Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO: MALHINTER CRESCE E É EXEMPLO LABORAL

Na empresa têxtil famalicense o que sobressai é a atenção dada aos trabalhadores

O crescimento O crescimento tem sido constante e o investimento promete manter-se. A Malhinter, que opera em exclusivo em regime de “private label”, distingue-se pela qualidade do vestuário, de gama média e alta, que produz para várias marcas de mercados da Europa Ocidental e dos Estados Unidos da América, este último uma aposta onde procura a captação novos clientes. Aliás, será por esta porta e “por efeito de contágio” que a empresa pretende chegar a novos mercados.

AFS_6060.jpg

Mas, nesta empresa de Cabeçudos especialista em malhas circulares, o que sobressai é a atenção que presta aos seus funcionários, na sua maioria costureiras, que premeia com a repartição de lucros e que incentiva à maternidade.  

O esforço dos últimos anos tem-se concentrado também em “tornar esta profissão mais atrativa e interessante, mais azul”, confessa António Barroso. Mas, como torná-la numa profissão em que as pessoas acreditem? “Melhorando as remunerações, associando as pessoas ao sucesso da empresa e dando-lhes uma perspetiva de carreira segura”, diz o administrador da Malhinter, empresa que Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal, ontem, 27 de abril, visitou em mais uma jornada do roteiro Famalicão Made IN.

AFS_6048.jpg

“Contratação de proximidade”

Por isso, acrescenta, “estamos a tentar tornar o trabalho menos duro, mais sofisticado e elegante, para que os nossos colaboradores se sintam bem e outras pessoas fiquem atraídas por esta profissão”. Mas não tem sido fácil encontrar profissionais, com a empresa a reclamar a dificuldade em encontrar costureiras e quadros intermédios.

De resto, a política da Malhinter tem sido pautada por uma “contratação de proximidade”, numa perspetiva de proporcionar mais qualidade de vida aos seus colaboradores. “A nossa mensagem tem sido: trabalhar na Malhinter é bom, estar próximo de casa é bom, para a família e para a empresa”, justifica António Barroso.

AFS_6073.jpg

Com um efetivo de 150 colaboradores, a unidade têxtil famalicense registou um crescimento exponencial nos últimos três anos, ao ritmo dos dois dígitos, tendo fechado o ano de 2016 com um volume de negócios de 9 milhões de euros. E continua com planos de expansão. Em 2016 investiu 200 mil euros na automatização do processo de corte e para 2017 prevê novos investimentos nesta área e na confeção por via da aquisição de novas máquinas.

“Estamos certos que vamos conseguir chegar ainda mais longe”, conclui o administrador.

“Visão moderna do têxtil”

Para Paulo Cunha, que manifestou “apreço” pelas políticas laborais que a empresa desenvolve e “simpatia” pelos resultados que tem atingido, a Malhinter “representa uma visão moderna do têxtil”. O edil considera mesmo a unidade fabril como “um excelente exemplo” de valorização de profissões ligadas ao sector têxtil, para além de implementar “medidas concretas do ponto de vista salarial e de apoio à maternidade”.

O Presidente da Câmara Municipal de Famalicão elogia a “abordagem acertada” da Malhinter ao fazer com que cada pessoa que trabalha na empresa se reveja no resultado final. “Ao distribuir parte dos lucros está a dar razões concretas e a confirmar a abordagem que quer dar a este mercado. São exemplos muito bem-vindos ao sector e estou certo que, sendo replicados noutras empresas, estaremos paulatinamente a combater um problema que afeta a nossa sociedade, que é alguma desconsideração e menorização das pessoas que trabalham neste sector”, remata, com a certeza de que “o têxtil é um sector de futuro em Famalicão”.

AFS_6242.jpg

BRAGA SERÁ CANDIDATA A CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA EM 2027

Anúncio efectuado na inauguração da nova casa do centenário Arquivo Distrital de Braga

Braga irá apresentar uma candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027. O anúncio foi feito esta Sexta-feira, dia 28 de Abril, por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal, durante a inauguração das novas instalações do Arquivo Distrital de Braga e do Centro Interpretativo da Universidade do Minho, localizadas na Rua Abade da Loureira.

CMB28042017SERGIOFREITAS0000006689.jpg

Segundo o Edil, Braga reúne todos os requisitos e possui o potencial necessário para ser uma extraordinária Capital Europeia da Cultura. “Temos uma visão a dez anos e, em 2027 queremos ser Capital Europeia da Cultura. Há um eixo que consideramos fundamental para que isso seja possível, que é o compromisso dos agentes e dos Bracarenses. Todos, em conjunto, podemos trabalhar para o sucesso esta candidatura”, afirmou, explicando que ´2027 é o ano em que uma cidade portuguesa tem novamente a oportunidade de se candidatar´.

CMB28042017SERGIOFREITAS0000006692.jpg

Como explicou o Autarca, esta candidatura está a ser trabalhada ´com muita ambição e vontade de vencer´. “Queremos que a candidatura corporize o imenso potencial que existe em Braga, nomeadamente a programação cultural, interacção com a comunidade e a formação de novos públicos, que são dimensões fundamentais deste projecto”, adiantou.

As novas instalações do centenário Arquivo Distrital de Braga e do Centro Interpretativo da Universidade do Minho permitiu que o espólio que estava no Largo do Paço fosse transferido para um local que garante todas as condições de segurança e preservação.

“Este é um dia de especial alegria para a memória e a cultura em Braga. Não haveria melhor prenda para comemorar o centenário deste arquivo do que a abertura de uma nova casa, que se traduz num espaço mais adequado e qualificado para acomodar o muito trabalho que dentro e fora de portas é desenvolvido para preservar a memoria e promover a sua interacção com a comunidade”, referiu.

Por outro lado, sublinhou Ricardo Rio, esta intervenção permite reabilitar e colocar ao dispor dos Bracarenses um edifício localizado no ´coração da cidade´, dando extensão ao esforço de reabilitação urbana desenvolvido em diversos contextos.

A cerimónia contou ainda com as presenças do Ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, da secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo, do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), Fernando Freire de Sousa, o responsável da Direcção Regional de Cultura do Norte, António Ponte, do reitor da UM, António M. Cunha, e do director do ADB, António Sousa, entre outros.

CMB28042017SERGIOFREITAS0000006701.jpg

SÉ DE BRAGA CELEBRA DIA DE SANTA CATARINA DE SIENA

A Catedral bracarense celebra, a 29 de Abril, o dia de Santa Catarina de Sena, Virgem e Doutora da Igreja, do séc. XIV. Durante a manhã, serão celebradas eucaristias às 8h30 e às 11h30 na Catedral. No período da tarde, a celebração inicia-se na Catedral com o terço às 17h00, seguida da Eucaristia que tem início às 17h30.

IMG_4497.JPG

Nascida em 1347, Santa Catarina de Sena teve a primeira visão de Jesus aos 6 anos e aos 7, diante de Nossa Senhora, desposou-se misticamente com Ele. Renunciou ao matrimónio e tomou o hábito das chamadas “manteladas”, por conselho de S. Domingos, que lhe apareceu em sonho. Dedicou-se às obras de misericórdia, servindo nos hospitais de leprosos e procurou reestabelecer a paz entre as famílias discordes da cidade. Pregava a paz baseada na justiça, apelando, ainda, ao reconcilio com Deus. Em Sena, ditou o seu ‘Diálogo’, livros das suas doutrinas e visões. Jesus teve-a digna de receber os estigmas da Sua Paixão. Faleceu a 29 de Abril de 1380 com 33 anos. Santa Catarina de Sena é, desde 1939, protectora de Itália. Em 1980, o papa Paulo VI proclamou-a Doutora da Igreja.

PONTE DE LIMA ENTREGA PRÉMIOS DO CONCURSO CONCELHIO DE LEITURA

Sessão de entrega de prémios do Concurso Concelhio de Leitura na Biblioteca Municipal

O Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal em cooperação com as Bibliotecas Escolares dos diversos Agrupamentos de Escolas do concelho, dinamizou durante o mês de março o Concurso Concelhio de Leitura, direcionado para alunos do 3.º e 4.º ano do 1.º ciclo e do 2.º ciclo do Ensino Básico.

DSCN9785.jpg

A sessão de entrega de prémios decorreu na Biblioteca Municipal, no dia 27 de abril e contou com as presenças do Vereador da Educação, Dr. Paulo Barreiro de Sousa, do Diretor do Agrupamento de Freixo, Prof. Luís Henrique Fernandes, e dos Professores Bibliotecários do Agrupamento de Freixo, de Arcozelo e de Ponte de Lima, designadamente Ana Barbosa, Ana Júlia Marques e Benjamim Sousa, que procederam à entrega de prémios e certificados, felicitando os vencedores, participantes, professores e demais comunidade educativa pela participação na iniciativa e empenho demonstrado ao longo do concurso.

O vencedor do 1.º ciclo foi Letícia Martins, aluna da EB1 de Poiares. No 2.º lugar ficou Rafael Pedro aluno do Centro Educativo de Refoios. E o 3.º lugar foi conquistado por seis alunos que obtiveram o mesmo resultado, verificando-se um empate entre os seguintes concorrentes: Afonso Sousa, do Centro Educativo de Refoios; Ana Rita Costa, da EBI de Freixo; Diana Alves, do Centro Educativo de Arcozelo; Clarisse Ribeiro, da EB de Ponte de Lima; Luana Pinheiro, da EB de Ponte de Lima e Maria Cunha, do Centro Educativo das Lagoas.

Relativamente ao 2.º ciclo posicionou-se em 1.º lugar: Ana Silva, da EB 2/3 de Freixo.
O 2.º lugar foi laureado pelo aluno Pedro Santos, pertencente à EB 2/3 de Arcozelo e o 3.º lugar foi granjeado por Cristina Alves, aluna da EB 2/3 António Feijó.

A todos os nossos parabéns!

CERVEIRA REALIZA TORNEIO MANUEL VIEGAS

VI Torneio Manuel Viegas: Desporto e reconhecimento no relvado

Está agendado para a próxima segunda-feira, dia 1 de maio, mais uma edição do Torneio Manuel Viegas no Estádio Municipal. Referência a nível regional, este evento reúne cerca de 150 crianças e dirigentes de clubes de futebol numa competição saudável em prol da prática desportiva e da homenagem a um defensor e promotor do futebol de formação.

Cartaz Torneio Manuel Viegas.jpg

Com organização do Clube Desportivo de Cerveira, e apoio da Câmara Municipal, o VI Torneio Manuel Viegas acolhe jogos de benjamins, Sub11 e Sub 10, sendo que este ano, e pela primeira vez, o torneio recebe uma equipa vinda da Galiza.

Assim, no período da manhã disputam-se os jogos dos Benjamins Sub-11 com a presença de duas equipas do Clube Desportivo de Cerveira, a União Desportiva de Mos (Galiza) e o Atlético de Caminha. Da parte da tarde, entram em campo os Benjamins Sub-10, com o Clube Desportivo de Cerveira, o Futebol Clube do Porto, o Sporting Clube de Braga, a União Desportiva de Mos e a Associação Desportiva de Campos.

A cerimónia de entrega de prémios está agendada para as 12h15 no caso dos Sub-11 e para as 18h45 para os Sub-10. Do programa do Torneio Manuel Viegas consta ainda uma cerimónia simbólica de deposição de uma coroa de flores no Cemitério Municipal, junto da sepultura de Manuel Viegas.

De sublinhar que este torneio surgiu para honrar a memória de um cerveirense que se tornou o expoente máximo do que significa o associativismo desportivo em prol da juventude e, em concreto, do futebol de formação. Manuel Viegas foi um dos promotores do futebol juvenil em Vila Nova de Cerveira e que hoje é uma das referências a nível distrital.

CAMINHA FESTEJA AS MAIAS

Centro histórico ornamentado com coroas de giestas e flores
São vários os edifícios públicos do centro histórico de Vila Nova de Cerveira que ostentam, a partir de hoje, diversas e criativas coroas de giestas e flores, recuperando uma antiga tradição local ligada à primavera e à crença pagã. Município convida a descobrir o Roteiro d’ ‘As Maias’.

IMG_3328.jpg

Na véspera do 1º de maio, a comunidade cerveirense mantém-se fiel aos usos e costumes dos antepassados, exibindo arranjos florais, uns mais simples outros mais sumptuosos, mas onde a giesta amarela, as flores campestres e os verdes não podem faltar. Trabalhos em flores naturais, mas também em crochet podem ser apreciados em vários edifícios do centro histórico cerveirense.

Fruto de um grande envolvimento dos colaboradores municipais, estabelecimentos de ensino, IPSS’s, juntas de freguesia e comerciantes, sob coordenação da autarquia, Vila Nova de Cerveira dá as boas-vindas ao mês de maio com um ambiente floral e alegre.
Valorizar as tradições, fomentar a recriação e costumes de hábitos populares e estimular a participação e criatividade artística e cultural são os objetivos subjacentes a esta iniciativa, amplamente alcançados pela adesão da comunidade, a quem a autarquia cerveirense deixa um agradecimento público.

IMG_3331.jpg

CAMINHA RECEBE BANDEIRA AZUL EM TODAS AS PRAIAS DO CONCELHO

Resultados de excelência e o “pleno” de sucesso pelo terceiro ano consecutivo

Todas as praias marítimas do concelho de Caminha voltam este ano a içar a Bandeira Azul da Europa. Esta é a terceira vez na história do concelho que as quatro praias são distinguidas simultaneamente com a Bandeira Azul da Europa. O galardão de qualidade estará nas praias de Caminha (Foz do Minho), Moledo, Âncora (Forte do Cão) e Vila Praia de Âncora. O anúncio foi feito esta manhã pela ABAE - Associação Bandeira Azul da Europa, no Museu do Oriente, Espaço Lounge, em Alcântara, durante a Conferência Bandeira Azul.

Praia Forte do Cão.JPG

O Verão Azul repete-se este ano no concelho. Recorde-se que nas duas últimas épocas balneares, atingiu-se um resultado idêntico. Tal nunca tinha sucedido e, no caso de Vila Praia de Âncora, a última vez que a praia tinha sido galardoada aconteceu em 2011. Para Miguel Alves esta é uma excelente notícia: “há três anos atras conseguimos recuperamos a bandeira azul de Vila Praia de Ancora que muitos davam como impossível e, pela primeira vez, conseguimos 4 bandeiras nas nossas 4 praias! Agora o orgulho repete-se dando evidencia a um trabalho persistente e continuado. O concelho de Caminha esta de parabéns!”.

A Bandeira Azul é um símbolo de qualidade ambiental atribuído anualmente a praias fluviais e costeiras que se candidatem ao galardão e que cumpram um conjunto de critérios. Os Critérios do Programa Bandeira Azul para praias estão divididos em quatro grupos: Informação e Educação Ambiental; Qualidade da Água; Gestão Ambiental e Equipamentos; Segurança e Serviços.

Praia Fozdo Minho.jpg

Praia Moledo.JPG

Praia Vila Praia Âncora.JPG

BRAGA: BÓLIDES ACELERAM NA FALPERRA

38ª Rampa da Falperra promete fim-de-semana de emoções fortes. Prova realiza-se de 5 a 7 de Maio

De 5 a 7 de Maio, Braga volta a receber uma das mais espectaculares provas do automobilismo nacional e internacional. A mítica Rampa da Falperra promete trazer à Cidade milhares de aficionados para sentirem de perto toda a emoção da prova rainha da montanha.

CMB28042017SERGIOFREITAS0000006707.jpg

“Maio é um mês de luxo para o desporto automóvel em Braga”, afirmou Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação da prova, que decorreu hoje, dia 28 de Abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Após a realização da 38.ª edição da Rampa, a Cidade recebe, dia 19 de Maio, a Braga Street Stage, a super especial do Rally de Portugal que levará toda a emoção às ruas do centro histórico da Cidade.

CMB28042017SERGIOFREITAS0000006723.jpg

De acordo com o Edil, a modalidade tem uma ´enorme´ massa adepta em Braga e consegue atrair ´inúmeros visitantes´ sempre que existe uma competição automóvel no Concelho. “Desejo que esta edição mantenha o legado a que a Rampa nos habituou e que seja novamente um sucesso a nível desportivo, da interacção com a sociedade, da atracção turística e da valorização económica do território”, disse, sublinhando que o Município tem procurado garantir todas as condições para que a prova continue a ser uma referência a nível nacional e internacional e mais uma alavanca da marca Braga.

Já António Barbosa Ferreira, presidente do Clube Automóvel do Minho, referiu que as últimas edições da Rampa da Falperra trouxeram até Braga cerca de 200 mil visitantes e mais de 150 equipas a competir. Associada a este facto está uma forte dinâmica de lotação da hotelaria e restauração durante os dias da prova.

A edição deste ano prepara-se voltar a fazer as delícias dos milhares de espectadores que se deslocam a Braga para acompanhar todas as incidências da prova.

O acolhimento das equipas decorre de Segunda-feira a Quinta-feira, de 1 a 4 de Maio. As verificações administrativas e técnicas serão realizadas Sexta-feira, dia5, no centro da Cidade. No Sábado , dia 6, dá-se início às qualificações da prova e no Domingo, dia 7, a realização das provas.

A prova tem também um carácter solidário, com a associação Laços Cor de Rosa/AMADOS a realizar uma venda de rifas para proporcionar a duas pessoas a experiência de efectuar o percurso da Rampa com um piloto profissional. A verba angariada reverte 100% a favor da associação.

CMB28042017SERGIOFREITAS0000006716.jpg

RALLY DE PORTUGAL REGRESSA A CABECEIRAS DE BASTO

Francisco Alves na apresentação do Rally de Portugal em Matosinhos

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, esteve ontem à tarde, dia 27 de abril, presente na apresentação do WRC Vodafone Rally de Portugal que decorreu em Matosinhos.

Francisco Alves na apresentação do Rally de Portugal em Matosinhos (1).jpg

Treze municípios, mais dois em relação ao ano passado vão receber o Vodafone Rally de Portugal 2017. São eles Cabeceiras de Basto e Braga. É chegada a hora dos Cabeceirenses viverem o entusiasmo, a agitação e o frenesim da passagem do Rally de Portugal por Cabeceiras de Basto, onde as potentes máquinas e os melhores pilotos do mundo vão percorrer as estradas da serra da Cabreira, nesta nossa terra de Basto.

Após muitos anos de ausência, o Rally de Portugal volta a Cabeceiras de Basto e a Câmara Municipal orgulha-se de acolher a maior prova do automobilismo português, esperando que os amantes deste desporto motorizado possam vibrar entusiasticamente.

O WRC Vodafone Rally de Portugal está prestes a começar no campeonato do mundo mais disputado dos últimos anos. Novas regras, novos carros e muitas novidades na edição deste ano, em que se comemoram os 50 anos do Rally de Portugal, informa em comunicado o ACP – Automóvel Clube de Portugal.

Os novos regulamentos do Campeonato do Mundo de Ralis trazem a Portugal carros mais espetaculares, mais rápidos, mais competição e mais novidades na lista de inscritos. No total são 17 carros WRC, um recorde nesta temporada do mundial.

O Rally de Portugal, que este ano conta com 23 pilotos portugueses, volta a integrar o Campeonato Nacional de Ralis, estando 17 inscritos nesta competição, avança o ACP.

O Vodafone Rally de Portugal (VRP) acontece num momento altamente competitivo: até agora, quatro pilotos de quatro marcas distintas venceram as primeiras quatro provas do campeonato.

É assim com a emoção redobrada que vai para a estrada mais um Vodafone Rally de Portugal, entre 18 e 21 de maio, disputado pelo terceiro ano consecutivo no norte do País. Mais especial ainda quando se celebram os 50 aos do Rally de Portugal, facto assinalado pelo Automóvel Club de Portugal com o lançamento de uma obra histórica da maior prova automóvel nacional.

A edição deste ano do VRP apresenta novidades e alterações em oito dos 11 troços que compõem a prova. A Exponor, em Matosinhos, permanece como sede do quartel-general da prova, das verificações administrativas e técnicas, do parque de assistência e da maior parte das partidas e chegadas. A cerimónia de pódio volta a ter lugar na Marginal de Matosinhos.

É na sexta-feira, 19 de maio, que chegam as primeiras grandes novidades, com uma etapa totalmente disputada no Minho e novos desafios para os pilotos.

Sábado, 20 de maio, arranca com a classificativa de Vieira do Minho, seguindo para aquela que é a grande novidade do dia, Cabeceiras de Basto, na Serra da Cabreira. A fechar o programa de dia 20, a incontornável classificativa de Amarante, que com os seus 37,5 km volta a ser a Especial mais longa e uma das mais exigentes do Rally.

O último dia é uma homenagem do Rally de Portugal e do Automóvel Club de Portugal ao concelho de Fafe, palco de todos os troços de domingo.

É, assim, já no dia 20 de maio que nos esperam emoções fortes e grandes momentos de velocidade e perícia na terra batida da Serra da Cabreira, mais concretamente na Veiga (Bucos) e na aldeia de Busteliberne (Cabeceiras de Basto), localidades que vão ver passar as mais potentes ‘máquinas’ de marcas de renome internacional a acelerar em curvas e contra curvas.

Espetáculo, competição, velocidade, destreza e muita adrenalina marcarão, certamente, o regresso do Rally a Cabeceiras de Basto, uma edição do WRC Vodafone Rally de Portugal que se adivinha um verdadeiro sucesso.

Francisco Alves na apresentação do Rally de Portugal em Matosinhos (2).jpg

CABECEIRAS DE BASTO INAUGURA OBRAS EM BASTO

Presidente da Câmara preside a inaugurações na freguesia de Basto

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, inaugurou esta tarde dia 28 de abril, o Espaço de Convívio e Lazer de Basto, a sede da Associação dos Amigos de Basto, bem como o salão polivalente da Junta de Freguesia de Basto, todos eles sediados na antiga Escola Primária de Basto (Santa Senhorinha), instalações cedidas pela Câmara Municipal que funcionarão, a partir de agora, como um espaço multifuncional.

Presidente da Câmara preside a inaugurações na freguesia de Basto (1).JPG

Nestas sessões marcaram presença, para além do presidente da Câmara, o presidente da Junta de Basto acompanhado pelos demais autarcas da freguesia, os vereadores, e presidentes de várias Juntas, a deputada Laura Magalhães, membros da Assembleia Municipal, membros dos órgãos diretivos da Basto Vida, bem como dirigentes e associados da Associação dos Amigos de Basto, outros convidados e grande número de populares da freguesia.

Depois de saudar todos os presentes, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, manifestou a sua “satisfação” por participar na inauguração de três importantes espaços para a freguesia de Basto, incentivando os moradores a desfrutar de todas as condições prestadas pelo edifício. Recordando que a antiga escola é uma referência para grande parte da população de Basto, Francisco Alves enalteceu o empenho do presidente da Junta na concretização destas obras que colocaram a antiga escola de novo ao serviço da comunidade.

Presidente da Câmara preside a inaugurações na freguesia de Basto (2).JPG

De salientar que o Espaço de Convívio e Lazer de Basto tem como objetivo combater o isolamento e promover a qualidade de vida da população idosa, incentivando a inclusão social e as relações interpessoais e intergeracionais, ao mesmo tempo que contribui para o envelhecimento ativo desta faixa etária da população cabeceirense. Com a abertura deste espaço, os utentes poderão usufruir de atividades lúdicas, culturais e recreativas, de acordo com as suas necessidades e interesses; da implementação de ações ao nível dos cuidados primários de saúde; bem como da promoção de um espaço de participação cívica e comunitária, a par da estreita convivência com os seus conterrâneos. No total, o concelho de Cabeceiras de Basto conta, a partir de hoje, com 17 Espaços de Convívio e Lazer.

No uso da palavra, o presidente da Junta de Freguesia Basto, Fernando Sousa, agradeceu a presença de todos neste “momento de grande alegria e de festa” que é a “concretização de um anseio antigo” da população. “Olhamos para esta casa com muito orgulho e satisfação”, disse, destacando que a Junta de Freguesia decidiu homenagear o cidadão Francisco de Oliveira – atribuindo o seu nome ao salão polivalente – por ter sido ele a doar o terreno para a construção da escola em 1946. “As gentes de Basto devem orgulhar-se desta obra e dela devem tirar o melhor partido”, desejou o presidente de Junta que deixou, também, palavras de agradecimento ao presidente da Câmara pelo apoio dado na requalificação deste edifício.

Por seu turno, o presidente da Associação dos Amigos de Basto, Joaquim Magalhães, manifestou igualmente a sua “satisfação” por inaugurar a sede da associação na presença de tantos associados e amigos.

Criada no ano de 2004, a Associação dos Amigos de Basto tem colaborado com a Câmara Municipal e com a Junta de Freguesia em inúmeras iniciativas, lembrou o presidente da associação, garantindo “queremos dar vida à freguesia através deste novo espaço”.

A iniciativa terminou com um lanche-convívio oferecido pela Junta de Freguesia a todos os participantes.

Presidente da Câmara preside a inaugurações na freguesia de Basto (3).JPG

LIMIANOS COMEMORAM DIA MUNDIAL DO LIVRO

Crianças e idosos do concelho em destaque nas celebrações do Dia Mundial do Livro

A Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL) antecipou a celebração do Dia Mundial do Livro – que todos os anos se assinala a 23 de abril – com atividades de promoção do livro e da leitura, que decorreram na passada sexta-feira, dia 21 de abril, na BMPL e no Largo de Camões.

Capturarplimmm.PNG

Ao longo do dia, a BMPL recebeu crianças das escolas do concelho e promoveu a iniciativa “Livros sobre rodas” – assim se chama o projeto da Biblioteca Itinerante – proporcionando a todos os que acorreram à praça central de Ponte de Lima a consulta e/ou empréstimo de jornais e de obras literárias, nacionais e estrangeiras, e disponibilizando aos mais novos desenhos para colorir e o contacto com as mais recentes ofertas do universo editorial infanto-juvenil.

Este ano, no Largo de Camões, a população sénior do concelho foi o público privilegiado das celebrações do Dia Mundial do Livro. À sombra de uma oliveira, utentes do Centro Paroquial e Social de Santa Maria dos Anjos recordaram músicas tradicionais portuguesas – caso de “A minha saia velhinha” -, que entoadas ao som da viola, encheram este espaço de contagiante alegria. Entre canções, evocaram-se brincadeiras da infância – num jogo de partilha coletiva de memórias – e assistiu-se à leitura de “Os três conselhos”, estória retirada da obra oitocentista “Contos tradicionais do povo português”, de Teófilo Braga. Uma narrativa rica em ensinamentos que suscitou o debate em torno das lições a reter.

A atividade recreativa e o projeto de itinerância “Livros sobre rodas” permitiram dar a conhecer algum do trabalho desenvolvido pela BMPL e divulgar parte das novidades literárias disponíveis para consulta e/ou empréstimo domiciliário.

COURENSES PEDALAM TODO-O-TERRENO

6º BTT XCO Paredes Coura. 30 abril | a partir das 9h00

Paredes de Coura acolhe este domingo, 30 de abril, o 6º BTT XCO de Paredes de Coura, inserido no Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros.

Capturarseeeiii.PNG

Aberto à participação de todos os interessados que poderão integrar a categoria de promoção, bem como às categorias de competição, o 6º BTT XCO de Paredes de Coura é organizado pela Associação de Ciclismo do Minho em parceria com o Município de Paredes de Coura, e a sua concentração está marcada para o Largo 5 de Outubro desta bonita vila no coração do Alto Minho.

Elogiado pelo seu traçado e rara beleza da paisagem envolvente, o 6º BTT XCO de Paredes de Coura conjuga a excelência e as caraterísticas do percurso com o alto nível competitivo e organizativo, transformando esta jornada do Campeonato do Minho de BTT XCO num surpreendente dia de ciclismo.

O 6º BTT XCO de Paredes de Coura começará com um período para treinos entre as 9h00 e as 12h00, realizando-se a partir dessa hora as atividades para pupilos, benjamins e iniciados. Pelas 14h00 começará a prova para infantis, juvenis, cadetes, femininos (sub 23/elites e master), paraciclismo e promoção, e às 15h30 a corrida de juniores, elites/sub 23 e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 17h30.

A participação na prova é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção (custo de inscrição inclui seguro de acidentes pessoais). O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 9 horas e as inscrições devem ser efetuadas através do e-mail geral@acm.pt.

Recorde-se que na edição do ano passado, o 5º BTT XCO de Paredes de Coura foi ganho em elites por Gonçalo Amado e Ana Rita Vale, tendo-se destacado nas restantes categorias da quarta prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros João Rocha e Ana Moreira (juniores), Rúben Nunes (master 30), António Sousa (masters 40), João Araújo (masters 50), André Terroso e Raquel Queirós (cadetes), Lucas Braga e Ana Santos (juvenis), João Martins e Mariana Líbano (infantis), David Ferreira e Mariana Magalhães (iniciados), Hugo Ramalho e Rita Fontinhas (pupilos-benjamins) e Paulo Fontinhas (promoção). Coletivamente triunfaram a ASC / Focus Team - Vila do Conde (competição) e a Seissa/A.C.R.Roriz/Matias & Araújo/Frulact (escolas).

18157533_1509783615739877_8550813879160705740_n.jpg

PAN MANTÉM QUEIXA CONTRA ESPANHA CONTRA ARMAZENAMENTO EM PORTUGAL DOS RESÍDUOS DA CENTRAL NUCLEAR DE ALMARAZ

PAN não alinha com estratégia do Governo e mantém queixa contra Espanha relativa à Central Nuclear de Almaraz

  • APA valida estratégia espanhola para prolongar o funcionamento de Almaraz
  • Perante silêncio do Governo, PAN quer ouvir Ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros
  • Padrões de segurança internacionais invocados não evitaram uma hecatombe nuclear no Japão

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) acabou de aprovar a construção do armazém da central nuclear de Almaraz. Uma decisão que vem confirmar o que o PAN tem vindo a antecipar há muitos meses e que vem validar a estratégia de sempre do governo de Espanha. A construção do Armazenamento Temporário Individualizado (ATI) serve para prolongar a vida da central de Almaraz para além de 2020, por mais 10 anos, uma central que já ultrapassou a sua vida útil para as centrais nucleares deste tipo.

DSCF2821 (1).JPG

Um assunto desta relevância devia ter sido anunciado pelo governo e não pela APA pelo que o PAN vai chamar ao parlamento os Ministros do Ambiente, dos Negócios Estrangeiros e o Presidente da APA, para obter esclarecimentos sobre esta tomada de decisão que se baseou num grupo de trabalho que excluiu a colaboração e o conhecimento das ONGAs.

“Os padrões de segurança internacionais invocados pelo Presidente da APA, para avançar com esta esta lucrativa estratégia comercial também estavam estabelecidos em países com elevados standards de evolução tecnológica nuclear como o Japão e nem por isso evitaram uma hecatombe nuclear. Com a previsão de possíveis eventos sismológicos, no curto prazo, perto da Península Ibérica esta "solução adequada" é jogar roleta russa com um revólver cheio de munições”, defende André Silva, Deputado do PAN.

Esta decisão revela uma profunda submissão de Portugal a Espanha por aceitar a ausência de estudos conjuntos de impactos transfronteiriços, consentindo os estudos realizados apenas pelo estado espanhol sem a participação de Portugal.

O governo português continua a recusar-se a adotar uma posição firme em defesa dos interesses dos portugueses, validando toda e qualquer política energética de Espanha, o que revela a ausência de um projeto de defesa coletiva que coloque o interesse do bem comum acima dos interesses económicos que tudo mercantilizam.

Ao contrário das opções do governo, o PAN mantém a sua posição junto da Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa (UNECE). O PAN apresentou em Janeiro duas denúncias à UNECE pelo incumprimento das Convenções de Espoo e Aarhus. Denúncias que estão a ser analisadas, por uma comissária designada para o efeito, até 15 de Agosto.

Por prever uma estratégia semelhante com a Central Nuclear de Santa Maria de Garoña por parte de Espanha, o PAN fez aprovar no parlamento uma resolução que insta ao Governo que denuncie junto do Secretariado da Convenção de Espoo a violação da referida Convenção por Espanha devido a mais dois incumprimentos: a inexistência de comunicação a Portugal das intenções de prolongamento da vida útil da Central Nuclear de Santa Maria de Garoña, assim como da inexistência de um Estudo de Impacto Ambiental (EIA) transfronteiriço. Até ao momento ainda não há indicações se o Governo vai ou não respeitar o mandato que a Assembleia da República lhe concedeu.

SÉ DE BRAGA CELEBRA DIA DE S. JOSÉ OPERÁRIO

A Sé de Braga comemora, a 1 de Maio, o dia de S. José Operário. Durante a manhã, serão celebradas eucaristias na Catedral, às 8h30, e na Capela de Nossa Senhora da Piedade, às 11h30. No período da tarde, a celebração na Catedral inicia-se com o terço às 17h15, seguida da Eucaristia que tem início às 18h00.

image001sjoseoperario.jpg

No 1º de Maio de 1955, o papa Pio XII consagra o dia a S. José Operário perante uma multidão de 200 mil pessoas que se encontravam na Praça de S. Pedro exultando “Viva Cristo Trabalhador! Vivam todos os trabalhadores! Viva o Papa!”. Esta cristianização do Dia do Trabalhador celebra a vida de S. José que, com o seu trabalho humilde, sustentou a sua família. Embora não tenha sido pai natural de Jesus, José exerceu sobre Ele a autoridade paterna, como pai legal e adoptivo. Mesmo tendo uma origem nobre, como membro da tribo de Judá e descendente de David, a viveu uma vida simples: José exercia o humilde ofício de carpinteiro, produzindo arados e parelhas.

A iconografia de S. José é paralela à evolução do seu culto: é tardia e alcançou o seu apogeu depois do Concílio de Trento. A partir do séc. XVI, os artistas rejuvenesceram a figura de José, conferindo-lhe o aspecto de um homem de quarenta anos.

BARCELOS ACOLHE CONFERÊNCIA INTERNACIONAL PARA DEBATER PARTICIPAÇÃO DEMOCRÁTICA NA UNIÃO EUROPEIA

Espanha, Estónia, Hungria e Itália reúnem-se em Barcelos para debater a participação cívica e democrática na EU. A aposta no “Crescimento Inteligente” (smart growth) é o tema central deste encontro que se realiza de 1 a 5 de maio

As políticas locais são fundamentais para fomentar a participação cívica e democrática na EU e um papel central para  a compreensão desta “nova” União Europeia (EU). Entre os dias 1 e 5 de maio, realiza-se o terceiro encontro do Projeto City to city for building our Europe, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Barcelos. Os dois primeiros encontros tiveram lugar em novembro 2016, em Itália, e fevereiro de 2017, na Hungria. Barcelos recebe agora os parceiros de Teruel (Espanha), Kistelek (Hungria) e Narva (Estónia), e Gerace (Itália), que assume o papel de coordenador do projeto, para debater o “Crescimento Inteligente” (smart growth), que é uma das linhas programáticas prioritárias do Programa Europa 2020.

O “Programa Europa para os Cidadãos” tem por objetivo contribuir para a compreensão da União Europeia (UE), da história e diversidade dos seus cidadãos e ainda fomentar a participação cívica e democrática na EU.

O Município de Barcelos consciente da sua responsabilidade na promoção da cidadania e valores europeus, decidiu aceitar a oportunidade de integrar o referido projeto na qualidade de parceiro. Assim, esta parceria é constituída pelo Município de Gerace (Itália) que assume o papel de coordenador do projeto, sendo o restante consórcio constituído pelo Município de Barcelos (Portugal), Teruel (Espanha), Kistelek (Hungria) e Narva (Estónia).

O tema escolhido para o encontro a realizar em Barcelos, prende-se com o denominado “Crescimento Inteligente” (smart growth), que é uma das linhas programáticas prioritárias do Programa Europa 2020.

No dia 4 de maio, a partir das 9h30, decorrerá no Salão Nobre da Câmara Municipal o Fórum aberto à comunidade intitulado "How the EU policies for smart growth can help local communities?”. Neste fórum, serão discutidos e partilhados alguns aspetos sobre as políticas nacionais e locais, no âmbito do crescimento inteligente, sendo que para esta discussão o Município de Barcelos convidou a especialista e diretora Executiva das FICIS (Fórum Internacional das Cidades Inteligentes e Sustentáveis), Ana Fragata.

No dia 5 de maio, no mesmo local, decorrerá o seminário que terá como tema ”The E-tools for civic participation – Good practices, Ideas, opinions”, com o objetivo de que cada um dos municípios partilhe um conjunto de boas práticas e de projetos relacionados com recursos/ferramentas digitais que facilitem a plena participação dos cidadãos.

ANTIGO EDIFÍCIO DA PIDE RECEBE SEDE DA EUROCIDADE MONÇÃO – SALVATERRA DE MIÑO

A sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño vai ser inaugurada esta segunda-feira, 1 DE MAIO, FERIADO NACIONAL, PELAS 16H00 (HP), NO PARQUE DA LODEIRA, com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luis Carneiro, e o Vice-Presidente da Xunta da Galicia, Alfonso Rueda Valenzuela.

Cartaz.png

A nova estrutura ficará instalada no antigo edifício da PIDE após obras de requalificação/adaptação daquele espaço. Símbolo de opressão e repressão durante o Estado Novo, imóvel assumir-se-á, a partir de agora, como ponto de partida para o reforço de atividades conjuntas entre as duas localidades vizinhas unidas pelo Rio Minho.

Após a cerimónia oficial, segue-se o descerramento de placa e visita às instalações. Pelas 17h00, tem lugar a abertura da sede da Associação ATEARAIA – Associação Transfronteiriça de Educação Ambiental, no edifício da antiga guarda-fiscal, também ele objeto de recuperação.

Neste local, proceder-se-á à inauguração da exposição de fotografia “Portugal Subaquático”, da autoria de Luis Quinta, produzido pela CMIA de Viana do Castelo. O programa termina com um convívio popular, estando previstas atuações do grupo “Os Magníficos”, de Monção, e o “Grupo de Gaitas”, de Salvaterra de Miño.

Processo iniciado no 20º aniversário da ponte internacional

A abertura da sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño é mais uma etapa de um processo iniciado com a celebração do 20º aniversário da ponte internacional entre as duas localidades raianas, no dia 29 de março de 2015, onde ambos os municípios assinaram um protocolo de geminação e procederam ao descerramento de uma placa com denominação da ponte “João Verde/Amador Saavedra”

Este documento representou um passo definitivo para a concretização da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, cujo acordo de princípios foi assinado no dia 13 de dezembro desse ano, no Cine Teatro João Verde, entre os dois municípios ribeirinhos e o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia – Norte de Portugal (AECT-GNP).

Naquele acordo, que formalizou a constituição da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, foram contempladas as principais áreas de interesse comum, destacando-se a dinamização do rio Minho, a potenciação conjunta da enologia e gastronomia local, a promoção e desenvolvimento do turismo através da divulgação do património natural e construído, e a valorização/criação de rotas turísticas e percursos pedestres.

Aquele documento privilegia também o empreendedorismo transfronteiriço, o intercâmbio desportivo, cultural e educativo, bem como a partilha de equipamentos coletivos, como piscina, biblioteca e museus, de forma a garantir escala e rentabilização económica. Outra das vertentes deste “casamento” será o recurso a programas comunitários transfronteiriços.

FAMALICÃO HOMENAGEIA PROFESSORES

Paulo Cunha entregou medalha de reconhecimento municipal aos docentes. Emoção e reconhecimento na homenagem aos professores aposentados em Famalicão

“Esta homenagem representa algo de muito profundo. Eu sou além de professora, educadora e, muitas vezes, mãe dos meninos e meninas e, por isso, ainda hoje contacto muito com antigos alunos”. Foi com a voz embargada e bastante emocionada que Emília Lourenço, professora aposentada no concelho de Vila Nova de Famalicão, recebeu esta sexta-feira, a medalha de reconhecimento municipal, por ter dedicado a sua vida ao ensino famalicense, das mãos do presidente da autarquia, Paulo Cunha.

image52223.jpeg

Para a docente que terminou a sua carreira no ano letivo 2015/2016 “a vocação de professora vai continuar porque é impossível eu estar com jovens sem educar”. Emília Lourenço e Vitor Gomes foram os dois professores do concelho que se aposentaram recentemente a serem homenageados pelo município.

Segundo Paulo Cunha, a homenagem do município aos professores aposentados é “muito justa e um reconhecimento merecido”. “Ser professor é uma função muito nobre que vai além da profissão e que deve ser encarada como uma verdadeira missão”. O autarca lembrou que estes professores “contribuíram ao longo da sua vida para que o município fosse hoje reconhecido no país como um bom município para estudar” a deixou-lhes um apelo “para que continuem a exercer a sua vocação na comunidade”.

O momento de homenagem marcou o arranque das Jornadas Municipais de Educação, que decorrem  no Centro de Estudos Camilianos, no âmbito da Quinzena da Educação.

A iniciativa está subordinada ao tema “Educação e Serviços Educativos”. Para o presidente da Câmara Municipal, a autarquia tem desenvolvido um enorme trabalho nesta área e é importante que“a comunidade educativa perceba  que o contexto da educação deve ser mais abrangente e há um conjunto de referências concelhias que não podem passar indiferentes ao processo educativo.”

Paulo Cunha foi mais longe e afirmou que “hoje fala-se muito na localização da educação, ou seja, na criação de uma dimensão local na educação que diferencie o processo educativo em função dos concelhos. Acho que o futuro da educação vai passar muito por essa dimensão mais local, sem perda dos conteúdos de âmbito nacional que devem continuar a marcar o panorama dos currículos letivos mas com uma abordagem local muito forte.”

Neste âmbito, “não são só os museus que estão presentes nos serviços educativos, são também as bibliotecas e o parque da devesa como referências locais”.

image52214.jpeg

INAUGURAÇÃO DA SEDE DA BANDA MUSICAL DE MONÇÃO

(Discurso do Presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues)

DSC_0160 (Large).JPG

Sr. Ministro da Educação, Dr. Tiago Brandão Rodrigues

Em seu nome saúdo todas as autoridades presentes. Nem imagina a alegria que os monçanenses sentem pela sua presença. É uma honra de, nestes quase quatro anos de mandato, ser a primeira vez que um ministro da nação visita este cantinho do Portugal profundo. Obrigado.

Hoje inauguramos a requalificação da antiga estação ferroviária de Monção. Edifício que pertence à identidade monçanense, fazendo parte do nosso imaginário coletivo. Um espaço com muito para contar. Centenas de histórias felizes. Centenas de momentos dramáticos.

Esta estação, agora reconvertida à cultura, sinalizava o fim da linha do Minho e o princípio da vivência na diáspora. Do trajeto de vidas “desarranjadas” à procura do devido arranjo. Da rota dos “carneiros” na transumância de melhores pastagens. Refiro-me metaforicamente às pessoas na incessante procura de melhores condições de vida que o totalitarismo, na altura, nada lhes permitia.

Lembro-me, como tantos monçanenses, do constante vai e vem de caixeiros -viajantes que traziam sempre novidades. Da partida e chegada dos estudantes que procuravam destinos académicos inexistentes em Monção. Da gente empoleirada no comboio com destino à Festa da Senhora da Cabeça.

Da espera ansiosa pela bola, o jornal, que chegava ao final da tarde. Dos recoveiros a aconselhar este ou aquele restaurante aos viajantes. Do embarque, para poucos, de um mês de férias em Vila Praia de Âncora. Dos tropas em direcção a uma guerra que não era a sua. Deixavam lágrimas e dor e a incerteza se algum dia regressariam.

Felizmente, o 25 de abril deu-nos outras possibilidades, outras oportunidades. Trouxe-nos a democracia e uma nova forma de olhar para o mundo. Abriu-nos uma janela que queremos manter escancarada para sentir a brisa da liberdade, da partilha e da tolerância. Bem hajam todos que fizeram o 25 de abril e aqueles que consolidaram os seus valores.

Este edifício foi inaugurado em 1915, tendo sido desativado em 1989. A linha até Valença foi transformada em Ecopista do Rio Minho, assumindo-se, desde então, como um espaço promotor e incentivador da prática desportiva. Tratou-se do primeiro corredor ecológico a aproveitar antigas linhas férreas, abrindo ao público em 2004.

A recuperação deste edifício traduz-se na etapa mais marcante da regeneração urbanística de toda a área envolvente. Processo visível na demolição dos imóveis da Travessa da Cova do Cão e no acesso ao Rosal. O futuro desta zona emblemática à entrada do centro histórico já começou faz tempo e terá continuidade com novas intervenções.

O esforço financeiro decorrente da requalificação vai servir para cumprir uma promessa antiga: dar uma sede condigna a uma instituição bicentenária – A Banda Musical de Monção. A referência à sua ancestralidade não é retórica politica. Pelo contrário, é a mais pura das verdades.

O registo mais antigo remonta a 1792. À época chamada Banda de Música da Vila. Supõe-se, contudo, que a sua existência seja anterior. Em 1918, passou a designar-se Banda dos Bombeiros Voluntários de Monção. Em 1933, o município outorgou-lhe o título honorífico de Banda Musical de Monção. Em 1980, entregou-lhe a medalha de ouro por mais de século e meio ao serviço da cultura.

Gerações de músicos levaram a excelência artística de Monção aos quatro cantos do mundo. Em algumas ocasiões com a minha presença. Jamais esquecerei o prémio alcançado no Concurso Internacional de Bandas de Música de Valência. Apeteceu-me gritar para afirmar que era monçanense. O decoro e o protocolo impediram-me.

Senhor presidente da direcção, aqui tem a chave merecida. Entrego-lha em nome de todos os músicos, maestros e directores, do passado, do presente e do futuro. Não esquecendo outros maestros importantes, como Miguel de Oliveira, perdoem-me a excecionalidade de referir o maestro do presente, José Vicente Simeó. Obrigado maestro por tudo o que tem feito na procura da excelência artística desta instituição.

Nesta requalificação investiram-se cerca de 350 mil euros suportados em 85% pelo “Norte – 04 – 2316 Feder 00030”. Muita gente esteve envolvida nesta concretização. Logo à partida a vereadora das obras e Urbanismo, Conceição soares, os arquitetos Pedro Dinis e José Eduardo, a engenheira Isabel Nascimento, o arquitecto Paulo Gomes, a construtora Limabuild e as empresas Guialmi e Mário Pinto.

Obrigado a todos pela concretização desta bela e funcional recuperação. Sinto uma grande felicidade. Por ter cumprido uma promessa e por ter garantido o futuro da banda. Esta obra é um orgulho para todos os monçanenses. Estamos de parabéns. É uma honra enorme ser presidente desta terra. É uma honra enorme ser vosso presidente.

Viva a Banda Musical de Monção

Viva Monção e os monçanenses  

DSC_0112 (Large).JPG

DSC_0113 (Large).JPG

DSC_0136 (Large).JPG

DSC_0143 (Large).JPG

DSC_0144 (Large).JPG

DSC_0146 (Large).JPG

DSC_0164 (Large).JPG

CERVEIRA SERVE GALO DE CABIDELA

Fim-de-Semana Gastronómico: Galo de Cabidela servido à mesa de 11 restaurantes

Entre esta sexta-feira e domingo, em Vila Nova de Cerveira serve-se o tradicional Galo de Cabidela. Trata-se da IX edição dos Fins-de-Semana Gastronómicos do Porto e Norte de Portugal que conjuga um prato típico de cada concelho à oferta cultural, riqueza patrimonial e beleza natural.

cartaz_FDGS16'17_restaurantes.jpg

Vila Nova de Cerveira volta a celebrar a gastronomia tradicional, convidando residentes e turistas para uma experiência que promete despertar os cinco sentidos, e propiciar um fim-de-semana diferente.

No total, 11 restaurantes aderentes à iniciativa apresentam, este fim-de-semana, o típico Galo de Cabidela acompanhado com bom vinho verde da região. Associada à iniciativa gastronómica está um conjunto de atividades programadas, nomeadamente a 12ª Regata Internacional Ponte da Amizade, o Campeonato Nacional de Slalom, o roteiro das Maias pelo centro histórico, para além de toda a envolvente natural entre o rio e a montanha e a oferta artística espalhada pelas ruas de Cerveira.

Considerado um evento âncora no âmbito da dinamização do produto estratégico ‘Gastronomia e Vinhos’, este projeto do Turismo do Porto e Norte de Portugal oferece, até 28 de maio, um roteiro de 26 fins de semana, em 75 municípios, dentro de 1000 restaurantes e 450 empreendimentos turísticos.

Lista de restaurantes de Vila Nova de Cerveira aderentes à iniciativa: Adega Real (251 795 366), Boega – O Peregrino (251 700 500), Braseirão do Minho (251 700 240), Casa Lau (251 795 162), Casa das Velhas (251 708 482), Central (251 794 898), Costa Verde (251 795 430), Glutão (251 795 654), Lavrador (251 796 604), Luso-Galaico (251 795 225), Sol Nascente (251 941 233).

ESPECTÁCULO DE ROCK E JAZZ REFORÇAM AMIZADE ENTRE O MINHO E A GALIZA

Jarojupe e The Pretty Shirts na Amizade Cerveira-Tomiño

“Rock e Jazz Com Amizade In Cerveira-Tomiño” é um novo evento musical, composto por duas sessões, que visa reforçar as relações culturais/pessoais entre as populações das duas margens do rio Minho. Primeiro concerto acontece já este sábado, 29 de abril, no Fórum Cultural de Cerveira, com a presença de Jarojupe e The Pretty Shirts. Segundo concerto está marcado para agosto, em Tomiño.

Rock Jazz Cerveira tomiño.jpg

Com organização da AR Eventos, e apoio do Município de Vila Nova de Cerveira e do Concello de Tomiño, “Rock e Jazz Com Amizade In Cerveira-Tomiño” apresenta-se como um evento de celebração da cooperação transfronteiriça, através do intercâmbio de bandas dos dois lados da fronteira, entre os palcos de Cerveira e Tomiño.

Para esta primeira edição, a organização escolheu duas bandas de rock, com uma carreira consolidada e conhecidos entre o público. Por um lado, os portugueses Jarojupe que são a banda minhota mais antiga de rock/metal. Com 35 anos de história, o grupo foi fundado por quatro irmãos, em 1981, tendo já atuado em diversos palcos nacionais e internacionais, nomeadamente em Liverpool.

Por outro lado, sobe ao palcoThe Pretty Shirt, uma banda de Rock n’Roll nascida em A Guarda (Pontevedra) em 2009, e que já venceu o concurso de bandas Morrissey Irish Pub, na Coruña, tendo sido ainda nomeados o melhor disco, em 2015, pelos seguidores do blog Rocksoulthings.

“Rock e Jazz Com Amizade In Cerveira-Tomiño” acontece este sábado, com início às 23h00, no Fórum Cultural de Cerveira. Bilhetes já à venda. Para agosto, com data por definir, está prevista a segunda sessão do evento, em Tomiño.

ECO-ESCOLAS ENTREGAM SUGESTÕES E PREOCUPAÇÕES AO MUNICÍPIO DE BRAGA

Iniciativa juntou cerca de 400 alunos do Concelho

Durante duas semanas, os alunos das Eco-Escolas do Concelho puseram pés ao caminho para registar as diversas preocupações com que se deparam no seu quotidiano. A quarta edição da Rota das Eco-Escolas envolveu cerca de 400 alunos e 40 professores do Concelho que percorreram uma distância superior a 45km, recolhendo informações, avaliando e registando os problemas ambientais que encontravam.

ECOESCOLBRAG (1).jpg

Ao longo de todo o trajecto, os alunos foram passando o testemunho a outras Eco-Escolas e coube à EB2,3 Frei Caetano Brandão a última parte do percurso, que culminou esta Sexta-feira, 28 de Abril, no Largo do Pópulo, com a entrega da bandeira das Eco-Escolas e do pergaminho com as recomendações a Altino Bessa, vereador do Ambiente do Município de Braga.

“Este projecto tem a faculdade de sensibilizar os alunos para as questões ambientais com grande foco na educação para a cidadania. Ao envolvermos as crianças nestas iniciativas estamos a criar condições para que elas possam desenvolver competências e estarem atentas à realidade que as rodeia tornando-se parte activa da sociedade”, referiu Altino Bessa, agradecendo às forças de segurança envolvidas, como a PSP, a GNR e a Polícia Municipal, que nas respectivas áreas de actuação “foram acompanhando os alunos durante o trajecto”.

ECOESCOLBRAG (3).jpg

Questões de ordem diversa como obstáculos à mobilidade reduzida e invisual, sinalética, circulação do trânsito ou preocupações ambientais, são algumas das preocupações que constam no pergaminho. “Estas preocupações serão agora avaliadas e as que forem da responsabilidade da Câmara serão analisadas pelos serviços municipais, com vista à sua resolução”, garantiu Altino Bessa, adiantando que o Município fará chegar estas recomendações dos alunos, às respectivas entidades visadas no pergaminho, “sejam ou não do universo municipal para tentar resolver o maior número de problemas encontrados”.

Como explicou o vereador, este projecto das Eco-Escolas está a revelar-se um sucesso e ano após ano tem aumentado o número de alunos e de escolas envolvidas. “Quando tomamos posse havia apenas sete Eco-Escolas no Concelho de Braga, actualmente existem 17 e a sua participação tem vindo a aumentar cada vez mais. Nesta edição, foram 14 as Eco-Escolas a participar neste projecto o que representa a maior participação de sempre”, concluiu Altino Bessa.

ECOESCOLBRAG (2).jpg

DESPORTOS NÁUTICOS MARCAM FIM-DE-SEMANA EM CERVEIRA

Vila Nova de Cerveira volta a ser palco de dois grandes eventos desportivos na vertente náutica. O rio Coura recebe oCampeonato Nacional de Slalome o rio Minho acolhe a 12ª Regata Internacional “Ponte da Amizade”. Autarquia mostra-se satisfeita com a conjugação de eventos desportivos de competição associados ao turismo de natureza.

0001 (79)cervdesprr.jpg

Pelo segundo ano consecutivo, a Federação Portuguesa de Canoagem escolheu as águas bravas do rio Coura, na freguesia de Covas, para uma prova a integrar o Campeonato Nacional de Slalom. Esta competição, agendada para este sábado e domingo, conta com a presença de mais de uma centena de atletas em representação de 11 clubes, entre eles alguns convidados da vizinha Galiza.

No domingo, o rio Minho prepara-se para a 12ª Regata Internacional “Ponte da Amizade”, organizada pela Associação Desportiva e Cultural da Juventude de Cerveira com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira e da Federação Portuguesa de Remo. Conciliando o convívio e a competição entre jovens atletas, este eventointegra o Calendário Nacional da Federação Portuguesa de Remo com a realização de provas nos diversos escalões.

Para o autarca cerveirense, estes são dois bons exemplos do percurso de afirmação de Vila Nova de Cerveira no panorama nacional da prática desportiva, existindo ainda o trail, o triatlo e outras modalidades. “A atratividade desportiva de Vila Nova de Cerveira tem sido corroborada pelo crescente interesse de entidades regionais e nacionais que resulta num maior número de eventos, com destaque para aqueles que suscitam a paixão pelo desporto de aventura e radical, entre o rio e a montanha, consolidando o concelho cerveirense como um destino de turismo de natureza”, assegura Fernando Nogueira.

O Campeonato Nacional de Slalom decorre entre este sábado e domingo, no rio Coura, em Covas, com as eliminatórias e semifinais (10h00 e 15h00) agendadas para este sábado, e as finais e entrega de prémios (10h00 e 14h00) decorre no domingo. Por sua vez, a 12ª Regata Internacional “Ponte da Amizade” disputa-se ao longo de todo o dia de domingo, no rio Minho, com eliminatórias no período da manhã (10h00) e as finais agendadas para a tarde (15h00).

0001 (80)cervdesprr.jpg

FAMALICÃO DEDICA MÊS DE MAIO ÀS FAMÍLIAS

Iniciativa decorre de 3 a 31 de maio com várias iniciativas para as famílias do concelho

O que têm em comum a família Martins, a família Ribeiro, os Navarro, os Santos e a família Silva Martins? Para além de serem todos famalicenses, juntos são também os protagonistas da exposição de fotografia “O que une a tua família?”, que vai estar patente de 15 a 21 de maio, na Praça D. Maria II, no âmbito do Mês da Família.

A família Santos é uma das protagonistas da exposição que vai estar pate....jpg

A mostra, da autoria do fotógrafo famalicense Luís Efigénio, é uma das várias iniciativas inseridas num vasto e diversificado programa que a Câmara Municipal de Famalicão e a ArtEduca – Conservatório de Música de Famalicão prepararam para o próximo mês de maio, que no concelho famalicense é inteiramente dedicado às famílias. Para além da exposição, a iniciativa prevê ainda o regresso, nos dias 3 e 31 de maio, das “Conversetas em Família” e a realização de oficinas e workshops. Um dos pontos altos do Mês da Família é o grande concerto que a ArtEduca está a preparar para o dia 21 de maio, domingo, na Praça D. Maria II. Um espetáculo comemorativo do Dia Internacional da Família, onde não irá faltar o Hino da Família.

Conforme explica o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, com esta iniciativa pretende-se“promover e sensibilizar a população para as questões da família e para a proteção dos seus valores de união, amor, respeito, solidariedade e diversidade”. O autarca espera ainda que toda a comunidade se envolva nas várias atividades inseridas no evento.   

Recorde-se que em 1993 a ONU proclamou o dia 15 de maio Dia Internacional da Família, refletindo a sua importância na comunidade internacional. Desde 1994 que pelo mundo fora se celebra a data com diversos eventos, focando temas centrais para a vida das famílias.

Programa completo do Mês da Família disponível para consulta no site oficial do evento, emwww.familiafamalicao.com.  

BARCELOS TRAVA BATALHA DAS FLORES

Milhares de pétalas enchem as ruas de Barcelos na Batalha das Flores

Dia 1 de maio na grandiosa Batalha das Flores em Barcelos

Centenas de cestos repletos de milhares de flores colhidas nos melhores campos e jardins de todo o concelho são, segunda-feira, 1 de maio, o espelho vivo de uma batalha amistosa.

Batalha das Flores (1).JPG

Pelas 15 horas, as principais artérias da cidade ver-se-ão repletas de flores lançadas por diversos carros enfeitados que irão colorir a cidade.

Este ano, a Batalha mais bela do país terá também uma massiva participação, tendo o maior número de sempre de associações a participar. Serão 30 as associações a desfilar pelas ruas de Barcelos, numa batalha “sem dor”, que contará também com a participação dos Zés P´reiras de Barcelinhos e de Fragoso, e ainda da Banda Plástica e a Banda do Galo que abrem um espetáculo ímpar de cor e perfume que permanecerá na memória.

A verdadeira Batalha das Flores ocorrerá na Avenida da Liberdade, local onde dezenas de milhares de pessoas marcam presença e se cruza o cortejo. Ninguém conseguirá alhear-se deste espetáculo único, com o entrecruzar de pétalas de todas as cores, cobrindo o céu e perfumando o ar.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FÓRUM DO ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal volta a organizar Fórum do Associativismo

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez vai levar a cabo no próximo dia 29 de Abril (sábado), pelas 9h30m, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez, mais uma edição do “Fórum do Associativismo”, o qual contará com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves e de Vitor Dias, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude  (IPDJ) na sessão de abertura.  

forum_associativo (2).JPG

Seguidamente terá lugar a palestra “Financiamento Associativo”, pela Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro do Instituto Português do Desporto e Juventude de Viana do Castelo; pelas 11h00 decorrerá a apresentação do Website: “Trilhos de Arcos de Valdevez”, por Jorge Torres da empresa Serifa, responsável pela organização e layout dos conteúdos; cerca das 11h20 será celebrado o protocolo referente à “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”, pelo Atlético dos Arcos, Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim, Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses, Associação Recreativa e Cultural de Paçô e Centro Recreativo e Cultural de Távora.

Este protocolo tem como objetivo definir as condições de organização de cada uma das associações desportivas subscritoras, relativamente à constituição das suas equipas de futebol, nos vários escalões, para cada época desportiva. Entrará em vigor no início da época 2017/2018 e terá a validade de seis épocas desportivas, renovando-se automaticamente por iguais períodos; Serão constituídas tantas equipas quantas o número de atletas assim o permita;

 Às 12h00 proceder-se-á à inauguração do “Centro de Marcha e Corrida” de Arcos de Valdevez, o qual é detentor de 5 estrelas por possuir WC, balneários, bebedouros, zona de repouso e centro de apoio técnico.

O Programa Nacional de Marcha e Corrida é uma iniciativa conjunta do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. e da Federação Portuguesa de Atletismo, que visa a promoção da prática da marcha e da corrida com uma forte preocupação na implementação de estilos de vida mais saudáveis. Neste âmbito, o Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez tem como objetivo prestar apoio a todos os interessados na prática destas atividades, desde os que agora a iniciam, aos que regularmente a praticam, mas de forma não orientada e que pretendem ser aconselhados de modo a tirar mais proveito do seu treino.

O Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez disponibiliza aos seus praticantes um enquadramento técnico, constituído por técnicos com experiência desportiva e com uma formação técnica específica que garante uma intervenção qualificada.

A Câmara Municipal releva o trabalho realizado pelas Associações e toda a atividade desenvolvida, pois são um parceiro fundamental na dinamização social, cultural e desportiva no concelho.

O fórum pretende contribuir para melhorar a ação das associações, bem como ser um espaço de debate dos projetos e parcerias em prol do movimento associativo arcuense.

Programa

09h30

- Receção aos convidados

10h00  

- Sessão de Abertura do Fórum Associativo

                Dr. João Manuel Esteves (Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez)

            Dr. Vitor Dias, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude  (IPDJ)

10h15

- Palestra: “Financiamento Associativo”

Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro (IPDJ Viana do Castelo)

11h00

- Apresentação do Website: “Trilhos de Arcos de Valdevez”

                Dr. Jorge Torres (Serifa)

11h20

- Protocolo: “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”

12h00

- Inauguração do “Centro de Marcha e Corrida”

CELORICO DE BASTO TEM PROGRAMAS PARA OS JOVENS

IPDJ divulga programas para jovens em Celorico de Basto

O IPDJ em parceria com o CLDS 3G Geração Eco, programa promovido pelo Município de Celorico de Basto, desenvolveram uma ação de divulgação no Salão Nobre dos Paços do Concelho, para esclarecer as associações dos programas do IPDJ direcionados aos jovens.

_DSC5639.jpg

“A explicação dos programas do IPDJ são sempre uma mais-valia para as associações locais e para os jovens muitas vezes com ideias que não podem concretizar por falta de apoio. Agora, aproveitem a oportunidade e usufruam destes programas, aproveitem para tirar dúvidas e para perceber como podem aproveitar estes programas” disse Helena Martinho, coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do Município de Celorico de Basto

A ação centrou-se no programa OTL, Ocupação de Tempos Livres, com candidaturas abertas para jovens e entidades promotoras, um programa que segundo as técnicas “visa promover a ocupação dos tempos livres dos jovens, orientando-os para o desempenho de atividades ocupacionais”. Um programa calendarizado como de curta duração e de longa duração e com bolsa atribuída ao jovem que usufrua do mesmo.

_DSC5609 (1).jpg

Foi ainda apresentado o programa “Empreende Já” para jovens dos 18 aos 29 anos, inscritos IEFP, a residir em Portugal e com escolaridade mínima obrigatória, e que permite a aquisição de formação, tutoria, bolsa mensal no valor de 591,71€ e a possibilidade de aceder a 10000€ caso existe a concretização de uma ideia de negócio. E o programa “garantia Jovem”, destinado a jovens até aos 30 anos e tem 3 grandes objetivos, aumentar as qualificações dos jovens, facilitar a entrada dos jovens no mercado de trabalho e reduzir o desemprego jovem.

No final da sessão o Vereador da Educação e da Cultura, Fernando Peixoto, reforçou junto das entidades presentes “a oportunidade que estes programas oferecem às entidades promotoras para o desenvolvimento das suas atividades de verão, mas sobretudo aos jovens na ocupação dos tempos livres”. Adiantou que a “preocupação da Câmara Municipal é dar a conhecer a todos a informação para acesso a estas candidaturas”.

Para além das informações dadas o CLDS 3G Geração Eco ajudará as associações caso tenham dúvidas relativamente aos programas apresentados.

_DSC5634.jpg

BRAGA INTERROMPE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Interrupção no Abastecimento de Água

O Município de Braga e a AGERE – Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga, EM informam que, devido a trabalhos de manutenção na rede, algumas zonas das freguesias de S. João do Souto, Maximinos, Sé, Cividade, S. Victor, S. Vicente e S. Lázaro, poderão sofrer interrupção do fornecimento de água no próximo dia 4 de Maio.

O corte poderá ocorrer a partir das 14h30, prolongando-se por um período previsto de quatro horas.

IGREJA MATRIZ DE CAMINHA ACOLHE CONCERTO SONS DO CAMINHO, COM “O BANDO DE SURUNYO”

Concerto vai decorrer amanhã, pelas 21H30

A Igreja Matriz de Caminha vai acolher o concerto “Sons do Caminho”, com “O Bando de Surunyo”, no sábado, dia 29 de abril, pelas 21h30.

O BANDO DE SURUNYO.jpg

Este concerto é uma das ações integradas no projeto/candidatura “Valorização dos Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa”, que o Município de Caminha está a desenvolver. Recorda-se que a valorização do Caminho de Santiago – Caminho Português da Costa é uma das apostas da Câmara Municipal de Caminha. Nos próximos dois anos, Município vai investir 236.526,10 €, montante financiado em 85% pelo Norte 2020 (FEDER).

A candidatura “Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa” tem como objetivos: a valorização e reconhecimento oficial do Caminho Português da Costa como itinerário de peregrinação e produto turístico; dinamizar o potencial cultural e turístico das peregrinações a Santiago de Compostela fomentando o desenvolvimento económico, social e ambiental nos territórios abrangidos; contribuir para o desenvolvimento de produtos estratégicos para esta região que permitam complementar a oferta existente e ainda promover a colaboração intermunicipal materializada na conceção, gestão e implementação de um projeto de natureza cultural, ambiental e turística.

No sábado, em Caminha realiza-se uma das ações de valorização do Caminho de Santiago com a promoção do concerto a cargo de «O Bando de Surunyo».

“O Bando de Surunyo é um ensemble dedicado à interpretação da música do século XVII, com particular incidência sobre o primeiro barroco português. O Bando tem como núcleo um octeto vocal suportado por três instrumentistas de baixo contínuo (viola da gamba, viola de mão/guitarra barroca e baixão), ao qual se podem juntar mais músicos e também bailarinos. O nome do grupo é retirado do vilancico de negro Ai minino tambonitio significando ‘bando de estorninhos’. O Bando de Surunyo nasce como resultado do trabalho realizado em duas prestigiadas instituições portuguesas de ensino superior: a Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto - no âmbito do Sesquialtera, concerto renascentista e seiscentista do Curso de Música Antiga - e a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde decorre presentemente um intenso trabalho de estudo das fontes manuscritas portuguesas existentes da Biblioteca Geral dessa mesma universidade.”(in http://www.festivalguitarralagoa.pt/bando-do-surunyo-pt.php)

BIG SMART CITIES PASSA POR BRAGA

BIG Smart Cities em Braga

04.05 (quinta-feira) | 14h | Startup Braga

O BIG Smart Cities, competição de empreendedorismo e inovação promovida pela Vodafone e pela Ericsson, vai passar por Braga na próxima quinta-feira, dia 4 de maio, para selecionar as melhores ideias para as cidades inteligentes do futuro desenvolvidas pelas startups locais.

A iniciativa acontece no âmbito da 5.ª edição do BIG Smart Cities – competição criada com o objetivo de descobrir e apoiar ideias de negócio de base tecnológica que melhorem o dia a dia de quem vive, visita e/ou trabalha nas cidades – e vai escolher dois projetos, que se apuram imediatamente como finalistas.

Os vencedores deste city challenge recebem 500 euros cada.

As inscrições podem ser feitas no site do BIG Smart Cities.

MELGAÇO VAI INVESTIR CERCA DE 3 MILHÕES DE EUROS NAS REDES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE SANEAMENTO

Os investimentos do ciclo urbano da água foram apresentados durante a sessão Comemorativa do 43º Aniversário do 25 de Abril

O município de Melgaço assinalou ontem o Dia da Liberdade, com a presença do Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins. O programa teve início às 9h30, no Largo Hermenegildo Solheiro, com a Guarda de Honra dos Bombeiros Voluntários, seguindo-se o hastear da Bandeira Nacional. Esta manhã foi também altura para apresentação dos investimentos do Ciclo Urbano da Água que totalizam um investimento que ronda os 3 milhões de euros.

image015melmelggga (1).jpg

O Presidente da Assembleia Municipal, Artur José Rodrigues, deu início à sessão Solene Pública Comemorativa do 43º Aniversário do 25 de Abril, que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal, considerando-a como um momento fundamental para todos: ‘o 25 de abril é um dos mais importantes acontecimentos de Portugal. Falar do 25 de abril é falar dos valores da democracia’, disse recordando, ‘aquela madrugada, todos nós a esperávamos…há muito tempo!’.

Durante a sessão, o Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, apresentou os investimentos do Ciclo Urbano da Água. ‘O Poder Local é uma das mais importantes conquistas de Abril. A intervenção no território, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos é o principal objetivo da nossa atuação, por isso hoje é um bom dia para anunciar um grande investimento para a qualidade de vida dos melgacenses: Vamos investir cerca de 3 milhões de euros nas redes de abastecimento de água e de saneamento. Graças ao excelente trabalho dos nossos técnicos conseguimos que fossem aprovadas 14 candidaturas do Ciclo Urbano da Água, o que nos vai permitir fazer o maior investimento do distrito, nesta área.’

image015melmelggga (2).jpg

Manoel Batista desafiou os presentes a consultarem os indicadores estatísticos do Instituto Nacional de Estatística e a lerem os números que dizem, comprovadamente, que são vários os domínios em que Melgaço se apresenta com uma posição favorável face aos resultados do Alto Minho, tais como:

- indicadores no domínio da atividade agrícola onde cresceram 679%;

- na dinâmica empresarial, Melgaço destaca-se no quadro da sub-região, traduzido em variações positivas mais acentuadas do emprego: ‘O crescimento do emprego total é alavancado em particular pelo emprego industrial. A estes resultados não será alheio o desempenho e nível de ocupação nossa da Zona Industrial do Penso, a qual tem uma ocupação quase plena (apenas um lote vago). E estamos já a trabalhar na criação de novas localizações!’

image015melmelggga (3).jpg

- na dinâmica turística Melgaço tem resultados destacados: o crescimento (35%) da capacidade hoteleira na primeira década deste século superou significativamente, quer o desempenho do Alto Minho (10%), quer o desempenho a nível nacional (17%) - ‘Melgaço tem, de facto, registado uma importante evolução na atividade hoteleira e o indicador do volume de dormidas por 1000 habitantes reflete bem esta dinâmica: 306 dormidas por 1000 habitantes, em Melgaço; 138 em Monção, 196 no Alto Minho e 512 no espaço nacional, com uma cota de dormidas de estrangeiros na ordem de 20 % e a crescer…’, revelou o Presidente de Melgaço.

- e nas exportações: no intervalo de 1 milhão a 6,6 milhões as exportações cresceram 660% - ‘E saibam os presentes que na evolução do número de empresas instaladas, crescemos mais 13,5%, enquanto o Alto Minho cresceu 3,9%.’

‘Melgaço tem um crescimento médio anual de 20%, ao passo que o Alto Minho tem de 0,9%’, finalizou Manoel Batista, ouvindo do Secretário de Estado do Ambiente palavras de parabéns pelo bom trabalho que Melgaço está a desenvolver. ‘Parabéns pelas candidaturas aprovadas. Melgaço vai num bom caminho! Este trabalho dá azo a um sonho do 25 de abril: melhores serviços públicos, para que sejam obras ao serviço dos cidadãos’, referiu o Secretário de Estado afirmando que ‘esta é mesmo a melhor forma de se comemorar o 25 de Abril’.

image015melmelggga (4).jpg

No final todos os presentes foram convidados a visitar o Espaço Memória e Fronteira que este mês celebra o seu 10º aniversário (no dia 27 de abril). No final da visita Luís Filipe, da Comédias do Minho, e o músico Dário Rocha, proporcionaram aos presentes momentos de recordações dos emigrantes, contando histórias de Melgacenses e assinalaram o 25 de Abril com diversos momentos musicais.

As comemorações do 25 de Abril foram encerradas com um Alvarinho de honra.

MUNICÍPIO FICARÁ COM TAXAS DE COBERTURA MUITO PRÓXIMAS DOS 100%

Cerca de 3 milhões de euros é o valor que o município vai investir nas redes de abastecimento de água e de saneamento, depois de ver aprovadas as 14 candidaturas do Ciclo Urbano da Água – no que representa o maior investimento do distrito, nesta área. Melgaço consegue assim um importante apoio do Fundo de Coesão – mais de dois milhões e duzentos mil euros. Com esta intervenção o município mais a Norte de Portugal fica com perto de 100% de cobertura de rede de abastecimento de água e 93% de saneamento. ‘Temos Futuro e temos um presente do qual nos devemos orgulhar. Um presente onde estamos a trabalhar para materializar o conjunto de respostas e anseios das forças vivas do território, conforme as sentimos, num Plano Estratégico Melgaço 2030! Estamos a Pensar Melgaço e por isso estamos a concluir um plano estratégico de “nova geração” para o concelho, com vincada vocação para a implementação de ações no curto e no médio prazo e que constitua um forte estímulo ao envolvimento dos representantes da população e dos principais agentes económicos, sociais e culturais.’, disse o autarca melgacense.

A autarquia está a mobilizar todo o capital de conhecimento sobre o território municipal e sobre a Região em que está inserido, estando para tal em elaboração e implementação “no terreno”: o Plano Estratégico Melgaço 2030, o Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo de Melgaço e o Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) da Vila de Melgaço e respetiva ORU em elaboração pelos serviços do município. ‘Todo o esforço que a autarquia está a desenvolver visa sempre a qualidade de vida dos melgacenses.’, considerou Manoel Batista.

image015melmelggga (5).jpg

Nesta empreitada está ainda prevista a requalificação da ETAR da Zona Industrial de Penso. Vão ser construídos em todo o concelho 18 km de rede de abastecimento de água e 25 km de rede de saneamento:

Abastecimento de Água

Lugar de Alcobaça

Atualmente, está a funcionar um sistema de abastecimento de água: Sistema de abastecimento de água a Lamas de Mouro (que serve todos os lugares exceto Alcobaça e Gavião). Considerando apenas a população residente, nos termos dos Censos de 2011, Lamas de Mouro tem uma cobertura na ordem dos 73%.  Com esta intervenção serão construídos 2,965 Km de rede que permitirá a cobertura de 100% na freguesia.

Lugar de Cavaleiro Alvo

A operação visa a construção de uma rede de distribuição de água que irá abastecer o lugar de Cavaleiro Alvo, pertencente à freguesia de S. Paio. Também será construída uma Estação de Tratamento de Água de forma a tratar todo o sistema de Roussas, incluído a rede de distribuição a construir. Considerando apenas a população residente, nos termos dos Censos de 2011, S. Paio tem uma cobertura na ordem dos 96%. Com esta operação serão construídos 2,647 Km de rede e uma Estação de tratamento de águas (ETA), que permitirá a cobertura de 100% na freguesia.

Lugar de Orjaz – Cubalhão

No território objeto desta intervenção (Cubalhão), neste momento está a funcionar um sistema de abastecimento de água: Sistema de abastecimento de água a Cubalhão (que serve todos os lugares exceto Orjaz). Considerando apenas a população residente, nos termos dos Censos de 2011, Cubalhão tem uma cobertura na ordem dos 63%. Com esta operação serão construídos 2,464 Km de rede, que permitirá a cobertura de 99% na freguesia.

Inverneiras de Castro Laboreiro - 2ªFase

A intervenção consiste numa ampliação do «sistema de abastecimento de água de Castro Laboreiro» que abrange os lugares de Laceiras, Barreiro, Ramisqueira, João Alvo e Alagoa, Assureira, Podre, Dorna, Entalada, denominados «Inverneiras», assim como um reforço das origens e a ampliação do reservatório existente em Castro Laboreiro.

Em Castro Laboreiro, estão a funcionar dois sistemas de abastecimento de água:

- Sistema de abastecimento de água a Castro Laboreiro (que serve todos os lugares exceto o Ribeiro de Cima e o de Baixo)

- Sistema de abastecimento de água ao Ribeiro de Cima e ao Ribeiro de Baixo.

Considerando apenas a população residente, nos termos dos Censos de 2011, Castro Laboreiro tem uma cobertura na ordem dos 97%. Se considerarmos ao nível dos alojamentos, a cobertura é de 88%. Com esta operação serão construídos 10,100 Km de rede, que permitirá a cobertura de 100% na freguesia, quer a nível de população quer a nível de alojamentos.

Saneamento

Paços

Paços não possui sistema de saneamento. A taxa de cobertura para o concelho é na ordem dos 85,2%, sendo esta aumentada para 88,6% com a execução desta operação.

O sistema de saneamento que se irá construir consta da execução da rede de drenagem (12,661 Km), construção de duas estações elevatórias e uma ETAR irá permitir o aumento de cobertura e acessibilidade física ao serviço de saneamento. Com esta operação a freguesia encontrar-se-á com uma taxa de cobertura de saneamento na ordem dos 100%, permitindo assim fechar o sistema de saneamento em Paços, bem como a redução da poluição urbana nas massas de água, nomeadamente no rio Minho.

Lugar da Barqueira – Paderne

A intervenção refere-se à execução/ampliação de um sistema de drenagem de águas residuais domésticas (770 m) que o Município de Melgaço pretende executar para fecho do sistema em baixa, cujo tratamento é realizado na ETAR de Remoães pertencente à empresa Águas do Norte, SA.

Esta operação para além de abranger o lugar da Barqueira da freguesia de Paderne, também abrange o lugar da Carvalheira da freguesia de Alvaredo.

Parte da freguesia de Paderne está 90% abrangida pelo subsistema em alta de Remoães, estando de fora apenas os lugares de Pomares, Saíde e Estivadas, nos quais existem sistemas autónomos de saneamento.

Com a presente operação pretende-se o aumento da cobertura da rede de saneamento no concelho e ainda o fecho do subsistema em alta de Remoães.

A taxa de cobertura do serviço de saneamento, no concelho de Melgaço, passará de 85.2% para 85.5%, com a implementação desta operação.

Saneamento ao lugar das Bouças – Alvaredo

A freguesia de Alvaredo tem dois sistemas de saneamento associados, sendo que parte da freguesia drena para a ETAR de Remoães (pertencente à empresa AdNorte) e a restante para a ETAR pertencente ao Município de Melgaço situada na Zona Industrial de Penso, que irá ser objeto de requalificação, de forma a melhorar o tratamento adicional que esta operação irá originar, bem como de efluentes industriais e vinícolas.

O lugar de Bouças - Alvaredo já se encontra abrangido em 50% pelo sistema de saneamento da Zona Industrial de Penso, a presente operação (785m) vai permitir o aumento da cobertura ao restante lugar de Bouças, bem como a drenagem por gravidade da rede de saneamento localizada na interceção do lugar das Bouças – Alvaredo e do lugar de Rabosa – Penso. Com esta intervenção será aumentada a taxa de cobertura de saneamento na freguesia de Alvaredo e do concelho, ficando desta forma concluído/fechado o sistema de saneamento da Zona Industrial de Penso.

A taxa de cobertura do serviço de saneamento, no concelho de Melgaço, passará de 85.2% para 85.5%, com a implementação desta operação.

Saneamento ao lugar de Alcobaça

Atualmente, Lamas de Mouro possui um sistema de saneamento que abrange todos os lugares à exceção de Alcobaça tendo uma taxa de cobertura na ordem dos 71%. Com esta intervenção a taxa de cobertura com sistema de saneamento na freguesia será de 100%.

Esta intervenção consta da execução da rede de drenagem ( 1,560 Km) e construção de uma estação elevatória irá permitir o aumento de cobertura e acessibilidade física ao serviço de saneamento. A rede de drenagem a construir será ligada à ETAR existente em Lamas de Mouro e propriedade do Município.

Saneamento ao lugar de Orjaz – Cubalhão

Atualmente, Cubalhão possui um sistema de saneamento que abrange todos os lugares à exceção de Orjaz, tendo uma taxa de cobertura na ordem dos 61%. Esta intervenção consta da execução da rede de drenagem (1,080Km) irá permitir o aumento de cobertura e acessibilidade física ao serviço de saneamento. A rede de distribuição a construir será ligada à ETAR existente no lugar de Cela, freguesia de Cousso e propriedade do Município. Com esta operação a freguesia encontrar-se-á com uma taxa de cobertura de saneamento na ordem dos 100%.

Saneamento ao lugar dos Palheiros

Atualmente, Prado tem rede pública de saneamento que abrange toda a freguesia com exceção do lugar de Palheiros, tendo uma taxa de cobertura na ordem dos 98%.

Esta intervenção consta da execução da rede de drenagem (890m), irá permitir a conclusão da taxa de cobertura e acessibilidade física ao serviço de saneamento em Prado. Com esta operação a freguesia encontrar-se-á com uma taxa de cobertura de saneamento 100%.

Saneamento em vários lugares de Castro Laboreiro: desde Coriscadas ao Rodeiro

Castro Laboreiro tem quatro sistemas autónomos de saneamento. Esta intervenção que consta de construção de rede de drenagem (4,842 Km) e duas estações elevatórias irá permitir o aumento da cobertura do serviço de saneamento, sendo uma ampliação/fecho do sistema de saneamento de Várzea Travessa. Atualmente Castro Laboreiro tem uma taxa de cobertura de 32% com esta operação a taxa de cobertura será de 52% ficando a funcionar os seguintes sistemas:

                - Sistema de saneamento de Castro Laboreiro

                - Sistema de saneamento de Portelinha

                - Sistema de saneamento de Várzea Travessa

                - Sistema de saneamento de Seara

A construção deste sistema irá permitir a drenagem de águas residuais com tratamento aos seguintes lugares: Rodeiro, Antões, A-do-Freire, Outeiro, Queimadelo, Falagueiras e Coriscadas e o fecho do sistema de saneamento de Várzea Travessa.

Saneamento aos lugares de Eiriz e Baldosa - Gave

Atualmente, a freguesia de Gave possui um sistema de saneamento tendo uma taxa de cobertura na ordem dos 77%. Esta intervenção consta da execução da rede de drenagem (2,330 Km) e construção de uma estação elevatória que irá permitir o aumento de cobertura e acessibilidade física ao serviço de saneamento. A rede de distribuição a construir será ligada à ETAR existente na freguesia de Gave e propriedade do Município. Com esta operação Gave encontrar-se-á com uma taxa de cobertura de saneamento na ordem dos 100%.

Saneamento à freguesia de Fiães- 2ª fase

Atualmente, a freguesia de Fiães possui um sistema de saneamento que abrange os lugares de Adedela, Balsada, Porto Carreiro, A-da-Velha, Faval e Congosta, tendo uma taxa de cobertura na ordem dos 33%. O sistema de saneamento com ligação à ETAR existente irá permitir o aumento de cobertura e acessibilidade física ao serviço de saneamento, com o fecho do sistema, ficando desta forma incluído o lugar de Soutomendo de Cima. A área contemplada com a execução desta operação permitirá o tratamento adequado do efluente originado por 146 e.p. o que corresponde a 1,6% da população de Melgaço.

Requalificação da Etar da Zona Industrial de Penso

Requalificação da ETAR existente na Zona Industrial de Penso e que realiza o tratamento do efluente proveniente das instalações existentes na referida zona Industrial, assim como o efluente doméstico proveniente das habitações da freguesia de Penso e parte da freguesia de Alvaredo.

A ETAR da zona industrial situa-se na freguesia de Penso e realiza o tratamento do efluente proveniente das indústrias aí instaladas (sendo que o efluente proveniente destas unidades tem um pré-tratamento) assim como o efluente doméstico proveniente da freguesia de Penso e parte da freguesia de Alvaredo.

A zona industrial de Penso apresenta elevada importância socioeconómica para o concelho, uma vez que proporciona condições para a fixação de unidades industriais que irão criar postos de trabalho e consequentemente riqueza para a região. Além das unidades industriais instaladas nesta zona industrial, Melgaço caracteriza-se por ser um concelho onde as empresas ligadas ao setor vinícola predominam.

As unidades industriais instaladas na zona industrial drenam diretamente o efluente proveniente das suas instalações sanitárias para o coletor geral de saneamento, no entanto têm que proceder a um pré-tratamento do efluente originado pela sua atividade, antes do encaminhamento do mesmo para a rede geral de saneamento.

Atualmente as adegas instaladas fora da zona industrial, principalmente no período do ano dedicado às vindimas, deparam-se com o problema de encaminhamento do efluente de origem vinícola, uma vez que no concelho não existe uma estação de tratamento de águas residuais apta para efetuar o tratamento de efluente com as características próprias deste resíduo, provocando este resíduo uma elevada poluição urbana em diversas massas de água.

image015melmelggga (6).jpg

II EDIÇÃO DO SAGAZ EM CELORICO DE BASTO

“Mestres e “aprendizes” unem-se em prol de um percurso académico brilhante e/ou um percurso profissional de sucesso”.

No dia 21 de abril, deu arranque a 2ª edição do Sagaz, da Alento, junto dos alunos do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto. A ação decorreu no Auditório da EB 2,3/S onde os 15 mestres “escolheram” os 15 aprendizes que os acompanharão ao longo do seu percurso académico ou profissional permitindo uma integração mais eficaz no mercado de trabalho ou, de algum modo, ter um papel de guia/orientador junto do aprendiz relativamente ao plano curricular que o mesmo frequentará.

_DSC8456.jpg

A segunda edição resulta de uma parceria entre o CLDS 3G Geração ECO, promovido pelo Município de Celorico de Basto, e o Agrupamento de Escolas.

“Sempre tivemos a máxima preocupação com os nossos jovens por isso, atuamos no sentido de lhes proporcionar competências, vontades e orientações que os guiem para o caminho do sucesso seja ele profissional ou académico. Ter jovens bem formados e bem integrados no mercado de trabalho é motivo de orgulho para todos. E este ano, tal como no ano transato, o programa será certamente positivo, orientador, enriquecedor e irá promover o desenvolvimento pessoal de cada aluno, com experiências novas que não seriam vivenciadas num percurso normal” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

O objetivo do programa é exatamente igual ao da edição anterior onde estará evidenciado o “voluntariado preventivo” que permitirá aos jovens um desenvolvimento pessoal maior, para que, com a atitude certa possam fazer frente aos desafios que lhe serão apresentados ao longo do seu percurso.

Os mestres são pessoas reconhecidas, quer pessoal quer profissionalmente, com um sentido de missão bem patente, que irão acompanhar, da melhor forma, os seus aprendizes. Pela 1ª vez, o SAGAZ conta com dois mestres de Celorico de Basto que foram convidados para integrar o grupo de mestres e, assim, acompanharem os seus aprendizes ao longo dos próximos 3 a 5 anos sendo o objetivo criar “uma ligação para vida”. Paralelamente a esta situação existe um programa designado “Gestão de carreira” com um consultor especializado, que o aprendiz pode ativar se verificar necessário, durante os próximos 3 anos.

Manuel Maria Afonso, coordenador do programa CLDS 3G Geração ECO e mestre do programa mostra-se rendido ao sucesso do mesmo. “Este programa Sagaz é de facto uma surpresa muito positiva e a prova provada de que com o devido acompanhamento o sucesso profissional/académico acontece com outra facilidade. O CLDS 3G Geração ECO tem aqui um papel muito importante e complementar ao Sagaz com o trabalho desenvolvido com a gestão de carreiras. Queremos estar perto de todos os jovens, sobretudo os que não integram o Sagaz, queremos orientá-los, encaminhá-los, ajudá-los a encontrar o trilho. A nossa missão é também, através do eixo I do projeto, ter um papel ativo na formação e emprego”.

No final da sessão foi assinado o protocolo entre a Alento, o aprendiz selecionado, num total de 15 e o respetivo mestre, no sentido de incutir a responsabilidade de cada interveniente na missão que lhes está destinada.

Posteriormente todos os alunos inscritos previamente receberão o KIT - Emprega-te com estratégias que visam a procura ativa de emprego.

_DSC8472.jpg

_DSC8481.jpg

FEIRAS FRANCAS REGRESSAM A FAFE

Feiras Francas regressam de 13 a 17 de Maio. Emanuel marca presença no certame. Animação Musical, Petiscos, Feira Rural e Divertimentos para os mais novos

A edição 2017 das Feiras Francas, que durante vários dias animam a cidade de Fafe, vai decorrer entre 13 e 17 de Maio, com as atividades centradas no Parque da Cidade, zona cuja requalificação tem sido uma aposta do Município de Fafe.

Com mais espaços verdes e zonas de lazer, o Parque da Cidade vai receber, como habitualmente, a Feira Rural, ponto alto das Feiras Francas, animação musical e muitas outras atividades que são um apelo à tradição fafense.

Ao ar livre e com entrada gratuita, a Feira Rural traduz-se numa mostra e venda de produtos regionais, com dezenas de expositores de áreas distintas, que vão desde o artesanato à gastronomia regional, passando pelos novos produtos que ganham acento no mercado.

Ao longo dos cinco dias de Feiras Francas, os fafenses poderão assistir a diferentes momentos musicais, com destaque para grupos locais, nomeadamente no dia 13, sábado, no Palco do Levante, com a noite das coletividades, que junta num único espaço diferentes associações do concelho.

O músico português, Emanuel, marca também presença nas Feiras Francas deste ano, com um espectáculo a não perder na segunda-feira.

A animação não fica por aqui. Destaque também para as rusgas de concertinas, o fado, a Praça dos Petiscos,zona dedicada à gastronomia, o Bou à Xega, com momentos musicais para o público mais jovem, a habitualchega de bois e a corrida de cavalo a passo travado.

As Feiras Francas têm outras iniciativas previstas que integram um programa diversificado e cada vez mais abrangente: exibições da Escola de HipismoFestival de Ranchos Folclóricos de Fafe, um passeio todo-o-terreno, atividades de treino e obediência canina e um concurso pecuário das raças minhota e barrosã.

Pompeu Martins, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Fafe, destaca a “continuidade da fusão entre o moderno e a tradição nesta edição das Feiras Francas. Mantemos o 'Bou à Xega' para o público mais jovem, continuamos com a Feira Rural de entrada livre e com mais expositores, e preparamos um conjunto de atividades que, esperamos, trazer nova enchente de pessoas ao centro da cidade.

São as Feiras Francas que conhecemos, com a tradição habitual, mas com o intuito de chegar a mais gente e de diferentes faixas etárias.

As Feiras Francas são uma das marcas de Fafe, pela divulgação do que de bom temos no concelho e pela mobilização de pessoas.”

TERRAS DE BOURO PROPORCIONA TEMPOS LIVRES

Município de Terras de Bouro proporcionou Atividades de Tempos Livres

 Nas férias da Páscoa, de 5 de abril a 13 de abril, o Centro Municipal de Valências de Terras de Bouro proporcionou ATL`s, atividades que foram dinamizadas na sede do centro municipal, em Moimenta, em Rio Caldo e no Pólo do Gerês.

1 - CAPA.jpg

Foram desenvolvidas variadíssimas ações que preencheram em pleno as férias das crianças, nomeadamente: Aulas de Chinês, proporcionadas por dois Professores da Universidade do Minho e com a participação dos seus respetivos alunos da Universidade do Minho; Ateliers de "Artes Plásticas", de "Ciência Divertida" e de Pintura; Workshops de Culinária-Gomas; Cinema; Sessões fotográficas; Jogos lúdicos; Artes decorativas; Pintura Jogos dramáticos; Dança; Atividade física; Caça aos Ovos de Páscoa e momentos dedicados ao estudo.

17888355_1472482902783607_579000734_n.jpg

17910710_1472481236117107_1310601027_n.jpg

17916194_1494372597279606_259670288_o.jpg

17918390_1472483646116866_1291754936_n.jpg

20170411_111409.jpg

865458943.jpg

IMG_20170405_152327.jpg

SENIORES MELGACENSES VÃO CONHECER O DOURO

As inscrições decorrem até dia 12 de maio

Dando continuidade às iniciativas que o Executivo Municipal Melgacense decidiu implementar junto do público sénior, os Serviços de Ação Social da Câmara Municipal de Melgaço estão a organizar uma vez mais o Passeio Sénior, este ano com destino à região do Douro, no dia 20 de junho. O período de inscrições está a decorrer até dia 12 de maio.

Site_NI.jpg

O Passeio Sénior pretende ser um dia de festa, de grande confraternização e de convívio. O principal intuito é combater o isolamento, dar acesso a outras realidades e a outras atividades, proporcionando um dia diferente aos idosos de Melgaço. É uma oportunidade única para muitos dos seniores do Concelho poderem visitar pela primeira vez locais de que apenas ouviram falar. Este ano o destino será à região do Douro e com cruzeiro no cais de Vila Nova de Gaia, com destino ao Peso da Régua e passagem pelas barragens de Crestuma / Lever e de Carrapatelo; e com visita livre no Peso da Régua. O pequeno-almoço e almoço serão a bordo e a viagem de regresso será de comboio (do Peso da Régua ao Porto).

Podem-se inscrever munícipes com idade igual ou superior a 60 anos ou que os completem até ao final do ano em curso, sendo que em caso de casal, terá que um dos cônjuges cumprir os requisitos. Os interessados deverão dirigir-se ao Balcão Único da Câmara Municipal de Melgaço. A patticipação tem um custo de 46,13€ por pessoa!

No ano passado a visita foi a Santiago de Compostela e à Corunha e participaram cerca de duas centenas de Melgacenses. A ação, da Câmara Municipal de Melgaço, constitui uma iniciativa solidária e altruísta, cuja finalidade consiste em estimular a vida ativa e fortalecer a auto estima desta camada populacional.

FAMALICÃO HOMENAGEIA PROFESSORES APOSENTADOS

Momento decorre esta sexta-feira, dia 28 de abri, pelas 9h30, no Centro de Estudos Camilianos

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, participa amanhã, sexta-feira, dia 28 de abril, na abertura das Jornadas Municipais de Educação, que decorre pelas 9h30, no Centro de Estudos Camilianos, no âmbito da Quinzena da Educação.

A iniciativa subordinada ao tema Educação e Serviços Educativos” ficará marcada pelo momento de homenagem a dois professores do concelho famalicense que terminaram a sua carreira no último ano letivo 2015/2016. Os professores homenageados vão receber das mãos do Presidente da Câmara a medalha de reconhecimento municipal, por terem dedicado a sua vida ao ensino famalicense e por terem contribuído para que Vila Nova de Famalicão seja considerado um dos melhores municípios para estuda.

Refira-se que as Jornadas Municipais da Educação têm como objetivo promover a reflexão o sobre o papel e as linhas orientadoras dos serviços educativos, em diversos contextos, no âmbito da educação não formal.

AMARES E O PATRIMÓNIO SOBRE RODAS NA 10ª ROTA DA LARANJA

A Ponte de Porto, Monumento Nacional, vai servir de local de partida à Rota da Laranja que comemora, este ano, uma década. O passeio de BTT, de cariz não competitivo, corre-se no dia 21 de maio, a partir de 9h00,  e vai contar com a participação de 300 participantes apaixonados pela modalidade, num percurso de 40 kms de dificuldade média /alta por alguns dos locais mais belos e emblemáticos do concelho.

DSC05664.JPG

Na conferência de imprensa de apresentação do evento à comunicação social, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, sublinhou que esta “é uma prova de referência do concelho” e que se reveste de “grande importância pela forma como promove o concelho além fronteiras através do desporto aventura”.

O autarca congratulou-se com o número de participantes vindos de dentro e de fora do concelho/país e felicitou, ainda, a organização pela continuidade e sucesso da Rota da Laranja que, nesta edição, tem não só a laranja mas também os vinhos – dois dos produtos âncora de Amares – associados a esta iniciativa.

DSC05670.JPG

“A promoção da prática do BTT, desporto e dar a conhecer o Concelho de Amares, nas suas vertentes turísticas, vínicas, gastronómicas, agrícolas (laranja), empresariais, entre outras, são objetivos desta iniciativa”, com lotação do número de participantes já esgotada a cerca de seis semanas da prova, conforme explicou Pabelo Marques, do Pedalares – Clube de BTT de Amares, entidade que organiza o passeio.

Este ano, novos trilhos apresentam um novo desafio físico, pessoal e novas aventuras, num percurso que contempla, entre outras, novidades a passagem por algumas das quintas vitivinícolas do concelho (Quinta de Amares, Terras de Amares e Solar das Bouças), uma forma de “chamar a atenção” para um dos símbolos mais marcantes da economia local - o vinho verde da região.

Todos os participantes vão receber um Jersey e uma medalha comemorativos da 10ª Rota da Laranja e haverá, também, um almoço convívio, com porco no espeto, lembrou Pabelo Marques, destacando, ainda, o cariz solidário desta prova já que 1€ do valor de cada inscrição reverterá a favor da Delegação de Amares da Cruz Vermelha Portuguesa.

“Por motivos de organização do passeio as inscrições estão fechadas. Apenas podemos receber 300 participantes. Temos muitos que vieram de França, Luxemburgo e Espanha de propósito para estarem connosco, referiu Pabelo Marques.

Laranja de Amares homenageada pelo Município com monumento evocativo

O dia da Rota da laranja vai ficar marcado pela inauguração de um monumento em homenagem à laranja do concelho, colocado na rotunda da Ponte do Porto.

“Esta era uma ideia que o presidente da Câmara tinha já há muitos anos e que será agora concretizada. Achámos que este seria o dia ideal para a sua inauguração. Trata-se de um monumento simbólico à laranja de Amares que deixará certamente a sua marca para o concelho e para quem nos visita”, adiantou o vice-presidente da Autarquia, Isidro Araújo, que revelou que a escultura, com sete metros de altura e cinco de largura, está a ser construída por vários escultores de renome nacional.

Referindo-se à Rota da Laranja, o vice-presidente não tem dúvidas de que tudo foi pensado e organizado para que a 10ª edição deixe “marcas e uma memória sobre o concelho de Amares”, em todos os betetistas.

DSC05676.JPG

PONTE DA BARCA RECEBE CONGRESSO SOBRE ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL

De 28 a 30 de Abril | Auditório da Epralima, Ponte da Barca acolhe o Congresso Internacional 'A Animação Sociocultural: Turismo Rural e desenvolvimento Comunitário'

O Congresso Internacional A Animação Sociocultural: Turismo Rural e desenvolvimento Comunitário vai ter lugar em Ponte da Barca, no auditório da ERPRALIMA – ESCOLA PROFISSIONAL DO ALTO MINHO, nos dias 28, 29 e 30 de Abril de 2017. Trata-se de um evento organizado pela INTERVENÇÃO – Associação para a Produção e Divulgação Cultural (associação de âmbito nacional), com o alto patrocínio do Município de Ponte da Barca e como o poio da Secretaria de Estado da Juventude, Fundação INATEL, Casa do Professor, Epralima, Sabseg seguros, Areal editores e Delta cafés. O referido evento é coordenado pelo Dr. Franclim Sousa, Dr. José Dantas Lima Pereira e Prof. Doutor Marcelino de Sousa Lopes.

Participam neste evento 35 especialistas/conferencistas nacionais e estrangeiros, vindos de universidades portuguesas, brasileiras, espanholas, italianas e de instituições vocacionadas para a intervenção turística que irão dissecar vários temas, distribuídos por 9 painéis: - Turismo, Saúde, Ócio, Tempo Livre e intervenção terapêutica no Espaço Rural - Turismo paranormal e religiosidade no espaço rural. Animação Sociocultural, turismo e ruralidade, património, intervenção social, cultural, educativa e desenvolvimento local - As Artes e a Cultura como meio de Animação turística rural e educação comunitária - Animação, gastronomia, tradição e inovação no espaço rural - Turismo rural: Educação e Animação Ambiental, criatividade e empreendedorismo - Relatos de Projetos e Experiências de Turismo no Espaço Rural a nível nacional - Relatos de Projetos e Experiências de Turismo no Espaço Rural em Ponte da Barca - Os Incentivos e apoios ao turismo e desenvolvimento rural.

Destaque ainda um interessante programa de animação à volta da temática do congresso e uma feira do livro de Animação Sociocultural, Turismo e animação comunitária.

FESTA DO ALVARINHO E DO FUMEIRO COMEÇA HOJE EM MELGAÇO E É PRESIDIDA PELO SECRETÁRIO DE ESTADO DA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO

Durante 3 dias, os produtos da terra serão o centro das atenções em mais uma edição da Festa do Alvarinho e do Fumeiro, em Melgaço, que tem início já amanhã, pelas 11h00, com o Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira. A oferta é diversificada e deliciosa: 32 produtores de alvarinho, da Sub-região de Monção e Melgaço, 16 de fumeiro e produtos locais e 6 tasquinhas, num só espaço, de 28 a 30 de abril! O certame contará ainda com a presença de 15 associações e instituições que mostrarão o que de melhor de faz no artesanato.

image003alvar (1).jpg

A Festa do Alvarinho e do Fumeiro é uma festa tradicional que tem evoluído ao longo dos anos, sem nunca perder a sua identidade e sempre focada na promoção e valorização da região e das suas principais caraterísticas. Durante três dias assiste-se a uma mostra dos produtos locais ao Minho, a Portugal e ao mundo: todos os anos são muitos (e cada vez mais) os que de Portugal, e não só, se deslocam ao Município mais a Norte de Portugal para participar neste certame de renome, um evento incontornável na rota das festas gastronómicas do país. Dos Vinhos Alvarinhos, ao Fumeiro e ao Artesanato, passando pelo Turismo e pela Gastronomia, a Festa do Alvarinho e do Fumeiro reúne as características populares que estiveram na sua origem e a evolução natural assinalada ao longo dos anos.

image003alvar (2).jpg

Uma mostra de promoção e venda dos produtos locais

A Festa promove o artesanato, o turismo, a gastronomia e constitui uma oportunidade única para a criação e a consolidação de laços entre os agentes do comércio, os consumidores e a produção.

O recinto da Festa conta com um total de 69 expositores e uma Zona de degustações com capacidade para 140 pessoas sentadas; um Auditório deshowcooking, com chefes de renome: Justa Nobre, António Alexandre, Amaya Guterres e Rui Ribeiro; e provas comentadas de vinhos com osommelier Manuel Moreira. Para além da exposição, prova e venda de produtos, o programa do evento oferece ainda um conjunto variado de atividades, de entre as quais se destaca a realização dos concursos de produtos locais e dos workshops de corte de presunto, o desfile de confrarias báquicas e gastronómicas, a animação musical, diurna e noturna, e ainda toda uma gama de atividades paralelas, de animação turística e desportiva.

image003alvar (3).jpg

Não podemos descurar a grande importância deste evento para toda a economia local que, há mais de 20 anos, é impulsionada também através deste evento, sejam os produtores de Vinho Alvarinho, sejam os do Fumeiro que, em 2015, viram este produto ser distinguido pela Comissão Europeia, através da integração do presunto e da chouriça de carne na lista dos produtos com Indicação Geográfica Protegida (IGP), juntando-se assim ao salpicão e à chouriça de sangue. Estes produtos são o resultado do saber-fazer das populações de Melgaço, que conhecem as técnicas de fabrico tradicionalmente utilizadas e que foram transmitidas de geração em geração.

Saiba mais sobre todos os produtores na página de facebook Festa do Alvarinho (www.facebook.com/festadoalvarinho).

PROGRAMA DA FESTA DO ALVARINHO E DO FUMEIRO 2017

Dia 28 abril (sexta-feira)

10h00 - Abertura da Exposição/Venda dos Produtos Locais e das Tasquinhas

11h00 - ABERTURA OFICIAL DA FESTA

Por Sua Excelência o Secretario de Estado da Agricultura e Alimentação, Dr. Luís Medeiros Vieira

Saudação ao Alvarinho de Monção e Melgaço pelos Confrades da Real Confraria do Alvarinho

11h30 - Concurso do Mel (Solar do Alvarinho)

12H30 - Degustação de pratos típicos nas tasquinhas

15h30 - Concurso do Salpicão, Presunto e Broa de Melgaço (Solar do Alvarinho)

16h30 - Animação musical com a Escola de Concertinas de Melgaço

17h30 - Entrega dos prémios do concurso do Mel, Presunto, Broa e Salpicão (Palco interior)

18h30 - Showcooking & Harmonização “Carne da Chachena DOP, uma iguaria com sabor à terra, às gentes e às tradições" - Chefe Justa Nobre (chefe n’O Nobre Lisboa e Nobre Estoril e conhecida pelo seu foco e mestria na cozinha tradicional portuguesa)

19h30 - Prova Comentada “Alvarinho, expressões de uma casta admirável”, por Manuel Moreira (sommelier e colaborador da Revista de Vinhos - A Essência do Vinho)

Degustação de pratos típicos nas tasquinhas

22h30 Espetáculo musical com:

  • GRUPO ASSIA
  • QUIM BARREIROS

Dia 29 de abril (sábado)

10h00 - Abertura da Exposição/Venda dos Produtos Locais e das Tasquinhas

12H30 - Degustação de pratos típicos nas tasquinhas

15h30 - Animação musical com:

  • Os Magníficos
  • Camisas negras
  • Banda do Galo

16h00 - Showcooking & Harmonização “Fumeiro de Melgaço: a excelência dos sabores e saberes locais” - Chefe António Alexandre (chefe executivo no Lisbon Marriott Hotel, ligado aos projetos “Endògenos” e””experience.NATUREcooking.”,

foi júri nos concursos a Mesa dos Portugueses e Chefs’ Academy)

18h00 - Prova Comentada “Alvarinho e seu território de eleição”, por Manuel Moreira (sommelier e colaborador da Revista de Vinhos - A Essência do Vinho)

19h30 - Degustação de pratos típicos nas tasquinhas

22h30 - Espetáculo Musical com:

  • AS 7 SAIAS
  • GRUPO REPUBLIKA

Dia 30 de abril (domingo)

10h00 - Abertura da Exposição/Venda dos Produtos Locais

e das Tasquinhas

12h00 - Showcooking & Harmonização “O porco Bísaro-do bosque ao prato” - chefe Rui Ribeiro (EPRAMI-Escola Profissional do Alto Minho Interior)

12h30 - Degustação de pratos típicos nas tasquinhas

Programa “Somos Portugal” da TVI em direto do recinto da festa

14h30 - Animação com artistas e grupos de música popular (palco exterior)

16h00 - Showcooking & Harmonização, “Lampreia do Rio Minho, um ex-líbris da cozinha local” – Chefe Amaya Guterres (Gerente e chefe na Quinta do Prazo, em Valença, a sua cozinha é marcada pela inovação e pela audácia.)

16h30 - Prova Comentada “Alvarinho, no topo dos grandes vinhos do Mundo”, por Manuel Moreira (sommelier e colaborador da Revista de Vinhos - A Essência do Vinho)

19h30 - Degustação de pratos típicos nas tasquinhas

22h00 - Encerramento da Festa

image003alvar (4).jpg

ANIMAÇÃO TURÍSTICA E DE LAZER

DESPORTO/AVENTURA COM MELGAÇO RADICAL

  • Rafting no Rio Minho (dias 28, 29 e 30 de abril / 9h30 e 14h30)
  • Salto pendular na Ponte Internacional Peso-Arbo (dias 28, 29 e 30 / 9h30 e 14h30)
  • Caminhada pela ‘Rota das Pesqueiras’ nas margens do rio Minho (dias 28, 29 e 30 / 9h30 e 14h30)

OFERTA A TODOS OS PARTICIPANTES

  • 1 Garrafa Alvarinho Soalheiro + 1 prato misto de enchidos Quinta de Folga  (levantadas nos respetivos Stands, no recinto da Festa)

Local de concentração: Complexo Desportivo do Centro de Estágios

Organização: Melgaço Radical

Inscrições: geral@melgacoradical.pt

www.melgacoradical.com

DESPORTO/AVENTURA COM MONTES DE LABOREIRO

  • Passeio pedestre ‘Trilho Interpretativo de Lamas de Mouro’ (dia 28 / 10h00)
  • Passeio de Jipe pelo Planalto de Castro Laboreiro- min. 4 pax (dia 29 /10h00)
  • Workshop sobre pão Castrejo nos fornos e moinhos comunitários de Castro Laboreiro – min. 8 pax (dia 30 / 10h00)
  • Escalada e Rapel no Camping de Lamas de Mouro (dia 30 / 10h00)

Local de concentração: Parque de Campismo de Lamas de Mouro

Organização: Montes de Laboreiro

Inscrições: geral@montesdelaboreiro.pt

www.montesdelaboreiro.com

DESPORTO/AVENTURA COM MELGAÇO WHITEWATER

  • Rafting Rio Minho (dias 28, 29 e 30 de abril / 9h00)
  • UMM Melgaço Tour (dia 28 de abril / 14h00)
  • Batismo de Mergulho – Piscinas municipais de Melgaço (dia 29 de abril / 16h00)
  • Salto Pendular (dia 30 de abril / 14h00)

Organização: Melgaço Whitewater

Inscrições: geral@melgacoww.pt

www.melgacoww.pt

PARAPENTE COM ABOUA ESCOLA

Experiência de voo Bilugar sobre as encostas de Fiães e Roussas (29 de abril / 09h00)

Local de concentração: Largo Hermenegildo Solheiro – Vila

Organização e apoio: Aboua Escola

Inscrições: alvarinhoparapente@gmail.com

www.abouaescola.com

PASSEIOS DE CHARRETE PELA ZONA HISTÓRICA

Saída/Chegada: Largo Hermenegildo Solheiro

Horário: 14h30 – 18h30

PASSEIOS EM BEBIPEDALA (Bicicleta de oito pessoas)

Passeios pela zona história com provas de Alvarinho

Saída/Chegada: Estátua Inês Negra

Horário: 10h30 – 18h30

www.facebook.com/Bebipedala

PASSEIOS TURÍSTICOS EM ECO TUC-TUC (sete lugares)

Saída/Chegada: Largo Hermenegildo Solheiro

Horário: 10h30 – 18h30

JORNADAS GASTRONÓMICAS

Visite os concelhos do restaurante e prove as suas ementas diversificadas, centradas na utilização privilegiada de produtos locais como o cabrito, a lampreia, a carne cachena, o presunto, os enchidos e o Alvarinho, entre outros.

TASQUINHAS

Em pleno recinto da Festa, seis tasquinhas recriam pratos e sabores tradicionais num ambiente convidativo.

image003alvar (5).jpg

VILAR DE MOUROS VAI TER PRAIA FLUVIAL EM MARINHAS

Câmara Municipal de Caminha inicia execução do saneamento e procedimentos para a nova zona de lazer

A execução da rede de saneamento em Vilar de Mouros está prestes a iniciar-se no terreno e vai permitir à Câmara avançar com os primeiros procedimentos para a criação de mais uma praia fluvial na freguesia, em Marinhas. A notícia foi avançada ontem à tarde, na terceira reunião descentralizada, que decorreu no edifício da Junta de Freguesia. O objetivo é a dinamização turística e o aumento da oferta concelhia, alternativa às praias marítimas. 

reuniao descentralizada vilar de mouros (1).jpg

A mítica Praia das Azenhas ganhou novo estatuto no ano passado, ao ser classificada pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente, que a descreveu como uma “praia rural, envolta por paisagem natural, curso de água limpa e fresca, rodeado de paisagens de vegetação intensa”.

Agora, com o início das obras da empreitada da Rede de Saneamento de Vilar de Mouros, previsto para finais de maio, num investimento que ronda os 800 mil euros, a Câmara Municipal criou as condições para que possa haver mais um espaço de lazer excecional na freguesia, em Marinhas. Guilherme Lagido, vice-presidente, adiantou que vai ser iniciado o processo de análises regulares e acredita que a futura praia fluvial terá condições excelentes para, juntamente com a Praia das Azenhas, atrair a população e os turistas, sobretudo os que preferem as zonas verdes, mas que também será alternativa para banhos quando nas praias marítimas as condições climatéricas não são as mais convidativas.

Além desta praia, Guilherme Lagido revelou que é intenção da Câmara criar outras praias no Rio Âncora, prometendo mais informação noutra altura.

Miguel Alves sublinhou, a propósito, o potencial extraordinário da freguesia para o turismo, recordando o sucesso da unidade hoteleira Prazer da Natureza, que recebeu seis mil pessoas no primeiro ano. A esta nova unidade veio juntar-se recentemente a Azenha do Tio Luís, de turismo rural, e há pouco abriu um novo restaurante. Uma dinâmica a que não será alheio o regresso em força do Festival de Vilar de Mouros, que este Executivo voltou a trazer à freguesia e ao concelho, e que este ano será ainda mais forte.

Com potencialidades também para o turismo, foi discutida também a desejada classificação das antigas oficinas de ferreiros de Vilar de Mouros e a eventual instalação de um museu. O assunto foi abordado por Plácido Souto, do GEPPAV -  Grupo de Estudo e Preservação do Património Vilarmourense. Recorde-se que a Câmara já deu início ao processo, mas as instalações são particulares, colocando-se também a questão do financiamento.      

Outra interveniente, Julieta Pires, falou de reparações necessárias em alguns caminhos e congratulou-se pelo investimento da Câmara no saneamento e no Festival, elogiando também as reuniões descentralizadas, que permitem “tornar mais visíveis aos nossos olhos as nossas ansiedades”.

No início da reunião interveio o presidente da Junta. Carlos Alves felicitou o presidente da Câmara por manter as reuniões descentralizadas, “uma prática democrática de aproximação aos cidadãos. Esta iniciativa permite que o executivo municipal tome conhecimento, no terreno, das necessidades e anseios dos vilarmourenses”, sublinhou.

Carlos Alves aproveitou para fazer um balanço do trabalho realizado, referindo que o saldo é amplamente positivo e referindo “o empenho, determinação e capacidade de diálogo do executivo camarário”. Elencou depois intervenções realizadas, entre elas, a substituição de novas condutas e beneficiações de outras no abastecimento de água da freguesia; obras de pavimentações e repavimentações da rede viária; diversos apoios aos utentes do Centro de Convívio; colaboração nas feiras de artesanato e mercadinho de Natal; colaboração em reflorestação na freguesia; esvaziamento de fossas de sistema de esgotos coletivos na Aveleira e casas sociais; apoio na criação de alguns pontos de iluminação pública; candidatura aprovada de oficialização da praia Fluvial das Azenhas; criação de jardim em confluência de estradas, no Lugar do Funchal;  realização do Festival de Vilar de Mouros e saneamento.

reuniao descentralizada vilar de mouros (2).jpg

BARCELENSES TRAVAM BATALHA DAS FLORES

Milhares de pétalas enchem as ruas de Barcelos na Batalha das Flores

Milhares de trabalhadores escolhem Barcelos para comemorar o dia 1 de maio 

Centenas de cestos repletos de milhares de flores colhidas nos melhores campos e jardins de todo o concelho são, segunda-feira, 1 de maio, o espelho vivo de uma batalha amistosa.

Batalha das Flores.JPG

Pelas 15 horas, as principais artérias da cidade ver-se-ão repletas de flores lançadas por diversos carros enfeitados que irão colorir a cidade.

Este ano, a Batalha mais bela do país terá também uma massiva participação, tendo o maior número de sempre de associações a participar. Serão 30 as associações a desfilar pelas ruas de Barcelos, numa batalha “sem dor”, que contará também com a participação dos Zés P´reiras de Barcelinhos e de Fragoso, e ainda da Banda Plástica e a Banda do Galo que abrem um espetáculo ímpar de cor e perfume que permanecerá na memória.

A verdadeira Batalha das Flores ocorrerá na Avenida da Liberdade, local onde dezenas de milhares de pessoas marcam presença e se cruza o cortejo. Ninguém conseguirá alhear-se deste espetáculo único, com o entrecruzar de pétalas de todas as cores, cobrindo o céu e perfumando o ar.

FAMALICÃO: ROQ É LÍDER COM PLANOS DE EXPANSÃO

Fabricante de máquinas de estamparia têxtil vai investir 2,6 milhões de euros para aumentar capacidade produtiva

É o maior fabricante mundial de máquinas de estamparia têxtil, que vende nos cinco continentes, e quer reforçar essa liderança. A ROQ vai ampliar as suas instalações industriais para produzir novos modelos de máquinas para impressão digital, embalagem e armazenagem de peças têxteis.

AFS_8119.jpg

O novo projeto de investimento está avaliado em 2,6 milhões de euros e foi hoje, 27 de abril, foi hoje declarado de interesse municipal em sede de reunião do executivo camarário. Consiste na construção de três novos pavilhões e vai levar à criação de 31 novos postos de trabalho – atualmente são cerca de 400. Este aumento da capacidade instalada em tecnologia e infraestruturas permitirá à empresa atingir uma área de produção próxima dos 37 mil metros quadrados.

Com este plano de expansão da ROQ, sobe para 30 o número de novas iniciativas empresariais em Vila Nova de Famalicão, que representam 104 milhões de euros e perspetivam a criação de 951 novos empregos. Todas foram reconhecidas como de interesse municipal, sendo contempladas com incentivos fiscais (ao nível do IMI, do IMT e das taxas de licenciamento de operações urbanísticas) ao abrigo do Regulamento de Projetos de Investimento de Interesse Municipal – Made 2 IN.

“A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba assim de garantir mais um relevante investimento empresarial para o concelho, a que está diretamente associada a criação de novos empregos, resultado das suas ativas políticas de estímulo ao investimento privado”, observa Paulo Cunha, sublinhando: “É mais uma boa notícia para Famalicão a vinda de uma empresa conceituada como a ROQ. É, aliás, rara a semana no nosso concelho em que não haja uma boa notícia ao nível do investimento empresarial, que representa mais capacidade de produção, mais força exportadora e, principalmente, mais e melhor emprego”.  

Fundada em 1983 na freguesia de Oliveira S. Mateus, a ROQ constrói máquinas customizadas e de alta performance e precisão para a indústria têxtil, com recurso a tecnologia de ponta, nas áreas do corte a laser e da quinagem. Controla toda a cadeia de valor, o que lhe permite assegurar um rigoroso controlo de qualidade sobre os produtos.

O volume de negócios credibiliza a estratégia de liderança desta empresa com presença global: 39 milhões de euros em 2016 (face aos 25 milhões em 2014 e 30 milhões em 2015) e vendas para 50 países.

AFS_8176.jpg

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE MONÇÃO APRESENTA ESPETÁCULO DE TEATRO PARA ALUNOS DO PRÉ-ESCOLAR E FAMILIAS

Numa produção da “Comédias do Minho”, com encenação de Graeme Pulleyn e interpretação de Sofia Moura, a Biblioteca Municipal de Monção recebe este SÁBADO, 29 DE ABRIL, PELAS 15h00, o espetáculo de teatro “Noite”.

17632422_1471262039590501_6691207367967324332_o.jpg

Destinando-se a alunos do ensino pré-escolar e famílias, a entrada é gratuita, encontrando-se limitada à lotação do espaço. Engloba ainda uma oficina de trabalho implementada pela rede de colaboradores locais.

“Noite” é uma viagem, algures entre a realidade e o sonho, durante a qual Perséfone vai conhecendo as criaturas e as personagens da noite. Munida apenas com coragem e curiosidade, a menina heroína embarca numa aventura emocionante à descoberta dos segredos da noite.

Venham todos. Vão começar a dormir melhor...

CABECEIRAS DE BASTO BENEFICIAS POÇOS DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto beneficia poços da captação de abastecimento de água na Cumieira

Com o intuito de proporcionar mais e melhor água à vila de Cabeceiras de Basto e às freguesias limítrofes de Arco de Baúlhe e Vila Nune, a Câmara Municipal realizou trabalhos de beneficiação e conservação dos poços da captação de abastecimento de água na Cumieira, freguesia de Cabeceiras de Basto.

Câmara Municipal beneficia captação de abastecimento de água da Cumieira.JPG

Os trabalhos envolveram a beneficiação dos atuais edifícios de apoio aos poços de captação, incluindo pinturas interiores e exteriores, impermeabilização e outras intervenções construtivas.

Estas intervenções surgem na sequência de outras já realizadas este ano, as quais consistiram na remoção das bombas existentes na captação da Cumieira para manutenção preventiva, desmatação e limpeza do perímetro da captação e reforço de energia elétrica.

A captação de água de São Nicolau é a maior e mais importante captação do concelho. As beneficiações executadas contribuirão decisivamente para a melhoria das condições sanitárias, o que significa mais e melhor água para os reservatórios de Vinha de Mouros, Paçô, Arco de Baúlhe e Vila Nune, os quais abastecem as áreas mais populosas do concelho.

Estão agendados, ainda este ano, a realização de beneficiações e melhoria das condições sanitárias e ambientais daqueles reservatórios de Vinha de Mouros, Paçô, Arco de Baúlhe e Vila Nune, com o desenvolvimento de trabalhos de reparação, incluindo pinturas exteriores e incremento da qualidade dos sistemas de tratamento de água.

O investimento total nos trabalhos já realizados e a realizar ascenderá a valores próximos dos 15 mil euros.

“FOLCLORE NA PRAÇA” ANIMA PONTE DA BARCA

Todos os domingos, de abril a junho, na Praça da República

Câmara barquense junta grupos folclóricos e artesãos do concelho para a promoção das tradições locais

Este ano como novidade o Folclore na Praça será o coração e local de ensaio do Record Guiness que Ponte da Barca vai registar para o Mundo, celebrando o Vira Minhoto, no dia 20 de Agosto

anmafolkpontbarc.PNG

A Câmara Municipal de Ponte da Barca, vai levar a cabo a partir do domingo, dia 30 de abril, e durante todos os domingos até junho, a iniciativa Folclore na Praça, que vai juntar grupos folclóricos e artesãos do concelho para animarem a Praça da República com a venda de produtos locais, artesanato e exibição espontânea de danças e cantares.

Completando este ano a sua quarta edição a iniciativa pretende, como justifica a Vereadora da Cultura, Sílvia Torres, 'dinamizar os fins de semana em Ponte da Barca, promovendo atividades que convidem as pessoas a sair de casa e estimulando, ao mesmo tempo, a preservação das nossas tradições'.

Ao folclore e ao som das concertinas, que certamente vão contagiar os presentes para um 'pezinho de dança', junta-se a comercialização de produtos da agricultura local e petiscos vários confecionados a preceito por este saber-fazer tradicional das mãos que os preparam, revivendo a gastronomia regional e os sabores tradicionais.

Evento Guiness: Ponte da Barca quer fazer do Vira Minhoto a Maior Dança de Folclore Portuguesa

A esta iniciativa junta-se, este ano, uma novidade: com a preparação do Evento Guiness 'A Maior Dança de Folclore Portuguesa – Vira Minhoto', o Folclore na Praça será o coração e local de ensaio do Record Guiness que Ponte da Barca vai registar para o Mundo, celebrando o Vira Minhoto, no dia 20 de Agosto. 'Queremos fazer do vira minhoto - elemento genuíno da nossa identidade e tradições - a maior dança de folclore português, juntando o maior número de pessoas a dançar este género. E porque acreditamos que vamos triunfar e até superar expetativas, queremos que o momento seja registado naquele que é o maior compilador de recordes: o Guinness World Records, pretensão que está já registada', salienta a Vereadora.

Contando com o envolvimento dos 15 grupos folclóricos e o empenho de todos quantos queiram participar nesta 'aventura', a Câmara Municipal de Ponte da Barca assumiu a pretensão de fazer desta a maior expressão de dança de folclore português em elementos. A iniciativa acontece a 20 de agosto, em plena Romaria de São Bartolomeu, mais um ex-libris imaterial da vila minhota, pelas 17h00, na Praça da República. Para superar o recorde são necessárias, pelo menos, 545 pessoas, número que a Vereadora Sílvia Torres acredita'ser possível de ultrapassar, até porque as gentes do Minho têm muito orgulho nas suas tradições e uma grande paixão pelo folclore, o que me leva a crer que vão, certamente, querer fazer parte deste projeto e ajudar a conquistá-lo'. Para 19 de agosto, dia que antecede ao Evento Guiness, no decorrer do Festival de Folclore Terras da Nóbrega que, habitualmente, dá o arranque à maior Romaria do Minho – o São Bartolomeu – está previsto um momento dedicado ao ensaio geral do vira minhoto, que se vai repetir no próprio dia antes do ato oficial de contagem e registo do número de elementos participantes.

CRIANÇAS DE FAFE DISPUTAM ANDEBOL

120 crianças participaram no 18º Convívio de Andebol Escolar Concelhio. Competição destinada aos alunos dos 5º e 6º anos

O Pavilhão Municipal de Fafe recebeu, esta manhã, o 18º Convívio de Andebol de 5 Escolar Concelhio.

Cerca de 120 crianças das instituições de ensino do concelho, nomeadamente dos 5º e 6º anos, participaramEncontro.

Os alunos tiveram, assim, a oportunidade de participar numa iniciativa que se realiza anualmente e lhes proporciona uma manhã diferente, que promove a prática de exercício físico entre os mais jovens.

Pompeu Martins, Vereador da Educação, salienta o objetivo da ação como sendo a “criação de hábitos saudáveis e a prática desportiva nas crianças do concelho”.

ND5_4620A.jpg

ND5_4641A.jpg

ND5_4672A.jpg

ND5_4688A.jpg

ND5_4721A.jpg

PAN JUNTA-SE À MARCHA MUNDIAL DO CLIMA EM LISBOA E NO PORTO

No próximo dia 29 de abril, sábado, o PAN juntar-se-á à Marcha Mundial do Clima em Lisboa e no Porto.

Em Lisboa, esta marcha - que terá o seu início às 15h00 de sábado no Terreiro do Paço - contará com a presença do Deputado André Silva. As preocupações ambientais do PAN têm-se vindo a destacar desde o início da legislatura, nomeadamente no que toca à subsidiação do Estado para a indústria agropecuária intensiva, à isenção do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos (ISP) para a indústria geradora de energia através de combustíveis fósseis – nomeadamente a carvão, responsáveis por aproximadamente 20% da emissão de Gases com Efeito de Estufa em Portugal – e à insistente manutenção da parte do Governo dos contratos de concessão para a exploração de petróleo e gás natural no país.

DSCF2821 (1).JPG

No Orçamento do Estado 2017 o PAN propôs o fim da isenção do ISP para a indústria energética à base de carvão, proposta que foi rejeitada. Já no início de abril, o partido apresentou um projeto de lei que pretende proibir a realização de novas concessões para a exploração de hidrocarbonetos no território nacional. Portugal é um dos países que ratificou o Acordo de Paris, em vigor desde Novembro de 2016, cujo objetivo é a redução das emissões de gases com efeito de estufa que permita que o aumento da temperatura até ao ano de 2100 possa ser mantido preferencialmente abaixo dos 1,5ºC. Este acordo vincula os países a uma transição energética e produtiva que permita alcançar aquele objetivo, cortando as emissões, que na sua maioria têm origem na combustão de combustíveis fósseis – petróleo, gás e carvão.

“O Governo tem aqui uma excelente oportunidade para demonstrar ao país e à Europa que Portugal não quer mais prospeção ou exploração de petróleo e gás natural no seu território. Pretendemos que 2017 seja o ano em que fechamos de vez as portas à possibilidade de extrair combustíveis fósseis do solo nacional”, reforça André Silva, Deputado do PAN.

Dando continuidade ao trabalho que tem sido desenvolvido, o PAN tem apostado de forma convicta em relações de proximidade com cidadãos e está a mobilizar todos os cidadãos que, de alguma forma, se reveem na necessidade de repensar o modelo socioeconómico de crescimento infinito, uma impossibilidade física que conduz à degradação do planeta. Nesta Marcha Mundial pelo Clima, o partido junta-se assim a um movimento global de alerta e sensibilização dos líderes políticos para a urgência de travar e de minimizar as catastróficas alterações climáticas que já são uma realidade. O objetivo será, tal como proposto pela organização alcançar uma vez mais a maior mobilização pelo clima de sempre.

VIANENSES VÃO PELOS CAMINHOS DE SÃO TIAGO

PASSOS DE MEMÓRIA - CAMINHOS DE SANTIAGO - Caminho Português da Costa | 13 de maio - Etapa Porrinho - Redondela | 27 de maio: Etapa Redondela - Pontevedra 

No mês de maio realizam-se mais dois percursos “Passos de Memória”, desta vez com a realização da sexta e sétima etapa dosCaminhos de Santiago - Caminho Português da Costa. No dia 13 de maio será realizado o percurso entre Porrinho e Redondela(aprox. 16 Km) e no dia 27 de maio o percurso entre Redondela e Pontevedra (aprox. 20 Km).

Até ao dia 22 de julho, dia de chegada a Santiago de Compostela,  serão realizadas no total 10 etapas do Caminho, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito do projeto de Valorização dos Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa.

O ponto de encontro nos dias indicados será o Centro Cultural de Viana do Castelo, às 8h00. A autarquia disponibiliza autocarro para transporte dos participantes até ao ponto de início da caminhada e para o retorno a Viana do Castelo no final da mesma.

O Caminho Português a Santiago é o segundo percurso mais percorrido, a seguir ao Francês, e tem registado um crescimento consolidado com crescente interesse nacional e internacional. No concelho de Viana do Castelo, estão alguns dos mais importantes marcos deste caminho, designadamente, na Igreja de Santiago de Castelo do Neiva, onde foram encontrados, em 1931, durante a realização de obras na igreja paroquial, dois importantes documentos arqueológicos: uma ara votiva do período romano, dedicada às divindades dos caminhos e a inscrição altimedieval de consagração da Igreja a Santiago, datada do ano 862, incrustada na parede sul da igreja, sendo a consagração mais antiga ao apóstolo feita fora do território espanhol.

Inscrições limitadas.

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição através do preenchimento de um formulário disponível online através do link: http://www.cm-viana-castelo.pt/pt/passos-de-memoria-inscricao

Para efetuar a inscrição na Caminhada do dia 13 de maio, o formulário encontra-se disponível a partir do dia 4 de maio, às 13h00.

Para efetuar a inscrição na Caminhada do dia 27 de maio, o formulário encontra-se disponível a partir do dia 18 de maio, às 13h00.

Dados a indicar no formulário de inscrição:

Nome completo

Data de nascimento

Número de Identificação Fiscal (NIF)

Concelho de residência

Telemóvel

E-mail

Mais informações através do telefone: 258 809 350 ou do e-mail: sturismo@cm-viana-castelo.pt

Consultar aqui Plano de Percursos 2017

Os percursos, que são um excelente modo de conhecer o património cultural e natural do município, além de promover o exercício físico, permitirão conhecer locais com paisagens deslumbrantes. Use sempre equipamento de acordo com a estação do ano, como impermeável, chapéu, calçado e vestuário adequado. Privilegie a água e a fruta nos seus mantimentos.

Caminhe connosco por estes passos de memória …

ANTIGO EDIFÍCIO DA PIDE RECEBE SEDE DA EUROCIDADE MONÇÃO – SALVATERRA DE MIÑO

A sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño vai ser inaugurada esta segunda-feira, 1 DE MAIO, FERIADO NACIONAL, PELAS 16H00, NO PARQUE DAS CALDAS, com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luis Carneiro, e o Vice-Presidente da Xunta da Galicia, Alfonso Rueda Valenzuela.

Sede Eurocidade (1).JPG

A nova estrutura ficará instalada no antigo edifício da PIDE após obras de requalificação/adaptação daquele espaço. Símbolo de opressão e repressão durante o Estado Novo, imóvel assumir-se-á, a partir de agora, como ponto de partida para o reforço de atividades conjuntas entre as duas localidades vizinhas unidas pelo Rio Minho.

Após a cerimónia oficial, segue-se o descerramento de placa e visita às instalações. Pelas 17h00, tem lugar a abertura da sede da Associação ATEARAIA – Associação Transfronteiriça de Educação Ambiental, no edifício da antiga guarda-fiscal, também ele objeto de recuperação.

Neste local, proceder-se-á à inauguração da exposição de fotografia “Portugal Subaquático”, da autoria de Luis Quinta, produzido pela CMIA de Viana do Castelo. O programa termina com um convívio popular, estando previstas atuações do grupo “Os Magníficos”, de Monção, e o “Grupo de Gaitas”, de Salvaterra de Miño.

Processo iniciado no 20º aniversário da ponte internacional

A abertura da sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño é mais uma etapa de um processo iniciado com a celebração do 20º aniversário da ponte internacional entre as duas localidades raianas, no dia 28 de março de 2015, onde ambos os municípios assinaram um protocolo de geminação e procederam ao descerramento de uma placa com denominação da ponte “João Verde/Amador Saavedra”

Este documento representou um passo definitivo para a concretização da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, cujo acordo de princípios foi assinado no dia 13 de dezembro desse ano, no Cine Teatro João Verde, entre os dois municípios ribeirinhos e o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia – Norte de Portugal (AECT-GNP).

Naquele acordo, que formalizou a constituição da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, foram contempladas as principais áreas de interesse comum, destacando-se a dinamização do rio Minho, a potenciação conjunta da enologia e gastronomia local, a promoção e desenvolvimento do turismo através da divulgação do património natural e construído, e a valorização/criação de rotas turísticas e percursos pedestres.

Aquele documento privilegia também o empreendedorismo transfronteiriço, o intercâmbio desportivo, cultural e educativo, bem como a partilha de equipamentos coletivos, como piscina, biblioteca e museus, de forma a garantir escala e rentabilização económica. Outra das vertentes deste “casamento” será o recurso a programas comunitários transfronteiriços.

PONTE DE LIMA COMEMORA DIA INTERNACIONAL DO JAZZ

CORETO PORTA-JAZZ. 30 de Abril – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Nas Comemorações do Dia Internacional do Jazz, a 30 de Abril às 22h00, o Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, apresenta o Coreto Porta-Jazz, um ensemble de 12 músicos da cena jazzística portuguesa, criado no seio da Associação Porta-Jazz com o intuito de interpretar música original escrita essencialmente pela nova geração de músicos e compositores.

jazz_4x3_.jpg

O Coreto é formado por 12 elementos da nova geração de músicos sediados no Porto, cujas actividades individuais são reconhecidas na cena jazzística nacional.

O grupo surge no coração da Associação Porta-Jazz com o objectivo de criar um “espaço” para a exploração e concretização de um repertório original e experimental, proveniente das mais variadas fontes criativas que emergem no Jazz em Portugal.

Os seus 3 álbuns, todos lançados pelo Carimbo Porta-Jazz, foram aclamados pela crítica nacional.

Aljamia (2012) e Mergulho (2014) foram considerados melhores do ano e Sem Chão (2015), para além de melhor disco do ano pela Jazzlogical, valeu à banda o prémio de Grupo do Ano na comemoração dos 50 anos do programa 5 minutos de Jazz de José Duarte.

A Banda:

João Pedro Brandão – saxofone alto, flauta; José Pedro Coelho – saxofone tenor; Hugo Ciríaco – saxofone tenor; Rui Teixeira – saxofone barítono, clarinete baixo; Ricardo Formoso – trompete; Susana Santos Silva – trompete; Andreia Santos – trombone; Daniel Dias – trombone; AP – guitarra; Hugo Raro – piano; José Carlos Barbosa – contrabaixo; José Marrucho – bateria.

Os Álbuns:

Aljamia

O arranque deste projecto é dado com música de João Pedro Brandão que, após um estudo dedicado à Música Tradicional do Mediterrâneo, explora elementos e conceitos a esta ligados, sem nunca esquecer o motivo por que esta música é feita – o Jazz.

Mergulho

Neste novo CD o Coreto apresenta música composta e orquestrada por AP (António Pedro Neves).

À sua formação em Jazz aliam-se outras influências, como resultado do seu recente percurso pelo mestrado em Composição, que levam o guitarrista portuense a escrever especialmente para este grupo e a integrar simultaneamente o ensemble, dirigindo-o em tempo real.

Sem Chão – Ao Vivo na Porta-Jazz

O terceiro registo do Coreto – ‘Sem Chão – Ao Vivo na Porta-Jazz’ – reúne composições escritas para esta formação, por vários músicos, ao longo dos últimos anos, em linha com o seu objectivo de servir de espaço de exploração e concretização de música original para Large Ensemble.

Música de Filipe Lopes, Paulo Perfeito, João Guimarães, Tomás Marques, João Pedro Brandão, AP, Rui Teixeira, Susana Santos Silva e José Pedro Coelho.

Este repertório foi gravado ao vivo no espaço da Associação Porta-Jazz.

Bilhetes à venda (2,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

ESPOSENDE 2000 APRESENTA CONTAS

Esposende 2000 apresenta o melhor resultado de sempre

A Esposende 2000 apresenta uma sustentabilidade financeira sem precedentes, como comprovam o Relatório e Contas do Exercício de 2016.

DJI_0006.JPG

A empresa municipal, que completou 20 anos em dezembro último, desenvolve a sua ação em torno da promoção do desporto, lazer, saúde e cultura no concelho, sendo responsável pela gestão do complexo de Piscinas Foz do Cávado, das Piscinas Municipais de Forjães e do Auditório Municipal de Esposende.

Fruto da estratégia de rigor e determinação que tem norteado a sua gestão, a Esposende 2000 registou, no último ano, resultados líquidos positivos, no valor de 91 152 47 euros, referente a um valor de rendimentos de 1 012 743 euros, atingindo, assim, o melhor resultado financeiro de sempre, desde a sua constituição, em 1996.

Estes resultados são fruto de um conjunto de reestruturações implementadas, nomeadamente as obras de remodelação e modernização das instalações, com vista ao aumento sistemático de receitas próprias através da diversidade dos serviços prestados à população e às empresas. Este incremento de receita ganha ainda maior relevância dado que a empresa não procede a qualquer aumento tarifário desde 2011, tendo mesmo reduzido algumas das suas tarifas, para além de ter implementado protocolos mais vantajosos para as empresas e instituições com vista a potenciar maior procura dos serviços prestados.

Além de manter todos os serviços e programas, desde os serviços de utilização geral aos projetos sociais, a empresa reforçou a componente técnica, com mais propostas de avaliação física e funcional da população sénior e lançou as "Olimpíadas 2000" - jogos adaptados para a população sénior, projeto que surge na sequência do programa “Dar Vida aos Anos”, que é desenvolvido há mais de uma década para os idosos do concelho, e que contempla a prática de Natação, Hidroginástica, Ginástica de Manutenção nas Freguesias e Ginásio.

Em 2016 e face ao ano anterior, registou um aumento de 12,5% no serviço de piscina, de 23,4% no clube de saúde - ginásio e aulas de grupo, sendo que também as atividades outdoor cresceram 7,2%. Ao nível do desporto de aventura e natureza, destaque para o programa “Esposende em Movimento” e para o "1.ª edição do Transcávado btt-gps", importantes contributos para a projeção do concelho na região.

Numa constante estratégia de modernização e de adaptação às novas tendências, a Esposende 2000 tem vindo a investir na manutenção e modernização das instalações. Neste sentido, espera ainda obter financiamento do quadro comunitário Portugal 2020, para implementar os programas e medidas previstas no Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética, tanto nas Piscinas de Foz do Cávado como nas Piscinas Municipais de Forjães, num investimento de cerca de 165 mil euros, bem como para a Implementação de Tecnologias de Informação para a Gestão da Relação com o Utilizador, estimada em 55 mil euros. É intenção também da empresa proceder a uma remodelação global do edifício, designadamente, ao nível das estruturas (coberturas, caixilharias e vidros) iluminação, sistema de bombagens e AQS, criando condições para a sustentabilidade energética.

Sendo Esposende um destino de veraneio, a empresa refletia muita da sua receita na época balnear, situação que tem sido atenuada nos últimos anos, o que leva o Presidente do Conselho de Administração da Esposende 2000, Manuel Losa, a afirmar que “o combate à dependência financeira da sazonalidade tem sido um objetivo claramente ganho”.

“Quando olhamos para trás e verificamos o progresso e o percurso que a empresa foi trilhando, damos conta do quanto foi acertada a estratégia delineada”, refere Manuel Losa, sublinhando que a empresa está aberta ao público “durante 13,5 horas, por dia, de segunda a sexta, e 11,5 horas ao fim de semana, durante 362 dias por ano”.

Aludindo ao slogan adotado pela Esposende 2000 "a paixão pelo que fazemos, faz parte da nossa identidade", agradece a dedicação, o esforço, e o empenho de todos quantos têm contribuído para o crescimento e prestígio da empresa.

pan2.jpg

DESCARGA ILEGAL NO RIO ESTE MOTIVA POSIÇÃO DO AUTARCA DE FAMALICÃO

Paulo Cunha quer municípios com mais competências na fiscalização e proteção dos rios.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão reivindicou hoje um conjunto de novas competências para os municípios portugueses ao nível da fiscalização, conservação e proteção dos recursos hídricos naturais nos territórios municipais. A posição de Paulo Cunha surge na sequência de uma descarga ilegal detetada na manhã desta quinta-feira no Rio Este, afluente da margem direita do rio Ave que nasce na serra do Carvalho, a nordeste de Braga, e que se junta ao rio Ave no concelho de Vila do Conde, atravessando, entre outros, o município de Vila Nova de Famalicão.

Rio Este foi alvo de descarga ilegal.jpg

“Recusamos acomodar-nos nesta competência tão singela de dar conhecimento do que vai acontecendo nos nossos rios às entidades competentes, como o são o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana (GNR) e as Comissões de Coordenação de Desenvolvimento Regional”, disse o autarca quando confrontando pelos jornalistas com o “atentado ambiental” ocorrido. “Reivindicamos mais competências para sermos mais eficazes”, referiu. E explicou: “Uma maior proximidade na ação traz mais condições para a obtenção de melhores resultados, o que passa por uma atenção maior ao nível da fiscalização e por uma tomada de posição enérgica quando são cometidas ilegalidades como a desta manhã”.

Paulo Cunha condenou a “absoluta irresponsabilidade e inconsciência” dos responsáveis pela descarga ilegal verificada. “Os rios são da comunidade, não são das pessoas, e é absolutamente inaceitável que alguém possa atentar contra este património natural que é de todos ”. O autarca famalicense exige por isso das entidades competentes “medidas rápidas e eficazes para sancionar os responsáveis pela descarga” e pede “medidas preventivas que evitem este tipo de atividades, não só no Rio Este como em todos os rios que atravessam o concelho de Vila Nova de Famalicão.”

rioeste (2).jpg

ESPECIALISTAS AMBIENTAIS DE PORTUGAL E GALIZA REUNIRAM EM GUIMARÃES

LABORATÓRIO DA PAISAGEM RECEBEU ENCONTRO

Eixo Atlântico organizou no Laboratório da Paisagem a II Conferência de Intercâmbio de Experiências no Âmbito da Sustentabilidade. Cidades Inteligentes, Acessibilidade, Energia e Resíduos, também, entre os temas.

Guimaraes_Eixo_Atlantico_Ambiente.jpg

O auditório do Laboratório da Paisagem, em Guimarães, recebeu esta quinta-feira o II Seminário de Intercâmbio de Experiências no Âmbito da Sustentabilidade do Eixo Atlântico. Especialistas de diversos municípios de Portugal e da Galiza estiveram reunidos para um intercâmbio de boas práticas ambientais.

Sob o mote “Cidades Sustentáveis, Resilientes e Inteligentes”, ao longo de toda a manhã, responsáveis municipais de Guimarães, Braga, Vila Nova de Famalicão, Valongo, Matosinhos, Barcelos, Maia, Santa Maria da Feira e Porto, e Lugo e Monforte de Lemos, de Espanha, partilharam ideias e projetos já implementados nos seus territórios. Guimarães, que prepara a candidatura da Capital Verde Europeia 2020, mostrou o caminho que tem percorrido na procura de um futuro mais sustentável, partilhando alguns dos exemplos que têm merecido elogios e até algumas distinções.

O Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular apresenta-se como uma associação transfronteiriça composta por diversas cidades do Norte de Portugal e da Galiza, cujo objetivo fundamental é o desenvolvimento económico, social, cultural, científico e tecnológico das cidades e regiões que lhe pertencem.

ARCOS DE VALDEVEZ COMEMORA 25 DE ABRIL

Arcos de Valdevez comemorou mais uma vez o 25 de Abril, o “Dia da Liberdade”.

As comemorações tiveram início de manhã cedo na Praceta Combatentes do Ultramar (1961-1974), junto ao elemento escultórico de homenagem aos militares arcuenses, inaugurado no Dia do Concelho em 2012, com uma homenagem aos combatentes arcuenses tombados no Ultramar.

25 de abril_2017.jpg

  A sessão, que contou com a presença do Núcleo de Monção da Liga dos Combatentes, iniciou com o Toque dos Mortos, feito com corneta; depois o Coronel Carlos Anselmo fez a leitura de cada um dos 25 nomes dos militares arcuenses tombados em combate e após este momento foi colocada uma coroa de flores junto ao elemento escultórico, pelo Presidente da Câmara Municipal, João Esteves. No fim foi cantado o Hino Nacional.

Após este ato prosseguiram as comemorações com a Cerimónia Oficial na Praça Municipal onde se reuniram o presidente da Câmara Municipal, João Esteves, os vereadores do município, membros da Assembleia Municipal e os Presidentes da Junta de Freguesia, bem como vários populares que acudiram ao local para também testemunharem o hastear das bandeiras com guarda de honra efetuada pelos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, o Corpo Nacional de Escutas e a Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez, neste dia de tanto simbolismo para a Nação Portuguesa.

Depois teve lugar na Praça Municipal um momento musical, com as atuações dos grupos corais Vozes do Vez e Padre Himalaya, que brindaram todos os presentes com temas ligados à Revolução e à mística vivida em Abril de 1974. No final os coros cantaram a Marcha dos Arcos de Valdevez, recordando o seu autor, recentemente perecido, Maestro Pedreira.

Integrado nesta programação está também o espetáculo musical com Carlos Mendes, no próximo dia 29 de Abril, às 22h00, na Casa das Artes concelhia.

25 de abril_2017._13jpg.jpg

25 de abril_2017._28jpg.jpg

25 de abril_2017._29jpg.jpg

25 de abril_2017._33pg.jpg

 

Capturararc.PNG

CURTIR MEMÓRIA LANÇA BILHETE MEMÓRIA E CONVIDA A ESPREITAR A HISTÓRIA EM GUIMARÃES

Centro de Couros promove visitas guiadas ao património da Antiga Fábrica de Curtumes Âncora

O Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães acaba de lançar o Bilhete Memória a pensar num público que se interessa pelo Património Arquitetónico Industrial e pela história de Guimarães e da atividade dos Curtumes.

image002gigui.jpg

A Antiga Fábrica de Curtumes Âncora, onde está instalado o Curtir Ciência, é um edifício que faz parte do património industrial vimaranense. Remonta ao Sec. XVII e foi exemplarmente reabilitada, mantendo a traça original da anterior função e as marcas dessa atividade, como os tanques, lagares, lagaretas onde se lavavam, surravam, tingiam as peles. 

O Bilhete Memória, explica Sérgio Silva, Diretor Executivo do Curtir Ciência, “resulta da constatação de que há muitas pessoas que entram no Centro atraídas pelo edifício, pela arquitetura, pelas técnicas de construção, e que se interessam pelo Património Arquitetónico Industrial”.

Muitos turistas que chegam a Guimarães têm uma apetência pelo edificado, pelos processos de reabilitação e por conhecerem as soluções do Município que deram novos usos a unidades industriais desativadas e degradadas. Sérgio Silva realça que “foi a pensar nesse público, que sabemos que tem expressão significativa, que decidimos criar o Bilhete Memória”.

A visita Memória, com um custo de um euro, é guiada, não carece de marcação prévia (com exceção de grupos de 10 ou mais pessoas) e incide nas partes do edificado, nas memórias da atividade dos curtumes e nas técnicas usadas para preservar a arquitetura. Funciona no mesmo horário do Curtir Ciência: de terça a sexta das 10:00 às 18:00 horas; sábados, domingos e feriados das 11:00 às 19:00 horas.

BIG SMART CITIES EM BRAGA

O BIG Smart Cities, competição de empreendedorismo e inovação promovida pela Vodafone e pela Ericsson, regressa a Coimbra na próxima quinta-feira, dia 4 de maio, para selecionar as melhores ideias para as cidades inteligentes do futuro desenvolvidas pelas startups locais.

A iniciativa acontece no âmbito da 5.ª edição do BIG Smart Cities – competição criada com o objetivo de descobrir e apoiar ideias de negócio de base tecnológica que melhorem o dia a dia de quem vive, visita e/ou trabalha nas cidades – e vai escolher dois projetos, que se apuram imediatamente como finalistas. Os vencedores deste city challenge recebem 500 euros cada.

VILA PRAIA EM FLOR ARRANCA AMANHÃ EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

Sons do Minho animam a Praça da República, sábado à noite

A partir de amanhã, Vila Praia de Âncora vai transformar-se num belo jardim de flores, com a promoção de mais uma edição do Vila Praia em Flor. Exposições, mercados e artesanato da flor, Caminha Mostra + e um programa de animação atrativo com destaque para a atuação dos Sons do Minho, na noite de sábado, e da caminhada florida, são algumas das propostas disponíveis até segunda feira. O certame abre amanhã, pelas 14H30, com a realização do Desfile Florido “O Jardim da Minha Escola” e o Festival de Folclore – “Vira Flor”, pelas 21H30.

Vila Praia em Flor 2017 (1).jpg

A organização acredita que esta edição ultrapasse as expectativas. Para além das ofertas habituais, o certame conta com algumas novidades, com destaque para a Caminha Mostra + e a atuação do grupo Sons do Minho, no sábado à noite.

Inserida no Vila Praia em Flor, a Caminha Mostra + vai dar visibilidade ao trabalho desenvolvido por 14 instituições/associações formativas, culturais, sociais e desportivas do concelho, através de exposições, oficinas, ciclo de debates, palestras e workshops sobre diversos temas, atividades lúdicas, recreativas e desportivas, dinamizadas pelas próprias instituições.

Ao longo dos quatro dias, são muitas as atividades que vão decorrer nos vários espaços da Vila. Na Praça da República vão estar patentes as exposições “O Nosso Espantalho Saiu à Rua”, dos Jardins de Infância, escolas do ensino básico e IPSS’s do Concelho; e “As Mais”. A praça ainda vai ser decorada com o ‘Mercado da Flor’, onde serão vendidas plantas, flores e produtos associados. Na Sala de Apoio ao Parque Dr. Luís Ramos Pereira estará patente a exposição “Vestidos em Flores Naturais”, realizada por profissionais na área do comércio da flor. No Parque Dr. Luís Ramos Pereira será realizada o ‘Artesanato em Flor’, onde serão vendidos produtos artesanais e na Avenida Dr. Luís Ramos Pereira decorrerá a Caminha Mostra +.

A animação será constante nesta edição da festa da flor.  Amanhã, (28 de abril), destacam-se o Desfile Florido “O Jardim da Minha Escola”, a cargo dos Jardins de Infância, Escolas do Ensino Básico e IPSS do Concelho de Caminha e, o Festival de Folclore – “Vira Flor”, com a participação do Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão de Vila Praia de Âncora, Rancho Folclórico das Lavradeiras de Orbacém, Grupo de Danças e Cantares Genuínos da Serra d’Arga e Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha e Vilarelho.

No dia 29, destaca-se a atuação dos Sons do Minho, pelas 21H30, na Praça da República. Durante o dia, vão decorrer várias atividades, designadamente, aula de dança, “Kids Balance”, organizada pelo Patronato de Nossa Senhora da Bonança ou nos ateliês “Paint Face e construção de flores”.

No dia 30, o dia será preenchido com múltiplas atividades com evidência para a colocação e exposição das Maias – “Contra o mau olhado” e o "Concerto da Primavera”, com a participação do Grupo Coral do Orfeão de Vila Praia de Âncora, Coral San Pelayo de Navia, de Vigo e Agrupación Musical Mascarenhas (Acordeones Mascarenhas) – de A Guarda, no Cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora.

No dia 01 de maio, salienta-se a “Caminhada Florida”. Os interessados em participar devem proceder à respetiva inscrição no Posto de Turismo ou Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora.

O Vila Praia em Flor é organizado pela Câmara Municipal de Caminha, Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora e Grupo dos Amigos das Maias.

Vila Praia em Flor 2017 (2) (1).jpg

Programa:

EXPOSIÇÃO “O NOSSO ESPANTALHO SAIU À RUA”

Jardins de Infância, Escolas do Ensino Básico e IPSS do Concelho de Caminha

28 de abril a 01 de maio

Local: Praça da República, Vila Praia de Âncora

EXPOSIÇÃO “VESTIDOS EM FLORES NATURAIS”

Profissionais na área do comercio da flor

28 de abril a 01 de maio

Local:  Sala de Apoio ao Parque Dr. Luís Ramos Pereira

EXPOSIÇÃO “AS MAIAS”

30 de abril a 01 de maio

Local: Praça da República, Vila Praia de Âncora

MERCADO DA FLOR | Venda de flores, plantas e produtos associados

28 | Sexta | 15H00 - 22H00

29 | Sábado | 10H00 - 22H00

30 | Domingo | 10H00 - 22H00

01 | Segunda | 10H00 - 19H00

Local: Praça da República, Vila Praia de Âncora

CAMINHA MOSTRA +

Mostra das instituições/associações formativas, culturais, sociais e desportivas com área de atuação no concelho de Caminha

28 | Sexta | 15H00 - 22H00

29 | Sábado | 10H00 - 22H00

30 | Domingo | 10H00 - 22H00

01 | Segunda | 10H00 - 19H00

Local: Avenida Dr. Luís Ramos Pereira, Vila Praia de Âncora

ARTESANATO EM FLOR | Venda de produtos artesanais

29 | Sábado | 10H00 – 22H00

30 | Domingo | 10H00 – 22H00

01 | Segunda | 10H00 - 19H00

Local: Parque Dr. Luís Ramos Pereira, Vila Praia de Âncora

ANIMAÇÃO

SEX 28 de ABRIL

14H30 – Desfile Florido “O JARDIM DA MINHA ESCOLA”

Percurso: Largo da Estação, Rua 5 de Outubro e Praça da República

Pelos Jardins de Infância, Escolas do Ensino Básico e IPSS do Concelho de Caminha

18H00 – “Terceiro Setor” – Palestra

[Caminha Mostra +]

Local:  Sala de Apoio ao Parque Dr. Luís Ramos Pereira

Organização: Santa Casa da Misericórdia de Caminha

21h00 – Desfile Etnográfico

Local: Avenida Dr. Luís Ramos Pereira e Rua Cândido dos Reis

21H30 – Festival de Folclore – “Vira Flor”

Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão de Vila Praia de Âncora

Rancho Folclórico das Lavradeiras de Orbacém

Grupo de Danças e Cantares Genuínos da Serra d’Arga

Academia de Dança e Música Tradicional de Caminha e Vilarelho

Local: Praça da República

SÁB 29 de ABRIL

09H30 –Arruada de Bombos, pelo Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

10H30 – “O pequeno elefante Memo” - Hora do Conto 

[Caminha Mostra +]

Local: Avenida Dr. Ramos Pereira (Meia Laranja)

Organização: Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora

15H00 -  “Kids Balance” – Aula de Dança

[Caminha Mostra +]

Local: Avenida Dr. Ramos Pereira (Meia Laranja)

Organização: Patronato de Nossa Senhora da Bonança

16H00 – Ateliês “Paint Face e construção de flores”

Local: Praça da República

LUDOTECA de Vila Praia de Âncora

21H30 – Concerto com SONS DO MINHO

Local: Praça da República

DOM 30 de ABRIL

09H00 – Arruada de Bombos, pelo Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

11H00 – “Docemente” – Ateliê de pastelaria

[Caminha Mostra +]

Local:  Sala de Apoio ao Parque Dr. Luís Ramos Pereira

Organização: Unidade de Saúde da Gelfa

15H30 às 18H00 – Ateliê “Faz a tua Maia”

Traga flores e venha compor a sua própria Maia!

Local: Praça da República

16H00 – Ateliês “Paint Face e construção de flores”

Organização: LUDOTECA de Vila Praia de Âncora

Local: Praça da República

16H30 – Exibições de Judo

[Caminha Mostra +]

Local: Avenida Dr. Ramos Pereira (Meia Laranja)

Organização: Judo Clube de Caminha

18H00 – Colocação e exposição das Maias – “Contra o mau olhado”

Local: Praça da República

21H00 – Exibições de Danças Latinas com Workshop

[Caminha Mostra +]

Local: Avenida Dr. Ramos Pereira (Meia Laranja)

Organização: Judo Clube de Caminha

21H30 – "CONCERTO DA PRIMAVERA”

[Caminha Mostra +]

- Grupo Coral do Orfeão de Vila Praia de Âncora

- Coral San Pelayo de Navia, de Vigo - Espanha

- Agrupación Musical Mascarenhas (Acordeones Mascarenhas) - A Guarda – Espanha

Local: Cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora

SEG 01 de MAIO

10H00 – “Caminhada Florida”

Vista-se a rigor e venha caminhar connosco… Oferta de “mimos floridos”

Inscrições gratuitas e obrigatórias - Posto de Turismo e Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora

9H00 - Secretariado | 9H30 - Concentração |10H00 - Partida

Local de concentração: Praça da República

Telef: 258 911 384 | 258 911 546

14H00 – Arruada de Bombos, pelo Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora

14H30 – “Após incêndio, causas e consequências, medidas a tomar para a nova floresta” - Colóquio

[Caminha Mostra +]

Local:  Sala de Apoio ao Parque Dr. Luís Ramos Pereira

Organização: Conselho Diretivo dos Baldios de Riba de Âncora

16H00 – “ZUMBA SURPRESA”

Inscrição gratuita e obrigatória no Posto de Turismo e Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora

Vila Praia em Flor 2017 (3).jpg

PONTE DA BARCA COMEMORA DIA MUNDIAL DA DANÇA

Ponte da Barca assinala o Dia Mundial da Dança com espetáculo na Praça da República

Iniciativa conta com a participação da Escola de Ballet de Ponte da Barca, da Academia Dançarte e Academia Dancefuel

29abril.jpg

Com o objetivo de assinalar o Dia Mundial da Dança, criado em 1982 pelo Comité Internacional da Dança da UNESCO, tendo por base o nascimento, em 1727, de Jean-Georges Noverre, um dos grandes nomes da dança de todos os tempos, o Município de Ponte da Barca vai levar a cabo no dia 29 de abril, a partir das 21h30, na Praça da República, um espetáculo com performances da Escola de Ballet de Ponte da Barca, da Academia Dançarte e Academia Dancefuel.

Com estas atividades a autarquia pretende divulgar e promover o gosto por uma das mais importantes manifestações de arte, assim como incentivar o trabalho que é desenvolvido no concelho ao nível da dança, promovendo a sua divulgação e valorização.

Se as condições meteorológicas não permitirem a sua realização ao ar livre, o espetáculo decorrerá no Auditório da Epralima.

CHEF CHAKALL PROMOVE CARNE CACHENA EM ARCOS DE VALDEVEZ

Chef Chakall em Arcos de Valdevez para promover a Carne Cachena

Decorreu no passado domingo, dia 23 de abril, em Arcos de Valdevez, mais uma iniciativa gastronómica de promoção da Carne Cachena. Esta ação, desenvolvida pela revista Vale Mais, com a colaboração do Município de Arcos de Valdevez, insere-se num projeto gastronómico que pretende promover as iguarias do Alto Minho. Para tal, contam com a valiosa colaboração do Chef Chakall que, nesta ação, percorreu o concelho para conhecer as origens e as características da Carne Cachena, bem como os pratos tradicionais com cachena, a doçaria tradicional e os vinhos da região.

chakall9.jpg

Seguiu-se uma degustação deste produto que contou com a presença de João Esteves, Presidente da Câmara Municipal, representantes do município, da Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, e 13 proprietários de restaurantes locais.

O autarca arcuense aproveitou o momento para destacar a qualidade da gastronomia arcuense, abordar a criação da Confraria Gastronómica da carne Cachena e incentivar a restauração a apostar cada vez mais na qualidade, originalidade e bem-fazer, de forma a conquistar os visitantes de Arcos de Valdevez através dos seus sabores.

chakall7.jpg

chakall3 (1).jpg

chakall10.jpg

CERVEIRA ACOLHE TAÇA IBÉRICA DE TRAIL

Qualidade, exigência e participação marcam III Taça Ibérica de Trail

Maior operacionalização, introdução de pequenas mas duras variações nos percursos e a presença das melhores equipas e atletas nacionais. Estas são as principais alterações apresentadas pela organização da III Taça Ibérica de Trail, esta quarta-feira, em conferência de imprensa, em Vila Nova de Cerveira. No total, já estão inscritos 700 atletas, com o Ultra Trail a atrair o maior número de participantes. Ultramaratonista Carlos Sá é presença confirmada, conferindo ainda maior visibilidade ao evento.

IMG_3276.JPG

A ‘Montanha Mágica’ de Vila Nova de Cerveira conquistou os ‘runners’ nacionais e também espanhóis. A III Taça Ibérica de Trail, agendada para o próximo dia 6 de maio, apresenta-se como um evento perfeitamente consolidado na modalidade, conjugando condições técnicas únicas e beleza natural singular. A prova rainha dos 50kms é já considerada uma das mais importantes provas que integram o Campeonato Nacional – Ultra Trail.

Durante a conferência de imprensa de apresentação do evento desportivo, José Carlos Alcobia, da Escola Desportiva de Viana (EDV), sublinhou que esta terceira edição fica marcada pela consolidação dos conceitos de qualidade, exigência e participação. “A criação de uma imagem renovada e apelativa das três provas teve um feedback viral entre os ‘runners’, com destaque para o embaixador José Gomes. Apostamos na presença do Grupo Operacional de Buscas e Salvamento (GOB’s) que dispõem de dois carros de apoio, 10 bombeiros sapadores especializados para este tipo de eventos e um comando operacional com sistema de rádio. Há ainda a registar a confirmação das melhores equipas e atletas a nível nacional, entre eles o Carlos Sá, exponente máximo do trail nacional”.

De acordo com o autarca cerveirense, “a promoção da prática desportiva aliada à beleza natural do concelho adequa-se perfeitamente aos objetivos do executivo. Com este evento, consolidamos a nossa equipa de trail que queremos que continue a crescer, divulgamos Vila Nova de Cerveira a nível nacional e também internacional, e ajudamos a preservar o meio ambiente, pois defendemos que os montes precisam de pessoas responsáveis que amem a natureza e ajudem na sua preservação”. E acrescenta: “A Taça Ibérica de Trail é um evento que já tem nome e que queremos que se consolide. A sorte dá muito trabalho”, realçou Fernando Nogueira.

Com organização da Viana Cycles, Viana Trail, Xlife Events e Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, a III Taça Ibérica de Trail conta assim com três provas, nomeadamente o ultra trail de 50kms e o Trail de 22 kms pontuáveis para o Campeonato Nacional, e que este ano apresentam ligeiras alterações de alargamento de trajeto em algumas freguesias; e ainda o mini trail/Caminhada de 10kms que mantém o percurso das edições anteriores.

As inscrições estão a decorrer, mas a organização assegura que, no limite, serão encerradas no domingo, de forma a manter a qualidade do evento.

BRAGA REALIZA CASAMENTO ROMANO

Abertas candidaturas ao ‘Casamento Romano’. Iniciativa integrada na programação da ‘Braga Romana 2017’

No âmbito da programação da ‘Braga Romana – Reviver Bracara Augusta’, que se realiza de 24 a 28 de Maio, o Município de Braga volta a promover o concurso ‘Casamento Romano’.

casamento romano (2).jpg

Durante o Império Romano, o casamento era uma das principais instituições da sociedade que tinha por princípio gerar herdeiros legítimos ou mesmo criar alianças políticas e económicas dentro das classes mais elevadas. Das várias formas de casamento, o ritual da “CONFERRATIO” destaca-se por ser o mais representativo da cultura, costumes, religião e festividades que um casamento pode apresentar.

A ‘Braga Romana – Reviver Bracara Augusta’ pretende oferecer ao casal vencedor a possibilidade de ser protagonista deste grande espectáculo de recriação de um casamento romano em todo o seu esplendor. O Casamento Romano terá lugar a 28 de Maio, pelas 17h00, na Praça Municipal.

As candidaturas podem ser feitas até 12 de Maio. O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis através do linkhttps://goo.gl/c6otWn.

Mais informações sobre o concurso podem ser obtidas em cultura@cm-braga.pt.

casamento romano.jpg

ARCUENSES HOMENAGEIAM VÍTIMAS DO ACIDENTE DO CASTELO EM 1959

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apoia execução de Memorial em homenagem às vítimas do acidente do Castelo ocorrido em 1958

Por iniciativa de José Barros, José da Costa e Victor Fernandes, sócios da Casa dos Arcos de Valdevez de St.Maur (região de Paris), foi lançada a ideia de levantar um Memorial em homenagem às vítimas do acidente do Castelo ocorrido no dia 18 de maio de 1958, por altura das comemorações da Nossa Senhora do Castelo.

memorial_vitimas_acidente_castelo.jpg

Foi criada uma comissão para levar a cabo esta ideia que neste momento é apoiada pela Câmara Municipal, pela Comissão Administrativa de Nossa Senhora do Castelo – Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Comba de Vilafonche e pelo seu Pároco José Aventino Freitas, pela União das Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador) Vilafonche e Parada, União das Freguesias de Arcos de Valdevez S. Paio e Giela, União das Freguesias de Guilhadeses e Santar e Freguesia de Gondoriz, freguesias onde residiam as vítimas do acidente, bem como pelos proprietários do terreno onde será erigido o Monumento.

memorial_vitimas_acidente_castelo2.jpg

A apresentação deste Memorial decorreu no Centro Municipal de Informação e Turismo e contou com a presença das entidades referidas, bem como familiares das vítimas.

Este acidente, que provocou a morte a cerca de 20 pessoas e vários feridos, colocou Arcos de Valdevez de luto e foi um momento marcante para a história destas Celebrações, sendo ano após ano lembrado pela Paróquia aquando da missa Campal no Castelo.

 “Para que a Memória não se Apague” é o mote para a realização do memorial que ficará colocado no local onde o autocarro parou depois de se ter despenhado. Através dele será possível fazer com que os vindouros nunca se esqueçam deste momento marcante para o concelho e para as celebrações.

O Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves destacou a importância desta homenagem simples, relevando a importância de se preservar as memórias.

Já o Pároco Aventino Freitas adiantou que este ano, no dia 14 de maio, pelas 16h00, dia em que a Nossa Senhora do Castelo sairá do Castelo em direção à Igreja de Vilafonche, a procissão irá parar no local onde ficará o Memorial e será explicado à população o que irá ser feito, bem como realizada uma oração em honra das vítimas.

Está prevista a sua inauguração para o próximo ano, coincidindo com os 60 anos do acidente e os 120 anos das comemorações da Nossa Senhora do Castelo.

memorial_vitimas_acidente_castelo3.jpg

XADREZISTAS DE BRAGA COMEMORAM O 25 DE ABRIL

Torneio Cidade de Braga - Dia da Liberdade

O Clube de Xadrez de Braga realizou no passado dia 25 de Abril de 2017 no Regimento de Cavalaria nº 6 (RC6) um torneio de xadrez batizado de Torneio Cidade de Braga - Dia da Liberdade. Este evento contou com 8 rondas em ritmo de jogo Rapid (15’+3’’), sendo esta a 3ª de muitas edições que o CX Braga pretende levar a cabo no Dia Da Liberdade. Este evento contou com a parceria do Regimento de Cavalaria nº 6 (RC6) em Braga, da AXDB e do Município de Braga, sendo que neste dia também esteve presente a Cidade Curiosa e o criador do jogo de tabuleiro de Trench que abraçaram esta iniciativa e tornaram o dia repleto de actividades para todos os presentes no dia da Revolução dos Cravos.

DSCF4279.JPG

Foram cerca de uma centena de atletas e uns outros tantos acompanhantes e participantes em outras actividades que num agradável dia primaveril tiveram a oportunidade de participar num evento internacional de xadrez onde se conjugou, nos intervalos entre jogos de xadrez, Caravelas 2, ‘I Love Portugal’, Trench, a partilha de valores históricos alusivos à Revolução de 25 de Abril de 1974, pelo facto de no Regimento de Cavalaria nº 6 se encontrarem expostas viaturas de guerra do passado, como também familiares, fortalecendo a relação Pai/Filho em plena harmonia com a natureza.

DSCF4289.JPG

Neste dia a Cidade Curiosa aproveitou para realizar Torneios de Caravelas 2, ‘I Love Portugal’, Panamax, Castelo S. Jorge e D. Afonso Henriques com objectivo principal, conquistar o troféu com alusão ao arco da porta nova, ou então uma medalha. Mas as novidades não se ficam por aqui, também foi realizado um sorteio com vales de desconto da lavandaria Brilho Necessário, Vouchers desconto em jogos de tabuleiro da MesaBoardGames, Cascóis Portugal, Livros de condução A Minhota, T-Shirts Erasmos +, Molas da roupa, Lampas LED, que tornaram o dia super competitivo.

Não podíamos deixar de falar em Rui Apílio Monteiro o criador do Trench e Maria Luísa Monteiro, que tiveram um papel importante de divulgar a sua obra prima, num espaço onde já tiveram o prazer de revisitar e criar novos aficionados a este modelo novo e interessante jogo de tabuleiro.

No que concerne à competição de xadrez, com um ‘Bolo’ em prémios monetários, em disputa de cerca 600€, pois o regulamento estipulava que quanto maior o número de participantes maior o numero de vencedores, foram jogadas 3 rondas da parte da manhã seguindo-se CXB - CLUBE DE XADREZ DE BRAGA a pausa para o almoço, ficando reservadas as restantes 5 para a parte da tarde com direito a reforço alimentar. O torneio estava equilibrado do ponto de vista da força de jogo dos jogadores, sendo que os dois primeiros lugares não perderam nenhuma partida mas os seus adversários conquistaram um empate contra eles.

No final, o pódio da geral ao fim das 8 rondas ficou assim preenchido:

1º da geral: (Mestre FIDE) Luís Silva

2º da geral: (Mestre FIDE) José Padeiro

3º da geral: (Candidato a Mestre) Ivo Dias

Houve também direito à distinção monetária até ao 7 lugar da geral, como por a 7 intervalos de rating, e ainda, para os escalões de menos de 18, 16, 14, 12, 10, 8 anos, ficando reservada a distinção com troféus e medalhas para os 3 clubes mais numerosos e o clube mais distante, por fim melhor feminino.

O Dia da Liberdade só podia ser dado por terminado com o agradecimento público por parte do Clube de Xadrez de Braga ao Regimento de Cavalaria nº 6 pela parceria tornada possível neste evento na esperança de se poder repetir por mais anos.

Mais informações em: https://www.facebook.com/cxbcxbraga/

DSCF4294.JPG

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TERRAS DE BOURO APROVOU PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 2016

No dia 21 de abril a Assembleia Municipal de Terras de Bouro realizou, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a sua segunda sessão ordinária de 2017.

assmunicterrbou (2).jpg

No período inicial e ainda antes da ordem de trabalhos, registaram-se intervenções sobre diversos assuntos da atualidade concelhia, nomeadamente: a situação do património municipal e consequente investimento, os fogos florestais, a atividade turística e o estado dos trilhos, a situação social e económica do concelho, a eventual gestão do PNPG pelos cinco municípios da zona abrangida, a constituição de equipas de sapadores florestais, o fornecimento de água e ainda a importância da abertura da agência da Caixa de Crédito Agrícola Mutuo na vila do Gerês, entre outros.

assmunicterrbou (1).jpg

O Presidente da Câmara Municipal, Dr. Joaquim Cracel Viana e como é usual, prestou informações e esclarecimentos sobre os assuntos abordados.

  De seguida e já na Ordem de Trabalhos, além da apresentação usual da atividade do município, foram aprovados, por maioria, com a abstenção dos deputados da Coligação PSD/CDS ”Juntos por Terras de Bouro e do deputado municipal independente Manuel Sousa, os Documentos de Prestação de Contas relativos a 2016, que registam uma taxa de execução superior a 93%, além da apresentação para conhecimento do relatório semestral do revisor oficial de contas. De salientar também que foram aprovados, mas por unanimidade, os seguintes pontos: Protocolo de Colaboração entre Município de Terras de Bouro e a EDP – Distribuição, no âmbito da modernização da iluminação pública (Anexo 1);Proposta de adenda à tabela de obras do contrato interadminsitrativo de delegação de competências nas Juntas de Freguesia e o Regulamento da Piscina Municipal de Terras de Bouro. Por fim, foi ainda aprovada por maioria, com a abstenção do deputado municipal, Manuel Sousa, uma declaração de utilidade pública de construções agropecuárias e também por maioria, com os votos contra da Coligação PSD/CDS ”Juntos por Terras de Bouro” e a abstenção do deputado municipal independente Manuel Sousa, aprovada a segunda revisão às Grandes Opções do Plano, Orçamento da Receita e da Despesa e ao Plano Plurianual de Investimentos para o ano de 2017 no valor de 270.969,00 euros.

assmunicterrbou (3).jpg

assmunicterrbou (4).jpg

assmunicterrbou (5).jpg

CELORICO DE BASTO CANTA MÚSICAS DA REVOLUÇÃO

“Músicas da Revolução” nas comemorações do 25 de Abril em Celorico de Basto

Celorico de Basto celebrou o 25 de Abril com as “Músicas da Revolução”, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, no dia 24 de abril, protagonizadas por grupos locais que interpretaram grandes clássicos que marcaram a revolução dos cravos.

_DSC6489.jpg

A abrir o espetáculo, o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva salientou a importância de celebrar esta data “que marca a nossa história, a nossa memória, que deve ser dada a conhecer às nossas crianças e jovens para que percebam o simbolismo de um momento tão marcante para o nosso país. As Músicas da Revolução são uma forma lúdica e ao mesmo tempo, didática, que, com letras bem estruturadas, mostram os momentos vividos” destacou o autarca.

Pelo palco passou a Universidade Sénior, os Basfado, os Suspensórios, os Deelay, o Zé Faria, a Tuna de Arnoia, os Amigos do Improviso, Ariana e os Silvas e os Omnis tendo interpretados músicas como “Depois do Adeus” de Paulo de Carvalho, “Vejam Bem”, “Venham mais cinco” e “Filhos da Madrugada” temas de Zeca Afonso, o “Cantar da Emigração” de Adriano Correia de Oliveira, “Festa da Vida” de Carlos Mendes, “Pedra Filosofal” de Manuel Freire, “Eles” de Manuel Freire e muitas outras músicas que preenchem o imaginário de muitos aquando da revolução dos cravos a 25 de abril de 1974.

Além das “Músicas da Revolução” as comemorações do 25 de Abril contaram ainda com a exibição do filme “Cartas da Guerra”, um filme português realizado por Ivo Ferreira baseado na obra “Cartas da Guerra - D'este viver aqui neste papel descripto” de António Lobo Antunes.

_DSC6129.jpg

_DSC6212.jpg

_DSC6246.jpg

_DSC6289.jpg

_DSC6443.jpg

AMARENSES PASSAM O MINHO A CAMINHAR

Dia 6 de Maio – Caminhada Nocturna, organizada pela Associação de Festas de Amares. (Caminhada Solidária)

Inscrições: Até ao dia 2 de Maio na sede da União de Freguesias Ferreiros, Proselo e Besteiros.

Preço: 4 euros com oferta de t-shirt e seguro

Saída: 20h30m

 

Caminhada Nocturna 6 maio.jpg

Dia 7 de Maio – Caminhada Entre Mosteiros, organizada pela Associação Amigos do Mosteiro de Rendufe.

Inscrições: Até dia 3 de Maio

Preço: 3,5 euros com transporte e seguro

Distancia: 16Km

Grau Dificuldade: Médio/Alto

Link Inscrições: https://goo.gl/forms/tpcFK1FWgy5wML2P2

Caminhada Entre Mosteiros 7 maio (1).jpg

Dia 14 de Maio – Caminhada Trilho Dom Gualdim Pais, organizada pelo CAO SER IGUAL.(Caminhada Solidária)

Inscrições: Até ao dia 14 de Maio

Preço: 3 euros

Distancia: 10km

Grau Dificuldade: Médio

Link Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/1NhWd-gM3jhcL2tdERmCMUY3I-hMPxyGWAq2Nn8esSWw/edit

trilho amares.jpg

BRACARENSES DEBATEM HISTÓRIAS DOS JORNAIS DE BRAGA

Tema da 2ª ed. das "Entremeadas de Serões/Tertúlias (S/T's): "História dos Jornais de Braga"

A Rusga de São Vicente de Braga - Grupo Etnográfico do Baixo Minho, reliza a 2ª edição das "Entremeadas de S/Ts" (Serões no Burgo/Tertúlias Rusgueiras), no próximo dia 27, quinta-feira, do mês em curso, pelas 21:30h, na sede social da Rusga, sita na Av. Artur Soares (Palhotas),nº 73, Braga, que terá por convidados; Joaquim da Silva Gomes, docente, investigador e autor e, o Director do jornal Correio do Minho, Paulo Monteiro, com a moderação de José Pinto, presidente da Rusga.

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS 

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 27 de abril de 2017

40 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

A proposta de um Regulamento Municipal de Concessão de Direitos e Benefícios aos Bombeiros Voluntários do Concelho de Guimarães é um dos assuntos que será apreciado pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 27 de abril, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

A Vereação vai pronunciar-se também sobre o início de um procedimento para a alteração e elaboração de regulamentos municipais na área da Educação (Refeitórios Escolares, Atividades de Animação e Apoio à Família, Ação Social Escolar e Transportes Escolares). Entre outros assuntos, será aberto um procedimento para o concurso público destinado à concessão da conceção, construção e exploração do Crematório de Guimarães.

Numa agenda preenchida por 40 pontos, o Executivo Municipal vai deliberar a concessão de apoios municipais às freguesias para o ano 2017, bem como a delegação de competências nas freguesias no âmbito de contratos interadministrativos. Entre a atribuição de apoios para um diversificado conjunto de instituições, referência para a atribuição de um apoio extraordinário para os Bombeiros Voluntários de Guimarães e outro apoio extraordinário para os Bombeiros Voluntários das Taipas.

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Parque de Estacionamento Camões - Expropriação amigável do direito ao arrendamento da parcela 6 (13)

02 - Reperfilamento da Rua Manuel Tomás (Creixomil) - Informação de início de procedimento.

03 - Vimágua - Empresa de Água e Saneamento de Guimarães e Vizela, EIM, SA - Informação do Fiscal Único sobre a situação financeira - 2º Semestre de 2016.

04 - Aprovação da Ata da Reunião Ordinária de 13 de abril de 2017

05 - Concurso Público para Concessão da Conceção, Construção e Exploração do Crematório de Guimarães - Início de procedimento.

06 - Concessão de Apoios Municipais às Freguesias - ano 2017

07 - Delegação de Competências nas Freguesias (Contratos Interadministrativos) - ano de 2017.

08 - União de Freguesias de Souto Santa Maria, Souto S. Salvador e Gondomar - Atribuição de subsídio - alargamento e construção de muro de vedação na Travessa de Navelhos.

09 - Freguesia de Selho S. Cristóvão - Atribuição de subsídio - pavimentação da rua Senhora dos Montes. 

10 - União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino - Atribuição de subsídio – reabilitação do edifício ocupado pelo Rancho Folclórico S. Cipriano de Tabuadelo.

11 - União de Freguesias de Tabuadelo e S. Faustino - Atribuição de subsídio.

12 - Empresa Pionier, Peles, Lda. - Pedido de reconhecimento de interesse para a economia do concelho.

13 - Armando Salgado Oliveira e Ca. Lda. - "aditamento" ao reconhecimento de interesse público municipal.

14 - União de Freguesias de Leitões, Oleiros e Figueiredo - pedido de parecer urbanístico.

15 - União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente - Parecer urbanístico - emissão de declaração de interesse público.

16 - Prémio de História Alberto Sampaio – Alteração do Protocolo de Cooperação

17 - Regulamentos Municipais - Início de procedimento para alteração e elaboração de Regulamentos Municipais na área da EDUCAÇÃO (Refeitórios Escolares, Atividades de Animação e Apoio à Família, Ação Social Escolar e Transportes Escolares).

18 - Regulamento Municipal de Concessão de Direitos e Benefícios aos Bombeiros Voluntários do Concelho de Guimarães 

19 - Cooperativa "A Oficina" – Cobertura de prejuízos do exercício de 2016.

20 - Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães - Apoio Extraordinário.

21 - Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Taipas -Apoio Extraordinário.

22 - Aprovação de Candidatura para Concessão de Benefícios Tributários Municipais - SÓ CUBOS - GRANITOS UNIPESSOAL, LDA 

23 - Agrupamento de Escolas Arqueólogo Mário Cardoso - Pedido de cedência de autocarro.

24 - Castreja – Cooperativa de Apoio Social e Cultural, CRL - Pedido de cedência de autocarro.

25 - Utilização do Centro Cultural Vila Flor pela Universidade do Minho – atribuição de subsídio

26 - Castreja - Cooperativa de Apoio Social e Cultural, CRL - Apoio às Olimpíadas Castrejas 2017.

27 - Irmandade de São Crispim e São Crispiniano - Atribuição de Subsídio

28 - Automóvel Club de Portugal - Rally de Portugal WRC2017 - Cerimonial Start - Concessão de apoio.

29 - GTEAM Guimarães Football Club - Pedido de cedência de autocarro.

30 - Clube Desportivo de Abação - reparação da vedação do campo de futebol.

31 - União Cultural, Desportiva e Recreativa de Guardizela - requalificação e construção de drenagem de águas pluviais no campo de golf.

32 - Clube Desportivo de Ponte - Apoio extraordinário.

33 - Grupo Desportivo e Recreativo os Amigos de Urgeses - Apoio extraordinário.

34 - Grupo Desportivo Recreativo Cultural Os Sandinenses - Apoio extraordinário.

35 - Clube Desportivo Xico Andebol - Apoio extraordinário.

36 - Grupo Desportivo da Fonte Santa - Apoio extraordinário.

37 - GDRC “Os Mesmos” Cancelas da Veiga - Apoio extraordinário.

38 - Clube de Ténis de Guimarães - Apoio extraordinário.

39 - ACRDN- Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Nespereira - Apoio extraordinário.

40 - Aprovação da Ata em Minuta.     

BARCELOS HOMENAGEIA PROFESSOR JOÃO CARVALHO

Presidente da Câmara atribuiu a Medalha de Honra da Cidade de Barcelos ao Professor João Carvalho

Educação foi o tema central das Comemorações do 43º aniversário do 25 de Abril

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, homenageou o Professor João Carvalho, ex-Presidente do IPCA, com a Medalha de Honra da Cidade, numa cerimónia que gravitou em torno da Educação, cujo investimento é, para o Presidente, a “obra mais perene que podemos deixar às novas gerações”.

25 AbrilBarcelos.jpg

As comemorações do 43.º aniversário do 25 de Abril realizaram-se pela primeira vez no Auditório António Tavares, no IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave), com uma sessão solene ampla numa das grandes instituições de ensino superior da região e do país, o IPCA, que se associou a este importante evento. A cerimónia incluiu discursos do Presidente do Instituto, Agostinho Silva, do Presidente da Assembleia Municipal de Barcelos, Duarte Nuno Pinto, do Professor e ex-Presidente do IPCA, João Carvalho, de António Cândido do Oliveira, Professor da Universidade do Minho e do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e ainda a atuação musical da Academia de Música de Viatodos.

O discurso do Presidente da Câmara Municipal, Miguel Gosta Gomes, principiou com o motivo da escolha do IPCA como palco principal das comemorações do 43º aniversário do 25 de Abril, dizendo que “Muito me regozijo de poder comemorar mais um aniversário do 25 de Abril nesta instituição de ensino superior que representa o esforço e o sucesso e da democratização da nossa sociedade proporcionada pela revolução de há 43 anos”. Num discurso que teve como principal enfoque a Educação, o Presidente corroborou a sua importância como sendo “a mais importante das conquistas de Abril”, e o seu investimento é “a obra mais perene que podemos deixar às novas gerações”, concluiu.

Esta sessão comemorativa pretendeu homenagear a Educação, em geral, e , em particular, com a medalha de honra da Cidade de Barcelos, como forma de reconhecimento pelo seu papel na implantação e afirmação do IPCA como instituição de ensino superior público. “Com o seu vasto currículo, com o seu esforço e dedicação e com as capacidades invulgares de formação e de perseverança, o professor João Carvalho construiu uma instituição de sucesso e de referência, mesmo quando as circunstâncias pareciam adversas”, reforçou o presidente da Câmara.

O Presidente da Assembleia Municipal, Duarte Nuno Pinto, na sua intervenção, referiu a importância do que o investimento na Educação como sendo uma área detentora de “um papel determinante no desenvolvimento de qualquer sociedade”. João Carvalho e Cândido Oliveira, professor da Universidade do Minho, pautaram os seus discursos pela democracia, liberdade e acesso ao ensino, tendo António Cândido de Oliveira lançado o repto ao IPCA e a Barcelos para“educar para a democracia”.

BRAGA INTERROMPE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Interrupção no Abastecimento de Água

O Município de Braga e a AGERE – Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga, EM informam que, devido a trabalhos de manutenção na rede, está previsto o corte de abastecimento de água em algumas zonas da freguesia de Tebosa no próximo dia 2 de Maio.

O corte ocorrerá a partir das 09h30, prolongando-se por um período previsto de quatro horas.

CRIANÇAS DE CELORICO DE BASTO SENSIBILIZAM CONTRA OS MAUS TRATOS NA NFÂNCIA

Três centenas de crianças criaram mensagem e sensibilizaram a comunidade para a ‘Prevenção dos Maus Tratos na Infância’

Trezentas crianças do ensino pré-escolar de Cabeceiras de Basto participaram esta tarde, 26 de abril, na criação de um mural com uma mensagem pela prevenção dos maus tratos, uma iniciativa inserida no ‘Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância’ que se encontra a ser promovida pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Cabeceiras de Basto ao longo deste mês de abril.

Três centenas de crianças criaram mensagem  (1).JPG

As letras da mensagem em tamanho grande foram pintadas pelas várias turmas de educação pré-escolar e contaram com a colaboração do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CPCJ).

Este foi mais um desafio lançado à comunidade educativa que aderiu em massa ao evento, aceitando, desta forma o repto lançado pela CPCJ que conta com a colaboração dos parceiros da Comissão Alargada, entre outras entidades concelhias, na promoção do ‘Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância’.

Três centenas de crianças criaram mensagem  (2).JPG

“Só o coração pode bater” foi a mensagem que as crianças deixaram na fachada do edifício da Câmara Municipal, atividade à qual se associou o presidente da Câmara Municipal que felicitou os petizes e os seus educadores pelo empenho e trabalho realizado.

Esta iniciativa que pretendeu consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção do abuso infantil vem assim juntar-se ao conjunto de iniciativas que foram e continuarão a ser promovidas até ao final deste mês e que têm como objetivo divulgar os direitos das crianças e jovens, alertando para a prevenção dos maus tratos a que muitos ainda são sujeitos.

A Campanha Laço Azul, as Férias Escolares da Páscoa e ainda atividades educativas com recurso ao teatro e à expressão plástica (com representações teatrais durante os intervalos das aulas na Escola Básica do Arco de Baúlhe e na Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto), estas últimas atividades a decorrer amanhã e sexta-feira foram algumas das ações promovidas pela CPCJ conjuntamente com os seus parceiros da Comissão Alargada.

Três centenas de crianças criaram mensagem  (3).JPG

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 24 DE ABRIL DE 2017

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • Foi aprovado um voto de louvor pelo jovem arcuense Tomás Lago Pontes Esteves pela sua integração na seleção nacional de futebol de sub-15.
  • O Sr. Presidente deu conta à Câmara das comemorações do 25 de Abril, as quais integraram pelas 9h00, uma Homenagem aos Combatentes do Ultramar, na Praceta Combatentes do Ultramar (junto ao Centro Escolar Prof. António Melo Machado) e pelas 10h00 as Cerimónias Oficiais de Comemoração do 25 de Abril com o hastear das Bandeiras, com participação dos Bombeiros Voluntários, Corpo Nacional de Escutas e Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez, bem como a atuação dos Corais Padre Himalaya e Vozes do Vez.
  • Também deu conta que no sábado dia 29 abril terá lugar pelas 9h:30 o fórum do associativismo, o qual integrará a palestra “Financiamento Associativo”, pela Dr.ª. Maria da Luz Ribeiro (IPDJ Viana do Castelo), a apresentação do Website: “Trilhos de Arcos de Valdevez”, por Rui Pedro Aguiam (Serifa), a celebração do protocolo: “Reorganização do Futebol de Formação do Concelho”, bem como a inauguração do “Centro de Marcha e Corrida” de Arcos de Valdevez.
  • O Sr. Presidente também informou que no próximo dia 28, pelas 16h30, decorrerá mais uma sessão da Assembleia Municipal, na Casa das Artes concelhia.
  • A Câmara também teve conhecimento que a assinatura do protocolo referente ao aumento da cobertura de rede móvel, por parte das três operadoras nacionais, na área do Parque Nacional Peneda Gerês será efetuada no dia 5 de maio.
  • O Sr. Presidente também informou que de 5 a 7 de Maio decorrerá mais uma edição da Expovez, a qual contará com a presença do Secretário de Estado Adjunto do Comercio, Dr. Paulo Ferreira, na sessão inaugural, no dia 5, pelas 17h00.

A programação da edição deste ano contempla a realização do Festival Folclore do Alto Minho, a atuação dos “Amor electro”, entre outras atuações musicais e recreativas.

  • O autarca também informou a Câmara que há sensivelmente 10 anos foi criada uma comissão para levar a cabo um memorial em honra das vítimas do acidente do Castelo, o qual será inaugurado no próximo ano, por altura dos 60 anos do acidente.

Esta comissão conta com o apoio da Câmara Municipal, da Comissão Administrativa de Nossa Senhora do castelo – Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Comba de Vilafonche e do seu Pároco Jose Aventino Freitas, da União das Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador) Vilafonche e Parada, e dos proprietários do terreno onde será erigido o Monumento.

  • Por fim o vereador Hélder Barros fez uma síntese de todas as intervenções que têm sido levadas a cabo pela Camara Municipal no âmbito da recolha dos resíduos sólidos urbanos, referindo também que o Municipio tem intenção de continuar a realizar a higienização dos contentores, proceder à colocação de mais contentores e ecopontos, aumentar às equipas de recolha na altura do Verão, bem como proceder à alteração da imagem dos contentores, conferindo-lhes uma imagem mais salubre.

 

Paisagem Cultural de Sistelo na freguesia de Sistelo

A Câmara tomou conhecimento por parte da Direção Geral do Património Cultural que a classificação como sítio de interesse nacional/monumento nacional (MN) da Paisagem Cultural de Sistelo, na freguesia de Sistelo, concelho de Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo, proposta pela Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), mereceu parecer favorável da Secção do Património Arquitetónico e Arqueológico do Conselho Nacional da Cultura (SPAA – CNC), em 22.02.2017.

O período de consulta pública terá a duração de 30 dias úteis.

Projeto expositivo e museológico do Espaço VALDEVEZ: foi deliberado aprovar a abertura de um procedimento administrativo de Ajuste Direto, considerando como referencia o valor de 27.000 euros.

Os objetivos específicos para a prestação de serviços são a realização de um estudo prévio, projeto executivo de arquitetura cenográfico (projeto expositivo e mobiliário), incluindo estudo e definição das aplicações multimédia, bem com identificação dos equipamentos (hardware e software) necessários à execução do projeto multimédia. As áreas temáticas são a arqueologia e história do concelho, assentando em salas temáticas dedicadas a Félix Alves Pereira, aos séculos XX e XIX, aos séculos XVIII a XVI, à Idade Média, Romanização e Proto-História e à Pré-História.

Recriação Histórica Recontro de Valdevez e Mercado Medieval 2017: foi aprovada abertura de procedimento de Ajuste Direto para realização da Recriação Histórica do Recontro de Valdevez e Mercado Medieval 2017, que terá lugar no Paço de Giela nos dias 7, 8 e 9 de Julho, pelo valor base de 37.750 euros, o mesmo aplicado no ano transato.

            Os objetivos específicos para a prestação de serviços são os seguintes:

            CONCEÇÃO, ELENCO E DIREÇÃO ARTÍSTICA, PRODUÇÃO E LOGÍSTICA CÉNICA, TÉCNICOS; PROMOÇÃO DO EVENTO; RECRIAÇÕES HISTÓRICAS, TEATRALIZAÇÃO DE EPISÓDIOS DO PERÍODO A RECRIAR (Personagens populares característicos da época a recriar, Desfile diário de personalidades e personagens, Artes Circenses e Espetáculos de Fogo, Espetáculos Equestres, Espetáculos de Cetraria, Animação Itinerante, Cavaleiros e Escudeiros, Demonstração de Armas, Danças Medievais, Acampamento Castrense, Acampamento militar, Cozinha de acampamento militar, Mobiliário itinerante medieval, Tenda de Armas com panóplia de equipamento militar, Equipamento de administração de justiça (tortura e castigo), Decoração festiva, Ambientação, Panejamento e Exposições); GRUPOS MUSICAIS SATÉLITE; GRUPOS DE DANÇA (1) em 2 dias; GRUPOS DE ANIMAÇÃO (2) em dois dias; GRUPOS DE CAVALARIA (2) com oito cavalos no mínimo em dois dias; GRUPOS DE ARMAS E DE RECRIAÇÃO HISTÓRICA (8) em dois dias; GRUPOS DE ARMAS EUROPEUS (4) em dois dias.

            Pelas qualidades e qualidade do serviço realizado no ano anterior, foi aprovada a consulta à Companhia de Teatro Viv’Arte. 

PROTOCOLOS

  • Foi aprovado o protocolo a celebrar com a União de Freguesias de Arcos de Valdevez (S. Paio) e Giela, no valor de 30 mil euros, para apoiar a execução das obras de "Arranjo Urbanístico do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios - 2ª Fase - Construção de Edifício de apoio à Igreja", cujo orçamento ascende a 37.800,00 euros.
  • Foi aprovado o Protocolo de Apoio à Atividade a celebrar com a Casa do Concelho de Arcos de Valdevez em Lisboa para apoio às atividades correntes da associação, do ano de 2017. Em conformidade com os anos transatos o valor do apoio é de 3.500,00 euros.
  • Idem a minuta do Protocolo de Cooperação Inter Associativo para o Desenvolvimento Desportivo no concelho, entre: o Município de Arcos de Valdevez; o Atlético dos Arcos Associação Desportiva; a ADECAS – Associação Desportiva e Cultural Aboim Sabadim; a Associação Recreativa e Cultural de Guilhadeses; a Associação Recreativa e Cultural de Paçô; e o Centro Recreativo e Cultural de Távora Santa Maria.
  • Idem a Proposta de Colaboração entre a Federação Portuguesa de Atletismo, o Município de Arcos de Valdevez e o Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez, para a criação do Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez.
  • Foi deliberado apoiar o ADECAS - Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim, no valor de 27 800,00€, no âmbito do projeto educativo, denominado “Somos ADECAS”, que permite colaborar com toda a sociedade envolvente, no sentido de proporcionar a todas as crianças e famílias, momentos de cultura, lazer, vida saudável e ocupação dos tempos livres. A sua primeira preocupação é proporcionar aos utentes deste projeto as melhores condições possíveis, e, para que isso aconteça, é necessário realizar pequenos investimentos de modo a podermos ir de encontro das necessidades.

Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica

A Câmara Municipal tomou conhecimento que a AREA Alto Minho – Agência Regional de Energia e Ambiente, viu aprovado dois projetos no âmbito do PPEC (Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica), um deles designado por LED Social, medida tem por objetivo a redução do consumo de energia elétrica associado à iluminação interior de edifícios residenciais destinados a habitação social, e, aprovou os protocolos de colaboração com a AREA Alto Minho com o respetivo anexo I (onde consta o processo de transferências de verbas), bem como o pagamento do adiantamento da verba prevista, no valor de € 18.808,67.

Acontece in Loco - Montanha do Alto Minho

A Câmara Municipal tomou conhecimento da informação por parte da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, a dar conta que a Escola Superior Agrária do IPVC, a ARDAL e a Sociedade Portuguesa de Estudos Rurais desenvolveram o programa do Acontece in Loco - Montanha do Alto Minho (anexo), considera oportuno e relevante para o futuro dos territórios de montanha, nomeadamente Sistelo. 

Nesse sentido foi deliberado apoiar a Comissão Organizadora no valor de 1000€ para fazer face às despesas inerentes. O evento decorre nos próximos dias 4 a 6 de maio de 2017

PEDIDO DE AFETAÇÃO DE LOTES NOS PARQUES EMPRESARIAIS - foram aprovados os pedidos apresentados pelas empresas Astúcia & Carisma, Lda para a afetação do lote B9, com a área de 1270 m2, e empresa Serralharia Sousa  - António Rodrigues de Sousa, dos lotes B7 e B8 com a área de 1 312,50 m2, cada,  todos no Parque Empresarial das Mogueiras, e ainda da empresa  Carpintaria José Canossa, Unipessoal,  para a afetação  dos lotes 28 e 29 , com a área de 506 m2, cada,  do Parque Empresarial de Paçô.

EXECUÇÃO DE OBRAS DE MANUTENÇÃO/RECUPERAÇÃO DE PAVIMENTOS NA ECOVIA III: foi deliberada a abertura de procedimento por ajuste direto, pelo valor base de 60.000,00 Euros;

Aquisição de Serviços de Fiscalização e Coordenação de Segurança em Obra da empreitada “Centro Interpretativo do Barroco - Igreja do Espirito Santo - Obras de reabilitação, conservação e restauro”: foi deliberado autorizar a abertura de procedimento concursal para a aquisição de serviços pelo preço base de 55.350,00 Euros;

AMPLIAÇÃO DE SANEAMENTO NA EN 202-2 (PAÇO-GIELA): foi aprovada a garantia bancaria no valor de 4.495.00 euros, para substituição das retenções efetuadas para reforço da garantia da obra.

EXECUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS PARA AUTOMATIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA: foi aprovada a homologação do auto de vistoria para efeitos de liberação da caução da empreitada.

Ampliação da Rede de Abastecimento de Água - União de Freguesias de Álvora e Loureda (Fontes) e Freguesia de Aboim das Choças (Lavandeira/Aboim): foi deliberado homologar o auto de vistoria.

Reabilitação Energética da Piscina MunicipaL: foi aprovada a homologação do auto de vistoria para efeitos de liberação da caução.

PEDIDO DE PAGAMENTO DE DÍVIDA DE RAMAL DE LIGAÇÃO DE ÁGUA EM PRESTAÇÕES: foi aprovado um plano de pagamentos de 12 meses, relativo aos encargos com os ramais de água e saneamento do requerente.

AQUISIÇÃO DE DUAS VIATURAS PARA A DASG – SERVIÇO DE INFRAESTRUTURAS BÁSICAS: foi aprovado adjudicar a aquisição à firma concorrente Confiauto – Indústria e Comércio de Automóveis, S.A., pelo valor de 21.707,32 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

DESISTÊNCIA DE ADJUDICAÇÃO DE LOTE NA ZONA INDUSTRIAL DE MOGUEIRAS: A Câmara aprovou o pedido de desistência da construção e adjudicação do Lote B9, que tinha sido afetado na Zona Industrial de Mogueiras - Tabaçô - Arcos de Valdevez, à empresa GRAFIARCOS – Artes Gráficas, Lda.

MAPA DE contratos de aquisição de serviços: a Câmara aprovou o mapa dos contratos administrativos celebrados nos últimos 30 dias.

TEATRO EM CABECEIRAS DE BASTO CELEBRA O 25 DE ABRIL

Grande produção teatral ‘Muro’ encerra programa comemorativo do 25 de Abril em Cabeceiras de Basto

Inquietante, comovente. Foi desta forma que encerrou o programa comemorativo do 25 de Abril em Cabeceiras de Basto com a exibição da peça ‘Muro’, mais uma grande produção do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) que emocionou os espetadores no auditório da Casa da Juventude.

Produção teatral ‘Muro’ (1).JPG

Um espetáculo sem barreiras, forte, que se assume como um verdadeiro “exercício de juventude”. Trinta jovens atores das Oficinas de Interpretação estiveram em palco e apresentaram ao público uma “experiência nova, uma experiência coletiva”.

De acordo com a sinopse, “Muro é, antes de tudo, um exercício de liberdade. O espetáculo é o resultado de um conjunto de experimentações com os jovens sobre as paredes invisíveis que cercam a geração de hoje. E Não só. Falamos sobre nós e, consequentemente, sobre vós também. Permitimos que entrem um pouco nas nossas vidas, sem muitas barreiras. Falamos sobre muita coisa porque somos espontâneos e livres para o fazer”.

Produção teatral ‘Muro’ (2).JPG

O texto é, por isso, uma criação coletiva a partir das vivências do dia-a-dia dos intervenientes nesta peça e aborda a temática da liberdade, bem como a existência de muros na sociedade, uns que conseguimos derrubar e outros que não conseguimos. Um projeto que contribui, em simultâneo, para a construção da própria personalidade dos jovens atores que são diariamente confrontados com inúmeras realidades, como aliás todos nós.

Centenas de pessoas assistiram à peça que prendeu a atenção de toda a plateia. Um espetáculo emocionante que encerrou com chave de ouro o quinto dia da Comemoração do 25 de Abril em Cabeceiras de Basto.

Produção teatral ‘Muro’ (3) (1).JPG

RUAS DE BRAGA ESTÃO CADA VEZ MAIS "INTELIGENTES"

Projecto-piloto potencia a criação da ‘Rua mais Inteligente do País’. Iniciativa do Município une tecnologia e investigação Bracarense

Foi assinado hoje, dia 26 de Abril, o protocolo referente à implementação de um projecto-piloto, intitulado ´BSmartMob´, que irá possibilitar a criação de um troço de piso inteligente, sobretudo vocacionado para peões e ciclistas, numa extensão de cerca de 1 Km entre a Rotunda Santos da Cunha e a Rotunda da Estação de Comboios da CP.

CMB26042017SERGIOFREITAS0000006671.jpg

As novidades na referia rua contemplam, entre outros aspectos, produção de energia a partir do solo, uma zona de coexistência com indicação do caminho de luzes inteligentes, zona de carga das bicicletas eléctricas, sistema de monotorização de tráfego 3D, passadeiras, lombas e semaforização inteligentes.

Trata-se de um projecto de cerca de cinco milhões de euros que foi submetido à ‘Urban Innovative Actions’, uma linha de financiamento directa da União Europeia, e que conta com a participação do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), da Universidade do Minho (UM), do Centro de Computação Gráfica (CCG) e de parceiros empresariais – NOS, Siemens, UOU e Sernis.

CMB26042017SERGIOFREITAS0000006646.jpg

O resultado da candidatura submetida será conhecido até final do presente ano, seguindo-se um período de um ano e meio para a realização de testes da tecnologia em laboratório e outro período posterior, entre 6 meses a um ano, para a efectiva implementação no terreno.

A concretização deste projecto permitirá, segundo Miguel Bandeira, vereador da Câmara Municipal de Braga, criar a ´Rua mais inteligente do país´. “Trata-se de um projecto cuja principal característica diferenciadora é o facto de reunir a investigação de excelência do INL, do CCG e dos centros de investigação da UM, no caso o ALGORITMI e o CTAC, com os produtos inovadores das empresas associadas. Esta junção entre investigação e tecnologia, aplicada de modo experimental num território que podemos considerar um laboratório vivo, permitirá certamente a criação de soluções inovadoras, que poderão, no futuro, ter uma abrangência mais alargada”, referiu.

CMB26042017SERGIOFREITAS0000006650.jpg

Por seu turno, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, referiu que este é mais um passo no esforço desenvolvido pelo Executivo Municipal de ´navegar por mares nunca dantes navegados´.

“O projecto vem no seguimento das prioridades estratégicas assumidas de promover uma mobilidade sustentável no território, de implementar uma gestão mais inteligente da Cidade e de promover o trabalho em rede entre Município, instituições de investigação e parceiros empresariais para encontrar soluções de ponta que venham a melhorar a qualidade de vida da população e que, ao mesmo tempo, tenham implicações económicas bastante positivas para o Concelho”, concluiu o Autarca.

CMB26042017SERGIOFREITAS0000006667.jpg

JACINTO LUCAS PIRES VAI A BARCELOS FALAR DOS SEUS LIVROS

Dia 27 de abril, às 21h30, na Biblioteca Municipal, e dia 28, na EB 2,3 de Viatodos, às 10h00

Jacinto Lucas Pires, vencedor do Prémio Europa - David Mourão-Ferreira, em 2008, atribuído pela Universidade de Barie e pelo Instituto Camões e do Grande Prémio de Literatura DST, em 2013, vem aBarcelos, nos próximos dias 27 e 28, para falar dos seus livros. Assim, no dia 27 de abril, estará na Biblioteca Municipal, às 21h30, e, no dia seguinte, marcará presença na EB 2,3 de Viatodos, às 10h00.

JLPires_rect.jpg

Jacinto Lucas Pires nasceu, em 1974, no Porto. Prosseguindo os passos do seu pai, o professor universitário Francisco Lucas Pires, no gosto pela escrita, publicou, em 1996, o seu primeiro livro, um livro de contos intitulado "Para Averiguar do seu Grau de Pureza".

Descoberta esta faceta, a imaginação criativa não lhe deu mais tréguas, sendo já muitos e diversificados os títulos editados, em género narrativo, dramático e crónica.

Jacinto Lucas Pires publicou os seguintes livros: “Para averiguar do seu grau de pureza: treze prosas com janelas”, Cotovia, 1997; “Universos e frigoríficos”, Cotovia, 1997; “Azul-Turquesa”, Cotovia, 1998; “2 filmes e algo de algodão”, Cotovia, 1999; “Arranha-céus”, Cotovia, 1999; “Abre para cá”, Círculo de Leitores, 2001; “Livro usado: (numa viagem ao Japão)”, Cotovia/Fundação do Oriente, 2001; “Escrever, falar: dois diálogos e um monólogo”, Cotovia, 2002; “Do sol” (romance)”, Cotovia, 2004; “Livro usado”, Cotovia, 2004; “Figurantes e outras peças: figurantes, Coimbra B: os dias de hoje” (teatro), Cotovia, 2005; “O homem da bola de vidro cortada ao meio”, Expresso, 2004; “Tudo e mais alguma coisa”, Visão, 2006; “A expressão "dores de crescimento nas sociedades contemporâneas" no âmbito da sociologia actual”, Cotovia, 2005; “Perfeitos milagres” (romance), Cotovia, 2007; “Silenciador” (teatro), Cotovia, 2008; “Assobiar em público: antologia de contos”, Cotovia, 2008; “Sagrada família” (teatro), Cotovia, 2010; “O perfeito ator” (teatro), Cotovia, 2011; “Ou sim”, Imagine Words, 2013; “Quem conhece a alegria”, Paulinas Editora, 2015; “Quem espera”, Paulinas Editora, 2015.

Foto: http://portuguese-american-journal.com/

"SELOS FAMALICÃO VISÃO'25" VALORIZA AS BOAS PRÁTICAS SOCIAIS E CULTURAIS

Câmara explica processo de candidatura aos Selos Famalicão Visão’25

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão promove no próximo dia 4 de maio, quinta-feira, uma oficina de apoio às candidaturas aos Selos Famalicão Visão’25.

Oficina decorrerá na Casa do Território.jpg

A inscrição na sessão de esclarecimento, que se destina a todas as pessoas, empresas, instituições e associações do concelho que pretendam submeter os seus projetos à segunda edição da iniciativa, deverá ser feita através do emaildpee@vilanovadefamalicao.org.

A oficina terá lugar na Casa do Território, no Parque da Devesa, a partir das 14h00.

O reconhecimento público de boas práticas nos domínios económico, ambiental, comunitário e do voluntariado é o principal objetivo dos Selos Famalicão Visão’25. Nesta segunda edição, serão admitidas as propostas recebidas até 31 de maio, através da submissão de formulário disponível no portal do Município de Famalicão.  

FAMALICÃO CONTA "HISTÓRIAS DA CIDADE"

“Hoje Há Histórias na Cidade” regressa este sábado a Famalicão

Um dia dedicado às famílias e repleto de histórias. Assim será o próximo sábado, dia 29 de abril, com a realização da terceira edição da iniciativa “Hoje Há Histórias na Cidade”, promovida pela Associação Gerações.

O evento conta com o apoio da Câmara Municipal e vai decorrer ao longo de todo o dia, dividido entre a Biblioteca Municipal e o Parque de Sinçães, da parte da manhã, e o Parque da Devesa, da parte da tarde.

De manhã, destaque para a iniciativa “Um Berço de Histórias”, uma formação para pais e profissionais sobre a importância da leitura na primeira infância. A tarde é na Devesa, com a leitura de histórias, a partir das 16h00, e com a apresentação do projeto de intervenção cultural “O Som do Algodão”, a partir das 15h00.

FAMALICÃO RECEBE CONCENTRAÇÃO DE MOTAS ANTIGAS

É da freguesia famalicense de Mouquim que vai sair este sábado, 29 de abril, a 10.ª Concentração de Motas Antigas, promovida pelo Clube Motard Escorpiões com o apoio da Câmara Municipal.

A iniciativa decorrerá da parte da manhã e tem inscrições limitadas, através do emailescorpioes@gmail.com.

A organização espera que este seja um dia de festa, “repleto de atividades que elevem o motociclismo e o concelho de Vila Nova de Famalicão para os patamares que lhes são devidos”.

Fundado em 2000, refira-se que o Clube Motard Escorpiões tem um papel fundamental no desenvolvimento e promoção do Mototurismo no concelho e na região.

CORAIS ALEGRAM PRIMAVERA EM VIZELA

Concerto Coral de Primavera 2017

A Câmara Municipal de Vizela promove o Concerto Coral de Primavera 2017, no próximo dia 30 de abril, na Igreja Paroquial de Tagilde, às 15h30.

Grupos corais participantes e ordem de atuação:

Coro Juvenil de Tagilde

Grupo Coral Ser Contraste

Coro Laudate Dominum

Grupo Coral de Tagilde

cartaz coros 2017.jpg

FLORES & TROCAS ABREM ÉPOCA DAS FESTAS POPULARES EM FAMALICÃO

Iniciativa decorre de sexta, 5 de maio, a segunda-feira, 8, na Praça D. Maria II

É com a “Festa de Maio” que o município de Vila Nova de Famalicão aquece para o arranque das festas de rua e das romarias populares. No próximo mês as tradições saem para a rua, com o fim-de-semana de 5 a 8 de maio a ser palco de duas das maiores festas do concelho: a Festa da Flor e a Feira das Trocas.

AFS_0398.jpg

A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal, terá como epicentro a Praça D. Maria II, onde estarão reunidos mais de meia centena de expositores e tasquinhas e onde terão lugar os vários momentos de animação previstos no programa do evento.

Este ano a festa estende-se também até à Praça 9 de Abril, que por estes dias se transformará em “Praça da Arte”, com exposições, espetáculos de arte circense e workshops.

Animação é, pois, coisa que não vai faltar na Festa de Maio, que como vem sendo habitual terá como ponto alto o colorido e tão aguardado desfile-batalha das flores, no domingo, dia 7, a partir das 15h30.

AFS_1533.jpg

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, esta é uma festa que “marca bem o compromisso da autarquia com a tradição e simultaneamente com a modernidade”. O autarca lança o convite a todos os famalicenses para que aproveitem a Festa de Maio para recuar no tempo e recordar os costumes de outrora que marcam a identidade e a memória coletiva de Famalicão.

PROGRAMA

05 DE MAIO (SEXTA-FEIRA)

10h00: Abertura da Festa de Maio / Inauguração da “Praça da Arte” / Local: Praça 9 de Abril

10h30: Animação Circense / Local: Praça 9 de Abril

14h30: Oficina de Olaria e Cerâmica / Local: Praça 9 de Abril

15h30: Workshop de Orquídeas / Local: Fundação Cupertino de Miranda

16h00: Animação Circense / Local: Praça 9 de Abril

16h30: Oficina de Trabalhos Manuais: “O Girassol” / Local: Praceta Cupertino de Miranda

18h00: Arruada: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense / Local: Alameda D. Maria II

21h30: Espetáculo Musical: Quinteto “Oeste” e “Fados” c/ Patricia Costa / Local: Praceta Cupertino de Miranda

06 DE MAIO (SÁBADO)

10h00: “Praça da Arte” / Local: Praça 9 de Abril

10h00 às 24h00: Festa da Flor e Feira das Trocas / Local: Praceta Cupertino de Miranda e Alameda D. Maria II

11h00: Animação Circense / Local: Praça 9 de Abril

14h30: Workshop de Arte Floral / Local: Praceta Cupertino de Miranda

16h00: Arruada: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense / Local: Alameda D. Maria II

16h30: Workshop de Orquídeas / Local: Fundação Cupertino de Miranda

17h30: Oficina de Bordados “ Flores na barra da minha saia” / Local: Praceta Cupertino de Miranda

21h30: Noite Académica: “Literatuna” e Grupo “Desassossego” / Local: Praça D. Maria II

00h00 Animação Noturna / Local: Praça D. Maria II  

07 DE MAIO (DOMINGO)

10h00: “Praça da Arte” / Local: Praça 9 de Abril

10h00 às 24h00: Festa da Flor e Feira das Trocas / Local: Praceta Cupertino de Miranda e Alameda D. Maria II

10h30: Arruada: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense / Local: Alameda D. Maria II

15h30 Desfile-Batalha de Flores

Percurso:

Rua Manuel Pinto de Sousa, Rua Adriano Pinto Basto; Alameda D. Maria II; Rua Lourenço da Silva Oliveira, Praça D. Maria II, Rua de Santo António e Praça 9 de Abril.

17h30: Concerto pela Banda Musical de S. Tiago de Lobão / Local: Praceta Cupertino de Miranda

21h30: Espetáculo Musical: Grupo de Cavaquinhos do CCDR (Ribeirão) / Local: Praceta Cupertino de Miranda

08 DE MAIO (SEGUNDA)

10h00 às 24h00: Festa da Flor e Feira das Trocas / Local: Praceta Cupertino de Miranda e Alameda D. Maria II

image47594.jpeg

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ARCUENSE MARCA PRESENÇA NO ENCONTRO NACIONAL DE ASSOCIAÇÕES JUVENIS

15º Encontro Nacional de Associações Juvenis juntou mais de mil participantes este fim-de-semana no Centro Cultural da cidade de Viana do Castelo

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Esteves, marcou presença, no passado fim-de-semana em Viana do Castelo, no 15º Encontro Nacional de Associações Juvenis, organizado pela Federação Nacional das Associações Juvenis.

encontro-nacional-associacoes-juvenis.jpg

Este, que é o maior Encontro de Jovens e Dirigentes Associativos Juvenis que se realiza em Portugal, contou com a presença do Presidente da Republica Marcelo Rebelo de Sousa, o qual  presidiu à Sessão de Abertura deste encontro. Nesta cerimónia também estiveram o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo.

O associativismo juvenil arcuense esteve presente pela Associação Juventude de Vilafonche, a qual mostrou a sua atividade e dinamismo. 

GNRATION ASSINALA 4º ANIVERSÁRIO EM BRAGA COM DIA ABERTO ESTE DOMINGO

27.360 pessoas visitaram o gnration em 2016

Este Domingo, das 10:00 às 04:00, concertos, dj sets, instalações e oficinas para os mais novos, entre outras actividades, preenchem o programa do gnration open day, evento de entrada livre que assinala os quatro anos deste espaço de referência cultural. São mais de 16 horas de actividades com entrada livre.

gnration open day.jpg

PAUS, Octa Push, Conjunto Corona, Leviatã, Omega 3 (dj set), DJ Lynce (dj set) e a Orquestra de Paus e Cordas (quatro dezenas de músicos amadores juntos num colectivo musical) preenchem o programa de música onde se destacará o nome de Moritz Simon Geist. O músico alemão e engenheiro de robots, que colaborou já com nomes como Mouse on Mars ou Tyondai Braxton, apresentará Tripods One, uma performance sonora onde música electrónica será tocada em tempo real por robots.

Em 2016, o gnration recebeu mais de 125 eventos, um número que perfaz mais de 50 espectáculos, 12 instalações / exposições e acima de 60 actividades de serviço educativo (actividades onde se registaram cerca de 1100 participantes). 27.360 pessoas, número que tem vindo a duplicar de ano para a ano, visitaram o espaço localizado na Praça Conde de Agrolongo.

O gnration open day também contempla actividades para os mais pequenos. Os Primeiros Bits vão ensinar, gratuitamente, como aplicar as novas tecnologias à arte, iniciativa em parceria com a Digitópia/Casa da Música, e o Atomic Scanner, um jogo de interação para smartphones, criada pela Engage Lab, que parte de um funcionamento similar ao Pókemon Go, levará crianças a descobrir espaços. Ao longo do dia e noite, um conjunto de instalações, em parceria com o INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, Engage Lab e Berklee College of Music - Valencia Campus, serão apresentadas em vários espaços do gnration. Um conjunto de dois filmes do artista russo Kirill Savchenkov serão também exibidos neste dia, numa iniciativa parceira com a BoCA Bienal (Lisboa).

2016 marcou também o arranque da parceria entre o gnration e o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), colaboração que proporciona, através da galeria INL, instalada no edifício, uma aproximação entre nanotecnologia e arte através do Scale Travels, programa que coloca artistas junto de cientistas, aproximando estas duas áreas numa iniciativa de vanguarda.

Para além da forte componente cultural, o gnration engloba ainda nas suas instalações a incubadora de empresas Startup Braga e a Loja Europa Jovem, um espaço pioneiro no apoio à mobilidade jovem europeia e que se estendeu já a outras cidades do país.

PONTE DA BARCA FESTEJA O 25 DE ABRIL

25 de Abril em Ponte da Barca: Concerto de André Sardet e Sessão Solene marcaram a efeméride

O Município de Ponte da Barca comemorou os 43 anos do 25 de Abril com um conjunto de iniciativas que exaltaram os valores da Revolução dos Cravos. O programa iniciou no dia 24 com o concerto de André Sardet, musico e compositor português com uma carreira de mais de 20 anos, que trouxe a Ponte da Barca êxitos como ´Quando te falei de amor´; ´Adivinha o quanto gosto de ti´; ´Mundo de Cartão´.

Capturarpbarccc.PNG

No dia 25 de Abril, nos Paços do Concelho, decorreu o hastear de bandeiras ao som da fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca e, perante uma moldura humana de cravo ao peito seguiu-se a habitual Sessão Solene da Assembleia Municipal, numa cerimónia que juntou o executivo municipal, os representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal, Presidentes de Junta de Freguesia, entre outras entidades militares e civis do concelho.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca, Vassalo Abreu, dirigiu-se aos presentes dizendo que 'por respeito àqueles que caminharam em direção aos tanques, que lutaram por um País livre de democrático, temos que continuar a celebrar Abril, nesta data e em todos os dias da nossa vida'. A cumprir o último ano de mandato como presidente da Câmara, Vassalo Abreu não deixou de referir que 'sendo o último discurso de celebração desta data que vos dirijo enquanto Presidente de Câmara, é com orgulho que podemos dizer que, ao fim de quase doze anos, sentimos que cumprimos Abril. Desde a Coesão Social, à Educação, à Saúde, ao Turismo ou ao Desporto...'.

Ainda durante o dia 25 de Abril, o Grupo Liber'Arte promoveu no Choupal, um conjunto de atividades artísticas desde a música à pintura, e no final do dia, no Estádio Municipal, teve lugar o jogo de futebol 'Abrilmente'.

FAFE DEDICA SEMINÁRIO À CRIANÇA E À FAMÍLIA

Está a decorrer, no Auditório Municipal de Fafe, um Seminário sobre a Criança e a Família, uma iniciativa promovida pela CPCJ de Fafe e o IESF.

ND5_4490.JPG

Na sessão de abertura, marcou presença Esmeralda Dantas, Presidente da CPCJ Fafe, Dulce Noronha, Presidente do IESF e Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe.

Os intervenientes destacam a importância de se continuar a reflectir sobre esta temática da Criança e a Família, por ainda haver muito a fazer neste área.

Raul Cunha aproveitou para elogiar o “excelente trabalho feito pela CPCJ em Fafe que exige muita preparação e humanismo.” “É fundamental que continuemos a reflectir sobre esta problemática, especialmente num mês dedicado a violência sobre as crianças e num mês também com especial relevância para o nosso País. Ainda ontem com memoramos o 25 de Abril e a Revolução que também trouxe valores, princípios e direitos fundamentais para as Crianças, a Família e as Mulheres.

O Direito das Crianças é uma preocupação do Município de Fafe. Temos consciência de que elas são o nosso futuro. Só com crianças felizes teremos cidadãos mais capazes e desenvolvidos.”

No total, vão ser três os painéis discutidos que remetem para temas como a Violência sobre as Crianças, a mediação familiar, os direitos das crianças e as responsabilidades parentais.

Entre os convidados, marcam presença Madalena Sofia Oliveira, Sílvia Azevedo, Sónia de Carvalho, Olívia de Carvalho e Sérgio Tomás.

DSA_3840 (1).JPG

DSA_3851.JPG

ND5_4420.JPG

ND5_4448.JPG

ND5_4516.JPG

ND5_4518.JPG

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO REVELA BOA EXECUÇÃO ORÇAMENTAL

Autarquia teve em 2016 a mais elevada taxa de execução de sempre

Em 2016, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso registou a mais elevada taxa de execução de sempre: 101.4  da receita e de 96.8% da despesa, quer nas propostas apresentadas, quer na sua componente orçamental. Em simultâneo, reduziu a dívida global em mais de 570.000€.

Presidente da Camara Municipal da Povoa de Lanhoso 1.JPG

Estes dados constam do relatório das atividades e prestação de contas, recentemente aprovado em sede de Assembleia Municipal.

De acordo com o Presidente da Câmara Municipal, Manuel Baptista, “a credibilidade da gestão desta autarquia também passa pela capacidade de se cumprir aquilo que se assume e que prevê. Este documento demonstra isso mesmo, ou seja, que cumprimos aquilo que prometemos aos Povoenses. Planeámos para 2016 um conjunto de projetos e atividades, que cumprimos com elevada eficácia”.

Para o autarca, “a Póvoa de Lanhoso é um exemplo que dá credibilidade e contribui para a confiança que deve existir nas autarquias, apresentando aos munícipes resultados dos quais se podem orgulhar. O ano 2016 foi um ano muito positivo para o nosso concelho”.

Do amplo trabalho desenvolvido pela Autarquia no ano passado, Manuel Baptista destaca o reforço das transferências para as Juntas de Freguesia; e o protocolo assinado com o Ministério da Educação com vista à requalificação da Escola EB 2/3 Prof. Gonçalo Sampaio, no qual a autarquia assume o compromisso de 7.5% do custo da obra apesar de não ser uma competência da autarquia. Sublinha ainda a aprovação da totalidade das candidaturas apresentadas para alargamento da rede de água em várias freguesias críticas; e a aprovação da ARU e a apresentação de projetos de requalificação da Praça Eng. Armando Rodrigues, dos Paços do Concelho, da ampliação do parque do Pontido. Por último, Manuel Baptista destaca o apoio permanente às empresas e ao empreendedorismo, que fez da Póvoa de Lanhoso um dos concelhos mais empreendedores do país, e o apoio ao munícipe através da entrada em funcionamento do Balcão Único de Atendimento, nos Paços do Concelho.

“A Póvoa de Lanhoso continua o seu desenvolvimento sustentado. Procuramos ouvir e envolver a comunidade, procuramos captar investimento para o nosso concelho e desenvolver alguns projetos que permitam responder às suas necessidades e expetativas. Somos uma autarquia com contas equilibradas e que cumprimos aquilo que assumimos”, conclui Manuel Baptista.

PONTE DE LIMA APRESENTA ROMANCE HISTÓRICO SOBRE ANDRÉ SOARES

Romance histórico sobre André Soares apresentado na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima

A biografia romanceada “Viver com André Soares”, da autoria de Francisco Vieira da Silva, foi lançada no passado sábado, 22 de abril, no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

P4220064.JPG

A sessão contou com a participação do investigador e escritor Ernesto Português, que revisitou as anteriores produções literárias de Francisco Vieira da Silva - mormente o título de estreia “Estamos pobres! O grito de silêncio de Braga em 1930” – para destacar o rigor investigativo e a capacidade criativa do autor que se debruça agora sobre os principais momentos da vida e obra de um dos maiores vultos do rococó nacional no período setecentista. Ernesto Português destacou algumas das fontes que serviram de sustentação teórica ao terceiro romance histórico de Francisco Vieira da Silva – com particular incidência para o Arquivo Distrital de Braga, a Biblioteca Pública de Braga e a tese de doutoramento de Eduardo Pires de Oliveira – e traçou um retrato biográfico de André Soares, cujo trabalho artístico de génese autodidata se encontra espalhado pelo Norte de Portugal, sendo um dos locais de referência a Capela de S. Bartolomeu da Casa da Freiria, em Arcozelo, Ponte de Lima.

Depois de dois momentos musicais a cargo da Academia Fernandes Fão de Ponte de Lima, Francisco Vieira da Silva explicou que o livro, longe de constituir um tratado sobre André Soares, pretende ser o “desfiar das facetas” de um ilustre desenhador e arquiteto bracarense, cujo legado foi reavivado em 1973 pelo norte-americano Robert Smith, depois de largos anos de obscurantismo. Em antecipação às comemorações dos 300 anos sobre o nascimento de André Soares, que se assinalam em 2020, o autor sugeriu a organização de um congresso dedicado ao artista e a criação de um roteiro intermunicipal que permita ao grande público o contacto real com as obras do arquiteto do Minho.

A sessão de lançamento de “Viver com André Soares” contou com as presenças do Dr. Paulo Barreiro de Sousa, vereador com o pelouro da Educação do Município de Ponte de Lima, e de Conceição Gonçalves, representante da Chiado Editora.

EMPRESA DE FAMALICÃO MALHINTER É EXEMPLO DO LADO B DO TÊXTIL

Visita a confeção de Private Label quinta-feira, 27 de abril, pelas 16h00, na Rua da Indústria, 5, em Cabeçudos

Há um lado B no universo têxtil e vestuário que apesar de produzir na sombra trabalha com as exigências de qualidade de primeiro nível mundial e ainda lhes é exigida criatividade, investigação e desenvolvimento. São as que atuam no mercado de Private Label, aquelas que produzem mercadorias para marcas de terceiros, atendendo todas as exigências e especificações de cada cliente.

Malhinter (6).jpg

A Malhinter é um bom exemplo deste negócio que atraí até Vila Nova de Famalicão grandes marcas internacionais para confecionarem as suas coleções em empresas de confeção que garantem qualidade e ainda lhes sugere criações desenvolvidas internamente.

O exemplo da Malhinter vai ser conhecido na próxima jornada do Roteiro Famalicão Made IN, com uma visita do  Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, à empresa amanhã, quinta-feira, 27 de abril, pelas 16h00, na Rua da Indústria, 5, em Cabeçudos.

A empresa nasceu em 1985 e sempre resistiu à tentação de criação de uma marca própria, tendo-se concentrado  na  maximização dos níveis de qualidade requeridos pelos seus clientes. A equipa, composta por 150 funcionários é jovem, dinâmica, carregada de ambição. Em 2016 a empresa investiu 200 mil euros na automatização do processo de corte e outros investimentos estão previstos para o futuro.

PODER INDUSTRIAL DE FAMALICÃO RECONHECIDO PELO PROJECTO I2030

Iniciativa do ISEG-Universidade de Lisboa e da Universidade Católica conta com a parceria do município famalicense

Empresas de bandeira de Vila Nova de Famalicão integraram o primeiro workshop do projeto de investigação Indústria 2030 – Made by Portugal (i2030). A relevância desta iniciativa fica patente com a presença de altos responsáveis da Leica, TMG, Amob, Olbo&Mehler, Injex, Celoplás, Vishay, Roq e Caixiave no encontro do passado dia 20, no Gabinete de Apoio ao Empreendedor do Famalicão Made IN, e que contou ainda com a participação de Paulo Cunha.

AFS_7267.jpg

O Presidente da Câmara Municipal não escondeu a sua satisfação pelo facto de Vila Nova de Famalicão ter sido escolhido para ser um dos palcos destas jornadas de reflexão. “De facto, Famalicão é um concelho com uma marca industrial muito forte porque tem uma história muito associada à indústria. Felizmente, o nosso presente e o nosso futuro estão também muito identificados com essa presença industrial. Temos muitos e bons exemplos de indústria, algumas multinacionais de capital estrangeiro, mas outras empresas locais com muitos anos e pujantes”, frisou.

O projeto i2030, ao qual o Município de Famalicão recentemente aderiu, é uma iniciativa do ISEG-Universidade de Lisboa e da Universidade Católica, em parceria com a Ordem dos Economistas e com protocolo do Ministério da Economia, visando avaliar os atuais desafios que se colocam à indústria portuguesa.

Uma vez que não existem em Portugal estudos ou projetos atualizados sobre o impacto da globalização nas operações de fabrico industrial, pretende-se perceber que atividades da cadeia de valor as empresas operam em Portugal e no estrangeiro.

Manuel Laranja, do ISEG-Universidade de Lisboa, e Francisco Lemos, da Universidade Católica, ambos presentes no workshop, esperam que através do i2030 se consiga encontrar respostas que permitam não só melhorar a competitividade do tecido empresarial, mas também suportar a elaboração de políticas públicas mais eficientes de apoio às empresas internacionalizadas e exportadoras.

Manuel Laranja foi claro ao afirmar que “o Município de Famalicão, pela sua estrutura industrial e localização geográfica, reveste-se de especial interesse para o projeto i2030”. Já Francisco Lemos admitiu que a passagem por Famalicão visou “mais do que trazer, buscar contributos”.

“A Câmara Municipal está completamente disponível para colaborar neste projeto para permitir que seja bem-sucedido. Sabemos que o nosso território poderá ganhar muito com as reflexões que vierem a ser produzidas”, concluiu Paulo Cunha.

AFS_7277.jpg

ARTESÃOS DO MINHO VÃO À FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

A 30ª Edição da Feira Internacional de Artesanato (FIA) Lisboa 2017 arranca já no próximo dia 24 de Junho, nos pavilhões da FIL, em Lisboa. O certame prolonga-se até ao dia 2 de Julho. Trata-se da maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa. A iniciativa é organizada pela Fundação AIP e conta com o apoio do IEFP.

FIA2016 026 (1).JPG

Ao longo da sua história, este evento tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico.

A Feira Internacional de Artesanato assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 30 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

FIA 056

Em destaque, estarão áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros. Contará ainda com a Semana da Gastronomia Tradicional.

A edição do ano anterior contou com um vasto programa que incluiu exposições temáticas, prémios e concursos, ateliês, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA trouxe à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural.

17862667_1545018588844676_3543821657668317681_n.jpg

JONINHAS VILAR SAGRADO VICE-CAMPEÃO NO II OPEN DE KARATE DA MEALHADA!

Decorreu no dia 25 de abril no Pavilhão Municipal da Mealhada, o II OPEN DE KARATE DA MEALHADA, uma prova que contou com a coordenação de arbitragem do Sensei Joaquim Fernandes, Presidente do Conselho de Arbitragem de FNK-P Federação Nacional de Karate-Portugal e com a presença do Senhor Presidente da Federação Nacional de Karate-Portugal, Dr. Carlos Silva.

O atleta da BAKE-Bushido Associação de Karate de Esposende, Joninhas Vilar,  júnior - 55 kg, a competir no escalão de peso - 68 kg, conseguiu, pese embora algumas questões de saúde, o vice-campeonato da competição!

IMG_20170425_195514.jpg

IMG_20170425_195524.jpg