Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

SAIBA O QUE VAI ACONTECER EM GUIMARÃES ESTE FIM-DE-SEMANA!

Música, economia e cinema são temáticas de eventos que acompanham Guimarães no fim-de-semana em que nos despedimos de outubro e entramos no penúltimo mês de 2014. O mês das nossas Nicolinas. E já só faltam 29 dias…

Guimaraes_eventos_31OUT_1e2NOV

Se tem “receio” de sair na noite do Halloween, saiba que Guimarães oferece-lhe muitas propostas onde se pode “refugiar” esta sexta-feira. A comemorar 500 anos, a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, pelas 21 horas, inaugura a exposição “Maria!” que assinala seis anos da abertura do seu Percurso Museológico, projeto que já recebeu mais de 13.000 visitantes, de 50 nacionalidades. Após visita à exposição, será realizado um concerto de órgão, o último da programação do VI Festival Internacional de Órgão Ibérico.

Pelas 21:45 horas, depois de começarem os primeiros acordes no Convento de Santo António dos Capuchos, perto do vimaranense “Hospital Velho”, tem início na Plataforma das Artes a 15ª Festa do Cinema Francês, com a exibição do filme “Libre et Assoupi”. No Instituto de Design, há concerto dos "Peixe:Avião", às 22 horas, no âmbito do evento económico "EmpreendANPME". Festas de Halloween? Há muitas. O Círculo de Arte e Recreio (CAR) promove uma na Rua Francisco Agra, em Santa Luzia, com início às 22 horas. Vá… sem medo.

Em noite especial, um concerto alternativo! Os "Western Guys", uma banda de Country Blues, atua na Casa Amarela, no Largo da Oliveira. Também às dez da noite, o CAAA, no quarteirão da Caldeiroa, inaugura três exposições: "Lacaton & Vassal: Duas Obras", "AUTOUR DES DOCUMENTS R2 Design" e "plica – Fábrica de Artigos". Enquanto a noite avança, fazem-se "figas" para que cheguem as 24 horas. No Café Concerto do CCVF, é apresentado o álbum “Águas Livres”, o mais recente trabalho de Pedro Lucas, produzido entre Londres e... Alvito.

FESTA, FUTEBOL... FIM-DE-SEMANA!

Já refeitos de sustos, doçuras e travessuras, o sábado dos vimaranenses começa no Instituto de Design com "estilo"... económico! Em Couros, a partir das 09 horas, termina o evento "EmpreendANPME". Por se tratar do primeiro sábado do mês, o acesso ao Paço dos Duques (11h) e Museu de Alberto Sampaio (15h) tem desconto garantido para os visitantes, no âmbito do programa "Um monumento dois bilhetes".

Bilhetes, ainda há? O Estádio D. Afonso Henriques promete encher para o jogo grande da 9ª jornada da Liga de Futebol, entre Vitória e Sporting. Espera-se um jogo de grandes emoções, de preferência sem casos. Sim, porque se é em teatro que estão a pensar, esse, está reservado para a noite. No Grande Auditório do CCVF, assiste-se à peça "Negócio Fechado", inspirada no ofício dos agentes imobiliários. Já pelas 21:45 horas, a Plataforma das Artes e da Criatividade recebe a projeção do filme "Hope", no segundo dia da Festa do Cinema Francês.

Mais festa? Então o Círculo de Arte e Recreio dá! O nosso CAR inicia este sábado as comemorações do seu 75º aniversário. Às 22h30, principia um concerto intimista ao som do piano com José Miguel Costa e Celina Tavares, com o projeto “Cartografias”. Meia hora depois, há mais música na Casa Amarela, pelas 23 horas, com um concerto dos "Given to Flow", um tributo aos Pearl Jam.

Em época de Halloween, o fim de semana termina como começou: em festa. No domingo, joga-se mais uma jornada da festa do futebol, com o Moreirense a defrontar o Marítimo, pelas 16 horas, na Madeira. No CCVF, à noite, pelas 21:45 horas, há mais Festa do Cinema Francês, com o filme "Eastern Boys". Uma película para ver no Grande Auditório, depois de mais fim de semana em... grande! Em Guimarães.

SOPRANO BRACARENSE CRISTIANA OLIVEIRA INTERPRETA GILDA NA ÓPERA RIGOLETTO A SER REPRESENTADA NO COLISEU DO PORTO

RIGOLETTO

Ópera em três actos de Giuseppe Verdi (1813-1901), com libretto de Francesco Maria Piave, baseado na peça Le roi s’amuse de Victor Hugo.

10014727_751608664911352_1549899308921224871_o

Estreou a 11 de Março de 1851, no teatro La Fenice em Veneza.

Considerada por muitos como a primeira obra-prima da segunda metade da carreira de Verdi, a história trágica desta ópera gira em torno da conduta libertina do duque de Mântua, do seu bobo da corte, Rigoletto, e da bela filha deste, Gilda.

O insensível aristocrata tem em Rigoletto um cúmplice e companheiro que encobre as condutas desonrosas do duque, mas a maldição vira-se contra o bobo, ao tornar-se cúmplice do rapto da sua filha e responsável pela sua morte.

Elenco:

Luis Rodrigues, Rigoletto

Cristiana Oliveira, Gilda

Sang-Jun Lee, Duque de Mantua

Càtia Moreso, Madalena

Rui Silva, Sparafucile

Leila Moreso, Giovanna

João Oliveira, Conde Ceprano

Pedro Telles, Monterone

Sara Cruz, Condessa

Samuel Vieira, Borsa

Diogo Oliveira, Marullo

Ana Isabel Santos, Pajem

Tomé Azevedo, Guarda

Coro da Orquestra do Norte

Cátia Esteves, coreógrafa

Clara Correira, bailarina

Cátia Nicolau, bailarina

Barbara Teresco, bailarina

Giulio Ciabatti, encenação

José Ferreira Lobo, direcção musical

DIÁRIO DO MINHO REVIVE HISTÓRIA DO SOLAR DOS CASTROS EM VILA NOVA DE CERVEIRA

Este domingo, ao folhear o Suplemento Património do jornal regional Diário do Minho vai deparar-se com um trabalho exaustivo dedicado a um dos mais imponentes edifícios de Vila Nova de Cerveira, o Solar dos Castros, classificado como Imóvel de Interesse Público.

SOLAR DOS CASTROS

Dando continuidade a um trabalho que tem evidenciado, desde junho 2013, os vários aspetos do património edificado e arqueológico do concelho de Cerveira, o jornalista José Carlos Ferreira, viaja até ao século XVIII para conhecer aquele edifício que acolhe nos dias de hoje a Biblioteca Municipal.

As suas caraterísticas permitem inscrever este solar no conjunto de edificações setecentistas do Norte do país, que se pautam por um desenvolvimento em comprimento, estável, e sem inovações em termos planimétricos, concentrando-se a animação ao nível da fachada, aberta por vãos simétricos. O alçado divide-se em dois pisos, alterando portas e janelas no primeiro, que se unem, através da moldura, às janelas de sacada no segundo, estas rematadas por cimalha saliente. É precisamente o ritmo destes vãos que confere dinamismo ao alçado, convergindo ao centro, no brasão que, em lugar de destaque, interrompe a linha do telhado, evidenciando assim os símbolos nobiliárquicos dos proprietários do solar, como imagem de prestígio e poder.

No exterior, e apesar das dimensões, o jardim não deixa de representar a importância do espaço e a sua articulação com o edifício habitacional, numa tentativa não monumental de "subordinar a natureza a um plano de conjunto a partir da casa" (AZEVEDO, 1969, p. 75).

A recolha de informação é da responsabilidade do jornal, que conta com a colaboração da Divisão Cultural da Câmara Municipal, para além de pessoas e instituições ligadas ao património em causa em cada suplemento.

CERVEIRA SENSIBILIZA JOVENS PARA A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR

CIAB foi às escolas dar estratégias para melhor gerir o orçamento familiar

Cerca de 150 estudantes do ensino secundário de Vila Nova de Cerveira participaram, esta semana, em sessões de esclarecimento do CIAB, subordinadas ao tema "Gestão do Orçamento Familiar". As palestras foram dirigidas aos alunos de três estabelecimentos de ensino: Agrupamento de Escolas, Colégio de Campos e ETAP.

DSCN5546

Um técnico do Centro de Informação, Mediação e Arbitragem de Consumo – CIAB começou por dar a conhecer o serviço gratuito que é prestado pela entidade para, numa segunda fase, explanar os direitos do consumidor. Os encontros foram bastante interativos, com os jovens a revelaram uma grande curiosidade pelos conteúdos debatidos e exercícios práticos e a comprometerem-se a espalhar a mensagem pelos pais e amigos.

O objetivo da iniciativa passou por explicar aos alunos o conceito de literacia financeira, bem como apresentar estratégias que lhes permitam gerir adequadamente o orçamento, sobretudo no atual contexto socioeconómico. As sessões pretenderam mostrar como distinguir gastos supérfluos dos gastos essenciais; fornecer estratégias para a poupança e estratégias que evitem que as despesas sejam superiores aos rendimentos familiares; explicar como é que as famílias podem conseguir prever e planear as suas despesas e por último, sensibilizar os munícipes para a nova realidade económica de forma a evitar a adoção de estilos de vida desadequados às suas reais possibilidades.

Recorde-se que o concelho de Vila Nova de Cerveira celebrou, em 2012, um protocolo de cooperação técnico-financeiro com o CIAB, concretizando a adesão formal do município à arbitragem de consumo. Qualquer residente de Vila Nova de Cerveira pode usufruir, gratuitamente, das vantagens oferecidas por este serviço, dirigindo-se aos Serviços Municipais de Intervenção Social, localizados junto ao Pavilhão Municipal.

COZIDO À PORTUGUESA ATRAI VISITANTES A CERVEIRA

Em novembro delicie-se com o típico Cozido à Portuguesa

Há pratos tradicionais portugueses que sabem melhor no Outono/Inverno e o Cozido à Portuguesa é um deles. Para os fins-de-semana do mês de novembro, o Município de Vila Nova de Cerveira e 11 restaurantes de Vila Nova de Cerveira sugerem uma iguaria que reconforta o estômago e a alma, confecionado com receitas que passaram de gerações em gerações.

Ao longo deste ano 2014, Vila Nova de Cerveira tem promovido a iniciativa ‘Sabores Tradicionais de Cerveira’ com o intuito de divulgar a riqueza gastronómica que o concelho tem para oferecer, bem como proporcionar uma maior dinâmica com os estabelecimentos de restauração aderentes.

Comum a todos os cozidos são as carnes (normalmente vaca, chispe, orelheira, chouriço de sangue, chouriço de carne, toucinho; pode ser usado também frango ou galinha) às quais se juntam as batatas, as couves, o feijão branco, nabos, cenouras, e ainda arroz branco.

Como quando se fala de gastronomia, o melhor é sempre provar, o convite é dirigido para residentes e visitantes/turistas degustarem as receitas e os segredos da restauração cerveirenses.

PAÇOS DO CONCELHO DE GUIMARÃES TEM FACHADA RENOVADA

Edifício da Câmara Municipal de Guimarães tem fachada principal renovada. A intervenção encontra-se concluída

Obras reabilitaram emblemático edifício barroco do centro da cidade de Guimarães. Pintura e reparação estão finalizadas. 

Fachada Edifício CMG

As obras de beneficiação na fachada principal do edifício do antigo Convento de Santa Clara, onde se encontram atualmente instalados os serviços da Câmara Municipal de Guimarães, já foram concluídas. Ao fim de três semanas, tempo em que foi executada a obra, as estruturas metálicas que apoiaram a realização da intervenção foram removidas esta sexta-feira, 31 de outubro.

A empreitada teve por objetivo proceder à renovação exterior do edifício camarário, através do tratamento e pintura dos elementos que compõe a fachada, designadamente, paredes, elementos em granito, vãos de madeira, guardas e vãos metálicos e elementos de drenagem das águas pluviais.

O Convento de Santa Clara, onde hoje está situada a sede dos Paços do Concelho de Guimarães, é uma obra iniciada no século XVI, sendo sucessivamente intervencionada nos séculos seguintes, com importantes ampliações e beneficiações.

O edifício, de características barrocas, instituído pelo Cónego Mestre-Escola da Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, Baltazar de Andrade, tem uma fachada majestosa, bastante decorada e dividida em três corpos, tendo ao centro a figura de Santa Clara, num nicho, sobre o portal de entrada.

Em 1968, o edifício assumiu as funções que mantém nos dias de hoje, passando a albergar os principais serviços do Município. Em 1973, no local correspondente à Igreja do Convento, é instalado o Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, transferido, em 2003, para a Casa dos Navarros de Andrade.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE ESCLARECE NOTÍCIAS VINDAS A PÚBLICO ACERCA DE DECISÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

ESCLARECIMENTO

Atendendo às noticias vindas a público sobre a recusa de visto do Tribunal de Contas da subvenção à exploração solicitada pela empresa municipal Esposende Ambiente ao Município, vem a Câmara Municipal prestar os seguintes esclarecimentos:

A Esposende Ambiente, que resultou da transformação dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Esposende quando decorria o início do ano de 2005, tinha inicialmente como competências a gestão do abastecimento de água “em baixa” e a drenagem e tratamento das águas residuais geradas no território do concelho (neste caso, sistemas “em alta” e “em baixa”).

Era, porém, intenção do Executivo em funções à data que a empresa viesse a constituir-se como a entidade local gestora de todas as competências municipais referentes à vertente ambiental, por força da pragmática visão em como seria uma forma de conseguir obter sinergias de vária ordem, desde logo por rentabilização de recursos humanos (técnicos, sobretudo), bem assim como de meios e equipamentos, numa perspetiva de realização das tarefas com maior eficácia e com menores custos.

Tal objetivo foi sendo progressivamente conseguido, por via da celebração de protocolos de delegação de competências relativos às áreas da limpeza pública e do acompanhamento/fiscalização de entidades prestadoras de serviços ao Município neste contexto (como exemplo, as Juntas de Freguesia), da gestão e manutenção de espaços verdes (que compreende também a gestão do Horto Municipal e dos Parques de Compostagem – Valorização de Resíduos Verdes), fiscalização ambiental, elaboração, implementação e monitorização de planos de gestão nas diferentes componentes ambientais (energia, resíduos, rede hídrica, entre outros), bem assim como a implementação dos programas de Educação para a Sustentabilidade (considerando também a gestão do Centro de Educação Ambiental). Para além destas tarefas, foram também incluídas a cargo da empresa municipal a gestão das praias e das matérias relativas à orla costeira, bem como a interação com a Agência Portuguesa do Ambiente, Parque Natural do Litoral Norte e demais entidades de caráter local/regional e nacional em matéria de ambiente.

Este processo de transferência de competências em matéria de ambiente de caráter progressivo (ou seja, ponderado, preparado e executado com todo o rigor para corresponder ao sucesso que se auspiciava) ficou concluída no ano de 2010, altura em que se consolidou, então, os seus Estatutos e o organograma da empresa como ele existe até hoje.

Para legalmente se estabelecer esta relação de trabalho, foi celebrado um Contrato de Gestão entre a Câmara Municipal e a Esposende Ambiente à luz do regime legal em vigor, verificando-se que as competências atribuídas à mesma não são geradoras de receita.

De facto, constatando que o regime jurídico prevê, designadamente, a celebração de contratos-programa para a explicitação dos termos da realização das competências e do ressarcimento respetivo, e tendo o Município já elaborado tais contratos-programa em vários anos e que sempre colheram visto do Tribunal de Contas, o certo é que para o ano de 2013 o procedimento não foi realizado no que concerne às tarefas de Gestão de Espaços Verdes e de Educação Ambiental.

Perspetivando-se a alteração de executivo em 2013, o Município viu-se na impossibilidade de realização atempada dos procedimentos administrativos necessários visando a celebração do contrato-programa.

Todavia, a empresa municipal sempre assegurou a realização das tarefas em apreço que, de facto, constituem competências próprias do Município, salvaguardando o interesse público das funções que lhe foram cometidas na expetativa de ver compensados os gastos incorridos.

Face à realização dos serviços em causa em 2013, a Autarquia entendeu dever ressarcir a entidade municipal precisamente desses gastos, que, reitera-se, foram realizados com atividades de competência pública no exercício económico de 2013.

Julgava-se, assim, resolver de forma coerente a cobertura dos gastos operacionais que a entidade municipal suportou com os serviços em causa tendo em consideração que os mesmos estão relacionados com competências do município delegadas na Esposende Ambiente através do contrato de gestão.

A contabilidade da Esposende Ambiente rege-se pelas regras aplicáveis do Sistema de Normalização Contabilística, (SNC), pelo que o exercício económico da Esposende Ambiente de 2013 transitou com resultados positivos, considerando o reconhecimento do rédito no valor de €396.178,20 à data do balanço de 31.12.2013, referente à efetiva prestação de serviços em nome do Município e reconhecido no período económico de 2013, tal como a norma contabilística NCRF_20 prevê, ou seja, uma operação plenamente legítima e que em nada contraria as regras legais/normativas. Aliás, as contas foram aprovadas sem reservas pelo Fiscal Único, o que demonstra a plena legalidade da operação realizada.

Ora, a Esposende Ambiente viu em 31.12.2013 estar reunido um conjunto de condições em que foi possível estimar fielmente o rédito associado à transação, tendo para tal contabilizado o justo valor da retribuição a receber do Município, nomeadamente os invocados na NCRF_ 20 - Prestação de serviços.

Conclui-se, assim, referindo que a empresa municipal seguiu indicações do seu detentor de capital social, mantendo a realização das tarefas na medida das suas melhores possibilidades, capacidades e de acordo com os seus Estatutos.

Por força do constrangimento de não se tratarem de tarefas remuneradas, e estar em causa o ressarcimento dos gastos incorridos com as mesmas, foi fundamentada a atribuição da subvenção na justa medida desses mesmos gastos tendo presente a norma contabilística supra referenciada. Não obstante, o Tribunal de Contas apresentou o entendimento de que, no que concerne à questão jurídica, esta operação não teria enquadramento no novo regime legal. Tal deu origem, assim, à decisão de não atribuição do visto.

Importa ainda referir, que o montante da subvenção solicitada pela Esposende Ambiente representou no ano de 2013 apenas 6% do total de rendimentos daquela empresa municipal, pelo que mais uma vez reiteramos não se tratar de financiamento de atividade da empresa, mas de um conjunto de serviços prestados em nome do serviço público e em nome do Município.

O pedido de subvenção à exploração em causa visava, assim, ressarcir os trabalhos de gestão dos espaços verdes e de gestão da educação ambiental realizados pela Esposende Ambiente de acordo com o previsto no Contrato de Gestão celebrado com a Autarquia e não constitui, para o ano de 2013, a figura de subsídio à exploração, mas sim um montante devido pelo Município pela prestação contratual em vigor, decorrente do Contrato de Gestão.

Conclui-se, assim, que não foi cometida qualquer ilegalidade, e que a decisão do Tribunal de Contas veio no sentido de que a aplicação da norma contabilística, sendo legítima nesse contexto, não é enquadrável no âmbito da lei ora em vigor em termos jurídicos. Naturalmente que, na sequência deste veredicto, a empresa integrará nas contas do ano de 2014 o valor em questão, dando pleno cumprimento à prerrogativa que sempre lhe assistiu de integridade, transparência e boa gestão.

O Serviço de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Esposende

LIVRO DE POESIA DE JOANA MARTINS APRESENTADO NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE BARCELOS

Para “uma lavagem da alma” – foi a razão determinante que levou Joana Martins a escrever o seu primeiro livro de poesia intitulado “De Passagem…” e que vai ser lançado no próximo dia 7 de novembro, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal de Barcelos. A apresentação do livro e da autora estará a cargo do jornalista Alberto Serra que contará ainda com a colaboração de elementos do curso “Haja Ânimo”.

Editado pela “Fã Clube”, trata-se de um livro de poesia livre e sentimental, dedicado ao seu filho e que aborda temas do quotidiano como “Vida e Morte” , “Ser Mãe”, e “Viver em Família” e outros mais íntimos como “Olhar”, “Sedução” , “As palvaras que o silêncio apagou…” e “Abraço”.

Joana Sofia Gomes Martins nasceu em Arcozelo, em 30 de dezembro de 1979. Fez a instrução primária na escola dos Penedos, tendo frequentado depois a Escola Gonçalo Nunes. Aqui descobriu a sua veia poética, participando num concurso de poesia onde obteve o primeiro prémio. Concluiu o 12º ano de escolaridade na Escola Secundária Alcaides de Faria.

Desejava frequentar o ensino superior, mas a morte de seu pai e as dificuldades financeiras fizeram com que ingressasse no mundo do trabalho, na área têxtil.

BARCELOS LEVA MÚSICA, TEATRO E CINEMA AO TEATRO GIL VICENTE

A programação do Teatro Gil Vicente durante o mês de novembro volta a trazer música, teatro e cinema.

A Associação Zoom traz o filme “Uivo”, no dia 6 e, a 13 de outubro, apresenta “Os Maias”. No dia 27 exibe “Operação Outono”. As sessões têm início às 21h30. Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

No dia 7 a Tuna Académica do IPCA apresenta um espetáculo inserido no IX Barca Celi – Festival de Tunas Cidade de Barcelos, às 21h30, que este ano terá como tema a Época Medieval.

A musica marca presença no Teatro Gil Vicente, com um espetáculo de musica eletrónica, no dia 8, às 22h00. Easy Pieces Sessions conta com a participação de The Astroboy, Blackoyote e Haarvöl.

O Coro de Câmara de Barcelos atua às 21h30, no dia 29, com o espetáculo “Under Pressure”.

Com Fernando Dacosta, Nate Borrajo, Elena Seijo, Fina Calleja, Sabela Gago e direção de Ánxeles Cuña Bóveda, o Teatro Sarabela sobe ao palco com a peça "Pequenas Certezas", dia 15 de novembro, pelas 21h30.

A programação do Teatro inclui ainda os dois últimos espetáculos do Festival de Teatro de Barcelos, no dia 1, às 21h30, e no dia 2, às 16h30.

ARRANCAM AS OBRAS DAS PISCINAS DESCOBERTAS DE CELORICO DE BASTO

Prevêem-se em funcionamento a partir de julho de 2015

Um dos espaços naturais com maiores potencialidades paisagísticas, turísticas e recreativas, os espaços contíguos da Ribeira de Boques, irão albergar as Piscinas Descobertas de Celorico de Basto. A obra está prestes a arrancar e prevê-se concluída a meados de julho de 2015. Com um valor global de investimento de cerca de 1.5 milhões de euros.

projeto

“Esta obra, fruto de muito empenho e dedicação, vai finalmente arrancar. Andamos há três anos a labutar para conseguir dar a Celorico de Basto um espaço de lazer e desportivo com as melhores condições para os celoricenses e para receber quem nos quiser visitar. A nossa Ribeira de Boques é o espaço ideal para acondicionar este equipamento pelas características próprias do solo que permitem que as intervenções urbanas de relevante interesse público, que tínhamos em projeto, possam prosseguir”, salientou o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca realçou ainda a celeridade da conclusão da obra. “Temos por objetivo ter esta obra concluída com a maior celeridade. Se possível com os banhistas a usufruírem do espaço na próxima época balnear, a partir de julho de 2015”, disse.

Esta obra é cofinanciada pelo FEDER, Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no âmbito do Programa Operacional da Região Norte do Qren.

Este projeto das piscinas ao ar livre insere-se numa série de intervenções urbanas levadas a cabo pela autarquia tendo sido objeto de um pedido de reconhecimento de relevante interesse público, para efeitos do uso de solos da REN, tendo por base o Estudo Hidráulico da Ribeira de Boques e um estudo de Integração Paisagística da Ribeira de Boques.

As piscinas obedecem às normas para instalações desportivas de uso público sendo que o local reúne as melhores condições de exposição solar, de proteção contra os ventos dominantes e integra um parque urbano, conferindo-lhe as condições claramente ajustadas ao ambiente pretendido. Trata-se de um local em que os acessos estão garantidos através de caminhos pedonais e de um arruamento que remata numa praceta que alberga um grande parque de estacionamento de viaturas ligeiras e pesadas de passageiros.

A implantação de todo o conjunto destinado à piscina tem uma área total de 8340,00m2, conferindo um espaço 17 vezes superior à superfície dos planos de água propostos, quando as normas técnicas da Directiva CNQ 23/93 apenas exigem que seja 8 vezes superior.

Este equipamento destinar-se-á a atividades lúdicas e à aprendizagem desportiva, tendo-se optado por dois espaços separados. A organização deste equipamento propõe 4 zonas funcionais que correspondem a diferentes espaços distintos e de apoio à atividade pretendida; a zona de banho ou zona de cais, a zona de serviços anexos, a zona de serviços técnicos e a zona de serviços complementares.

MÃOS D’ARTE E FEIRA ANUAL DE TODOS OS SANTOS VÃO ANIMAR CAMINHA ESTE FIM-DE-SEMANA

Este fim-de-semana, Caminha vai acolher a Mãos d’Arte – Feira de Artesanato e Artes Decorativas e a Feira anual do Dia de Todos os Santos. Ambos os certames vão decorrer no âmbito do Dia de Todos os Santos que se assinala amanhã, dia 1 de novembro.

A Feira anual do Dia de Todos os Santos vai realizar-se amanhã dia 1 de novembro, no Largo da Feira em Caminha. Esta feira é uma tradição local, considerada a maior e a mais atrativa do ano, quer a nível de bancas, quer a nível de visitantes. Na verdade, por Caminha costumam passar centenas de pessoas oriundas dos mais variados pontos do país e da vizinha Galiza.

A Praça Conselheiro Silva Torres vai transformar-se, durante este fim-de-semana, numa verdadeiro mercado de artesanato, com a realização de uma edição extraordinária da Mãos d’Arte – Feira de Artesanato e Artes Decorativas do Concelho de Caminha.

O visitante, na Mãos d’Arte vai encontrar vários exemplos daquilo que se faz de melhor em termos de artesanato e artes decorativas no concelho, com destaque para os palmitos, as flores em tecido, as compotas e os licores, os bordados e as rendas, os lenços de namorados, as miniaturas de barcos em madeira, entre outros.

O objetivo desta feira de artesanato é potenciar os valores culturais transmitidos através das artes e ofícios existentes no concelho de Caminha e que muito contribuem para a criação de uma identidade territorial. A Mãos d’Arte pretende ainda valorizar o artesanato e as artes decorativas, enquanto atrativo turístico-cultural, potenciando o desenvolvimento local.

ORÇAMENTO MUNICIPAL DE BARCELOS CARATERIZA-SE PELO RIGOR

Dotação ascende a mais de 56 milhões de euros. Rigor e distribuição equitativa dos recursos caraterizam orçamento municipal de 2015

A Câmara Municipal de Barcelos deliberou submeter à Assembleia Municipal as Opções do Plano e Orçamento para 2015, o documento fundamental e estratégico que define toda a gestão municipal.

Elaborado num quadro muito realista, o Orçamento segue a política adotada ao longo destes últimos cinco anos, segundo a qual os orçamentos deverão refletir com muita clareza a receita real, evitando, desse modo, inscrições de receitas virtuais que fazem aumentar a despesa, com o consequente aumento do endividamento.

O Município de Barcelos foi considerado por entidades externas, o quarto melhor a nível nacional e o primeiro no distrito, na média dos anos 2010 a 2013, quanto à eficiência financeira, e este esforço será para continuar, apesar das condições adversas impostas pela situação económico-financeira do país.

O Orçamento de Estado para 2015 vai transferir 24,2 milhões de euros para o Município de Barcelos, um aumento de 1,6 milhões relativamente a 2013, embora a perda acumulada nos últimos quatro anos tenha sido de cerca de 3,7 milhões de euros. Este aumento da transferência para o Município é resultante do aumento da cobrança do IRS e da transferência de competências na área da educação.

Por outro lado, o Município terá de contribuir para Fundo de Apoio Municipal (FAM) com cerca de 375 mil euros, em 2015, num total de cerca de 2,6 milhões de euros repartidos nos seis anos seguintes.

Não obstante as limitações orçamentais numa conjuntura particularmente difícil, o Município continuará a cumprir todos os critérios de redução da dívida municipal ficando aquém dos seus limites, mantendo a linha de atuação desenvolvida desde 2010 que permitiu uma redução de dívida superior a 50%, situando-se, atualmente, num valor abaixo dos 25 milhões de euros.

Apesar de se manter a taxa do IVA na restauração e no consumo de energia nos 23%, o Município defenderá um prazo médio de pagamento inferior a 30 dias – que já cumpre – e a gerir os seus recursos numa perspetiva de responsabilidade e de solidariedade.

Esta atitude tem tido resultados particularmente positivos, por um lado não comprometendo o investimento e, por outro, estando atento às desigualdades sociais e defendendo os mais desfavorecidos.

Impostos diretos e indiretos

Quanto aos impostos diretos, tem havido uma estabilização da sua cobrança desde 2011, excepto no IMI que teve um crescimento significativo de 2011 a 2014, prevendo-se uma estabilização para os anos seguintes. A receita do IMI cobrada em 2011 foi de cerca de 6,8 milhões de euros e em 2014 e 2015 será de cerca de 9 milhões.

Relativamente ao IMT, com peso significativo na receita, este tem vindo a aumentar ligeiramente, mas a partir de 2017 este imposto deixará de ser cobrado, de acordo com a nova Lei das Finanças Locais, cujo impacto negativo na receita corrente anual será de cerca de três milhões de euros.

O Município vai praticar uma taxa de 0,35 do IMI nos prédios avaliados, (muito longe da taxa de 0,5 prevista na Lei) e uma taxa de 0,7 para os prédios não avaliados; vai continuar a cobrar uma Derrama sobre o rendimento das pessoas colectivas (IRC) com preocupações de justiça e equidade fiscal numa avaliação de descriminação positiva, ou seja, isentar as empresas com um volume de negócios até 150 mil euros, e a cobrança de uma taxa reduzida de 1,2% para os rendimentos acima daquela valor; continuar a praticar as mesmas taxas cobradas pelo Município desde 2010, quando a Lei prevê a sua atualização de acordo com inflação de cada ano; continuar a considerar as juntas de freguesia como parceiros na gestão municipal, transferindo o equivalente a 200% do FFF por transferência de competências através de protocolo a renovar, bem como comparticipar financeiramente outros projetos em diferentes áreas de intervenção e que se entendam necessários; continuar a isentar as esplanadas de ocupação da via pública, a cafés, bares, pastelarias e afins

Assim, a elaboração deste Orçamento e das Grandes Opções do Plano para 2015 não deixa de considerar os graves problemas do concelho, no contexto da crise que o país atravessa, mas com um grande sentido de responsabilidade na distribuição dos recursos financeiros disponíveis para acudir aos problemas crescentes que afetam o concelho, nomeadamente o desemprego, sendo por isso muito importante um olhar atento na área da acção social, da educação e na proximidade com os agentes de todas as atividades económicas.

Estrutura do Orçamento

A dotação orçamental para 2015 será de 56.144,200,00€ de receita e do mesmo valor na despesa. Há uma diminuição de cerca de seis milhões de euros relativamente a 2014, devido à menor receita de capital proveniente do QREN.

A redução significativa da receita refere-se, exclusivamente, ao atraso nas candidaturas ao novo quadro comunitário “Portugal 2020” que continuam indisponíveis até ao momento. No entanto, não significa que durante o ano de 2015 não possam surgir projectos de candidatura bastando para o efeito efectuar revisões ou alterações orçamentais.

As receitas correntes mantêm-se inalteradas e a despesa corrente será cerca de 35,5 milhões de euros; a despesa de capital será de cerca de 20,5 milhões de euros e uma poupança corrente de 25 por cento.

JOÃO RIBEIRO NOMEADO PARA O PRÉMIO DESPORTISTAS DO ANO DA CONFEDERAÇÃO DO DESPORTO DE PORTUGAL

João Ribeiro está mais uma vez nomeado para o Prémio Desportistas do Ano da Confederação do Desporto de Portugal (CFD).

2013-08-29-canoagem[2]

Os finalistas das cinco categorias do Prémio Desportistas do Ano, com que anualmente a CDP distingue os melhores desempenhos da época desportiva, foram divulgados ontem, dia 30 de Outubro, no Museu do Desporto, em Lisboa.

O Prémio Desportistas do Ano é atribuído nas categorias de jovem promessa, treinador, equipa, atleta masculino e atleta feminino e em cada categoria há cinco finalistas que são, a seguir, submetidos à votação online do público (http://galacdp.sapo.pt/votacao/) e à votação dos presentes na Gala do Desporto da CDP, que se vai realizar no próximo dia 12 de Novembro, no Casino Estoril.

O atleta de Esposende é, conjuntamente com os seus parceiros da embarcação K4 vice-campeã do Mundo, um dos 5 finalistas do prémio Melhor Equipa do Ano.

O canoísta, que vê assim o seu trabalho mais uma vez reconhecido, reagiu com satisfação a esta nomeação: “É sempre bom estar entre os melhores e um estímulo para continuar a trabalhar com determinação”.

A Gala do desporto da CDP, que já vai na 19ª edição, tem este ano como tema “O Desporto depois de Abril”, a propósito da passagem dos 40 anos sobre o 25 de Abril de 1974, acontecimento que determinou mudanças profundas em toda a sociedade portuguesa, incluindo no Desporto.

Os vencedores do Prémio Desportistas do Ano da CDP serão anunciados durante a gala.

FAFE DIVULGA ATIVIDADES CULTURAIS EM NOVEMBRO

Dia 06 | Efeméride

Comemorações do 82º aniversário do Grupo Nun’Álvares

Missa de aniversário na Igreja Nova (19h00) e entrega de emblemas de 50 e 25 anos de associados, na Sede (21h30)

Promoção: Grupo Nun’Álvares

Dia 08 | Workshop “Uso de Sistemas de retenção e segurança infantil”

Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, às 10h30

Promoção: UCC Fafesaúde.com, com a participação da Escola Segura

Dia 08 | Evento

Feira das Coisas

Arcada, durante o dia

Dia 08 | Efeméride

Comemorações do 82º aniversário do Grupo Nun’Álvares

Hóquei em patins – antigos atletas (18h00 - Pavilhão do GNA) e Jantar de aniversário (Casa do Cancelo, às 20h00)

Promoção: Grupo Nun’Álvares

Dia 10 | Letras

Apresentação da obra “As gravatas do meu pai", do escritor Pedro Seromenho

Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, às 15h00

Dia 14 | Letras

Lançamento da obra “Parcours/Percurso", edição bilingue em francês e português, de Manuel Sousa Fonseca (autor natural de Regadas, Fafe, emigrado em França há mais de quatro décadas)

Apresentação de José Machado

Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, às 21h30

15. Concerto Aniversário GNA

Dia 15 | Música

Concerto do 82º aniversário do Grupo Nun’Álvares

Participação:

Orfeão Coelima

Coral Santo Condestável

Orquestra Orff do Grupo Nun’Álvares

Teatro-Cinema de Fafe, às 21h30

Preço: 2 €

Duração: 90’

Classificação: M/3

Promoção: Grupo Nun’Álvares

Dias 15 e 16 | Efeméride

Comemorações do 82º aniversário do Grupo Nun’Álvares

Exposição de fotografia “Arte de Ver”, obras de Carlos Alberto de Carvalho (15h00)

Promoção: Grupo Nun’Álvares

Dia 21 | Letras

Lançamento da obra “As Terras e as Gentes de Monte Longo (Fafe)”, de Manuel Ribeiro João

Apresentação de Daniel Bastos

Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, às 21h30 Dia 21 | Letras

Comemorações do 82º aniversário do Grupo Nun’Álvares

Lançamento do livro do escritor Rui Ferreira (21h30)

Promoção: Grupo Nun’Álvares

22. Bandoleiros

Dia 22 | Teatro Musical “Bandoleiros Cabaret”, pela Jangada Teatro

Dramaturgia e Encenação| José Caldas

Texto | Filomena Gigante

Música | Alberto Fernandes

Interpretação | Luiz Oliveira; Magda Magalhães; Patrícia Ferreira; Rita Calatré; Vítor Fernandes e Xico Alves

Execução Musical| Alberto Fernandes; Pedro Oliveira e Rui Souzza.

Coreografia | Hugo Romero e Carla Pinto

Desenho de Luz | Nuno Tomás

Sinopse:

Bem-vindos ao nosso Cabaret.

Um cabaret político anárquico, bem-humorado, provocante, poético e desbocado. Por ele passarão os bandoleiros do passado: Zé do Telhado, Boca Negra, as manas Genoveva e os ladrões do presente: Madame FMI e seus súbditos. Outros bandidos impunes desfilarão arrogantes: os assassinos das esposas, os marialvas e os adoradores da bola. Mulheres corajosas e servis, atrevidas e bandoleiras a desafiar o poder dos machos.

Tudo regado com inebriante música e ritmos tropicais executados pela nossa Banda de Renegados; vozes e sons do antigamente e do agora, a salivar o seu alegre veneno. Sem papas na língua, os nossos comediantes encarnarão os fora da lei ou receberão os espíritos dos mortos. Sentiremos hálito dos fantasmas e o fedor dos corruptos. O passado que retorna implacável e o presente sem futuro que nos atormenta. Sempre a rirmos das desgraças e a enaltecermos a transgressão, queremos sentir e dar prazer ao nosso público sedento de riso e de má-língua (José Caldas)

Teatro-Cinema de Fafe, às 21h30

Preço: 3 €

Duração: 65’

Classificação: M/12 Dia 22 | Desporto

Comemorações do 82º aniversário do Grupo Nun’Álvares

XIV Festival de Patinagem Artística

Pavilhão Multiusos, às 21h00

Promoção: Grupo Nun’Álvares

Dia 28 | Workshop “Roteiro para a prevenção e intervenção em contexto institucional. Maus-tratos e deficiência intelectual – metodologia e instrumentos de registo e acompanhamento”

Auditório da Câmara Municipal de Fafe, das 10h30 às 16h45

Promoção: Grupo de Trabalho Concelhio para as Deficiências e Incapacidades de Fafe e Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Fafe

Dia 29 | Música

Gala de Ópera - Academia de Música José Atalaya

Coros, Árias e Aberturas Musicais de algumas das mais conhecidas óperas de Mozart, Verdi, Bizet e Puccini, entre outros

Intérpretes:

Joana Fonseca (Soprano)

José Corvelo (Barítono)

Coros da Academia de Música José Atalaya

Orquestra de Sopros da Academia de Música José Atalaya Direção Musical: José Ricardo Freitas

Teatro-Cinema de Fafe, às 17h00 e 21h30

CELORICO DE BASTO SENSIBILIZA AS CRIANÇAS PARA A DEFESA DO AMBIENTE

“Bartolomeu, o Eco-Mosqueteiro” ensina as crianças do 1º ciclo em Celorico de Basto

Terminou ontem, 30 de outubro, a campanha de sensibilização e educação ambiental promovida pela Suma com o apoio da Câmara Municipal, através do departamento de ambiente, visou despertar as crianças para o respeito a ter pelos outros e pelo ambiente. A ação foi dirigida às crianças do primeiro ciclo de estudos do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto.

ecomosqueteiro

A ação foi monitorizada por uma técnica da Suma devidamente credenciada, Angela Vieira, que expôs às crianças, de forma lúdica e interativa, comportamentos de proteção do Ambiente e de prática da Cidadania incidindo na apresentação e distribuição do livro e do CD “Bartolomeu, o Eco-Mosqueteiro”.

O vereador do Ambiente, Fernando Peixoto, presente na ação, referiu a importância destas iniciativas para incutir comportamentos de cidadania. “As nossas crianças são os Homens de amanhã e por isso torna-se fundamental atuar para as consciencializar para o respeito a ter para com o meio ambiente e, simultaneamente, pelos outros. Ao mesmo tempo, sabemos que as crianças conseguem, de forma direta e indireta, com gestos e comportamentos corretos, levar a uma tomada de consciência dos adultos para o respeito a ter para com o meio ambiente”, disse.

Para concretizar os objetivos desta iniciativa, ensinar e consolidar comportamentos de proteção do Ambiente e de prática da Cidadania, foi criada uma estória de encantar, bem apreciada pelas crianças, que aborda, entre outras regras, a política dos 5 R’s - Reduzir, Reutilizar, Reciclar, Respeitar e Responsabilizar - que distingue como Eco-Mosqueteiros todos os que as cumprirem. Complementarmente, foram concebidas atividades e jogos para os mais novos realizarem de forma a consolidarem e praticarem os conceitos apreendidas.

A adesão a práticas pró-ambientais e a consciencialização para a partilha de responsabilidades é uma questão que toca a todos. Assim, através do Livro e do CD “Bartolomeu, o Eco-Mosqueteiro”, entregue aos docentes, e de crachás “Eco-Mosqueteiro em ação” e lápis de carvão “Um por Todos e Todos pelo Ambiente!” entregues aos alunos, pretende-se a divulgação dos conteúdos veiculados junto dos pais, amigos e familiares das crianças.

Nesta última ação participaram as crianças, os professores, o vereador da Cultura, o diretor Técnico da SUMA, José Machado, técnicos do município, entre outros.

CELORICO DE BASTO HOMENAGEIA MARCELINO MOTA

Marcelino Mota congratulado pela autarquia de Celorico de Basto com Medalha de Mérito-Grau Ouro

Decorreu ontem, 30 de outubro, no Auditório da Quinta do Prado, uma cerimónia de homenagem a Marcelino Mota, Ex-Diretor do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, que consistiu na entrega da medalha de mérito-grau Ouro.

Marcelino Mota Homenageado (1)

“É nosso dever reconhecer e valorizar quem se entregou de forma notável ao serviço público, que criou pontes com todos, e que trabalhou em equipa e parceria com as entidades do concelho. O prof. Marcelino Mota colocou os valores da comunidade acima dos seus interesses, conseguindo atuar com sagacidade, coragem e determinação ao longo de 30 anos de exercício das suas funções. Esta é a condecoração máxima feita pelo Município e neste caso valoriza o trabalho de alguém que sempre se empenhou para a democratização do ensino, com um papel ativo que permitiu, de forma corajosa, ultrapassar os desafios impostos pelas políticas educativas” referiu o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, na cerimónia de homenagem.

Marcelino Mota Homenageado (3)

O homenageado, Marcelino Mota agradeceu as palavras do autarca e realçou as boas relações e de parceria que sempre manteve com a autarquia local. “Sinto que cumpri a minha missão e o meu dever, sempre rodeado por uma equipa de trabalho muito exigente, trabalhadora e sobretudo, motivada para servir da melhor forma a comunidade. Realço também as boas relações, pessoais e institucionais, com a autarquia, sempre com bom entendimento”, disse. Marcelino Mota referiu ainda que “o Caminho faz-se caminhando” reforçando as dificuldades sentidas e os êxitos adquiridos. “Nem sempre foi fácil, mas conseguimos ultrapassar, com a ajuda da comunidade diretiva, as dificuldades inerentes à evolução das políticas diretivas educativas que foram sendo implementadas” concluiu.

A entrega da medalha ao homenageado foi da responsabilidade do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto e do presidente da Assembleia Municipal, António Marinho Gomes.

Uma homenagem que vai de encontro à importância atribuída à educação pelo município como forma de promoção da igualdade de oportunidades, e desenvolvimento económico e social do concelho.

Recordar que esta homenagem foi aprovada por unanimidade em reunião de Câmara.

Marcelino Mota Homenageado (2)

CELORICO DE BASTO PROMOVE GASTRONOMIA

Celorico de Basto inserido na Rota dos Fins-de-semana Gastronómicos

Celorico de Basto marcou presença na apresentação dos Fins-de-semana Gastronómicos, uma iniciativa do Turismo Porto e Norte de Portugal, que decorreu ontem, 30 de outubro, em Braga, no Mosteiro de Tibães, com uma sessão de degustação dos produtos dos municípios que integram o evento.

fins de semana gastronómicas (2)

Na cerimónia, Celorico de Basto apresentou alguns dos produtos que demarcam o concelho ao nível da gastronomia e vinhos. Referência para o pão-de-ló, as compotas da Casa do Agricultor e algumas marcas de vinho verde como o Vinho Verde Santa Cristina, o Souto Grande e o Celorinho.

“Esta iniciativa está a ganhar destaque para os municípios aderente que procuram salientar o melhor da gastronomia para atrair turistas. Celorico de Basto destaca-se sobretudo, pelo vinho verde, um produto muito procurado pela qualidade que apresenta. A nossa ação continuará a seguir na ótica de promoção do melhor que este concelho tem para oferecer. E é através da qualidade dos produtos que oferecemos aos nível da enogastronomia que surge o melhor convite para conhecer o concelho”, disse o Vereador da Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto.

Recordar que esta ação “os Fins-de-Semana Gastronómicos” tem um propósito muito vincado como referiu o presidente do TPNP, Melchior Moreira. “Esta ação é uma forma de combater a sazonalidade turística, num trabalho em parceria com o intuito de afirmar o Minho e todo o Porto e norte como destino de eleição em Portugal. É objetivo trabalhar em rede para projetar este destino também, através da gastronomia” disse.

Celorico de Basto recebe o Fim-de-Semana Gastronómico nos dias 21,22 e 23 de novembro, nos restaurantes aderentes, com pão-de-ló com doce de camélia e cabrito assado no forno acompanhado com vinho verde.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES IMPLEMENTA NOVAS REGRAS PARA REGISTO E VOTAÇÃO NO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2014

Novo processo de registo e votação no Orçamento Participativo de Guimarães está definido. Todos os registos e votação foram anulados. Segurança do voto foi reforçada.

OP_Comunicado

A Câmara Municipal já definiu as novas regras de registo e de repetição de votação relativamente à segunda edição do Orçamento Participativo de Guimarães. O calendário para o processo de Registo decorre de 03 a 20 de novembro e a Votação, de 10 a 27 de novembro. O Município informa todos os proponentes e cidadãos interessados que o novo procedimento funcionará da seguinte forma:

  1. De 03 a 20 de novembro, é aberto um novo período de registo, através do portal eletrónico da Câmara Municipal de Guimarães, onde o cidadão interessado terá de preencher obrigatoriamente os Seguintes campos:

- Nome completo- Endereço Postal

- Número de telemóvel- Número do Bilhete de Identidade / Cartão do Cidadão- Data de Nascimento

- Número de Identificação Fiscal

- Relação com o Município: natural, residente, trabalhador ou estudante (No caso de ser estudante ou trabalhador, terá que anexar documento comprovativo dessa situação: cópia certificado de matrícula, cópia de recibo de vencimento, declaração da entidade patronal, etc)

.- Código de verificação

  1. Sendo o registo considerado válido, recebe um SMS no seu telemóvel uma password de acesso individual ao Portal do OP.
  2. Não sendo o registo válido, o munícipe receberá um SMS referindo os motivos dessa invalidade, sendo possível que, ou proceda à sua correção ou prove objetivamente a sua relação com o Município;
  3. Segue-se o período de votação, entre 10 e 27 de novembro;
  4. Para que um cidadão devidamente registado possa votar, terá que aceder ao Portal do OP autenticando-se através do seu NIF e da sua password;
  5. Escolhe, depois, a(s) proposta(s) onde quer votar e imediatamente recebe, via SMS, no seu telemóvel registado, um "pin" de confirmação. Após a introdução desse "pin", que tem uma validade de 15 minutos, é que o voto passa a ser considerado válido;
  6. Para além destes mecanismos de reforço da segurança do voto, a Câmara Municipal passará a registar o IP do computador que fez o registo e/ou voto;
  7. Para além deste processo eletrónico, será novamente aberta uma Assembleia de Voto presencial no Balcão Único de Atendimento (BUA), entre os dias 24 e 26 de novembro, no horário normal de expediente, para que cidadãos menos familiarizados com as novas tecnologias possam exercer o seu voto;
  8. Nestes casos, o cidadão terá de estar munido do Cartão de Cidadão/Bilhete de Identidade, sendo obrigatório que faça igualmente prova da sua relação com o Município no caso de ser trabalhador, estudante ou natural;
  9. A evolução da votação, ao contrário do processo inicial, não será publicitada online.

GUIMARÃES FACULTA ESTACIONAMENTO GRATUITO

Das 7h30 às 24 horas: Estacionamento gratuito este sábado no recinto da feira semanal de Guimarães

Vitória recebe o Sporting a 01 de novembro, dia com significado religioso em que muitos vimaranenses se deslocam ao Cemitério Municipal da Atouguia. Objetivo é evitar constrangimentos aos dois acessos.  

Guimarães_Recinto_Feira_Estacionamento

A Câmara Municipal de Guimarães decidiu proceder à abertura ao público do recinto da feira semanal de Guimarães, determinando a ocupação do espaço para estacionamento gratuito, este sábado, 01 de novembro, entre as 07:30 e as 24 horas.

A medida, articulada entre a Câmara Municipal de Guimarães e as forças de segurança, está relacionada com a previsível afluência de espetadores para assistir ao jogo de futebol entre o Vitória SC e o Sporting CP, referente à 9ª jornada da Liga, cujo início está agendado para as 18 horas, no Estádio D. Afonso Henriques.

A abertura do recinto da feira semanal por parte do Município está igualmente relacionada com a celebração do “Dia de Todos os Santos” e com a elevada afluência anual de vimaranenses, neste dia, ao Cemitério Municipal da Atouguia, situado nas proximidades do recinto desportivo. Com a disponibilização gratuita do espaço habitualmente destinado à feira semanal de Guimarães, a Câmara Municipal procura evitar possíveis congestionamentos de trânsito nos acessos rodoviários a esta zona do centro da cidade.

Recorde-se que os cemitérios municipais da Atouguia e de Monchique, em Guimarães, vão ter um alargado horário de funcionamento este sábado e domingo, 01 e 02 de novembro, estando abertos entre as 07 e as 18 horas.

Durante estes dois dias, o Município de Guimarães irá assegurar a ligação ao Cemitério de Monchique, disponibilizando uma viatura para efetuar o transporte entre o centro da cidade e o recinto cemiterial situado na freguesia da Costa. Com utilização gratuita, o trajeto será efetuado entre a paragem de transportes públicos localizada no Largo República do Brasil, junto ao Centro Comercial São Francisco, e o Cemitério de Monchique.

Os percursos iniciam-se às 09 horas no Largo República do Brasil e às 09:30 horas no Cemitério de Monchique, funcionando de hora a hora. A última saída está marcada para as 17 horas do Largo República do Brasil, também conhecido por “Campo da Feira”. Pelas 17:30 horas, principia a derradeira ligação, a partir do Cemitério de Monchique.

EDIFICÍOS DO CENTRO HISTÓRICO DE GUIMARÃES DECORADOS EM COR-DE-ROSA

Logótipo humano em Guimarães alerta para a necessidade de prevenção do cancro da mama 

Laços e um coração gigante no Toural, janelas revestidas a cor-de-rosa, montras de lojas decoradas e escolas de Guimarães engalanadas formaram uma verdadeira "Onda Rosa". Iniciativa assinalou Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama.

Guimarães_Onda_Rosa

Três centenas de vimaranenses participaram, no Centro Histórico de Guimarães, na construção de um logótipo humano cuja imagem final deu origem à composição de uma "Onda Rosa", representativa da campanha para a prevenção e deteção precoce do cancro da mama, que se assinalou esta quinta-feira, 30 de outubro. O objetivo foi reunir o maior número de pessoas no Largo da Oliveira, de modo a criar uma mancha rosa e uma atmosfera de solidariedade num local classificado pela UNESCO como Património Mundial.

Além da construção do logótipo humano, as fachadas dos edifícios do Centro Histórico foram decoradas em cor-de-rosa, tonalidade que a população vimaranense utilizou em peças de vestuário e em acessórios utilizados durante o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama, numa ação de sensibilização realizada no âmbito do mês temático promovido pelo Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

A simbólica iniciativa, que contou com a presença do Vice-Presidente do Município de Guimarães, Amadeu Portilha, foi replicada pela cidade com a decoração de janelas e fachadas públicas, bem como de montras de lojas comerciais e edifícios do Largo da Oliveira e Praça de S. Tiago. Um coração de grande formato, também pintado em cor-de-rosa, permaneceu durante todo o dia no Largo do Toural e o varandim dourado, situado no centro da praça, foi revestido com laços... cor-de-rosa.

A Câmara Municipal de Guimarães, a Associação Vencedores do Cancro Unidos pela Vida - ACUPV, a Associação Comercial e Industrial de Guimarães, a Associação Nacional de Farmácias, o Centro Hospitalar do Alto Ave - Oncologia, os Centros de Saúde de Guimarães, os Agrupamentos de Escolas de Guimarães e o CyberCentro de Guimarães associaram-se a esta causa com a dinamização de atividades comuns, colorindo a cidade com a tonalidade que identifica a causa, envolvendo entidades privadas e públicas.

SIMBÓLICA INICIATIVA TEVE ADESÃO DOS VIMARANENSES

A comemoração do Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama envolveu o Município de Guimarães, comércio tradicional, escolas e agrupamentos de escolas. O simbolismo do gesto pretendeu alertar mulheres, mas também os homens, da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do cancro da mama, doença que afeta os dois géneros e envolve não só o doente como também a família e os que o rodeiam.

O mês de outubro é associado, desde a década de 90, à luta contra o cancro da mama, assumindo-se como o "Mês Rosa" ("Pink October"). Um pouco por todo o mundo, durante este mês, alastra uma "Onda Rosa" que permite sensibilizar a população para a temática da prevenção, tornando-a mais recetiva a ações posteriores com o objetivo de prevenir o cancro e promover a saúde.

O cancro da mama é, na mulher, a doença oncológica de maior incidência e ainda a que tem um maior índice de mortalidade. A Organização Mundial de Saúde prevê, caso não sejam adotadas medidas urgentes e adequadas no campo da prevenção primária e secundária, um aumento de 50% de novos casos de cancro nos próximos 20 anos - de 10,1 milhões em 2000 para 15 milhões em 2020.

MUNICÍPIO DE CERVEIRA ACOLHE PROJETO PILOTO DE SAÚDE ORAL PARA CRIANÇAS

A aplicação de verniz de flúor é a mais recente estratégia desenvolvida pela Direção-Geral de Saúde e que arrancou, esta quarta-feira, em Vila Nova de Cerveira. No distrito de Viana do Castelo, os Municípios de Cerveira e de Ponte de Lima foram os selecionados para testar, pela primeira vez, este projeto gratuito de prevenção de cárie dentária.

O Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral (PNPSO) normalizado através da Circular Normativa Nº 01/DSE, de 18/01/05 (DSE CN nº 01, 2005) desenha uma estratégia global de intervenção em saúde oral, assente na prevenção primária e secundária das doenças orais, em particular a cárie dentária. Dessa estratégia preventiva destaca-se as atividades de promoção da saúde prevenção da doença, entre elas a administração de flúor.

Vila Nova de Cerveira regista uma taxa elevada (65%) de crianças entre os 3 e 5 anos de idade sem cárie dentária, um excelente indicador que se aproxima dos objetivos definidos pela OMS para 2020, na ordem dos 80%.

Descrita como muito eficaz, fácil, segura e bem tolerada, em diversos países da Europa - havendo evidência científica relativamente à sua eficácia na prevenção da cárie dentária -, o verniz de flúor em Cerveira será aplicado em crianças nascidas em 2010, duas vezes no ano, com um intervalo de seis meses, sendo efetuada nas instalações do ensino pré-escolar.

A vereadora da educação do executivo destaca “um método novo com custos reduzidos e resultados extremamente positivos para as crianças”, reconhecendo a importância de Cerveira ter sido selecionado como município-piloto de forma a permitir ter uma noção mais próxima da realidade do projeto e conferir uma maior margem de colaboração e atuação.

Para além deste projeto, Aurora Viães confirma que estão programadas uma serie de ações ao longo do ano letivo 2014/2015 que visam promover a saúde oral, com destaque para sessões de esclarecimento sobre a utilização do cheque dentista.

Os encarregados de educação interessados em obter esclarecimentos adicionais sobre este projeto e novo produto podem dirigir-se ao Agrupamento de Escolas, à Câmara Municipal ou mesmo ao Centro de Saúde de Vila Nova de Cerveira.

PONTE DE LIMA EVOCA CENTENÁRIO DA PRIMEIRA GRANDE GUERRA

Os limianos na Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Arquivo Municipal de Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima em parceria com Instituto de História Contemporânea, Unidade de Investigação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, pretende sensibilizar a população para a importância da memória e da sua preservação procurando a participação direta de todos os cidadãos para recordar e conhecer melhor a história da I Guerra Mundial.

Susana Matos Rio Lima

No âmbito desta iniciativa, inserida nas atividades levadas a cabo pelo Município de Ponte de Lima e da ação “Dias da Memória” do Instituto de História Contemporânea, solicita-se a todos os cidadãos de Ponte de Lima que sejam detentores de documentos, fotografias, objetos, postais, cartas, medalhas, diários, mapas, fardas, memórias e/ou outro tipo de material que possa contribuir para o enriquecimento e aprofundamento do estudo da I Guerra Mundial.

Toda a informação disponibilizada pelos cidadãos ao Município de Ponte de Lima, através do Arquivo Municipal, será posteriormente facultada ao Instituto de História Contemporânea para integrar o repositório de informação sobre a I Guerra Mundial, disponível em www.portugal1914.org.

Para mais informações contacte o Arquivo Municipal de Ponte de Lima através do email: arquivo@cm-pontedelima.pt ou pelo telf: 258900425.

DISCUSSÃO PÚBLICA DO PDM EM PÓVOA DE LANHOSO DEU ORIGEM A MAIS DE MIL ATENDIMENTOS PRESENCIAIS

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso realizou mais de mil atendimentos presenciais no Gabinete de Atendimento Técnico criado o âmbito da realização do período de discussão pública do Plano Diretor Municipal (PDM), entre 14 de agosto e 25 de setembro passados.

Gabinete Atendimento PDM 1

“Este processo é um exemplo de transparência e envolvimento da população. A revisão do PDM é muito importante para melhorar este instrumento de planeamento e de ordenamento”, considera o Presidente da Câmara Municipal, Manuel Baptista.

Durante o referido período de discussão pública, as pessoas interessadas puderam solicitar esclarecimentos e formalizar por escrito reclamações, observações e sugestões sobre a proposta de revisão do Plano Diretor Municipal da Póvoa de Lanhoso e respetivo Relatório Ambiental. Foram entregues 414 participações, sendo 350 participações presenciais.

Estes números demonstram o sucesso da metodologia adotada neste período, durante o qual o documento esteve disponível para consulta no Gabinete de Atendimento e na página eletrónica do município. O processo de participação pública da proposta de revisão do plano tinha como objetivos potenciar o diálogo com os munícipes, reforçando o contacto pessoal com os técnicos envolvidos na proposta com o recurso às novas tecnologias de informação, melhorando assim, a qualidade do PDM.

“O resultado final de um documento desta natureza não será, certamente, do agrado da totalidade dos Povoenses. Mas estou convicto de que é um instrumento de planeamento que, comparativamente com o seu antecessor, apresenta melhorias consideráveis. E o concelho fica a ganhar com isso”, considera já o Vereador da Câmara Municipal, Armando Fernandes. “O nosso objetivo, quando começámos a programar a discussão pública, foi que esse momento fosse do conhecimento de todos os Povoenses. Promovemos uma ampla divulgação da proposta de PDM e criámos um gabinete de atendimento dedicado a esta matéria. Estamos muito satisfeitos com a elevada adesão de Povoenses ao nosso desafio”, salienta ainda. “O Plano Diretor Municipal não deve ser um documento estático. Ele deve ser dinâmico. E por entendermos que o ordenamento territorial não se compadece com a acomodação dos decisores é que iremos, brevemente, dar mais alguns passos no sentido de potenciarmos um território mais harmonioso”, finaliza Armando Fernandes.

O Município apresentou o período de discussão pública baseado no acesso generalizado à proposta de plano, que permitiu uma participação em massa da comunidade. O atendimento presencial diário revelou-se essencial no esclarecimento de dúvidas relacionadas com o processo e na forma de abordar a participação e o portal SIG mostrou-se um excelente veículo de disseminação da informação.

Nesta fase, está-se a ponderar as participações recebidas e proceder a uma análise conjunta com as entidades intervenientes.

De lembrar que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso apresentou no dia 13 de agosto, a proposta de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), no Theatro Club.

PROJETO BEM ENVELHECER III DE TERRAS DE BOURO VISITA REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

No âmbito do Projeto Bem Envelhecer III de Terras de Bouro foi realizada, no dia 28 de outubro, por várias instituições sociais do concelho de Terras de Bouro, uma visita ao Regimento de Cavalaria nº6 do Exército Português.

IMG_8964

A deslocação a Braga proporcionou aos seniores terrabourenses uma interessante visita a esta estrutura do exército nacional, onde foi possível observar a origem histórica do regimento e as forças blindadas que servem de apoio às atividades de treino operacional, no intuito de estarem prontas para atuar em todo o espectro do conflito militar moderno, evidenciando, em permanência, capacidades e elevados níveis de prontidão operacional. Do programa, destacou-se ainda o almoço-convívio realizado no Seminário Maior de Vítor.

A atividade, que teve o apoio do Município de Terras de Bouro, foi organizada pela European Anti Poverty Network (EAPN) e pela Fundação Bonfim, registando a adesão das seguintes instituições de Terras de Bouro: Centro Social e Paroquial de Cibões, Centro de Solidariedade Social de Chorense, Centro Social e Paroquial de Souto, Centro Social de Rio Caldo, Centro Social de Vilar, Centro Social de Vilar da Veiga e a Cruz Vermelha Portuguesa/ Delegação de Braga – Lar de Terras de Bouro.

IMG_8951

IMG_8938

IMG_8928

ARCOS DE VALDEVEZ RECEBE PLATAFORMA SUPRA CONCELHIA DA REDE SOCIAL

Arcos de Valdevez recebeu, no passado dia 22 de outubro, a Plataforma Supra Concelhia da Rede Social do distrito de Viana do Castelo, em reunião realizada na Biblioteca Municipal e que contou com a presença do Diretor da Segurança Social de Viana do Castelo, Dr. Paulo Órfão, responsável pela coordenação da mesma, bem como, representantes dos dez CLAS (Conselho Local de Ação Social) concelhios, e das diversas instituições de cariz social que integram esta plataforma do Distrito de Viana do Castelo.

2

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, na qualidade de anfitrião, deu as boas vindas a todos os representantes, tendo realçado a importância do trabalho em rede na abordagem e resolução dos problemas sociais, e na promoção de um planeamento concertado ao nível dos recursos, respostas e equipamentos sociais.

Nesta sessão foram abordados diversos benefícios na rede social. Um dos pontos mais importantes da agenda de trabalhos teve a ver com a análise das candidaturas apresentadas pelas diversas instituições distritais ao ON2 – Equipamentos para a Coesão Social.

Ao nível do distrito foram apresentadas cerca de 44 candidaturas, relacionadas com a criação e melhoria de alguns equipamentos destinados a idosos, crianças e pessoas com deficiência.

No caso do concelho de Arcos de Valdevez, foram apresentadas 4 candidaturas, 2 destinadas à melhoria das condições de dois lares de idosos, e outras duas para o apoio à criação de duas respostas na área da deficiência, o centro de atividades ocupacionais e um lar residencial.

Esta Plataforma considerou que, as candidaturas são de prioridade elevada e constituem importantes respostas para os concelhos e instituições que as apresentam.

Na reunião foi ainda analisado o ponto de situação das diversas redes concelhias, tendo-se realçado o trabalho efetivado, nomeadamente, através da implementação dos diversos Planos de Desenvolvimento Social.

Dadas as preocupações com o envelhecimento da população, cada um dos representantes concelhios, falou dos projetos que têm sido desenvolvidos, para este grupo da população, tendo o CLAS de Arcos de Valdevez, apresentado o Plano Municipal para as Pessoas Idosas, documento, que está a ser elaborado por um grupo de trabalho e que prevê um conjunto de ações enquadradas em quatro eixos estratégicos essenciais – Eixo1 – Envelhecimento Ativo e Promoção da Saúde; Eixo 2 – Integração Social e Segurança; Eixo 3 – Respostas Sociais; Eixo 4 – Acessibilidade e Urbanismo. O referido documento terá um período de implementação de três anos (2015 – 2017) e deverá ser apresentado no CLAS, até ao final deste ano.

O Diretor da Segurança Social, manifestou o seu contentamento pela forma participada como decorreu a reunião, tendo realçado o papel que desta Plataforma como espaço privilegiado de debate e análise dos problemas sociais dos concelhos que a compõem, com vista à promoção de um planeamento concertado supraconcelhio.

3

ACADEMIA DE MÚSICA FORTALEZA DE VALENÇA HOMOLOGADA

A A.M.F.V. - Academia de Música da Fortaleza de Valença celebrou ontem, 29 de outubro, com a comunidade valenciana, a recente homologação, pelo Ministério da Educação, para lecionar o Curso Básico Especializado de Música.

Valença ganha uma escola oficial, para o ensino da música, reforçando a oferta formativa local e potenciando a dinâmica cultural da cidade.

Para além do ensino dos instrumentos a Academia, também, disponibiliza, em regime de curso livre, a opção de Canto.

A Academia está a arrancar, este ano letivo, com os cursos de Pré-Iniciação (crianças nas idades do pré-escolar), Iniciação (crianças que frequentam o 1º Ciclo) e Básico Especializado de Música (crianças e jovens de 5º ao 9º ano). A par destas modalidades tem, também, disponível o Curso Livre destinado a todas as faixas etárias, não tendo plano de estudos obrigatório.

O projeto pedagógico e artístico da A.M.F.V. tem contado com o apoio da Câmara Municipal de Valença, dos Encarregados de Educação e instituições locais.

A A.M.F.V., a par do Coral Polifónico de São Teotónio e da Associação Luar do Minho dão corpo à nova vida da antiga Alfândega, como Alfândega Cultural de Valença. Um espaço multifuncional que tem vindo a recuperar vida como polo dinamizador da atividade cultural e artística da cidade.

Os edifícios e dependências que faziam parte dos espaços da antiga Alfândega de Valença tem vindo a ser requalificados e readaptados, por parte da Câmara Municipal para as suas novas funções. Um conjunto de intervenções que a autarquia considera fundamentais para as novas funcionalidades atribuídas, como Alfândega Cultural de Valença, mas, também, para manter as memórias e a identidade da antiga fronteira preservada.

ARCOS DE VALDEVEZ: APRESENTAÇÃO DE LIVRO SOBRE O FORAL MANUELINO DE SOAJO MARCA UM DOS MOMENTOS ALTOS DOS 500 ANOS DAS COMEMORAÇÕES

No âmbito do programa de comemorações dos 500 anos do Foral manuelino de Soajo, iniciado em 28 de Junho com uma intervenção de valorização e proteção ao Pelourinho da localidade, teve lugar no passado dia 25 de Outubro na Casa do Povo de Soajo, um dos momentos mais significativos e simbólicos do programa.

8

Coincidente com a apresentação da publicação intitulada “Soajo: 500 anos do foral manuelino”, uma edição do Município de Arcos de Valdevez com autoria da Prof. Doutora Paula Pinto Costa, docente e investigadora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto; o volume, com 75 páginas, aborda nos seus múltiplos capítulos a questão dos forais como uma estratégia régia desde o século XI, a sua evolução desde a Idade Média, passando por uma abordagem sucinta à história de Soajo, bem como o processo de preparação do foral e a sua materialização como compromisso das populações da época com o monarca D. Manuel I. O livro está inserido numa edição mais abrangente denominada “500 anos dos Forais de Arcos de Valdevez”, e que no próximo ano contará, de igual modo, com um volume específico sobre o Foral de Valdevez, sendo ambos os livros disponibilizados em conjunto.

No âmbito da apresentação do volume a autora referenciou o âmbito e interesse do documento quinhentista para a história de Soajo e Arcos de Valdevez, mas também para a região e para o país, uma vez que o estudo e observação do global destes documentos permite traçar um quadro social, económico e administrativo do Portugal do século XVI. Por sua vez o Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, referenciou a importância óbvia do documento e das comemorações dos seus 500 anos para a história coletiva do concelho, assumindo que o espirito de memória e celebração do passado deve ser igualmente um motor de interligação entre as diferentes gerações de soajeiros espalhadas pelo mundo, solidificando ainda mais a relação entre os que ficam e os que partem, numa tradição de descoberta do mundo que os portugueses consolidaram, curiosamente, no reinado do rei D. Manuel I; referiu também as estratégias de desenvolvimento e os desafios que se colocam futuramente ao concelho e a Soajo em particular, com a potenciação dos recursos endógenos, da natureza, do turismo e da marca “Reserva Mundial da Biosfera”/Parque Nacional Peneda-Gerês.

A cerimónia terminou com um momento musical conectado com a música dos séculos XVI e XVII, da autoria do guitarrista, compositor e docente da Universidade do Minho Ricardo Barceló, num momento fortemente aplaudido pelas várias dezenas de pessoas que se deslocaram à Casa do Povo local. Antes da apresentação da publicação, e como definido no programa, foi feito o descerramento simbólico de uma placa em bronze comemorativa da efeméride, intencionalmente colocada na parede da antiga Casa da Câmara do concelho de Soajo.

As comemorações dos 500 anos do Foral culminarão, no final do ano de 2014, com a apresentação dos resultados do Concurso de Ideias para a conceção de um elemento escultórico alusivo à efeméride.

3

MANEQUIM BRACARENSE BRUNO RODRIGUES SONHA VIAJAR PELO MUNDO

Bruno Rodrigues é natural de Braga e tem o Curso Tecnológico de Desporto. O seu grande hobby são as danças. É aluno de latinas e africanas em estúdio de dança. É um dos manequins da Nobodymodels e confessa que o seu maior sonho é “ter tempo e disponibilidade económica que me permita viajar pelo mundo”.

A Nobodymodels é uma empresa ligada à área da moda e produção de eventos. Dela faz parte a escola/agência de modelos/manequins/atores que engloba jovens e crianças, promotoras e hospedeiras, a produção de eventos com diferenciada oferta de serviços nesse setor e ainda uma revista de moda e lifestyle, a B´Glam Magazine (www.bglam-magazine.com).

Em parceria com o Blogue do Minho a Nobodymodels (www.facebook.com) tem vindo a desenvolver um projeto que visa apresentar e dinamizar algum do trabalho que se vai desenvolvendo nesta área na região do Minho, bem como dar a conhecer alguns rostos que contribuem para a beleza e glamour da mesma.

Nome: Bruno Rodrigues

Data de Nascimento: 01/09/1991

Naturalidade: Braga

Curso /área de estudo: Curso Tecnológico de Desporto

Ocupação Atual: Operador El Corte Inglés (Supercor Braga)

Prato (gastronomia): Rancho

Bebida: Gin

Desporto: Fitness

Cor: Preto

Animal: Cão

Livro: Marley e eu

Música: Africanas - Daduh King “Gostosa”

Viagem de Sonho: Miami

Estilista: Antony Morato

Modelo/Manequim: Valter Carvalho

Citação: A vida são dois dias e um já passou

- Quando iniciou o teu gosto/interesse pela moda?

O meu interesse pela moda surgiu desde muito pequeno… no entanto devido à minha timidez na altura, fui deixando passar o tempo até ao dia em que o gosto pela área superou a vergonha e decidi dar o passo em frente.

- Qual foi a tua 1ª experiência nesta área?

Foi sensivelmente há uns 7 anos atrás, num desfile que ocorreu em Amares (Braga) intitulado Fitness & Fashion.

- A realização de formação específica nesta área tem-se mostrado importante no teu desempenho/percurso como modelo/manequim?

Sim, sem dúvida alguma. Desenvolver uma formação nesta área é sempre uma mais-valia para podermos vir a ser bons profissionais naquilo que desempenhamos. Aproveito para agradecer à Nobodymodels, a minha agência) pela aposta em mim e me terem já proporcionado oportunidades de trabalhos tanto a nível fotográfico como em passerelle. Os trabalhos diferem todos entre si, e isso requer de nós uma exigência e uma maturidade para corresponder ao que nos é solicitado, que apenas com uma boa formação poderemos faze-lo.

- Achas que de alguma forma contribuiu também para a tua aprendizagem e crescimento pessoal?

Seguramente! Tornei-me uma pessoa mais sociável e com maior facilidade de expressão pois o convívio com inúmeras pessoas distintas, sejam pela idade, pela formação, cultura etc, a isso nos ensina. Como pessoa adquiri maior responsabilidade e aprendi a ouvir o que os mais experientes me tinham para ensinar. Não esquecendo a Nobodymodels e os seus profissionais que contribuíram significativamente para a pessoa e profissional que sou hoje.

- Qual a reação dos teus amigos perante a tua presença como modelo/manequim? Alteraram a sua atitude perante ti?

Os meus amigos sabem aquilo que faço e não se opõem ou mostram qualquer tipo de desagrado ou inveja por esse facto. Não alteraram em nada o seu comportamento comigo e se algum dia um deles vier a ter uma atitude menos digna sobre as minhas opções isso será sinónimo de uma amizade “podre” que em nada me interessará manter.

- Contas com o apoio da tua família ou eles mostram alguma relutância e desagrado quanto a isso?

A minha família sempre me apoiou nas minhas decisões e com a entrada na área da moda a sua postura em nada alterou. Aliás fazem os possíveis para sempre estarem presentes e acompanhar de perto e preferencialmente em “1ª fila” os trabalhos que realizo, particularmente os desfiles. São os meus fans nº1.

- Qual o teu maior sonho?

Ter tempo e disponibilidade económica que me permita viajar pelo mundo.

PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA DIA MUNICIPAL PARA A IGUALDADE

Póvoa de Lanhoso assinalou Dia Municipal para a Igualdade A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso assinalou o Dia Municipal para a Igualdade, na passada sexta-feira, 24 de outubro. A autarquia aderiu assim à campanha nacional “Igualdade é Desenvolvimento”, promovida pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local (ANIMAR).

Dia Municipal Igualdade 2

Para tal, foram distribuídos folhetos e laços em diversos espaços municipais com o objetivo principal de colocar no centro das atenções a temática da Igualdade enquanto promotora de Desenvolvimento e de informar e sensibilizar.

De lembrar que, atendendo à nossa história local e à data da revolta da Maria da Fonte, desde 2011 que a Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso elegeu como dia Municipal para a Igualdade o dia 23 de março.

Contudo, este ano, em cumprimento de um compromisso coletivo com a Igualdade, o Município juntou-se a inúmeras organizações e autarquias de todo o país e promoveu internamente a já referida iniciativa de cidadania local. Na tentativa de modificar hábitos e sensibilizar para todas as desigualdades existentes e verificadas ao nível concelhio, a autarquia tem realizado, no âmbito do Serviço para a Promoção da Igualdade de Género, diversas ações sobre temáticas inerentes à igualdade, sendo a Semana Municipal para a Igualdade, que todos os anos se realiza de 19 a 25 de novembro, a que mais se destaca.

Entendendo que as desigualdades ainda presentes e reproduzidas na sociedade se apresentam como um obstáculo à melhoria e ao progresso da sociedade porque privam da integral e completa contribuição de parte significativa da população, a autarquia da Póvoa de Lanhoso, no cumprimento de um compromisso assumido em 2010, considera que importa reconhecer o direito fundamental à igualdade de homens e mulheres, o que pressupõe o reconhecimento de que a igualdade não é mais uma condição subsidiária para o gozo de qualquer direito fundamental.

ESPOSENDE SENSIBILIZA PARA A IDENTIFICAÇÃO DE CORES

O Município de Esposende, em colaboração com os Agrupamentos de Escolas das Marinhas e António Correia de Oliveira e a Escola Secundária Henrique Medina, vai realizar na próxima sexta-feira, 31 de outubro, às 21h00, no Auditório Municipal de Esposende, uma ação de sensibilização sobre o Programa ColorADD – Sistema de Identificação de Cores.

Esta ação é dirigida à comunidade em geral e pretende sensibilizar para o daltonismo, uma problemática que afeta 350 milhões de pessoas em todo o mundo. Para abordar a questão foi convidado Miguel Neiva, autor do ColorADD, um sistema de identificação de cores para daltónicos, um código pioneiro, universal e inclusivo. Desenvolvido com base nas três cores primárias, representadas através de símbolos gráficos, o código assenta num processo de associação lógica e de fácil memorização.

Miguel Neiva é Designer de Comunicação e possuiu Mestrado em Design e Marketing. Em 2011 criou a ColorADD SSocial, uma Organização Não Governamental para assegurar que o ColorADD possa ser utilizado na educação, livre de custos, permitindo assim a inclusão de crianças daltónicas, sem discriminação por um mundo mais acessível e inclusivo.

PONTE DE LIMA PREPARA-SE PARA A DESCIDA DO SARRABULHO

XIV Descida ao Sarrabulho BTT em Ponte de Lima realiza-se no dia 15 de novembro

Realiza-se no dia 15 de novembro a XIV Descida ao Sarrabulho em BTT. Esta é a prova maior do Batotas – Clube de Desportos Radicais de Ponte de Lima que desde a fundação do clube, em 1999 promove esta descida radical em BTT, do cimo do monte da Boalhosa até ao Centro Histórico.

Pelo caminho, contactam com o património natural e arquitetónico do concelho e, no final, deliciam-se com um fantástico Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima. Esta ação desportiva não tem cariz competitivo, trata-se apenas de um passeio.

De acordo com a organização o secretariado estará instalado na Alameda de S. João junto à ponte romana. Aquando do “check-in” os participantes recebem um saco com o dorsal, uma lembrança e a respetiva senha para o jantar, deverão ainda indicar se pretendem subir até ao local da partida de bicicleta ou se vão optar pelo transporte disponibilizado pela organização.

No final da descida os participantes poderão tomar banho nos balneários do Centro Náutico de Ponte de Lima. Também haverá um local para lavagem das bicicletas junto ao secretariado.

Para mais informações consulte a página do facebook do clube. Os interessados em inscrever-se podem fazê-lo através do endereçowww.classificacoes.net.

Programa da XIV Descida Sarrabulho em BTT:

Horários previstos (com tolerância de 15 minutos)

10h00 Abertura do Secretariado

13h00 Partida daqueles que sobem em bicicleta

13h15 Início da carga das bicicletas

14h00 Fecho do Secretariado

14h15 Partida dos autocarros e camiões com as bicicletas

14h45 Chegada ao cimo do monte - Boalhosa

15h00 Início da partida da XIV descida ao sarrabulho

16h15    Chegada dos primeiros participantes

16h30 Abertura dos Banhos e lavagem das bicicletas

17h30    Chegada dos últimos participantes

19h00 Jantar

CAMINHA REQUALIFICA MOSTEIRO DE SÃO JOÃO D’ARGA

Miguel Alves salientou ontem que este executivo está a tornar o Mosteiro de São João d’Arga numa “joia” ainda mais “rica” e mais “brilhante”

Eletrificar e recuperar o Mosteiro de São João d’Arga foram as apostas deste executivo para a valorização da Serra d’Arga. Miguel Alves comparou ontem, em Arga de Baixo, esta intervenção no mosteiro a “uma joia um pouco suja que estamos a polir para a tornamos ainda mais rica e mais brilhante” e acrescentou: “apostamos investir na recuperação do Mosteiro de São João d’Arga para tornar genuíno aquilo que ao longo dos anos foi transformado com construções que são atentados contra o património, de modo a que possa ser ainda mais valorizado”.

arga de baixo (1)

O edifício da Junta de freguesia de Arga de Baixo acolheu ontem, ao final da tarde, a reunião descentralizada da União de Freguesias de Arga. Miguel Alves realçou à plateia a importância destas reuniões: “são a nova forma que criamos para poder estar mais perto das pessoas, para percebermos os sentimentos das pessoas relativamente às suas freguesias”.

Também o presidente da União de Freguesias de Arga realçou a importância destas reuniões: “constituem uma forma de aproximar o município da população”.

A recuperação do Mosteiro de São João d’Arga, a reflorestação da Serra d’Arga, a limpeza de bermas, a requalificação do parque infantil de Gandra e a reconstrução do Pontão de Lobos foram algumas das questões colocadas ao executivo por seis munícipes.

Miguel Alves explicou que as apostas deste executivo para a valorização do “promontório” do concelho foram a requalificação do Mosteiro de São João d’Arga e a instalação de eletricidade no local. Na verdade, a obra já iniciou e o autarca lembrou que o investimento na recuperação do património ultrapassa o meio milhão de euros. Miguel Alves também esclareceu que se trata de uma obra que requer um trabalho muito minucioso, com complexidade, de “filigrana”. E, assegurou que é intenção do executivo que a intervenção esteja concluída no próximo ano na altura da Romaria de São João d’Arga: “a nossa perspetiva, o nosso rogar, o nosso pedido e o compromisso do empreiteiro é que as obras estejam concluídas antes da festa”.

Sobre a importância da valorização da Serra d’Arga, Miguel Alves considera: “a Serra d’ Arga por muito que seja a vossa terra, a Serra d’Arga é de todos, é do concelho, é do Minho, é portuguesa. É uma serra a quem temos de prestar homenagem. E saber prestar homenagem é não perder aquilo que é genuíno, mas é saber inovar com inteligência e respeito por tudo aquilo que é o passado e sobretudo o sonho do futuro desta serra”.

A requalificação do parque Infantil foi outra das questões colocadas. O presidente assegurou que na primavera o parque estará em condições de ser utilizado em segurança pelas crianças.

Sobre a florestação da Serra d’Arga, Guilherme Lagido lembrou que não é da responsabilidade do Município e manifestou a disponibilidade da Câmara para trabalhar em conjunto com outras entidades, como por exemplo os Baldios, de forma a se encontrarem as soluções necessárias.

Sobre a reconstrução do Pontão do Lobo, Miguel Alves não apontou datas, mas disse que será reconstruído.

Na reta final da reunião, o presidente da Câmara lembrou aos presentes: “não há formas corretas de governar. Mas há o essencial e há aquilo que podemos fazer e perceber quais são os recursos a nosso favor”.

arga de baixo (2)

CAMINHA E VILA PRAIA DE ÂNCORA ACOLHEM FEIRA DE TRADIÇÕES DE NATAL EM DEZEMBRO

Em dezembro, Caminha e Vila Praia de Âncora vão acolher a Feira de Tradições de Natal. Dar a conhecer as tradições natalícias e potenciar a economia local são os objetivos do certame. A participação certame é gratuita e estende-se aos artesãos de todo o território nacional. As inscrições vão decorrer de 3 a 15 de novembro.

Em Caminha, a Feira de Tradições de Natal vai decorrer no Largo Calouste Gulbenkian, nos dias 13 e 14 de dezembro. Em Vila Praia de Âncora, terá lugar na Praça da República, nos dias 20 e 21 de dezembro.

Para além da valorização do artesanato e dos produtos locais, este evento pretende ser um polo de atração turística, capaz de atrair novos públicos ao concelho.

Na Feira de Tradições de Natal podem participar artesãos residentes e não residentes do concelho de Caminha. Os interessados podem formalizar as respetivas propostas de inscrição até ao dia 15 de novembro, através do correio eletrónico cultura@cm-caminha.pt; podem ser entregues na receção do Município ou remetidas por correio para Município de Caminha/Serviços Culturais/Largo Calouste Gulbenkian/4910-113 Caminha.

Mais informações em www.cm-caminha.pt.

HÁ CEM ANOS, GOVERNO APROVOU PROJETO E ORÇAMENTO PARA A CONSTRUÇÃO DO RAMAL FERROVIÁRIO QUE SERVE O PORTO DE VIANA DO CASTELO

O diploma veio publicado no Diário do Governo nº. 257 e reza o seguinte:

Ministério do Fomento

Caminhos de Ferro do Estado

Conselho de Administração

Manda o Governo da República Portuguesa, pelo Ministro do Fomento, a quem foi presente o projecto, elaborado pela Direcção do Minho e Douro, com data de 5 de Abril de 1910, do ramal do caminho de ferro da estação de Viana do Castelo ao porto da mesma cidade, conformando-se com o parecer do Conselho Superior de Obras Públicas e Minas, de 7 de Julho do mesmo ano, aprovar o referido projecto e respectivo orçamento na importância total de 23.486$61 (1).

Paços do Governo da República, em 30 de Outubro de 1914 = O Ministro do Fomento, José Maria de Almeida Lima

GUIMARÃES VESTE-SE DE ROSA CONTRA O CANCRO DA MAMA

Edifícios em cor-de-rosa e logótipo humano em Guimarães pela prevenção do cancro da mama 

Autarquia, fachadas dos principais edifícios da cidade, comerciantes, escolas e comunidade em geral juntam-se esta quinta-feira à tarde para formar uma verdadeira “Onda Rosa Humana”.

A construção de um logótipo humano e a decoração em cor-de-rosa das fachadas dos edifícios do Centro Histórico assinalam em Guimarães, esta quinta-feira, 30 de outubro, pelas 15 horas, o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama, no âmbito do mês temático promovido pelo Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

O logótipo humano formará a imagem de uma “Onda Rosa”, representativa da campanha para a prevenção e deteção precoce do cancro da mama. Os vimaranenses, convidados a utilizarem esta quinta-feira uma peça de vestuário ou um acessório cor-de-rosa, terão oportunidade de ver janelas e fachadas públicas da cidade simbolicamente decoradas, bem como montras das lojas comerciais e edifícios do Largo da Oliveira e Praça de S. Tiago.

O Município de Guimarães, a Associação Vencedores do Cancro Unidos pela Vida - ACUPV, a Associação Comercial e Industrial de Guimarães, a Associação Nacional de Farmácias, o Centro Hospitalar do Alto Ave - Oncologia, os Centros de Saúde de Guimarães, os Agrupamentos de Escolas de Guimarães e o CyberCentro de Guimarães associaram-se a esta causa com a dinamização de atividades comuns, colorindo a cidade com a tonalidade que identifica a causa, envolvendo entidades privadas e públicas.

O objetivo é reunir o maior número de pessoas no Largo da Oliveira e criar uma mancha rosa e uma atmosfera de solidariedade num local classificado pela UNESCO como Património Mundial. Entre as 14:30 e as 18 horas, estará igualmente disponível, nas arcadas do Largo da Oliveira, uma delegação da Associação Vencedores do Cancro Unidos pela Vida, que procederá à distribuição de folhetos informativos com conteúdo de carácter preventivo e fornecidos pela Liga Portuguesa Contra o Cancro.

DIA COLORIDO NO “MÊS ROSA”

A comemoração do Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama envolve o Município de Guimarães, comerciantes, escolas e agrupamentos de escolas e comunidade em geral. O simbolismo do gesto pretende alertar mulheres e também os homens da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do cancro da mama. Trata-se de uma doença que afeta os dois géneros e envolve não só o doente como também a família e os que o rodeiam.

O mês de outubro é associado, desde a década de 90, à luta contra o cancro da mama, assumindo-se como o “Mês Rosa” (“Pink October”). Um pouco por todo o mundo, durante este mês, alastra uma “Onda Rosa” que permite sensibilizar a população para a temática da prevenção, tornando-a mais recetiva a ações posteriores com o objetivo de prevenir o cancro e promover a saúde.

O cancro da mama é, na mulher, a doença oncológica de maior incidência e ainda a que tem um maior índice de mortalidade. A Organização Mundial de Saúde prevê, caso não sejam adotadas medidas urgentes e adequadas no campo da prevenção primária e secundária, um aumento de 50% de novos casos de cancro nos próximos 20 anos – de 10,1 milhões em 2000 para 15 milhões em 2020.

CAMINHA APROVA ORÇAMENTO “VERDADEIRO, VIVO E VITAMINADO” MARCADO POR UMA POUPANÇA DE 2,8 MILHÕES DE EUROS NO ESPAÇO DE UM ANO

Câmara vai pagar mais de um milhão de euros em compromissos decorrentes de ações judiciais

O Executivo aprovou hoje, por maioria, as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2015. Marcado pelo rigor e pela transparência, situando-se nos 21 milhões de euros, este é o orçamento do triplo “V”, como o classificou o presidente, Miguel Alves, ou seja, é um orçamento verdadeiro, vivo e vitaminado.

29 10 2014 - reunião de câmara (2)

No próximo ano, este Executivo vai implementar soluções para os problemas e desajustes políticos e orçamentais criados por decisões do passado, nomeadamente a acumulação de compromissos por processos perdidos em Tribunal, mas os constrangimentos não impedem o investimento e uma aposta estratégica que corresponde ao projeto político sufragado em setembro de 2013. Determinante neste orçamento é também a poupança de 2,8 milhões de euros realizada entre setembro de 2013 e setembro deste ano (em comparação com igual período anterior).

Na introdução aos documentos, Miguel Alves explica o significado dos três “V”, começando pela transparência com que enfrenta os problemas, sem escamotear a situação real: “Verdadeiro (porque não esconde as dificuldades, prevê uma receita realista e acomoda os montantes das dívidas, incluindo mais de 1 milhão de euros em processos perdidos em Tribunal, porque segue as indicações da auditoria realizada às contas e as diretrizes das entidades reguladoras).

O segundo “V” traduz a não acomodação deste Executivo às dificuldades e Miguel Alves garante que este é um orçamento “Vivo (porque aposta na mobilização da cidadania através dos processos participativos, na descida de impostos que liberta as famílias, dinamiza a economia com obra, eventos e apoio direto às instituições e às pessoas em dificuldades e apela à sustentabilidade dos nossos recursos)”.

Por último é um orçamento “Vitaminado (porque aposta num investimento superior em 20% ao ano anterior, porque incrementa a despesa, logo a aposta, nas áreas da educação, cultura e desporto e prepara a chegada do quadro comunitário Portugal 20/20”.

Definido como “peça de uma estratégia global” e “roteiro financeiro de concretização de um projeto político”, a margem de manobra não deixa de ser influenciada pelo passado, apesar da gestão rigorosa realizada no último ano, que permitiu gastar menos 2,8 milhões de euros em relação à prática anterior: “as Opções do Plano são mais do que um exercício estanque confinado a um ano civil, são o reflexo de outros exercícios, transportam em si todas as decisões tomadas em anos anteriores e as suas consequências e apresentam-se como partes ou, pelo menos, como pistas, das escolhas definidas para o futuro”.

Assim, como se lê no documento, a primeira prioridade é a de enfrentar e resolver o desequilíbrio das contas municipais (recorde-se que o exercício líquido de 2013 foi negativo em quase 1 milhão de euros), acomodando os compromissos assumidos no passado que não podem ser revogados nem negociados.

Sem artificialismos ou maquilhagem contabilística, os documentos previsionais agora aprovados apresentam uma previsão de despesa (a que corresponde a mesma previsão de receita) de 21.041.663 euros, o que configura uma subida de cerca de 4% relativamente ao ano.

Apesar do esforço de contenção e do corte de gorduras em praticamente todas as áreas, há uma subida da despesa que é explicada por diversos fatores, com preponderância para os compromissos anteriores (custo das ações judiciais transitadas em julgado durante o ano de 2014) e a contribuição prevista para o Fundo de Apoio Municipal criado pelo Governo central.

Aposta na cultura, desporto e educação

Assume-se a aposta nas áreas da cultura, desporto e educação, reforçam-se as transferências para as freguesias e acautelam-se as obras em execução enquadradas ainda no QREN que agora termina. De registar o aumento do investimento a realizar no concelho em mais de 20% relativamente ao exercício de 2014.

Miguel Alves afirma, que “com contas sãs, é possível vitaminar o concelho e percorrer um caminho de afirmação de uma economia sã”, por isso este orçamento respeita as premissas de “mais emprego, mais diálogo e melhor futuro” e reforça “a estratégia do Município assente em cinco eixos estratégicos que, fundidos, correspondem a uma visão de desenvolvimento, modernidade e coesão do nosso concelho. Cinco eixos que se vão afirmando ao longo do trajeto percorrido que encontram clara sinalização neste documento previsional”.

Recorde-se que esses eixos correspondem ao crescimento e desenvolvimento do concelho; solidariedade, bem-estar e coesão social; espaço público qualificado; política cultural de qualidade e de efeito persistente, no desporto como fator de bem-estar e motor económico e consolidação de um ambiente sustentável.

Uma gestão amiga das famílias e das empresas

Apesar das dificuldades, o Executivo reforça, neste documento, o que tem sido uma gestão amiga das famílias e das empresas, marcada também pelo desagravamento fiscal. De destacar as duas descidas da taxa de IMI em menos de 10 meses, a redução do preço da fatura da água através da ação sobre a taxa de resíduos, a descida da taxa variável de IRS, a promoção de ações de redução de preços na ligação ao saneamento, etc.

De destacar ainda a componente de investimento prevista e a aposta em obras tão estruturantes como a nova biblioteca municipal, a reabilitação do Mosteiro de São João d’Arga, a ecovia do Rio Minho em Seixas e Lanhelas, a ecovia que liga Caminha a Esposende, áreas de apoio à praia da Foz do Minho e áreas de apoio ao campo do Âncora Praia e praia junto da duna dos Caldeirões, alargamento do saneamento e das redes de escoamento de águas pluviais, o alargamento da rede municipal de percursos pedestres (apoiando ainda a construção civil e seus satélites mas também as empresas que beneficiam da incrementação do turismo, da valorização da cultura e da divulgação das potencialidades do concelho no lazer e desporto.

A finalizar, Miguel Alves alerta: “precisamos que mais famílias venham viver para o nosso concelho, precisamos de estancar a emigração, de manter a descida dos números de desemprego que se foram verificando a partir do meio do ano de 2014, precisamos de afirmar a presença do concelho de Caminha em órgãos como a Associação Nacional de Municípios, o Conselho Regional do Norte, da CIM, da Polis Litoral Norte, da Adriminho e outras”.

29 10 2014 - reunião de câmara (1)

FAFE REDUZ CONSUMO ENERGÉTICO

Campanha de troca de lâmpadas de vapor de sódio por Leds quase concluída no centro da cidade. Câmara vai colocar 90 luminárias no centro – neste momento falta apenas a Avenida do Brasil

Está praticamente concluída a campanha de substituição de lâmpadas de vapor de sódio por leds, no centro da cidade de Fafe.

A campanha da câmara municipal surge no âmbito do Plano de Eficiência Energética e prevê que, até ao final do ano, sejam colocadas no centro da cidade, 90 luminárias. Trata-se de um investimento que ronda os 15 mil euros e que levará a uma poupança anual de cerca de  9 mil euros.

Para o vereador José Baptista, esta iniciativa é muito importante porque vai permitir uma poupança considerável aos cofres da autarquia, num ano em que o número de instalações aumentou.

“Com esta iniciativa a autarquia vai gastar 15 mil euros, que em menos de dois anos serão amortizados. É neste contexto de dificuldades acrescidas que cabe aos políticos recorrer aos instrumentos e à imaginação para que se consigam baixar os custos e é isso que estamos a fazer em termos de eletricidade”, explicou o vereador, referindo ainda que “com estas medidas, em termos de eficiência energética, a autarquia vai conseguir bons resultados”.

Refira-se que a par desta medida, têm vindo a ser implementadas outras, nomeadamente sensibilização dos utilizadores dos equipamentos municipais, regulação dos horários de funcionamento dos lagos, identificação e sinalização dos postes e pontos de iluminação supérfluos, chamados de “poluição luminosa”.

Alem disso, estão ainda a ser implementados sistemas de comando em alguns estabelecimentos escolares menos eficientes para que os consumos noturnos com aquecimento sejam reduzidos ou até mesmo eliminados.

No que se refere aos edifícios municipais como Multiusos, Piscinas, Pavilhão Gimnodesportivo e Biblioteca, estes foram objeto de uma candidatura ao Plano de Promoção de Eficiência no Consumo, no sentido de substituir os equipamentos de iluminação atuais por sistemas de baixo consumo.

A par de todas estas iniciativas, refira-se que foi ainda feito um concurso público internacional, no âmbito do mercado liberalizado de eletricidade que resultou na contratação de tarifas de energia mais vantajosas, que levará a poupança de 6%, na fatura da eletricidade.

José Baptista lembra ainda que existem outras áreas onde a autarquia gostaria de atuar, no que a eficiência energética diz respeito.

“Outra das áreas onde gostaríamos de continuar a apostar era no aproveitamento dos nossos recursos endógenos, enquanto potenciadores na produção de energia, à imagem do que foi feito com o parque eólico. Neste contexto, a produção hidroelétrica é para nós uma prioridade”, frisou.

liminarias 1

GUIMARÃES APRESENTA ESTUDO CIENTÍFICO SOBRE FATORES PSICOLÓGICOS NA FORMAÇÃO DESPORTIVA DOS JOVENS

Conclusões são apresentadas sexta-feira numa sessão marcada para o “Liceu” de Guimarães. Projeto de investigação foi desenvolvido no âmbito da Cidade Europeia do Desporto 2013.

O Município de Guimarães vai apresentar, durante a realização de uma sessão pública, agendada para esta sexta-feira, 31 de outubro, pelas 10 horas, na Escola Secundária Martins Sarmento, o projeto de investigação “Fatores psicológicos na formação desportiva de jovens”, realizado por uma equipa de investigadores da Escola de Psicologia da Universidade do Minho.

Sob supervisão científica do Professor Doutor Rui António Gomes, as autoras Carla Vilela e Sara Vasconcelos estudaram aspetos relacionados com o apoio e acompanhamento parental, a motivação para a prática desportiva e os sentimentos de bem-estar no desporto.

Em 2013, a Cidade de Guimarães celebrou o título de Cidade Europeia do Desporto. No quadro do programa geral da CED2013, dando seguimento à sua estratégia de aposta na investigação e conhecimento sobre o fenómeno desportivo em Guimarães, e aproveitando a excelente parceria estabelecida com a Universidade do Minho, foi apoiada a realização de um conjunto de estudos e pesquisas científicas cujos resultados começam agora a ser conhecidos e anunciados.

A sessão pública de apresentação do projeto “Fatores psicológicos na formação desportiva de jovens” terá a presença da equipa de investigação, do Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Guimarães, Amadeu Portilha, e dos representantes dos clubes que colaboraram no estudo, assim como da comunidade escolar.

BREVE BIOGRAFIA DAS AUTORAS

Carla Vilela é aluna do Mestrado Integrado em Psicologia da Universidade do Minho desde 2009. Atualmente, encontra-se a frequentar o último ano de mestrado, na área de especialização Psicologia das Organizações e do Desporto. Estagiou na Câmara Municipal de Guimarães – Divisão de Ação Social, onde desenvolveu um projeto no âmbito da psicologia social e comunitária. Entre 2013 e 2014, foi membro colaborador do grupo de investigação: Adaptação, Rendimento e Desenvolvimento Humano (ARDH-GI).

Sara Vasconcelos é licenciada em Psicologia pela Universidade dos Açores em 2012. É aluna do Mestrado Integrado em Psicologia da Universidade do Minho desde 2012. Atualmente, encontra-se a frequentar o último ano do mestrado, estagiou no Agrupamento de Escolas do Vale de S. Torcato na área da Psicologia Escolar e da Educação e desenvolveu o seu projeto de tese em Psicologia do Desporto. Entre 2013 e 2014, foi membro colaborador do grupo de investigação: Adaptação, Rendimento e Desenvolvimento Humano (ARDH-GI).

CELORICO DE BASTO APRESENTA PORTAL DO UTENTE

O Portal do Utente foi oficialmente apresentado à comunidade em Celorico de Basto, no dia 24 de outubro, no salão nobre dos Paços do concelho.

_DSC0108

“Esta nova ferramenta procura ultrapassar algumas lacunas no apoio aos utentes na área da saúde. Hoje, pede-se às entidades presentes que, em sintonia e cooperação, sejam capazes de elucidar os utentes para os benefícios positivos associados a este instrumento. É necessário agilizar de forma a ultrapassar as dificuldades” disse o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota e Silva, na cerimónia de abertura. No mesmo sentido, o autarca destacou o esforço do executivo municipal, do Aces e da ARS para que o concelho tenha a assistência médica necessária para responder às necessidades dos utentes. “Em conjunto, e de forma empenhada, iremos encontrar uma resposta eficaz em relação ao número de médicos necessários para a comunidade” referiu.

O Portal permite ao utente obter informação útil e aceder a vários serviços que vão facilitar a sua ligação com o Serviço Nacional de Saúde, tudo isto, com a inscrição do utente em https://serviços.min-saude.pt/utente/portal.

Ponciano Oliveira, Vogal do Conselho Diretivo da ARS-Norte, referiu a importância deste instrumento na disponibilização atempada dos cuidos de saúde. “Trata-se de uma ferramenta com benefícios para os utentes, diminuindo os gastos e permitindo uma melhor disponibilização dos cuidados de saúde. Promovida pela ARS, esta ferramenta é algo que, verdadeiramente acredito ir de encontro, na saúde do futuro, a maior sustentabilidade e acesso. O bom funcionamento desta ferramenta ganha maior sustentabilidade se as entidades tiverem noção das necessidades das populações sem se demitirem do contributo que podem dar, afinal, não podemos permitir a exclusão, pelo grau de escolaridade, torna-se necessária a disponibilização de conhecimento às pessoas com meios de acesso a estas ferramentas. Queremos com menos recursos aumentar a qualidade dos serviços prestados”. Ao mesmo tempo, Ponciano Oliveira destacou o apoio da Câmara Municipal como fundamental na fixação de médicos no concelho evidenciando o “muito esforço do presidente da Câmara Municipal nesta matéria”. Efetivamente, o Portal do Utente, uma plataforma disponibilizada pelo Ministério da Saúde, surgiu no âmbito da estratégia de facilitar a vida dos utentes e melhorar os serviços prestados. Trata-se de uma ferramenta concebida sob os princípios da centralização, integração e personalização, que procura, com uma linguagem de fácil acesso a todos os utentes, responder às necessidades através dos serviços informativos e eletrónicos.

A abordagem ao Portal do Utente esteve a cargo da Diretora Executiva do ACES, Tâmega 1-Baixo Tâmega, Cristina Ferreira, que reforçou a importância desta divulgação junto da comunidade para melhor utilização da plataforma. “A ARS tem perfeita consciência da realidade dos erviços prestados na saúde, e conta com as instituições na divulgação e no uso desta ferramenta junto dos utentes”. No portal do utente poderá registar os seus contatos de emergência, monitorizar os dados sobre os seus hábitos, medicação, alergias e doenças, marcar online a sua consulta, pedir o seu receituário crónico, pedir a isenção do pagamento de taxas moderadoras, consultar o seu historial clinico, entre outros.

Na ação marcou presença o presidente do Conselho Clinico do ACES Tâmega 1-Baixo Tâmega, Avelino Bastos, e uma série de individualidades da saúde e da ação social local.

No fim da apresentação os presentes fizeram algumas questões, pertinentes, relativas ao portal do utente.

Recordar que a cerimónia foi promovida pelo ACES, Tâmega 1-Baixo Tâmega em parceria com a ARS-Norte e cooperação da Câmara Municipal.

_DSC0083

MIGUEL ARAÚJO ATUA SEXTA-FEIRA EM FAFE EM MAIS UM CONCERTO ÍNTIMO

Cantor reúne com jovens da Escola Profissional e visita cidade esta quinta-feira Depois de Camané e Rita Redshoes, Miguel Araújo é o nome que se segue para mais um concerto no âmbito do projeto “Concertos Íntimos”.

Miguel Araújo

Esta sexta-feira, o cantor vai subir ao palco do Teatro-Cinema para apresentar o novo álbum “Crónicas da cidade Grande”.

Como é habitual nos Concertos Íntimos, Miguel Araújo já estará amanhã em Fafe, onde, durante a tarde, vai estar à conversa com um grupo de 60 alunos da Escola Profissional e irá conhecer a cidade, roteiro que inclui uma visita ao Museu das Migrações e Museu da Imprensa.

Refira-se que os “Concertos Íntimos” são uma aposta do município com o objetivo colocar a cidade na rota da melhor programação musical do país.

Segundo o vereador da Cultura da Câmara Municipal de Fafe, Pompeu Martins, a promoção da cultura é uma mais-valia para qualquer concelho e os “Concertos Íntimos” servem para isso mesmo, resultando na projeção da imagem de Fafe como município que apoia e respeita os criadores, mas também promovendo a proximidade entre estes e o seu público.

“Fafe tem uma agenda cultural contínua e os ‘Concertos Íntimos’ são sem dúvida uma aposta ganha. Trata-se de um modelo que tem cativado os artistas pelo conhecimento e interação com o público e com os agentes do território fafense”, disse Pompeu Martins, realçando ainda que estes espetáculos têm contribuído para a promoção do concelho.

“Estes concertos têm levado o nome de Fafe para além fronteiras, não só por quem nos vista para assistir aos espetáculos mas também pela forma como os artistas têm ajudado a promover o nosso teatro Cinema. Lembro a ampla reportagem com a Tereza Salgueiro em Fafe que esteve disponível em todos os aviões da TAP durante o mês de agosto, para todos os destinos do mundo, bem como os programas televisivos que têm acompanhado a iniciativa. Acresce algumas gravações de dvd no teatro Cinema, destacando em especial o álbum Primavera dos The Gift, e agora a gravação do Miguel Araújo”.

Na próxima sexta-feira, Miguel Araújo sobe ao palco do Teatro-Cinema para apresentar o novo álbum “Crónicas da cidade Grande”. Neste concerto, o vocalista dos Azeitonas vai estar acompanhado pelos músicos Diogo Santos (Piano e Teclado) e Pedro Santos (Baixo/Contrabaixo).

Programa

Quinta-feira

16H00 – conversa com alunos da Escola Profissional, na Biblioteca Municipal

16H30 – visita aos museus da Migrações e da Imprensa

Sexta-feira

21H30 – Concerto no Teatro-Cinema

PÓVOA DE LANHOSO SENSIBILIZA OS MUNÍCIPES PARA A REDUÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO

“AVEficiente – Dicas do Tocas” quinta-feira, 30 de outubro, na Póvoa de Lanhoso

A iniciativa “AVEficiente – Dicas do Tocas” estará na manhã de quinta-feira, dia 30 de outubro, na Praça Engº Armando Rodrigues, na Vila da Póvoa de Lanhoso, para sensibilizar os munícipes para a redução do consumo energético.

image002

A Agência de Energia do Ave tem vindo a desenvolver a ação “AVEficiente – Dicas do Tocas”, que visa sensibilizar os munícipes da Comunidade Intermunicipal do Ave, de que faz parte o Município da Póvoa de Lanhoso, para a redução do consumo energético através de uma campanha de sensibilização e promoção da eficiência e poupança energética.

Esta ação, financiada pelo ON.2 – Programa Operacional Regional do Norte, está a afixar outdoors, muppies e decalques em transportes públicos, com mensagens alusivas à redução do consumo energético. Pretende-se com estas iniciativas elucidar a população, apelando à criação de hábitos de poupança em casa, no trabalho, nas escolas, de entre outros.

De modo a sublinhar a importância da mensagem que pretende transmitir, a Agência de Energia do Ave terá também a sua mascote “Tocas”, o rosto da promoção da eficiência energética da região, presente em vários locais da região Ave.

Com a mascote “Tocas”, o rosto da promoção da eficiência energética na nossa região, serão ainda realizadas ações de proximidade em cada um dos oito Municípios da região do Ave para a distribuição de livretos informativos com conselhos para o uso racional de energia e para o consumo energético eficiente.

Esta ação de sensibilização já passou por Vizela no passado dia 23 de outubro; por Famalicão no dia 24 de outubro; e por Cabeceiras de Basto, no dia 27 de outubro.

As próximas ações, realizadas sempre durante a parte da manhã, serão dia 30 de outubro na Praça Eng.º Armando Rodrigues, na Póvoa de Lanhoso, e no dia 31 de outubro no mercadinho rural, em Mondim de Basto.

IDOSOS DE FAFE FORAM AO TEATRO

Câmara de Fafe assinala Dia Mundial da Terceira Idade

A Câmara Municipal de Fafe, através do Serviço de Ação Social, assinalou, esta terça-feira, o Dia Mundial da Terceira Idade, no Teatro-Cinema.

DCS_0636

O teatro foi pequeno para o número de idosos de várias freguesias e instituições que não quiseram perder a estreia da peça “Sonhos de Dom Quixote”.

A peça com adaptação dramatúrgica de Moncho Rodriguez, inspirada na obra de Donceldel Caballero, é uma visitação ao universo onírico de Dom Quixote, um espetáculo divertido, poético, com muitos efeitos, onde os cavalos voam pelas estrelas e os planetas giram e dançam entre as personagens, entre muitas outras surpresas.

No final dos espetáculos, os idosos mostraram-se satisfeitos, apelando à autarquia para que sejam promovidas mais atividades do género.

Refira-se que o Dia Mundial da Terceira Idade foi proclamado pelas Nações Unidas como forma de chamar a atenção da sociedade para a sua população idosa.

DCS_0712

DSC_4302

VALENÇA RECOLHE ROUPA, BRINQUEDOS E CALÇADO USADO

Valença Solidária e Amiga do Ambiente

Valença recolheu já 7 toneladas de roupa, calçado e brinquedos usados, nos últimos 4 meses, nos 12 contentores distribuídos pelo concelho. As famílias valencianas, economicamente mais frágeis, já estão a beneficiar do resultado desta iniciativa através da Loja Social.

recolha de roupa

Deste programa de recolha já reverteram para a Loja Social de Valença roupa tratada, bem como géneros alimentares, bens que a Loja Social vai encaminhando para as famílias mais carenciadas do concelho, de acordo com as necessidades.

Os contentores de recolha estão colocados, na via pública, em locais estrategicamente selecionados, junto aos principais aglomerados habitacionais.

Este programa de recolha de roupa, brinquedos e calçado, está a dar nova utilidade e sentido a objetos que, por norma, já não eram úteis. Os produtos recolhidos passam por uma triagem e tratamento de modo a ficarem aptos para ganhar nova vida e utilidade. Reciclar, dando sentido e valor ao que não queremos e deitamos no contentor, tornando útil para alguém, é a máxima que está presente na concretização deste projeto e que perseguimos sempre neste tipo de intervenções.

Este programa de reciclagem tem, também, uma preocupação ambiental, tentando reduzir o volume de resíduos desperdiçados no concelho, bem como os seus custos económicos.

Estes contentores e programas de recolha resultam de uma parceria estabelecida entre a Câmara Municipal e a empresa Sarah Trading.

PONTE DE LIMA APRESENTA A PEÇA “CAMARIM”

“Camarim”, de e com Carlos Alves e Ana Campaniço em cena no Teatro Diogo Bernardes no próximo dia 1 de Novembro, pelas 22h00.

No próximo sábado, dia 1 de Novembro, pelas 22h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, sobe à cena a peça “Camarim”, de e com Carlos Alves e Ana Campaniço, um espectáculo para maiores de 16 anos.

"Se se visse tudo na televisão, o camarim não tinha interesse nenhum.

No espaço de um camarim, as conversas e as emoções são bem diferentes das que se têm debaixo das luzes. É na ribalta que os artistas se manifestam mas é ao camarim que retornam sempre.

Camarim nasceu da ideia de construir um espectáculo em torno da comédia e dos seus protagonistas. É, por isso, um espectáculo de e sobre comédia. Dois comediantes obrigados a conviver diariamente num programa de televisão. A impossibilidade de um convívio são é notória desde o primeiro minuto. No entanto, talvez eles tenham algo a esconder e muito a suportar. Por detrás da comédia, pode revelar-se um lado muito negro da vida dos dois.

O balanço entre a aparência e a verdade, entre a fama e a solidão, entre o drama e a comédia dão uma paradoxalidade ao espectáculo que pretende atenuar a linha entre o choro e o riso.

A comédia pode esconder muitas coisas e algumas encontramo-las no Camarim."

Carlos Alves iniciou o percurso profissional no Teatro em 2006, tendo concluído estudos de Licenciatura em Comunicação Social. Integrou depois a Companhia do Teatro Ibérico entre 2008 e 2011 e realizou um Estágio Profissional como actor na Associação Cultural e Pesquisa Teatral Ditirambus (Lisboa), onde foi também assistente de encenação e produtor. Como actor, participou em diversas peças e em curtas-metragens.

Ana Campaniço é comediante. Participou em vários programas de televisão na SIC, TVI e RTP1, nomeadamente, "Boa Tarde" (SIC), "Você na TV" (TVI), "Portugal no Coração" (RTP), "A Tarde é Sua" (TVI), "5 pra meia noite" (RTP). Realiza espectáculos de comédia por todo o país. Fez formação de actores na Casa do Artista, tendo como professores João Rosa e Catarina Gonçalves.

Os bilhetes encontram-se à venda no Teatro Diogo Bernardes e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

VALENÇA VESTE-SE DE ROSA CONTRA O CANCRO DA MAMA

Trabalhadores Municipais Apoiam a Causa

Uma T-shirt cor-de-rosa une 304 homens e mulheres, trabalhadores da Câmara Municipal de Valença, na luta contra o Cancro da Mama, amanha, 30 de outubro.

valençacancro

Os funcionários da Câmara Municipal de Valença unem-se, numa campanha singular de luta contra o cancro da mama, trabalhando amanhã, todo o dia, com uma t-shirt rosa. Uma t-shirt com o slogan “Valença Apoia Prevenção do Cancro” relembrando a sociedade para esta causa. Uma iniciativa que se estende aos edifícios municipais, com laços rosa, símbolo da luta contra o cancro, nas fachadas.

Esta iniciativa pretende assinalar o Dia da Luta Contra o Cancro da Mama, relembrando a importância do diagnóstico precoce do cancro da mama.

O cancro da mama continua a ser a segunda maior causa de morte entre as mulheres, em todo o mundo, pelo que é importante assinalar o Dia Nacional de Cancro da Mama com iniciativas que sensibilizem a população, em geral, para este problema de saúde.

A iniciativa é da Câmara Municipal de Valença e dos funcionários municipais, no âmbito das comemorações do Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama.

Para Jorge Salgueiro Mendes, Presidente da Câmara Municipal, “é importante envolver a sociedade nas grandes causas de consciencialização pública como é o caso do cancro da mama que tantos dramas de vida causa”

PÓVOA DE LANHOSO COMBATE VESPA ASIÁTICA

Papel da população é fundamental para localização de ninhos

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso está atenta e a atuar ao nível do combate à vespa asiática (Vespa velutina). Desta forma, desde o passado mês de agosto, já foram mais de 30 os ninhos eliminados pelos serviços municipais, em estreita colaboração com apicultores a título individual e com entidades como a Associação de Apicultores e as Juntas de Freguesia.

Ninho vespa asiatica 2

“Com os parcos recursos disponíveis, o trabalho que tem sido desenvolvido pela nossa técnica do Gabinete Municipal de Proteção Civil e pelo Veterinário do Município tem sido notável. Já foram destruídos mais de 30 ninhos. Todos aqueles que até à data foram referenciados. Para além desses dois técnicos, temos contado com a preciosa ajuda, em regime de voluntariado, de alguns apicultores”, salienta o Vereador para a Proteção Civil da Câmara Municipal, Armando Fernandes, que deixa o repto: “Espero que o Governo proporcione às autarquias os meios necessários ao combate desta praga que destrói as nossas colmeias, afetando a produção de mel”.

O papel da população em geral é fundamental para a identificação e localização dos ninhos de vespa asiática. A partir daí, essa informação deve ser reportada imediatamente ou ao serviço municipal de proteção civil ou às Juntas de Freguesia ou aos Bombeiros ou à GNR, de modo a que as equipas de combate criadas para o efeito possam intervir corretamente e em segurança no terreno.

“Nós só conseguiremos agir se estivermos informados. E o apelo que faço é que nos informem sempre que tenham a confirmação ou a suspeita da existência de um ninho desta espécie predadora”, refere Armando Fernandes. O município solicita a pessoas como apicultores, agricultores, caçadores e população em geral com práticas de vida ao ar livre (nas suas habituais corridas ou caminhadas), que estejam especialmente atentas nesta fase na deteção de novos ninhos, que tanto podem surgir em ambientes rurais como urbanos.

Importa, no entanto, informar a população de que não estarmos perante um risco acrescido para a saúde pública, pois os perigos que representam estas vespas são idênticos aos das vespas autóctones.

A vespa asiática é prejudicial, porque é predadora da abelha europeia (Apis mellifera), produtora de mel. Como consequência direta e económica, diminui a produção de mel e seus derivados; como consequência ambiental, diminui a polinização vegetal, pondo em risco a biodiversidade.

A problemática da vespa asiática é global, coloca-se à escala mundial e preocupa a sociedade de uma forma geral, pois acarreta prejuízos ambientais e económicos.

Para reportar casos de ninhos de vespas asiáticas, contactar:

Serviço Municipal de Proteção Civil

253 632

790962 994 242

manuela.freitas@mun-planhoso.pt

Ninho vespa asiatica 1

PONTE DE LIMA DEBATE “A CIDADANIA E AMBIENTE NO VALE DO LIMA”

Associação Florestal do Lima - “A Cidadania e Ambiente no Vale do Lima”. 31 de outubro / Auditório Municipal

A Associação Florestal do Lima com o apoio do Município de Ponte de Lima promove a 31 de outubro, no Auditório Municipal a sessão de encerramento do projeto “A Cidadania e Ambiente no Vale do Lima”.

afl_programacidadaniaativa_convite_ENCERRAMENTO

No âmbito do programa Cidadania Ativa – EEA Grants da Fundação Calouste Gulbenkian, a Associação Florestal do Lima, como entidade promotora desta iniciativa dinamizou um conjunto de ações temáticas e workshops nos quatro concelhos do Vale do Lima, sobre Micologia: Identificação, Produção e Comercialização de Cogumelos; Resinagem: Exploração e Comercialização; Cinegética: Produção e Comercialização de perdiz; Biomassa: Valorização dos Resíduos Florestais; Potencialidades do Turismo de Natureza, entre outras.

A “Vespa das galhas do Castanheiro” a cargo da DRAP – Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, foi o tema escolhido para apresentar na sessão de encerramento, que inclui o seguinte programa:

- 14h30 – Receção aos convidados

-15h00 – Abertura

-15h15 – Apresentação de Resultados – Projeto “A Cidadania e Ambiente no Vale do Lima”

- 15h45 – Apresentação do Manual Ilustrado de Enxertia em Castanheiros

- 16h00 – Sessão Técnica – Vespa das galhas do castanheiro – DRAP Norte

- 16h30 – Encerramento

Com inscrição obrigatória, a participação é gratuita e condicionada à capacidade da sala. Os interessados devem confirmar a sua presença até ao dia 29 de outubro, para os seguintes contatos: afloreslima@gmail.com, ou pelo telf: 258 944103.

LET THE JAM ROLL ENCERRAM O “OUTUBRO MÊS DA MÚSICA” EM CAMINHA

O concerto decorre sexta-feira, dia 31 de outubro, às 21h30, no Centro Cultural de Moledo

“Outubro Mês da Música” encerra sexta-feira com os Let The Jam Roll. O concerto terá lugar no Centro Cultural de Moledo às 21h30.

O “Outubro Mês da Música” decorreu durante o mês de outubro com o objetivo de celebrar a música. Pelos palcos do concelho passaram muitos músicos e vários estilos musicais: Academia de Música Fernandes Fão, Metacarpus’s, Dawn: Bird, Minimal Animal, Paulo Baixinho, Bizar, Alpaca, Búfalo, Serenade Ensemble, Jogo de Damas e Pé Na Terra.

O certame encerra com um grupo português da cidade de Guimarães, composto por: Mário Gonçalves (bateria), Marinho Fontes (baixo elétrico), David Santos (voz), Marco Ferreira (guitarra elétrica) e Tiago Simões (piano, teclados). Adeptos de uma sonoridade declaradamente orientada para espetáculos ao vivo, os “Let the jam rol” primam pela originalidade e versatilidade dos temas musicais, aliados a uma mensagem moderna e de forte componente social. Na verdade, os seus concertos “proporcionam aos espetadores mais atentos um pouco do espírito das Jam Sessions doutrora, abordando linguagens como o blues, o jazz ou o rock de forma mais contemporânea e inovadora”.

“Outubro Mês da Música” foi uma iniciativa da AMIR - Associação Moledense de Instrução e Recreio, que conta com a parceria da Academia de Música Fernandes Fão (AMFF) e da Câmara Municipal de Caminha.

VALENÇA: CLÍNICAS COSTA PREPARA SEMANA DEDICADA À SAÚDE

De 8 a 14 de Novembro a Costa Clínicas preparou uma semana a pensar em si, e na sua saúde, com palestra e rastreios gratuitos para toda a população.

No dia 8 de Novembro, sábado, realizar-se-á, no Auditório da Biblioteca Municipal de Valença, uma palestra com a Drª Marisa Loureiro e com o Drº Nuno Coelho, que nos irão elucidar sobre como viver com diabetes. Nesta palestra haverá a possibilidade de verem respondidas muitas dúvidas que tenham sobre esta doença.

Esta semana tem por base a celebração do Dia Mundial da Diabetes, a 14 de Novembro. Desta forma a Costa Clínicas tem como finalidade chamar a atenção das entidades oficiais, dos profissionais de saúde, da comunicação social e da comunidade em geral para a problemática desta doença.

O rastreio é também uma forma de consciencializar as pessoas para o problema da diabetes. Desta forma de 10 a 14 de Novembro poderá marcar uma consulta para qualquer uma das especialidades a seguir apresentadas. Segunda-Feira, dia 10, estará presente a Drª Mara Ronca, osteopata. Terça-Feira, dia 11, e Quinta-Feira, dia 13, o Drº Filipe Rocha e a Drª Cláudia Fernandes, dentistas, estarão disponíveis na clínica para um rastreio oral. Na Quarta-Feira, dia 12, a Drª Marisa Loureiro encontra-se também na Costa Clínicas para si. Por fim, na Sexta-Feira, dia 14, o podólogo, Drº Nuno Coelho fará uma avaliação para todos aqueles que quiserem marcar um rastreio gratuito.

Este rastreio, organizado pela Costa Clínicas, em Valença, dará a oportunidade de avaliar diversos parâmetros por profissionais da saúde bastante qualificados. Aposte na prevenção e marque já o seu rastreio gratuito através do telefone 251 818 165, ou do e-mail: clinicascosta2@hotmail.com.

ALUNOS DA UNIVERSIDADE SÉNIOR DO ROTARY CLUB DE FAFE VISITAM MUSEU DAS MIGRAÇÕES E DAS COMUNIDADES

No âmbito da disciplina de História Local, lecionada ao longo dos últimos anos em regime de voluntariado pelo historiador Daniel Bastos na Universidade Sénior do Rotary Club de Fafe, alunos desta instituição vocacionada para a ocupação dos tempos livres numa aprendizagem constante de matérias diversificadas, visitaram na passada terça-feira (28 de Outubro) o Museu das Migrações e das Comunidades.

Visita Rotary Club de Fafe

A visita ao Museu das Migrações e das Comunidades, sediado na Casa Municipal da Cultura de Fafe, idealizado pelo saudoso mestre Miguel Monteiro e instituído pelo Município de Fafe, e que funda a sua existência no estudo e preservação do universo migratório, foi conduzida pelo investigador Artur Coimbra, Chefe de Divisão da Cultura e Desporto na edilidade local.

Refira-se, que esta vista escolar da Universidade Sénior do Rotary Club de Fafe, integra-se no conjunto de aulas práticas e teóricas delineadas no âmbito da disciplina de História Local, essencialmente dedicadas no ano letivo 2014/2015 à temática da influência dos “brasileiros de torna-viagem” no concelho de Fafe.

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES REDUZ 10 MILHÕES DE EUROS NO ORÇAMENTO PARA 2015

Plano de Atividades e Orçamento do Município de Guimarães para 2015 é de 86,7 milhões de euros, menos dez milhões de euros em relação a 2014.

O Plano de Atividades e Orçamento da Câmara Municipal de Guimarães define a criação de uma Área de Reabilitação Urbana (ARU) para a Rua de Camões e Rua da Caldeiroa e de um parque de estacionamento.

O documento orientador para a execução de obras no próximo ano contempla também a construção de uma Rede de Vias Ciclo-Pedonais que ligará, numa primeira fase, a freguesia de Mesão Frio, Parque da Cidade e Cidade Desportiva.

No Plano de Atividades para 2015, o Município de Guimarães estipulou para a área social mais de dois milhões de euros. Para o próximo ano, a Câmara prevê a Academia de Ginástica Desportiva, a requalificação do Edifício Jordão e Garagem Avenida, tendo em vista a instalação de uma escola de música, artes performativas e visuais.

Em Couros, as instalações da antiga fábrica “Freitas & Fernandes” serão adaptadas para acolher os serviços da unidade operacional da Universidade das Nações Unidas e da Agência para a Modernização Administrativa.

Entre outros projetos, o Plano de Atividades para 2015 contempla igualmente a realização da obra de reabilitação da entrada nascente da cidade, entre as Cancelas da Veiga, polo de Azurém da Universidade do Minho e “Volta do Pedroso”, como é conhecida.

Domingos Bragança, Presidente do Município de Guimarães, reuniu-se esta terça-feira, 28 de outubro de 2014, com representantes dos partidos políticos, que ficaram a conhecer as linhas orientadoras para 2015. As reuniões parcelares decorreram no edifício da Câmara Municipal.

GUIMARÃES CONSTRÓI SALAS DE ENSAIO PARA BANDAS DE GARAGEM NO TEATRO JORDÃO

Salas de ensaio para bandas de garagem no Teatro Jordão começam a ser construídas a partir desta quinta-feira

Câmara de Guimarães dá início à reabilitação do emblemático Teatro Jordão. Cinco meses é o prazo para a execução de seis estúdios. Obra deve ficar pronta no primeiro trimestre de 2015.

Teatro_Jordao_Salas_Ensaio1_jpg

O Município de Guimarães principia esta quinta-feira, 30 de outubro, a obra de construção de seis salas de ensaio para bandas de garagem no Teatro Jordão. A empreitada, adjudicada pelo preço de 657.044,00 euros, valor ao qual acresce a taxa de IVA em vigor, será executada pela empresa “Norcep – Construção e Empreendimentos, Lda”, tendo 150 dias como prazo de execução, o que significa que deverá estar concluída em março de 2015.

Os estúdios terão o pavimento revestido a alcatifa acústica, com tratamento anti-fogo, em cor cinza, e as paredes e teto têm dois níveis: um primeiro, de contacto direto, em chapa de aço galvanizado cinza (textura e densidade diferente entre os tetos e as paredes) e um segundo plano, recuado, ora em placas de gesso cartonado (paredes) ou em teto falso acústico.

A chapa de aço distendido das paredes constituirá de suporte às mais variadas solicitações acústicas e funcionais das salas, servindo de suporte, por exemplo, a painéis acústicos, de tipos variados, a mesas para colocação de mesa de mistura e outros equipamentos áudio.

Esta solução permitirá uma utilização absolutamente livre dos paramentos, garantindo o mínimo de solicitações de perfurações nos paramentos e tetos, uma vez que a estes é exigida a função de insonorizar o mais possível estes espaços.

Pretende-se que os diversos estúdios possam funcionar em simultâneo sem que haja passagem de ruído quer entre salas, quer com o restante edifício, permitindo uma utilização absolutamente autónoma do restante edifício. A conclusão da obra permite, também, «pôr fim a uma fase de degradação do Teatro Jordão, iniciando o seu ciclo de recuperação urbanística e funcional», considera o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

GUIMARÃES PREPARA CELEBRAÇÕES AOS FIÉIS DEFUNTOS

Cemitérios municipais de Guimarães com horário alargado no fim-de-semana e transporte gratuito para “Monchique”

Alteração nos dois dias dedicados aos fiéis defuntos. Câmara de Guimarães disponibiliza transporte gratuito para o Cemitério de Monchique.

Os cemitérios municipais da Atouguia e de Monchique, em Guimarães, vão ter um horário de funcionamento alargado no próximo sábado e domingo, 01 e 02 de novembro, respetivamente, estando abertos entre as 07 e as 18 horas, por ocasião das celebrações do “Dia de Todos os Santos”.

Durante estes dois dias, o Município de Guimarães irá assegurar a ligação ao Cemitério de Monchique, disponibilizando uma viatura para efetuar o transporte entre o centro da cidade e o recinto cemiterial situado na freguesia da Costa, próximo do limite geográfico com a freguesia de Mesão Frio.

Com utilização gratuita no decurso destes dois dias, o trajeto rodoviário será efetuado entre a paragem de transportes públicos localizada no Largo República do Brasil, junto ao Centro Comercial São Francisco, e o Cemitério de Monchique.

Os percursos iniciam-se às 09 horas no Largo República do Brasil e às 09:30 horas no Cemitério de Monchique, funcionando de hora a hora. A última saída está marcada para as 17 horas do Largo República do Brasil, também conhecido por “Campo da Feira”. Pelas 17:30 horas, principia a derradeira ligação, a partir do Cemitério de Monchique. 

Largo República do Brasil (junto ao Centro Comercial S. Francisco) – Cemitério Monchique

Cemitério de Monchique – Largo República do Brasil (junto ao Centro Comercial S. Francisco)

9h00

9h30

10h00

10h30

11h00

11h30

12h00

12h30

14h00

14h30

15h00

15h30

16h00

16h30

17h00

17h30

 

ESPOSENDE PROMOVE A LEITURA

A Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, em Esposende, organiza no dia 8 de Novembro o workshop formativo (ACD) «A leitura como projeto: como delinear percursos de leitura literária do pré-escolar ao 3º ciclo do Ensino Básico», com Lúcia Barros, cuja informação pormenorizada enviamos em anexo.

A participação nesta oficina, destinada a mediadores de leitura, professores, educadores e bibliotecários, é gratuita mas de inscrição obrigatória para biblioteca.municipal@cm-esposende.pt.

VIZELA REALIZA FEIRA DA TERRA

9 de novembro. SUNDAYSLOW – Feira da Terra de Vizela 2014

Mais uma vez, inserida nas atividades CittaSlow, a Câmara Municipal de Vizela promove o SUNDAYSLOW – Feira da Terra de Vizela, e que este ano se realiza no próximo dia 9 de novembro, no Parque das Termas.

Este evento faz parte do calendário anual, no âmbito da classificação internacional do território vizelense como membro permanente da Rede Mundial de Cidades do Bom Viver, Cittaslow.

Assim sendo, e cumprindo a tradição dos anos anteriores, a iniciativa terá lugar no Parque das Termas, das 9.30h às 18.00h.

Tendo por objetivo principal promover a mostra de produtos e bens criados especialmente no concelho de Vizela (fruto da sua história e das suas tradições), a Câmara Municipal de Vizela aproveita esta oportunidade para convidar todos aqueles que queiram fazer parte deste evento a manifestar a sua disponibilidade através do email: cittaslow@cm-vizela.pt ou através do número geral do Município 253 489 630, obtendo informações junto do responsável, Arq. Abel Cardoso.

BARCELOS HOMENAGEIA COMBATENTES DA GRANDE GUERRA

Cerimónia evoca do centenário do conflito militar

Decorreu no dia 28 de outubro, na Av. Dr. Sidónio Pais, em Barcelos, junto ao monumento aos combatentes, uma cerimónia evocativa do centenário da Grande Guerra, organizada pela Liga dos Combatentes (fundada em 1923), tendo sido homenageados os combatentes mortos neste conflito.

IMG_1287

A cerimónia foi presidida pelo Tenente Coronel Bruno Neves, da Escola Prática dos Serviços, da Póvoa de Varzim, e contou com a presença do Vice Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Domingos Pereira, do Presidente da Assembleia Municipal, Duarte Nuno Pinto, do Coronel João Paulo Amado Vereda, Presidente do Núcleo de Braga da Liga dos Combatentes, de vários elementos da Liga dos Combatentes, entre outros representantes de diversas instituições.

A cerimónia começou com a deposição de uma coroa de flores no monumento e homenagem aos mortos em combate, seguindo-se do “toque de silêncio” e o toque de “homenagem aos mortos em combate”, executados por uma força militar da Escola Prática dos Serviços, e uma prece pelo capelão Guilherme Peixoto.

Após este ato, foi executado o toque de “alvorada”, pretendendo significar “um hino de esperança e fé na convicção de que o esforço e sacrifício dos nossos camaradas não foram em vão”.

Seguidamente o Coronel João Paulo Amado Vereda leu uma mensagem do Presidente da Liga dos Combatentes, Tenente General Joaquim Chito Rodrigues, onde foi reafirmado que a Liga é herdeira “dos valores materiais e imateriais de uma História escrita por soldados” que deram tudo de si, “na lama de Flandres e no capim de África”. “A Liga dos Combatentes não esquece nem esquecerá” o esforço do soldado português ao longo da História.

Foi também lida uma mensagem do Presidente da República, Comandante Supremo das Forças Armadas, que afirmou que com esta homenagem “cumprimos o dever de manter viva a memória e o esforço dos combatentes” nos campos de batalha da Flandres e de África.

Na sua mensagem, o Presidente da República referiu a falta de condições do país para entrar no conflito da Grande Guerra, mas “fica o exemplo de coragem do amor à Pátria do soldado português”, que sempre honrou a presença portuguesa.

Por isso, referiu ainda na mensagem, “A memória da Grande Guerra deve constituir-se como tributo ao soldado português. Portugal não os esquece”.

Após a leitura das mensagens, foi descerrada uma lápide evocativa desta cerimónia.

A cerimónia foi uma iniciativa do Ministério da Defesa e decorreu em dois tempos: primeiro nas capitais de Distrito (realizada no dia 18 de outubro) e depois nas cidades onde existam monumentos aos combatentes da Grande Guerra, como é o caso de Barcelos. Existem no país 115 desses monumentos.

A participação portuguesa na Grande Guerra mobilizou cerca de 105 mil efetivos, distribuídos pelos teatros de operações da Europa e da África, registando-se milhares de mortos, feridos e prisioneiros.

Cerca de meia centena de soldados barcelenses pereceram neste conflito.

VALENÇA: FEIRA DOS SANTOS DE CERDAL É A GRANDE FEIRA DO NOROESTE PENINSULAR

A freguesia valenciana de Cerdal recebe a Feira Anual dos Santos, no fim-de-semana de 1 e 2 de novembro; a grande feira/romaria do calendário anual galaico-minhoto e a maior do Noroeste Peninsular.

Os visitantes, aos milhares, desfrutam de um amplo espaço e de uma vasta oferta de produtos proporcionada por mais de 400 expositores distribuídos pelos diversos setores. A feira decorre no Terreiro de São Bento da Lagoa, num espaço devidamente infra-estruturado para o efeito, junto à estrada nacional São Pedro da Torre/Paredes de Coura, a 5 minutos do acesso à A3 e das pontes internacionais.

Feira de Gado e Corridas de Cavalos

Os cavalos garranos, típicos da região, são um dos principais atrativos desta feira com as castiças e singulares licitações e mostra dos animais, por parte dos muitos criadores da região norte de Portugal e do sul da Galiza, a animarem as manhas do dia 1 de novembro. Para além do gado cavalar este setor contará, ainda, com gado bovino e caprino.

As emblemáticas corridas de cavalos decorrerão no dia 1, a partir das 14h00, na Pista das Corridas.

As Tasquinhas e as Desgarradas

Nas tasquinhas da feira fazem-se, por tradição, as provas dos vinhos novos da região e, também, se apreciam os mais diversos petiscos, com destaque para os rojões, o caldo verde e as castanhas assadas. Nas noites de 31 de outubro e 1 de novembro decorrem os cantares ao desafio e as desgarradas a cargo dos tocadores de concertina da região nas muitas tasquinhas típicas montadas na feira.

A Feira dos Perícos dos Santos

Os espaços mais próximos à Capela de São Bento acolhem as lavradeiras da região que nesta época vendem, sobretudo, os perícos dos santos (peras pequenas típicas desta região), as castanhas cruas ou cozidas, as nozes, os dióspiros e muitos outros produtos do campo.

Feira das Trocas

A 2 de novembro este certame ganha o nome de Feira das Trocas. Uma tradição antiga de trocar os produtos adquiridos na véspera que por alguma razão não serviam.

Feira Secular

A Feira dos Santos é uma feira / romaria secular e um verdadeiro ponto de encontro galaico-minhoto que cativa, ano após ano, milhares de visitantes. A feira já aparece documentada em 1758 e é um ponto de confluência de povos e onde, por excelência, se sente a alma galaico-minhota.

O antigo Presidente da Região de Turismo do Alto Minho, Dr. Francisco Sampaio, escreveu o seguinte a propósito desta feira: “É Feira à moda antiga e sendo a última grande Feira do ano no Alto Minho, arrasta no seu imaginário aquele ar de Festa e Arraial onde se diz missa, se cumprem ex-votos e promessas, e se acotovela o povo-léu das redondezas. De Viana e de Ponte, de Monção e de Melgaço, de Coura e dos Arcos, dos Ayuntamientos da Raia Galega, tudo se achega numa alegria difusa e constante entre barracas e esparabéus, do plástico e dos factos à medida, das marcas e cassetes piratas, quinquilharias e ferragens, chitas e fazendas, loiças de Barcelos, móveis de Paredes, ourives de Gondomar, garranos dos montados do Corno do Bico e piscas das lavradas de Ganfei.”.

CAMINHA ACOLHE ENCONTRO DE CINEMA E CULTURA DAS MARGENS DO RIO MINHO “VÊM AÍ OS GALEGOS!”

Encontro realiza-se nos dias 7 e 8 de novembro

Caminha vai dar a conhecer um dos mais prestigiados festivais de cinema espanhol: o Festival de Cans. Nos dias 7 e 8 de novembro, o Teatro Valadares vai servir de palco a um novo projeto, o Encontro de Cinema e Cultura das Margens do Rio Minho, designado de “Vêm aí os Galegos!”. O objetivo é dar a conhecer na vila de Caminha um festival peculiar, que nasceu na aldeia de Cans (Galiza) e que se tornou uma referência em Espanha. O certame conta com a presença de Alfonso Pato, Alfonso Zarauza, Ricardo de Barreiro e Federico Pérez.

Organizado pela OG&ASSOCIADOS, pelo Festival de Cans e pela Câmara Municipal de Caminha, o Encontro de Cinema e Cultura das Margens do Rio Minho, designado “Vêm aí os Galegos!” conta com a colaboração da Locus Cinemae – Associação de Cinema de Caminha.

Este certame volta a juntar as duas margens do Rio Minho, agora nas vertentes cinema e cultura. Para a organização, trazer um festival de referência a Caminha, poderá ser o mote para a criação de um festival de cinema no concelho, com enfoque no cinema e audiovisual das duas margens do rio Minho.

O Festival de Cans reúne as melhores curtas-metragens galegas. Mas é muito mais que isso. Este festival inclui: estreias documentais e longas-metragens, concurso de videoclip, colóquios com cineastas, apresentações audiovisuais, concertos e “altas doses de naturalidade, diversão e agroglamour”.

Assim, durantes os dois dias, o “Vêm aí os Galegos!” vai proporcionar momentos muito diferentes: workshops, projeção de um filme que é sucesso de bilheteira em Espanha, projeção dos prémios dos vencedores da edição de 2014 do Festival de Cans e um concerto de música ao vivo com Victor Coyote e a portuguesa Rita Braga. Alfonso Pato, fundador do Festival de Cans; bem como os principais atores e realizador do filme “Encallados” marcarão presença no certame.

No dia 7, o Encontro de Cinema e Cultura das Margens do Rio Minho começa às 14h00, com o workshop educacional "Como construir um Festival de Cinema" e projeção do documentário "10 anos de Cans", com a presença de Alfonso Pato, diretor/fundador do Festival de Cans, júri de festivais e colunista do El País, e de Patrick Esteves, professor da ETAP/audiovisuais. Às 22h00, terá lugar a projeção do filme “Encallados”, de Alfonso Zarauza (Ano 2014 - 70 min), seguida de um colóquio com o realizador e respetivos atores: Alfonso Zarauza, Ricardo de Barreiro e Federico Pérez. Estas atividades são gratuitas. Contudo, para participar no workshop educacional é necessário proceder a uma reserva através do email ogassociados1@gamil.com ou T 916250633.

No dia 8, o certame tem início às 17h00, com a projeção dos prémios dos vencedores do Festival de Cans 2014. A entrada é gratuita.

Às 22h00, o Teatro Valadares vai acolher o concerto com Victor Coyote. O artista vai apresentar ao vivo o novo álbum "Titulado", acompanhado pela portuguesa Rita Braga. A entrada tem um custo de 5 euros. Os bilhetes podem ser adquiridos no próprio dia, no local do concerto, ou através do T. 916 250 633. O certame encerra às 00h00, com a projeção de "Videoclips Musicais", uma seleção especial do Festival de Cans, no After Eight, galeria bar.

FESTIVAL DE TEATRO DE BARCELOS ENCERRA COM A PEÇA DEDICADA AO “PINTA-RATOS”

Edição encerra no domingo 2 de novembro, a partir das 16h30, no Teatro Gil Vicente

O mais importante evento de teatro do concelho, organizado pela Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos e apoiada pela Câmara Municipal, encerra no próximo domingo, dia 2 de novembro, às 16h30, no Teatro Gil Vicente, com o espetáculo "Confidências do Pinta-Ratos na taberna do Zé do Porco", concebido e interpretado por Fernando Pinheiro.

No final do espetáculo desta 27.ª edição do Festival de Teatro de Barcelos, será feita a entrega dos prémios de melhor interpretação (masculina e feminina), melhor cenografia, melhor iluminação, melhores figurinos e melhor espetáculo, atribuídos por um júri constituído por 3 elementos, numa sessão que conta com a presença da vereadora do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Barcelos, Maria Elisa Braga.

O Festival de Teatro começou no dia 27 de setembro, com uma estreia da Capoeira, “As Criadas, tendo-se realizando 15 espetáculos por 13 grupos e companhias de teatro, seis das quais do concelho de Barcelos e as restantes do norte do país.

No sábado, 1 de novembro, às 21h30, será apresentada a peça “À Procura de Maribel”, pelo grupo Branselho, da freguesia da Pousa.

No domingo, será apresenta da peça de encerramento - "Confidências do Pinta-Ratos na taberna do Zé do Porco” – que relata a vida de Hernâni Lemos, “Naninho Pintor”, ou o célebre Pinta-Ratos, que nasceu em 1914, no Brasil e faleceu no ano 2000, em Barcelos. Morou junto à ponte românica de Barcelos, também na chamada “ilha da estação” e, por último, em Tamel S. Veríssimo, em cujo cemitério está sepultado.

Viveu da pintura, ofício que lhe permitiu criar onze filhos, embora com grandes dificuldades. Nunca teve qualquer distinção pública, nem nunca recebeu qualquer abono para acudir às necessidades da sua numerosa família, e só depois do 25 de Abril conseguiu uma pequena reforma. Por não querer afastar-se dos filhos pequenos, recusou ir estudar pintura para o Porto, conforme chegaram a propor-lhe.

Complementava a vida de pintor com atuações em concursos musicais de projeção nacional, como foi o caso do concurso Os Companheiros da Alegria, do Igrejas Caeiro, no qual tirou um 1º prémio, e dedicava-se também a contar histórias, um pouco por toda a parte. Celebrizou-se, contudo, a pintar os carrosséis das Festas das Cruzes, nos quais começou por fazer réplicas da banda.

ESCRITOR JOEL BARBOSA APRESENTA EM BARCELOS O LIVRO “FAÇAMOS O HOMEM”

Vai ser apresentado no próximo dia 31 de outubro, pelas 19h00, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos, o livro “Façamos o Homem”, de Joel Barbosa.

O autor nasceu em 1953, em Barroselas, tendo frequentado o Seminário Diocesano de Braga e concluído o 7.º ano do Curso dos Liceus. Cumpriu serviço militar de 1972 a 1977, como oficial miliciano paraquedista, tendo cumprido uma comissão na Guiné.

Concluiu o Curso Básico de Teologia, na Escola Superior de Estudos Teológicos de Viana do Castelo, em regime pós laboral. Em 1977, ingressou na Administração Tributaria, onde se encontra.

Durante cerca de 30 anos, foi ator amador no Grupo de Teatro S. Paulo, de Barroselas.

MIGUEL ALVES VAI PROPOR AO EXECUTIVO CAMINHENSE AS GRANDES OPÇÕES DO PLANO E O ORÇAMENTO PARA 2015

Reunião é amanhã, dia 29 de outubro, às 15 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho

O executivo caminhense vai reunir extraordinariamente amanhã, dia 29 de outubro. Miguel Alves vai colocar em apreciação e discussão as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2015, isto é, o orçamento municipal da receita e da despesa, os planos das atividades mais relevantes e o plano plurianual de investimentos. A reunião de câmara terá lugar às 15 horas, no edifício Paços do Concelho.

Da ordem de trabalhos também faz parte a aprovação do pedido de esclarecimento/retificação às peças do procedimento sobre o concurso internacional para prestação de serviços de recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos, fornecimento, manutenção e lavagem de contentores e limpeza urbana e praias do Município de Caminha

PÓVOA DE LANHOSO RECEBE CONCERTO “UMA ESPÉCIE DE ÓPERA”

Theatro Club recebe sábado “Uma Espécie de Ópera”

O Theatro Club da Póvoa de Lanhoso recebe no próximo sábado, dia 1 de novembro, o concerto “Uma Espécie de Ópera”, pela Academia de Música Maria da Fonte e o Conservatório de Música de Barcelos.

Após o arranque do ensino articulado da música na Escola Prof. Gonçalo Sampaio, esta é a primeira ação promovida pela Academia de Música Maria da Fonte com apoio do Conservatório de Música de Barcelos, no intuito de sensibilizar para a relevância da aprendizagem da música na formação dos alunos para o desenvolvimento ou descoberta de competências e apetências próprias.

“A Academia de Música Maria da Fonte é um projeto em fase embrionária. E este concerto surge da vontade que temos de lhe dar vida, sustentada, nesta fase, no Conservatório de Música de Barcelos”, refere o Vereador para a Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Armando Fernandes. “Esta parceria com o Conservatório de Música de Barcelos é, para nós, de vital importância. Eles têm a experiência e o saber que nos vai ajudar a construir o nosso próprio destino. E queremos fazê-lo sem pressas, de uma forma sustentada”, considera.

Este concerto começa pelas 21h30 e o Estúdio de Ópera do Conservatório de Múisa de Barcelos apresenta um programa com árias e duetos de distintas óperas: “La Bohéme” e “Gianni Schicchi” de Puccini; “Bodas de Fígaro”, “Cosi fan Tutte” e “Don Giovanni” de Mozart; “Traviatta” de Verdi; “Os Contos de Hoffman” de Offenbach; e “Lakmé” de Delibes.

“Este concerto será uma pequena mostra daquilo que poderemos fazer no futuro com os alunos, que estão a dar os primeiros passos na aprendizagem da música”, salienta ainda o mesmo responsável.

Academia de Música Maria da Fonte.

De lembrar que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Associação do Ensino Especializado da Música assinaram, no dia 1 de outubro, um protocolo para a criação da Academia de Música Maria da Fonte, no intuito de apoiar o arranque do ensino articulado da música no nosso concelho neste ano 2014/2015.

São 20 as vagas a disponibilizar aos alunos do 5.º ano, conferindo o primeiro grau do Curso Básico vocacional da música em cinco instrumentos distintos.

A Academia de Música Maria da Fonte pretende vir a desenvolver e assumir particular expressão nos próximos cinco anos e deverá sediar os seus serviços no Centro Interpretativo Maria da Fonte, em fase de construção. Visa a realização e divulgação de atividades musicais, que propiciem verdadeiras ofertas de educação e formação e conduzam a uma maior sensibilidade para os estudos musicais.

Esta Academia surge no âmbito do projeto “Centro Interpretativo da Maria da Fonte” promovido pela Câmara Municipal e cofinanciado pelo ON.2 – O Novo Norte e QREN através do Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional, que conta com um investimento elegível de 1.736.502,18€, ao qual corresponde a comparticipação comunitária de 85% no valor de 1.476.026,85€.

ACIAB RECEBE PROFISSIONAIS ROMENOS

Troca de Conhecimentos entre a ACIAB e Instituições Romenas

No âmbito de um Programa Europeu, a ACIAB está a receber, desde o início do ano, profissionais romenos para pequenos estágios cujas metas são a troca de experiências e o conhecimento de distintas realidades empresariais.

Grupo Romeno

Os últimos grupos que a ACIAB recebeu, desde setembro até ao presente, são oriundos da cidade de Brasov e vieram conhecer a realidade portuguesa, nomeadamente na região Minho-Lima, no que diz respeito às formas de internacionalização das nossas empresas, e as ações realizadas na área do marketing social. Cada grupo é constituído por cinco profissionais e o estágio tem a duração de duas semanas. Simultaneamente, os profissionais têm a oportunidade de visitar algumas empresas instaladas em Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, conhecendo assim a realidade empresarial dos concelhos e as características que retratam o tecido socioeducativo e económico da região do Vale do Lima.

Neste momento, a ACIAB está a receber o terceiro grupo que iniciou o seu estágio em meados de outubro e terminará em início de novembro. A ACIAB considera que este tipo de projetos são importantes para ambas as partes pois há um enriquecimento muito válido no que diz respeito à área dos negócios e às diferentes formas de atuação neste contexto.

O objetivo da ACIAB é que os profissionais romenos desenvolvam competências profissionais para aplicar no seu país de origem cimentando uma visão alargada do mundo empresarial e de novas estratégias a esse nível.

EXECUTIVO VIMARANENSE ALTERA DATA DE REUNIÃO

Reunião do Executivo Municipal reagendada para o dia 06 de novembro

Próximas duas reuniões de Câmara realizam-se nas primeiras duas quintas-feiras de novembro. “Câmara Aberta”, em São Torcato, foi marcada para o dia 11 de dezembro.

A realização da reunião pública ordinária da Câmara Municipal de Guimarães, prevista para esta quinta-feira, 30 de outubro, foi alterada para a semana seguinte, estando agora agendada para o dia 06 de novembro, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho, mantendo-se igualmente o horário do seu início (10 horas).

Uma semana depois, no dia 13 de novembro, o Executivo Municipal reunirá novamente no mesmo local e à mesma hora, retomando-se posteriormente o regular calendário quinzenal de reuniões ordinárias.

No âmbito da iniciativa trimestral “Câmara Aberta”, a realização da quarta reunião descentralizada do Executivo Municipal de Guimarães foi marcada para o dia 11 de dezembro, na vila de São Torcato, com local ainda por definir. Tendo como objetivo descentralizar o poder e estar cada vez mais próximo dos vimaranenses, o Presidente do Município, Domingos Bragança, está a dedicar trimestralmente um dia completo às vilas e freguesias do concelho para ouvir problemas e ideias das pessoas. As vilas de Ronfe, em janeiro, Caldas de Taipas, no final de abril, e Selho São Jorge (Pevidém), em setembro, receberam as primeiras três edições desta medida de descentralização.

DELTA CAFÉS OFERECE QUASE 3 MIL EUROS À APPADCDM DE VILA VERDE

Delta oferece quase 3000 euros a APPACDM de Vila Verde provenientes da receita da Festa das Colheitas 2014

A Delta Cafés vai, esta quinta-feira, 30 de outubro, às 11h00, proceder à entrega simbólica de um cheque com o valor de 2.725,00 euros, ao CAO Vila Verde - AAPPACDM Braga, correspondentes à receita angariada durante a última edição da Festa das Colheitas de Vila Verde.

IMG_7436 (2)

O valor doado corresponde à venda de cafés no quiosque oficial da marca durante os 10 dias em que se realizou o evento (3 a 12 de outubro) e vai servir para a aquisição de uma viatura adaptada para transporte de cidadãos portadores de deficiência, de Vila Verde.

Nesta cerimónia, que vai decorrer nas instalações do complexo de ação ocupacional de Vila Verde da APPACDM Braga, vão estar presentes o diretor comercial do norte da Delta Cafés, o presidente da APPACDM Braga, Alberto Silva de Sousa, a diretora do CAO Vila Verde da APPACDM Braga, Helena Roxo e ainda o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela e a vereadora da Cultura, Educação e Ação Social, Júlia Fernandes.

A campanha solidária que permitiu recolher esta verba decorreu durante a última edição da Festa das Colheitas. Por 0,50 euros por café, os visitantes do maior certame do norte dedicado ao universo da ruralidade contribuíram, tomando o seu Delta dentro do recinto.

A Delta é um dos mais salientes parceiros da Festa das Colheitas, tendo lançado uma edição especial de pacotes de açúcar, evocativos da Festa das Colheitas de Vila Verde, nas principais cidades do país.

O CAO Vila Verde da APPACDM Braga foi uma das instituições sociais mais acarinhadas da Festa das Colheitas, com uma tasquinha presente no recinto, que contou com colaboradores especiais, como o presidente do Município de Vila Verde e parte do executivo municipal e staff de apoio, a servir e a cozinhar, menus com especialidades dos mesmos.

O Complexo de Vila Verde recebeu ainda cerca de um metro (dos quase 21) de Bolo Rei Escangalhado confecionado pelas pastelarias S. Sebastião e Ritinha, que estabeleceu um novo recorde do Mundo na especialidade.

Festa das Colheitas - XXIII Feira Mostra de Produtos Regionais: tudo em diariodascolheitas.blogspot.pt e no evento do Facebook.

Na Rota das Colheitas é uma programação turístico-cultural, que decorre de agosto a novembro. Promovida pelo Município de Vila Verde, com organização da Juntas de Freguesia, Associações Culturais, Unidades de Alojamento, Restaurantes e pela Associação Comercial de Braga (ACB), Unidade de Acompanhamento do Alto Cávado (UAC) e apoio da Turismo Porto e Norte ER.

AVIÃO NÃO TRIPULADO “FALCÃO” APRESENTADO EM ARCOS DE VALDEVEZ

Decorreu no Centro de Meios Aéreos de Arcos de Valdevez, a apresentação do projeto de vigilância e proteção das florestas com avião não tripulado.

O aparelho é operado por elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), da Unidade de Intervenção da GNR sediada na freguesia de Tabaçô, em Arcos de Valdevez, que estão a receber instrução da empresa que o desenvolveu, no âmbito do programa VIANA (Sistema de Vigilância do Ambiente e da Natureza no Alto Minho.

4 PA241373 - Cópia

O General Rui Moura da GNR explicou que “este projeto permite operar a nave num raio de ação considerável a partir de meios móveis deslocados para o teatro das operações, graças a uma tecnologia informática avançada, desempenhando missões de forma económica, tais como: deteção de incêndios , avaliação de áreas ardidas, ações de vigilância das florestas e salvamento de pessoas entre muitas outras que podem ser desempenhadas pelo drone”.

Destacou que este meio pode vir a salvar vidas, dando como exemplo o facto relevante de no presente ano, no Parque Nacional Peneda-Gerês, já terem sido registados 30 casos de pessoas desaparecidas, podendo este meio ajudar de forma significativa a localização dos desaparecidos, podendo operar de dia e de noite.

3 PA241368 - Cópia

Por sua vez o Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez elogiou as grandes vantagens deste meio, pois considera que “é uma mais valia para a região e significa um grande avanço tecnológico na prevenção e combate de incêndios, bem como na proteção da natureza e do ordenamento do território.”

A nave tem uma envergadura de 1,80m e pesa 3,5 quilos, equipada com recetores de rádio e uma câmara de vídeo que pode ser operada de dia com imagem aérea em tempo real ou de noite com uma câmara acoplada de visão noturna.

Prevê-se que o sistema esteja a funcionar em pleno dentro de dois anos, período durante o qual será ministrada formação especializada aos militares do GIPS que operam a partir do Centro de Meios Aéreos.

2 PA241356 - Cópia

O sistema prevê o funcionamento de cinco sistemas “Falcão” e dois sistemas “Águia”, aparelhos com quatro metros de envergadura, que permitem levar duas câmaras acopladas.

Os dois tipos de aparelho permitem uma autonomia de oito horas, cobrindo o “Falcão” um raio de 10 quilómetros e o “Águia” um raio de 60 quilómetros.

O custo global do sistema ronda os três milhões de euros.

Para além da GNR, que naturalmente coordena operacionalmente, integram ainda o projeto a CIM Alto Minho e Câmara Municipal de Arcos de Valdevez entre outras entidades.

1 PA241331 - Cópia

GERÊS REALIZA FEIRA DE S. MARTINHO

XIV Feira-Mostra de S. Martinho nas Terras do Gerês a 7, 8 e 9 de novembro

O Município de Terras de Bouro e a ATAHCA (Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave) irão organizar nos dias 7, 8 e 9 de novembro, a décima quarta edição da Feira-Mostra de S. Martinho nas Terras do Gerês.

z

Durante três dias, a vila de Terras de Bouro irá acolher inúmeras atividades alusivas ao evento, onde destacamos o Festival Folclórico, a Caminhada de S. Martinho (organizada pela Associação Gerês Viver Turismo),  a atuação do cantor Hélder Baptista e a já afamada corrida de cavalos.

Este ano, a XIV Feira-Mostra de S. Martinho conta com uma participação extra de enorme importância para a divulgação de Terras de Bouro e do Gerês, já que terá a presença da TVI - Televisão Independente que, durante toda a tarde de domingo, transmitirá em direto do certame  o programa “Somos Portugal”.

“FLORBELA, APELES E EU” APRESENTADO NA BIBLIOTECA DE FAFE

Livro de Vicente Alves do Ó apresentado no âmbito do Fafe Film Fest

"Florbela, Apeles e Eu" é o segundo romance do realizador Vicente Alves do Ó (autor do premiado filme "Florbela") que foi apresentado no passado sábado, na Biblioteca Municipal de Fafe, pelo professor César Freitas, director da Escola Superior de Tecnologias de Fafe, o qual detalhou a sua análise sobre o enredo da ficção, que envolve a poetisa Florbela Espanca, o seu irmão Apeles e o próprio escritor.

IMG_2683

Perante algumas dezenas de pessoas, a sessão foi presidida pelo vice-presidente do município, Pompeu Martins, que se congratulou com o evento, aludiu à importância da obra no contexto do trabalho do realizador e amigo, Vicente do Ó e disse esperar que o próximo filme, sobre o poeta Al Berto, lá para 2016, tenha Fafe no seu roteiro de exibição.

Vicente Alves do Ó, 42 anos, voltou a Fafe, após aqui ter apresentado o seu primeiro romance, “Marilyn à Beira-Mar”. Numa conversa bem-disposta, relatou a sua relação com a memória de Florbela, a recriação que fez do ambiente da época (anos 20 do século passado), as peripécias da realização do filme e da criação do livro, a sua relação com a escrita e com o cinema, entre muitos outros assuntos que deliciaram os leitores.

O evento integrou-se na quarta edição do FAFE FILM FEST, que concluiu ao fim da tarde de domingo em Fafe.

IMG_2680

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL VISITAM MUSEUS DAS MIGRAÇÕES E DA IMPRENSA DE FAFE

O Serviço Social do Município tem vindo a efetuar reuniões mensais com o Grupo de Integração e Ajuda Mútua de Pessoas com Deficiência Visual, em colaboração com a ACAPO – Braga.

IMG_2710

Esta segunda-feira, o Grupo de pessoas com deficiência visual efetuou uma atividade de enriquecimento pessoal, através de uma visita ao Museu das Migrações e das Comunidades e ao Museu da Imprensa Local, na cidade de Fafe.

A visita foi acompanhada pelo Chefe de Divisão de Cultura e Desporto da autarquia, Artur Coimbra, que explicou detalhadamente o contexto do espólio e da documentação exibidos naqueles dois polos museológicos, abertos na Casa Municipal de Cultura em 2009, evocando duas temáticas profundamente ligadas à identidade do município contemporâneo (a emigração e a imprensa).

Este Grupo integrou, além das Assistentes Sociais do Município e da ACAPO, pessoas com deficiência visual das freguesias de Fafe, Arões S. Romão, Fornelos, Travassós e Golães, aproveitando-se o dia de excelentes condições climatéricas para fazer o percurso a pé.

PARTICIPANTES EM CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA RECEBIDOS NO MUNICÍPIO DE GUIMARÃES

Conferencistas em encontro de âmbito internacional conheceram Claustros da Autarquia. Secretário de Estado para a Modernização Administrativa também esteve presente.

Rececao_CMG_ICEGOV

Os participantes da 8ª Conferência Internacional sobre a Teoria e a Prática da Governação Eletrónica (ICEGOV), organizada em Guimarães pela Universidade do Minho, Agência para a Modernização Administrativa e Universidade das Nações Unidas, foram recebidos no edifício da Autarquia, ao início da noite desta segunda-feira, 27 de outubro.

A iniciativa, que decorreu nos Claustros da Câmara Municipal de Guimarães, contou com a presença do Presidente do Município, Domingos Bragança, do Secretário de Estado para a Modernização Administrativa, Joaquim Cardoso da Costa, do Chefe de Missão da Unidade Operacional de Guimarães em Governação Eletrónica da Universidade das Nações Unidas, Tomasz Janowski, do Presidente do Conselho Diretivo da Agência para a Modernização Administrativa, Paulo Neves, do Presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, João Monteiro, entre outras personalidades.

Num ambiente de confraternização de boas-vindas a Guimarães, um grupo pertencente à Academia de Música Valentim Moreira de Sá protagonizou um momento musical no encontro informal realizado no final do primeiro dia de conferência. Entre 27 e 30 de outubro, o Centro Cultural Vila Flor recebe a oitava edição da “International Conferences on Theory and Practice of Electronic Governance”, cujo objetivo é encontrar soluções para a administração pública eletrónica.

A ICEGOV debate o uso da tecnologia para a melhoria da relação entre o governo e os cidadãos e das empresas com a sociedade civil no âmbito dos serviços prestados. O objetivo do encontro deste ano é explorar linhas de investigação, implicações políticas e encontrar o caminho a seguir no contexto da administração pública eletrónica.

Estão presentes em Guimarães peritos provenientes das mais variadas partes do globo e representantes de organismos públicos nacionais e internacionais, instituições académicas e de empresas de topo. «Esta cidade respira história, mas é também contemporânea! Quero que se sintam bem e que, depois desta conferência, voltem a Guimarães para conhecerem melhor as imensas potencialidades do nosso concelho», propôs Domingos Bragança, numa curta e informal declaração.

Há dois meses, o Centro Avançado de Formação Pós-Graduada, em Couros, recebeu uma unidade operacional da Universidade das Nações Unidas, destinada ao ensino e formação na área da governação eletrónica. Ainda neste âmbito, foi instalada, em Guimarães, uma unidade da AMA - Agência para a Modernização Administrativa.

SUB-14 DO CRAV ALCANÇA O 8º LUGAR NA 1ª JORNADA DO TORNEIO DE INVERNO

No passado domingo, dia 26 de outubro, os sub-14 do CRAV foram a Braga disputar a 1.ª jornada do Torneio de Inverno da categoria. Numa tarde de muito calor, a jovem equipa do CRAV fez o seu primeiro jogo contra a equipa de Tondela, vencendo claramente por 7-1.

equipa sub-14 em braga(1)

No segundo jogo do grupo, o CRAV enfrentou a equipa da Académica de Coimbra, que contou com jogadores muito mais experientes, e acabou por perder por 6-2. Com uma vitória e uma derrota, os jovens jogadores do CRAV classificaram-se em 2º lugar do grupo.

Na fase final do torneio, na disputa pelo 5.º ao 8.º lugar, os jovens arcuenses enfrentaram as equipas da Lousã e do CDUP e em ambos os jogos tiveram mais dificuldades em impor o seu jogo. Assim, após perder estes dois jogos, a equipa sub-14 do CRAV classificou-se em 8º lugar.

Pelo CRAV jogaram: Bárbara Pacheco, Gabriela Oliveira, Mariana Reis, Raquel Pinto, Nuno Rodrigues, Tomás Pinto, António Alves, João Sousa, António Diogo, João Pedro Fernandes, Rui Alves, Tiago Abreu, Diogo Rodrigues e João Pires.

Treinador: Eduardo Gameiro

equipa sub-14 em braga(2)

equipa sub-14 em braga(3)

CRAV CONQUISTA PONTO DE BÓNUS DEFENSIVO EM TERRAS ALENTEJANAS

À 4ª jornada do campeonato o CRAV tinha como único objetivo a vitória na sua deslocação ao Alentejo para defrontar o Montemor. Este encontro, que se realizou no sábado, dia 25 de outubro, teve um sabor amargo para a equipa arcuense que esteve perto de conseguir alcançar o seu objetivo, mas não foi além da conquista de um ponto de bónus defensivo.

Na primeira parte do jogo foi o CRAV que teve a primeira oportunidade de inaugurar o marcador, logo ao primeiro minuto, ao beneficiar de um pontapé de penalidade. Porém, a equipa visitante falhou e o Montemor aproveitou para tomar as rédeas do jogo e chegou ao ensaio doze minutos depois, colocando-se em vantagem por 7-0. O CRAV reagiu bem e diminuiu a ligeira vantagem dos alentejanos para 7-3, através da transformação de um pontapé de penalidade por Luís Salvado. As circunstâncias deram assim um outro ânimo ao CRAV que conseguiu, através de um ensaio de penalidade transformado por Luís Salvado, dar a volta ao resultado para 7-10. A poucos minutos do intervalo, o internacional Juan Pablo Joya fixou o resultado em 7-17 após uma intercessão de bola do Montemor.

Com uma vantagem de dez pontos, o CRAV partiu com motivação para a segunda parte do jogo. No entanto, a equipa arcuense viria a ficar reduzida a 14 jogadores após a expulsão de David Rodrigues por acumulação de cartões amarelos. O Montemor aproveitou a desvantagem numérica dos visitantes e marcou mais dois ensaios, passando a liderar o resultado por 19-17. Pouco depois, Joel Gomes marcou o terceiro ensaio do CRAV que, desta forma, reassumiu a liderança do marcador por 19-22. Aos trinta minutos do segundo tempo, os alentejanos igualaram a partida através da transformação de um pontapé de penalidade.

Nos derradeiros minutos do encontro, quando o resultado parecia ter-se fixado no empate a 22-22, o CRAV sofre mais um ensaio convertido na “bola de jogo”. O CRAV obtém assim um ponto de bónus defensivo e ocupa agora o 9º lugar da tabela classificativa. Em 10º lugar encontra-se O CDUP sem qualquer ponto conquistado até à data.

No próximo dia 8 de novembro o CRAV recebe a Agronomia no Estádio Municipal de Arcos de Valdevez.

EQUIPA FEMININA DO CRAV ALCANÇA 4º LUGAR NO TORNEIO DE COIMBRA

Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino

A equipa feminina do CRAV deslocou-se a Coimbra, no passado dia 25 de outubro, para cumprir a 1ª jornada do Torneio Inter-Regional de Sevens. Esta competição contou com a participação de 10 equipas do norte e centro do país, distribuídas por 3 grupos. A equipa arcuense discutiu esta fase de grupos com a Agrária e o Caldas.

feminino no torneio coimbra

No primeiro desafio do dia, o CRAV defrontou o Caldas e conquistou uma importante vitória através da marcação de 4 ensaios sem resposta das adversárias. Já no frente a frente com a Agrária, foram as arcuenses que não conseguiram acompanhar o ritmo imposto pelas “charruas”. Apesar de terem entrado em campo com uma boa atitude e de terem defendido muito bem o seu meio campo nos primeiros minutos da partida, as jogadoras do CRAV não conseguiram travar as investidas das jogadoras da Agrária, que acabariam por vencer o jogo por 45-0.

Contudo, esta derrota não desanimou as arcuenses que pouco depois conquistaram mais duas relevantes vitórias frente ao Braga e a Bairrada. Desta forma, com apenas um resultado negativo nesta prova, a equipa feminina do CRAV conquistou o 4º lugar.

No próximo dia 1 de Novembro, domingo, o CRAV organiza a 2ª jornada do Torneio Inter-Regional, no Estádio Municipal de Arcos de Valdevez, com início pelas 12 horas.

Pelo CRAV alinharam: Iara Gonçalves, Júlia Araújo, Maria Morant, Cátia carvalheira, Melodie Dias, Antónia Martins, Ana Carolina Pinto, Adriana Lima, Alexandra Monteiro e Ana Emília Pinto.

GUIMARÃES É O “CENTRO DO MUNDO” EM GOVERNAÇÃO ELÉTRÓNICA ATÉ ESTA QUINTA-FEIRA

Evento de dimensão internacional

Representantes de organismos públicos nacionais e internacionais, das Nações Unidas, empresários, académicos e peritos de referência estão presentes em Guimarães, entre 27 e 30 de outubro. CCVF acolhe ICEGOV 2014-8 th International Conference on Theory and Pratice of Electronic Governance.

ICEGOV_Cerimonia_Abertura

Guimarães recebe até quinta-feira, 30 de outubro, no Centro Cultural Vila Flor, a 8ª Conferência Internacional sobre a Teoria e a Prática da Governação Electrónica (ICEGOV), um importante encontro mundial cujo objetivo é explorar linhas de investigação, implicações políticas e o caminho a seguir na área da administração pública eletrónica, possibilitada pela tecnologia e o uso intensivo de dados.

Apoiada pela Câmara de Guimarães, a iniciativa, que tem o alto patrocínio da Presidência da República portuguesa, é organizada pela Universidade do Minho, AMA - Agência para a Modernização Administrativa e Universidade das Nações Unidas, que instalou há dois meses, no Centro Avançado de Formação Pós-Graduada, em Couros, uma unidade operacional destinada ao ensino e formação na área da governação eletrónica.

Com docentes da Universidade do Minho e da Universidade das Nações Unidas, este polo prevê a formação de dirigentes de todo o mundo neste segmento, sendo uma ação que faz parte da estratégia de crescimento da Universidade da ONU para o fomento do conhecimento dos seus investigadores no campo do governo eletrónico.

«Guimarães tudo fará para que a Unidade Operacional da UNU contribua para a construção da Democracia e de um Mundo melhor, de ajuda e envolvência com as pessoas. Trabalhamos com os cidadãos e com todas as instituições, uma em especial: a Universidade do Minho», realçou Domingos Bragança, Presidente do Município, que teceu «palavras sinceras de agradecimento em nome do território de Guimarães, que está grato com a instalação de uma unidade aberta ao Mundo na construção de uma sociedade inteligente com base na boa governança».

A conferência constitui uma oportunidade única de formação, troca de experiências e conhecimento e conta com a presença de peritos de todo o mundo provenientes de organismos públicos nacionais e internacionais, instituições académicas e de empresas de renome. O objetivo central visa «explorar a investigação e as implicações ao nível das políticas e debater o caminho a seguir rumo a uma governação pública, potenciada pela tecnologia e pelo recurso intensivo aos dados, num cenário mundial pós-2015», referiu o representante da Universidade das Nações Unidas, Max Bond, na sessão de abertura realizada no Grande Auditório do CCVF.

PERITOS MUNDIAIS EM PORTUGAL

Com este encontro, Guimarães marca o itinerário de um evento internacional que já percorreu vários pontos do mundo, como Macau (2007), Cairo (2008), Bogotá (2009), Pequim (2010), Tallinn (2011), Albânia (2012) e Seul (2013). Desde quando se realizou a primeira conferência em Macau, que anualmente se debate o uso da tecnologia para transformar a relação entre os governos e os cidadãos, as empresas e a sociedade civil. «Este é um evento ímpar! Ao longo de quatro dias, Guimarães é o centro do Mundo no que à governação eletrónica diz respeito», afirmou Paulo Neves, Presidente do Conselho Diretivo da Agência para a Modernização Administrativa.

O conjunto de «experiências internacionais tão heterogêneas» foi realçado por António M. Cunha, Reitor da Universidade do Minho, que focou o processo de internacionalização da UM e os principais projetos e programas da Academia que lidera. Joaquim Cardoso da Costa, Secretário de Estado para a Modernização Administrativa, anunciou que está a ser criada uma aplicação para computadores e 'smartphones' que vai referenciar os serviços da administração pública. «É importante reduzir o fosso digital! As novas tecnologias devem facultar uma nova gestão dos serviços públicos, com uma aposta bem definida na governação eletrónica, como sucede com a Câmara de Guimarães, cujo website é um bom exemplo de boas práticas, aproximando as pessoas da causa pública», disse.

Data, descentralização, ética, inovação, sustentabilidade e liderança são as temáticas a abordar no ICEGOV 2014. Os trabalhos na conferência vão da teoria à prática, dado que neles incluem-se debates, onde se aborda a investigação, mas também workshops e produção de conteúdos que apresentam soluções no contexto da governação eletrónica. O evento tem ganho impacto a nível internacional, atraindo participantes de mais de 50 nacionalidades, sempre com grande incidência nos países em desenvolvimento, interessados em formas de canalizar os seus investimentos em tecnologia para benefícios sociais e económicos.

GUIMARÃES IMPLEMENTA ALERAÇÕES AO TRÂNSITO

Plano de alterações de trânsito na zona do Parque das Hortas entra na 2ª fase em vigor durante quinze dias

Sentido de trânsito alterado no sul da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, situada atrás do edifício do Tribunal Judicial de Guimarães. Construção de bacias de retenção de água nas “Hortas” visa diminuir possibilidades de cheias no centro da cidade.

Guimaraes_Av_Combatentes_Grande_Guerra

O tráfego rodoviário no entroncamento entre a Rua Rei do Pegu, perto do Parque das Hortas, e a Rua Dr. José Sampaio, em Guimarães, será proibido por um período previsto de duas semanas. A interdição, que entrou em vigor esta segunda-feira, 27 de outubro, está relacionada com a intervenção hidráulica e paisagística que está a ser efetuada na Ribeira de Couros, desde o dia 06 de outubro.

Durante um período de quinze dias, será invertido o sentido de circulação na Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, entre a Rua Dr. José Sampaio e a Rua Abade Tagilde (sul – norte), perdendo prioridade no cruzamento com esta última. Esta semana, a interrupção temporária de trânsito entra na segunda de quatro fases, envolvendo arruamentos contíguos ao local da empreitada, a cargo do Departamento de Obras Municipais.

A partir de 10 de novembro, será proibido o trânsito, durante duas semanas, na Rua Dr. José Sampaio, entre a Avenida dos Combatentes da Grande Guerra e a Rua Rei do Pegu. No decurso deste período, o trânsito na Rua Dr. José Sampaio, entre o Largo República do Brasil e a Avenida Combatentes da Grande Guerra, e nesta, a partir do cruzamento com a Rua Abade Tagilde, será reservado a moradores e cargas e descargas, sendo proibido o estacionamento do lado sul e poente, respetivamente, por forma a assegurar os dois sentidos de circulação.

Na quarta e última fase de interdição, a partir de 24 de novembro, e por um período previsto de quatro semanas, será proibida a circulação automóvel na Rua Dr. José Sampaio, entre o Largo República do Brasil e a Avenida dos Combatentes da Grande Guerra. No âmbito deste conjunto de alterações, que decorrerão faseadamente até ao final do mês de dezembro, todas as alternativas estarão devidamente sinalizadas.

OBRAS PARA REGULARIZAR CAUDAIS DE CHEIA

A intervenção que está a ser realizada no Parque das Hortas tem como principal objetivo proceder à regularização dos caudais de cheia na Ribeira de Couros, estando a ser construídas duas bacias de retenção, com as inerentes estruturas de retenção em betão armado, na zona do parque de estacionamento das Hortas.

O armazenamento conseguido com a implementação desta solução é de cerca de 7600 m3 de água pluvial na bacia a montante e de cerca de 4700 m3 na bacia a jusante. Paralelamente, será reformulada a rede de drenagem de água pluviais na Rua Dr. José Sampaio e na Rua Rei do Pegu para reduzir o caudal de águas pluviais recolhidas no Largo da República do Brasil.

Esta intervenção é realizada ao abrigo da aprovação do projeto “Veiga de Creixomil - Ribeira de Couros”, cujo valor de investimento elegível aprovado é de 2.997.857,67 euros, com um valor comparticipado aprovado de 2 .548.179,02 euros, equivalente a uma taxa de comparticipação de 85%, no âmbito do programa FEDER e do Programa Operacional Regional do Norte 2007-2013, resultantes das disposições regulamentares comunitárias (Regulamentos CE nºs 1083/2006 e 1828/2006) e das normas e especificações técnicas instituídas pela Autoridade de Gestão em vigor à data da sua aprovação.

FAFE HOMENAGEIA COMBATENTES MORTOS NA PRIMEIRA GRANDE GUERRA

Centenário da grande guerra foi assinalado em cerimónia pública

A Câmara Municipal de Fafe assinalou o centenário da I Grande Guerra Mundial, com uma cerimónia junto ao Monumento aos Combatentes, que teve lugar sábado de manhã, e cujo objetivo primeiro foi o de homenagear todos os soldados mortos em combate na I Guerra Mundial.

DCS_0489A

Na sua mensagem, o presidente da Liga dos Combatentes, Joaquim Rodrigues, lembrou os soldados que lutaram por um país, deixando também a certeza de que a Liga que representa nunca os esquecerá. “A Liga dos Combatentes não esquece esta data que marcou o século XX. De resto, a liga garante aos combatentes recentes, excluídos e marginalizados, todo o apoio”. Na ocasião foi também lida uma mensagem de Aníbal Cavaco Silva.

O Presidente da República destacou um período marcante na história da humanidade, onde a prestação dos portugueses se pautou pela defesa do seu país e das suas gentes. “A Grande Guerra marcou o percurso da história mundial e ditou o fim dos grandes impérios.

DCS_0479A

Da história da guerra, ficam testemunhos da capacidade dos portugueses nesta batalha, na defesa da Flandres, Angola e Moçambique” Refira-se que do concelho de Fafe morreram em combate na I Guerra Mundial 15 soldados. Na cerimónia de evocação do centenário do I Grande Guerra foi descerrada uma placa evocativa da data, pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Fafe, Pompeu Martins, e pelo presidente do Núcleo de Braga da Liga dos Combatentes, tendo estado presente o Presidente da Assembleia Municipal de Fafe, Laurentino Dias.

DCS_0512A

DCS_0515A

HOTELARIA E COMÉRCIO DE VALENÇA DEBATEM TURISMO SUSTENTÁVEL

Comerciantes, hoteleiros, instituições públicas e demais agentes ligados ao turismo, ao comércio e à natureza estão convidados a participar no Fórum Permanente Turismo Sustentável da CIM Alto Minho, que decorre em Valença terça-feira, 28 de outubro, no Arquivo Municipal, a partir das 10h00.

As novas dinâmicas e atração de novos mercados emissores turísticos, proporcionadas pelo turismo verde, vão estar em debate em Valença, neste fórum que decorre do processo de candidatura de Valença e do território do Alto Minho à Carta Europeia de Turismo Sustentável.

O fórum é aberto a todos os interessados que podem fazer a sua inscrição para o e-mail: cets@cim-altominho.pt.

Valença tem feito uma aposta concertada, ao longo dos últimos anos, no turismo verde, oferecendo hoje, a quem nos visita e à população local, uma ampla e diversificada oferta. A Ecopista do Rio Minho, que percorre Valença de norte a sul e que já mereceu o título de 4ª melhor Via Verde da Europa, a Rede Municipal de Trilhos Pedestres, a Rede de Trilhos Pedestres / Andainas da Eurocidade, o Biótipo da Veiga da Mira, as zonas ribeirinhas do Rio Minho, protegidas pela Rede Natura 2000, são alguns exemplos da aposta de Valença no turismo verde.

Para o Presidente da Câmara de Valença, Jorge Salgueiro Mendes, “Valença olha para o turismo verde como uma oportunidade para tornar o território mais sustentável, competitivo e capacitado para atrair novos turistas à cidade”.

PONTE DE LIMA: FIBRA ÓTICA CHEGA AO PARQUE EMPRESARIAL DA QUEIJADA

Câmara Municipal de Ponte de Lima aprova a empreitada de implementação da Rede de Fibra Ótica no Parque Empresarial da Queijada

A Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a empreitada de Implementação da Rede de Fibra Ótica para ligação das empresas instaladas no Parque Empresarial da Queijada.

vila 2003 ctr 2

Reforçar a instalação da rede de nova geração no concelho, em particular no Parque Empresarial da Queijada permitirá um maior desenvolvimento económico daquela zona industrial, disponibilizando serviços avançados de banda larga, através do acesso à internet de alta velocidade.

Esta medida aprovada na última reunião do Executivo Municipal visa ainda desenvolver o combate à infoexclusão, promover a igualdade de oportunidades e de acesso público à banda larga, corrigir assimetrias de acessibilidade a comunicações e expandir a iniciativa empresarial, sendo mais uma valia a juntar-se ao posicionamento estratégico do concelho e do Parque Empresarial da Queijada, próximo da autoestrada A3, junto ao Nó de Anais.

A aposta na melhoria de infraestruturas de comunicação nos vários setores que contribuem para a melhoria das condições de vida no concelho, refletem-se na projeção de uma imagem positiva e no claro aumento dos níveis de atratividade.

VIZELA ASSINA CARTA DE PRINCÍPIOS DA “REDE DE MUSEUS E MONUMENTOS DA NUT III AVE”

Cerimónia realiza-se amanhã, dia 28 de outubro

Vizela assina, amanhã, a carta de princípios da ‘Rede de Museus e Monumentos da Nut III Ave’, uma rede impulsionada pela Comunidade Intermunicipal do Ave e que tem como objetivo a criação de uma rede de colaboração, para a resolução de problemas concretos ou sectoriais, na área do Museus e Monumentos na NUT III Ave.

A assinatura da Carta de Princípios da Rede de Museus e Monumentos do Ave, a ser formada inicialmente por dezasseis participantes, será realizada no próximo dia 28 de outubro pelas 11:00h, no Salão Nobre do edifício sede da CIM do Ave.

Propõe-se a criação da Rede para que esta estabeleça bases de trabalho comuns para os museus e monumentos da NUT III Ave, nas áreas da conservação, da investigação e da comunicação, facilitando a sua utilização como recurso educacional e turístico.

Procura-se nesta rede trabalhar e promover áreas como:

- Transportes especializados - Formação de serviços intermunicipais credenciados para o transporte de obras de arte e peças museológicas;

- Estrutura de Inventário – formação e actualização dos sistemas de inventário de museus e monumentos em cada município;

- Estruturas de Conservação – optimização do aproveitamento comum e equipamento de estruturas de conservação existentes;

- Cooperação entre Serviços Educativos;

- Captação e itinerância de exposições;

- Captação de parcerias Universitárias;

- Captação de parcerias para a divulgação;

- Promoção de Rotas temáticas no território da NUT III Ave;

- Promoção de projetos ao nível do património imaterial;

- Promoção de uma Carta Arqueológica do Ave;

- Melhoria de sistemas de segurança das unidades da Rede (facilitando a itinerância de exposições e baixando custos de seguros);

- Articulação com Mediadores de Turismo e outros operadores turísticos tendo em vista o incremento da visitabilidade;

- Articulação com alojamentos e operadores tendo em vista o incremento de permanências com programa de visita na sub-região.

Do evento fundador participarão diversas entidades, nomeadamente: Arcebispado de Braga; representante da Direção Regional de Cultura do Norte; representante da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte; representantes das oito câmaras que compõe a Comunidade Intermunicipal do Ave: Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Vizela; representante da Associação Sol do Ave; representante da Fundação Castro Alves; representante da Fundação Cupertino de Miranda; representante da Sociedade Martins Sarmento; e Comunidade Intermunicipal do Ave.

MUNICÍPIO DE FAFE APROVA VOTO DE PESAR A JOSÉ CUNHA

A Câmara Municipal de Fafe aprovou, na última reunião do executivo, um voto de pesar a José Cunha, pelo seu trabalho em prol dos outros.

No voto de pesar, o executivo realça o trabalho e a postura de José Cunha, referindo que “se distinguiu pela postura simples, acutilante e amiga”. Ainda segundo o documento, “José da Cunha foi um interventor na nossa sociedade e deixou bem patente a sua marca, num conjunto de instituições fafenses”.

O voto de pesar refere também a intervenção de José Cunha na vida associativa, tendo sido presidente da Associação Comercial de Fafe, e na vida política, como vereador do Partido Social Democrata, na Câmara Municipal de Fafe.

MUNICÍPIO DE CAMINHA ACREDITA NA CAPACIDADE DOS DESPORTOS DE NATUREZA PARA ALAVANCAR A ECONOMIA DO CONCELHO

Rui Teixeira chamou parceiros e população para debater estratégia para o futuro

Debater o desporto em todas as suas dimensões, tendo subjacente a criação de uma estratégia para o concelho, foi o tema que reuniu, sexta-feira à noite, representantes de associações, clubes desportivos, empresas de animação turística e população em geral nos Paços do Concelho. O vereador do Desporto, Rui Teixeira, acredita que a aposta no desporto, aproveitando as potencialidades naturais do concelho, é capaz de alavancar a própria economia local e de incutir na população estilos de vida mais saudáveis.

reuniao desporto 1

Um concelho saudável e ideal para a prática desportiva é o ponto de partida para o documento estratégico que está a ser elaborado pelo município, que tem em conta as características do próprio território, designadamente a montanha, o mar e o rio. Rui Teixeira quis agora ouvir o que têm a dizer clubes e associações, mas também empresas e população e a adesão foi significativa. Os participantes no encontro de sexta-feira trouxeram ao debate a sua experiência, mas também partilharam desejos e projetos que gostariam de ver implementados.

O vereador explicou que a estratégia passará por colocar os caminhenses de todas as idades a praticar desporto, mas sem perder de vista a criação de riqueza para o próprio concelho, dinamizando a economia. Rui Teixeira adiantou que esta será uma estratégia de médio e longo prazo, para alavancar o desporto, associando-o à imagem e à economia do próprio concelho.

No encontro, foi reconhecido unanimemente que a aposta nos desportos relacionados com a natureza (montanha, rio e mar) é correta e que há necessidade de um incremento nas áreas da informação/comunicação e promoção.

O vereador clarificou que se deve distinguir entre o desporto proporcionado pelo município e as associações locais, que permitem a prática desportiva dos jovens caminhenses e que serão sempre apoiadas pelo município, e o desporto ligado à economia. Esta segunda dimensão, frisou, porque proporcionará a criação de riqueza no concelho, também beneficiará as associações e os clubes, que poderão obter mais apoios e ter condições para crescer.

Sendo certo que o concelho possui recursos naturais de excelência, únicos mesmo, que devem ser potenciados, a estratégia passará pela aposta em eventos ligados à natureza, criação e apoio a investimentos relacionados com esses desportos (centros de rio e mar) e promoção desses eventos e por conseguinte do concelho.

No fundo trata-se de ir ao encontro da procura dos praticantes de desporto ao nível global (porque o nosso concelho e recursos o permitem), potenciando a economia através do desporto, quer pelos visitantes (turismo – as pessoas vem e regressam), quer pela criação de empresas ligadas a estes desportos. Além disso, disse Rui Teixeira, esta estratégia terá efeitos sobre o aumento de receita para o comércio e serviços locais já existentes.

FILME “VIZELA” RECEBE MENÇÃO HONROSA

Vizela recebeu menção honrosa no ART&TUR pelo filme ‘Vizela’

O filme ‘Vizela’ recebeu, no passado sábado, uma Menção Honrosa de 'Destino de Turismo de Saúde e Bem-estar' no âmbito do ART&TUR - Festival Internacional de Cinema Turístico.

menção honrosa Art&Tur2

Na cerimónia de entrega de prémios do Art&Tur, entre 166 candidaturas, o vídeo promocional da 'Comunidade Intermunicipal do Ave_Long Version' recebeu também uma Menção Honrosa de 'Destinos Turísticos'.

De relembrar que os filmes foram produzidos e realizados por Martin Dale, professor no Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho e filmes resultam de uma parceria da Comunidade Intermunicipal do Ave e o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, com financiamento do ON.2.

De realçar que, de todos os 18 filmes produzidos pela CIM do Ave, apenas foram destacados o de Vizela e o filme longo geral da região – CIM Ave.

O filme "Vizela" distinguido pode ser visto em:

- https://www.youtube.com/watch?v=qcN1BBF7MiM).

De relembrar que os filmes promocionais de turismo dos Municípios CIM do Ave foram apresentados no Centro de Estudos Camilianos, em Vila Nova de Famalicão, em setembro do ano passado, um projeto com financiamento do ON2 - O Novo Norte, e do Eixo Prioritário – Governação e Capacitação Institucional.

PONTE DE LIMA LEVA A SANTARÉM VINHO VERDE E ARROZ DE SARRABULHO

Feira Nacional de Gastronomia de Santarém: Promoção e Degustação do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima Provas de Vinho Verde de Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima apoiou a Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima em mais uma ação de promoção deste prato típico limiano na Feira Nacional de Gastronomia de Santarém. A degustação decorreu no dia 23 de outubro, às 14h00, inserido no Dia Oficial do Turismo do Porto e Norte.

PA236191

O porco é uma das principais bases da cozinha limiana e o ingrediente rei. O louro, o cravinho, a noz-moscada, o sal e a pimenta temperam as carnes que, depois de cozinhadas e desfiadas se juntam o arroz. O sabor singular dos cominhos e do limão é acrescentado no fim.

A preparação e a degustação do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, confecionado pelo restaurante Açude, suscitou interesse e muitos elogios, prova disso foram os vários pedidos para repetir o prato assim como, a vontade de o provar na terra que lhe dá nome. Como harmonização apresentamos o Vinhão o qual resulta numa união perfeita.

Este foi mais um palco em que a Vila de Ponte de Lima pôde mostrar a excelência da sua oferta enogastronómica e turística.

PA236198

PA236164

PA236159

PA236158

VIZELA PROMOVE AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO SOBRE ORÇAMENTO FAMILIAR

No próximo dia 17 de novembro, pelas 14h30, a Câmara Municipal de Vizela promove uma ação de sensibilização sobre Gestão do Orçamento Familiar.

Sensíveis às dificuldades que as famílias atravessam na atual conjuntura de crise económica, a Câmara Municipal de Vizela, no âmbito das atribuições do Centro de Informação Autárquico ao Consumidor (CIAC), vai realizar uma sessão de informação/sensibilização sobre – Gestão do Orçamento Familiar – com o intuito de ajudar a pensar nas diferentes formas de poupar e de gestão do orçamento familiar.

A referida sessão de sensibilização será efetuada pelo Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave/Tribunal Arbitral (TRIAVE) e a DECO (delegação Regional do Minho), no âmbito do protocolo celebrado, que tem por objetivo a cooperação das duas entidades na difusão de informação sobre consumo e os meios disponíveis para os munícipes efetivarem os seus direitos.

Esta sessão realiza-se no dia 17 de novembro de 2014 pelas 14h30 na Casa das Coletividades. A entrada é livre e gratuita, mas de inscrição obrigatória e poderá ser efetuada para o e-mail, ciac@cm-vizela.pt ou pelo telefone 253 489 630 até ao dia 14 de Novembro.

VALENÇA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Valença Aumenta 26% Apoio a Estudantes Universitários - Candidatura às Bolsas de Estudo até 28 de Novembro

Está aberto o prazo de candidatura, até 28 de novembro, para a atribuição de bolsas de estudo, em Valença, para estudantes que frequentam ou ingressaram no ensino superior. Os interessados deverão formular a sua candidatura na Câmara Municipal, junto dos Serviços de Ação Social.

As bolsas destinam-se a alunos valencianos a frequentar ou que ingressem no ensino superior e que apresentem limitações a nível económico e comprovadamente bom aproveitamento escolar.

A Câmara Municipal de Valença atribuiu, no último ano, 48 bolsas de estudo a jovens estudantes que frequentam o ensino superior, num estimulo à formação dos jovens valencianos.

Um reforço no número de estudantes abrangidos que passaram de 36 para 48 beneficiários.

Os interessados deverão contatar os Serviços de Ação Social da Câmara de Valença, no edifício da Piscina Municipal, pelo telefone 961514179, ou obter mais informações em: www.cm-valenca.pt/portal/page/valenca/portal_municipal/servicos_municipais/accao_social/bolsas_estudo.

Para Jorge Salgueiro Mendes, “Apoiar os jovens valencianos no seu caminho formativo, proporcionando oportunidades a todos é um dever da Câmara na construção de uma sociedade mais justa, sustentável e com visão de futuro”.

CRIANÇAS DE CERVEIRA VÃO DE PIJAMA PARA A ESCOLA

Cerca de uma centena de crianças da Creche e Infantário da Santa Casa da Misericórdia e da Creche de Campos já estão inscritas para aderir ao “Dia Nacional do Pijama”, uma iniciativa promovida a 20 de Novembro, data em que se comemora o Dia Internacional da Convenção dos Direitos da Criança. A participação é gratuita e dá direito a um KIT com material educativo de apoio.

Dia Nacional do Pijama

O “Dia Nacional do Pijama” sensibiliza a comunidade para os direitos das crianças e por isso, os mais pequenos são convidados a participar, vestidos confortavelmente de pijama, num dia de atividades de cariz lúdico, educativo e solidário, lembrando a todos que uma criança deve crescer em família.

A iniciativa pretende, pois, ter um impacto na sociedade portuguesa, contribuindo para mudar mentalidades e a encontrar novas formas de ajudar as crianças, que durante determinada fase das suas vidas não podem viver com os seus pais. A marca registada da Mundos de Vida® alerta para a existência, em Portugal, de 8142 crianças a viverem em instituições, por decisão do Tribunal ou da Comissão Nacional de Proteção de Crianças.

Em termos nacionais, o objetivo da edição 2014 é passar de 260 que para 308 concelhos e envolver mais de 200 mil crianças e 1,5 milhões de portugueses (contando apenas com irmãos, pais e avós) diretamente nesta iniciativa e nesta causa.

CERVEIRA REALIZA JORNADAS DO MEL

Antigo Ministro Daniel Bessa presente nas VIII Jornadas do Mel, a 01 de novembro

“Projetos Futuros”, “Sanidade na Zona Controlada da APIMIL” e Comercialização e Exportação de Produtos” são os três painéis em debate nas VIII Jornadas do Mel, agendadas para sábado, 01 de Novembro, no Fórum Cultural. O antigo ministro Prof. Dr. Daniel Bessa participa nesta iniciativa como moderador.

Dirigido aos apicultores nacionais e internacionais, este evento pretende incentivar o debate sobre produto de excelência que é o mel e a apicultura, com um conjunto alargado de peritos e áreas com interesse para a produção e comercialização, desde investigadores a técnicos de empresas.

Com potencialidades e desafios, a Associação Apícola de Entre-Minho e Lima (APIMIL), com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira e da Etap, revela-se convicta de que a atividade de extração do mel e a atividade apícola são extremamente importantes na região, dando continuidade a estas jornadas.

A abertura oficial das Jornadas está agendada para as 09h30, e o encerramento previsto para as 18h30. Esta VIII edição é constituída por vários temas de debate e apresentações entre os quais: I PAINEL “Projetos Futuros”, com moderação do Prof. Dr. Daniela Bessa; II PAINEL “Sanidade na zona controlada da APIMIL” e moderação de um representante do IFAP; III PAINEL “Comercialização e exportação de produtos apícolas’ - mesa redonda.

A APIMIL (Associação de Apicultores entre o Minho e Lima) tem sede em Vila Nova de Cerveira e foi a grande impulsionadora na realização e organização da Feira do Mel do Alto Minho, juntamente com o Município.

GUIMARÃES REABILITA PONTE DE CAMPELOS

Câmara de Guimarães inicia amanhã reabilitação da Ponte de Campelos e construção de passagem pedonal

Obra começa esta segunda-feira e termina em janeiro de 2015. Construção de um novo tabuleiro, reforço estrutural dos arcos existentes e execução de uma passagem pedonal são alguns dos procedimentos a realizar.

Guimaraes_Ponte_Campelos

O Município de Guimarães principia esta segunda-feira, 27 de outubro, as obras de reabilitação estrutural e de construção da passagem pedonal da ponte de Campelos, situada na freguesia de Ponte. A obra, adjudicada pelo preço de 227.903,39 euros, valor ao qual acresce a taxa de IVA em vigor, será executada pela empresa “Alexandre Barbosa Borges, S.A”, num prazo estimado de 90 dias.

A maior parte da verba alocada para a execução deste projeto é destinada para a realização de uma solução estrutural, relacionada com o reforço estrutural dos arcos da ponte e com a colocação de tirantes a unir os muros tímpano. O projeto contempla ainda a consolidação estrutural da ponte com recurso à execução de micro-estacas em betão e execução de um tabuleiro em laje maciça de betão armado.

Sustentada numa estrutura metálica, será também efetuada a construção de uma travessia pedonal, na sequência do compromisso assumido por Domingos Bragança, antes da realização do último ato eleitoral autárquico, a 29 de setembro de 2013.

A ponte de Campelos sobre o Rio Ave é construída em alvenaria de pedra granítica, aparelhada à mão, com quatro arcos e o seu tabuleiro, com uma extensão longitudinal de aproximadamente 35 metros, encontra-se apoiado em três pilares situados no leito do rio.

A largura da plataforma de circulação, variável entre 3.40m e 3.60m, corresponde unicamente a uma via rodoviária. O trânsito sobre a ponte realiza-se de forma alternada com recurso a sinalização semafórica, colocada nas margens da estrutura.

CONFRARIAS DVULGAM GASTRONOMIA PORTUGUESA

unnamed (3)

MAPA DE EVENTOS

014 / 2015

Eventos da

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS CONFRARIAS GASTRONÓMICAS

 15 de Novembro – Assembleia Geral Ordinária

Capítulos das Confrarias Federadas 2014

 25 de Outubro – Confraria do Bucho de Arganil.

 7 e 8 de Novembro – Confraria da Panela ao Lume

 16 de Novembro – Confraria do Medronho

 22 de Novembro – Confraria da Marmelada de Odivelas

 22 de Novembro- Confraria Queirosiana

 22 de novembro – Confraria dos Ovos Moles.

 29 de Novembro – Confraria da Raça Arouquesa.

 29 de Novembro – Confraria dos Nabos e Companhia.

 6 de Dezembro – Confraria Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo.

Capítulos Internos

 11 de Dezembro – Confraria do Arroz e do Mar.

Capítulos de Confrarias Não Federadas – 2014

 25 de Outubro – Confraria da Pedra.

 8 de Novembro – IV Capítulo da Confraria da Castanha Soutos da Lapa. Penedono

 8 de Novembro – Confraria do Frango do Campo

 13 de Dezembro – Confraria Ovelhã.

Eventos:

 29 de Novembro – Ceia Serrana – Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu.

 14 de Dezembro – Almoço de Natal - Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu.

Capítulos de Confrarias Federadas – 2015

 10 de Janeiro – Confraria da Fogaça da Feira.

 25 de Janeiro – Confraria do Vinho de Lamas.

 14 de Março – Confraria Gastronómica de Sever do Vouga.

 24; 25; 26 de Abril (cerimónia capitular) e 27 de Abril – XV Capítulo da Academia Madeirense

das Carnes / Confraria Gastronómica da Madeira.

 20 de Junho – IV Capítulo da Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar.

Capítulos de Confrarias Não Federadas – 2015

 28 de Fevereiro – II Capítulo da Confraria dos Rojões da Bairrada com grelo e batata à Racha.

 7 de Março - Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu-Águeda.

 11 de Abril – Confraria dos amigos do Negalho e da freguesia de Almalaguês.

 12 de Abril - VII Grande Capitulo da CONGROG - Confraria do Grog de Santo Antão - Cabo Verde

 9 de Maio - Confraria dos Sabores da Fava.

Pág. 1/4