Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

TRAJE À VIANESA É OBRA-PRIMA DA MULHER MINHOTA

O traje à vianesa teve honras de destaque na capa da revista “Ilustração Portugueza” de 27 de Dezembro de 1909. Trata-se, com efeito, de uma obra de arte que reflecte bem o espírito e o talento artístico da mulher minhota, o seu sentido estético e a sua alegria natural. Nele está ainda retratada a vida social e económica de uma região, o linho que produzia, as técnicas que empregava na sua transformação e como o tecia e bordava, o estatuto social e o estado civil em que se encontrava.

Através do traje podemos contar toda a História e vida da nossa região e das suas gentes. Tal como a partir de um singelo botão poderemos descrever toda a história da humanidade, desde o emprego da pedra e do osso nos seus primórdios aos modernos botões de plástico onde são aplicadas as mais avançadas técnicas de grafismo. Uma ligeira modificação no traje e, de imediato, nos apercebemos da adulteração porque extemporânea e anacrónica, como não raras as vezes sucede com tentativas de representação por parte de alguns grupos folclóricos.

O traje de lavradeira, vulgo traje à vianesa, constitui uma autêntica obra-prima da nossa cultura tradicional, concretamente do traje popular, pelo qual merece um respeito tão elevado quanto qualquer obras famosa de um artista consagrado exposta numa das mais conceituadas galerias ou museus de arte.

Legenda da capa: Costumes Portuguezes. Mulher dos arredores de Vianna do Castello. (Cliché Emílio Biel & Cª)