Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CERVEIRA QUER ESPAÇO DO CIDADÃO EM COVAS

Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira propõe balcão único para Zona Industrial e Freguesia de Covas

Interessada em colaborar na implementação dos Espaços de Cidadão, tirando proveito das potencialidades das tecnologias de informação e comunicação que contribuam para uma melhor relação entre Administração Pública e cidadão, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai apresentar à AMA – Agência para a Modernização Administrativa -, proposta para criação de um Espaço de Cidadão na Zona Industrial e de um micro-balcão na Freguesia de Covas.

Depois de analisar e auscultar as melhores opções para a instalação destes balcões únicos de atendimento ao público, a autarquia cerveirense assinalou duas prioridades: a Zona Industrial pólo II, pela maior concentração de pessoas com interesses diversificados, e a freguesia de Covas, pela distância à sede da vila. A proposta vai ser apresentada pelo Município cerveirense à Agência para a Modernização Administrativa, de forma a puder ser celebrado um protocolo tripartido entre estas duas entidades e a Ceval, Confederação Empresarial do Alto Minho, e a Junta e Freguesia de Covas.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira explica que a instalação e o funcionamento destes espaços de cidadão podem trazer benefícios em termos de desburocratização e poupança de tempo útil aos munícipes cerveirenses, empresas instaladas e trabalhadores, constituindo um potencial desenvolvimento do concelho e permitindo a capacitação do cidadão a interagir digitalmente com a Administração Pública. Fernando Nogueira sublinha que este protocolo permitiria gerir sinergias e levar os serviços da administração pública para próximo dos cidadãos, prestando um melhor serviço.

A rede de espaços de cidadão é coordenada pela AMA e visa a modernização e a simplificação administrativa, constituindo uma iniciativa inovadora de atendimento em balcão único, enquadrada no programa Aproximar, facilitadora da relação com a Administração Pública e visando uma oferta de atendimento complementar aos serviços públicos existentes.

GUIMARÃES REÚNE CÂMARA MUNICIPAL

Agenda do Executivo Municipal para a reunião de Câmara do dia 02 de abril de 2015

32 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da primeira reunião de Câmara do mês de abril de 2015, agendada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

A apresentação do Relatório e Contas 2014 do Município de Guimarães, uma proposta para a criação do Conselho Consultivo da Casa da Memória e outra para a transferência das Oficinas Gerais da Câmara são três dos 32 pontos que fazem parte da Ordem de Trabalhos da primeira reunião do Executivo Municipal no mês de abril, agendada para as 10 horas desta quinta-feira, 02 de abril.

A Vereação irá também conhecer o Plano de Ação do rio Ave, documento já concluído e articulado com entidades fiscalizadoras, que visa corrigir comportamentos e eliminar focos poluidores. Durante a reunião, será apresentado, ainda, o relatório anual de apoios concedidos pelo Município de Guimarães, em 2014, a instituições de solidariedade social do concelho, além de ser analisada uma proposta para a atribuição de apoios a estratos sociais desfavorecidos.

O acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e de realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico é outro tema a ser apreciado pelo Executivo, que votará a celebração de dois protocolos de cooperação: com a empresa Vimágua e um outro com o Instituto Nacional de Estatística.

Entre outros assuntos, será analisada a alteração ao regulamento do Mercado das Antiguidades e da Segunda Mão, a venda em hasta pública de 13 viaturas abandonadas, a afetação ao domínio público de terreno destinado à ampliação do cemitério de Gondar, a adjudicação de serviços de segurança e de vigilância nas instalações dos equipamentos do Município de Guimarães, a doação do direito de superfície do prédio sito na rua Raul Brandão à Cercigui e uma proposta de apoio aos Bombeiros Voluntários de Guimarães para a aquisição de uma ambulância.

A Ordem de Trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal desta quinta-feira é a seguinte:

01 – Ofício remetido ao Secretário de Estado da Administração Local sobre a Lei nº 50/2012.

02 – Apoio a Instituições de Solidariedade Social - Apresentação do Relatório Anual 2014.

03 – Plano de Prevenção de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas - Relatório Anual de acompanhamento relativo ao ano de 2014.

04 – Relatório do Auditor Externo - Certificação Legal das Contas do Município.

05 – Plano de Ação - rio Ave.

06 – Ata da reunião ordinária de 19 de março de 2015.

07 – Relatório de Avaliação do Cumprimento do Estatuto do Direito de Oposição no ano de 2014.

08 – 2015-18-DAG - Empreitada de "Reperfilamento e Beneficiação da Rua S. Torcato e Implantação Placa Giratória da Volta do Pedroso (Azurém) - Aprovação da minuta do Contrato.

09 – Acordo de execução de delegação de competências nas freguesias em matéria de limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros e de realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

10 – Protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal e Vimágua - Partilha de serviços e informação.

11 – Protocolo de colaboração entre o Município de Guimarães e Instituto Nacional de Estatística - Atualização da infraestrutura geográfica. 

12 – Alteração ao Regulamento do Mercado das Antiguidades e da Segunda Mão.

13 – Aquisição de Serviços - Transporte escolar em carreira pública – Ano Letivo 2015/2016.

14 – Aquisição de Serviços - Segurança e de vigilância nas instalações equipamentos do Município de Guimarães. Concurso Público n.º 21-14 - Adjudicação. 

15 – Aquisição de Serviços - Seguro de Acidentes de Trabalho – agosto a dezembro de 2015, 2016 e 2017.

16 – Aquisição de Serviços - Transporte escolar de alunos do 1º CEB - Ano letivo 2015/2016 - Aprovação do pedido de parecer prévio e repartição de encargos.

17 – Hasta Pública nº 1-2015 - Venda de 13 viaturas abandonadas na via pública.

18 – Afetação ao domínio público de terreno destinado à ampliação do cemitério de Gondar.

19 – Arrendamento de Prédio sito em Polvoreira – Transferência das Oficinas Gerais da Câmara.

20 – Doação do direito de superfície do prédio sito na rua Raul Brandão à CERCIGUI.

21 – Doação de fotocopiador à Freguesia da Costa.

22 – Turipenha - Cooperativa de Turismo de Interesse Público de Responsabilidade Limitada - designação dos representantes do Município nos órgãos sociais.

23 – Proposta de apoio para aquisição de ambulância aos Bombeiros Voluntários de Guimarães, no âmbito do 138º aniversário.

24 – Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais - Aprovação da candidatura e da minuta do contrato.

25 – AE Abação - Cedência Autocarro.

26 – EB1 Salgueiral - Cedência Autocarro.

27 – Atribuição de Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos – Subsídio de Deslocação para Pessoas Carenciadas com Deficiência.

28 – Criação do Conselho Consultivo da Casa da Memória.

29 – Rally de Portugal 2015 - Automóvel Club de Portugal - Atribuição de subsídio.

30 – Irmandade de São Torcato - Atribuição de Subsídio.

31 – Revisão Orçamental.

32 – Relatório e Contas 2014.  

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (02.04.2015): http://we.tl/Bu7F4NwxGa (link disponível até 07 de abril 2015)

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES APOSTA NA SEGURANÇA DE PESSOAS, BENS E AMBIENTE

Câmara Municipal de Guimarães reforça serviço de Proteção Civil com viatura de emergência

Veículo operacional servirá de apoio às duas corporações de bombeiros do concelho, à PSP e à GNR de Guimarães. Está equipado com os meios necessários para acudir a situações de primeira emergência.

A Câmara Municipal de Guimarães equipou o Serviço Municipal da Proteção Civil com uma viatura oficial de emergência para apoio aos principais agentes da Proteção Civil, como os Bombeiros e as Forças de Segurança. O veículo destina-se a auxiliar situações de socorro, salvamento e proteção de pessoas, de bens e do ambiente, bem como para apoio logístico e para comando de operações.

Pelas suas características e pelo equipamento incluído, é considerada também uma viatura operacional de apoio, podendo realizar pequenas intervenções de primeira linha em diversos tipos de risco. O modelo de viatura 4x4 está equipado com os meios necessários para acudir a situações de primeira emergência, tais como pequenas cheias e inundações em zonas urbanas, primeira intervenção em incêndios urbanos, deteção de fugas de gás, comunicações de emergência (SIRESP) e para pequenos resgates de viaturas ligeiras.

O veículo permite, também, salvaguardar pontuais falhas de energia, disponibilizando alimentação elétrica em situações provisórias ou de socorro que ocorram, por exemplo, em zonas de montanha, no caso de incêndios florestais ou deslizes de terras, constituindo também uma alternativa em vias rodoviárias, no caso de acidentes de viação.

A aquisição da viatura permite reforçar as competências previstas na lei em relação ao Serviço Municipal de Proteção Civil, estando disponível para todas as deslocações que exijam uma estrutura de comando reforçada no teatro de operações, para o planeamento e prevenção de riscos, ações de sensibilização e educação, avisos à população, bem como para deslocações a diversos tipo de ocorrências no território de Guimarães, prestando apoio logístico e operacional aos Bombeiros de Guimarães e de Caldas das Taipas, bem como às Forças de Segurança.

O novo veículo da Proteção Civil está equipado com sistema de comunicação (rádio compatível com o SIRESP, banda alta e frequência 136 - 174Mhz); dois pontos de ligação de equipamentos com 220v; gerador elétrico alternativo incorporado; bomba de água para inundações de baixo nível incorporada; kit de primeira intervenção em incêndios urbanos, compreendendo três extintores de pó químico de 6kg, três extintores de água de 5kg e três extintores de CO2 de 5kg; detetor de gás portátil multigás; quatro máscaras faciais completas com filtro de respiração; guincho elétrico; gancho de reboque; ponte de luzes de emergência e trabalho.

MUNICÍPIO DE BARCELOS APROVA VERBAS PARA OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO NAS FREGUESIAS

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou na sua última reunião ordinária, realizada a 27 de março, um conjunto significativo de verbas para o melhoramento e pavimentação de espaços públicos (em várias freguesias), no valor aproximado de 200.000,00€. No apoio ao desporto, foram disponibilizados 35.000,00€.

Foram ainda atribuídos montantes à Associação Cultural de Monte de Fralães para os “Cursos de Música de Fralães”; à Rimas e Compassos – Associação Coral para participar num concerto em Coimbra. Também foram autorizados pagamentos de refeições escolares a alunos; subsídio para pagamento a tarefeira e pagamento do passe escolar para jovem que frequenta a Associação Recovery.

Nesta reunião de câmara, foi também aprovado  o Protocolo entre a Câmara Municipal de Barcelos e a Universidade do Porto para a realização da Universidade Júnior 2015. A Universidade do Porto desenvolve todos os anos, no período do verão, um projeto designado por Universidade Júnior que tem como finalidade a sensibilização dos jovens à formação superior, nomeadamente, nas áreas da Ciência, das Letras e das Artes. Visa, também reforçar os processos de exploração vocacional e propõe ação de elevada qualidade científica que ajudem os nossos jovens a estruturar os campos profissionais a que poderão aceder.

As atividades são desenvolvidas sob supervisão constante de um monitor, de segunda a sexta-feira, nos espaços das faculdades da Universidade do Porto.

Outras deliberações

A Adenda ao Protocolo de Colaboração entre o Município de Barcelos e a Casa do Povo de Alvito S. Pedro e o Acordo de Colaboração entre o Município de Barcelos e a Associação Comercial e Industrial de Barcelos, tendo em vista a promoção e realização de um programa cultural e de animação, denominado “Animação de Páscoa” foram também aprovados em reunião de executivo.

CRAV ACOLHE SELEÇÃO REGIONAL DE AUVERGNE (FRANÇA)

A seleção regional francesa de Auvergne classificou-se para os quartos-de-final da Taça dos Comitês, campeonato amador real da França. Com vista a uma melhor preparação desse jogo, a equipa francesa deslocou-se a Arcos de Valdevez, nos dias 27 e 28 de março, para a realização de um estágio que incluiu um jogo amigável com a equipa local, o CRAV.

crav-auvergne(1)

O jogo amigável entre o CRAV e Auvergne realizou-se na tarde de sábado, num ambiente de grande desportivismo para as ambas equipas, que aproveitaram para trocar experiências e conhecimentos acerca da modalidade. Os visitantes venceram o jogo por 17-46.

O convívio prolongou-se num jantar no restaurante Casa Real, com troca de lembranças entre os representantes oficiais dos dois clubes. Como salientou um técnico da equipa de Auvergne, o intercâmbio é um ”momento muito importante, quer em termos de preparação desportiva, quer em termos de motivação e de coesão do grupo de jogadores”.

crav-auvergne(4)

crav-auvergne(2)

crav-auvergne(5)

crav-auvergne(3)

crav-auvergne(6)

crav-auvergne(7)

SECRETÁRIO DE ESTADO DA ALIMENTAÇÃO E INVESTIGAÇÃO AGROALIMENTAR VISITA AQUAMUSEU DO RIO MINHO E CONVENTO DE SAN PAYO EM CERVEIRA

Nuno Vieira e Brito visitou Aquamuseu do rio Minho e Convento San Payo

O Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito, deslocou-se, no passado domingo, a Vila Nova de Cerveira para assistir ao encerramento da exposição ‘O Trimestre da Lampreia’, e conhecer dois pontos de relevante interesse turístico local: Aquamuseu do rio Minho e Convento San Payo. Governante deixou alguns desafios para desenvolver no futuro.

ministro 05

Espaço público de promoção e divulgação do património cultural e natural associado ao rio Minho, o Aquamuseu do rio Minho procedeu ao encerramento de uma exposição que, ao longo de três meses, deu a conhecer a safra da lampreia. O Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar elogiou o trabalho desenvolvido por este equipamento municipal com eco a nível regional, nacional e ibérico. Nuno Vieira Brito lançou ainda um repto aos responsáveis do Aquamuseu e Câmara Municipal para que apresentassem propostas no sentido de se desenvolver um centro de monitorização das espécies mais emblemáticas do rio Minho – sável, lampreia e salmão-, de modo a contribuir para uma melhor gestão de recursos, potenciando uma campanha de repovoamento destas espécies.

Acompanhado pelos membros do executivo cerveirense, o governante ainda visitou o Convento San Payo e toda a coleção particular do Mestre José Rodrigues, tomando conhecimento da recente transformação de três alas daquele convento franciscano do séc. XIII em turismo de habitação. Após obras de remodelação, desde o início desta primavera que o Convento San Payo está a aceitar reservas para as oito suites existentes, complementadas com uma cozinha ou copa em cada ala e quatro salas comuns (duas para refeições e jogos de mesa, e duas com lareira para convívio e leitura). Nuno Vieira e Brito enalteceu o espólio artístico existente e o notável equilíbrio entre modernidade e preservação da traça original conseguida na adaptação daquele espaço a turismo de habitação.

ministro 03

JP SIMÕES NA PROGRAMAÇÃO DE ABRIL EM BARCELOS

Teatro, cinema, música e magia no Teatro Gil Vicente 

A programação do Teatro Gil Vicente durante o mês de abril volta a trazer música, teatro, cinema e também magia.

A Associação Zoom abre a programação com o filme “Adeus à Linguagem”, no dia 2, e, no dia 23, apresenta o documentário “Alentejo, Alentejo” de Sérgio Tréfaut - que leva o espectador numa viagem ao interior do Alentejo onde se descobrem as paisagens, tradições e modo de vida dos seus habitantes -, ambos com início às 21h30.

No dia 4, é a vez de JP Simões, cantor e compositor português, trazer música ao Teatro, às 22h. O dia 18 de abril é dedicado ao concerto do artista brasileiro “Ca cau”, às 21h30, já no dia seguinte, 19 de abril, às 15h, a Banda Musical de Oliveira apresenta o seu CD.

O teatro regressa ao palco nos dias 7, 10 e 11 de abril. No dia 7, é a vez da peça "Alípio Pio Passarinho - Fotógrafo das Emoções”, pela APACI; nos dias 10 e 11 de abril estará em cena a peça “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, pela Capoeira - Companhia de Teatro de Barcelos. Todas com início às 21h30.

No dia 17 de abril, José Paulo Viana traz-nos uma noite de magia, “Matemática Mágica”, dedicada aos mais novos, para incentivar o gosto pela disciplina, às 21h30.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

CRAV MARCA PRESENÇA NO RUGBY YOUTH FESTIVAL EM LISBOA

Nos dias 28 e 29 de março, o complexo desportivo do Estádio Universitário foi palco do torneio internacional Rugby Youth Festival que contou com a participação de 80 equipas oriundas de Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Estados Unidos da América, África do Sul, Canadá, Nova Zelândia e Irlanda.

Sub-15 - 1

Destinado à competição em quatro escalões, designadamente sub-13, sub-15, sub-17 e sub-19, este torneio juntou cerca de 1800 atletas da modalidade. O CRAV fez-se representar no escalão sub-15 com uma equipa liderada por Eduardo Gameiro e Miguel Azevedo e no escalão sub-17 por uma equipa comandada por Renzo Draghi e Paulo Galvão.

Sub-15 - 2

Os jogadores sub-15 do CRAV tiveram uma excelente participação neste torneio, somando quatro vitórias e apenas uma derrota frente ao Belenenses, um dos finalistas no respetivo escalão. A jovem equipa classificou-se em 11º lugar, num total de 24 equipas.

Os sub-17 do CRAV alcançaram o 17º lugar, igualmente num total de 24 equipas, após um balanço neutro de três vitórias e três derrotas.

SUB-17 - 1

À parte dos resultados, é de destacar a experiência única de competir num torneio internacional e assim conviver com atletas de várias nacionalidades. A comitiva do CRAV faz um agradecimento muito especial a todos os pais, amigos e adeptos que acompanharam e apoiaram de perto os jogadores arcuenses ao longo dos dois dias de competição.

Alinharam pelo CRAV sub-15: António Rodrigues, Henrique Calheiros, João Carlos Sousa, Rui Alves, André Esteves, Diogo Ferreira, Diogo Gil Machado, Eduardo Fernandes, João Serôdio, Nuno Rodrigues, Rui Miguel Dias, Bernardo Cruz, Gonçalo Quesado, Nuno Leitão, Kevin Pereira, Sérgio Castro, Simão Freitas, Tiago Tenente, Tomás Oliveira e João Miguel Araújo.

Pelos Sub-17 do CRAV jogaram: Nelson Galvão, Pedro Pita, Tiago Veloso, Domingos Gonzalez, Filipe Araújo, Gonçalo Pereira, Guilherme Barros, João Carlos Pereira, João Marcelo da Mota, João Miguel Sá, José Silva, Luís Carlos Rocha, Miguel Albergaria, Pedro Gomes, Rodrigo Cunha, Tiago Pereira, Bruno Gomes, Cristiano Silva, João Couto, João Luís Fernandes, Mário Aguiam.

SUB-17 Equipa

SUB-15 equipa

SECRETÁRIO DE ESTADO DO DESPORTO MARCA PRESENÇA EM FAFE NA FINAL DO CAMPEONATO EUROPEU DE ANDEBOL

"Estamos sempre onde se defende o desporto e onde se defende a dignidade social" – Pompeu Martins na abertura do Campeonato Europeu de Andebol INAS

Secretário de Estado do Desporto vai estar na final na próxima sexta-feira

A cerimónia oficial de Abertura do Campeonato Europeu de Andebol Adaptado decorreu, ontem à noite, no Teatro Cinema.

DCS_6308

Na cerimónia, o vereador do desporto, Pompeu Martins, deu a boas vindas aos atletas e equipa técnica das seleções portuguesa, francesa e polaca, congratulando-se por Fafe acolher um evento tão importante como é o Campeonato Europeu de Andebol Adaptado, realizado pela primeira vez. 

" Há duas razões que nos levaram a acolher este evento. A primeira prende-se com o facto de Fafe ser uma cidade de referência no que ao andebol diz respeito. Temos um histórico longo da prática de andebol. O Andebol Clube de Fafe é uma instituição de respeito e reconhecimento, que já deu mostras do seu enorme valor. Aceitamos também receber este campeonato, pela CerciFaf, que tem um papel preponderante no desenvolvimento do concelho. É uma instituição que nos enche de orgulho pelos resultados até agora obtidos. O trabalho destas duas instituições fez-nos aceitar e apoiar este Campeonato", explicou.

DCS_6299

Pompeu Martins referiu-se ainda à excelência do desporto praticado em Fafe.

"Temos investido muito na prática desportiva e no apoio a causas sociais e é um gosto para nós que gentes de fora venham conhecer esta cidade fantástica, com paisagens belíssimas e uma gastronomia de referência. Podem contar sempre connosco. Estamos sempre onde se defende o desporto e onde se defende a dignidade social", concluiu. 

DCS_6403

Na ocasião, Mário Lopes, Presidente da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, dirigiu as suas palavras de agradecimento a todos os membros da organização e em especial a Fafe por tão bem receber e por apoiar este campeonato.

"Este evento é um exemplo de um processo de aproximação entre associações. O trabalho desenvolvido pela Andi, um dos nossos associados, é um exemplo pela prática desportiva e pelo alto rendimento.  A Federação Portuguesa de Andebol tem também o grande mérito de ter as portas abertas para a prática de andebol por todos"

DCS_6426

Joaquim Escada, representante da Federação Portuguesa de Andebol, aproveitou para falar do Andebol For all.

"Começamos em 2010, e passados quatro anos, há 18 clubes e instituições a praticar andebol por todo o país, há perto de 300 jovens com deficiência intelectual a jogar andebol, foram organizados inúmeros campeonatos nacionais e regionais", destacou. 

Com uma plateia animada e entusiasta, alguns jovens e atletas da Cercifaf abrilhantaram a cerimónia com um momento musical.

DCS_6449

Fausto Pereira, Presidente da INAS Portugal e da Andi-Portugal, finalizou a cerimónia, com a Declaração de Abertura, mas sem antes sublinhar o facto de estarmos perante um evento desportivo organizado pela 1ª vez em todo o mundo. 

"A Andi já organizou vários campeonatos, mas esta é a primeira vez que organiza um evento com a federação da modalidade. Apesar dos tempos difíceis, não tivemos que mudar o rumo, e juntos trabalhamos para a inclusão através do desporto", revelou.

DSC_3535

O 1º Campeonato Europeu de Andebol Adaptado começou esta manhã, com Portugal a vencer a França por 20-9. A final está marcada para sexta-feira, às 16h00, no Pavilhão Municipal de Fafe, e vai contar com a presença do Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, Emídio Guerreiro.

DSC_3533

 

GUIMARÃES APRESENTA ECOVIA

A Sessão pública de apresentação da Ecovia de Guimarães - Plano de Ação de promoção da bicicleta tem lugar no dia 18 de abril, no Laboratório da Paisagem

Município aposta em novas formas de mobilidade. Primeira apresentação da “Ecovia de Guimarães” tem por objetivo envolver no processo todos os vimaranenses.

Ecovia_Guimaraes

A Câmara Municipal vai promover uma sessão pública de apresentação do programa preliminar da “Ecovia de Guimarães e do Plano de Ação de promoção da bicicleta” em Guimarães, aberta a toda a população, no dia 18 de abril, às 15:30 horas, no Laboratório da Paisagem.

O Município de Guimarães está muito empenhado em fomentar novas formas de mobilidade “mais amigas do ambiente e do território”, onde o uso da bicicleta será uma opção válida e central na construção desta mobilidade dita “de modos suaves”. A apresentação deste programa preliminar, que está a ser elaborado pelos serviços técnicos municipais, versará nos seus pressupostos e objetivos a proposta da rede geral de percursos e do traçado dos troços pedocicláveis de suporte da rede e os seus perfis tipo.

Complementarmente, a Autarquia abordará o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo e apresentará um primeiro esboço do “Plano de Ação” de promoção da bicicleta em Guimarães, como veículo de transporte, lazer, trabalho, de viagens circunstanciais e contributivo de um ambiente urbano mais qualificado.

É de assinalar que, deste plano de ação, a “Ecovia de Guimarães” é um projeto emblemático e estruturante na construção de um novo nível de exigência para consolidar o estatuto de Guimarães como uma cidade de excelência.

Com esta sessão, que contará com a presença do Presidente do Município, pretende-se dar nota pública do trabalho desenvolvido e promover a partilha, com todos os vimaranenses interessados, das intenções, da visão e do trabalho feito, chamando a participar, e envolver, a população no processo, assinalando a importância do envolvimento desta mesma população no processo e o impacto do mesmo no território.

MINHO COMEMORA DIA NACIONAL DOS MOINHOS

MOINHOS ABERTOS - 201507 de Abril (Terça Feira) – Dia Nacional dos Moinhos11 (Sábado) e 12 de Abril (Domingo) – Dia dos Moinhos Abertos

Consulte o programa completo em www.moinhosdeportugal.org

É já a seguir à Páscoa: 327 moinhos de portas abertas em todo o País!

Após o sucesso de 2014 voltamos a assinalar o Dia Nacional dos Moinhos e a organizar, em todos o país, a iniciativa Moinhos Abertos de Portugal nos dias 7, 11 e 12 de Abril (terça, sábado e domingo) de forma a permitir a participação de todos.

2015 é um ANO RECORD!

Esta iniciativa realiza-se já pelo oitavo ano consecutivo e a adesão continua a aumentar.

Este ano participam nos Moinhos Abertos 327 moinhos (mais 47% que em 2014) moinhos em 141 núcleos moageiros de 17 Distritos em 64 Municípios do Continente e Região Autónoma dos Açores.

7 de Abril 2015 - kickoff (pré-inscrições e candidaturas de projectos de reabilitação de moinhos workshop “Já – Viveiro de Projectos”)

Maio a Setembro (desenvolvimento conjunto dos projectos a apresentar no encontro)

7 e 8 de Novembro- Realização Painel Molinologia e Workshop “Já – Viveiro de Projectos”

Após uma década de interregno sobre a realização do II Encontro Nacional e do Simpósio Mundial de Molinologia, a Etnoideia organiza o III Encontro Nacional de Molinologia dada a pertinência e urgência do tema na conjuntura actual.

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha é co-organizadora, perspectivando-se um programa de bom nível dado o rico património molinológico local e o dinamismo municipal na sua preservação e valorização. Porquê o Encontro?

Portugal precisa como nunca de desenvolver o seu interior e de qualificar as suas cidades. Os nossos moinhos são importantes activos para o desenvolvimento sustentável, qualificação dos territórios, empreendedorismo ao nível das indústrias criativas e do turismo, por exemplo. Mas também para a construção da designada economia verde e para a qualificação ambiental das regiões e requalificação urbana, não esquecendoas importantes funções educativa, de lazer e de interacção e coesão social. No entanto, o seu declínio acentuado pela crise e pelo envelhecimento dos detentores dos saberes tradicionais coloca em risco este importante património.

O que buscamos?

Por isso, mais do que nunca, é oportuno convocar a cidadania dos portugueses e as suas instituições autárquicas, associativas e económicas para a sua recuperação e valorização numa perspectiva de criação de riqueza e geração de oportunidades, tendo os jovens como prioridade e a estratégia Portugal 2020, em que os moinhos se integram claramente, como oportunidade de financiamento e activação de processos de desenvolvimento comunitário de base local integrando os moinhos tradicionais portugueses nas novas soluções para os territórios.

Como faremos para conseguir acção Já?

Deste modo, o III Encontro Nacional de Molinologia desenvolve-se em duas vertentes. Por um lado, na recolha, aprofundamento e partilha do Saber e do Saber Fazer tradicionais ao nível da Etnotecnologia e da Molinologia Portuguesa. Por outro, na reflecção-acção conjunta através do desenvolvimento de projectos viáveis de reabilitação e valorização de moinhos tendo em vista a intervenção imediata e urgente. Esta segunda vertente desenvolve-se´no âmbito do Workshop “Já – Viveiro de Projectos”, através de uma metodologia inovadora em duas fases.

A primeira tem início no Dia Nacional dos Moinhos e pretende-se que os promotores das iniciativas dos Moinhos Abertos e os seus visitantes discutam este tema, debatam perspectivas e tenham ideias que serão propostas pelos mesmos à organização do Encontro.

Depois de seleccionadas as ideias de projecto irão ser trabalhadas (Maio a Setembro) pela Etnoideia em conjunto com os promotores tendo em vista o seu desenvolvimento ao ponto de poderem ser apresentadas pelos promotores no workshop para buscas de projectos e financiamentos onde serão convidados a participar os GAL- Grupos de Acção local / ADL – Associações de Desenvolvimento Local, CCDRs e Municípios respectivos, bem como empresários e potenciais investidores.

O que é o “Dia dos Moinhos Abertos”?

O conceito desta actividade é extremamente simples:

Fazer funcionar em simultâneo e abrir ao público para acesso livre tantos moinhos quantos for possível em todo o país!

Moinhos Abertos é uma iniciativa de alcance nacional e ampla divulgação com o objectivo de chamar a atenção dos Portugueses para o inestimável valor patrimonial dos nossos moinhos tradicionais, por forma a motivar e coordenar vontades e esforços de proprietários, organizações associativas, autarquias locais, museus, investigadores, molinólogos, entusiastas e amigos dos moinhos.

Esta iniciativa promovida pela Etnoideia tem o apoio da TIMS, Sociedade Internacional de Molinologia, cujos membros não pertencentes à Rede Portuguesa são convidados a aderir e colaborar. A TIMS colabora ainda ao nível da divulgação internacional do evento por todo o mundo.

Os Moinho contam com a participação activa de inúmeros proprietários de moinhos, moleiros, entusiastas, investigadores, empresários, autarquias, museus… em todo o território nacional!

Este dia, além de chamar a atenção para os moinhos tradicionais portugueses serve também para identificar problemas e oportunidades, germinar projectos e ideias, ou mesmo para levar a cabo pequenas beneficiações (limpezas, pinturas, consertos de coberturas, etc) com a participação de activistas e visitantes que o pretendam, preservando os moinhos e criando dinâmicas em torno deles.

Mas este dia constitui também uma oportunidade única para aumentar o número de pessoas e instituições que constituem a Rede Portuguesa de Moinhos reforçando a sua implantação e representatividade nacional e, consequentemente, a sua capacidade de acção a favor dos moinhos tradicionais portugueses.

PONTE DE LIMA PROCEDE AO ALARGAMENTO DA ATUAL REDE DE ESGOTOS NO LOTEAMENTO DE CRASTO EM SÃO JOÃO DA RIBEIRA

O Executivo Municipal de Ponte de Lima visitou hoje as obras de alargamento da atual Rede de Esgotos, no loteamento de Crasto, na freguesia da Ribeira, conhecido pelo Loteamento J. Alves. Localizado na zona urbana de Ponte de Lima, está dotado de 60 lotes e o seu ano de construção data de 1981.

IMG_4383

A obra, que abrange aproximadamente 8.500m2 de pavimentação de arruamentos e 1.650 m2 de passeios, inclui a construção de infraestruturas  ao nível do abastecimento de água, águas residuais, águas pluviais e rede de gás.

A infraestrutura de drenagem construída tinha características de rede unitária, o que se traduz em residuais e águas pluviais misturadas com encaminhamento para fossas coletivas, situação que se corrigiu com a introdução de uma rede separativa em todo o loteamento, culminando com entregas distintas, quer na rede pública de saneamento quer na rede pública de águas pluviais.

IMG_4387

De referir ainda que a rede de abastecimento de água existente, por ser muito antiga, apresentava problemas de roturas frequentes, situação que foi também resolvida com a total substituição de toda a rede de abastecimento de água.

Atendendo a que existe rede de distribuição de gás na proximidade do loteamento, a Câmara Municipal aprovou incluir a instalação da conduta de gás natural para futuro fornecimento aos moradores.

IMG_4391

A população servida por esta obra estima-se em 200 habitantes.

O custo estimado em fase de projeto para a obra foi de 436.720,00 euros, tendo resultado no valor final total de 354.586,32 euros.

O investimento foi submetido a uma candidatura em regime de Overbooking no âmbito do POVT – Plano Operacional Temático Valorização do Território.

Esta intervenção a cargo da Câmara Municipal de Ponte de Lima insere-se no âmbito da política de melhoria continua em todo o concelho, no sentido melhorar as condições de mobilidade e acessibilidade essenciais para toda a comunidade.

IMG_4392

IMG_4393

PÓVOA DE LANHOSO PREMEIA VENCEDORES DE CONCURSO LITERÁRIO

Concurso Literário António Celestino com vencedores encontrados

Já estão entregues os Prémios do Concurso Literário António Celestino. Criar e consolidar hábitos de leitura, fortalecer práticas de escrita criativa e valorizar a expressão literária são os objetivos desta iniciativa, que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promove e organiza, numa parceria entre o Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) da Biblioteca Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares.

Vereadores com Conceicao Oliveira 1

No primeiro escalão, Maria de Fátima da Silva Pereira recebeu o primeiro prémio. No segundo escalão, o júri atribuiu o primeiro prémio a João Pedro Pereira da Silva. Daniela Soares Maia obteve o primeiro prémio referente ao terceiro escalão. Quanto ao escalão Ensino Secundário/Público em geral, o primeiro prémio foi atribuído a Maria Francisca Barroca Bartilloti Matos com o trabalho “Memórias de Antunes Guimarães”.

Esta cerimónia contou com a presença especial da professora Conceição Oliveira, carinhosamente tratada por Sãozinha, que foi a companheira durante anos de António Celestino.

Instituído há alguns anos pelo Município da Póvoa de Lanhoso, o Concurso Literário António Celestino é uma justa homenagem a um artista das letras das Terras de Lanhoso, António Simões Celestino da Silva, poeta, escritor e amante das artes, falecido em 2013.

A cerimónia contou com entrega de certificados de participação a todos os concorrentes e com a animação musical de dois jovens, Ângelo Fernandes e Cristiana Fernandes. E envolveu ainda a apresentação de pequenos excertos dos trabalhos vencedores em cada categoria.

A cerimónia decorreu na noite de 16 de março, no Theatro Club. Elogio da escrita e da leitura.“Na semana em que damos destaque ao trabalho concelhio desenvolvido ao nível da educação, como seja a semana da leitura, é justo que publicamente se reconheça o esforço diário de todos os agentes educativos locais no sentido de disponibilizar aos nossos jovens o acesso a um serviço de educação de qualidade”, referiu a Vice-Presidente da Câmara Municipal e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca.

Salientando que “o trabalho realizado ao nível da rede de bibliotecas escolares só é possível ser concretizado, porque melhorámos as condições físicas das escolas”, anunciou que “é com satisfação que acolhemos a notícia da aprovação de mais uma candidatura para a requalificação de uma das bibliotecas escolares concelhias, a qual irá decorrer com a colaboração de todos, a rede das bibliotecas escolares, o agrupamento Gonçalo Sampaio e a autarquia”.

De acordo com a mesma responsável, o trabalho articulado pela biblioteca municipal e as bibliotecas escolares, os agrupamentos de escolas, através das suas direções, os professores, em particular os professores bibliotecários, “tem sido bastante produtivo, contribuindo para a literacia, para a cidadania participativa e para a formação integral das nossas crianças e jovens”.

Agradecendo aos serviços e técnicos da autarquia e aos professores bibliotecários pelo empenho que têm demonstrado na organização do Concurso e saudando todos aqueles que se associaram a esta iniciativa, Gabriela Fonseca considerou que, “de ano para ano, tem-se verificado uma adesão cada vez maior a este concurso, o que é salutar.

Os textos apresentados foram muitos e de qualidade, dificultando assim o trabalho do júri”. Felicitou ainda os vencedores, esperando que este prémio lhes sirva de incentivo para futuras participações nesta ou noutras áreas. “Para os que não venceram, que não desistam pois a escrita permite-nos voar, sonhar, imaginar, viajar no tempo e no espaço. Permite-nos transpor para o papel os nossos sentimentos. É uma forma de aprendizagem e de libertação. A maior escola para alguém que queira escrever é ter lido. Como e quando começar? Eu diria hoje”.

Gabriela Fonseca agradeceu ainda a presença da companheira de António Celestino, Conceição Oliveira. O mesmo agradecimento foi proferido pelo Vereador para a Cultura, Armando Fernandes, que interveio na abertura da cerimónia de entrega de prémios. Agradeceu ainda aos muitos concorrentes que nos brindaram “com excelentes trabalhos, muito criativos”, aos parceiros e aos patrocinadores.

“Não me atrevo sequer a falar de António Celestino, porque estou na presença do seu maior estudioso, do maior conhecedor da sua teia cultural, do maior entusiasta da sua imortalidade. Sim, porque os artistas não morrem. Os artistas vivem para sempre através da sua obra. E o meu amigo Dr. José Abílio Coelho, tudo tem feito para que a memória de António Celestino permaneça bem viva”, prosseguiu.

Recordou ainda que o concurso literário, “sendo uma iniciativa do Pelouro da Cultura, em parceria com a rede concelhia de bibliotecas escolares, tem como objetivos principais criar e consolidar hábitos de leitura, fortalecer hábitos de escrita criativa e valorizar a expressão literária”. E considerou: “Estes são os alicerces de um projeto que pretendemos valorizar cada vez mais. É nosso objetivo, no próximo ano, envolver mais parceiros nesta iniciativa, relevar de uma forma mais vincada o mecenato cultural a fim de podermos dar a este concurso literário uma outra dimensão, quem sabe até uma dimensão nacional”.

Armando Fernandes adiantou ainda que “é com este objetivo que pretendemos começar a trabalhar de mãos dadas com a rede concelhia de bibliotecas escolares. Haverá necessidade de fazer adaptações ao regulamento do concurso, haverá necessidade de começar a abordar eventuais patrocinadores, mas se todos quisermos que isso aconteça, estou certo que conseguiremos”.

O Vereador aludiu ainda ao trabalho em rede e referiu que naquele dia estiveram dezenas de crianças, naquela mesma sala, a assistir a uma peça em comemoração do Dia Mundial do Teatro. Explicou ainda que os serviços educativos do município têm produzido alguns trabalhos para levar para as escolas, como as leituras encenadas. “Queremos que os meninos e as meninas das nossas escolas conheçam o nosso património edificado. Pensamos que estamos no bom caminho. Queremos ser parceiros na construção de uma consciência cultural coletiva que vise valorizar aquilo que é nosso”, finalizou.

Presente na cerimónia esteve ainda a diretora do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio, Luísa Rodrigues Sousa Dias, que, de entre outras considerações, felicitou a Câmara Municipal “por mais uma iniciativa promotora do livro e da leitura”. Ainda durante a sua intervenção, referiu que “não é por acaso que verificamos que os problemas com a leitura e a escrita têm implicações fortíssimas ao nível das aprendizagens de todas as disciplinas que compõem o currículo”.

Para além de outros aspetos, como a alusão ao trabalho de professores, em especial os bibliotecários, e pais, salientou ainda que “não há um aluno que seja bom aluno se não conseguir ler e escrever corretamente.

O Diretor do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso, José Ramos Magalhães, também interveio, referindo, de entre outras considerações, pretender apenas “homenagear aqueles que tiveram a ousadia de se aventurarem nesse trabalho que é a escrita. Nos tempos que correm é muito difícil as escolas motivarem os alunos para escrita. Por isso, em tudo o que nos fizermos para que eles escrevam, para que eles leiam, estamos a trabalhar para uma sociedade melhor, mais justa, mais equilibrada e mais preparada”.

Lista de vencedores:

1.º escalão

1.º prémio – Maria de Fátima da Silva Pereira - “As roupas da Lua”

2.º prémio – Sara Dias Mota Matos

3.º prémio – Sancler Miguel de Araújo Freitas

2.º escalão

1.º prémio – João Pedro Pereira da Silva -“A caça ao Tesouro”

2.º prémio – Sofia Carolina Lopes Queiroz Pereira

3º Prémio – Francisca Henrique Barros Pereira

3.º escalão

1.º prémio – Daniela Soares Maia - “Só quero 1 explicação!”

2.º prémio – Ana Margarida Cruz Ramos

3.º prémio – Bruno José Ferreira Freitas Escalão Ensino Secundário/Público em geral

1.º prémio – Maria Francisca Barroca Bartilloti Matos - “Memórias de Antunes Guimarães”

2.º prémio – Cunha de Leiradella                 

3.º prémio – Maria Luísa Monteiro de Fonseca

Vencedora do escalao ensino secundario e publico e

GUIMARÃES COMEMORA DIA DO AUTISMO

Guimarães comemora de 1 a 5 de abril o Dia do Autismo com monumentos iluminados com a cor azul

Município de Guimarães associou-se ao movimento mundial “Acendam a Luz Azul”.

Guimaraes_Dia_Autismo

No dia 09 de abril, EB 2,3 João de Meira recebe palestra, de livre acesso, sobre autismo e o The Son-Rise Program. Inscrições abertas.

O Padrão do Salado, situado no Largo da Oliveira, e o edifício da Câmara Municipal de Guimarães vão estar iluminados com a cor azul, entre esta quarta-feira e domingo, 01 e 05 de abril, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, que incluem também a realização de um colóquio no dia 09 de abril, data em que a organização propõe aos vimaranenses a utilização de uma peça de roupa de cor azul como forma simbólica de associação ao evento “Acendam a Luz Azul”. Neste dia, dada a relevância da causa, o Município, juntamente com a Associação Vencer o Autismo (www.vencerautismo.org), vão promover uma palestra na escola EB 2,3 João de Meira, pelas 17:30 horas, cujas inscrições estão abertas, podendo ser efetuadas através de contacto telefónico (914 279 669) ou por correio eletrónico (info@vencerautismo.org).

A ação pretende desenvolver e aumentar o conhecimento sobre o autismo, fornecer mais informação sobre a importância do diagnóstico e intervenção precoce, além de aprofundar os princípios e técnicas do “The Son-Rise Program”, modelo de desenvolvimento que, entre outros objetivos, recria situações sociais num ambiente sem distrações, para que se consigam reproduzir situações sociais e familiares mais comuns.

A Assembleia Geral das Nações Unidas designou o dia 02 de abril como Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, iniciando as comemorações em 2008, ano em que várias entidades se associaram ao movimento “Light it up Blue”, tendo sido instituída a cor azul para identificar esta celebração.

A campanha, promovida em Portugal pela Federação Portuguesa de Autismo e desenvolvida a partir da maior organização americana de autismo - a Autism-Europe e Autism Speaks - apela a que todos os edifícios e monumentos se acendam de azul, como alerta para a consciencialização sobre esta problemática.

O autismo é uma perturbação neurobiológica complexa que influencia a comunicação, o comportamento e as relações sociais, sendo uma fonte de preocupação crescente no domínio da saúde pública a nível mundial, dado que afeta cerca de 67 milhões de pessoas no mundo.

FAFE APOIA FAMÍLIAS CARENCIADAS

Medidas sociais apresentadas em Janeiro, em 3 meses: Mais 200 famílias estão a ser apoiadas pela Câmara Municipal de Fafe

100 alunos do ensino superior beneficiam de Bolsas de Estudo O programa social lançado pela câmara municipal de Fafe apoia, desde que foi lançado, em Janeiro, mais de duzentas pessoas.

Atendendo ao atual cenário económico, cujo desemprego é um dos maiores flagelos que afeta jovens, menos jovens e agregados familiares inteiros, a Câmara Municipal de Fafe lançou, um primeiro pacote de novas medidas sociais, que representam um investimento superior a 200 mil euros e que estão divididas em 4 eixos, destinando-se a apoiar munícipes que se encontram em situação de comprovada carência económica, permanente ou pontual.

Três meses após a entrada em funcionamento, os números falam por si. São mais de duzentas as pessoas que o município está a apoiar, estando cerca de cem pedidos ainda em análise, nas várias áreas.

Os pedidos de atribuição de Bolsas de Estudo a estudantes do Ensino Superior do concelho são os mais frequentes. Com um orçamento de 100 mil euros para o ano de 2015, já foram beneficiados com este programa 106 alunos, num total de cerca de 45 mil euros investidos, estando, neste momento, alguns pedidos em análise.Com este apoio a autarquia pretende incentivar os alunos que revelam capacidades para prosseguirem os estudos, privilegiando aqueles que demonstrem dificuldades económicas e cujo agregado resida no concelho.

Outra das áreas que recebeu um número considerável de pedidos diz respeito ao Fundo Social de Emergência. Ao todo, estão a beneficiar deste apoio 80 pessoas, num investimento de mais de 6 mil euros, sendo o orçamento para esta área em 2015, de 30 mil euros.

Recorde-se que esta medida é destinada a agregados familiares ou indivíduos em situação comprovada de carência económica, e ainda a situações de emergência social, que resultem de insuficiência económica inesperada, ou relacionado com risco social e/ou de saúde, para a qual as entidades competentes nas respetivas áreas de atuação não possam dar resposta em tempo útil.

No que se refere ao Apoio à Renda, embora as candidaturas estejam disponíveis desde o início do ano, os pedidos começaram a ser feitos apenas em março. Neste momento, um mês depois, estão abrangidas pela medida 38 famílias, estando 53 pedidos em análise.

Para esta área está previsto um investimento, em 2015, de 100 mil euros, tendo sido gastos até agora, cerca de 3 200euros.Com este apoio, a autarquia atribui um subsídio a agregados familiares em que um dos elementos esteja desempregado e a pessoas que se encontrem em situação de comprovada incapacidade económica para suportar a totalidade da renda, quer no âmbito de um contrato de arrendamento, quer no âmbito de empréstimo bancário à habitação.Com este conjunto de medidas, a Câmara Municipal de Fafe quer garantir que os Fafenses mais carenciados possam ver aliviadas as suas dificuldades, nomeadamente em termos de alimentação, casa, educação e saúde.

O presidente da câmara municipal de Fafe, Raul Cunha, relembra que a área social é uma das prioridades deste executivo e que neste mandato a ajuda a quem mais precisa será uma constante.“A área social tem sido e vai continuar a ser uma das nossas prioridades. Quando fomos eleitos, fomos escolhidos para orientar o concelho, para ser o fio condutor dos munícipes. Se confiaram em mim e na minha equipa, não posso deixar de criar medidas de apoio, numa altura difícil como a que atravessamos”.

Raul Cunha esclarece ainda que o investimento nesta área é o garante para um concelho melhor.“As pessoas são o passado, o presente e o futuro de um concelho. Por isso, não podemos deixar de as apoiar, sob pena de perdermos o que de melhor temos”, disse, lembrando que “os munícipes serão sempre a prioridade deste executivo”.

Recorde-se que o novo programa social está a ser gerido pelo Serviço Social do Município, onde se devem dirigir as pessoas interessadas.

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO OFERECE SOBREIROS À POPULAÇÃO

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso ofereceu cerca de 80 sobreiros à população, no âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Floresta. Esta atividade, que a Câmara Municipal promoveu através do Gabinete Técnico Florestal do Município teve a colaboração do Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos e de cerca de 20 alunas do Clube da Floresta da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, de professoras e do próprio diretor do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso, José Ramos.

Oferta de sobreiros a população 1

A população foi surpreendida com a oferta, gratuita. Estas comemorações decorreram junto ao Pingo Doce e junto ao Intermarché, na Vila da Póvoa de Lanhoso, no dia 18 de março.

O sobreiro representa uma das espécies florestais mais representativas do nosso país. Os povoamentos de sobreiros podem ser usados somente para produção de madeira e cortiça, mas igualmente com atividades complementares importantes, como pastagem e pastoreio, cogumelos silvestres, produção de plantas aromáticas e medicinais, fauna silvestre a turismo e recreio.

Está sujeita a legislação que a protege de cortes ou podas, pelo que para serem realizadas estas ações a legislação obriga a um pedido de autorização (Decreto-Lei n.º 169/2001, de 25 de maio, com alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 155/2004, de 30 de junho). A primeira extração de cortiça é realizada pelos 20 a 30 anos do sobreiro e as seguintes com um intervalo mínimo de nove anos. No entanto, apenas a partir da 3.ª extração a cortiça atinge elevada qualidade, sendo a chamada cortiça amadia.

A cortiça tem um leque alargado de usos e utilizações, sendo o mais conhecido a utilização de rolhas que promove o envelhecimento e o desenvolvimento de vinhos e aguardentes de elevada qualidade. No entanto, é utlizado igualmente na indústria automóvel, construção civil, aeroespacial, vestuário e uma infinidade de usos e utilizações que vão sendo descobertas.

Sensibilizar para a importância da floresta, para as espécies autóctones e, em especial, do sobreiro como espécie florestal a preservar, e importante na defesa da floresta contra incêndios, foi o objetivo desta ação.

Para além disto, desde 22 de dezembro de 2011, o Parlamento português aprovou, por unanimidade, o Projeto de Resolução que institui o sobreiro como a Árvore Nacional de Portugal.

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA PLANO DE EMERGÊNCIA DE PROTEÇÃO CIVIL

Decorreu esta segunda-feira, dia 30 de março, nos Paços do Concelho a apresentação do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil (PMEPC) à Comissão Nacional de Proteção Civil, a qual deu parecer favorável, sendo agora o mesmo remetido para a ANPC para aprovação definitiva.

apresentacao_plano_Municipal de Emergencia de Prot

O presente Plano, que já não era revisto desde 2009, reflete as preocupações da Autarquia liderada pelo Presidente João Manuel Esteves, no que respeita ao bem-estar e segurança das pessoas e bens.

Pretende antecipar cenários suscetíveis de desencadear acidentes graves ou mesmo de catástrofe, através de procedimentos que aumentem a capacidade organizativa e operativa na resposta à emergência, estabelecendo, assim, a tipificação dos riscos existentes, as medidas preventivas a adotar, a identificação dos meios e recursos disponíveis e mobilizáveis, os critérios de mobilização e os mecanismos de coordenação, a estrutura operacional que garante a unidade de comando, direção e controlo permanente da situação e a definição das responsabilidades dos intervenientes com competências no domínio da proteção civil.

PROGRAMA DA REDE SOCIAL DE ESPOSENDE APOSTA NO ENVELHECIMENTO ATIVO

O Programa “Envelhecimento Ativo 2015”, desenvolvido no âmbito da Rede Social, continua a mobilizar a comunidade idosa do concelho de Esposende em torno de um conjunto variado de atividades.

DSC_0109

Promover uma cultura de envelhecimento ativo baseada numa sociedade para todas as idades é o principal objetivo deste programa, no âmbito do qual decorreu, no passado dia 27 de março, o 3.º Torneio de Boccia promovido pela ASCRA (Associação Social, Cultural e Recreativa de Apúlia), nas suas instalações.

A atividade envolveu a participação de sete Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), num total de 102 jogadores e 34 equipas, tendo proporcionado o convívio entre utentes das instituições participantes.

DSC_0027

Uma das equipas concorrentes do Centro Social da Paróquia de Curvos foi a vencedora deste Torneio, tendo o 2.º e o 3.º lugares sido conquistados pela ACARF (Associação Cultural Artística e Recreativa de Forjães).

Também integrado no Programa “Envelhecimento Ativo” decorreram, no passado dia 11, no Centro Social da Juventude de Belinho, e, no dia 18, na Santa Casa da Misericórdia de Esposende, sessões de “Encontros para a Saúde”, promovidas pelo Centro de Saúde de Esposende. Esta iniciativa visa promover uma maior sensibilização para os especiais cuidados a ter com a saúde da pessoa idosa nas suas diversas componentes, designadamente física, psicológica e social.

DSC_0122

Os idosos das Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho vão ter oportunidade, amanhã, dia 1 de abril, pelas 14h30, no Salão Paroquial de Curvos, de reviver e assistir à Via Sacra encenada pelos idosos do Centro Social da Paróquia de Curvos.

O programa tem privilegiado o trabalho em rede com as IPSS, Juntas de Freguesia e outras instituições locais - públicas ou privadas, Parceiros da Rede Social de Esposende, no sentido de potenciar a implicação dos diferentes atores locais nas dinâmicas sociais desenvolvidas no concelho.

DSC_0127

Pág. 1/25