condições e falta de infraestruturas. Neste último aspeto, por exemplo, o presidente recordou que está em curso a primeira fase da rede de saneamento de Âncora (Viso/Currais/Aspra), cujos trabalhos sofreram alguns atrasos, uma vez que as infraestruturas existentes eram muito velhas e ficaram danificadas, obrigando a novos procedimentos. No entanto, está já a preparação da segunda fase, num investimento de cerca de 500 mil euros, já aprovado em reunião de Câmara, e cujo projeto será candidatado a fundos comunitários.

O Executivo tomou nota de várias questões levantadas e prometeu responder, sendo certo que dentro de pouco mais de um ano, na segunda ronda pelas freguesias, terá de enfrentar novamente a população e de esclarecer, se for o caso, e com toda a frontalidade, as razões pelas quais as obras não foram realizadas.

Caminha/Vilarelho completará ciclo

Âncora foi a penúltima freguesia a receber a primeira temporada das reuniões descentralizadas, restando apenas, para completar o ciclo, a União de Freguesias de Caminha/Vilarelho. A elevadíssima adesão e o conjunto de temas colocados em discussão são a melhor prova do sucesso desta iniciativa, que proporciona uma maior proximidade entre eleitores e eleitos e permite àqueles interpelar diretamente os políticos.

Estes, por sua vez, conseguem tomar melhor conhecimento das questões que realmente preocupam a população e são forçados a encontrar respostas, seja resolvendo os problemas, seja explicando as razões pelas quais os anseios não podem ser imediatamente satisfeitos ou até os motivos pelos quais não são possíveis. Seja como for, esta nova forma de fazer política, adotada pela equipa de Miguel Alves, leva o Executivo ao terreno e contribui para uma democracia local mais participativa.

CICLO DE TEATRO POPULAR TERMINA ESTE FIM-DE-SEMANA EM BARCELOS

No sábado, na freguesia de Balugães, pelas 21h30, vai à cena a peça “Valentim, o Pinga-Amor”, pelo grupo Teatro Experimental de Feitos. A entrada é livre.

Esta iniciativa é uma organização conjunta de grupos teatrais barcelenses, que visou a promoção da itinerância no concelho e o intercâmbio entre grupos, resultando numa mostra dos trabalhos criados, como uma partilha de ideias e projetos. Tratou-se de uma contribuição para a visibilidade e reconhecimento do teatro amador produzido, encenado e escrito em Barcelos.

PROGRAMA

“FÁBRICA DE MALUCOS”
Os Pioneiros da Ucha
28 Fevereiro | CARAPEÇOS | 21h30

"NEM O TIO MORRE NEM A GENTE CASA”
TPC - Teatro Popular de Carapeços
06 Março | S. ROMÃO DA UCHA | 21h30

“MOMENTOS DE PARÓDIA I”
TeatroNeiva
07 Março | POUSA | 21h30

CABAZ DA ALEGRIA”
O Branselho
14 Março | TREGOSA | 21h30

“A FLORESTA DO RAIO VERMELHO”
Amigos do Pato
14 Março | LAMA | 21h30

“O ÚLTIMO GOLPE”
Tom de Festa 

14 Março | FEITOS | 21h30

TIO ABASTADO, SOBRINHO BASTARDO”
Amadores de Balugas
21 Março | S. SALVADOR DO CAMPO | 21h30

"O DOIDO E A MORTE"
Oficina de Teatro AVAI  
21 Março | RIO CÔVO STA. EULÁLIA | 21h30

"VALENTIM, O PINGA-AMOR"
Teatro Experimental de Feitos
28 Março | BALUGÃES | 21h30

APOIO
Município de Barcelos

ORGANIZAÇÃO
Amadores de Balugas - Grupo de Teatro de Balugães | Associação Amigos do Pato | Associação de Teatro Experimental de Feitos | Associação Tom de Festa | Grupo de Teatro Amador - Os Pioneiros da Ucha | O Branselho - Grupo de Teatro Amador da Pousa | Oficina de Teatro da Associação Vamos A Isso | TeatroNeiva - Secção da Associação "A Mó" | TPC - Teatro Popular de Carapeços

PONTE DE LIMA OMEMORA DIA MUNDIAL DO TEATRO

Nas Comemorações do Dia Mundial do Teatro, “Loucura dos 50” esgota Teatro Diogo Bernardes no dia 27 de Março – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Na próxima sexta-feira, 27 de Março, às 22h00, nas comemorações do Dia Mundial do Teatro, o Teatro Diogo Bernardes em Ponte de Lima apresenta “Loucura dos 50”, uma comédia com Joaquim Nicolau, António Melo, Almeno Gonçalves, Fernando Ferrão e Helena Isabel em voz off, com versão cénica e encenação de Adriano Luz, espectáculo que se encontra com lotação esgotada há cerca de duas semanas.

loucura50[1]

“Loucura dos 50” conta a história de quatro amigos que se encontram uma noite para comemorar a festa do quinquagésimo aniversário de Quim Fonseca, isto quando Xavier Santos, António Sousa e Manuel Ribeiro já ultrapassaram a também a fasquia dos 50.

Há uma mão cheia de anos que estes amigos não se reúnem. António Sousa, o psicólogo, mudou-se temporariamente para o estrangeiro, fruto de uma paixão. Xavier Santos esteve detido injustamente. E Quim Fonseca (guionista) e Manuel Ribeiro (produtor de televisão) chatearam-se. Embora tivessem trabalhado juntos durante todos estes anos, fizeram-no sempre de costas voltadas… Tanto que, Quim Fonseca nem o convida para a sua festa dos 50 anos. São os amigos que decidem levá-lo, com o intuito dos dois porem para trás das costas o motivo do rompimento da amizade… Motivo esse que vamos descobrindo ao longo da peça, que decorre em duas partes: o início da noitada e o depois da noitada. Ou seja, desde o pretensioso “diz que faz” ao mentiroso “diz que fez”…

Durante a hora e meia de “Loucura dos 50” fazemos uma viagem cómica – mas ao mesmo tempo real – ao universo dos homens de 50 anos: os seus problemas, os seus desejos, os problemas para matar os desejos… e muita gabarolice, claro, que também faz parte.

Autoria: Frederico Pombares, Henrique Dias e Roberto Pereira

Versão Cénica e Encenação: Adriano Luz

Interpretação: Joaquim Nicolau, António Melo, Almeno Gonçalves e Fernando Ferrão

Voz Off: Helena Isabel

Assistência de Encenação: Tânia Alves

Fotografia do Cartaz: Miguelângelo

Cenografia e Figurinos: Sola do Sapato

Desenho de Luz: Nuno Moço

Design Gráfico: Maria Rodrigues

Responsável Administrativa e Financeira: Mariana Magro

Direcção de Produção: Almeno Gonçalves

Produção: Sola do Sapato, Cátia Sousa e Maria João Alves

Mais informações sobre este e outros espectáculos no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

PONTE DE LIMA LEVA A FRANÇA PRODUTOS DA REGIÃO

Município de Ponte de Lima Participa na XII Feira de Produtos Regionais Portugueses e da Ruralidade em Nanterre – França

O Município de Ponte de Lima vai participar na XII Feira de Produtos Regionais Portugueses e da Ruralidade, que se realiza em Nanterre – França, de 27 a 29 de março.

BTL_2014[1]

O certame, e face ao sucesso alcançado com as edições anteriores, é hoje um dos acontecimentos mais importantes da comunidade portuguesa em França e o maior do género fora de Portugal.

Dinamizado pela ARCOP – Associação Recreativa e Cultural dos Originários de Portugal, realiza-se em Nanterre, cidade francesa que se situa a 6 km de Paris, onde está radicada uma vasta comunidade de emigrantes desta região.

Promover e divulgar Ponte de Lima e os seus produtos genuínos, é o objetivo da delegação limiana, que pela primeira vez participa com um stand próprio neste certame.

Acompanhada pelo Vereador do Turismo e do Desenvolvimento Rural, Paulo Barreiro de Sousa, a comitiva limiana, que inclui um conjunto de empresas ligadas à produção do afamado Vinho Verde e dos enchidos e fumeiros, promete uma mostra de produtos tradicionais, permitindo aos emigrantes recordar a sua terra e os seus usos e costumes, assim como abrir novas portas para a comercialização e exportação destes produtos limianos.

Em simultâneo à Feira a animação não faltará, com os sons populares, tão tradicionais da região Minhota.

VALENÇA REALIZA CONCERTO DE MÚSICA BARROCA

A Igreja de St. Estêvão, na Fortaleza de Valença, acolhe o concerto “Alto Minho Ensemble – Música & Património” no próximo sábado, 28 de março, a partir das 22h00, com entrada livre.

No concerto de Valença serão interpretadas obras de Vivaldi e Pergolesi, pelo grupo constituído de raiz - o Alto Minho Ensemble – que reúne diferentes gerações de artistas - intérpretes, solistas e diretores musicais - oriundos do Alto Minho ou que aqui exercem a sua atividade profissional, com reconhecido mérito a nível nacional e internacional.

As peças escolhidas centram-se no período barroco, com produção e coordenação artística de David Martins e direção artística de Sergey Arutyunyam.

O “Alto Minho Ensemble” corresponde a uma das ações do projeto CRIARTE - Promoção da Criatividade Territorial do Alto Minho, sendo cofinanciado pelo Programa Operacional da Região Norte – ON.2.

O concerto de Valença insere-se no ciclo de 10 concertos que a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) promove em cada concelho do Alto Minho, aliando a música à vivência de um local histórico ou classificado.

BRAGA PROMOVE DOÇARIA TRADICIONAL

Lançamento do bilhete turístico Tesouro-Museu da Sé de Braga/Museu Pio XII e a linha de doces tradicionais minhotos “Sabores de hoje, memórias de ontem”.

O Tesouro-Museu da Sé de Braga e o Museu Pio XII levam a efeio o lançamento do bilhete turístico Tesouro-Museu da Sé de Braga/Museu Pio XII e a linha de doces tradicionais minhotos “Sabores de hoje, memórias de ontem”.

O lançamento realiza-se no próximo dia 26 de Março, na loja do Tesouro-Museu da Sé de Braga, pelas 10h30.

CartazA5_Bilhete.único

Conscientes da importância da fruição e divulgação do património religioso da cidade, o Tesouro-Museu da Sé de Braga e o Museu Pio XII decidiram unir sinergias e oferecer a todos os visitantes a possibilidade de visitar estes dois museus da cidade de Braga com um bilhete único no valor de 5€.

Os bilhetes podem ser adquiridos nas instituições aderentes de 26 de Março a 06 de Abril.

No mesmo dia será lançada uma linha de doces tradicionais minhotos intitulada “Sabores de hoje, memórias de ontem”, esta linha com assinatura Ana Tão Gourmet e design Bicho Bravo pretende revitalizar e divulgar a rica e muitas vezes esquecida doçaria bracarense. Esta linha será composta por vários doces: fidalguinhos, talassas, casadinhos, massapães e os coloridos e típicos rebuçados do Senhor, disponíveis a partir do dia 26 de Março na Loja do Tesouro-Museu da Sé de Braga.

CERVEIRA APOSTA EM ILUMINAÇÃO LED

Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira avança com substituição de lâmpadas incandescentes por tecnologia LED

O Município de Vila Nova de Cerveira prepara-se para substituir, até ao final do ano, cerca de 900 lâmpadas incandescentes por tecnologia LED, representando uma poupança superior a dois mil euros mensais para os cofres municipais. O processo de implementação será gradual e vai iniciar-se em quatro freguesias mais distantes da vila. Decisão foi aprovada por unanimidade, na reunião de câmara desta quarta-feira.

A Câmara Municipal, em parceria com a CIM Alto Minho, viu aprovada uma candidatura lançada ao POVT na ordem dos 200 mil euros, comparticipada em 85% por fundos comunitários. A primeira fase deste investimento vai abranger as freguesias de Candemil, Mentrestido, Nogueira e Sapardos e ainda os dois polos industriais de Vila Nova de Cerveira, correspondendo à substituição de cerca de 900 luminárias incandescentes por tecnologia LED.

O presidente da Câmara Municipal sublinha que as lâmpadas LED estão a revolucionar o mundo da iluminação, apresentando inúmeras vantagens, sendo as mais evidentes a poupança energética e uma maior proteção do ambiente. Feitas as contas, Fernando Nogueira confirma que, só esta primeira fase, implica uma poupança para o Município na fatura da eletricidade superior a dois mil euros mensais.

Concluída a primeira etapa, o objetivo da autarquia cerveirense é ampliar esta ação a todo o concelho. O edil cerveirense mostra-se otimista que o processo seja célere, dado que o atual Quadro de Referência Estratégica Nacional 2014-2020 disponibiliza um conjunto de verbas para a eficiência energética

Perspetivando as vantagens destes equipamentos, a Câmara Municipal procedeu a uma redução do período de interrupção da iluminação pública, até aqui em vigor entre as 01h30 e as 05h30 da madrugada, passando para um período mais curto entre as 03h00 e as 05h00, devolvendo aos munícipes parte da poupança gerada.

A economia energética e consequente redução da factura é a grande vantagem da utilização da tecnologia LED, evitando assim o recurso a medidas como o desligamento de lâmpadas, redução do horário de funcionamento ou do índice de iluminação por ponto de luz, com inconvenientes para a população.

FAFE DEBATE PLANO DIRETOR MUNICIPAL

Plano Diretor Municipal de Fafe entra em discussão pública sábado. Documento estará em discussão durante 30 dias incluindo fins-de-semana e feriados

O Plano Diretor Municipal de Fafe vai entrar em discussão pública, no próximo sábado, dia 28, até dia 27 de abril. Durante um mês, vai estar em discussão um documento que tem como objetivo trazer benefícios para o concelho em termos de Turismo, Agricultura e Indústria.

Depois de vários anos, o Plano Diretor Municipal de Fafe é agora uma realidade e vem resolver uma lacuna existente no concelho.

Para o presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, este documento será “uma das alavancas do desenvolvimento do concelho”.

“A questão do PDM é muito importante para o concelho. Não tenho dúvidas que trará mais atratividade, competitividade e sustentabilidade”, explica, apontando ainda o PDM como “um instrumento fundamental para planear o território de Fafe”.

De resto esta é também a convicção do vereador com o pelouro do urbanismo, Eugénio Marinho, que aponta o PDM como o ponto de partida para o desenvolvimento do concelho.

“É um momento, uma oportunidade para relançarmos o desenvolvimento do concelho, quer a nível industrial, quer turístico, quer mesmo a nível agrícola”.

Eugénio Marinho destaca ainda o trabalho feito por todos e o esforço efetuado pelo atual executivo, no sentido de envolver a população neste processo.

“Ao longo do último ano realizamos várias iniciativas, entre workshops, palestras no sentido de recolher contributos para que o documento fosse o mais viável e corresponda aos interesses de todos”, disse, reafirmando a necessidade de todos os fafenses participarem neste processo.

Durante o período de Discussão Pública do PDM, todos os interessados poderão solicitar quaisquer esclarecimentos assim como formalizar, por escrito, reclamações e sugestões sobre a proposta, ou por email, parapdm.revisao@cm-fafe.pt.

Refira-se ainda que os documentos que integram a proposta de revisão do PDM encontrar-se-ão disponíveis para consulta dos interessados na Câmara Municipal, durante a semana das 9H00 às 12H00 e das 14H00 às 17H00. Aos fins de semana e feriados, a autarquia estará aberta das 10H00 às 13H00.

Os documentos podem ainda ser consultados no site da autarquia em www.cm-fafe.pt

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO CAMINHENSE RECEBE MAJID AL MULLA

Miguel Alves recebeu esta manhã, na Câmara Municipal de Caminha, Majid Al Mulla, advisor do Sheikh Mohammed Al Maktoum (emir do Dubai e primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos). O objetivo foi dar a conhecer as potencialidades do concelho. Da receção ainda fez parte uma visita guiada pelo Centro Histórico da Vila.

foto 1

A pedido da empresa do concelho CJF Export, o presidente da Câmara de Caminha recebeu Majid Al Mulla, uma pessoa influente com fortes ligações ao setor empresarial do Dubai e à família real. Para Miguel Alves esta visita pode ser uma oportunidade para o concelho de Caminha.

Majid Al Mulla pertence a uma das 6 famílias do Dubai e foi durante muitos anos vice-presidente da Fly Emirates. Tem várias sociedades e participações em várias empresas ligadas aos mais diversos ramos e é atualmente Advisor do Sheikh Mohammed Al Maktoum.

O presidente Miguel Alves reuniu com o empresário e a sua comitiva de modo a evidenciar as oportunidades de investimento, sobretudo no ramo do imobiliário, hotelaria e turismo. Para o autarca “os territórios não podem permanecer sentados à espera que os investimentos e os investidores lhes caiam no colo. É preciso procurar, seduzir e criar conduções para que as empresas queiram investir. Neste caso agimos em parceria com uma das grandes empresas do concelho. São estas sinergias que, mais tarde ou mais cedo, com muito trabalho e cada vez maior divulgação, trarão boas notícias para a nossa terra.”

Depois da receção, a comitiva fez uma visita guiada pelo centro histórico da vila. O objetivo foi dar a conhecer um pouco da história do concelho de Caminha, ou seja, mostrar os pontos fortes e a atratividade da vila de Caminha.

foto 3

FAFE SENSIBILIZA PARA A REDUÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO

“Dicas do Tocas” na Feira Semanal Projeto AVEficiente sensibiliza para redução do consumo energético

A Feira semanal foi o local escolhido para mais uma ação de sensibilização de Poupança de Energia, no âmbito do projeto “Dicas do Tocas”, uma iniciativa da Agência de Energia do Ave, realizada em colaboração com a Câmara Municipal de Fafe.

DCS_5826A

Assim, durante a manhã, o vereador com o pelouro da energia, José Baptista, distribuiu pela população um livro informativo, com conselhos e apelos para a criação de hábitos de Poupança de Energia, em casa, no trabalho e em todos espaços públicos.

DCS_5825A

Refira-se que a iniciativa “AVEficiente – Dicas da Tocas” visa sensibilizar todos os munícipes, para uma redução do consumo energético, através de campanhas de sensibilização e promoção da Eficiência e Poupança Energética.

Esta ação, financiada pelo ON.2 – Programa Operacional Regional do Norte, está a divulgar mensagens alusivas à redução do consumo energético, com exposição de um cartaz e ainda com a entrega de material alusivo à temática.

DCS_5823A

ACADEMIA DE MÚSICA MARIA DA FONTE EM PÓVOA DE LANHOSO REALIZA AUDIÇÕES DO 2º PERÍODO

A Academia de Música Maria da Fonte promove, no próximo dia 29 de março (domingo), pelas 17h00, as audições do 2º período para alunos do Ensino Artístico Especializado (regime articulado com a Escola 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio).

As audições referem-se a piano, percussão, violino, viola d'arco e violoncelo e a classes de conjunto.

De lembrar que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Associação do Ensino Especializado da Música assinaram um protocolo para a criação da Academia de Música Maria da Fonte, no intuito de apoiar o arranque do ensino articulado da música no nosso concelho no ano letivo 2014/2015.

Esta assinatura realizou-se no dia 1 de outubro, Dia Mundial da Música, nos Paços do Concelho, dando oportunidade a cerca de 20 jovens do 5.º ano para estudar música e dar os primeiros passos na aprendizagem de cinco instrumentos musicais e conferindo-lhes o primeiro grau do Curso Básico vocacional da música. No mesmo dia, foi igualmente assinado um protocolo entre a Associação e a Escola Prof. Gonçalo Sampaio para a implementação do Ensino Vocacional da Música no corrente ano letivo com o arranque de uma turma.

A Academia de Música Maria da Fonte pretende vir a desenvolver e assumir particular expressão nos próximos cinco anos e deverá sediar os seus serviços no futuro Centro Interpretativo Maria da Fonte, em fase de construção. Visa a realização e divulgação de atividades musicais, que propiciem verdadeiras ofertas de educação e formação e conduzam a uma maior sensibilidade para os estudos musicais.

Esta Academia surge no âmbito do projeto “Centro Interpretativo da Maria da Fonte” promovido pela Câmara Municipal e cofinanciado pelo ON.2 – O Novo Norte e QREN através do Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional, que conta com um investimento elegível de 1.736.502,18€, ao qual corresponde a comparticipação comunitária de 85% no valor de 1.476.026,85€.

MUNICÍPIO DE VALENÇA ENTREGA EQUIPAMENTO AOS BOMBEIROS

A Câmara Municipal de Valença atribuiu novos equipamentos, de proteção individual, para combate a incêndios, aos Bombeiros Voluntários de Valença.

Dos novos equipamentos destacam-se 56 dolméns (casacos), 56 calças e botas. A aquisição deste material, resistente ao fogo, certificado pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, resulta de uma auscultação das necessidades dos bombeiros valencianos realizada pela Câmara Municipal.

Estes novos equipamentos vão permitir uma maior proteção e segurança dos bombeiros valencianos nas zona de fogo evitando muitos dos contratempos a que estão sujeitos nos incêndios.

Os novos equipamentos implicaram um investimento de 15 mil euros financiados pela Câmara Municipal de Valença, Programa Operacional de Valorização do Território (P.O.V.T.) e Ministério da Administração Interna.

Para Joaquim Veiga, Comandante dos Bombeiros Voluntários ”Os novos equipamentos vem dar resposta a necessidades operacionais dos bombeiros que ficam agora com melhores condições para suportar a radiação provocada pelo calor e vão conseguir uma maior aproximação ao fogo o que dará maior eficácia no combate aos incêndios. Agradecemos o apoio e disponibilidade que a Câmara de Valença tem tido para com esta corporação. Esta tem sido uma parceria que permite melhorar as respostas às necessidades da nossa comunidade”.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE DESAFIA RESTAURANTES A ADERIREM À HORA DO PLANETA

O Município de Esposende vai aderir, uma vez mais, à Hora do Planeta, uma iniciativa à escala global contra as mudanças climáticas, que terá lugar no próximo sábado, dia 28 de março, entre as 20h30 e as 21h30.

60mais

Este evento simbólico pretende estimular indivíduos, empresas e comunidades a tomarem medidas para reduzir as suas emissões de carbono e Esposende tem respondido ao desafio, apagando todos os anos as luzes dos edifícios públicos municipais.

Assim, serão apagadas as luzes dos Paços do Concelho, Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, Museu Municipal, Casa da Juventude, Centro Interpretativo de S. Lourenço e passadiço da Zona Ribeirinha de Esposende. A empresa municipal Esposende Ambiente associa-se também, desligando as luzes do edifício sede e do Centro de Educação Ambiental, em Marinhas.

Este ano, o Município pretende ir mais além, pelo que desafiou todos os restaurantes aderentes ao “Março Sabores do Mar” a aderirem à iniciativa, apagando parcialmente as luzes dos seus espaços durante a Hora do Planeta. Para tal, serão fornecidas velas decoradas simbolicamente com a imagem da Hora do Planeta, compensando assim a redução de iluminação elétrica nesse período. Paralelamente, será disponibilizada informação explicativa sobre o evento.

Para além desta ações, o Município desafia todos os munícipes a aderirem à iniciativa, sendo que para participar basta registarem-se online em http://www.wwf.pt.

A Hora do Planeta é uma iniciativa da rede WWF, que pretende mobilizar a população mundial para contribuir para um futuro sustentável para o planeta, manifestando essa determinação apagando, simbolicamente, as luzes durante uma hora.

FAFE ADERE À HORA DO PLANETA

Dia 28 de março as luzes vão-se apagar durante uma hora

No próximo sábado, o Município vai aderir à “Hora do Planeta” e assim, entre as 20h30 e as 21h30, as luzes de vários edifícios da cidade vão apagar-se, numa iniciativa que procura sensibilizar os cidadãos para as alterações climáticas.

60mais

 

Subordinada ao tema “Usa o teu Poder contra as alterações climáticas”, a Hora do Planeta vai mobilizar milhões de pessoas, em todo o mundo. O ano passado, 7000 cidades e vilas, em 162 países, ficaram às escuras durante uma hora. Em Portugal, 100 cidades portuguesas e vilas aderiram à iniciativa.

A adesão à hora do planeta é, para o vereador responsável pela energia, José Baptista, uma forma simbólica de mostrar que o município de Fafe se preocupa com as questões ambientais e energéticas.

“A preservação do ambiente e do nosso planeta é cada vez mais uma preocupação da sociedade em que vivemos e, este executivo, tem também estas questões como prioritárias. Sabemos que o planete está saturado e portanto é nosso dever, enquanto zeladores dos interesses dos munícipes, fazermos o melhor pelo nosso concelho, o melhor pelo mundo em que vivemos”, disse, revelando também que “Fafe tem ainda, para este ano, o compromisso de continuar com a implementação do Plano Municipal de Eficiência Energética, indo assim ao encontro do acordado aquando da adesão ao Pacto de Autarcas em 2011”.

Assim, para assinalar a hora do Planeta, no próximo dia 28, as fontes luminosas, a fachada dos Paços do Concelho, da Casa da Cultura, Pavilhão Multiusos e Teatro Cinema vão estar desligadas durante uma hora. Recorde-se que vão aderir à hora planeta, 30 municípios, mais de 30 empresas e 10 embaixadores, entre eles Nuno Markl, Ana Galvão, Mário Franco, Diana Bouça-Nova.

Este ano, o surfista Garret McNamara junta-se também à lista de embaixadores, numa surpresa revelada recentemente pela organização. A Hora do Planeta, que já vai na sua 9ª edição, tem crescido e hoje é a maior campanha ambiental do Mundo.

A WWF, empresa promotora da iniciativa, é uma das mais respeitadas organizadoras independentes de conservação do mundo, e procura travar a degradação ambiental e construir um futuro sustentável.

VIZELA PROMOVE CAMPANHA LAÇO AZUL

Abril “Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância” "A melhor maneira de impedir o problema é impedir que aconteça."

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Vizela (CPCJ), em estreita articulação e colaboração com a Câmara Municipal de Vizela e outras entidades concelhias, vai assinalar o mês de abril, “Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”, através da campanha “Laço Azul”.

Sendo a proteção das crianças responsabilidade de toda a sociedade, a CPCJ de Vizela incentiva os pais a dinamizarem com os seus filhos/as as atividades propostas no calendário elaborado para o mês de abril, bem como, envolvendo diretamente os jovens nesta temática propõe-se também a estes, um leque de atividades com o objetivo de incutir valores como, solidariedade, partilha, amizade, respeito pelo outro.

Pretende-se, com esta campanha, utilizando o laço azul como símbolo, consciencializar a comunidade para a importância da prevenção dos maus-tratos na infância, do fortalecimento das famílias no sentido de uma parentalidade positiva e ainda do fundamental envolvimento de todos os cidadãos, porque a prevenção dos maus tratos na infância começa em casa e com pequenos gestos.

A cerimónia de abertura do “Mês Nacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância” terá lugar no dia 8 de abril, pelas 10h00, no edifício da Câmara Municipal de Vizela, sito na Praça do Município.

FAÇA A DIFERENÇA. NÃO FIQUE (IN)DIFERENTE!

APROVADA CANDIDATURA PARA O CAMPO PAULINO VELHO EM CAMINHA PARA INVESTIMENTO DA ORDEM DOS 140 MIL EUROS

Câmara Municipal de Caminha apoiou o Âncora Praia Futebol Clube no acesso às últimas verbas do QREN

O campo Paulino Velho, ao serviço do Âncora Praia Futebol Clube, vai ter a possibilidade de ver requalificados os balneários e a iluminação, graças ao financiamento conseguido através do FEDER (ON. 2), no valor de cerca de 100 mil euros, para um investimento total da ordem dos 140 mil euros. A Câmara Municipal apoiou a candidatura às últimas verbas comunitárias ainda disponíveis para infraestruturas e equipamentos desportivos, em regime de overbooking. O objetivo, porém, era obter financiamento para a totalidade da obra executada no equipamento mas ainda por liquidar e o Município vai ainda desenvolver esforços nesse sentido, considerando que não estão esgotadas todas as possibilidades.

Conforme é público, este Executivo foi confrontado com um valor de mais de 265 mil euros por liquidar, correspondente a compromissos anteriormente assumidos a propósito da intervenção no Campo Paulino Velho. O credor é a empresa contratada pela construtora Aurélio Martins Sobreiro, entretanto declarada insolvente.

O Município viu uma oportunidade nas “sobras do QREN” e tratou de agilizar os procedimentos com o Âncora Praia Futebol Clube, na esperança de que o valor total da operação, cerca de meio milhão de euros, pudesse ser contemplado. Neste contexto de obra incluiu-se a reformulação dos balneários, nomeadamente adaptando-os às exigências legais para pessoas portadoras de deficiência, assim como a melhoria da iluminação.

No âmbito da candidatura acabaram por ser apenas contempladas as duas melhorias, num investimento total um pouco superior aos 142 mil euros, sendo 100 mil euros financiados, o que corresponde a uma taxa de cofinanciamento de 70 por cento.

ESPOSENDE PROMOVE ANDEBOL FEMININO

Esposende promove XII Torneio de Andebol Feminino Prof. Manuel Ribeiro

Em parceria com o Centro Social da Juventude de Mar e com o apoio da Associação de Andebol de Braga, a Câmara Municipal de Esposende vai organizar, no próximo fim-de-semana, dias 28 e 29 de março, o XII Torneio de Andebol Feminino Prof. Manuel Ribeiro.

A competição será disputada nos escalões de Infantis, Iniciados e Juvenis, envolvendo a participação de 11 equipas, de seis clubes, nomeadamente Centro Social da Juventude de Mar, AC Vermoim, ABC Braga, CD Palmilheira, FC Infesta e Santa Joana, num total de aproximadamente 180 atletas.

Os jogos, com entrada livre e aberta à população em geral, decorrerão nos Pavilhões Desportivos da Escola Básica António Correia de Oliveira e da Escola Secundária Henrique Medina, ambos em Esposende, entre as 9h30 e as 19h00.

Este Torneio insere-se no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo de Esposende (PEDDE) e tem como objetivo promover a prática do Andebol Feminino no concelho, onde o Centro Social da Juventude de Mar se constituiu como principal dinamizador e impulsionador da modalidade.

Para além da vertente competitiva, este evento, pela sua envolvência e dimensão, atrai a Esposende muitos apreciadores da modalidade, o que se repercute positivamente ao nível da economia local.

TERRAS DE BOURO DEBATE REVISÃO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL

Período de discussão pública da proposta de Revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) está a decorrer em Terras de Bouro

O Município de Terras de Bouro informa que foi publicado no Diário da República (2.ª Série), n.º 50, de 12 de março, sob o Aviso n.º 2744/2015, a abertura do período de discussão pública da proposta de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) que teve início no dia 20 de março e decorrerá pelo período de 30 dias.

No âmbito deste período de discussão pública serão promovidas duas sessões de esclarecimentos nas seguintes datas e locais:

Dia 27 de março – Vila de Terras de Bouro, na sala de sessões do Edifício dos Paços do Concelho, pelas 20:30 horas;

Dia 28 de março – Freguesia de Rio Caldo, na Sede do Grupo Desportivo de Rio Caldo, pelas 20:30 horas.

ACADEMIA DE MÚSICA MARIA DA FONTE TEM INSCRIÇÕES ABERTAS

Academia de Música Maria da Fonte em Póvoa de Lanhoso com inscrições para provas de acesso

Estão a decorrer até ao próximo dia 27 de março (sexta-feira) as inscrições para a realização de provas para acesso ao Ensino Vocacional da Música para o próximo ano letivo (2014-2015) dirigidas a alunos do 4º ano.

As provas realizam-se no próximo dia 2 de abril (quinta-feira), a partir das 9h30, na EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio. De lembrar que a Academia de Música Maria da Fonte vai abrir 20 vagas para o ano letivo de 2015-2016 para o funcionamento do Curso Básico do Ensino Artístico Especializado da Música, em regime articulado, de acordo com a legislação em vigor, sendo que o plano de estudos do ensino articulado é gratuito, porque é totalmente subvencionado.

Os instrumentos lecionados são violino, viola d'arco, violoncelo, percussão, piano, contrabaixo e canto. Os alunos interessados deverão efetuar a inscrição e prestar provas de acesso para as 20 vagas disponíveis. Estas são obrigatórias para os candidatos e decorrem na EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio no dia 2 de abril, incluindo uma entrevista ao respetivo Encarregado de Educação.

Mais informações através de am.mariadafonte@mun-planhoso.pt.

FAFE ESTÁ EMPENHADO EM REDUZIR EMISSÕES DE CO2

Em dois anos reduziu 10% de emissões poluentes sendo o compromisso até 2020 de reduzir em 20% as emissões poluentes Relatório do PAES apresenta resultados positivos

A Câmara Municipal de Fafe reduziu em 10% as emissões de CO2, desde 2011 até 2013. Trata-se de um compromisso assumido pelo município, no âmbito do Pacto de Autarcas. O objetivo é a redução de 20% até 2020.

Em apenas dois anos, de 2011 a 2013, a autarquia conseguiu reduzir em metade os níveis de CO2 propostos. Pelo menos é o que dizem os números do relatório de Monitorização do Plano de Ação de Energia Sustentável (PAES).

Refira-se que estes relatórios são apresentados bianualmente e pretendem avaliar o progresso e o desempenho das medidas implementadas neste âmbito. Para além disso, o documento serve também para identificar eventuais situações onde se pode intervir, de forma a melhorar a situação.

O município de Fafe aderiu ao Pacto de Autarcas em abril do 2011, sendo mais um passo que o concelho deu com vista a promover o desenvolvimento sustentável. No âmbito desse pacto, Fafe implementou o Plano de Ação de Energia Sustentável, um plano que pretende definir diversas medidas de sustentabilidade energética com o objetivo de cumprir o compromisso assumido de redução de 20% das emissões até 2002.

No que se refere a Fafe, os números do relatório, agora divulgados, são muito positivos. Para o vereador José Baptista, estes números são o reflexo de um trabalho consertado e coordenado que tem vindo a ser feito. “Em apenas dois anos, Fafe conseguiu cumprir metade do que tem estipulado para 9 anos. O relatório referente a 2013 dá conta que em dois anos, reduzimos 10% as emissões de CO2, sendo o objetivo reduzir 20% até 2020. Penso que estamos no bom caminho. Ainda há muito a fazer, mas acredito que vamos para além de cumprir o estipulado, conseguir números ainda melhores”.

Segundo o vereador, o município aposta no desenvolvimento sustentável e, através do PAES, tem vindo a promover várias iniciativas e implementado projetos e medidas de eficiência energética e produção endógena renovável. “Queremos um concelho amigo do ambiente e estamos a trabalhar para isso. Temos vindo a implementar várias iniciativas nesse sentido e envolvido a população, instituições, tecido empresarial e comercial, para que todos consigamos fazer mais e melhor para reduzir a intensidade energética e a emissão de gases com efeitos de estufa”, explicou José Baptista.

Dessa forma, no âmbito da realização do PAES, foram definidas várias medidas para se conseguir cumprir o compromisso assumido no Pacto de Autarcas, entre elas, iluminação eficiente em edifícios, gestão otimizada de iluminação publica, Led’s e luminárias eficientes em iluminação publica, auditorias energéticas, construção e certificação de edifícios, sistemas abertos de gestão de energia, energia solar térmica, biomassa de resíduos florestais.

No relatório apresentado, pode ainda verificar-se que na implementação destas medidas, o município de Fafe gastou cerca de oito mil e quinhentos euros.

Refira-se que ainda este ano, serão realizados mais um conjunto de projetos que vão no sentido de reduzir ainda mais a emissão de CO2.

UNIDADE DE SAÚDE FAMILIAR DE VIZELA MANTÉM HORÁRIO ALARGADO

USF Novos Rumos mantém alargamento até setembro

Resultado das diligências que têm vindo a ser efetuadas pela Câmara Municipal de Vizela, para impedir o corte do alargamento do horário da Unidade de Saúde Familiar Novos Rumos do Centro de Saúde, entre as 20.00h e as 22.00h, a Autarquia informa que a ARS Norte decidiu manter o referido alargamento até ao próximo mês de setembro, altura em que será efetuada nova avaliação.

Assim, cerca de 16.000 utentes do Centro de Saúde de Vizela continuam a ter acesso a cuidados de saúde entre as 20.00h e as 22.00h.

Contudo, a Câmara Municipal de Vizela, sempre atenta às necessidades e bem-estar dos vizelenses e à importância dos serviços de proximidade para a população de Vizela, reitera a sua posição de discordância com o corte do alargamento de horário da Unidade de Saúde Familiar Novos Rumos do Centro de Saúde de Vizela entre as 20.00h e as 22.00h.

VIZELA ADERE À HORA DO PLANETA

Celebrada desde 2009 em Portugal, a hora do Planeta é uma iniciativa da World Wide Fund for Nature (WWF), que começou por ser uma das primeiras campanhas acerca das alterações climáticas.

60mais

 

Nos últimos oito anos, a Hora do Planeta tem crescido e é hoje reconhecida como a maior campanha ambiental do mundo mobilizando milhares de milhões de pessoas em mais de 7.000 cidades e vilas em 162 países e territórios.

Os motivos enunciados fazem com que o município de Vizela tenha decidido aderir à iniciativa “A Hora do Planeta”, que apesar de simbólica, é a maior ação do género à escala mundial.

Assim, será desligada a iluminação durante 60 minutos, no próximo dia 28 de março, durante a Hora do Planeta, entre as 20h30 e as 21h30, nos seguintes locais: Sede do Município, Jardim Manuel Faria, Praça da República e Praça do Município.

FADO VIOLADO FAZEM A ANTE-ESTREIA DO ÁLBUM “A JANGADA DE PEDRA” EM PONTE DE LIMA”

28 de Março – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes

Com estreia, apresentação e divulgação marcada para Abril, a ante-estreia do álbum “A Jangada de Pedra” do inovador grupo Fado Violado está marcada para a noite de 28 de Março, no Teatro Diogo Bernardes, com início marcado para as 22h00, prevendo-se uma noite marcante que irá permitir aos espectadores assistir ao primeiro concerto ao vivo das músicas do mais recente trabalho desta formação, que tem por base Ana Pinhal na voz e Francisco Almeida na guitarra flamenca.

fado_violado[1]

Este projecto musical português, que cruza flamenco e fado, revelou há dias o single de apresentação do álbum, intitulado ‘A Rosinha dos Limões’ – o clássico do saudoso Max, revisitado pelos Fado Violado, com letra de Artur Ribeiro e com música de Maximiano de Sousa, agora na voz da fadista Ana Pinhal e com a guitarra de Francisco Almeida. A produção ficou ao encargo de Daniel Silva português de Évora a residir em Barcelona há 8 anos, também guitarrista de flamenco.

Partem da tradição viajando pela Península Ibérica recriando o Fado acrescentando-lhe a densidade do Flamenco mas sem nunca achar-se longe da branca, mágica, viajante mas melancólica Lisboa.

Os Fado Violado nascem das mãos de Ana Pinhal e Francisco Almeida no ano de 2008, após uma primeira colaboração de longo termo nos extintos BoiteZuleika. Ambos do Porto, desde cedo partilharam o gosto pelas artes, particularmente pela música que acabou por ser o elo de ligação entre os dois. Ana Pinhal começou por se dedicar à bossa nova de forma amadora, até integrar em 2002 os coros de BoiteZuleika com a qual viria a gravar o seu primeiro disco “Éramos assim”. O desejo de aprender mais leva-a a frequentar aulas de formação musical e canto, gerando assim o primeiro contacto com o Cante Flamenco que viria a estudar já em Sevilha, durante 3 anos, na Fundación Cristina Heeren. Surpreendentemente é em Sevilha que o fado a conquista dando assim os primeiros passos naquilo que viriam a ser os Fado Violado, com o qual já se apresentou ao vivo em Portugal, Espanha, França e Holanda.

O companheiro de palcos é o talentoso Francisco Almeida que começa a sua aventura musical ainda adolescente. Integrou várias bandas de garagem nas quais tocava baixo eléctrico, cantava, escrevia e compunha mas é aos 20 anos que a música começa realmente a desenhar-se como opção profissional. Os BoiteZuleika faziam êxito com o “Cão muito mau” e os pedidos para concerto multiplicavam-se. Nessa altura, Francisco começa a ter aulas de guitarra jazz e faz um curso de aperfeiçoamento profissional para músicos. Já em 2006 tem o primeiro contacto com a guitarra flamenca realizando vários workshops e master classes, financiados pelo fundo de apoio cultural da GDA. Aos 27 anos ruma de novo a Sevilha onde fica a viver durante 3 anos para estudar guitarra flamenca na mesma instituição onde se encontrava Ana Pinhal.

Terminaram há dias o trabalho de estúdio, em Barcelona, com músicos espanhóis, de produção do álbum de originais intitulado ‘A Jangada de Pedra’, que se apresenta em ante-estreia no Teatro Diogo Bernardes.

Bilhetes à venda e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

BANDA DE LANHELAS SOBE AO PALCO DO VALADARES EM CAMINHA

Caminha assinala Dia Nacional dos Centros Históricos com um concerto a ter lugar no próximo sábado, pelas 22 horas, no Teatro Valadares

Caminha vai assinalar o Dia Nacional dos Centros Históricos com um concerto pela Banda Musical Lanhelense. O concerto decorre sábado, dia 28 de março, pelas 22 horas, no Valadares, Teatro Municipal de Caminha. A entrada é gratuita.

Caminha é uma vila com um centro histórico com história. Por isso, celebra o Dia Nacional dos Centros Históricos com vista a dinamizar o casco histórico da vila e a chamar à atenção para a sua preservação.

A Banda Musical Lanhelense associa-se às comemorações e sobe ao palco do Valadares, para mais um concerto de qualidade, sábado dia 28, pelas 22 horas.

O Município felicita a Banda Musical Lanhelense que este ano está a comemorar o 165º aniversário. São 165 anos de trabalho árduo e de formação de alguns dos melhores músicos nacionais, são 165 anos ao serviço da cultura, são 165 anos a levar o nome de Caminha além-fronteiras.

VIZELA SENSIBILIZA PARA “SEGURANÇA NA INTERNET”

Terminou, no passado dia 12 de março, nos Agrupamentos de Escolas do concelho de Vizela, o ciclo de sessões do programa “Segurança na Internet”, levado a cabo pelo Núcleo da Escola Segura, em articulação com a CPCJ de Vizela.

z

O ciclo de sessões abrangeu, essencialmente, os alunos do 3º e 4º ano de escolaridade dos diferentes estabelecimentos de ensino, tendo como principal objetivo sensibilizar, informar e prevenir as crianças, para a navegação segura da Internet. 

Em nome da Escola Segura e da CPCJ, um agradecimento a todos aqueles que colaboraram e participaram nesta ação.

Pág. 1/5