Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MONÁRQUICOS HASTEIAM EM GUIMARÃES A BANDEIRA DA MONARQUIA CONSTITUCIONAL

1º Dezembro - Hastear da bandeira da monarquia constitucional no mastro dos Antigos Paços do Concelho em Guimarães

Não há data mais importante para uma Nação do que a sua independência e para um povo do que a sua liberdade. O 1.º de Dezembro era o mais antigo feriado civil português e o mais alto dos feriados patrióticos, tendo atravessado regimes e mudanças políticas e sociais, sendo a forma como desde há século e meio os portugueses, da esquerda à direita, dos monárquicos aos republicanos, escolheram celebrar a sua independência e liberdade.

Bandeira monárquica 1

Com a promulgação pelo Presidente da Republica no passado dia 18 de Junho de 2012, opera-se a supressão do feriado 1º de Dezembro.

Estamos a falar, nada mais, nada menos, da data nacional mais importante, do dia em que celebramos o valor essencial do nosso país, como país soberano independente.

Na generalidade dos países que adquiriram a independência nacional contra outros, esse feriado é inclusive o principal de todos os feriados, correspondendo ao respectivo Dia Nacional, como é o caso dos Estados Unidos da América, com o seu 4 de Julho e como é o caso da larga maioria dos Estados-membros da União Europeia, bem como também o é de todos os países da CPLP.

O 1.º de Dezembro era o feriado civil mais antigo: sobreviveu à I República austera em festividades, ao Estado Novo que só recuperou os "dias santos" em 1952 e à chegada da democracia, que nunca aboliu feriados mas acrescentou vários ao calendário.

Menos de uma semana após a revolução republicana de 1910, um decreto acabou com os feriados religiosos e institui apenas cinco dias de 'folga nacional': o 1.º de Janeiro (transformado em Dia da Fraternidade Universal), o 31 de Janeiro (data da revolta republicana no Porto, em 1891), o 5 de Outubro (Dia da República), o 1.º de Dezembro (Dia da Independência e da Bandeira) e o 25 de Dezembro (que passou a Dia da Família).

O mesmo decreto permitia aos municípios escolherem um dia de celebração local, estando aqui a origem dos feriados municipais. Em 1929, já sob a ditadura que levaria ao Estado Novo, o feriado municipal de Lisboa passa a nacional, nascendo aqui o 10 de Junho, que começou por ser o Dia de Camões e Portugal, passou a Dia de Camões, de Portugal e da Raça em 1944 e é, desde, 1978, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades.

Os republicanos só aceitaram uma celebração civil vinda da monarquia: o 1.º de Dezembro, que celebra a restauração da Independência em relação a Espanha em 1640.

Este era um feriado nascido na segunda metade do século XIX, pela mão da então Comissão Nacional 1.º de Dezembro, mais tarde Sociedade Histórica da Independência Nacional, criada em 1861 como reacção a um movimento iberista.

A Restauração de 1640 continua a ser um marco importante para a nossa memória histórica.

Nas actuais circunstâncias, em que o país voltou a integrar um grande projecto político à escala europeia, o 1.º de Dezembro de 1640 é um marco psicológico e um capital histórico que não deve ser esquecido ou alienado.

Hoje, tal como em 1640, mas devido à irresponsabilidade de alguns governantes da III República, a política portuguesa depende da vontade de estrangeiros.

A população tem dado provas de grande civismo. Por isso, a todos os que se manifestam de forma cívica em favor de um Portugal mais justo e mais independente, combatendo o dilema cultural instalado que afirma e aceita que o mau está em Portugal, temos de dizer que isso não é verdade, pois o que salvará Portugal são os Portugueses.

O Dia 1 de Dezembro constitui a origem e a matriz dos Feriados Oficiais Portugueses. Se não tivesse existido o dia 1 de Dezembro de 1640, não haveria 10 de Junho, 25 de Abril ou 1.º de Maio, pois a agenda dos Feriados Oficiais Portugueses coincidiria com a de Madrid e, nem muito menos, existiria um campeonato do Mundo de futebol com a presença de Portugal.

Assim, e na defesa do 1 de Dezembro como feriado nacional, o PPM irá celebrar esta efeméride com o hastear da bandeira da monarquia constitucional no mastro dos Antigos Paços do Concelho de Guimarães (Largo da Oliveira), para que da cidade berço da nossa nacionalidade se eleve a esperança para todo Portugal.

Manuel Beninger

Presidente da CPD de Braga do PPM

Fonte: http://ppmbraga.blogspot.pt/

MUNICÍPIO DE BARCELOS PROMOVE AÇÃO DE REFLORESTAÇÃO EM ALDREU

Iniciativa teve o apoio da Junta de Freguesia e da Associação Amigos da Montanha

O Município de Barcelos promoveu no sábado, 30 de novembro, uma ação de reflorestação de espécies autóctones no Monte de Cresto, na Freguesia de Aldreu, assinalando desse modo o Dia Mundial da Floresta Autóctone. A iniciativa teve a colaboração da Associação Amigos da Montanha e da Junta de Freguesia de Aldreu e contou com a presença de vários membros daquela coletividade, da Junta de Freguesia, de técnicos do Município, de populares e dos vereadores Alexandre Maciel e Armandina Saleiro.

unnamed

“Importa vir ao terreno para detetar as necessidades de intervenção ao nível da reflorestação, como acontece nesta área do concelho. Plantar árvores neste parque de merendas constitui, também, uma forma de sensibilizar a população, que aqui vem com alguma frequência, para a defesa da floresta autóctone que é a melhor forma de defender estes montes”, disse o vereador do Pelouro do Ambiente, Alexandre Maciel.

Foram plantadas duas centenas de árvores (carvalhos e pinheiros mansos) na zona envolvente ao parque de merendas do Monte de Cresto, uma zona de baldio que integra o maciço do monte de S. Gonçalo e que confronta com as freguesias de Fragoso e Palme, uma zona muito afetada pelos incêndios nos últimos anos.

Para levar a cabo esta iniciativa, o Município procedeu à regularização e melhoria dos caminhos de acesso ao local e preparou o terreno para a plantação.

A opção pela reflorestação com árvores autóctones, vindas dos hortos municipais, tem a ver com o facto destas serem originárias do próprio território e consequentemente mais adaptadas às condições do solo e do clima, sendo mais resistentes a pragas, doenças, incêndios e longos períodos de seca ou chuva intensa. A floresta autóctone portuguesa é formada por carvalhos, medronheiros, castanheiros, loureiros, azinheiras, sobreiros, pinheiros-mansos, entre outros.

BANDAS FILARMÓNICAS DE CABECEIRAS DE BASTO E PONTE DE LIMA DESFILAM EM LISBOA NAS COMEMORAÇÕES DO 1º DE DEZEMBRO, DIA DA RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

A Banda Cabeceirense e a Banda Musical do Centro Social e Paroquial de S. Martinho da Gandra vão desfilar amanhã nas comemorações evocativas da Restauração da Independência que se realizam em Lisboa, em representação respetivamente dos distritos de Braga e Viana do Castelo.

À semelhança do ano anterior, são cerca de duas dezenas as bandas de música que, em representação de todos os distritos de Portugal continental, vão desfilar na avenida da Liberdade em direção à Praça dos Restauradores.

O Movimento 1º de Dezembro, entidade organizadora das comemorações, espera poder vir a anunciar já o lançamento do Concurso Nacional de Bandas Filarmónicas, o qual começará a realizar-se por todos os distritos do país em 2014 (Primavera/Verão) e convergiria para o Desfile Nacional anual comemorativo do 1º de Dezembro, junto aos Restauradores.

A supressão do feriado nacional do 1º de dezembro teve o condão de transformar estas comemorações numa verdadeira manifestação popular de cariz patriótico, contrastando com a solenidade e o distanciamento em relação aos cidadãos que ultimamente as vinham caraterizando.

FINAL DO CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL OUTDOOR REALIZA-SE AMANHÃ EM PAREDES DE COURA

A final do Campeonato Nacional de Trial Outdoor vai decorrer dia 01 de Dezembro de 2013, pelas 12 horas no Monte da Senhora da Pena em Mozelos – Paredes de Coura.

Termina amanhã, dia 01 de Dezembro o “Nacional” de Trial Outdoor que tem vindo a animar os fins-de-semana de milhares de pessoas. A empresa No Limite, é promotora desta Prova e conta com o apoio da Câmara Municipal de Paredes de Coura bem como do Motoclube Amigos das Duas Rodas e da Associação os Fidalguinhos.

Esta última prova, que promete ser um espectáculo de competitividade, adrenalina e muita emoção, vai desvendar o Campeão Nacional de Trial Outdoor 2013. Ficará satisfeita a curiosidade de todos, especialmente daqueles que têm assistido fervorosamente a todas as etapas já ultrapassadas. Em competição vão estar os pilotos de renome Pedro Sousa, Diogo Vieira, Filipe Paiva, e muitos outros.

No Sábado (30 de Novembro) irá realizar-se uma exibição da modalidade, no Largo Visconde de Mozelos (Largo da Câmara), com o piloto Filipe Paiva.

Uma final a não perder …

Para quaisquer esclarecimentos ou informações adicionais contactar pelo email geral@nolimite.org.

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DO ARTESANATO E DO LIVRO LIMIANO

6 a 8 de dezembro / Torre da Cadeia Velha

A Feira do Artesanato e do Livro Limiano realiza-se na Torre da Cadeia Velha de 6 a 8 de dezembro, numa organização conjunta do Município de Ponte de Lima, Biblioteca Municipal, em parceria com a P.L.Arte - Associação de Artesãos de Ponte de Lima.

unnamed

A iniciativa visa dinamizar o setor cultural, entretenimento e lazer, incluindo o Artesanato e as publicações literárias limianas. Desta forma, os visitantes poderão escolher uma obra literária e histórica ou uma peça artesanal de grande riqueza e diversidade para oferecer na quadra natalícia que se aproxima.

As publicações irão contar com um desconto de 40% sobre o preço de capa, sendo esta uma oportunidade única para adquirir ou oferecer um livro limiano.

Visite a Feira do Artesanato e do Livro Limiano de 6 a 8 de dezembro, na Torre da Cadeia Velha, no Passeio 25 de abril.

NESTE NATAL OFEREÇA UM LIVRO LIMIANO OU UMA PEÇA ARTESANAL

Para mais informações contate através dos seguintes emails: biblioteca@cm-pontedelima.pt | p.l.arte2004@gmail.com  / 258 900 411.

MUNICÍPIO DE BARCELOS PROMOVE PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE COMPORTAMENTOS DE RISCO

Iniciativa decorre na Casa da Juventude entre os dias 2 e 14 de dezembro

A Câmara Municipal de Barcelos, através do Pelouro da Juventude, promove, entre os dias 2 e 14 de dezembro, na Casa da Juventude, mais uma iniciativa no âmbito do projeto de educação para a saúde “Agarra-te à Vida”. Trata-se do programa Comportamentos de Risco que consta de um conjunto de iniciativas de caráter pedagógico e preventivo e que abrange os seguintes temas: tabagismo, alcoolismo, toxicodependência, sida, sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis.

O programa é destinado aos mais jovens e à comunidade em geral e inclui uma exposição sobre aqueles temas, sessões educativas e documentários.

Os jovens podem expor as suas obras alusivas a estas temáticas, entre os dias 2 e 14, na Casa da Juventude, mediante inscrição.

Os documentários podem ser visionados continuamente ao longo dos 12 dias do programa, também na Casa da Juventude.

Neste mesmo período, os técnicos da Casa da Juventude estão disponíveis para a realização de sessões educativas sobre os temas do programa Comportamentos de Risco. Estas sessões podem, também, ser requeridas pelos estabelecimentos escolares do concelho, mediante inscrição.

A participação nestas atividades é gratuita.

As inscrições são feitas na Casa da Juventude (Rua da Madalena, n.º 37), em Barcelos, pelo telefone 253 814 307, fax 253 814 309 e e-mail casadajuventude@cm-barcelos.pt.

ESPOSENDE AMBIENTE RECEBEU SELO DE “QUALIDADE EXEMPLAR DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO”

A empresa municipal Esposende Ambiente recebeu, no passado dia 27 de novembro, o selo de “Qualidade exemplar da água para consumo humano”, em cerimónia realizada durante a 8.ª Expo Conferência da Água, que decorreu em Oeiras.

unnamed (1)

No universo das 403 entidades que prestam o serviço de abastecimento público de água em Portugal, a Esposende Ambiente integra o lote das 61 que foram distinguidas pelo júri. O selo de “Qualidade exemplar da água para consumo humano” resulta de uma parceria entre a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) e o Jornal Água&Ambiente, que conta com a colaboração da Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas, da Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental, da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos e do Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

Esposende continua a liderar o ranking dos concelhos da região Norte com Água Segura. Em 2012, apenas seis dos 86 concelhos nortenhos apresentaram um indicador de 100% de Água Segura (indicador de água controlada e de boa qualidade), nomeadamente Esposende, Paços de Ferreira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia. Esposende destaca-se também por ser o único concelho que, entre 2004 e 2012, manteve 100% no indicador Água Segura.

De notar que somente 28 concelhos de Portugal Continental registaram, em 2012, o indicador Água Segura, representando 10% do número total de municípios.

Esposende é, pois, um Município exemplar, apresentando excelentes níveis de qualidade da água na torneira do consumidor. A água distribuída no concelho, pela empresa municipal Esposende Ambiente, para além de estar bem controlada, apresenta qualidade excelente, pelo que os esposendenses podem beber água da torneira com confiança. O controlo de qualidade cumpre na íntegra todos os requisitos legais, tanto ao nível do cumprimento dos valores paramétricos como da frequência mínima de amostragem.

Recorde-se que a Esposende Ambiente executa um Programa de Controlo da Qualidade da Água, devidamente aprovado pela ERSAR, que contempla a realização anual de cerca de 800 análises na torneira de 108 consumidores do concelho. Complementarmente, realiza um Plano de Controlo Operacional, que contempla a realização anual de cerca de 1 100 análises em 90 pontos de amostragem distribuídos pelo concelho e o controlo regular da concentração de cloro e da pressão em mais de 120 diferentes pontos distribuídos ao longo da rede pública de abastecimento de água.

O selo de “Qualidade exemplar da água para consumo humano” associa a Esposende Ambiente a uma marca única identificativa da qualidade do serviço prestado aos utilizadores.

MUNICÍPIO DE BARCELOS DISPONÍVEL PARA ATRIBUIR BOLSAS DE ESTUDO NA ÁREA DA INVESTIGAÇÃO

Autarquia estuda protocolo com a Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho

O Vice-presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Domingos Pereira, disse hoje que o Município está disponível para estabelecer com a Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho um protocolo para a atribuição de bolsas de estudo na área da investigação. A declaração foi feita durante a sessão de boas vindas aos participantes no Fórum de Investigação em Neurociências do Minho, que decorre entre 29 de novembro e 1 de dezembro no Auditório da Câmara Municipal de Barcelos e que conta com o apoio da autarquia.

unnamed

Domingos Pereira referiu que o Município tem desenvolvido protocolos com várias instituições de ensino, pelo que a atribuição de bolsas de investigação vem reforçar a ligação às instituições de ensino superior da região.

Segundo Domingos Pereira, “neste momento de grande incerteza, entendemos que é fundamental fazer um investimento no conhecimento, apoiando as entidades que o promovem”, como a Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, uma instituição importante no contexto da região.

Os Municípios, referiu ainda o Vice Presidente, “têm de encarar o mundo dentro de um novo paradigma”, que “não se restringe às obras de betão, mas a outras áreas como a da saúde”. Por ser uma estrutura política mais próxima das pessoas e das instituições, as câmaras municipais “apoiam nas falhas que possam existir por parte da Administração Central”.

Nuno Sousa, responsável pelo Fórum, adiantou que a Universidade do Minho vai receber a visita de estudantes do ensino secundário de Barcelos e organizar iniciativas ligadas à investigação e à ciência, também em Barcelos.

O Fórum de Investigação em Neurociências do Minho é um espaço de discussão científica e reúne investigadores desta área, com particular incidência para a atividade desenvolvida no Minho, uma vez que as instituições desta região têm disso muito profícuas nesta área do conhecimento. A sua realização em Barcelos insere-se na estratégia de descentralização dos fóruns de discussão das capitais de distrito.

VIANA DO CASTELO ACOLHE CICLO DE RECITAIS DE PIANO

História(s) do Piano II “Aquém e Além do Romantismo”

Luís Pipa e convidados

De novembro 2013 a junho de 2014

Luís Pipa partilha o palco com alguns dos seus discípulos, pianistas premiados da nova geração, numa série de oito recitais cujo foco principal é o grande repertório romântico. Num ciclo que se inicia com um recital a quatro mãos e termina com outro a dois pianos, passarão alguns dos maiores vultos do romantismo tais como Schubert, Mendelssohn, Schumann, Chopin, Liszt, Brahms, Tchaikovsky, a par de outros que abriram caminhos importantes como Mozart e Beethoven, ou que mantiveram o espírito romântico mergulhando no século XX e nas suas linguagens, como Scriabin, Rachmaninov, Lutoslavski e Crumb. Enquadrando as obras a ouvir, Luís Pipa executará ele próprio algumas peças apropriadas a cada uma das ocasiões, antes de ceder o palco aos seus jovens colegas.

O primeiro deste ciclo de recitais terá lugar já no próximo domingo, dia 1 de dezembro, pelas 18 horas, no Eventos Café, junto ao Teatro Sá de Miranda, em Viana do Castelo.

Natália Ferreira e Filipa Andrade.

Piano a 4 mãos

Brahms e Rachmaninov

Preço dos bilhetes: 5 Euros

HERITAGE & NATURE ORGANIZA FÉRIAS DE NATAL NA CITÂNIA DE SANTA LUZIA EM VIANA DO CASTELO

Férias de Natal na Citânia de Santa Luzia

18 de Dezembro | Quarta-feira das 14h às 17h30

Teatro de Sombras com Castrejos e Romanos

E se construíssemos uma história de luz e sombra sobre castrejos e romanos?

Nesta oficina vamos conhecer a origem do teatro de sombras e aprender a fazer e a manipular marionetas que serão os atores principais da história que vamos inventar inspirada nas conquistas da Península Ibérica pelos romanos.

E ainda poderás levar para casa a marioneta que criaste!

z

19 de Dezembro | Quinta-feira das 14h às 17h30

A arte da Pré-história num postal de Natal

Nesta oficina vais aprender as técnicas da Arte Pré-histórica e conhecer os motivos decorativos e histórias esculpidas na pedra ou gravados nas peças de cerâmica.

Por isso, desafiamos-te a experimentar criar um postal com as decorações ricas e diversificadas de há milhares de anos atrás para ofereceres aos teus pais no Natal!

20 de Dezembro | Sexta-feira das 14h às 17h30

Construir uma Casa Castreja

Nesta oficina vamos construir uma casa castreja em miniatura para oferecer no Natal!

Mas para isso iremos fazer um passeio pela Citânia para conhecer os diferentes tipos de casas que existem no povoado e recolher alguns materiais de construção utilizados na Idade do Ferro para revestirmos a nossa casa.

21 de Dezembro | Sábado das 14h às 17h30

Biscoitos Castrejos de Aveia e Bolota

Há dois mil anos atrás, durante a Idade do Ferro no Noroeste Peninsular, os povos que habitavam estas paragens usavam a bolota, a castanha e a aveia na sua alimentação.

Nesta oficina vamos recriar todo o processo de fabrico do pão através das técnicas usadas pelo povo castrejo da Citânia de Santa Luzia. E como estamos perto do Natal nada melhor do que fazer biscoitos quentinhos de aveia para lanchares com a tua família!





Informações gerais

Público-alvo: Crianças e jovens dos 6 aos 14 anos

Horário: 14h às 17h30



Inscrições: A inscrição é obrigatória e deve ser efectuada até ao dia 16 de Dezembro.



Preço: 6.00€ / por actividade

Ponto de encontro: Citânia de Santa Luzia (Viana do Castelo)

Incluído

Acompanhamento por Arqueólogo e pessoal de apoio;



Seguro de acidentes pessoal e responsabilidade civil (nos termos legais);

Registo fotográfico em formato digital;

Merenda: bolo e sumo de fruta

Equipamento necessário:

Roupa confortável e usada pois talvez te possas sujar.

Para mais informações

info@heritageandnature.pt

www.heritageandnature.pt

https://www.facebook.com/heritageandnature

(+351) 912871268

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE FAFE PARTICIPA NA CERIMÓNIA DE ENCERRAMENTO DA SESSÃO TÉCNICA DE QUALIFICAÇÃO

Com a presença de 12 empreendedores, decorreu no passado dia 14 de novembro de 2013 uma sessão “pitch” de apresentação de potenciais ideias de negócio perante o Presidente da Câmara Municipal de Fafe, da ADRAVE e dinamizadores da respetiva sessão, assinalando o encerramento da Sessão Técnica de Qualificação Gestão para Novos Empreendedores promovido pela ADRAVE- Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, em parceria com a Câmara Municipal de Fafe, na Escola de Trânsito de Fafe, num total de 35 horas, no período compreendido entre 15 de outubro e 14 de novembro de 2013.

 

Empreendedores-com-CM-Fafe-

Na sessão técnica de qualificação participaram jovens desempregados ou em busca de melhores condições profissionais procurando promover e facilitar a aquisição de conhecimentos e competências técnicas, comportamentais e relacionais, junto de pessoas detentoras de uma ideia de negócio, no sentido de potenciar a concretização de projetos e iniciativas empreendedoras em torno dos recursos endógenos locais.

Durante cerca de duas horas, várias ideias de negócio a florescer nos próximos meses foram apresentados desde a área da palha/artesanato de Fafe, a produção de cogumelos gourmet, passando pela produção de leite de cabra/queijo e requeijão com ervas aromáticas, e a criação de uma empresa de jardinagem low cost com manutenção e conservação de espaços verdes, até a ideia de transformação e personalização de peças de roupa e artigos têxteis velhos em novas peças.

O Presidente reforçou a importância do empreendedorismo para a concretização de negócios no concelho e destacou ainda a aposta que o município de Fafe pretende desenvolver nos próximos anos através o fomento de medidas e uma política de apoio aos empreendedores muito proactiva.

Esta ação de qualificação realiza-se ao abrigo do Projeto Âncora Minho Empreende – Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade, desenvolvido pela ADRAVE- Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, em que a aposta estratégica passa pela valorização do potencial do território de baixa densidade, projetando-se num conjunto de redes empresariais, institucionais e temáticas. O Minho Empreende ambiciona promover e incentivar a qualificação da capacidade empreendedora do Minho e dar resposta aos desafios existentes no que respeita à Inovação, Competitividade e Sustentabilidade dos territórios de cariz rural do Minho, lançando mecanismos e instrumentos de apoio ao empreendedorismo. Este projeto coordenado pela ADRAVE, decorre até final de 2014, na região do Minho, nas sub-regiões NUT III – Minho-Lima, Cávado e Ave, num total de vinte e quatro concelhos.

ANJOS ATUAM AMANHÃ EM ARCOS DE VALDEVEZ

O novo espetáculo dos ANJOS, que revisita todos os grandes sucessos da banda.

Nelson e Sergio Rosado, atualmente a comemorarem 15 anos de carreira, recuperaram os seus êxitos, deram-lhes novos arranjos e apresentam-nos numa Tournée que irá decorrer durante um ano, entre Novembro de 2013 e Novembro de 2014 de Norte a Sul do País.

A digressão teve início no passado dia 5 de Outubro no Campo Pequeno em Lisboa, num espetáculo grandioso para mais de 3500 pessoas. Este evento marcou o fim da tournée elétrica “outdoor” de Verão e assinalou o início desta tournée “indoor” de Inverno.

Concerto em formato acústico, criado especificamente para salas com plateia sentada, que proporcionem um ambiente intimista de maior interação e proximidade com o público.

Serão performances exclusivas e únicas. Noites mágicas e imperdíveis para fãs mas não só…

Vídeo promo oficial do espetáculo:

https://www.youtube.com/watch?v=T0-v9dGsKn8

Bio(Biography channel)

https://www.youtube.com/watch?v=kA5uk3fS2E4

https://www.youtube.com/watch?v=byCjVOIT0hU

Vídeos relacionados:

https://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&v=e_ElzspwyPU&NR=1

https://www.youtube.com/watch?v=0_l7Xredo94

https://www.youtube.com/watch?v=4EmkIiOuNqM

 Ficha artística:

- Nelson Rosado | Voz

- Sérgio Rosado | Voz e guitarra

- Eduardo Krithinas | Guitarras e piano

- Pedro Vaz | Guitarras

- Paulo Machado | Baixo

- Alex Jorge | Percussões

- Helder Franco | teclados

ATOR RUI DE SÁ ORIENTA WORKSHOP DE REPRESENTAÇÃO TEATRAL NA TROFA

unnamed

WORKSHOP REPRESENTAÇÃO (TV e TEATRO) com RUI DE SÁ

TOPICOS :

Auto-Estima | Auto-confiança | Colocação de Voz| Técnicas de Representação |Dicção | Escrita de Textos | Interpretação de Textos Sérios e Cómicos | Abordagem as Dobragens de Desenhos Animados

RUI DE SÁ

Ator profissional - 30 anos de carreira

Director de Dobragens na Disney e RTP

Director de Atores de Morangos com Açucar e outras novelas

Malucos do Riso

Bora Lá Marina

Loja do Camilo

Dias 7 e 8 de Dezembro

TROFA

VALOR : 60 euros ( para inscrições esta semana )

Inscrições / Info :

beexocticagency@gmail.com Telemóvel: 960075304 ||916340564

PONTE DE LIMA PROMOVE CONCURSO DE CONTOS DE NATAL

“Concurso Contos de Natal 2013”. Na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal, convida a população juvenil a participar no concurso Contos de Natal.

As inscrições estão abertas até ao dia 31 de dezembro e a abordagem deverá primar pela originalidade e criatividade, deixando perceber o gosto de cada aluno. Os participantes devem escrever em prosa e em língua portuguesa.

Dirigida aos alunos do 3º e 4º ano de escolaridade do ensino básico do 1º ciclo, a iniciativa visa promover hábitos de leitura e estimular o gosto pela criação literária.

Cada escola pode participar com seis contos de cada turma participante. Os contos deverão obrigatoriamente apresentar um título, sendo a seleção dos mesmos da responsabilidade da escola. Dos trabalhos apresentados a concurso, o júri selecionará os três melhores de acordo com a sua originalidade, criatividade e correção ortográfica.

De acordo com o regulamento do concurso cada concorrente deve entregar um exemplar do conto a concurso em formato digital e um exemplar em suporte de papel, escritos em folha com formato A4, em letra tipo arial, tamanho 12, com um espaçamento de 1,5 linhas, parágrafo justificado e avanço de primeira linha. Cada conto não poderá exceder as duas páginas.

Os ficheiros digitais, dos contos previamente selecionados, deverão conter o nome do concorrente e enviados, pelo Professor responsável, via correio eletrónico para a Biblioteca Municipal de Ponte de Lima – biblioteca@cm-pontedelima.pt.

O conto em formato de papel deverá ser entregue na Biblioteca Municipal pelo Professor responsável da turma, coordenador da escola ou pela Professora Bibliotecária de cada agrupamento.

A data limite de envio dos trabalhos é o dia 31 de dezembro de 2013.

THEATRO CLUB DA PÓVOA DE LANHOSO RECEBE CONGRESSO INTERNACIONAL

O Theatro Club recebeu o V Congresso Nacional da APP, promovido pela Associação Portuguesa de Profissionais de piscinas, instalações desportivas e lazer (APP) com o apoio da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso.

unnamed

A Vice-Presidente da Autarquia Povoense esteve na sessão de abertura, assim como o Presidente da APP, António Candeias, o Secretário-geral da APP, José Tavares dos Santos, e o Diretor Geral da Saúde, Francisco George.

Gabriela Fonseca referiu-se ao primeiro serviço municipal a ser certificado e que é cada vez mais uma referência nacional. “A Piscina da Póvoa de Lanhoso está certificada e pretendemos manter essa certificação e a qualidade para quem a utiliza. Daí que, neste congresso, os temas que estão em debate sejam de extrema importância para a Póvoa de Lanhoso e para os técnicos que trabalham na Piscina da Póvoa de Lanhoso”. Com este evento, no nosso concelho, a Autarquia apoia a troca de experiências e a partilha de ideias entre oradores de renome e pessoal técnico, ao mesmo tempo que prossegue o apoio às coletividades na realização das suas iniciativas.“A Câmara Municipal está sempre disponível para colaborar com todas as instituições para realizar congressos ou sessões de informação que tragam uma mais valia para o concelho e para os profissionais”, considerou, já que eventos de âmbito nacional são importantes igualmente para a promoção do nosso concelho. Segundo fonte da organização, este Congresso contou com cerca de uma centena de inscrições de todo o país. Assegurou Gabriela Fonseca, que “a Póvoa de Lanhoso é uma vila pequena, bonita, mas com dinamismo, bastante recetiva a fazer mais e melhor”.

Na sua intervenção, a mesma responsável agradeceu ainda a António Candeias pela escolha da Póvoa de Lanhoso; a presença do Diretor Geral da Saúde; e cumprimentou, de entre outros, António Vitorino Beleza, que serviu de elo de ligação entre a Póvoa de Lanhoso e a APP.

Interveio ainda, o Diretor Geral da Saúde, Francisco George, que felicitou a Câmara Municipal. “Sabemos que há aqui meios de lazer, piscinas, que são exemplares. Temos conhecimento. É mesmo uma referência para todos o trabalho que tem sido conduzido a nível municipal. É importante que este modelo seja replicado, seja reproduzido em todos os municípios, nas muitas piscinas que temos em Portugal”, referiu, de entre outros aspetos. “Hoje há uma procura muito grande em atividades desportivas, recreativas e até terapêuticas em piscinas. E por isso a importância deste Congresso, nesta perspetiva de acompanhar a evolução crescente dos utilizadores nesta atividade”, foi referindo Francisco George, abordando, por exemplo, aspetos como a qualidade da água, as instalações e o funcionamento das piscinas de utilização pública; a legislação; e a atuação e papel da Direção Geral de Saúde no âmbito da temática deste congresso.

O Presidente da APP, António Candeias, abriu o Congresso e referiu algum do trabalho que tem sido feito por aquela entidade que existe há cerca de 15 anos, abordando, de entre outras considerações, as dificuldades atuais da associação, dos associados e do sector. “De qualquer modo, a APP tem vindo a conseguir atingir alguns dos seus objetivos”, considerou. “Tem sido um percurso difícil, mas temos conseguido ter algumas ações que nos permitem projetar esta associação para o futuro e com continuidade”, referiu, de entre outros aspetos.

Durante o Congresso, o Diretor Geral de Saúde, Francisco George, foi homenageado pela APP, com a atribuição do título de sócio honorário.

unnamed (1)

FAFE FILM FEST 2013 CONTINUA A DECORRER EM FAFE

25 de novembro a 1 de Dezembro

Local: Sala Manoel de oliveira

Programa:

Dia 25 | 21h30 – Non' ou A Vã Glória de Mandar, de Manoel de Oliveira

Dia 26 | 21h30 - Cartas de Angola, de Dulce Fernandes

Dia 27 | 21h30 - Quem vai à Guerra, de Marta Pessoa

Dia 28 | 21h30 - Ninguém Nasce Soldado, de Yo Willens | Filme/debate com José Manuel Lages, Director científico do Museu da Guerra Colonial (HOJE)

Dia 29 | 21h30 - Nascido a 4 de Julho, de Oliver Stone

Dia 30 | 09h30 - 13h00 - Fafe Film Fest (exibição dos filmes a concurso)

           | 14H30  - 17h00 - Fafe Film Fest (exibição dos filmes a concurso)

          | 22h00 - Cine-concerto com Celina Tavares |entrada 5€

Dia 1 | 10h00 -13h00 – Fafe Film Fest (exibição dos filmes a concurso)

           | 15h00 - Sessão de encerramento Fafe Film Fest (entrega de Prémios)

- O Apóstolo, com a presença do realizador Fernando Cortizo | Género: Animação/Terror Óscares 2014 | Candidato Melhor Longa-Metragem de Animação.

Entrada livre

Promoção: Cineclube de Fafe

Apoio: Município de Fafe

JOSÉ MARIA COSTA, PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE VIANA DO CASTELO: “TENHO PENA QUE O MINISTRO NÃO FAÇA PARTE DOS 620 DESPEDIDOS!”

Estaleiros Navais de Viana do Castelo vão para as mãos de um grupo privado. O presidente da Câmara está preocupado e diz que a decisão “vai ter um impacto socio-económico brutal” na região.

untitled

O presidente da Câmara de Viana do Castelo não poupa criticas ao ministro da Defesa e à forma como conduziu o processo de concessão dos Estaleiros Navais da cidade.

“Tenho pena é que ele [José Pedro Aguiar-Branco] não faça parte do lote, dos 620, a ser despedido. O que o senhor ministro vai fazer é passar uma carta de despedimento colectivo, perdendo vínculos, direitos. As pessoas vão para a rua”, lamenta José Maria Costa.

O autarca reage com muita preocupação ao anúncio feito quarta-feira: a Martifer será a empresa que, até 2031, vai explorar os estaleiros. O Estado recebe pelo negócio mais de 400 mil euros por ano. No total, vai receber pouco mais de sete milhões, mas vai ter de pagar já cerca de 30 milhões para despedir e indemnizar os mais de 600 funcionários que actualmente ainda trabalham na empresa.

“Depois a empresa [Martifer] vai admitir os trabalhadores de que vai necessitar, mas podem ser aqueles ou não. Não há nenhuma carta de compromisso porque isso não fazia parte do caderno de encargos da concessão”, aponta o autarca.

A decisão “vai ter um impacto socio-económico brutal” na região, garante José Maria Costa. “Esta empresa era geradora de 620 postos de trabalho directos mas de 4.000 indirectos. Havias muitas empresas que dependiam dela."

A comissão de trabalhadores vem esta quinta-feira a Lisboa para uma reunião no Ministério da Defesa.

Fonte: http://rr.sapo.pt/

TRABALHADORES DOS ESTALEIROS DE VIANA APELAM À “REVOLTA” CONTRA ENCERRAMENTO

Dezenas de trabalhadores dos estaleiros de Viana concentraram-se esta noite à porta da empresa, exigindo a demissão do ministro da Defesa e apelando à "revolta" contra o encerramento daquela unidade.

200707_203254119692480_6871667_n

"Não vamos permitir que os estaleiros sejam aniquilados, vamos lutar até às últimas consequências para que esta empresa continue a ser um pilar do desenvolvimento social e económico em Viana do Castelo, que sempre o foi e poderá continuar a ser", afirmou o porta-voz da comissão de trabalhadores, António Costa.

Para as 20:00 estava marcada uma conferência de imprensa da comissão de trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), para reação à adjudicação da subconcessão dos terrenos e infraestruturas à Martifer, conhecida hoje, num processo que prevê o despedimento dos atuais 609 operários e o encerramento da atual empresa.

Fonte: Agência LUSA

ESTADO VAI DESPEDIR OS 620 TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DE VIANA DO CASTELO

O Estado, através da Empordef, vai despedir os 620 trabalhadores que integram dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, sabe o Económico. Segundo fontes próximas ao processo, "o Estado vai indemnizar todos os trabalhadores dos ENVC, havendo depois um compromisso por parte da Martifer para entrevistar aqueles que queriam vir a integrar os quadros da nova empresa que será constituída".

A Martifer, que ganhou a subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, compromete-se a criar 400 postos de trabalho e a entrevistar, em primeiro lugar, os trabalhadores agora despedidos.

A subconcessão terá o valor de 415 mil euros por ano e vai vigorar até 2031. Recorde-se que a subconcessão visa apenas a utilização dos terrenos, edifícios e infra-estruturas afectos à concessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

Contactado o ministério da Defesa, que tem a tutela dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, adianta que "obviamente que os trabalhadores terão que sair dos ENVC, uma vez que há um processo em curso no seio da Comissão Europeia e que obriga o Estado a devolver 180 milhões em ajudas de Estado ou a fechar a actividade da empresa. Depois o que acontece é que esses trabalhadores poderão vir a integrar a nova empresa".

O Económico contactou António Costa, representante da Comissão de Trabalhadores dos ENVC, que garante: "Não temos conhecimento de nada, a única coisa que sabemos é que fomos convocados para uma reunião amanhã em Lisboa, com o ministro da Defesa".

Fonte: Elisabete Felismino / http://economico.sapo.pt/

PAREDES DE COURA: APOIA O OUSAM NA INICIATIVA DA REVISTA VISÃO!

unnamed

Pelo terceiro ano consecutivo, a revista VISÃO irá lançar a sua edição Solidária, no dia 28 de Novembro.

A VISÃO Solidária é uma edição da revista integralmente dedicada às questões da solidariedade e da responsabilidade social, ao mundo do voluntariado e das instituições particulares de solidariedade social.

Ao comprar esta edição os leitores estão a contribuir com 50 cêntimos por cada revista vendida em banca para uma instituição de solidariedade social. Os potenciais beneficiários desta ação estarão identificados em visão.sapo.pt a partir de dia 28, à espera de uma decisão dos leitores.

Este ano, uma das instituições que vai estar sujeita à votação dos leitores é o OUSAM – Organismo Utilitário e Social de Apoio Mútuo, que há quase 30 anos desenvolve em Paredes de Coura uma ação de cariz social que se reparte pelas vertentes de apoio à infância e terceira idade. O trabalho desenvolvido pelo OUSAM envolve, atualmente, cerca de 150 crianças, repartidas pela creche em Castanheira, pelos dois polos de jardim-de-infância (Cristelo e Rubiães) e ainda pelo serviço de ATL, na vila. Além disso, presta apoio a cerca de 40 idosos, através do centro de convívio de Romarigães e do Serviço de Apoio Domiciliário.

Pedimos, por isso, que votem no OUSAM e que possibilitem a esta instituição receber a verba canalizada pela revista Visão, que será utilizada na aquisição de material pedagógico para equipar as salas da creche e dos jardins-de-infância.

Para tal só têm de aceder ao site da revista Visão (www.visao.sapo.pt) onde, a partir de dia 28 de Novembro, encontram as instituições que podem beneficiar deste apoio.

Em nome do OUSAM, o nosso muito obrigado!

Eduardo Bastos

Presidente da Direcção

MIGUEL ALVES QUER DIALOGAR COM O GOVERNO PARA ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO QUE IMPEÇA OS SERVIÇOS PÚBLICOS DE ENCERRAREM EM CAMINHA

Presidentes de Câmaras Municipais estão preocupados com o possível encerramento das repartições de Finanças e de outros serviços públicos

Os presidentes de Câmara querem dialogar com o Governo e estão dispostos a encontrarem soluções para impedirem o encerramento dos serviços públicos nos seus municípios. Esta é a vontade dos autarcas que marcaram ontem presença em Castelo de Paiva, numa reunião onde se debateu o possível encerramento de várias repartições de finanças em cerca de 150 municípios do país, bem como de outros serviços públicos. “O Município de Caminha não se bate só contra o encerramento das Finanças, também apresentamos alternativas de espaço, recursos humanos e até de competências de modo a que o serviço se possa manter no concelho sem incremento de custos para a Administração Central” reiterou Miguel Alves perante os 20 presidentes de Câmara presentes.

Reunião castelo de paiva 2

Sobre a importância desta reunião, Miguel Alves realça: que “fiz questão de estar presente nesta reunião de autarcas que não se limitam a lutar por manter a repartição de Finanças no concelho. Esta foi uma reunião maior, uma reunião para debatermos o país que queremos, para abordarmos o modo como o Estado se dirige e relaciona com os seus cidadãos”.

Desta reunião resultou a certeza de que os autarcas presentes estão disponíveis para o debate e não se limitam a lutar para impedirem o encerramento das repartições de Finanças. Muito pelo contrário estão dispostos a criarem as condições necessárias que proporcionem a continuidade dos serviços públicos nos seus concelhos.

No caso de Caminha, Miguel Alves explicou que “existem boas e específicas razões para manter este serviço de proximidade porque a fazenda tem uma histórica ligação com o concelho, porque o nosso Município é o terceiro maior contribuinte do distrito, porque o movimento da nossa repartição está em linha com Ponte de Lima e só é superado por Viana do Castelo” e acrescentou que “as razões principais da justiça da nossa luta estão no dever que o Estado não pode esquecer de servir a população com qualidade e proximidade”.

Este é um assunto que está na ordem do dia para o executivo que está em funções há um mês. Recorde-se que o presidente o levou logo à primeira reunião de Câmara, onde apresentou ao executivo uma moção de repúdio pela possibilidade de encerramento da repartição de Finanças de Caminha, argumentando que este serviço tem existência consolidada no concelho e constitui um serviço público de proximidade às empresas e, sobretudo, aos cidadãos. O edil caminhense garante que a Câmara Municipal vai lutar para encontrar uma solução para que seja mantido este serviço de proximidade que afeta a vida social e económica do concelho. Esta moção, recorde-se, foi aprovada por unanimidade.

Também na passada sexta-feira a Assembleia Municipal de Caminha votou por unanimidade essa mesma moção. Miguel Alves reiterou na sessão extraordinária que vai lutar para encontrar uma solução para que seja mantido este serviço de proximidade que afeta a vida social e económica do concelho.

reunião castelo de paiva 1

VIZELA CONTESTA ENCERRAMENTO DA SECÇÃO DE FINANÇAS

No seguimento da iniciativa de concentração pela defesa da secção de finanças de Vizela, que se realizou ontem, em frente às respetivas instalações, a Câmara Municipal de Vizela, a Comissão de Utentes e a União de Sindicatos de Braga entregaram, ao Chefe da Repartição de Finanças local, uma carta reivindicativa a reclamar a continuidade dos serviços em Vizela, a qual junto se publica.

A referida carta seguiu também para o Secretário de Estado das Finanças.

JOVENS DE PÓVOA DE LANHOSO PARTICIPAM EM SEMENTEIRAS DE ESPÉCIES AUTÓCTONES

Cerca de uma centena de jovens participou na realização de sementeiras, atividade comemorativa do Dia da Floresta Autóctone promovida pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, a 25 de Novembro.

DIA FLORESTA AUTOCTONE 3

Esta iniciativa decorreu no Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos e envolveu os três Clubes da Floresta do concelho: “Os Milhafrões, da Escola Secundária; “Pinheiro Vivo” da EB 2,3 de Taíde; e “Chapim Real” da Escola Gonçalo Sampaio, para além de outros estudantes.

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, esteve no local, participando na sementeira, e relembrou ainda que tem sido aposta a plantação de árvores nos diversos espaços verdes do concelho. “Desde 2005, já plantámos mais de duas mil árvores”, salientou, o que representará um investimento de cerca de 80 mil euros. De acordo com Manuel Baptista, em todas as intervenções de regeneração urbana são colocadas árvores. “É importante, é uma aposta deste executivo, que continuarei enquanto Presidente, nestes quatro anos. Eu gostaria de ter plantado uma árvore por cada munícipe. Mas vamos ver se conseguimos plantar cinco mil árvores até 2017”, referiu o Presidente da Câmara. O Vereador da Proteção Civil, Armando Fernandes, também participou nesta atividade.

A realização de sementeiras, que darão origem a árvores para plantações em diversos locais do nosso concelho conseguem os objetivos da sensibilização e da poupança. “Isto também é uma forma de nós rentabilizarmos custos para o município, porque as árvores são caras. Nós queremos começar da própria semente, para que as pessoas valorizem o trabalho que dá uma árvore. Estes jovens que estão cá vão ver a semente e depois também vão ver a árvore, o que os motiva mais e é nessa parte que temos de apostar, na sensibilização destes jovens para a temática da floresta e sua importância ambiental para o planeta”, salientou o autarca povoense, acrescentando: “Já no sábado estivemos numa iniciativa dos escuteiros, em que foram plantadas árvores. Hoje são as escolas. Estamos aqui a fazer sementeiras de várias espécies para que, para o ano, possamos aplicá-las no terreno para reflorestar o que for necessário e eu até acho que o devíamos fazer mais. Vamos continuar a aumentar. Este ano são cerca de 300”.

Ângela Castro, 18 anos, estudante do curso de Turismo Ambiental da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, também participou nesta atividade. “Estou a achar bastante interessante. É uma iniciativa bastante boa para nós e também para os alunos mais novos para darem o valor ao ambiente visto que agora não está a ser tão valorizado pela maior parte da população”.

Esta sementeira englobou diversas espécies autóctones: carvalho, pilriteiro, bétula, amieiro. Todas as sementes de carvalho foram recolhidas no espaço do Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos e algumas delas são do próprio Carvalho. É objetivo iniciar assim um banco de árvores. As sementes seguem depois para os viveiros municipais, onde serão tratadas até estarem em condições de serem plantadas em todo o concelho. Esta sementeira também teve a particularidade de ter reutilizado pacotes de leite, garrafas de plástico e embalagens de conservas.

De lembrar que as comemorações do Dia da Floresta Autóctone ainda envolveram a apresentação de um projeto da Câmara Municipal tendente à implementação da produção de medronheiro com finalidade ambiental e de desenvolvimento local.

De referir ainda que, de modo a associar-se às atividades comemorativas do Dia da Floresta Autóctone e considerando as suas preocupações ambientais, uma entidade sediada na incubadora municipal de empresas, em Ferreiros, a Plako, vai oferecer carvalhos ao nosso município. Depois de retiradas do local, estas árvores seguirão para os viveiros municipais para posterior reflorestação.

DIA FLORESTA AUTOCTONE 1

COLECIONADORA BENILDE PINTO EM DESTAQUE NA FEIRA DE VELHARIAS DE ESPOSENDE

Decorre no próximo domingo, dia 1 de dezembro, a Feira de Velharias de Esposende, edição que dará destaque à colecionadora portuense Benilde Pinto.

feira_velharias_

Presença assídua neste certame mensal da Câmara Municipal de Esposende desde o seu início, Benilde Pinto comercializa diversos tipos de artigos, particularmente relacionados com a casa, decoração e mesa. Nesta edição terá disponível uma grande variedade de peças e artigos a bom preço.

Com acesso livre, a Feira de Velharias realiza-se no Largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, entre as 10h00 e as 19h00, tendo como objetivos a promoção, venda, compra e troca de velharias, antiguidades e colecionismo.

feira_velharias

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ DE 25 DE NOVEMBRO DE 2013

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

O Sr. Presidente informou que foi a Lisboa com os representantes da Ordem dos Advogados de Arcos de Valdevez para tratar do assunto relativo ao Anteprojeto de Decreto-Lei do Regime de Organização e Funcionamento dos Tribunais Judiciais.

Nesta Assembleia Geral manifestaram a sua não concordância com as propostas deste anteprojeto, tendo feito saber que já enviaram esta posição para o Ministério da Justiça e para a ANMP- Associação Nacional de Municípios Portugueses.

Os autarcas e a Delegação da Ordem dos Advogados, não concordam com a divisão da secção de competência genérica de Arcos de Valdevez e de Ponte da Barca, desdobrada em matéria civil, com sede em Arcos de Valdevez e em matéria criminal, com sede em Ponte da Barca e também não lhes parece adequado centralizar na capital do Distrito as ações relacionadas com a área da família e menores, provenientes de todos os concelhos do distrito de Viana do Castelo.

Deu conta da reunião com um membro do conselho de Administrativo da ULSAM por causa da questão dos arranjos exteriores do Centro de Saúde;

Informou que na próxima sexta-feira irá reunir com todas as Juntas de Freguesia. Neste encontro serão abordadas várias questões de extrema importância para os mesmos, nomeadamente a da transferência de competências e os programas de apoio ao emprego;

Neste âmbito, o vereador Dr. Hélder Barros também informou a Câmara da intenção de criar um programa para a limpeza da via pública, bermas e rede viária, através da contratação de recursos de cada freguesia, pelo período de um ano, inscritos no Centro de emprego, mediante protocolo com as Juntas de Freguesia. Com esta iniciativa a Câmara Municipal pretende dinamizar o emprego no concelho.

O Sr. Presidente deu conta igualmente que a Câmara Municipal é um dos concelhos fundadores da rede Internacional de Territórios de Corresponsabilidade que pretende promover o desenvolvimento social e que a rede Social de Arcos de Valdevez ficou a presidir o Conselho Fiscal, juntamente com representantes da Bélgica e de Marrocos.

O autarca informou também que se encontra a ser elaborado o Plano de Atividades e orçamento; a Câmara Municipal tem reunido com as Juntas de Freguesia e já tem reuniões marcadas com os representantes dos partidos com assento na Assembleia Municipal.

Informou igualmente que para a Casa das Artes continuar a ter sessões de cinema, devido à alteração para o sistema digital, terá de ser feito um investimento na ordem dos 55 mil euros para a aquisição de novo equipamento, considerando a relevância cultural desta iniciativa que tem uma média de espetadores por sessão superior à média da Região Norte·

No período antes da Ordem do Dia, o Sr. Presidente respondeu a variadas questões colocadas pelos vereadores da oposição relacionadas com os órgãos de Comunicação, qualidade da água da rede pública e Ponte Centenária;

A reunião foi aberta ao público e neste período os presentes tiveram a oportunidade de questionar a Câmara Municipal sobre diversos assuntos, entre os quais a dinamização do comércio, o Estádio Municipal, a praia fluvial da Valeta e a Ponte Centenária.

DIVISÃO DE OBRAS MUNICIPAIS – PARQUE URBANO DE GIELA – REABILITAÇÃO DO CONJUNTO HISTÓRICO – LISTA DE ERROS E OMISSÕES

Foi ratificada a lista de erros e omissões admitida pelo autor do projeto, no valor de 30.439,13 Euros (trinta mil quatrocentos e trinta e nove euros e treze cêntimos), nos termos do artigo 61.º do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008 de 29 de Janeiro e sucessivas alterações; bem como aprovadas as peças desenhadas e escritas, para inclusão nas peças do procedimento e divulgação aos concorrentes, assim como dos esclarecimentos adicionais prestados pelo autor do projeto.

Receção Definitiva e liberação da caução

AMPLIAÇÃO E REQUALIFICAÇÃO DO PARQUE EMPRESARIAL DAS MOGUEIRAS – 1ª FASE – MOVIMENTO DE TERRAS E MUROS: foi autorizada a liberação das cauções até 30% do seu montante, bem como aprovar a homologação o auto.

BLOCO XXXVI – CAMINHO AGRÍCOLA DE MORILHÕES – ARCOS (SÃO PAIO) – 3ª FASE) - foi homologado o auto de receção definitiva, bem como autorizado o cancelamento ou extinção das garantias bancárias

BLOCO XL – PAVIMENTAÇÃO ENTRE A SEDE DA JUNTA E A IGREJA PAROQUIAL – RIO FRIO – 2ª FASECENTRO DE MEIOS AEREOS DE ARCOS DE VALDEVEZ – INFRAESTRUTURAS DE PROTECÇÃO CIVIL – foi autorizada a liberação das cauções até 30% do seu montante, bem como homologado o auto.

Prorrogação de Prazo

ROTUNDA DA RUA DR. JOAQUIM CARLOS DA CUNHA CERQUEIRA - foi aprovada a prorrogação de prazo por 36 dias, bem como o plano de trabalhos e do correspondente plano de pagamentos. auto de receção provisória EXECUÇÃO DE MURO E DRENAGEM NO CAMINHO MUNICIPAL 1304Bloco XLVI - Caminho do Real (Ligação entre Souto e Santar)

ABERTURA DE PROCEDIMENTO

AQUISIÇÃO DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA - Foi deliberado aprovar a abertura de procedimento para a aquisição dos serviços de limpeza e desinfeção em vários edifícios municipais” pelo preço base de € 6.249,17, mensais, acrescidos de IVA. O período de vigência do contrato a realizar será de um ano, entre 01 de Janeiro de 2014 e 31 de Dezembro de 2014.

AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO DESPORTIVO PARA O PAVILHÃO EB 2/3 - VALOR BASE seja fixado em 8 865,74 Euros; PRAZO CONTRATUAL da obra seja fixado em 30 dias;

EXPEDIENTE

EDUCAÇÃO

A Câmara ratificou informação da presidência a dar conta que designou os seguintes elementos como representantes deste município no Conselho Geral Transitório dos Agrupamento de Escolas: Vereadora da Educação – Drª Belmira Reis; O Chefe de Divisão de Desenvolvimento Sociocultural – Dr. Nuno Soares e a Responsável pelo Serviço de Educação – Drª Isabel Afonso.

Renovação de Contrato de Subscrição Software Autodesk

Foi aprovada a renovação do contrato, supra, até ao fim do mês de Dezembro, pelo período de 36 meses, no valor de 6.504,41Euros. A renovação a efetuar neste período sofre uma redução de 1.147,84.

MUNICÍPIO DE BARCELOS INSTALA CONTENTOR PARA RECOLHA SELETIVA DE RESÍDUOS DA FEIRA SEMANAL

Recipiente será colocado todas as semanas no recinto da Feira

A Câmara Municipal vai instalar junto ao Campo da Feira um contentor para recolha dos resíduos provenientes da Feira Semanal.

Z1

Durante a realização da Feira, que tem uma grande tradição no concelho e muita afluência de público, são produzidas grandes quantidades de resíduos sólidos urbanos (RSU's), essencialmente resíduos alimentares, papel e plástico oriundos das embalagens, o que implica a organização de uma equipa numerosa do serviço de limpeza urbana, que efetua a limpeza no final das feiras.

Se houver a separação do papel e plástico durante a duração da Feira e se estes forem sendo depositados no contentor pelos próprios feirantes, com o apoio de uma equipa da limpeza, no final do dia não só será feita a recolha seletiva como se consegue reduzir o tempo e o número de colaboradores para efetuar a limpeza do recinto.

A reciclagem traz inúmeras vantagens quer ambientais, quer económicas ou sociais e a colocação do contentor no recinto é também uma forma de sensibilizar a população para esta causa.

O contentor será colocado nas imediações da entrada para as urgências do Hospital, todas as quartas feiras e levantado na sexta-feira seguinte.

MUNICÍPIO DE VIZELA LANÇA NOVO WEBSITE

Numa sociedade cada vez mais voltada para as novas tecnologias de informação e comunicação, Vizela não poderia deixar de acompanhar esta evolução e, por isso, lança hoje o novo site oficial do Município, em que o endereço se mantém – www.cm-vizela.pt, contudo apresenta uma imagem completamente renovada.

imagem site

Para além de apresentar um novo design, o novo site disponibiliza também uma nova organização e, consequentemente, uma maior interatividade, não só com os munícipes, mas também com todos os visitantes.

Vizela mereceu, recentemente, um 7º lugar no ranking de transparência, efetuado pela Transparência e Integridade Associação Cívica, tendo em conta as 308 câmaras do País, cuja avaliação teve em conta a informação prestada pelos respetivos municípios nos seus sítios on-line.

Por isso, a Autarquia está empenhada em apostar, cada vez mais, na melhoria dos serviços e informações disponibilizados on-line que, atualmente, já são muitos, mas que brevemente serão muitos mais.

Para além desta nova imagem do sítio oficial do Município de Vizela, é intenção da Câmara Municipal apresentar, brevemente, o novo site “Visite Vizela”, destinado exclusivamente a promover o Turismo no concelho de Vizela.

Juntamente com esta nova página, a Câmara Municipal lança também a página oficial do Facebook (https://www.facebook.com/CMVizela), que servirá, essencialmente, como ferramenta de comunicação e de difusão dos conteúdos e atividades da Autarquia.

Simultaneamente, a Autarquia aderiu também a outra redes sociais, nomeadamente youtube, twitter, issuu, linkedin e flickr.

Porque os munícipes são, para a Câmara Municipal de Vizela, a sua maior prioridade, o principal objetivo destes novos meios de comunicação é encurtar a distância entre Município e munícipes, estabelecendo uma relação de maior proximidade.

CAMINHA: DIAMANTINO BÁRTOLO APRESENTA O LIVRO “A NOBREZA DO PODER LOCAL DEMOCRÁTICO”

Auditório do Museu Municipal de Caminha acolhe o lançamento do livro no dia 30 de novembro, às 16 horas.

O Auditório do Museu Municipal de Caminha vai acolher a sessão de lançamento do livro "A Nobreza do Poder Local Democrático”, do venadense e ex-autarca Diamantino Bártolo, no dia 30 de novembro, às 16 horas. A apresentação da obra literária está a cargo de Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal.

Diamantino Bártolo é um escritor experiente, com várias obras editadas e centenas de artigos publicados, em revistas portuguesas e brasileiras, em diversos sítios na internet e blogs.

“A Nobreza do Poder Local Democrático”, com a chancela da Chiado Editora, é o mais recente livro do ex-autarca. Trata-se de uma obra literária com mais de 400 páginas, na qual Diamantino Bártolo foca a importância do poder local e o papel do autarca, bem como realça a importância da participação ativa do cidadão. O autor escreve “O exercício do Poder Local Democrático, quando executado com abertura democrática, solidariedade, respeito e consideração pelos adversários, sem oportunismos de ocasião, então, enobrece e revela o verdadeiro e justo caráter de quem o desempenha. (…) o desempenho do Poder Local Democrático, nas freguesias rurais e semiurbanas, carece de uma profunda revisão e estruturação. Nesse sentido, o cidadão contemporâneo tem de participar no processo de atualização e ajustamento às realidades existentes, de forma a garantir dignidade, competência, eficácia, iguais direitos e tratamento para com todos os seus concidadãos, independentemente das suas opções político-partidárias. (…) o autarca no seio do povo, seu conhecido e seu igual, do qual brotou e com ele convive, poderá oferecer, à partida, não obstante as suas origens, eventualmente, humildes e pobres, as melhores condições para que a família e o trabalho se conjuguem, no sentido de contribuírem para uma comunidade harmoniosa, estável e em progresso sustentado”.

Sobre o autor, realça-se ainda que venceu do Prémio Nacional “Formador do Ano 2013”, na área Sociocultural.

Biografia do autor

1. Identificação: 
Diamantino Lourenço Rodrigues de Bártolo 
Casado, nasceu em 1948, em Venade.
Caminha – Portugal
2. Formação Académica: 
Licenciado em Filosofia - Faculdade de Filosofia de Braga - Universidade Católica Portuguesa; Mestre em Filosofia Moderna e Contemporânea - Universidade do Minho – Braga – Portugal e pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas; Doutorado (Curso Livre) em Filosofia Social e Política: Especialização: Cidadania Luso-Brasileira, Direitos Humanos e Relações Interpessoais, pela FATECBA – Faculdade Teológica e Cultural da Bahia – Brasil.

3. Atividade Profissional:

Como Professor e Formador tem lecionado as seguintes disciplinas: Ensino Superior: “Antropologia Cultural”, Cultura e Pensamento Contemporâneo I e II”, “Projetos e Tecnologias Educativas I e II”, “Comunicação e Relacionamento Interpessoal I e II”, “Deontologia Profissional”, “Políticas Sociais I”, ”Relações Públicas I e II”, do 1º ao 4º ano das licenciaturas de Intervenção Social e Comunitária e Turismo; “Formação e Desenvolvimento Profissional” à Pós-graduação de; “Gestão e Conceção da Formação” no Curso de Técnico Superior de SHST, a licenciados; Formador de Ética e Deontologia Profissional e Gestão do Tempo, a quadros técnicos superiores; Formador nos 2º e 3º ciclos e Secundário de: “Homem e Ambiente”, “Português”, “Integração”; “Desenvolvimento Pessoal e Social”, ”Comunicações Radiomarítimas”, “Legislação Pesqueira”, “Marinharia”, Segurança Marítima”, “Formação para a Cidadania”; “Cidadania e Mundo Atual”; “Relacionamento Interpessoal” - Formações Modulares na Empresa internacional: Grupo Antolin Lusitânia; “Gestão e Motivação de Equipas” no Grupo Ezpeleta; “Cidadania e Sociedade”, “Cidadania Empregabilidade e Profissionalidade”, “Liberdade e Responsabilidade Democráticas”, “Processos Identitários”, Deontologia e Princípios Éticos”, no âmbito dos Cursos EFA e do CNO – Centros de Novas Oportunidades. Cerca de 16.000 (Dezasseis mil) - horas de formação ministrada, reportadas a Janeiro de 2013).

4. Obra Literária:

Cooperação Universal nos Direitos Humanos, in Revista Filosofia, Ciência & Vida, S. Paulo/Brasil: Escala, Ano II, Nº 22. 2008. O Desafio de Viver em Sociedade. 1ª Edição, Lisboa: Chiado Editora. Junho-2011 (ISBN: 978-989-697-168-7; Depósito Legal nº 326915/11) Crônicas, Cartas e Trovas. (Religião e Valores Culturais – págs 154-158). Coedição. Organização de Clarisse Maia-Guedes. Teresópolis-RJ/Brasil: Guemanisse. (ISBN 978-85-60516-26-1) S. Bento, Pescador de Homens. Confraria de S. Bento, Homenageia a Fé dos Seixenses. 1ª Edição, Lisboa: Chiado Editora. (ISBN: 978-989-697-400-8; Depósito Legal nº 336211/11) Vários Artigos, in Pórtico Cerveirense, Secção: Cultura e Cidadania, Gondarém – Vila N. Cerveira: Juvia – Pontevedra – Espanha, Nºs 2 a 12 e 5. (2008-2012). Dinâmica das Palavras. (Deontologia Profissional: Perspetivas de um Professor, págs. 102-109). Coedição. Organização de Clarisse Maia-Guedes. Teresópolis-RJ/Brasil: Guemanisse. (ISBN 978-85-60516-27-8). 2012. Direitos Humanos: Alicerces da Dignidade. 1ª Edição, Lisboa: Chiado-Editora. (ISBN: 978-989-697-690-3; Depósito Legal n.º 344445/12). 2012. Aldeias (Amor-de-Amigo), págs. 119-1126).Coedição. Organização de Clarisse Maia-Guedes. Rio de Janeiro/Brasil: Guemanisse. (ISBN 978-85-60516-28-5). 2013. A Nobreza do Poder Local Democrático. 1ª Edição, Lisboa: Chiado-Editora. (ISBN 978-989-51-0427-7. Depósito Legal N. 359073/13). 2013.

DELEGAÇÃO DO INATEL EM VIANA DO CASTELO REALIZA CONFERÊNCIA SOBRE FISCALIDADE

A Delegação de Viana do Castelo da Fundação INATEL leva a efeito, no próximo dia 14 de Dezembro de 2013 (sábado), nas suas instalações, uma conferência sobre “Questões de fiscalidade e finanças na esfera do associativismo”.

Esta conferência destina-se aos CCD’s do distrito de Viana do Castelo e objetiva proporcionar um momento de debate e de esclarecimento de questões em relação a assuntos de fiscalidade e finanças no seio das suas atividades de lazer, desporto e cultura amadora. A atividade será conduzida por dois inspetores tributários nomeados pela repartição de finanças de Viana do Castelo.

A entrada é livre e sem limite de pessoas por CCD.

Não perca esta oportunidade de debate e elucidação!

 

 

JANTAR DOS CONJURADOS 2013

z

As Reais Associações de Braga e Viana do Castelo organizam o “Jantar dos Conjurados” que terá lugar no dia 30 de Novembro de 2013, pelas 20h30m, no Restaurante Páteo das Figueiras, Gavião, Vila Nova de Famalicão.

Um pouco de história:

Na noite de 30 de Novembro de 1640, um grupo de intrépidos e arrojados portugueses reuniu-se no Palácio de D. Antão de Almada, em Lisboa, para ultimar os preparativos da revolta que iriam perpetrar no dia seguinte, no sentido de libertarem o Reino de Portugal do jugo de uma dinastia estrangeira e usurpadora dos legítimos direitos da Casa de Bragança.

A vitória alcançada no dia 1 de Dezembro de 1640 veio finalmente permitir, que Portugal fosse devolvido à sua plena independência de nação livre e soberana.

Para comemorar tão afortunado acontecimento, os Monárquicos do Minho reúnem-se no tradicional «JANTAR DOS CONJURADOS», recordando ainda os heróis de outrora que nesta região, lutaram para expulsar os Castelhanos É pois uma das datas mais significativas da nossa história e fundamental para todos os portugueses,

sejam eles monárquicos ou republicanos que importa evocar, numa época em que a nossa soberania é constantemente ameaçada e que o governo de Portugal, por decreto extingue o feriado do 1.º de Dezembro – Dia da Restauração – que a par do Dia 10 de Junho, une toda a Nação Portuguesa.

Não nos podemos esquecer que se não fosse a Restauração da independência, não existiria o 10 de Junho, o 25 de Abril, etc., uma vez que a agenda dos Feriados Oficiais Portugueses coincidiria com a espanhola.

É pois urgente evitar que se atente contra a dignidade, a identidade, a individualidade e a autoestima de Portugal e se respeite a História, os valores, a afirmação da Língua de Camões e da Cultura Portuguesa, que devem a sua existência aos bravos heróis que no Dia 1.º de Dezembro de 1640, tornaram possível que Portugal voltasse a ser um País Livre e Independente.

Ao comemorarmos esta data não devemos esquecer a ocupação espanhola de Olivença, território onde durante muitas décadas a cultura portuguesa foi alvo de repressão e violência, designadamente em 1840 com a proibição do uso da língua portuguesa, incluindo nas igrejas, bem como exigir que os governantes portugueses não reconheçam a soberania espanhola sobre este território.

Para mais informações contactar por favor a Real Associação de Viana do Castelo, através do email: real.associacao.viana@gmail.com, ou para o telemóvel do Presidente da Direcção da Real Associação de Viana do Castelo, Dr. José Aníbal Marinho: 961 623 905, ou Real Associação de Braga, Dr. João Afonso Machado: 926 963 274.

 

ESPOSENDE: ANTÓNIO VEIGA APRESENTA O LIVRO “RUMO À BARCA DO LAGO”

unnamed

A Associação Via Veteris leva a efeito no próximo dia 29 de novembro, a apresentação do livro "Rumo à Barca do Lago", da autoria de António Veiga, Arquiteto na freguesia de Gemeses.

Esta ação, em colaboração com a Junta de Freguesia de Gemeses, pretende dar a conhecer a obra do autor nesta localidade, onde se insere o sítio da Barca do Lago, e onde se cruzam os itinerários objeto de estudo da referida obra.

ARCOS DE VALDEVEZ COMEMORA DIA DA FLORESTA AUTÓCTONE

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez promove plantações de árvores para assinalar o dia

No sábado, 23 de Novembro, assinalou-se o Dia da Floresta Autóctone e o município arcuense pretendeu valorizar a floresta de espécies originárias desta nossa região, como é o caso dos azevinhos (Ilex aquifolium); teixos (Taxus baccata) e carvalhos (Quercus pyrenaica), com plantações destas espécies.

unnamed (1)

Uma teve lugar na sexta-feira, dia 22 de Novembro, no Centro Escolar da Sede do Concelho, envolvendo cerca de 160 alunos, e a outra decorreu no sábado, pelas 10h30, no Mezio com os Presidente da Junta do concelho.

A floresta autóctone é importante ao nível ambiental, pois contribui para o embelezamento da nossa paisagem, é mais resistente ao fogo e reduz o efeito de estufa, entre outras vantagens. Tem também um papel importante na economia local através da promoção do desenvolvimento rural, empresarial e do turismo, com efeitos ao nível da criação de emprego e rendimento.

unnamed

VIZELA APOIA LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO

Caminhada e aula de zumba angariou 1.275,00€ para a Liga Portuguesa contra o Cancro

O Município de Vizela vem por este meio, e em nome de todas as entidades parceiras do evento, agradecer a participação de todos na caminhada e aula de zumba, realizadas no passado domingo.

unnamed (4)

Vizela mostrou, mais uma vez, que é um concelho solidário e, com a ajuda de todos, conseguimos angariar 1.275,00€ (mil duzentos e setenta e cinco euros), que reverteram na sua totalidade para a Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte.

De lembrar que a Câmara Municipal e a Liga Portuguesa contra o Cancro promoveram uma caminhada e aula de zumba, no passado domingo, no Espaço Multiusos.

A caminhada realizou-se num percurso de cerca de 3km pelo centro da cidade e a aula de zumba teve lugar no Espaço Multiusos, que contou com a adesão de centenas de participantes.

A participação nesta atividade teve um custo de 3,00€, com a oferta de uma t-shirt, cujo valor reverteu totalmente para a Liga Portuguesa contra o Cancro – Núcleo do Norte.

unnamed (5)

ESPOSENDE COMEMORA DIA INTERNACIONAL DO VOLUNTARIADO

O Banco Local de Voluntariado vai comemorar o Dia Internacional do Voluntariado, dia 05 de Dezembro, com a iniciativa “Voluntariado com Riso”. A mesma decorrerá da parte da tarde, a partir das 14.30h, no Hotel Suave Mar.

Esta atividade é dirigida a todos os voluntários inscritos no Banco Local de Voluntariado, e pretende constituir-se um momento de reflexão e interacção social.

Com este propósito, solicitamos a colaboração de V. Ex.cia na sua divulgação junto dos voluntários que colaboram com a vossa entidade, de modo a que os mesmos possam proceder à sua inscrição através do email voluntariado@cm-esposende.pt.

unnamed (3)

BIBLIOTECA DE VIZELA REALIZA ATIVIDADE DE NATAL

Sábados na Biblioteca. “Um fato para o Pai Natal”

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 7 de dezembro, às 15.30h, a atividade “Um fato para o Pai Natal”.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca, das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Sábados na biblioteca

7 de dezembro, 15h30

Um fato para o Pai Natal

Queres ir às compras com o Pai Natal e ajudá-lo a arranjar um fato novo para a noite de Natal?

Esperamos por ti na biblioteca.

Atividade gratuita.

ESPOSENDE REALIZA GALA DO DESPORTO

Esposende leva a efeito no próximo dia 30 pelas 17 horas, a 4ª Gala do Desporto | Esposende 2013, a qual terá lugar no Auditório Municipal de Esposende.

Trata-se de uma iniciativa da Câmara Municipal de Esposende para reconhecimento e valorização dos talentos desportivos locais, dos atletas, clubes e dirigentes, que se destacaram durante o ano.

PROJETO “HISTÓRIAS NAS ESCOLAS” LEVA MAGIA DOS LIVROS AOS ALUNOS DE VIZELA

A Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, em mais um ano letivo, o projeto “Histórias nas Escolas”, em parceria com os Agrupamentos de Escolas de Vizela.

unnamed (6)

O projeto consiste em levar todos os meses, a magia das histórias a todas as escolas básicas e jardins-de-infância do Concelho.

A Biblioteca Municipal cumpre, assim, uma dupla função de promoção da leitura junto do seu público infantil e descentralização das atividades para as escolas, com o objetivo de que todos possam usufruir das mesmas.

No mês de outubro foram realizadas 23 sessões da hora do conto, abrangendo um universo de 886 crianças.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE REDUZ TAXA DO IMI EM 2014

Desagravamento de impostos alargado para apoiar famílias e empresas 

Reconhecendo as dificuldades das famílias e das empresas em resultado da atual conjuntura económico-financeira, a Câmara Municipal de Esposende vai proceder a um desagravamento dos impostos municipais no próximo ano, mantendo também a não cobrança de Derrama às empresas.

unnamed

Assim, a taxa do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) para os prédios urbanos avaliados nos termos do CIMI baixa de 0,35% para 0,34%, mantendo-se a taxa de 0,7% para os prédios urbanos não avaliados nos termos do CIMI. De notar que, nos termos da atual lei, a taxa máxima que pode ser aplicada aos prédios urbanos avaliados é de 0,5% e aos não avaliados é de 0,8%, pelo que o Município de Esposende continua a praticar taxas abaixo dos valores máximos e, comparativamente com outros municípios da região tem das mais baixas taxas de IMI. A redução do Imposto Municipal sobre Imóveis foi, de resto, uma promessa eleitoral de Benjamim Pereira, que será materializada já no próximo ano, não obstante os constrangimentos financeiros do Município.

Ainda em matéria de impostos, em 2014, a Autarquia vai manter a redução de 50% das taxas de ocupação da via pública por esplanadas, mesas, cadeiras e outros, sendo que a Câmara Municipal deixa também de cobrar as taxas de publicidade e emissão de horários, o que se traduz numa perda de receita anual superior a 100 mil euros.

Este desagravamento de impostos, aprovado por unanimidade em reunião do executivo, tem em conta o esforço que as famílias e as empresas estão a fazer fruto da austeridade imposta pelas políticas nacionais, que se traduzem num aumento da carga fiscal. Consciente dessas dificuldades, o Município continua empenhado em ajudar não só as famílias mas também o setor comercial e empresarial, desagravando os seus encargos financeiros, na certeza de estar a contribuir para uma maior qualidade de vida e para o desenvolvimento económico do concelho.

“Estas medidas traduzem-se num grande esforço financeiro para o Município, na medida em que se traduzem numa perda de receita, mas são da maior importância no contexto atual”, refere o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, assegurando que “a sustentabilidade e o equilíbrio financeiro do Município são para manter, o que obriga uma gestão cada vez mais rigorosa”. O Autarca adianta que, “não obstante os cortes nas transferências e a perda de receitas, a situação financeira da Câmara Municipal está perfeitamente estabilizada, sendo certo que o Município transitará de ano, mais uma vez, sem dívidas de curto prazo ".

FEIRA ANUAL DE SANTA CATARINA ARRASTA MULTIDÕES A CELORICO DE BASTO

“Foram três dias de feira com milhares de pessoas a percorrer a vila de Celorico de Basto. É muito gratificante quando vemos o sucesso da Feira Anual de Santa Catarina”, palavras do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

A Feira Anual de Sta. Catarina decorreu nos dias 23,24 e 25 de novembro com algumas alterações relativamente a anos transatos.

sta. catarina (4)

“Este ano a Feira de Sta. Catarina sofreu algumas alterações com o intuito de a tornar mais atrativa quer para a população quer para o próprio comércio local. Voltamos ao tempo em que a Avenida Central ficava repleta de feirantes e tivemos uma afluência incrível”, referiu o autarca.

O Concurso Pecuário, uma das marcas da feira, também sofreu algumas mudanças. “Este ano tivemos um concurso pecuário aberto aos produtores de fora do concelho com uma afluência que nos permite alargar os horizontes na prespetiva de tornar este concurso num dos mais participativos da região”.

sta. catarina (3)

Durante a manhã do dia 24, as atenções estiveram voltadas para “as raças de aptidão carne” com a participação da raça Minhota, Barrosã, Maronesa, Frísia e Arouquesa. Durante a tarde, decorreu um concurso especial da raça Frísia. Um concurso que teve lugar no Mercado Municipal.

Esta feira caracteriza-se pela exposição para venda de alfaias agrícolas, casacos, cobertores, edredons, meias, etc. Comem-se as últimas sardinhas, as castanhas assadas e aproveita-se esta festividade para comprar as árvores de fruto.

sta. catarina (2)

Este ano, a feira anual foi, ainda abrilhantada pelo programa da SIC “Portugal em Festa” que mostrou para o país e para o mundo, algumas das características desta feira e da região.

Como tradicionalmente, a Feira Anual de Sta. Catarina, uma das marcas culturais do concelho, permitiu escoar os produtos ou pelo menos, aumentou as vendas dos comerciantes que marcaram presença na Feira Anual de Santa Catarina.

sta. catarina (1)

MUNICÍPIO DE FAFE CONGRATULA ESCOLAS VENCEDORAS DO RANKING

A Câmara Municipal de Fafe deliberou aprovar uma proposta do seu presidente no sentido da atribuição de um voto de congratulação à Escola Básica de Conde Ferreira e ao Colégio de Fornelos, pelas brilhantes classificações obtidas no ranking das escolas, recentemente vindo a público.

A Escola Básica de Conde Ferreira, em Fafe, foi considerada a melhor colocada nos exames do 4º ano, no lote das escolas públicas, posicionando-se em 43º lugar no ranking global.

A sua turma de 25 alunos fez exames de português e de matemática, alcançando uma média de 3,82.

Entretanto, o Colégio da Associação Cultural e Recreativa de Fornelos ficou em primeiro lugar nas provas de matemática e de português do 9º ano, com uma média de 79,17.

“Entende o município de Fafe, num espírito de reconhecimento público ao trabalho desenvolvido diariamente por centenas de profissionais ao serviço da educação e formação dos mais jovens, congratular-se pelos resultados alcançados por todas as escolas do concelho, que só nos dignificam enquanto comunidade”, refere o presidente da Câmara, Raul Cunha, que, em consequência, enaltece a “excelente prestação e classificação” daqueles dois estabelecimentos de ensino fafenses.

MUNICÍPIO DE BARCELOS PROMOVE REFLORESTAÇÃO EM ALDREU COM ESPÉCIES AUTÓCTONES

Iniciativa conta com o apoio da Junta de Freguesia e Associação Amigos da Montanha

O Município de Barcelos, promove no próximo sábado, dia 30 de novembro, com início às 9h00, uma ação de reflorestação de espécies autóctones no Monte de Cresto, na Freguesia de Aldreu, em colaboração com a Associação “Amigos da Montanha” e a Junta de Freguesia de Aldreu.

Trata-se de uma iniciativa que celebra o Dia Mundial da Floresta Autóctone (23 de novembro) que pretende envolver a sociedade civil, estando prevista a plantação de 200 espécies autóctones na zona envolvente ao parque de merendas do monte do Cresto em Aldreu, uma zona de baldio que integra o maciço do monte de S. Gonçalo e confronta com as freguesias de Fragoso e Palme. O incêndio que lavrou nesta mancha florestal em março de 2012 constituiu um dos critérios que esteve na origem da seleção desta área florestal.

A preparação do terreno ficará a cargo do Município, bem como a cedência das espécies. A Plantação será realizada pela população local e pela Associação “Amigos da Montanha”.

A opção por florestas com árvores autóctones tem a ver com o fato destas serem originárias do próprio território e consequentemente mais adaptadas às condições do solo e do clima do território, sendo mais resistentes a pragas, doenças, incêndios e longos períodos de seca ou chuva intensa. No caso da floresta autóctone portuguesa, é toda a floresta formada por árvores originárias do nosso país, como são o caso dos carvalhos, dos medronheiros, dos castanheiros, dos loureiros, das azinheiras, dos sobreiros, dos pinheiros-mansos, entre outros.

Qualquer cidadão poderá aderir a esta iniciativa, devendo para o efeito fazer a inscrição no site da associação ”Amigos da Montanha”, através do email: info@amigosdamontanha.com

PONTE DE LIMA COMEMORA DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA A SIDA

Dia Mundial da Luta Contra a Sida. Teatro, Música e Dança no Teatro Diogo Bernardes. 30 / Novembro – 21h00

“Juntos em Espetáculo – pela prevenção de Infeções Sexualmente Transmissíveis” é o espetáculo que o GAF – Gabinete de Apoio à Família, vai promover no dia 30 de novembro no Teatro Diogo Bernardes, para assinalar o Dia Mundial da Luta Contra a Sida.

cartaz-Luta-HIV-SIDA-1_dezembro_2013-baixo

Em parceria com o Município de Ponte de Lima os agrupamentos de escolas de Arcozelo e Freixo, Escola Secundária, Eb 2/3 da Correlhã, Escola Profissional de Ponte de Lima, Academia de Música Fernandes Fão de Ponte de Lima, Grupo de Teatro Duplaface, Associação Unhas do Diabo, Grupo 100% Jovem e a Adega Cooperativa de Ponte de Lima, associam-se ao Centro de Atendimento Psicossocial VIH/SIDA do Gabinete de Atendimento à Família - GAF, que em colaboração com a Comissão Executiva dos 30 anos de infeção por VIH em Portugal, sinalizam o Dia Mundial da Luta Contra a Sida.

Esta ação integra um conjunto de iniciativas que decorrem a nível nacional, com o objetivo de alertar para a importância da promoção e educação para a saúde ao longo da vida como estratégia de excelência para a prevenção da infeção por VIH e outras infeções Sexualmente Transmissíveis.

“Juntos em Espetáculo – pela prevenção de Infeções Sexualmente Transmissíveis” inclui Teatro, Música e Dança, e conta com a participação de diferentes gerações que mostrarão o que de melhor fazem pela mudança de atitudes e comportamentos.

Os fundos revertem a favor do Gabinete de Atendimento à Família. Para mais informações ou efetuar reservas contate teatrodb@cm-pontedelima.pt ou pelo telef: 258 900414.

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE COM ORDEM DOS ADVOGADOS E NÃO CONCORDAM COM A REFORMA DOS TRIBUNAIS

O Presidente da Câmara Municipal, acompanhado do Presidente da Assembleia Municipal e de representantes da Delegação da Ordem dos Advogados de Arcos de Valdevez, estiveram no dia 14 de Novembro em Lisboa numa Assembleia da Ordem dos Advogados, onde foi discutido o Anteprojeto de Decreto-Lei do Regime de Organização e Funcionamento dos Tribunais Judiciais.

reuniao_ordem_advogados

Nesta Assembleia Geral manifestaram a sua não concordância com as propostas deste anteprojeto, tendo feito saber que já enviaram esta posição para o Ministério da Justiça e para a ANMP- Associação Nacional de Municípios Portugueses.

Os autarcas e a Delegação da Ordem dos Advogados, que têm desenvolvido várias iniciativas sobre este assunto, não concordam com a divisão da secção de competência genérica de Arcos de Valdevez e de Ponte da Barca, desdobrada em matéria civil, com sede em Arcos de Valdevez e em matéria criminal, com sede em Ponte da Barca. Referem que não encontram justificação adequada para este desdobramento, uma vez que, quer quanto às populações dos municípios quer quanto ao número de processos que correm nos dois tribunais, cada um destes municípios tem um número superior ao da maioria dos municípios da região, onde o tribunal ficará de competência genérica. E a justificação da proximidade geográfica também não faz sentido já que noutros municípios da região a situação de proximidade é idêntica e este desdobramento não está previsto que venha a ocorrer.

Na ótica do Município é importante definir quais os níveis mínimos de acesso dos cidadãos das zonas de baixa densidade a este direito fundamental – a administração da justiça - não agravando ainda mais os custos de interioridade, pois em alguns casos em vez do sistema assegurar a presença dos juízes nos Tribunais locais, passarão a ter que ser os cidadãos diretamente envolvidos nas ações a arcar com os custos da sua própria deslocação para o Tribunal da capital de Distrito.

Fazem questão de afirmar que não parece adequado centralizar na capital do Distrito as ações relacionadas com a área da família e menores, provenientes de todos os concelhos do distrito de Viana do castelo. O crescente aumento da conflitualidade nesta área e o facto de todos estes processos se centralizarem apenas num juízo de família e menores levará, com toda a certeza e a curto prazo, que as decisões possam não ter efeito útil por serem proteladas no tempo, não esquecendo ainda que, em muitos processos de regulação de responsabilidades parentais, se torna imprescindível a audição dos menores o que, a manter-se a atual proposta, levará a que os mesmos se tenham, também eles, de se deslocar à capital de distrito.

Ou seja, estes processos deverão manter-se na competência das respetivas instâncias locais, tal como sucede actualmente com o caso de Arcos de Valdevez.

A Ordem dos Advogados também comunga desta opinião referindo que “a reforma (…) deslocaliza a função judicial para as novas comarcas, esvaziando de competências os tribunais que se mantenham nos restantes municípios dos distritos” e ainda que representa um golpe brutal desferido contra todo o País e com especial incidência no interior, já fustigado com outras reformas (...) que contribuem para uma crescente desertificação do território e isolamento das suas populações”.

MUNICÍPIO DE FAFE VAI REVER POLITICA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA

A Câmara de Fafe deliberou na última reunião aprovar, por maioria, a implementação de medidas de eficiência energética, após as quais venha a ser possível restabelecer a iluminação pública nas freguesias a curto/médio prazo.

O Município pretende assim encontrar soluções que possibilitem obter no imediato níveis de poupança idênticos aos que atualmente se verificam, na casa dos 200 mil euros/ano, após a introdução de políticas de redução da fatura energética em 2011.

A proposta que inicialmente foi apresentada pelos vereadores do PSD, contou com os contributos e com o voto favorável dos vereadores do PS e ainda com três abstenções dos independentes. Algumas das medidas que vão ser estudadas:

 ·      A substituição de lâmpadas de mercúrio por lâmpadas de VSAP;

·      A substituição de lâmpadas de 150 W por lâmpadas de 100 W sempre que possível;

·      Substituição de balastros convencionais por balastros eletrónicos com reguladores de fluxo luminoso;

·      Substituição por luminárias LED.

·      Semaforização eficiente.

EMPRESA OFERECE OPORTUNIDADES DE FORMAÇÃO COM SAÍDA PROFISSIONAL

A Qualitividade Consulting Group, em parceria com a Bosch, informa da abertura de inscrições para Cursos de Aprendizagem a concretizar em Braga.

Técnico de Logística

Técnico de Multimédia

Programador de informática

Cursos para jovens até 25 anos que pretendem completar a sua formação, aprendendo uma profissão com futuro.

Possibilidade de Estágio na Bosch.

Mais informações através de marketing@qualitividade.pt e através do nº 800 10 24 20 (chamada gratuita).

TEATRO VALADARES EM CAMINHA APRESENTA CANTO SOLIDÁRIO

Encontro de coros reverte para criança com fibrose cística

O Teatro Municipal Valadares vai servir de palco ao encontro de coros Canto Solidário, no dia 30 de novembro, às 21 horas. Este concerto vai juntar dez grupos em prol de uma causa com o intuito de angariar donativos para uma criança, ainda bebé, com fibrose cística. A iniciativa é organizada pelas Paróquias do Arciprestado de Caminha e conta com o apoio da Câmara Municipal.

Este encontro de coros tem como objetivo angariar fundos para uma bebé de Vila Nova de Cerveira, com familiares na freguesia de Seixas, que sofre de fibrose cística, uma doença crónica e dispendiosa. Assim, a entrada é gratuita e cada pessoa oferece o donativo que entender.

É de realçar que foram vários os grupos corais que abraçaram esta causa social. No dia 30, no espetáculo Canto Solidário vão participar o Orfeão de Entre os Rios – Paróquias de Lanhelas, Vilar de Mouros e Seixas, o Orfeão de Vila Nova de Cerveira, o Grupo Coral de Vilarelho, o Grupo Coral e Juvenil – Os Sentinelas, o Coral Polifónico de Tomiño, o Grupo Coral de S. Bento de Seixas, o Grupo Coral de Jovens de Vila Praia de Âncora, a Academia de Música Fernandes Fão – Polo de Vila Nova de Cerveira, a Banda Musical Lanhelense e o Grupo de Animação Litúrgica da Igreja Matriz de Caminha.

Recorda-se que o Teatro Municipal Valadares é um espaço polivalente, ao serviço cultura e das artes, mas também ao serviço de causas nobres e solidárias.

RUSGA DE SÃO VICENTE DE BRAGA DEBATE SOBRE CRENÇAS E CULTOS EM TORNO DAS ALMINHAS

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho leva a efeito a 71ª edição dos "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras", que terá por tema, "ALMINHAS - crença e cultos". A iniciativa tem lugar no próximo dia 29 (sexta-feira), do mês em curso, pelas 21h.30, na sede social da associação, sita na Av. Artur Soares (Palhotas), nº 73, Braga.

Os convidados são, o Professor Doutor João Duque, presidente do Centro Regional da Universidade Católica Portuguesa (UCP) em Braga e a Drª Aida Mata, coordenadora científica do projeto "ALMINHAS". Como vem sendo habitual, a moderação do Serão/Tertúlia, será da responsabilidade de José Pinto, presidente da Rusga.

Este projeto “ALMINHAS” - mais uma iniciativa da Rusga -, tem por objetivos; recolher, investigar, inventariar, salvaguardar e promover este rico e vasto património cultural (material e imaterial), abrange todo o território do concelho de Braga. Num primeiro domínio, o material, de referir os nichos d’Alminhas, os painéis das almas em igrejas e capelas, livros e outro tipo de documentação, estandartes e demais espólio, pertença das confrarias e/ou irmandades das Almas. Num segundo domínio, o imaterial, ou seja, as práticas sociais e religiosas. A crença/devoção e rituais inerentes, manifestam-se sob múltiplas formas, onde a tradição oral, neste particular, assume capital importância. A título meramente ilustrativo, de referir o ‘lançar e/ou botar das Almas’ (rituais populares), assim como, outros espécimes extraídos da religiosidade popular, atingiam maior expressão, por ocasião do mês das Almas em Novembro e, no período quaresmal.

Convite-71ª-ed.-S.T's

D. DUARTE PIO, DUQUE DE BRAGANÇA, DIRIGE-SE AOS PORTUGUESES NA SUA MENSAGEM EVOCATIVA DO DIA DA RESTAURAÇÃO

O Jantar dos Conjurados é, como habitualmente, no próximo dia 30 de Novembro.

Este ano, optou-se por um formato que, sendo digno, se mostra menos oneroso, permitindo assim que maior número de pessoas possa celebrar a Restauração da Independência de Portugal com a sua Família Real.

O Jantar, volante, será servido nas instalações d’ “A Voz do Operário”, à Graça, com entrada pela Travessa de São Vicente nº 1 e contará com a presença da Família Real. Parte do lucro deste tradicional encontro de monárquicos portugueses reverterá para a obra social desta instituição.

Sua Alteza Real o Senhor Dom Duarte lerá a habitual Mensagem aos Portugueses pelas 20:00, seguindo-se o jantar.

As inscrições podem ser feitas presencialmente na sede da Real Associação de Lisboa, na Praça Luís de Camões, 46 2º Dto. 1200-243 Lisboa (ao Chiado), pelo tel.: 213 428 115 ou, ainda, por correio eletrónico: secretariado@reallisboa.pt.

As inscrições devem ser pagas até ao dia 29 de Novembro e pode optar por transferência bancária, utilizando os seguintes dados (devendo neste caso enviar o comprovativo da transferência):

NIB – 001800033394122002026

IBAN / Identificador Único – PT50 0018 000333941220020 26

BIC – TOTAPTPL

Os ingressos têm o valor de:

Adultos – 26,00€

Jovens – 16,00€ *

*Os primeiros 100 jovens até 25 anos de idade

Os ingressos poderão ser pagos e levantados de segunda a quinta, das 11:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00

PAREDES DE COURA REALIZA AMANHÃ COLHEITA BENÉVOLA DE SANGUE

ADASPACO

ADASPACO – Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Paredes de Coura

Dia 27 de Novembro | Quarta-feira 

09:00 às 12:30 | Casa do Dador de Paredes de Coura

A colheita será realizada pela ULSAM - Viana do Castelo

Compareça, dar sangue é dar vida!

É muito importante a sua participação, contamos consigo para dar sangue. Venha dar sangue e traga um amigo paraparticipar pela primeira vez.

Para mais informações/esclarecimentos:

CASA DO DADOR - SEDE SOCIAL DA ADASPACO

Avenida Cónego Dr. Bernardo Chouzal, n.º 37

4940-520 Paredes de Coura

Telefone 251783641

adaspaco@sapo.pt

QUADRILÁTERO BARCELOS-BRAGA-GUIMARÃES-VILA NOVA DE FAMALICÃO DEBATE ESTRATÉGIAS PARA A CRIAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE TRANSPORTES

Presidente da Câmara na sessão de trabalho sobre o Estudo de Mobilidade Integrada

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, abriu o workshop participativo sobre o Estudo de Mobilidade Integrada do Quadrilátero Urbano, uma sessão que se realizou no dia 22 de novembro, no Estádio Cidade de Barcelos, e que juntou representantes dos municípios de Barcelos, Braga e Vila Nova de Famalicão que integram aquela estrutura interconcelhia.

unnamed

Falando no início da sessão, o Presidente da Câmara manifestou a necessidade de um maior empenho político dos municípios no projeto do Quadrilátero, “para avançarmos além dos estudos e de outros trabalhos que temos feito”. Miguel Costa Gomes referiu que o Quadrilátero está associado aos quadros comunitários, pelo que deve swer seguida com atenção a programação do novo quadro comunitário que se inicia em 2014.

Participaram neste workhop os vereadores Alexandre Maciel (da Câmara de Barcelos) e Sofia Fernandes (da Câmara de Vila Nova de Famalicão) e técnicos dos quatro municípios.

O workshop foi organizado pela Câmara Municipal de Barcelos enquanto município coordenador dos trabalhos, tendo como objetivos recolher contributos de todos os envolvidos para a definição de estratégias com vista à criação de um sistema integrado nas áreas da mobilidade e da acessibilidade.

Lançado em finais de 2010 pelo Quadrilátero Urbano para a Competitividade, a Inovação e a Internacionalização no âmbito das quatro cidades que o integram – Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão – o Estudo entra agora na fase de definição de estratégias.

O Estudo aponta para o recurso excessivo ao automóvel e utilização reduzida dos transportes públicos, rodoviários e ferroviários, que representa cerca de dez por cento das deslocações da população residente nos quatro concelhos.

Como aspetos positivos, o Estudo menciona uma reduzida deslocação para o exterior dos quatro concelhos e um aumento das deslocações pendulares entre a população estudantil.

VIZELA MANIFESTA-SE CONTRA O ENCERRAMENTO DA REPARTIÇÃO DE FINANÇAS

COMUNICADO

No âmbito do processo implementado pelo Governo PSD/CDS-PP, com o objetivo de proceder ao encerramento de Serviços de Finanças por todo o País, a Câmara Municipal de Vizela, atentas as necessidades dos vizelenses e a importância dos serviços de proximidade para a população, reitera a discordância com esta decisão, o qual, ao longo dos últimos três anos tem tomado posições que prejudicam gravemente o concelho de Vizela e os vizelenses, designadamente com o corte de mais de 10 milhões de euros em investimentos decorrentes da execução das Habitações Sociais, da requalificação da Escola Secundária e da conclusão da estrada Paralela à E.N. 106.

Contudo, esta realidade imposta pelo Governo PSD/CDS-PP de pretender encerrar o Serviço de Finanças de Vizela, passados, apenas, dois anos de ter efetuado um investimento de 500 mil euros na sua requalificação, não espanta o Executivo Municipal, na medida em que se trata do mesmo Governo que, sem conhecer a realidade do Concelho, decidiu acabar com duas freguesias, sem ouvir ou respeitar a vontade da população e contra a vontade do Partido Socialista.

Deste modo, a Autarquia informa que o Sr. Presidente da Câmara está solidário com a iniciativa de concentração pela defesa da secção de finanças de Vizela, que se realizará no dia 26 de novembro de 2013, pelas 08h30, em frente às respetivas instalações, sitas no Largo das Polés, n.º 318.

Câmara Municipal de Vizela,

25 de novembro de 2013

ESPOSENDE COMEMORA DIA INTERNACIONAL PELA EMININAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Município de Esposende está apto a acompanhar vítimas de violência

Aproveitando a efeméride do Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher, que se assinala hoje, 25 de novembro, a Câmara Municipal de Esposende alerta que dispõe de um espaço de atendimento a vítimas de violência doméstica – Espaço Bem me Querem.

Em funcionamento desde 2011, este Espaço faz o atendimento e acompanhamento psicossocial a vítimas de violência doméstica no sentido da construção de um novo projeto de vida afastado da violência.

Prevenir e Intervir são os dois grandes eixos de intervenção do Espaço Bem me Querem. Assim, além de proporcionar às vítimas respostas em situações de crise e de emergência, disponibiliza todo o tipo de informação, nomeadamente sobre os trâmites legais do processo-crime de violência doméstica, direitos e deveres de acordo com o estatuto de vítima, outros processos legais associados à regulação das responsabilidades parentais e tipos de apoio disponíveis para a vítima. Este Espaço desenvolve ainda ações de sensibilização sobre a violência doméstica dirigidas à comunidade e às entidades locais, nomeadamente escolas, forças de segurança, instituições particulares de solidariedade social, entre outras.

O “Espaço Bem me Querem” funciona no Serviço de Ação Social do Município, localizado na Rua dos Bombeiros, nº 51, em Esposende, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30.

JANTAR DOS CONJURADOS 2013

z

As Reais Associações de Braga e Viana do Castelo organizam o “Jantar dos Conjurados” que terá lugar no dia 30 de Novembro de 2013, pelas 20h30m, no Restaurante Páteo das Figueiras, Gavião, Vila Nova de Famalicão.

Um pouco de história:

Na noite de 30 de Novembro de 1640, um grupo de intrépidos e arrojados portugueses reuniu-se no Palácio de D. Antão de Almada, em Lisboa, para ultimar os preparativos da revolta que iriam perpetrar no dia seguinte, no sentido de libertarem o Reino de Portugal do jugo de uma dinastia estrangeira e usurpadora dos legítimos direitos da Casa de Bragança.

A vitória alcançada no dia 1 de Dezembro de 1640 veio finalmente permitir, que Portugal fosse devolvido à sua plena independência de nação livre e soberana.

Para comemorar tão afortunado acontecimento, os Monárquicos do Minho reúnem-se no tradicional «JANTAR DOS CONJURADOS», recordando ainda os heróis de outrora que nesta região, lutaram para expulsar os Castelhanos É pois uma das datas mais significativas da nossa história e fundamental para todos os portugueses,

sejam eles monárquicos ou republicanos que importa evocar, numa época em que a nossa soberania é constantemente ameaçada e que o governo de Portugal, por decreto extingue o feriado do 1.º de Dezembro – Dia da Restauração – que a par do Dia 10 de Junho, une toda a Nação Portuguesa.

Não nos podemos esquecer que se não fosse a Restauração da independência, não existiria o 10 de Junho, o 25 de Abril, etc., uma vez que a agenda dos Feriados Oficiais Portugueses coincidiria com a espanhola.

É pois urgente evitar que se atente contra a dignidade, a identidade, a individualidade e a autoestima de Portugal e se respeite a História, os valores, a afirmação da Língua de Camões e da Cultura Portuguesa, que devem a sua existência aos bravos heróis que no Dia 1.º de Dezembro de 1640, tornaram possível que Portugal voltasse a ser um País Livre e Independente.

Ao comemorarmos esta data não devemos esquecer a ocupação espanhola de Olivença, território onde durante muitas décadas a cultura portuguesa foi alvo de repressão e violência, designadamente em 1840 com a proibição do uso da língua portuguesa, incluindo nas igrejas, bem como exigir que os governantes portugueses não reconheçam a soberania espanhola sobre este território.

Para mais informações contactar por favor a Real Associação de Viana do Castelo, através do email: real.associacao.viana@gmail.com, ou para o telemóvel do Presidente da Direcção da Real Associação de Viana do Castelo, Dr. José Aníbal Marinho: 961 623 905, ou Real Associação de Braga, Dr. João Afonso Machado: 926 963 274. 

CAMINHA ACOLHE JORNADAS DE CUIDADOS CONTINUADOS

Município de Caminha pretende ser um parceiro efetivo na criação de respostas rápidas à comunidade

Caminha acolheu as I Jornadas de Cuidados Continuados do Instituto São João de Deus nos dias 22 e 23 de novembro. Miguel Alves enalteceu o trabalho do Instituto S. João de Deus, que tutela a Unidade de Cuidados Continuados e de Longa Duração da Gelfa, deixando claro que pode contar com o Município de Caminha para continuar a dar respostas à comunidade. “Podem contar com o Município, com o nosso empenho para colaboramos. O nosso intuito é servirmos as pessoas, servirmos a nossa comunidade”, afirmou o presidente na sessão de abertura das jornadas.

Jornadas 1

A sessão da abertura contou com a presença de Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha, José Augusto Louro, presidente do Instituto S. João de Deus, Isabel Moura, representante da Administração da Região de Saúde Norte (ARS – Norte) e Paulo Vale, representante do Centro Distrital da Segurança Social de Viana do Castelo.

Miguel Alves saudou e enalteceu o trabalho realizado pelo Instituto em prol das pessoas com fragilidades, a forma como procura dar respostas à comunidade, pois é um tipo de trabalho que qualifica o município e o país. Por um lado, contribui para o desenvolvimento económico do concelho de Caminha e, por outro, dá respostas a famílias com fragilidades. O autarca realçou que o Instituto pode contar com o apoio do Município, “contem com o nosso apoio, o nosso estímulo. Tal como vocês estamos aqui para cuidarmos das pessoas, para olharmos para as pessoas”, sublinhou Miguel Alves.

Jornadas 2

Também Ana São João, vereadora da Câmara Municipal de Caminha, com o pelouro da Ação Social, no segundo dia das jornadas sublinhou a importância dos cuidados continuados, um assunto premente no dia-a-dia, e reiterou a mensagem deixada no dia anterior por Miguel Alves ao dizer que “somos parceiros efetivos na criação de respostas rápidas às reais necessidades da população”.

José Augusto Louro mencionou o historial do Instituto, bem como felicitou os presentes e realçou a participação voluntária dos palestrantes. Sobre as Jornadas em si, sublinhou que se tratava de um momento de reflexão e partilha.

Isabel Moura felicitou a instituto S. João de Deus pela organização das jornadas.

Paulo Vale parabenizou a organização pela iniciativa e pela escolha da temática, lembrando que é um dos assuntos que está na ordem do dia.

Recorda-se que as I jornadas Cuidados Continuados do Instituto S. João de Deus contaram com vários painéis, nomeadamente eficiência e qualidade na prestação de cuidados; doente e família - uma unidade a cuidar; diagnosticar e intervir de forma integral; complementaridade no trabalho e cuidados continuados na rede social. Ainda fizeram parte a conferência de encerramento "Amar e Cuidar" e uma visita à Unidade de Saúde da Gelfa.

Jornadas 3

VIZELA REALIZA VENDA TRADICIONAL DE NATAL

13 a 24 de dezembro de 2013

Venda Tradicional de Natal 2013

A Associação de Artesãos de Vizela, em parceria com a Câmara Municipal, e com o apoio da Rádio Vizela, promove mais uma edição da Venda Tradicional de Natal, com o objetivo de promover o artesanato e gastronomia local, divulgando o trabalho dos artesãos do Concelho.

Este ano, a mostra vai realizar-se na Praça da República, entre os dias 13 a 24 de dezembro de 2013.

Venda tradicional de Natal 201313 a 24 dezembro

Praça da República

Horário: 12h00 às 19h00

Dia 24 de dezembro: 10.00h às 13.00h

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CAMINHA VOTA DESCIDA DE IMPOSTOS

Miguel Alves reiterou a posição do executivo em aliviar os rendimentos das famílias caminhenses

A Assembleia Municipal de Caminha aprovou na passada sexta-feira, dia 22, em sessão extraordinária, a descida de impostos aos caminhenses: derrama, fixação das taxas do Imposto Municipal sobre Imóveis e participação variável do IRS. É de salientar que as descidas do IMI e do IRS foram aprovadas pela maioria PS e pelos presidentes das Juntas de Freguesia.

Assembleia Municipal

Foi igualmente aprovada por unanimidade a moção de repúdio relativamente ao possível encerramento da repartição de finanças de Caminha. Ainda foram eleitos os representantes para elaborar o projeto de regimento da Assembleia Municipal, para representar a Assembleia Municipal, para integrarem a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco de Caminha, para integrarem a Assembleia Intermunicipal da CIM Alto Minho e a Comissão de Acompanhamento da Revisão do Plano Diretor Municipal (PDM).

Com a descida dos impostos, o Município vai assumir as despesas e abdicar de cerca de 200 mil euros da receita do IMI e de cerca de 300 mil euros da receita proveniente do IRS. No total, o Município vai deixar de arrecadar para os cofres da autarquia um valor estimado em 500 mil euros, em benefício dos orçamentos das famílias do concelho e do comércio local. Segundo Miguel Alves "contrariamente ao Governo da Nação, que aumenta os impostos, as taxas, nós aqui optamos por descer os impostos. O nosso propósito é ter em atenção as pessoas. A nossa máquina tem que assumir este esforço e libertar as pessoas", realçou o autarca na reunião de câmara em que apresentou as propostas ao executivo.

É de realçar que comparativamente ao ano passado, o Município vai abdicar de mais cerca de 150 mil euros em favor das famílias caminhenses. “Vamos fazer um esforço para não esmagarmos as famílias do nosso concelho. Se mantivéssemos as taxas do ano passado abdicaríamos de cerca de 350 mil euros, com a aplicação das novas taxas vamos abdicar de cerca de 500 mil euros dos cofres da autarquia”, reiterou o presidente.

Segundo Miguel Alves, as propostas apresentadas para as descidas da fixação das taxas do IMI basearam-se em vários fatores, nomeadamente nas dificuldades que o Município e o país estão a atravessar. Sobre esta matéria, o autarca realçou que o dever da autarquia é atenuar os sacrifícios das famílias caminhenses, tentando aumentar os seus rendimentos no final de cada mês, sem colocar em causa os compromissos da própria autarquia. Mas, o autarca lembrou também que o Município terá que fazer um esforço ainda maior “sabemos que um corte nas nossas receitas deve corresponder a um corte nas nossas despesas, sem nunca prejudicar os nossos compromissos com as juntas de freguesia, as famílias caminhenses, os munícipes”, afirmou.

Assim, em Caminha a fixação da taxa do IMI desceu de 0,4% para 0,36% para os prédios urbanos avaliados nos termos do C.I.M.I. Também foi criada uma nova modalidade, que consiste na redução até 50% da taxa do IMI nos prédios classificados como de interesse público, de valor municipal ou património cultural. Quanto à fixação da taxa do IMI para os prédios urbanos é de 0,7% e para os prédios rústicos é de 0,8%. Esta proposta foi aprovada pela maioria PS e pelos presidentes das Juntas de Freguesia, ou seja, esta proposta foi aprovada com 26 votos a favor, 8 votos contra e 1 abstenção.

Para além da descida da taxa do IMI e a isenção da derrama, o executivo vai igualmente descer a participação variável do IRS para 2%, embora a lei permita ir até aos 5%. Com esta descida o Município vai abdicar de cerca de 300 mil euros em prol das famílias caminhenses. Esta proposta foi aprovada pela maioria PS e pelos presidentes das Juntas de Freguesia, ou seja, esta proposta foi aprovada com 26 votos a favor e 9 abstenções.

A isenção da derrama para 2014 foi a única proposta sobre a descida de impostos aprovada por unanimidade.

Assembleia Municipal aprovou por unanimidade a Moção de repúdio relativamente ao possível encerramento da repartição de finanças de Caminha

Nesta sessão extraordinária a Assembleia Municipal de Caminha também aprovou por unanimidade a moção de repúdio relativamente ao possível encerramento da repartição de finanças de Caminha, no âmbito da aplicação do denominado Plano de Redução e Melhoria da Administração Central do Estado (PREMAC 2013), apresentada por Miguel Alves ao executivo na reunião de câmara de 23 de outubro.

Assembleia Municipal 1

O autarca reiterou neste órgão que a Câmara Municipal vai lutar para encontrar uma solução para que seja mantido este serviço de proximidade que afeta a vida social e económica do concelho. Deu conta que amanhã, terça-feira, irá participar numa reunião em Castelo de Paiva onde estarão presentes todos os presidentes de Câmara cujas repartições de finanças também estão na iminência de encerrar. Sobre esta matéria Miguel Alves lembrou que vai comprovar a valia deste serviço, que tem existência consolidada no concelho e constitui um serviço público de proximidade às empresas e, sobretudo, aos cidadãos. Mas salientou que vai evitar que este assunto se torne numa guerra entre concelhos, já que não beneficiará o concelho de Caminha e o distrito de Viana do Castelo. Deu conta que também já reuniu com o chefe da repartição de finanças de Caminha.

Eleitos representantes para integrarem vários grupos de trabalho

Nesta sessão extraordinária ainda foram eleitos os representantes para elaborar o projeto de regimento da Assembleia Municipal, para representar a Assembleia Municipal, para integrarem a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco de Caminha, para integrarem a Assembleia Intermunicipal da CIM Alto Minho e a Comissão de Acompanhamento da Revisão do Plano Diretor Municipal (PDM).

Neste sentido, os deputados Rui Miguel Rio Tinto Lages e Narciso Costa Correia constituirão o grupo de trabalho para elaborar o projeto de regimento da Assembleia Municipal.

José Miguel da Silva Lopes Gonçalves, presidente da União de Freguesias de Caminha e Vilarelho, foi eleito para representante dos presidentes de Juntas de Freguesia que representará a Assembleia Municipal de Caminha durante o mandato em curso. Carlos Fernandes Alves de Castro, presidente da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora, será o substituto de José Miguel da Silva Lopes Gonçalves.

Para integrarem a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco de Caminha foram eleitos os deputados: Sónia Maria da Silva Lajoso, Maria Fernanda Esteves Pereira Fernandes, Alberto Armando Pereira Magalhães e Carlos Alberto Mouteira Fernandes.

Gaspar Pereira, Hugo Martins, Rui Taxa Araújo e Severino Gomes de Sousa foram os deputados eleitos para integrarem a Assembleia Intermunicipal da CIM Alto Minho.

Por último, foi escolhido como deputado efetivo para integrar o grupo da Comissão de Acompanhamento da Revisão do PDM João Alberto Marques da Costa Felgueiras Silva e como suplente Jorge Paulo Alvarenga de Araújo.

É de realçar que as propostas foram apresentadas à Assembleia Municipal em conjunto pelos líderes das Bancadas do Partido Socialista e Partido Social Democrata.

CELORICO DE BASTO ALTERA SENTIDO DO TRÂNSITO PARA FACILITAR CIRCULAÇÃO VIÁRIA

Em Celorico de Basto a Rua Dr. Baltazar Rebelo de Sousa irá sofrer alterações do sentido de trânsito, uma decisão aprovada por unanimidade pelos órgãos autárquicos como forma de facilitar a circulação viária. Esta alteração entrará em vigor a partir do dia 26 de novembro.

rua

“Esta alteração torna-se necessária uma vez que, esta rua compreende, em hora de ponta, uma grande concentração de autocarros que transportam alunos e veículos particulares que condicionam a normal circulação de trânsito neste arruamento. É nosso objetivo, enquanto autarquia, permitir a resolução desta e de outras situações de forma a garantir maior fluidez do trânsito e a segurança dos peões”, salientou o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva.

A proposta de alteração do sentido de trânsito nesta rua foi solicitada pelo comandante da Guarda Nacional Republicana de Celorico de Basto, Novais Costa, e pelo diretor do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, Marcelino Mota. Uma solução tendo em vista a resolução dos problemas de trânsito que se têm verificado junto à entrada da EB 2,3/S de Celorico de Basto. Para além do grande fluxo de autocarros e veículos particulares acresce ainda a dificuldade de grande número de veículos estacionados nos dois sentidos da estrada.

Assim, refere a presente deliberação que a rua Baltazar Rebelo de Sousa passará a ter apenas um sentido de trânsito, no sentido dos correios, em direção à escola. Com esta solução garante-se que os autocarros possam parar e estacionar junto ao passeio contíguo à escola e que a circulação viária se faça normalmente sem preocupação em ultrapassá-los e encontrar circulação de veículos no sentido oposto.

Importa salientar que dos correios até às piscinas serão salvaguardados os dois sentidos, podendo os automobilistas proceder à manobra de inversão de sentido de marcha. No início da rua Baltazar Rebelo de Sousa, junto à Biblioteca, será colocado um sinal de trânsito com a indicação de “sentido proibido” condicionado a moradores ou condicionado a 100 m, de modo a garantir que no troço, onde existam habitações, seja possível a circulação nos dois sentidos.

MUNICÍPIO DE BARCELOS APROVA MEDIDAS DE APOIO SOCIAL ÀS FAMÍLIAS

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou em reunião ordinária de 22 de novembro um conjunto de propostas na área social, com particular incidência na ação social escolar.

O executivo aprovou um protocolo com a Freguesia de Arcozelo com vista à implementação do programa de pequenos-almoços a alunos que frequentam as escolas do 1.º ciclo, uma medida vai já no seu segundo ano e que pretende apoiar as famílias carenciadas. Esta é a terceira entidade a aderir ao programa, depois das freguesias de Cristelo e Barqueiros terem assinado um protocolo idêntico para o atual ano letivo

A promoção do reforço alimentar visa assegurar uma alimentação equilibrada e adequada às necessidades da população escolar. Na atual conjuntura económica e financeira, um crescente número de agregados familiares vive com enormes dificuldades, não conseguindo assegurar uma alimentação adequada aos seus filhos/educandos, designadamente o pequeno-almoço, uma refeição importante para o equilíbrio das crianças, que se repercute no seu rendimento escolar.

Os pequenos-almoços são servidos nas escolas, entre as 8h00 e as 8h30, e são assegurados pelas autarquias. O Município assume os encargos financeiros.

No ano letivo 2012-2013, esta medida abrangeu 82 alunos de quatro agrupamentos escolares do concelho (Vale do Tamel, Gonçalo Nunes, Fragoso e Barcelos) e incluiu protocolos entre a Câmara Municipal e as seguintes instituições: Centro Social Arcozelo

Junta de Freguesia de Arcozelo, Junta de Freguesia de Cristelo, Junta de Freguesia de Barqueiros, Agrupamento de Escolas de Fragoso, Junta de Freguesia de Vila Frescaínha S. Pedro, Junta de Freguesia de Tamel S. Pedro Fins.

Ainda reunião do executivo de 22 de novembro, foi aprovada a minuta do acordo de colaboração a celebrar entre a Câmara Municipal, as direções dos Agrupamentos de Escolas e as entidades gestoras da Componente de Apoio à Família (CAF) e Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) para o ano letivo 2013/2014, para as crianças do 1.º ciclo e do pré-escolar.

O protocolo integra 48 associações de pais, 17 juntas de freguesia e cerca de dezena e meia de instituições sociais. Tem como objetivo assegurar o prolongamento de horário e o fornecimento de refeições, cabendo à Câmara a transferência de verbas respeitante ao funcionamento do programa, um apoio financeiro que será assegurado em função das transferências que forem efetuadas pelo Ministério da Educação para a Câmara Municipal.

Outras deliberações

A Câmara Municipal aprovou também protocolos com as três corporações de bombeiros do concelho com vista ao transporte gratuito de pessoas portadoras de doenças graves e com carências económicas, entre as suas residências e as unidades de saúde para tratamentos e consultas, em qualquer dia da semana. O Município atribui aos bombeiros o pagamento de 0,55€ por quilómetro.

Foi também aprovada a comparticipação na renda de casa a 16 agregados familiares, oriundos de estratos sociais desfavorecidos, de acordo com o Regulamento para o Apoio ao Arrendamento Habitacional do Município de Barcelos.

Refira-se, ainda, a aprovação de subsídios a Freguesias, no valor global de mais de 65 mil euros, destinados ao pagamento de obras na rede viária do concelho.

Nota: As propostas números 12, 13, 16, 22, 23, 24 e 25 foram aprovadas por maioria; as restantes foram aprovadas por unanimidade.

Câmara Municipal de Barcelos

Reunião ordinária do executivo

22 de novembro de 2013

Lista completa das deliberações

1. Atribuição de subsídio para refeição escolar, com efeitos retroativos à data do pedido, às seguintes situações:

Alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico: 22 alunos – escalão 1 (A) – refeição gratuita; 22 alunos – escalão 2 (B) – refeição 50%. Alunos do ensino pré-escolar: 6 alunos – escalão 1 (A) – refeição gratuita.

Alteração de escalão 2 para escalão 1 a dois alunos, na sequência de pedidos de reavaliação de processos.

2. Perdão de dívida referente a refeições escolares do ano letivo 2012/2013.

3. Cedência de instalações – Ratificação. Associação de Pais de Negreiros: utilização das instalações da EB1/JI de Negreiros, às quartas-feiras e sábados de manhã para promover o ensino de aulas extracurriculares.

4. Cedência de Instalações - União de Freguesias de Campo e Tamel S. Pedro Fins: cedência de uma sala de aula da unidade educativa do 1.º CEB de Campo, para o desenvolvimento da Componente de Apoio à Família, às terças e quintas-feiras, entre as 17h45 e as 18h45.

5. Atribuição de um subsídio no valor de 360,00€, à Associação de Pais de Negreiros, para pagamento à tarefeira que substituiu a Auxiliar da Acção Educativa, na unidade educativa do ensino pré-escolar de Negreiros.

6. Minuta do acordo de colaboração a celebrar entre a Câmara Municipal de Barcelos, as Direcções dos Agrupamentos de Escolas e as entidades Gestoras da Componente de Apoio à Família (CAF)/ Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) para o ano lectivo 2013/2014.

7. Acordo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Freguesia de Arcozelo, para servir pequenos-almoços a alunos do 1.º ciclo, garantindo que as crianças cujos pais/encarregados de educação não conseguem assegurar/dar diariamente o pequeno-almoço, possam em alternativa ter acesso ao mesmo fora de casa e deste modo potenciar a promoção do sucesso escolar e por cobro a fatores que originam desigualdades nas condições de aprendizagem entre crianças e jovens de diferentes meios sociais.

8. Minuta de protocolo de colaboração a celebrar entre o Município de Barcelos e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Barcelos para o transporte de pessoas com doenças graves e com escassos recursos económicos, entre as suas residências e as unidades de saúde.

9. Minuta de protocolo de colaboração a celebrar entre o Município de Barcelos e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Barcelinhos para o transporte de pessoas com doenças graves e com escassos recursos económicos, entre as suas residências e as unidades de saúde.

10. Minuta de protocolo de colaboração a celebrar entre o Município de Barcelos e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viatodos para o transporte de pessoas com doenças graves e com escassos recursos económicos, entre as suas residências e as unidades de saúde.

11. Retificação da deliberação do Executivo Municipal relativa à adenda ao protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Casa do Povo de Durrães.

12. Designação do Fiscal Único da Empresa Municipal de Educação e Cultura de Barcelos, E.E.M.

13. Designação do Fiscal Único da Empresa Municipal de Desportos de Barcelos, E.E.M.

14. Realização de evento alusivo à quadra natalícia para os funcionários do Município.

15. Apoio logístico e atribuição de subsídio no valor de 1.500,00€, para a edição de um CD.

16. Protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Associação Cultural e Recreativa os Caminhantes de Santiago.

17. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal, que aprovou a cedência de apoio técnico para acompanhamento do processo de lançamento da obra de construção do “Centro Social e Paroquial de Fragoso” na plataforma da abertura do concurso público, bem como a fiscalização da mesma na fase de execução.

18. Pedido de parecer prévio para aquisição de serviços de reparação da pá carregadora O&K, MV n.º 35. Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013), pelo valor contratual estimado de 11.000,00€, ao qual acresce IVA à taxa legal em vigor,.

19. Envio à Assembleia Municipal dos encargos plurianuais do procedimento de contratação pública desta empreitada de construção da «Passagem superior sobre o corredor verde da Ribeira de Patarro – Afluente do Rio de Vila – Afluente de Cávado», cujo valor é 348 970,01 Euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Eixo Prioritário 3 – Valorização do Espaço Regional – Programa Operacional Regional do Norte (ON2) do Quadro de referência Estratégico Nacional – QREN.

20. Ratificação da decisão de contratação da aquisição de serviços de transporte de criança portadora de deficiência, uma vez por semana, para a APACI durante o ano letivo 2013/2014. Pedido de parecer prévio. Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Pedido de autorização para assunção de compromissos plurianuais. Artigo 6º da Lei 8/2012 de 21 de Fevereiro (LCPA).

21. Pedido de autorização prévia para assunção de compromissos plurianuais – Celebração de contrato “Fornecimento contínuo de gás para o Centro Escolar de Gilmonde”, pelo valor contratual estimado de 3.000,00€, ao qual é acrescido o IVA à taxa legal em vigor. Artigo 6º da Lei nº 8/12 de 21 de fevereiro (LCPA).

22. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal, que aprovou o Relatório Preliminar elaborado pelo Júri do procedimento e a proposta constante do mesmo, relativo à análise e avaliação das propostas concorrentes ao concurso público para a execução da empreitada de “ Processo nº CP/EMO127/DOPM – Beneficiação da E.M. 561, desde Sequeade ao limite do Concelho”.

23. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal, que indeferiu a impugnação administrativa apresentada pela empresa “ABB, S.A.”, nos termos e com os fundamentos constantes das informações prestadas pela DOPM em 11.09.13, 12.09.13 e 29.10.13, relativamente ao Concurso Público “ Processo nº CP/EMO127/DOPM – Beneficiação da E.M. 561, desde Sequeade ao limite do Concelho”.

24. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal, que aprovou a ata do Júri do Procedimento e os esclarecimentos constantes da mesma, relativamente ao concurso público para a “Requalificação Urbana do Núcleo Central Histórico - Envolvente ao Paço dos Condes/Duques e à Igreja Matriz, em Barcelos”.

25. Ratificação o despacho do Presidente da Câmara Municipal, que autorizou a cessão da posição contratual pela empresa Santana & Cª, S.A. à empresa NVE Engenharias, SA., relativa à empreitada de “Construção do Centro Escolar de Arcozelo”.

26. Atribuição de um subsídio no valor de 35.000,00 € a cada uma das corporações de bombeiros do concelho, respeitante ao ano de 2013, ficando deste modo atualizados os subsídios atribuídos até ao presente ano.

27. Apoio ao Arrendamento Habitacional – Aprovação de 15 novos processos e um reavaliado.

28. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal, nos termos do art.º3º, da Lei nº 47/05 de 29 de Agosto, que aprovou a realização de uma vistoria ao edifício sito no Campo Camilo Castelo Branco, nºs 63 e 64, freguesia e concelho de Barcelos, requerida pelo Sr. Rui Manuel Marinho Sá, para efeitos de verificação das condições de conservação do mesmo.

29. Ratificação de emissão de certidão de destaque de parcela referente a seis processos.

30. Ratificação de emissão de parecer favorável à compropriedade de prédios rústicos, referente a 11 processos.

31. Pedido de desafetação de terreno integrado em RAN. Ratificação.

32. Atribuição de um subsídio no valor de 30.000,00 € €, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, à Freguesia de Vila Seca, correspondente à 2ª fase da empreitada “Caminho da Pereira”.

33. Atribuição de um subsídio no valor de 20.209,75 € €, à Freguesia de Várzea, correspondente à 2ª e última fase da empreitada “Rua dos Fornos”.

34. Atribuição de um subsídio no valor de 4.891,90 €, à Freguesia de Paradela, para pagamento da pavimentação da Travessa da Igreja de S. João.

35. Atribuição de um subsídio no valor de 5.147,62 €, à Freguesia de Paradela, para pagamento da pavimentação da Travessa de Vilar.

36. Atribuição de um subsídio no valor de 5.004,79 €, à Freguesia de Paradela, para pagamento da pavimentação da Rua da Pereira.

37. Protocolo de Cooperação entre o Município e as Juntas de Freguesia do concelho – Adiantamento, a título excepcional, da transferência dos restantes 25% do protocolo à Freguesia de Roriz, valor que corresponde a 17.283,00€, como forma de viabilizar o funcionamento normal daquela autarquia.

38. Ratificação dos despachos do Vice-Presidente da Câmara, que aprovaram o seguinte: cedência de uma estrutura de outdoor para a colocação de uma campanha publicitária de sensibilização da comunidade em geral, no dia 25 de Novembro, “Dia Internacional para a Erradicação da Violência contra as Mulheres” – GASC - Grupo de Acção Social Cristã; cedência de instalações na Central de Camionagem para a realização do 17º Magusto – Associação Clube Moto Galos de Barcelos; cedência da Sala Gótica – Homenagem a D. António Barroso.

39. Ratificação dos despachos do Vereador Alexandre Maciel, que aprovaram o seguinte: cedência de uma viatura de 9 lugares para deslocação a Lisboa a fim de participar no Programa “O Preço Certo” – Ricardo Adelino Brito Faria; cedência de uma viatura de 9 lugares para participação em torneio em Vieira do Minho – FCB – Futsal Clube de Barcelos; cedência de uma viatura de 9 lugares para a realização de um treino em Guimarães, no dia 7 de Novembro – Associação Desportiva e Cultural de Manhente.

40. Ratificação do despacho do Vereador do Pelouro do Desporto, que aprovou o seguinte: cedência de 250 cadeiras usadas do Estádio Adelino Ribeiro Novo para o campo de jogos da Associação Cultural e Desportiva de Carapeços; empréstimo de 30 vasos para ornamentação – 12º Aniversário da Associação Equestre de Lijó.

Barcelos, 22 de novembro de 2013

O Gabinete de Comunicação

ADRAVE PARTICIPA EM CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE CLUSTERS

ADRAVE participou na Conferência Internacional sobre Clusters em Santiago de Compostela ao abrigo do Seminário Final do Projeto Europeu ATC4 Excellence

Clusters Portugueses distinguidos com prémios de excelência.

Decorreu nos dias 21 e 22 de novembro de 2013 em Santiago de Compostela a Conferência Internacional intitulado – “ATC4Excellence Conference - Clusters for Excellence”, promovida pelo Instituto Galego de Promoción Económica (IGAPE) em parceria com a Xunta da Galícia abrigo do Projeto ATC4 Excellence.

IMX_001

A ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional integra o projeto-piloto europeu “ATC4 Excellence” que finaliza este mês, promovido pela Comissão Europeia – Direção Geral da Indústria e que envolve, além da ADRAVE, as Agências de Desenvolvimento Regional da Galiza (IGAPE), das Astúrias (IDEPA) e da Cantábria (SODERCAN), e a Agência de Desenvolvimento da Irlanda - South West Regional Authority (SWRA).

Entre outros objetivos, o projeto pretendia melhorar os processos de gestão de clusters tendo por base, por um lado, a realização junto dos Clusters Portugueses interessados de um exercício de Benchmarking padronizado para os clusters europeus pelo Cluster-Excellence.eu e, por outro lado, a disseminação junto das organizações de clusters dos materiais de formação para a excelência na gestão de clusters criados pela mesma entidade europeia.

Na Conferência Transnacional que contou com a presença de oradores internacionais na área dos Clusters, de entidades europeias gestoras de Clusters e dos parceiros europeus do projeto entre outros, esteve presente uma delegação portuguesa composta pela ADRAVE, Tec Minho, e representantes de clusters portugueses que obtiveram distinção europeia na área da Excelência. De salientar, entre os vários oradores internacionais convidados a presença do Gestor da Autoridade de Gestão do COMPETE, Franquelim Alves que não deixou de valorizar e apoiar os excelentes resultados obtidos no referido projeto europeu pela ADRAVE e os vários clusters participantes.

A conferência foi presenciada pelo Diretor Geral do IGAPE - Javier Aguilera acompanhado do representante da Comissão Europeia – Direção Geral das Empresas e Indústria – Luís Cuervo Spottorno e dos Diretores Gerais das Agências de Desenvolvimento Regional que participaram no projeto:  Astúrias (IDEPA), Cantábria (SODERCAN), a Agência de Desenvolvimento da Irlanda - South West Regional Authority (SWRA) e ADRAVE com a participação do Administrador-Delegado da ADRAVE, Joaquim Lima.

O momento, mais emblemático e importante do evento nos decorrer dos dois dias, foi a distinção de Excelência – Bronze Label, de 24 clusters europeus concedidos pela Comissão Europeia, entre os quais 4 clusters portugueses. No entanto, até o final do atual mês de novembro, mais dois clusters portugueses irão obter a mesma distinção: ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal e AIPQR - Pólo de Competitividade e Tecnologia das Indústrias de Refinação, Petroquímica e Química Industrial.

Os 4 clusters portugueses, PortugalFoods, CEIIA, Health Cluster Portugal e ADDICT receberam das mãos do Conselheiro de Economia e Industria da Xunta da Galiza – Francisco Conde e do representante da Comissão Europeia – Direção Geral das Empresas e Indústria – Luís Cuervo Spottorno uma distinção que vem reforçar o bom caminho em prol da Excelência e da Competitividade que as respetivas entidades têm vindo a desenvolver nos últimos 3 anos.

Neste sentido, a ADRAVE consolidou uma estratégia que respondia ao projeto e que, em simultâneo, ia ao encontro da agenda na altura, em 2012, da Secretaria de Estado do Empreendedorismo e da Inovação. Portanto, em termos do projeto ATC4 Excellence, adotou-se uma estratégia que permitiu mobilizar um número significativo de clusters portugueses, entendidos também como players internacionais, que ao integrarem esta iniciativa da Comissão Europeia lhes permite obter uma maior projeção internacional e ficarem vinculados à estratégia da CE através da obtenção do Bronze Label of the European Cluster Excellence Initiative (ECEI).

Em Abril do corrente ano, em Portugal, foi apresentado o Estudo de Avaliação da Estratégia e de Processo de Implementação das Estratégias de Eficiência Coletiva da Tipologia Clusters que revelou a importância, entre outros temas, da obtenção do Bronze Label e do Gold Label por parte dos Clusters Nacionais.

Revelando desta forma que o papel da ADRAVE está na vanguarda deste reconhecimento para os clusters de Portugal.

A ADRAVE, através do projeto ATC4 Excellence, tornou-se na única entidade portuguesa qualificada para disseminar junto das organizações de clusters os materiais de formação criados pela Cluster-Excellence.eu, iniciativa da Comissão Europeia no âmbito do programa de Competitividade e Inovação; por outro lado, ficou qualificada para realizar exercícios de Benchmarking junto dos clusters nacionais e europeus, recolhendo uma série de informações estatísticas e sobre o respetivo modelo organizacional, permitindo avançar com um processo de Certificação de Bronze Label ou Gold Label.

Em síntese, o projeto além de permitir a certificação de Bronze Label para 6 clusters, tornou atualmente a ADRAVE na única Entidade em Portugal qualificada para apoiar as entidades gestoras de clusters para o processo de Bronze Label e Gold Label, e para formar os gestores de clusters nacionais através uma formação suportada nos materiais disponibilizadas pela Cluster-Excellence.eu.

foto Oficial ADRAVE e Clusters

VIZELA SENSIBILIZA PARA A PROBLEMÁTICA DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Seminário “Meter a Colher, Pensar e Intervir na Violência Doméstica”

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Vizela (CPCJ), em parceria com a Câmara Municipal, promove esta tarde, pelas 14h30, o seminário sobre violência doméstica “Meter a Colher, Pensar e Intervir na Violência Doméstica”.

Esta ação destina-se a informar, debater e discutir questões ligadas à problemática da violência doméstica, sobretudo quando esta atinge crianças e jovens, de forma direta ou indireta, sendo dirigido à população em geral, uma vez que esta tem sido uma das problemáticas dominantes no volume processual da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Vizela.

O seminário decorrerá nas instalações do auditório dos Bombeiros Voluntários de Vizela e contará com a presença dos seguintes oradores:

- Procurador da República | Dr. José Freitas;

- Professora Catedrática da Universidade do Porto, Presidente da SPECAN e Diretora da Delegação Norte do Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses| Dr.ª Teresa Magalhães;

- Comandante da GNR do Posto Territorial de Vizela| Sargento Paulo Alves;

- Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) |Cabo Chefe Mendes.

A moderação estará a cargo de Dora Gaspar, Vereadora da Câmara Municipal de Vizela.

A entrada é livre.

ALUNOS DO CONCELHO DE CAMINHA JÁ TÊM ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR

Executivo caminhense em parceria com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais estabeleceu parcerias com a Academia de Música Fernandes Fão, a Ancorensis - Cooperativa de Ensino e a Coopetap – Cooperativa de Ensino

As atividades de enriquecimento curricular nas escolas básicas do concelho de Caminha já funcionam em pleno. Em apenas um mês, o executivo caminhense em colaboração com o Agrupamento de Escolas Sidónio Pais diligenciou as parcerias necessárias com várias instituições de ensino do concelho para que essas aulas tivessem início o mais rapidamente possível. Assim, mais de 500 alunos já usufruem desde o passado dia 18, de ensino de inglês, tecnologias da informação e da comunicação, ensino da música, expressão físico-motora e atividade lúdico-expressiva. Executivo realça o empenho das instituições parceiras para que as atividades iniciassem prontamente.

É de salientar que este executivo municipal tudo fez para restabelecer a situação o mais rapidamente possível, de modo a beneficiar os alunos e as suas famílias. Assim, a solução mais célere e adequada passou por estabelecer parcerias com a Academia de Música Fernandes Fão, a Ancorensis - Cooperativa de Ensino e a Coopetap – Cooperativa de Ensino para o ensino de música, de tecnologias da informação e da comunicação, de expressão físico-motora e de atividade lúdico-expressiva. De facto, este atraso resulta da conjugação de vários fatores alheios ao executivo: alteração da legislação que regulamenta estas atividades no final do ano letivo, agregação dos Agrupamentos de Escolas, as eleições autárquicas e, por conseguinte, a eleição do novo executivo.

Sobre esta matéria, Ana São João, vereadora da Câmara Municipal de Caminha, com o pelouro da Educação, sublinha e enaltece o papel das instituições parceiras “que em apenas um mês se empenharam para que os alunos não fossem prejudicados e as atividades começassem o mais rapidamente possível”.

A verdade é que passado um mês do novo executivo ter entrado em funções todos os alunos do 1º ciclo já usufruem das atividades de enriquecimento curricular, nomeadamente das aulas de inglês, tecnologias da informação e da comunicação, música, expressão físico-motora e atividade lúdico-expressiva. Desde o dia 18, que os alunos que frequentam os estabelecimentos de ensino do Vale do Âncora têm inglês, tecnologias da informação e comunicação e expressão físico-motora, e os alunos que frequentam as escolas do 1º ciclo do Vale do Coura têm inglês, música, expressão físico-motora e atividade lúdico-expressiva. Ao todo, são 27 os técnicos de três instituições de ensino do concelho que estão a ensinar os alunos do 1º ciclo do Agrupamento Sidónio Pais.

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE COM COOPERATIVA AGRÍCOLA

O executivo da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez reuniu com os responsáveis pela Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca.

Neste encontro foram abordadas várias questões de interesse mútuo, nomeadamente a promoção e desenvolvimento do mundo rural, a produção, os circuitos de comercialização, a valorização e certificação dos produtos locais, bem como questões relacionadas com as raças autóctones, a floresta e o turismo em espaço rural.

As instituições acordaram manter uma programação de reuniões periódicas para a articulação de estratégias e ações conjuntas no concelho, tendo os agricultores e produtores arcuenses como principais prioridades.

MUNICÍPIO DE VIZELA PROMOVE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA AIREV

A Câmara Municipal de Vizela inicia mais uma parceria com a Associação para a Integração e Reabilitação Social – AIREV, promovendo duas sessões de educação alimentar a ministrar pela nutricionista desta Autarquia e a equipa de trabalho da Associação.

Assim, a primeira sessão terá lugar dia 25 de novembro e será dirigida a todos os utentes da AIREV, seguindo-se a sessão do dia 28 de novembro, dirigida a familiares e outros responsáveis desses mesmos utentes.

Pretende-se, assim, uma ação concertada entre todos os intervenientes nas suas dietas alimentares, dentro e fora da Associação, de forma a consolidar hábitos de alimentação saudável regulares.

Estas sessões estão já no encalço da futura parceria a estabelecer entre a Câmara Municipal de Vizela e a AIREV, tendo por base as necessidades da Associação vizelense, sendo que a colaboração da Autarquia irá incidir, essencialmente, na elaboração mensal das ementas gerais ou adaptadas e na avaliação antropométrica e nutricional dos utentes, bem como na implementação de consultas de nutrição, na Associação, com periocidade mensal.

Pretende-se assim acompanhar, de forma efetiva e personalizada, a dieta alimentar dos utentes da instituição, de forma a prevenir ou reverter patologias decorrentes de uma alimentação inadequada, particularmente, quando associadas à fraca mobilidade motora ou à insuficiente prática de exercício físico.

MIGUEL ALVES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMINHA, ELEITO PARA O CONSELHO GERAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MUNICÍPIOS PORTUGUESES

O presidente da Câmara Municipal de Caminha foi eleito como membro efetivo do Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), no decorrer do XXI congresso, que decorreu sábado, durante todo o dia, em Santarém, no Centro Nacional de Exposições (CNEMA).

MIguel_Alves

Miguel Alves assume este cargo por quatro anos, o mesmo tempo que dura o mandato autárquico. O Conselho Geral é o órgão máximo da ANMP entre congressos, com caráter deliberativo, e a presença de Caminha significa, “a afirmação da voz do nosso concelho a nível nacional, que nos permitirá ter uma visibilidade importante e intervir no que são os debates e as decisões da própria ANMP, num tempo que será crucial para os municípios”, referiu o presidente da Câmara de Caminha.

O Conselho Geral da ANMP tem 61 elementos, distribuídos por todas as forças políticas representadas no país.

As votações para eleição dos titulares dos órgãos da ANMP (Mesa do Congresso, Conselho Geral, Conselho Diretivo e Conselho Fiscal) decorreram durante a manhã de sábado, sendo os resultados conhecidos ao princípio da tarde.

Lidera o Conselho Diretivo Manuel Machado (presidente da Câmara Municipal de Coimbra) e agora presidente da ANMP. O presidente do Conselho Geral é José Luís Carneiro, presidente da Câmara de Baião e líder da Comissão Política Distrital do Porto do Partido Socialista. À frente da Mesa do Congresso fica Carlos Carreira, presidente da Câmara Municipal de Cascais.

A delegação do município de Caminha neste XXI congresso da ANMP foi composta, além de Miguel Alves, pelo presidente da Assembleia Municipal, Luís Mourão, e pelo presidente da união de freguesias de Caminha e Vilarelho, Miguel Gonçalves, em representação das Juntas de Freguesia.

PROJETO “ENTRE, PARE E TOQUE”: ATIVIDADES INCLUSIVAS PROSSEGUEM NA CASA DOS NICHOS EM VIANA DO CASTELO

Pelas 15 horas do passado dia 23 de Novembro, arrancou no Museu de Artes Decorativas um conjunto de atividades que pretendem proporcionar um acolhimento mais inclusivo em diversos espaços museológicos de Viana do Castelo e de Ponte de Lima.

unnamed

“História de um pote apaixonado” deu o mote para a iniciativa, estruturada em torno de uma peça de cerâmica da coleção do museu e dos múltiplos elementos neles representados. Partindo de um momento de fruição táctil de vários objetos ligados ao pote em questão, os participantes foram ainda desafiados a construir conjuntamente uma história, tornando esta experiência verdadeiramente de todos.

No próximo dia 30 de Novembro, pelas 10h30, é a vez de a Casa dos Nichos acolher uma ação do projeto “Entre, pare e toque”, desta feita proporcionando aos participantes o conhecimento do processo de tecelagem na Idade do Ferro. Partindo da exploração de peças arqueológicas relacionadas com a criação de tecido e das diferentes fases de transformação do linho e da lã, a manhã terminará com uma atividade manual, permitindo a todos criar tecido a partir da trama de tear vertical, idêntico ao utilizado na Idade do Ferro.

O projeto “Entre, pare e toque”, promovido pela Íris Inclusiva em parceria com o Município de Viana do Castelo e o Município de Ponte de Lima e cofinanciado pelo Programa de Financiamento a Projetos do INR, I. P. e pela Fundação Caixa Agrícola do Noroeste, pretende contribuir para tornar mais acessíveis e inclusivos os museus participantes e para promover a plena fruição cultural das pessoas cegas e com baixa visão.

BARCELOS PROSSEGUE AS OBRAS DE CONSTRUÇÃO DO CENTRO ESCOLAR DE ARCOZELO

Câmara Municipal de Barcelos autoriza cessão de posição contratual e assegura continuação dos trabalhos. Nova empresa assume obras finais do Centro Escolar de Arcozelo

A Câmara Municipal autorizou a cessão da posição contratual da empresa Santana & C.ª, Lda, à empresa NVE Engenharias, SA, relativa à construção do Centro Escolar de Arcozelo, o que permite a continuação das obras deste equipamento escolar.

unnamed

Adjudicada à primeira empresa, a obra de construção do Centro Escolar de Arcozelo, no valor de 2.086,892,12€, começou a ser executada em junho de 2012 e tinha um prazo de execução de 12 meses. Contudo, a Santana & C.ª, Lda entrou em dificuldades financeiras que a impediram de respeitar os prazos e concluir os trabalhos.

Para evitar a paragem da obra e atrasos ainda maiores, o Município de Barcelos encetou negociações com a empresa adjudicatária, tendo esta cedido a posição contratual assumida com o Município à empresa NVE Engenharias, SA, que está a executar em bom ritmo as obras do novo estabelecimento de ensino.

O Centro Escolar, composto por 12 salas para o 1.º ciclo e duas salas para o preé-escolar, deverá ter as obras concluídas até final de 2013.

Município de Barcelos leva a concurso passagem pedonal do IPCA

A Câmara Municipal abriu concurso público para a construção da passagem pedonal entre a cidade de Barcelos e o campus do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA).

A obra designada “Passagem superior sobre o corredor verde da Ribeira de Patarro – Afluente do Rio de Vila – Afluente de Cávado”, vai a concurso por 348.970,01€, acrescida de IVA à taxa legal em vigor, valor a ser investido em 2014 e cujo encargo foi aprovado na reunião do executivo municipal de 22 de novembro.

Para financiar o projeto, a Câmara Municipal candidatou-se ao Eixo Prioritário 3 – Valorização do Espaço Regional – Programa Operacional Regional do Norte (ON2) do Quadro de referência Estratégico Nacional – QREN, estando para breve uma decisão quanto à sua concretização.

O passadiço ligará o polo urbano da cidade ao pólo do campus do IPCA, através de uma área ecológica verde que contém elementos naturais importantes (linhas de água, flora e fauna) e que poderão ser melhor divulgados graças ao enfoque entre o urbano edificado e urbano ecológico do projeto.

A ligação será uma “janela sobre a paisagem”, permitindo não só apreciar a complexidade ecológica do local, como também caminhar ou andar de bicicleta.

A construção da passagem pedonal está direcionada para a requalificação de uma área peri urbana limitada a norte a que se estende para poente.

A intervenção neste corredor verde incluirá a erradicação das espécies invasoras das margens do ribeiro e a recuperação da vegetação como ações relevantes ao nível da requalificação ambiental e paisagística.

Processo de beneficiação da Estrada Municipal entre Sequeade e Bastuço avança

O executivo municipal ratificou também, na reunião ordinária de 22 de novembro, o despacho do Presidente da Câmara que aprovou o relatório preliminar e a proposta de adjudicação da obra “Beneficiação da Estrada Municipal 561, desde Sequeade ao limite do concelho”.

O concurso público da empreitada foi publicado no Diário da República, em 28 de agosto de 2013, pelo valor de 1.780.416,66€ e com um prazo de execução de 18 meses. A obra respeita à beneficiação daquela Estrada Municipal, entre Sequeade, Bastuço S. João e Bastuço Santo Estêvão, com uma extensão de cerca de 3,5 quilómetros. Contempla terraplanagens, drenagem de águas pluviais, pavimentação em betuminoso, obras acessórias como alargamentos, passeios e equipamentos de sinalização e segurança.

FINAL DO CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL OUTDOOR REALIZA-SE EM PAREDES DE COURA NO PRÓXIMO DIA 1 DE DEZEMBRO

A final do Campeonato Nacional de Trial Outdoor vai decorrer dia 01 de Dezembro de 2013, pelas 12 horas no Monte da Senhora da Pena em Mozelos – Paredes de Coura.

Termina já no dia 01 de Dezembro o “Nacional” de Trial Outdoor que tem vindo a animar os fins-de-semana de milhares de pessoas. A empresa No Limite, é promotora desta Prova e conta com o apoio da Câmara Municipal de Paredes de Coura bem como do Motoclube Amigos das Duas Rodas e da Associação os Fidalguinhos.

Esta última prova, que promete ser um espectáculo de competitividade, adrenalina e muita emoção, vai desvendar o Campeão Nacional de Trial Outdoor 2013. Ficará satisfeita a curiosidade de todos, especialmente daqueles que têm assistido fervorosamente a todas as etapas já ultrapassadas. Em competição vão estar os pilotos de renome Pedro Sousa, Diogo Vieira, Filipe Paiva, e muitos outros.

No Sábado (30 de Novembro) irá realizar-se uma exibição da modalidade, no Largo Visconde de Mozelos (Largo da Câmara), com o piloto Filipe Paiva.

Uma final a não perder …

Para quaisquer esclarecimentos ou informações adicionais contactar pelo email geral@nolimite.org.

ESPOSENDE APRESENTA O LIVRO “RUMO À BARCA DO LAGO” DA AUTORIA DO ARQUITETO ANTÓNIO VEIGA

A Associação Via Veteris vai fazer uma apresentação do livro "Rumo à Barca do Lago" da autoria do arq. António Veiga, no próximo dia 29 de novembro, pelas 21:00 horas, no salão paroquial de Gemeses, concelho de Esposende. Esta ação, em colaboração com a junta de freguesia de Gemeses, pretende dar a conhecer a referida obra nesta localidade, onde se insere o sítio da Barca do Lago, e onde se cruzam os itinerários objeto de estudo do livro.

Convite

Apresentação do livro

RUMO À BARCA DO LAGO

Autor: António Veiga. Arquiteto. Natural de Barqueiros – Barcelos. Reside em Belinho – Esposende. Vários estudos monográficos publicados sobre Barqueiros e arredores.

Edição: Via Veteris, Associação Jacobeia de Esposende.

Apoios à edição: Junta de Freguesia de Gemeses, Junta de Freguesia de Fonte Boa e Câmara Municipal de Esposende.

Data/local: 29 de novembro, 21,00 horas, no Salão Paroquial de Gemeses – Esposende.

Apresentação: Dr.ª Ivone Magalhães, diretora do Museu Municipal de Esposende.

Apoio à apresentação: Junta de Freguesia de Gemeses.

Resumo

Editado pela Via Veteris, Associação Jacobeia de Esposende, o livro Rumo à Barca do Lago reúne uma série de temas relativos a factos históricos, narrativas de viajantes desde o séc. XVI, testemunhos históricos relacionados com a segunda invasão francesa e outras guerras, enquadramento geográfico desta passagem do Cávado relativamente a outras passagens como Barcelos, Vila do Conde, Fão, Castelo do Neiva e Viana do Castelo.

O enquadramento histórico completa-se com a caraterização das estradas e modos de viajar em meados do séc. XIX, quando começou o declínio da passagem da Barca do Lago. Para este facto também muito contribuiu as alterações da rede viária traduzida na construção das novas estradas em meados do século XIX, que desviaram o tráfego de longo curso desta passagem.

Destaca-se assim a velha estrada que, com as suas variantes, servia (e serve) de rota a Santiago: Porto – Vila do Conde ou Rates – Barca do Lago – Viana do Castelo.

Por outro lado, pretende ser uma modesta chamada de atenção para a importância dessa passagem do Cávado, sobre o modo como o território na sua área de influência se estruturou em função das vias que para aí confluíam, abrangendo uma zona definida pelo polígono formado por Vila do Conde, Barcelos, Viana do Castelo, tendo como referência central a Barca do Lago.

Rumo à Barca do Lago não pretende ser um tratado sobre os caminhos jacobeus que convergiam para a Barca do Lago, nem de história local sobre esta importante passagem, entendida como um ponto de travessia do Rio Cávado, abrangendo as freguesias de Gemeses e Fonte Boa do concelho de Esposende. Contudo, pode dar pistas ou achegas documentais para uma melhor definição (e valorização) dessa rota no seu ou seus trajetos nos concelhos de Vila do Conde, Póvoa de Varzim, oeste de Barcelos, Esposende e sul de Viana do Castelo.

Temas tratados

I – AS ESTRADAS DO BAIXO CÁVADO EM MEADOS DO SÉCULO XIX

A estrada Porto – Barcelos – Ponte de Lima

A passagem do Cávado em Barcelos

A estrada Vila do Conde – Barca do Lago

A passagem do Ave em Vila do Conde

A passagem do Cávado em Fão

A estrada Rates – Bassar – Barqueiros – Barca do Lago

A estrada Rates – Lagoa Negra – Barca do Lago – Viana

A passagem do Cávado na Barca do Lago

A barca de passagem

A passagem do rio Neiva

A passagem do rio Lima em Viana do Castelo

II – BARCA DO LAGO: LOCAL ESTRATÉGICO

III – ESTADO DAS ESTRADAS EM MEADOS DO SÉC. XIX

IV – COMO SE VIAJAVA

V – VIAJANTES NA NOSSA TERRA…

VI – AS NOVAS ESTRADAS NO BAIXO CÁVADO

Estrada Famalicão – Barcelos – Viana (EN 103/EN 204)

Estrada Póvoa – Barcelos – Ponte de Lima (EN 205/EN 204)

Estrada Póvoa – Esposende – S. Romão (EN 13)

Estrada Esposende – Barcelos (EN 103-1)

VIA VETERIS, Associação Jacobeia de Esposende

A Direção

Pág. 1/4