Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ALMIR CHIARATTI ATUA EM BRAGA

Depois de meses a explorar a obra e a antecipar a visita a Portugal, é por fim chegada a altura de recebermos Almir Chiaratti de braços abertos! O autor de “É o Fim” dará início à sua digressão lusitana a 7 de Julho com um showcase na FNAC Alfragide e um segundo no dia seguinte na FNAC Vasco da Gama. A 12 de Julho apresenta-se ao vivo no B.leza, seguindo depois rumo a Braga para um concerto no Espaço TOCA.

Almir_Flyer Tour Portugal (1) (2).png

Na bagagem o músico do Rio de Janeiro trará as canções de “Bastidores do Sorriso”, mas também do seu sucessor ainda sem título, do qual já foi extraído o intrigante “Triz”. Mais datas serão anunciadas brevemente.

Almir Chiaratti é um cantor, compositor e multi-instrumentista radicado no Rio de Janeiro nascido no distinto ano de 1988 no Rio Grande do Sul. Desde que se conhece que a música faz parte da sua vida, tendo crescido ao som dos clássicos do rock da década de 70 e do movimento cultural brasileiro que ficou para sempre conhecido como Tropicália.

A sua estreia no exigente mundo da música deu-se em 2015, quando editou o álbum “Bastidores do Sorriso”. Com influências da Música Popular Brasileira (MPB), mas também do rock psicadélico tão característico dos Mutantes, este trabalho registou a sua entrada no mundo adulto e os desafios, dúvidas, problemas e escolhas inerentes a esta fase tão importante da nossa existência.

Em parceria com o cineasta Pedro Freitas concebeu, realizou e filmou o videoclip do primeiro single do disco, “Teu Caminho”. Posteriormente participou em inúmeros festivais e competições, brasileiras e internacionais, tendo inclusivamente vencido o prémio de Melhor Videoclip Internacional no Urban Media Makers Film Festival, em Atlanta (EUA) e sendo escolhido como Melhor Videoclip pelo site DailyMotion no festival Rio Web Fest. Nota ainda para a presença do disco na lista Melhores Discos Brasileiros de 2015, do reputado site brasileiro Tenho Mais Discos Que Amigos.

Almir define este seu primeiro registo discográfico, onde as referências e influências musicais pululam de tema em tema, de forma simples: “As canções transitam por esses sentimentos, por trás do sorriso que envergamos para tocar a vida todos os dias. Acho que isso fica claro no título do disco: o que se passa nos bastidores do sorriso, nos bastidores da dor? Há músicas mais intimistas com temas existencialistas. Mas também há temas sobre amor, seja ele correspondido ou não. Tudo isto se encontra embebido em poesia, ironia e algumas gotas de sarcasmo.”

Almir Chiaratti pode ter a profundidade dos grandes músicos de outrora mas tem na alma a modernidade do presente. Conhecedor da capacidade agregadora da internet, e das comunidades online, recorreu a uma campanha de financiamento colectivo. O objectivo foi alcançado e assim aconteceu o concerto de lançamento do álbum. Seis meses depois Almir surpreende tudo e todos e graças a uma parceria com Luiz Felipe Netto e Luiz Tornaghi é lançado digitalmente o EP “Bastidores ao Vivo”. Este registo sonoro do concerto de apresentação foi mixado por Netto e masterizado por Tornaghi, dando origem a um produto final arrebatador. Este álbum conheceria ainda um segundo single, “Navegantes de Noé”, também ele com direito a videoclip, neste caso realizado pelo próprio em parceria com a Jaé Filmes

Mas o percurso artístico de Almir não se fica por aqui! Aventurou-se na função de produtor ao acompanhar todo o processo do EP de estreia do cantor, e compositor, Diego Marques, com

 quem já havia trabalhado anteriormente. E passou também pelos palcos, ao assinar a produção do musical do espectáculo de dança “Cheiro de Manga”, em parceria com a bailarina Laura de Castro, composto por Eduardo Rezende.

A recta final de 2016, e a conturbada realidade política do Brasil, motivou e influenciou Almir, surgindo assim o tema “Terceiro Turno” (com a participação de Felipe Pacheco da banda Baleia, no violino, e do regente Vitor Damiani). A produção daquele que será o seu segundo trabalho de originais está a cargo de Eugenio Dale (reputado profissional que trabalhou anteriormente com Ney Matogrosso e Sergio Mendes).

Para 2017 aguardam-no novos desafios e um caminho nunca antes percorrido: uma digressão em Portugal e a edição do sucessor de “Bastidores do Sorriso”.

LANHOSENSES CAMINHAM PELOS TRILHOS DA HISTÓRIA

II “Caminhada com História” leva à descoberta da Póvoa de Lanhoso

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso promove, nos próximos dias 15 e 16 de julho, a segunda edição da “Caminhada com História”.

II Caminhada com Historia promete desvendar a Povoa de Lanhoso.jpg

Esta proposta pretende proporcionar um fim-de-semana de evasão pelo território Povoense e é uma rara oportunidade para se deixar deslumbrar por uma Póvoa de Lanhoso desconhecida e surpreendente, com cenários idílicos que vão despertar, garantidamente, sensações únicas em cada um dos participantes, tal como aconteceu na edição do ano passado.

Criar laços com o património cultural e natural, estimulando a adoção de um estilo de vida saudável, aliando o convívio entre todos os participantes, são os objetivos.

“A Caminhada com História reveste-se de uma importância acrescida para o município, pois é com iniciativas desta envergadura que damos a conhecer os nossos valiosos recursos patrimoniais, associados à típica paisagem minhota, estimulando, em simultâneo, um estilo de vida saudável e ativo”, revela o Vereador da Cultura e Turismo da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, André Rodrigues. De acordo com este responsável, “a grande particularidade desta iniciativa não se prende com o facto de apostarmos em dois dias de visitas patrimoniais nem com as constantes surpresas que estão preparadas, mas sim passa pelo incentivo à proteção e valorização das nossas raízes culturais, enquanto identidade de uma comunidade”

Ao longo de uma extensão de 35 quilómetros (23 quilómetros no primeiro dia e 12 no segundo dia), será possível percorrer várias freguesias do concelho da Póvoa de Lanhoso (Vila da Póvoa de Lanhoso, Rendufinho, Monsul, Geraz do Minho e pela União de Freguesias de Calvos e Frades e União de Freguesias de Verim, Friande e Ajude), explorando vários pontos de interesse patrimonial, que foram e continuam a ser determinantes para o desenvolvimento da região. Em simultâneo, será possível contactar com as gentes afáveis e hospitaleiras, contemplando, ao mesmo tempo, a típica paisagem minhota, em que os contornos das serras rasgam o azul do céu, contrastando com o verde dos campos.

Esta iniciativa não tem características competitivas e está aberta à participação de todas as pessoas, mas com inscrições limitadas.

As inscrições decorrem até ao dia 14 de julho de 2017 e devem ser efetuadas através da página eletrónica do Município da Póvoa de Lanhoso (www.mun-planhoso.pt).

O percurso apresenta um grau de dificuldade moderado (4/5), aconselhando-se os participantes a levarem calçado apropriado e outro equipamento específico para caminhada e dormida, descrito no formulário de inscrição.

Esta “Caminhada com História” de dois dias envolve na organização, para além da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, entidades como a Decathlon Braga e a União de Freguesias de Verim, Friande e Ajude.

FAMALICÃO HOMENAGEIA EDUARDO RÊGO, LOCUTOR DE “VIDA SELVAGEM”

Vila Nova de Famalicão celebra 32 anos de cidade no próximo dia 9 de julho e distingue 26 personalidades e instituições com medalhas de mérito

Há um famalicense que é a companhia das manhãs de domingo de muitos portugueses desde há cerca de 30 anos e que poucos lhe conhecem a cara. A voz, essa, é inconfundível. Eduardo Rêgo é o timbre que todos reconhecem, ele é o locutor de “Vida Selvagem”, o programa semanal que já teve a chancela da BBC, sobre animais, plantas e natureza, e que começou a ser exibido na RTP e passou depois para a SIC. Eduardo Rêgo é natural da freguesia de Louro, no concelho de Vila Nova de Famalicão e vai ser homenageado com a medalha de mérito municipal cultural, no próximo dia 9 de Julho, na sessão solene comemorativa do 32.º aniversário do Dia da Cidade.

Eduardo Rêgo.png

Ao todo, o município vai homenagear 26 personalidades e quatro instituições que ao longo dos anos têm contribuído de forma notável para a projeção e afirmação de Vila Nova de Famalicão no país, nas mais diversas áreas. A sessão solene comemorativa do Dia da Cidade realiza-se no próximo dia 9 de julho, a partir das 18 horas, na Casa das Artes.

A medalha de honra do município, o mais alto galardão, será este ano atribuído a título póstumo ao antigo bastonário da Ordem dos Contabilistas Certificados, António Domingues Azevedo e ao antigo empresário de construção Amândio Carvalho.

O diretor-geral do Citeve, Braz Costa, e o empresário António Vila Nova, CEO da Tiffosi, serão distinguidos com a medalha de mérito municipal económico, que será entregue também, a título póstumo, a Abílio da Costa Moreira, fundador da empresa de transportes com o mesmo nome, que durante muitos anos foi uma referência na região.

O movimento cívico “Eu Sou Matriz” que foi criado em 2014 com o intuito de apoiar as obras da Antiga Igreja Matriz de Famalicão vai ser galardoado com a medalha de mérito municipal de benemerência. A mesma condecoração será entregue ainda ao Presidente da Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Famalicense, António Sanguêdo Meireles, aos padres Carlos Alberto Candeias, Manuel Santos e ao Cónego Manuel Oliveira.

Para além de Eduardo Rego, serão contemplados com a medalha de mérito municipal cultural o padre António Oliveira, Hélder Alexandre Reis Ferreira, Helena Romão, José Manuel Lages, Manuel Sanches e Maria da Graça Miranda.

O mérito municipal desportivo será reconhecido às associações cultural e desportiva Além Rio; Adespo – desportiva cultural da Portela e desportiva e recreativa de Mogege. Serão ainda galardoados Bruno Renato Gomes, Manuel António Ferreira, Manuel Isidro Cunha, Nuno Miguel Teixeira e o padre Marco Paulo Gil.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, as comemorações da elevação de Famalicão à categoria de cidade têm como objetivos fundamentais “valorizar o caminho que a nossa comunidade percorreu e contribuir para a valorização de uma cidadania cada vez mais participativa, responsável e solidária”.Assim, estas comemorações são “o enquadramento privilegiado para a atribuição dos galardões municipais, reconhecendo os contributos dos cidadãos e das instituições que se têm distinguido por serviços relevantes ao bem comum e ao progresso do concelho”.

BARCELOS PARTICIPA EM FORÇA NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

Os “Baraça” são uma das mais conceituadas e tradicionais famílias do universo do artesanato de Barcelos. Netos de Ana Baraça, figura tutelar do artesanato barcelenese, Vítor Gonçalves e Moisés Gonçalves, os Irmãos Baraça, são os herdeiros desse legado.

18622371_1597113713635163_8008714808839639218_n.jpg

As peças que produzem têm fins puramente decorativos e aliam Tradição e Inovação, resultando em peças únicas de artesanato de autor.

Vão estar presentes na FIA Lisboa - 24 de Junho a 02 de Julho, na FIL - Parque das Nações

18765951_1597113710301830_5134859112014566112_n.jpg

FOLKLOURES’17: HISTORIADORA ANA PAULA ASSUNÇÃO PROFERE AMANHÃ EM LOURES PALESTRA SOBRE “USOS E COSTUMES DA REGIÃO SALOIA”

Iniciativa do Rancho Folclórico Verde Minho

A Historiadora e Museóloga Prof. Doutora Ana Paula de Sousa Assunção profere uma palestra subordinada ao tema “Usos e Costumes Tradicionais da Região Saloia”, a ter lugar no Auditório do Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, no dia 24 de Junho, pelas 15h30. A iniciativa insere-se no programa do FolkLoures’17 – Encontro de Culturas que se prolonga até ao dia 1 de Julho, altura em que tem lugar um grandioso festival de cultura tradicional no Parque da Cidade, em Loures.

foto romenia (1).jpg

O Palácio doa Marqueses da Praia e Monforte encontra-se instalado junto ao Parque da Cidade e trata-se do local onde reúne a Assembleia Municipal de Loures, dispondo das melhores condições para a realização de palestras e conferências.

A Prof. Doutora Ana Paula de Sousa Assunção é historiadora e museóloga, Mestre em História Regional e Local pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É autora de programas museológicos, reformulações de programas e criação de serviços inovadores. Conceção científica do Centro UNESCO A casa da terra. Comissária de exposições de vária índole com museografia de inclusão e género.

Tem como áreas científicas preferenciais a História Local, Saúde, Património industrial (com destaque para Fábrica de Loiça de Sacavém, Oliveira Rocha/Oliveira do Bairro), Património Cultural Imaterial, Património Religioso /obra de arte total – Cripto -história. Exerceu voluntariado na Igreja Matriz de Bucelas com descobertas de cariz científico sobre entalhador, Francisco Lopes. (Artigo no prelo). Musealização da Igreja e interpretação dos espaços em visitas.

Pelo seu trabalho, tem recebido várias distinções de Mérito Cultural e Prémios no campo da Museologia a nível nacional e internacional.

Nesse mesmo dia e local, terá ainda lugar outra iniciativa cultural integrada no programa da edição deste ano do FolkLoures, a qual contamos divulgar muito brevemente. Trata-se, pois, de um programa cultural rico e diversificado que, sob o impulso e capacidade organizativa do Rancho Folclórico Verde Minho, catapulta o concelho de Loures para a ribalta da cultura tradicional portuguesa.

SÃO JOÃO PÕE OS BRACARENSES A CORRER

4.ª Corrida de S. João. Domingo, dia 25 de Junho, pelas 10h00, na Avenida João Paulo II, em Braga

O Município de Braga promove a acompanhar a 4.ª Corrida de São João de Braga, que terá lugar no próximo Domingo, dia 25 de Junho, com início às 10h00, na Avenida João Paulo II, em Braga.

aaaaaajalberto.EDP-12.jpg

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e da Vereadora do Desporto, Sameiro Araújo.

Com partida e chegada na Avenida João Paulo II, o percurso de 12 quilómetros possibilita aos atletas conhecer a Cidade e o seu Centro Histórico. À semelhança das edições anteriores, irá decorrer uma caminhada com um trajecto de seis quilómetros.

Esta é uma prova que assume um cariz solidário ‘sem precedentes’ a nível nacional, uma vez que apenas em quatro edições a Corrida de São João de Braga já angariou 75 mil euros para ajudar as missões de diversas instituições de solidariedade social do Concelho.

PAULO CUNHA CANDIDATA-SE À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

Cerimónia realiza-se domingo, 25 de junho, pelas 18h00, no Parque de Sinçães

A coligação “Mais Ação. Mais Famalicão” apresenta à comunicação social a candidatura de Paulo Cunha à Presidência da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em conferência de imprensa que se realiza domingo, 25 de junho, pelas 18h00, no Parque de Sinçães.

Paulo Cunha (2).jpg

É a segunda vez que o atual Presidente da Câmara Municipal se apresenta ao eleitorado famalicense como candidato à presidência da autarquia, depois da maioria absoluta conquistada nas autárquicas de 2013 pela mesma união de forças partidárias.

Paulo Alexandre Matos Cunha nasceu a 22 de agosto de 1971, em Vila Nova de Famalicão. É licenciado em Direito pela Universidade Lusíada do Porto. Pós-graduado em Direito do Ambiente e Mestre em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Coimbra é professor na Faculdade de Direito da Universidade Lusíada do Porto.

BRAGA REALIZA PARADA FOLCLÓRICA

Domingo, 25 de Junho, pelas 15h00, entre o Largo da Devesa e a Avenida Central

O Município de Braga promove uma Parada Folclórica, que terá lugar no Domingo, 25 de Junho, a partir das 15h00, em Braga.

10509614_299584816868153_3766490965224105986_n

A Parada Folclórica, integra nas festividades de S. João, tem início no Largo da Devesa, passando pelo Largo de S. João da Ponte, Avenida da Liberdade, rua do Raio, Largo Carlos Amarante, rua de S. Marcos e Avenida Central.

A iniciativa vai reunir mais de duas dezenas de grupos folclóricos e etnográficos de Braga. O objectivo passa pela promoção e divulgação da etnografia local, particularmente dos trajes e costumes associados ao S. João.

VERÃO COM MUITA ANIMAÇÃO NO GERÊS

Serão vinte e um dias com eventos de acesso gratuito para todos, turistas e população local, que de 14 de Julho a 17 de Setembro complementarão a oferta turística do Gerês.

À semelhança de anos anteriores, a programação cultural é diversificada e engloba várias expressões artísticas. Quatro peças de teatro, entre a comédia e o carácter educativo, três feiras de artesanato, stand-up comedy, folclore e mais de uma dezena de concertos musicais. No que respeita a música, que variará sobretudo entre o pop, o folk e o rock n` roll, realça-se a presença de Rui Taipa e dos Hot Air Balloon, nomes emergentes no panorama musical nacional.

A agenda pode ser consultada em www.geres.pt, sendo a programação cultural da responsabilidade da associação empresarial Gerês Viver Turismo, com apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

Ao vasto património natural, histórico e cultural do Gerês junta-se assim um vasto e interessante conjunto de eventos que tornarão certamente o Verão naquele destino turístico ainda mais agradável.

Agenda_frente.jpg

Julho.jpg

Agosto.jpg

Setembro.jpg

Agenda_verso.jpg

JORNALISTA IDALINA CASAL LEMBRA NO JORNAL “ALTO MINHO” TRAGÉDIA DOS FOGOS OCORRIDA NO ANO PASSADO NA CABRAÇÃO

No ano passado, a Freguesia da Cabração, em Ponte de Lima, foi violentamente assolada por enormes fogos que devoraram quase toda a sua floresta e atingiram algumas casas de habitação e barracões agrícolas.

16388230_10154622091954934_3234121089398744264_n.jpg

Nessa ocasião, a jornalista Idalina Casal, do Jornal de Notícias, encontrava-se em serviço de reportagem no local. Seguiu para o Lugar da Escusa onde lavrava a frente de fogo e acabou ela própria cercada pelas chamas.

Na edição de ontem do jornal “Alto Minho”, mais concretamente na coluna de opinião que dá pelo nome “chá das três”, a jornalista publicou um artigo de opinião onde procura fazer o “mea culpa” mas cujo conteúdo possui uma actualidade incrível e merece uma leitura atenta. Não resistimos em publicar o recorte do artigo!

19366380_1520082158053852_6532843788548475245_n.jpg

TERRAS DE BOURO REALIZA TORNEIO DE FUTSAL

O Município de Terras de Bouro informa que o Torneio Interassociações de Futsal vai iniciar-se a 24 de junho, terminando no dia 29 de Julho, com os jogos a começarem às 20 horas.

XXI-Torneio-Concelhio.jpg

O torneio vai ser realizado com 12 equipas inscritas, que estão inseridas em 3 grupos de 4 equipas, assim sendo, vão existir 3 jogos no pavilhão de Rio Caldo e 3 em Moimenta, sede do concelho. Nesta 1ª fase os jogos vão ser arbitrados por 1 só arbitro e já na 2ª fase passarão a ser 2 árbitros.

Da 2ª fase constarão as seguintes etapas: quartos-de-final, meias-finais e final, tudo disputado numa “só mão”. Mais se comunica que há prémios para os finalistas, prémio fair play, prémio de participação, melhor defesa da 1ª fase, melhor defesa da 2ª fase, melhor marcador 1ª fase e melhor marcador da 2ª fase.

Mais informações disponíveis na página eletrónica do município.

PONTE DA BARCA EVOCA LAUREANO BARROS

Ponte da Barca evocou Laureano Barros, o matemático que coleccionava livros

A estreia do documentário de Paulo Pinto, foi um dos momentos do programa que Ponte da Barca dedicou no passado sábado ao matemático que aqui reuniu uma das mais notáveis bibliotecas privadas portuguesas.

1 (2).jpg

O grande bibliófilo, matemático e intelectual anti-fascista Laureano Barros (1921-2008), que reuniu na sua quinta da Fonte da Cova uma das mais extraordinárias bibliotecas privadas portuguesas da segunda metade do século XX, foi homenageado no passado sábado em Ponte da Barca, onde passou as últimas décadas da sua vida, com um programa que incluiu a estreia do documentário Laureano Barros, Rigoroso Refúgio, realizado por Paulo Pinto, e o lançamento do livro O Grilo na Varanda, que reúne a correspondência de Luiz Pacheco para o coleccionador, um volume organizado e prefaciado por João Pedro George, biógrafo do autor de Comunidade, e editado pela Tinta da China.

2 (2).jpg

Livro e filme foram apresentados na Casa de Santo António do Buraquinho, em Ponte da Barca, numa sessão em que, além dos respectivos autores, participou Paulo Pacheco, filho de Luiz Pacheco.

Antes disso, num programa também de tributo à paixão de coleccionar, José Pacheco Pereira apresentou a colecção de livros Ephemera, através da qual têm vindo a ser estudados e divulgados alguns núcleos específicos do gigantesco arquivo e biblioteca que reuniu na sua propriedade da Marmeleira, em Rio Maior. Durante toda a sessão decorreu a Oficina de Composição Manual, pelo tipógrafo Álvaro Pedreira, numa parceria com o Museu Nacional da Imprensa.

Já no fim da tarde, decorreu uma conversa com três coleccionadores de livros – António Maria Pinheiro Torres, Carlos Almeida e Jorge Meireles, a esta evocação de Laureano Barros, intitulada Biblioteca Vertical numa alusão à reconhecida verticalidade de carácter do homenageado, e encerrou à noite com um concerto do fadista Ricardo Ribeiro no Largo da Misericórdia.

3 (1).jpg

4 (2).jpg

5.jpg

7.jpg

8.jpg

10.jpg

11.jpg

ALEXANDRA LENCASTRE E DIOGO INFANTE ESTÃO DE REGRESSO À CASA DAS ARTES EM FAFE

Atores apresentam este sábado, em Famalicão, “Quem tem medo de Virginia Woolf?”

Depois de em 2016 terem apresentado em Famalicão a comédia “Plaza Suite”, Alexandra Lencastre e Diogo Infante regressam agora à Casa das Artes na pele de Martha e George, numa versão de João Perry de um dos maiores clássicos contemporâneos da dramaturgia norte-americana – “Quem tem medo de Virginia Woolf?”

Cartaz_Digressao_Virginia_Woolf2.jpg

A peça sobe ao palco do grande auditório do espaço cultural famalicense este sábado à noite, dia 24 de junho, e conta também com as interpretações dos portugueses Lia Carvalho e José Pimentão.

Assinado e publicado em 1962 por Edward Albee, “Quem tem medo de Virginia Woolf?” esbate-se no espaço entre a realidade e a ilusão, explorando esta matéria no contexto doméstico de um casal de meia-idade armadilhado numa relação amargurada.

“George e Martha regressam a casa, de madrugada, vindos de uma festa na universidade onde George dá aulas. O pai de Martha, diretor da universidade, apresenta o novo corpo docente, do qual faz parte um novo professor (José Pimentão), que está acompanhado pela sua mulher (Lia Carvalho). É assim que Martha os convida a ir a sua casa. Quando os convidados chegam, George e Martha discutem. No início o jovem casal manifesta algum desconforto, mas à medida que a noite avança, e o álcool começa a surtir efeito, deixam-se envolver no mundo tumultuoso e perturbador dos anfitriões. O que começa como uma noite de jogos e brincadeiras transforma-se num monstruoso duelo psicológico entre George e Martha, com inevitáveis repercussões nos convidados”.

A peça começa às 21h30. Os bilhetes gerais têm o custo de 16 euros, reduzindo para metade para portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.  

Mais informações em www.casadasartes.org.

CAMINHO PORTUGUÊS DA COSTA JÁ ESTÁ TOTALMENTE SINALIZADO EM CERVEIRA

Está concluída a colocação de cerca de 150 placas sinaléticas ao longo dos 14,4 km do Caminho Português da Costa que atravessa o concelho de Vila Nova de Cerveira. Projeto integra candidatura intermunicipal, num acordo de beneficiação daquele itinerário religioso em prol de uma intenção posterior de classificação a património mundial da Unesco.

IMG_5550.JPG

Necessidade e reivindicação dos milhares de peregrinos, está em curso a sinalização do Caminho Português da Costa, desde o Porto até Valença, no âmbito de um projeto mais alargado de “Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa”, num investimento de 1,6 milhões de euros.

Dando cumprimento às linhas diretrizes da candidatura, o Município de Vila Nova de Cerveira acaba de executar o trabalho de reconhecimento e marcação deste trajeto ao longo dos 14,4km do concelho. São cerca de 150 placas sinaléticas bem identificáveis com setas e a respetiva denominação, nomeadamente postes em madeira e placas nas paredes/muros nas zonas rurais, e em aço colocadas no pavimento na zona mais urbana do concelho.

Para além desta uniformização da sinalética, o Município também já concretizou os objetivos específicos definidos, como a realização do concerto ‘Sons no Caminho’ com o Quinteto de Metais Ad Libitim, procedeu a intervenções de melhoria no Caminho de Loivo, na Rua de Carcavelos (Reboreda) e na Rua do Peso (Campos), bem como criou pontos de apoio ao peregrino.

Com financiamento de 85% de fundos do Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 aos fundos do Norte 2020, a presente candidatura  “Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa” junta os municípios do Porto, Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, como também técnicos da Área Metropolitana do Porto e das Comunidades Intermunicipais (CIM) do Cávado e Ave e do Alto Minho que foi validado pela Direção Regional da Cultura do Norte.

LAURA RUA, A MORDOMA QUE FIGURA NO CARTAZ DA ROMARIA DA SENHORA D’AGONIA, DESFILA EM LISBOA NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

A bonita mordoma que foi este ano escolhida para figurar no cartaz oficial da Romaria em Honra de Nossa Senhora d’Agonia, em Viana do Castelo, vai estar presente no próximo sábado na Feira Internacional de Artesanato – FIA que se realiza nas instalações da FIL, no Parque das Nações, em Lisboa.

19248057_1062490830549230_4083199158688759954_n.jpg

Viana do Castelo vai trazer a este evento uma amostra da grande romaria e, como tal, não podia dispensar a presença da mordoma que figura no próprio cartaz.

A sua presença vai certamente contar com o apoio e carinho de muitos minhotos que irão deslocar-se ao certame, tanto mais que integra o Grupo Etnográfico Danças e Cantares do Minho e é sobejamente conhecida no meio folclórico minhoto na região de Lisboa.

Cartaz D'Agonia 2017 (3).jpg

FAMALICENSES PEDALAM 24 HORAS EM BTT

24 Horas BTT de Famalicão: a prova que ninguém quer perder. Evento decorre nos dias 1 e 2 de julho e é considerado o maior do género na Europa

Com cerca de um milhar de atletas confirmados, as inscrições para as 24 Horas BTT de Vila Nova de Famalicão estão esgotadas. A prova, que junta a adrenalina das duas rodas à farra e animação características de um convívio entre amigos, realiza-se no fim-de-semana de 1 e 2 de julho e vai mais uma vez provar porque é considerada a maior prova do género em Portugal e na Europa.

24 HORAS BTT.jpg

Organizada pela Associação Amigos do Pedal com o apoio da autarquia famalicense, as 24 Horas BTT voltam a ter como epicentro a zona envolvente da Urbanização Talvai, uma zona nobre do município de Famalicão, situada às portas da cidade.

O percurso terá uma distância de sensivelmente 7 quilómetros em circuito fechado e irá abranger a magnífica mancha rural e florestal do concelho, num intenso desafio à resistência física dos participantes. O arranque da prova está marcado para as 11h00 de sábado, dia 1 de julho.

Aos atletas a organização garante o máximo de condições: zona de campismo, balneários, oficinas para manutenção das bicicletas, zona de lavagens, zona de massagens, restauração, entre outras.

Quem já tem dorsal garantido para a prova é o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, que não esconde a satisfação por ver o concelho famalicense no mapa dos grandes eventos desportivos.

Mais informações no site oficial da prova, em http://www.24horasbttfamalicao.com/

24 HORAS BTT2.jpg

PONTE DE LIMA COMEMORA CENTENÁRIO DA MORTE DE ANTÓNIO FEIJÓ

Exposição e palestra abrem comemorações dos 100 anos da morte de António Feijó

O programa comemorativo do primeiro centenário da morte de António Feijó, dinamizado pelo Município de Ponte de Lima, arrancou na passada quarta-feira, 20 de junho, com um conjunto de iniciativas de tributo ao poeta-diplomata ponte-limense – considerado um dos maiores vultos da literatura portuguesa finissecular -, que decorreu na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

Comemorações _ morte António Feijó (Medium) (Medium).JPG

A cerimónia oficial, que contou com as presenças do Eng.º Victor Mendes, Presidente do Município de Ponte de Lima, do Dr. Paulo Barreiro de Sousa, Vereador com o pelouro da Educação, e do Eng. Vasco Ferraz, Vereador com o pelouro da Juventude, abriu com a atuação da Academia de Música Fernandes Fão, que interpretou o hino da histórica vila alto minhota, retirado das últimas quadras do celebrizado poema “Inverno” da obra feijosiana “Ilha dos Amores”.

Seguiu-se uma visita guiada pela mostra comemorativa “António Feijó, 1917-2017: memórias e revisitações” que, além de 14 painéis, generalistas e temáticos, evocativos dos principais momentos da vida e obra do autor de “Sol de Inverno”, reúne livros deixados por António Feijó, diversos títulos versados no legado feijosiano e artigos vários de jornais da época, nacionais e estrangeiros, com particular destaque para os periódicos suecos.

A sessão de abertura das comemorações do primeiro centenário de António Feijó ficou também marcada pela palestra “Cancioneiro chinez (1890): tradução e exotismo”, da investigadora Marta Pacheco Pinto, que abordou a faceta de tradutor do poeta ponte-limense, apresentou uma análise da obra que colige vários poemas recriados a partir de “Le livre de Jade”, de Judith Gautier, abordou as diferenças entre as duas edições do “Cancioneiro” e sublinhou o perfil orientalista do escritor de “Novas bailatas”.

Uma comunicação que inaugura um ciclo de conferências dedicado a António Joaquim de Castro Feijó e que mereceu o interesse de todos os presentes, mormente dos familiares do eminente poeta.

A próxima sessão, agendada para 20 de julho - por ocasião da XXII edição da Feira do Livro de Ponte de Lima -, será da responsabilidade de Maria de Fátima Melo que versará sobre a visão poética da mulher em António Feijó.

FAFE: "OS AMIGOS DE QUINCHÃES" INAUGURA NOVA SEDE

Vai ser inaugurada, no próximo Sábado, dia 24 de Junho, a nova Sede do Grupo Cultural Recreativo e Desportivo ‘Os Amigos de Quinchães’.

A colectividade ainda não dispunha de sede própria, passando agora a contar com este espaço tão importante para a freguesia.

A empreitada que contou com um investimento de 24 mil euros, apoiado pelo Município de Fafe, está localizada junto ao Polidesportivo da freguesia.

A sessão tem início marcado para 15h30 e contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha. 

MUNICÍPIO DE BRAGA PEDE PARA EVITAR LANÇAMENTO DE BALÕES DE S. JOÃO

Festas de S. João - Recomendação à População

Na sequência da publicação da Portaria nº 195/2017, de 22 de Junho, que estabelece a entrada em vigor do Período Critico de Incêndios Florestais, do dia 22 de Junho a 30 de Setembro (este período pode ser alterado devido a condições meteorológicas excepcionais), o Município de Braga, através da sua Divisão de Protecção Civil, vem por este meio informar que, além de outras medidas especiais de prevenção contra incêndios florestais, está interdito o lançamento de foguetes (foguetes com cana) e de Balões de mecha acesa (tradicionais de Balões de S. João).

A Divisão Municipal de Protecção Civil continuará a acompanhar permanentemente a situação, encontrando-se disponível para qualquer esclarecimento adicional através do número 253 264 077.

O Município reforça o apelo ao bom senso e compreensão de todos, uma vez que “A prevenção começa em cada um de nós!”

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA ‘SOLENIDADE DO CORPO DE DEUS EM CAMINHA’ INAUGURA AMANHÃ

Tapetes de flores poderão ser admirados em fotografia até ao dia 9 de julho

Os belíssimos tapetes de flores que, durante as Festas do Corpo de Deus, cobriram ruas de Caminha e Vilarelho vão poder ser admirados em fotografias.A Câmara Municipal de Caminha vai inaugurar amanhã, nas Arcadas do edifício Paços do Concelho, a exposição fotográfica ‘Solenidade do Corpo de Deus em Caminha’, de seis fotógrafos amadores e profissionais do concelho. A mostra vai estar patente nas várias ruas de Caminha e Vilarelho até ao dia 9 de julho. A inauguração está agendada para as 19H30.

Capturarcorpdeuscami (1).PNG

O Município voltou a lançar o desafio ao fotógrafo António Garrido, que comissariou a exposição de fotografias. Foram realizados convites a vários fotógrafos profissionais e amadores do concelho, para registarem em fotografia a execução dos tapetes nas diversas ruas, assim como os tapetes já finalizados.

Neste contexto, a ‘Solenidade do Corpo de Deus em Caminha’, uma das atrações do concelho, foi registada através das lentes das câmaras fotográficas de António Garrido, Luis Valadares, Jorge Simão Meira, Jorge Castro, João Castro e António Andrade e pode ser admirada até ao dia 9 de julho. A mostra é composta por seis painéis colocados nas Arcadas do edifício Paços do Concelho, e por 9 trípticos expostos estrategicamente nas ruas de São João, Direita, Corredoura, 16 de Setembro, Conselheiro Miguel Dantas, Largo Fetal Carneiro e Praça Conselheiro Silva Torres em Caminha e Rua da Igreja Velha, em Vilarelho.

A inauguração conta com a presença dos fotógrafos referidos anteriormente e dos representantes das comissões de rua que elaboraram os tapetes.

Recorda-se que a Festa do Corpo de Deus é um autêntico cartão-de-visita da vila. Todos os anos, milhares de pessoas visitam Caminha e Vilarelho para admirarem as verdadeiras obras de arte elaboradas pelos caminhenses. Durante várias semanas que as diferentes comissões de rua trabalham afincadamente nos preparativos dos tapetes. De facto, na noite que antecede a festividade, passam a noite acordados a ornamentarem as ruas, com criatividade e empenho, motivos do quotidiano ou da sua fé, para que de manhã as ruas estejam prontas para serem contempladas. Este ano, o Município de A Guardatambém deixou as suas marcas em Caminha ao elaborar um dos tapetes.

FAMALICÃO INAUGURA DOIS NOVOS PARQUES INFANTIS

Crianças de Ribeirão ganham novos espaços para as brincadeiras

As crianças da vila de Ribeirão ganharam esta semana dois novos espaços para as brincadeiras. Trata-se dos parques infantis de Aldeia Nova e do Vale. As duas estruturas criadas pela Junta de Freguesia implicaram um investimento de cerca de 70 mil euros e contaram com um apoio municipal de 10 mil euros.

image53501 (1).jpeg

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, a construção destes dois parques infantis significam que “estamos atentos às necessidades das crianças e dos seus familiares”. “São duas estruturas que contribuem para o bom desenvolvimento das crianças, pois permite que brinquem e isso é muito importante para que amanhã sejam bons cidadãos”, acrescentou o autarca.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Ribeirão, Adelino Santos Oliveira, salientou que os dois parques infantis significam muito para a população da freguesia. “Nós sentíamos há muito tempo, que havia nestas zonas da freguesia a necessidade de criar espaços destinado às crianças”, salientando que são zonas que estão a crescer muito em termos populacionais e que têm muitas crianças.

image53510 (2).jpeg

BRAGA PROMOVE TURISMO NA GALIZA E TRÁS-OS-MONTES

Braga promove activos turísticos em Ourense e Vila Real

Com o objectivo de reforçar a atractividade e a promoção da Cidade junto de mercados turísticos de proximidade, o Município de Braga participou nas Comemorações do Dia de Portugal, realizadas na cidade galega de Ourense, e na ExpoCidades do Eixo Atlântico, que decorreu em Vila Real.

oureeens (1).jpg

Considerando a atracção económica e turística que a Galiza e o Nordeste Transmontano focados, sobretudo, na captação de turismo de proximidade, Braga apostou na promoção de diversas iniciativas, desde logo das grandiosas Festas de S. João, do Mimarte, da Noite Branca ou da Braga Barroca, da intensa programação do Theatro Circo e do gnration. A gastronomia, o património, o comércio e o alojamento foram outros dos focos destas acções promocionais.

“O turismo de proximidade é um mercado que importa cuidar e incrementar para combater a sazonalidade e potenciar principalmente as estadias de fim-de-semana. Promover os nossos activos turísticos nestes mercados é uma das acções que temos vindo a desenvolver através de parcerias com agentes públicos e privados com o foco em aumentar a notoriedade e importância do destino Braga”, sustenta António Barroso, do Gabinete de Apoio à Presidência do Município.

oureeens (2).jpg

GUIMARÃES ESTUDA ESTACIONAMENTO AUTOMÓVEL NO CENTRO DA CIDADE

DOCUMENTO JÁ DISPONÍVEL

Estudo prévio sobre estacionamento automóvel na área urbana central de Guimarães

Interessados poderão participar na construção da versão final do documento, que está já disponível na página web da Câmara Municipal e na Divisão de Urbanismo do Município.

A versão preliminar do “Estudo sobre estacionamento automóvel na área urbana central de Guimarães” encontra-se concluída, estando já disponível na página de internet do Município para consulta de todos os interessados que, deste modo, poderão participar na construção da versão final do documento, apresentando sugestões, críticas e propostas através do endereço <presidencia@cm-guimaraes.pt>. O mesmo estudo será disponibilizado em formato de papel na Divisão de Urbanismo da Câmara Municipal, onde poderá ser consultado e objeto de esclarecimentos por parte dos Serviços de Planeamento Urbanístico.

O estudo realizado visa promover uma reflexão dedicada e específica ao tema do estacionamento, sem prejuízo de todos outros estudos em curso e realizados, nomeadamente plano de mobilidade, bem como possibilitar a construção de uma ideia analítica e propositiva sobre o estacionamento automóvel nesta mesma área, designadamente, identificando possibilidades de soluções e atuações de modo a, posteriormente, suportar a sua disponibilização geral e realização de uma “discussão pública” sobre o tema do estacionamento automóvel tão alargada quanto possível.

Este estudo ponderou vários cenários plausíveis e possíveis, incorporando o estacionamento automóvel à superfície e aquele em parque subterrâneo, em estrutura edificada existente ou novas estruturas (perspetivadas – como o parque de estacionamento de Camões – ou outras ainda não identificadas), bem como incluindo no trabalho analítico e reflexivo lugares tão emblemáticos e complexos como, por exemplo, o Largo República do Brasil.

Coordenado por técnico com experiência e conhecimento vasto da cidade e suportado por enquadramento geral por especialista na área dos transportes e mobilidade, este estudo afigura-se mais um contributo para informar e formar um processo de alteração do paradigma da mobilidade em Guimarães que, progressivamente, vem ganhando forma e expressão. A participação de todos os interessados apresenta-se importante para o Município, sendo sinal de um território cada vez mais democrático no seu processo de gestão e cada vez mais atento às circunstâncias e exigências atuais de uma cidade competitiva e de um concelho atrativo.

BRAGA PROMOVE HÁBITOS DE VIDA SAUDÁVEL

‘Escola Activa’ envolveu mais de 300 alunos de onze escolas de Braga

Decorreu ontem, 21 de Junho, no gnration, em Braga, a gala de entrega de prémios do Programa ‘Escola Activa!’. Nesta cerimónia foram distinguidos 50 alunos, com destaque para Martinho Borges, aluno da EB1 de Ruílhe, que recebeu o prémio ‘Capitão Saudável’.

Captain 100.jpg

O programa “Escola Ativa!”, que vai na sua terceira edição, enquadra-se no projecto ‘Captain Apple - The Healthiest Film Festival’, uma iniciativa da ALFACOOP - Cooperativa de Ensino, em parceria com o Município de Braga. O programa foi desenhado e implementado por um grupo de professores, nutricionistas, enfermeiros e médicos de Medicina Geral e Familiar, com o objectivo de promover a saúde e combater o excesso de peso e obesidade junto da população escolar do Concelho de Braga.

Neste âmbito, os alunos do 3.º ano foram desafiados pela equipa do “Escola Ativa!” a reflectir sobre hábitos de vida saudáveis, no sentido de se tornarem “capitães saudáveis” na escola e nas suas casas.

A actividade decorreu durante os meses de Maio e Junho e contou com a participação de 301 alunos e de 15 professores de onze escolas. A iniciativa contou ainda com a colaboração de 36 médicos que realizaram sessões de sensibilização nas escolas. A cada aluno foi entregue um “passaporte saudável”, no qual constava um conjunto de actividades práticas na escola, em casa e ao ar livre, relacionadas com a alimentação saudável e a prática de exercício físico.

Na cerimónia realizada no gnration, Sameiro Araújo, vereadora do Desporto e Juventude, destacou o impacto deste programa na qualidade de vida dos mais jovens. “As nossas crianças estão cada vez mais saudáveis e temos que felicitar não só os jovens, que acolhem os conselhos dos técnicos de saúde e professores, mas também os pais e todas as famílias que apoiam estas crianças. Sem dúvida que uma criança saudável é uma criança muito mais feliz”, referiu Sameiro Araújo.

captain102.jpg

captain105.jpg

PARTICIPANTES DO PROGRAMA “BOCCIA SÉNIOR” REPRESENTAM BRAGA EM TORNEIO NO PORTO

O Programa Boccia Sénior Braga, resultado de uma parceria entre a Câmara Municipal de Braga e o Sporting Clube de Braga - Secção de Desporto Adaptado, continua a crescer e a defrontar-se com novos desafios.

13582093_1060506514032999_6604040887405791705_o.jpg

Após várias etapas vencidas, o Programa propõe-se a trilhar novos rumos e proporcionar novas experiências aos seus participantes, permitindo-lhes confrontarem-se com “jogadores” de outros Programas e/ou Instituições do País.

A primeira iniciativa decorrerá no próximo dia 23 de Junho, no Porto, onde participantes do Programa Boccia Sénior, em representação do Concelho de Braga, participarão no Torneio de S. João. Para o efeito, foi constituída uma equipa de 5 jogadores, seleccionados tendo por base os melhores resultados obtidos nos eventos desportivos internos realizados ao longo da presente época desportiva.

Os nossos “super-avós”, determinados e cheios de garra, estão entusiasmados por pôr em prática as competências adquiridas ao nível da modalidade de Boccia, levando o nome de “Braga” para além das portas da Cidade!

A participação neste Torneio constitui, assim, o primeiro passo para que no futuro seja possível identificar e formar jogadores para participarem em Provas Nacionais individuais e colectivas em representação do Programa Boccia Sénior, dando visibilidade ao trabalho desenvolvido ao nível desta vertente sócio-desportiva no Concelho de Braga.

IMG_3994.jpg

IMG_5264.jpg

CLUBE DE TIRO COM ARCO NASCE EM GUIMARÃES

Primeira ação pública de promoção ocorre na Feira Afonsina de Guimarães, que decorre até dia 25 de junho

É mais uma modalidade desportiva que se afirma em Guimarães. A Cidade primeira de Portugal é o berço do novo Clube de Tiro com Arco que promete uma atividade para lá da competição, com a aposta na criação de uma Academia de Tiro com Arco baseada na escola sul-coreana. 

image003 (2).jpg

O desejo de constituição de um clube em Guimarães tem mais de dois anos e reforçou-se após o assinalável êxito que coroou a realização em Guimarães, em janeiro de 2015, por impulso de um atleta local, da final da prova nacional de tiro em sala. Com cerca de cem atletas em competição, oriundos de vários pontos do País e com muitas dezenas de espectadores que quiseram conhecer de perto a modalidade, a sétima Prova do Campeonato Nacional 2015-2016 conferiu um colorido festivo ao Multiusos de Guimarães tendo sido considerada a “maior de sempre na zona norte”.

Gabriel Soares, atleta do Clube de Tiro com Arco do Porto, é o principal dinamizador do clube vimaranense. “A prova que organizámos em Guimarães permitiu verificar uma adesão assinalável por parte do público do nosso concelho. A ideia foi sendo amadurecida até que decidimos que estavam criadas as condições para avançarmos com um clube em Guimarães”, refere este atleta.

O arranque não podia ser mais auspicioso, já que o novel clube de Guimarães tem já garantida a organização da final nacional de campo, no próximo dia 17 de julho deste ano, prevendo-se que traga a Guimarães muitas centenas de atletas e espetadores. Por agora, e como forma de promoção junto do público, o clube participa na Feira Afonsina de Guimarães que decorre até domingo, 25 de junho. Num espaço do Largo do Carmo (perto do Castelo) os elementos do Clube de Tiro com Arco de Guimarães mostram como lidar com o arco e promovem ações de demonstração para públicos de todas as idades.

Desta forma, salienta Gabriel Soares, o clube pretende, por um lado, “dar a conhecer o clube e cativar possíveis atletas e entusiastas da modalidade” e, por outro, “desmistificar a ideia de que se trata de um desporto de elites”, até porque “uma bicicleta pode custar mais do que um arco de competição”.

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA: NO PRESENTE CONSTRUÍMOS O FUTURO

O BLOGUE DO MINHO agradece ao Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Dr. Fernando Nogueira, a colaboração que a autarquia cerveirense sempre tem dispensado, bem assim como a gentileza da oferta do artigo de opinião que publicamos, acedendo ao convite que lhe formulámos.

Fotografia Nogueira (1).png

“No presente construímos o futuro”

‘Cerveira, Vila das Artes’ é um concelho abençoado pelos deuses na sua criação, detentor de uma beleza natural única, de uma história profícua, de uma reconhecida marca artístico-cultural, de um valioso património, de uma população hospitaleira.

Acreditando que a valorização de um território tem de estar alicerçada nas pessoas, e partindo da premissa de que a atividade política só faz sentido como projeto coletivo ao serviço do bem comum, a atuação deste executivo cerveirense tem primado por uma política de humanismo alicerçada na proximidade, solidariedade, transparência e atratividade.

IMG_7732.jpg

Ao longo do presente mandato já empreendemos várias ações de grande, média e pequena dimensão, e todas com um denominador comum:melhorar a qualidade de vida dos cerveirenses. Como alguns exemplos temos a requalificação profunda da Piscina Municipal (2 milhões de euros); a colocação de relvado sintético no Estádio Municipal Rafael Pedreira (250 mil euros); a beneficiação do Estádio 1º de Janeiro (600 mil euros); a 2ª fase da Ecopista do Rio Minho com ligação ao concelho de Valença (600 mil euros); a adaptação de edifício para a sede da Unidade Local de Covas (80 mil euros); a melhoria do abastecimento de água em várias freguesias, com destaque para um grande esforço financeiro na freguesia de Covas com a construção de dois reservatórios de água (300 mil euros);modernização e beneficiação das redes de água e saneamento (500 mil euros);requalificação e manutenção dasredes viárias e acessibilidades de proximidade nas várias freguesias (750 mil euros anuais); transferências diretas para as freguesias com uma média superior anual de 400 mil euros em numerário.

No entanto, e não desvalorizando as grandes obras, há também muitas e pequenas ações de grande impacto no dia a dia dos cerveirenses. Desde logo a constituição de parcerias estratégicas para a dinamização empresarial do concelho, resultando em dois polos industriais lotados que absorvem constantemente muita mão-de-obra, proporcionando salários atrativos e acima da média; implementação do Serviço de Teleassistência materializado na rede móvel; conservação de património municipal e associativo de interesse público; incentivo a um maior envolvimento comunitário em eventos culturais como o Crochet Sai à Rua e a BIA – Artes e Ofícios Tradicionais; consolidamos eventos desportivos e atraímos novas modalidades e provas com imediata projeção nacional. E, porque somos um concelho que preservamos o bem-estar animal, implementamos um regulamento inovador que visa a esterilização gratuita de animais de companhia, de forma a minimizar os efeitos do abandono.

IMG_8585.JPG

As pessoas no centro das prioridades

A nossa gestão está centrada nas pessoas e a adoção de uma política de baixa fiscalidade foi uma opção imediata, de forma a incentivar uma maior equidade social e justiça fiscal. Temos os impostos nos limites mínimos exigidos por lei desde logo com a redução significativa do IMI para famílias com dois ou mais filhos; a devolução de 2,5% de IRS aos cerveirenses e o compromisso de investir parte do valor arrecadado no apoio social; e aplicamos benefícios para os investidores.

Introduzimos alterações afetas ao Cartão do Idoso ‘Idade+’, nomeadamente a redução de 50 por cento no pagamento do consumo da água, saneamento e tarifas de lixo; duplicou-se a comparticipação municipal na aquisição de medicamentos; e avançou-se com o serviço de bricolagem solidária ‘Casa Nova’, entre um vasto conjunto de políticas sociais.

Na área da Educação, aumentamos o número de estudantes do ensino superior a beneficiar de bolsas de estudo, bem como alargamos a gratuitidade dos transportes escolares até ao 12º ano de escolaridade.

A proximidade entre Município e Munícipe também foi amplamente trabalhada através do conceito de autarquia de ‘porta aberta’, da implementação de ferramentas de desburocratização e informatização, e de uma rede de wi-fi em todas as freguesias. Não obstante, e fomentando a cidadania ativa, também avançamos com o Orçamento Participativo 2015 e 2016, e a primeira edição do Orçamento Participativo Transfronteiriço.

Linhas de orientação futuras

Um autarca nunca se pode dar por satisfeito com a obra feita ou em curso, por isso temos diretrizesmuito claras e concretas para continuar a criar dinâmicas constantes em prol da afirmação nacional e internacional de Vila Nova de Cerveira.

Entre os vários projetos ambiciosos e de desenvolvimento sustentável previstos encontra-se o Parque Transfronteiriço Castelinho-Fortaleza, com cerca de 20ha, através de uma ponte pedonal/ciclável sobre o rio Minho, no âmbito da cooperação transfronteiriça Cerveira-Tomiño; o polígono industrial de Cerveira e Valença ao longo de 314ha junto à EN 13; a 3ª fase da Ecovia; a requalificação da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira; o ‘Mobilidade Urbana Sustentável’.

Precisamos ainda de trabalhar no alargamento da oferta hoteleira através da captação de potenciais investidores privados, por um lado; e fomentar a oferta habitacional no concelho, com maior incidência junto dos polos industrias de Cerveira, por outro lado. Continuar a investir na rede de água e saneamento; reforçar a requalificação dasprincipais vias de rede viária municipal; promover o alargamento da Tecnologia LED na iluminação pública de todas as freguesias. A aposta no turismo sustentável, e o de natureza em particular, é igualmente uma prioridade, possibilitando experiências nos rios Coura e Minho, e freguesias envolventes; assim como consolidar a marca ‘Cerveira, Vila das Artes’.

Ao nível de apoios diretos aos cerveirenses, prevêem-se alterações aos regulamentos municipais de taxas e tarifas, de forma a introduzir uma maior atenção e equidade social para famílias numerosas e famílias mais desprotegidas, bem como a criação do Espaço do Cidadão e de serviços de apoio descentralizados.

Continuamos empenhados em que a administração central permita resolver definitivamente a utilização do Castelo de Cerveira, através do programa Revive ou de outra iniciativa que sirva os vários interesses em equação.

Dr. Fernando Nogueira

Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira

Piscina Municipal 02.JPG

AQUAMUSEU DO RIO MINHO ACOLHE REUNIÃO DE TRABALHO DO PROJETO APROVADO PELO POCTEP

Aquamuseu acolheu reunião de trabalho de projeto aprovado pelo POCTEP

Os vários parceiros envolvidos noprojeto "Migramiño-Minho, Proteção e conservação dos peixes migradores no rio Minho internacional e seus afluentes" reuniram, pela primeira vez, nas instalações do Aquamuseu do rio Minho, para definir e articular o processo de execução, após aprovação pelo Programa INTERREG V A (POCTEP).

PROJETO INTERREG AQUAMUSEU.jpg

Liderado pela DirecciónXeral de Conservación da Natureza, Consellería de Medio Ambiente, Territorio e Infraestructuras, o projeto conta com uma dotação financeira de 2.131.550 €, cujo objectivo principal visa a melhoriada proteção e conservação do habitat fluvial da bacia do rio Minho, compreendendo o troço internacional e afluentes, assim como das espécies de peixes migradores presentes, nomeadamente lampreia, salmão, sável, savelha, truta marisca e enguia.

"Migramiño-Minho, Proteção e conservação dos peixes migradores no rio Minho internacional e seus afluentes" tem ainda como parceiros: Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Confederación Hidrográfica delMiño - Sil, Administração da Região Hidrográfica do Norte ARH Norte (APA), Estación de Hidrobiloxía «Encoro do Cón» da Universidade de Santiago de Compostela, Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira (Aquamuseu do Rio Minho).

CAMINHADA JUNTA VÁRIAS GERAÇÕES DE ESPOSENDENSES

1.ª Caminhada Intergeracional assinalou 8.º aniversário do Banco Local de Voluntariado de Esposende

Realizou-se, esta manhã, a 1.ª Caminhada Intergeracional, organizada pela Câmara Municipal e Esposende 2000, no âmbito do Programa Envelhecimento Ativo da Rede Social de Esposende, com o intuito de assinalar o 8.º Aniversário do Banco Local de Voluntariado (BLV).

_DSC0024.JPG

A atividade, prevista para abril mas adiada devido ao mau tempo, contou com a participação de cerca de 250 participantes, entre idosos, crianças e jovens, a maior parte dos quais utentes provenientes de Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho.

Os participantes concentraram-se na Praça do Município, onde foram saudados pelo Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, que agradeceu a todos quantos se dedicam à prática do voluntariado, considerando que “é digno de registo o facto de as pessoas dispensarem parte do seu tempo em prol da comunidade que os envolve”. Vincou que “o Município é tão mais rico quanto mais pessoas tiver com essa disponibilidade de colaboração”.

Destacou, por outro lado, o facto de esta iniciativa envolver as crianças, contribuindo para incutir nos mais novos o espírito do voluntariado e a importância de ajudar a comunidade, para além de fomentar a convivência intergeracional, que é sempre positiva.

“Somos um Município rico em termos humanos e uma referência em termos nacionais na área social, fruto do trabalho de toda uma equipa”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, assumindo que “é uma honra enorme presidir ao Município de Esposende”.

Com condições climatéricas propícias à prática de atividade física, a caminhada decorreu num ambiente animado e descontraído, por algumas ruas e Zona Ribeirinha da cidade, culminando no local da partida. A todos os participantes foi oferecida uma t-shirt alusiva ao Banco Local de Voluntariado, água, e uma peça de fruta para repor as energias.

Recorde-se que o BLV de Esposende foi criado em 2009, no âmbito do Projeto Concelhio de Luta Contra a Pobreza, através de um protocolo de colaboração estabelecido entre o Município e o Conselho Nacional para o Promoção de Voluntariado. Este Banco, assume-se um espaço de encontro entre pessoas que expressam a vontade de serem voluntárias, e as instituições locais que têm interesse em acolher ações de voluntariado, promovendo as necessárias condições para a sua integração.

O Banco Local de Voluntariado de Esposende conta atualmente com 213 voluntários, cuja colaboração tem sido fundamental no desenvolvimento e operacionalização de vários projetos locais. A expetativa é que mais pessoas e instituições possam envolver-se nesta dinâmica, potenciando-se o voluntariado local a vários níveis, com o propósito de contribuir para o reforço da coesão social, da solidariedade e da cidadania ativa, na construção de uma sociedade mais justa e solidária.

_DSC0067.JPG

_DSC0082.JPG

_DSC0112.JPG

_DSC0128.JPG

SECRETÁRIA DE ESTADO EM CAMINHA PARA O ARRANQUE DA OBRA DE REVITALIZAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA – CAIS DOS PESCADORES

Auto de Consignação da empreitada é assinado segunda-feira, pelas 11H00, no Cais de Caminha

A Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, estará na próxima segunda-feira, dia 26 de junho, em Caminha, para participar na cerimónia de assinatura do auto de consignação da empreitada “Requalificação do Cais dos Pescadores”, que terá lugar pelas 11H00, no Cais de Caminha.

Frente ribeirinha e cais dos pescadores.jpg

Com este ato arranca formalmente uma das obras mais ansiadas do concelho, orçada em cerca de um milhão de euros, e que há muitos anos era reivindicada pela classe piscatória de Caminha, que finalmente terá condições dignas e de segurança para realizar o seu árduo trabalho. Esta é também uma intervenção fulcral para o turismo e para a imagem da Vila de Caminha e de todo o concelho.

Conforme informámos recentemente, a obra de “Revitalização da Frente Ribeirinha de Caminha - Cais dos Pescadores”, foi preparada em diálogo com a autoridade marítima, os pescadores e a Junta de Freguesia de Caminha e Vilarelho e a Polis Litoral Norte. Há dias, e com a obra já adjudicada, foi também realizada uma reunião de trabalho entre a Câmara Municipal, empreiteiro, Junta e Freguesia de Caminha e Vilarelho, Polis Litoral Norte e pescadores, para discutir alguns pormenores e preparar a montagem do estaleiro.

Recorde-se que o projeto foi executado em 2015, em colaboração com o Comandante do Porto de Caminha e com a Associação dos Pescadores do Rio e Mar. A candidatura de “Requalificação e Revitalização da Frente Ribeirinha de Caminha - Cais dos Pescadores”, um investimento financiado pelo Programa Operacional Mar 2020 em 75%, foi posteriormente formalizada e aprovada. Havia já uma intervenção assegurada, em sede de Orçamento Participativo, mas conseguiu-se ir muito mais longe.

Conforme referiu o presidente da Câmara, Miguel Alves, “esta é uma vitória de toda a comunidade mas é, sobretudo, uma vitória dos pescadores que se mobilizaram para participar na elaboração do projeto do novo cais com a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia, a Polis Litoral Norte e a Capitania de Caminha (com o então comandante Gonzalez dos Paços) em primeiro lugar, e depois através da votação no Orçamento Participativo de Caminha, que permitiu encontrar uma primeira verba para podermos avançar com as obras. No concelho de Caminha o paradigma de intervenção mudou: agora os resultados não se ficam pelas imagens do powerpoint, agora os resultados são concretos e servem o interesse das pessoas. Esta será uma das grandes obras de Caminha em 2017".

Refira-se que esta é a primeira intervenção de fundo na marginal do concelho, em mais de três décadas, que vem beneficiar os pescadores. A obra vai ser realizada no quadro do Programa Operacional Mar 2020, que só foi operacionalizado pelo atual Governo, em 2016. A obra foi apresentada no início deste ano, quando já decorria o concurso público, em Caminha, numa cerimónia presidida pela Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, em que foi feita a apresentação pública das ações Mar 2020 da Polis Litoral Norte.

PROGRAMA:

11H00 – Visita à empreitada de Caminha, com assinatura do Auto de Consignação da Empreitada “Requalificação do Cais dos Pescadores, em Caminha”

Local: Cais de Caminha        

Alinhamento: Assinatura do Auto de Consignação e intervenção do Sr. Presidente da Câmara Municipal e da Sra. Secretária de Estado.

marginal Caminha (1).jpg

marginal Caminha (2).JPG

ESPOSENDE QUER VER RECONHECIDA A "ROMARIA DE S. BARTOLOMEU DO MAR E BANHO SANTO" COMO PATRIMÓNIO IMATERIAL NACIONAL

Município de Esposende efetiva candidatura da “Romaria de S. Bartolomeu do Mar e Banho Santo” a Património Cultural Imaterial Nacional

A Câmara Municipal de Esposende efetivou a candidatura da “Romaria de S. Bartolomeu do Mar e Banho Santo” a Património Cultural Imaterial Nacional.

DSCF0002.JPG

Na continuidade do processo iniciado o ano passado, no passado dia 16 de junho, a Vereadora da Cultura, Jaqueline Areias, entregou no Museu Nacional de Etnologia o dossier com o pedido de inscrição na Lista Nacional do Património Imaterial desta manifestação cultural imaterial do concelho de Esposende. Este pedido será, agora, alvo de apreciação por parte de várias entidades, prevendo-se que o processo demore alguns meses, de acordo com Paulo Costa, Diretor do Museu Nacional de Etnologia e responsável pela coordenação do Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

Recorde-se que o Município de Esposende apresentou publicamente, a 3 de junho de 2016, a candidatura da “Romaria de S. Bartolomeu do Mar e Banho Santo” à Lista Nacional do Património Cultural Imaterial, em sessão realizada no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, no âmbito do 5.º Encontro Nacional da Rede da Cultura dos Mares e dos Rios. Na oportunidade, o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, referiu que o Município, ciente da sua responsabilidade na promoção da salvaguarda das suas tradições e do seu passado, entendeu classificar uma das mais notáveis manifestações culturais ligadas à terra e ao mar, apoiando-se numa equipa de investigação de excelência, liderada por Álvaro Campelo. O Autarca assinalou que a Romaria de S. Bartolomeu do Mar e o Banho Santo constituem uma referência cultural indissociável do Município, e manifestou a expetativa de que a candidatura seja aprovada e se transforme também num motor de desenvolvimento da localidade de Mar e do próprio concelho.

Posteriormente, no dia 2 de julho, a Câmara Municipal apresentou a candidatura à comunidade de Mar, em sessão realizada no Salão Paroquial de S. Bartolomeu do Mar, com a presença do Vice-presidente da Autarquia, António Maranhão Peixoto, e da Vereadora Jaqueline Areias.

O projeto da candidatura, sendo sobre património imaterial, foi materializado por dois filmes sonoros sobre a romaria, um do início da década de 1980, com recurso a imagens dos anos de 1970, e outro de 2016, realizado por Hugo Morango da equipa de Antropólogos liderada por Álvaro Campelo, onde foram abordados os diversos aspetos da Festa, da Praia e da Paisagem antrópica, da Feira do Linho, do ritual do arranjo e do encontro dos Andores, da Procissão, do ritual do Frango Preto e do Banho Santo.

DSCF0007_2.jpg

EUROCIDADE MONÇÃO-SALVATERRA DE MIÑO DISPONIBILIZA OS SERVIÇOS DO GABINETE DE INFORMAÇÃO SOBRE EMPREGO DA UNIÃO EUROPEIA, EURES TRANFRONTEIRIÇO

Serviço, em funcionamento desde a passada segunda-feira, 19 de junho, constitui uma mais-valia para quem investe e trabalha nesta zona de fronteira, garantindo acesso a um conjunto de informações fundamentais para um pleno exercício da atividade profissionale para a procura de emprego.

Eures (Large).JPG

A Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, cuja sede está localizada no lugar da Lodeira, em Monção, iniciou, na passada segunda-feira, 19 de junho, a colaboração com o serviçoEures Transfronteiriço Norte de Portugal – Galicia, organismo criado em 1998 com o objetivo de transmitir informação específica relacionada com a mobilidade de trabalhadores e empresários entre as duas regiões.

Esta decisão, saída de uma reunião de trabalho entre os representantes da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño e a Coordenadora do Eures Transfronteiriço Norte de Portugal – Galicia, Teresa GonzálezVentin, realizada recentemente, constitui uma mais-valia para quem investe e trabalha nesta zona de fronteira, garantindo acesso a um conjunto de informações fundamentais para um pleno exercício da atividade profissional.

Entre estas, destacam-se as ofertas de emprego existentes na Euroregião, informação sobre legislação dos dois países em matéria laboral, fiscal e social aplicada à mobilidade transfronteiriça, oportunidades de formação profissional em ambas as regiões e os procedimentos legais subjacentes à contratação laboral.

Presentes na reunião, tanto o presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, como o Alcalde de Salvaterra de Miño, Arturo Grandal Vaqueiro, consideram aquele serviço como essencial no relacionamento laboral e formativo das duas regiões, acreditando que a sua aplicabilidade terá um papel importante junto dos empregados e empregadores.

A informação solicitada será disponibilizada pelas duas técnicas afetas ao organismo que tem em mãos o estabelecimento de diversas parcerias, através de protocolos de colaboração, com instituições e associações de ambas as regiões, visando assegurar maior flexibilidade, procura e eficácia deste serviço virado para as pessoas.

Refira-se que o Eures é uma rede criada pela Comissão Europeia, constituída por representantes em todos e cada um dos estados membro, com o propósito de prestar serviços de informação aos trabalhadores e empresários sobre o mercado de trabalho no Espaço Económico Europeu.

Dentro da rede Eures, encontra-se o serviço Eures Transfronteiriço, cujo objetivo consiste em dar resposta às necessidades de informação ligadas à mobilidade laboral e empresarial em zonas de fronteira. Um desses Eures Transfronteiriço recebeu o nome de Norte de Portugal – Galicia, intervindo nesta Euroregião desde 1998.

Horário

Atendimento ao público

Período da manhã - segunda a sexta-feira - 09h00 às 13h00

Período da tarde - quinta-feira - 15h00 às 17h00   

OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA EB 2,3 S DE MELGAÇO JÁ ARRANCARAM

Investimento elegível de 1 milhão e 110 mil euros

Projeto deverá estar concluído em finais de 2018, tendo a Escola nesta altura condições para acolher 754 alunos, num total de 29 salas.

Já estão em curso as obras de requalificação e modernização da EB 2,3 S de Melgaço. Os trabalhos arrancaram esta semana e vão incidir numa intervenção geral e profunda na Escola, no sentido de a modernizar sob o ponto de vista funcional e também da qualidade dos espaços, nomeadamente ao nível da qualidade do ar e do conforto térmico, dotando-a assim de condições de funcionalidade e de modernidade compatíveis com o que os tempos atuais demandam. Remover as placas de fibrocimento que ainda restam na Escola é também um dos processos a resolver. Em causa está um investimento elegível de 1 milhão e 110 mil euros, cofinanciado pelo FEDER no valor de 943.500 euros.

Arranque das obras da EB S 2,3 Melgaço (2).jpg

O executivo municipal visitou ontem, 21 de junho, o andamento das obras.

Projeto estará concluído em fevereiro de2018, tendo a Escola nesta altura condições para acolher 754 alunos, num total de 29 salas. ‘A Educação continua a ser uma das nossas prioridades, em prol de um futuro melhor para as nossas crianças e jovens’, considerou o autarca.

A Escola EB 2,3 S de Melgaço, com 30 anos de existência, tem procurado ao longo do tempo, através dos seus órgãos diretivos, manter a sua funcionalidade, quer nas condições que oferece aos alunos que a frequentam, quer nas condições de trabalho do seu pessoal docente e não docente. Em boa medida tem sido possível garantir boas condições de utilização deste equipamento, contudo decorrente da idade que o mesmo apresenta, é possível quantificar uma série de carências do ponto de vista construtivo e de apetrechamento, financeiramente muito significativas, que a Escola por si própria não consegue resolver. As coberturas do refeitório e do gimnodesportivo, construídas em chapas de fibrocimento, já tinham sido substituídas, faltando agora os quatro pavilhões, pedagógicos e administrativos. Para além das várias fissuras que originam outras tantas infiltrações de água da chuva, esta situação representa também um potencial problema de saúde para alunos, professores e funcionários tendo em conta que o material de que é constituído contém amianto, material que possui reais efeitos cancerígenos.

Requalificação e modernização adequa-se às atuais necessidades pedagógicas e de segurança e higiene:

Ao nível dos arranjos exteriores:

- Completar pavimentação em betão betuminoso das vias ainda com o pavimento de origem, em semipenetração betuminosa e que se apresentam muito degradados;

- Existência de vários pontos de afloramentos à superfície de águas subterrâneas;

- Área de atividades exterior pavimentada em semipenetração betuminosa, sendo um material muito abrasivo para os alunos em caso de queda;

- Deteriorações pontuais de passeios, bancos, caixas de bocas de incêndio. Grosso modo, prevêem-se as seguintes intervenções:

  • Substituição integral das coberturas dos pavilhões 1 a 4 com aplicação de painel sanduíche metálico;
  • Substituição integral da caixilharia dos pavilhões por solução com corte térmico e com vidro duplo, substituindo também o sistema de obscurecimento interior;
  • Substituição integral do sistema de aquecimento dos pavilhões, uma solução integrando bombas de calor com unidades splitz, alimentado por energia elétrica mas que apresenta uma elevada eficiência, custo de exploração mais baixo e custo de manutenção baixo;
  • Instalação de sistema de ventilação de ar em todos os espaços, obrigatório por lei para equipamento desta natureza;
  • Substituição integral da rede de distribuição de água exterior e interior dos edifícios, bem como a instalação de uma rede de incêndios nova;
  • Substituição das redes de saneamento de águas pluviais e residuais nos troços em que a secção dos tubos está obstruída por raízes em zona de árvores ou com tubos partidos. Retificar fundos degradados das caixas de visita;
  • Substituição das armaduras de iluminação interior e iluminação exterior por armaduras com tecnologia LED;
  • Instalação de sistema de iluminação de emergência;
  • Instalação de sistema de deteção de incêndios;

- Pintura geral de paredes e tetos;

- Substituição de alguns pavimentos em tijoleira cerâmica e polimento do parquet das salas;

- Reparação e pintura paredes exteriores apresentando microfissuração e descasque;

- Substituição do mobiliário pedagógico, da sala de professores, do bar que apresenta avançado estado de vetustez bem como do refeitório, integralmente;

- Instalação de laboratórios de físico-química e biologia modernos e adequados às exigências pedagógicas;

- Reformulação de instalações sanitárias, incluindo para pessoas com mobilidade condicionada;

- Instalação de equipamento de elevação para movimentação entre pisos para pessoas com mobilidade reduzida, em dois pavilhões (1 - Biblioteca e 4 - Laboratórios);

- Substituição de diversos elementos de carpintaria degradados e envernizamento de elementos existentes.

Ao nível da cantina:

- Em termos estruturais, verifica-se a necessidade de uma câmara de conservação e de requalificar as grelhas de pavimento que apresentam um nível de ferrugem bastante elevado;

- Ao nível dos equipamentos da cozinha registam-se várias falhas, nomeadamente estanteria, balança eletrónica, cortadora de legumes, triturador de cozinha.

Arranque das obras da EB S 2,3 Melgaço (6).jpg

Arranque das obras da EB S 2,3 Melgaço (9).jpg

Arranque das obras da EB S 2,3 Melgaço (12).jpg

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DE BRAGA VAI A VOTOS

Votação on-line em participe.cm-braga.pt até 9 de Julho

Arrancou primeira fase de votação dos projectos do Orçamento Participativo 2018

A primeira fase de votação on-line dos projectos submetidos ao Orçamento Participativo do Município de Braga já está a decorrer. Em votação estão 54 propostas oriundas de diversos pontos do Concelho e que abrangem seis áreas de intervenção.

CMB11032014SERGIOFREITAS00000162.jpg

Esta primeira fase de votação estará em curso em htp://participe.cm-braga.pt até às 24h00 do dia 9 de Julho, sendo que os cidadãos inscritos têm que votar em seis projectos (um por cada área).

Na área ‘Cultura e Património (material e imaterial)’ incluem-se onze projectos: ‘Nós pela Terra’; ‘Das Sete Fontes à Fonte de Infias’; ‘Recuperação da Igreja Matriz Velha de Lomar; ‘175 anos de Música em Braga’; ‘Rodellus – Um festival para quem não tem medo do Campo’; ‘Dinamização Cultural do Auditório Multiusos de Sequeira’; ‘Arte por Tadim’; ‘Valorização do Castelo de Braga e Muralhas Medievais. O passado na Calçada’; ‘EsPassos Audiovisuais’: ‘Fi-bra – Filarmónica Juvenil de Braga’, ‘Reactivação do Grupo de Teatro e Remodelação de Espaço (Padim da Graça).

Para a área ‘Ecologia, Ambiente e energia’ foram aceites cinco projectos: ‘Plantação de Árvores’; ‘Sala Expositiva/Interactiva e Observatório Solar do Planetário – Casa da Ciência de Braga’; ‘Das Palhotas a Cabanas’; ‘Ciência Andante’; ‘Olha a floresta Autóctone’.

Já na área dos ‘Equipamentos e Espaços Públicos’ estão em votação 17 projectos: ‘Requalificação do campo de futebol de Tebosa’; ‘Parque Desportivo de Cabreiros – ampliação de balneários’; ‘Espaço Comunitário e de Culto de S. Martinho’; ‘Requalificação do parque de lazer de Ribeiro dos Prados’, ‘Centro Cívico de Gualtar’; ‘Ampliação do Rocódromo de Escalada’; Nascente do rio Este para todos; ‘Arte e Cidadania’; ‘Parque de Lazer Campo de Jogos de Semelhe’; ‘Recinto da Capela de S. Gregório’; ‘Salão de Apoio às actividades da freguesia (Guisande e Oliveira S. Pedro)’; ‘Brincar e Crescer a Sorrir’; ‘Parque das Gerações’; ‘Parque Infantil para Montélios’; ‘Cobertura Ringue Desportivo de Padim da Graça’; Requalificação para Centro Cívico (Sé); ‘Parques Infantis – Loteamento Quinta dos Lagos e Loteamento Parque Norte’.

Na área da ‘Solidariedade e Coesão Social’ encontram-se 17 projectos: ‘Plataforma para a redução/aproveitamento do desperdício alimentar e promoção da integração social’; ‘Comemoração do Dia de África’; ‘ReDe – Recursos Desportivos em Rede’; ‘Jardim da Melhor Idade’; ‘Braga enCantada – Semana intercultural, promovida pela comunidade ucraniana’; ‘Acolher Melhor – Recuperar o Centro de Alojamento para Sem Abrigo’; ‘Mais Rodas = Mais Sensibilização’; ‘Dar Asas para voar’; ‘Divulgar e sensibilizar para a doença oncológica’; ‘Centro Multidisciplinar para Doenças Neurodegenerativas’; ‘Escutatório’; ‘Projecto de Identificação da Sobredotação e do Talento em Alunos do 1º Ciclo’; ‘Incluir_com_Arte (Núcleo Pais-em-Rede de Braga)’; ‘Ora Essa! Atelier de Moda Reciclada e Inclusiva’; ‘Sala “Snoezelen”; ‘+ Saúde + Idade’; ‘Braga: Cidade do desporto inclusivo’.

No ‘Trânsito, Mobilidade, Acessibilidades e Segurança Rodoviária’ estão três projectos em votação: ‘Rotunda no cruzamento da avenida Robert Smith com as ruas José António Cruz e Padre Vitorino de Sousa Alves’; ‘Estudo para conclusão do anel ferroviário no Minho (Guimarães-Braga-Barcelos)’; ‘Substituição de dissuasores de trânsito por gradeamento’.

Na área do ‘Turismo’ encontra-se em votação o projecto ‘Conta-me como foi’ a implementar no Presépio ao Vivo de Priscos.

A segunda fase de votação irá decorrer de 10 a 23 de Julho. Nesta fase, cada cidadão poderá escolher um projecto entre os trinta apurados na primeira fase. A apresentação pública dos projectos vencedores decorrerá até 31 de Julho.

Recorde-se que, à semelhança do ano transacto, o montante global do Orçamento Participativo é de 750 mil euros, dos quais 100 mil euros são relativos a projectos do Orçamento Participativo Escolar. O valor que será cabimentado no orçamento da Câmara Municipal para 2018.

Braga é de todos e todos têm uma palavra a dizer na construção de um presente e futuro melhores. Participe e faça ouvir a sua voz!

FAFE REQUALIFICA POLIDESPORTIVO DE MARINHÃO

Marinhão inaugura obras de requalificação do Polidesportivo

Vão ser inauguradas, no próximo sábado, 24 de Junho, as obras de requalificação do Polidesportivo de Marinhão.

O projecto, realizado ao abrigo do protocolo assinado com a Câmara Municipal de Fafe, inclui o restauro do pavilhão, a colocação de relva sintética, pintura, arranjos exteriores e sistema de rega.

A sessão tem início marcado para as 17h00.

BRAGA DÁ ASAS AOS SENIORES DO CONCELHO

Programa ‘Braga dá-te asas’ arrancou hoje. Município proporciona baptismo de voo aos seniores do Concelho

Hoje foi um dia inesquecível para a D. Lucinha, a D. Manuela Santos e a D. Filomena Fernandes. Estas “jovens” seniores Bracarenses de 88, 89 e 94 anos, respectivamente, foram as primeiras passageiras do projecto ‘Braga dá-te asas’ que proporciona baptismos de voo aos seniores do Concelho.

voobrag (1).jpg

No dia em que o Aeródromo Municipal de Braga celebra 88 anos de actividade, este foi o momento escolhido pela Autarquia para dar início a mais um projecto que incentiva o envelhecimento activo e permite aos seniores descobrirem as sensações de andar de avião, ao mesmo tempo que passam a conhecer Braga de uma nova perspectiva.

“Este é um projecto que vai permitir que os seniores do Concelho tenham uma experiência de voo. Todos os que nunca puderam voar têm aqui uma oportunidade de verem Braga de uma forma que nunca viram, tal como estas seniores Bracarenses que mostraram possuir um espírito jovem”, referiu Sameiro Araújo, vereadora do Município de Braga, no arranque do projecto que decorreu esta Quinta-feira, 22 de Junho, no Aeródromo Municipal, em Palmeira.

Como explicou a Vereadora, esta parceria entre o Município e o Aero Club de Braga vai possibilitar uma nova experiência a todos os seniores que manifestarem essa vontade. Para tal, basta efectuar a inscrição na Câmara Municipal e ter mais de 70 anos de idade. “Este programa estende-se a todos os seniores, uma vez que não é necessário estarem inscritos em instituições. Basta terem vontade e espírito para experimentarem novas emoções”, sublinhou Sameiro Araújo, acrescentando que para usufruírem deste programa apenas é exigido um atestado médico e uma autorização familiar.

As três seniores que participaram no arranque deste programa eram provenientes do Lar Conde Agrolongo e da Associação Amigos da Terceira Idade de Palmeira. Para Cícero Peixoto, director do Aeródromo Municipal de Braga, o ´sonho de voar´ é o principal factor de motivação para este projecto. “Queremos proporcionar momentos inesquecíveis aos seniores do Concelho. Ao longo destes 88 anos de actividade, o Aeródromo foi sofrendo modificações tremendas e hoje cumpre todas as exigências pela Autoridade Nacional da Aviação Civil”.

voobrag (2).jpg

voobrag (3).jpg

voobrag (4).jpg

voobrag (5).jpg

CÂMARA DE CAMINHA APROVA VOTO DE LOUVOR À ATLETA MOLEDENSE ÂNGELA CHEVARRIA FERNANDES

Miguel Alves propôs a distinção e destacou qualidades desportivas e humanas

Miguel Alves fez aprovar, em reunião do Executivo, um voto de louvor à atleta moledense Ângela Chevarria Fernandes, que obteve recentemente o terceiro lugar no Campeonato de Europa de Stand UpPaddle (SUP) na vertente maratona, que decorreu em Peniche. Para o presidente da Câmara, que proporá também a atribuição de uma medalha honorífica à atleta, “este resultado iguala o resultado individual alcançado no ano passado na mesma competição e confirma a nossa conterrânea como uma das melhores atletas do mundo nesta modalidade em ascensão”. O voto foi aprovado por unanimidade.

3M1A4560.jpg

A prova decorreu no passado dia 9 deste mês e, como referimos, amoledense Ângela Marta Chevarria Fernandes obteve o terceiro lugar no Campeonato de Europa de Stand UpPaddle (SUP) na vertente maratona.No terceiro e último dia de competição foi dedicado exclusivamente às difíceis provas de Race Maratona. Ângela ChevarriaFernandes foi considerada “a grande revelação desta seleção” pelos especialistas da modalidade e subiu ao pódio para receber a sua medalha de bronze individual.

Conforme referiu Miguel Alves no texto que submeteu a votação, o currículo da atleta, associada ao Peniche Surf Clube, “é impressionante”: “no remo, foi Campeã Nacional por 15 vezes em diferentes distâncias e embarcações e no decorrer da sua carreira internacional obteve um 4º lugar na Coupe de la Jeunesse 2000 e o 7º lugar no Campeonato do Mundo que teve lugar em Eton em 2006.No ciclismo foi Campeã Nacional de pista em velocidade, Campeã Nacional master de ciclocrosse em 2015 e 2016, duas vezes vencedora da Taça de Portugal por equipas, vencedora da Volta à Galiza em 2011 e competiu na Taça de França em longa distância durante três anos. A qualidade apresentada, fez com que representasse a Seleção Nacional em várias competições internacionais pelo mundo fora.No triatlo foi Campeã Nacional de idades na vertente de triatlo longo em 2014”.

Ultimamente, lembrou o presidente, “a nossa conterrânea tem-se dedicado ao Stand UpPaddle com resultados de excelência. Foi Campeã Nacional em 2014, 2015 e 2016 na vertente de SUP técnico e SUP maratona, venceu ou obteve extraordinárias classificações em provas de elite internacional, foi 3ª classificada em SUP maratona, 5º classificada em SUP técnico e 3ª classificada por equipas no Campeonato de Europa de 2016 e, há poucos dias, foi 3ª classificada em SUP maratona, 5º classificada em SUP técnico e 4ª classificada por equipas no Campeonato da Europa 2017 realizado em Peniche”.

O presidente destacou também, para além das evidentes qualidades desportivas e competitivas, o facto deÂngela Fernandes ser conhecida “pelas suas caraterísticas humanas ligadas à disciplina de trabalho desenvolvendo a sua profissão numa empresa familiar de distribuição de combustível que tem sede no concelho de Caminha, o que torna ainda mais relevante os resultados que obtém perante rivais que são profissionais. Além disso, a Ângela Fernandes cultiva relações de companheirismo e lealdade profunda, manifestando sempre disponibilidade para o envolvimento comunitário e a partilha de competências com aqueles que a rodeiam. É conhecida pelo seu amor à terra e pela paixão infinita que tem por Moledo e pela sua praia”.

Na opinião de Miguel Alves, “o perfil, percurso e resultados obtidos pela desportista Ângela Fernandes honram o concelho de Caminha e exigem louvor público. O seu testemunho, dedicação e valores, são um exemplo para toda a comunidade em geral e para os jovens em particular. Pelo que tem feito e tendo em conta a recente distinção que a coloca como uma das 3 melhores atletas da Europa na modalidade de Stand UpPaddle, a Ângela Fernandes merece o louvor do Município de Caminha”.

Já depois da aprovação pelo executivo, o presidente revelou que irá propor ao órgão competente o início do processo de atribuição de uma medalha honorífica à atleta, que gostaria de concretizar no mês de julho, aquando da realização da 5ª Edição da Minho SupRace, organizada pela Escola Lalo&Wind e com o apoio da Câmara Municipal de Caminha, agendada para os dias 22 e 23 de julho de 2017, no rio Minho e na praia de Moledo.

ESPOSENDE INCENTIVA INVESTIMENTO NO CONCELHO

Município aprovou Projeto de Regulamento de Concessão de Incentivos ao Investimento

O Município de Esposende deu mais um passo com vista à captação de investimento para o concelho, ao aprovar, por unanimidade, o Projeto de Regulamento de Concessão de Incentivos ao Investimento.

DSC07094.JPG

Decorrido o prazo para a apresentação de contributos, o Projeto de Regulamento será agora sujeito a discussão pública. Após a publicação em Diário da República, os interessados disporão de um período de trinta dias úteis para formular reclamações, observações ou sugestões, findo o qual o documento será submetido à Assembleia Municipal para aprovação.

Entra, assim, na fase final o processo para dotar o Município de uma ferramenta de apoio ao desenvolvimento económico, incentivando o investimento empresarial no concelho. Associado aos incentivos já existentes, Esposende pretende oferecer um conjunto mais alargado de benefícios para quem se instale e crie postos de trabalho no concelho, bem como para os agentes que pretendam ampliar os seus negócios ou criar novos projetos.

Como fatores estratégicos e de estímulo, a Câmara Municipal propõe um conjunto de incentivos, nomeadamente reduções e isenções de taxas e concessão de benefícios fiscais, assegurando aos investidores e empreendedores a oportunidade para a concretização dos seus negócios no concelho. O Município pretende, por esta via, criar condições para fomentar o desenvolvimento económico do concelho, e consequentemente, melhorar a qualidade de vida da população.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, “é fundamental disponibilizar um ambiente favorável ao investimento, respondendo com energia e com ações de efeito imediato, alicerçadas numa visão de futuro”.

Apesar de estas medidas se traduzirem numa perda de receita para o Município, Benjamim Pereira realça que “constituem uma mais-valia, uma vez que contribuirão para tornar o nosso território mais atrativo para potenciais investidores, com a vantagem de contribuírem também para a criação de postos de trabalho”. O Autarca clarifica que, entre várias áreas de negócios, também as atividades económicas relacionadas com as fileiras da Agricultura/Floresta e Produtos de Base Regional poderão beneficiar dos incentivos do Município.

Benjamim Pereira relembra que o Regulamento de Concessão de Incentivos ao Investimento está associado a outras medidas tendentes à captação de investimento e ao desenvolvimento económico, de que é exemplo o Centro de Negócios, espaço dedicado ao empreendedorismo e ao coworking.

D. MIGUEL PEREIRA FORJAZ NASCEU HÁ 248 ANOS E FALECEU HÁ 190 ANOS

Um limiano que foi um dos mais distintos generais do Exército Português

Miguel Pereira Forjaz Coutinho Barreto de Sá e Resende nasceu em Ponte de Lima em 1 de Novembro de 1769. Foi um dos mais distintos generais do Exército Português, porventura a quem mais devemos a recuperação da soberania nacional na sequência das invasões francesas.

Tesouros542.jpg

Membro do Conselho de Regência em 1807 e 1809, este órgão estava incumbido de governar o Reino de Portugal enquanto a corte permanecia no Brasil a fim de salvaguardar a integridade física da Família Real e, consequentemente, evitar a imposição de qualquer acto de capitulação, como aliás sucedeu noutros países.

O escritor Raul Brandão, na sua obra El Rei Junot, faz uma descrição bastante exaustiva do seu envolvimento na organização da resistência popular aos invasores, nomeadamente através da constituição e armamento de ordenanças, termo com que então se designavam as milícias populares.

O seu nome veio posteriormente a ficar associado ao julgamento e execução dos membros do Sinédrio – organização para-maçónica que planeava destinada a desencadear uma revolução com vista à implantação de uma monarquia constitucional – entre os quais se incluía o seu primo, o General Gomes Freire de Andrade. É, aliás, a si atribuída a célebre frase “Felizmente há luar!” que mais tarde serviu de título a uma obra teatral da autoria de Luís de Stau Monteiro. E é porventura essa a razão pela qual, em edições mais recentes da obra de Raul Brandão, foram suprimidas as passagens acerca de D. Miguel Pereira Forjaz… a História é escrita pelos vencedores!

Em 1820, recebeu o título de Conde da Feira e, em 1826, por ocasião da outorga da Carta Constitucional por D. Pedro IV, foi eleito par do Reino.

Estes e outros aspectos a respeito do ilustre limiano que foi D. Miguel Pereira Forjaz constam de um artigo inserto na revista “O Anunciador das Feiras Novas” que anualmente se publica em Ponte de Lima.

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA LANÇA OBRAS DE TRIBUTO A CARDEAL SARAIVA

O livro “Cardeal Saraiva: documentos raros e dispersos” vai ser apresentado no próximo dia 22 de junho, pelas 18h00, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ponte de Lima. Trata-se de uma obra que congrega escritos inéditos reveladores da excecional qualidade intelectual de uma das mais proeminentes personalidades da história religiosa, política e cultural do Portugal oitocentista, compilados por ocasião das celebrações dos 250 anos de nascimento do monge beneditino.

img298.jpg

Ao lançamento da mais recente aposta literária do Município de Ponte de Lima, seguir-se-á a apresentação do segundo número da revista cultural “Ponte de Lima: do passado ao presente, rumo ao futuro”, cuja edição se dedica integralmente à reprodução das comunicações proferidas nas conferências de tributo a Frei Francisco de São Luís (1766-1845), que decorreram de maio de 2016 a janeiro de 2017.

A cerimónia oficial acolherá também a exibição de parte de um documentário sobre a vida e obra do Cardeal Saraiva, realizado por Pedro Ramos Ferreira e Vítor Hugo Silva, que conta com as participações dos conferencistas envolvidos no ciclo de palestras consagrado à insigne figura ponte-limense.

Associe-se à homenagem a Frei Francisco de São Luís e marque presença no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ponte de Lima.

"ROBERTOS" ANIMAM FAFE

Fafe será palco de espetáculos com bonecos e formas animadas. Cidade vai ser invadida por Marionetes, Fantoches e muita animação. Mais de 30 espetáculos de 22 companhias de teatro de todo o mundo

Fafe será palco, na próxima semana, da 2ª edição da Feira de Teatro de Bonecos e Formas animadas, promovida pela Câmara Municipal, através da plataforma artística Fafe Cidade das Artes.

Cartaz Feira de Bonecos e Formas Animadas.jpg

Durante três dias (28, 29 e 30 de Junho), Fafe vai receber mais de 30 espetáculos de teatro de bonecos, marionetas, fantoches e formas animadas, distribuídos por espaços emblemáticos, como o a Casa da Cultura, a Biblioteca Municipais, a Escola Professor Carlos Teixeira e ainda por várias ruas da cidade.

A ideia é resgatar as memórias dos “Dom Roberto” das feiras e praças, que nas terras do Minho deixaram como principal herança os grupos de “cabeçudos e gigantones”, promovendo, de igual forma, não só o mercado artístico, mas também o turismo.

Cerca de 22 companhias de teatro de formas animadas das mais diversas variantes e estéticas passarão pela cidade, prometendo muita animação a quem decide assistir aos espetáculos programados.

As companhias de teatro participantes, que irão mostrar as suas produções e tentar lançá-las no mercado, são oriundas de diversos países, além de Portugal, como Espanha, Brasil e Inglaterra.

Para todos os públicos e especialmente para as famílias, esta grande Feira de Teatro de Bonecos e Formas Animadas vai contar com a presença de mais de 20 programadores profissionais, representantes de importantes festivais internacionais, no papel de observadores e possíveis “compradores” de espetáculos.

Os fafenses que vão ter a oportunidade de assistir ao que se faz de melhor no mundo do teatro dos bonecos, uma arte que é parte da memória e da tradição de todos os povos.

A Feira pretende ser um espaço de criatividade, desenvolvimento artístico, cultural e social. Associa-se a uma causa social: parte das receitas reverte para o Banco de Leite de São Tomé e Príncipe.

Pompeu Martins, Vereador da Cultura, sublinha a “o sucesso que a iniciativa teve o ano passado e que se espera que também tenha este ano. Esta segunda edição trará a Fafe um conjunto de espectáculos de grande qualidade, protagonizado por excelentes artistas que darão um colorido diferente à cidade.

É um óptimo programa para as famílias que, durante três dias, vão poder ter acesso a diferentes espetáculos e atividades.

Este, como outros eventos que o Município de Fafe tem promovido, pretendem elevar o nível cultural do concelho, com uma oferta artística cada vez mais alargada e direcionada para diferentes públicos.”

O preço do bilhete é de 3,00€/dia, dando acesso a seis espectáculos num só dia.

BARCELOS ESTÁ NA MODA!



Afonso Vilela, o mediático ator e modelo, apresenta o Moda Barcelos 2017. Os grandes nomes não ficam por aqui, este ano a modelo especial convidada é Dânia Neto. Diana Matias e Vítor Dias, os estilistas convidados

Começa amanhã o Moda Barcelos. Roupas, joias, maquilhagens, cabelos, e não só, desfilam num dos grandes eventos que espelham a moda que se faz em Barcelos. O Largo do Município veste-se a rigor, nos dias 23 e 24 de junho, para receber as coleções de empresas e designers do concelho, bem como as coleções dos lojistas.

Moda Barcelos_Desfiles.jpg

No dia 23, serão apresentados os trabalhos desenvolvidos por designers de moda e por empresas têxteis. Este ano participam as empresas Big Zone, Fluffywhite, Fonte & Filhos, KEEPING, Pura Alternativa e os designers Abel Silva, Atelier Sara Parracho, Escola de Tecnologia e Gestão de Barcelos, Estilista Ibérica, Cris Silva, Haus ok Hades, Juliana Novais Bravery e P.P. Bungor.

No sábado, dia 24, à mesma hora, 22h, são apresentadas as coleções dos dos lojistas. As lojas participantes no Moda Barcelos 2017 são Amora, Anjo Selvagem, BarcelNoivos, Bijoux Pour Tous, Boutique CáCá, Bravery, CS Visão, Dona Cruzeta, E.Leclerc de Barcelos, Galena, Ganita Outfit, Sportive, Ilou, Malhas Roselã, Optica 2, Skulk, Wise e Wise criança.

A mostra de tendências de cabelo e maquilhagem acontece nos dois dias do evento, e ficam a cargo da Flormar, Luz'Art Cabeleireiros, Natália Cabeleireiros, Carlos Courel e Looks Cabeleireiro.

No decorrer dos desfiles, a animação estará a cargo de Nico Dance Studio, Luís Dreams, entre outros. A festa de encerramento de cada noite tem lugar reservado no mítico Paço dos Condes de Barcelos.

O Moda Barcelos é um projeto de arte e de formação que visa descobrir novos talentos, valorizar e promover a indústria têxtil, as coleções das lojas do comércio local de Barcelos e a área da moda em Barcelos. 

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CAMINHA REÚNE SEXTA-FEIRA

Sessão pode ser acompanhada em direto, online, através do sítio do município e nas redes sociais a ele associadas

A Assembleia Municipal de Caminha vai reunir sexta-feira, dia 23 de junho, pelas 21 horas, no Valadares, Teatro Municipal de Caminha. Esta sessão pode ser acompanhada em direto, online, através do sítio do município e nas redes sociais a ele associadas.

Depois do período de antes da ordem do dia, os deputados municipais vão analisar a informação escrita do presidente da Câmara sobre a atividade do Município e a situação financeira do mesmo.

Os deputados municipais vão votar a atribuição de um subsídio à Junta de Freguesia de Âncora para apoio na requalificação da Escola EB1 de Âncora, no valor de 13 mil euros. Dos trabalhos fazem parte o arranjo do telhado do edifício principal e da sala azul; pintura interior e exterior e a reparação de mastros porta bandeiras e de fechaduras de portas.

Em apreciação está também a atribuição de um subsídio à Junta de Freguesia de Moledo e Cristelo para apoio na requalificação da Escola EB1 de Cruzeiro, no montante de 12 mil euros. Os trabalhos compreendem o rebaixamento do pé direito do espaço do recreio; a construção de um alpendre em chapa pintada; a lavagem dos telhados; a reparação de rufos e algerozes; reparação e pintura de alguns espaços; a colocação de uma campainha exterior; a substituição de grelhas de ventilação; a reparação e substituição de fechaduras e puxadores de algumas portas; a substituição de três quadros de lousa por outros em aglomerado de cor branca; a aquisição e colocação de um quadro interativo; a aquisição de oito bancos corridos em madeira e respetivas mesas, entre outros trabalhos.

Os deputados municipais vão apreciar e votar uma medida excecional relativa à ocupação de espaço público, para instalação de esplanadas na Avenida Ramos Pereira, em Vila Praia de Âncora. Trata-se uma medida de apoio e potenciação à economia local.

Da ordem de trabalhos ainda faz parte a implementação de sinalética da União de Freguesias de Caminha (Matriz) e Vilarelho e a implementação de sinalética da União de Freguesias de Venade e Azevedo.

MELGAÇO RECEBE IX GALA DANÇA & FITNESS

Domingo, 25 de junho, 21h30

Gimnodesportivo do Centro de Estágios de Melgaço – Complexo Desportivo e de Lazer Comendador Rui Solheiro

Melgaço recebe no próximo domingo, dia 25 de junho, a IX Gala Dance & Fitness, este ano subordinada ao tema ‘Mundo da Fantasia’. O evento acontece pelas 21h30 e pretende dinamizar as atividades promovidas pelo Centro de Estágios de Melgaço, criando dinâmicas e sinergias entre a população local, e apresentar o trabalho das atividades de vários grupos locais. Será uma noite preenchida por momentos de magia e encanto.

Gala Centro de estágios.jpg

A IX Gala Dance & Fitness é uma organização da Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer E.M. e conta nesta edição com a presença do Grupo de dança do Centro de Estágios - MOVE SOULS; de um Mix de aulas do Centro de Estágios com a intervenção de instrutores e utilizadores do espaço; do Grupo de Ginástica de Melgaço; do Grupo de Patinagem Sport Club Melgacense; da Turma da Comunidade; e do Grupo Jucaminha.

As várias intervenções centrar-se-ão no tema escolhido para o evento, assim como o espaço, que será decorado de acordo com a temática ‘Mundo da Fantasia’ e toda a sua envolvência, criando desta forma um ambiente propício à descontração.

A entrada tem um custo de 2 euros.

CELORICO DE BASTO APRESENTA GALA DO DESPORTO

“Um concelho que respira desporto”

Mais de 500 atletas participaram da Gala do Desporto

Decorreu no dia 15 de junho, a Gala do Desporto, uma iniciativa que procurou reconhecer os clubes e associações desportivas no seu conjunto e também, atletas, dirigentes, treinadores e outras individualidades que, de algum modo, têm ou tiveram um percurso notável nas diferentes modalidades onde se inserem.

_DSC5183.jpg

“Esta Gala do Desporto é uma forma de reconhecer o trabalho desenvolvido pelos clubes e pelas associações desportivas em Celorico de Basto. É um orgulho verificar que temos tanta gente envolvida nas diferentes coletividades, tantos jovens a abraçar as modalidades que se praticam neste concelho, tantas pessoas empenhadas em tornar cada clube e cada associação ainda mais representativos e mais competitivos” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. “Os clubes, cada um com a sua modalidade, têm feito um trabalho notável na formação, têm procurado encontrar meios e formas de dar aos atletas as melhores condições para a prática das modalidades, e nós, enquanto município de Celorico de Basto, somos parceiros ativos e tudo fazemos para apoiar o melhor possível estas coletividades. Bem hajam todos pelo trabalho notável que têm feito” reforçou. O autarca salientou também os prémios individuais que foram atribuídos e que procuram galardoar o mérito desportivo e o percurso notável feito nas diferentes modalidades. “Estes prémios individuais são uma forma de agradecer o trabalho notável que estes atletas têm feito nas modalidades que praticam, a maioria a competir em grandes clubes fora do concelho, todos com raízes em Celorico de Basto. Ao mesmo tempo valorizamos aqueles que tiveram e continuam a ter um percurso exemplar nas modalidades que praticam, dirigem, treinam ou apoiam de algum modo” concluiu.

Nesta gala foram atribuídos, pelo Município de Celorico de Basto, prémios de homenagem a todos os clubes e associações desportivas locais com os próprios clubes a promoveram homenagens individuais a alguns dos seus elementos. O Município atribuiu prémios de Mérito Desportivo a Diogo Dalot, Jogador da Seleção Nacional e do Futebol Clube do Porto, Pedro Pinto, Preparador Físico altamente conceituado, Paulo Teixeira da Mota, amplamente galardoado no BTT, Helena Teixeira, também galardoada no BTT, Pedro Silva, que se tem vindo a destacar no atletismo, Diogo Carvalho, Campeão Nacional do Desporto Escolar em desporto Adaptado e Flávio Cunha, campeão Nacional e Bicampeão de Karaté. Os prémios de reconhecimento/carreira foram atribuídos a Rui Augusto Coelho Ferreira, José Manuel Moura, José Alcídio Medeiros Ribeiro e José da Silva Carvalho, todos pelo trabalho desenvolvido no futebol. David Pinto recebeu o prémio pelo trabalho desenvolvido em prol do Futsal, João Varejão pelo trabalho feito no Andebol, na Natação foi reconhecido Francisco Soares, no atletismo o prémio reconhecimento/carreira foi para Reinaldo Moura e o Kickboxing foi reconhecido Márcio Neves. Também Joaquim Cunha recebeu o troféu reconhecimento/carreira pelo percurso nas artes marciais chinesas, no desporto escolar foi distinguido Abílio Azevedo, pelo trabalho feito em prol do Clube Caça e Pesca foi reconhecido Francisco Magalhães Costa, na columbofilia o prémio reconhecimento/carreira foi para Abílio Bastos, e por fim foi homenageado Miguel Cardoso, com um percurso invejável na carreira de treinador e que se encontra a treinar o Rio Ave. O prémio foi recebido pelo pai de Miguel Cardoso que é natural de Celorico de Basto.

_DSC5232.jpg

_DSC5287.jpg

_DSC5324.jpg

_DSC5373.jpg

_DSC5541.jpg

FAMALICÃO, SANTO TIRSO E TROFA UNIDOS NA MOBILIDADE INTERMUNICIPAL

Rede de transportes entre os três municípios deverá ficar operacional em 2019

A linha de transportes que vai ligar e aproximar os municípios de Vila Nova de Famalicão, Santo Tirso e Trofa deverá estar operacional em 2019. Na segunda-feira, os autarcas dos três municípios assinaram um protocolo de colaboração para a realização de um estudo de planeamento sobre a mobilidade de passageiros na área territorial dos três concelhos, tendo em vista a organização de futuras concessões de serviço público de transporte à população.

image53492.jpeg

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, a celebração do protocolo entre as três autarquias é de “grande importância para a convergência territorial, que nos permite defender aquilo que nos une e que são os interesses da comunidade”.

O autarca lembrou as várias dificuldades que esta região conseguiu ultrapassar, sublinhando que “hoje é uma região com ambição e pujança”. Neste sentido, “era importante que déssemos este passo, neste setor”, afirmou adiantando que “foi fácil, devido à convergência das três autarquias”.

Paulo Cunha recordou ainda que muitos são os que vivem na Trofa ou Santo Tirso e trabalham em Vila Nova de Famalicão, ou vice-versa. “É por causa deles que assinamos este protocolo e que trabalharemos em conjunto para uma solução adequada”, defendeu.

Por sua vez, o presidente do município da Trofa, Sérgio Humberto, considerou que a região em que se inserem os três municípios “contribui, de forma significativa, para o PIB (Produto Interno Bruto) em termos nacionais” e que o futuro de Portugal não passa só pelo turismo, “tem de ser indústria também, tem de ser emprego”. Nesse sentido, o sistema inter-urbano de transportes vai “potenciar o tecido industrial. Potenciando isso, temos pessoas e emprego”, frisou Sérgio Humberto. O autarca trofense afirmou ainda que o atual sistema de transportes entre os três municípios é insuficiente ou inexistente.

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, considerou a“cerimónia simples, mas histórica”. O autarca defendeu que a organização de uma rede de transportes “devia ter sido a pedra de toque da organização dos territórios”já há muitos anos.

Joaquim Couto salientou que a forma encontrada para responder a esse desafio foi“encontrar uma formulação política que satisfizesse este objetivo e, depois, a sustentação técnica que permita chegar a esse objetivo. Em 2019 é provável que nós tenhamos uma nova concessão inter-municipal de transportes”.

A rede inter-urbana de transportes vai ser alvo de um concurso internacional e poderá vir a ser explorada por uma empresa ou através da concessão a um consórcio.

De acordo com o protocolo de cooperação os três municípios vão proceder a estudos conjuntos sobre a organização de um sistema de transporte público e partilhado (redes e serviços articulados e hierarquizados) sujeito a contratação futura, conjunta ou separadamente por cada entidade adjudicante, no âmbito da área territorial dos três concelhos em articulação com as redes “regionais” e “inter-regionais” que vierem a ser definidas pela Comunidade Intermunicipal e Área Metropolitana do Porto.

Caberá a cada município o investimento de 15 mil euros para a concretização do estudo.

image53486.jpeg

MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO ADJUDICA EMPREITADAS

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou, por unanimidade, na sua última reunião do passado dia 7 de junho, a adjudicação da empreitada de ‘Remodelação do Piso Térreo da Ala Poente dos Paços do Concelho de Cabeceiras de Basto’.

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (3).JPG

A obra arrancou já no passado dia 12 de junho, tendo implicado a transferência do Serviço de Atendimento Único, do Posto de Atendimento ao Cidadão e da Tesouraria para o Posto de Turismo, onde é atualmente e provisoriamente feito o atendimento aos munícipes. Já a Polícia Municipal foi transferida para a Central de Camionagem de Refojos enquanto decorrem as obras de beneficiação do rés-do-chão do edifício dos Paços do Concelho, onde, no futuro, ficará a funcionar o Espaço do Cidadão.

O projeto foi objeto de uma candidatura designada ‘Município Mais’ que foi apresentada ao Aviso nº NORTE-50-2016-12 - Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos, aguardando-se aprovação.

Nesta reunião foi também aprovado o contrato para o fornecimento e instalação de 34 ecopontos subterrâneos nas vilas de Cabeceiras de Basto, Arco de Baúlhe e Cavez, trabalhos que terão início no decurso do corrente mês de junho. A instalação deste tipo de equipamentos visa aumentar a acessibilidade do serviço de recolha seletiva de resíduos, a qualidade do serviço prestado e com isto a melhoria da qualidade ambiental.

O projeto é cofinanciado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos – PO SEUR.

Foi igualmente aprovado o contrato para a empreitada de Reabilitação das Coberturas da Igreja e Ala Nascente do Mosteiro de S. Miguel de Refojos obra que deve arrancar na primeira quinzena do mês de julho e que tem como objetivo a valorização do magnífico Mosteiro. Esta obra prevê a substituição do telhado da ala nascente do edifício da Câmara e o telhado da Igreja, bem como a beneficiação das fachadas nascente e sul do Mosteiro.

O projeto é cofinanciado pelo NORTE2020 - Programa Operacional Regional do Norte.

Nesta última reunião camarária foi aprovada por unanimidade a cedência das salas do antigo edifício da Escola da Ferreirinha à Junta de Freguesia de Cavez para o desenvolvimento das suas atividades em prol da comunidade.

Entre outros assuntos, o Executivo Municipal aprovou ainda por unanimidade a atribuição de quatro apoios à natalidade e um apoio à iniciativa empresarial e económica nas áreas agrícola, pecuária ou florestal.

SÉ DE BRAGA CELEBRA TRÊS EUCARISTIAS EM HONRA DE SÃO JOÃO BAPTISTA

A Sé de Braga comemora, a 24 de Junho, o nascimento de S. João Baptista. Durante a manhã, serão celebradas Eucaristias na Catedral, às 8h30 e às 11h30. À tarde, a Eucaristia na Catedral, que se realiza às 16h30, antecede a procissão.

A vida de S. João Baptista, relatada nas Sagradas Escrituras, pode ser resumida em poucas palavras. É filho do sacerdote Zacarias e de Isabel, prima da Virgem Maria. Retirou-se muito jovem para o deserto da Judeia para ali pregar a penitência e levar uma vida ascética, tratando o corpo com rigor e a alma com oração e reflexão. Em Jesus, que se fez baptizar pelo seu primo no rio Jordão, reconhecia o Cordeiro de Deus, o Messias anunciado pelos profetas.

Considerado o último dos profetas de Israel e o precursor do Messias, S. João Baptista é, também, o primeiro mártir da fé cristã. Encontra-se em primeiro lugar na hierarquia dos santos e constituí uma ligação viva que une o Antigo ao Novo Testamento.

image005.jpg

GUIMARÃES REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

SESSÃO ÀS 10 HORAS

Agenda do Executivo para a reunião de Câmara desta quinta-feira, 22 de junho de 2017

48 pontos fazem parte da Ordem de Trabalhos da reunião programada para a manhã desta quinta-feira, com início às 10 horas, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal.

A proposta de atribuição de medalhas honoríficas no âmbito das comemorações do “24 de Junho – Dia Um de Portugal” é um dos assuntos que serão apreciados pelo Executivo Municipal de Guimarães esta quinta-feira, 22 de junho, em reunião ordinária de Câmara com início agendado para as 10 horas, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho.

Com uma ordem de trabalhos preenchida por 48 pontos, será também apreciada a proposta de adjudicação para iluminação LED na rede de Iluminação Pública no valor de 1.830.628 euros, montante ao qual acresce a taxa de IVA em vigor. Na reunião, será apreciado igualmente o teor do contrato-programa a celebrar com a Tempo Livre para a gestão da Academia de Ginástica de Guimarães.

A Vereação vai apreciar, ainda, a atribuição de subsídios para a ampliação do cemitério de Pencelo, para a construção da Casa Mortuária em Briteiros S. Salvador, conservação e requalificação do edifício sede do Centro Recreativo e Cultural de Briteiros, onde está a Secção de Petanca, apoio à Fábrica da Igreja Paroquial de Matamá para a requalificação da antiga residência paroquial para Centro Paroquial e Comunitário, entre outros assuntos relacionados com apoios concedidos a freguesias do concelho.

Durante a reunião do Executivo Municipal, vai ser votada uma proposta de metodologia para a Classificação de Áreas para a defesa e promoção da Biodiversidade em Guimarães e outra no âmbito de um Contrato de Consórcio RENEW - Resíduos na Construção para uma Economia Circular de Indústria Intensivamente Consumidora de Recursos Naturais a Solução Competitiva para a Incorporação de Resíduos em Grande Escala.  

A ordem de trabalhos completa da reunião do Executivo Municipal é a seguinte:

01 - Listagem dos compromissos plurianuais assumidos ao abrigo da autorização prévia genérica concedida.

02 - Listagem dos contratos de aquisição de serviços – maio de 2017

03 - "Requalificação da Rua Domingos Torcato Ribeiro e Praceta Lions Internacional - Costa" - Erros e Omissões

04 - Aprovação da Ata da Reunião ordinária de 8 de junho de 2017

05 - 24 de Junho Dia Um de Portugal - Atribuição de Medalhas Honoríficas

06 - Iluminação LED na rede de IP - Adjudicação

07 - Parque de Estacionamento de Camões - Aprovação de Minuta do Contrato

08 - União de Freguesias de Briteiros S. Salvador e Briteiros Santa Leocádia - Pedido de Cedência de Autocarro

09 - Apoio à Junta de Freguesia de Longos - Campo de Jogos

10 - Freguesia de Prazins Santo Tirso e Corvite - Construção de passeio na rua Padre António Matos - cedência de materiais.

11 - Freguesia de Conde e Gandarela – Atribuição de Subsídio – Instalação de uma baixada elétrica definitiva no espaço multiusos de Conde 

12 - Freguesia de Pencelo - Atribuição de Subsídio – Ampliação do Cemitério

13 - Freguesia de Infantas – Construção de passeios e rede de drenagem de águas pluviais na rua Nossa Senhora de Fátima

14 - Freguesia de Fermentões – Atribuição de Subsídio – pavimentação vários arruamentos

15 - Alteração da menção das obras no mapa de repartição de apoios a conceder às freguesias para o ano de 2017, no que diz respeito à freguesia de Gondar 

16 - Freguesia de Briteiros S. Salvador e Sta. Leocádia - Atribuição de Subsídio – Construção de Casa Mortuária

17 - Têxteis JF Almeida S A. Pedido de interesse público no âmbito do Decreto Lei 165-14

18 - Hasta Pública - Veículos Abandonados na Via Pública, Metais Ferrosos e Viaturas do Município

19 - Sublocação de Pavilhão Localizado Junto ao AvePark - Oficinas - Laboratórios para o IPCA

20 - Recrutamento de assistentes operacionais

21 - Recrutamento de técnico superior – Arquiteto (Desenvolvimento Económico)

22 - Recrutamento de técnico superior – Arquiteto (Estudos e Projetos)

23 - Contrato Programa a celebrar com a TEMPO LIVRE FISICAL – CENTRO COMUNITÁRIO DE DESPORTO E TEMPOS LIVRES, CIPRL, ao abrigo da lei n.º 50/2012, de 31 de agosto, com as atualizações vigentes, para a Gestão da Academia de Ginástica de Guimarães

24 - Proposta de metodologia para a Classificação de Áreas para a defesa e promoção da Biodiversidade em Guimarães.

25 - Agrupamento de Escolas Santos Simões - Pedido de Cedência de Autocarro

26 - Verão no Campus UM 2017 - Apoio a Alunos

27 - V Congresso Alimentação e Autarquias - Acordo de Colaboração

28 - Atividade “Passeios à Praia/Campo” - Pedido de Cedência de Autocarro - junho e julho

29 - Agrupamento Centro de Saúde Alto Ave - Pedido de Cedência de Autocarro

30 - Agrupamento dos Centros de Saúde do Alto Ave - Pedido de cedência de autocarro

31 - Venerável Ordem Terceira de S. Francisco - Pedido de cedência de autocarro

32 - Apoios a Estratos Sociais Desfavorecidos – Atribuição de um subsídio convertido na disponibilização de um serviço de transporte para uma pessoa carenciada portadora de deficiência

33 - Apoio convertido em férias desportivas para crianças e jovens - 2017

34 - Férias Desportivas para Crianças e Jovens - 2017 - Apoio convertido em transporte

35 - Apoio à Fábrica da Igreja Paroquial de Matamá – requalificação da antiga residência paroquial para Centro Paroquial e Comunitário

36 - Casa do Povo de Serzedelo - Pedido de cedência de autocarro

37 - Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira - Procissão Do Corpo De Deus - atribuição de subsídio

38 - Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais (ADCL) - atribuição de subsídio

39 - GDTP- Grupo Desportivo de Transplantados de Portugal-Mundiais de Madrid - Atribuição Subsídio

40 - Associação Nacional de Treinadores de Futebol - Pedido de Cedência de Autocarro

41 - Atribuição Subsídio-Rally de Portugal 2017

42 - GRUFC (Guimarães Rugby Union Football Club) - Pedido de cedência de autocarro

43 - Clube Académico de Castelões – Conclusão dos Trabalhos no Parque Desportivo 

44 - Centro Recreativo e Cultural de Briteiros – Secção de Petanca – conservação e requalificação do edifício sede. 

45 - Moto Clube de Guimarães - 22ª Concentração Mototurística de Guimarães - Atribuição de Apoio

46 - Apoio ao Centro Social Paroquial de Donim – reparação das piscinas

47 - Contrato de Consórcio – RENEW - Resíduos na Construção para uma Economia Circular de Indústria Intensivamente Consumidora de Recursos Naturais a Solução Competitiva para a Incorporação de Resíduos em Grande Escala 

48 - Aprovação da Ata em Minuta          

Ligação para transferência dos documentos que serão apreciados na Reunião de Câmara (22.06.2017): https://we.tl/ZoaElEvbXV (link disponível até 27 de junho 2017)

MELGAÇO INTEGRA LIVRO "SUCCESS FULL - CASOS DE SUCESSO NOS MUNICÍPIOS PORTUGUESES"

A obra assenta numa abordagem diversificada dentro da área do Marketing Territorial

Melgaço é um exemplo de sucesso e gestão! O município Mais a Norte de Portugal integra uma publicação inédita em Portugal que se baseia em casos de sucesso na gestão de vários municípios de Portugal. Pela primeira vez em Portugal, mais de duas dezenas de reputados académicos e investigadores de universidades, politécnicos e escolas de gestão, com a coordenação de João Abreu, elaboraram um conjunto de case studies baseados em 13 experiências de sucesso na gestão de municípios portugueses, e Melgaço está lá. A obra foi apresentada no passado sábado, 17 de junho, na Fnac do Norte Shopping.

Success Full – Casos de Sucesso nos Municípios Portugueses (2).jpg

«Success Full – Casos de Sucesso nos Municípios Portugueses», é um livro de inegável interesse para autarquias, entidades de coordenação supramunicipal, investigadores e docentes, partidos políticos, gestores. A obra, editada pela Idioteque, assenta numa abordagem diversificada dentro da área do Marketing Territorial, centrando-se em casos diferenciadores: aborda temáticas tão ricas e diversas como o turismo e património, a gastronomia e vinhos, a atração e promoção do investimento, as políticas culturais e de educação, a sustentabilidade, os eventos icónicos, entre outros. ‘Este é o reflexo do trabalho que a autarquia tem desenvolvido em prol do município’, considera Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal de Melgaço.

Amarante, Cabeceiras de Basto, Gondomar, Lamego, Maia, Mangualde, Paredes, Porto, São João da Madeira, Vila do Conde, Vila Nova de Famalicão e Vila Nova de Gaia, são os restantes municípios abordados.

A sessão de lançamento contou também com as apresentações de João Abreu, coordenador da obra, e de António Azevedo, especialista em Marketing de Cidades e professor da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho.

Success Full – Casos de Sucesso nos Municípios Portugueses (1).jpg

MONÇÃO. PLANO ESTRATÉGICO DE REABILITAÇÃO URBANA (PERU) APONTA PARA 24 PROJETOS ESTRUTURANTES NO VALOR GLOBAL DE 20 MILHÕES DE EUROS

Documento, apresentado ontem à noite, no Cine Teatro João Verde, assenta num rigoroso estudo de caraterização e diagnóstico do centro urbano de Monção, assumindo-se como um instrumento estruturante com metodologias, estratégias e projetos para concretizar nos próximos 10 a 15 anos.  

Plano 01 (Large).JPG

O Plano Estratégico de Reabilitação Urbana é documento extenso elaborado pela Sociedade Portuguesa de Inovação com algumas orientações estratégicas no sentido de promover uma maior aproximação ao rio Minho e assegurar equilíbrio entre áreas pedonais/espaços verdes e estacionamento automóvel. A apresentação pública decorreu, ontem à noite, no Cine Teatro João Verde.

O documento, apresentado por João Medina, acompanhado na mesa por Augusto de Oliveira Domingues e Conceição Soares, esteve em audiência pública entre os dias 10 de maio e 18 de junho, tendo recebido quatro comentários escritos. Amanhã, 22 de junho, pelas 10h00, será objeto de apreciação e votação na reunião ordinária do executivo municipal. No dia 29, quinta-feira, pelas 21h00, sobe à Assembleia Municipal.

O PERU incide na materialização de diversas medidas e ações que contribuam decisivamente para fazer de Monção um território de elevada qualidade urbanística, patrimonial e ambiental que potencie a atratividade do centro histórico e da zona ribeirinha. O objetivo é ativar novas funções urbanas e fomentar atividades económicas geradoras de emprego.

plano 02 (Large).JPG

Neste contexto, foram elencados quatro eixos estratégicos que resumidamente se prendem com a reabilitação do parque edificado, promoção do empreendedorismo, aproximação à zona ribeirinha, valorização dos recursos endógenos, fortalecimento da identidade local, qualificação da oferta turística, melhoria dos espaços urbanos, reforço da mobilidade suave e consolidação da ligação transfronteiriça.

Estratégia de longo prazo

Uma estratégia de longo prazo, entre 10 a 15 anos, que aponta para a efetivação de 24 projetos estruturantes no valor global de 20 milhões de euros de investimento municipal. Uns já estão concluídos ou em fase de execução e outros aguardam o tempo certo com o financiamento adequado. Para já, estão em fase de estudo prévio, recolha de pareceres técnicos ou elaboração de projeto.  

E quais são? O plano refere alguns finalizados como a recém-inaugurada Casa da Música/Sede da Banda Musical de Monção, outros em execução como a zona do Porcalho e ainda outros em fase de arranque como a requalificação da Praça da República e arruamentos envolventes. A propósito, refira-se que a empreitada, entregue à empresa “Limabuild, Engenharia e construções, Lda”, pelo valor de 615.854,89 €, imposto incluído, inicia-se na Rua 25 de Abril num prazo muito curto.

O documento propõe também a reabilitação integral do casco muralhado, revitalização do baluarte/largo do Souto, recuperação/adaptação da Casa Souto D` Rei em Museu Municipal, requalificação da Praça Deu-la-Deu, e beneficiação do eixo viário da Rua da Veiga Velha/Rua D. Afonso Henriques/Largo Dr. Oliveira e Silva.

Neste capítulo, referência para a requalificação integral da Avenida Afonso III, envolvente da antiga estação da CP. Depois da recuperação da antiga estação e aquisição/demolição das habitações junto à muralha, o documento contempla a continuação de investimento naquela zona nevrálgica de entrada no centro urbano.

Parque de estacionamento subterrâneo

De momento, a única ideia concreta defendida pelo atual executivo é a recuperação breve do muralhado do baluarte da Cova do Cão e a construção de um parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 300 lugares mais as garagens individuais para os proprietários das garagens do “Prédio das Finanças”.

A opção deste local prende-se com o facto de se tratar de uma zona de aterro que não deverá trazer qualquer imprevisto relacionado com a paragem da obra e consequente incremento financeiro. Situação que poderia não se verificar na Praça da República ou Praça Deu-la-Deu devido à proximidade de habitações e possibilidade de aparecimento de afloramentos graníticos ou achados arqueológicos

O futuro do cais da estação, algo que tem dividido a opinião dos monçanenses, conforme se constatou no inquérito lançado online pela autarquia, ainda não está definido, sendo certo que passará por uma das três situações: recuperação, demolição ou deslocalização para um local próximo. Os técnicos da REFER defendem a sua recuperação. Os técnicos de organismos culturais optam pela sua demolição, garantindo mais visibilidade ao pano de muralha.

No parque termal, em conjunto com a nova funcionalidade do antigo edifício termal, concluído no exterior, estão pensadas várias intervenções: prolongamento do parque infantil com novas ofertas recreativas, ligação do “túnel do Arado” ao passadiço de madeira, criação de ecovia até à freguesia da Bela, construção de parque de campismo a montante do Parque Desportivo Municipal e edificação de um bar de apoio.

“Trata-se de um plano de longo prazo que pretende reforçar a centralidade e atratividade de Monção e transmitir um sinal muito claro à iniciativa privada que vale a pena investir em Monção” Augusto de Oliveira Domingues

plano 03 (Large).JPG

ANIMAÇÃO À GRANDE NO FESTIVAL DE VERÃO NA PISCINA MUNICIPAL DE AMARES

A Piscina Municipal Coberta transformou-se num verdadeiro parque de diversões naquele que foi o 3º Festival de Verão organizado pelo Município de Amares em parceria com a ADDVH – Associação de Desenvolvimento Desportivo Vale do Homem. A grande novidade, este ano, foi a presença de um insuflável gigante que fez as delícias de miúdos e graúdos.

IMG_1904.jpg

O Festival de Verão contou com a participação de 117 crianças e jovens e cerca de 50 pais a assistir. A iniciativa seguiu os meus moldes dos anos anteriores, em termos de escalonamento dos níveis de prática e de modalidades do evento, sendo que os primeiros a participar foram as crianças dos 3 aos 9, seguidos dos jovens dos 10 aos 14. No final, foi a vez dos bebés desfrutaram da piscina nesta atividade que culminou com uma mega aula de hidroginástica.

Recorde-se que a Piscina Municipal Coberta de Amares disponibiliza aos seus utilizadores um conjunto de serviços como natação para bebés, crianças e adultos, hidroterapia e hidroginástica.

IMG_1905.jpg

IMG_1907.jpg

IMG_1915.jpg

BRACARENSES CORREM PELO S. JOÃO

Corrida de São João assume-se como ´manifestação desportiva e social´. Prova do próximo Domingo conta já com mais de 4 mil atletas inscritos

É já no próximo Domingo, dia 25 de Junho, que Braga acolhe a quarta edição da Corrida de São João. A prova está a ganhar cada vez mais espaço no panorama desportivo nacional, assumindo-se como uma grande manifestação desportiva e social.

CMB21062017SERGIOFREITAS0000007805.jpg

Com partida e chegada na Avenida João Paulo II, o percurso de 12 quilómetros possibilita aos atletas conhecer a Cidade e o seu Centro Histórico, numa altura em que Braga vive as mais antigas festas Sanjoaninas do País. À semelhança das edições anteriores, irá decorrer, em simultâneo, uma caminhada com um trajecto de seis quilómetros. Esta é uma prova que assume um cariz solidário ‘sem precedentes’ a nível nacional, uma vez que apenas em quatro edições a Corrida de São João de Braga já angariou 75 mil euros para ajudar as missões de diversas instituições de solidariedade social do Concelho.

“Ao longo dos últimos anos, Braga tem apostado de forma muito determinada na criação ou na qualificação de provas desportivas de grande relevo, sendo que a Corrida de São João assume-se como uma grande manifestação desportiva e social, ao mesmo tempo que promove hábitos de vida saudável”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação da prova que teve lugar esta Quarta-feira, dia 21 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Com a qualidade organizativa da Runporto e com o apoio da EDP e da Bosch, esta edição vai contribuir com dez mil euros para a delegação de Braga da Refood. A grande adesão dos Bracarenses a esta prova “é o resultado da aposta do Município em desenvolver, ao longo do ano, diversos programas de promoção desportiva junto da população”, acrescentou o Autarca, apelando à compreensão dos moradores pelos constrangimentos onde a prova vai passar.

Na edição do ano transacto, foram cerca de 4.200 inscritos na Corrida de São João e, para esta quarta edição, já estão mais de 4 mil inscritos, um dado que leva a organização do evento a estimar ultrapassar o número de inscritos da edição anterior.

Já Sameiro Araújo, vereadora do Desporto do Município de Braga, lembrou que a Corrida de São João “tem vindo a crescer todos os anos e a contar com a participação de alguns dos maiores nomes do atletismo nacional”. Segundo a responsável, esta é “uma prova singular e um momento de exaltação da cultura desportiva que actualmente se vive em Braga”.

Nomes como Filomena Costa, Rui Pedro Silva, Daniel Pinheiro, Silvana Dias, entre outros, fazem parte de uma vasta lista de atletas de elite já inscritos na Corrida de São João de Braga. As inscrições para a quarta edição ainda decorrem e podem ser efectuadas online no site da Runporto, na Câmara Municipal de Braga, nas lojas da Sport Zone de Braga e do Porto, e na Loja do Corredor.

CMB21062017SERGIOFREITAS0000007807.jpg

CMB21062017SERGIOFREITAS0000007808.jpg

MONÇÃO REALIZA FEIRA DO ALVARINHO

A melhor feira do país dedicada ao setor dos vinhos está a chegar. Marque na agenda: 30 de junho e 1 e 2 de julho. Três dias de promoção do vinho Alvarinho, degustação gastronómica e animação popular.Venha brindar connosco. E convide os seus familiares e amigos.

A Feira do Alvarinho de Monção, certame destinado a promover aquele produto vínico singular e nobre da nossa região, realiza-se nos dias 30 de junho e 1 e 2 de julho, apresentando uma programação destinada a todos os públicos, complementada com provas de vinho, degustação gastronómica, conferências temáticas e animação musical.

No Campo da Feira, vai localizar-se uma tenda gigante com produtores de vinho Alvarinho (31) tasquinhas/ranchos (8), fumeiros/queijaria (5), tasquinhas (5), doçaria tradicional (4). No espaço exterior, situam-se os expositores de artesanato (32), instituições e associações locais (13), patrocinadores oficiais (12) e organização/venda de copos (2).

Ao todo, marcam presença na feira112 expositores, acrescentando-se um posto de informação, um posto médico, um espaço infantil, instalações sanitárias, espaço lounge, Eprami.come e espaço “Vinho – Grandes Escolhas”, onde decorrerão as conferências e palestras a cargo de oradores prestigiados e conhecedores desta casta aromática.

Num evento de sucesso que se renova de ano para ano, a edição deste ano disponibiliza, em parceria com a Confraria da Foda de Pias, uma área dedicada à degustação da gastronomia monçanense, Cordeiro à Moda de Monção, conhecido como Foda à Monção, com apresentação daquele prato típico da região.

A abertura oficial está marcada para as 11h00 com a presença do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luis Medeiros Vieira, abrindo espaço a três dias de promoção dos vinhos Alvarinho, gastronomia local e rentabilização económica dos expositores, comércio, hotelaria e restauração do concelho.

Milhares de pessoas, de diferentes áreas geográficas de Portugal e Espanha, rumam à Terra de Deu-la-Deu Martins para “sentir” a Feira do Alvarinho de Monção. No último ano, no mesmo local, terão passado pelo recinto da feira 70mil pessoas, originando um volume de negócio direto e indireto (cafetarias, restauração, hotelaria, comércio..) superior a meio milhão de euros.

Ao longo dos três dias, as tardes serão preenchidas com agrupamentos folclóricos do nosso concelho. As noites iniciam-se com animação de rua (charangas), continuando, pela noite dentro, com Dj`s conhecidos do grande público. Na sexta-feira, Paulino Coelho. No sábado, Fernando Alvim.

A Feira do Alvarinho de Monção tem como finalidade reforçar a sua condição de instrumento estratégico para a promoção e comercialização daquele produto singular produzido em Monção e Melgaço, enaltecendo as suas características vinícolas ímpares e diferenciadoras e promovendo o estabelecimento de parcerias comerciais.

Assume-se ainda como uma espaço de divulgação da atividade empresarial e associativa da região e como uma “montra” para a dinamização do mundo rural através da apresentação, valorização e comercialização de produtos e artigos locais e regionais.

cartaz.tif

Dia 1 sábado.png

Dia 2 domingo.png

dia 30 sexta.png

Planta.png

TERRABOURENSES CUMPREM MINUTO DE SILÊNCIO PELAS VÍTIMAS DA TRAGÉDIA DE PEDRÓGÃO GRANDE

Terras de Bouro assinala minuto de silêncio em memória das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande

O Município de Terras de Bouro informa que irá consagrar hoje, às 13 horas, conforme o apelo do Senhor Presidente da Assembleia da República,, Dr. Ferro Rodrigues, um minuto de silêncio, em memória das vítimas dos recentes incêndios em Pedrogão Grande.

Esta é uma forma importante de todos se manifestarem e se associarem a este momento de enorme consternação e de grande dor nacional.

O incêndio que deflagrou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 150 feridos, segundo um balanço divulgado hoje.

TEOLINDA GERESÃO VENCE GRANDE PRÉMIO DE CONTO CAMILO CASTELO BRANCO

Júri decidiu atribuir o prémio ao livro “Prantos, amores e outros desvarios”

Um júri constituído por Cristina Robalo Cordeiro, Raquel Camacho e Salvato Teles de Menezes, reunido na Sede da APE, decidiu por unanimidade, atribuir o prémio de Conto Camilo Castelo Branco ao livro “Prantos, amores e outros desvarios”, de Teolinda Gersão (Porto Editora).

DSC_1083.JPG

O júri sublinhou “o domínio total das características do conto. Língua cuidada, elegante, erudita. Unidade temática. Transcendência. A capacidade de surpreender sucessivamente no conto seguinte, sendo que o anterior parecia ter sido, indubitavelmente, magistral.”

O Prémio, instituído em 1991, pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em colaboração com a Associação Portuguesa de Escritores destina-se a distinguir uma obra em língua portuguesa de um autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro em 1.ª edição, no decurso do ano de 2016. O valor do prémio é de 7.500 euros.

É a segunda vez que Teolinda Gersão recebe este prémio, tendo conquistado pela primeira vez em 2002 com "Histórias de ver e andar". Em 2006, a escritora foi homenageada com a atribuição do mais alto galardão do Famafest, a Pena de Camilo, no encerramento do Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Famalicão.

Teolinda Gersão, 77 anos, é autora de romances, novelas e contos, tendo-se estreado em 1981 com "O silêncio", que lhe valeu o Prémio de Ficção do Pen Club.

A autora soma ainda outros prémios literários, como o Grande Prémio de Romance e Novela da APE 1995 conquistado com "A casa da cabeça de cavalo", o Prémio de Literatura da Fundação Inês de Castro 2008 com "A mulher que prendeu a chuva" e o Prémio Fernando Namora 2015 com "Passagens".

Em 2016, Teolinda Gersão foi distinguida com o Prémio Literário Vergílio Ferreira pelo conjunto da obra literária.

A data do ato formal de entrega será oportunamente anunciada.

DSC_1156.JPG

SOLIDARIEDADE MOBILIZA RUSGA DE SÃO VICENTE DE BRAGA

Missão cumprida - 'RUSGA SOLIDÁRIA' (1ª ação)

Lema da ação: "Atuação cancelada, ação solidária redobrada".

eng_constantinho_comandante_proteção_civil.jpg

AGRADECIMENTO

A toda a 'Família Rusgueira', amigos, bracarenses, população em geral, instituições e empresas, o nosso reconhecido agradecimento.

A direção da Rusga de S. Vicente de Braga - GEBM, deu por concluída a 1ª ação solidária, de ajuda às vítimas da tragédia de Pedrogão Grande e concelhos adstritos.

Amanhã, quinta-feira, com a entrega da última carga, daremos por finda a 2ª ação da 'RUSGA SOLIDÁRIA'. Assim, as portas da sede da Rusga continuarão abertas amanhã, das 10h:00 às 16h:00. Saída da última carga às 17h:00.

Eis, alguns números da 1ª ação:

- Mais de 1000 Km percorridos, entre recolhas e entregas;

- 4 viagens entre Braga e o quartel dos Bombeiros Sapadores de Coimbra;

- Duas cargas, com mais de 1 tonelada e meia, em géneros alimentícios (águas, leite, sumos, bolachas, barras energéticas, frutas, etc.), produtos de farmácia, higiene, loiças, roupas (de cama e vestuário de mulher e de homem) e calçado.

- Uma carta das meninas Beatriz Brito e Matilde Brito, repleta de solidariedade para todos os 'Soldados da Paz', entregue ao engª Constantino, comandante da Proteção Civil de Coimbra.

rsv_fts_arq_0015.jpg

FAFE INAUGURA MERCADO MUNICIPAL

Espaço devolve melhores condições de trabalho a vendedores e comerciantes

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, inaugurou, esta manhã, as novas instalações do Mercado Municipal de Fafe.

DSA_8519A.jpg

O novo espaço está localizado na Praça das Comunidades, a 100 metros do antigo mercado.

A obra, que contou com um investimento de cerca de 258 mil euros, integra, no rés do chão, onze espaços comerciais (5 pontos de venda de Peixe, 2 de Frutas e Legumes, 1 de Fumeiro, 2 de Flores e 1 Talho), instalações sanitárias e vestiários para os funcionários, articulados entre eles, valorizando o espaço de circulação. No piso superior, foram criados três gabinetes administrativos para o Veterinário Municipal e os serviços de fiscalização e segurança, e instalações sanitárias de apoio.

Na persecução de criar um edifício mais inclusivo, este foi alvo de modificações no âmbito das suas acessibilidades, passando a ser dotado de instalações sanitárias acessíveis a indivíduos de mobilidade condicionada.

Recorde-se que o novo Mercado Municipal está localizado num edifício já existente, com cerca de 25 anos, inutilizado nos últimos tempos.

Na cerimónia de inauguração, Raul Cunha, destacou a importância de que estas novas instalações representam para os comerciantes que trabalham no Mercado e também para todos os fafenses.

“Este mercado era uma necessidade para os comerciantes que trabalham no Mercado e também para os fafenses que o visitam, enquanto clientes.

Conheço muitas das pessoas que aqui trabalham e sei do esforço que fizeram, durante todos estes anos, para poder trabalhar, principalmente no Inverno, com condições precárias, falta de protecção e segurança, frio, chuva.

Este é um mercado pequeno, à dimensão da nossa cidade, mas que acolhe os comerciantes que trabalhavam no antigo espaço.

Estamos muito satisfeitos por termos este novo edifício que proporciona mais qualidade e conforto a todos, devolvendo melhores condições aos comerciantes que aqui trabalham diariamente.

Quero, finalmente, deixar uma palavra de agradecimento a todos os técnicos da Câmara que colaboraram, exaustivamente, neste projecto e também à empresa que aqui trabalhou.”

“No que toca ao edifício onde funcionava o mercado até então, há várias soluções pensadas, mas queremos que seja um espaço útil e consensual para todos os fafenses”, rematou o autarca.

DSA_8523A.jpg

DSA_8527A.jpg

DSA_8539A.jpg

DSA_8540A.jpg

DSA_8550A.jpg

DSA_8555A.jpg

DSA_8574A.jpg

DSA_8580A.jpg

DSA_8581A.jpg

DSA_8591A.jpg

“QUE FESTA É ESTA?” ESTREIA EM CERVEIRA

As Comédias do Minho apresentam, nos cinco municípios do Vale do Minho, “QUE FESTA É ESTA?”. Trata-se de um espetáculo de teatro, com criação de Ricardo Alves, cuja estreia está agendada para Vila Nova de Cerveira, entre esta quinta-feira e domingo.

comédias_que festa é esta_img.jpg

De acordo com a sinopse: “Um petisco? Um copinho? Cerveja ou vinho? Bebem-se os risos, engolem-se as mágoas. Hoje há festa lá no largo, no descampado. Hoje há teatro e música e pezinho de quem dança. Hoje é dia de sair à rua para dar de beber aos olhos, para dar de comer aos ouvidos e cantar os dias quentes. Sai de casa, vem para a rua, junta as mesas e agarra-me na mão antes que, perdido de amor, caia no chão. Sai de casa, areja a graça, vem rasgado e de rosto aberto, vem connosco que o dia é certo e a noite acossa. “Que festa é esta?!” – É a nossa!”

Assim, entre esta quinta-feira e domingo, quatro freguesias do concelho de Vila nova de Cerveira acolhem mais um espetáculo de teatro marcado animação e boa disposição. Segundo a programação, no dia 22, o espetáculo está presente no Largo de S. João, em Campos; no dia 23, no Terreiro, em Vila Nova de Cerveira; no dia 24, acontece na Junta de Freguesia de Covas; e no último dia, 25, a festa teatral promete animar o Largo da Sede da Junta de Loivo. Todos os espetáculos têm início às 21h30.

Ricardo Alves afirma: “Temos a responsabilidade de vos dar um tempo, útil ou inútil mas bom. Um tempo que dedicais a ouvir o que temos a dizer. Que seja bom o ato de sair de casa e estar com os vizinhos, em sítio público, a ocupar a praça ou a rua para função que não só passar mas nela permanecer, comer, beber, conversar e ouvir o que os doidos em cima do triângulo têm para partilhar.”

E assim, o convite é para perceber e viver “QUE FESTA É ESTA?”

FAFE RECEBE ECO-FESTIVAL EM JULHO

Terra Mãe sensibiliza para causas ambientais. Mais de 15 concertos e diversas actividades num fim-de-semana dedicado à sustentabilidade ambiental

A freguesia de Fornelos, em Fafe, recebe, no fim-de-semana de 21 a 23 de Julho, a segunda edição do Festival “Terra Mãe”.

DSA_8466A.jpg

Organizado pela Associação Cultural e Recreativa “Movimento Amigos de St.ª Comba de Fornelos”, a Comunidade “Gomos da Tangerina”, a Junta de Freguesia de Fornelos e o Município de Fafe, este Eco Festival pretende ser uma grande sala de exposição das artes tradicionais, ligado a grandes causas ambientais e com uma forte componente social.

Sob o mote “Três dias para mudar o mundo, três dias para mudar de vida”, este eco festival alia-se às causas ambientais e traz a Fafe um conjunto de concertos e workshops que promovem a sensibilização ecológica e alertam para a necessidade de proteger o ambiente, numa freguesia – Fornelos – considerada a sétima mais ecológica do país.

Durante o dia, as actividades são direccionadas para os mais novos e para as famílias, com caminhadas, jogos tradicionais, oficinas de nutrição, showcooking, eco construção, yoga, conversas em círculo, teatro, palestras de sensibilização e sustentabilidade, entre muitas outras actividades.

À noite, as actividades de cariz pedagógico dão lugar a diversos concertos. Cerca de 18 artistas nacionais e internacionais vão marcar presença neste festival que vai decorrer nos terrenos contínuos à Quinta do Minhoto, com cerca de dois hectares.

O grande destaque do Festival é a banda Olive Tree Dance a atuar no sábado, 22, seguindo-se Terrakota, Progeto Aparte, Yawal, Allantantou e Teresa Gabriel.

Na sexta, o grupo Terra Livre dá as boas vindas aos festivaleiros, a partir das 20h00. Noite dentro, podem contar ainda com a atuação de Criatura, Cabra Çega, Bob Figurante, Selecta Jahbruzzy and Guests e Bugalhos.

O festival termina no Domingo, com os concertos de Samba sem Fronteiras, Krioll’Art, Grupo de Danças do Mundo e Elisabete Almeida.

A boa comida também não vai faltar, com várias tasquinhas de comes e bebes e comida vegetariana. Quem passar pelo festival, poderá também apreciar o artesanato regional e assistir a momentos de animação e artes circenses.

O festival foi apresentado esta manhã, na Praça 25 e Abril, contando com a participação de mais de 100 crianças que, através de diversas actividades, recriaram o ambiente festival.

Num ambiente de festa e voltado para as questões ecológicas, o Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, destacou a importância deste festival na sensibilização ambiental.

Este festival é mais uma oportunidade para que todos possamos contactar com boas práticas ambientais e fazer mais pela protecção da Natureza. Pretendemos, num ambiente de contacto com a Natureza, promover a sustentabilidade ambiental, contando para isso com diversas actividades direccionadas para as famílias e crianças, onde vão poder ouvir, trocar experiências, fazer algo para diminuir a pegada ecológica.

Infelizmente, a tragédia pela qual estamos a passar, com a devastação causada pelos incêndios, faz-nos repensar a atitude que deveremos ter com a Natureza e este tipo de iniciativas procuram isso mesmo: promover a sustentabilidade.

O ano passado, o Terra Mãe foi um sucesso. Para além da animação durante os três dias, conseguiu-se que o lixo recolhido correspondesse apenas a um saco de lixo, o que é, por isso, significativo da promoção ecológica que o festival procura. O objectivo, este ano, é conseguir ‘lixo zero’.”

O Presidente de Junta de Freguesia de Fornelos, David Fernandes, relembrou que “Fornelos foi considerada a sétima freguesia mais ecológica do país, este ano, o que nos deixou muito satisfeitos e incutiu, ainda mais, a protecção ambiental em todas as nossas actividades e iniciativas.

O Terra Mãe é um festival, com uma forte componente ambiental, que visa alargar e diversificar a oferta cultural do concelho, promovendo a música tradicional, fomentando o envolvimento e a participação de um público jovem e proporcionando momentos agradáveis para toda a família.”

O Terra Mãe é um Eco Festival de sensibilização ambiental que procura trazer a Fafe um conjunto de concertose outras actividades que alertem para a consciencialização ecológica. São diversas as bandas que vão passar por cá, quer nacionais, quer internacionais. Destacamos, por exemplo, Olive Tree Dance, Terrakota, Craitura, entre muitas outras bandas.

Vão ser três dias de muita animação musical, mas com um carácter pedagógico também muito importante. As crianças vão poder cá estar, passar óptimos momentos em família e, sobretudo, ficar mais atentas a estas questões”, revelou Patrick Fernandes, da Associação Cultural e Recreativa “Movimento Amigos de St.ª Comba de Fornelos.

Fátima Alves, do Movimento Gomes Tangerina, destacou “princípios da sustentabilidade no qual o Festival se estrutura. É um programa para famílias, com um conjunto de bandas de música do mundo e diversos workshops e jogos tradicionais que promovam a sustantabilidade e o convívio entre gerações.”

DSA_8473A.jpg

DSA_8488A.jpg

DSA_8495A.jpg

DSA_8508A.jpg

DSA_8515A.jpg

ND5_9962A.jpg

TERRAS DE BOURO VAI NA MARCHA

Marchas Populares em Terras de Bouro a 23 de junho

A Câmara Municipal de Terras de Bouro vai promover, em conjunto com o Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro, as “Marchas Populares 2017”.

CAPA(foto de 2016).JPG

A atividade irá reunir na tarde da próxima sexta-feira, dia 23 de junho, pelas 14.15 horas, na Avenida Dr. Paulo Marcelino, vila de Terras de Bouro, cerca de 500 crianças que frequentam os Jardins de Infância e as Escolas de 1.º Ciclo e que irão encher de cor e de alegria todo o espaço central da sede do concelho, além da presença dos idosos dos Centros Sociais de Terras de Bouro.

Entidades participantes:

Idosos: CS Chorense, Cibões, Moimenta, Souto e Covide

Alunos do Clube da Música da Escola de Terras de Bouro

CAO de Souto

CSS Valdosende

Centro Escolar - Vila de Terras de Bouro

EB1 Gerês

EB1 Rio Caldo

EB1 Valdosende

JI de Carvalheira

JI de Chorense

JI de Terras de Bouro

JI de Gerês 

JI de Rio Caldo

FESTIVINHÃO É O FESTIVAL ENOTURÍSTICO DE ARCOS DE VALDEVEZ

Grande Prémio FESTIVINHÃO’17 foi entregue ao CERQUEIRAL VINHÃO 2016, que também arrecadou a Selecção do Ano e Vinho Arcos de Valdevez do Ano ambos na classe “Tinto”

Encerrou no domingo a segunda edição do FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez, numa organização da Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez e do Município de Arcos de Valdevez onde foi possível provar, comprar e beber os melhores vinhos da Região dos Vinhos Verdes, acompanhados por petiscos tradicionais na terra Onde Portugal se Fez.

A organização, solidária com a da tragédia da comunidade de Pedrógão Grande cancelou toda a animação na tarde de domingo. A componente expositiva, seguiu a sua programação, apenas foram excluídas as restantes actividades.

No sábado apesar das temperaturas terem rondado os 40 graus, a Vila de Arcos de Valdevez encheu-se de visitantes e de população local que animaram as tasquinhas e as bancas dos produtores. O público aderiu mais em força logo que a temperatura começou a reduzir e a noite se aproximou, tendo as pessoas saído para a rua para matarem a sede com um vinho fresquinho.

As atividades tiveram início logo pela manhã com uma vista guiada, degustação e prova a três quintas de vitivinicultores associados na Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez. A animação começou de forma tradicional com um grupo de bombos a anunciar a festa e seguiu-se de meia em meia hora, alternando pelos 3 palcos do evento. As bandas e o teatro de rua animaram as ruas do centro histórico e permitiram aos populares cantar e dançar em conjunto com os profissionais. Foram momentos altos de entusiasmo que sempre agradam a quem assiste e torna os eventos mais hospitaleiros.

Os concertos encerraram a sua programação pela meia-noite, mas começou um espectáculo de DJ no Largo da Lapa, o tradicional centro social da Vila Arcuense. Foi o convite à dança, acompanhada por um bom copo e um petisco para retemperar energias.

Na sexta-feira além do Seminário FESTIVINHÃO com duas componentes, uma dedicada à Cultura da Vinha, outra à Relação Turismo e Gastronomia e Vinhos, decorreu o jantar de gala da entrega de diplomas aos vinhos seleccionados em prova cega e premiados nas categorias de Selecção do Ano (qualquer vinho da Região dos Vinhos Verdes, a concurso), Vinho de Arcos de Valdevez do Ano (vinho de vitivinicultor com sede em Arcos de Valdevez) e o Grande Prémio FESTIVINHÃO’17, destinado exclusivamente ao melhor vinho tinto da casta Vinhão a concurso na Selecção do Ano.

O Grande Prémio FESTIVINHÃO’17 foi entregue ao CERQUEIRAL VINHÃO 2016, que também arrecadou a Selecção do Ano e Vinho Arcos de Valdevez do Ano ambos na classe “Tinto”. A Quinta do Cerqueiral, Lda arrecadou ainda mais um diploma pelo Vinho de Arcos de Valdevez do Ano na classe “Rosé”. Dois grandes vencedores da noite a acumular diplomas, foram: a Adega Cooperativa de Ponte da Barca que conseguiu vencer a Selecção do Ano nas classes de “Rosé”, “Espumante de Vinho Verde Branco” e “Espumante de Vinho Verde Tinto” ; e a Casa dos Borralhais com os Vinhos de Arcos de Valdevez do Ano nas classes de “Branco” e “Espumante de Vinho Verde”.  Por último, outro grande vencedor na Selecção do Ano na classe “Branco” foi Leonor da Conceição Rodrigues com o “Terras de Real Alvarinho 2016”.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE APOIA JUNTAS DE FREGUESIA

Em reunião do executivo, o Município de Esposende deliberou, por unanimidade, conceder um conjunto de apoios financeiros às Juntas de Freguesia do concelho, no valor global de aproximadamente 38 714 euros.

DSC08688 (006).JPG

Deste montante, 3 750 euros correspondem ao apoio a prestar a todas as Juntas de Freguesia pela colaboração na organização do Desfile Histórico que a Câmara Municipal vai levar a efeito, no âmbito das comemorações do Dia do Município 2017, no próximo dia 20 de agosto. Dada a dimensão do projeto, e à semelhança de anteriores edições, o Município solicitou o apoio das Juntas de Freguesia na colaboração em algumas tarefas, nomeadamente no que se refere à mobilização de participantes, encaminhamento e acompanhamento do desfile. Dado que esta colaboração representa alguns encargos para as Juntas de Freguesia, foi deliberado atribuir um subsídio de 250 euros a cada uma das quinze freguesias, recebendo as Uniões de Freguesia o montante correspondente.

Noutro âmbito, para a Junta de Freguesia de Antas será transferida uma verba no valor de 24 480 euros, à qual acresce IVA à taxa legal em vigor, para financiar a pavimentação da Travessa da Fonte d`Arinha e a execução da reconstrução de um muro de suporte na mesma via.

A Junta de Freguesia de Gemeses vai receber um apoio financeiro de 7 101,99 euros para fazer face às despesas com as obras complementares da intervenção de beneficiação da respetiva sede, encargos que se prendem com alterações de redes, pavimentos e pinturas.

Em resposta à solicitação da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Belinho e Mar, a Câmara Municipal vai atribuir um apoio financeiro de 1.912,80 euros para comparticipar as despesas com o aluguer de um contentor equipado com instalações sanitárias, bem como de todas as obras necessárias a utilização de tal equipamento, para apoio aos peregrinos por altura das festividades em honra de Nossa Senhora da Guia.

PONTE DE LIMA CANDIDATA PAÇO DE VITORINO DAS DONAS AO PROGRAMA DOS ARQUIVOS IBEROAMERICANOS

Município de Ponte de Lima Apoia Candidatura do Paço de Vitorino das Donas ao Programa dos Arquivos IBEROAMERICANOS

O Município de Ponte de Lima candidatou-se, em 2015, ao programa ADAI (Apoio ao Desenvolvimento dos Arquivos Iberoamericanos), submetendo a concurso uma candidatura do Paço de Vitorino das Donas.

Paço Vitorino Hotel (Medium).jpg

Deu-se por concluído no final do mês de maio, a execução da candidatura “Arquivo do Paço de Vitornio das Donas: Tratamento, digitalização e difusão online”, co-financiada pela Agência Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID).

O projeto visou garantir a preservação, valorização e difusão do Arquivo do Paço de Vitorino das Donas, constituído por documentação que remonta ao início do séc. XVI sendo que a primeira geração da família tem início em António Ramos, natural da vila de Viana, capitão “das partes das Índias de Castela” - mais concretamente em Cusco (Perú) e na Costa de Cartagena (Colômbia) - onde veio a casar com Catarina Capa Yupange, natural da cidade de Cusco, sendo esta possivelmente uma das filhas do Imperador Inca Atahualpa.

Os resultados da primeira fase do projeto, já estão disponíveis para consulta através do catálogo online do Arquivo Municipal de Ponte de Lima.

http://pesquisa.arquivo.cm-pontedelima.pt/details?id=991055&ht=

FUNDADOR DA CASA DO CONCELHO DE PONTE DE LIMA QUER APAGAR A MEMÓRIA!

Há cerca de trinta anos, Carlos Gomes – actualmente administrador do Blogue do Minho – deixou a Casa do Minho para iniciar o processo de constituição em Lisboa da Casa do Concelho de Ponte de Lima. A razão que o motivou na altura prendia-se com a impossibilidade de se constituírem núcleos concelhios naquela associação, pelo que o caminho a seguir foi o da criação de uma casa regional que congregasse os limianos radicados em Lisboa e representasse na capital do país os interesses da região.

578087_442609552486230_1187675705_n

Após uma década de forte dinâmica e grandes sucessos, a Casa do Concelho de Ponte de Lima passou a entrar numa fase de declínio e descaracterização, encontrando-se actualmente em risco de extinção em virtude da deslocalização prevista da sua sede social.

Discordando da sua orientação e sobretudo das ameaças e insultos que frequentemente recebe sempre que aquilo que noticia não é do agrado, apesar da constante recusa aos convites que lhe são dirigidos com o objectivo de divulgação das suas actividades, aquele fundador da Casa do Concelho de Ponte de Lima acaba de solicitar à Direcção daquela associação o apagamento da própria memória. E fê-lo nos seguintes termos, dirigidos ao actual presidente da Direcção:

Exmº Senhor,

Registando o desinteresse que a Casa do Concelho de Ponte de Lima vem revelando, nomeadamente em relação a propostas de divulgação no BLOGUE DO MINHO que administro, para além da atitude crescentemente hostil em relação à minha pessoa, venho pedir-lhe que retire a minha foto de todos os lugares públicos da sua sede social, incluindo no respectivo salão, e esqueçam definitivamente a minha existência e o papel que desempenhei na criação dessa associação. Trata-se de um direito de imagem que me assiste. Prometo que, uma vez satisfeita a minha pretensão, retribuirei com o meu esquecimento.

Com os melhores cumprimentos,

Carlos Gomes

(Ex-sócio nº 1 da Casa do Concelho de Ponte de Lima)

14568015_1198673910176276_7948315914681042271_n.jpg

CERVEIRENSES FAZEM MINUTO DE SILÊNCIO PELAS VÍTIMAS DE PEDRÓGÃO GRANDE

Minuto de silêncio pelas vítimas de Pedrogão Grande

A Câmara Municipal de Vila Nova deCerveira associa-se ao movimento nacional de homenagem às vítimas dos incêndios de Pedrogão Grande,cumprindo um minuto de silêncio, pelas 14h00, desta quarta-feira.

O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, apelou ontem à consagração de um minuto de silêncio nacional a realizar hoje, em memória das vítimas dos incêndios de Pedrogão Grande.

Em despacho remetido a todos os funcionários municipais, o edil cerveirense solicitou o cumprimento desta manifestação de pesar. “Perante um momento de grande consternação, não podemos deixar de manifestar o nosso pesar pelas vitimas dos incêndios e a nossa solidariedade pelas famílias das vítimas e por todas aquelas que perderam os seus bens para os quais lutaram uma vida inteira”, assegura Fernando Nogueira.

Cada serviço municipal irá organizar-se de forma acumprir um minuto de silêncio, às 14h00, pelas 64 pessoas que perderam a vida no trágico incêndio de Pedrógão Grande.

Esta iniciativa pode ser igualmente realizada por todos os cerveirenses.

CRIANÇAS DE ESPOSENDE SÃO HERÓIS DA FRUTA

Município de Esposende promoveu Festa dos Heróis da Fruta

A Festa dos Heróis da Fruta, que decorreu no passado dia 19 de junho, no Pavilhão da Escola Básica de Esposende, assinalou a conclusão, neste ano letivo, do projeto “Heróis da Fruta: Lanche Escolar Saudável”.

IMG_3151.JPG

No âmbito da parceria estabelecida entre o Município de Esposende e a Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil, e integrado no Plano Municipal de Promoção da Saúde, o projeto envolveu cerca de 600 crianças dos jardins-de-infância e escolas do 1.º ciclo do ensino básico do concelho.

Este projeto, ao qual a Câmara Municipal de Esposende aderiu desde a primeira hora, pretende motivar as crianças entre os 2 e os 10 anos a adotar e a manter hábitos saudáveis na sua rotina diária, nomeadamente no que se refere ao consumo de fruta.

IMG_3138.JPG

Ao longo de todo o ano letivo, o Município proporcionou, a par da estrutura de funcionamento do projeto, um conjunto de outras atividades adicionais, com vista ao reforço da motivação das crianças para a ingestão diária da fruta. Assim, e com a colaboração da Escola Profissional de Esposende, as turmas do 3.º ano participaram, de forma direta e ativa, em atividades lúdicas, nomeadamente na confeção de espetadas, batidos e cocktails de fruta. Por sua vez, as crianças dos jardins-de-infância participaram numa atividade criada especificamente para esta faixa etária, que envolveu um conjunto de jogos e outras iniciativas que visaram também estimular os seus sentidos e consciencializar para uma escolha saudável no que se refere à sua alimentação. Em parceria com a Associação 5 ao Dia, os alunos do concelho que frequentam o 4.º ano de escolaridade visitaram o Mercado Abastecedor de Braga (MARB). Os alunos do 1.º e 2.º ano de escolaridade participaram na PROVA dos 5, uma atividade organizada em parceria com a SONAE que sensibiliza as crianças, através de diversos jogos e brincadeira, para a importância de comer fruta diariamente.

IMG_3110.JPG

A Festa dos Heróis da Fruta proporcionou a todas as crianças o reconhecimento do seu esforço e comprometimento diário no consumo de fruta, sendo atribuída a cada uma o diploma de Herói da Fruta. Tratou-se de uma experiência marcante para todas as crianças, uma vez que puderam conhecer as mascotes do projeto, bem como pular, dançar e saltar ao som das músicas que o integram. No final, cada criança recebeu ainda uma peça de fruta oferecida pelo supermercado JAJU.

A receita "mágica" dos Heróis da Fruta combina conteúdos pedagógicos com uma linguagem divertida, personagens únicas que promovem exemplos positivos e desafios capazes de manter as crianças motivadas para a adoção de hábitos saudáveis. Considerando o baixo consumo de fruta por parte das crianças e os consequentes efeitos negativos para a sua saúde, o Município de Esposende tem vindo a associar-se, assim, à Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil na dinamização e implementação deste projeto, contribuindo para o desenvolvimento saudável das crianças do concelho.

_MG_3201.JPG

_MG_3236.JPG

SENIORES DE BRAGA FAZEM BAPTISMO DE VOO

Quinta-feira, 22 de Junho, pelas 10h00, no Aeródromo Municipal, em Palmeira

O Município de Braga promove o baptismo de voo de um grupo de seniores de Braga, que terá lugar amanhã, Quinta-feira, dia 22 de Junho, pelas 10h0, no Aeródromo Municipal, em Palmeira.

A iniciativa contará com a presença da vereadora Sameiro Araújo.

Nesta acção, que se enquadra na comemoração dos 88 anos do Aeródromo Municipal e no projecto ‘Braga Dá-te Asas’, participam seniores do Lar Conde Agrolongo e da Associação Amigos da Terceira Idade de Palmeira.

FESTAS DE S. JOÃO ENCERRAM SERVIÇOS MUNICIPAIS

Encerramento dos Serviços Municipais

O Município de Braga informa que os Serviços Municipais estarão encerrados no período da tarde da próxima Sexta-feira, dia 23 de Junho, devido aos festejos do São João.

CMB02062017SERGIOFREITAS0000007468.jpg

Tal decisão teve em consideração o facto de estas festividades serem uma oportunidade de negócio para os diversos agentes económicos do Concelho e a previsibilidade de um diminuto afluxo de utentes aos serviços municipais.

Mais se informa que, não obstante a este facto, e por motivos de interesse público, se encontrarão abertos serviços essenciais, nomeadamente, o Cemitério, o Parque de Estacionamento, Aeródromo, os Corpos de Bombeiros, Mercado Municipal, Policia Municipal, o Turismo e o Parque de Campismo.

FOLKLOURES’17: HISTORIADORA ANA PAULA ASSUNÇÃO PROFERE EM LOURES PALESTRA SOBRE “USOS E COSTUMES DA REGIÃO SALOIA”

Iniciativa do Rancho Folclórico Verde Minho

A Historiadora e Museóloga Prof. Doutora Ana Paula de Sousa Assunção profere uma palestra subordinada ao tema “Usos e Costumes Tradicionais da Região Saloia”, a ter lugar no Auditório do Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, no dia 24 de Junho, pelas 15h30. A iniciativa insere-se no programa do FolkLoures’17 – Encontro de Culturas que se prolonga até ao dia 1 de Julho, altura em que tem lugar um grandioso festival de cultura tradicional no Parque da Cidade, em Loures.

foto romenia (1).jpg

O Palácio doa Marqueses da Praia e Monforte encontra-se instalado junto ao Parque da Cidade e trata-se do local onde reúne a Assembleia Municipal de Loures, dispondo das melhores condições para a realização de palestras e conferências.

A Prof. Doutora Ana Paula de Sousa Assunção é historiadora e museóloga, Mestre em História Regional e Local pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É autora de programas museológicos, reformulações de programas e criação de serviços inovadores. Conceção científica do Centro UNESCO A casa da terra. Comissária de exposições de vária índole com museografia de inclusão e género.

Tem como áreas científicas preferenciais a História Local, Saúde, Património industrial (com destaque para Fábrica de Loiça de Sacavém, Oliveira Rocha/Oliveira do Bairro), Património Cultural Imaterial, Património Religioso /obra de arte total – Cripto -história. Exerceu voluntariado na Igreja Matriz de Bucelas com descobertas de cariz científico sobre entalhador, Francisco Lopes. (Artigo no prelo). Musealização da Igreja e interpretação dos espaços em visitas.

Pelo seu trabalho, tem recebido várias distinções de Mérito Cultural e Prémios no campo da Museologia a nível nacional e internacional.

Nesse mesmo dia e local, terá ainda lugar outra iniciativa cultural integrada no programa da edição deste ano do FolkLoures, a qual contamos divulgar muito brevemente. Trata-se, pois, de um programa cultural rico e diversificado que, sob o impulso e capacidade organizativa do Rancho Folclórico Verde Minho, catapulta o concelho de Loures para a ribalta da cultura tradicional portuguesa.

Cartaz corretoVMinho.jpg

CASA MUSEU DE MONÇÃO PROMOVE COLÓQUI SOBRE "AS MULHERES NA CIDADE MODERNA"

Colóquio "As mulheres na cidade moderna" | 30 de junho (sexta feira) | Casa Museu de Monção/UMinho

O Presidente e a Direção da Casa Museu de Monção, Unidade Cultural da Universidade do Minho realizam o colóquio "As mulheres na cidade moderna", no próximo dia 30 de junho (sexta feira), na Sala de Conferências da Casa Museu de Monção da Universidade do Minho, sitas na vila de Monção.

30 junho monção.jpg

Este Colóquio pretende reunir especialistas nesta matéria e homenagear a patrona desta Casa, Senhora D. Maria Teresa Cardeal Andrade Martins Salgueiro, no ano de comemoração do centenário do seu nascimento.

PROGRAMA:

10h00 – Sessão de abertura

10h30 - Conferência Género, sexo y mística popular en la España del siglo XVII: a propósito de los entornos de Catalina de Jesús - TOMÁS MANTÉCON, Universidade de Cantábria

11h15 - Conferência Mujeres, sexo e Inquisición en la Sevilla Moderna - MARIA LUISA CANDAU, Universidade de Huelva

12h00 – Período de debate

12h45 – Pausa para almoço

14h30 – Conferência Huérfanas, educandas y maestras de oficios. El potencial cultural urbano en Galicia a finales del Antiguo Régimen - ANA SIXTO BARCIA, Universidade de Vigo

15h15 – Período de debate

16h00 - Lançamento da obra "Da caridade à Solidariedade: políticas e práticas particulares no mundo Ibérico”,organização de José Viriato Capela, Maria Marta Lobo de Araújo, Alexandra Esteves e Sandra Castro. Trata-se da compilação dos textos dos participantes no Seminário Internacional “Da Caridade à Solidariedade: políticas públicas e práticas particulares no mundo ibérico”, realizado nas instalações da Casa Museu de Monção/Universidade do Minho nos dias 5 e 6 de maio de 2016. A apresentação do livro será efetuada pela PROF. DOUTORA OFELIA REY CASTELAO da Universidade de Santiago de Compostela.

16h45 – Encerramento dos trabalhos

Organização:

Casa Museu de Monção/Universidade do Minho

Lab2PT/Universidade do Minho

Coordenadores Científicos:

José Viriato Capela

Maria Marta Lobo de Araújo

A entrada é livre!

CÂMARA DE CAMINHA PROPÕE MINUTO DE SILÊNCIO PELAS VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS DE PEDROGÃO GRANDE

Minuto de silêncio decorrerá às 13H00, junto ao edifício dos Paços do Concelho, em Caminha

A Câmara Municipal de Caminha junta-se ao movimento nacional de homenagem às vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande apelando aos cidadãos para que se juntem, pelas 13H00, de hoje, em frente ao edifício dos Paços do Concelho, em Caminha, para um minuto de silêncio.

O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, apelou ontem à consagração de um minuto de silêncio nacional a realizar hoje, quarta-feira, às 13H00, em memória das vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande.

O presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, apela aos caminheses que comunguem com milhões de portugueses nesta manifestação de pesar lançada pela Assembleia da República, juntando-nos às 13H00 em ponto, em frente aos Paços do Concelho, em Caminha.

Este é um momento de choque e consternação para todos. Portugal viveu uma tragédia quase sem precedentes e só o comportamento heróico de bombeiros, forças de segurança, militares, INEM, Cruz Vermelha, toda a estrutura da Proteção Civil, autarquias locais, associações e de pessoas anónimas permite amenizar os efeitos tão devastadores desta desgraça. Por isso, este é também um momento de homenagem e superação.

Para Caminha é um privilégio estar ao vosso lado numa hora de consternação e coesão nacional.

NOVA ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES - AMAR CITRUS PROMETE IMPULSIONAR A LARANJA DE AMARES

Promover e valorizar a laranja de Amares, acrescentando-lhe valor, quer através da inovação e diversificação dos canais de comercialização, quer através da melhoria e diversidade dos métodos de produção, é um dos principais objetivos da recém-criada Associação de Produtores – Amar Citrus.

20170614_191530.jpg

A primeira reunião da Assembleia Geral da respetiva associação decorreu no passado dia 14 de junho, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares e teve como ordem de trabalho a eleição dos órgãos sociais para o triénio 2017-2020, a tomada de posse dos órgãos sociais eleitos e a delegação de poderes nos órgãos sociais até a aprovação do regulamento interno.

Assessorar/apoiar produtores e agroindustriais a nível técnico,/formativo e informativo e na comercialização dos seus produtos e reconhecer e contabilizar áreas de produção e quantidade produzida, assim como, elencar opiniões e/ou necessidades manifestadas por quem produz são os primeiros objetivos definidos pela associação que pretende, ainda, desenvolver uma política de proximidade com produtores e agentes locais num clima de confiança e união para um desenvolvimento económico sustentável do concelho.

Na concretização destes objetivos, a associação de produtos locais conta com o apoio da Câmara Municipal de Amares, da ATAHCA – Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave e da CASES, Cooperativa António Sérgio para a Economia Social.

“A criação desta associação é fundamental para dinamizar e impulsionar a produção e a comercialização da laranja de Amares, bem como, para incentivar os nossos produtores/empresários a tirar o melhor partido das suas potencialidades que vão muito para além da produção e comercialização do citrino em si”, começa por referir o presidente da Câmara de Amares Manuel Moreira.

“ Esta associação toma corpo com gente dinâmica em quem acredito e, por isso, penso estão criadas as condições para que a laranja de Amares ganhe uma nova dimensão e se torne um fator de desenvolvido da economia do concelho, sublinha o autarca, recordando o protocolo de colaboração existente entre a Autarquia e a Universidade do Minho para estudo e caraterização físico-química do citrino e que poderá servir também de apoio aos produtores locais.

A presidente da Amar Citrus, Adelaide Mota, apontou como “muito positiva a recetividade de várias instituições e pessoas individuais que têm demostrado vontade para apoiar a laranja, referindo que em cerca de 1 mês a associação já conseguiu impulsionar a venda de mais de três toneladas e meia de laranja”.

A sede da associação fica na Galeria de Artes e Ofícios, em Ferreiros, lugar onde todos os interessados poderão efetuar a sua inscrição como sócios.

20170614_193545.jpg

MUNICÍPIO DE AMARES ACOLHE SESSÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE AVISO AO SISTEMA DE INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO E AO EMPREGO - SI2E

No âmbito da abertura de Avisos ao Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E), o Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares recebeu, esta tarde, uma sessão de esclarecimento promovida pela CIM Cávado - Comunidade Intermunicipal do Cávado, em parceria com a Associação de Desenvolvimento Local – ATAHCA. A abertura da sessão, onde marcou presença o presidente da ATAHCA, José Mota Alves, ficou a cargo do vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo, que endereçou um agradecimento especial às duas entidades responsáveis pela promoção das sessões de esclarecimento, reconhecendo o importante contributo que podem dar, potencializando o crescimento e dinamização das empresas sediadas do concelho.

DSC02156.jpg

O SI2E visa apoiar projetos de criação, expansão ou modernização de micro e pequenas empresas com criação líquida de emprego, através do financiamento a novos postos de trabalho e a despesas de investimento, apoiando projetos no território da NUT III Cávado.

Este incentivo é gerido pelos Grupos de Ação Local (GAL), quando se tratem de intervenções com um investimento elegível até 100.000€ e pelas Comunidades Intermunicipais, sempre que o investimento elegível seja superior a 100.000€ e até ao limite de 235.000€.

Esta linha de financiamento visa apoiar o empreendedorismo e emprego nas regiões de baixa e alta densidade, destinando-se a ações de empreendedorismo e melhoria de projetos de micro e pequenas empresas com taxas de incentivo relevantes que podem ir até 60% e que contemplam a grande generalidade de setores de actividade e uma vasta gama de tipologias de despesa de investimento.

A sessão foi dinamizada por Luís Macedo, em representação da CIM Cávado, e por Paulo Cristina, da parte da ATAHCA, que procuraram esclarecer todos os pormenores deste programa de incentivos, que entrará em vigor brevemente pelo NORTE2020,.

Toda a informação encontra-se publicado no portal do Programa Regional NORTE 2020: http://www.norte2020.pt/si2e

DSC02159.jpg

‘VOVÓ GANZA’: ESTREIA NACIONAL NO VALADARES, TEATRO MUNICIPAL DE CAMINHA NO DIA 24 DE JUNHO

Caminha foi eleita para a estreia a nível nacional de uma peça de teatro. ‘Vovó Ganza! Uma Comédia de Faca e Alguidar…’, da Companhia Vidas de A a Z dá-se a conhecer no sábado, dia 24 de junho, no Valadares Teatro Municipal de Caminha, pelas 22H00. No domingo, dia 25, estará em Vila Praia de Âncora, no Cineteatro dos Bombeiros, pelas 16H00. Os bilhetes encontram-se à venda nos Postos de Turismo do concelho.

Vovó_Ganza_Vidas_de_A_a_Z_1.jpg

Depois de ‘Auto da Índia’, o Valadares, Teatro Municipal de Caminha conta com mais uma estreia, desta feita uma peça de teatro de âmbito nacional.  ‘Vovó Ganza! Uma Comédia de Faca e Alguidar…’ “é um alerta cultural e humano cuja história se desenvolve no coração de Lisboa e um retrato pouco ortodoxo do dia-a-dia de uma família tipicamente bairrista, onde se veem esbatidas as fronteiras entre o popular e o erudito, a mentira e a verdade, a liberdade e o poder”.

Sobre o espetáculo podemos dizer que se trata “num bairro muito pouco popular, instala-se um 31: a polícia investiga um caso de tráfico. Quando o aparente inofensivo vizinho do 4º andar é preso por posse de droga, todo o bairro fica alerta e o prédio sob escuta. É aí que a porca torce o rabo! Adelaide de Jesus é a idosa simpática do rés-do-chão, que vive à míngua com a sua filha Hortência, uma encalhada que nunca juntou os trapinhos e desandou. Hortência esconde uma atração por Brocas, o afilhado problemático, que está de olho na miúda do amigo. Mas ainda a procissão vai no adro! Em apenas dois meses Lailai, mais conhecida por Vovó Ganza, vê o marido partir para terra da verdade, a sua casa ser penhorada e a filha perder o emprego, vendo-se obrigada a arregaçar as mangas antes que estale o verniz. Para mal dos seus pecados, inicia um negócio de família muito pouco convencional que chama a atenção de Antonieta, a coscuvilheira, o que a leva a ser eleita a principal dealer do bairro! Vovó Ganza é inocente e o resto são cantigas…”.

O espetáculo é produzido pela Companhia Vidas de A a Z, com encenação de Mónica Gomes, texto, cenografia e desenho de luz de Sílvia Raposo e Mónica Gomes e figurinos de Helena Raposo. No elenco conta com Márcio Piósi, Sílvia Raposo, Liane Bravo, Anabela Pires e Rui Afonso Martins.

Os bilhetes custam 3€ e já estão à venda nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora e, no próprio dia, no local do espetáculo. A comédia está agendada para as 22H00.