Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA APRESENTA CARTAZ DAS FEIRAS NOVAS

Cartaz das Feiras Novas 2013. Apresentação Pública – 26 de Maio 15h30/Expolima

A Associação Concelhia das Feiras Novas vai apresentar publicamente o cartaz das Feiras Novas 2013, no dia 26 de maio, às 15h30, na Praça da Expolima.

amândio_de_sousa_vieira

A imagem que vai anunciar a edição deste ano das tradicionais festas limianas será divulgada durante o Festival de Folclore, promovido pela Associação de Folclore de Ponte de Lima.

O momento de mostrar o cartaz acontece durante a atuação do Rancho Folclórico da Casa do Concelho de Ponte de Lima.

As Feiras Novas de Ponte de Lima são três dias de festa, conhecidas também como a “Romaria de noite e de dia”, ocorrem no segundo fim-de-semana de setembro, de4 a9 de setembro

A tradição secular que atrai à Vila mais antiga de Portugal milhares de forasteiros, eleva a cultura através do folclore, das tocatas de concertina, dos concertos de bandas de música, dos concursos pecuários, das tradicionais corridas de garranos e dos sublimes cortejos o etnográfico e o histórico, encerrando com a majestosa procissão em honra de Nª Srª das Dores.

Foto: Amândio Sousa Vieira

BARCELOS: VENCEDORES DO CONCURSO “PEQUENOS GRANDES POETAS” JÁ SÃO CONHECIDOS

Iniciativa decorreu a 24 de abril, Dia Mundial do Livro, na Biblioteca Municipal

No âmbito do Dia Mundial do Livro, no dia 24 de abril, na Biblioteca Municipal de Barcelos, realizou-se a final do concurso “Pequenos Grandes Poetas”, com a participação dos alunos dos estabelecimentos de ensino do concelho de Barcelos, desde o pré-escolar até ao ensino secundário, previamente selecionados pelas escolas.

DSC05772 - 1

A concurso estiveram poemas inéditos dos alunos divididos em quatro escalões e poemas que foram declamados, no recital, divididos em cinco escalões.

Foram vencedores nos poemas declamados: Escalão A - Matilde Costa Araújo e Jéssica Beatriz Rodrigues Macedo, do Jardim de Infância das Calçadas, Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, com o poema, “O espanto” de Lourdes Custódio, Escalão B – Lara Raquel da Silva Sepúlveda, da Escola Básica de Aborim, Agrupamento Vale do Tamel, com o poema “Primavera à janela”, de Luísa Ducla Soares; Escalão C – Francisco Lamela Silva, da Escola Básica Abel Varzim, com o poema “Na idade dos porquês”, de Alice Gomes; Escalão D – Ana Luísa Maciel Gomes, da Escola Básica e Secundária de Vale do Tamel, com o poema “Porque”, de Sophia de Mello Breyner Andersen; Escalão E – João Manuel B. Araújo, da ESAF- Escola Secundária Alcaides de Faria, com o poema “Porque”, de Sophia de Mello Breyner Andersen.

Nos poemas inéditos foram vencedores: Escalão A – “O Mar”, de Luciana Carvalho, da Escola Básica de Ferreiros – Cristelo, Agrupamento de Escolas de Barcelos; Escalão B – “O Mar”, de Inês Martins, da Escola Básica e Secundária de Vale do Tamel; Escalão C – “O Mar”, de Ângela Sousa Amaral, da Escola Básica e Secundária de Cabreiros; Escalão D – “Juro que sinto”, de Claúdia Fernandes, da Escola Secundária de Barcelinhos.

No final, a Vereadora do Pelouro da Educação e Cultura entregou os prémios aos vencedores que constavam de livros e de um cheque-prenda no valor de 25 euros.

TERRAS DE BOURO PROMOVE ATIVIDADES PARA A POPULAÇÃO SÉNIOR

Idosos participam em atividade promovida pelo Município de Terras de Bouro - Projeto Bem Envelhecer II

As IPSS concelhias, juntamente com outras instituições do distrito, juntaram-se, no passado dia 24, à iniciativa, organizada pelo Município de Terras de Bouro, na Casa dos Bernardos - Santa Isabel do Monte e Covide – Terras de Bouro.

Almoco

A atividade, inserida no projeto “Bem Envelhecer II”, promovido pelo Núcleo Distrital de Braga da EAPN, teve como principal objetivo, proporcionar aos participantes, o desenvolvimento do sentido crítico, promovendo simultaneamente o desenvolvimento e enriquecimento de qualidades grupais, coesão, partilha, trabalho em equipa, confiança, sensibilidade, relações interpessoais, iniciativa, expressão e autocontrolo.

O evento baseou-se na realização de diversos ateliers, desde a “Elaboração de cravos alusivos ao 25 de abril”, “Jogo da malha”, “Sementeira”, “Pasta de papel” e “caminhada pelos caminhos de Santa Isabel com visita ao Centro Interpretativo”. O almoço, que contou com a presença da Sr.ª Vereadora do Município, teve lugar no Cantinho do Antigamente e contou ainda com uma tocata de concertinas, para delícia destes jovens bastante ativos.

Participaram as seguintes instituições:

Centro Social de Chorense, Centro Social de Souto, Centro Social de Cervães, Centro Social de Cibões, Centro Social de Covide, Centro Social e Paroquial de Rio Caldo, Centro Social e Paroquial de Vilar, Centro de Solidariedade Social de Valdosende, ADCL, SCM Póvoa de Lanhoso, SCM Vieira do Minho, Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Braga e Terras de Bouro, EAPN/ Universidade do Minho.

Atelier Malha

Atelier papel

Atelier sementeira

Atelier sementeira1

Ateliercrav

Ateliercrav1

Caminhada

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TERRAS DE BOURO APROVA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2012

No passado dia 25 de abril, a Assembleia Municipal de Terras de Bouro realizou, nos Paços do Concelho, a sua segunda sessão ordinária de 2013 e assinalou o 39º Aniversário da “Revolução dos Cravos”.

2

No período inicial da sessão, todos os grupos partidários usaram da palavra para aludir à importância do “25 de abril” e de como esse momento marcou definitiva e significativamente a vida de todos os portugueses em geral, e dos terrabourenses em particular, nas últimas quase quatro décadas.

Seguidamente e ainda antes do período da ordem do dia registaram-se, como é hábito, intervenções sobre variados assuntos da vida do concelho, nomeadamente: a operação e custos da requalificação do Campo de Futebol da Pereira, na Vila do Gerês; obras nas vias municipais; novos problemas com a TDT na zona do Gerês e ainda saneamento e águas foram outros dos assuntos abordados e que mereceram, também, o esclarecimento por parte do senhor Presidente da Câmara Municipal, Dr. Joaquim Cracel Viana.

De seguida e já na Ordem de Trabalhos, além da apresentação usual da atividade das divisões municipais, foi aprovada, por unanimidade, uma proposta de adequação do Mapa de Pessoal à nova estrutura orgânica do município e, por maioria, com cinco abstenções, da bancada social-democrata e dos senhores presidentes das juntas de freguesia de Chamoim , de Souto e Carvalheira os Documentos de Prestação de Contas relativos a 2012.

Foi ainda aprovado, por unanimidade, um voto de pesar pelo falecimento da senhora Dª. Clementina Rosa Antunes, mãe do senhor Avelino Soares, Primeiro- Secretário da Assembleia Municipal de Terras de Bouro, respeitando-se, de seguida, um minuto de silêncio como forma de prestar a devida homenagem.

1

SOCIALISTAS DE FAFE PARTICIPAM NO XIX CONGRESSO NACIONAL DO PARTIDO SOCIALISTA

José Ribeiro foi eleito membro da Comissão Nacional do Partido Socialista

Realizou-se no passado fim-de-semana, no Europarque em Santa Maria da Feira, o XIX Congresso Nacional do PS. O Partido Socialista de Fafe, uma das maiores secções a nível distrital e nacional, levou a este Congresso Nacional nove delegados efetivos, que apoiaram unanimemente a moção política de orientação nacional de António José Seguro "Portugal tem Futuro”.

Congresso 1

No seguimento do trabalho desenvolvido pelo Partido Socialista de Fafe, o presidente da Comissão Política do PS-Fafe, José Ribeiro, foi eleito pela lista apresentada por António José Seguro, membro da Comissão Nacional do PS, órgão deliberativo máximo do Partido entre Congressos, composto por 250 membros, a quem compete estabelecer a linha da actuação do Partido, nomeadamente na esfera da sua acção política e velar pela sua aplicação.

A moção política de orientação nacional do Secretário-geral do Partido Socialista, "Portugal tem Futuro”, foi aprovada pelo XIX Congresso do PS por larga maioria, contando com apenas três abstenções e nenhum voto contra. Saliente-se que na moção política de orientação nacional de António José Seguro o PS reafirma a sua alternativa, pela qual a crise pode e deve ser ultrapassada pela via do crescimento económico e do emprego, conciliada com a necessária disciplina orçamental.

Congresso 2

ESPAÇO JOVEM DA PÓVOA DE LANHOSO PROPORCIONA LAZER E FORMAÇÃO

O Espaço Jovem da Póvoa de Lanhoso promoveu, no passado sábado, dia 27 de abril, um Torneio de PS3 Gran Turismo 5, em que participaram 13 jovens.

Espaco Jovem 2013 a

Cada um dos participantes realizou três voltas. Com esta proposta, o Espaço Jovem pretendeu oferecer a todas as pessoas interessadas e que apreciam corridas de automóveis e jogos de condução uma experiencia de condução virtual.

Tratou-se mais de uma tarde de confraternização, em que alguns dos jovens que aceitaram este desafio pilotaram, ainda que virtualmente, pela primeira, vez um carro de competição, sentindo essa adrenalina.

O Espaço Jovem da Póvoa de Lanhoso procura ir ao encontro dos interesses e dos gostos dos e das utilizadores/as, afirmando-se já como uma referência para a população mais jovem.

Por isso, já nos próximos dias 2, 7, 8, 14 e 15 de maio, pelas 14h30, o Espaço Jovem, em parceria com o projeto Territórios_In– IV Eixo – TIC, promove mais uma edição de formação na área de Informática, iniciativa que tem tido sempre uma grande procura.

Este curso tem por objetivo proporcionar gratuitamente a quem participar os primeiros contactos com a Informática, oferecendo formação em Internet, e-mail e processamento de texto. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, no Espaço Jovem ou através de espaco.jovem@mun-planhoso.pt.

EXPOSIÇÕES ENRIQUECEM PROGRAMA DA FESTA DAS CRUZES EM BARCELOS

No Salão Nobre, na Sala Gótica e no Posto de Turismo

Exposição “Viver as Festas”, na Sala Gótica

Está patente na Sala Gótica dos Paços do Concelho a exposição “Viver as Festas”, uma iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos que pode ser vista em dois momentos: entre 30 de abril e 10 de maio e entre 28 e 28 de maio.

Trata-se de uma exposição sobre a Festa das Cruzes, desenvolvida em parceria pelo Museu de Olaria e pela Biblioteca Municipal, mostrando um conjunto de imagens antigas das festas e textos, assim como um conjunto de peças de figurado com a temática das festas.

A exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h00 e das 14h00 às 18h00; aos sábados e domingos, das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h30.

Salão Nobre acolhe exposição sobre a Igreja Beneditina do Terço

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos acolhe até final de maio a exposição “1713 – 2013: A Igreja Beneditina do Terço na história de Barcelos”.

Trata-se de uma exposição criada pela Confraria de Nossa Senhora do Terço para assinalar os 300 da Igreja Beneditina do Terço e que integra, agora, o conjunto dos eventos culturais associados à Festa das Cruzes. Pretende-se, assim, dar mais visibilidade ao riquíssimo património da Igreja do Terço, numa altura em que a cidade é visitada por milhares de pessoas.

A exposição é composta por cerca de duas dezenas de imagens, a maioria das quais de S. Bento, propriedade da Igreja do Terço ou de outras entidades. Para além destas podem ser admiradas outras imagens, como a imagem do Senhor do Perdão, restaurada pela Confraria, do século XVII.

A datação atribuída às imagens situa-se entre os séculos XV e XX.

A exposição está patente ao público, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h00 e das 14h00 às 18h00; aos sábados e domingos, das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h30.

Exposição de pintura de Iris, na Biblioteca Municipal

Muitos galos de diversas cores e formas constituem a exposição de pintura “Galos em Festa” que Iris resolveu oferecer à cidade de Barcelos e aos muitos visitantes durante o período da Festa das Cruzes.

A exposição vai manter-se patente ao público até ao dia 25 de maio, podendo ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00 e aos sábados, das 9h30 às 12h30.

Manuela Pinheiro que já expôs na Biblioteca Municipal de Barcelos, em 2007, diz que “a arte na sua vida é um meio de comunicação e entrega é a magia de acreditar que se pode servir o coração com o que há de mais belo "Cor" e "Vida" e pôr essa consciência em ação!” Lisboeta, é licenciada em Serviço Social pelo Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa. Saiu de Portugal, em 1987, para descobrir novos horizontes e sendo a arte um dos seus grandes fascínios, esteve sempre na busca de novos conhecimentos neste âmbito.

Na sua estadia na Bélgica teve a oportunidade de adquirir prática de pintura em pastel e aguarela, mas, no Brasil, fez vários cursos de pintura a óleo e acrílica sobre tela, texturas especiais, onde encontrou a sua própria identidade como artista plástica.

Exposição “Álvaro Cunhal – Vida, pensamento e luta”, na Biblioteca Municipal

A Biblioteca Municipal de Barcelos tem em exposição, até 24 de maio, um trabalho evocativo do centenário do nascimento de Álvaro Cunhal. A exposição intitulada “Álvaro Cunhal – Vida, pensamento e luta: exemplo que se projeta na atualidade e no futuro”, contém um conjunto de painéis com reproduções fotográdicas e dados sobre esta importante figura nacional, o seu trajeto político desde o início da sua intervenção cívica, o seu pensamento e a sua conceção da sociedade e do homem.

Esta exposição, que integra o programa das comemorações do 25 de abril realizadas pela Câmara Municipal, pode ser vista de segunda a sexta-feira das 9h30 às 18h00 e aos sábados das 9h30 às 12h30.

Flores de papel de Vilar de Figos em exposição no Posto de Turismo

Está patente até 12 de maio, no Posto de Turismo de Barcelos, a exposição “Flores de papel artesanais de Vilar de Figos – Uma arte intemporal”, da autoria de Marta Silva.

A exposição evoca um dos principais atrativos da Festa a Nossa Senhora do Rosário, que se realizou nos dias 27 e 28 de abril, em Vilar de Figos: as tradicionais cordas floridas que decoram o adro da igreja paroquial, as ruas da freguesia e o carro das rosas que integra a procissão.

A Festa das Rosas, como também é conhecida, resulta num evento colorido e de uma rara beleza que chama milhares de pessoas. Para além das milhares de rosas de papel, a Festa inclui todo um ritual tradicional, como a entrada e a despedida das Bandas de Música

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA DE EDUARDO TEIXEIRA PINTO NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE FAFE DE 5 A 31 DE MAIO

Chama-se"Sensibilidades" a exposição de fotografia de Eduardo Teixeira Pinto que abre na Biblioteca Municipal de Fafe esta sexta-feira, 3 de maio, pelas 21h30.

16 - Labuta

A referida exposição é composta por 38 fotografias a preto e branco dos anos 50, 60 e 70, com dimensões de 50cm x 60cm, premiadas a nível nacional e internacional, integrantes de um vasto espólio do conhecido fotógrafo amarantino.

A mostra vai manter-se patente ao público no horário de funcionamento da Biblioteca: de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00 e aos sábados das 10h00 às 13h00.

Eduardo da Costa Teixeira Pinto nasceu em Amarante, em 1933 e começou a tirar as suas primeiras fotografias profissionais em 1950, tornando-se expositor desde 1953 em vários salões de fotografia nos cinco continentes.

Foi membro ativo de diversas comunidades de fotógrafos, nomeadamente «Associação Fotográfica do Porto», «Grupo Câmara» (Coimbra) e «Associação Fotográfica do Sul» (Évora). A sua vasta obra, dotada de um olhar poético sobre a realidade, fizeram de si um dos melhores e mais galardoados fotógrafos portugueses do século XX com fotografias que abordam diversos temas, com destaque para a Natureza e a figura humana, que tão bem soube conciliar.

Obteve inúmeros prémios em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente o Grande Prémio de Camões (1960), na época, uma das mais altas distinções a nível nacional.

17 - Rosário dum fado

Falecido em Janeiro de 2009, Eduardo Teixeira Pinto, deixou um espólio fotográfico de valor incalculável, sendo vontade da família promover a  sua divulgação através das exposições itinerantes “Sensibilidades” , “O prazer de fotografar” e “A criança sob o olhar de Eduardo Teixeira Pinto”, que têm percorrido o país.Inserido nesse propósito, foi publicado um livro, em dezembro de 2010, Eduardo Teixeira Pinto - a poética da imagem, numa edição com o patrocínio total da empresa Mota Engil, com cerca 230 fotografias de Eduardo Teixeira Pinto agrupadas por temáticas: O Rio, A Nossa Terra, A Nossa Gente, as Festas e Outros Olhares.  O trabalho de Eduardo Teixeira Pinto está patente, desde Agosto de 2011, no Museu Amadeo de Souza-Cardoso, em Amarante, com uma exposição permanente.

15 - Logo pela manhã

14 - Na curva da estrada

7 - Entardecer de Inverno

2 - Vaidades da Natureza

1 - Reunião dos patos

JÚLIO POMAR INAUGURA EXPOSIÇÃO NA GALERIA MUNICIPAL DE ARTE EM BARCELOS

Câmara Municipal proporciona “grande momento para a cultura em Barcelos”

Júlio Pomar, um dos grandes nomes da arte portuguesa, esteve presente na inauguração da exposição “A Razão das Coisas”, que se realizou no sábado, 27 de abril, na Galeria Municipal de Arte de Barcelos. O pintor e escultor, acompanhado pela vereadora do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, visitou a exposição composta por 26 “assemblages” da sua autoria, fotografadas por Gérard Castello-Lopes e por José M. Rodrigues.

DSC_0085 - 1

“Este é um grande momento para a cultura em Barcelos”, disse a vereadora Armandina Saleiro. “Podermos contar com a presença de Júlio Pomar na inauguração desta exposição é, para todos nós, uma grande honra”, disse ainda, sublinhando a parceria com a Fundação de Serralves que permitiu a concretização deste importante evento cultural para a cidade e para o concelho.

Júlio Pomar falou sobre algumas vertentes do seu trabalho artístico ao muito público que marcou presença na inauguração, mas coube a Samuel Silva, da Fundação de Serralves, a tarefa de explicitar e interpretar as obras expostas, o contexto da sua criação e as relações entre as peças de Pomar e as fotografias daqueles dois autores.

A exposição comporta duas áreas: uma com peças maioritariamente de bronze, datadas de 2003 e 2004 e fotografadas por Gérard Castello-Lopes; outra, com peças feitas de materiais diversos, quase todas datadas de 1997 e fotografadas por José M. Rodrigues. Em ambos os casos, frisou Samuel Silva, são notórias as “afinidades entre três pessoas” que resultam nesta exposição.

Contudo, as fotografias não se reduzem à mera reprodução ou registo das peças de Júlio Pomar. Criam-se relações entre a fotografia e os objetos tridimensionais escultóricos de Pomar, capazes de suscitar a imaginação dos espetadores.

Sobre estas fotografias disse Júlio Pomar: “(…) A convocação que fiz ao olhar dos fotógrafos sobre as minhas esculturas era a de que imaginassem ouvir a voz de cada peça a dizer-lhes: Faz de mim o que quiseres!”

Gérard Castello-Lopes diz que “as ‘assemblages’ de Júlio Pomar… não são obras programadas, mas sim realizadas ou adoptadas quase que involuntariamente com a ajuda do tempo, que da obra se alheia e simultaneamente a vai fazendo através da descoberta (ou proposição) de um encontro de afinidades ou complementaridades.”

E José M. Rodrigues refere: “Comecei por reparar que as peças do Júlio pareciam ter sido feitas como fotografias, pela ‘assemblage’, pela união dos elementos. A minha maneira de trabalhar tem a ver com o acumular de sensações, ou com conjuntos de fotografias que vou fazendo e, como disse Saramago, ‘nisto, encontro aquilo’. Tem muito a ver com o ponto de partida do Júlio com as suas peças, e é por aí que eu próprio vou traçando caminhos”.

Com a apresentação na Galeria Municipal de Arte de Barcelos, termina a itinerânica desta exposição, que estará patente todos os dias, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, até 21 julho.

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BARCELOS INAUGURA ARRANJO URBANÍSTICO NO CENTRO DA FREGUESIA DE CRISTELO

Obra orçada em mais de 130 mil euros era uma antiga aspiração da população

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos inaugurou no domingo, dia 28 de abril, o arranjo urbanístico do terreiro de Nossa Senhora do Rosário, em Cristelo, uma antiga aspiração da freguesia que a Câmara Municipal apoiou, elaborando o projeto e financiando a construção

DSC_0023 - 1

Falando para os muitos populares e para os autarcas que marcaram presença na cerimónia de inauguração, o Presidente da Câmara afirmou: “É com muito orgulho e muita honra que estou hoje convosco para inaugurar esta obra”. Miguel Costa Gomes referiu que a Junta apresentou o projeto do arranjo do terreiro como fundamental para o centro cívico da freguesia, tendo assumido o compromisso de tudo fazer para concretizar a obra. “Sou uma pessoa de compromissos. Por isso estou cá para honrar a palavra que dei à Junta e à população para a execução deste arranjo urbanístico”, disse o Presidente da Câmara. Apesar das fortes restrições orçamentais ditadas pela situação de crise económico-financeira que o país atravessa, a Câmara não deixa de assumir os seus compromissos perante a população fazendo “obras que contribuam efetivamente para a qualidade de vidas das pessoas”.

Miguel Costa Gomes destacou ainda a forma de financiamento das freguesias adotada pelo atual executivo, afirmando que o protocolo de transferência de competências dignifica o trabalho dos presidentes de Junta, tornando-os parceiros na estratégia de desenvolvimento do concelho.

Na sua intervenção, o Presidente da Junta, Isaque Ferreira, manifestou a satisfação da autarquia e da população pela inauguração da obra que vem enriquecer o centro cívico e realiza uma muito antiga aspiração da freguesia. Numa altura de grandes dificuldades, a Câmara Municipal avançou com a obra e, por isso, afirmou Isaque Ferreira, “a freguesia não esquecerá” a decisão do Município avançar com os trabalhos no terreiro de Nossa Senhora do Rosário.

Orçada em 133.763,70€, a obra completa o arranjo urbanístico do centro cívico, local onde está situado o maior conjunto de equipamentos públicos da freguesia: igreja paroquial, capela de Nossa Senhora do Rosário, residência paroquial, cemitério, Centro Social Abel Varzim, Centro de Acolhimento Temporário para Crianças e Jovens em Risco e escola primária.

Para além daquele valor foram gastos mais cerca de 50 mil euros na repavimentação do troço da Estrada Municipal entre o nicho de Nossa Senhora de Lurdes e a entrada para o Centro Social Varzim, bem como o arranjo das vias e passeios envolventes

CAMINHA: PROGRAMA DE ENTREGA DE SEMENTES, AVES E PORCOS AUXILIA CENTENAS DE FAMÍLIAS

A última entrega decorreu no sábado na freguesia de Vilar de Mouros

Foram 485 pedidos de sementes, 496 pedidos de aves e 320 de suínos. Estes são os números da primeira fase do programa Semear para Colher do Município de Caminha. As inscrições estão ainda abertas e mais pessoas podem beneficiar da ajuda.

Semear para Colher - Vilar de Mouros (1)

O Semear para Colher foi lançado no âmbito de um conjunto mais vasto de apoios ao setor primário. O programa tem como base o exemplo da Junta de Freguesia de Linhares, em Paredes de Coura, mas numa escala concelhia. Assim, o Município oferece sementes no valor de 10 euros, aves no valor de 15 euros e um suíno no valor de 70 euros às famílias que se inscreverem no projeto e que façam provas de que possuem as condições necessárias. A adesão tem sido massiva e várias centenas de famílias já levantaram os seus vales. Depois de terminada a primeira fase, os interessados podem continuar a inscrever-se.

“O objetivo é levar as pessoas a voltar à terra, a investirem no setor agropecuário e, sobretudo, incentivar os mais jovens a apostar na agricultura”, explica Flamiano Martins, que nas vinte freguesias do concelho de Caminha explicou os vários programas de apoio à agricultura que o Município tem à disposição da população, enquanto fazia a entrega dos vales para levantamento das sementes e dos animais. “Além disso, todos os fornecedores dos produtos entregues às famílias têm de ser do concelho de Caminha, para que o incentivo à economia local seja completo", acrescenta o vice-presidente Flamiano Martins.

O Município completou no sábado, dia 27, em Vilar de Mouros, a entrega dos vales para levantar as sementes, as aves de capoeira e os suínos da primeira fase do programa. As inscrições para a segunda fase devem ser feitas na Câmara Municipal ou nas respetivas Juntas de Freguesia de residência.

Semear para Colher - Vilar de Mouros (6)

Semear para Colher - Vilar de Mouros (5)

 

PÓVOA DE LANHOSO: ALTERAÇÃO DE LOCAL DE ATIVIDADE

Devido a previsões de chuva para hoje (dia 30 de abril), a atividade que estava prevista para as 14h30, nas instalações do Centro Social de Taíde, ao ar livre, terá que ser realizada nas instalações da Confraria de Nossa Senhora de Porto d’Ave, situada na Praça das Músicas, em Taíde. Este espaço fica junto às antigas instalações da extensão do centro de saúde, junto ao Café Central de Taíde.

A iniciativa prevista prende-se com as comemorações do Dia Mundial da Dança e do Mês do Coração com atividades direcionadas para a população utente de IPSS’s e dos Centros de Convívio.

ALTO MINHO RECEBE OS DUQUES DE BRAGANÇA

A Real Associação de Viana do Castelo, a Associação Empresarial de Viana do Castelo, a CEVAL – Confederação Empresarial do Alto Minho e a Real Associação de Braga são os Promotores de ” Portugal Real 100% Alto Minho”.

Pretende-se deste modo evidenciar, neste momento particularmente complexo, a qualidade das nossas empresas e dos produtos por elas produzidos. Simultaneamente tem um carácter solidário, já que a receita de um almoço a realizar reverterá a favor da “Casa dos Rapazes de Viana do Castelo”. A iniciativa terá a honra da presença, e de a ela se associarem, os Duques de Bragança, Dom Duarte e Dona Isabel.

MINHOTOS ORGANIZAM ARRAIAL EM LOURES

O Grupo Etnográfico Danças e Cantares “Verde Minho” vai realizar na cidade de Loures um autêntico arraial minhoto, tendo como cenário a réplica das ruínas de São Paulo e que constituiu a fachada do Pavilhão de Macau na Expo’98, atualmente exposto no Parque da Cidade. Trata-se do XX Festival de Folclore Nacional e terá lugar no próximo dia 8 de Junho, com início às 16 horas, com a abertura dos pavilhões onde o artesanato e a gastronomia minhota marcarão a sua presença, culminando o arraial com uma imponente sessão de fogo-de-artifício.

Fotos do Verde Minho 030

Às 20 horas, realizar-se-á o desfile dos grupos folclóricos a partir dos Paços do Concelho com direção ao Parque da Cidade. Pelas 21 horas, terá início a atuação dos grupos folclóricos, com apresentação a cargo do escritor, jornalista e comentador desportivo Fernando Correia.

O Festival de Folclore propriamente dito conta com a participação do Grupo de Bombos “OS BAIONENCES” Baião, a Escola de Concertina “Filipe Oliveira” e a Escola de Concertina “Daniel Sousa”, o Rancho Folclórico São João Batista, de Nogueira-Braga, o Grupo Folclórico da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez, o Rancho Folclórico da Casa do Concelho de Ponte de Lima e o Rancho Folclórico da Casa do Minho, além do anfitrião, o Grupo Etnográfico Danças e Cantares “VERDE MINHO”.

O Grupo Folclórico e Etnográfico “Verde Minho” encontra-se sediado na localidade de A-das-Lebres, no concelho de Loures, e é uma associação cultural constituída por minhotos e amigos que vivem na região de Lisboa que procuram manter as suas raízes culturais e as tradições da sua região de origem. Loures, terra de tradições saloias, vai por um dia viver a alegria e a exuberância de um arraial à moda do Minho, montado pelas gentes minhotas que ali vivem e trabalham.

MINHOTOS PEREGRINAM AO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

Foram vários os ranchos folclóricos minhotos que ontem participaram na XI Peregrinação Nacional a Fátima, iniciativa anualmente organizada pela Federação do Folclore Português. Os seus trajes sobressaíram de entre a grande variedade de fatos domingueiros da mais variadas regiões do país e, as moças, com as suas arrecadas reluzentes, exibiram a natural beleza e encanto da mulher minhota.

thumb4

O minhoto tem fé e apego às suas tradições. Conserva a sua religiosidade da mesma forma que preserva o seu folclore porque ambos fazem parte integrante da sua identidade. Foi a Fátima rezar com a mesma alegria e devoção com que vai em romaria à Senhora da Peneda ou a S. Bento da Porta Aberta. As suas obrigações para com o Deus não constituem um sacrifício mas antes representam uma festa e esta é tão exuberante quanto o seu caráter e alegre colorido dos trajes das lavradeiras.

As imagens que reproduzimos, da autoria de Luís de Oliveira e pertencentes ao Santuário de Fátima, mostram-nos os minhotos tal como são, gente de Fé e tradição – a nossa gente!

20130429135504_D0096319

20130429135504_D0096566

20130429135505_D0096613

20130429135504_D0096570

20130429135504_D0096593

20130429135504_D0096577

20130429135504_D0096422

20130429135504_D0096333

20130429135504_D0096304

20130429135504_D0096303

PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL

Cerca de 800 pessoas, sobretudo jovens, participaram nas atividades desportivas que integraram as comemorações do 25 de Abril, promovidas pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso. Para além da cerimónia do hastear da bandeira, o programa envolveu ainda rastreios médicos gratuitos para a população.

Hastear da Bandeira 1

“Aproveitamos as comemorações para promover nos jovens o desporto e a adoção de estilos de vida saudáveis”, referiu, de entre outras considerações, o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, após a cerimónia do hastear da bandeira, nos Paços do Concelho, abrilhantada pela Banda de Música de Calvos. Manuel Baptista recordou ainda que estava em aulas no dia da revolução, em 1974, mas que foram interrompidas ainda sem que se soubesse porquê.

Cristina Carvalho, residente na Vila Povoense, foi uma das pessoas que aderiu aos rastreios, considerando “importantes estas iniciativas”. Como vem acontecendo há vários anos, as propostas foram dinamizadas envolvendo os/as povoenses e dando visibilidade a e valorizando as instituições, as associações e os clubes da Póvoa de Lanhoso. Silvana Santos foi uma das responsáveis pela realização dos rastreios através do ISAVE. “As pessoas estão a aderir bastante bem”, confidenciou, revelando que o objetivo era também a sensibilização e informação a respeito da prevenção e tratamento assim como a recolha de medicamentos fora de prazo.

De carater eminentemente desportivo, as comemorações, que iniciaram pelas 10h00, trouxeram até à Vila atletas de vários concelhos, que participaram em atividades para todas as idades como o street basket, o andebol, a hidroginástica, o krav maga, o futebol e o spinning bike, jump e pilates. As propostas foram descentralizadas entre os pavilhões desportivos da Escola Secundária e 25 de Abril, a piscina municipal coberta, a Avenida 25 de Abril e o Parque do Pontido.

Ana Rodrigues e Carla Veiga, ambas de Braga, participaram no Krav Maga. “Acho excelente esta iniciativa da Câmara de aliar o desporto às comemorações do 25 de Abril. Acho muito bem. Esta é uma boa forma de assinalar o dia da liberdade, tendo em conta que tanta gente apela para o exercício físico, para a saúde, acho que estas são iniciativas muito interessantes. Eu já pratico desporto ao ar livre, mas é ou aos feriados ou aos fins-de-semana”, considerou Ana, estreante naquela modalidade. Já a praticante Carla, afirmou estar a adorar. “Eu gosto mesmo disto e vim para aperfeiçoar”.

Organizadas pela Câmara Municipal, estas comemorações envolveram na dinamização das atividades algumas entidades locais, as quais, por sua vez, convidaram outras instituições/associações. Desta forma, são de registar as colaborações com a Associação de Andebol da Póvoa de Lanhoso, o Manabola, a Secção de Basquetebol do Sport Club Maria da Fonte, a Fintas Academia, o Ginásio de Porto d’Ave, o Ginásio Killer Kilo, o ISAVE e a Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso. No âmbito da cerimónia do hastear da bandeira, houve ainda a colaboração da Banda de Música de Calvos.

PISCINAS MUNICIPAIS EM VILA PRAIA DE ÂNCORA CELEBRAM 3 ANOS

Aniversário é celebrado com provas de natação e com aulas gratuitas

As Piscinas Municipais – Vila Praia de Âncora estão a comemorar 3 anos de vida. Para celebrar vai decorrer um Aqua Open Day, no sábado, dia 4 de maio, em que todos estão convidados a participar, de forma gratuita.

Piscinas Municipais VPA (2)

Das 9h30 às 12h, vão decorrer no complexo desportivo provas da Escola de Natação. Vão participar mais de 100 atletas dos 5 aos 14 anos. Da parte da tarde, as piscinas estão abertas ao público em geral, utentes e não utentes.

Das 14h às 18h30, o Hospital Particular de Viana do Castelo – Medical Gim Vila Praia de Âncora vai realizar avaliações corporais. A partir das 16h, começam as aulas que podem ser experimentadas de forma livre por todos os interessados. Às 16h tem início uma aula de hidro mix (hidroginástica e hidrobike), às 16h30 há aula de deep-water, às 17h hidro mix novamente e às 17h30 decorrerá uma mega aula de hidroginástica com a t-shirt comemorativa do terceiro aniversário das Piscinas Municipais – Vila Praia de Âncora.

Para os mais pequenos poderem também comemorar, no parque aquático júnior vão decorrer atividades devidamente orientadas por monitores especializados, das 16h às 18h30.

“Mais de 2 mil pessoas frequentam as Piscinas Municipais de forma regular, o que é uma enorme satisfação para o Município”, revela Flamiano Martins. “Além disso, é um orgulho que jovens atletas do nosso concelho, que treinam nas Piscinas Municipais, obtenham prémios e títulos nacionais de natação”, acrescenta o vice-presidente do Município de Caminha e vereador com o pelouro do Desporto. “O nosso complexo desportivo tem também sido escolhido para acolher eventos importantes do calendário nacional de natação”, remata.

Para além das piscinas, o complexo dispõe de salas de aula de grupo, campo de ténis e sala de squash. Dispõe ainda de sete espaços comerciais e alberga a Unidade de Fisioterapia do Hospital Particular de Viana do Castelo.

Piscinas Municipais VPA (1)

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VIZELA APRESENTA “LEONARDO, O MONSTRO TERRÍVEL”

Sábados na Biblioteca“Leonardo, o monstro terrível”, de Mo Willems

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 4 de maio, às 15.30h, a atividade “Leonardo, o monstro terrível”, de Mo Willems.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca, das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Sábados na biblioteca

4 de maio, 15h30

“Leonardo, o monstro terrível”, de Mo WillemsO Leonardo é um monstro terrível. Pequeno, felpudo e... inofensivo. Faz caretas, acrobacias e trinta por uma linha, mas, por mais que se esforce, não consegue assustar ninguém. Decidido a pregar um susto de morte a alguém, o Leonardo procura o menino mais assustadiço do mundo inteiro.

Conseguirá o monstro pô-lo a tremer como gelatina?

No final, vamos construir as nossas próprias máscaras de monstros.

Atividade gratuita.

FAFE: DIÁCONO ARTUR RIBEIRO CELEBRA PRIMEIRA MISSA NA PARÓQUIA DE CEPÃES

No passado domingo de manhã, a Paróquia de Cepães do arciprestado de Fafe viveu mais uma festa com a celebração da primeira missa em que o diácono Artur Ribeiro auxiliou o celebrante como diácono na paróquia de São Mamede de Cepães

Cepães 6 (Large)

Durante a celebração eucarística dominical, celebrada pelo padre José Marques, e auxiliado pelos diáconos Manuel Monteiro e Artur Ribeiro, o diácono de Cepães, professor de Educação Moral e Religiosa Católica, começou assim a sua nova jornada na vida da Paróquia de São Mamede de Cepães.

Membro dinamizador da paróquia onde tem exercido, entre outras, funções de catequista, ministro da comunhão e leitor, Artur Ribeiro tinha sido na semana anterior, na cripta do Sameiro, ordenado pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, como diácono permanente.

Recorde-se que a palavra “diácono” provém de uma palavra grega (diakonos), que significa ministério ou serviço, o Diácono é, por isso mesmo, o “atendente” ou “servente”, o “ministro”, o mínimo servo entre os servos.

Segundo aponta o Catecismo da Igreja Católica, “os diáconos participam de modo especial na missão e graça de Cristo”, desenvolvendo tarefas como “assistir o Bispo e os padres na celebração dos divinos mistérios, sobretudo a Eucaristia, distribuir a Comunhão, assistir ao Matrimónio e abençoá-lo, proclamar o Evangelho e pregar, presidir a funerais e consagrar-se aos diversos serviços da caridade”.

Cepães 2 (Large)

Após a missa, houve várias homenagens prestadas pela comunidade local ao novo servo da caridade e da proclamação da Palavra de Deus, nomeadamente de catequistas, zeladoras, grupos de jovens e fiéis da Paróquia de Cepães, assim como de um membro da Paróquia de Arões Santa Cristina, e do representante da autarquia, o historiador Daniel Bastos, que ofertou ao diácono Artur Ribeiro um exemplar da obra “Santa Casa da Misericórdia de Fafe – 150 Anos ao Serviço da Comunidade”, e em nome do presidente da Câmara Municipal de Fafe, o cepanense José Ribeiro, que não pode estar presente na cerimónia por compromissos anteriormente assumidos, um prato com brasão do concelho de Fafe.

No decurso das homenagens, o diácono preiteado agradeceu a presença da comunidade, amigos e família, recordando com especial emoção as figuras dos seus pais no seu percurso enquanto homem de fé ao serviço da comunidade. Pelo mesmo diapasão, o pároco José Marques, assegurou que o momento simbólico revestia-se de um dia de enorme felicidade para a Paróquia de Cepães e para o Arciprestado de Fafe.

Refira-se, que no final da cerimónia religiosa, a comunidade local reuniu-se em Cepães num almoço-convívio que decorreu no restaure “Os Açougueiros” e que foi animado pelas músicas do padre Albano Nogueira, em que além do homenageando e dos seus familiares e amigos, marcaram presença o presidente da Junta de Cepães, Manuel Silva, o historiador Daniel Bastos, o cónego Valdemar Gonçalves, Vigário-Geral da Diocese de Braga, e vários elementos do clero do Arciprestado de Fafe.

Cepães 4 (Large)

Cepães 5 (Large)

Cepães 8 (Large)

Cepães 10 (Large)

Cepães 13 (Large)

Cepães 14 (Large)

Cepães 15 (Large)

Cepães 16 (Large)

Cepães 17 (Large)

Cepães 18 (Large)

Cepães 20 (Large)

PÓVOA DE LANHOSO SENSIBILIZA JOVENS PARA QUESTÕES DA VIOLÊNCIA

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através do SIGO – Serviço para a Promoção da Igualdade de Género, continua a promover ações de informação e de sensibilização para temáticas como a violência de doméstica, de género e no namoro

Acoes SIGO 1 (foto de arquivo)

Desta vez, estas ações regressam à Escola Secundária do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso, já no próximo dia 6 de maio, uma segunda-feira.

Esta iniciativa terá como objetivo desmistificar o fenómeno da violência doméstica, através da demonstração da evolução/ transformação da sociedade e da família; clarificar as formas e tipos de violência; alertar para a existência de um ciclo da violência nas relações de intimidade; abordar as questões e tipificação da violência doméstica em Portugal; e apresentar dados estatísticos e caracterizar os casos em que houve a intervenção do SIGO no concelho da Póvoa de Lanhoso.

De lembrar ainda que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através do SIGO, e o Centro de Investigação em Ciências Sociais da Universidade do Minho promovem, nos próximos dias 15 e 16 de maio, um Seminário Internacional pela Igualdade, que, para além da partilha de conhecimentos sobre esta temática, tem como objetivo apresentar o trabalho reali­zado pela autarquia da Póvoa de Lanhoso no âmbito do LocalDiguais, que teve como objetivo diagnosticar e implementar medidas promotoras da igualdade de género e elaborar o Plano Municipal para a Igualda­de de Género da Póvoa de Lanhoso.

PÓVOA DE LANHOSO RECEBE SEMINÁRIO INTERNACIONAL PELA IGUALDADE

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, no âmbito do Serviço para a Promoção da Igualdade de Género, em parceria com o Centro de Investigação em Ciências Sociais da Universidade do Minho, promove, nos próximos dias 15 e 16 de maio, o Seminário Internacional pela Igualdade, ação que marcará a conclusão do Projeto LocalDiguais (cofinanciado pela CIG/ POPH/QREN) e que está a ser desenvolvido desde 2011 no concelho povoense (2011-2013). As inscrições já estão abertas

Banner

A apresentação do trabalho reali­zado pela autarquia da Póvoa de Lanhoso no âmbito do LocalDiguais, que teve como objetivo diagnosticar e implementar medidas promotoras da igualdade de género e elaborar o Plano Municipal para a Igualda­de de Género da Póvoa de Lanhoso, constitui o ponto de partida para a mobilização de um conjunto diversificado de profissionais, ofe­recendo uma oportunidade única para a de­finição de interesses comuns e de parcerias futuras e para a partilha de conhecimentos e competências.

Assim, para além de apresentar as ações desenvolvidas e as conclusões do referido projeto, este Seminário pretende reunir investiga­dores/as, educadores/as e representantes da sociedade civil (em especial, das famílias, das escolas e das empresas) com o objetivo de discutir um conjunto de questões ligadas à igualdade de género e à liberdade de orienta­ção sexual. Desta forma, as pessoas participantes poderão esperar comunicações enriquecedoras sobre a temática, que tem múltiplos aspetos e implicações nas mais variadas áreas da sociedade e do conhecimento.

 Visa-se, simultaneamente, sensibilizar a sociedade civil e a comunidade académica para fenómenos como a igualdade de género e a liberdade de orienta­ção sexual e gizar estratégias de intervenção voltadas para a promoção de uma sociedade mais justa.

Serão partilhados conhecimentos científicos e práticos na área da saúde; da educação; da violência doméstica; das empresas; da profissão, família, género; do assédio no trabalho; do sistema de justiça e paternidade; da discriminação em função da orientação sexual; de pessoas transsexuais e transgéneros; do coming out e terapia familiar. Haverá ainda a realização de dois workshops, um sobre a temática da “Orientação sexual e identidade de género: famílias, escolas e inclusão” e o  outro sobre a “Violência e vitimização no crime de violência doméstica”.

A entrada é gratuita. As inscrições poderão ser feitas para sigo@mun-planhoso.pt Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , cics@ics.uminho.pt Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou online em http://cics.uminho.pt/pt/2013/03/05/seminario-pela-igualdade/.

HÁ CEM ANOS, GOVERNO PROIBIU O PÁROCO DE S. PEDRO DOS ARCOS DE RESIDIR EM PONTE DE LIMA E CONCELHOS LIMÍTROFES

O decreto foi publicado no Diário do Governo nº. 102, de 2 de Maio de 1913, e consta do seguinte:

“Sobre proposta do Ministro da Justiça e nos termos do artigo 48º e 146º do decreto com força de lei de 20 de Abril de 1911: hei por bem decretar:

Artigo 1º Fica proibido o presbítero, Manuel Martins Lobo, pároco da freguesia de S. Pedro dos Arcos, do concelho de Ponte de Lima, distrito de Viana do Castelo, de residir durante seis meses dentro dos limites do referido concelho e limítrofes, além de perder os benefícios materiais do Estado, e sem prejuízo do procedimento criminal que no caso couber.

Artº 2º É-lhe concedido o prazo de cinco dias, a contar da publicação dêste decreto em Diario do Governo, para sair do mencionado concelho e limítrofes.

Paços do Governo da República, em 29 de Abril de 1913 = Manuel de Arriaga = Álvaro de Castro.”

RANCHOS FOLCLÓRICOS DO MINHO PEREGRINAM AO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

Dezenas de ranchos folclóricos de todo o país rumaram hoje em peregrinação ao Santuário de Fátima, emprestando àquele recinto de oração um colorido muito peculiar. Do Minho ao Algarve, milhares de pessoas envergando os seus trajes tradicionais domingueiros juntaram-se em Fátima numa demonstração de fé e tradição, dois traços caraterísticos que marcam a identidade cultural do povo português.

946718_586553531364238_2021490350_n

Trata-se da XI Peregrinação Nacional a Fátima, iniciativa anualmente organizada pela Federação do Folclore Português e que conta com a participação da maior parte dos grupos folclóricos filiados naquela organização.

Os ranchos folclóricos desfilaram a partir do Parque 7 até ao Recinto de Oração onde teve lugar a recitação no rosário junto à Capelinha das aparições e, após a procissão para o altar, teve lugar a celebração da eucaristia, no Recinto de Oração do Santuário de Fátima. Dirigindo-se aos grupos de folclore e etnográficos em peregrinação D. Augusto César, bispo emérito de Portalegre-Castelo Branco, pediu “que ajudem o país a cantar as tradições, a cantar a alegria do nosso povo que agora anda muito esmorecido

O BLOGUE DO MINHO deixa aqui um registo dessa imponente manifestação da nossa cultura tradicional, publicando algumas fotos gentilmente cedidas pelo Santuário de Fátima.

946822_586553414697583_1811332571_n

SOPRANO CRISTIANA OLIVEIRA BRILHOU EM FAMALICÃO

A Orquestra Sinfónica Artave apresentou-se ontem em Concerto de Encerramento do estágio sob a direção do maestro brasileiro Emílio De César, no Auditório Pe. António Vieira - Caldas da Saúde. O Concerto da Orquestra Sinfónica Artave contou com a atuação da soprano Cristiana Oliveira e o tenor Mário Alves. O programa foi o seguinte:

VERDI Excertos da Ópera La Traviata

TCHAIKOVSKY Romeo e Julieta

BORODIN Danças Polovitzianas

480200_481345925270962_1014206373_n

Cristiana Oliveira é natural de Braga, cidade onde iniciou os seus estudos musicais de piano e violino. E resto, a cidade de Braga tem vindo a adquiri notoriedade como berço dos melhores sopranos portugueses, de entre os quais salientamos também o nome de Elizabete Matos.

De acordo com a sua biografia oficial que se transcreve, Cristiana Oliveira é licenciada em Canto pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, nas classes dos Professores Oliveira Lopes e Margarida Reis.

Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento e masterclasses com Ana Paula Matos, Patricia MacMahon, Enza Ferrari, Paulo Ferreira, Marc Tardue, Mme Dechorgnat no Conservatório Internacional de Paris, Gabriella Morigi em Bolonha e Palmira Troufa com quem estuda regularmente.

Em 2010 foi aceite no curso intensivo do Estúdio de Ópera de Nova Iorque onde interpretou o papel de Yaroslavna na ópera "Prince Igor", de Borodin.

Em 2011 obteve uma Menção Honrosa no Concurso Nacional de Canto Luísa Todi.

Apresentou-se em vários recitais de Lieder e Oratória em Portugal, Espanha, Itália e Estados Unidos da América.

Na ópera interpretou Dido em "Dido e Aeneas", de Purcell, Gretel em "Hansel e Gretel", de Humperdink nos Teatros de Tomar e Ourém e Helena Sá e Costa e recentemente Ivette em "La Rondine", de Puccini e Nita na Zarzuela "Los Gavilanes", no Teatro Nacional de São Carlos.

No ano passado fez a sua estreia no papel de Violetta Valery de "La Traviata" de Verdi no Atelier de l'Opera, Centro de Alto Aperfeiçoamento Operático de Barcelona e no Festival de música de Sant Pere Sallavinera com aclamadas críticas.

Em 2012 obteve o 1º Prémio no Concurso Internacional de Interpretação do Estoril.

Em 2013 ganhou o prémio especial "Concerto a Milano" no Concurso Internacional de Canto Maria Malibran em Milão.

Do seu repertório fazem parte as grandes heroínas para soprano lírico/spinto de coloratura.

551360_481345978604290_671378956_n

VEM AÍ A PRIMAVERA EUROPEIA!

Europa protesta contra a austeridade no próximo dia 1 de junho

À semelhança do que já se verificou em iniciativas anteriores, os portugueses voltam de novo à rua no próximo dia 1 de junho para protestar contra as políticas de austeridade, naquela que poderá vir a constituir a maior manifestação cívica jamais ocorrida em Portugal. Porém, desta vez, o protesto é simultâneo na maior parte dos países da Europa, encontrando-se já marcadas idênticas iniciativas em Espanha, França, Chipre, Grécia e Alemanha. Na nossa região, Braga e Viana do Castelo deverão ser palco dos protestos.

72688_433505606729958_1700737975_n

Em Portugal, o anúncio foi feito em conferência de imprensa promovida pelo movimento “Que se Lixe a Troika!”, após um encontro de dirigentes não partidários e sindicais em Lisboa. Marco Marques, porta-voz do referido movimento, deu a conhecer a iniciativa como um protesto na rua contra “o ataque financeiro” que levou “ao desprezo pelas pessoas”, tornando os “cidadãos escravos da dívida e da austeridade”.

Refira-se que é a primeira vez que uma manifestação desta envergadura é organizada simultaneamente à escala europeia.

64159_433506140063238_1023491684_n

SANTUÁRIO DE FÁTIMA RECEBE AMANHÃ PEREGRINAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS

A Federação do Folclore Português leva amanhã a efeito a XI Peregrinação Nacional a Fátima. Milhares de peregrinos, integrando mais de uma centena de grupos folclóricos em representação das mais variadas regiões do país, vão afluir ao Santuário de Fátima, emprestando ao local o colorido dos seus trajes tradicionais domingueiros.

431775_493874857329016_79406947_n

À semelhança de anos anteriores, a peregrinação deverá ter início às 9h30, com o desfile dos grupos a partir do Parque 7 até ao Recinto de Oração, a recitação do rosário, às 10h na Capelinha e, às 11, após a procissão para o altar, terá lugar a celebração da eucaristia, no Recinto de Oração do Santuário de Fátima.

ESPOSENDE CONVIDA A VIAJAR DO RENASCIMENTO AO BARROCO ATRAVÉS DA MÚSICA

MusiCórdia MMXIII: temporada de música em Esposende, de Janeiro a Julho, num total de nove concertos que percorrem a história da música erudita.

Uma Viagem do Renascimento ao Barroco é o tema do concerto que se realiza amanhã na Igreja da Misericórdia, em Esposende. Trata-se de uma iniciativa que pretende aproximar a cultura à comunidade e dinamizar a cidade e a região.

Tendo como palco a histórica Igreja da Misericórdia, a primeira edição da MusiCórdia apresenta um ciclo de nove concertos ecléticos. A temporada culmina em Julhos com o 434.º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Esposende (SCME), entidade organizadora, em parceria com a Escola de Música de Esposende (EME). Todos os concertos vão ter entrada gratuita, pois um dos grandes objetivos da temporada é contribuir para a democratização do acesso à cultura. O público é, apenas, convidado a deixar a contribuição que achar que a performance assistida merece.

A temporada de música ambiciona impulsionar o desenvolvimento cultural de Esposende e da região envolvente. Para tal conta com colaboração de um leque variado de músicos e formações, a maior parte de reconhecido valor artístico no panorama nacional.

Outro grande objetivo do evento é aproximar a comunidade das atividades da SCME, que ao longo dos anos se tem afirmado no concelho e na região pela qualidade dos seus serviços. Através de uma maior interação com o público, a instituição visa uma maior visibilidade aos diversos projetos da instituição, de âmbito social, educativo e de saúde.

EMPRESAS DO VALE DO AVE APOSTAM NA COMPETITIVIDADE

Projecto QI PME NORTE / ADRAVE. 35 PME's do Vale do Ave aumentam a competitividade.

No passado dia 23 de Abril, foi dado início, na sede da ADRAVE ao projeto QI PME NORTE / ADRAVE - Qualidade e Inovação, 4ª Edição com a realização do Seminário de Imersão e Diagnóstico, com um grupo de 35 empresas.

Foto1

Esta iniciativa que contou com a presença do Dr. Paulo Cunha, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, teve como objetivo dar a conhecer a metodologia de intervenção do projeto, promover uma reflexão acerca das competências das PME’s no Séc. XXI, assim como garantir a apropriação dos Instrumentos de Benchmarking e de Balanço de Competências Organizacional, e demonstrar a importância dos Planos de Ação enquanto ferramenta de planeamento e gestão estratégica nas empresas.

A iniciativa insere-se no QI PME NORTE/ADRAVE, programa desenvolvido ao abrigo do POPH - Programa Operacional do Potencial Humano, em parceria com a Associação Industrial do Minho, na qualidade de Organismo Intermédio, que visa intervir na melhoria dos processos de gestão, no reforço das competências dos seus dirigentes e trabalhadores, através da execução de ações tendentes à optimização de metodologias e processos de modernização e inovação.

O QI-PME Norte é um programa de formação-ação que vai contribuir para o desenvolvimento de competências pessoais, profissionais e organizacionais, utilizando metodologias adaptadas à dimensão e realidade das empresas que participam no Programa.

As empresas participantes, provenientes de diversos setores de atividade são as seguintes:

A Fornecedora do Outeiro Lda; Alto Rendimento - Comércio de Artigos em 2ª mão, Unipessoal Lda; Amertrade - Texteis Lda; Amishoes - Calçados Lda; André Castro - Sociedade Unipessoal Lda; Biotempo - Consultoria em Biotecnologia lda; BordaInveste - Fábrica de Bordados Lda; Cadeinor - Mobiliário de Escritório Integrado Lda; Caminhar Confort Shoes; Confecções Chouselas Lda; Crazyhours Unipessoal Lda; Doctolar Lda; Drogaria Feliz Lda; Earboxwear SA; Fafeaccess - Máquinas e Acessórios Lda; Famasete - Tecnologia da Informação Lda; Fluidraulica - Equipamentos Hidraulicos Lda; Foco Criativo Unipessoal Lda; Frescos do Dia, Supermercado Unipessoal Lda; Geojustiça - Soluções Geográficas de Apoio à Justiça Lda; Graminho - Granitos do Minho SA; Jaime Oculista Unipessoal lda; Joarca Armazém de Tecidos Lda; José Gomes Unipessoal Lda; Linhas Soltas - Oficinas de Projetos Lda; MINHOMÉDICA - Equipamento Médico e Hospitalar Lda; Netgócio-Soluções Internet para Empresas Lda; Norblend-comercio Cafés Lda; Rosa Maria Costa & Filhos Lda; Sentido Directo, Serviços de Psicologia Unipessoal Lda; SEPSEG - Soluções de Segurança Unip Lda; STC -STACAB Serviços para Indústrias e Acabamentos; Sulnor - Indústria de Metalomecânica Lda; Texto Virtual Lda; Wiremaze - Sistemas de Informação SA.

Foto2

FESTA DAS CRUZES COMEÇA DOMINGO EM BARCELOS

Festa das Cruzes arranca domingo, dia 28, com vasto programa que se prolonga até 5 de maio. Temática dos Caminhos de Santiago abre programa da edição de 2013 da primeira grande romaria do Minho

A primeira grande romaria do Minho arranca já no próximo domingo, dia 28, em Barcelos, com a Festa das Cruz 2013. O programa deste ano volta a abrir com o tema dos Caminhos de Santiago, no dia 28, reconhecendo a importância do Caminho Central Português, que atravessa o concelho de Barcelos, no amplo movimento de peregrinação jacobeia.

225132_105557276199957_1203004_n

Estão previstas diversas iniciativas, como uma caminhada entre o Albergue Municipal de Peregrinos, em Tamel S. Pedro Fins e Barcelos, às 9h00, seguindo, pelas 12h00, a Eucaristia e Bênção dos Peregrinos no Templo do Senhor da Cruz. Ainda no âmbito da temática jacobeia, o programa prevê para o dia 28 uma conferência (às 16h00), a apresentação do livro “Uma Visão do Caminho Português de Santiago”, ambas no Auditório da Câmara Municipal, a inauguração da sede da Associação de Espaço Jacobeus (na Avenida da Liberdade, às 18h30). À noite, pelas 21h30, depois do espetáculo “Bardos Peregrinos”, realiza-se a Queimada Jacobeia, às 23h00, no Largo do Apoio.

Até ao dia 5 de maio, a religiosidade, a cultura, a etnografia, mas também a animação e a diversão tomam conta da cidade, mobilizando todo o concelho que, através das suas freguesias, associações e paróquias participam ativamente no programa da Festa.

A Procissão da Invenção da Santa Cruz, que tem o seu ponto alto a 3 de maio, feriado municipal, é o dia consagrado ao Senhor do Bom Jesus da Cruz.

Os dias da Festa começam sempre com arruadas de Zés P’reiras, seguindo-se espetáculos de música variada, com ênfase nos ranchos folclóricos do concelho, fogo-de-artifício, espetáculos musicais e muita animação.

Paralelamente ao programa principal, decorre um vasto programa desportivo que envolve várias associações e modalidades, e um programa de exposições, onde se destacam os tapetes de pétalas no Templo do Senhor da Cruz e a exposição de Júlio Pomar na Galeria Municipal.

São oito dias de Festa, cheios de tradição e com todos os argumentos para trazer à cidade de Barcelos milhares de pessoas para uma das maiores romarias do Minho.

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE SEMINÁRIO “EMPREENDER NO FEMININO”

Este seminário tem objetivo apoiar o empreendedorismo das mulheres, proporcionando a oportunidade de participação em sessões de promoção, sensibilização e informação de carácter empresarial, que lhes permita constituir ou consolidar informações para projetos de empreendedorismo, de constituição ou consolidação de empresas e desenvolver as suas capacidades de participação em processos de decisão.

Seminário "Empreender no Feminino"

Próximo dia 30 de Abril pelas 14h30

Auditório da In. cubo, Arcos de Valdevez.

Programa

14h15 - Receção dos participantes

14h30 - Sessão de Abertura

14h45 - A Motivação para empreender

16h00 - Testemunhos de sucesso de empreendedorismo feminino

17h30 - Encerramento

Moderadora do evento: Alexandra Camacho.

PONTE DE LIMA DINAMIZA TURISMO E ECONOMIA DA REGIÃO

Ponte de Lima ConVida. 15 de Maio | 11 horas | Paço do Marquês

A Vila de Ponte de Lima prepara-se para a promoção de mais um conjunto de eventos, a decorrer de maio a setembro. Incentivar a atividade turística e dinamizar a atividade económica da região são os objetivos do Ponte de Lima ConVida.

amândio_de_sousa_vieira_1

O Município de Ponte de Lima e a Associação Concelhia das Feiras Novas promovem a apresentação pública do projeto no dia 15 de maio, às 11 horas, no Paço do Marquês.

“Ponte de Lima ConVida 2013” apresenta os seguintes eventos:

Concurso de Saltos Internacional | 17 a 19 de Maio

Referência no panorama nacional e internacional, Ponte de Lima recebe o CSI, evento equestre de características únicas.

Festival Internacional de Jardins | 31 Maio a 31 de Outubro

Distinguido como o Festival do Ano de 2013 no âmbito do Prémio Garden Tourism Awards, integrado no evento internacional “2013 North American Garden Tourism Conference”. Este evento consiste na exposição ao público de maio a outubro de 12 jardins efémeros. Atrai anualmente dezenas de milhar de visitantes a Ponte de Lima, tendo como missão conciliar a arte ao espaço urbano, ao espaço rural e ao património e sensibilizar para o valor criativo, ambiental e paisagístico dos espaços verdes em contexto urbano.

Vaca das Cordas | 31 de Maio

Considerada como uma das maiores atrações a Ponte de Lima, a corrida da Vaca das Cordas invade o centro histórico onde a tradição, anterior a 1646, obriga o touro a dar três voltas à Matriz, sendo posteriormente encaminhada para o Largo de Camões e Areal junto ao rio. Milhares de forasteiros afluem à Vila para assistir à secular tradição.

Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais| 14 a 16 de Junho

Numa organização conjunta entre o Município, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, este evento é considerado como um marco incontestável para a economia local e regional.

VII Feira do Cavalo | 27 a 30 de Junho

É já uma referência equestre pelo nível de qualidade, do rigor das provas e dos concursos que apresenta. A Feira do Cavalo de Ponte de Lima - edição 2013 traz-nos a Taça de Portugal de Ensino, Campeonato Nacional de Equitação de Trabalho, Taça Ibérica Dressage, Curso de Modelo e Andamentos Puro Sangue Lusitano, Campeonato Nacional de Horseball, Taça do Norte de Atrelagem e Olimpíadas de Equitação Adaptada. Um programa completo.

Festival Percursos da Música | 05 a 14 de Julho

Concertos únicos, com diversos estilos musicais, desde a percursão, piano, orquestra, ópera e guitarra clássica, integram o Festival Percursos da Música, promovido em parceria entre o Município de Ponte de Lima e a Academia de Música de Ponte de Lima. A grande aposta no ensino da música revela-se também na organização deste evento, expressando o conjunto de ofertas educativas que estão ao dispor da nossa juventude.

IV Feira de Caça, Pesca e Lazer | 19 a 21 de Julho

O evento visa divulgar todos os ramos, serviços e atividades ligadas ao sector da caça, da pesca e lazer, colmatando uma lacuna importante, numa região cheia de tradições e potencial turístico. O Programa deste ano contempla um vasto conjunto de atividades nomeadamente, o III Concurso Canino de Beleza, Final do Campeonato Nacional de St. Huberto e a Admissão dos Exemplares da Exposição Especializada do Cão Castro Laboreiro.

Feira do Livro | 26 de Julho a 4 de Agosto

A Feira do Livro de Ponte de Lima é um evento que se realiza há vários anos e tem vindo a alargar a sua abrangência incluindo cada vez mais no seu cartaz um leque de apresentações artísticas que complementam o programa cultural, como workshops, concertos e apresentações de livros.

Festival Internacional de Folclore | 01 de Agosto

Espetáculo de ritmo, cor e alegria, genuína amostra da cultura, costumes e tradições de outros povos.

Uma extraordinária viagem por vários continentes, que enche o Largo de Camões de cor, alegria, arte e entusiasmo.

Festival Expolima | 09 a 11 de Agosto

O Festival Expolima pretende assumir-se como uma alternativa cultural aos grandes eventos musicais da atualidade, sendo um local estratégico de passagem das tournées de grandes artistas. Dois grandes concertos vão dar brilho a um Festival diferente, familiar, convidativo, expoente do gosto pela música e pelas canções.

Feira dos Petiscos e do Artesanato| 09 a 11 de Agosto

Evento promovido em parceria com os Grupos de Folclore do concelho de Ponte de Lima, apresenta-se como uma iniciativa original, onde se podem provar uma diversificada variedade de pratos e iguarias tradicionais, acompanhadas pelo som sempre inebriante da concertina e das voltas do vira minhoto. O Artesanato em parceira esta Feira mostrando um conjunto diverso de atividades qual delas a mais rica, qual delas a mais ancestral.

Feiras Novas “A Romaria de Noite e de Dia” | 04 a 09 de Setembro

As Feiras Novas são já uma marca, uma referência nacional, atraindo milhares de estúrdios e visitantes oriundos dos mais diversos lugares. É o povo com a sua alegria e espontaneidade, a sua forma de fazer e estar na festa, as rusgas e os cantares ao desafio, o folclore em qualquer canto da vila que transforma as Feiras Novas num momento único e na romaria que é considerada o “maior congresso ao vivo da cultura popular em Portugal”. A festa de todos e para todos, de todas a gerações.

Foto: Amândio Sousa Vieira

ARCOS DE VALDEVEZ CELEBRA O 25 DE ABRIL

Arcos de Valdevez não deixou passar em branco o “Dia da Liberdade”

Tal como tem acontecido ao longo de todos estes anos, a Vila de Arcos de Valdevez comemorou mais uma vez o 25 de Abril, o “Dia da Liberdade”.

25_abril_2013_2

As comemorações tiveram início com a Alvorada com salva de morteiros pelas 9h00 da manhã e prosseguiram com a Cerimónia Oficial na Praça Municipal onde se reuniram o presidente da Câmara Municipal, Francisco de Araújo, os vereadores e Chefes de Divisão do município, membros da Assembleia Municipal e os Presidentes da Junta de Freguesia, bem como vários populares que acudiram ao local para também testemunharem o hastear das bandeiras com guarda de honra efetuada pelos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, o Corpo Nacional de Escutas e a Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez, neste dia de tanto simbolismo para a Nação Portuguesa.

25_abril_2013

25_abril_2013_6

BARCELOS INAUGURA OBRAS EM CRISTELO

Presidente da Câmara inaugura arranjo urbanístico do terreiro de Nossa Senhora do Rosário em Cristelo. Domingo, dia 28 de abril, às 17h00

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, inaugura domingo, dia 28 de abril, pelas 17h00, o arranjo urbanístico do terreiro de Nossa Senhora do Rosário, em Cristelo, localizado junto à igreja paroquial e que contou com o apoio da Câmara Municipal.

CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DE LIMA REFORÇA APOIO À HABITAÇÃO SOCIAL

A Câmara Municipal de Ponte de Lima consciente das dificuldades de alguns agregados familiares, aprovou na reunião realizada a 15 de abril apoiar mais quatro projetos Ponte Amiga, no sentido de garantir a melhoria da qualidade de vida dos Munícipes mais desfavorecidos.

vila 2003 ctr 2

No total foi aprovada uma verba no valor de 19.587€ a distribuir por quatro projetos apoiados pelo Ponte Amiga, nomeadamente na freguesia de Freixo, tendo como entidade intermediária a “Casa do Povo de Freixo”; na freguesia de Vitorino dos Piães, sendo a “Casa do Povo de Vitorino dos Piães” a entidade intermediária e na freguesia de Anais com o “Centro Social e Paroquial de Fornelos”, a mediar o desenvolvimento da obra.

O Executivo Municipal no seguimento de uma politica social de grande proximidade, aprovou também oito projetos de apoio a habitação social, dos quais sete são a propor realojamento no Bairro da Poça Grande, em Arcozelo.

No âmbito do Casa Amiga, o executivo aprovou ainda a atribuição do primeiro projeto, de um conjunto de nove que serão atribuídos durante este ano, instalado no lugar de Picarouba, em Fornelos na antiga escola primária, recuperada e reconvertida num fogo de tipologia T3.

A Câmara Municipal deliberou ainda por unanimidade aprovar a lista definitiva dos candidatos à Bolsa de Estudo para o Ensino Superior ano letivo 2012/2013.

O executivo considera que ao conceder este apoio está a contribuir de forma sustentada para a dinamização do processo de intervenção com vista ao desenvolvimento local e neste contexto promove um conjunto de medidas de âmbito social com o intuito de melhorar o nível de vida da sua população.

De acordo com o regulamento da Bolsa de Estudo ao Ensino Superior, esta destina-se a estudantes oriundos de famílias economicamente carenciadas no sentido de os ajudar a ultrapassar as dificuldades socioeconómicas que dificultam o acesso destes cidadãos ao ensino superior, bem como, contribuir positivamente para o desenvolvimento cultural e educacional do concelho.

BARCELOS APRESENTA OBRAS DE JÚLIO POMAR

Exposição de Júlio Pomar abre amanhã, dia 27, pelas 18h00, na Galeria Municipal de Arte. Obras poderão podem ser vistas todos dos dias até 21 de julho

É já amanhã, sábado, 27 de abril, pelas 18h00, que abre na Galeria Municipal de Arte, a exposição ‘A Razão das Coisas’, de Júlio Pomar, Gérard Castello-Lopes e José M. Rodrigues. Esta exposição reúne um conjunto esculturas e “assemblages” de Júlio Pomar e fotografias dessas obras, da autoria de Gérard Castello-Lopes e José M. Rodrigues.

A exposição é organizada pela Câmara Municipal de Barcelos e pela Fundação de Serralves, sendo comissariada por Luísa Costa Dias. Estará patente até 21 de julho, todos os dias, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.
Sobre estas fotografias disse Júlio Pomar: “(…) A convocação que fiz ao olhar dos fotógrafos sobre as minhas esculturas era a de que imaginassem ouvir a voz de cada peça a dizer-lhes: Faz de mim o que quiseres!”

Gérard Castello-Lopes diz que “as ‘assemblages’ de Júlio Pomar… não são obras programadas, mas sim realizadas ou adoptadas quase que involuntariamente com a ajuda do tempo, que da obra se alheia e simultaneamente a vai fazendo através da descoberta (ou proposição) de um encontro de afinidades ou complementaridades.”

E José M. Rodrigues refere: “Comecei por reparar que as peças do Júlio pareciam ter sido feitas como fotografias, pela ‘assemblage’, pela união dos elementos. A minha maneira de trabalhar tem a ver com o acumular de sensações, ou com conjuntos de fotografias que vou fazendo e, como disse Saramago, ‘nisto, encontro aquilo’. Tem muito a ver com o ponto de partida do Júlio com as suas peças, e é por aí que eu próprio vou traçando caminhos”.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA SALÃO INOVAÇÃO RURAL DO ALTO MINHO

10,11 e 12 de Maio de 2013

O Salão de Inovação Rural, a decorrer nos dias 10,11 e 12 de Maio de 2013, integra o projeto Minho Empreende e tem como objetivo sensibilizar a comunidade do Minho, em geral, e o seu tecido produtivo, em particular, para a relevância da inovação.

Este evento, subordinado ao lema “Inspirar para Inovar”, pretende constituir-se como uma mostra regional de inovação, dando notoriedade e destaque a um conjunto de iniciativas inovadoras desenvolvidas na região do Minho de natureza académica, empresarial ou mesmo individual.

Para além disso, destina-se também à promoção a aproximação de segmentos da população (nomeadamente jovens e desempregados) aos temas relacionados com o empreendedorismo, a inovação e a criatividade.

Adotando um formato de Salão, esta iniciativa visa funcionar de forma muito interativa e experiencial, desenvolvendo-se ao longo de três dias.

Feira / Mostra: “Terras do Vez – Sabores e Tradições”

Promover produtos, atividades e serviços ligados ao mundo rural de Arcos de Valdevez é o principal objetivo desta iniciativa que decorrerá no Centro de Exposições de Arcos de Valdevez.

A Feira Mostra surge na sequência de um rigoroso trabalho de promoção e valorização de um cabaz de produtos oriundos de Arcos de Valdevez que teve a sua face mais visível na criação da marca territorial “Terras do Vez – Sabores e Tradições”, de onde constam os quatro dos mais mediáticos produtos de Arcos de Valdevez, a Broa de Milho, a Laranja de Ermelo, o Feijão Tarrestre e a Carne Cachena da Peneda, incluídos no catálogo da Slow Food Foundation.

Em conjunto, todos estes produtos, reúnem cuidadosamente as potencialidades, as riquezas e as especificidades do nosso mundo rural, permitindo construir uma oferta integrada e completa para o visitante que busca um contacto mais íntimo com um território de excelência.

Festival Gastronómico

Inserido nesta iniciativa, existirá no Parque de Exposições um espaço próprio destinado à gastronomia local, onde restaurantes de Arcos de Valdevez, servirão pratos gastronómicos, confecionados com base nos produtos locais. Pretende-se com esta ação valorizar os pratos mais característicos de Arcos de Valdevez, com especial destaque para a Carne de Cachena, o Feijão Tarrestre, a broa de milho, os vinhos verdes dos produtores locais e todos os restantes produtos

Programa

Sexta-feira: 10 de Maio

15h00 Workshop “Inspirar para Inovar: empreendedorismo, inovação e criatividade”

Casos de Sucesso de Empreendedorismo:

Instrumento de Apoio ao Empreendedorismo - Ana Rosas, IAPMEI

18h00 Sessão de Abertura do Salão de Inovação Rural, Centro de Exposições

20h00 Animação: Festival Folclórico: “Rancho Folclórico e Etnográfico das Associação Recreativa e Cultural de S. João de Rio Frio”, “Rancho Folclórico de S. Paio”

24h00 Encerramento do Salão de Inovação Rural

Sábado: 11 de Maio

9h00 Workshop “Team Building no Parque Transfronteiriço Gerês/Xurés”, Porta do Mezio

11h00 Abertura do Salão de Inovação Rural, Centro de Exposições

15h00 Apresentação de Ideias de Negócio do Concurso Transfronteiriço Gerês/Xurés

16h00 Animação: Música tradicional, Centro de Exposições

22h00 Animação: Rusgas Populares, Centro de Exposições

24h00 Encerramento do Salão de Inovação Rural

Domingo: 12 de Maio

11h00 Abertura do Salão de Inovação Rural, Centro de Exposições

14h00 Animação: “Programa TVI - Somos Portugal”

15h00 Desfile de Carros de Bois pelas ruas da Vila de Arcos de Valdevez

20h00 Encerramento do Salão de Inovação Rural

PONTE DE LIMA PROMOVE ATELIÊS COM ARTE

Ciclo de Ateliês com Arte. As Melhores Fotografias | 4 de maio

As Melhores Fotografias é o tema da próxima sessão do Ciclo de Ateliês com Arte, a realizar no Centro de Interpretação Ambiental da Área Protegida, a 4 de maio, entre as 10h e as 12h30 e das 14h às 17h30.

MelhoresFotografias

A sessão coordenada por Tiago Mota Garcia, fotografo profissional e com um vasto currículo em concursos e exposições, visa mostrar aos participantes as principais técnicas de aprendizagem fotográfica, todas as variáveis das câmaras fotográficas, desde a medição de luz, enquadramento e composição, métodos de aproximação, invisibilidade do fotografo, toda a “linguagem” de fotografar ruas, pondo em prática os conceitos e técnicas abordadas.

Inscrições ou mais informações podem ser obtidas através do portal municipal em www.cm-pontedelima.pt ou pelos contactos: terra@cm-pontedelima.pt /258 900401.

REVISTA “UP MAGAZINE” DA TAP PORTUGAL, PROMOVE ARCOS HOUSE – OFERTA TURÍSTICA ARCUENSE

image001

O empreendimento Arcos House, um aglomerado de casas recuperadas ligadas ao conceito de turismo em espaço rural, sedeado na aldeia de Carralcova, a cerca de 15Km da Vila dos Arcos de Valdevez, veio referenciado na última edição da UP Magazine - uma revista da Tap Portugal que foca o que de melhor se faz em Portugal e é vocacionada para as viagens e para os viajantes, desvendando paisagens, histórias, lugares e segredos, não só de Portugal como de outros lugares e destinos em todo o mundo.

O complexo Arcos House é composto por 7 casas totalmente recuperadas (Casa Adega, Casado Penedo, Casa dos troncos, Casa da Nascente, Casinha de Oucias, Casa do Forno, e Casa do Loureiro), sendo que outras 4 estão em processo de recuperação. São todas de estilo rústico, tentando manter a sua traça inicial, mas com todas as comodidades e conforto de uma casa moderna, sendo o único objetivo proporcionar um alojamento verdadeiramente inesquecível e único a quem visita o aglomerado.

Distinguida internacionalmente como a melhor revista de bordo pela Marie Claire espanhola e pela RES Travel Magazine escandinava, a UP foi ainda premiada pelo site norte-americano UCity Guides, sendo por isso motivo de orgulho para todos os arcuenses poderem ver referenciada numa das suas edições uma das várias ofertas turísticas de qualidade existentes no concelho.

http://upmagazine-tap.com/#hoteis-em-aldeias-recuperadas

FEIRA MEDIEVAL DE CAMINHA DECORRE DE 19 A 28 DE JULHO

As inscrições para a Feira Medieval terminam a 24 de maio

A Feira Medieval de Caminha decorre de 19 a 28 de julho com o tema "Mitos e Ritos - Lendas, Crendices e Superstições". As inscrições para os artesãos, mercadores e taberneiros já estão abertas.

DSC_0291

“Este é uma das grandes apostas do Município porque é um evento que valoriza o património da vila de Caminha e estimula a economia local, trazendo milhares de pessoas ao concelho”, revela Paulo Pereira. “A Feira Medieval de Caminha faz parte do ‘Caminha Agita 2013’, um programa de 40 eventos para 30 semanas que apresentamos com o intuito de dinamizar o setor do turismo”, acrescenta o vereador com os pelouros da Cultura e do Turismo.

A Feira Medieval recria o mercado que se realizava precisamente no centro histórico de Caminha. Mais concretamente no ano de 1291, Caminha assistiu à criação da feira com o objetivo de fomentar a prosperidade económica, social e cultural do concelho. Pretendia-se complementar as fragilidades do mercado interno e incrementar as reuniões sociais, estimulando o convívio entre os produtores, mercadores e compradores.

Para além da habitual presença dos negociantes de produtos alimentares, vestuário e gado, as feiras contavam também com a participação de outros almocreves, regatões e negociantes de relíquias e remédios, mezinhas e poções procuradas para as mais variadas maleitas. O espaço da feira tornava-se um espaço de reunião e convívio, onde fervilhavam as manifestações coletivas.

A Feira Medieval de Caminha recria esta época e marca também um dos maiores momentos de convívio coletivo no concelho, juntando milhares de pessoas à volta deste evento.

Os participantes podem consultar as normas de participação no site do Município em www.cm-caminha.pt e podem enviar o formulário de inscrição. O período de inscrições termina a 24 de maio. Em caso de dúvidas, os interessados podem consultar os Serviços Culturais da Câmara através do endereço de email feiramedieval@cm-caminha.pt ou pelo número de telefone +351 258 710 300.

CAMINHA HOMENAGEIA ELEITOS LOCAIS

Comemorações do 25 de abril foram dedicadas ao poder local

Nas comemorações da revolução dos cravos, a Câmara Municipal de Caminha homenageou o poder local, mais concretamente todos os presidentes de junta, presidentes da assembleia e presidentes da câmara municipal do período pós 25 de abril.

25 abril Caminha (3)

Foi inaugurada uma galeria na sala onde se realizam as assembleias municipais, no edifício Paços do Concelho, com a fotografia de todos os presidentes de câmara e de assembleia municipal da Câmara de Caminha. Foram ainda eternizados os nomes de todos os presidentes da junta numa placa honorífica.

Para além disso, Júlia Paula Costa entregou uma medalha a todos os eleitos locais, durante a cerimónia de celebração do 25 de abril, para realçar todos os “que empreenderam o seu tempo e a sua força de trabalho para melhorar o concelho”.

Desde segunda-feira que a Câmara Municipal está a celebrar a Semana do Poder Local. A primeira iniciativa foi uma mesa redonda com os quatro presidentes da Câmara de Caminha desde 1974 e a Semana termina amanhã, sábado, com um concerto de homenagem a Zeca Afonso e a Adriano Correia de Oliveira, no Pavilhão Municipal de Caminha, às 21h30.

No âmbito das comemorações, Júlia Paula Costa usou da palavra e, uma vez que esta foi a última cerimónia presidida pela autarca enquanto Presidente de Câmara, aproveitou para agradecer a colaboração de todos.

25 abril Caminha (2)

Os agradecimentos foram endereçados aos presidentes de junta, ao órgão deliberativo da assembleia municipal na pessoa do seu Presidente, Francisco Sampaio, ao órgão executivo da câmara municipal, nas pessoas dos vereadores Jorge Miranda, Teresa Guerreiro e António Vasconcelos, e de uma forma particular aos vereadores Liliana Silva, Paulo Pereira, Mário Patrício e Flamiano Martins, “não só pela aprovação dos documentos de gestão essenciais mas também por todo o trabalho de parceria e dedicação na concretização dos diversos projetos.” Júlia Paula Costa enalteceu igualmente o trabalho desempenhado pelos funcionários municipais.

A presidente da Câmara de Caminha destacou com relevo o poder local e exemplificou: “foi o poder local que muniu o concelho de Caminha de equipamentos e infraestruturas fundamentais para o seu desenvolvimento; que construiu equipamentos desportivos como pavilhões, polidesportivos, campos relvados, piscinas e ecovias; que criou equipamentos de ensino como centros escolares, jardins de infância, bibliotecas e ludotecas.” “Foi o poder local que nos últimos anos requalificou o património do concelho, como o nosso centro histórico, e que valorizou os centros das vilas; criou melhores acessibilidades às freguesias, inclusive às do interior, como as estradas das Argas, de Azevedo-Riba de Âncora ou de Marinhas; e foi ainda o poder local que levou o saneamento e a água às freguesias do concelho, fazendo um aproveitamento exímio dos fundos comunitários”, acrescentou.

Mas o desafio de agora é outro e Júlia Paula Costa referir que o poder local tem sabido adaptar-se, nomeadamente ao “lançar medidas para apoiar as empresas, para atrair investidores, para gerar emprego, para estreitar relações entre o tecido empresarial e a comunidade académica e para promover a internacionalização as nossas empresas.” O desemprego é um flagelo que afeta o país inteiro e a presidente de Câmara lembrou que “o poder local tem acumulado funções de apoio à família, à educação e ao empreendedorismo” e está atento aos problemas da população.

As cerimónias de comemoração da revolução de 25 de abril contaram com a participação prodigiosa da Banda de Musica de Lanhelas e do Corpo Ativo dos Bombeiros Voluntários de Caminha.

Em Vila Praia de Âncora, também foi içada a Bandeira Nacional e assinalado o 25 de abril. As comemorações decorreram na Praça da República. Manuel Marques, presidente da junta de Vila Praia de Âncora, na sua intervenção deu ênfase ao papel do poder local que tem sabido estar ao lado das populações, quer fazendo obra e criando qualidade de vida, quer ouvindo, aconselhando, ajudando “como presidente de junta, como amigo e como psicólogo”, e com disponibilidade total.

25 abril VPA

25 abril Caminha (1)

ESPOSENDE RECEBE ENCONTRO LUSO-GALAICO DE BTT

BTT_2013

Esposende recebe, nos próximos dias 27 e 28, o 11º Encontro Luso Galaico em BTT.

Proporcionar ao participante uma comunhão entre a prática desportiva e a natureza, colocando em relevo as potencialidades naturais do concelho de Esposende, sem descurar a sempre presente componente competitiva, é para nós um objetivo. Assim, o programa do 11º Encontro Luso-galaico de BTT integra as seguintes atividades:

Programa

Dia 27

Passeio Júnior – 15H00 - Avª Eng.º. Arantes e Oliveira

Extreme - 7h00 e 7h30 - Avª Eng.º. Arantes e Oliveira

Dia 28

Meia Maratona – 10h00 - Avª Eng.º. Arantes e Oliveira

Maratona - 10H00 - Avª Eng.º. Arantes e Oliveira

Extreme – 8h00 – Arcos de Valdevez

Para inscrições e mais informações vistar o sitio: www.cm-esposende.pt/lusogalaico.

EM 1821, MERCADORES DE PONTE DE LIMA RECLAMAM JUNTO DOS VENDEDORES AMBULANTES JUNTO DAS CORTES GERAES E EXTRAORDINÁRIAS DA NAÇÃO PORTUGUEZA

Na sessão de 26 de abril de 1821, foi pelo Secretário das Cortes Geraes e Extraordinárias da Nação Portugueza lido um requerimento dos mercadores de loja aberta de Ponte de Lima que se insurgiam contra os vendedores ambulantes. O referido requerimento já havia sido apresentado na sessão de 24 de abril, tendo a sua aprovação sido adiada. Transcreve-se a parte do debate mais diretamente respeitante ao referido requerimento, respeitando-se a grafia da época.

O senhor Secretario Barroso, leo por segunda vez o Parecer da Commissão do Commercio sobre o Requerimento dos Mercadores de Ponte de Lima, e disse:

O senhor Peixoto - Já sustentei esse Parecer quando se apresentou; e ainda agora sustentarei a minha opinião. Os Vendilhões e Tendeiros volantes, alem de perigosos para a segurança publica como já ponderei, por ser huma escola em que muitos salteadores se tem formado, não tendo domicilio e estabelecimento certo, não contribuem em cousa alguma para os cargos da Nação, ao mesmo tempo que privão aos Commerciantes estaveis dos justos lucros com que convem que entretenhão e melhorem o seu Commercio, e satisfação aos deveres de Cidadãos uteis. Aquelles Vendilhões só servem para conduzirem hum luxo frivolo ás aldeias mais reconditas, aonde com as suas continuas incursões tem introduzido fazendas estrangeiras, que nada durão, efeito abandonar as fabricadas no proprio paiz, que erão a todo o respeito muito melhores para o uso do campo. Os Fabricantes de Manchester e Liverpool não podem certamente ter melhores Agentes, e Commissarios: sem elles teriamos certamente poupado a maioria da grande somma de milhões de cruzados que a Grão-Bretanha, principalmente desde o infeliz Tratado de 1810, nos tem levado a troco de quatro trapos de algodão que nada valem. Já a previdente Pragmatica de 24 de Mayo de 1749 acautelou, tão manifesto abuso quando no Cap. 18 declarou o Legislador: que por ser informado da occasião que dá para gastos escusados, do grande prejuiso que causa aos que vendem nas lojas, e de outros graves damnos a que contribue certa especie de gente que anda pelas casas vendendo em caixas, e trouxas: e destas causas deduzio a prohibição dessas vendas feitas pelas Cidades, Villas e Lugares, de fazendas que sirvão para vestido enfeite movel e quincalherias. O Alvará de 21 de Abril de 1751 ampliando ainda mais a providencia do dito Cap. 18, dizendo: que extendia a sua geral prohibição ás lojas volantes que se costumão armar nas ruas e lugares publicos á similhança de Feira, com grave prejuiso do Commercio, e dos Mercadores que devem sustenta-lo: exceptua sómente os homens chamados de pan-no de linho Vassallos nuturaes destes Reynos, e as Collarejas; com tanto porem que não possão vender mais do que pannos brancos, botões, linhas e outras miudezas, com tanto que tudo seja da fabrica do Reyno, e dos seus Dominios. O Alvará do 19 de Novembro de 1757 suscitou a observancia destas Leys, particularmente contra os Contrabandistas, a quem trata por abjecção de todas as Nações. São diversos os Editaes posteriores ao mesmo fim; de sorte que em geral não se precisa de Providencias novas: eu porem desejara que ellas se ampliassem, para que aquelles mesmos Mercadores, que tem suas casas estabelecidas, costumão hir ás Feiras a differentes Terras com suas lojas, não possão nas Terras, e Mercados de rua, ou semana vender fazendas algumas que não sejão fabricadas nestes Reynos. O Parecer da Commissão, em vez de attender ás supplicas dos Requerentes hia reduzi-los a peor estado, porque continha huma Revogação implicita das Leys que lhes erão favoraveis; e por isso de nenhuma sorte deveria passar.

O senhor Borges Carneiro. - A respeito de Lisboa devem conservar-se todas as Leys do ministerio do Marquez de Pombal, que prohibem as trouxas e caixas volantes, pois que isto he prejudicial ao Commercio, e áquellas Classes a quem se devem todos os beneficios que delle resultão. Por consequencia, quando passe este artigo a respeito das Provincias do Reyno, prohibão-se as trouxas e caixas volantes.

O senhor (Não vinha o nome) Não sei se sobre os requerimentos dos Negociantes de Lisboa houve já alguma decisão.

O senhor Luiz Monteiro. - Não houve decisão: parece-me que se mandou buscar á Regencia huma Consulta, e que ainda não veio. O Parecer da Commissão he unicamente relativo ás tendas, que se estabelecem nas feiras francas.

O senhor Peixoto. - Eu para certificar-me li o requerimento sobre que recahio o Parecer da Commissão, e vi que os Mercadores de Ponte de Lima, requerem contra os tendeiros de lojas volantes; e eu ainda a respeito daquelles que tem estabelecimento queria, como disse, que se observasse a providencia do Alvará de 1751, que só lhes admitte fazendas Nacionaes.

O senhor Alves do Rio. - Eu não posso admittir restricção alguma de Commercio: seria huma vergonha na Europa, se nós tratássemos de prohibir o Commercio interno. Sabemos o que diz a pragmatica de D. João V., mas não tratamos de Leys instituidas, tratamos de Leys que se devem instituir: a liberdade do Commercio interno he da maior necessidade possivel. Quanto á distincção das fazendas estrangeiras, eu estimaria muito que se adoptasse ame-

dida proposta, mas sempre perguntaria se se podem embaraçar, depois do Tratado de 1810? Parece-me que a Commissão não pode votar pelo Commercio restricto.

O senhor Brito. - As Leys feitas modernamente favorecem a Liberdade do Commercio interior: todos estes homens, se estão na pratica de fazer este negocio, he porque as Leys os auctorizavão, e se fosse o contrario, os Negociantes de Ponte de Lima não virião ao Congresso. Por tanto parecia-me que se guardasse o Decreto de 2 de Dezembro de 1814, que estabelece a liberdade do Commercio.

O senhor Castello Branco. = Parere-me fóra de lugar dar a Assemblea huma decisão geral nesta materia sobre hum requerimento unicamente da Provinca do Minho, porque as Leys que ha a este respeito são relativas a todo o Reyno. Julgo pois, que se devesa reduzir a materia desta requerimento a hum Projecto geral, e que a Commissão o redija, tomando as medidas que lhe são relativas.

TERÁ EM 1838, O SUBSTITUTO DO ADMINISTRADOR DO CONCELHO DE PONTE DA BARCA FACILITADO A FUGA DOS PRESOS DA CADEIA?

Em 1838, a Rainha D. Maria II aprovou a suspensão do Substituto do Administrador do Concelho de Ponte da Barca determinada pelo Administrador Geral Interino do Distrito de Viana do Castelo por se suspeitar ter sido “conivente” na fuga de presos da cadeia local. O decreto reza assim:

Diario do Governo nº 39 = 14 de Fevereiro

Ministerio do Reino

Sua Magestade a RAINHA, ficando Inteirada do conteúdo do Officio do Administrador Geral interino do Districto de Vianna, datado de 7 do corrente mez, sob o Nº. 41: Manda, pela Secretaria d’Estado dos Negócios do Reino, participar-lhe, que Houve por bem Approvar a medida por elle tomada de suspender provisoriamente o Substituto do Administrador do Concelho da Barca, em quanto legalmente se não averigua se elle, como alguns indícios o fazem acreditar, foi connivente na fuga dos presos da Cadêa do mesmo Concelho.

Palacio das Necessidades, em 12 de Fevereiro de 1838 = Julio Gomes da Silva Sanches

“FAFE DOS BRASILEIROS” CULMINA ESTE FIM-DE-SEMANA AS IV JORNADAS LITERÁRIAS DE FAFE

A quarta edição das Jornadas Literárias de Fafe, que arrancou com grande brilho no fim-de-semana passado, prossegue esta sexta-feira, sábado e domingo, com um conjunto de iniciativas em torno do tema “Fafe dos brasileiros”. As diversas atividades terão a participação de milhares de pessoas, como figurantes e como assistentes.

Desfile etnográfico

“O evento é um dos momentos mais fortes este programa”, considera o presidente da Câmara, José Ribeiro, para quem esta grande atividade de encontro, de festa e de partilha, constitui “o maior evento em Portugal a retratar os finais do século XIX, com toda a magia da tradição e suas celebrações populares”.

Nesse âmbito, o fim-de-semana é de recriações históricas em torno dos “brasileiros de torna viagem” fafenses, que tem como palco privilegiado o centro urbano, moldado pela caraterística arquitetura dos “brasileiros”.

No dia 26, sexta-feira, destacam-se a abertura da exposição “Fafe dos Brasileiros – um outro olhar”, com trabalhos das crianças das escolas do concelho, bem como o início da Festa Fafense, que se prolonga pelo fim-de-semana, com barracas de comes e bebes e representações das freguesias e das escolas, e a abertura da mostra “Viagens pela nossa terra”.

Mais à noite, tem lugar a recriação histórica “Achamento do Brasil” e a receção aos brasileiros de torna viagem, no Club Fafense, seguido de baile de época no salão nobre do Teatro-Cinema.

No sábado, relevam iniciativas como um passeio de bicicletas antigas, o parque temático de jogos tradicionais, com o empenho de todos os agrupamentos de escuteiros do concelho, que organizam o evento e a recriação histórica “Com Fafe ninguém Fanfe”, a cargo do teatro Vitrine.

Finalmente, o último dia das Jornadas, domingo, 28 de abril, começa com a apresentação da Confraria da Vitela Assada à Moda de Fafe, pelas 11h00 da manhã, nos Paços do Concelho, seguida de almoço nos restaurantes da cidade, numa iniciativa promovida pela Naturfafe.

À tarde, a partir das 14h15, tem lugar a recriação histórica “1913: os novos Paços do Concelho”, seguida da mostra etnográfica e desfile pelas ruas da cidade, “A Memória e a Gente: o Património”, a partir das 15h00, com milhares de figurantes das Juntas e associações das freguesias.

Um acontecimento ímpar na cidade, sem dúvida!

DCS_5319

PÓVOA DE LANHOSO DIVULGA ATIVIDADES CULTURAIS

25 de abril

- Comemorações do Dia da Liberdade

Programa:

10h00 – Hastear da Bandeira com a Banda de Música de Calvos

Paços do Concelho

10h00 – Início das atividades desportivas

Futebol Juvenil – Pontido

Spinnig Bike, Jump e Pilates – Pontido

Krav-Maga – Av. 25 de Abril/Pontido

Street Basket  - Av. 25 de Abril

Andebol - Pavilhões da Escola Secundária e da EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio

Mega Aula de Hidroginástica - Piscina Municipal

Rastreios médicos - Pontido e Av. 25 de Abril

27 de abril, 14h30

- Torneio PS3 Gran Turismo 5

Local: Espaço Jovem

Até 29 de abril, horário pós laboral

- Curso De Nadador Salvador

Local: Piscina Municipal Coberta

Organização em parceria com a Praxicenter.

30 de abril, 14h30

- Comemoração do Dia Mundial da Dança e do Mês do Coração

Local: Centro Social de Taíde

Em Abril:

Histórias e Lendas da Póvoa de Lanhoso

- Póvoa de Lanhoso (extraído da obra “O Minho pitoresco” de José Augusto Vieira e publicado em 1887)

Por Jorge de Brito

In Maria da Fonte, 1979

Local: Biblioteca Municipal

Exposição de textos alusivos ao 25 de Abril
Local:
Casa da Botica – Biblioteca Municipal

Exposição “O livro proibido em Portugal”

Local: Casa da Botica – Biblioteca Municipal

Apresentação do livro “O livro objeto” de Richard Towers

Local: Casa da Botica – Biblioteca Municipal

Ateliê de Trabalhos em Madeira

Local: Casa da Botica – Biblioteca Municipal

Conservação Preventiva do Património Imóvel

Local: Castelo e Castro de Lanhoso

MAIS DE 5 MIL PESSOAS ESTIVERAM ATÉ AGORA NAS JORNADAS

As IV Jornadas Literárias de Fafe arrancaram na passada sexta-feira, 19 de abril, na Praça 25 de Abril, com a presença de centenas de crianças de jardins-de-infância, que dançaram e cantaram ao som de canções do agrado dos mais pequenos.

DCS_5754

À noite, no Pavilhão Multiusos, teve lugar um espetáculo com o título “Mala de Cartão” e que pretende ser uma viagem única pelos países que serviram de porto de abrigo a muitos emigrantes fafenses. Participaram ativamente como “atores” neste evento, que incluiu muita música e dança, mais de mil crianças e jovens, de escolas e instituições diversas, estando na assistência seguramente três mil pessoas.

O presidente da autarquia, na abertura oficial das Jornadas, considerou tratar-se “do mais relevante acontecimento cultural que se realiza no concelho ao longo do ano”.

As Jornadas Literárias são um hino de louvor à cultura fafense. Município, Escolas, Juntas de Freguesia, associações, instituições e pessoas em particular dão as mãos e, mediante as suas disponibilidades e capacidades, erguem as suas vontades em torno de uma causa maior, a de animar culturalmente a cidade e o território municipal.

As IV Jornadas Literárias, que têm como tema genérico “Viajar e sentir”

Prosseguiram, na tarde de sábado, com o evento “Viagens na Cidade”, com a colaboração da Escola de Bailado de Fafe e do Coral Santo Condestável e que juntou uma multidão na Praça 25 de Abril.

À noite, no Teatro-Cinema, realizou-se o espetáculo musical “Nos sons da Terra e do Mar”, protagonizado pela Academia de Música José Atalaya.

PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA DIA MUNDIAL DA DANÇA E MÊS DO CORAÇÃO

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promove, no próximo dia 30 de abril, terça-feira, as comemorações do Dia Mundial da Dança e do Mês do Coração com atividades direcionadas para a população utente de IPSS’s e dos Centros de Convívio.

Mes do Coracao 2 (FOTO DE ARQUIVO)

Trata-se de mais uma atividade de animação sociocultural, que contará com a parceria do Centro Social de Taíde, em cujas instalações acolhe esta proposta, a partir das 14h30.

Esta atividade decorrerá ao ar livre e procurará proporcionar uma tarde de animação e de confraternização junto de todas as pessoas participantes.

Estas comemorações fazem parte do conjunto de propostas que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso (em colaboração com as IPSS's e os Centros de Convívio locais) promove e dinamiza com o objetivo de promover e de incentivar o envelhecimento ativo da nossa população.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE PROMOVE 11º ENCONTRO LUSO-GALAICO DE BTT

Cerca de 2 400 participantes vão marcar presença no 11.º Encontro Luso-galaico de BTT do Município de Esposende, que se realiza no próximo fim-de-semana, dias 27 e 28 de Abril. O evento é organizado pela Câmara Municipal de Esposende e empresa municipal Esposende 2000, em colaboração com diversas associações concelhias.

IMG_0170

A Maratona continua a ser a prova principal deste evento desportivo, que compreende também a Meia Maratona, a Maratona Extreme e o Passeio Júnior. Como complemento à vertente desportiva, o Encontro Luso-galaico integra a Concentração de Bicicletas Clássicas e o Concurso BIT (Bicicletas Incrivelmente Transformadas), ao qual concorrem doze projetos.

Cerca de 200 atletas vão disputar a Maratona Extreme, uma prova de dificuldade elevada, direcionada para praticantes experientes, que decorrerá em duas etapas, ao longo das quais serão percorridos 190 quilómetros. A prova parte de Esposende, no dia 27, às 9h00, passando pelos concelhos de Ponte de Lima e Ponte da Barca e termina em Arcos de Valdevez. A segunda etapa inicia-se às 9h00, do dia 28, em Arcos de Valdevez, fazendo o percurso inverso até Esposende, com passagem por diferentes trilhos.

Com um nível de dificuldade elevado, a Maratona, de 70 Km, decorrerá no domingo, dia 28, estando a concentração prevista para as 9h00 e a partida marcada para as 10h00. Menos exigente, a Meia Maratona, de 35 Km, também decorrerá no domingo, iniciando-se logo após a partida da Maratona. Estão inscritos nestas duas provas cerca de 1800 atletas.

IMG_1629

Orientado para os mais jovens e aberto à participação das respetivas famílias, o Passeio Júnior, a ter lugar no dia 27, pelas 15h00, é um percurso guiado, numa distância de cerca de 25 Km, que apresenta um baixo nível de dificuldade. Estão inscritos para este passeio mais de 350 participantes.

Como habitualmente, ao longo dos dois dias, estará em funcionamento, no parque em frente às Piscinas Municipais Foz do Cávado, o espaço Kids Camp, com insufláveis, jogos didáticos e ateliers de educação ambiental.

Perfeitamente enraizado no calendário dos eventos de BTT da região Norte, o Encontro Luso-galaico de BTT do Município de Esposende pretende proporcionar aos participantes uma comunhão entre a prática desportiva e a natureza, colocando em relevo as potencialidades naturais do concelho de Esposende, sem descurar a sempre presente componente competitiva. 

DIA 27 DE ABRIL, SÁBADO

06:30

Concentração dos participantes Maratona Extreme

07:00

Partida da Maratona Extreme

10:00

Inauguração da exposição do Concurso B.I.T e Bicicletas Clássicas

14:30

Concentração do Passeio Júnior

15:00

Saída do Passeio Júnior

17:00

Chegada dos participantes do Passeio Júnior

20:30

Encerramento do Controlo da Maratona Extreme

DIA 28 DE ABRIL, DOMINGO

08:00

Saída da Maratona Extreme (Arcos de Valdevez)

08:00

Abertura do Secretariado da Meia Maratona e Maratona

08:30

Abertura do parque fechado da Meia Maratona e Maratona

10:00

Saída da Meia Maratona e Maratona

14:30

Avaliação do Concurso B.I.T.

15:00

Cerimónia de Entrega de Prémios do Concurso B.I.T., Meia Maratona e Maratona

17:30

Passeio Desfile do Concurso B.I.T. e Bicicletas Clássicas

18:30

Entrega de Prémios - Maratona Extreme BTT

20:30

Encerramento do controlo da Maratona Extreme BTT

 

IMG_4565

passeio_junior

PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA 25 DE ABRIL

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promove amanhã as comemorações de mais um aniversário do 25 de Abril. Como vem sendo habitual, o programa tem um carater eminentemente desportivo. Toda a população está convidada a assistir ou a participar.

25 abril 2012 FOTO DE ARQUIVO

As propostas começam oficialmente pelas 10h00, nos Paços do Concelho, com a cerimónia do Hastear da Bandeira e acompanhada pela Banda de Música de Calvos. Pela mesma hora, começam as atividades desportivas previstas para diversos locais da Vila da Póvoa de Lanhoso. Mais uma vez, estas iniciativas são realizadas envolvendo os povoenses e dando visibilidade e valorizando as instituições, as associações e os clubes da Póvoa de Lanhoso.

Desta forma, o Pontido irá receber Futebol Juvenil, Spinnig Bike, Jump, Pilates e Krav-Maga. Já a Avenida 25 de Abril, irá ser palco de jogos de Street Basket e, eventualmente, de atividades de Krav-Maga. Os pavilhões desportivos da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso e da EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio irão receber Andebol. Já na Piscina Coberta Municipal haverá uma mega aula de hidroginástica.  

Ainda a partir das 10h00, haverá a realização de rastreios médicos, no Pontido e na Avenida 25 de Abril.  

De salientar que estas atividades serão todas desenvolvidas pelas instituições/associações locais: Associação de Andebol da Póvoa de Lanhoso, Manabola, Secção de Basquetebol do Sport Club Maria da Fonte, Fintas Academia, Ginásio de Porto d’Ave, Ginásio Killer Kilo, ISAVE, Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso e Banda de Música de Calvos. As associações responsáveis pela dinamização de cada uma das modalidades convidaram e envolveram outras associações e clubes nas mesmas, preferencialmente da Póvoa de Lanhoso.

VIZELA ASSINALA MÊS DO CORAÇÃO

Quatro fins-de-semana de atividade desportiva

Maio Coração Ativo

Maio é assinalado como o Mês do Coração e, como tal, a Câmara Municipal de Vizela vai desenvolver várias atividades, ao longo dos fins-de-semana do mês.

Este ano, as atividades propostas são caminhadas e passeio de cicloturismo.

O principal objetivo desta iniciativa é promover a atividade física e o bem-estar da população, seja qual for a idade ou sexo. Consciencializar a população para a importância das atividades físicas para o coração é outro dos motes da iniciativa.

PROGRAMA:

5 de maio, Domingo

Caminhada “Dia da Mãe”

Margens do Rio Vizela – dificuldade reduzida

09h30 Concentração no Espaço Multiusos

12 de maio, Domingo

Cicloturismo - Volta ao concelho em bicicleta

09h30 Concentração na Praça da República

Dificuldade média / reduzida

19 de maio, Domingo

Caminhada ao S. Bento

Centro Municipal de Marcha e Corrida

09h30 Concentração no Parque das Termas

Dificuldade média / alta

23 de maio, quinta

Convívio com os alunos do programa “Desporto é Vida … e não tem Idade”

14h00 Concentração no Parque das Termas

PÓVOA DE LANHOSO PROMOVE CONSERVAÇÃO PREVENTIVA DO PATRIMÓNIO IMÓVEL

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através dos serviços culturais, tem vindo a trabalhar na identificação, valorização e salvaguarda do património cultural concelhio, apostando igualmente num conjunto alargado de iniciativas voltadas para os serviços educativos. Este trabalho assenta no pressuposto de que o património cultural é o conjunto de bens, materiais e imateriais, que identificam a cultura de um povo.

CONSERVACAO PREVENTIVA

Desta forma, já está em implementação o projeto de “Conservação preventiva do património imóvel concelhio”, com o qual se pretende desenvolver ações de limpeza no nosso património imóvel, apelando à participação cívica sobretudo das pessoas mais jovens na salvaguarda do nosso legado histórico, enquanto lhes é transmitida uma abordagem teórica sobre o sítio arqueológico a intervencionar bem como uma sessão explicativa sobre métodos e técnicas de conservação preventiva.

O primeiro imóvel a ser intervencionado foi o Castro de Lanhoso, por se tratar de um sítio arqueológico de valor patrimonial elevado e por apresentar uma concentração significativa de vegetação, tornando difícil a interpretação das estruturas domésticas (casas circulares).

De lembrar que todos temos o dever cívico de preservar a nossa memória coletiva, porque as pequenas iniciativas de hoje são a garantia de que amanhã os vindouros usufruem do legado por nós deixado.

O projeto de “Conservação preventiva do património imóvel concelhio” encontra-se disponível para quem nele quiser participar, de uma forma voluntária, e salvaguardar o nosso legado histórico. Apenas é necessário efetuar inscrição através de casa.botica@mun-planhoso.pt ou do número de telefone 253 639 708.

DUQUES DE BRAGANÇA PATROCINAM “PORTUGAL REAL 100% ALTO MINHO”

A Real Associação de Viana do Castelo, a Associação Empresarial de Viana do Castelo, a CEVAL – Confederação Empresarial do Alto Minho e a Real Associação de Braga são os Promotores de “Portugal Real 100% Alto Minho”.

Com esta iniciativa pretende-se evidenciar, neste momento particularmente complexo, a qualidade das nossas empresas e dos produtos por elas produzidos. Simultaneamente tem um carácter solidário, já que a receita de um almoço a realizar reverterá a favor da “Casa dos Rapazes de Viana do Castelo”. Teremos a honra da presença, e de a ela se associarem, os Duques de Bragança, Dom Duarte e Dona Isabel.

As entidades organizadoras levam a efeito, no próximo dia 29 de abril, uma conferência de imprensa na sede da Associação Empresarial de Viana do Castelo para apresentação desta iniciativa, devendo estar presentes o Eng.º Luís Ceia, Presidente da Direcção da AEVC e da CEVAL, Dr. José Aníbal Marinho, Presidente da Real Associação de Viana do Castelo, e Dr. Luís Damásio, Presidente da Real Associação de Braga.

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) DE CELORICO DE BASTO REUNE NO SALÃO NOBRE DOS PAÇOS DO CONCELHO

Celorico de Basto recebeu ontem, 23 de abril, a reunião semestral do CLAS, Conselho Local de Ação Social, que contou com apresentação de pontos de interesse no que respeita à atividade social no concelho.

_DSC1904

A abrir a sessão o presidente do CLAS de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, referiu que “num contexto de crise onde as situações de exclusão são cada vez maiores, a rede social tem um papel fundamental na ação em prol do bem-estar dos indivíduos e famílias. Nesta fase em que nos encontramos o desafio é reunir esforços e recursos, diagnosticar o território e a partir daí equacionar um plano de desenvolvimento para este território. Não basta dizer o que temos e o que nos faz falta, temos que ir mais além e perspetivar as ações que vamos implementar no terreno e o efeito que elas irão ter no desenvolvimento social no futuro do concelho”, salientou.

A sessão iniciou com a apresentação do relatório de avaliação do último plano de desenvolvimento social. Seguiu-se a apresentação do plano de ação para 2013 do CLAS com referência para as comemorações do Ano Europeu dos Cidadãos, a elaboração de um plano gerontológico para o concelho, a elaboração do diagnóstico social e plano de desenvolvimento social e económico, formação em metodologias de participação e ações que visam o acompanhamento direto dos indivíduos e famílias em situações de exclusão.

De acordo com o último ponto do plano de ação a Diretora do Centro Distrital da Segurança Social, Fátima Miguel, informou o CLAS sobre a “atividade socialmente útil, destinada a ocupar os beneficiários do Rendimento Social de Inserção com o intuito de adquirirem competências de trabalho”. Referiu ainda que “as atividades promotoras podem ser IPSS´S, a Santa Casa, a Câmara Municipal, as juntas de freguesia, as associações sendo que, o único encargo para estas entidades incide no seguro para acidentes pessoais, a alimentação e o subsídio de transporte em caso de distância assinalável. Outras informações deste ponto no sitio da Segurança Social”.

À Margarida Costa, técnica da Sta. Casa da Misericórdia de Arnoia de Celorico de Basto, competiu divulgar uma candidatura feita à EDP Barragens que “consiste na ligação entre idosos com necessidades de acompanhamento e adultos desempregados que funcionarão como ajudantes de ação direta.”

O edil celoricense salientou a dificuldade do setor social no apoio à população devido á fragilidade económica que vivemos “Estamos numa altura da nossa vivência que nos faz sentir impotentes e tristes. O problema não está em não haver resposta social, porque graças ao empenho e esforço da Instituição de Solidariedade Social foi possível concretizar o projeto do CAO, o Lar Residencial e a Residência Autónoma, no entanto, encontra-se em falta de financiamento para acordos na Segurança Social face a esta fase de situação de indefinição financeira do Ministério da Segurança Social”. Joaquim Mota e Silva reforçou ainda mais o seu ponto de vista ciente que a situação irá, certamente, encontrar o rumo certo. “Compreendemos as complicações do tempo em que vivemos mas acreditamos que seja possível que o país tenha capacidade de criar uma situação económica e financeira para que essas pessoas tenham a possibilidade de ser tratados como cidadãos, que de facto o são” concluiu.

Na mesma ordem de ideias o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, Fernando Freitas, presente na reunião, apoiou na íntegra o ponto de vista do presidente do CLAS. “As instituições fizeram um grande esforço financeiro para criar estruturas de apoio e agora vêm-se impossibilitadas de abrir as portas para prestar a ajuda às pessoas a quem se destinam os equipamentos. É um problema muito grave e que merece o envolvimento de todos”, retorquiu.

A reunião do plenário contou com a maioria dos agentes pertencentes à rede social do concelho, para que, em uníssono, sejam capazes de atenuar as dificuldades que se fazem sentir.

_DSC1909

Pág. 1/5