Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ CELEBRA PROTOCOLO COM MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

assinatura_protocolo_mai2

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez celebrou no passado dia 20 de Fevereiro um protocolo com o Ministério da Administração Interna, através da sua Direcção Geral de Infra-Estruturas e Equipamentos, cujo objetivo foi a cedência do edifício do destacamento territorial da GNR de Arcos de Valdevez, sito na Av. António Caldas, a fim de levar a efeito obras de requalificação no mesmo, no âmbito de uma candidatura ao QREN no valor de mais de dois milhões de euros.

assinatura_protocolo_mai

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ CONSIGNA VÁRIAS OBRAS NO CONCELHO

  • “Ampliação e Requalificação PE Mogueiras – Arruamentos e Infraestruturas – Reformulação da E.N. 202” -304.657,49 € (s/IVA)
  • “Bloco XLVI – Caminho do Real (ligação entre Souto e Santar)” - 80.000 € (s/IVA)
  • “LOTEAMENTO DE VALVERDE - ESPAÇOS VERDES E INFRA-ESTRUTURAS BÁSICAS AO LOTE 48” -67.912,20 € (s/IVA)

consignacao_valverde

Esta quarta-feira, 27 de Fevereiro, o Presidente da Câmara Municipal, Francisco de Araújo, procedeu à consignação de três obras a realizar no concelho.

Fazendo-se acompanhar dos técnicos da autarquia e dos representantes das empresas adjudicatárias, bem como na presença dos Presidentes da Junta das localidades (Tabaçô, Souto e Santar), consignou as empreitadas de “Ampliação e Requalificação PE Mogueiras – Arruamentos e Infraestruturas – Reformulação da E.N. 202”, “Bloco XLVI – Caminho do Real (ligação entre Souto e Santar)” e “LOTEAMENTO DE VALVERDE - ESPAÇOS VERDES E INFRA-ESTRUTURAS BÁSICAS AO LOTE 48”.

A empreitada de “Ampliação e Requalificação PE Mogueiras – Arruamentos e Infraestruturas – Reformulação da E.N. 202”tem por objetivo requalificar a Estrada Nacional 202, de modo a garantir as necessárias condições de segurança no acesso ao Parque Empresarial de Mogueiras e propriedades existentes.

Esta, trata-se de uma obra candidatada ao Programa ON.2 – Eixo 2 – Valorização Económica de Recursos Específicos, cujo nome da candidatura é “Ampliação e Requalificação do parque Empresarial das Mogueiras – Arruamentos e Infraestruturas”. Foi adjudicada por 304.657,49 € (s/IVA) à empresa MARTINS & FILHOS, S.A. e conta com um prazo de execução de 90 dias.

Com um INVESTIMENTO ELEGÍVEL de 969.023,57 € tem COMPARTICIPAÇÃO COMUNITÁRIA de 823.670,03 € (85%).

Já a obra do Bloco XLVI – Caminho do Real (ligação entre Souto e Santar) tem por objetivo a pavimentação do caminho do Real e dois pequenos ramais, presentemente em terra batida, refletindo-se de grande importância pois, para além da servidão aos terrenos e às habitações existentes, permitirá o acesso de ambulâncias e bombeiros, assim como fazer a ligação local entre as freguesias de Souto e Santar, com ganhos importantes em termos de custos e tempo.

Foi adjudicada por 80.000 € (s/IVA) à empresa MARTINS & FILHOS, S.A. e tem um prazo de execução de 180 dias.

Por último foi consignada a obra “LOTEAMENTO DE VALVERDE - ESPAÇOS VERDES E INFRA-ESTRUTURAS BÁSICAS AO LOTE 48”. Uma empreitada que tem por objetivo a execução de trabalhos no loteamento de Valverde, nomeadamente arborização e ajardinamento de espaços verdes assim como de instalação de infraestruturas básicas, por forma a suprir algumas deficiências ao nível da imagem e do funcionamento das infraestruturas da zona nascente do referido loteamento.

Esta obra conta com um prazo de execução de 90 dias e foi adjudicada à empresa PEDREIRA DA FRANQUEIRA, LDA. por 67.912,20 € (s/IVA)

consignacao_mogueiras8

consignacao_mogueiras3

consignacao_caminho_real4

VIZELA PROMOVE “PÁSCOA EM MOVIMENTO 2013”

Com o objetivo de ocupar os tempos livres dos mais jovens durante as férias da Páscoa, a Câmara Municipal e o Futebol Clube de Vizela voltam a organizar a atividade “Páscoa em Movimento”, que irá decorrer de 18 a 28 de março.

A prática da atividade física, a promoção do contato com a natureza, a vivência de diversas atividades culturais, assim como a ocupação dos tempos livres, são os principais objetivos deste evento.

As atividades decorrem entre as 09:00h e as 18:00h, onde as crianças, dos 5 aos 15 anos, podem desfrutar da prática de várias atividades como jogos tradicionais e desportivos, desportos radicais e atividades lúdicas e culturais, como Andebol, Basebol, Minigolfe, Canoagem, Natação, Ténis, entre outras.

Do programa destaca-se, ainda, a visita ao Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vizela, ao Regimento de Cavalaria nº6 do Exército (Braga) e um roteiro pelo Gerês e uma visita guiada à fábrica “Costa & Teixeira, Lda.”, em Regilde (Felgueiras).

Para assinalar o Dia da Árvore, no dia 21 de março, os participantes vão fazer uma caminhada ao S. Bento das Peras para plantar algumas espécies de árvores.

Custo da inscrição, com almoço incluído na Escola Básica e Secundária Vizela, Infias:

- preço sócio: 2 semanas – 40,00€/ 1 semana – 25,00€;

- preço não-sócio: 2 semanas – 50,00€/ 1 semana – 30,00€.

 “Páscoa em Movimento 2013”

Inscrições até dia 15 de março

Secretaria e lojinha FCV (10.00h - 20.30h)

Telefone: 253 560 170/1

E-mail: geral@fcvizela.pt

BARCELOS REALIZA SEMANA GASTRONÓMICA DO GALO NOS RESTAURANTES DO CONCELHO

Iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos decorre entre 8 e 17 de março

A Câmara Municipal de Barcelos volta a organizar a Semana Gastronómica do Galo – Sabores com Tradição, uma iniciativa que decorre nos fins-de-semana de 8 a 10 e de 16 a 17 de março. Aderiram à Semana Gastronómica 32 restaurantes do concelho, que vão servir os pratos tradicionais ligados ao galo, ícone do artesanato barcelense e também da gastronomia, nos dias 8 (jantar), 9 e 10 (almoço e jantar). O galo será confecionado de diversas maneiras, consoante o restaurante: galo assado na forca, de churrasco, estufado com ervilhas, à lavrador, no forno com recheio de castanhas, na púcara, à peregrino, recheado, na caçarola, peito de galo, entre outras variedades. Alguns restaurantes apresentam também nas suas ementas o “arroz pica no chão” e outros pratos com referências ao galo.

Nos dias 16 e 17 (almoço e jantar) decorre o Fim-de-semana das Papas de Sarrabulho, um prato da tradição gastronómica minhota integrado nesta iniciativa da Câmara Municipal.

Aconselha-se a reserva antecipada – ver contactos na lista de restaurantes aderentes.

Paralelamente a esta vertente gastronómica, decorre um programa de animação que se inicia no dia 9, sábado, às 14h30, com um passeio turístico intitulado “Conhecer Barcelos com a arte popular”. Esta iniciativa implica uma prévia inscrição no Posto de Turismo de Barcelos até ao dia 7 de março.

No dia 10, domingo, a animação conta com a atuação do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Martim, às 15h00, seguindo-se o espetáculo musical pelo agrupamento “Sons da Tradição”, na Avenida da Liberdade.

No dia 16 realiza-se nova rota turística, desta vez com “Experiências no Mundo Rural”, e com inscrições no Posto de Turismo até ao dia 14 de março.

No dia seguinte, às 15h00, na Avenida da Liberdade, atuam a Associação Folclórica de Carreira e de novo os “Sons da Tradição”.

VIZELA PROMOVE II FEIRA DO MUNDO RURAL

À semelhança do ano anterior, a Câmara Municipal de Vizela, através do grupo de trabalho Cittaslow vem, em parceria com o Setor de Educação, promover mais uma vez a II Feira do Mundo Rural junto dos estabelecimentos de ensino do concelho.

A Feira terá lugar na Praça da República, no centro da Cidade, entre as 10h00 e as 12h00.

O âmbito da feira pretende agregar um universo escolar dos alunos de todos os níveis de ensino, criando uma dinâmica de atenção sobre hábitos e produtos alimentares saudáveis, que visem, por sua vez, um estilo de vida mais sustentável e de maior qualidade. Desta forma os alunos são convidados a participar numa feira, onde terão oportunidade de comercializar produtos naturais, alicerçados por dinâmica de hortas/pomares de proximidade ou de cariz familiar.

Vão participar nesta Feira a generalidade das escolas dos dois Agrupamentos de Escolas do Concelho (Infias e Vizela), estando também prevista a participação de turmas do Curso de Educação Formação de Jovens – Jardinagem e Culinária, da Unidade de Apoio à Multideficiência, da AIREV, dos alunos da Santa Casa da Misericórdia, dos alunos do Colégio de Vizela e dos alunos do Instituto Silva Monteiro, dispondo de bancadas de venda, onde estarão dispostos os seus produtos da terra para venda ao público.

BRAGA: RUSGA DE SÃO VICENTE DEBATE SAÚDE PÚBLICA

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho, leva a efeito na 66ª edição dos "Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras", a ter lugar na sede social desta associação, sita na Av. Artur Soares (Palhotas) nº 73 em Braga, no dia 1 de março, pelas 21:30h, que terá por convidados: Dr. Manuel Gonçalves Pneumologista e o Prof. José Precioso docente do Instituto da Educação da Universidade do Minho, cujo tema será:

"Saúde pública - Tabaco, a herança que mata."

Os momentos artísticos que o alinhamento dos “Serões/Tertúlias” contemplam, serão da responsabilidade do Grupo de cavaquinhos da UMATI e do Grupo de Cordas da Rusga de S. Vicente.

PONTE DE LIMA INAUGURA INSTALAÇÕES DE APOIO A ATIVIDADES NÁUTICAS

Inauguração das Instalações de apoio a atividades náuticas. 4 de Março - Dia de Ponte de Lima – 17h30

O Município e o Clube Náutico de Ponte de Lima inauguram no próximo dia 4 de março – Dia de Ponte de Lima, as instalações de apoio a atividades náuticas.

Com mais de 20 anos de história, o Clube Náutico de Ponte de Lima, somou vitórias e títulos, atingindo o auge com a medalha olímpica do canoísta Fernando Pimenta, nos Jogos Olímpicos de 2012.

Este crescimento exponencial suscitou a aposta em novas áreas de intervenção como o “Turismo Náutico, voltado para as populações e permitindo a qualquer pessoa praticar canoagem, quer seja no aluguer de caiaques quer em descidas de rio com monitores. Através do programa Férias Desportivas, o Clube Náutico têm levado a modalidade aos mais jovens contribuindo para a ocupação dos seus tempos livres e criação de hábitos saudáveis. O Desporto Escolar, projeto de parceria com as escolas do concelho, tem servido de forte meio de divulgação da modalidade e também como fonte de deteção de talentos”.

No seguimento desta expansão, o Município de Ponte de Lima aprovou a Ampliação das Instalações de Apoio a Atividades Náuticas. Trata-se de um equipamento que congrega no mesmo espaço diversas valências, como gabinete médico para recuperação de atletas de alto rendimento, sala de massagens e hidromassagem, sala de tratamentos, sala de ginástica, ginásio, instalações sanitárias adaptadas, e o aumento do número de balneários.

Este equipamento, essencialmente direcionado para apoiar a prática de atividades náuticas está instalado junto às atuais instalações, sendo uma estrutura independente em perfis metálicos capaz de suportar um novo piso e implantada sobre os dois corpos existentes.

DIVERSAS INICIATIVAS EVOCAM EM FAFE O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, a Câmara Municipal de Fafe, em parceira com instituições locais, apresenta um programa para o mês de Março de 2013 dedicado à Mulher, que integra cinema, exposições e um colóquio.

Logo no dia 6 de março, pelas 21h30, o Cineclube de Fafe, em parceria com o Município, exibe na Sala Manoel de Oliveira, o filme “A Fonte das Mulheres”, de Radu Mihaileanu, que tem entrada grátis às espetadoras do sexo feminino.

Na manhã do dia 8 de março, sexta-feira, o Município de Fafe, através dos Serviços Educativos dos Museus (Museu do Automóvel, Museu de Imprensa e Museu das Migrações e das Comunidades), promove a organização de um colóquio subordinado ao tema “Universo Feminino - História e Memória”.

O programa do colóquio, que decorrerá no Auditório da Câmara Municipal de Fafe, entre as 9h00 e as 13h00, conta com a presença de três oradoras que versarão três temas - Deslocação, Mobilidade, Comunicação –, tendo presente a missão dos três museus municipais.

Maria Beatriz Rocha-Trindade, investigadora do fenómeno migratório, integra o tema “Mobilidade”, enquanto Nassalete Miranda, a primeira mulher em Portugal a lançar um jornal cultural, apresenta o tópico “Comunicação” e Maria de Lurdes Godinho, docente do Instituto Politécnico de Leiria, propõe o conceito de “Deslocação” a partir da vida e obra de Annemarie Schwarzenbach. Os três subtemas do Colóquio estão diretamente relacionados com a emigração, a imprensa e o universo do automóvel no feminino, e centram-se no papel da mulher nestes contextos na nossa história recente. O programa foi pensado para todos os públicos, com particular atenção para o feminino, que está convidado a participar ativamente no espaço de debate.

Na sessão de abertura, terá lugar a apresentação do projeto “Rumo à Igualdade”, a realizar pelo Serviço Social do Município, no âmbito do Plano Municipal para a Igualdade (PMI).

O colóquio conta com a parceria da MULHER MIGRANTE - Associação de Estudo, Cooperação e Solidariedade e terá a presença, na abertura e encerramento, de José Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal e do vereador da Cultura, Pompeu Martins.

Entretanto, à noite, realizam-se duas atividades voltadas ou com epicentro na mulher.

No Auditório da Junta de Freguesia de Antime, a partir das 21h00, há teatro, com a peça “Labirinto de Amor e Morte”, texto de Moncho Rodriguez e interpretação de Marta Carvalho, espetáculo incluído no projeto “Fafe Cidade das Artes”.

Pela mesma altura, regista-se a abertura na Galeria Municipal - Casa Municipal de Cultura de Fafe, de uma exposição de artes plásticas, sob o título “Filhas da Mãe”, e que vai manter-se patente até 28 de março.

Nela participam as artistas Adriana Miranda Ribeiro (Fotografia), Délia de Carvalho (Desenho), Isabel Ferreira Alves (Pintura), Liliana Bernardo (Ilustração), Marta Ribeiro (Desenho), Sílvia Martins (Fotografia) e Sofia Carvalho (Fotografia).

Um conjunto de atividades para evocar condignamente o Dia Internacional da Mulher!

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE PRODUTOS ARCUENSES NA TUREXPO GALICIA – SALÃO TURÍSTICO DA GALIZA

Nos passados dias 22 e 24 de Fevereiro o Município/ARDAL marcou presença na TUREXPO GALICIA – Salão Turístico da Galiza, realizado em Silleda.

IMG_0030

Este é um importante certame que se afirma no setor turístico, congregando um elevado e diversificado número de expositores e destacando-se a Bolsa de Contratação Turística que reúne mais de 100 Operadores Turísticos de 22 Países e mais de 4500 reuniões de trabalho.

O Município esteve presente no espaço institucional com o Stand e Informação Turística e realizou Provas/Mostra de produtos locais, nomeadamente de vinhos, fumeiro, compotas, broa e licores que agradaram a todos os que tiveram a oportunidade de experimentar.

No dia 22 de Fevereiro, sexta-feira, teve ainda a oportunidade de participar na Bolsa de Contratação Turística durante todo o dia, onde foram desenvolvidos contactos com operadores turísticos de vários países europeus, nomeadamente: Finlândia, Alemanha, França, Inglaterra, Espanha, Holanda, entre outros. Em todas as reuniões foi evidente o interesse pelo Parque Nacional da Peneda Gerês, pelas atividades desenvolvidas na Porta e pela oferta turística municipal ao nível do alojamento, restauração animação e produtos locais.

IMG_0028

IMG_0019

IMG_0015

SOCIALISTAS DE FAFE CONGRATULAM-SE PELO DESEMPENHO FINANCEIRO DO MUNICÍPIO

Recebemos da Secção de Fafe do Partido Socialista a nota que a seguir se publica.

PS - Partido Socialista

O Secretariado do PS, ontem reunido, depois de apreciar as notícias de ontem publicadas no JN (Jornal de Notícias), acerca da situação financeira dos Municípios do Distrito de Braga, em que Fafe aparece como sendo quem tem a menor dívida, decidiu tornar pública a sua satisfação por tal efeito.

O PS congratula-se por a nossa Câmara de há anos prosseguir uma política de rigor orçamental que permite ter finanças equilibradas e não ter dívida a fornecedores.

O PS congratula-se ainda por ser Fafe quem tem a menor dívida por habitante no Distrito de Braga, 181 Euros, com tendência para decrescer, cerca de 10 vezes menor de quem tem a maior.

O PS congratula-se também por, ao tempo em que tal se verifica, se estar, em 2014, a investir vários milhões de euros em diversas obras por todo o Concelho, ao contrário do que se verifica á nossa volta e no País.

Finalmente, o PS orgulha-se e certamente que os Fafenses também desta situação do nosso Município, gerido pelo PS desde 1979 e que, certamente, os Fafenses vão querer manter para o futuro!

Em Fafe, só o PS assegura rigor, solidariedade entre os Fafenses, baixa de impostos e desenvolvimento, como todos podem verificar.

Fafe, 2013-02-27

O Secretariado

CELORICO DE BASTO RECEBE 22 MEMBROS DO INSTITUTO CULTURAL D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES

Celorico de Basto foi o roteiro de eleição do ICAFG, no dia de hoje, 27 de fevereiro, numa visita intitulada “Celorico e as Camélias”, no âmbito do programa anual de visitas culturais realizadas pela entidade.

A Comitiva foi recebida nos Paços do concelho pelo vereador da Cultura, Fernando Peixoto, que calorosamente acolheu os visitantes do Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes na certeza de que aproveitarão da melhor forma o que Celorico de Basto tem para oferecer, num “concelho virado para o turismo, sobretudo nesta altura que se encontra florido com os lindos jardins de Camélias”.

A visita, integrada no programa da unidade cultural “Viver os Jardins – e a sua história à realidade atual”, faz parte de uma das 35 unidades culturais que o instituto dispõe junto dos seus membros, cerca de 500. Para muitos designado por Universidade sénior, uma designação que o presidente do Instituto, Levi Guerra, não aceita pôr a universidade apreender um caráter profissionalizante e de investigação científica o que não se adequa ao instituto. O Professor catedrático da Universidade de Medicina do Porto mostrou-se feliz por estar na terra com mais solares do país e promete voltar, não apenas pelas camélias mas porque há muito mais a visitar neste concelho. “Hei-de voltar a um concelho que merece ser visitado, pela sua história nobre, pelo seu património material e imaterial”, afirmou. 

A visita foi orientada por Margarida Negrais, um dos membros do instituto, que tomou conhecimento dos imensos jardins de camélias através de uma referência internacional. A escritora mostrou-se encantada com o que viu e resolveu sugerir a ideia aos demais membros para visitar o concelho “fora da altura da Festa Internacional das Camélias para evitar a azáfama que se vive nesses dias e, simultaneamente poder usufruir dos ricos jardins de Camélias, tranquilamente”, referiu. 

Após uma breve cerimónia informal, os visitantes receberam algumas lembranças do concelho, com enfâse para um vaso de camélias e deixaram a medalhada dos seus 10 anos, de uma instituição que já tem 14 anos de existência, e o boletim anual do instituto.

Terminada a cerimónia os visitantes visitaram as instalações da Câmara Municipal e os seus jardins e seguiram viagem para a Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de sousa. Durante a tarde a visita prossegue na Casa do Campo, na Casa da Gandarela e na casa do Souto.

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO CASTELO PROTESTA CONTRA AS PORTAGENS NA A28

Autarca de Viana associa-se a protesto contra as portagens nas ex-SCUT

O presidente da Câmara de Viana do Castelo confirmou hoje a presença na manifestação de sexta-feira contra as portagens nas ex-SCUT, organizada por utentes e empresários, assumindo que a região está a ficar "estrangulada".

"Não podemos voltar à Idade Média, não queremos o concelho de Viana do Castelo isolado e esta manifestação será em defesa da economia e do emprego, porque queremos condições favoráveis para que as nossas empresas continuem a empregar pessoas e a gerar riqueza", afirmou o socialista José Maria Costa, durante uma conferência de imprensa conjunta com o movimento de utentes da região.

O movimento "Naturalmente não às portagens na A28" é um dos que, a nível nacional, promove esta sexta-feira iniciativas de protesto contra as atuais e eventuais novas portagens nas ex-SCUT (vias Sem Custos para o Utilizador).

Fonte: Agência LUSA

BARCELOS ATRAI MERCADOS TURÍSTICOS NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

Certame que decorre até 3 de março no Parque das Nações mostra riquezas do concelho

O Município de Barcelos participa na Bolsa de Turismo de Lisboa, uma feira que se inicia hoje e se prolonga até 3 de março no Parque das Nações. Barcelos apresenta-se neste certame – considerado um dos maiores a nível nacional – com os grandes objetivos que norteiam a ação do Município na área do turismo, procurando atingir o mercado da grande Lisboa, mas também outros mercados onde tem obtido um posicionamento importante.

Os objetivos gerais consistem na promoção e divulgação das potencialidades turísticas do concelho, em várias vertentes: promover a marca Barcelos; captar o turismo organizado; promover o artesanato e as experiências que lhe estão associadas, como os circuitos culturais e o contacto com os barristas e outros artesãos; reforçar o posicionamento local em termos de gastronomia e vinhos; criar dinâmicas turísticas de conjunto, englobando o património material e imaterial; promover o Caminho de Santiago e a sua envolvente histórico-cultural no concelho de Barcelos; promover os agentes turísticos locais, nomeadamente nas áreas da hotelaria, turismo no espaço rural, restauração, produção de vinhos verdes, artesãos, proporcionando oportunidades de negócio a partir deste evento.

Para além destes objetivos pretende-se, também, promover os eventos realizados pelo Município como a Festa das Cruzes, a Mostra de Artesanato e Cerâmica de Barcelos, a Semana Gastronómica do Galo e muitos outros eventos culturais com forte impacto turístico na cidade e no concelho, criando uma imagem de destino ativa e dinâmica.

Barcelos é um dos poucos municípios com identidade corporativa própria na BTL. O stand, situado no Pavilhão 2 da feira, tem em permanência dois técnicos que farão uma monitorização e promoção permanente dos produtos.

Para além desta dinâmica, Barcelos também estará representado no stand “Minho In” e “Porto e Norte”, apresentando-se a marca com uma das mais expostas do certame.

CANTEPIANO: UMA MÚSICA CONTEMPORÂNEA DO ALENTEJO

Tem hoje lugar a partir das 21 horas, no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém, o espetáculo “CantePiano – Uma música contemporânea do Alentejo”, um projeto que procura uma fusão entre o piano e a tradição coral do Alentejo.

O cante alentejano – um modo de cantar tradicional do Baixo Alentejo – é originalmente música vocal a uma ou duas vozes, sem acompanhamento instrumental. Os seus intérpretes adotam uma relação do tempo musical com a ornamentação da palavra-melodia, tendo em vista a expressividade que procura a emoção.

Em CantePiano – Uma música contemporânea do Alentejo – projeto construído a partir de uma ideia do antropólogo Prof. José Rodrigues dos Santos, investigador do cante alentejano –, duas vozes de cantadores do Grupo Cantares de Évora, o ponto e o alto, são envolvidas por harmonias e timbres de fusão do piano – a “terceira voz”, qual berço original de vozes ancestrais.

Amílcar Vasques-Dias piano

Mestre Joaquim Soares ponto

Pedro Calado alto

Amílcar Vasques-Dias nasceu em Badim (Monção), a 7 de Março de 1945.

Completou estudos superiores de Piano com Maria de Lurdes Ribeiro e de Composição com Cândido Lima, nos Conservatórios de Música do Porto e de Braga.

Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Secretaria de Estado da Cultura, concluiu o Curso Superior de Composição com Louis Andriessen, Peter Schat e Van Vlijmen, e de Música Electroacústica com Dick Raaijmakers e Gilius Van Bergeijk, no Conservatório Real de Haia, na Holanda, país onde, durante 14 anos, desenvolveu actividade artística e pedagógica como pianista e como compositor. Durante este período, recebeu encomendas do Ministério da Cultura da Holanda, da Fundação C. Gulbenkian, em Lisboa, e das Fundações holandesas: Amsterdams Fonds voor de Kunst; Fonds voor de Scheppende Toonkunst, e Fonds De Volharding.

Parte da sua obra está publicada pela editora Donemus-Amsterdam, e por Musicoteca-Edições de Música Lda.-Lisboa. As orquestras holandesas De Volharding e De Oerkest gravaram algumas das suas obras. Em Portugal, foram gravadas algumas das suas obras de câmara em vários CDs.

A sua música tem sido tocada na Europa e na América, nomeadamente em festivais de música contemporânea: Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa), June in Buffalo (EUA), Cantigas do Maio (Seixal), S.Paulo (Brasil), Lisboa Capital da Cultura '94 - Skite (CCB-Lisboa), Astrakhan (Rússia), Manchester (UK), Capuchos'97 (CCB-Lisboa) e Encontro do Alentejo de Música do Séc. XX.I (Évora).

Foi docente de Composição, Orquestração, Música Electroacústica, Análise, Formação Auditiva e Harmonia ao Teclado nas Escolas Superiores de Música de Lisboa (1988-'90) e do Porto (1995-'96), e nas Universidades de Aveiro (1990-'96) e de Évora (1996-2010).

PÓVOA DE LANHOSO HOMENAGEIA RUY DE CARVALHO

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso presta homenagem a Ruy de Carvalho na tarde de dia 2 de março, no edifício dos Paços do Concelho. Trata-se de uma sessão de reconhecimento público ao consagrado ator pelo honroso e valiosíssimo contributo prestado à Póvoa de Lanhoso e ao teatro amador em Portugal. Este voto de reconhecimento foi unanimemente aprovado pela edilidade povoense.

Esta sessão está agendada para as 17h00, no edifício dos Paços do Concelho.

De lembrar que este ator é patrono do Prémio Ruy de Carvalho atribuído anualmente à Melhor Produção do Concurso Nacional de Teatro da Póvoa de Lanhoso.

Já no Theatro Club, pelas 21h30, a cerimónia de encerramento do Concurso

PÓVOA DE LANHOSO: CONCURSO DE TEATRO TERMINA NO PRÓXIMO SÁBADO

Termina, no próximo sábado, 2 de março, o Concurso Nacional de Teatro da Póvoa de Lanhoso com o espetáculo de encerramento e com a cerimónia de entrega de prémios. Organizado pela Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e pela Federação Portuguesa de Teatro, com o apoio da Fundação INATEL, este evento irá contar com a presença do consagrado ator português Ruy de Carvalho, para entregar o prémio com o seu nome à Melhor Produção desta edição.

Em 2012, esta distinção foi atribuída à peça “Gradim à Janela da Ausência” de Manuel Ramos Costa apresentada pela Contacto - Companhia de Teatro Água Corrente e esse facto leva a que esse mesmo espetáculo regresse ao palco do Theatro Club, neste sábado, dia 2 de março, pelas 21h45, dando início à cerimónia de encerramento.

Para além do Prémio Ruy de Carvalho para a Melhor Produção estão em disputa distinções para Melhor Interpretação Masculina, Melhor Interpretação Feminina, Melhor Guarda-Roupa, Melhor Encenação, Melhor Cenografia, Prémio Orlando Worm para melhor Desenho de Luz e ainda o Prémio Prestigio Personalidade. O júri é composto por Carla Oliveira da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Orlando Alves da Federação Portuguesa de Teatro e Dantas Lima do INATEL.

O concurso começou no dia 3 de fevereiro, tendo contado com as prestações de nove companhias de teatro de todo o país.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA VIANAPOLIS RECOMPOSTO COM NOVO PRESIDENTE

A assembleia-geral da VianaPolis aprovou hoje a recomposição do conselho de administração daquela sociedade, que passa a ser presidida por Álvaro Ribeiro Carvalho, confirmou à agência Lusa o presidente da Câmara de Viana do Castelo.

A recomposição do conselho de administração resulta do vazio que se registava desde a saída de Carlos Lage da presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), há mais de um ano.

A substituição, indicada pelos ministérios do Ambiente e das Finanças, que possuem 60% do capital social da VianaPolis, foi feita pelo atual vice-presidente da CCDR-N, Álvaro Ribeiro Carvalho. No conselho de administração da sociedade responsável por implementar o programa Polis de Viana do Castelo mantêm-se, como vogais executivos, José Maria Costa, presidente da Câmara - entidade que detém 40 % do capital social -, e Eurico Costa.

Fonte: Agência LUSA

VIANA DO CASTELO ENSINA A IDENTIFICAR PLANTAS SILVESTRES

Tema: IDENTIFICAÇÃO E CULINÁRIA DE PLANTAS SILVESTRES

Data: 2 de março de 2013, Sábado

Hora: 10h00 - 13h00 e 14h30 - 18h00

Local: CMIA de Viana do Castelo

Público - alvo: geral, menores de 7 anos isentos de pagamento

Número de participantes: mínimo 10 e máximo 25

PROGRAMA

Manhã

10H00 - Receção aos participantes

10h30 - Início da apresentação temática

11h45 - Intervalo

12h00 - Reinício da componente teórica

13h00 - Almoço livre

Tarde

14h30 - Saída para Parque Ecológico Urbano e recolha de plantas

16h30 - Regresso e conversa sobre as plantas recolhidas

17h00 - Degustação

18h00 - Fim

Formador: Carlos Venade

Custo: 10,00 €

Inscrições: cmia@cm-viana-castelo ou 258 809 362

RAUSSTUNA – TUNA MISTA DE BRAGANÇA ATUA EM ARCOS DE VALDEVEZ

RaussTuna

MARÇO

Música/ Tuna Académica

1 de Março

Sexta às 22h00

Auditório da Casa das Artes

RAUSSTUNA – TUNA MISTA DE BRAGANÇA

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 25 de Fevereiro, preço único: €2,00)

Setembro de dois mil e nove. Um grupo de jovens académicos, na irreverência da idade e com carácter empreendedor, decide dar início a algo novo dentro o seio do Instituto Politécnico de Bragança. Como em qualquer projecto de carácter associativo e juvenil, houve ideais e propósitos que após longos debates, e ajustamentos, viriam a culminar naquilo que foi o Grupo de Cantares do Instituto Politécnico de Bragança. Um grupo misto em franco crescimento, alicerçou-se num repertório cuidado, tentando ir buscar o melhor de dois mundos: o Académico e o Tradicional.

A designação “RaussTuna – Tuna Mista de Bragança” surge em Novembro de 2012, consolidando um projecto de crescente sucesso, que incorpora no seu currículo, e apesar da sua juventude, uma larga dezena de apresentações. O espectáculo que trazem a Arcos de Valdevez ser mais um desses momentos de grande emoção e vigor artístico.

ARCOS APRESENTA MOSTRA DE MÚSICA MODERNA PORTUGUESA

FEVEREIRO

SONS DE VEZ!

11ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de Arcos de Valdevez

Fevereiro e Março de 2013

Auditório da Casa das Artes de Arcos de Valdevez

Depois da edição comemorativa dos dez anos do evento, realizada no ano transacto, o "Sons" regressa em 2013, marcando, mais uma vez, uma perspectiva diversificada, coerente, mas ousada, de encarar a sua programação; do Hip-Hop ao Jazz, da Electrónica ao Cantautor, do Rock Social ao Novo Blues e ao "eterno" Pop, tudo evolui dentro de uma mesma identidade, dentro de um mesmo fio condutor: libertar emoções, aproximar conceitos e públicos, alternar sensibilidades e manter activas as energias criativas da nova música moderna portuguesa, espalhando-a para além das habituais geografias "urbanas".

A Mostra é acompanhada por uma exposição fotográfica que retrata alguns dos momentos mais marcantes da edição 2012, seguindo uma filosofia similar à ensaiada, com sucesso, em anos anteriores.

AGUARDAR COM OTIMISMO

575717_210404762402505_1658694954_n

Após a leitura da nova lei das associações profissionais pensei extrair do pessimismo inicial um otimismo que tento fundamentar nos conceitos de representação e participação.

A Lei 2/2013, publicada em DR no dia 10 deste mês, estabelece o regime jurídico de criação, organização e funcionamento das associações públicas profissionais (Ordens e Câmaras profissionais). Não obstante adotar o modo de democracia representativa interna, cria a oportunidade de se rever e promover novas modalidades de participação dos membros destas associações.

A nova lei prevê no seu Artigo 15.º como um dos órgãos obrigatórios uma assembleia representativa, com poderes deliberativos gerais, nomeadamente em matéria de aprovação do orçamento, do plano de atividades e de projetos de alteração dos estatutos, de aprovação de regulamentos, de quotas e de taxas ou de criação de colégios de especialidade; competências até agora das Assembleias Gerais constituídas por todos os membros e abertas à participação, na solução de problemas, tomada de decisões e controlo da atividade dos restantes Órgãos Estatutários das Ordens, garantindo a legitimidade do exercício executivo e de gestão de todos os seus órgãos.

A opção legislativa agora tomada, pelo fim como órgão deliberativo Assembleia Geral, não é justificada nem fundamentada, mas não é difícil de presumir que a demissão de participação dos membros e os elevados níveis de abstenção eleitoral, em muitos casos nas associações profissionais, exceto no caso em que o voto é obrigatório (Ordem dos Advogados, por ex.). Este défice de participação e elevado abstencionismo pode explicar a alegada manipulação por grupos mais ou menos organizados e eventualmente minoritários, e justificar a obrigatoriedade de uma "assembleia representativa eleita por sufrágio universal, direto, secreto e periódico".

Todavia, a democracia representativa como modelo, em geral, torna estrutural e permanente, fora dos processos eleitorais, a separação entre representantes e representados, salvo se os órgãos eleitos forem capazes de promover novas formas de participação, procurando a permanente revalidação da legitimidade (sujeita a desgaste) e confiança dos representantes pela identificação com as expectativas dos seus representados.

É então, este objetivo de participação e mobilização dos membros que constitui agora um novo desafio para as associações profissionais, essencialmente através de órgãos consultivos, quaisquer que sejam a designação e modalidade específica que vierem a ser adotadas no processo de revisão estatutária agora em curso, até 30 dias da publicação da lei. Uma vez instituídos poderão estes órgãos ter um papel diferenciador para os futuros projetos e programas eleitorais de candidatura aos órgãos estatutários das Ordens.

A Ordem está para os seus membros assim como o Estado está para a sociedade. Se o Estado condiciona os movimentos sociais e de opinião pública tende para o totalitarismo, fazendo desaparecer a sociedade civil; se as Ordens abdicarem de canais de discussão e expressão de opinião dos seus membros perdem a proximidade indispensável à regulação da profissão, limitando-se a um controlo formal do exercício e respetiva regulação deontológica prevista na lei.

Isto é particularmente sensível no caso de Ordens como a dos Enfermeiros, a que, para além da regulação e controlo do exercício da profissão, incumbem outras atribuições relevantes para a sociedade, e previstas na lei, de "defesa dos interesses gerais dos destinatários dos cuidados de Enfermagem e participação na definição das políticas de saúde".

Num tempo que sabemos de mudanças que afetam toda a sociedade, importa cumprir o desiderato de participação coletiva que uma Associação como a Ordem dos Enfermeiros deve cumprir, fundando assim a legitimidade da profissão e das suas posições perante a sociedade.

Jorge Ribeiro Pires

Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Ordem dos Enfermeiros

Fonte: http://www.dn.pt/

ESPOSENDE DÁ A CONHECER OS SABORES DO MAR DA SUA GASTRONOMIA

O concelho de Esposende leva a efeito durante o mês de março a 14ª Edição do “Março com Sabores do Mar”. A iniciativa conta, nesta 14ª edição, com a adesão de 25 unidades de restauração e 6 pastelarias.

Este ano, o evento inclui a realização do 10.º Concurso Gastronómico“ Sabores do Mar”, a que concorrem 15 dos restaurantes aderentes, bem como o 5.º concurso “Jovem Cozinheiro dos Sabores do Mar”, promovido em parceria com a Escola Profissional de Esposende (EPE).

Este ano a novidade será a realização do concurso “Cantinas escolares com sabores do Mar”.

Este evento é um veículo de promoção turística e uma aposta para combater o problema da sazonalidade. Apesar da conjuntura económico-financeira desfavorável, a Autarquia faz questão de manter esta iniciativa dado que a gastronomia é um importante elemento de atração turística e de promoção do Concelho de Esposende.

BOLETIM MUNICIPAL DE PONTE DE LIMA DE DEZEMBRO DE 2012 JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NA INTERNET

O número 24 da publicação periódica “Ponte de Lima – Boletim Municipal”, respeitante à atividade municipal realizada no segundo semestre do ano findo, acaba de ser disponibilizado no website municipal e dentro de dias dar-se-á início à divulgação e distribuição da edição em papel.

A exemplo de muitas publicações de variada índole, nomeadamente académicas e científicas, de acordo com a prática seguida nos dois últimos números, que muito boa receção obteve, o Município disponibiliza no imediato o Boletim Municipal, de forma a permitir um contacto inicial, mesmo que virtual, com a publicação periódica que pretende estabelecer uma maior interação entre o Município e os Munícipes.

De entre os principais temas que a publicação aborda, destacamos o BikePark de Ponte de Lima, a Rede Viária e as Beneficiações nas Freguesias, a Requalificação da Avenida António Feijó, o Centro de Exposição de Produtos Regionais, o Auditório Rio Lima, os Centros Cívicos das Freguesias, o Projeto Centro ComVida, a Recuperação dos Quartéis de Santa Justa, a Inauguração do Centro Educativo das Lagoas, a Ação Social Escolar, o Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, o Prémio A. de Almeida Fernandes, os Benefícios Fiscais para 2013, a Rede de Estruturas Desportivas, a Modernização Administrativa, o Parque Florestal da Quinta de Pentieiros, o CIL – Centro de Informação do Lima, a Fixação Toponímica e a atividade do Albergue de Peregrinos de Ponte de Lima.

Fica, pois, o convite para uma leitura da publicação, no sentido de um melhor conhecimento da intensa atividade autárquica realizada entre Junho e Dezembro de 2012.

“FAFE CIDADE DAS ARTES” – PROJETO PARA DINAMIZAR AS ARTES E A CULTURA NO MUNICÍPIO

O projeto “Fafe Cidade das Artes” foi apresentado publicamente, esta segunda-feira, à comunicação social e aos parceiros e interessados. Na mesa, estiveram o presidente da Câmara, José Ribeiro, o vereador da Cultura, Pompeu Martins e o director artístico, Moncho Rodriguez. Na plateia, dezenas de pessoas, entre as quais alguns dos protagonistas, sobretudo os agentes que vão corporizar este grande desafio a desenrolar ao longo deste ano os atores Cristina Cunha, Pedro Giestas, Fernanda Pimenta, Marta Carvalho e Wagner Kosisck e o compositor Narciso Fernandes, entre outros).

DCS_2961

Projeto aberto a toda a população, “catalisador das sinergias criativas, pretende promover a fusão de saberes entre especialistas profissionais e amadores da arte e da cultura local”, nas palavras de Moncho Rodriguez.

Pretende ainda, segundo o vereador Pompeu Martins, “projetar o município de Fafe como exemplo de Cidade das Artes, do Teatro, da Dança, da Música, da Literatura, da Cultura”. Trata-se de um plano que quer também atrair e acolher em residências artísticas temporárias criadores do mundo inteiro com diferenciados saberes e experiências, para que promovam intercâmbios e parcerias entre as gentes de Fafe e outras culturas, sobretudo do Brasil.

Trata-se, na verdade, de um grande projeto de cultura participada, aberto a toda a comunidade, nas áreas da música, do teatro, do bailado, cruzando e fazendo dialogar a arte popular e a arte erudita e juntando todas as faixas etárias, dos mais pequenos, aos seniores.

O projeto faz uma convocatória à sociedade fafense, para embarcar na cultura comum, entrecruzando criativamente a modernidade e a tradição, fazendo convergir nele a memória, o imaginário, a história e a criatividade.

DCS_2964

Pedro Giestas, em nome dos atores presentes, agradeceu à Câmara de Fafe “o ter abraçado este projeto”, de portas abertas, em que ninguém é excluído, em função dos seus talentos e artes e “que não se faz sem os fafenses”.

O presidente da Câmara, José Ribeiro, começou por defender que “o mais fácil, neste momento de crise, era não ter projeto nenhum”. Porém, a autarquia dinamiza este “projecto de utopia, de grande fé, aberto à sociedade, envolvendo as forças das coletividades, da cultura e da sociedade civil”, para que este caminho se venha a tornar “uma auto-estrada de afirmação dos fafenses”.

“ Fafe Cidade das Artes” pretende, assim, segundo o coordenador d diretor artístico, Moncho Rodriguez, constituir-se em “espaço privilegiado de criatividade, que incentive a participação activa da população em projetos e realizações culturais, fortalecendo os interesses autóctones e promovendo renovação nas artes da tradição ao contemporâneo. A sua proposta de programação tem como principal objectivo contribuir para que as criações culturais e artísticas na cidade de Fafe possam ter um maior envolvimento por parte da população, um elevado nível de qualidade artística e que propiciem a formação e descentralização cultural dentro do próprio Município”.

Projeto de desenvolvimento comunitário, integra oficinas de formação teatral, para todos os públicos, residências artísticas em regime de intercâmbio ( a atriz brasileira Fernanda Pimenta, está já entre nós, entre fevereiro e maio, enquanto o Teatro Andante de Minas Gerais – Brasil, estará entre Março e junho, incluindo, em ambos os casos a apresentação de espetáculo, criação de espetáculo inédito, pesquisa nas tradições e encontros com a comunidade),espetáculos no Teatro-Cinema e nas freguesias (21 eventos), um grande espetáculo “Saudade do Futuro”, em 10 de Junho, na Praça 25 de Abril, o primeiro encontro de palhaços do mundo (Julho) e múltiplas outras ações que pretendem transformar Fafe num centro de criatividade e dinamização cultural para todos os fafenses!

DCS_2965

DCS_2984

DSC_0498

DSC_0524

DSC_0528

FESTA DA GENTE MIÚDA ATRAI MILHARES DE VISITANTES A PONTE DE LIMA

A Festa da Gente Miúda que decorreu este fim de semana em Ponte de Lima superou as expetativas.

A Expolima transformou-se num verdadeiro mundo de fantasia e aventuras. Insufláveis, ateliês de pinturas, espectáculos de dança, filmes e representações proporcionaram momentos inolvidáveis, que vão ficar na memória de todas as crianças que brincaram na Festa da Gente Miúda.

O sonho e a magia da festa culminou com o espetáculo da Xana TOC – TOC, no domingo à tarde. A artista do momento da pequenada levou ao êxtase cerca de 5 mil espectadores que assistiram a dois concertos totalmente esgotados. No final as crianças despediam-se da cantora com um largo sorriso.

A Vila de Ponte de Lima estava repleta de visitantes, que entre o recinto da feira, na Expolima e o Centro histórico, Largo de Camões, Ponte Romana, Passeio 25 de Abril, desfrutaram da beleza natural da Vila Mais Antiga de Portugal.

CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE LANHOSO ASSINALA DIA DA PROTEÇÃO CIVIL

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso assinala, no próximo dia 1 de março, o Dia Mundial da Proteção Civil. Para além da realização de ações de sensibilização nas escolas está prevista a realização, já no dia 2 de março, pelas 14h00, de um Exercício LIVEX, realizado pela Autoridade Nacional da Proteção Civil, CDOS de Braga, com simulação de incêndio florestal, na freguesia de São João de Rei.

Esta ação vai permitir, além do exercício, realizar fogo controlado, ou seja, atuar ao nível da prevenção de incêndios. Prevê-se a participação de mais de 200 operacionais (bombeiros, GNR/GIP’S, Sapadores Florestais) e Proteção Civil Municipal. Irá ainda ser distribuído o fardamento da proteção civil à equipa municipal de proteção civil.

No âmbito das ações de sensibilização, serão abrangidas cerca de 400 crianças de jardim-de-infância (JI) e de 1º e 2º ciclos (EB), de acordo com o seguinte calendário: dia 1, Dia da Proteção Civil, às 10h20, na EB 2, 3 de Taíde; dia 4, às 10h00, na EB1/JI de Simães, e às 14h00, na EB1/JI de Garfe; dia 5, às 10h00, na EB1/JI de Arrifana, e às 14h00, na EB1/JI de Oliveira; dia 6, às 10h00, na EB1/JI de Sobradelo da Goma, e às 14h00, na EB1/JI de Travassos; dia 7, às 10h00, na EB1 de Taíde, e às 14h00, no JI de Taíde. Durante estas ações, para além da informação serão distribuídos folhetos.

Atendendo ao facto de se comemorar, até ao final do ano, o Ano Europeu dos Cidadãos, a Autoridade Nacional da Proteção Civil definiu para tema do Dia da Proteção Civil de 2013 “O cidadão: primeiro agente de Proteção Civil”.

Este tema vem chamar a atenção para o papel fundamental que um cidadão ou uma cidadã bem preparado/a desempenha nas primeiras horas de uma emergência, em que os serviços de proteção e socorro podem demorar algum tempo a prestar a assistência necessária e a acudir a todas as situações. Será ele/a, nestas circunstâncias, que terá o importante papel de proteger (a si e aos seus próximos, no decurso de uma emergência); de socorrer (a quem mais necessite, de acordo com procedimentos antecipadamente apreendidos); de informar (a sua comunidade e as autoridades, mantendo-se ao mesmo tempo informado); e de colaborar (com as autoridades de proteção e socorro).

Sendo o/a “primeiro/a agente de Proteção Civil”, o seu papel não se circunscreve, contudo, às situações de emergência. Há todo um trabalho de preparação e de planeamento a desenvolver, junto das pessoas da família, da vizinhança e da comunidade, com o apoio de entidades locais (Juntas de Freguesia, serviços municipais de proteção civil, escolas, bombeiros, ONG’s e outras).

PROGRAMA “LIVROS E FILMES DA MINHA VIDA” APRESENTA “O DELFIM” NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE BARCELOS

Tertúlia e filme sobre obra de José Cardoso Pires, nos dias 2 e 16 de março

“O Delfim”, de José Cardoso Pires é o livro que vai estar em debate no próximo sábado, dia 2 de março, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, no âmbito do programa "Livros e filmes da minha vida", com moderação do jornalista e poeta Alberto Serra.

Este romance publicado em 1968 é, geralmente, considerado a obra-prima de Cardoso Pires. A “Gafeira”, aldeia inexistente, simboliza o Portugal marcelista, com um crime no centro da história. Tendo sido recebido, até 1974, como romance neo-realista, tem despertado um interesse crescente como narrativa pós-modernista. Pode efetivamente ser lido como o primeiro romance português no qual confluem as principais linguagens estéticas norteadoras do futuro pós-modernismo português devido à mistura de géneros, à polifonia, à fragmentação narrativa e à metaficção.

Entretanto, no dia 16 de março, também às 16 horas, na Biblioteca Municipal, será exibido o filme com o mesmo título do realizador Fernando Lopes, com argumento de Vasco Pulido Valente.

Ambas as sessões têm entrada livre

O romance

Narrativa de um crime, a morte misteriosa da esposa de um importante latifundiário, onde o amor é o móbil, desencadeia-se de forma irracional, enredando-nos no enigma. Este incidente criminal é o ponto de partida para um romance que acumula várias versões sobre uma mesma realidade. É uma forte reflexão sobre os temas da morte e do amor, um extraordinário exercício de estilo embebido na nostalgia do passado : “Antigamente, em tempos mais felizes...”.

Numa apresentação de variadas certezas (apontamentos do narrador, relatos de testemunhas, boatos, lendas, anedotas, mitos, registos monográficos), “O Delfim” foca a relação entre a escrita e a realidade ao relatar uma história que, ao mesmo tempo, não está presente, que se oculta ou se revela.

O filme

Adaptação do romance “O Delfim”, com argumento de Vasco Pulido Valente, dá-nos um retrato do Portugal dos anos 60, do fim do salazarismo e do auge da guerra colonial.

Tomás Palma Bravo, o “Delfim”, o “Infante”, é o herdeiro de um mundo em decomposição. É ele o dono da lagoa, da gafeira, de Maria das Mercês, sua mulher infecunda, de Domingos, seu criado preto e maneta, de um mastim e de um “jaguar E” que o leva da gafeira a Lisboa e às prostitutas.Um caçador, detetive e narrador, que todos os anos volta à lagoa para caçar patos reais. Descobre, um ano depois, que Domingos apareceu morto na cama do casal Palma Bravo e que Maria das Mercês apareceu a boiar na lagoa.

Quanto a Tomás Palma Bravo e ao mastim, dizem-lhe que desapareceram, sem deixar rasto, e que da neblina da lagoa se ouvem agora misteriosos latidos.

FAFE REALIZA SEMINÁRIO “COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO EM BAIXA DENSIDADE”

A ADRAVE - Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave e a Câmara Municipal de Fafe levam a efeito o Seminário "Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade" que se realiza no dia 04 de março, às 14h15, em Fafe, no Auditório da Câmara Municipal de Fafe, integrado no Projeto "Minho Empreende - Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade".

O Seminário tem como objectivo apresentar o projeto Minho Empreende, nomeadamente as atividades e iniciativas a desenvolver no território Minho, dando a conhecer em particular o que vai ser implementado em Fafe, assim como sensibilizar e despetar o interesse dos participantes para a temática do Empreendedorismo, apresentando os vários instrumentos que o projeto proprociona para o desenvolvimento da ideia e da criação de negócio.

A Participação é gratuita, mediante inscrição prévia, limitada à capacidade do Auditório, até 02 de março de 2013, através de:

- Ficha de inscrição em pdf (envio por fax: 252302609 ou por e-mail: minhoempreende@adra

IDOSA DE CELORICO DE BASTO COMEMOROU 100 ANOS

A centenária Maria Zulmira Ribeiro comemorou ontem, 25 de fevereiro, na Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnoia, 100 anos junto de familiares e amigos que não quiseram deixar uma data tão importante passar em branco.

No lar da Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnoia desde 2009, a idosa, natural da Freguesia de Canedo, contou com a presença de figuras ilustres no dia do seu aniversário que quiseram fazer parte das comemorações do centenário de vida da idosa.

O presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota e Silva, presente no aniversário, congratulou a instituição de solidariedade e os seus colaboradores pelo cuidado, dedicação e empenho tido junto dos idosos para que estes tenham melhor qualidade de vida. “Trata-se de uma instituição que tudo faz em prol dos seus utentes promovendo o seu bem-estar com o respeito, o cuidado e a dedicação que todos merecem. A esta nossa idosa, que comemora uma idade tão bonita, desejo as melhores felicidades junto dos seus amigos e familiares” retorquiu.

A cerimónia contou ainda, com a presença da provedora da Santa Casa da misericórdia, Graça Mota, o vice-provedor da Santa casa, António Machado, o presidente de Junta de Freguesia de Arnoia, António Cerqueira, o presidente de Junta de Freguesia de Canedo, Diamantino Teixeira entre muitos outros que quiseram felicitar a idosa em dia de aniversário.

Com um bolo à sua medida a idosa apagou as belas dos seus 100 anos depois de todos os presentes lhe terem cantado os parabéns.

DIA 2 DE MARÇO: O POVO É QUEM MAIS ORDENA!

De norte a sul do país, os cidadãos vão sair de novo à rua no próximo dia 2 de março numa demonstração pacífica de descontentamento contra a atual situação política e económica do país. No Minho, encontram-se agendadas manifestações para Braga e Viana do Castelo. A iniciativa é de um grupo de cidadãos denominado “Que se lixe a Troika! Queremos as nossas vidas!”, precisamente o mesmo que organizou os grandiosos desfiles do passado dia 15 de setembro. Transcrevemos o manifesto que está na origem da atual convocatória.

Sobre

Um grupo de pessoas convoca um processo de mobilização e manifestação contra troika e austeridade para o próximo dia 2 de Março, às 16h, em Lisboa (Praça Marquês de Pombal).

Descrição

Em Setembro, Outubro e Novembro enchemos as ruas mostrando claramente que o povo está contra as medidas austeritárias e destruidoras impostas pelo governo e seus aliados do Fundo Monetário Internacional, da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu – a troika.

Derrotadas as alterações à TSU, logo apareceram novas medidas ainda mais gravosas. O OE para 2013 e as novas propostas do FMI, congeminadas com o governo, disparam certeiramente contra os direitos do trabalho, contra os serviços públicos, contra a escola pública e o Serviço Nacional de Saúde, contra a Cultura, contra tudo o que é nosso por direito, e acertam no coração de cada um e cada uma de nós. Por todo o lado, crescem o desemprego e a precariedade, a emigração, as privatizações selvagens, a venda a saldo de empresas públicas, enquanto se reduz o custo do trabalho.

Não aguentamos mais o roubo e a agressão.

Indignamo-nos com o desfalque nas reformas, com a ameaça de despedimento, com cada posto de trabalho destruído. Indignamo-nos com o encerramento das mercearias, dos restaurantes, das lojas e dos cafés dos nossos bairros. Indignamo-nos com a Junta de Freguesia que desaparece, com o centro de saúde que fecha, com a maternidade que encerra, com as escolas cada vez mais pobres e degradadas. Indignamo-nos com o aparecimento de novos impostos, disfarçados em taxas, portagens, propinas… Indignamo-nos quando os que geriram mal o que é nosso decidem privatizar bens que são de todos – águas, mares, praias, território – ou equipamentos para cuja construção contribuímos ao longo de anos – rede eléctrica, aeroportos, hospitais, correios. Indignamo-nos com a degradação diária da nossa qualidade de vida. Indignamo-nos com os aumentos do pão e do leite, da água, da electricidade e do gás, dos transportes públicos. Revolta-nos saber de mais um amigo que se vê obrigado a partir, de mais uma família que perdeu a sua casa, de mais uma criança com fome. Revolta-nos o aumento da discriminação e do racismo. Revolta-nos saber que mais um cidadão desistiu da vida.

Tudo isto é a troika: um governo não eleito que decide sobre o nosso presente condicionando o nosso futuro. A troika condena os sonhos à morte, o futuro ao medo, a vida à sobrevivência. Os seus objectivos são bem claros: aumentar a nossa dívida, empobrecer a maioria e enriquecer uma minoria, aniquilar a economia, reduzir os salários e os direitos, destruir o estado social e a soberania. O sucesso dos seus objectivos depende da nossa miséria. Se com a destruição do estado social a troika garante o financiamento da dívida e, por conseguinte, os seus lucros, com a destruição da economia garante um país continuamente dependente e endividado.

A 25 de Fevereiro os dirigentes da troika, em conluio com o governo, iniciarão um novo período de avaliação do nosso país. Para isto precisam da nossa colaboração e isso é o que não lhes daremos. Porque não acreditamos no falso argumento de que se nos “portarmos bem” os mercados serão generosos. Recusamos colaborar com a troika, com o FMI, com um governo que só serve os interesses dos que passaram a pagar menos pelo trabalho, dos bancos e dos banqueiros, da ditadura financeira dos mercados internacionais. E resistimos. Resistimos porque esta é a única forma de preservarmos a dignidade e a vida. Resistimos porque sabemos que há alternativas e porque sabemos que aquilo que nos apresentam como inevitável é na verdade inviável e por isso inaceitável. Resistimos porque acreditamos na construção de uma sociedade mais justa.

A esta onda que tudo destrói vamos opor a onda gigante da nossa indignação e no dia 2 de Março encheremos de novo as ruas. Exigimos a demissão do governo e que o povo seja chamado a decidir a sua vida.

Unidos como nunca, diremos basta.

A todos os cidadãos e cidadãs, com e sem partido, com e sem emprego, com e sem esperança, apelamos a que se juntem a nós. A todas as organizações políticas e militares, movimentos cívicos, sindicatos, partidos, colectividades, grupos informais, apelamos a que se juntem a nós. De norte a sul do país, nas ilhas, no estrangeiro, tomemos as ruas!

INATEL ORGANIZA PASSEIO FOTOGRÁFICO À SERRA DA ESTRELA

Passeio Fotográfico e Cultural nas Aldeias de Montanha

27 e 28 de abril | Aldeias de Montanha

E porque a primavera é uma estação especial na Montanha, o convite do Centro Dinamizador das Aldeias de Montanha e do Centro de Interpretação da Serra da Estrela em parceria com a Fundação INATEL, é partir à descoberta das paisagens de primavera. Aceite o nosso convite, venha fotografar e observar as cores da Montanha.

Como diria o homem que sentia como ninguém as paisagens, Miguel Torga  “ A Estrela (…)Perder-se por ela a cabo num dia de neve ou de sol, quando as fragas são fofas ou há flores entre o cervum, é das coisas inolvidáveis que podem acontecer a alguém…”.

PROGRAMA

Sexta-feira – 26 de abril

Alojamento na unidade INATEL Vila Ruiva Hotel 4*.

Sábado - 27 de abril |Passeio Fotográfico 

07h45 – Pequeno-almoço;

08h30 – Saída de autocarro, em direção ao Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) - Seia;

09.00 – Receção aos participantes no CISE;

10.00 - Lapa dos Dinheiros - À descoberta dos soutos;

12.30 - Loriga – A vida e a história de uma Vila entre os socalcos;

13.00 – Almoço livre (Sugestão: Restaurante Império);  

14.30 – Aldeia de Cabeça (prova de bôla lêveda da Cabeça e percurso pedestre até ao lugar do Outeiro da ponte) – Na intimidade da Serra;

17.30 – Regresso à INATEL Vila Ruiva Hotel 4*;

Jantar (não inclui bebidas) e alojamento.

Domingo – 28 de abril |Dia livre - sugestão de Visitas Culturais  

Pequeno-almoço, check-out.

Sugere-se: Visita à exposição do CISE e passeio interpretativo pela Quinta do Cise (Seia); Visita ao Museu Natural da Eletricidade (Senhora do Desterro); Almoço no Restaurante Margarida na Senhora do Desterro; Passeio na Mata do Desterro.

Preço por pessoa em quarto duplo: 89 € (associado) e de 96 € (não associado)

Suplemento de quarto individual: 38 € (associado) e de 45 € (não associado)

(Inclui os serviços indicados, seguro e transporte da atividade de sábado, com partida e regresso à unidade INATEL Vila Ruiva Hotel; não inclui: quaisquer serviços não mencionados). Não acumulável com outras promoções ou reservas anteriores. Sujeito a disponibilidade | Informações e reservas: 271 776015/6 ou inatel.falgodres@inatel.pt.

INFORMAÇÕES GERAIS

Esta atividade é dirigida a qualquer pessoa que goste de fotografia e de estar em contacto com a natureza. O passeio fotográfico é coordenado por um técnico do CISE.

Os participantes deverão levar o seguinte material, para o passeio fotográfico: máquina fotográfica; calçado apropriado (botas para caminhada); agasalho para o frio (gorro e luvas) e impermeável.

O número mínimo de participantes é de 12 pessoas e o máximo de 17 pessoas, de idade superior a 15 anos. O programa poderá sofrer alterações, em função das condições meteorológicas.

ARCOS DE VALDEVEZ: HÁ CEM ANOS, GOVERNO AUTORIZOU A CONSTRUÇÃO DO CEMITÉRIO EM MIRANDA

O decreto foi publicado no Diário do Governo nº. 46, de 26 de Fevereiro de 1913, e consta do seguinte:

“Ministério do Interior

Direcção Geral da Assistência

1ª Repartição

Atendendo ao que representou a Confraria das Almas, da freguesia de Miranda, Concelho dos Arcos de Valdevez, devidamente autorizada pela sua assembleia geral; vistas as informações oficiais:

Manda o Governo da República que ela seja autorizada a levantar dos seus fundos a quantia de 500$000 réis, a fim de aplicar nas obras de construção dum cemitério na referida freguesia.

Paços do Governo da República, em 25 de Fevereiro de 1913 = O Ministro do Interior = Rodrigo José Rodrigues.”

PAREDES DE COURA COMEMORA CINQUENTENÁRIO DA IGREJA MATRIZ

P2072119

Comemorações do cinquentenário da Igreja Matriz de Paredes de Coura. 5 de Maio de 2013

Solicitamos a todos os possuidores de registos fotográficos, ou outros documentos da antiga Igreja Matriz (exterior e interior), da sua demolição, bem como da construção e inauguração da actual Igreja, o favor de os emprestarem a fim de serem reproduzidos e tratados para fazerem parte de uma projecção audiovisual evocativa dos 50 anos da inauguração do novo templo. Gostaríamos também de incluir nesta mostra as fotografias dos vários cortejos de angariação de fundos.

Dado o aproximar da data das comemorações, pedimos urgência na entrega desses materiais.

As fotos e outros documentos podem ser entregues ao pároco, padre Eurico da Silva Pinto bem como a qualquer membro do Conselho Paroquial para os Assuntos Económicos de Santa Maria de Parede.

REDE DE BIBLIOTECAS DE VIZELA PROMOVE FORMAÇÃO DE COMPREENSÃO LEITORA PARA DOCENTES

No âmbito da Rede de Bibliotecas de Vizela, está a ser ministrada na Escola Secundária de Vizela a formação de “Compreensão leitora para docentes”, que consiste na leitura mensal de uma obra selecionada, assim como na elaboração de trabalhos de exploração da mesma, visando processos de compreensão leitora: compreensão literal, compreensão inferencial, reorganização, compreensão crítica e apreciação.

formação biblioteca

Esta formação surgiu como resposta à necessidade de dotar os professores envolvidos no projeto “Ler para Aprender”, que tem como público-alvo todos os alunos do segundo ano das escolas básicas de Vizela, de competências na área da promoção de leitura.

De referir que a formação está a ser realizada no âmbito da Rede de Bibliotecas de Vizela, através da Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes.

Conteúdos:

- Processos de compreensão leitora: compreensão literal, compreensão inferencial, reorganização, compreensão crítica e apreciação.

- A premência de um projeto de leitura para a turma: o trabalho de projeto, objetivos, metas, indicadores de desempenho,  envolvimento dos parceiros…

- Construção de atividades que promovam a leitura,  a partir da leitura de obras integrais.

PONTE DE LIMA INCENTIVA AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL NO CENTRO HISTÓRICO

Centro Com Vida - Incentivo ao Arrendamento no Centro Histórico de Ponte de Lima. Candidaturas de 1 a 15 de março

As candidaturas ao programa Centro Com Vida – iniciativa municipal que visa o arrendamento no Centro Histórico, estão abertas de 1 a 15 de março.

banner_centrocomvida[1]

O Centro Histórico de Ponte de Lima, constitui-se como um espaço urbano de grande valor patrimonial tanto através da qualidade do seu tecido edificado e paisagístico.

Neste contexto, o Município de Ponte de Lima lança este novo programa como forma de incentivar a dinamização, gestão e conservação do parque habitacional do Centro Histórico de Ponte de Lima através da promoção do arrendamento privado para cidadãos com idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos que aí queiram passar a residir.

Entende-se este incentivo como um auxílio importante para a conservação e manutenção do parque habitacional privado, numa perspetiva de médio e longo prazo, contribuindo ainda para a melhoria do desempenho ao nível das respetivas funções habitacionais, económicas, sociais e culturais.

De realçar que esta iniciativa articula-se com outras ações que o Município tem vindo a desenvolver de natureza social, bem como, de valorização do património, nomeadamente no âmbito do projeto Terra Reabilitar, da valorização dos espaços públicos e da recuperação e dinamização de imóveis de relevante valor histórico, arquitetónico ou cultural do Centro Histórico de Ponte de Lima.

O presente incentivo, de natureza transitória, para além de criar condições favoráveis à promoção da componente habitacional no Centro Histórico, irá facilitar aos jovens o acesso à habitação no regime de arrendamento, sendo uma importante ajuda financeira no actual contexto de crise em que vivemos.

Podem candidatar-se ao projeto Centro com Vida cidadãos com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 40 anos; casais não separados judicialmente de pessoas e bens ou em união de facto, com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 40 anos, podendo um dos elementos do casal ter idade até 42 anos; e ainda cidadãos em coabitação, com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 40 anos, partilhando uma habitação para residência permanente dos mesmos.

Consulte o regulamento em www.cm-pontede.pt. Para mais informações contate através do seguinte endereço eletrónico: centrocomvida@cm-pontedelima.pt.

BARCELOS REALIZA PALESTRA SOBRE OURO NAZI EM PORTUGAL

Realiza-se na Biblioteca Municipal, no próximo dia 6 março, às 15h00, uma palestra intitulada “O ouro nazi e a Segunda Guerra Mundial”, com a presença de Jonathan Díaz, que encontrou documentos sobre este assunto na estação desativada de Canfranc, em 2002.

O tema dos carregamentos de ouro alegadamente extorquido aos judeus pelo Governo Alemão durante a Segunda Guerra Mundial e enviado para Espanha e Portugal como forma de pagamento de mercadorias é abordado com frequência na comunicação social, em particular desde que Jonathan Díaz encontrou um conjunto de documentos abandonados na estação fronteiriça de Canfranc (Huesca), nos Pirinéus, quando passeava pelo local, em Novembro de 2000. As largas centenas de páginas que recolheu referiam-se a cópias de remessas de mercadorias que circularam pela estação e aludem directamente a dezenas de toneladas de ouro alemão trocadas por mercadorias espanholas e portuguesas, entre as quais se destaca o volfrâmio.

Jonathan Díaz escreveu o livro «Los papeles de la Verguenza. Canfranc 1942-1943», a partir da experiência da descoberta e o exame desses documentos. É sobre este tema que nos vem falar na palestra que agora apresentamos.

A repercussão das informações que recolheu e deu a conhecer ao público motivou peças jornalísticas em canais informativos de grande expressão.

A experiência da mineração do volfrâmio durante a Segunda Guerra Mundial foi tão importante que a sua menção ficou bem marcada na memória das gentes pela «febre do volfrâmio», na paisagem, na toponímia e até no folclore de Barcelos.

A entrada é livre.

BARCELOS EXPÕE PINTURA DE MESTRE ADELINO ÂNGELO

Pintura na Biblioteca Municipal e no Posto de Turismo

A Câmara Municipal de Barcelos e a Fundação Mestre Adelino Ângelo promovem as exposições de pintura do Mestre Adelino Ângelo subordinada ao tema “Cristos do séc. XXI” (Obras do Museu) e de Lá-Salett Magalhães subordinada ao tema “Retrospectiva”. As exposições estão patentes na Biblioteca Municipal da Barcelos até 23 de março e podem ser vistas de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00 horas e ao sábado, das 9h30 às 12h30 e das 14h30 às 18h00 horas.

Adelino Ângelo nasceu em 1931, tendo fixado residência em Guimarães, onde foi professor. Retratou altas individualidades da política, da religião e da cultura, uma obra “vincada pela fusão de emoção, originalidade e sentido de criação”, como o próprio afirma.

Os quase trinta trabalhos expostos na Biblioteca Municipal vão muito para além do retrato, incidindo sobre a fragilidade dos homens e da sua condição social. São figuras apresentadas de modo cru e sem simbolismos, porque, como diz Adelino Ângelo “o verdadeiro artista é aquele que provoca, razão porque denuncio com a minha pintura o rosto da sociedade em que vivo”.

Lá-Salett Magalhães expõe cerca de dezena e meia de obras. Formada em arquitetura, pintura e escultura em Portugal, recebeu formação artística durante cinco anos no estrangeiro, expondo os seus trabalhos desde 2000. A sua atividade profissional está ligada à decoração.

No Posto de Turismo de Barcelos está patente até 17 de março, a exposição “O meu mundo, de Fernando Portela, um conjunto de 27 quadros que este autor, filho de barcelenses, traz a público.

Desde tenra idade, Fernando Portela privilegiou a pintura uma forma de expressão, embora tenha enveredado pelo trabalho da cerâmica que era a arte da terra e da sua família. “Gosto de pintura, mas a minha vida foi a cerâmica e o têxtil”. Aos 21 anos cumpriu o serviço militar em Timor e deixa-se contagiar pelas cores e exotismo da cultura timorense, voltando a pintar. Dois anos depois emigra para Espanha para continuar a trabalhar na cerâmica, onde fica até finais dos anos setenta. Volta para Barcelos e vira-se para a área têxtil. Nesta atividade tão intensa pouco tempo lhe sobra para a pintura, mas sempre que pode regressa à pintura.

Muito ligado à vida da comunidade de Galegos Santa Maria, onde mora, adia a criação de mais quadros e pinturas, ainda que confesse que possui “telas com mais de 40 anos, são a prova do que pintava naquele tempo longínquo”.

Na sequência de problemas de saúde, fica sem voz. Fernando Portela começa a expressar-se pela pintura, recuperando não apenas física e psicologicamente mas também a confiança nas suas qualidades artísticas.

Auto-didata, afirma: “não tive formação, mas gostava de ter... a vida não deixou, mas esta é a minha vocação”. E acrescenta: “a pintura é uma forma de me evadir do mundo. Fico sozinho neste mundo, longe das memórias do passado que me apoquentam. A pintura acalma-me o espírito e faz-me viver”.

VIANA DO CASTELO PROMOVE “DOMINGOS EM FAMÍLIA”

“Domingos em Família” na Casa dos Nichos

A Casa dos Nichos - Núcleo Museológico de Arqueologia, promove no dia 17 de Março, a atividade de expressão plástica “Prenda para o dia do Pai”, integrada no programa “Domingos em Família”, que visa a participação de pais e filhos em atividades relacionadas com o património arqueológico do concelho.

A atividade “Prenda para o dia do Pai”, consiste na escolha de uma das atividades de expressão plástica, disponíveis na Casa dos Nichos, e cujo resultado final resultará numa prenda para o dia do pai, dia 19 de Março.

Participação gratuita. Idade sugerida: entre os 4 e os 14 anos.

Local: Casa dos Nichos - Núcleo Museológico de Arqueologia (Rua de Viana), das 14h00 às 17h00.

Organização: Câmara Municipal de Viana do Castelo – Gabinete de Arqueologia.

PONTE DE LIMA CELEBRA 888 ANOS DA OUTORGA DO FORAL POR D. TERESA

Celebração dos 888 Anos da Outorga do Foral. 4 de Março - Dia de Ponte de Lima

Ponte de Lima celebra no próximo dia 4 de março – Dia de Ponte de Lima, os 888 anos da Outorga do Foral a Ponte de Lima, pela Rainha D. Teresa, em 4 de março de 1125.

A efeméride será assinalada com um programa cultural que inclui a Homenagem à Rainha D. Teresa junto ao monumento, com a deposição de um ramo de flores e o Hino a Ponte de Lima cantado pelos alunos da Eb1 de Ponte de Lima.

Às 17h30 no Clube Náutico de Ponte de Lima, procede-se à inauguração das instalações de Apoio a Atividades Náuticas.

A Cerimónia solene do Dia de Ponte de Lima realiza-se no Teatro Diogo Bernardes, a partir das 18 horas.

A cerimónia inclui a apresentação pública da obra “Fé e Religiosidade Popular em Ponte de Lima: Cruzeiros, Vias-Sacras, Nichos e Alminhas”, da autoria de Carlos A. Brochado de Almeida, Mário Carlos Sousa Gonçalves e Ana Paula Azevedo Ramos A. de Almeida, seguindo-se o discurso oficial do Dia de Ponte de Lima, pelo Sr. Presidente da Câmara de Ponte de Lima.

A comunidade escolar vai receber coroas, um DVD e a pagela com a letra do Hino a Ponte de Lima para se associarem ao Dia de Ponte de Lima.

Toda a população está convidada a participar neste DIA DE PONTE DE LIMA e nas cerimónias enunciadas.

“COMPETITIVIDADE E EMPREENDEDORISMO EM BAIXA DENSIDADE" TEMA DE SEMINÁRIO EM FAFE, A 4 DE MARÇO 2013

A ADRAVE e o Município de Fafe organizam no dia 04 de março de 2013, no Auditório da Câmara Municipal, a partir das 14h15, o seminário intitulado "Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade" que tem como principal objetivo apresentar o projeto Minho Empreende que será desenvolvido nos próximos meses no território Minho, nomeadamente no concelho de Fafe. Pretende-se, por outro lado, sensibilizar os participantes sobre o tema do Empreendedorismo e os vários instrumentos existentes no desenvolvimento da ideia e da criação de negócio.

O seminário contará com presença de vários oradores, entre outros, a ADRAVE, o IAPMEI, a Sol do Ave, o Banco Espírito Santo, o serviço de Emprego de Fafe, a Aldeia do Pontido e uma Embaixadora da Rede Europeia de Empreendedorismo Feminino em Portugal.

O Minho Empreende representa um Projeto Âncora da EEC/Estratégia de Eficiência Coletiva MINHO IN, reconhecido como EEC PROVERE, em que a aposta estratégica passa pela valorização do potencial do território de baixa densidade, projetando-se num conjunto de redes empresariais, institucionais e temáticas

O Minho Empreende ambiciona até Novembro de 2014, promover e incentivar a qualificação da capacidade empreendedora do Minho e dar reposta aos desafios existentes no que respeita à Inovação, Competitividade e Sustentabilidade dos territórios de cariz rural do Minho, lançando mecanismos e instrumentos de apoio ao empreendedorismo nas seguintes áreas: -Turismo - Agro-Alimentar e Produtos Tradicionais -Ambiente, Natureza e Paisagem e Cultura e Património.

A Rede congrega um conjunto de Entidades que no Minho se dedicam à promoção da Criatividade, da Inovação e do Empreendedorismo:

· ADRAVE- Agência de Desenvolvimento Regional;

· BIC MINHO – Oficina da Inovação;

· INCUBO- Associação para o Centro de Incubação de Base Tecnológica do Minho;

· Associação SPINPARK – Centro de Incubação de Base Tecnológica;

· IDEIA ATLANTICO – Instituto de Desenvolvimento Empresarial e Inovação do Atlântico;

· IE.M.- -Instituto Empresarial do Minho;

· CEVAL– Conselho empresarial dos Vales do Lima e Minho;

· ACIG– Associação Comercial e Industrial de Guimarães.

Os destinatários abrangidos pela Projeto são:

· Potenciais empreendedores;

· PME’s com necessidades de intervenção ao nível da inovação, da modernização e competitividade;

· Empreendedores dos projetos complementares de natureza privada da EEC Minho In;

Por último, e para todos os agentes públicos e privados que desenvolvem ou pretendem desenvolver esforços e iniciativas para a organização e afirmação de um Minho mais competitivo e empreendedor, espaço de Excelência Turística e de Novas Atividades Empresariais, a ADRAVE e os Parceiros do Projeto, disponibilizam e reforçarão ainda mais a Rede Regional Minho Empreende responsável pel apoio à preparação e implementação de novos projetos e iniciativas tendentes à valorização e aproveitamento do potencial económico dos recursos endógenos que o Minho nos proporciona.

Neste sentido, a rede Minho Empreende disponibilizou, por um lado, uma página “facebook” do Projeto (www.facebook.com/MinhoEmpreende) e por outro lado, uma página web de divulgação da Rede em www.adrave.pt/minhoempreende disponíveis desde o final do ano de 2012.

Seminário

Competitividade e Empreendedorismo em Baixa Densidade

04 de março de 2013

Auditório da Câmara Municipal de Fafe

Programa

14h15m – Receção aos Participantes

14h30m - Sessão de Abertura

- José Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal de Fafe

- Joaquim Lima, Administrador-Delegado da ADRAVE

14h45m - Painel 1 - Competitividade e Empreendedorismo em Territórios de Baixa Densidade

- O Projeto Minho Empreende e as suas mais-valias

Filipe Teixeira e Luísa Marinho, ADRAVE

- Apresentação de um caso de sucesso de empreendedorismo em Fafe

Aldeia do Pontido

15h15m – Painel 2 - Empreendedorismo: da Ideia à Ação

- Sandra Araújo, Embaixadora da Rede Europeia de Empreendedorismo Feminino em Portugal

15h45m – Painel 3 – Os Programas de Apoio e Incentivo ao Empreendedorismo

- Passaporte para o Empreendedorismo

Ana Rosas, IAPMEI – Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas

- Instrumentos de Apoio ao Empreendedorismo e ao Auto-Emprego

- O Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego

Luís Sousa Silva, Serviço de Emprego de Fafe

- O Microcrédito no Banco Espirito Santo

Norberto Neiva, Banco Espirito Santo

- Sistemas de Incentivos PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural

Mafalda Cabral, Sol do Ave

16h45m – Debate

17h00m – Encerramento dos Trabalhos

CELORICO DE BASTO: SPORT CLUBE FERMILENSE DISPUTA PRIMEIRO JOGO DO CAMPEONATO NO PARQUE DESPORTIVO DA RASA

O Sport Clube Fermilense disputou este fim-de-semana, 24 de fevereiro, o primeiro jogo da época no seu Parque Desportivo após intervenção para obras de requalificação.

O Parque Desportivo da Rasa está pronto para a prática desportiva após vários meses de obras de requalificação para criar as melhores condições para os atletas e adeptos, uma intervenção voltada sobretudo para os balneários.

Segundo presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, há muito que Fermil merecia condições mais condignas para a prática do futebol. “Trata-se de uma infraestrutura que já tinha sido inaugurada mas, e devido às más condições dos balneários, achou-se por bem manter os atletas a praticar a modalidade no Estádio Municipal até que o Parque Desportivo requalificado tivesse as condições condignas. O campo está, agora, com melhores condições para que atletas e adeptos possam usufruir da melhor forma da prática desportiva”.

O primeiro jogo da temporada disputou-se entre o Sport Club Fermilense e o Silvares – Fafe e contou com as bancadas cheias, que com palavras de ordem, deram todo o seu apoio à equipa da terra.

Note-se que esta intervenção resultou de um protocolo entre a Câmara Municipal de Celorico de Basto e o Sport Clube Fermilense que fizeram o que estava ao seu alcance para criar as condições apropriadas para o Clube desenvolver as suas atividades desportivas.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VIZELA PROMOVE O CONTO INFANTIL

“O sultão e os ratos” de Joan de Boer & Txell Darné

No âmbito da atividade Sábados na Biblioteca, a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes promove, no próximo dia 2 de março, às 15.30h, a atividade “O sultão e os ratos” de Joan de Boer & Txell Darné.

De lembrar que a Biblioteca Municipal Fundação Jorge Antunes apenas está aberta no primeiro sábado de cada mês, com a atividade Sábados na Biblioteca, das 15h30 às 17h30, estando encerrada nos restantes sábados do mês.

Sábados na biblioteca

2 de Março, 15h30

O sultão e os ratos de Joan de Boer & Txell Darné

O sultão gostava muito de queijo. Tinha salas cheias de queijos por todos os lados; mas o palácio encheu-se de ratos que comiam os queijos do sultão, e os conselheiros tiveram que encontrar uma solução. Queres ajudar? No final, com recortes e pinturas vamos construir fantoches das personagens da história.

PAREDES DE COURA: ADASPACO REALIZA COLHEITA DE SANGUE

ADASPACO

ADASPACO – Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Paredes de Coura

Dia 27 de Fevereiro | Domingo

09:00 às 12:30 | Casa do Dador de Paredes de Coura

A ADASPACO vai levar a efeito mais uma recolha de sangue. A referida colheita terá lugar no dia 17 de Fevereiro de 2013 (Domingo) entre as 09:00 e as 12:30, a qual será realizada pela ULSAM-Viana do Castelo.

É muito importante a sua participação, contamos consigo para dar sangue. Venha dar sangue e traga um amigo para participar pela primeira vez.

- Compareça, dar sangue é dar vida!

ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA "SONS DE VEZ 2012 EM IMAGENS"

Exposição temática:

1 de Fevereiro a 31 de Março

Foyer do Auditório da Casa das Artes

SONS DE VEZ 2012 EM IMAGENS

Inserida na edição 2013 do “SONS DE VEZ!”, 11ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

Registos de palco dos concertos da edição 2012 do “Sons de Vez!”, que incluem The Gift, JP Simões, Frankie Chavez, The Underdogs, Osso Vaidoso, Godot, A Naifa, PAUS, Two White Monsters Around A Round Table, Kussondulola e B Fachada.

Fotos da autoria de Sérgio Neto e Miguel Lobo.

ARCOS DE VALDEVEZ: HÁ CEM ANOS, GOVERNO AUTORIZOU A CONSTRUÇÃO DA ESCOLA EM MIRANDA

O decreto foi publicado no Diário do Governo nº. 46, de 26 de Fevereiro de 1913, e consta do seguinte:

“Ministério do Interior

Direcção Geral da Assistência

1ª Repartição

Atendendo ao que representou as Irmandades do Coração de Maria, Santíssimo Sacramento e Senhora do Rosário (anexas), S. Bento e Santo António, da freguesia de Miranda, Concelho dos Arcos de Valdevez, devidamente autorizada pela sua assembleia geral; vistas as informações oficiais:

Manda o Governo da República que as referidas irmandades sejam authorizadas a levantar dos seus fundos as suas primeiras e a última a quantia de 200$000 réis, cada uma, e a de S. Bento a quantia de 300$000 réis, a fim de aplicarem aquela importância nas obras de construção dum edifício para escola e habitação do respectivo professor.

Paços do Governo da República, em 25 de Fevereiro de 1913 = O Ministro do Interior = Rodrigo José Rodrigues.”

DUQUES DE BARCELOS E GUIMARÃES REPOUSAM NO PANTEÃO DOS REIS DA DINASTIA DE BRAGANÇA NO MOSTEIRO DE S. VICENTE DE FORA, EM LISBOA

O Minho é o berço da nacionalidade e da monarquia portuguesa. No Panteão dos Reis existente no Mosteiro de S. Vicente de Fora, em Lisboa, repousam os restos mortais dos últimos reis de Portugal.

Panteão-SVicenteFora 016

Para além do título de Duques de Bragança, os membros da Família Real Portuguesa ostentam entre outros os títulos de duques de Barcelos e Guimarães e de condes de Barcelos e Neiva.

O Panteão dos reis da Dinastia de Bragança foi criado em 1885, por iniciativa do Rei D. Fernando II, que mandou transferir para este espaço que foi refeitório dos cónegos, os túmulos que antes se encontravam numa pequena dependência junto à capela-mor da igreja.

Alguns monarcas não se encontram ali sepultados. São eles D. Maria I que jaz na Basílica da Estrela, D. Pedro IV que foi transladado para o Brasil e D. Maria Pia que se encontra no Panteão dos Sabóias, em Turim.

Panteão-SVicenteFora 020

Sobre os túmulos estão colocadas as coroas reais que simbolizam os seus reinados.

Panteão-SVicenteFora 023

A Pátria chora os seus mártires junto dos túmulos do Rei D. Carlos e do Príncipe D. Luís Filipe, assassinados no atentado republicano de 1908.

Panteão-SVicenteFora 026

Um aspeto do panteão dos reis da Dinastia de Bragança, no Mosteiro de S. Vicente de Fora, em Lisboa.

Panteão-SVicenteFora 004

Túmulo em mármore de D. João IV.

Panteão-SVicenteFora 009

Túmulo de D. Manuel II, último Rei de Portugal.

Panteão-SVicenteFora 017

Túmulo de D. Amélia, Rainha no Trono, na Caridade e na Dor.

Panteão-SVicenteFora 011

Um aspeto do altar existente no Panteão dos reis da Dinastia de Bragança.

RANCHOS FOLCLÓRICOS DE PONTE DE LIMA ATUAM NO TEATRO DIOGO BERNARDES

Teatro Diogo Bernardes | 24 de Fevereiro

Durante o mês de Fevereiro, e como já é tradição, o Teatro Diogo Bernardes apresenta “Folclore de Inverno” na terra BERÇO DO FOLCLORE. Numa organização da Associação de Folclore de Ponte de Lima, em parceria com o Município, esta iniciativa tem como objetivo incentivar e estimular o trabalho dos Grupos Folclóricos do Concelho.

Os sons tradicionais e típicos do Minho, as suas danças, os movimentos vivos e graciosos, onde predominam os malhões, as canas verdes e os viras, associados ao traje à minhota e à alegria dos Grupos de Folclore, prometem boas tardes de folclore no magnífico Teatro Diogo Bernardes.

O Programa do Folclore de Inverno, com início às 15 horas, conta com a participação dos seguintes grupos:

Dia 24 de Fevereiro

Rancho Folclórico das Lavradeiras de Gondufe; Grupo Folclórico de Santa Marta de Serdedelo; Grupo Folclórico da União Desportiva e Cultural da Gemieira; ACR Danças e Cantares de Vitorino dos Piães; Rancho Folclórico da Correlhã e a Escola Infantil de Folclore da Correlhã.

Para mais informações ou reservas, contacte o Teatro Diogo Bernardes pelo telf: 258 900414 ou teatrodb@cm-pontedelima.pt

XANA TOC-TOC ATUA AMANHÃ EM PONTE DE LIMA

Xana TOC – TOC na Festa da Gente Miúda em Ponte de Lima, 24 de fevereiro, 15h30

É o fenómeno musical do momento entre as crianças de tenra idade até aos mais crescidos. Xana TOC – TOC vai estar em Ponte de Lima, no dia 24 de fevereiro, num concerto a realizar às 15h30, na Expolima.

O concerto integra-se no programa da Festa da Gente Miúda a primeira realização do género no concelho de Ponte de Lima, porventura em todo o Alto-Minho.

A Festa da Gente Miúda dirige-se a toda a família. Aqui encontrarão um espaço onde a magia e a imaginação infantil vão dar largas ao sonho e à criatividade. Por entre espetáculos de dança, filmes e representações, a Festa vai ter momentos inolvidáveis com destaque para O NABO GIGANTE, interpretação do grupo de teatro infantil Partículas Elementares, proporcionando uma tarde de sábado de verdadeiro encanto para os mais novos. 

No domingo à tarde a Festa vai ter a visita da XANA TOC TOC, num espectáculo fascinante que fará da tenda da Expolima um espaço de êxtase e de fantasia para todas as crianças que tiverem a oportunidade de conviver de perto com a artista de sua eleição. Com atividades para todos os gostos, crianças e adultos irão divertir-se sem preconceitos, num lugar ideal pensado para se potenciar os bons momentos em família.

Com a sua “Mala Cor de Rosa” Xana TOC – TOC, é uma artista que gosta de desenhar, pintar, cantar, escrever e viajar. Viaje na sua “biclinha” pelo mundo dos sonhos a que ela chama: “A Ilha dos Sonhos”.

Com este reportório a artista vai fazer as delícias dos pequenos e graúdos, a não perder em Ponte de Lima, a 24 de fevereiro, às 15h30.

ESPOSENDE REALIZA TEMPORADA DE MÚSICA ERUDITA

MusiCórdia MMXIII: temporada de música em Esposende, de Janeiro a Julho, num total de nove concertos que percorrem a história da música erudita.

A “Lira de Orfeu: Canções ibéricas, italianas e inglesas dos séculos XVI e XVII” é o tema do concerto que amanhã vai ter lugar na Igreja da Misericórdia, em Esposende. Trata-se de uma iniciativa que pretende aproximar a cultura à comunidade e dinamizar a cidade e a região.

Tendo como palco a histórica Igreja da Misericórdia, a primeira edição da MusiCórdia apresenta um ciclo de nove concertos ecléticos. A temporada culmina em Julhos com o 434.º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Esposende (SCME), entidade organizadora, em parceria com a Escola de Música de Esposende (EME). Todos os concertos vão ter entrada gratuita, pois um dos grandes objetivos da temporada é contribuir para a democratização do acesso à cultura. O público é, apenas, convidado a deixar a contribuição que achar que a performance assistida merece.

A temporada de música ambiciona impulsionar o desenvolvimento cultural de Esposende e da região envolvente. Para tal conta com colaboração de um leque variado de músicos e formações, a maior parte de reconhecido valor artístico no panorama nacional.

Outro grande objetivo do evento é aproximar a comunidade das atividades da SCME, que ao longo dos anos se tem afirmado no concelho e na região pela qualidade dos seus serviços. Através de uma maior interação com o público, a instituição visa uma maior visibilidade aos diversos projetos da instituição, de âmbito social, educativo e de saúde.

ARCOS DE VALDEVEZ: SUPERNADA ATUA NA CASA DAS ARTES

Música/ Pop Rock:

23 de Fevereiro

sábado às 23h00

Auditório da Casa das Artes

SUPERNADA
Inserido no SONS DE VEZ!

11º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 18 de Fevereiro, preço único: €10,00)

Nascida em 2002, a banda portuense é composta por Manel Cruz na voz (Ornatos Violeta; Pluto; Foge Foge Bandido), Ruca Lacerda na guitarra (Pluto; Insert-Coin; musico convidado nos GNR), Francisco Fonseca na bateria (Amarguinhas), Eurico Amorim nos teclados (Insert-Coin; musico convidado nos Mesa e Pedro Abrunhosa) e Miguel Ramos no baixo (Insert-Coin; Mosh; Torto; musico convidado nos Mesa e Jorge Palma). Dos constantes ensaios na garagem do Francisco a alguns concertos experimentais foi um pequeno passo, e os Supernada estiveram alguns anos a consolidar a sua relação dentro e fora dos palcos. Foram aparecendo novas canções, e as já existentes foram-se transfigurando sem nunca se desviarem da vontade dos Supernada de as tocarem ao vivo, agora na sua máxima força. Depois de um hiato nos concertos, para fecharem o processo de gravação e edição do primeiro álbum, eis que surgem em 2012 com o disco “Nada É Possível”.

Após uma série de concertos ao ar livre, os Supernada avançam para apresentações mais intimistas, de auditório, apresentando em palco temas que, quer pela originalidade quer pela excepcional execução por parte dos músicos, aliada ao rigor da equipa técnica, prometem que cada concerto se revele um super-espectáculo, capaz de deixar rendidos os que ainda não conhecem o projecto, e satisfazer os imensos fãs que têm vindo a acompanhar o percurso da banda, aguardando as apresentações ao vivo.

BRASILEIROS CONTINUAM INTERESSADOS NOS ESTALEIROS DE VIANA – PRESIDENTE RIO NAVE

O presidente da Rio Nave garantiu hoje que aquele grupo brasileiro continua interessado nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), apesar de não ter qualquer resposta do Governo português sobre a situação atual do processo de reprivatização.

capture10

Contactado pela agência Lusa, Mauro Campos confirmou o envio em fevereiro de uma carta à empresa responsável pela assessoria da reprivatização solicitando "esclarecimentos" sobre o processo, nomeadamente as "razões para a indefinição" que se verifica.

"A nossa posição é de continuidade no concurso a menos que o Governo diga que está suspenso, decorrente das regras da Comunidade Europeia. Mas, oficialmente, não temos uma palavra sobre o tema", disse ainda o presidente dos estaleiros brasileiros.

Fonte: Agência LUSA

PORTUGAL: TURISMO RELIGIOSO ESTÁ EM FASE DE “CRESCIMENTO”

Representante da Obra Nacional da Igreja Católica para o setor destaca como «polos» emblemáticos Fátima e a região norte do país

O turismo religioso em Portugal está atualmente a beneficiar de um “crescimento que supera a média calculada para o setor”, em termos globais. Num artigo de opinião publicado na mais recente edição do Semanário ECCLESIA, Varico Pereira, membro da Obra Nacional da Pastoral do Turismo, realça que “o património religioso” no país “constitui o setor mais extenso do universo patrimonial português” e poderá abranger “cerca de 75% de todo o património conhecido”.

Braga-BomJesus (179)

Segundo aquele responsável, que integra os quadros da TUREL  – Cooperativa de Turismo Cultural e Religioso, o turismo religioso é hoje “um fenómeno da sociedade em que a amplitude ultrapassa de uma forma clara a ligação que os crentes têm à sua própria religião”.

Varico Pereira dá como exemplo os “mosteiros da Batalha, de Alcobaça, dos Jerónimos e o Convento de Cristo em Tomar” que passaram a ser considerados como “património da humanidade” e refere que mais monumentos estarão na forja para receber essa distinção, como “o Santuário do Bom Jesus, em Braga”.

Esta área de atividade “apresenta hoje um reconhecido dinamismo, absorvendo quotas de mercado muito significativas”, a adesão das pessoas está a crescer, facto comprovado também pelo aumento do “número de operadores” de turismo religioso “em Portugal e no mundo”, realça aquele responsável.

De acordo com dados disponibilizados pela Organização Mundial de Turismo, “cerca de 300 a 330 milhões de peregrinos visitam anualmente os locais religiosos mais importantes do mundo”.

O vogal da Obra Nacional da Pastoral do Turismo adianta informações sobre os “dois polos” mais importantes do turismo religioso a nível nacional, o Norte de Portugal, “pela quantidade de monumentos e pela fé das suas gentes” e o Santuário de Fátima.

“A Igreja da Santíssima Trindade, inaugurada em outubro de 2007, e a comemoração dos 90 anos das Aparições e a visita de Bento XVI em 2010, levaram ao aumento de peregrinos no Santuário, atingindo-se a cifra de 5,5 milhões”, destaca Varico Pereira, que ao longo da sua reflexão aborda também o Caminho Português de Santiago.

A Obra Nacional da Pastoral do Turismo participará na BTL - Feira Internacional de Turismo, que decorre em Lisboa entre os dias 27 de fevereiro e 3 de março

Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt/

Braga-BomJesus (172)

TEMPORADA DE MÚSICA EM ESPOSENDE PERCORRE A HISTÓRIA DA MÚSICA ERUDITA

MusiCórdia MMXIII: Temporada de música em Esposende, de Janeiro a Julho, num total de nove concertos que percorrem a história da música erudita.

No próximo dia domingo, na Igreja da Misericórdia em Esposende, a soprano Rita Venda e Hugo Sanches no alaúde e viola de mão interpretam a Lira de Orfeu. O segundo concerto da MusiCórdia vai recuar à música europeia dos séculos XVI e XVII, pretendendo divulgar junto da comunidade a qualidade artística dos músicos ligados a Esposende.

concerto_24Fevereiro

A temporada de música ambiciona impulsionar o desenvolvimento cultural de Esposende e da região envolvente. Para tal conta com colaboração de um leque variado de músicos e formações, a maior parte de reconhecido valor artístico no panorama nacional.

Outro grande objectivo do evento é aproximar a comunidade das atividades da SCME, que ao longo dos anos se tem afirmado no concelho e na região pela qualidade dos seus serviços. Através de uma maior interação com o público, a instituição visa uma maior visibilidade aos diversos projetos da instituição, de âmbito social, educativo e de saúde.

Voz e alaúde encarnam o mito de Orfeu

A MusiCórdia apresenta, no próximo domingo, pelas 17h, mais um concerto de música erudita. A “Lira de Orfeu” é o tema que vai ser apresentado pela soprano Rita Venda e o instrumentista Hugo Sanches (alaúde e viola de mão). Na Igreja da Misericórdia, o público será convidado a recuar no tempo até à música europeia dos séculos XVI e XVII.

O canto acompanhado por um instrumento de corda dedilhada gozava de um estatuto singular na música europeia dos séculos XVI e XVII. A prática atravessava todas as barreiras sociais, sendo utilizada nos mais diversos contextos, como música para divertimento dos nobres e suas cortes, para entretenimento doméstico ou para espetáculos públicos como a ópera, que dava então os seus primeiros passos.

Este ecletismo manifestava-se também nas temáticas abordadas que podiam ser tão variadas como a narração de longos romances ou curtos e mordazes vilancicos, acompanhados pela viola de mão na Península Ibérica, árias amorosas, introspectivas e até mesmo satíricas, acompanhadas pelo alaúde em Inglaterra, e eloquentes canções no novo recitativo, com acompanhamento improvisado na tiorba em Itália.

O alaúde era o instrumento de eleição nesta prolífera união com o canto, assumindo um valor simbólico único no pensamento humanista, conotado na iconografia e na literatura com a lira da antiguidade grega. A junção do alaúde ao “instrumento” primeiro – a voz humana – formava assim o veículo ideal para o poder mágico que se acreditava que a música podia exercer no espírito do ouvinte, simbolizado no mito de Orfeu.

Orfeu e a sua lira cantam o transcendente e o terreno, o divino e o profano, a alegria, a tristeza, o recolhimento, a eloquência. A voz e o alaúde encarnam o mito órfico e, com ele, toda a paleta imensa de emoções, desejos, pensamentos e dúvidas associadas à existência terrena.

O programa da MusiCórdia é eclético, percorrendo a história da música desde a Renascença até aos nossos dias, escrita para diversos contextos. Para tal, conta com um leque diversificado de músicos e agrupamentos, desde os que se enquadram em processo de formação, a profissionais de reconhecido mérito artístico. O evento assume-se assim também como espaço privilegiado para a promoção de músicos locais.

Voz e alaúde encarnam o mito de Orfeu

No próximo dia 24, domingo, na Igreja da Misericórdia em Esposende, a soprano Rita Venda e Hugo Sanches no alaúde e viola de mão interpretam a Lira de Orfeu. O segundo concerto da MusiCórdia vai recuar à música europeia dos séculos XVI e XVII, pretendendo divulgar junto da comunidade a qualidade artística dos músicos ligados a Esposende.

Rita Venda e Hugo Sanches mantêm uma forte actividade enquanto músicos, apresentando-se com regularidade nas principais salas do país e em palcos internacionais, com agrupamentos de referência. A MusiCórdia convidou os performers a fazer parte da temporada de concertos, oferecendo assim à comunidade de Esposende a oportunidade de conhecer o trabalho da soprano e do instrumentista.

Rita Venda, natural de Esposende, frequenta a licenciatura em Música Antiga, variante de Canto, na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto (ESMAE), sob orientação de Magna Ferreira. De forma mais continuada ou em masterclasses, a soprano tem investido na interpretação vocal, nas práticas de interpretação histórica e na performance, com profissionais de reconhecida qualidade. A cantora integra, desde a sua fundação, o Grupo de Câmara de Esposende, dirigido por António Capitão, o Coro Casa da Música, dirigido por Paul Hillier, e o Ensemble Vocal Capella Duriensis, dirigido por Jonathan Ayerst. Rita Venda tem participado em prestigiados eventos como London Haendel Festival (Inglaterra), Festival de Música Antigua de Úbeda y Baeza (Espanha), Temporada de Música em São Roque, Festival de Música em Leiria, Cistermúsica, Festival Internacional de Música dos Açores, entre outros. Com o ensemble Capella Duriensis realizou várias gravações para a RDP Antena 2 e para a European Broadcasting Union, assim como uma digressão em Inglaterra, estando em residência nas catedrais de Bristol e Wells em Agosto de 2012. E, com a mesma formação, a soprano tem agendada para este ano a gravação em disco de obras portuguesas dos sécs. XVI e XVII. O percurso profissional da cantora começou na Escola de Música de Esposende (EME), onde, hoje, dá aulas.

Hugo Sanches estudou guitarra clássica, alaúde e práticas históricas de interpretação musical com instrumentistas de reconhecido prestígio. O músico é mestre e licenciado em música antiga pela ESMAE, licenciado em guitarra clássica pela mesma escola e pós-graduado em psicologia da música pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Para além de actuar em recitais a solo, colaborou ou colabora com agrupamentos como Ensemble Pavaniglia, Orquestra Barroca da Casa da Música, The English Air, Officina da Música, L’Universo Sommerso, Amar contra o Silêncio, Sete Lágrimas, Orquestra Vigo 430, Ensemble Norte do Sul, Orquestra barroca de Veneza, Os Músicos do Tejo e Ensemble Mi contra Fá, tendo actuado em inúmeros festivais, tanto em Portugal, como em Espanha, França, Índia, Suécia, Itália. Hugo Sanches gravou com o grupo Sete Lágrimas os CDs Kleine Musik, Diáspora.pt, Silêncio, Pedra Irregular, Vento e Terra. Participou ainda na gravação do CD Orquestra Vigo 430 pela orquestra com o mesmo nome. E foi assistente de produção do CD The Bad Tempered Con. A par da actividade de músico freelancer, Hugo Sanches dá aulas na ESMAE enquanto assistente convidado do curso de Música Antiga.

VIANA DO CASTELO: ATIVIDADES NO CMIA DURANTE O MÊS DE MARO

image006

Oficina de aprendizagem

IDENTIFICAÇÃO E CULINÁRIAS DE PLANTAS SILVESTRES

2 de março de 2013, sábado

Para o público em gera

image009

Oficina de aprendizagem

INTRODUÇÃO À COSMÉTICA NATURAL

16 de março de 2013, sábado

Para o público em geral

image015

Comemoração de dias temáticos

DIA MUNDIAL DA FLORESTA

11 a 21 de março de 2013

Para público em geral e comunidade escolar

image017

Oficina da PRIMAVERA!

CRIAÇÃO DE FLORES DE PAPEL

23 de março de 2013, sábado

Para crianças entre os 6 e os 14 anos

image019

Oficina

SHOWCOOKING COM PLANTAS AROMÁTICAS

30 de março de 2013, sábado

Para crianças entre os 6 e os 14 anos

Programa disponível em breve…

image020

EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA

Para o público em geral

Entrada livre

image021

EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA

“As nossas plantas … Aromáticas e Medicinais”

Até 31 de março

Entrada livre

CÂMARA MUNICIPAL DE BARCELOS APROVA ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS ÀS FREGUESIAS E ASSOCIAÇÕES NO VALOR DE MAIS DE 400 MIL EUROS

Reunião do executivo municipal

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou hoje, em reunião ordinária do executivo, um conjunto de apoios destinados às freguesias e às associações do concelho, destacando-se também a aprovação de protocolos e de medidas de comparticipação financeira nas áreas do desporto, da cultura e da educação.

O executivo aprovou a atribuição de subsídios para as freguesias, no valor global de mais de 163 mil euros, com vista à reparação e pavimentação de caminhos, muros de suporte, obras em escolas, etc. Neste valor estão incluídas retificações a dois subsídios já atribuídos à freguesia da Várzea.

A Câmara aprovou também mais dois protocolos no âmbito do programa de pequenos-almoços aos alunos dos jardins-de-infância e do 1.º ciclo do concelho, alargando a medida às freguesias de Tamel S. Pedro Fins e Cristelo. O programa começou a ser implementado em janeiro deste ano na freguesia de Arcozelo, com a assinatura de protocolos com a Junta de Freguesia e com o Centro Social e Paroquial local, para um total de cerca de 30 crianças. No final do mês de janeiro, o programa foi alargado a mais duas dezenas de alunos, nas freguesias de Vila Frescainha S. Pedro e Barqueiros. Estende-se, agora, a mais 10 crianças das freguesias de Tamel S. Pedro Fins e Cristelo.

Protocolos e apoios financeiros

Ainda na mesma reunião, o executivo aprovou contratos de desenvolvimento desportivo com três associações que desenvolvem trabalho de formação e que tem as seguintes comparticipações financeiras do Município: Santa Maria Futebol Clube – 40.000,00€; Óquei Clube de Barcelos – 60.000,00€; Basquete Clube de Barcelos – 60.000,00€.

No âmbito da cultura foram aprovados protocolos com a Associação Cantoral e Atonal de Barcelos e com o Coral Magistrói, que incluem uma comparticipação financeira municipal no valor total de 17.500,00€.

Uma das mais antigas instituições culturais do concelho, a Banda de Música de Oliveira, com 230 anos de vida, faz uma aposta forte no ensino da música junto da população mais jovem. A sua escola de música tem 52 alunos provenientes de várias freguesias do concelho e, para apoiar este esforço de formação, a Câmara Municipal deliberou atribuir um subsídio no valor de 10.000,00€.

O executivo aprovou também subsídios no valor global de 9.500,00€ destinados a apoiar atividades complementares de escolas de vários níveis de ensino do concelho.

Por último, foram deliberados vários subsídios a instituições e associações do concelho, no valor global de 45.000,00€, destacando-se o subsídio de 15.000,00€ ao Agrupamento de Escuteiros de Cambeses, o subsídio de 10.000,00€ à Fábrica da Igreja Paroquial de S. João Batista de Silveiros e o subsídio de 15.000,00€ para as obras de conservação e restauro da Igreja de Nossa Senhora do Terço.

Câmara aciona garantia bancária

Foi também aprovada por unanimidade a ratificação o despacho do Presidente da Câmara Municipal que solicita à concessionária “ADB – Águas de Barcelos, S.A.” o pagamento da taxa de resíduos sólidos urbanos (TRSU) e consequente decisão de accionar a garantia bancária nº 125/02/0654392 emitida pelo “Millennium BCP” e “Caja de Ahorros y Monte de Piedad de Madrid”,  no valor de 629.593,86€ (incluindo juros de mora) motivada pela falta de cumprimento desta obrigação pela concessionária.

Mais uma vez a Câmara Municipal acautelou o interesse público, fazendo restituir ao Município a taxa de resíduos sólidos cobrada pela empresa concessionária em nome da Câmara Municipal.

Nota: As propostas números 34 e 35 foram aprovadas por maioria. As restantes foram aprovadas por unanimidade.

Reunião de Câmara

Sessão ordinária do executivo da Câmara Municipal de Barcelos

Sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Lista completa das deliberações

1. Atribuição de subsídio para refeição escolar, com efeitos a partir da data da deliberação, às seguintes situações: alunos do 1.º Ciclo do ensino básico: 3 alunos – Escalão 1 (A) – refeição gratuita, 4 alunos - escalão 2 (B) – refeição 50% (0,73€); alunos do ensino pré-escolar:

2 Alunos – Escalão 1 (A) – refeição gratuita.

2. Subsídios para transporte de alunos - actividades complementares. Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes - subsídio no valor de 780,00€, para custear as despesas da deslocação dos alunos ao Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos que se realiza em Évora; Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho – subsídio no valor de 240,00€ para custear as despesas do transporte dos alunos que vão visitar o Parlamento Europeu para o Aeroporto Francisco Sá Carneiros e vice-versa.

3. Atribuição de subsídio no valor de 8.000,00€ ao Agrupamento de Escolas de Barcelos para comparticipar nas despesas com os projetos/atividades.

4. Acordo de cooperação com os seguintes grupos culturais: ACAB – Associação Cantoral e Atonal de Barcelos; Coral Magistrói.

5. Atribuição de subsídio no valor de 10.000,00€ à Banda de Música de Oliveira como comparticipação nas despesas com a Escola de Música no ano de 2012.

6. Atribuição de subsídio no valor de 500,00€ ao Agrupamento de Escolas Braga Oeste, com vista ao apetrechamento de uma sala de Jardim de Infância da Pousa.

7. Cedência de instalações. Associação de Pais de Perelhal – utilização das instalações da cozinha da EB1/JI de Perelhal, para confecionar as refeições para os alunos que frequentam a CAF, durante a interrupção letiva do Carnaval.

8. Protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Freguesia de Tamel S. Pedro Fins com vista ao reforço alimentar dos alunos cujos pais/encarregados de educação não conseguem assegurar/dar diariamente o pequeno-almoço.

9. Protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Freguesia de Cristelo com vista ao reforço alimentar dos alunos cujos pais/encarregados de educação não conseguem assegurar/dar diariamente o pequeno-almoço.

10. Adenda ao protocolo de parceria entre o Município de Barcelos e a Óptica 2 - Barcelos (Projeto Saúde Pública – Promoção da Saúde Ocular e Auditiva).

11. Adenda ao protocolo de parceria entre o Município de Barcelos e Rosa Araújo Cabeleireiro (Projeto Promoção da Imagem).

12. Minuta do Protocolo de Colaboração entre o Município de Barcelos, a Freguesia de Rio Covo Eugénia, José da Silva Oliveira e Maria Alzira da Cruz Oliveira Peixoto. Requalificação da Rua de Quintão.

13. Minuta do Protocolo de Colaboração entre o Município de Barcelos, a Freguesia de Rio Covo Sta Eugénia e Agostinho Malheiro Coelho – Construções, Lda.

14. Atribuição de um subsídio no valor de 1.500,00 € à Santa Casa da Misericórdia de Barcelos como colaboração na realização da Procissão de Endoenças 2013, que se realiza no dia 29 de março de 2013.

15. Contratos de Desenvolvimento Desportivo com as seguintes associações desportivas do concelho e respetivas comparticipações financeiras por parte do Município de Barcelos: Santa Maria Futebol Clube - 40.000,00€; Óquei Clube de Barcelos - 60.000,00€; Basquete Clube de Barcelos - 60.000,00€.

16. Atribuição de um subsídio no valor de 10.462,20€, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, à Freguesia de Vilar de Figos, para pagamento da 1ª fase da obra de alargamento da Rua da Ribeira.

17. Atribuição de um subsídio no valor de 31.125,00 €, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, à Freguesia de Silva, para pagamento da pavimentação da Rua do Calvário e Rua de Varziela.

18. Atribuição de um subsídio no valor de 30.613,17 €, com IVA incluído, à Freguesia de Arcozelo, relativo ao Auto Nº 2 da obra de “Ampliação da Sede de Junta”.

19. Atribuição de um subsídio no valor de 30.000,00 €, à Freguesia de Bastuço Sto Estevão, para as obras de “Alargamento e Pavimentação da Rua da Lamela – 1ª fase”.

20. Atribuição de um subsídio no valor de 15.000,00 €, ao Agrupamento de Escuteiros de Cambeses, como colaboração na conclusão das obras de construção do edifício da Sede e Capela Mortuária.

21. Atribuição de um subsídio no valor de 10.000,00 €, à Fábrica da Igreja Paroquial de S. João Batista de Silveiros, como colaboração no pagamento das obras de restauro da residência Paroquial.

22. Atribuição de um subsídio no valor de 2.000,00 €, à Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria de Faria, para pagamento do arrendamento das instalações do salão paroquial para o fornecimento das refeições aos alunos.

23. Atribuição de um subsídio no valor de 15.000,00 € à Confraria de Nossa Senhora do Terço, como comparticipação nas obras de conservação e restauro da Igreja de Nossa Senhora do Terço, nomeadamente os seus altares e o púlpito, de elevado valor histórico e arquitectónico.

24. Cedência das instalações onde funcionou a sede provisória da Junta de Freguesia de Arcozelo para o desenvolvimento actividade do Centro Social da Paróquia de Arcozelo, designadamente uma loja social onde recebem roupas e calçado para distribuir pelos mais necessitados.

25. Atribuição de um subsídio no valor de 1.500,00 €, à ACULDEPE – Associação Cultural e Desportiva de Pereira, como colaboração na organização do “Desfile de Carnaval 2013”.

26. Atribuição de um subsídio à Freguesia de Alheira no valor correspondente ao IVA do subsídio no valor de 20.305,80 € para a 3ª fase das obras no edifício escolar, atribuído na reunião da Câmara Municipal realizada em 14.12.2012.

27. Atribuição de um subsídio no valor de 6.000,00 €, à Freguesia de Manhente, como colaboração na aquisição de uma carrinha necessária para o desenvolvimento das actividades culturais e desportivas da freguesia.

28. Retificação de deliberação.

Na reunião de Câmara realizada em 08.02.13 foi aprovado atribuir um subsídio no valor de 7.969,50 €, à Freguesia de Várzea, para a pavimentação da Rua do Ribeiro. Entretanto, verificou-se haver um lapso, pelo que se retifica do seguinte modo: atribuição de um subsídio no valor de 13.518,75 €, com IVA incluído, à Freguesia de Várzea, para pavimentação da Rua Casal Ermo.

29. Retificação de deliberação.

Na reunião de Câmara realizada em 08.02.13 foi aprovado atribuir um subsídio no valor de 4.105,50 €, à Freguesia de Várzea, para a pavimentação da Rua do Assento. Entretanto, verificou-se haver um lapso, pelo que se retifica do seguinte modo: atribuição de um subsídio no valor de 21.630,00€, com IVA incluído, à Freguesia de Várzea, para construção de muro na Rua Casal Ermo”.

30. Recrutamento de trabalhadores com relação jurídica de emprego por tempo indeterminado.

31. Autorização do Município para que os serviços procedam à elaboração dos moldes necessários para a execução dos tapetes de pétalas de flores naturais que tradicionalmente são expostos no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz, durante a Festa das Cruzes, a pedido da Empresa Municipal de Educação e Cultura de Barcelos, E.E.M.

32. Cedência de equipamento à Guarda Nacional Republicana – Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro.

33. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de aquisição de serviços de reparação do motor da viatura n.º 43, marca John Deere, matrícula 62-67-HR. Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013).

34. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de aquisição de serviços de Publicidade Institucional (Ação Informativa e Publicitária). Artigo 75.º da Lei n.º 66- B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Pedido de autorização para assunção de compromissos plurianuais.

35. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de aquisição de prestação de serviços de animação sociocultural. Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013).

36. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de prestação de serviços de “Manutenção e assistência técnica dos equipamentos AVAC dos vários edifícios do Município”- Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Pedido de autorização prévia para assunção de Compromissos Plurianuais -Artigo 6.º da Lei n.º 8/2012.

37. Pedido de parecer prévio para as inspeções periódicas obrigatórias (IPO’s) dos veículos da frota automóvel do Município de Barcelos. Artigo 75.º da Lei n.º 66- B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Autorização para a aquisição de serviços de IPO dos veículos pertencentes à frota automóvel do Município de Barcelos, cedidos à Empresa Municipal, PSP, GNR e GIRO.

38. Protocolo de cooperação com o IPCA para a realização de estágio.

39. Ratificação de despacho do Presidente da Câmara. Declaração de Compromisso em regime de parceria, no sentido de proporcionar apoio logístico, técnico e especializado na área de arquivos e documentação, através dos seus colaboradores mais directos, à Banda Musical de Oliveira candidata ao programa de apoio Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais da fundação Calouste Gulbenkian.

40. Ratificação do despacho Nº 59/2013 do Presidente da Câmara. Pagamento da taxa de resíduos sólidos urbanos (TRSU) solicitado à concessionária “ADB – Águas de Barcelos, S.A.” e consequente decisão de accionar a garantia bancária nº 125/02/0654392 emitida pelo “Millennium BCP” e “Caja de Ahorros y Monte de Piedad de Madrid”, motivada pela falta de cumprimento desta obrigação pela concessionária. Valor com juros de mora: 629.593,86€.

41. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal no sentido de aceitar colaborar com a Associação Intercultural Amigos da Mobilidade, sediada na Freguesia da Silva, na sua intenção de serem parceiros de um projeto Leonardo da Vinci, com Aglona District Council.

42. Ratificação dos despachos do Presidente da Câmara Municipal, que aprovaram o seguinte: cedência de transporte para utente da Associação de Apoio aos Deficientes no dia 13 de fevereiro; cedência do Auditório da Biblioteca Municipal nos dias 13 e 14 de abril de 2013 e isenção de taxas – Conservatório de Música de Barcelos.

43. Ratificação dos despachos do Vice-Presidente da Câmara, que aprovaram o seguinte: cedência do Auditório Municipal no dia 18.02.13 – Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Barcelos; autorização para carregarem as grades para as provas que compõem o calendário desportivo na Central de Camionagem – Centro Columbófilo Barcelense; cedência do Auditório da Biblioteca Municipal no dia 14.02.13 – STAL; cedência do Auditório Municipal no dia 18.02.13 – Movimento Freguesias SIM.

44. Ratificação do despacho do Vereador do Pelouro dos Transportes da Câmara Municipal, que aprovou o seguinte: cedência de transporte para participação em torneio no dia 15.12.12– VoleiBcl – Voleibol Clube de Barcelos; cedência de transporte para participação em torneio no dia 10.02.13 – VoleiBcl – Voleibol Clube de Barcelos.

Barcelos, 22 de fevereiro de 2012

O Gabinete de Comunicação

ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA TEATRO VISUAL

rua aire

Teatro Visual/manipulação de balões:

22 de Fevereiro

sexta às 22h00.

Auditório da Casa das Artes

RUA AIRE

Companhia "El Retrete de Dorian Gray"

(Espanha)

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 18 de Fevereiro, preço único: €3,00)

“Rua Aire”, uma co-produção entre a companhia "El Retrete de Dorian Gray" e o Centro Dramático Galego, supõe uma renovação e uma corrente de ar fresco no panorama teatral e de manipulação de marionetas.

A experimentação da companhia, iniciada com a peça “Ne Me Quites Pas”, baseada na construção de marionetas a partir de balões, culmina com esta viagem pelas entranhas de uma máquina de construção de balões, pelos recantos da fantasia, e demonstrará a todos que não é fácil ser um balão...

BRAGA: SOLAR DOS MACIEIS ARANHAS, EM 1976

A79688

A fotografia, de autor desconhecido, data de 1976 e documenta, à época, o Solar dos Macieis Aranhas, situado no Campo da Vinha, Praça do Conde de Agrolongo. No original consta uma inscrição com os seguintes dizeres: “Solar do século XVIII, com portal de acesso de Amarante. Na época em que foi tirada a fotografia, estava instalada neste solar a Companhia Bracarense de Iluminação a Gás. Actualmente, está ocupada por estabelecimentos comerciais.”

Foto: Arquivo Municipal de Lisboa

LILIANA MATOS É NATURAL DE BARCELOS, SONHA SER MODELO E PARTICIPAR EM TUDO QUE ENVOLVA ARTES

Chama-se Liliana Matos e é natural de Barcelos. Tem quinze anos de idade e é modelo fotográfico da Be Exotic Agency, uma agência e escola de manequins e modelos fotográficos que trabalha nomeadamente em Famalicão, Barcelos e Fafe.

lili

Implantada no mercado, a Be Exotic Agency tem demonstrado a capacidade de se adaptar com competência e profissionalismo ao mundo da moda. Com um mercado tão competitivo e em constante mudança, os seus profissionais têm revelado a maior atenção às necessidades do mercado. Um dos seus objetivos consiste em superar-se a si própria, diversificando sempre as suas várias áreas.

Trabalham com manequins femininos e masculinos, nomeadamente para desfiles de moda, catálogos, editoriais, publicidade, televisão e cinema. Entre os nomes que ficaram ligados à Be Exotic Agency contam-se Jade (casa dos segredos), o ator de TV Rui de Sá, o ator de teatro Paulo Vasko, a atriz e fadista Alice Pires, Daniela Rocha da Penthouse e Liliana Andrade da Revista J. Com a colaboração de Be Exotic Agency, apresentamos a modelo Liliana Matos.

DSC_9628_2

Nome: Liliana Gisela Gomes Matos

Idade: 15 anos

Localidade: Barcelos

2012-07-17 19.11.03

- Qual o teu maior sonho?

- Ser modelo e tudo que envolva artes

- Com que idade começas-te este caminho?

- Comecei com 13

- O que te incentivou a começar?

- Gostar do mundo da moda, ter o sonho de ser modelo, crescer um pouco também como pessoa e perceber o que é o mundo da moda.

- Achas que cresces-te e aprendes-te algo?

- Sim acho que cresci e aprendi que a moda não era como vemos na televisão e nas revistas, que a moda não é só tirar fotos e desfilar mas sim lutar para chegarmos longe e aguentar com a pressão da competição de muitas modelos.

- Achas que o Minho é bom para este tipo de sonhos e trabalhos?

- Sim acho, o Minho pode não ser a capital mas tem agências muito boas e profissionais que nos podem vir a ajudar para o futuro de quem quiser continuar esse sonho.

Colaboração: Be Exoctic Agency

Liliana Matos

CÂMARA DE FAFE E MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA CELEBRAM PROTOCOLO PARA CONSTRUÇÃO DE NOVO QUARTEL DA GNR

Com a presença do Ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, e dos Comandantes nacionais da PSP e GNR, foram formalizados esta quarta-feira, no Salão Nobre do MAI, mais de duas dezenas de protocolos relacionados com as instalações para as forças de segurança.

No caso de Fafe, foi formalizado o protocolo entre o município, representado pelo Presidente José Ribeiro e a Direcção Geral de Infraestruturas e Equipamentos do Ministério, representada pelo seu Diretor Geral, João Alberto Correia e que tem em vista a construção do novo quartel da GNR em Fafe, na Rua Serpa Pinto.

O protocolo estabelece que o financiamento da empreitada terá a comparticipação de 85% de verbas do QREN, 5% da autarquia e 10% do Ministério.

O vínculo jurídico estabelecido entre as partes será o de comodato e vigorará pelo prazo de 50 anos.

As obras de reconversão e ampliação do edifício destinado às futuras instalações do destacamento da GNR de Fafe foram entregues à firma NVE – Engenharias, S. A., pelo valor de € 1 845 945,30, sendo o prazo de execução da obra de 12 meses.

Nas futuras instalações, vão ficar centralizados diversos núcleos operativos, como o Posto Territorial, Destacamento, Núcleo de Investigação Criminal e Serviços de Proteção da Natureza e Ambiente, entre outros.

Discursando na cerimónia de assinatura, o Presidente da Câmara de Fafe felicitou o Ministério de Miguel Macedo por “priorizar” investimentos ao conseguir com “engenho e arte meter uma lança não em África mas no QREN”.

O autarca fafense considerou, na oportunidade, que este é o corolário de “anos e anos de expectativas de melhoria” das condições de trabalho das forças de segurança e que “não há boa democracia, sem boas forças de segurança, nem boas forças de segurança, se não houver boas condições de trabalho”.

Artur Coimbra

CÂMARA MUNICIPAL DE BARCELOS REÚNE AMANHÃ EM SESSÃO ORDINÁRIA

O executivo da Câmara Municipal de Barcelos reúne amanhã, dia 22 de fevereiro, em sessão ordinária, a partir das 10 horas, na sala de reuniões dos Paços do Concelho, a fim de tratar dos seguintes assuntos:.

Reunião de Câmara

Sessão ordinária do Executivo da Câmara Municipal de Barcelos

Sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Ordem de trabalhos:

1. Atribuição de subsídio para refeição escolar, com efeitos a partir da data da deliberação, às seguintes situações: alunos do 1.º Ciclo do ensino básico: 3 alunos – Escalão 1 (A) – refeição gratuita, 4 alunos - escalão 2 (B) – refeição 50% (0,73€); alunos do ensino pré-escolar: 2 Alunos – Escalão 1 (A) – refeição gratuita.

2. Subsídios para transporte de alunos - actividades complementares. Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes - subsídio no valor de 780,00€, para custear as despesas da deslocação dos alunos ao Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos que se realiza em Évora; Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho – subsídio no valor de 240,00€ para custear as despesas do transporte dos alunos que vão visitar o Parlamento Europeu para o Aeroporto Francisco Sá Carneiros e vice-versa.

3. Atribuição de subsídio no valor de 8.000,00€ ao Agrupamento de Escolas de Barcelos para comparticipar nas despesas com os projetos/atividades.

4. Acordo de cooperação com os seguintes grupos culturais: ACAB – Associação Cantoral e Atonal de Barcelos; Coral Magistrói.

5. Atribuição de subsídio no valor de 10.000,00€ à Banda de Música de Oliveira como comparticipação nas despesas com a Escola de Música no ano de 2012.

6. Atribuição de subsídio no valor de 500,00€ ao Agrupamento de Escolas Braga Oeste, com vista ao apetrechamento de uma sala de Jardim de Infância da Pousa.

7. Cedência de instalações. Associação de Pais de Perelhal – utilização das instalações da cozinha da EB1/JI de Perelhal, para confecionar as refeições para os alunos que frequentam a CAF, durante a interrupção letiva do Carnaval.

8. Protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Freguesia de Tamel S. Pedro Fins com vista ao reforço alimentar dos alunos cujos pais/encarregados de educação não conseguem assegurar/dar diariamente o pequeno-almoço.

9. Protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Freguesia de Cristelo com vista ao reforço alimentar dos alunos cujos pais/encarregados de educação não conseguem assegurar/dar diariamente o pequeno-almoço.

10. Adenda ao protocolo de parceria entre o Município de Barcelos e a Óptica 2 - Barcelos (Projeto Saúde Pública – Promoção da Saúde Ocular e Auditiva).

11. Adenda ao protocolo de parceria entre o Município de Barcelos e Rosa Araújo Cabeleireiro (Projeto Promoção da Imagem).

12. Minuta do Protocolo de Colaboração entre o Município de Barcelos, a Freguesia de Rio Covo Eugénia, José da Silva Oliveira e Maria Alzira da Cruz Oliveira Peixoto.

Requalificação da Rua de Quintão.

A Freguesia de Rio Covo Santa Eugénia pretende executar uma obra de requalificação da Rua da Quintão, que dotará a Freguesia de um acesso rodoviário requalificado há muito reivindicado pela população. Para a sua realização, os proprietários de um terreno doam gratuitamente uma parcela com 431 metros quadrados, a ser integrada no domínio público da Freguesia de Rio Covo Santa Eugénia, destinada ao alargamento da Rua da Quintão.

O Município de Barcelos vai atribuir um subsídio no valor de 39.230,00€ à Freguesia de Rio Covo Santa Eugénia a título de comparticipação no pagamento dos encargos financeiros relativos à obra de requalificação da Rua da Quintão.

13. Minuta do Protocolo de Colaboração entre o Município de Barcelos, a Freguesia de Rio Covo Sta Eugénia e Agostinho Malheiro Coelho – Construções, Lda. Na prossecução das suas atribuições e com a promessa de atribuição de um subsídio para o efeito por parte do anterior Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, a Freguesia de Rio Covo Santa Eugénia promoveu no ano de 2009 a execução da obra “Arranjos Exteriores e Interiores da Escola Primária de Rio Covo Santa Eugénia”. A obra em causa requalificou o edifício da EB1 e criou melhores condições para a comunidade escolar.

Não obstante a promessa do anterior Presidente da Câmara Municipal de Barcelos ao anterior Presidente da Junta de Freguesia de Rio Covo Santa Eugénia, José Dias Alves, de que seria atribuído um subsídio no valor total da obra para pagamento dos encargos financeiros decorrentes da execução da mesma, a verdade é que a Câmara Municipal de Barcelos não deliberou qualquer quantia para o efeito.

O valor em débito na presente data relativo à obra de “Arranjos Exteriores e Interiores da Escola Primária de Rio Covo Santa Eugénia” cifra-se em 45.000,00€.

O Município de Barcelos pretende atribuir um subsídio à Freguesia de Rio Covo Santa Eugénia a título de comparticipação no pagamento dos encargos financeiros em débito relativos àquela obra.

14. Atribuição de um subsídio no valor de 1.500,00 € à Santa Casa da Misericórdia de Barcelos como colaboração na realização da Procissão de Endoenças 2013, que se realiza no dia 29 de março de 2013.

15. Contratos de Desenvolvimento Desportivo com as seguintes associações desportivas do concelho e respetivas comparticipações financeiras por parte do Município de Barcelos: Santa Maria Futebol Clube - 40.000,00€; Óquei Clube de Barcelos - 60.000,00€; Basquete Clube de Barcelos - 60.000,00€.

16. Atribuição de um subsídio no valor de 10.462,20€, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, à Freguesia de Vilar de Figos, para pagamento da 1ª fase da obra de alargamento da Rua da Ribeira.

17. Atribuição de um subsídio no valor de 31.125,00 €, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, à Freguesia de Silva, para pagamento da pavimentação da Rua do Calvário e Rua de Varziela.

18. Atribuição de um subsídio no valor de 30.613,17 €, com IVA incluído, à Freguesia de Arcozelo, relativo ao Auto Nº 2 da obra de “Ampliação da Sede de Junta”.

19. Atribuição de um subsídio no valor de 30.000,00 €, à Freguesia de Bastuço Sto Estevão, para as obras de “Alargamento e Pavimentação da Rua da Lamela – 1ª fase”.

20. Atribuição de um subsídio no valor de 15.000,00 €, ao Agrupamento de Escuteiros de Cambeses, como colaboração na conclusão das obras de construção do edifício da Sede e Capela Mortuária.

21. Atribuição de um subsídio no valor de 10.000,00 €, à Fábrica da Igreja Paroquial de S. João Batista de Silveiros, como colaboração no pagamento das obras de restauro da residência Paroquial.

22. Atribuição de um subsídio no valor de 2.000,00 €, à Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Maria de Faria, para pagamento do arrendamento das instalações do salão paroquial para o fornecimento das refeições aos alunos.

23. Atribuição de um subsídio no valor de 15.000,00 € à Confraria de Nossa Senhora do Terço, como comparticipação nas obras de conservação e restauro da Igreja de Nossa Senhora do Terço, nomeadamente os seus altares e o púlpito, de elevado valor histórico e arquitetónico.

24. Cedência das instalações onde funcionou a sede provisória da Junta de Freguesia de Arcozelo para o desenvolvimento actividade do Centro Social da Paróquia de Arcozelo, designadamente uma loja social onde recebem roupas e calçado para distribuir pelos mais necessitados.

25. Atribuição de um subsídio no valor de 1.500,00 €, à ACULDEPE – Associação Cultural e Desportiva de Pereira, como colaboração na organização do “Desfile de Carnaval 2013”.

26. Atribuição de um subsídio à Freguesia de Alheira no valor correspondente ao IVA do subsídio no valor de 20.305,80 € para a 3ª fase das obras no edifício escolar, atribuído na reunião da Câmara Municipal realizada em 14.12.2012.

27. Atribuição de um subsídio no valor de 6.000,00 €, à Freguesia de Manhente, como colaboração na aquisição de uma carrinha necessária para o desenvolvimento das actividades culturais e desportivas da freguesia.

28. Retificação de deliberação. Na reunião de Câmara realizada em 08.02.13 foi aprovado atribuir um subsídio no valor de 7.969,50 €, à Freguesia de Várzea, para a pavimentação da Rua do Ribeiro. Entretanto, verificou-se haver um lapso, pelo que se retifica do seguinte modo: atribuição de um subsídio no valor de 13.518,75 €, com IVA incluído, à Freguesia de Várzea, para pavimentação da Rua Casal Ermo.

29. Retificação de deliberação. Na reunião de Câmara realizada em 08.02.13 foi aprovado atribuir um subsídio no valor de 4.105,50 €, à Freguesia de Várzea, para a pavimentação da Rua do Assento. Entretanto, verificou-se haver um lapso, pelo que se retifica do seguinte modo: atribuição de um subsídio no valor de 21.630,00€, com IVA incluído, à Freguesia de Várzea, para construção de muro na Rua Casal Ermo”.

30. Recrutamento de trabalhadores com relação jurídica de emprego por tempo indeterminado.

31. Autorização do Município para que os serviços procedam à elaboração dos moldes necessários para a execução dos tapetes de pétalas de flores naturais que tradicionalmente são expostos no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz, durante a Festa das Cruzes, a pedido da Empresa Municipal de Educação e Cultura de Barcelos, E.E.M.

32. Cedência de equipamento à Guarda Nacional Republicana – Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro.

33. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de aquisição de serviços de reparação do motor da viatura n.º 43, marca John Deere, matrícula 62-67-HR. Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013).

34. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de aquisição de serviços de Publicidade Institucional (Ação Informativa e Publicitária). Artigo 75.º da Lei n.º 66- B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Pedido de autorização para assunção de compromissos plurianuais.

35. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de aquisição de prestação de serviços de animação sociocultural. Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013).

36. Pedido de parecer prévio para a celebração de contrato de prestação de serviços de “Manutenção e assistência técnica dos equipamentos AVAC dos vários edifícios do Município”- Artigo 75.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Pedido de autorização prévia para assunção de Compromissos Plurianuais -Artigo 6.º da Lei n.º 8/2012.

37. Pedido de parecer prévio para as inspeções periódicas obrigatórias (IPO’s) dos veículos da frota automóvel do Município de Barcelos. Artigo 75.º da Lei n.º 66- B/2012, de 31 de Dezembro (Orçamento de Estado 2013). Autorização para a aquisição de serviços de IPO dos veículos pertencentes à frota automóvel do Município de Barcelos, cedidos à Empresa Municipal, PSP, GNR e GIRO.

38. Protocolo de cooperação com o IPCA para a realização de estágio.

39. Ratificação de despacho do Presidente da Câmara. Declaração de Compromisso em regime de parceria, no sentido de proporcionar apoio logístico, técnico e especializado na área de arquivos e documentação, através dos seus colaboradores mais directos, à Banda Musical de Oliveira candidata ao programa de apoio Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais da fundação Calouste Gulbenkian.

40. Ratificação do despacho Nº 59/2013 do Presidente da Câmara. Pagamento da taxa de resíduos sólidos urbanos (TRSU) solicitado à concessionária “ADB – Águas de Barcelos, S.A.” e consequente decisão de accionar a garantia bancária nº 125/02/0654392 emitida pelo “Millennium BCP” e “Caja de Ahorros y Monte de Piedad de Madrid”, motivada pela falta de cumprimento desta obrigação pela concessionária. Valor com juros de mora: 629.593,86€.

41. Ratificação do despacho do Presidente da Câmara Municipal no sentido de aceitar colaborar com a Associação Intercultural Amigos da Mobilidade, sediada na Freguesia da Silva, na sua intenção de serem parceiros de um projeto Leonardo da Vinci, com Aglona District Council.

42. Ratificação dos despachos do Presidente da Câmara Municipal, que aprovaram o seguinte: cedência de transporte para utente da Associação de Apoio aos Deficientes no dia 13 de fevereiro; cedência do Auditório da Biblioteca Municipal nos dias 13 e 14 de abril de 2013 e isenção de taxas – Conservatório de Música de Barcelos.

43. Ratificação dos despachos do Vice-Presidente da Câmara, que aprovaram o seguinte: cedência do Auditório Municipal no dia 18.02.13 – Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Barcelos; autorização para carregarem as grades para as provas que compõem o calendário desportivo na Central de Camionagem – Centro Columbófilo Barcelense; cedência do Auditório da Biblioteca Municipal no dia 14.02.13 – STAL; cedência do Auditório Municipal no dia 18.02.13 – Movimento Freguesias SIM.

44. Ratificação do despacho do Vereador do Pelouro dos Transportes da Câmara Municipal, que aprovou o seguinte: cedência de transporte para participação em torneio no dia 15.12.12 – VoleiBcl – Voleibol Clube de Barcelos; cedência de transporte para participação em torneio no dia 10.02.13 – VoleiBcl – Voleibol Clube de Barcelos.

Barcelos, 21 de fevereiro de 2013

O Gabinete de Comunicação

CÂMARA MUNICIPAL DE BARCELOS ESTUDA POSSIBILIDADE DE REDUÇÃO DO IMI DAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS

Anúncio do Presidente da Câmara na abertura de seminário do Centro de Gestão Agrícola de Barcelos

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, disse hoje, na abertura do seminário Empresa Agrícola, promovido pelo Centro de Gestão Agrícola de Barcelos no âmbito das comemorações do seu 25.º aniversário, que o Município está a estudar a possibilidade de redução do IMI das explorações agrícolas, situando-as, para este efeito, ao nível dos prédios rústicos.

Miguel Costa Gomes considera que “deve ser feita uma discriminação positiva” para este setor económico, dada a importância que tem no concelho de Barcelos quer ao nível do emprego que gera, quer pela preservação da agricultura como atividade de referência no concelho.

Alberto Carvalho, Presidente do Centro de Gestão, afirmou que esta é uma notícia muito importante para os agricultores.

Ainda no âmbito deste seminário, que decorreu no Auditório da Câmara Municipal, o Presidente do Município fez um ponto de situação acerca da legalização das explorações agrícolas (vacarias), referindo que o atual executivo municipal procurou fazer, no contexto da revisão do Plano Diretor Municipal, “uma co-habitação” entre este setor e as construções urbanas.

“No início do mandato assumimos o compromisso de fazer um levantamento exaustivo das explorações. Esse trabalho está feito, tendo sido identificadas 582 vacarias, a maior parte das quais com condições de legalização”, disse o Presidente da Câmara.

Miguel Costa Gomes afirmou que o executivo “tudo fará para concretizar este processo de legalização”, uma vez que a CCDRN deverá acolher favoravelmente, no âmbito da revisão do PDM, as situações das explorações que estejam enquadradas em espaço urbano e as que ultrapassam a área Reserva Agrícola e tenham parte na Reserva Ecológica.
O Presidente da Câmara reafirmou o empenho e a disponibilidade do executivo para “fazer parte da solução” dos problemas com que se debatem os proprietários destas explorações, referindo também que estão suspensas as ações decorrentes das situações ilegais detetadas pela fiscalização.

O trabalho de revisão do PDM desenvolvido pelo Município está feito, cabendo agora à CCDRN a análise final.

ESPOSENDE REALIZA FIM-DE-SEMANA GASTRONÓMICO

Esposende leva a efeito de 1 a 3 de Março o Fim-de-semana Gastronómico, organizado pela Câmara Municipal de Esposende, com a colaboração da Entidade Regional Turismo Porto e Norte de Portugal, levando à mesa dos restaurantes do concelho a lampreia, bem como as tradicionais Clarinhas de Fão.

Associado ao Fim-de-semana Gastronómico está um programa de animação, que contempla um roteiro de visita de autocarro ao concelho, cujas inscrições devem ser efetuadas até às 14h00 do dia 1 de Março, através do telefone 253 960 100 ou via e-mail turismo@cm-esposende.pt, assim como o FUN PARK, no Parque Radical da Cidade, o Festival Infantil de Folclore.

Mais informamos que Vª Exª poderá vsitar o site:www.visitesposende.com onde obterá mais informações relacionadas com o que fazer, onde comer e onde ficar.

UNIÃO EUROPEIA QUER INVESTIGAR APOIOS DO ESTADO PORTUGUÊS AOS ESTALEIROS DE VIANA DO CASTELO

Investigação da EU aos Estaleiros de Viana está iminente

A abertura, por parte de Bruxelas, de uma investigação aprofundada aos apoios concedidos pelo Estado português aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), entre 2006 e 2010, poderá acontecer já no final deste mês. Até lá, continuam a decorrer intensas negociações entre as autoridades portuguesas e os organismos que supervisionam a concorrência da Comissão Europeia (CE), tal como foi, ontem, confirmado por fonte do gabinete do comissário Joaquim Almunia.

62296_158613354156557_930575_n

Este processo negocie, iniciado em Novembro passado, permitiu reduzir o valor considerado pela CE como ajudas estatais de 400 milhões para 180 milhões de euros. No entanto, segundo apurou o PÚBLICO junto de fonte ligada ao processo, Bruxelas não cede relativamente a este último valor e, nesse sentido, adiantou ser "mais do que provável" a formalização da investigação aprofundada com a publicação oficial no jornal oficial da CE.

Ontem, no Parlamento, numa audição na Comissão de Defesa, o ministro José Pedro Aguiar-Branco adiantou que o Governo tem feito tudo por tudo para evitar "a indesejada" investigação, que, neste tipo de processos, poderá implicar, no mínimo, seis meses. Segundo o governante, a publicação oficial da investigação é decisiva para o Governo decidir ou não uma nova estratégia alternativa à da reprivatização, que, nesta altura, já está "inquinada de forma dramática", acrescentou.

A mesma fonte contactada pelo PÚBLICO explicou que "estão a ser trabalhados cenários alternativos", mas sublinhou que "a solução que vier a ser encontrada não pode ser apresentada a Bruxelas como uma continuidade da atividade económica dos estaleiros".

Ontem, em Viana do Castelo, mais de mil pessoas voltaram a manifestar-se em defesa dos ENVC e dos atuais 625 postos de trabalho. No final do protesto, o quarto nos dois últimos anos, o coordenador da comissão de trabalhadores, António Costa, apelou a Aguiar-Branco para que assuma a permanência da empresa no sector empresarial do Estado.

"Apelamos para que pare o processo de reprivatização e viabilize a empresa, o que passa por colocar a empresa a trabalhar, começando a construir os navios asfalteiros para a Venezuela", afirmou Costa numa reação às declarações do ministro da Defesa. O protesto decorreu ao som de Grândola, Vila Morena e terminou com a aprovação uma moção denunciando o "terrorismo psicológico imposto" aos trabalhadores, praticamente parados desde 2011

Fonte: Público

PÓVOA DE LANHOSO SENSIBILIZA CRIANÇAS PARA A CIDADANIA E IGUALDADE

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, através do SIGO – Serviço para a Promoção da Igualdade de Género e do LocalDiguais, esteve na escola para continuar a sensibilizar as crianças sobre Cidadania e Igualdade de Género, sensibilizando para o respeito pelos direitos humanos.

Estas ações foram dirigidas a cerca de 200 alunos e alunas que, de forma atenta e extremamente interessada, participaram comentando e colocando questões. Desconstruir preconceitos, estereótipos de género e promover a igualdade enquanto direito fundamental foram objetivos.

Esta sensibilização realizou-se junto de alunos e alunas que frequentam do 1º ao 4º ano na EB1/JI do Agrupamento Gonçalo Sampaio nos dias 14, 15, 18 e 19 de fevereiro. Dada a tenra idade dos/as destinatários/as, estas ações tiveram uma componente menos teórica, tendo sido dada maior enfase às atividades práticas, que despertaram a atenção e participação dos alunos e alunas.

Alertar os alunos e alunas para as questões da desigualdade entre os géneros nas diversas áreas (família, profissão e desporto e entretenimento); relembrar que temos direitos e deveres; incentivar o respeito por si e pelo próximo; desmistificar e desconstruir estereótipos e papéis de género; e o bullying foram alguns dos assuntos abordados. O interesse por estas ações foi tão grande que rapidamente aquela comunidade escolar iniciou trabalhos sobre a temática, estando já alguns disponíveis no blog daquela escola.

Estas ações de sensibilização e de informação terão continuidade noutras escolas do concelho, durante os meses de março e de abril, dinamizadas pela coordenadora técnica do SIGO sobre a mesma e outras temáticas pertinentes e emergentes na nossa sociedade. A sensibilização é uma das vertentes do trabalho que é desenvolvido por aquele serviço municipal, que proporciona ainda apoio e acompanhamento a pessoas vítimas de violência doméstica.

As ações desenvolvidas na EB1/JI foram um culminar de outras já realizadas noutros estabelecimentos escolares do concelho em que esta e outras temáticas foram abordadas. Esta iniciativa terá continuidade na próxima semana, recomeçando na Escola de Taíde, pertencente ao Agrupamento de Escolas da Póvoa de Lanhoso (com a abordagem da temática da violência doméstica e no namoro), prosseguindo por outras escolas do mesmo Agrupamento e pelo Instituto Superior de Saúde do Ave.

POSTO DA GNR DE CELORICO DE BASTO ENTRA EM OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO

O posto da Guarda Nacional Republica vai finalmente ser requalificado após a insistência da Câmara Municipal de Celorico de Basto junto do Ministério da Administração Interna, para dotar o edifício da GNR das melhores condições para o exercício das funções dos agentes da autoridade.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota e Silva, tratou-se de um processo moroso mas, e graças à persistência da autarquia, o posto da GNR vai ser requalificado, tendo sido celebrado um protocolo com o Ministro da Administração Interna, para o efeito. “Temos vindo a sensibilizar o MAI para a necessidade em dotar o atual posto da GNR com as condições indicadas para que os militares executem as suas funções de forma condigna. Ao fim de algum tempo conseguimos estabelecer um protocolo com o MAI para a execução de uma obra de requalificação das atuais instalações que rondará os 300 mil euros”, referiu o autarca.

O edil celoricense não pode deixar de salientar a importância deste organismo, GNR, em dispor de “instalações de elevado padrão de qualidade como motivação na resposta célere e a qualquer momento, dos agentes para a promoção do bem-estar da população”.

 Todo o processo de reabilitação das atuais instalações da GNR é da responsabilidade da autarquia, que, e para além de dotar as instalações das melhores condições, permitirá ainda melhorar o ambiente urbano com a requalificação do edifício.

 O início da obra está previsto para o mês de abril.

PONTE DE LIMA RECEBE CHAMPIMÓVEL

Champimóvel na Festa da Gente Miúda, em Ponte de Lima, nos dias 23 e 24 de fevereiro

O Champimóvel volta a Ponte de Lima, no próximo fim-de-semana, associando-se à Festa da Gente Miúda que se realiza na Expolima de 23 a 24 de Fevereiro.

O Champimóvel é um projeto da Fundação Champalimaud, que está a percorrer o país de lés-a-lés. Dirigido essencialmente à comunidade escolar, visa despertar o interesse dos jovens estudantes pelos temas científicos e incentivar talentos nessa área; bem como captar a sua atenção e envolver toda a comunidade escolar na iniciativa através de um conjunto de atividades que ultrapassem a apresentação do show, de maneira a manter o interesse dos jovens pela ciência.

Para além da comunidade escolar, toda a população está convidada a visitar o Champimóvel, que apresenta um show animado interactivo em 4D com cerca de 25 minutos: uma viagem através do corpo humano, apresentada pela personagem Champi.

O Champi começa por apresentar o mecanismo da visão, seguido da apresentação da célula e do seu material genético, da acção dos vírus, da terapia genética e finalmente das investigações recentes em células estaminais e nanotecnologias.

Uma apresentação dinâmica e divertida que pretende estimular a curiosidade dos jovens para os temas científicos, mais uma vez em Ponte de Lima, permitindo a todos uma visita durante a Festa da Gente Miúda.

Visite o Champimóvel na Expolima, nos dias 23 e 24 de fevereiro entre as 10h e as 12h30 e das 14h30 às 18h00. Não é aconselhável a visita de pessoas com doenças de índole respiratória, cardiovascular e a mulheres grávidas.

PÓVOA DE LANHOSO REALIZA WORKSHOP SOBRE PLANOS DE IGUALDADE NAS EMPRESAS

“A importância da adoção dos Planos para a promoção da igualdade nas empresas: uma prioridade, um desafio ou algo manifestamente assessório?” é como se designa a ação que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, no âmbito do projeto LocalDiguais, promove já no próximo dia 26 de fevereiro, pelas 21h00, no Theatro Club.

Esta ação destinada exclusivamente a empresários, empresárias, diretores e diretoras de entidades povoenses, será dinamizada pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género e terá como objetivos informar as pessoas presentes de informação importante sobre a temática em debate.

Estando em curso o IV Plano Nacional para a Igualdade, Género, Cidadania e Não Discriminação (2011 – 2013) e sendo este um instrumento de políticas públicas de promoção da igualdade enquadrado no compromisso assumido por Portugal nas várias instâncias internacionais e europeias, com destaque na ONU, e sendo papel do poder local, devido à proximidade com as populações, informar, promover e criar condições para que tal se concretize, a Autarquia povoense promove esta ação.

CELORICO DE BASTO RECICLA RESÍDUOS ORGÂNICOS

O auditório da Quinta do Prado foi o local designado para receber a população inscrita no projeto “Compostar outra forma de reciclar” desenvolvida pela Resinorte com o apoio da Câmara Municipal de Celorico de Basto e das Juntas de Freguesia.

A ação decorreu no dia 19 de fevereiro, e contou com a presença de cerca de 60 pessoas que levaram para casa o compostor que deriva de um projeto piloto de compostagem caseira.

Este projeto contempla a distribuição gratuita de compostores e o adequado esclarecimento do processo de compostagem através de ações de formação.

Os contemplados desta iniciativa são agregados familiares com pelo menos 3 pessoas e que possuam habitações dotadas de jardim ou quintal, que previamente se inscreveram para integrar o projeto.

Cerca de 60 famílias do concelho estão agora munidas de um equipamento que salvaguarda o meio ambiente como referiu o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, um dos participantes na iniciativa. “Trata-se de aproveitarmos um fertilizante natural através do reaproveitamento da matéria orgânica e evitar o aumento dos resíduos num concelho que prima pela qualidade do meio ambiente. É sobretudo, um projeto que procura educar e consciencializar a população para a reciclagem, pois em vez de enchermos os aterros podemos fertilizar os nossos jardins e hortas através da adequada gestão dos resíduos orgânicos das nossas casas”, referiu.

 A sessão, apresentada por técnicos credenciados, permitiu que todos os presentes pudessem retirar as dúvidas relativas à compostagem. Ficaram, assim, cientes de quais os materiais a compostar, os materiais a evitar colocar no compostor, quais os passos adequados a seguir para que a compostagem decorra da melhor forma de acordo com o Oxigénio, a Humidade, a Temperatura e o tamanho dos materiais, e o que fazer em caso de problemas no compostor. Ao seguir os passos adequados, ao fim de alguns meses, os resíduos orgânicos dentro do compostor transformar-se-ão num composto que poderá ser utilizado em hortas e jardins, vasos e sementeiras.

Esta ação vai diminuir o número de resíduos encaminhados para o Aterro Sanitário e promover a utilização de um fertilizante natural benéfico para as plantas e para o ambiente.

Importa mencionar que a entrega e explicação da compostagem vão decorrer em outros pontos do concelho de Celorico de Basto durante os próximos dias.

BRASILEIROS MANTÊM INTERESSE NOS ESTALEIROS DE VIANA DO CASTELO

Ministro da Defesa confirma contactos com a Venezuela para renegociar os dois navios asfalteiros.

Os brasileiros da Rio Nave continuam interessados na reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e defendem que a proposta apresentada, cujo período de vigência terminou a 4 de Fevereiro, continua em vigor.

"A Rio Nave nunca deixou de ser um dos interessados à privatização dos Estaleiros. Não retirámos a nossa proposta. Esta venceu a 4 de Fevereiro mas acreditamos que se mantém por período indeterminado", confirma o advogado da Rio Nave, José Pereira de Sousa, ao Diário Económico. O representante do grupo brasileiro reagiu desta forma às declarações do ministro da Defesa, José Aguiar-Branco, que admitiu ontem aos deputados da comissão de Defesa ter tido "eco de que os brasileiros estarão interessados em fazer uma reavaliação da situação". O ministro afirmou só saber da desistência "pela comunicação social", sem avançar uma confirmação oficial.

O representante da Rio Nave explica que foi enviada ”uma carta ao BES e ao Governo a explicar qual era a nossa posição e defendendo que a nossa proposta continua em vigor”.

A Rio Nave analisará novamente o processo caso existam alterações ao caderno da reprivatização, nomeadamente através da adoção de um modelo alternativo, como uma subconcessão dos Estaleiros, possibilidade avançada ontem aos deputados pelo ministro da Defesa.

Já os russos da RSI Trading, que pediram o prolongamento do prazo de vigência até 6 de Março, “mantêm a vontade de continuar a avaliar a situação no âmbito da privatização e do que esteja para lá dela”, disse Aguiar Branco. Contactado pelo Diário Económico, Frederico Casal – Ribeiro, representante da RSI Trading, confirmou que o interesse do grupo russo é “a médio e longo prazo”. “ Continuamos interessados e temos intenções de estender o prazo da nossa proposta caso seja necessário”. Frederico Casal – Ribeiro frisou que “ não foram apresentadas propostas alterativas mas estaremos disponíveis a analisá-las caso sejam”.

A reprivatização deveria ter ficado concluída no final de 2012 mas uma investigação de Bruxelas sobre alegadas ajudas de Estado no valor de 180 milhões de euros levou à sua suspensão. A comissão Europeia avançou a 23 de Janeiro com uma investigação aprofundada, que está na fase de “discussão confidencial com as autoridades portuguesas”, afirmou fonte oficial da CE ao Diário Económico.

O Governo terá ainda de informar Bruxelas de qualquer alteração que decida fazer ao plano de privatização, o que ainda não aconteceu, segundo a mesma fonte.

O Executivo, de resto, vai aguardar que o anúncio de investigação aprofundada seja publicado no jornal oficial da CE, disse Aguiar – Branco. Até lá, o governo esta a “tentar clarificar o que é possível fazer e, ao mais alto nível, procurar fazer a revitalização do contrato da empresa, um elemento importante para que possa ser analisada qualquer situação alternativa”, afirmou Aguiar – Branco.

O ministro da Defesa garantiu, contudo, que existem contactos com a Venezuela para renegociação dos contratos dos dois navios asfalteiros encomendado pela empresa de petróleo da Venezuela (PDVSA).

Está prevista uma reunião “ainda esta semana”, afirmou Aguiar – Branco aos deputados.

O primeiro deveria ser entregue em Dezembro mas a admistração da Empordef conseguiu um adiamento dos prazos, pelo que os dois navios serão entregues em Fevereiro de 2014. 

Fonte: Diário Económico

JOSÉ MARIA COSTA: “DEFESA NÃO TEM UNHAS PARA OS ESTALEIROS DE VIANA”

Os brasileiros não desistiram da privatização, continuam interessados e à espera que o governo os informe, disse ao i o presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa

“A Defesa não tem unhas para os Estaleiros de Viana e o dossiê devia ser transferido para o Ministério da Economia”, disse ao i o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa.

Ontem os trabalhadores dos estaleiros saíram à rua para se manifestar contra o fecho da empresa, no mesmo dia em que o ministro da Defesa, Aguiar-Branco, disse na Assembleia da República que a investigação aprofundada da Comissão Europeia às ajudas estatais concedidas aos estaleiros navais “inquina de forma dramática” o processo de reprivatização, entretanto suspenso.

Depois de uma reunião com o embaixador do Brasil, José Maria Costa garantiu ao i que os brasileiros da Rio Nave se mantêm interessados nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e não desistiram do concurso de privatização, ao contrário do que tem sido noticiado.

“Aquilo que me foi transmitido é que a empresa está à espera de informação do governo. É quem promove o concurso de venda que tem obrigação de informar os concorrentes do que se está a passar”, afirmou o presidente da Câmara de Viana do Castelo.

José Maria Costa afirmou ainda que o governo devia ter acautelado esta situação: “Houve má preparação do dossiê de privatização, que foi gerido com muito amadorismo, quando houve empresas altamente bem pagas para o preparar.”

O autarca acusou a actual administração de “inércia” e de “estar apenas a cumprir calendário”. Para José Maria Costa, os estaleiros estão a ser “altamente mal geridos”. Quiseram “despachar a criança”, “sem investir”, “não desenvolveram novos contactos nem negociaram contratos”, lamenta.

Para o presidente da Câmara de Viana do Castelo, o ministro da Defesa “faz que anda mas não anda” e é por isso que o dossiê da ENVC “devia passar para o Ministério da Economia”.

Esta transferência permitiria “reactivar” a empresa a diversos níveis e pensar em cenários alternativos, “porque há empresas que precisam desta plataforma mas não têm respostas”. “Há um conjunto de actores nacionais e estrangeiros que continuam fortemente interessados” na ENVC, garante José Maria Costa, que diz que tem sido contactado por empresas “do sector da metalomecânica pesada, que estão a exportar para o Brasil, Angola e Moçambique”.

A semana passada, o presidente da Câmara de Viana do Castelo entregou a um grupo de conselheiros da Comissão Europeia um dossiê que tem como objectivo tornar mais activa a política da UE para a área da construção naval. “A Europa está a perder terreno e devia proteger o conhecimento, a engenharia e a inovação que existem na órbita desta indústria.”

O autarca vai propor que a ENVC seja “um caso-piloto na reindustrialização” defendida pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.

O processo de privatização da ENVC está suspenso desde Janeiro, depois de a Direcção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia ter decidido investigar os apoios públicos do Estado à empresa entre 2004 e 2012 para perceber se estão ou não de acordo com as regras comunitárias.

Numa primeira fase, “a Comissão duvida que essas medidas tenham sido tomadas em moldes que um actor privado que opera em condições de mercado teria aceite”, lê-se num comunicado.

A Comissão acredita que a ENVC pode ter beneficiado de um auxílio de mais de 180 milhões de euros. Estas verbas incluem empréstimos remunerados para cobrir custos operacionais concedidos em 2012, um aumento de capital realizado em 2006 e vários empréstimos concedidos entre 2006 e 2011, além de cartas de conforto emitidas pela holding estatal Empordef, que detém a totalidade do capital da ENVC.

Fonte jornal I

Foto: olharvianadocastelo.blogspot.com

VIANA DO CASTELO: TRABALHADORES DEFENDEM ESTALEIROS EM MÃOS PÚBLICAS

Mais de mil pessoas participaram na manifestação em Viana do Castelo pela viabilização dos Estaleiros Navais. Para os trabalhadores, o processo de privatização "moribundo e maquiavélico" deve parar imediatamente. A manifestação desta quarta-feira voltou a juntar muitos cidadãos de Viana do Castelo, solidários com os mais de 600 trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) que estão desde 2011 praticamente parados. A tentativa do Governo em privatizar a empresa esbarrou no processo da Comissão Europeia, que investiga as ajudas do Estado aos ENVC entre 2006 e 2010, avaliadas em 180 milhões de euros. O processo afastou a empresa brasileira interessada e sobrou apenas uma concorrente russa.

"Apelamos para que pare o processo de reprivatização e viabilize a empresa, o que passa por colocar a empresa a trabalhar, começando a construir os navios asfalteiros para a Venezuela. Só depois deve pensar numa solução empresarial mais adequada", afirmou o porta-voz da comissão de trabalhadores à agência Lusa. Os trabalhadores dos ENVC apontam várias alternativas à venda dos estaleiros: a "viabilização" da empresa e a "manutenção no setor empresarial do Estado", mas "com uma administração com visão de futuro e uma direção comercial que não fique à espera que as encomendas caiam do céu".

Os manifestantes aprovaram uma moção que denuncia o "terrorismo psicológico imposto" aos trabalhadores e exige o "cancelamento imediato" do "moribundo e maquiavélico" processo de privatização dos estaleiros. Num protesto em que se destacava uma grande bandeira da Venezuela, os trabalhadores voltaram a apelar a Passos Coelho para visitar os estaleiros e prometeram rumar a Lisboa caso o primeiro-ministro não encontre espaço na agenda até ao fim do próximo mês.

Presente no protesto, Arménio Carlos afirmou que "a CGTP, aconteça o que acontecer, não vai deixar cair esta causa, que é dos trabalhadores dos estaleiros, do povo do norte e, acima de tudo, do povo português". "É altura do Governo assumir as suas responsabilidades e dizer publicamente se está com a indústria, com Viana e com os estaleiros. Não basta falar de reindustrialização, é preciso ter projetos e aproveitar a mão-de-obra que temos", sublinhou ainda o líder da CGTP.

Esta quarta-feira, o ministro da Defesa declarou aos deputados que "não costuma haver decisões" em menos de seis meses neste tipo de investigações e que ela "inquina de forma dramática" a privatização que o Governo preparava. Durante a reunião, a maioria e o PS trocaram acusações sobre a responsabilidade pela situação atual dos estaleiros. A deputada bloquista Mariana Aiveca condenou este "jogo do empurra sem nenhuma solução à vista" e defendeu a manutenção da empresa na esfera pública e com uma estratégia de viabilização assumida pelo Estado.

Fonte: http://www.esquerda.net/

Foto: Rádio GEICE

POLIS LITORAL NORTE AVANÇA COM NOVAS INTERVENÇÕES NO LITORAL DE ESPOSENDE

O litoral de Esposende vai ser alvo de um conjunto de intervenções, a executar no âmbito do programa Polis Litoral Norte.

Recentemente, foi aprovado, pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território, o financiamento de várias ações de reabilitação e valorização da costa litoral Norte, concretamente nos Municípios de Esposende, Viana do Castelo e Caminha, que visam a preservação dos ecossistemas naturais e a proteção de pessoas e bens.

restinga

Está garantido financiamento comunitário no montante de cerca de 11,8 milhões de euros, que, a somar à componente nacional, permite alavancar um investimento de cerca de 16,9 milhões de euros, a concretizar até ao final de 2014.

No que se refere ao Município de Esposende, vai ser concretizada a reestruturação e consolidação dos dois esporões na praia de Ofir, em Fão, e a reabilitação de passadiços pedonais de acesso às praias do concelho.

No âmbito da recuperação e proteção dos sistemas dunares e renaturalização de áreas naturais degradadas estão previstas intervenções na Foz do Neiva, em Antas, Dunas de Belinho, Cepães e Rio de Moinhos, em Marinhas. Os trabalhos contemplam a recuperação, reforço e fixação dos sistemas dunares, o reperfilamento de praias de godo, a recuperação de estruturas “leves” de defesa costeira e a remoção de infraestruturas desqualificadoras nas frentes de praia. Prevê-se igualmente a reabilitação e/ou construção de passadiços sobrelevados em madeira, a delimitação de caminhos existentes definidos como necessários e a eliminação/renaturalização dos restantes, a introdução de um canal de Ecovia, a erradicação e/ou gestão de espécies infestantes exóticas arbóreas e herbáceas e a introdução de vegetação autóctone.

Outra das ações previstas traduz-se na recuperação, proteção dos sistemas dunares e renaturalização de áreas naturais degradadas na Restinga de Ofir. Assim, prevê-se a reabilitação do cordão dunar da restinga e o reforço dunar da praia a Sul, assim como a remoção e substituição de estruturas degradadas (vedações e paliçadas), a revegetação dunar, o reordenamento dos acessos à praia e a colocação de painéis informativos dos valores naturais presentes.

Inscrita no programa de ações está ainda a requalificação da frente marítima de São Bartolomeu do Mar, que passa pela contenção e retirada de ocupações em zonas costeiras de risco, consolidação da estrutura de contenção existente, requalificação do espaço urbano (reconstrução da plataforma do cruzeiro e renaturalização da restante área degradada e/ou desocupada) e ainda pela recuperação e reforço dos cordões dunares a Norte e Sul do núcleo urbano.

Recorde-se que no âmbito do programa Polis Litoral Norte foram concretizadas, até ao momento, três empreitadas, nomeadamente a Requalificação dos arruamentos Interiores do Pinhal de Ofir, Execução dos Percursos da Natureza do Parque Natural do Litoral Norte e Requalificação da Zona Ribeirinha de Esposende. Presentemente está a decorrer o concurso público da empreitada de Requalificação da Zona Ribeirinha de Fão.

orla_costeira

GRUPO TAMBÓRA ATUA NO CENTRO GALEGO DE LISBOA

 

O grupo Tambóra nasceu em outubro de 2009 como projeto lúdico-pedagógico da Ludoteca da galiza (Estoril) dirigido a crianças e jovens do Bairro Novo do Pinhal. Para além dos ateliês com vários instrumentos de percussão, realiza outras atividades como a recuperação e construção de instrumentos musicais, a construção de máscaras para o grupo, trabalho gráfico e a visita a espaços culturais, concertos e museus.

Com a progressão dos participantes a nível técnico e o trabalho de músicas tradicionais portuguesas constitui-se este grupo de percussão de nove elementos acompanhados por guitarra, começando a fazer representações em público a partir de junho de 2010.

ARCOS DE VALDEVEZ DIVULGA ATIVIDADES CULTURAIS

FEVEREIRO

SONS DE VEZ!

11ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de Arcos de Valdevez

Fevereiro e Março de 2013

Auditório da Casa das Artes de Arcos de Valdevez

Depois da edição comemorativa dos dez anos do evento, realizada no ano transacto, o "Sons" regressa em 2013, marcando, mais uma vez, uma perspectiva diversificada, coerente, mas ousada, de encarar a sua programação; do Hip-Hop ao Jazz, da Electrónica ao Cantautor, do Rock Social ao Novo Blues e ao "eterno" Pop, tudo evolui dentro de uma mesma identidade, dentro de um mesmo fio condutor: libertar emoções, aproximar conceitos e públicos, alternar sensibilidades e manter activas as energias criativas da nova música moderna portuguesa, espalhando-a para além das habituais geografias "urbanas".

A Mostra é acompanhada por uma exposição fotográfica que retrata alguns dos momentos mais marcantes da edição 2012, seguindo uma filosofia similar à ensaiada, com sucesso, em anos anteriores.

 rua aire

Teatro Visual/manipulação de balões:

22 de Fevereiro

sexta às 22h00.

Auditório da Casa das Artes

RUA AIRE

Companhia "El Retrete de Dorian Gray"

(Espanha)

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 18 de Fevereiro, preço único: €3,00)

“Rua Aire”, uma co-produção entre a companhia "El Retrete de Dorian Gray" e o Centro Dramático Galego, supõe uma renovação e uma corrente de ar fresco no panorama teatral e de manipulação de marionetas.

A experimentação da companhia, iniciada com a peça “Ne Me Quites Pas”, baseada na construção de marionetas a partir de balões, culmina com esta viagem pelas entranhas de uma máquina de construção de balões, pelos recantos da fantasia, e demonstrará a todos que não é fácil ser um balão...

supernada

Música/ Pop Rock:

23 de Fevereiro

sábado às 23h00

Auditório da Casa das Artes

SUPERNADA
Inserido no SONS DE VEZ!

11º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 18 de Fevereiro, preço único: €10,00)

Nascida em 2002, a banda portuense é composta por Manel Cruz na voz (Ornatos Violeta; Pluto; Foge Foge Bandido), Ruca Lacerda na guitarra (Pluto; Insert-Coin; musico convidado nos GNR), Francisco Fonseca na bateria (Amarguinhas), Eurico Amorim nos teclados (Insert-Coin; musico convidado nos Mesa e Pedro Abrunhosa) e Miguel Ramos no baixo (Insert-Coin; Mosh; Torto; musico convidado nos Mesa e Jorge Palma). Dos constantes ensaios na garagem do Francisco a alguns concertos experimentais foi um pequeno passo, e os Supernada estiveram alguns anos a consolidar a sua relação dentro e fora dos palcos. Foram aparecendo novas canções, e as já existentes foram-se transfigurando sem nunca se desviarem da vontade dos Supernada de as tocarem ao vivo, agora na sua máxima força. Depois de um hiato nos concertos, para fecharem o processo de gravação e edição do primeiro álbum, eis que surgem em 2012 com o disco “Nada É Possível”.

Após uma série de concertos ao ar livre, os Supernada avançam para apresentações mais intimistas, de auditório, apresentando em palco temas que, quer pela originalidade quer pela excepcional execução por parte dos músicos, aliada ao rigor da equipa técnica, prometem que cada concerto se revele um super-espectáculo, capaz de deixar rendidos os que ainda não conhecem o projecto, e satisfazer os imensos fãs que têm vindo a acompanhar o percurso da banda, aguardando as apresentações ao vivo.

Exposição temática:

1 de Fevereiro a 31 de Março

Foyer do Auditório da Casa das Artes

SONS DE VEZ 2012 EM IMAGENS

Inserida na edição 2013 do “SONS DE VEZ!”, 11ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

Registos de palco dos concertos da edição 2012 do “Sons de Vez!”, que incluem The Gift, JP Simões, Frankie Chavez, The Underdogs, Osso Vaidoso, Godot, A Naifa, PAUS, Two White Monsters Around A Round Table, Kussondulola e B Fachada.

Fotos da autoria de Sérgio Neto e Miguel Lobo.

Atividades na Biblioteca Municipal:

9 e 23 de Fevereiro;

sábados às 16h00

Espaço Infantil da Biblioteca Municipal/Casa das Artes

CONTAS TU…OU CONTO EU?

Contos e atividades para crianças

Aos sábados, uma história nova para contar e recontar, sempre com novas abordagens e personagens...

CINEMA

24

domingo às 15h00 e às 22h00

JACK REACHER

Género: Acção, Crime, Drama – M/12

Realização: Christopher McQuarrie

Intérpretes: Tom Cruise, Richard Jenkins, RosamundPike

RaussTuna

MARÇO

Música/ Tuna Académica

1 de Março

Sexta às 22h00

Auditório da Casa das Artes

RAUSSTUNA – TUNA MISTA DE BRAGANÇA

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 25 de Fevereiro, preço único: €2,00)

Setembro de dois mil e nove. Um grupo de jovens académicos, na irreverência da idade e com carácter empreendedor, decide dar início a algo novo dentro o seio do Instituto Politécnico de Bragança. Como em qualquer projecto de carácter associativo e juvenil, houve ideais e propósitos que após longos debates, e ajustamentos, viriam a culminar naquilo que foi o Grupo de Cantares do Instituto Politécnico de Bragança. Um grupo misto em franco crescimento, alicerçou-se num repertório cuidado, tentando ir buscar o melhor de dois mundos: o Académico e o Tradicional.

A designação “RaussTuna – Tuna Mista de Bragança” surge em Novembro de 2012, consolidando um projecto de crescente sucesso, que incorpora no seu currículo, e apesar da sua juventude, uma larga dezena de apresentações. O espectáculo que trazem a Arcos de Valdevez ser mais um desses momentos de grande emoção e vigor artístico.

Música/ Pop Rock:

2 de Março

Sábado às 23h00

Auditório da Casa das Artes

SAM THE KID VS MUNDO SEGUNDO: SOUNDCLASH

Inserido no SONS DE VEZ!

11º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 25 de Fevereiro, preço único: €5,00)

Os MC's e Produtores Sam The Kid e Mundo Segundo decidiram reunir os seus beats juntamente com as respectivas Mpc´s para apresentações live-act denominadas SoundClash. Assim apresentam-se com a qualidade dos instrumentais que produziram para os seus discos e para outros tantos artistas portugueses, e que se tornaram clássicos na história do Hip-Hop português. O conceito de Soundclash é uma oportunidade ímpar para o público, que vê reunidos dois dos mais estimulantes e criativos rappers nacionais, com carreiras extraordinárias e nomes bem marcados no novo panorama musical português. Mundo Segundo fez a sua importante parte no desenvolvimento do género, a Norte, com Maze, DJ Guze, Ex-Peão e Fuse no projecto Dealema. A Sul, Sam the Kid fez também o seu caminho único, e tornou-se, em pouco mais de uma década, num dos mais distintos e influentes rappers nacionais.

Um confronto entre ambos pode apenas acabar com um vencedor: o público.

THEE CHARGERS

Música/ Pop Rock:

8 de Março

Sexta às 23h00

Auditório da Casa das Artes

FAST EDDIE NELSON + THEE CHARGERS

Inserido no SONS DE VEZ!

11º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 4 de Março, preço único: €3,00)

Após mais de 20 anos a tocar Blues e Rock em bandas como Gasoline, The Sullens, Los Santeros, Big River Johnson e Fast Eddie & the Riverside Monkeys, e após um disco acústico em que explorava, sem banda, as sonoridades Folk/Blues da música norte-americana, Fast Eddie Nelson apresenta agora "Nuff Said!", um disco que alia o Rock à música Bluegrass e à linha mais dura dos Mississipi Blues, edição conjunta Raging Planet Records e Vinil Experience Records. Faz-se acompanhar por Phil D. nas percussões.

Nascidos há um par de anos no porto, Thee Chargers são uma banda de surf rock instrumental, com influências de Rock'n'Roll, Garage Rock, Lounge e Exótica, formada por alguns dos mais talentosos e conhecidos músicos da cidade invicta. De Ennio Morricine a John Barry, génios de bandas sonoras como "007" ou "Once apon a time in the West", de Ventures ou Shadows até the Ramones, ouvem, tocam, inspiram-se e transformam, criando um estilo muito próprio ao qual chamam "surf noir"; guitarras com fuzz, vibrato e batidas primitivas são as características dominantes deste estilo, que os Thee Chargers denominam, com um sorriso, como ”Kings of Surf Noia”.

fast eddie nelson

Música/Violino:

9 de Março

Sábado às 22h00

Auditório da Casa das Artes

CORVOS VISITAM OS ANOS 80

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 4 de Março, preço único: €8,00)

Já tocaram Xutos, Nirvana, Doors e, mais recentemente, U2. Agora, os Corvos viram-se para os anos 80.

A passagem dos maiores êxitos dessa década para o mundo das cordas passa pela música de bandas portuguesas como Heróis do Mar, Xutos & Pontapés ou Grupo de Baile, mas também por grupos de alcance mundial, como Metallica, Queen ou Guns n' Roses.

Os Corvos continuam a marcar pontos por serem tudo menos um quarteto de cordas vulgar. Habituaram-nos a uma abordagem inovadora a este tipo de formação, abordagem essa que inclui uma bateria, explorando com atitude rock o encontro entre a música erudita e outros géneros.

A não perder este regresso à Casa das Artes arcuense.

Teatro/comédia visual:

15 de Março

Sexta às 22h00.

Auditório da Casa das Artes

3809-Schlossfest_Gregor_Wollny_Rote_Nase

GREGOR WOLLNY (Alemanha)

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 11 de Março, preço único: €3,00)

Gregor Wollny é um actor criativo que abraçou a causa da diferença. Ele revela a grandiosidade das coisas na sua simplicidade. A comédia e a pantomina oscilam entre a anarquia infantil e o charme do artista Vaudeville.

Ele luta contra a perversidade de objectos inanimados, com um ambiente sonoro kitsch e um sorriso na cara, que passa a "insegurança" no momento seguinte.

Os seus espectáculos são de uma simplicidade desconcertante, em que o público não consegue tirar os olhos da personagem, nem por um minuto...

Black Bombaim

Música/ Pop Rock:

16 de Março

Sábado às 23h00

Auditório da Casa das Artes

BLACK BOMBAIM

Inserido no SONS DE VEZ!

11º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 11 de Março, preço único: €4,00)

Três rapazes que cresceram a trocar discos, entre o bucolismo do campo e as noitadas de abusos, fazem música do espaço e dos sub-planetas que desconhecemos, mas que ainda estão por descobrir: os barcelenses Black Bombaim, pois claro. Nscidos em 2008, o trio formado por Tojo Rodrigues (baixo), Bruno Senra (bateria) e Ricardo Miranda (guitarra) sabe de cor(ação) o étimo da palavra “psicadelismo”, depois das partilhas de palco com bandas como Kyuss Lives, Russian Circles, Karma To Burn, Gnod, Notorious Hi-Fi Killers, ou, mais recentemente, os catalães CUZO.

O EP homónimo de 2009 já auspiciava grandes voos; 2010 com "Saturdays & Space Travels", sempre com a cúmplice editora Lovers & Lollypops como aliada, trouxeram-lhes o lançamento oficial; a consagração de um talento há muito reconhecido chegou agora: "Titans", o duplo vinil, que conta com uma constelação de convidados como Steve Mackay (The Stooges), Noel V. Harmonson, Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta), Jorge Coelho (ZEN, Torto), Tiago Jónatas (The Rising Sun Experience), Isaiah Mitchell (Earthless/ Howlin Rain), Ghuna X, HHY, Tiago Pereira (Aspen), Guilherme Canhão (Lobster) e João ‘Shela’ Pereira (PAUS, If Lucy Fell).

Música/ Pop Rock:

23 de Março

Sábado às 23h00

Auditório da Casa das Artes

KIKO & THE JAZZ REFUGEES

Inserido no SONS DE VEZ!

11º Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV

(pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 18 de Março, preço único: €5,00)

Kiko é um dos raros intérpretes masculinos de jazz português, para quem a música não tem fronteiras; ele mistura o seu inglês nativo, a cultura americana do jazz, um toque de blues e de pop, e ainda canta em português. Além de cantor é também compositor; são dele os nove originais do seu novo trabalho "L’USA", em 11 temas arrebatadores que contam com o virtuosismo dos “The Jazz Refugees”, um combo de excelentes músicos que têm pelo jazz uma enorme devoção (AP Neves nas guitarras, Carl Minneman no contrabaixo, Telmo Marques nas teclas, Hugo Raro no piano e Bruno Pedroso na bateria). Sendo um disco que percorre o jazz, o soul e os blues, pode ser ouvido por qualquer apreciador de música; merece ser escutado, mesmo por quem gosta de outras músicas.

Desde que regressou a Portugal, Kiko tem aprendido muito, mas ensinado outro tanto; é professor de canto, vocal coach e professor de interpretação vocal em variados programas de música televisivos. Enquanto músico, Kiko integrou bandas como Raul Marques e os Amigos da Salsa ou os Trupe Vocal; formou igualmente vários projectos, com destaque para os Blues Hotel, Keep Kool e Quarteto In Blue; além disso, manteve colaborações com os Mind da Gap e os Zoe; tem sido, com o seu Quinteto, uma presença constante em festivais de jazz e blues.

Atividades com escolas:

11 a 15 de Março

Casa das Artes e estabelecimentos de ensino do concelho

SEMANA DA LEITURA 2013

Consolidando a sua perspetiva de criação, a Semana da Leitura tem contribuído significativamente para a valorização da leitura junto das crianças e da população adulta e propicia a aproximação da Escola à comunidade, envolvendo vários intervenientes, para além de docentes, alunos, pessoal não docente, encarregados de educação, mobilizando, assim, a população em geral numa celebração festiva da leitura e do livro.

Atividades na Biblioteca Municipal:

9 e 23 de Março;

Sábados às 16h00

Espaço Infantil da Biblioteca Municipal/Casa das Artes

CONTAS TU…OU CONTO EU?

Contos e atividades para crianças

Aos Sábados, uma história nova para contar e recontar, sempre com novas abordagens e personagens...

CINEMA

3

Domingo às 15h00 e às 22h00

OS MISERÁVEIS

Drama, Musical – M/12

Realização: Tom Hooper

Intérpretes: HughJackman, Russell Crowe, Anne Hathaway, Amanda Seyfried, EddieRedmayne, Aaron Tveit, SamanthaBarks e participações especiais de Helena Bonham Carter e Sacha Baron Cohen.

10

Domingo às 15h00 e às 22h00

HITCHCOCK

Drama – M/12

Realização: Sacha Gervasi

Intérpretes: Anthony Hopkins, Helen Mirren, Scarlett Johansson, Toni Collette, Jessica Biel

17

Domingo às 15h00 e às 22h00

DECISÃO DE RISCO

Drama – M/12

Realização: Robert Zemeckis

Intérpretes: Denzel Washington, John Goodman, Don Cheadle, Kelly Reilly, James Badge Dale, Bruce Greenwood

24

Domingo às 15h00 e às 22h00

DJANGO LIBERTADO

Drama, Western – M/12

Realização Quentin Tarantino

Intérpretes: Jamie Foxx, Christoph Waltz, Leonardo DiCaprio, Tom Savini, Kurt Russell, Don Johnson, Sacha Baron Cohen, Samuel L. Jackson, Kerry Washington, Joseph Gordon-Levitt

30 e 31

Sábado e domingo às 22h00

DIE HARD - NUNCA É BOM DIA PARA MORRER

Acção, Thriller, Crime – M/12

Realização: John Moore

Intérpretes: Bruce Willis, JaiCourtney, Patrick Stewart, Sebastian Koch, Cole Hauser, Amaury Nolasco, MegalynEchikunwoke, AkselHennie, Anne Vyalitsyna, AttilaÁrpa, Pasha D. Lychnikoff, YuliyaSnigir, ZoleeGanxsta, NorbertNövényi

FAFE VAI TER NOVO QUARTEL DA GNR

O presidente da Câmara Municipal de Fafe, José Ribeiro, assinou hoje no Ministério da Administração Interna o protocolo de execução de obras do novo quartel da G.N.R. de Fafe.

As obras de reconversão e ampliação do edifício destinado às futuras instalações do destacamento da GNR de Fafe foram entregues à firma NVE – Engenharias, S. A., pelo valor de € 1 845 945,30, sendo o prazo de execução da obra de 12 meses.

Nas futuras instalações, na Rua Serpa Pinto, vão ficar centralizados diversos núcleos operativos, como o Posto Territorial, Destacamento, Núcleo de Investigação Criminal e Serviços de Proteção da Natureza e Ambiente, entre outros.

VIZELA PARTICIPA NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA – BTL 2013

Vizela participa, mais uma vez, na Feira Internacional de Turismo – BTL 2013, que se realiza de 27 de fevereiro a 3 de março, no Parque das Nações, em Lisboa.

O Concelho de Vizela fará a sua promoção através do stand do Minho IN, integrado na Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal. Aqui será distribuída vária informação turística e promocional do nosso Concelho.

No dia 27 de fevereiro, pelas 16.00h, terá lugar, a apresentação do projeto “Vizela Chef APP”, pela empresa Tecnoled, seguindo-se, depois, a apresentação do tema “O Bolinhol numa nova roupagem”, pelo Chef Rui Martins, 2º classificado do programa televisivo “TOP CHEF”.

A Vizela Chef APP é um Guia Gastronómico e a única aplicação que irá necessitar para saber sempre onde comer bem em Vizela. A Vizela Chef destaca-se quer pela sua utilidade como pela experiência de utilização. Permite encontrar toda a oferta presente nos restaurantes do concelho de Vizela e usufruir também de vouchers totalmente gratuitos.

“O Bolinhol numa nova roupagem” traduz-se numa homenagem à tradição de algo único e com uma história inigualável. Mantendo a “tradição”, o Chef Rui Martins apresenta uma sobremesa que conjuga os sabores, a harmonia e o respeito pelo produto.

PONTE DE LIMA É EXEMPLO A SEGUIR NA DEFESA DO AMBIENTE

A Feira do Ambiente e Energia de Ponte de Lima, que decorreu no passado fim-de-semana, consolidou-se como um certame de referência na mostra de soluções de vanguarda e inovadoras na eficiência energética para áreas edificadas, reforçando a imagem de Ponte de Lima como um exemplo na preservação e defesa do meio ambiente.

Cerca de 7 mil visitantes, com destaque para os visitantes da vizinha Galiza, tiveram a oportunidade de conhecer as últimas novidades em termos de serviços e equipamentos com melhores resultados e com um aproveitamento mais eficiente da energia. O que resulta num menor impacto para o ambiente, aumentando os níveis de conforto fundamentais em cada construção.

Por sua vez as empresas presentes na feira, maioritariamente do concelho, e que têm desenvolvido um trabalho enérgico em prol da implementação das energias renováveis, confidenciaram a sua satisfação face aos inúmeros contatos que efetuaram e ao considerável volume de negócios transacionado durante a feira.

A Feira do Ambiente e Energia destacou ainda a apresentação e a demonstração de novos produtos e serviços disponíveis para os melhores resultados, no que se refere ao consumo energético, na área da mobilidade com a apresentação de carros híbridos e elétricos. Houve também uma área vocacionada para empresas com produtos e serviços que dinamizam a prevenção, reciclagem e valorização dos resíduos.

A Feira do Ambiente e Energia de Ponte de Lima surge na sequência da adesão do Município de Ponte de Lima ao Pacto de Autarcas, que expressa um conjunto de objetivos, dos quais se destaca a promoção de um certame dedicado ao ambiente e às energias renováveis, através do slogan Ponte de Lima 2020. Neste contexto, associaram-se à Feira dezenas de entidades/instituições que dinamizaram uma série de ateliês, no primeiro dia da feira, envolvendo cerca de 500 crianças do 1º e 2º ciclo.

Ponte de Lima continua a apostar na Feira do Ambiente e Energia, em parceria Associação Empresarial de Ponte de Lima, Área Alto Minho, e Ancoraeventos como forma de sensibilizar a comunidade para a importância do ambiente, da introdução de energias renováveis e na redução das emissões do CO2, exemplificando e aconselhando que tipo de comportamentos devemos adotar no nosso dia-a-dia mas que no futuro serão muito significativos na fatura energética.

VIZELA PROMOVE CONTO INFANTIL

Eu Conto, Tu Contas, Ele Conta…

No próximo domingo, dia 24 de fevereiro, pelas 11.00h, a Avicella promove mais um "Eu conto, tu contas, ele conta".

Este mês, a Avicella conta com a presença da Professora Belmira Paiva, do Agrupamento de Escolas de Infias, a qual se deslocará ao auditório da Casa das Coletividades, para contar "A galinha dos ovos misteriosos" de Luisa Ducla Soares.

Eu Conto, Tu Contas, Ele Conta…

“Os Ovos Misteriosos”

De: Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar

Sinopse:

Uma galinha punha um ovo todos os dias e todos os dias a dona lhe levava o ovo. Para fugir de tão grande injustiça foi para a floresta e aí fez um ninho muito confortável. Passado pouco tempo, vários ovos apareceram no seu ninho: uns grandes, outros pequenos, uns mais claros, outros mais escuros….

Este é um livro em que a enorme ternura que o atravessa não impede o humor e o ritmo tão próprios desta autora e que introduz a crianças nas questões da multiculturalidade.

Onde - Na casa das Coletividades (por cima do Callidas Club)

Quando - 24/02/2013, pelas 11h00

Publico alvo: famílias com crianças a partir dos 3 anos

Duração: 1 hora, apro

Pág. 1/3