Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

“CINCO DIAS E CINCO NOITES” LIVRO DE ÁLVARO CUNHAL EM DEBATE NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE BARCELOS

Programa “Livros e filmes da minha vida” prossegue com “Cinco Dias, Cinco Noites”

O livro “Cinco Dias, Cinco Noites”, de Manuel Tiago (pseudónimo literário de Álvaro Cunhal) foi o escolhido para estar em debate no próximo sábado, dia 6 de abril, pelas 16h00 horas, na Biblioteca Municipal de Barcelos.

A obra foi adaptada para cinema, com título homónimo, em 1996, sob a realização de José Fonseca e Costa, filme que será exibido no dia 20 de abril, às 16h00, também na Biblioteca Municipal de Barcelos, com entrada livre.

A rubrica “Livros e Filmes da Minha Vida” uma parceria do Pelouro da Cultura - Biblioteca Municipal com a Zoom, quis homenagear Álvaro Cunhal neste mês de abril em que se comemora a democracia e a liberdade e num ano em que se evocam os 100 anos do seu nascimento.

Com uma vida inteiramente dedicada à luta pela liberdade, pela democracia e pelo socialismo, Álvaro Cunhal foi também o homem, o intelectual e o artista que se expressa nas suas obras, quer no plano da literatura, com o romance, novela e o conto, quer no plano das artes plásticas.

“Cinco Dias, Cinco Noites” é uma novela publicada em 1975. A ação desenrola-se no Norte de Portugal, nos finais dos anos 40, e centra-se em duas personagens, oriundas de realidades diferentes que, perante a adversidade, vão estabelecer um enorme respeito uma pela outra. André, com 19 anos, evade-se da prisão e é forçado a fugir de Portugal. Na cidade do Porto, um amigo apresenta-lhe um passador, contrabandista e com cadastro, conhecido como Lambaça, que vai ajudar o jovem a passar a fronteira de Trás-os-Montes, pois conhece bem a região. A partir do momento em que se conhecem, desenvolve-se um sentimento de antipatia entre André e Lambaça. No entanto, para transpor a fronteira, os dois convivem cinco dias e cinco noites, por montes e vales, a tentar despistar a polícia, e a desconfiança inicial entre eles começa a desvanecer-se, passando a gerar-se um sentimento de respeito e admiração que prevalece após a sua separação.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VIZELA APRESENTA O LIVRO “AMO UM ANJO” DE JOSÉ MARIA ALMEIDA

A Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apresenta o livro “Amo um anjo” de José Maria Almeida, no dia 5 de abril, sexta-feira, pelas 21h00.

Como afirma Rogério do Carmo, referindo-se à obra inaugural de José Maria Almeida, “um Poema é a total entrega dum ser humano ao Imenso Universo!”, mas também o encontro do poeta com o Outro na sua produção de “individuais eternidades”.

A apresentação da obra vai estar a cargo de Dra. Conceição Lima.

VIZELA PROMOVE “O DOUTOR TIRADORES”, DE SUSANA FERREIRA

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 6 de abril, às 15.30h, a atividade “O Doutor Tiradores”, de Susana Ferreira.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca, das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Sábados na biblioteca

6 de Abril, 15h30

O Doutor Tiradores, Susana Ferreira

Os visitantes da clínica do Doutor Tiradores são especiais… Na sala de espera, lindos pacientes aguardam a sua vez e, um a um, são atendidos e contam os seus problemas. Qual será a receita milagrosa? No final, vamos construir um kit médico.

Atividade gratuita.

PÓVOA DE LANHOSO ADIA COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA FLORESTA, DIS MUNDIAL DA ÁRVORE E DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Prevista para amanhã, dia 3 de abril, foi, no entanto, adiada a comemoração do Dia Mundial da Floresta, do Dia Mundial da Árvore e do Dia Mundial da Água, iniciativa dinamizada pelo Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos e pelo Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso.

Esta situação deve-se à previsão meteorológica para amanhã.

A comemoração referida será reagendada. Esta atividade irá envolver vários ateliers com temas alusivos às datas assinaladas e direcionadas para vários grupos etários. O público escolar é o destinatário.

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ PARTICIPA NO DEBATE SOBRE AS PRIORIDADES E DESAFIOS DA REGIÃO NORTE EM 2020

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) acolheu o repto lançado pelo Governo de Portugal relativo ao lançamento e dinamização de iniciativas regionais para a preparação do próximo ciclo comunitário 2014-2020.

Neste sentido, tendo em consideração a elevada relevância da reflexão e debate público em torno desta temática, assim como o enquadramento incontornável do Conselho Regional na definição daquela que será a estratégia regional, convidou o Presidente da Câmara Municipal e Presidente do Conselho Regional do Norte, Francisco de Araújo, a participar no debate “A Região do Norte em 2020: prioridades & desafios”, que integrará a sessão de lançamento da iniciativa “NORTE 2020”, no próximo dia 4 de abril, pelas 10H00.

Trata-se de uma participação que a Comissão considera “valiosa nesta etapa determinante para a estabilização de uma estratégia por um Norte Inteligente, Inclusivo e Sustentável, em consonância com as prioridades definidas pela estratégia “Europa 2020”.”

CERIMÓNIA DE LANÇAMENTO DA INICIATIVA NORTE 2020

PROGRAMA PROVISÓRIO

09h30 Receção dos Participantes

10h00 Abertura

Manuel Tavares, Diretor do Jornal de Notícias

Apresentação da iniciativa NORTE 2020

Carlos Neves, Presidente da CCDR-N

Retrato socioeconómico da Região do Norte

Rui Monteiro, Direção de Desenvolvimento Regional da CCDR-N

Debate “A Região do Norte em 2020: prioridades & desafios”

António Marques, Associação Industrial do Minho

António Pires de Lima, Presidente da Comissão Executiva da Unicer

Francisco Araújo, Presidente do Conselho Regional do Norte

Marques dos Santos, Reitor da Universidade do Porto

Odete Patrício, Diretora-Geral da Fundação de Serralves

Moderação: Paulo Ferreira, Subdiretor do Jornal de Notícias

12h30 Encerramento

António Almeida Henriques, Secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional

13h00 Visita guiada à Exposição Duets - Art on Chairs (Centro de Congressos da Alfândega do Porto)

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES: www.ccdr-n.pt/norte2020

ESPOSENDE FAZ ROMARIA AO BOM JESUS DE FÃO

As Festas da Vila de Fão e Romaria do Senhor Bom Jesus, no concelho de Esposende, realizam-se de 5 a 8 de abril. Na sexta-feira, dia 5, destaca-se o espetáculo do cantor Quim Barreiros, no sábado 6, a exibição das marchas luminosas e o fogo-de-artifício, no domingo 7, o Festival de Folclore e o concerto musical com a 8ª Melodia e na segunda 8, a Procissão dos Enfermos, o Arraial Fangueiro e o "Via Fado".

Segundo a tradição oral, a romaria do Senhor Bom Jesus, remonta ao século XVI. Foi nessa altura que uma mulher encontrou uma imagem do Senhor Jesus, enterrada num atoleiro, junto à margem esquerda do rio Cávado, quando juntava um feixe de lenha.

São dignos de realce os lindos tapetes feitos de pétalas de flores, que parecem verdadeiras telas pintadas e que ornamentam nessa altura o Mosteiro do Senhor do Bom Jesus.

A Procissão realiza-se na Segunda-feira de Pascoela, feriado local, abençoando todos os enfermos, sendo por isso conhecida pela procissão do "Senhor dos Entrevados.

FÃO PROMOVE CONCURSO DE VARANDAS FLORIDAS

A Junta de Freguesia de Fão, em Esposende, promove pela 3ª vez consecutiva o Concurso Varandas Floridas. Com a entrada da Primavera, a airosa Vila Fangueira embeleza-se com vasos e outros ornamentos florais fixados em varandas e janelas.

Esta iniciativa tem como objetivo a sensibilização da comunidade para o contato e cultura para as mais variadas espécies florais, assim como o estímulo ao embelezamento das cangostas, ruas e cangostas da vila. Os três primeiros classificados receberão um azulejo alusivo à iniciativa que afixarão junto dos ornamentos.

HÁ 102 ANOS, GOVERNO APROVOU O PROJETO DE CONSTRUÇÃO DA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE MONÇÃO

ANTIGA~1

O decreto foi publicado no Diário do Governo nº. 83, de 11de abril de 1911, e consta do seguinte:

“Caminho de Ferro do Estado

Conselho de Administração

Manda o Governo provisório da República Portuguesa, pelo Ministro do Fomento, a quem foi presente o projecto e respectivo orçamento da estação de Monção para serviço comum das linhas férreas do Minho e Douro, e das do Alto Minho, elaborado pela Direcção do Minho e Douro, com data de 23 de Julho de 1910, conformando-se com o parecer do Conselho Superior de Obras Públicas e Minas de 23 de março findo, approvar o referido projecto e orçamento na importancia de 48:244$312 réis.

Paços do Governo da República, em 1 de abril de 1911 = O Ministro do Fomento, Manuel de Brito Camacho”

Pág. 22/22